Forum Espirita

CODIFICAÇÃO => O Céu e o Inferno => Tópico iniciado por: Marianna em 30 de Outubro de 2009, 20:55

Título: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Marianna em 30 de Outubro de 2009, 20:55















(http://i397.photobucket.com/albums/pp54/Fofurinhas1/flor/cor/062.gif)

ANTICRISTO, QUEM É ELE?
       
São inúmeros os livros que falam do anticristo, todos inspirados nas previsões do Apocalipse, onde está dito que, no final dos tempos, o anticristo virá para causar sofrimento a todas as pessoas até que, numa batalha final, será vencido por Jesus em seu triunfal retorno.   

Este tema me vem à mente, exatamente neste dia 05 de novembro/08, quando o novo presente dos Estados Unidos é eleito. Estou me recordando, quando Obama apenas começava a sua escalada para ser candidato, antes mesmo do confronto com Hillary Clinton, de ter ouvido de uma amiga que Barack Obama iria ganhar as eleições americanas e que, em sua opinião intuitiva, ele é o anticristo.   

E Obama ganhou as eleições, sendo o primeiro negro a se tornar presidente dos Estados Unidos. Certamente um feito de valor elevado, considerando a grande discriminação aos negros reinante naquele país.   

- Mas, seria Obama o anticristo?    

Certo é que o anticristo, tal como visto pelos textos Bíblicos, estando na liderança da maior potência do planeta, se bem com graves crises financeiras (talvez irreversíveis), estaria certamente no melhor dos lugares para realizar seu intento.   

Nós, os espiritualistas, sabemos que está próximo de ocorrer a virada energética do planeta; portanto, é fácil concluir que estamos efetivamente nos finais dos tempos previstos na Bíblia e para então o surgimento do anticristo. Em sendo assim, o anticristo estaria no tempo correto para atuar e iria querer, muito provavelmente, ascender ao poder num país mundialmente influente e com todas as condições para realizar seu nefasto plano contra a população planetária.   

- O que diz a Bíblia sobre o anticristo?   

Em linhas bem gerais, segundo o Apocalipse 13:8, o anticristo terá influência mundial, impondo um tipo de ditadura nunca antes existente. O anticristo será marcado por inteligência e poder de persuasão, extremamente engenhoso, defendendo, inclusive, segundo Daniel 8:25, um programa de paz para conquistar, a princípio, muitos adeptos que não perceberão sua estratégia diabólica e unificará, também, estrategicamente para conquistar adeptos, as religiões antagônicas que vivem em conflitos até violentos.   

Como visto no parágrafo acima, o anticristo se ajusta perfeitamente ao perfil de um político extremamente ardiloso e se conquistar o poder em uma grande nação, a concretização de seus objetivos torna-se plenamente viáveis.   

- Então, Obama seria o anticristo?    

Barack é tido como uma pessoa com um poder de persuasão fantástico, um carisma fora de série. Não demonstrou durante a campanha eleitoral uma visão militar conhecida pelos antecessores, principalmente Goerge W. Bush. A rigor, Obama sempre se posicionou contra a guerra, especialmente a do Iraque e com isso ganhou o povo americano que já não agüentava mais essa estúpida guerra e ainda mais absurda interferência infinda no Iraque, além da morte de milhares de soldados.   

Recentemente foi possível ser visto em todo o planeta pelas emissoras de TV, a alegria estampada nos eleitores de Obama ligados às religiões distintas, tais como Mulçumanos, Judeus, Evangélicos e Católicos. Sabe-se pelos textos Bíblicos que o anticristo irá conseguir um sucesso mundial por promover a paz. Imagina-se a repercussão planetária caso o novo presidente do EUA consiga a paz definitiva no Oriente Médio? Local este em que religiosidade tem enorme peso político separatista. Seria essa união religiosa em prol de sua eleição nos Estados Unidos um prenúncio de algo ainda maior como, por exemplo, a promoção da paz entre Israel e a Palestina?   

- Obama então se enquanto no perfil do anticristo Bíblico?    

Tenho uma visão bem peculiar sobre a história Bíblica do anticristo. Pode ser a questão do anticristo mais um dos grandes equívocos bíblicos. Grande parte de historiadores sérios dizem que, a rigor, João quando falou do anticristo, estava, em verdade, referindo-se a Nero, por suas barbaridades praticadas no império romano. As metáforas, incluindo a numérica (666), foram criadas para não deixar claro a quem se referiam, tanto que João se refugiara em uma caverna, de onde escreveu o Livro do Apocalipse.   

Se então o anticristo foi Nero, segundo a visão de historiadores, é possível ter o entendimento de que o anticristo é todo aquele que, investido no poder dirigente de alguma nação, não exerce suas atividades com dedicação e amor social e, pelo contrário, opta por promover a discórdia e o ódio. Haveria na história terrena até o nosso presente alguém que pudesse suplantar Hitler e lhe tirar o título de anticristo?   

A meu ver, cada dirigente de governo que não se preocupa verdadeiramente com a população do país, especialmente os mais carentes é um anticristo. O dirigente que não se preocupa com o meio ambiente é um anticristo, pois contribui para a morte do planeta. São anticristos também aqueles que adotam a guerra ao invés de optarem pela diplomacia e pela paz.   

Pessoalmente, não creio no anticristo sendo um ser único que virá dominar a Terra e mais tarde confrontar-se com Jesus. Acredito isto sim, que há muitos anticristos dirigindo nações sob o manto de democracia, em verdade usando poderes ditatoriais e de corrupção, onde os interesses particulares suplantam os interesses coletivos, onde a falta de alimento e de saúde não é suprida como deveria.   

Creio que existem muitos anticristos dirigindo religiões, cuidando apenas da arrecadação financeira, inclusive com a indústria do dízimo (outro equívoco de interpretação Bíblica), construindo impérios como se fossem empresas capitalistas. São também anticristos, os líderes religiosos que promovem o separatismo, as chamadas “guerras santas”. Nenhuma guerra é santa, nenhuma guerra é justificável.   

Não é necessário pertencer à religião alguma e pagar dízimo para ganhar o reino do céu. É preciso, sim, buscar a evolução espiritual interior, por intermédio da prática do amor incondicional em todos os lugares. Esse é o caminho, exemplo deixado por Jesus quando viveu no planeta. É urgente o despertar do sono espiritual que ainda existe em larga escala no planeta. Esse despertar precisa ocorrer individualmente, para que, depois, venha acontecer o despertar coletivo. Não cabe mais, no tempo em que vivemos, acreditar em histórias da carochinha contadas por falsos líderes políticos e religiosos.   

Podem ser ainda considerados com anticristos as organizações que discriminam as pessoas, seja por etnia ou qualquer outro motivo, pois, a rigor, somos, todos, iguais perante o Grande Espírito. Nascemos, sem exceção, para a evolução espiritual e para o reencontro com o Criador no tempo certo, de acordo com o merecimento de cada um.   

Sei que contestar a figura do anticristo é o mesmo que contestar os textos Bíblicos. Tenho feito contestações à história oficial das religiões em vários de meus escritos. Não estou sozinho nesse posicionamento, diversos historiadores das religiões defendem que são inúmeras as inverdades e interpretações equivocadas dos textos bíblicos.   

Como não sou dono da verdade, a rigor ninguém pode se achar assim, não tenho como afirmar categoricamente que não existe o anticristo bíblico e tal como previsto no Apocalipse, caso aconteça, pode muito bem vir o anticristo a governar o planeta por três anos e meio, com prosperidade, para conquistar e dominar a população. Lembro que, coincidentemente, falta praticamente esse tempo até o ano de 2012, tido como a data provável para a implantação da Nova Era. Seria então o ano em que haveria a luta final de Jesus com o anticristo?   

Não acredito que esse confronto acontecerá literalmente, pois, a meu ver, é mais uma história incorreta, tal como equivocada é a história bíblica de Adão e Eva. No entanto, pode ser que o confronto entre Jesus e o anticristo seja, em verdade, uma alegoria entre o bem e o mal, que, a rigor, existe dentro de cada ser humano e que precisa ser resolvido numa luta interna nesse final de era em prol do nascimento de novos seres espirituais pautados no amor incondicional que habitarão o planeta na Nova Era. Claro que estou me referindo àqueles em que o lado do bem (Cristo interno) vencerá o confronto final contra o lado mal (anticristo interior).   

De toda sorte, temos sempre que ter um senso crítico e, principalmente, intuitivo para tudo que lemos, mesmo na Bíblia e, também, atentos ao planeta nessa época de muitos acontecimentos. Se for verdade que o anticristo de fato existirá aqui na Terra, pode ser o tempo de seu aparecimento nesse momento histórico do planeta e nada mais conveniente do que presidir uma grande nação, com poder capaz de influenciar todo o planeta.   

Barack Obama em tom de brincadeira disse recentemente a alguns repórteres:

“Eu não nasci numa manjedoura, não vim para salvar o mundo”.

- O que ele quis dizer com isso? Foi só uma mensagem literal ou uma frase com sentido conotativo?

Desejo de coração que o presidente do EUA faça, efetivamente, um governo justo com a população e com o planeta e não seja o anticristo, nem mais um dos inúmeros anticristos que vivem na Terra.   

A partir de agora é tempo, como nunca fora antes, para realmente se ter olhos espirituais para ver mais e além por meio da intuição, pois como diz um antigo ditado popular:

“Não creio nas bruxas, mas sei que elas existem.”    

Luz, Amor e Alerta.
Abraços fraternos.
Moacir Sader...


Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Jose Gomes da Fonseca em 30 de Outubro de 2009, 22:59
Quem é o anticristo. Sinceramente, por mais sólidas sejam as conclusões, eu sinceramente não consigo concordar. Primeiro, anticristo? que poderia fazer tal papel, representa-lo. Não acredito que exista. Alguns afirmariam, seria anticristo o Sr Edir Macedo? Outros, seria o atacante do time adversário que não teve pena do seu time? Alguns interrogalriam, seria o Papa? A lista seria enorme mas onde encontrar o opositor? Sinceramente, estou inclinado a pensar que o anticristo seria eu quando, ajo com desamor, quando o egoismo prevalece e acima de tudo quando falta fraternidade para com os meus semelhates.Importantissimo, pesquisar, refletir e buscar respostas coerentes sobre o anticristo, mas nunca deveriamos esquecer de olhar no espelho e pensar seriamente que estamos vendo o anticristo, que pode um dia também ser um cristo.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 30 de Outubro de 2009, 23:50
Saudações,
É muito confuso o capítulo 13 do Apocalipse,
se formos refletir que no final do texto,
fala sobre o número da besta 666, que por
estudos mostram que tratavasse do papa,
 que a marca na mão é o beijo dado na do papa,
e a marca na testa o sinal da cruz feito por ele,
temos a impressão que foi algo que já passou.
Porém, o autor do texto em questão, observou
bem os 42 meses ligado ao ano de 2012,
e principalmente a doutrina da PAZ.
É, agora ficou difícil, este tópico vai dar o que falar,
rsrsrs...


Abraços.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MarcoALSilva em 31 de Outubro de 2009, 00:21

De minha parte, sinceramente considero que se há um "anticristo" deve ser a idéia de que há um Deus bonzinho ao qual se contrapõe um Diabo mauzão...

Séculos de desinformação... A tirania e terrorismo do medo... Fogueiras, Tomás de Torquemada... Centenas poderiam ser mencionados.

É a quebra filosófica da noção primitiva de unidade da criação. O mundo ocidental, principalmente, sustenta crenças e teologias em nebulosas concepções de bem e mal. Elegem a dualidade como a expressão única da existência e relegam o Unitário a um quase sofisma. Há séculos ocorre uma mal dissimulada arte de dividir para conquistar, empregando a genialidade do strategos romano no domínio das massas pela cisão da divindade no fogo infernal em contrapartida à glória dos anjos.

Entrementes, rapina dos recursos templários e a eleição do bode (baphomet) como símbolo do temível "príncipe das trevas"...

Pobre bode... Tem chifres... E Doré, com todos os chifres luminosos de suas brilhantes ilustrações bíblicas, foi exceptuado já que nenhum "sacerdote" poderia explicar coisa alguma...

Chega.

Anticristo? Eu diria no plural: anticristos?

Muitos dos que ajoelham-se diante da cruz...


 

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Atlante em 31 de Outubro de 2009, 00:49
Olá Marco

É isso companheiro.
Nossos amigos não conseguem despir a roupagem das religiões.
Se religião tem demónio nós temos que ter algo parecido, para fazer concorrencia. Então temos o anticristo.

Mas veja a palavra Cristo vem do grego Christós, que, traduzido do Aramaico, significa o enviado, o messias.
Então qual será o oposto disto?

Junto informação de base
Cristo é o nome título dado pelos cristãos a Jesus de Nazaré. A palavra "Cristo" (em grego Χριστός (Christós), ou seja, "Ungido") é uma tradução literal de Messias (mashiach).

Atlante
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 31 de Outubro de 2009, 02:38
O Anticristo falando: "somos  todos iguais perante Deus  ;D (Marco e Atlante, vocês ainda caem nessa???)

Vejam esse lindo canto de Zaratustra:


DAS TARÂNTULAS

“Olha: é esta a toca da tarântula! Queres vê-la a ela mesma? Está aqui a sua teia; toca-lhe para a veres tremer.

Olha: ei-la aqui, sem se fazer rogar. Bem-vinda tarântula! No teu escuro lombo negreja a característica marca triangular, e eu também sei o que há na tua alma.

Em tua alma aninha-se a vingança; onde quer que fiques, forma-se uma crosta negra. A vingança levanta na tua alma torvelinhos de vingança.

Assim vos falo em parábola a vós que levantais torvelinhos na alma, pregadores da igualdade! Vós outros sois, para mim tarântulas sedentas de secretas vinganças.

Eu, porém, acabarei de revelar os vossos esconderijos, por isso me rio na vossa cara com o meu riso das alturas!

Por isso despedaço a vossa teia, para que a cólera vos faça sair do vosso antro de mentira e para que a vossa vingança apareça por detrás das vossas palavras de “justiça”.

Seja o homem salvo da vingança; é esta para mim a ponte da esperança superior, e um arco-íris anuncia grandes tormentas.

As tarântulas, todavia, compreendem doutra forma. “Justamente quando as tempestades da nossa vingança enchem o mundo, é quando nós dizemos que haja justiça”. Assim falam elas entre si.

“Queremos exercer nossa vingança e lançar nossos ultrajes sobre todos os que não são semelhantes a nós outras”. Isso juram a si mesmas as tarântulas.

E acrescentam: “Vontade de igualdade, isto será daqui por diante o nome da virtude, e queremos erguer o grito contra tudo o que é poderoso!”

Sacerdotes da igualdade: a tirânica loucura da vossa impotência reclama em brados a “igualdade”, por detrás das palavras de virtudes esconde-se a vossa mais secreta concupiscência de tiranos!

Vaidade acre, inveja contida — talvez a vaidade e a inveja de nossos pais — de vós saem essas chamas e essas loucuras de vingança.

O que o pai calou, fala o filho, e muitas vezes vi revelado no filho o segredo do pai.

Parecem-se com os extáticos; não é, porém, o coração que os extasia, mas a vingança.

E se tornam frios e sutis, não é por agudeza, mas por inveja.

Também levam os zelos à senda dos pensadores; é este o sinal da sua emulação; sempre vão tão longe, tão longe, que afinal o seu cansaço tem sempre que adormecer até o meio da neve.

Todos os seus lamentos têm acentos de vingança; todos os seus elogios ocultam malefícios, e para eles serem juizes é a suprema felicidade.

Eis aqui, todavia, o conselho que vos dou, meus amigos: desconfiai de todos os que sentem poderosamente o instinto de castigar!

São pessoas de má raça e de má casta; por eles assomam o polícia e o verdugo.

Desconfiai de todos os que falam muito da sua justiça! Não é só mel o que falta às suas almas.

E se se chamam a si mesmos “os bons e os justos” não esqueçais que, agora, para serem fariseus só lhes falta... o poder.

Meus amigos, não quero que se me misture e se me confunda.

Há quem pregue a minha doutrina da vida, mas são a um tempo pregadores da igualdade e tarântulas.

Estas aranhas venenosas falam a favor da vida, apesar de estarem acaçapadas nas suas cavernas e afastadas da vida: porque assim querem prejudicar.

Querem prejudicar os que têm agora o poder; porque entre estes é ainda a coisa mais familiar a prática da morte.

A ser doutro modo, doutro modo pregariam as tarântulas: porque noutro tempo foram elas precisamente as que melhor souberam caluniar o mundo e queimar hereges.

Com estes pregadores da igualdade é que eu não quero ser misturado nem confundido. Porque a justiça me fala assim: “Os homens não são iguais”.

Não devem tampouco chegar a sê-lo. Que seria, pois, o meu amor ao Super-homem, se eu falasse doutro modo?

Por mil pontes e por mil caminhos se devem precipitar para o porvir, e sempre haverá que colocar entre eles mais guerras, e desigualdades: assim me faz falar o meu grande amor!

Devem-se tornar inventores de imagens e de fantasmas em suas inimizades, e com as suas imagens e os seus fantasmas devem travar entre si o maior combate.

Bom e mau, rico e pobre, alto e baixo, todos os nomes de valores devem ser armas e símbolos bélicos, em sinal de que a vida sempre se há de superar novamente a si mesma.

Ela, a própria vida, quer elevar-se às alturas com pilares e grades: quer escrutar os longínquos horizontes e penetrar com os seus olhares as supremas belezas: para isso necessita as alturas.

Por conseguinte necessita alturas, necessita degraus e contradição dos degraus e dos que se elevam! A vida quer elevar-se e superar-se a si mesma.

E vede, meus amigos! Aqui, onde está a caverna da tarântula, elevam-se as ruínas de um templo antigo: olhai com olhos iluminados.

O que aqui em outros dias elevou na pedra os seus pensamentos para as alturas, esse deve ter conhecido o segredo da vida toda, como o mais sábio.

Haja até na beleza luta e desigualdade e guerra pelo poder e pela supremacia; isto nos ensina ele aqui no símbolo mais luminoso.

Assim como aqui abóbadas e arcos travam corpo a corpo um divino combate, e assim como luz e sombra pugnam entre si em divina competência, assim fortes e nobres, sejamos nós também inimigos, meus amigos! Pugnemos divinamente uns contra os outros!

Desventura! Também me picou a tarântula, minha antiga inimiga! Divinamente firme e bela picou-me no dedo!

“Há de haver castigo e justiça — pensa a tarântula: — não é em vão que canta aqui o hino em honra da inimizade!”

Sim; está vingada! Pobre de mim; vai minha alma girar como um turbilhão de vingança!

Mas, para ela não girar, meus amigos, atai-me fortemente a esta coluna. Antes quero ser um estilista do que um turbilhão de vingança!

Zaratustra não é um turbilhão nem uma tromba, e se é bailarino, não é bailarino de tarantela!”

Assim falava Zaratustra.

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Anton Kiudero em 31 de Outubro de 2009, 08:38
O Anti Cristo é o ser humano. Paulo o definiu como o inimigo de Deus. Ao espírito em provas cabe voltar-se a Deus e compreender que é um espírito vivendo uma encarnação ou acreditar ser um espírito vivendo uma vida, acreditando em si mesmo, em sua razão e percepções materiais. E portanto o planeta esta há muito dominado pelo anticristo que vive na razão humana.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Marianna em 31 de Outubro de 2009, 17:10



Paulo, o sábio apóstolo dos Gentios 








Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 31 de Outubro de 2009, 17:20
Paulo, o anti-cristo, ou melhor, o primeiro grande anti-cristo que fundou a maior instituição anti-cristã  de todos os tempos....



Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Anton Kiudero em 31 de Outubro de 2009, 18:40
Paulo, o anti-cristo, ou melhor, o primeiro grande anti-cristo que fundou a maior instituição anti-cristã  de todos os tempos....

So para meus apontamentos, quando foi que Paulo fundou alguma instituição? A data. Que não encontro por aqui.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 31 de Outubro de 2009, 19:10
Olá Kiudero, 
Na verdade ele não fundou. Ela foi fundada sobre bases  paulinas, afinal, quando  o padre faz o sermão, ele utiliza um versículo de  Atos de  Paulo ou  dos  Evangelhos??

Deveria ser Igreja "paulólica", isso sim...

abçs,

Renato
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 31 de Outubro de 2009, 19:22
Eu não deveria fazer isso, porque corro o risco de levar pedradas. Mas o farei,  citando  um  trecho de  Nietzsche,  em sua Obra "O Anticristo", para  que  se saiba  o que é  o anti-cristo, na visão  nietzscheana. Ela  não corresponde  à "Verdade,  mas tem sido  utilizada  nas sessões de  psicoterapia, e têm trazido resultados positivos  no processo terapeutico. E foi lendo esse  livro que eu  descobri o que Jesus  veio fazer aqui na Terra, e não em 20 anos de estudos espíritas (é um caso particular, não generalizem).

(é  para ler hein: estou dipondo aqui uma das mais preciosas pedras que guardo comigo. E,  aos amigos, é costume  se dar coisas boas)

O Anticristo: ensaio de uma crítica do cristianismo
Autor: Friedrich Wilhelm Nietzsche
Tradutor: André Díspore Cancian
Fonte: Nietzsche´s Labyrinth

Paradoxalmente, a tradução foi  feita  pelo  administrador de  um  fórum de ateus:
http://escolanomade.org/images/stories/biblioteca/downloads/nietzsche-o-anticristo.pdf (https://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL2VzY29sYW5vbWFkZS5vcmcvaW1hZ2VzL3N0b3JpZXMvYmlibGlvdGVjYS9kb3dubG9hZHMvbmlldHpzY2hlLW8tYW50aWNyaXN0by5wZGY=)

O que me importa é o tipo psicológico do Salvador. Esse tipo talvez seja descrito nos evangelhos,
apesar de que em uma forma mutilada e saturada de caracteres estrangeiros – isto é, a despeito dos
Evangelhos; assim como a figura de Francisco de Assis se apresenta em suas lendas a despeito de suas
lendas. A questão não é a veracidade das evidências sobre seus feitos, seus ditos ou sobre como foi sua
morte; a questão é se seu tipo ainda pode ser compreendido, se foi conservado. – Todas as tentativas de
que tenho conhecimento de se ler a história da “alma” nos Evangelhos revelam para mim apenas uma
lamentável leviandade psicológica. O Senhor Renan, esse arrivista in psychologicis(1), contribuiu às
duas noções mais inadequadas concernentes à explicação do tipo de Jesus: a noção de gênio e a de herói
(“heros”). Mas se existe alguma coisa essencialmente antievangélica, certamente é a noção de herói. O
que os Evangelhos tornam instintivo é precisamente o oposto de todo o esforço heróico, de todo o gosto
pelo conflito: a incapacidade de resistência converte−se aqui em algo moral: (“não resistas ao mal” – a
mais profunda sentença dos Evangelhos, talvez a verdadeira chave para eles) a saber, na
bem−aventurança da paz, da bondade, na incapacidade para a inimizade. Qual o significado da
“boa−nova”? – Que verdadeira vida, a vida eterna foi encontrada – não foi meramente prometida, está
aqui, está em você; é a vida que se encontra no amor livre de todos os retraimentos e exclusões, livre de
todas as distâncias. Todos são filhos Deus, Jesus não reivindica nada apenas para si; como filhos de
Deus, todos os homens são iguais... Imagine fazer de Jesus um herói! – E que tremenda incompreensão
escorre da palavra “gênio”! Toda nossa concepção do “espiritual”, toda concepção de nossa civilização
não possui qualquer sentido no mundo em que Jesus viveu. Falando com o rigor de um fisiologista, uma palavra bastante diferente deveria ser usada aqui... Todos sabemos que há uma sensibilidade mórbida
dos nervos táteis que faz com que os sofredores evitem todo o tocar, se retraiam ante a necessidade de
agarrar um objeto sólido. Infere−se disso que, em última instância, tal habitatus(2) fisiológico
transforma−se em um ódio instintivo contra toda a realidade, em uma fuga ao “intangível”, ao
“incompreensível”; uma repugnância por toda fórmula, por todas noções de tempo e espaço, por todo o
estabelecido – costumes, instituições, Igreja –; a sensação de estar em casa em um mundo sem contado
com a realidade, um mundo exclusivamente “interior”, um mundo “verdadeiro”, um mundo “eterno”...
“O reino de Deus está dentro de vós”...




Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MarcoALSilva em 31 de Outubro de 2009, 19:52

Olá Aldebaran, tudo em ordem?

(Dizem que na bandeira do Brasil erraram ao usar a aditiva "e"; o certo seria "ordem ou progresso"  ;))

Tenho alguma reserva em considerar plenamente o texto de Nietsche. O filósofo que deu sustentação a posturas como de Bismarck (deu base filosófica ao Estado Forte), era também um homem esquálido, emocionalmente frágil, que sequer podia ver sangue (sic). Uma frase de Will Durant sobre Nietzche: como queria ser pecador esse anjo incorrigível.

Você acha que pode haver uma dose de adaptação psicológica ao texto de Nietzche, decorrente talvez de seu caráter fraco?

É uma pergunta sincera! Não estou bem informado a respeito.

Abraço!
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 31 de Outubro de 2009, 20:09
Citar
Marco: Você acha que pode haver uma dose de adaptação psicológica ao texto de Nietzche, decorrente talvez de seu caráter fraco?

Caráter fraco? Nietzsche é hoje, reconhecidamente um profeta, por psicólogos e filósofos, e por mim também.

Quanto a  apropriação de sua  obra para a  emergência do Estado forte de  Bismark - e outros vão  argumentar que  sua  obra influenciou o Fascimo e o Nazismo - trata-se de uma leitura errada de  Nietzsche.

