Forum Espirita

GERAL => Fluidoterapia => Outros Temas => Prece => Tópico iniciado por: Ignarus em 07 de Novembro de 2012, 11:43

Título: Oração para todos os dias
Enviado por: Ignarus em 07 de Novembro de 2012, 11:43
    ORAÇÃO FRATERNAL
 
Irmão nosso, que estás na Terra.
 
Glorificada seja a tua boa vontade, em  favor do Infinito Bem.
 
Trabalha incessantemente pelo Reino  Divino com a tua cooperação espontânea.
 
Seja atendida a tua aspiração elevada,  com esquecimento de todos os caprichos
inferiores.
 
Tanto no Lar da Carne, quanto no  Templo do Universo.
 
O pão nosso de cada dia, que vem do  Celeste Celeiro, usa com respeito e divide
santamente.
 
Desculpa nossas faltas para contigo,  assim como o eterno Pai tem perdoado nossas dívidas em comum.
 
Não permitas que a tua existência se  perca pela tentação dos maus pensamentos.
 
Livra-te dos males que procedem do  próprio coração.
 
Porque te pertence, agora, a gloriosa  oportunidade de elevação para o reino do poder, da justiça, da paz, da glória e  do amor para sempre.
 
[font=]Emmanuel[/font]
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Ignarus em 08 de Novembro de 2012, 12:48
PRECE DO SERVIDOR

Senhor, ensina-nos a trilhar luminosa estrada do auxilio!

Dá-nos força para destruir a pesada fortaleza de nossos próprios erros, coragem para abrir o caminho da libertação de nós mesmos!

E recurso para desobstruir o coração, em favor de nossos semelhantes, entregando-lhes, enfim os tesouros de amor que nos confiaste!...

Que, por onde passemos, a dor se faça menos angustiosa, a ignorância menos agressiva, o ódio menos cruel, a treva menos densa, o desânimo menos sombrio, a incompreensão menos destruidora...

Se não possuímos, ainda, bens positivos com que possamos enriquecer a jornada terrestre, ajuda-nos a diminuir os males que nos rodeiam...

Que em teu nome, distribuamos fraternidade e renovação, usando com alegria, os dons sublimes e invisíveis do silêncio, da compreensão e da renúncia!...

Senhor, Que nos ensinaste, sem palavras. As supremas lições da simplicidade da manjedoura e do sacrifício na cruz, indicando-nos, assim, o roteiro da construção especial e da ressurreição divina, orienta-nos o passo incerto e ampara-nos os propósitos santificantes para que a Tua Vontade, misericordiosa e justa, se faça
Em nós, por nós e para nós, hoje e sempre, onde estivermos.

Assim seja.


EMMANUEL
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Antonio Renato em 10 de Novembro de 2012, 00:28
Meu caro irmão Ingnarus,nobre na alma com certeza.Gostei das duas orações,assim seja com
as graças de Deus.As palavras dita na forma de oração,mas tendo um coração vazio ,nada
representa,são apenas palavras,nada mais que palavras.Entretanto quando ditas com o
coração cheio de amor e de esperança,ganham uma dimenssão maior e atingem o os seus
objetivos que é as benções de Deus.Elas devem sempre ser de agradecimento,pois o nosso
glorioso pai,sabendo das nossas necessidades,nos atende de acordo com o nosso mereci-
-mento,por isso devemos sempre agradecer.
Fique na paz.
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Ignarus em 11 de Novembro de 2012, 16:45
Caro Antonio, todos sabemos que a verdadeira e única oração que agrada a Deus e move montanhas é a do sentimento purificado de amor e o desejo do bem de todos. Portanto, não há palavras que possam expressar tal sentimento, no entanto, em dados momentos, somos impelidos a pronunciar verbalmente nossos sentimentos, pois que simplesmente, necesitamos expressar de um forma mais direta o nosso pensamento simplesmente para extravasar de alguma forma que está dentro de nós.

Assim, surgem as mais belas formas de louvar, pedir e agradecer  ou apenas enaltecer a grandiosidade do Pai aos companheiros incentivando-os a proseeguir sempre embora hajam dificuldades.

Jesus nos ensinou tudo a respeito do Amor, inclusive a orar. A oração com amor é que realiza "milagres", e tanto faz se é no silêncio de quarto dentro do coração ou através de brados incessantes para que todos ouçam e testemunhem o sentimento de um filho diante do Pai.

Abraços!
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Ignarus em 16 de Novembro de 2012, 23:56
Ante O Divino Mestre

Senhor Jesus!

Grandes reformadores da vida religiosa passaram no mundo antes de ti.

Sacerdotes chineses e hindus, persas e egípcios, gregos e judeus referiam-se à Lei, traçando diferentes caminhos às cogitações humanas.

Um dos maiores de todos, Moisés, viveu entre príncipes da ciência, fez-se condutor de multidões, plasmou sagrados princípios de justiça e, após sofrer as vicissitudes de sua época, expirou no monte Nebo, contemplando a gleba farta que prometera ao seu povo.

Outro Senhor, o grande Siddharta, converteu-se em arrimo dos penitentes da Terra, ensinando a compaixão, depois de renunciar, ele próprio, o Bem-aventurado, às alegrias do seu palácio, para morrer, em seguida a sublimes testemunhos de simplicidade e de amor, entre flores de Kucinagara...

Todos eles passaram, induzindo os homens à solidariedade e ao dever, exalçando o coração e
purificando a inteligência.

Profetas hebreus numerosos antecederam-Te os passos, esboçando o roteiro da luz... Alguns deles encontraram o escárnio e a flagelação em lutas enormes, confinadas, porém, ao âmbito particular do povo a que serviam.

Nenhum, no entanto, acendeu tantos conflitos com o mandato de que se faziam intérpretes, quando confrontados contigo, a quem se negou um lar para nascer.

Por onde passaste extremavam-se as paixões.

Contrapondo-se ao carinho que Te consagravam as almas simples de Cafarnaum, recebeste o ódio gratuito dos espíritos calculistas de Jerusalém.

Em Tua entrada, aglutinaram-se a fraqueza e a ingratidão, a crueldade e a secura, tecendo a rede de trevas na qual Te conduziram à cruz entre malfeitores.

Em oposição à tranquilidade silenciosa que se estendeu sobre a morte dos grandes enviados do Céu que Te precederam, de Teu túmulo aberto ergueu-se a mensagem da eternidade, gritante e magnífica, pela qual os Teus seguidores experimentaram a perseguição e o sacrifício, em trezentos anos de sangue e lágrimas nos cárceres de martírio ou na humilhação dos espetáculos públicos...

É que não apenas ensinaste a bondade, praticando-a impecavelmente, mas revelaste os segredos da morte. Conversaste com as almas desencarnadas padecentes, através dos enfermos que Te procuravam, transfiguraste as próprias energias no cimo do Tabor, dando ensejo a que se materializassem, diante dos discípulos extáticos, Espíritos gloriosos de Tua equipe celeste.

Reabriste os olhos cadaverizados do filho da viúva de Naim e trouxeste de novo à existência o Espírito de Lázaro que se achava distanciado do corpo inerte, encarecendo e exaltando a responsabilidade da criatura, que receberá sempre de acordo com as próprias obras.

Agarrados à posse efêmera da estação terrestre, os homens não Te perdoaram a Revelação inesquecível e Te condenaram à morte, buscando sufocar-Te a palavra, olvidando que a Tua doutrina, marcada de amor e perdão, já se havia incorporado para sempre aos ouvidos da Humanidade. E, retomando-lhes o convívio, ressuscitado em Tua forma sublime, mais lhes
aumentaste o espanto da consciência entenebrecida.

Desde então, Senhor, acirrou-se a antinomia entre a luz e a treva...

