Forum Espirita

GERAL => O que é o espiritismo => Pluralidade Mundos Habitados => Tópico iniciado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 01:45

Título: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 01:45
   

Álbum de Tópicos.
Não Comportando Comentários.
Para os que acreditão ou não em Colônias Espirituais,
neste tópico vocês verão as duas versões sobre o assunto.
Quem quiser comentar, elogiar ou criticar, por favor,
faça-o no final do tópico no: Comente no facebook.


[attachimg=1align=center=width=400]   

Abrindo as Portas do Infinito...



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 01:47


[attachimg=1align=center=width=500]   

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-85.gif)    Inicialmente, devemos saber qual o significado da palavra colônia em nossos dicionários. Eis algumas definições:

—  Fontes:

(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  Dicionário Internacional.
(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  Enciclopédia Delta Larousse.
(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  Dicionário Escolar da Língua Portuguesa - MEC.

—  Palavra Colônia:

(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  Grupo de imigrantes que se estabelecem em terra estranha.
(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  Conjunto de indivíduos que deixaram a pátria para se estabelecerem noutro país.
(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  Conjunto de indivíduos da mesma nacionalidade que se estabelecem em local estrangeiro.

—  Temos outros grupos chamadas de:

(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  Cidades Espirituais,
(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  Colônias Espirituais,
(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  Mundos Transitórios,
(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  Ou Comunidades Espirituais.

São locais onde grupos de Espíritos errantes (ou desencarnados) se estabelecem, transitoriamente, enquanto aguardam novas encarnações.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-85.gif)   Esses locais, porém, não possuem uma rigidez geográfica como acontece nas colônias dos vivos (ou encarnados); estão, na verdade, mais ou menos próximos da Terra, segundo o grau de evolução dos seus componentes.
 
O que rege a formação das Colônias Espirituais é a Lei de Afinidade. Cada um de nós, após a desencarnação, irá para uma esfera que adapte a sua condição moral. De acordo com as informações que os Espíritos edificadores deram a Allan Kardec a respeito da erraticidade, não somente Espíritos inferiores nela permanecem.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-85.gif)   Espíritos superiores também aí se encontram em processo de estudos ou aguardando oportunidade de encarnações em outros mundos, Allan Kardec e os Espíritos que o assessoraram tratam deste assunto nas perguntas:

233 e 234 de O Livro dos Espíritos - capítulo VI - Título Vida Espírita - e respectivas respostas:

(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  P.  Os Espíritos já purificados vão aos mundos inferiores?
(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  R.  Eles vão frequentemente para ajudar o seu progresso; sem isso esses mundos estariam entregues a si mesmos, sem guias para dirigi-los.

(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  P.  Como ficou dito, existem mundos que servem aos Espíritos errantes como estações e locais de repouso ?
(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  R.  Sim, há mundos particularmente destinados aos seres errantes e nos quais podem habitar temporariamente: espécies de acampamentos, de campos para se repousar de uma longa erraticidade, estado sempre um pouco penoso. São posições intermediárias entre os outros mundos, graduados de acordo com a natureza dos Espíritos que podem alcançá-los e que neles gozam de um bem-estar maior ou menor.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-85.gif)   Sobre os agrupamentos de desencarnados no Mundo Espiritual, encontramos, na resposta à pergunta número 278 de O Livro dos Espíritos, os seguintes esclarecimentos:

(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  P.  Os Espíritos das diferentes ordens estão misturados?
(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  R.  Sim e não; quer dizer, eles se vêem, mas se distinguem uns dos outros. Eles se evitam ou se aproximam, segundo a analogia ou a antipatia de seus sentimentos, como acontece entre nós. É todo um mundo do qual o vosso é o reflexo obscuro.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-85.gif)   Os Espíritos da mesma categoria reúnem-se por uma espécie de afinidade e formam os grupos ou famílias de Espíritos unidos pela simpatia e pelo objetivo a que se propuseram:

(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  Os bons, pelo desejo de fazerem o bem,
(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-serdechki-1245.gif)  Os maus, pelo desejo de fazerem o mal...

... Pela vergonha das suas faltas e pela necessidade de se encontrarem entre os que se lhes assemelham.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-85.gif)   Tal uma grande cidade, onde os homens de todas as categorias e de todas as condições se vêm e se encontram sem se confundirem; onde as sociedades se formam pela analogia de gostos; onde o vício e a virtude convivem sem dizerem-se nada.

Enfim, não há como definir, com exatidão, quando se formaram as primeiras Colônias Espirituais, desde que a época da origem do Homem no planeta Terra não foi ainda determinada pela Ciência. As diversas colônias existentes, por se encontrarem bem próximas da Terra, sofrem as mesmas influências do planeta.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-85.gif)   E não poderia ser de outra forma, uma vez que foram criadas para atendimento a faixas ainda não muito elevadas da Espiritualidade.

Há, entretanto, as colônias dos planos superiores, a que só têm acesso Espíritos que atingiram as esferas menos densas.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-85.gif)   No seu oposto, estão as constituídas por falanges de Espíritos que se dedicam ao Mal e se encontram, ainda, nos planos pavorosos do Mundo Invisível.

O Espírito Otília Gonçalves, em Além da Morte, a eles se refere como bandos perigosos, sob a direção de mentes cruéis, dificultando a obra de evangelização do mundo.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-85.gif)   Essas hostes do Mal, muitas vezes sob o comando de chefes bárbaros, investem, furiosas, contra abnegados missionários que lhes tiram das mãos Espíritos infelizes por eles arregimentados.




Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 01:50


[attachimg=1align=center=width=500]   

Plano Extra Físico

(http://www.totalgifs.com/pixels/109.gif)   Nessa matéria vamos falar sobre o Plano Extra físico de forma clara, direta e objetiva, sem misticismos, fantasias ou ilusões, que geralmente as pessoas tem sobre o outro lado da vida.

Esse estudo foi extraído de diversos livros da Doutrina Espírita e de diversas correntes espiritualistas existentes, além de relatos de projetores conscientes veteranos que visitaram essas Cidades Astrais, e principalmente do aprendizado espiritual do próprio Autor.

(http://www.totalgifs.com/pixels/109.gif)   Devemos esclarecer, desde já, que quando falamos de Plano Extrafísico não estamos nos referindo apenas aos planos imediatos acima do físico.

—  Nesse texto, vamos tratar apenas de dois imediatamente superiores ao físico:

(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Plano Astral,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) E o Plano Mental.

Falaremos brevemente apenas desses dois porque ambos são conhecidos pelos projetores conscientes veteranos em suas saídas fora do corpo.

(http://www.totalgifs.com/pixels/109.gif)   Acima desses, nunca foram. Porém, a sabedoria das idades nos fala que esse universo é centenário, ou seja, tem sete planos ou dimensões.

Convêm ressaltarmos, desde o início desta matéria, que estes sete planos ou sete dimensões, fazem parte, espiritualmente, da própria Terra; os planos chamados "plano mental", que tratamos neste artigo.

—  E outros que segundo a Teosofia seriam chamados, por exemplo, de:

(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Plano búdico,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Plano átmico, 
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Plano monádico, etc.

Mesmo que as denominações variem um pouco, mesmo dentro da própria linha teosófica, planos estes que estariam acima do conhecido "plano astral".

(http://www.totalgifs.com/pixels/109.gif)   Ainda segundo a teosofia cada um destes planos se dividira em sete, totalizando quarenta e nove planos, o que sabemos, hoje, por informações idôneas, que não é verdade.

Segundo conhecimentos trazidos pela Espiritualidade Superior, principalmente através do médium Chico Xavier, nos livros "Cidade no Além" e "Imagens do Além", existem apenas sete planos somente.

(http://www.totalgifs.com/pixels/109.gif)   O "plano mental" que tratamos nesta matéria poderia ser apenas mais um destes sete "planos astrais", embora a nomenclatura seja diferente. Resumindo, são sete planos somente.

—  Podemos chamar estes planos de diferentes formas, por exemplo:

(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Esferas astrais,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Planos espirituais,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Esferas espirituais, etc.

Existentes em diferentes faixas vibratórias, mas que estão interligados. Sobre a passagem de um plano para outro, futuramente explicaremos.

—  O Autor desse site, há longo tempo, por questão de organização, divide esses sete planos em três:

(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Astral Inferior,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Astral Mediano,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Astral Superior.

Convêm ressaltar que esta é apenas uma divisão feita pelo autor; que cada um faça a sua, conforme lhe convêm.

—  Estes diferentes planos são diferentes entre si:

(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Seja na sua natureza vibratória,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Ou na pureza das suas energias,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Ou seja, existem planos mais rarefeitos...

... Mais elevados, mais puros, e planos mais densos, parecidos com o físico.

(http://www.totalgifs.com/pixels/109.gif)   Em cada um destes "planos astrais", "esferas astrais", enfim, existem dezenas ou centenas de milhares de "colônias espirituais", cada qual com uma população variável. Estima-se que exista uma "população invisível" cerca de nove vezes maior que a população terrestre.

Por aí se vê que nem todos estão atualmente podendo reencarnar, e principalmente verificamos e concluímos que a experiência terrestre é valiosíssima e deve ser aproveitada ao máximo, para o nosso crescimento.

(http://www.totalgifs.com/pixels/109.gif)   A condição de ser humano é algo grandioso, magnífico, mesmo que algumas religiões digam o contrário. Vamos aproveitar essa maravilhosa oportunidade.

É importante transmitirmos primeiramente, com fins de esclarecimento, informações e conhecimentos básicos sobre o Plano Espiritual ou Plano Astral.

(http://www.totalgifs.com/pixels/109.gif)   No plano espiritual, nas suas diferentes faixas vibratórias, existem muitas colônias espirituais, onde espíritos afins, no mesmo nível evolutivo, se agrupam e formam verdadeiras sociedades extra físicas organizadas.

—  No plano espiritual existem, à semelhança da Terra, muitas:

(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Casas,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Jardins,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Animais,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Templos,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Vegetais,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Bosques,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Montanhas,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif) Rios cristalinos, etc.

Logicamente não se trata da mesma matéria do plano físico. É uma matéria espiritual, mais sutil. Podemos chamar de matéria astral ou matéria extra física.

(http://www.totalgifs.com/pixels/109.gif)   O plano espiritual, podemos dizer, é uma cópia, muito mais perfeita, do plano físico, ou melhor, o plano físico é como um esboço do plano espiritual, sendo este último uma espécie de "Terra aperfeiçoada".



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 01:53

[attachimg=1align=center=width=500]   

Ideoplástica
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif)  Por mais que se evolua, através dos tempos, o plano físico, o planeta, sua matéria e tudo mais, nunca chegará a ser igual à matéria do plano espiritual, pois esta é formada por substância ou matéria astral.

—  Que é ideoplástica:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-76.gif)  Manipulada,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-76.gif)  Modelada pelo amor,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-76.gif)  Modelada pela pela razão,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-76.gif)  Modelada pelo sentimento,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-76.gif)  Modelada pelo pensamento...

...  Sobre tudo isso falaremos mais a frente.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif)  Essa similaridade, em alguns pontos, com o plano físico é necessária para o espírito se acostumar e se adaptar a essa nova vida que se inicia.

Os espíritos desencarnados, assim como os humanos, também tem suas ocupações, as mais variadas possíveis. Eles tem trabalho, que aplicam em seu benefício e também de outros seres, físicos ou espirituais, para seu próprio crescimento espiritual.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif)  Embora isso não seja regra absoluta, pois lá também há espíritos ociosos, assim como eram na Terra, mas sujeitos a melhorar; tem atividades, lazer, etc. e muitos deles, de evolução mediana, também dormem, em suas moradias.

Quanto mais evoluída a entidade, menos necessidade tem ela do sono. O espírito tem direito apenas a uma casa astral onde vai viver e repousar, enquanto estiver no plano espiritual.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif)  Quando esses espíritos dormem, há um sono semelhante ao nosso, funcionando apenas como um repouso reparador, mas, também, em algumas ocasiões, durante o sono, eles se desprendem com lucidez, conscientemente, usando o corpo mental, e se dirigem para lugares os mais variados possíveis e diversas dimensões espirituais.

Nestas cidades espirituais há toda uma administração organizada, seres que cuidam de todos os setores da vida nessas comunidades espiritiuais, mantendo a vida em perfeita concordância com os princípios crísticos, para garantirem a evolução de todos.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif)  Os espíritos mais evoluídos destas colônias tem funções mais elevadas, e, assim, tem condições de dirigirem e orientarem, sempre para o bem comum, a vida de todos.

Em algumas colônias, existe geralmente um Governador Espiritual, chefe maior da colônia, vários Ministros, etc.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif)  Deixamos claro que tudo depende do nível evolutivo da colônia e de como se organizam. Há cidades espirituais que se organizam de forma completamente diferente.

Em uma cidade espiritual de transição, em uma colônia espiritual, chamada Nosso Lar, existem vários ministérios.

—  Por exemplo:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-76.gif)  Ministério do Auxílio,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-76.gif)  Ministério da Elevação,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-76.gif)  Ministério da União Divina,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-76.gif)  Ministério da Regeneração,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-76.gif)  Ministério da Comunicação,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-76.gif)  Ministério do Esclarecimento, etc.

Porém, nem todas as colônias seguem esse padrão administrativo, há cidades espirituais muito superiores, em todos os sentidos, em planos mais elevados.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif)  A cidade Nosso Lar está situada na terceira "esfera espiritual" sobre o astral do Rio de Janeiro.

Acima dessa há inúmeras, poderemos citar, por exemplo, uma mais elevada chamada:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-76.gif)  Metrópole Astral do Grande Coração", de costumes brasileiros,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-76.gif)  Uma acima desta que é conhecida como "Cidade Espiritual Brasil,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-76.gif)  E acima desta outras responsáveis por toda administração do nosso Planeta.

Portanto, a partir dessas explicações, deixamos claro que são as Colônias Espirituais, situadas nos diversos planos da Multidimensionalidade, a partir do Astral Mediano ao Astral Superior, que cuidam de todos os seres do plano físico e também dos mais diversos aspectos que compõe a vida humana.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif)  Desde os mais simples aos mais complexos; também supervisionam, dirigem e orientam, da melhor forma possível, todos os governos, de todos os países, do nosso mundo. No entanto, sua atuação é limitada pela Lei Cósmica, pela Lei Divina, que tudo sustenta, e dirige para a felicidade suprema todos os seres.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 01:58


[attachimg=1align=center=width=500]   

Colônias ou Cidades Espirituais

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-246.gif)  Não existem muitas diferenças entre os mundos do além e os lugares que encontramos aqui na Terra.

Da mesma forma que aqui na Terra, lá você encontra lugares bonitos e lugares feios, lugares agradáveis  povoados por gente boa e lugares desagradáveis povoados pela pior espécie de pessoas. Lá do outro lado as pessoas se reúnem de acordo com suas afinidades ou vibrações.

(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Pessoas positivas, alegres, de boas vibrações viverão em uma colônia repleta de pessoas semelhantes.
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Uma pessoa má, negativa e pessimista se sentirá melhor em companhia de pessoas iguais e será levada a viver numa colônia construida e administrada por pessoas semelhantes.

Existem casos em que os seus sentidos só funcionam diante de pessoas que vibram igual a você. Um espírito bom e de vibrações elevadas pode ser invisível aos olhos de espíritos de baixa vibração.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-246.gif)  E isso faz a diferença entre as diversas colônias e regiões do mundo espiritual.

Não é difícil imaginar que deve haver diferenças entre um lugar criado e administrado por pessoas boas e por espírito elevado e um local administrado por pessoas ruins de espírito baixo.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-246.gif)  Sobre todas as cidades do planeta Terra existem universos paralelos, regiões espirituais  invisíveis para nossos sentidos limitados, indetectáveis a partir dos instrumentos e tecnologias que possuímos hoje.

Sobre a cidade onde você mora certamente existem uma ou mais colônias habitadas por pessoas que não se encontram mais nesta dimensão onde vivemos.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-246.gif)  As colônias são verdadeiras cidades de grande, médio ou pequeno porte. Não existe nada mágico, não é um mundo de fadas cheio de efeitos especiais. Tudo que temos aqui na Terra temos lá.

Afinal de contas as cidades da Terra e as cidades do além foram construidas por nós mesmos. Desta forma são semelhantes.

—  Lá você encontra:

(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Rios,
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Casas,
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Praças
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Jardins,
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Lagoas,
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Prédios,
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Animais,
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Escolas, 
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Fábricas,
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Hospitais,
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Máquinas,
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Presídios,
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Alimentos,
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Hierarquia,
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Veículos para transporte,
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Instituições governamentais.

As colônias ocupam um área delimitada cercada por muralhas e sistema de proteção para evitar a invasão de espíritos vindos das regiões sombrias.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-246.gif)  Sobre a cidade do Rio de Janeiro encontramos uma colônia chamada NOSSO LAR, a primeira descrita por um espírito chamado André Luiz.

Na época em que o livro (na decada de 30) existiam mais de 1 milhão de almas que lá habitavam. Sobre a Cidade de São Paulo encontramos 3 grandes colônias.

As colônias espirituais do Brasil foram criadas a pouco tempo tendo início com a colonização do país.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-246.gif)  Antes já existiam núcleos menores ocupados por indígenas. Existem colônias no oriente com milhares de anos de existência. As maiores e mais belas se localizam sobre a Índia e o Tibet.

As colônias possuem intenso intercâmbio entre si e com os postos de socorro que são locais subordinados a elas que se encontram em planos espirituais mais baixos (inclusive na Terra) para ajudar e resgatar almas perdidas nas regiões de sombra (Umbral).

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-246.gif)  Algumas colônias possuem Escolas de Regeneração e grandes Hospitais para onde são levados os espíritos resgatados em regiões do Umbral.

Estas pessoas passam por ensinamentos e tratamento para se recuperarem dos problemas morais e sentimentos negativos que ainda as prendem em níveis mais baixos.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:01


[attachimg=1align=center=width=500]   

A vida nas Colônias
ou Cidades Espirituais
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-21.gif)     Citaremos agora, como exemplo, para o conhecimento de todos, o nome de várias Colônias ou Cidades Espirituais.

Os nomes destas colônias foram extraídos de vários livros mediúnicos sérios e de entrevistas de uma médium clarividente, onde espíritos diversos contam um pouco de sua vida no plano espiritual.

—  Eis alguns nomes:

(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Colônia Semonta,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Colônia Nosso Lar,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Colônia Redenção,

(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Colônia Esperança,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Colônia dos Artistas,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Colônia Regeneração,

(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Colônia São Sebastião,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Colônia Campo da Paz,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Colônia Amigos da Paz,

(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Colônia Casa do Escritor,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Colônia Amigos do Cristo,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Colônia Socorrista Moradia,
 
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Casa Transitória de Fabiano,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Colônia Caminhando para a Paz,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Cidade Espiritual de Alvorada Nova,

(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Metrópole Astral do Grande Coração,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Colônia Caminhando para a Libertação,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Colônia São Paulo (no plano sutil da capital paulista), etc. 

Estas colônias espirituais se situam nos "céus" do planeta, ou seja, nos espaços astrais e extrafísicos acima do nosso planeta.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-21.gif)  Todos os planetas espalhados pelo universo, habitados ou não, tem seu plano extrafísico, ou seja, seu lado imaterial, suas esferas espirituais que os cercam.

Por existir o plano físico, obrigatoriamente existe a contraparte extrafísica. Existindo o lado material, existe o astral. É certo, porém, que assim como o plano físico está sujeito à mudanças e transformações, o plano astral também está sujeito a essas condições.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-21.gif)  Ambos os lados podem evoluir e melhorar. Assim os mundos foram criados segundo os altos desígnios do Supremo Criador Universal.

Em todos os planetas foi criado primeiro os planos astrais superiores e somente depois o físico, pois a energia vai passando por um processo lento de condensação, devidamente orientado por Espíritos Superiores, para estes planos coexistirem harmônicamente. Então, tudo é feito do Alto para baixo; mais a frente falaremos mais desse assunto.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-21.gif)  Desde a origem do nosso planeta, já existiam esferas espirituais que cercavam o globo terrestre, pois a criação começou do Alto para baixo. Assim, é sempre feito, sempre.

Primeiro, foram formados os planos superiores para posteriormente ser formado o plano físico. Logicamente, ainda não se tinha uma vida pronta e organizada nos diferentes planos da Multidimensionalidade, como atualmente.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-21.gif)  Tudo foi feito aos poucos, depois de um longo tempo. Mas com o decorrer de centenas de milhões de anos, quando as diferentes matérias, dos diferentes planos, foram se firmando, e também passando por grandes mudanças e transformações, foi se preparando o estabelecimento da vida, tanto no plano físico, quanto no plano astral, até os planos superiores.

