Forum Espirita

GERAL => Psicologia & Espiritismo => Toxicodependência => Tópico iniciado por: Hamilton em 15 de Setembro de 2008, 00:53

Título: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: Hamilton em 15 de Setembro de 2008, 00:53
Preciso urgentemente saber a melhor forma de estar presente e poder ajudar um grande amigo do coração, envolvido com o vício das drogas. Digo estar presente pois algumas vezes é arriscado recebê-lo em casa por não saber o seu real estado e se está realmente sozinho...Não posso acreditar que a vida nos colocou próximos sem que para isso houvesse uma razão. Acredito que é minha obrigação de amigo estar do seu lado exatamente nos piores momentos, quando tantos criticam, desacretidam e fogem.
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: SandraMara em 23 de Setembro de 2008, 03:00
Olá

Não acredito que eu seja a pessoa mais instruída para responder-te, mas tentarei apenas manifestar minha experiencia com trabalhos profissionais que desenvolvi nesta área. Primeiro ponto, é que antes de haver qualquer problema espiritual, há uma doença organica que necessita de acompanhamento profissional. Mas antes também de haver este acompanhamento profissional, a pessoa tem que sentir a vontade e o desejo de mudar. O que é possível ser feito neste momento é verificar se seu amigo percebe a gravidade do problema e se deseja ser ajudado. Caso a resposta seja negativa, sua possibilidade de auxílio vai se restringir ao seu bom exemplo e suas orações. Dependendo da abertura que ele der, poderia sugerir para que ele o acompanhe em alguma palestra de algum Centro sério ou para acompanha-lo a receber o passe.
 Se ele se perceber doente, pode inicialmente sugerir a necessidade de que ele procure auxílio, que pode vir de um médico, um psicólogo, ou mesmo de um Centro Espírita sério, o que for de mais fácil aceitação.

Tudo tem que ser feito com total respeito ao livre arbítrio dele e sua ajuda só será efetiva se vc não julgá-lo ou mesmo se contaminar com o sofrimento que é dele. Caso contrário, ao invés de resolver um problema, criará dois.
Lembre-se que ninguém muda ninguém, apenas podemos aprender uns com os outros. A decisão de mudança tem que partir dele, caso contrário vc se frustrará muito.

Enfim, muita paciencia e perscistencia, pois é um caminho longo e cheio de espinhos o que está pretendendo percorrer.

Desejo profundamente que obtenha exito em seu intento...

