Forum Espirita

GERAL => O que é o espiritismo => Reencarnação => Tópico iniciado por: *Leni* em 16 de Dezembro de 2008, 21:41

Título: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: *Leni* em 16 de Dezembro de 2008, 21:41



Artigo muito interessante sobre a união das almas gêmeas

                Meus caros, uma das maiores dádivas da Quinta Dimensão serão os alegres e amorosos relacionamentos que vocês criarão e usufruirão como seres despertos. Quando vocês despertarem para o seu poder e abrirem os seus corações, então criarão os mais belos e amorosos relacionamentos de almas-gêmeas. Vocês não se fixarão em nada que não seja uma união de almas-gêmeas.

                Muitos de vocês perguntam "Quem é a minha Alma-Gêmea?", especialmente aqueles que ainda estão sós neste momento. E muitos encontram-se sós ou esperando para deixar um relacionamento que não mais funciona para eles. Este desconforto é porque estão sendo solicitados a deixar ir os relacionamentos de terceira dimensão e a mudarem-se completamente para as uniões de quinta dimensão.

                Nós dizemos a vocês que sua alma-gêmea não é nenhuma pessoa em particular. Frequentemente existem muitas pessoas que poderiam oferecer padrões de alma compatíveis com vocês. Neste momento de transformação e "atualização", pode ser oferecida a vocês mais de uma oportunidade de formarem uma ligação de alma-gêmea.

                A chave é a compatibilidade de alma. Isto é uma compatibilidade energética nas Dimensões Superiores. As pessoas que formam uma ligação de alma-gêmea terão almas cujas harmonicas de luz e som combinam o suficiente para haver o potencial para que as duas almas se fundam completamente e formem uma União de Chama Gêmea.

                Esta compatibilidade harmônica é sentida como uma profunda atração magnética e harmonia. Vocês saberão quando encontrarem um potencial parceiro de alma-gêmea. Sua alma saberá, e o reconhecimento da alma e do Eu Superior vos será repassado imediatamente. No estado desperto de Quinta-Dimensão, a experiência das suas almas e as suas escolhas serão sentidas por vocês como suas próprias escolhas e experiências pois, de fato, todo o objetivo da transformação para a Quinta Dimensão foi para que alinhassem os seus aspectos físicos com os seus aspectos superiores.

                Mas o que vos diremos é que as suas almas escolhem um par por uma razão, e esta razão é servir um bem maior. Uniões de almas não são definidas pelo ego. Elas não são para a felicidade pessoal do ego, mas sobre como a energia das duas almas podem ser combinadas para servirem ao bem maior. E neste aspecto de serviço é encontrada a felicidade e a alegria que une os dois no plano material e forma a fundação para a felicidade no mundo físico.

                No passado, uma união de alma-gêmea podia ser formada para fazer intenso trabalho interno. Nem todas as uniões de almas-gêmeas eram felizes, pois o trabalho das duas almas pode ter envolvido o esclarecimento de profundos padrões disfuncionais que fossem comuns a ambos. Mas esse processo foi concluído e completado. Deste ponto em diante, uniões de almas-gêmeas são sobre a criação de alegria e felicidade através do serviço. As uniões da Nova Terra serão para servir o planeta num estado de harmonia jubilosa onde os dois tornam-se um em seu comprometimento com seu trabalho como seres de luz no planeta. Isto não significa que precisarão trabalhar juntos fisicamente, mas que suas almas e energias darão apoio uma a outra nos níveis superiores para o bem comum.

                Trazendo para o Físico um Relacionamento de Almas-Gêmeas : O Papel do Sexo Sagrado. Quando um relacionamento é estabelecido pelos princípios da alma, a idéia do serviço e da espiritualidade é conduzida através do reino físico ou reino de manifestação. A união física do casal é vista como um ato sagrado no qual as energias do masculino e feminino, ou yin e yang, são trazidas para uma harmonia amorosa e de êxtase.

                Isto significa que numa união de alma-gêmea, deverá haver uma decisão sobre que tipo de energia será ativada por cada parceiro na relação. Idealmente, o homem ativará a energia Yang do Divino Masculino, ou Deus, e a mulher ativará a energia do Divino Feminino ou Deusa. Sua união será então uma harmônica equilibrada do Yin e do Yang.

                Contudo, poderão haver também relacionamentos onde a mulher escolherá ser a energia yang, e o homem solicitará a energia feminina ou Yin. Em uniões homossexuais ou lésbicas, os parceiros deverão decidir quem ativará uma energia em particular a fim de criar a união das energias Yin e Yang que criarão o caminho para as Dimensões Superiores.

                A dificuldade que muitos de vocês estão tendo é a de ajustarem-se a estes novos papéis. O parceiro que escolher a energia Feminina precisará render-se à liderança ativa do parceiro que assumir a energia masculina. Isto não é dominação ou controle, mas um ajuste necessário para permitir o fluxo da energia harmônica equilibrada dos Níveis Superiores que cria milagres entre as duas pessoas. Quando o Feminino rende-se à liderança ativa do Masculino, a Ordem Divina é estabelecida. A Graça Divina pode então fluir. Mas, este é um ato de rendição mútua, pois o parceiro masculino precisa render-se ao amor do parceiro feminino, e em troca ambos os parceiros rendem sua vontade à orientação superior.

                No presente, muitos de vocês estão resistindo a estes ajustes, porque a vossa experiência tridimensional os levou a resistirem ao que entendem como dominação ou controle, ou manipulação e coerção. Mas, além da disfunção das mentiras tridimensionais encontra-se o reino de equilíbrio e harmonia da quinta-dimensão, onde o masculino e feminino existem em perfeita harmonia e como iguais perfeitos. não há medo ou raiva neste lugar de equilíbrio, apenas aceitação e amor.

                Este equilíbrio perfeito vai se refletir nas uniões sexuais do casal. Na Nova Terra, o sexo e a sexualidade serão baseadas no espírito e serão prazeirosas e alegres. Os velhos padrões de abuso e domínio desaparecerão. Os casais aprenderão sobre a energia ou chi em relação aos seus corpos e à sua sexualidade. Aprenderão como usar o sexo não apenas como ferramenta de procriação ou expressão de amor, mas também como uma forma de permanecerem jovens e saudáveis. Os antigos segredos da alquimia sexual tornar-se-ão novamente de conhecimento comum e serão praticados como Sexo Sagrado, o que se tornará parte das uniões de almas-gêmeas.

Abrindo o Caminho para o Espírito e Uniões de Chamas-Gêmeas:
 
                Quando um casal de almas-gêmeas unirem-se nesta ligação de corpo e alma, começarão a misturar as suas energias da alma. A prática do sexo sagrado lhes permitirá vivenciarem a alegria extática do retorno à Unidade como uma experiência física.

