Forum Espirita

GERAL => O que é o espiritismo => Pluralidade Mundos Habitados => Tópico iniciado por: Disc em 29 de Dezembro de 2009, 15:18

Título: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Disc em 29 de Dezembro de 2009, 15:18
Olá, colegas.

Alguém poderia me indicar algum livro que fale sobre a vida em outro planeta que não seja o de Ramatis sobre o planeta Marte?
Gostaria muito de saber o que acontece em planetas mais evoluídos do que a Terra como Saturno e Júpiter.

Obrigado.
Título: Livros sobre outros planetas
Enviado por: ram-wer em 24 de Fevereiro de 2010, 20:36
Salve, Sky,

Sim, posso te indicar alguns, embora o mais completo seja o que você citou, de Ramatis.

Na Revista Espírita de abril e de maio de 1858 os espíritos Palissy e Mozart falam sobre sua vida em Júpiter. As duas comunicações são ótimas, embora estejam longe da precisão dos informes de Ramatis. (Você pode baixar toda a R.E. aqui, no Fórum Espírita.)

No livro Cartas de uma morta, a mãe do Chico Xavier faz uma boa descrição de Marte e de Saturno, suas populações, cidades, natureza. Olha uns tópicos do índice:

Belezas de Saturno - A vertiginosa excursão   |   O sol azulado de Saturno   |   Um mundo sem clorofila   |   Os monstros feios e graciosos   |   Sem vícios, sem maus costumes e sem guerras   |   Assembleias aéreas   |   Saturno, dos mares rosados   |   O planeta Marte   |   A viagem vertiginosa   |   Paisagem de Marte   |   A evolução marciana   |   Grande espiritualidade. 



Finalmente, o livro Corolarium, de Maria de Nazareth, médium Diamantino Coelho Fernandes, 1968.  Também pesquei uns tópicos do índice:

(Entre os Capítulos LXXI e LXXVII)  Chegada da caravana a Saturno.  Primeiras observações. Visita a uma universidade. Grande atenção dos saturninos à instrução e cultura de seus filhos. A alimentação carnívora não existe em Saturno. O espírito religioso dos Saturninos. A população saturnina frequenta diariamente os templos. Almas terrenas estagiando em Saturno. Os saturninos entre os seres mais evoluídos do nosso sistema planetário. É muito grande a longevidade em Saturno. Pratica-se o intercâmbio espiritual. A estabilidade dos aviões. Motores silenciosos. O "piloto invisível". A história de Zarziel. O processo religioso duma população calculada em sessenta bilhões de almas. Navegação marítima com "asas flutuantes".

Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Disc em 24 de Fevereiro de 2010, 22:53
Esse da Santa Maria me interessou, vou ver se acho.
Atualização: no 4shared tem 12 capítulos do livro Corolarium, vou ler, esse livro deve ser muito bom.
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Bluemoon em 24 de Fevereiro de 2010, 23:45
Olá irmão Skylight, muita Paz...

Amigo há também um livro que lhe posso sugerir de Edgar Armond, chamasse Exilados de Capela, que fala de povos que viviam em Saturno e em Capela.
É um livro muito bom.

Um abraço fraterno.
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Disc em 24 de Fevereiro de 2010, 23:58
Estou dando uma olhada nesse também, encontrei fácil. Mas fiz uma pesquisa pela palavra-chave Saturno nele como Adobe Reader e não encontrei nada sobre o planeta.
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Bluemoon em 25 de Fevereiro de 2010, 00:20
Experimente procurar - vida em saturno, no google.pt vai ver que encontrará variadas coisas sobre vida nesse planeta.

Tenha uma boa noite.
Um abraço fraterno...
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Blue soft em 25 de Fevereiro de 2010, 00:35
Olá, colegas.

Alguém poderia me indicar algum livro que fale sobre a vida em outro planeta que não seja o de Ramatis sobre o planeta Marte?
Gostaria muito de saber o que acontece em planetas mais evoluídos do que a Terra como Saturno e Júpiter.

Obrigado.

                   Olá SkyLight,
sou daquelas pessoas que gostam muito de Kardec e o admira.
                   Poderia apresentar inúmeros livros sobre planetas
diversos, mas vou colocar aqui a Revista Espírita, Kardec chama
essa obra de um ensaio e realamente foi para construção dos
livros da codificação.
                   Tenho estudado esta grande obra há algum tempo,
então darei aqui a você os anos das revistas que poderá encontrar
assunto sobre planetas diversos.
                    
                Revista Espírita - Março/1858
Marte: vida inferior à da Terra (Obs.: esse registro corrobora a longa “nota de rodapé” inserta na questão n° 188 de O Livro dos Espíritos, de Abril/1857);
                    
                Na Revista Espírita de Agosto/1858, em anexo, foi distribuído detalhado desenho de uma habitação em Júpiter (a casa de Mozart), desenho esse realizado por médium desenhista, muito elogiado por Kardec; entrevistado, mediunicamente, Mozart declarou que tem Cervantes e Zoroastro por vizinhos.
                
                Revista Espírita - Maio/1859
- Chopin está residindo em um dos mundos atribuídos a espíritos errantes; esses mundos assemelham-se aos acampamentos terrenos, destinados a repouso temporário; os habitantes desses mundos podem deles se afastar, quando queiram.

                  Revista Espírita - Outubro/1860
- Marte é a primeira encarnação dos demônios mais grosseiros; são seres rudimentares; sua vida é curta; não são canibais, mas sua vida beira a vida da “idade da pedra”, da Terra; lá, os mares são “furiosos” e não permitem a navegação (Obs.: Vemos aqui outra nota corroborando a questão 188 de O Livro dos Espíritos).

               Revista Espírita - Agosto/1862
“O planeta Vênus” é um ditado mediúnico espontâneo, do espírito Georges, o qual comparece em vários números da Revista Espírita.

                   Em cada uma dessas Revistas quando falam do
Planeta, você encontra características de cada um, com é o ar, qual o
grau de evolução de cada um. Espero que ajude um pouquinho.


                          Abraços Fraternos,

                              Blue Soft
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Bluemoon em 25 de Fevereiro de 2010, 00:44
Boa noite querida amiga Blue Soft, muita Paz...

Amiga, você acabou de me ajudar a mim também ao falar da revista espirita de Kardec, não fazia ideia que também falava em vida noutros planetas!

Já li os livros todos mas nunca li as revistas espiritas de Kardec. Já agora amiga Blue, onde posso encontrar aqui na net essas revistas completas? Tem tempo amiga de responder eu vou dando uma olhada pela net a ver se descubro.

Obrigada amiga Blue Soft, já tinha saudades suas!

Um abraço com muito carinho no seu coração...
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Disc em 25 de Fevereiro de 2010, 16:27
Eu também respeito e admiro muito Allan Kardec, fico com um pé atrás com esses livros que dizem que Marte é um planeta evoluído.
Ram-Wer, nos capítulos do livro Corolarium que consegui, não há informações sobre Saturno. Você leu o livro? Saberia dizer se Saturno é um mundo de regeneração ou se é um mundo ditoso?
Bluemoon, a Revista Espírita pode ser encontrada no site da Federação Espírita Brasileira: www.febnet.org.br (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5mZWJuZXQub3JnLmJy).
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Bluemoon em 25 de Fevereiro de 2010, 22:53
Boa noite amigo Skylight, obrida pela dica do site.

Amigo eu vou escrever aqui um pequeno trecho do livro Corolarium, na altura em que a caravana de Maria de Nazareth chega a Saturno:

Capitulo LXXII


A chegada da caravana ao solo de Saturno constitui motivo da maior curiosidade e alegria para as almas componentes da mesma, como era de esperar. Embora no Alto se conheçam em detalhe numerosos fatos relacionados com a vida em varios outros planetas, as almas estudantes visitavam aquele planeta gigantesco pela primeira vez em viagens de estudos e observações. A curiosidade das caravaneiras estava tambem em conhecerem o tipo de almas saturninas, em confronto com elas proprias.

Constataram então logo de inicio não existir grande diferença entre o tipo espiritual de Saturno e as almas terrenas, uma vez que umas e outras são unicamente Espiritos.

Verificaram inclusive que o tipo humano propriamente dito pouco difere dos seres humanos que vivem na Terra, sendo apenas menos desenvolvidos que os da Terra os corpos fisicos dos seres saturninos.

Uma outra constatação igualmente feita pelas almas terricolas, e esta com bastante alegria, foi a facilidade de entendimento e comunicaçao com as almas locais, visto como a linguagem do pensamento, sendo de caracter universal, permite ás almas de qualquer planeta se comunicarem com as de outros usando para isso a linguagem mental. desta maneira foram iniciados diálogos entre as almas visitantes e as locais com grande facilidade de comunicação.

...As almas terrenas admiraram, maravilhadas, a atenção dispensada pelos Dirigentes saturninos á instrução e cultura dos seus filhos, a quem vai cabendo, de geração em geração, o governo do proprio planeta.

Os cursos são frequentados pelos dois sexos, como acontece na Terra desde alguns anos. Apenas se constatou que em saturno o numero de alunos do sexo feminino aos cursos universitarios supera os do outro sexo...

continuo...

 
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Bluemoon em 25 de Fevereiro de 2010, 23:06
...Outro fato que muito impressionou as almas visitantes, ao assistirem a primeira aula da Universidade saturnina, foi o belo habito de se iniciarem todas as aulas com a saudação elevada ao Criador pelas classes de pé numa atitude de sincera humildade e veneração às Forças Superiores do seu mundo espiritual, buscando inspiração e ajuda no cumprimento das suas tarefas.

...Isto resulta, naturalmente, do grau de adiantamento espiritual da grande maioria das almas encarnadas em saturno, considerado o planeta mais evoluido do nosso sistema.

Desse planeta estão chegando á Terra algumas almas especialmente convidadas pelo Senhor Jesus, afim de aqui plantarem alguns dos elementos de progresso existentes no seu mundo de origem....


Ai, amigo skylight!! Era só um trechinho e acabei por escrever mais do que um!!

Mas ainda tem muito mais, á medida que se vai lendo, quer-se sempre ler mais e mais pelas descobertas que já fiz nesse livro.

Isto é só um pouco daquilo que fala no livro sobre Saturno.

