Forum Espirita

GERAL => Psicologia & Espiritismo => Toxicodependência => Tópico iniciado por: Paulo Inacio em 02 de Junho de 2005, 15:43

Título: Prece pelos Vicios
Enviado por: Paulo Inacio em 02 de Junho de 2005, 15:43
PRECE PELOS VÍCIOS

Senhor, venho humildemente hoje a Tua presença rogar proteção e amparo, pelos vícios que trago comigo e dos quais não consigo me libertar...
Sei que são ruinosos aos meu corpo e ao meu espírito mas não me sinto forte o suficiente para abandoná-los, encontrando-me vazio e entendiado sempre que distante deles.
Dos vícios abaixo, por mais aceitos socialmente e por mais incentivados, ajuda-me a abandonar:
O vívio do cigarro, ajuda-me a abandonar!
O vício da bebida alcólica, ajuda-me a abandonar!
O vício da alimentação excessiva, ajuda-me a abandonar!
O vício da infidelidade, ajuda-me a abandonar!
O vício da prática sexual compulsiva, ajuda-me a abandonar!
O vício da sensualidade vulgar, ajuda-me a abandonar!
O vício da palavra impensada, ajuda-me a abandonar!
O vício da maledicência, ajuda-me a abandonar!
O vício da inveja, ajuda-me a abandonar!
O vício da falsidade, ajuda-me a abandonar!
O vício do ressentimento, ajuda-me a abandonar!
O vício da arrogância, ajuda-me a abandonar!
O vício do orgulho tolo, ajuda-me a abandonar!
O vício da preguiça, ajuda-me a abandonar!
O vício da má vontade, ajuda-me a abandonar!
O vício da omissão, ajuda-me a abandonar!
Todos os vícios, meu Deus, ajuda-me a abandonar!
Os males da Terra existem porque nossa resistência moral ainda é frágil e pouco ou nada fazemos para que ela se torne barreira intransponível a tudo que possa causar prejuizo a nós ou ao nosso próximo.
As doenças, a má qualidade de vida, os lares destruídos, as esperanças juvenis minadas, a prostituição, as drogas, os desvios de caráter, as perversões, as aversões inextinguíveis, as guerras, as tramas sórdidas, a morte, e o todo o mal, em si, são frutos de pequenos vícios que se tornaram grandes ameaças pela força de adesão de imensa parcela humana à sua nefasta influência!...
Ajuda-me, Senhor, a enxergar o mal que os vícios produzem em meu espírito, destinado por Ti à glória das Alturas, e concede-me força para extinguí-los em mim. Que minha presença seja notícia de saúde física, mental e moral nos locais em que transito, e incentivo pessoal a que meus irmãos de jornada passem igualmente a amar-se mais, cultivando o que é bom e belo à vida que desfrutam, e deixando para trás todo e qualquer hábito vicioso que possa ocasionar o seu atraso e a sua ruína.

Assim seja!

André Luiz, IDEAL André, 10.03.2003*
Título: Re: Prece pelos Vicios
Enviado por: brunolas em 03 de Setembro de 2005, 11:15
Viva amigos ;)


É uma prece interessante, e fez-me lembrar que vícios não é apenas o consumo de tabaco / alcool  ou consumo de qualquer outro tipo de substância (legal ou não)
Este tópico saltou-me à vista porque tenho reparado com alguma frequência este tipo de preces no meio espírita, mas sinceramente ainda não percebi bem a lógica destas preces "pre-fabricadas".

Esta é de autoria de André Luiz, um espirito muito reconhecido no nosso mundo com mensagens muito edificantes, mas ainda mais por isso me questiono:


Porquê essas preces "pre-fabricadas"?
Do que adianta ler uma prece se não se estão a sentir o que lêm? (Isto quando essa prece tem mesmo a ver connosco, ou quando se encaixa na realidade da nossa vida.)

Uma prece nobre e reconhecida seria género de um desabafo sincero e pedido de ajuda para com deus ou nosso guia, e neste caso sendo o tema "Vicios", essa prece estaria associada a alguma vontade de mudar, e não ler um texto que até pode não se identificar connosco...

Isto não é uma crítica, sou eu apenas a questionar-me. Tal como disse, tenho visto no meio espírita muitas orações em série para todo o tipo de ajuda ou problema e tenho perguntado a mim mesmo qual o real sentido deste tipo de preces.  ???

abraços a todos  :)
Título: Re: Prece pelos Vicios
Enviado por: aruanda em 03 de Setembro de 2005, 11:37
Olá Bruno,ainda bem que voltaste já estava com saudades.
Realmente concordo contigo. parece-me que André Luiz nãoescreve as preces com ideias pré-concebidas que nós as usemos assim, apenas fazem parte de um livro onde essa prece encaixa na hora e no momento certo (penso que é isto).
Nós é que em vez de entendermos essa mensagem que está implicitamente contida apenas nos limitamos a copiar.
Eu concordo contigo que o que não sai directamnete do coração não é uma verdadeira prece.
Beijos para ti.
Abraços
Título: Re: Prece pelos Vicios
Enviado por: António Luís em 09 de Setembro de 2005, 12:55
Estou de acordo com o Brunolas e com a Aruanda.
Além do mais, a prece em referência é muito longa e repetitiva, logo ao ler-se perde-se um pouco a atenção que se deveria ter.
Penso, porém, que estas preces são úteis, pois alertam-nos para situações da vida em que nos esquecemos completamente, como por exemplo de agradecer nossa saúde; nossa consciência; nosso riso; nossas alegrias; enfim, outras coisas mais. Então, ao lê-las ficamos com vontade de também orar-mos a Deus por tudo quanto se passa à nossa volta, funcionando assim estas preces como referências.

