Forum Espirita

GERAL => O que é o espiritismo => Reencarnação => Tópico iniciado por: Mikaella em 17 de Setembro de 2009, 22:04

Título: Evolução do Espírito.
Enviado por: Mikaella em 17 de Setembro de 2009, 22:04
Olá, amigos e amigas! Boa tarde!

Sou estudante da Doutrina. Faço o ESDE - Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita - na cidade aonde moro e no último encontro que tivemos, restou um ponto controverso, razão pela qual, gostaria de colocar a questão para debate.

"O Espírito só evolui enquanto encarnado? Ou também evolui no mundo espiritual?"

A pergunta acima dividiu opiniões na sala de estudo... Veremos como nos sairemos no FE.

Muita LUZ!
Abraços fraternos.
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: rwer em 18 de Setembro de 2009, 01:58
Oi, Mikaella,

Já que você está fazendo o ESDE, a resposta espírita pra sua questão certamente consta nas obras primordiais.

Vou te dar minha resposta, não espírita:

Espírito não evolui. É perfeito, intemporal e imutável. O que progride é aquilo que existe na Criação, no tempo e no espaço.  Sendo o Espírito livre do tempo, não teria mesmo como acrescentar algo ao que já é.

A equipe responsável pela Codificação, incluindo os encarnados, utilizou-se das melhores imagens disponíveis à época, considerando principalmente o público de então: Europa e outros lugares do Ocidente.  Assim, resolveram denominar de "espírito" toda a personalidade que reveste o Ser não encarnado. Isto deve ter simplificado bastante o entendimento europeu para as novidades espíritas.

Hoje em dia, não precisamos mais ver de forma tão reduzida. Ora, Espíritos somos nós, na essência. Perispírito é um corpo, semelhante ao corpo carnal. O trabalho do Espírito é justamente mover seus corpos (sua personalidade) ao longo dos tempos, pela vastidão dos espaços, de modo a incutir-lhes toda a sua pureza, beleza e sensibilidade. Isto é evolução.

E agora, resposta direta: sim, claro, o Espírito impulsionará seus revestimentos a evoluírem continuamente, esteja encarnado ou desencarnado. Não lhe parece assim?

Abraço,
RW



Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Dhan em 18 de Setembro de 2009, 06:06
Olá, Mikaella

"O Espírito só evolui enquanto encarnado? Ou também evolui no mundo espiritual?"

Sim, os espíritos progridem na erraticidade. É o que diz o OLE (ver abaixo). Eu iria até mais além em dizer que com facilidades maiores que nós encarnados, presos a matéria e tão limitados por nossos sentidos.

227) De que maneira os Espíritos errantes se instruem? É como nós?

– Eles estudam seu passado e procuram os meios de se elevar. Vêem, observam o que se passa nos lugares que percorrem; ouvem os ensinamentos dos homens esclarecidos e os conselhos dos Espíritos mais elevados que eles e isso lhes inspira idéias que não tinham antes.

230) O Espírito progride na erraticidade?


– Pode melhorar-se muito, sempre de acordo com sua vontade e seu desejo. Mas é na existência corporal que põe em prática as novas idéias que adquiriu.


Abs!

~Dhan

Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Mikaella em 21 de Setembro de 2009, 14:31
Caro Ram-Wer,
De início, obrigada pela sua participação.
Algumas considerações sobre o que me respondeu...


Vou te dar minha resposta, não espírita:

Espírito não evolui. É perfeito, atemporal e imutável. O que progride é aquilo que existe na Criação, no tempo e no espaço.  Sendo o Espírito livre do tempo, não teria mesmo como acrescentar algo ao que já é.

Caro RW, penso um pouco diferente disso...
Se Espírito não evolui, é perfeito, atemporal e imutável, qual a necessidade da reencarnação?
Detalhe: Segundo os estudos, Os espíritos estão divididos em três grandes categorias, que por sua se subdividem em dez classes.
As três grandes categorias: Espíritos Imperfeitos; Espíritos Bons e Espíritos Puros.
As dez classes:
ESPÍRITOS IMPERFEITOS: Espíritos: impuros, levianos, pseudo-sábios, neutros e perturbadores ou brincalhões.
ESPÍRITOS BONS: Espíritos: benévolos, sábios, os da sabedoria e os superirores.
ESPÍRITOS PUROS: Espíritos: grandes mestres da Humanidade.
Acredito que ainda estamos um pouquinho distantes da "perfeição".

O que me diz?
Muita LUZ!
Abraços fraternos.
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Mikaella em 21 de Setembro de 2009, 14:43
Caro Dhan... bom dia!
Obrigada pela sua atenção!


Sim, os espíritos progridem na erraticidade. É o que diz o OLE (ver abaixo). Eu iria até mais além em dizer que com facilidades maiores que nós encarnados, presos a matéria e tão limitados por nossos sentidos.