                Esta união e mistura de energias do corpo e da alma criarão um vortex espiral ou caminho para o reino do Espírito e da Fonte. Esta energia será então drenada dos Planos Superiores para ativar e energizar as almas e corpos dos dois parceiros. No mundo antigo, os rituais do casamento sagrado e sexo sagrado eram praticados por sacerdotes e sacerdotisas para assegurar o fluxo de Graça Divina para a comunidade mantendo o equilíbrio do microcosmo em perfeita ordem. Na Nova Terra, todos os casais unidos pela alma terão a oportunidade de entrarem em "casamentos sagrados" onde aprenderão a unirem as suas energias e trazerem o fluxo da Graça Divina ao Planeta.

                Quando a Graça fluir através de um casal de almas-gêmeas desta forma, eles terão acesso às mais altas expressões de Divino Amor Incondicional. e poderão tornar-se Chamas-Gêmeas. Tornar-se-ão um na energia da Fonte ou Espírito. Seu amor um pelo outro inclui e é refletido pelo Amor Incondicional da Essencia Divina. Eles serão então, verdadeiramente, o Deus e Deusa unidos no serviço da Chama do Divino Amor Incondicional e as suas manifestações no Planeta Terra. E, repetimos, isto está disponível para todos que formarem uniões de almas-gêmeas na Nova Terra de Quinta-Dimensão. Esta é uma dádiva de grande alegria para a qual vocês todos trabalharam por muitas vidas de dualidade. É a dádiva de Consciência da Unidade em prática.

Amor Incondicional, Sexo e Espírito:
Uma Antiga História Egípcia:

                Meus caros, ao retornar ao Planeta a sabedoria dos antigos, vocês apreciarão novamente as histórias de sabedoria dos Deuses e Deusas. Trazemos à sua atenção uma bela história de sabedoria do antigo Egito. Para demonstrar o seu entendimento da importância do sexo sagrado ao serviço da harmônica sagrada do equilíbrio, eles contaram a história de Geb e Nut.

                Nut era a mãe do céu, a Cósmica ou Galática Deusa Mãe. Geb era o Pai da Terra, e representava o Planeta Terra, que era visto como um homem (uma identificação que novamente começará a se tornar evidente na Nova Terra quando os homens reassumirem o seu papel xamanico ativo). Nesta história, Nut e Geb, ou Terra e Céu, juntavam-se diariamente em união sexual. Desta união, Nut dava a luz ao sol a cada dia, o que trouxe luz a tudo. Portanto, entendia-se que o sexo sagrado trazia luz ao Planeta. Isto cria o equilíbrio sagrado que permite a Graça Divina fluir. E quando a Graça Divina flui, os milagres são criados!

                Portanto, meus caros, ao assumirem os papéis do Deus e da Deusa que é o seu direito como anjos humanos, vocês também será conduzidos, pelo espírito, a parceiros de alma-gêmea potenciais. Se assim o escolherem, poderão então entrarem num casamento sagrado que será parte de seu serviço de trazer luz para o planeta. É a dádiva de alegria que é oferecida a todos Anjos Humanos de Quinta-Dimensão!

Arcanjo Miguel.
Através de Celia Fenn.

Observação de Celia:
Se desejar ler mais sobre este tópico, por favor, visitem os seguintes sites da web (em Inglês): www.Circleoflight.net  /  www.Unitingtwinflames.com




Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: hcancela em 17 de Dezembro de 2008, 00:37



Artigo muito interessante sobre a união das almas gêmeas

                Meus caros, uma das maiores dádivas da Quinta Dimensão serão os alegres e amorosos relacionamentos que vocês criarão e usufruirão como seres despertos. Quando vocês despertarem para o seu poder e abrirem os seus corações, então criarão os mais belos e amorosos relacionamentos de almas-gêmeas. Vocês não se fixarão em nada que não seja uma união de almas-gêmeas.

                Muitos de vocês perguntam "Quem é a minha Alma-Gêmea?", especialmente aqueles que ainda estão sós neste momento. E muitos encontram-se sós ou esperando para deixar um relacionamento que não mais funciona para eles. Este desconforto é porque estão sendo solicitados a deixar ir os relacionamentos de terceira dimensão e a mudarem-se completamente para as uniões de quinta dimensão.

                Nós dizemos a vocês que sua alma-gêmea não é nenhuma pessoa em particular. Frequentemente existem muitas pessoas que poderiam oferecer padrões de alma compatíveis com vocês. Neste momento de transformação e "atualização", pode ser oferecida a vocês mais de uma oportunidade de formarem uma ligação de alma-gêmea.

                A chave é a compatibilidade de alma. Isto é uma compatibilidade energética nas Dimensões Superiores. As pessoas que formam uma ligação de alma-gêmea terão almas cujas harmonicas de luz e som combinam o suficiente para haver o potencial para que as duas almas se fundam completamente e formem uma União de Chama Gêmea.

                Esta compatibilidade harmônica é sentida como uma profunda atração magnética e harmonia. Vocês saberão quando encontrarem um potencial parceiro de alma-gêmea. Sua alma saberá, e o reconhecimento da alma e do Eu Superior vos será repassado imediatamente. No estado desperto de Quinta-Dimensão, a experiência das suas almas e as suas escolhas serão sentidas por vocês como suas próprias escolhas e experiências pois, de fato, todo o objetivo da transformação para a Quinta Dimensão foi para que alinhassem os seus aspectos físicos com os seus aspectos superiores.

                Mas o que vos diremos é que as suas almas escolhem um par por uma razão, e esta razão é servir um bem maior. Uniões de almas não são definidas pelo ego. Elas não são para a felicidade pessoal do ego, mas sobre como a energia das duas almas podem ser combinadas para servirem ao bem maior. E neste aspecto de serviço é encontrada a felicidade e a alegria que une os dois no plano material e forma a fundação para a felicidade no mundo físico.

                No passado, uma união de alma-gêmea podia ser formada para fazer intenso trabalho interno. Nem todas as uniões de almas-gêmeas eram felizes, pois o trabalho das duas almas pode ter envolvido o esclarecimento de profundos padrões disfuncionais que fossem comuns a ambos. Mas esse processo foi concluído e completado. Deste ponto em diante, uniões de almas-gêmeas são sobre a criação de alegria e felicidade através do serviço. As uniões da Nova Terra serão para servir o planeta num estado de harmonia jubilosa onde os dois tornam-se um em seu comprometimento com seu trabalho como seres de luz no planeta. Isto não significa que precisarão trabalhar juntos fisicamente, mas que suas almas e energias darão apoio uma a outra nos níveis superiores para o bem comum.

                Trazendo para o Físico um Relacionamento de Almas-Gêmeas : O Papel do Sexo Sagrado. Quando um relacionamento é estabelecido pelos princípios da alma, a idéia do serviço e da espiritualidade é conduzida através do reino físico ou reino de manifestação. A união física do casal é vista como um ato sagrado no qual as energias do masculino e feminino, ou yin e yang, são trazidas para uma harmonia amorosa e de êxtase.

                Isto significa que numa união de alma-gêmea, deverá haver uma decisão sobre que tipo de energia será ativada por cada parceiro na relação. Idealmente, o homem ativará a energia Yang do Divino Masculino, ou Deus, e a mulher ativará a energia do Divino Feminino ou Deusa. Sua união será então uma harmônica equilibrada do Yin e do Yang.

