Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Poesia => Tópico iniciado por: katiatog em 24 de Agosto de 2010, 07:25

Título: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 24 de Agosto de 2010, 07:25
             Luz


O amor se apoderou de mim
Ele veio, vagaroso e manso,
Sussurando o seu nome.
Me envolveu com a sua força
Aqueceu o meu corpo,
Iluminou o meu espírito,
Transformou pedras em flores,
Chuva em arco-íris,
Gotas em oceano.
E a cada dia,
Percorremos juntos
Cada novo caminho
Iluminado pela luz infinita
Do nosso amor.

              17/10/98
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 24 de Agosto de 2010, 18:11
Lindo Katia..brigada por compartilhar conosco esta linda poesia e esta linda imagem!!
Abraços afetuso...Mta Paz amiga.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Bluemoon em 24 de Agosto de 2010, 19:29
Olá amigas, muita paz...

É mesmo amiga Dothy, tem toda a razão: linda poesia!!!!

Obrigada querida Katia por partilhar a sua poesia connosco! Linda a sua mensagem :)
Ficamos aguardando pela próxima :)

Beijos com carinho para voces amigas. Fiquem com Deus.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 25 de Agosto de 2010, 00:25
       ***Deus***

Deus...Que habita tudo e todos
Vem habitar em mim
Para que do meu coração transborde
o mais intenso Amor



Deus...Que  é sábio com tudo e com todos
Vem limpar minha alma
Para que possa resplandecer
A mais perfeita Luz

Deus...Olha para mim
Deus...Olha para nós
Deus...Não nos abandone nunca
Pois precisamos de ti.
E nada somos sem teu Amor!!!


Amigos e irmãos deste espaço de Luz e Amor...Sejam bem-vindos!!
Que o amor de nosso mestre envolva a cada um de vós!!!
Abraços fraterno a todos!!!

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 25 de Agosto de 2010, 03:57
Queridas amigas Dothy e Bluemoon

Fiquei feliz por vocês gostarem da minha poesia.

Tenho mais  algumas para compartilhar.

Muito obrigada pelas palavras de incentivo e pelo carinho!

Beijos carinhosos da amiga

Katia

<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/Obrigado_1016988737_13_obrigado.gif)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5yZWNhZG9zLm5ldA==)[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 25 de Agosto de 2010, 04:14
Liberdade

Livre não é apenas
aquele que faz o que quer
Livre é quem atua conscientemente.
Livre é quem partilha sua liberdade com alguém
Livre é quem trabalha honestamente,
lutando dia-a-dia por uma vida melhor.
Livres são aqueles que buscam a felicidade
não somente para si, mas também para os outros.
Livre é a criança
que vive plena e sinceramente.
Livre é quem luta pelos seus direitos
mas cumpre com os seus deveres.
Livre é quem anseia apenas
o uso da liberdade para o bem.
Enfim, livre é aquele que colabora para a construção
de um novo mundo, no qual a liberdade verdadeira
germinará e os seus frutos serão colhidos por todos.

                             1987.

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 25 de Agosto de 2010, 05:48

   Queridos amigos, 

   Ofereço-lhes uma poesia de minha autoria. Espero que gostem...
   Um abraço carinhoso à todos.


         Nas páginas de um livro


   Nas páginas de um livro
   Sonho e percebo
   uma variedade imensa de cores
   Sensações novas me dominam por completo.

   Nas páginas de um livro
   Me liberto nas asas de Fernão Capelo Gaivota
   Sou os olhos da amada de Vinícius de Moraes.
   Percebo que a solidão não existe
   nos versos de Cecília Meireles e
   Sinto a fragilidade da vida
   nos poemas de Manuel Bandeira.

   Nas páginas de um livro
   Viajei sem sair do meu quarto
   Conheci novos países e costumes
   Maravilhei-me com as descobertas
   sobre o corpo humano

   Nas páginas de um livro
   Choro e sofro.
   Sou samurai valente e viril
   Ou mulher frágil e cheia de sonhos.

   Nas páginas de um livro
   Me liberto do sofrimento e da angústia,
   descobrindo a beleza das palavras
   e o poder das idéias.

                         10/02/03


   
<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/veriados_1246882806_pt049.gif)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5yZWNhZG9zLm5ldA==)[/url]





   
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 25 de Agosto de 2010, 12:20
     O útil, o inútil


A palavra é inútil,
se não for aliada do conhecimento.

Todo o conhecimento é inútil
se não for aliado da emoção.

A emoção é inútil,
se não for aliada do amor.

O amor é inútil
se não levar ao bem maior,
Deus!

           24/08/2010

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 25 de Agosto de 2010, 18:04
Lindas...Falam ao coração...Cheias de Amor!!Brigada kátia por enriquecer ainda mais este espaço.
Amei todas..Continue amiga..Abraços afetuoso..mta Luz em suas inspirações!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 26 de Agosto de 2010, 00:43
Por Onde Eu Ando?

Por onde eu ando
Eu agora não sei...
Será se em terras estranhas
Ou perdida por ai?

Por onde eu ando?
Que ninguém me encontra.
Que ninguém me procura.
Será se ando na terra.
Ou será se vago mais além?

Por onde eu ando?
Onde me encontrar?
Se não dentro de mim mesma
onde só eu posso chega
r


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 26 de Agosto de 2010, 00:56
Querida amiga Dothy

Boa noite!

Parabéns por compartilhar a sua linda poesia conosco. Muitas vezes andamos meio perdidos por caminhos diversos e de repente a vida se encarrega de nos conduzir para o caminho do bem maior, Deus.

Continue escrevendo, está no caminho certo, querida amiga! E espero continuar recebendo suas mensagens, este cantinho é de todos nós que adoramos poesias.

Receba os meus sinceros agradecimentos!

Abraços carinhosos da amiga que muito te estima

Katia


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 26 de Agosto de 2010, 01:06
<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/Flor_187087099_022_flores.jpg)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]


Amiga..brigada de coração pelo incentivo...Estas flores são  para mostrar meus sinceros sentimentos!!!
Continuemos!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Lima_Gil em 26 de Agosto de 2010, 21:36

Querida amiga Katia:

Parabéns por ter ciado esse tópico que, pelo que observo, está aberto a todos os membros deste abençoado Fórum — sobretudo para os amantes da boa poesia, que nos traga ou desperte os mais puros sentimentos: amor, amizade, liberdade, beleza, alegria; emfim, que nos ajudem a tornar mais amena a nossa passageira existência de Espíritos encarnados. Tudo isso, de alguma forma, a gente sente exalando de tua admirável veia poética. Prossegue, alma querida, nesse belo trabalho de divulgação das poesias que vens compondo ao longo de tua atual romagem terrena. Assim, poderemos todos, cada vez mais, conhecer melhor o teu coração sensível e generoso. Abraços carinhosos deste irmão e amigo que tanto te estima,
Gil.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Lima_Gil em 26 de Agosto de 2010, 21:58

Querida amiga Dothy;

Finalmente podemos comprovar o que já suspeitávamos: muito do que divulgas neste Fórum brota de dentro das entranhas de tua alma sensível e amorosa. Parabéns também por estares dando uma força à nossa Katia, contribuindo valiosamente para o enriquecimento deste tópico especial que ela criou para o deleite de todos nós. Abraços afetuosos do teu irmão e amigo Gil.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 27 de Agosto de 2010, 00:34
   Eu queria

Queria ser a lágrima
Vagarosa e quente
Percorrendo o seu rosto.
Estar contigo
Nesse instante tão difícil.
Beijar seus lábios quentes,
Olhar seus olhos tristes,
Tocar seu ombro cansado
E ter o poder
De tirar do seu coração
Essa dor que te consome
E colocar em seu lugar
Todos os meus momentos mais felizes,
Todo o meu amor.

             10/02/99

<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/Boa-noite_1142697901_072_boa_noite.gif)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 27 de Agosto de 2010, 00:41
Querido amigo Lima Gil

Muito obrigada por suas belas palavras de incentivo.

Fico feliz que tenha apreciado a minha singela participação aqui no Fórum.A intenção é essa mesmo, criar um espaço para divulgarmos poesias que nos toquem o coração.

Abraços carinhosos da amiga que muito o estima

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 27 de Agosto de 2010, 13:11
   Quando
eu for dormir...
Atrás de ti
 irei.
Falar
De minhas
Angústias.
De meus receios.


De certo
Eu  te encontrarei.
Nos bosques
Que gostamos.
Ou no sol
do entardecer.


Irei dar-te
Um sorriso.
Um pouco
 do meu afeto.
Todo
o meu carinho.
E o meu
Amor.

Quando eu for dormir...
É a esperança
que eu tenho.
a única forma
Que eu encontro.
Para contigo estar.
E nunca mais
Separar...






Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 27 de Agosto de 2010, 17:25
       No canto daquela rua...
Muitas infâncias passei.
Morando naquela casa.
Em muitas vidas que voltei.


Quando todos me procuravam...
Para sorrir ou chorar.
Logo as pessoas indicavam.
Naquela casa,
Que  de novo a encontrarás.

Momentos felizes eu tive...
Momentos tristes também.
Sempre morando naquela casa.
Onde muitas vezes sonhei.

Hoje sou eu quem procuro...
Quem pode me informar?
Como chegar naquela casa.
Onde eu quero acordar.
Em muitas chances que eu tenho.
De mais uma vez
despertar.


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Lima_Gil em 29 de Agosto de 2010, 05:54

Vem sorrindo, toda prosa,
Flor morena, à maravilha,
Parece um botão de rosa:
É Fernanda, minha filha!
            Lima_Gil
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Costa Miguel em 29 de Agosto de 2010, 13:58
Parabens Dothy pelo lindo poema que compartilhas connosco e que vem enriquecer e tornar mais apetecível este local do Forum destinado à poesia.
Obrigado por abrires a janela da tua alma a todos para assim podermos ver a mulher sensível que há em ti.
Continua porque eu e todos aqueles que gostamos de poesia vamos ficar à espera desse alimento maravilhoso da alma.
Até sempre.
Miguel
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Agosto de 2010, 11:28
Quando
a tristeza...
Vier
Te visitar.
Lembra
Dos meus olhos
Que  logo
Tudo passará.

Quando
as dores e
a saudade...
Teimarem
em te procurar.
Lembra
dos meus olhos.
Que de novo
 te alegrarás.

Quando
as dúvidas
e incertezas...
Quiserem em ti
Se  alojar.
Lembra
dos meus olhos.
Que só falam
em te amar.

Quando
todos vierem...
Para mentir
e inventar.
Lembra
dos meus olhos.
Que a felicidade
 encontrarás.

Quando
O mundo se voltar
Querendo
pertubar..
Lembra
dos meus olhos
Que a paz
 reinará.

Quando
Todos
Te abandonar.
Lembra dos meu olhos.
Que só falam
em te esperar.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Agosto de 2010, 14:40
Onde mora
a esperança
O amor e
O perdão?
Todos que a elas
 procuram.
Sempre voltam
com um não.

Alguns dizem
que está ali..
Muitos dizem
é em vão
Os que dizem
que está ali..
Dizem sem sentir
Por muito


Os que dizem
que nem existem...
Pobres incrédulos
que são
Já nem existem
Em si.
De tão vazios
 Se vão

Para aqueles
Que já encontraram...
Grande tesouro
Eles tem.

Para os que ainda
Nem começaram...
Vamos acordar
E  ir além.
Por que
A  esperança.
O amor e o perdão.
Estão guardados.
Dentro do
Coração.


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Agosto de 2010, 18:31
Brigada amigo Lima....Pelas palavras de incentivo..pela amizade..Por tudo!!
Brigada Miguel....Pelo apoio...Pelo carinho das palavras..Abraços
Brigada Kátia...Saudades de ti aqui amiga..Bjs
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 30 de Agosto de 2010, 23:40
Querida amiga Dothy

Parabéns por compartilhar suas belas poesias conosco.Lindas, inspiradoras e cheias de sentimento!

Adorei!

Espero contar sempre contigo para enriquecer esse espaço que como você bem sabe, por motivo de força maior, não estarei postando as minhas mensagens nesse tópico.

Beijos carinhosos da amiga que te ama muito

Katia
 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 31 de Agosto de 2010, 02:06
Saudades amiga...Que falta me fazes aqui...Deus  proverá  tudo   pra você....
Eu lhe amo tbm..E te adimro...E te respeito..Etc...
Que Luzes harmonisas de Amor e Paz envolvam teu coração amiga!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 01 de Setembro de 2010, 13:12
Na vida...
Tudo é  um sonho...
Onde todos
Fazemos partes.
Cada um
escrevendo sua vida.
Nas páginas
Dos nossos lares.

Em cada sonho
Desfeito...
Uma outra
Oportunidade.
Para sorrir e
construir
Uma nova felicidade.

Muitos sonhos
Realizamos..
Algumas vezes
Errados.
Mas sempre 
Acordamos.
Para uma nova
Realidade.

Entre sonhar e
Acordar...
Quantas vezes nós
Acertamos
O que importa tudo isto?
Se de novo sonharemos..








 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: CHASIL em 01 de Setembro de 2010, 13:44
Amar....


O que seria amar..?
que você pode sonhar ?
ou seria realizar ?
è sofrer sem reclamar...
se entregar sem calcular...


Isso seria amar..?


Parar antes pra pensar..!
suportar, se acostumar..
do real se libertar...
ser um cego...a tatear...
ser um mudo e se calar...
Pra não querer magoar.


O difícil é amar..


Amor sem fronteiras..
amor verdadeiro..
amor estrangeiro...
amor Brasileiro..
Amor do Presente..
Amor do passado..


Como é bom amar....e ser amado..


CHASIL.





Muita Paz....muita energia...amados irmãos.!



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 01 de Setembro de 2010, 16:58
Linda poesia Chasil...amei!!Brigada por compartilhar conosco...Continue nos presenteando sempre..Mta Paz e Luz em teu coração
Abraços fraterno!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: mecame em 01 de Setembro de 2010, 17:40
A poesia é a forma lúdica que o homem encontrou para falar as coisas da alma e, assim pela beleza da misicalidade do rítmo das palavras e da rima das sílabas ou da empatia do espaço entre parágrafos, enfeitam o teor de um pensamento. Poetas são almas semeadoras de graças e luzes. E que maravilha, como dizia o Poeta: " Livros, livros! Livros a mão cheia que fazem a gente pensar:  O livro gemendo na alma é germe que faz a palma e chuva que faz o mar" Assim também são as poesias pela sua beleza e graça. Deus abençoe a todos vocês. A paz de Cristo.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 01 de Setembro de 2010, 18:58
Amigo mecame...Que maravilha de definição para a poesia!!Muito grata por nos incentivar ....Será sempre bem-vindo!!!
Que a Paz e a Luz esteja sempre contigo amigo!!!
Amo você amigo e irmão...Abraços fraterno!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 02 de Setembro de 2010, 00:37



O conceito do Amor
Vamos
Analisar...
Para uns
o  sol, é o amor.
Para outros
É a lua a brilhar.

Para muitos
o céu, é o amor...
Para outros
 é a Terra
A girar.
Em muitos conceitos
o amor é
simplesmente amor.
Para poucos
O amor é o mar.

Há... O amor
Temos tanto
A filosofar...
Sempre
encontraremos...
Motivos
a comparar...
E quando pensamos
Que já acabou.
Temos  sempre
Que recomeçar.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 03 de Setembro de 2010, 21:23
Alma renovada

Nos caminhos
Da minha vida...
Em muitas quedas
Eu sangrava.
sempre chorando
Eu blasfemava.
Senhor...
Por que
Não me consolavas?

Por que
Me abandonava?
Nos desvarios
A que eu
Me entregava.
Nas enfermidades
Por mim mesma
Alimentada.
Sempre
te suplicava...
Enxuga
As minhas lágrimas.

Cansada
Dos falsos valores...
Que eu tanto
Idealizava.
Senhor
te suplico
Novamente.
Acolhe-me
Na tua morada.

Hoje
Estou curada
Eu sou
uma alma renovada.
Obrigada senhor...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: CHASIL em 03 de Setembro de 2010, 22:29
Meu Mundo é um Pasto.....


Nos pastos verdejantes da vida
como ovelha me encontrei
passei tanto tempo sozinho
por muitos lugares andei
tal qual ovelha perdida
ao meu rebanho retornei

No tempo que me afastei
andava, andava sem rumo
dei voltas em meu redor
e sempre me encontrei só
nos caminhos do meu mundo

não adiantava perguntar
ou procurar o que era meu,
por mais que tentasse encontrar
 e comigo aconteceu
tudo que voce procura
está dentro do seu  "EU"

O bem, abraçou o mal
o claro, escureceu
o inimigo me beijou
sorriram quem já sofreu
quando Jesus olhou pra mim
Disse: venha filho meu

CHASIL

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 03 de Setembro de 2010, 22:31
Brigada Chasil...Por compartilhar mais um vez com todos nós,esta linda poesia...Continue..Será sempre Bem-Vindo!!
Abraços afetuosos!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 05 de Setembro de 2010, 09:12
Querida amiga Dothy

Muito obrigada por compartilhar suas belas poesias.

Continue, amiga a nos brindar com a sua sensibilidade e talento!

Beijos carinhosos da amiga

Katia


<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/poemas_1256434891_poema009.jpg)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 05 de Setembro de 2010, 09:23
Querido amigo Chasil


Parabéns por compartilhar sua poesia com uma mensagem tão linda e espiritualizada!

Seja muito bem vindo e continue a utilizar esse espaço sempre que desejar

Que Deus continue te inspirando

Um abraço da amiga

Katia


<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/poemas_89757464_poema083.gif)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Setembro de 2010, 21:35

Pelas portas
Da saudade...
Mais uma vez
Eu vou entrar.
 lembrar
De tudo e  todos.
Da minha família...
E do meu lar.

De todos
quero recordar.
Dos lugares
que brincavamos.
Do sol... Da lua
E do mar.

Pelas portas
Da saudade...
Das últimas
Que vou entrar.
Lembrando
Sempre
Do meu amor.
E das promessas
Ao luar.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Setembro de 2010, 22:50

Retorno
Nas noites estreladas...
Fico sempre a meditar.
Sinto o perfume das flores.
Me convidando a voltar.

Mas, por que tenho que voltar?
E  novamente enfrentar.
Dores angustias e tristezas.
Que deixei naquele lugar.

È necessário voltar...
Pra com todos, recomeçar.
Perdoando e amando.
uma luta a travar.

Ajudar... aprender, amar..
È necessário voltar.
Com desafetos e inimigos.
Preciso me reconciliar.

Mais uma vez voltar...
Precisando acertar..
Medos,culpas e incertezas.
Desta vez
Vou me libertar.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 06 de Setembro de 2010, 13:48
*Dois Corações*

Dois corações que se amam!
Estão sempre a se buscar...
Um com saudade do outro...
O outro sempre a esperar..

Nem o tempo, os separa...
Nem a distância e lugar...
Dois corações que se amam
São unidos pelo ar...

a morte, não alcança
tudo só tende a aumentar..
Dois corações que se amam
Estão prontos a suportar...

Nem todos os problemas ...
Nem todos a reclamar...
Dois corações que se amam...
Tudo vencem por esperar..

Vai a noite, vem o dia..
Nem pensam a desanimar
Dois corações que se amam..
São almas, a reencontrar..






Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Setembro de 2010, 14:03
Por todos os lugares...
Estou sempre
A recordar.
Os momento
que vivemos.
Embaixo
De um  luar.


Ruas, casas e praias..
Tudo me faz
Relembrar.
Que um dia
E um tempo
contigo estive lá.


No céu, na terra
e no ar.
Fico sempre
A  pensar
Como foi bom
Te conhecer
Como foi bom
Te amar


Agora
Só me resta
Imaginar
Que tudo foi um sonho.
Em um eterno
Despertar.

Por todos os lugares...
Eu vivo a perguntar.
a todos que
Por aqui passam.
Como faço
Pra te encontrar?

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 07 de Setembro de 2010, 14:32
    Teu olhar

Quero me banhar
Nas ondas do teu olhar
Deixar o meu corpo
Se arrastar
Nas profundezas
Do teu olhar
Me perder
Para te encontrar
No infinito azul
Deste teu olhar
O azul límpido do mar
Refletindo a luz
do amor
No teu lindo olhar.

           02/08/00

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Setembro de 2010, 22:32
Tua Presença

Olho em tudo e vejo a ti
Estas no céu, em todo lugar...
Tua sabedoria nos ensina..
Que devemos confiar....


Na Terra, no Sol e luar...
Tua misericordia nos ensina..
Que devemos perdoar...


Sem nada a nos cobrar....
Apenas esperando....
Que possamos melhorar...



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Setembro de 2010, 12:55
Grandeza Divina

Em toda grandeza do dia
Deus está a nos mostrar
Que tudo na vida acalma
Em cada despertar.....

.
Deus nos mostra  sem parar
Por que ficamos a dúvidar?

Em toda grandeza da Terra
Deus sempre a consolar..
Todos que sofrem dores
E só sabem murmurar...

Em toda grandeza da vida
Deus sempre a nos amparar
Até quando duvidaremos?
Do eterno poder de  amar....



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Setembro de 2010, 16:15

    Felicidade... Onde encontrar?

No transcurso
Dos dias...
Muitos ficam
A procurar.
Onde está
A felicidade?
Eles querem
Encontrar.

Nesta busca
Incessante...
Alguns ficam
A questionar.
Onde está mesmo
A  felicidade?
eles querem
Vivenciar..


Ela
Não está em
Outras
Pessoas.
Ou em posses
Materiais.
Nem em
Beleza ou
Riqueza
Ou em
qualquer
Realeza



Tanto tempo
Perdem eles...
Sem pararem
Para pensar.
Que dentro
De cada um.
A felicidade
Está a morar.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: CHASIL em 08 de Setembro de 2010, 17:16
O Que é Poesia ?
É quando crio uma Utopia ?
Dizer tudo que sabia
Mentir com Maestria
Será isso uma Poesia ?

Uma pessoa  arredia,
 falava tudo que queria,
Mas a ninguém ele ouvia
Por isso as vezes ele sofria
Escutando uma Poesia.

Em versos encantei alguém
Escondendo a realidade
Com senso e sem maldade
A poesia declamei
Conselhos muitos eu dei
Pra causar felicidade

Declamo versos, pelos mares
Sinto no vento a maresia
Junto a verdade a hipocrisia
Junto as letras o que criei
Coloco um som é melodia
O verso unido ao som....
Nas batidas do Ton-ton
Tudo isso é POESIA.....
......
Muita Paz....
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Lisilva em 08 de Setembro de 2010, 17:52
Parabéns muito bonita a sua poesia...
Paz*
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Setembro de 2010, 18:12
Poesia

O que dizer da Poesia?
Como expressar alegria?
Nada mais, eu diria...
Sem usar ela..
a Poesia.

Nas tristeza da vida.
Nas felicidades vivida.
Sempre a ela
eu recorria.
Escrevendo
 o que  eu sentia.

Com a Lua
chegava a noite.
E o Sol
raiava outro dia.
Eu sempre estava
imersa.
Escrevendo
Poesia.

Sem a
Poesia.
Eu seria
uma alma vazia.
Nada mais
de alegria.
Como eu
amo poesia


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Setembro de 2010, 11:27
Tudo em Harmonia

As flores,
a perfumar.
O Sol, 
está a iluminar.
O ar,
a arejar
E eu
sempre
a louvar

As estrelas
sempre a brilhar
As ondas
estão a movimentar
A Vida
a passar.
E eu
a pensar.

A rua
a indicar
As pessoas
a andar
A natureza
a enfeitar
E eu
a ajudar.

Os anos
sempre a mudar
Os meses
estão a passar
As horas
giram a contar
E eu
A me transformar.

Deus
sempre a nos amar
As leis
todas a ensinar
E que possamos
escutar
E juntos
todos mudar




 


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Setembro de 2010, 21:47
Pensamento

Voa longe
pensamento
Voa sempre
a sorrir..
Leva noticias minhas
Aos lugares
que vivi

Voa longe
pensamento
Tráz
a Felicidade
pra mim
Que há tempos
Eu perdi
E que jamais
Esqueci...

Voa longe
pensamento
Sem nunca
sair daqui..
Sempre comigo
Mas tão longe
de mim...

Voa longe 
pensamento
Sem te esqueceres
de mim...
Pois sem ti
como resisti?
Se através de ti
É que
Eu vago por ai...





Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: mecame em 10 de Setembro de 2010, 22:48
Que lindo, irmãozinhos e irmãzinhas. Que luz de graça de delicadeza a alma opera quando desfila pela sublimidade da sensibilidade do espírito. Fico muito feliz com estas postagens. A paz de Cristo a todos
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Setembro de 2010, 01:33
Obrigada amigo mecame pela sensilbilidade ao entenderes a mensagem através da poesia..Abraços afetuoso!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 12 de Setembro de 2010, 16:09
Querida Dothy

Obrigada por compartilhar suas belas poesias comigo e com os irmãos do Fórum.

Adorei todas,mas achei muito especial essa última "Pensamento".

Desejo a você querida amiga muita paz, alegria e saúde!

Beijos da amiga Katia


<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/animais_936828776_animais038.jpg)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 13 de Setembro de 2010, 17:57
  Amigos

Quando estamos sós.
Sem luzes e ninguém.
Deus sempre nos socorre.
Na figura de alguém.

Este alguém, é especial.
Pessoa mais bela não tem.
Estão prontos a nos amparar.
Na felicidade do bem.

Nas horas e dias  tristes...
Palavras de consolo tem.
Querem  nos alegrar.
Ficam contentes também.
 
Deifnições e nomes...
É o que mais eles tem.
Deus os considerou anjos.
Chamou amigos também.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 13 de Setembro de 2010, 21:46
Além da Terra, além do céu



Além da Terra, além do Céu,
no trampolim do sem-fim de estrelas,
no rastro dos astros,
na magnólia das nebulosas.


Além, muito além do sistema solar,
até onde alcançam o pensamento e o coração,
vamos!


vamos conjugar
o verbo fundamental essencial,
o verbo transcendente, acima das gramáticas
e do medo e da moeda e da política,
o verbo sempreamar,
razão de ser e de viver.

     
    Carlos Drummond de Andrade

<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/babes_149051134_76_babes.jpg)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 14 de Setembro de 2010, 07:00
A todos os amigos apreciadores da poesia dedico esse espaço, convidando-os a compartilhar poesias de sua autoria ou aquelas que toquem os seus corações.
Fiquem com Deus! Uma semana repleta de realizações no bem!


                Vida


Viver
é praticar o ato de amar
é usar a liberdade conscientemente
é construir um ideal e por ele lutar
é dedicar-se a alguém desinteressadamente.

Viver
é apreciar as pessoas com os olhos do coração
é procurar ajudar a ser ajudado
é dar e receber atenção
é auxiliar alguém necessitado.

Viver
é extasiar-se com o bater das ondas do mar
é admirar a beleza singela da flor
é sentir o luar
é apreciar o pôr-do-sol com amor

Viver
é um sonho, uma luta, que deve ser vencida
com fé e sinceridade.
Viver é construir um mundo melhor.

       10/10/87

<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/alegria_883186991_1_alegria.gif)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 14 de Setembro de 2010, 15:31
***  Nas Cores do Arco-Iris***

Nas cores do arco-iris
Sempre atrás de ti irei
Não importa se em alto-mar
Ou por Terra caminharei

Em cada cor eu lembrei
Das promesas direi...
Cada uma vivenciei...
Por ti que muito amei...

Nas cores do arco-iris
Sempre lembrarei...
De tantas aventuras
Que contigo passei

Em cada cor...serei
Uma rosa eu tentei
Pra te mostrar sempre
Do quanto te adorei

Nas cores  do arco-iris
Muitas lágrimas chorei...
Em dores solucei...
Sempre com saudades
Do Amor que não mais terei



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Setembro de 2010, 01:51
*** Magia***

Em todos anos vividos
Nas lutas sofridas...
Em tudo eu sentia...
Um pouco da magia.

Magia de recomeçar
De perder e ganhar
De lutar e melhorar
Em cada acordar...

Magia de sonhar...
Em tudo acreditar..
Sem medos avançar
No mundo do imaginar

Magia era inventar
As fugas ao luar...
Pra fugir e dançar
E sempre namorar

Magia das tristezas
Em outros dia alegrias
Em cada dia a sabedoria
De criar novas magias..


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Setembro de 2010, 12:31
***O Amor Ficou***

Deixo as lágrimas cairem
Dos sofrimentos herdei..
Saudades de alguém...
No tempo eu deixei...

Não podiamos ficar
Nem Juntos vivenciar.
Não nos  permitiram...
Sonhar,viver e amar...

Perseguições passsamos...
Contra todos lutamos..
Nós nunca desanimamos.
Juntos apenas amamos.

O tempo sempre passou
Para nós tudo acabou
Apenas o Amor continuou
E para outra vida ficou..


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 15 de Setembro de 2010, 14:35
       Cantiga

Nas ondas da praia
Nas ondas do mar
Quero ser feliz
Quero me afogar

Nas ondas da praia
Quem vem me beijar?
Quero a estrela -d'alva
Rainha do mar.

Quero ser feliz
Nas ondas do mar
Quero esquecer tudo
Quero descansar.

         Manuel Bandeira

<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/veriados_54513997_pt031.gif)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 15 de Setembro de 2010, 21:11
A procura de Deus



Deus, passei tanto tempo Te procurando, não sabia onde estavas.


Olhava o infinito, não Te via e pensava comigo mesmo, “será que Tu existes”?
Não Te encontrava e na busca prosseguia.


Tentava Te encontrar nas religiões e nos templos, mas Tu não estavas. Senti-me só e desesperado, então deixei de crer.
Na descrença, Te ofendi
Na ofensa, tropecei e caí.
Na queda, senti-me fraco.
Na fraqueza pedi socorro.
No socorro encontrei amigos.
Nos amigos encontrei carinho.
No carinho, vi nascer o amor.
Com amor vi um mundo novo.
No mundo novo resolvi doar-me.
Doando-me, recebi.
Recebendo me senti feliz.
Feliz encontrei a paz e, com paz, foi que Te enxerguei, pois dentro do meu coração é que Tu estavas.
E sem Te procurar, foi que Te encontrei.
Moral da história: Deus é mais íntimo a mim, do que eu a mim mesmo.
- desconheço o autor


<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/Religiosa_118539237_01_religiosos.jpg)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: mecame em 15 de Setembro de 2010, 21:41
Irmãzinha Dothy, você me fez chorar com esta linda estrofe :
Deifnições e nomes
É o que mais eles tem
Deus os considerou anjos..
Chamou amigos também   
Deus te abençoe sempre, irmãzinha. Que nossos irmãos mais adiantados inspirem mais e mais você, para nos trazer essas graças que saem da virtude de sua alma e da sublimidade da sua relação com a sensibilidade da Existência. A paz de Cristo a todos.

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Setembro de 2010, 21:57

Amigo mecame..Quem me faz chorar é o amigo,por sua generosidade e também por reconhecer e entender a Poesia que é a linguagem e expressão  da alma,do coração..Brigada por tão lindas palavras que partem de sua sinceridade,Mta Paz pra ti tbm,...Abraços afetuoso!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 16 de Setembro de 2010, 01:11
*** Aventuras***

Em todas aventuras da vida
Histórias temos pra contar
De tantas fases  vividas
E tantas lágrimas a chorar

Passamos momentos lindos
Que nem queriamos acordar
Na realidade da nossa vida
Nós preferiamos ignorar ....


Os momentos tristes...
Tiveram curta duração...
Sempre iamos  em busca.
De outras  novas emoções.

Felicidade... Era nossa direção
Sempre estavamos cantando
Aquela inesquecível canção...
Que tocava sempre ao coração

Nos fim de cada aventura.
Sempre iamos buscar...
O pôr-do-Sol ou o luar..
Para no outro dia  recomeçar.




Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Mirina em 16 de Setembro de 2010, 01:27
Lindo este refugio, onde podemos deixar a alma beber belas palavras, inspiradas em sentimentos iluminados.
Mãos a obra, encantem o mundo para que todos vibrem a luz interior, a Luz Divina.

Fiquem com Deus, e continuem inspirando-nos a evoluir!
Mirina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 16 de Setembro de 2010, 13:28
  Querida Mirina

Seja muito bem vinda a esse recanto da poesia.

Muito obrigada pelo incentivo e pela generosidade contida em suas palavras

Volte sempre que quiser.

Abraço carinhoso

Katia



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 16 de Setembro de 2010, 13:42
   Existia tristeza, existia dor


Existia tristeza, existia dor
Porém, no céu infinito, um luar
Tocou um melancólico coração
Com seus reflexos prateados.

Existia tristeza, existia dor
Entretanto, uma refulgente estrela
Incutiu nos olhos tristes de alguém
Os raios infinitos da esperança.

Existia tristeza, existia dor
Mas a força e o esplendor do sol
Transformou o inverno em primavera
E deixou os campos repletos de flores.

Existia tristeza, existia dor
Que foram suplantados pelo Amor
Fonte de luz que guia e ilumina
os corações humanos.

                24/07/88
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 16 de Setembro de 2010, 23:47
     
***Gratidão***

Quando o dia clarear...
Sei que vou acordar e sorrir
Por mais um dia de  vida...
Outra chance de progredir..

Quando o dia terminar
Sei que vou agradecer
Por tudo que passei....
E  todas lutas que venci...

Quando a noite chegar...
Sei que vou me reunir...
Com minha familia querida.
Juntos vamos rezar pra ti.

Durante o sono do corpo..
Sei que não demoro a sair..
Pra aprender mais um pouco..
Com entes queridos me unir..

Mais uma vez o sol vai surgir
Eu novamente volto aqui...
Com as lições que aprendi..
Colocar em prática pra ti...




Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 17 de Setembro de 2010, 01:21
  ***Eu Gostava***

Eu gostava que olhasse pra mim
Sentisse que serei teu luar....
Serei todas  as Estrelas a brilhar...
Ou o Sol sempre  a te amar...

Eu gostava que olhasse pra mim...
Visse toda beleza que tenho em mim.
Sentisse que sou teu despertar...
Em  tuas novas vidas ao acordar..

Eu gostava que olhasse pra mim
Sentisse que sou teu rumo a seguir
Sempre nas estradas a  surgir...
Mesmo sem  estar  contigo ali ..


Eu gostava que olhasse pra mim..
Sempre sorrindo,cantando assim..
Na passagem  do tempo estou aqui...
Esperando novamente por ti ...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 17 de Setembro de 2010, 14:13
  ***Bem de Manhã***

Bem de manhã com o sol sereno
Elevo meu coração em preces...
Minha alma se enternece....
Por ti que tudo resplandece..

Bem de manhã tudo se fortalece..
Minha Fé...Paz e ânimo me aquece.
Pra nas lutas diárias exercer em prece.
As sábias leis que nunca se esquece...

Bem de manhã tudo acontece...
As forças se ligam e se  enaltecem.
Do meu coração irradiam  as luzes.
Da mais doce alegria e Paz celeste.

Bem de manhã as flores crescem..
A natureza se  abre e engrandece..
Deus  em sua bondade não se esquece.
De todos os seus  filhos que ele rege....




Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 17 de Setembro de 2010, 15:14
  ***Nosso Lar***

Onde fica o nosso Lar??
Como faço pra lá chegar??
Cansada estou de tanto chorar..
Preciso descansar..Me recuperar..

Onde estão as luzes a indicar?..
Os caminhos pra lá eu chegar?.
O Bem sempre a iluminar...
O local  da colônia Nosso lar...

Não aguento mais sofrer...
Nem lamentar e blasfemar..
Tenham piedade de mim....
Me levem para Nosso Lar..

Todos que chegam ao Nosso Lar
São amparados e medicados...
Todos que são levados pra lá ...
Aos poucos vão se harmonizar.

Depois  que nos recuperamos
Aos poucos vamos estudar...
Entender nossos erros e falhas.
Pra mais uma vez recomeçar...

Como é lindo o Nosso Lar....
Que jardins formosos crescem lá.
As casa tão belas e maravilhosas
Dos moradores que vivem lá.....


A tarde todos vamos nos reunir
Na espaço Nosso lar....
Juntos em um só pensamento..
Vamos Deus mentalizar...

Quanto tempo ficarei em Nosso Lar??
Por mim eu não saio mais de lá....
Jamais imaginei que existisse um lugar
Onde todos se comprazem em Amar..

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 17 de Setembro de 2010, 17:57
Querida amiga Dothy

Muito obrigada por compartilhar suas belas poesias.

Deus te abençoe e que te mantenha incansável no exercício do Bem. Voce é um estímulo e um exemplo para todos nós !

Abraços carinhosos da amiga que muito te admira e estima

Katia


<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/poemas_1322199652_poema013.jpg)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 17 de Setembro de 2010, 18:02
Amiga Kátia....Serei sempre grata a ti pela iniciativa de abrires este tópco...Minhas poesias vieram a tona novamente,depois de passarem muito tempo esquecidas...Suas poesias são lindas..E você  é incansável no bem..Continuemos..Tbm te admiro mto amiga..Estarás pra sempre em meu  coração!!!Abraços afetuoso!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: mecame em 17 de Setembro de 2010, 19:04
Irmãos amados, alados são os vossos pensamentos.Os tormentos não prevalescem, quando crescem as flores da luz, no amor de Jesus, na cruz salutar deste lindo cantar que o espírito faz, tão cheio de paz. Pensamento, momento de amor, viajar da alma, serena e calma, jubilo e palma no
fazer comunhão, amor e canção desta luz que irradia neste canto lindo, chorando e sorrindo como a fé de Maria, como o raiar do dia é essa luz chamada poesia.
Escrevi esta humilde rima para parabenizar e elogiar a graça que vocês irmãos e irmãs tem nos dado por intermídio da doçura das poesias postadas. Irmãzinha Kátia e irmãzinha Dothy, continuem viajando com a alma para os espaços mais lindos do amor e da sensibilidade. Deus abençoe. A paz de Cristo a todos.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 17 de Setembro de 2010, 19:09

Amigo mecame...Que Alegria para nós recebermos teu incentivo..tua satisfação e saber que temos mais um pra nos auxiliar neste espaço..Seja bem vindo amigo ao mundo da expressão da alma...da liberdade do pensamento...da poesia...Abraços afetuosos!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 17 de Setembro de 2010, 19:20
Querido amigo Mecame

Fico feliz em saber que gosta desse espaço de poesia.

Agradeço as congratulações recebidas. Muito obrigada pelas belas palavras de apoio e incentivo.

Que Deus te abençoe e que você tenha um dia pleno de realizações no bem!

Abraço carinhoso da

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: mecame em 17 de Setembro de 2010, 19:27
Eu que agradeço sempre, irmãzinhas Dothy e Kátia, pois sou o vosso servo. A paz de Cristo.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 17 de Setembro de 2010, 20:49
  ***Reunidos No Bem***

Quando nos reunimos no bem..
Somos incansáveis pra divulgar..
Sempre juntos no mesmo propósito...
De apenas Esperança e Fé levar...
 
Quando amigos se reunem no bem..
Tudo colabora sempre a nos auxiliar ..
Os bons guias  sempre a nos orientar.
Na verdadeira vida devemos falar.....

Quando nos reunimos no bem...
Não sentimos dores,nem tristezas
Apenas a vontade incessante......
De alivio..consolo..Paz espalhar...

Quando amigos se reunem no bem
Nem cansaço...nem obstáculos.....
Sáo suficientes pra  nos desanimar....
Pois somente nos empenhamos em  Amar..




Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Setembro de 2010, 02:51
  ***Amar***

Será se todos sabemos amar??
Mesmo que nos façam chorar??
Sem com nossa dores importar?
Será se aprendemos a amar??

Amar a todos sem diferença.......
Amar  os outros apenas por amar..
Amar sem  jamais dos outros cobrar..
Pois amar é doar..renunciar..libertar.

Amar de verdade é aos outros cuidar.
Amar sem ciúmes.apegos.sem jurar....
Amar é algo muito mais que beijar...
Amar é abraçar...desejar...voar...

Amar....Seria mais fácil sonhar...pensar
Amar é algo irreal...é poetizar...cantar
Amar vence a morte ao reencarnar...
Amar é em outra vida continuar....


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: mecame em 18 de Setembro de 2010, 03:09

A poesia tem de belo a metáfora. Enquanto que os demais gêneros textuais chegam a se posicionarem numa expressividade do real, a poesia tenta fundir o real e o imaginário, passando pelas dúvidas, anseios e gritos da alma. É nisto que consiste a beleza da poesia. Quando dizemos pedra, simplesmente queremos dizer pedra, mas quando a poesia diz pedra, muita coisa ela diz que transcende a pedra. É a alegoria das ilusões e das confusões interiores tentando se expressar e se apresentar a um mundo real. Linda e confusa , ela carrega o surreal. A graça que a teoria do concretismo dizia: ' A poesia é uma obra inacabada, pois ela muda de roupa toda vez que entra em cognitivo novo". A paz de Cristo a todos.



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Setembro de 2010, 03:23
Amigo Mecame..Assim nos deixa  emocionadas  com tanta expressivade de alma...Por compreender tão bem a linguagem da poesia....Nós  eu e Kátia ficamos muito felizes  por sua presença constante conosco...Melhor e  maior demonstração de Amor por suas amigas...Amamos mto você amigo..Paz e luz em seu coração!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Marli Pacheco em 18 de Setembro de 2010, 03:58
METADE

E que a força do medo que tenho não me impeça de ver o que anseio
Que a morte de tudo o que acredito não me tape os ouvidos e a boca
Por que metade de mim é o que eu grito mas a outra metade é silêncio
Que a música que eu ouço ao longe seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada mesmo que distante
Porque metade de mim é partida e a outra metade é saudade
Que as palavras que eu falo não sejam ouvidas como prece
nem repetidas com fervor, apenas respeitadas,
como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimento
Porque metade de mim é o que ouço mas a outra metade é o que calo
Que essa minha vontade de ir embora, se transforme na calma e na paz que eu mereço
Que essa tensão que me corrói por dentro seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que penso e a outra metade é um vulcão
Que o medo da solidão se afaste
Que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável
Que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso
que eu me lembro ter dado na infância
Porque metade de mim é a lembrança do que fui, a outra metade eu não sei
Que não seja preciso mais do que uma simples alegria pra me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais
Porque metade de mim é abrigo mas a outra metade é cansaço
Que a arte nos aponte uma resposta mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
Porque metade de mim é a platéia e a outra metade é canção
E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor e a outra metade também.

Autor Oswaldo Montenegro

Oi meninas  :-* :-* :-* em seus lindos corações.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Setembro de 2010, 11:12
*** Amor Entre Almas****

Amor entre almas acontece...
Sem se pedir ou buscar.
Simlpesmente ele  aparece.
Sem  termos ido  procurar.

Amor entre almas se reconhece...
Apenas com um  olhar.
No sentir, no pensar, no pulsar.
Mesmo com a distância a separar.


Amor entre almas é... Vivenciar.
É regido na maior doação.
Falando sempre com o coração.
Na melodia da doce canção.

Amor entre almas é.. Fidelidade.
Cumplicidade, sinceridade, resgate
É dedicação, prazer... É emoção.
Não importa  em qualquer dimensão.

Amor entre almas é..Ternura.
Indo além do desejo e da sensação
É muito mais que sexo e paixão.
É sentir o outro dentro do coração.

Amor entre almas é... Intenso
Vem vencendo as barreiras.
Pela momento  da separação.
Vence a dor, a morte da libertação.

Amor entre almas é... Continuar
Sendo  tão intenso, tão sentido por nós
Que nada e  ninguém consegue apagar
De nossas vidas, separar...





Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Setembro de 2010, 11:17
Amigos..Sejam Bem-Vindos.Que a paz esteja em seus corações....Sintam-se em familia...Estão convidados a trazerem suas Poesias....Poemas...Abraços fraterno!!

Amiga Pacheco...Que alegria pra nós encontrar a amiga aqui...Trazendo sua valiosa contribuição para o enriquecimento deste espaço que é de todos..Volte sempre,..Sua presença é muito importate para todos nós que amamos a Poesia..Abraços afetuoso!

Amiga Kátia..Paz e luz em teu coração...Abraços afetuoso..Amo mto você!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Setembro de 2010, 21:51
  **Juntos**

Quando estaremos juntos?
E nos unirmos na mesma  canção.
Sentirmos a mesma vibração.
Estaremos aqui ou em outra geração?

Quando estivermos juntos.
Nada mais de vazio. só imensidão
Tudo em harmonia, só emoção.
Estaremos sempre em ligação...

Quando estaremos juntos?
Seremos só risos e declaração
Sentiremos as matizes do refrão.
Cantaremos com a mesma empolgação.

Quando estivermos juntos...
Nada mais de dor e solidão.
Juntos vencermos a desilusão.
Prontos pra mais uma evolução.

Quando estivermos juntos...
Nem os dias, meses e stação.
Nada mais de morte e  separação.
Por que somos um só  em coração.


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 19 de Setembro de 2010, 07:59
Querido Mecame

Que maravilha encontrar pessoas que amam a poesia! Emocionei-me com a sua definiçao!

Só um coração sensível para entendê-la.

Obrigada por partilhar sua opinião sincera.

Abraço carinhoso

da Katia

<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/Sabedoria_1335000654_mensagens066.gif)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 19 de Setembro de 2010, 08:04
Querida Marli

Muito obrigada por compartilhar essa letra da música do Osvaldo Montenegro. É poesia pura!

Seja bem vinda à esse cantinho!

Venha nos visitar sempre que puder

Abraço carinhoso


<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/Sabedoria_1173876108_mensagens079.jpg)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 19 de Setembro de 2010, 08:09
Querida Dothy

Voce está se superando a cada dia!

Quanta inspiração! Parabéns por enriquecer esse espaço com a sua sensibilidade, a sua doçura e o seu amor!

Abraço carinhoso da amiga que te ama

Katia

<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/poemas_1164689586_poema027.jpg)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 19 de Setembro de 2010, 08:22
     O rio

Uma gota de chuva
A mais, e o vento grávido
Estremeceu, da terra.
Através de antigos
Sedimentos, rochas
Ignoradas, ouro
Carvão, ferro e mármore
Um fio cristalino
Distante milênios
Partiu fragilmente
Sequioso de espaço
Em busca de luz.

Um rio nasceu.


    Vinícius de Moraes
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: iramir em 19 de Setembro de 2010, 09:47
lindas mensagens , muito obrigada por tudo isso,fiquem com Deus.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Setembro de 2010, 10:33
Iramir...Que felicidade encontrarmos pessoas com sensibilidade pra entenderem a expressão da Poesia...Sua presença é muito importante para nós....Volte sempre...Será bem vinda..Paz e Luz me teu coração....Abraços afetuoso!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Setembro de 2010, 11:07
  ***Quando Amares***

Quando amares lembre......
Ciúme não  é prova de amor....
Querer ser dono também não...
Pois amar é apenas doação...

Quando amares pense...
Que o outros é individual....
Tem pensamentos também...
Sentimentos...Vontades além

Quando amares entende...
Que pra estarem juntos...
Nem precisa estar perto...
Por que amar é um elo a ligar

Quando amares reflete....
Que o outro merece ser livre
Que tem vontade também...
De se expressar diferente...

Quando amares raciocine
Que amar é sonhar...dançar..
Que amar é perdoar..renunciar..
Que amar é criar.imaginar.poetizar
Que amar nunca é  sufocar....


!

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Setembro de 2010, 15:10
  ***Encanto***

O Sol, ass flores, o mar....
Ha... Como é bom vislumbrar.
Todos estes tesouros aqui.
Que Deus criou pra nos ofertar.

As árvores, a lua, as estrelas
Todas em sintonias a brilhar.
Como é bom reverenciar.
Tanta beleza pra admirar.

Os passáros, o vento, a terra...
Todos semprem a voar, girar.
Numa melodia de encantar.
Sempre a se multiplicar.

A água, as nuvens, a chuva
Que grandioso despertar.
De todas elas a sintonizar.
Pra nós que só fazemos escutar.

O dia, a  noite, o tempo...
Todos passando  sem parar.
E nós submetidos a contar.
Fases de nossas vidas a sonhar.


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Setembro de 2010, 20:23
***O Triste e a Tristeza***

O triste vivia se lamentando da vida
A tristeza lhe seguia a chorar.......
O triste reclamava de tudo e todos..
A tristeza vivia a lhe observar......

O triste vivia só..vazio...deprimido
A tristeza só fazia se  lámuriar.......
O triste não tinha objetivos na vida.
A tristeza  só fazia lhe desmotivar.....

O triste não encontrava razão prara nada.
A tristeza era sua inseparável amiga.......
O triste nem conseguia se libertar.....
A tristeza lhe vivia a aprisionar....

Mas um dia o triste encontrou...
Um motivo pra se animar.........
Com a  tristeza cansou de andar..
Mandou ela ir embora..passear...

Há ...Mais um dia ...Ele encontrou a Poesia...
E com ela só sabia  sorrir..sonhar..criar......
Com ela ele se sentia feliz..vivia a cantar....
E da  tristeza...só restou o lugar.....

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 19 de Setembro de 2010, 23:27
  Querida Iramir

Seja bem vinda à esse espaço! Sempre que quiser ,venha apreciar esse cantinho aberto à todos as pessoas sensíveis que sabem apreciar a poesia.

Muito obrigada pelo seu incentivo

Abraço carinhoso da

Kátia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 19 de Setembro de 2010, 23:33
     Sonho

Noite nebulosa, praia deserta
As ondas vão e vem
Misturando emoções
Das profundezas do mar
Ecoa uma voz distante
E um vulto emerge.
O vento acaricia os meus cabelos,
Murmurando palavras doces.
Por instantes,
A lua emerge
E o reflexo do seu olhar
Desaparece
Por trás das nuvens.

               29/03/90

<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/Amor_208292569_amor104.gif)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 19 de Setembro de 2010, 23:42
      O fácil, o difícil

É fácil trocar palavras
Difícil é interpretar os silêncios
É fácil caminhar lado a lado
Difícil é saber como se encontrar
É fácil beijar uma boca
Difícil é chegar ao coração
É fácil apertar mãos
Difícil é reter seu calor
É fácil sentir amor
Difícil é conter sua força.

        Cíntia Gaspar

<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/Amor_14290500_amor028.gif)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 20 de Setembro de 2010, 00:23
   ***A  Escolha***

Nas escolhas da  minha vida...
Por que eu optei pelo mais fácil??
Por que achei que  o difcil me daria trabalho..
Ai  eu optei pelo fácil  e deixei o  dificil...

Nas escolhas da minha vida....
Por que eu  Preferi o caminho do erro?
Quando teria que ser o caminho do acerto.
Ai eu  preferi  o erro e deixei  o acerto....

Nas escolhas minha da vida.....
Por que  eu Escolhi  o sofrimento?
Quando era pra ser alegria...
Ai eu  escolhi o sofrimento a alegria


Nas escolhas da  minha vida....
Por que só lembrei de  Deus na dor?
Quando o ideal seria lembrar pelo amor..
Mas assim mesmo  cheguei a ele pela dor...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 20 de Setembro de 2010, 16:59
      Teu nome


Teu nome
Tem qualquer coisa que afaga
Como uma lua macia
Brilhando à flor de uma vaga
Parece um mar que marulha
De manso sobre uma praia
Tem o palor que irradia
A estrela quando desmaia
É um doce nome de filha
É um belo nome de amada
Lembra um pedaço de ilha
Surgindo de madrugada
Tem um cheirinho de murta
E é suave como a pelúcia
É acorde que nunca finda
É coisa por demais linda
Teu nome...

               Vinícius de Moraes

<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/Caezinhos_717280032_cachorros015.gif)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 20 de Setembro de 2010, 17:56
  **** Quando Eu Amei ****


Eu sempre amei tudo que eu tive...
Mesmo eu não sabendo amar....
Por tudo que representou a mim..
Em dias claros e noites de luar...

Eu amei as cores..E todos os amores
Mesmo sem ter  aprendido a amar..
Mas tudo foi rápido e passageiro....
Que  por isto nem era válido amar...

Eu amei as festas..as roupas..os brilhos...
Que só serviam pro meu corpo  enfeitar...
Nas noites de bailes eu sempre estava...
Mas era tão vazio..Nem sei onde foram parar.

Eu amei o estatus..a posição...o destaque.
Tudo pra mim era motivo pra comemorar...
Mas nehum destes itens fazia sentido...
Que aos poucos tudo  deixei de amar...

Eu amei muito a minha liberdade..
Mas dela aos poucos eu me distanciei.....
Entendi ela de uma  forma totalmente errada
Que por amar ela...Aos poucos dela me separei.




Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 20 de Setembro de 2010, 18:34
             ***Um sorriso***

Um sorriso traz...
De volta a esperança......
Os sonhos de uma criança
As mais doces lembranças

Um sorriso faz...
As dores irem embora
As tristezas jogar fora
Os amores a nossa volta

Um sorriso diz.....
Que tudo é passageiros
Que mágoas serão esquecidas
Que nem  toda flor é Margarida

Um sorriso conta...
Histórias de nossa vida
A mais doce poesia....
No despertar da magia

Um sorriso abre.....
As portas de toda as  casas
As saidas das enrascadas....
Um coração que já não amava..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 21 de Setembro de 2010, 00:03
Essa poesia, apesar de não ser minha, dedico-a à minha querida amiga Dothy e à todas as mulheres de alma sensível e espírito jovem.

Beijos no coração!


                       Eu, Aurora


É fim de noite,
e eu saio a correr
por um campo extenso e verde,
com os pés descalços
sobre a relva.
Nos ombros nus,
pairam gotas de orvalho,
nos cabelos, o sereno.
E eu vou correndo...
Ao meu encontro
vem o vento,
que me beija o corpo,
esvoaça meus cabelos
e os faz dançar
harmoniosamente...
A lua faz transparente
o meu vestido branco,
mostrando para a noite
o meu corpo virgem.
A pele fresca
aspira a brisa noturna
E eu vou correndo...
Rasgando os véus da noite
e anunciando um novo dia.
Emocionadas,
as nuvens choram...
e suas lágrimas
batizam o novo ser
prematuro ainda,
E eu vou embora
a chorar também
Só eu, linda
Só eu, pura,
Só eu, mulher

               Neiva Cristina

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 21 de Setembro de 2010, 01:27

Amiga...Que linda esta poesia...brigada por me dedicares ela,mostra quão  grandioso é a bondade do teu coração...lhe amo amiga...Aqui perpetuamos nossos laços afetivos...bjs!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 21 de Setembro de 2010, 02:22
           ***Andando  Pela Praia ***

Andando  pela praia, eu...
Deixei atrás as boas lembranças
De uma doce fase da infãncia...
Que muito me fez sonhar...

Andando  pela praia..Eu
Recordei o velho balanço...
Que através dele eu viajava .
Pra outra epóca eu era levada.

Andando pela praia..Eu
Lembrei de esquecidos  amores.
Também de muitos pendores...
Que no tempo deixei ficar...

Andando  pela praia..Eu
Revi parte da minha vida..
Avaliando o que me servia..
Mesmo o que eu não merecia.

Andando  pela praia...Eu
Fiz e  refiz várias  trajetórias...
Separei o que era maravilhoso..
Pra enterrar o mais doloroso.....

Andando pela praia..Eu!!!


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 21 de Setembro de 2010, 12:39
 *** Há Flores***

Há flores em nossa infância
Nas nossas maiores brincadeiras..
Com amigos perto das fogueiras...
Cantando,dançando na maior ruideira.

Há flores na adolescência
Quando abandonamos a infância..
largamos bonecas,bolas na lembrança.
E acalentamos novas Esperança.....

Há flores na juventude
Sempre em maiores amplitude..
De conquistar toda anjelitude..
A realizar os sonhos permanente.

Há flores em nossas  vidas
Todas belas e  coloridas...
Foram  como as fases já vividas..
Que alegraram  cada conquista...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 21 de Setembro de 2010, 13:26
  *** Ajudar***

Como ajudar alguém ser feliz??
Lhe  dirigindo sempre um sorriso
Um abraço bem  apertadinho...
Tudo sempre com muito carinho.

Como ajudar alguém a ser feliz?
Cantando uma linda melodia...
Da mais alta  e bela sintonia..
Fazendo ela da felicidade recordar..

Como judar alguém a ser feliz?
Lembrá-la que tudo é passageiro....
Dores..Angústias,incertezas e   medos....
Que só o  vento e o  tempo  vão enterrar


Como ajudar alguem a ser feliz?
Incentivá-la a pensar no bem...
Caminhar nas energias benéficas
Que afastam o tédio e a solidão..

Como ajudar alguém a ser feliz??
Dizer que ela é maravilhosa...
Parecida uma luz da Aurora...
pronta pra vida enfrentar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 21 de Setembro de 2010, 15:34
Bom dia, queridos amigos.
Essa é uma poesia de um grande poeta português, que eu gosto muito.
Abraço carinhoso


            Saudade


Saudade , palavra doce,
Que traduz tanto amargor!
Saudade é como se fosse
Espinho cheirando a flor.

Saudade, ventura ausente,
Um bem que longe se vê,
Uma dor que o peito sente,
sem saber como e porquê

Um desejo de estar perto
De quem está longe de nós,
Um ai que não sei ao certo
Se é um suspiro ou uma voz.

Um sorriso de tristeza,
Um soluço de alegria,
Que uma esperança alivia.

Nessas três sílabas há de
Caber toda uma canção:
Bendita a dor da saudade,
Que faz bem ao coração

Um longo olhar , que se lança
Numa carta ou numa flor,
Saudade- irmã da esperança
Saudade -filha do amor.

Uma palavra tão breve,
Mas tão longa de sentir;
E há tanta gente que a escreve
Sem a saber traduzir.

"Gosto amargo de infelizes"
Foi como a chamou Garrett
Coração calado dizes
Num suspiro o que ela é

A palavra é bem pequena,
Mas diz tanto de uma vez;
Por ela valeu a pena
Inventar-se o português.

Saudade-um suspiro, uma ânsia
Uma vontade de ver
A quem nos vê à distância
Com os olhos do bem-querer.

A saudade é calculada,
Por algarismos também:
"Distância" multiplicada
Pelo fator "Querer bem".

A alma gela-se de tédio
Enchem-se os olhos de ardor...
Saudade-dor que é remédio
Remédio que aumenta a dor.

               Bastos Tigre


<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/Bom-Dia_165051190_195_bom_dia.gif)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
 


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 22 de Setembro de 2010, 12:03
   ***Abraçar Faz Bem***

Abraçar faz bem..
Espanta a tristeza maior..
Auxilia no consolo e na dor..
Levando Esperança no calor..

Abraçar faz bem..
Elimina toda mágoa e rancor...
Sempre unindo pessoas pelo ardor..
A todos que  so conheciam o desamor.

Abraçar faz bem...
Diminui a distãncia a supor..
Que muitos colocam ao redor..
Unindo todos apenas no Amor..

Abraçar faz bem..
Une todos em uma canção..
Une todos na imaginação..
Em todos sonhos de evolução..
De uma só criação...


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 22 de Setembro de 2010, 19:17
**Palavras***

Palavras nos deixam atualizados
Nos deixam felizes.bem-humorados...
Nos levam a viajar em toda parte...
Mas...Quando bem pronunciadas...

Palavras nos trazem novidade..
De  todas as pessoas que amamos..
Daquelas que mais nos afeiçoamos
E através da magia chegamos lá...

Palavras nos trazem instrução
Nos trazem também educação..
Através dos sábios e filosófos..
Também dos poetas e escritores.

Palavras..Palavras..Palavras..
Quanto bem elas nos  fazem...
Quando chega de forma correta...
Trazendo sempre a informação certa..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 22 de Setembro de 2010, 21:46
*** Nós Três***


Amigo querido do nosso  coração
Onde estavamos... Hoje nos rencontramos.
Estavamos separado..Mas nos chamamos
Neste ideal incansável que nos propomos

Contigo nós duas  entendemos
A nunca desanimar....
A sempre continuar....
Juntos pelo mesmo ideal lutar

Contigo passamos momentos
De Felicidade..Aprendizado
E m ti nos  estruturamos...
E juntos sempre ficamos...

Amigo querido...Grande lição
Contigo nós duas  aprendemos..
Nos disseste:Que o bem sempre vence
Que a Paz é sempre  maior....


Dedico esta Poesia aos meus queridos amigos e irmãos Lima-Gil e Kátia... Nossa amizade será eterna!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 22 de Setembro de 2010, 23:06
Querida amiga Dothy

Fico honrada com a sua homenagem em versos!

Muito obrigada pelas lindas palavras, pelo seu carinho e por sua constante contribuição nesse tópico!

Deus te abençoe e te ilumine sempre!

Beijos e abraços carinhosos da amiga

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 22 de Setembro de 2010, 23:18
     Receita para o amor

Uma xícara cheia de alegria,
mais outra transbordante de esperança
Um copo da mais pura simpatia,
e uma colher de chá de confiança.

E para equilibrar a caloria,
tempere ao lado, assim, esta aliança:
umas gotas, não tanto em demasia,
de malícia, inocência e desconfiança.

Do ciúme acrescente uma pitada,
que não faz mal em dose limitada.
E um punhado de sonho e de doçura.

Na fôrma do seu rubro coração,
ponha tudo a cozer com devoção,
e sirva em taças quentes de ternura.

         Marina Tricânico

<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/Amor_928271063_amor003.gif)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Setembro de 2010, 00:21
    ***Quando estou aqui***

Quando estou aqui...
Meu mundo é só sorrisos e alegria.
Tudo se irradia, aquece e contagia.
Sempre criando tudo em harmonia.

Aqui eu fico sempre a me perguntar?
O que agora eu vou poetizar.
Será se escreverei sobre amar.
Ou desta vez será sobre sonhar.

Quando estou aqui tudo faz sentido
Palavras eu transformo logo em  rima.
Pessoas ganham vida.. cores  e magia.
Faço tudo e todos viverem em sintonia.

Aqui eu fico a imaginar, lembrar
Pra cada palavra uma nova invenção.
Pra cada pessoa uma nova emoção.
E juntos comigo guardo tudo  no coração...




Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Setembro de 2010, 01:00
 

Senhor, socorre-me...
Trazei a cura pra  dentro de mim.
Todas as  mazelas são enormes.
Cura-me senhor, bem aqui.

Senhor, ouve-me...
Mais uma vez... Tem piedade de mim.
Sem ti vago...Me perco..Não consigo seguir.
Como sombra apagada a vagar por ai.

Senhor, atende-me!!!
Estou novamente a rogar a ti.
Preciso nascer, entender, sorrir.
Quero esquecer, quero afeto pra mim

Senhor, agradeço-te...
Por que me ouviste, me entendeste.
Me concedeste outra chance pra evoluir.
Voltarei...E aprenderei realmente a ser  feliz.





Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 23 de Setembro de 2010, 03:43
  Ainda há esperança


Ainda há esperança
Nas tempestades da vida.
Ainda há esperança
Na miséria e na fome.
Ainda há esperança
Num sorriso triste.
Ainda há esperança
Numa guerra cruel.
Ainda há esperança
Apesar da aparente insensibilidade.
Ainda há esperança
Apesar do egoísmo.
Ainda há esperança
Apesar de tudo

              04/03/89

<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/veriados_1360679318_pt024.gif)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Setembro de 2010, 12:32
***Como Fazer Nascerem Flores***

Como fazer nascerem flores...
Em um coração que só  existem espinhos??
Em sentimentos que ja foram tão desprezados...
Em pessoas que já não acreditam serem amadas...

Como fazer nascerem flores...
Nos lugares onde a dor já visitou...
Onde a Esperança tentou mais não entrou...
Onde a harmonia e o equilibrio não realizou...

Como fazer nascerem flores...
Onde todos já não são mais irmão....
Onde a maldade deixou rastros no chão....
Onde o Bem e Paz so encontram solidão

Como fazer nascerem  flores...
Nos lares onde entrou a desunião...
Nos amigos que já não sentem emoção..
E ninguém mais canta um só canção...

Como fazer nascerem flores...
O caminho certo é retirar os espinhos..
De família..Lares...Amigos e vizinhos..
Regar tudo e todos com muito carinho..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Setembro de 2010, 12:48
Amigos..Sejam bem-vindos..Que a Paz esteja em seus corações...Sintam-se abraçados..acolhidos...em família..Sua presença aqui enriquece este espaço que é de todos...estão convidados a trazerem seus Poemas..Suas Poesias..Abraços cheios de amor e Afeto!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 23 de Setembro de 2010, 13:18
               Amor conjugal

Eu queria ser morada em seu pensamento
ser parte do seu dia-a-dia,
viver à espera da consciência no seu sono,
e saber a hora do seu despertar.

Eu queria morar nos mundos dos seus olhos,
e ver as coisas que você vê
sentir o mundo mais bonito,
existindo dentro de você.

Eu queria nascer na sua tristeza
e morrer na sua alegria,
dar de mim o pouco que sou,
e fitar, sem relógio,
a gôndola de carne que são seus lábios.

Eu queria nascer em suas veias,
sentir a maré de suas pulsações
e de repente, entrar num vácuo,
e conhecer a maravilha da sua alma.

Eu queria colocar-me como oferenda
e arrancar de mim meu momento mais feliz,
Em seguida, sequestrar de você,
seu instante mais triste.

Eu queria, na minha morte
você sem luto,
cantando uma canção sem despedida.

                 Neimar de Barros
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Setembro de 2010, 13:57
***Dias Melhores virão***

Dias melhores virão...
Quando nós usarmos a razão...
Sempre ouvindo ela no coração..
Pois ela nos impulsiona a evolução

Dias melhores virão...
Quando nos unirmos no Amor..
Chega de tanto ódio e rancor..
Eles fazem mau ao nosso interior...

Diaas melhores virão...
Quando vermos todos como irmão
Sem essa história de separação
Unindo toda e qualquer  nação..

Dias melhores virão...
Quando de Deus nos lembrarmos
Como grande fonte de sabedoria
Como a maior luz de toda nossa vida..

Dias melhores virão...
Quando escutarmos a mesma canção
Aquela que une tudo e todos da mesma criação..
Juntas envolvidos em uma só  sintonia e emoção...


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Setembro de 2010, 16:25
  ***O Tempo***

O tempo passa lentamente...
E tudo aconteceu na minha mente
Revivo  histórias serenamente...
Que deixaram marcas para sempre...

O tempo passa mansamente...
Lembro os costumes daquela gente
Nos Países..Cidades..riachos...
Tudo criando formas  e imagens..

O tempo nem sempre espera....
Por isso vai passando e contando.
Sentindo.. vivenciaando...Realizando..
De vidas e experiências vou aprendendo..

O tempo não pode parar...
Então eu preciso logo aproveitar...
Horas.. Minutos...Segundos pra realizar...
Aquilo que eu ainda não soube assimilar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Setembro de 2010, 19:22
  ***Juntos e separados***

Desse jeito vão saber de nós dois...
Estamos completamente apaixonados...
Não conseguimos disfarçar tanta emoção
Que nos envolve e aquece nosso coração...

Quando estamos juntos,mais distanciados
Tentamos disfarçar a todos os presentes...
Que nada está acontecendo entre a gente..
Pra que não tentem nos separar novamente

As vezes nos encontramos na esquina da rua
Mais sempre a  observar  atentamente.....
Antes de nos entregarmos loucamente.....
Aos beijos.carinhos que é tão reconfortante..

Quando eles nos deixaram viver novamente?
Um amor que vem seguindo perpetuamente...
Que nem a distãncia,o tempo.a morte,a ausência
Pra acabar com este romance foi o suficiente...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 24 de Setembro de 2010, 11:18
    ****Confie***

Quando a sombra da tristeza..
Cobrir teus olhos de amargura...
E seu  coração se encher de angustia..
Lembre.. Jesus jamais te abandonará

Quando o desespero.a dor vier..
Pense....Jesus é tua companhia..
Com ele nada de mais incerteza..
Com ele apenas Paz e calmaria..

Quando a solidão  vier te visitar..
Desperte...Jesus quer entrar...
Abra a porta do seu interior....
Pro nosso mestre morar.....

Quando a calúnia te perseguir
Recorde...Jesus também foi...
Ele sofreu perseguição e calúnias. .
Confie nele.. E nada te acontecerá

Quando todos te abandonarem
Não ligue...Ele está contigo....
Jesus é seu melhor e maior amigo
Conselhos e Esperança ele te dará...

Quando a sombra da morte...
Vier bem pertinho te convidar...
Não temas....Ele está a te esperar..
Ele venceu a morte...Pra nos ensinar



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 24 de Setembro de 2010, 21:46
***Não Tenha medo de Ser feliz***

Não tenha medo de ser feliz...
Felicidade..É uma construção a fazer..
É um sentimento que nos faz viver...
Sem termos medo de envelhecer...
.
Quando a Felicidade te convidar...
Não despeça ela...nem mande ela embora
Abra a porta do coração..da emoção..da razão
Sua vida...seus sonhos ..tudo ela realizará

Não tenha medo de ser feliz...
Só Porque  todos consideram loucura..
A maioria das pessoas  que nos julgam..
Esqueça..Eles tem é medo de serem felizes..

Quando a felicidade  te convidar....
Vá com ela..Viaje através dela.ame por ela
Viva sempre em sintonia..Se entregue a ela..
Nosso tempo é curto...Não dá pra adiar.......

Não tenha medo de ser feliz...
Cante...dance...ria...sinta a magia..
Que em tudo e todos ela contagia..
Levando sempre uma linda poesia...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 25 de Setembro de 2010, 16:02
Poema transitório


Eu que nasci na Era da Fumaça: - trenzinho
vagaroso com vagarosas
paradas
em cada estaçãozinha pobre
para comprar
pastéis
pés-de-moleque
sonhos
principalmente sonhos!
porque as moças da cidade vinham olhar o trem passar:
elas suspirando maravilhosas viagens
e a gente com um desejo súbito de ali ficar morando
sempre... Nisto,
o apito da locomotiva
e o trem se afastando
e o trem arquejando
é preciso partir
é preciso chegar
é preciso partir é preciso chegar... Ah, como esta vida é
[urgente!
no entanto
eu gostava era mesmo de partir...
e - até hoje - quando acaso embarco
para alguma parte
acomodo-me no meu lugar
fecho os olhos e sonho:
viajar, viajar
mas para parte nenhuma...
viajar indefinidamente...
como uma nave espacial perdida entre as estrelas.


         Mário Quintana
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 25 de Setembro de 2010, 21:04
          ***Máscaras***

Quantas máscaras eu terei??
Não sei quantas eu precisei...
Uma pra cada dia..segundo..hora
Outras eu me adequei..vivenciei .

Quantas máscaras eu  usei??
Nem sei quantas vezes.. Eu pensei..
Pra uns era eu uma doce  criança..
Pra outros uma borboleta em andanças

Quantas máscaras precisei??
Foram  muitas em tantas vidas..
Que aos poucos eu nem  recordei.
Cada epoca vivida uma eu adaptei..

Quantas máscaras inventei??
Uma pra conseguir o que eu queria.
Outra pra me livrar  do que já foi....
E muitas pra ser quem eu já nem sei...

Quantas máscaras eu encontrei?
Devido a minha conveniência mudava.
Pra muitos amigos eu era perfeita....
Pra outros me escondia...Eu nem exisita...

Quantas mascáras desenhei??
Pro meu amor eu era uma fada..
Pra ex-amores não era ninguém..
Aos admiradores eu usava mais de cem....

Quantas máscaras  eu troquei ?
Uma pra cada festa...dança...baile
Pra sonhar..Criar..Acordar...Eu fantasiei.
Somente uma pra poetizar  eu usei.....





Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 26 de Setembro de 2010, 01:38
  ***Eu e a Chuva***

Quando vem a chuva de mansinho
Molhando terra...a casa..meu cantinho
Peço a ela..Chuva..Me traz um carinho
De alguém que ficou pelo caminho...

A chuva vem limpando as impurezas...
Das ruas...Dos rios..Dos lagos...mares..
Limpa tembém o meu pobre coração..
Que hoje chora triste sem consolação..

Com a chuva vem a renovação...
De dias..anos melhores que virão..
Do calor que tudo volta em evolução..
Renova meus sonhos...Minha emoção..

Chuva...Táo generosa  que tu és..
Vem sempre em meses,dias certos.
Pra tudo molhar e um tempo pra parar..
Assim estas sempre a me ensinar....

Chuva...Contigo temos que aprender
Sempre compreender..entender....
Que tens tua função..Pra nós lição..
De parar  um tempo sim...Desistir não..





Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 27 de Setembro de 2010, 01:15
 Madrugada camponesa


Madrugada camponesa,
faz escuro ainda no chão,
mas é preciso plantar.
A noite já foi mais noite,
a manhã já vai chegar.

Não vale mais a canção
feita de medo e arremedo
para enganar a solidão.
Agora vale a verdade
cantada simples e sempre,
agora vale a alegria
que se constrói dia-a-dia
feita de canto e de pão.

Breve há de ser(sinto no ar)
tempo de trigo maduro.
Vai ser tempo de ceifar.
Já se levantam prodígios,
chuva azul no milharal,
estala em flor o feijão,
um leite novo minando
no meu longe seringal.

Madrugada de esperança,
já é quase tempo de amor.
Colho um sol que arde no chão,
lavro a luz dentro da cana,
minha alma no seu pendão.

Madrugada camponesa.
Faz escuro (já nem tanto),
vale a pena trabalhar.
Faz escuro mas eu canto
porque a manhã vai chegar.


    Thiago de Mello
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Ace em 27 de Setembro de 2010, 01:22
Parabéns pelo tópico e pelos poemas! Ainda só li alguns, mas gostei muito.

Abraços. :)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 27 de Setembro de 2010, 01:27
Brigada amigo Ace Cz...Sua visita aqui é que faz florescer e multiplicar este tópico..Sua presença é fundamental pro enriquecimento deste espaço de Luz e Amor..Volte sempre..será bem vindo...Abraços afetuoso!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 27 de Setembro de 2010, 01:35
             ***Solidão***

Muito tempo na solidão eu  fiquei
Sozinha..Eu não tinha ninguém...
Nos lugares ela  me acompanhava..
Com ela eu sentia...Com  ela chorava.

Na solidão eu sempre  me  envolvia...
Por dias...Horas...Tempos eu  passava...
A meditar sozinha no escuro da noite ..
Pensando em várias formas imaginária..

A solidão era minha aliada...
Quando queriam dela me tirar...
Ha...Náo posso... Com ela vou ficar..
Sozinha com ela na praia vou passear...

Meus amigos se incomodavam..
Estavam sempre a me censurar..
Mas. ..Eu respondia...Elá é minha amiga
Minha confidente...Minha maior  aliada...

Ha a solidão...O vazio...Abandono
Em todo  meu ser ela se  instalara...
Por anos apenas  ela se manifestara...
Sempre com ela e por ela eu Poetizava....

O que fazer com a solidão  agora??
Se por anos ela comigo foi  solidária..
Apenas com ela eu brincara.sonhara..
Agora...Ela já não e mais necessária..

Agora  uma nova companhia chegava..
Ao meu coração se aconchegava.....
Aos poucos da solidão me distanciava
Enfim..Um grande amor eu encontrara...




Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 27 de Setembro de 2010, 16:35
*** Um Mundo Melhor***

Eu queria tanto ver um mundo melhor
Sem maldades..Violência..guerras....
Um mundo sem preconceitos geral.....
Um mundo completo..cheinho de beleza

Um mundo onde amizade fosse real
Não aquelas que exigem..Tem ciúmes..
Amizade de conveniências ou  interesses..
Mas uma amizade sincera...uma forma de amar...

Um mundo onde as crianças!!
Fossem respeitadas..amparadas....
Sem abandono..Nem choro ou tristeza..
E Sim uma criança feliz..Alegre a cantar

Um mundo onde os nossos idosos!!
Seriam sempre auxiliados.Nunca maltratados
Jamais seriam descartados..Nem seriam escravizados
Mas eternamente lembrados...Sempre gratificados...

Um mundo sem violências!!!
Sem gangues..Rivais..Sem disputas..Sem duelos..
Sem vermos os nossos  irmãos serem eliminados
Maltratados..descriminados..Mas sim recuperados..

Um mundo onde o bem!!
Sempre fosse nossa maior riqueza
Em todo parte ele se espalhasse...
E por todos os lugares se eternizasse...

Um mundo onde a fauna e flora!!
Crescesse...Se multiplicassem..Perfumassem..
Sem que a maldade humana a eliminasse
Em tudo e todos elas enfeitassem.

Um mundo onde o Amor!!!
Fosse vivenciado..Sem estar acorrentado...
Por todos beneficiados..renunciados..Acalentados..
Sendo por nós aceitados...Nunca sendo obrigados..



Um mundo realmente Feliz..Nosso planeta Terra.



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 27 de Setembro de 2010, 16:43
Querido Ace cz

Fico feliz que tenha gostado desse espaço dedicado à todos os apreciadores da poesia.

Obrigada pelo incentivo

Abraço da

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 27 de Setembro de 2010, 21:33
Eu e a alegria...

Alegria, tu que  minha alma contagia...
Fazendo eu dançar em serena melodia.
Contigo vem também a utopia.
Pois do meu amor me recorda a doce magia.
Comigo, ele estaria aqui para namorar.
Meu corpo ele iria abraçar...
Ao som da melodia, iamos girar
Alegria, tu que minha alma contagia...
Pedaços de ti em mim, fazem a maior sintonia.
E com todos no salão eu fico a rodar
Para mais uma noite nele pensar
Pobre dele que está de mim distante..
A firme vontade dele logo aqui  se faria..
E  todos os meus amigos, por ele  eu abandonaria
Alegria...Tu que minha alma contagia..
Vem logo, aos poucos tu me animaria..
Pois sem meu amor eu  não suportaria..
Nem mais sonhar, cantar e nem poetizar.



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 28 de Setembro de 2010, 01:30
Queridos amigos, boa noite!


  Ponte


Frágil ponte
arco-íris, teia
de aranha, gaze
de água, espuma,
nuvem, luar.
Quase nada:
quase
a morte.

Por ela passeia,
passeia,
sem esperança nenhuma,
meu desejo de te amar.

Céu que miro?
- alta neblina.
Longo horizonte,
- mas só de mar.

E esta ponte
que se arqueia
como um suspiro,
- tênue renda cristalina-
será possível que transporte
a algum lugar?

Por ela passeia,
passeia
meu desejo de te amar.

Em franjas de areia,
chegada do fundo
lânguido do mundo,
às vezes, uma sereia
vem cantar.
E em seu canto te nomeia.

Por isso a ponte se alteia,
e para longe se lança,
nessa frágil teia,
- invisível, fina
renda cristalina
que a morte balança,
torna a balançar...

(Por ele passeia
meu desejo de te amar).

      Cecília Meireles
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Setembro de 2010, 14:58
*** Uma Fada ***

Eu queria ser uma fada!!
Pra todos os meus amigo ir visitar
Amigos pertinhos..Amigos distantes
Levar carinho...Abraçar apertadinho...

Sendo uma fada
Eu sairia a espalhar..A verdade eu iria levar.
Amor..paz e rios somente de felicidade....
Pra todos que hojem estão a chorar.....

Eu queria ser uma fada!!!
Aos quatro cantos do mundo iria..
Com minhas asas sairia a viajar...
Levando palavras de Esperança no ar

Sendo uma fada!!
Poderes imensos eu teria
Nada mais de tristeza..Nem melancolia
Apenas!! Alegria...Alegria..Alegria...


Eu queria ser uma fada!!
Nada e ninguém me impediria...
Nas florestas..Queimadas eu  acabaria..
E sempre elas iriam aumentar..Cresceriam


Eu sendo uma fada!!
A todos eu ensinaria..Mostraria.
Com os meus poderes fariamos.
Todo a maldade extinguiriamos.


Eu queria ser uma fada!!
Para um grande amor eu encontrar..
Amor de verdade eu iria eternizar..
Com ele eu iria reencarnar..


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Setembro de 2010, 18:03
       *** Lágrimas***




Deixo a lágrima cair...
Ela vem deslizando de dentro de mim
Das entranhas do meu coração.
Que hoje só chora de solidão.

Cada lágrima que cai...
Muitas histórias ela  tem pra contar.
De nossos sonhos e desejos a realizar.
Das promessas que fizemos ao namorar.