Espero que tenha gostado amigo.

Muita Paz e muita Luz no seu coração.
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Disc em 25 de Fevereiro de 2010, 23:29
Obrigado, bluemoon. Mas já estou desconfiado porque em O Livro dos Espíritos diz que Júpiter é mais evoluído do que Saturno. Me preocupa essa discordância entre os espíritos quanto à hierarquia dos planetas do Sistema Solar. Pois se há erros nessas informações, podem haver erros em coisas muito mais importantes da nossa doutrina.
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Renato_ em 26 de Fevereiro de 2010, 05:17
Olá, colegas.

Alguém poderia me indicar algum livro que fale sobre a vida em outro planeta que não seja o de Ramatis sobre o planeta Marte?
Gostaria muito de saber o que acontece em planetas mais evoluídos do que a Terra como Saturno e Júpiter.

Obrigado.

Narrações do Infinito, Camilo Flammarion. Boa leitura. (Esse é o mais completo em termos de narrativas. Fala sobre vida em outros planetas não só no sistema solar, mas em outros  sistemas na nossa galáxia e também em outras galáxias)

abçs,

Renato

 

Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Diegas em 26 de Fevereiro de 2010, 14:00
Eu também respeito e admiro muito Allan Kardec, fico com um pé atrás com esses livros que dizem que Marte é um planeta evoluído...'

Olá, Skylight


Normal que se sinta confundido. Mas observe o seguinte: foi um espirito embusteiro que ditou a mensagem revelando ser o planeta Marte de um padrão espiritual inferior ao da Terra. Esse espirito, na época dos estudos espiritas, foi motivo de discussão na Sociedade Espirita Parisiense. Desconfiaram não só desta mas de outras mensagens ditadas por ele (são aproximadamente 12 mensagens assinadas por Georges, sendo que a metade trata-se de embuste) Ou seja, ele assumiu a personalidade de outro Georges.

E voce poderá questionar, como isto foi possível. Simples, na data da ocorrencia, Kardec encontrava-se de viagem pela França divulgando a Doutrina. E, se voce for pesquisar, verá que São Luiz é questionado sobre o porquê da Espiritualidade ter deixado infiltrar-se no meio da Sociedade um espirito zombeteiro. E ele esclareceu o fato.

Esta historia está na Revista Espirita.

Por isso, da mensagem sobre Marte divergir com os demais autores espirituais: Emmanuel, Ramatis e outros.


Se for de interesse, mais tarde trarei os detalhes, transcrevendo os textos. De momento estou saindo.



Abç
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Disc em 26 de Fevereiro de 2010, 14:34
Então se foi esse o problema, acho que O Livro dos Espíritos deveria ter sido revisado.
Sobre Ramatis, nunca li livros dele, mas já vi comentários em vários lugares sobre mistificações vindas dele. Quem for admirador desse espírito me desculpe, mas quando desconfio de uma coisa, prefiro me abster.
Ontem dei uma olhada em um livro de um espírito chamado Saint Germain e só vi mistificação, ele fica repetindo "EU SOU" o tempo todo e quer enganar as pessoas dizendo que repetir essas palavras faz bem ao espírito. Deus me livre! E ainda tem um monte de gente que acredita em um espírito desses porque ele diz que a pessoa pode se livrar do seu carma invocando a "chama violeta" com palavras como "Eu sou isso", "Eu sou aquilo", " EU SOU, EU SOU, EU SOU". Me senti mal só de ler essas coisas.
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: heitorcostadacruz em 26 de Fevereiro de 2010, 16:41
      Sky Light vc tem razão, tomemos todo o cuidado porque estamos na "era do Mediunismo", isto é, tem msg saindo de tudo quanto é lugar do mundo, dizendo-se de jesus, Maria e tudo mais! Utilizemos a Razão e o bom senso como preconizou Kardec!

Forte abraço!
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Diegas em 26 de Fevereiro de 2010, 18:21
Então se foi esse o problema, acho que O Livro dos Espíritos deveria ter sido revisado...'

Olá, Skylight


Não se esqueça que a Revista Espirita não faz parte do pentateuco. Ela foi criada para divulgação e confraternização, com a troca de cartas e noticias diversas, um verdadeiro intercâmbio internacional, e há nela a concentração de várias comunicações mediunicas, provenientes de muitos locais - trata-se de uma espécie de laboratório espiritual, onde se percebe a efevercescencia quimica dos produtos, principalmente de mediuns e espiritos comunicantes.  


Citar
"Eu sou isso", "Eu sou aquilo", " EU SOU, EU SOU, EU SOU". Me senti mal só de ler essas coisas.

Muito bem, concordamos que ser personalista é uma caracteristica humana das mais debeis. O individuo não sendo algo, faz de si aquilo que na realidade não é. Quem acredita que um espirito elevado possa se manifestar na primeira pessoa, exaltando-se ? Creio que ninguem que tenha um minimo de bom-senso e inteligencia.

Então, vamos analisar a personalidade de 'Georges'. Vou colocar este nome entre aspas, toda vez que for me referir ao embusteiro. Assim procedo para diferenciar do verdadeiro Georges.

Na Revista Espirita de 1860, "Georges' assim se reporta:

Citar
'...Eu te falo aqui do que senti, eu não sou um mau Espírito, mas não tenho a felicidade de ocupar uma classe elevada...'



...continua
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Diegas em 26 de Fevereiro de 2010, 18:38
Na Revista Espirita de 1860, lemos esta advertencia:


Citar
'...O presidente anuncia que vários novos membros fazem progressos notáveis, como médiuns em diversos gêneros; convida-os a comunicarem à Sociedade os fatos que obtiverem. A Sociedade é necessariamente limitada em seus trabalhos pelo tempo; ela deve ser o centro onde deverão chegar os resultados obtidos nas reuniões particulares; haveria mesmo egoísmo em guardar para si trabalhos que podem ser úteis a todos; aliás, é um meio de controle pelos esclarecimentos a que podem dar lugar, a menos que o mediu m não esteja convencido da infalibilidade das suas comunicações, ou que não haja recebido como aquela de Limoges, com a injunção de tê-las secretas, o que seria, seguramente, de mau augúrio e um duplo motivo de suspeição. A primeira qualidade do médium é fazer abnegação de todo amor-próprio, como de toda falsa modéstia, pela razão de que, não sendo senão um instrumento, não pode se fazer um mérito daquilo que obtém de bem, nem se melindrar com a crítica daquilo que pode ser mau. A Sociedade é uma família cujos membros animados por uma benevolência recíproca, devem estar movidos unicamente pelo desejo de instruir-se, e banir todo sentimento de personalidade e de rivalidade, se compreendem a Doutrina e são verdadeiros Espíritas. Sob esse aspecto, o senhor C... deu um muito bom exemplo e mostrou que não é desses médiuns que crêem nada mais terem a aprender, porque têm comunicações assinadas com grandes nomes...' Quanto mais os nomes são imponentes, mais se deve temer, ao contrário, ser o joguete de Espíritos enganadores...'


Naquele época, já se notava a disputa entre os mediuns, a tola vaidade colocada a serviço do homem. Alguns consideravam-se privilegiados, colocavam-se como superiores aos demais membros, assinando as mensagens com o nome de alguns notáveis.



...continua
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Diegas em 26 de Fevereiro de 2010, 19:07
Alguns questionamentos sobre Georges ou 'Georges' (o embusteiro)


Citar
Estudos. 1a Pergunta dirigida a São Luís sobre o Espírito Georges. Quando vivo era artista
pintor, e professor de desenho da pessoa que lhe serve como médium; sua vida não oferece
nenhuma particularidade saliente, a não ser que sempre foi bom e benevolente. Suas
comunicações, como Espírito, trazem a marca de uma tal superioridade, que se desejou saber a classe que ele ocupa no mundo dos Espíritos.

São Luís respondeu:

"Ele foi um Espírito justo sobre a Terra; toda a sua grandeza consiste na bondade, na
caridade e na fé em Deus que ele professava; também hoje, encontra-se colocado entre os
Espíritos superiores."

E uma outra observação:

Citar
'...Geralmente, se tem admirado as belas comunicações do Espírito que assina Georges; mas, em razão mesmo da superioridade da qual este Espírito deu provas, várias pessoas viram com surpresa o que ele disse na sua comunicação do Despertar do Espírito, a propósito das relações de além-túmulo. Ali se lê o que se segue:
"A gente despoja-se de todos os preconceitos terrestres, a verdade aparece com toda a sua luz, nada disfarça as faltas, nada esconde as virtudes; vê-se sua alma tão claramente como num espelho, procura-se entre os Espíritos aqueles que se conheceu, porque o Espírito se assusta com o seu isolamento, mas passam sem se deter; não há comunicações amigáveis entre os Espíritos errantes; aqueles mesmos que se amaram não trocam sinais de
reconhecimento; essas formas diáfanas deslizam e não se fixam: as comunicações afetuosas são reservadas aos Espíritos superiores."

Houve muitos questionamentos à respeito de Georges, e isso em virtude da dubiedade das comunicações mediunicas. E isso não ocorreu por mera coincidencia, mas em virtude das suspeitas sobre a personalidade do comunicante.



...continua
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Diegas em 26 de Fevereiro de 2010, 19:19
Leiam com atenção a série de comunicações efetuadas por Georges, espirito familiar da medium Lese. Depois colocarei as do embusteiro para que se confronte a diferença de linguagem e nível de compreensão espiritual. Como vimos por meio de uma transcrição, muitas das mensagens eram obtidas de forma particular, no ambiente domestico, e depois levadas para estudo na Sociedade.  


Citar
No dia seguinte, a senhora Lese...médium- membro da Sociedade, obteve em particular a explicação seguinte sobre o mesmo assunto.