Os Espíritos Superiores já tinham planejado organizá-las, como assim já o fizeram em outros planetas, para as almas que viriam a habitar a Terra e passar pelo processo dos renascimentos contínuos.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-21.gif)  Como explicamos acima, a criação da Terra se iniciou a partir do Alto para baixo, formando inicialmente os planos superiores até chegarmos ao plano material.

Tudo foi cuidadosamente supervisionado pelos Engenheiros Siderais, ou seja, pelos chamados Espíritos Superiores.

(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Mas como todos esses planos maiores e menores foram formados?
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  De que substância?
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  De onde?

—  É importante esclarecermos antes que:

(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  A matéria física, que existe no plano físico,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  É diferente da matéria astral, que existe no plano astral,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Que é diferente da matéria mental, que existe no plano mental.

Cada uma delas é diferente na sua natureza vibratória.

—  As superiores são muito mais:

(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Sutis,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Puras,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Rarefeitas,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Resplandecentes,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Do que as matérias inferiores.

Cabe dizer, no entanto, que todas elas derivaram da energia primordial (fluido cósmico universal, energia iminente, etc).

—  Assim todas elas foram criadas:

(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  As energias dos planos superiores estão mais próximas dessa energia livre,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  As energias dos planos inferiores, muito mais distantes.

Todos os planos são derivações dessa energia que permeia todo o universo, porém, os planos são distintos entre si, na sua natureza vibratória. Mas todos eles, são uma condensação dessa energia sutil.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-21.gif)  Quanto a criação da Terra, não negamos, nem poderíamos negar o conhecimento da ciência quanto ao surgimento da vida, apenas complementamos este mesmo conhecimento com um conhecimento espiritual.

Entendemos que tudo existia de forma latente na energia primordial (fluido cósmico universal, energia imanente, etc), inclusive os germens básicos da vida, que fariam a vida surgir futuramente.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-21.gif)  Porém, essa energia primordial foi manipulada de tal forma pelos Cientistas Espirituais, para, mais tarde, a vida física ter início por "coincidências cósmicas".

Houve, então, inicialmente, uma condensação dessa energia sutil, formando primeiro os planos superiores, que chamamos por: plano mental, plano astral, até chegarmos ao plano físico.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-21.gif)  Isso fica claro, pois a energia sutil vai partindo sempre do alto para baixo, através de um processo lento de condensação, devidamente orientado pelos Espíritos Superiores, para todos esses planos coexistirem harmonicamente.

Quanto a criação do princípio espiritual, que muito mais tarde viria a se tornar Espírito, é importante dizer que o Pensamento de Deus permeia todo o Universo, interligando tudo e todos.

(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  O Universo é inteligente,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  A Vida é inteligente.

—  Pela Vontade de Deus, que reina soberana em todos os lugares, através dos seus:

(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Intermediários,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Seus Ministros,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Os Engenheiros Siderais...

Cientistas da Vida Superior, captaram o Pensamento Divino, e utilizaram esse imenso potencial divino, pensante.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-21.gif)  Transformando-o em bilhões de "partículas divinas", o que viria a ser chamado atualmente de princípio consciencial ou princípio espiritual.

E assim, tudo foi criado.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:05
 
[attachimg=1align=center=width=500]   

Somos, em todos os sentidos,
Filhos da Terra

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   Então, este princípio consciencial, existente desde antes da criação material do planeta, foi descendo, desde a energia primordial, até os planos mental, astral, até chegar ao plano físico, captando em todos esses planos, por um automatismo do ser.

O que seria necessário para sua manifestação plena na Terra, e que viria a desenvolver somente bilhões de anos depois, o que conhecemos por: pensamentos e sentimentos; estes são necessários à vida, porém, vieram somente muito mais tarde.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   Apesar do princípio espiritual passar primeiro pelos planos mental e astral, somente adquiriu o pensamento e o sentimento após conquistar inicialmente tudo que fosse possível nas inúmeras experiências no plano físico, nos sucessivos reinos.

Então, após a formação da Terra, pela evolução das eras, este princípio espiritual foi se desenvolvendo pelos reinos: mineral, vegetal, animal, Humano, pois assim está escrito:
—  "A alma dorme na pedra, sonha na planta, move-se no animal e desperta no homem."

—  No antigo Egito, Hermes Trismegisto já ensinava que:

(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  A pedra se converte em planta,
(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  A planta se converte em animal,
(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  O animal se converte em homem,
(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  O homem se converte em Espírito,
(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  E O Espírito se converte em Deus.

Somos, em todos os sentidos, Filhos da Terra.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   Em outras palavras, resumindo tudo isso, de forma simples, primeiro houve uma "descida" do princípio consciencial, passando inicialmente pelos planos mais elevados até chegar ao plano físico; no mundo material, passou pelos diversos reinos, até formar o homem atual, protótipo do homem do futuro, do terceiro milênio.

Logicamente, existiram também inúmeros outros seres que evoluíram em outros planetas e depois vieram para este mundo, através do processo de reencarnação.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   Não vemos, nem poderíamos ver dualidade total entre Espírito e Matéria, pois um precisa do outro, e ambos caminharam juntos, lado a lado, no surgimento da Vida, por centenas de milhões de anos, na maravilhosa existência Terrestre.

Quanto ao que explicamos acima, daremos alguns esclarecimentos adicionais.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   Como vimos, após a "descida" do princípio espiritual, através dos diversos planos, por um automatismo do ser, este princípio consciencial adquiriu, em cada plano, na intimidade do seu ser ainda em formação, de forma embrionária, várias características iniciais, embora rudimentares, que à semelhança de uma pequena semente, viria dar vida, muito mais tarde, à uma imensa árvore, bonita e frondosa.

—  Posteriormente, passou pelos diversos reinos: mineral, vegetal, animal, Humano:

(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  Adquiriu inicialmente as sensações, muito mais tarde,
(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  Adquiriu o automatismo inconsciente e o instinto,
(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  Depois vieram os sentimentos e pensamentos.

A chegada ao reino humano é uma conquista magnífica, pois é somente no reino humano que ele tem condição de ser chamado de Filho de Deus.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   Durante os diferentes ciclos evolutivos, o princípio consciencial se desenvolveu, e foram se formando, aos poucos, lentamente, tudo que faz parte do seu real ser.

Inicialmente, durante milênios, o princípio consciencial vai residir nos cristais, em longuíssimo processo de auto-fixação, ensaiando, aos poucos, os primeiros movimentos internos de organização e crescimento volumétrico.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   Até que surge, no grande relógio da existência, o instante sublime em que será liberado para a glória orgânica da vida, em sua passagem para o próximo reino.

Em sua passagem pelos reinos inferiores, o princípio espiritual desenvolveu um corpo etérico bem acanhado. Sabemos que os cristais emitem um campo energético próprio, concluindo, assim, que nessa fase já existia formado um campo de energia sutil.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   Após sua passagem pelo reino mineral, o princípio espiritual vai iniciar outra etapa de sua longa carreira evolutiva. Identifica-se com os vírus, logo a seguir com as bactérias rudimentares, as algas unicelulares e posteriormente com as algas pluricelulares.

O princípio consciencial passa então a vivenciar as experiências nos vegetais mais complexos, melhor estruturados, onde ele vai adquirir a capacidade de reagir direta ou indiretamente a qualquer mudança exterior.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   E depois a faculdade de sentir, captar e registrar as alterações do meio que o cerca (sensação), conquistas do princípio espiritual em seu percurso pelo reino vegetal.

Nesse reino, ampliou-se esse campo energético, vital, e foram conquistados pequenos chakras, em sua fase inicial de desenvolvimento, que seriam ampliados nos futuros reinos.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:07
     

[attachimg=1align=center=width=500]   

Reino Animal

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Mais tarde, assinala-se o ingresso do princípio consciencial no reino animal.

—  O princípio espiritual vai desdobrar-se entre:

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Os equinodermes,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Os espongiários,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Os celenterados,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Os crustáceos,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Os anfíbios,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Os répteis,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Os peixes,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  As aves...

... Até chegar aos mamíferos.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Neste imenso percurso, o princípio consciencial estará enriquecendo a sua estrutura energética, aprimorando o seu psiquismo rudimentar.

—  E assimilando os valores múltiplos:

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Da memória,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Da reprodução,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Da organização,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Da autopreservação...

... Enfim, dos diversos instintos, preparando-se, futuramente, para a sublime conquista da razão.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Este corpo vital, energético, que tanto falamos, se desenvolveu muito mais no reino animal, principalmente em determinados animais, e também os chakras foram passando por uma elaboração muito maior e mais complexa do que no reino anterior, aumentando sua quantidade, tamanho, forma, etc.

Em alguns animais, foi formado um corpo astral (perispírito), embora fosse ainda um corpo espiritual na sua fase inicial de evolução.

—  Nesse reino animal, embora somente em alguns animais superiores:

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Cão,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Gato,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Cavalo,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Macaco,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  E o elefante...

... Identifica-se uma inteligência rudimentar, indicando, então, a existência e o início do desenvolvimento do corpo mental.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Além dos atos instintivos, observa-se, às vezes, atitudes que demandam certo grau de perspicácia e lucidez. Seria uma forma primitiva de inteligência relacionada apenas a coisas que importam à auto-preservação do animal.

Existem certos espíritos elevados, certa classe de espíritos, que cuidam de toda a natureza, desde, por exemplo, uma simples montanha rochosa, até todos os tipos de animais. São chamados também por Devas.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Até alcançarmos a idade da razão, com o título de Homem, dotado de raciocínio e discernimento, o ser automatizado em seus impulsos, na romagem para o reino angélico, despendeu nada menos de um bilhão e meio de anos, conforme nos ensina o espírito André Luiz.

Esse foi o tempo aproximado que o princípio consciencial levou, passando pelos diversos reinos, até chegar ao reino hominal.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Até então, o progresso tinha uma orientação centrípeta, ou seja, de fora para dentro; o ser crescia pela força das coisas, já que não tinha consciência de sua realidade, nem tampouco liberdade de escolha.

—  Ao entrar no reino hominal, com a conquista da razão, aparece:

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  A lucidez,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  O raciocínio,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  O livre-arbítrio,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  E o pensamento contínuo.

O ser humano está apto a dirigir a sua vida, pelo esforço próprio, a iniciar uma evolução de orientação centrífuga, de dentro para fora.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Porém, a conquista da inteligência é apenas o primeiro passo que o Espírito vai dar em sua estadia no reino hominal. Deverá agora, iniciar-se na valorosa luta para conquistar os valores superiores da alma, que permitirá ao Espírito alçar-se à comunidade dos Seres Angélicos.

Quanto ao que falamos anteriormente sobre os animais, convêm fazermos um esclarecimento necessário. Logicamente, o corpo energético do animal é inferior ao do Homem, assim como o seu corpo astral e seu corpo mental, que existe apenas em alguns desses animais.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  No reino humano, formou-se um corpo energético muito sofisticado e bem elaborado; formaram-se maiores quantidades de chakras, ampliaram-se seu tamanho, forma, velocidade de rotação e brilho.

Foram conquistados e foram formados, inclusive, determinados chakras superiores, que não existiam nos reinos anteriores; assim como o corpo astral e o corpo mental do Homem se tornaram extremamente mais desenvolvido e refinado.

—  Cabe dizer, no entanto, que:

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Tanto o corpo astral,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Como o corpo energético,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  E também o corpo mental...

... São diferentes em cada indivíduo, conforme sua evolução.

Logicamente, todos estes corpos citados, comparando um ser humano altamente espiritualizado e um ser humano "sub-humano", desses que matam um monte de gente, são absurdamente diferentes entre si.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Nas eras passadas, em épocas remotas, não mais lembradas, o ser humano, após ser digno de fazer uso de um corpo humano, ao longo de sua lenta, mas sempre ascendente evolução..

—  Desenvolveu cada vez mais e ampliou o corpo astral responsável pelas:

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Paixões,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Emoções,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Sentimentos, etc...

... Embora como já foi dito, esse corpo já existisse, em sua fase inicial, no reino anterior, no reino animal.

—  Mais tarde, desenvolveu de tal forma o corpo mental responsável pela elaboração de:

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Memória,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Imaginação,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Raciocínios,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Pensamentos,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Discernimento, etc...

Conseguindo, assim, avançar cada vez mais no tempo e no espaço, conseguindo, com sua "inteligência", construir e destruir sua própria civilização.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Por aí se vê que o homem atual ainda não é um ser pronto e, quem sabe, nunca será. Estamos em constante e eterna evolução. Cada vez mais conquistamos partes maiores do nosso próprio Ser.

Existe, em todos nós, nos diferentes corpos, nos diferentes aspectos que compõe o ser humano, um "barro" que precisa ser modelado por nós mesmos, por todos os meios possíveis, para transformarmos essa simples argila em uma escultura divina, onde o Criador, Ele próprio, reconhecerá em nós, Sua imensa Beleza, Grandeza, e Majestade.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  É de conhecimento comum que os espíritos passam por um longo processo de reencarnações sucessivas, não apenas no orbe terráqueo, mas em diversos mundos espalhados pelo cosmos.

Tivemos vidas em outros planetas e teremos mais vidas em outros "Educandários Espirituais".

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Ao longo da eternidade, até que este processo de nascimento e morte cesse por completo e paremos de renascer e vivermos somente do espírito e pelo Espírito.

Quando chegamos a esse ponto, sabemos que o tipo de vida que se leva é diferente e não pode ser totalmente compreendido por nós ainda em nosso atual estágio de evolução.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Chegamos a conclusão, então, que existem transmigrações interplanetárias, ou seja, a entidade vai viver em diferentes sistemas de vida, com diferentes corpos, pois isso é necessário e indispensável para nosso crescimento.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:10
     

[attachimg=1align=center=width=450]
Transmigrações Espirituais

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif)  Essas transmigrações espirituais acontecem da seguinte forma:

"Um ser humano viveu seu período de vida na Terra, cumpriu seus deveres aos quais tinha se comprometido cumprir antes de nascer; quitou a parcela do seu karma perante o planeta, não tem mais dívida perante a Terra, nem com seus semelhantes terrestres, tem a consciência limpa e sabe, dentro do seu ser, que pode seguir seu caminho".

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif) Esse ser quando desencarna vai para o Astral Terrestre, ou seja, às esferas espirituais que circundam o globo terráqueo. Pode também ficar nesse espaço espiritual por um tempo, trabalhando em benefício dos seres humanos.

Um dia, sabemos, por Ordem Superior, ele vai ser chamado a novas responsabilidades, em outro ninho estelar, para continuar a subir as escadas rumo ao Paraíso Eterno.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif) Este ser, agora desencarnado, vai ser conduzido por Entidades Maiores do Astral Terrestre para o Astral de outro mundo habitado.

É lógico que seu psicossoma (corpo astral, perispírito, etc) terá que sofrer modificações para viver e se adaptar à esse novo ambiente espiritual, pois terá que se revestir dos fluidos do novo globo para poder viver nesse lugar.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif) Essa entidade transmigrada ao novo mundo, ficará um tempo neste novo Astral, aprendendo sobre a vida neste diferente berço planetário, até que seja conduzido a nascer, viver, e cooperar com a evolução do planeta e de todos os seus seres.

Não viverá apenas para si, multiplicará muito mais de si mesmo, doando ao novo mundo, em todos os sentidos, tudo o que puder doar para que esse planeta brilhe mais na imensidão celeste e seja como uma joia refulgente refletindo a infinita glória da Criação do Grande Arquiteto do Universo.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif) Existem colônias pequenas, médias e grandes, com um número variável de habitantes. Algumas colônias são mais evoluídas que as outras, algumas são mais antigas, outras mais novas.

Todas colônias tiveram sua origem, sua fundação, várias delas foram fundadas por espíritos nobres e elevados. A Colônia "Nosso Lar", por exemplo, foi fundada por espíritos portugueses.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif) Em algumas colônias transitórias, onde a evolução do espírito é mediana, compatível com a média dos encarnados, existe o "aeróbus" (ver livro de Chico Xavier "Nosso Lar"), que é uma espécie de veículo, que flutua alguns metros acima do chão, capaz de transportar vários espíritos de um lugar para o outro.

É uma espécie de veículo espiritual utilizada por espíritos que ainda não dominaram plenamente o processo de volitação (vôo no espaço).

—  O "Aeróbus"

(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif)  Pode ir de uma colônia à outra,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif)  Pode ir à diversos lugares no plano físico,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif)  E pode ir à diversos lugares no plano espiritual.

Quanto à volitação, recorremos as palavras do Waldo Vieira, para explicarmos esse processo:

—  O encéfalo do psicossoma:

(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif)  Corpo astral,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif)  Perispírito, etc...

... Tem circuitos impressos de memória cinestésica, ou dos movimentos, e o respectivo banco de memória, que organizam, ditam e programam a volitação, não só a preparação-decolagem até os mais sofisticados tipos, altos, extensos, e rápidos de vôo livre. Os rudimentos desses circuitos no cérebro constituem as estrias complexas do neo-estriado.".

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif) Existem, no plano espiritual, em diferentes faixas vibratórias, diversos planos de existências, inferiores e superiores.

—  Basicamente, dividimos em três todas essas regiões, a saber:

(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif)  Astral Inferior (com suas subdivisões),
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif)  Astral Mediano (com suas subdivisões),
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif)  Astral Superior (com suas subdivisões).



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:13


[attachimg=1align=center=width=450]

Umbral
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)   Podemos citar, por exemplo, a existência do Umbral que é uma região espiritual atrasada, escura, sombria, situando-se em planos vibratórios mais densos, próximos à crosta terrestre.

— No Umbral encontram-se:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  Cidades,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  Cidadelas,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  Lugarejos, etc...

... Nos quais convivem espíritos com o mesmo padrão vibratório.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)   Precisamos esclarecer que não existe apenas um local chamado Umbral, mas, sim, muitas, inúmeras, milhares, de colônias extrafísicas atrasadas ou colônias espirituais umbralinas, desorganizadas, onde não há disciplina, nem ordem.

Porém, podemos dizer, sem nos aprofundarmos no assunto, que existe, sim, uma espécie de "ordem contrária", ou seja, o domínio de seres inferiores, negativos, porém inteligentes, sobre os seres em geral.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)   No entanto, tudo está sob a supervisão do Alto, porém, por determinação superior e pela Lei Maior, tudo permanecerá assim, até que por Ordem do Alto, tudo isso se encerre definitivamente, "dando à Deus o que é de Deus, e ao homem, o que é do homem".

O Umbral, em uma comparação mais simples, é como se fosse o purgatório, onde incontáveis espíritos permanecem por um período de sofrimentos, de intensidade variada.

— Segundo o karma de cada entidade, para se:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  Purificarem interiormente,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  Repensarem sua última existência carnal,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  Retificarem seus pensamentos e sentimentos,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  E drenarem para fora do seu perispírito toda carga pesada que está sobre ele.

Esses sofrimentos inicialmente advêm do interior da própria entidade, do próprio espírito pelas inúmeras falhas durante o trancurso da vida terrena.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)   Às vezes acontece, em vez de resgatar dívidas de vidas e existências pretéritas, durante o período em que estava encarnada, acumulou mais dívidas para existências futuras; portanto, é inteligente da nossa parte nos esforçarmos para nos aperfeiçoarmos cada vez mais, dia após dia.

Polirmos os aspectos negativos do nosso ser que precisam e podem ser corrigidos, mudarmos nossas atitudes, comportamentos, etc. para resgatarmos débitos kármicos de pretéritas existências e acumularmos méritos kármicos para existências futuras melhores.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)   Conforme explicamos acima, outros tipos de sofrimentos são externos, ou seja, do lugar onde o espírito passa a viver temporariamente, como a paisagem sombria, mergulhada nas trevas ou em nuvens cinzentas e escuras a cobrir todo lugar; e todo tipo de flora e fauna que realmente existem nestas regiões sombrias.

— Por exemplo:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  Árvores secas,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  Vegetação pegajosa,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  E, inclusive, animais um tanto exóticos...

... Que nem existem na Terra, de natureza repugnante e inferior; a atmosfera mental e emocional carregada, além dos gritos de multidões de seres que parecem não encontrarem um fim para suas dores.

