Forum Espirita

GERAL => O que é o espiritismo => Existência de Deus => Tópico iniciado por: Leone em 16 de Novembro de 2008, 18:49

Título: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Leone em 16 de Novembro de 2008, 18:49
Caros irmãos

Será que conseguirei obter resposta significativa e conclusiva a estas dúvidas?

Cumprimentos e desejos de muita paz
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Leone em 18 de Novembro de 2008, 19:54
Caros irmãos

Será que conseguirei obter resposta significativa e conclusiva a estas dúvidas?

Cumprimentos e desejos de muita paz

?????? >:( :(
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Carlos Ribeiro em 18 de Novembro de 2008, 20:04
O que é Deus? É a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas.
Quem é Jesus? É o Espírito mais puro que alguma vez reencarnou no nosso planeta.
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Taprobana em 18 de Novembro de 2008, 21:59
Olá  Leone!

As suas questões são imposiveis responder de forma conclusiva num só topico... a resposta dada pelo nosso irmão Carlos Ribeiro é exacta mas talvez insficiente para a energia que a sua questão contém... ela trespassa de uma vez só todos os estudos que levamos a cabo. Sugiro a leitura dos livros de Kardec e o provilégio de continurmos a contar com a sua presença aqui neste forum na certeza que essas questões serão respondidas por si mesmo.

Um abraço amigo.
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Gigii em 18 de Novembro de 2008, 22:30
Leone...talvez a resposta esteja dentro de ti...

Não é nos livros que encontramos Deus...é o que eu sinto.

Em anexo, ofereço-te um pequeno reflexo da minha introspeção sobre Deus...

Não desistas de procurá-LO  ;)
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Atma em 18 de Novembro de 2008, 22:42
OI amigos,
deixo aqui minha contribuição nesse sentido.

O Verbo
 
 “No princípio era o Verbo...”

        O apóstolo João ainda nos adverte que “o Verbo era Deus e estava com Deus".

        Deus é amor e vida e a mais perfeita expressão do Verbo para o orbe terrestre era e é Jesus, identificado com a sua misericórdia e sabedoria, desde a organização primordial do planeta.

        Visível ou oculto, o Verbo é o traço da luz divina em todas as coisas e em todos os seres, nas mais variadas condições do processo de aperfeiçoamento.

Emmanuel - O Consolador
 
 
 *Deus*

Ó Deus! que sois o Eterno Pensamento,

A Vontade Suprema, o Movimento,

Por excelência – a Ação!

Que sois a Fonte donde jorra a Vida,

Que sois o Ignoto Ponto de Partida

De toda a Criação!

Deus! Pai Augusto e Bom dos Universos!

Aceitai minha prece nestes versos,

A minha adoração!

Que a pobre lira se estremece e humilha,

Quando a minha’alma, ó Pai! – a vossa filha,

Entoa esta canção!

Desde a ameba perdida pelos mares,

Desde o inseto que plaina pelos ares,

Velais por mim, Senhor!

E pelo tempo em fora vos buscando,

Hei-de ir chorando e rindo e me arrastando,

Empós do Vosso Amor!

Vossa grandeza imensa não me esmaga!

Vossa destra potente e amiga afaga

O vosso filho, ó Deus!

E eu me estremeço e canto delirante,

Quando vos fito a sós, por um instante,

Do val dos prantos meus!

O’ Deus! O’ Pai! O’ Vida! O’ Amor Eterno!

Sede bendito, pois! Eu me prosterno

Perante Vós – ó Luz!

Dai-me coragem, Pai, para buscar-Vos!

Dai-me forças e fé para encontrar-Vos

Nos passos de Jesus!


Fonte: SANT’ ANNA, Hernani T. Canções do Alvorecer. 3. ed., Rio de Janeiro: FEB, 1994, p. 9-10.

Revista REFORMADOR - julho 2001

Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Victor Passos em 29 de Dezembro de 2008, 22:33
OLa Leone
Muita paz
  Atma já te deu uma relação Espirita da Causa primaria de todas as coisas...e renovo com o seguinte....


Deus e Você

Só Deus pode criar
Mas você pode valorizar o que Ele criou
Só Deus pode dar a fé
Mas você pode dar o seu testemunho
Só Deus pode dar o amor
Mas você pode ensinar amar
Só Deus pode dar a alegria
Mas você pode sorrir à todos
Só Deus pode dar a força
Mas você pode apoiar à quem desanimou
Só Deus é a luz
Mas você pode fazê-la brilhar aos olhos dos seus irmãos.
Só Deus é o caminho
Mas você pode indicá-lo aos outros
Só Deus é a vida
Mas você pode restituir aos outros o desejo de viver
Só Deus pode fazer milagres
Mas você pode ser aquele que trouxe os cinco pães e os dois peixes
Só Deus pode fazer o que parece impossível...
Mas você pode fazer o possível
Só Deus se basta à si mesmo, Mas ele preferiu contar com você.
DEUS te abençoe....


Muita paz


VICTOR PASSOS
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: hcancela em 31 de Dezembro de 2008, 14:42
                                               IRMÃOS/AS)

Temos irmãos numerosos em todos os planos da natureza,desde as rochas soniolentas até os serafins celestes.
A todos devemos amar e enviar eflúvios de amor e paz,para deles receber vibrações de tranquilidade  e harmonia.
A atração das moléculas é uma força que dimana da Divindade,que busca reunir novamente as particulas que se dispersaram.Deus se manifesta sempre na atração:tudo o que é repulsão é diabólico,isto é,afastamento de DEus.
Em todos os reinos da natureza,Deus se manifesta pela atração,pela coesão,pela simpatia e pelo amor.
Todo serviço requer amor.
O amante dá,enquanto o mercenário cobra.
O amor distribui,enquanto o egoismo recolhe.
O amor se entrega,enquanto a vaidade se exalta.
O amor constroi,enquanto o ódio destroi.
O amor envolve,enqueanto a raiva escoiceia.
O amor inflama,enquanto a indiferença gela.
O amor levanta,enquanto a frieza joga ao chão.
Distribui amor em constante irradiação,que parta de teu coração.E os eflúvios que de ti partam,anullarão todas as investidas do mal e dos maus.
O amor que impôe identidade de opiniões é tirania.
O amor é força mais poderosa do homem e resolve os seus problemas mas,porque é mais humilde:dá sempre,sem nada pedir.
O amor destroi,com suas vibrações de alta frequência em onda curta,as vibrações de baixa frequência que suportamos em nossa carne.
O amor é o perdão total porque o "amor cobre a multidão de pecados"(1ªEpistola de Pedro 4,8).A quem ama tudo lhe é perdoado,pois "muitos pecados lhe são perdoados,porque muito amou"(Lucas 7,4).
O amor é o perdão e a anulação de todos os erros,porque DEus é amor.
O amor é a alavanca e o ponto de apoio:o ponto de partida e o ponto de chegada;o principio,o meio e o fim,porque o amor é Deus.
Qualquer que seja a manifestação de amor-se for amor verdadeiro e não apenas desejo ou paixão-é a mais pura manifestação Divina.

CARLOS J.T.PASTORINO


SAUDAÇÕES FRATERNAS
CANCELA
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Atma em 31 de Dezembro de 2008, 15:34
Existência de Deus

Conta-se que um velho  servo analfabeto de uma caravana, orava com tanto fervor e com tanto carinho, cada noite, que, certa vez, o rico chefe da grande caravana chamou-o a sua presença e lhe perguntou:

Por que oras com tanta fé? Como sabes que Deus existe, quando nem ao
menos sabes ler?

O crente fiel respondeu:

Grande senhor, conheço a existência de Nosso Pai Celeste pelos sinais dele.

Como assim? - indagou o chefe, admirado.

O servo humilde explicou-se:

Quando o senhor recebe uma carta de pessoa ausente, como reconhece
quem a escreveu?

Pela letra.

Quando o senhor recebe uma jóia, como ‚ que se informa quanto ao autor dela?

Pela marca do ourives.

 
O empregado sorriu e acrescentou:

Quando ouve passos de animais, ao redor da tenda, como sabe, se foi um
carneiro, um cavalo ou um boi?

Pelos rastros - respondeu o chefe, surpreendido.


Então, o velho crente convidou-o para fora da barraca e, mostrando-lhe o

céu, onde a Lua brilhava, cercada por multidões de estrelas, exclamou,

respeitoso:

Senhor, aqueles sinais, lá em cima, não podem ser dos homens!

Nesse momento, o orgulhoso caravaneiro, de olhos lacrimosos, ajoelhou-se na areia e começou a orar também.
cele.org.br.
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: parajoao em 31 de Dezembro de 2008, 17:17
DEUS é o CRIADOR .  É a Causa primária de tudo.
JESUS é a Espressão maior da criação. Na terra foi o filho do carpinteiro, se disse filho enviado de Deus e considerado REI dos REIS. Foi o Mestre do conhecimento sobre a  Causa primária e seus ensinamentos serão eternos e imutáveis para a orbe terrestre.
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Isis Maria em 24 de Fevereiro de 2009, 10:31
Leone, desejo-lhe um dia ILUMINADO!!

Deus é tudo isso que foi exposto pelos irmãos Taprobana, away , atma, Victor Passos, Cancela, parajoao e muito mais...

Para mim Deus é....
 
