Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Meditação => Tópico iniciado por: macili em 19 de Julho de 2015, 23:47

Título: Ante o testemunho
Enviado por: macili em 19 de Julho de 2015, 23:47
(https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/b3/ab/40/b3ab40d3f5e6f2d97d91666b42a240b4.jpg)



Ante o testemunho



(http://dl.glitter-graphics.net/pub/263/263171lxlble1hnk.gif) (https://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5nbGl0dGVyLWdyYXBoaWNzLmNvbQ==)



Em face das conjunturas arbitrárias das forças desconexas que pululam nos diversos setores da atividade humana hodierna, o aprendiz das excelentes ideias cristãs é convidado ao testemunho, a cada instante, sem que disso se possa eximir.

Em verdade, medem-se as ideias de enobrecimento através das resistências que oferecem, na vivência da sua própria divulgação.

Em consequência, quanto mais expressiva a ordem dos pensamentos superiores maiores as resistências vencer.

O teste analisa a aprendizagem do educando.

A prova faculta os meios hábeis para a promoção do aprendiz.

O sofrimento convida o servidor do Cristo ao testemunho da convicção que esposa, ensejando-lhe ampliar os valores de que se encontra investido na disseminação do ideal que o abrasa.

Fala-se em testemunho evangélico em termos do passado, como se não fora lícita a repetição da aferição dos valores espirituais, nos dias que ora vivemos.

Indubitavelmente não dispomos da oportunidade eloquente da arena ou do poste de sacrifício, da fogueira ou da masmorra úmida, do punhal habilmente manejado ou do veneno discretamente aplicado...

Há, porém, mais perigosos recursos de que não abrem mão os famanazes da criminalidade, os fâmulos da licenciosidade.

No passado, a traição e o suborno, a acusação indébita e o perjúrio abraçavam a agressividade e o fanatismo no desiderato da perseguição sistemática... Mas hoje, também, é assim...

Não obstante a mudança dos tempos e o aperfeiçoamento dos métodos, unem-se os mesmos fomentadores da discórdia e do horror, tentando lobrigar seus resultados infelizes.

Multiplicam estratagemas e arregimentam técnicas objetivando colimar tais êxitos.

Não te concedas ilusões.

Imanado a Jesus paga o ônus da tua fidelidade como e quanto te seja pedido.

No fragor da luta não emurcheças o riso nos lábios do coração nem anuvies as paisagens do espírito.

Mesmo que as avenidas da esperança se convertam em estreitos e difíceis caminhos, prossegue intimorato.

Se o fel verter na direção dos teus lábios, sorve a taça tranquilamente. Os paladares desagradáveis também merecem consideração.

Seja o punhal da calúnia a  ferir-te o cerne do espírito, seja o tóxico da zombaria malsinando tuas horas, seja a carantonha do desprezo esconjurando tua presença, seja a pedrada do descrédito sobre o teu nome, não te perturbes.

A qualidade de um metal é considerada pela sua contextura íntima...

As essências raras são valiosas pela dificuldade em consegui-las.

Pela depuração desta ou daquela natureza, aprimora-se o produto que vai submetido o processo especial.

Também tu.

Ligado a Jesus não podes ambicionar o que Ele próprio desconsiderou.

Assim, não te equivoques, não iludas ninguém.

Permanece de espírito tranquilo, alçado à Vida Espiritual - nosso ponto de origem, nosso abrigo de volta - servindo sempre e mais, fiel a ti mesmo e ao dever, aguardando a desencarnação que logo advirá, orando para que ela te surpreenda impertérrito no momento do testemunho, a fim de partires da Terra livre e feliz na direção dAquele que é o Excelso Guia e Juiz de todos nós.




(http://dl.glitter-graphics.net/pub/263/263171lxlble1hnk.gif) (https://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5nbGl0dGVyLWdyYXBoaWNzLmNvbQ==)



por Joanna de Ângelis e Divaldo Franco
livro: Celeiro de Bênçãos