Um abraço

Sandra

Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: Hamilton em 24 de Setembro de 2008, 23:36
Sandra, agradeço muito sua gentileza. O caso dele é muito grave e já vem se arrastando a algum tempo. Já houve ajuda espiritual aqui em BH, no Centro Espirita Oriente, e após algum tempo afastado, meu amigo não resistiu e mergulhou novamente neste verdadeiro abismo. Tenho ficado cada vez mais horrorizado com a situação. Ele, inclusive já me roubou, me ameaçou com faca, tentou arrombar a porta do ap. Na casa dele (são meus vizinhos de porta) as coisas também não foram diferentes. Para complicar o pai dele está com cancer e a mãe também teve cancer recentemente e faz controle da doença. Quando ele faz as coisas que descrevi acima, sempre, invariavelmente ele liga chorando, pedindo perdão e ajuda. Estou ficando muito confuso com tudo. Agora ele tem pedido sempre dinheiro alegando dívidas e que corre risco de vida se não pagar. Ontem mesmo a mãe conseguiu levá-lo num psiquiatra e agora ele vai ter acompanhamento e medicação. Digo isto pelo que vc disse: cuidado para não transformar o problema dele em seu problema. Acho que é isso que está acontecendo. Nós somos amigos há mais de 10 anos e isto tudo tem sido um sofrimento enorme, principalmente a sensação de impotência. Hoje ele tem 28 anos, tem um ótimo emprego e as coisas estão assim por dizer "laderia abaixo". Eu o conheço muito bem e sei que ele tem um coração bom, é amoroso, adora a mãe e fica sempre muito arrasado com o que ele mesmo vem fazendo. Vou seguir seu conselho, rezar muito e procurar não me deixar envolver mais (digo emocionalmente) com o caso pois estamos todos, parece, doente, sem conseguir paz. Foi muito bom você lembrar-me do livre arbítrio pois a decisão será sempre dele mesmo. Eu realmente não consigo sentir nem mesmo raiva com as agressões que já sofri, apenas uma tristeza muito grande e também uma sensação enorme de impotência. Fico também muito preocupado com o que possa acontecer com ele, tipo ser assassinado, coisas assim. Que Deus te abençõe muito. 
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: janne em 25 de Setembro de 2008, 11:11
OI Hamilton, que barra , nossa amiga disse bem sobre o livre arbitrio ... e é uma pena que ele não tenha continuado o tratamento no centro , um problema como esse tem raízes profundas que afetam o corpo , mente e espírito e na grande maioria das vezes, é alimentado por espiritos viciados que se ligam a ele em busca do prazer que as drogas ainda lhe oferecem( vampirizações) e acaba afetando a todos , amigos e familiares enfim, todos ligados afetivamente. E uma das formas que vc tem para ajudar é orar por vc, para o seu fortalecimento , e pedir a Deus por ele e sua família... as drogas crian um rastro de sofrimento , ajude seu amigo mas não entre nesse circulo de sofrimento tente elevar sempre seu pensamento buscar na fé , nas pessoas , lugares e coisas que te ofereça paz e refrigério p seu espirito . Fique na paz  :-*
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: Hamilton em 26 de Setembro de 2008, 04:07
Janne, obrigado de verdade. Há coisas que acontecem com gente para as quais não estamos verdadeiramente preparados. Nunca imaginei mesmo, sequer em sonho, viver uma situação tão, nem mesmo sei dizer tão o que. Às vezes parece que é um filme. Fiqueit tomado de verdadeiro pavor de drogas pois posso ver como isto destrói as vidas, não só do viciado, mas da família e dos amigos. Parece um filme de terror só que os personagens somos nós mesmos. Tenho tentado, de verdade, manter equilíbrio e
desculpe, não posso nem escrever agora. Que Deus nos proteja a todos. Tenho vontade de chorar às vezes sinto que Fica com Deus.
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: SandraMara em 27 de Setembro de 2008, 03:02
Olá Hamilton

Fiquei muito triste ao verificar a gravidade do problema, mas tente não desanimar. Você está tentando jogar a bóia para um náufrago que está se afogando, mas ele só vai pegá-la se quiser. Eu sei que assistir à um suicídio não é fácil, mas o que vc podia fazer por ele, pelo que descreveu, já foi feito. Agora percebo que vc precisa fazer algo por si próprio. Existe um fator muito complicado no tratamento com dependentes químicos que se chama co-dependência. Todos os que amam o dependente adoecem junto, e passam a direcionar todas as energias para tentar resgata-lo, entretanto, acabam tão desvitalizados e tão desesperançosos quanto ele próprio. Retomando o exemplo que eu citei, é muito comum a pessoa além de jogar a bóia, pular na água e tentar salvar o náufrago nadando, mas este, por estar em choque, se agarra tão fortemente ao salvador que impossibilita o resgate, acabando ambos mortos.
Tente romper seu ciclo de co-dependência, vc também vai precisar de orações, passes e tudo o que puder ser feito para resgatar seu equilíbrio. Cuidado! Aparentemente vc também está adoecendo. É muito comum isso acontecer, mas pense que um doente precisa de remédio e não de outro doente. Jogue a bóia, mas não pule na água, vc não é profissional para fazer isso. Deixe este serviço para quem estiver habilitado, se é que alguém vai conseguir fazê-lo.
Cuide-se.....

Um abraço, votos de paz e muita harmonia

Sandra
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: Hamilton em 28 de Setembro de 2008, 03:39
Muito obrigado pelas palavras amigas. Hoje fui a uma reunião na Associação Espirita Christofer Smith e me senti mais fortalecido. Ainda a pouco o pai dele me ligou avisando que ele já parou o tratamento, deixou de tomar os remédios e pediu pra eu não abrir a porta pra ele de forma alguma. É duro, né? Que Deus te proteja muito. Sinto que perdi um amigo de longa data. Imagina só, a gente brincava juntos parece que há tão pouco tempo. quem podia imaginar que eu não poderia nem mesmo abrir a porta da minha casa pro meu amigo. Eles ( o pai e a mãe dele) tem medo do que ele possa fazer. 
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: Hamilton em 08 de Outubro de 2008, 02:30
Hoje fiquei sabendo que ele já não está tomando os remédios mais, não liga pro psiquiatra (ele tinha que ligar todos os dias). Os pais e o irmão tem de dormir com o quarto trancado. O casamento dos pais já acabou (eles não se entendem mais por causa dele. O pai acha que a mãe defende muito e fica encobrindo). Como tá ficando complicado. O pai até ficou esperando eu entrar com medo de ele aparecer e aprontar, e olha que a gente mora no mesmo andar, quase porta em frente a porta. Que Deus nos proteja.

Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: ammaelis em 08 de Outubro de 2008, 10:37
Olá Hammilton, desculpe a pergunta:

de que droga se trata exactamente?

Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: Hamilton em 08 de Outubro de 2008, 12:22
Nos achamos que é crake (é assim que se escreve?) e cocaina. Ta ficando feio a coisa.
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: Hamilton em 22 de Outubro de 2008, 03:57
Ele agora foi demitido. O pai não permite que ele fique em casa desempregado (a mãe tá sofrendo demais). Ficamos sabendo que ele foi morar com uma mulher bem mais velha, parece que ela já tem 38 anos e tem uma filha de 15 anos. É viciada em drogas, tem transtorno bipolar. Já não temos notícias há 3 dias. Ele diz que está muito envergonhado pela decepção que causou a todos e tá sumido. Estamos preocupados demais. Ele adorava o emprego, exatamente para o qual se formou na faculdade. Agora imagino que está com vergonha de ter sido demitido, triste sem saber o que fazer. Como ele já não tem mais celular é difícil qualquer comunicação. Tenho medo que meu amigo se envolva ainda mais com as drogas por não ver saída, pela vergonha, pelo fato que (imagino) a maior parte dos "amigos" agora vai desaparecer (ele trabalhava na TV) e pela companhia que arrumou (sem querer julgar, acho que ela não é apropriada por estar envolvida em drogas e por ser totalmente "descompensada". Parece que tudo que podemos fazer é envolve-lo em boas vibrações e orações. Será que vai ser bastante? Se acontecer algo pior será que foi por falta de ação dos amigos? Não sei mais o que fazer. Alguem que puder ajude com orações ou algum conselho. As coisas, parece, vão ter um desfecho muito triste. Gostaria muito de ser capaz de ajudar.
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: janne em 22 de Outubro de 2008, 09:48
Hamilton, sua procupação até certo ponto é louvavvel, mas não se esqueça da possibilidade de escolhas que seu amigo tem , escolhas essas defendidas pricipalmente em nossa doutrina... entregue essa situação nas maãos de Deus que tudo sabe, e quanto a você ??? O que vc faz por vc??? e outros além desse seu amigo??? O que eu percebo é que sua preocupação tem talvez feito vc se esquecer da sua própria vida, dos livros que não tem lido, das musicas que não tem ouvido, das risadas que não tem dado , do céu que poucas vezes tem levantado o rosto p ver, das energias que vc tem dispensado em uma situação que para melhorar o outro tem que querer...Hamiltom quando amamos alguém queremos fazer por ele o que achamos melhor, mas nem sempre podemos , queremos que esse ser que amamos seja envolvido em uma proteção... mas quando uma criança começa a andar é impossivel amarrar nele travesseiros para amortecer a queda.Dê tempo ao tempo suas orações serão validas mas saiba como orar, e busque viver um pouco a sua vida para que se fortaleça, se recupere de todas as energias despendidas , e saiba que todos os conselhos que damos e acredito eu que vc deve ter dado muitas a esse seu amigo, precisa amadurecer dentro dele, n~so adianta esperar frutos antes da hora.Fica na paz , procure se envolver com coisas que te façam bem , ore por vc... Que a luz Divina te envolva, fica na paz :-*
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: Hamilton em 23 de Outubro de 2008, 02:07
Jane, muitissimo obrigado por suas palavras tão cheias de razão. Sabe, as vezes fico meio perdido, pois estou morando sozinho, meu irmão voltou pro interior e nem ele e nem minha podem podem, nem mesmo sonhar que tudo isto está acontecendo pois iriam "morrer de preocupação". Não posso conversar sobre isto com quase ninguem pra preservar a imagem do meu amigo e desta forma, às vezes me sinto meio sem saber pra que rumo ir ou até mesmo o que pensar direito. Você ajuda muito mais que imagina. Este forum tem sido muito bom pra eu poder até mesmo desabafar e ouvir pessoas sensatas. Que Deus te abençoe e ilumine muito. Fica com Deus (reza prá ele, por favor). 