Os Teus apóstolos exibiam fenômenos mediúnicos maravilhosos, arrebatando a admiração e o respeito da turba que os cercava, mas bastou que no dia de Pentecostes transmitissem os ensinamentos dos desencarnados, em diversas línguas, para que fossem categorizados por ébrios que o vinho fazia desvairar.

Enquanto Paulo de Tarso, inspirado, se detinha na Acrópole sobre os grandes temas do destino, conquistava a atenção dos atenienses ilustres, mas bastou que aludisse à ressurreição dos mortos, para que fosse abandonado por todos eles à zombaria e a solidão.

E ainda hoje, Mestre, anotamos por toda a parte o terror da responsabilidade de viver. Quase todos os homens aceitam o apoio da religião, sempre que se lhes lisonjeie a inferioridade e se lhes endossem os caprichos no culto externo, prestigiando as autoridades de superfície que
lhes desaconselhem pensar.

Acreditam comprar o Céu a preço de oferendas materiais ou de atitudes estudadas na convenção e imaginam que esse ou aquele inimigo está reservado aos tormentos do inferno. Entretanto, se alguém lhes recorda a realidade, mostrando a morte como prosseguimento da
vida, com a exação da Lei que confere a cada criatura o salário correspondente aos próprios atos, azeda-se-lhes o fervor, passando a abominar quantos lhes sacodem a mente entorpecida. E agora, como antigamente, associam rebelião e vaidade para asfixiar o verbo
revelador onde surja. Improvisam tentações e pavores ao redor daqueles que se dedicam à verdade, e, se esses lhes não caem nas armadilhas e se lhes não temem as ameaças, empreendem campanhas lamentáveis, em que a difamação e o ridículo funcionam por golilhas atrozes nas gargantas que desferem a palavra divina do Teu Evangelho Libertador.

Aos espíritas, Senhor, que Te exumam as lições do acervo de cinzas do tempo, cabe agora o privilégio de semelhantes assaltos. Porque se reportam à responsabilidade da criatura, no campo da vida eterna, e porque demonstram que a sepultura é portal da imortalidade, são conduzidos ao pelourinho da execração, caluniados e escarnecidos.

Como se lhes não possa interromper a existência, a fio de espada, emudecendo-lhes a mensagem de luz, pisa-se-lhes o coração na praça pública com as varas da mentira e
do sarcasmo, para que o desânimo e o sofrimento lhes apressem o fim.

Mas sabemos que tu, Senhor, és hoje, como ontem, o Herói do Túmulo Vazio...

Aqueles que Te colocaram suspenso na cruz, por Te negarem residência na Terra, não sabiam que Te alçavam mais alto a visão para que lhes observasses os movimentos na sombra.

Mestre Redivivo, que ainda agora enches de terrível assombro quantos estimariam que não tivesses vivido entre os homens, fixa Teu complacente olhar sobre nós e aparta-nos da treva de todos os que se acomodam com a saliva da injúria! E revigora-nos a consolação e a
esperança, porque sabemos, Senhor, que como outrora, antes os discípulos assustados, estarás com os Teus aprendizes fiéis, em todo instante da angústia, exclamando, imperturbável:

- “Tende bom ânimo! Eu estou aqui.”
Irmão X
Do livro À Luz da Oração – F. C. Xavier
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Ignarus em 17 de Novembro de 2012, 12:45
Divino Amigo, vem


Senhor,

Tu que nos deste no Tempo,
O sábio condutor de nossos destinos,
Faze-nos entender a bênção dos minutos,
A fim de não perdermos o tesouro dos séculos. . .

Porque o Tempo, Senhor, Guardando-nos a alma,
Nos braços das horas incessantes,
Embora nos amadureça o entendimento,
Não nos ergue da Terra, Ao encontro de Ti.

Por ele temos a hora do berço, E a hora do túmulo,
A hora de semear, E a hora de colher,
A hora de rir, E a hora de chorar. . .

Com ele temos a experiência,
Da dor e da alegria.

Da ilusão e da realidade, Do conforto e da angústia,
Que, em nos transformando o raciocínio,
Não nos alteram o coração.

É por isso, Senhor que Te rogamos;
Assistência e socorro!..

Ajuda-nos a cooperar com os dias,
Para que os dias colaborem conosco.

Ensina-nos a buscar; A hora de buscar-Te,
No respeito aos Teus desígnios, No trabalho bem vivido,
No estudo de Tuas leis, Nos serviços aos semelhantes,

Na contemplação de Tua grandeza;

E na ação constante do bem.

Livra-nos da inércia.

Porque sem Tua bênção, A ronda dos milênios,
É só repetição, Prova e monotonia...

Divino Amigo, vem!...

E ampara-nos a senda; Porque, sem Ti, o Tempo

Embora sendo luz, E embora sendo vida,
Sem que Te procuremos, Deixar-nos-á clamando,
Nos abismos da sombra, Da aflição e da morte...

Emmanuel

Do livro À Luz da Oração – F. C. Xavier
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Ignarus em 19 de Novembro de 2012, 09:35
Prece Da Gratidão

Senhor Jesus! Pela benção, De Tua doutrina santa,
Que nos apóia e levanta, Para o Reino de Amor,
Pela paz que nos ofertas, Pela esperança divina,
Que nos conforta e ilumina, Bendito sejas, Senhor!

Pela carícia do lar,
– Doce templo de carinho,
– Que nos concedes por ninho,
Céu na Terra campo em flor.

Pelo aconchego suave, Da feição que nos aquece,
Pelo consolo da prece, Bendito sejas, Senhor!...
Pelo tesouro sublime, De graças da natureza,
Pela serena beleza, Do mar, do jardim, da cor,
Pela fonte que entretece, Poemas de melodia;
Pelo pão de cada dia, Bendito sejas, Senhor!
Em tudo o que nos reserves, À luz de cada momento,
O nosso agradecimento, por tudo, seja o que for...
Vivemos, Jesus Querido, Na alegria de encontrar-Te,
Cantando por toda parte, Bendito sejas, Senhor!...

João de Deus

Do livro À Luz da Oração – F. C. Xavier
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: ken em 19 de Novembro de 2012, 11:26
ORAÇÃO PARA NÃO INCOMODAR

Senhor!
Concede-me, por misericórdia, o dom de contentar-me com o que tenho, a fim de fazer o melhor que posso.

Ensina-me a executar uma tarefa de cada vez, no campo de minhas obrigações, para que eu não venha a estragar o valor do tempo.

Livra-me da precipitação e da insegurança, de modo que não busque aflições desnecessárias ante o futuro, nem me entregue à inutilidade do presente.

Dá-me a força de esperar com paciência a solução dos problemas que me digam respeito, sem tumultuar o caminho dos que me cercam.

Ajuda-me a praticar o esquecimento de mim mesmo, auxiliando-me a fazer pelo menos um benefício aos outros, cada dia, sem contar isso a ninguém.

Se este ou aquele companheiro me aborrece, induze-me a olvidar o que se passou, sem dar conhecimento do assunto aos que me rodeiam.

Ensina-me a não condenar seja a quem for e, quando algum apontamento injurioso ou alguma nota de crítica malévola vierem-me à cabeça, ampara-me a fim de que eu tenha recursos de dissipá-los em silêncio, no plano de meus esforços imanifestos.

Impele-me a calar toda queixa, em torno das provas e empecilhos da vida, para que eu não perturbe os que me compartilharam a estrada.

Auxilia-me a conservar boa aparência tanto quanto o espírito isento de culpa, a falar com voz calma, a sustentar bons modos e a perder o hábito de impor minhas idéias ou de contradizer as dos outros sem necessidade.

E ajuda-me, Senhor, a viver na obediência aos meus deveres e compromissos, trabalhando e servindo, para não incomodar a ninguém.