é o sol que ilumina a estrada da minha vida e aquece minha alma,
é a lua que vigia meus sonhos,
é o mar que me transmite força e energia,
é a suave brisa que acaricia meu rosto,
é a flor que perfuma minha existência e me faz ver que não estou sozinha,
é a alegria estampada no rosto das pessoas que tanto quero bem
é onde a solidariedade, a fraternidade, a caridade se faz presente...

... enfim, Deus é o amor e a paz que levo dentro do meu coração por onde quer que eu vá...
 

e Jesus é nosso irmão exemplar e tão querido
Jesus é o CAMINHO A VERDADE E A VIDA...

A vida é um presente de Deus, sou eternamente grata ao Pai Celestial pela preciosa  oportunidade de aqui estar, aprendendo, aperfeiçoando, melhorando, evoluindo... AMANDOmuitoooo...


Luz, Paz, Amor é o que desejo hoje e sempre!!!

Isis
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: hcancela em 25 de Fevereiro de 2009, 22:34
Olá amigos(as)

Muitos errados andam ,aqueles que atribuem a um castigo de Deus todo e qualquer sofrimento.Não seja desses.Deus ama ,não castiga. Deus é pai de todos ,e não é carrasco de ninguem.Se Ele usasse os sofrimentos e as doenças para se Vingar das nossas faltas e dos nossos erros, então os Evangelhos não estariam repletos daquelas passagens nas quais vemos Jesus atraindo a Si tantos sofredores e doentes para os consolar e curar com divina Bondade.Confie no Senhor!

SAUDAÇÕES FRATERNAS
CANCELA
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Anton Kiudero em 25 de Fevereiro de 2009, 23:02
O nada

Olho e o vejo,
na alegria da criança,
na tristeza do velho,
na paixão dos amantes,
no desespero dos que clamam por socorro,
nos olhos brilhantes dos que percebem a verdade,
nos olhares opacos dos que ainda vivenciam as ilusões,

No ar,
na brisa,
nas tempestades,
nas marés,
nos átomos.
Olho para o céu,
e o vejo, criando e amparando bilhões de galáxias,
e em cada galáxia, bilhões de estrelas,
e o vejo também em cada uma das criaturas em todos estes orbes,
vejo-o no tempo,
e também na ausência de tempo,
na luz e também na ausência de luz.

Fecho os olhos, para não vê-lo, mas ouço,
ouço o riso da criança,
o pranto do desesperado que não o conhece,
o som do mar,
o som da terra,
o som do vento,
o som dos planetas e das galáxias,
o som do universo.

Tampo os ouvidos, para não ouvi-lo, mas o sinto,
a criança esta em mim,
o velho esta em mim,
os amantes estão em mim,
o desesperado está em mim,
a verdade e a ilusão estão em mim,
o ar, a brisa, as tempestades, as marés, os átomos, as estrelas e as galáxias,
todo o universo esta em mim,
e o tempo e sua ausência também estão em mim,
e estou nele e ele esta em mim.

Não quero senti-lo,
fecho-me.
Mas o que fecho, que não seja ele?
Como explicar o que não tem explicação?
Como falar de realidades para quem ainda vive a ilusão?
Como mostrar que tudo é um, nada é separado?
Como falar e ser compreendido?
Ele é o mestre,
ele é o que cria a vida,
e também quem a destrói,
é a voz da mãe e também o brado do verdugo,
é a riqueza e também a pobreza,
a alegria e a tristeza.

Quero calar.
Mas como calar?
Se ele faz a luz surgir do nada,
cria universos pelo pensamento.
Se o que percebo vem dele?
Se o que penso é ele?
Como calar?
E o que fazer?

Ele apenas é,
não sei seu nome nem mesmo sei como definir o que é,
ele é o nada,
é o nada que é tudo.



Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Leone em 03 de Março de 2009, 11:03
Obrigado a todos os que tão brilhantemente expuseram a sua visão pessoal respondendo à questão que coloquei.

Concordo com as várias visões sobre o tema e lamento que o ser humano, que se considera superior e inteligente, tenha, ao longo dos séculos, utilizado o nome de DEUS, supremo bem e bondade, para tantas atrocidades cometer.

Desejo muita paz para todos.

 
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Fábio Soares em 19 de Novembro de 2009, 18:37
Olá Leone...

Além do está respondido no Livro dos espíritos, entendo que Deus é o AMOR maior que move todo o Universo. Que faz todos os seres, até mesmos os primitivos, terem harmonia mesmo diante da ignorância. Deus é a força que equilibra o Universo...é a Inteligência que evolui o espírito desde a rocha bruta até o ser Iluminado. Deus é Você, sou eu, é o amigo, é o animal, o vegetal o mineral, ou seja, Deus é Tudo.
Jesus..... ah Jesus! este é norte que devemos seguir...é a bulsola que nos orienta para o Amor eterno...é o mapa que nos leva até o tesouro imortal...é o irmão mais velho que nos protege diante de nossas quedas. Enfim, Deus é o AMOR supremo e Jesus é o Caminho que nos leva até o AMOR supremo; A Verdade  que nos tira da ignorância e Vida que nos torna eternamente felizes.
Abraços freternos.
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Vitor Santos em 19 de Novembro de 2009, 21:41
Olá

Citar
Concordo com as várias visões sobre o tema e lamento que o ser humano, que se considera superior e inteligente, tenha, ao longo dos séculos, utilizado o nome de DEUS, supremo bem e bondade, para tantas atrocidades cometer.

Utilizando o nome de Deus e outros pretextos. Deus dá-nos a liberdade necessária para podermos progredir. As atrocidades somos/ fomos nós que as provocámos com a nossa acção, ou as que deixamos acontecer com a nossa omissão.

Se nós também provocámos/ provocamos o mal aos outros, e se somos todos iguais perante Deus, não podemos esperar que os outros só nos façam o bem. Nem que só nos façam o mal, claro.

Se estamos neste planeta é porque a nossa imperfeição ainda não nos permite reencarnar noutro melhor. Podemos resolver isso, progredindo o mais rapidamente possível, ou seja, aprender o que a vida nos quer ensinar.

Estou plenamente convicto que chegaremos a um ponto na eternidade que nos espera, em que já não precisamos de aprender as coisas que este mundo permite aprender, porque já aprendemos.

E então vivermos em mundos pacificos, em que o desejo de fazer o bem abunda mais do que o de fazer o mal. 

bem haja
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: hcancela em 21 de Novembro de 2009, 18:41
Olá amigos(as)

Há coisas de tanto serem maravilhosas, não se explicam.

DEUS não se explica, mas sim sente-se.


SAUDAÇÕES FRATERNAS
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Aldebaran em 21 de Novembro de 2009, 18:57
Olá,

Francamente, não vejo a necessidade de transferir a discussão de um tópico para outro.

O que vai acontecer é que, veremos os mesmos argumentos, das mesmas pessoas repetidas aqui.

E nem terminaram de responder as questões que estão colocadas lá no outro tópico e já se abre um outro aki.


Boa sorte.

Renato


Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Felipa em 21 de Novembro de 2009, 23:31
Caros irmãos

Será que conseguirei obter resposta significativa e conclusiva a estas dúvidas?

Cumprimentos e desejos de muita paz



Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas.
DEUS É ETERNO. Se Ele tivesse tido um começo, teria saído do nada, ou, então, teria sido criado por um ser anterior. É assim que, pouco a pouco, remontamos ao infinito e à eternidade.
É IMUTÁVEL. Se Ele estivesse sujeito a mudanças as leis que regem o Universo não teriam nenhuma estabilidade.
É IMATERIAL. Quer dizer, sua natureza difere de tudo o que chamamos matéria, pois de outra forma Ele não seria imutável, estando sujeito às transformações da matéria.
É ÚNICO. Se houvesse muitos Deuses, não haveria unidade de vistas nem de poder na organização da matéria.
É TODO-PODEROSO. Porque é único. Se não tivesse o poder-soberano, haveria alguma coisa mais poderosa ou tão poderosa quanto Ele, que assim não teria feito todas as coisas. E aquelas que ele não tivesse feito seriam obra de um outro Deus.
É SOBERANAMENTE JUSTO E BOM. A sabedoria providencial das leis divinas se revela nos menores como nas maiores coisas, e esta sabedoria não nos permite duvidar da sua justiça nem da sua bondade. Lembremo-nos de que encontramos Deus em nossa experiência mais íntima. Quer sejamos crentes ou ateus - estamos sempre procurando transcender-nos rumo a metas cada vez mais novas e nunca completamente realizáveis. Nesse sentido, a experiência superficial é alienante. Somente num constante esforço de aprofundamento de tudo o que nos rodeia é que podemos alcançar a riqueza da vida. Desse modo, convém sempre nos dirigirmos a Deus alicerçados na humildade e simplicidade de coração, com o bom ânimo de atender primeiramente à Sua vontade e não à nossa.


maria47
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: EsoEstudos em 21 de Novembro de 2009, 23:38

Saudações a todos!

Um pequeno porém significativo trecho do livro O Céu e o Inférno, pág. 154

[...]
Não há dúvida de que Jesus é o mensageiro divino enviado aos homens para
ensinar-lhes a verdade
, e, por ela, o caminho da salvação; mas contai - e somente após
a sua vinda - quantos não puderam ouvir-lhe a palavra da verdade, quantos morreram
e morrerão sem conhecê-la, quantos, finalmente, dos que a conhecem, a põem em prática.
[...]



