Forum Espirita

GERAL => O que é o espiritismo => Pluralidade Mundos Habitados => Tópico iniciado por: Luciano Infanti em 12 de Julho de 2009, 18:11

Título: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: Luciano Infanti em 12 de Julho de 2009, 18:11
Olá pessoal.
Comecei não faz muito tempo a leitura do livro O Evangelho Segundo o Espiritismo. Ainda estou no capítulo III (Há muitas moradas na casa do meu Pai) e precisamente na página 53 encontrei a seguinte frase:

"Cada sistema planetário girando no espaço ao redor de um centro comum, tem a sua volta mundos primitivos, de exílio, de provas, de regeneração e de felicidade."

Imediatamente algumas questões vieram a minha mente. Por exemplo, se em todos os sistemas solares há pelo menos 5 planetas com vida quais são os outros em nosso sistema solar? Já ouvi falar de seres vivendo em Saturno em Vênus ou Mercúrio mas não tenho muitas informações e por isso gostaria de conversar sobre o assunto.

Abraços.
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: Fernando B. em 15 de Julho de 2009, 10:09
Bom dia Luciano!
Sugiro a ti que leia também o Livro dos Espiritos!
Em todo caso segue abaixo um trecho do LE que aborda o tema que lhe intriga:

Citar
Encarnação nos diferentes mundos

172 Nossas diferentes existências corporais se passam todas na Terra?

– Não, nem todas, mas em diferentes mundos. As que passamos na Terra não são nem as primeiras nem as últimas, embora sejam das mais materiais e mais distantes da perfeição.

173 A alma, a cada nova existência corporal, passa de um mundo para outro ou pode ter várias existências num mesmo globo?

– Ela pode reviver diversas vezes num mesmo globo, se não for suficientemente avançada para passar a um mundo superior.

173 a Desse modo, podemos reaparecer muitas vezes na Terra?

– Certamente.

173 b Podemos voltar à Terra após ter vivido em outros mundos?

– Seguramente. Já vivestes em outros mundos além da Terra.

174 Voltar a viver na Terra é uma necessidade?

– Não; mas se não avançardes, podereis ir para um outro mundo que não seja melhor e que pode até ser pior.

175 Existe alguma vantagem em voltar a habitar a Terra?

– Nenhuma vantagem em particular, a menos que se esteja em missão. Nesse caso se progride aí como em qualquer outro mundo.

175 a Não seria melhor permanecer como Espírito?

– Não, não. Seria permanecer estacionário, e o que se quer é avançar para Deus.

176 Os Espíritos, após terem encarnado em outros mundos, podem encarnar neste, sem nunca terem passado por aqui?

– Sim, como vós em outros mundos. Todos os mundos são solidários:o que não se cumpre em um se cumpre em outro.

176 a Desse modo, há homens que estão na Terra pela primeira vez?

– Há muitos e em diversos graus.

176 b Pode-se reconhecer por um sinal qualquer quando um Espírito está pela primeira vez na Terra?

– Isso não teria nenhuma utilidade.

177 Para chegar à perfeição e à felicidade suprema, que são o objetivo final de todos os homens, o Espírito deve passar por todos os mundos que existem no universo?

– Não. Há muitos mundos que estão num mesmo grau da escala evolutiva e onde o Espírito não aprenderia nada de novo.

177 a Como então explicar a pluralidade dessas existências num mesmo globo?

– O Espírito pode aí se encontrar a cada vez em posições bem diferentes, que são para ele outras ocasiões de adquirir experiência.

178 Os Espíritos podem encarnar corporalmente num mundo relativamente inferior àquele em que já viveram?

– Sim, se for para cumprir uma missão e ajudar no progresso. Aceitam com alegria as dificuldades dessa existência, porque lhes oferecem um meio de avançar.

178 a Isso não pode ocorrer por expiação? Deus não pode enviar Espíritos rebeldes para mundos inferiores?

– Os Espíritos podem permanecer estacionários, mas não regridem. Quando estacionam, sua punição é não avançar e ter de recomeçar as existências mal-empregadas num meio conveniente à sua natureza.

178 b Quais são aqueles que devem recomeçar a mesma existência?

– Os que falharam em sua missão ou em suas provações.

179 Os seres que habitam cada mundo atingiram um mesmo grau de perfeição?

– Não, é como na Terra: há seres mais avançados e menos avançados.

180 Ao passar deste mundo para um outro, o Espírito conserva a inteligência que tinha aqui?

– Sem dúvida, a inteligência não se perde, mas pode não ter os mesmos meios de manifestá-la; isso depende de sua superioridade e das condições do corpo que vai tomar. (Veja “Influência do organismo”, Parte Segunda, cap. 7).