Um abraço,
Toni
Título: Re: Prece pelos Vicios
Enviado por: M em 10 de Setembro de 2005, 23:19
Os nossos hábitos por vezes falam mais alto que o nosso raciocínio. Muito boa gente anda com preces espíritas dobradas na carteira, e "recita-as" em momentos de dificuldade, assim à laia de fórmula mágica. Espalhados por este mundo, há centros que recomendam "ciclos de oração", prescrevendo um número exacto de dias - sete, pois claro... Má interpretação doutrinária, sem dúvida.

Jesus exemplificou a oração do Pai-Nosso. Orava e convidava-nos a orar. Em O Evangelho Segundo o Espiritismo há exemplos de preces. Nunca é demais lembrarmos que a prece é um acto de telepatia com a espiritualidade superior. Através dela apuramos a nossa sensibilidade para as boas intuições que os bons Espíritos nunca deixam de nos dar. A prece não capta "favores" divinos - fortalece-nos perante os embates da vida e ajuda-nos a seguir uma boa conduta. Assim sendo, as palavras não são importantes. Apenas a sinceridade, a boa-vontade. As preces escritas podem inspirar muitos de nós, como exemplos de espiritualidade que são.

Dito isto, agradeço ao Paulo Inácio o texto que trouxe. Há quem demonize vícios como o das substâncias ilegais, e esqueça outros vícios, também graves. 
Título: Re: Prece pelos Vicios
Enviado por: brunolas em 03 de Julho de 2009, 11:20
Os nossos hábitos por vezes falam mais alto que o nosso raciocínio. Muito boa gente anda com preces espíritas dobradas na carteira, e "recita-as" em momentos de dificuldade, assim à laia de fórmula mágica. Espalhados por este mundo, há centros que recomendam "ciclos de oração", prescrevendo um número exacto de dias - sete, pois claro... Má interpretação doutrinária, sem dúvida.

Jesus exemplificou a oração do Pai-Nosso. Orava e convidava-nos a orar. Em O Evangelho Segundo o Espiritismo há exemplos de preces. Nunca é demais lembrarmos que a prece é um acto de telepatia com a espiritualidade superior. Através dela apuramos a nossa sensibilidade para as boas intuições que os bons Espíritos nunca deixam de nos dar. A prece não capta "favores" divinos - fortalece-nos perante os embates da vida e ajuda-nos a seguir uma boa conduta. Assim sendo, as palavras não são importantes. Apenas a sinceridade, a boa-vontade. As preces escritas podem inspirar muitos de nós, como exemplos de espiritualidade que são.

Dito isto, agradeço ao Paulo Inácio o texto que trouxe. Há quem demonize vícios como o das substâncias ilegais, e esqueça outros vícios, também graves. 


Grande Mário, palavras sábias :)
Título: Re: Prece pelos Vicios
Enviado por: Fernando B. em 03 de Julho de 2009, 13:29
Concordo com o pensamento de todos acima.

Acredito que as verdadeiras preces são aquelas que são ditas do fundo do coração e não aquelas que são ditas pelos labios independentes de serem pré-concebidas ou não.

No entanto acho que as preces que nos são ensinadas tais como o Pai Nosso, Prece de Cáritas, Prece ao Anjo Ismael, as coletaneas de preces que o Evangelho nos ensina, não deixam de ser importantes, pois além dos pedidos e agradecimentos que elas contém, elas acima de tudo nos deixa sempre alguma orientação, algum ensinamento, um conselho, enfim, sempre há algo a mais que devemos observar e refletir sobre as palavras que elas nos trazem!

Muitos irmãos tem dificuldade em formar palavras para fazer uma oração espontanea e então sempre oram as preces mais conhecidas em nosso mundo, e eu particularmente não vejo problema algum nisso, desde que sejam oradas com sinceridade e fervor, ela será ouvida pelo Nosso Pai, pelos Bons Espiritos encarregados de nos trazer o remédio certo do laboratório Divino para os nossos problemas do corpo e do Espirito!

O que precisamos nos atentar quando oramos tais preces é que por exemplo, quando pedimos ao Nosso Pai que seja feita a vossa vontade assim na terra e como nos céus, será que temos a capacidade realmente de aceitar a vontade do Pai, ou estamos pedindo para que seja feita a nossa vontade?????
Ou então quando pedimos para que seja perdoado as nossas dívidas assim como perdoamos os nossos devedores, realmente estamos perdoando aqueles que cometem faltas para conosco?????

