Forum Espirita

GERAL => Audiovisuais => Power Point => Tópico iniciado por: Pattyy em 08 de Maio de 2010, 16:17

Título: O AMOR!!!
Enviado por: Pattyy em 08 de Maio de 2010, 16:17
CITAÇÕES SOBRE O AMOR!!!
Título: Re: O AMOR!!!
Enviado por: aldapablo em 08 de Maio de 2010, 18:24
BOA TARDE IANN AMEI SUA MENSAGEM SOBRE ESTE SENTIMENTO TAO LINDO ,MUITA PAZ .ALDA
Título: Re: O AMOR!!!
Enviado por: Luiz Ferreira em 08 de Maio de 2010, 18:53
O que realmente sabemos sobre o AMOR?

Uma palavra que está presente em todos os momentos de nossas vidas.
O amor podemos classicar de várias maneiras.
Amor...
Amor de mãe...
Amor de pai...
Amor de filho...
Amor de amigo...
Para saber o que é o amor, simplesmente AME...

Luiz Ferreira
Título: Re: O AMOR!!!
Enviado por: casquinha em 08 de Maio de 2010, 20:24
muito lindo iann!!! Sem amor a vida não tem sentido. Abraço!!!
Título: Re: O AMOR!!!
Enviado por: Maluzinha em 08 de Maio de 2010, 23:37
Com amor tudo vale apena!!
Título: Re: O AMOR!!!
Enviado por: Angela Calegari em 09 de Maio de 2010, 03:32
Lindo, Iann.
Amor, palavra tão pequena que exprime sentimento tão imenso!
Muita luz e paz a todos.
Título: Re: O AMOR!!!
Enviado por: Karina :-) em 10 de Maio de 2010, 04:52
Muito bonita essa frase: 'o ódio é a antítese do amor',nada mais profundo e sábio.
Maravilhoso!
Título: Re: O AMOR!!!
Enviado por: AMoreira em 10 de Maio de 2010, 15:57
Bom dia. Saúde, paz, alegria e muito amor para todos.
Caro Iann, a sua proposição é para fazer com que todos mexam, e muito, com os neurônios.
Sobre o tema, me permito apresentar o texto abaixo, por mim adapatado:
O amor é, sem sombra de dúvida, a parte mais complicada da vida da maioria das pessoas. Até mesmo daquelas que são felizes neste quesito. O amor nos explora a alma. Faz com que nossas entranhas se revirem de tal maneira que tudo fica fora do lugar. Ninguém é considerado “normal” até que tenha passado por uma paixão daquelas, com direito a um final nada feliz, tenha se testado e considerado normal as coisas que fez. Ou seja, a normalidade, mais uma vez está provado, não existe.
O amor é carregado de crenças. Coisas que ouvimos desde criança dos nossos pais e avôs. “Homem é assim, mulher é assado”. “Para ser feliz é preciso ter alguém com você” ou mais um monte de coisas que nunca ninguém parou para pensar. Simplesmente nós adotamos como certo. E sofremos quando qualquer uma das nossas fantasias não acontece. Ele não é como a minha mãe descreveu e o que ela fazia com meu pai não funciona com ele! Ué! Lá vem a depressão, a raiva da vida e do famoso “mas porque comigo?”
Ah sei, você está lendo isso e pensando como eu conheço a sua história, não é? Pois é, mas essa é a história da maioria. As pessoas fantasiam. Acreditam em príncipes e princesas encantadas. Criam dependências absurdas. Uma vez uma amiga me disse o seguinte quando a convidei para ver um filme no cinema “Eu não posso ir porque o meu namorado não viu este filme. E ele não gosta que eu tenha visto uma coisa que ele não viu”. Eu não respondi. Porque como ela eu, com certeza, já fiz algumas coisas deste tipo e nem percebi. Não quanto ao cinema, mas em relação a muitas outras coisas.
E não pensem que eu sou contra o amor. De maneira nenhuma! Eu adoro estar amando, adoro paqueras e namoros e todo este universo. Mas que ele despende um tempão das nossas vidas e de nossa energia, isso ele despende! E percebi que precisamos só olhar a coisa toda diferente e não desistir de nada. Olhar para um parceiro ou uma parceira como uma pessoa que tem seus altos e baixos, que mente que se engana que se sente mal de tantas maneiras e que muitas vezes faz isso porque simplesmente não sabe como agir de outro jeito. Todos somos humanos. Todos tivemos uma infância, uma cultura e um monte de coisas que até admitimos em outras pessoas, mas não na nossa esposa ou namorada ou qualquer outra coisa.
Projetamos um monte de abobrinhas em cima dos outros e queremos que eles atendam as nossas expectativas absurdas! É tão maluco quando paramos para pensar que foi até difícil para eu admitir. Quantas vezes eu fiz loucuras em nome de um amor que, na boa, amor não era de jeito nenhum.
Amor hoje, para mim, é substância de uso infinito no Universo. É como o ar que se respira. Ele não termina e ele serve para milhões e milhões de coisas e pessoas. E situações. Podemos amar e 're-amar' e 're-amar' muitas e muitas vezes, até a mesma pessoa. O amor muda de forma, mas nunca, nunca muda de conteúdo.
Então, agora, estou repensando o amor e suas conseqüencias. Estou repensando o que eu sinto como eu sinto e como eu posso sentir. Afinal de contas, admitir e mudar é tão humano como amar.

