Forum Espirita

GERAL => Psicologia & Espiritismo => Toxicodependência => Tópico iniciado por: Elsamar em 25 de Março de 2009, 15:59

Título: O milagre do Natal de 94
Enviado por: Elsamar em 25 de Março de 2009, 15:59
O Milagre do Natal de 94



 Era o dia 21 de Dezembro de 1994. Estava frio naquela manhã. Tudo tinha ficado combinado na véspera. Tinha chegado a hora de partir, em busca daquela que podia ser a sua última oportunidade de recuperar para a vida. Consigo levava só a roupa e o seu menino, tão pequenino. Levava também a força e o apoio daqueles que lhe queriam bem.

Foi antes do almoço que Salomé entrou com o seu filho naquela casa. Era uma casa grande, com rés-do-chão e dois pisos. Tinha muitas janelas e varandas, muito espaço e ficava num sítio muito bonito, lá em cima, muito lá em cima, de onde dava para ver toda a cidade.

A Salomé era toxicodependente. Não sabia como tinha entrado naquela situação, mas sabia que o que mais queria era voltar a ser feliz. E vinham-lhe à ideia, as memórias da sua infância.
Naquela casa encontrou outras almas perdidas, tão ou mais perdidas que a sua. E encontrou os outros, os que estavam ali para ajudá-las a encontrarem-se.

Chegou o dia de Natal e como a Salomé não podia sair daquele espaço por algum tempo, a família fez-lhe chegar um presente. Era uma fotografia da sua filha mais velha, num passe-partout de plástico transparente. Por trás tinha uma inscrição que dizia: “Para a minha Mãe querida, ofereço com muito amor. Cura-te e vem depressa, que eu estou bem, mas preciso do teu calor.”

A Salomé chorou e sentiu-se desesperada. Ela sabia que os seus pais fariam o possível para que nada faltasse à sua filhinha. Mas onde iria Salomé encontrar o calor que a sua filha reclamava? As saudades da sua menina gelaram-na ainda mais. Foi aí que se lembrou daquele episódio no qual Jesus se dirige aos fariseus e aos escribas que lhe trouxeram uma mulher apanhada em adultério à sua presença, para que ali mesmo fosse apedrejada, como castigo, segundo a lei de Moisés. Jesus inclinando-se, pôs-se a escrever com o dedo na terra, e disse-lhes: “O que de vós está sem pecado, seja o primeiro que lhe atire a pedra”. Eles ouvindo isto, foram-se retirando, um após outro, começando pelos mais velhos; ficou só Jesus e a mulher, que se supõe, seria Maria de Magdala. Ele levantando-se, disse-lhe: “Mulher, onde estão os que te acusavam? Ninguém te condenou?” Ela respondeu:”Ninguém, Senhor”. Então disse Jesus:”Nem eu te condeno; vai e não peques mais”.

Salomé ficou entusiasmada com aquele pensamento. Talvez ainda não fosse tarde. Pediu ajuda ao seu Anjo da Guarda. Falava com ele e suplicava-lhe para que lhe arranjasse uma maneira de ela encontrar o caminho da felicidade. O seu Anjo não mais a abandonou. Os Anjos gostam que falem com eles. São como o génio da lâmpada de Aladino, existem para ajudar a realizar os desejos. Cada um tem de pedir com muita força, muita vontade, mas com muita humildade, para que eles mostrem o caminho certo.

Durante 10 longos anos, Salomé e o seu Anjo, de mãos dadas, fizeram uma longa caminhada. Percorreram bonitas planícies, mas por vezes também algumas montanhas se lhes deparavam. No entanto foi assim que ela acabou projectos que tinha deixado a meio e alcançou metas que pensava serem inatingíveis.

Hoje a Salomé sabe que não teria conseguido fazer esta caminhada sem a ajuda, dos amigos, dos técnicos, dos pais, dos filhos e principalmente do seu Anjo.

Mas foi o pedido da sua filha que fez, com que acontecesse um milagre no Natal de 94.



Novembro de 2004

Elsamar


Título: Re: O milagre do Natal de 94
Enviado por: lucineide.c em 01 de Abril de 2009, 07:52
      Olá Elsamar,que texto bacana!
      Salomé sentiu-se motivada a encontrar o caminho da felicidade.Não foi fácil , mas ela conseguiu vencer. Nada estar perdido nem nunca estaremos sozinhos.





 Um abraço !
Título: Re: O milagre do Natal de 94
Enviado por: procura em 01 de Abril de 2009, 08:05
Bom dia

Um texto de animo e esperança muito bonito.
Fiquei todo arrepiado e com lágrimas nos olhos.

Obrigado


Bem Haja
Título: Re: O milagre do Natal de 94
Enviado por: Elsamar em 02 de Abril de 2009, 18:53
Amigos,

também eu fico arrepiada quando leio este texto.
Não por ser eu a autora, mas sim por ser a protagonista.
Se servir de ajuda a uma só pessoa que possa estar na mesma situação, já valeu a pena.

Abraços.

P.S. Tudo isto se passou ainda antes de eu conhecer o espiritismo. Prova de que realmente temos um espírito protector que nos ama muito. Ele nunca me abandonou.