                Contudo, poderão haver também relacionamentos onde a mulher escolherá ser a energia yang, e o homem solicitará a energia feminina ou Yin. Em uniões homossexuais ou lésbicas, os parceiros deverão decidir quem ativará uma energia em particular a fim de criar a união das energias Yin e Yang que criarão o caminho para as Dimensões Superiores.

                A dificuldade que muitos de vocês estão tendo é a de ajustarem-se a estes novos papéis. O parceiro que escolher a energia Feminina precisará render-se à liderança ativa do parceiro que assumir a energia masculina. Isto não é dominação ou controle, mas um ajuste necessário para permitir o fluxo da energia harmônica equilibrada dos Níveis Superiores que cria milagres entre as duas pessoas. Quando o Feminino rende-se à liderança ativa do Masculino, a Ordem Divina é estabelecida. A Graça Divina pode então fluir. Mas, este é um ato de rendição mútua, pois o parceiro masculino precisa render-se ao amor do parceiro feminino, e em troca ambos os parceiros rendem sua vontade à orientação superior.

                No presente, muitos de vocês estão resistindo a estes ajustes, porque a vossa experiência tridimensional os levou a resistirem ao que entendem como dominação ou controle, ou manipulação e coerção. Mas, além da disfunção das mentiras tridimensionais encontra-se o reino de equilíbrio e harmonia da quinta-dimensão, onde o masculino e feminino existem em perfeita harmonia e como iguais perfeitos. não há medo ou raiva neste lugar de equilíbrio, apenas aceitação e amor.

                Este equilíbrio perfeito vai se refletir nas uniões sexuais do casal. Na Nova Terra, o sexo e a sexualidade serão baseadas no espírito e serão prazeirosas e alegres. Os velhos padrões de abuso e domínio desaparecerão. Os casais aprenderão sobre a energia ou chi em relação aos seus corpos e à sua sexualidade. Aprenderão como usar o sexo não apenas como ferramenta de procriação ou expressão de amor, mas também como uma forma de permanecerem jovens e saudáveis. Os antigos segredos da alquimia sexual tornar-se-ão novamente de conhecimento comum e serão praticados como Sexo Sagrado, o que se tornará parte das uniões de almas-gêmeas.

Abrindo o Caminho para o Espírito e Uniões de Chamas-Gêmeas:
 
                Quando um casal de almas-gêmeas unirem-se nesta ligação de corpo e alma, começarão a misturar as suas energias da alma. A prática do sexo sagrado lhes permitirá vivenciarem a alegria extática do retorno à Unidade como uma experiência física.

                Esta união e mistura de energias do corpo e da alma criarão um vortex espiral ou caminho para o reino do Espírito e da Fonte. Esta energia será então drenada dos Planos Superiores para ativar e energizar as almas e corpos dos dois parceiros. No mundo antigo, os rituais do casamento sagrado e sexo sagrado eram praticados por sacerdotes e sacerdotisas para assegurar o fluxo de Graça Divina para a comunidade mantendo o equilíbrio do microcosmo em perfeita ordem. Na Nova Terra, todos os casais unidos pela alma terão a oportunidade de entrarem em "casamentos sagrados" onde aprenderão a unirem as suas energias e trazerem o fluxo da Graça Divina ao Planeta.

                Quando a Graça fluir através de um casal de almas-gêmeas desta forma, eles terão acesso às mais altas expressões de Divino Amor Incondicional. e poderão tornar-se Chamas-Gêmeas. Tornar-se-ão um na energia da Fonte ou Espírito. Seu amor um pelo outro inclui e é refletido pelo Amor Incondicional da Essencia Divina. Eles serão então, verdadeiramente, o Deus e Deusa unidos no serviço da Chama do Divino Amor Incondicional e as suas manifestações no Planeta Terra. E, repetimos, isto está disponível para todos que formarem uniões de almas-gêmeas na Nova Terra de Quinta-Dimensão. Esta é uma dádiva de grande alegria para a qual vocês todos trabalharam por muitas vidas de dualidade. É a dádiva de Consciência da Unidade em prática.

Amor Incondicional, Sexo e Espírito:
Uma Antiga História Egípcia:

                Meus caros, ao retornar ao Planeta a sabedoria dos antigos, vocês apreciarão novamente as histórias de sabedoria dos Deuses e Deusas. Trazemos à sua atenção uma bela história de sabedoria do antigo Egito. Para demonstrar o seu entendimento da importância do sexo sagrado ao serviço da harmônica sagrada do equilíbrio, eles contaram a história de Geb e Nut.

                Nut era a mãe do céu, a Cósmica ou Galática Deusa Mãe. Geb era o Pai da Terra, e representava o Planeta Terra, que era visto como um homem (uma identificação que novamente começará a se tornar evidente na Nova Terra quando os homens reassumirem o seu papel xamanico ativo). Nesta história, Nut e Geb, ou Terra e Céu, juntavam-se diariamente em união sexual. Desta união, Nut dava a luz ao sol a cada dia, o que trouxe luz a tudo. Portanto, entendia-se que o sexo sagrado trazia luz ao Planeta. Isto cria o equilíbrio sagrado que permite a Graça Divina fluir. E quando a Graça Divina flui, os milagres são criados!

                Portanto, meus caros, ao assumirem os papéis do Deus e da Deusa que é o seu direito como anjos humanos, vocês também será conduzidos, pelo espírito, a parceiros de alma-gêmea potenciais. Se assim o escolherem, poderão então entrarem num casamento sagrado que será parte de seu serviço de trazer luz para o planeta. É a dádiva de alegria que é oferecida a todos Anjos Humanos de Quinta-Dimensão!

Arcanjo Miguel.
Através de Celia Fenn.

Observação de Celia:
Se desejar ler mais sobre este tópico, por favor, visitem os seguintes sites da web (em Inglês): www.Circleoflight.net  /  www.Unitingtwinflames.com





Olá amiga
O texto é muito interessante, mas...Há sempre um mas;rsss ;)
De facto as almas gémeas ,são as que vivem em comunhão de ideias,de fluidos,etc.etc.etc.
Mas...lembro o Divino Mestre Jesus;neste Mundo só tereis dores e ranger de dentes.
A doutrina espirita,através do seu entendimento,diz-nos que vivemos num Mundo de provas e expiações,e,salvo raras excepções as relaçoes humanas,principalmente entre os casais serão sempre de resgate(kármico)por causa do nosso passado delituoso.Só no futuro,e, através de muito trabalho da nossa parte(borilar os defeitos)é que podemos co-existir em felicidade,fruto dos nossos pensamentos equilibrados.
MAIS UMA VEZ REPITO QUE PARA MIM O TEXTO EXPOSTO ,TEM RAZÃO DE SER.

SAUDAÇÕES FRATERNAS
CANCELA
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: *Leni* em 17 de Dezembro de 2008, 01:30


Concordo com você sobre “Mundo de Provas e Expiações” e  etc, etc, etc.
Em Espiritismo essas coisas de almas gêmeas não existem, o que existe são Espíritos afins
Eu costumo usar o termo de Paulo Coelho, “minha outra parte”

Paz e luz.







Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: Gigii em 17 de Dezembro de 2008, 08:42
Eu costumo usar o termo de Paulo Coelho, “minha outra parte”


A "minha outra parte" anda muito muito distraída!!  :)
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: SB em 17 de Dezembro de 2008, 11:11
Olá,

Kardec diz-nos e bem que nao existem almas gemeas.

Este texto também não o diz.

Fala-nos em "chamas gemeas"...energias, mais propriamente de Amor que todos sentimos e que nos completa, a tal outra parte que falam...ela pode nao estar presente fisicamente, mas vc's todos a conhecem, pela sua ausencia, ou não ;)

Alma gemea enquanto palavra, apenas porque se descreve para um melhor entendimento, é um termo adequado ao nosso entendimento imperfeito para a perfeição na união de duas almas ;)

Ha algum tempo escrevi um texto que estará algures tb editado por mim neste Forum, mas volto aqui a coloca-lo, pois transmite a essencia do que sinto em relação a este tema...:)


Por alguma razão, ainda desconhecida no passado, eu já te sentia, eu já te vivia…

Mas…nesse doce sentir, mas ainda sem vir, a esperança crescia…

Buscava de forma errada, todo o sentir que sentia, que me fazia viver e morrer…

Desilusões foram fazendo parte integrante no meu caminhar, mas sem perder a esperança de te alcançar…

Poderia viver, hoje um minuto de vida, e alcançar a vida da morte no outro a seguir, que apenas sabendo que existes, todo o meu ser rejubila por te amar …

Hoje, o teu ser que sempre me completou, exibe na sua essência a presença que meu amor nunca ocultou…

Hoje, ao te deitares sem que eu sinta, sinto, teu corpo junto do meu, acariciando a paz do teu descanso…

Hoje ao acordares sem reconhecer teus olhos, oferecem-me o sol, enchem-me de carinho nesse olhar que sinto e vivo.

Hoje, sinto o teu beijo quando sorris.

Hoje, sinto alegria por apenas saber de ti e te sentir.

Hoje, não preciso de saber onde vais, onde estás, pq tu levas-me contigo, não preciso de estar contigo, porque não te apartas de mim.

Hoje sinto a segurança ao saber que este sentimento se une no invisível do universo..

Hoje preciso apenas que sorrias, para sentir nesse teu sorriso, que já sinto, o teu beijo.

Hoje, preciso apenas que vivas, tão alegre quanto eu, para nessa alegria, na nossa alegria me fortificar… para nessa alegria emergimos na ternura do Amor que nos une, e no encantamento do momento, nessa invisibilidade sentida, podermos viver e morrer, vezes sem fim…e na intensidade de um bem maior, vivermos na individualidade o Todo...

Amo-te…e ainda não sei se te conheço…não necessito de saber...

Susana Bernardo

Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: Rone em 17 de Dezembro de 2008, 11:28
Olá,

Kardec diz-nos e bem que nao existem almas gemeas.

Este texto também não o diz.

Fala-nos em "chamas gemeas"...energias, mais propriamente de Amor que todos sentimos e que nos completa, a tal outra parte que falam...ela pode nao estar presente fisicamente, mas vc's todos a conhecem, pela sua ausencia, ou não ;)

Alma gemea enquanto palavra, apenas porque se descreve para um melhor entendimento, é um termo adequado ao nosso entendimento imperfeito para a perfeição na união de duas almas ;)

Ha algum tempo escrevi um texto que estará algures tb editado por mim neste Forum, mas volto aqui a coloca-lo, pois transmite a essencia do que sinto em relação a este tema...:)


Por alguma razão, ainda desconhecida no passado, eu já te sentia, eu já te vivia…

Mas…nesse doce sentir, mas ainda sem vir, a esperança crescia…

Buscava de forma errada, todo o sentir que sentia, que me fazia viver e morrer…

Desilusões foram fazendo parte integrante no meu caminhar, mas sem perder a esperança de te alcançar…

Poderia viver, hoje um minuto de vida, e alcançar a vida da morte no outro a seguir, que apenas sabendo que existes, todo o meu ser rejubila por te amar …

Hoje, o teu ser que sempre me completou, exibe na sua essência a presença que meu amor nunca ocultou…

Hoje, ao te deitares sem que eu sinta, sinto, teu corpo junto do meu, acariciando a paz do teu descanso…

Hoje ao acordares sem reconhecer teus olhos, oferecem-me o sol, enchem-me de carinho nesse olhar que sinto e vivo.

Hoje, sinto o teu beijo quando sorris.

Hoje, sinto alegria por apenas saber de ti e te sentir.

Hoje, não preciso de saber onde vais, onde estás, pq tu levas-me contigo, não preciso de estar contigo, porque não te apartas de mim.

Hoje sinto a segurança ao saber que este sentimento se une no invisível do universo..

Hoje preciso apenas que sorrias, para sentir nesse teu sorriso, que já sinto, o teu beijo.

Hoje, preciso apenas que vivas, tão alegre quanto eu, para nessa alegria, na nossa alegria me fortificar… para nessa alegria emergimos na ternura do Amor que nos une, e no encantamento do momento, nessa invisibilidade sentida, podermos viver e morrer, vezes sem fim…e na intensidade de um bem maior, vivermos na individualidade o Todo...

Amo-te…e ainda não sei se te conheço…não necessito de saber...

Susana Bernardo




Nossa... que lindo...é raro ver uma poesia tão perfeita e bonita assim... está cheia de sentimento...
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: Carola em 17 de Dezembro de 2008, 12:13
Citar
Olá,

Kardec diz-nos e bem que nao existem almas gemeas.

Este texto também não o diz.

Fala-nos em "chamas gemeas"...energias, mais propriamente de Amor que todos sentimos e que nos completa, a tal outra parte que falam...ela pode nao estar presente fisicamente, mas vc's todos a conhecem, pela sua ausencia, ou não

Alma gemea enquanto palavra, apenas porque se descreve para um melhor entendimento, é um termo adequado ao nosso entendimento imperfeito para a perfeição na união de duas almas

Ha algum tempo escrevi um texto que estará algures tb editado por mim neste Forum, mas volto aqui a coloca-lo, pois transmite a essencia do que sinto em relação a este tema...


Por alguma razão, ainda desconhecida no passado, eu já te sentia, eu já te vivia…

Mas…nesse doce sentir, mas ainda sem vir, a esperança crescia…

Buscava de forma errada, todo o sentir que sentia, que me fazia viver e morrer…

Desilusões foram fazendo parte integrante no meu caminhar, mas sem perder a esperança de te alcançar…

Poderia viver, hoje um minuto de vida, e alcançar a vida da morte no outro a seguir, que apenas sabendo que existes, todo o meu ser rejubila por te amar …

Hoje, o teu ser que sempre me completou, exibe na sua essência a presença que meu amor nunca ocultou…

Hoje, ao te deitares sem que eu sinta, sinto, teu corpo junto do meu, acariciando a paz do teu descanso…

Hoje ao acordares sem reconhecer teus olhos, oferecem-me o sol, enchem-me de carinho nesse olhar que sinto e vivo.

