Forum Espirita

GERAL => Psicologia & Espiritismo => Auto-Conhecimento => Tópico iniciado por: Rose FRA em 25 de Agosto de 2011, 16:06

Título: A dor em nossas vidas
Enviado por: Rose FRA em 25 de Agosto de 2011, 16:06
Amigos de Forum,

aqui trago um texto para nao esquecermos de que as dores nos ajudam a refletir e principalmente evoluir... nós ainda estamos num mundo de provas e expiacoes, precisamos passar por várias etapas para nossa própria evolucao!!

Gracas a Deus temos as várias encarnacoes para nos ajudar nesse caminho de evolucao e crescimento, tanto espiritual como moral!!

Com carinho da
Rose



Você já parou para pensar na razão da existência da dor, do sofrimento, em nossas vidas?

Talvez num daqueles momentos de extrema angústia, em que o coração parece apertar forte, você tenha pensado em Deus, na vida, e gritado intimamente: por quê?!

Os benfeitores espirituais vem nos esclarecer que a dor é uma lei de equilíbrio e educação.

Léon Denis, reconhecido escritor francês, em sua obra “O Problema do Ser, do Destino e da Dor”, esclarece que o gênio não é somente o resultado de trabalhos seculares; é também a apoteose, a coroação de sofrimento.

De Homero a Dante, a Camões, a Tasso, a Milton, todos os grandes homens, como eles, têm sofrido.

A dor fez-lhes vibrar a alma, inspirou-lhes a nobreza dos sentimentos, a intensidade da emoção que souberam traduzir com os acentos do gênio, e que os imortalizou.

É na dor que mais sobressaem os cânticos da alma.

Quando ela atinge as profundezas do ser, faz de lá saírem os gritos sinceros, os poderosos apelos que comovem e arrastam as multidões.

Dá-se o mesmo com todos os heróis, com todas as pessoas de grande caráter, com os corações generosos, com os espíritos mais eminentes. Sua elevação mede-se pela soma dos sofrimentos que passaram.

Ante a dor e a morte, a alma do herói e do mártir revela-se em sua beleza comovedora, em sua grandeza trágica que toca, às vezes, o sublime, e o inunda de uma luz inapagável.

A história do mundo não é outra coisa mais que a sagração do espírito pela dor. Sem ela, não pode haver virtude completa, nem glória imperecível.

Se, nas horas da provação, soubéssemos observar o trabalho interno, a ação misteriosa da dor em nós, em nosso “eu”, em nossa consciência, compreenderíamos melhor sua obra sublime de educação e aperfeiçoamento.

A dor é um dos meios de que Deus se utiliza para nos chamar a Si e, ao mesmo tempo, nos tornar mais rapidamente acessíveis à felicidade espiritual, única duradoura.

É, pois, realmente pelo amor que nos tem que Deus envia o sofrimento.

Fere-nos, corrige-nos como a mãe corrige o filho para educá-lo e melhorá-lo; trabalha incessantemente para tornar dóceis, para purificar e embelezar nossas almas, porque elas não podem ser completamente felizes, senão na medida correspondente às suas perfeições.

A todos aqueles que perguntam: para que serve a dor? A sabedoria divina responde: para polir a pedra, esculpir o mármore, fundir o vidro, martelar o ferro.

***

A dor física é, em geral, um aviso da natureza, que procura preservar-nos dos excessos. Sem ela, abusaríamos de nossos órgãos até o ponto de os destruirmos antes do tempo.

Quando um mal perigoso se vai insinuando em nós, que aconteceria se não lhes sentíssemos logo os efeitos desagradáveis? Ele nos invadiria cada vez mais, terminando por secar em nós as fontes de vida.

É assim que, em nosso mundo, para o nosso crescimento, a dor ainda se faz necessária
.

