Forum Espirita

GERAL => Psicologia & Espiritismo => Tópico iniciado por: Juluci em 21 de Setembro de 2011, 23:06

Título: Ateísmo x Evolução Espiritual
Enviado por: Juluci em 21 de Setembro de 2011, 23:06
Há muito tempo penso sobre o ateísmo em relação à evolução espiritual.
Conheço pessoas que não seguem religião alguma, nem acreditam em Deus, e suas vidas seguem bem, sem grandes percalços, até mesmo chegam a ter sonhos muito nítidos com o mundo espiritual, parentes desencarnados etc, sem mesmo acreditar neles.
Enquanto que muitos espíritas, por exemplo, tem a vida atribulada, muitos não têm verdadeiramente, no seu íntimo, fé em Deus, assustam-se diante de pequenas provas diárias. E mesmo que queiram muito não se lembram de qualquer contato com pessoas queridas desencarnadas durante o sono.
Eu mesma não consigo deixar de sentir inveja quando alguém me conta sobre algum sonho ou situação em que eu gostaria de ter o "privilégio" de passar, e a pessoa não dá valor, pois não crê no que viu ou sentiu.
Alguém já passou por situação parecida? Espíritos evoluídos podem viver aqui na Terra e enquanto encarnados não acreditarem nem ao menos em Deus? É que não consigo compreender, para mim evolução espiritual está muito ligada a compreensão da vida como um todo, a organização que compõe e agrega tudo, ao conhecimento da vida pós "morte". Qual seria a finalidade de "reprimir" esse conhecimento enquanto estivesse aqui na Terra?
Título: Re: Ateísmo x Evolução Espiritual
Enviado por: Fred R. em 20 de Dezembro de 2011, 23:14
Também me gostaria muito saber a opinião dos irmãos quanto a este assunto.
Título: Re: Ateísmo x Evolução Espiritual
Enviado por: Kazaoka em 20 de Dezembro de 2011, 23:38
Juluci e Fred, o que foi relatado no post de abertura deste tópico é a expressão viva da confirmação da sobrevivência da Alma sobre a matéria. Pessoas que conhecemos, que não seguem nenhuma religião e levam um modelo exemplar de vida é comum a todos nós. A questão de colocarmos as religiões neste contexto é explicada pela necessidade que alguns têm em serem auxiliados nesta "re-ligação" da criatura com o Criador.

O Espírito não necessita de religião. Na verdade, nossa necessidade é de avançarmos em inteligência e moralidade. E as religiões são apenas meios a serem aplicados para facilitar esta missão.
Título: Re: Ateísmo x Evolução Espiritual
Enviado por: rwer em 20 de Dezembro de 2011, 23:49
Oi, Juluci e Fred,

Seguinte: vida após a morte é uma coisa, crer em Deus, outra.

Ok, muitos ateus e religiosos devem ficar estupefatos quando retornam ao Astral.



Ateus: - "Não é que as religiões estavam certas"? 

Crentes de religiões: - "Minha religião nunca falou disso".



Mas tudo indica que ninguém, ninguém mesmo, na Terra ou no Céu, pode convencer um ateu de que há uma Divindade.

Vamos pegar alguns ateus famosos, tipo Oscar Niemeyer e Woody Allen.  Quando eles desencarnarem, vão passar um bom tempo dizendo: - Oh!, - Caramba!, - Wow! (é o "uau" de Mr. Allen).

Quanto a crer em Deus, pode ser que nada mude.  Porém, inteligentes que são, eles considerariam seriamente a possibilidade divina.



Título: Re: Ateísmo x Evolução Espiritual
Enviado por: Carlos Soares em 21 de Dezembro de 2011, 00:26
                  Caro amiga(o) Juluci!!


                  O  renascer, reencarnar, significa apagar as memórias da vida
pregressa totalmente. Senão, com a memória da vida anterior, você pro-
curaria dar seguimento aos seus relacionamentos anteriores, incorrendo
sempre nos mesmos erros ou acertos, não haveria progresso algum.

