Forum Espirita

GERAL => O que é o espiritismo => Reencarnação => Tópico iniciado por: Peregrino em 09 de Junho de 2005, 19:22

Título: Espiritos geneticistas e projecto reencarnatório.
Enviado por: Peregrino em 09 de Junho de 2005, 19:22

A reencarnação não se dá ao acaso, mas sob a égide de Espiritos Superiores incumbindos por Deus de tal missão.

Na fase preparativa, é feita no plano espiritual a escolha dos futuros familiares e pais biológicos, em função de compromissos, comprometimentos e vinculações cármicas:

• Estabelecimento do programa geral de futuras realizações e auto-realizações no plano físico, tendo em vista os objectivos educativos a serem atendidos;

• Prévia escolha ou determinação de sexo genético, que se verifica de acordo com a respectiva sexualidade e características genético-espirituais do reencarnante e segundo determinantes cármicos conscienciais preexistentes, tendo em vista futuras realizações;

• Definição do tipo de reencarnação: compulsório ou de livre escolha; provacional; expiatória; sacrificial ou missionária.

• Execução do plano de associação e vinculação psicodinâmica, bioenergética, mental e afetiva - essa fase inclui os futuros pais gestantes e demais familiares, segundo as necessidades de harmonização, entendimento, apoio mútuo, afinidade, sintonia e ressonância.

Em consequência das necessidades e exigências específicas de bem cumprir os imperativos naturais das leis da vida, nessa etapa da fase preparatória, o Espírito candidato à nova reencarnação passa a conviver no clima psicofísico e emocional dos futuros pais em especial, interagindo dinamicamente com os mesmos, procurando estabelecer as melhores relações de sintonia, afinidade e ressonância indispensáveis ao êxito da concretização do complexo e laborioso planejamento reencarnatório. Múltiplas operações bioenergéticas e magnético-espirituais podem ser realizadas pelos espíritos construtores nas intervenções que se fizerem necessárias na organização perispirítica do reencarnante. Para poder efectivar a ligação com a célula-ovo ou zigoto, a partir da fecundação propriamente dita, ocorre previamente no plano extrafísico, a miniaturização, que se caracteriza pela redução da forma perispirítica.

Com base na análise dos mapas cromossômicose organogênicos, tais intervenções se fazem no sentido de orientar a modelagem bioenergética e genético-estrutural referente à embriogênese e morfogênese do futuro corpo físico, em consonância com a herança cármica e o programa de realização na nova experiência reencarnatória.

Efetuadas as operações de imantação e ligação do perispírito da consciência do reencarnante à célula-ovo, no terço médio da trompa de Falópio, segue-se a nidação no útero materno, com a participação mento-afetiva dos pais gestantes e do filho ou filhos reencarnantes.

Nessa fase de planejamento,, de acordo com sua maior ou menor autonomia volitiva, necessidade e merecimento, o Espirito participara ou não na escolha das provas reencarnatorias, em especial as fisicas.

Influências no Processo Reencarnatório:
•Espíritos perturbadores: Desafectos, inimigos espirituais do espírito reencarnante ou dos pais.
•Mãe encarnada: Relação anímica, mediúnica, psico-afectiva e biológica (herança genética e gestação).
•Pai encarnado: Relação anímica, mediúnica, psico-afectiva e biológica (herança genética).
•Espíritos geneticistas: Espíritos de elevada hierarquia espiritual que actuam na relação afetiva-espiritual e no desenvolvimento do genótipo do reencarnante.

O planejamento reencarnatório envolve complexas medidas dinámicas e teledinámicas de natureza bioenergética no plano extrafísico, de acordo com a "Genética Espiritual" e lei de Acção e Reacção que estabelecem as condições orientadoras na execução do plano reencarnatório individual, de modo a permitir que cada Espírito herde de si mesmo, com a contribuição de seus pais no plano físico;

Tal planejamento é orientado e administrado nos planos extrafísicos por entidades de elevada sabedoria e hierarquia espiritual. A maior parte da humanidade terrestre, encarnada e desencarnada, ainda se encontra nos primeiros estágios de evolução. Goza de autonomia muito restrita e não tem condições de usar o livre-arbítrio com discernimento;

Quanto maior for o grau de evolução consciencial e espiritual do reencarnante, maior será a participação directa em todas as fases do planejamento e execução de sua própria reencarnação, sob a assistência técnica dos "geneticistas" e "embriologistas", podendo participar da modelagem do futuro corpo físico, em obediência às leis da "herança espiritual" condicionantes da herança psicofísica biológica.

O Espírito encarnado ou desencarnado é assistido nas suas necessidades de auto-realização e progresso, de acordo com a lei de merecimento;

O Espírito candidato à nova experiência reencarnatória no plano físico passa por uma fase preparatória de análise e auto-análise através de um processo de profunda introspecção, mediante urna visão retrospectiva de sua história pessoal, valendo-se dos registros de sua memória absoluta, vê com clareza e em detalhes esclarecedores as acções pretéritas, podendo ser assessorado pelos mentores no planejamento de um novo projeto reencarnatório. Após esse exame analítico consciencial, cada espírito entra em uma nova etapa de programação da futura existência, em função de sua herança espiritual;
Providências gerais e específicas são tomadas no sentido de conjugar harmonicamente o livre-arbítrio e o determinismo da lei de causa e efeito, objetivando sempre o progresso e o aperfeiçoamento individual e coletivo;

Em obediência à lei de sintonia, afinidade e ressonância, cada espírito encontra-se ligado ao respectivo grupo familiar e racial, ao seu povo ou nação;

Desse modo, a escolha do grupo familiar e dos futuros pais obedece aos princípios gerais das leis citadas, em consonância com a respectiva herança consciencial, psicológica e espiritual. Essa herança fica registrada na memória genética perispirítica através das matrizes Psi dos respectivos genes. Estes irão se expressar por meio do genótipo ou fenótipo no plano biológico, através da organogênese do futuro corpo físico, com a contribuição biogenética dos respectivos pais.

**************

Bibliografia sobre o tema:
KARDEC, Allan - O LIVRO DOS ESPÍRITOS, Parte Segunda, Cap. II e Cap. XI; 44 ª Edição da Federação Espírita Brasileira.
KARDEC, Allan - O EVANGELHO SEGUNDO ESPIRITISMO, Cap. IV, 77ª Edição da Federação Espírita Brasileira.
Delanne, Gabriel - A REENCARNAÇÃO, Cap. I e XIV - Edição da Federação Espírita Brasileira.
Cavalcanti de Melo, Mário e Imbassay, Carlos - Livro "Reencarnação e suas Provas".
Revista Cristã de Espiritismo – Ano 02, n.º 7, Editora Escala Ltda., São Paulo – Artigo "Mecanismos da Reencarnação".
Título: Re: Espiritos geneticistas e projecto reencarnatório.
Enviado por: ANYALUZ em 10 de Junho de 2005, 01:30
Caro Peregrino

Bem hajas pela tua contribuição para elucidação de todos nós do nosso processo evolutivo, tão longe de todos nós e tão perto, ao mesmo tempo.

Se todos tivessemos consciência plena de tal "processamento", ou, se o quisessemos aprender ainda encarnados, como seria bem mais curto o nosso caminho até Deus Pai.

Obrigada.
 :-*