230) O Espírito progride na erraticidade?[/b]

– Pode melhorar-se muito, sempre de acordo com sua vontade e seu desejo. Mas é na existência corporal que põe em prática as novas idéias que adquiriu.[/i]

Caro Dhan...
A resposta dos espíritos ao questionamento acima de Kardec é enfático: é na existência corporal que põe em prática as novas idéias que adquiriu.
Não estariam dizendo que somente quando encarnamos é que evoluimos?
Tire-me uma dúvida... Quando realmente evoluimos? Quando pensamos em nos melhorar ou quando colocamos em prática aquilo que pensamos?

Muita LUZ!
Abraços fraternos.
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Mourarego em 21 de Setembro de 2009, 21:55
Na verdade, Mikaella,
os Espíritos nos ensinam que mesmo progredindo também na erraticidade, nós Espíritos ainda em progressão, intelectual e moral, necessitamos dos estágios, na Terra e em mundos mais avançados para afivelarmos o conhecimento adquirido, colocando-os na esfera das atitudes normais aos nossos atos, tanto como Espíritos, pois não o deixamos de ser mesmo quando encarnados, como os atos próprios da ação que temos na erraticidade. sem esses estágios não haverá evolução, pois avançar ou progredir é uma coisa, e evoluir é o passo que só sde consegue dar quando transpomos o Umbral de um mundo mais avançado.
Abraços,
Moura

Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Dhan em 21 de Setembro de 2009, 22:03
Olá, Mikaella

A primeira parte da resposta à pergunta 230 também não deixa dúvidas: Pode melhorar-se muito, sempre de acordo com sua vontade e seu desejo. Quer dizer que os espíritos desencarnados também progridem. É na encarnação que provamos a nós mesmos o que aprendemos, interiorizando todos os ensinamentos necessários a nossa evolução.

Abs!

~Dhan
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Mikaella em 23 de Setembro de 2009, 16:48
avançar ou progredir é uma coisa, e evoluir é o passo que só se consegue dar quando transpomos o Umbral de um mundo mais avançado.
Abraços,
Moura

Caro Moura,
Obrigada pelas elucidações.
No entanto, gostaria de deixar para análise e estudo do amigo Moura e dos demais participantes deste espaço, o que diz a SBEE - Sociedade Brasileira de Estudos Espíritas sobre Evolução.

Somente a partir do final século XVIII e principalmente durante o século XIX o conceito de evolução foi difundido, provocando um impacto sem precedentes em todo o sistema de pensamento ocidental. Praticamente, não houve área do conhecimento que tenha deixado de sofrer influência desse conceito, e o Espiritismo não foi exceção. Codificada na época em que os trabalhos de Charles Darwin e Alfred Russel Wallace estavam recebendo grande divulgação, a Doutrina Espírita utilizou-se da evolução como um conceito chave para a compreensão da moral, da ética, do polissistema material e espiritual, da posição do ser inteligente diante da vida. Vale a pena ressaltar que Wallace, além de co-autor da teoria da evolução através da seleção natural, foi um grande estudioso do Espiritismo.

Evolução, portanto, é fundamental no conjunto de conceitos que compõe o Espiritismo. Sem essa idéia, o entendimento da Doutrina se torna prejudicado e grande parte de seu valor como ferramenta para o crescimento pessoal e social se perde. Quando se avalia o que os espíritas entendem por evolução, percebe-se uma grande quantidade de interpretações que são inadequadas e, muitas vezes, contradizem o próprio conjunto doutrinário.

Para muitas pessoas, evolução significa simplesmente progresso, modificação para melhor, de técnicas, de equipamentos, entre inúmeras outras coisas, numa perspectiva que valoriza mais os bens materiais. Uma crença ingênua que não considera obstáculos e dificuldades surgidos com a explosão tecnológica e as questões éticas.

Algumas vezes, evolução é considerada o caminho do comportamento adequado, com objetivo definido, geralmente revelado aos homens e para o qual todos devem convergir. Evoluir seria encontrar o caminho correto, o caminho único, a trilha. Evolução, considerada dessa maneira, é designada como unicista e linear.

A evolução também pode ser considerada como uma necessidade, um impulso interno em cada pessoa, ocorrendo de forma paulatina, indefectível e continuamente, quando, então, é conhecida como necessitarista e continuísta. Ou se pode considerar que evolução só ocorre quando seguidas as normas de comportamento ideal, determinadas externamente à pessoa e ao grupo. Ou ainda, considerar que evolução significa melhora em direção à perfeição representada pela natureza ou pela divindade.

Essas várias maneiras de abordar a evolução estão em contradição com o conceito de Livre-Arbítrio e, portanto, não podem ser consideradas como o entendimento adequado de evolução para o Espiritismo.

(grifo nosso)

Muita LUZ!
Abraços fraternos.

