Forum Espirita

GERAL => Outros Temas => Artigos Espíritas => Tópico iniciado por: Ignarus em 28 de Setembro de 2010, 21:45

Título: Homem Integral
Enviado por: Ignarus em 28 de Setembro de 2010, 21:45
Homem Integral


O conceito de  homem integral  indica antes um processo do que uma substância. Um processo que tem como meta o aperfeiçoamento espiritual, contingência natural da Evolução.

Ao se vincular o conceito de "homem integral" com a marcha processual evolutiva, emerge imediatamente a ideia do vir-a-ser, a dinâmica do tornar-se — vir-a-ser, tornar-se, no momento futuro, cada vez mais aperfeiçoado do que se está no momento presente.

Claro que a observação desse aperfeiçoamento implica necessariamente em uma relação. Ou seja, está-se mais ou menos aperfeiçoado em comparação com alguma coisa, com algum padrão (elemento mais permanente, mais estável), que pode ser padrão de pensamento, de comportamento, de ação, etc. No processo de aperfeiçoamento o padrão é um padrão cósmico.

Deve haver uma preocupação da parte dos espíritas em não confundir "homem integral" com "homem perfeito", uma vez que o Espiritismo não trabalha a ideia de perfeição, mas de aperfeiçoamento como processo.

O Cosmo é regido por leis que indicam a inteligência da Criação, a harmonia cósmica, uma harmonia que o homem integral almeja em si, em seu eu interno e seu eu externo.

À medida que o homem vai descobrindo a expressão melhor dessas leis, vai alcançando melhor também o seu significado. Entendendo a expressão e o significado dessas leis existentes na Creação, o homem tem a oportunidade de compreendê-las e assimilá-las, conscientizando-se de que quanto mais observá-las, maior será o seu equilíbrio físico, mental e espiritual.

O homem integral é aquele que conhece tais leis e é capaz de viver de acordo com elas. E como esse conhecimento se amplia permanentemente, a partir das verdades alcançadas pela Ciência, Filosofia e Religião, todos os dias o ser humano tem a chance de exercitar esse aperfeiçoamento.

Conhecimento e conscientização acerca da realidade cósmica, portanto, são os elementos fundamentais da condição de homem integral e os pressupostos de sua ação.

O homem integral conhece a harmonia cósmica e está conscientizado a respeito de suas características. Está consciente do processo evolutivo, da visão sistêmica do mundo; está consciente de que a manutenção do equilíbrio requer auto-aprendizado, auto-atualização permanente.

O homem integral tem consciência de si mesmo, em sua dimensão física, mental e espiritual, não descurando de aperfeiçoar, pois, a administração das necessidades e limitações do corpo físico (incluindo desde a higiene corporal até a higiene alimentar). O homem integral tem consciência da concretude dos seus pensamentos e do que eles representam para o sentido estrutural da mediunidade, conseguindo dominar o fenômeno mediúnico, administrando-o em benefício social e próprio. Finalmente, o homem integral tem consciência de que é, essencialmente, espírito, e da significação do trabalho permanente de construção da identidade cósmica com o Creador.

A partir dessa conscientização e conhecimento, o homem integral passa a reconhecer a validade do exercício responsável, digno, dos papéis sociais que escolheu desempenhar (seus papéis familiares, profissionais, religiosos e assim por diante), posicionando-se historicamente, criticamente, no continuum espaço-tempo. E as lidas, os encontros humanos, que acontecem ou são produzidos, no cotidiano, assumem a condição de laboratórios do aperfeiçoamento espiritual, eis que envolvem situações de desafio às potencialidades humanas.

O homem integral está comprometido com o fazer Crístico, tentando, insistentemente, adequar seu viver à exemplificação de Jesus. Portanto, está em ação, vivenciando princípios, mudando seu comportamento, elevando ao máximo sua interação com o meio, diminuindo as contradições entre seus valores e seu agir, intensificando sua leitura de mundo.

