Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Tópico iniciado por: YESNO em 08 de Novembro de 2009, 11:35

Título: QUE PAZ É ESSA ?
Enviado por: YESNO em 08 de Novembro de 2009, 11:35
Uma tarde qualquer, um daqueles de nós, debruçados sobre as contas a pagar, correndo atrás do tempo, preocupados com a criminalidade que nos espreita, olha enraivecido para o computador travado na tela azul, respira fundo, punhos cerrados e sai à janela.

Lá embaixo um mendigo olha, abre os braços e exclama:

"Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize."

Que estranha paz esse indivíduo tem para dar ? Não tem nada, está condenado, que loucura é a dele ?

Parece uma frase familiar... resmunga-se...

As mãos calejam no manejo do martelo ou da foice e parecem insensíveis ao toque da pétala aveludada;
Algumas  almas igualmente calejadas enrijecem, enceguecem e esquecem que é a paz interior que lhas ligam com a divindade.

Mergulhados no lodo e miasmas de maus pensamentos, ou de valores efêmeros, não percebendo a si mesmas como agentes da própria harmonia espiritual no concerto familiar e comunitário.

Quando o despertamento ocorre, cedo ou tardiamente, revelando que a felicidade não está em algum lugar fora de si mesmo;

 quando descobre que nenhum bem material pode produzi-la;

 quando as certezas transcendentais do eu embotado iluminam-se;

 quando se identifica como um nó e um ponto no tecido cósmico da Inteligência Suprema, então estarão estabelecidos os extratos para sedimentar a paz que Ele nos deixou.

Repetimos uma oração religiosa a-sectária que nos deixa um missionário da paz, Tensin Gyat-so:

...Que eu me torne em todos os momentos, agora e sempre,
um protetor para os desprotegidos,
um guia para os que perderam o rumo,
um navio para os que têm oceanos a cruzar,
uma ponte para os que têm rios a atravessar,
um santuário para os que estão em perigo,
uma lâmpada para os que não têm luz,
um refúgio para os que não têm abrigo
e um servidor para todos os necessitados.

Um abraço fraterno a todos.