— O Umbral está ligado à Terra, pois tudo que a Humanidade emite através de ondas mentais, ou seja, através de:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  Pensamentos pesados,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  Carregados de rancor,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  Carregados de ódio...

... Envolve inicialmente o nosso próprio planeta, depois é projetado para fora dele, até os limites dessas cidades espirituais inferiores, atingindo principalmente as regiões espirituais mais próximas.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)   Por tudo que falamos acima, pelo homem terreno influenciar, irradiar cargas pesadas, em forma de pensamentos e sentimentos negativos aos planos inferiores, é que se ligam aos seres humanos, espíritos negativos, por uma afinidade energética recíproca, pois os semelhantes se atraem.

Outro motivo é que pelo homem "sujar" energeticamente os planos inferiores, com energias deletérias, é que é permitida a influência desses seres espirituais "umbralinos", podendo atuar e "sujar" nossa Terra.

— E a vida dos humanos que se ligam à eles, por suas próprias:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  Atitudes,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  Sentimentos,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  Pensamentos,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  Comportamentos.

Portanto, é melhor nos ligarmos somente aos seres espirituais de luz, pois eles somente poderão nos ajudar.

— Essa é uma escolha de cada pessoa:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  Quem vive com a Luz, vê seus caminhos claros, luminosos, e sua vida anda para frente,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-540.gif)  Quem se agarra à escuridão, não enxerga nada, só faz cair em buracos e se afunda neles.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:20


[attachimg=1align=center=width=500]   

Postos de Socorro
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-572.gif)    Os postos de socorro se encontram espalhados pelas regiões sombrias do Umbral. Este local de ajuda semelhante a um complexo hospitalar normalmente é vinculado a uma colônia de nível superior.

Nele encontramos espíritos missionários vindos de regiões mais elevadas que trabalham na ajuda aos espíritos que vivem nas cidades e regiões do Umbral e que estão a procura de tratamento ou orientação.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-572.gif)  Quando o espírito ajudado desperta para a necessidade de melhorar, crescer evoluir é levado para uma colônia onde será tratado e passará seu tempo estudando e realizando tarefas úteis para seu próximo.

Quando se sentem incomodados e mergulhados em sentimentos como o ódio, vingança, revolta acabam retornando espontaneamente para os lugares de onde saíram.

Continuamos sempre com nosso livre arbítrio.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-572.gif)  Os postos de socorro não são cidades, mas alguns deles possuem grande dimensão se assemelhando a uma pequena cidade no meio do Umbral. Muitos ficam nas regiões periféricas do Umbral. Alguns se encontram dentro das cidades do Umbral.

Vistos a distância são pontos de luz e de beleza no meio da paisagem triste, escura, fria, nebulosa que compõem as paisagens naturais do Umbral. Os postos de socorro são locais bonitos, iluminados, com grandes jardins em meio a um cenário desolador e triste.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-572.gif)  Os postos de socorro são constantemente procurados por pessoas desesperadas e perdidas no Umbral querendo abrigo e ajuda. Também é um local alvo de espíritos maldosos que desejam continuar mantendo o controle e o poder sobre as pessoas que moram nas regiões do Umbral.

Com isto realizam constantes ataques as instalações dos postos. Todos os postos possuem sofisticados sistemas de segurança que monitoram as regiões ao redor do posto. Sensores detectam a presença de vibrações em um raio de 3 km do posto.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-572.gif)  Sistemas de defesa que emitem descargas elétricas são utilizados para afastar os atacantes. Os choques gerados pela força os fazem recuar já que lhe fazem sentir dores insuportáveis.

Os espíritos que vivem no Umbral ainda estão ligados ao mundo material. Muitos sequer compreendem que estão mortos e isto lhe geram grande agonia e sofrimento. Por acreditarem estar vivos continuam sentindo seus corpos e suas necessidades físicas. Sentem dor, sentem fome, sentem sede, sono etc.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-572.gif)  Muitos sofrem de doenças, ferimentos, mutilações ocorridas na morte ou em situações sinistras vividas no Umbral.

A visão interna de um posto de socorro lembra um grande hospital. Os espíritos atendidos lembram monstros de um filme de terror. Se parecem realmente com mortos vivos. Sofrem movidos pelos sentimentos humanos que ainda cultivam o ódio, a vingança, egoísmo e outros sentimentos negativos.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-572.gif)  Vinculados à matéria ainda sofrem como se possuísse um corpo. E isto acaba se refletindo em sua aparência monstruosa que só pode ser modificada a partir da sua conscientização sobre sua realidade.

As enfermarias dos postos estão sempre repletas de espíritos necessitados de orientação, alimento, limpeza e cuidados. É como ver mortos vivos agonizando por ajuda em seus leitos. Equipes chamadas de Samaritanos realizam incursões no Umbral em busca de espíritos que procuram ajuda.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-572.gif)  Ao retornarem com dezenas de espíritos que mais parecem farrapos humanos são recebidos pelas equipes de socorro que iniciam o trabalho de acolhimento, alimentação, limpeza e orientação destes espíritos.

Ao serem internados podem se recuperar para serem enviados para colônias no plano mais elevado, fora do Umbral. Também é comum que espíritos cheguem as muralhas dos postos a procura de ajuda e ali são socorridos.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-572.gif)  Também existem postos de socorro na Terra. São destinados a socorrer e orientar espíritos recém desencarnados. Pessoas que acabam de morrer costumam ficar totalmente desorientadas. Muitas não sabem que estão mortas.

É fácil imaginar o sentimento horrível e a loucura que uma pessoa nesta situação pode passar. Estes postos estão localizados no mundo invisível exatamente no mesmo local onde estão hospitais, cemitérios, sanatórios, presídios, igrejas, centros espíritas etc.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-572.gif)  São nestes locais onde se pode encontrar o espírito de pessoas que acabam de desencarnar ou que estão procurando algum tipo de ajuda. É importante esclarecer que, mesmo diante do quadro acima apresentado, existem regiões ainda inferiores, descendo mais, mais e mais, onde o domínio sobre o ser imortal é cada vez maior.

O ser se afasta cada vez mais da sua real natureza iluminada, como filho de Deus que é, e aos poucos vai perdendo partes superiores do seu próprio ser. Repetimos, quem se liga, por vontade própria à luz, por ela é envolvido e ajudado.

— Quem se liga à escuridão, por ela será dominado, todas as partes do ser, desde a parte:

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)    Mental,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)    Espiritual,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)    Emocional,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)    Até mesmo o controle de sua vida física, que foge às suas mãos.

Enfim, continuando as nossas explanações, é preciso esclarecer que existem postos de socorro perto destas regiões sombrias, com toda segurança espiritual e magnética necessária.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-572.gif)  Alguns espíritos sublimes que descem a essas regiões astrais inferiores, socorrem àqueles que já clamam por socorro, misericórdia, enfim, por aqueles que buscam o perdão e o Amor de Deus.

Essas entidades que sofrem nessas regiões, estão lá, por determinação superior, para diminuir o Karma da última existência ou de centenas de vidas pelas costas.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:24
 

[attachimg=1align=center=width=500]   

Trevas:
Prisões Espirituais
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-496.gif)  Existe também um lugar pior e inferior ao Umbral que são as Trevas (brevemente citado no livro do Chico Xavier "Nosso Lar"), situada abaixo da crosta terrestre, que aqui não vamos entrar em detalhes.

— Mas salientamos que muitos:

(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Marginais,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Assassinos violentos,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  E criminosos de todas as naturezas...

... Ficam nessas regiões, por longos e penosos períodos, até voltarem seu espírito ao Autor da Vida, com profundide e respeito, e principalmente humildade e sinceridade de coração.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-496.gif)  Em muitos lugares do plano espiritual inferior, existem verdadeiras e grandes prisões espirituais, com grades astrais mesmo, onde ficam os espíritos trevosos e perversos.

Cabe esclarecer que essas grades são para os espíritos que lá estão confinados tão materiais quanto seriam as grades para os criminosos da Terra, ou seja, são intransponíveis.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-496.gif)  O Autor dessa matéria, há muito tempo atrás, visitou essas prisões astrais. Inicialmente sobrevoamos uma área verde, depois fomos ao solo. Embaixo do solo, espiritualmente, tinha a construção de uma grande prisão.

Fomos transportados pra lá. A construção era enorme. Não vamos entrar em detalhes, apenas dizer que conversamos com um dos responsáveis pelo lugar.

— Escrevo isso apenas para refletir que possivelmente existem certos lugares que são realmente mais "carregados" porque:

(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Vindo de algum lugar,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Há alguma coisa errada,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Mesmo quando não identificado.

Muitas pessoas, hoje em dia, estão interessadas pelos estudos da saída do corpo e também pelo desenvolvimento das suas capacidades extra-sensoriais ou faculdades parapsíquicas.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-496.gif)  Existe um grande números de pessoas, que tende a crescer muito, de praticantes da Tenepes. Essas pessoas, aliadas com as Falanges da Luz, trabalhando junto dos Serenões e sob a supervisão do Alto, executam um belo, admirável e grande trabalho.

Através da prática da Tenepes, ajuda-se a realizar, aos poucos, as "reurbanizações extra físicas".

— O que é isso?

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-496.gif)  Resumindo, são limpezas espirituais de áreas extra físicas, que afetam a área física, material, correspondente, e influi na vida das pessoas de certas regiões. Enquanto sobre uma cidade, tiver um "astral sujo", o tipo de vida que vai haver nestas regiões é pior.

Quando se "limpa o astral", isso contribui para um tipo de vida muito melhor e de progresso na área física correspondente.

— Outro aspecto importante da Tenepes, é a contribuição para que seres:

(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Espirituais atrasados,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Que fogem as reencarnações,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Que não reencarnam há séculos...

... E prejudicam os homens, a partir do plano astral, sejam obrigados a reencarnar e se reajustarem perante a Justiça Divina.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-496.gif)  Tudo isso significa que a Terra está passando, e por algum tempo ainda vai passar, por acontecimentos negativos, mas que isso é necessário, até certo ponto, para "limpar toda sujeira" e reorganizar a "casa", tudo para melhor.

Ainda em relação a estas prisões, resumindo, dizemos que vimos muitas coisas inenarráveis, que, por um cuidado com nossos irmãos terrestres, não vamos transmitir.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-496.gif)  Muito mais tarde, surgiram alguns livros de Umbanda que falam um pouco da realidade dessas prisões.

Essas prisões, assim como as inúmeras casas existentes no Astral, são dessa mesma natureza; explicando melhor, um espírito no plano espiritual não poderia passar pelas paredes de suas casas astrais, embora o consiga com as paredes da Terra, pois são diferentes, na sua contextura, da matéria astral.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-496.gif)  Outras regiões subcrostais são as zonas abissais, também conhecido como o Abismo, onde existem espíritos que perderam a forma humana, devido a vivência constante, por muitas vidas, no mal.

O perispírito desses espíritos se desconfigura, fica disforme, como uma massa escura cinzenta. 

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-496.gif)  Existem ainda muitos espíritos perversos que sofrem o fenômeno de licantropia, ou seja, a sua forma perispiritual vai regredindo, até ficar parecida com um animal, por exemplo.

Outro lugar espiritual atrasado é conhecido pelos espíritas, como "Vale dos Suicidas", onde os suicidas geralmente vão depois de cometer um auto assassinato.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-496.gif)  Esse nome, em alguns casos, é também batizado pelos próprios Guias Espirituais, embora, antigamente, o nome dado ao mesmo lugar era totalmente diferente e mudou de tempos em tempos.

É um lugar de grandes sofrimentos, pois o suicida percebe que a vida continua, lembra dos seus familiares que tanto o estimavam e amavam, e que jogou tudo fora, não tem mais como voltar atrás e pesa-lhe imensamente a consciência com terríveis remorsos.

—  Existem alguns casos, ainda, de pessoas que, quando encarnadas conheciam sobre:

(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)   mundo espiritual,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Os diversos estudos sobre o espírito,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  As comunicações mediúnicas da existência de uma vida melhor e superior...

... E mesmo assim se matam, e se matam justamente por isso, porque esperam encontrar uma vida melhor.

—  Será que vão ter?

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-496.gif)  Vamos analisar: Quando eles desencarnam nesta situação, geralmente vão para lugares onde existem entidades afins, que fizeram coisas semelhantes com seu próprio ser.

É necessário mostrarmos a todos, algumas consequências desse ato.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-496.gif)  O espírito da entidade que cometeu o suicídio vai ficar um tempo no astral inferior para resgates kármicos e reajustes, ao mesmo tempo para drenar para fora do seu perispírito a carga espiritual tóxica e nociva que carregava no seu envoltório espiritual, purgando-o aos poucos, para ir eliminando o mal.

Posteriormente, vai ter uma reencarnação para resgate kármico, geralmente dolorosa, segundo seu karma, para a devida expiação.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-496.gif)  Devemos lembrar sempre que tudo no Universo é regulado e mantido em equilíbrio por Leis Divinas, sábias leis, que mantém em harmonia tudo que existe na criação.

A infração dessas leis causa um desequilíbrio que naturalmente irá requerer uma situação que compense esse desequilíbrio causado.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-496.gif)  No caso do suicídio, esse gesto além de ter prejudicado, por completo, a vida recém-criada, pode prejudicar também várias vidas futuras na matéria.

Ou seja, não repercute apenas na vida posterior ao suicídio, pode repercutir também em outras tantas, "dependendo do impacto causado na onda com a força da pedra".

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-496.gif)  Até que a harmonia volte a reinar no interior do ser em consonância com as Leis de Deus até que o homem volte a caminhar respeitando essas Leis, sendo beneficiado por elas, e não as infringindo, causando mal para si próprio.

A vida no homem na Terra é causada por uma série de fatores espirituais quase incompreensíveis, porém vale sempre lembrar que o beneficiado é sempre ele próprio.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:28
   

[attachimg=1align=center=width=500]   

Grandes Mudanças durante
a Transição Planetária
(http://i38.photobucket.com/albums/e105/CommentCrazyGirl/Smileys Weather Seasonal/Flowers Garden/th_da93fe8e.gif)O plano astral superior está na contrapartida astral do nosso céu físico, o astral intermediário está na contrapartida astral da superfície terrestre.
 
—  Onde estão:
 
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  As ruas,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  As praias,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Os prédios,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Os parques, e etc.
 
E o astral inferior está na contrapartida astral das zonas crostais e subcrostais do plano material da Terra.

(http://i38.photobucket.com/albums/e105/CommentCrazyGirl/Smileys Weather Seasonal/Flowers Garden/th_da93fe8e.gif)No astral inferior está localizado o chamado umbral, o local do astral mais denso e mais próximo da realidade física que os encarnados vivem.
 
Nesse local existem diversos hospitais e bases guarnecidas pelos guardiões e são responsáveis por receber os desencarnados, pois salvo raríssimas exceções (espíritos de grande evolução moral, minoria na Terra) todos ao desencarnarem vão para os hospitais do astral inferior.
 
(http://i38.photobucket.com/albums/e105/CommentCrazyGirl/Smileys Weather Seasonal/Flowers Garden/th_da93fe8e.gif)Pois apresentam o corpo astral ainda muito denso e preso as sensações da matéria, muitos inclusive ainda com fome e necessitando fazer suas necessidades fisiológicas como se encarnados ainda estivessem.

Em virtude do nível moral atrasado da maioria dos habitantes da Terra (algo entorno de 2 terços dos espíritos, ou seja, 14 bilhões) o umbral ou astral inferior passou a ser associado a um inferno ou local onde só existem espíritos ruins.
 
(http://i38.photobucket.com/albums/e105/CommentCrazyGirl/Smileys Weather Seasonal/Flowers Garden/th_da93fe8e.gif)Mas é o local por onde a grandíssima maioria de nós necessita passar antes de ser encaminhado para hospitais em colônias ou cidades localizadas no astral superior e entre o astral intermediário e superior e mesmo essas cidades do astral superior como "Nosso Lar" estão ainda muito longe das cidades de imensa luz onde habitam os espíritos mais evoluídos da Terra.
 
São cidades que ficam envolta da magnetosfera terrestre e que não podem ficar muito próximas do campo ou aura terrestre no momento atual devido ao alto grau de elementos tóxicos emanado pela maioria dos encarnados que vivem nos planos ou dimensões terrestres.

—  Ocorre também que muitas das pessoas que desencarnam ainda estão presas a vícios, como:
 
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Álcool,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Drogas,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Apego aos familiares,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Sexualidade desregrada,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Apego aos bens materiais,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Apego ao próprio corpo físico,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Apego a ódios contra outras pessoas...
 
... E acabam simplesmente por se recusar a receber tratamento nos hospitais do astral inferior, normalmente fugindo e indo parar nos feudos comandados por milícias e magos negros.

(http://i38.photobucket.com/albums/e105/CommentCrazyGirl/Smileys Weather Seasonal/Flowers Garden/th_da93fe8e.gif)Isso sem falar nos inúmeros casos de assassinos e criminosos contumazes que ao desencarnarem já são diretamente encaminhados a esses feudos por necessitarem purgar uma carga tão grande de toxinas astrais, que somente nos charcos umbralinos podem efetuar essa drenagem.
 
Para que somente depois disso e caso mostrem algum interesse moral e verdadeiro, possam receber ajuda dos hospitais superiores localizados no astral inferior e mesmo assim, em muitos casos, as milícias fazem de tudo pra manter essas pessoas presas aos charcos, o que gera volta e meia confrontos entre os milicianos ou kiumbas contra os guardiões.

(http://i38.photobucket.com/albums/e105/CommentCrazyGirl/Smileys Weather Seasonal/Flowers Garden/th_da93fe8e.gif)E o confronto entre as forças da escuridão (kiumbas) e da luz (guardiões) não para por aí, pois existem ainda as entradas ou portais entre o astral inferior e intermediário, que em virtude do atual momento conturbado da humanidade acaba fornecendo farta energia negativa aos seres  trevosos, possibilitando que estes controlem diversos portais e pontos de ligação no astral intermediário.
 
Através desses portais, pessoas perdidas no astral inferior acabam fazendo todo tipo de acordo pra poder “passear” no astral intermediário, normalmente pra obsediar alguém, seja por uma vingança.
 
—  Seja pra relembrar sensações da matéria como:
 
“Montar” em pessoas que bebem em demasia ou usam drogas,
Ou ir aos inferninhos aurir a energia mais densa do sexo desregrado, instintivo, sem sentimento.

A maioria dos espíritos que perambula pelo astral intermediário está nesta situação, mas existe ainda um segundo caso.
 
(http://i38.photobucket.com/albums/e105/CommentCrazyGirl/Smileys Weather Seasonal/Flowers Garden/th_da93fe8e.gif)Pessoas desencarnadas que após se recuperarem  nos hospitais do astral inferior e depois nos hospitais do astral superior (ambos controlados por equipes socorristas ligadas as fraternidades do Bem) se propõe a trabalhar pela sua reforma interior.
 
—  E o fazem de diversas formas:
 
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Seja ajudando pessoas encarnadas,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Muitas vezes familiares,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  E amigos próximos...
 
... Sendo uma espécie de auxiliar do mentor ou espírito guardião dessa pessoa, muitas vezes fazendo o “meio de campo” entre o encarnado e o mentor, pois muitas vezes o encarnado está tão invigilante ou perdido que o mentor não consegue se aproximar do campo vibratório do seu protegido, necessitando de um espírito que possua um laço de amizade ou carinho e que tenha uma energia mais densa, para que então ele possa atuar.


(http://www.gifs-animados.net/seta/set60.gif)   


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:31
     

(http://i38.photobucket.com/albums/e105/CommentCrazyGirl/Smileys Weather Seasonal/Flowers Garden/th_da93fe8e.gif)Muitos desses desencarnados interessados no trabalho pela reforma moral, também se tornam auxiliares das equipes socorristas, que volta e meia atuam no socorro a espíritos recém desencarnados, em acidentes automobilísticos ou aéreos.

Muitas vezes o espírito, por mérito ou ausência de determinado karma, é desplugado milésimos ou segundos antes do acidente ou choque fatal, nem sentindo o impacto ou o sofrimento do choque e pra essa trabalho é necessário um numero grande de espíritos trabalhadores.

(http://i38.photobucket.com/albums/e105/CommentCrazyGirl/Smileys Weather Seasonal/Flowers Garden/th_da93fe8e.gif)Da mesma forma são colaboradores de equipes socorristas que atuam em diversos centros espíritas e espiritualistas, pois devido a esse conhecimento e experiências com mediunidade ostensiva, podem melhor inspirar os médiuns de mesa  ou de umbanda e facilitar a aproximação das entidades superiores, seja na roupagem de um mentor ou de um caboclo ou preto velho.