Numa única frase: Jesus é o mensageiro divino aos homens para ensinar-lhes a verdade.

Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: rbya em 12 de Maio de 2010, 04:11
 ??? Também me pergunto sempre o que, quem, como é DEUS e não há resposta, claro, além das óbvias, carregadas de misticismo e/ou sentimentalismo.
Não tem como responder o q a gente não sabe e possivelmente não tem condições de entender. :o

 :-\ Já JESUS é mais fácil ... é? ...  :-[
Bem, temos os livros espíritas como o "HÁ 2000 anos" e outros tantos contando momentos e/ou detalhes da passagem de JESUS na Terra ...
Temos o Novo Testamento que foi selecionado de tantos outros escritos contando a vida de JESUS, reescrito para atender as necessidades políticas do Imperador Constantino, deturpado para atender diferentes posições políticas de outros imperadores e papas em vários concílios ... mas é um registro ...
Temos o Evangelho segundo o Espiritismo ...
Temos as visões modernas que falam em naves, comandates intergalácticos, sendo Jesus um desses comandantes ...
E por ai vai ...

São respostas difíceis, Leone ...  :-[

Penso q cada um tem q refletir, estudar e chegar às suas próprias respostas, dentro do q acredita e da bagagem de conhecimentos q conseguiu adquirir, sem nunca desprezar a intuição, claro! ::)
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: pedro adonias em 11 de Julho de 2012, 17:17
Yeshua Ben Yossef- Jesus Cristo, foi sua última reencarnação no planeta Terra, veio em processo de evolução para se tornar um espiríto mais purificado, em outra reencarnação, cerca de 2.000 anos antes esteve como o 11º filho de Jacó, José do Egito. Hoje é o governador da Terra.
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: pedro adonias em 11 de Julho de 2012, 17:20
Deus não tem um formato conhecido por nós, é a mais pura essência da bondade, com uma forma pura de energia.
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Mourarego em 11 de Julho de 2012, 17:21
Mano Pedro,
você até que ia bem até afirmar que jesus, hoje é o governador da Terra.
avalie mano, que foi ele mesmo quem disse: "Meu Reino não é deste mundo".
Abração,
Moura

Yeshua Ben Yossef- Jesus Cristo, foi sua última reencarnação no planeta Terra, veio em processo de evolução para se tornar um espiríto mais purificado, em outra reencarnação, cerca de 2.000 anos antes esteve como o 11º filho de Jacó, José do Egito. Hoje é o governador da Terra.
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: pedro adonias em 11 de Julho de 2012, 19:04
Caro Irmão MouraRego,
"Governador da Terra", é apenas um expressão, sobre a citação "Meu reino não é deste mundo", tem várias interpletações, se for debater com você, perderiamos muito tempo, como por exemplo, pode está relacionado com reino material, a que ele pode ter se referido no dialogo com Pilatos sobre ser rei de Israel. Tem outra citação como "Ninguem vai ao pai se não for através de mim", etc. Mas o que eu quiz dizer no meu humilde conhecimento foi que, os espiritos que materializados ou não que aqui vivem, tem uma relação muito com o espirito de Jesus.
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Sr.91 em 11 de Julho de 2012, 22:50
Será que Jesus realmente é o Governador da Terra? Outros orbes também assim se regem, com mentores, governadores, ou similares?

Jesus foi um espirito missionário, que trouxe ao nosso planeta a conduta que todos os filhos do criador terão um dia e se tornou famoso por escritos e pela igreja.
Mas, por esse motivo, ele veio a se tornar o governador do planeta? Sendo Deus a causa primeira de tudo, é necessário acreditarmos nesse título?

Os espíritos são os instrumentos de Deus, porém não pertencemos a um planeta propriamente, sendo Jesus considerado superior, não se faz obrigatório a continuidade para a classe dos puros?
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: pedro adonias em 12 de Julho de 2012, 00:31
"Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai se não por mim."; "Caminhamos pela fé, e não pela visão." "és precioso aos meus olhos.Troco reinos inteiros por ti"Jesus Cristo; A missão de Jesus é ser nosso pastor aqui na terra.
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Sr.91 em 12 de Julho de 2012, 01:16
"Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai se não por mim."; "Caminhamos pela fé, e não pela visão." "és precioso aos meus olhos.Troco reinos inteiros por ti"Jesus Cristo; A missão de Jesus é ser nosso pastor aqui na terra.

Oi Pedro . Algumas filosofias ou escolas religiosas entendem que o ''EU/MIM que Jesus refere-se é o eu interior ou a divindade presente em nós; não propriamente Jesus como o mediador ou o que nos levará a esse encontro. Todavia, sua conduta e seus ensinamentos de uma forma ou de outra conduzem a Deus sim, levando o espirito humanizado a refletir sobre sua permanência aqui e o amor que deve devotar ao seu próximo .
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: pedro adonias em 12 de Julho de 2012, 01:22
É verdade viajante, ainda estamos muito longe do verdadeiro conhecimento, temos muito que evoluir.
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Sr.91 em 12 de Julho de 2012, 01:26
É verdade viajante, ainda estamos muito longe do verdadeiro conhecimento, temos muito que evoluir.

Temos sim Pedro, muito a evoluir refletindo sempre e questionando também .
As vezes, novo amigo, tudo é uma questão de ponto de vista  por isso há tantas divergências no entendimento ..
Um AbraçOo


Ps: Mas, mesmo com tantas divergências, sempre é valido estudarmos de tudo um pouco e retirar o que é bom !
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Jorge Murta em 28 de Julho de 2012, 03:03
A pergunta fala em "QUEM é Deus?" Mas, Deus não é um "quem", pois se fosse um "quem" estariamos dando a Deus  a conotação de um deus pessoal, ou seja, seria um deus personificado, logo a pergunta é "O que é Deus?" É a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas. Fazendo-se a indagaçao sobre Deus desta forma, estaremos despersonificando Deus (ou seja, saindo da antiga ideia de um deus antropomorfico), para percebermos Deus como uma força inteligente e criadora.

Aliás, o nome "deus", a titulo de curiosidade, deriva do indo-europeu deiwos (resplandecente, luminoso), que designava originariamente os celestes (Sol, Lua, estrelas etc.) por oposição aos humanos, terrestre por natureza. Zeus (supremo deus dos gregos) nome derivado da raiz “DIEU-", que já encontramos no substantivo lat. dies (dia) -> nominativo singular. Onde reside a raiz comum das palavras que refere. O substantivo latino Deus deriva da raiz DEIEU-, que exprime a idéia de “luzir”, o Luminoso.... O estudo comparativo destas línguas permitiu reconstruir uma protoforma que constituiu a fonte do latim deus. Esta palavra, reconstruída (como não tem uma forma escrita atestada, é representada por um asterisco) como *deiwos ou *deiHwos. Esta forma proto-indo-européia explica o sânscrito deva, o gaulês devos, o irlandês dia, dé, o germânico Tiuz, anglo-saxão Tiw (o deus que dá nome à terça-feira em inglês, Tuesday), nórdico Týr, o persa avéstico daevo, o lituano Dievas.

Ora conclusão: A palavra *deiHwos teria o significado original de “luminoso, brilhante”, pois é derivado da raiz *deiH- “brilhar”, donde vem também o latim dies “dia” e o nome indo-europeu do deus do céu, *Dye:us (donde o grego Zeus, o latim Ju:/piter, o indiano Dyaus). Por conseguinte o que há em comum é a luz, o brilho e......a etimologia das palavras .

O termo é portanto largamente atestado entre as línguas indo-européias, com a curiosa exceção do grego. A palavra theos, embora superficialmente semelhante à raiz deiwos, é geralmente interpretado como significando originalmente “espírito”.


E quem é Jesus? Segundo a questão 625 de O Livro dos Espíritos, ele é o guia e modelo,  representa o tipo da perfeição moral que a humanidade pode aspirar na Terra. Para alguns, Jesus,  de fato, caminhou pela Terra há 2000 anos aproximadamente; para outros, Jesus não teria existido historicamente, mas representa um arquétipo do ser humano a alcançar. 

A palavra arquétipo deriva de archetype que significa tipo original ou modelo primitivo. Carl Gustav Jung (1875-1961) utilizou o termo como sendo o modelo básico do comportamento instintivo, ou ainda como um modo do comportamento psíquico. Eles, os arquétipos, fazem parte da estrutura psíquica, sendo elementos determinantes coletivos do comportamento humano, constituindo-se em tendências comuns. Portanto, nossos comportamentos são regidos pelos arquétipos. Podemos percebê-los indiretamente nos mitos, contos de fadas e, principalmente, nos sonhos.

Seu uso na Psicologia se deve a Jung, que o fez inicialmente no Século XX, aplicando-o apropriadamente em toda a sua obra. Porém podemos encontrar o termo muito antes de Jung tê-lo feito, em O Livro dos Espíritos. Na questão 1009, que trata do tempo das penas impostas aos espíritos, encontraremos uma resposta-mensagem, dada por Paulo, o apóstolo, que afirma o erro de se acreditar no inferno, dizendo o seguinte, num de seus parágrafos: “Quem é, com efeito, o culpado? É aquele que, por um desvio, por um falso movimento da alma, se afasta do objetivo da criação, que consiste no culto harmonioso do belo, do bem, idealizados pelo arquétipo humano, pelo Homem-Deus, por Jesus Cristo.”

