Forum Espirita

GERAL => Outros Temas => Tópico iniciado por: Carla Fabiane em 29 de Novembro de 2011, 16:12

Título: Justos por natureza
Enviado por: Carla Fabiane em 29 de Novembro de 2011, 16:12
 ;D Olá a todos, quase que continuando o assunto do tópico que postei, sobre desigualdades vai abaixo um assunto interessante.

Que Deus nos ilumine sempre para que possamos ter discernimento e poder de separar o bem do mal.
Carla.


(http://jizel.files.wordpress.com/2010/03/logo_50_texto11.jpg?w=248&h=300)





Matéria publicada no O Globo do dia 25 de fevereiro.

(http://jizel.files.wordpress.com/2010/03/desigualdade2.jpg?w=470)


A desigualdade que vemos mundo afora não tem cumplicidade em nosso cérebro. Um estudo publicado pela revista “Nature” mostra que, dentro de nós, a satisfação é muito maior quando todos têm direitos aos benefícios. Cientistas do Instituto Californiano de Tecnologia (Caltech) e do Trinity College, de Dublin, reuniram imagem de ressonância magnética que comprovam como o cérebro humano aprecia a igualdade.

A descoberta põe em xeque a ideia de que a justiça é uma questão cultural. O material obtido mostra que o centro de recompensa existente no órgão responde mais fortemente quando vemos uma pessoa pobre receber algum benefício (mesmo que sejam algumas garrafas d´água), do que quando o mesmo ocorre com um rico.

Para a surpresa dos estudiosos, o efeito é o mesmo até mesmo na cabeça dos endinheirados.
 Explicação da doutrina

  621 Onde está escrita a lei de Deus?

 – Na consciência.

 629 Que definição se pode dar à moral?

 – A moral é a regra do bem proceder, ou seja, a que permite distinguir entre o bem e o mal. Ela é fundada sobre o cumprimento da lei de Deus. O homem procede bem quando faz tudo para o bem de todos porque, então, cumpre a lei de Deus.

Fonte: O Livro dos Espíritos.

Atenciosamente,
Carla.