A lágrima lentamente vem deslizando...
Trazendo com ela a muita emoção.
Que unia nossos  jovens corações.
Hoje separados apenas pela razão.

A lágrima vem molhando meu rosto...
Vem também todo meu desgosto.
Dos planos que não vou realizar.
Histórias que não terei pra contar.

Gota a gota a lágrima desce...
Pedaços de mim vem também..
Amor..  Porque escutaste a razão?
Ela me deixou na completa escuridão..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 28 de Setembro de 2010, 23:12
             Te procuro


Nossos momentos mais bonitos são sonhos distantes.
Te procuro e não te encontro.
O calor dos seus beijos
Estão em algum lugar do meu pensamento.
Minhas palavras de amor já não são ouvidas
e morrem nos meus lábios.
O grito abafado em meu peito,
Não mais ecoa no teu coração.
Meus braços não te alcançam,
Nossos olhos não se cruzam.
As lágrimas caem frias.
Te procuro, desesperadamente,
E não te encontro!

        13/01/93
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 28 de Setembro de 2010, 23:28
              Prece

Seja no meu pouco o tudo
que estremece
A lentidão do tempo no silêncio,
no meu canto, no teto, na vidraça.
Seja para mim a prece
que conforta;
seja a rocha que pedra permanece
aos desvios do vento na esplanada.

Seja quase tudo ou mais que tudo, o nada
que enaltece a negação do triste
e ao redor do rosto puro tece
uma primeva auréola que persiste.

Permita que viaje a sua imagem
pelas lonjuras do meu pensamento,
pelo mundo disperso nestes versos
e na noite disperso pelo vento.


      Tirzah Ribeiro
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Setembro de 2010, 14:42
       Recordaçóes...



Quando vejo as estrelas a brilhar..
Aos poucos me fazem  de ti  recordar..
Lembranças ao  tempo vou voltar.
E teu rosto aos poucos  começo a visualizar

Ao ver a noite ao luar...
Quanta tristeza eu sinto, penso em teu olhar..
Que tanto me diziam, aem palavras pronunciar.
Falavam a linguagem do Amor...Perólas no mar.

Ao escutar o vento sussurar...
Ouço também teu riso...Tua alegria..
Que sentias, ao me ver imersa a poetizar..
Sempre escrevendo momentos de amar..

Ao ouvir o barulho insistente  da chuva...
Caindo fininha, sempre a tudo e todos lavar..
Lembro de tuas doces e  ternas palavras..
Que sempre me diziam... Para sempre vou te amar..

Ao ouvir o riacho deslizando...
Caindo calmo, sempre indo devagar..
Lembro de teu lindo e  timido sorriso..
Que aparecia só de me abraçar..

Hoje com a somatória de tudo...
Recordo que sempre juravamos, afirmavamos
Não queriamos e nem desejavamos nos afastar..
Mas veio a morte... Para longe de mim, veio te levar.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Setembro de 2010, 16:10
  ***Ah.. Foi o Amor**

Eu te econtrei e mem estive a procurar..

Quando pensei que nem ia encontrar..
Mas tudo aconteceu, eu fui naquele lugar..
E  la tu estavas..Com amigos a dançar..

No olhar, eu logo senti..

Que nem adiantava eu tentar recuar...
Pois pra mim tu sorriste, já nem pudia disfarçar..
Foi Amor a primeira vista...Ou almas a se encontrar??

Ali mesmo começamos a conversar..

Nossos amigos aos poucos já nem  mais existiam
Só viamos um ao outro...Tudo ao redor a girar..
Os brilho das estrelas e lua...Em tudo a enfeitar..

Eu encontrei..Quando não quis mais procurar!!
Cansada estava, desiludida de todos, eu  me afastava
Mas contigo foi diferente...Bastou apenas um olhar..
Só a ti eu enxergava...Os resto, tudo eu apagava...

Ah..Foi o Amor... Eu não tive como escapar...

Parece que fomos realmente flexados....
O cupido conosco estava qurendo brincar..
Esqueci  de todos meus medos e  receios..
Somente a ti e ao Amor... Eu quis me entregar..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 29 de Setembro de 2010, 17:03
Espantos


Neste mundo de tantos espantos,
cheio das mágicas de Deus,
O que existe de mais sobrenatural
São os ateus...


Mario Quintana
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Setembro de 2010, 15:22
   
 **Jovens Namorados**


Entre as estrelas do firmamento e o céu ..
Estão  dois jovens  apaixonados a namorar
Eles prometem um ao outro..Juram se amar
Mas nem tudo são flores..A tormenta virá..

Quando vieram as dificuldades a lhes rondar
Os problemas que enfrentam as almas a passar
Todos  aos poucos foram se intrometendo..
As famílias não  permitiam eles se amarem..

As brigas começaram..Os  pais não abençoavam!!
As acusações aos jovens  foram logo começando..
Eles nem conheciam os  motivos dos seus pais..
Passado e  atritos..Brigas por uma antigo casal..

O jovem  casal muito  apaixonado..coitados!!
Já nem podiam mais se encontrar..Nem ficar..
Todos estavam prontos a lhes vigiar..Lhes guardar.
Os namoros embaixo da árvore..Toda noite ao luar.

O que restava agora  a eles fazer??
Alternativas pensaram..Tentaram..Sonharam..
Separados não queriam e nem podiam mais ficar..
Buscaram de todas as formas um meio de solucionar..

Aos poucos a idéia a eles  foi se formando
Em tudo eles pensaram..Planejaram
Nada  e ninguém mais lhes importava
Uma fuga planejaram...Outro local pra morar

Aos pais eles deixaram..Uma carta a lhes explicar
Explicando seu amor..Seu desejos  de casar
Afirmavam!!..nada e ninguém irá nos separar
Por isso só nos resta esta firme decisão tomar

Queridos pais...Queremos apenas  comunicar!!
Suas brigas nada temos ...Pois Já nem  lembramos..
Nosso Amor eternizou..O tempo venceu.. Recomeçou.
E  hoje reencarnados só queremos nos amar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Setembro de 2010, 16:21
**Voar... Voar***


Voar. voar...Para bem longe acordar...
Vencendo o tempo, barreiras, o ar..
Voar pra longe das regras, etiquetas.
Deste mundo quero me libertar.

Voar, conhecer o Sol, espaço, omar!!
Sem com dias, horas, meses a me preocupar..
Ser livre, as prisões... Só  faço ignorar..
A tudo que aqui querem me aprsionar....

Voar, estradas, tempo, outro lugar!!
Quero em tudo sair, me movimentar
Não nasci pra viver apenas parada...
Pelas asas da imaginação, vivo a criar..

Voando, a tudo e todos vou conhcendo!!
Paises, pessoas, ricahos a beira-mar..
Lembranças minhas vou espalhando..
Deixando saudades aos amigos de lá..

Voar...Quando eu vou parae, cansar?
Tenho muito a desvendar, colecionar..
Pedras e pedaços de amores vou levar..
No decorrer da minha vida vou guardar..



Amigos e irmãos que aqui entram..Sejam bem-vindos..Que a Paz e a Luz  do mestre esteja em seus corações...Sintam-se parte integrante deste espaço..sua visita é que enriquece ele..Estão convidados a trazerem seus Poemas...Suas Poesias..Abraços afetuoso!!!



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: mecame em 30 de Setembro de 2010, 18:36
Irmãzinha Katiatog, adorei essa sua frase. Inteligentíssima. Linda reflexão, extremamente sábia. A paz de Cristo, irmãzinha.
Espantos


Neste mundo de tantos espantos,
cheio das mágicas de Deus,
O que existe de mais sobrenatural
São os ateus...


Mario Quintana
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: mecame em 30 de Setembro de 2010, 18:39
Irmãzinha Dothy, você faz desta página uma alegria de poeta. Luz e paz. A paz de Cristo.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Setembro de 2010, 19:25
  ***Bons Tempos***

Saudades, dos meus  tempos idos...
Dos muitos sorrisos que já desbotou.
As brincadeiras infantis que a gente usou.
Dos amigos, que a distancia separou.

Saudades de andar de calça, descalça...
De usar vestidos surrados, de tanto usados.
De tomar banho de chuva, as vezes estava nua.
De correr atrás de borboletas e também de pipas.

Andar atrás de quadrilha junina, balões ia estourar...
Saudade... Como tu és um doce, hoje fico a divagar.
Contigo fico a lembrar, de tantas cantigas de ninar.
De muitos prendas que eu  tive que pagar.


Saudade de ser as vezes irresponsável...

De não ter nem eira e nem beira, sendo apenas rueira.
As frutas eu ia apanhar, na casa do vizinho, a cerca ia pular..
Pra logo depois correndo ia ter que me esconder, me virar.

Saudade também de tantos lugares...
Por mim visitados, iiajados e encontrados.
Saudades...O tempo não te levou... Mambém não deixou.
Ficou dentro de mim a girar... Somente  eu a lembrar.






Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Setembro de 2010, 20:41
Uma Flor

Sou como uma flor...
Pequenina a desbrochar.
Fui regada com muito amor.
Para tudo e todos eu perfumar.

Como uma flor...
Tenho mais de uma fase..
Intensa e bela em cada idade..
Faço tudo ao redor alegrar..

Lindas cores eu tenho...
No meu  humor  a variar..
Cada cor eu represento..
Uma história a contar..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 01 de Outubro de 2010, 00:45
O verbo no infinito


Ser criado, gerar-se, transformar
O amor em carne e a carne em amor; nascer
Respirar, e chorar, e adormecer
E se nutrir para poder chorar

Para poder nutrir-se; e despertar
Um dia à luz e ver, ao mundo e ouvir
E começar a amar e então sorrir
E então sorrir para poder chorar.

E crescer, e saber, e ser, e haver
E perder, e sofrer, e ter horror
De ser e amar, e se sentir maldito

E esquecer tudo ao vir um novo amor
E viver esse amor até morrer
E ir conjugar o verbo no infinito...

    Vinícios de Moraes















 





Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 01 de Outubro de 2010, 02:00
*** A Dor e o Amor**

Dor, um verbo infinito do Amor...
Sempre de mãos dadas, eles estão..
Chorando por alguém wm  solidão..
Os dois... Seguem a mesma direção..

Dor...O resultado de uma mal de amor...
Quando já não há  mais o sentimento..
Só restando aos dois uma solução..
Ficando desolados, que triste decisão..

Sofrimento causado ao coração...
Quando o mesmo recebe, a ingratidão
Já muito abalado por traição e separação.
Lágrimas correndo, caindo até o chão.

Dor de Amor, história antiga  que ouço falar.
Almas que se amaram, e não souberam perdoar.
A doença do ciúme.. Eles Deixaram se contagiar.
Ficando o vazio, onde a felicidade só fazia alegrar...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 01 de Outubro de 2010, 11:37
  *** Se Tu Me Amas***

Se tu me amas....
Nada mais me importa.
Sombra ou dor na mimha porta..
Jogo tudo no mundo a volta..

Se tu me amas...
Forças eu  tenho pra lutar.
Com todos, eu vou brigar..
Apenas contigo, eu quero ficar..

Se tu me amas...
Venço as barreiras da vida.
Da morte, vou me libertar...
No teu sonho vou acordar...

Se tu me amas..
Nada mais de ilusória.
Posses, fama ou jóias.
Tudo eu darei, contigo irei.
.

Se tu me amas...
Contigo, vou aprender.
Com outros olhos, eu vou ver.
Que nem tudo na vida é poder.

Se tu me amas...
Para todos vou distribuir.
Tudo o que na vida, eu consegui.
E por estas ilusoões,  foi que me perdi.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 01 de Outubro de 2010, 17:36
  ***Um Motivo***

Sentada na janela...
Minha mente  está vazia.
Procuro uma vã utopia.
Praa escrever uma Poesia...

Através dela viajo por ai,
Triste, sem motivo para rir.
Escolho a cor lilás da página.
Para enfeitar..A tudo colorir...

Entre lápis, canetas.e penas...
Procuro um motivo para vir.
Um tema..Um tom..Um fim..
Nada vem e nem ninguém..

Olho o pôr-do-Sol...
Que lindo vem  surgir.
Mas nada me motiva.
Voltar a escrever, refletir..

Olha pela janela...
A rua movimentada
O  eterno descer e subir.
O povo tranquilo a partir.

Enfim...Surgiu...
Um casal  unido e feliz.
De mãos dadas logo ali..
Passeavam... Eram felizes.

Na hora, eu escrevi..
Versos simples... Assim.
Ah..Que  lindo é o Amor.
O único que me faz sorrir.







Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 01 de Outubro de 2010, 18:12
  **Quando o Amor Chega**

Parece que o Amor chegou ai...
Trazendo-te doces emoções.
Serenatas e lindas canções.
Tocando teu pobre coração.

Quando o Amor aparece...
Tu logos te esqueces.
Que sofreste varias vezes.
Choraste e  perdestes.

Parece que o Amor chegou ai...
Entrei, a mudança percebi em ti.
Nem podias, nem querias ouvir
Eu alertava e tu não ligavas.

Quando o Amor aparece...
As pessoas nem refletem.
De tudo já nem percebem.
Até de si próprias esquecem.

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 01 de Outubro de 2010, 18:17

Amigos e irmãos..Sejam bem-vindos..Que a Paz esteja em seus corações..Sua presença aqui é que faz este espaço iluminar..Enriquecer..Estão convidados a trazerem seus versos...Sonetos....Poemas e Poesias..Abraços afetuosos!!

***Dedico esta poesia a todos aqueles que nao tem medo de Amar...***


Kátia..Saudades amiga.Mta Paz em teu coração!!Te amo de montão!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 02 de Outubro de 2010, 02:37
** Vai Dor**

Não se admire de mim...
Pobre alma sofredora..
Busco sempre estar aqui.
E na Poesia...Tentar sorrir.

Quem não sofreu de amor?
Por alguém, foi abandonado..
Ah ..Destino cruel este meu..
De amar sem ser amada.

Todos querem consolo...
Ninguém quer mais chorar
Vai dor... Vai logo embora..
Traz pra mim outro Amor.

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 02 de Outubro de 2010, 10:28
***Meu Mundo***



Meu mundo caiu...
Para sempre ruiu..
Dores eu senti..
Jamais, me perdi..

Meu mundo era tu...
Universo de azul..
A estrada de luz..
Um campo de flor..

Meu mundo, eu vivi..
Entre tu e sorrisos..
Vivia eu, no Paraíso..
Agora... Tudo perdido..

Meu mundo era feliz...
Minha  eterna magia..
As poesias que ecrevi.
Todas eram feitas a ti.

Meu mundo era Paz!!
Serena sempre vivia..
Fazias de mim fluir..
Alegria..Luz sem fim..

Meu mundo era sol...
Todos ao meu redor..
Queriam comigo estar..
Para juntos só sonhar

Meu mundo se foi...
As dores ele deixou..
Em meu coração, ficou..
Lembranças do amor..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 02 de Outubro de 2010, 17:18
     Ao meu amor


Os seus olhos azuis
São o espelho da minha alma
Às vezes calmaria, poesia
Outras vezes, ventania
Seus ombros
São o repouso, refúgio adorado
E o apoio macio para olhar as estrelas.
Suas mãos
Quentes, ternas, fortes
Enlouquecem-me com o seu toque.
Seus corpo
É o descanso no final do dia
Calor,excitação, magia...
O seu coração
Bate forte, descompassado
Quando estou ao seu lado
Você é meu
Sonho, amor, fantasia
É tudo o que eu mais queria!

         24/02/98
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 02 de Outubro de 2010, 17:28
Querida amiga Dothy

Desejo à você um ótimo fim-de-semana e muitas felicidades

Beijos da

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 02 de Outubro de 2010, 18:26
     **Ele Trouxe Revolução**

Nos remotos tempos idos!!
Bons  ou maus  vividos..
Ele apareceu..Renasceu..
Esperança,Perdão trouxe..

Todos a ele seguiam!!
Jovens..Idosos e crianças..
Mendigos,doentes ou ricos.
Escutar ..Era o que  queriam..

Grande tumulto aconteceu!!
Uma revolução com ele se deu..
Mentiras não mais  aceitavam ..
A  Humildade e a Luz venceram..

Cansada daquela vida estava!!
Dos  deuses frios  de pedra..
Que  nada me respondiam..
Quando a eles eu chorava..

Com a verdade ele vencia !!
Palavras dele necessitava..
Disfarçada sempre o seguia..
Mudanças. Era o que eu  queria..

Depois que ele se foi!!
O consolo ele deixou..
Aos apóstolos ficou...
A mensagem do Amor..

A noite nos escondiamos!!
Pois Roma nos procurava..
A todos nós eles levaram..
E na arena nos jogaram..

Cantávamos  ao senhor!!
Jesus...Tu és soberano...
Ampara-nos o momento..
Nossa alma te entregamos..


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 02 de Outubro de 2010, 18:29
Amiga Kátia..Que linda Poesia cheia de sentimentos..
  Que seu fim de semana seja repleto de Paz.União e mto Amor....Abraços afetuoso!!Lhe amo!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 02 de Outubro de 2010, 20:12
Mude agora..

Não deixe para mais tarde...
O que podes fazer  hoje..
Ama  sempre perdoas..
Para tua alma...É a cura..

Mudanças internas faz...
Limpeza diária em tua vida
Dos sentimentos mal-sãos.
Que te causaram os irmãos..

De hábitos salutares precisas...
Para que te asserenes.
Esqueça o mal,.não revide...
A Paz virá, a calma encontarás..

Agradece ao senhor...
Por tudo que ele sempre dá.
Alegrias, saúde, harmonia..
Também as dores e agonias.

Em tudo tu verás...
Que só tens a  ganhar..
Esquece toda as ofensas..
Ela faz mal e não compensa.

Deixa a tua luz brilhar...
Ao mundo, ela iluminará..
Pessoas que precisará..
Da caridade, vais  auxiliar..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 03 de Outubro de 2010, 01:26
*** Amor a Distância***


Saudades de alguém...
Que hoje não sei quem é...
Vontade de estar com ele..
Para juntos revivermos...

Do amor a distância...
Eu trouxe a lembrança..
Dos beijos trocados...
Eternos namorados...

O Amor ressurgiu...
E desta vez separou..
Para longe ele ficou....
Saudades em, mim deixou..

Sinto tua falta...
Fecho os olhos e te vejo.
Novamente, vem o desejo..
Era os meus e os teus..

Tua voz, eu escuto...
Ela me dá consolo...
Promessas que me trazem..
Juntos... Ficaremos para sempre
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 03 de Outubro de 2010, 05:28
       Felicidade


Felicidade de estar vivo agora,
Deste dia de sol tão claro e lindo!
Felicidade de viver este momento
E espalhar o olhar alegremente pela paisagem que não tem fim!

Um vento fresco afaga os bambuais enormes...
Ah! Poder ouvir cantar assim a passarada!
Pelos caminhos claros passam namorados
De mãos dadas, felizes, a sorrir...

As flores me parecem bem mais lindas
E as mulheres também mais lindas são.
Felicidade de estar vivo neste instante:
Os meus olhos vêem a vida serenamente...


      Augusto Frederico Schmidt
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 03 de Outubro de 2010, 10:46
   *** Reflexão***

Quando nos amamos!
Valorizamos nossa capacidade..
De sermos seres  imortais..
Em tudo sabemos um pouco..
Do pouco fazemos o mais...

Quando nos amamos!
Não permitirmos anulação..
Não prender alguém ao coração
Somos livre... Algemas não.

Quando nos amamos!!
Buscarmos sempre Deus..
Pensamentos  no bem..
Não fazer mal a alguém..
Perdoar  eternamente..

Quando nos amamos!
Reparamos em nosso defeitos.
Fazer deles lições de casa..
Todo dia um deles eliminar..

Quando nos amamos!
Vermos a todos como irmão..
Nem melhores, nem piores..
Mas caminheiros em evolução.

Quando nos amamos!!
Lembrar para nós mesmos..
Sou feliz, belo... Sou luz..
Meu caminho és tu... Jesus.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 03 de Outubro de 2010, 12:18
Olá a todos

da poesia que eu gosto:

Fernando Pessoa
ALÉM-DEUS
   Abismo
   Passou
   A Voz de Deus
   A Queda
   Braço sem Corpo Brandando um Gládio

I/ ABISMO

OLHO O TEJO, e de tal arte
Que me esquece olhar olhando,
E súbito isto me bate
De encontro ao devaneando -
O que é ser-rio, e correr?
O que é está-lo eu a ver?
Sinto de repente pouco,
Vácuo, o momento, o lugar.
Tudo de repente é oco -
Mesmo o meu estar a pensar.
Tudo - eu e o mundo em redor -
Fica mais que exterior.
Perde tudo o ser, ficar,
E do pensar se me some.
Fico sem poder ligar
Ser, idéia, alma de nome
A mim, à terra e aos céus...
E súbito encontro Deus.
 

 II/ PASSOU

Passou, fora de Quando,
De Porquê, e de Passando...,
Turbilhão de Ignorado,
Sem ter turbilhonado...,
Vasto por fora do Vasto
Sem ser, que a si se assombra...
O Universo é o seu rasto...
Deus é a sua sombra...
 
III/ A VOZ DE DEUS

Brilha uma voz na noute...
De dentro de Fora ouvi-a...
Ó Universo, eu sou-te...
Oh, o horror da alegria
Deste pavor, do archote
Se apagar, que me guia!
Cinzas de idéia e de nome
Em mim, e a voz: Ó mundo,
Sermente em ti eu sou-me...
Mero eco de mim, me inundo
De ondas de negro lume
Em que para Deus me afundo.
 
 IV/ A QUEDA

Da minha idéia do mundo 
 Caí...
Vácuo além de profundo,
Sem ter Eu nem Ali...
Vácuo sem si-próprio, caos
De ser pensado como ser...
Escada absoluta sem degraus...
Visão que se não pode ver...
Além-Deus! Além-Deus! Negra calma...
Clarão de Desconhecido...
Tudo tem outro sentido, ó alma,
Mesmo o ter-um-sentido...
 
 V/ BRAÇO SEM CORPO BRANDINDO UM GLÁDIO
 
( Entre a árvore e o vê-la )

Entre a árvore e o vê-la
Onde está o sonho?
Que arco da ponte mais vela 
Deus?... E eu fico tristonho
Por não saber se a curva da ponte
É a curva do horizonte...
Entre o que vive e a vida
Pra que lado corre o rio?
Árvore de folhas vestida -
Entre isso e Árvore há fio?
Pombas voando - o pombal
Está-lhes sempre à direita, ou é real?
Deus é um grande Intervalo,
Mas entre quê e quê?...
Entre o que digo e o que calo
Existo? Quem é que me vê?
Erro-me... E o pombal elevado
Está em torno na pomba, ou de lado?
[1913?]

Paz e Luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 03 de Outubro de 2010, 16:40
Querida Belina

Seja muito bem vinda à esse espaço da poesia!

Obrigada por compartilhar a bela poesia do grande poeta português, Fernando Pessoa.

Sempre que quiser, venha nos visitar e se quiser, use esse espaço. Ele é seu também.

Abraço carinhoso

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 03 de Outubro de 2010, 22:04

Amiga belina...Ficamos imensamente feliz ao encontrá-la aqui..Trazendo belissima Poesia do nosso amado Fernando Pessoa..Brigada por enqriquecer este espaço que é seu também..Volte sempre..Será bem vinda!!Abraços afetuosos!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 03 de Outubro de 2010, 22:20
            ***Adeus Você***

Adeus você...
Cuida da tua solidão..
Por não valorizar a emoção..
Hoje eu acordei pra razão..

Adeus você..
Não deste valor a nós..
Só pensanste por trás..
Juras falsas me  fazias...

Adeus você..
Não pensas que irei sofrer
Já não quiseste  mais saber..
Agora só te resta  perder..

Adeus você!!!
Eu não quero  saber mais..
Ve se  agora me deixa em paz..
Só quero ficar por ai..Recomeçar..

Adeus você!!
So pensaste em ti..
Eu hoje vou pro lado de lá
Segue sozinho sem mim...

Adeus você!!
Vê se consegues crescer..
Outras a ti virão..Sonharão..
Não brinque com o coração..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 03 de Outubro de 2010, 23:48
  ***Volta Pra Mim**


Quis nunca te perder...

Mas eu não consegui..
O  amor que eu sentia..
Eu não soube admitir...

Eu sei, é  um doce te amar..

Mas...Não soube te valorizar..
Te fiz sofrer, eu te fiz chorar...
Agora estou  só aqui..Infeliz.

Quis nunca te ganhar...

Mas só soube te ferir..
Com coração não se brinca
Mas eu não senti..Fiz assim..

Quis nunca te perder!!
Fiz de nós dois um caos..
Não tive os pés no chão..
Sonhos não são assim..

O amargo é te querer...

Agora que tu te foste..
Eu preciso sempre  lembrar
Com emoção não brincar..

Amor..Volta pra mim...

Todos erram., eu aprendi..
Vamos recomeçar, vem aqui
Seremos felizes...Até o fim..



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 04 de Outubro de 2010, 01:37
Olá amigos

um pouco da poesia que gosto!

Sorriso Audível das Folhas


Sorriso audível das folhas
Não és mais que a brisa ali
Se eu te olho e tu me olhas,
Quem primeiro é que sorri?
O primeiro a sorrir ri.

Ri e olha de repente
Para fins de não olhar
Para onde nas folhas sente
O som do vento a passar
Tudo é vento e disfarçar.

Mas o olhar, de estar olhando
Onde não olha, voltou
E estamos os dois falando
O que se não conversou
Isto acaba ou começou?

Fernando Pessoa, in "Cancioneiro"


paz e luz
belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 04 de Outubro de 2010, 13:58
*** Despertar***

Minha amada!!
Não consigo mais viver sem ti.
O tempo aqui na Terra passou.
Do outro lado eu venci. sobrevivi.

Quando eu aqui cheguei!!
Muito eu senti, saudade de ti.
Dos momentos que passamos.
Despertei aqui e não entendi.

Onde os sonhos não morrem!!
Onde todos nós vamos seguir.
Lugares temos  pra   estudar.
local  de refazimento pra mim.

Todos aqui me dizem!!!
Que a morte  e o fim não existem
Apenas uma passagem de plano.
Que bom, enfim... Não te perdi

Aqui todos aguardamos!!
Amores terrenos que tivemos.
Espero por ti, vamos sorrirr..
Juntos... Outro lar vamos construir..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 04 de Outubro de 2010, 18:26
  *** Chico Xavier ***

Chico Xavier, que fé!!
Exemplos diversos, ele nos deu..
Ao castigo, a tristeza... Ele venceu..
Quero ver florir, o que ele plantou

Longe da mãe, ele ficou!!
Com a madrinha, ele morou.
Paciência, obediência, perdão.
Sua mãe sempre lhe ensinou..


Seguidor de Jesus!!
Se vestia com muita simplicidde.
Caridade sua vida sempre  foi..
A todos ele serviu, se doou....

Por muitos... Foi procurado!!
Palavras de conforto e paz.
Quando saia do trabalho.
Em fila todos, esperavam.

Mensageiro do além!!
Trazia consolo a todas as mães
Conselhos sempre tinha, notícias..
Aos que já não estavam entre nós..

Por muitos foi perseguido!!
Mas também, foi muito amado.
Sempre seguido... Ele andava.
De Emmanuel seu anjo da guarda.

Livros, poemas.e sonetos!!
A tudo ele escrevia, recebia.
De poetas, escritores  do além..
A renda ele distribuia com amor

O que você plantou com amor!!
Para sempre em nós... Ficou, guardou..
Jamais esqueceremos de ti..
Contigo relembramos que nada acabou..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 05 de Outubro de 2010, 05:40
Querida Belina

É um prazer vê-la aqui novamente, compartilhando a bela poesia de Fernando Pessoa.

Venha sempre aqui, amiga!

Será sempre bem vinda

Abraço cainhoso da

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 05 de Outubro de 2010, 05:53
Querida amiga Dothy

Adorei a sua homenagem em versos ao nosso querido Chico Xavier.

Parabéns e muito obrigada pela sua amizade sincera. Você é o maior exemplo de persistência e generosidade!

Que Deus te abençoe e ilumine os seus caminhos

Beijos da Katia

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 05 de Outubro de 2010, 06:20
Amigos, abro um parentêsis e vou postar uma mensagem que escrevi e mesmo não estando com estrutura de poema quero compartilhar com vocês.

Dothy, depois se puder, diga se gostou, amiga, pois ofereço essa mensagem especialmente para você, com todo o carinho.


                  O pensamento


Mil idéias vão surgindo, percorrendo meu pensamento em frações de segundos.
Refletir e analisar-me ou apenas sentir as emoções dominando-me por inteiro. É isso que nos torna diferentes dos outros animais. Ter sensibilidade de poeta, mesmo num pequeno intervalo de tempo, deixando aflorar todos os sentimentos, sejam eles felizes ou melancólicos, poéticos ou satíricos, românticos ou intelectuais.
Embarco nessa viagem e o meu pensamento flutua no universo. Brinco com as estrelas, admiro a lua, reverencio o sol e, de carona na cauda de um cometa, volto à Terra. Rolo pelo mato, tomo banho de cachoeira. Sinto o delicado perfume das flores, percorro campinas e lá estão as crianças correndo, sorrindo para o mundo.
E as ondas vão e vem. Vejo a infinita beleza nas profundezas do oceano, a variedade de animais colorindo o azul do mar.
A vida permeia as minhas veias, as pessoas, o universo...Meu pensamento percorre instantes quilométricos sem que eu precise sair do meu quarto.

                                  28/10/89
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Outubro de 2010, 11:17
Amiga...Que linda Poesia..Profunda..Reflexiva..Real...Pois assim é o pensamento..Viajamos com ele..Realizamos mil projetos com ele sem ele nunca sair de nós..Esta viajem que ele faz indo até as cachoeiras é o máximo...Parabéns..Amei..Eu que tenho que agradecer por sua amizade..seu carinho e por este espaço que a amiga iniciou...Lhe amo mtoo!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Outubro de 2010, 12:04
Cadê você?

É de lágrimas, eu sinto...
Tudo ao meu redor é cinza..
O universo é imenso enfim..
Minha alegria cade você?

Pela janela do quarto, vejo..
Pessoas apressadas, indo..
Os dois lados, eles seguindo..
Meus sentimenos, cade você?

Eu vejo tudo enquadrado...
Presto atenção ao meu redor..
Passeio pelo escuro e  nada..
Quem é ela, o nome dela?

Eu canto agora para quem?
Pela janela do carro eu olho.
Atrás dela procuro, onde?
Meu amor, cade você?


Eu ando divertindo gente...
Mas nada me divrte assim.
Quem é ela, quem é ela?
Meu amor  procuro por você..

Eu gosto de andar a noite...
Vejo cores de almodovar...
Uma mistura de sensações
Quero muito encontrar  ela.

Meu amor...Cade você?
Eu acordei sem ninguém..
Vivo atrás de ti, no além
Onde tu ainda deves estar..

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Outubro de 2010, 12:47
Deixa eu ser feliz...

Deixa eu brincar de ser feliz...
Todo dia é novidade pra mim
Saio, sonho, pulo e fico a voar..
Lugares bem alto, eu  quero estar

Deixa eu tentar viver assim...
Alegria é minha, luz, sol interior..
Deixa eu gostar de ser criança.
Me faz bem, não faço mal alguém

Mas se a ti vierem perguntar...
De onde veio essa felicidade...
Ela nasceu aqui, dentro de mim..
Então minha vida é sempre sorrir..

Vivo ao redor no mundo a cantar...
O meu e de todos só quero alegrar..
Contagiando todos que  eu puder..
A vida é um eterno bem-me-quer..

Sofrer, morrer, nascer, entender....
Esta é a lei, com ela vou crescer..
Eu sei, viver é sempre aprender..
Quero em diversas vidas renascer..

De onde vem  minha calma?
Do Deus que habita em  mim..
Mas se quiseres, em ti também..
Ele é de todos, é sempre assim
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Outubro de 2010, 16:24
  ***Deus Está Aqui***

Deus está aqui neste instante!!
Mesmo que venha tempestades..
Ele está aqui, asta sentirmos..
Nas horas ruins... A nos amaprar

Cristo estará entre nós!!
Basta ouvirmos sua voz.
Nos momentos de tormenta.
Ele nossas lágrimas secará.

E ainda se os problemas vierem!!
E as dores... Tu  não suportares..
Lembre, ele está assim mesmo.
Pronto a ajudar, é so querer..

E por mais que traição sofras!!
Abandondo dos teus sentires..
Ele não nos desampara.
Seja qual for os teus  problemas

Quando vinganças sofreres!!
Não revide, imite jesus.
A todos amou e jamais condenou..
Ele é nosso modelo a seguir..

Deus não quer que soframos!!
Somos feitos pra sermos felizes..
Se encontrar dentro de nós
Tudo aquilo que precisamos....




Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Outubro de 2010, 22:17
Acordei em mim...

 Acordei com o canto de manhã!!
Me debrucei e me olhei no espelho..
Perguntei-me, por que estou assim?
Estou triste, sem razão aparente..

O que aconteceu durante a noite?
Que hoje  eu acordo assim..
Sai a vagar a noite.. Vi tormentas..
Retornei com muitas mágoas..

Sentindo os cheiros silvestres!!
Me levantei.. E olhei o infinito..
Que pesar ao ver meus olhos..
Eles guardam segredos de mim..

Aos poucos fui me reconhecendo!!
Tomei noção real ao ver tanta beleza..
A natureza e os campos verdes  e floridos..
Decidi.vou correr por ali.. Sentir, sorrir.

O rosto da manhã, refletiu em mim!!
Agora sim...Aprendi, se eu sofri a noite..
Mas agora é outro dia.. Maravilha..
Outra oportunidade... Eu consegui..

Integrei-me de novo a vida e refleti!!
Recobrei o bom humor... É tão Simples..
Perdida eu estava.. De madrugada..
Mas agora.. Amanheci de novo em mim..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 06 de Outubro de 2010, 02:27
  ***Resultado dos Erros***

Pelas trevas eu andei...
Entre sombras e dores... Eu passei..
Sentia medo, frio.., Tudo eu suportei..
Risadas me seguiam, eu não dormia..

Queria respostas... Mas nada...
Perguntava a eles..
Passavam por mim, eu não exisita
Era uma alma sofredora, pecadora

O que eu fiz, Por que vago aqui...
Onde está o céu, prometido a mim...
Seria tudo ilusão, Ah... Eu chorei..
Continuava andando... Eu procurei..

Mas nada me satisfazia...
Um novo mundo me apresentaram..
Ricos e pobres... Lá todos estavam..
Sem diferença nehuma... Sofriamos..

Pobre de nós que a verdade recusamos...
Eu só queria o que era do meu agrado..
Me fazia surdas a todos os conselhos..
Que minha mãe me dava, eu desconversava.

Sozinha estou... Nesta furna sombreada!!
Lembrei da oração da manhã..
Pai nosso vem me acudir, vem a mim..
Me leva logo, quero sair... Partir daqui..

Nós somos o que somos!!
Os erros ou acertos  cometidos..
São eles que nos esperam..Sim..
Herdeiros de nós mesmos... Eu aprendi..

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 06 de Outubro de 2010, 12:11
  Queria ser melhor...
Senhor.. Eu queria  mudar...
Deixar de ser assim... Infeliz.
Com meus erros ,me comprazer.
Me ajuda.. Eu quero progredir.

Dentro de mim está o bem e o mal...
Por que tenho que tender para  o ruim?
Se  meu coração exige mudanças...
Me ajuda a ter sempre perseverança
Retira as vicissitudes e enfermidades.

Quero modificar, preciso me ajustar.
Lutar contra meus defeitos e erros.
Isto tudo faz mal a mim..
Eles me impulsionam ao precípcio.

Queria ser  uma pessoa melhor..
Sei que tenho elas dentro de mim.
Preciso cultivar, ver florescerem..
Eliminando os meus desacertos..

È necessário força, perseverança...
Ela é minha única e total  esperança.
Porta para todas minhas  mudanças..
Sei que desafios eu terei, mas vencerei.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 06 de Outubro de 2010, 16:22
          ** Brilhe Vossa Luz **


Espera sempre o porvir!!
Ele trará muitas luzes a ti..
Não desanimes, saia a luta..
A  vida é um desafio.

Dores te procuram? Escuta!!
Vozes virão a ti, um lenitivo sim..
Lutas cotidianas, há mudanças..
Socorro sempre terás.


Te acusam injustamente??
Perdoa e segues... Eles desconhcem..
Provações constantes, seja persistente..
Na luz da Aurora... Tu melhora toda hora...

Mostra ao mundo tua luz!
Exemplos de caridade e humildade..
Todos pedem atitude... Então mudes..
Seja como a estrela, sempre a brilhar..

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: mecame em 06 de Outubro de 2010, 16:38
Irmãzinha Dothy, o que podemos dizer a não ser: " Amamos a sua poesia". Continue sempre nos dando estes lindos presentes para a alma. Que Deus te abençoe sempre. A paz de Cristo a todos.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 06 de Outubro de 2010, 16:40
Amigo mecame..Sempre gentil e bondoso..Eu que agradeço sua visita neste espaço de muita magia regada a Poesia..Apenas desejar que volte muitas vezes e fazer nossa alegria..Nosso eterno agradecimento..Mta Paz em teu coração!!Abraços afetuoso!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: mecame em 06 de Outubro de 2010, 16:49
Amo a todos vocês. A paz de Cristo a todos.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 06 de Outubro de 2010, 19:05
        ***Alma Dilacerada***

Minha alma está dilacerada!!
Por dores imensa, fiquei balada..
Sofro horrores da saudades..
Que tenho dos seres amados.

Deixando este mundo aqui!!
Partir, foi algo terrivel pra mim.
Dificil será aguentar, suportar..
Aos meus que vão ficar no lar..

Ah..Quanta tristeza me assola!!
Por uma  separação dolorosa..
Eu  que ainda não queria ir..
A vida é assim... Inicio meio e fim..

Peço auxilio aos céus!!
Me ajudem, a tudo superar..
Preciso aceitar, que tudo passa..
Do outro lado... Eu vou continuar..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 06 de Outubro de 2010, 23:31
Aprendes agora...

Sedentos tu estás.. É normal..
Tu vives a te queixar,
Sempre se  lamentando, chorando,
Não percas tempo com isso,
Sei que nada é fácil,
Viveste entre mentiras e incertezas,
Natural tu teres aprendido isto,
Esses tempos a ti  foram marcantes,
Hoje és relutante,
A criança que tu foste, já não existe,
Mais hoje pra ti o tempo é outro,
Busca tua melhora, sem demora,
Tudo é recomeço, o medo é passado,
Não te serves mais, deixa pra trás,
Assimila a lição... Nada é em vão,
 Jesus veio ao mundo, na luz.,
A lição que  ele  nos deixou,
Conviveu com todos  doentes,
Estimulando todos a superarem,
Aprendes, o  ruim  já passou..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 06 de Outubro de 2010, 23:53
  ** Retorno**


Muitas vezes tu indagas??
Por que sofro tantas provações??
Será isto tudo um eterno suplicio!!
Já não suporto mais..Quero Paz..
Alma perdida..Aprendes..Entendes..
Estás em provação..Resgate ou não!!

Todo mal por ti praticado..Ficou!!
Tua consciência registrou..Marcou..
Prejudicaste muitos no teu mundo.
Em ti só pensaste..Não escutaste.
Os apelos da tua vitíma.. Ela Sofria..
Rogava a ti  piedade..Tu sustaste!!!

Mas o tempo vai..O tempo vem!!
Com ele todos os que lá sofreram..
Tua ganância era enorme..Disforme.
Quanto mais tu tinhas..Mais querias..
Aquilo que não era teu..Apodreceu..
Agora já não mais te serves..Esqueces.

Os maiores prejuízos tu herdaste!!
Amontoaste..ouro e Prata..Pra nada..
Hoje elas te pesam..Te marcam..ferem
O que adiantou??O que roubou??
Apenas pra te apriosionar..Algemar..
Com tuas vitimas ficaste..Acorrentado!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Outubro de 2010, 00:16
   **Mãos Que Ajudam***


Dores atrozes mãos auxiliam!!
Mãos que secam todas  lágrimas.
Mãos que distribuem sempre pão..
Colos ela dão..Aos nosso irmãos.
Mãos que mendigam pelo outro..
Mãos que vão atrás de socorro..

Sempre espalham perfume!!
Pelos locais assistidos.Unidos..
Sem se importarem com os perigos
Elas vão em qualquer uma direção..
Mãos grandes.. E mãos pequenas..
Juntas elas fazem a força da união..

Mãos corajosas.Nada importa!!
Prontas pra defenderem do erro.
Crianças abandonadas..Apoiadas.
Estão lá pra afagar..Consolar..Doar..
Mãos que apontam outra  direção..
Esperança..Amor..Fé..E o perdão....

Reunidas no bem elas estão!!
Sempre de prontidão..Emoção..
Saem a noite a visitar o lugar..
De vicios.Erros.Ilusão..Desterro..
Levando sopa..Agasalho..Calor
E acima de tudo..Muito amor..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 07 de Outubro de 2010, 00:23
Boa noite, queridos amigos

Sejam bem vindos à esse espaço da poesia.


          Os homens; as viagens


O homem, bicho da Terra tão pequeno
chateia-se na Terra
lugar de muita miséria e pouca diversão
Faz um foguete, uma cápsula, um módulo
toca para a lua
desce cauteloso na lua
pisa na lua
planta bandeirola na lua
experimenta a lua
civiliza a lua
coloniza a lua
humaniza a lua.

lua humanizada: tão igual à Terra.
O homem chateia-se na Lua
Vamos para Marte-ordena às suas máquinas.
Elas obedecem, o homem desce em Marte
pisa em Marte
experimenta
coloniza
humaniza Marte com engenho e arte.

Marte humanizado, que lugar quadrado
Vamos a outra parte?
Claro, diz o engenho
Sofisticado e dócil
Vamos à Vênus.
O homem põe o pé em Vênus
vê o visto - é isto?
idem
idem
idem
O homem funde a cuca se não for à Júpiter
proclamar justiça junto com injustiça
repetir a fossa
repetir o inquieto
repetitório.

Outros planetas restam para outras colônias
O espaço todo vira Terra-a-terra.
O homem chega ao Sol ou dá uma volta
só para te ver?
Não - vê que ele inventa,
roupa insiderável de viver no sol
Põe o pé e:
mas que chato é o Sol, falso touro espanhol domado.

Restam outros sistemas fora
do solar a colonizar.
Ao acabarem todos
só resta ao homem
(estará equipado?)
a dificílima dangerosíssima viagem
de si a si mesmo
por o pé no chão
do seu coração
experimentar
colonizar
civilizar
humanizar
o homem
descobrindo em suas próprias inexploradas entranhas
a perene, insuspeitada alegria
de conviver.


   Carlos Drummond de Andrade
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Outubro de 2010, 00:39
Amados amigos e irmão que aqui estão..Sejam sempre bem-vindos a este espaço lndo..Logo tudo se enfeita..Beleza..Sua presença tudo alegra..Que festa..Queremos a todos convidar a nós se juntar..Vamos lá!!!A trazerem suas Poesias..Pura melodia..Seus poemas..A escolha sempre é um dilema..Juntem-se a nós no mundo da eterna magia a Poesia..Abraços de nós deste espaço...Bem afetuoso!!!Belina..Chasil..Dothy..Katiatog...Mecame e todos os que amam!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Outubro de 2010, 12:38
  **Amar é Renúnciar**

Entre lembranças eu acordei!!
Sei que Jamais te esquecerei..
Eu encontrei um ombro amigo..
Carinho..Consolo..O tempo todo

Tinhamos tudo pra dar certo!!
Planos..metas projetos juntos..
Sempre eramos aquele casal..
Que ninguém tinha visto igual..

Em tudo idealizavamos!!
No sol..lua.Chuva..Estrelas
Com eles tudo comparavamos
Eramos os Eternos namorados..

Mas nem sempre ganhamos!!
Em muitas ocasiões perdemos..
Saber reconhecer e aprender..
Amar também é renúnciar..

E tudo o  que dele  me restou!!
Daquele imenso Amor!! Foi a Dor..
Pra outro lugar ele teve que ir..
Deixando saudades dentro de mim..

Eu nada pude fazer...Reter!!
Eu Tive apenas que aceitar ..
Ele queria aventurar.. .Viajar.
Amar também é libertar..Voar.

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Eunniceel em 07 de Outubro de 2010, 13:25
Deficiências           

"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.
         
"Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui.
         
"Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio, de fome, de miséria. E só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores.
         
"Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês.
         
"Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia.
         
"Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda.
         
"Diabético" é quem não consegue ser doce.
         
"Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer.
         
E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois
         
"Miseráveis" são todos que não conseguem falar com Deus.
         
"A amizade é um amor que nunca morre."
         
(Mário Quintana)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Outubro de 2010, 13:29
Amiga Eunniceel..Seja bem vinda ao espaço da Poesia..Grato ficamos a todos que amam a Poesia e trazem sua valiosa colaboração pro enriquecimento ainda mais deste espaço que é de todos..Que linda essa valiosa mensagem sobre a deficiência da alma do nosso amado Mario Quintana..Continue..Abraços afetuoso!!Volte sempre..Será bem-vinda!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Outubro de 2010, 14:07
 ***Bem-Vindo a  Magia Da Poesia***

Estão sentindo algo no ar??
Luzes a cintilar....Respirar..
Um som..Uma doce melodia??
É s profundidade da Poesia..

Com a Poesia tudo vira rima!!
As paisagens ganham mais vida..
Os peixes..Aves saem cantando..
A natureza..Que beleza..Florindo.

Na Poesia as dores viram alegria!!
Em tudo ela contagia..Harmoniza.
Amores e Sofredores se entregam.
Extravasam seus pesares..Lágrimas.

Com a Poesia..Que marvilha..
As cores são mais coloridas...
As dores são todas diminuidas..
As brigas perdem sua iniciativa..

Bem vindo ao mundo da Poesia!!
Entre você também nesta sintonia
Saia de si mesmo..Reviva todo dia.
Através do doce caminho..Poesia!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Outubro de 2010, 19:10
                ***Mudança Interna***

Renuncia a ti mesmo...
Ora espera a aurora..
Dias melhores virão..
Para todos os meus irmãos

Tenha fé no futuro...
Mudar é sorrir, chorar..
Aqulio que te  faz mal..
Necessitamos desligar..

Sempre queremos mais...
Nem sempre é melhor....
Na miopia  não vemos
Que não merecemos..




Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Outubro de 2010, 19:14
** Existe Um Céu**


Há um céu pra cada um...
Céu azul e estrelado,
Para os que vivem na paz
 Já conseguiram alcançar..

Céu cinzento e escuro...
Para os cegos, irados
Para  a alma enferma,
 Que não sabe repousar.

Céu  de tempestade...
Os que  vivem na crueldade,
Derramando só maldade,
Eles só sabem semear.

Enfim., existe mais de um...
Basta cada um vivenciar,
O céu está dentro de nós,
Devemos  dele  cuidar.

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Outubro de 2010, 19:39
Dentro de cada um...


Onde está sua  felicidade?
Não está longe,  nem distante,
Ela  está dentro de você,
Bem no intímo a encontrarás..

Ainda pensamos assim...
Quero um amor pra mim,
Preciso dele pra  ser feliz,
Puro engano, acredite.

È mais fácil transferir...
Para outra pessoa pedir,
Ei.. Me faça logo sorrir,
Necessito sempre de ti.

Nesta busca incessante...
Vão se amando aos montes,
Na eterna  insatisfação,
Do pobre e triste coroção.

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Eunniceel em 07 de Outubro de 2010, 22:24
Obrigada Dothy pelo carinho e as boas vindas, a escolha de um poema de  Mario Quintana, que amo, foi justamente considerando a definição de que a poesia é a "expressão de um sentimento, como por exemplo o amor" .  Esse é um poema onde a mensagem poética mostra o amor por todos os seres humanos, de valorização do Ser.  Achei apropriado trazê-lo para o forum. Que bom que vc gostou.

Um beijo em seu coração
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Outubro de 2010, 02:19
  Alguém Te Espera!!


Alguém te espera em um lugar...
Sentes saudades dele no ar
Este alguém que sente  de ti,
Onde ele estiver, tu também estás.

Sei que tu  sofres com esta espera...
Sempre  tiveste vazio, vaga  tristeza.
Com muitos amores, tu já  tentastete
Mas somente a  ele...  Tu irás amar.

Vocês dois foram separados...
Em  paises distantes, foram colocados.
Mas nada apagou este sentimento.
Que ainda existe,  agora no presente.

Um dia os dois se encontrarão
Sem que nenhum tenha procurado.
Um força maior os unirá e reaproximará
Dois corações que o tempo não vai separar.




Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 08 de Outubro de 2010, 03:46
Olá amigos


 Luís de Camões 

Da alma e de quanto tiver
Quero que me despojeis,
contanto que me deixeis
Os olhos para vos ver.


--------------------------------------------------------------------------------

Acha a tenra mocidade
Prazeres acomodados,
E logo a maior idade
Já sente por pouquidade
Aqueles gostos passados.
Um gosto que hoje se alcança,
Amanhã já não o vejo;
Assim nos traz a mudança
De esperança em esperança
E de desejo em desejo.
Mas em vida tão escassa
Que esperança será forte?
Fraqueza da humana sorte,
Que quanto da vida passa
Está receitando a morte!


--------------------------------------------------------------------------------

Amor é um fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.
É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.


--------------------------------------------------------------------------------

Transforma-se o amador na cousa amada,
Por virtude do muito imaginar;
Não tenho logo mais que desejar,
Pois em mim tenho a parte desejada.
Se nela está minha alma transformada,
Que mais deseja o corpo de alcançar?
Em si somente pode descansar,
Pois consigo tal alma está liada.

Mas esta linda e pura semideia,
Que, como um acidente em seu sujeito,
Assim com a alma minha se conforma,

Está no pensamento cono ideia;
O vivo e puro amor de que sou feito,
como a matéria simples busca a forma.


--------------------------------------------------------------------------------

Mas, conquanto não pode haver desgosto
Onde esperança falta, lá me esconde
Amor um mal, que mata e não se vê;
Que dias há que na alma me tem posto
Um não sei quê, que nasce não sei onde,
Vem não sei como, e dói não sei porquê.


--------------------------------------------------------------------------------

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.
Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já foi coberto de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía. 
   

   paz e luz
Belina 
 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 08 de Outubro de 2010, 03:55
Olá


Agostinho Neto


Não me peças sorrisos
   .
 

Não me exijas glórias
que ainda transpiro
os ais
dos feridos nas batalhas


Não me exijas glórias
que sou eu o soldado desconhecido
da humanidade


As honras cabem aos generais


A minha glória
é tudo o que padeço
e que sofri
Os meus sorrisos
tudo o que chorei


Nem sorrisos nem glória


Apenas um rosto duro
de quem constrói a estrada
pedra após pedra
em terreno difícil


Um rosto triste
pelo tanto esforço perdido
- o esforço dos tenazes que se cansam
á tarde
depois do trabalho


Uma cabeça sem louros
porque não me encontro por ora
no catálogo das glórias humanas


Não me descobri na vida
e selvas desbravadas
escondem os caminhos
por que hei-de passar


Mas hei-de encontrá-los
e segui-los
seja qual for o preço


Então
num novo catálogo
mostrar-te-ei o meu rosto
coroado de ramos de palmeira


E terei para ti
os sorrisos que me pedes.


1949

 .Paz e luz
Belina.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 08 de Outubro de 2010, 04:03
Poema

--------------------------------------------------------------------------------
 
Canção da Saudade

Se eu fosse cego amava toda a gente.

Não é por ti que dormes em meus braços que sinto amor. Eu amo a minha irmã gemea que nasceu sem vida, e amo-a a fantazia-la viva na minha edade.

Tu, meu amor, que nome é o teu? Dize onde vives, dize onde móras, dize se vives ou se já nasceste.

Eu amo aquella mão branca dependurada da amurada da galé que partia em busca de outras galés perdidas em mares longissimos.

Eu amo um sorriso que julgo ter visto em luz do fim-do-dia por entre as gentes apressadas.

Eu amo aquellas mulheres formosas que indiferentes passaram a meu lado e nunca mais os meus olhos pararam nelas.

Eu amo os cemiterios - as lágens são espessas vidraças transparentes, e eu vejo deitadas em leitos florídos virgens núas, mulheres bellas rindo-se para mim.

Eu amo a noite, porque na luz fugida as silhuetas indecisas das mulheres são como as silhuetas indecisas das mulheres que vivem em meus sonhos. Eu amo a lua do lado que eu nunca vi.

Se eu fosse cego amava toda a gente.

Almada Negreiros, in 'Frisos - Revista Orpheu nº1'


 
Paz e Luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 08 de Outubro de 2010, 04:35
Queridas Euniceel e Belina

Muito obrigada por compartilhar suas poesias nesse cantinho!

A participação de vocês é muito importante! Sejam sempre bem-vindas e continuem a enviar as suas poesias para enriquecer ainda mais esse espaço!

Fiquem com Deus!

Abraço carinhoso da

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 08 de Outubro de 2010, 04:51
          A você


A você
que vem ao meu encontro
com as mãos cheias de sol.


A você
que vem ao meu encontro
com as mãos cheias da noite...


A você
em cujos olhos
eu descubro
a vida das estrelas...


A você
em cujos olhos
eu descubro
os abismos do mar...


A você
em cujo peito
eu encontro o meu coração
chorando...


autor desconhecido
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 08 de Outubro de 2010, 05:00
       Só


Estou só
só, como a lua
que vejo límpida e nua
no imenso céu
sem nuvem, sem véu...


Estou só
como a noite estrelada
a noite silenciosa, a noite quieta
a noite alta...



como coração de poeta
sem a amada


Oh! se pudesses ver como me fazes falta!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 08 de Outubro de 2010, 10:17
Olá a todos


A ALMA É A ESSÊNCIA DE TUDO
Nada está longe de ti.
As distâncias!
 
Que valem as distâncias?
Bem sabes que as distâncias existem
Somente para o teu corpo.
 
A tua alma se acha perto de todas as coisas.
Melhor ainda: tua alma
Está na essência de todas as coisas.
 
Fora de teu corpo, nem a luz,
Com a sua velocidade de trezentos mil
Quilómetros por segundo,
Igualaria o voo do teu pensamento.
 
Se bem olhares, tudo virá ao teu alcance.
Não há estrela a que não possa chamar tua.
 
Move teu pensamento com liberdade absoluta.
Acostuma-o aos altos voos progressivos.
Tenta o recorde de altura...
Deixa que ele vá e venha através do universo.
 
Cada dia, assim, melhor verás
A aparência mentirosa de tua jaula.
 
Com a noção de tua liberdade imácula,
Aumentar-se-te-ão as ânsias
De posses eternas.
 
E há, por certo, uma posse que se te oferece
A cada instante e que não tem limites:
- A posse de Deus!
Aceita-a.
- Amado Nervo –
- Notas:* Amado Nervo (pseudónimo de Juan Crisóstomo Ruiz de Nervo; 1870-1919) - grande poeta mexicano. Para se ter uma ideia de sua qualidade, reproduzo logo abaixo algumas de suas frases e reflexões.
 
“Aqueles que amamos nunca morrem, apenas partem antes de nós.”
“Quem sabe calar é sempre o mais forte.”
“A felicidade é como as neblinas ligeiras: quando estamos dentro delas, não a vemos.”
“Um ninho é uma fruta misteriosa que canta.”
“A alma é um copo que só se enche com a eternidade.”
“Tão necessário como o pão de cada dia, é a paz de cada dia, sem a qual o mesmo pão é amargo.”
“A vida é triste ou eu é que sou triste?”
 
Paz eluz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Outubro de 2010, 11:49
           ** Traição**


Ha, que triste solidão...
Que assalta  o meu coração.
Não sinto vontade de reagir.
Quero ir, me libertar daqui.

Com ela tudo se foi...
Já nou sou o mesmo,
Por ela, eu  tudo larguei,
Lágrimas... Eu  apenas chorei.

Não maltrates meu coração...
Hoje ele é consumido na emoção,
Sei que não pude a outra resisitir,
Mas não teve importância a mim.

Tu te foste e não me perdoaste...
Praa outro lugar te afastaste,
Levou muito de dentro de mim,
O sofrimento ficou do que colhi.

Me abandonaste, fugiste...
Sem dó, nem piedade de mim,
Fiquei soluçando, eu senti,
Por favor, perdoa... Só amo a ti.

Como é amargo o abandono...
Por alguém  muito amamos,
Não tive nehuma intenção,
Mas... Não resisiti a tentação.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Outubro de 2010, 11:55
Amigos..Sejam bem-vindos..Que a Paz faça moradia em seus corações..Sintam-se parte integrante deste espaço que é de vocês..Sua presença é que faz ele enriquecer...Estão convidados a trazerm suas Poesias..Poemas..Versos..Abraços afetuoso!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Outubro de 2010, 12:00
Amigas Belina e Eunniceel e Kátia..Como é bom estarmos reunidas na mesma sintonia da Poesia..Ela que muito amamos..Por ela que tudo criamos.Que aqui neste espaço possamos muitas vezes nos encontrar e comemorar..Muitas histórias teremos pra contar e amar...Renovando e sempre seguindo..Paz e Luz em seus corações..Abraços afetuoso!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Outubro de 2010, 13:23
 ** Eu Te Esperava**



Me enfeitei toda.!!
Rosas, fitas e jasmim
Todas no cabelo, eu usei
Minha alma ia  te encontrar..

Eu te esperava!!
Me vesti das brumas..
Das ondas tirei a força.
Que leveza eu estava..

Me sentia feliz!!
Sentada te esperava,
O dia passou, findou,
A noite chegou, tardou.
Eu ainda te esperava.

As flores secaram!!
As fitas, amassaram,
AS ondas pararam,
As brumas perderam.

De flores me vestira!!
Com amores, eu sentia.
Com pesar, eu chorava.
O tempo não te trazia.

Aos poucos acordei!!
Sentia o perfume indo,
Meu ânimo sumindo,
A noticia foi surgindo..

Oh, céus... Acabou!!
Tudo dele chegou,
O encontro não realizou,
O eterno de mim.. O levou.

Pra mim era tarde!!
Lágrimas sei  corriam..
Pelo  meu rosto sentia..
Adeus.Sempre amarei..





Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Outubro de 2010, 16:39
  ** Alma Querida**


Alma querida vedes!!
Qunto tu és mais bela,
Teus olhos  anelados,
Cor de ouro mesclado.

E teus cabelos??
Sedoso como a noite sem lua.
Cheirosos como o dia de chuva,
Volumosos como as ondas.

Tua pele, é divina!!
Branca como a neblina,
Macia, leve e acetinada,
Tão linda, puro almiscar.

Tuas mãozinhas!!
Bem pequeninas, fnas,
Em tudo a acariciar, moldar,
Perfeita para ao piano tocar..

Teu coração... Ah!!
Transborda, calor e amor,
A todos que estão a rodear,
Contigo é um  prazer ficar.

Tudo em ti é harmonia!!
Tudo que  tu tocas é alegria,
Que bela  és, uma  formosura..
Alma serena e pura.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 08 de Outubro de 2010, 23:26
À todos os amigos desse cantinho da poesia desejo um ótimo fim-de-semana. repleto de paz, alegria e felicidade!

Um abraço especial para as queridas amigas Dothy, Belina , Eunniceel e para os queridos Mecame e Ace Cz


Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 08 de Outubro de 2010, 23:37
    Teus olhos


Nos teus olhos recolhidos
As constelações profundas
Alvoradas internadas
Nos hospícios da paixão.


As loucuras caminhando
nos teus olhos afundados
os rios te percorrendo
transparentes, devagar.


Teus olhos, dois passarinhos
que negros pousou em mim
desejos despenteados
pelos ventos curiosos
arrebatando os vestidos
que cobre a minha esfinge
os teus olhos caminhando
nas veias do meu jardim.

autor desconhecido
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Outubro de 2010, 23:46
  ***Tudo Passa***


Depois do temporal!!
Sempre há uma solução,
Uma cura para o coração,
Depois de sofrer desilusão.

É tempo de recomeçar!!
Lágrimas já não cabem mais,
Todos nós já passamos isso,
Uns mais tarde outros cedo.

Nosso erro é colocar...
Nossa felicidades no altar,
Quando vem a tempestade,
Tudo começa a desabar.

Nem tudo são flores!!
Alguém ja disse isso por ai,
Mas teimamos em não ouvir,
E sofremos sempre a insistir.

Um dia tudo passa!!
A dor segue outro rumo,
Acordamos e já esquecemos
Prontos pra ir a luta no mundo.


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Outubro de 2010, 00:18
Amigos..Desejamos a todos um fim de semana repleto de realizaçoes felizes..mta Paz..saúde..União em muito Amor!!!São os sinceros votos de:

Kátiatog..Dothy..Belina..Chasil..mecame..Eunniceel..Marli pacheco!!



Amigos..Belina  Chasil.. kátia..Eunniceel..mecame..Marli Pacheco..Que vocês e familia tenham um ótimo final de semana repleto de paz..Amor..União e mtas Felicidade....Abraços cheios de carinho e afeto..lAmo vmuito vocês.Obrigada pela amizade!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Outubro de 2010, 00:28
  ***Viiver e Evoluir***


Somos viajores!!
Isso não dá pra negarmos..
Hoje estamos  bem aqui..
Amanhã onde vamos estar??

Vivemos em romagem!!
Onde necessitamos passar..
Nos reunimos e amamos uns.
Amanhã, estamos a perdoar..

De vida em vida vamos!!
Degraus de evolução subir..
Precismos com uns redimir
O mal que deixamos atrás..

Neste senda peregrina!!
Todos nós temos a ganhar..
Deus sempre nos deu e dará.
Nova chance de reencarnar..

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 09 de Outubro de 2010, 00:46
A arvore

sou uma arvore enorme
tenho varios metros de altura
chego a tocar o ceu
impresiono!!! só de me olhar
mais nem sempre fui assim

quando nasci era um pobre broto
rezava pra que a chuva não me molhasse
rezava pra que a chuva me alimentasse
rezava pra que as pessoas não me pizassem
fui crescendo e pedindo socorro e clemencia
pra que eu podesse sobreviver!
sobreviví, sou uma vencedora
me tornei grande, forte!
agora?
sou eu que dou abrigo, sou eu que alimento
sou eu que protego, sou eu...
hoje!
amanhecí deitada, cortada, humilhada
subjugada, não me deram à escolha...
apenas sirví ao proposito de quem me usa....

assim somos nós
frágeis, carentes, senssiveis
crescemos como a arvore
e nos tornamos confiantes, bem formados
realizados, saudaveis...felizes...
mais aí vem o lenhador...e caímos!!!
sem saber como???
morremos!

dodge
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Outubro de 2010, 00:52
    **Combate o mal***

[i]Se sentes imensa tristeza!!
Sacode logo essa impureza..
Ela na vida não te ajudará...
Te deixará sem brilho e alegria.

Se angústia te visitam!!
Espanta.Chama Esperança..
Ela tudo clareia..Asserena.
Sempre ficamos na bonança..

Se lágrimas insistem!!
Ha..Deixa isto!!Tudo é fulgor.
Ao noso lado exala o Amor...
Te deixa contagiar..Sonhar...

Se dores forem constante!!
Não reclames..Seja persistente..
Diga..Sou uma Estrela brilhante..
No universo sou sempre gigante..

Combate essas mazelas!!
Não te acostumes só.No vazio..
Somos um rio..Sempre a passar..
Bons momentos queremos ficar..
[/i]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Outubro de 2010, 00:54
Amigo dodge..Seja bem vindo ao eterno mundo da magia..da Poesia..Que linda contribuição sobre a árvore..broto..Nossa..uma maravilha que  trouxeste para compartilhar com todos os que amam esta arte..Volte sempre..Será bem-vindo!!Abraços afetuoso!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 09 de Outubro de 2010, 01:14
olá querida irmã, estou chegando devargazinho... lindas as tuas poesias!
parabéns pela sua sensibilidade...obrigado!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Outubro de 2010, 01:21
Amigo..Que felicidade pra nós deste espaço receber sua visita..Sinta-se parte da nossa familia Fórum e deste cantinho!!! Que alegria você aqui...Trazendo sua linda poesia..Continue..Estamos aqui pra nos auxilarmos sempre!!Sua presença e de todos que aqui chegam  são como flores..Enfeitando..perfumando e dando aquele toque especial aqui!!Abraços..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 09 de Outubro de 2010, 01:41
grato pela recepção...me sinto em casa...aos poucos vou aprendendo o mapa do forum ;)
sou do forum ascenção, abri a janela e descobri este maravilhoso lugar...
mais uma minha...boa noite e fika com deus
;D


inteligente?

o que me faz mais inteligente do que voçê?
talvez meus anos de estudos?
minha pós, meu doutorado?
sim, talvez!
qual o valor do conhecimento?

somos redes, que ao longo de nossa vida
captamos e guardamos tudo
quanto de tua vida é desperdiçado?
por aprender e estudar
coisas que voçê sabe que nunca precisará
por quanto tempo a cultura te maltrata?
voçê se tornou um deposito vivo
de coisas obsoletas e mediocres
memorias inúteis nessa vida
talvez na ignorancia de um pescador
na inocencia de lavrador
se esconda a felicidade,e o verdadeiro saber!
felicidade tão procurada , por homens sábios
que faliram por saber demais
morreram sem saber viver
esqueceram de aprender a viver...
amanhã realize uma ponderação
no seu modo de vida, mude!
aproveite o que for util e
tire essa mochila pesada
sorria!


dodge
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Outubro de 2010, 01:47
Que maravilha que já se sente em casa..Este é um dos nossos objetivos..Que todos se sintam acolhidos..Abraçados..Junte-se a nós neste mundo de eterna melodia que sentimos ao lermos a sua Poesia..Muito linda esta que nos trouxeste agora..Bela reflexão..Agradecemos por compartilhar conosco..Continue...Abraços..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 10 de Outubro de 2010, 00:37
 ;D

andei por um jardim cheio de flores
cada uma com um perfume diferente
delicadas, acalmam minhas dores!
jardim! oh jardim!
que me traz paz,
jardim de rosas e espinhos
me alegram e me ferem
que me fazem sorrir
e ser capaz
de acreditar em mim!
ainda que nesse jardim
fosse ferido e humilhado
agradeceria pelo teu perfume

caminho entre pedras e espinhos
pra não pisar nas flores desse belo jardim
chamado de 'existencia humana'...

dodge



abraços, boa noite e bom fim de semana a todos!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Outubro de 2010, 00:42
** Alma Querida***

Alma querida..Onde andas??
Atrás de ti eu muito andei..
A todos perguntava por ti..
Sempre querendo ajudar-te

Sei que erros cometeste!!
Muitos por invigilância tua..
Erraste..Somos imperfeitos..
Deus nos concede chances...

Tu vivias cega de egoismo!!
Orgulho te perdeste.caiste
Mas vamos!!Levanta  de novo
E faz um novo recomeçar..

Te procuro por muito tempo!!
Vou a todos os lugares de erro
Quero te resgatar..Te consolar..
Não te escondes de vergonha

Entendo a  tua posição!!
Mimada sempre foste..Erros..
Pensas exclusivamente em ti
Não ouviste nada.. Ninguém..

Hoje conheces lamentações!!
Dores angústias..Solidão...
Mas teu sofrimento vai acabar..
Precisas de novo reencarnar....
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 10 de Outubro de 2010, 05:53
Amigo Dodge

Seja muito bem vindo à esse cantinho da poesia!

Muito obrigada por nos brindar com suas belas poesias. Sinta-se à vontade para utilizar esse espaço.

Muita paz e luz!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Outubro de 2010, 10:55
*** Eu Não Resisti ***

Sou uma alma que chora!!
Nada que dizes me consola..
Passo dias e noite em agonia.
Suplicio!!No vale do suicídio..

Ao amor eu me entreguei!!
Meu coração a ele dediquei...
Há alguém que não quis amar.
Apenas comigo queria aventurar..

Acreditei nas promessas falsa!
Ai de mi..Eu Não quis enxergar,..
Todos me avisaram...Cuidado...
Eu estava surda.Ele  só quis amar....

Com todos planos idealizados!!
 Meu Casamento estava marcado.
Ele não apareceu..Que aconteceu?
Sofri a dor da desilusão..Em vão..

Conheci  o desespero!! a loucura!!
Fugi na hora dali..Eu de todos corri
Ao longe um precipcio!!Não pensei
Eu logo pulei..Nas  águas me atirei..

Quanta ilusão esperava! enganei
A morte  procurei.Não encontrei..
 Eu Sofro direto  neste martírio...
Lugar das almas rebeldes,descrentes

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 10 de Outubro de 2010, 16:36
    Minha escolha


Minhas mãos
Podem agredir, roubar e até matar
Mas é minha escolha
Abraçar aqueles que amo,
Levantar os que estão caídos
Acariciar o meu amor.

Meus pés
Podem pisar e chutar
Mas é minha escolha
Dançar, caminhar pela praia e
Visitar doentes.

Meus lábios
Podem dizer obscenidades, tristezas e ofensas
Mas é minha escolha
Beijar o meu amor
Consolar os tristes
Cantar lindas canções.

Meus olhos
Podem chorar lágrimas amargas
Mas é minha escolha
Olhar o meu amor
Apreciar as flores e o pôr-do-sol.

Eu tudo posso
Mas é minha escolha
Viver e exercitar
Os dons que Deus me deu.


     09/09/00
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Lima_Gil em 10 de Outubro de 2010, 17:27
Oi, Katia:

Parabéns, filha minha, por mais essa belíssima poesia que vai enriquecer muito este valioso tópico que tu criaste e que já desperta admirável atenção de vários membros deste Fórum. Tenho alguma coisa para postar aqui, mas estou aguardando o momento oportuno, já que não fui abençoado com uma veia poética tão forte quanto você, a nossa amiga Dothy e tantos outros irmãos e irmãs que estão colaborando neste tópico. Beijos e abraços afetuosos do teu amigo de sempre, e para todo o sempre,
Gil.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Outubro de 2010, 00:15
    ***  Limpeza Interior***

No santuário interior!!
Reformas preciso fazer..
A Faxina pra  esvaziar..
Guardei sem necessitar..

Pedaços da minha vida!!
Lembranças. amarguras
Mágoas..Rancores..òdios
Agora eu  preciso eliminar..

Por anos sofri remorso!!
De males dentro do coração.
Não soube controlar emoção..
Ficava com raiva..Perdia razão..

Guardei mágoas de amigos!!
Familiares..Todos que conhecia.
Eu só me prejudiquei..Guardei..
Tóxicos pra alma atormentar..

Mas tudo tem seu tempo!!
O meu chegou também..
Conheci A Luz de Jesus..
Mudanças me ocorreru..

Alma renovada...Graças!!
Retirei as mazelas..Passou
De todos eu me reconciliei
Pedi..Implorei..Entendam.
Estava cego..Enfim Acordei!!

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Outubro de 2010, 00:38
    ** Viver feliz**

Ser feliz, como explicar?
Ser feliz é escrever poesias.
Quando o mundo desabar.
Estarei, feliz... Sem deseperar..

Ser feliz é... Iidealizar!!
Vendo no mundo a beleza.
No lindo cantar de um  sabiá.
Na hora do novo despertar.

Ser feliz é  se sentir em Paz!!
Vendo em todos um amigo..
Não prejudicar. só armonizar.
Sem pressas... Nem estressar..

Ser feliz é sentir a magia!!
Da noite indo logo embora.
Pra de novo ela recomeçar.
E com sua majestade iluminar.

Ser feliz... Depende de nós!!
Está em cada coração
Espalhar o bem, perdoar aquém
A tudo e a todos... Apenas amar..

Ser feliz é iluminar o interior!!
Envolvendo sempre em calor..
Aqueles que ainda não sabem
Onde sua felcidade  econtrar...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 11 de Outubro de 2010, 00:49
tempo

hoje fiz o de contume
sou pratico, não erro
como ontem, como anteontem
minha rotina se baseia
em minhas experiencias
penso no amanhã com que viví
ontem
talvéz o amanhã esteja longe
pois ontem é tão presente
que amanhã será ontem
meu HD interno, sabe minhas respostas
define minhas escolhas
sabe meus sabores
controla meus amores
quero fazer diferente
formaterei minha mente
amanhã será hoje
almoçarei no café, janterei no almoço
brincarei com o tempo
que como um disco arranhado
zombou de mim
agora é hoje, amanhã é hoje
ontem?... bom!
já não importa mais

dodge

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Outubro de 2010, 01:11
Sem medo de sonhar...

Vá atrás de seus sonhos!!
Corra, não deixe ele  murchar
Seja corajoso, depende de ti
De um sonho realidade virar..

Muitas vezes por medo!!
Deixamos de lutar, aventurar..
Perdemos muitas chances lá
Deixamos de evoluir e mudar..

Sempre perguntamos..Será se vou??
Ficando nesta incerteza, paramos
Deixamos o nosso sonho acabar..
Sem termos jamais experimentado..

Nossa vida é pra ser vivida!!
Ser aproveitada todo  dia.
Deixemos o medos na gaveta.
Vamos lutar, ir logo realizar.

De sonho em sonho!!
A certeza...E u posso, eu consigo
Aquilo que eu queria.
Fui atrás... Eu consegui concretizar.


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Outubro de 2010, 11:36
Falado com Deus...

Meu Querido Deus!!
Eu queria te dizer..
O quanto sou feliz..
Em mais um dia que  despertei..

Acordei de manhã!!
Ouvindo o cantar dos passáros.
Em cima do meu telhado, diziam.
Da grandeza e sabedoria do teu amar....

O sol saiu cedinho!!
Trazendo sua luz esplendor ..
Me aquecendo, dando calor..
Quanta riqueza, quanto amor..

Eu.Senti logo o cheiro!!
Do meu café preferido..
Perfumando todo meu quarto...
Preparado por  minha mãezinha.

Querido Deus!!
Quanto és misericordioso.
Tu me das  tudo  prontinho..
Preparado com muito carinho...

Saio logo depois!!
Vou das minha tarefas cuidar..
Mas sempre a te reverenciar..
O quanto estou a melhorar..

Ao final, volto pra casa!!
Com minha família vou me juntar.
Em mais um dia vamos agradecer.
Por tantas vitórias... Nós vamos orar.

Querido Deus nosso pai!!
A ti louvaremos sempre..
 Agradecendo eternamente..
Pedindo, fica sempre com a gente!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Outubro de 2010, 14:12
Meu amor... Quero declarar

Cada minuto me interessa...
Contigo eu quero falar,
Um recado eu vou mandar......
Sem coragem de me aproximar.

Quero dizer-te assim...
Por ti estou interessado,
Seus olhos são pura magia,
Que escrevo nesta Poesia..

Seu jeito de ser é simples...
Espalha amizade onde for,
Sempre estás de bom-humor,
Levando um pouco do teu amor.

Onde tu chegas é alegria...
A todos, tu sempre contagias..
És exuberante, luz caridosa,
Estás sempre vestida formosa..

Teu riso é doce e cristalino...
Todo dia eu fico ouvindo,
Onde tu passas a espalhar..
Convidando todos a alegrar,

Estás sempre acompanhada...
Todos contigo querem ficar..
Para sempre desfrutar e sonhar,
As lindas conversas a contar..

Meu coração dispara...
Sempre que cruzo o olhar..
Quando vejo tu passar
Perdido.. Eu estou de amar,

Já não aguento esconder...
Do meu amor, preciso te dizer..
Mas, como  vou fazer?.
Já que  não consigo te esquecer
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 11 de Outubro de 2010, 18:41
Olá a todos

A vitória da vida

Pobre de ti se pensas ser vencido!

Tua derrota é caso decidido.
Queres vencer, mas como em ti não crês,
Tua descrença esmaga-te de vez.

Se imaginas perder, perdido estás
Quem não confia em si, marcha para trás;
A força que te impele para a frente
É a decisão firmada em tua mente.

Muitas empresas esboroam-se em fracasso
Ainda antes do primeiro passo;
Muitos covardes têm capitulado
Antes de haver a luta começado;

Pense grande e os teus feitos crescerão
Pense pequeno e irás depressa ao chão.
O querer é o poder onipotente,
É a decisão firmada em tua mente.

Fraco é aquele que fraco se imagina,
Olha ao alto o que ao alto se destina,
A confiança em si mesmo é a trajetória
Que leva aos altos picos da vitória.

Nem sempre o que mais corre a meta alcança,
Nem mais longe o mais forte o disco lança.
Mas o que, certo em si, vai firme em frente,
Com a decisão firmada em sua mente.
                      ~(desconheço o autor)
az e luz
Belina

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 11 de Outubro de 2010, 18:43
Olá

É PROBIDO!


É proibido:
Chorar sem aprender;
Levantar-se um dia sem saber o que fazer;
Ter medo de suas lembranças.

É proibido:
Não rir dos problemas;
Não lutar pelo que se quer;
Abandonar tudo por medo;
Não transformar sonhos em realidade.

É proibido:
Não demonstrar amor;
Fazer com que alguém pague por suas
dúvidas e mau-humor;

É proibido:
Deixar os amigos;
Não tentar compreender os que viveram juntos;
Ou chamá-los somente quando necessita deles.

É proibido:
Não ser você mesmo diante das pessoas;
Fingir que elas não lhe importam;
Ser gentil só para que se lembrem de você;
Esquecer aqueles que gostam de você.

É proibido:
Não fazer as coisas por si mesmo;
Ter medo da vida e de seus compromissos;
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.

É proibido:
Sentir saudades de alguém sem se alegrar;
Esquecer seus olhos, seu sorriso,
só porque seus caminhos se desencontraram;
Esquecer seu passado e apagá-lo com seu presente.

É proibido:
Não tentar compreender as pessoas;
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua;
Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.

É proibido:
Não criar sua história;
Não ter um momento para quem necessita de você;
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.

É proibido:
Não buscar a felicidade;
Não viver sua vida com uma atitude positiva;
Não pensar que podemos ser melhores;
Não sentir que sem você este mundo não seria igual.

Autor: Pablo Neruda


Paz e Luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 11 de Outubro de 2010, 18:47
Tradução do Poema "En Paz" (Em Paz)
(Traduzido por Anderson Braga Horta)


Perto do meu ocaso, eu te bendigo, ó Vida,
porque nunca me deste esperança falida
nem trabalhos injustos, nem pena imerecida.

Porque vejo no fim de meu rude caminho
que fui eu o arquiteto de meu próprio destino;
que se os méis ou o fel eu extraí das cousas
foi que nelas pus mel ou biles amargosas:
quando plantei roseiras, não colhi senão rosas.

Às minhas louçanias vai suceder o inverno;
mas tu não me disseste que maio fosse eterno!
Julguei sem fim as longas noites de minhas penas;
mas não me prometeste noites boas apenas,
e, afinal, tive algumas santamente serenas...

Amei e fui amado, o sol beijou-me a face.
Vida, nada me deves! Vida, estamos em paz!
                               Autoe: Juan CrisostomoRuiz Nervo

Paz e Luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 11 de Outubro de 2010, 18:50
Súplica

Agora que o silêncio é um mar sem ondas,
E que nele posso navegar sem rumo,
Não respondas
Às urgentes perguntas
Que te fiz.
Deixa-me ser feliz
Assim,
Já tão longe de ti como de mim.

Perde-se a vida a desejá-la tanto.
Só soubemos sofrer, enquanto
O nosso amor
Durou.
Mas o tempo passou,
Há calmaria...
Não perturbes a paz que me foi dada.
Ouvir de novo a tua voz seria
Matar a sede com água salgada.
             Autor: Miguel Torga

Paz e Luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 11 de Outubro de 2010, 18:54
Cantares
(Tradução de Maria Teresa Almeida Pina)

Tudo passa e tudo fica
porém o nosso é passar,
passar fazendo caminhos
caminhos sobre o mar

Nunca persegui a glória
nem deixar na memória
dos homens minha canção
eu amo os mundos sutis
leves e gentis,
como bolhas de sabão

Gosto de ver-los pintar-se
de sol e grená, voar
abaixo o céu azul, tremer
subitamente e quebrar-se…

Nunca persegui a glória

Caminhante, são tuas pegadas
o caminho e nada mais;
caminhante, não há caminho,
se faz caminho ao andar

Ao andar se faz caminho
e ao voltar a vista atrás
se vê a senda que nunca
se há de voltar a pisar

Caminhante não há caminho
senão há marcas no mar…

Faz algum tempo neste lugar
onde hoje os bosques se vestem de espinhos
se ouviu a voz de um poeta gritar
“Caminhante não há caminho,
se faz caminho ao andar”…

Golpe a golpe, verso a verso…

Morreu o poeta longe do lar
cobre-lhe o pó de um país vizinho.
Ao afastar-se lhe viram chorar
“Caminhante não há caminho,
se faz caminho ao andar…”

Golpe a golpe, verso a verso…

Quando o pintassilgo não pode cantar.
Quando o poeta é um peregrino.
Quando de nada nos serve rezar.
“Caminhante não há caminho,
se faz caminho ao andar…”

Golpe a golpe, verso a verso.

