Forum Espirita

GERAL => O que é o espiritismo => Pluralidade Mundos Habitados => Tópico iniciado por: luiz gustavo em 18 de Agosto de 2008, 21:13

Título: ajuda
Enviado por: luiz gustavo em 18 de Agosto de 2008, 21:13
Olá !
Gostaria de informações sobre o Planeta X ou Chupão.
Abçs.


Luiz
Título: Re: ajuda
Enviado por: adelia em 06 de Novembro de 2008, 20:28
Olá Luiz Gustavo!!!

Eu não conhecia, e curiosa que sou, achei esta matéria, espero que te ajude, eu achei muito interessante!!

Planeta chupão

O Planeta Chupão foi citado pela primeira vez pelo médium Chico Xavier. Também é conhecido como "Planeta higienizador" por Ramatis. Os astrônomos o denominaram como "Planeta X", a Gnose o chama de "Hercólubus", "Nibiru" para os babilônios e "Marduk" pelos antigos escritos.

O Planeta Chupão é uma espécie de corpo celeste que está próximo de Plutão, cinco vezes maior do que a Terra, e com o dobro de tamanho. O estudo deste planeta remonta no século XIX. O astrônomo Percival Lowell (1855-1816) explicou através de equações matemáticas que ele estaria próximo de Plutão, e que poderia interferir nas órbitas de Urano e Saturno.

Outros astrônomos entendem que ele está passando pelas órbitas de Marte e Júpiter, além de um cinturão de asteróides, e percorre sua órbita no sentido horário, causando interferências nestes planetas, e podendo até interferir nas órbitas da Terra e da Lua.

Os astrônomos conhecem este planeta desde 1985. Pesquisadores da NASA informaram que ele já foi detectado pelo telescópio de raios infravermelhos presente no satélite IRAS.

Acredita-se que ele influencia a órbita da Terra, por estar posicionado perpendicular ao nosso planeta. Por isso, estariam ocorrendo as alterações nas marés, inundações, furacões, ciclones etc. As órbitas da Terra e também da Lua começariam a ficar desestabilizadas pela influência do Planeta Chupão. Segundo o astrônomo chileno Carlos Muniz Ferrado, o Planeta Chupão está caminhando para nosso sistema solar.

De qualquer maneira, é difícil traçar a rota deste corpo celeste porque ele estaria caminhando em direção à Terra sem deslocar-se para os lados. Ele teria sido responsável pelo grande dilúvio ocorrido há 13 mil anos, quando passou próximo da órbita da Terra.

Para alguns astrônomos, o Planeta Chupão já teria passado próximo da Terra (na verdade, 11 milhões de quilômetros) na virada do milênio. Baseado na "teoria das perturbações", descobriu-se a órbita, massa e posição deste planeta, entendendo que sua proximidade "perturbava" a rota dos planetas e na órbita elíptica dos cometas.

Alguns estudiosos como o soviético Vladimir Radziyevski considera o Planeta Chupão como um buraco negro, ainda presente na periferia do nosso sistema planetário provocando perturbações nas órbitas dos cometas e de planetas mais distantes do astro-rei Sol. Segundo seus cálculos, ele colidirá com a Terra em 40 ou 100 anos.

Paz
Título: Re: ajuda
Enviado por: Luzia em 06 de Novembro de 2008, 21:13
Nossa!
Muito interessante essa informação!
Nunca ouvira falar nada sobre isso!

Abraços.
Título: Re: ajuda
Enviado por: Dhan em 06 de Novembro de 2008, 22:48
Olá!

O Planeta Chupão é uma espécie de corpo celeste que está próximo de Plutão, cinco vezes maior do que a Terra, e com o dobro de tamanho. O estudo deste planeta remonta no século XIX. O astrônomo Percival Lowell (1855-1816) explicou através de equações matemáticas que ele estaria próximo de Plutão, e que poderia interferir nas órbitas de Urano e Saturno.

Cinco vezes maior do que a Terra e com o dobro de tamanho não faz sentido. Não seria com cinco vezes mais massa que a Terra? Lowell em suas equações teria citado Plutão? Este só foi descoberto em 1930.
 
Citar
Outros astrônomos entendem que ele está passando pelas órbitas de Marte e Júpiter, além de um cinturão de asteróides, e percorre sua órbita no sentido horário, causando interferências nestes planetas, e podendo até interferir nas órbitas da Terra e da Lua.

Infelizmente não pude achar nenhum estudo que confirme isto. Um planeta dessa grandiosidade que está entre as órbitas de Marte e Júpiter já teria sido descoberto. 

Citar
Os astrônomos conhecem este planeta desde 1985. Pesquisadores da NASA informaram que ele já foi detectado pelo telescópio de raios infravermelhos presente no satélite IRAS.