Fonte: http://www.sbee.com.br/txt_evolu (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5zYmVlLmNvbS5ici90eHRfZXZvbHU=)ção.htm
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Mourarego em 23 de Setembro de 2009, 17:11
Amiga Mikaella,
Relembrando a obra básica, que sei que você a conhece, gostaria de dizer que lá se encontra que, o Espírito encarnado, progride, neste estado e no seu estado natural, o de Espírito. contudo para que este passe a um outro mundo, este mais avançado é necessário que preencha a soma de progressos, que a classe em que está lhe dê como dever de casa. Para tal usa das múltiplas encarnações para consegui-lo. Quando perfaz a soma de progressos, avança pelo Umbral da nova classe Espiritual encarnando agora em mundo superior ao de antes.
Assim, como se nota, a obra básica fala em progresso para os de uma mesma classe dentro de um mundo, e de evolução, para os que já conseguiram passar por todas as vicissitudes daquele mundo e estão aptos a encarnarem em novo patamar, este mais evoluído.
Dessa maneira tempos que o ser vivo progride e evolui, enquanto os mundos materiais, estes evolvem.
Abração,
Moura
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Mikaella em 23 de Setembro de 2009, 23:01
Amigos e amigas... boa noite!
Acredito que a explanação abaixo é a mais coerente que encontrei acerca da evolução do Espírito, com a qual coaduno. Penso que aonde estivermos, estaremos vivendo um processo de contínua evolução, estejamos encarnados ou não.

Para o Espiritismo, evolução e progresso não significam, necessariamente, a mesma coisa. Evolução não é simplista, não se limita aos aspectos materiais, mas envolve múltiplos aspectos, em um quadro de imensa complexidade.

Para a Doutrina, a evolução é pluralista, pois é considerada um processo aberto, com infinitas trajetórias possíveis. Não é linear, não há um caminho certo, mas tantos caminhos quanto o número de consciências que existem no Universo.

A evolução não é apenas individual, mas do grupo de pessoas, encarnadas e desencarnadas, ao qual se está ligado. Evoluir implica em mudar a mentalidade e a massa crítica do grupo social.

Evolução não se acaba, não se encerra, não há um fim, não há um lugar a ser alcançado, pré-determinado, aonde todos, necessariamente, terão que chegar. A evolução não é considerada continuísta nem necessitarista, pois o processo não depende de uma força propulsora interna independente. Depende, principalmente, da vontade e ocorre em diferentes intensidades, na dependência do empenho que cada pessoa apresenta no sentido de sua ocorrência. O espírito conhece mais (evoluiu mais) na medida em que assume atitudes que lhe propiciam mais experiências ou na medida em que se utiliza mais intensamente das situações que enfrenta.

Evolução, para a Doutrina Espírita, significa modificação de comportamento pelo acúmulo, associação e operação de experiências, conhecimentos, na medida em que os limites pessoais são ultrapassados, as potencialidades são desenvolvidas e ampliadas e as capacidades ou habilidades são colocadas a serviço das pessoas com as quais se convive.

Evolução é o objetivo da vida, significa ampliação da consciência de si mesmo, da consciência de sua ligação com todos os seres do Universo, da consciência do papel e da função que desempenha na estruturação inteligente do Cosmo e da consciência do significado de Deus.


Fonte: http://www.sbee.com.br/txt_evolu (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5zYmVlLmNvbS5ici90eHRfZXZvbHU=)ção.htm

Muita LUZ!
Abraços fraternos.
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Vitor Santos em 24 de Setembro de 2009, 13:31
Olá

O espirito é criado simples e ignorante.

Em relação à vida espiritual também há uma infância, uma idade em que já há maior capacidade intelectual, uma idade em que já há maior sensibilidade moral e, por fim, o estado de espirito puro ( ao fim de tantos anos, que, à nossa escala de tempo, é uma eternidade).

Na erraticidade paramos para pensar sobre a nossa vida de encarnados e, entendendo melhor do que na terra o que nos pode levar a sermos mais felizes, delineamos a estratégia para a vida seguinte.

A encarnação é colocar em prática a estratégia delineada durante a erraticidade. É o exame no fim do estudo e, ao mesmo tempo, a nossa contribuição para a transformação universal.

Mais tarde ou mais cedo todos acabam por perceber que é contra os seus interesses manterem-se estacionários. E que o progresso é o melhor caminho.

bem hajam
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: rwer em 29 de Outubro de 2009, 19:54
Oi, Mikaella,

Desculpe levar esse tempão pra responder.  Acho que perdi o seu tópico de vista... :D

Você perguntou:  "O Espírito só evolui enquanto encarnado? Ou também evolui no mundo espiritual?"

Então, depois de te avisar que não sou espírita (apenas gosto de Espiritismo), respondi que o Espírito não evolui.  

E expliquei que a D.E., pra simplificar as coisas, levando em conta a mentalidade ocidental no século XIX, resolveu denominar de "espírito" não apenas o Ser, o Espírito mesmo, mas qualquer personalidade humana fora da carne.  E, nesse pacote, entraram o perispírito (corpo astral) e, mais tarde (André Luiz), quaisquer outros corpos mais sutis que o Espírito utilize.