181 Os seres que habitam os diferentes mundos possuem corpo semelhante aos nosso?

– Sem dúvida possuem corpo, porque é preciso que o Espírito esteja revestido de matéria para agir sobre a matéria. Porém, esse corpo é mais ou menos material, de acordo com o grau de pureza a que chegaram os Espíritos. E é isso que diferencia os mundos que devem percorrer; porque há muitas moradas na casa de nosso Pai e, portanto, muitos graus. Alguns o sabem e têm consciência disso na Terra; outros não sabem nada.

182 Podemos conhecer exatamente o estado físico e moral dos diferentes mundos?

– Nós, Espíritos, só podemos responder de acordo com o grau de adiantamento em que vos encontrais. Portanto, não devemos revelar essas coisas a todos, visto que nem todos terão alcance de compreendê-las, e isso os perturbaria.

À medida que o Espírito se purifica, o corpo que o reveste se aproxima igualmente da natureza espírita. A matéria torna-se menos densa, ele não mais se arrasta em sofrimento pela superfície do solo, as necessidades físicas são menos grosseiras e os seres vivos não têm mais necessidade de se destruírem mutuamente para se alimentar. O Espírito é mais livre e, para atingir coisas distantes, tem percepções que nos são desconhecidas. Ele vê pelos olhos do corpo o que apenas pelo pensamento podemos imaginar.

A purificação dos Espíritos reflete-se na perfeição moral dos seres em que estão encarnados. As paixões brutais se enfraquecem e o egoísmo dá lugar a um sentimento fraternal. É desse modo que, nos mundos superiores à Terra, as guerras são desconhecidas, os ódios e as discórdias não têm motivo, porque ninguém pensa em fazer o mal a seu semelhante. A intuição que têm do futuro, a segurança que uma consciência livre de remorsos lhes dá, fazem com que a morte não lhes cause nenhuma apreensão, por isso a encaram sem temor e a compreendem como uma simples transformação.

A duração da vida nos diferentes mundos parece ser proporcional ao grau de superioridade física e moral desses mundos, e isso é perfeitamente racional. Quanto menos material é o corpo, menos está sujeito às alternâncias e instabilidades que o desorganizam. Quanto mais puro é o Espírito, mais livre das paixões que o destroem. Esse é ainda um benefício da Providência que, desse modo, abrevia os sofrimentos.


183 Ao ir de um mundo para outro, o Espírito passa por uma nova infância?

– A infância é em todos os lugares uma transição necessária, mas não é tão frágil em todos os lugares como entre vós, na Terra.

184 O Espírito pode escolher o novo mundo que vai habitar?

– Nem sempre, mas pode pedir e conseguir isso se o merecer; porque os mundos são acessíveis aos Espíritos de acordo com seu grau de elevação.

184 a Se o Espírito não pede nada, o que determina o mundo em que deve reencarnar?

– O grau de sua elevação.

185 O estado físico e moral dos seres vivos é perpetuamente o mesmo em cada globo?

– Não; os mundos estão também submetidos à lei do progresso2. Todos começaram como o vosso, por um estado inferior, e a própria Terra passará por uma transformação semelhante. Ela será um paraíso quando os homens se tornarem bons.

É assim que as raças que hoje povoam a Terra desaparecerão um dia e serão substituídas por seres cada vez mais perfeitos. Essas raças transformadas sucederão às atuais, como as atuais sucederam a outras ainda mais atrasadas.

186 Há mundos em que o Espírito, deixando de habitar um corpo material, tem apenas como envoltório o perispírito?

– Sim, há. Nesses mundos até mesmo esse envoltório, o perispírito, torna-se tão etéreo que para vós é como se não existisse. É o estado dos Espíritos puros.

186 a Disso parece resultar que não há uma demarcação definida entre o estado das últimas encarnações e o de Espírito puro?

– Essa demarcação não existe. A diferença nesse caso se desfaz pouco a pouco, torna-se imperceptível, assim como a noite se desfaz diante dos primeiros clarões da alvorada.

187 A substância do perispírito é a mesma em todos os globos?

– Não; é mais ou menos etérea. Ao passar de um mundo para outro,

o Espírito se reveste instantaneamente da matéria própria de cada um deles, com a rapidez de um relâmpago.

188 Os Espíritos puros habitam mundos especiais, ou estão no espaço universal, sem estar ligados mais a um mundo do que a outro?

– Os Espíritos puros habitam determinados mundos, mas não estão restritos a eles como os homens estão à Terra; eles podem, melhor do que os outros, estar em todos os lugares.