Outra atividade importante desse grupo é rastrear médiuns que porventura estejam buscando, mesmo que inconscientemente ao dormir (ou seja, não lembram disso ao acordar), aliança com magos negros, buscando fama ou reconhecimento por causa de sua mediunidade.
 
(http://i38.photobucket.com/albums/e105/CommentCrazyGirl/Smileys Weather Seasonal/Flowers Garden/th_da93fe8e.gif)Normalmente são médiuns que desejam ganhar fama e reconhecimento com seu dom mediúnico, seja por algum trabalho de cura ou de palestra ou de escrita de livros e acabam, por causa desse desejo, abandonando os cursos no astral ministrados pelas equipes ligadas a falanges do bem.
 
E acabam por buscar alianças escusas com magos negros, que ensinam, por exemplo, determinados comandos de voz, o uso de símbolos magísticos astrais em determinado texto que seja escrito, tudo pra causar alienação e hipnose nos menos avisados, para que a pessoa acabe enxergando esse médium como alguém superior ou perfeito, que jamais erra. 

(http://i38.photobucket.com/albums/e105/CommentCrazyGirl/Smileys Weather Seasonal/Flowers Garden/th_da93fe8e.gif)Quanto à questão das pessoas desencarnadas presas ou vagando pelo astral intermediário, que está na contrapartida astral das ruas, prédios, cidades do plano físico...
 
Tem pessoas que ficam presas em diversas situações, que muitas das vezes desencarnam e não aceitam abandonar o corpo físico, necessitando de um desligamento total para que sejam encaminhadas aos hospitais do plano astral inferior, devido à grande densidade que seu corpo astral apresenta.

(http://i38.photobucket.com/albums/e105/CommentCrazyGirl/Smileys Weather Seasonal/Flowers Garden/th_da93fe8e.gif)Em muitos casos de pessoas que morrem doentes, muitos membros da família não desejam que a pessoa vá embora e em outros casos o doente não aceita o desenlace, então o corpo físico é enterrado, mas a alma, com seu corpo astral, continua na casa, presa ao campo mental dos moradores da casa.
 
Muitas vezes formado pelos próprios familiares e em outros casos formado pela própria pessoa, sendo na maioria dos casos necessário que a família ou o membro da família mais saudoso procure uma orientação espiritual pra permitir que o campo seja enfraquecido e o espírito encaminhado.

(http://i38.photobucket.com/albums/e105/CommentCrazyGirl/Smileys Weather Seasonal/Flowers Garden/th_da93fe8e.gif)Em certos casos se estabelece um laço tão forte, quase simbiótico, que são necessárias semanas de trabalho da equipe socorrista na casa, pois muitas vezes o mentor ou espírito guardião precisa doutrinar o membro da família ou a pessoa que desencarnou, tratar o espírito ali mesmo na casa (no astral intermediário) para que só assim, com os laços energéticos desfeitos e um mínimo de entendimento o espírito seja encaminhado.
 
Quando isso não ocorre, muitas vezes é o sofrimento no campo mental do espírito que desencarnou (mas não aceita se desligar da sua casa no plano físico) que abre brecha  no campo envolta dele para que ele seja levado. Existem ainda outras questões, como por exemplo.

—  Locais que foram usados pra muita morte ou sofrimento:
 
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Como prisões,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Antigos quilombos,
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  Ou terras que foram palco de enfrentamentos armados.
 
Nesses locais pode acontecer (e muitas vezes isto acontece) de portais serem abertos por entidades trevosas, entre o astral intermediário e o inferior, e muitos facínoras ou espíritos altamente endividados acabam por ficar presos, tanto no astral inferior como no astral intermediário dessas localidades físicas.

(http://i38.photobucket.com/albums/e105/CommentCrazyGirl/Smileys Weather Seasonal/Flowers Garden/th_da93fe8e.gif)Em virtude de toda essa trama, que ainda envolve outras questões como construções no astral intermediário com desdobramento é que teremos a partir de 2012 uma intensificação da faxina no astral inferior e intermediário da Terra, levando os espíritos que tenham de ser exilados nessa janela de 2012-2036 e destruindo instalações muitas das vezes milenares, de magos negros e milicianos.

Obviamente que essa limpeza não vai ser um único dia, não acordaremos dia 22 de dezembro de 2012 numa Era de Luz ou Regeneração, mas sim com o convite de nossos mentores e amigos espirituais pra pegar na vassoura e no esfregão e ajudar.
 
(http://i38.photobucket.com/albums/e105/CommentCrazyGirl/Smileys Weather Seasonal/Flowers Garden/th_da93fe8e.gif)Não apenas na nossa higienização moral, mas também pra colaborar na higienização física, astral e mental do planeta, num processo longo que terá de expurgar muita sujeira escondida.
 
Necessitará de muito suor, coragem e luta e vai drenar essa sujeira das mais diversas formas.

(http://i38.photobucket.com/albums/e105/CommentCrazyGirl/Smileys Weather Seasonal/Flowers Garden/th_da93fe8e.gif)Mas isto é necessário para que a Terra e seus moradores possam entrar com a túnica limpa e suas colunas também limpas na Era de Regeneração ou Era de Luz, que vem depois da transição planetária, ou seja, somente após 2036.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:35


[attachimg=1align=center=width=500]   

O Amor de Deus
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-547.gif)   Portanto, concluímos dizendo: O Amor de Deus corrige para a felicidade imediata e futura dos seus filhos; nunca, jamais, castiga ou pune. Deus é o Supremo Amor que sustenta a Vida e o Amor é o Elo Comum de Ligação entre todos os seres viventes. O Amor é a Palavra da Vida e o Idioma Universal entre tudo que está vivo.

Existe uma lenda em que o tempo no plano espiritual é muito diferente do nosso. Um ano lá equivaleria à várias décadas na Terra, aproximadamente, ou seja, o tempo da "quarta dimensão" seria muito mais rápido. É preciso esclarecer que o o nosso sol é o mesmo que ilumina de dia as inúmeras colônias espirituais existentes em torno da Terra.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-547.gif)    Então, da mesma forma que a Terra gira em torno do sol (junto com seu duplo astral, ou seja, sua contraparte extrafísica), em um ano terrestre, os espaços astrais-espirituais do nosso planeta também seguem esse rítmo-ciclo. Então, o tempo é exatamente o mesmo.

Um dia terrestre equivale à um dia espiritual. O mesmo acontece com as semanas, meses, anos, etc. Porém, as colônias e planos mais afastados da Terra que não necessariamente "orbitam" o planeta, o tempo realmente é muito diferente do nosso tempo humano-terrestre.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-547.gif)    O plano extrafísico se situa astralmente acima da Terra, nos diferentes planos existenciais, que coexistem harmônicamente em nosso mundo. O plano astral é a contraparte imaterial do mundo. Cada cidade tem sua contraparte espiritual, ou seja, seus espaços extrafísicos (e suas respectivas colônias espirituais) "acima", nos "céus", desta ou daquela cidade.

É importante dizer também que o Sol que ilumina nossa Terra é o mesmo que ilumina as inúmeras colônias espirituais existentes em torno da Terra, com uma única diferença básica, pois assim como a Terra, o Sol também tem sua parte física e sua parte astral, ou seja, sua esfera física e sua esfera astral.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-547.gif)    Sendo assim, essa esfera astral solar ou parte astral do Sol com suas energias solares astralinas ilumina, com muito mais intensidade, Amor, luz, vida e energias as colônias existentes em torno da Terra.

Assim também a nossa Lua é a mesma que ilumina de noite o céu das colônias espirituais. Portanto, podemos dizer que nas cidades espirituais existe dia e noite, "assim na Terra, como no Céu". Porém, nos planos mais elevados, além da luz solar e da luz lunar, existe uma luz própria, astral, luminosa, que, por ela mesma, ilumina tudo e faz resplandecer todos os lugares.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-547.gif)    Acima do Plano Astral, temos o Plano Mental. É uma dimensão muito superior às outras. Aqueles que vivem no plano mental, logicamente fazem uso do corpo mental. O plano mental é constituído de matéria mental, que é encontrada nesse próprio meio; assim como o corpo mental é revestido dessa mesma matéria. A matéria do plano mental está mais próxima da energia primordial (fluido cósmico universal, energia imanente, chi, etc).

Ou seja, dessa energia livre que permeia todo o Universo. O corpo astral é inacessível à essas regiões. Somente alguns poucos encarnados, vivendo aqui no plano material, e os espíritos, vivendo no plano espiritual, tendo um desdobramento com o corpo mental, raras vezes podem ver as belezas encontradas nesse Plano Sublime.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-547.gif)    O Plano Mental é uma dimensão muito evoluída. Nesta dimensão superior não existem casas, templos, hospitais, vida vegetal e animal, tal como na Terra e no Plano Espiritual. Não existem colônias organizadas e limitadas; existe, sim, o infinito universo ilimitado de Deus.

Não existem formas definidas ou delineadas nesse plano. É muito difícil até mesmo para os projetores conscientes que lá estiveram descreverem este plano maior. Não há nada terrestre, no mundo material, e nada no plano espiritual, nas colônias espirituais, para comparar ou tomar como referência.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-547.gif)    Podemos dizer que o tipo de vida que se desenrola nessa e a partir dessa dimensão é muito superior em todos os aspectos, porém é um tipo de vida ainda incompreensível para a humanidade terrestre no seu atual estágio evolutivo.

Até atingirmos esse alto estágio evolutivo, são necessárias muitas vidas em um corpo físico (através das sucessivas reencarnações), são necessários muitos períodos intermissivos (intervalo entre as vidas no plano espiritual utilizando o corpo astral-espiritual), até desativar-se, por completo, todos os corpos (físico, energético, astral - 1ª, 2ª, 3ª mortes), para viver-se apenas com o corpo mental.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-547.gif)    A sabedoria das idades nos fala que o homem, seus corpos, e todos os planos, enfim, que este universo conhecido é centenário.

Baseados nisso, acreditamos que vai haver um momento que o corpo mental será descartado. Porém, podemos dizer que a partir do corpo mental e neste respectivo plano, se encerram definitivamente os ciclos contínuos das reencarnações sucessivas, e a consciência vive apenas com esse corpo no Plano Mental, podendo ir, logicamente, para o plano astral, visitar as colônias espirituais; poderá ir também ao plano físico e para qualquer lugar do Universo.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-547.gif)    Quando se atinge essa alta condição evolutiva, somos Consciências Livres. Livres das reencarnações sucessivas e de todo e qualquer sofrimento. A Realidade do Nirvana, da bem-aventurança sem limite, é Eterna.

O mundo, que virará um grande vazio no espaço, é impermanente, assim como também o é o sofrimento, doença, velhice e morte, tudo isso é impermanente e passa.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-547.gif)    O que está além de tudo, essa Grande Realidade, existe desde sempre, e não passa, sendo, assim, Real. A bem-aventurança sem limite é possível a todas as criaturas, sem excessão, através dos esforços contínuos da consciência em evoluir, rumo à uma vida maior e melhor.

A Consciência Livre dirige o processo evolutivo de outros espíritos menos evoluídos que buscam a perfeição. As Consciências Livres também supervisionam e orientam, sempre para o bem de todos, a evolução dos seres espirituais, nas inúmeras colônias espirituais, e de todos os seres físicos da Terra.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-547.gif)    No Universo, tudo se faz Hierarquicamente, sempre do Alto para baixo, e nos diversos planos existenciais da multidimensionalidade. Nas diversas dimensões existentes, existem inúmeros seres, espirituais ou físicos, que recebem as ordens vindas da Espiritualidade Superior, e as cumprem, para o bem comum da sua coletividade.

Nessa condição evoluída de Consciência Livre, em um corpo mental amórfico:

(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif)  Um "clarão",
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif)  Uma "chama",
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif)  Um foco de luz...

... Que se irradia para todos os lados, em diversos níveis de frequência.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-547.gif)    A comunicação é superior à comunicação telepática utilizada pelos espíritos em geral.

É uma comunicação não-verbal, não se utiliza de palavras, mesmo mentalmente, é uma transmissão de idéias apenas, em blocos, em uma velocidade incrível, quase instantânea. Pode ser chamada de cosmocomunicação ou comunicação cósmica.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-547.gif)    A Consciência Livre vive constantemente em estado de cosmoconsciência ou Consciência Cósmica. Nessa condição superior, a consciência sente a presença viva do Universo pulsando em seu interior e se torna Una com ele, formando uma Unidade indivisível, sentindo toda Grandeza Magnífica da Vida, nos seus múltiplos e variados aspectos.

É a percepção da unidade entre todas as coisas. É sentir o Todo vibrando em seu interior e viver nessa beatitude sublime toda Eternidade.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-547.gif)    A Consciência Livre não tem absolutamente nenhuma necessidade. Eles não tem nada, mas tem tudo. A Consciência Livre vive em uma vigília permanente.

(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif)  Não existe sono,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif)  Não existem dias,
(http://pekewiki-loja.wikispaces.com/file/view/ballcolors1.gif/261917696/ballcolors1.gif)  Não existem noites...

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-547.gif)    Mas a Eternidade e o Infinito, na Resplandecente Luz Astral do Nosso Pai Maior Criador da Vida, Autor Sublime da Criação, Poeta da Vida, DEUS.

Fontes:
Textos e autores diversos.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:39
 

[attachimg=1align=center=width=500]   

Cidades Espirituais no Brasil




Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:42


[attachimg=1align=center=width=500]


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:44


[attachimg=1align=center=width=500]


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:46


[attachimg=1align=center=width=500]


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:48


[attachimg=1align=center=width=500]



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:50


[attachimg=1align=center=width=500]



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:54


[attachimg=1align=center=width=500]



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:56


[attachimg=1align=center=width=500]


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 02:57


[attachimg=1align=center=width=500]


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 03:01


[attachimg=1align=center=width=500]


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 03:03


[attachimg=1align=center=width=500]



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 03:04


[attachimg=1align=center=width=500]


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 03:07


[attachimg=1align=center=width=500]


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 03:10


[attachimg=1align=center=width=500]

Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 03:13


[attachimg=1align=center=width=500]


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 03:15


[attachimg=1align=center=width=500]

Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 03:17


[attachimg=1align=center=width=500]


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 03:19


[attachimg=1align=center=width=500]


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 03:22


[attachimg=1align=center=width=500]


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 03:24


[attachimg=1align=center=width=500]


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Novembro de 2013, 03:28


[attachimg=1align=center=width=500]


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 12 de Novembro de 2013, 01:27


[attachimg=1align=center=width=500]


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 12 de Novembro de 2013, 01:29


[attachimg=1align=center=width=550]



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 12 de Novembro de 2013, 01:32


[attachimg=1align=center=width=500]



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 12 de Novembro de 2013, 01:36

[attachimg=1align=center=width=500]
 

 

Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 12 de Novembro de 2013, 01:39

[attachimg=1align=center=width=500]


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 12 de Novembro de 2013, 01:42


[attachimg=1align=center=width=450]

Casa das Crianças

(http://www.totalgifs.com/pixels/109.gif)  Não se estranhe em ouvir falar de crianças no mundo espiritual. Em cima é igual ao embaixo - é a lei.

O prédio acima é o maior da Colônia em área e engloba o dormitório, alojamento e lazer.
Sua localização é a da letra J próximo ao Prédio Central (ver mapa).

(http://www.totalgifs.com/pixels/109.gif)  Possui 5 andares e é todo feito de cristal com uma estrutura de armação metálica. Do lado de fora há uma fonte que jorra água permanentemente e ao redor há caminhos feitos de ladrilhos coloridos.

Ao entrar, há uma câmara que higieniza os visitantes e trabalhadores antes de entrarem em contato com as crianças.

(http://www.totalgifs.com/pixels/109.gif)  No 1º andar. Aqui ficam as crianças doentes e as inadaptadas. Também há salas de brinquedos pedagógicos e outras atividades que visam cuidar e curar crianças que tiveram mortes súbitas na Terra.

(http://www.totalgifs.com/pixels/109.gif)  No 2º andar, há os quartos de meninos com camas e beliches.

(http://www.totalgifs.com/pixels/109.gif)  No 3º andar, há os quartos das meninas com o mesmo tipo de quartos.

(http://www.totalgifs.com/pixels/109.gif)  No 4º andar há todo tipo de salas. Há salas de bebês que foram abortados, há salas de bebês que esperam reencarnar; há salas de crianças especialmente cuidadas para não receberem influências de entidades a quem  muito devem.

A casa da criança acolhe aproximadamente 1% da população de Alvorada Nova, o que equivale a 2.550 crianças.

(http://www.totalgifs.com/pixels/109.gif)  Neste momento em que estamos digitando, somos informados que a população está muito maior agora, neste ano de 2000. Porém, vamos noutra oportunidade atualizar não apenas este dado mais todos os demais sobre a Colônia. 

Na condição de crianças os espíritos podem muito mais serem trabalhados do que na condição de adultos e assim permanecem por uma série de motivos que não podemos neste espaço comentar devido a complexidade do assunto.

(http://www.totalgifs.com/pixels/109.gif)  No 5º andar há um grande salão onde as crianças têm atividades em conjunto.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 12 de Novembro de 2013, 01:45


[attachimg=1align=center=width=450]

Prédio da Unidade da Divina Elevação

(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-babochki-496.gif)  Neste Prédio é feito o contato com os Mestres Superiores, os Grandes Conselheiros Espirituais e Diretores das Hierarquias Planetárias.

Aqui somente têm acesso o Diretor da Colônia e a Irmã Scheilla.

(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-babochki-496.gif)  Aqui é que se recebem as principais orientações e Instruções sobre a Colônia.



(http://smayls.ru/data/smiles/blestyashki-rasteniya-3.gif)

Bosque da Divina Natureza

(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-babochki-496.gif)    Neste local existe uma imensidade de Plantas e de Flores e onde os habitantes buscam o lazer.

É um local somente para descanso e cheio de bancos e locais para conversas com amigos. Este Bosque é situado num local mais elevado.

(http://smayls.ru/data/smiles/animashki-babochki-496.gif)  No centro há uma imenso lago de água fluídicas e calmantes. As águas do lago caem por diversas cachoeiras numa altura de aproximadamente de 10 metros. Neste local podem ser vistos animais, pássaros, peixes de cores brilhantes.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 12 de Novembro de 2013, 01:48


[attachimg=1align=center=width=450]

Prédio Sede do Recanto da Paz

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-485.gif)    Recanto da Paz é uma  grande área ( letra H do mapa) onde os habitantes da Colônia aplicam-se à meditação, oração e ao contato com a Espiritualidade.

Aqui se reúnem para sessões de música e também é usado para que os habitantes da Colônia possam receber parentes e amigos de outros Planos Espirituais.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-485.gif)   Nota-se ao redor do lugar pilares de cristal e flores por todos os caminhos. No Prédio Sede acima é o local onde são recebidos os Seres que retornam à Espiritualidade após terem cumprido suas tarefas na terra.

Aqui são recebidos todos os resgatados e desencarnados e onde são feitos as triagens para cada caso.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-485.gif)   No primeiro andar ( térreo) estão os registros e os arquivos de todos os espíritos; no segundo andar é destinado ao refazimento e entrosamento do récem chegado com os habitantes da colônia; e no terceiro andar é destinado ao tratamento e fortalecimento da pessoa.

No Recanto da Paz há ainda um Templo chamado de Morada da Estrela.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-485.gif)   Aqui, a pessoa que vai reencarnar treina telepatia e outros exercícios de comunicação com o seu futuro guia protetor que fica na Morada do Sol situado no Bosque da Natureza Divina.

Assim, cada um de nós pode-se lembrar que tivemos aulas semelhantes com nosso Guia Espiritual nestes locais também.

▬  Habitação dos Moradores:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-485.gif)   Para compreendermos melhor como é morar, ter uma moradia, numa colônia espiritual temos que comparar com a nossa vida na Terra. Ninguém recebe uma casa do governo de graça e vive com lazer, comida e casa sem trabalhar.

▬  Assim é em Alvorada Nova Também.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-485.gif)   Regra Geral nas Colônias Espirituais sobre o Brasil, somente que se dedicou e trabalhou em prol da comunidade por algum tempo tem direito a uma casa individual como esta abaixo.

No caso desta Colônia de Alvorada Nova para se ter uma casa assim são necessários o equivalente a 10 anos de serviços de dedicação e amor. Neste período, com certeza, a pessoa já terá encontrado novamente pessoas de sua família.