                   Quanto ao fato de ser ateu ou religioso,  não implica em nada
na progressão espiritual, são atos pensamentos e palavras, regidos pela
lei divina de amar ao próximo como a ti mesmo, que fazem você elevar sua
frequência  e  flutuar no oceano das consciências. Nenhuma convenção
externa humana te levará à salvação, sómente a tua mudança interna.



                  Abraço fraterno!!





 
Título: Re: Ateísmo x Evolução Espiritual
Enviado por: Matheus RA em 21 de Dezembro de 2011, 03:00
Sinceramente....os espíritas que eu conheço...

Não são nada exemplares em suas vidas carnais...(Eu estou no bolo)

Sinceramente...acredito que religião e a abitolação das pessoas...pessoas que seguem a vida como religião,tendem a ter fé cega...pega hábitos e dogmas sem nexo e que nada tem haver com a vida moral.

O espiritismo não deve ser conhecido nem por 0,1% da humanidade.
E dos 0,1% uns 85% devem ser Brasileiros...até que moram no exterior...
Dos 0,1% Devem misturar com outras ideias...vão a igreja catolica,acreditam em signos,energias e afins....são mais espiritualistas e religiosos...

A curto e medio prazo a humanidade não vai ter noção do espiritismo...se tiver...vai ser a longo...porem o progresso vai se realizar...e pode virar convicção intima...

Poucos devem ler e compreender.
Eu mesmo leio e tenho boa compreensão do Livros Dos Espíritos e Do Evangelho Segundo o Espiritismo.
Mas as outras obras leio com certa dificuldade e pouco interesse...

Eu também tenho dificuldade de lembrar de sonhos...e dos que lembro tem pouco nexo...e muitas vezes durmo a tarde e sonho falando com pessoas acordadas...

Eu sinceramente...bem intimo mesmo...meu lado agnostico e bem forte.
E so vou afirmar para mim mesmo que o espiritismo não saiu da cabeça de kardec e que sai da cabeça de tantos outros...quando eu ver...uma manifestação mediunica...e receber uma mensagem do alem endereçada com conhecidos do lado de lá...

Agora uma duvida.
Pessoas do lado de la...podem enviar mensagens a mediuns...espontaneamente...
sem que eu precise da meu nome completo ou do desencarnado...
Os poucos centros que vi...não me agradaram muito a ponto de eu continuar a frequentar...eu sinceramente ainda resisto ao lado religioso...

Se alguem puder ajudar...ficarei grato.

Achei o topico otimo.
Vamos tirar nossas duvidas e expor...as vezes a duvida de um e o desabafo de outro...ajuda muitas pessoas.

Abração galera.
Título: Re: Ateísmo x Evolução Espiritual
Enviado por: Vitor Santos em 21 de Dezembro de 2011, 09:56
Olá

Como já foi dito, em conformidade com o que nos dizem os espiritos, antes de reencarnar esquecemos provisoriamente as encarnações anteriores. Para além disso, o individuo encarnado não pode manifestar livremente a sua inteligência nem percepcionar o mundo com os "olhos" do espírito, ao contrário do que  acontece quando está desencarnado, se não estiver perturbado. Com efeito, no encarnado, a manifestação da inteligência e a percepção do mundo está dependente de órgãos materiais, por exemplo o cérebro, o sistema nervoso e os órgãos dos cinco sentidos.

Face ao exposto, a compreensão do homem encarnado está dependente de muitos factores, incluída a influência das pessoas, a instrução académica que lhe foi dada, etc.

A diferença entre o espiritualmente evoluído e o espiritualmente menos evoluído, não é necessariamente aquilo que ele diz ser, em termos de crenças espirituais, mas a forma como a intuição lhe diz para agir com o próximo. E isso só se pode apurar nas situações  em que os seus interesses são gravemente afectados.

A capacidade de perdoar (lembrar sem mágoa), a tolerância, a não violência (nem contra os outros nem contra si próprio - porque há pessoas que não são capaz de expandir a agressividade, que engolem, mas ficam num estado de revolta interior enorme, que pode despoletar a depressão e outras doenças), etc. medem a evolução espiritual do homem.