"O fato citado na Sociedade é verdadeiro, embora o perispírito, desligado do corpo, não tenha nenhuma de suas emanações. O cão cheirava a presença de seu senhor; quando se diz cheirar, entendo que seus órgãos percebiam sem que seus olhos vissem, sem que seu nariz sentisse; mas todo o seu ser estava advertido da presença do senhor, e essa advertência era lhe sobretudo dada pela vontade que se exalava do Espírito daqueles que evocavam o morto.
A vontade humana fere e adverte o instinto dos animais, sobretudo o dos cães, antes que nenhum sinal exterior a haja revelado. Esse cão está colocado, por sua fibra nervosa, em relação direta conosco, os Espíritos, quase tanto quanto vós com os outros homens; ele percebe as aparições; dá-se conta da diferença que existe entre elas e as coisas reais terrestres, e delas tem um grande terror. O cão uiva à lua, segundo a expressão vulgar; uiva também quando sente a morte chegar. Nesses dois casos, e em muitos outros, o cão é intuitivo: vê menos do que sente; o fluido elétrico penetra-o quase que habitualmente. O fato
que me serviu de ponto de partida, nada tem de espantoso, porque, no momento do desprendimento da vontade que chamava seu senhor, o cão sentia a sua presença tão viva quanto o próprio Espírito ouvia e respondia ao chamado que se lhe fizera."

Georges (Espírito familiar.)


...continua
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Diegas em 26 de Fevereiro de 2010, 19:26
Assunto em foco:  Vaidade


Citar
(Pela senhora Lese..., médium.)

Quero falar-te da vaidade que se mistura a todas as ações humanas: ela deslustra os mais doces pensamentos; invade o coração, a cabeça. Planta má, abafa em seu germe a bondade; todas as qualidades são aniquiladas pelo seu veneno. Para lutar contra ela, é necessário empregar a prece; só ela dá a humildade e a força. Esquecei-vos, sem cessar, de Deus, homens ingratos! Ele não é para vós senão o socorro implorado na angústia, e nunca o amigo que se convida ao banquete da alegria. Ele vos deu, para iluminar o dia, o Sol, irradiação de sua glória, e para clarear a noite, as estrelas, flores de ouro. Por toda parte, ao lado dos elementos necessários à Humanidade, colocou o luxo necessário à beleza de sua obra. Deus vos tratou como o f ária um hospedeiro generoso que multiplica, para receber seus convidados, o luxo de sua casa e a abundância de seu festim. Que fazeis, vós que não tendes senão o vosso coração para oferecer-lhe? Longe de adorná-lo de alegrias e de virtudes, longe
de oferecer-lhe as primícias de vossas esperanças, não o desejais, não o convidais a penetrar em vós, senão quando o luto e as ásperas decepções vos fatigaram muito e vos enrugaram. Ingratos! Que esperais para amar a vosso Deus? A infelicidade e o abandono. Oferecei-lhe, pois, antes o vosso coração livre de dores; oferecei-lhe, como homens de pé, e não como escravos ajoelhados, vosso amor purificado de temor, e ele se lembrará, na hora do perigo, de vós, que não o esquecestes na hora da felicidade.

Georges. (Espírito familiar.)



...continua
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Diegas em 26 de Fevereiro de 2010, 19:54
Assunto em foco: Os puros Espíritos

(Médium, senhora Costel.)

Citar
Os puros Espíritos são aqueles que, chegados ao mais alto grau de perfeição, são julgados dignos de serem admitidos aos pés de Deus. O esplendor infinito que os rodeia, não os dispensa de sua parte de utilidade nas obras de criação: as funções que eles têm a cumprir correspondem à extensão de suas faculdades. Estes Espíritos são os ministros de Deus; eles regem, sob suas ordens, os mundos inumeráveis; dirigem do alto os Espíritos e os humanos;
estão ligados entre eles, por um amor sem limites, este ardor se estende sobre todos os seres que procuram chamar e tornar dignos da suprema felicidade. Deus irradia sobre eles e lhe transmite as suas ordens; eles o vêem sem serem oprimidos por sua luz. Sua forma é etérea, não têm mais nada de palpável; eles falam aos Espíritos superiores e lhes comunicam a sua ciência; tornaram-se infalíveis E nas suas fileiras que são escolhidos os anjos guardiães que descem com bondade seus olhares sobre os mortais, e os recomendam aos Espíritos superiores que os amaram. Estes escolhemos agentes de sua direção nos Espíritos da segunda ordem. Os puros Espíritos são iguais; e não poderia ser de outro modo, uma vez que não são chamados a essa classe senão depois de atingirem o mais alto grau de perfeição. Há igualdade, mas não uniformidade, porque Deus não quis que nenhuma de suas obras fossem idênticas. Os Espíritos puros conservam a sua personalidade, que somente adquiriram a perfeição mais completa, no sentido do seu ponto de partida. Não é permitido dar maiores detalhes sobre esse mundo supremo.

GEORGES


Esta mensagem foi efetuada por outra medium. Percebe-se alguns traços que diferenciam das duas anteriores, a influencia animica que não compromete o contexto psicologico do comunicante.



...continua
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Diegas em 26 de Fevereiro de 2010, 19:59
Citar
O pensamento de se encontrar depois da morte, e de se comunicar com aqueles que se amou, é uma das mais doces consolações do Espiritismo, e a idéia de que as almas não podem ter, entre elas, relações amigáveis seria dolorosa se devesse ser absoluta, também não estamos surpresos com o sentimento penoso que ela produziu. Se Georges fora um desses Espíritos vulgares e sistemáticos, que emitem suas próprias idéias sem se inquietarem com a sua justeza ou a sua falsidade, não se teria dado nenhuma importância; em razão de sua sabedoria e sua profundeza habituais, poder-se-ia crer que, no fundo dessa teoria, haveria alguma coisa de verdadeira, mas que o pensamento não fora completamente expresso; é, com efeito, o que resulta das explicações que pedimos. Encontramos aí, pois, uma prova a mais de que não é preciso nada aceitar sem tê-lo submetido ao controle da razão, e aqui a razão e os fatos nos dizem que essa teoria não poderia ser absoluta....'


Após mais esta advertencia, transcrevo as últimas tres mensagens (estas do embusteiro que assina Georges) para as conclusões finais - que cada um tire a sua.


...continua
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Diegas em 26 de Fevereiro de 2010, 20:13
Tema: A miséria humana.

Citar
A miséria humana não está na incerteza dos acontecimentos que ora elevam, ora precipitam. Ela age inteiramente no coração ávido e insaciável que aspira sem cessar a receber, que se lamenta da secura de outrem, e não se previne nunca de sua aridez. Essa infelicidade de aspirar ao mais alto que si mesmo, essa infelicidade de não estar satisfeito pelas mais caras alegrias, essa infelicidade, digo eu, constitui a miséria humana. Que importa o cérebro, que
importam as mais brilhantes faculdades, se estão sempre assombradas pelo desejo áspero e insaciado dessa alguma coisa que lhes escapa sem cessar; a sombra flutua junto ao corpo, a felicidade flutua junto da alma, imperceptível para ela. Não deveis, entretanto, nem vos lamentar, nem maldizer a vossa sorte; porque essa sombra, essa felicidade, fugidia e móvel como a onda, dá, para o ardor e a angústia que deposita no coração, a prova da divindade aprisionada na Humanidade. Amai, pois, a dor e a poesia vivificante, que fazem vibrar os vossos Espíritos pela lembrança da pátria eterna. O coração humano é um cálice cheio de lágrimas; mas vem a aurora e ela absorverá a água de vossos corações; será, para vós, a vida que maravilhará os vossos olhos cegos pela obscuridade da
prisão carnal. Coragem! Cada dia é uma libertação; caminhai na via dolorosa; caminhai, seguindo com os olhos a estrela da misteriosa esperança.

Georges (Espírito familiar.)

Notem a diferença de expressões, no carater personalista e verborragico, no perfil existencialista do filosofo. Obvio que o embusteiro espertamente dissimula e termina o texto com com palavras adocicadas. Aliás, o coração fala o que sente, e neste caso sobra melancolia e tristeza nas palavras.



...continua
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Diegas em 26 de Fevereiro de 2010, 20:19
Tema: A tristeza e o desgosto.

(Pela senhora Lese..., médium.)

Citar
É um erro ceder com freqüência à tristeza. Nisso não vos enganeis, o desgosto é o sentimento firme e honesto que o homem sente, atingido em seu coração ou em seus interesses; mas a frouxa tristeza não é senão a manifestação física do sangue diminuído ou precipitado em seu curso. A tristeza cobre, com seu nome, muitos egoísmos, muitas covardias. Debilita o espírito que a ela se abandona. Ao contrário, o desgosto é o pão dos fortes; esse áspero alimento nutre as faculdades do espírito e reduz a parte animal. Não procureis o martírio do corpo, mas sede ávidos pelo martírio da alma. Os homens compreendem que devem movimentar suas pernas e seus braços para manterem a vida do corpo, e não compreendem que devem sofrer para exercerem as faculdades morais. A felicidade, ou somente a alegria, são habitantes tão passageiros da Humanidade, que não podeis, sem serdes por elas esmagados, carregar sua presença, por leve que seja. Postes feitos para sofrer e para sonhar, sem cessar, com a felicidade, porque sois pássaros sem asas, pregados ao solo, que olhais o céu e invejais o espaço.

Georges. (Espírito familiar.)


Citar
Nota. Estas duas comunicações encerram, incontestavelmente, belos pensamentos e imagens de uma grande elevação; mas nos parecem escritas sob o império de idéias um pouco sombrias e um pouco misantrópicas; crê-se ver a expressão de um coração ulcerado. O Espírito que as ditou morreu há poucos anos; quando vivo, era amigo da médium, da qual, depois de sua morte, se constituiu o gênio familiar. Era um artista pintor de talento, cuja vida era calma e bastante descuidada; mas quem sabe o que fora em sua precedente existência?
Poder-se-ia crer que são o reflexo do caráter da médium; a senhora Lese..., sem
contradita, é uma mulher muito séria e acima do vulgo, sob muitos aspectos, e, sem nenhuma dúvida, à parte sua faculdade mediúnica, é o que a concilia a simpatia dos bons Espíritos, mas a comunicação seguinte, obtida na Sociedade, prova que ela pode recebê-las de um caráter muito variado.


Mais uma vez, o espirito comunicante sob suspeita.



...continua
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Diegas em 26 de Fevereiro de 2010, 20:34
E, para encerrar:

Assunto em foco: Marte

(Médium, senhora Costel.)