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: janne em 23 de Outubro de 2008, 09:59
Oi  Hamilton , que bom  saber que o fórum tem te ajudado ...  busque realizar em casa o estudo do evangelho ,  faça sempre no mesmo horario , ore medite , escolha uma leitura do evangelho e leia com atenção. E nesses momentos não pense em seu amigo , busque o seu fortalecimento, o equilibrio das suas energias e a do seu lar. Nossos pensamentos tem força, as tristezas causam uma energia densa , que "cola " nos objetos que usamos, e principalmente em nós, podem causar desequilibrios e doenças... a prática da leitura do evangelho, orações, visualizaçoes mentais de lugares , paisagens , isso causa uma "faxina" em nós e em nosso lar.  E eu espero que  fique  cada dia  melhor... Que Deus  nosso Pai  te ilumine...Fique na paz :-*
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: Hamilton em 28 de Outubro de 2008, 00:52
Jannie, muito obrigado novamente. A mãe dele me falou hoje que ele apareceu, tomou banho, cortou as unhas e eles vão ao psiquiatra esta semana. Ele, parece, vai se internar agora pois já viu que não dá conta sozinho. Que bom né? De qualquer forma acho que agora vai dar certo. Desculpe ter demorado em te responder mas tive uma perda enorme na quinta. Meu gatinho de estimação faleceu. Teve uma crise, levei ele na emergência mas não teve jeito. Agora tô ainda mais sozinho mas tenho certeza que o espirito dele foi bem acolhido e agradeço a Deus por ter me permitido ficar com ele esse tempo (foram 9 anos). Fica em Paz, com Deus no coração. Que Deus te abençoe e proteja sempre. Acho que vc nem mesmo imagina como suas palavras foram ( e são) importantes. Estou procurando ler o Pão Nosso em casa (em voz alta pois me aconselharam assim, pra todo mundo poder ouvir, apesar de morar sozinho) e tenho dormido melhor. Agora só a saudade do Leon (meu gatinho de estimação que se foi). Grande abraço.
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: janne em 28 de Outubro de 2008, 09:11
Oi Hamilton fico feliz pelo seu amigo... as libertações de vicios seja ele qual for depende da vontade da pessoa , já conheci casos que o paciente tem tamanha vontade de se libertar que consegue " quaze" q sozinho, porém o contrario quando todos querem que ele se trate , todos se mobilizam ,mais o paciente não quer eu numca vi... esse é um momento importante onde as pessoas que o amam vão ter uma importância fundamental, sejam firmes, e busquem auxilio proficional é excencial ... perder um amiguinho de estimação também não é facil... porém esses nossos "auxiliares" tem um princípio , uma energia que sobrevive após a morte fisica, mas a distância entre eles e os seres humanos é a mesma que nós e Deus.Eles tem uma energia  em constante evoluçao , porém sempre pertencerão ao grupo de animais ... mas quem tem ou teve um amiguinho sabe da importância que eles tem em nossas vidas e a responsabilidade que temos com eles  e com essa energia que habita o corpinho deles , porque somos criados pelo mesmo Pai," seu fluído" após o seu desencarne  é tratado pelos espiritos que a isso compete e imediatamente utilizados em novas vivências ... o nosso amigo Chico Xavier melhor do que nós sabia disso mais isso não o impedia de se entristecer quando perdia seus animaisinhos e tratava-os como se fossem da familia , vc pode ler alguns casos dele em suas biografias... esse tema vc encontra no Livro dos Espiritos  Fica na paz Hamilton que Jesus o guie.
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: SandraMara em 05 de Novembro de 2008, 23:16
Olá Hamilton

Sinto muito pela perda de seu amiguinho. Eu sei que todo animalzinho de estimação é insubstituível, mas procure pensar em outro animal, que também merece ser amado, para te fazer companhia, pois todos nós temos necessidade de sermos esperados por alguém e de cuidar também. Cuidar de um novo animalzinho vai ocupar sua mente, estimular sua solidariedade, preencher algumas lacunas. A solidão às vezes nos torna tristes e amargurados.

Votos de muita paz e seja feliz....