E retornando a definição de arquétipo, apresentada no inicio dessa hipótese, pergunto: será que a pergunta 625 e sua resposta não se referiria a uma questão arquetípica, já que a definição é “significa tipo original ou modelo primitivo”? E a questao 625 indaga:

- Qual o tipo mais perfeito que Deus ofereceu ao homem, para lhe servir de guia e modelo?” E os espíritos responderam, simplesmente: – Jesus.

Aliás, hipoteticamente, se se comprovasse que Jesus historicamente nunca existiu? Já pensaram nisso? Isso representaria um desmoronamento na maneira de pensar de muitos. Já, em compensação, os que tem Jesus como guia e modelo, ou seja, um arquetipo e não como personagem histórico sempre presente, a moral atribuída a ele é mensagem que nos interessa seguir, pois é a propria moral espírita. É essa a questão "Jesus".

Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: EsoEstudos em 17 de Novembro de 2012, 18:25
[...]
Aliás, hipoteticamente, se se comprovasse que Jesus historicamente nunca existiu? Já pensaram nisso? Isso representaria um desmoronamento na maneira de pensar de muitos. Já, em compensação, os que tem Jesus como guia e modelo, ou seja, um arquetipo e não como personagem histórico sempre presente, a moral atribuída a ele é mensagem que nos interessa seguir, pois é a propria moral espírita. É essa a questão "Jesus".

Caro Jorge,

Tenho visto seus posts e, reconheço, discordo de vários aspectos da ortodoxia (sem sentido pejorativo algum) que você e nosso confrade Moura adotam (o Moura já se acostumou com minhas elucubraçoes  ;)). No entanto, fiquei surpreso ao ler a colocação acima. Não porque discorde, mas sim porque concordo integralmente.

A transposição do Mito Solar para a cultura hebraica...

O Sermão do Monte foi definido por Gandhi como a síntese de tudo...

Um abraço,

Marco
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Joao Manuel Santos em 17 de Novembro de 2012, 20:57
Olá Jorge Murta, boa noite.

Excelente texto, obrigado.

Quanto à resposta à questão colocada por leone eu iria mais longe do o companheiro Jorge Murta dizendo que: Não "Quem é Deus" e tão pouco O "Que é Deus". Simplesmente eu coloco a questão:
"Que é Deus?"
A resposta que foi dada e é conhecida para mim com toda a lógica; Inteligencia Suprema Causa Primária de Todas as Coisas.

Tão sintética e tão esclarecedora a resposta.

Desejos de muita paz e luz interior.
Um bom fim de semana

João Manuel Santos
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Alesandro Bennati em 17 de Novembro de 2012, 21:45
Deus é o Criador (Causa Primária) de todas as coisas. Inteligência (Individual e Personificada) Suprema!

Jesus é um Espírito de evolução mediana que, como muitos outros, teve um encarnação missionária. Depois daquela encarnação já reencarnou algumas vezes para dar prosseguimento à sua evolução!
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Alesandro Bennati em 17 de Novembro de 2012, 21:51
A pergunta fala em "QUEM é Deus?" Mas, Deus não é um "quem", pois se fosse um "quem" estariamos dando a Deus  a conotação de um deus pessoal, ou seja, seria um deus personificado, logo a pergunta é "O que é Deus?" É a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas. Fazendo-se a indagaçao sobre Deus desta forma, estaremos despersonificando Deus (ou seja, saindo da antiga ideia de um deus antropomorfico)

Caro Jorge Murta,

Conheces a diferença entre Personalidade e Antropomorfismo?
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: VLRC em 17 de Novembro de 2012, 23:49



"Sem nada prejulgar quanto à natureza do Cristo, natureza cujo exame não entra no quadro desta obra, considerando-o apenas um Espírito superior, não podemos deixar de reconhecê-lo um dos de ordem mais elevada e colocado, por suas virtudes, muitíssimo acima da humanidade terrestre. Pelos imensos resultados que produziu, a sua encarnação neste mundo forçosamente há de ter sido uma dessas missões que a Divindade somente a seus mensageiros diretos confia, para cumprimento de seus desígnios. Mesmo sem supor que ele fosse o próprio Deus, mas unicamente um enviado de Deus para transmitir sua palavra aos homens, seria mais do que um profeta, porquanto seria um Messias divino.

Como homem, tinha a organização dos seres carnais; porém, como Espírito puro, desprendido da matéria, havia de viver mais da vida espiritual, do que da vida corporal, de cujas fraquezas não era passível. A sua superioridade com relação aos homens não derivava das qualidades particulares do seu corpo, mas das do seu Espírito, que dominava de modo absoluto a matéria e da do seu perispírito, tirado da parte mais quintessenciada dos fluidos terrestres. Sua alma, provavelmente, não se achava presa ao corpo, senão pelos laços estritamente indispensáveis. Constantemente desprendida, ela decerto lhe dava dupla vista, não só permanente, como de excepcional penetração e superior de muito à que de ordinário possuem os homens comuns. O mesmo havia de dar-se, nele, com relação a todos os fenômenos que dependem dos fluidos perispirituais ou psíquicos. A qualidade desses fluidos lhe conferia imensa forca magnética, secundada pelo incessante desejo de fazer o bem.

Agiria como médium nas curas que operava? Poder-se-á considerá-lo poderoso médium curador? Não, porquanto o médium é um intermediário, um instrumento de que se servem os Espíritos desencarnados e o Cristo não precisava de assistência, pois que era ele quem assistia os outros. [size=14pt]Agia por si mesmo, em virtude do seu poder pessoal, como o podem fazer, em certos casos, os encarnados, na medida de suas forças. Que Espírito, ao demais, ousaria insuflar-lhe seus próprios pensamentos e encarregá-lo de os transmitir? Se algum influxo estranho recebia, esse só de Deus lhe poderia vir. Segundo definição dada por um Espírito, ele era médium de Deus."


A K
A Gênese capitulo xv/2
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Alesandro Bennati em 18 de Novembro de 2012, 02:17



"Sem nada prejulgar quanto à natureza do Cristo, natureza cujo exame não entra no quadro desta obra, considerando-o apenas um Espírito superior, não podemos deixar de reconhecê-lo um dos de ordem mais elevada e colocado, por suas virtudes, muitíssimo acima da humanidade terrestre. Pelos imensos resultados que produziu, a sua encarnação neste mundo forçosamente há de ter sido uma dessas missões que a Divindade somente a seus mensageiros diretos confia, para cumprimento de seus desígnios. Mesmo sem supor que ele fosse o próprio Deus, mas unicamente um enviado de Deus para transmitir sua palavra aos homens, seria mais do que um profeta, porquanto seria um Messias divino.

Como homem, tinha a organização dos seres carnais; porém, como Espírito puro, desprendido da matéria, havia de viver mais da vida espiritual, do que da vida corporal, de cujas fraquezas não era passível. A sua superioridade com relação aos homens não derivava das qualidades particulares do seu corpo, mas das do seu Espírito, que dominava de modo absoluto a matéria e da do seu perispírito, tirado da parte mais quintessenciada dos fluidos terrestres. Sua alma, provavelmente, não se achava presa ao corpo, senão pelos laços estritamente indispensáveis. Constantemente desprendida, ela decerto lhe dava dupla vista, não só permanente, como de excepcional penetração e superior de muito à que de ordinário possuem os homens comuns. O mesmo havia de dar-se, nele, com relação a todos os fenômenos que dependem dos fluidos perispirituais ou psíquicos. A qualidade desses fluidos lhe conferia imensa forca magnética, secundada pelo incessante desejo de fazer o bem.

Agiria como médium nas curas que operava? Poder-se-á considerá-lo poderoso médium curador? Não, porquanto o médium é um intermediário, um instrumento de que se servem os Espíritos desencarnados e o Cristo não precisava de assistência, pois que era ele quem assistia os outros. [size=14pt]Agia por si mesmo, em virtude do seu poder pessoal, como o podem fazer, em certos casos, os encarnados, na medida de suas forças. Que Espírito, ao demais, ousaria insuflar-lhe seus próprios pensamentos e encarregá-lo de os transmitir? Se algum influxo estranho recebia, esse só de Deus lhe poderia vir. Segundo definição dada por um Espírito, ele era médium de Deus."


A K
A Gênese capitulo xv/2



Jesua é um Espírito de evolução apenas um pouco acima da média dos que reencarnam nesse nosso orbe de provas e expiações!

