Forum Espirita

GERAL => Psicologia & Espiritismo => Tópico iniciado por: Roger_espiritual em 28 de Outubro de 2013, 04:15

Título: Os dois mundos
Enviado por: Roger_espiritual em 28 de Outubro de 2013, 04:15
Olá a todos!

Gostaria de deixar uma reflexão sobre isso de dois mundos.
Muitas pessoas dão maior importância ao "mundo em que anda" em detrimento do "mundo em que vive".
Estão interessadas em conhecer cada vez mais sobre o mundo em que anda, em aproveitar cada minuto em que está nele e esquece de olhar para o mundo em que vive.

O mundo em que anda é o mundo exterior... Algo temporário (está em constante mudança e vai do nascimento à data desconhecida da morte). Nesse mundo as pessoas preenchem seu tempo com as informações do que está ocorrendo... Ou quem sabe em conhecer como funcionam as leis físicas, químicas... Como se movem as estrelas... Se não, estão buscando conhecer lugares novos, conhecer pessoas, realizar festas, etc... Ocupam sua vida com o mundo em que anda. Isso é delito? Não o é... Apenas temporário, passageiro. Podemos dizer que é importante diferenciar algumas coisas necessárias da vida, daquelas mais importantes para a alma.

O mundo em que a pessoa vive é o seu mundo interior... Onde estão seus pensamentos (quem já não estava fazendo algo pensando em outra coisa? Ou seja, sua consciência está vivendo nos pensamentos e está agindo automaticamente). Estão também as emoções, desejos, defeitos, virtudes, anseios, aspirações, manias, medos... Em suma, onde está sua consciência. Essa que não é temporária. Que continua eternamente.

Não seria mais oportuno dedicar-se a conhecer esse mundo interior do que o exterior?
Parece que os sábios gregos sempre disseram isso, tanto que esculpiram no Templo de Delfos a inscrição: Homem conhece a ti mesmo e conhecerás o universo...

O homem microcosmos possui em si todas as leis universais, a sabedoria, etc. Só que ele busca fora de si. Como dizia a estória de que os deuses se reuniram quando a humanidade estava perdendo seus valores e para manter imaculada um tesouro inefável, resolveu esconde-la do homem. Uns opinaram que escondesse no espaço... Mas disseram que o ser humano construiria espaçonaves e acharia. Outros no fundo do oceano... Mas aí seria construído submarinos e descobertos... Até que um disse: Vamos esconder no único lugar em que as pessoas não procuram... dentro delas mesmas!

Será que nos conhecemos? De onde vem tantos sonhos estranhos? Por que sou tão inconstante e contraditório? Por tenho ira? Orgulho? Preguiça? De onde vem a compaixão que sinto? ou o remorso? Por que durante o dia fico sonhando com tantas coisas enquanto automaticamente faço outras coisas?

O que levaremos para depois da morte? Tudo isso antes mencionado ou meu carro, casa, amigos, família, títulos, etc?

Será que não está na hora de explorar meu mundo interior, me conhecer profundamente... Observar meu comportamento em cada evento da vida... Mudar o que deve ser mudado... ?

Não devo me isolar do mundo, mas aprender com ele a me conhecer melhor para que possa conhecer esse grande tesouro divino dentro de mim mesmo. Conhecer não com os sentidos, mas com minha consciência, auto-observação, compreensão, meditação, reflexão, análise...

E você caro amigo(a)? Está mais interessado(a) em conhecer o mundo em que anda ou o mundo em que vive?
Título: Re: Os dois mundos
Enviado por: Tiny Dancer em 28 de Outubro de 2013, 23:51
Muito, muito bom! ;D
Título: Re: Os dois mundos
Enviado por: Claudemir dos Santos em 30 de Outubro de 2013, 10:34
Roger meu amigo muito bom este tópico,esta sua proposta veio mesmo a calhar neste tempo de inicio de regeneração,a bem da verdade nós ditos espiritas que consideramos[trabalhadores da ultima hora]estamos muitos folgados e sem muita disposição ao trabalho,gostamos sim é de uma boa leitura para distrair nossa mente e esquecer os problemas do mundo,mas devemos considerar que a nossa evolução exige trabalho e que apenas com estudos e conhecimentos o umbral deve estar cheio. Tomemos a rédeas desta proposta e sigamos em frente dedicados ao trabalho a serviço do bem e da caridade,deixando de lado as propostas materiais e pondo em pratica as espirituais. Abraços e muita paz.
Título: Re: Os dois mundos
Enviado por: Roger_espiritual em 04 de Novembro de 2013, 02:10
Amigos Tiny, Claudemir e todos os que leem...

Foi bem mencionado isso de regeneração e trabalho. O trabalho psicológico de autoconhecimento, de caridade, de regeneração, de aconselhar, etc, só pode ser o objetivo de nossa vida. Se tem algo pelo qual vale a pena viver é por isso.

Claro que não devemos esquecer as responsabilidades da vida e do mundo... Apenas não deixar que eles anulem o que é mais importante em nossa passagem pela vida... Que é uma Obra Espiritual.

Obrigado e abraços!