Sandra
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: Hamilton em 05 de Novembro de 2008, 23:32
Sandra e Janne, obrigado de coração por vocês existirem. E como dizem, tudo acontece na hora exata e com as pessoas certas, não é? Tenho sentido demais a falta do Leon. Hoje faz 15 dias que ele se foi mas acho que a saudade parece como um conta gotas, vai caindo no coração da gente e dói um bocado. Sempre agradeço a Deus por ter me permitido conviver com ele tanto tempo. Tenho rezado prá São Francisco acolher a almazinha dele. As vezes vem na minha cabeça, nunca mais, nunca mais .
Tenho que pensar em outras coisas. Ele sempre ficava triste quando me via triste. Meu outro amigo tá parecendo um zumbi. Aparece todo barbudo, com a roupa suja. A mãe ainda não conseguiu interná-lo e nem mesmo sabe onde ele tá dormindo. Ontem o porteiro me falou que ele apareceu lá pelas cinco da manha e pediu pra usar o banheiro do prédio e depois foi embora. Tenho um pouco de medo de encontrar com ele sozinho e quase nem saio mais.  Bom, vou estudar agora e esquecer tudo isso. Que abençoe vocês todas e ajude muito como vocês tem me ajudade.
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: Fausto Faria Matos em 08 de Dezembro de 2009, 03:54
O crack é degradante, tenho estado a ler os seus textos, e esta história tocou-me, por ter experiências semelhantes, eu acho que no teu caso, para além de rezar por ele, pela familia dele, você deve tb tentar vizualizá-lo de uma forma positiva, porque a visualização, aliada á oração, podem ser muito poderosas, mas de qualquer forma, é uma batalha dura, mas com ajuda, de tratamentos aliada ao lado espiritual, acho que tudo se resolve, mesmo sendo o crack super viciante, e por vezes difícil de largar, mas com fé, esperança e muitas orações acho que tudo se vai resolver, porque a droga, têm o seu lado psicológico e físico, mas na realidade é um vazio espiritual, e quem se droga busca na verdade um caminho espiritual, só que não sabe como lá chegar, que tudo corra bem , e decerto que vai correr, há um livro de Deepak Chopra( Como vencer as dependências) que fala sobre os vícios e as depêndencias, e lá explica muito bem esse assunto, abordando tb o lado espiritual, cumprimentos
Nos achamos que é crake (é assim que se escreve?) e cocaina. Ta ficando feio a coisa.
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: Fausto Faria Matos em 08 de Dezembro de 2009, 04:13
Arranja outro gato, decerto num canil terão muitos gatos para dar, não há nada como ajudar os animais, e combater a solidão ao mesmo tempo ...
Sandra e Janne, obrigado de coração por vocês existirem. E como dizem, tudo acontece na hora exata e com as pessoas certas, não é? Tenho sentido demais a falta do Leon. Hoje faz 15 dias que ele se foi mas acho que a saudade parece como um conta gotas, vai caindo no coração da gente e dói um bocado. Sempre agradeço a Deus por ter me permitido conviver com ele tanto tempo. Tenho rezado prá São Francisco acolher a almazinha dele. As vezes vem na minha cabeça, nunca mais, nunca mais .
Tenho que pensar em outras coisas. Ele sempre ficava triste quando me via triste. Meu outro amigo tá parecendo um zumbi. Aparece todo barbudo, com a roupa suja. A mãe ainda não conseguiu interná-lo e nem mesmo sabe onde ele tá dormindo. Ontem o porteiro me falou que ele apareceu lá pelas cinco da manha e pediu pra usar o banheiro do prédio e depois foi embora. Tenho um pouco de medo de encontrar com ele sozinho e quase nem saio mais.  Bom, vou estudar agora e esquecer tudo isso. Que abençoe vocês todas e ajude muito como vocês tem me ajudade.
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: Hamilton em 16 de Dezembro de 2009, 23:38
Olá Fausto... Obrigado pelas digas. Muitas vezes um pequeno (aparentemente) gesto pode significar tanto... Meu amigo agora vai se casar (em 23 de dezembro) mas ainda tem várias recaidas. Ontem mesmo ele fugiu e só apareceu por volta das 06h30 da manhã. Estamos aprendendo a lidar melhor com esta situação toda e agora, o que tem ficado é uma sensação enorme de cansaço. Sinto que se eu pudesse dormir (tenho tido muita insônia), eu iria dormir por uns 3 dias seguidos. Que Deus abençoe seu coração generoso.. fica em paz e quando puder manda notícias, ficarei feliz. 