Meu Agradecimento a Redação Momento Espírita, de onde copiei esse texto.
Título: Re: A dor em nossas vidas
Enviado por: fernanda leguife em 25 de Agosto de 2011, 17:40
linda mensagem e me serviu muito no momento de dor e tristeza que estou passando
abraços ;)
Título: Re: A dor em nossas vidas
Enviado por: Aimoré em 25 de Agosto de 2011, 21:12
Para complementar o estudo um trecho de o ESE.Capítulo V,item 24,a desgraça real:
"Toda gente fala da desgraça,tada gente já a sentiu e julga conhecer-lhe o caráter múltiplo.Venho eu dizer-vos que quase toda gente se engana e que a desgraça real não é,absolutamente,o que os homens,isto é, os desgraçados o supõem.Eles  a veem na miséria,no fogão sem lume,no credor que ameaça,no berço de que o anjo sorridente desapareceu,nas lágrimas,no féretro que se acompanha de cabeça descoberta e com o coração despedaçado,na angústia da traição,na desnudação do orgulho que desejara envolver-se em púrpura e mal oculta a sua nudez sob os andrajos da vaidade.A tudo isso e a muitas coisas mais se dá o nome de desgraça,na linguagem humana.Sim, é a desgraça para os que só veem o presente; a verdadeira desgraça,porém,está nas consequências de um fato.Dizei-me se um acontecimento,considerado ditoso na ocasião,mas que acarreta consequências funestas,não é,realmente,mais desgraçado do que outro que a princípio causa viva contrariedade e acaba produzindo o bem.Dizei-me se a tempestade que vos arranca as árvores,mas que saneia o ar,dissipando os miasmas insalubres que causariam a morte,não é antes uma felicidade do que uma infelicidade.
Para julgarmos de qualquer coisa,precisamos ver-lhe as consequências.Assim,para bem apreciarmos o que,em realidade,é ditoso ou inditoso para o homem,precisamos transportar-nos para além desta vida,porque é que se chama infelicidade,segundo as acanhadas vistas  humanas,cessa com a vida corporal e encontra a sua compensação na vida futura".
Delfina de Girardin(Paris,1861)
Paz sempre amigos!
Título: Re: A dor em nossas vidas
Enviado por: Alita em 25 de Agosto de 2011, 22:53
Gente, desculpe intrometer mas a dor não é uma Lei e sim um instrumento.

Não precisamos sofrer sua ação se não tivermos uma causa que a origine.Lei de causa e efeito.

Assim há Espíritos que desde o início de sua  criação escolhem o melhor caminho e dele não se transviam, como nos ensina o LE. Lei de Liberdade

Nos aprendemos por outras Leis, tais ente essas as de Amor Justiça e Caridade. E sendo o Amor uma Lei não pode ter o sofrimento senão uma utilidade de despertamento.
Emmanuel nos tras que "A dor é o aguilhão que desperta a criatura parada a beira do caminho".

Creio mesmo que aqui no planeta Terra encontram-se Espíritos que precisem da dor para seu aprendizado, mas não  como Lei de evolução  mas sim como consequencia da má utilização da Lei de liberdade.
Beijos
Título: Re: A dor em nossas vidas
Enviado por: Rose FRA em 27 de Agosto de 2011, 08:48
linda mensagem e me serviu muito no momento de dor e tristeza que estou passando
abraços ;)

Querida Amiga em Cristo Leguife,
 espero que vc encontre a paz que procura para sanar as suas tristezas e dores que estás passando no momento.
Costumo dizer aos meus que tudo aqui na Terra tem fim... as dores, as coisas materias, as duvidas e tudo mais... só o espírito é eterno e esse tem o seu tempo e processo de evolucao... lembre-se que tudo passa... e o que se leva sao os aprendizados, as experiências e a vontade de seguir no caminho certo, com Amor, Fé e Caridade... lembremos que gentileza gera gentileza... e por isso sempre receberemos o que nossa energia está atraindo, por isso vamos orar e elevar sempre o nosso padrao vibratório para tentarmos receber o mais adequado, mais leve e assim aprenderemos o que estiver nos ajudando, na nossa evolucao.

Fique com Deus e lembre-se que a tristeza e dores, sao bem tratadas com uma boa oracao, com palavras do coracao, dirigidas ao Alto.

Com carinho da
Rose
Título: Re: A dor em nossas vidas
Enviado por: Rose FRA em 27 de Agosto de 2011, 09:47
Gente, desculpe intrometer mas a dor não é uma Lei e sim um instrumento.
Não precisamos sofrer sua ação se não tivermos uma causa que a origine.Lei de causa e efeito.
Assim há Espíritos que desde o início de sua  criação escolhem o melhor caminho e dele não se transviam, como nos ensina o LE. Lei de Liberdade
Nos aprendemos por outras Leis, tais ente essas as de Amor Justiça e Caridade. E sendo o Amor uma Lei não pode ter o sofrimento senão uma utilidade de despertamento.
Emmanuel nos tras que "A dor é o aguilhão que desperta a criatura parada a beira do caminho".
Creio mesmo que aqui no planeta Terra encontram-se Espíritos que precisem da dor para seu aprendizado, mas não  como Lei de evolução  mas sim como consequencia da má utilização da Lei de liberdade.
Beijos

Querida Amiga Alita,

obrigada pela participacao e costumo lebrar sempre a todos, que o estudo nos eleva e nos orienta, mas a vivencia do que se aprende aqui, essa é a principal ferramenta que Deus nos proporcionou a todos, para que pudessemos evoluir, porém dentro da nossa vontade e esforco.  Sendo o nosso Livre-Arbítrio, a nossa chave para o que quer que passemos.