Por Antonio Machado - Poeta e prosista espanhol

Paz e Luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Lima_Gil em 11 de Outubro de 2010, 20:44

Querida amiga belina::

Parabéns pela postagen dessas belíssimas poesias para o maior enriquecimento deste tópico, que a nossa amada irmã Katia criou para embelezar mais ainda este abençoado Fórum. O extraordinário poema A Vitória da Vida é de autoria de Amado Nervo e pode ser encontrado no livro Otimismo para o dia-a-dia, de M. D. Bastos. Abraços afetuosos do irmão e amigo de sempre,
Lima_Gil
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 11 de Outubro de 2010, 22:13
Querido amigo Lima Gil

Agradeço muitíssimo o incentivo, mas preciso dizer que sou mais apreciadora de poesias que escritora. Espero ver suas poesias aqui nesse cantinho em breve!
Tenha um início de semana abençoado.
Muita paz e luz em seu coração.
Abraço carinhoso da amiga de sempre
Kátia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 11 de Outubro de 2010, 22:18
Querida Belina

Agradeço muitíssimo sua preciosa contribuição nesse cantinho que é seu também.
Espero vê-la sempre por aqui. Continue nos prestigiando com sua presença luminosa!
Desejo a você um maravilhoso início de semana
Abraço carinhoso da
Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 11 de Outubro de 2010, 22:32
              A despedida

                                                 
                                         À Carmelita


Seu corpo franzino jazia no leito
em brancos lençóis,
procurando o refúgio nas asas do sono
libertando-se do sofrimento.


Suas mãos emagrecidas e trêmulas
se estendiam em abraços cheios
de uma ternura infinita.


Seus lábios descorados
arqueavam-se num sorriso triste
murmurando palavras
de amor e agradecimento.


Seus olhos eram duas estrelas
brilhantes de dor e resignação
Vislumbravam um novo mundo
Repleto de paz e felicidade.


           17/09/00
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 11 de Outubro de 2010, 22:50
       Poema


Repousarei na tua memória
A minha imagem.
Quando chegar a noite
E o vento me arrastar para os largos espaços,
repousarei na tua memória a  minha imagem.
E estarei em ti pousado,
Como a cor na superfície dos mares;
E estarei em ti como a emoção nas lágrimas;
E estarei em ti como a saudade nos olhos imóveis.
Irá da minha imagem
Para a tua compreensão
O sentimento do meu mistério,
O ignorado segredo dos movimentos do meu ser.
E ficarei em ti, iluminado
E distante,
E serei como a luz inútil,
Como a lanterna balançando
Nas pequenas estações passadas,
Nessa longa viagem sem termo.


  Augusto Frederico Schimidt
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Outubro de 2010, 23:48
Amigos..Sejam bem-vindos a este espaço que é de vocês..Sua presença é valiosa pra nós..Ela deixa tudo por aqui mais florido e alegre....Estão convidados a trazerm seus Poemas..poesias..Soneto e versos..Desejamos a todos uma ótimas semana repleta de Felcidades..São os sinceros votos de:

(***Katiatog..Belina..Chasil..Dodge..Dothy..Eunniceel...Mecame..marly Pacheco***)


Aos meus queridos e irmãos de jornada. ***Katiatog..Belina..Chasil..Dodge..Eunniceel..Lima-Gil...Mecame..Marly Pacheco***)  Desejo uma ótima seman repleta de realizações felizes..Mta Paz e Amor..Recebam meu afetuoso abraço!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Outubro de 2010, 01:40
Não deixe ada para depois...

  Não deixe nada pra depois!!
Diga sempre que  é alegre e feliz..
Cante, dançe... Escreva poesias..
Existe tempo que.. Pode em chegar

Não deixe o agora passar!!
Vista a melhor roupa no jantar..
Retire do armário o seu  agasalho..
Semana que vem... Pode não chegar..

Não dixe nada pra amanhã!!!
Abrir o presente que ganhaste..
Louça,  que tu nunca usaste...
Semana que vem... Pode nem chegar.

Use todas suas jóias!!
Elas lhe pertencem..
Todo dia é  especial...
Há festas que.. Pode nem chegar..

Não fique ai adiando!
Procure logo se reconciliar..
Com todos, procure ajudar..
O amanhã... Pode nem chegar..

Realize seus sonhos!!!
Eles são sua esperança..
Corra... Concretize todos eles..
Mês que vem...Pode nem chegar..

Diga o que tem que dizer!!
A sua família, amigos, vizinhos..
Que eles são importante pra ti..
O futuro... Pode nem chegar..

Não deixe nada pra depois!!
Diga pro seu amor que lhe ama..
Nós não temos todo o tempo..
O amanhã ...Pode nem chegar....
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 12 de Outubro de 2010, 01:54
lembra quando andavamos juntos
quando podiamos nos tocar..
nessa longa caminhada, eu  juro
não canso de te esperar

passa anos, passa seculos..nunca te esqueço
nessa escola..sonhando contigo, eu adormeço
vida apos vida, aprendemos a lição
entrelaçados na luz divina
ouço o vibrar de teu coração...

pesada é a vida, mais não canso de sonhar
que um dia meu espirito evoluido
no astral vai te encontrar

dodge


obrigado  irmã  Dothy, linda mensagem!!!  voçês são maravilhosos!
me sinto em casa de novo!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 12 de Outubro de 2010, 07:05
Para minha querida amiga Dothy

<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/poemas_1379867341_poema044.jpg)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Lima_Gil em 12 de Outubro de 2010, 07:32
Estimada amiga Katia:

Parabéns pela grande repercussão que este tópico está recebendo! É uma prova cabal de que tomaste a decisão certa, ao tornares publico, neste abençoado Fórum, os teus cadernos de poesia que vens organizando desde os doze anos. Brevemente, vou postar um poema que há muito tempo andei fazendo, mas não tenho esse dom tão desenvolvido quanto minha querida irmã. Gostaria, como das outras vezes, que visitasses um novo tópico que criamos, no Sub-Quadro Auto-Cinhecimento, para postares lá uma mensagem e começar a dar mais vida ao tema que escolhemos. Muita Paz e um abraço carinhoso deste irmão e amigo de sempre, e para todo o sempre
Lima_Gil
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Outubro de 2010, 13:33
Uma nova oportunidade...

Abre a janela!!
Deixa o sol te iluminar..
Aquecer a alma e limpar.
Em tudo... Se renovar....

Abre o teu coração!!
Ele é .pura emoção..
Para um novo amor..
Nova chance terás....

Abra-se a vida!!
Ela é bem merecida..
Tristezas.. Deixe atrás...
Já não te pertecem mais..

Abra sua mente!!
Ofensas... Esqueces..
As pessoas são doentes.
Envolva eles em preces..

Abra sua alegria!!
Deixe ela fazer moradia..
Tu serás só harmonia..
Viva em eterna magia..

Abra um sorriso!!
Que lindo... Luz a iluminar..
Todos que contigo cruzar
Em cada um despertar..

Abra-se ao novo!!
Que maravilhoso..
Sem medos e culpas..
A vida é beleza pura..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Outubro de 2010, 13:45
A minha querida amiga Kátia..

Que seus dias sejam pura magia.
Que receba  luzes e energias..
Envolvendo teu coração e familia
Para que vivam sempre em harmonia

Que sua vida seja sempre!!
Um caminho aberto pra Felicidade..
Que se renove sempre a inspiração..
Pra Poesias lindas despertar emoção..

Que tu possas sempre sorrir!!
Pois com ele tu irás transmitir..
Paz e Calma aos que pedirem..
Serenidade e Fé aos tristes...

Que tu possas ser sempre!!
A mãe maravilhosa..Esposa formosa..
Profissional valora..Amiga prestimosa...
Trabalhadora do bem meiga..Carinhosa..

Poderia escrever muitas páginas!!
Mas dedico a ti estas palavras..
Estes pequeno refrão de emoção
Pois é da sinceridade do meu coração..

Lhe amo mto!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 12 de Outubro de 2010, 18:39
Queridos amigos Katia, Dotthy e Lima

Muito obrigada pelas palavras de carinho que têm dedicado.
Adoro  participar neste  fórum, mas este tópico é especial pois adoro poesia.
Eu é que agradeço por me cederem espaço para particpar e colocar os poemas que adoro.

Que Todos os dias de vossa vida tenham a beleza deste pôr  e nascer do sol.

Paz e Luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 12 de Outubro de 2010, 18:48
Poema para os amigos
Paz e Luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Outubro de 2010, 19:47
Amiga Belina...És muito importante pra nós..Sem você aqui..Haaa..Tudo fica frio..Adoramos sua presença..Alegre e contagiante..Será sempre bem-vinda...Nós é que agradecemos por aqui estar..trazendo sempre Poesias pra conosco compartilhar...Receba nosso afetuoso abraço!!!E nosso sinceros desejos que fique sempre aqui..Pra este espaço sempre florir...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Outubro de 2010, 20:39
***Uma Alma Vazia Sem minha Poesia***




Em ti... Eu encontrei!!!
Razão para de novo sorrir..
As mágoas, eram intensas..
Eu não acreditava em mim..

Sempre pensei assim!!
È tarde demais pra mim..
O amor não existe mais..
Serei sempre infeliz....

Um dia eu encontrei!!
Motivos para acreditar....
A felicidade, eu  vi brilhar..
Na poesia, vou recomeçar..

Com ela tudo é emoçao!!
Nada mais de solidão...
O belo e novo vou criar..
Nas histórias, que contar

Meu mundo...Floriu!!
A dor.. Nossa, sumiu..
A poesia  me envolveu..
Meu ser, ela preencheu..

Poesia... Pura magia!!
Para sempre irei te amar...
Doce e eterna melodia..
Sem ela... Sou alma vazia.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Luigi em 12 de Outubro de 2010, 21:39
Belo Poema! Sempre acreditei e acredito que a Poesia  é a Voz da Alma. Há uma musica francesa que diz que quando morre um Poeta surge mais Estrela no Céu.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Outubro de 2010, 21:59
Amigo Luigi...Realmente a Poesia é a mais pura expressão da alma...Os céus devem ficar sempre em festa já que lá temos poetas maravilhosos que por aqui estiveram a semear poesias,e agora lá devem estar a colher...Poesias..Agradecemos sua visita e seu incentivo..Sinta-se a vontade neste espaço que também é seu...Volte sempre..Será bem-vindo!!Receba nosso afetuoso abraço!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Outubro de 2010, 22:29
Como um temporal.

Chegaste como um temporal!!
Simples, entraste na minha vida..
Levando todas  as minha defesas..
Fazendo esquecer  a melancolia...

Fizeste a maior  revolução!!
Me tiraste da fria solidão..
Pensei que jamais iria sentir...
Novo pulsar,  nova  emoção

Se o tempo cura a desilusão!!
Ensinaste  a mais linda lição..
A viver e amar sem medos....
Deixar  de escutar só a razão..

Me olho no espelho!!
E não me reconheço
Renovada  é minha expressão.
Agora somos dois... Num só coração..





Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Outubro de 2010, 23:46
***Nós duas Erámos Uma**

Um par..Nós duas fomos !!!
Sempre juntas estávamos...
Nas dores.choros e agonia..
Nas glórias,sucesso e vitoria..

Onde tu ias..Eu Estava!!
Amigas..Almas..Metades..
Era o que todos diziam...
Quando nos encontravam

Morando sempre perto!!
Tudo confidenciávamos...
Brigas..familias..Estudo
Tudo nós  partilhávamos..

Mas..Um belo dia!!
Nós duas não esperávamos..
Uma surpresa nos reservava..
Na casa bem ao nosso lado..

Nossa..Como era lindo!!
Um novo vizinho chegava..
Mechendo com nossas emoções
Dividindo nossos corações...

Da amizade, a briga um passo!
Nós Já não mais brincávamos...
Nos olhávamos desconfiadas.
O amor dele..Nós lutavamos..

Ele veio trazer a divisão!!
Nos separando..Desunião
Esquecemos nossa historia
Onde estávamos..Confusão..

O que fazer??Solução!!!
Não  mais nos entendíamos..
Eu sofria..Cansada dessa intriga.
Queria a felicidade..A ele renunciar..

Nossa amizade valia!!!
Com ela ele podia ficar..
Os dois começaram a namorar..
Amizade é uma forma de amar...












 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 13 de Outubro de 2010, 00:05
Amigos..Sejam bem-vindos..Que a Paz esteja em seus corações..Sintam-se entre amigos e irmãos..Sintam-se em familia..Sua presença é muito importante pra nós..Ela é fundamental pro enriquecimento deste espaço que  também é de vocês..Estão convidados a trazerem suas Poesias..Poemas..Sonetos..Recebam nosso afetuoso abraço!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 13 de Outubro de 2010, 11:49
O vento...

 Escuto o vento passar!!
Trazendo noticias pra mim...
Para longe ele se foi..
Eu fiquei esperando aqui.

Leva noticias minhas!!
Diga.. Que volte para mim
Para guerra ele foi servir..
Diz que sem ele fico assim.

Nosso pais em crise!!
Nada pudeste fazer..
Inicio de nossas vidas..
Foste chamado a ir....


Vento..Vai logo dizer!!
Sem ele tudo é cinza..
Minha noite é vazia...
Diz a ele... Não esqueça de mim..

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: LucianaFQ em 13 de Outubro de 2010, 12:08
Bom dia!
Segue um poema muito bonito a respeito da paz.


A PAZ QUE O MUNDO PRECISA




A violência eliminou
Destruiu crianças inocentes,
Jovens sonhadores,
Separou famílias
E só trouxe dor e revolta...

É preciso eliminar a violência
Não só das guerras,
Mas também dos Corações.

É uma cruel violência
A falta da escola,
O pobre não ter direito a moradia,
A criança não ter sobrenome,
A Saúde fazer adoecer
E o salário ser de fome...
O envio de mísseis sobre nações
E a má distribuição de renda
São diferentes formas da violência.

Quem quer promover a Paz:
Respeita o Próximo,
Luta pela Igualdade,
Perdoa ao que ofende
E age com Solidariedade...

A violência é eliminada
Quando há Justiça para todos;
Quando Deus está nos corações
E a dignidade é restaurada.

Vamos respeitar ao ser humano
E agir com o Amor Restaurador

Vamos eliminar as armas
E em cada canto plantar uma flor...

Eu quero a paz no mundo,
Mas não a paz que vem da agressão
E nem do silêncio da covardia.

Quero a paz que vem dos corações,
Que se entendem pelos laços do amor,
Que gera vida e Fraternidade,
Que une os que pensam diferente
E que nos faz sermos tratado como gente....

Trabalhando pela paz, penso que faremos um mundo melhor, com mais amor... eu e você...

Tentemos pelo menos, cada um fazendo um pouco, no final, somando-se os esforços o mundo será um lugar bem melhor para deixarmos aos nossos filhos... vamos começar...
Faça algo pela PAZ!!!


Abraços e que o dia de vocês seja abençoado!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 13 de Outubro de 2010, 12:13
Amiga Lucy.Saudades!!.Que felicidade encontrá-la aqui também neste espaço reservado a Poesia..Que maravilha sua linda mensagem sobre a paz.profunda..Atual e verdadeira..Seja bem-vinda ao mundo da magia..Da melodia..Onde tudo vemos com a alma da Poesia..Mto grata por ter nos presenteado com sua linda inspiração..Volte sempre..Será bem-vinda!!!Receba nosso afetuoso abraço!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 13 de Outubro de 2010, 13:30
Cada lágrima

***

Dentro de uma lágrima!!
Muitas histórias a contar..
Todas relacionada a vida..
Fases que deixei pra tras.

Em cada lágrima corrida!!
Um pedacinho a falar..
Chorei por meus amigos..
Também saudades dos pais..

Lágrimas de alegrias!!
Na felicidades alcançada
 As lágrimas de tristeza.....
O amor eu não quis mais...

Lágrimas de derrota!!
De vitórias também...
Entre risos e choros
Do muito que já passei..

Uma ultima lágrima!!
Jamais esquecerei...
A volta em outro corpo
Onde tudo começarei..



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 14 de Outubro de 2010, 00:49
Florbela Espanca : O maior bem


Este querer-te bem sem me quereres,
Este sofrer por ti constantemente
Andar atrás de ti sem tu me veres
Faria piedade a toda a gente.

Mesmo a beijar-me a tua boca mente...
Quantos sangrentos beijos de mulheres
Poisa na minha a tua boca ardente,
E quanto engano nos seus vãos dizeres!...

Mas que me importa a mim que me não queiras.
Se esta pena, esta dor, estas canseiras,
Este mísero pungir, árduo e profundo

Do teu frio desamor, dos teus desdéns,
E, na vida, o mais alto dos meus bens?
É tudo quanto eu tenho neste mundo?


**************************************************
Paz e Luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 14 de Outubro de 2010, 00:51

Saudade
Saudade é solidão acompanhada,
é quando o amor ainda não foi embora,
mas a amada já...
Saudade é amar um passado
que ainda não passou,
é recusar um presente que nos machuca,
é não ver o futuro que nos convida...
Saudade é sentir que existe
o que não existe mais...
Saudade é o inferno dos que perderam,
é a dor dos que ficaram para trás,
é o gosto de morte na boca dos que continuam...
Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade:
aquela que nunca amou.
E esse é o maior dos sofrimentos:
não ter por quem sentir saudade,
passar pela vida e não viver.
O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido.

(Pablo Neruda)

Paz e luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 14 de Outubro de 2010, 01:03
Luigi

Seja muito bem vindo à esse espaço da poesia.

Venha nos visitar sempre que quiser

Abraço da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 14 de Outubro de 2010, 01:11
Lucy Q

Muito obrigada pela bela homenagem às crianças no dia delas. Parabéns!

Sinta-se à vontade para nos visitar sempre que quiser e livre para nos brindar com a sua presença!

Abraço carinhoso da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 14 de Outubro de 2010, 01:17
 Nas ondas do mar


Nas ondas do mar
eu te procuro
não vejo nada,
está escuro.
Nas ondas do mar
a vida é calma
sou toda tua
até a alma
Nas ondas do mar
eu sou sereia,
perto de ti,
um grão de areia.
Nas ondas do mar
tudo é bonito
e o meu amor
é infinito

autor desconhecido
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 14 de Outubro de 2010, 01:21
Agradeço o incentivo constante dos queridos amigos Dothy, Belina e Dodge!

Sem vocês esse espaço não existiria! Deus os abençoe!

Seja muito bem vinda à esse espaço, Ana Carla!

Abraços carinhosos da

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 14 de Outubro de 2010, 01:25


Ondas

andei escutando o mar
conversando com a brisa
confidenciando meu penar

mar!!! oh mar!!
de suas ondas, ouço calmo ronrronar
que me lembram a minha dor
de um homem marcado
hoje mudo, quase calado
de futeis paixões, carente de amor
minhas sementes, breve passado

mar!!! oh mar!!!
te tuas aguas claras
limpidas e serenas
me tragam a calma e a lucides
tirem de mim todo orgulho
arrogancia e também a estupidez!

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 14 de Outubro de 2010, 01:25
A flor do sonho - Florbela Espanca (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PUdINGJtUE5URjRnIw==)


Marisa canta em fado Florbela Espanca

A flor do sonho - Florbela Espanca (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PUdINGJtUE5URjRnIw==)


Paz eluz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 14 de Outubro de 2010, 01:28
VIII


Sim não foi porque teus olhos tem cor de lua,
de dia com argila, com trabalho, com fogo,
e prisioneira tens a agilidade do ar,
sim não foi porque és uma semana de âmbar,
sim não foi porque és o momento amarelo
em que o outono sobe pelas trepadeiras
e és algum pão que a lua fragrante
elabora passando sua farina pelo céu,
oh, bem amada, eu não te amaria!
Em teu abraço eu abraço o que existe,
a areia, o tempo, a árvore da chuva,
E tudo vive para que eu viva:
sem ir tão longe posso vê-lo todo:
veio em tua vida todo o vivente.


  Pablo  Neruda
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 14 de Outubro de 2010, 01:30
Nossa Katia! coincidencia!   falamos a mesma coisa... :o!!!

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 14 de Outubro de 2010, 01:34
Por lapso foi repetido o video

Aqui vai o video da Marisa Fadista cantando Florbela Espanca

Mariza - Desejos Vãos (Florbela Espanca) HD Fado Live Lisboa (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PUZKUVNoOG9hdmlzIw==)

Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 14 de Outubro de 2010, 01:43
Querido Dodge

São as coincidências de nós, amigos ligados à poesia e ao Espiritismo.

Parabéns pela por compartlhar sua bela poesia.

Muita luz e paz em seu coração

Abraços da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 14 de Outubro de 2010, 01:53
Quem se atreve...

Quem se atreve a me dizer...
Que o amor  já não existe mais..
Que as pedras não se falam mais,
A fonte da juventude não é para nós.

Quem se atreve a me  dizer...
Que a sombra, teme a escuridão..
Que o raio,  vem antes do trovão..
Que ondas se acabam como um refrão.

Quem se atreve a me  dizer...
que o riso morreu e nunca exisitiu...
Que as dores, não machucam ninguem
E que os montros, choram de decepção

Quem se atreve a me  dizer...
Que foi a Eva, que pôs tudo a perder.
Que é em Marte, que está Bonaparte.
Junto com os imortais, passeando a tarde

Quem se atreve a dizer
Que a verdade, era apenas ilusão.
Que o povo contava, no salão...
Histórias que traziam apenas, medo e emoção.


Quem se atrever... Vai ver


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 14 de Outubro de 2010, 02:02
Amigos..Dodge..Katia..belina..Lucy...Que Jesus esteja sempre a iluminar seus dias..Que sua doce Paz esteja em seus corações...Que em tudo vocês sejam sempre guiado no caminho do bem.Muito obrigada por existirem na minha vida..Amo vocês..Abraços afetuoso..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 14 de Outubro de 2010, 02:05
Querido Dodge

São as coincidências de nós, amigos ligados à poesia e ao Espiritismo.

Parabéns pela por compartlhar sua bela poesia.

Muita luz e paz em seu coração

Abraços da Katia

agora eu sei porque a frase!


somos todos uno!
obrigado querida irmã...voçês são mestras da poesia....parabéns viu!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: LucianaFQ em 14 de Outubro de 2010, 14:25
Bom dia a todos vocês meus amigos

Obrigada amigas Dothy e katia pela gentileza em me receber aqui neste cantinho...é com muito carinho também que apareço por aqui.

Sintam-se abraçadas.



CERTEZAS DE UMA VIDA


Certeza que nesta vida
Muitas coisas terei de aprender
A dar um sorriso a quem precisa
A estender a mão a quem não vê

Preciso aprender a olhar sem conceito
A entender a diferença
Perceber que tudo acontece
Por uma razão de acontecer

Preciso perceber que na alma
Anda um canto não escutado
Que grita em minha cabeça
Para não deixar o Amor de lado

Será que um dia irei reagir
Como o Pai espera de mim
Sou tão fraca e tão imprudente
Mas o Pai é tão Bom com a gente

Que só me custa tentar
Uma, duas, quem sabe milhões de vezes
Ate essa tal de perfeição encontrar
Daí sim serei alguém
De quem possa me orgulhar.



Muitas bençãos e paz.

Lucy
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 14 de Outubro de 2010, 14:30
 ***Só de Te ver***

Só de te ver...
Sinto vontade de tudo, largar..
Só para poder, te acompanhar
Onde tu fores, eu quero estar.

Só de te ver..
Sinto meu mundo parar..
Meu universo, se movimentar
As cores todas, eu quero experimentar..

Só de te ver....
Sinto vontade de escrever.
Poesias, para  a literatura conhecer..
Do imeso amor, que sinto por você...

Só de te ver...
Sinto o pulsar do meu coração..
Ele cria vida própria, é pura emoção..
Respeito, carinho, paixão, eu perco a razão..

Só de te ver..
Esqueço até, o que eu ia fazer..
As dores já nem importam mais...
Vou logo me arrumar, contigo, vou me encontrar..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 14 de Outubro de 2010, 14:38
Amiga Lucy...Nós é que te agradecemos querida por estares aqui conosco dando vida..brilho..magia neste catinho da Poesia...O mundo todo que ama agradece sua Poesias..Só temos que lhe pedir...Nos traga mais.Nós lhe amamos....Receba nosso afetuoso abraço..Tenha a certeza..Será sempre bem-vinda!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 14 de Outubro de 2010, 18:31
***O Amor Chegou***

O amor chegou!
Querendo a todos, curar.
Despertando sentimentos
Mechendo em todo lugar.

Com o amor, é assim
Tem inicio, meio, mas não tem fim
Entra sem pedir, nos corações
Querendo ou não, todos se rendem a  emoção...

Ele vem de mansinho
Sem precebermos, chega bem pertinho
Ensinando todos  os desiludidos..
Que há um novo amor, escondidinho

Ha... O Amor!
É uma esperança a consolar
Que sempre é tempo, de recomeçar..
Quem já sofreu ontem, hoje não sofrerá mais..


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 15 de Outubro de 2010, 00:30
   Saudade definitiva


Nas manhãs, caladamente,
Teu pensamento é o primeiro
Que passa pelos meus olhos
E dói a tua lembrança,
Bem que eu nunca tinha tido
Saudade definitiva.


Renata Pallotini
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 15 de Outubro de 2010, 00:53
   Viver hoje


Sentir amor!
Coisa ardendo no peito; calafrios inenarráveis; fragilidade.
De repente, "desaparecem as palavras e outros sons preenchem o espaço..."
Volto à água.
O cheiro que você exala é o mais maravilhoso!
Posso beber do seu leite?
Quero ficar deitado bem junto ao seu coração para ouvi-lo batendo forte. Sentir que o ar mal cabe no pulmão e ganhar um beijo.
O seu toque é suave e tem medo de me ferir. Sou tratado como rosa ainda em botão: alimenta-me e atiça-me, fala comigo e, eu sei, aguarda um sorriso.
Mulher, sinto-me teu!
As imagens se misturam na minha cabeça e, juro, queria falar-lhe... Mas me embriaga com tanto carinho, que perco as forças!
Penso como será de agora em diante. A alegria de tê-la ao meu lado, com certeza, me fará superar as barreiras e me tornará homem compreensível, meditador e eternamente amante.
Amante das plantas, dos animais, das estrelas, das ondas que passam as tardes a namorar os rochedos, do ar que me envolve insinuando companhia de mulheres como você.
Terra, nasci.
Mãe, o êxtase de viver o hoje, devo a você e pretendo fazê-lo a herança mais valiosa que poderia dar aos meus filhos.
Amo-a!

                       Silvia Helena
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 15 de Outubro de 2010, 01:03


cansado

me sinto tão tenso, que já não tenho paz
estou  tão cansado, só penso em dormir
estou tão  rude, que já não sei mais sorrir


me de tua sombra
deixa eu ficar no teu colo
te peço, suplico...
me afaga, me faça carinho


quero ser cuidado, amado
quero ser ouvido, eu quero atenção!
me dê um pouco, mais só um pouco
de migalhas do teu coração

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Outubro de 2010, 14:44
A Alma Da Poetisa...
[

]A alma de uma Poetisa...
Poesias ela está a narrar..
Fatos internos, fatos externos..
Ela mesma está sempre a se anular..

Um pouco da vida de cada...
Com eles, ela  vai  analisar....
As realidades tristes e sombrias...
A maioria das histórias, elaquer alegrar..

No ser da poetisa...
Final feliz ela quer arrumar..
Sempre querendo, tudo consertar..
Por ela... A felicidades estaria a reinar..

Muitas vezes a poetisa...
Ela fica tentando criar....
Sempre querendo encontrar...
Um par para dor...Um par para amar..

Nas poesias da poetisa...
Muitas vezes, ela está a chorar..
Sempre querendo, os outros reconciliar...
E ela mesmo ainda não encontrou seu par..
[/b]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Outubro de 2010, 14:52
Amigos e irmãos..Sejam bem-vindos..Que a paz esteja presente em seus corações..Sintam-se acolhidos..Sintam-se em familia neste espaço que é de vocês..Estão convidados a trazerem seus Poemas..poesias.Contos..Sonetos..Etc..E junte-se a nós no eterno mundo da magia..onde a linguagem universal é a Poesia..Recebam nosso afetuoso abraço:(**Katiatog..Belina...Dodge..Dothy..Lima-Gil..mecame..Marly pacheco**)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: ram-wer em 15 de Outubro de 2010, 15:05
Beijão, querida Dothy!

Beijos pra meninas, abraços pros meninos.

Ram
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Outubro de 2010, 15:16
Brigada amigo Ram-Wer...Volte sempre..Será bem-vindo!!Bjs e abraços de todos nós!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Outubro de 2010, 22:09
O que esperar...

O que esperar??
Da vida ou  do azar??
Sorte  grande vão tirar...
Aqueles que só sabem amar

O que fazer??
De todos que não sabem ver..
Beleza em cada amanhecer..
Sombra em cada florescer...

O que será??
Daqueles que só sabem reclamar..
Dores, tristezas... Só lamentar..
Infelizes... Eles só sabem chorar..

O  que mudar??
No mundo transformar..
Pessoas da natureza... Cuidar..
O aquecimento global,  não virá..

O que vão ter??
Aos que não sabem perdoar
Maldades, saem a espalhar
Pobre deles... A tristeza virá..


O que pedir??
Deus... Envia ajuda aqui.
Tenha piedade de nós...
Ensina a todos evoluir..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Luigi em 15 de Outubro de 2010, 22:35
Boas! Aqui vai um poema de minha autoria,  e obrigado por me terem recebido neste Forum.

Se o sonho é um momento
Então o que dizer da Vida?
A Eternidade não é uma ilusão
É o ontem, o hoje, o amanhã fundido num só Ser.

Concentra-se o olhar, o pensamento
Na hora exacta,
O Acto(o homem) que faz a guerra
Esquece que não é dono e nunca vai ser da Terra.

Reis e Rainhas
Poder e Glória
Ah, mas não sabem como são efémeros os luxos…

Assim, enquanto a alma continua sem sentimento
O veneno que vive no coração ,
Continua a matar sem uma arma na mão.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 15 de Outubro de 2010, 23:11
Querido Luigi

Seja muito bem vindo a esse cantinho.

Obrigada por nos brindar com a sua bela poesia.

Volte sempre que quiser e sinta-se à vontade para usar esse espaço que é seu também.

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: ode marina em 16 de Outubro de 2010, 13:29
Olá, Amigo Dodge!
Sempre inspirado, reflexivo.
Parabéns!
Vc me fez lembrar Hermann Hesse:


Citar
“Cada ser humano tem uma alma que não se confunde com nenhuma outra. Duas pessoas podem ir uma ao encontro da outra, podem falar-se e estar lado a lado. E suas almas são como flores, cada qual enraizada em sua árvore, sem poderem se aproximar, pois teriam que abandonar sua raízes. Mas as flores através do vento trocam seu cheiro e suas sementes, porque gostam de encontrar-se...”

;D

andei por um jardim cheio de flores
cada uma com um perfume diferente
delicadas, acalmam minhas dores!
jardim! oh jardim!
que me traz paz,
jardim de rosas e espinhos
me alegram e me ferem
que me fazem sorrir
e ser capaz
de acreditar em mim!
ainda que nesse jardim
fosse ferido e humilhado
agradeceria pelo teu perfume

caminho entre pedras e espinhos
pra não pisar nas flores desse belo jardim
chamado de 'existencia humana'...

dodge



abraços, boa noite e bom fim de semana a todos!

Oo
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 16 de Outubro de 2010, 22:59
Olá, Amigo Dodge!
Sempre inspirado, reflexivo.
Parabéns!
Vc me fez lembrar Hermann Hesse:


Citar
“Cada ser humano tem uma alma que não se confunde com nenhuma outra. Duas pessoas podem ir uma ao encontro da outra, podem falar-se e estar lado a lado. E suas almas são como flores, cada qual enraizada em sua árvore, sem poderem se aproximar, pois teriam que abandonar sua raízes. Mas as flores através do vento trocam seu cheiro e suas sementes, porque gostam de encontrar-se...”

;D

andei por um jardim cheio de flores
cada uma com um perfume diferente
delicadas, acalmam minhas dores!
jardim! oh jardim!
que me traz paz,
jardim de rosas e espinhos
me alegram e me ferem
que me fazem sorrir
e ser capaz
de acreditar em mim!
ainda que nesse jardim
fosse ferido e humilhado
agradeceria pelo teu perfume

caminho entre pedras e espinhos
pra não pisar nas flores desse belo jardim
chamado de 'existencia humana'...

dodge



abraços, boa noite e bom fim de semana a todos!

Oo

Queridas irmãs Dothy, Katia e demais foristas....
quero apresentar-lhes a Ode, dona Ode Marina ;D
um ser humano maravilhoso...um amiga do coração!
que graças as Deus se tornou membra desta familia....
tenho certeza  que sua luz muito contribuirá com esse cantinho!!!
bem vinda irmãzinha!!!! faça como eu...sinta-se em casa! ;D
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 16 de Outubro de 2010, 23:16
eu quero

ainda não estou preparado...
me diz quando vai acontecer..
preciso me precaver...me antecipar
preciso ficar atento, tenho que melhorar..
voçê diz a hora, que antes já  estarei firme
tapas doloridos , serão abrandados...
pois eu já sofri por eles antes..quase nem doeu
palavras torpes, serão engraçadas..
me diz como fazer, dentro de voçê quero ver
pois o mais importante é voçê, não eu!
só preciso me antecipar, por favor pare de sofrer!
me diga, me conte, como faço..pra mim te entender?

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 17 de Outubro de 2010, 01:41
Ternura

Eu te peço perdão por te amar de repente
Embora o meu amor
seja uma velha canção nos teus ouvidos
Das horas que passei à sombra dos teus gestos
Bebendo em tua boca o perfume dos sorrisos
Das noites que vivi acalentando
Pela graça indizível
dos teus passos eternamente fugindo
Trago a doçura
dos que aceitam melancolicamente.
E posso te dizer
que o grande afeto que te deixo
Não traz o exaspero das lágrimas
nem a fascinação das promessas
Nem as misteriosas palavras
dos véus da alma...
É um sossego, uma unção,
um transbordamento de carícias
E só te pede que te repouses quieta,
muito quieta
E deixes que as mãos cálidas da noite
encontrem sem fatalidade
o olhar estático da aurora.
Vinícius de Moraes

Paz e Luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 17 de Outubro de 2010, 01:48
FOLHAS DE ROSA

Todas as prendas que me deste, um dia,
Guardei-as, meu encanto, quase a medo,
E quando a noite espreita o pôr-do-sol,
Eu vou falar com elas em segredo...

E falo-lhes d’amores e de ilusões,
Choro e rio com elas, mansamente...
Pouco a pouco o perfume do outrora
Flutua em volta delas, docemente...

Pelo copinho de cristal e prata
Bebo uma saudade estranha e vaga,
Uma saudade imensa e infinita
Que, triste, me deslumbra e m’embriaga

O espelho de prata cinzelada,
A doce oferta que eu amava tanto,
Que reflectia outrora tantos risos,
E agora reflecte apenas pranto,

E o colar de pedras preciosas,
De lágrimas e estrelas constelado,
Resumem em seus brilhos o que tenho
De vago e de feliz no meu passado...

Mas de todas as prendas, a mais rara,
Aquela que mais fala à fantasia,
São as folhas daquela rosa branca
Que a meus pés desfolhaste, aquele dia...
                           Florbela Espanca


Paz e Luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 17 de Outubro de 2010, 02:01

Vaga, no Azul Amplo Solta

Vaga, no azul amplo solta,
Vai uma nuvem errando.
O meu passado não volta.
Não é o que estou chorando.

O que choro é diferente.
Entra mais na alma da alma.
Mas como, no céu sem gente,
A nuvem flutua calma.

E isto lembra uma tristeza
E a lembrança é que entristece,
Dou à saudade a riqueza
De emoção que a hora tece.

Mas, em verdade, o que chora
Na minha amarga ansiedade
Mais alto que a nuvem mora,
Está para além da saudade.

Não sei o que é nem consinto
À alma que o saiba bem.
Visto da dor com que minto
Dor que a minha alma tem.

Fernando Pessoa, in "Cancioneiro"


Teus Olhos Entristecem

Teus olhos entristecem
Nem ouves o que digo.
Dormem, sonham esquecem...
Não me ouves, e prossigo.

Digo o que já, de triste,
Te disse tanta vez...
Creio que nunca o ouviste
De tão tua que és.

Olhas-me de repente
De um distante impreciso
Com um olhar ausente.
Começas um sorriso.

Continuo a falar.
Continuas ouvindo
O que estás a pensar,
Já quase não sorrindo.

Até que neste ocioso
Sumir da tarde fútil,
Se esfolha silencioso
O teu sorriso inútil.

Fernando Pessoa, in "Cancioneiro"


Tenho Tanto Sentimento

Tenho tanto sentimento
Que é frequente persuadir-me
De que sou sentimental,
Mas reconheço, ao medir-me,
Que tudo isso é pensamento,
Que não senti afinal.

Temos, todos que vivemos,
Uma vida que é vivida
E outra vida que é pensada,
E a única vida que temos
É essa que é dividida
Entre a verdadeira e a errada.

Qual porém é a verdadeira
E qual errada, ninguém
Nos saberá explicar;
E vivemos de maneira
Que a vida que a gente tem
É a que tem que pensar.

Fernando Pessoa, in "Cancioneiro"

Paz e Luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 17 de Outubro de 2010, 21:50
Desejo a todos os amigos e visitantes uma semana abençoada e repleta de realizações no Bem.

 Aos queridos amigos ,que são luz nesse recanto da poesia, sem vocês ele não estaria tão acolhedor e belo!

                      Dothy, Belina, Dodge, Lucy

Meus sinceros agradecimentos

Aos caros amigos Ram-Wer e Ode Marina, saudações fraternas. Sejam muito bem vindos e retornem sempre que quiserem.

Abraços carinhosos da

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 17 de Outubro de 2010, 22:01
XI


Tenho fome de tua boca, de tua voz, de teu pêlo
e por estas ruas me vou sem alimento, calado,
não me nutri o pão, a aurora me altera,
busco o som líquido de teus pés neste dia.
Estou faminto de teu riso resvalado,
de tuas mãos cor de furioso silo,
tenho fome da pálida pedra de tuas unhas,
quero comer teu pé como uma intacta amêndoa.
Quero comer o raio queimado em tua formosura,
o nariz soberano do arrogante rosto,
quero comer a sombra fugaz de tuas sobrancelhas.
e faminto venho e vou olfateando o crepúsculo
buscando-te, buscando teu coração quente
como uma puma na solidão de Quitratúe.


Pablo Neruda
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 17 de Outubro de 2010, 22:04
"Quantas vezes ao sair de um restaurante, fartos e saçiados, nos deparamos com alguem pedindo um pouco de comida, quantas vezes no auge da alegria e do prazer nos deparamos com o sofrimento de alguem, como estar indiferente?, como tocar a vida em frente? ah vou ser racional, a cada esquina tem gente desse jeito, a cada esquina tem sofrimento,porque vou me abalar ou não aproveitar os meus momentos? e quando eu sofrer? vou me lembrar dos prazeres que pude ter e não tive por pensar nos outros? alguem vai me amparar? sera justo eu dividir o pouco ou o quase nada com um estranho? o mundo continua do mesmo jeito! vou morrer e as coisas continuam, por que sofrer então?
Acho sinceramente que JESUS já está entre nós, nesse mundo tão materialista, sem sentimentos, frio, e que sinto cada dia mais sua presença, quando nos importamos com nosso semelhante, com sua fome, com sua tristeza, com um cão faminto na rua, com o dificio ato do perdão, Meus queridos , estamos longe, muito longe da perfeição espiritual, mas " JESUS SE MANIFESTA" ,é hora de vê-lo
estamos sendo provados, tente olhar nos olhos de um pessoa necessitada,
voçê verá os olhos de Jesus, te agradeçendo."
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 17 de Outubro de 2010, 23:15
Querido Dodge

Parabéns por nos brindar com uma mensagem tão bela e digna de reflexões mais aprofundadas. Que todos os amigos possam senti-la no âmago dos seus corações.

Paz e luz, amigo!


   O bicho


Vi ontem um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os detritos.

Quando achava alguma coisa,
Não examinava nem cheirava:
Engolia com voracidade.


O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato.

O bicho, meu Deus, era um homem.



  Manuel Bandeira
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Outubro de 2010, 14:45
Amigos..Sejam bem-vndos..Que a paz esteja em seus corações..

Sua presença é muito importante pra todos nós..Ela é a grande responsável pelo enriquecimento deste espaço que é de vocês...Recebam nosso afetuoso abraço...Desejamos a todos uma ótima semana repleta de mta Paz e Amor...São os sinceros votos de:

(***Katiatog..Belina..Dodge..Dothy..Lima-Gil..Luigi..LuQuinete...Mecame..Marly Pacheco***)


[/b][/color][/b]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Outubro de 2010, 14:53
Amiga Ode Marina...Sejam bem-vinda..Que a Paz esteja contigo..Felizes ficamos pela amiga se juntar a nós para contribuirmos com  um pouco do nosso Amor trazidas aqui através da Poesia..Essa linguagem que é a expressão da alma...Receba nosso afetuoso abraço...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Outubro de 2010, 15:42
Em Ti Eu Encontrei

Olha, Quando eu estive aqui!!!
Eu nem pensava encontrar a ti..
Vim me divertir, com amigos Sorrir..
Mas tu estavas bem ail e eu não resisti..

Eu sei... Eu não queria sentir!!
Eu conheci o bom e belo em ti...
Como fazer se não quero me envolver..
Meus amigos  já estão alertando.

Mas já nem podia !!
No teu jeito e encanto me prendi....
Queria apenas me  distrair, de mim queria fugir..
Mas a realidade veio ao meu encontro... Em to.


Eu vou tirar você deste lugar!!!
Não quero saber, os amigos nem vou ouvir..
Juntos nós vamos fugir, para casa reconstruir..
Não quero saber do passado... Deixemos no fim...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Outubro de 2010, 16:15
De Onde Vem??

De onde vem a calma?
Que agora me embala, revigora...
Dentro de mim ela estava..
Dormindo, esperando ser acordada..

De onde vem meu jeito?
Que todos admiram..
Dentro de mim mesma, ele jazia..
Esperando eu tira-lo da sua preguiça...


De onde vem
meu apreço?
Estava lá,
recostado na porta...
De minha alma semi-morta...
Esperando eu sacudi-lo...
Pro meu carinho.

De onde vem meu talento?
Estava tão bem  escondidinho
Mas foi só eu perceber
e reconhecer.....
Que a poesia surgiu....
E nunca em mim dormiu...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Outubro de 2010, 22:44
Não Acredite


Quando eu te falei...
Tu não quiseste acreditar....
Mas a verdade sempre vem a tona....
Agora já sabes... Eu nada fiz para te magoar..

Muitos vieram contar...
Mas eu não estava por  lá.....
Nem tudo que nós vemos é verdade..
Não deixa a maldade alheia  te contaminar..

Sei que muitos não gostam!!
Que  nós dois estejamos a amar..
A inveja das pessoas é  triste e maliciosa..
Esqueça tudo... Deixa essas mentiras pra lá..

A vida é linda... Vamos aproveitar
Tudo que temos é o momento agora..
Somos eternos apaixonados... Vamos cuidar..
Nesta vida e na outra... Nosso Amor, vamos vivenciar..

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 19 de Outubro de 2010, 00:26
Voçê já pensou em aposentar?
parar de correr atrás de ganhar dinheiro
parar mesmo!

dificil né?

como é dificil o desprendimento do material
como é dificil aceitar tal condição

As vezes nas minhas "viagens " imagino estar
num lugar com um belo jardim cheio de flores
onde encontro meus amigos em plena felicidade
onde a violencia sequer é lembrada
onde ninguem passa fome
onde todos brilham
sem religiões e sem deuses
onde só o amor reina
uma Terra linda e prospera, sem deputados
sem politica e sem dinheiro

talvez isso nunca aconteça!
mais se...
seu eu, voçê e também voçê
se nós... se todos nós
começassemos a mudança
a transformação...
vivenciar o simples amor
a enxergar o verdadeiro paraiso...
É!!!  só  depende de nós, só nós!

então façamos novo horizonte!

Irmãos, ao trabalho!
vamos irradiar o amor
vamos mudar o mundo!!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 19 de Outubro de 2010, 01:37
Olá amigas (o)

Tem mais poesia? tem muuuuuuito mais...


FANATISMO

, de sonhar-te, anda perdida.
Meus olhos andam cegos de te ver!
Não és sequer razão do meu viver,
Pois que tu és já toda a minha vida!

Não vejo nada assim enlouquecida...
Passo no mundo, meu Amor, a ler
No misterioso livro do teu ser
A mesma história tantas vezes lida!

“Tudo no mundo é frágil, tudo passa... ”
Quando me dizem isto, toda a graça
Duma boca divina fala em mim!
E, olhos postos em ti, digo de rastros:

“Ah! Podem voar mundos, morrer astros,
Que tu és como Deus: Princípio e Fim! ... ”

Florbela Espanca
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 19 de Outubro de 2010, 01:44
linda poesia Belina...linda mesmo!
obrigado pelo presente!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 19 de Outubro de 2010, 01:55
A mesma Poesia na voz espetacular de Fhagner

Fanatismo - Fagner (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PTBwbGtrOXZKTjNFI3dz)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 19 de Outubro de 2010, 02:01
Poema para amigos
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 19 de Outubro de 2010, 02:07
Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio.
Sossegadamente fitemos o seu curso e aprendamos
Que a vida passa, e não estamos de mãos enlaçadas.
(Enlaçemos as mãos).

Depois pensemos, crianças adultas, que a vida
Passa e não fica, nada deixa e nunca regressa,
Vai para um mar muito longe, para o pé do Fado,
Mais longe que os deuses.

Desenlacemos as mãos, porque não vale a pena cansarmo-nos.
Quer gozemos, quer não gozemos, passamos como o rio.
Mais vale saber passar silenciosamente.
E sem desassossegos grandes.
                                                   Fernando Pessoa
________________________________________
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 19 de Outubro de 2010, 02:13
Queridos amigos Dothy, Dodge e Belina

Agradeço a valiosa e constante contribuição de vocês nesse cantinho da poesia.

Poesias para refletir, para sentir ou simplesmente amar e deixar a emoção vir à tona!

Amo vocês!

Sintam o meu abraço carinhoso





Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 19 de Outubro de 2010, 02:51
   A estrela


Vi uma estrela tão alta
Vi um estrela tão fria!
Vi uma estrela luzindo
Na minha vida vazia.

Era uma estrela tão alta!
Era uma estrela tão fria!
Era uma estrela sozinha
Luzindo no fim do dia.

Por que da sua distância
Para a minha companhia
Não baixava aquela estrela?
Por que tão alta luzia?

E ouvi-a na sombra funda
Responder que assim fazia
Para dar uma esperança
Mais triste ao fim do meu dia.


Manuel Bandeira
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 19 de Outubro de 2010, 03:09
   O despertar do dia


Desperta o dia com o raiar do sol,
lá longe vê-se o surgir das pequenas ondas
que tremulam o verde das águas do mar.
No céu límpido e azul,
as gaivotas dão seu espetáculo de vôo,
os grãos de areia,
movem-se com mansidão
devido à suave brisa da manhã.
As flores mostram seu esplendor,
ao desabrocharem nesse amanhecer de luz.
As árvores sombreiam os caminhos
Por onde os namorados apaixonados se enamoram.
Na grama curta e verde,
as crianças brincam alegremente
no banco da praça
o velho de bengala,
desfruta de horas agradáveis.
O cãozinho corre e pula
no colo de sua dona,
e assim o dia feliz vai acontecendo
A vida desperta com o despertar do dia.

autoria desconhecida
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 19 de Outubro de 2010, 03:26
Katia
Paz e luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Outubro de 2010, 11:01
Amigo Dodge..Parabéns..Grato ficamos por compartilhar conosco seu poema nos convidando a refletirmos um pouco sobre tudo...Os amantes da Poesia agradecem..Abraços!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Outubro de 2010, 11:06
Amiga belina...Menina querida..Fico muito feliz ao entrar aqui e te encontrar...Trazendo pra nós tanta preciosidade da Poesia..Amo tudo isto..Continue a cuidar deste espaço que é de todos...Amo mto você!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Outubro de 2010, 11:11
Amiga Katia..Saudades...Sem você este espaço fica meio espaço.....Sentimos tua falta..Tua presença aqui  dá mais vida a este recanto onde respiramos poesia...Mta Paz..Felicidades..,Saúde e mto Amor pra ti e família..Bjs!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Outubro de 2010, 11:15
Amigos querido..Sejam bem-vindos..Que a Paz esteja em seus corações..

Sintam-se acolhidos..Sintam-se em família...Sua presença aqui é como as flores alegrando,perfumando este espaço que é de vocês..Estão convidados a trazerem seus Poemas, poesias, sonetos, versos..etc..

Recebam nosso afetuoso abraço!!!

(**Katia..Belina..Dodge..Dothy.. Lima-Gil..Luigi...Marly Pacheco..Mecame**
)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Outubro de 2010, 17:39
Difícil Escolha**

Parece que foi ontem..
mas já se foram anos passados..
Tudo hoje é tão sombrio e estranho..
Vago sempre atras do que lembro de nós..

Agora tudo o o que restou..
Foi o gosto do nosso ineleável amor..
Em tudo que eu vou..Que eu sou..Ficou..
Lembranças..Esperanças..Nuanças de ti...

Recordo toda manhã....
No que fomos ao despertarmos juntos..
Deitados queriamos ficar..Mas a vida pedia..
Tinhamos obrigações a cuidar..Eu aqui..Tu pra lá.

O tempo parava de contar...
Ele sabia que nosso tempo era menos a nós..
Eu com minha famíla..Tu que tinha que ir embora..
Aos poucos do que restava aproveitavamos a sós..

Que dificil escolha a minha..
Decidir o que fazer..Concretizando todo meu ser..
Teria que me adequar..Com quem eu queria ficar..
Mas.. A familia sempre a me chamar..Eu cumpria..

Enfim..Tive que aceitar....
A dor da separação..Quanta solidão a mim..
Sozinha sem ti..Eu decidi..Sofri e chorei...Mas aceitei
Nada pudia eu mudar, as convenções tive que honrar..











Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 20 de Outubro de 2010, 00:23
Entre A Serpente E A Estrela



Há um brilho de faca
Onde o amor vier
E ninguém tem o mapa
Da alma da mulher...

Ninguém sai
Com o coração sem sangrar
Ao tentar revelar
Um ser maravilhoso
Entre a Serpente
E a Estrela...

Um grande amor do passado
Se transforma em aversão
E os dois lado a lado
Corroem o coração...

Não existe saudade
Mais cortante
Que a de um
Grande amor ausente
Dura feito um diamante
Corta a ilusão da gente...

Toco a vida prá frente
Fingindo não sofrer
Mas o peito dormente
Espera um bem querer
E sei que não será surpresa
Se o futuro me trouxer
O passado de volta
Num semblante de mulher
O passado de volta
Num semblante de mulher...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 20 de Outubro de 2010, 01:53
estou diante de voçê
olhando nos teus olhos
vejo sua vida até aqui
foi um menino simples
franzino, carente
ainda se  lembra?
não tinha saude, era meio doente
pois bem..o tempo passou
e voçê cresceu e justo venceu
homem se formou
forte e determinado, mais cetico se fez!
congelaste teu coração..esquecera o amor
desprezaste teus amigos, um de cade vez
hoje tú es uma paginas de livro
onde le-se  palavras...como odio e rancor
e de novo fito teus olhos...e voçê se esvai
e eu digo, não fuja do futuro...converse comigo
mude sua vida, ame, apaixone-se, esquecada da dor..
apenas dê a outro
a oportunidade que lhe faltou..
e dessa lição nascerá verdadeiro amigo




Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 20 de Outubro de 2010, 11:09
**Canta Coração***

]Canta sempre coração!!
Um pouco da infância..Ciranda...
Cheiro de café no ar..Juntos a tomar..
Pra alguém que não se cansa de amar..

Canta sempre  coração!!
Por que dores e amores são asssim...
Hoje sentimos e por alguém choramos..
Amanhã..Nós já nem lembramos mais ...

Canta sempre coração!!
Cada estação temos flores e amores....
Devemos saber apreciar.Sentir e amar....
Nada é eterno em nossas vida a  passar ....

Canta sempre coração!!!
Vem de dentro de nós esta emoção...
Que nos faz vibrar..Criar..Sorrir e lutar..
Terminamos algo pra de novo  recomeçar..


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 20 de Outubro de 2010, 12:40
*Busque O Melhor***

]Se queres conforto e paz!!
Busque realizar todo  o bem..
Espalhe noticias boas ao redor....
Plante somente em todos o melhor..

Se queres felicidade!!
Cultive amizade..Bondade e luz....
Caridade a todos..Sem nada esperar..
Sempre é dia de aprender..Recomeçar..

Se queres vencer desafios!!
Lute consigo mesmo,vitóras virão..
Nosso maior inimigo está escondido..
Dentro de cada um..Combater é preciso..

Se queres viver bem!!!
Não existe melhor receita..Reflita....
Troque pensamentos negativos por positivos..
Este é o caminho..Não existe melhor solução..


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 20 de Outubro de 2010, 18:21
Do  Outro  Lado

Passei por vários lugares..
Vi pessoas desconhecidas a mim..
Lugares estranhos..Bairros sem fim..
Não sei o que houve..Por que estou aqui..


Lembro que sai pra viajar...
Malas prontas..Estava preparado lá..
Na estação apressei..Não podia deixar..
Meus pais ficaram ali..Tristes a mim acenar..

Longo percurso fizemos..
Parada interminávies também..Sossego..
Nada mais de gritaria ou despedidas..Enfim..
Deitei um pouco pra escrever..Acabei a dormir..

De repente..Não sei o que foi..
Apenas senti que caia..Não conseguia ir..
Entre alvoroços..Socorros..Nada mais eu vi..
Na cabeça um baque..Acho que desmaiei ali..

Acordei meio assim..Nem sei..
Entre tantas pessoas eu  percebi...
Uma senhora ao longe a vir perto de mim...
Só então eu entendi..Do outro lado eu morri..


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 20 de Outubro de 2010, 18:44
**Buscas e Encontros**

Entre tantas buscas...
Tem uma que não vou jamais esquecer...
Mergulhando dentro de mim mesma encontrei..
Pedaço de minha doce infância..Era  uma criança...
Cheia de medos do escuro absoluto e nada mais....
Sentia também medo de perder..Aventurar nem queria saber..
Encontrei uma pouco da adolescência e também aborrecência minha.....
Um caos era eu por eu mesma..Então neste procura achei tesouros escondidos..
Guardados a sete chaves..Quem sabe um dia eu iria usar..sei lá..Mais tarde talvez!!!..
Engraçado..Não gosto de carnaval..mas me achei fantasiada e tal..Cheia de maetês e paetês....
Amores e recortes..um monte de trotes que eu gostava de colecionar..Amores em segredos sim...
Mas..Os trotes..Nem me lembro mais..Amizades sinceras..Douradouras..E também as dissimuladas..Falsas...
Encontrei recursos inteiros pra um vida centenária..E mais e mais..Estava por baixo de tudo isso ai algo assim..
Um caderno muito bem fechado..Cheio de recados e algo mais..Ali estava a maior preciosidade. da minha bela idade..
Minhas travessuras..Cheias de erros de caligrafias..Rasuras e muita diabrura...Me diziam assim..bem-vindo ao mundo da Poesi
a...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 20 de Outubro de 2010, 23:29
Dothy querida

Já estava com saudade de estar aqui com você!

Obrigada por suas valiosas contribuições, por suas lindas poesias.

Paz e luz e no seu coração

Beijos da

Katia


            Adeus!



Relembro nossos dias
Suas mãos fortes
Seus olhos sorrindo para mim
Seu corpo junto ao meu.
Relembro nossos momentos.
Cada lugar que juntos percorremos.
O banco da praia
Onde apreciamos a lua e as estrelas.
Meu coração bate apertado,
Ao olhar sua foto.
Seu ar sério e carente
Despertnado algo dentro de mim.
Um sentimento tão forte
Aqueceu minha alma
Fazendo-me sentir
Um pedacinho do Paraíso
Aqui na Terra.
Um arco-íris brilhava lá fora
Quando eu acordava.
Dormia com as estrelas,
Sonhava em seus braços.
Agora as nuvens estão cinzentas.
Queria tanto
Que os nossos momentos fossem eternos
Eternos em nossos corações,
Eternos na fugacidade do tempo.


        14/01/91
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 20 de Outubro de 2010, 23:44
Parece um sonho...


"Parece um sonho que ela tenha morrido!"
diziam todos... Sua viva imagem
tinha carne!... E ouvia-se, na aragem,
passar o frêmito do seu vestido...
E era como se ela houvesse partido
e logo fosse regressar da viagem...
- até que em nosso coração dorido
a Dor cravava o seu punhal selvagem!
Mas tua imagem, nosso amor, é agora
menos dos olhos, mais do coração.
Nossa saudade te sorri: não chora...
Mais perto estás de Deus, como um anjo querido.
E ao relembrar-te a gente diz, então:
"Parece um sonho que ela tenha vivido!"


         Mário Quintana
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 20 de Outubro de 2010, 23:52
Querias que eu falasse de "poesia"



Querias que eu falasse de "poesia" um pouco
mais... e desprezasse o quotidiano atroz...
querias... era ouvir o som da minha voz
e não um eco - apenas - deste mundo louco!
Mas que te dar, pobre criança, em troco
de tudo que esperavas, ai de nós:
é que eu sou oco... oco... oco...
como o Homem de Lata do "Mágico de Oz"!
Tu o lembras, bem sei... ah! o seu horror
imenso às lágrimas... Porque decerto se enferrujaria...
E tu... Como um lírio do pântano tu me querias,
como uma chuva de ouro a te cobrir devagarinho,
um pássaro de luz... Mas, haverá maior poesia
do que este meu desesperar-me eterno da poesia?!


                    Mário Quintana
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 21 de Outubro de 2010, 00:28
**Eu cheguei Tarde***

Tarde demais..Eu cheguei!!
Já não dava mais pra mim.Eu senti..
Foi tristeza sem fim..Mas tive que reagir..
Ai de mim..Sofri pelos cantos sentada ali...

Quando te vi..Ah...Não resisti!!
A emoção logo se instalou aqui  dentro..
Meu coração reconheceu o teu no momento...
Sentia algo..Respirava no ar..Queria te amar...

Logo tudo em mim lembrou!!
Dos tempos idos.. Por nós vividos..
Muitas pressas e promessas nós faziamos..
Mas..Tudo se revolta..Nossa história não podia...

Agora te reencontro..Mas..Não podes!!!
Com outra estavas agora..Tu me disseste....
Não tenho nada a fazer..Somente reconhecer.....
Em outra vida irei te encontrar..Me espera por  lá....

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 21 de Outubro de 2010, 01:05
NÃO DEIXE O AMOR PASSAR

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento,houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: O Amor.

Por isso, preste atenção nos sinais - não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR.
Carlos Drummond de Andrade
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 21 de Outubro de 2010, 01:12
 Acabou***

]Vai passar...
É o que todos dizem por lá..
Meu pensamento voa até você..
Levando palavras que não quis dizer..

Histórias mal resolvidas...
Brigas..Atritos e muitos gritos..
Assim viviamos nós dois..Sempre a sós
Ciúmes.. descontroles..Já não dava mais..

Onde estivessesmos..Assim..
Tu tinhas desconfianças de mim..
Eu nem podia confiar..Logo estavas a armar..
Nesta vida desentendida nós dois estavámos..

Nesta rima de intrigas...Cansei..
Eu mesma já nem quero mais..Sai de trás..
Deixa eu viver em paz..Mereço muito mais..
Dispenso esta loucura surda e muda de nós..

Quero meu canto..Doce oásis..
Com Irís quero me entender..Deixa eu ser..
A pessoa alegre que um dia eu fui..Retribui..
Não me leve a mal..mas esta história não dá mais..

[/b][/color][/size]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 21 de Outubro de 2010, 01:18
Amigos Dodge e Katia..Como é bom nos entendermos assim..Nestas histórias sem fim..Que nos trazem até aqui..Vejo agora..Quanta sintonia..Emoção que embala o coração de todo aquele que só sabe amar...Brigada amigos por preencherem..Alegrarem e amarem este espaço rechado do verbo poetizar...Amo mto vocês!!!Bjs...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 21 de Outubro de 2010, 01:24
Amigos..Sejam bem-vindos..

Que a Paz esteja com todos vocês...Sintam-se acolhidos..Abraçados...Em família..Sua presença é a grande responsável pelo enriquecimento deste espaço Poético...Estão convidados a trazerem suas Poesia..Poema..Soneto..Verso..etc..
.Recebam nosso afetuoso abraço!!!

**Katiatog..Belina..Dodge..Dothy..Lima-Gil..Luigi..Marly pacheco...Mecame**
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 21 de Outubro de 2010, 11:58
***Minha Esperança***

Já nem choro mais..
Por que não trará de novo..
Pra junto de mim..Seria o ideal....
Mas... Contra Deus não há igual..

Vivemos anos felizes...
Regado com todo Amor e carinho..
Dentro do nosso aconchego juntinhos..
Mas a morte é realidade única..Partiste..

Saíste da minha vida...
Pra outra vida tu foste..Deixaste..
Obedecendo as leis maiorais e  divinas..
Fiquei no desconsolo..Tristeza e muito choro..

O que fazer agora??
Meu mundo girava a tua volta..Não sei..
Terei que continuar..Esta minha vida levar..
Mas..Sem vontade..Por mim já nem existia também..

Mas...A vida continua...
È o que me dizem amigos e invisiveis..
Que tudo se transporta pra lá..Sem perdas..
Grande consolo pra mim..Saber que vou te encontrar

E juntos iremos recomeçar....
De novo iremos nos amar..Casar....
Morarmos e vivenciarmos unidos por lá

Onde iremos aprender...
Que não perdemos jamais..Laços espirituais...
Quanta esperança pra mim..Felicidade sem fim....










Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 21 de Outubro de 2010, 18:18
***Outro Amor Virá***

Quem te faz infeliz??
Sozinho tu  ficas a divagar...
Preferes a escuridão do que o luar...
Não temas..Tudo é transitório..Vai passar.

Nem sempre temos tudo!!
Queremos mesmo assim..Apesar dos erros...
Não queremos lágrimas..Mas somente ser feliz....
Passamoso dia alegre..A noite tristes vamos dormir..

No amor é assim!!
Vivemos momentos inconstantes....
Felicidades passageiras..Dores companheiras...
Temos ao nosso lado alguém.Acordamos sem ninguém...

Mas sempre é tempo!!
De sofrer e chorar..Depois voltamos a cantar..
Saibas aproveitar..Lições tu deves sempre tirar...

O que passou..Deixe pra lá!!
Recomece a sonhar..Outro amor logo virá....
Quando menos esperar..A sua porta ele baterá....


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 21 de Outubro de 2010, 21:36
Boa noite queridos amigos!

Deixo aqui um abraço apertado aos amigos e amigas Dothy, Dodge e Belina

Muita paz e luz em seus corações!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 21 de Outubro de 2010, 21:46
  A flor


Que linda flor! - dizes - porém, reparai bem:
Vede que a sábia Natureza
Não lhe deu só beleza
Mas fê-la útil também.


Beleza que é  só beleza
Embora que nada se iguale,
É coisa fútil...
Pois, com franqueza
Ser belo de nada vale,
Se não é útil.


Leis da vida, leis do amor!
Tudo produz, e o produto
Novos produtos adiante
Constante, continuamente
A flor se transforma em fruto,
O fruto faz-se semente
Volta a semente a ser planta,
Torna a planta a abrir-se em flor.
Se tudo é útil no mundo,
E produtivo, fecundo
Nós, por nosso próprio bem,
Trabalhemos, estudemos,
Sejamos úteis também.


Afonso Lopes de Almeida
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 21 de Outubro de 2010, 21:55
 Compasso



Qual solitária Fênix nasço e renasço
das minhas próprias cinzas cotidianas
Encontro devagar em cada espaço
o substrato total da coisa pura;
não envelheço ou envileço no meu passo, porque
nasço e renasço a cada novo instante
e passo a vida resumidamente,
ensaiando sempre o primeiro passo.



        Tirzah Ribeiro
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 21 de Outubro de 2010, 22:08
O mundo é grande
e cabe nesta janela sobre o mar
O mar é grande e cabe
na cama no nosso
colchão de amar


O amor é grande
e cabe no breve espaço
de beijar


Carlos Drummond de Andrade
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 21 de Outubro de 2010, 22:30
Fora do Contexto*

Nessas crises estou!!
No descontroles da última hora..
Já nem vejo saída pra mim...Ser Livre ..
Mas como fazer??Tenho medo do que vai ser...

Nas horas tristes estou!!
Brigas com todos os meus..Não sei..
Eles querem me moldar..Deixem do jeito que está..
Enfrentar eles.Não quero saber o que eles vão dizer..

Nessas crises existenciais!!
Vivenciei anos a fio..Medidas impuzeram....
Neste mundo de aparências.Não suporto mais..
Eu preciso de algo novo..Tantas decepções fulgaz..

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 21 de Outubro de 2010, 22:53
   ***Só Pra Mim***

Se tu me amas...
Guarda isto somente pra ti..
Não saias a publicar por ai..Eles vão ver..
De mim vão querer zombar..Deixe estar....

As pessoas são assim...
Não tentam mudar..Coração renovar..
Não sabem amar e não querem aprender..
Quando vê alguém..Logo querem se meter..

Digas só pra mim...
Meu amor..Vem aqui..Namorar..
Em noites estreladas..Vamos Poetizar..
Nosso amor aproveitar....Sozinhos ao luar..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dodge em 22 de Outubro de 2010, 01:56
The Sound Of Silence

Paul Simon

Olá escuridão, minha velha amiga,
Eu vim para conversar com você novamente,
Porque uma visão que se aproxima suavemente
Deixou suas sementes enquanto eu estava dormindo,
E a visão que foi plantada em meu cérebro
Ainda permanece
Entre o som do silêncio.

Em sonhos agitados eu caminhei sozinho
As ruas estreitas de paralelepípedos,
'Sob o halo de uma lamparina de rua
Eu girei meu colar para o frio e úmido
Quando meus olhos foram esfaqueados pelo flash de uma luz de néon
Que rachou a noite
E tocou o som do silêncio.

E na luz nua eu enxerguei
Dez mil pessoas talvez mais.
Pessoas falando sem dizer,
Pessoas ouvindo sem escutar,
Pessoas escrevendo canções que vozes jamais compartilharam
E ninguém ousou
Perturbar o som do silêncio.

"Tolos" disse eu, "Você não sabe"
O silêncio como um câncer cresce.
Ouçam as palavras que eu poderia ensinar-lhe,
Tomem meus braços que eu pudesse chegar até você. "
Mas minhas palavras Como silenciosas gotas de chuva caíram,
E ecoaram
Nos poços do silêncio

E as pessoas se curvaram e rezaram
Para o deus de neon que eles fizeram.
E um sinal faiscou o seu aviso,
Nas palavras que estavam se formando.
E o sinal disse: "As palavras dos profetas estão escritas nas paredes do metrô
E nos corredores dos conjuntos habitacionais ".
E sussurraram o som do silêncio.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 22 de Outubro de 2010, 11:44
Presente e Ausente

Amor... Hoje quando acordei,
Juro que te senti ao meu lado,
Olhei-te enquanto tu  dormias,
Dei-te um beijo e tu olhaste para mim.

E sorriste... Eu sorri de volta.
Abraçaste-me,puseste a cabeça no meu peito,
Envolveste-me.. E voltaste a fechar os olhos.
E naquele bocadinho de tempo eu percebi!!


Que é tão fácil ser-se feliz...
Fechei os olhos..E fiquei contigo....
Até ao próximo sorriso,até à próxima palavra...
Até ao nosso próximo  encontro..Em outra vida...
Amo-te


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 22/10/2010


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 22 de Outubro de 2010, 12:33
** Um Amor Assim**

Se o amor for grande....
Esperar não nos cansará.....
Se as  brigas entre nós vierem....
Resolveremos em paz..Sem mais..
Se nos compreendermos e nos unirmos..
As brigas serão amenas..Darão tréguas..
Não serão eternas..Em tudo vamos sorrir..
Ficarmos um com outro..Nos deixará felizes..
Se o respeito existir..Os carinhos serão assim..
Abraços  cheios de laços e afeto..Beijos cheios de luz..
Se tivermos confiança em nós..Teremos toda Esperança..
Infidelidade a sós jamais..Viveremos um no outro..Sem mais..
Se muitas dúvidas  depois vierem...Responderemos as perguntas..
E  todas nossas palavras serão escritas...Por nós serão respondidas..
Talvez este nosso amor  não seja  eterno..Nem o ideal.Pode ser duradouro..
Não é um amor doentio..Nem frio.É  um amor deste jeito:Que vence os  preconceitos..
O tempo..As barreiras..Não é temente...Fazendo nos reencontrarmos além da vida..Depois da morte..


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 22/10/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 23 de Outubro de 2010, 00:04
Boa noite!

Desejo à todos os amigos e visitantes um fim-de-semana abençoado.

Muita paz e luz em seus corações.

Abraços carinhosos da

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 23 de Outubro de 2010, 00:24
Poema dos olhos da amada


Ó minha amada
Que olhos os teus
São cais noturnos
Cheios de adeus
São docas mansas
Trilhando luzes
Que brilham longe
Longe nos breus...


Ó minha amada
Que olhos os teus
Quanto mistério
Nos olhos teus
Quantos saveiros
Quantos navios
Quantos naufrágios
Nos olhos teus...


Ó minha amada
Que olhos os teus
Se Deus houvera
Fizera-os Deus
Pois não os fizera
Quem não soubera
Que há muitas eras
Nos olhos teus.


Ah, minha amada
De olhos ateus
Cria a esperança
Nos olhos meus
De verem um dia
O olhar mendigo
Da poesia
Nos olhos teus.


Vinícius de Moraes


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Outubro de 2010, 01:51
Amiga Kátia..Desejo-te um ótimo final de semana repleto de mta Paz e Felicidade..Bjs cheios de carinho e afeto pra ti e familia! !!

Amiga Belina..Mta paz a ti..Desejo um fim de semana cheios de saúde e felicidade..Bjs!!

Amigo Dodge..Que seu fim de semana seja show..Rico em felicidade e amor..bjs!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Outubro de 2010, 01:58
Queridos Amigos ... Sejam bem-vindos... Muita paz!!

Agradecemos a todos vocês pela presença constante neste espaço dedicado a poesia.
.Sua presença é a grande responsável pelo enriquecimento deste local que é de vocês.
Somos muitos gratos a vocês pelas visitas constantes... Ea nossa querida amiga Kátia pela iniciativa ao criar este tópico onde a mesma pode nos presentear com poesias que escrevia na adolescência..
Em meu nome... Em nosso nome... O nosso eterno agradecimento!!!
Desejamos a todos um ótimo domingo repleto de felicidades e Paz!!



Abraços afetuosos[/b][/color]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Outubro de 2010, 02:18
                ***Meu Ciúme**

Havia flores...
Mas havia também as dores..
Eu senti sim..Tudo já não é mais..
Sinto no coração..Um inevitável adeus..

O que eu fiz??
Tem dó de mim..Me dá outra chance..
Eu quero aprender.. Meu ciúme combater..
Sei que já não aguentas mais..Por isto queres ir..

Brigas cotidianas...
Não tinha apenas pela manhã..Ressentia..
Mas são constanstes..Sou doente..Me entende..
Cega eu fico... Se com alguém eu te vejo... Saio pro grito
 
Sei que não tenho culpa!!
Desculpas, não faço mais, isto te Satifaz?
Mas sou assim... See preferes ir... Vai,
Eu ser Dependente. . Jamais, vá logo em paz.




Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Outubro de 2010, 18:37
**Contigo ao meu Lado**

Nada parece tão só...
Quando comigo tu estás... É só  paz,
Já não me sinto estranho no meu ninho,
Um mar de emoções... Tudo fazes no meu coração,
Tenho um mundo aos meus pés... Tu me fazes sentir assim,
És a rosa que brilha no meu  céu... Amarelo,roseo  e lilás,
Contigo sinto apenas a mais doce, suave  e linda melodia,
Embora pareça que eu  apenas cante pra ti  só meus  choros,
Histórias de amor só pra nós dois eu também vou cantar...Escuta já,
Quando saoi de perto  de ti... Conto as horas pra chegares,
Peço ao beija-flor, um beijo meu pra ti ele levar.


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Luigi em 23 de Outubro de 2010, 19:46
Acordei assim
Nem sei explicar o que sinto,
Parece que tenho a Alma à deriva…
Como um náufrago que deseja terra
Como um faminto que sonha com pão
Como um perdido que busca o Trilho
Como um Poeta que perdeu o Sonho…
Acordei assim…

Neste instante pensei em Ti, Jesus,
Do que seria de mim e do mundo
Se não tivesses carregado a Cruz…

Neste instante pensei em TI, Jesus,
Do que seria de mim e do mundo
Sem a Tua Divina Luz…

E assim que pensei em Ti
  Não sei como, mas uma enorme vontade de ir à luta senti,
 Sem medo, pois sei
Que Tu És o Amigo que Nunca Abandona…
   
Luigi
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 24 de Outubro de 2010, 01:18
*** Deixa Eu Entrar***

Abre a porta..
Deixa eu entrar..Diz que sim..
Teu coração está desiludido..Recomece agora comigo...
Vamos ser felizes..Esquece o passado..Está morto e enterrado...
Na vida somos aprendizes..Errando e aprendendo..Vamos levando..
Mas não faz assim contigo..Sorri de novo..Ficar triste na solidão não...
Eu sou a grande solução..Deixa eu nascer..Crescer e viver apenas no teu coração..
Vamos construir um futuro..Nos amando hoje..Agora..Neste instante..Vê se me entende..
A sabedoria da vida é esta..Perder..Reconhcer..Situações ruins..procurar esquecer.Seguir..
Vamos idealizar nossa morada no paraíso..Onde nós seremos só risos..Alegria será contigo e comigo..


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 24 de Outubro de 2010, 02:13
  **Minhas Diretrizez**

O tempo vai dizer..
Não posso perder..
Hoje eu  estou aqui.
Amanhã vou  saber??
Do outo lado vou viver.
Eu quero lá me adequar.
Aqui tudo é passagem..
Preciso saber aproveitar
Meu tempo vou valorizar..
Se eu errar..Vou consertar..
Vitórias eu vou conquistar
Derrotas saber aceitar....
Com outros me reconciliar..
Vou tentar não prejudicar.
A todos eu  quero ajudar....
Palavras de paz vou falar..
Perdão vou  tentar ensinar..
Que bom que todos temos..
Muitas Chances de reencarnar..



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 24 de Outubro de 2010, 05:28
Querida amiga Dothy

Parabéns por compartilhar suas lindas poesias! Elas retratam a riqueza do seu coração amoroso e cheio de luz!

Beijos carinhosos da amiga que muito te estima e que te admira

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 24 de Outubro de 2010, 05:36
LXVI


Não TE QUERO senão porque te quero
e de querer-te a não te querer eu quero
e de esperar-te quando não te espero
passa o meu coração de frio ao fogo.
Te quero só porque a ti eu te quero,
do ódio sem fim, e a odiando-te rogo,
e a medida de meu amor viajante
é não ver-te e amar-te como um cego.
Talvez consumirá a luz de janeiro,
seu raio cruel, meu coração inteiro,
roubando-me a chave do sossego.
Nesta historia tão só eu me faleço
e morro de amor porque te quero,
porque te quero, amor, o sangue e fogo.


Pablo Neruda
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 24 de Outubro de 2010, 05:47
Viagem


O sono é uma viagem noturna:
o corpo horizontal no escuro
e no silêncio do trem, avança,
imperceptivelmente avança... Apenas
o relógio picota a passagem do tempo.
Sonha a alma deitada no seu ataúde:
lá longe
lá fora
no fundo do túnel,
há uma estação de chegada
(anunciam-na os galos agora)
há uma estação de chegada com a sua tabuleta ainda
[toda orvalhada...
Há uma estação chamada...
AURORA!


Mário Quintana
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 24 de Outubro de 2010, 06:01
Amigo Luigi

Parabéns por compartilhar sua bela poesia com uma mensagem que ilumina os corações!

Venha sempre que quiser e esteja à vontade para utilizar esse espaço que é seu também.

Tenha uma semana abençoada.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 24 de Outubro de 2010, 22:10
   ***Preciso te Dizer***

Hoje eu preciso te dizer..
O quanto estou a te amar...
Desde o inicio que te vi..Reconheci..
Perdido eu estava..Por ti me enamorava..
Fazia anos que te conhecia.Menina sempre via..
Não ligava..Importância eu não dava..mas cresceste...
Hoje estás mais mulher..Cheia de encantos.Sorriso franco....
Ha..Me senti atraído assim que percebi..Estava cego..Te deixei pra lá...
Anos passado..Atrás de mim andavas.Eu não me importava..Queria outra vida....
Mas a vida é cheia de surpresas..Menina linda ficaste..Mas passaste e nem me olhaste....
Admiradores tens aos montes..Sempre cercada por rapazes..Todos querendo uma chance....
Mas me ouves..Hoje eu percebo o quanto te amo..Ainda é tempo..Vamos retornar ao tempo passado??
Em que por mim era apaixonada..Eu não ligava..Mas agora te vejo e te reconheço..Amor mais lindo que o meu não há...


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 24 de Outubro de 2010, 22:53
  **Por Você***

È só você que faz!!
Embaixo da tua janela,
Pra cantar em dia de luar.
Sem importar..Vou soltar..

Deixem falar..
Quero te agradar..
Minha voz homenagear..
Cantar as flores,o mar..

Eu tenho pra te ofertar..
Meu coração pra te dar..
A mulher que vou amar..
Ter familia ao eternizar.

Na alegria,na tristeza..
No altar eu vou jurar..
Felizes para sempre..
Nada irá nos separar...


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 24 de Outubro de 2010, 23:44
**Tudo em Ti**

Teu carinho...
São pétalas a perfumar...
Minha vida em tudo enfeitar..
No coração que começa a aceitar...

Tua alegria..
São balsámos a consolar..
Tirando a tristeza que morava..
Minhas noites irão transformar..

Teu sorriso..
São como perólas a brilhar
Mostando tua beleza a irradiar..

Teu amor..
Palavras..Nem tenho pra expressar...
Reconheço..Pra sempre irei te amar..


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 25 de Outubro de 2010, 00:07
  **O Que Devemos Fazer**

Veja você..
O que precisamos pra ser felizes..
Nada de facilidades..Pois é uma construção a acabar...
Começa pelos valores que nos mesmos importância vamos dar..
Sempre nos amando..Antes de outro amarmos..Devemos nos respeitar....
Não deixar as pessoas nos humilharem..Somos importantes..Saibamos valorizar.....
Nunca buscarmos felicidades passageiras..Elas vem mas logo vão..Devemos ver os bens do coração...
Eternizarmos os principios renovadores..Dores e desamores..Deixemos o tempo levar..Em tudo passar....
Trocarmos pensamentos negativos por positivos..Formula mágica que só beneficios nos trará..A alma vai limpar....
Acreditarmos que tudo de ruim vai passar...Só o Amor é eterno..O mal por si só cairá..Forças ele não terá..Qunado voce confiar..Enfim..Em tudo devemos a Deus agradecer...Dele nunca esquecermos..Guardamos os ensinos dele  pra onde nos formos..Vivendo e aprendendo..Assim vamos nos aperfeiçoar..Até a próxima chance..Até outra vida..Até outro acorda
r..