De acordo com o ensinamento dos Espíritos, de todos os globos que compõem o nosso sistema planetário, a Terra é onde os habitantes são menos avançados, tanto física quanto moralmente. Marte ainda estaria inferior, e Júpiter muito superior em todos os sentidos. O Sol não seria um mundo habitado por seres corporais, e sim um lugar de encontro de Espíritos superiores que, de lá, irradiam seus pensamentos para outros mundos, que dirigem por intermédio de Espíritos menos elevados, transmitindo-os a eles por meio do fluido universal. Como constituição física, o Sol seria um foco de eletricidade. Todos os sóis parecem estar numa posição idêntica.

O volume e a distância que estão do Sol não têm nenhuma relação necessária com o grau de adiantamento dos mundos, pois parece que Vênus é mais avançado que a Terra, e Saturno menos que Júpiter.

Muitos Espíritos que na Terra animaram pessoas conhecidas disseram estar encarnados em Júpiter, um dos mundos mais próximos da perfeição, e é admirável ver, nesse globo tão avançado, homens que, na opinião geral que fazemos deles, não eram reconhecidos como tão elevados. Isso não deve causar admiração, se considerarmos que alguns Espíritos que habitam Júpiter podem ter sido enviados à Terra para cumprir uma missão que, aos nossos olhos, não os colocava em primeiro plano; que, entre sua existência terrestre e a de Júpiter, podem ter tido outras intermediárias, nas quais se melhoraram. E, finalmente, que nesse mundo, como no nosso, há diferentes graus de desenvolvimento, e que entre esses graus pode haver a mesma distância como a que separa entre nós o selvagem do homem civilizado. Desse modo, o fato de habitarem Júpiter não quer dizer que estão no mesmo padrão dos seres mais avançados de lá, da mesma forma que não se está no mesmo padrão de um sábio da Universidade só porque se reside em Paris.

As condições de longevidade não são também as mesmas que na Terra, e por isso não se pode comparar a idade. Um Espírito evocado, desencarnado há alguns anos, disse estar encarnado há seis meses num mundo cujo nome nos é desconhecido. Interrogado sobre a idade que tinha nesse mundo, respondeu: “Não posso avaliá-la, porque não contamos o tempo como vós; além do mais, o modo de vida não é o mesmo; desenvolvemo-nos lá com muito mais rapidez; embora não faça mais que seis dos vossos meses que lá estou, posso dizer que, quanto à inteligência, tenho trinta anos da idade que tive na Terra”.

Muitas respostas semelhantes nos foram dadas por outros Espíritos, e isso nada tem de inacreditável. Não vemos na Terra um grande número de animais adquirir em poucos meses seu desenvolvimento normal? Por que não poderia ocorrer o mesmo com os habitantes de outras esferas? Notemos, por outro lado, que o desenvolvimento adquirido pelo homem na Terra, na idade de trinta anos, pode ser apenas uma espécie de infância, comparado ao que deve alcançar. Bem curto de vista se revela quem nos toma em tudo por protótipos da criação, e é rebaixar a Divindade crer que, fora o homem, nada mais é possível a Deus (N. K.).
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: leandro_manzo em 16 de Julho de 2009, 15:29
Olá amigo Luciano...
Assim como o Fernando, sugiro não só o Livro dos Espíritos mas ctambém todos o livros da codificação e de preferência que você os leia na sequência que vou te indicar, pois assim facilitará seu entendimento e compreensão.

1 - O Livro do Espíritos
2 - O Livro do Médiuns
3 - O Evangelho Segundo o Espiritismo
4 - O Céu e o Inferno
5 - A Gênese

Espero ter ajudado...
Abração e fique na paz do Senhor Jesus
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: Neo em 25 de Agosto de 2009, 14:11
 Sobre vida no nosso sistema solar há uma analogia que me gera questões. Nós habitantes da terra somos feitos dos mesmos elementos da crosta do planeta e portanto somos tão visiveis quanto ele, nossos corpos ,habitações construções etc podem ser capitados pelos nossos olhos e por instrumentos de satelites orbitando o nosso planeta, pois bem, o planeta Marte e perfeitamente visivel a nossos olhos e nossos instrumentos, esse fato se torna uma base comum para para a construção do seguinte raciocinio: Se os habitantes de marte são feitos dos mesmos elementos da crosta do planeta então tambem deveriam ser detectados ou vistos pelos instrumentos das sondas que enviamos para lá mas não há nada nas fotos nem nas filmagens, nem construções nem corpos só crateras, montes e uma imensidão de terras inabitada. Como resolver essa questão?
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: ponto em 11 de Julho de 2010, 05:41
Neo,