Esta informação é incoerente (ler mais abaixo). Os astrônomos ainda estão procurando pelo planeta, que ainda não foi encontrado. Há apenas a hipótese de que ele exista.

Citar
Para alguns astrônomos, o Planeta Chupão já teria passado próximo da Terra (na verdade, 11 milhões de quilômetros) na virada do milênio. Baseado na "teoria das perturbações", descobriu-se a órbita, massa e posição deste planeta, entendendo que sua proximidade "perturbava" a rota dos planetas e na órbita elíptica dos cometas.


Se o Planeta Chupão já tivesse passado próximo a Terra ele já teria sido encontrado. E se ele passa próximo a Terra às vezes, não pode ser considerado um planeta pois uma das regras básica para um corpo celeste ser considerado planeta é que ele deve ter uma órbita fixa em torno do Sol. Cometas são corpos celestes que, por vezes, se aproximam da Terra e descrevem órbitas bem diferentes das dos planetas em nosso Sistema. Seria o Planeta Chupão um cometa, um asteróide?

Bom, os astrônomos que o denominaram Planeta X não estariam totalmente de acordo com as informações passadas pelo médium Chico Xavier nem por Ramatis, sem querer desmerecê-los, e muito menos como expostas no texto transcrito por Adélia. Seguem alguns textos sobre o "misterioso" planeta que pude achar:

"A hipótese da existência de mais um planeta no Sistema Solar, divulgada ontem no Japão, é encarada com interesse (...)

Segundo Nuno Peixinho [astrônomo portguês], a hipótese da existência de um planeta com cerca de metade da massa da Terra foi proposta pelo astrónomo brasileiro Patryk Sofia Lykawka, cujo trabalho conhece bem, em colaboração com o Professor japonês Tadashi Mukai (da Universidade de Kobe), seu orientador de tese, para explicar várias características já conhecidas da Cintura de Kuiper.

Esta “cintura” [cinturão, no Brasil] é uma região que circunda o Sistema Solar, para além da órbita de Neptuno, e que é habitada por centenas de milhar de objectos gelados, na sua maioria com tamanhos entre um e mil quilómetros de diâmetro, entre os quais se contam Plutão, descoberto em 1930, e Eris, ligeiramente maior e descoberto em 2005.

Na perspectiva de Lykawka, o suposto planeta terá cerca de metade da massa da Terra e a sua órbita será 100 vezes mais distante do Sol do que da Terra.

Segundo a teoria exposta ontem no Japão, o novo planeta corresponderia à nova definição adoptada em 2006 pela União Astronómica Internacional (UAI), que exclui Plutão da categoria de planeta de pleno direito do sistema Solar. O “planeta” estaria situado a 12 mil milhões de quilómetros da Terra e rodaria em torno do Sol numa órbita elíptica cada mil anos, num plano inclinado de 20 a 40 graus, segundo cálculos realizados a partir de efeitos gravitacionais observados em Neptuno.

Os oito planetas do Sistema Solar plenamente dignos desse nome são agora Mercúrio, Vénus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Neptuno. No entanto, o novo “planeta” poderá ganhar o lugar perdido por Plutão no Sistema Solar se existir de facto, se for suficientemente maciço para se manter esférico devido à sua própria gravidade e se mantiver a sua órbita limpa de outros pequenos objectos, admite Nuno Peixinho."

Fonte: http://rotaimpopular.com/2008/02/29/planeta-x/


"Cientistas da Universidade de Kobe, no Japão, acreditam que exista um planeta com dois terços do tamanho da Terra orbitando além das fronteiras do Sistema Solar. Segundo eles, simulações computadorizadas indicam que falta pouco para que o "Planeta X" seja descoberto.

O "Planeta X" - chamado assim por ainda não ter sido encontrado - teria uma órbita elíptica e completaria uma volta ao redor do Sol em milhares de anos, em um raio estimado de 15 a 26 bilhões de km. Os astrônomos acreditam que o astro possa ser descoberto em dez anos.

Segundo o cientista Tadashi Mukai, co-autor da pesquisa publicada na revista científica Astronomical Journal, o planeta teria uma temperatura muito baixa e sua superfície seria coberta de gelo, amônia congelada e grandes quantidades de metano.

"A possibilidade de que exista um planeta medindo de 30% a 70% da massa da Terra orbitando na periferia do nosso Sistema Solar é alta", diz a pesquisa. Se descoberto, o Planeta-X será o primeiro corpo celeste deste tamanho encontrado além das fronteiras do Sistema Solar."

fonte: http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI2645044-EI302,00-Estudo+diz+estar+perto+de+encontrar+PlanetaX.html


"(...) AS ESTIMATIVAS PARA O PLANETA X apontavam para valores em torno de 50 vezes a massa terrestre. Com uma massa de apenas 1/455 vezes a da Terra, Plutão definitivamente não era o hipotético astro.