Hoje, sinto o teu beijo quando sorris.

Hoje, sinto alegria por apenas saber de ti e te sentir.

Hoje, não preciso de saber onde vais, onde estás, pq tu levas-me contigo, não preciso de estar contigo, porque não te apartas de mim.

Hoje sinto a segurança ao saber que este sentimento se une no invisível do universo..

Hoje preciso apenas que sorrias, para sentir nesse teu sorriso, que já sinto, o teu beijo.

Hoje, preciso apenas que vivas, tão alegre quanto eu, para nessa alegria, na nossa alegria me fortificar… para nessa alegria emergimos na ternura do Amor que nos une, e no encantamento do momento, nessa invisibilidade sentida, podermos viver e morrer, vezes sem fim…e na intensidade de um bem maior, vivermos na individualidade o Todo...

Amo-te…e ainda não sei se te conheço…não necessito de saber...

Susana Bernardo



Lindo! Perfeito! Lembrei de alguém.... :'(
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: Viviane Gomes em 17 de Dezembro de 2008, 13:06
Olá,

Kardec diz-nos e bem que nao existem almas gemeas.

Este texto também não o diz.

Fala-nos em "chamas gemeas"...energias, mais propriamente de Amor que todos sentimos e que nos completa, a tal outra parte que falam...ela pode nao estar presente fisicamente, mas vc's todos a conhecem, pela sua ausencia, ou não ;)

Alma gemea enquanto palavra, apenas porque se descreve para um melhor entendimento, é um termo adequado ao nosso entendimento imperfeito para a perfeição na união de duas almas ;)

Ha algum tempo escrevi um texto que estará algures tb editado por mim neste Forum, mas volto aqui a coloca-lo, pois transmite a essencia do que sinto em relação a este tema...:)


Por alguma razão, ainda desconhecida no passado, eu já te sentia, eu já te vivia…

Mas…nesse doce sentir, mas ainda sem vir, a esperança crescia…

Buscava de forma errada, todo o sentir que sentia, que me fazia viver e morrer…

Desilusões foram fazendo parte integrante no meu caminhar, mas sem perder a esperança de te alcançar…

Poderia viver, hoje um minuto de vida, e alcançar a vida da morte no outro a seguir, que apenas sabendo que existes, todo o meu ser rejubila por te amar …

Hoje, o teu ser que sempre me completou, exibe na sua essência a presença que meu amor nunca ocultou…

Hoje, ao te deitares sem que eu sinta, sinto, teu corpo junto do meu, acariciando a paz do teu descanso…

Hoje ao acordares sem reconhecer teus olhos, oferecem-me o sol, enchem-me de carinho nesse olhar que sinto e vivo.

Hoje, sinto o teu beijo quando sorris.

Hoje, sinto alegria por apenas saber de ti e te sentir.

Hoje, não preciso de saber onde vais, onde estás, pq tu levas-me contigo, não preciso de estar contigo, porque não te apartas de mim.

Hoje sinto a segurança ao saber que este sentimento se une no invisível do universo..

Hoje preciso apenas que sorrias, para sentir nesse teu sorriso, que já sinto, o teu beijo.

Hoje, preciso apenas que vivas, tão alegre quanto eu, para nessa alegria, na nossa alegria me fortificar… para nessa alegria emergimos na ternura do Amor que nos une, e no encantamento do momento, nessa invisibilidade sentida, podermos viver e morrer, vezes sem fim…e na intensidade de um bem maior, vivermos na individualidade o Todo...

Amo-te…e ainda não sei se te conheço…não necessito de saber...

Susana Bernardo



Sua mensagem é muito linda e envolve a alma com tamanha emoção...
Obrigada por compartilhar....

Abraços
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: Gigii em 17 de Dezembro de 2008, 16:11
A propósito... David Fonseca em "Who are you"

[youtube=425,350]5odB7qGFAP4&feature=related[/youtube]

Tradução:

Desde que te vi
Quero agarrar-te
Como se fosses o único

Os teus pés descansam nos meus sapatos
Canto esta canção para ti
Só para te ver sorrir

E eu amo-te, eu amo-te
Eu amo-te mas temo-te

Quem és tu?
Quem és tu?


Por mais quanto tempo?
Quão forte ainda terei de ser?
Como significas tanto para mim?

Por mais quanto tempo?
Quão forte ainda terei de ser?
Como significas tanto para mim?

E eu amo-te, eu amo-te
Eu amo-te mas temo-te

Quem és tu?
Quem és tu?

Por mais quanto tempo?
Quão forte ainda terei de ser?
Como significas tanto para mim?

Por mais quanto tempo?
Quão forte ainda terei de ser?

Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: *Leni* em 18 de Dezembro de 2008, 00:50


Belíssimo o vídeo e o poema.
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: Carola em 18 de Dezembro de 2008, 11:43
O céu está no chão
O céu não cai do alto
É o claro, é a escuridão
O céu que toca o chão E o céu que vai no alto
Dois lados deram as mãos
Como eu fiz também
Só pra poder conhecer O que a voz da vida vem dizer
O sol é o pé e a mão
O sol é a mãe e o pai
Dissolve a escuridão O sol se põe se vai
E após se pôr
O sol renasce no Japão
Eu vi também
Só pra poder entender Na voz a vida ouvi dizer
Que os braços sentem
E os olhos vêem
Que os lábios sejam
Dois rios inteiros Sem direção
Que os braços sentem
E os olhos vêem
E os lábios beijam
Dois rios inteiros Sem direção
Que os braços sentem
E os olhos vêem
Que os lábios beijam
Dois rios inteiros
Sem direção E o meu lugar é esse
Ao lado seu, no corpo inteiro
Dou o meu lugar pois o seu lugar
É o meu amor primeiro O dia e a noite as quatro estações


Dedico a todos amigos do fórum que amam alguém,mas especialmente para o meu amor!! Embora ele não o saiba... ;)
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: Viviane Gomes em 18 de Dezembro de 2008, 11:49
Obrigada e que Jesus te ilumine... ;)
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: Carola em 18 de Dezembro de 2008, 12:17
OPPPPPPPS! Esqueci de dar os créditos aos autores da letra da música: Nando Reis e Samuel Rosa!! Amo!!!! ;D ::)
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: *Leni* em 20 de Dezembro de 2008, 19:46



Você disse que Nando Reis e Samuel Rosa são os compositores.
E quem canta a música?
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: *Leni* em 19 de Março de 2009, 02:50




Não há almas que desde suas origens, estejam  predestinadas a união. Cada um de nós não tem, nalguma parte do Universo, sua metade, a que fatalmente um dia reunirá.  Não há união particular e fatal, de duas almas. A união que há é a de todos os Espíritos, mas em graus diversos, segundo a categoria que ocupam, isto é, segundo a perfeição que tenham adquirido. Quanto mais perfeitos, tanto mais unidos. Da discórdia nascem todos os males dos humanos; da concórdia resulta a completa felicidade. 

No caminho dos homens é ainda o amor que preside a todas as atividades da existência em família e em sociedade. Reconhecida a sua luz divina em todos os ambientes, observaremos a união dos seres como um ponto sagrado de referência dessa lei única que dirige o Universo.