Digo isso, meu caro amigo, porque pensei o mesmo que você durante décadas (décadas,20 anos  e não 2 anos) até mudar  o meu conceito sobre Nietzsche.  

Se têm  dúvidas  ainda, leia  "Assim falava Zaratustra". Nietzsche ficou louco pouco antes de morrer, sua mulher o traiu com  seu melhor amigo, e  ele foi abandonado pelos amigos na hora em  que mais precisava. É nesse contexto, da Dor,  que Nietzsche haure  uma lucidez  inaudita e escreve as grandes verdades que  escreveu  sobre os males da nossa civilização.

Eu sou nietszcheano,  e Nietzsche, o grande  profeta que  interpretou a grandeza de Jesus  de  Nazaré.  (ningúem  o fez melhor,  na minha  opinião, e os espíritas  passam longe)

abçs

Renato
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 31 de Outubro de 2009, 20:44
Citar
Marco: Tenho alguma reserva em considerar plenamente o texto de Nietsche. O filósofo que deu sustentação a posturas como de Bismarck

Você pode até  ter encontrado isso que  você fala em  outros  textos,  mas não neste que  eu  disponibilizei aí acima...

Leia com atenção...

O Jesus de  Nietzsche não é o católico ou espiritualista (o "messias, salvador da humanidade).  É aquele Jesus que o Espiritismo  descreve  numa  bibliografia de 10 mil títulos, sob conceitos oblíquos e confusos - "iluminação interior", "reforma íntima", "amar o próximo" etc -  e  que Nietzsche sintetiza  em  algumas linhas.

Essa, meu  amigo, a diferença...

abçs,

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Anton Kiudero em 31 de Outubro de 2009, 20:46
Nietzsche é hoje, reconhecidamente um profeta, por psicólogos e filósofos, e por mim também.

E o que profetizou mesmo?

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 31 de Outubro de 2009, 20:55
Por que Nietzsche considera Paulo, o anti-cristo?

Por causa disso:

Citar
Nietzsche: Qual o significado da
“boa−nova”? – Que verdadeira vida, a vida eterna foi encontrada – não foi meramente prometida, está aqui, está em você [...]

Enquanto que Paulo - ele não tem culpa disso, logo  vou citar  outro trecho explicando o porquê - prega  que a verdadeira vida, a vida eterna, está depois da  morte. Não foi  isso que  Jesus ensinou!!! logo, Paulo é "anti-cristão". Apenas nesse contexto.

É preciso, meus  amigos, separar alhos de bugalhos. É  lógico que eu faço coro com vocês, no que tange a dizer que  o grande trabalho de Paulo  foi divulgar  o Evangelho,  mas de forma distorcida psicologicamente. Como eu já disse, ele não tem  culpa por isso. Vejamos no próximo  capítulo,  não percam   :) 

abçs

Renato

 
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 31 de Outubro de 2009, 21:01
Kiudero, Nietzsche profetizou isso:

Repito que me oponho a todos os esforços para introduzir o fanatismo na figura do Salvador: a
própria palavra imperieux(1), usada por Renan, sozinha é suficiente para anular o tipo. A “boa−nova”
nos diz simplesmente que não existem mais contradições; o reino de Deus pertence às crianças; a fé
anunciada aqui não é mais conquistada por lutas – está ao alcance das mãos, existiu desde o princípio, é
um tipo de infantilidade que se refugiou no espiritual. Tal puberdade retardada e incompleta dos
organismos é familiar aos fisiologistas como sintoma da degeneração. A fé desse tipo não é furiosa, não
denuncia, não se defende: não empunha “espada” – não entende como poderia um dia colocar homem
contra homem. Não se manifesta através de milagres, recompensas, promessas ou “escrituras”: é, do
principio ao fim, seu próprio milagre, sua própria recompensa, sua própria promessa, seu próprio
“reino de Deus”. Essa fé não se formula – simplesmente vive, e assim guarda−se contra fórmulas. Com
certeza, a casualidade do ambiente, da formação educacional dá proeminência aos conceitos de certa
espécie: no cristianismo primitivo encontramos apenas noções de caráter judaico−semítico (– a de
comer e beber em comunhão pertence a esta categoria – uma idéia que, como tudo que é judaico, foi
severamente fustigada pela Igreja). Cuidemo−nos para não ver nisso tudo mais que uma linguagem
simbólica, uma semântica(2), uma oportunidade para falar em parábolas. A teoria de que nenhuma
palavra deve ser tomada ao pé da letra era um pressuposto para que este anti−realista pudesse
discursar. Colocado entre hindus teria usado os conceitos de Shanhya(3), e entre chineses os de
Lao−Tsé(4) – e em ambos os casos isso não faria qualquer diferença a ele. – Tomando uma pequena
liberdade no uso das palavras, alguém poderia de fato chamar Jesus de “espírito livre(5)” – não lhe
importa o que está estabelecido: a palavra mata(6), tudo aquilo que é estabelecido mata. A noção de
“vida” como uma experiência, como apenas ele a concebe, a seu ver encontra−se em oposição a todo tipo
de palavra, fórmula, lei, crença e dogma. Fala apenas de coisas interiores: “vida”, ou “verdade”, ou
“luz”, são suas palavras para o mundo interior – a seu ver todo o resto, toda a realidade, toda natureza, Em toda a psicologia dos Evangelhos os conceitos de culpa e punição estão ausentes, e o mesmo
vale para o de recompensa. O “pecado”, que significa tudo aquilo que distancia o homem de Deus, é
abolido – essa é precisamente a “boa−nova”. A felicidade eterna não está meramente prometida, nem
vinculada a condições: é concebida como a única realidade – todo o restante não são mais que sinais
úteis para falar dela.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Anton Kiudero em 31 de Outubro de 2009, 21:06
Kiudero, Nietzsche profetizou isso:

Mas onde esta alguma profecia?
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 31 de Outubro de 2009, 21:09
Quem é o anti-cristo para Nietzsche e porque os apóstolos e Paulo podem ser perdoados por não terem entendido a Boa-nova

(Estou pulando muitos trechos importantes que é para não tumultar o tópico com longos posts)

"– O destino do Evangelho foi decidido no momento de sua morte – foi pendurado na “cruz”...
Somente a morte, essa inesperada e vergonhosa morte; somente a cruz, a qual geralmente era reservada
apenas à canalha – somente este assombroso paradoxo colocou os discípulos face a face com o
verdadeiro enigma: “Quem era este? O que era este?” – O sentimento de desalento, de profunda afronta
e injúria; a suspeita de que tal morte poderia constituir uma refutação de sua causa; a terrível questão
“Por que aconteceu assim?” – esse estado mental é facilmente compreensível. Aqui tudo precisa ser
considerado como necessário; tudo precisa ter um significado, uma razão, uma elevadíssima razão; o
amor de um discípulo exclui todo o acaso. Apenas então da fenda da dúvida bocejou: “Quem o matou?
Quem era seu inimigo natural?” – essa pergunta reluziu como um relâmpago. Resposta: o judaísmo
dominante, a classe dirigente. A partir desse momento revoltaram−se contra a ordem estabelecida,
começaram a compreender Jesus como um insurrecto contra a ordem estabelecida. Até então este
elemento militante, negador estava ausente em sua imagem; ainda mais, isso representava seu próprio
oposto. Decerto a pequena comunidade não havia compreendido o que era precisamente o mais
importante: o exemplo oferecido pela sua morte, a liberdade, a superioridade sobre todo o ressentimento
– uma plena indicação de quão pouco foi compreendido! Tudo que Jesus poderia desejar através de sua
morte, em si mesma, era oferecer publicamente a maior prova possível, um exemplo de seus
ensinamentos. Mas os discípulos estavam muito longe de perdoar sua morte – apesar de que fazê−lo
seria consoante ao evangelho no mais alto grau; e também não estavam preparados para se oferecerem,
com doce e suave tranqüilidade de coração, a uma morte similar... Muito pelo contrário, foi
precisamente o menos evangélico dos sentimentos, a vingança, que os possuiu. Parecia−lhes impossível
que a causa devesse perecer com sua morte: “recompensa” e “julgamento” tornaram−se necessários (–
e o que poderia ser menos evangélico que “recompensa”, “punição” e “julgamento”!). – Uma vez mais a
crença popular na vinda de um messias apareceu em primeiro plano; a atenção foi direcionada a um
momento histórico: o “reino de Deus” virá para julgar seus inimigos... Mas nisso tudo há um
mal−entendido gigantesco: conceber o “reino de Deus” como ato final, como uma simples promessa! O
Evangelho havia sido, de fato, a própria encarnação, o cumprimento, a realização desse “reino de
Deus”. Foi apenas então que todo o desprezo e acridez contra fariseus e teólogos começaram a aparecer
no tipo do Mestre, que com isso foi transformado, ele próprio, em fariseu e teólogo! Por outro lado, a
selvagem veneração dessas almas completamente desequilibradas não podia mais suportar a doutrina
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 31 de Outubro de 2009, 21:12
Olá Kiundero,

Me desculpe.

A  profecia esta em que Nietzsche previu o comportamento doente da nossa sociedade atual. Previu que o ser humano ia delegar o seu destino mais uma vez ás intituições sociais.
É basicamente isso. Se quiser, podemos nos aprofundar mais. Mas, será que lendo os trechos que eu passei não dá para sacar alguma  coisa?? rsrsr sei que é difícil (para aqueles que não leram Nietzsche)...

abçs,

Renato

 
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 31 de Outubro de 2009, 21:17
Esse trecho aqui é muito bom também (o certo seria ler todo o livro  :))

– E a partir desse momento surgiu um problema absurdo: “Como pôde Deus permiti−lo?” Para o
qual a perturbada lógica da pequena comunidade formulou uma resposta assustadoramente absurda:
Deus deu seu filho em sacrifício para a remissão dos pecados. De uma só vez acabaram com o
Evangelho! O sacrifício pelos pecados, e em sua forma mais obnóxia e bárbara: o sacrifício do inocente
pelo pecado dos culpados! Que paganismo apavorante! – O próprio Jesus havia suprimido o conceito de
“culpa”, negava a existência de um abismo entre Deus e o homem; ele viveu essa unidade entre Deus e o
homem, que era precisamente a sua “boa−nova”... E não como um privilégio! – Desde então o tipo do
Salvador foi sendo corrompido, pouco a pouco, pela doutrina do julgamento e da segunda vinda, a
doutrina da morte como sacrifício, a doutrina da ressurreição, através da qual toda a noção de
“bem−aventurança”, a inteira e única realidade dos Evangelhos é escamoteada – em favor de um estado
existencial pós−morte!... Paulo, com aquela insolência rabínica que permeia todos seus atos, deu um
caráter lógico a essa concepção indecente deste modo: “Se Cristo não ressuscitou de entre os mortos,
então é vã toda a nossa fé” – E de súbito converteu−se o Evangelho na mais desprezível e irrealizável
das promessas, a petulante doutrina da imortalidade do indivíduo... E Paulo a pregava como uma
recompensa!...
XLII
Agora se começa a ver justamente o que terminava com a morte na cruz: um esforço novo e
totalmente original para fundar um movimento de pacifismo budístico, e assim estabelecer a felicidade
na Terra – real, não meramente prometida. Pois esta é – como já demonstrei – a diferença essencial
entre as duas religiões da decadência: o budismo não promete, mas de fato cumpre; o cristianismo
promete tudo, mas não cumpre nada. – A “boa nova” foi seguida rente aos calcanhares pela “péssima
nova”: a de Paulo. Paulo encarna exatamente o tipo oposto ao “portador da boa nova”; representa o
gênio do ódio, a visão do ódio, a inexorável lógica do ódio. O que esse disangelista(1) não ofereceu em
sacrifício ao ódio! Acima de tudo, o Salvador: ele pregou−o em sua própria cruz. A vida, o exemplo, o
ensinamento, a morte de Cristo, o significado e a lei de todo o Evangelho – nada disso restou após esse
falsário, com seu ódio, ter reduzido tudo ao que lhe tivesse utilidade. Certamente não a realidade,
certamente não a verdade histórica!... E uma vez mais o instinto sacerdotal do judeu perpetrou o
mesmo grande crime contra a História – simplesmente extirpou o ontem e o anteontem do cristianismo
e inventou sua própria história das origens do cristianismo. Ainda mais, fez da história de Israel outra
falsificação, para que assim se tornasse uma mera pré−história de seus feitos: todos os profetas falavam
de seu “Salvador”... Mais adiante a Igreja falsificou até a história da humanidade para transformá−la
em uma pré−história do cristianismo... A figura do Salvador, seus ensinamentos, seu estilo de vida, sua
morte, o significado de sua morte, mesmo as conseqüências de sua morte – nada permaneceu intocado,
nada permaneceu sequer semelhante à realidade.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 31 de Outubro de 2009, 21:27
Breve Explicação dos Textos acima

Nietzsche, não leva em conta a questão da imortalidade, a questão de Jesus como o "Senhor dos Espíritos", o grande comprovador da existência do Espírito e da imortalidade da alma.

Nietzsche tem em conta apenas a "psicologia de Jesus". 

Por que ele acusa Paulo?? Porque, na interpretação de Nietzsche - como está clara nos textos - a felicidade está no aqui e no agora, ainda que haja a Dor - e os discípulos, bem como Paulo e todo o Cristianismo após  Jesus, irão (re) criar a doutrina da "remissão dos pecados" na outra vida (céu e inferno para a igreja católica) e umbral e reencarnação para nós espíritas. Nietzsche não leva pois, em conta a reencarnação.

Mas, - pergunta-se - supondo que a reencarnação não existisse, seria possível encontrar um sentido para a vida? Em Nietzsche e todas as escolas psicológicas que foram fundadas sobre o seu pensamento sim.

Muita paz e compreensão a todos,

Renato

 
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 31 de Outubro de 2009, 21:41
Kiudero, agora respondendo a você definitivamente:

Citar
Nietzsche: Uma vez mais a
crença popular na vinda de um messias apareceu em primeiro plano; a atenção foi direcionada a um momento histórico: o “reino de Deus” virá para julgar seus inimigos... Mas nisso tudo há um mal−entendido gigantesco: conceber o “reino de Deus” como ato final, como uma simples promessa!

O que Nietzsche profetizou??? que esse mal descrito aí acima iria se perpetuar no século XX.

Você acha que ele errou nessa profecia??

Um grande abraço!!

Renato

 
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MarcoALSilva em 31 de Outubro de 2009, 22:13

Renato,

Você acha que devo ler diretamente a obra indicada? Estou ficando muito curioso sobre tudo o que você tem dito.

Abraço!
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 31 de Outubro de 2009, 23:56
Marco, vai da necessidade de cada um. No meu caso, foi bom para mim.

Se lhe interessar, eu achei boa essa tradução aqui:

http://escolanomade.org/images/stories/biblioteca/downloads/nietzsche-o-anticristo.pdf (https://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL2VzY29sYW5vbWFkZS5vcmcvaW1hZ2VzL3N0b3JpZXMvYmlibGlvdGVjYS9kb3dubG9hZHMvbmlldHpzY2hlLW8tYW50aWNyaXN0by5wZGY=)

abç~s


Renato

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Anton Kiudero em 01 de Novembro de 2009, 00:01
Amigo Aldebaran,

Paulo sei quem é. Alias, legiões de espíritos o sabem. Nietzsche foi apenas um ego procurando seu caminho. Não me interesssa discutir Nietzsche como não discuto sobre pessoa alguma.

Estamos conversando sobre o anticristo, que por definição é o "ser humano", o "ego" que acha que sabe tudo e tem respostas para tudo. Considera-se o rei da criação, ser independente no universo que não precisa de Deus uma vez que se acha um deus. E que nem mesmo compeende que apenas existe em sua imaginação.

Paz
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 01 de Novembro de 2009, 00:12
Ah sim, esses egos paracem onipresentes não é mesmo??

Acho que Paulo foi um desses egos.

Eu gosto de ler os Evangelhos, fique com Paulo, se lhe apraz. (sabia que iria acabar atirando pérolas ... mas tudo bem, há outros que irão se interessar pela lógica dos textos).

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 01 de Novembro de 2009, 20:56
Saudações,
é Renato, quando der vou ler o livro,
mas pelo que pude ver ( pode ser q esteja errado )
o autor acusa o VAZO ESCOLHIDO como anti cristo?
Se for, prefiro ficar ao lado do Apóstolo do amor...
pois de todos os relatos bíblicos, os que mais ajudam
e nos dão um entendimento espírita são os de Paulo.

Abraços.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 02 de Novembro de 2009, 04:09
É  preciso ter olhos de águia para ler Nietzsche. A sua crítica ao Cristianismo é pesada. Tem que ter, o leitor, uma mente livre de preconceitos e fanatismo. E foi devido ao Espiritismo que eu passei 20 anos sem ler Nietzsche, porque existe aquela interpretação errônea e estúpida, de que a obra de Nietzsche teria influenciado os regimes fascistas e os governos totalitários. E, Léon Denis, que NÃO LEU NIETZSCHE, diz na introdução do seu livro "O Problema do Ser, do Destino e da Dor" - um dos melhores livros espíritas que eu já li na minha vida - de que "esse estado de desânimo da juventude francesa, se deve muito a Nietzsche, Schopenhauer e outros.  
Nietzsche reconhece em Paulo "O Anti-cristo". sim, eu sei que isso escandaliza vocês. Mas antes, é preciso entender o conceito de "anti-cristo" em Friedrich Nietzsche. vou  tentar explicar: Paulo foi um fariseu, um sacerdote do templo. Desse modo, investiu contra as instituições e pregou  uma felicidade somente atingível no além-túmulo, totalmente ao contrário do que Jesus pregou. É nesse sentido a crítica ao cristianismo de Nietzsche. Por que ele acusa Paulo? Por que Paulo foi o primeiro a  consolidar esse tipo de distorção da Boa-nova. Mas eu tinha pensado que vocês tivessem lido os textos anteriores.
Como eu disse anteriormente, o trabalho de Nietzsche em desvelar a importância de Jesus, está na questão da sua Psicologia e não na questão dos conceitos  do além. (continua)
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 02 de Novembro de 2009, 04:21
Talvez seja por isso, que hoje, Joanna de Ângelis tenha como uns dos principais referenciais teóricos para a sua Coleção Psicológica, Nietzsche, e não só ele, mas também Freud e Jung principalmente.

Os  Espíritos fazem revelações paulatinas: até a década de 50, Joanna não poderia citar às mancheias esses autores, porque a Psicologia ainda não tinha se desenvolvido o suficiente para haver uma convergência entre Espiritismo e Ciência. Isso só foi possível a partir da década de 80, em que a Psicologia Transpessoal (mas esta é ainda uma Psicologia ligada  a fenômenos transcendentes) e a Psicologia humanista se consolidaram.
Paulo de Tarso fez a sua interpretação de Jesus. (nem deveria  ter citado, estou  arrependido). Como sacerdote do templo, ele não podia entender Jesus senão como um revolucionário. Daí que nos textos de Paulo figuram grandes acusações contra a vida "os fornicadores não entrarão no reino dos céus", sendo que Jesus nunca fez esse tipo de afirmação, condenando e julgando o proceder das pessoas, muito pelo contrário, afirmou que "os sãos não precisam" de médico, e socorreu Maria Madalena, que se tornou a sua melhor discípula, embora o machismo espírita não reconheça. E Jesus, aparecem a quem depois de sua morte? Jesus amou os "pecadores", não amaldiçoou, como Paulo o fez!. É nesse sentido que deve ser entendido que Paulo é anti-cristão.

Vou dizer a minha opinião pessoal: Jesus, com as suas faculdades maravilhosas de vaticinar o futuro, queria combater um tipo de pessoas que iria distorcer o seu Evangelho e que eram os fariseus. E para isso, Jesus precisava de um "divulgador" que conhece estes de maneira muito profunda. Esse divulgador, não poderia ser outro senão Paulo de Tarso.

(continua)  
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 02 de Novembro de 2009, 04:33
É Emmanuel (malgrado ele ser um grande "fã" de Paulo) quem elenca dois tipos de "divulgação do Evangelho, com conotações diferentes, por dois indíviduos de personalidades diferentes,  no livro Paulo e Estêvão. Emmanuel deixa bem claro que a importância de Estêvão, na divulgação da "essência do Evangelho", é muito maior (nem pode ser  comparada) que Paulo (e o objetivo do livro é tão somente mostrar isso!). Enquanto Estêvão "aplica" na prática o verdadeiro sentido da Boa-nova, Paulo é aquele que vai ter um papel político no sentido da divulgação: o combate ao farisaísmo. De fato, Saulo de Tarso que está em vias de se tornar cunhado de Estêvão, pois namora Abigail, a irmã deste último, é, à época, o maior perseguidor do cristãos, e é ele quem manda  matar Estêvão sem o saber. Mas tanto Abigail como Estêvaõ perdoam Paulo, ele que termina o relacionamento depois que descobre que  Abigail é cristã, para desespero da moça.  E quando ele a convida para ir ao coliseu, para a assistir à execução de "bandidos e anarquistas" no momento final da tragédia, quando os leões já estão soltos na arena,  Abigail reconhece Estêvão, e diz a Saulo: "Saulo, é Estêvão, meu irmão".  E Saulo fica atordoado,  não compreende nada: era tarde demais. E depois disso ele abandona Abigail. Saulo doravante entra em estado de choque e perturbação e é nesse contexto que Jesus aparece a ele na estrada de Damasco: o destino daquelas três almas tinha uma ligação mjuito forte e (continua)
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 02 de Novembro de 2009, 04:44
E no fim do livro, nos narra Emmanuel, Paulo que já se encontrava pacificado ouve o seguinte do seu algoz, que dali a minutos iria cortá-lo a espada: "sinto  muito por você", ao que Paulo redargue: "muito pelo contrário, tenha pena de você mesmo, porque que a minha missão eu já cumpri e parto daqui para perto do meu mestre". E o legionário romano, num acesso de fúria, enfia a espada no ventre de Paulo, fazendo o sangue jorrar abundantemente. E mesmo antes de desencarnar, repara  em volta do circo  uma infinidade de entidades  angélicas que o amparam e o conduzem para o alto. E quando chega a um determinado ponto, Paulo contempla uma cena de intraduzível encanto e felicidade: é Jesus que lhe vem ao seu encontro, trazendo a seu lado, Estêvão e Abigail. E Paulo chora de felicidade. E Jesus, sorri a ele e lhes  diz carinhosamente: " - Sim, Paulo, sê feliz! Vem, agora, a meus braços, pois é da vontade de meu Pai que os verdugos e os mártires de reúnam, para sempre, no meu reino!... (Paulo e Estêvão. Emmanuel/Chico. Ed. FEB
Vocês não lembram dessa estória não é mesmo?? (ou se não leram o livro, leiam que é muito bom) Estêvão  é o grande divulgador da Boa-Nova e não Paulo. Paulo tem um papel apenas secundário, que era precisamente o de divulgar a Boa-nova de um ponto de vista "quantitativo" ,se assim podemos nos expressar.
Nesse sentido, a crítica de Nietzsche faz algum sentido. (mas eu preferiria não ter citado ela, se soubesse que iria escandalizar vocês. não vou editar  o post, porque agora todos já leram e comentaram. (continua)

abçs


Renato  
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 02 de Novembro de 2009, 05:01
Citar
Emmanuel: E Jesus, sorri a ele e lhes  diz carinhosamente: " - Sim, Paulo, sê feliz! Vem, agora, a meus braços, pois é da vontade de meu Pai que os verdugos e os mártires de reúnam, para sempre, no meu reino!...
Bom,  por essas palavras de Jesus, dá para ver a distância espiritual entre Paulo, e Abigail e Estêvão. Dá para notar, outrossim, que os papéis de ambos são diferentes, e vemos, pelas palavras de Jesus que a magnitude do trabalho de Estevão é gigantesca perto da de Paulo. Este tem portanto, um papel apenas secundário.
E há também aquela controvérsia, de que Paulo se reencarnaria mais tarde como Martinho Lutero, voltando a reestabelecer as bases do Cristianismo totalmente distorcido. Com efeito, ele não é um dos fundadores  do Protestantismo??
 
**************************************

(continua)
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 02 de Novembro de 2009, 05:13
Nossa visão fanática  enxerga apenas aquilo que é saliente, aquilo que aparentemente é grande, porque, afinal, Atos de Paulo tem uma predominância muito maior em relação aos outros Atos. Poucos se referem a Atos de Pedro ou de João.  
A igreja católica foi estruturada nos Atos de Paulo, e não nos Evangelhos. Isto porque, nos Atos de Paulo, o farisaísmo ainda está presente, apesar de Paulo o combater. É a idéia de que os "seguem" Jesus, serão recompensados após a morte, os que não estão com ele, serão  amaldiçoados. Essa é a grande distorção - e que perdurou por 2 mil anos - da Boa-nova, operada por Paulo. Como vimos, Jesus recebe Paulo apenas como um aprendiz, que desempenhara no mundo um papel apenas secundário do ponto de vista da difusão da Boa-nova.
Estêvão é que é verdadeiro divulgador da Boa-nova, em sua essência, em seu sentido profundo. Mas nós não enxergamos isso. Enxergamos aquilo que tem  magnitude quantitativa, aquilo que ouvimos dos outros - afinal o padre na hora do sermão, discorre sobre uma passagem de Lucas ou Mateus  ou sobre Atos de Paulo?