Citar
Marte é um planeta inferior à Terra da qual é um esboço grosseiro; não é necessário habitá-lo. Marte é a primeira encarnação dos demônios mais grosseiros; os seres que o habitam são rudimentares; têm a forma humana, mas sem nenhuma beleza; têm todos os instintos do homem sem o enobrecimento da bondade. Entregues às necessidades materiais, eles bebem, comem, lutam, se unem carnalmente. Mas como Deus não abandona nenhuma de suas criaturas, no fundo das trevas de sua inteligência jaz, latente, o vago conhecimento de si mesmo, mais ou menos desenvolvido. Esse instinto basta para torná-los superiores uns aos outros, e preparar a sua eclosão para uma vida mais completa. A sua é curta, como a dos efêmeros. Os homens, que não são senão matéria, desaparecem depois de uma curta duração. Deus tem horror ao mal, e não o tolera senão como servindo de princípio ao bem; abrevia o seu reino e a ressurreição triunfa dele.
Neste planeta a terra é árida; pouca verdura; uma folhagem sombria que a primavera não
rejuvenesce; um dia igual e cinza; o sol, apenas aparente, nunca prodigaliza as suas festas; o tempo escoa monótono, sem as alternativas e as esperanças das estações novas; não há inverno, não há verão. O dia, mais curto, não se mede do mesmo modo; a noite reina mais longa. Sem indústrias, sem invenções, os habitantes de Marte gastam sua vida para conquista de seu alimento. Suas moradias grosseiras, baixas como covil de feras, são repelentes pela incúria e pela desordem que aí reinam. As mulheres lançam-se sobre os homens; mais abandonadas, mais famélicas, não são senão suas mulheres. Elas têm apenas o sentimento maternal; colocam no mundo com facilidade, sem nenhuma angústia; alimentam e guardam suas crianças junto delas até o completo desenvolvimento de suas forças, e as repelem sem remorso, sem uma lembrança. Eles não são canibais; suas contínuas batalhas não têm por objetivo senão a posse de um terreno mais ou menos abundante em caça. Caçam em planícies intermináveis. Inquietos e móveis como os seres desprovidos de inteligência, se deslocam sem cessar. A igualdade de sua estação, por toda a parte a mesma, comporta por conseqüência as mesmas necessidades e as mesmas ocupações; há pouca diferença entre os habitantes de um hemisfério a outro. A morte não tem para eles nem terror nem mistério; consideram somente como a podridão do corpo que queimam imediatamente. Quando um desses homens vai morrer, ele é logo abandonado e sozinho, estendido, pensa pela primeira vez; um vago instinto se apodera dele; como a andorinha advertida de sua próxima migração, ele sente que tudo não está acabado, que vai recomeçar alguma coisa desconhecida. Ele não é bastante inteligente para supor, temer ou esperar, mais calcula às pressas suas vitórias ou seus defeitos; pensa num número de animais que abateu, e se regozija ou se aflige segundo os resultados obtidos. Sua mulher (eles não têm mais que uma cada vez, mas podem mudar tanto quanto lhes sejam conveniente) agacha-se sobre o limiar da porta, lança pedras no ar; quando formam um pequeno montículo, ela julga que p tempo decorreu e se arrisca a olhar no interior; se suas previsões estão realizadas, se o homem está morto, ela entra sem um grito, sem uma lágrima, despoja-o das peles de animais que o envolve, e vai friamente advertir seus vizinhos que carreguem o corpo e o queimem, apenas resfriado. Os animais, que suportam por toda parte o reflexo humano, são mais selvagens, mais cruéis que por toda parte alhures. O cão e o lobo não são senão uma mesma espécie, e sem cessarem em luta com o homem, se entregam a combates obstinados. Aliás, menos numerosos, menos variados sobre a Terra, os animais são o resumo de si mesmos. Os elementos têm a cólera cega do caos; o mar furioso separa os continentes sem navegação possível; o vento ruge e curva as árvores até o solo. As águas submergem as terras ingratas que elas não fecundam. O terreno não oferece as mesmas condições geológicas da Terra; o fogo não esquenta; os vulcões são ali desconhecidos; as montanhas, apenas elevadas, não oferecem nenhuma beleza; elas cansam o olhar e desencorajam a exploração; por toda a parte, enfim, monotonia e violência; por toda a parte, a flor sem a cor e o perfume, por toda a parte homens sem previdência, matando para viver.

Georges.


Pessoal, peloamordeDeus !!

Alguém leva este tipo de comunicação à sério ?

- Não é necessário habitá-lo ?

- Primeira encarnação de demonios ?

- O dia mais curto não se mede do mesmo modo ?

- Ressurreição triunfa ?

- Pouca verdura ?

- As mulheres são mulheres, cada um tem a sua. Lançam-se sobre os homens ? (que chato !). Simples assim ?  ;D

Por toda a parte alhures ?

- O fogo não queima ?


Olha...vou ficar por aqui...








Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: MarcoALSilva em 26 de Fevereiro de 2010, 21:33

Diegas!

Estou surpreso com as informações que você trouxe. De minha humilde parte, muito obrigado pela contribuição! O melhor caminho para defender a Doutrina é conhecê-la bem e você demonstrou um excelente trabalho de pesquisa.

Isso ainda mais sedimenta a Doutrina dos Espíritos ao invés de invalidá-la, desde que submetida a uma busca sincera, honesta e desinteressada, o que afasta, também, quaisquer defesas apaixonadas.

Tenho os arquivos da Revista e vou refazer o caminho que você indicou. É ótimo quando as informações oriundas da tradição esotérica, em suas várias manifestações, tocam-se em pontos de concordância, desnudando-se o que aparenta ser contradição... Há e houve ruídos em todos os canais de comunicação do Plano Espiritual com o mundo físico. Com o Espiritismo não é diferente.

Como já dissemos quando comentamos a cena do filme "Inimigo Meu", a verdade é universal... Não se limita com fronteiras ou denominações...

Valeu Diegas!

Marco







Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Disc em 26 de Fevereiro de 2010, 22:04
Não podemos esquecer que em O Livro dos Espíritos há a informação de que Marte é inferior à Terra e Saturno superior a esta mas inferior a Júpiter. Kardec diz que essa informação é "segundo os espíritos", portanto acredito que não seja exclusiva desse espírito que está sob desconfiança. Kardec teve muito cuidado ao escrever O Livro dos Espíritos e exarou ensimanentos que provindos de muitos espíritos através de muitos médiuns. Foi uma obra que contou com a participação de muitos guias espirituais com o objetivo de esclarecer à humanidade, portanto acredito que a codificação espírita seja uma fonte de informação mais confiável do que a de determinado espírito que se comunicava com determinado médium.
Vou pesquisar mais sobre informações do planeta Marte surgidas depois da codificação e talvez postar alguma opinião a respeito.
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Disc em 26 de Fevereiro de 2010, 22:27
Achei um artigo que acho muito importante compartilhar com os colegas:
http://espiritismoxramatisismo.blogspot.com/2008/10/ramatis-e-o-planeta-marte.html (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL2VzcGlyaXRpc21veHJhbWF0aXNpc21vLmJsb2dzcG90LmNvbS8yMDA4LzEwL3JhbWF0aXMtZS1vLXBsYW5ldGEtbWFydGUuaHRtbA==)
Eu não sou um espírita ortodoxo, gosto muito de livros como o Nosso Lar e estudo Pietro Ubaldi, mas abomino mistificação, não podemos tolerar obras enganadoras que desviem a atenção das pessoas de coisas realmente importantes como a formação moral e a importância da verdade no estudo de uma ciência ou doutrina. Fico com o ensinamento cristão de que só a verdade liberta.
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Diegas em 27 de Fevereiro de 2010, 00:38
Não podemos esquecer que em O Livro dos Espíritos há a informação de que Marte é inferior à Terra...'

Olá, Skylight


Muito bem observado.

Quanto a isto também estive investigando, e pelo que vi até a 2.ª edição não aparecia aquela notinha sobre Marte.

Compreende aonde quero chegar ?

Que houve a interpolação de uma nota no Livro dos Espiritos e atribuida a Kardec, e que a nota foi imprudentemente retirada da Revista Espirita. E, um obervador mais atento aos detalhes poderia alegar que Kardec ainda encontrava-se encarnado quando da 3.ª edição. Mas também não podemos nos esquecer que os inumeros compromissos e viagens criavam dificuldades para que ele revisasse tudo. Era o mundo todo se desenvolvendo nas suas costas.


Abç
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Blue soft em 27 de Fevereiro de 2010, 01:29
           Amigos queridos,
desculpem-me a demora na resposta, no site de oconsolador tem a
revista espírita completa e amiga Blue Moon, estava com saudades
também.
            O que tem de bom na vida é aquilo que aprendemos, e
tivemos uma boa aula do nosso Diegas, bem, não poderia ser diferente,
já que estou em um tópico ao lado dele e acho que é a primeira vez
que ocorre, pelo menos é o que penso. Sempre achei muito interessante
as suas colocações e fora o humor em todas as postagens.
           Mas, voltando ao tema, sim a revista espírita é um ensaio, isto
dito pelo próprio codificador, claro que dentro de um ensaio, os ensaístas,
normalmente falam em tese, e o objetivo da revista e de todos os
livros de Kardec, assim como a codificação é o estudo e a conclusão
fica na conta de quem o lê.
           Gosto da Revista é inegável, contudo a li depois de estudos das
obras básicas, então, pode ser que tenha tido uma visão diferenciada,
ou talvez, seja uma cega que não enteda bem o que ela quer dizer ;) :D.


                      Carinhos, :-* :-* :-*

             
                         Blue Soft



Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Diegas em 27 de Fevereiro de 2010, 02:41
'...Há e houve ruídos em todos os canais de comunicação do Plano Espiritual com o mundo físico...'

Olá, MarcoALSilva


Kardec andava muito atarefado, e havia uma ciumeira danada entre os membros da Sociedade Espirita - os frequentadores que no inicio eram da relação de amigos e familiares, que se reuniam num pequeno aposento, estendeu-se a novos horizontes. Infiltrou-se todo tipo de gente, principalmente de curiosos e os que se destacavam no cenário politico e administrativo. Com isso houve uma queda vertiginosa na qualidade das comunicações. E como é sabido os espiritos elevados não se fazem de empregados ou boys para atendimento de interesses ou assuntos particulares.

