Forum Espirita

GERAL => Audiovisuais => Power Point => Tópico iniciado por: Marianna em 29 de Março de 2014, 15:46

Título: Mundos Regeneradores
Enviado por: Marianna em 29 de Março de 2014, 15:46
















Mensagem que merece uma Reflexão!



Título: Re: Mundos Regeneradores
Enviado por: lconforjr em 29 de Março de 2014, 18:51
 
.........

      Todos, religiões e religiosos, dizem: "Faça isso! Não faça aquilo! Seja assim! Não seja assado! Ame! Perdoe! Ajude!"

      Do mesmo modo, também dizem: "Somos todos maus, tanto que estamos ainda num mundo de expiações, de sofrimentos, sentenciados que fomos pela lei de causa e efeito; isso porq fizemos muitas coisas erradas, contraímos enormes débitos no passado!! Contudo, no futuro, se melhorarmos moralmente, nos aguardam mundos melhores que o nosso, superiores a este mundo onde todos, sem exceção, sofrem por terem, propositadamente, transgredido as leis de Deus!

      Então, agora voltando ao tema do tópico, é necessário perguntar (raciocinar como manda a doutrina): porq nos tornamos tão necessitados de expiações? Porq necessitamos de regeneração? Porq, se temos livre-arbítrio, não escolhemos sempre, em vez de praticar o mal, praticar o amor? Éramos inocentes, simples e ignorantes; nos tornamos degenerados moralmente, tanto que, pela doutrina, nos tornamos merecedores de sofrimentos intensos, torturantes, desesperadores, insuportáveis!

      Afinal, o que é que desfaz aquela perfeita igualdade original? O que é que nos torna maus, impiedosos, mau-caráter, cheios da mais monstruosas imperfeições? A doutrina ensina que temos livre arbítrio e, portanto, que podemos escolher praticar o bem e ser felizes, desde que cumpramos as leis de Deus! No entanto, estranhamente, escolhemos não cumpri-las e, por isso, nós mesmos, nos condenamos a sofrimentos que podem se estender por multiplicadas encarnações e por milhões de anos! Sendo assim pergunto: e onde estão o amor e a justiça do Criador, se humanos e não humanos sofrem tanto?

      Ninguém nos diz porq é assim!!! Porq é que, se somos todos, no ato da criação, perfeitamente iguais, e nem inclinados para o bem, nem para o mal, nos tornamos em seres tão gigantescamente desiguais, uns inclinados ao amor e, consequentemente, a serem, no futuro, felizes, enquanto que outros se inclinam para o mal, se tornam monstros de perversidade e de perversão, destruidores das felicidades e das esperanças dos semelhantes, destruidores dos semelhantes e da própria natureza?

      Porq é assim? Porq os homens escolhem praticar ações tão carregadas de maldades, que os farão depois sofrer intensamente, se podem escolher praticar o bem?!

..............
Título: Re: Mundos Regeneradores
Enviado por: Antonio Renato em 30 de Março de 2014, 00:49
Meu nobre(nobre na alma)irmão Coronel,veja bem:Há muitas coisas de nossa vida que  não temos as respostas,e mesmo que às tivessemos,não poderiamos entender,pois ainda não alcançamos um nível de conhecimento necessário para tal.Assim eu penso.
Título: Re: Mundos Regeneradores
Enviado por: lconforjr em 30 de Março de 2014, 04:37

Re: Mundos Regeneradores

      Antonio Renato  « ref #2 em: 300314, às 00:49 »

      Conf: é verdade, amigo ARenato; tantas coisas não compreendemos e, talvez, porventura, nunca chegaremos a compreender! Mas, lhe pergunto, como entender a doutrina (fé raciocinada) se coisas básicas, e que são de extrema necessidade de todos compreenderem, que interessam a todos, não encontramos respostas convenientes para elas?

      Veja: porq os humanos e não humanos procuram sempre fugir dos sofrimentos? Porq a luta de todos, sem exceção de nenhum, desde que lhes desperta a consciência, em todos os instantes de sua vida, é uma batalha sem fim, seja através da prática de ações no caminho do bem, qto de ações no caminho do mal, para conquistar a felicidade, ou ser menos infeliz? Porq todos procuram médicos, se tratam, procuram profissões melhores, religiões etc, senão para fugir dos sofrimentos ou, ao menos, suavizá-los um pouco que seja?