“O muito amor ao mestre faz com que aqueles que o veneram o julguem sem nenhuma culpa a resgatar. Daí o crerem infalido, entre outros, os Espíritos que se comunicaram com a Senhora de Colignon. Desse profundo respeito para com aquele que nos trouxe uma belíssima Doutrina, que procurava inocular no coração humano o sentimento de piedade, da fraternidade, da humildade e do perdão, nasceram vários dogmas religiosos, como o da eterna retidão de Cristo, da virgindade de Maria, da infalibilidade dos textos evangélicos, do corpo fluídico do Mestre, do seu nascimento excepcional...
Perguntaram-me, há pouco, qual a minha opinião pessoal sobre esses pontos.
Ora, meu bom amigo, há pontos que eu não tenho receio de submeter ao cadinho do raciocínio. E se os fenômenos não encontram na experiência milenar nada que os justifique, não sabemos como defendê-los, ou, pelo menos, não o sei eu.
O fato para ser aceito deve ter a comprovação do tempo, o testemunho humano, as lições da história. Se tudo isso nos falha, só possuímos a nosso favor a fé, e a fé não conta para os que querem demonstrar.
Entretanto, aqueles que divergem de nós, colocaram o seu amor ao Divino Mestre em grandes alturas, deixando por esse amor, inteiramente de lado, aquilo que chamamos a nossa RAZÃO.
Não compreendo a Justiça sem que todos passemos pela mesma retorta. Além disso, vemos que os seres agem, nos primeiros estágios da evolução, arrastados pelos instintos, por paixões que o entendimento não pode dominar, por impulsos superiores às forças individuais, por sentimentos que a incultura e a debilidade mental não podem reprimir.
Se há porém, um ser que já foi criado com o discernimento necessário para fiscalizar os seus atos, ou sem as paixões que nos conduzem às faltas, esse é um privilegiado.
Isso é o que me diz o meu raciocínio. Nós vemos, porém, constantemente, os fatos desmentirem os nossos castelos espirituais. É, portanto, perigoso lançar afirmações categóricas, quando começamos a dar os primeiros passos em emio ao imenso nevoeiro que nos cerca.”

                                                                                                                              Carlos Imbasshy.
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Anton Kiudero em 18 de Novembro de 2012, 09:41
"Diariamente, procurem tomar consciência de que vocês não são uma entidade distinta do Senhor, e acabarão sentindo que realmente não existe nenhuma distância entre vocês e Ele.

As conseqüências dessa conscientização são de extrema importância. Vocês sabem que, quando estão em contato com um ser, recebem as suas influências: boas e más. Portanto, se entrarem em contato com o Criador, pouco a pouco, vocês se tornarão luminosos, poderosos e cheios de amor como Ele.

Até agora, seja o que for que fizerem, nunca obterão grandes resultados, pois sempre permanecem como um ser separado, e um ser separado da onipotência divina só pode ser fraco.

Os Mestres da Índia convidam os seus discípulos a repetirem essa fórmula: “Eu sou Ele”, pois impregnando-se dessa verdade, o discípulo compreende que só 'Ele' – isto é, Deus – existe. Então, a sua consciência se expande, ele se funde na imensidão, torna-se 'Ele' e, como 'Ele', pode realizar prodígios."
[/font]

Omraam Mikhaël Aïvanhov
17 de novembro de 2012



Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Vitor Santos em 18 de Novembro de 2012, 10:30
Olá

Os mestres da Índia falam-nos do Deus que há em cada um de nós. Falam do nosso próprio espírito. Deus é, para eles, sinónimo de espírito.   

Jesus também disse que Deus é espírito.

O Deus que há em mim, saúda o Deus que há em si. E também o Deus que é a inteligência suprema, causa primeira de todas as coisas, que criou ambos. E que criou o amor que é a força que une tudo.

bem hajam
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: VLRC em 18 de Novembro de 2012, 11:12
Deus é o Criador (Causa Primária) de todas as coisas. Inteligência (Individual e Personificada) Suprema!

Jesus é um Espírito de evolução mediana que, como muitos outros, teve um encarnação missionária. Depois daquela encarnação já reencarnou algumas vezes para dar prosseguimento à sua evolução!


Bom dia a todos
Gostaria de saber como chegaste a esta conclusão,de que Jesus é um espirito mediano, e também que ja tenha reencarnado novamente,o que nos fala os espíritos superiores pelo LE é que Jesus é espirito de classe superior e o modelo que humanidade terrestre pode almejar .

Abç
Valter LRC
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Mourarego em 18 de Novembro de 2012, 16:29
Neste quesito acertas no alvo amigo Valter.
Não se pode dizer, não sem errar, que Jesus tenha sido um Espírito mediano, isso está comprovado na escala Espírita que o aponta como um Espírito da Classe dos superiores, sendo mesmo o mais puro entre estes.
Se Jesus está na classe dos Superiores não é mediano, pois tal classe é a que mais perto está da classe dos Puros Espíritos, sendo por estes últimos a Classe que foi incumbida de trazer os ensinos hoje codificados por Kardec.
Abraços,
Moura
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 18 de Novembro de 2012, 17:28
Deus é o Criador (Causa Primária) de todas as coisas. Inteligência (Individual e Personificada) Suprema!

Jesus é um Espírito de evolução mediana que, como muitos outros, teve um encarnação missionária. Depois daquela encarnação já reencarnou algumas vezes para dar prosseguimento à sua evolução!


Bom dia a todos
Gostaria de saber como chegaste a esta conclusão,de que Jesus é um espirito mediano, e também que ja tenha reencarnado novamente,o que nos fala os espíritos superiores pelo LE é que Jesus é espirito de classe superior e o modelo que humanidade terrestre pode almejar .

Abç
Valter LRC


Será que Ele reencarnou e foi cristão também?

! ! !

cada uma
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 18 de Novembro de 2012, 17:50



"Sem nada prejulgar quanto à natureza do Cristo, natureza cujo exame não entra no quadro desta obra, considerando-o apenas um Espírito superior, não podemos deixar de reconhecê-lo um dos de ordem mais elevada e colocado, por suas virtudes, muitíssimo acima da humanidade terrestre. Pelos imensos resultados que produziu, a sua encarnação neste mundo forçosamente há de ter sido uma dessas missões que a Divindade somente a seus mensageiros diretos confia, para cumprimento de seus desígnios. Mesmo sem supor que ele fosse o próprio Deus, mas unicamente um enviado de Deus para transmitir sua palavra aos homens, seria mais do que um profeta, porquanto seria um Messias divino.

Como homem, tinha a organização dos seres carnais; porém, como Espírito puro, desprendido da matéria, havia de viver mais da vida espiritual, do que da vida corporal, de cujas fraquezas não era passível. A sua superioridade com relação aos homens não derivava das qualidades particulares do seu corpo, mas das do seu Espírito, que dominava de modo absoluto a matéria e da do seu perispírito, tirado da parte mais quintessenciada dos fluidos terrestres. Sua alma, provavelmente, não se achava presa ao corpo, senão pelos laços estritamente indispensáveis. Constantemente desprendida, ela decerto lhe dava dupla vista, não só permanente, como de excepcional penetração e superior de muito à que de ordinário possuem os homens comuns. O mesmo havia de dar-se, nele, com relação a todos os fenômenos que dependem dos fluidos perispirituais ou psíquicos. A qualidade desses fluidos lhe conferia imensa forca magnética, secundada pelo incessante desejo de fazer o bem.

Agiria como médium nas curas que operava? Poder-se-á considerá-lo poderoso médium curador? Não, porquanto o médium é um intermediário, um instrumento de que se servem os Espíritos desencarnados e o Cristo não precisava de assistência, pois que era ele quem assistia os outros. [size=14pt]Agia por si mesmo, em virtude do seu poder pessoal, como o podem fazer, em certos casos, os encarnados, na medida de suas forças. Que Espírito, ao demais, ousaria insuflar-lhe seus próprios pensamentos e encarregá-lo de os transmitir? Se algum influxo estranho recebia, esse só de Deus lhe poderia vir. Segundo definição dada por um Espírito, ele era médium de Deus."


A K
A Gênese capitulo xv/2


Este texto postado pelo Valter
é suficiente para
responder o tópico

Deus é o Nosso Pai e Criador
e
Jesus
dos que conhecemos o único que O viu.

Espírito Puro
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Mourarego em 18 de Novembro de 2012, 18:25
Caramba mano Moisés,
se após você ter lido e logo ao começo esta parte:
"Sem nada prejulgar quanto à natureza do Cristo, natureza cujo exame não entra no quadro desta obra, considerando-o apenas um Espírito superior, não podemos deixar de reconhecê-lo um dos de ordem mais elevada e colocado, por suas virtudes, muitíssimo acima da humanidade terrestre

O amigo ainda vê a jesus como um Puro Espírito, é que deve ter tido algum problema na interpretação do escrito de A Gênese.
Senão, mano véio, foi porque desconsiderou esta parte:
"Agiria como médium nas curas que operava? Poder-se-á considerá-lo poderoso médium curador? Não, porquanto o médium é um intermediário, um instrumento de que se servem os Espíritos desencarnados e o Cristo não precisava de assistência, pois que era ele quem assistia os outros."
 Ou ainda esta mais:
"Agia por si mesmo, em virtude do seu poder pessoal, como o podem fazer, em certos casos, os encarnados, na medida de suas forças. Que Espírito, ao demais, ousaria insuflar-lhe seus próprios pensamentos e encarregá-lo de os transmitir? Se algum influxo estranho recebia, esse só de Deus lhe poderia vir. Segundo definição dada por um Espírito, ele era médium de Deus."