André Luiz - psicografia de Chico Xavier - "Diálogo dos Vivos” •



Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Ignarus em 20 de Novembro de 2012, 21:48
EM TORNO DA ORAÇÃO

Antes de pedir pão à Providência Divina, não menosprezes o esforço por obtê-lo.

Antes de rogar a paz em teu benefício, não olvides a consciência reta, para que a tranqüilidade não te abandone.

É preciso lembrar que as súplicas humanas não devem estorvar as concessões Divinas.

Sendo a Terra nossa escola multimilenária, cada aprendiz, dentro dela, recolhe a lição que lhe cabe. É por isso que vemos, a cada passo, dificuldades materiais que preservam a integridade do espírito, moléstias que funcionam por mazelas do corpo, em favor da higiene da alma e inibições físicas que asseguram a defesa do coração contra a descida ao despenhadeiro.

Aprendamos a ver nos infortúnios de agora os elementos vivos que nos garantirão a felicidade depois.

Campo a dentro do Espiritismo com Jesus, não podemos abraçar na prece a válvula de escape injusto. Sabemos que a Ordem Universal não nos perde de vista e que todos recebemos hoje de acordo com as nossas obras de ontem. Assim sendo, mantenhamos a oração como escada de luz, no intercâmbio com o plano Superior, à procura da inspiração divina, de modo a sermos mais úteis ao próximo e mais conscientes em nós mesmos.

E, não desconhecendo a nossa obrigação de aprender e servir, infatigavelmente, peçamos ao Senhor não para que a nossa cruz se desfaça antes do momento oportuno, mas que se nos amplifique a resistência nos ombros a fim de que a suportemos com a dignidade devida.

Valiosa é a prece que transforma situações e paisagens exteriores, embora muitas vezes nos aumente os compromissos; entretanto, é imperioso não esquecer, que a oração mais sublime é aquela que nos renova por dentro, ajudando-nos a crescer mentalmente para discernirmos com segurança e amparando-nos a visão íntima para que estejamos, cada dia, não na pauta de nossos próprios desejos, mas segurando a vontade sábia e misericordiosa de Deus.

Emmanuel

Do livro À Luz da Oração – F. C. Xavier
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Ignarus em 25 de Novembro de 2012, 00:10
Orai Pelos Que Vos Perseguem

O conselho de Jesus, no que se refere à oração pelos nossos perseguidores não se baseia tão-somente na lei universal da bondade para com os semelhantes.

Vai mais além. Fundamenta-se no princípio justo das correspondências.

O ódio, o crime, a calúnia segregam forças perniciosas e destrutivas. O perseguidor encarcera-se no abismo das inquietações; o criminoso, onde estiver, é prisioneiro da consciência, guardado pelo remorso, então transformado em sentinela vigilante; o caluniador envolve-se na peçonha dos próprios atos. Emitem pensamentos destruidores, como o pântano os elementos mortíferos.

Na lei das forças, que rege todos os fenômenos da vida, os semelhantes atraem-se uns aos outros. Odiar aos que odeiam, retribuir o mal com mal, seria abrir portas em nós mesmos à selvageria dos que nos convocam a suas furnas de trevas.

Alimentemos a chama benéfica que indique o caminho santo do bem mas evitemos o incêncio devastador que aniquila as possibilidades da vida. Contra a labareda criminosa do mal, façamos chover os pensamentos calmantes do bem.

Toda vez que a onda escura da persiguição nos procure envolver na luta digna, oremos e vigiemos. Encontrando-nos a resistência fraternal, voltarão os fios negros aos seus próprios autores, encasulando-os em sua obra.

Orai pelos que vos perseguem e caluniam, acendei a luz dos pensamentos nobres no círculo de sombras dos que vos tentam confundir, certos de que a maldade é o inferno dos maus e que cada Espírito carrega na vida o abismo tenebroso ou a montanha de luz, dentro de si mesmo.

Emmanuel

Do livro Coletâneas do Além - F. C.  Xavier
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Anton Kiudero em 25 de Novembro de 2012, 02:58
VIVENDO O PAI NOSSO

Como viver a oração. Oração não é um conjunto de palavras, mas um conjunto de atitudes frente a experiencia que estamos vivenciando a cada instante.

“Pai nosso”…

Para que sua existência seja uma oração constante, você terá que entender que Deus é seu Pai. Foi Ele quem lhe gerou e não a sua mãe ou seu pai biológico. Você não é fruto de uma combinação biológica, mas sim um espírito gerado por Deus.

Tem que compreender que não é obra de Deus, mas um filho gerado com carinho. O ser humano é uma obra, pois é composto de matérias, mas você, o espírito, é filho de Deus, fruto de um amor Dele. Portanto, para viver como espírito nesta carne temos que tratar Deus como Pai e não como Arquiteto, Sábio, Governador, etc. A Deus o filho deve amor, aos outros deve obediência.

Um pai nunca quer o sofrimento para seu filho, mas sempre procurar encontrar meios para que ele progrida em sua vida. Da mesma forma Deus sempre coloca coisas na vida de um filho para que ele progrida, não para que sofra, mesmo que aparentemente o filho não entenda desta forma. Quando o pai biológico obriga o filho a estudar, coloca-o de castigo após uma travessura, sabe que o filho não compreende os reais motivos de suas atitudes, mas tem a plena convicção que aquilo é o melhor para ele. O filho não entende estas atitudes e acha que o está sendo alvo de autoritarismo, sofre porque vê a sua liberdade cerceada, mas quando cresce entende que aquilo foi o melhor para ele.

É desta forma que temos que encarar a vida. Quando as coisas não acontecem da forma que queremos é Deus, nosso Pai, nos obrigando ao estudo do amor e às vezes sendo obrigado a nos colocar de castigo. Ele não faz isso para o nosso mal, mas objetiva a evolução, o crescimento espiritual. Quando evoluímos espiritualmente, vemos que isso é uma verdade.

Mas Ele não é só nosso Pai, mas de todos os espíritos do Universo: Pai nosso. Cristo mostra claramente que temos que entender que todos os espíritos do Universo são filhos de Deus e, por isso, não devemos esperar privilégio algum sem que tenha antes havido o devido merecimento.

Pai nosso quer dizer que todos têm direito de receber as coisas de Deus e não só você. Quer dizer que todos no Universo são orientados por Deus para que passem pelas situações que podem lhe trazer mais rapidamente a elevação espiritual. Desta forma, você não pode se arvorar em dono da verdade e querer ditar o que é melhor para a vida dos outros, nem exigir que eles se mudem para o que imagina ser o melhor para a sua vida.

Se você tivesse um filho, gostaria que lhe ensinassem como educá-lo? Deus também não gosta daqueles que querem ensinar aos seus filhos como agir. Quando você julga uma pessoa, dizendo que ela está errada, busca assumir a paternidade dela, passando a frente de Deus.

Este verso da oração, assim como todos os outros, não são palavras para serem declamadas, mas entendimento para se viver a vida. É preciso abster-se da posição de dono do mundo, de chefe da família, para entregar de volta a Deus o comando das coisas.

Não adianta rezar as palavras Pai nosso, sem agir na vida sabendo que você é apenas um filho desta família onde há um Pai que comanda a casa. Não adianta se postar de joelhos apenas falando estas palavras, enquanto não entender que o outro não é seu subordinado, mas um irmão que obedece apenas a Deus.


Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Anton Kiudero em 25 de Novembro de 2012, 03:00

“… que estás no céu”,

O céu não é um lugar físico, mas um estado de espírito. Quem está no céu é aquele que por só utilizar sentimentos positivos alcança a felicidade universal. Portanto, quem está no céu é aquele que reage a todos os acontecimentos com o amor universal.

Cristo ensina nesta oração que você tem um Pai que é repleto de amor para dar. Não adianta dizer estas palavras, mas sim viver com esta verdade.