Tenham todos uma ótima semana!
Título: Re: O AMOR!!!
Enviado por: Karina :-) em 11 de Maio de 2010, 04:33
Acredito que a melhor forma de descobrirmos o significado do amor é quando se tem um filho. Um amor sem vaidade,sem egoísmo e sem expectativas, é simplesmente o amor mais puro e sincero.
Título: Re: O AMOR!!!
Enviado por: sergio godoi em 15 de Maio de 2010, 13:19
o amor étudo de bom que existe, com certeza será a salvação de nossa humanidade, imaginem que maravilha será o nosso planeta o dia em que nós enquanto humanidade aprendermos a amar o nosso semelhante como a nós mesmo,aquele amor sem interesse, puro como o de uma criança, um amor que queira apenas o melhor para as outras pessoas. Um amor que quebre todas as barreiras de credo, cor, raça, nivel social(uma triste invenção do ser humano), um amor que finalmente cura todas as chagas desse mundo que ainda está tão deteriorado pelo desamor que ainda impera em tantos corações, que ainda está longe daquele ideal cristão de vivermos todos como irmãos em Cristo.
Com certeza chegará o dia em todos teremos em nossos corações aquele amor imenso, amor por toda uma humanidade que ainda estava por vir. amor que fez com que Cristo suportasse toda a dor, toda a crueldade de uma crucificação e morresse por nós e , no entanto ainda hoje a humanidade não foi capaz de beber inteiramente dessa fonte, compreender esse ato e buscar viver toda plenitude desse sacrifício de um Deus que se fez homem e viveu na carne toda a prepotência de seres que só pensavam em poder e opressão, seres que tanto àquela época como na atual, só pensam em bens materiais, em opimir uma população em benefício próprio. Pobre humanidade que teima em não viver aquilo que Cristo delineou, que pensa ser dona de seu destino, quantas reencarnações ainda será preciso para expiar todo esse pecado, essa intolerância para com nossos irmãos, quando irão compreender que cedo ou tarde terão que se ajustar as leis universais e imutaveis do Criador, não entendem que nossa existência é tão curta e que Deus é portador da eternidade e em sua imensa sabedoria e misericórdia espera pacientemente que essa humanidade utilize seu livre arbítrio e pratique somente atos de bondade e amor e, entenda de uma vez que enquanto assim não agir viveremos todos em um mundo cheio de miséria, dor e sofrimento.
Amor, palavra tão pequena mas de sentimento enorme, essa sim é a salvação de uma humanidade ainda tão imperfeita e egoista, pessoas que só olham para seu próprio umbigo, vivem como se essa existência fosse eterna.     
Título: Re: O AMOR!!!
Enviado por: Luiz Ferreira em 15 de Maio de 2010, 13:36
O amor é o que resta de uma relação depois que retiramos todo o egoismo.

Luiz Ferreira
Título: Re: O AMOR!!!
Enviado por: marisa alves em 17 de Maio de 2010, 02:52
BOm muito, bom esse texto, já dizia o poeta tudo vale a pena se alma não é pequena, e só existe "alma" grande se é cheia de AMOOOOR!
Título: Re: O AMOR!!!
Enviado por: marisa alves em 17 de Maio de 2010, 03:06
                 Amor Fraternal

As afeições familiares, os laços consangüíneos, as simpatias naturais podem ser manifestações muitos santas da alma, quando a criatura as eleva no altar do sentimento superior, contudo, é razoável que o espírito não venha a cair sob o peso das inclinações próprias.

O equilíbrio é a posição ideal.

Por demasia de cuidado, inúmeros pais prejudicam os filhos.

Por excesso de preocupações, muitos cônjuges descem às cavernas do desespero, defrontados pelos insaciáveis monstros do ciúme que lhes aniquilam a felicidade.

Em razão da invigilância, belas amizades terminam em abismo de sombra.

O apelo evangélico, por isto mesmo, reveste-se de imensa importância.

A fraternidade pura é o mais sublime dos sistemas de relações entre as almas.

O homem que se sente filho de Deus e sincero irmão das criaturas não é vítima dos fantasmas do despeito, da inveja, da ambição, da desconfiança. Os que se amam fraternalmente alegram-se com o júbilo dos companheiros; sentem-se felizes com a ventura que lhes visita os semelhantes.

Afeições violentas, comumente conhecidas na Terra, passam vulcânicas e inúteis.

Na teia das reencarnações, os títulos afetivos modificam-se constantemente. É que o amor fraternal, sublime e puro, representando o objetivo supremo do esforço de compreensão, é a luz imperecível que sobreviverá no caminho eterno.

"Permaneça o amor fraternal."
Paulo (Hebreus, 13:1)