Fica bem esclarecido mano, quanto a definição dada por outro Espírito, que segundo este, Jesus seria, na forma singular de interpretação de tal Espírito, que jesus fosse médium de Deus, mas note-se que a opinião daquele Espírito não passava do que foi, uma opinião.
atente-se também pára o coeficiente de quantidade na mesma opinião que sob a escrita do codificador, de que fora apenas um Espírito e não  todos ou mesmo alguns.
Muita calma nessa hora mano!
Abração,
Moura



Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 18 de Novembro de 2012, 18:56
Rsrsr
sabia que voce viria de mergulho

ia também sublinhar esta frase

Não sei se é uma opinião de um espírito
ou a de Kardec

...considerando-o apenas um Espírito superior, não podemos deixar de reconhecê-lo um dos de ordem mais elevada e colocado, por suas virtudes, muitíssimo acima da humanidade terrestre

Ao dizer
Considerando-O
alguém o considerava
ou alguns

mas logo coloca no singular o reconhecimento

Um dos de ordem mais elevada
ressaltando suas virtudes

Bom de ordem mais elevada
só pode ser Puro

se fosse

um dos das ordens
ai abriria-se um possibilidade de ser um superior que possui superior a si

mas não é assim

primeiro vem o destaque de Jesus encarnado
e dai a apresentação como
médium de Deus

e auto suficiente para não receber interferências

...

Lhe contra pergunto

Kardec
é um espírito superior?

abraços

Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Mourarego em 18 de Novembro de 2012, 19:08
Mano Moisés, não venho de mergulho, antes, penso e convirjo para a doutrina pois que ela é o divisor de águias e como A Gênese identifica e que o amigo faz questão de salientas, num mesmo parágrafo, vemos sem esforço que  quando os espíritos Superiores dizem: "(...)considerando-o apenas um Espírito superior, não podemos deixar de reconhecê-lo um dos de ordem mais elevada e colocado, por suas virtudes, muitíssimo acima da humanidade terrestre.(...)".
Ora os Espíritos Superiores não fazem novo parágrafo, continuam na mesma oração oque identifica que prosseguindo na explicação não trazem senão a mesma idéia da qual já falavam no parágrafo. Logo, colocando Jesus como um Espírito Superior, dizem dele, Jesus, que é e no que eu concordo, um dos mais elevados mas na mesma classe e ordem em que eles mesmos, Espíritos Superiores já o haviam colocado, Não fazem separação ou sequer pensam em colocar Jesus em ordem superior, como na classe dos Puros.Entende mano?
Se o quisessem fazer, já que a instrução é ponto de maior importância dentro da Classe dos Espíritos superiores, sendo-lhes um fator de posição mais alteada entre os da mesma classe, teriam os Espíritos Superiores, terminado primeiro o parágrafo em que estavam para que, em abrindo novo parágrafo colocassem neste idéia diferente daquela expressada no parágrafo que terminaram antes.
Estas regrinhas simples valem tanto lá, quanto cá e por isso devamos tê-las em mente, para não sossobramos no entendimento.
Abraços,
Moura

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/existencia-de-deus/quem-e-o-que-e-'deus'-quem-e-quem-foi-o-que-foi-'jesus'/30/?action=post;num_replies=44#ixzz2CbPaa5XM
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: lineu em 18 de Novembro de 2012, 22:06
Allan Kardec afirmou que o Espírito que animou a pessoa do Mestre Jesus Nazaré é Espírito puro por excelência.

Importa salientar que tal afirmativa encontra-se registrada no Livro dos Médiuns - que faz parte da Codificação Espírita – na Dissertação IX do Capítulo XXXI.
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Alesandro Bennati em 18 de Novembro de 2012, 23:03
Segundo esse forum, ensina a DE que,  quando você não é capaz de responder à um argumento, deve excluí-lo!!!
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: lineu em 19 de Novembro de 2012, 12:10
Há um registro no Evangelho de Mateus que corrobora a afirmativa de Allan Kardec no sentido de que o Espírito do Mestre Jesus integra a classe dos espíritos puros.

Trata-se do versículo 18 do Capítulo 28 do citado Evangelho, onde consta que Jesus, ressuscitado logo após a sua crucificação, manifestou-se aos seus discípulos e disse: “É-me dado todo o poder no céu e na terra.”.

Ora, decerto só os Espíritos Puros são onipotentes.


Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Mourarego em 19 de Novembro de 2012, 14:19
Lineu meu mano,
se depois de toda a exposição trazida da própria obra básica o amigo ainda insiste neste erro primário não serei eu a lhe mostrar que o amigo ainda não consegue entender o que lê.
abraços,
Moura
Allan Kardec afirmou que o Espírito que animou a pessoa do Mestre Jesus Nazaré é Espírito puro por excelência.

Importa salientar que tal afirmativa encontra-se registrada no Livro dos Médiuns - que faz parte da Codificação Espírita – na Dissertação IX do Capítulo XXXI.

Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Mourarego em 19 de Novembro de 2012, 14:22
Outro erro meu amigo Lineu.
nenhum Espírito, mesmo que puro, é omnipotente, este é um atributo Divino, e que só Deus o tem.
Espíritos Puros só agem por mando de Deus, nada fazem sem que Este os indique o como e o porquê, e embora tenham muitas missões, todas elas partem do ser que lhes é Superior e diferente, ou seja, Deus.
Abraços,
Moura

Há um registro no Evangelho de Mateus que corrobora a afirmativa de Allan Kardec no sentido de que o Espírito do Mestre Jesus integra a classe dos espíritos puros.

Trata-se do versículo 18 do Capítulo 28 do citado Evangelho, onde consta que Jesus, ressuscitado logo após a sua crucificação, manifestou-se aos seus discípulos e disse: “É-me dado todo o poder no céu e na terra.”.

Ora, decerto só os Espíritos Puros são onipotentes.



Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 19 de Novembro de 2012, 14:26
Moura

por que só a sua explicação?
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 19 de Novembro de 2012, 14:27
Eu estou dizendo que Jesus é um Espírito Puro
e assim está nas colocações de Kardec.

por que há de me contestar?



Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: HamLacerda em 19 de Novembro de 2012, 14:38
Eu estou dizendo que Jesus é um Espírito Puro
e assim está nas colocações de Kardec.

por que há de me contestar?


Porque, Moisés, as pessoas querem que acreditamos no que elas acreditam para que isso se torne verdadeiro para elas, afinal, algo seria verdadeiro se ninguém mais acreditasse?


Veja que tamanha distorção estão fazendo com as palavras de Kardec reduzindo a natureza do Cristo, dentro da Doutrina, para um espírito Superior.



A Gênese - Superioridade da natureza de Jesus


1. Os fatos que o Evangelho relata e que foram até hoje considerados milagrosos pertencem, na sua maioria, à ordem dos fenômenos psíquicos, isto é, dos que têm como causa primária as faculdades e os atributos da alma. Confrontando-os com os que ficaram descritos e explicados no capítulo precedente, reconhecer-se-á sem dificuldade que há entre eles identidade de causa e de efeito. A História registra outros análogos, em todos os tempos e no seio de todos os povos, pela razão de que, desde que há almas encarnadas e desencarnadas, os mesmos efeitos forçosamente se produziram. Pode-se, é certo, contestar, no que concerne a este ponto, a veracidade da História; mas, hoje, eles se produzem às nossas vistas e, por assim dizer, à vontade e por indivíduos que nada têm de excepcionais. O só fato da reprodução de um fenômeno, em condições idênticas, basta para provar que ele é possível e se acha submetido a uma lei, não sendo, portanto, miraculoso.

O princípio dos fenômenos psíquicos repousa, como já vimos, nas propriedades do fluido perispiritual, que constitui o agente magnético; nas manifestações da vida espiritual durante a vida corpórea e depois da morte; e, finalmente, no estado constitutivo dos Espíritos e no papel que eles desempenham como força ativa da Natureza. Conhecidos estes elementos e comprovados os seus efeitos, tem-se, como conseqüência, de admitir a possibilidade de certos fatos que eram rejeitados enquanto se lhes atribuía uma origem sobrenatural.

2. Sem nada prejulgar quanto à natureza do Cristo, natureza cujo exame não entra no quadro desta obra, considerando-o apenas um Espírito superior, [ Aqui, Kardec apenas dar um exemplo de como seria a natureza de Jesus se se considerasse apenas como espírito superior, sem prejulgar sua natureza absoluta, isto é, a de um espírito puro, pois é impossível, até mesmo para Kardec, julgar por esse ponto de vista, por isso ele julgou apenas como espírito superior, da maior ordem, ou seja, que mesmo se considerasse o Cristo como Espirito superior ele estaria acima da humanidade terrestre ] [Grifo meu]não podemos deixar de reconhecê-lo um dos da ordem mais elevada e colocado, por suas virtudes, muitíssimo acima da humanidade terrestre. Pelos imensos resultados que produziu, a sua encarnação neste mundo forçosamente há de ter sido uma dessas missões que a Divindade somente a seus mensageiros diretos confia, para cumprimento de seus desígnios. Mesmo sem supor que ele fosse o próprio Deus, mas unicamente um enviado de Deus para transmitir sua palavra aos homens, seria mais do que um profeta, porquanto seria um Messias divino.