No sagrado mistério da vida, cada coração possui no Infinito a alma gêmea da sua, companheira divina para a viagem à gloriosa imortalidade.

Criadas umas para as outras, as almas gêmeas se buscam, sempre que separadas.  A união perene é-lhes a aspiração suprema e indefinível. Milhares de seres, se transviados no crime ou na inconsciência, experimentam a separação das almas que os sustentam, como a provação mais ríspida e dolorosa, e, no drama das existências mais obscuras, vemos sempre a atração eterna das almas que se amam mais intimamente, evolvendo umas para as outras, num turbilhão de ansiedades angustiosas, atração que é superior a todas as expressões convencionais da vida terrestre. 

Quando se encontram, no acervo dos trabalhos humanos, sentem-se de posse da felicidade real para os seus corações, a da ventura de sua união, pela qual não trocariam todos os impérios do mundo, e a única amargura que lhes empana a alegria é a perspectiva de uma nova separação pela morte, perspectiva essa que a luz da Nova Revelação veio dissipar, descerrando para todos os espíritos, amantes do bem e da verdade, os horizontes eternos da vida.

O Universo é o plano infinito que o pensamento divino povoou de ilimitadas e intraduzíveis belezas.

Para todos nós, o primeiro instante da criação do ser está mergulhado num suave mistério, assim como também a atração profunda e inexplicável que arrasta uma alma para outra, no instituto dos trabalhos, das experiências e das provas, no caminho infinito do Tempo.

A ligação das almas gêmeas repousa, para o nosso conhecimento relativo, nos desígnios divinos, insondáveis na sua sagrada origem, constituindo a fonte vital do interesse das criaturas para as edificações da vida.

Separadas ou unidas, nas experiências do mundo, as almas irmãs caminham, ansiosas, pela união e pela harmonia supremas, até que se integrem, no plano espiritual, onde se reúnem para sempre na mais sublime expressão de amor divino, finalidade profunda de todas as cogitações do ser, no dédalo do destino.

Resposta de Emmanuel em atenção às objeções da editora (FEB), em relação à aparente divergência entre os textos acima:    

“Meu amigo, Deus te abençoe o coração nas lutas materiais. Agradecendo o teu carinho fraterno, na colaboração amiga e sincera de sempre, peço a modificação do texto, do novo trabalho, que deverá ser apresentado nos seguintes termos:

— “Grande número de almas desencarnadas nas Ilusões da vida física, guardadas quase que integralmente no intimo, conservam-se, por algum tempo, incapazes de apreender as vibrações do plano espiritual superior, sendo conduzidas pelos seus guias e amigos redimidos às reuniões fraternas do Espiritismo evangélico, onde, sob as vistas amoráveis desses mesmos mentores do plano invisível, se processam os dispositivos da lei de cooperação e benefícios mútuos, que rege os fenômenos da vida nos dois planos.”

“Devo o pequeno equivoco observado, concedendo à matéria certos ascendentes que só pertencem ao espírito, a perturbações do método de “filtragem mediúnica”, onde o nosso pensamento foi prejudicado.

“Solicitando essa modificação, pediria a conservação, no texto, da humilde exposição relativa à tese das “almas gêmeas”, ainda que, em consciência, sejam os amigos da Casa de Ismael compelidos à apresentação de uma ressalva, em obediência à lealdade de respeitável ponto de vista.  A tese, todavia, é mais complexa do que parece ao primeiro exame, e sugere mais vasta meditação às tendências do século, no capítulo do “divorcismo” e do “pansexualismo”, que a ciência menos construtiva vem lançando nos espíritos, mesmo porque, com a expressão “almas gêmeas”, não desejamos dizer “metades eternas”, e ninguém, a rigor, pode estribar-se no enunciado para desistir de veneráveis compromissos assumidos na escola redentora do mundo, sob pena de aumentar os próprios débitos, com difíceis obrigações à frente da Lei.”

Emmanuel



Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: Denise Costa em 28 de Setembro de 2009, 19:07
ola... tinha uma outra forma de ver a questao de alma-gemeas, apos ler esse texto estou conseguindo entender o que siginifica, porem ha algumas duvidas nessas partes do primeiro texto:

Citar
Muitos de vocês perguntam "Quem é a minha Alma-Gêmea?", especialmente aqueles que ainda estão sós neste momento. E muitos encontram-se sós ou esperando para deixar um relacionamento que não mais funciona para eles. Este desconforto é porque estão sendo solicitados a deixar ir os relacionamentos de terceira dimensão e a mudarem-se completamente para as uniões de quinta dimensão

esse desconforto pode surgir como? algo que ocorre fisicamente, tipo com o marido, esposa, qdo nao se entendem ou acontece algo no relacionamento ou é algo espiritual mesmo?

Citar
A chave é a compatibilidade de alma. Isto é uma compatibilidade energética nas Dimensões Superiores. As pessoas que formam uma ligação de alma-gêmea terão almas cujas harmonicas de luz e som combinam o suficiente para haver o potencial para que as duas almas se fundam completamente e formem uma União de Chama Gêmea.

                Esta compatibilidade harmônica é sentida como uma profunda atração magnética e harmonia. Vocês saberão quando encontrarem um potencial parceiro de alma-gêmea. Sua alma saberá, e o reconhecimento da alma e do Eu Superior vos será repassado imediatamente. No estado desperto de Quinta-Dimensão, a experiência das suas almas e as suas escolhas serão sentidas por vocês como suas próprias escolhas e experiências pois, de fato, todo o objetivo da transformação para a Quinta Dimensão foi para que alinhassem os seus aspectos físicos com os seus aspectos superiores.

de que forma saberemos qdo há essa harmonia entre almas? nós como seres humanos, passiveis de erros, como conseguiremos identificar essa atração magnetica e ter a exata sensação do que realmente é??

estou no inicio do espiritismo...por isso tenho muitas duvidas

qto ao poema SB, achei lindo, ate chorei qdo li...parabens pelo seu dom!!!

agradeço a compreensao de vcs

mil bjs

de

Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: Mourarego em 28 de Setembro de 2009, 19:26
Reconhecendo-se, primeiro que em termos de Espiritismo, não existem almas gêmeas, ou se quiserem, Espíritos que estejam fatalmente destinados um ao outro.
Em segundo lugar, saber-se que diante do ensino Espírita, os Espíritos unem-se por afinidades, quer dizer, essa afinidade é de todo moral, e que essa união, não representa a mesma coisa de uma união material ou física. Fala-se de sentimentos alteados, mas coisa dessa "dimensão" daqui mesmo.
E por final, esquecer-se totalmente dessa coisa de dimensões, que a doutrina não prevê, não aceita e não faz de ensinamento, Estes são ensinamentos espiritualistas mas não Espíritas e por tanto formam conteúdo alienígena ao do Espiritismo.
Existem mundos diferentes, mas avançados ou não, mas no que tange a moralidade, que é o padrão para as afinizações e para o nascimento de um sentimento entre um e outro, não existem senão as emissões vibracionais de qualquer Espírito.
Abraços,
Moura
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: Ace em 01 de Outubro de 2009, 18:56
Nunca tive lá muita sorte com almas gémeas, sempre fui um pouco azarado no amor :( rsrsrs


Mas esse é um tema interessante sim senhor.