Quanto a sua citacao, podemo ler no LE - Diferente ordens de Espíritos - pergunta 96 - Sao iguais os Espíritos, ou há entre eles qualquer hierarquia?
"Sao de diferentes ordens, conforme o grau de perfeicao que tenham alacancado."
97 - As ordens ou graus de perfeicao dos Espíritos sao em número determi9nado?
"Sao ilimitadas em número, porque entre elas nao há linhas de demarcacao tracada como barreiras, de sorte que as divisoes podem ser multiplicadas ou restringidas livremente.  Todavia, considerando-se os caractereres gerais dos Espíritos, elas podem reduzir-se a três principais."
"Na primeira, colocar-se-ao os que atingirem a perfeicao máxima: os puros Espíritos.  Formam a segunda os que chegaram ao meio da escala: o desejo do bem é o que neles predomina.  Pertencerao à terceira os que ainda se acham na parte inferior da escala: os Espíritos imperfeitos.  A ignorância, o desejo do mal e todas as paixoes más que lhes retardam o progresso, eis o que os caracteriza."
96 - Os Espíritos da segunda ordem. para os quais o bem constitui a preocupacao dominante, têm o poder de praticá-lo?
"Cada um deles dispoe desse poder, de acordo com o grau de perfeicao a que chegou.  Assim, uns possuem a ciência, outros a sabedoria e a bondade.  Todos, porém ainda têm que sofrer provas."

99 - Os da terceira categoria sao todos essencialmente maus?
"Nao, uns há que nao fazem nem mal nem bem, outros, ao contrário, se comprazem no mal e ficam satisfeitos quando se lhes depara ocasiao de praticá-lo.  Há também os levianos ou estouvados, mais perturbadores do que malignos, que se comprazem antes na malícia do que na malvadez e cujo prazer consiste em mistificar e causar pequenas contrariedades, do que se riem."

Aqui já nos mostra que os Espíritos de segunda categoria, segundo o LE:  "Todos, porém ainda têm que sofrer provas."

Só nao sofreram os que sao puros... os verdadeiramente Puros... esses nao sofrem mais, pq já passaram por essa fase.

117 - Depende dos Espíritos o progredirem mais ou menos rapidamente para a perfeicao?
"Certamente.  Eles a alcancam mais ou menos rápido, conforme o desejo que têm de alcanca-la e a submissao que testemunham à vontade de Deus.  Uma crianca dócil nao se institui mais depressa do que outra recalcitante?"

121  Por que é que alguns Espíritos seguiram o caminho do bem e outros o do mal?
"Nao têm eles o livre-arbítrio?  Deus nao os criou maus; criou-os simples e ignorantes, isto é, tendo tanta aptidao para o bem quanto para o mal.  Os que sao maus, assim se tornaram pr vontade própria."

"O livre-arbítrio se desenvolve à medida que o Espírito adquire a consciência de si mesmo.  Já nao haveria liberdade, desde que a escolha fosse determinada por uma causa independente da vontade do Espírito.  A causa nao está nele, está fora dele, nas influências a que cede em virtude da sua livre vontade.  É o que se contém na grande figura emblemática da queda do homem e do pecado original: uns cederam à tentacao, outros resistiram."

129 - Os anjos hao percorrido todos os graus da escala?
"Percorreram todos os graus, mas do modo que havemos dito: uns, aceitando sem murmurar suas missoes, chegaram depressa: outros, gastaram mais ou menos tempo para chegar à perfeicao."

Cap. II - Da encarnacao dos Espíritos - Objetivo da Encarnacao
132 - Qual o objetivo da encarnacao dos Espíritos?
"Deus lhes impoe a encarnacao com o fim de fazê-los chegar à perfeicao.  Para uns, é expiacao; para outros, missao.  Mas, para alcancarem essa perfeicao, Têm que Sofrer Todas as Vicissitudes da Existência Corporal: nisso é que está a expiacao.  Visa ainda outro fim a encarnacao: o de pôr o Espírito em condicoes de suportar a parte que lhe toca na obra da criacao."

Aqui vai um pouco da explicacao sobre o sofrimento e a dor.  Poderá ser encontrada na íntegra no Livro dos Espíritos, Cap. I e Cap II.

Fiquem com Deus e muita paz.... estudar e estudar... porque saber nao ocupa espaco.

Com carinho da
Rose


Título: Re: A dor em nossas vidas
Enviado por: Alita em 27 de Agosto de 2011, 14:15
Olá Rose, gostei muito de sua coletânea de respostas do LE.