Copyright: Todos os direitos reservados. A SBEE autoriza a reprodução dos textos para fins não comerciais desde que seja mencionada a fonte"
Título: Re: Homem Integral
Enviado por: Mirina em 28 de Setembro de 2010, 22:16
Olá amigo Ignarus,

maravilhoso texto e definição do homem integral.   Ao le-lo cheguei as seguintes hipoteses:

1 - Todo o individuo que se intitula espirita e procura seguir a doutrina tem que assumir a postura do ser integral, aplicando, aprimorando e revendo cotidianamente todos os seus aspectos e reflexos no universo material, fisico, moral e espiritual.

2 - A prática do conhecimento erudito das leis Divinas não condiz com a postura do homem integral, pois tais leis só tem seu devido valor se aplicadas ao dia a dia e vividas integralmente em todos os aspectos e consequencias que representam.

3 - O homem integral evolui simultaneamente em todos os aspectos de sua vida terrena, o profissional, o familiar, o espiritual, sem o qual seria irreal a sua integralidade.

Como enxerga estes aspectos?

Abs, bom debater com o amigo aspetos tao fundamentais do auto conhecimento!

Mirina
Título: Re: Homem Integral
Enviado por: Ignarus em 28 de Setembro de 2010, 23:56
Olá Mirina!

Parabéns!

Você conseguiu sintetizar em apenas três ítens o que de fato é o homem integral, concordo com você plenamente.

Acrescento somente que é necessaria uma visão simplista e realista da DE sem nenhum tipo de "enxertos" esotéricos ou místicos e muito menos dos "achismos" pessoais para aplicá-la com máxima eficiência. Basta, portanto, o estudo e o trabalho constantes onde cada um põe à prova sua própria consciência.   Pois somente a DE espírita tem o caráter renovador do "EU" com as bases sólidas da lógica e da razão.

Todos sem exceção trazem características negativas no psiquismo que impedem a evolução espiritual. Somente a DE é capaz de apontar com clareza a cada um quais são seus "pontos fracos" e incentiva através do esclarecimento das verdades da alma imortal e do futuro do espírito o trabalho necessário para a "libertação".

Enfim, o homem integral é aquele que luta contra si próprio constantemente para viver e conviver, em todas as circunstâncias da vivência humana, dignamente conforme ensinou o Mestre Jesus. Afinal somos filhos de um Pai de Sabedoria, Justiça e Bondade e temos que ser como0 Êle.

Abçs
Título: Re: Homem Integral
Enviado por: Mirina em 29 de Setembro de 2010, 02:20
Meu querido amigo,

sua concordancia coroa meus esforços de valor!

então pergunto ainda mais uma vez para esclarecer meus estudos e minhas dúvidas...

Para ser um homem integral é de extrema importancia que minhas experiencias pessoais e meu livre arbitrio seja livre de qualquer preconceito ou dogma imposto pela consciencia coletiva, tendo mais valor no meu caminhar evolutivo a coragem de experimentar e a capacidade de analisar e julgar a experiencia para a partir dai tomar minhas próprias conclusões, alheias do julgamento social, porém dentro dos principios da DE?

Portanto o homem integral é aquele que vive intensamente seu direito de Livre arbitrio, porém sem perder de vista as Leis Divinas e o principio de amor ao próximo?

Abs,
Mirina
Título: Re: Homem Integral
Enviado por: Ignarus em 29 de Setembro de 2010, 16:19
Oi Mirina, belas e corretas as suas palavras.

Mas não nos esqueçamos que devemos ver, aprender e vivenciar de tudo adquirindo experiências, mesmo que através dos erros, afinal evoluir é adquirir conhecimentos através das várias experiências que formam o intelecto e depuram o sentimento. E, para poder vivenciar tudo, como você tão bem explicou, somente é possível com a total liberdade de escolha. Por isso a humanidade erra tanto e sofre tanto, pois ao que parece, muitos de nós preferem aprender através dos erros e dar dor. Ignorância ou teimosia? não podemos julgar apenas entender e aceitar, pois também somos ou fomos assim!

Mas tenhamos paciência e vivamos em constante luta, enfrentando com destemor o "bom combate" a cada segundo, a fim de disciplinar nossos ímpetos ainda motivados pelos instintos.

Conhecedores das "verdades" como somos tornamos muito mais responsáveis, então como você ressaltou, só nos resta viver intensamente o livre arbítrio sem perder de vista as Leis Divinas e princípio de amor ao próximo.

Carinhosos e fraternal abraço!