Como poderia Kardec ter colocado aquela nota de rodapé no Livro dos Espiritos, se ele na Revista Espirita disse que tivessemos cautela quanto às mensagens mediúnicas que abordassem a existencia em outros planetas ?

Se até o Evangelho de Jesus está repleto de interpolações, por que a Codificação estaria livre do contato humano ? Mesmo por que é de interesse das trevas confundir e não esclarecer sobre a realidade além-túmulo.



Abç
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Disc em 27 de Fevereiro de 2010, 12:32
Trecho do livro Cartas de Uma Morta:

Contemplando o espaço, muito acima de nós, vi grandes massas
multicores, que tomei por variegadas nuvens, e, ao mesmo tempo notei que
seres estranhos evolucionavam nos ares, em gráceis movimentos, apesar de
me parecerem bizarros. Nada tinham de comum com os tipos da humanidade
terrena, afigurando-se-me extraordinariamente feios com a sua organização
animalesca, com suas membranas à guisa de asas, tão estranhas para mim,
as quais lhe facultavam o poder de volitar à vontade.

Esse trecho se refere a Saturno, achei muito estranho o Espírito dizer que em um planeta mais evoluído do que a Terra tem monstros voando.
Em anexo está o livro para quem quiser consultar.
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Disc em 27 de Fevereiro de 2010, 12:43
Mais um trecho do livro citado:
Vi homens mais ou menos semelhantes aos nossos irmãos terrícolas,
mas os seus organismos possuíam diferenças apreciáveis. Além dos braços,
tinham ao longo das espáduas ligeiras, ligeiras protuberâncias à guiza de
asas que lhes prodigalizavam interessantes faculdades volitivas. Percebi que
a vida da humanidade marciana é mais aérea. Poderosas máquinas,
muitíssimo curiosas na sua estrutura, cruzavam os ares, em todas as
direções. Vi oceanos, apesar da água se me afigurar menos densa e esses
mares muito pouco profundos. Há ali um sistema de canalizações, mas não
por obras de engenharia dos seus habitantes, e sim por uma determinação
natural da topografia do planeta que põe em comunicação contínua todos os
mares.


Eu particularmente acho estranho esse relato de que os seres humanos de Marte têm protuberâncias à guisa de asas. Infelizmente esses relatos são coisas que a nossa ciência nunca poderá conprovar por conta da diferença da consituição da matéria entre os mundos, informação presente da codificação espírita.
Título: Livros mediúnicos sobre outros planetas
Enviado por: ram-wer em 27 de Fevereiro de 2010, 20:29
Alô, SkyLight e amiguinhos (oi, Bluezinha Soft, até que enfim!),

Sky escreveu:  "Eu também respeito e admiro muito Allan Kardec, fico com um pé atrás com esses livros que dizem que Marte é um planeta evoluído.  Ram-Wer, nos capítulos do livro Corolarium que consegui, não há informações sobre Saturno. Você leu o livro? Saberia dizer se Saturno é um mundo de regeneração ou se é um mundo ditoso?"

Sky, a amiga BlueMoon já passou um trailer (http://www.forumespirita.net/fe/pluralidade-dos-mundos-habitados/livros-sobre-outros-planetas/msg89722/#msg89722) sobre o que você perguntou.  Não permita que a desconfiança o impeça de conhecer esse e os outros livros mediúnicos sobre a vida em outros planetas.

Depois de lê-los todos (infelizmente são poucos), talvez concorde comigo: o melhor, mais profundo e detalhado é o de Ramatis: "A Vida no Planeta Marte e os Discos Voadores" (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5lZGNvbmhlY2ltZW50by5jb20uYnIvZGVmYXVsdC5hc3A/bWFpbj03JmFtcDtpZGw9MjY=).  

Ainda bem que, quando o li pela primeira vez, 17 anos, não apareceu ninguém pra me dizer que era mistificação.  Minha família sempre teve espiritualistas e católicos pensantes. Lamento que você, antes de ler o livro, já não acredite nele.  Deve ter lido muita ortodoxia anti-Ramatis, daí o seu "pé atrás".

É saudável a gente ter um pé atrás com tudo o que lê, principalmente quando não gosta de diversas ideias de um mesmo autor.  Mas é bom ler primeiro.

Não vejo nenhuma contradição entre os artigos da Revista Espírita e os livros que te recomendei lá no comentário #1 (http://www.forumespirita.net/fe/pluralidade-dos-mundos-habitados/livros-sobre-outros-planetas/msg89514/#msg89514).

E sim, a Humanidade de Saturno é das mais avançadas do Sistema Solar.

Abraços, RW
(http://www.edconhecimento.com.br/imagens/titulos_editados/grande/Vida_marte_g.jpg)
Imagem grátis,  pra quem teve  
preguiça de clicar  no  link.
  ;)
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Disc em 27 de Fevereiro de 2010, 20:50
A questão é que eu já li vários relatos de mistificações em livros de Ramatis, no link abaixo tem mais algumas:
http://www.orientacaoespirita.org/critica_10.htm (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5vcmllbnRhY2FvZXNwaXJpdGEub3JnL2NyaXRpY2FfMTAuaHRt)
Quanto a Saturno, segundo Kardec é um planeta mais adiantado do que a Terra, mas menos adiantado do que Júpiter. Achei estranho em um dos livros citados dizer que Saturno é o planeta mais evoluído do nosso sistema.
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Bluemoon em 27 de Fevereiro de 2010, 23:56
Oi querida BlueSoft, você vem e desaparece logo amiga!!

Concerteza tem muito trabalho querido, entendo perfeitamente. Desejo-lhe uma excelente semana amiga, tudo de bom para você.


Amigo Skylight, Maria de Nazareth, excelsa mãe de Jesus Cristo, disse, em Corolarium, que "os saturninos estão entre os seres mais evoluidos do nosso sistema planetário".

Se tiver a oportunidade de ler este excelente livro, acreditará em todas as palavras de Maria pois só um espirito tao puro poderia dizer aquelas palavras.

Se quiiser saber mais alguma coisa sobre Saturno é só dizer que, mal possa, transcrevo para si alguns paragrafos.

Um abraço fraterno para todos...
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Disc em 28 de Fevereiro de 2010, 14:32
Obrigado, amiga. Tem uma comunidade do Orkut que está compartilhando o livro Corolarium capítulo a capítulo que a sua organizadora está recebendo da própria editora. Quem tiver interesse, pode visitar:
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=91989915 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5vcmt1dC5jb20uYnIvTWFpbiNDb21tdW5pdHk/Y21tPTkxOTg5OTE1)
O que achei estranho foi a parte que você citou que diz que Saturno é considerado o planeta mais evoluído do nosso sistema. Mas não vou deixar de ler o livro por causa deste detalhe.
Até mais.
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: ram-wer em 28 de Fevereiro de 2010, 15:58
Ô, Sky,

A BlueMoon não disse que Saturno é considerado o planeta mais evoluído. Saturno está entre os planetas mais adiantados do nosso sistema. 

Abraço, RW
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Disc em 28 de Fevereiro de 2010, 16:13
...Isto resulta, naturalmente, do grau de adiantamento espiritual da grande maioria das almas encarnadas em saturno, considerado o planeta mais evoluido do nosso sistema.
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Blue soft em 28 de Fevereiro de 2010, 19:09
           "Seu" Ram Wer,
olha quem diz que eu estou sumidinha!!!
Brincadeira, amigo, obrigada por perceber que não tenho vindo
por aqui como antes, mas passarei por aqui para dá uma boa
olhada nos amigos. Também estou com saudades.
              Muitos carinhos amigo e muitas felicidades. :-* :-* :-*

############################################


            Blue Moon querida,
sim você tem razão, estou em dias de muito trabalho
por esse motivo tenho diminuído minhas vindas, aqui,
mas, sempre que puder...

                Carinhos, menina.


                           Blue Soft





               
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Blue soft em 28 de Fevereiro de 2010, 19:31
           Sky Light querido,
gosto muito dessas suas ponderações, até sobre a leitura ao não de
Ramatis, amigo, se você já leu toda a codificação e a entende e consegue
definir o que está de acordo ou não com o que Kardec diz, não acho nada
de anormal a leitura de outros livros, porque se já consegue discernir, não
vejo o porquê do "preconceito", não estou falando só de Ramatis mas de
outras obras.
           Contudo, amigo, há um pergunta que não quer calar, o que tem
de tão importante este Planeta Vermelho, para você?

                    Carinhos, amigo.
 
    &&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

         
            Ram querido, não é preconceito o que temos contra Ramatis e sim
cuidado com o que ele nos coloca, pois Kardec fala em médiuns não serem
advinhos, mas quando alguém nos coloca datas, para a ocorrência desta
ou daquela situação, isto é uma forma de advinhação, mas amigo, não
podemos querer a perfeição, no mundo dos imperfeitos, então, acho que
é uma cautela normal, de quem é leitor da doutrina.
            Amigo, você foi um dos poucos privilegiados, que teve a
possibilidade de ler determinados outores sem antes ver a codificação,
eu entrei na Doutrina aos 15 anos, e de saída entrei em uma Mocidade
que já começava a leitura pelas obras básica, claro que depois li vários
autores, mas sempre com o olhar dentro da codificação, e é óbvio, que
a visão é outra.
            Muito obrigada, amigo, por me fazer rever algumas das minhas
convicções.

                 
                        Carinhos,


                            Blue Soft
             


Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Disc em 28 de Fevereiro de 2010, 19:51
Amiga, eu até baixei o livro de Ramatis "A Vida no Planeta Marte" para dar uma olhada, mas coisas que eu não acredito que sejam verdade, eu evito ler, me faz mal. Vejo pessoas aqui no fórum mesmo desequilibradas pela crença nessas obras, que defendem de forma acalorada o seu "mestre" atacando a quem não acredita no que ele ensina. Se a pessoa acredita em mistificações, é bem provável que espíritos da falange do mistificador venham inspirar pensamentos deturpados para que a pessoa se mantenha no erro. Quero ficar longe de tudo isso.
Li toda a codificação espírita e a tenho como base do meu conhecimento espírita. Gosto de ler livros de vários autores, mas que eu acredite na veracidade das informações.
Quanto ao planeta vermelho, apenas gostaria de saber a verdade sobre ele se é melhor ou pior do que a Terra. Mas acho que não obterei uma resposta conclusiva enquanto encarnado.
Em relação a Saturno e Júpiter, sou fascinado pelo tema porque sonho em habitar um planeta superior à Terra onde as pessoas vivam em paz e não existam as misérias daqui.
Um abraço.
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: ram-wer em 28 de Fevereiro de 2010, 20:39
Alô, amiguinhos,

Bluezinha (Soft), é um prazer conversar com você de novo. O FE agora tem duas Blues com quem simpatizo: o modelo "Soft" e o modelo "Moon". ;)

Sky, desculpe a correção incorreta.  Pensei que se referia ao comentário da BlueMoon logo acima do seu.  Realmente, aquelas palavras estão no livro, embora em outros dois lugares a Autora diga que Saturno está entre os mais evoluídos.