------->Temos que rever nossos conceitos acerca da mensagem espírita, pois a idéia  de se levantar obras de assistência social de grande envergadura (segurança alimentar, creches, asilos, etc.) é uma idéia que está presente em Paulo e nos demais apóstolos mas não em Jesus. O assistencialismo é necessáro de dignificante, mas é apenas secundário dentro da proposta Espírita, e isso está bem claro não só em Jesus (ele fundou alguma creche?) mas também em Allan Kardec.


Tenham todos um bom feriado.


abçs


REnato
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 02 de Novembro de 2009, 10:56
Martírio de Santo Estêvão
(ordenado por Saulo de Tarso)

(http://palavrasapenas.files.wordpress.com/2008/11/dore_martyrdomofststephen.jpg)

Nietzsche radicadiza também,  quando diz "só houve um cristão e ele morreu na cruz".

Se esquece de Santo Estêvão e de Joana de Cusa (Joanna de Ângelis), de Lívia, a esposa de Emmanuel, entre tantos outros que estão narrados nas obras de Emmanuel sobre a História do Cristianismo primitivo. (Bom, Nietzsche morreu antes do surgimento do Espiritismo, e não leu Kardec e Emmanuel. Ahhhhh se ele tivesse sido contemporâneo de Kardec!!!!!)

abçs,

Renato

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 02 de Novembro de 2009, 11:01
Jesus pregando a Boa-nova:
 "não julgueis a fim de não serdes julgados"



(http://1.bp.blogspot.com/_N7qno7a5_DU/SGTxjxBnlgI/AAAAAAAADpE/EtkJukd8WuY/s400/Jesus%2520pregando+o+evangelho.jpg)

O oposto de "Atos de Paulo", em que este julga a tudo e a todos, as instituições romanas (ao contrário do "dai a cesar o que é de cesar"). Não querem que eu fique aqui a citar versículos não é?

Bom, finalizando essa etapa  :D acho que essa "estratégia de convencimento" não funciona, apesar de ter demonstrado o meu ponto de vista e a lógica nietzscheana, na sua interpretação do anti-cristo Fé é fé. Crença é crença. E somos livres para termos as nossas crenças.  

Digamos que Paulo é um "anti-cristo a favor do Cristo", se é que me entendem, e, para fechar, e passar a palavra, o anti-cristo na visão espírita, significa a predominância do mal aqui na Terra.

Só um porém: o Cristianismo é também um mal, e quem é que começou ele? hein? hein?  ;D ;D ;D (não tem jeito né? eu não creio em bruxas, mas que elas existem, existem  :D

abçs,

Renato

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 02 de Novembro de 2009, 11:58
Olá amigo Renato,
Bem, tmabém não quero ficar
postando versiculos bíblicos aqui...
Mas segundo a história nos conta, não foi
Paulo que começou com o cristianismo.
Em relação ao padre não citar na missa
nada referente a Paulo, e sim Lucas, e Mateus,
é bem simples também, como que um padre vai
pregar aos fiéis 1 Coríntios 12, e 14?
Acho que o irmão já se esqueceu destes capítulos.
Ou então, fica uma pergunta, pq o Apóstolo
Paulo, ficou conhecido como o apóstolo do amor?
É simples, de todos ele foi o que mais falou sobre amor,
devemos analisar se as partes de jugar não foram manipuladas,
como o Evangelho de Paulo, que a igreja descartou.
Desculpa, mas mais uma vez eu repito, não por FANATISMO,
mas sim por respeito a todos os ensinamentos desse irmão em
relação a mediunidade e tantos outros:
-Prefiro ficar com Paulo, o apóstolo do amor.

Abraços.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Anton Kiudero em 02 de Novembro de 2009, 12:22
Fé é fé. Crença é crença. E somos livres para termos as nossas crenças.  

Finalmente, provavelmente sem o desejar, voce acercou-se do unico ponto válido de toda a sua argumentação.

A crença é uma ação racional, fruto da elaboração mental do ego ou personagem que o espírito pensa ser. O personagem ou ego é a prova que o espírito solicitou ao Pai. Enquanto o espírito acreditar no que lhe diz a razão, continuará sendo apenas um escravo do ego - tambem conhecido como escravo da mente ou escravo do anticristo - ou simplesmente um espírito adormecido. Apenas transcendendo a razão pela fé, o espírito consegue comprender a realidade universal, vivendo plenamente no seio do Pai.

O ego ou personagem foi criado para ser instrumento de provas do espírito que pensa viver uma vida onde realiza coisas enquanto vive uma encarnação onde prova coisas. Absolutamente tudo o que passa pela razão, incluindo-se ai as percepções derivadas dos cinco sentidos fazem parte da prova do espirito. Assim, o espírito que acredita no que lhe diz a razão vive uma ilusão, a sua ilusão particular do universo, seja enquanto encarnado seja enquanto desencarnado.

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Luz13 em 02 de Novembro de 2009, 12:29
Jesus pregando a Boa-nova:
 "não julgueis a fim de não serdes julgados"



(http://1.bp.blogspot.com/_N7qno7a5_DU/SGTxjxBnlgI/AAAAAAAADpE/EtkJukd8WuY/s400/Jesus%2520pregando+o+evangelho.jpg)

O oposto de "Atos de Paulo", em que este julga a tudo e a todos, as instituições romanas (ao contrário do "dai a cesar o que é de cesar"). Não querem que eu fique aqui a citar versículos não é?

Bom, finalizando essa etapa  :D acho que essa "estratégia de convencimento" não funciona, apesar de ter demonstrado o meu ponto de vista e a lógica nietzscheana, na sua interpretação do anti-cristo Fé é fé. Crença é crença. E somos livres para termos as nossas crenças.  

Digamos que Paulo é um "anti-cristo a favor do Cristo", se é que me entendem, e, para fechar, e passar a palavra, o anti-cristo na visão espírita, significa a predominância do mal aqui na Terra.

Só um porém: o Cristianismo é também um mal, e quem é que começou ele? hein? hein?  ;D ;D ;D (não tem jeito né? eu não creio em bruxas, mas que elas existem, existem  :D

abçs,

Renato




   "Não julgais para não seres julgado."...Muito bem concordo plenamente!!!!

    Agora não posso concordar de forma alguma quando diz:"O Cristianismo também é um mal."...onde se baseia para fazer tal afirmação???!!!


    Abraços.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 02 de Novembro de 2009, 12:38
Citar
Thiago:Em relação ao padre não citar na missa
nada referente a Paulo, e sim Lucas, e Mateus,
é bem simples também, como que um padre vai
pregar aos fiéis 1 Coríntios 12, e 14?

Nâo meu amigo, você não entendeu! O padre só comenta Atos de Paulo no sermão, e, vez que outra, alguma passagem do Evangelho  :D Sei disso porque fui católico até os 13 anos de idade.

Quanto ao AMOR, o discuso de Paulo sobre o AMOR ou a CARIDADE (varia de tradução para tradução), Paulo foi genial mesmo.

abçs

Renato

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 02 de Novembro de 2009, 12:43
Compreendo o seu ponto de vista, Kiudero,
Mas lembre-se que a razão é o sentido mais "poderoso" que a nossa civilização conseguiu desenvolver até hoje. E é por meio dela que se construíram Leis, cidades, automóveis, a lâmpada incandescente, e todo o conforto de que desfrutamos.

A razão também construiu coisas más: a pobreza, a ignorância, as guerras e os Estados ("o Estado é um mal necessário [Hobbes])

abçs,

Renato
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 02 de Novembro de 2009, 12:45
Citar
luz13: Agora não posso concordar de forma alguma quando diz:"O Cristianismo também é um mal."...onde se baseia para fazer tal afirmação???!!!

Olá amiga, lembra-se de uma coisa chamada "Santa Inquisição", promovida por uma instituição chamada "Santa Madre Igreja"? (este é só um exemplo dentre de centenas deles)

abçs

Renato

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Anton Kiudero em 02 de Novembro de 2009, 13:13
Compreendo o seu ponto de vista, Kiudero,

Não estou lhe apresentando qualquer ponto de vista. Ao contrario de voce que baseia-se inteiramente em sua razão e apenas por isto esta perdido em meio a divagações de toda ordem, materialiando o universo, algo que apenas existe em sua mente.

Todos os mestres da humanidade transmitiram apenas a mesma mensagem de acordo sempre com a compreensão dos espíritos aos quais foram dirigidas. E o espiritismo, continua com o mesmo ritmo.

E o que nos ensinam?

Não existe o ser humano, somos todos espíritos.
O planeta Terra é um mundo espiritual.
O espírito vem à carne fazer provas.
A prova é de conhecimento e prática do Amor Universal.
Todo ato do ser humano é comandado por Deus na sua forma, de acordo com a essência que o espírito nutre no momento.

Mas o ser humano, em todas as épocas sempre quiz acreditar que:

Era o seu corpo e a sua mente.
A terra era algo material.
O objetivo da vida era procurar o bem estar e o prazer.
Não havia provas.
Possuia livre arbítrio.

E apenas por esta diferença é que fica simples compreender porque o "ser humano" é o inimigo de Deus, segundo Paulo ou o anti-cristo como defini anteriormente.

Assim, o Renato Aldrebaran é o anticristo individual do espírito que acredita ser o Renato Aldebaran e enquanto durar esta crença. O Renato Aldebaran é um conjunto de apegos e paixões que impedem o espirito sem nome que esta passando por esta prova de enxergar-se e perceber-se enquanto identificar-se com o o personagem.

Não estou julgando nada, mesmo porque não digo que algo é certo ou errado, coisas inexistentes no universo, apenas tentando mostrar-lhe a porta da saida desta sua caverna particular.

Com paz,
Anton
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 02 de Novembro de 2009, 13:20
Olha, Anton, vou ser bem franco com você. Eu me dou bem com a minha ignorância. Infelizmente não posso me transformar nesse ser que tudo vê e que tudo compreende, que vê a verdade, que enxerga a luz, digamos assim...

Eu me aceito do modo como eu sou. Se não agrada a gregos e troianos, fazer o que??

Agradeço pelas suas elucidações, que, a bem da bendita verdade, e sinceramente, achei bem sábias.

Mas eu tenho as minhas limitações, e aprendi que temos que nos aceitar do modo como somos.

abçs,

Renato
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Anton Kiudero em 02 de Novembro de 2009, 13:25
Infelizmente não posso me transformar nesse ser que tudo vê e que tudo compreende, que vê a verdade, que enxerga a luz, digamos assim...

Mas voce não é o Renato. Basta compreender isto e estudar cuidadosamente as questões de #1 até #14 do LE para começar a compreender a realidade. E isto pode ser realizado em uma tarde ou em muitos milenios, Cabe apenas a voce determinar o ritmo.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 02 de Novembro de 2009, 13:36
Eu sei que "eu não me tornei ainda quem eu sou" (Nietzsche) "que eu não sou o Renato".

Só que eu descobri isso lendo Nietzsche e não Kardec.

Mas vou consultar as questões que você sugeriu para ver se entendo o seu ponto de vista.

Até já.

abçs

Renato
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 02 de Novembro de 2009, 13:39
Já li as questões de 1 a 14 no OLE. Será que a minha edição está em latim e eu não percebi ainda?

Anton, explique melhor...

abçs, 

Renato
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Luz13 em 02 de Novembro de 2009, 15:52
Citar
luz13: Agora não posso concordar de forma alguma quando diz:"O Cristianismo também é um mal."...onde se baseia para fazer tal afirmação???!!!

Olá amiga, lembra-se de uma coisa chamada "Santa Inquisição", promovida por uma instituição chamada "Santa Madre Igreja"? (este é só um exemplo dentre de centenas deles)

abçs

Renato



   Olá,
   Lembro prefeitamente...mas não se deve julgar por actos isolados....(E não nos podemos esquecer que um Papa pediu perdão por esses erros cometidos!!!!No proprio Espiritimos existem actos menos correctos....pois a perfeição não existe não se esqueca disso!!!

   Abraços.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 02 de Novembro de 2009, 17:49
Luz, o Cristianismo - Cruzadas e Inquisição - matou mais pessoas que a primeira e a segunda guerras mundiais juntas.
Nâo estou dizendo que ele é "o mal", é uma espécie de mal que existiu e existe até hoje - vide as "pequenas igrejas, grandes negócios".

Fazer aqueles posts do Nietzsche foi arrumar sarna para se coçar viu. Deveria ter me contido  :D agora já foi.

Mas vejam que eu estou passando uma visão, da coisa. Não necessariamente que eu pense exatamente como Nietzsche. Para mim, Paulo foi um homem grandioso, afinal, aonde está a pessoa que, numa mesma vida, cometeu erros condenáveis e no fim dessa vida consertou tudo com direito a ser recebido por Jesus na hora do desencarne?? só Paulo mesmo ...

abçs,

Renato (espero ter me redimido um pouco rsrsr)
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Diegas em 02 de Novembro de 2009, 19:23
O Anticristo: ensaio de uma crítica do cristianismo
Autor: Friedrich Wilhelm Nietzsche

Olá.

Com todo o respeito aos discipulos de Nietzsche, mas penso que ele como ateu (1) confundiu a critica trocando o Catolicismo pelo Cristianismo, o que convenhamos, nada tem a ver uma coisa com a outra. O Catolicismo, como instituição humana, apropriou-se insolentemente do Cristianismo (leis morais cósmicas) e construiu sua base politico-religiosa. A constituição e organização da igreja de Roma satisfazia os interesses do Estado, de religiosos e abafava a ansiedade da multidão.  


Citar
(1) "Para mim o ateísmo não é nem uma conseqüência, nem mesmo um fato novo: existe comigo por instinto" (Ecce Homo, pt.II, af.1)

Sem duvida, Nietzsche  poderia ser visto como o 'desmascarador' de preconceitos e ilusões, mas debilitou-se em virtude de uma grave doença mental, que carregou até o desencarne.

  

Abç

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 02 de Novembro de 2009, 19:46
Citar
Diegas: O Catolicismo, como instituição humana, apropriou-se insolentemente do Cristianismo (leis morais cósmicas)

Sei... e o Protestantismo?

Leis Morais Cósmicas?? Foi você mesmo que criou essa terminologia (Cristianismo) para tais leis, ou ela existe em algum autor?? Está no Espiritismo isso? Está em Kardec? ou você teve um insight??

Nietzsche apontou para a evidência mal escondida do rei que está nu, isso sim. Porque, eu te pergunto, afinal, o Cristianismo é uma coisa instituída pelos Espíritos (se sim, quais?) ou ele é uma instituição humana?

abçs

Renato

PS: e o grande Diegas está de volta. É sempre um prazer debater com você  :) seja (re) bem-vindo.

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Diegas em 02 de Novembro de 2009, 22:55
Sei... e o Protestantismo?

Olá.

O Protestantismo, representado na figura de Lutero veio para combater os abusos praticados pelo Catolicismo, mas em virtude também da intolerancia de seu idealizador e adeptos, desviou-se do caminho, do proposito espiritual em despertar as consciencias. A este despertamento, muito tempo depois, coube a missão de Kardec e a Doutrina Espirita restabelecer.

Citar
Leis Morais Cósmicas??


Tudo uma questão de palavrinhas, o mesmo que eu escrevesse leis morais que estão presentes em todo o Universo. O preceito evangélico do 'Amar ao próximo como a si mesmo e a Deus acima de tudo' não se prende ao nosso paraiso adamico, e nem se trata de uma novidade, pois a Pedagogia espiritual aplica-o ou estende-o a todos os mundos, habitados por encarnados como desencarnados. Tem um livro muito bom, o qual recomendo e intitulado 'O Evangelho à luz do Cosmo'

Citar
Nietzsche apontou para a evidência mal escondida do rei que está nu, isso sim. Porque, eu te pergunto, afinal, o Cristianismo é uma coisa instituída pelos Espíritos (se sim, quais?) ou ele é uma instituição humana?


O Cristianismo é de origem divina, não se pode confundí-lo com as instituições humanas. O próprio Nietzsche não dissera que fora Jesus não reconhecia outro cristão na face do planeta que O igualasse ?

Concordo quanto a esta afirmativa.  



Citar
PS: '...É sempre um prazer debater com você  :) seja (re) bem-vindo.


Voltei, mas não para por fim a discussão...(rotularam-me o destruidor de topicos)


Abç

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Anton Kiudero em 03 de Novembro de 2009, 01:00
http://www.forumespirita.net/fe/livros/apocalipse-as-sete-igrejas-e-os-sete-casticais/ (http://www.forumespirita.net/fe/livros/apocalipse-as-sete-igrejas-e-os-sete-casticais/)
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 03 de Novembro de 2009, 01:35



[/quote]

   Olá,
   Lembro prefeitamente...mas não se deve julgar por actos isolados....(E não nos podemos esquecer que um Papa pediu perdão por esses erros cometidos!!!!No proprio Espiritimos existem actos menos correctos....pois a perfeição não existe não se esqueca disso!!!

   Abraços.
[/quote]
Olá, poxa irmã....agora serei obrigado a responder, com uma pergunta:
Um papa pediu perdão, e quantos papas a igreja teve?

Abraços.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 03 de Novembro de 2009, 01:40
cristianismo...resposta:
INSTITUIÇÃO HUMANA.

Abraços.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Luz13 em 03 de Novembro de 2009, 08:35




   Olá,
   Lembro prefeitamente...mas não se deve julgar por actos isolados....(E não nos podemos esquecer que um Papa pediu perdão por esses erros cometidos!!!!No proprio Espiritimos existem actos menos correctos....pois a perfeição não existe não se esqueca disso!!!

   Abraços.
[/quote]
Olá, poxa irmã....agora serei obrigado a responder, com uma pergunta:
Um papa pediu perdão, e quantos papas a igreja teve?

Abraços.
[/quote]


   Olá bom dia,
   muitos Papas...
   Não se esqueça que:"Mais vale a conversão de um pecador que a de cem justos."
   E agora uma pergunta:-)....Quem somos nós para julgar????!!!!

   Abraços:-)
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 03 de Novembro de 2009, 09:48
cristianismo...resposta:
INSTITUIÇÃO HUMANA.

Abraços.

Olá Thiagão!!

também concordo  ;)

abçs,

Renato

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 03 de Novembro de 2009, 09:51
Citar
Diegas: Nietzsche não dissera que afora Jesus, após a morte Dele, não reconhecia outro cristão na face do planeta, que O comparasse ?

Concordo quanto a esta afirmativa.

Pois é Diegas, depois o Anton ainda  questiona por que Nietzsche é considerado um profeta pela posteridade...

abçs,

Renato

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 03 de Novembro de 2009, 09:57
Citar
luz13: Não se esqueça que:"Mais vale a conversão de um pecador que a de sem justos."
   E agora uma pergunta:-)....Quem somos nós para julgar?

Olá, querida Luz! 
Ninguém está aqui julgando ninguém. Talvez Nietzsche tenha julgado Paulo, mas é como eu disse antes: o nosso fanatismo está "programado" para ver e crer  naquilo que é aparentemente grande, isoladamente. Na minha opinião, Nietzsche - que também escreveu bobagens - é tão importante quanto  Paulo,  ou mais ainda,  na sua elucidação  do  que é o Além-homem, isto  é o  homem do futuro,  amadurecido psicologicamente.  Ele irá dizer que o Cristianismo impediu a chegada do Além-homem, este é o ensinamento central nas obras de Nietzsche.

bjs,

Renato 

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Anton Kiudero em 03 de Novembro de 2009, 10:27
Aldebaran, parece-me que voce esta postando em topico errado. A seção de humor é outra.... :D
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Diegas em 03 de Novembro de 2009, 11:04
'...Bom, Nietzsche morreu antes do surgimento do Espiritismo, e não leu Kardec e Emmanuel. Ahhhhh se ele tivesse sido contemporâneo de Kardec!!!!!)

Olá, Aldebaran


Seguramente, caso Nietzscche tivesse sido contemporâneo de Kardec, simplesmente não teria existido como filósofo. Jamais teríamos noticias dele. Teria sido calado pela logica e racionalidade dos livros codificados.

Kardec, por meio da Codificação, conseguiu sintetizar, graças ao seu genio e bom-senso, de forma brilhante tudo o que havia na Filosofia, Ciencia e Religião. Repare que depois de Kardec todos os pensadores e filosofos da existencia humana tornaram-se figurinhas caricatas, de pequena expressão, sem qualquer relevancia. Com a Doutrina Espirita, representada por meia duzia de livros, aprendemos tudo de Filosofia: de onde viemos, por que estamos aqui e para onde vamos - não há mais necessidade de alguém para pensar por nós sobre o passado, o presente e o futuro.

Na Psicologia ou Psiquiatria não há como estudar a mente ou o comportamento humano sem passar por Kardec. Fica totalmente inconcebivel e amputado de sentido classificar alguns comportamentos alterados, daquilo que consideramos como normais, como decorrentes de inconscientes coletivo ou individual. Há de haver um estudo profundo para encontrar as raizes dessa diversidade de comportamentos e mentes, e certamente localizamos a causa na  multiplicidade das existencias. Não se pode lidar, por exemplo, com a loucura ou casos de transtornos obsessivos graves à base de choques elétricos ou anestesiando a vitima com entorpecentes quimicos. Tem de se conhecer as verdadeiras causas espirituais que afetam o ser humano em todas as suas dimensões. Se possível, fazer um check-up do perispirito para diagnosticar o mal.

No aspecto religioso, a Doutrina nos ensina que somos centelhas divinas - provenientes do pó divino e para ele retornaremos, após longo processo de evolução. Este retorno contempla a conquista da individualidade, responsável e criadora. Seremos como deuses em miniatura a construir novos mundos e humanidades.



Abç
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 03 de Novembro de 2009, 11:16
Caro Diegas, 
Muito oportunas e criteriosas as palavras e os comentários tecidos acima acerca do antes, e depois  de Kardec.
Não penso, todavia, que a Filosofia e sobretudo a ciência, ficam relegadas a uma espécie de antiquário do conhecimento.
O próprio Kardec afirmou que "o Espiritismo marcha ao lado da ciência", e que,  "enquanto esta estuda os efeitos, o Espiritismo remonta às causas".
É  como você comparar  a Física Qûantica hoje, com os ensinamentos dos  antigos gurus.  Os antigos gurus, sabiam pela via da intuição das muitas verdades que a ciência está  atingindo hoje, mas eles não sabiam explicar, detalhar esse  conhecimento, e a ciência, tenta fazer isso.
Há, pois uma necessidade da ciência. A ciência difere das formas de pensamento advindos  da metafísica e da intuição,  porque ela não estuda,  não se interessa pelo porquê das coisas - e nesse sentido ela  é dogmática também - mas, sim de saber o modo de funcionamento  das coisas.
Quanto à Filosofia, várias escola de pensamento hoje foram, umas elucidadas, outras sintetizadas, e outras desbancadas. Penso entretanto, que se restou algumas, como  é o caso de  Nietzsche, porque só agora as escolas de Psicologia fizeram  uma leitura de Nietzsche  e a sua filosofia agora está na sessão de psicoterapia.  Eu acho que, se não fosse pelo fanatismo ora reinante no meio espírita, a filosofia de Nietzsche poderia muito bem  ser conjugada com alguns postulados espíritas, nessa  área do auto-conhecimento.

abçs ,

Renato
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Diegas em 03 de Novembro de 2009, 11:38
'...Não penso, todavia, que a Filosofia e sobretudo a ciência, ficam relegadas a uma espécie de antiquário do conhecimento...'

Olá, Aldebaran

Devemos dar os devidos créditos a quem merece, e Nietzsche tem alguns. Somente não soube aproveitar o momento historico, pois cumpria a ele a missão de libertar as mentes do jugo religioso, manifestando-se contra o Catolicismo. Mas, infelizmente, desviou-se pelo ateísmo, ateando fogo aonde não precisava.

Nietzsche considerar o Cristianismo e o Budismo como doutrinas do nada, ou Paulo de Tarso como detentor legitimo do titulo de anti-Cristo bem denuncia a gravidade do transtorno mental que o acometeu, perdurando esse estado de inconsciencia até o final da existencia encarnada.  Não sei se voce sabe, por auto-biografia, ele considerava-se um predestinado, onde as futuras gerações sempre lembrariam dele - para mim não passou de um tolo-convencido, que bisonhamente deu um tiro no próprio pé.

--------------

Em relação aos antiquarios, vide que a Ciencia está com o relogio atrasado, em mais de 150 anos. Estamos esperando, ansiosos,  por ela se pronunciar à respeito da Realidade Espiritual.

  

Abç
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 03 de Novembro de 2009, 11:52
Pois é ...

Ele "ateou  fogo aonda não precisava" concordo, lançando algumas sementes do ateísmo.
Mas, acho que o simples fato de denunciar uma postura humana histórica que perdura até hoje, o redime.

Nietzsche localiza o surgimento da idéia do "messias salvador", após a supressão da pré-história do povo judeu, quando estes são obrigados a criar o monoteísmo (é o primeiro povo, e seu mérito é esse, a criar a crença num único Deus no ocidente), com o objetivo  de "sobreviver a qualquer custo"  após o domínio dos persas. Jeová, é o Deus  único que virá, em tempo oportuno restaurar o reino de Israel e todo o seu poderio e  grandeza. Mas acontece  algo inusitado: essa idéia é apropriada  por alguns  sacerdotes da época e remodelada, de modo que Jeová virá sim, mas para salvar a humanidade, na figura do Messias-redentor. E, os apóstolos, incluindo Paulo, vão aceitar essa idéia.