(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  A- Casa Térrea Unidade Individual
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  B- Árvores
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  C- Alameda
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  D- Jardim
(http://i.imgur.com/1ef6r0t.gif)  E- vegetação Divisória Entre As Casas.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 12 de Novembro de 2013, 01:54



[attachimg=1align=center=width=450]

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-521.gif) Em Alvorada Nova ninguém fica sem serviço. Há muito trabalho para todos, pois a pessoa por ter recebido ajuda, sente a necessidade de corresponder e ajudar.

No período em que chega, a pessoa reside em habitações coletivas onde se vive em comunidade em prédios de 2 a 3 andares e aí vive até retornar à Terra ou para trocar de Moradia caso  aumente ou diminua a sua familia com a chegada ou saída de algum parente.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-521.gif)  Há outros Prédios em Alvorada Nova com funções também muito importantes como o Prédio da Sublime Justiça

Já que citamos este Prédio, vamos citar um exemplo de suas funções:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-521.gif)  Uma determinada equipe saiu de Alvorada Nova em missão na Terra. Um dos membros da equipe atrasou todo o trabalho e colocou a missão em risco porque se ausentou sem autorização para procurar sua família que estava encarnada. Coube aos funcionários deste Prédio analisar este caso.

Postado por Regina Brégola.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 14 de Novembro de 2013, 03:59


[attachimg=1align=center=width=500]   

O Espaço e os Mundos?
Não, Colônias Espirituais
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-482.gif)  Nada material pode ser obstáculo aos espíritos.

A matéria não pode interditá-los de nenhum modo. Assim, teoricamente, em estrelas, planetas, no espaço sideral, possível é que os invisíveis lá estejam em perfeitas condições.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-482.gif)  Sabe-se que nem sempre podem os espíritos, entretanto, ir a todos os mundos, ou mesmo estar em qualquer lugar num mesmo mundo, que tudo isso é conforme.
 
—  Por quê?
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-482.gif)  O conceito de mundos transitórios (Kardec assim o batizou) diz que, apesar da ausência de vida na superfície estéril de certos planetas, esses orbes destinados seriam aos espíritos errantes, que os habitariam para repouso, instrução e progresso.
 
Tendo sido esse o caso da Terra durante sua formação, o conceito se vincularia obrigatoriamente à expectativa de que a vida se instale na superfície de tais planetas, ainda inapropriados a ela; apenas em transição para tanto.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-482.gif)  Desse modo, nada tem ele a ver com as estruturas conhecidas por colônias espirituais; edificações no além, algumas de séculos, protegidas por muralhas, armas e até animais.
 
—  Onde os habitantes teriam uma fruição de gozos e costumes tipicamente físicos, como:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-408.gif)  Nutrição,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-408.gif)  Casamentos,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-408.gif)  Eventos pagos,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-408.gif)  Empregos remunerados, etc.
 
—  Moradias de todos os tipos com:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-408.gif)  Salões,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-408.gif)  Cozinha,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-408.gif)  Parques,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-408.gif)  Banheiro,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-408.gif)  Plantações.
 
—  Assim como fábricas:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-408.gif)  De suco,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-408.gif)  De roupas,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-408.gif)  De artefatos, etc.
 
À luz da codificação espírita, não passam de abusos ficcionais ditados nos interlúdios invigilantes de médiuns sem discernimento, que acreditam lhes baste a boa intenção e a cega confiança em seus guias para o exercício de suas faculdades.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-482.gif)  O princípio espírita das criações fluídicas, bom também é que se o diga logo, em nada ampara tais edificações no além.

Nunca se viu que essas criações exorbitassem o entorno mais imediato do próprio espírito, sua aparência, vestuário, certos objetos, pseudo companhias, etc.; tudo, porém, subordinado exclusivamente ao pensamento:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-408.gif)  1) Quando cria ilusões ao espírito, ainda que eventualmente objetivadas nos fluidos;
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-408.gif)  2) Quando cria aparências que visem um fim qualquer, a encarnados ou desencarnados.
 
Um princípio do Espiritismo, além disso, não pode ser aplicado em contradição com os demais.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-482.gif)  Por que moradias e costumes de fruição carnal existiriam no mundo espírita, se o perispírito não tem funções que demandem nutrição, reprodução, etc., nem o além-túmulo, menos ainda, rigores climáticos que o instabilizem?
 
Grupos, famílias de espíritos, sociedades inteiras deles, em regiões compatíveis com sua constituição fluídica, e unidos por propósitos comuns, com ações planejadas e tarefas várias: isso é Espiritismo!
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-482.gif)  Todavia, nada existe aí que se aproxime das travessuras coloniais.
 
Demonstrado, pois, que os mundos transitórios nada têm a ver com as colônias espirituais; sim, a princípio, com planetas de superfície temporariamente estéril, avanço.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-482.gif)  E quanto aos mundos que surgem e desaparecem na imensidão sem que a vida se manifeste ali? Certo que não podem chamar-se transitórios, mas nem por isso estariam, necessariamente, sem presenças invisíveis.
 
O conceito de mundos transitórios prevê que os espíritos que neles habitam podem deixá-los livremente, não estando, assim, obrigados a aguardar o surgimento da vida na superfície.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-482.gif)  Desse modo, por que os espíritos não se reuniriam, para repouso, instrução e progresso, igualmente nos mundos não transitórios?
 
—  Razoável admitir, pois, que existam:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-408.gif)  1) mundos que são habitados apenas espiritualmente de início e, depois, também corporalmente;
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-408.gif)  2) mundos eventualmente habitados tão só por seres errantes, embora não em especial destinados a estes, por não serem transitórios.
 
—  Mas não estaria faltando nada a esse panorama, por mais vasto?
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-482.gif)  Eis aí nossa questão. Sim! Sim! Tais considerações somente ambientam os espíritos, a bem dizer, no universo físico, a modo de contingentes invisíveis e, nele, teoricamente, inobstáveis. Dizem alguns, por isso, até que há certo segredo acerca do mundo espírita em Kardec.
 
Um tanto deslumbrados com a literatura ficcional mediúnica e suas colônias, findam por conferir uma proporção absurda àquele silêncio que o espírito Galileu diz estar sendo guardado, até ali, sobre o mundo espiritual.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-482.gif)  E disso concluem haver mistério em Kardec a respeito da vida espírita.

Ora! “Até ali” só quer dizer até aquele ponto do próprio comunicado de Galileu, que apenas falara do modo da criação do universo e silenciara acerca do modo de criação dos espíritos que, nesse sentido, constituem o mundo espiritual, de que Galileu passa então a falar.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 14 de Novembro de 2013, 04:03

[attachimg=1align=center=width=500]   

Sabe-se que estão isentos de nossas necessidades; mas que possuem ainda um corpo, embora etéreo, sem órgãos, por mais denso.
 
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Onde se encontram com esse envoltório fluídico?
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Somente nos meios físicos do universo, exceção feita à invisibilidade própria dos espíritos?
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Se a matéria não lhes representa mais obstáculo, porque não podem ir a todos os planetas nessa condição errante?

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  Por que percorrer o mundo espírita não pode ser, afinal, só uma viagem interplanetária, intergalática, sem aparatos tecnológicos?
 
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Se a matéria não lhes representa mais obstáculo, porque não podem ir a todos os planetas nessa condição errante?

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  Tudo reside na compreensão da palavra espaço, ou melhor: espaços, nas letras kardecianas. Foi dito ao mestre que o espaço é infinito e que aquilo que se julga vazio está ocupado por matéria imponderável, em estado de fluido.
 
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Nessa medida, sim, os espíritos estão por toda parte e são povoados todos os globos.
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Não disseram, aliás, que povoam propriamente o espaço infinito, mas que “povoam ao infinito os espaços infinitos”.
 
Quando se lê, pois, que os espíritos estão no espaço, que transpõem os mundos, a tais domínios tipicamente físicos do universo estão integrados os domínios fluídicos, espirituais.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Se a matéria não lhes representa mais obstáculo, porque não podem ir a todos os planetas nessa condição errante?
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Se a matéria não lhes representa mais obstáculo, porque não podem ir a todos os planetas nessa condição errante?

Nestes é que existe o que pode ser obstáculo aos espíritos, de acordo com sua situação perispirítica.
 
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Se a matéria não lhes representa mais obstáculo, porque não podem ir a todos os planetas nessa condição errante?

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  Este é o adendo que faltava à ideia inicial de mundos transitórios ou intermediários, razão pela qual se limitou aparentemente a um panorama interplanetário, astronômico.
 
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Se a matéria não lhes representa mais obstáculo, porque não podem ir a todos os planetas nessa condição errante?

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  Para Kardec, nosso belo planeta é como um vaso do qual escapa densa fumaça, que vai aclarando à medida que se eleva e cujas partes rarefeitas se perdem no espaço infinito.
 
Esse é o âmbito em que se define seu conceito de atmosfera espiritual terrestre, meio formado por fluidos em vários graus de pureza, um tanto grosseiros se comparados aos que compõem as regiões superiores.

Razão pela qual são estas, de ordinário, inacessíveis aos espíritos atrasados, que nelas não podem viver, a despeito de visitá-las como estrangeiros e, ainda assim, apenas entrevendo-as.
 
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Se a matéria não lhes representa mais obstáculo, porque não podem ir a todos os planetas nessa condição errante?

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  Portanto, segundo suas elevações, os espíritos povoam não apenas a superfície da Terra, entre os encarnados, de onde muitos não conseguem se afastar, mas também o espaço que a circunda, segundo o alvo do foco possível de suas percepções entre as várias camadas de fluidos espirituais do planeta.
 
—  Como as coisas se passam nesses meios?
 
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Se a matéria não lhes representa mais obstáculo, porque não podem ir a todos os planetas nessa condição errante?

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  Naqueles cujos fluidos são bem desmaterializados, sequer o imaginamos. Nas ambiências, todavia, em que a constituição fluídica se apresenta mais identificada à vida corporal, parece razoável admitir, seria menos difícil supô-lo, ainda que, mesmo nessas regiões mais densas, as coisas não possam transcorrer como se aqui se verificassem.
 
Do contrário, afinal, não haveria a menor necessidade do estado de encarnação que, nesse caso, mais pareceria um acidente de percurso, à moda rustenista e, avanço em dizê-lo, era mesmo até esse ponto de distorção conceitual que nos queriam conduzir as almas jesuíticas da inglória causa federativa.
 
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Se a matéria não lhes representa mais obstáculo, porque não podem ir a todos os planetas nessa condição errante?
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Se a matéria não lhes representa mais obstáculo, porque não podem ir a todos os planetas nessa condição errante?

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  A doutrina espírita ensina que os espíritos conservam as faculdades que tinham na Terra; que eles têm visão, audição, sensação, percepção, mas diversamente de quando possuíam um corpo físico, ainda que muitos deles, em erro, julguem que tais coisas se passem, por lá, da mesma forma que no corpo; o modo pelo qual atuam, inclusive.
 
O pensamento dos espíritos atrasados não está esclarecido por vezes, e é então que muitos até julgam viver ainda entre os homens e mulheres, partilhando de suas aspirações, paixões e desejos.
 
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Se a matéria não lhes representa mais obstáculo, porque não podem ir a todos os planetas nessa condição errante?

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  Nos meios compatíveis com essa sua natureza, os fluidos chegam a ter, para eles, aspecto tão material quanto, para nós.

Nossos objetos tangíveis; os combinam e elaboram, consciente ou inconscientemente, para produzir certos efeitos, mas o fazem por outros processos: pensamento e vontade.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  Podem formar, então, conjuntos com aparência, forma e cor determinadas.


(http://www.gifs-animados.net/seta/set60.gif)   


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 14 de Novembro de 2013, 04:06


(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)    Kardec inclui essas possibilidades dos fenômenos peculiares ao mundo espiritual no que chamou laboratório do mundo invisível. Nem de longe lhe confere, todavia:
 
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Estruturas complexas ao extremo,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  O condão de produzir obras arquitetônicas majestáticas,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Um funcionamento quase burocrático de inchadas estruturas organizacionais,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Sobretudo quando voltadas para atender necessidades que não podem ser satisfeitas no além...
 
... Ou para  ao menos não no mundo espírita kardeciano, mais fidedigno em detalhes reais e, por isso, certamente mais sóbrio.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  Tedioso, claro, só para o comum dos leitores de romances mediúnicos, estimulados por curiosidades tão ociosas quanto propícias a espíritos menos sérios, que compensam com artifícios ficcionais e vagas de raciocínio a falta de conteúdo realmente espiritual de seus comunicados.
 
Verdade que o mestre publicou, nas suas primeiras revistas espíritas, ditados contendo desenhos mediúnicos da suposta casa de Mozart em Júpiter.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  Todavia o fez a título de inventário aos leitores, para que julgassem o caso como quisessem; além disso, o referido espírito lá estaria em estado de encarnação, não no de erraticidade, o que determina relevantes diferenças de consideração.
 
—  Espíritos errantes não necessitam:
 
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  De casa ou comida;
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Não padecem doenças
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  E não têm sofrimentos senão de natureza moral; mais pungentes, aliás, que os físicos.
 
Contudo, transitam numa locação que, às vezes, não é a superfície do planeta, e sim o espaço mais ou menos imediatamente acima dela...

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  Algumas camadas da atmosfera espiritual terrestre, de fluidos um tanto grosseiros e cuja aparência, em função disso, pode lembrar o meio terreno em básicas referências, mesmo que fugidias; superfície e firmamento, por exemplo.
 
Quem sabe, algo similar aos tais campos, espécies de bivaques, de que Mozart falou a Kardec em primeira mão.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  Já  vos dissemos que há mundos particularmente destinados aos seres errantes, mundos que lhes podem servir de habitação temporária, espécies de bivaques, de campos onde descansem de uma demasiado longa erraticidade, estado este sempre um tanto penoso.

Independentemente da diversidade dos mundos, essas palavras "Há muitas moradas na casa do Pai" podem também ser interpretadas pelo estado feliz ou infeliz do espírito na erraticidade.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  Conforme for ele mais ou menos puro e liberto das atrações materiais, o meio em que estiver, o aspecto das coisas, as sensações que experimentar, as percepções que possuir, tudo isso varia ao infinito.
 
Poder-se-ia perguntar como é que os espíritos se podem evitar no mundo espiritual, uma vez que aí não existem obstáculos materiais nem refúgios impenetráveis à vista. Tudo é, porém, relativo nesse mundo e conforme a natureza fluídica dos seres que o habitam.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  Só os espíritos superiores têm percepções indefinidas, que nos inferiores são limitadas. Para estes, os obstáculos fluídicos equivalem a obstáculos materiais. Os espíritos furtam-se às vistas dos semelhantes por efeito da vontade, que atua sobre o envoltório perispiritual e fluidos ambientes.
 
Existem alguns cujo envoltório fluídico, mesmo sendo etéreo e imponderável em relação à matéria tangível, ainda é muito pesado, se assim podemos dizer, em relação ao mundo espiritual, para permitir que eles saiam do meio onde se encontram.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  É preciso incluir nessa categoria aqueles cujo perispírito é bastante grosseiro para que o confundam com o corpo carnal, razão pela qual continuam achando que estão vivos.

Esses espíritos, cujo número é grande, permanecem na superfície da Terra, como os encarnados, julgando-se sempre entregues às suas ocupações; outros, um pouco mais desmaterializados, ainda não o são o suficiente para se elevarem acima das regiões terrestres.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  A camada de fluidos espirituais que cerca a Terra se pode comparar às camadas inferiores da atmosfera, mais pesadas, mais compactas, menos puras, do que as camadas superiores.

A constituição íntima do perispírito não é idêntica em todos os espíritos encarnados ou desencarnados que povoam a Terra ou o espaço que a circunda.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  Resta saber se neste espaço que circunda a Terra, isto é, se nas camadas de fluidos espirituais do seu entorno, seria impossível que, por uma razão ou por outra, houvesse meios cujas composições fluídicas assumissem só um certo aspecto das ambiências terrenas, já que podem, afinal, variar ao infinito, como vimos Kardec dizê-lo.
 
Os espíritos Bizet e Mesmer prestaram, respectivamente, curiosas informações ao mestre: tive sob os olhos o atroz espetáculo da fome entre os espíritos.
 
—  Encontrei lá em cima muitos desses infelizes:
 
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Mortos nas torturas da fome,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Ainda procurando em vão satisfazer a uma necessidade imaginária,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Lutando uns contra os outros para arrancar nem que fosse um pedaço de comida,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)  Que se escondia em suas mãos, dilacerando-se mutuamente e, se posso dizer, se entre devorando.
 
Enquanto na Terra se pensa que aqueles que partiram ao menos estão livres da tortura cruel que sofriam, percebe-se do outro lado que não é nada disso, e que o quadro não é menos sombrio, embora os autores tenham mudado de aparência.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-584.gif)  O mundo dos invisíveis é como o vosso. Em vez de ser material e grosseiro, é fluídico, etéreo, da natureza do perispírito, que é o verdadeiro corpo do espírito, haurido nesses meios moleculares, como o vosso se forma de coisas mais palpáveis, tangíveis, materiais.

O mundo dos espíritos não é o reflexo do vosso; o vosso é que é uma imagem grosseira e muito imperfeita do reino de além túmulo.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 14 de Novembro de 2013, 04:08


[attachimg=1align=center=width=500]   

(http://www.caestamosnos.org/Animados/8.gif)  Pode haver até alguma dúvida sobre a locação da cena descrita por Bizet:
 
Trata-se da superfície da Terra, entre os encarnados, ou do espaço que a circunda, com seus vários meios fluídicos?
 
(http://www.caestamosnos.org/Animados/8.gif)  Todavia, Bizet informa que tudo aconteceria, sim, do outro lado, mas lá em cima. Em que pese aos espíritos conservarem a capacidade de perceber o que na Terra se passa conosco e entre nós, as percepções dos envolvidos na cena vista por Bizet não estão voltadas em nenhuma medida para o que se verifica na vida física.
 
—  Talvez exatamente porque não estariam nas regiões terrestres de fato, entre os vivos.
 
(http://www.caestamosnos.org/Animados/8.gif)  De qualquer forma, veem-se num drama cujo cenário é construído por seu desequilíbrio, com direito a criação fluídica até de um pedaço de comida, tão objetiva no além, que é identificada por um terceiro.

Este goza, contudo, de melhores condições morais e, a despeito de avistar esse tétrico conjunto de aparência, forma e cor determinadas, logo julga vã a motivação que o gera: satisfazer necessidade que, afinal, ali, não poderá ser atendida, por não haver função do perispírito que a demande. A cena transcorre pungente e horrenda.
 
(http://www.caestamosnos.org/Animados/8.gif)  E Kardec não lhe faz reparo algum. Esmera-se até em defender a idoneidade do espírito comunicante e a precisão de seus informes, classificando a situação de modo quase inédito em seus escritos:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Prolongação mista da vida terrena,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Vida intermediária que...
 
... Se bem não seja física nem propriamente espiritual, é inerente ao estado de inferioridade de certos espíritos e necessária ao seu adiantamento.
 
(http://www.caestamosnos.org/Animados/8.gif)  Claro está, porém, que quase tudo não passa da criação de ilusões desses espíritos a si mesmos, ainda que se objetivem, até certo ponto, nalguns conjuntos fluídicos postos em ação pelo seu pensamento.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Colônias?
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Onde?
 
O Livro dos Espíritos havia lecionado ser o nosso mundo reflexo obscuro desse outro; e Kardec, ser a vida humana decalque dessa outra; entretanto, nesses casos, nada quanto ao aspecto propriamente do meio espiritual, e sim à sua organização societária e respectiva meritocracia.
 
—  Já a fala de Mesmer bem distingue:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  1) Mundo espírita;
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  2) Perispírito de seus habitantes.
 
Afiança que o mundo dos invisíveis seria como o nosso, na medida em que o nosso constituiria uma imagem grosseira e muito imperfeita do reino de além-túmulo.
 
—  Grosseira e imperfeita no que remete, por certo, a nossa forma mortal:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Bebemos,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Comemos,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Nos reproduzimos,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Para manutenção da vida que...
 
... Aqui, extingue-se; assim mesmo, porém, nosso mundo não passaria de uma imagem, algo que, em aparência, aspecto, similar se apresentaria, portanto, a certas regiões etéreas, à exceção de fruições corporais, inviáveis nesses ambientes, em nada ecológicos, por não haver mais a morte ali; talvez holográficos, por assim dizer. Insisto.
 