Assim sendo, Deus não pode causar mal (situações de sofrimento) para você ou para qualquer um. Se Ele é o Pai, o Comandante de todas as coisas, todas as situações estão embasadas no amor: este deve ser o seu entendimento sobre as coisas da vida. De que adianta rezar se vive achando que existem coisas que são más, que lhe causam sofrimento? Você diz que o Pai está no céu, mas age de forma como se Ele estivesse no inferno, que fosse capaz de gerar sentimentos negativos.

Na verdade é você quem julga que as coisas são erradas porque elas não satisfazem os seus desejos. Mas, você não é o dono do mundo, o Pai da família, como então quer dizer como as coisas devem ser nesta casa?

O pai biológico não faz tudo o que o filho quer, mas sempre pensa no que é melhor para o seu futuro quando o guia. Da mesma forma, Deus não provê o que você acha melhor (satisfatório), mas lhe dá o que precisa para aprender e evoluir-se espiritualmente.

A vida humana é igual à vida espiritual: o problema é saber quem é o pai e quem é o filho.

É isto que Cristo está ensinando. Orientando cada um a viver sua existência com a consciência de que tudo que acontece na vida foi o Pai que determinou que fosse daquela maneira e que é o melhor para o espírito.

Orar não é viver com as mãos postas o dia inteiro, mas alcançar a consciência que esta é a casa de Deus, que moramos nela e que Ele é nosso Pai. Saber que esta casa tem como fundamento a vivência do amor universal entre o Pai e os filhos e que, portanto, tudo que acontece objetiva a sua felicidade e não punição. Viver com a consciência da transitoriedade dessa vida e que ela é apenas uma parcela de tempo da existência infinita do ser.

Tudo que lhe acontece foi providenciado por Deus pensando nessa existência infinita.


Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Anton Kiudero em 25 de Novembro de 2012, 03:02

“que todos reconheçam que seu nome é santo”.

Os santos são aquelas pessoas que não cometem erros, ou seja, praticam atos com sentimentos negativos. Portanto, quando na oração é dito santificado seja o nome de Deus, quer dizer que todos devem reconhecer que Ele nunca errará. É isto que Cristo está ensinando.

Você tem que viver sem descobrir erros nos outros, nas situações e objetos, pois tudo que existe é Ele que faz. Tudo que acontece é perfeito na sua forma, porque Deus é a Inteligência Suprema do Universo, a Justiça Perfeita e o Amor Sublime.

Enquanto você encontrar erros na ação divina estará negando essa santidade, essa elevação suprema de Suas propriedades. Assim, não adianta rezar porque a oração não é a palavra, mas o sentimento que sai do coração.


Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Anton Kiudero em 25 de Novembro de 2012, 03:03

“Venha o Teu reino”

Existe aí um pedido do espírito: que Deus o deixe participar do Seu reino. Todo espírito vem à carne para buscar o reino de Deus, onde existe o amor e a felicidade. O espírito não vem a Terra para fazer o que quer (satisfazer-se), mas sim para buscar participar do reino de Deus através da comprovação de que é capaz de ter somente amor dentro de si.

Você não veio aqui para fazer o que quer, mas para participar do reino de Deus, ou seja, viver com amor. A vida na carne é uma busca constante de provar que se é capaz de viver no mundo de Deus e, por isso, existe a necessidade de se viver todos os momentos da vida com esta consciência.

Enquanto você quiser ser ou fazer coisas apenas baseando-se na sua vontade, nos seus desejos, não participará do reino de Deus, pois o amor, único sentimento que nos leva a este reino, exige que haja igualdade entre todos. Para participar do reino de Deus precisamos alcançar a universalidade, eliminando o individualismo.

Para ter amor é necessário aceitar que os outros façam aquilo que querem, sem que se veja erros nestes fatos. Não existe julgamento no mundo de Deus, pois o Pai concede o livre arbítrio aos seus filhos.

É necessário que você compreenda que veio a essa matéria carnal nesse planeta unicamente para provar que é capaz de amar e não para corrigir a todos. Cada um dos espíritos que encarnam no planeta Terra faz somente para realizar essa prova e nada mais é preciso para se viver esta vida.

Todas as outras coisas que valoriza neste mundo (direito, posse, soberba, certezas) não existem: é você que cria cada um desses valores de acordo com os sentimentos que usa. Quando utilizar somente o amor descobrirá que nada mais é preciso, pois ele lhe completará: dar-lhe-á todo o direito, toda a posse de que necessita, o orgulho correto e a certeza de viver no reino de Deus.

Para que querer ter a certeza de tudo, buscar estar correto sempre, se a única perfeição do Universo é Deus? Basta apenas amar ao Pai para descobrir todas as verdades do Universo.

Querer ter razão sempre é como diz o sábio no livro Eclesiastes: é querer pegar o vento com a mão. Se você quiser pegar o vento com as mãos ele lhe escapará por entre os dedos. Da mesma forma, a razão que você imagina ter sobre um assunto sempre lhe escapará, pois os fatos alteram-se constantemente e o que hoje era de uma forma, amanhã não mais será.

Enquanto você quer pegar todas as razões esquece-se de viver e a vida passa no meio dos seus dedos. Depois, quando fica velho se pergunta: o que eu fiz da minha vida? Onde estão as verdades que defendi o tempo inteiro? Todas elas mudaram e você ficou sem nada. Se você amar, se viver a vida amando sem procurar ter razões, agarrará a vida e se sentirá na velhice pleno, cheio, feliz, pois o amor traz a felicidade.

Existe uma passagem no Evangelho de Tomé, o Dídimo, onde Cristo afirma que o homem sábio é igual a um pescador que ao puxar sua rede encontra muitos peixes pequenos e um grande. Ele separa o grande para si e joga fora todos os outros.  Nestas palavras Cristo afirma que você deve procurar o que mais lhe dá felicidade, o que mais lhe completa e só o amor pode dar isso. Tendo o amor não precisa de mais nada, nem amar. Se tiver qualquer outro sentimento, alimento que não sacia a sua fome espiritual, estará sempre necessitando de mais alimentos.

Quando tiver raiva de uma pessoa, necessitará sempre alimentá-la com mais motivos. Quando só esta pessoa não mais bastar, estará procurando motivos em outra, depois outra. Sempre você estará achando erros em todos que lhe aparecem na frente para poder alimentar este ódio. Com a posse é a mesma coisa: quando você possui uma coisa, necessita sempre de outra mais. Nunca atingirá a satisfação com as coisas que tenha.

O amor traz a verdadeira satisfação por si mesmo. Quem ama não precisa de mais nada: de razão, de verdade, de certeza, de beleza; não precisa de nada. Só amor satisfaz completamente.

É desta forma que Cristo lhe conclama a viver na oração do Pai Nosso: venha a nós o vosso reino. Trata-se de um pedido que o espírito deve fazer sempre: deixe-me participar deste amor, me dê este amor para viver.

Mas, como o mestre avisou logo no início do texto, Deus lhe dá recompensas de acordo com a oração feita. Assim sendo, o amor é a recompensa por uma vida de oração. Não adianta só pedir: existe a necessidade de agir, com amor, para poder participar do reino de Deus.


Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Anton Kiudero em 25 de Novembro de 2012, 03:05

“Que a Tua vontade seja feita aqui na Terra como é feita no céu”.

Não adianta você rezar pedindo a Deus que seja feita a Sua vontade assim na Terra como no céu: tem que aceitar quando o Pai age dessa forma. Quando as coisas acontecem na vida, considera que foi você quem fez, quem realizou o ato: como então pede que seja feita a vontade de Deus? Quando alguém age e você não gosta, diz que foi ele que agiu contra você.