O próprio Ramatis (tinha que ser, né? :D ) já se referira à evolução no sistema solar, dizendo que os marcianos anseiam por alcançar o degrau evolutivo jupiteriano, ao passo que os jupiterianos sonham por merecer a vida em Saturno.

Mas posso te dizer, segundo me vai na Alma, que a humanidade mais elevada do nosso Sistema é a que habita Netuno.  Este mundo tem a vibração (astrológica) mais sutil, sendo o regente do signo de Peixes.

Embora não seja uma regra exata, o grau de afastamento em relação ao Sol pode dar uma ideia da antiguidade de um mundo, principalmente quanto aos seus habitantes.  

Talvez uma exceção seja o famigerado Plutão.  Recentemente "desplanetizado" pelos astrônomos, sua influência astrológica é profunda e forte.  Rege a ronda das reencarnações, as energias violentas, o petróleo, a morte, os bilionários (melhor parar por aqui. :D ).

Acho que foi no livro RESSURREIÇÃO E VIDA (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5jZWlsaXZyYXJpYS5jb20uYnIvRmVkZXJhY2FvLWVzcGlyaXRhLWJyYXNpbGVpcmEvQ29udG8vY3JvbmljYS9MaXZyby1yZXNzdXJyZWljYW8tZS12aWRhLWVzcGVjaWFsLmh0bWw/YWNhbz1EVCZhbXA7cHJvZF9pZD05ODcwMyZhbXA7ZGVwPTM1NzgmYW1wO3NlY2FvPTEwMzk0JmFtcDtwZWRpZG89ODI5NjAwNjEmYW1wO2NvZGJhcj05Nzg4NTczMjgzNDU3), de Yvonne Pereira, que o Espírito de Tolstoi fez uma referência a Plutão, um planeta tipo presídio do Sistema Solar. Perdoem-me se estiver enganado.  

Alguém tem esse livro e pode trazer o texto sobre Plutão?  Acho que o capítulo tinha o nome de "O Sonho de Rafaela".  

(Se eu guardasse todos os livros que já li, ao morrer seria que nem aqueles velhos intelectuais, que deixam um "acervo" com uma interminável biblioteca. Deus me poupe! Não tenho nada contra os intelectuais e os idosos, mas acervo é dose!)

Abraços, RW
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Disc em 28 de Fevereiro de 2010, 21:00
Não vou desrespeitar a sua crença, mas astrologia não tem nada a ver com Espiritismo. Kardec em seu livro A Gênese, esclarece que se trata de uma teoria incorreta que foi superada pela astronomia.
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Blue soft em 28 de Fevereiro de 2010, 21:04
Amiga, eu até baixei o livro de Ramatis "A Vida no Planeta Marte" para dar uma olhada, mas coisas que eu não acredito que sejam verdade, eu evito ler, me faz mal. Vejo pessoas aqui no fórum mesmo desequilibradas pela crença nessas obras, que defendem de forma acalorada o seu "mestre" atacando a quem não acredita no que ele ensina. Se a pessoa acredita em mistificações, é bem provável que espíritos da falange do mistificador venham inspirar pensamentos deturpados para que a pessoa se mantenha no erro. Quero ficar longe de tudo isso.
Li toda a codificação espírita e a tenho como base do meu conhecimento espírita. Gosto de ler livros de vários autores, mas que eu acredite na veracidade das informações.
Quanto ao planeta vermelho, apenas gostaria de saber a verdade sobre ele se é melhor ou pior do que a Terra. Mas acho que não obterei uma resposta conclusiva enquanto encarnado.
Em relação a Saturno e Júpiter, sou fascinado pelo tema porque sonho em habitar um planeta superior à Terra onde as pessoas vivam em paz e não existam as misérias daqui.
Um abraço.


                   Sky querido,
é amigo, esta  sua busca ao Planete Marte pode ser inglória,
mas, tenho certeza de que um dia irá encontrar as suas
respostas.
                  E quanto a credibilidade de alguns médiuns e
espíritos mistificadores e nossas paixões que nos cegam,
está dentro da normalidade, infelizmente é sempre mais fácil
crer no que vem de encontro com aquilo que aceitamos do
que aquilo que vem de encontro as nossas convicções.
                 Sim, esses médiuns estão sendo portadores de
muitas mensagens de inimigos da nossa Doutrina, mas são
inconvenientes que temos que aceitar por algum tempo,
somos espíritos que trazem imperfeições sem números.

                  Carinhos,

                   Blue Soft
Título: Livros sobre outros planetas
Enviado por: ram-wer em 28 de Fevereiro de 2010, 22:08
Sky escreveu: "Não vou desrespeitar a sua crença, mas astrologia não tem nada a ver com Espiritismo. Kardec em seu livro A Gênese, esclarece que se trata de uma teoria incorreta que foi superada pela astronomia."

Ô, Sky, não é crença. Influências astrológicas são um fenômeno da Natureza. 

E eu não disse nada sobre "os astros segundo o Espiritismo".  É "os astros segundo a Astrologia", mesmo.

Quando escrevo algo em um fórum, mesmo que me dirigindo a você, estou trazendo o que sou e sei para todos os leitores.  Porém, minha participação aqui foi no intuito de responder à sua pergunta inicial. 

Quando alguém pergunta algo, tem outros mil querendo saber.

Abraço, RW

Título: Livros sobre outros planetas
Enviado por: ram-wer em 08 de Março de 2010, 23:40

Pra completar a lista:   A Vida no Sol (http://www.forumespirita.net/fe/pluralidade-dos-mundos-habitados/a-vida-no-sol/).
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Renato_ em 16 de Março de 2010, 22:20
Trecho do livro Cartas de Uma Morta:

Contemplando o espaço, muito acima de nós, vi grandes massas
multicores, que tomei por variegadas nuvens, e, ao mesmo tempo notei que
seres estranhos evolucionavam nos ares, em gráceis movimentos, apesar de
me parecerem bizarros. Nada tinham de comum com os tipos da humanidade
terrena, afigurando-se-me extraordinariamente feios com a sua organização
animalesca, com suas membranas à guisa de asas, tão estranhas para mim,
as quais lhe facultavam o poder de volitar à vontade.

Esse trecho se refere a Saturno, achei muito estranho o Espírito dizer que em um planeta mais evoluído do que a Terra tem monstros voando.
Em anexo está o livro para quem quiser consultar.

E olha que mãe não mente hein!
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Renato_ em 16 de Março de 2010, 23:47

Pra completar a lista:   A Vida no Sol (http://www.forumespirita.net/fe/pluralidade-dos-mundos-habitados/a-vida-no-sol/).


Olá amigos,

Dei uma olhada no "livro" sobre a "Vida  no Sol", disponibilizado pelo nosso amigo RW.

Lá diz que o Sol não é uma esfera de gás incandescente, mas sim que, ele seria um corpo frio. Ramatís diz que, se ele  fosse quente, com uma temperatura de 6.000 Kelvins (Ramatís fala 6 mil graus Celsius kkk,  não sabe a diferença entre Kelvins e Graus Celsius) na superfície e 40 milhões de graus no interior, num espaço de 10 mil anos ele já teria consumido todo o seu hidrogênio :D.

A ciência diz que ele é uma estrela estável - queima o seu combustível [conversão de Hidrogênio em Hélio], e por isso, tem uma idade de 4,5 bilhões de anos - que é mais ou menos a idade da Terra - e ainda vai continuar queimando o seu combustível por mais  uns 4 bilhões de anos.

Massa M = 1,989 x 1030 kg
Raio R = 695 500 km = 109 RTerra
Densidade média  = 1409 kg/m3  
Densidade central  = 160 000 kg/m3
Distância 1 UA = 149 600 000 km  
Luminosidade L=3,9×1026 watts=3,9×1033 ergs/s
Temperatura efetiva Tef = 5785 K
Temperatura central Tc = 15 000 000 K  
Magnitude absoluta bolométrica Mbol = 4,72
Magnitude absoluta visual MV = 4,79
Tipo espectral e classe de luminosidade G2 V
Índices de cor B-V=0,62
  U-B=0,10
Composição química principal (No) Hidrogênio = 91,2 %
  Hélio = 8,7%
  Oxigênio = 0,078 %
  Carbono = 0,043 %
Período rotacional no equador 25,67 d
                na latitude 75° 33,40 d


http://astro.if.ufrgs.br/esol/esol.htm (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL2FzdHJvLmlmLnVmcmdzLmJyL2Vzb2wvZXNvbC5odG0=)

Tudo sobre o Sol no link acima.


abçs


 
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: MarcoALSilva em 17 de Março de 2010, 13:27
É... Realmente já vai longe o tempo em que qualquer "mistério" podia ser pronunciado sem que a ciência não a tivesse investigado...

Mas, que bom que é assim!!!!!!!

Devemos, sim, separar o joio do trigo. Há obras que não têm fundamento algum; há obras que há bons ensinamentos ao lado de especulações impróprias; há obras que são integralmente consentâneas com o que se sabe até hoje...

Ramatís, ao longo de seus vários livros (ou, enfim, como ressalta o Moura, livros que lhe são atribuídos), reúne informações que se enquadram nas três possibilidades acima.

Daí termos nas obras da Codificação da Doutrina, por outro lado, um acervo consistente por ter sido muito pouco especulativa (no caso do Georges, bem exposto pelo Diegas) e que admitiu sabiamente, desde o início, que a Ciência (com "C" maiúsculo") passaria a integrá-la no que fosse melhor elucidado.