Essa idéia está presente no Espiritismo meu caro Diegas: nossos  "anjos de guarda virão  nos socorrer", " sem jesus não poderemos fazer nada" "sem amar o nosso próximo não atingiremos o Reino dos Céus", quando na verdade, Jesus ensinou "como se salvar", que o poder de "auto-salvação" está  dentro de nós, ele não pode ser localizado alhures. É  um profeta  pois, localiza o mal na era  pré-cristã, descreve esse mal, localiza-o na Alemanha, e ainda diz que se continuará no século XX. E o que foi o século XX, senão a revivescência dessa nostalgia da espera do messias redentor??  


abçs,


Renato
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 03 de Novembro de 2009, 12:12
Sei no entanto, que, no movimento espírita já vemos um panorama diferente: espíritas estudiosos desconstruindo essa idéia do "messias-redentor", a afirmar a necessidade do auto-conhecimento e a rejeição das instituições que querem nos  impor  valores absolutos e obsoletos com o objetivo de perpetuar uma moral antiquada, que não faz senão reproduzir as injustiçãs sociais bem como o mal individual - muitos deles tidos como "valores morais" da nossa sociedade...

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Jorge em 03 de Novembro de 2009, 14:36
Devemos dar os devidos créditos a quem merece, e Nietzsche tem alguns. Somente não soube aproveitar o momento historico, pois  cumpria a ele como missionario eleito que deveria libertar as mentes do jugo religioso, manifestando-se contra o Catolicismo. Mas, infelizmente, desviou-se pelo ateísmo, ateando fogo aonde não precisava.

Olá amigo Diegas,

Admiro bastante essa sua lógica de raciocínios!  :)

Abração.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 03 de Novembro de 2009, 15:24
 
Citar
Diegas: Em relação aos antiquarios, vide que a Ciencia está com o relogio atrasado. em mais de 150 anos. Estamos esperando, ansiosos,  por ela se pronunciar à respeito da Realidade Espiritual.

A ciência chega lá, calma...
 
Por outro lado, a ciência  não está  nem aí com a  Realidade Espiritual, já que, o que a interessa, é a Realidade Material. E todos perguntam: "mas, se a ciência está á procura da verdade, por que ela não aceita Kardec'? Temos que responder essa pergunta a partir duma análise institucional da ciência. A História da Ciência moderna, é a história do arrebatamento das Universidades  que estavam  em poder da igreja até o  século XVII, como a Universidade de Oxford - centro par exellence de culto às  doutrinas peripatéticas (Aristóteles). E a partir daí, surgem as academias  de  ciência - "del cimiento na Itália", "Royal Society" na Inglaterra e academia francesa entre outras. O julgamento de  Galileu tem um  marco importante: é um  divisor  de águas, em que o Racionalismo Científico após  Descartes, irá rejeitar o pensamento religioso.

Ora, a ciência se ressente dessa opressão da religião. Até  que provem o contrário, o  Espiritismo, ao ver da ciência, continua sendo uma religião como outra quaquer, propalando dogmas - incluindo o dogma da reencarnação, cujos estudos científicos  ainda  são incipientes.

A ciência, por outro lado, enquanto instituição, está  preocupada em perpetuar no poder, a comunidade científica dominante, e por isso, as Universidades pagam os cientistas  para resolver consertar anomalias que surgem no paradigma  dominante, e que são apontadas por cientistas que estão inseridos em comunidades marginais e que defendem paradigmas marginais (Tomas Kuhn).

“O Espiritismo sem a ciência não seria nada, porque não teria como comprovar seus  postulados” (Divaldo P. Franco) [Mas aqui, Divaldo se refere à ciência  como  “campo de conhecimento  instrumentalizado” e não instituicionalizado, o que é bem diferente. 

Vamos lá...

Essa sua crítica da ciência – aqui vejo você como o representante da “crítica espírita” à ciência, é uma crítica  romântica. É achar que  a ciência  perde o seu valor  só  porque não se interessou pela “Realidade do Espírito”.

Mas, se fosse esperar do Espiritismo, não se teria  feito as grandes  descobertas que a Engenharia Genética e a Astronomia fizeram  no século XX. O século XX é fértil em  descobertas científicas, ao contrário do  que apregoam  muitos historiadores da ciência, pois o século XIX tinha sido o século de explosão das descobertas científicas.

Quando o padre-cosmólogo belga, Georges  Lemâitre, criou  a Teoria do Ovo Cósmico, abriu espaço para surgir as mais de 50 versões  da  teoria do Big-bang, depois comprovada experimentalmente por Penzias e Wilson, que , acidentalmente,  detectaram a “RCU” (Radiação cósmica de fundo) do Universo, e depois corroborada pela teoria  da Fuga das  Galáxias  pelo norte-americano  Edwin Hubble, em1929.

Os grandes telescópios ópticos, no século XX, descortinaram o céu, e hoje, a ciência acredita mais do que os próprios espíritas, de  que “na casa do Pai existem  muitas moradas”. Acontece que, com Galileu, surge um novo método: a ciência se divorcia da metafísica – processo esse que terá  seu golpe final com Auguste Comte, em  1842. Doravante, enquanto  a metafísica e a religião estuda as  “causas”, os “porquês”, ou seja, enquanto estão voltadas para a questão teleológica de todas as coisas, a ciência se  compartimenta, e estuda o funcionamento das coisas. Portanto, permanece cada qual gerenciando um setor.

Como espírita que sou, já critiquei o posicionamento da ciência, mas hoje, pensando melhor, acho que também  seria humilhante um grupo de cientistas tomar uma postura moral a priori, exigida pelos Espíritos Superiores, para reconstatar a realidade do Espírito.

As provas científicas das realidades do Espírito já foram consumadas (será que você foi ao banheiro, e perdeu essa parte do filme?) e o que  cabe a ciência atual hoje, é apenas aceitar aquilo que já está comprovado.

Veja portanto, que a questão  não é de teórica e nem epistemológica,  ela é institucional: os cientistas não querem aceitar porque julgam que isso não é da alçada da ciência.

E é interessante, e não casualmente, estar discutindo isso nesse tópico, porque, o fanatismo espírita, ainda coloca o Espiritismo como só mais uma religião, defendendo dogmas, o que não está  dentro da proposta da ciência moderna e contemporânea.

É por aí ...

Abcs,

Renato








Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: terezacris em 03 de Novembro de 2009, 19:25
 O APOCALIPSE TEM VARIAS INTERPRETACOES. NAO PENSO QUE UMA VISAO  SIMPLISTA DE SEPARAR  O BEM E O MAL SEJA ASSIM. AS IGREJAS  SE SEPARAM, BRIGAM E DEPOIS É IRMAO CONTRA IRMAO. QUE CARIDADE EXISTE EM UM EVANGELICO QUE  QUE SORRI AMARELO A UM CATOLICO  OU A UM KARDECISTA OU A UM MASSOM SE DENTRO DO CORACAO DO EVANGELICO ELE JA SE JULGOU SALVO E PARA ELE OS OUTROS VAO QUEIMAR NA GEENA? COMO SE EXPLICA? O MANDAMENTO É AMAR O PROXIMO COMO A TI MESMO. E JESUS FOI MUITO CLARO SOBRE OS JULGAMENTOS PELAS APARENCIAS. ACHO QUE O ANTICRISTO É TODO AQUELE QUE LEVA AO ODIO A GUERRA E A DEPRECIACAO DOS SENTIMENTOS HUMANITARIOS. TAMBEM VALE PARA OS DONOS DE LABORATORIO , POLITICOS, PROFISSIONAIS DE VARIAS AREAS QUE DEIXAM DE FAZER O SEU TRABALHO BEM FEITO PARA GANHAR DINHEIRO MESMO QUE SEJA PREJUDICANDO OS OUTROS. NADA CONTRA AO TRABALHO, QUE ALIAS É EDIFICANTE , MAS JOGAR SUJO CONTRA A HUMANIDADE É SIMPLISMENTE SER ANTICRSTO. ABRACOS FRATERNOS TEREZACRIS
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Luz13 em 03 de Novembro de 2009, 19:55
O APOCALIPSE TEM VARIAS INTERPRETACOES. NAO PENSO QUE UMA VISAO  SIMPLISTA DE SEPARAR  O BEM E O MAL SEJA ASSIM. AS IGREJAS  SE SEPARAM, BRIGAM E DEPOIS É IRMAO CONTRA IRMAO. QUE CARIDADE EXISTE EM UM EVANGELICO QUE  QUE SORRI AMARELO A UM CATOLICO  OU A UM KARDECISTA OU A UM MASSOM SE DENTRO DO CORACAO DO EVANGELICO ELE JA SE JULGOU SALVO E PARA ELE OS OUTROS VAO QUEIMAR NA GEENA? COMO SE EXPLICA? O MANDAMENTO É AMAR O PROXIMO COMO A TI MESMO. E JESUS FOI MUITO CLARO SOBRE OS JULGAMENTOS PELAS APARENCIAS. ACHO QUE O ANTICRISTO É TODO AQUELE QUE LEVA AO ODIO A GUERRA E A DEPRECIACAO DOS SENTIMENTOS HUMANITARIOS. TAMBEM VALE PARA OS DONOS DE LABORATORIO , POLITICOS, PROFISSIONAIS DE VARIAS AREAS QUE DEIXAM DE FAZER O SEU TRABALHO BEM FEITO PARA GANHAR DINHEIRO MESMO QUE SEJA PREJUDICANDO OS OUTROS. NADA CONTRA AO TRABALHO, QUE ALIAS É EDIFICANTE , MAS JOGAR SUJO CONTRA A HUMANIDADE É SIMPLISMENTE SER ANTICRSTO. ABRACOS FRATERNOS TEREZACRIS

    Concordo consigo!!!!...Muita teoria e pouca prática!!!

    Abraços.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 03 de Novembro de 2009, 20:07
O APOCALIPSE TEM VARIAS INTERPRETACOES. NAO PENSO QUE UMA VISAO  SIMPLISTA DE SEPARAR  O BEM E O MAL SEJA ASSIM. AS IGREJAS  SE SEPARAM, BRIGAM E DEPOIS É IRMAO CONTRA IRMAO. QUE CARIDADE EXISTE EM UM EVANGELICO QUE  QUE SORRI AMARELO A UM CATOLICO  OU A UM KARDECISTA OU A UM MASSOM SE DENTRO DO CORACAO DO EVANGELICO ELE JA SE JULGOU SALVO E PARA ELE OS OUTROS VAO QUEIMAR NA GEENA? COMO SE EXPLICA? O MANDAMENTO É AMAR O PROXIMO COMO A TI MESMO. E JESUS FOI MUITO CLARO SOBRE OS JULGAMENTOS PELAS APARENCIAS. ACHO QUE O ANTICRISTO É TODO AQUELE QUE LEVA AO ODIO A GUERRA E A DEPRECIACAO DOS SENTIMENTOS HUMANITARIOS. TAMBEM VALE PARA OS DONOS DE LABORATORIO , POLITICOS, PROFISSIONAIS DE VARIAS AREAS QUE DEIXAM DE FAZER O SEU TRABALHO BEM FEITO PARA GANHAR DINHEIRO MESMO QUE SEJA PREJUDICANDO OS OUTROS. NADA CONTRA AO TRABALHO, QUE ALIAS É EDIFICANTE , MAS JOGAR SUJO CONTRA A HUMANIDADE É SIMPLISMENTE SER ANTICRSTO. ABRACOS FRATERNOS TEREZACRIS

    Concordo consigo!!!!...Muita teoria e pouca prática!!!

    Abraços.











Nada mais anti-cristão ... rsrss


abçs,


Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 03 de Novembro de 2009, 20:17
Afinal, vocês não se cansam desse discurso hipócrita e anti-cristão??
---------> John Lennon, imaginou um mundo sem guerras, e se matou com a cocaína. ("faça como Elis, coca pelo nariz")

Não vou citar mais exemplos...

"você é aquilo que você faz, não aquilo que você fala" .... é uma adaptação de não é pelo fruto que se reconhece a árvore??

As guerras são uma coisa normal. Allan Kardec pergunta aos Espíritos: "Qual o objetivo das guerras? (até vou pegar o livro aqui para citar o capítulo, o íten e a página)

744. Que objetivou a Providência, tornando necessária a guerra? Resposta: a liberdade e o progresso A minha edição é da FEB viu Moura???

Tem também a pergunta 744a., mas que leiam, pq, como dizem os portugueses, não é de bom tom, reinventar a roda aos que se comprazem em andar a pé

Anticristos... anticristos são vocês que ficam reproduzindo esse discurso romântico...

"eu não vim trazer a paz, eu vim trazer a espada" Jesus.

E ponto.

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Taprobana em 03 de Novembro de 2009, 23:34
Taprobanopédia

Anticristo

Aquele que julga necessitar de mais e mais para enfim encarar de frente a vida.

Aquele que pensa lhe serem ainda devidas mais e mais revelações para enfim ser um criador.

Aquele que espera mais um milagre, mais um sinal para sair debaixo do seu manto e revelar as suas faces.
 
Aquele que treme de medo tal como o pássaro jovem a quem tudo a vida já deu e nada mais por ele pode fazer que não seja empurrar-lo para o abismo.

Aquele que nega a vida e a julga tão desprezível, tão doentia que espera todo encolhido de medo que a morte o liberte.

O que diz, eu estou aqui para sofrer e assim garantir o meu lugar no paraíso.

Aquele que tal como o elefante vai caminhando lentamente de olhos no chão para perto da sepultura.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 03 de Novembro de 2009, 23:47
O ANTICRISTO, QUEM É ELE?


DAS TARÂNTULAS


“Olha: é esta a toca da tarântula! Queres vê-la a ela mesma? Está aqui a sua teia; toca-lhe para a veres tremer.

Olha: ei-la aqui, sem se fazer rogar. Bem-vinda tarântula! No teu escuro lombo negreja a característica marca triangular, e eu também sei o que há na tua alma.

Em tua alma aninha-se a vingança; onde quer que fiques, forma-se uma crosta negra. A vingança levanta na tua alma torvelinhos de vingança.

Assim vos falo em parábola a vós que levantais torvelinhos na alma, pregadores da igualdade! Vós outros sois, para mim tarântulas sedentas de secretas vinganças.

Eu, porém, acabarei de revelar os vossos esconderijos, por isso me rio na vossa cara com o meu riso das alturas!

Por isso despedaço a vossa teia, para que a cólera vos faça sair do vosso antro de mentira e para que a vossa vingança apareça por detrás das vossas palavras de “justiça”.

Seja o homem salvo da vingança; é esta para mim a ponte da esperança superior, e um arco-íris anuncia grandes tormentas.

As tarântulas, todavia, compreendem doutra forma. “Justamente quando as tempestades da nossa vingança enchem o mundo, é quando nós dizemos que haja justiça”. Assim falam elas entre si.

“Queremos exercer nossa vingança e lançar nossos ultrajes sobre todos os que não são semelhantes a nós outras”. Isso juram a si mesmas as tarântulas.

E acrescentam: “Vontade de igualdade, isto será daqui por diante o nome da virtude, e queremos erguer o grito contra tudo o que é poderoso!”

Sacerdotes da igualdade: a tirânica loucura da vossa impotência reclama em brados a “igualdade”, por detrás das palavras de virtudes esconde-se a vossa mais secreta concupiscência de tiranos!

Vaidade acre, inveja contida — talvez a vaidade e a inveja de nossos pais — de vós saem essas chamas e essas loucuras de vingança.

O que o pai calou, fala o filho, e muitas vezes vi revelado no filho o segredo do pai.

Parecem-se com os extáticos; não é, porém, o coração que os extasia, mas a vingança.

E se tornam frios e sutis, não é por agudeza, mas por inveja.

Também levam os zelos à senda dos pensadores; é este o sinal da sua emulação; sempre vão tão longe, tão longe, que afinal o seu cansaço tem sempre que adormecer até o meio da neve.

Todos os seus lamentos têm acentos de vingança; todos os seus elogios ocultam malefícios, e para eles serem juizes é a suprema felicidade.

Eis aqui, todavia, o conselho que vos dou, meus amigos: desconfiai de todos os que sentem poderosamente o instinto de castigar!

São pessoas de má raça e de má casta; por eles assomam o polícia e o verdugo.

Desconfiai de todos os que falam muito da sua justiça! Não é só mel o que falta às suas almas.

E se se chamam a si mesmos “os bons e os justos” não esqueçais que, agora, para serem fariseus só lhes falta... o poder.

Meus amigos, não quero que se me misture e se me confunda.

Há quem pregue a minha doutrina da vida, mas são a um tempo pregadores da igualdade e tarântulas.

Estas aranhas venenosas falam a favor da vida, apesar de estarem acaçapadas nas suas cavernas e afastadas da vida: porque assim querem prejudicar.

Querem prejudicar os que têm agora o poder; porque entre estes é ainda a coisa mais familiar a prática da morte.

A ser doutro modo, doutro modo pregariam as tarântulas: porque noutro tempo foram elas precisamente as que melhor souberam caluniar o mundo e queimar hereges.

Com estes pregadores da igualdade é que eu não quero ser misturado nem confundido. Porque a justiça me fala assim: “Os homens não são iguais”.

Não devem tampouco chegar a sê-lo. Que seria, pois, o meu amor ao Super-homem, se eu falasse doutro modo?

Por mil pontes e por mil caminhos se devem precipitar para o porvir, e sempre haverá que colocar entre eles mais guerras, e desigualdades: assim me faz falar o meu grande amor!

Devem-se tornar inventores de imagens e de fantasmas em suas inimizades, e com as suas imagens e os seus fantasmas devem travar entre si o maior combate.

Bom e mau, rico e pobre, alto e baixo, todos os nomes de valores devem ser armas e símbolos bélicos, em sinal de que a vida sempre se há de superar novamente a si mesma.

Ela, a própria vida, quer elevar-se às alturas com pilares e grades: quer escrutar os longínquos horizontes e penetrar com os seus olhares as supremas belezas: para isso necessita as alturas.

Por conseguinte necessita alturas, necessita degraus e contradição dos degraus e dos que se elevam! A vida quer elevar-se e superar-se a si mesma.

E vede, meus amigos! Aqui, onde está a caverna da tarântula, elevam-se as ruínas de um templo antigo: olhai com olhos iluminados.

O que aqui em outros dias elevou na pedra os seus pensamentos para as alturas, esse deve ter conhecido o segredo da vida toda, como o mais sábio.

Haja até na beleza luta e desigualdade e guerra pelo poder e pela supremacia; isto nos ensina ele aqui no símbolo mais luminoso.

Assim como aqui abóbadas e arcos travam corpo a corpo um divino combate, e assim como luz e sombra pugnam entre si em divina competência, assim fortes e nobres, sejamos nós também inimigos, meus amigos! Pugnemos divinamente uns contra os outros!

Desventura! Também me picou a tarântula, minha antiga inimiga! Divinamente firme e bela picou-me no dedo!

“Há de haver castigo e justiça — pensa a tarântula: — não é em vão que canta aqui o hino em honra da inimizade!”

Sim; está vingada! Pobre de mim; vai minha alma girar como um turbilhão de vingança!

Mas, para ela não girar, meus amigos, atai-me fortemente a esta coluna. Antes quero ser um estilista do que um turbilhão de vingança!

Zaratustra não é um turbilhão nem uma tromba, e se é bailarino, não é bailarino de tarantela!”

Assim falava Zaratustra.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Diegas em 04 de Novembro de 2009, 01:11
'...depois o Anton ainda  questiona por que Nietzsche é considerado um profeta pela posteridade...'

Olá, Aldebaran

Como pode ver estou ainda a catar os cacos do tópico: uma citação aqui, uma opinião ali, e vamos que vamos. Em relação aos profetas não podemos endeusá-los e nem esquecer que há os bons e outros que não chegam a tanto. Profetas da discordia, do existencialismo ateu e do desamor há aos milhares e espalhados a todos os cantos do planeta. Aliás, estes individuos não merecem ser condecorados com o titulo de anti-Cristos.


Abç
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Diegas em 04 de Novembro de 2009, 01:26
A igreja católica foi estruturada nos Atos de Paulo, e não nos Evangelhos. Isto porque, nos Atos de Paulo, o farisaísmo ainda está presente, apesar de Paulo o combater. É a idéia de que os "seguem" Jesus, serão recompensados após a morte, os que não estão com ele, serão  amaldiçoados. Essa é a grande distorção - e que perdurou por 2 mil anos - da Boa-nova, operada por Paulo...'

Olá, Aldebaran


Mas que responsabilidade tem Paulo de Tarso, se a Igreja de Roma (católica) distorceu os ensinamentos de Jesus ?  Poderia citar o texto em que Paulo alega estarem amaldiçoados, pós-morte, os que não seguirem Jesus ?


Em Tempo: Um dia ainda descobriremos que Kardec foi a reencarnação de um dos mais lúcidos discipulos de Jesus. E que Pestalozzi fora Gamaliel. Assim como Elias ou João Batista é aquele que caberia a responsabilidade de revelar-nos O Consolador Prometido.



Abç

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Diegas em 04 de Novembro de 2009, 02:32
"os fornicadores não entrarão no reino dos céus". Pois então meu amigo, eu quero mesmo (eu e toda a humanidade) ir para o inferno !!!

Entendeu ou precisa mais???

Olá, Aldebaran


Parece-me que Paulo utiliza de um tom paternal, de advertencia.



Abç
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Diegas em 04 de Novembro de 2009, 03:34
Meu caro, como você é susceptível... será que a sua auto-estima é tão baixa para se ofender, quando eu critico um autor que foi citado por você???...'

Olá, Aldebaran


Não é tão-somente por que o autor foi por mim citado que considero injusta a critica. Mas isto acontece toda vez que depreciam mentores, livros, mediuns e instituições de reconhecido valor moral e espiritual.

Citar
Esse é o ódio de Paulo.


Não, amigo, é o seu odio: fazer-se de vitima.


Citar
Se eu acabei de citar o que eu escrevi por MP a vc, náo faz sentido você continuar ameaçando de que eu "desrespeitei as mulheres"...


Não faz qualquer sentido estas suas palavras. Ameaça ? Vá descansar...retorne com uma melhor disposição.


Abç


 

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Mr.Kite em 04 de Novembro de 2009, 19:06
Só uma correção que no fim das contas nem tem à ver com o tópico, mas só para corrigir uma informação.

John Winston Lennon não morreu por causa da cocaína, e sim assassinado a tiros por Mark David Chapman em frente ao Edifício Dakota aonde residia em Nova York. 8 de Dezembro de 1980. Se envolveu com muitas drogas, se afundou na heroína, mas de 75 pra frente não fazia mais uso de drogas pesadas, período em que estava aproveitando o filho novo Sean.



Abraços!
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 04 de Novembro de 2009, 19:32
Valeu Mr.  por este esclarecimento,

abçs,

PS: eu mesmo não sabia disso...
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 04 de Novembro de 2009, 23:53
Saudações,
A coisa ta boa mesmo, poxa
um dia que fico sem entrar no fórum,
e quando chego, fico mais um para ler tudo,
Rsrsrsrsrs.
Bom pessoal, em relação a FORNICAR, que citou
o irmão Diegas, fornicar da bíblia tem haver com
prostituir-se....prostituição.

Abraços.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Diegas em 05 de Novembro de 2009, 00:26
'...fornicar da bíblia tem haver com
prostituir-se....prostituição.

Olá, Thiago Eddine

Necessário que haja o maior cuidado ao examinarmos os textos biblicos, pois como havia comentado em outro post, são muitas as interpolações e adulterações feitas ao longo do tempo, principalmente por interesses religiosos. Não lemos, inclusive numa passagem do livro de Atos dos Apóstolos que Pedro faz ressuscitar um morto ?  Portanto, nada surpreende, nem as interpretações disparatadas, fora de lógica.


Abç
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Mr.Kite em 05 de Novembro de 2009, 11:39
Valeu Mr.  por este esclarecimento,

abçs,

PS: eu mesmo não sabia disso...

Eu sou Beatlemaníaco... :D


Mas essa história é famosa, nunca ouviu aquela expressão " Fulano só quer ser a bala que matou o John Lennon!" ?


rsrs

Abraço!
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 05 de Novembro de 2009, 11:42
hehehhee, nunca ouvi não mano Kite.

Também gosto dos The Beatles (em português: "Os Beatos"  :D) mas não chego a tanto, não posso me considerar um Beatomaníaco.

Me permita fazer aqui um trocadilho, isto me lembra a "lagartomania" hehheeee

Afinal, não vá me dizer também que é lagartomaníaco??  ;)

abçs,

Renato

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Mr.Kite em 05 de Novembro de 2009, 12:34
Lagartomaníaco? rsrs



Tô mais para o outro lado, que tem um nome muito docinho por sinal...rsrs  ::)  :D


Abraços!


P.S. Daqui a pouco vai virar a Revolução dos Bichos...hehehe
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 05 de Novembro de 2009, 12:41
a propósito, o Anton, o Marco e o PSI, relançaram umas teorias lá no tópico Origem das colônias espirituais, que, a meu ver, derruba a ortodoxia dos lagartões.

E de fato, depois disso, eles desapareceram de lá hehheee (espero que eles não fiquem magoados  com essas brincadeiras)

abçs,

Renato

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: andrea pernambuco em 05 de Novembro de 2009, 13:17


bom dia a todos,

eu tenho estudado bastante, e em busca de alguns videos eu acabei encontrando alguns documentarios sobre o chamado "Iluminatti" fiquei um pouco apreensiva devido a proporção que o assunto tem tomado, falam muito de anti cristo, sociedade secreta, o que sabem sobre isso ???

grata


abraços
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Mr.Kite em 05 de Novembro de 2009, 13:24
Olá, Andréa. Creio que isso é fruto do foco da mídia. Foi aquela explosão no auge do Dan Brown e agora nem se fala tanto nisso. Agora a onda é esse filmezinho adolescente aí de vampiros...rsrs  :D








Fala, Renato!