(http://www.caestamosnos.org/Animados/8.gif)  Quem sabe, algo como os tais campos, espécies de bivaques, que originalmente Mozart revelou a Kardec.
 
Para espaços infinitos que são povoados ao infinito seria tão inviável esse aspecto, só o aspecto um tanto terreno de certas regiões fluídicas mais densas?
 
(http://www.caestamosnos.org/Animados/8.gif)  Quer-se evitar o fomento da imaginação criativa de muitos, que os coloca nos domínios da pseudo-revelação luizina e suas desastrosas congêneres. Fato.
 
Entretanto, abandonada a compreensão que, desse assunto, só Kardec pode proporcionar em mais diligentes medidas, é que se lançam os menos avisados exatamente ao fluxo do que lhes parecerá mais detalhado:
 
—  Espíritos:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  A casar,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  A comer,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  A beber,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  A morar,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Os romances mediúnicos, em geral,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Um cortejo absurdo de sub-versões aos princípios do Espiritismo...

... E, hoje, mesmo a copular, a se reproduzir, com fecundação, gestação, nascimento dos “bebês”...
 
(http://www.caestamosnos.org/Animados/8.gif)  E, pasmem, até a morrer, sobrevindo o sepultamento dos perispíritos em cemitérios d’além-túmulo...
 
Já diz muito o fato de que os espíritos inferiores podem, sim, e com frequência, consciente ou inconscientemente, criar ilusões a si mesmos e, em certos limites, até objetivá-las nos fluidos.
 
(http://www.caestamosnos.org/Animados/8.gif)  Nada comparável, no entanto, aos evidentes abusos da subliteratura mediúnica e suas fantasias coloniais.
 
Avanço mais uma vez em dizê-lo: era mesmo até esse ponto nefasto de distorção conceitual que nos queriam conduzir as almas jesuíticas da inglória causa federativa.
 
(http://www.caestamosnos.org/Animados/8.gif)  Ante uma vida espiritual que, na prática, só replica a fruição da vida física, esvazia-se de sentido o princípio espírita da absoluta necessidade da encarnação, abrindo caminho para a ideia de que seria mera exceção punitiva aos que sofrem a queda.
 
Portanto, rustenismo sutil do além, mediante agora a subliteratura de ficção, bem ao gosto popular, em quase tudo ingênuo e, de ordinário, desavisado. Kardec seria bem melhor, mas para este, nada.
 
(http://www.caestamosnos.org/Animados/8.gif)  O espanto cessa quando se sabe que esses mesmos espíritos são seres como nós; que têm um corpo, fluídico é verdade, mas que não deixa de ser matéria; que, deixando seu invólucro carnal, certos espíritos continuam a vida terrestre com as mesmas vicissitudes, durante um tempo mais ou menos longo.
 
Isto parece singular, mas é, e a observação nos ensina que tal é a situação dos espíritos que viveram mais a vida material do que a vida espiritual, situação por vezes terrível, porque a ilusão das necessidades da carne se faz sentir, e se tem todas as angústias de uma necessidade impossível de satisfazer.
 
(http://www.caestamosnos.org/Animados/8.gif)  O suplício mitológico de Tântalo, nos Antigos, acusa um conhecimento mais exato do que se supõe, do estado do mundo de além-túmulo, sobretudo mais exato que entre os modernos.
 
O quadro que apresenta o cura Bizet nada tem, pois, de estranho; vem, ao contrário, confirmar, por mais um grande exemplo, o que já se sabia.

(http://www.caestamosnos.org/Animados/8.gif)  E, o que afasta toda ideia de reflexão de pensamentos, é que o fez espontaneamente, sem que ninguém pensasse em chamar sua atenção sobre aquele ponto.
 
—  Por que, então, teria vindo dizer, sem que se lhe perguntasse, se aquilo era assim ou não?
 
Sem dúvida a isto foi levado para a nossa instrução. Aliás, toda a comunicação traz um cunho de gravidade, de sinceridade e de modéstia, que é bem o seu caráter e que não é próprio dos espíritos mistificadores.
 
(http://www.caestamosnos.org/Animados/8.gif)  Afora o que destaquei de Mozart, Kardec, Bizet e Mesmer, entendo que também São Luís, Erasto e Santo Agostinho rasgaram esse véu, ao se referirem a:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  1) Mundo sintermediários como viveiros da vida eterna, onde os espíritos se agrupam conforme seus graus de adiantamento;
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  2) Regiões similares à Terra, das quais espíritos muito aprisionados à matéria não se podem afastar, bem como não o podem das próprias regiões terrenas;
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  3) Mundos inferiores em que os encarnados, mesmo durante o sono, buscam antigas afeições que os chamam, prazeres mais baixos do que têm aqui, doutrinas mais vis, mais ignóbeis, mais nocivas do que as que professam no corpo, em vigília.
 
—  Seriam todas essas, no entanto, simples menções a outros planetas, e não a meios etéreos do nosso próprio orbe?

Desconheço a fonte.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 17 de Novembro de 2013, 00:53
     

[attachimg=1align=center=width=450]

Onde começa o Mundo Espiritual
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-43.gif)  O desenho, elaborado por Heigorina Cunha, mostra as camadas materiais relacionadas ao nosso planeta, desde o núcleo em suas profundezas até a crosta (borda marrom).
 
A partir da crosta temos três faixas representando zonas de sofrimento no mundo espiritual, designadas por “Umbral”. São elas respectivamente:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-383.gif)  Primeira esfera: comporta as regiões purgatoriais mais dolorosas e de cujas organizações comunitárias, conquanto estejam tão próximas, tem-se poucas notícias sobre elas.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-383.gif)  Segunda esfera: abriga o umbral mais ameno, onde os Espíritos do Bem localizam, com mais amplitude, sua assistência, e onde estão situadas as “moradias”. Cada desenho semi-retangular assinalado nessa região representa uma “moradia”.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-383.gif)  Terceira esfera: a rigor, ainda faz parte do umbral pois, sendo de transição, abriga espíritos ainda necessitados de reencarnação.
 
É aí que se localiza a colônia “Nosso Lar”, representada por uma estrela. A  partir da quarta faixa, estão as zonas espirituais mais elevadas.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-43.gif)  Segundo nos ensina Allan Kardec, nas perguntas 84 a 87 em “O Livro dos Espíritos”, o mundo espiritual é o mundo habitado pelos espíritos, também denominado “mundo normal primitivo”, isto é, aquele que surgiu primeiro.
 
O mundo espiritual sempre existiu e continuará existindo mesmo que o mundo material deixe de existir.
 
▬  Mas o que nos intriga realmente é:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-383.gif)  Onde está esse mundo espiritual?
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-383.gif)  Onde é que ele efetivamente começa?
 
Para compreendermos melhor essa questão é preciso voltar um pouco no tempo…
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-43.gif)  Durante mais de 1500 anos, nossos pensamentos e até mesmo nossa relação com o Criador, bem como nosso destino aqui na Terra e depois da morte, eram determinados, impostos mesmo, pela Igreja.
 
—  Sobretudo após a morte, nosso destino estava determinado ao inferno, localizado:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-383.gif)  Em baixo (de onde?)
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-383.gif)  E o céu ficava em cima (de que?)
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-383.gif)  Ora, como isso é possível se a Terra é uma esfera?
 
E ainda tinha o purgatório, de onde as almas só poderiam ser resgatadas se alguém intercedesse por elas; caso contrário, ali ficariam indefinidamente…
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-43.gif)  É por esses motivos, e outros mais, que ainda encontramos tanta dificuldade em compreender os ensinamentos dos Espíritos Superiores sobre a vida espiritual, sobre a existência dos espíritos (que somos nós mesmos, porém sem o corpo material) e a maneira como esses dois mundos, o material e o espiritual se relacionam.
 
Assim como na estrutura física do nosso planeta as camadas subterrâneas se interpenetram, sem que haja uma linha divisória definitiva entre uma camada e outra, o mesmo se dá em relação ao mundo espiritual, com a diferença de que elas se definem pelo nível de evolução dos espíritos que as habitam.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-43.gif)  Isso significa que as zonas espirituais mais próximas da Terra são aquelas habitadas por espíritos ainda imperfeitos, portanto ainda sujeitos ao erro e ao sofrimento, e as zonas espirituais mais distantes são habitadas pelos espíritos mais evoluídos.
 
É na pergunta de número 87 que encontramos a resposta: os espíritos desencarnados estão entre nós. Ou seja, o mundo espiritual começa aqui mesmo onde estamos!!!
 
▬  Somos igualmente espíritos, porém no momento encarnados!
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-43.gif)  Se os espíritos podem nos visitar, nos acompanhar, isso significa que o mundo espiritual está em toda parte!
 
Aplicando essa verdade para o nosso mundo íntimo, lembremo-nos das palavras de Jesus: ▬  O Reino de Deus está dentro de vós!
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-43.gif)  Ou seja, o mundo espiritual começa efetivamente em nós mesmos!
 
E para que possamos alcançar os níveis superiores, o roteiro nos foi dado por Ele mesmo: ▬  Fazer aos outros todo o bem que gostaríamos que os outros nos fizessem!
 
Por Jefferson  P. B. Tenório.
Fonte: Grupo Espírita Allan Kardec.

 

Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 21 de Novembro de 2013, 22:27



[attachimg=1align=center=width=500]   

Começo da Vida depois da Vida

Quando André Luiz, por intermédio da psicografia de Chico Xavier, falou-nos das cidades espirituais.

▬   Descrevendo as intensas atividades nelas desenvolvidas com seus:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-304.gif)  Rios,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-304.gif)  Jardins,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-304.gif)  Escolas,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-304.gif)  Campos,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-304.gif)  Hospitais,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-304.gif)  E tudo o mais que há aqui na Terra...

▬   Há, inclusive a vida social.

Muitos espíritas taxaram tais noticias de inverossímeis, pondo-as de "quarentena", apesar de que tais descrições já haviam sido feitas também por outros escritores da vida espiritual, notadamente as mensagens recebidas pelo Rev. G. Vale Owen.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 21 de Novembro de 2013, 22:29

(http://lh4.ggpht.com/_Rbfrf5DLnzE/Sm9UYmQe7wI/AAAAAAAAC_g/JDJCtCPbcTk/e7068aabfc9c.gif)

"A Vida Além do Véu"
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-574.gif)  Com o passar do tempo, graças à persistência em nos serem trazidos livros de tal gênero e por serem ansiosamente aguardados por muitas pessoas, foi se modificando a opinião a respeito da famosa série "Luizina".

E, hoje, são consideradas como obras respeitáveis e dignas dos maiores encômios, não só pela beleza e primor das descrições da vida espiritual, mas também pelos ensinamentos doutrinários que encerram.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-574.gif)  Recentemente, mais uma prova de veracidade de tais novidades acabamos de ter, com alguns livros escritos por pesquisadores americanos, relatando-nos experiências de pessoas que foram consideradas clinicamente mortas e que retornaram à vida.

E descreveram o que viram e ouviram na vida maior, confirmando os depoimentos, não só de André Luiz, como também de outros Espíritos que nos falaram de tal vida.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-574.gif)  O livro "Life after Life", do Dr. Raymond A. Moody (pesquisador não espírita), "bestseller" nos EUA, é um desses livros que nos fala dessas experiências inusitadas.

Agora complementado com o novo livro "Reflections on Life After Life", que nos traz o resultado de novas entrevistas com os que permaneceram alguns instantes na outra dimensão da vida.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 21 de Novembro de 2013, 22:32


[attachimg=1align=center=width=450]

A Hierarquia entre os Espíritos
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-479.gif)    Entre os povos primitivos, como entre os animais, a chefia é conquistada pela força. Quem for mais forte, fisicamente, assumirá a liderança de um grupo ou de uma tribo.

▬  À medida que o homem vai evoluindo, vai se impondo:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-304.gif)   Pela astúcia,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-304.gif)   E pela esperteza.

▬  Este é ainda o meio pelo qual uma pessoa conquista a direção:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-304.gif)   De uma agremiação,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-304.gif)   De uma coletividade,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-304.gif)   De uma nação...

Ser astuto, nem sempre significa ser mais inteligente ou mais indicado para dirigir o destino de qualquer associação ou país.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-479.gif)    Atualmente o dinheiro está intimamente ligado ao poder e quando surge a moeda pesa nas decisões para a escolha de quem vai presidir uma sociedade, seja ela qual for.

▬  Quais são os predicados exigidos de um Espírito para assumir a direção de uma instituição no plano espiritual?

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-479.gif)    Nas zonas umbralinas mais inferiores, a direção é conquistada por aquele que consegue dominar a plebe, através da força mental.

Nas regiões menos densas, a habilidade e a inteligência são os requisitos que prevalecem para a indicação dos cargos de chefia.

Nos planos mais elevados, entretanto, a presidência recai sobre aquele que possui amor e sabedoria.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-479.gif)    Como o saber não tem limites, porque absoluto só o de Deus, é óbvio que à medida que iremos galgando os degraus da escada evolutiva, vamos assumindo mais elevados encargos de direção, até alcançarmos a de prepostos de Deus, ou seja, Ministros do Criador.

André Luiz ( ficou pasmado, quando lhe disseram que o Espírito de elevada hierarquia, que se materializara no templo que visitara em "Nosso Lar", cidade espiritual em que André Luiz desenvolve o seu trabalho e aprendizado, não tinha ainda alcançado a perfeição absoluta e sim apenas a categoria de mentor da humanidade terrestre.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-479.gif)    O dirigente dos trabalhos, pacientemente, explicou que o visitante ainda aspirava alcançar um dia a função de representante da Terra junto às gloriosas comunidades que habitam, por exemplo, Júpiter e Saturno.

Acrescentou, que posteriormente esperam fazer parte das assembleias, que regem o nosso sistema solar e sucessivamente colaborar com os que dirigem a constelação de Hércules, nossa galáxia e grupos de galáxias etc.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-479.gif)    Em se tratando do planeta Terra, que é um dos mais inferiores, ainda não podemos compreender as funções elevadíssimas dos Espíritos puros, na direção dos destinos das nações e do próprio planeta.

Mas sabemos que eles estão no leme deste barco que singra o imenso Oceano do infinito. Mesmo nos momentos cruciais, como o que estamos passando, não devemos nos perturbar em virtude do aparente caos em que estamos mergulhados.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-479.gif)    Confiemos em nossos protetores, porque depois desta noite trevosa, brilhará a aurora de paz e progresso espiritual. Persistamos no bem e aguardemos, pacientemente, e com resignação, pois também somos responsáveis por este estado de coisas.

Em "Nosso Lar", existem um governador e diversos ministros. Cada ministério conta com inúmeros trabalhadores, desde os ministros, em número de 12, até o mais humilde servidor.

Vemos, portanto, que no plano espiritual, cada criatura será guindada ao cargo que suas aptidões lhe derem condições.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-479.gif)    Nesses planos não existem apadrinhamentos ou quaisquer facilidades, porque seja de família influente.

Somente a capacidade e a moral é que prevalecem para que a pessoa assuma a chefia de qualquer departamento ou cargo de maior responsabilidade.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-304.gif)   No plano espiritual os títulos nobiliárquicos, comendas etc, nada significam.
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-304.gif)   O que é da Terra, fica na Terra.

Ao desencarnarmos nos despimos das coisas materiais e levamos apenas as espirituais, sejam boas ou más.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-304.gif)   Aqui é o laboratório das experiências,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-304.gif)   Lá é a revelação dos resultados dessas experiências.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 21 de Novembro de 2013, 22:38


[attachimg=1align=center=width=450]

Regiões Abismais

"- Não estamos contemplando senão a superfície de trevosos
cárceres a se confundirem com os precipícios subcrostais".
André Luiz -. Libertação, pàg. 93.

▬  Vários livros mencionam as regiões subcrostais, dentre eles:

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Libertação", de André Luiz,
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  O Abismo", de R.A. Ranieri,
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Memórias de um Suicida", de Camilo Castelo Branco,
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Nas Fronteiras da Loucura", de Manoel P. de Miranda.

E todos são unânimes em afirmar que essas regiões purgatoriais são as mais terríveis que conheceram.

(http://media.tumblr.com/a8ac6378f9b60d18f6abd99ac6abb3ff/tumblr_inline_mggafeONSb1qeh6jq.gif)  André Luiz confessa que seria difícil acreditar que esses antros de sofrimentos pudessem existir.

▬  Somente presenciando essas cavernas:

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Lodosas,
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Nauseantes,
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  E ouvindo a gritaria ensurdecedora...

... Daqueles que ali se acham enclausurados, pois não conseguem se libertar das mesmas.

(http://media.tumblr.com/a8ac6378f9b60d18f6abd99ac6abb3ff/tumblr_inline_mggafeONSb1qeh6jq.gif)  É que se pode avaliar a angústia e o desespero em que se encontram. Nesse ambiente de denso nevoeiro que mal se distinguem os detalhes e dimensões dessas zonas abismais, é que podemos avaliar a magnitude desses locais de purgação.

Diz-se abismal, em vista do despenhadeiro em que fica essa coletividade de sofredores. Tais abismos assemelham-se a imensas crateras de vulcões vivos, onde a gritaria ensurdecedora e ininterrupta é de enlouquecer qualquer um, mesmo os mais fortes e equilibradas.

(http://media.tumblr.com/a8ac6378f9b60d18f6abd99ac6abb3ff/tumblr_inline_mggafeONSb1qeh6jq.gif)  Segundo nos afirmam os autores mencionados, as zonas subcrostais, como o próprio nome indica, localizam-se nas entranhas da Terra, no subsolo.

Isto seria inacreditável, se tais revelações não fossem psicografadas por médiuns de inteira confiança, como Chico Xavier, Divaldo Franco e Yvonne A. Pereira.

(http://media.tumblr.com/a8ac6378f9b60d18f6abd99ac6abb3ff/tumblr_inline_mggafeONSb1qeh6jq.gif)  Essas aglomerações de seres humanos vivendo no subsolo, deixam de ser absurdas, se nos lembrarmos de que para os Espíritos a matéria grosseira, que é a terra, não oferece nenhum obstáculo para a sua travessia.

Pois conforme nos ensina a Doutrina Espírita, para os corpos fluídicos, a nossa matéria não opõe nenhuma resistência. É uma questão de consistência.

(http://media.tumblr.com/a8ac6378f9b60d18f6abd99ac6abb3ff/tumblr_inline_mggafeONSb1qeh6jq.gif)  Muitos ovóides acompanham os seus inimigos em suas purgações nas cavernas abismais, assim como também sozinhos, durante centenas e até milhares de anos.

São Espíritos que degeneram o corpo perispiritual, pelo ódio superlativo. A destruição do corpo perispirítico é uma verdade insofismável devido aos testemunhos de Espíritos de comprovada idoneidade.

(http://media.tumblr.com/a8ac6378f9b60d18f6abd99ac6abb3ff/tumblr_inline_mggafeONSb1qeh6jq.gif)  Manoel P. Miranda, relatando uma missão socorrista a uma zona abismal, localizada no subsolo de uma grande cidade brasileira, narra que ela fica sob a área de uma penitenciária e da faixa do lenocínio mais hediondo dessa cidade.

Ao se aproximar da mesma, descreve que ela desaparecia, coberta por poderosa sobreposição de faixas vibratórias, em que estas anulavam as físicas.

(http://media.tumblr.com/a8ac6378f9b60d18f6abd99ac6abb3ff/tumblr_inline_mggafeONSb1qeh6jq.gif)  Antes, porém, de atingir o abismo, percorrera longo caminho, onde de quando em quando surgiam sombras humanas que se asfixiavam no tremendal, levantando-se, a gritar, para logo desaparecer no lamaçal pútrido.

Ao atingir o abismo idimensional, onde não havia luz de qualquer espécie, e onde a esperança parecia não existir, os missionários dessa missão, lançaram as redes luminosas para que os que desejassem deixar aquele atoleiro imundo, agarrassem as mesmas.

(http://media.tumblr.com/a8ac6378f9b60d18f6abd99ac6abb3ff/tumblr_inline_mggafeONSb1qeh6jq.gif)  Mas apenas os de boas intenções conseguiam segurá-las, enquanto que os de condições psíquicas negativas esforçavam-se em vão para agarrá-las, porque as redes diluiam-se ao contato de suas mãos.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 29 de Novembro de 2013, 05:42
 

[attachimg=1align=center=width=450]

Cidade Sombria

"Mutilados às centenas, aleijados de todos os matizes,
entidades visceralmente desequilibradas,
ofereciam-nos paisagens de arrepiar."
André Luiz - Libertação, pàg. 57.
(http://www.liilas.com/up/uploads/liilas_1389165271542.gif)  No livro "Libertação" (cap. lV), André Luiz nos fala de uma cidade dos planos inferiores, onde o panorama é um dos mais desagradáveis:

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Seja pelo local e a população,
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Seja pela fauna e a flora...