Tudo o que lhe acontece é vontade de Deus e deve ser enxergado desta forma: isto é viver em oração. Não é a outra pessoa que lhe ofende porque quer (pratica atos pela vontade dela), mas ela age desta forma porque Deus mandou que fizesse assim: foi a vontade do Pai e não da pessoa.

É o Pai, o dono da casa, quem comanda todos os seus filhos para interagirem-se praticando atos que os outros precisam e merecem passar ou fazer. Deus só deixa que a Sua vontade ocorra no universo para que a Justiça Perfeita nunca seja quebrada.

Mas, viver em oração não é pensar nisso só nos momentos onde imagina que não tenha controle da situação, mas a todos os momentos. Você pede a Deus que seja feita a Sua vontade, mas só aceita que Ele opere quando você se sente incapaz.

Deus tem que estar presente em qualquer ato, por menor que seja. Uma topada provoca dor, que é um sofrimento, portanto, precisa da autorização de Deus para que isto aconteça, pois você pode não merecer esta dor.

Tudo que qualquer um consiga fazer na sua frente é comandado por Deus, pois só pode acontecer a você o que merece (positiva ou negativamente). Entretanto quando alguém faz alguma coisa que você não acha certa, imagina que ela o fez por livre e espontânea vontade. Neste momento parte para o revide, para a agressão, ou fecha-se no sofrimento: qualquer das duas formas estará ofendendo a Deus, pois não viu o ato como da vontade Dele.

Se Deus ordenou que a pessoa fizesse determinado ato, ela serviu apenas de intermediário entre você e a vontade do Pai.  Quando parte para o revide, está revidando contra Deus. Quando não reage, mas sofre, sente-se injustiçado, acusa Deus, causador do fato, de injusto.

Viver orando que seja feita a vossa vontade é não encontrar erro em nada que acontece porque tudo é originado Nele. Admitindo que Deus causa tudo em sua vida, não haverá necessidade de sofrer, pois sabe que se trata do seu Pai tentando ensinar-lhe, com amor, para que cresça espiritualmente.

Na verdade você reza por toda uma vida dizendo que seja feita a vossa vontade, mas quer ter vontade própria. Que seja feita a sua vontade, desde que seja o que eu queira: mesmo que não sejam estas as suas palavras, esta é a sua forma de viver.

Quando Ele se atreve a fazer o que você não queria, parte para agressão: ‘porque se esqueceu de mim’, ‘olha como estou sofrendo’, ‘onde está o Senhor que não vem me ajudar’.

Viver em oração é ter a consciência de que tudo que acontece é obra Dele. Isto é viver rezando: isto é rezar. Não adianta ajoelhar-se em frente de imagens, postar as mãos: não é isto que Deus quer de seus filhos. Ele sabe que apenas aqueles que viverem em oração, ou seja, com esta visão sobre as coisas, alcançarão a evolução espiritual.

Orar é viver em oração, é viver dentro dessas verdades: não existe outra forma de orar a Deus. Para que procurar determinados lugares (igrejas, centros, cultos) se Deus está em todos os lugares, principalmente dentro de você mesmo.

Isto não quer dizer que você não possa ir a uma igreja e rezar para um santo e conseguir uma graça. O que estamos afirmando é que não é necessário fazer isso. Se você for a uma igreja e orar com fé, poderá receber a graça, se isso for o melhor para a sua existência eterna, mas não a receberá por conta da oração, mas porque aquilo era o que merecia naquele momento.


Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Anton Kiudero em 25 de Novembro de 2012, 03:06

“Dá-nos hoje o alimento que precisamos”.

Se você vive em oração sabe que o alimento que abastece diariamente a sua mesa não é conquistado pelo seu poder monetário, mas provem de Deus. Seja uma mesa farta ou um cardápio minguado, todo alimento que sustenta o corpo físico é dado por Deus visando a elevação espiritual de cada um.

Quando falamos em alimento não devemos nos ater apenas a comida, mas tudo aquilo que alimenta o corpo físico. Aí devemos incluir as posses materiais, os bens, as roupas. Enfim, todos os elementos materiais que um ser tem a sua disposição são dados pelo Pai.

Porque, então, alguns têm muito e outros pouco? Porque existem seres que vivem no fausto e outros passam necessidade? A resposta a essas perguntas é a Justiça Suprema e o Amor Sublime.

Para dar a cada filho o que ele necessita para a sua existência, Deus age visando colocar à sua disposição instrumentos que sirvam para a realização das provas individuais. Se o espírito necessitar vencer o excesso, ter sentimentos que promovam a universalização dos bens materiais, Deus disporá ao ser grande quantidade. No entanto, se a sua prova for aprender a receber, Deus promoverá a penúria. Somente com a dependência o ser aprenderá essa lição.

Dessa forma, não há governo responsável pela fome, mas Deus que dá a cada um de acordo com a sua necessidade. Os governantes que não promovem a justiça social são apenas instrumento de Deus para promover a Justiça divina. Também não há patrão explorador, que remunere mal seu empregado: apenas instrumentos para a vontade de Deus.

Além do mais, se Deus é o Senhor do universo, a empresa não é do ser humano, mas propriedade de Deus emprestada como instrumento de prova. Se você está trabalhando nela é porque o real patrão (Deus) o escolheu e ali colocou, pois é o que você necessita para receber o maior salário que pode existir: o amor divino.

Os sentimentos são alimentos para o espírito. Assim, quando Cristo nos ensina que devemos viver com a crença de que Deus nos dá todos os alimentos, também o amor nos será dado pelo Pai. Ninguém pode lhe dar sentimento algum a não ser Deus.

Aquele que imagina que o filho, o esposo, a mulher ou o amigo pode lhe dar sentimentos apenas reza e não vive em oração. Quem depende de um ser humano para se sentir amado é porque ainda não encontrou a Fonte universal dos sentimentos: Deus.

O Pai enviará os sentimentos (alimento) ao filho de acordo com o seu merecimento. Trata-se de uma forma de pagamento pelos trabalhos prestados. Aquele que vive em um mundo onde Deus é a Causa Primária de todas as coisas receberá um salário maior, mas aquele que vive em um mundo onde o próximo é o seu inimigo, causador de sua infelicidade, receberá um salário compatível com a sua produção.

Quando se vive em oração, pedindo a Deus que proporcione o alimento necessário para a existência, volta-se na busca de render mais para Deus. Esses terão supridas as suas necessidades, mesmo que nada possuam. Mas, quando se vive imaginando que é capaz de conquistar o alimento, a vida não proverá as necessidades de cada um, por mais que tenha.

Portanto, você deve buscar viver em harmonia com o universo, agindo exclusivamente com o amor universal, para que receba todos os alimentos que lhe sustentará. Apenas dizer essas palavras não garantirá o sustento.


Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Anton Kiudero em 25 de Novembro de 2012, 03:07

“Perdoa as nossas ofensas como também perdoamos os que nos ofenderam”.

Pedir a Deus que perdoe as nossas ofensas é uma redundância. O Pai não pode acusar um filho de nenhum dos seus atos físicos porque é Deus quem idealiza e comanda a execução de cada ato (Causa Primária). Não pode também acusar o filho pelos atos espirituais (escolha de sentimentos para reagir a acontecimentos) porque concedeu a cada um o livre-arbítrio, ou seja, a liberdade da prática desses atos.

O perdão que Cristo nos ensina a pedir não é a Deus, mas aos nossos semelhantes. Quando o ser promove um ato que fira os conceitos do próximo (ofensa), gera uma situação onde esse poderá escolher sentimentos negativos para reagir. É por ter merecido se transformar no instrumento de Deus para essa prova para o próximo que o mestre nos aconselha a pedir o perdão ao irmão.