Se afastarmos quaisquer personalismos, só temos --- todos nós --- a ganhar com os debates como este.

Um abraço a todos!!!
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: APRENDIZ Dorot em 21 de Outubro de 2010, 12:01
Olá, colegas.

Alguém poderia me indicar algum livro que fale sobre a vida em outro planeta que não seja o de Ramatis sobre o planeta Marte?
Gostaria muito de saber o que acontece em planetas mais evoluídos do que a Terra como Saturno e Júpiter.

Obrigado.

Bom dia irmão
Terminei a leitura de Exilados Da Capela esta semana, vou procurar ler narrações do infinito citada aqui. Como é importante este forum, assim facilitamos nossa busca, leitura, informações etc, etc...
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Holybaby em 12 de Novembro de 2010, 13:09
Oi, amigos!

Tem um muito detalhado, do sr. Arthur Berlet, da década de 60, mas que não tem reedições. Só em sebo, se houver. Achei um trecho num blog. Se eu encontrar, posto.

Abraços!
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Tolomei em 02 de Junho de 2011, 20:14
Mais uma dica, li a pouco tempo o livro "Crepusculo dos Deuses" Psicografia de Robson Pinheiro  pelo Espírito Angelo Inácio - Temas : CIA, FBI, espionagem industrial: uma intriga que nos deixa frente a frente com ações terroristas internacionais - da guerra biológica ao 11 de setembro. Comenta levemente um contato com seres superiores vindos de Capela para obterem informações sobre o ex-exilados, pois sabem que estão prestes a serem exilados novamente... Acontece que não é fácil o contato com os
Extraterrestres em visita à Terra  Fala da vida dos capelinos ontem e hoje. A saga dos Dragões, espíritos sombrios exilados de Capela.  Para quem pesquisa o tema de obsessões complexas o livro também é interessante.

Para quem pesquisa o tema dos Capelinos , o livro é imperdível ( bate com coisas escritas no Livro os exilados de capela de Edgar Armond ).

Bate com outros livros que falam sobre o tema expurgo planetário , evolução da Terra para Plano de Regeneração.

Lógico que estas hipóteses serão comprovadas lentamente pelo surgimento de outras comunicações espirituais e outros médiuns, mas como reflexão e estudo , o livro é ótimo, imperdível - como outros livros de Robson Pinheiro também excelentes - estou lendo agora Sabedoria de Preto Velho - Robson Pinheiro pelo Espírito Pai João de Aruanda - ( João Cobu )  ! Abraços,
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Tolomei em 02 de Junho de 2011, 20:17
Outro Livro é Transição Planetária de Divaldo Franco pelo Espírito Manoel Philomeno de Miranda - logo no início tem um importante discurso feito em auditório da Colônia Espiritual Redenção aonde um Representante Oficial da constelação do Cocheiro , nomeado de Órium , se materializa e fala para a platéia sobre a ajuda que está sendo oferecida a Terra e a toda a equipe do Cristo - eles estão a disposição para apoiar a transição planetária que já está intensa! abraços,
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Tolomei em 02 de Junho de 2011, 20:29
Já é hora de falarmos abertamente sobre estes assuntos. Dezenas de informações espirituais estão chegando a médiuns no mundo todo , em várias formas diferentes, religiões diferentes , etc...a coisa já é de domínio público basta procurar na internet em todas as línguas que vamos achar informações. Nós, que estudamos o espiritismo temos mais condições de entender tudo isto porque a Doutrina Espírita é farta de informações espirituais. Mesmo assim temos que nos abrir para as novidades porque se o fenômeno é mundial não pode ficar restrito a apenas aos médiuns brasileiros e ao movimento espírita e fechadas reuniões mediûnicas. Kardec diz na Genese que o Espiritismo vai acompanhar a evolução do Globo. Muita coisa Interessante acontecendo. É preciso ter discernimento e bom senso para comparar e estudar e tirar o que interessa. Quando chegar a hora da abertura total das informações sobre os extra-terrestres ( coisa que os espíritos superiores é que decidem e não os encarnados e nem religião nenhuma! ) , quem estudou o espiritismo creio que estará mais bem preparado para o movimento de regeneração que vai se abrir. Algumas mensagens sugerem que antes do  término de 2011 teremos mais novidades a respeito. Não vejo nada disto incoerente com a Doutrina dos Espíritos - muito pelo contrário sempre tivemos informações positivas sobre isto. Mas poucos detalhes - agora tem muita coisa escrita basta procurar na internet. Basta ter calma e bastante tranquilidade , nada será feito sem autorização dos guias espirituais da humanidade e de Jesus! Só os materialistas tem a perder com isto - os que gostam de poder e de hierarquia se sentem incomodados mas isto é para o bem deles ou será que preferem o expurgo ?  abraços,
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Mourarego em 02 de Junho de 2011, 22:02
Vou ser bem explícito amigo Tolomei:
Esse problema de seguir ou não o que a doutrina estabelece ou de seguir o que as "novas informações espirituais dizem, é seu, logo, compete a você correr atrás.
Temos sim é de ter respeito para com o que está ensinado no item dois da introdução ao Estudo da doutrina Espírita no ESE e em A Genese em seu capítulo I.
Esta é a doutrina porém segue aquele que o quiser.
Saber sobre outros planetas ajuda em que no aprimoramento moral?
saber sobre outros planetas, de obras que apenas trazem opiniões pessoais de outros espíritos, modifica moralmente alguém?
Vamos acordar gente, e deixar de fazer carnaval, atoa.
A ninguém é proibido ler o que quiser, porém o foco da doutrina não é este.
Abraços,
Moura
 
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Holybaby em 03 de Junho de 2011, 12:33
Olá, amigos! Passei um tempo fora do Fórum, mas estou aqui.
Ano passado, lá por 10 ou 11, recebi um e-mail da editora dizendo que saiu a 3º tiragem do livro do sr. Arthur Berlet - Da Utopia à Realidade. Li e já emprestei. Apesar de alguns problemas de impressão (parte gramatical/ortográfica), vale a pena ler.
Infelismente, não há ainda *.pdf disponível.
Se alguém se interessar, eu envio o contato de Guiomar Baccin.

http://grupocosmonautas.blogspot.com/p/os-discos-voadores-artur-berlet.html
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Guterres em 03 de Junho de 2011, 17:20
Bom dia meus irmãos!
Depois de muito tempo sem participar do Fórum estou retornando,
e assim como o irmão Tolomei também criei as minhas dúvidas sobre o desconhecido
o qual pouco temos informação, espero agora voltando a participar do fórum com vocês retomar
conhecimento de como avançar nosso plano interior espiritual de cada um de nós.
Quanto ao fato de estarem chegando tantas informações de espíritos que elucidam verdades e conhecimentos que ainda não tínhamos eu também tenho curiosidades para saber e acredito que como todo o espírita procura o conhecimento, este que em nossos centros pouco nos é informado, pois falar de exílio, astro intruso e outras conotações a respeito das mudanças da Transição Planetária pouco houvi falar.
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Tolomei em 03 de Junho de 2011, 17:55
Fala Mourarego e seus padres obsessores fumantes...lembro ainda das orações pela sua ponte de safena lá no Paltalk...continua aquela sala de batepapo ? bem....como voce provavelmente , pois nunca sabemos né ? , vai desencarnar antes de nós...voce pode estudar melhor o tema dos Extra-terrestres e se eles fumam ou não , e arrumar um médium ( provavelmente fumante pois dizem que os desencarnados fumantes inveterados obsediam os encarnados fumantes...) para escrever algo sobres nossos queridos ETs! Mas estamos acostumados com estas coisas - mil abraços esperançosos para parar de fumar!!!!

Outra informação válida para os estudiosos do tema ETs - um livro belíssimo de Camile Flamarion - Urânia
Esta obra é um misto de romance e ciência.

Nela Flammarion relata o encontro em sonhos entre um jovem e Urânia, musa da Astronomia e apresenta considerações de espiritualismo. Há narrações de vários contatos espirituais que são comprovados experimentalmente.

Através da alternância entre a realidade científica e a ficção, fala da vida em outros planetas, da extensão e constituição do Universo, da realidade do Espírito e do Plano Espiritual. Na verdade, o livro é um ensaio que reúne fatos, investigações e reflexões trazendo, assim, informações preciosas para a compreensão do grande problema do homem: conhecer o Universo e sua origem. No final do livro, Flammarion deixa seu testamento científico sob a forma de aforismos, resultado de suas investigações.

Flamarion ajudou Kardec a compor o livro A Genese capítulo Uranografia Geral - e como importante Astrônomo e cientista Frances da época foi ele quem fez o Discurso de homenagem ao Codificador do Espiritismo no seu Enterro do Corpo - apelidando Kardec de O Bom Senso encarnado...

abraços e bom senso a todos!
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Tolomei em 03 de Junho de 2011, 18:02
ah esqueci, outro livro imperdível de Flamarion sobre o tema Extra-terrestres , Narrações do Infinito - em forma de diálogo com um espírito falando de muitos dados sobre outros planetas e diferentes formas de vidas do universo.

O livro trata de observações feitas por Espírito recém-desencarnado acerca do seu passado e da história da Terra.

Objetiva comprovar a sobrevivência do ser e a lei da reencarnação. Através de cinco narrativas, em forma de diálogo, apresenta assuntos como: alma das plantas; diversidade das existências planetárias; formas vivas desconhecidas da Terra; transmissão sucessiva da luz no espaço; planetas de vida superior e vidas anteriores.

Afirma a existência da vida em outros mundos e atesta o equilíbrio e a afinidade existente em toda a criação divina.

Os livros de Flamarion são clássicos espiritas e não deviam ser tão ignorados pela nova geração , assim como outros grandes clássicos espíritas Gabriel Delane, Aksakof, Leon Denis, Cesar Lombroso, Ernesto Bozzano - todos deram importantes contribuições e são os auxiliares iniciais da obra de Kardec.

abraços,
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Mourarego em 04 de Junho de 2011, 17:34
Amigo Tolomei,
devemos guardar extrema prudência ao afirmarmos  qualquer coisa.
sobre Flamarion note o que Herculano Pires relata:

" Enquanto não compreendermos que Espiritismo é cultura, as tentativas de unificação do nosso movimento não darão resultados reais. Darão aproximações arrepiadas de conflitos, aumento quantitativo de adeptos ineptos, estimulação perigosa de messianismos individuais e de grupos.