E você argumentou: "Caro RW, penso um pouco diferente disso... Se Espírito não evolui, é perfeito, intemporal e imutável, qual a necessidade da reencarnação?  Detalhe: Segundo os estudos, Os espíritos estão divididos em três grandes categorias, que por sua (vez) se subdividem em dez classes.  As três grandes categorias: Espíritos Imperfeitos; Espíritos Bons e Espíritos Puros."

Percebeu a diferença?  É como se, aqui na Terra, eu te perguntasse:  "Espíritos crescem em tamanho?"  

Nesse caso, tudo depende daquilo que a gente considera como "espírito".  Se o entendimento fosse de que tudo o que reveste o Espírito deve levar o nome de "espírito", nesse caso a resposta seria sim, o espírito cresce, pois nasce bebê e decuplica seu tamanho e peso em poucos anos.  

Corpos são personalidades (per-sona), revestem o ser. São as personagens. É aí que existe evolução.

Respondendo à sua outra pergunta:  uma das razões da reencarnação é justamente interpretar nova personagem, dar um refresco ao Ser (o Espírito), livrando-o do peso de outros papéis já vividos.  É trazê-lo para a Escola Densa, onde o aprendizado é mais difícil, pois aqui o ambiente não obedece com facilidade à vontade do Ator.

Abraço,
RW
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Mourarego em 29 de Outubro de 2009, 21:34
Não vamos conferir ao termo evoluir, o mesmo sentido do termo progredir. Isso é patente em qualquer das obras básicas.
Evoluir, só se consegue quando se entra em novo e mais adiantado mundo. Para isso é que as sucessivas reencarnação num mesmo mundo se dão, já que entre elas, tanto na erraticidade quanto encarndos, progredimos todos, uns mais, outros menos.
Abraços,
Moura
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: JoelS em 30 de Outubro de 2009, 12:24
Aqui se esta discutindo mera questão se semântica...
Se formos olhar no Aurélio ele nos mostrará os seguintes significados:

Evoluir: v.i. Sofrer evolução ou transformação; evolver, evolucionar, progredir: a humanidade evolui incessantemente. / Fig. Atualizar-se no que diz respeito a idéias ou convicções

Progredir: v.i. Caminhar para a frente, avançar. / Melhorar; aperfeiçoar-se; desenvolver-se.

Creio que a resposta é simples quando tornamos a pergunta simples, então a pergunta simples seria: "Quando estamos na erraticidade evoluímos / progredimos ou ficamos parados?"

A a resposta torna-se simples também:

Já que ao julgo da razão e conforme o Espiritismo nos diz que nada fica parado e não existe inação, advém que evoluímos ou progredimos sim... Senão estaríamos contradizendo o principio da própria evolução dos seres e do mundo...
O que poderíamos ressaltar é que este tipo de evolução é em um outro patamar não tal como o temos quando encarnados, mas mesmo assim a marcha do progresso caminha...

Abraços
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: edu em 30 de Outubro de 2009, 16:15
Paz a todos !!!
A questão parece encaminhada quanto ao progresso do espírito na erraticidade. Ele progride. Embora em alguns quesitos a reencarnação seja a forma mais apropriada para a aquisição dos saberes, em outros ele pode optar pelo labor no plano espiritual, na erraticidade.

A questão da palavra evolução - quase sempre associada ao Darwinismo - nos parece apropriada, até porque a codificação espírita antecede em dois anos a publicação do trabalho de Darwin. O espírito se auto-aperfeiçoa. Cresce em inteligência e sentimento.É o arquiteto do seu progresso e o responsável pelas suas conquistas.

A questão do tempo não linear sempre levado em consideração por aqueles que se interessam em fazer uma conecção com a física moderna e o espiritualismo merece maiores cuidados e estudos, visto que a temática é recente e são poucos os credenciados nessas nas duas áreas aptos a essa tarefa.
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Mikaella em 02 de Novembro de 2009, 14:04
E você argumentou: "Caro RW, penso um pouco diferente disso... Se Espírito não evolui, é perfeito, intemporal e imutável, qual a necessidade da reencarnação?  Detalhe: Segundo os estudos, Os espíritos estão divididos em três grandes categorias, que por sua (vez) se subdividem em dez classes.  As três grandes categorias: Espíritos Imperfeitos; Espíritos Bons e Espíritos Puros."

Percebeu a diferença?  É como se, aqui na Terra, eu te perguntasse:  "Espíritos crescem em tamanho?"  

Nesse caso, tudo depende daquilo que a gente considera como "espírito".  Se o entendimento fosse de que tudo o que reveste o Espírito deve levar o nome de "espírito", nesse caso a resposta seria sim, o espírito cresce, pois nasce bebê e decuplica seu tamanho e peso em poucos anos.  

Corpos são personalidades (per-sona), revestem o ser. São as personagens. É aí que existe evolução.

Caro RW
Que este lhe encontre na PAZ de Jesus!

Desculpe o pouco entendimento desta amiga, mas não consegui alcançar o seu raciocínio... Ou, talvez, pelo amigo ter perdido de vista o tópico, suas explicações se distanciaram um pouco do objetivo final.

Concordo com o amigo Moura quando diz que não devemos aqui confundir evolução com progressão... são significados distintos.