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: raiodesol em 11 de Maio de 2010, 21:17
ei amigo tambem tenho esse problema com minha filha,ela tem 31anos e um fiho de 11anos,o qual ninguem suporta a criança, ele é desprezado por muita gente (a criança)por nâo ter educaçao e nem quem dá, na escola quase todo dia o diretor reclama,jà esta na terceira escola, porque pedem transferencia dele, a mãe vai na escola briga,ainda acha que esta certa, quando nâo joga a culpa nas costas da gente,o menino mente, inventa, eu penso porque será que o menino esta pagando pele mãe?
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: Hamilton em 15 de Maio de 2010, 14:20
Olá Raio de Sol... Tenho observado que as pessoas que possuem viciação nas drogas ficam extremamente abaladas e há grandes mudanças na forma de agir, que decorrem do vício. Pessoas doces, cordatas e sensíveis se tornam agressivas, histéricas, mentirosas. Precisamos lembrar que é uma doença, gravíssima e que o tratamento médico é muito necessário. Mas gostaria de lembrar que não devemos pensar que alguem "paga" alguma coisa pelos outros. A justiça divina nos mostra que cada um recebe segundo suas obras e que não existem acasos nos encontros havidos quando estamos encarnados. O nascimento de uma criança num meio hostil pode significar inúmeras situaçãoes, às quais não nos é dado conhecimento, mas precisamos fé e a certeza de que acima de tudo paira a sabedoria divina. Fica em paz, busca consolo nas orações e na prática do bem sempre. Se quiser conversar ou mesmo desabafar mande mensagens pessoais através deste forum. Seria muito bom e de grande ajuda para mim.
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: Marta41 em 23 de Setembro de 2010, 15:34
Oi Hamilton e seu amigo? Descobri que meu marido usa cocaína, e espero que ele possa se livrar, pois estou fazendo tudo o que disseram para vc, mesmo sem ter lido antes e acredito que ele se libertará, mesmo não querendo ajuda. Ele diz que já é usuário há 15 anos e estou com ele a 5 e nunca havia percebido, quando descobri comecei a cuidar espiritualmente e conversei com ele sem julgar. Sofro, mas peço ajuda aos meus mentores que têm me deixado calma e com forças para viver a vida. Tenho certeza que conseguirei superar e ele também
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: Hamilton em 24 de Setembro de 2010, 00:30
Olá Marta, muito obrigado por sua resposta. Infelizmente as drogas estão atingindo todas as pessoas, mesmo as mais improváveis. Meu amigo agora está casado mais continua tendo recaidas, mais ou menos 1 por mês. Tem tomado medicamentos e obtido ajuda espiritual que é o que mais ajuda acredito. Acho que a resposta está sempre no amor, em aceitarmos nossos dependentes como doentes que precisam amor, mas com responsabilidade, ou seja, não podemos "ir limpando a sujeira que produzem por si próprios" conforme me disse uma psiquiatra. Eles precisam saber as consequencias de seus atos para poderem mensurar o que estão provacando em si e naqueles que os amam. Espero sinceramente que você encontre apoio espiritual e de seus amigos pois as situações são extremamente difícieis. Tome muito cuidado para não adoecer também. Eu acabei ficando depressivo de forma severa por não saber lidar com a situação. Conte sempre comigo e com nossos amigos espirituais e escreva semrpe que achar que precisa desabavar. Parece que a dependência química é doença crômica, ou seja, teremos sempre que conviver com a possibilidade de recaida. Muita paz e harmonia e por favor, conte com minhas orações e apoio.
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: dOM JORGE em 07 de Julho de 2011, 01:15
                                        VIVA JESUS!