Porém  continuo lhe afirmando que a dor não é uma Lei e soim um mecanismo da Vida. Não é necessário passar pela dor para aprender e evoluir.

Citar
Qual o objetivo da encarnacao dos Espíritos?
"Deus lhes impoe a encarnacao com o fim de fazê-los chegar à perfeicao.  Para uns, é expiacao; para outros, missao.  Mas, para alcancarem essa perfeicao, Têm que Sofrer Todas as Vicissitudes da Existência Corporal: nisso é que está a expiacao.  Visa ainda outro fim a encarnacao: o de pôr o Espírito em condicoes de suportar a parte que lhe toca na obra da criacao."


Neste sentido "sofrer" aqui significa "passar por" e não  no sentido de "sofrimento".

Mas entendi o que quis dizer e te agradeço.
Beijos linda!
Título: Re: A dor em nossas vidas
Enviado por: Kazaoka em 27 de Agosto de 2011, 14:34
Tudo que em Espírito aprendemos no aspecto moral, aprendemos nos momentos tristes, dolorosos, angustiosos, vivenciando-os ou analisando-os. Os momentos de felicidade terrena nos são dados como lenitivos balsâmicos de nossa jornada expiatória.
Título: Re: A dor em nossas vidas
Enviado por: Aimoré em 27 de Agosto de 2011, 14:52
Muito bem entendido o que os amigos Kazaoka e Alita querem dizer.O espírito pode aprender e evoluir tanto vivenciando como analisando o sofrimento.Vivenciando,como efeito de atitudes ou analisando,convivendo com o sofrimento alheio e vendo o que o causa e evitando essas causas.
Título: Re: A dor em nossas vidas
Enviado por: Kazaoka em 27 de Agosto de 2011, 16:14
É isso mesmo, aimoré. Tudo que aprendemos aprendemos nas dificuldades. Não aprendemos nada naqueles momentos que chamamos de "momentos felizes"
Título: Re: A dor em nossas vidas
Enviado por: Hebe M C em 27 de Agosto de 2011, 16:35
A dor vem nos alertar que alguma coisa vai mal,

As dores morais são Espirituais e as dores físicas materiais.

As dores morais também podem causar danos físicos, vide as doenças psicossomáticas e
os vícios já tão estudados na medicina.

A dor é um instrumento de Deus, não para  punir, mas para  alertar e fazer enxergar o que deve ser corrigido.

Se sentir vítima e se revoltar contra a dor sem tentar ver a causa para corrigir é o mesmo que caminhar cego e estacionar na ação que deve ser tomada ,aumentando ainda mais o problema e o sofrimento.

Um abç
Hebe


Título: Re: A dor em nossas vidas
Enviado por: hcancela em 27 de Agosto de 2011, 19:10
Olá amigos(as)


Por isso é que estas palavras fazem sentido, quando bem compreendidas.

" Conhece-te a ti mesmo " :-*


Saudações fraternas
Título: Re: A dor em nossas vidas
Enviado por: Rose FRA em 29 de Agosto de 2011, 18:19
Amigos de Forum,
venho com esse texto abaixo, trazer o que diz Leon Denis em O problema do Ser, do destino e da dor, sobre o sofrimento e a evolucao do espírito.

Ainda nao conheci na história da Terra, um espírito que nao tenha sofrido moral ou espiritualmente, para crescer, para evoluir.... procurei em todos os livros, que nao tenho todos que quero, mas tive a paciencia de buscar nos que falam sobre o sofrimento, para esclarecer a Alita.... mas se vc souber de um espírito que, encarnado na Terra, tenha evoluído por Amor.... me mande tá Alita, pq eu desconheco.

Procurei para esclarecer até para mim mesma.... pq nao tenho em mente, nenhum encarnado que nao tenha sofrido, dor física ou moral ou de qualquer outra ordem aqui na Terra.   Chico Xavier, sofreu tanto.... desde de crianca.  Ghandi sofreu.  Jesus entao.... como sofreu aqui e era evoluído e veio aqui só para nos ajudar ... trazer a Boa Nova, ensimnar o Amor a todos.... mas que nada... nao foi entendido e sofreu nao só físicamente como moral e espirialmente... Desceu seu padrao vibratório para estar aqui conosco, para nos ajudar... e nada... sofreu do mesmo jeito.

Como complemento para nosso conhecimento.