Buscas cada vez mais minuciosas se sucederam, até que se acreditou que não haveria astro algum com massa e brilho semelhantes ao do planeta Netuno, exceto se numa órbita polar e situado próximo ao pólo celeste sul, onde poderia ter escapado da detecção. (...)"

Fonte: http://www.zenite.nu/


Espero ter contribuído!

Abs,

~Dhan

Título: Re: ajuda
Enviado por: ecmbr em 07 de Novembro de 2008, 01:00
Muito bom Dhan. Ajudou a desmistificar essa história. É o que eu disse em outro tópico, espírita tentando ser cientista acaba falando besteira.

Sem ofensas

[]s

emilio
Título: Re: ajuda
Enviado por: Dhan em 07 de Novembro de 2008, 01:22
É o que eu disse em outro tópico, espírita tentando ser cientista acaba falando besteira.

Sim, mas isso vale para todos: espíritas e não-espíritas. Qualquer um que abre a boca para falar do que não sabe acaba fazendo papel de bobo. Para o Espiritismo isso pode ser realmente prejudicial, pois, como o amigo Vitor Santos disse no mesmo tópico, é preciso cautela e não misturar a explicação dos fatos espíritas com a explicação dos fatos da ciência convencional, pois quando as pessoas misturam tudo e usam conceitos cientificos estão a prejudicar a DE. Isto, é claro, salvo os que têm pleno conhecimento de ambas as áreas.

Abs,

~Dhan
Título: Re: ajuda
Enviado por: Luzia em 07 de Novembro de 2008, 15:39
Com Razão!

Ainda temos por cultura tentar comprovar através de provas que os proprios homens ciraram. Do tipo só acredito vendo, e assim usam de ciencias e outros meios para tentar comprovar algo que não  é materia e ou não esta ao alcance de nossa visão material.

Existem muitas coisas que estando de posse do nosso corpo carnal não conseguimos enchergar.

Ha muito mais do que a ciencia possa comprovar...
Título: Re: ajuda
Enviado por: adelia em 07 de Novembro de 2008, 15:43
Fraternos amigos,

Desculpem-me ter entrado em uma área, que não domino, apenas tentei ajudar e pesquisei, entrei em sites sérios, mas...não usei os três crivos (por ignorância mesmo rs).
Mas não me ofendi, pois a fase dos melindres, orgulho etc...deixei há muito anos.
Senti-me como uma irmã mais nova ou uma filha muito querida, que é alertada sobre os perigos da vida.
Muito obrigada por terem me "chamado às falas" (no ótimo sentido, é claro), serei mais criteriosa daqui em diante!

Deus nos abençõe

Paz

Título: Re: ajuda
Enviado por: ecmbr em 07 de Novembro de 2008, 16:16
Adelia não se desculpe, estamos todos aqui para aprender e ensinar. Ninguém é dono da verdade. Apenas tome cuidado com o que te falam ou o que te escrevem. Veja o que diz Kardec no Livro dos Médiuns:

"Há, finalmente, os espíritas exaltados. A espécie humana seria perfeita, se
sempre tomasse o lado bom das coisas. Em tudo, o exagero é prejudicial. Em
Espiritismo, infunde confiança demasiado cega e freqüentemente pueril, no tocante ao
mundo invisível, e leva a aceitar-se, com extrema facilidade e sem verificação, aquilo cujo absurdo, ou impossibilidade a reflexão e o exame demonstrariam. O entusiasmo, porém, não reflete, deslumbra. Esta espécie de adeptos é mais nociva do que útil à causa do Espiritismo. São os menos aptos para convencer a quem quer que seja, porque todos, com razão, desconfiam dos julgamentos
deles. Graças à sua boa-fé, são iludidos, assim, por Espíritos mistificadores, como por
homens que procuram explorar-lhes a credulidade. Meio-mal apenas haveria, se só eles
tivessem que sofrer as conseqüências. O pior é que, sem o quererem, dão armas aos
incrédulos, que antes buscam ocasião de zombar, do que se convencerem e que não
deixam de imputar a todos o ridículo de alguns. Sem dúvida que isto não é justo, nem
racional; mas, como se sabe, os adversários do Espiritismo só consideram de bom
quilate a razão de que desfrutam, e conhecer a fundo aquilo sobre que discorrem é o que menos cuidado lhes dá."

[]s

emilio
Título: Re: ajuda
Enviado por: adelia em 07 de Novembro de 2008, 16:57
olá Emílio!

Insensatez à parte, nada como ensaios e erros, sempre aprendemos utilidades, para nos fortalecer!!
Obrigada

Paz

 :)