Paz.
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: nieli em 27 de Janeiro de 2010, 21:03
Reconhecendo-se, primeiro que em termos de Espiritismo, não existem almas gêmeas, ou se quiserem, Espíritos que estejam fatalmente destinados um ao outro.
Em segundo lugar, saber-se que diante do ensino Espírita, os Espíritos unem-se por afinidades, quer dizer, essa afinidade é de todo moral, e que essa união, não representa a mesma coisa de uma união material ou física. Fala-se de sentimentos alteados, mas coisa dessa "dimensão" daqui mesmo.
E por final, esquecer-se totalmente dessa coisa de dimensões, que a doutrina não prevê, não aceita e não faz de ensinamento, Estes são ensinamentos espiritualistas mas não Espíritas e por tanto formam conteúdo alienígena ao do Espiritismo.
Existem mundos diferentes, mas avançados ou não, mas no que tange a moralidade, que é o padrão para as afinizações e para o nascimento de um sentimento entre um e outro, não existem senão as emissões vibracionais de qualquer Espírito.
Abraços,
Moura


Obrigado,eu estranhei muito, a explicacao das dimensoes,nunca li nada sobre.Eu já pesquisei sobre alma gemea na visao espirita,e sua colocacao é a correta.
Amar com compromisso,respeitar o parceiro como induviduo diferente de vc,tolerancia e mais amor= a casamento duradouro=familia feliz
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: mecame em 28 de Janeiro de 2010, 00:36
Não reconheço almas gêmeas da forma como as pessoas veem, mas entendo que existam expiritos que guardam muito amor por alguém e que a existencia faz com que se aproximem, mas creio eu que para trabalharem esse amor. Pois o amor entre os espíritos deve ser fraternal, visto que não há interesse e nem a existencia de casais espíritos nas moradas do Pai, mas todos nós temos que conquistar o amor perfeito que é o amor na mesma medida. Se eu amo alguém mais que outro, não tenho amor na mesma medida. A convivencia entre espiritos consideramos alma gemea é uma provisão divina para que curem o seu amor parcial e estbeleçam a luz do amor na mesma medida para todos. Pois almas Gêmeas como pensam não existe, mas devido a força do apego até espíritos se enganam realmente pensando existir a possibilidade de existir um amor entre dois seres que nunca findará. Mas, o amor não findará apenas sofrerá o reparo para que tudo se justifique na mesma medida. Jonatas e Davi eram almas gemeas. Diz na bíblia que os dois se amavam tanto que ultrapassava o amo de um homem por uma mulher. A paz de Cristo
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: nieli em 28 de Janeiro de 2010, 19:59
 (Pois o amor entre os espíritos deve ser fraternal, visto que não há interesse e nem a existencia de casais espíritos nas moradas do Pai,)MEGAME.
No livro ditado por andré Luíz os MENSAGEIROS, ele narra historias de casamento na espiritualidade.Fiquei curiosa sobre o assunto!!Quem souber mais, pode nos ajudar.
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: Mourarego em 29 de Janeiro de 2010, 14:59
O amor verdadeiro perdura, mas bem modificado, no Éter.
A obra básica diz que este amor, vivido por lá baseia-se no afeto mútuo, respeito e sintonia plena.
Mas nada fala de casamentos.
Abraços,
Moura
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: Bcrazy em 03 de Fevereiro de 2010, 18:36
Ótimas respostas. Obrigada pelos esclarecimentos!
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: msofontes em 21 de Junho de 2010, 08:39
Armadilha das Almas Gemeas
Se escrever qualquer coisa que contraria Kardec fique com Kardec
O subtítulo é usado como referencia em apoio de Emanuel para o fundamentalismo Espírita transformando uma doutrina progressiva e teórico-experimental no Kardecismo, porem é necessário tentar descrever o momento, o ambiente as razões e o motivo em que Emanuel fez esta afirmação:
Vou tentar escrever o que me contaram sobre como se passou a as condições desta afirmação, porém preciso que outras pessoas confirmem esta estória:

Certa feita desembarcou na pequena cidade de Chico um grupo de Doutores da Lei do Espiritismo afirmando que  houve na psicografia de Chico uma afirmação da existência de Almas Gêmeas:- Espíritos que teriam sido destinados desde a origem para se complementarem mutuamente isto confronta a pergunta 298 e 299 do Livro dos Espíritos.
Tenho procurado onde na psicografia de Chico está esta afirmação e o único lugar que encontrei foi no romance histórico Há Dois Mil Anos psicografado em 1939 onde Livia  a esposa de do Senador Publius Lentulus ,a reencarnação de Emanuel, canta uma canção composta na juventude pelo Senador apaixonado para ela ( pagina 71 do romance) .
Não é portanto uma afirmação de Emanuel como espírito, é uma descrição histórica da  paixão do Senador cantada a moda da juventude Romana da época, mas o grupo de inquisidores se apegaram a “letra que mata” e fizeram uma grande celeuma construindo uma armadilha:
-Caso Emanuel tivesse dito que ele estava certo teria perdido o apoio da FEB e os livros não seriam publicados e talvez jamais tivéssemos o conhecimento das obras de Chico.
-Caso tivesse se retratado teria estabelecido para sempre a dogmática Espírita e não teríamos jamais progresso, pois ficaria estabelecida a censura.
Porem a resposta de uma grande sabedoria espiritual foi brilhante e evitou o confronto e preservou a liberdade que pode ser entendida da seguinte forma:
Chico vou continuar escrevendo normalmente o que creio ser correto e útil caso escreva algo contrario a Kardec fique com Kardec.
A resposta desarmou a armadilha evitou o confronto  e apresenta uma pequena semelhança com a resposta que Jesus deu ao ser desafiado sobre os impostos Romanos pelos doutores da lei :- Daí a Cesar o que é de Cesar e a Deus o que é de Deus.

Colocando em termos apenas de pesquisa espírita e não de divulgação espírita devemos ter a tolerância de discordar de Kardec nem que seja para discordar de Kardec hoje para concordar mais tarde com ele amanhã que é o que no meu caso tem sempre acontecido.
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: Mourarego em 21 de Junho de 2010, 14:59
pena Fontes,
mas Emmanuel em O Consolador tras exatamente a teoria e lhe dá crédito de veradade...
Veja isso:
" Eliseu F. Mota Jr

 

Uma dúvida muito comum no cotidiano é querermos saber se todos temos a nossa alma gêmea, aquela metade eterna que viria completar e tornar nossa existência mais feliz e agradável. Como se vê, a teoria das almas gêmeas é um tema polêmico e delicado, principalmente agora que muitos livros, novelas, músicas e filmes tentam resolver os problemas dos solitários e dos casados infelizes.