Muita LUZ!
Abraços fraternos!
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Mikaella em 02 de Novembro de 2009, 14:08
Não vamos conferir ao termo evoluir, o mesmo sentido do termo progredir. Isso é patente em qualquer das obras básicas.
Evoluir, só se consegue quando se entra em novo e mais adiantado mundo. Para isso é que as sucessivas reencarnação num mesmo mundo se dão, já que entre elas, tanto na erraticidade quanto encarndos, progredimos todos, uns mais, outros menos.
Abraços,
Moura

Amigo Moura,

Obrigada mais uma vez pelo carinho da sua participação, como sempre, à luz da codificação.

Muita LUZ!
Abraços fraternos!

Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: rwer em 02 de Novembro de 2009, 18:18
Oi, Mikaella,

Você disse:  "Desculpe o pouco entendimento desta amiga, mas não consegui alcançar o seu raciocínio... Ou, talvez, pelo amigo ter perdido de vista o tópico, suas explicações se distanciaram um pouco do objetivo final."

Vou tentar explicar de outro modo, então.  

Quando te disse que perdera o tópico de vista, quis dizer que esquecera de a ele voltar pra ver se havia respostas. Porém, ao localizá-lo, inteirei-me de tudo o que havia de novo. ;)

Quanto ao meu "raciocínio", que você diz não ter captado, parece coisa bem simples, mas as palavras nunca são honestas, por mais honesta seja a nossa intenção. É porque palavras são apenas palavras, representações.

A Doutrina Espírita apelidou de "espírito" ao Espírito vestindo o corpo astral (perispírito). Isto foi uma simplificação, como te disse lá no começo do tópico.  Convencionou-se que, pra deixar as coisas mais simples, chamar-se-ia de homens aos Espíritos vivendo na carne física e de espíritos aos Espíritos vivendo na "carne astral" (perispírito).

E eu te disse que o Espírito, o Ser, o Deus Individual jamais evolui, pois que é perfeito. Não estava falando da personalidade, que é o conjunto de corpos que o Espírito põe a progredir ou evoluir (aperfeiçoar).

Ou seja, evolução espiritual é o aperfeiçoamento dos corpos de que o Espírito se utiliza, espiritualizando-os.  Assim como um ator pode tornar mais reais as personagens que representa.

Ok, ok, mano Moura, isto é apenas a minha resposta à pergunta da Mikaella, não tem de coincidir necessariamente com tudo o que as obras fundamentais diziam.   ;)

Abraços,
RW
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Vitor Santos em 02 de Novembro de 2009, 18:50
Olá Ram

Essa ideia coloca a inteligência fora do âmbito do espirito, e coloca-a no perispirito.
(Espirito, com letra grande, é Espirito=espirito+perispirito)

É como se houvessem vários seres num só. Um ser perfeito e inteligente e o(s) seu(s) corpos com inteligência(s) autónoma(s).

Eu imagino que a inteligência é só uma, que se manifesta e recebe as impressões do mundo exterior através do(s) corpo(s) e por isso temos a nossa individualidade, ou seja a consciência de nós mesmos. Se assim não fosse, tinhamos uma individualidade por cada corpo, ou não?

bem haja
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: rwer em 02 de Novembro de 2009, 23:40
Prezado Vitor,

Concordo com você.  A inteligência é uma só.  O Espírito, o Ser, é essa inteligência.

O trabalho evolutivo do Espírito é fazer-se presente na Criação, através de seus corpos.

Tomemos, por exemplo, os dois extremos da classificação básica da D.E. para os estágios da evolução espiritual:  espíritos imperfeitos e espíritos puros.  E agora, pra simplificar o entendimento, consideremos a primeira classe como "pessoas" e a última como "Espíritos".

Bem, pessoa é a máscara, a personalidade.  Aqui no mundo físico ela se compõe de três corpos básicos:  mental, astral e físico.  Já no mundo astral (que a D.E. chama de Mundo dos Espíritos) ficam apenas os dois primeiros corpos. Quem veste esses corpos é, claro, o Espírito, a Inteligência. 

Na "pessoa imperfeita", o Ser ainda não consegue fazer-se presente por meio de seus corpos.  Ainda Lhe é impossível dominar as vestimentas, tornando-as transparentes à Sua vontade.  Predominam, então, o instinto da carne, os desejos invencíveis do perispírito (corpo astral ou dos desejos)  e o pensamento (corpo mental) está em fase experimental.

No "espírito puro" a pessoa não mais existe.  Não há mais corpos, vestimentas.  É o Espírito propriamente dito.  Quando um Espírito puro (Alma realizada em Deus) veste corpos, temos um Avatar.  Exemplos?  Senhor Krishna  e  Senhor Jesus.

Respondendo ao que a Mikaella questionou, o Ser está continuamente trabalhando a Sua manifestação, de modo que a pessoa possa refleti-lo perfeitamente.  Quando a pessoa atinge o máximo de perfeição, é sinal de que desaparecerá, tendo o Espírito cumprido a sua missão.

"Onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão os abutres".  Jesus.

Abraços,
RW
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Vitor Santos em 03 de Novembro de 2009, 22:09
Olá Ram

Citar
Dicionário Priberam

personalidade
s. f.
1. Carácter!Caráter ou qualidades próprias da pessoa.
2. Individualidade consciente.

Dentro do limites da minha capacidade de compreender, imagino que a personalidade é uma caracteristica do ser pensante, ou seja, do espirito.

O perispirito e o corpo de carne não pensam, apenas manifestam os pensamentos do espirito no mundo material e são os instrumentos através dos quais o espirito percepciona a realidade. Sem espirito o corpo de carne pode funcionar, mas de forma automática, não pensa, não manifesta inteligência. E o mesmo com o perispirito.

Ao longo da evolução do espirito, ele vai-se modificando. Começa por ser simples e ignorante e vai-se tornando mais complexo e ganhando mais sabedoria. As circunstâncias em que o espirito se encontra ditam a forma como ele percebe o universo. Se está encarnado num planeta como a terra, o espirito tem uma percepção muito limitada da realidade, durante o estado de vigilia. Quando se liberta mais (quando o corpo dorme, por exemplo) terá uma percepção mais completa da realidade, mas não muda de personalidade.

Quando o espirito desencarna muda a sua percepção da realidade, mas não muda de personalidade.

Tal como o estudante vai mudando a sua percepção do mundo à medida que avança nos estudos, assim o espirito vai evoluindo.

Em relação à doutrina espirita, ela afirma categoricamente que o espirito progride. A ideia de um espirito que parte já perfeito e que vai tendo vários corpos, não é espirita. Os espiritas acreditam que a perfeição só se alcança após muitas encarnações.

Para mim que sou espirita, e que me identifico completamente ou quase completamente com as obras básicas de Kardec, faz sentido o que elas dizem. Para si, que tem outra visão das coisas, o que faz sentido é aquilo em que o amigo acredita e com que se identifica, com base em outros conhecimentos registados pela humanidade terrestre.

Penso que nenhum de nós poderá provar ao outro que ele está errado. Mas conseguimos dialogar e mostrar um ao outro as nossas ideias sem stress´s. E é para isso que serve este fórum.

bem haja
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Diegas em 04 de Novembro de 2009, 02:05
'...Quando realmente evoluimos? Quando pensamos em nos melhorar ou quando colocamos em prática aquilo que pensamos?

Olá, Mikaella

Seria o mesmo de saber se é o curriculo escolar (estudo realizado na erraticidade) que aprova o aluno ou o exame final de curso e a monografia com a defesa de tese (encarnação) que avalia a possibilidade de uma evolução acadêmica.  No plano espiritual aprendemos a teoria, e encarnados colocamos em prática aquilo que aprendemos - uns passam de ano, outros repetem. Enfim, a encarnação seria aquela provinha de final de curso, que define se o candidato está apto a assumir outras responsabilidades.


Abç
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Mikaella em 04 de Novembro de 2009, 13:25
Amigos e amigas, bom dia!
Que a PAZ esteja com todos e todas!

A priori, gostaria de agradecer a participação neste post, cujas considerações são de grande valia. Muito obrigada!

André Luiz, no livro Ação e Reação, psicografado por Chico Xavier, na sua página 256, traz o seguinte:

"Os companheiros desencarnados que despertam, devagarinho, para a responsabilidade de viver, encarando face a face o imperativo do renascimento difícil no mundo, passam a trabalhar aqui laboriosamente, vencendo óbices terríveis e superando tempestades de toda a sorte, para a conquista dos méritos que descuraram durante a permanência no corpo, de modo a implantarem, no próprio espírito, os valores morais de que não prescindem para a sustentação de novas e abençoadas lutas no plano material."

Caro Diegas e demais amigos e amigas, não estaria aqui estampado a evolução do espírito também no mundo imaterial?

Muita LUZ!
Abraços fraternos!
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: edu em 04 de Novembro de 2009, 19:42
Olá Mikaela !

Se não me engano em um dos romances da série "Nosso Lar" André Luiz narra um episódio em que um espírito progrediu bastante no plano espiritual e reencarna , no final da obra como neto de uma senhora alvo dos seus afetos do passado para lhe dar amor e sensibilizá-la no bem.
Não me recordo otítulo da obra mas com certeza aparecerá alguém que deve lembrar.
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: MarcoALSilva em 04 de Novembro de 2009, 23:10

OLE - 118. Podem os Espíritos degenerar?
“Não; à medida que avançam, compreendem o que os distanciava da perfeição.
Concluindo uma prova, o Espírito fica com a ciência que daí lhe veio e não a esquece. Pode
permanecer estacionário, mas não retrograda.”


Sendo assim, imagino, os Espíritos progridem (ou evoluem, seja como for) sempre, o que me passa a idéia de que isso não ocorre apenas durante encarnações.