Li o tópico lá. Creio não ser necessário eu me pronunciar por agora. Quero ver primeiro o que vai ser respondido. Vou responder quando tiver um pouco de tempo aqui no serviço ao tópico do CUEE...


Abração, velho!
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 05 de Novembro de 2009, 22:42
Olá Mr. O debate lá foi concluído. Os lagartões foram desbancados.

Estamos lá discutindo agora sobre a questão do ego, do pensamento e do sentimento.

abçs,

Renato

Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MarcoALSilva em 05 de Novembro de 2009, 22:58
E de fato, depois disso, eles desapareceram de lá hehheee (espero que eles não fiquem magoados  com essas brincadeiras)

 ;D ;D ;D

Mano Renato!

(ops, falei em lagartonês...)

 ;)
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: alexandrenm em 07 de Novembro de 2009, 18:27
Sinceramente, não acredito no anticristo. É contra a bondade de Deus. Pense bem, seu Deus é Deus ele tem todas as faculdades boas ( justica, bondade, onisciência, onipresênca, etc). Segundo a Igreja católica, o anticristo é Lucifer, um anjo que, revoltado por Deus ter criado os homens a sua semelhanca, se virou contra Deus. Deus então o "prendeu" nas profundezas, na qual a Igreja chama de Inferno. O catolicismo também diz que Lúcifer não pode se redimir, se arrepender e não pode voltar a ser bom. Faria sentido Deus todo poderoso criar um ser destinado a eterna maldade, sem poder nunca se redimir? Além disso, os anjos seriam seres criados "privilegiados" pois eles já seriam quase perfeitos sem nunca ter tido de se esforcarem. Então eu pergunto, faria sentido com a bondade de Deus, ele ter criado seres já quase perfeitos, enquanto nós precisamos trabalhar e estudarmos para conseguirmos alcancar essas faculdades? Outro argumento que se contradiz a existência do anticristo é esse: se Deus é onisciente, ele sabe de tudo. Se no ínicio da criacão ele já saberia que Lúcifer se tornaria mal, porque ele criaria um ser assim? A Igreja diz que Deus, arrependido de ter criado Lúcifer o "prendeu" no Inferno. Então, se Deus já sabia que ele seria o "anticristo", porque Deus o teria criado? Se isso fosse verdade, Deus não seria onisciente e então isso seria dizer que Deus não ter todas as faculdades. Se tirarmos uma única faculdade do todo poderoso, então ele deixa de ser Deus e alguém pode se igualar a ele. Então por essas razões que não aredito no anticirsto.








*Texto escrito a partir de conhecimentos adquiridos lendo as obras de Alan Kardec, entre elas o Céu e o Inferno.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Aldebaran em 07 de Novembro de 2009, 18:35
E de fato, depois disso, eles desapareceram de lá hehheee (espero que eles não fiquem magoados  com essas brincadeiras)
;D ;D ;D
Mano Renato!
(ops, falei em lagartonês...)

Aquilo lá não tem mais jeito. Eu passo. É cíclico...

E ademais, pouco importa, porque, com você sabe, "E a vida continua"  ;D

(brincadeirinha, eu parei mesmo)

abçs

 




 
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 14 de Novembro de 2009, 01:58
Saudações,
Poxa já mudou o assunto,
tenho que me atualizar,rsrsrsrsrs!

Abraços.
Título: Tendencias para obem ou para o mal. Livre-arbitrio.
Enviado por: Conforti em 20 de Dezembro de 2009, 02:55
Amigo MouraRego. Algumas considerações acerca do assunto de q fomos criados com tendencias para o bem e para o mal, e q fazemos o mal pelo exercicio do livre arbítrio.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 18 de Janeiro de 2010, 01:55
Saudações,
Muito obrigado Marianna,
e em relação ao último texto citado,
devemos analizar também quando Jesus disse, que
a ovelha reconhece a voz do pastor.
Mas fica a dúvida, entre esta passagem que o
Coronel disse.
Tem muitas ovelhas aí que ouviram a voz do lobo,
rsrsrsrsrs.
E agora como podemos interpretar a passagem de Jesus?

Abraços.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 18 de Janeiro de 2010, 02:12
Saudações,
Também temos que compreender amigo Coronel,
que cremos em uma evolução, e da mesma maneira
que Deus sabe que o mundo estaria assim, também sabe,
que o mundo vai melhorar, pois ele não vai acabar, mas
sim passar por uma tranformação, vamos passar para uma era de
amadurecimento, pois para Deus somos crianças.
Quando temos filhos sabemos que eles irão aprontar muito,
mas que um dia vão ficar adultos também.
Daí, nos deparamos em fazer uma escolha: Deixa-los nascerem,
e dar-lhes uns puxões de orelha quando aprontarem. Ou não
ter filhos!
Cada ser humano age de um jeito diferente, pq cada um está
em um nível diferente de evolução. Hoje olhamos para quem rouba
e mata, e pensamos:-Nossa como pode ter um ser humano assim.
Porém um espírito que não come carne, vai olhar para os que ainda
comem e pensar:-Nossa, como eles podem comer um animal.
E por consequencia disto, alguém que não seja apegado a coisas
materiais, vai pensar de quem o é: -Como podem gastar dinheiro
com estas coisas( celular,carro,moto,etc.), enquanto tem gente passando
fome.
Como podemos ver, esta é a lei da evolução.
Espero ter ajudado, e comentado sobre o foco.

Abraços.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Conforti em 18 de Janeiro de 2010, 02:28
THIAGO EDDINE, companheiro de jornada.

Qdo se diz q as ovelhas, o rebanho ouve a voz do pastor, baixa a cabeça e obedece sem questionar, essa voz pode ser a do lobo ou à do cordeiro, não é isso? O q quis dizer é q não devemos agir como ovelhas q obedecem a tudo, seguem para a tosquia ou para a morte tão somente porq confiam na voz do pastor; nada questionam e vão para a mesa de alguém, qdo pensavam q iam receber uma gratificação, uma ração maior no fim do dia, por terem crido q aquilo q fizeram é o q deveriam mesmo teer feito. Assim, somos nós qdo aceitamos algum ensinamento ou palavra q vem há seculos ou milenios sendo considerada como verdade e esquecemos q, por ter sido assim considerada por tanto tempo, ela não se transforma em verdade.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Conforti em 18 de Janeiro de 2010, 03:07
Amigo THIAGO EDDINE,
Vc diz q Deus sabe q o mundo seria assim mesmo como é; que suas criaturas errariam tremendamente etc. Mas, a pergunta é? Sendo Deus onisciente e onipotene, sabendo ao nos criar o qto sofreriamos em face dos erros q cometeriamos, porq permite o sofrimento (ou poderiamos dizer q Ele não permite? Então, quem é q permite? o sofrimento não está no esquema da criação, não está conforme a vontade do Criador, mas estará , então, de conformidade a vontade de algo mais, tão poderoso também, q Deus não tem poder para subjugá-lo e o mal persiste?), permite sofrimeto tantas vezes tão terrivel q muitos desertam da vida, se matam e matam outros, cometem absurdos etc! Daí concluimos q o Todo Poderoso permite o sofrimento, e que sofrimento!!! Mesmo sendo onipotente nos deixou à deriva. Então vem outra pergunta: onde está o Pai de amor e misericórdia, ou melhor, para onde foram a misericordia e o amor do Pai? Existe amor e misericórdia nos cânceres cuja dor é por vezes tão insuportável q nem mesmo a morfina consegue suavisar; e a lepra, e outros males terriveis q lotam os hospitais e q não tên solução ao alcance dos homens? Nos tsunamis e terremotos destruidores de tudo em seu caminho e q trazem tanto sofrimento, nas guerras absurdas, nas balas perdidas, nos assassinatos, na exploração do ser humano, no morar sob aquela ponte, no viver do 'lixão' q a cidade lança fora, nas prisões, nas torturas, epidemias e tanta coisa mais e muito mais doloridas, miseria, frio, a fome q grassa em tantos povos do mundo etc. etc? Não deve existir uma nova maneira de compreender tudo isso? Vc não acha que devemos questionar? A explicação q nos dão as crenças, doutrinas, religiões, tradições, nos fazem ver um Deus cruel, impiedosol, parcial, como o 'Deus' do Antigo Testamento. Criou, a fim de punir suas criaturas q, já sabia iriam errar tanto, mundos de expiação e provas, desterros em vales de lágrimas, e um espirito renegado q pode fazer as piores coisas para o homem, como se fosse o inimigo de Deus, (e é sua criatura!) e o Todo Poderoso nada consegue fazer para impedir esses absurdos!!! Está escrito q no 'final dos tempos' Satanás será lançado aos abismos mas, veja só, depois de mil anos, ele será solto para novamente enganar as nações. Não há aí incoerencias? Por isso é q digo a não podemos agir como ovelhas dentro de um rebanho. Devemos questionar abandonar todos os receios, todos os preconceitos e questionar!
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: mecame em 20 de Janeiro de 2010, 02:04
O anticristo é tudo o que se opoe ao amor. No velho Testamento ele é representado por um homem que tentará colocar os ensinamentos de Cristo no esquecimento e trabalhar no inicio de uma nova órdem mundial que negue os ensinamentos do Cristo, vendo esse ensinamentos como algo promitivo e desnecessário. Assim. pelo Anticristo uma nova idéia metafisica surge. Idéia esta que será a principal fonte de força para a tentativa de brecar a evolução da alma humana que nosso amado Cristo chamava de salvação. A paz de Cristo
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 21 de Janeiro de 2010, 01:29
Saudações,
Irmão Coronel, em relação a seguir o pastor eu compreendi o que quiz dizer,
porém, em relação a Deus nos deixar a deriva, poxa irmão!!!
Você perguntou sobre as dores e as doenças, o irmão já ouviu falar
em reencarnação? Deus não puni ninguém quem nos deixa assim com DORES,
somos nós mesmos. Existe um ditado que diz: A doença cura a alma! E é verdade,
e digo mais irmão, todas estas doenças e dores são pagas por nós em prestações,
pois se a justiça divina fosse cobrar tudo que fizemos de errado com nossos irmãos
de uma vez só, não aguentariamos. Reencarnação para isso que serve. Jesus disse:
Sede perfeito como perfeito é vosso Pai.
Por um acaso conseguiriamos chegar a perfeição em uma unica encarnação?
E quanto ao fato do Deus do antigo aliança ser *ruim*, temos que levar em consideração
que para moisés e os demais profetas colocarem ordem no povo da caverna da época,
só mesmo com temor. Mas hoje não, as vezes ouço nas ruas cristãos dizendo que
temos que ter temor à Deus, e eu pergunto, devemos ter temor ou amor?
Já estamos mais maduros e não temos que temer nosso Pai, mas sim amar Ele.
Quanto a Deus saber que iriamos passar por tudo isso, sua própria afirmação diz tudo:
Onisciente, Onipresente e Onipotente, e chegamos a conclusão que se Deus é
Onisciente Ele sabe de todas as coisas, mas como eu disse, nós temos nosso livre arbítrio
para fazermos nossas escolhas.
Deus não nos deixou e nem colocou doença em nós, nós mesmos fizemos isto.
A ferrugem só dura enquanto o ferro existir.
Tudo isto se explica com a evolução. Raboni disse:
Sejam unos a mim, como sou uno ao Pai, e assim formaremos uma só unidade.
Vim do céu, estou no céu, voltarei ao ceú.

Abraços.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 21 de Janeiro de 2010, 01:31
Opa, já estava me esquecendo,
quanto a satanas, é apenas um ser criado para botar medo
nas pessoas!

Abraços.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Conforti em 21 de Janeiro de 2010, 03:41
Amigos,
Alguem disse q 'crer no Anticristo é ir contra a bondade de Deus'. Mas, veja: onde está a bondade de Deus frente a tantos e terriveis sofrimentos do mundo? Como disseram, 'Deus sendo onisciente, sabia de tudo que aconteceria, q os homens errariam e por isso sofreriam', ou Deus não saberia disso? Logo é Deus q permite todo os problemas do mundo, sabia do que, a cada momento, está acontecendo, o q cada um está obrando etc. Para Deus todo lugar do universo é 'aqui', todo tempo é 'agora'. Como não cremos nisso, deve existir outra valiosa  e coerente explicação para tudo isso, não é? Naturalmente o Anticristo é apenas uma alegoria, o mal q a existencia mostra. Há 2.600 anos, isto é, seis seculos antes de Cristo, no seu respeitado livro 'Tao Te Ching', já dizia Lao Tsé, homem q até hoje impressiona o mundo pela sua sabedoria, "O mundo mostra, para aquele q está acordado, a total desapiedade dos  acontecimentos". E é isso q vemos no mundo, não é? Logo, temos q admitir q existe uma explicação inteiramente diferente, sobre tudo isso. Fomos criados simples e ignorantes (e, consequentemente, imperfeitos) e se erramos não será porq somos  ignorantes e imperfeitos? E somos punidos pela lei carmica criada por aquele mesmo q nos criou sabendo como cada um erraria, como cada um sofreria e q tudo isso seria evido às condições com q fomos criados. Fomos criados imperfeitos e sofremos por sermos imperfeitos? Somos assim e sofremos porq somos assim!!!??? Não há, nessa interpretação, uma total incoerencia? Onde estaria a propalada justiça divina? Logo a explicação é outra, q o homem saberá qdo 'conhecer a verdade'.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Conforti em 21 de Janeiro de 2010, 04:18
Alguem perguntou: "Vc já ouviu falar de reencarnação?". Sim. Estudei durante talvez mais de 40 anos a doutrina espirita: Kardec, Emmanuel, Andre Luiz, suas obras, de Divaldo, de muitos outros mediuns famosos ou não, de estudiosos do assunto como Lombroso, Denis e muitos outros, enfim, tudo q se referia à doutrina. Fui psicografo, tive inumeras experiencias, como a chamada 'projeção', percepções etc etc. Para minha compreensão a doutrina era a única q dava as respostas q as outras não dão. Dizia q 'se não houver reencarnação, não existe Deus'. Porem, com o tempo, começaram a se acumular perguntas sem respostas na doutrina ou nas mensagens dos espiritos, por mais elevados q dissessem q eram. Continuei buscando na Teosofia, Projeciologia, Conscienciologia, nos grandes mestres como Vivekananda, Yogananda, Ramana, na Yoga, Budismo Tibetano etc etc. E comecei a compreender onde se ocultavam as respostas. Elas estão em nós mesmos porq estão (Deus, a consciencia universal, una e cósmica, nirvana, samadhi, satori, a mente não localizada, pura e perfeita) estão em tudo, tanto no perverso, no pior criminoso, como no mais irrepreensivel e bondoso ser. Compreendi q o q nos falta é ter o 'percebimento' disso. E esse percebimento, daquilo q já está aqui, só a meditação pode alcançar (Jesus: "... pois o reino dos céus já está dentro de vós"). Não somos nós q o alcançamos, pois q temos, para entrar nessa condição de 'alcançar', q deixar o ego para trás, o q significa q, sendo o ego, nós mesmos, temos de nos anularmos, não numa humildade forçada, mas no esquecimento de todas as coisas. Então surge o 'novo homem', é a 'ressurreição, o 'nascer de novo', pois um novo homem, q não é mais homem, entra em cena. Sabedoria além daquela q o mundo conhece, e consequente bemaventurança. Toda ação, todo pensamento, toda palavra agora é correta. Todos então são iguais. Todos são um só. Sua vontade é a vontade do Pai ("Eu meu Pai somos Um"). Como orou Jesus: "Fazei-os um comigo, como sou um convosco...".
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: mecame em 23 de Janeiro de 2010, 16:06
Irmão coronel, não posso ignorar as suas colocaçõs. Entendo que tem sido muito importantes, pelo menos para mim. Reflito muito sobre as coisas que diz. Já participei de movimentos e aulas de meditação, mas da forma convicta como você coloca, realmente nos faz ter um devido respeito pelas sua palavras. Queria te perguntar o seguinte: Você diz sobre a Reino de Deus estar dentro de cada um de nós. Sim , eu reconheço está colocação atribuida a Cristo e creio nisto, mas te pergunto. Qual é a forma mais prática de se fazer esta meditação que você diz? A paz
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 25 de Janeiro de 2010, 16:03
Saudações,
Amigo coronel, eu falei de acordo com o que você disse,
se vc tinha um conhecimento grandioso, não precisaria nem
procurar em outras doutrinas, pois a doutrina espírita na minha opinião
é a única que contem todas as respostas, porém eu não disse
nada ao contrario do que postou no último comentario.
Em relação ao tempo de estudo, devemos considerar que com
tudo que sabemos, realmente nao sabemos nada ainda.
Não concordo com algumas de suas colocações mais, se for necessario
dou minha vida para que continue pensando do mesmo jeito, pois
o livre arbítrio é algo que Deus deu para cada um,
Abraços de seu irmão de jornada.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: mecame em 25 de Janeiro de 2010, 20:35
Realmente irmão Coronel, tem dito coisas muito importante para a reflexão dos leitores. Tem debatido com lucidez e conhecimento. Mas, há algo que me intriga. A sua tão grande certeza sobre uma luz singular trazida pela meditação. Não concordo que as coisas que disse sobre livrar-se do ego através da meditação. Não concordo por um pequeno ponto de vista que é o seguinte: "Eu faço as minhas meditações, mas as faço de maneira que deixando de lado todos os pensamentos ligados às necessidades materiais e intelectuais do mundo em que vivemos agora, ponho-me a olhar para o céu e para todas as coisas que Deus criou como a água, o céu, as estrelas, as núvens, as árvores e etc. Nesse momentos não penso nas coisas que o homem criou, mas também não penso cobre as coisas que Deus criou, apenas tento vslumbrar e sentir amor. Mas a meditação simploria que faço é a de um espírito humilde que nada sabe além daquilo que vê. Mas, a meditação que você descreve parace livrar o homem de todo o seu ego. Queria realmente que me dissesse se você já adquiriu essa luz tão profunda através da meditação que faz. A paz
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Conforti em 25 de Janeiro de 2010, 22:40
Amigo,
Longe de vc e de mim a idéia de q cheguei a algum lugar. Todos nós nada sabemos ainda. A sabedoria, qdo chega, é num átimo, como um relampago q ilumina todos os cantos até então escuros e, portanto, desconhecidos. Talvez a confiança com q falo seja porq, depois de todas minhas andanças, por tantas doutrinas, tenha encontrado algo q, diferente de todas, me dá certeza de q 'este' é o caminho. Esse algo lhe traz paz, tranquilidade e até mesmo 'aceitação' de tudo, porq, na minha convicção, não adianta reclamar contra os eventos q surgem no mundo, nem orar, nem nada. Tudo q está acontecendo está e é" perfeito. Somos nós q não compreendemos ainda. Somente a aquisição de uma certeza de q nós nada escolhemos (como Paulo disse, como todo o misticismo, há milênios, diz e como a fisica mais bem arquitetada e avançada do mundo, q dividiu toda a ciencia, em 'antes' e 'depois' dela, hoje também assegura, já nos traz paz. Veja, amigo. Depois de tanto procurar e não encontrar respostas, percebi q, pela primeira vez na historia do mundo, ciencia e religião, tradicionais adversárias (pois a ciencia só acata, só aceita aquilo q ela mesma pode comprovar e o q as religiões ensinam foge-lhe totalmente aos instrumentos mais aperfeiçoados, de última geração, e engenhosos métodos de investigação), então, pela primeira vez na historia deste nosso mundo, ciencia e religião podem se dar as mãos, podem caminhar lado a lado porq as recentes conclusões da ciencia são identicas ou semelhantes às visões milinares do misticismo, advindas da meditação. Os cientistas chegaram a resultados considerados "tremendamente absurdos', q deram uma reviravolta em suas concepções acerca das crenças, do mundo e dos homens. Não sei se o estou enfadando com tudo isto, mas continuo até q vc me alerte q não deseja mais 'ouvir'. O proprio Albert Einstein chegou a dizer, frente àquelas descobertas q contrariavam totalmente a razão e o bom senso, q "não existe, agora, nem um palmo de chão firme sobre o qual se possa construir alguma coisa". Disse tb: "Deus não joga dados" (lembra-se desta sua famosa frase?). Einstein e outros renomados físicos tentaram destruir as concepções q estavam surgindo de suas experimentações, porq eram totalmente diferentes de tudo aquilo q a ciencia de mais de 300 anos trouxera ao conhecimento dos homens. Esses 'absurdos' ("como a natureza pode ser tão absurda", diziam perturbados os cientistas)  esses 'absurdos' surgiram qdo os cientistas entraram a pesquisar o mundo submicroscopico das subparticulas do átomo. Mas, depois de muitas outras experiencias e de muita relutancia, tiveram q concordar. Não sei porq, mas em geral os religiosos relutam em admitir a relação ciencia-religião, como se isso fosse até mesmo absurdo. Deve ser pelo fato a q já nos referimos de terem sido adversárias por tanto tempo, não? A ciencia, talvez, chegasse mesmo a considerar ridiculas as religiões. No entanto de q trata aciencia? De entender o universo, não é? De entender e investigar aquilo q ainda não compreende, não é? E o q é o universo senão criação ou o proprio Deus q está fora e dentro de tudo. A natureza, o universo, a ciencia, tudo está em Deus.                                  
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Conforti em 26 de Janeiro de 2010, 00:48
AMIGO,
Isso q vc disse q faz na tentativa da meditação é o q deve ser feito; só há um detalhe muito importante: é certo o não pensar em nada q foi criado, ou pelos homens ou por Deus. Qualquer 'tentativa de vislumbrar o amor' é tão somente ação do ego condiconado. Isso, tanto qto o olhar para o céu, etc, ou se inspirar no amor não permitem o esvaziamento total da mente. Para a meditação proveitosa nada deve permanecer na mente; tudo q permanecer é estorvo e do ego é q nascem esses estorvos. Eqto existir na mente, ou no ego, qdo se tenta a meditação, um resquicio por mais infimo q seja, de qualquer lembrança ou esperança, o ego continuará existindo ali. Nada, nem de mau, e tb nem de bom, deve estar ali; enquanto houver em sua mente o menor vistigio de diferença entre o bem e o mal a mente não estará vazia, aquietada, não estará abrindo espaço para a entrada da verdade ou de Deus. O Zen pode ser resumido numa só palavra: "Esvazia-te". Ninguem consegue esvaziar de maneira absoluta a mente; isso so pode ser conseguido pela meditação, sem esforço e sem expectativas.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: mecame em 27 de Janeiro de 2010, 06:13
Talvez eu seja muito simplorio para aceitar a idéia de "esvazia-te" como você diz,irmão Coronel, mas você me dizendo isso, me faz lembrar de uma viagem que fiz para a Bahia e lá fiquei na casa de Roça de um velho amigo de meu pai. O velho já tinha os cabelos brancos, uma cabeleira cumprida. Tinha uns 70 e poucos anos. Num final de tarde o velho vinha da roça todo suado. Eu estava sentado na varanda, a vista do horizonte era só mato, céu e estrelas. Aquele homem sentou-se numa cadeira de sisal ao lado da cadeira que eu estava sentado, a velha lhe entregou uma xícara de café quente. O velho todo suado pegou o café saindo fumaça, era uma tarde quente. Ele acendeu um cigarro de palha, nem tomou conhecimento da minha presença, deu um gole de café , acendeu o cigarro de palha e parou a vista no horizonte e ficou assim durante muito tempo. A mesma posição , o mesmo olhar, só movimenta as mãos para levantar a xícará e o cigarro até os lábios. Mas, aquele horizonte, aquele céu estrelado e aquele velho foi o cenário mais lindo que eu já vi na minha vida. E o que me impressionou no velho, foi o olhar brilhante, o rosto sereno e um semblante de quem estava sentindo um enorme prazer de viver. Aquele homem não estava ali. A sua mente não estava ali. E este velho veio a falecer com mais de 100 anos e ainda trabalhando na roça e sentando na varanda. Desencarnou numa tarde quente sentado na varanda com uma xicara de café quente e um cigarro entre os dedos. Nunca esqueci está imagem. Se ele esvaziava-se eu não sei, mas que parecia meditar profundamente,isso sim. E você, irmão Corenel, dizendo estas coisas, me fez pensar que talvez aquele velho analfabeto que nunca frequentou uma escola sabia mais que muitos letrados. A paz de Cristo
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Conforti em 27 de Janeiro de 2010, 20:54
AMIGO,
Nunca poderemos saber o q aquele homem feliz tinha na sua cabeça, no seu pensamento. Ou se apenas, por sua simplicidade invejavel, era feliz. Mas o q posso lhe dizer é q a felicidade do mundo não é a felicidade a q se pode chegar qdo se vai 'além' da felicidade do mundo. Lembre-se de Paulo q afirmou: " A sabedoria de Deus é loucura para os homens e a sabedoria dos homens é estulticia para Deus".
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: mecame em 27 de Janeiro de 2010, 21:07
Realmente. E eu reflito muito sobre as suas postagens, embora descorde de algumas posiçoes, mas não é por que quero descordar,mas sim porque a minha maneira de observar o mundo algumas vezes não aceita a sua maneira de ver o mundo. Mas, tenho pensado muito e chegado a conclusão de que suas postagens são muitos dignas quando as escreve pensando nos aspecto distocidos que há, permeando em meio às formas de compreender o que chamamos de Deus. Essas formas são as religiões e as ideologias todas. E eu compreendo que há muto distorção sobretudo no que diz respeito às copilações biblicas. A paz.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 30 de Março de 2010, 01:43
Citar
E eu compreendo que há muto distorção sobretudo no que diz respeito às copilações biblicas.

É verdade, muita coisa foi adulterada.