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 25 de Outubro de 2010, 00:16
Queridos amigos e visitantes

Desejo à todos um ótimo início de semana repleto de paz, amor e luz em suas vidas!

Um beijo especial e meus agradecimentos à querida amiga Dothy. Que a sua luz ilumine esse cantinho de poesia sempre!

Abraços carinhosos da

Katia

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 25 de Outubro de 2010, 00:20
Querida amiga..Brigada pelas belas palavras e pela sincera amizade..Estar aqui é um balsámos de encantos e magia..onde tudo irradia a poesia..ótima semana pra ti e família..Bjs!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 25 de Outubro de 2010, 00:29
Prece


Seja no meu pouco o tudo
que estremece
A lentidão do tempo no silêncio,
no meu canto, no teto, na vidraça.
Seja, para mim, a prece
que conforta;
seja a rocha que pedra permanece
aos desvios do vento na esplanada.


Seja quase tudo ou mais que tudo, o nada
que enaltece a negação do triste
e ao redor do rosto puro tece
uma primeva auréola que persiste.


Permita que viaje a sua imagem
pelas lonjuras do meu pensamento,
pelo mundo disperso nestes versos
e na noite disperso pelo vento.


Tirzah Ribeiro
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 25 de Outubro de 2010, 00:43
Núpcias II


Ouço o vento do mar nas pedras
Ouço o vento crescer na floresta
Ouço tua voz ao meu lado.


Sinto o calor das tuas mãos nas minhas
Sinto o gosto dos teus cabelos nos meus lábios
Sinto que os teus olhos cerrados cairam sobre distâncias sem termo.


Do céu - que importa! - da terra ou da mata
o Amor chegou


Veio com os astros ou com o vento
Veio de longe ou de nós mesmos onde estava escondido?


Chegou o amor!
E eu vejo os teus seios se iluminarem
E eu vejo a vida se formar no teu corpo!
As estrelas estão caindo sobre nós.


Augusto Frederico Schimidt
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 25 de Outubro de 2010, 09:44
Bom dia a Todos


Fernando Pessoa
A Chuva Desce a Ladeira

A  ÁGUA da chuva desce a ladeira.
É uma água ansiosa.
Faz lagos e rios pequenos, e cheira
A terra a ditosa.
Há muitos que contam a dor e o pranto
De o amor os não qu'rer...
Mas eu, que também não os tenho, o que canto
É outra coisa qualquer.
 
Paz e luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 25 de Outubro de 2010, 09:47
Fernando Pessoa
A Aranha

A ARANHA do meu destino
Faz teias de eu não pensar.
Não soube o que era em menino,
Sou adulto sem o achar.
É que a teia, de espalhada
Apanhou-me o querer ir...
Sou uma vida baloiçada
Na consciência de existir.
A aranha da minha sorte
Faz teia de muro a muro...
Sou  presa do meu suporte.


Paz e luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 25 de Outubro de 2010, 09:49
Fernando Pessoa
A Ciência

 
A CIÊNCIA, a ciência, a ciência...
Ah, como tudo é nulo e vão!
A pobreza da inteligência
Ante a riqueza da emoção!
Aquela mulher que trabalha
Como uma santa em sacrifício, 
Com tanto esforço dado a ralha!
Contra o pensar, que é o meu vício!
A ciência! Como é pobre e nada!
Rico é o que alma dá e tem.
 
Paz e Luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 25 de Outubro de 2010, 09:50
Alberto Caeiro
XXXIV - Acho tão Natural que não se Pense

 
     Acho tão natural que não se pense
     Que me ponho a rir às vezes, sozinho,
     Não sei bem de quê, mas é de qualquer cousa
     Que tem que ver com haver gente que pensa ...
     Que pensará o meu muro da minha sombra? 
     Pergunto-me às vezes isto até dar por mim 
     A perguntar-me cousas. . .
     E então desagrado-me, e incomodo-me
     Como se desse por mim com um pé dormente. . .
     Que pensará isto de aquilo?
     Nada pensa nada.
     Terá a terra consciência das pedras e plantas que tem?
     Se ela a tiver, que a tenha...
     Que me importa isso a mim?
     Se eu pensasse nessas cousas,
     Deixaria de ver as árvores e as plantas
     E deixava de ver a Terra,
     Para ver só os meus pensamentos ...
     Entristecia e ficava às escuras.
     E assim, sem pensar tenho a Terra e o Céu.

Paz e Luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 25 de Outubro de 2010, 09:54

Fernando Pessoa
A Criança Que Ri na Rua

 
A CRIANÇA que ri na rua, 
A música que vem no acaso, 
A tela absurda, a estátua nua,
A bondade que não tem prazo -
Tudo  isso excede este rigor
Que o raciocínio dá a tudo, 
E tem qualquer cousa de amor, 
Ainda que o amor seja mudo
 
Paz eluz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 25 de Outubro de 2010, 10:13

Quem Foi Ary dos Santos?
o poeta que eu admiro.

Rua da Saudade - Homenagem a Ary dos Santos (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PW42bUNkZ1ZhbFdVIw==)




15--Retrato de Amália - José Carlos Ary dos Santos (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PWdwVjNZdXh6OWs4Iw==)


Ary dos Santos - 1977 - Muitos Homens na Prisão (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PWZic09oV3Qzbnl3Iw==)



Paz e Luz
Belina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 25 de Outubro de 2010, 13:10
  **Quero de Novo Amar*

]Eu já não quero mais....
Esta vida de dores e  enganos...
Solidão e tristeza não me fazem bem...
Preciso de alguém para o coração entregar..

Já tive muitas decepções..
Quando me enamorava de alguém.
Traição e desrepeito era do meu feito..
A todas que eu amava..Descaso era o que me davam..

Sofria parece desesperado
Lições dai eu tirei..Me tranquei..Não quis mais...
Resolvi do mundo amante me afastar....Ficar lá..

Mas agora sinto vazio..
Quero de novo tentar..Amar..Sonhar..
Desta vez serei feliz..Quero acreditar.Chega de evitar..

.


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 25 de Outubro de 2010, 14:51
Amigos..Sejam bem-vindos a este espaço dedicado a Poesia..

sintam-acolhidos..Abraçados...Em família..

Desejamos a todos uma ótima semana repletade de felicidades e Paz...

Recebam nosso afetuoso abraço!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 25 de Outubro de 2010, 16:49
Vou Sobreviver**

Não dá mais pra fingir...
Sinto que há algo em ti..Eu Percebi..
Estás diferente..Não sentes??O que há??
Já não me amas mais??Se for isto..Melhor contar..

Não somos obrigados a ficar..
Se já não queres mais..Te deixo em paz..
Sei que vou sofrer..muitas lágrimas vou verter..
Mas tudo na vida passa..Sei que custará..Mas vai passar.

Eu vou sobreviver..Rencascer..
Vou sempre confiar..Sei que essa dor sumirá..
Minha vida sem ti vou continuar..Nada vai parar..

Mesmo com o coração em dor...
Eu vou me dispor a te esquecer..Conseguirei..
Antes de te conhecer eu era feliz..Isto vou lembrar.






Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 25 de Outubro de 2010, 23:07
Querida Belina

Estávamos com saudades de você! Que bom tê-la de volta!

Obrigada por sua valiosa contribuição nesse tópico.

Beijos da

Katia

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 26 de Outubro de 2010, 02:02
*Minha Alegria és Tu

]Meus dias azuis....
Serão sempre um céu lilás...
Contigo do meu lado me sinto em paz.....
Alegria infinita..Felicidade é uma conquista...

Ter teu amor é tudo...
Meu sonho..Meu mundo profundo..
Queria eu sempre acordar..Do meu lado te encontrar..
Jamais quero te  perder..Farei tudo pra te alegrar...

Da primavera és sempre bela..
Assim te manterei..Teus gostos satisfeitos..
Viverei pra te amar..Até o meu recomeçar..

Sempre juntos quero ficar...
Do teu lado vou descansar..Das lutas a lidar....
Cansaço não sentirei..Por que tu és meu repousar...



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 26 de Outubro de 2010, 02:09
Amiga Belina...Mta paz em teu coração
.
                                                           Desejo-te uma semana repleta de felicidades

e paz..Abraços cheio de carinho e afeto.!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 26 de Outubro de 2010, 04:10
XLIV


SAIBAS que não te amo e que te amo
feito de que dos dois modos é a vida,
a palavra é uma ala do silêncio,
o fogo tem uma metade de frio.
Eu te amo para começar a amar-te,
para recomeçar o infinito
e para não desejar amar-te nunca:
por isto não te amo todavia.
Te amo e não te amo como se tivera
em minhas mãos as chaves da fortuna
e um incerto destino infeliz.
Meu amor tem duas vidas para amar-te.
Por isso te amo quando não te amo
e por isso te amo quando te amo.


       Pablo Neruda
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 26 de Outubro de 2010, 04:15
Às vezes,
Todas as dores de uma vida inteira
Gritam...
Às vezes,
Nas mãos, os gestos de perdão
Petrificam...
Às vezes,
As canções dos anjos
Emudecem...
Às vezes,
Os silêncios , numa praia derradeira
Desaguam...
Às vezes...
Só às vezes...

-autoria desconhecida-
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 26 de Outubro de 2010, 04:22
 Esqueça


Esqueça os dias de nuvens escuras...

Mas lembre-se das horas passadas ao sol .

Esqueça as vezes em que você foi derrotado...

Mas lembre-se das suas conquistas e vitórias.

Esqueça os erros que já não podem ser corrigidos...

Mas lembre-se das lições que você aprendeu.

Esqueça as infelicidades que você enfrentou...

Mas lembre-se de quando a felicidade voltou.

Esqueça os dias solitários que você atravessou...

Mas lembre-se dos sorrisos amáveis que encontrou...

Esqueça os planos que não deram certo...

Mas lembre-se de

SEMPRE TER UM SONHO...


Autor desconhecido
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 26 de Outubro de 2010, 13:04
Triste Decisão a Minha

O sol e a chuva..
Juntam-se eles, a minha amargura...
Ter vivido entre magia e muitos risos.. .
Hoje me sinto sozinha, por ter escolhido...

O que eu devo fazer??
Se meu coração não consegue te esquecer...
Em tudo estou a lembrar de ti...Dormindo ou aqui...
Já não tenho motivo..Apenas  resta muitas horas vazias..


Foram momentos inesquecíveis..
Que passamos juntos..Nosso amor era lindo...
A vida nos uniu..Sem termos ido atrás um do outro..
Simplesmente aconteceu..O amor pra nós apareceu...

Eu acreditei no que me disseste..
Promessas de eternidade..Só felicidades..
Mas a realidade foi outra..Triste ilusão a minha..
Compromisso tu já tinhas..
Uma  terna e  linda família..

Dividido, tu estavas..
A situação não aceitava...
Não ser a desunião,
de outros três corações...
Melhor seria eu me afastar...
Iria tentar, dele me libertar...
Ficar em dias e noites escuras...
Com a consciência tranqüila.


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 26 de Outubro de 2010, 17:26
Apareceste

Quando eu menos esperava!!
Tu apareceste..
Saíste do nada...
Com amigas, eu estava...
A ti  elas me apresentaram..
Ressentida com a vida me encontrava ..
Já nem acreditava..
Deprimida eu sofria..J
á tinha até  desistido..
Não queria mais nada..
Tristeza e sofrimentos..
Esses eram meus amigos e 
atuais  sofrimentos.....
Procurava a tudo  esquecer..
Eu queria apenas de novo viver..
Preciso me curar..
Meu interior era só ressentimento..
Vivia eu lembrando do meu  antigo momento.
Traição eu  sofrera..Me doía continuar sem ele ..
Tudo era lembranças..Eu queria morrer..
Paraíso e felicidade eu  tinha vivido..
Pra depois cair logo na amargura do alto do precipicio...
Sempre tem alguma solução..
Não estamos a sofrer em vão nesta solidão..
Eu voltei  a sorrir..
Dizem que o tempo é o único e melhor remédio
pra nós  esquecermos alguém..Puro  engano..
Para nos recuperarmos uma sofrida  desilusão deixada...
Apenas Um novo amor  em nosso coração.
..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 27 de Outubro de 2010, 14:05
***Dentro de Ti***

Escuta alma querida!!!
Dentro de ti está a felicidade..
Aquela que há tanto tu procuras...
Sem nunca encontrares nos lugares...
Pensas tu... Que ela está em alguém..
Nos diversos namorados que já tiveste..
Sentias que era com aquele que tu serias..
Mas o tempo te mostrava..A dura realidade..
Passava os encantamentos..Tristeza a ti voltava..
Nesta incessante buscas  tu ficavas..Só e desolada ..
Nesta trilha de paixão e sensação o coração tu entregavas..
Mas cansadas  te sentias..Querias paz e calmaria..Triste estavas..
Buscava ser feliz...Queria pouso e paz..Sozinhas não gostavas..Procuravas..
Um dia pra ti ele nasceu..O teu corpo adoeceu..Dores e Lágrimas tu  choraste..
No hospital  ficaste..No silêncio ele te falava..Da esperança e alegria..Te convidava..
Vinde a mim todos que estas cansados e sobrecarregado..Eu vos aliviarei..Assim tu leste.
Saíste de lá..Outra pessoa..Teu coração a paz encontrava..Em ti mesma era que estava..
Aquilo que passaste uma  vida toda  atrás,no exterior procuravas..Nas relações te enganavas..
Mas com ele veio..Os conhecimentos em ti despertaram...A felicidade que tu  tanto almejavas...




Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 27 de Outubro de 2010, 14:32
Amigos..Sejam bem-vindos..Que a paz esteja em seus corações..

Sintam-se acolhidos..Abraçados..Em família..Sua presença é fundamental pro enriquecimento e alegria deste espaço que é de vocês..Estão convidados a trazerem seus Poemas..poesias..Sonetos..Versos..Junte-se a nós nesta linguagem universal da mais pura magia..Regada com muito amor através da poesia..

Recebam nosso afetuoso abraço!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 27 de Outubro de 2010, 19:42
*Não te Desespere


Alma amiga... Escute..
Não te desespere...Tudo irá melhorar..
Não existe nada sem solução... Não angustie o coração.....
Jesus ensinou..Ao pai ajuda buscar... Quando  aqui nos faltar..
Converse com Deus..Conselhos ele irá te dar..Ajuda ele te enviará...
Seus problemas a ele deves entregar..O tempo aguardar..Nunca se lamentar....
Abra teu coração...Limpe de todas as dores , ressentimentos e mágoas..Deixe lavar..
Se prepare pra sempre cultivar dentro de ti o melhor...Paz e alegria..Isto só te beneficiará....
Aos poucos tu iras te modificar..Aprenderás a ter calma e  te resignar..Verás tudo com outro olhar...
Com o tempo..outra pessoa tu serás..Saberás lidar  com tudo e todos que em tua vida  encontrar....
Palavras de esperança e consolo irás ensinar..Conforto aos que sofrem..Irás tu levar..Serás uma alma a judar..



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 27 de Outubro de 2010, 21:01


Em breve
Ele surgirá..Do alto do céu descerá
Ele é nosso maior amigo e irmão..
Com ele, tudo tu irás solucionar....
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 27 de Outubro de 2010, 22:04
Boa noite, queridos amigos!



Madrigal


A luz do sol bate na lua...
Bate na lua, cai no mar...
Do mar ascende à face tua,
Vem reluzir em teu olhar...


E olhas nos olhos solitários,
Nos olhos que são teus... É assim
Que eu sinto em êxtases lunários
A luz do sol cantar em mim...


Manuel Bandeira
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 27 de Outubro de 2010, 22:11
Natureza


Pergunte ao sol, meu amigo,
ao sol que brilha no além,
se eu não carrego comigo
a imagem terna de alguém.
Pergunte ao mar,
pergunte à brisa,
pergunte ao rio que desliza
a quem amo e quero bem.
Certamente a natureza
toda ela irá dizer
que é você, com certeza
a quem vou amar até morrer.


Autor desconhecido
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 27 de Outubro de 2010, 22:17
Querida amiga Dothy

Que bom estar aqui com você!

Que Deus te abençoe e continue a te inspirar para que você continue nos presenteando com o seu dom de escrever.

Abraços carinhosos da amiga de sempre

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 27 de Outubro de 2010, 22:26
Amiga..Saudades...Eu que agradeço por te encontrar querida...
Sem você aqui..Há tristeza sim..Amo mto  você...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 27 de Outubro de 2010, 22:34
As pombas


Vai-se a primeira pomba despertada...
Vai-se outra mais... mais outra ... enfim dezenas
de pombas vão-se dos pombais, apenas
raia sanguínea e fresca a madrugada ...


E à tarde quando a rígida nortada
sopra, aos pombais de novo elas, serenas,
ruflando as asas, sacudindo as penas,
voltam todas em bando e em revoada...


Também dos corações onde abotoam,
os sonhos, um por um, céleres voam,
como voam as pombas dos pombais;


No azul da adolescência as asas soltam,
fogem... Mas aos pombais as pombas voltam
e eles aos corações não voltam mais...


Raimundo Correia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Outubro de 2010, 00:42
Somos Um Só*
Meu amor...
Aqui estou a chorar l,ágrimas ao luar,
Tu te foste... Saudades, comigo deixaste,
Já não tenho consolo, minha alegria acabou.

Há.. Já nem quero..
Saber de sair, conviver ou me divertir,
Uma parte de mim tu levaste... Meixaste só,
Fico aqui nesta solidão... Quanta dor em meu coração.

E agora??
O que farei... Sem ele aqui, sou Iris sem arco-Íris,
Um lago sem os cisnes... Bailarina sem a caixinha.

Meu amor...
Nós dois somos assim... Duas metades eternas,
Sol e lua..Almas afins... Tudo que a Poesia sugerir.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Outubro de 2010, 12:13
Uma  Alma Vazia

Amigo Jesus..Sol a irradiar
A  todos  aquecer e iluminar..
Nos  enchendo de amor e paz..
Nos acompanhando na terra e ar..

Por isto meu amigo..Te digo!!
Tanto contigo aprendi..Refleti..
Antes era apenas uma alma vazia..
Sem  fé eu não conhecia a alegria..


Senhor..perdoai meus pecados!!
Em tudo hoje recordo o que passaste..
A mim tu mostraste.Tudo se deve perdoar..

Jesus salvador..Me consolaste!!
Eu que sempre vivia triste e desolada..
Hoje sou feliz!Contigo aprendi a todos amar..

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Outubro de 2010, 15:30
A Vida è Um Conjunt
]Ha..Que linda é a vida!!
Cheia de encanto e alegria..
Sempre encontramos tudo perfeitinho.
Flores e amores em nosso caminhos..

Há..A vida é maravilhosa!!
Sempre temos um sorriso a nossa porta..
Deus pra nós cuida de tudo bem direitnho...
Para que encontremos muitas rosas e poucos espinhos..

Há..A vida é um espetáculo!!
De cores do arco-iris..Até o mais lindo osiris..
As árvores ao vento balançar..Oferecendo a sombra..
Frutas doces e nutrientes..Pra ninguém ficar doente.

Há...A vida é simples!!
As pessoas são que complicam com seus conflitos..
Temos tudo que precisamos pra não termos engano..
Somos alma a gravitar..Depende de nós facilitar...

Há..A vida é uma eterna dança!!
Todos com ela sempre esperam e alcançam..
Vamos viver a bailar..Somos artista no palco da vida..
Cores e tenores..Com músicas e Poesias..Vamos encantar..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Outubro de 2010, 18:26
Deus Nos Ofertando*

]Somos viajores no mundo
Sempre estamos buscando evolução..
Fazendo as riquezas do nosso coração..
Devemoscultivar amor aos nossos irmãos


Sabemos que sempre encotraremos
Em nosso caminho muitos espinhos
Mas que isto não seja um tropeço..
Faça um esforço..Tudo é recomeço...

Os obstáculos por nós enfretados..
Bem suportados..Serão pontos a contar..
Todos os dias..Somos merecedores das vida
Dádivas divinas pra nos ofertar..Vamos amar...


O Mestre nos ensinou..A todos eles aqui vivenciou..
Quando acordarmos tristes..Despistes..Solte a voz..
Ao deitar...Não esqueça de reverenciar..Deus nosso pai
que só sabe nos amar.Sempre dando outra chance de reencarnar..


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Outubro de 2010, 23:56
Estava Escrito**[/
b]Nós Somos muito felizes!!.
Nossa história estava escrito nas estrelas..
Amor sem fim..Universo de anil..morada nos céus.
Mas no momento não queremoss..Pensamos diferente.

Vivemos uma vida agitada!!
Gostamos de estar com amigos na farra..Sem amarras
Somos livres e nada mais..Vivemos bem assim..Na paz..
Mesmo morando seprados..Somos em almas casados..

Objetivos temos a alcançar!!.
Estamos ausentes..Mais no coração presente..
Não sentimos vazio..Pois tu estas comigo sempre..,
E eu estou contigo por onde tu fores..Somos amores

Um dia decidiremos!!
Se nós vamos casar..Construir um lar..
Termos nossos filhos..Juntos ficarmos velhinhos
Com esperança de em nova vida voltar a nos amarmos
[/font][/color][/i]



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Outubro de 2010, 00:30
Me Perdi de Amor

]Ha... Eu não sabia!!!
Que por mim... Amor tu já nutrias,
Vivias sempre a me olhar, mas não imaginava..
Que estavas interessadas, tu eras muito envergonhada!!

Eu não percebi logo!!
Vivia entre meus livros..Apenas eu  comigo..
Não tinha tempo pra festas..Minha vida era séria..
Eu queria ser..Na vida crescer..Apenas queria vencer..

Mas nesta situação!!!
O cupido ele faz parte em nosso coração..
Quando o amor chega não pede licença..Entra..
E  nós ficamos assim..Perdidos a nos amarmos....

Estudos??Já Nem me concentro!!
Em ti eu apenas penso em momentos..
Quero terminar pra contigo ficar a namorar..
Embaixo da árvore ficamos..Sempre sonhando!!!






Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Outubro de 2010, 01:12

Amigo Dodge..Por onde andas??
Saudades nós sentimos..
Pois lhe temos muito carinho...
Abraços cheios de laço!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Outubro de 2010, 01:20
Jesus... Nos Ajuda!!

[]Amigo Jesus....
Que a todos nos conduz..
Envolve sempre nossos corações..
Para que possamos a amar sem distinção..

Erros não queremos!!
Nós Vivemos pra aprendermos..
Ajuda-nos a tudo nós  esquecermos...
Queremos paz..Já não aceitamos a guerra..

Neste mundo moderno!!!
Te pedimos..Sempre  dos perigos nos proteja..
Ensina-nos a vencermos a nós mesmos..São muitos os  erros..

Queremos apenas acertar..Precisamos nos reformar para  melhor voltarmos
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 29 de Outubro de 2010, 05:35
Bom dia, queridos amigos!



INICIAÇÃO



Não dormes sob os ciprestes,
Pois não há sono no mundo.
O corpo é a sombra das vestes
Que encobrem teu ser profundo.
Vem a noite, que é a morte,
E a sombra acabou sem ser.
Vais na noite só recorte,
Igual a ti sem querer.
Mas na Estalagem do Assombro
Tiram-te os Anjos a capa.
Segues sem capa no ombro,
Com o pouco que te tapa.
Então Arcanjos da Estrada
Despem-te e deixam-te nu.
Não tens vestes, não tens nada:
Tens só teu corpo, que és tu.
Por fim, na funda caverna,
Os Deuses despem-te mais:
Teu corpo cessa, alma externa,
Mas vês que são teus iguais.
A sombra das tuas vestes
Ficou entre nós na Sorte.
Não 'stãs morto, entre ciprestes.
Neófito, não há morte.


Fernando Pessoa
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 29 de Outubro de 2010, 05:45
Poema da prosperidade



Nem a tristeza, nem a desilusão

Nem a incerteza, nem a solidão

NADA ME IMPEDIRÁ DE SORRIR.

Nem o medo, nem a depressão,

Por mais que sofra meu coração,

NADA ME IMPEDIRÁ DE SONHAR.

Nem o desespero, nem a descrença,

Muito menos o ódio ou alguma ofensa,

NADA ME IMPEDIRÁ DE VIVER.

Em meio as trevas, entre os espinhos,

Nas tempestades e nos descaminhos,

NADA ME IMPEDIRÁ DE CRER EM DEUS. Mesmo errando e aprendendo,

Tudo me será favorável,

Para que eu possa sempre evoluir

Preservar, servir, cantar,

Agradecer, perdoar, recomeçar... QUERO VIVER O DIA DE HOJE

COMO SE FOSSE O PRIMEIRO,

Quero viver o momento de agora

Como se ainda fosse cedo,

Como se nunca fosse tarde. Quero manter o otimismo,

Conservar o equilíbrio,

Fortalecer a minha esperança,

Recompor minhas energias,

Para prosperar na minha missão

E viver alegre todos os dias. Quero caminhar na certeza de chegar,

Quero lutar na certeza de vencer,

Quero buscar na certeza de alcançar,

Quero saber esperar

Para poder realizar os ideais do meu ser.

ENFIM,

Quero dar o máximo de mim, para viver

Intensamente e maravilhosamente

TODOS OS DIAS DA MINHA VIDA.



Autor desconhecido
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 29 de Outubro de 2010, 05:58
Pequeno poema de após chuva



Frescor agradecido de capim molhado
Como alguém que chorou
E depois sentiu uma grande, uma quase envergonhada
[alegria
Por ter a vida
continuado...



Mário Quintana
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Outubro de 2010, 10:50
**Obrigado Senhor**

Senhor...
Agradeço mais um dia..
Em que acordo na sinfonia..
Dos passárinhos na maior alegria..


Senhor...
Ao acordar encontro os que amo..
Sempre me mimando e cuidando..
Minha mãezinha uma  santa no lar..

Senhor...
Saio a rua..Que maravilha..
O sol a brihar.em tudo a iluminar..
As árvores a balancear ao vento a soprar..

Senhor..
Em tudo vejo beleza e graça....
Por todos que do meu lado passam....
É uma eterna magia que em tudo contagia..

Senhor..
Sempre vou admirar..A natureza a enfeitar.
Ao meu redor tudo é festa..Meu coração agradece.
Tudo perfeito..Flores e amores..Em terra ou no mar..


Senhor...
Obrigado senhor pelo sorriso..
Pela luz celeste  que existe dentro de mim..
Pelo mundo de paz que me deste..Floresce..
O que seria de mim sem a fé que tenho em ti??









Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Outubro de 2010, 17:56
**Eu Sei***

Eu sei que tu me adoras!!
Mesmo que tu queiras disfarçar,
Não dá, estou sempre a te observar..
Tentas esconder,Mesmo assim, dá pra perceber.

Teus gestos são assim!!!
Todos voltados pra mim, sem fim,
Entendo cada olhar  teu, que me diz,
Seria marvilhoso e muito gostoso nosso amor.

Mas... é tua timídez!!
Eu tento me aproximar, mas vives a te afastar,
Seria imensa alegria, trocarmos as horas vazias..
Pela nossa companhia, iríamos desfrutar, junto ao mar.

Sei que tu me adoras!!!
Não espera eu ir embora... Pode vir agora,
Cuidado pra não me perder... Eu tenho o que fazer,
O que seria preciso eu fazer?? Pra que venhas a admitir.

Não deixa passar!!
Esta chance que temos, de consolidar,
Nosso amor está  pairando até no ar,
Eu sei que tu me adoras... Vamos logo namorar!!!







Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Outubro de 2010, 18:10
Amigos..Sejam bem-vindos..Que a paz esteja em seus corações...

Sintam-se em família neste espaço que é de vocês..Sua presença é fundamental pra todos nós..Estão convidados a trazerem suas Poesias...Poemas..Sonetos,etc..
Desejamos a todos  um ótimo final de semana repleto de felicidades e muito amor!!


Abraços
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Outubro de 2010, 18:12
Amiga Belina..

                       Desejo-te um ótimo final de semana

com muitas Felcidades..Saúde e muita paz

                                                          Abraços cheios de afeto e carinho a ti querida!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Outubro de 2010, 18:17
Amiga Kátia..

Mta paz em teu coração..
                                               Desejo-te a ti e família um maravilhoso final de semana

Cheio de união..Saúde e muitas felicidades...

                                                        Abraços e beijos cheios de afeto a carinho!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Outubro de 2010, 18:31
***Não Acredito Mais***

Vou aproveitando!!
Cada segundo que ainda me resta..
Amanhã não me interessa..O agora vai chegar..
Só por hoje não quero mais te ver..Não quero a dose..

Cansei de chorar!!!
Feridas que não se fecham,nem cicatrizam...
Sofro as marcas da decepção no meu  coração...
Já não me animo mais..O resto já nem importa mais..

Parecia que ia durar!!!
Minhas esperanças eram tão reais...
Agora deixo os meu anseios e receios me levar
Já não quero mais acreditar..A vida vai se encarregar..

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Outubro de 2010, 22:39
  ***Meus Sonhos***

Meus sonhos!!!
Tão reais assim..Quero todos pra mim..
Vou com ela me casar..Pra sempre vamos amar..
Nada tão dificil de se realizar..Apenas preciso concretizar...

Eu quero ser feliz!!!
Meus anseios com ela eu  quero realizar...
Passear,viajar e sempre namorar..Rotina não vai alcançar....
Faremos tudo diferente no presente..Nada mais ficará igual...

Seremos sempre amantes,
Todo dia vamos inovar..Mudanças sempre buscar.
O tempo vai nos auxiiar...Forças iremos encontrar...

Assim seremos nós!!
Em ternos laços e abraços... Vamos ficar,
Tristeza não entrará em nossas vidas... Vamos explusar,
Meu sonho vai se realizar... Até para outra vida alcançará.


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 30 de Outubro de 2010, 03:51
Querida Dothy

Fico feliz em te encontrar iluminando esse cantinho da poesia.

Obrigada, amiga, pelo seu carinho e participação constante.

Desejo que você tenha um fim-de-semana abençoado com muita paz, alegria e saúde.

Mil beijinhos da amiga de sempre

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 30 de Outubro de 2010, 04:12
Poema 3



Ah vastidão de pinheiros, rumor das ondas quebrando,
lento jogo das luzes, solitária cabana
crepúsculo abatendo-se em teus olhos, boneca,
caramujo terrestre, em ti a terra canta!
Em ti os rios cantam e minha alma se perde neles
como tu o desejas e fazia para donde tu o querias.
Marca-me em teu caminho meu arco de esperança
e soltarei em teu delírio meu disparo de flechas.
Em torno de mim estou vendo tua cintura de nevoa.
e teu silêncio me acusa minhas horas perseguidas,
e tu és como teus braços de pedra transparente
donde meus beijos perdem e minha úmida ânsia abriga.
Ah tua voz misteriosa que o amor tinge e dobra
no entardecer ressonante e moribundo!
Assim nas horas profundas sobre os campos tenho visto
dobrar-se as espigas em a boca do vento.


Pablo Neruda
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 30 de Outubro de 2010, 04:29
ABISMO



Olho o Tejo, e de tal arte
Que me esquece olhar olhando,
E súbito isto me bate
De encontro ao devaneando —
O que é ser-rio, e correr?
O que é está-lo eu a ver?
Sinto de repente pouco,
Vácuo, o momento, o lugar.
Tudo de repente é oco —
Mesmo o meu estar a pensar.
Tudo — eu e o mundo em redor —
Fica mais que exterior.
Perde tudo o ser, ficar.
E do pensar se me some.
Fico sem poder ligar
Ser, idéia, alma de nome
A mim, à terra e aos céus.
E súbito encontro Deus.


Fernando Pessoa
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 30 de Outubro de 2010, 09:53
                                            VIVA  JESUS!

     Olá, meus irmãos.


                                   POESIA

               Gastei uma hora pensando um verso
               que a pena não quer escrever.
               No entanto ele está cá dentro
               inquieto, vivo.
               Ele está cá dentro
               e não quer sair.
               Mas a poesia deste momento
               inunda minha vida inteira.

                          ( Carlos Drummond de Andrade )


                                PAZ, MUITA PAZ!         
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Outubro de 2010, 10:47
***Eu Não Sei Viver***

Eu não sei viver..
Sem amor e poesia..São uma magia..
Na minha vida os dois estão a complementar...
Nós três juntos sempre temos como  recomeçar..

Eu não sei viver..
Sem sorrir..Em tudo eu vejo alegria..
No cantar dos passáros a sombra e o mar
Nas ruas a passar..Nas pessoas a transitar..


Eu não sei viver..
Sem meus amigos abraçar..A todos vou eternizar..
Sempre respeitando idéias diversas,diferentes da minha..
Em tudo vamos comemorar..Alegria com eles vou esbanjar..

Eu não sei viver..
Sem olhar as estrelhas no céu a brilhar..
Os peixes com sua beleza nos rios a  enfeitar..
Flores e frutos..Que maravilha..Suas cores a perfumar..


Eu não sei viver..
Sem uma boa comida..Sem minha família....
Sem uma boa leitura antes de deitar e dormir..
Sem muitos amores..A todas eu sempre vou amar..

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 30 de Outubro de 2010, 11:03
                                     VIVA  JESUS!

      Olá, meus irmãos.

           
            " Se a cada coisa que há um deus compete,
              Por que não haverá de mim um deus?
              Por que o não serei eu?
              É em mim que o deus anima
              Porque eu sinto.
              O mundo externo claramente vejo -
              Coisas, homens, sem alma. "

                           (Fernando Pessoa/Ricardo Reis )


                                          PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Outubro de 2010, 11:09
Amigo dOM Jorge..Seja bem-vindo ao eterno mundo da poesia..Grato ficamos por comppartilhar conosco esta linda mensgem poética do imortal Fernando pessoa..Volte sempre amigo..Muita paz e luz em teu  coração!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 30 de Outubro de 2010, 15:47
Querido amigo dOM JORGE


Muito obrigada por enriquecer esse espaço, compartilhando as belas poesias de Carlos Drummond de Andrade e Fernando Pessoa.

Seja muito bem vindo e venha sempre que quiser. Esse espaço também é seu, utilize-o quando desejar.

Abraço carinhoso da

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 30 de Outubro de 2010, 16:23
Eu


Sonho ... eu vou pelos
          espaços
   levada pelos meus braços,
   duas asas a voar ...


Os meus olhos apagados,
   são agora iluminados,
   são estrelas a brilhar ...


Como folha solta ao vento
   sinto livre o pensamento,
   divagando pelo ar ...


Subo as regiões estranhas,
   sou mais alta que as montanhas,
   mais profunda do que o mar ...


Vou sonhando, vou subindo,
   já naõ sei mais de onde venho,
   já não sei para onde vou ...


De repente, vou caindo
   e acordando do meu sonho:
   nada tenho,
   e nada sou!


Maria José Aranha de Resende
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 30 de Outubro de 2010, 16:33
                                           VIVA  JESUS!


      Boa-tarde! caros irmãos.


           Começa a haver meia-noite, e a haver sossego.
           Por toda a parte das coisas sobrepostas,
           Os andares vários da acumulação da vida...
           Calaram o piano no terceiro andar...
           Não oiço já passos no segundo andar...
           No rés-do-chão o rádio está em silencio...

           Vai tudo dormir...

           Fico sozinho com o universo inteiro.
           Não quero ir à janela:
           Se eu olhar, que de estrelas!
           Que grandes silencios maiores há no alto!
           Que céu anticitadino!
           Antes recluso,
           Num desejo de não ser recluso,
           Escuto ansiosamente os ruidos da rua...
           Um automovel - demasiado rápido!
           Os duplos passos em conversa falam-me...
           O som de um portão que se fecha brusco dói-me...

           Vai tudo dormir...

           Só eu velo, sonolentamente escutando,
           Esperando
           Qualquer coisa antes que durma...
           Qualquer coisa.

                  (Fernando Pessoa/Alvaro de Campos)


                                       PAZ, MUITA PAZ!
 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Outubro de 2010, 18:19
*Unidos Pelo Amar*

Eu vou lembrar...
De nós dois, naquele lugar..
Luzes  a estrelar, vozes do tenor,  a cantar..
Tudo vai  nos convidando  ao eterno namorar..

Eu sempre estarei..
Te esperando no mesmo lugar ao luar..
Pra juntos nos encantarmos em cada olhar..
Seremos sempre assim.. Eu violeta e tu um cravo em jasmim..



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 30 de Outubro de 2010, 23:12
                                         VIVA  JESUS!

      Boa-noite! meus queridos irmãos.


             Conta a Lenda que dormia
             Uma Princesa encantada
             A quem só despertaria
             Um Infante que viria
             De além do muro da estrada.

             Ele tinha que, tentado,
             Vencer o mal e o bem,
             Antes que, já libertado,
             Deixasse o caminho errado
             Por o que à Princesa vem.

             A Princesa Adormecida,
             Se espera, dormindo espera.
             Sonha em morte a sua vida,
             E orna-lhe a fronte esquecida,
             Verde, uma grinalda de hera.

             Longe o Infante, esforçado,
             Sem saber que intuito tem,
             Rompe o caminho fadado,
             Ele dela é ignorado.
             Ela para ele é ninguém.

             Mas cada um cumpre o Destino -
             Ela dormindo encantada,
             Ele buscando-a sem tino
             Pelo processo divino
             Que faz existir a estrada.

             E, se bem que seja obscuro
             Tudo pela estrada fora,
             E falso, ele vem seguro,
             E, vencendo estrada e muro,
             Chega onde em sono ela mora.

             E, inda tonto do que houvera,
             À cabeça, em maresia,
             Ergue a mão, e encontra a hera,
             E vê que ele mesmo era
             A Princesa que dormia.


                                           ( Fernando Pessoa )


                                      PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Lima_Gil em 31 de Outubro de 2010, 01:15
NA PAZ DO TEU ABRAÇO

Numa noite inesquecível,
Eis o encanto!
De repente, não havia mais assunto...
E, então,
Meio sem querer, com emoção,
Tocaste levemente a minha mão,
E tanto
Que o silêncio veio e nos manteve juntos...
Nossas mãos, vibrantes, se apertaram
E fortemente se acariciaram;
Os corações batiam, agitados,
Sutilmente, febris, entrelaçados.
Tudo em volta, por magia, sem interesse estava,
Nada mais, assim, nos importava,
Senão
Tu e eu, mão e mão,
De ardorosa alegria palpitando
E, de quando em quando,
Sem qualquer palavra,
Mais calorosas, nossas mãos se apertavam...
Em linguajar silencioso, se falavam
Como almas gêmeas, que no eterno se amavam,
E testemunhas mil do ambiente
No escurinho observavam a gente...
E ali, mais e muito mais,
Nos envolvia
Inesperado clima
De harmonia
E paz...

Agora, meu amor, o coração em descompasso,
Sinto o teu suave e envolvente abraço,
Audaz, real, maravilhoso,
Misteriosamente carinhoso...
E alegre, comovido e radiante,
Falo baixinho em teu ouvido expectante,
Quebrando, enfim, o silêncio, emocionado:
— Nunca, em toda a minha vida, me sentira
Assim, tão docemente, bem-amado!

                                 Rio, 30/10/10
Lima_Gil
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 31 de Outubro de 2010, 03:13
Querido amigo Lima Gil

Parabéns por nos brindar com uma linda poesia de sua autoria!

Estava esperando pela sua participação. Valeu a espera!

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Lima_Gil em 31 de Outubro de 2010, 03:30
Querida amiga Katia:

Esta poesia fiz, hoje mesmo, especisalmente para oferecer a esse lindo cantinho, já tão estimado por tantos irmãos e irmãs. Já tinha postado uma quadrinha, bem antiga, que fiz para minha amada filha Fernanda. Agora, logo mais, vou postar um poema muito especial para mim, cujo tema não te posso adiantar, por enquanto. Esse compuz em 1988. Parabéns, mais uma vez, por essa maravilhosa idéia que, infelizmente, não é bem compreendida por todos. Acredito eu que aqui só se deve postar poesias da própria autoria do visitante. Paz, muita paz, para ti e para todos os teus entes mais queridos! Beijos e abraços carinhosos do teu amigo de sempre, e para todo o sempre,
Gil.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 31 de Outubro de 2010, 03:31
Queridos amigos Dothy e dOM JORGE

Vocês, juntamente com o amigo Lima Gil deixaram esse cantinho iluminado com as suas presenças.

Que Deus ilumine os seus caminhos!

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 31 de Outubro de 2010, 03:57
Querido amigo Lima Gil

Esteja à vontade para utilizar esse espaço que também é seu.

Quando abri esse tópico a minha intenção era postar as minhas poesias e  de outros autores que me tocassem o coração e tocando-me, passaram a me pertencer ou seja, fazer parte do meu "mundo interno". Fiz um convite claro à todos os amigos do Fórum para compartilhar as suas poesias e de outros autores, pois como já te disse, tenho alguns cadernos onde anoto as poesias desde os meus 12 anos de idade e não quero que elas fiquem simplesmente guardadas no meu armário. Quero compartilha-lás com todos os amigos de alma sensível e que tenham essa capacidade de apreciar poesias.

Deixo aqui reiterado o meu convite aos caros amigos do Fórum Espírita.

Abraço carinhoso da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Lima_Gil em 31 de Outubro de 2010, 13:15
Querida amiga Katia:

Muito obrigado, amiga, por esse esclarecimento que, confesso, me surpreende, mas, em compensação, nos deixa a todos nós, membros deste abençoado espaço espiritual, bem mais livres para postar as nossas contribuições para o seu enriquecimento. Ah, esqueci de te dizer... Com a preciosa ajuda da Tamara Ferreira e, sobretudo de um jovem muito especial, meu vizinho e amigo, recuperamos, integralmente, a imagem do Fórum e issso lodo se vê pelas images e fotos que posso, agora, postar.
Abraço carinhoso do Gil.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 31 de Outubro de 2010, 14:01
Querido amigo Lima Gil

É verdade, parabéns a Tamara, ao seu amigo e à você que puderam corrigir esse problema rapidamente.

Abraços carinhosos da

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Lima_Gil em 31 de Outubro de 2010, 14:16
Oi, Katia!

Boa tarde, filha minha! Gostaria que me escrevesses, por E-mail, me dando todos os "macetes", para capturar imagens e figuras, inclusive sobre como organizá-las melhor em nossa máquina, para que, assim, eu possa perder menos tempo ao fazer minhas postagens, entendes! Manda isso por E-mail para mim, o mais breve possível, está bem, querida? Abraços carinhosos do amigo Gil.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 31 de Outubro de 2010, 14:22
Passagem da noite


É noite. Sinto que é noite
não porque a sombra descesse
( bem me importa a face negra )
mas porque dentro de mim,
no fundo de mim, o grito
se calou, fez-se desânimo.
Sinto que nós somos noite,
que palpitamos no escuro
e em noite nos dissolvemos.
Sinto que é noite no vento,
noite nas águas, na pedra.
E que adianta uma lâmpada?
E que adianta uma voz?
É noite no meu amigo.
É noite no submarino.
É noite na roça grande.
É noite, não é morte, é noite
de sono espesso e sem praia.
Não é dor, nem paz, é noite
é perfeitamente a noite.


Mas salve, olhar de alegria!
E salve, dia que surge!
Os corpos saltam do sono,
o mundo se recompõe.
Que gozo na bicicleta!
Existir: seja como for
A fraterna entrega do pão.
Amar: mesmo nas canções.
De novo andar: as distâncias,
as cores, posse das ruas.
Tudo que à noite perdemos
se nos confia outra vez.
Obrigado, coisas fiéis!
Sabei que ainda há florestas,
sinos, palavras; que a terra
prossegue seu giro, e o tempo
não murchou; não nos diluímos.
Chupar o gosto do dia!
Clara manhã, obrigado,
o essencial é viver!


Carlos Drummonde de Andrade
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Lima_Gil em 31 de Outubro de 2010, 14:50

Estimada amiga Katia!

Que linda poema sobre esse interessante par de opostos: dia e noite... Pensei até que era de tua autoria, filha minha! Mas, não importa, que, em verdade, nomes somente servem, por enquanto, para atender às nossas vaidades, tão enfatizadas no Livro do Pregador, o Eclesiastes... Segue-se o poema épico, de nossa autoria, em justa homenagem ao maior brasileiro de todos os tempos, segundo a lúcida opinião de muita gente, inclusive, sem falsa modéstia, a minha própria. Também compuz, em sua homenagem, um dobrado sinfônico, em parceria com um grande amigo meu. Abraços carinhosos do amigo que muito te estima,
Gil
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Lima_Gil em 31 de Outubro de 2010, 14:54
                SINAL DE AMOR

Que bela vida! que carreira exemplar!
Rondon! com emoção, buscamos evocar
Tua obra imortal, trabalho grandioso
Do mais ilustre e bravo Filho de Mimoso!
Possa o hino feliz de nossa exaltação
Fazer justiça ao homem e à missão!
Assim, superando pobreza e orfandade,
Granjeaste o respeito da Humanidade.
De degrau em degrau, alcançaste o laurel:
Em Ciências Naturais e Exatas Bacharel!
Louvamos a visão, profunda e sem falha,
Do heróico vencedor da grande batalha
Pela integração do Brasil, do sul ao norte,
Vibrante Ícone da Paz, honrado e forte!
Paladino do Oeste! seguias feliz,
Enfrentando ataques de selvagens hostis,
A dolorosa perda de homens leais,
As conseqüências de doenças tropicais
E deserções de seres fracos e incapazes...
Ante tais obstáculos, o que tu fazes?
Firme, intimorato, ias sempre adiante,
Do Século Vinte Intrépido Bandeirante!
Incansavelmente tu marchavas e vinhas,
Construindo longas telegráficas linhas;
Pisando a mesma terra que te viu menino,
Percorreste os sertões, como um Peregrino,
E das tribos indígenas, em abandono,
Foste o Defensor, ó Insigne Patrono
Dos Comunicantes! que nesta homenagem
Anseiam transmitir-te a cordial mensagem
De gratidão e fé na força imorredoura
Dessa abnegação pra geração vindoura!
Eis, enfim, tua glória, ó Grande Marechal!
Reverenciado pela alma nacional:
Tua obra é Sinal de Amor que irradia
E, como ondas de rádio, no espaço se amplia;
É fonte de luz e sentimos que, por dentro,
Seus raios convergentes têm Deus como centro!
Quanto mais investigamos tua grandeza,
Mais te sabemos de caráter a inteireza
E das bocas ouve-se um só comentário:
Muito acima de nós foste um missionário!
Tudo em ti é valioso, mas, em verdade,
O que mais nos encanta é a imensa bondade,
Em verso e em prosa tantas vezes lembrada,
Pois és alma de escol, de elevação testada
Em plena selva, na região Centro-Oeste,
Quando a magnífica lição nos deste,
Firmando pra sempre a frase que se não trunca:
Sim! “Morrer se necessário for, matar nunca!”

                           Rio, 05/05/88
Lima_Gil
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 31 de Outubro de 2010, 18:09
                                            VIVA JESUS!

        Boa-tarde! meus irmãos.


                                  NOVO APÓLOGO

        A MÃO disse para a luva:
        - Que seria de ti, sem a forma
        nervosa, exata, de meus dedos?

        E a luva lhe responde
        numa sugestão de flores pensas, de asas em sono:
        - Tua essência, mão, está no meu invólucro.
        Sou eu que te espiritualizo
        e te revelo em tua mais secreta beleza.

        Mas o filosofo, que tudo ouvira
        a um canto do jardim onde duas mãos de mármore
        deixam correr a água antiga até sempre,
        pensou consigo que nem o arminho nem a carne concentram
        a beleza definitiva e fluida.

                               ( Carlos Drummond de Andrade )


                                            PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 31 de Outubro de 2010, 23:30
Meu querido amigo Lima-Gil..Quanta felicidade para mim e todos nós que amamos a Poesia lhe  ter aqui neste espaço de pura magia..Quanta expressão de tua alma ao nos presentear com suas lindas mensagens de tanta beleza e sentimentos..Esperamos e aguardamos que o amigo esteja sempre aqui conosco a nos ajudar a enriquecer ainda mais este tópico onde tudo imana a linguagem universal da Poesia..Seja bem-vindo..Meus parabéns..Desejo-te muita inspiração e sucesso..Receba meu abraço cheio de afeto e carinho de sua amiga que muito te estima e admira!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 31 de Outubro de 2010, 23:46
Saudades.. Eu Tenho!

Saudades...
Palavra para nós de dificil expressão..
Ela entra e se instala em nossos corações...
Causando-nos uma estranha e triste emoção..

Saudades da infância..
Dos tempos que nós tinhamos dezesseis...
E sempre eramos em números pares de seis..
Quando na escola nos uniamos para brincar..

Saudade da casa..
Que passamos os nossos primeiros anos..
Da alegria ao nos encontrarmos depois do dia a nadar..
Da epóca bem vivida em que não tinhamos a nos preocupar..

Sentimos saudades..
De seres que amamos... Mais estão longe..
Saudades dos tempos que já não voltam mais..
Dos amigos ausentes que estão no presente..

Saudades temos...
Dos nossos amores que para outro lado foram..
De tudo que ele em nós deixaram, alegria a guardar...
Exemplos que nos deram e sabemos... Ainda iremos nos encontrar.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 01 de Novembro de 2010, 00:07
Não Espere eu ir embora

Não espere eu ir embora..
Para dizer o que sentes
em  teu coração..
Seja em termos de afeto,
Carinho e proteção..

Não espere eu ir embora..
Para dizer
Que me adora
Se ainda quiseres
recomeçar
Nos dando outra chance
De esquecer
E perdoar..

Não espere eu ir embora..
Passamos momentos
de intensa alegria..
Vivemos horas
escrevendo versos
De poesia..
Foram dias serenos
E noites amenas...
E nestes momentos
Eu não me sentia
Tão pequena

Não espere eu ir embora..
Por que já será tarde.
Não esterei mais aqui
No fim da tarde
Não deixe para depois..
Se podemos ser felizes
Os dois


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 01 de Novembro de 2010, 00:37
Minha Utopia

Não me lembro mais..
Do tempo em que eu queria
me lembrar...
Quando eu saia a praia,
apenas para andar..
Eu esquecia que tinha
uma vida a levar.

Mergulhada
Em teus pensamentos
Me perdia em cada
Momento
De um tepo
E um depois
Em que existia
O nós dois
.









Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 01 de Novembro de 2010, 01:11
Estarei te esperando

Agora
que já estou indo
Eu te digo...
Não temos tempo a perder..
Palavras de sentimentos
que eu  vou escrever..
Os meus doces e secretos
Desejos de te querer..

Eu viverei,
a te amar
Agora
e no eternizar..
Onde todos se encontram
quando a morte chegar..
Contigo serei novamente
Uma alma
A completar







Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 01 de Novembro de 2010, 01:24
Amigos queridos..Quanta alegria para nós recebermos suas visitas neste canto dedicado ao amor a poesia..Desejamos que todos que aqui entrem..Sempre se sintam acolhidos a abraçados por nós..Convidamos também a trazerem suas poesias,poemas,sonetos e verso..etc..Juntando-se a nós para enriquecermos a grande expressão da alma..A expressão mais sublime da magia da eterna Poesia..Recebam nosso afetuoso abraço!!.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Lima_Gil em 01 de Novembro de 2010, 02:25

Querida amiga Dothy:

Muito obrigado pelo incentivo. Em verdade, filha minha, não tenho essa facilidade toda em compor poesias, em tal expressão que me permita estar sempre por aqui, ajudando a nossa poetisa Katia que, desde seus doze anos, vem organizando seus cadernos pertinentes a esse tema. Acredito que tenho alguma sensibilidade poética, mas algumas coisas que andei fazendo, no passado, se perderam, por desorganização. As que postei, até agora — em quantidade insignificante — uma foi simples quadrinha que dediquei a uma filha muito amada; outra é o poema desta página, conseqüência de meu amor ao grande brasileiro a quem o dediquei e a oura, a compuz anteontem, com muito carinho, para oferecer a esse lindo espaço criado pela minha muito estimada amiga supra mencionada. Costumo gastar muito tempo para construir alguma coisa expressiva, pois sou exigente demais para a minha limitada capacidade poética. Esperemos em Deus que nos venha aquela inspiração de que tanto carecemos... Abraços carinhosos do teu amigo de sempre, e para todo o sempre,
Gil
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 01 de Novembro de 2010, 17:17
Boa tarde, queridos amigos!


Por que...


Por que tristezas?
A vida é bela!

Por que desistir?
A vida é uma continuação!

Por que lágrimas?
A vida é um sorriso!

Por que amarguras?
A vida é uma canção!
Por que ódio?
A Vida foi feita para amar!

Por que intrigas?
A vida é Paz!

Por que blasfemar?
A vida foi feita para orar!

Por que mentir?
A vida é uma verdade!

Por que sentir-se pobre?
A vida é uma riqueza!

Por que sofrer?
A vida é superação!

Por que temer?
A vida é feita de Fé!

Por que fracassos?
A vida é uma grande vitória!

Por que ofender-se?
A vida é perdão!

Por que ser infeliz?
A vida é uma grande felicidade!

Por que problemas?
A vida é uma grande solução!

Por que trevas?
A vida já é Luz!


Autor desconhecido
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 01 de Novembro de 2010, 17:41
Viver



Quem nunca quis morrer
Não sabe o que é viver
Não sabe que viver é abrir uma janela
E pássaros, pássaros sairão por ela
E hipocampos fosforescentes
Medusas translúcidas
Radiadas
Estrelas-do-mar... Ah,
Viver é sair de repente
Do fundo do mar
E voar...
e voar,
cada vez para mais alto
Como depois de se morrer!


Mário Quintana
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 01 de Novembro de 2010, 19:22
                                        VIVA  JESUS!

     Boa-tarde! queridos irmãos.

                                  PALAVRAS DE PÓRTICO

           NAVEGADORES ANTIGOS tinham uma frase gloriosa: " Navegar é preciso; viver não é preciso."
           Quero para mim o espírito desta frase, transformada a forma para a casar com o que eu sou: Viver não é necessário; o que é necessário é criar.

                                    ( Fernando Pessoa )

                 
                                             PAZ, MUITA PAZ !
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Lima_Gil em 01 de Novembro de 2010, 23:00
A VOLTA

Tu és a minha doce recompensa,
Fonte de luz e generosidade;
Pra mim seria a mais cruel ofensa
Saber que não me amas de verdade.

Longe de ti, eis a saudade imensa!
E a maior tristeza me invade;
Amargurada, minha alma pensa:
Cada segundo é qual eternidade...

Quero que fiques bem, sempre comigo,
E eu não viva para teu castigo,
Que Deus ao mundo resolveu mandar.

Vem!... Volta logo ao meu regaço amigo,
Pra construirmos juntos um abrigo,
Que um lindo amor transforme em nosso lar!

                       Rio, 01/11/10
Lima_Gil
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 02 de Novembro de 2010, 22:14
Boa noite, queridos amigos!


Uma homenagem à todos os nossos entes e amigos queridos que partiram e deixaram o perfume da saudade no ar...


      Profundamente


Quando ontem adormeci
Na noite de S. João
Havia alegria e rumor
Estrondos de bombas luzes de Bengala
Vozes cantigas e risos
Ao pé das fogueiras acesas.


No meio da noite despertei
Não ouvi mais vozes nem risos
Apenas balões
Passavam errantes
Silenciosamente
Apenas de vez em quando
O ruído de um bonde
Cortava o silêncio
Como um túnel.
Onde estavam os que há pouco
Dançavam
Cantavam
E riam
Ao pé das fogueiras acesas?
- Estavam todos dormindo
Estavam todos deitados
Dormindo
Profundamente.


Quando eu tinha seis anos
Não pude  ver o fim da festa de S. João
Porque adormeci


Hoje não ouço mais as vozes daquele tempo
Minha avó
Meu avô
Totônio Rodrigues
Tomásia
Rosa
Onde estão todos eles?


- Estão todos dormindo
Estão todos deitados
Dormindo
Profundamente


Manuel Bandeira
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: pretoriano em 02 de Novembro de 2010, 22:44
Ola a todos,

vou colocar aqui umas quadras (acho que é assim q se diz).

cristao
Vigiar a malicia da língua
Tapar o olhar sorrateiro
Ajudar quem vive a míngua
É ser cristão verdadeiro

A morte
Para o ignorante que nada sabe
A vida logo vai se acabar
Para quem descobriu a verdade
A vida apenas vai começar

Deus
Eu vi Deus no sorriso do amigo
Eu vi Deus no pão que alimenta
Eu vi Deus no perdão ao inimigo
Eu vejo Deus no amor que alenta.

Espírito livre
Sem o corpo posso voar
Sentir o vento ao longe
Cruzar o céu rente ao mar
Visitar a solidão do monge

Livre, sem o corpo posso voar.
Sentir a chuva antes da terra.
Com os pássaros para o sul migrar
Ver aqui a paz e acolá a guerra

rico
O rico que ontem acumulou riqueza
Não percebia o pedinte na calçada
Agora nesta vida em total pobreza
Implora a prata antes desperdiçada

reencarnaçao
Há razão pra não acreditar,
Na justiça da reencarnação?
Pare e comece a meditar!
Que em tudo há uma intenção.

consolador
A tristeza não esta nos meus planos
Tenho forças para vencer a toda dor
Pois Jesus disse há dois mil anos:
Eu vos enviarei o consolador!

Duvida
A sorte de alguns causa inveja
A alegria de outros é instigante
Ainda mais vendo tantos na peleja
Existe Deus? Quem me garante?!

Quem garante? É a lei nobre!
Que esclarece cada defeito
Do rico até o mais pobre
É a lei da causa e efeito

amar
Amar o teu próximo sem distinção
Nada querer em troca do pão cedido
Perdoar a todos até mesmo na traição
Abraçar o irmão só e arrependido.

subida
Quão longe estou de tudo isto!
Ainda no pé da escada gigante.
Um passo e um ajuste com Cristo!
Uma vida e mais um degrau adiante

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 02 de Novembro de 2010, 22:53
Amigo pretoriano...Seja bem-vindo a este espaço que é de todos..Agradecemos sua visita e sua bela  e maravilhosa poesia..Parabéns..Desejamos que o amigo esteja sempre aqui conosco nos presenteando com muito mais..Receba nosso afetuoso abraço!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 03 de Novembro de 2010, 00:38
                                              VIVA  JESUS!

      Olá, caros irmãos.

             " Eu adoro todas as coisas
               E o meu coração é um albergue aberto toda a noite.
               Tenho pela vida um interesse ávido
               Que busca compreende-la sentindo-a muito.
               Amo tudo, animo tudo, empresto humanidade a tudo,
               Aos homens e às pedras, às almas e as máquinas,
               Para aumentar com isso a minha personalidade. "

         
          ( Fernando Pessoa/Alvaro de Campos )

                     
                                               PAZ, MUITA PAZ!


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 03 de Novembro de 2010, 03:09
Amigo Pretoriano


Seja muito bem vindo à esse espaço, onde celebramos a poesia.

Muito obrigada por sua bela contribuição e esteja à vontade para voltar aqui sempre que quiser.

Um abraço da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 03 de Novembro de 2010, 03:22
Querido amigo Lima Gil


Muito obrigada por sua valiosa e bela contribuição.

Devo te dizer que não sou poetisa. Quando te disse que guardava poesias nos meus cadernos desde os meus 12 anos não eram de minha autoria. Escrevo eventualmente, quando me sinto inspirada.

Venha sempre que quiser e esteja à vontade para utilizar esse espaço que também é seu.

Abraços carinhosos da amiga de sempre

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 03 de Novembro de 2010, 03:32
Minuto a minuto


minuto a minuto
quis
um dia
todo azul
no teu dia


meu querer
quero crer
azulou
teu dia a dia
tudo
que podia.


Alice Ruiz
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 03 de Novembro de 2010, 09:02
                                           VIVA JESUS!

     Bom-dia! meus amados irmãos.


                   INSTANTE

        Uma semente engravidava a tarde,
        Era o dia nascendo, em vez da noite.
        Perdia amor seu hálito covarde,
        e a vida, corcel rubro, dava um coice,

        mas tão delicioso, que a ferida
        no peito transtornado, aceso em festa,
        acordava, gravura enlouquecida,
        sobre o tempo sem caule, uma promessa.

        A manhã sempre-sempre, e dociastutos
        eus caçadores a correr, e as presas
        num feliz entregar-se, entre soluços.
        E que mais, vida eterna, me planejas?

        O que se desatou num só momento
        não cabe no infinito, e é fuga e vento.

                        ( Carlos Drummond de Andrade )


                                   PAZ, MUITA PAZ!





Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 03 de Novembro de 2010, 10:22
Já Passou

Não adianta me procurar..
Eu estava aqui
E não querias
Me olhar

Tenta agora
A conquista..
Mas eu não estou
A tua vista..
E ficas a perguntar..
Como tu fazes
Para me achar..

Mas eu te digo..

Já passou..
O tempo curou..
O amor
Acabou
E sozinho
você ficou

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 03 de Novembro de 2010, 10:35

Eu vivi
Num mundo preso
Deixado por ti
Lágrimas
E solidão
Era o que eu tinha
No coração

Pra todas
Tu olhava
Esquecia de mim
Lá na praça
Não ligava
para os meus
Sentimentos
E eu sofria
A cada momento
mas agora
Eu acordei
desta vida
Me libertei





Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 03 de Novembro de 2010, 11:31
Tudo em ti revela

Teu sorriso me diz...
Que queres comigo, namorar..
Passar parte do teu dia, a me abraçar...
Esquecendo de todos,  que estão a te procurar..


Teu olhar revela...
Queres ir comigo a todo lugar ...
Levando apenas alegria, em teu coração a amar...
Sendo a pessoa semples que tu és.. Regras tu deixas pra trás..

Teu jeito mostra..
Que meus medos e receios, enfrentarás
Te sentes fortalecida e amparada longe do teu lar...
Fizeste tua escolha,largando tua vida de pessoa dourada

Ah... Teus beijos..
São a maior garantia de toda minha  vida.
Felicidade ao teu lado,eu irei desfrutar..
Tenho um tesouro comigo.. Vamos embora para o paraíso..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 03 de Novembro de 2010, 11:39
Amigos..Sejam bem-vindos..Que a paz esteja em seus corações..Sintam-se em família..Sua presença é a grande responsável pelo número crescente de visitas neste espaço que é de vocês..Com sua visitas marcante aqui..Tudo cria cores e formas..Estão convidados a trazerem suas mensagens.Poesias.Poemas..Sonetos..Versos..etc..E todos nós viveremos neste encanto e recanto onde a linguagem universal é pura magia..Regada com lindas palavras da Poesia..Recebam nosso afetuoso abraço!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 03 de Novembro de 2010, 20:54
Meu Amor... Eu Serei

Meu amor...
O que eu tenho
a te oferecer..
É a simplicidade
do meu  coração..
Que por ti, está cheio
de doce emoção...
Meu sorriso timído
aparece
sempre que te vê...
Cheio de alegria.
A noite vamos passear
e namorar..
Não tenho riquezas maiores
que a minha eterna simpatia..
Que a todos encanta de magia..
Quando declamo minha poesia..
Ah... meu amor..
Como sou feliz por tu me amares
do jeitinho que sou..
Serei o que tu quiseres..
Uma rosa com amor..
Um lindo beija-flor..
Eu serei tudo
meu amor

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 03 de Novembro de 2010, 21:27
Boa noite, queridos amigos


Ismália


Quando Ismália enlouqueceu,
Pôs-se na torre a sonhar...
Viu uma lua no céu,
Viu outra lua no mar...


No sonho em que se perdeu,
Banhou-se toda em luar ...
Queria subir ao céu,
Queria descer ao mar ...


E, no desvario seu,
Na torre pôs-se a cantar ...
Estava perto do céu,
Estava longe do mar ...


E como um anjo pendeu
As asas para voar ...
Queria a lua do céu,
Queria a lua do mar ...


As asas que Deus lhe deu
Ruflaram de par em par ...
Sua alma subiu ao céu
Seu corpo desceu ao mar ...


Alphonsus de Guimarães
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 04 de Novembro de 2010, 03:29
Queridos amigos dOM JORGE e Dothy


Agradeço por suas valiosas contribuições, pelo carinho e amizade!

Paz e luz nos seus corações.

Abraços carinhosos da

Katia

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 04 de Novembro de 2010, 07:56
                                            VIVA  JESUS!

      Bom-dia! caros irmãos.


              Seria doce amar, cingir a mim
              Um corpo de mulher, mas frio e grave
              E feito em tudo transcendentalmente.
              O pensamento agrada-me, e confrange-me
              Do terror de estar perto, e junto
              Em sensação ao meu, um outro corpo.
              Gelada mão misteriosa cai
              Sobre a imaginação.

                                          (Fernando Pessoa)

                                  PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 04 de Novembro de 2010, 10:15
***A Espera***

Me sinto aprisionada....
Como um passáro a cantar...
Saudades  imensa do meu amor ...
Que longe ainda não veio me buscar...

Sem ele tudo fica frio..
Não sinto mais alegria no ar...
Quero ir para junto dele ficar...
Mas aqui me encontro presa sem voar!!

Deus...Me ajuda...
Ensina o meu coração esperar...
Ajuda-me a ter esperança e a fé cultivar...
Preciso ter serenidade para o tempo passar!!

Sei que o amor vence...
Todas as barreiras da vida e da morte..
Que ele se perpetua e  em nós fortalece..
Se ele aqui não voltar.Em outro tempo iremos recomeçar!

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 04 de Novembro de 2010, 10:22
Bom dia amigos queridos..Sejam bem-vindos..Que a paz esteja presente em seus corações hoje e sempre..Sintam-se acolhidos..Em família..Estão convidados a trazerem suas poesias do coraçõ... Poemas..Soneto..Verso..Junte-se a nós para expressarmos a linguagem da alma e coração..Recebam nosso afetuoso abraço!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 04 de Novembro de 2010, 10:26
Queridos Amigos Kátia e dOM Jorge... Como é bom nos encontramos neste espaço que amamos e respiramos a mais doce e suave melodia escrita aqui através da Poesia..Abraços cheios de carinho e afeto!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: LucianaFQ em 04 de Novembro de 2010, 12:28
Bom dia meus irmãos

volto novamente a este cantinho especial...desejando a todos um ótimo dia e que Deus derrame sobre cada um de vocês gotas de amor, luz e paz.

Segue uma poesia de Casimiro Brito.

Peço a Paz

Peço a paz
e o silêncio

A paz dos frutos
e a música
de suas sementes
abertas ao vento

Peço a paz
e meus pulsos traçam na chuva
um rosto e um pão

Peço a paz
silenciosamente
a paz a madrugada em cada ovo aberto
aos passos leves da morte

A paz peço
a paz apenas
o repouso da luta no barro das mãos
uma língua sensível ao sabor do vinho
a paz clara
a paz quotidiana
dos actos que nos cobrem
de lama e sol

Peço a paz e o
silêncio

Casimiro de Brito, em "Jardins de Guerra"

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 04 de Novembro de 2010, 12:34
Meu Deus

Deus...
Cuida de mim..
Traz a Paz serena
para dentro de mim
Preciso de ti senhor...
 Venha até mim...
Tenha paciência comigo...
Esteja aqui...

Deus...
Me mostra..
A felicidade
Que existe em mim
E que eu ainda não vi.
Me ajuda a buscar
no meu interior..
Onde ela está
apenas esperando
se encontrar...

Deus meu...
Quanto és bondoso
para mim..
Sempre pertinho
sem fugir...
Velando meus dias..
Em minhas noites
sem fim..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 04 de Novembro de 2010, 12:40
Amiga Lucy..Que bom..Que bom que você veio...Que bom você está aqui..Pois sem você não seria ..Completa minha alegria...
Abraços cheios de afeto e mto carinho amiga querida..Amo mto você!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 04 de Novembro de 2010, 13:49
Mesmo Assim

Mesmo na tristeza!
Obrigado senhor
por estares...
Sempre do meu lado
 a amparar..
Nunca me deixas só
em nenhum lugar...

Mesmo sofrendo dores!!
Agradeço
por me medicar...
Vós que sois o grande médico das almas...
Nunca me desampares..
 Venha me acalmar...

Mesmo sem ter ninguém!!
Quando todos me abandonarem..
Sem famílias e sem posses qualquer..
Obrigado senhor... Isto me leva a Fé..

Mesmo  sem amores!!
Tendo todas as dores que passar..
Sentindo amargas decepções no coração..
Obrigado senhor... Tu irás sempre me consolar...

Obrigado senhor!!
Por tudo que eu tenho e perdi..
Por todos os seres amados que já tive aqui..
Que em outro lado da vida com eles irei  me reunir..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 04 de Novembro de 2010, 19:21
                                          VIVA  JESUS!

       Boa-tarde! queridos irmãos.

                              A VERDADE

       A porta da vedade estava aberta,
       Mas só deixava passar
       Meia pessoa de cada vez.
       Assim não era possível atingir toda a verdade,
       Porque a meia pessoa que entrava
       Só trazia o perfil de meia verdade,
       E a sua segunda metade
       Voltava igualmente com meios perfis
       E os meios perfis não coincidiam verdade...
       Arrebetaram a porta.
       Derrubaram a porta,
       Chegaram ao lugar luminoso
       Onde  a verdade esplendia seus fogos.
       Era dividida em metades
       Diferentes uma da outra.
       Chegou-se a discutir qual
       A metade mais bela.
       Nenhuma das duas era totalmente bela
       E carecia optar.
       E cada um optou conforme
       Seu capricho,
       Sua ilusão,
       Sua miopia.

                               ( Carlos Drummond de Andrade )

                                            PAZ, MUITA PAZ!

       
 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 04 de Novembro de 2010, 21:39
Saudades... Eu Guardei


A saudade, vai vir..
Pelo amor,  que já esteve aqui...
Morou,  em meu coração
Guardadas, em uma triste canção...

A saudade, vai lembrar..
Que fomos infantis,  juntos no mar..
Éramos como crianças, sentados na areia a molhar..
Esperando outras ondas, que iriam quebrar..

Saudades, eu sentirei..
Lágrimas derramei.. Por ti, eu chorei
Fomos  tão felizes... Que já nem me lembro mais...

Saudades... Doce palavra..
Sentimentos serenos e tranquilos, que em nós despertava..
Nunca mais estaremos assim... Tu te foste, bem antes de mim.

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Novembro de 2010, 00:57
Minha Paz

Eu quero paz..
Já me cansei, de viver sem mim...
Preciso me recuperar, das tristezas sem fim..
Agora eu já nem sei mais.. Eu só  quero paz..


Preciso dela, em mim...
Sem paz, eu vivo em um vendaval..
Nada me dá harmonia, tudo é completa distonia..
Preciso urgente de auxilio, e da paz quero um sorriso..

Minha paz..
Tragam ela pra mim, sem demora, meu tempo escoa...
O turbilhão é intenso, quero de novo o meu novo começo...

Onde encontro?
Como faço pra ela fazer moradia, em minha companhia
Quero ela,  em constante vigília..Preciso da sua alegria.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 05 de Novembro de 2010, 04:02
Querida amiga Lucy Q


Que surpresa adorável vê-la aqui nesse espaço, iluminando-o com a sua linda mensagem!

Que o seu dia seja de muita paz e alegrias!

Abraços carinhosos da

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 05 de Novembro de 2010, 04:13
O que me dói


O que me dói não é
O que há no coração.
Mas essas coisas lindas
Que nunca existirão ...
São as formas sem formas
Que passam sem que a dor
As possa conhecer
Ou os sonhos o amor.
São como se a tristeza
Fosse árvore e, uma a uma,
Caíssem suas folhas
Entre o vestígio e a bruma.


Fernando Pessoa
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 05 de Novembro de 2010, 04:17
Queridos amigos dOM JORGE e Dothy


Suas presenças luminosas alegram o meu coração!

Tenham um dia com muita paz, amor e saúde

Abraços carinhosos da

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 05 de Novembro de 2010, 08:25
                                          VIVA JESUS!

      Bom-dia! caros irmãos.


                                    POESIA
          Gastei uma hora pensando um verso
          que a pena não quer escrever.
          No entanto ele está cá dentro
          inquieto, vivo.
          Ele está cá dentro
          e não quer sair.
          Mas a poesia deste momento
          inunda minha vida inteira.

            ( Carlos Drummond de Andrade )


                                           PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Novembro de 2010, 14:32
***Meu Tempo***

Ha... Que tempo
Para lamentos, eu não tenho mais..
Aprendi com a vida,  que felicidade não traz...
Sofrer, chorar, murmurar... Não me serve mais..


Meu tempo..
Hoje eu ajudo os demais e iguais...
Palavras de esperança,, tenho no bolso...
Com todos, eu vou compartilhar, a amizade plantar...

Com o tempo...
Tudo que eu quero é apenas abraçar quem encontrar...
Sorrisos e com eles gargalhar...


Pelo tempo...
Sou uma alma em constante evolução...
Nada mais de me prender a  tristeza solidão...


.

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Novembro de 2010, 14:59
A Nossa História*

Poderia até pensar...
Que entre nós foi tudo um lindo sonho,
Palavras que nunca perderão seu encanto,
A sete chaves guardarei elas no meu coração.

Os momentos lembram...
Que nada foi em vão... Nunca uma ilsuão,
Mas sentimentos ternos e eternos sonhados,
Que nos unia e reunião em constante emoção.

O passado nos diz...
Que tudo que vivemos, ficará em nossa história.
Nossos dias e noites intensamente na memória.

O futuro nos sorri...
Que hoje mesmo nos amando... Não estamos juntos,
Temos uma vida a nos esperar... Outra reencarnação para amar.





Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Novembro de 2010, 15:12
 Queridos amigos e irmãos... Sejam todos bem-vindos..Que a paz do nosso amado Mestre esteja sempre presente em seus corações..Desejamos que se sintam acolhidos..Parte da nossa família... Sua presença é muito importante para nós... Convidamos a todos a trazerem suas mensagens..Poesias..Poemas..Sonetos..Versos de sua autoria ou de seus Poetas preferidos juntando-se a nós neste espaço de mais pura sintonia..Onde expressamos aquilo que sentimos através da magia eterna da Poesia!!!

Desejamos que todos tenham um ótimo final de semana repleto de Felicidades..De paz... Saúde e mto Amor..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 05 de Novembro de 2010, 17:11
Boa tarde, meus queridos amigos


O auto retrato


No retrato que me faço
- traço a traço -
às vezes me pinto nuvem,
às vezes me pinto árvore ...
Às vezes me pinto coisas
de que nem há mais lembrança ...
Ou coisas que não existem
mas que um dia existirão ...
E, desta lida, em que busco
- pouco a pouco -
minha eterna semelhança,
no final, que restará?
Um desenho de criança ...
Corrigido por um louco !


Mário Quintana
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 05 de Novembro de 2010, 17:21
A abelha e  a flor


Ide pois aos vossos campos e pomares,
e lá aprendereis que o prazer da abelha
é de sugar o mel da flor,
mas que o prazer da flor
é de entregar o mel á abelha.

Pois, para a abelha,
uma flor é uma fonte de vida.
E para a flor
uma abelha é mensageira do amor.

E para ambas,
a abelha e a flor,
dar e receber o prazer
é uma necessidade e um êxtase.


Khalil Gibran
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 05 de Novembro de 2010, 22:56
 Pra Katia e  Dothy, uma poesia de minha autoria.


            Metamorfose necessária


Saio e volto
num ir e vir sem fim.
Saio,
olho olhando e não vejo.
Saio procurando, quase gritando 
e não acho.
Angustia...
Sopro o ar que me comprime o peito,
mas não alivio.
Meus pés retomam a caminhada quase sem comando.
È difícil caminhar sem saber onde ir.
Mas eu vou continuar a sair,
a olhar,
a procurar,
a voltar.
Quem sabe eu saio e não volte a mesma?
Quem sabe eu olho e vejo?
Quem sabe eu não mais precise procurar?


Sonia/ 08-04-77
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 06 de Novembro de 2010, 01:39
Querida amiga Sonia


Seja muito bem vinda à esse espaço da poesia!

Parabéns por nos presentear com uma poesia da sua autoria.

Venha aqui sempre iluminar esse cantinho que também é seu!

Abraços carinhosos da

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 06 de Novembro de 2010, 04:35
Bom dia, queridos amigos!




Re: Eu Sei Que Vou Te Amar on Banjo (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PXg2VG9xVnQ2OHNFJmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQjd3M=)

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 06 de Novembro de 2010, 15:23
Boa tarde, queridos amigos!


Desejo à todos um ótimo fim-de-semana!

Um abraço apertado aos amigos Lima Gil, dOM JORGE, Dothy, Sonia e Lucy Q.

Que Deus ilumine os seus caminhos!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 06 de Novembro de 2010, 15:31
  Ao meu amor


O sol se pôs
A noite chegou
E com carinho foi levando o meu amor.


Um novo dia
Já raiou o sol
Mas meu amor
Nunca mais voltou.


Não choro a dor
Nem a saudade
Sinto a felicidade
Do amor que ela deixou.


Sinto o perfume
Dessa flor tao delicada
Da pessoa tão amada
Que viveu só pelo amor.


Geraldo
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 06 de Novembro de 2010, 19:11
                                        VIVA  JESUS!

    Boa-tarde! caros irmãos.


          Passava eu na estrada pensando impreciso,
                    Triste à minha moda.
          Cruzou um garoto, olhou-me, e um sorriso
                    Agradou-lhe a cara toda. um outro

          Bem sei, bem sei; sorria assim
                     A um outro qualquer
          Mas então sorriu assim para mim...
                    Que mais posso eu querer?

          Não sou nesta vida nem eu ninguém,
                    Vou sem ver nem prazo...
          Que ao menos na estrada me sorria alguém
                    Ainda que por acaso.

                                              ( Fernando Pessoa )

                                      PAZ, MUITA PAZ!
   
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 06 de Novembro de 2010, 20:53
                                           VIVA JESUS!

    Olá, caros irmãos.


                               O ADORMECIDO DO VALE


         Era um recanto onde um regato canta
         Doidamente a enredar nas ervas seus pendões
         De prata; onde o sol, no monte que suplanta,
         Brilha: um pequeno vale a espumejar clarões.

         Jovem soldado, boca aberta, fronte ao vento,
         E a refrescar a nuca entre os agriões azuis;
         Dorme; estendido sobre as relvas, ao relento,
         Branco em seu leito verde onde chovia luz.

         Os pés no junco, dorme. E sorri no abandono
         De uma criança que risse, enferma, no seu
         sono:
         Tem frio, ó Natureza - aquece-o no teu leito.

         Os perfumes não mais lhe fremem  as narinas;
         Dorme ao sol, suas mãos a repousar supinas
         Sobre o corpo. E tem dois furos rubros no peito.


                            ( Arthur Rimbaud )


                                        PAZ, MUITA PAZ!

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 06 de Novembro de 2010, 22:39
Querida amiga.Sonia..Que felicidade encontrar-te aqui..

E ainda trazendo bela mensagem através da Poesia..Sinta-se parte integrante deste espaço que é de todos..volte sempre ..Sua presença é fundamental para todos nós
..

Meu abraço cheios de laço de afeto!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 06 de Novembro de 2010, 22:42
Queridos amigos...dOm Jorge..Katia... Lucy..belina...Saudades.

.Desejo a todos um ótimo fim de semana repleto de felicidade..Paz e  mto amor..

Terno abraços!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 06 de Novembro de 2010, 22:52
***Tristeza e Dor***

Meu amor, que dor..
Dor da saudade, que em mim ficou...
Somente lágrimas, restou...
Te espero, o vazio apoderou...

Só por hoje...
Eu queria tanto te ver, ter você...
Mas estás  muito distante, em outro mundo....
Não sei o que fazer, agora que não tenho mais você....

Meu amor...
Minhas alegrias, se foram..
O solidão se acomodou, não te esqueço, meu amor...

Só por hoje..
Eu queria que o tempo, no tempo voltasse...
A morte não tivesse te levado, para ainda estares do meu lado...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 06 de Novembro de 2010, 22:59
Amigos e irmãos..Sejam bem-vindos..Que a paz esteja presente em seus coração..