voce poderia considerar que poderia haver uma vida subterranea em Marte..que até alguns cientistas acham possivel.
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: kovaliuk em 25 de Julho de 2010, 02:08
E como são explicadas as colônias da Terra? Até onde li, estas são semelhantes às visões que temos na Terra, porém estão em outra dimensão. É difícil entender isto... ???
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: Gabriel em 02 de Agosto de 2010, 22:27
Sobre vida no nosso sistema solar há uma analogia que me gera questões. Nós habitantes da terra somos feitos dos mesmos elementos da crosta do planeta e portanto somos tão visiveis quanto ele, nossos corpos ,habitações construções etc podem ser capitados pelos nossos olhos e por instrumentos de satelites orbitando o nosso planeta, pois bem, o planeta Marte e perfeitamente visivel a nossos olhos e nossos instrumentos, esse fato se torna uma base comum para para a construção do seguinte raciocinio: Se os habitantes de marte são feitos dos mesmos elementos da crosta do planeta então tambem deveriam ser detectados ou vistos pelos instrumentos das sondas que enviamos para lá mas não há nada nas fotos nem nas filmagens, nem construções nem corpos só crateras, montes e uma imensidão de terras inabitada. Como resolver essa questão?

excelente raciocínio. Se os seres vivos e as construções são feitos da matéria do planeta, como é que podemos ver marte mas não podemos ver os seres que kardec descreveu?  essa questão é fácil de ser resolvida, o problema é que a resposta não vai agradar aos espíritas. mas é a verdade, então tem que ser dita.
Bom, basicamente allan kardec nunca conversou com espíritos, ele era apenas um homem em seu tempo, delirando, projetando as crenças de seu tempo, tentando adivinhar as coisas. Por isso as descrições dele a respeito dos planetas não batem com o mundo real.
Tudo é muito diferente do que kardec descreveu pelo simples fato dele nunca ter se comunicado com espíritos, simples assim.

Um abraço a todos.
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: ricardoslima em 24 de Setembro de 2010, 19:34
Nossa Gabriel!!!

Quanto atéismo e quanto ceticismo juntos....

Vc já assistiu matrix? Caso não tenha assistido procure assistir ou no minimo assimilar a idéa principal e verá que:

O universo como conhecemos pode ser uma mera forma de interpretação de dados que nossa organização molecular permite perceber, ou seja tudo o que nossa "avançada" ciência consegue explicar é o que acontece conforme regras editadas a partir do binômio compreensão/conhecimento.

Então, se algum fenômeno foge destes dois parãmetros qualquer explicação será exercicio de imaginação, pois não temos como comprovar/explicar os fatos que acontecem diante de nossos olhos.

Permita-me fugir do assunto, neste ponto, só a titulo de curiosidade: Nossos olhos, mais especificamente, o sistema de lentes da iris, projeta as imagens de forma invertida no nervo optico e o cerébro, conserta para nós enxergarmos a "realidade". Ressalte-se que, este fenômeno - o cerébro consertar a imagens - ainda não foi explicado pela ciência.

Voltando ao tema:

Portanto da mesma forma que Kardec pode não ter visto/conversado com espiritos, mas afirma tê-los visto e a partir daí fundamentou o espiritismo, temos então, um resultado tão incongruente quanto todos os avanços cientificos realizados a partir da teoria da relatividade e=mc2.vejamos:

Da mesma forma que Kardec desenvolveu a fórmula (ciencia+filosofia=consequências morais decorrentes das duas) sem tirar sequer uma foto de um espirito, Einstein, também, por mero exercicio de raciocinio e lógica desenvolveu sua teoria da relatividade, pois não tinha como comprovar que uma massa de uranio do tamanho de uma bola de golfe poderia virar uma bomba atômica.

Resumindo ou explicando, Kardec usou o método cientifico para chegar às suas conclusões da mesma forma que Einstein. Ambos utilizaram apenas o conhecimento que dispunham ao seu alcance, somado a suas elevadas capacidades de compreensão e solução de problemas. Se alguma coisa passou despercebida para ambos não devemos julgar suas idéias como erros pois cada um em sua época fez o melhor que pode assim como nós e toda a humanidade.

Certamente chegará um dia que vamos, pelo menos, entender como nosso cérebro conserta a imagem invertida do mundo real, o restante (a exemplo das formas de vida em outros mundos que pode ser explicada pela teoria dos das dez dimensões do universo) já estará de bom tamanho.