Concordo plenamente.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Conforti em 30 de Março de 2010, 02:45
Amigo Mecame
 
O amigo nem sabe como fico feliz em ver que alguem está refletindo acerca de minhas postagens. Não é sem motivo que procuro isso; meu motivo principal não é mostrar distorções. É fazer com que alguem abra os olhos e pesquise mais para compreender. Infelizmente tenho, com minhas postagens, obtido reações estranhas daqueles que seguem uma doutrina enaltece o amor, a justiça, e que recomenda que se pesquise para conhecer a verdade.
Um abraço.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Conforti em 30 de Março de 2010, 04:23
Amigo Thiago Eddine

Não me recordo se já respondi a mensagem sua de 25/01. Mas, vamos lá. Desculpe se repito.

Amigo, se posso lhe dizer alguma coisa, essa coisa é que, embora na sua opinião a doutrina espírita seja a que contem “todas” as respostas, respeitando evidentemente sua opinião, digo que, das três religiões ocidentais, vindas do cristianismo, a espírita é a que “mais” tem respostas às nossas perguntas, mas não responde, absolutamente, a todas as dúvidas que temos sobre a vida, a morte, por que estamos aqui, a razão do sofrimento do homem etc.  Essas respostas, nem a ciência, nem qualquer crença, religião, psicologia ou filosofia ocidentais nos dão de modo que nos deixem, definitivamente, livres de todas as dúvidas, talvez porque nem elas conheçam as respostas integrais e completas.

Veja se isso não é um fato.     
O que é isso a que denominamos vida? Isso que denominamos morte? Por que estamos aqui? Onde estávamos? E, para onde vamos? Podemos ir-nos quando quisermos?  Podemos pedir para vir ou para ir? A quem? Temos como ou a quem nos queixar se estivermos aqui contra nossa vontade ou sofrendo? Porque estamos, indiscutivelmente, presos a esta existência? O Criador nos fez ignorantes e, por conseqüência, imperfeitos e, se erramos e sofremos pelos erros, não é devido à nossa ignorância e imperfeição? Criados ignorantes e imperfeitos, somos muitas vezes responsabilizados pelos erros que praticamos exatamente porque somos ignorantes e imperfeitos. Não há nada estranho aí, se levarmos em conta a concepção que as religiões têm de Deus, um ser soberanamente bom e justo?
O que é isso a que damos o nome de ‘eu’? O que sou eu? Haverá alguma razão para tudo isso? A inteligência superior que nos criou e criou tudo, porque permite a existência do sofrimento? Se o sofrimento existe, quem permite sua existência? Como o universo surgiu um dia? Será que algum dia vamos compreender tudo isso? Temos total, não certeza, mas convicção, de que tudo que as doutrinas nos ensinam é verdade absoluta? Devemos acreditar em tudo que a doutrina ensina, mesmo conhecendo as sérias contradições, estranhezas e o sem numero de manipulações que a base da DE, o cristianismo sofreu? E as contradições entre a propria doutrina e sua base? Acreditamos que a doutrina nos ensina verdades finais e absolutas, sem qualquer dúvida, porque pensamos que sejam, ou porque lemos ou ouvimos falar que sejam verdades absolutas? Convicção absoluta não temos, pois que não conhecemos ainda a verdade que liberta, como disse Jesus.

O amigo tem total razão ao dizer que realmente nada sabemos de nada; tudo que podemos dizer que sabemos é apenas coisa emprestada de outrem. Para todas as perguntas que nos façam, segundo dizem os grandes sábios, a resposta absolutamente correta é um “não sei”. Tanto que afirmam que, para se saber que um discípulo atingiu um ponto muito elevado no conhecimento da verdade, lhe perguntam o que é aquela pequena vareta, ou bastão que levam sempre à mão; conforme a resposta, sabem se o discipulo está ainda longe ou se está próximo da compreensão da verdade.

Me desculpe se me estendi demais ou se fui confuso.

Um abraço.

   


Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: dim-dim em 30 de Março de 2010, 10:56

Olá!

A sociedade.

Isto podem ser consideradas coisas 'duras' de se dizer perante a sociedade neste mundo de provas e expiações como lhe chamam, mas aqui neste espaço onde se estuda o espiritismo penso que não. Assim pode-se dizer que este mundo é ANTICRISTO.

Isto o espirito tem que compreender fazendo uma recapitulação (lembrar-se) da sua existência até ao berço. Se conseguir vai se chocar, ao ver que todas as regras de educação que lhe imposeram foi sempre no sentido ANTICRISTO.

Ele, o espirito, no primeiro ano de existência é puro amor e espontaneidade, ligado ao Pai, centrado. Mas daí para a frente todos o vão ensinar a reprimir essa espontaneidade. A repressão é feita logo ao amor; porque é 'mau' entre sexos diferentes ter-se essas atitudes amorosas, e então reprime-se. Com esta educação vai-se desligando o espirito do amor do Pai, para abraçar um amor falso e egoista.

Isto ao extremo de essa ligação ao Pai deixar de ser consciente. O verdadeiro ser passa a viver no inconsciente, reprimido pelo falso consciente que a educação lhe impôs.

A educação é um ciclo vicioso que desliga o espirito da sua verdadeira fonte, devido a todas as falsas idéias e crenças que lhe foram impostas através dos tempos.

Por isso, a passagem para a regeneração é a compreensão desse falso sistema educacional que está montado. É o sair dessa roda de ignorância, pela compreensão dos falsos valores, alcançando a verdade.

A verdade é que a sociedade vive uma farsa, uma ilusão.


Namasté
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 31 de Março de 2010, 02:53
Saudações,
poxa irmão Coronel,
entendo suas colocações,mas confessso do fundo do meu coração,
que você consegue ser mais confuso e com mais dúvidas do que eu!
Ao meu ver, a verdade que liberta, é o conhecimento que temos hoje,
pois ficar preso em algo chamado inferno, e satanas, é a verdadeira prisão.
Não sei se vai se interessar mais tem um livro que pode te ajudar nas dúvidas,
chamasse: EVANGELHO ETERNO E ORAÇÕES PRODIGIOSAS.
Se você não encontrar, me da um alô que te mando por email.
Espero que você goste e que lhe ajude como me ajudou.

Abraços, Deus lhe abençõe.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Conforti em 31 de Março de 2010, 03:43
Olá, Thiago Eddine, companheiro de caminhada.

Sinto muito pela confusão. Também penso que, como me alongo nas tentativas de expor meu pensamento, o que escrevo deve ficar confuso, mesmo. Embora deseje ser mais claro, ainda não consigo. Tenho, para mim, certeza de que esses assuntos que tento transmitir sejam estranhos para nós, porque nossa cultura e crenças, em geral, não os aceitam. Talvez, por isso, pareçam mais confusos do que são na realidade.
Quanto às duvidas, meu amigo, deve ser isso mesmo: que eu as tenha mais que você; e, sinceramente, o invejo, por isso. Contudo, talvez pela confusão, lhe pareça que minhas duvidas sejam muitas. Mas, ao contrário, não sinto assim. Minhas muitas perguntas eu as faço com a finalidade de mostrar inconsistências, duvidas, incoerências nas doutrinas. Tanto que sempre estou tentando, dentro de minhas limitações é evidente, levar alguém a ‘abrir os olhos’ para compreender mais e melhor. Mas perceba, meu amigo, essa confusão é apenas um detalhe; o essencial, pelo que sinto, não está confuso. Sinceramente minhas dúvidas, para meu modo de ver, são mínimas, pois sei que apenas me falta, e apenas falta somente isso para qualquer um, é conhecer a verdade.
Para minha concepção, como para os sábios, a verdade que devemos conhecer não está de modo algum no conhecimento que temos hoje. Este conhecimento, meu amigo, é o próprio obstáculo à compreensão da verdade que liberta. O conhecimento de hoje é nossa própria mente; repleta nossa mente, que é o ego, de ilusões, suposições, crenças, imaginações que formam verdadeiro ‘lixo’ mental. E esse ‘lixo’, que polui a mente, tem de ser totalmente afastado para que se possa perceber a verdade.
Obrigado por me sugerir a leitura do livro e mais grato ainda por oferecer mandá-lo por email. Sinceramente, ainda tenho minha mente tão cheia de resultados de leituras, livros etc, que não desejo agravar essa situação. Como diz o Zen e outras tradições sérias, o que devemos fazer é ‘esvaziar’ a mente. Como disse também o profeta do Antigo Testamento, “Aquieta-te e sabe: eu sou Deus”. E Jesus “...fecha-te em teu quarto e em oculto...”.
Thiago, fui muito confuso novamente? Espero que não tanto como da outra vez.
Um grande abraço.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 01 de Abril de 2010, 03:28
Olá irmão Coronel,
Bem, acho que agora estou entendendo melhor,
e também gostei das colocações finais,
espero que encontre a verdade e que continuemos
a nos expressar desta maneira...Única, e sem preconceitos,
pq Deus não faz acepções de pessoas, e toda gota que cai,
escorre para o mesmo rio.

Abraços, e espero que desta vez, eu não tenha sido confuso,rsrsrsr.
Paz irmão.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Conforti em 01 de Abril de 2010, 04:34
Amigo Thiago Eddine,

Não creio que voce tenha sido confuso. Se houve confusão eu sou que deva tê-la causado por me alongar muito em perguntas e tentativas de explicar meu ponto de vista.

Um abraço.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: prof.wemerson em 18 de Abril de 2010, 23:10
Olá, entrei no fórum para ver se consigo sanar uma dúvida a respeito desse tal anti-cristo, que para mim não se trata de uma pessoa ou um ser e sim de uma atitude. Embora o capítulo 13 do Apocalipse seja confuso, algo me deixa muito curioso a respeito do número da besta, nos vers. 16 e 17 é falado a respeito desse número, porém no v. 18 é comentado "...Quem tiver inteligência calcule o número da fera, porque é número de um homem, e esse número é seiscentos e sessenta e seis". Foi deixado claro que o número é o 666, porém pede para que seja calculado, como seria esse cálculo, algo próximo da numerologia? Se alguém puder responder ou se já teve a mesma dúvida, por favor deixe suas opiniões. Quem sabe juntos conseguiremos chegar a algo próximo de uma conclusão.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 19 de Abril de 2010, 01:10
Olá amigo Prof.
666 = VICARIUS FILII DEI = SUBSTITUTO DO FILHO DE DEUS( Papa ).
Este é o número da besta.
De acordo com a bíblia, quem não tivesse o sinal da besta na mão ou na testa
não poderia comprar nada.Segundo a crença protestante eles acham que isto ainda
vai acontecer e isto será um chip. Mas se formos analizar o número é o do papa,
e na época da inquizição quem não fosse católico( testa= sinal da cruz, mão=benção do papa ), seria queimado, de certo, não poderia comprar nada.

Abraços.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 23 de Abril de 2010, 01:13
Citar
número da besta.

Que coisa mais macabra!
Isso não existe!

Nosso Deus, é um Deus de amor e paz.



Saudações,
Não entendi a colocação Marianna!
Eu me refiro a passagem bíblica, errei?

Abraços.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Renato_ em 07 de Maio de 2010, 21:43
Citar
Saudações,
Não entendi a colocação Marianna!
Eu me refiro a passagem bíblica, errei?

Thiago Eddine, perdão, não queria te magoar.

É que tem certos termo como a "besta fera" que em nossa Doutrina não existe, embora seja bíblico.

B.jinhos,
Mariana.






kkkkkkkkkkk

Que papo mais edificante esse hein!! rsrs

Mas não deixa de ser interessante, porque eu mesmo às vezes me pergunto como é que eles fizeram todas essas contas, essas associações para chegar à conclusão de que "a besta" representa o poderio nocivo que a igreja romana exerceu sobre a humanidade durante 2 mil anos, a ponto de o Espírito Lammenais chamá-la de "igreja pequena"...

Boa questão, se alguém pudesse explicar. Vemos, portanto, que esses ateus da vida que enxameiam pela internet também aprendem matemática criticando as religiões hehheeee ;D

Ah, ia me esquecendo, espírita não se ofende, melindra  :D 

Um grande abraço,

Renato

 
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: MongeShaolin em 08 de Maio de 2010, 03:40
Olá Renato, as somas são assim:
V  I  C AR I  USFILII   DE  I

5+1+100+1+50+1+1+500+1=666

Vicarius filli dei= representante de Crsito.

Este termo, na língua grega ( anticristos ou anticristoi ) tem duplo significado, se
refere, portanto, a um inimigo ou substituto de Cristo.

E se reparar na minha última postagem, poderá ver que faz um sentido com a época.

Abraços.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Nielson em 29 de Maio de 2010, 19:01
Muito bem Thiago! Já ouvi falar sobre este termo, que me foi confirmado por um padre.

Gostaria de acrescentar que a Bíblia não fala apenas de um Anticristo.
No livro de 1 João 2:18, é relatado o seguinte:
"Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se têm feito anticristos, por onde conhecemos que é já a última hora."

O versículo 22 do mesmo capítulo reza que a pessoa que nega o Cristo também é  anticristo:
"Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? É o anticristo esse mesmo que nega o Pai e o Filho."

1 João 4:3 = "E todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que já está no mundo." Mostrando, portanto, que o(s) anticristo(s) já se encontravam atuando contra o Cristo desde a época dos primórdios do Evangelho.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: alexh em 16 de Julho de 2010, 12:51
Legal suas citações Nielson...
Ou seja, alguem que age contra os ensinamentos de Cristo é um anticristo.
Qualquer um pode ser anticristo e muitos sao.
Porém quanto maior o poder desse anticristo, mais pessoas sao afetadas.
Exemplo:
Um chefe de familia sem moral pode prejudicar sua esposa e comprometer a educação dos filhos.
Um gerente sem moral pode corromper um setor de uma empresa.
Um diretor sem moral pode prejudicar centenas de funcionarios.
Um governante sem moral pode comprometer milhoes de pessoas.
A poderosa instituicao de Vicarius filli dei comprometeu a humanidade por seculos.
Sempre foi assim. Quem crussificou Jesus foram pessoas poderosas.
Quem poderia ser "O anticristo" hoje?
Quem ou o que tem muito poder e influencia sobre milhoes, ou ate bilhoes de pessoas.

 
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Dalilathe em 16 de Julho de 2010, 13:39
Do mesmo modo que não se pergunta "quem" é Deus, mas o "que" é Deus...

O anticristo é "que": tudo aquilo que vai de encontro às leis divinas.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Dalilathe em 16 de Julho de 2010, 13:44
Agor que li o primeiro post... nossa, sugerir que Obama seria o anticristo do terceiro milênio foi um pouco além da conta rs.

Para quem não sabe, Obama chegou à Presidência dos EUA pela força da Maçonaria.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Dalilathe em 16 de Julho de 2010, 13:49
Caro Coronel, depois de ler o breve resumo de sua busca, só tenho uma coisa a lhe dizer:

BINGO!!!

 :)

Alguem perguntou: "Vc já ouviu falar de reencarnação?". Sim. Estudei durante talvez mais de 40 anos a doutrina espirita: Kardec, Emmanuel, Andre Luiz, suas obras, de Divaldo, de muitos outros mediuns famosos ou não, de estudiosos do assunto como Lombroso, Denis e muitos outros, enfim, tudo q se referia à doutrina. Fui psicografo, tive inumeras experiencias, como a chamada 'projeção', percepções etc etc. Para minha compreensão a doutrina era a única q dava as respostas q as outras não dão. Dizia q 'se não houver reencarnação, não existe Deus'. Porem, com o tempo, começaram a se acumular perguntas sem respostas na doutrina ou nas mensagens dos espiritos, por mais elevados q dissessem q eram. Continuei buscando na Teosofia, Projeciologia, Conscienciologia, nos grandes mestres como Vivekananda, Yogananda, Ramana, na Yoga, Budismo Tibetano etc etc. E comecei a compreender onde se ocultavam as respostas. Elas estão em nós mesmos porq estão (Deus, a consciencia universal, una e cósmica, nirvana, samadhi, satori, a mente não localizada, pura e perfeita) estão em tudo, tanto no perverso, no pior criminoso, como no mais irrepreensivel e bondoso ser. Compreendi q o q nos falta é ter o 'percebimento' disso. E esse percebimento, daquilo q já está aqui, só a meditação pode alcançar (Jesus: "... pois o reino dos céus já está dentro de vós"). Não somos nós q o alcançamos, pois q temos, para entrar nessa condição de 'alcançar', q deixar o ego para trás, o q significa q, sendo o ego, nós mesmos, temos de nos anularmos, não numa humildade forçada, mas no esquecimento de todas as coisas. Então surge o 'novo homem', é a 'ressurreição, o 'nascer de novo', pois um novo homem, q não é mais homem, entra em cena. Sabedoria além daquela q o mundo conhece, e consequente bemaventurança. Toda ação, todo pensamento, toda palavra agora é correta. Todos então são iguais. Todos são um só. Sua vontade é a vontade do Pai ("Eu meu Pai somos Um"). Como orou Jesus: "Fazei-os um comigo, como sou um convosco...".
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: alexh em 16 de Julho de 2010, 15:21
Agor que li o primeiro post... nossa, sugerir que Obama seria o anticristo do terceiro milênio foi um pouco além da conta rs.

Para quem não sabe, Obama chegou à Presidência dos EUA pela força da Maçonaria.
Não só Obama. Bush tambem. E eles são parentes - tem laços consanguineos.  
Quase todos os presidentes americanos, ou tem sido maçons ou são comprometidos com a maçonaria ou alguma sociedade secreta. As 2 únicas exceções foram John Kennedy e Abrahan Lincoln.
Há muitas coincidências entre os dois.
- Foram os únicos presidentes americanos a serem assassinados enquanto exerciam seus mandatos;
- Ambos os sucessores tinham o sobrenome Johnson. Andrew, que sucedeu a Lincoln e Lyndon, que ocupou o cargo com a morte de Kennedy;
- Ambos os assassinos eram racistas declarados e foram mortos antes de seus julgamentos.

 
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Dalilathe em 16 de Julho de 2010, 16:11
Pois é, a maçonaria governa o mundo (ou grande parte dele) e pouca gente se dá conta rs
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Josefcoen em 11 de Março de 2011, 14:03
DALAI LAMA O ANTICRISTO
Sabemos que o anticristo será um líder político e o falso profeta um líder religioso. No período de 03a09/12/2009 houve a conferência das religiões em Melbourne (Austrália) onde reuniram vários lideres mundiais no qual Dalai Lama deu encerramento dizendo que todas as religiões levam a mensagem do amor. Segundo o livro de Daniel cap.9.26 o anticristo sairá do império romano e será um príncipe. Dalai Lama tem este perfil ele é descendente de Átila rei dos hunos. Átila dominou parte de Roma no ano 450 d.C.
Está conferência que houve foi à preparação para a manifestação do anticristo, mas ele só manifestará no tempo oportuno. Dalai Lama neste momento é o único que tem o perfil do anticristo. Pois o verdadeiro nome dele é Jetsun e ao unir o nome ao titulo temos o valor 666 conforme a gematria do alfabeto Inglês e Hebraico.
O processo para calcular é o seguinte, soma se o nome e atribui o valor 1     ao titulo.
J        E      T       S        U        N = 10        5      200   100      300      50
DALAI LAMA = 1
Conforme o livro de Daniel cap.11 ver. 37 o anticristo não será casado. Conclui-se então que o príncipe William não é o anticristo.
ONU RELIGIOSA, A 2ª BESTA DO APOCALIPSE.
A manifestação do anticristo está iminente, mas ele subirá ao poder com a ajuda da 2ª besta que também está emergindo da terra (Israel). Os Rabinos Yona Metzger e Shlomo Moshe Amar de Israel acreditam que a comunidade internacional deveria criar uma instituição ecumênica, nos moldes da ONU ou dentro da ONU, para acabar com as tensões entre as religiões e com isso por um fim a todos os que dizem matar em nome de Deus. Os dois chifres da besta são os que estão promovendo a criação da "ONU" 2ªbesta. O falso profeta e um dos dois, ou pode ser outro que está ainda por vir. O arrebatamento está próximo. Maranata!
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Mourarego em 11 de Março de 2011, 15:55
Exato Nanda.
Sem nada mais do que isso.
Todo o resto é apenas alegoria.
abraços,
Moura
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Diegas em 11 de Março de 2011, 15:55
Obama, considerado o Antricristo ?  ;D ;D

Só se for para quem tem preconceito de cor.

------------

Anticristos são todos aqueles que negam os ensinamentos de Jesus.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Alex Dagostim em 11 de Março de 2011, 17:21
Rsss...cada um de nós é anticristo várias vezes ao dia...seja naquele sentimento de raiva, nos desejos de vingança, na caridade que não foi feita...

Existe o anticristo? Claro que existe. Ele aparece muitas vezes na frente do espelho!
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Hebe M C em 13 de Março de 2011, 19:55
Rsss...cada um de nós é anticristo várias vezes ao dia...seja naquele sentimento de raiva, nos desejos de vingança, na caridade que não foi feita...

Existe o anticristo? Claro que existe. Ele aparece muitas vezes na frente do espelho!
É isso mesmo
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Katolico em 15 de Maio de 2011, 22:14
Vcs na realidade falam todos de espiritos mas sinceramente...se vos aparecesse um a vossa frente fujiam todos.

O anti-cristo  é o maligno.E o maligno esta por todo o lado neste mundo.Nao pode nascer humano porque satanas tambem  é um espirito,por isso espiritos nao podem dormir com mulheres.Deus nao lhe deu essa permissao!
O anti-cristo é o falso profeta que vos tenta enganar.
Nao digam mal da Igreja porque  é la que se encontra Pedro.E a quem Jesus deu as "chaves do Ceu"foi a Pedro.
Apenas existe uma Igreja que tem o"Pedro"como seu dirigente.Mais nenhuma o faz!

Se a Igreja fosse assim tao má como todos afirmam,nao percebo porque esta todo o mundo contra essa Igreja.
Os padres catolicos exorcistas fazem exorcismo a quem?Aos anjos?!Nao,fazem-no a pessoas fracas de quem o demonio se apoderou.E que nao me venha alguem dizer o contrario,porque sei muito bem do que falo.

Ha quem fale dos padres pedofilos...Muito bem,mas nao falam do demonio!Fiquem a saber que se algum de vcs entrar para a Igreja e seguir o Testamento de Cristo atentamente e foram crentes no Pai,Filho e Espirito Santo,serao e estarao sujeitos a ataques do maligno.
Olhem que nao  é brincadeira nenhuma isto que vos digo.

O anti-cristo é o falso profeta de que nos falou Jesus Cristo.
Fiquem ja desde agora a saber que Jesus nao disse que depois Dele viriam outros homens a ensinar novas doutrinas,por esse motivo meditem um pouco.E quem achar que nao consegue meditar,entao que se dirija a Deus para o proprio Deus lhe dar sabedoria.

Ja agora aproveito para lhes perguntar,porque as grandes castrastofes que se passam de momento no mundo,acontecem quase sempre nos dias 11?

Vejam isto:
http://reporterdecristo.com/a-advertencia-de-nossa-senhora-de-akita-e-o-terremoto-no-japao/comment-page-1#comment-15076
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Hebe M C em 15 de Maio de 2011, 22:24
Katolico,
 

Não existe um ser eternamente maligno, todo espírito evolui.
Deus não condenaria um filho seu eternamente.

Um abço Hebe
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Katolico em 15 de Maio de 2011, 22:27
E vejam mais isto:

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/internacional/mundo/dois-terramotos-matam-em-murcia

PROFECIA ANTIGA DE TERRAMOTO DEIXA ROMA VAZIA

Coincidência ou não, certo é que muitos esperavam, ontem, um terramoto. Não em Múrcia mas antes em Roma, como foi profetizado há muitos anos pelo astrónomo e sismólogo italiano Raffaele Bendandi (1893-1979). Segundo ele, um sismo de grande intensidade atingiria a Cidade Eterna no dia 11 de Maio de 2011, destruindo o Coliseu e a Basílica de São Pedro. Pelo sim, pelo não, milhares de romanos abandonaram a cidade e refugiaram-se nos subúrbios. Parte do comércio e escolas encerraram e funcionários públicos pediram dispensa.


Ta tudo muito certo e eu ate gosto de vcs.Os espiritas sao muito educados,e engracados,mas nao se pode brincar com coisas serias.
A verdade deve ser dita sempre!

Que o Senhor vos acompanhe
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Katolico em 15 de Maio de 2011, 22:29
Katolico,
 

Não existe um ser eternamente maligno, todo espírito evolui.
Deus não condenaria um filho seu eternamente.

Um abço Hebe

Amigo,nao me venha falar de espiritos e dessas coisas de reencarnacao.Vcs nada viram e nunca falaram com nenhum.
Mas eu sim...

abraco e obrigado pela resposta

ps:prefiro que a conversa fique por aqui
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Hebe M C em 15 de Maio de 2011, 22:32
Muito Obrigado peço engraçado, é recíproco
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Katolico em 15 de Maio de 2011, 22:43
Sei do que falo.
Nao fique ofendido comigo.Vcs no fundo sao boas pessoas e procuram algo.
Mas nao se deixe  levar apenas pelo seu instinto...

Eu me referi em cima ao demonio,o maligno.Foi desse a quem eu me referi.
Quem nao acredita no demonio,tbm nao acredita em Deus.
E isso nao é  nenhum jogo de ping-pong entre Deus e o demonio.

Nas escrituras fala sobre ele e refere apenas que ele(demonio)um dia parecera para sempre.Prometeu-nos o Senhor.

Um conselho:
Nestes dias antes do dia de Pentecostes tente encontrar o verdadeiro Espirito,pois foi nesse dia que Deus deu e revelou o verdadeiro Espirito aos apostolos.