Sintam- se abraçados... Em familia...Sua presença é a grande responsável pelo enriquecimento deste espaço que é de vocês..Convidamos para trazerem suas Poesias..Poemas..Sonetos de sua autoria ou de seus poetas preferidos..

Beiijos e abraços cheios de paz e luz!![/b][/color]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 06 de Novembro de 2010, 23:09
SEM ESCOLHA


]Tu chegaste aqui...
Meu mundo interno sentiu...
O coração registrou, logo nasceu o amor...
Em mim, que já não acreditava mais existir...

Eu queria me afastar...
Mas não queria mais fugir...
Contigo eu queria ficar... Para junto tentarmos...
O sentimento que nós dois, não esperavamos encontrar...

Assim é o amor...
Uma emoção que vem sem avisar...
Ele chega bem devagar... Aos poucos vem morar...

Não temos saída...
A emoção nos faz de tudo e todos esquecer...
Somente abraços e beijos nós dois vamos querer...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: ze angelo em 06 de Novembro de 2010, 23:40
toc toc...posso entrar?

Eu sou aquele que esta presente em tua vida
de uma forma suave, serena e intensa
eu sou aquele que te ouve e te entende de uma forma sublime
unidos por algo de muito belo

eu sou aquele que pega em ti ao colo
que te acarinha e te acalma
eu sou aquele que te acompanha para todo o lado
de uma forma livre, espontanea e desprendida

toc toc toc
eu sou aquele que lava tua alma com as minhas lagrimas
sempre muito proximo de ti
eu sou aquele que lavo a minha alma com tuas lagrimas
enfim.......eu sou o......AMOR

agradeço a deus a oportunidade de te conhecer amiga
de partilhar esta nossa amizade
ess riqueza ninguem me tira
bjinhos
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 07 de Novembro de 2010, 00:01
                                         VIVA JESUS!

   Boa-noite! queridos irmãos.


                        DAS UTOPIAS


     Se as coisas são inatingíveis...ora!
     Não é motivo para não querê-las...
     Que tristes os caminhos se não fora
     A mágica presença das estrelas.


                   ( Mario Quintana )


                                    PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 07 de Novembro de 2010, 03:33
Bom dia, amigo Zé Angelo


Seja muito bem vindo à esse cantinho! Obrigada pela valiosa contribuição.

Somos irmãos e amigos unidos pela magia da poesia. Esteja à vontade para utilizar esse espaço que é de todos nós.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 07 de Novembro de 2010, 03:39
Bom dia, queridos amigos!



A linda poesia intitulada Quero, de autoria de Carlos Dummond de Andrade e recitada por Paulo Autran



Quero Carlos Drummond de Andrade voz de Paulo Autran (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PTZrMjU2YVZ2ZGIwIw==)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 07 de Novembro de 2010, 09:02
                                      VIVA  JESUS!

    Bom-dia! meus irmãos.


           Não te aflijas com a pétala que voa:
           também é ser, deixar de ser assim.
           Rosas verá, só de cinzas franzidas,
           mortas, intactas pelo teu jardim.
           Eu deixo aroma até nos meus espinhos
           ao longe, até o vento vai falando de mim.
           E por perder-me é que vão me lembrando,
           por desfolhar-me é que não tenho fim.


                          ( Cecília Meireles )


                                       PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Novembro de 2010, 10:47
Amigo Zé Ângelo..

Seja bem-vindo a este espaço onde todos amamos a Poesia..

Sua valiosa contribuição é muito importante para todos nós..

Receba nosso afetuoso abraço!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Novembro de 2010, 11:08
Como Te squecer

Ha....O que fazer?
Para o amor esquecer..
Não quero mais, assim
Quero que fiques, bem longe de mim


Amo-te meu amor...
Mas agora não tenho o que fazer...
Nossa história não foi permitida...
Mesmo nos amando... Juntos não ficamos...

Lembranças.... minha doce Esperança ....
Se um dia for permitido, ficaremos unidos...

O tempo....
 No tempo, ele vai passando...
Para longe de mim, vai te levando..







Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Novembro de 2010, 20:04
***Foi Por Este Amor***

Hoje acordei,
Do meu lado, eu te encontrei,
Comigo... Tu estavas ali,
Felicidade eu senti... Pensei assim..

Foi por esse amor...

Que tudo em mim mudou, melhorou,
Eu vivia num mundo frio e sentia vazio.

Com este amor...
Eu renasci de dentro de mim... Sou feliz,
Agora que apareceste aqui...Eu voltei a sorrir!!






[/b][/color]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Novembro de 2010, 21:01
Mudar É Preciso!!

Cada minuto!!
Me interessa aprender e entender...
O bem que eu preciso em mim mesma fazer...
Deixando de lado, as enfermidades morais....

Tempo!!
Eu não posso disperdiçar mais...
Muitas vidas eu já vivi e não entendia...
Estava  sempre correndo no tempo errado...

Senhor!!
Me ajuda, nesta tarefa de evoluir...
Preciso de muito ânimo e coragem, sim...

Eu quero!!
Mudar tudo que é necessário em mim...
Riqueza interior... As virtudedes que existem aqui...


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 08 de Novembro de 2010, 00:33
          Sou um processo
          que se processou
          sem pedir para processar.
          Não sei se quis vir,
          mas já que estou
          não quero ir,
          quero ficar.
 

             
                20/02/79




                         
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 08 de Novembro de 2010, 01:00
Criança,
é a transformação da alma
num ser que brinca, ri e saltita,
mesmo diante da adversidade da vida.
Criança,
é o hoje que se transformará no amanhã
que ainda está por vir.
Criança,
ainda é a esperança
de um futuro animador.
Criança,
tua beleza consiste em ser
apenas criança.


12/10/87
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 08 de Novembro de 2010, 01:24
Nas folhas brancas amareladas deste caderno
é que me confesso.
Falo de mim como um querubim aberto,
cristal cristalino que mostra sua alma,
seu âmago.
Aqui, nas linhas mau traçadas dos meus versos,
vou e venho num ir e vir sem reverso.
Confesso meus risos,
meus prantos e devaneios.
Confesso minhas esperanças e meus medos,
minhas dúvidas e incertezas.
Confesso até que não quero confessar
os meus segredos.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 08 de Novembro de 2010, 03:14
Bom dia, queridos amigos!



Poema da prosperidade



Nem a tristeza, nem a desilusão

Nem a incerteza, nem a solidão

NADA ME IMPEDIRÁ DE SORRIR.

Nem o medo, nem a depressão,

Por mais que sofra meu coração,

NADA ME IMPEDIRÁ DE SONHAR.

Nem o desespero, nem a descrença,

Muito menos o ódio ou alguma ofensa,

NADA ME IMPEDIRÁ DE VIVER.

Em meio as trevas, entre os espinhos,

Nas tempestades e nos descaminhos,

NADA ME IMPEDIRÁ DE CRER EM DEUS. Mesmo errando e aprendendo,

Tudo me será favorável,

Para que eu possa sempre evoluir

Preservar, servir, cantar,

Agradecer, perdoar, recomeçar... QUERO VIVER O DIA DE HOJE

COMO SE FOSSE O PRIMEIRO,

Quero viver o momento de agora

Como se ainda fosse cedo,

Como se nunca fosse tarde. Quero manter o otimismo,

Conservar o equilíbrio,

Fortalecer a minha esperança,

Recompor minhas energias,

Para prosperar na minha missão

E viver alegre todos os dias. Quero caminhar na certeza de chegar,

Quero lutar na certeza de vencer,

Quero buscar na certeza de alcançar,

Quero saber esperar

Para poder realizar os ideais do meu ser.

ENFIM,

Quero dar o máximo de mim, para viver

Intensamente e maravilhosamente

TODOS OS DIAS DA MINHA VIDA.


Autor desconhecido
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 08 de Novembro de 2010, 03:36
Ofereço essa poesia com todo o meu carinho e afeto aos meus amigos queridos Dothy, Sonia, Lima Gil, dOM JORGE e Belina

Tenham uma semana abençoada!

Beijos e abraços carinhosos da Katia



MENSAGEM PARA UM AMIGO (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PTJ4T3hiS2trbU4wJmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQj)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 08 de Novembro de 2010, 08:29
                                             VIVA  JESUS!

        Bom-dia! meus queridos irmãos.


              As coisas que errei na vida
              São as que acharei na morte,
              Porque a vida é dividida
              Entre quem sou e a sorte.

              As coisas que a Sorte deu
              Levou-as ela consigo,
              Mas as coisas que sou eu
              Guardei-as todas comigo.

              E por isso os meus erros,
              Sendo a má sorte que tive,
              Terei que os buscar nos céus
              Quando a morte tire os véus
              À inconsciência em que estive.


                                   ( Fernando Pessoa )


                                           PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Novembro de 2010, 10:26
Bom dia queridos amigos...Que a paz esteja em seus coração...

Sintam-se acolhidos,abraçados,em família... Sua presença é como as flores...Alegra e perfuma nossas vidas..

Desejamos uma semana repleta de paz e muito amor...

São os sinceros votos de:


Katitog... Belina...dOM Jorge...Dothy....Lima-Gil....LucyQuinete..Sonia Andrade
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Novembro de 2010, 10:30
Amigos queridos... Katiatog...belina...dOM Jorge...Lucy...Lima-Gil...Sonia!!

Desejo a todos,uma ótima semana repleta de Felicidades e muito amor..Abraços cheio de afeto!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Novembro de 2010, 12:00
        Em Sintonia No Amor

Meu amor...
Eu sou a lágrima, que enxuga a  tua alma.
Tua alma vem e enxuga as minhas lágrimas.
Somos almas que se amam... Mas a distância separa.

Meu amor...
No meu interior, tu estás a morar.
Comigo, tu vais para todo lugar.
Por que nos entendemos, em qualquer lugar

Meu amor.
Estamos próximo, em uma vida lado a lado.
Mesmo estando, em mundos separados.

Meu amor...
Quero continuar em tua vida
Mesmo que ela ainda seja, em sonhos e fantasias.


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Novembro de 2010, 13:17
  Bom Dia


Bom dia, é sempre assim.. O relógio me diz,
Bom dia, se Deus quiser... Serei feliz,
Todas as manhãs, me levanto a cantar...

Bom dia...
Quanta alegria, mais uma vez eu despertar,
Juntos com aqueles que eu amo, vou abençoar,
Ao meu Deus que comigo está... Em todo lugar...


Bom dia...
Com muita disposição eu vejo o sol de manhã,
Me aquecendo e iluminado, meu alegre coração..

Bom dia...
Se Deus quiser, a paz, esperança, a todos vou levar..
Quero sempre contagiar... Apenas sorrisos, eu quero dar.




Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Novembro de 2010, 15:17

Alegria...
Alegria, é sempre ver,
Mesmo com tantos problemas...
Sorrir,
Mesmo com dores e lágrimas...
Cantar.

Felicidade...
É ver a beleza, em toda parte...
Dando a ela a atenção que merece...
Sem estresse.
Paz....
Está em saber tudo suportar...
Sem se queixar,
Vencendo as lamentações
Que moram, dentro do coração.

O amor...
Este é
o nosso bem maior..
Onde for,
Amar a todos,
Jesus ensinou...
Vendo em todos eles,
seu valor...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 08 de Novembro de 2010, 18:23
                                        VIVA JESUS!

     Boa-tarde! queridos irmãos.


            " Chove torto no vão das pedras
              Chove nos pássaros e nas pedras
              O rio ficou de pé
              E me olha pelos vidros
              Alcanço com as mãos
              O cheiro dos telhados. "


                             ( Manoel de Barros )


                                        PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 08 de Novembro de 2010, 23:14
           A visita


Senhor,
hoje a dor está me visitando ...
Acomodou-se toda dentro de mim
e trouxe-me notícias tuas.
Falou-me de como era bom ter saúde,
força e paz aora ausentes.
Dons teus, que prodigalizavas, Senhor!
E eu nem me apercebia.
Gozava-os apenas.
Agora deles carente,
os valorizo tanto.
Como é eloquente a dor, Pai! ...
E como é sábia!
Mostru-me que
no equilíbrio da vida universal,
há limites naturais.
No corpo,
na convivência com os seres,
no meio ambiente.
Impensadamente os quebrei,
no meu existir.
Pelas barreiras rompidas
ela chegou a mim.
Graça Senhor,
pela visita disciplinadora da dor.
Ela não vai ficar comigo para sempre, bem sei.
Um dia partirá ...
E quando se for,
terá deixado comigo seu presente de luz,
a compreensão.
E por compreender
estarei mais perto de ti.


autor desconhecido
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Novembro de 2010, 00:18
       Vamos Recomeçar?

Te pedi perdão...
Sobre aquele nosso amor, que ficou,
Lágrimas aliviam o  meu coração em dor,
Sei que já é passado...Mas ainda te sinto do meu lado.

O tempo passou...
Mas tudo em mim, nunca acabou
Ainda estou te amando... Em desenganos,
Sei que eu mereci... Eu não soube resistir.

Eu te perdi...
Mesmo te amando, nada fiz para conservar.
Teus sentimentos, eu não soube cultivar,

Te pedi perdão...
Podemos recomeçar... O que passou, deixemos lá,
Vamos aproveitar... Esta nova chance que temos de amar.

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Novembro de 2010, 00:48
Sou Feliz!

Minha vida...
É uma constante alegria,
Saio a sorrir e cantar,  todos os dias,
Estou viva... Sinto-me em harmonia.

Meus dias...
São eternas melodias,
Eu danço, ao som das andorinhas a voar.
Sonhando com os amigos, em algum lugar

Sempre tenho...
Uma palavra gentil e amiga para ajudar,
Abraços cheios de laços e afagos, eu quero dar...

Meu Deus...
Tu me fazes asssim... Sempre feliz,
Vejo a simplicidade e beleza em cada arco-íris...



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 09 de Novembro de 2010, 02:50
Ao meu filhinho Víctor com todo o meu amor de mãe...



TOQUINHO - O FILHO QUE EU QUERO TER (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PXh3bmlfZ01NdnQ0JmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQj)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 09 de Novembro de 2010, 09:01
                                            VIVA JESUS!

     Olá, caros irmãos.


                    O mau aroma álacre
                    Da maresia
                    Sobe no esplendor acre
                    Do dia.

                    Falsa, a ribeira é lodo
                    ainda a aguar.
                    Olho, e o que sou está todo
                    A não olhar.

                    E um mal de mim a deixa.
                    Tenho lôdo em mim -
                    Ribeira que se queixa
                    De o rio ser assim.

                                   ( Fernando Pessoa )


                                          PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 09 de Novembro de 2010, 10:25
Katia, quando seu filho crescer vai emocionar-se com essa sua msg.  Lindissima. Que Deus te proteja para  que possas cumprir
com tanta dedicação a orientação p. viver a vida dessa criança linda q. ele te deu.

Sonia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 09 de Novembro de 2010, 16:21
Querida Sonia


Amiga querida, muito obrigada pelo seu carinho e afeto! Suas palavras fizeram muito bem ao meu coração!

Essa música eu ouvia sempre quando estava grávida do meu filho Víctor e até hoje ela me faz chorar, pois me traz muitas recordações. E o engraçado é que é uma das músicas prediletas dele..

Beijinhos

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 09 de Novembro de 2010, 16:41
" Trago meu coração à flor da boca
e nela fico a perfumar teu nome,
Mas uma abelha silenciosa e louca
o vai despetalando pouco a pouco.


Um arrulho doce com sabor de pranto
me vai dulcificando a rubra polpa,
enquanto o sopro vai levando o nome
que dos meus lábios mornos alça vôo.


Suspiro manso, como se uma bolha
de ar plasmado em boca de criança
sonoramente arrebentasse em cores.


E umedecesse os lábios deste amor
que se chamava homem, sem contornos
e agora se condensa no teu nome. "


Ilka Brunhilde Laurito
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Novembro de 2010, 00:31
Querida amiga Katia...

Que lindo teu gesto..O video...A dedicação do teu coração bondoso  para com o Vitor...Que Deus te fortaleça sempre amiga....Que tu e ele estejam sempre ligados pelos laços do amor eterno...

Bjs de paz e luz!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Novembro de 2010, 00:34
Querida amiga Sonia...

Que linda e inspiradas suas poesias...Continue a nos presentear... Nós que amamose respiramos   Poesia ficamos imensamente felizes e...Que Deus te ilmunine sempre querida para teres muita inspiração...

Bjs e abraços cheios de afeto!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Novembro de 2010, 00:45
Querido amigo dOM Jorge...Mta paz em teu coração...

Que linda todos os Poemas do nosso amado e imortal Fernando Pessoa...Brigada amigo por nos trazer enriquecendo  ainda mais este espaço dedicado a todos nós que amamos a Poesia...

Abraços cheios de afeto e carinho!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Novembro de 2010, 00:55
Onde Está Deus??

Pergunta, que todos ficam a pensar...
Deus está dentro de nós..Não temos como negar...
Está na terra...No ar...Basta renovarmos nosso olhar...

Deus está em mim...
Estará em ti também... Basta querer...
Abrindo teu coração... Ele entrará com emoção...
Fazendo mudanças interior... Renovando seu humor...

Ele estará sempre....
Em nosso presente...Assim como esteve no passado...
Com Deus vamos todos aprendendo bem devagar..

Ele nos ouve...
Nos momentos de completa  felicidade...
Nas dores e tristezas... Nos amparando na certeza



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 10 de Novembro de 2010, 01:03
                 Entardecer


Daqui a pouco tudo e todos dormem.
O entardecer é a sonolência da noite
que a tudo e a todos vai envolver.
O pássaro voa rápido e se aconchega no ninho.
As crianças procuram o colo da mãe preguiçosamente
e no balanço da cadeira se entregam ao sono reparador
das energias gastas durante o dia.
A mãe adormece enternecida com este quadro.
Dormem os galos e galinhas,
dormem as plantas nos  jardins.
As luzes dos predios vão se apagando uma a uma também a dormir.
As luzes das ruas esmorecem, cochilam.
Os mendigos  se encostam uns nos outros para se aquecerem.
Outros mendigos de tanto frio dormem o sono eterno.
Os carros param nas ruas e dormem quando apagam seus farós.
O céu, apesar das luzes estrelares, também dorme.
Por fim  durmo eu,sonhando com o despertar do novo dia.


Sonia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 10 de Novembro de 2010, 01:15
Dothy, Katia e Dom Jorge, agora vou descansar, pois amanhã tenho um dia cheio, mas agradeço a Deus poder executar todas as minhas tarefas.  Agradeço as palavras carinhosas, eu amo vcs. de coração.


                                                                                     (http://www.recadodeorkut.com/199/029.gif) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5wb2VtYXNwYXJhb3JrdXQuY29t)

  (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5wb2VtYXNwYXJhb3JrdXQuY29tPC9iPg==)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Novembro de 2010, 12:18
Obrigada Meu Deus!!

Deus
Aqui estou novamente
para te dizer...
O quanto sou feliz
em mais um dia viver...
Neste dia tão especial...
A ti vou relatar...
Antes, eu não sabia te amar..
E Vivia a me queixar...
Dores, angústias e sombras..
Elas viviam a me acompanhar..
Eu sofria o medo da escuridão...
E sempre via o fantasma
Da desilusão
Que se aproximavam dos meus sonhos
e me transmitiam apenas a solidão...
Mais um dia senhor...
A ti eu encontrei
E através dos teus ensinamentos
eu mudei e me curei...
Hoje vivo a minha vida
em completa harmonia...
Sempre embalada na doce melodia
da minha Poesia....
Meus dias
são sempre lindos...
Minhas noites maravilhosas e
todas formosas...
O Sol e a lua...
São meus grandes amigos!!!
Amo minha família...
E com eles
em muitas vidas quero voltar...
E todos que estão ao meu redor
eu procuro me ajudar.
Sei que tenho muito
A agradecer
E pouco a pedir...
Faz a tua morada
Aqui dentro de
Mim

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Novembro de 2010, 12:30
Bom dia queridos amigos e irmãos...A todos vocês muita paz celeste em seu coração!!!

Agradecemos a todos que aqui entram por nos trazerem sua emoção...

Queremos a todos dizer...O quanto somos felizes por te receber....

Convidamos também a trazerem sua Poesias para nossa completa alegria...

Seus Poemas e sonetos repletos  de muito amor e respeito que nos faz lágrimar!!!

Recebam nosso sincero e afetuoso abraço...Cheios de afetivos laços!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 10 de Novembro de 2010, 22:16
                                           VIVA  JESUS!

    Olá, meus irmãos.


                        BILHETE


   Se tu me amas, ama-me baixinho

   Não o grites de cima dos telhados

   Deixa em paz os passarinhos

   Deixa em paz a mim!

   Se me queres,

   Enfim,

   Tem de ser bem devagarinho. Amada,

   Que o amor é breve, e o amor mais breve ainda.


                             ( Mario Quintana )


                                     PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 10 de Novembro de 2010, 22:22
Querido amigo dOM JORGE


Boa noite. Muito obrigada por sua contribuição preciosa nesse espaço da poesia que é seu também.

É sempre uma alegria te ver por aqui!

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 10 de Novembro de 2010, 22:41
  As rosas



Nada como ser rosa na vida
Rosa mesmo ou rosa mulher
Todos querem muito bem a rosa
Quero eu, e sei que você também quer
Ser rosa, tão delicada
Tão perfumada
Queria eu ser
Rosas, como as rosas
As mais cheirosas
Como nunca ninguém sentiu ...


autor desconhecido
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Novembro de 2010, 23:02
Maravilhas Sempre!!

Que maravilha....
Acordar no meio da noite e sentir...
A brisa fria trazida pela melodia  vazia...
Das vozes sentidas e sofridas que estão a vagar...

Que espetáculo....
Eu respirar o cheiro da maresia ...
Trazida pelas ondas que arrebentam na porta...
Me lembrando que o mundo gira sempre a minha volta....


Que felicidade...
Acordar bem tarde... No cantar de todos os sabiás...
Nos mostrando que a vida é simples e bela... Basta acreditar....

Que grandioso....
Deus está sempre oferecendo um dia de presente...
Para todos nós que teremos outras vidas eternamente!



 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Novembro de 2010, 23:15


     Meu querer

Eu chorei...
Meus olhos
ficaram secos...
Hoje penso
que foi muita
emoção..
Que se eu juntar... 
Duas vidas não vai somar.

Eu amei.
Sofri
E me desesperei assim.
Eu recordo agora.
Devia ter tirado do coração.
Estas sensações,
que eu tinha de abandono
e solidão...

Hoje eu mudei.
Tristeza
já não me pertencem..
Passei pra trás..
Eu quero um novo
e eterno amor..
No outono, em flor.

Serei feliz.
Sorrindo
e sonhando,
viverei a cantar.
Juntando
todos os momentos,
num eterno poetizar.

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Carmen.gbi em 10 de Novembro de 2010, 23:27
Boa noite, amigos...
Em homenagem a todos vocês , detentores de tanta  sensibilidade..

Beijos

A VOZ

Ser poeta não é dizer grandes coisas, mas ter uma voz reconhecível dentre todas as outras.


Mario Quintana



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Novembro de 2010, 23:36
Querida amiga Carmem...

Que felicidadade tê-la aqui conosco...Sinta-se em família neste espaço que amamos e expressamos nosso mais belos sentimentos...

A Poesia...

 Volte sempre..Será para todos nós uma imensa alegria..

Receba nossos abraços cheios de paz e carinho amiga querida!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Carmen.gbi em 10 de Novembro de 2010, 23:43

Boa noite, Dothy

Obrigada... você como sempre é um carinho só, não tem quem não se contagie .

Beijos
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Novembro de 2010, 23:48
***Entre as Folhas e Ventos***

Folhas a voar...
Assim era o nosso amor a sonhar
Com brigas e confusão de nossa emoção...
Nossos sentimentos a expressar

Como o vento...
As palavras na hora da raiva, saiam...
Para logo depois estarmos enamorados abraçados...
Sempre felizes em reconciliar... Temperando o amar...

Nós dois...
Unidos nos mais lindos momentos... Sorriamos!!
Esperanças e felicidade para casa nós iamos levar...

Eternidade...
Tinhamos esta certeza... Que nada ia separar..
Nem a morte vazia podia... Nosso verbo era  recomeçar!!!


..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Novembro de 2010, 00:27
Entre a Magia da Poesia

Eu te direi...
Apenas, para deixar-te em alegria...
Iremos viajar através de nossa Poesia.
Entre a Terra.., o céu...O ar
E o mais profundo mar.

Através da magia...
Seremos reis... Magos e bailarinos...
Apenas no nosso mundo do imaginar e amar.
Todos irreais no nosso belo sentimento de criar.

Vamos sonhar...
Para no outro dia acordar bem devagar..
Entre a Lua e Estrelas matinais do clarear.

Iremos morrer...
Para juntos, em um novo mundo renascer.
Serei teu e tu serás minha, Em eterna sintonia.

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: ram-wer em 11 de Novembro de 2010, 03:09


Ô, poetisa inspirada! 

Querida Dothy, um beijão pra você, pra Katia e pra Carmen.

Ram
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 11 de Novembro de 2010, 03:49
Querida Carmen


Seja sempre bem vinda ao nosso cantinho da poesia. Venha sempre que desejar e se quiser compartilhe conosco as poesias que te tocam o coração.

Abraço carinhoso da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 11 de Novembro de 2010, 03:58
Amigo Ram-Wer

Realmente a nossa querida amiga Dothy é uma poetisa das mais inspiradas! Que dom maravilhoso Deus lhe deu!

Seja sempre muito bem vindo e volte sempre que quiser à esse espaço que é de todos nós.

Abraço carinhoso da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 11 de Novembro de 2010, 04:09
Bom dia, queridos amigos



A bela poesia de Mario Quintana, Certezas



YouTube - Broadcast Yourself. (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PVFqbE5Wei1fSE44JmFtcDtmZWF0dXJlPWZ2dyM=)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 11 de Novembro de 2010, 08:29
                                            VIVA JESUS!


     Bom-dia! caros irmãos.


         Sou uma filha da natureza:

         quero pegar, sentir, tocar, ser.

         E tudo isso já faz parte de um todo,

         de um mistério.

         Sou uma só... Sou um ser.

         E deixo que você seja. Isso lhe assusta?

         Creio que sim. Mas vale a pena.

         Mesmo que doa. Dói só no começo.


                             ( Clarice Lispector )


                                        PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Denize Moreira em 11 de Novembro de 2010, 16:32
                         
                                                     Boa Tarde, irmãos!!


(http://www.messages.oriza.net/byoriza-canion1.gif)

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Carmen.gbi em 11 de Novembro de 2010, 16:46

Boa tarde!


Olá, amigos


Obrigada, Katia, pelo acolhimento . Beijos
Beijos prá vc também Ram - Wer.


DAS UTOPIAS

Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos se não fora
A mágica presença das estrelas!

Mario Quintana - Espelho Mágico

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 11 de Novembro de 2010, 19:51
                        Borboleta  Azul

                               

Cortando a estrada,
eis que surge repentinamente uma borboleta azul.
Nas várias idas e vindas,
ela aparecia quase que sempre
no meio das àrvores.
Seria um presságio bom ou ruim?
Não sei.
Solitária,voava pra lá e pra cá.
Não dava para perceber se triste ou feliz.
No vôo magistral,
ela voava alto e baixo,
avançava e retrocedia.
Como seria bom se eu também pudesse,
num vôo controlado ir e vir.


Sonia

02/04/77
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 11 de Novembro de 2010, 20:27
Queridas amigas Sonia e Carmen


É sempre uma alegria vê-las aqui, iluminando esse espaço com as suas presenças!

São muito lindas as suas poesias, Sonia. Parabéns!

Beijos carinhosos da

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 11 de Novembro de 2010, 20:32
Querida Mary Helen

Seja muito bem vinda à esse espaço onde celebramos a poesia. Sinta-se à vontade para utilizar esse espaço sempre que quiser, pois ele é de todos nós que amamos a poesia.

Abraço carinhoso da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Novembro de 2010, 21:44
Querido amigo Ram-Wer...

Seja sempre bem-vindo...

Sempre gentil e maravilhoso...

Brigada querido amigo pela terna amizade a mim dedicada..

Desejo-te muita paz e felicidades...

Beijos e abraços cheios de afetivos laços!!! :-\
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Novembro de 2010, 21:48
Amiga Mary Hellem...

Seja bem-vinda a este encantado espaço onde todos amamos a Poesia...

E a maior felicidade te-la aqui conosco...

Abraços afetuoso!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Novembro de 2010, 21:51
Aos meus queridos amigos...

                                            dOM Jorge..Katiatog...Sonia...Carmem...

Terno abraços cheio de paz e luz!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Novembro de 2010, 21:56
As Crianças!!

Como os Lírios!!
Assim são as nossas crianças.
Perfumadas em simplicidades.
Pura alegria em seu coração.

Como o céu!!
Elas são lindas e celestes.
Todas elas de Deus recebem.
Um anjo da guarda a lhes velar.

Como o arco-iris!!
São todas multicoloridas.
Variando conforme seu humor.
São azuis ou brancas como a Margarida..

Como Jesus!!
Elas estão sempre a nos ensinar.
Lições de bondade e desprendimento.
As verdades elas tentam nos mostrar..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Novembro de 2010, 22:02
Boa noite queridos amigos e irmãos... Sejam bem-vindos...

                                                         
Que a paz celeste esteja em seus corações...

Sintam-se em familia...Sua presença é a grande responsável pelo sucesso e alegria deste espaço que é de vocês..

Convidamos a todos a trazerem suas

Poesias...Poemas...Sonetos de sua autoria ou de seu Poeta preferido..,

Juntando-se a nós nesta eterna magia dos sentimentos através da Poesia!!!

Recebam o nosso afetuoso abraço!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 11 de Novembro de 2010, 22:56
Alô amigos

Estou de volta ao meu aconchego.

HORAS RUBRAS

Horas profundas, lentas e caladas
Feitas de beijos sensuais e ardentes,
De noites de volúpia, noites quentes
Onde há risos de virgens desmaiadas...
 
Oiço as olaias rindo desgrenhadas...
Tombam astros em fogo, astros dementes,
E do luar os beijos languescentes
São pedaços de prata p’las estradas...

Os meus lábios são brancos como lagos...
Os meus braços são leves como afagos,
Vestiu-os o luar de sedas puras...

Sou chama e neve branca e misteriosa...
e sou, talvez, na noite voluptuosa,
Ó meu Poeta, o beijo que procuras!

Florbela Espanca
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 11 de Novembro de 2010, 22:59
EU
Eu sou a que no mundo anda perdida,
Eu sou a que na vida não tem norte,
Sou a irmã do sonho, e desta sorte
Sou a crucificada... a dolorida...

Sombra de névoa ténue e esvaecida,
E que o destino amargo, triste e forte,
Impele brutalmente para a morte!
Alma de luto sempre incompreendida! ...

Sou aquela que passa a ninguém vê...
Sou a que chamam triste sem o ser...
Sou a que chora sem saber porquê...

Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo pra me ver
E que nunca na vida me encontrou!

Florbela Espanca
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 11 de Novembro de 2010, 23:07
VAIDADE
Sonho que sou a Poetisa eleita,
Aquela que diz tudo e tudo sabe,
Que tem a inspiração pura e perfeita,
Que reúne num verso a imensidade!

Sonho que um verso meu tem claridade
Para encher todo o mundo! E que deleita
Mesmo aqueles que morrem de saudade!
Mesmo os de alma profunda e insatisfeita!

Sonho que sou Alguém cá neste mundo...
Aquela de saber vasto e profundo,
Aos pés de quem a terra anda curvada!

E quando mais no céu eu vou sonhando,
E quando mais no alto ando voando,
Acordo do meu sonho... E não sou nada! ...

Florbela Espanca
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 11 de Novembro de 2010, 23:20
Prefiro rosas, meu amor, à pátria,
E antes magnólias amo

Que a glória e a virtude.•
Logo que a vida me não canse, deixo
Que a vida por mim passe

Logo que eu fique o mesmo.•
Que importa àquele a quem já nada importa
Que um perca e outro vença,

Se a aurora raia sempre,•
Se cada ano com a Primavera
As folhas aparecem
E com o Outono cessam?
E o resto, as outras coisas que os humanos
Acrescentam à vida,

Que me aumentam na alma?•
Nada, salvo o desejo de indiferença
E a confiança mole
Na hora fugitiva.
_______________fernando Pessoa_________________________
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 11 de Novembro de 2010, 23:22
Querida Belina

É muito bom te ver novamente aqui, amiga. Sentimos muito a sua falta!

Tivemos um dia maravilhoso com tantas e tão belas contribuições dos nossos amigos queridos.

Obrigada à todos!

Beijos carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 11 de Novembro de 2010, 23:37
De Fernando Pessoa

Alguns versos


Quer pouco, terás tudo.
Quer nada: serás livre.
O mesmo amor que tenha
Por nós, quer-nos, oprime-nos.
________________________________________

Nunca a alheia vontade, inda que grata,
Cumpras por própria. Manda no que fazes,
Nem de ti mesmo servo.
Ninguém te dá quem és. Nada te mude.
Teu íntimo destino involuntário
Cumpre alto. Sê teu filho.
________________________________________

Sim, sei bem
Que nunca serei alguém.
Sei de sobra
Que nunca terei uma obra.
Sei, enfim,
Que nunca saberei de mim.
Sim, mas agora,
Enquanto dura esta hora,
Este luar, estes ramos,
Esta paz em que estamos,
Deixem-me crer
O que nunca poderei ser.
________________________________________

Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive.
________________________________________

Não tenho ambições nem desejos.
ser poeta não é uma ambição minha.
É a minha maneira de estar sozinho.
...

Ou quando uma nuvem passa a mão por cima da luz
E corre um silêncio pela erva fora.
...
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe porque ama, nem sabe o que é amar...
...

Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver do Universo...
Por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer,
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não do tamanho da minha altura...
...

A mim ensinou-me tudo.
Ensinou-me a olhar para as coisas.
Aponta-me todas as coisas que há nas flores.
Mostra-me como as pedras são engraçadas
Quando a gente as tem na mão
E olha devagar para elas.
________________________________________
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 11 de Novembro de 2010, 23:45
Tambem senti a vossa falta.

Especialmente para voces
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 11 de Novembro de 2010, 23:50
Ola amigos
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 11 de Novembro de 2010, 23:55
Pois  um pouco mais
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Novembro de 2010, 00:28
Querida amiga Belina...

Que saudades de ti!!!

Tua presença aqui conosco é:

Fundamental..Escencial..Primordial para:

Enriquecer e florir com tantas alegrias da Poesia...

Receba meu afetuoso abraço
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Novembro de 2010, 01:02
***Eu Acreditei***

Eu guardei!!
Um pouco de ti na mente...
O teu sorriso na minha lembrança...
E ainda tenho muitas esperanças...

Por ti, eu sofri!
As dores, da cruel incerteza...
Sem saber se me amavas de verdade...
Ou se apenas brincava, com minha felicidade...

Eu queria saber!!
Se era sincero o que me dizias ao luar...
Ou se foram apenas sombras por ti a passar...

Não era ilusão!!
Minha razão  diz que me amavas com emoção...
Comigo tudo era diferente... É o que diz meu coração...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 12 de Novembro de 2010, 10:53
                  Duas coisas importantes para a sobrevivência do homem,
                  e o próprio homem exterminou:
                  o amigo e o amor.
                  Como sobreviver?

Sonia
12/0477
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 12 de Novembro de 2010, 11:08
                       Borboleta Azul


Cortando a estrada,
eis que surge repentina a Borboleta Azul.
Nas várias idas e vindas,
ela aparece quase sempre
no meio das árvores.
Seria um presságio bom ou ruim?
Não sei.
Solitária, voava pra lá e pra cá.
Não dava pra perceber se alegre ou triste.
No vôo magistral,
ela voava alto e baixo,
avançava e retrocedia.
Como seria bom se eu também pudesse,
num vôo controlado ir  e vir.

Sonia
02/04/77
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Novembro de 2010, 11:15
Querida amiga Sonia....


Que lindo ese poema sobre a borboleta...Adoro elas...Principalmente as azuis!!

Quanta beleza contido....Parabéns amiga...

Abraços cheio de carinho eafeto!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 12 de Novembro de 2010, 12:45
                                      VIVA JESUS !

   Bom-dia! caros irmãos.

         
          " Minha força está na solidão.
 
            Não tenho medo nem de chuvas tempestivas

           Nem de grandes ventanias soltas,

           Pois eu também sou o escuro da noite. "


                          ( Clarice Lispector )


 
                                      PAZ, MUITA PAZ!


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 12 de Novembro de 2010, 13:04
Dothy querida, eu acho q. vc. fez duas postagens no M.Encantado q. não são espiritas.  Verifique, (da menina e das rosas).Se eu estiver errada me desculpe.  Apague se puder.
Um beijo Sonia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Novembro de 2010, 13:10
Querida amiga...Brigada pela ajuda..Realmente, o mundo encantado é novo para mim...

Me ajude querida como fazer para melhor postar por lá...

agradeço-te muito!!Bjs!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Novembro de 2010, 13:33
***Amor do Passado***

Meu amor...
Saudades imensas de ti...
Mesmo sem ter te conhecido...
Tu sempre estiveste dentro de mim...

Em minha adolescência...
Nasceu a primeira lembrança
Aos pouco fui recordando de tua presença...
Em uma das muitas vida, aqui ou na França.

Na fase adulta cheguei...
Casei.. .Uma familia eu recebei...
Mas tu continuavas e estavas presente...
Lembrando do nosso passado que eramos felizes....

Hoje eu entendo...
A realidade da outtra vida que todos temos....
Se estou de ti separada...Tenho que continuar na sacada
A vontade sempre impera, o tempo é uma promessa

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 12 de Novembro de 2010, 13:48
                                              VIVA JESUS!

     Olá, meus irmãos.


                             MEU SONHO

     Parei as águas do meu sonho
     para teu rosto se mirar
     Mas só a sombra dos meus olhos
     ficou por cima, a procurar...
     Os pássaros da madrugada
     não têm coragem de cantar,
     vendo meu sonho interminável
     e a esperança do meu olhar.
     Procurei-te em vão pela terra,
     perto do céu, por sobre o mar.
     Se não chegas nem pelo sonho,
     por que insisto em te imaginar?
     Quando vierem fechar meus olhos,
     talvez não se deixem fechar.
     Talvez pensem  que o tempo volta,
     e que vens, se o tempo voltar.

                  ( Cecilia Meirelles )


                                 PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 12 de Novembro de 2010, 13:51
Dothy, eu tb. apanhei p. postar no M.Encantado, e ainda hoje fico insegura com receio da postagem sair errada.S
Qdo as postagens são"RecadoPop" eu faço o seguinte:
Escolho a gravura;
vou p. o  código q. fica abaixo
clico sobre ele (vai ficar azul)
clicar em copiar  na janela q. abrir.
Minimizar (no  quadradinho a esquerda no alto)
ir p. o F.Espirita
clicar em responder
clicar em  colar onde  se escreve as msgs.
ir  no Pré-Visualizar
o código vai aparecer sob a msg.
apagar tudo q. n. estiver entre    <img ...gif">
Pré-visualizar  novamente
Enviar   (se tudo estiver certo)

Boa sorte

Sonia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 12 de Novembro de 2010, 14:00
Que poema lindo  Dom Jorge.  Aliás, este tópico está ficando maravilhoso.  Como tem espirita poéta.
Um abraço.

Sonia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 12 de Novembro de 2010, 14:07
                                            VIVA JESUS!

   Olá, caros irmãos.


                           SUSPIRO

    Minha alma demanda, ó irmã tão serena,
    Tua fronte onde um outono sardento,
    E o errante céu do teu olhar angélico,
    Tal como a suspirar, num jardim melancólico,
    Fiel, um jacto branco sobe  o Azul !
    - Para o Azul de Outubro pálido, terno e puro,
    Nos lagos a mirar o langor infinito:
    E deixa à flor da água onde a fulva agonia
    Das folhas voga ao vento abrindo um frio sulco
    O sol quente a arrastar seu longo raio ruivo.

                    ( Stéphane  Mallarmé )



                                    PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 12 de Novembro de 2010, 15:08
Infâmia


Além do branco e do breu
( onde o sonho se perdeu)
cavalguei cavalos verdes,
pintei quadros nas paredes,
remei barcos transparentes,
sentei no colo de Deus;
amei as flores ausentes,
toquei estrelas cadentes,
escondi o meu tesouro
onde o sonho se perdeu:
num arco-íris de ouro,
além do branco e do breu.


Tirzah Ribeiro
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 12 de Novembro de 2010, 15:40
Queridos amigos dOM JORGE, Dothy e Sonia


Parabéns pelas lindas poesias que estão deixando o nosso cantinho da poesia cada vez mais belo e inspirador!

Paz e luz !

Beijos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Novembro de 2010, 21:30
***Eu Me Perco***

Eu me perco!!!
Sozinha em meus pensamentos...
Lembrando de ti que eu até esqueço...
Que ja não existe mais...Ficou no passado...

Eu me perco!!
Nas lembranças do tempo lindos vividos...
Em que nós dois erámos sinceros e eternos...
Histórias nossa que a vida se encarregou de limpar..

Eu me perco!!
No tempo que eu me perdi de tanto te amar...
Vivia sempre entre as brisas, as ondas no mar...
Felizes e alegres... Me perdia de tanto sonhar...

Eu me perco!!
Sem saber hoje o porquê desta separação...
Unidos eramos em uma só emoção no coração...
Mas... Eu me perdi em um momento que não volta mais..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 12 de Novembro de 2010, 22:40
            Metamorfose


Geralmente a metamorfose se dá
com o dasabrochar da flor,
com o desabrochar da vida,
com o desabrochar do amor.
Comigo a metamorfose se deu,
Quando eu me fechei.

Sonia
12/04/77                                           
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 12 de Novembro de 2010, 23:12
                                               VIVA JESUS!

   Boa-noite! queridos irmãos.


                  A VIDA INTERIOR


  Muito tempo habitei sob pórticos altos
  Que ardendo aos sóis do mar em fogos caprichosos,
  Com seus grandes pilares retos, majestosos,
  Tinham, de noite, um ar de grutas de basaltos

  As ondas, refletindo os céus imaginosos,
  Iam, solenemente, em místicos assaltos,
  Misturando os acordes ricos de seus saltos
  Às tintas do sol-poente em meus olhos ociosos.

  Foi aí que vivi nas volúpias mais calmas,
  Circundado de azul, de vagas, de esplendores,
  De escravos todos nus impregnados de odores.

  Refrescando-me a fronte ao embalo das palmas,
  E cujo intento era o de aprofundar
  O mal que me fazia aos poucos definhar.


                ( Charles Baudelaire )


                             PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 13 de Novembro de 2010, 00:50
 Querida amiga Katia...

Desejo-te um ótimo final de semana repleto de felicidades e paz

Beijos e abraços cheios de afeto e carinho!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 13 de Novembro de 2010, 00:52
Querida amiga Sonia...

Que teu fim de semana seja repleto de muita paz e amor...

Beijos e  abraços cheios de carinho!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 13 de Novembro de 2010, 00:56
Querido amigo dOM Jorge...

Que seu fim de semana seja de maior união...Harmonia e paz!!

Abraços  afetuoso amigo!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 13 de Novembro de 2010, 03:10
Boa noite, queridos amigos!


Ofereço à todos  vocês a poesia Eterno, de Carlos Drummond de Andrade



ETERNO - (CARLOS DRUMOND DE ANDRADE) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PVk3MlhhWmZzOFVjJmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQj)


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 13 de Novembro de 2010, 03:34
Desejo à todos os amigos e visitantes um fim-de-semana repleto de paz, amor e saúde.

Mil abraços nos meus queridos Dothy, dOM JORGE, Lima Gil, Sonia,  Belina Lucy Q e Carmen.

Sem vocês esse espaço não estaria tão especial e acolhedor!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 13 de Novembro de 2010, 08:47
                                       VIVA JESUS!

   Bom-dia! meus irmãos.


                        SAUDAÇÃO

   Oh geração dos afetados consumados

   e consumadamente deslocados.

   Tenho visto pescadores em piqueniques ao sol.

   Tenho-os visto, com suas famílias mal-amanhadas.

   Tenho visto seus sorrisos transbordantes de dentes

   e escutado seus risos desengraçados.

   E eu sou mais feliz que vós.

   E eles eram mais felizes do que eu.

   E os peixes nadam no lago

   e não possuem nem o que vestir.


                         ( Ezra Pound )


                                  PAZ, MUITA PAZ!

 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 13 de Novembro de 2010, 13:03
(http://img.animaorkut.net/coracao/coracao124.gif)

                                                                                                   Ha anos que caminho olhando e procurando.
                                                                                                   Tantos anos se passara...
                                                                                                   Metade, ou mais da metade de uma vida.
                                                                                                   Hoje  mulher amadurecida,
                                                                                                   olhei e me vi,
                                                                                                   procurei e me encontrei.
                                                                                                   Hoje senhora mulher,
                                                                                                   continuo criança, adolescente,
                                                                                                   mas acima de tudo,
                                                                                                   outra mulher.

                                                                                                    Sonia
                                                                                                     23/06/87












Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 13 de Novembro de 2010, 15:17
     Amo-te


Amo-te como a planta que não floriu e tem
dentro de si, escondida, a luz das flores,
e, graças ao teu amor, vive obscuro em meu corpo
o denso aroma que subiu da terra.


Amo-te sem saber como, nem quando, nem onde,
amo-te diretamente sem problemas nem orgulho:
amo-te assim porque não sei amar de outra maneira,


a não ser deste modo em que nem eu sou
nem tu és,
tão perto que a tua mão no meu peito é minha,
tão perto que os teus olhos se fecham com meu sono.


Pablo Neruda
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 13 de Novembro de 2010, 23:58
**O Envelope***

Hoje eu sei...
Que quando tu partiste daqui...
Pegaste a condução e sumiste assim...
Motivos vários tu tiveste... Sei que ali era o fim...

O tempo eu passei...
Entre recordações de nós dois...
Eu sofro muito... De uma história que não pude evitar...
O que eu teria que agora fazer?Para todo o mal esquecer??

Na sombra eu andei...
Sempre em busca de respostas para tua partida...
Nada me satisfazia...Conversas que o vento me trazia...

O sorriso eu deixei...
Nos meus lábios acabaram...Meu coração chorava...
Apenas um envelope tu deixaste dizendo... Adeus não dá mais!!

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 14 de Novembro de 2010, 00:17
Lua Tão linda!!

Lua tão linda...
Que a todos contagia em sua magia...
Leva um recado para mim...Diga a ela que espero aqui...
Embaixo da árvores frondosa...Esperando para namorar...

Lua tão linda...
Diga a ela que não é brincadeira minha...
Com ela quero eternizar... Esta união de emoção...
Ela me acompanha sempre, dentro do coração...


Lua tão linda...
Diga a minha amada, que o sentimento é sincero...
Este amor que me condensa alma...Que levo ela aqui...

Lua tão linda...
Não deixa ela ir para a festa com outro rapaz...
Ninguém a fará sorrir... Só comigo terá a felicidade eterna...


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 14 de Novembro de 2010, 00:30
**Dificíl de Entender**

Difícil de entender...
O que aconteceu com nós dois aqui...
Nossos sonhos e ideais eram todos iguais...
Não tinhamos diferença... Viviamos sempre em paz...

Difícil de entender....
Por que nossos sonhos tem que ser desfeitos...
Como aconteceu a mundança...Não tenho lembranças...
Mas nada faz sentido...Nossas vidas eram um convite...

Difcíl de entender...
Que contigo eu não mais ficarei a noite...
Sempre que eu chegar na minha e tua casa...

Dificíl de entender...
Eu não entendo tua atitude... Para mim são banais...
Mas se queres que seja assim... Cada um vai viver...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 14 de Novembro de 2010, 17:04
                                            VIVA JESUS!

   Olá, queridos irmãos.


                   VERSOS  A MEU CORPO


       Tombaste, enfim, cansado, vaso amigo.
       Já não posso dizer-te: " luta e ama ! "
       Companheiro sereno de meu drama,
       Não sofreste no mundo, em vão, comigo.

       Lâmpada que guardaste a  etérea chama
       Das dores que vivi...Roupa e jazigo...
       Unindo as nossas lágrimas, prossigo
       Ante o porvir que a morte me reclama.

       Parto agora, buscando novo ninho...
       Não te deixo, porém, triste ou sozinho,
       Nas surpresas que o túmulo descerra...

       Mesmo atirado à sombra que se espalma,
       Terás contigo os sonhos de minhalma,
       Nas flores que te cobrem sobre a terra.


                          ( Leite Junior )


                                    PAZ, MUITA PAZ!


             
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 14 de Novembro de 2010, 23:48
***Recomeçar***

Recomeçar....
É a melhor opção para o teu coração...
Que hoje experimentas a triste solidão...
Deixar o passado passar...Sem medo de mudar...

Recomeçar...
Será tua maior alegria alma amiga...
Sem medos ou receios... Apenas encarar...
Vai caminhar pala praia...  Séra tua terapia...

Recomeçar...
Será melhor assim... Para ele e pra ti...
As amargas lembranças... Joga na ventania...

Recomeçar..
Uma nova oportunidade virá... Não vai demorar...
Esqueça o antigo amor... O tempo irá se encarregar..








Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Novembro de 2010, 00:08
***Pela Paz***

Pela paz
Teremos um mundo bem melhor...
Todos seremos verdadeiros cristão...
Nada mais de tristezas nem dores... Apenas amor...

Pela Paz...
Nada mais de violência e confusão..
Mas muita alegria... Felicidades então...
Juntos seremos apenas uma grande nação...

Pela paz...
Em todos os lugares encontraremos o bem..
Sempre juntos com a mais pura melodia e sintonia...

Pela Paz...
Nos amaremos e respeitaremos num só coração...
Nada mais de abandono, desilusão com nossos irmãos...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Novembro de 2010, 00:23
***Teu Sorriso***

No teu sorriso...
Minhas tristezas vão logo embora...
Sinto a felicidade em meu coração agora...
Os problemas se tornam pequenos...Sem mais...

No teu sorriso...
A esperança renasce... Me dá forças a lutar...
As dificuldades eu deixo no tempo ao vento...
Dores e cansaço saem pela porta dando a volta..

No teu sorriso...
Os lirios se tonam coloridos a florescer...
As dores que  cheguem saem sem dizer adeus...

No teu sorriso...
Eu me sinto chegando contigo perto do paraíso...
Teu sorriso me diz que teremos muitas vidas a sorrir...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Novembro de 2010, 00:40
***Dançar Para Ti***

Eu quero dançar...
Ao tempo me entregar... Sem adiar...
Expressar os meus sentimentos imensos...
Por teu amor que me sustenta e alimenta...

Eu vou dançar...
Quero te mostrar um mundo diferente...
Apenas dançando eu consigo expressar...
Toda a grandeza que meu ser encontra em doar...

Na noite a dançar...
Muitos sonhos contigo eu irei vivenciar...
Seremos como um eterno amanhecer e crescer...

Na manhã a dançar...
Irei a noite encontrar forças e recomeçar...
Para mais um espetáculo no balé vou te ofertar...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 15 de Novembro de 2010, 03:33
Bom dia, queridos amigos!


Menininho doente


Na minha rua há um menininho doente.
Enquanto os outros partem para a escola,
Junto à janela, sonhadoramente,
Ele ouve o sapateiro bater sola.


Ouve também o carpinteiro, em frente,
Que uma canção napolitana engrola.
E pouco a pouco, gradativamente,
O sofrimento que ele tem se evola ...


Mas nesta rua há um operário triste:
Não canta nada na manhã sonora
E o menino nem sonha que ele existe.


Ele trabalha silenciosamente ...
E está compondo este soneto agora,
Pra alminha boa do menino doente ...


Mário Quintana
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 15 de Novembro de 2010, 03:47


Minha namorada, poesia de Vinícius de Moraes



Minha Namorada - Vinicius de Moraes (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PWNRM29QdEEyYXVrJmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQj)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 15 de Novembro de 2010, 08:04
                                            VIVA JESUS!

  Bom-dia! queridos irmãos.


                     AS VOZES ETERNAS

   Oh, doces e perenes Vozes, permaneçam;

   Vão até aos guardiões das hostes celestiais

   E os ordene que vagueem obedecendo à Tua vontade,

   Chamas sob chamas, até o Tempo deixar de exisitir;

   Não tem você ouvido que nossos corações estão cansados,

   Que você tem chamado por eles nos pássaros,

   No vento sobre as colinas,

   Em balançantes galhos nas árvores,

   Nas marés pela beira-mar?

   Oh, doces e perenes Vozes, permaneçam.


                 ( William Butler Yeats )

 
                              PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Novembro de 2010, 11:24
Deus..Meu pai!!

Deus...Meu pai...
Que lindo manhecer o meu...
Cercadas de maravilhas do mundo teu...
Sinto o sintonia mais perfeitas dos passarinhos...

Deus..meu pai....
Para iniciar o meu dia..Enviaste anjos azuis...
Meus pais e família..Quanta harmonia que tu fizeste....
Teu infinito amor para comigo será sempre celeste...

Deus ... Meu pai...
Olho o céu da minha janela, vejo Jesus sorrindo a mim...
Quanta felicidade e alegria ele me diz assim:Vais que do teu lado eu vou...

Deus.. Meu pai...
Meu caminho e abençoado por toda a natureza plena...
Meu coração canta e minhas palavras te agradecem em minha prece!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Novembro de 2010, 14:03
***Meu Consolo***

Enquanto eu chorava.....
Minhas lágrimas transbordavam em mim...
A perda da pessoa querida foi para mim suplicio...
Transportando-me depois para a calma do refúgio...

Enquanto eu perguntava...
O que seria de mim sem meu filho que jaz ali??
Minhas dores e profundas tristezas me deixavam assim...
Queria ele de volta, sem lembrar que ele  não vinha de mim...

Mas Deus que tudo sabe..
Mandou a Esperança para meu solitário coração...
Os ensinamentos de que a morte não existe foi emoção...

Hoje eu afirmo...
Sou um pai com saudades sim...Mas sereno e faliz...
Ele hoje revive além das fronteiras da vida... Até outro reencarnar..


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Novembro de 2010, 14:14
Queridos amigos e irmãos...Sejam todos bem-vindos...

Que a paz celeste esteja em seus corações....

Sintam-se em família...Entre amigos...

Sua presença é como as flores...

Alegra o jardim de nossas vidas...

Estão convidados a trazerem suas:

Poesias..Poemas..sonetos de sua autoria ou de seus poetas preferidos...

Desejamos a todos uma ótima semana repletade de felicidades e amor...

São os nossos sinceros votos de:

(Katiatog)

(Belina... Carmem gbi...dOM Jorge...Dothy...Lima-Gil...Sonia Andrade)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 15 de Novembro de 2010, 16:19
Meu cosolo, q. poema lindo. 
Amanhã estarei muito ocupada, razão pela qual vou postar  uns poemas hoje.  Um abraço p. todos.


Dizem que as flores são belas,
pois enfeitam a vida e a morte.
Bela é a velhice
de um homem que soube ser forte.


Sonia
23/04/64
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 15 de Novembro de 2010, 16:22
                                Minhas filhas, meus amores,
                                dois anjos que vi nascer.
                                Permita meu Jesus Cristo,
                                que eu possa vê-las  crescer.

                                Sonia
                                14/07/65
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 15 de Novembro de 2010, 16:26
                                                                       Marcinha


                                                         Marcinha, teus olhos negros
                                                         transmitem-me tanto amor,
                                                         parecem jaboticabas,
                                                         bonitas, cheirando a flor.

                                                         Sonia
                                                         25/05/66
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 15 de Novembro de 2010, 16:31
   
Se eu pudesse dizer-te baixinho,
bem no ouvido o que trago no coração,
garanto e até posso jurar,
caminharíamos juntos  por este mundo sem fim,
até a morte nos separar.

Sonia
25/05/66
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 15 de Novembro de 2010, 16:40
                                                      Os olhos

                               Os olhos foram feitos para  verem
                               tudo de belo que há.
                               Porém, já nascem cegos.
                               Só com o coração
                               é que  podemos enxergar.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 15 de Novembro de 2010, 16:47
                                                                                    Solidão
                                                                     
                                                                       Qual a maior solidão?
                                                                              A do deserto,
                                                                 ou a existente dentro de nós?

                                                                 
                                                                 Sonia
                                                                 1973

                                                                     
                                                               
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Novembro de 2010, 19:13
Meus queridos amigos...

dOm Jorge...Carmem...katia..Lucy...Lima-Gil...Belina...Sonia..

Desejo uma semana maravilhosa repleta de felicidades e muito amor...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 15 de Novembro de 2010, 19:41
                                                           
(http://www.recadodeorkut.com/067/018.gif)<
                                                                                 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 15 de Novembro de 2010, 20:58
Canto da madrugada


Avancei pela noite. Abri os braços e recebi a aurora pequenina.
Chorava ainda. Suas lágrimas desceram sobre meu rosto.
Veio um perfume forte de flores molhadas.
Renovaram-se as vozes do galos pelas campinas úmidas.
Lenhadores dormem nos casebres frios.
Estão nascendo flores misteriosas
Estão crescendo grandes almas nas sombras da noite.
Porque há um canto que sai da noite e vem acordar a aurora adormecida!


Augusto Federico Schimidt
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Novembro de 2010, 21:09
***Meus Retalhos****

Retalhos....
Pedaços de minha corrida vida...
Um pouco do azul representado por meus pais..
O lilás de minhas melhores amizades..Sem iguais...

Retalhos...
Das peraltices da minha doce e saudosa infância...
Restos de brincadeiras, corridas, passeios no lago paz..
Minhas expériências nesta fase eram deixadas para trás...

Retalhos....
Minha troca de idade e identidades...Nem lembro...
Quem eu era naquele tempo... É dificil voltar e recomeçar..

Retalhos...
Os melhores de toda minha página existencial...
Meu amor que trago sempre comigo... Nada casual..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Novembro de 2010, 23:18
Presa ao Passado!!

Olho o céu...
Sinto a melancolia invadindo meu ser....
As eternas músicas que se faziam presente...
Meus anseios... Agora esqueço... Já não interessam mais...

Olha o lua...
Que vazio se apodera do meu coração...
Minhas mãos tremem de tanta emoção ao lembrar...
Nossos encontros fortuítos na frente de casa... Vista ao mar..

Olho o vento...
Ainda sinto teus carinhos em meu rosto esquentar...
Teus olhos me diziam tudo que eu precisava para te alcançar...

Olho para mim...
Mal me reconheço no que eu já fui... Eu morri..
Não quero mais recomeçar... No passado eu quero morar..


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Novembro de 2010, 23:42
***Meu Ideal***

Que felicidade...
Quando eu  sei que aqui tu chegas.....
O meu mundo, se manifesta 
Eu fico só em risos...
Minha emoção fica branco e lilás..
O meu céu adquire todas as cores desiguais
Não sei nem dizer...
Meu amor é tudo pra você
Com ele tenho várias identidades...
Uma para cada idade...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Novembro de 2010, 23:56
***Trovas do Amor***

O que restou??
Do nosso eterno amor??
Apenas brigas e ressentimentos??
Onde foram parar os belos sentimentos??
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 16 de Novembro de 2010, 03:13
Boa noite, queridos amigos!


Dedico esse vídeo com a poesia Amigos, de Vinícius de Moraes à Dothy, Sonia, Lima Gil, dOM JORGE e Belina.

Beijos da Katia



Amigos- Vinicius de Moraes (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PUxmUFU3NHdIOUpBJmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQj)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 16 de Novembro de 2010, 08:31
                                     VIVA JESUS!


   Bom-dia! meus irmãos.


      " Só o que está morto não muda!

        Repito por pura alegria de viver,

        A salvação é pelo risco,

        Sem o qual a vida não vale a pena!!!


                      ( Clarice Lispector )




                            PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Hebe M C em 16 de Novembro de 2010, 09:29
Bom dia gente,
Está na hora de trocar todo esse carinho ao vivo e a cores.
O encontro dos membros do Fórum já está se concretizando.
Acessem este tópico e vejam o PPS com a programação.
Alô!!! Garanta a sua reserva. As vagas são limitadas.
E ajudem a divulgar.
Um bjo.

http://www.forumespirita.net/fe/convivio-dos-membros-do-forum/encontro/msg166781/#msg166781


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 16 de Novembro de 2010, 10:19
***Eu Sou As Forças***

Eu sou o sol...
Acordo de manhã  em plena luz...
Levo calor humano a todos  que encontro...
Com meu carinho, aqueço a todos os corações....

Eu sou a lua...
A noite eu brilho e  alegro meus pais...
Saio  a rua para com meus  amigos brincar ...
Resplandeço e transmito a todos eles como ajudar...

Eu sou o vento...
Onde eu passo deixo uma brisa suave no ar....
Perfumando meu caminho com lições de paz....
A s crianças...Aos jovens, adultos, eu quero  abrandar...

Eu sou a chuva...
Vou molhando  e regando os solos...
Dos  corações amargurados e endurecidos...
Limpando de toda mágoa e rancor, com amor...[/color]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 16 de Novembro de 2010, 10:40
***Bom em Toda Hora***

Bom dia com flores...
Acordo e vejo o sol colorido...
Várias tonalidade eu fico a imaginar....
Sempre refletindo beleza em todo lugar...

Boa tarde azul...
O céu limpído com o branco celeste...
As brisas timídas aparcem um pouco aqui e ali...
Para aliviar os calor das ruas, dentro da casa ou no ar...

Boa noite com arco-iris...
No céu sereno brilham todas as estelas...
Amarelas, verdes, vermelhas da cor de Marte...

Bom com meus amores...
De manhã, encontro eles ao acordar...
A noite com meu amor eu vou deitar e sonhar...






Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 16 de Novembro de 2010, 16:08
***Reflexão***

Vai caminhar...
Pensa em tudo que nós vivemos...
Na vida intensa de nossos momentos...
Será ainda uma saída... Quando refletires na magia...

Vai analisar...
Fortes emoções que envolveram nossos corações...
Os  nossos sonhos  mais sintonizados, eu penso...
Como um mundo unidos.. .Assim éramos nós dois reunidos...

Vai e lembra...
Das noite em que vivenciavamos o céu azul...
Para acordarmos na cor dourada do nosso amor...

Vai e tenta...
Esquecer tudo que  construímos e sentimos...
Este elo que não é de agora... É de vidas de outrora...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 16 de Novembro de 2010, 16:15
Queridos amigos e irmãos...

Sejam todos bem-vindos...

Que a paz celeste esteja com todos vós...

Sintam-se parte da nossa amizade... Em família...

Estão convidados a trazerem suas mensagens... Poesias...Poemas de sua autoria ou de seus poetas, etc..

Recebam nosso afetuoso abraço!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 16 de Novembro de 2010, 16:18
Minhas amigas queridas...

Katia e Sonia...Como é bom estarmos reunidas aqui...

Meu coração fica em festa....Quando encontro vocês nesta eterna magia...Poesia.

Abraços e beijos cheios de paz e luz!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 16 de Novembro de 2010, 16:44
Oi Dothy, passei ligeiramente só p. ver o que vcs. estão postando, mas como preciso sair, deixo meu abraço bem apertado.
Assim que voltar postarei umas poesias.
Dothy, vc. tem Skype?
É muito bom por ser de graça e ainda podemos conversar com as pessoas vendo-as o tempo que quisermos.  Experimente colocar no seu computador.

Sonia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 16 de Novembro de 2010, 16:48
Boa tarde, queridos amigos!



Volto armado de amor



Volto armado de amor
para trabalhar cantando
na construção da manhã.
Amor dá tudo o que tem.
Reparto a minha esperança
e planto a clara certeza
da vida nova que vem.


Um dia, a cordilheira em fogo,
quase calaram para sempre
o meu coração de companheiro.
Mas atravessei o incêndio
e continuo a cantar.


Ganhei sofrendo a certeza
de que o mundo não é só meu.
Mais que viver, o que importa
(antes que a vida apodreça)
é trabalhar na mudança
do que é preciso mudar.


Cada um na sua vez,
cada qual no seu lugar.


Thiago de Mello
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 16 de Novembro de 2010, 16:56
Queridas amigas Dothy e Sonia


Fico feliz em encontrá-las aqui, iluminando esse espaço com a presença luminosa de vocês!

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 16 de Novembro de 2010, 18:48
                                             VIVA JESUS!

   Boa-tarde! queridos irmãos.


    OS INSTANTES SUPERIORES DA ALMA

       
       Os instantes Superiores da Alma
       Acontecem-lhe - na solidão -
       Quando o amigo - e a ocasião Terrena
       Se retiram para muito longe.

      Ou quando - Ela Própria - subiu
      A um plano tão alto
      Para reconhecer menos
      Do que a sua Onipotência

      Essa Abolição Mortal
      É rara - mas tão bela
      Como Aparição - sujeita
      A um Ar Absoluto

      Revelação da Eternidade
      Aos seus favoritos - bem poucos
      A Gigantesca substância
      Da Imortalidade


                        ( Emily Dickinson )


                                  PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 16 de Novembro de 2010, 20:47
***A Tudo Eu Venci ***

Eu chorei...
Por dias e noites em agonia minha...
Não consegui ainda me recompor da dor...
Mas um dia isto irá passar... Deus vai me ajudar...

Eu lembrei...
Tantos momentos felizes de encanto...
Magias, poesias, tudo em pefeita harmonia...
Hoje vejo apenas voando as  cinzas frias...

Eu sofri...
Quando me disseste que para nós era o fim...
Corri sim atrás de ti... Mas não esperaste por mim...

Eu conseguirei...
Vencerei  estas dores e decepções  aqui...
A vida é maravilhosa e muito formosa... O bem virá..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 17 de Novembro de 2010, 08:57
                                       VIVA  JESUS!


     Bom-dia! queridos irmãos.


            " A poesia é o transbordamento espontâneo de sentimentos intensos: tem sua origem na emoção recordada num estado de tranquilidade. "


                             (William Wordsworth )


                                         PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 17 de Novembro de 2010, 10:51
(http://static.maniadescraps.com/imagens/turboscraps/quarta/quarta056.gif)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Carmen.gbi em 17 de Novembro de 2010, 11:53

Bom dia!




"É fácil trocar as palavras,
Difícil é interpretar os silêncios!
É fácil caminhar lado a lado,
Difícil é saber como se encontrar!
É fácil beijar o rosto,
Difícil é chegar ao coração!
É fácil apertar as mãos,
Difícil é reter o calor!
É fácil sentir o amor,
Difícil é conter sua torrente!

Como é por dentro outra pessoa?
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Com que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.

Nada sabemos da alma
Senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição
De qualquer semelhança no fundo."

Fernando Pessoa
 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 17 de Novembro de 2010, 11:57
**Tudo Vem De Ti**

Deus...
Eu reconheço em ti, esta fonte inesgotável em mim...
Minha inspiração vem do teu coração...
Sempre bondoso, com todos meus irmãos...

Deus...
Da infinita sabedoria me deste...
Dias após dias para escrever poesia...
Contos infantis e artigos...Para minha alegria...

Deus...
Me deste uma família maravilhosa
Meus pais, irmãs, filhos são anjos revestidos para mim...


Deus...
Me deste a missão de escrever...
Um poema de paz, pra mim e você...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 17 de Novembro de 2010, 12:01
Bom dia queridos amigos e irmãos...

Que alegria sem fim ao nosso coração...

Recebê-los todos os dias...Que maravilha...

Sua presença deixa este espaço de magia  na maior sintonia....

Todas expressadas aqui através de nossos Poemas e poesias...

Juntem-se a nós, para vivermos e amarmos  esta eterna melodia....

Recebam de  todos nós um abraço bem afetuoso...Cheios de laços e enlaços carinhosos...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 17 de Novembro de 2010, 12:09
Bom dia.....

Meus queridos amigos, Carmem gbi... dOM Jorge...Belina...Katia...Sonia Andrade...

Desejo a todos um ótimo dia de realizações plenas..

Abraços...Abraços!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 17 de Novembro de 2010, 13:27
  **A Vida***

A vida...
Em todos os sentidos vividos...
Ela nos liga a eterna busca sem fim...
Da felicidade...Esperança.... Fé imortal...

A vida...
Bons pensamentos sempre temos no tempo...
Um dia após outro dia para aproveitarmos bem...
Mudarmos nosso ineterior...Não mudarmos alguém...

A vida ...
É fonte de eterna sabedoria infinita...
Quando nós entendemos as verdades divinas...

A vida...
É cantar, dançar, sorrir,sonhar...Amar...
Sem nos aprisonarmos, mas sempre renúnciar...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 17 de Novembro de 2010, 13:42
                                       VIVA JESUS!


    Olá, meus queridos irmãos.


                        APEGADO A MIM


           Floco de lã de minha carne

           que em minha entranha eu teci,

           floco de lã friorento,

           dorme apegado a mim!

           A perdiz dorme no trevo 

           escutando-o a latir:

           não te perturbem meus alentos,

           dorme apegado a mim!

           Ervazinha assustada

           assombrada de viver,

           não te soltes de meu peito:

           dorme apegado a mim!

           Eu que tudo o hei perdido

           agora tremo de dormir.

           Não escoregues de meu braço:

           dorme apegado a mim!


                         ( Gabriela Mistral )



                                        PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 17 de Novembro de 2010, 21:16
***Esperança***

Esperança...
Em todas as portas eu entro...
Sempre atrás de ti eu ando no tempo...
Mas sem conseguir ainda  te encontrar...

Esperança...
Minha alma nunca te alcança...
Vivo aflita e desiludida, meio perdida...
Necessito de ti... Me digas onde estás?

Esperança...
Meu amor se foi para longe de mim...
Eu preciso acreditar que ele voltará...

Esperança....
As lágrimas são como rios escaldantes...
Me consola agora, Meu coração apenas chora...



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 17 de Novembro de 2010, 21:44
Boa noite, queridos amigos!



Um nome na vidraça



A guriazinha
desenha as letras do seu nome na vidraça
- encantadoramente mal feitas -
as letras escorrem...
Enquanto isto,
umas pessoas morrem,
outras nascem...
Entre umas e outras,
viro mais uma página
desta novela policial.
E exatamente à página , verifico,
quando o herói vai torcendo cautelosamente o trinco
[da porta,
interrompo
a leitura
e ele e todos os outros personagens ficam parados.
Eu sou o Deus catastrófico: não ligo.
olho agora a litografia da parede
- um trigal muito louro e acima dele apenas uma asa
contra o céu azul.
É como se eu abrisse uma janela na frustração da
[chuva!
Bem, neste momento as pessoas já devem ter morrido
[ou nascido
A verdade, minha filha,
é que eu não sei como parar este poema:
nos dias de chuva sobem do fundo do mar os navios
[fantasmas
sobem ruas, casas, cidades inteiras,
e procissões, manifestações, os primeiros
e os últimos encontros, o padre-cura e o boticário
discutindo política na esquina...
(A guriazinha
apaga as letras lacrimejantes da vidraça.
E recomeça...)


Mário Quintana
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 17 de Novembro de 2010, 22:22
Uma poesia de Charles Chaplin:


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 17 de Novembro de 2010, 22:32
Boa noite, Sonia!


Parabéns por suas lindas poesias que vem enriquecendo esse nosso espaço.

Deus te abençoe, amiga!

Beijos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 18 de Novembro de 2010, 00:15
  Katia, fico contente  por  minhas poesias estarem agradando.  Aproveito a oportunidade p. agradecer a maneira carinhosa com q. vc. me trata, vc. é um amor.  Um abraço repleto de ternura.


                                                           (http://www.recadodeorkut.com/121/012.gif) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5nZXJhZG9yZXNvbmxpbmUuY29t)

 

                                                                             
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 18 de Novembro de 2010, 00:25
              Não                               


Não, hoje não.
Tudo que for ruim
vou deixar do lado de fora.
Hoje tudo está tão bonito...
Hoje eu sou feliz,
pelo menos agora,
neste momento.
O momento é muito importante...
Hoje, amo tudo que meus olhos vêm.
Amo o ser desconhecido que passa;
Amo o animalzinho da rua:
Amo os meus inimigos:
Amo o trovão que me amedronta:
Amo as minhas incertezas:
Amo meus sonhos irrealizáveis:
Amo mais ainda as minhas filhas,
e até amo as pedras do caminho.


Sonia
25/01/73
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 18 de Novembro de 2010, 01:02
                                      VIVA JESUS!

  Boa-noite! meus queridos irmãos.


       " Quando nada parece dar certo,

         vou ver o cortador de pedras

         martelando sua rocha talvez cem vezes,

         sem que uma única rachadura apareça.

         Mas na centésima primeira martelada a

         pedra se abre em duas, e eu sei que não foi

         aquela que conseguiu isso, mas todas as que

         vieram antes. "


                            ( Jacob Riis )


                                       PAZ, MUITA PAZ !
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 18 de Novembro de 2010, 02:50
 Aos queridos amigos:


Meus sinceros agradecimentos à Dothy, Sonia, dOM JORGE, Carmen, Lima Gil e Belina.

Deus ilumine os seus caminhos!

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 18 de Novembro de 2010, 02:54
Bom dia, queridos amigos!


A letra da música é um trecho do livro Há dois mil anos, psicografado por Chico Xavier e o seu autor espiritual é Emmanuel. Para os amigos que não conhecem é uma indicação de leitura, pois, a meu ver, é um dos romances espíritas mais bonitos que conheço.

Ofereço essa música com amor para o meu marido.


alma gemea (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PUZPNGNzeGJIMS1RJmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQj)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Novembro de 2010, 17:08
Boa tarde amigos e irmãos...

Sejam todos bem-vindos...

Que a paz esteja em seus corações...

Sintam-se em familia... Sua presenaça é fundamental para o enriquecimento deste espaço...

Estão convidados a trazerem suas Poesias... Poemas... Sonetos de sua autoria ou de seu Poeta preferido...

Recebam nosso sincero e afetuoso abraço!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Novembro de 2010, 17:37
***Minha Alegria***

Um rio...
Ela entrou em minha vida...
Limpando meu coração de todas as feridas...
Renovando todo o meu ser... Eu queria viver...

Um Sol...
Iluminando o meu sorriso, ficando lindo...
Me fazendo irriadiar felicidade e alegria...

Uma melodia...
Meus pensamentos são pura energias...
Com ela eu vivo a sonhar, juntos dançando ao ar...

Uma Poesia...
Com ela veio toda minha fonte em harmonia...
Sou outro agora, com ela eu renasci  dentro de mim...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Novembro de 2010, 17:44
Meus queridos amigos....

Belina, carmem, dOM Jorge, Kátia., Sonia ...

Sua presença aqui é muito importante para todos nós...

Deixa este espaço repletos de alegria, na terna magia da poesia....

Abraços afetuoso!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Novembro de 2010, 00:33
***O Meu Viver***

Meu ser....
Reage apenas em sentir tua presença...
Minhas mãos ficam trêmulas de muita emoção...
Meu corpo todo aquece, fazendo eu sentir uma forte emoção...

Eu sinto...
Quando chegas perto de mim, um Calor no rosto...
Meus olhos brilham de felicidade... Sinto que estou em ti...
Tu nada disto percebes... Mas sinto que eu também estou em ti...

Eu fico....
Em pensamentos querendo te falar...
De todos os meus sentimentos a ti expressar...

Eu sonho...
O dia em que nós dois ficaremos juntos...
Para realizarmos este amor, que com o tempo aflorou...







Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Novembro de 2010, 00:45
***Amizade***

Eu quero dizer....
O quanto eu sou feliz por tua terna companhia...
Desde nossa infãncia, nossas vidas se entrelaçam...
Somos amigas inseparáveis, aqui ou em outra parte...


Eu quero dizer...
Que em todos os momentos angustiosos do meu ser....
Nas dores,tristezas e decepções, tu sempre me deste a mão...
Fazendo meu coração se enternecer, nesta doce e linda afinidade...

Eu quero dizer...
Que sempre estiveste comigo... Do meu lado...
Serei eternamente agradecida por toda a minha vida...

Eu quero dizer...
Espalhar para o mundo que somos amigos é muito fácil....
Mas cultivar, cativar, amar, perdoar... É uma dádiva da amizade....[/color]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 19 de Novembro de 2010, 06:27
Bom dia, queridos amigos!


A UM AUSENTE


Tenho razão de sentir saudade,
tenho razão de te acusar.
Houve um pacto implícito que rompeste
e sem te despedires foste embora.
Detonaste o pacto.
Detonaste a vida geral, a comum aquiescência
de viver e explorar os rumos de obscuridade
sem prazo sem consulta sem provocação
até o limite das folhas caídas na hora de cair.

Antecipaste a hora.
Teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo nossas horas.
Que poderias ter feito de mais grave
do que o ato sem continuação, o ato em si,
o ato que não ousamos nem sabemos ousar
porque depois dele não há nada?

Tenho razão para sentir saudade de ti,
de nossa convivência em falas camaradas,
simples apertar de mãos, nem isso, voz
modulando sílabas conhecidas e banais
que eram sempre certeza e segurança.

Sim, tenho saudades.
Sim, acuso-te porque fizeste
o não previsto nas leis da amizade e da natureza
nem nos deixaste sequer o direito de indagar
porque o fizeste, porque te foste


Carlos Drummond de Andrade

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 19 de Novembro de 2010, 08:25
                                          VIVA  JESUS!


    Bom-dia! queridos irmãos.


                  SONETO XIV


    Ama-me por amor do amor
    somente
    Não digas: Amo pelo seu
    olhar,
    O seu sorriso, o modo de falar
    Honesto e brando. Amo-a
    porque se sente

    Minha'alma em comunhão
    constantemente
    Com a sua. Porque pode mudar
    isso tudo, em si mesmo, ao
    perpassar
    Do tempo, ou para ti
    unicamente.

    Nem me ames pelo pranto que a
    bondade
    De tuas mãos enxuga, pois se
    em mim
    Secar, por teu conforto, esta
    vontade

    De chorar, teu amor pode ter
    fim!
    ama-me por amor do amor, e
    assim
    me hás de querer por toda a
    eternidade.


          ( Elizabeth Barret Browning )



                                   PAZ, MUITA PAZ!
   
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 19 de Novembro de 2010, 09:30
Oi Dothy, estou atarefada, por isso and0  meio de vagar, mas aguardo anciosa a  resposta do email que te mandei.
Vc. é muito querida, por isso quero estreitar a amizade.
Hoje mesmo postarei  uma poesia, promessa é dívida.
Sinta-se abraçada assim que entrar nesse espaço.

Sonia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Novembro de 2010, 09:37
Querida amiga Sonia...

Agradeço-te  pela amizade sincera...

Não tem porque se desculpar amiga...Todos temos uma vida atarefada....

Desejo-te muita paz e luz neste dia que se inicia...

Abraços e beijos carinhosos...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Novembro de 2010, 11:20
Jesus...Minha luz!!

Jesus...
Em minhas preces agradeço a ti...
Tu és a verdade que vive em mim...
Te creio, te louvo, te falo amigo jesus...

Jesus...
Tudo que hoje eu sou, flui da tua luz...
Tua misericórdia que sempre me conduz...
Meu sorriso ilumina meu coração na tua emoção...

Jesus...
Tudo que hoje eu tenho, tu  me deste...
A paz que habita em mim vem da tua paz celeste...

Jesus...
Miha alma vive em sintonia na tua harmonia...
Mesmo que eu sofra, tu estás sempre em minha companhia..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 19 de Novembro de 2010, 14:56
Boa tarde, queridos amigos!



O VELHO E A FLOR



Por céus e mares eu andei,
Vi um poeta e vi um rei
Na esperança de saber
O que é o amor.

Ninguém sabia me dizer,
Eu já queria até morrer
Quando um velhinho
Com uma flor assim falou:

O amor é o carinho,
É o espinho que não se vê em cada flor.
É a vida quando
Chega sangrando aberta
em pétalas de amor.



Vinícius de Moraes
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Novembro de 2010, 20:05
Queridos amigos e irmãos...

Sejam todos bem-vindos...Que a paz esteja em seus corações...

Sua presença aqui conosco nos deixa muito felizes...