Ass. RicardoLima


Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: Mr.Kite em 27 de Setembro de 2010, 00:05
Ainda há impasses porque nossa ciência ainda não progrediu suficientemente, no entanto nossa lógica não pode falhar, o Universo não foi criado para recrear nossas vistas, Deus não faz nada inútil. Há 200 anos atrás, várias pessoas, incluindo cientistas, achariam sobrenatural o fato de existirem seres microscópicos, no entanto nossa ciência avança, irmãos. Já pensaram na possibilidade dos corpos dos habitantes serem mais etéreos do quê a constituição do Planeta? Como querer que a alma seja tão densa quanto o corpo puramente físico, e baseado nisso achar provável as colônias não existirem porque não estão ao alcance dos nossos olhos? Não reduzamos o Universo à nossa pequenez, irmãos...
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: Gabriel em 27 de Setembro de 2010, 00:35
Nossa Gabriel!!!

Quanto atéismo e quanto ceticismo juntos....

Obrigado. Gosto de pensar de forma científica.


Citar
Portanto da mesma forma que Kardec pode não ter visto/conversado com espiritos, mas afirma tê-los visto e a partir daí fundamentou o espiritismo, temos então, um resultado tão incongruente quanto todos os avanços cientificos realizados a partir da teoria da relatividade e=mc2.vejamos:

Não entendi.  ???

Citar
Da mesma forma que Kardec desenvolveu a fórmula (ciencia+filosofia=consequências morais decorrentes das duas) sem tirar sequer uma foto de um espirito, Einstein, também, por mero exercicio de raciocinio e lógica desenvolveu sua teoria da relatividade, pois não tinha como comprovar que uma massa de uranio do tamanho de uma bola de golfe poderia virar uma bomba atômica.

Desculpe, mas comparar kardec com einstein é uma ofensa à todas as pessoas que se interessam por ciência. Um foi um gênio que trouxe progresso a humanidade, o outro foi um charlatão que criou uma religião racista que engana pessoas ingênuas até hoje.


Citar
Resumindo ou explicando, Kardec usou o método cientifico para chegar às suas conclusões

kardec não usou o método científico. Ponto. Ele criou um método próprio cheio de furos, e por isso a religião espírita segue estagnada no tempo acumulando dezenas de erros que ja mostrei em outros tópicos.


abraço
 




Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: Gika em 27 de Setembro de 2010, 01:19
Sobre vida no nosso sistema solar há uma analogia que me gera questões. Nós habitantes da terra somos feitos dos mesmos elementos da crosta do planeta e portanto somos tão visiveis quanto ele, nossos corpos ,habitações construções etc podem ser capitados pelos nossos olhos e por instrumentos de satelites orbitando o nosso planeta, pois bem, o planeta Marte e perfeitamente visivel a nossos olhos e nossos instrumentos, esse fato se torna uma base comum para para a construção do seguinte raciocinio: Se os habitantes de marte são feitos dos mesmos elementos da crosta do planeta então tambem deveriam ser detectados ou vistos pelos instrumentos das sondas que enviamos para lá mas não há nada nas fotos nem nas filmagens, nem construções nem corpos só crateras, montes e uma imensidão de terras inabitada. Como resolver essa questão?
Marte poderia ser um planeta um pouco mais evoluido do que a Terra e seus habitantes se fazerem ver ou não, de acordo com a evolução de cada um, será que todos nós estaríamos prontos para ver formas e modos diferentes de vida, que não seja o que a gente já conhece??????????????
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: 123 em 12 de Outubro de 2010, 22:10
Olá Gabriel,
Sou iniciante por aqui no Fórum, procuro entender um pouco mais sobre o Espiritismo.
Percebo que você é bem avesso ao Kardec, ou quem sabe ao próprio Espiritismo, estou certo?
Somente quero entender as pessoas e suas pocisões aqui no Fórum, até fico admirado com suas colocações dentro do Fórum Espírita. :o
Abraços
Edilson
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: Albert França em 18 de Novembro de 2010, 21:45
Assistam o documentário universos paraleos e entenderais muitas coisas
BBC - Universos Paralelos - parte 1 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PXVIanhFYVRfZU40Iw==)

É pura ciaencia.

Os espíritos que visitaram marte, cada um deles pode ter visitado uma dsimensão diferente
por isso a divergências quanto as civilizações.
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: oric em 25 de Março de 2011, 17:29

Desculpe, mas comparar kardec com einstein é uma ofensa à todas as pessoas que se interessam por ciência. Um foi um gênio que trouxe progresso a humanidade, o outro foi um charlatão que criou uma religião racista que engana pessoas ingênuas até hoje.


por que nao demostra um pouco de respeito ... so por que voce nao gosta do espiritismo o que lhe da o direito de nos ofender ? olhe no espelho e veja quem esta sendo preconceituoso e racista ... qualquer um que ofender kardec ofende um espitirita, pois é isso que ele foi e tambem é isso que sao inumeras pessoas hj em dia.

quanto as suas criticas ... vou responder com outra pergunta ... o quanto voce conhece do espititismo ? quantos livros voce ja leu ? o minimo que se espera de criticas é que sejam reais e construtivas e essas so podem alcançar esse patamar apos estudo. as suas palavras de critica nao sao diferentes de tantas outras que ja li, de pessoas que nao conhecem o minimo do espiritismo ... cuja doutrina principal nao reside apenas na ciencia ... ouso ainda dizer que o aspecto cientifico do espiritismo nao é tao importante quanto seu aspecto moral, pois é a evolução moral que melhora o espirito ampliando os campos para o desevolvimento intelectual, podando os preconceitos, estimulando o respeito e ampliando a mente para as possibilidades do mundo.

Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: Bocadosul em 25 de Março de 2011, 18:53
Gabriel,
Com todo o respeito, você não é obrigado aceitar nenhuma das colocações com entendimento filosófico Espírita, portanto se vc não acredita em nada disso vai discutir tuas idéias  em outro fórum que lhe seja compatível com teus pensamentos. Caso eu entre em algum fórum de automóvel VW Fusca é porque eu simpatizo com o tal e não para dizer aos seus componentes que o referido veículo é o pior carro que existe. Respeite os que aqui estão. Ninguém está te obrigando a visitar este ambiente.
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: ricardoslima em 25 de Março de 2011, 20:57
Pessoal,

Não adianta argumentar, o cego não quer enchergar e ponto final.

Por isso não respondi aos "questionamentos", pois me parece mais um caso de "aborrecência" ou de "rebeldia sem causa", do que uma discussão, em que se possa chegar a uma conclusão.

Não há espaço para argumentos, são propostos dogmas.

Não há dialética, mas sim, muita retórica, pouco conteúdo e discursos de frases prontas.

As palavras dele são apenas provocativas e o sarcasmo é a figura de estilo escolhida.

Sinto que existe apenas necessidade atenção para si, e apenas foi escolhido o lugar errado e o modo errado.

Enquanto os discursos ofensivos e vazios continuarem...                   

Ignoremos!

Apenas uma mensagem final para todos:

"A beleza da vida, se mostra em mentes sensíveis capazes de enxergar: uma espiral em um girassol, ângulos em uma estrela e Deus no Infinito." (adaptação da frase de Manoel Rodrigues Paiva)

Abraços.

Ricardo Lima
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: Ganimedes em 25 de Abril de 2011, 22:56
Caros amigos,

Se Marte for habitado, o que vocês farão ? Dirão que foram enganados como todo o mundo ?

Acessem "Forum Espírita - Estudos Mensais - Pluralidade dos Mundos Habitados - no final da página; assuntos relacionados - Frei Beto e a Pluralidade dos Mundos Habitados.
Sigam o endereço e analisem o conteúdo desse "Forum".
Muita paz.
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: Ganimedes em 07 de Agosto de 2011, 10:09
Existe muito trabalho lá fora; muito mais do que podemos imaginar.
Do livro "A História Secreta da Raça Humana", de Michael A. Cremo e Richard L. Thompson :

"Tendo revisto a história das descobertas africanas relativas à evolução humana, podemos fazer as seguintes observações sumárias. (1) Existe uma quantidade significativa de provas oriundas da África que sugerem que seres semelhantes a humanos anatomicamente modernos estiveram presentes no Pleistoceno Inferior e no Plioceno. (2) A imagem convencional do Australopithecus como um bípede terrestre bem humanóide parece ser falsa. (3) O status do Australopithecus e do Homo erectus como ancestrais humanos é questionável. (4) O status do Homo habilis como uma espécie distinta é questionável. (5) Mesmo nos limitando às provas aceitas convencionalmente, a multiplicidade de elos evolucionários propostos entre os hominídeos na África apresenta um quadro muito confuso. Combinando essas descobertas ... concluímos que a evidência total, incluindo ossos fósseis e artefatos, é bastante compatível com o ponto de vista de que humanos anatomicamente modernos têm coexistido com outros primatas há dezenas de milhões de anos."

Pleistoceno Inferior - entre 1 milhão e 806 mil e 781 mil anos atrás, aproximadamente.
Plioceno - entre 5 milhões e 2 milhões de anos atrás.

APOLLO 10 HA REVELADO CONSTRUCCIONES EN LA LUNA? (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PXZuMDJuQzY0QWJjIw==)

Quem construiu as estruturas encontradas na Lua ? Há quantos anos elas estão lá ?
A propósito, o que os Espíritos têm a dizer sobre isso ?

Abraços,
Ganimedes
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: lukasvl em 07 de Agosto de 2011, 14:33
A pluralidade dos mundos habitados, já é para os cientistas quase uma certeza, segundo calculos só em nossa galáxia há pelo menos 1 milhão de planetas semelhantes á terra.