Flamarion, que nunca entendeu realmente a posição de Kardec, e chegou a dizer que ele fez obra um tanto pessoal, como se vê no seu famoso discurso ao pé do túmulo, teve, entretanto, uma intuição feliz quando o chamou de bom senso encarnado." (in Falta de formação doutrinária".
Abraços,
Moura
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: HamLacerda em 04 de Junho de 2011, 18:52
O que vcs acham disso? Na Revista espírita fala que Marte é um planeta atrasado, enquanto que no livro pscografado por Chico, "Cartas de Uma Morta", citado na primeira página diz que Marte é muito avançado.



Revista Espírita - Outubro/1860
- Marte é a primeira encarnação dos demônios mais grosseiros; são seres rudimentares; sua vida é curta; não são canibais, mas sua vida beira a vida da “idade da pedra”, da Terra; lá, os mares são “furiosos” e não permitem a navegação (Obs.: Vemos aqui outra nota corroborando a questão 188 de O Livro dos Espíritos).


Cartas de uma Morta

(http://img684.imageshack.us/img684/3193/cartasdumamorta.jpg)

Os habitantes de Marte são muito superiores aos da Terra, pela sua organização, pelo número e pela delicadeza de seus sentidos, e pelas faculdades intelectuais. O fato de ser a densidade muito fraca na superfície daquele mundo, e as substâncias constitutivas dos corpos menos pesadas lá do que aqui, permitiu a formação de seres incomparàvelmente menos pesados, mais aéreos, mais sutis, mais sensíveis. O fato de ser nutritiva a atmosfera, libertou os organismos marcianos das grosserias das necessidades terrestres. E’ totalmente outro estado. A luz ali é menos viva, estando o planeta mais afastado do Sol do que a Terra; o nervo óptico é mais sensível. Sendo ali intensíssimas as influências elétricas e magnéticas, os habitantes possuem sentidos ignorados das organizações terrestres, sentidos que os põem em comunicação com essas influências. Tudo se contém na Natureza. Os seres, em toda parte, são apropriados aos meios em que habitam e em cujo seio nasceram. Os organismos não podem mais ser terrestres em Marte, de igual modo que não podem ser aéreos no fundo do mar.

De mais, o estado de superioridade conseqüente dessa ordem de coisas evoluiu por si mesmo, pela facilidade da realização de todo o trabalho intelectual. A Natureza parece obedecer ao pensamento. O arquiteto que quer levantar um edifício; o engenheiro que deseja modificar a superfície do solo, quer se trate de levantar ou de cavar, de cortar montanhas ou de aterrar vales, não se esbarram, qual acontece na Terra, com o peso dos materiais e nas dificuldades da execução. Assim, têm a Arte feito, desde a origem, os mais rápidos progressos.

Além disso ainda, sendo a Humanidade marciana várias dezenas de milhares de séculos anterior à terrestre, tem percorrido anteriormente a esta todas as fases do seu desenvolvimento. Os mais transcendentes progressos científicos atuais da Terra não passam de pueris brinquedos de criança, comparados à Ciência dos habitantes daquele planeta.

Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Mourarego em 04 de Junho de 2011, 19:05
Mano Hamilton,
tais contrastes estão ai para quem quiser ver.
Só não os enxerga aquele que quer dar a uma comunicação sem a outorga do CUEE uma certidão de verdade que esta não possa ter.

Como se sabe,as opiniões dos Espíritos que ditaram a obra, contudo não passam disso.

De qualquer forma a sua postagem mostra outras das tantas divergências que mesmo existindo não são vistas, fazer o que? A paixão,como disse Kardec ao Padre, não raciocina.
Abraços,
Moura
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Tolomei em 07 de Junho de 2011, 15:25
A questão de Marte é interessante, se tem erro nas informações espirituais os espíritos podem esclarecer basta quererem. Tem muita informação espiritual também sobre Júpiter. Poucas sobre Saturno. Tem referências dizendo que Jesus é responsável por todo o nosso sistema solar pois há intensa atuação espiritual dentro do sistema solar. As informações podem falar sobre as caracteríticas materiais e nesse aspecto Marte é mais atrasado. Mas quando falam das características da vida espiritual , das colônias espirituais - estariam falando de outras dimensões. Todas as mensagens em geral, falam que corpo físico semelhante ao nosso não existe em nosso sistema solar. Mas colônias espirituais superiores são informadas em todos os espaços de nosso sistema solar inclusive no próprio Sol ( médium Ranieri tem bastante informação em seus livros) . Agora se está falando muito dos seres espirituais de outros orbes que estão visitando a Terra para auxiliar na famosa Transição Planetária e vamos obter muitas informações novas. Eu gosto muito dos livros do Herculano Pires e do Hermínio Miranda. Mas também gosto muito dos livros clássicos dos contemporâneos de Kardec , dentre eles Flamarion. Flamarion deve ter sido muito rejeitado pelas suas incursões no tema Pluralidade dos Mundos Habitados - coisa muito inovadora para os idos de 1869...Mas quem sabe agora, os seres de Alcione ( 10.000 somente em uma reunião em uma praia no Brasil)  reencarnando na Terra conforme informações da mediunidade de Divaldo Franco pelo espírito Manoel Philomeno de Miranda no livro Transição Planetária , venham trazer novas luzes sobre as memórias de vidas passadas e o vasto comércio espiritual crescente nos mundos regenerados abertos a Federação das Galáxias ?
Bem, conforme o conselho de Gamaliel ,  preceptor de Paulo de Tarso ainda na época do Rabino Saulo Príncipe do Sinédrio de Jerusalem - cuidado para quem não venhamos a nos ver combatendo contra a vontade de Deus - pois se esta coisa vem de Deus prosperará e vai se multiplicar mesmo contra a vontade dos homens , mas se não vier de Deus vai passar como vento. Quando Jesus abrir a Terra aos visitantes seres mais inteligentes que nós , vindos de outros planetas para nos ajudarem, ele não vai pedir nossa opinião antes! E se reencarnarem aqui , como diversos cientistas nobres , musicistas, etc... e o próprio Jesus ??? Ele não traz sua sabedoria da Terra , pois aqui ele é a Sabedoria de Deus, então ele trouxe de onde ? De outros mundos... brilhante conclusão! Que todos continuem estudando muito estes temas - muito mais está chegando. Começar estudando Kardec nos ajuda e facilita entender tudo isto . Se nós espíritas estamos com dificuldades imagina o que vai acontecer com os materilistas na hora da nova invasão organizada dos espíritos superiores ( com corpos fluídicos , materiais ou não , de outros mundos ou não - tanto faz) ??? vão enlouquecer , mas serão arrastados pela evolução planetária. O tempo dará a última palavra, somos apenas observadores dentro do barco tentando estudar e aprender algo de bom.
Título: Re: Livros sobre outros planetas
Enviado por: Ganimedes em 26 de Julho de 2011, 17:04
Do livro "Às Margens do Rio Sagrado", de Edgard Armond (1979) >>>>
Edgard Armond mostra, nesse livro, a narrativa de um espírito sobre o que viu em Saturno, quando lá esteve em visita.

"No que respeita a outros globos do nosso sistema planetário, seria inútil enfileirar descrições mais ou menos sensacionais, quando, pelo que saiba, nenhuma delas pode oferecer comprovações outras que as do simples mediunismo, pouco acreditado na Terra e que para estes casos se resume nas comunicações de espíritos desencarnados por incorporação ou por vidência.
Mas esta descrição sobre Saturno foge destas duas condições, porque o próprio narrador descreveu o que viu em excursões de estudos nesse planeta e faz a descrição a outro espírito desencarnado que no momento o visita, não havendo, portanto interferência de médiuns encarnados.
Aqui, há duas barreiras que se somam para aumentar a desconfiança dos que exigem provas que não se podem dar, mas que em nada alteram a verdade que permance pela fé racional espírita, que a experiência testifica."
Textos extraídos dessa narrativa :
"O tráfego é intenso, mas silencioso e suave , por toda parte se recebem olhares doces, palavras fraternas, vibrações poderosas de amor espiritual, havendo grande urbanidade no tratamento de uns para os outros, nas ruas e nas casas. Estas são belas, artísticas, iluminadas e acolhedoras, pois não possuem portas que se fechem; as construções são de estilo próprio, leve, rendilhado, muito diferente de tudo que existe na Terra; ..."
"Os saturninos respeitam  e amam todas as pessoas, apreciam os dotes físicos, que diferem em diferentes pontos do planeta e enaltecem os valores morais."
"A atmosfera de Saturno é sempre clara, isenta de tempestades e saturada de luzes multicores que vêm dos satélites e dos anéis. A vegetação, de um verde vivo, é como um manto veludoso que cobre todo o solo.
Os animais são evoluídos no seu reino; não temem ao homem, mas, ao contrário, servem-no com devoção, compreensão e inteligência, ..."
"Não encaram o corpo físico unicamente como veículo de prazeres e sensações, mas como um sagrado instrumento de redenção individual."
"... desde criança o saturnino aprende a amar os semelhantes e os animais e a preservar e manter a pureza do corpo físico para legar a seus descendentes um veículo corporal perfeito e incontaminado."

"... poderá a humanidade da Terra, a partir do próximo milênio, tornar-se apta a conquistas morais, científicas e religiosas mais elevadas do que, aliás, muito necessitará porque a ela competirá : 1) encaminhar a nova civilização, agindo em um mundo que herdará em escombros, semidestruído pelas hecatombes que estão por vir; e 2) a extirpação dos resquícios do mal que remanescerem no coração dos homens, para que a Terra entre então, definitivamente, no ritmo da nova ascensão."

Não tendo mais nenhum recurso em que se possam apoiar, aos que não acreditam que, em Saturno, existem cidades como existem na Terra só resta a eles gritarem : é falso.

ESTRUCTURAS ARTIFICIALES en luna de Saturno- Artificial structures on Saturn moon (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PUxQeVdubHVzaWxBIw==)

Muita paz.