Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Meditação => Tópico iniciado por: macili em 11 de Maio de 2013, 03:21

Título: Maternidade
Enviado por: macili em 11 de Maio de 2013, 03:21
(http://3.bp.blogspot.com/-U-xkuWQ7QNU/UYxO-KQh9hI/AAAAAAAATBA/mEoSn3u0sug/s400/mae_e_bebe_a_dormir_GF.jpg)




“Maternidade”



(http://sl.glitter-graphics.net/pub/732/732864p6fy1lwyhd.gif)



Vemos em cada manifestação da Vida determinada meta de desenvolvimento, qual anseio do próprio Deus a concretizar-se.

Na Criação, o clímax da grandeza.

Na caridade, o vértice da virtude.

Na paz, a culminância da luta.

No êxito, a exaltação do ideal.

Nos filhos, a essência do amor.

No lar, a glória da união.

De igual modo, a maternidade é a plenitude do coração feminino que norteia o progresso.

Concepção, gravidez, parto e devoção afetiva representam estações difíceis e belas de um ministério sempre divino.

Láurea celeste na mulher de todas as condições, define o inderrogável recurso à existência humana, reclamando paciência e carinho, renúncia e entendimento.

Maternidade esperada.

Maternidade imprevista.

Maternidade aceita.

Maternidade hostilizada.

Maternidade socorrida.

Maternidade desamparada.

Misto de júbilo e sofrimento, missão e prova, maternidade, em qualquer parte, traduz intercâmbio de amor incomensurável, em que desponta, sublime e sempre novo, o ensejo de burilamento das almas na ascensão dos destinos.

Principais responsáveis por semelhante concessão da Bondade Infinita, as mães guardam a chave de controle do mundo.

Mães de sábios...

Mães de idiotas...

Mães felizes...

Mães desditosas...

Mães jovens...

Mães experientes...

Mães sadias...

Mães enfermas...

Ao filtro do amor que lhes verte do seio, deve o Plano Terrestre o despovoamento dos círculos inferiores da Vida Espiritual, para que o Reino de Deus se erga entre as criaturas.

Mães da Terra!

Mães anônimas!

Sois vasos eleitos para a luz da reencarnação!

Por maiores se façam os suplícios impostos à vossa frente, não recuseis vosso augusto dever, nem susteis o hálito do filhinho nascente - esperança do Céu a repontar-vos do peito!...


Não surge o berço em vosso coração por acaso.

Mantende-vos, assim, vigilantes e abnegadas, na certeza de que se muitas vezes cipoais e espinheiros são vossa herança transitória entre os homens, todas vós sereis amparadas e sustentadas pela Bênção do Amor Eterno, sempre que marchardes fiéis à Excelsa Paternidade da Providência Divina.




(http://sl.glitter-graphics.net/pub/732/732864p6fy1lwyhd.gif)




  (André Luiz  &  Psicografia de Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira)
Título: Re: Maternidade
Enviado por: macili em 11 de Maio de 2013, 15:48
À ti, minha Mãezinha querida...

À todas as Mães do Universo...


dedicamos esta bela mensagem de Meimei para o Dia das Mães...



Feliz Dia das Mães!


Doces e amorosos beijos de seus filhos que lhes amam...





De Meimei para o Dia das Mães on Vimeo (https://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3ZpbWVvLmNvbS82NDk0NDcxMQ==)
Título: Re: Maternidade
Enviado por: Kazaoka em 11 de Maio de 2013, 23:49
MÃE.
O único ser que Deus criou e que, por natureza, transcende o segundo maior mandamento, que é "amar o próximo como a si mesmo", pois elas são capazes de amarem os filhos "mais" do que a si mesma. E isso é incrível! São capazes de, sem nenhum esforço, perdoar as nossas faltas, mesmo as mais graves, como esquecer de cumprimentá-las no dia de seus aniversários ou de dispensar a elas um dia ou uma noite de companhia em suas enfermidades ou velhice, não reconhecendo que elas renunciaram noites e noites de sono para zelar de nossa segurança e saúde ou simplesmente para recompor nossas cobertas nas noites frias. Por essas e por tantas outras virtudes que só elas tem na forma natural é que as tornam tão especiais e merecem a felicidade que desejamos a todas elas. E não podendo lhes oferecer verdadeiramente tudo o que merecem, então rogo a Deus que lhes deem o que só Ele pode lhes oferecer; a graça de ser MÃE!!! Que Deus abençoe todas vocês, estejam onde estiverem, porque lá está o nosso pensamento e "onde está o nosso pensamento está o nosso coração!!!

Dedico este post a todas as MÃES e, de forma especial à minha querida MÃE, que Deus já recolheu para mais junto de si, cuja benção de sua ausência me dá a feliz certeza de saber que tenho próximo ao Pai celestial, um Ser que, com certeza, me ama muito.
À minha esposa que tão brilhantemente cumpre a prova de maternidade e de esposa que Deus lhe concedeu.
Título: Re: Maternidade
Enviado por: macili em 12 de Maio de 2013, 20:18
Queridos Irmãos, boa tarde...


Kazoaka, minha mãezinha também já não está mais ao meu lado fisicamente, voltou para a casa espiritual, mas o amor que nos une é profundo e certamente ela receberá onde estiver o meu carinho e a minha gratidão.


Que este dia seja abençoado para todas as mamães...




(http://3.bp.blogspot.com/-32qd7WCZAuQ/T67ZbLTalAI/AAAAAAAAL1M/WvCqDRz18_o/s500/84.JPG)



Retrato de Mãe




Uma simples mulher existe que, pela imensidão de seu amor, tem um pouco de Deus;

e pela constância de sua dedicação, tem muito de anjo;

que, sendo moça pensa como uma anciã e, sendo velha, age com as forças todas da juventude;

quando ignorante, melhor que qualquer sábio desvenda os segredos da vida e,
quando sábia, assume a simplicidade das crianças;

pobre, sabe enriquecer-se com a felicidade dos que ama, e, rica, empobrecer-se para que seu coração não sangre ferido pelos ingratos;

forte, entretanto estremece ao choro de uma criancinha, e, fraca, entretanto se alteia com a bravura dos leões;

viva, não lhe sabemos dar valor porque à sua sombra todas as dores se apagam, e, morta tudo o que somos e tudo o que temos daríamos para vê-la de novo, e dela receber um aperto de seus braços, uma palavra de seus lábios.

Não exijam de mim que diga o nome desta mulher se não quiserem que ensope de lágrimas este álbum: porque eu a vi passar no meu caminho.

Quando crescerem seus filhos, leiam para eles esta página:

eles lhes cobrirão de beijos a fronte; e dirão que um pobre viandante, em troca da suntuosa hospedagem recebida, aqui deixou para todos o retrato de sua própria Mãe.





Autor: Don Ramon Angel Jara - Bispo de La Serena -Chile
(Tradução de Guilherme de Almeida)