Agora vamos raciocinar um pouco, o espiritismo acredita na pluralidade dos mundos habitados, sabemos por meio de várias obras, que a vida em certos planetas, principalmente em nosso sistema solar, pode ser totalmente etérea de acordo com a evolução de cada orbe, sabemos que estudos recentes admitem a possibilidade, de vida microbiana em marte, e até em outros planetas, então como nosso planeta Terra está passando por um período de transição, em que a ganância e a maldade ainda impera em nosso mundo, fico pensando se encontrassem vida semelhante a nossa, em planetas próximos da terra, e talvez menos civilizadas que a nossa, a ganância dos seres humanos iriam aniquilar a vida, ou escravizar somente para seu bem próprio, por isso, que acho que vidas em nosso sistema solar, pode existir sim, só que em outras realidades vibratórias, como mundos de transição, Deus foi muito esperto em habitar somente um planeta com vida física, porque se existisse vida física.. vamos supor em Marte, e se fosse menos civilizadas que a nossa, os gananciosos iriam sugar ao máximo, para a sua vaidade material.

E quanto aos argumentos desse usuário chamado Gabriel, é como sempre digo, se o espiritismo não fosse importante para ele, não estaria aqui denegrindo-o, perdendo seu tempo em criticar, o codificador Allan Kardec, e também os adeptos da Doutrina, a única coisa que podemos fazer por ele é orar, e pedir a Deus , que abra a sua mente e que possa compreender o lógico, porém isso vai depender dele.

Muita Paz e Luz, irmãos.

Que Deus os abençoe!!
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: Ganimedes em 08 de Agosto de 2011, 20:24
Caros amigos,
Acessem este link :

http://www.forumespirita.net/fe/off-topic/um-corpo-celeste-se-aproxima-de-nosso-sistema-solar/135/#c2

Vocês decidem.
Abraços.
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: Wellington tkd em 11 de Agosto de 2011, 16:42
Sobre vida no nosso sistema solar há uma analogia que me gera questões. Nós habitantes da terra somos feitos dos mesmos elementos da crosta do planeta e portanto somos tão visiveis quanto ele, nossos corpos ,habitações construções etc podem ser capitados pelos nossos olhos e por instrumentos de satelites orbitando o nosso planeta, pois bem, o planeta Marte e perfeitamente visivel a nossos olhos e nossos instrumentos, esse fato se torna uma base comum para para a construção do seguinte raciocinio: Se os habitantes de marte são feitos dos mesmos elementos da crosta do planeta então tambem deveriam ser detectados ou vistos pelos instrumentos das sondas que enviamos para lá mas não há nada nas fotos nem nas filmagens, nem construções nem corpos só crateras, montes e uma imensidão de terras inabitada. Como resolver essa questão?

Realmente somos feitos do mesmo elemento do nosso planeta, porém, devemos nos lembrar de que nem tudo o que há no nosso planeta nos é permitido ver. Como por exemplo o ar, a eletricidade, até mesmo algumas cores. Como pode perceber, muitas coisas em nosso planeta nos fogem aos olhos. Quanto a vida em outros planetas, talvez a nossa tecnologia atual seja ainda primitiva para se poder explorar mais a fundo essa questão. Nós estamos ainda descobrindo formas de vida aqui na Terra até hoje. Há muitos lugares em nosso próprio planeta que desconhecemos. Seria muita presunção do homem dizer "Naquele planeta não há vida!"  Se nem mesmo o nosso planeta conhecemos tão a fundo.
Muita paz a todos.
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: Wellington tkd em 11 de Agosto de 2011, 17:19
Nossa Gabriel!!!

Quanto atéismo e quanto ceticismo juntos....

Obrigado. Gosto de pensar de forma científica.

Desculpe, mas comparar kardec com einstein é uma ofensa à todas as pessoas que se interessam por ciência. Um foi um gênio que trouxe progresso a humanidade, o outro foi um charlatão que criou uma religião racista que engana pessoas ingênuas até hoje.

kardec não usou o método científico. Ponto. Ele criou um método próprio cheio de furos, e por isso a religião espírita segue estagnada no tempo acumulando dezenas de erros que ja mostrei em outros tópicos.