Estão convidados a trazerem suas mensagens, Poesias, Poemas, Sonetos....

Desejamos a todos um ótimo final de seman cheio de amor e felicidades...

Recebam nosso abraço bem apertado!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Novembro de 2010, 21:28
  ***Soneto da Separação***

Este amor...
Que no meu ser, entrou
Apenas na eternidade...
Na minha vida um dia  ele vai fazer parte...

Este amor...
Que em minha alma, se alimenta....
Me deixando feliz e plena ..
Eu terei que esperar... Agora é impossível realizar..

Este amor...
Que faz eu viajar até ele, em outra cidade...
Que faz transpor as barreiras imaginárias...

Este amor...
Que é tudo para mim, do inicio ao fim...
Em outra vida eu vou encontrar, juntos vamos amar...[/color]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 20 de Novembro de 2010, 05:04
Bom dia, queridos amigos!



Quando encontrar alguém- poesia de Carlos Drummond de Andrade



Quando encontrar alguém e.. (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PXVZWGJmTG5wR3N3JmFtcDtmZWF0dXJlPWZ2dyM=)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 20 de Novembro de 2010, 08:39
                                       VIVA JESUS!

  Bom-dia! meus queridos irmãos.


                          VERSOS  DOURADOS


      Homem! livre pensador! serás o único que pensa
      Neste mundo onde a vida cintila em cada ente?
      De tuas forças tua liberdade dispõe naturalmente,
      Mas teus conselhos todos o universo dispensa.

      Honra na fera o espírito que fermenta...
      Cada flor é uma alma em Natura nascente;
      Um mistério de amor no metal reside dormente;
      " Tudo é sensível! " E poderoso em teu ser se apresenta.

      Receia no muro cego, um olhar curioso:
      À própria matéria encontra-se um verbo unido...
      Não te sirvas dela para qualquer fim impiedoso!

      Quase sempre no ser obscuro mora um Deus escondido.
      E, como um novo olho coberto por suas pálpebras,
      Um espírito puro medra sob a crosta das pedras!



                              ( Gérard de Nerval )



                                        PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 20 de Novembro de 2010, 10:31
Falando com Deus!!

Deus...
Quando eu quero falar contigo...
Eu apenas dou, um simples sorriso....
Que aos poucos sinto, que estou no paraíso..

Deus...
Quando eu preciso de ti...
Saio logo a rua e percebo tua presença...
Na natureza,  no amanhecer do sol  cheio de esperança

Deus....
Quando vem a vontade de desistir....
Lembro teu filho, que não desistiu...

Deus...
Ajuda-me sempre, não me abandones...
Preciso muito de ti, contigo eu sou feliz...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 20 de Novembro de 2010, 16:32
Estou  aqui p. matar as saudades que eu estava sentindo de todos.


                                                                                                   (http://www.recadodeorkut.com/067/024.gif)</a (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5wb2VtYXNwYXJhb3JrdXQuY29t)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 20 de Novembro de 2010, 23:00

***Em Cada Amanhecer***

Em cada amanhecer!
Um novo dia me aguarda...
Levanto logo da minha cama...
Mas  não queria ter acordado...

As horas  vem e me assolam!
Eu preciso sair e respirar...
Tenho que encher o coração..
De  muita força e disposição...

O tempo logo lembra!
É hora de eu  lutar e reagir..
Tudo ao meu redor  colabora.
Para  sair de minhas horas vazias...

A chuva cai fininha!
Me  trazendo  melancolia ...
Respiro bem forte na sorte...
Eu corro e escrevo a poesia...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 20 de Novembro de 2010, 23:18
 ***Eu Sou***

Eu sou...
Apenas um sentimento
Nesta triste e feia  solidão

Um
Sentimento de abandono
Pelo teu amor
que não tenho

Um
Sentimento de tristeza
Da dor
da separação

Uma
Mágoa
e ressentimento
Me deixaste
sem qualquer
Explicação

Apenas
Uma lembrança
E esta vaga
Sensação
o passado que vivemos
E a desilusão

E
Todos estes sentimentos
Vividos em nosso momentos

Eu sou.
Uma alma vazia no nada
Pois eras tu que preenchia meu ser...

As
Lágrimas silenciosas
Que hoje escorrem, até o chão

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 20 de Novembro de 2010, 23:34
Desenhe o Meu Amor!!

Desenhe
Com lápis de toda  as  cores
Meu jeito de ser em teu coração
Escreva em baixo também
Que somos almas em emoção
Desenhe
Os momentos felizes do encontro
Em baixo de uma linda noite de luar
Das horas, minutos e segundos
Que ficamos a conversar
Desenhe
Pedaços de nossa vida
Sempre querendo não ir
Para nossa casa ir dormim
Desenhe
Nossas risadas silenciosas
Que davamos de qualquer coisa
Apenas nós dois sabiamos sorrir
Desenhe
O sol a nos despertar
Nos dando mais um dia de presente
Para nos encontrarmos depois do café
Desenhe
Tudo isto, desenhe o meu nome
Com letras permanetes e douradas
Desenhe todo o meu amor...
...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 20 de Novembro de 2010, 23:47
Simplesmente... Amor!

Te amarei eternamente!
Mesmo que a eternidade
Esteja de mim  distante
Então te amo no presente.

Um amor correspondido!
Ele nunca é vencido
Pois nós dois somos a escência.
De várias vidas já vividas

Amar!
É ter a fidelidade
Sempre com a verdade

É esquecer da dor
É vivermos a vida
É simplesmente amor...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 21 de Novembro de 2010, 04:03
Bom dia, queridos amigos


O Vento na Ilha



Vento é um cavalo:
ouve como ele corre
pelo mar, pelo céu.
Quer me levar: escuta
como ele corre o mundo
para levar-me longe.
Esconde-me em teus braços
por esta noite erma,
enquanto a chuva rompe
contra o mar e a terra
sua boca inumerável.
Escuta como o vento
me chama galopando
para levar-me longe.
Como tua fronte na minha,
tua boca em minha boca,
atados nossos corpos
ao amor que nos queima,
deixa que o vento passe
sem que possa levar-me.
Deixa que o vento corra
coroado de espuma,
que me chame e me busque
galopando na sombra,
enquanto eu, protegido
sob teus grandes olhos,
por esta noite só
descansarei, meu amor.


Pablo Neruda
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 21 de Novembro de 2010, 22:05
Boa noite, queridos amigos!



Rosas.
Despetalando estórias
para me convidar
Mas eu não vou.
Fagulhas de estrelas
dançam à minha volta
para me tentar.
Mas fico quieta.


Não há promessa
ou ilusão
que me comova.
Não há caminho
ou perdição
que me apeteça.
Não há certeza
ou amanhã
que me convença.


A tudo eu prefiro
morar
no teu abraço,
a qualquer longa vida
prefiro
o instante pleno
nos teus braços,
a seguir qualquer som
eu antes ficarei no teu compasso.


Autoria desconhecida
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 22 de Novembro de 2010, 00:10
***Com Tanto Amor***

Com tanto amor!
Com sonhos e emoção
Somente a ti eu entreguei
Meu terno  e puro coração

Por muito te amar!
Alcancei as estrelas do mar
Fiz delas um céu e colar
Pra de mim sempre lembrar

Com tanto amor!
Apenas por te amar
Deixei meus medos no chão

Por muito te amar!
Me lancei nas esferas do ar.
Doei nossas vidas até eternizar
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 22 de Novembro de 2010, 06:20

Ofereço com todo o meu carinho esse vídeo aos amigos Dothy, Lima Gil, Sonia, dOM JORGE, Belina e Carmem.

Que Deus os abençoe!


Milton Nascimento - Canção da America.wmv (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PTVUQ1A3ZmxhdFJVJmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQj)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 22 de Novembro de 2010, 08:19
                                            VIVA  JESUS!

 
     Bom-dia! queridos irmãos.


     " Não quero que ninguém ignore meus gritos de dor, e quero que
       
 eles sejam ouvidos. "     ( Antonin Artaud )

     " E se ainda estou vivo, Euphrasie, é por ter uma constituição

       anormalmente resistente e também por um perpétuo milagre

       de Deus mas, na realidade, sou só um cadáver vivo e que se vê

       sobreviver e vivo aqui com angústias de morte. "


                                     ( Antonin Artaud )



                                                  PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 22 de Novembro de 2010, 12:18
                                          VIVA JESUS!

   Olá, caros irmãos.


        PEQUENO ESCLARECIMENTO


   Os poetas não são azuis nem nada, como pensam alguns supersticiosos, nem sujeitos a ataques súbitos de levitação. O de que eles mais gostam é estar em silêncio - um silêncio que subjaz a quaisquer escapes motorísticos e declamatórios. Um silêncio...Este impoluível silêncio em que escrevo e em que tu me lês.


                                 ( Mario Quintana )


                                            PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 22 de Novembro de 2010, 19:07
" Se queres viver ame
Se queres amar, entrega-te de corpo e alma,
porque somente nos corações
puros floresce este sentimento
Se queres amar, não repares
muito nos defeitos,
porque com amor, conseguimos
suplantá-los.
Se queres sentir a verdadeira poesia, ame.
Se queres amar como um poeta
às vezes é preciso sofrer mas
jamais te esqueças que os
bons momentos serão, sempre
em maior número que as
adversidades.
Porque com o perdão estarás,
também, perdoando os teus próprios
defeitos que muitas vezes ferem o outro.
Se queres amar, lembra-te que já
houve alguém que nos amou tanto
e nada pediu em troca
por isso, se queres verdadeiramente
amar, nada peças
E por fim, se ainda pensares
em amar, ame, mas ame de
coração e verás que não há
sentimento mais sublime que o
amor."


Autoria desconhecida
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 22 de Novembro de 2010, 19:25
Querida Sonia


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 22 de Novembro de 2010, 22:38
 katia querida, eu acredito que mais uns dois dias eu vou poder entrar no meu rítmo normal.
Estou sentindo falta de poder entrar no Cantinho e no Mundo Encantado  dando a minha participação com o maior carinho.
Como sinto falta de vcs..
Ao deitar-me, peço a Deus  e aos mentores desses espaços, que continuem iluminando a todos.
 Sempre dou uma olhada em tudo e fico encantada, como estão bonitos.
Um bj. bem carinhoso  para todos.
Agradeço sua postagem,e linda.
Agradeço tb. as palavras carinhosas da Marianna, sempre gentil com todos.

Sonia





                                                                                                                         
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Nathf em 22 de Novembro de 2010, 22:56
Voltas

Prefiro dar mil voltas erradas,que só uma que me leve ao caminho certo.
Tenho tão poucos anos e já errei tanto!
Já andei por caminhos que eu considerava certos e nossa!eram os mais errados possíveis.
Sorri no erro,depois vi a verdade e quis chorar.
Mas assim é a trajetória de todos.
Entre lagrimas e gargalhadas,entre o desespero e a calma,entre sorrisos forçados e um meigo beijo.
O que eu tenho pra lhes contar,meus caros,sobre as voltas que já dei é muito gratificante para mim.
Todas as vezes que tropecei nas caminhadas da vida levantei com força multiplicada,e cada ferida que cicatrizava na minha pele deixava marcada vitória de mais uma luta.
Ah,quantas voltas ainda terei de dar antes de aquietar-me?Quantas derrotas ainda virão?Quantos dias?Quantas horas?Quantos amigos?Quantos amores?
Incontáveis.
O que eu sei é que o que eu aprendi,não foi baseado em dias de ócio,nem em sorrisos facéis.
Como sou feliz por ter errado e ter a oportunidade de retificar meus erros.
Isso,meus caros,eu fiz em infinitas voltas erradas,que um dia me levarão ao lugar mais certo.
Um lugar sem erros,sem choro,sem feridas.
Um lugar que eu quero conquistar,caminhando e suando,pegando a estrada que o destino quer pra mim.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 23 de Novembro de 2010, 00:25
Querido(a) Nathf


Seja muito bem vindo(a) ao nosso espaço da poesia. Parabéns por sua valiosa contribuição!

Venha sempre que quiser e esteja à vontade para utilizar esse espaço, pois ele é seu também.

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Novembro de 2010, 00:38
Acordar...

Oh.. O sonho
O que tu serias??
Em minha alma que dorme
A minha realidade vida
Oh... Realidade...
Por onde tu andas?
Se não comigo mesmo
Dentro da minha vida
Oh...Vida...Onde tu nadas?
O que tu podes me dar??
A mim que só quero amar....
Oh..Amor!
Onde te encontro??
Mesmo tu estando no coração
Oh...Coração, o que tu sentres?
Me diz pois eu quero saber...
Pois tu não pulsas mais aqui
O que tu fazes dentro de mim?
Apenas tu queres me acordar
Para eu voltar com ele sonhar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Novembro de 2010, 00:46
Queridos amigos e irmãos... Sejam bem-vindos...

Que a paz celeste esteja em seus coraçãoes hoje e sempre...

Sua presença é fundamental para dar beleza a este espaço que é de todos...

Queremos a todos agradecer, pois vocês são os  responsáveis pelo grande número de visualizações neste tópico...

Convidamos a todos a se unirem conosco nste mundo fabuloso da eterna magia da poesia...

Desejamos a todos uma ótima  semana repleta de muito  amor e felicidades...

São os sinceros votos De:

(Katiatog, Belina, Carmem gbi, dOM Jorge... Dothy...Sonia Andrade)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Novembro de 2010, 00:57
Meus queridos amigos:

Katia, Sonia, belina, Carmem, dOM Jorge...

Desejo uma semana repleta de realizações felizes.

Muita saúde, amor e paz...

Abraços cheio de afeto e carinho!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Novembro de 2010, 01:06
***Sem medo de Amar***

Não tenho medo de amar
Se for preciso, eu volto a recomeçar...
Para esquecer a dor de um amor que foi...
Atrás de outro no tempo eu vou aguardar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 23 de Novembro de 2010, 08:29
                                           VIVA  JESUS !


    Bom-dia! queridos irmãos.


        Lugar em que há decadência.

        Em que as casas começam a morrer e são habitadas por

        morcegos,

        Em que os capins lhes entram, aos homens, casas portas

        a dentro,

        Em que os capins lhes subam pernas acima, seres

        a dentro,

        Luares encontrarão só pedras mendigos cachorros,

        Terrenos sitiados pelo abandono, apropriados à indigência

        Onde os homens  terão a força da indigência,

        E as ruínas darão fruto.



                    ( Manoel de Barros )



                                    PAZ, MUITA PAZ!

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Novembro de 2010, 16:52
Alguém Chorou...

Hoje alguém chorou...
Bem pertinho de mim eu ouvi....
Lágrimas e soluços sem fim, mais ali...
Qual o triste motivo eu nem percebi, só senti...

Hoje alguém chorou...
Um idoso abandonado em qualquer canto..
Quando ele queria apenas um afago e encanto...
Mãos carinhosas e quentinhas para lhe acalmar...

Hoje alguém chorou...
Ouvi longe um choro de criança...
Ela ressentia da mãe a ausência, que foi lá..
Sentada quietinha ele tinha que esperar ela voltar...

Hoe alguém chorou...
Quem foi? como posso precisar??
Talvez uma jovem namorada que foi trocada...
Ou quem sabe não foi o inverso?quem chora é o belo rapaz...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 23 de Novembro de 2010, 17:15
                                            VIVA JESUS!


   Boa-tarde! queridos irmãos.


                  MUNDO PEQUENO

                  ( do livro: O Livro das Ignorãças )


  O mundo meu é pequeno, Senhor.

  Tem um rio e um pouco de árvores.

  Nossa casa foi feita de costas para o rio.

  Formigas recortam roseiras da avó.

  No fundo do quintal há um menino e suas latas

  maravilhosas.

  Todas as coisas deste lugar já estão comprometidas

  com aves.

  Aqui, se o horizonte enrubesce um pouco, os

  besouros pensam que estão no incêndio.

  Quando o rio está começando um peixe,

  Ele me coisa,

  Ele me rã

  Ele me árvore.

  De tarde um velho tocará sua flauta para inverter

  os ocasos.


                            ( Manoel de Barros )



                                             PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 24 de Novembro de 2010, 04:16
Queridos amigos Dothy, Lima Gil, Sonia e dOM JORGE


" Se eu pudesse usar toda a beleza do céu, me expressar como o brilho das estrelas, ter a grandeza e infinidade dos grãos de areia num deserto, quem sabe eu poderia te dizer quão grande e belo é o significado da amizade. "


Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 24 de Novembro de 2010, 04:24
Bom dia, queridos amigos!



Nada me impedirá



Nem a tristeza, nem a desilusão
Nem a incerteza, nem a solidão
NADA ME IMPEDIRÁ DE SORRIR.

Nem o medo, nem a depressão,
Pôr mais que sofre meu coração,
NADA ME IMPEDIRÁ DE SONHAR.

Nem o desespero, nem a descrença,
Muito menos o ódio ou alguma ofensa,
NADA ME IMPEDIRÁ DE VIVER.

Em meio as trevas, entre os espinhos,
Nas tempestades e nos descaminhos,
NADA ME IMPEDIRÁ DE CRER EM DEUS.

Mesmo errando e aprendendo,
Tudo me será favorável,
Para que eu possa sempre evoluir
Preservar, servir, cantar,
Agradecer, perdoar, recomeçar...

QUERO VIVER O DIA DE HOJE
COMO SE FOSSE O PRIMEIRO,
COMO SE FOSSE O ÚLTIMO,
COMO SE FOSSE O ÚNICO.

Quero viver o momento de agora
Como se ainda fosse cedo,
Como se nunca fosse tarde.

Quero manter o otimismo,
Conservar o equilíbrio,
Fortalecer a minha esperança,
Recompor minhas energias,
Para prosperar na minha missão
E viver alegre todos os dias.

Quero caminhar na certeza de chegar,
Quero lutar na certeza de vencer,
Quero buscar na certeza de alcançar,
Quero saber esperar
Para poder realizar os ideais do meu ser.
ENFIM,
Quero dar o máximo de mim,
para viver intensamente.



Autoria desconhecida
 
 
 
 
 
 
 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 24 de Novembro de 2010, 08:47
                                        VIVA JESUS!


    Bom-dia! meus caros irmãos.


                   ESCRITO COM TINTA VERDE

    A tinta verde cria jardins, selvas, prados
    folhagens onde gorjeiam letras,
    palavras que são árvores,
    frases de verdes constelações.

    Deixa que minhas palavras,,ó branca, desçam e
    te cubram
    como uma chuva de folhas a um campo de
    neve,
    como a hera à estátua,
    como a tinta a esta página.

    Braços, cintura, colos, seios,
    fronte pura como o mar,
    nuca de bosque no outono,
    dentes que mordem um talo de grama.

    Teu corpo se constela de signos verdes,
    renovos num corpo de árvore.
    Não te importe tanta miúda cicatriz luminosa:
    olha o céu e sua verde tatuagem de estrelas.


                           ( Otavio Paz )



                                      PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 24 de Novembro de 2010, 17:27
Boa tarde, queridos amigos!


Se eu deixasse


Se eu deixasse algum presente a você,
deixaria aceso o sentimento de amar a vida dos seres humanos.

A consciência de aprender tudo o que foi ensinado pelo tempo afora.
Lembraria os erros que foram cometidos para que não mais se repetissem.

Deixaria para você, se houvesse, o
respeito àquilo que é indispensável:

Além do pão; o trabalho.
Além do trabalho; a ação.

E quando tudo mais faltasse, um segredo:

o de buscar no interior de si mesmo a resposta
e a força para encontrar a saída.
                                                       


                       (Gandhi)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 24 de Novembro de 2010, 17:40
Onde Tu fostes?

Onde tu fostes?
Que eu entrei dentro de mim e perdi...
Pedaços de ti eu queria novamente sentir..
Lembrando os nosso momentos a sorrir...

Onde tu fostes?
Que eu enviei o cupido para te flexar...
Mandei todas as estrelas do céu e do mar...
Pedi aos Deuses do olimpo para te procurar..

Onde tu fostes?
Que eu não mais te vejo aqui, sentado ali...
Apenas sei que dentro de mim, tem partes de ti...

Onde tu fostes?
Que eu não pude contigo ir...
Na eternidade, é que tu estás, Vieram logo me avisar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 24 de Novembro de 2010, 17:48
Queridos amigos e irmãos...

Sejam bem-vindos... Muita paz a todos...

Vocês são fundamentais para enriquecer este espaço que é de todos..

Estão convidados a trazerem sua:

Poesias, Poemas, de sua autoria

ou de seus poetas favoritos...

Abraços afetuosos...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 24 de Novembro de 2010, 19:03
                                          VIVA JESUS!


      Boa-tarde! queridos irmãos.


            No amor, fiquem juntos, mas não tão juntos,

            pois os pilares do templo ficam bastantes afastados

            e o carvalho e o cipreste não crescem um na sombra

            do outro.


                                   ( Kahlil Gibran )


                                              PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 24 de Novembro de 2010, 22:21
Por Ti!!

Minha amada!
A ti ofereço esta rosa com apreço...
Um sonho eterno de felicidade....
Será aqui, ou em outra cidade...

Minha amada!
Por ti eu conto dias,meses do ano...
Para nós dois ele vai parar,apenas amar...
Em nossas vidas, rotina não vai entrar..

Minha amada!
Contigo eu vou do céu ao infinito...
Buscar o brilho das estrelas para te alegrar....

Minha amada!
O que eu não faço e farei por ti?
Quero que seja sempre feliz, comigo ou com Luiz.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 24 de Novembro de 2010, 22:54
O Meu Tempo!!

Quantos dias?
Eu tenho para me reconciliar...
Com meus antigos desafetos  ir perdoar...
Aproveitando a oportunidade para abraçar...

Quantas horas?
Preciso para minha enfermidade curar...
Os ensinamentos devo entender e vivenciar...
Sentir no coração, a minha  trasnformação....

Quantos minutos?
Terei para distribuir sorrisos e felicidades...
Com todos eu quero partilhar, apenas alegria dar...

Quantos segundos?
Para em outras vidas eu  precisar voltar...
Juntos com meus amores eu quero reencarnar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 24 de Novembro de 2010, 23:27
O Meu Eu!!

Hoje...
Me encontro calma e serena...
Sem maiores dores ou problemas..
Pronta para escrever todos os poemas...

Hoje...
A felicidade dentro de mim reside..
Em cores cristalinas, em perfeita harmonia..
Estou pronta para tudo enfrentar, meus medos acabar...

Hoje...
As intrigas para mim não fazem mais sentidos...
Tudo que a mim chega, eu calo, e faço que não é comigo...

Hoje...
A paz interior á a minha segurança...
Entro e saio em todas as portas da minha Eseprança...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 25 de Novembro de 2010, 00:10
Talvez!!

Talvez...
No teu olhar, esteja escrito sempre....
Muitas palavras que de mim tu queres ocultar...

Talvez...
Tu nem sejas assim tão extrovertido....
Mas sim és um timído menino, sempre a mudar...
Para mim, para os outros, uma imagem queres passar...

Talvez...
Eu nem volte atrás... Vou procurar em outro lugar...
O grande amor da minha vida... Eu sei que vou encontrar...

Talvez...
Eu queira mesmo contigo estar... Sei lá...
Acreditando naquilo que teus olhos estão e me expressar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 25 de Novembro de 2010, 01:17
Olá amigos
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 25 de Novembro de 2010, 01:20
continuando....
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 25 de Novembro de 2010, 01:22
Um pouquinho mais....
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 25 de Novembro de 2010, 01:25
Terminando hoje....
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 25 de Novembro de 2010, 01:33
Boa Noite:
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 25 de Novembro de 2010, 04:53
Querida Belina


Fico feliz em te rever, amiga!

Já estávamos com saudades de você. Obrigada por suas valiosas contribuições!

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 25 de Novembro de 2010, 05:08

Bom dia, queridos amigos!



"Faz escuro mas eu canto" - Thiago de Mello (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PW5xVWVLbzNDNXJvIw==)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 25 de Novembro de 2010, 10:00
                                     VIVA JESUS!

 
    Bom-dia! meus caros irmãos.



                          TEUS OLHOS


    Teus olhos são a pátria do relãmpago e da lágrima,
    silêncio que fala,
    tempestades sem vento, mar sem ondas,
    pássaros presos, douradas feras adormecidas,
    topázios ímpios como a verdade,
    outono numa clareira de bosque onde a luz canta no
                                                                     ombro,
    duma árvore e são pássaros todas as folhas,
    praia que a manhã encontra constelada de olhos,
    cesta de frutos de fogo,
    mentira que alimenta,
    espelhos deste mundo, portas do além,
    pulsação tranquila do mar ao meio dia,
    universo que estremece,
    paisagem solitária.


                           ( Octavio Paz )



                                             PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 25 de Novembro de 2010, 16:30
Sair da Solidão!!

Os anos...
Que já se formaram  mais mil anos..
Me deixaram aqui nesta sentida solidão...
Sempre Procuro algo que alegre meu coração...

Os anos...
Todos eles por mim vividos, ficaram...
Como restos mortais, de histórias pessoais..
Onde eu estive a participar, num vazio a sufocar...

Os anos...
Me ensinaram também onde eu achar...
Minha descoberta eterna que deixei em algum lugar.

Os anos...
Preciso deles para me libertar...
Enender que depende de mim a felicidade encontrar..



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 25 de Novembro de 2010, 16:41
Queridos amigos e irmãos...

Sejam sempre bem-vindos...

Muita paz celeste a todos...

Sintam-se em família todos os dias...

Convidamos para participarem conosco...

Trazendo suas poesias, Poemas e Sonetos..

Abraços cheios de afeto e carinho!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 25 de Novembro de 2010, 17:01
Nada Nos Separa!!

Muito além...
Da vida ou de alguém porém...
Nosso amor vem sempre resisitindo..
As várias vidas,vividas por nós,renascendo assim...

Muito além...
De todos os outros impedimentos....
Mesmo contra o nosso tempo, vamos vencendo...
Nosso amor não se amendrontra,mas sempre afronta...

Muito além...
De tantas intrigas, contra nós dois sofridas...
Nosso amor a tudo resiste, a vida, a morte, persiste....

Muito além...
O nosso amor nasceu dentro de ti e de mim...
Sabemos hoje, ele é milenar, em muitas vidas vamos recomeçar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: guilherme adalton em 25 de Novembro de 2010, 17:40
                                                               Dúvidas

Talvez só tivesse cansado
Talvez só quisesse te esquecer
Talvez não me mereça
Talvez isso nem faça sentido pra você

Talvez não fazia por gosto
Talvez você nem ligava
Talvez nada podia fazer
Talvez você nem sabia quem eu te amava

Talvez fosse melhor te falar
Talvez seja melhor evitar
Talvez você se afaste de mim
Talvez seja melhor assim

Talvez ela goste da idéia
Talvez ela esqueça dos outros
Talvez sonhei alto demais
Talvez  te esqueça aos poucos

Talvez agora ela goste
Talvez ela entendeu o recado
Talvez agora ela sente falta
De quando eu estava do seu lado

Talvez andou muito devagar
Talvez seja tarde demais
Talvez agora você dê valor
Talvez te esqueci pra nunca mais

Talvez meu coração esteja ferido
Talvez se torne cicatriz
Talvez não queira tudo de novo
Talvez só queira ser feliz

Talvez deva dizer antes que me esqueço
Talvez você seja a mais linda que conheço
Talvez encontre outro alguém
Talvez seja alguém que mereço

Talvez essa história tenha acabado
Talvez não devesse ser assim
Talvez a gente se vê por ai
Talvez esse aqui seja o fim
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 25 de Novembro de 2010, 21:55
Queres Felicidade??

Queres felicidade?
Pois digo-te... Ela é uma construção a fazer...
Não a temos em beleza, nem riqueza, pois elas vão passar...
Deixando sempre um vazio bem devagar, para triste nos deixar....

Se queres felicidade...
Tens que dentro de ti procurar, na mente bons pensamentos criar...
Alegria sempre espalhar, viver em sintonia com o bem maior, apenas doar...
Mesmo quando as dores aos poucos vierem te visitar, lembra sempre, ela vai passar...
E logo a felicidade brilhará, em teu coração para sempre ela irá morar, até o eternizar...

Se queres felicidade...
Mas, se somos seres espirituais, não podemos encontrar ela plenamente na vida material...
Em cada nosso acordar, a felicidade vem junto com o sol nos iluminar, nos aquecendo com o raiar...

Felicidade...
Esta em cada sorriso, em cada aperto de mão, em cada abraço teu, sempre contagiando onde chegar...
Isto sim é a verdadeira e tão sonhada FELICIDADE
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 26 de Novembro de 2010, 00:27
Querido amigo Guilherme....

Que felicidade para nós termos sua visita....

Tua poesia nos trás uma alegria sem fim...

Sinta-se entre amigos, acolhido aqui nestes espaço...

Desejamos que volte sempre....

Abraços afetuoso!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 26 de Novembro de 2010, 02:49
Amigo Guilherme


Parabéns por compartilhar sua bela poesia!

Esteja à vontade para nos visitar e use esse espaço sempre que quiser, pois ele é seu também!

Abraço carinhoso da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 26 de Novembro de 2010, 02:56
Boa noite, queridos amigos!


Gratidão


Tenho um sentimento de gratidão,

que preenche meu coração e eleva minh'alma.

Senhor!  Sou grato por me dar mais uma vez

o prazer de viver mais um dia.

Sou grato por poder estar junto de quem amo,

e mesmo que não estivesse perto,

seria grato por poder amar.

Senhor!  Sou grato por tudo aquilo

que já consegui realizar.

Sou grato por todas as vezes que

precisei e o senhor estava comigo,

e mesmo que o resultado não tenha sido

como eu queria, tenho certeza que o Senhor

fez o melhor por mim.

Por isso, Senhor!

"Sou grato"

                             (Autor: João Adolfo)
 
 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 26 de Novembro de 2010, 07:52
                                        VIVA  JESUS!


   Bom-dia! meus queridos irmãos.



          " Que a tirania de dez milhões se exerça

            sobre um indivíduo,

            que a de um indivíduo se exerça

            sobre dez milhões, é

            sempre tirania,

            é sempre uma coisa abominável. "


                                     ( Alexandre Pope )


 
                                                       PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 26 de Novembro de 2010, 10:53
O CAMINHO DA PAZ!!


Querido Deus....

Queremos hoje  te pedir...

Derrramai a paz sobre todos nós...

Principalmente ao coração daqueles que estão mergulhados,

Em climas de guerra, maldade e violência... Tem piedade Pai...

Tem compaixão destas criaturas que ainda se comprazem em espalhar a dor...

O terrorismo em todos os lugares que vão, deixando pelo chão, restos de barbariedade...

Senhor, mandai para estes nossos irmãos, auxilio, Ajuda-nos a vermos estas pessoas como enfermo da alma,

Que também são nossos irmãos, no caminho da evolução, mas que por sua rebeldia permanecem atrasados...

Pai, socorre as vitímas destas violências, destes atos insanos, desta trilha de terrorismo, guerra, controle de poder, do tráfico e duelo..

Deus, todos nós queremos paz, precisamos vivenciar ela, em todos os lugares onde formos, rogamos a ti... Espalha a paz!

Ajuda a todos compreenderem, que a paz não está no exterior... Mas sim no coração de cada um, dormindo no momento...

Que por mais que todos saiam a rua, em campanhas, em passeatas em busca da paz, primeiro precisam encontrar dento de si mesmo...

Quando isto ocorrer, todos encontrarão a paz...

Por que ela dorme ainda no ser de cada criatura, que espera apenas o tempo certo, para vir a tona... Eclodir... Ajuda-nos senhor, a encontrarmos este caminho,  o caminho da verdadeira paz!!!


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 26/11/2010

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 26 de Novembro de 2010, 13:38
                                       VIVA JESUS!


     Bom-dia! meus queridos irmãos.


                            POÉTICA


                   De manhã escureço

                   De dia tardo

                   De tarde anoiteço

                   De noite ardo.


                   A oeste a morte

                   Contra quem vivo

                   Do sul cativo

                   O oeste é meu norte.


                   Outros que contem

                   Passo por passo:

                   Eu morro ontem


                   Nasço amanhã

                   Ando onde há espaço

                   - Meu tempo é quando.


                               ( Vinicius de Moraes )



                                                  PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 27 de Novembro de 2010, 13:11
                    Cortina de Chuva


Chove...
Chuva miúda, fininha,
molhada, gostosa.
Gostosa de ver, de tocar e de sentir.
Fios de chuva trançando-se vão,
formando cortina prateada, bonita,
peneirando minha ilusão.
Chuva pesada molhando a gente de uma só vez.
Parece o amor que surge miúdo,
fininho, gostoso,
e fica de vez.


Sonia
15/05/73
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 27 de Novembro de 2010, 13:32
            Mundo


Mundo, meu mundo.
Meu mundo?
Que mundo?
Mundo menino,
mundo maldade,
mundo malícia,
mundo mentira,
mundo mundo,
mundo morto.


Sonia
06/06/73
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 27 de Novembro de 2010, 16:20
Serei Eu??

Serei eu?
Que deixei o céu azul mais celeste...
Deixando todos moradores de lá em preces...
Agradecendo a Deus, por viverem em festas..

Serei eu??
Que deixei em cada lugar minha felicidade...
Todas as tarde eu lavo com minhas lágrimas a cidade...
Espalho para todos que o mundo é rico de fraternidade...

Serei eu??
Que alimento com amor e carinho o caminho...
Distribuindo sorrisos, abraços, em cada meu passo...

Serei eu?
Compartilho com todos minhas Poesias...
Alegria eu quero dsitribiur, para ti e quem surgir...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 28 de Novembro de 2010, 03:13

Bom dia, queridos amigos!



Poesia Ternura Vinicius de Moraes (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PTdFdFNOUmp0OUlRIw==)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 28 de Novembro de 2010, 03:19
Cautela


Caminho medrosamente
sobre um traço
estanco a cada passo
tentando não recuar
meu coração está leve
já não abriga segredos
mesmo esse medo
no papel se esvai
pelos meus dedos.


Autoria desconhecida
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Novembro de 2010, 20:04
EU TENTO!

Eu tento..
Pensar que entre nós dois nada aconteceu...
Que tudo foi apenas um lindo sonho meu...
Que para mim nunca existiu...
Eu tento...
Entender o que comigo ocorreu...
Pois quando eu te encontrei, eu recordei, já conhecia o rosto teu...
Lembrei na hora, que teus olhos negros e intensos, já tinham me fitado,  de um jeito terno e delicado, revelando o sentimento teu...
Eu tento..
Esquecer este amor que aos poucos tomou conta do meu coração, me envolvendo em quente emoção, enchendo todo o meu ser..
Eu tento...
Não lembrar o dia, hora e local em que o nosso encontro se deu... O impacto sofrido ao recordar teu lindo sorriso a me amar...
Eu tento....
Todos os dias da minha vida, dos nossos  momentos, tudo apagar, das frases lindas ditas por ti a mim, que dentro de mim  para sempre irei guardar...
Eu tento...
Saber esperar, ter paciência, para uma nova chance  contigo, de Deus eu quero ganhar...
Mesmo querendo te esquecer, tenho certeza, que para sempre eu vou te amar...

Dothy

Publicado no Recanto das Letras em 26/11/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Novembro de 2010, 20:10
Queridos amigos e irmãos...

Sejam todos bem-vindos...

Muita paz e luz a todos...

Sintam-se em familia....

Sua presença é muito importante para todos nós...

Desejamos que tenham uma ótima semana repleta de felicidades...

Abraços cheios de afeto e carinho!!!

De:

Katiatog.... Belina.... dOM Jorge... Dothy... Sonia Andrade
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Novembro de 2010, 20:48
Eu ainda Serei!!

Ainda serei...
Um lindo pássaro a voar...
Quero ter asas, apenas para te encontrar...
Fazer nos teus braços meu ninho a pousar...

Ainda serei...
Uma gotinha da chuva para teu rosto molhar...
Descendo lentamente para melhor te encontrar..
Depois renascendo para mais uma vez recomeçar....

Ainda serei...
A estrela mais cintilante para sempre iluminar..
Enfeitando teu céu e tuas noites com um toque de amar...

Ainda serei...
Todos os rios, para água nunca te faltar...
Para tua roupa lavar, tua  sede eu sempre saciar...

Ainda serei....
O teu lindo sonho para realizar...
Tua realidade para do teu lado, todo dia acordar...


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 28/11/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Novembro de 2010, 21:43
Nossos Corações!!

Meu coração é teu...

O teu coração de quem será??

Não queres a mim, ele entregar?
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Denize Moreira em 28 de Novembro de 2010, 23:27
                                             
                           (http://www.mensagensangels.com.br/img/writtentop.jpg)


 Certa noite, em desespero,
pela ausência de afetos longínquos,
ousei perguntar-te:
Jesus, porque me abandonaste?
E Tu, na imensidão de Tua capacidade,
não me respondeste de imediato...

Mas... tão logo meu corpo dormiu,
transportei-me espiritualmente,
para o lugar onde vivi
a infância que jamais esqueci...

E então, já no chão,
onde tanto um dia sorri, olhei para o Alto,
e, em êxtase, avistei no zênite,uma luz...
esférica, intensamente brilhante, prateada...
que começou a descer, em direção a mim
e me fez estremecer...

Vibrei de intensa emoção!
O magnetismo exalado me imobilizou
e quando a esfera luninosa estava bem perto,
ela transformou-se numa face,
a tua face, JESUS!

Nada me disseste, mas...
fixaste-me tão intensamente,
que em Teu olhar captei,
todo carinho sincero, que tanto desejei.

Extasiei-me!
Senti-me importante para Ti,
nada no mundo se compara,
à Tua oferta de afeição!

Jesus, muitos precisam de Ti
e não sabem que é tão fácil encontrar-Te;
quantos em desespero imenso,
atiram-se de despenhadeiros,
não conseguindo compreender,
que Tu estás tão perto...
no coração do aflito,
na meiguice da criança,
no lar do necessitado,
na vida do amado velho
e também no singelo livro,
chamado EVANGELHO!

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 29 de Novembro de 2010, 02:59
Querida Mary Helen

Obrigada pela bela contribuição.

Esteja à vontade para usar esse espaço que é de todos nós! Será sempre bem-vinda!

Abraço carinhoso da Katia

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 29 de Novembro de 2010, 03:15
Cantiga Praiana


Ouves acaso quando entardece
Vago murmúrio que vem do mar,
Vago murmúrio que mais parece
Voz de uma prece
Morrendo no ar?
Beijando a areia, batendo as fráguas,
Choram as ondas; choram em vão:
O inútil choro das tristes águas
Enche de mágoas.
A solidão ...


Duvidas que haja clamor no mundo
Mais vão, mais triste que esse clamor?
Ouvem que vozes de moribundo
Sobem do fundo
Do meu amor.


Vicente de Carvalho
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 29 de Novembro de 2010, 06:59

Aos queridos amigos Dothy, Lima Gil, Sonia, dOM JORGE e Belina

Ofereço a poesia Bons amigos, de Machado de Assis



Poema :Bons Amigos de Machado de Assis (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PVB0cDNtY0JfZVFNJmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQj)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 29 de Novembro de 2010, 08:23
                                          VIVA  JESUS!


      Bom-dia! queridos irmãos.


         Somente um sino e um pássaro quebram a quietude...

         Parece que os dois conversam com o sol poente.

         Silêncio colorido de ouro, a tarde é feita de cristais.

         Uma pureza errante agita as árvores frescas,

         e além de tudo isso um rio transparente sonha

         que correndo sobre pérolas se liberta e flui

         para o infinito.


                               ( Juan Ramón Jiménez )



                                        PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Novembro de 2010, 11:18
Queridos amigos...

Katia...Belina..dOM Jorge... Sonia Andrade...

Desejo a todos, uma semana repleta de Felicidade, Saúde e muito Amor...

Abraços cheios de carinho!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Novembro de 2010, 18:53
Sem você

Sem você...
Meu céu deixa de ser azul e lilás...
As rosas e violetas já não perfumam mais...
E tudo no meu mundo para,
Eu espero tua chegada..

Sem você...
Meus dias, não são mais semanas...
As horas demoram a passar,eu fico a aguardar...
Sempre por aquela porta, tua presença a entrar...

Sem você...
Já não tenho mais inspiração para a poesia...
Eu durmo e acordo, e sempre é o mesmo dia...


Sem você...
Meu sorriso, tem hora para acabar...
Em tudo preciso  lembrar...
Para ter a sensação, que comigo estás...
...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Novembro de 2010, 18:57
Se Eu Fosse Poetiza!!

Muitos dizem que a Poesia..
Tem o poder de tudo mudar, criar...
Ha... seu eu fosse Poetiza... Te faria me amar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Novembro de 2010, 19:50
***Unidos pelo Amor***

Dois  corações que amam...
Tudo suportam para ficarem...
Sempre prontos, contra todos lutarem...
Para seu amor vivenciarem, em qualquer parte...

Dois corações que amam....
Muitas torturas encontram...
A dor, a sombra da inveja em sua porta...
Enfrentam vários obstáculos, mas nunca separados...

Dois corações que amam...
Finda o dia, chega a noite, para eles....
Estão o tempo todo presentes um no coração do outro...

Dois corações que amam...
São e sempre serão, almas a se reencontrar...
Juntos estão, aqui, ou em outro lugar, eles vão se buscar...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 29 de Novembro de 2010, 20:20
Boa tarde, queridos amigos!


Vale a pena



Vale a pena
a tentativa e não o receio;
Vale a pena
confiar e nunca ter medo;
Vale a pena
encarar e não fugir da realidade...

Ainda que haja fracasso,
vale a pena lutar.
Vale a pena discordar
do melhor amigo
e não apoiá-lo em
suas atitudes erradas;
Vale a pena corrigi-lo;
Vale a pena encarar-se
no espelho e ver se esta
certo ou errado;
Vale a pena procurar
ser o melhor e aí...
 
Vale a pena ser o que for...
Enfim...
Vale a pena viver a vida,
já que a vida não é tudo
que ela pode nos dar,
Mas sim tudo o que
podemos dar por ela.


Autoria desconhecida
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 29 de Novembro de 2010, 20:30
Ouço uma fonte


Ouço uma fonte
É uma fonte noturna
Jorrando.
É uma fonte perdida
No frio.

 

É uma fonte invisível.
É um soluço incessante,
Molhado, cantando.
 


É uma voz lívida.
É uma voz caindo
Na noite densa
E áspera.
 


É uma voz que não chama.
É uma voz nua.
É uma voz fria.
É uma voz sozinha.
 


É a mesma voz.
É a mesma queixa.
É a mesma angústia,
Sempre inconsolável.
 


É uma fonte invisível,
Ferindo o silêncio,
Gelada jorrando,
Perdida na noite.
É a vida caindo
No tempo!


Augusto Frederico Schmidt
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 29 de Novembro de 2010, 21:19
(http://www.recado-virtual.com/recados/flores/00194.gif)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 29 de Novembro de 2010, 21:26
     Somente a reencarnação
     Explica por que nascemos;
     Tem a dor por companheira,
     Mas guia p'ra evolução.
     È a razão mais verdadeira
     Porque na Terra vivemos.

        Mensagens de José 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Novembro de 2010, 21:28
Falando Com Deus!!

Querido Deus...
Venho aqui te ofertar...
Minha Poesia, para te agradecer...
Por tudo que um dia eu deixei de ser...
Querido Deus...
Tenha sempre piedade de mim...
Sou uma alma, cheias de enfermidades sem fim...
Ajuda-me a buscar dentro de mim, os remédios para sanar...
Querido Deus...
Perdoa-me as transgressões feitas a mim mesma...
Sempre que falo palavras ofensivas a todos os meus irmãos...
Ajuda-me então... De mim eu preciso sempre cuidar... Não dá para me maltratar...
Querido Deus...
Sei que tenho no meu interior...
Todos os teus ensinamentos, tuas palavras de salvação...
Que eu acorde deste comodismo que vivo, preciso me libertar...
Querido Deus...
Obrigada por tudo que eu sou, e por tudo que um dia eu serei...
Obrigada por me amar, me aceitando do jeitinho que eu sou...
Obrigada pai, pelo teu infinito amor, hoje e sempre...[/color]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 30 de Novembro de 2010, 09:01
                                            VIVA JESUS!


     Bom-dia! queridos irmãos.


                "  SÓ A ARTE  SALVA A VIDA. "

                                    ( autor desconhecido )



                                              PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Novembro de 2010, 10:44


O Peso da Saudade

Quanta saudades...
Daquela minha idade feliz...
Vivia apenas a brincar, sem me preocupar...
Com dias, horas, meu tempo era só lembrar...

Quanta saudades...
Da igreja, lá fora  a cantar...
De manhã bem cedinho ia para escola, com todos encontrar...
Sempre tinhamos uma bolinha para jogarmos, ali ou no ar...

Quantas saudades...
Da minha  mocidade, sempre sonhar..
Todos que eu encontrasse, corria logo a abraçar...

Quanta saudades...
Do primeiro amor que fez todo meu mundo parar...
Meus sonhos, fcom ele eu ia viajar, em Marte ou outro lugar..

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Novembro de 2010, 11:10
Teu olhar...

Teu olhar....
Me dizem, sem precisar...
Usar palavras, que queres me amar..
do meu lado tu precisas estar, pois és sombra no ar...

Teu olhar...
Me ensina, a viajar...
ela é a inspiração para poetizar...
Um pouco de ti,  eu vou expressar...

Teu olhar...
Toda noite, vem me encontrar...
Me trazendo calor, carinho no cantar...

Teu Olhar...
Representa a riqueza do meu saber...
Dentro do meu ser tu estás, sem pressa a acabar..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Novembro de 2010, 11:31
Sim.. É por ti

Sim... É por ti
Que meus olhos, começam a sorrir..
Minhas mãs tremem, sem direção....
Meu ar, aos poucos eu sinto faltar..

Sim... É por ti
Que eu fico sem jeito e logo me perco...
Já nem sei bem o que faço, se corro ou te abraço..
Meu mundo fica uma confusão... Quanta emoção!

Sim... É por ti
Que minha inspiração, chega devagar...
Todas as poesias... Elas vem para ficar...

Sim,... É por ti
Que minha vida, fica cheia de nova vida...
Preciso contigo ficar, go teu lado dormir e acordar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Novembro de 2010, 11:39
Queridos amigos e irmãos...

Sejam todos bem-vindos...

Muita paz em seus corações...

Sua presença é fundamental pra nós que aqui nos reunimos..

Elas são como as flores, deixando o jardim deste espaço bem mais florido..
.
Estão convidados a trazerem suas Poesias, Poemas, Sonetos, de sua autoria ou de seus poetas preferidos...

Recebam o afetuoso abraço de:

Katiatog... Belina... Carmem gbi... dOM Jorge... Dothy... Mary Hellem... Sonia Andrade.


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Novembro de 2010, 20:41
Onde Eu estarei??

Onde eu estarei?
Quando eu começo a escrever, já nem sei...
Assumo várias personalidades, em muitas idades...
Acabo me perdendo,com eles, eu fico no tempo...

Onde eu estarei?
Quando estou contigo, saio do ritimo...
Lembro todas as fases, vividas em muitas partes...
Em momentos eu era mais de uma, em cada despertar...

Onde eu estarei?
Quando eu sonho, retorno ao passado...
Recordo das várias infâncias e juventude...

Onde eu estarei??
Quem souber, pode vir me procurar...
Alguém terá que me achar, preciso logo acordar...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Novembro de 2010, 21:08
Serena

Serena...
Meu coração, assim te espera...
Tu retornares, de onde estás...
Cheia de saudade, eu vou esperar..

Serena...
Eu me enterto, escrevendo os meus textos...
Um pouco de ti e de mim, eu vou expressar...
Falando do nosso amor, querendo compartilhar...

Serena...
Todos os dias eu me levanto devagar...
Minha vida, é recordar...

Serena...
A noite eu me deito e fico a aguardar...
O momento certo pra te encontrar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 30 de Novembro de 2010, 22:20
Boa noite, queridos amigos!


Saudade definitiva


Nas manhãs, caladamente,
Teu pensamento é o primeiro
Que passa pelos meus olhos
E dói a tua lembrança,
Bem que eu nunca tinha tido,
Saudade definitiva.


Renata Pallotini
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Novembro de 2010, 22:26
***Momento Mágico***

No meu mundo...
Dentro do teu coração, em emoção..
Tu logo amanheces, em mim despertas...
Meu primeiro pensamento, vai te buscar...

No meu mundo...
Eu acordo entre poesias e  magia...
Contigo, eu levanto paracuidar...
Preciso me desligar, mas comigo tu estás...

No meu mundo...
Tudo gira, em perfeita harmonia...
Minha melodia, eu canto lembrando de amar...

No meu mundo...
Eu danço todas as canções, que deixaste aqui...
Mesmo estando longes, me sinto feliz..

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Novembro de 2010, 22:31
***A verdade***

Se queres mesmo saber...
Aa verdade, vou contar...
Logo que te vi, comecei a te amar..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 30 de Novembro de 2010, 22:32
Reflexo


Se cantares
serei o eco que repetirá o teu canto.
Se chorares
serei o sol que secará teu pranto
Se sorrires
serei o espelho que protegerá o teu riso.
Se o medo te envolver como uma sombra
serei a mão que te dará coragem.
Se me acompanhares
serei teu guia numa linda viagem.
Se me desprezares
serei árvore morta na paisagem.


Autoria desconhecida
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Novembro de 2010, 22:42
Tristeza

A noite chega...
O vazio vem,
E eu aqui
sem ninguém
A solidão,
entra
no meu coração...
a lembrança
me fazer chorar...
Em emoção
A tristeza,
Chega
Com a melancolia,
E vem ocupar
O teu lugar...
Me olho no espelho,...
E não me reconheço...
Sou uma alma
a vagar...
Pensando
No tempo
Em que viviamos
A sorrir
A noite
Por ai
Hoje,
ficou este verso
Em grito...
Escuta meu
Triste
Pedido
Vem
E fica comigo


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 30 de Novembro de 2010, 23:07
Senhor...

Hoje em minha caminhada diária...
Quero a ti informar, tudo que eu vi ali...
Muita tristeza, eu encontrei nos semblantes
das pessoas que moram por lá, sempre a chorar...
Senhor...
Todos eles estão mergulhados em escuridão...
Ninguém mais se encherga como irmãos, que confusão...
Envia socorro para eles, precisam contigo aprender...
Que tuas leis, precisam conhecer, e depois obedecer...
Senhor...
Encontrei tantas crianças, sem infâncias, a jogar...
Elas, não tem mãe, nem família, sem pão, elas dormem no chão...
Senhor...
Muitos idosos eu vi, sofrendo e chorando escondidos...
Em algum lugar na sua casa, já despercebidos por todos...
Outros deles, encontrei em alguns abrigos e asilos...
Tem piedade, senhor... Essas almas, muito já trabalharam...
Senhor...
Vi tantas cenas infelizes, repletas de violências,
Homens sem nehuma educação, lutam por posição...
Senhor...
Sei que o bem existe, embora seja timído e reservado..
Mas ajuda-os senhor... Para que eles lutem pela luz...


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 01 de Dezembro de 2010, 00:15
Só Agora!!

Agora...
Penso na chuva, que vem e molha...
Para minha alma lavar, as tristezas, levará...
Partes do cotidiano, que eu já não quero mais...

Agora...
Preciso me libertar,
É hora de eu recomeçar... Lá no passado, eu vou deixar..
Fases ruins de minha vida... Vão ficar...

Agora...
Eu encerro mais um capítulo, aos gritos...
Sempre terei mais um dia, na melodia...

Agora...
Serei como uma nova aurora, ao acordar...
Como um sol, dentro de mim mesma,  vou iluminar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 01 de Dezembro de 2010, 00:21
Um pouco de Mim

Meu ser...
Despertou, ao te reconhecer...
Acordou o amor, entre eu e você...
Agora nada irás nos deter... Estamos felizes a viver...



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 01 de Dezembro de 2010, 03:20
O amor é grande e cabe nesta janela sobre o mar. O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar. O amor é grande e cabe no breve espaço de beijar.


Carlos Drummond de Andrade
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 01 de Dezembro de 2010, 08:45
                                       VIVA JESUS!


   Bom-dia! queridos irmãos.


                                AS ESTRELAS


     Estas caracteristicas da luz, as centelhas
              maior acusado de ameaças
          alimentar do sol em esplendor,
              coisa viva, se ferir neles.

      As flores são noturnas, mas tão bonito
                 efêmera sofrer o êxtase:
      Porque, se um dia é o século das flores,
            uma noite, é a idade das estrelas.

            Isso, então, a primavera fugitivo
         e nosso mal, e nosso bem é inferida;
      O registo é nosso, ou o sol morre ou vive.

      Quanto tempo levará um homem esperar,
            ou o movimento não vai receber
      de estrela que nasce e morre a cada noite.


                           ( Calderón de La Barca )



                                              PAZ, MUITA PAZ
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 01 de Dezembro de 2010, 11:25
Katia, dothy e dOM JORGE, vcs. estão arrasando com os dizeres e as poesias.
Aguardem-me, final de semana estarei postando novamente.
Um bom dia p. todos e um abraço carinhoso, vcs. merecem.

Sonia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 02 de Dezembro de 2010, 11:12
Apenas Hoje!!

Hoje eu acordei..
Perdida dentro de mim...
Tive a sensação...
Que não era eu, quem habitava aqui...

Hoje eu acordei...
Querendo fazer diferente, do que eu fiz...
Não cometer os mesmos gestos infeliz...
Preciso mudar, não posso me acomodar...

Hoje eu acordei...
Querendo dizer a Deus, o quanto sou pequena...
Minha alma, ainda tem que muito a lapidar..
Preciso de auxilio senhor, por favor... Venha me ajudar...

Hoje eu acordei...
Meu céu estava rico e imenso...
Não quero apenas a cor lilás... Precido de  muito mais...

Hoje eu acordei...
Querendo a todos alegrar, ...
A fraternidade... nela, vou me enquadrar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 02 de Dezembro de 2010, 17:35
Amor e Palavras

Dizer que amamos...
São palavras fáceis, que a todos vem...
Transformar estas palvras, em atitudes...
É proposta, que poucos fazem bem...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 02 de Dezembro de 2010, 19:25
Tua Presença

Jesus...
Em tua presença,  eu preciso ficar...
Sei que tu nunca me abandonas..
Eu que de ti me afasto, e sigo para outro lado.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 02 de Dezembro de 2010, 19:35
***Meu Coração***

Meu coração...
Tu precisas me escutar...
De um grande amor, eu quero vivenciar...
Sei que tu já me disseste, não queres saber...

Meu coração...
Eu anseio por um nova emoção...
Dessas que faz a gente ir  parar  lá no infinito...
Não demora, abre-te logo a uma nova chance..

Meu coração...
Não devemos ter medo de amar...
Se não deu certo uma vez, deixa para trás...

Meu coração...
O amor nos trás muito beneficios...
Beijos, abraços e todos os lindos sorrisos
...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 02 de Dezembro de 2010, 22:42
Boa noite, queridos amigos!



Os Estatutos do Homem - Ato Institucional Permanente
 


Artigo I

Fica decretado que agora vale a verdade. Agora vale a vida, e de mãos dadas, marcharemos todos pela vida verdadeira.

Artigo II

Fica decretado que todos os dias da semana, inclusive as terças-feiras mais cinzentas, têm direito a converter-se em manhãs de domingo.

  Artigo III 

Fica decretado que, a partir deste instante, haverá girassóis em todas as janelas, que os girassóis terão direito a abrir-se dentro da sombra; e que as janelas devem permanecer, o dia inteiro, abertas para o verde onde cresce a esperança.

Artigo IV   

Fica decretado que o homem não precisará nunca mais duvidar do homem. Que o homem confiará no homem como a palmeira confia no vento, como o vento confia no ar, como o ar confia no campo azul do céu.

        Parágrafo único: O homem, confiará no homem como um menino confia em outro menino. 

Artigo V 

Fica decretado que os homens estão livres do jugo da mentira. Nunca mais será preciso usar a couraça do silêncio nem a armadura de palavras. O homem se sentará à mesa com seu olhar limpo porque a verdade passará a ser servida antes da sobremesa.

Artigo VI 

Fica estabelecida, durante dez séculos, a prática sonhada pelo profeta Isaías, e o lobo e o cordeiro pastarão juntos e a comida de ambos terá o mesmo gosto de aurora.

Artigo VII

Por decreto irrevogável fica estabelecido o reinado permanente da justiça e da claridade, e a alegria será uma bandeira generosa para sempre desfraldada na alma do povo. 

Artigo VIII

Fica decretado que a maior dor sempre foi e será sempre não poder dar-se amor a quem se ama e saber que é a água que dá à planta o milagre da flor. 

Artigo IX

Fica permitido que o pão de cada dia tenha no homem o sinal de seu suor. Mas que sobretudo tenha sempre o quente sabor da ternura.

Artigo X

Fica permitido a qualquer  pessoa, qualquer hora da vida, uso do traje branco.

Artigo XI

Fica decretado, por definição, que o homem é um animal que ama e que por isso é belo, muito mais belo que a estrela da manhã.

Artigo XII

Decreta-se que nada será obrigado nem proibido, tudo será permitido, inclusive brincar com os rinocerontes e caminhar pelas tardes com uma imensa begônia na lapela.

Parágrafo único: Só uma coisa fica proibida: amar sem amor.

Artigo XIII

Fica decretado que o dinheiro não poderá nunca mais comprar o sol das manhãs vindouras. Expulso do grande baú do medo, o dinheiro se transformará em uma espada fraternal
para defender o direito de cantar e a festa do dia que chegou.

Artigo Final.

Fica proibido o uso da palavra liberdade, a qual será suprimida dos dicionários e do pântano enganoso das bocas. A partir deste instante a liberdade será algo vivo e transparente como um fogo ou um rio, e a sua morada será sempre o coração do homem
 

Thiago de Mello
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 03 de Dezembro de 2010, 00:37
Eu trago!!

Eu trago...
No coração, a lembrança de toda emoção...
De um dia ter te conhecido e jamais esquecido...
Momentos de nosso destinos, vivíamos repetindo...

Eu trago...
a nossa esperança...
De que ficaríamos todas as noites ao luar..
Escutando as estrelas,  somente a nos amar...

Eu trago...
No sorriso, partes do paraíso...
Que contigo eu alcancei e lá me demorei...

Eu trago...
Ainda nos meus olhos, muitas lágrimas..
Pra dor de te perder, eu não estava preparada
...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 03 de Dezembro de 2010, 10:19
Me Ajude!!

Deus..
Em mais um dia eu acordo...
Cercada de todos os belos aspectos...
A natureza maravilhosa, toda beleza comporta...

Deus...
Me ajude,  para que eu distribua sorrisos...
Para aqueles que só conhecem da vida muitos gritos...
È tempo de paz e bonança... Eles precisam de esperança...

Deus...
Onde eu for, meus objetivos seja do bem...
Para socorrer os que choram, e muito sofrem...

Deus...
Que minha felicidade, eu saiba compartilhar...
Preciso exercitar, com com amigos e irmãos, vou abraçar...



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 03 de Dezembro de 2010, 12:19
                                       VIVA JESUS!


    Bom-dia! queridos irmãos.


       Ninguém pode construir em teu lugar as pontes que precisarás

         passar para atravessar o rio da vida.

         - ninguém, exceto tu, só tu.

         Existem, por certo, atalhos sem números, e pontes e

         semideuses que se oferecerão para levar-te além do rio;

         mas isso te custaria a tua propria pessoa; tu te hipotecarias

         e te perderias.

         Existe no mundo um único caminho por onde só tu podes

         passar.

         Onde leva?

         Não perguntes, segue-o !


                                        ( Friedrich Nietzsche )



                                           PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 04 de Dezembro de 2010, 08:11
                                          VIVA JESUS!



      Bom-dia! queridos irmãos.


                  A Minha Felicidade 


      Depois de estar cansado de procurar

      Aprendi a encontrar.

      Depois de um vento me ter feito frente

      Navego com todos os ventos.


                               ( Friedrich  Nietzsche )



                                                  PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 04 de Dezembro de 2010, 12:56
Ama-me!!

Ama-me
Para eu nunca
Te esquecer.
Mesmo por caminhos
diferentes
Enlouqueceremos juntos
com este amor,
A cada instante
Dois corações
apaixonados
se perdem
no encontro
de um beijo
E mil abraços
Com a separação
que a morte
Por ventura
Nos trouxer,
viveremos felizes
onde der



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 04 de Dezembro de 2010, 13:04
Amigos e irmãos... Sejam todos bem vindos...

Muita paz em seu coração...

Sintam-se entre amigos e irmãos...

Sua presença é muito importante para todos nós...

Desejamos a todos uma ótimo final de semana, repleto de felicidades e amor...

Recebam nosso afetuoso abraço!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Marli Pacheco em 04 de Dezembro de 2010, 13:41
Não tenho palavras pra lhes dizer o quanto eu admiro vocês......

Katia e Dothy.

Bjs fraternos em seus lindos corações.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 04 de Dezembro de 2010, 17:56
Querida amiga Marli


Que alegria para o meu coração te encontrar aqui! Seja sempre muito bem vinda!

Venha nos presentear com a sua visita sempre que quiser.

Abraços carinhosos da amiga de sempre

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 04 de Dezembro de 2010, 18:05
Querido amigo dOM JORGE


Muito obrigada pelas lindas contribuições!

Tenha um fim-de-semana abençoado, com muita paz, amor e saúde!

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 04 de Dezembro de 2010, 18:13
Boa tarde, queridos amigos!



Memória



Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.



Carlos Drummond de Andrade
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 04 de Dezembro de 2010, 19:42


Eu segui
Sem direção...
apenas ouvindo
o meu coração...
me desviando
da tristeza
e solidão

Eu segui...
Por tantos caminhos
ensinados..
Desviei dos obstáculos
encontrados...

seguindo
Eu encontrei..
O caminho da
liberdade...
levando a felicidade ...
em cada dia
Uma etapa
de uma idade



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Dezembro de 2010, 00:05
Não Tenho mais!!

Ainda lembro...
Nossos encontros entre laços...
Em muitos abraços, eternizar...

Ainda lembro...
Teu sorriso me esperava, quando eu chegava...
Tua felicidade em me encontrar, queria apenas te alegrar..
Mesmo com tantos tropeços, queriamos por uma vida ineira

Ainda lembro...
Dos dias e noite frias, em que ficavamos assim...
Fazias tudo para me agradar,  as poesias para lembrar..

Ainda lembro...
Como se fosse hoje,
Mas nossa realidade fugiu, agora, tu não estás mais aqui..

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Dezembro de 2010, 00:17
Momentos Felizes!!

Momentos felizes...
É contar as horas
e minutos para te ver...
Lembrar do teu rosto
em cada amanhecer...
Correr para te esperar,
sem precisar
tu chegar...
Sorrir sem motivo,
muitas vezes sonhar...
Fazer cara de boba,
toda vez que pensar em ti,
querer fugir daqui...
Escrever nosso nome
em uma flor,
para sermos borboleta
e beija-flor...
Sempre esperando 
tu pousar,
ficando eternamente do meu lado,
no meu abraço
Esperando
Acordar.
..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Dezembro de 2010, 00:24
Apenas Momento!

A tristeza,
se aproxima...
Aos poucos,
meu coração domina...
Preciso te esquecer,
O tempo
Não quero perder...
Da tristeza
Preciso me livrar...
Foram anos
bem vividos,
pra nós
 que alcançamos
o eterno
e o paraíso...
Mas,
nem tudo saiu
como planejamos...
Hoje,
apenas do amor
Nos lembramos...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Dezembro de 2010, 00:30
Poetizar...

Mesmo chorando...
Ou sempre sorrindo...
Estando feliz,
ou triste...
Nada me oprime,
em tudo vou poetizar...
Os dias passam,
a noite chega em beleza...
Sozinha me encontro,
apenas escrevendo...
Em tudo eu traço,
com palavras me satisfaço...
Minha vida é uma alegria,
com a Poesia, de tudo eu esqueço
E logo adormeço...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Dezembro de 2010, 11:04
Eu creio!!

Eu creio em ti...
Mesmo que tudo me entristeça...
Senhor mesmo assim, eu ainda creio em ti...
Contigo aprendi,ao bem tu me conduz... Tua és a minha luz...

Eu creio em ti...
Quando ninguém mais acredita em mim...
E todas as portas para mim se fecham, eu lembro de ti...
Por todos nós, vieste ensinar, a verdade jamais abandonar...

Eu creio em ti...
Minha fortaleza, são tuas palavras, que nunca passam...
Continuarei seguindo, não me importa todos os espinhos...

Eu creio em ti...
E ainda irei crer... Estás toda hora presente...
Nos momentos tristes ou felizes, comigo estas sempre...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 05 de Dezembro de 2010, 15:37
                                      VIVA  JESUS!


   Boa-tarde! queridos irmãos.



    Ouse, ouse...ouse tudo! Não tenha necessidade de

    nada!
   
    Não tente adequar sua vida a modelos, nem queira

   

    você mesmo ser um modelo para ninguém.

    Acredite: a vida lhe dará poucos presentes.

    Se você quer uma vida, aprenda...a roubá-la!

    Ouse, ouse tudo ! Seja na vida o que você é

    aconteça o que acontecer.

    Não defenda nenhum princípio,

    mas algo de bem mais maravilhoso:

    algo que está em nós e que queima como o fogo da

    vida.




                                      ( Lou Salomé )



                                           PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Dezembro de 2010, 17:11
Contigo Aprendi!!

Senhor
Contigo aprendi...
Que as cores, são todas de um sorriso..
Que todos os dias tristes por mim vividos, devo deixar lá atrás...
Tirando dele as boas lições, para não fazer mais tudo igual...
Contigo aprendi...
Que querer é ir em busca do meu ideal, não esperar ele vir até mim...
Nas horas de minha crise, devo sempre me alegrar, por que elas vão passar...
Quando eu acordar, devo relembrar que no dia atrás eu não fiz, para hoje recomeçar...
Ha... Contigo aprendi...
Tudo de belo e de bom que sempre existiu em meu coração...
Que dentro de mim tenho imensos poderes, sou a maior realeza do meu viver..
Contigo aprendi...
E sempre vou aprender, a chorar apenas de felicidade e afetividade...
A ir em todos os lugares, em busca do que eu quero, sem medos ou outros receios...
E com tudo que eu aprendi, o bem mais importante por mim  vivido,
a eternidade do teu amor...


Publicado no Recanto das Letras em 07/12/2010


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Dezembro de 2010, 17:16
Queridos amigos e irmãos... Muita paz em seus corações...

Sejam todos bem-vindos... Sua presença é muito importante para todos nós...

Estáo convidados  a trazerem suas mensagens, seus poemas, poesias, sonetos de sua autoria ou de seus poetas preferidos,...

Recebam nosso afetuoso abraço
!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Augustus em 05 de Dezembro de 2010, 18:11
Memória Ancestral

Venho da sombra em busca de minha luz
E em incontáveis eras e tentativas,
Em tortuosa peregrinação que me conduz
Ao cerne da questão faltante em tantas vidas.

Bruto, irracional, insensível conjunto de nervos,
Ossos, músculos que pressionam a densidade,
Como num museu de memórias e acervos
De todos os erros, dores e derrotas pela eternidade.

Animalesco e voraz, tímidos gemidos de lucidez,
Arrastam-se goela acima em busca da realidade
Como num arroto incômodo sai completo de vez
Estampa a minha agonia em sua totalidade.

Num esgar de ferocidade, rasgo meu manto,
Exponho no peito nu as feridas dos desenganos,
As cicatrizes dos crimes e de meu desencanto
Ao total das dívidas que acumulei por tantos anos.

Ah! Que fiz pra merecer esta lucidez hedionda?
Por que a amnésia não mais me defende de tudo?
A miséria me abraça e um soluço de dor rasga e ronda,
Minha alma despreparada, meu espírito pasmo e mudo.

Nenhum verniz de humanidade me consola.
Todo o caminho a minha frente se expõe
Grandiloquente tragédia, se me assola,
Numa triste e interminável cena se compõe.

A minha vida em vidas infindas e perdidas
Em tapetes persas e tesouros de sangue e pó.
Tudo o que fiz foi o egoísmo e suas feridas,
Que se entrelaçaram numa dança de um só...

Passo e repasso marco e descarto o que fiz.
E o que deixei de fazê-lo pelo tempo afora.
Nada, nenhuma cor, nenhum gesto me diz:
Que posso num gesto tímido me orgulhar agora.

Oh! Quanto desperdício e imaturidade!
Em tantas oportunidades vejo disponíveis
E a insensatez sempre me levou a futilidade
Dos desejos passageiros, das ignomínias desprezíveis.

Escravo de meus anseios mais animalescos
Nesse roteiro de vícios morais e desrespeito,
Escravo da lascívia e de gostos carnavalescos,
Inda hoje seus sabores me devoram o peito.

E por essas tantas turbulências temporais,
Minha consciência se esforça por se desprender,
Em movediços pântanos em largas espirais,
Lapida-se, remodela-se, a luz tenta em si reter.

Réstias de luz pura iluminam esse grande porão
Onde toda a alma lamentosa se oculta e arrasta
E as correntes do passado espalhadas pelo chão
Germinando a sutil esperança que à escuridão afasta.

Todo o passado, num roteiro infinito e imortal,
Demonstrando o poder infinito do planejamento
De que cada ser em toda sua peregrinação temporal,
Deu um passo à frente na aquisição de conhecimento.

E esse mesmo conhecimento depois de adquirido,
Transmuta o ser bruto em algo maravilhoso,
O voraz e sanguinário inimigo em filho querido,
Do frio e cruel perseguidor em pai mais que amoroso.

Augustus César
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 05 de Dezembro de 2010, 18:17
                                             VIVA JESUS!


     Boa-tarde! queridos irmãos.



                                 "ERA IMUNE

                                  ATÉ SER ALCANÇADO

                                  POR TEU PERFUME. "


                                               PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Dezembro de 2010, 22:08
Querido amigo Augustus... Seja bem-vindo...

Que a paz esteja sempre em teu coração,...

Sinta-se entre amigos, em família...

Agradecemos a visita e tua valiosa contribuição com este lindo poema...

Desejamos que o amigo volte sempre a enriquecer este espaço dedicado a poesia..

Receba nosso afetuoso abraço!!
[/color]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Dezembro de 2010, 23:33
Eu Chorei...

Eu chorei...
Todas as lágrimas imaginada..
Pensei que era amor o que eu sentia...
Mas depois eu percebi, que era fantasia...

Eu chorei...
Por que planejei toda uma vida...
Ao teu lado, em minha companhia...
Pensava que iriamos ficar, até o luar...

Eu chorei...
Por tantos sonhos e planos que fiz...
Por ti eu queria vivenciar, eternizar...

Eu chorei...
Quando em mim despertei...
Entendi, que tudo que eu sentia, não existia...
[/color]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 06 de Dezembro de 2010, 00:11
                                VIVA  JESUS!


  Boa-noite! queridos irmãos.


                                         A bola baila

                                         o gato nem olha

                                         salta e agarra.



                                               ( Eugenia Tabosa )



                                                       PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 06 de Dezembro de 2010, 05:29
Amigo Augustus


Parabéns por nos brindar com essa linda poesia de sua autoria!

Seja muito bem-vindo e esteja à vontade para utilizar esse espaço que também é seu.

Abraço carinhoso da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 06 de Dezembro de 2010, 05:36
 
Ofereço esse vídeo aos queridos amigos Dothy, Lima Gil, dOM JORGE, Sonia e Belina

Com todo o meu carinho e afeto:


AMIGOS - Vinícius de Moraes (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PWFaQzBzcUJhNmZFI3dz)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 06 de Dezembro de 2010, 08:17
                                        VIVA JESUS!


  Bom-dia! meus queridos irmãos.


                                 A lua japonesa

                                 anda no fio

                                 do telefone.



                                        ( Luis Aranha )



                                                      PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 06 de Dezembro de 2010, 13:44
                                       VIVA JESUS!


   Bom-dia! irmãos do coração.


                                Pérolas de orvalho

                                olho e vejo em cada gota

                                a minha casa-espelho.


                                            ( Issa )


                                                      PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 06 de Dezembro de 2010, 18:18
Queridos amigos e irmãos.. Sejam bem-vindos... Muita paz a todos...

Sua presença é fundamental para enriquecer ainda  mais este espaço que é de vocês...

Desejamos a todos uma ótima semana repleta de felicidades, saúde, amor...

São so sinceros votos de:

(Katiatog.... Belina.... Carmem gbi... dOM Jorge... Dothy... Sonia Andrade)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 06 de Dezembro de 2010, 19:28
                                      VIVA JESUS!


   Olá, meus irmãos.



                                   Nuvens brancas

                                   passam

                                   em brancas nuvens.



                                        ( Paulo Leminski )



                                                PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 06 de Dezembro de 2010, 21:09
Apenas... Me abrace!!

Me abrace...
Para que eu possa sentir a última  vez ...
Para que eu guarde na mente, este momento teu...
Quando não estiveres mais, aqui, ainda terei este abraço...
Na hora que a saudade vier, eu triste estiver, lembrarei do calor do teu abraço...
Me abrace...
Como se fosse o último abraço que me dás, por que a o amnhã pode não vir mais...
Eu posso não estar mais aqui... Estes momentos precisamos no tempo parar...
Me abrace por tudo, nos momentos frios, nos felizes também, nas horas vazias de infinita alegria....
Apenas me abrace....
Me tire do medo e do anseio, das tormentas, que a tempestade alimenta...
Quando eu estiver sozinha... Preciso que me abraces, me aconchegue no teu ser...
Neste gesto de ternura e carinho,eu levarei até o luar, e de lá eu te direi, continues a me abraçar...


Publicado no Recanto das Letras em 07/12/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 06 de Dezembro de 2010, 21:42
TTu em Mim!!

Me deito no céu...
De lá comtemplo todas as estrelas que um dia me deste no amar...
Lembro, todos os risos cristalinos nosso, que eram sussuros em cada murmurar...
Aqueles momento mágicos compartilhados todos ali, já não posso ter mais...
De mim tu tiraste, esta oportunidade de contigo vivenciar...
Em todos os tempos, que eu ficava da terra a contemplar, o arco- iris a variar, já não tenho mais...
Hoje. apenas coloridas, sao minhas lágrimas, quentes e escorridas, que vem cair, formando um oceano do mar...
Nos minutos, fico sentada no meu tempo, recordando que aquilo tudo não foi só um rápido minuto, mas que existiu...
A distância, te levou para bem longe daqui... Mas tu ainda continuas a morar dentro de mim...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Dezembro de 2010, 00:52
Enquanto!!

Enquanto o sonho não morre...
Eu sonho...
E tento realizar todos os objetivos que espero...
Enquanto existir vida...
Eu vivo em constante alegria e harmonia...
Enquanto existir dias..
Eu  aproveito as horas para sorrir e cantar...
Enquanto eu tiver esperança, eu saio derramando a confiança...
Enquanto existir emoção...
Abraço, beijos e acalentos todos os meus irmãos...
Se a fé continuar habintando o meu ser...
As dificuldades irão se resolver, em tudo eu vou crer...
Enquanto houver amor... Seja onde eu for, palavras de ajuda irei levvar...
Em minhas exisitencias eterna, onde eu estiver, estarei lutando para levar...
Os ensinmento do nosso grande amigo jesus....


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 07 de Dezembro de 2010, 01:20
                                            VIVA JESUS!


       Boa-noite! queridos irmãos.




                                   À sombra, num banco,

                                   folha cai suave

                                   sobre meu cabelo branco.


                                            ( Winston )



                                                     PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 07 de Dezembro de 2010, 02:00
Boa noite, queridos amigos!


...Que minha solidão me sirva de companhia.
que eu tenha a coragem de me enfrentar.
que eu saiba ficar com o nada
e mesmo assim me sentir
como se estivesse plena de tudo.



Clarice Lispector
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 07 de Dezembro de 2010, 08:39
                                              VIVA JESUS!


     Bom-dia! queridos irmãos.



                            Neste bosque urbano

                            árvore feita em concreto

                            - meu corpo estremece.


                                   ( Ybere )



                                                   PAZ, MUITA PAZ!

                           
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Dezembro de 2010, 13:38
Todo o Amor!!

Dei-te...
Todo meu amor e apreço...
Te aconcheguei muitas vezes no afeto...
Entreguei-me ao deleito de ser uma  magia...

Dei-te...
Minha outra vida, por mim esquecida..
As memórias armazenadas em várias etapas já perdidas...
Para provar-te que eu não era mais uma alma, e sim duas..

Dei-te...
Parte do meu corpo e rebeldia...
A felicidade, maior riqueza acumuldada e por mim sentida...

Dei-te...
Um livro escrito e eterno de uma história nunca lida...
Meu amor, minhas poesias, para lembrarmos em outras vidas...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 07 de Dezembro de 2010, 19:17
Olá amigos
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: belina em 07 de Dezembro de 2010, 19:22
Olá a todos
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Dezembro de 2010, 20:39
Eterno recomeço!!

Em cada dia eu recomeço...

Em cada recomeço eu viajo...

Em cada viajem, eu te encontro....

Em cada encontro, eu mudo...

Em cada mudança, eu amo...

Em cada amor, eu me emociono...

Em cada emoção eu sinto..

Em cada sentimento eu poetizo...

Em cada poesia, eu exppresso...

Em cada expressão eu recomeço..

Em cada recomeço eu volto a te amar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Dezembro de 2010, 21:01
Na Eternidade!!

Se queres comigo...
A eternidade viver... Venha... Não demore...
Estou te esperando para percorrermos..
Muitos dizem que um grande amor nunca acaba...
Que nem a morte os separa... Que continuam uma outra história...
No mundo da vida extra-corpórea... Para lá os grandes namorados vão se encontrar..
Vamos, precisamos aproveitar... O nosso amor vamos vivenciar, seja aqui, ou  em qualquer lugar...
Pois agora sabemos, que nada vai nos alcançar... A morte já não mais existe, nossos setimentos em almas vamos amar.
..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Dezembro de 2010, 22:19
Vem me regar...

Vem me regar...
De ti eu preciso o calor...
Para que eu seja sempre tua flor...
De várias cores e violetas, todas perfeitas...
Mas preciso que venhas me cuidar... Não posso secar...
Do teu carinho, eu me alimento e fortaleço crescendo...
Do teu ar, que vem para mim renovar,.. Eu quero em cada meu acordar...
Não me deixes sosinha, sou como uma semente, preciso dos teus cuidados...
Para quando eu crescer, serei muitos ramalhetes... Te ofertando uma rosa do meu amor...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Dezembro de 2010, 22:26
Querida amiga Sonia... Que saudades....

Desejo-te muita paz, saúde e eternas felicidades...

Beijos e abraços cheios de afeto!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Dezembro de 2010, 22:57
Amor de verdade!!

Sobre aquele amor...
Sei que foi um amor de verdade...
Com ele,
 tudo eu representei,
meus sentimentos eu dei...
Um resumo de várias emoções indefinidas,
por mim nunca sentidas...
Eu sei com certeza...
Foi um amor de muita beleza...
Para nunca mais se encontrar...
Este amor me fez ir na lua,
descendo pelas escadas do lindo paraíso,
junto de um céu colorido...
Com este amor
 eu aprendi realmente a te amar..
Com ele voltei a poetizar...
Onde estava guardado minha solidão...
Por amor,
 eu sonhei em várias vidas,
delas todas eu retirei a fase mais bonita... 
E declamei em noite de luar.


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 07 de Dezembro de 2010, 23:10
Melhor Assim!!

Melhor assim...
Que cada um siga
A sua direção, em outra estação...
A nossa já não existe mais...
Seremos ainda capaz
de recomeçar...
Em tanta outras emoções...
Sentirá de novo
O  nosso coração,
ele não irá se acabar...
Não seremos mais
dois seres infelizes..
 Mas sim almas em aprendizado,
ainda há tempo e espaço...
Com outros
iremos sorrir...
Sentir tudo do céu ao infinito..
Por todos os nosso gritos,
iremos a eles entregar...
Melhor assim..
Vamos novamente dormir...
Em outros braços nós dois
vamos acordar...
Seremos felizes com
Outros  desconhecidos
Outras novidades
com eles,  iremos compartilhar...
Seremos sempre eternas almas
a se amar...
Mas em cada novo reencarnar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 08 de Dezembro de 2010, 00:36
  Dothy, vc. ficou linda nessa foto.
Sumi um pouquinho, mas já estou voltando.
Hoje mesmo postei no Cantinho da Amizade e no Mundo Encantado.
Amanhã pretendo postar uma poesia, apesar de só poder fazê-lo á noite.
Tirei à tarde p. pesquisar algumas coisas p.o Fórum, espero que gostem.
Que alma linda vc. tem, que alma romântica, estou gostando de ler.
Agora bateu um soninho, vou descansar, amanhã tornaremos a contactar.
Que Deus te proteja e ilumine, assim como todos desse espaço tão simpático.
Boa noite.


