Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Poesia => Tópico iniciado por: Liana em 10 de Janeiro de 2006, 02:55

Título: A Nova Era!
Enviado por: Liana em 10 de Janeiro de 2006, 02:55
Olá Amigos

Poesia
A Nova Era
Sônia Lana Borges – slamb@allnet.com.br


Ó Deus, eterno Criador!
Fonte excelsa de Bondade!
Ilumina a Humanidade,
Que – esquecida a Natureza,
A divina obra de Amor –
Cega, atraída ao abismo
Do irreal materialismo,
Destrói da vida a beleza.

Verdes matas são ceifadas;
Choram os rios suas mágoas;
Em secos leitos, as águas,
Sofrendo ação incessante,
Clamam para ser amparadas;
Grassa a violência, o receio.
Esconde-se o homem em seu meio
Ante a ameaça constante.

O desamor recrudesce.
Morrem valores morais.
A fome solta seus ais.
Na busca vã de alimento,
Esquecem jovens a prece,
Elo da fé que os conforta,
Abrindo os vícios a porta,
Na ilusão mera de alento.

Vai à ciência ampliando
Os domínios da razão
Sem das ainda atenção
Ao espírito do ser,
Que da matéria é comando.
E, numa estranha incoerência,
Nega sua própria essência,
A raiz de seu Saber.

Essa a razão de haver doentes.
Não se utiliza o conceito
Da Lei de causa e efeito,
Que explica a origem do mal.
Não se trabalham as mentes.
Só o soma é que domina.
Descuidando a medicina
Da etiologia real.

Mas eis vinda a nova era!
É preciso dar passagem
A uma nova mensagem
Que o mundo traga mudança,
Porque o Ser só regenera,
Quando morre o homem velho,
E, com a lição do Evangelho,
Reforma íntima alcança.

Ó Potestade divina!
Guia com Tua eterna luz
Nas pegadas de Jesus
Pobres ovelhas perdidas!
Não lhes permitas a ruína,
Para que o humano não morra
Como Sodoma e Gomorra
Por seus crimes sucumbidas.

Guardando teus mandamentos,
Virá nossa sociedade,
Que pratique CARIDADE,
E o Amor com altruísmo.
Idos serão os tormentos!
E na época vindoura,
A PAZ será duradoura
Sob a LUZ do Cristianismo.


Texto extraído da Revista Internacional de Espiritismo – Ano LXXX – Nr. 09 – Outubro de 2005, pág. 475.

Beijinhos a Todos

Muita Paz

Liana