abraço


Boa tarde, amigo! Se você se desse ao trabalho de pelo menos procurar se instruir um pouco antes de atacar o espiritismo, verá que em nenhuma parte da codificação espírita ela se classifica como religião como o amigo afirma. O amigo chama de pessoas ingênuas aos que escolhem seguir e estudar a doutrina espírita e esquece que nessa mesma doutrina (o que é diferente de religião) se encontram pessoas muito instruídas, como cientistas, médicos, arquitetos, filósofos, entre outros.
   Outro ponto. De onde o amigo tirou esse absurdo de que o espiritismo é racista, se ele é contra qualquer tipo de preconceito? Se ao menos lesse um livro "O que é o espiritismo" conheceria um pouquinho mais sobre a doutrina. Em ponto algum ele se mostra racista ou preconceituoso.
   Bom... peço humildemente que pelo menos seja educado. Mesmo sendo você contra a doutrina espírita ou contra qualquer outra doutrina, raça, religião, time de futebol , política e etc, aprenda a respeitar o outro, mesmo que para você seja um absurdo, pois, quem é que neste mundo pode afirmar com toda certeza "Eu estou com a razão!" ?
   Só um conselho de amigo. Procure conhecer mais a fundo o que critica e analise com mais atenção para não cair no ridículo.
   Muita paz e ótima semana para todos.
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: Marcio Almeida em 11 de Agosto de 2011, 17:33
 Eu acredito que haja vida em outros planetas, mas até onde a ciência pode nos levar no momento, nada foi comprovado,como por exemplo a vida em marte, até agora podemos apenas supor a existência de vida, mesmo assim seria de um tipo muito simples, nada parecido ao que conhecemos aqui na Terra com todo a sua diversidade e complexidade.

Poderíamos até supor que o tipo de vida que existem nestes planetas são formas mais evoluídas e sutis portanto não detectaveis pela tecnologia atual, mas pergunto a vocês este tipo de vida seria vida biológica? Nossos espíritos envolvidos pelo perispirito, por acaso não tem necessidades, como sabemos de se alimetarem e de repouso? Mas mesmo assim não são caracterizados como tendo vida material e por conseguinte biológica.

Pergunto ainda será que nós também não somos ou não seremos detectados por outras civilizações no futuro, que estão mais atrasadas? Nosso palneta será tido como um Planeta esteril como supomos ser Marte até o momento? Vejam meus amigos são muitas as questões.

Conclusão no centro onde frequento, de vez em quando surgem estas questões, mas sempre me coloco da seguinte forma, vamos esperar para ver o que a ciência pode nos revelar, cuidemos do nosso progresso, da melhoria de nossos pensamentos e sentimentos, deixemos de lado estas revelações complexas por parte do mundo espiritual, a respeito de coisas que ainda não podem ser provadas, se o que os espíritos dizem é a verdade o tempo nos dirá. Tentemos evitar ao máximo, de cometer os mesmos erros dos nossos irmãos católicos e de outros segmentos religiosos, que condenaram tantas pessoas ao suplício e a morte por conta do dogmatismo e da fé cega.
Título: Re: Vida em nosso sistema solar
Enviado por: desapelidado em 19 de Agosto de 2011, 04:20
Gabriel. Você já se perguntou o que motiva você a participar de um fórum com o qual você não compartilha das idéis. Você acha que está trazendo as "boas novas da ciência" mesmo? A verdade transcende muito o pensamento religioso, como também o científico. Comparando Kardec e Einstein você mostrou uma vaidade que Einstein não tinha, pois era filósofo, religioso e tinha uma humildade incomum para a genialidade dele. A forma como você coloca suas idéias no forum demosntram uma postura das mais religiosas aqui. Não seja ingênuo, apesar da ciência lidar de forma muito eficaz com a realidade e ter sido um progresso para nossas vidas, ela explica o funcionamento de um fenômeno e não a verdade sobre ele. Vale ressaltar também que a ciência é uma produção cultural, criada por homens, que muitas vezes têm interesses muito mais emocionais e subjetivos do que racionais como você parece pensar. Da mesma forma que a religião construia uma percepção da realidade a serviço do poder na Idade Média  , hoje, a ciência também muitas vezes é utilizada com esse fim . Claro que também me pergunto si as sondas e as câmeras que fotografam a aridez de Marte não são mais fidedignas que uma mensagem mediúnica, mas também devemos refletir si seria conveniente para os governos que a população mundial soubesse da existência de vida inteligente no sistema solar, pois uma notícia como essa poderia abalar muito o sistema "da forma que ele deve ser", as nossas posturas e convicções sobre a nossa forma de viver...Si uma fictícia informação de uma invasão alienígena via rádio em 1938 nos EUA criou um furor histérico na população... 
Da mesma forma que há fé na doutrina espírita, há "fé" na doutrina da ciência. A dúvida é mais coerente em muitas situações que a certeza. A única certeza que tenho é que devemos fazer críticas com a consciência humilde de que a realidade nos transcende e de forma mais fundamentada e menos ingênua. Muitas vezes o mais ingênuo é aquele que se julga mais esperto.