Sonia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 08 de Dezembro de 2010, 09:13
                                          VIVA JESUS!


   Bom-dia! meus queridos irmãos.



                                        Se mira na poça

                                        de lama do pátio

                                        a lua vaidosa.


                                              ( Carlos Seabra )


 
                                                  PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Dezembro de 2010, 18:44
Minha Companhia!!

Lá fora o mar...
Aqui dentro eu olhar...
Nada mais me resta a fazer...
Do que nossos momentos relembrar...

Lá fora... Sempre o mar...
Com suas fortes ondas a quebrar...
Comigo,ele não presencia mais...
Ficando com minha hora vazia a divagar...

Lá fora o vento no mar...
Minhas lembranças, retomam na esperança...
Que um dia este mar, para mim irá te buscar...

Lá fora a chuva e o mar..
Dentro da minha mente, eu volto a sonhar..
Dos tempo, que juntos, abraçados ficavamos a amar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Dezembro de 2010, 18:56
Nosso Amor, Não Morreu!!

Nosso amor...
Ele não morreu... Quem disse isto, um erro cometeu...
Por que este sentimento forte... Assim não extingue...
Ele fica guardado, em nossos corações., bem fechados..

Nosso amor...
Continua a viver... Dentro de mim e de você...
Nós dois somos apenas um... Por muitos séculos luz...
Não pense que que entre nós tudo acabou... Por que agora que começou...

Nosso amor...
É de tempo distante.... Viajou de muito longe...
Em nosso ser ele parou.. Por nós dois ele estruturou...

Nosso amor...
É assim, pensamos que ele já está quase no fim...
Ai recomeçamos, depois de cada forte briga... Reatamos...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Carmen.gbi em 08 de Dezembro de 2010, 19:07

Boa tarde!



MELANCOLIA


Sonho, e o orvalho transparente
Perla as campinas sem ruído,
Sôbre as corolas, suavemente,
Por mãos noturnas esparzido.

De onde vêm as gôtas radiantes?
O tempo está firme, há luar...
É que, antes da queda, muito antes,
Elas já estavam pelo ar.

De onde , meu pranto? Tudo é calma,
Tudo sorri no céu tranquilo.
-É que eu carregava na alma,
Antes de, aos olhos, senti-lo.

E nessa tristeza alivia
Nome e razão de meu penar;
Ó noite, é a Melancolia
Que também sabes chorar.

( do livro Diário Íntimo e Sentimentos de Sully Prudhome )
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Dezembro de 2010, 19:21
Queridos amigos e irmãos... Sejam bem-vindos... Sintam-se em familia...

Sua presença é muito importante para enriquecer este espaço que é de vocês...

Estão convidados a trazerem suas poesia de sua autoria ou de seus poetas preferidos...

Desejamos que voltem sempre... Abraços afetuoso!
!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 08 de Dezembro de 2010, 21:47
Boa noite, queridos amigos!


 
De um Lado Cantava o Sol
 
 
De um lado cantava o sol,
do outro, suspirava a lua.
No meio, brilhava a tua
face de ouro, girassol!

Ó montanha da saudade
a que por acaso vim:
outrora, foste um jardim,
e és, agora, eternidade!
De longe, recordo a cor
da grande manhã perdida.
Morrem nos mares da vida
todos os rios do amor?

Ai! celebro-te em meu peito,
em meu coração de sal,
Ó flor sobrenatural,
grande girassol perfeito!

Acabou-se-me o jardim!
Só me resta, do passado,
este relógio dourado
que ainda esperava por mim...
 
 
Cecília Meireles
 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 08 de Dezembro de 2010, 22:05
Compartilho com vocês essa mensagem que gostei demais


A pessoa Errada (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PUZBVXdGb0pYQ3c4JmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQj)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 09 de Dezembro de 2010, 08:58
                                   VIVA JESUS!



   Bom-dia! queridos irmãos.



                                A pedra da rua.

                                Humilham-te sem cessar.

                                Ah! os pés humanos...



                                         ( Fanny Dupré )



                                                      PAZ, MUITA PAZ
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Dezembro de 2010, 11:39
Podes Ir!!

Vai...
Sem olhar para trás, em nós...
Deixaste marcas atrozes em meu coração...
Que em muito tempo te deu boa emoção...

Vai...
Deixa no vento o nosso tempo...
História apenas contada por nós dois...
Não te interessa mais, já tens outras ambições...

Vai...
Esquece que um dia fomos apenas um...
As horas, sentidas e felizes, agora são meus versos tristes...

Vai...
Aqui, sosinha eu ficarei a sonhar..
Sempre terei tempo de um novo recomeçar...



Publicado no Recanto das Letras em 09/12/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 09 de Dezembro de 2010, 11:59
                                           VIVA JESUS!


    Bom-dia! queridos irmãos.




                                       Esqueletos de árvores

                                       lampões rodando no vento,

                                       no chão, sombras, bêbadas.


                                                ( Alexei Bueno )



                                                      PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Dezembro de 2010, 14:14
Da Minha Janela!!

Da janela de minha alma
Eu vejo todo um trajeto de erros e acertos...
Nos caminhos do erros, eu sempre achava um acerto..
Em cada acerto meu, mais um motivo para recomeçar..

Da janela de minha alma...
Fiz um percurso do meu livro...
Várias páginas já escritas, mas que precisava ser corrigidas...
Aos poucos eu fui relembrando, onde eu tinha me equivocado...

Da janela de minha alma...
Encontrei várias páginas de esperanças...
Dos triste momentos sofridos, mas logo por mim esquecidos...

Da janela de minha alma...
Eu aprendi... Que ao tempo eu devo entregar...
Minha vida de evolução... Cabe somente a mim trilhar...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Dezembro de 2010, 14:53
Quando Não Esperava!!

Eu te encontrei...
Por meios de muito receios meu...
Nas dúvidas do meu coração, que estava em solidão...
Passei a te amar... Sentindo todos os bons sentimentos no ar...

Eu te encontrei...
Quando eu nem esperava mais...
Desacreditava de novas oportunidades..
Apenas queria viver em paz... Sem nehum rapaz...

Eu te encontrei...
Agora onde o vento for, contigo eu estou...
Por todas as loucas aventuras, serei tua ternura...

Eu te ecnontrei...
No meio das minhas esperanças...
Tenho certeza... Ficarás para sempre na lembrança...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Dezembro de 2010, 15:03
Ouvi Dizer!!

Ouvi dizer...
Que o teu olhar só de me ver... Ilumina...
Teu sorriso, não se domina, teu ser logo muda...
Tudo trabalhndo para sempre me amar...

Ouvi dizer...
Que onde tu estás... Meu nome tu não deixas em paz...
Fala de mim para qualquer ocasião... E sempre estás a recomeçar...
Não importa se estão a te criticar... De mim... Só sabes elogiar...

Ouvi dizer...
Que meu nome, dentro de ti está escrito...
Bem fortalecido, como todas as pedras e granitos...

Ouvi dizer...
Que somente a mim, tu queres amar...
Não existe mais nada ao redor... Em meu abraço tu não ficarás só!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 09 de Dezembro de 2010, 18:09
                                          VIVA JESUS!


    Olá, caros irmãos.



                              No calor da sesta

                              imóvel, o gato vigia

                              o vôo da vespa.



                                  ( Alexei Bueno )



                                              PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 09 de Dezembro de 2010, 21:01
Boa tarde, queridos amigos!


A vida verdadeira
 


Pois aqui está a minha vida.

Pronta para ser usada.

Vida que não guarda

nem se esquiva, assustada.

Vida sempre a serviço

da vida.

Para servir ao que vale

a pena e o preço do amor
 


Ainda que o gesto me doa,


não encolho a mão: avanço

levando um ramo de sol.

Mesmo enrolada de pó,

dentro da noite mais fria,

a vida que vai comigo

é fogo:

está sempre acesa.
 


Vem da terra dos barrancos


o jeito doce e violento

da minha vida: esse gosto

da água negra transparente.
 


A vida vai no meu peito,

mas é quem vai me levando:

tição ardente velando,

girassol na escuridão.
 


Carrego um grito que cresce

Cada vez mais na garganta,

cravando seu travo triste

na verdade do meu canto.
 


Canto molhado e barrento

de menino do Amazonas

que viu a vida crescer

nos centro da terra firme.

Que sabe a vinda da chuva

pelo estremecer dos verdes

e sabe ler os recados

que chegam na asa do vento.

Mas sabe também o tempo

da febre e o gosto da fome.
 


Nas águas da minha infância

perdi o medo entre os rebojos.

Por isso avanço cantando



Estou no centro do rio

estou no meio da praça.

Piso firme no meu chão

sei que estou no meu lugar,

como a panela no fogo

e a estrela na escuridão.
 


O que passou não conta ?, indagarão

as bocas desprovidas.

Não deixa de valer nunca.

que passou ensina

com sua garra e seu mel.
 


Por isso é que agora vou assim

no meu caminho. Publicamente andando

Não, não tenho caminho novo.

O que tenho de novo

é o jeito de caminhar.

Aprendi

(o que o caminho me ensinou)

a caminhar cantando

como convém

a mim

e aos vão comigo.

Pois já não vou mais sozinho.
 


Aqui tenho a minha vida:

feita à imagem do menino

que continua varando

os campos gerais

e que reparte o seu canto

como o seu avô

repartia o cacau

e fazia da colheita

uma ilha do bom socorro.
 


Feita à imagem do menino

mas a semelhança do homem:

com tudo que ele tem de primavera

de valente esperança e rebeldia.
 


Vida, casa encantada,

onde eu moro e mora em mim,

te quero assim verdadeira

cheirando a manga e jasmim.

Que me sejas deslumbrada

como ternura de moça

rolando sobre o capim.
 


Vida, toalha limpa

vida posta na mesa,

vida brasa vigilante

vida pedra e espuma

alçapão de amapolas,

sol dentro do mar,

estrume e rosa do amor:

a vida.
 


Há que merecê-la


Thiago de Mello
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Dezembro de 2010, 21:19
Não Te Preocupes...

Não te preocupes...
Em todos os lugares onde eu ando...
Acharei outro encanto... Alguém para me amar..
Abandonarei a melancólica solidão que está meu coração...

Não te preocupes..
Sairei desta na melhor sintonia...
Minha poesia ainda será minha melhor companhia..
Com ela vou extravasar... Minhas dores vou revelar...

Não te preocupes...
Em outros braços,consolo irei encontrar...
Recomçarei meu caminho, com flores e sem espinhos...

Não te preocupes...
Minha vida, será novamente bem vivida...
Onde eu estiver.... Terei uma outra felicidade...


Publicado no Recanto das Letras em 09/12/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 09 de Dezembro de 2010, 21:22
"Leia o texto abaixo e depois leia de baixo para cima"

Não te amo mais.
Estarei mentindo dizendo que
Ainda te quero como sempre quis.
Tenho certeza que
Nada foi em vão.
Sinto dentro de mim que
Você não significa nada.
Não poderia dizer jamais que
Alimento um grande amor.
Sinto cada vez mais que
Já te esqueci!
E jamais usarei a frase
EU TE AMO!
Sinto, mas tenho que dizer a verdade
É tarde demais...

Clarice Lispector
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Dezembro de 2010, 21:28
Querida amiga Katia... Que saudade do nosso cantinho...

Que bom nos encontrarmos mais uma vez aqui...

Abaços cheios de carinho e afeto... E viva a Poesia!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Dezembro de 2010, 22:02
Espera!!

Existe um tempo onde se espera...
Esperamos por alguém, que sabemos... Irá chegar.
Pela felicidade que nunca vem só, traz o sorriso a mostrar...
A esperança, que se traz em algum lugar da lembrança...
O amor, que chega, nem se sabe de que direção, se caminhas ou não..
Pela idade, da qual não queremos nem esperar,preferimos que ela fique é por lá...
Pelos lindos sonhos de encanto, que nos fazem longe viajar... De lá, nem queremos mais voltar...
Estamos sempre a esperar... Um tempo para mudar, um momento para eternizar... Uma saudade para guardar...Nossa vida é esperar...


Publicado no Recanto das Letras em 09/12/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Dezembro de 2010, 22:24
Ser feliz!!

Ser feliz...
É viver na contra opnião dos que vivem na ilusão...
Guardo dentro de mim, os ensinamentos do amigo Jesus...
Com ele estou sempre bem acompanhada, na rua, ou voltando para casa...

Ser feliz...
É pensar e acreditar que todos nós somos irmãos...
Estamos trilhando um dificil caminho de nossa evolução...
Com as leis dentro do coração, eu saio a poetizar com emoção...

Ser feliz...
É sentir e acreditar.. Que tudo no mundo vai melhorar...
Guerras, viiolências... São de curta duração.. passarão...

Ser feliz...
Comprender, que não devo prejudicar a ninguém...
Preciso a todos respeitar..  liberdade dos outros,, tenho que aceitar..

Ser feliz...
Ter fé, que as fases dificeis, são uma provação...
Que amanhã ou depois, embora elas irão...


Publicado no Recanto das Letras em 09/12/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Dezembro de 2010, 22:42
Eu Preciso!!

Para poesia..
Preciso de um céu lindo...
Repletos de todas os sóis e estrelas..
Para falar de um amor, que nas estrelas ficará escrito...

Para poesia...
A magia eu quero encontrar, ela me fará viajar...
Irei buscar todas as fadas e encantos que vivem escondidos....
Irei colocar todos, para viverem felizes bem longe do paraiso...

Para poesia..
Eu quero encontrar vários e lindos sorrisos...
Preciso alegria levar... A felicidade em todos irá reinar...

Para poesia...
Eu preciso de um grande amor para me amar...
Com ele eu não irei mais precisar, de outros itens para poetizar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Dezembro de 2010, 22:57
Queridos amigos e irmãos...

Sejam bem-vindos... Muita paz a todos...

Sua presença é a grande responsável pelo enriquecimento deste espaço que é de vocês...

Estão convidados a trazerem suas poesias, poemas de sua autoria ou de poetas preferidos..

E junte-se a nós neste reino encantado da Poesia... Abraços afetuoso/b]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Dezembro de 2010, 23:10
Procura-me...

Procura-me..
Talvez tu me encontre em teus pensamentos...
Ou estarei guardada em algum lugar da tua jornada...
Posso estar em teu esconderijo... Apenas onde só tu sabes o abrigo...

Procura-me...
Com insisitência, sem pressa...
As horas, ela vem e passam depressa..
Não vai deixar eu passar... Sem tu me procurar..

Procura-me..
Em qualquer refúgio, do teu ideal...
Tu perceberás... Que sempre estiveste a me procurar..

Procura-me...
Contigo eu quero logo ficar...
Tenta dentro do coração... Lá eu estou na tua emoção...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Dezembro de 2010, 23:26
Nas Nuvens...

Agora me lembro!!
Da minha infância, quando  me sentava na grama, o céu, eu ficava a olhar...
Imaginando vários personagens, de uma longa história sem fim, nas nuvens eu ficava a criar...
Recordo, que naquele momento, para mim  o tempo parava, ele não queria que eu voltasse para casa..
E naqueles instantes por mim vividos, ali eu começava a imaginar, seres que viviam na terra e no ar... Soltos a dançar...
Eu me lembro, que o sol, tirava de lá o seu chapéu para mim, ele não queria a minha invenção atrapalhar, jogava a sombra a amainar... Ali eu me perdia, por dias, que eu nem lembrava de exisitir, Tudo era fantasia, eu sorria de minha doce e aérea poesia...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 10 de Dezembro de 2010, 05:51
Querida Dothy


Sinto saudades de estar aqui mais vezes!

Lindas poesias, amiga, sempre inspirada!

Abraços carinhosos da amiga de sempre

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 10 de Dezembro de 2010, 05:52

Bom dia, queridos amigos!



Vida - Por Clarice Lispector. (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PWk0V2xyZzNkZzBzJmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQj)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 10 de Dezembro de 2010, 08:17
                                        VIVA JESUS!


   Bom-dia! meus irmãos.


     " A poesia nos deve surpreender pelo seu delicado excesso e não porque é diferente. Os versos devem tocar nosso próximo, como se ele tivesse lembrado algo que nas noites dos tempos já conhecia em seu coração. A beleza de um poema não está na capacidade que ele tem de deixar o leitor contente. A poesia é sempre uma surpresa, capaz de nos tirar a respiração por alguns momentos. Ela deve permanecer em nossas vidas como o pôr-do-sol: Algo milagroso e natural ao mesmo tempo. "


                                            ( J. Keats )



                                                    PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 10 de Dezembro de 2010, 17:16
                                     VIVA JESUS!


  Boa-tarde! queridos irmãos.


         O que é belo há de ser eternamente
         Uma alegria, e há de seguir presente.
         Não morre; onde quer que a vida breve
         Nos leve, há de nos dar um sono leve,
         Cheio de sonhos e de calmo alento.
         Assim, cabe tecer cada momento
         Nessa grinalda que nos entretece
         À terra, apesar da pouca messe
         De nobres naturezas, das agruras,
         Das nossas tristes aflições escuras,
         Das duras dores. Sim, ainda que rara,
         Alguma forma de beleza aclara
         As névoas da alma. O sol e a lua estão
         Luzindo e há sempre uma árvore onde vão
         Sombrear-se as ovelhas; cravos, cachos
         De uvas num mundo verde; riachos
         Que refrescam, e o bálsamo da aragem
         Que ameniza o calor; musgo, folhagem
         Campos, aromas, flores, grãos, sementes,
         E a grandeza do fim que aos imponentes
         Mortos pensamos recobrir de glória,
         E os contos encantados na memória:
         Fonte sem fim dessa imortal bebida
         Que vem dos céus e alenta nossa vida.



                               ( J. Keats )




                                                    PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Dezembro de 2010, 20:39
A Mudança!!

Ela passou...
Por aquele caminho, e até agora lá estou...
Dixou espalhado no ar... Ternura com cheiro de mar...
O meu coração disparou... Na hora eu senti... Algo mudou...

Ela ensinou...
Toda as belas lições da emoção.
Não sabia o que era lealdade... Com ela, eu sou...
Sempre vivia cercada de belas garotas... Mas nada além de uma flor...

Ela Sorriu...
Para mim com um jeito todo especial...
Aquilo para mim foi fatal... Era o meu fim...

Ela entrou...
Pelas mais profundas portas do meu coração...
Agora eu conheci... Relamente o significado do amor...


Publicado no Recanto das Letras em 10/12/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Dezembro de 2010, 20:46
Queridos amigos e irmãos.. Muita paz a todos...

Sintam-se em familia... Sua prsença é fundamental a este espaço..

Desejamos a todos uma ótimo final de semana repleto de muitas  felicidades, saúde e amor.. Abraços afetuosos!!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Dezembro de 2010, 20:48
Aos meu queridos amigos de jornada...

Belina... Carmem gbi... dOM Jorge... Katia... Sonia Andrade...

Desejo um ótimo final de semana de muita paz e amor.. Abraços carinhosos
...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 11 de Dezembro de 2010, 04:46
Bom dia, queridos amigos!


Ser como o rio que deflui
Silencioso dentro da noite.
Não temer as trevas da noite.
Se há estrelas nos céus, refleti-las.
E se os céus se pejam de nuvens,
Como o rio as nuvens são água,
Refleti-las também sem mágoa
Nas profundidades tranquilas.



Manuel Bandeira
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 11 de Dezembro de 2010, 08:20
                                          VIVA JESUS!


  Bom-dia! queridos irmãos.


            A Filosofia do Amor


     Correm as fontes ao rio
     os rios correm ao mar
     num enlace fugidio
     prendem-se as brisas no ar...
     Nada no mundo é sozinho:
     por sublime lei do Céu,
     tudo frui outro carinho...
     Não hei de alcançá-lo eu?

     Olha os montes adorando
     o vasto azul, olha as vagas
     uma a outra se osculando
     todas abraçando as fragas...
     Vivos, rútilos desejos,
     no sol ardente os verás:
     Que me fazem tantos beijos,
     se tu a mim mos não dás?


          ( Percy Bysshe Shelley )



                                        PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Salvador p em 11 de Dezembro de 2010, 12:01
A vida é uma sátira
de poesia só os sonhos
grandes são os pequenos
perfeitos são os simples

(salvador)

muita luz irmãos
obrigado
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 11 de Dezembro de 2010, 14:08
Querido Salvador p


Seja muito bem-vindo!

Obrigada pela linda contribuição e esteja à vontade para utilizar esse espaço que também é seu.

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 11 de Dezembro de 2010, 14:12
Bom dia, queridos amigos!


Morre lentamente...


...quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem destrói o seu amor próprio, quem não se deixa ajudar.

Quem se transforma escravo do hábito, repetindo todos os dias o mesmo trajeto, quem não muda as marcas no supermercado, não arrisca vestir uma cor nova, não conversa com que não conhece.

Quem evita uma paixão, quem prefere o "preto no branco" e os "pingos nos is" a um turbilhão de emoções indomáveis, justamente as que resgatam brilho nos olhos, sorrisos e soluços, coração aos tropeços, sentimentos.

Quem não vira a mesa quando está infeliz no trabalho;
quem não arrisca o certo pelo incerto atrás de um sonho; quem não se permite, uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos.



Quem passa os dias queixando-se da má sorte ou da chuva incessante, desistindo de um projeto antes de iniciá-lo, não perguntando sobre um assunto que desconhece e não respondendo quando lhe indagam o que sabe.

Evitemos a morte em doses suaves,
recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior do que o simples ato de respirar... Estejamos vivos, então!



Pablo Neruda
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 11 de Dezembro de 2010, 14:18
                                          VIVA JESUS!


   Boa-tarde! queridos irmãos.


    " Há um prazer nas florestas desconhecidas;

      Um entusiasmo na costa solitária;

      Uma sociedade onde ninguém penetra;

      Pelo mar profundo e música em seu rugir;

      Amo não menos o homem, mas mais a natureza."


                                    ( George Lord Byron )


                                                 PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 11 de Dezembro de 2010, 14:21
Aos queridos amigos Sonia, dOM JORGE, Dothy e Belina


Muito obrigada por estarem sempre comigo, presenteando à todos com suas  lindas e preciosas contribuições.

Tenham um fim-de-semana abençoado, com muita paz, amor e saúde!

Abraços carinhosos dessa amiga que muito os estima

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 11 de Dezembro de 2010, 14:35
Envelhecer


Entra pela velhice com cuidado,
Pé ante pé, sem provocar rumores
Que despertem lembranças do passado,
Sonhos de glória, ilusões de amores.

Do que tiveres no pomar plantado,
Apanha os frutos e recolhe as flores
Mas lavra ainda e planta o teu eirado
Que outros virão colher quando te fores.

Não te seja a velhice enfermidade!
Alimenta no espírito a saúde!
Luta contra as tibiezas da vontade!

Que a neve caia! o teu ardor não mude!
Mantém-te jovem, pouco importa a idade!
Tem cada idade a sua juventude.


Bastos Tigre
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Dezembro de 2010, 17:44
Foi Jesus!!

Antes, meu caminho era de lamentos...
Sem fé, eu via em tudo muito tormento...
Esperança, para mim era uma palvra vã..
As tristezas eram infinitas... Moravam no meu coração...
Da vida eu só fazia me queixar.. Não via saída, para mim ara só horas vazias...
Sendo assim, minhas dores, elas não tinham fim... Eu só fazia a elas alimentar...
Mas u dia, cansda desta situação... Escutei uma palavra que me fez sentir uma nova emoção...
A alegria, entrou em minha porta da vida... Momentos feliz eu passei a desfrutar... Não sentia mais sosinha...
Esta palavra me fez renascer.. Dentro de mim mesma, eu encontrei, forças e motivos para em tudo sorrir... Esta palavra fez em mim uma revolução... Com ela encontrei uma nova direção... Foi Jesus que me deu sua mão...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 11 de Dezembro de 2010, 17:51
                                           VIVA JESUS!


  Boa-tarde! queridos irmãos.



                 Lua nublada

                 no alto da montanha

                 a solitária árvore.


                   ( Alonso Alvarez )


 
                                            PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Dezembro de 2010, 18:06
Sempre Encontro!!


Nas horas vagas...
Eu procuro todos os motivos para poetizar...
Olho para o céu e lá já encontro... As estrelas a se convidar...
E na terra eu vejo, uma natureza a se derramar... Flores a ornamentar...
No ar eu encontro, muitas nuvens com cor de arco-iris... Todas sendo para mim a maior inspiração...
Nas horas vagas..
Eu procuro..
Muitos sorrisos, nos rostos tristes... A felicidade, que ficou em cada saudade...
A alegria,que já  pegou sua mochila e foi viajar... Junto com as ondas do mar...
As lágrimas, choradas nos momentos infelizes, estão todas gargalhando, fazendo piruetas a bailar...
Em todo lugar que eu procurar... Eu sempre irei encontrar... Mil e um motivos para a minha poesia declamar...
[/b]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 11 de Dezembro de 2010, 18:12
                                         VIVA JESUS!


  Olá, meus irmãos.



                         Lua quase cheia

                         por trás das nuvens

                         nos olhos do cão.


                            ( Alice Ruiz )



                                             PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Dezembro de 2010, 18:47
Meus Sonhos!!

Pelo meus sonhos...
A noite vou te visitar...
Te dizer bem baixinho... Do quanto estou a te amar...
Nem precisarás tu acordar.. Basta comigo, continuar a sonhar....




Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 11/12/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 12 de Dezembro de 2010, 04:40
Bom dia, queridos amigos e visitantes!


EU CARREGO SEU CORAÇÃO COMIGO
 
 
 
Carrego seu coração comigo
Eu o carrego no meu coração
Nunca estou sem ele
Onde quer que vá, você vai comigo
E o que quer que faça
Eu faço por você
Não temo meu destino

Você é meu destino, meu doce
Eu não quero o mundo por mais belo que seja
Você é meu mundo, minha verdade
Eis o grande segredo que ninguém sabe

Aqui está a raiz da raiz
O broto do broto
E o céu do céu
De uma árvore chamada vida
Que cresce mais que a alma pode esperar
Ou a mente pode esconder
E esse é o prodígio
Que mantém as estrelas à distância
Eu carrego seu coração comigo
Eu o carrego no meu coração.

(Poema de E.E. Cummings)
 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 12 de Dezembro de 2010, 09:26
                                         VIVA JESUS!



   Bom-dia! meus queridos irmãos.



                           É um império

                           essa luz que se apaga

                           ou um vaga-lume?


                              ( Jorge Luis Borges )



                                               PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Dezembro de 2010, 14:11
Mudar!!

Se eu mudar...
Para te agradar...
Não estarei mais a te amar...
Serei outra pessoa...
E ela, por ti não sentirás...
O brilho de todas as estrelas...
Que eu sinto, em cada frase por ti declarada...
Nos momentos do nossos  tantos encontros...
Em baixo de um lindo luar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 12 de Dezembro de 2010, 17:04
(http://lh5.ggpht.com/_JX4SILykZEo/S1xmJ-KR6LI/AAAAAAAAA5Q/gIvJNtHVwgk/s400/borboleta.gif)


                                                     Cair da Tarde


                                             Ao cair da tarde,
                                             quando o céu fica rosado,
                                             e o sol envergonhado se esconde atrás da montanha,
                                             a saudade renasce dentro da gente.
                                             È a hora que ela, mais dói.


                                               Sonia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 12 de Dezembro de 2010, 19:49


                                         VIVA JESUS!


    Boa-tarde! queridos irmãos.



                         ' Outono-

                           as folhas caem

                           de sono. "




                                ( Claudio Fontalam )



                                                    PAZ, MUITA PAZ!





                                                                                             
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: lucineide.c em 12 de Dezembro de 2010, 22:12
 

        Boa noite e feliz natal a todos !

         
Anoiteceu suavemente
Mas a lua cor de prata
Não apareceu no manto azul,
É que gotinhas de chuva
Deciam do céu alegremente.

   Lucineide
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Dezembro de 2010, 22:18
Querida amiga Lucineide...

Seja sempre bem-vinda a este espaço que também é seu...
Agradecemos tua presença e esta linda contribuição para nós...

Desejamos que volte sempre... Abraços afetuoso!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Dezembro de 2010, 22:21
Querida amiga Sonia....

Que saudadezinha de ti...
Amei tua poesia... Esta borboleta deu o toque final... Amo borobletas amiga....

Abraços cheios de carinho
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Dezembro de 2010, 23:23
Leva Eu!!

Me leva...
Para bem longe deste mundo de ilusão...
Eu quero entender... Preciso de nova emoção...
Contigo vou relembrar... Valores por mim a dormir...

Me leva...
Não me deixa aqui nesta solidão...
Preciso a tua proteção... Comigo, eu não quero ficar...
Onde tu fores, me ensina a caminhar... Novas trilhas, vou aventurar...

Me leva...
Cansada eu estou... Motivo novos eu vou encontrar...
Muitas poesias, para ti eu irei criar... Dentro dela... Nós dois vamos morar..

Me leva...
Vamos em muita harmonia, ouvirmos belas sintonias...
Serei uma outra pessoa, dentro daquilo que já não mais serei...



Publicado no Recanto das Letras em 12/12/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Dezembro de 2010, 23:38
Já Passou!!

!!

Já passou...
Por ti eu sofri, muitas noite sem fim ...
De tantos lindos momento por nós dois vividos.. Lá nas cores do arco-iris...

Já passou...
Agora, eu reaprenderei... Entre as dores e as sombras... Eu vencereii...
Motivos não mais te darei... Para tu saberes que por ti eu chorei..

Já passou..
Tuas doces palavras... Eu joguei todas do alto da janela.. O vento irá soprar...
O tempo vai se encarregar, delas para mim, ele vai se livrar... Ficará em algum lugar perdidas no ar...

Já passou...
Eu aprenderei de novo a sorrir, a amar  e a ser feliz, com muitos outros lindos bem-me-quer..
Entenda de uma vez... Antes de ti... Eu viivia dentro de mim... Na minha melhor companhia.. Eu vou recomeçar...


Publicado no Recanto das Letras em 12/12/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Dezembro de 2010, 23:57
A Solidão!!

Tua ausência...
Me deixa triste, a escrever versos assim...
Contigo eu quero estar... Não me deixas aqui ficar...
Me leva onde tu fores... Ficarei sempre a sorrir...
[/b]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 13 de Dezembro de 2010, 06:19
Querida Sonia

Senti sua falta amiga!

Obrigada pelo seu presente em forma de poesia e pela borboleta.

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 13 de Dezembro de 2010, 06:23
Querida Lucineide

Seja muito bem-vinda!

Sinta-se à vontade para utilizar esse espaço que também é seu.

Muito obrigada por nos presentear com a sua bela poesia

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 13 de Dezembro de 2010, 06:31
Bom dia, queridos amigos!


Traze-me

Traze-me um pouco das sombras serenas
que as nuvens transportam por cima do dia!
Um pouco de sombra, apenas,
- vê que nem te peço alegria.
Traze-me um pouco da alvura dos luares
que a noite sustenta no teu coração!
A alvura, apenas, dos ares:
- vê que nem te peço ilusão.
Traze-me um pouco da tua lembrança,
aroma perdido, saudade da flor!
-Vê que nem te digo - esperança!
-Vê que nem sequer sonho - amor!


Cecília Meireles
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 13 de Dezembro de 2010, 20:02
Silêncio!!

Um silêncio
Se faz enquanto te beijo e abraço...
Outro, na hora que eu te deixo e parto...

Um silêncio...
Quando estamos a conversar...
Não vemos mais nada ao nosso redor...

Um silêncio...
Quando nossos olhares se encontram...
Eles se falam, palavras para nós sem som...

Um silêncio....
Quando estamos em nosso melhores momentos...
Não perdemos nosso tempo... A fala fica perdida no ar...

Um silêncio...
Para cada recomeço nosso...
Depois de vários novo dia..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 13 de Dezembro de 2010, 20:08
Queridos amigos e irmãos...

Sejam todos bem-vindos.. Muita paz...
Sua presença enriquece este espaço dedicada a poesia...
Estão todos convidados a trazerem seus poemas, de sua autoria ou de poetas preferidos...
Desejamos uma semana maravilhosa, repleta de felicidades e muito amor...
São os nossos sinceros votos
.

(Katia, belina, dOM Jorge, Carmem gbi, Dothy, Sonia Andrade
)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 14 de Dezembro de 2010, 01:12
Insonia de Ti!!

Eu tento...
Dormir, mas sem tua presença... Eu não consigo
Me viro e quero ver teu sorriso...
Ainda faltam muitas horas para eu acordar... Sosinha estou a divagar...
Eu tento...
Conversar com o sono para ver se ele chega...
Preciso descansar... Bem eu quero estar quando ele voltar...
Eu tento...
Contar e somar todos os carneirinhos...
Eles precisam pular direitinhos... O sono, eles vão buscar...
Eu tento....
Não ver o rosto da madrugada...
Quero que ela saia da minha morada... Eu quero sonhar...
Eu tento...
Mesmo sem tentar.. Sentir uma pouco do refazimento...
A insonia de ti me faz ficar assim... Minha solução é poetizar...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 14 de Dezembro de 2010, 01:24
Todos Comemoram!!


Todos comemoram
O natal da fraternidade....
Mas onde está a igualdade??
Ensinada por Jesus...
Todos cantam e brindam...
Cheios de muitos sorrisos...
Mas onde esta a felicidade??
Dos que não tem nem um abrigo...
Todos comemoram...
Em meios de muitos presentes...
Mas onde está o teto dos nossos indigentes??
Todos comemoram...
Entre muitas festas e recepções...
Onde nós estaremos, em cada uma destas situações??



Publicado no Recanto das Letras em 13/12/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 14 de Dezembro de 2010, 04:17
Aos queridos amigos Dothy, dOM JORGE, Lima Gil, Sonia e Belina



Pessoas especiais



Pessoas especiais passam em nossa vida
E deixam um rastro de luz.
Normalmente são seres incompreendidos.
Pela leveza e diferença da vibração espiritual.
Pessoas especiais são generosas, destemidas.
Muitas vezes abdicam, renunciam em nome,
De uma grande amizade.
Pessoas especiais vivenciam o amor maior.
 

São extremamente sensíveis e por isso
Sofrem. Porque não toleram a injustiça.
São brilhantes únicos, tal a transparência da alma.
Naturalmente espontâneas. Verdadeiras e leais.

Vibram com o sucesso dos amigos e os incentivam
Com otimismo e determinação inerentes
A estes seres iluminados.
 

Pessoas especiais são fieis amigos que
Encontramos em nossa caminhada.
Que incensam a nossa vida com o seu perfume especial.
Suavizam os nossos momentos com a vibração da ternura.
Pessoas especiais são especiais porque vivenciam
A essência de DEUS através de suas atitudes.

 

São seres queridos que levaremos no nosso
Coração por toda a vida.
Não importa o tempo que passarmos juntos.
Porém com certeza estes momentos serão eternos.
Como eterno é o amor do Divino Pai.



Vera Lúcia de Oliveira

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 14 de Dezembro de 2010, 04:26
Boa noite, queridos amigos!



Poeminha amoroso



Este é um poema de amor
tão meigo, tão terno, tão teu...
É uma oferenda aos teus momentos
de luta e de brisa e de céu...
E eu,
quero te servir a poesia
numa concha azul do mar
ou numa cesta de flores do campo.
Talvez tu possas entender o meu amor.
Mas se isso não acontecer,
não importa.
Já está declarado e estampado
nas linhas e entrelinhas
deste pequeno poema,
o verso;
o tão famoso e inesperado verso que
te deixará pasmo, surpreso, perplexo...
eu te amo, perdoa-me, eu te amo...


Cora Coralina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 14 de Dezembro de 2010, 04:44
Queridos amigos


Ofereço a música Hana (flor), de origem japonesa. Cantora Rimi Natsukawa

Que a paz dessa música envolvam à todos vocês



花(すべての人の心に花を)-夏川りみ (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PXR6MHNjakpDLXdrJmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQj)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 14 de Dezembro de 2010, 12:29
                                 VIVA JESUS!


   Bom-dia! caros irmãos.


                " Pequenos dedos

                  das gotas de chuva

                  massageiam a terra."



                                ( Caros Seabra )


                                        PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Dezembro de 2010, 00:53
Saudades!!

Chorando...
Eu escrevo estes versos...
Sofro a perda de mais um afeto...
Que para o outro lado foi morar...
Chorando...
Eu lembro de cada momento por nós vividos..
Tantas alegrias compartilhadas... Agora ficaram lá atrás...
Chorando...
Eu sinto muitas saudades... Penso cada fase e frase por nós ditas..
Chorando...
Eu me consolo... Sei que é uma separação, cheia de emoção...
Mas, tudo continua,... Para nós, outra chance virá...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 15 de Dezembro de 2010, 01:05
                                VIVA JESUS!


   Boa-noite! caros irmãos.



                                Uma cai -

                                Duas caem -

                                Ah, camélias.


                                     ( Shiki )



                                          PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 15 de Dezembro de 2010, 03:31
Boa noite, queridos amigos!


Ei! Sorria... Mas não se esconda atrás desse sorriso...
Mostre aquilo que você é, sem medo.
Existem pessoas que sonham com o seu sorriso, assim como eu.
Viva! Tente! A vida não passa de uma tentativa.
Ei! Ame acima de tudo, ame a tudo e a todos.
Não feche os olhos para a sujeira do mundo, não ignore a fome!
Esqueça a bomba, mas antes, faça algo para combatê-la, mesmo que se sinta incapaz.
Procure o que há de bom em tudo e em todos.
Não faça dos defeitos uma distancia, e sim, uma aproximação.
Aceite! A vida, as pessoas, faça delas a sua razão de viver.
Entenda! Entenda as pessoas que pensam diferente de você, não as reprove.
Ei! Olhe... Olhe a sua volta, quantos amigos...
Você já tornou alguém feliz hoje?
Ou fez alguém sofrer com o seu egoísmo?
Ei! Não corra. Para que tanta pressa? Corra apenas para dentro de você.
Sonhe! Mas não prejudique ninguém e não transforme seu sonho em fuga.
Acredite! Espere! Sempre haverá uma saída, sempre brilhará uma estrela.
Chore! Lute! Faça aquilo que gosta, sinta o que há dentro de você.
Ei! Ouça... Escute o que as outras pessoas têm a dizer, é importante.
Suba... faça dos obstáculos degraus para aquilo que você acha supremo,
Mas não esqueça daqueles que não conseguem subir a escada da vida.
Ei! Descubra! Descubra aquilo que há de bom dentro de você.
Procure acima de tudo ser gente, eu também vou tentar.
Ei! Você... não vá embora.
Eu preciso dizer-lhe que... te adoro, simplesmente porque você existe.

Charles Chaplin
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 15 de Dezembro de 2010, 13:23
                                    VIVA  JESUS!



    Bom-dia! queridos irmãos.


                          O silêncio

                          as vozes das cigarras

                          penetram as rochas.


                           ( Matsuo Bashô )


                                        PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 15 de Dezembro de 2010, 21:14
Boa noite, queridos amigos!


Serenata


Permita que eu feche os meus olhos,
pois é muito longe e tão tarde!
Pensei que era apenas demora,
e cantando pus-me a esperar-te.
Permita que agora emudeça:
que me conforme em ser sozinha.
Há uma doce luz no silencio,e a dor é de origem divina.
Permita que eu volte o meu rosto para um céu maior que este mundo,
e aprenda a ser dócil no sonho como as estrelas no seu rumo"



Cecília Meireles
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 15 de Dezembro de 2010, 21:29
Quando eu não mais existir



Quando eu não mais existir
Procure-me em uma flor.
Eu serei o perfume do qual você sente tocar
Quando eu não mais existir
Procure-me em um lago azul
Eu serei sua própria imagem.
Quando eu não mais existir
Procure-me no céu,
Eu serei a única estrela que aparecerá para te contemplar.
Quando eu não mais existir
Procure-me na escuridão.
Eu serei o único raio de luz que aparecerá para te iluminar.
Quando eu não mais existir
Procure-me no mar
Eu serei a onda que molhará seu corpo para dizer: Te amo eternamente.


autoria desconhecida
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Edgar j em 15 de Dezembro de 2010, 21:44



      Frutos(Edgar júnior)




    acreditar na pluraliddade
   
    viajar na imensidão do universo

    para que dentro de nos

    não continue imerso

    o sentimento e conhecimento

    de igualdade perante a divina luz da criação.


    depois de longas trilhas percorridas

    mergulhados nos assombros da ilusão

   o amor vem como acalanto

   e nos cobre com seu manto

   a caminho da verdade,a razão.


   agora emergidos

   percorreremos rotas suaves

   traçadas com leveza

   e com toda a certeza, vida pós vidas

   e que outras virão.

   somos todos frutos da mesma arvore

   plantada,adubada e regada com amor,

   pelas mãos do criador
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 15 de Dezembro de 2010, 21:53
                                    VIVA JESUS!



    Boa-noite! queridos irmãos.


          Aquele que se deixa prender por uma alegria

          Rasga as asas da vida;

          Aquele que beija a Alegria enquanto ela voa

          Vive no amanhecer da Eternidade.



                    ( William Blake )




                                           PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 15 de Dezembro de 2010, 22:21
Querido Edgar junior


Seja muito bem-vindo!

Parabéns pela bela poesia.

Esteja à vontade para utilizar esse espaço e volte sempre!

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Dezembro de 2010, 22:32
ALMA SERENA !!

Serena...
Minha alma em ti pensa...
Tenho sempre esperança... Que tu ainda vais voltar.!!


Publicado no Recanto das Letras em 15/12/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 15 de Dezembro de 2010, 22:33
                                  VIVA JESUS!


  Boa-noite! caros irmãos.



     Ver um mundo em um grão de areia

     e um céu numa flor selvagem

     é ter o infinito na palma da mão

     e a eternidade em uma hora.



             ( William Blake )



                                   PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 16 de Dezembro de 2010, 00:53

Recomeçar- poesia de Carlos Drummond de Andrade



YouTube - Broadcast Yourself. (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PTZqcWd4SWtWd2hVJmFtcDtmZWF0dXJlPWZ2dyM=)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 16 de Dezembro de 2010, 07:31
                                           VIVA JESUS!



   Bom-dia! queridos irmãos.



                Velhinhos na praça

                só a tarde

                não envelhece.



                   ( Alonso Alvarez )




                                            PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 16 de Dezembro de 2010, 10:47
AMIGO

Amigo..
.
Tu que sempre estiveste ao meu lado...
Por quase toda minha longa e  curta vida...
Compartilhando inúmeros belos dias vividos...
Andando, correndo, dormindo, e vivendo comigo...
Me socorrendo nos piores momentos sofridos...
Confesso... Foste um herói nestas horas a me amparar...
Palavras de esperança... Sempre tiveste para me ofertar...
Nunca esquecerei... Estes gestos teu.. Comigo levarei em qualquer mundo meu..
Nas dificuldades por mim  encontradas... Foste meu pilar... A me sustentar...
Em cada sorriso meu, tinha umpouco do teu... Felizes tu ficavas, em cada vitória minha alcançada.
..
Amigo...
Nada tinhas a me censurar... Com palavras brandas e serenas, tu tentavas me alertar...
Em cada doença por mim sentida... Ao meu lado me velavas, com preces e remédios, tu te doavas..
Sei que muitas vezes, contigo eu me zanguei, gritei, descontei... Mas tu sabias sempre  me perdoar
Motivos contínuos eu te dei para me abandonar... Mas, tu sabias que de ti eu precisava e não te afastava...
Esta nossa amizade será eterna, sobreviverá a todas as intempéries... Iremos de novo vivenciar..
Se eu morrer antes de ti... Me disseram que em outro espaço eu vou morar, um local parecido com o céu eu vou ficar... Saudades irão me visitar... De ti muitas vezes eu irei lembrar... Nossa trajetória de vida me fará chorar... E também me consolará... Meu coração irá te guardar
Por ti eu vou esperar... Para em mais uma vida, nossa linda amizade continuar..



Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 16/12/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 16 de Dezembro de 2010, 21:17
Eu Te Esperei!!

Eu te esperei...
Por toda uma longa vida aguardei...
Este momento de reencontro que eu tanto sonhei...
Eu sabia...
Que este dia para mim chegaria...
Só de ver teu olhar, em meio a tantos na multidão eu reconheceira...
Meu coração iria disiparar... Minha respiração ofegar... Meu rosto todo ia esquentar...
Minhas mãos e todo meu ser reagiria... Tua presença eu sentiria.. Mesmo na maior de todas as distâncias...
Eu sabia...
Que meus ouvidos tua voz escutaria... Mesmo com tanta gritaria... Estava a te esperar...
Uma grande espera a minha... Meis dias, eram para esperar... Tinha certeza que tu iria chegar...
Nesta minha vida e em outras todos iria do teu lado ficar... Juntos iriam recomeçar, do mesmo lugar que deixamos o nosso amar...



Publicado no Recanto das Letras em 16/12/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: lucineide.c em 16 de Dezembro de 2010, 21:35

                             Lamentações


                            Quanta saudade aprisionada,
                            No meu coração sofrido.
                            Saudade da minha amada
                            E de um tempo colorido.

                           Fui moço,  forte e valente,
                           Não tinha medo de nada.
                           Sou velho, fraco e carente
                          Uma estrela apagada.

                          Mas você que está  lendo,
                         Todas as minhas lamentações,
                         Diga-me por que estou vivendo
                         Problemas sem soluções ?
                     

                        Peço ao meu  Senhor Jesus
                        Que me ajude nessa estrada,
                       Carregue comigo a cruz
                       Até acabar essa jornada.


                          Lucineide
                16 de  dezembro de 2010.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 16 de Dezembro de 2010, 21:51
É Natal!!

É natal...
No meu coração Jesus nasceu...
As estrelas no céu apareceu... É hora de confraternizar...
Os povos todos se amarem... Sem brigas e nem disputarem..
O senhor veio trazer a paz... Alegria para mim e para quem quiser...
É natal...
As pessoas vibram e cantam... Os anjos dizem amém..
A felicidade, em muitos se estampa... É tempo do bem reinar..
A esperança a todos contagiar.. Muitos hinos de louvor a ele, vamos cantar...
É natal...
Que felicidade sem fim... Para todos ele veio ensinar.. O amor espalhar...
Para nós ele mostrou... Ao mundo ele perdoou... Já chega de tanto brigar..
Somos todos crianças... Estamos na nossa caminhada.. Vamos todos recomeçar..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 16 de Dezembro de 2010, 21:53
Querida Lucineide


Boa noite, amiga! Que bom revê-la!

Parabéns por nos oferecer a sua linda poesia mantendo o lirismo num tema difícil de ser abordado como a velhice.

Volte sempre que quiser.

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 16 de Dezembro de 2010, 22:08
Boa noite, queridos amigos!


Ilusões da Vida



Quem passou pela vida em brancas nuvens
E em plácido repouso adormeceu,
Quem não sentiu o frio da desgraça,
Quem passou pela vida e não sofreu,
Foi espectro de homem, não foi homem.
Só passou pela vida... não viveu.



Francisco Otaviano
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 17 de Dezembro de 2010, 01:04
Amiga Lucineide...

Ficamos flizes em termos tua companhia neste mundo da Poesia..
Que linda mensagem poética nos ofertaste...

Abraços carinhosos..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 17 de Dezembro de 2010, 04:35
Bom dia, queridos amigos!


As Duas Rosas


I

São duas rosas unidas,
São duas flores nascidas
Talvez no mesmo arrebol.
Vivendo no mesmo galho,
Da mesma gota de orvalho,
Do mesmo raio de sol.
 

II

Vivendo... bem como as penas
Das duas asas pequenas
De um passarinho no céu.
Como um casal de rolinhas
como a tribo de andorinhas
Da tarde no frouxo véu.
     

III

Vivendo, bem como os prantos
Que em parelhas descem tantos 
Das profundezas do olhar.
Como o suspiro e o desgosto,
Como as covinhas do rosto,
Como as estrelas do mar.
 

IV

Vivendo... ai, quem pudera,
Numa eterna primavera,
Viver qual vive esta flor.
Juntar as rosas da vida
Na rama verde e florida,
Na verde rama do amor.

 
Castro Alves
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 17 de Dezembro de 2010, 09:30
                                      VIVA JESUS!



    Bom-dia! queridos irmãos.


                                 Viver é super difícil

                                 o mais fundo

                                 está sempre na superfície



                                      ( Paulo Leminski )



                                                PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 17 de Dezembro de 2010, 11:04
Meu Anjo de Luz!!

Amigo Jesus...
Meu anjo de luz...
Minha alma quando em ti pensa...
Sempre alcança paz e esperança...
A felicidade aos poucos me contagia...
Me libertando da tristeza e horas vazias...
A solidão, aos ppoucos abandona o meu coração...
Meus dias se transformam na mais perfeita sintonia..
Preciso contigo ficar... Seja aqui, ou em qulaquer lugar..
De ti, eu não quero mais me afstar... Tua companhia é a minha maior alegria..
Com todas as dificuldade que eu encontro... Contigo, eu sempre soluciono...
Medos e incertezas, eu á não tenho mais..... Pela porta da segurança, contigo eu quero entrar..
Obrigada senhor jesus... Que para nos mostrar, que há tudo é possivel perdoar... Tu nasceste para nos ensinar..




Publicado no Recanto das Letras em 17/12/201
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 17 de Dezembro de 2010, 11:50
                                     VIVA JESUS!


  Olá, caros irmãos.



                               Lavrando o campo

                               a nuvem imóvel

                               se foi.


                                      ( Buson )



                                         PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: lucineide.c em 17 de Dezembro de 2010, 15:09

                    Boa tarde, obrigada amiga Katia.
                  Um abraço a todos e mil beijos iluminados.
   


                           Quem viveu a  vida e não amou,
                          nem derramou uma  só lágrima de saudade,
                          foi apenas uma nuvem que passou
                          num céu sem cor, sem felicidade.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 17 de Dezembro de 2010, 21:04
                                       VIVA  JESUS!


  Boa-noite! caros irmãos.


 
   Cheio de astros é o céu, e grande a lua;
   À terra toda é só palor extremo
   E o espirito do mundo no ar flutua,
   - Sonho com a estrela de esplendor supremo,

   À em que nosso horizonte ainda não erra,
   Mas cuja luz percorre  a imensidade
   E há de um dia, afinal, chegar à terra,
   Para encantar os olhos de outra idade.

   Quando luzir, num século remoto,
   Essa estrela longínqua e soberana,
   Dizei-lhe que ela em mim teve um devoto,
   Ó últimas mortais da raça humana.


                     ( Sully Prudhomme )



                                  PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 17 de Dezembro de 2010, 22:50
Ele Nasceu!!

Ele nasceu...
O mundo todo o conheceu...
A alegria se contagiou no ar... As estrelas não pararam de piscar...
Os animais todos fizeram muita festa...Os três reis se apressaram logo para chegar...
As pessoas todas sorriram... Tudo se transformou... A noite se iluminou... É tempo de comemorar..
Seus pais José e Maria. na estrebaria ela ficou... Por ele ela aguardou.. Envolvendo ele em seu manto de amor
Os sinos todos anunciaram, Muitas pessoas cantaram... Hinos de louvor para ele foram criado...
Nasceu o menino jesus... O universo todo ele conduz...E nosso amigo e irmão, enchendo de emoção nosso coração!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 18 de Dezembro de 2010, 03:59
Querida amiga Lucineide


Adorei o seu tópico Poesia para Refletir.

Você está de parabéns, ainda não li todas as suas poesias mas as que eu li achei-as lindas.

Que Deus te inspire sempre!

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 18 de Dezembro de 2010, 04:05
Queridos amigos Dothy e dOM JORGE


Parabéns pela constante e valiosa participação nesse espaço onde amamos a Poesia.

Que Deus os ilumine e abençoe sempre!

Abraços carinhosos dessa amiga que muito os estima

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 18 de Dezembro de 2010, 04:10
Soneto do amigo



Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...



Vinicius de Moraes
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 18 de Dezembro de 2010, 04:13

Aos queridos amigos ofereço essa linda música



Rimi Natsukawa - Jidai (Legenda br) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PXBINkJ0NU05SXkwJmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQj)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 18 de Dezembro de 2010, 09:10
                                          VIVA JESUS!



   Bom-dia! queridos irmãos.



                           do orvalho

                           nunca esqueça

                           o branco gosto solitário



                                ( Matsuo Bashô )




                                             PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 18 de Dezembro de 2010, 14:30
   È verdade Lucineide
   quem passou pela vida e nunca amou,                     
    precisa abrir seu coração sem reservas.
   Se Deus nos ama incondicionalmente,
   e nós gostamos de nos sentirmos amados,
   porque não procurarmos amar o próximo,
   pois é dando que recebemos,
   é perdoando que somos perdoados,
   e é amando que também seremos amados.


Sonia


   


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Dezembro de 2010, 16:13
Só Hoje!!

Hoje
Eu quero imaginar...
Que comigo tu estás...
Para ti, meu amor vou entregar..
Em teus braços, calor eu vou desfrutar...
Só hoje...
Eu tenho esta sensação...
A distância, para nós nunca existiu..
Sempre estivemos juntos, em cada segundo...
Vivemos apenas para nos amar, em cada despertar...
Só hoje...
A brisa vai nos acompanhar...
A lua, seu brilho vai nos esmprestar..
Sendo testemunha, de nossas eternas juras...
Só hoje..
Eu quero ter esta ilusão..
Que o meu coração e o teu formam uma só emoção...
Para outra vida, este amor iremos continuar..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Dezembro de 2010, 16:23
Vamos Festejar..

Vamos festejar...
O natal comemorar..
É tempo de renascer no amor..
Jesus nos ensinou, a todos perdoou...
Sempre temos que nos libertar...
Mágoas, não devemos guardar..
Esquecer todas as ofensas..
Deixando tudo para trás..

Vamos festejar...

A vinda do nosso amigo e irmãos....
Ele que sempre nos dá a mão...
E nos acolhe em seu coração...
Do nosso lado, ele sempre está...
Nas horas dificeis e de alegria...
Ele é e sempre será nossa maior companhia..

Vamos fetejar..


É natal em cada um de nós...
Vamos renascer dentro de nosso interior...
Para uma nova vida de muita paz e amor...
Consolo nós vamos levar, a fraternidade vai reinar..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Dezembro de 2010, 16:42
Nasceu Jesus...

O mundo todo reluz...
Alegria e felicidade, se uniram...
Levando em todos so lares...
Esperança de um mundo melhor...


Nasceu jesus...

Para um povo que dormia..
Na illusão  e cegueira se comprazia...
Estava na hora de todos despertar...
.

Nasceu jesus..

Em mim brilhou muita luz..
Com ele, minha vida eu quero seguir..
Para nunca mais sair... Do lado dele eu  estar..
Na terra, ou na mar... Perdoando e amando... Uma nova vida recomeçar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 18 de Dezembro de 2010, 16:45
(http://users1.nofeehost.com/magiagifs/especialdenatal/barrasnatalmagia_arquivo/barrasnatalmagia77.gif)Um grande abraço para os amigos desse tópico e votos de Feliz Natal para todos.

Sonia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Dezembro de 2010, 16:53
Queridos amigos

Sejam sempre bem-vindos...
Estão convidados a trazerem suas poesias, ou de seus poetas preferido
Desejamos um ótimo final de semana de muita paz e amor..


Abraços afetuoso
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 18 de Dezembro de 2010, 16:56
Queridos amigos...

Katia... dOM Jorge, Carmem gbi... Lucineide,... Sonia...
Desejo uma ótimo final de semana repleto de união, saúde, paz e mto
amor..


Abraços afetuoso!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 18 de Dezembro de 2010, 17:01
(http://www.reinodosgifs.net/natal-especial/feliz_natal27.gif)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 18 de Dezembro de 2010, 17:17
Dothy e Katia, como está lindo esse tópico, está alegre, sente-se o espírito natalino, que os mentores possam abençoá-  lo e ilumilná-lo sempre.

(http://www.reinodosgifs.net/galeriadegifs/natal/24.gif)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 19 de Dezembro de 2010, 03:59
Bom dia queridos amigos!


De tudo ficaram três coisas...
A certeza de que estamos começando...
A certeza de que é preciso continuar...
A certeza de que podemos ser interrompidos
antes de terminar...
Façamos da interrupção um caminho novo...
Da queda, um passo de dança...
Do medo, uma escada...
Do sonho, uma ponte...
Da procura, um encontro!



Fernando Sabino
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 19 de Dezembro de 2010, 04:03
A dádiva



Há os que dão pouco do muito que possuem, e fazem-no para serem elogiados, e seu desejo secreto desvaloriza suas dádivas.
Há os que pouco têm e dão-nos inteiramente.
Esses confiam na vida e na generosidade da vida e seus cofres nunca se esvaziam.
Há os que dão com alegria e essa alegria é sua recompensa.
Há os que dão com pena, e essa pena é seu batismo.
E há os que dão sem sentir pena, nem buscar alegria e sem pensar na virtude.
Dão, como num vale o mirto espalha sua fragrância no espaço.
Pelas mãos de tais pessoas Deus fala; e através de seus olhos Ele sorri para o mundo.



Kahlil Gibran
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 19 de Dezembro de 2010, 04:10
Aos queridos amigos ofereço a música Wain Reddo no Cocoro do grupo japonês Anzen Chitai



安全地帯 - ワインレッドの心 (Anzen Chitai - Wain Reddo no Kokoro) Live 1984. (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PXlpb3Zzc0ZNUlBBIw==)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 19 de Dezembro de 2010, 09:14
                                         VIVA JESUS!



   Bom-dia! queridos irmãos.



                          ei-l'aí a fogueira

                          fica deixada p'ra o cão

                          que guarde esta noite


                               ( Keiseki Kimura )



                                         PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Denize Moreira em 19 de Dezembro de 2010, 16:50

       Boas vibrações para todos vocês!!
               


  Pedi a Deus, para ser forte a fim de executar projetos grandiosos,
E Ele me fez fraco para conservar-me humilde.

Pedi a Deus que me desse saúde para realizar grandes empreendimentos,
E Ele deu-me a doença para compreende-Lo melhor.

Pedi a Deus riqueza, para tudo possuir,
E Ele deixou-me pobre para não ser egoísta.

Pedi a Deus poder para que os homens precisassem de mim,
E Ele deu-me humildade para que dEle precisasse.

Pedi a Deu tudo para gozar a vida,
E Ele me deu a vida para gozar de tudo.

Senhor, não recebi nada do que pedi,
Mas deste-me tudo o de que eu precisava.

E, quase contra a minha vontade, as preces que não fiz foram ouvidas.
Louvado sejas ó meu Deus!
Entre todos os homens ninguém tem mais do que eu!

 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 19 de Dezembro de 2010, 17:56
(http://www.recadodeorkut.com/401/043.gif)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: lucineide.c em 19 de Dezembro de 2010, 21:27
   
          Neste Natal eu desejo que a "Paz e a Harmonia" encontre moradia em todos os corações.

Que a Esperança seja um sentimento constante em cada ser que habita este planeta.

Desejo que o Amor e a Amizade prevaleça acima de todas as coisas materiais.

Que as Tristezas ou Mágoas, sejam banidas dos corações, dando lugar apenas ao Carinho.

Que a "Dor do Amor", encontre o remédio em outro Amor.

Que a "Dor Física", seja amenizada e que Deus esteja ao lado de todos, dando muita força, fé e resignação.

Que a Solidão seja Extinta, e no seu lugar se instale a Amizade Verdadeira, e o Companheirismo.

Que as pessoas procurem olhar mais a sua "Volta", e não tanto para "Si" mesma.

Que a Humildade e o Respeito residam na Alma e no Coração de todos.
"Que saibamos Amar e Respeitar o Próximo como a nós mesmos".

Desejo também que meu pedido se realize não só neste Natal, mas em todos os dias de nossas vidas!

Desejo à  você,

UM FELIZ NATAL

E UM ANO NOVO CHEIO DE REALIZAÇÕES!


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 20 de Dezembro de 2010, 03:52
Queridos amigos dOM JORGE, Sonia, Mary Helen e Lucineide.c


É uma grande alegria para o meu coração revê-los aqui.

Agradeço pelas valiosas contribuições!

Que Deus ilumine os seus dias

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 20 de Dezembro de 2010, 04:04
Bom dia, queridos amigos!


Amor, que o gesto humano na alma escreve


Amor, que o gesto humano na alma escreve,
Vivas faíscas me mostrou um dia,
Donde um puro cristal se derretia
Por entre vivas rosas e alva neve.

A vista, que em si mesma não se atreve,
Por se certificar do que ali via,
Foi convertida em fonte, que fazia
A dor ao sofrimento doce e leve.

Jura Amor que brandura de vontade
Causa o primeiro efeito; o pensamento
Endoidece, se cuida que é verdade.

Olhai como Amor gera, num momento
De lágrimas de honesta piedade,
Lágrimas de imortal contentamento.



Luís de Camões
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 20 de Dezembro de 2010, 05:37

Hino ao amor - Maysa

Poesia pura!


Hino ao Amor - Maysa (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PVRjWHRmWUd3SHdZJmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQj)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 20 de Dezembro de 2010, 17:44
                                          VIVA JESUS!


   Boa-tarde! queridos irmãos.



               o bambual se encantava

               parecia alheio

               uma pessoa



                             ( Gumarães Rosa )



                                            PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Marli Pacheco em 20 de Dezembro de 2010, 21:11
Fácil ou difícil


Fácil é se perder no caminho.
Difícil é retornar ao rumo certo.
Fácil é fazer muitos amigos.
Difícil é firmar laços eternos.


Fácil é dizer que é cristão.
Difícil é este cristianismo vivenciar.
Fácil é doar algo aos irmãos.
Difícil é por amor a todos se doar.


Fácil é se amar enquanto brilhas.
Difícil é se amar enquanto cais.
Fácil é alimentar vícios e mentiras.
Difícil é tornar doce a realidade.


Fácil é reclamar de quem não te compreende.
Difícil é compreender sem esperar o mesmo.
Fácil é se indignar com quem de você se ressente.
Difícil é assumir os próprios erros.


Fácil é se doer pelos que sofrem injustiças.
Difícil é dar a cara a tapa para defendê-los.
Fácil é se ver quando sofre como vítima.
Difícil é se ver na dor como um especial guerreiro.


Fácil é na dor se unir a desesperança dos outros.
Difícil é amparar na dor quem sofre contigo.
Fácil é alimentar no coração bons sonhos.
Difícil é torná-los reais pela força da luta e do otimismo.


Fácil é dar conselhos do que se deve fazer.
Difícil é vivenciar aquilo que ensina.
Fácil é se desanimar quando está a sofrer.
Difícil é se manter disposto quando se angustia.


O trajeto que parece ser
o mais fácil de se caminhar
nem sempre é o mais eficaz,
aquele que trará luz e paz.


Enquanto escolhe as facilidades
na esperança de obter êxito,
talvez estará perdendo a felicidade
que poderá ser edificada sob as dificuldades.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 21 de Dezembro de 2010, 01:34
Querida amiga Marli


Que bom te ver aqui novamente!

Agradeço pela linda poesia que você nos ofereceu.

Volte sempre e que Deus te ilumine!

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 21 de Dezembro de 2010, 01:46
Boa noite, queridos amigos!


Ser como o rio que deflui
Silencioso dentro da noite.
Não temer as trevas da noite.
Se há estrelas nos céus, refleti-las.
E se os céus se pejam de nuvens,
Como o rio as nuvens são água,
Refleti-las também sem mágoa
Nas profundidades tranquilas.



Manuel Bandeira
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 21 de Dezembro de 2010, 04:58
                            VIVA JESUS!


   Bom-dia! queridos irmãos.


       O maior e melhor amigo: Deus.
       Os melhores companheiros: os pais.
       A melhor casa: o lar.
       A maior felicidade: a boa consciência.
       O mais belo dia: hoje.
       O melhor tempo: agora.
       A melhor regra para vencer: a disciplina.
       O melhor negócio: o trabalho.
       O melhor divertimento: o estudo.
       A coleção mais rica: a das boas ações.
       A estrada mais fácil para ser feliz: o caminho
                                                                 reto .
       A maor alegria: o dever cumprido.
       A maior força: o bem.
       A melhor atitude: a cortesia.
       O maior heroismo: a vontade de ser bom.
       A maior falta: a mentira.
       A pior pobreza: a preguiça.
       O pior fracasso: o desânimo.
       O maior inimigo: o mal.
       O melhor dos esportes: a prática do bem.


                                   ( Irmão X )



                                        PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 21 de Dezembro de 2010, 05:04
Querido amigo dOM JORGE


Fico feliz por te ver aqui novamente.

Parabéns por enriquecer esse espaço com a linda poesia do Irmão X.

Muito obrigada e que Deus te abençoe!

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 21 de Dezembro de 2010, 05:11
Aos meus queridos amigos,oferereço essa linda poesia Só Deus pode, de Emmanuel, psicografada por Chico Xavier


SÓ DEUS PODE - Mensagens Espíritas (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PVR5dm5Pb0tjM3AwIw==)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 22 de Dezembro de 2010, 04:04
Bom dia, queridos amigos!



Que neste Natal,
eu possa lembrar dos que vivem em guerra,
e fazer por eles uma prece de paz.

Que eu possa lembrar dos que odeiam,
e fazer por eles uma prece de amor.

Que eu possa perdoar a todos que me magoaram,
e fazer por eles uma prece de perdão.

Que eu lembre dos desesperados,
e faça por eles uma prece de esperança.

Que eu esqueça as tristezas do ano que termina,
e faça uma prece de alegria.

Que eu possa acreditar que o mundo ainda pode ser melhor,
e faça por ele uma prece de fé.

Obrigada Senhor
Por ter alimento,
quando tantos passam o ano com fome.

Por ter saúde,
quando tantos sofrem neste momento.

Por ter um lar,
quando tantos dormem nas ruas.

Por ser feliz,
quando tantos choram na solidão.

Por ter amor,
quantos tantos vivem no ódio.

Pela minha paz,
quando tantos vivem o horror da guerra.


autor desconhecido
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Dezembro de 2010, 00:13


A DIFERENÇA DO NATAL!!

O que está acontecendo??

O ar está diferente...
As ruas estão repletas de gente... Laços e enfeites coloridos
Todos se cumprimentam com um sorriso... Sem pressas ou lamentos...

O que está acontecendo???

As ruas estão iluminadas... Corais a cantar em todas as praças..
Uma alegria em cada esquina... Parece que todos estão a comemorar..
Os sinos não param de tocar... As estrelas, estão mais a brilhar...

O que está acontecendo?

A natureza refloresceu... A noite,hoje  não escureceu... O que será que tem o ar??  Sinto cheiro de paz, felicidades e muita fraternidade.
Os anjos de Deus, de longe contemplam... A esperança está a cantar

O que está acontecendo??

Ricos  e pobres estão a  falar a mesma linguagem... Impera a igualdade
Ha...Agora eu  entendi... É natal , Jesus nasceu... Em mim eu senti...
A vontade de me transformar... Meus irmãos eu quero amar.
..

Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 22/12/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Dezembro de 2010, 00:24
Queridos amigos e irmãos...

Desejamos a todos uma Natal maravilhoso...
Repleto de muitas felicidades, saúde, paz e muito amor...
São os sinceros votos de:


(Katiatog)

Belina... Carmem gbi... dOM Jorge... Dothy... Lucineide...Marly Pacheco... Mary Hellem..)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 23 de Dezembro de 2010, 08:59
                                    VIVA JESUS!



   Bom-dia! queridos irmãos.



                 As nuvens do céu -

                 o céu do infinito

                 eu de lugar nenhum.



                   ( Stephan Theodore )



                                        PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Carmen.gbi em 23 de Dezembro de 2010, 14:07


Bom dia!

Oi, amigos... Segue uma pequena mensagem  com muitos votos de MUITA PAZ, não só no Natal,  mas também em todos os outros dias.


Beijos


Carmen




FELIZ NATAL

Pra vocês, Amigos,
Que fizeram do sol seu guia,
De cada manhã um lindo dia
De cada noite uma canção!

FELIZ NATAL
Pra vocês, que fizeram da Estrela D`alva
Seus caminhos:
Deram comida aos passarinhos
E repartiram com o homem seu pão!

FELIZ NATAL
Pra vocês, que tiveram um gesto amigo:
Um papo, um alento e deram abrigo
E estenderam suas mãos!

FELIZ NATAL
Pra vocês, que fizeram da dor a esperança;
Que fizeram sorrir uma criança
E que amaram de coração!

FELIZ NATAL
Pra vocês, que viveram a pobreza a fundo
Nas manjedouras do mundo
E não deixaram o tempo ir em vão!

FELIZ NATAL
Pra vocês, que são amigos, e pra vocês,
que ao inimigo presentearam com
Seu perdão!

FELIZ NATAL
Pra vocês, Amigos que sentem!
Pra vocês, Amigos que são Gente!

( Autor desconhecido)







 

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Dezembro de 2010, 18:28
Querida amiga katia...

Desejo que teu Natal seja eterno,  envolvido por energias positivas,
de felicidades, saúde, paz, união e muito amor...
Que a cada dia que passa, seja tempo de renovação no bem.
.

Abraços carinhosos para ti e toda tua família...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Dezembro de 2010, 20:42
Amigo dOM Jorge....

Desejo um Feliz Natal, cheio de muito amor, paz, saúde e felicidades...
Que Jesus esteja sempre presente em teu coração
...

Abraços afetuosos.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 23 de Dezembro de 2010, 21:15
                                   VIVA JESUS!



    Boa-noite! queridos irmãos.



                    As chuvas de maio

                    enchem de rãs

                    a minha porta



                           ( Sanpu )




                                       PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 24 de Dezembro de 2010, 04:31
Queridos amigos Dothy, dOM JORGE, Lima-Gil, Sonia, Belina, Marli, Carmen, Lucy Q e Lucineide


Vocês fizeram desse espaço um lindo recanto da poesia.

Obrigada pelo carinho, pela dedicação e pela amizade.

Desejo que tenham um Natal repleto de paz, amor, alegrias e saúde.

Abraços carinhosos e beijos da

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 24 de Dezembro de 2010, 04:42
Aos amigos queridos:


Eu estou pensando em você hoje porque é Natal, e eu lhe desejo felicidade.
E amanhã, porque será o dia seguinte ao Natal,
Eu ainda lhe desejarei felicidade.
Eu posso não ser capaz de lhe falar sobre isto diariamente,
Porque eu posso estar ausente, ou nós podemos estar muito ocupados.
Mas isso não faz diferença
- Meus pensamentos e meus desejos estarão com você da mesma forma.
Qualquer alegria ou sucesso que você tenha, me fará feliz. Me iluminará por todo ano.
Eu desejo à você o Espírito do Natal.



Van Dike
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Lima_Gil em 24 de Dezembro de 2010, 05:05
Bom dia, irmãos queridos!


           CARTÃO DE NATAL

Abrilhantando as festas natalinas,
Quantas coisas parecem mais formosas...
Cartões transmitem expressões divinas
E é mais suave a emanação das rosas!

Mas, pelas ruas, almas pequeninas,
Postais vivos de provas dolorosas,
Mendigam restos que tu abominas,
Curtindo mágoas as mais tenebrosas...

Amado irmão! que panos multicores
E mesa farta não ocultem dores
Nem a verdade tão essencial:

No desespero intenso que não cessa,
O pobre aguarda mais do que promessa
Ou simples voto de Feliz Natal!

Lima_Gil
                Rio, 24/12/89


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 24 de Dezembro de 2010, 07:08
Querido amigo Lima Gil


Que alegria para o meu coração te rever!

Obrigada pela linda poesia que você nos presenteou!

Que Deus abençoe você e a sua família com um Natal repleto de amor, paz, saúde e muitas alegrias!

Abraços e beijos da amiga para toda a eternidade

Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 24 de Dezembro de 2010, 09:51
                  VIVA JESUS!


    Bom-dia! queridos irmãos.



                   A lua na rua:

                  um gato lentamente

                  torna-se minguante


                       ( André Ricardo )



                                   PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 24 de Dezembro de 2010, 23:33
ETERNO NATAL !!


Em uma noite serena...
Os anjos, em fila anunciam a esperança...
Indulgência, amor e sempre perseverança...
Com ele tudo nasceu... Dele, amor o mundo recebeu...
As festas em sintonia... os sinos em plena harmonia...
É tempo de acordar... A todos perdoar... Sempre amparar....
Deus nosso pai, nos concedeu... Modelo de perfeição a terra desceu...
E hoje nós relembramos... Teu humilde nascimento... Uma eterna missão de esplendor... A todos ensinou...
Jesus, amigo e irmão...Hoje, Nosso coração se enche de emoção... Vamos comemorar... Em ruas, biarros,cidades, teus ensinamentos falar...
Em todos os lugares, consolo e abraço nós vamos ofertar... Todo dia é teu dia... Todo dia é Natal..[/
[/color]color].


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 24/12/2010


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 25 de Dezembro de 2010, 09:07
                      VIVA JESUS!


   Bom-dia! queridos irmãos.



                    Será mais bela a noite acesa?

                    sussura a voz dela

                    prolongando o crepúsculo.

                               ( Etsujin )


                                    PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 25 de Dezembro de 2010, 13:10
Amiga Carmem gbi...

Que teu Natal seja diário e eterno...
Rico em felicidades, saúde, paz, união e muito amor..
.

Abraços carinhosos....
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 25 de Dezembro de 2010, 16:25
CARTA A JESUS !!

Querido amigo Jesus...
Neste dia em que comemoramos teu aniversário, onde poucos lembram  teu simples berço, e tuas singelas visitas, dos pastores, os ilustres três  reis magos e muitos animais, recordamos tua mãe, Maria, tão linda quanto tu. Mas... De onde começou o papai Noel? Por que ele surgiu? Não me lembro de ter visto ele lá  na tua história e nem no meio das tuas visitas,será que esta história do bom velhinho começou  pelos presentinhos que ganhaste dos reis Baltazar, Gaspar e Belchior? Será que foi a partir deste fato? Mas não tem problemas que a gente receba ou doe presente, isto  não tem mal algum. Agora por que todos apenas pedem objetos materiais, roupas, carros, sapatos, brinquedos, casas, namorado? Em tuas passagens e andanças na tua terra, lembro que tu sempre  nos dizia... Eu sou rei, mas meu reino não é deste mundo, ou então nos ensinava a perdoar, e também a não julgar ninguém, nos ensinava a sempre termos fé, paciência, sermos brandos, e pacíficos...  O que aconteceu Jesus? Por que as pessoas, em suas  cartinhas não pedem pela paz, amor, ou então para terem Esperança e calma, já que todos aparecem ter muita pressa, de chegar a não sei que lugar... E a fraternidade e a solidariedade? Por que ninguém lembra  de pedir estas virtudes, tão necessárias a nossa evolução... Ah, senhor, como tua imagem e teu humilde nascimento está perdido por ai... Tantas  festas para comemorar, tantos presentes para comprar... Esquecemos que um dia nos deixaste este lindo ensinamento... Toda vez que derdes de comer, de beber e vestir a um destes  mais pequenos  é a mim que fazes... Então Jesus, se fizermos isto que nos disseste, estaríamos dando um presente para ti, por que o aniversário é teu, e sei que tu ficarias  muito feliz, ao receber estes ricos presentinhos, não é Jesus?


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 25/12/201
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 26 de Dezembro de 2010, 15:53
Boa tarde, queridos amigos!


SAUDADE



Por que sinto falta de você? Por que esta saudade?
Eu não te vejo mas imagino suas expressões, sua voz, teu cheiro.
Sua amizade me faz sonhar com um carinho,
Um caminhar, a luz da lua, a beira mar.
Saudade este sentimento de vazio que me tira o sono
me fazendo sentir num triste abandono, é amizade eu sei, será amor talvez...
Só não quero perder sua amizade, esta amizade...
Que me fortalece me enobrece por ter você.



Machado de Assis
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 27 de Dezembro de 2010, 04:27

Bom dia, queridos amigos!



jonh lennon - imagine (legendado em português) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PVN4Z2w3eWJ1ZGRnJmFtcDtmZWF0dXJlPWZ2dyM=)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 27 de Dezembro de 2010, 07:49
                      VIVA JESUS!


   Bom-dia! queridos irmãos.


Em êxtase
Aos teus pés, meu Jesus, a vida inteira,
Abrasada de amor eu viveria,
Sorvendo a luz no cálix da harmonia,
Em paz serena, eterna e derradeira!...



Por teu amor, Jesus, inda quisera
Volver ao pó da carne dos mortais,
Para cantar a terna primavera
Do teu amor nas lutas terrenais



Depois da treva espessa da amargura:
Para exaltar as luzes que me deste
Na cariciosa e doce paz celeste,
Meu tesouro de fúlgida ventura;



Para contar tua bondade imensa
Aos meus irmãos, os homens pecadores,
Mergulhados na noite da descrença,
Nos abismos dos males e das dores;



Para falar a todas as criaturas,
Da tua alma esplendente de bondade,
Afastando as amargas desventuras
Do coração da pobre Humanidade!



Aos teus pés, meu Jesus, a vida inteira,
Abrasada de amor eu viveria,
Sorvendo a luz no cálix da harmonia,
Em paz serena, eterna e derradeira!...



(Pelo Espírito Auta de Souza – Parnaso de Além Túmulo, cap. 17)



                                     PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 27 de Dezembro de 2010, 14:06
                   VIVA JESUS!



     Boa-tarde! caros irmãos.


             
                                      MÃE
 
                       TERRA, MÃE DE TODAS AS MÃES...
 
                       Manhãs, tardes e noite
 
                       QUE NÃO TERÁ FUTURO NO MUNDO

                       sem lua, sem sol, sem mães...
 
                        O RIO, O MAR E A CHUVA
 
                       não haverá lágrima
 
                       PARA DERRAMAR
 
                       pois quem nunca te amou
 
                       NÃO HÁ E NUNCA PODERÁ TE AMAR
 
                       jamais saberá o que é se dar
 
                       E NEM SAUDADES TERÁ
 
                      por não saber cuidar
 
                      DA MÃE...TERRA
 
                     mãe de todas as mães.
 
                                    ( Dom Quissamã )


                                              PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 27 de Dezembro de 2010, 22:30
Boa noite, queridos amigos!


Meu Destino



Nas palmas de tuas mãos
leio as linhas da minha vida.

Linhas cruzadas, sinuosas,
interferindo no teu destino.

Não te procurei, não me procurastes –
íamos sozinhos por estradas diferentes.

Indiferentes, cruzamos
Passavas com o fardo da vida...

Corri ao teu encontro.
Sorri. Falamos.

Esse dia foi marcado
com a pedra branca da cabeça de um peixe.

E, desde então, caminhamos
juntos pela vida...



Cora Coralina
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 28 de Dezembro de 2010, 18:56
(http://perolascraps.p.e.pic.centerblog.net/9k7wkcvw.gif)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 28 de Dezembro de 2010, 19:04
  Olá amigas, o tempo passa, as festas estão terminando, e a calma vai nos envolvendo devido a diminuição das tarefas.
 Daqui p. a frente, mais serena, vou poder retornar a postar e ficar juntinho de vcs. como gosto muito.
Postar requer tempo, pois temos q. pesquisar e isto requer algumas horas e nem sempre podemos nos dedicar.
Estou com saudades de todos.
Sintam-se abraçadas com muito carinho.

Sonia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 28 de Dezembro de 2010, 20:11
                                             VIVA JESUS!


   Boa-noite! queridos irmãos.


Enquanto não superarmos
a ânsia do amor sem limites,
não podemos crescer
emocionalmente.