Como homem, tinha a organização dos seres carnais; porém, como Espírito puro, desprendido da matéria, havia de viver mais da vida espiritual, do que da vida corporal, de cujas fraquezas não era passível. A sua superioridade com relação aos homens não derivava das qualidades particulares do seu corpo, mas das do seu Espírito, que dominava de modo absoluto a matéria e da do seu perispírito, tirado da parte mais quintessenciada dos fluidos terrestres (cap. XIV, nº 9). Sua alma, provavelmente, não se achava presa ao corpo, senão pelos laços estritamente indispensáveis. Constantemente desprendida, ela decerto lhe dava dupla vista, não só permanente, como de excepcional penetração e superior de muito à que de ordinário possuem os homens comuns. O mesmo havia de dar-se, nele, com relação a todos os fenômenos que dependem dos fluidos perispirituais ou psíquicos. A qualidade desses fluidos lhe conferia imensa forca magnética, secundada pelo incessante desejo de fazer o bem.

Agiria como médium nas curas que operava? Poder-se-á considerá-lo poderoso médium curador? Não, porquanto o médium é um intermediário, um instrumento de que se servem os Espíritos desencarnados e o Cristo não precisava de assistência, pois que era ele quem assistia os outros. Agia por si mesmo, em virtude do seu poder pessoal, como o podem fazer, em certos casos, os encarnados, na medida de suas forças. Que Espírito, ao demais, ousaria insuflar-lhe seus próprios pensamentos e encarregá-lo de os transmitir? Se algum influxo estranho recebia, esse só de Deus lhe poderia vir. Segundo definição dada por um Espírito, ele era médium de Deus.




Um abraço
Hamlacerda
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Mourarego em 19 de Novembro de 2012, 15:03
Hamilton
o velho hábito de ver a tudo estaticamente, sem olhar em outros temas é que dá a certos estudantes uma visão desfocada.
Vejamos o tema sob a luz da Escala Espírita:

"111. SEGUNDA CLASSE. ESPÍRITOS SUPERIORES. – Reúnem a ciência, a sabedoria e a bondade. Sua linguagem, que só transpira benevolência, é sempre digna, elevada e freqüentemente sublime. Sua superioridade os torna, mais que os outros, aptos a nos proporcionar as mais justas noções sobre as coisas do mundo incorpóreo, dentro dos
limites do que nos é dado conhecer. Comunicam-se voluntariamente com os que procuram de boa fé a verdade, e cujas almas bastante libertas dos liames terrenos para a compreender; mas afastam-se dos que são movidos apenas pela curiosidade, ou que, pela influência da matéria, desviam-se da prática do bem.

Quando, por exceção, se encarnam na Terra, é para cumprir uma missão de progresso, e então nos oferecem o tipo de perfeição a que a humanidade pode aspirar neste mundo.

Para identificar ainda mais e sem sombra de dúvidas, basta que coloquemos  embaixo a outra classe a dos Puros Espíritos.

"113. PRIMEIRA CLASSE. - Classe única. Percorreram todos os graus da escala e se despojaram de todas as impurezas da matéria. Havendo atingido a soma de perfeições de que é suscetível a criatura, não têm mais provas nem expiações a sofrer. Não estando mais sujeitos à reencarnação em corpos perecíveis, vivem a vida eterna, que desfrutam no seio de Deus.
Gozam de uma felicidade inalterável, porque não estão sujeitos nem às necessidades nem às vicissitudes da vida material, mas essa felicidade não é a de uma ociosidade monótona, vivida em contemplação perpétua. São os mensageiros e os ministros de Deus, cujas ordens executam, para a manutenção da harmonia universal. Dirigem a todos os Espíritos que lhes são inferiores, ajudam-nos a se aperfeiçoarem e
determinam as suas missões. Assistir os homens nas suas angústias, incitá-los ao bem ou à expiação de faltas que os distanciam da felicidade suprema, é para eles uma ocupação agradável. São às vezes designados pelos nomes de anjos, arcanjos ou serafins.
Os homens podem comunicar-se com eles, mas bem presunçoso seria o que pretendesse tê-los constantemente às suas ordens."

Após, estas excertias que faço, surge a questão:
havendo Jesus reencarnado na terra, trazendo uma missão o progresso dos povos, sabendo-se outrossim, que um Puro Espírito não está mais sujeito a reencarnar em mundo físico, ou seja, naqueles onde por obrigação se tenha de envergar um corpo perecível, em que classe o amigo, sem medo de errar colocaria Jesus?
ainda lhe digo que a nota e os grifos já nos demonstram que havendo o reencarne, este foi feito em caráter de exceção, pois mesmo os superiores, não têm assim a obrigação no reencarne em corpos perecíveis.

Hamilton, apenas responda e tendo por base não as suas próprias luzes, mas sim as da doutrina que está acima.
Abraços,
Moura
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 19 de Novembro de 2012, 15:11
Se é um Messias Divino
é que recebeu o que trouxe do próprio Deus

Não há intermediário entre ele
e o Criador

Kardec é bem explícito (se bem que é também uma opinião)

Ao dizer a incontestabilidade da moral dos ensinos trazidos por Jesus
também apresenta a altura da moral do próprio homem o Cristo
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Mourarego em 19 de Novembro de 2012, 15:19
Moisés meu mano,
mas ninguém qui falou diferente, aliás neste caso houve da parte apenas de um Espírito a opinião, de que ele seria o médium de Deus.
Para final  lembraria que o termo Cristo é apenas um título honorífico, "Christus", que o escrevo assim para o diferençar de outro, que quer dizer com=isa diversa e se grafa "Chrestus".
Abraços,
Moura
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 19 de Novembro de 2012, 15:29
Moura

Kardec é Claro

uma coisa é a esplanação das classes dos espíritos

outra coisa é a pessoa de Jesus

eu vejo assim
assim encontrei em meus estudos

nos mesmos textos que você
coloca e em outros também

Não tenho dúvidas
me baseio também na codificação

Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Mourarego em 19 de Novembro de 2012, 15:37
Mano Moisés, avalie melhor as coisas...
Não se pode ter dois ensinos diferentes e antagônicos na DE.
O que se tem, como no seu caso é uma visão discrepante.
coloquei as duas classes indicando por grifos as diferenças, logo não preciso mais me estender no assunto.
abraços,
Moura
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 19 de Novembro de 2012, 15:46
Mano Moisés, avalie melhor as coisas...
Não se pode ter dois ensinos diferentes e antagônicos na DE.
O que se tem, como no seu caso é uma visão discrepante.
coloquei as duas classes indicando por grifos as diferenças, logo não preciso mais me estender no assunto.
abraços,
Moura

rsrsrrs

ei Moura

e por que a sua visão não é discrepante?

ai não amigo

rsrsrsrs

menos Moura

Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Mourarego em 19 de Novembro de 2012, 15:48
Exatamente Moisés,
porque nada falei além de citar apenas a codificação, mano!
Abraços,
Muora
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 19 de Novembro de 2012, 15:51
Ao citar a codificação

Voce também fez a sua interpretação

apenas isso...

Mas é bom ceder
nos fará bem

Está claríssima
esta questão de Jesus


Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Mourarego em 19 de Novembro de 2012, 16:24
Amigo, já tenho cedido em algumas coisas que um estudo mais forte me fez ver em erro a minha  postagem em outros temas.
Por enquanto meu amigo você ainda não conseguiu me fazer cair a ficha.
Sigamos em frente.
Note, não estou aqui para tentar convencê-lo a DE não trás este caráter.
abraços,
Moura
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 19 de Novembro de 2012, 16:28
Amigo, já tenho cedido em algumas coisas que um estudo mais forte me fez ver em erro a minha  postagem em outros temas.
Por enquanto meu amigo você ainda não conseguiu me fazer cair a ficha.
Sigamos em frente.
Note, não estou aqui para tentar convencê-lo a DE não trás este caráter.
abraços,
Moura


Olá Moura

Eu entendi
e percebo

quero dizer mesmo tão somente sobre esta questão.
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Mourarego em 19 de Novembro de 2012, 16:32
Mano Moisés,
esta questão está bem sedimentada para este seu amigo.
Porém é minha promessa a você que quando o amigo  consiga me demover da atual certeza, serei o primeiro a lhe dizer do ocorrido.
abraços,
Moura
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 19 de Novembro de 2012, 16:37
rsrss

está tão evidente

prossigamos
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: HamLacerda em 19 de Novembro de 2012, 16:37
Uma pesquisa rápida:


----A GÊNESE ----

"De todas faculdades que Jesus revelou, nenhuma se pode apontar estranha às condições da humanidade e que se não encontre comumente nos homens, porque estão todas na ordem da Natureza. Pela superioridade, porém, da sua essência moral e de suas qualidades fluídicas, aquelas faculdades atingiam nele proporções muito acima das que são vulgares. Posto de lado o seu envoltório carnal, ele nos patenteava o estado dos puros Espíritos.
[....]

em virtude da irradiação fluídica, pode modificar a aparência de um indivíduo; mas, a pureza do perispírito de Jesus permitiu que seu Espírito lhe desse excepcional fulgor.[....]




---- O LIVRO DOS ESPIRITOS ----

625. Qual o tipo mais perfeito que Deus tem oferecido ao homem, para lhe servir de guia e modelo?
“Jesus.”

Para o homem, Jesus constitui o tipo da perfeição moral a que a Humanidade pode aspirar na Terra. Deus no-lo oferece como o mais perfeito modelo e a doutrina que ensinou é a expressão mais pura da lei do Senhor, porque, sendo ele o mais puro de quantos têm aparecido na Terra, o Espírito Divino o animava. Quanto aos que, pretendendo instruir o homem na lei de Deus, o têm transviado, ensinando-lhe falsos princípios, isso aconteceu por haverem deixado que os dominassem sentimentos demasiado terrenos e por terem confundido as leis que regulam as condições da vida da alma, com as que regem a vida do corpo. Muitos hão apresentado como leis divinas simples leis humanas estatuídas para servir às paixões e dominar os homens.