Quando pedimos perdão ao nosso semelhante não estamos implorando por clemência, mas que o nosso ato não seja entendido como errado. É da consciência que cada ato é planejado e comandado pelo Pai de acordo com o merecimento e necessidade dos envolvidos que nasce o perdão. Somente essa consciência pode levar ao perdão, ou seja, a não acusação de erro.

Assim, quando Cristo nos diz que devemos pedir perdão por nossas ofensas, concita-nos a implorar ao próximo que não veja erro em nossos atos, mas que os receba como justos e necessários. Só assim ele poderá recebê-los com amor. Quando isso acontecer nos banharemos nesse sentimento e não nos tornaremos, futuramente, merecedor de servir de instrumento a Deus para novas situações negativas para os outros.

Entretanto, a oração ensinada pelo mestre não termina com o pedido de perdão para nossos atos, mas coloca essa forma de agir na dependência de também nós perdoarmos o próximo. Para que possamos receber amor dos outros é necessário que também os amemos. Tudo que o espírito recebe de Deus é conquistado pelo merecimento.

Enquanto o ser não reagir a todos os acontecimentos sem ver erros nas ações do próximo, não poderá ser colocado por Deus para praticar atos na frente daqueles que podem reagir com amor. Enquanto sua reação for com sentimentos negativos o espírito merecerá ser colocado face àqueles que utilizam esses mesmos sentimentos.

De nada adianta ao ser orar pedindo perdão a Deus por seus atos enquanto não viver a vida perdoando aqueles que contraiam os seus desejos.


Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Anton Kiudero em 25 de Novembro de 2012, 03:08

“E não nos deixes cair em tentação”.

Apenas aquilo que desejamos e não temos é que se transformam em tentações. Se não desejarmos ou já possuirmos, a tentação não existirá.

Quando oramos pedindo a Deus que não nos deixe cair em tentações, estamos implorando ao Pai que não nos deixe desejar nada. O desejo nasce da vontade individualista de cada um. Para acabar com o desejo precisamos compreender que já temos tudo o que necessitamos.

Deus provê a cada filho com todos os instrumentos necessários para a sua evolução. Se você possui um palacete é porque aquilo lhe é útil, mas se reside em uma choupana é porque Deus sabe que ela é o instrumento perfeito que você necessita.

Aquele que deseja o que não tem à sua disposição não consegue bem utilizar o instrumento que Deus dispôs.

Você reza a Deus diariamente pedindo a Ele que não lhe deixe querer nada além do que tem, mas o faz sempre pedindo algo mais. Quer saúde, dinheiro, proteção: tudo isso você já tem na justa e necessária medida.

Viver em oração é saber que já possui tudo o que precisa para ser feliz. Desejar qualquer outra coisa é ceder às tentações. Todas as coisas no universo que você não possui são tentações, ou seja, objetos que não lhe servem como evolução espiritual. Desejá-los, apenas, já é cair na tentação.


Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Anton Kiudero em 25 de Novembro de 2012, 03:10

“mas livra-nos do mal”

Quando o ser prepara-se para a vida carnal está cônscio de toda a realidade espiritual. É com base nessa consciência que ele escreve a sua vida carnal. Pede situações que possam auxiliá-lo a elevar-se espiritualmente participando de toda a glória celeste. Louva a Deus pela chance que lhe é oferecida e comprometa-se a se aplicar no sentido de executar todas as provas que se dispôs.

Quando se prende à matéria densa os valores de sua consciência alteram-se e o desejo e o individualismo nascem. Com isso a sua busca se altera. Se antes do nascimento o ser quer participar da glória celeste agora busca a satisfação.

Dentro desses parâmetros, podemos perguntar: o que é bem ou mal? Para o ser desencarnado o bem será tudo aquilo que lhe servir como instrumento para participar do reino de Deus, mas quando encarna, o bem será tudo aquilo que contentar os seus conceitos.

Quando pedimos a Deus para nos livrar do mal, fazemos com a consciência de encarnados, mas o Pai entende com a consciência espiritual. Desta forma, o que é mal para nós não o é para Deus.

Sabe por que você que reza não alcança a sua satisfação? Porque pede a Deus na oração que não a promova. Quando reza pedindo ao Pai que o livre do mal está dizendo a Ele que não satisfaça os desejos de sua consciência material.

Viver em oração é viver com essa consciência. Tudo que nos acontece é obra de Deus como instrumento para nossa elevação. Foi fruto de nossa própria requisição quando ainda tínhamos como objetivo à glória divina.


Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: ken em 25 de Novembro de 2012, 11:48
Oração Permanente

Huberto Rohden

segue anexo
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Filipa Matos em 25 de Novembro de 2012, 12:12
A Oração - Evágrio Pôntico

"Não imagines possuir a Divindade em ti, quando oras, nem deixes tua inteligência aceitar a marca de uma forma qualquer; mantém-te como imaterial diante do Imaterial e compreenderás"

"Não poderias possuir a oração pura, estando perturbado com coisas materiais e agitado por inquietações contínuas, pois a oração é abandono dos pensamentos"

"A oração é produto da doçura e da ausência de ira"

"Esforça-te por manter teu intelecto surdo e mudo durante a oração: assim poderás orar"

"Se oras verdadeiramente, sentirás uma grande segurança: os anjos te escoltarão como a Daniel e te iluminarão sobre as razões dos seres"

"Se queres orar como convém não entristeças nenhuma alma; senão, corres em vão"

"Bem-aventurada a inteligência que, no momento da oração, torna-se imaterial e despojada de tudo"

"A oração é uma ascenção da inteligência para Deus"

"A oração é a atividade que convém à dignidade da inteligência; é a aplicação mais admirável e mais completa desta"

"Se és teólogo, vais orar verdadeiramente; e se oras verdadeiramente, és teólogo"

"A salmodia depende da sabedoria multiforme; a oração é o prelúdio do conhecimento imaterial e uniforme"

"Quanto mais perto estiver de Deus, tanto melhor será o homem"

"A oração é fruto da alegria e do reconhecimento"

"Enquanto ainda tens atenção para o que provém do corpo; enquanto tua inteligência considera os atrativos externos, ainda não viste o lugar da oração; estás mesmo longe do caminho abençoado que conduz a ele"

"O corpo tem o pão por alimento; a alma, a virtude; a inteligência, a oração espiritual"

"Na hora de orar, encontrarás o fruto de todo sofrimento aceito com sabedoria"

"Os sentimentos mal orientados atrapalham a oração"

"Feliz o espírito livre de qualquer forma durante a oração"

"O rancor cega a faculdade mestra de quem ora e derrama-lhe trevas sobre as orações."

"Aspira a ver a face do Pai, que está no céu: não procure, por nada deste mundo, perceber forma ou rosto durante a oração"

"Pois, quando em tua oração tiveres conseguido ultrapassar qualquer outra alegria, é que finalmente, em toda verdade, terás encontrado a oração"

"Armado contra a ira, não admitas jamais a cobiça, pois é a cobiça que alimenta a ira, esta por sua vez, turva os olhos da inteligência e destrói assim, o estado de oração"

"A oração é uma conversa da inteligência com Deus: que estado não é, pois, necessário, para essa tensão sem retorno, para ir a seu Senhor e conversar com Ele, sem nenhum intermediário?"