... São descrições que nos causam medo e tristeza, tal é a situação dessa coletividade de sofredores.

(http://www.liilas.com/up/uploads/liilas_1389165271542.gif)  A cidade está envolta em denso nevoeiro, em terreno acidentado e casario paupérrimo, decadente e sórdido, com exceção do templo e dos palácios do pessoal administrativo, que ficam num pequeno planalto, onde há ruas e praças bem cuidadas, cheias de povo e carros puxados por escravos e animais.

Tanto os seres humanos e sub-humanos, como a flora e a fauna causam comiseração, tal é a degeneração em que se encontram.

(http://www.liilas.com/up/uploads/liilas_1389165271542.gif)  No ar, aquele ambiente de insegurança, ao presenciar-se aquelas fisionomias patibulares.

Pigmeus aos magotes perambulam pelas ruelas, como que impulsionados por uma força estranha, que os move de um local para outro, sem destino.

(http://www.liilas.com/up/uploads/liilas_1389165271542.gif)  A ociosidade é a nota dominante.

Multidões de seres sub-humanos são utilizadas para os serviços mais rudimentares, como trabalhadores de poucas possibilidades, em regime de escravidão.

(http://www.liilas.com/up/uploads/liilas_1389165271542.gif)  Para completar esse quadro entristecedor, essa população se traja de roupas Imundas e fétidas. Entre os dirigentes predomina a roupa de cor escarlate, simbolizando bem o estado de agressividade que lhes é peculiar.

Tudo é de causar pena, inclusive a flora, porque até as plantas são desagradáveis ao olhar; mas o que mais amedronta é a grande quantidade de animais monstruosos, que se movimentam a esmo, como duendes.

(http://www.liilas.com/up/uploads/liilas_1389165271542.gif)  Nessa cidade purgatorial, 95% da população se dedicam ao mal e à desarmonia, não existindo crianças, como se Deus quisesse poupá-las de lugar tão desolador e inseguro.

Os restantes 5% são constituídos de missionários do bem, em abnegado serviço de auxiliar aqueles que demonstrem arrependimento e propensão para a reforma íntima. Trabalham anonimamente, para não despertar revolta por parte dos Senhores da Colônia.

(http://www.liilas.com/up/uploads/liilas_1389165271542.gif)  Essa população de estropiados e malfeitores, escravos e carrascos, vive sob severa vigilância de um policiamento de pessoas de semblante feroz, mais parecendo felinos à procura de uma presa.

Todos, entretanto, não passam de instrumentos da Justiça Divina, que utiliza o homem para corrigir o homem.

(http://www.liilas.com/up/uploads/liilas_1389165271542.gif)  A alimentação se dá através da vampirização dos fluidos dos encarnados que se afinem com as paixões rasteiras, sugando-lhes as energias, como se fossem lampréias insaciáveis. Essa cidade fica nas proximidades da crosta terrestre.

O plano espiritual é um mundo de infinitas situações, de conformidade com as condições morais e intelectuais de sua população, que se agrupa por afinidade; mas, como aqui, lá também existem os que governam e os que são governados, segundo a condição intelectual que alcançaram.

(http://www.liilas.com/up/uploads/liilas_1389165271542.gif)  O importante dessa lição é que ela nos adverte para o perigo do envolvimento dessa coletividade de vampiros, que está bem próxima de nós, à procura daqueles que se afinem com as sensações inferiores, para se imantarem aos mesmos.

Como dizem os benfeitores espirituais, cada pessoa tem a companhia que deseja, segundo as suas Inclinações.

(http://www.liilas.com/up/uploads/liilas_1389165271542.gif)  E diante dessa advertência, não podemos alegar ignorância, se formos conduzidos a cidades dos planos inferiores, ao desencarnar.

Vigiemos, portanto, as nossas tendências, para que não desembarquemos nessas regiões de atrozes sofrimentos.

Centro Espírita Celeiro de Luz.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 01 de Dezembro de 2013, 05:58


[attachimg=1align=center=width=450]

Estudos das Cidades ou Colônias Espirituais

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7ei9yPOJf1qdlkyg.gif)  Segundo estudos realizados e divulgados por Lúcia Loureiro, autora da obra Colônias Espirituais, existe ainda muita polêmica com relação à construção de prédios e cidades no Mundo Espiritual.
 
Na verdade, as informações sempre nos foram passadas pelos espíritos desencarnados e como o espaço é infinito, existem diferentes tipos de cidades e também por outro lado, cada um nos passa da maneira como entende e vê os locais. Mas de uma maneira em geral, tudo se encaixa nas informações.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7ei9yPOJf1qdlkyg.gif)  Bom, tudo é criado através manejo do fluido universal que circula no espaço. Cada matéria perdida no espaço, tem o seu fluido e dele se servem os espíritos para plasmarem suas casas, seus edifícios etc...
 
▬  Através de sua vontade e pensamento, é possível atuar e edificar:
 
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Ruas,
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Casas, 
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Jardins,
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Cidades, etc...
 
Baseado em suas observações pessoais, explicou o espírito Silveira Sampaio na obra “O Mundo em que eu vivo”.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7ei9yPOJf1qdlkyg.gif)  Assim, os que já desenvolveram o senso da beleza, e usufruíram do dinheiro da Terra, morando em residências bem decoradas, aqui construíram suas habitações com gosto e requinte.
 
Vestem-se com apuro e bom gosto e procuram procuram-se ocupar com tarefas intelectuais ou condizentes com a sua maneira de ser.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7ei9yPOJf1qdlkyg.gif)  E há os que ao contrario, tendo tido suas ultimas encarnações na pobreza ou ocupando posições mais humildes na sociedade, constroem suas casas sobriamente, com poucas acomodações e procuram trabalhar nas ocupações mais modestas, que requerem menos esforço mental.
 
Nestas cidades os prédios variam de tamanho e tipos. Tudo de acordo com as necessidades, inclusive os templos destinados a religião, imitam os gostos terrenos, sendo geralmente enormes, suntuosos etc...
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7ei9yPOJf1qdlkyg.gif)  No Livro A vida nos Mundos Invisíveis, o espírito Monsenhor Robert Hugh Benson, relatou também alguma coisa sobre o que viu:

▬  Aos nos aproximarmos da cidade, foi possível avaliar a sua  enorme extensão. Nem preciso dizer que era totalmente diversa de tudo que jamais víramos.
 
Consistia de grande número de majestosos edifícios, rodeados de magníficos jardins e árvores, onde brilhavam, aqui, acolá, espelhos de água, límpidas como cristal, refletindo, além das cores já conhecidas na Terra, outras tantas mil tonalidades jamais vistas...
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7ei9yPOJf1qdlkyg.gif)  Comparando com as estruturas terrenas, os edifícios deste local citado acima não eram altos mas sim amplos. De uma matéria difícil de descrever por ser espiritual.

Superfície lisa igual a um mármore, muito transparente e cada prédio emite uma corrente de luz (ainda o espírito acima citado comentando) de pálida tonalidade.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7ei9yPOJf1qdlkyg.gif)  Segundo nos informaram os espíritos, quando se trata da feitura e construção de uma cidade inteira, um local socorrista, a tarefa é confiada à falanges de espíritos especializados para tal.
 
Estas colônias socorristas para atendimento aos que desencarnam, tem amplos hospitais, casas, tudo confortável, limpo, acolhedor e também amplos jardins.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7ei9yPOJf1qdlkyg.gif)  Quanto as casas, qualquer espírito, desde que domine como fazer, pode elaborar e criar a sua própria casa e de acordo com o estilo e comodidade que teve na Terra.
 
Se por acaso ele não puder sozinho fazer isto, poderá ocupar uma já pronta, deixada por outro espírito que dela não mais necessite.
 
Uma coisa, os espíritos são unânimes em afirmar:
▬  Que as cidades possuem uma harmonia de causar inveja.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7ei9yPOJf1qdlkyg.gif)  O irmão Jacob na obra Voltei psicografada pelo Chico Xavier, que nas cidades espirituais que ele visitou:
 
▬  Os domicílios não se torturavam uns aos outros como nas grandes cidades da Terra, ofereciam espaços regulares entre si, como que a indicar que ali naquele abençoado reduto de fraternidade e auxílio cristão, há lugar para todos.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7ei9yPOJf1qdlkyg.gif)  Não vi estabelecimentos comerciais, mas em compensação, identifiquei grande número de instituições consagradas ao bem coletivo.
 
Outro fato observado é que estes locais no espaço, por serem construídos a muito tempo, conservam um estilo mais antigo e curiosamente se espelham nos modelos gregos, romano e egípcio.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7ei9yPOJf1qdlkyg.gif)  As avenidas são amplas, formosas e extensas e rodeada de vegetação que colabora para que o ambiente fique agradável e humanizado. Mas notem que enquanto uns falam de prédios suntuosos etc...

Outros comentam sobre casas simples, acolhedoras e que atendem as necessidades e objetivos de quem as construíram.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7ei9yPOJf1qdlkyg.gif)  Leon Denis em seu livro “Depois da Morte” fala o seguinte:
▬  O espírito, pela sua vontade, opera sobre os fluidos do espaço, os combina e os dispõe a seu gosto, dá-lhes as cores e formas que convém ao seu fim. E é por meio destes fluidos que se executam obras que desafiam toda comparação e análise.
 
Construções aéreas, de cores brilhantes, de simplórios resplandecentes, circos imensos onde se reúnem em conselhos, os Delegados do Universo.

▬  Templos de vastas proporções, donde se elevam acordes de uma harmonia divina, quadros:
 
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Variados,
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Luminosos, 
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Dramas do infinito,
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Apostolados dolorosos,
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Vidas de fé e de sacrifício,
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Reproduções de vidas humanas.
 
Mas para encerrar, diríamos que os locais divergem quanto à condição moral daqueles que nele se acham.
 
▬  Os habitantes das trevas ocupam segundo informações:
 
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Cavernas lúgubres,
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  À semelhança das habitadas por animais ferozes.
 
Na Terra, temos de nos abrigar das intempéries, das tempestades, do sol escaldante, dos ventos e dos animais ferozes, além de preservar a intimidade da família.
 
▬  No Mundo Espiritual, o ambiente é diferente de tudo aqui, porque lá:
 
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Não existe frio ou calor excessivo,
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Não tem terremoto ou tempestade,
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  A luz do sol é agradável e reconfortante,
(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  As paredes não constituem barreiras para o desencarnado.
 
De tudo isto, o espírito usufrui, quando ele não está preso no emaranhado de suas paixões ou ligado às sensações terrenas.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7ei9yPOJf1qdlkyg.gif)  O espírito na verdade, depois de um estágio evolutivo, não mais necessitará de casa para si próprio ou de seus familiares.
 
Fonte: Colônias Espirituais- Lucia Loureiro.
Desenvolvido por Pedro Ozório – 20/12/03.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 01 de Dezembro de 2013, 06:00


[attachimg=1align=center=width=450]

Cidades Espirituais

(http://media.tumblr.com/a8ac6378f9b60d18f6abd99ac6abb3ff/tumblr_inline_mggafeONSb1qeh6jq.gif)  As cidades terrenas são retratos das cidades espirituais, umas mais requintadas que as daqui e outras nem tanto.

São várias as cidades espirituais que têm correspondência com o planeta terra, uma vez que a maioria dessas cidades abrigam pessoas que, ao desencarnarem, se abrigam nelas.

(http://media.tumblr.com/a8ac6378f9b60d18f6abd99ac6abb3ff/tumblr_inline_mggafeONSb1qeh6jq.gif)  Cidades que "gravitam" em torno da terra, têm passagens ou cruzadouros de espíritos em forma de vórtice, e sua natureza é muito semelhante a da terra, porém a frequência de suas matérias é diferenciada da frequência das matérias terrenas, por isso não ás vemos, tal e qual o mesmo motivo de vermos os espíritos.

Nosso Lar é a mais conhecida em razão do livro de Chico Xavier ditado por André Luís. No entanto, várias outras tem destacado serviço no resgate e no amparo de irmãos que saem desse plano terreno para habitarem os planos puramente espirituais.

(http://media.tumblr.com/a8ac6378f9b60d18f6abd99ac6abb3ff/tumblr_inline_mggafeONSb1qeh6jq.gif)  Uma das cidades mais conhecidas é Sacramento, onde muito espírito que vai voltar a habitar o plano terreno se prepara para encarnar novamente.

Outras cidades tem nomes difíceis de serem pronunciados, como é o caso de uma que, ao que me parece, teria a pronuncia como "Stennholók", não sei ao certo, pois parte dessa palavra sai da boca em forma de ar, como se fosse dita em baixa frequência.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 01 de Dezembro de 2013, 06:03


[attachimg=1align=center=width=450]

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)  Cidades espirituais são sempre mais antigas que as cidades terrenas, sem contar que delas é que se originaram os projetos que deram o norte para as criação terrena em todos os seus aspectos.

Co criadores de todo o universo se juntaram nessas cidades para darem início a raça Adâmica e outras tantas que por aqui já passaram, construindo as tecnologias que se estendem das células à organização social dos reinos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)  A localização da cidade no universo está condicionada ao objetivo de sua criação. Assim, quanto mais próxima do orbe terreno, mais fica evidente que sua ligação com o planeta é intensa e visa amparar, atender e planejar coisas relativas a essa relação.

No entanto, existem cidades espirituais que não têm relação nenhuma com a terra, ou se ligam a outros planetas ou nem isso.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)  Em viagens astrais que fiz com entidades espirituais de grande confiança, visitei cidades em lugares distantes da terra, que muito se assemelham com as cidades espirituais, mas que na verdade são cidades de planetas, cujos habitantes estão numa escalada evolutiva bem superior a nossa.

Essas cidades podem ser confundidas com cidades de colônias espirituais, uma vez que suas aparências são visivelmente associáveis.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)  Em uma dessas jornadas, me chamou a atenção a forma das criaturas se alimentarem: parte da alimentação era feita pela respiração (se é que se pode chamar alimentação), ou seja, muita substância da ingestão alimentar era feita por 'transubstancializarão' dos gazes respirados em alimentos.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 01 de Dezembro de 2013, 06:05


[attachimg=1align=center=width=450]

(http://lh5.ggpht.com/_GZzYGjJLJtY/TFo0F-O_o2I/AAAAAAAAAL8/zHEWgRmYAnk/butfly-cyan.gif)  Na cidade Nosso Lar, o que mais chama a atenção é a organização de governo.

Ninguém é eleito, mas sempre tem governo, penso que chegam ao comando por uma espécie de rodízio, e os governados são portadores de um enorme respeito hierárquico, sem contar que quem governa é dono de uma enorme e natural humildade.

(http://lh5.ggpht.com/_GZzYGjJLJtY/TFo0F-O_o2I/AAAAAAAAAL8/zHEWgRmYAnk/butfly-cyan.gif)  Nosso Lar é linda, mas penso que é bem simples perto de toda a utilidade que tem diante do acolhimento das almas que lá chegam, normalmente desprovidas até de bom senso.

Suas habitações são todas congregadas com uma habilidade de engenharia incrível, onde tudo fica facilitado, seja para locais de estudo, lazer ou repouso.

(http://lh5.ggpht.com/_GZzYGjJLJtY/TFo0F-O_o2I/AAAAAAAAAL8/zHEWgRmYAnk/butfly-cyan.gif)  Muita transparência, muita luz e fica evidente uma natureza bem vicejante, com árvores de copadas frondosas e angelicais, o que me fez pensar que uma das poucas coisas que são análogas entre a terra e Nosso Lar são as plantas.

Uma vez visitei uma cidade bem estranha, que me chocou bastante, uma tal de "Espec'lávia" ou algo com o som parecido.

(http://lh5.ggpht.com/_GZzYGjJLJtY/TFo0F-O_o2I/AAAAAAAAAL8/zHEWgRmYAnk/butfly-cyan.gif)  Nessa cidade, gente que dava para ver que nem pertencia a ela, faziam preparações de seus habitantes, tanto com palestras, quanto com um tipo de cirurgia.

Falaram para meu interlocutor que se tratava de reparos perispirituais que estavam sendo feitos em irmãos oriundos de abismos distantes.

(http://lh5.ggpht.com/_GZzYGjJLJtY/TFo0F-O_o2I/AAAAAAAAAL8/zHEWgRmYAnk/butfly-cyan.gif)  Essas criaturas que eram submetidas a esses tratamentos estavam deformadas, de modo que suas aparências pareciam com 'plastas' moles, como se fossem ovos quebrados em cima de uma mesa, onde mal se podia notar um nariz 'adunco' e olhos fora de simetria e lugar.

Segundo os reparadores, esses irmãos atingem esse grau de deficiência quando ficam muito tempo sujeitos aos ditames de seres inferiores, afastados do certame reencarnatório, de maneira que ficam amorfos e inconscientes.

(http://lh5.ggpht.com/_GZzYGjJLJtY/TFo0F-O_o2I/AAAAAAAAAL8/zHEWgRmYAnk/butfly-cyan.gif)  O detalhe é que são resgatados somente quando atingem a inconsciência, pois do contrário, além de não concordarem com o tratamento, também preferem continuar dando ouvidos aos seus "superiores" de drama e colegas de inferioridade.

Numas quantas cidades me deparei com as pessoas todas volitando, que quer dizer que todas elas podem literalmente 'voar' para onde bem entendem.

(http://lh5.ggpht.com/_GZzYGjJLJtY/TFo0F-O_o2I/AAAAAAAAAL8/zHEWgRmYAnk/butfly-cyan.gif)  Numa cidade chamada"'Asterdel'lhaum", me chamou atenção três sóis e os espíritos, todos com aspecto azulado e os olhos muito bonitos e semelhantes aos terrenos.

Mas são espíritos oriundos de outro planeta de uma constelação que dista mais de quinhentos mil anos luz do extremo oposto da via láctea (extremo oposto, para mim, significa o lado contrário em que a terra está disposta na nossa galáxia).

(http://lh5.ggpht.com/_GZzYGjJLJtY/TFo0F-O_o2I/AAAAAAAAAL8/zHEWgRmYAnk/butfly-cyan.gif)  Uma constelação que eles chamam de 'Druall' ou 'Dreall'.




Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 01 de Dezembro de 2013, 06:06
   

[attachimg=1align=center=width=450]

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif)  Em cada cidade surge um tipo diferente de gente e de espírito, embora que com formas semelhantes, distintos e organizados de forma sublimemente Divina e ao mesmo tempo completamente alheios a existência da Terra.

É muito difícil empreender uma viagem astral para visitação de cidades do além. Um pouco porque não se tem preparo para isso, outro pouco porque o desgaste é enorme para o viajante que se propõe e consegue idealizar tal intento. Nem sempre se tem liberação para isso também.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif)  Quanto a localização geográfica das cidades espirituais, ou pelo menos as que possuem ligação direta com a terra, com bastante singeleza, posso nominar assim: Nosso Lar está situada entre São Paulo cidade e o Atlântico.

Sacramento pode ser confrontada com o Amazonas e, do que lembro no momento, são mais de trinta que mantém essas relações com esse planeta e, assim, se distribuem nos mais variados recantos.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif)  A localização depende de atividades minerais terrenas, muito mais que qualquer outro quesito.

Parte dessas viagens foram acompanhadas e relatadas pelo Espírito de Raulzinho, que manda dizer aos interessados na cidade onde está morando.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-357.gif)  Tem frutas, legumes, e tudo mais, e que dá para aprender a comer coisas diferentes por lá; que até uma coisa parecida com banana esmagada ele já experimentou... e gostou. Diz: 'eca'.

Marlon Santos.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 13 de Dezembro de 2013, 01:39


(http://2.bp.blogspot.com/-WDwGrY4Jf7E/UH_wX6JpgqI/AAAAAAAABZ0/VqpbWkumv8w/s640/FlyEarth_Micael_Reynaud_1_opt_GIF.gif)


(http://media.tumblr.com/tumblr_m7ei9yPOJf1qdlkyg.gif)  Antes de comentar sobre a síntese da evolução espiritual no mundo, relatada no Livro “Os Exilados da Capela” de Edgard Armond, quero apresentar dois registros comprovando o novo período de nossas vidas.