--- REVISTA ESPIRITA 1868 ----

Ao lado de Deus estão numerosos Espíritos chegados ao topo da escala dos Espíritos puros, que mereceram ser iniciados em seus desígnios, para dirigirem a sua execução. Deus escolheu dentre eles seus enviados superiores, encarregados de missões especiais. Podeis chamá-los Cristos: é a mesma escola; são as mesmas idéias modificadas conforme os tempos.




Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Mourarego em 19 de Novembro de 2012, 17:42
Hamilton,
não vou continuar esse debate onde apenas o Ego e de sua parte quer prevalecer.
Você mesmo indicando a questão 625 evidencia e corrobora a minha assertiva anterior.
Abraços,
Moura
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: HamLacerda em 19 de Novembro de 2012, 18:39
Pois eh, Moisés, mesmo que não dirigimos a palavra à ninguém, tem pessoas que se colocam nos centros das atenções e acha que estamos tentando convencê-las, e pior, acham que tem o direito de agredir os outros gratuitamente. 


Voltando ao tópico, Na revista espírita de 1863 Kardec refuta o PE. Nampon sobre as mesmas coisas que estão dizendo neste tópico, ou seja, que o Cristo não era perfeito.




Revista Espírita 1863 » Algumas refutações

(SEGUNDO ARTIGO)

[...]

Eis, entre milhares, uma prova da força persuasiva dos argumentos dos nossos adversários:

 Um senhor que acaba de escrever à Sociedade de Paris pedindo para dela fazer parte, assim começa sua carta: “A leitura de A questão do sobrenatural, os mortos e os vivos, do Pe. Matignon; de A questão dos Espíritos, do Sr. de Mirville; do Espírito batedor, do Dr. Bronson, e, enfim, de diversos artigos contra o Espiritismo, não fizeram mais do que atrair-me completamente para a doutrina de O livro dos Espíritos, e me deram o mais vivo desejo de fazer parte da Sociedade Espírita de Paris, para poder continuar o estudo do Espiritismo de maneira mais seguida e mais frutífera.”

[...]

O Pe. Nampon chega, até, a apropriar-se de citações feitas com o objetivo de refutar certas ideias. Diz ele: “O autor às vezes chama Jesus Cristo Homem-Deus; mas alhures (Livro do médiuns, item 259), num diálogo com um médium que, tomando o nome de Jesus, lhe dizia: “Eu não sou Deus, mas sou seu filho”, logo replica: “Então vós sois Jesus?” Sim, acrescenta o Pe. Nampon, Jesus é chamado Filho de Deus; é pois, num sentido ariano, e sem ser por isto consubstancial ao Pai.”

Para começar, não era o médium que se dizia Jesus, mas um Espírito, o que é muito diferente, e a citação é precisamente feita para mostrar a velhacaria de certos Espíritos e manter os médiuns em guarda contra seus subterfúgios.

Vós pretendeis que o Espiritismo negue a divindade do Cristo. Onde vistes tal proposição formulada em princípio? É, dizeis vós, a consequência de toda a doutrina. Ah! Se entrarmos no terreno das interpretações, poderemos ir mais longe do que quereis. Se disséssemos, por exemplo, que o Cristo não tinha chegado à perfeição; que tinha tido necessidade das provas da vida corpórea para progredir; que a sua paixão lhe tinha sido necessária para subir em glória, teríeis razão, porque dele faríamos nem mesmo um Espírito puro, enviado à Terra com missão divina, mas um simples mortal, a quem era necessário o sofrimento a fim de progredir. Onde encontrais que tenhamos dito isto? Então! Aquilo que jamais dissemos, que jamais diremos, sois vós que dizeis.

Há algum tempo vimos, no parlatório de uma casa religiosa de Paris, a seguinte inscrição, impressa em letras grandes e afixada para instrução de todos: “Foi preciso que o Cristo sofresse para entrar na sua glória, e não foi senão depois de haver bebido a longos sorvos na torrente da tribulação e do sofrimento que ele foi elevado ao mais alto dos céus.” (Salmo 109, v. 7.) É o comentário desse versículo, cujo texto é: “Ele beberá no caminho a água da torrente e em consequência disso erguerá sua cabeça (De torrente in via bibet: propterea exultabit caput).” Se, pois, “FOI PRECISO que o Cristo sofresse para entrar na sua glória; se ELE NÃO PÔDE ser elevado ao mais alto dos céus senão pelas tribulações e pelo sofrimento”, é que antes nem estava na glória, nem no mais alto dos céus, isto é, não estava com Deus. Seus sofrimentos não eram, pois, só em proveito da Humanidade, porque necessários ao seu próprio adiantamento. Dizer que o Cristo tinha necessidade de sofrer para elevar-se é dizer que não era perfeito antes de sua vinda. Não conhecemos protesto mais enérgico contra a sua divindade. Se tal é o sentido do versículo do salmo que se canta às Vésperas, todos os domingos cantam a não divindade do Cristo.

Com o sistema de interpretação vai-se muito longe, dizíamos nós. Se quiséssemos citar as de alguns concílios sobre este outro versículo: “O Senhor está à vossa direita; ele quebrará os reis no dia de sua cólera”, será fácil provar que daí foi tirada a justificação do regicídio.


---------------




Um abraço
Hamlacerda

Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: lineu em 19 de Novembro de 2012, 18:48
Citar
Observação- Esta comunicação, obtida por um dos melhores médiuns da Sociedade Espírita de Paris, foi assinada por um nome que o respeito só nos permitiria reproduzir com absoluta reserva, tão grande seria a insigne graça de sua autenticidade, e porque já muito se abusou desse nome em comunicações evidentemente apócrifas. Esse nome é o de Jesus de Nazaré. Não duvidamos absolutamente que ele possa manifestar-se. Mas se os Espíritos verdadeiramente superiores só o fazem em circunstâncias excepcionais, a razão nos impede aceitar que o Espírito puro por excelência responda a qualquer apelo.

A observação acima citada, de autoria de Allan Kardec, foi extraída do Capítulo XXXI do Livro dos Médiuns, traduzido por José Herculano Pires.

Atente-se para a expressão grifada.
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Joao Manuel Santos em 19 de Novembro de 2012, 20:15
REVISTA ESPIRITA 1868 ----

Ao lado de Deus estão numerosos Espíritos chegados ao topo da escala dos Espíritos puros, que mereceram ser iniciados em seus desígnios, para dirigirem a sua execução. Deus escolheu dentre eles seus enviados superiores, encarregados de missões especiais. Podeis chamá-los Cristos: é a mesma escola; são as mesmas idéias modificadas conforme os tempos.


Obrigado pelas preciosas participações respondendo à questão que em tempo oportuno coloquei.

Tendo em atenção a referência feita por HamLacerda que acima colei, gostaria de ver enquadrada a referência ao facto do significado das palavras "Jesus" e "Cristo".

Tanto quanto julgo saber, do Grego que adoptou do Hebraico teremos:

Jesus = Joxua ou seja, ajuda

Cristo = O Escolhido ou o Ungido

Muita paz

João Manuel Santos
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Joao Manuel Santos em 19 de Novembro de 2012, 20:17
Em tempo: p.f. leiam Joxua em vez do que está escrito.

As minhas desculpas.
jms
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 20 de Novembro de 2012, 10:41


Titulo do tópico;

Que é Deus e quem foi Jesus


Caros irmãos

Será que conseguirei obter resposta significativa e conclusiva a estas dúvidas?

Cumprimentos e desejos de muita paz

Há um questão também que poderá ser abordada na pergunta inicial
realizada pelo participante Leone

Que é a possibilidade do autor da pergunta
esta em dúvidas diante da DE em relação
ao dogma da Trindade já que está não ensina como o dogma.

Como a perguntar se Jesus não é Deus?
então
quem é Deus e quem foi Jesus?

estava refletindo nesta possibilidade
mas talvez não esteja eu certo

abraços a todos
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: hcancela em 20 de Novembro de 2012, 11:18
Olá amigos(as)

Respondendo apenas ao tópico, relembro"Quem é Deus? Quem foi Jesus?

Quem é Deus? Mesmo os Espiritos da codificação não sabem por isso disseram " Que é Deus! Principio inteligente ,causa primárias de todas as coisas.Ponto final.


Quem Foi Jesus!... O mais puro Espirito que passou na vida Física, modelo de vida para o Espiritismo. Simples, né. :-*


Aquele abraço.
Título: Re: Quem é Deus? Quem foi Jesus?
Enviado por: pedro123 em 20 de Novembro de 2012, 15:08
Olá, Leone. Nosso amigo hcancela resumiu tudo o que atualmente sabe-se sobre Deus e Jesus. Se for pensar, nunca conheceremos a natureza de Deus, pois isto nos colocaria na posição Dele: Único; podemos sim, conhecer seus efeitos através de nossas experiências. A natureza de Jesus é igual a nossa, a sabedoria adquirida dos efeitos divinos que nos diferencia.

Um abraço.
Pedro