"Mantém-te corajoso e ora com energia; afasta as preocupações e e as reflexões que se apresentarem, pois elas te perturbam e te agitam, debilitando o teu vigor"

"Se queres orar dignamente, renuncia-te a todo instante; se suportas toda sorte de provações, resigna-te sabiamente por amor da oração"

"Não te contentes de orar nas atitudes exeriores, mas leva tua inteligência ao sentimento da oração espiritual, com grande temor"

"Não ores para que tuas vontades se cumpram: elas não concordam necessariamente com a vontade de Deus. Ora, sim, segundo o ensinamento recebido, dizendo: 'que vossa vontade se cumpra em mim'. Em tudo, pede-lhe que se faça a sua vontade, pois Ele quer o bem e o benefício para tua alma; tu, porém, não é isso necessariamente que procuras"

"A oração sem distração é a intelecção mais alta da inteligência"

"Orando com teus irmãos ou orando só, esforça-te por orar, não por hábito, mas com sentimento"

"Quem ama a Deus conversa incessantemente com Ele, como com um Pai, despojando-se de todo pensamento apaixonado"

"Quem ora em espírito e em verdade, não tira mais das criaturas os louvores que dá ao Criador: é do próprio Deus que ele louva Deus"

"O rancor cega a faculdade mestra de quem ora e derrama-lhe trevas sobre as orações"

"A oração é a exclusão da tristeza e do desalento"
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Ignarus em 25 de Novembro de 2012, 16:11
Oração e Renovação

"Holocaustos e oblações pelo pecado não te agradaram." - Paulo. (Hebreus, 10:6.)

É certo que todo trabalho sincero de adoração espiritual nos levanta a alma, elevando-nos os sentimentos.

A súplica, no remorso, traz-nos a bênção das lágrimas consoladoras. A rogativa na aflição dá-nos a conhecer a deficiência própria, ajudando-nos a descobrir o valor da humildade. A solicitação na dor revela-nos a fonte sagrada da Inesgotável Misericórdia.

A oração refrigera, alivia, exalta, esclarece, eleva, mas, sobretudo, afeiçoa o coração ao serviço divino. Não olvidemos, porém, de que os atos íntimos e profundos da fé são necessários e úteis a nós próprios.

Na essência, não é o Senhor quem necessita de nossas manifestações votivas, mas somos nós mesmos que devemos aproveitar a sublime possibilidade da repetição, aprendendo com a sabedoria da vida.

Jesus espera por nossa renovação espiritual, acima de tudo.

Se erraste, é preciso procurar a porta da retificação.

Se ofendeste a alguém, corrige-te na devida reconciliação.

Se te desviaste da senda reta, volta ao caminho direito.

Se te perturbaste, harmoniza-te de novo.

Se abrigaste a revolta, recupera a disciplina de ti mesmo.

Em qualquer posição de desequilíbrio, lembra-te de que a prece pode trazer-te sugestões divinas, ampliar-te a visão espiritual e proporcionar-te consolações abundantes; todavia, para o Senhor não bastam as posições convencionais ou verbalistas.

O Mestre confere-nos a Dádiva e pede-nos a iniciativa.

Nos teus dias de luta, portanto, faze os votos e promessas que forem de teu agrado e proveito, mas não te esqueças da ação e da renovação aproveitáveis na obra divina do mundo e sumamente agradáveis aos olhos do Senhor.
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Ignarus em 08 de Dezembro de 2012, 22:34
Anseio e Prece

Senhor!... Sei que nos deste a todos
Um encargo ou missão.
Nada promoves sem objetivo,
Nada fazes em vão.

A estrela conferiste
A benção de aguentar-se e refulgir sem véu,
Tal qual sucede ao Sol que nos conduz
Pelas vias do Céu.

Atribuíste à Terra
A função de compor e recompor
A forma em que o trabalho nos confere
A ciência do amor.

Colocaste no mar a investidura imensa
De externar-te o poder
E a fonte o privilégio de ensinar-nos
A humildade por norma e o perdão por dever.

Comissionaste as árvores amigas,
Em que a lição do bem se exprime e se condensa,
Para a tarefa de guardar-te a vida
E auxiliar sem recompensa.

Doaste à flor o dom de perfumar
E puseste na estrada o dom de conduzir,
Deste música às aves, deste ao vento
O doce ministério de servir.

Tudo te filtra a glória soberana,
Tudo te exalta a Lei,
Em razão disso, eu própria reconheço
Que quase nada sou e quase nada sei

Mas se posso pedir-te alguma coisa,
Converte-me, Senhor, a própria imperfeição
Num canal pequenino que te mostre
A força da bondade e a luz da compaixão.

Maria Dolores
Do Livro: Mãos Marcadas – F. C. Xavier
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Ignarus em 11 de Dezembro de 2012, 02:37
Evocação a Jesus

Jesus, Senhor e Mestre, que dirigis o movimento de espiritualização que se opera no mundo todo, tende vossas vistas voltadas sobre todos os que imploram a vossa assistência; incluí para que os Mensageiros de Deus e com especialidade a plêiade que constitui o Espírito de Verdade, o Espírito Consolador, orientem-nos no Caminho do Bem, e nos proporcionem alívio
nos sofrimentos e consolação nas nossas aflições; que eles sejam para nós um arrimo, um amparo, e nos defendam de todo o mal.

Senhor, protegei aqueles que desejarem se iniciar na vossa doutrina e dai-lhes a luz do entendimento para a boa compreensão da vossa palavra.

Que a vossa Paz seja sobre nós.

Prece de Caibar Schutel
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Ignarus em 11 de Dezembro de 2012, 15:56
Medite antes falar para que teus atos estejam alinhados com tuas palavras!



Medite antes de dizer: Pai Nosso!
se não te comportas cada dia como um filho, nem tratas os demais como irmãos.

Medite antes de dizer: Que Estás Nos Céus!
se somente pensas e amas as coisas da terra e esqueces frequentemente de que o teu futuro não está neste mundo material.

Medite antes de dizer: Santificado Seja O Teu Nome!
se estás preocupado em santificar o nome de outros deuses que eleges como necessidades absolutas e que tomam parte de sua vida exclusivamente imediatista  e materialista.

Medite antes de dizer: Venha O Teu Reino!
se não acreditas  e nem trabalhas para alcançar a tua evolução espiritual abrindo sua mente e seu coração para o bem e o amor.

Medite antes de dizer: Seja Feita A Tua Vontade!
se não aceitas quando te exigida a renúncia, a paciência e  a fé nos momentos de alegria ou tristeza. E nem tampouco procuras agir com amor, sabedoria e justiça segundo as Leis Divinas.


Medite antes de dizer: Assim Na Terra Como No Céu!
se não crês que Deus está no comando de tudo e muito menos, na realidade do espírito eterno e no mundo espiritual de ondes todos viemos e haveremos de voltar.

Medite antes de dizer: O Pão Nosso De Cada Dia  Nos Dai Hoje!
se te negas à prática da caridade Cristã em todos os ambientes da tua vivência e nem te preocupas com tantos pobres que  não tem trabalho, alimento, roupa, moradia ou saúde.

Medite antes de dizer: e Perdoa-Nos As Nossas Dívidas, Assim Como Nós Perdoamos
Aos Nossos Devedores!
se ainda guardas no teu coração inveja, rancor e ódio do teu irmão ou desejas a qualquer custo receber uma dívida que ele não tem como pagar.

Medite antes de dizer: E Não Nos Deixe Cair Em Tentação!
se a tua intenção constante agir em desacordo com os ditames da prudência e dos bons hábitos, afastando-se do perigos dos vícios e dos prazeres perniciosos.

Medite antes de dizer: Mais Livrai-Nos Do Mal!
se não consegues calar em si as palavras que acusam, que desestimulam o bem, que agridem, ou que induzem ao erro e aos maus julgamentos.
.

Não digas:  Amém !,
Se te esqueces a todo momento que Deus está no controle de tudo e nada é por acaso e negligencias os ensinamentos de Jesus para deixar-se dominar pelos teus ímpetos e preconceitos na tola tentativa de estabelecer as tuas verdades.

APSN
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Ignarus em 14 de Dezembro de 2012, 01:02
EM TORNO DA PRECE
Alexandre Braga

Nas ânsias da alma cativa
As trevas da expiação,
Oração é chama viva
Em meio da escuridão.