Fique na paz do Senhor
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Anton Kiudero em 15 de Maio de 2011, 22:49
Amigo, nunca diga que sabe alguma coisa. Melhor afirmar que teve informações ou que ouviu falar de alguma coisa. Desta forma voce deixa de acreditar em 'verdades' que talvez apenas existam em sua mente...

Eu por mim, posso te afiançar que nada sei de coisa alguma, apesar de receber muitas informações de diversas fontes.
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Katolico em 15 de Maio de 2011, 23:03
Eu tambem nada sabia.Entao pedi a Deus sabedoria e ele deu-me a que precisava.

E vendo o maligno que eu tinha sabedoria,arriscou e se mostrou.Entao ainda ganhei mais Fé em Deus.

Amigo se Deus a alguem der sabedoria,que tens tu a ver com isso?Ou vice-versa...

Outra coisa:
Vcs de fato nao percebem bem quem na verdade é Deus!
Existe muitos charlatoes neste mundo que falam de espiritos e que chegam a comunicar com espiritos ,etc,etc
Isso nada é verdade.Porque todo aquele que ve espiritos teria tambem a prova de que Deus existe.
Entao tendo a prova de que Deus existe,mudariam de certeza as suas vidas...Temendo-O

abraco
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Hebe M C em 15 de Maio de 2011, 23:12
Pois é Katólico, no fundo somos pessoas boas, assim como todos os filhos de Deus.
Pelo menos todos os homens pensam assim, porque são todos irmãos, não é?

Gostaria que você se situasse dentro de um Fórum Espírita e trouxesse aqui o Evangelho segundo o Espiritismo, qual a consideração  que o Espiritismo fala  que você discorda. Já leu?

Eu vim do catolicismo, mesmo não sendo fanática já acreditei nisto tudo que você nos trás.
Respeito a sua crença, como qualquer outra religião.

E graças que perdi o medo de Deus, não poderia temer nada que é bom e justo.

Um abço Hebe
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Hebe M C em 15 de Maio de 2011, 23:37
Incomodo algum, cada um expressa aquilo que pensa que sabe e dá o que tem. , estamos num Fórum.
Fique com Deus e esqueça o demônio, Deus te protege sempre.
Um abço
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: Joao Paulo Soares em 16 de Maio de 2011, 00:02
Caro Katólico,

Louvável os seus posts..

Ando eu com receio de colocar posts ou comentar, apenas lendo e relendo tantas mensagens e posts de membros do forum, e acabo por encontrar as suas colocações..
Depois observo a santa paciência e tolerância dos que lhe responderam..
Conclusão: Talvez eu possa colocar os meus posts e comentar outros, pois ao menos Estudo.. :)

abraço,

Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Hebe M C em 16 de Maio de 2011, 02:32
João Paulo,
Não tem porque não colocar seus post, todos sempre respondem.
Não se intimide.
Um abço Hebe
Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Joyce Guimarães em 16 de Maio de 2011, 07:52
Com todo respeito, venho humildemente comentar nesta mensagem, sem antes, dizer-lhes q esta é a primeira vez q venho aqui como usuaria. Estava em um site onde as religioes e idéias sao todas misturadas, sem moderação e tudo nao passa de bagunça, mas, com tudo, encontro inteligência e discernimento por la. Em algumas pesquisas q fiz, descobri este forum, fiquei feliz pq sou espirita e poderia trocar conhecimento com pessoas q gostam e se identifiquem com a doutrina, ou entao por aqueles q tem curiosidade, pois bem... o q estou vendo é tmb muitos q vem com teorias opostas a doutrina dentro deste forum dedicado ao espiritismo. Nao quero jamais ser interpretada como preconceituosa, porem acredito q o forum seja destinado as duvidas sobre a doutrina; fico triste e desapontada com isso, mas respeito as opinioes.
Em meu ponto de vista, o diabo nao existe, e demonios sao espiritos q se dedicam a prática do mal, mas q com a reencarnaçao, tendem a evoluir, tornando-se criaturas mais boas. Penso q Deus em sua perfeiçao e justiça, nao permitiria q um ser fosse destinado a maldade eterna, nem tao pouco q usasse a maldade contra seus filhos; caso Deus permitisse, nao seria justo e perfeito, logo, nao seria Deus.
Abraço a todos e desculpem-me o desabafo...
Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Hebe M C em 16 de Maio de 2011, 12:43
Joyce,
Foi o que respondi anteriormente,
Concordo com a inexistência de um diabo eternamente nas trevas,mas este Fórum é aberto e entram pessoas de diversas religiões e colocam suas posições. Cabe a nós da DE esclarecer o nosso ponto de vista e também ser tolerante e aceitar outro modo de pensar.
O Espiritismo acima de tudo é ensino moral baseado em Cristo, sendo assim, serve para qualquer pessoa independente da religião que abrace.

Um abço Hebe
Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Elsamar em 16 de Maio de 2011, 13:33
E vejam mais isto:

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/internacional/mundo/dois-terramotos-matam-em-murcia

PROFECIA ANTIGA DE TERRAMOTO DEIXA ROMA VAZIA

Coincidência ou não, certo é que muitos esperavam, ontem, um terramoto. Não em Múrcia mas antes em Roma, como foi profetizado há muitos anos pelo astrónomo e sismólogo italiano Raffaele Bendandi (1893-1979). Segundo ele, um sismo de grande intensidade atingiria a Cidade Eterna no dia 11 de Maio de 2011, destruindo o Coliseu e a Basílica de São Pedro. Pelo sim, pelo não, milhares de romanos abandonaram a cidade e refugiaram-se nos subúrbios. Parte do comércio e escolas encerraram e funcionários públicos pediram dispensa.


Ta tudo muito certo e eu ate gosto de vcs.Os espiritas sao muito educados,e engracados,mas nao se pode brincar com coisas serias.
A verdade deve ser dita sempre!

Que o Senhor vos acompanhe

Katolico,

de que verdade é que você está a falar?
A profecia referia-se a um terramoto em Roma e aconteceu um em Espanha!!
?????

Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Elsamar em 16 de Maio de 2011, 13:39

Amigo,nao me venha falar de espiritos e dessas coisas de reencarnacao.Vcs nada viram e nunca falaram com nenhum.
Mas eu sim...

abraco e obrigado pela resposta

ps:prefiro que a conversa fique por aqui

Katolico,

eu até acredito que você já tenha visto algum espírito, porque não.
Mas o que é você conhece da vida das pessoas, para afirmar que mais ninguém além de si vê espíritos?
Será que você é mais um ILUMINADO, que de vez em quando aparece por aqui?

P.S. Não se esqueça que isto é um Forum Espírita e cada um tem direito às suas convicções, mas o objectivo principal deste site é esclarecer a Doutrina Espírita.

Abraço.
Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Dulcinha em 16 de Maio de 2011, 20:32
Se alguém não quiser ver um espírito, não deve nunca olhar para o espelho!!!
Cada uma que aparece aqui....
Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Doniztti em 16 de Maio de 2011, 20:55
Entendo que por termos o livre árbitrio,temos o direito de acreditar no que queremos,porém respeitar sempre a individualidade alheia,se possivel chegarmos juntos num mesmo consenso,se não for possivel a ética e o bom senso deve prevalecer.
Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: hcancela em 16 de Maio de 2011, 22:21
Olá amigos(as)

O tema é anti- cristo certo, ora vamos falar dele, e quem for doutra tendência religiosa, tá no seu direito,agora aqui é Espiritismo ,e que eu saiba ninguém vai falar ou chamar alguém a casa, por isso quem não gosta deste sitio Espirita, não venha, pelo menos respeita os espaços dos outros.Eu não vou aos sitios  Evangélicos ou católicos dar os meus bitaites, leio não gosto e me retiro,e sabem porquê? Porque respeito as outras convicções religiosas, muito simples tá.

Saudações fraternas
Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Goedert em 16 de Maio de 2011, 23:50
Alguns dizem que Nietzsche ou o Budismo seriam o anti-cristo.
Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Hebe M C em 16 de Maio de 2011, 23:54
Não, Nietzsche fez uma análise profunda do comportamento humano, baseado em suas vivências numa família Protestante ( Cristã).
O Budismo nunca foi considerado anti-cristo, a não ser por fanáticos religiosos que tudo segregam.

Um abço Hebe
Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: EsoEstudos em 17 de Maio de 2011, 02:04

Deus e o Diabo...

Cristo e o Anticristo...

Eita dualidade eterna...

Uma lâmina nas mãos de um cirurgião é uma bênção; nas mãos de um meliante, uma arma.
Título: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Sylvia Campos em 17 de Maio de 2011, 04:46
"Só existe um mal a temer: aquele que ainda exista em nós." André Luiz - Sinal Verde
Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: wender100%espirita em 06 de Outubro de 2012, 13:53
anti cristo somos todos nós, que pensamos que somos mais que Jesus que não seguimos seus ensinamentos, que não praticamos a caridade, que não ajudamos no progresso do planeta, isso e ser um anti cristo. paz e luz a todos.
Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: filhodobino em 06 de Outubro de 2012, 15:31
Amados do meu coração...
Não seria possível, filosoficamente existir o anti Cristo...
Porquanto estaria esse tal infinitamente à margem da evolução...
Todavia, milhares há que ESTÃO anti Cristo...
Enquanto defendam desigualdades, às claras pelos seus atos ou subjetivamente, sem ligarem importância aos desmandos do consciente coletivo, pelos privilégios de casta, raça, posição social, pensando que nem todos são iguais... Iniquidade.
Equidade, é a busca do Cristo...
Saúde e Paz!
Título: Re: ANTICRISTO, QUEM É ELE?
Enviado por: beatrizaraujosilva em 10 de Outubro de 2012, 20:40
nao acredito nisso, nem no fim do mundo ou coisa parecida, pra mim é baboseira, minha fé é em meu pai oxala. pai e filho do amor bondade e justiça.
Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Joao Manuel Santos em 17 de Fevereiro de 2013, 10:16
Bom dia caros companheiros

Este tópico aberto pela Mariana no passado ano de 2008 é interessante e sempre actual.
Releia-se e repense-se sobre o assunto com a análise das ocorrências a nível mundial após a data em o texto escolhido e aqui colocado pela companheira Mariana de então até ao presente momento.

Mante-se a questão Anti-Cristo, quem ou que é?

Vejamos: Cristo, do grego Cristhos(creio ser esta a grafia correcta), que foi adaptado do hebraico, quer dizer " O Ungido ou Escolhido.
Assim, todo aquele que se impuser sobre os outros seus concidadãos, qualquer que seja situação, será, por esta interpretação, que é a minha e pode não estar correcta, É UM ANTI- CRISTO.

Saudações fraternas  com desejos de um bom domingo.
jms
Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: skidwasted em 08 de Abril de 2013, 11:44
Se o anti-cristo for a personificação de uma pessoa, pode ser o ditador da Coreia do Norte.
Ele é uma pessoa que tem o poder para mudar para pior a vida de toda a população mundial se resolver lançar uma arma atômica. Além de tratar seus conterrâneos como lixo.
É uma pessoa totalmente egoísta e contra o cristianismo e outras religiões.
Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Espírita brasileiro em 08 de Abril de 2013, 17:32
Não existe o Anticristo como personificação de mal encarnado na Terra,é apenas um símbolo dos valores anti cristãos;uma representação de tudo o que é contrário aos ensinos de Jesus o Cristo.Já foi falado em outras épocas que essa figura seria o já desencarnado Aiatolá Komeiny,depois que seria  o finado Saddan Hussein e agora o pequeno ditador da Coréia do Norte,mas na verdade o anticristo não é uma pessoa,mas sim  uma representação dos valores ainda bestiais e instintivos que a humanidade ainda cultiva.Fiquem todos na paz e na luz do Cristo Jesus!
Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Marianna em 11 de Junho de 2013, 06:23













(http://lh3.ggpht.com/_Evo2QjXTvY4/SSrV_RIDxxI/AAAAAAAADL4/UkFO-oJ-Ffs/s640/flowe.gif)


O Médium do Anticristo


(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Um jovem de cerca de 20 anos vagava pelo Museu Hofburg, em Viena, como de costume. estava deprimido como nunca. O dia fora muito frio, pois o vento trouxera o primeiro anúncio do outono que se aproximava.

Ele temia novo ataque de bronquite que se aproximava. Ele temia novo ataque no seu miserável quartinho numa pensão barata. Estava pálido, magro e de aparência doentia. Sem dúvida alguma, era um fracasso. Fora recusado pela Escola de Belas – Artes e pela Arquitetura. As perspectivas eram as piores possíveis.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Caminhando pelo museu, entrou na sala que guardava as jóias da coroa dos Hapsburg, gente de uma raça que não considerava de boa linhagem germânica. Mergulhado em pensamentos pessimistas, nem sequer notou que um grupo de turistas, orientado por um guia, passou por ele e parou diante de um pequeno objeto ali em exibição.

-"Aqueles estrangeiros – escreveria o jovem mais tarde – pararam quase em frente ao lugar onde eu me encontrava, enquanto seu guia apontava para uma antiga ponta de lança. A princípio, nem me dei ao trabalho de ouvir o que dizia o perito; limitava-se a encarar a presença daquela gente como intromissão na intimidade de meus desesperados pensamentos.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  E, então, ouvi as palavras que mudariam o rumo da minha vida: "Há uma lenda ligada a esta lança que diz que quem a possuir e decifrar os seus segredos terá o destino do mundo em suas mãos, para o bem ou para o mal." Como se tivesse recebido um choque de alertamento, ele agora bebia as palavras do erudito guia do museu, que prosseguia explicando que aquela fora a lança que o centurião romano introduzira ao lado do tórax de Jesus (João 19:34) para ver se o crucificado já estava "morto".

Tinha uma longa e fascinante história aquele rústico pedaço de ferro. O jovem mergulharia nela a fundo nos próximos anos. Chamava-se ele Adolf Hitler.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Voltou muitas vezes mais ao Museu Hofburg e pesquisou todos os livros e documentos que conseguiu encontrar sobre o assunto. Envolveu-se em mistérios profundos e aterradores, teve revelações que o atordoaram, incendiaram sua imaginação e desataram seus sonhos mais fantásticos. Sabemos hoje, em face da prática e da literatura espírita, que os Espíritos, encarnados e desencarnados, vivem em grupos, dedicados a causas nobres ou sórdidas, segundo seus interesses pessoais.

A inteligência e o conhecimento, como todas as aptidões humanas, são neutros em si mesmos, ou seja, tanto podem ser utilizados na prática do bem como na disseminação do mal. Dessa maneira, tanto os bons espíritos, como aqueles que ainda se demoram pelas trevas, elaboram objetivos de longo alcance visando aos interesses finais do bem ou do mal.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Em tais condições, encarnados e desencarnados se revezam, neste plano e no outro, e se apoiam mutuamente, mantendo constantes entendimentos especialmente pela calada da noite, quando uma parte considerável da humanidade encarnada, desprendida pelo sono, procura seus companheiros espirituais para debater planos, traçar estratégias, realizar tarefas, ajustar situações.

Há, pois, toda uma logística de apoio aos Espíritos que se reencarnam com tarefas específicas, segundo os planos traçados. Estudando, hoje, a história secreta do nazismo, não nos resta dúvida de que Adolf Hitler e vários dos seus principais companheiros desempenharam importante papel na estratégia geral de implantação do reino das trevas na Terra, num trabalho gigantesco que, obviamente, tem a marca inconfundível do Anticristo.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Para isso, eclodem fenômeno mediúnicos, surgem revelações, encontram-se as pessoas que deveriam encontrar-se, acontecem "acasos" e "coincidências" estranhas, juntam-se, enfim, todos os ingredientes necessários ao desdobramento do trabalho.

August Kubizek descreve uma cena dramática em que Hitler, com apenas 15 anos de idade, apresenta-se claramente incorporado ou inspirado por alguma entidade desencarnada. De pé diante de seu jovem amigo, agarrou-lhe as mãos emocionado, de olhos esbugalhados e fulminantes, enquanto de sua boca fluía desordenadamente uma enxurrada de palavras excitadas. Kubizek, artudido, escreve, em seu livro:

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  - Era como se outro ser falasse de seu corpo e o comovia tanto quanto a mim. Não era, de forma alguma, o caso de uma pessoa que fala entusiasmada pelo que diz. Ao contrário, eu sentia que ele próprio como que ouvia atônito e emocionado o que jorrava com uma força primitiva...

Como enxurrada rompendo diques, suas palavras irrompiam dele. Ele invocava, em grandiosos e inspirados quadros, o seu próprio futuro e o de seu povo. Falava sobre um Mandato que, um dia, receberia do povo para liderá-lo da servidão aos píncaros da liberdade- missão especial que em futuro seria confiada a ele.



Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Marianna em 11 de Junho de 2013, 06:42



(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Se essas encarnações estão certas ou não, não cabe aqui discutir, mas tais especulações evidenciam o interesse daqueles homens pelos mistérios e segredos das leis divinas, que precisavam conhecer para melhor desrespeitar e burlar. Por outro lado, contêm alguma lógica, quando nos lembramos de certos aspectos que a muitos passam despercebidos. Muitos espíritos reencarnaram-se com o objetivo de infiltrarem-se nas hostes daqueles que pretendem combater, seja para destruir, seja para se apossarem da organização, sempre que esta detenha alguma parcela substancial de poder.

Não seria de admirar-se, pois que um grupo de servidores das trevas, com apoio das trevas, aqui e além, fosse alçado a postos de elevada influência entre a hierarquia cristã da época, quando a Igreja desfrutava de incontestável poder. O papado não esteve imune – longe disso - e por várias vezes caiu em mãos de mal disfarçados emissários de Anticristo.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Lembremos outro pequeno e quase imperceptível pormenor. Recorda-se o leitor daquela observação veiculada por um benfeitor espiritual que relatou haver sido traçada, no mundo das trevas, a estratégia do sexo desvairado, a fim de desviar os humanos dos caminhos retos da evolução? Sexo transviado e magia negra são aliados constantes, ingredientes do mesmo caldo escuro, onde se cultivam as paixões mais torpes. Quantos não se perderam por ai...

1 Hitler era austríaco. Nasceu em 20 de abril de 1889, na encantadora vila de Braunau-am-Inn, onde também nasceram os famosos médiuns Willy e Rudi Scheider. 2 Segundo apurou Ravenscroft, esse Bispo Klingsor seria o Conde de Acerra, também de Cápua, um tipo sinistro, profundamente envolvido em magia negra e que, como Landulf, séculos antes, reuniu em torno de si um círculo de adeptos que incluía eminentes personalidades eclesiásticas da época. Afirma, ainda, o autor que foi nesse grupo que se concebeu o medonho monstro da Inquisição.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Alfred Rosemberg, o futuro teórico do nazismo, era então o profeta do Anticristo e se incumbia de questionar os Espíritos manifestantes. Ravenscroft afirma que teria sido Rosemberg quem pediu a presença da própria Besta do apocalipse, que na sua opinião(de Rovenscroft), sem dúvida dominava o corpo e a alma de Adolf Hitler, através das óbvias faculdades mediúnicas deste.

Essa manifestação do Anticristo em Hitler foi assegurada por mais de uma pessoa, além do lúcido e tranqüilo Dr. Walter Johannes Stein. Um desses foi outro estranho caráter, por nome Houston Stewart Chamberlain, um inglês que se apaixonou pela Alemanha e pela causa nazista. Ravenscroft classifica-o como genro de Wagner e profeta do mundo pangermânico. Também escrevia suas teses anti-racistas em transe, segundo atestou nada menos que o eminente General Von Moltke, de quem ainda diremos algo importante daqui a pouco Chamberlain era considerado um digno sucessor do gênio de Friederich Nietzsche e, segundo o próprio Hitler, em "Mein Kampf", "um dos mais admiráveis talentos na história do pensamento alemão, uma verdadeira mina de informações e de idéias".

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Foi quem expandiu as idéias de Wagner, desvirtuando-as perigosamente, ao pregar a superioridade da raça ariana. Segundo testemunho de Von Moltke, Chamberlain evocou inúmeros vultos desencarnados da história mundial e confabulou com eles. Que era uma inteligência invulgar, não resta dúvida. Os poderes das trevas escolheram bem seus emissários. Enganam-se, também, redondamente, aqueles que consideram Hitler um doido inconseqüente que tentou, na sua loucura, botar fogo no mundo. A julgar por todas essas revelações que ora nos chegam ao conhecimento, ele sabia muito bem o seu papel em todo esse drama. Recebeu uma fatia de poder a troco de certa missão muito específica.

No domínio do mundo, se o tivesse conseguido, ele continuaria a desfrutar de posição "invejável", como prêmio a um trabalho "bem feito". Ainda bem que falhou, pois a amostra foi terrível. Como se explicaria, sem esse apoio maciço de espíritos encarnados e desencarnados, que um jovem pintor sem êxito, pobre, abandonado à sua sorte, rejeitado pela sociedade, tenha conseguido montar o mais tenebrosos instrumento de opressão que o mundo já conheceu?

Como se explicaria que seu partido tenha emergido de um pequeno grupo político, falido e obscuro, senão que os Espíritos seus amigos o indicaram como sendo o primeiro degrau de escada que o levaria ao poder?

Hitler ainda se aprofundaria muito mais nos mistérios da sua missão tenebrosa. Precisava receber instruções mais específicas, e , como sabemos, tudo se arranja para que assim seja. A hora chegaria, no momento exato, com a pessoa já programada para ajudá-la. Um desses homens chamou-se Dietrich Eckhart.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Sua história á algo fantástico, mas vale a pena passar ligeiramente sobre ela, a fim de entendermos seu papel junto a Hitler, que, antes de encontrar-se com Eckhart, fizera apenas preparativos para o vestibular da magia e do ocultismo.

Dietrich Eckhart era um oficial do exército, de aparência afável e jovial e, ao mesmo tempo, no dizer de Ravenscroft, "dedicado satanista, o supremo adepto das artes e dos rituais da magia negra e a figura central de um poderoso e amplo círculo de ocultistas – O Grupo Thule".

Foi um dos setes fundadores do partido nazista, e, ao morrer, intoxicado por gás de mostarda, em Munich, em dezembro de 1923, disse, exultante:  Sigam Hitler! Ele dançará, mas a música é minha. Iniciei-o na "Doutrina Secreta", abri seus centros de visão e dei-lhe os recursos para se comunicar com os Poderes. Não chorem por mim: terei influenciado a História mais do que qualquer outro alemão.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Suas palavras não são mero delírio de paranóico. Há muito, nas suas desvairadas práticas mediúnicas, havia recebido "uma espécie de anunciação satânica de que estava destinado a preparar o instrumento do Anticristo, o homem inspirado por Lúcifer para conquistar o mundo e liderar a raça ariana à glória".

Quando Adolf Hitler lhe foi apresentado, ele reconheceu imediatamente o seu homem, e disse para seus perplexos ouvintes:

- Aqui está aquele de quem eu fui apenas o profeta e o precursor.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Coisas espantosas se passaram no círculo mais íntimo e secreto do Grupo Thule, numa série de sessões mediúnicas (Ravenscroft chama-as, indevidamente, de sessões espíritas...), das quais participavam dois sinistros generais russos e outras figuras tenebrosas.

A médium, descoberta por certo Dr. Nemirocitch-Dantchenko, era uma pobre ignorante camponesa, dotada de variadas faculdades. Expelia pelo órgão genital enormes quantidades de ectoplasma, do qual se formavam cabeças de entidades materializadas que, juntamente com outras, incorporadas na médium, transmitiam instruções ao círculo de "eleitos".

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Certa manhã de setembro de 1912, Walter Stein e seu jovem amigo Adolf Hitler subiram juntos as escadarias do museu Hofburg. Em poucos minutos encontravam-se diante da Lança de Longinus, posta, como sempre, no seu estojo de desbotado veludo vermelho.

Estavam ambos profundamente emocionados, por motivos diversos, é claro, mas, seja como for, o disparador daquelas emoções era a misteriosa lança. Dentro em pouco, Hitler parecia Ter passado a um estado de transe, "um homem – segundo Ravenscroft – sobre o qual algum espantoso encantamento mágico havia sido atirado" . Tinha as faces vermelhas e seus olhos brilhavam estranhamente. Seu corpo oscilava, enquanto ele parecia tomado de inexplicável euforia.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Toda a sua fisionomia e postura – escreve Rovenscroft, que ouviu a narrativa do próprio Stein – pareciam transformadas, como se algum poderoso Espírito habitasse agora a sua alma, criando dentro dele e à sua volta uma espécie de transfiguração maligna de sua própria natureza e poder.

Walter Stein pensou com seus botões: Estaria ele presenciando uma incorporação do Anticristo? É difícil responder, mas é certo que terrífica presença espiritual ali estava mais do que evidente. Inúmeras outras vezes, em todo o decorrer de sua agitada existência, testemunhas insuspeitas e desprevenidas haveriam de notar fenômenos semelhantes de incorporação, especialmente quando Hitler pronunciava discursos importantes ou tomava decisões mais relevantes.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Ao narrar o fenômeno a Ravenscroft, 35 anos depois, o Dr. Stein diria que:

-...Naquele instante em que pela primeira vez nos postamos juntos, de pé, ante a Lança de Longinus, pareceu-me que Hitler estava em transe tão profundo que passava por uma privação quase completa de seus sentidos e um total eclipse de sua consciência.

Hitler sabia muito bem da sua condição de instrumento de poderes invisíveis. Numa entrevista à imprensa, documentou claramente esse pensamento, ao dizer: Movimento-me como um sonâmbulo, tal como me ordena a Providência.


Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Marianna em 11 de Junho de 2013, 06:52


(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  O momento chegou em junho de 1914. Jogava-se a sorte da Europa. Von Moltke passou a noite em claro, na sede do Alto Comando, tomando as providências de última hora para que o plano entrasse em ação imediatamente. Estudava mapas, expedia ordens, conferenciava com seus oficiais.

O destino de sua pátria estava em suas mãos e ele sabia disso. No auge da atividade, o eminente General perdeu os sentidos sobre a mesa de trabalho. Parecia Ter tido um enfarte. Chamaram um médico, enquanto seus camaradas, muito apreensivos depositavam o seu corpo no sofá.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Nenhuma doença foi diagnosticada. Na verdade, Von Moltke estava em transe. Sua metódica e brilhante inteligência não previra a interferência da mão do destino, como diz Ravenscroft. Ou seria a mão de Deus?

Julgou-se, a princípio, que o poderoso General estivesse morrendo. Mal se percebia sua respiração e o coração apenas batia o necessário para manter a vida; olhos abertos vagavam, apagados, de um lado para outro.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  O eminente General Helmuth Von Moltke estava experimentando uma crise espontânea de regressão de memória, durante a qual em vívidas imagens que se desdobravam diante de seus olhos espirituais, ele se viu como um dos Papas do século IX, Nicolau I, o Grande, que a Igreja canonizou. Há estranhas "coincidências" aqui.

Segundo os historiadores, Nicolau ascendeu ao trono papal mais por influência do Imperador Luis II do que pela vontade do clero. Lembra-se o leitor de que Luiz II foi o mesmo que protegeu o incrível Landulf, príncipe de Cápua? E que Landuf, um milênio depois, seria Adolf Hitler?

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Nicolau foi um papa enérgico e brilhante. Governou somente nove anos incompletos, de 858 a 867, mas teve de tomar decisões momentosas e que exerceram profunda influência na História.

Foi no seu tempo que se definiu mais nitidamente a tendência separatista entre as igrejas do ocidente e a do oriente. Foi ele quem elevou a novas culminâncias a doutrina da plenitude do poder papal. Segundo seu pensamento, o imperador era apenas um delegado, incumbido do poder civil.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Enquanto essas vivências desfilavam diante de seus olhos, Von Moltke, ainda estendido no sofá, vivia a curiosa experiência de estar situado entre duas vidas; separadas por mil anos. Em torno dele, entre as ansiosas figuras de seus generais, ele identificava alguns de seus antigos cardeais e bispos.

Uma das personalidades que ele também identificou naquele desdobramento foi a de seu tio, o ilustre Marechal- de- Campo, também chamado Helmuth Von Moltke, o maior estrategista de sua época e que lutou na guerra de 1870. Fora também uma das poderosas figuras medievais, o Papa Leão IV, o chamado pontífice-soldado, que organizou a defesa de Roma e comandou seus próprios exércitos.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Outra figura identificada foi o General Von Schlieffen, autor do famoso plano Schlieffen, que também experimentara as culminâncias do poder papal, sob o nome de Bento II.

Ao despertar de sua singular experiência com o tempo, o General Von Moltke estava abalado até às raízes de seu ser. Caberia a ele, um ex-Papa, deslanchar todo aquele plano de destruição e matança? Se não o fizesse, o que aconteceria à sua então pátria?

Diz Ravenscroft que, após se reformas, Von Moltke escreveu minucioso relato daquela experiência notável. Também ele se deixou envolver pelo misterioso fascínio da Lança de Longinus, que certa vez visitou em companhia de outro General, seu amigo; e, segundo o escritor inglês, conseguiu apreender o verdadeiro sentido e importância daquela peça, "como um poderoso símbolo apocalíptico".

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Acreditava ele que se deveram à sua própria atitude negativa, como Nicolau I, em relação ao intercâmbio com o mundo espiritual, os trágicos desenganos que se sucederam na História subseqüente, a começar pela separação da cristandade em duas e o progressivo abandono da realidade espiritual em favor das doutrinas materialistas, que "virtualmente aprisionaram a criatura no mundo fenomênico da medida, do número, do peso, tornando a própria existência da alma humana objeto de dúvida e debate" (Ravenscroft).

Por isso tudo, ao se erguer do sofá, Von Moltke era outra criatura. Como explicar tudo aquilo aos seus companheiros? Que decisões tomar agora, na perspectiva do tempo e dos lamentáveis enganos que havia cometido no passado, em prejuízo do curso da História? Parece, no entanto, que não dispunha de alternativa.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Como Longinus, tinha de praticar um ato de aparente violência, para contornar uma crueldade maior. Tudo continuou como fora planejado, mas o Chefe do Estado-Maior não continuou como fora. Aliás, ao ser elevado àquela posição pela sua inesgotável e indiscutível capacidade profissional, houve dúvidas, em virtude do seu temperamento meditativo e tranqüilo.

Seria realmente um bom General no momento de crise que exigisse decisões drásticas? Era o que se perguntavam seus adversários, mesmo reconhecendo sua enorme autoridade técnica.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Ao se retirar do comando, diz Ravenscroft que ele era um homem arrasado, porque mais do que nunca estava consciente da tragédia de viver num mundo em que a violência e a matança pareciam ser os únicos instrumentos capazes de "despertar a humanidade para as realidades espirituais".

Após a sua desencarnação, em 1916, com 68 anos de idade, Von Moltke passou a transmitir uma série de comunicações através da mediunidade de sua esposa Eliza Von Moltke. Ah! que documento notável deve ser esse! Foi numa dessas mensagens que o Espírito do antigo Chefe do Estado-Maior informou que o Führer do Terceiro Reich seria Adolf Hitler, àquela época um obscuro e agitado político, aparentemente sem futuro.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Foi também ele que, em Espírito, confirmou a antiga encarnação de Hitler como Landulf de Cápua, o terrível mágico medieval que vinha agora repetir, nos círculos mais fechados do Partido, os rituais de magia negra, cujo conhecimento trazia nos escaninhos da memória integral.

Faltavam ainda algumas peças importantes para consolidar as conquistas do jovem Hitler, mas todas elas apareceriam no seu devido tempo e executariam as tarefas para as quais haviam sido rigorosamente programadas nos tenebrosos domínios do mundo espiritual inferior.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  O General Eric Ludendorff seria uma delas. Von Moltke identificou-o com outro papa medieval, que governou sob o nome de João VIII, que Ravenscroft classifica como "o pontífice de mais negra memória que se conhece em toda a história da Igreja Romana, que, como amigo de Landulf de Cápua, ajudou-o nas suas conspirações no século IX". Novamente, sob as vestes de Eric Ludendorff, o antigo Papa daria a mão para alçar Landulf (agora Adolf) ao poder.

Outro elemento importante, nessa longa e profunda reiniciação de Hitler, foi Karl Haushofer, que, no dizer de Ravenscroft, "não apenas sentiu o hálito da Besta Apocalíptica 3 no controle do ex-cabo demente, mas também buscou, conscientemente e com maligna intenção, ensinar a Hitler como desatrelar seus poderes contra a humanidade, na tentativa de conquistar o mundo".


Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Marianna em 11 de Junho de 2013, 06:58


(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  É um tipo estranho e mefistofélico esse Haushofer, mas, se fôssemos aqui estudar todo o elenco de extravagantes personalidades que cercaram Hitler, seria preciso escrever outro livro.

Diz, porém, Ravenscroft que foi Haushofer quem despertou em Hitler a consciência para o fato de que operavam nele as motivações da " Principalidade Luciferina", a fim de que "ele pudesse torna-se veículo consciente da intenção maligna no século vinte". (destaque do autor)

Vejamos mais um episódio.
Em 1920, era tão patente, através da Alemanha, essa expectativa messiânica, que foi lançado na Universidade de Munich um concurso de ensaios sobre o tema seguinte: "Como deve ser o homem que liderará a Alemanha de volta às culminâncias de sua glória?"

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  O vultoso prêmio em dinheiro foi oferecido por um milionário alemão residente no Brasil (não identificado por Ravenscroft) e quem o ganhou foi um jovem chamado Rudolf Hess que, em tempos futuros, seria o segundo homem da hierarquia nazista! Sua concepção desse messias político guarda notáveis similitudes com a figura do Anticristo descrita nos famosos (e falsos) "Protocolos do Sião", segundo Ravenscroft.

Consta que Hitler considerava Rudolf Steiner, o místico, vidente e pensador austríaco como seu arquiinimigo. Segundo informa Ravenscroft, Steiner, em desdobramento espiritual, penetrava, conscientemente, os mais secretos e desvairados encontros, onde se praticavam rituais atrozes para conjurar os poderes que sustentavam a negra falange empenhada no domínio do mundo.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Que andaram muito perto dessa meta, não resta dúvida. Conheciam muito bem a técnica do assalto ao poder sobre o homem, através do próprio homem. Hugh Trevor-Roper, no seu livro "The Last Days of Adolf Hitler", transcreve uma frase do Führer, que diz o seguinte:

Não vim ao mundo para tornar melhor o homem, mas para utilizar-me de suas fraquezas. Estava determinado a cumprir sua missão a qualquer preço. - Jamais capitularemos – disse, certa vez, repetindo o mesmo pensamento de sempre. – Não. Nunca. Poderemos ser destruídos, mas, se o formos, arrastaremos o mundo conosco – um mundo em chamas.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Muito bem. É tempo de concluir. Por exemplo, o que aconteceu com a Lança de Longinus? Continua no Museu de Hofburg, em Viena, para onde foi reconduzida após novas aventuras. Primeiro, Hitler tomou posse dela, ao invadir a Austria, em 1938 e lançou-a para a Alemanha, cercada de tremendas medidas de segurança. Lá ficou ela em exposição, guardada dia e noite, pelos mais fiéis nazistas.

Quando a situação da guerra começou a degenerar para o lado alemão, construiu-se secretíssima e inviolável fortaleza subterrânea para guardá-la. Apenas meia dúzia de elevadas autoridades do governo sabiam do plano.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Uma porta falsa de garagem disfarçava a entrada desse vasto e sofisticado cofre-forte, em Nüremberg, que o Führer ordenou fosse defendido até à última gota de sangue.  Quando se tornou evidente que o Terceiro Reich se desmoronava de fato, ante o avanço implacável das tropas aliadas, Himmler achou que a Lança de Longinus precisava de um abrigo alternativo.

Uma série de providências foi propaganda, com uma remoção fictícia, para um ponto não identificado da Alemanha; e outra, verdadeira, sob o véu do mais fechado segredo, para um novo esconderijo, onde o talismã do poder ficaria a salvo dos inimigos do nazismo..

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Por uma dessas misteriosas razões, no entanto, um dos cinco ou seis oficiais nazistas que sabiam do segredo, ao fazer a lista das peças que deveriam ser removidas, mencionou a Lança de Mauritius, aliás, o nome oficial da peça.

Acontece que, entre as peças históricas do Reich, havia uma relíquia de nome parecido, ou seja, "A Espada de Mauritius", e esta foi a peça transportada, e não a Lança de Longinus. Na Confusão que se seguiu, ninguém mais deu pelo engano, e o oficial que o cometeu, um certo Willi Liebel, suicidou-se pouco antes do colapso total do Reich.

A essa altura, Nüremberg não era mais que um monte de ruínas e, por outro estranho jogo de "coincidências", um soldado americano. Perambulando pelas ruínas, descobriu um túnel que ia dar em duas portas enormes de aço com um mecanismo de segredo tão imponente como o das casas-fortes dos grandes bancos mundiais.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Alguma coisa importante deveria encontrar-se atrás daquelas portas. E assim, às 14h10m do dia 30 de abril de 1947, a legítima Lança de Longinus passou às mãos do exército americano.

Naquele mesmo dia, como se em cumprimento de misterioso desígnio, Hitler suicidou-se nos subterrâneos da Chancelaria, em Berlim.

Como ficou dito atrás, a Lança de Longinus encontra-se novamente no Museu Hofburg, em Viena. Estará à espera de alguém que venha novamente disputar a sua posse para dominar o mundo?

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Vejamos, para encerrar, algumas considerações de ordem doutrinária.Haverá mesmo algum poder mágico ligado aos chamados talismãs? Questionados por Allan Kardec ( perguntas 551 a 557), os Espíritos trataram sumariamente da questão, ensinando, porém, que "Não há palavra sacramental nenhuma, nenhum sinal cabalístico, nem talismã, que tenha qualquer ação sobre os Espíritos, porquanto estes só são atraídos pelo pensamento e não pelas coisas materiais".

Continuando, porém, a linha do seu pensamento, Kardec insistiu, com a pergunta 554, formulada da seguinte maneira:Não pode aquele que, com ou sem razão, confia no que chama a virtude de um talismã, atrair um Espírito, por efeito mesmo dessa confiança, visto que, então, o que atua é o pensamento, não passando o talismã de um sinal que apenas lhe auxilia a concentração?

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  É verdade - respondem os Espíritos – mas da pureza da intenção e da elevação dos sentimentos depende a natureza do espírito que é atraído. Os destaques são meus e a resposta à pergunta 554 prossegue, abordando outros aspectos que não vêm ao caso tratar aqui.

Nota-se, porém, que os espíritos confirmaram que os chamados talismãs servem de condensadores de energia e vontade, e podem, portanto, servir de suporte ao pensamento daquele que deseja atrair companheiros desencarnados para ajudá-lo na realização de seus interesses pessoais.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Disseram mais: que os Espíritos atraídos estarão em sintonia moral com aqueles que os buscam, ou seja, se as intenções e os sentimentos forem bons, poderão acudir Espíritos bondosos; se, ao contrário, as intenções forem malignas, virão os Espíritos inferiores.

Por toda parte, no livro de Trevor Ravenscroft, há referências repetidas de que duas ordens de Espíritos estão ligadas à mística da Lança de Longinus: os da luz e os das trevas, segundo as intenções de quem os evoca.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Além disso, é preciso lembrar que os objetos materiais guardam, por milênio a fora, certas propriedades magnéticas, que preservam a sua história. Essas propriedades estão hoje cientificamente estudadas e classificadas como fenômenos de psicometria, tão bem observados, entre outros, por Ernesto Bozzano.

Médiuns psicômetras, em contato com objetos, conseguem rever, às vezes com notável nitidez, cenas que se desenrolaram em torno da peça de ferro deve estar altamente magnetizada pelos acontecimentos de que foi testemunha, desde que foi forjada alhures nos tempos bíblicos, passando pelo momento do Calvário, diante do Manso Rabi agonizante, até que Hitler a perdeu em abril de 1945.


Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Marianna em 11 de Junho de 2013, 07:00

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Seja como for, a peça reúne em torno de si uma longa e trágica história, tão fascinante que tem incendiado, através dos séculos, a imaginação de muitos homens poderosos e desatado muitas paixões nefandas.

E, como explicaria os Espíritos a Kardec, não é a Lança por si mesma que move os acontecimentos, é o pensamento dos homens que se concentram nela e querem a todo preço fazer valer o poder que se lhe atribui. Nisso, ela é realmente um talismã.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Ainda uma palavra antes de encerrar. É certo que Hitler foi médium dedicado e desassombrado de tremendos poderes das trevas. Esses irmãos desarvorados, que se demoram, por milênios sem conta, em caliginosas regiões do mundo espiritual, por certo não desistiram da aspiração de conquistar o mundo e expulsar a luz para sempre, se possível.

Tudo farão para obter esse galardão com o qual sempre sonharam, muito embora a nós outros não nos assista o direito de duvidar de que lado ficará a vitória final. Nesse ínterim, porém valer-se-ão de todos os meios, de todos os processos, para alcançarem seus fins.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  É claro, também, que não se empenham apenas no setor político-militar, por exemplo como Hitler, mas, também procuram conquistar organizações sociais e religiosas que representem núcleos de poder.

É evidente a obra maligna e hábil que se realizou com a Igreja, infiltrando-a em várias oportunidades e em vários pontos geográficos, mas sempre nos altos escalões hierárquicos, de onde melhor podem influenciar os acontecimentos e a própria teologia.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  O movimento espírita precisa estar atento a essas investidas, pois é muito apurada a técnica da infiltração. O lobo adere ao rebanho sob a pele do manso cordeiro; ele não pode dizer que vem destruir, nem pode apresentar-se como inimigo; tem de aparecer com um sorriso sedutor, de amizade e modéstia, uma atitude de desinteresse e dedicação, um desejo de servir fraternalmente, sem condições e, inicialmente, sem disputar posições.

Muitas vezes, esses emissários das sombras nem sabem, conscientemente, que estão servindo de instrumentos aos amigos da retaguarda. A sugestão pós-hipnótica foi muito bem aplicada por Espíritos altamente treinados na técnica da manipulação da mente alheia. É a utilização da fraqueza humana de que falava Hitler.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  A estratégia é brilhantíssima e extremamente sutil, como, por exemplo, a da "atualização" e da "revisão" das obras básicas da Codificação, a da criação de movimentos paralelos, o envolvimento de figuras mais destacadas no movimento em ardilosos processos de aparência inocente ou inócua.

Estejamos atentos, porque os tempos são chegados e virão, fatalmente, vigorosas investidas, antes que chegue a hora final, numa tentativa última, desesperada, para a qual valerá tudo. Muita atenção. Quem suspeitaria de Adolf Hitler, quando ele compareceu, pela primeira vez, a uma reunião de meia dúzia de modestos dirigentes do Partido dos Trabalhadores?

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Estranha era a personalidade do futuro chefe nacional do nazismo, e duas pessoas, pelo menos, o conheceram bem nesses anos de formação e busca. Um deles chamou-se August Kubizek e escreveu um livro sob o título O jovem Hitler – A história de nossa amizade; outro foi Walter Johannes Stein, cientista e doutor em filosofia, nascido em Viena e que mais tarde emigrou para a Inglaterra, onde morreu.

A personalidade de Hitler parece oferecer inesgotável manancial de sugestões para os mais variados temas. Poucos livros, no entanto, serão tão fascinantes como The Spear of Destiny ( A Lança do Destino), do escritor inglês Trevor Ravenscroft, amigo pessoal do Dr. Stein, jornalista e professor de História em Londres e Edinburgh.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Ravenscroft estudou o assunto Hitler durante 12 anos, parte dos quais sob a orientação do Dr. Stein. Seu livro é, pois, um documentário e não uma narrativa romanceada. Não é fácil escolher, em obra tão densa e rica, o material a ser comentado num mero artigo como este. Tentaremos. O Dr. Walter Johannes Stein exerceu, na Inglaterra, o elevado cargo de Assessor Especial do Primeiro Ministro Winston Churchill para assuntos relacionados com a personalidade de Hitler. Além de sua vasta cultura, era homem de excelentes padrões morais.

Segundo conta Ravenscroft, a lança teria sido forjada por ordem do antigo profeta Finéias para simbolizar os poderes mágicos inerentes ao sangue do povo eleito*. A lança já era, pois, antiga, quando Josué a teria nas mãos, ao ordenar aos soldados que emitissem aquele som terrível que fez ruir os muros de Jericó.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Diz-se que essa mesma lança o rei Saul atirou sobre o jovem David num impulso de cólera e ciúme. Herodes, o Grande, também teve em seu poder esse talismã, quando determinou o massacre das crianças.

Foi como mandatário de seu sucessor, Herodes Antipas, que governou do ano 4 antes do Cristo até 39 da nossa era, que um oficial empunhou a lança, como símbolo da autoridade, com ordens de quebrar as pernas de Jesus crucificado.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Ao chegar à cena o contingente de guardas do templo, os soldados romanos deram às costas, enojados, enquanto os vassalos do Sumo-Sacerdote quebravam o crânio e as pernas dos dois ladrões sacrificados lateralmente ao Cristo. Gaius Cassius era, ao que apurou Ravenscroft, de origem germânica e foi afastado do serviço ativo por causa da catarata que atacou seus olhos. Enviado a Jerusalém, ali ficou como observador dos movimentos políticos e religiosos da Palestina.

Durante dois anos, acompanhou a atividade de Jesus e, depois, seguiu o doloroso processo da execução do profeta, que diziam ameaçar a autoridade de Roma. Impressionou-o a coragem e a dignidade com que o jovem pregador suportou o seu martírio. Por outro lado, entendiam os sacerdotes se indispensável mutilar seu corpo, pois era absolutamente essencial desmentir sua condição de Messias, uma vez que, segundo as escrituras, seus ossos não seriam quebrados (João 19:36).

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Gaius Cassius tão impressionado ficou com o tétrico espetáculo, de um lado, e com a grandeza do Cristo, de outro, que resolveu impedir que Jesus também fosse mutilado. E, assim, esporeou o cavalo na direção da cruz central e trespassou o tórax do crucificado, entre a Quarta e a Quinta costela, procedimento costumeiro dos soldados romanos quando desejavam verificar se o inimigo, ferido no campo de batalha, estava realmente morto.

Não se sabe ao certo se Cassius tomou a lança da mão do comandante judeu, que a trazia em nome de Herodes, ou se usou sua própria lança. De qualquer forma, a legenda se criou e se consolidou. Gaius Cassius se converteu ao cristianismo e passou a chamar-se Longinus, nome com que continuou sua carreira através dos séculos. E a arma ficou sendo conhecida coma a lança de Longinus.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Diz-se dela que representa um talismã de poder tanto para o bem como para o mal, mas, ao que parece, somente tem sido usada como instrumento de conquista e opressão, pois pertenceu, depois, a Mauritius, comandante da Legião Tebana, que, com ela nas mãos, morreu martirizado por ordem de Maximiano, ao se recusar a adorar os deuses pagãos.

Em solidariedade ao chefe, que morreu cristão, seus 6.666 legionários também se recusaram, ajoelharam-se e ofereceram o pescoço à espada. Maximiano decidiu pelo espantoso massacre, como oferenda aos seus deuses. Assim, a mais valorosa legião romana daquele tempo foi sacrificada numa chacina sem precedentes na História antiga.

(http://bp3.blogger.com/_P0XPShx_tNQ/Rg6jhHNTLYI/AAAAAAAAATU/Cnje2y1_DRg/s320/sol.gif)  Seria impossível retratar toda a história da lança, mas sabe-se que ela esteve em poder de Constantino, Teodósio, Alarico, Ecius, Justiniano, Carlos Martelo, Carlos Magno, Frederico Barba-Roxa e Otto, o Grande. Em que outras mãos teria ela estado e a que propósitos inconfessáveis serviu através do tempo?

É certo, no entanto, que quem a cobiçava naquela fria tarde de outono, em Viena, era um jovem que tinha a impressão viva de tê-la já possuído alhures, no tempo e no espaço.

Não sei se é esse o Finéias, filho de Eleazar, mencionado em Números 25:7 e Juizes 20:28 ( nota do autor)

Texto, na íntegra, publicado no Reformador de Março e Abril de 1976.
Hermínio C. Miranda.


Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Fernando 1969 em 12 de Junho de 2013, 04:21
Boa noite a todos,

Excelente seu texto Marianna.

Segue um complemento ao referido soldado romano que feriu Jesus com a lança:

História: São Longuinho viveu no primeiro século, e dele muito se falou e escreveu, sendo encontrado em todos os registros contemporâneos da Paixão de Cristo. Existem citações sobre ele nos evangelhos, epistolas dos Santos Padres, e martirológicos tanto orientais como nos ocidentais. Estes relatos levaram a uma combinação de diferentes situações, mas, em todas foi identificado como um soldado centurião presente na cena da Crucificação. Os apóstolos escreveram que ele foi o primeiro a reconhecer Cristo como “o filho de Deus” (27,54 Mateus; 15,39 Marcos; 23,47 Lucas). Em meio ao coro dos insultos e escárnios, teria sido a única voz favorável a afirmar Sua Divindade.
 
Identificado pelo apóstolo João (19:34), como o soldado que “perfurou Jesus com uma lança”. Fato este que o definiu como um soldado centurião e que lhe deu o nome Longuinho, derivado do grego que significa “uma lança”. Outros textos dizem que era o centurião, comandante dos poucos soldados que guardava o sepulcro do crucifixo, e que presenciava as crucificações, portanto presenciou a de Jesus. Depois, da qual, se converteu.
 
Segundo a tradição,os crucificados tinham seus pés quebrados para facilitar a retirada da cruz, mas, como Jesus já estava com os pés soltos, um dos soldados perfurou o lado do seu corpo com uma lança. O sangue que saiu deste ferimento de Jesus respingou em seus olhos. Caindo em si, comovido e tocado pela graça, o soldado se converteu. Abandonou para sempre o exército e sua moradia, se tornou um monge que percorreu a Cesarea e a Capadócia, atual Turquia, levando a palavra de Cristo e mais tarde, promovia prodígios pela graça do Espírito Santo.
 
Entretanto, o governador de Cesarea, que estava irritado com a conversão de seu secretário, descobriu sua identidade de centurião e o denunciou a Poncio Pilatos em Jerusalém. Este, acusou São Longuinho de desertor ao imperador e o condenou a morte, caso não oferecesse incenso no altar do imperador, renegando a fé. Longuinho se manteve fiel a Cristo, por isto foi torturado, tendo seus dentes arrancados, a língua cortada e, depois, decapitado.
 No Oriente são inúmeros os dias do calendário para as suas homenagens, o mais freqüente ainda é em 16 de Outubro. Na Europa e nas Américas, a comemoração ocorre no dia 15 de Março, como indica o Livro dos Santos do Vaticano.


Muita Paz.
Título: Re: Anticristo, quem é ele?
Enviado por: Marianna em 12 de Junho de 2013, 04:39


Bom dia Fernando.
Eu não conhecia esse desfecho da história.
Valeu seu relato.

Muito obrigada.
Paz contigo, sempre

Beijos,
Mariana.