Enquanto não atravessarmos
a dor de nossa própria solidão,
continuaremos
a nos buscar em outras metades.
Para viver a dois, antes, é
necessário ser um.

                ( Fernando Pessoa )


                                           PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Dezembro de 2010, 21:03
Querida amiga Sonia...

Que saudades... Sentia tua falta  também..
Estou um pouco afastada daqui, pela condução do estudo mensal...
Mas logo retorno ao normal.. Seja sempre bem-vinda queirda, a este espaço que é de todos...
Abraços cheio de afeto e carinho...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Dezembro de 2010, 21:12
Queridos amigos e irmãos...

Sejam todos muito bem-vindos...
Que a paz esteja em seus corações, hoje e sempre...
Estão convidados a  trazerem suas poesias, poemas, de sua autoria ou de seus poetas...
Voltem sempre....Recebam nosso afetuoso abraço
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Dezembro de 2010, 21:26
Meu Caminho!!

Em todos os lugares...
Eu sempre te encontrava a me esperar...
Por mais que eu tentasse fugir, caminhos não enchergava...
Tudo para mim era ilusão... Dormindo estava o meu coração...
As facilidades eu queria, tristezas apenas vivia... No meu mundo de ilusão...
Muitas vezes eu te escutei, mas não te dava atenção... Pacientes, tu me esperavas...
Sabias que um dia eu não mais resistiria, cansada de tantos erros cometidos, a ti eu chamaria..
Senhor...De ti eu me afastei, agora nos teus braços eu encontrei, consolo para minha dor...Obrigada senhor...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 28 de Dezembro de 2010, 22:41
                           VIVA JESUS!



   Olá, caros irmãos.


No perfume das flores de ameixa,
O sol de súbito surge –
Ah, o caminho da montanha!
 
Matsuo Bashô


                              PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Denize Moreira em 28 de Dezembro de 2010, 23:55
(http://api.ning.com/files/EkcReIm2LL-T954lijZ52QiFbhz*NU8PcNYzjlYh6dvEbntxiPWzgVxCYKdxRAfi64kiE9Vu6NL21IRQHhzzmNP9rLwOTjek/imagesCAXUIRZ3.jpg?width=250)

   Mensagem de Ano Novo

Para ser feliz,
próspero,
vencedor,
receber amores e dádivas,
bênçãos e distinções,
podes formular votos,
tecer esperanças,
alinhavar projetos,
enumerar decisões,
vestir cores certas,
brindar à sorte.

Porém,
se no coração,
o homem velho prossegue,
se o ontem ainda te governa,
se melhoras apenas te farão,
mais forte no que te é dispensável,
então prosseguirás,
ano após ano,
imerso no mesmo tempo,
estacionário,
por livre e espontânea vontade,
de um eterno ano velho,
passado.

André Luiz
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 29 de Dezembro de 2010, 02:07
                                 VIVA JESUS!


   Bom-dia! queridos irmãos.


     Rio seco
Silêncio sob a ponte
apenas o vento.

   ( Matsuo Basho )


                          PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Dezembro de 2010, 10:48
ÚNICO AMOR!!


Trago em mim...
Saudades deixadas por ti...
A tristeza, é minha companheira enferma..
No meu coração, hoje só existe a solidão..
No meu pensamento, ficou registrado nossos melhores momentos...
Em minha alma, ficaram gravados teu sorriso, teu olhar, o abraço...
Em minhas mãos, ainda guardo o calor que emanava sempre das tuas mãos...
Tu és a alma que enxugaste minhas silenciosas lágrimas de tristeza e felicidade...
Hoje, que nossa história passou, apenas em mim ficou... A certeza...
Que tu és e sempre será... Meu único e  eterno amor...


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 29/12/2010
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Dezembro de 2010, 10:54
O Que Esperar??

O que esperar??
Do ano novo que vai chegar...
Felicidades, terei se eu acreditar e sorrir..
Esperança, se eu tiver fé e sempre perseverança...
Alegria, seu eu prencher com trabalho as horas vazias...
Abraços, seu eu cutivar amizade em todos que cruzam o espaço...
Saúde... Se cuidar muito bem de mim.. Enfermidades, quero todas distante daqui...
Amor, se cultivar em todos os meus irmãos, a doação, as melhores emoção...
Riqueza... Se eu trabalhar minha melhora espiritual, paciência, indulgência e perdão...
Vida... Sei que no calendário é apenas uma passage, que existe muito mais.. Do outro lado da eternidade.
.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Dezembro de 2010, 11:21
Vai!!

Vai...
Que hoje eu já não te quero mais...
Eu descobri, que sou muito feliz, mesmo não estando mais..
A alegria e a esperança, serão sempre uma doce lembrança..
Continuarei em busca das  minhas consquistas, nada me deterá... Ainda chego lá...
Tua presença, foi uma nova lição de aprendizado, que para sempre ficará guardado...

Vai...
Eu continuarei a caminhar, em terra ou pelo ar...
Não guardo mágoas nem rancor.. Lhe desejo toda a sorte no amor...
Momentos inesqueciveis tivemos, um dia serão nosso alento... Presos ainda no vento...
Nossa vida continua... A minha e a tua... Outros lugares conheceremos...Em outros braços sempre lembraremos... Do nosso tempo de  amar..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Dezembro de 2010, 12:07
Recomeço

Eu quero...
Sempre contigo encontrar...
Em muitas vidas quero voltar... Para  de novo te amar..
Seremos sempre felizes... Cobertos pelas cores do arco-iris..
Nosso amor é minha fonte de inspiração... As poesias, escrevo com emoção
Meu coração transborda de de alegria e da melhor sensação de harmonia....
O temo irá nos ajudar, os amigos, palavras de incentivo irão nos falar... Nada nos impedirá..
Meu amor e minha vida, serão tua companhia... Onde tu fores, contigo estarei lá...
A vida para nós dois irá continuar, a morte não irá nos separar... Como é bom recomeçar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 29 de Dezembro de 2010, 13:12
Para Ti!!

Quanto tu passas...
Meu coração acelera e dispara...
Onde o vento for, levará para ti meu amor..
A felicidade a ti será levada, repletas de rosas douradas..
Quero ser sempre tua doce alegria... Minha vida será também tua sintonia ..

Quando tu passas...
Eu fico na maior alegria, com todos quero compartilhar...
Meu amor a ti quero entregar.. Sem medos ou receios, apenas por te amar...
Esta vida, será nossa primeira oportunidade, mais tarde, iremos voltar a nos encontrar...
Em muitas vidas que Deus sempre concede para reencarnar... Nosso sonhos, lá iremos concretizar...
[/b][/color]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 29 de Dezembro de 2010, 21:45
                                   VIVA JESUS!


    Boa-noite! caros irmãos.

                       folhas no quintal
                       dançam ao vento
                       com as roupas do varal.



                            ( Carlos Seabra )


                                                   PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 29 de Dezembro de 2010, 21:49
Queridos amigos Dothy, dOM JORGE e Mary Helem


Obrigada por enriquecer esse espaço com as suas valiosas contribuições!

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 29 de Dezembro de 2010, 21:58
Querida Sonia

É uma alegria te rever!

Volte sempre que puder, amiga! Estarei te esperando

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Denize Moreira em 30 de Dezembro de 2010, 00:14
(http://api.ning.com/files/pDccmKaImJfXf03CPUkTsdB6AbCBPxkAMCwdB8WPmh-AxAuJWgpPR*f1FwmLBGlojyxT3DT*qGtMDxWyCJtsM3rlnChuFmn6/AO_LIL1.GIF)

  Tudo é amor

Vida - É o Amor existencial.

Razão - É o Amor que pondera.

Estudo - É o Amor que analisa.

Ciência - É o Amor que investiga.

Filosofia - É o Amor que pensa.

Religião - É o Amor que busca Deus.

Verdade - É o Amor que se eterniza.

Ideal - É o Amor que se eleva.

Fé - É o Amor que se transcende.

Esperança - É o Amor que sonha.

Caridade - É o Amor que auxilia.

Fraternidade - É o Amor que se expande.

Sacrifício - É o Amor que se esforça.

Renúncia - É o Amor que se depura.

Simpatia - É o Amor que sorri.

Altruísmo - É o Amor que se engrandece.

Trabalho - É o Amor que constrói.

Indiferença - É o Amor que se esconde.

Desespero - É o Amor que se desgoverna.

Paixão - É o Amor que se desequilibra.

Ciúme - É o Amor que se desvaira.

Egoísmo - É o Amor que se animaliza.

Orgulho - É o Amor que enlouquece.

Sensualismo - É o Amor que se envenena.

Vaidade - É o Amor que se embriaga.


Finalmente, o ódio, que julgas ser a

antítese do Amor, não é senão o próprio

Amor que adoeceu gravemente.


(Francisco Candido Xavier)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 30 de Dezembro de 2010, 09:10
                               VIVA JESUS!


   Bom-dia! queridos irmãos.


          Boneca se aquece

          com o meu chapéu de lã.

          Eu visto saudades.


                ( Teruko Oda )



                                    PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 30 de Dezembro de 2010, 16:43
(http://img2.mensagensmagicas.com/anonovo/anonovo-22.gif)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Denize Moreira em 30 de Dezembro de 2010, 19:22
  (http://api.ning.com/files/CNkZgoWsSchoxD3BV2snO*m1RcByCtzPGsDmbsEW5ZLrB5ZQGB*VOuHVEljChSSxMAPtxl-a41LTduG66TYNo7sOuiU0nNHa/backgroundnatalwallpaper.jpg?width=500)

Comece de Novo!

Se você confiou em Deus e andou pelo caminho dEle,
Se você O sentiu a guiar você todos os dias,
Mas agora seus passos o levam por outro caminho,
Comece de novo!

Se você fez planos que não deram certo,
Se você tentou dar o melhor de si e não há mais o que tentar,
Se você falhou consigo mesmo sem saber o porquê,
Comece de novo!

Se você contou aos seus amigos o que planejava fazer,
Se você confiou neles e eles não o apoiaram,
Se agora você está sozinho,
Só podendo contar consigo mesmo,
Comece de novo!

Se você falhou com seus familiares,
Se agora você já não é tão importante para eles,
Se eles perderam a confiança em você,
Se você se sente um estranho em seu próprio lar,
Comece de novo!

Se você orou a Deus, respeitando sempre a vontade Dele,
Se você orou e orou e ainda se sente infeliz,
Se você quer parar, sentindo que atingiu seu limite,
Comece de novo!

Se você está certo de que está acabado e quer desistir,
Se você chegou ao fundo do poço,
Se você tentou e tentou e não conseguiu subir,
Comece de novo!

Se os anos passam tão depressa e os sucessos são poucos,
Se chega dezembro e você se sente triste,
Deus dá um novo janeiro a você.

Comece de novo!


- anônimo -
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 30 de Dezembro de 2010, 20:10
                               VIVA JESUS!


    Boa-noite! queridos irmãos.


                  pardal no fio

                  ouve o telefone

                  mas não dá um pio.


                      ( Carlos Seabra )


                                             PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 31 de Dezembro de 2010, 03:45
Bom dia, queridos amigos!


VOE


Sois apenas pássaros perdidos
Que num pouso forçado,
O desânimo visitou.
Mas quantos voam ao teu lado...
É só erguer tua cabeça,
Abrir tuas asas e seguir teu rumo.
Segue o barulho das águas.
Segue teus iguais, volta,
Cumpre teu papel,
Ocupa teu espaço outra vez.
Sois apenas pássaros perdidos
Que o descuido cobrou...
Agora é preciso que sejas corajoso.
Pássaro colorido,
Que percorre o céu com habilidade,
Enfeitando a vida de tantos olhos,
Volta a voar!



Simão
Texto autorizado pela: SEGRAV
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 31 de Dezembro de 2010, 17:00
Feliz Ano Novo à todos os amigos e visitantes!


Desejo a todos um abençoado Ano Novo, repleto de paz, amor, alegria, prosperidade e saúde.

Agradeço a companhia e o carinho dos amigos Dothy, dOM JORGE, Lima Gil, Sonia, Belina, Marli, Lucineide, Carmen, Mary Helem, Ram-Wer, Dodge ... Que Deus os abençoe!

Abraços carinhosos da Katia


MENSAGEM DE ANO NOVO - 2011 - HAPPY NEW YEAR - SLIDES TOQUE DE ANJO (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PVlTZmFVNGxLU09jIw==)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 31 de Dezembro de 2010, 19:00
Recomeçar..

De onde seus sonhos
não puderam continuar...
Lute pelos seus ideais..
Els vão se realizar..
Perdoar, cantar, criar, trabalhar..
A todos amar...
Mesmo que tudo se mostre contra ti...
Não pare de recomeçar...
Se as dores vieram te visitar,
neste novo ano que vai chegar..
Lembre sempre de recomeçar..
As alegrias serão maiores , deixa a felicidade reinar,
em qualquer lugar...
A vida é para nos presentear..
Não deixe a mágoa, o rancor, o ódio, em tua vida entrar...
Lembre sempre de desculpar...
Seus dias serão melhores de vivenciar..
O tempo todo é de sol, lua, calor, frio...
Temos várias opções de climas a nos ajudar e alegrar...
Não perca seu tempo em lamentar..
Se hoje não deu certo,
amanhã, tenha certeza...
Dará,
por que os dias, meses e anos,
são uma sucessão
de recomeçar.
..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 31 de Dezembro de 2010, 19:18
Queridos amigos e irmãos...

Sejam todos bem-vindos... Sua presença foi muito valiosa para todos nós
Desejamos a todos um Feliz Ano novo repleto de saúde,paz, união, felicidades, sucesso e muito amor...
São os sinceros votos de

(Katia.. Belina...Carmem gbi... dOM Jorge.. Dothy... Marly Pacheco... Sonia Andrade)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 31 de Dezembro de 2010, 19:43
Queridos amigos de caminhada...

Katia..Belina...Carmem gbi... dOM Jorge... Mary Helle... Marly Pacheco... Sonia Andrade
Obrigada pro comprartilharem comigo, momento afetivos neste espaço da poesia...
Desejo a todos um Feliz Ano Novo, rico em saúde, paz, amor, união, sucesso e muita paz..


Bjs e abraços afetuosos
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 01 de Janeiro de 2011, 11:04
                                    VIVA JESUS!



    Bom-dia! queridos irmãos.



            no mesmo galho
            uma formiga a passeio
            outra a trabalho
 
                        Ricardo Silvestrin


                                        PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 01 de Janeiro de 2011, 18:45
                                      VIVA JESUS!


      Boa-tarde! caros irmãos.


vou-me embora
e tu ficas:
dois outonos
 
Buson
Tradução de Olga Savary


                                    PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 02 de Janeiro de 2011, 02:22
 A COR DA LÁGRIMA


Por que a lágrima não tem cor?
Enquanto chorava, me pus a pensar.
Se fosse vermelha como sangue,
as minhas vestes poderiam manchar.
     
Se a lágrima fosse amarela,
a cor da alegria, expressar tristeza jamais poderia.
     
Se fosse azul,
a cor da serenidade,
eu não choraria jamais.
Seria só tranqüilidade.
     
Se fosse branca
como pétalas de rosas,
não seriam lágrimas...
Mas pérolas preciosas.
     
Ainda mais uma vez
fiquei me questionando...
Por que a lágrima não tem cor?
Se ela fosse preta,
só expressaria o horror?
     
Por que será que a lágrima não tem cor?
A lágrima não tem cor...
Porque nem sempre exprime dor.
     
E se ela fosse roxa, como poderia
expressar a alegria?
     
As lágrimas não têm cor
porque são expressões da alma.
Quando o espírito está chorando,
o coração diz: tenha calma!
     
Se a lágrima tivesse cor
deveria ter a cor do amor.
Ou mesmo a cor da paixão,
que as vezes invade o coração.
     
Ou talvez a cor da tristeza
que abala a alma e tira a calma,
mas faz em meu ser uma limpeza.
     
A lágrima não tem cor,
porque ela nos aproxima do nosso Criador.
Se a lágrima tivesse cor,
eu só iria chorar de alegria.
     
Mas, e a lágrima da saudade?
De que cor ela seria?
E a lágrima da decepção,
de que cor seria então?
     
Se a lágrima tivesse cor
deveria ter a cor de um brilhante.
Como a lágrima é preciosa,
Deus deu-lhe a cor do diamante.
       


Wayne W. Dyer
 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 02 de Janeiro de 2011, 08:28
                                   VIVA JESUS!



      Bom-dia! queridos irmãos.


dente de leite
marfim e começo
de gente
 
Estrela Ruiz Leminski


                                          PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 02 de Janeiro de 2011, 18:07
Boa tarde, queridos amigos!


 
EXISTE UM LUGAR



Existe um lugar
Onde os sonhos fazem parte
E a realidade também.
Onde o céu é azul.
O imenso mar é cristalino
Cheio de algas, peixes corais...
Existe um lugar,
Uma ilha,
Onde mora o amor...
É aqui que eu te espero.
No azul do céu... no verde do mar...
Ao som dos pássaros... no calor do sol...
Na fresca brisa.
Existe um lugar.
O nosso lugar...
Dentro de nossos dois corações
Que pulsam feito um só.
Eu amo você!



Thaïs Helena

 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 02 de Janeiro de 2011, 18:13
                                    VIVA JESUS!



      Boa-tarde! queridos irmãos.


na rua deserta
brincadeira de roda
vento se sujando de terra
 
Alonso Alvarez


                                      PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 02 de Janeiro de 2011, 18:39
Eu não existo sem você



Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos
Me encaminham pra você

Assim como o oceano
Só é belo com luar
Assim como a canção
Só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer
Assim como viver
Sem ter amor não é viver
Não há você sem mim
Eu não existo sem você



Vinícius de Moraes
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 02 de Janeiro de 2011, 19:09
                               VIVA JESUS!


    Boa-tarde! queridos irmãos.


          Aceitar as Pessoas


Aceita as pessoas, conforme estas se te apresentam.

Este homem prepotente que te desagrada, está enfermo, e talvez não o saiba.

Esse companheiro recalcitrante é infeliz em si mesmo.

Aquele conhecido exigente sofre dos nervos Uns, que parecem orgulhosos, são apenas portadores de conflitos que procuram ocultar.

Outros, que se apresentam indiferentes, experimentam medos terríveis.

A Terra é um grande hospital de almas.

Quem te veja, apenas, superficialmente, não te verá, como analisaste, com acerto.

Concede a liberdade para que cada um seja conforme é e não como pretendes que sejam.

                                      ( Joanna de Ângelis )


                                                 PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 02 de Janeiro de 2011, 20:19
 Feliz daquele sofrido
 Que jamais se desespera,
 Que meditando, sonha e ora
 Sobre tudo acontecido;
 Amando, servindo, espera
 Ressurgir a nova aurora.


Msgs. de José
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 02 de Janeiro de 2011, 20:26
                                                                   (http://www.recadodeorkut.com/076/148.gif)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 03 de Janeiro de 2011, 04:58

Bom dia, queridos amigos!




Uma voz no vento - Leila Pinheiro (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PUo1MDdzTGVscTlBIw==)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 05 de Janeiro de 2011, 21:52
Boa noite, queridos amigos!


Os poemas são pássaros que chegam
não se sabe de onde e pousam
no livro que lês.
Quando fechas o livro, eles alçam vôo
como de um alçapão.
Eles não têm pouso
nem porto;
alimentam-se um instante em cada
par de mãos e partem.
E olhas, então, essas tuas mãos vazias,
no maravilhado espanto de saberes
que o alimento deles já estava em ti...



Mário Quintana
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 06 de Janeiro de 2011, 13:17

(http://lh6.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SqwbuwTSI6I/AAAAAAAAIn0/FLbgfRzEA8k/s400/barra.gif)
Dificuldades e provas?
Põe a tristeza de lado.
Muita aflição no caminho
É o socorro disfarçado.

- Lucano dos Reis
(http://lh6.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SqwbuwTSI6I/AAAAAAAAIn0/FLbgfRzEA8k/s400/barra.gif)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 06 de Janeiro de 2011, 13:27

(http://lh4.google.com/gifs.luma.d/SK209LI2FbI/AAAAAAAAAJk/7HbNF64hoHY/s400/32.gif)
A humildade é como a luz: vence as trevas sejam quais forem.

O poder do sol é imenso, mas o do amor é maior.
O sol dá vida à Terra; o amor dá vida ao Universo.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 06 de Janeiro de 2011, 13:45
Querida amiga Sonia


Que alegria revê-la! Agradeço pelas lindas contribuições.

Senti muito a sua falta nesses dias todos.

Abraços carinhosos dessa amiga que muito te estima

Katia

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 06 de Janeiro de 2011, 20:15
Boa tarde, queridos amigos!


O Amanhecer



Olhe o dia amanhecendo
e você vai sentir que, em quase tudo, há anjos tecendo o alvorecer.

Uns são raios de sol
que vêm descendo,para iluminar o que de bom a gente sonha fazer.

Outros são canções suaves
que quando em silêncio, a gente ouve em toda fonte que jorra,
em cada onda que bate,
em cada sopro de vento,
em cada silvo selvagem,
em cada bicho que corre,
em cada flor ao nascer.

Eles são fontes de energia e proteção, presentes em seus planos, desejos, vontades,
em tudo o que o amanhecer inspira.

Só que é preciso fechar os olhos para ver, e ouvir o coração dizendo que a gente é como gota d'água, nesse mar imenso do universo, com o poder infinito de transformar o que é invisível em cores do arco-íris.

Acredite.
Cada manhã dá luz a um novo dia, mas é você quem faz nascer a alegria.



(Desconheço o Autor)

 
 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 06 de Janeiro de 2011, 22:16
 
Boa noite, queridos amigos!



JORGE VERCILO - FENIX DVD AO VIVO 2006 (BEST QUALITY) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PW41QlMwUWZRN3Q0JmFtcDtmZWF0dXJlPXJlY2VudGxpayM=)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 07 de Janeiro de 2011, 21:10
Boa noite, queridos amigos!


Canção do dia de sempre



Tão bom viver dia a dia...
A vida assim, jamais cansa...

Viver tão só de momentos
Como estas nuvens no céu...

E só ganhar, toda a vida,
Inexperiência... esperança...

E a rosa louca dos ventos
Presa à copa do chapéu.

Nunca dês um nome a um rio:
Sempre é outro rio a passar.

Nada jamais continua,
Tudo vai recomeçar!

E sem nenhuma lembrança
Das outras vezes perdidas,
Atiro a rosa do sonho
Nas tuas mãos distraídas...



Mário Quintana
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 07 de Janeiro de 2011, 21:18

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança;
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.
Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança;
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem, se algum houve, as saudades.

O tempo cobre o chão de verde manto,
Que já foi coberto de neve fria,
E em mim converte em choro o doce canto.

E, afora este mudar-se cada dia,
Outra mudança faz de mor espanto:
Que não se muda já como soía.



Luis de Camões
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 09 de Janeiro de 2011, 05:58
Bom dia, queridos amigos!


Decifra-me



Não venha me falar de razão,
Não me cobre lógica,
Não me peça coerência,
Eu sou pura emoção.
Tenho razões e motivações próprias,
Sou movido por paixão,
Essa é minha religião e minha ciência.
Não meça meus sentimentos,
Nem tente compará-los a nada,
Deles sei eu,
Eu e meus fantasmas,
Eu e meus medos,
Eu e minha alma.
Sua incerteza me fere,
Mas não me mata.
Suas dúvidas me açoitam,
Mas não deixam cicatrizes.
Não me fale de nuvens,
Eu sou Sol e Lua,
Não conte as poças,
Eu sou mar,
Profundo, intenso, passional.
Não exija prazos e datas,
Eu sou eterno e atemporal.
Não imponha condições,
Eu sou absolutamente incondicional.
Não espere explicações,
Não as tenho, apenas aconteço,
Sem hora, local ou ordem.
Vivo em cada molécula,
Sou o todo e sou uno,
Você não me vê,
Mas me sente.
Estou tanto na sua solidão,
Quanto no meu sorriso.
Vive-se por mim,
Morre-se por mim,
Sobrevive-se sem mim.
Eu sou começo e fim,
E todo o meio.
Sou seu objetivo,
Sua razão que a razão
Ignora e desconhece.
Tenho milhões de definições,
Todas certas,
Todas imperfeitas,
Todas lógicas apenas
Em motivações pessoais,
Todas corretas,
Todas erradas.
Sou tudo,
Sem mim, tudo é nada.
Sou amanhecer,
Sou Fênix,
Renasço das cinzas,
Sei quando tenho que morrer,
Sei que sempre irei renascer.
Mudo protagonista,
Nunca a história.
Mudo de cenário,
Mas não de roteiro.
Sou música,
Ecôo, reverbero, sacudo.
Sou fogo,
Queimo, destruo, incinero.
Sou água,
Afogo, inundo, invado.
Sou tempo,
Sem medidas, sem marcações.
Sou clima,
Proporcional a minha fase.
Sou vento,
Arrasto, balanço, carrego.
Sou furacão,
Destruo, devasto, arraso.
Mas sou tijolo,
Construo, recomeço...
Sou cada estação,
No seu apogeu e glória.
Sou seu problema
E sua solução.
Sou seu veneno
E seu antídoto
Sou sua memória
E seu esquecimento.
Eu sou seu reino, seu altar
E seu trono.
Sou sua prisão,
Sou seu abandono e
Sou sua liberdade.
Sua luz,
Sua escuridão
E seu desejo de ambas,
Velo seu sono...
Poderia continuar me descrevendo
Mas já te dei uma idéia do que sou.
Muito prazer, tenho vários nomes,
Mas aqui, na sua terra,
Chamam-me de AMOR.



Autor Desconhecido
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 09 de Janeiro de 2011, 06:07

Essa música me traz lindas recordações da miha adolescência.

Foi a primeira música que cantei em um karaokê.



すみれ色の涙 Sumire iro no namida- Iwasaki Hiromi (Leg BR) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PVlia3dUdGRmT05NIw==)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 09 de Janeiro de 2011, 15:53
(http://www.recadodeorkut.com/446/015.jpg)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 10 de Janeiro de 2011, 20:10
Querida amiga Sonia


Que alegria te rever!

Parabéns pela linda homenagem às mulheres.

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 10 de Janeiro de 2011, 20:18
                               VIVA JESUS!


     Boa-noite! queridos irmãos.


                   O dedo aponta a lua,
                   O sábio olha a lua.
                   O tolo olha o dedo.


                         ( ditado Zen )


                                            PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 10 de Janeiro de 2011, 20:19
Boa tarde, queridos amigos!


Tantas palavras


Páro no verbo repetido
Eco do que sou
Do que pronuncio
Das minhas esperanças
Insistências ...
Transgressões de mim.
Poetizo meus versos
Incondicionalmente
Reistros repetidos,
Adulterados,
Apagados.
Encontro vocábulos de todas as cores,
Jeitos e sabores
Descubro os que arranham,
Repertórios das minhas incoerências.
Me sustento na leveza
Das palavras que acalantam.
Reviro meu baú e encontro uma coleção delas
Vida, paz, alegria!
Faço minhas escolhas
Eas solto ao vento
Repetidamente meu eco se faz sentir
Mesmo que alguns ouvidos estejam surdos.


Fátima Mota
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Janeiro de 2011, 23:04
RECADO!

Meus pensamentos...
Voam
e vão te contar,
Te falam das horas de tristeza
que eu sinto,
Em noite de luar,
Contam em segredo,
que estou a chorar,
contigo querendo estar,
Relatam minha saudade,
que enchem meu coração
de triste solidão,

Meus pensamentos...
Vão te lembrar,
de todas as noites
que ficávamos  a conversar,
Dos planos
que fazíamos para amar,

Meus pensamentos...
Te encontram,
E em tua mente
relembram,
que precisas para mim voltar,
não demore,
venha já.


Dothy
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Janeiro de 2011, 23:07
MEDO DE AMAR!

O que eu faço?

Se a cada dia  que passa,
fica mais forte o que sinto por ti...
Em todos os risos,
eu vejo apenas o teu,
a sorrir para mim...
Em cada pessoa que passa,
eu lembro de nós, lá na praça...


O que eu faço?
A este novo amor,
eu  não quero me entregar...
Ficarei como boba, a sonhar...
Fazendo planos para juntos, acordar...
Idealizando em meu coração,
uma nova chance
para recomeçar...
Como eu ficarei?
Se este sentimento
em ti acabar?


Dothy
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Janeiro de 2011, 23:12
ADEUS!

Eu fiz de tudo pra não te perder!
Mostrei meus melhores momentos
e sentimentos,
Para ti,
eu me entreguei,
em poesias
nosso amor, eu criei
e com elas, eu chorei,
Contigo,
dividi  meu céu infinito,
onde preparei  para nós dois,
uma vida no  paraíso,
Contei todo os meus medos
e anseios,
Compartilhei minha sinceridade,
dei-te minha amizade e lealdade,
Por teu amor,
eu  renunciei
contigo muitas noites eu sonhei
e do teu lado acordei,
Mas...
Decidiste  partir,
me deixaste aqui,
E mesmo sofrendo,
desejo-te  toda a sorte...
Por que amar é... Libertar,
que  tu encontres
a tua felicidade,
mesmo que dela,
eu já não faça parte...



Dothy
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Janeiro de 2011, 23:24
olá queridos amigos e irmãos... Sejam todos muito bem-vindos...

Muita paz em seus corações... Sintam-se parte da familia Fórum...
Sua presença é muito importante para todos nós, ela deixa tudo em perfeita sintonia com a poesia...
Estão todos convidados a trazerem seus poemas poéticos, de sua autoria ou de seus poetas favoritos
...

Recebam nosso afetuoso abraço
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Janeiro de 2011, 23:41
TEU CARINHO!

Teu carinho...
No meu coração, são pétalas a perfumar...
Ele mandou a solidão,  ir passear.
..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Carmen.gbi em 12 de Janeiro de 2011, 12:22

Bom dia!

LE VASE  BRISÊ ( De Stances et Poèmes)


O vaso desta flor, que morre breve,
Feriu-o um dia um leque distraído,
E de um golpe tão rápido, tão leve,
Que nem se ouviu o mínimo estalido.

Mas a tênue ferida traiçoeira,
No límpido cristal rasgando a traça,
Lentamente cresceu, de tal maneira,
Que, invisível, o vaso todo abraça.

Gôta a gôta, fugiu-lhe a água do seio,
Que seiva, às flores, o perfume amado;
Ninguém, por hora, o caso a saber veio...
Não lhe toqueis, porém: - está quebrado!

Tal, às vezes, da linda mão querida
Tocado, o coração chora e padece;
E, enfim, cedendo à pérfida ferida,
Parte-se, e a  flor do seu amor fenece.

Perfeito e alegre ele parece ao mundo;
Porém, sem a denuncia de um gemido,
Sente o golpe crescendo-lhe profundo...
Não lhe toqueis: - é um coração partido!

(do livro Diário Íntimo e Pensamentos de  Sully Prudhomme, tradução Valentim Magalhães)

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Janeiro de 2011, 23:18
VAI CHUVA!!



Vai chuva... Leva de mansinho...
Meu abraço e muitos beijinhos...
Para o meu amor, que ainda está dormindo...



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Janeiro de 2011, 23:23
SÓ HOJE


Só hoje...
Eu quero imaginar...
Que do meu lado tu estás...
Para ti, meu amor irei entregar..
Em teus braços, calor eu vou desfrutar...

Só hoje...
Eu tenho esta sensação...
Que a distância, para nós nunca existiu..
Sempre estivemos juntos, em cada segundo...
Vivemos apenas para nos amar, em cada despertar...

Só hoje...
A brisa vai nos acompanhar...
A lua, seu brilho vai nos esmprestar..
Sendo testemunha, de nossas eternas juras...
Entre nós tudo é calor e magia, a sintonia está no ar...

Só hoje..
Eu quero ter esta sensação...
Que o meu coração e o teu formam uma só emoção...
Sentir que nada irá nos separar, juntos iremos ficar...
Este romance vai continuar, em outras vidas iremos recomeçar..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 12 de Janeiro de 2011, 23:34
AMIZADE


Finda a noite, chega o dia...
Para minha tristeza ou imensa alegria...
Estou sempre com ela, a conversar...
Minha amiga e companheira... A poesia


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 14 de Janeiro de 2011, 01:06
VAI SOLIDÃO!

Ah, que solidão...
Que hoje mora
em meu coração...
Ela foi deixada em mim
por ti...
Que insististe em me
Ferir
Em outro lugar
tu foste morar...
O que eu preciso fazer?
Para da minha vida
ela desaparecer...
Eu quero de novo
É ser feliz,..
Mas antes a solidão
tem que me deixar...
Em outro mundo
ela deve habitar..
Chorar
eu já não quero mais..
Agora
Sei que vou encontrar
um novo amor...
Voltar a sorrir,
nos braços de outro rapaz...
Vai solidão...
Procura outro rumo e
uma nova direção...
Eu irei sentir uma nova e
doce emoção...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 14 de Janeiro de 2011, 21:29
MAIS UMA VEZ!!


Eu quero um  novo amor para recomeçar...
Deixando no passado, o meu medo de amar..
No  meu coração,vai  entrar uma inspiração... Eu vou poetizar.....


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 14/01/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Janeiro de 2011, 01:30


Espanto

Eu canto...
E assim
A tristeza e
dores
do meu coração,
eu espanto...
Escrevendo
versos de
poesias
aos amigos
aqui
deste poético
Recanto.


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Janeiro de 2011, 01:35
Olá queridos amigo e amados irmãos...Muita paz em seus corações

Sejam todos muito brm-vindos... Participem conosco deste espaço de muita magia...
Desejamos a todos um maravilhoso fim de semana, repleto de paz, saúde, harmonia e amor.
.

Recebam nosso afetuoso abraços
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Chico Steffanello em 15 de Janeiro de 2011, 01:43
PSICOGRAFIA

Toma.
Como negar-te o perfume que não é meu
E que dizes que sobeja em minhas mãos?
São os poemas como flores que se arrancam pela raiz;
O silêncio pode ser apenas vontade de não sofrer...

Mas, se dizes que as mensagens que vês
Deixam rastros de perfumes, toma, então,
Colha as flores que moravam no silêncio,
Longe das escarras, dos escárnios, do mundo.
Chorarei depois, em silêncio...

Batei e abrir-se-vos-á,
Eu bato às portas dos lugares altos,
Que se derramam em bálsamos
Para os cântaros que lavarão feridas...

O que me importa a dor de ver
E saber que o meu lugar é nesse desterro?
Lágrimas são lágrimas, as de sangue,
É só porque a carne se dilacera
Nas viagens de ir aos lugares distantes...

Emprestaras as tuas mãos
Para que delas brotem fluidos
E, quem sabe, um bálsamo
Para alguma das minhas dores...

Poemas são flores de estranhas sementes
Há tanto tempo semeadas no solo quente
Do coração dos Poetas, algumas germinam
Até por descuido do tempo ou por saudades do perfume,
Entranhando suas raízes bem fundas, em busca das suas cores...

Que o teu mister seja leve
Como o copiar dos primeiros desenhos pelas crianças,
Mas, se esta arte um dia deixar sinais que te levem a criar,
Crie, ainda que os teus dedos tremam e os teus olhos chorem
Ao ver além do véu.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Janeiro de 2011, 01:48
Olá amigo Chico...

Seja muito bem-vindo a est espaço poético...
Agradecemos tua valiosa mensagem em versos  e poemas
Desejamos que voltes sempre e  um feliz fim de semana


Receba nosso afetuoso abraço
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Chico Steffanello em 15 de Janeiro de 2011, 01:52
Obrigado.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Janeiro de 2011, 01:57
Queridos amigos e irmãos...

Sejam bem-vindos... Paz e luz em seus corações...
Estão convidados a trazerem suas poesias, poemas, sonetos de sua autoria ou de seus poetas preferidos...
E junte-se a nós neste mundo maravilhoso da expressão  poética do coração


Recebam o nosso eterno carinho
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 15 de Janeiro de 2011, 07:50
                                   VIVA JESUS!



       Bom-dia! queridos irmãos.


             

Quem vê a terra de longe
Nota que o orbe no espaço
Recorda um comboio de aço
Varando os céus na amplidão;
Em trilhos de mar e terra,
Conquanto em linha disforme,
Formando o comboio enorme
Cada cidade é um vagão.

Contemplo esse trem-escola,
Conduzindo várias classes,
Em salões de muitas faces,
Cada pessoa é aprendiz;

Todo viajor nessa nave,
Em nome da luz Divina,
Luta, sofre e raciocina,
Aprendendo a ser feliz.

Cada qual em seu refúgio,
Seja palácio ou choupana,
Recebe da escola humana
As lições do eterno bem;
Cada aluno está restrito
Ao progresso em que se marca,
Até que, enfim, desembarca
Nas plataformas do além.

Alma querida, prossegue
No educandário sublime,
Que nada te desanime
Nos dias de prova e dor...
Quem conquista as notas altas
Quem mais se alteia e merece
É quem mais serve e se esquece
Na sementeira do amor.


Maria Dolores


                                       PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Janeiro de 2011, 18:42
Primeiro Amor

Eu
Ainda trago na lembrança...
Fases da nossa inesquecivel
Infância
Todo domingo
a tarde...
Nosso passeio de
Plena felicidade
A noite,
ficavamos perdidos
em nós dois
a conversar...
Palavras doces e belas
que a lua
guardou para nos lembrar...
O Sorriso,
era o que mais nos tinhamos
a ofertar...
Risadas
Todas soltas pelo ar...
Passamos momentos eternos,
que nada irá nos tirar..
E ficará conosco
em todo lugar...
Mas...
O tempo passou...
 E a vida te levou,
para longe de mim, 
Um novo amor encontrou...
E de mim ficou apenas
Um tempo
Que sonhou...
Mesmo estando separados..
Tenho esta certeza...
Que tu foste 
o meu primeiro amor.

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Chico Steffanello em 15 de Janeiro de 2011, 21:10
BOM DIA, IRMÃO SOL...

Quando me levantei,
Um pássaro matutino já saudava a aurora
E procurava pelo Sol entre as Mangueiras e Laranjeiras,
Assoviando sua melodia no ar frio daquela hora de luz...
Também procurei no horizonte
Pelo olho do dia...
E continuei viajante,
Rodando pelo vazio...

Bem-te-vi!
Disse o outro passarinho,
Um galo cantou...
Bem-te-vi! Bem-te-vi! Bem-te-vi!
Insistia aquele um,
E todos os outros diziam também...
Do alto do poste,
O João-de-Barro parecia até bater palmas!
Ouvi a Seriema tocando a sua flauta lá no pasto...

Eu procurava, mas não via
O olho do dia,
Que todos celebravam,
Na prata do céu, no ar frio daquela manhã,
E continuei, viajante sozinho,
Sobre a minha Mãe-Terra, conduzido.

Cantei para os meus pares distantes
E tangenciei o horizonte
Até no olho do astronauta que não sabia de mim:
Bom dia!
Boa Noite!
Quantos dias e noites vês
Num único dos meus dias?

Será só isso que vês,
Já que não ouves a vida cantando,
Nem há Mangueiras e passarinhos aqui
Que te contem o que eu sei?

O que eu espero paciente na superfície,
Tu simplesmente vês tantas vezes
Nas mesmas horas
Que só me deixam
Ver uma única vez...
Mas,
Será que vês o que eu vejo?

Eu também quero ver a Estrela,
Dona do Dia,
Subir do horizonte
Com o cheiro do café que eu passo
E passar sobre mim
Até o meio-dia,
Até o cair-da-tarde,
Na espera que eu diga o que eu sei!

Vês daí as feridas elétricas
E seus humores pútridos
Manchando o Mar?

Vês daí
Os inconscientes do Oriente
E no Ocidente,
Na África,
Na Oceania,
Simplesmente matarem-se,
De tacape, de borduna,
De faca, de bomba,
Por causa da fortuna, neste novo dia?

Será que vês daí, também,
Os seus Deuses inúteis, inertes
E o mal que verte dos seus Sacerdotes insanos
E Imperadores loucos?

Ouves os Clamores,
Gritos de Gols
E os Louvores?

Ouves os choros,
Pavores,
E gritos de dor?

É daí que se vê quem produz tanto horror?
Vês e ouve seus produtores?

Estarás igual ao Sol sobre a minha cabeça,
Ou a minha irmã Lua,
Que tecem a minha poesia nua
Que despe a minha amada
Para o deleite do meu corpo
Que goza com a minha alma
O mistério desta taça?

Bom dia, Irmão Sol,
Paciente companheiro dos meus passos incertos...
Brinquemos:
Eu de andar, tu de desenhar a minha sombra,
Feito a marionete dos meus gestos...

Boa noite, Irmã Lua,
Tu que vês quando a outra sombra,
Mais sinuosa que a minha, chega perto e
Devagar se funde a ela, atrás do calor do corpo meu,
Brinquemos:
Eu de saber, e tu, de silenciosa...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: eternaaprendiz em 16 de Janeiro de 2011, 19:54
Olá irmã katiatog , que lindas poesias!
Eu gostei muito!
Paz e Luz!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: eternaaprendiz em 16 de Janeiro de 2011, 20:00
MEU  HINO  DE  AMOR


 

 Espírito Cotovia Triste (Pseudônimo)

 

 

Ouvi o canto suave

Que atravessa o bambuzal.

Era uma música cálida,

Sonora,

Divina.

Caminhei em direção ao som.

Rápida,

Ansiosa.

 

E me deparei com uma criança,

Com pequenino rosto de céu,

Sublime,

Linda,

Pura.

Tocava uma doce flauta.

 

E ao me olhar,

Senti dentro da alma,

Refletida naquea face,

A pureza que eu havia perdido,

Os sonhos que embalei em fantasias.

 

Me afastei e a música me seguia,

Embalando a tristeza, a solidão.

A música se misturou

Ao cantar da vegetação.

 

Mas eu,

Ser humano.

Não reconhecia seus sonso.

A múscia batia em mim,

Fechada,

Quase pedra.

 

Mas fitei o céu iluminado, radioso,

Com o rosto de criança, puro e leve,

Me detive.

Deixei a música me envolver.

Vibrei nos seus sons de esperança.

E chorei feliz.

 

Eu despertava,

Assim como a flauta de bambu,

Extraída do bambuzal rústico.

Entoei meu hino de Amor

Eu despertei, Senhor!

 

Psicografia de Shyrlene Soares Campos

Fonte Livro "O Canto da Cotovia"
(http://www.recadodeorkut.com/199/034.gif)


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 17 de Janeiro de 2011, 19:58
                                          VIVA JESUS!


       Boa-tarde! queridos irmãos.   


             Os poemas são passados que chegam
             não se sabe de onde e pousam
             no livro que lês
             quando fechas o livro, eles alçam vôo,
             como de um alçapão.
             Eles não têm pouso
             nem porto
             alimentam-se um instante em cada
             par de mãos
             e partem.
             E olhas, então, essas tuas mãos vazias,
             no maravilhado encanto dos saberes
             que o alimento deles já estava em ti...

                                ( Mario Quintana )


                                           PAZ, MUITA PAZ!             
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 17 de Janeiro de 2011, 23:38
                                              VIVA JESUS!


        Boa-noite! queridos irmãos.

              O livro é um mudo que fala,

              um surdo que responde,

              um cego que guia,

              um morto que vive.

                     ( Pe. Antonio Vieira )


                                         PAZ, MUITA PAZ!               
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Janeiro de 2011, 23:06
Amor e Lição!

O meu dia vai terminando..
Com ele, meu amor vem me alegrando,
Trazendo para mim doces e inesqueciveis emoções,
Que preencheram  o vazio que exisita no meu coração,
Os dias que já passaram, me ajudaram a  entender e crescer,
Os sofrimentos que eu tive, a todos devo esquecer... Com meu amor vou reviver..
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Janeiro de 2011, 23:19
Encontrei!!

]Eu quero dizer...
o quanto sou feliz por te conhecer,
Teu amor,  me fez compreender,
Que medo do futuro, eu não devo ter,
Estarás sempre do meu lado, na terra ou no nosso espaço,
Enfrentando tudo comigo, lutas e dificuldades, alegria e felicidades...
Minha alma se eleva, meus pensamentos contigo despertam...
Uma história de amor vamos vivenciar... Sempre juntos a reencarnar



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Janeiro de 2011, 23:29
SIMPLESMENTE AMOR!!


Te amarei eternamente!
Mesmo que a eternidade,
Esteja de mim, muito distante,
Então te amo, no presente.

Um amor correspondido!
Ele nunca é vencido,
Pois nós dois somos a vitória,
De várias vidas já vividas

Amar!
É ter a fidelidade,
Sempre com a verdade,
É esquecer da dor,
É vivermos a vida,
É simplesmente amor.


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 19/01/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Janeiro de 2011, 23:54
Assim é o Nosso Amor!!

Quando ele chega...
Minha alegria, me acorda e  logo me avisa....
Meu sorriso se ilumina, estando eu acordada ou dormindo,
Com ele, eu quero estar pela manhã... Vamos á praia caminhar, guardando na  nossa memória as doces lembranças,
A todos que passam por nós, se encantam... Assim é o  nosso amor...
Ficará no tempo nos esperando...
Juntos,muitas vezes,  nós dois vamos despertar, em muitas vidas que ainda teremos para compartilhar
r...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 22 de Janeiro de 2011, 17:10
Sentimentos em Confusão

Ha... Que confusão...
Que fica o meu coração...
Sempre que tu passas, em frente a minha casa...
Eu já nem sei o que faço... Se corro e te abraço...
Para mim, é um novo sentimento... Este amor que eu sinto por ti...
Eu fico nesta dúvida... Se guardo apenas para mim... Ou se  conto para o povo ouvir...
Que és  tu, quem me faz feliz.. É por ti que eu sonho acordada... Por ti, estou enamorada

Ha... Que confusão...
Toda esta emoção, que me deixa boba e apaixonada...
E se tu já tiveres namorada? O que será de mim?
Mas se estiveres livre... Por ti eu vou lutar... Queres comigo namorar?

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 24 de Janeiro de 2011, 04:01
Queridos Chico Steffanello e eternaaprendiz


Sejam muito bem-vindos e sintam-se à vontade para utilizar esse espaço que é de todos nós que amamos a Poesia.

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 24 de Janeiro de 2011, 04:11
Bom dia, queridos amigos!


Definitivo



Definitivo, como tudo o que é simples.
Nossa dor não advém das coisas vividas,
mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.

Sofremos por quê? Porque automaticamente esquecemos
o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções
irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado
do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter
tido junto e não tivemos,por todos os shows e livros e silêncios que
gostaríamos de ter compartilhado,
e não compartilhamos.
Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.

Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas
as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um
amigo, para nadar, para namorar.

Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os
momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas
angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.

Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada.

Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo
confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam,
todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Por que sofremos tanto por amor?
O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma
pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez
companhia por um tempo razoável,um tempo feliz.

Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um
verso:

Se iludindo menos e vivendo mais!!!
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida
está no amor que não damos, nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do
sofrimento,perdemos também a felicidade.

A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional...



Carlos Drummond de Andrade
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 24 de Janeiro de 2011, 08:18
                                    VIVA JESUS!



         Bom-dia! queridos irmãos.


                Amor é fogo que arde sem se ver;

                  É ferida que dói e não se sente;

                É um contentamento descontente;

                    É dor que desatina sem doer.


                                ( Camões )


                                              PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 24 de Janeiro de 2011, 11:57
http://(http://ninhascraps1.n.i.pic.centerblog.net/s3k5xb00.gif)Assim que puder voltarei ma participar.
Beijos

Sonia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 24 de Janeiro de 2011, 13:11
                                      VIVA JESUS!


       Bom-dia! queridos irmãos.


              O amor não tem outro desejo senão o de atingir a sua

      plenitude.


                              ( Gibran )



                                           PAZ, MUITA PAZ!


       
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 25 de Janeiro de 2011, 12:46
Recado!!

Eu quero dizer...
Bem baixinho só para ti saber...
Hoje eu acordei com muita saudade...
Pedi a Deus que me ajude... Um recado quero mandar-te...
As andorinhas, irão te levar... Meu beijo e abraço que ontem eu não pude te dar...
Não esqueça de mim meu amor... Quando eu não habitar mais este mundo... Te espero onde for...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 27 de Janeiro de 2011, 21:14
Boa tarde, queridos amigos!



Canção do amor que chegou



Eu não sei, não sei dizer
Mas de repente essa alegria em mim
Alegria de viver
Que alegria de viver
E de ver tanta luz, tanto azul!
Quem jamais poderia supor
Que de um mundo que era tão triste e sem cor
Brotaria essa flor inocente
Chegaria esse amor de repente
E o que era somente um vazio sem fim
Se encheria de cores assim

Coração, põe-te a cantar
Canta o poema da primavera em flor
É o amor, o amor chegou
Chegou enfim



Vinícius de Moraes
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Janeiro de 2011, 19:26
Eu Encontrei

Eu encontrei
Na poesia, uma saída para minha alma vazia...
Ânimo para recomeçar, vontade de perseverar...
Alegria no meu coração, que antes só conhecia a fria solidão...
Motivos para sempre sorrir, transformar tudo a minha volta, em verde e rosa...
Encanto no meu mundo azul, onde tudo respira a harmonia de todas as mais belas  melodias...
Com a poesia...
Eu crio e vivo várias personalidade, moro aqui e em todas as cidades...
Meus anos são todos diferentes, nunca  tenho mais que antigamente...
Tenho todos os amores na minha porta... Não  importa se logo eu vou acordar...


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 04/02/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Janeiro de 2011, 19:34
Me Disseram!

Alguém me disse que tu me amas...
Mas... Tem medo de se declarar...
Perto de mim, tu nem consegues chegar...
Fica todo atrapalhado... Parece um bobo apaixonado...
Me diz logo rapaz... Contigo eu quero passear... Na praça vamos namorar?
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Janeiro de 2011, 19:39
O Amor!!

Parece que o amor chegou...
Dentro da minha emoção,
Se instalou devagar no meu coração...
Retirou o resto da infelicidade, que de mim fazia parte...
Mudou todo o meu ser... Hoje eu quero contigo reviver...


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 28/01/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Janeiro de 2011, 21:51
Teu Olhar!!

Amo teu olhar...
Que me diz, sem dizer alguma palavras...
Como foi bom me encontrar, em teus passeios pelo mar...
Que sentes imensa felicidade, em comigo compartilhar, tua vida, teu ar...
Conheceste todas as alegrias celestes... Teu corações hoje vive em festa...
Tudo o teu olhar expressa... Para mim, estão sempre a sorrir... Comigo tu preferes ir...
Para vivermos juntos em todo o mundo... Repleto de emoção, que aquece nossos corações...

Amo teu olhar...
Desde a primeira vez em que eu te vi... Eu sabia... Nunca mais iriia a ti resistir... Estou apaixonada...
Vivo para este amor... Tu vives para me amar... Que alegria a nossa o destino aqui nos reunir...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Janeiro de 2011, 22:10
Queridos amigos e irmãos Sejam todos muito bem-vindos...

Que a paz esteja presente em seus corações...
Sua presença é a grande responsável pelo enriquecimento deste espaço que é de vocês...
Convidamos para trazerem suas poesias, poemas de sua autoria ou poeta preferido...
E faça parte deste mundo da eterna magia da poesia...


Voltem sempre... abraços afetusosos
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Janeiro de 2011, 22:21
Não é ilusão!!

Não diga que é ilusão...
Este sentimento que trago por ti, no meu coração...
Sei que não é a primeira vez que estou a sentir...
Mas agora é diferente... já não sou mais uma adolescente...
Acredita em mim... Daria a minha vida por ti... Onde tu fores... Eu quero te seguir...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Janeiro de 2011, 22:35
O amor..

Deve ser todo dia cultivado...
Regar com muito respeito e carinho...
Para que ele não se fira, com muitos espinhos...
Retirar todas as folhas mortas... E jogar tudo pela porta...
Molhar com paciência e dedicação... Para nascerem  apenas boa emoção...
Misturar muita sabedoria e simplicidade... Não importa qual idade...

O amor...

É uma pérola fora do mar...
Está apenas esperando para em  seu coração desabrochar...
Não tenha medo de ver ele crescer... Pois com ele é que aprendemos crescer, viver, morrer..


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 28 de Janeiro de 2011, 22:48
Perdoa...

Pela palavra  ofensiva, por mim dita...
Por ter te magoado, mesmo não querendo dizer..
Pela dor que te causei, pelos danos que eu deixei..
Por não acreditar que existe perdão.. Magooei teu coração
...

Perdoa...

Por este meu gesto impensado... Estava fora de mim...
Pelas feridas que abri dentro  ti... Espero poder te ajudar...
Por não te compreender... Entre nós dois já não podia ser...
Perdoa... Simplemente... Perdoa



Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 07/02/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 01 de Fevereiro de 2011, 18:02
Dificuldades e provas?
Pôe a tristeza de lado.
Muita aflição no caminho,
È socorro disfarçado.

Luciano dos Reis
               
                      (http://www.recadodeorkut.com/538/005.gif)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 01 de Fevereiro de 2011, 18:07
                            (http://www.recadodeorkut.com/422/027.gif)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 01 de Fevereiro de 2011, 18:12
                                               (http://www.recadodeorkut.com/076/141.gif)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 02 de Fevereiro de 2011, 19:02
Boa tarde, queridos amigos!


A  LENDA  DA  ROSA



Dizem que quando a Terra começava

A ser habitação de forças vivas,

Nas telas primitivas,

Tudo passara a ser agitação de festa;

As cidades nasciam

Em singelas aldeias na floresta...

A beleza imperava,

O verde resplendia,

Toda a vegetação se espalhava e crescia,

Dando refúgio e proteção

Aos animais,

Do mais fraco ao mais forte...

O progresso ganhava as marcas de alto porte.

 

No campo, as plantas todas

Respiravam felizes,

Da folhagem no vento à calma das raízes;

Era um mundo de belos resplendores,

Adornado de flores,

Com uma estranha exceção.

Tão-somente, o espinheiro,

Era triste e sozinho

Uma espécie de monstro no caminho,

De que ninguém se aproximava,

Todo feito de pontas agressivas,

Recordando punhais de traiçoeiro corte,

Que anunciavam dor e feridas de morte.

 

De tanto padecer desprezo e solidão,

Um dia, o espinheiral

Fitou o Azul Imenso e disse em oração:

- Senhor, que fiz de mal

Para ser espancado e escarnecido,

Todos me evitam cautelosamente

Como se eu não devesse haver nascido...

Compadece-te, oh! Pai, da penúria que trago,

Terei culpa das garras que me deste?

Acendes astros mil para a noite celeste,

Vestes a madrugada em mantilhas vermelhas,

Dás lã para as ovelhas,

Inteligência aos cães, cântico às neves,

Estendeste no chão a bondade das fontes

Que deslizam suaves

Na força universal com que desdobras,

A amplitude sem fim dos horizontes,

Em cujo místico esplendor

Falas de majestade, paz e amor...

Não me abandones, Pai, às pedras dos caminhos,

Se posso, não desejo

Oferecer somente espinhos...

Quero servir-te à obra, aspiro a ser perfume,

Inspiração e cor, harmonia e beleza,

Para falar de ti nas leis da Natureza.

 

Dizem que Deus ouviu a inesperada prece

E notando a humildade e a contrição do espinheiral,

Mandou que, à noite, o orvalho lhe trouxesse

Um prodígio imortal.

Na seguinte manhã, logo após a alvorada,

Por entre exalações maravilhosas,

O homem descobriu, de alma encantada,

Que Deus para mostrar-se o Pai e o Companheiro,

Atendendo a oração pusera no espinheiro

A primeira das rosas.

 

 

FONTE: Livro: “Maria Dolores” – Psicografia: Francisco C. Xavier – Espírito: Maria Dolores

 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 02 de Fevereiro de 2011, 19:06

Pode ser que um dia deixemos de nos falar...
Mas, enquanto houver amizade,
Faremos as pazes de novo.

Pode ser que um dia o tempo passe...
Mas, se a amizade permanecer,
Um de outro se há-de lembrar.

Pode ser que um dia nos afastemos...
Mas, se formos amigos de verdade,
A amizade nos reaproximará.

Pode ser que um dia não mais existamos...
Mas, se ainda sobrar amizade,
Nasceremos de novo, um para o outro.

Pode ser que um dia tudo acabe...
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente.
Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

Há duas formas para viver a sua vida:
Uma é acreditar que não existe milagre.
A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre.


Albert Einstein
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 04 de Fevereiro de 2011, 00:47
Lembranças!!

Naquela cidade...
Muitas vidas da minha infância...
Lembro do tempo que eu era uma criança...
E não cansava de brincar, em frente ao mar...
Me reunia toda tarde com meus amigos e conhecidos...
Juntos, não cansávamos de criar... Ficavámos a divagar...
Fazíamos muitos planos, todos sem muitos enganos... Ha.. como era bom sonhar

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 04 de Fevereiro de 2011, 01:10
Teu Carinho!!

Olho a noite...
E fico a meditar...
Toda onda de carinho, que vinha do teu mar...
Eu recebia do teu coração... Sinceros apelos de amar
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Fevereiro de 2011, 23:40
TER AMIGO É...

Ter amigo é... Ter Amor
Com eles por perto, não enfrentamos sozinhos nenhuma dor...

Ter amigo é... Ter Compreensão.
Eles nos ajudam a entender e exercer o perdão...

Ter amigo é... Ter Felicidade.
Eles nos transmitem esta doce realidade...

Ter amigo é... Ter Paz.
Seu apoio é infinito, se choramos por alguma moça ou algum rapaz...

Ter amigo é... Ter o céu.
Nunca nos desamparam, não nos deixam ao léu...

Ter amigo é... Ter sabedoria.
Eles nos transmitem sempre uma doce alegria...

Ter amigo é... Ter todo o mundo.
Com eles ao nosso lado, nada mais de escuro profundo...

Ter amigo é.. Ter poesia...
Eles são sempre nossa doce e inspirada companhia


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 05/02/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 05 de Fevereiro de 2011, 23:58
Queridos amigos e irmãos que aqui nos visitam...

Sejam todos bem-vindos... muita paz em seus corações
Agradecemos sua presença neste espaço que é de vocês
Estão convidados a trazerem suas poesias, poemas de sua autoria ou de seus poetas preferidos...
Desejamos um fim de semana maravilhos, repleto de felicidades..
Recebam nosso afetuoso abraço...



De: Katiatog... dOm Jorge... Carmem gbi.. Dothy... Sonia Andrade


Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 07 de Fevereiro de 2011, 21:24
Boa noite, queridos amigos!



Canção do amor que chegou



Eu não sei, não sei dizer
Mas de repente essa alegria em mim
Alegria de viver
Que alegria de viver
E de ver tanta luz, tanto azul!
Quem jamais poderia supor
Que de um mundo que era tão triste e sem cor
Brotaria essa flor inocente
Chegaria esse amor de repente
E o que era somente um vazio sem fim
Se encheria de cores assim

Coração, põe-te a cantar
Canta o poema da primavera em flor
É o amor, o amor chegou
Chegou enfim



Vinícius de Moraes
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Fevereiro de 2011, 00:06
Ter felicidade...

É sentar em frante ao mar toda tarde...
Correr atrás de belas pipas e balões... Nun gostoso mundo de ilusões...
Não ter medo de ser feliz... Sonhar em alcançar as cores do céu azul e lilás
Sorrir das coisas engraçadas... Não importa de parecermos como um grandes crianças mimadas..
É sonhar, cantar, chorar e recomeçar... Como é bom a gente amar..


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 07/02/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Fevereiro de 2011, 00:29
Contigo...

Eu alcanço todas as estrelas a brilhar...
Sonho e acordo todo dia em plena fantasia...
Meu mundo se transforma.. Eu mudo a toda hora...
Sou tua eterna namorada.. Vamos sempre nos amar...
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Fevereiro de 2011, 00:44
Que maravilha é amar..

Vemos tudo cor de rosa... Do ceú ao extenso mar...
As pessoas nos parecem diferente... Sentem tudo o que a gente sente..
A noite é mais dia... o dia é feito para sonhar e criar mil palavras de poesia...
Vejo tudo do infinito.. Eu subo até o paraíso.. Contigo, por lá eu vou morar..

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Fevereiro de 2011, 22:56
Quero dizer...

O quanto sou feliz com você...
Eu durmo em poesias.. Acordo ouvindo tua voz que é pura melodia...
Eu sonho acordada... Atravesso toda estrada do paraíso ao arco-Íris...
Ao teu lado sempre quero estar... Nosso amor, no tempo vai eternizar.
.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Fevereiro de 2011, 23:15
Quanta ilusão...

Entregar a ti meu coração...
Quer ansiava por amar... Sozinha, eu não queria mais ficar...
Precisava  recomeçar... Queria ver tudo diferente, na terra ou em sol nascente...
Mas tu não soubeste me amar... Comigo queria apenas brincar...
Ha... Quanta decepção...
Mas no tempo eu vou aguardar... Outro amor para mim... Logo chegará
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 08 de Fevereiro de 2011, 23:39
Amizade...

É minha maior felicidade...
Guardo no meu coração... Esta doce realidade...
Quem tem amigo por perto... Nunca está sosinho em nenhum deserto...
Eles tornam nossa vida maravilhosa... Enfeitam e perfumam tudo ao nosso redor...
Sempre tem palavras de carinho e conforto... Quando estamos sosinhos... São nosso seguros portos...


Amizade...

Que doce palavra, aqui por mim expressada...
São anjos de luz, tudo ao nosso lado, com eles reluz..
Nunca estamos em crises, eles não nos deixam ficar triste...
Tornam nosso mar sempre rosa... Estão conosco sempre em qualqer roda...
Que presente Deus nos concedeu... Escolheu do céu  seus melhores representante... E chamou a todo eles de ... Amigos!!



Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 08/02/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 09 de Fevereiro de 2011, 00:43
Do ceú a terra...

Eu vejo apenas alegria..
Todos os dias são uma eterna poesia..
Eu transformo tudo a minha volta...
Cada sorriso  que eu consigo, é minha maior conquista...
Deixo todos meus personagens tristes e contentes... Estão sempre aprendendo a ir em frente...
Como é bom criar... A vida fica maravilhosa.. Tudo tem um final diferente... Sempre dou a cada um deles, o melhor e  lindo presente..
Minha pura inspiração é ... Todos os nossos amigos e irmãos do Fórum Espiríta  aqui presentes!!
!

Como é bom poetizar
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Fevereiro de 2011, 12:54
Oh cupido!!

O que tu fizeste comigo?
Nele... Eu não paro de pensar..
Passo o dia todo sonhar,
Construo mil castelos fortalecidos,
Todos protegido pelo o que eu sinto contigo,
As cores do méu céu se tornam infinito, em rosa, branco bem bonito...
Como é bom te amar...


Oh cupido!!

Me flexaste sem erros,
Logo eu... Que já tinha desisitido,
Vivia no meu mundinho  bem reduzido,
Agora, vivo a poetisar, encontro todas as inspirações para criar...


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 10/02/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 10 de Fevereiro de 2011, 13:15
O mundo sem amigos...

Seria uma completa melancolica..
Nosso mundo seria apenas de dias frios e noites vazias..
A felicidade... Nem passaria neste lugar.. Encontraria outro lugar para morar,


O mundo sem amigos...

Seria apenas desilusão... Nada mais de uma rica emoção,
Não teríamos mais quem nos tirasse da solidão... Nosso coração sofreria até secar,
Nada mais de risos e alegrias.. Tudo seria repleto de horas vazias,
Tudo ficaria em preto e branco... As rosas.. Perderiam seu encanto,


O mundo sem amigo...

Jamais teria proteção... Pois eles são nossos anjo guardião,
Não conheceríamos o arco- íris... Eles tornam nossos dias sempre coloridos,
Ficaríamos sem companhia... Eles se tranformam em nossas sombras e guias..
Seríamos que nem almas a vagar... Pois eles vivem apenas para nos amar...


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 10/02/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Victor Passos em 10 de Fevereiro de 2011, 13:48
Ola muita paz e harmonia
Amiga Dothy

  Muita beleza nessas palavras...
 

Autopsicografia
   
O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que leem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas de roda
Gira a entreter a razão,
Esse comboio de corda
que se chama o coração.

          Fernando Pessoa
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 11 de Fevereiro de 2011, 00:53
Olá amigo Victor...

(http://[img][color=maroon][b]Seja bem-vindo a esta cantinho dedicado a poesia...Ser poeta é sonhar fingindo  e muito mais que palavras não tenho para expressar...Agradecemos tua presença e esta linda poeisa do nosso amado Fernando Pessoa...Desejamos que voltes sempre.. Beijos e abraços carinhosos[/b][/color])[/img]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Victor Passos em 11 de Fevereiro de 2011, 09:15
Ola Amiga Dothy
Muita paz

   Grato pela bondade..

  AGRADECER  PARA  SERVIR

                                               

Maria Dolores       

Certamente, alma boa,

Deus, o Dispensador dos Recursos Supremos,

Não tem culpa do pranto que há na estrada

Que nós mesmos fazemos.

 

Saibamos, entretanto, agradecer

Os tesouros e dons de que nos faz dispor,

A fim de que saibamos levantar

A grandeza da Vida e a redenção do Amor.

 

Agradece, alma querida e boa,

Ao Doador das Luzes e dos Bens

Os dotes naturais que te amparam a vida

E as concessões que tens.

 

Observa a palavra

Em que a força do verbo se te fez,

Quando existe no mundo tanta gente

Em penosa mudez.

 

Contempla as próprias mãos que podem trabalhar

Em toda atividade nobre e amiga,

Quando se enxerga, em toda parte,

Tanta mão que mendiga.

 

Reflete nos teus olhos,

Dos quais a luz é a doce companheira,

Quando tantos irmãos vemos na Terra

Suportando a cegueira.

 

Toca o cérebro claro

Em que o discernimento se te apura

E lembra a multidão dos companheiros

Nos desvãos da loucura

 

 

Livro “Chico Xavier pede licença” Psicografia Francisco C. Xavier Autores diversos

 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 11 de Fevereiro de 2011, 19:56
Querido amigo Víctor


Seja bem-vindo à esse espaço onde amamos a Poesia!

Agradeçemos pelas lindas poesias. Volte sempre que quiser.

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 11 de Fevereiro de 2011, 20:00
Boa tarde, queridos amigos!


Motivo


Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem sou triste:
sou poeta.


Irmão das coisas fugidias,
não sinto gozo nem tormento.
Atravesso noites e dias
no vento.


Se desmorono ou se edifico,
se permaneço ou me desfaço,
— não sei, não sei. Não sei se fico
ou passo.


Sei que canto. E a canção é tudo.
Tem sangue eterno a asa ritmada.
E um dia sei que estarei mudo:
— mais nada.


Cecília Meireles
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 12 de Fevereiro de 2011, 16:19
                                      VIVA JESUS!


    Boa-tarde! queridos irmãos.


                      À MORTE       
Ó Morte, eu te adorei, como se foras

O fim da sinuosa e negra estrada,

Onde habitasse a eterna paz do Nada

As agonias desconsoladoras.

 

Eras tu a visão idolatrada

Que sorria na dor das minhas horas,

Visão de tristes faces cismadoras,

Nos crepes do Silêncio amortalhada.

 

Busquei-te, eu que trazia a alma já morta,

Escorraçada no padecimento,

Batendo alucinado à tua porta;

 

E escancaraste a porta escura e fria,

Por onde penetrei no Sofrimento,

Numa senda mais triste e mais sombria.

                           ( Antero de Quental )


                                             PAZ, MUITA PAZ![/color]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 13 de Fevereiro de 2011, 00:53
FELICIDADE!!

Queres felicidade?
Ela é uma constante construção a fazer...
Dentro de mim mesma, eu fiz a minha... E você?


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 12/02/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 13 de Fevereiro de 2011, 22:12
Pensamentos


Meus pensamentos...
Voam sempre com o vento,
Sem demora, contigo vão encontrar,
Fazendo o tempo voltar, te enchendo de saudades,
De todas as palavras de amor que eu te disse ao luar,
Sei que em mim, tu pensarás... Dos momentos felizes que passamos,
De todos os nossos sonhos, de uma vida que compartilhamos.
Ah... Como foi bom te amar...


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 13/02/2011
[/b][/color]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 14 de Fevereiro de 2011, 05:01
Bom dia, queridos amigos!


Flor que não dura-Fernando Pessoa



Flor que não dura - Fernando Pessoa (Música - Flor de um dia) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PUYtQ1hPcVMwQm40JmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQj)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 14 de Fevereiro de 2011, 08:00
NASCEU O AMOR!!

Quando o amor nasceu...
O mundo inteiro, no coração... O recebeu.
A tristeza e a solidão, com medo Fugiram... O poder do amor é incrível!!



Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 13/02/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 15 de Fevereiro de 2011, 13:21
Natureza...'

Natureza
Criação divina e palavra tão bela...
Tu enfeitas do céu, a toda a terra...
Que felicidade tu me deste... Estás sempre a brilhar...

Natureza...
Tu deixas meus dias mais coloridos...
Onde eu passo, tudo está semptre tão bonito...
Ah.. Como é bom te admriar...

Natureza...
Tu nos aferta as quatro estações..
Todas elas repletas do mais lindo verão...
Ah... Como é bom te amar...

Natureza..
Deus te fez tão  linda e perfeitinha
Tu criaste todas as rosas meninas...
Ah como é bom te preservar...

Natureza...
Por que os homens, querem contigo acabar?
Tu estás sempre a nos proteger e ofertar...
Tudo o que nos precisamos... Para continuarmos, na Terra morar...
[/b]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 16 de Fevereiro de 2011, 01:15
SAUDADE!!

Saudade...
É uma palavra triste, que me faz relembrar...
De todas as pessoas queridas... que um dia, Eu tive que me separar...


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 15/02/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 16 de Fevereiro de 2011, 01:17
Existe o Amor!!

Entre o céu e a tera...
Existe o amor... Que vem nos tirar da solidão e dor...
Cura os nossos sofrimentos... Sempre nos conforta em todo o momento.


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 15/02/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 17 de Fevereiro de 2011, 19:05
Boa tarde, queridos amigos!


O Amor

O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de *dizer.
Fala: parece que mente
Cala: parece esquecer

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pr'a saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar..


Fernando Pessoa
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Fevereiro de 2011, 09:27
Separação

Se o tempo falasse!

Logo te contaria de minhas lágrimas, nas noites vazias.
Diria da imensa saudade, que sinto noite e dia.
Levaria a lembrança de nossos eternos momentos.
Todos vividos em muita harmonia, em noites de muita poesia.

Se o tempo  parasse!

Tu ficarias eternamente do meu lado,
Teu abraço estaria comigo, bem guardado,
Teus olhos, não iriam parar de sorrir, ao me amar,
A morte... Não te levaria para o outro lado de lá.
 



Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Fevereiro de 2011, 09:40
A CURA PELO AMOR!

Atenção!

O amor está solto no ar,
Procurando um coração triste...  Para curar,
Uma pessoa  que está  infeliz... Para consolar,
Alguém que está cansado de sofrer e chorar,
As pessoas  que já não acreditam mais... Ele quer recuperar,
Uma nova chance de recomeçar... A todos, ele vai ensinar.
Dothy
[/size]

Publicado no Recanto das Letras em 18/02/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Fevereiro de 2011, 09:49
Olá queridos amigos e irmãos... Sejam bem vindos... Muita paz

Sua presença é a responsável pelo sucesso deste espaço que é de vocês...
Desejamos um ótimo final de semana, repleto de muitas felicidades e amor...
Abraços carinhosos dos amigos:


dOm Jorege, Katia, Sonia Andrade, Dothy
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: dOM JORGE em 19 de Fevereiro de 2011, 14:27
                                  VIVA JESUS!


       Boa-tarde! queridos irmãos.             
Jesus em Casa
O culto do Mestre, em casa,
É novo sol que irradia
A música da alegria
Em santa e bela canção.

É a glória de Deus que vaza
O dom de Graça Divina,
Que regenera e ilumina
O templo do coração.

Ouvida a benção à prece
Na sala doce e tranqüila,
A lição de bem cintila
Como um poema a brilhar.

O verbo humano enaltece
A caridade e a esperança.
Tudo é bendita mudança
No plano familiar.

Anula-se a malquerença
A frase é contente e boa.
Quem guarda ofensas, perdoa,
Quem sofre, agradece à cruz.
A maldade escuta e pensa
E o vício da rebeldia,
Perde a máscara sombria...

Toda névoa faz-se luz !

Na casa fortalecida
Por semelhante alimento,
Tudo vibra entendimento
Sublime e renovador.

O dever governa a vida,
Vozes brandas falam calmas...
É Jesus chamando as almas
Ao Reino do Eterno Amor !


Irene S. Pinto

Do livro: Luz no Lar, de Francisco Cândido Xavier


                              PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: lynn em 19 de Fevereiro de 2011, 15:18
Boa tarde irmãos!

 Do livro Caminhos do Amor de Francisco Cândido Xavier(pelo espírito de Maria Dolores)

 "E falas-me do tempo"

E falas-me do tempo, coração,
Do tempo em que tiveste a alma ferida
Por desgostos da vida,
Quais estiletes da desilusão:
Do tempo estranho de aflição e prova
Que atravessaste em convulsões de dor,
Das horas de amargor
Que te impeliram para a estrada nova,
Na qual hoje me dizes
De quadros e lembranças infelizes...

E referes-te, ainda, aos dias do futuro,
Sementeira em que esperas
Outras maravilhosas primaveras
De beleza, de paz e de amor puro,
Do porvir em que aguardas
A luminosa companhia
Da perfeita alegria,
Que surgirá, por fim, de brilhantes vanguardas...

Ouço-te o verbo lamentoso e lindo,
Enquanto vamos nós, sonhando e agindo...
Mas embora te escute com respeito,
Peço-te permissão
Para dizer-te ao pensamento irmão
Que todo tempo encerra o seu justo proveito.

E, sem qualquer prurido de ensinar,
Creio que hoje é o tempo certo
De amar e compreender, servir e desculpar,
Por isso, o melhor tempo que nos vem,
Na senda em que seguimos, vida afora,
O tempo de sorrir e de fazer o bem
Tem o nome de "agora"!

abraços fraternos!!
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Fevereiro de 2011, 15:30
Olá querida amiga lynn... Seja sempre bem-vinda... Muita paz!!

Agradecemos tua presesença aeste espaço que é de todos, e tua linda contribuição..

Desejamos que volte sempre... Abraços afetuosos
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 19 de Fevereiro de 2011, 16:51
              (http://i239.photobucket.com/albums/ff226/yulinn/gifs%20animados/fantasy.jpg)



Boa tarde, queridos amigos!


Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver

Apesar de todos os desafios,

Incompreensões e períodos de crise.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas

E se tornar um autor da própria história.

É atravessar desertos fora de si,

Mas ser capaz de encontrar um oásis

No recôndito da sua alma.



É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.

Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.

É saber falar de si mesmo.

É ter coragem para ouvir um “não”.

É ter segurança para receber uma crítica,

Mesmo que injusta.



Pedras no caminho?

Guardo todas, um dia vou

Construir um castelo ...



Fernando Pessoa
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 19 de Fevereiro de 2011, 16:58
           (http://i233.photobucket.com/albums/ee305/jesusadolfoo/gifs%20animados/sakura.gif)

Querida lynn


Seja muito bem-vinda à esse espaço onde amamos a poesia

Volte sempre que quiser!

Abraços carinhosos da Katia
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Fevereiro de 2011, 21:46
FOI ASSIM!

Foi assim...

Quando tu chegaste  bem perto de mim,
Meu coração... Te  recebeu com alegria,
Naquele momento... Eu comecei a te amar,
A solidão... Em outro lugar foi morar,
Meus dias... Hoje são uma linda poesia


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 19/02/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 19 de Fevereiro de 2011, 21:48
LEMBRANÇAS!!


A tristeza...

Hoje... Veio me visitar,
Bem devagar... Eu comecei a chorar,
A saudade... Me fez lembrar,
Com frieza... A solidão veio se instalar,
Meu coração... Sofre sem parar,
Ah, eu queria... No tempo voltar,
Para de ti... Nunca me afastar.
[/size]

Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 19/02/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 20 de Fevereiro de 2011, 09:59
Foi um sonho...

Tudo que contigo eu vivi... Hoje, tu não me queres mais aqui,
Saíste em busca de nova emoção.. Deixando a saudade no meu coração,
Dores e lágrimas silenciosas eu verti, quando tu te afastaste de mim,
A lembranças de todas as minhas esperanças, já não me fazem mais sorrir,
Preciso recomeçar, novos caminhos... Eu devo encontrar,
Fui muito feliz... Esta experiência me ensinou a seguir.
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 20 de Fevereiro de 2011, 10:15
Eu chorei...

Mais um dia, em melodia,
Quando te vi, por mim passar,
Tu não sabias do meu amor,
Com tua namorada estavas, felizes a passear,
O que eu posso fazer? Para uma chance contigo ter?
Daria o meu mundo de poesias... Para ter tua doce companhia...

Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 20 de Fevereiro de 2011, 10:53

AMIGOS NECESSÁRIOS!!

Amigos..
Todos nós precisamos de um em nossas vidas:
Amigo padre... Para nossos segredos confessarem,
Amigo médico... Para nossas dores curarem,
Amigo emoção... Necesitamos de sua terna sensação,
Amigo sábio... Para conselhos bons e rápidos,
Amigo palhaço... Pois necessitamos de muitos sorrisos e abraços,
Amigo Poeta... Precisamos de todos os seus sonhos e  metas,
Amigo cupido... Que nos apresente algum de seus amigos,
Amigo Amor... Em nosso coração, estarão guardados com muito cuidado.

 
[/b][/color]

Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 20/02/2011

 
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 20 de Fevereiro de 2011, 13:07
Queridos Amigos ... Sejam bem-vindos... Muita paz!!

Agradecemos a todos vocês pela presença constante neste espaço dedicado a poesia.
Sua presença é a grande responsável pelo enriquecimento deste local que é de vocês.
Somos muitos gratos a vocês pelas visitas constantes... Ea nossa querida amiga Kátia pela iniciativa ao criar este tópico onde a mesma pode nos presentear com poesias que escrevia na adolescência..
Em meu nome... Em nosso nome... O nosso eterno agradecimento!!!
Desejamos a todos um ótimo domingo repleto de felicidades e Paz!!


Abraços afetuosos[[/b]
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: katiatog em 21 de Fevereiro de 2011, 22:47
(http://i823.photobucket.com/albums/zz156/RomiTC/Gifs/a.gif)


Boa noite, queridos amigos!



Traze-me



Traze-me um pouco das sombras serenas
que as nuvens transportam por cima do dia!
Um pouco de sombra, apenas,
- vê que nem te peço alegria.
Traze-me um pouco da alvura dos luares
que a noite sustenta no teu coração!
A alvura, apenas, dos ares:
- vê que nem te peço ilusão.
Traze-me um pouco da tua lembrança,
aroma perdido, saudade da flor!
-Vê que nem te digo - esperança!
-Vê que nem sequer sonho - amor!


(Cecília Meireles)
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Fevereiro de 2011, 08:01
UM AMIGO!!

Meu amigo sempre me ajudou,
Lágrimas e dores... comigo passou,
Felicidades para minhas noites... Realidade do meu dia,
Na saúde ou doença... Sempre me dá esperança,
Em minha juventude e mocidade... Com ele eu não tenho nenhuma idade,
No inverno ou primavera... Na praça, ele sempre está á minha espera,
No outono ou verão... Ao lado dele tudo é diversão,
Nada de sombras na imensidão... Ele sempre é mimha proteção,
Fazendo  sol ou chuva... Ele sempre  é a estação da ternura,

Obrigada Deus...

Por ter criado no céu, o amigo...
Por ele sempre andar comigo...
Ao lado dele... Eu quero sempre viver...
Junto com ele, eu quero envelhecer...
Em muitas outras vidas... Nós dois vamos renascer.


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 22/02/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 23 de Fevereiro de 2011, 08:13
É PASSADO!!

É passado,
Meus erros e desenganos... ficaram enterrados,
Hoje... eu quero aprender, Muitos amigos e amores... Eu quero ter...


Dothy
Publicado no Recanto das Letras em 22/02/2011
Título: Re: Um pouco da minha poesia
Enviado por: Dothy em 24 de Fevereiro de 2011, 07:56
AMIZA