        Boa-noite! queridos irmãos.

              
Os doze passos da sobriedade


1 - ADMITIR

Há uma piadinha sem graça que corre nos corredores dizendo: “- Não sou viciado. Largo o vício quando quiser. Já larguei vinte vezes”. O primeiro passo é realmente admitir para si mesmo de que precisa de ajuda.

2 – CONFIAR

Confiar em Deus e em si mesmo. Apelar para o Alto é fundamental. Basta observar a vida que encontraremos as marcas do insondável. Olhando para o passado notaremos como fomos auxiliados por Deus.

3 – ENTREGAR

A humildade é a chave da nossa recuperação. Confiar em nossa determinação e nos programas de recuperação. Entender que o “só hoje vou me abster”, repetido a cada novo dia, é o caminho para a superação do vício.

4 – ARREPENDER-SE

O arrependimento eficaz faz parte da lei dos homens e das leis de Deus. Ele é o primeiro passo para uma nova vida e a prevenção contra recaídas futuras.

5 – CONFESSAR

Confessar para si mesmo que foi fraco não é desonra. Dar o bom exemplo para os demais interessados na recuperação é honra. Esteja preparado para o testemunho da queda, mas, acima de tudo, para o testemunho da nova vida. Não importa quantas vezes caímos. Importa sim que agora estou de pé novamente.

6 – RENASCER

Uma nova vida nos aguarda. O pior dos facínoras merece o carinho de Deus. É preciso que “o homem novo” de Paulo, o apóstolo, renasça das nossas cinzas e nos projete para uma nova vida digna e confiável. A nossa determinação para esse renascimento é fundamental.

7 – REPARAR

“De boas intenções o inferno está cheio.” Efetivas providências não podem ficar no “acho”, “tenho vontade” ou “vou pensar”. O preço de uma vida digna parte da total convicção de que estamos procurando o melhor para nós mesmos.

8 – PROFESSAR A FÉ

Seja qual for a nossa religião, contemos com Deus. Nos momentos mais difíceis ele nos sustém, aclara nossa mente e mantém o nosso bom ânimo. Ele espera, no entanto, que façamos a nossa parte. “Ajuda-te que o Céu te ajudará.”

9 – ORAR E VIGIAR

"Sede prudentes como as serpentes e símplices como as pombas."

Relaxar na vigilância é chamar o vício de volta. “Um olho no peixe, outro no gato”, costumava asseverar meu pai. Tomar os medicamentos prescritos, contar com a ajuda de Deus, sem jamais abdicar da vigilância contra as incursões de “amigos” que queiram nos manter na vida escura da dependência. Vigilância constante.

10 – SERVIR

Meu padrinho costumava dizer: “Deus ajuda a quem trabalha e ajuda mais ainda quem ajuda o próximo”. Quer ser feliz? Faça alguém feliz. A melhor maneira de chegarmos à sobriedade é ajudar alguém a se tornar sóbrio.

11 – CELEBRAR

A melhor celebração da vitória passa pelo respeito pelo adversário. Respeite a sua situação antiga. Não subestime os perigos do tóxico. Se estamos fortes, continuemos fortes, sem desmerecer os perigos do vício. Vida nova. Com precauções novas.

12 – FESTEJAR

Integre-se em um grupo social. Seja ele ligado a uma religião, esporte, arte ou filosofia. A melhor festa é estar com gente sã e equilibrada ao seu lado. Invertendo o ditado, poderíamos dizer: “Dize-me quem és e que te direi com quem andas”.

(Os “passos” são de autoria do AAA. Apenas os comentários são meus.
Nota do Autor.)

        Sidney Sanches Fernandes



                                                               PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Drogas, viciação e libertação
Enviado por: MarcusLisboa em 25 de Julho de 2012, 21:36
Olá pessoal
Já faz alguns anos que acompanho esse forum porém esta é minha primeira postagem.
Também conheço uma pessoa nessa situação de drogas, é uma pena ver uma pessoa que você percebendo bem tem bom coração, cair nessas garras e não poder ajudar. Já tentei de tudo também, e até agora nada funcionou, vou tentar leva-lo ao centro espirita agora nem que tenha que pagar para leva-lo. Uma coisa recentemente tem me incomodado, e foi um dos motivos de eu ter feito este post, que é o fato de agora estarmos morando na mesma rua. Quando o conheci ele era da cidade vizinha, e agora esta morando na mesma cidade que eu, por duas vezes encontrei ele perto de minha casa, e não sei, fico pensando o que fazer.

Não sei se devo convida-lo a entrar em casa, ou o que acho mais prudente que ele não saiba ao certo meu endereç, já que devido a sua doença, temo que ele aparela diversas vezes pedindo dinheiro ou coisa assim, sempre que o encontro ele pede alguma coisa, mas só ofereço coisas de comer. Acho importante uma relação mais proxima, mas temo me aproximar.