Enfim, não importa com são ditas as palavras e sim o nosso estado quando queremos orar para pedir, agradecer ou mesmo confubular com os seres das esferas superiores!

Fiquem todos na paz de Jesus!
Título: Re: Prece pelos Vicios
Enviado por: mileka em 06 de Dezembro de 2009, 12:47
Muito interessante! fez-me ver q os vícios estão a todo instante nos colocando diante de uma provação, pq são diversos e quase imperceptíveis.  Cabe a cada um se observar, fazer uma auto crítica e corrigir.E como fazer isso? orai e vigiai.

Viva amigos ;)


É uma prece interessante, e fez-me lembrar que vícios não é apenas o consumo de tabaco / alcool  ou consumo de qualquer outro tipo de substância (legal ou não)
Este tópico saltou-me à vista porque tenho reparado com alguma frequência este tipo de preces no meio espírita, mas sinceramente ainda não percebi bem a lógica destas preces "pre-fabricadas".

Esta é de autoria de André Luiz, um espirito muito reconhecido no nosso mundo com mensagens muito edificantes, mas ainda mais por isso me questiono:


Porquê essas preces "pre-fabricadas"?
Do que adianta ler uma prece se não se estão a sentir o que lêm? (Isto quando essa prece tem mesmo a ver connosco, ou quando se encaixa na realidade da nossa vida.)

Uma prece nobre e reconhecida seria género de um desabafo sincero e pedido de ajuda para com deus ou nosso guia, e neste caso sendo o tema "Vicios", essa prece estaria associada a alguma vontade de mudar, e não ler um texto que até pode não se identificar connosco...

Isto não é uma crítica, sou eu apenas a questionar-me. Tal como disse, tenho visto no meio espírita muitas orações em série para todo o tipo de ajuda ou problema e tenho perguntado a mim mesmo qual o real sentido deste tipo de preces.  ???

abraços a todos  :)

Título: Re: Prece pelos Vicios
Enviado por: Fausto Faria Matos em 08 de Dezembro de 2009, 04:03
Concordo contigo, acho que a maior prece que podemos fazer é aquela que vem do nosso íntimo, e não as "pré-fabricadas", não quero descurar a importância delas, mas quantas vezes se leêm preces como máquinas, limitando-se a repetir incessantemente as mesmas palavras, por vezes quase como mantras (isso é outra história), eu não sou muito dado a preces , mas um dia inspirado por sei lá o quê, criei uma simples prece , apenas uma quadra, mas quando a digo sinto mais em conexão com Deus do que se repetir as preces "pré-fabricadas". Resumindo acho que cada ser humano tem a sua prece, e deve procurá-la no seu interior, assim no meu entender estará mais perto de Deus. abraços.
Viva amigos ;)


É uma prece interessante, e fez-me lembrar que vícios não é apenas o consumo de tabaco / alcool  ou consumo de qualquer outro tipo de substância (legal ou não)
Este tópico saltou-me à vista porque tenho reparado com alguma frequência este tipo de preces no meio espírita, mas sinceramente ainda não percebi bem a lógica destas preces "pre-fabricadas".

Esta é de autoria de André Luiz, um espirito muito reconhecido no nosso mundo com mensagens muito edificantes, mas ainda mais por isso me questiono:


Porquê essas preces "pre-fabricadas"?
Do que adianta ler uma prece se não se estão a sentir o que lêm? (Isto quando essa prece tem mesmo a ver connosco, ou quando se encaixa na realidade da nossa vida.)

Uma prece nobre e reconhecida seria género de um desabafo sincero e pedido de ajuda para com deus ou nosso guia, e neste caso sendo o tema "Vicios", essa prece estaria associada a alguma vontade de mudar, e não ler um texto que até pode não se identificar connosco...

Isto não é uma crítica, sou eu apenas a questionar-me. Tal como disse, tenho visto no meio espírita muitas orações em série para todo o tipo de ajuda ou problema e tenho perguntado a mim mesmo qual o real sentido deste tipo de preces.  ???

abraços a todos  :)

Título: Re: Prece pelos Vicios
Enviado por: Intuitiva em 07 de Julho de 2010, 22:42
Penso que as preces não necessitam ser decoradas, mas realmente é importante que saiam do coração de quem as pronuncia, entretanto, penso que alguns irmãos, quando afundados na depressão e no vício, muitas vezes se esquecem de elevar um pensamento a Deus por vontade própria, então as preces "pre-fabricadas" servem como um incentivo e muitas vezes como um despertar para imensas possibilidades. Muitas vezes nem estamos pensando em elevar uma prece ao senhor e de repente nos cai nas mãos uma oração que nos comove, nos motiva e nos faz sentir vontade de permanecer em contato com o Criador. Nenhuma palavra que possa nos elevar é perdida.