No livro O Consolador Emmanuel disse, entre outras coisas, que cada coração possui no infinito “a alma gêmea da sua, companheira divina para a viagem gloriosa à imortalidade”, porque, “criadas umas para as outras, as almas gêmeas se buscam, sempre que separadas. A união é-lhes a aspiração suprema e indefinível. Milhares de seres, se transviados no crime ou na inconsciência, experimentam a separação das almas que os sustentam, como a provação mais ríspida e dolorosa, e, no drama das existências mais obscuras, vemos sempre a atração eterna das almas que se amam mais intimamente, evolvendo umas paras as outras, num turbilhão de ansiedades angustiosas, atração que é superior a todas as expressões convencionais da vida terrestre. Quando se encontram, no acervo dos trabalhos humanos, sentem-se de posse da felicidade real para os seus corações — a da ventura de sua união, pela qual não trocariam todos os impérios do mundo, e a única amargura que lhes empana a alegria é a perspectiva de uma nova separação pela morte, perspectiva essa que a luz da Nova Revelação veio dissipar, descerrando para todos os espíritos, amantes do bem e da verdade, os horizontes eternos da vida.”

Mas essas colocações de Emmanuel sobre a teoria das almas gêmeas parecem conflitar com o pensamento de Allan Kardec exposto na Revista Espírita de maio de 1858, em matéria com o título Metades eternas e referente a uma passagem de uma carta de um assinante cuja esposa havia falecido, deixando seis filhos. Sentindo-se em completo isolamento, o viúvo, ouvindo falar das manifestações espíritas, passou a freqüentar um grupo que praticava a mediunidade, aprendendo então que a verdadeira vida não está na Terra, mas no mundo dos Espíritos.

Certa noite, comunicando-se com o Espírito de sua esposa, perguntou-lhe a razão das divergências que tiveram durante a sua vida em comum, respondendo-lhe a antiga companheira que, malgrado tivessem passado alguns momentos felizes, não eram metades eternas, uma vez que tais uniões são raras na Terra, embora em alguns casos possam acontecer, quando representam um grande favor de Deus e aqueles que desfrutam essa felicidade experimentam alegrias indescritíveis.

Atendendo então ao pedido de esclarecimento formulado pelo missivista e também para sua própria instrução, Kardec dirigiu ao Espírito São Luís algumas perguntas, que depois foram inseridas em O Livro dos Espíritos, através das quais aquela entidade assevera, entre outros detalhes, que não existe uma união particular e fatal de duas almas. Existe a união entre todos os Espíritos, mas em graus diferentes, segundo a posição que ocupam, isto é, segundo a perfeição adquirida: quanto mais perfeitos, mais unidos. Da discórdia brotam todos os males humanos e da concórdia a felicidade completa.

Questionado sobre eventual contradição entre as suas ponderações acerca da teoria das almas gêmeas e as colocações de Allan Kardec sobre as metades eternas, feitas a partir das lições de São Luís, o Espírito Emmanuel, sempre por intermédio de Chico Xavier, asseverou que a tese é “... mais complexa do que parece ao primeiro exame, e sugere mais vasta meditação às tendências do século, no capítulo do ‘divorcismo’ e do ‘pansexualismo’, que a ciência menos construtiva vem lançando nos espíritos, mesmo porque, com a expressão ‘almas gêmeas’, não desejamos dizer ‘metades eternas’, e ninguém, a rigor, pode estribar-se no enunciado para desistir de veneráveis compromissos assumidos na escola redentora do mundo, sob pena de aumentar os próprios débitos, com difíceis obrigações à frente da Lei.”

De qualquer forma, ficamos com a seguinte conclusão de Kardec:
“A teoria das metades eternas é uma figura referente à união de dois Espíritos simpáticos; é uma expressão usada mesmo na linguagem comum, tratando-se dos esposos, o que não se deve tomar ao pé da letra. Os Espíritos que dela se serviram certamente não pertencem à mais alta ordem: a esfera de seus conhecimentos é necessariamente limitada e eles exprimiram o pensamento em termos de que se teriam servido na vida corpórea. É, pois, necessário rejeitar esta idéia de que dois Espíritos, criados um para o outro, uma dia deverão unir-se na eternidade, depois de terem estado separados durante um lapso de tempo mais ou menos longo.”
Quer dizer, além, de reafirmar, Emmanuel ainda se põe acima dos Espíritos Superiores, classe a qual não pertence.
Abraços,
Moura
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: pretoriano em 22 de Junho de 2010, 00:31
Ola amigos,

Minha outra parte..............haaa............donde estas? sei q na existe
Título: Re: Sobre a união de almas gêmeas.
Enviado por: Sylvia Campos em 24 de Junho de 2010, 17:49
Emocionante!!!
Linda mensagem!!!

Olá,

Kardec diz-nos e bem que nao existem almas gemeas.

Este texto também não o diz.

Fala-nos em "chamas gemeas"...energias, mais propriamente de Amor que todos sentimos e que nos completa, a tal outra parte que falam...ela pode nao estar presente fisicamente, mas vc's todos a conhecem, pela sua ausencia, ou não ;)

Alma gemea enquanto palavra, apenas porque se descreve para um melhor entendimento, é um termo adequado ao nosso entendimento imperfeito para a perfeição na união de duas almas ;)

Ha algum tempo escrevi um texto que estará algures tb editado por mim neste Forum, mas volto aqui a coloca-lo, pois transmite a essencia do que sinto em relação a este tema...:)


Por alguma razão, ainda desconhecida no passado, eu já te sentia, eu já te vivia…

Mas…nesse doce sentir, mas ainda sem vir, a esperança crescia…

Buscava de forma errada, todo o sentir que sentia, que me fazia viver e morrer…

Desilusões foram fazendo parte integrante no meu caminhar, mas sem perder a esperança de te alcançar…

Poderia viver, hoje um minuto de vida, e alcançar a vida da morte no outro a seguir, que apenas sabendo que existes, todo o meu ser rejubila por te amar …

Hoje, o teu ser que sempre me completou, exibe na sua essência a presença que meu amor nunca ocultou…

Hoje, ao te deitares sem que eu sinta, sinto, teu corpo junto do meu, acariciando a paz do teu descanso…

Hoje ao acordares sem reconhecer teus olhos, oferecem-me o sol, enchem-me de carinho nesse olhar que sinto e vivo.

Hoje, sinto o teu beijo quando sorris.

Hoje, sinto alegria por apenas saber de ti e te sentir.

Hoje, não preciso de saber onde vais, onde estás, pq tu levas-me contigo, não preciso de estar contigo, porque não te apartas de mim.

Hoje sinto a segurança ao saber que este sentimento se une no invisível do universo..

Hoje preciso apenas que sorrias, para sentir nesse teu sorriso, que já sinto, o teu beijo.

Hoje, preciso apenas que vivas, tão alegre quanto eu, para nessa alegria, na nossa alegria me fortificar… para nessa alegria emergimos na ternura do Amor que nos une, e no encantamento do momento, nessa invisibilidade sentida, podermos viver e morrer, vezes sem fim…e na intensidade de um bem maior, vivermos na individualidade o Todo...

Amo-te…e ainda não sei se te conheço…não necessito de saber...

Susana Bernardo