Com carinho da
Rose


Livro:  O Problema do Ser, do destino e da dor - Léon Denis
Cap. IX - Evolucao e finalidade da alma
.... O objetivo da evolucao, a razao de ser da vida nao é felicidade terrestre, como muitos erradamente crêem, mas o aperfeicoamente de cada um de nós, e esse aperfeicoamente devemos realizá-lo por meio do trabalho, do esforco, de todas as alternativas da alegria e da dor, até que nos tenhamos desenvolvido completamente e elevado ao estado celeste.  Se há na Terra menos alegria do que sofrimento, é que este é o instrumento por excelência da educacao e do progresso, um estimulante para o ser, que, sem ele, ficaria retardado nas vias da sensualidade.  A dor física e moral, forma a nossa experiencia.  A sabedoria é o prêmio.
Pouco a pouco a alma se eleva e, conforme vai subindo, nela se vai acumulando uma soma sempre crescente de saber e virtude; sente-se mais estreitamente ligada aos seus semelhantes; comunica mais intimamente com o seu meio social e planetário.  Elevando-se cada vez masi, nao tarda a ligar-se por lacos pujantes às sociedades do Espaco e depois ao Ser Universal.
.... Quanto mais sobe, tanto mais  se sente viver e sofrer em todos e por todos.  Na necessidade de se elevar a si mesmo, atrai a si, para fazê-los chegar ao estado espiritual, todos os seres humanos que povoam os mundos onde viveram.  Quer fazer por eles o que por ele fizeram os seus irmaos mais velhos, os grande Espíritos que o guiaram na sua marcha.
.... Esses males, necessários ao funcionamento da lei de educacao geral, nunca deixarao de existir em nosso mundo, prepresentam uma das condicoes da vida terrestre.  A matéria é o obstáculo útil; provoca o esforco e desenvolve a vontade; contribui para a ascensao dos seres, impondo-lhes necessidades que os obrigam a trabalhar.  Como. sem a dor, havíamos de conhecer a alegria; sem a sombra, apreciar a luz; sem a privacao, saborear o bem adquirido, a satisfacao alcancada?  Eis aqui a razao por que encontramos dificuldades de toda sorte em nós e em volta de nós."
Título: Re: A dor em nossas vidas
Enviado por: lmcamillo em 17 de Março de 2012, 19:32
Olá amigos do Forum, sou novo aqui e também no aprendizado da Doutrina Espirita.  Portanto tenho tentado ler muito e ainda inicialmente estou abordando todas as obras que são a base da doutrina e dos grandes Mestres.

E a minha busca inicial em toda literatura que tenho acesso é SE OS ESPIRITOS PODEM INFLUENCIAR AO PONTO DE CAUSAR UMA DOENÇA OU DOR FISICA EM UM ENCARNADO

E SE ISSO É POSSIVEL...    TAMBÉM BUSCO SABER SE ESSE MAL CAUSADO PELO ESPIRITO PODE TER SIDO POR UM PEDIDO DE UMA OUTRA PESSOA    E COMO PODEMOS NOS PROTEGER DISSO


MUITO GRATO A TODOS QUE PUDEREM CONTRIBUIR NA MINHA BUSCA E CRESCIMENTO NO APRENDIZADO.


GRATO
LUCIANO
Título: Re: A dor em nossas vidas
Enviado por: Aimoré em 18 de Março de 2012, 12:14
Amigo Luciano,podemos encontrar algumas respostas no LE:

parte2,capítuloIX

Questão 459
Influem os Espíritos em nossos pensamentos e atos?
"Muito mais do que imaginais.Influem a tal ponto,que,de ordinário,são eles que vos dirigem."

Questão 469
Por que meio podemos neutralizar a influência dos maus Espíritos?
"Praticando o bem e pondo em Deus toda a vossa confiança,repelireis a influência dos Espíritos inferiores e aniquilareis o império que desejem ter sobre vós."

Questão 551
Pode um homem mau,com o auxílio de um mau Espírito que lhe seja dedicado,fazer mal ao seu próximo?
"Nào;Deus não o permitiria."

Podemos concluir que a sintonia no bem dificulta a influência e a ação(de qualquer tipo) de Espíritos ignorantes.Espero ter contribuído.Abraços.
Título: Re: A dor em nossas vidas
Enviado por: lmcamillo em 18 de Março de 2012, 16:15
Amigo Aimoré

sou muito grato por sua grande ajuda.   A verdade é que quero ajudar uma pessoa que está em sofrimento muito forte por acreditar que pessoas e espiritos podem lhe fazer mal fisicamente, e ela está obsessiva em fazer coisas no terreno das oferendas e magia.   Quero tira-la disso...   sei que isso lhe fará mal aqui nessa e em outras vida.

novamente obrigado

e a todos amigos do Forum.

abraços
Luciano