Ainda há um problema que torna a evolução espiritual mais difícil de avaliar, é a falta de distanciamento moral. Era necessário que fossemos bastante mais evoluídos do que aqueles que pretendêssemos avaliar. Caso contrário é como estar a fazer uma medição com um instrumento de medição deficiente.  E era necessário que as pessoas nos confessassem os seus pensamentos mais íntimos, o que pode não acontecer por medo do preconceito e por medo da não aceitação social. Se nem a nós mesmos nos confessamos...

Para além de tudo mais, o homem tem de ser avaliado até ao fim da vida na Terra. Porque pode passar uma vida com uma convicção e, por alguma razão, em determinada altura, mudar de convicções, perante uma oportunidade de abrir os olhos. Nunca é tarde para abrir os olhos

Se fosse a vontade de Deus fosse que o homem da Terra pudesse ter a certeza absoluta (0% de dúvida) de que é um Espírito eterno e individual, Deus ter-lhe-ia permitido lembrar-se das suas encarnações anteriores.

Na minha opinião, para que a vida faça sentido, ela não pode estar conceptualmente limitada à vida do corpo de carne. E convém viver uma vida com sentido. Não quer dizer que a razão de viver tenha de ser exclusivamente espiritual. Há outros factores de interesse na vida, obviamente. Mas quando uma pessoa se põe a pensar no depois do apagão (para aqueles que não acreditam na imortalidade e individualidade da alma), não havendo memória, nem pensamentos, nem sofrimentos, nem alegria, acabaria tudo, era o apagão total.  Mas há muito quem nunca tenha sequer pensado nisso.

Podemos até estar enganados e ocorrer mesmo o tal apagão, mas será que há outra saida? Será que não vale a pena ter esperança e procurar alternativa ao não sentido? Para mim vale. As minhas dúvidas foram esclarecidas, quando necessitei mesmo de as minimizar. Houve muita gente boa que me ajudou a encaminhar, mas não são as instituições humanas, sejam elas espíritas ou de outras crenças, que me movem.

Encontrei uma doutrina que vem conciliar e dar coerência às palavras de Jesus de Nazaré. Que é coerente em si mesma com a bondade de Deus: é a doutrina dos espiritos, que, no que é fundamental, está muito bem expressa na obra escrita de Allan kardec. E sinto que foram espirito(s) amigo(s) que me deram as pistas essenciais. Por isso acredito que quem pede com sinceridade para encontrar a fé, a encontra, mais dia menos dia.

Se eu estiver enganado, paciência. Vivi uma vida na carne que me fez sentido. Terei sido mais feliz, imagino.

Quanto a nós espíritas, penso que há demasiada preocupação na avaliação moral do próximo.  O ser humano é um conjunto complexo. E temos de compreender que ninguém é perfeito, mas que isso não é um drama. Temos que ver nos outros e em nós mesmos, crianças espirituais, que erram e acertam. Cada um faz o que é capaz. Ainda que nos pareça um monstro, está simplesmente a atravessar uma fase de ignorância, passageira. 

Nós não somos ideais, os outros não são ideais. O erro é uma consequência da aprendizagem.  Não podemos culpar os outros, nem a nós mesmos, do ponto de vista moral. Senão, somos infelizes. Temos de aceitar a realidade, no que ela tem de agradável e no que ela tem de desagradável. Para sermos benevolentes, mas também para nos defendermos, quando inevitável. Quando fazemos julgamentos morais é porque nos julgamos a nós mesmos moralmente. Julgar é erro, o que é preciso é aprender as razões pelas quais se errou, para evitar repetir os erros e, se possível, reparar o erro, para que ninguém fique com ressentimentos para connosco.

A infelicidade do homem está muito ligada à mania da perfeição. Ficamos zangados com os nossos erros porque não queremos admitir que ainda somos aprendizes. Temos medo de não ser perfeitos e perder, por isso, a batalha da sobrevivência e da aceitação social. Como se os outros não vissem os nossos defeitos melhor que nós...