      Sem dúvida, é porq todos, sem exceção de nenhum, humanos e não humanos, sofrem e tantas vezes de modo insuportável. A vida é sofrimento para todos! Assim, veja como é importante entender a doutrina, entender a vida. Todos sem exceção sofrem e, conforme a doutrina, a causa dos sofrimentos é nossa maldade, egoísmo, orgulho etc, não é? Todos dizem que somos nós mesmos que nos condenamos a sofrer os sofrimentos que nos atingem, que poderemos evita-los, se esse for nosso desejo, pois temos a liberdade de escolher o que é certo e rejeitar o que é errado, em nossas ações, sentimentos, desejos, vontades etc, não é isso?

      Mas, nem mesmo sabemos quais são as causas de sermos maus, egoístas etc! Se não as conhecemos, como vamos evitá-las? Se soubéssemos, sem dúvida poderíamos evita-las e em vez de maus, seremos bons.

      Mas, como disse acima, nem respostas para coisas básicas sabemos. Todos sofremos porq somos maus. mas porq somos maus?

      E essa é uma questão sempre repetida, mas nunca respondida de modo conclusivo, definitivo: porq vc é bom e eu sou mau? O amigo já encontrou a resposta a esta pergunta?

............
Título: Re: Mundos Regeneradores
Enviado por: Antonio Renato em 30 de Março de 2014, 13:12
Meu irmão Coronel,qualquer resposta que eu der(Eu ser bom e você ser mau),nunca será conclusiva,pois o nosso entendimento e o conhecimento da vida ainda é muito pouco ou
quase nenhum.Muito embora aceitemos os nossos sofrimentos,rejeita-los não fará com
que eles deixem de existir,só aumentará,pois é essa ansia em querer nos livrarmos deles
que fará eles aumentarem.Como você mesmo coloca,e é verdadeiro,nenhuma religião ou
doutrina irá nos ensinar,como também nos responder quais as razões de sermos assim
tão imperfeitos.Por mais que elas nos digam,nunca será o suficiente para aceitar como
verdade absoluta.Assim eu penso.
Título: Re: Mundos Regeneradores
Enviado por: lconforjr em 31 de Março de 2014, 15:39

      Referência: msg de ARenato, #4 de 300314, às 13:12.

       ARenato respondeu: “Meu irmão Coronel, qualquer resposta que eu der (Eu ser bom e você ser mau), nunca será conclusiva, pois o nosso entendimento e o conhecimento da vida ainda é muito pouco ou quase nenhum. Muito embora aceitemos os nossos sofrimentos, rejeita-los não fará com que eles deixem de existir, só aumentará, pois é essa ânsia em querer nos livrarmos deles que fará eles aumentarem. Como você mesmo coloca, e é verdadeiro, nenhuma religião ou doutrina irá nos ensinar, como também nos responder quais as razões de sermos assim tão imperfeitos. Por mais que elas nos digam, nunca será o suficiente para aceitar como verdade absoluta. Assim eu penso.

      Conf: não, meu amigo, não me refiro à “qualquer resposta que vc ou alguém der”, como vc disse, mas à resposta que a doutrina, no meu ver, deve dar.

      Pois é, amigo Renato; nosso conhecimento não será pouco, quase nenhum como vc diz, exatamente pelo fato de não termos respostas a questões básicas e necessárias para aumentar nosso conhecimento e nossa compreensão?!

      E se não compreendemos o básico dos básicos, um simples “porq o homem é mau”, como podemos entender a doutrina? Simplesmente aceitar por ter confiança em suas fontes? Porq a doutrina manda raciocinar, ter uma fé raciocinada? Será que devemos acreditar que só podemos ou devemos raciocinar sobre determinados conceitos da DE, não sobre todos os conceitos?! Devemos baixar a cabeça e aceitar? Como aceitar se não compreendemos?!

      Também, a doutrina nunca disse que a ânsia em querer nos livrar dos sofrimentos fará eles aumentem e vc sbe disso pois, para adoutrina todos os sofrimentos sao merecidos e aplicados com perfeita justiça, concorda? Será transgressão às leis de Deus querer compreender e por isso raciocinar, como ela mesma manda?!

      No entanto, o amigo se engana ao dizer que “nenhuma religião ou doutrina irá nos ensinar, como também nos responder quais as razões de sermos assim tão imperfeitos”. Primeiro, se ninguém ensinar, não vamos compreender nenhuma religião, nenhuma doutrina. Segundo, há, sim, quem nos ensine, não a compreender, mas a “como fazer” para compreender! Mas, pelo que já pude ver, muitos se aborrecem à simples menção de que existe “como fazer” para chegar a compreender. E os primeiros passos para chegar a esse “como fazer” está na própria doutrina, ali no LM, cap 3, item 35; veja lá!
     
      Terminando: como vamos entender a doutrina se, como ela ensina, todos sofremos os mais insuportáveis sofrimentos exatamente pelo fato de sermos maus, e nem mesmo nos é permitido saber porq é que somos maus?!
 
.....................