Nas águas da desventura.
Ao urros do caos violento,
Oração é nau segura,
Varando monção e vento.

Nos espinheiros de dor,
Pés sangrando na subida,
Oração é como a flor
Deitando perfume e vida.

Nos dias de céu convulso,
Sob névoa densa e fria,
Oração é novo impulso
De esperança e de alegria.

Seja na luta ensombrada,
Seja na paz cristalina,
Em todo passo da estrada,
Oração é luz divina.

Do Livro Orvalho de Luz – F. C. Xavier
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Ignarus em 14 de Dezembro de 2012, 14:25
Votos do Servo Cristão

Jesus Amado, auxilia, meu anseio de progresso,
sou Teu servo, cada dia, outra graça não Te peço,
recuso o reino mesquinho, do mal que ensombra e governa,
sou grão de pó no caminho, de Tua grandeza eterna.

Ofereço-me, Senhor, com todo o meu coração,
ao Teu serviço de amor, de paz e consolação.
Sublime e Celeste Amigo, se o charco lírios produz,
eu quero seguir contigo, na glória da Tua cruz.

Sou Teu servo. Não disputo, maior e mais santo bem.
Dou-me a Ti, cada minuto, hoje, agora, aqui, além...
Subirei montanha acima, És meu credo e minha igreja,
que o Teu amor me redima, agora e sempre. Assim seja.

João de Deus

Do livro – À Luz da Oração – F. C. Xavier
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Ignarus em 15 de Dezembro de 2012, 22:49
A PRECE

Faz-se preciso que o homem reconheça a necessidade da luta como a do pão cotidiano.
A crença deve ser a bússola, o farol nas obscuridades que o rodeiem na existência
passageira e a prece deve ser cultivada, não para que sejam revogadas as disposições
da lei divina, mas a fim de que a coragem e a paciência inundem o coração de fortaleza
nas lutas ásperas, porém necessárias.

A alma, em se voltando para Deus, não deve ter em mente senão a humildade sincera na
aceitação de sua vontade superior.

Emmanuel

Do Livro Emmanuel – F. C. Xavier
Título: Re: Oração para todos os dias
Enviado por: Ignarus em 16 de Dezembro de 2012, 01:50
O poder da Oração

O cérebro, este dínamo gerador de energia psíquica, é também fonte de exteriorização que se espraia, facultando a vitalização ou desequilíbrio na área que focaliza. Externando-se através do pensamento, este se lhe torna o veículo que a potencializa e direciona. Quanto maior for a intensidade mental da idéia, mais poderosa se apresenta a onda em que se movimenta.

Em face dessa realidade, o cultivo dos pensamentos edificantes, pela constituição vibratória de que se reveste, estimula os neurônios cerebrais que produzem substâncias saudáveis e processamentos eletroquímicos, que facilitam as sinapses e viajam pelo sistema circulatório, vitalizando as células e auxiliando-as no processo de mitose harmônica.

Quando estão carregados de pessimismo ou malquerença, de ressentimentos e ódios, produzem moléculas que são eliminadas pelos mesmos neurônios com alto poder destrutivo, que perturbam as comunicações e se alojam no sistema nervoso central e no endócrino, afetando o de natureza imunológica, naquele indivíduo que prossegue na emissão de mensagens tóxicas e perturbadoras, às vezes atingindo a pessoa que esta na mira da sua revolta.

O ato da oração é constituído pelo fixar dos pensamentos nobres e aspirações superiores, produzindo ondas carregadas de amor e de harmonia que mantêm em grande atividade os centros nervosos, que se alimentam de forças e, de imediato exteriorizam as vibrações que atraem os bons espíritos, que acorrem para ajudar, ao tempo em que as canalizam no rumo das Esferas superiores onde são captadas para análise imediata.

Em face do seu conteúdo especial, são potencializadas e retornam ao emissor, proporcionando-lhe vitalização e alegria. ode, dessa forma, a oração ser encaminhada aos Centros espirituais de captação para análise de conteúdo ou direcionar-se para os objetivos a que se destina.

Por isso, a oração pode ser de louvor, quando se expressa em hinos de alegria e de homenagem ao criador, à vida, às ocorrências existenciais; de rogativa, quando revestida pela necessidade que pode ser socorrida pelo Divino Poder, não apenas por quem ora, assim como em favor daquele por quem se intercede, e de gratidão, transformada em júbilo pelo que se tem logrado ou ainda não conseguiu...

A oração inunda de emoções superiores o ser que se lhe entrega ao ministério. Quando é a favor do próximo, encarnado ou no plano espiritual, alcança-o como uma onda de paz, que favorece a reflexão, o despertar da consciência para a responsabilidade, o diminuir das aflições, ensejando o prosseguimento a partir desse momento com diferente disposição emocional e psíquica.

Mesmo quando o beneficiário ignora o recurso que lhe é direcionado, ainda assim é alcançado pela emissão vibratória e experimenta alteração para melhor no quadro do comportamento em que se encontra. Se conhecedor do benefício, gerando sintonia mental, mais se robustece de recursos valiosos, que se transformam em bem-estar, saúde e paz.

Enfermos terminais uns, portadores de doenças degenerativas outros, de distúrbios psicológicos ou psiquiátricos diversos, quando envolvidos pelas ondas benéficas da oração, experimentam sensações favoráveis que, se utilizadas de forma edificante, podem modificar a situação em que se encontram, reiniciando os processos de recuperação ou de diminuição dos seus sofrimentos.

Os desencarnados, por sua vez, sentindo-se recordados e queridos, ao captarem a onda mental que lhes é direcionada, têm diminuídas as angústias e perturbações, reconsiderando a situação em que se encontram e se reanimando, desse modo adquirindo forças e valor para superarem as dificuldades que os afligem, frutos amargos da insensatez a que se entregaram anteriormente.

A onda mental da oração cinde a densa camada da psicosfera deletéria onde respiram aqueles a quem é enviada a mensagem de amor, e qual um raio vigoroso deixa a claridade da sua presença e descarga de energia benéfica de que se faz portadora.

Não elimina, certamente, os débitos, nem seria justo que assim acontecesse, também não impede o insucesso, mas oferece serenidade e confiança para o enfrentamento dos efeitos perniciosos dos atos transatos, trabalhando em favor da mudança da paisagem, que se nimba de diferente conteúdo propiciador de paz e de vitória que devem ser alcançadas, a partir de então. Simultaneamente, aquele que ora se potencializa e irradia ondas de harmonia que envolvem a tudo e a todos quantos lhe estão no campo psíquico ou emocional.

Animais e plantas captam as ondas mentais que lhe são dirigidas, refletindo no comportamento os efeitos saudáveis ou danosos do tipo de vibrações de que se constituem.

No momento em que a criatura humana se conscientizar do poder da oração ou do pensamento nobre, o planeta será beneficiado pela emissão individual e coletiva de orações para recuperá-lo após todas as agressões que tem sofrido pela imprevidência e loucura dos seus habitantes, tornando-se abençoado reduto de regeneração, ao invés de oficina de dolorosas provas e expiações.

O pensamento, portanto, vinculado a Deus, ao bem, ao amor, ao desejo sincero de ajudar, eis a oração que todos podem e devem utilizar, a fim de que a felicidade se instale por definitivo nos corações. Por isso que as formas e as fórmulas utilizadas para a oração se fazem secundárias, sendo indispensável a intenção do orante, cujo propósito estimula o dínamo cerebral a liberar a onda psíquica vigorosa que lhe conduzirá a aspiração.

O hábito de orar, a constância da oração, a elevação do pensamento se transformarão em um estado especial de equilíbrio espiritual, que sustentará o ser em todas e quaisquer ocasiões da sua existência.

Isto, porque, oração é vida, e com Jesus é vida em abundância...

Manoel Philomeno de Miranda
Divaldo Franco