Abraços!
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Mourarego em 04 de Novembro de 2009, 23:14
Mas Marco, a própria resposta decide com prerfeição; Pode ficasr estacionário...
Ora, este estar estacionário deve ser copmpreendido como a situação em que estará tal Espírito enquanto não der azo às apreensóes que agregou a seu conteúdo intelecto-moral.
Assim, quando este se propuzer a se modificar e empreender novas e corretas ações, progredirá, sempre, até entrar em novo mundo, mais avançado, ai sim evoluirá.
Abraços,
Moura
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: MarcoALSilva em 04 de Novembro de 2009, 23:24

Sim Moura, sim.  :)

O que quis destacar foi que, segundo entendo dessa resposta, a progressão (ou a possibilidade de progressão) não ocorre apenas durante as encarnações.

Um abraçao!
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Diegas em 05 de Novembro de 2009, 00:43
'...não estaria aqui estampado a evolução do espírito também no mundo imaterial?

Olá, Mikaella

Onde exista trabalho a favor do proximo há progresso moral. No plano espiritual não há descanso, tanto laboram no plano que residem, como em contato com os encarnados. Poder-se-ia dizer que há uma espécie de mutirão da Boa-Vontade, de apoio e em socorro a todas as necessidades.

Como voce cita livros de Francisco Cândido Xavier, e como há amigos que recordam o livro 'Nosso Lar', vale lembrar que nessa colonia há o beneficio de bonus-horas concedido àqueles que trabalham. Benefício conquistado com o esforço individual, com agraciamento e o mérito de resultar em novas oportunidades de aprendizado.


Abç



Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Mikaella em 05 de Novembro de 2009, 12:58
Mas Marco, a própria resposta decide com prerfeição; Pode ficasr estacionário...
Ora, este estar estacionário deve ser copmpreendido como a situação em que estará tal Espírito enquanto não der azo às apreensóes que agregou a seu conteúdo intelecto-moral.
Assim, quando este se propuzer a se modificar e empreender novas e corretas ações, progredirá, sempre, até entrar em novo mundo, mais avançado, ai sim evoluirá.
Abraços,
Moura

Caro Moura,
Que a PAZ esteja com você.

Pode ficar estacionário... No meu humilde entendimento, e se eu estiver equivocada, corrija-me, o "pode" desta frase somente foi empregado no sentido de dizer que o espírito não retrograda jamais. Ou seja, pode até estacionar, mas não retrograda.

Muita LUZ!
Abraços fraternos.
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Mikaella em 05 de Novembro de 2009, 13:05
Olá, Mikaella
Onde exista trabalho a favor do proximo há progresso moral. No plano espiritual não há descanso, tanto laboram no plano que residem, como em contato com os encarnados. Poder-se-ia dizer que há uma espécie de mutirão da Boa-Vontade, de apoio e em socorro a todas as necessidades.

Como voce cita livros de Francisco Cândido Xavier, e como há amigos que recordam o livro 'Nosso Lar', vale lembrar que nessa colonia há o beneficio de bonus-horas concedido àqueles que trabalham. Benefício conquistado com o esforço individual, com agraciamento e o mérito de resultar em novas oportunidades de aprendizado.


Abç

Caro Diegas, bom dia!

As considerações do amigo só corroboram o nosso entendimento... "Benefício conquistado com o esforço individual, com agraciamento e o mérito de resultar em novas oportunidades de aprendizado."

Tudo isso demonstra que também evoluimos no mundo espiritual. Se lá estamos conquistando benefícios com o esforço individual e se lá estamos também em processo de aprendizagem, entende-se que estamos evoluindo.

Muita LUZ!
Abraços fraternos.
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Vitor Santos em 05 de Novembro de 2009, 13:25
Olá

Para expressar a minha opinião vou dar um exemplo com as coisas da terra.

Suponhamos uma pessoa que quer aprender piano. Ele pode ler todos os livros que existem no mundo de piano e percebê-los até ao mais infimo pormenor. Mas poderemos dizer que ele sabe tocar piano antes de ele praticar no próprio instrumento?

O espirito pode evoluir na erraticidade, na medida em que se arrepende, ou seja, consegue entender qual o melhor caminho para si mesmo e toma a decisão de seguir esse caminho. A evolução é sempre mental, psicológica.

Mas não basta ter uma ideia do que poderá ser o melhor para nós. Só podemos considerar que realmente melhorámos se somos capazes de o manifestar numa encarnação seguinte, se mostramos vontade firme de proceder como pensamos que é o melhor para nós.

É preciso o conhecimento teórico e o conhecimento prático, Quando aprendemos realmente alguma coisa, aprendemos em teoria e na prática.

bem hajam

 
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Mikaella em 05 de Novembro de 2009, 13:38
Olá

Para expressar a minha opinião vou dar um exemplo com as coisas da terra.

Suponhamos uma pessoa que quer aprender piano. Ele pode ler todos os livros que existem no mundo de piano e percebê-los até ao mais infimo pormenor. Mas poderemos dizer que ele sabe tocar piano antes de ele praticar no próprio instrumento?