Quem se aceita pode explorar em si as próprias vantagens e evitar caminhos em que façam sobressair as desvantagens. Aceitar a desvantagem é o primeiro passo para a ultrapassar. Para além de proporcionar uma vida material melhor, a auto-aceitação proporciona a evolução espiritual.

Não somos propriamente imperfeitos, mas aprendizes, porque temos o potencial da perfeição em nós. Somos como uma semente tem o potencial para ser uma árvore ou uma planta, ainda que nos pareça um objecto amorfo e sem vida, à primeira vista.

Não interessa o que nos parece que seria ideal, mas o que é real. infelizmente não chega saber isto do ponto de vista intelectual. É preciso ser capaz de o aplicar á prática. Isso não é nada fácil, eu bem o sei...     

bem hajam
Título: Re: Ateísmo x Evolução Espiritual
Enviado por: Carlos Soares em 21 de Dezembro de 2011, 10:25
                  Caro amigo Matheus!!


                  Você deve ver o Centro Espírita, da mesma forma que vê este
fórum, uma escola,local para estudar e se auto-conhecer.

                  O próprio Jesus avisou que a essa geração, não mais seriam
dados sinais, pois nós já tivemos Moisés e todos os profetas.

                  Estude, leia, e se desapegue deste modelo religioso que
estás acostumado a frequentar, o Espiritismo segue a linha do pai
nosso que Jesus ensinou, recolha-se em seu quarto, peça auxílio
a DEUS, e não espere resposta, pois tendes a certeza de que ele
entendeu a mensagem, e ouça na sua consciência a resposta.


                   Abraço fraterno!!


 
Título: Re: Ateísmo x Evolução Espiritual
Enviado por: Conforti em 21 de Dezembro de 2011, 11:43
     
      Juluci    (ref #0)

      Cel: novo amigo (ou amiga?), a verdade é q evolução espiritual nada tem a ver com religião, doutrina ou conhecimento adquirido; evolução espiritual é algo bem mais profundo e tem tudo a ver com compreensão q vem com a percepção ou com o conhecer a verdade q liberta.
      Outra coisa, espíritos evoluídos moralmente podem viver e viveram na vida material, com concepções totalmente diversas daquela q todos os teistas têm de Deus; para muitos a concepção sobre o Criador de todas as coisas, é totalmente diferente da nossa. O conceito q fazemos de Deus é apenas aquele emprestado das doutrinas, das religiões, tradições, cultura, sociedade e suposições ou imaginação nossa. Afinal, quem entre nós, conhece Deus?!
      E não há repressão alguma “desse” conhecimento; não é repressão; é, apenas, estranho para nós, porq nossas idéias sobre Deus, podem ser totalmente diferentes das idéias deles.
     
      Fique em Deus.
Título: Re: Ateísmo x Evolução Espiritual
Enviado por: Matheus RA em 27 de Dezembro de 2011, 02:58
                  Caro amigo Matheus!!


                  Você deve ver o Centro Espírita, da mesma forma que vê este
fórum, uma escola,local para estudar e se auto-conhecer.

                  O próprio Jesus avisou que a essa geração, não mais seriam
dados sinais, pois nós já tivemos Moisés e todos os profetas.

                  Estude, leia, e se desapegue deste modelo religioso que
estás acostumado a frequentar, o Espiritismo segue a linha do pai
nosso que Jesus ensinou, recolha-se em seu quarto, peça auxílio
a DEUS, e não espere resposta, pois tendes a certeza de que ele
entendeu a mensagem, e ouça na sua consciência a resposta.


                   Abraço fraterno!!


 

Sei la,so o fato de achamos que e o espiritismo segue a linha do pai nosso...ja parece religião.
Se o espiritismo e isto tudo...ja devia estar fazendo uma revolução moral no mundo...e ja passou 150 anos...e so existe um numero minimo de integrantes no Brasil...