Forum Espirita

GERAL => Psicologia & Espiritismo => Sexualidade => Tópico iniciado por: Marccello em 27 de Setembro de 2010, 01:09

Título: A satisfação dos instintos e o prazer do coração
Enviado por: Marccello em 27 de Setembro de 2010, 01:09
As dificuldades na educação sexual. A satisfação dos instintos e o prazer do coração:

A maioria dos problemas de afeição e relacionamento entre um homem e uma mulher não se encontra somente na união dos sexos  corpóreos. O ato sexual é um acontecimento nobre dentro da Natureza, e  todos os Espíritos da Terra, há milênios incontáveis, através das reencarnações, evoluem para a sua finalidade providencial. As dificuldades de ajustamento entre o homem e a mulher são muito mais de ordem moral do que propriamente física. O que está faltando na maioria das uniões sexuais é o prazer do coração.
 
O prazer imediatista poderá manter a união  sexual, mas não cultivará, por si só, os vínculos do entendimento e da harmonia na vida conjugal. Os Espíritos nos mostram a necessidade da educação moral, muito acima do instinto para o prazer:
 
“(...) ao invés da educação sexual pela satisfação dos instintos, é imprescindível que os homens eduquem sua alma para a compreensão sagrada do sexo”. ( “O Consolador” — Emmanuel / F. C. Xavier)
 
Não basta uma educação para o prazer, é necessário, antes de tudo, a educação da alma.
A sexologia procura orientar as criaturas a fim de desenvolverem a satisfação dos instintos para o fortalecimento da união conjugal, com desprezo quase completo pelos sentimentos e regras morais.

A Doutrina Espírita nos esclarece, ilumina e orienta quanto à sexualidade na vida, mostrando-nos a sua origem divina e o quanto  devemos crescer e aperfeiçoar-nos, a fim de sermos realmente melhores para o parceiro. Ela educa nossas almas para conhecermos, valorizarmos e empregarmos dignamente a sagrada função do sexo, dentro das linhas do amor, respeito e disciplina.
 
Muita paz. :)
Título: Re: A satisfação dos instintos e o prazer do coração
Enviado por: Michel Michels em 28 de Setembro de 2010, 14:55
realmente Marcelo, necessário se faz que cresçamos espiritualmente, e nos melhoremos também no sentido sexual, um dos grandes apelos que temos hoje para ficarmos na faixa do sensualismo sem amor, ao invés do amor com o sexo.

Obrigado por compartilhar o texto.
Título: Re: A satisfação dos instintos e o prazer do coração
Enviado por: Marccello em 28 de Setembro de 2010, 22:09
Olá amigo Michel!

É um trabalho que deve ser desenvolvido em nossa existência... passo a passo à luz do Evangelho, seguindo a sagrada orientação "orai e vigiai"...
Em virtude de nossa enorme fraqueza moral, não queiramos aparentar, de um momento para outro, ares de santidade, de heroísmo moral e controle completo de nossos impulsos.

É muito difícil controlarmo-nos, quando as más tendências gritam mais forte em nós, em assuntos de viciação do amor sexual, cultivadas há milênios. Há uma discrepância muito grande entre o saber e o fazer. O importante é procurar fazer sempre o melhor no campo afetivo, dentro do amor, da humildade, da fé e da coragem, para não esmorecermos e nem estacionarmos diante daquilo que devemos conquistar em Espírito.

A evolução espiritual não dá saltos. Se cairmos em matéria de afeição mal dirigida, levantemo-nos de nossas fraquezas, o mais rápido possível, procurando não incorrer no mesmo erro. Se somos inconstantes no sentimento, procuremos fortalecer-nos no amor de Deus, na prece, na auto-análise, na compreensão e na prática do amor puro.
 
Sexo e Evolução
Walter Barcelos

Grande abraço! ;)
 
Muita paz. :)