O espirito pode evoluir na erraticidade, na medida em que se arrepende, ou seja, consegue entender qual o melhor caminho para si mesmo e toma a decisão de seguir esse caminho. A evolução é sempre mental, psicológica.

Mas não basta ter uma ideia do que poderá ser o melhor para nós. Só podemos considerar que realmente melhorámos se somos capazes de o manifestar numa encarnação seguinte, se mostramos vontade firme de proceder como pensamos que é o melhor para nós.

É preciso o conhecimento teórico e o conhecimento prático, Quando aprendemos realmente alguma coisa, aprendemos em teoria e na prática.

bem hajam
 

Caro Vitor, bom dia!

Obrigada pela sua atenção.

Não posso, nem devo, discordar do seu pensamento... No entanto, sirvo-me do seu exemplo do piano para questionar: Como uma pessoa tocará piano (praticará no próprio instrumento), como você mesmo frisou, se ela não tiver um conhecimento prévio do mundo do piano, por menor que seja???

Evolução, para a Doutrina Espírita, significa modificação de comportamento pelo acúmulo, associação e operação de experiências, conhecimentos, na medida em que os limites pessoais são ultrapassados, as potencialidades são desenvolvidas e ampliadas e as capacidades ou habilidades são colocadas a serviço das pessoas com as quais se convive.

Não tem como dissociar... Evolução = acúmulo + associação + operação de experiências, conhecimentos.

Muita LUZ!
Abraços fraternos.
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Mourarego em 05 de Novembro de 2009, 18:14

Sim Moura, sim.  :)

O que quis destacar foi que, segundo entendo dessa resposta, a progressão (ou a possibilidade de progressão) não ocorre apenas durante as encarnações.

Um abraçao!

Exatamente Marcão!
Abraços,
Moura
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Vitor Santos em 06 de Novembro de 2009, 11:11
Olá Amiga Mikkaela

Concordo consigo. É uma visão mais completa das coisas.

bem haja
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Tib em 10 de Abril de 2010, 04:59
No mundo espiritual tem-se a visão ampliada da vida e, portanto corre-se atrás do progresso, pois o sofrimento é filho da ignorância e ninguém quer ficar sofrendo. Porém é nas encarnações quando ocorre o choque do espírito com a matéria que colocamos em prova aquilo que já adquirimos até então. É como se a matéria alavancasse nosso progresso através de situações mais "ardentes".

85. Qual dos dois, o mundo espírita ou o mundo corpóreo, é o principal, na ordem
das coisas?
“O mundo espírita, que preexiste e sobrevive a tudo.”
86. O mundo corporal poderia deixar de existir, ou nunca ter existido, sem que isso
alterasse a essência do mundo espírita?
“Decerto. Eles são independentes; contudo, é incessante a correlação entre ambos,
porquanto um sobre o outro incessantemente reagem.”

Ou seja, o mundo espiritual é o nosso verdadeiro lugar de onde viemos e para o qual retornaremos após a desencarnação. Evoluímos ou progredimos, como quiser dizer, nos dois mundos: encarnado e/ou espiritual.

abraço
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: Mourarego em 10 de Abril de 2010, 15:49
Mano hakuna deixe eu colocr um reparo no seu post.
Não quanto a ele no geral, pois que concordo, mas apenas em cima de uma citação que é de importância que se compreenda bem:
No estagio errático, quer dizer, quando o Espírito está desencarnado, ele apenas pode progredir e ainda assim se o quiser.
Não podemos esquecer que kardec era renomado professor de algumas matérias e pedagogo laureado, assim ele se dava ao luxo de só se utilizar de vocábulos próprios ao ponto que necessitava deixar claro.
Assim, está na resposta que se apreende em o Livro dos Espíritos, da maneira e no uso do vocábulo que usei quando respondi aqui.
Isso porque, progredir é uma coisa, evoluir é outra muito diferente em matéria de doutrina Espírita.
Progredir, se progride em cada classe de Espíritos em que se estagia (notem como a Escala Espírita é importante para nos ajudar a compreender tudo). E em cada Classe, exceção feita para a classe única dos Puros Espíritos, há uma espécie de pirâmide moral-inteletual, a que o Espírito vai sendo guindado em virtude de seu utilizar da fase encarnada. Sendo assim, ele passa por estas diversas gradações de conhecimento e moralidade dentro das classes que contenham essa pirâmide, mas só evolui, quando passa de uma classe para outra.
Esse detalhe é de suma importância para que se possa compreender a marcha progressiva que o Espírito passa dentro de cada ordem e de cada classe que a Escala Espírita contenha.
Em nossa língua portuguesa, confesso que há uma certa similaridade entre dos dois vocábulos, não por sua significação que é própria de cada um deles, mas pela aglutinação que o povo faz desses dois vocábulos.
Abração,
Moura
Título: Re: Evolução do Espírito.
Enviado por: BETE OLIVEIRA em 25 de Setembro de 2010, 20:15
gostei de sua resposta sobre evolução do espirito, e coloquei em meu blog. parabens RAM-WER