Acredito que esses registros marcam um divisor de águas. Uma nova etapa começa a partir daí para que as coisas possam se renovadas em nosso planetinha minúsculo, comparando-o com a vastidão do universo.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7ei9yPOJf1qdlkyg.gif)  Numas das literaturas pesquisadas, encontrei registro desse ato profetizado e, numa festa de crianças de um centro espírita, também recebi um texto de uma mensagem psicografada pelo mentor espiritual da linha.

Como não acredito em coincidências, esse ponto de referência torna-se um combustível inspirador em busca de um conceito explicador sobre as razões das mudanças em que estamos passando.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7ei9yPOJf1qdlkyg.gif)  Muitos livros e mensagens profetizadas trazem essas previsões dos próximos eventos por vindouros, programados pelos auxiliares do nosso Cristo Planetário com milhões de anos de antecedência.



[attachimg=1align=center=width=400]   

Um Dia Mais que Especial.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2011/05/26-3.gif)

“Um trabalho espiritual pode virar festa
Quando ali uma criança se manifesta
Tem sido assim a cada oportunidade
Que essa casa quer alegria de verdade.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2011/05/26-3.gif)

Nós, esses pequenos trabalhadores
Na alegria já somos doutores
E com ela poderemos abastecer
O mundo para um novo amanhecer.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2011/05/26-3.gif)

Que esse amanhecer nos traga esperança
Guiando assim a cada criança
Para o caminho da evolução
Fortalecendo com isso uma nova geração.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2011/05/26-3.gif)

Capaz de livrar o mundo da maldade
A ignorância deixaria de ser verdade
E não mais esconderia a beleza e a sabedoria
Dada por Deus, na oportunidade de cada novo dia.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2011/05/26-3.gif)

Parece até um lindo sonho
Que deixa feliz qualquer tristonho
Daqueles que transforma tudo em luz
Revelando-nos até aquilo que a cegueira não traduz.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2011/05/26-3.gif)

Deus poderia até virar um menino
E misturado a qualquer pequenino
Com sua doçura e benevolência
Criaria para todos nós uma nova independência.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2011/05/26-3.gif)

E livres de cada defeito de cada pecado
Aos poucos O NOVO nos seria revelado
Como o projeto de uma nova era
Onde a alegria seria a força que mais impera.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2011/05/26-3.gif)

E nessa proposta de Paz, Amor e Decência
O orgulho e o rancor pediriam clemência
E a humanidade retomaria sua evolução.
Justo no dia de COSME DAMIÃO.

Obs. O dia de Cosme Damião é 26 de Setembro.

Mensagem psicografada pelo Espírito Ditinho.
(Grupo Espírita Dever, Amor e Disciplina).

Texto retirado do Livro “História Secreta do Brasil”
(Flos Sanctorum Brasiliae) de Vitor Manuel Adrião – pág 149.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 13 de Dezembro de 2013, 01:42


(http://www.gifmania.com/Gif-Animados-Espacio/Imagenes-Astronomia/Planeta-Jupiter/Planeta-Jupiter-Girando-85058.gif)

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  “Que tenham, pois, um e todos, a coragem de se irmanar e assumir o sacro santo Trabalho da Reconstrução do Homem.

▬  De lutar com as Armas:
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-383.gif)   Do Amor,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-383.gif)   Da Razão,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-383.gif)   E da Justiça pela harmonia universal...

... Rejeitando de vez a anarquia deste Interregno Cíclico em todas as suas formas caóticas, para o dia 28 de setembro de 2005 ser o marco do início da Nova Idade do Ouro (Satya-Yoga), ou do tão falado e tão pouco entendido Quinto Império.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Esse do Espírito Santo cujo Corpo é a Humanidade inteira, e cujo desejo último e supremo é que se una fraternalmente num Abraço deveras Universal” Obs. O livro foi publicado em 2004, pela Editora Madras.

Como o mundo já tem a idade de bilhões de anos vejo que a diferença de um dia apenas, não pode ser considerada. O livro do autor português foi escrito antes da data psicografada por Ditinho.

▬  Síntese:

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  O Livro do Edgard Armond é um levantamento de dados esclarecedores sobre a evolução do Planeta e dos seres humanos. São informações registradas através do intercâmbio entre o plano espiritual e carnal e documentos publicados pelo mundo a fora.

Essas informações complementam os estudos científicos e trás a luz dúvidas que a ciência vista pelos materialistas não conseguia responder.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Esse processo de transmitir as informações do plano espiritual é um cumprimento do que foi prometido pelo mestre Jesus, através de grandes espíritos, ajudando o homem a se preparar para o fim desse ciclo evolutivo.

De acordo com Edgar Armond, o final desse ciclo termina no início do 3º Milênio. Ele começa explicando como se formou o planeta Terra. Diz que para criação de um planeta, um espírito iluminado e de enorme tamanho evolutivo tem que plasmar a vontade divina.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Sem os espíritos, não havia necessidade de se constituir planetas. O processo iniciou quando foi retirado uma parte fluídica da matéria do sol, e, ao atingir a órbita atual, formou-se uma camada limitando, protegendo e recebendo germes dos espíritos criadores.

Acontecia um processo de evaporação dos gases provenientes do centro terrestre que chegavam até essa camada e depois se resfriavam e caiam de forma líquida trazendo os Germes da vida.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Esse processo durou um bilhão de anos, espalhando germes por todo o planeta até que as condições fossem favoráveis para o surgimento do protoplasma derivando para outras formas de seres vivos, até a forma do homem de hoje.

Emmanuel em suas transmissões mediúnicas deixa claro que todos os animais são irmãos inferiores do homem e o macaco é o animal mais próximo. Mas a promoção do espírito irracional para o racional acontece fora da Terra. Ele mesmo não possui informações mais claras desse processo.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Há muito tempo, existiu um continente chamado Lemúria e o autor registra que foi nesse continente que habitou a segunda Raça de nosso planeta.

A primeira não foi encarnada. Esses espíritos já estavam um pouco melhores, mas ainda eram primitivos, tinham atitudes ainda de animais, mas já estavam despertando alguns sentimentos humanos.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  A primeira era Glacial acontece nesse momento e os homens primitivos dessa época já estavam utilizando peles de animal e o fogo, graças à ajuda dos espíritos orientadores.

Nesses tempos, aconteceu o desgelo e inundações gigantescas ocorreram quando o eixo do globo terrestre é desviado devido a aproximação de um astro (esse dilúvio é antes do dilúvio de Noé).

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Os homens dessa época eram mais evoluídos, em aparência e atitudes, mas ainda sim eram ignorantes sobre o ponto de vista espiritual.

O continente da Lemúria localizava-se entre a Ásia e a região da Austrália. Foi o mais povoado pela Terceira Raça mãe. Além desse continente, haviam a Atlântida, América do Norte e o Continente Ártico, da Groelândia a Europa num único continente.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Nesse mesmo período, no planeta Capela, localizado na constelação do Cocheiro, distante 45 anos-luz de nosso planeta Terra.

Arthur Stanley, físico inglês, o descreve como:
▬  "Uma estrela gasosa, e de matéria tão fluídica que sua densidade pode ser confundida com a do ar que respiramos”.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Terminava um ciclo evolutivo e entrava numa nova fase de evolução, o mesmo acontecendo com o planeta Terra, mas numa etapa inferior à dos Capelinos.

Era a hora do povo Terrestre evoluir e crescer espiritualmente e havia necessidade de orientação de um povo mais evoluído. Em Capela, aqueles que não atingiram o grau de evolução do planeta acabaram sendo expurgados para o planeta terra.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Esse intercâmbio é comum e são determinados pelas Comunidades espirituais diretoras do cosmo. Para o povo terreno seria uma ajuda necessária e para os exilados uma empreitada angustiante, mas necessária para evolução de cada um.

As reencarnações dos Capelinos começaram em diversos núcleos por todo o Globo, principalmente entre os chineses que eram os mais avançados em organização e homogeneidade.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Eram espíritos evoluídos em relação aos espíritos que viviam na Terra, mas que tinham na bagagem os erros do antigo mundo, com seus valores materiais.

Foram tempos de mudanças evolutivas no planeta. Transformações climáticas e terrenas dolorosas para os homens. Os Capelinos eram mais evoluídos e foram considerados semideuses.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  Trouxeram o conhecimento necessário para a sociedade primitiva terrena mudar, desde as escolhas dos núcleos, delimitações de territórios, e regras para viverem nas comunidades.

Muitos documentos pesquisados fazem menção desses acontecimentos. Os livros de Kardec deixam claro essa miscigenação de espíritos de outros Orbis com os primitivos do planeta.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  O livro de Enoque (hebreus) faz menção sobre espíritos que caíram do céu e que se relacionaram com as mulheres do planeta, nascendo seus filhos, gigantes que dominaram o povo da terra, através dos seus conhecimentos com os astros, signos, movimento da lua.

O Jubileu fala daqueles que vieram ensinar e foram seduzidos pelos valores terrenos. Moisés, na Bíblia coloca de forma alegórica.

(http://services.runescape.com/m=rswikiimages/en/2011/11/Sweetcorn_seed-09170442.gif)  O homem foi criado no Éden que era Capela e depois expulso pelo pecado. Os filhos, Caim e Abel, era a representação da personalidade dos caídos.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 13 de Dezembro de 2013, 01:45


[attachimg=1align=center=width=500]   

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Caim, espírito violento e inconformado com a queda, e Abel, apesar de criminoso, era mais conformado e submisso às vontades divinas. A corrente de Caim encarna primeiro, formando até hoje as massas de espíritos violentos e dominadores. Pela Gênese, fica claro que a corrente de Abel, fica por um período curto no orbi terrestre.

Os Babilônios fazem referências sobre a existência, no passado, de duas raças, uma de pele branca e outra de pele escura, com antepassados de Deuses que desceram na Terra.Os hindus tinham melhor esse conhecimento de intercâmbio, relatando sobre a vinda de seres mais evoluídos de outra cadeia planetária no meio da evolução dos Lemurianos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  A Mitologia Grega dá sinais dessa relação de deuses imortais com os mortais primitivos, A Mitologia Asteca também fala da expulsão de deuses do céu para a Terra e de deuses andando pelas terras. No livro Hilárion de Monte Belo, fala sobre o deslocamento de sobreviventes da Atlântida que vão para o Mediterrâneo e formam uma comunidade sócio espiritualista, que depois se desloca para uma região entre os rios Tigre e Eufrades.

Nessa comunidade nasce Abel que depois se destaca pelas virtudes morais e intelectuais, liderando a direção de uma Fraternidade chamada Koba, governadora dessa comunidade. Teve uma ameaça que se chamava Caino. Abel foi considerado um missionário divino entre Krisna e Moisés. O autor deixa claro que sempre quando vem um missionário, há uma degeneração das lições dadas.

Assim aconteceu:
▬  Depois de Abel é instituído os Faraós e depois de Krisna os Flâmines.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  O autor alerta que os documentos da bíblia talvez tenham sido adulterados, principalmente os 4 livros depois do Gênese. Moisés conhecia povos do oriente como os caudeus, persas e os hindus, o que leva a dar mais credibilidade à chegada dos capelinos em nosso planeta. Seth (terceiro filho de Adão) é a geração dos espíritos oriundos de Capela mais evoluídos em conhecimentos espirituais e que depois do dilúvio acabou perpetuando sobre a Terra. A geração de Caim sucumbiu. O dilúvio é o momento de transição do Planeta, onde acontece a separação do “Joio do Trigo”. Esses eventos acontecem de tempos em tempos. A geração de Caim, não soube aproveitar sua melhor condição e acabou envolvida pelo ambiente e pelos costumes da época, prejudicando-se. Não melhoraram o ambiente terreno agravando a situação dos habitantes primitivos, que eram ingênuos e ignorantes.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  O governo Divino mesmo tolerando esse desvio de conduta acabou aplicando limitações no período de vida na Terra nas encarnações em 2/3, o que não aconteceu com a geração de Seth por utilizarem melhor o tempo de vida na terra, produzindo melhores frutos. Devido as condições morais em que viviam os recém chegados de Capela junto com os primitivos, acontece o afundamento do continente Lemuriano, momento de grande conturbação no planeta. Levando milhões de espíritos ao desencarne e expurgo do planeta, mudando a geografia do planeta com a transformação da Ásia, Europa e África. Os pontos mais altos do continente lemuriano se transformam em ilhas. Sobreviventes de peles negras ocupam a África e povos selvagens surgem na Pérsia e Índia. No oriente, esses homens acabam se envolvendo de geração em geração, formando raças mais aperfeiçoadas, deslocando-se e ocupando a Pérsia, Caldéia, Palestina, até o Egito.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Os capelinos nasciam e evoluíam em diversas partes do mundo. Ao mesmo tempo, o continente da Atlântida era preparado para a ocupação da massa expurgada de Capela. Os novos ocupantes do continente da Atlântida eram evoluídos e tinham faculdades psíquicas extraordinárias, penetrando nos mundos etéreos, desenvolvendo-se rapidamente e construindo grandes impérios. Mas eram extremamente materialistas e orgulhosos, predominando a rivalidade, as ambições de poder e de dominação. Diversas vezes, Missionários do Alto alertavam sobre esses desvios de conduta, trazendo melhores diretrizes sociais. O próprio Cristo planetário encarnou na Atlântida para alertá-los. Mesmo assim não deram ouvidos e continuaram a alimentar seus vícios materiais.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Muitos conflitos aconteceram levando à expulsão de homens para fora do continente, fazendo grupos ocuparem a Ásia e o continente hiperbóreo. Os que ficaram, acabaram comprometidos com o afundamento do continente, levando-os a destruição. A Popul-vu (1° documento bíblico da civilização Maia) além de outros documentos registrou tais acontecimentos, relatando que o afundamento se dividiu em duas partes. Pesquisas recentes, através das características das rochas existentes no fundo do mar, comprovam que o fato aconteceu. Finalizando, o autor conclui que os chineses, mongóis, e javaneses são remanescentes dos Atlântes, trazendo mais clareza às coincidências das culturas Egípcias, Maias e Astecas. A predominância da 4ª Raça acaba, levando quase toda ela a extinção.

▬  Os sobreviventes do afundamento são:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  África – Egípcios,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  América – Maias,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  Astecas, Incas e Peles-vermelhas.

Hiperbóreo (esse continente foi ocupado por povos moralmente mais evoluídos).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  No continente Hiperbóreo, os remanescentes da Atlântida, através de sucessivos cruzamentos formaram a 5ª raça ou Ariana. Com o resfriamento, acabaram se deslocando para o sul, indo para a Europa, onde acabaram encontrando os povos negros que eram mais rudes e obrigou a raça Ariana a se deslocar para o Oriente, orientada por Rama. Depois de muito tempo, os Árias acabam conquistando novamente a Europa, formando uma civilização mais avançada.

▬  Os grupos étnicos dessas raças são:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  Egípcia,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  Caldaica,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  Europeia,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  Indo ariana.

O autor lembra que de tempos em tempos, as raças são substituídas por raças mais avançadas e que a 3ª e 4ª raças serão extintas no próximo cataclismo evolutivo.

Esses eventos acontecem quando chega o momento dos expurgos reparadores, retirando boa parte para fora do Órbi terrestre. O dilúvio Bíblico está relacionado com o afundamento da Atlântida, confirmado em vários documentos de diversas culturas do planeta.

▬  Essa nova raça ou Quinta Raça era subdividida em:     

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  Árias, que dominaram a Índia e depois a Europa;
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  Egípcios, raça mais sábia e que regressou a Capela;
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  Hindus, sub-raça formada pela mistura das raças Árias e primitivos;
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  Israelitas, raça que ainda despreza as informações enviadas pelos agentes divinos.

Depois do dilúvio Asiático, Moisés (grande espírito de luz) traz para a evolução do homem os dez mandamentos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Os capelinos se desenvolvem e trazem novos conhecimentos para os primitivos. É início do processo para a homogeneidade das raças, que na época não era possível devido às diferentes condições morais de todos. Desde a vinda dos capelinos, vários enviados como Rama, Fo-hi, Zoroastro, Hermes, Krisna, Buda, Moisés, Orfeus, Pitágoras, Sócrates, Confúcio, Platão ou próprio Mestre Jesus (Cristo planetário), trouxeram os ensinamentos necessários para o homem apressar seu resgate. Os capelinos tinham a esperança de voltarem para a terra natal e os diversos grupos da época transformaram esse desejo como a salvação para o paraíso e que viria através de um Messias. Todos os espíritos eram orientados antes de reencarnarem, mas quando encarnados, não puderam seguir as orientações por causa das manipulações terrenas cheias de cultos exclusivistas, adotando rituais com matanças de homens e animais, prejudicando a evolução moral.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  A vinda do “Salvador” foi prevista em todos os lugares do mundo e em diversas épocas. Na maioria das vezes sabiam que nasceriam de uma mulher virgem e que depois esse mesmo espírito seria maltratado. Até no Egito sua vinda foi registrada em hieróglifos.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 13 de Dezembro de 2013, 01:47


[attachimg=1align=center=width=500]   
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  Jesus encarna em plena glória do Império Romano, em um lugar localizado entre a Galileia e Jerusalém, marcando a abertura do ciclo do comportamento dos homens em acordo com os ensinamentos trazidos pelos enviados em outros tempos.

Infelizmente o homem não entendeu o recado e acabaram escolhendo procurar a escuridão, se entregando aos abismos do atraso para a evolução. Mesmo avisados do que estaria para acontecer no futuro, não acataram os avisos divinos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  Hoje, estamos no momento desses avisos e o planeta chegou na fase de transição para uma nova etapa evolutiva. Os espíritos (encarnados e desencarnados) mais evoluídos moralmente continuarão sua evolução na Terra, em um novo céu,  com a mudança do eixo polar muda a posição das estrelas em relação a nós.

E uma nova terra (os deslocamentos, afundamentos e surgimento de continentes) e os espíritos menos evoluídos serão transferidos para um novo planeta, mais atrasado que esse para continuarem sua evolução e ajudar a outra humanidade daquele planeta.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  Essa transformação é devido à aproximação de um astro (assunto muito polêmico entre os cientistas) ao nosso orbe, fazendo o eixo da terra mudar de posição, provocando terremotos, erupções, deslocamentos de terra e outros eventos catastróficos.

Acontecerá um despovoamento em nosso planeta e apenas um terço de todo o orbe sobreviverá.

I - A Constelação do Cocheiro:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  Capela ou Cabra, apresentado por Emmanuel é um planeta da constelação do Cocheiro – inúmeras vezes maior que o nosso sol e distante 45 anos-luz. Arthur Stanley, físico inglês, o descreve como:

“Uma estrela gasosa, e de matéria tão fluídica que sua densidade pode ser confundida com a do ar que respiramos”. Sua cor amarela não nega ser um Sol e, de acordo com o Livro dos  Espíritos, o sol é habitado por uma humanidade bastante evoluída.

II – As Revelações Espíritas:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  Nosso Mestre ou Cristo Planetário autorizou que mensageiros divinos, através da mediunidade ou encarnados, viessem a Terra trazer a verdade em diversas épocas diferentes.

No auxílio da evolução humana, provando a imortalidade dos homens e a existência da vida paralela ao nosso mundo, suas hierarquias espirituais e os diferentes tipos de mundos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  Esses princípios podem ser encontrados em vários códigos religiosos e filosóficos, adotados pelos seus seguidores como verdades divinas. Hoje, estamos ampliando com mais clareza nossos conhecimentos. Cristo cumpriu suas promessas em nos trazer a verdade e o conhecimento, não deixando seus irmãos.

(O derrame dos Dons Mediúnicos para que a verdade seja dita. Assim, os apóstolos foram recebendo suas mensagens para repassarem aos seus guiados depois da morte de Jesus. Em Atos dos Apóstolos 2,1-4 segue o registro:

▬   “Quando chegou o dia de Pentecostes, todos eles estavam reunidos no mesmo lugar. De repente veio do céu um barulho como sopro de um forte vendaval, e encheu a casa onde eles se encontravam. Apareceram então umas como línguas de fogo, que se espalharam e foram pousar sobre cada um deles”

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  Todos ficaram repletos do Espírito Santo, e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem” – De acordo com os registros de Osvaldo Polidoro, Espírito Santo nada mais é do que os Dons Mediúnicos).

Apesar dos estudos científicos e suas conclusões materialistas para descrever sobre a origem e evolução da raça humana, somente agora, com as mensagens vindas dos Espíritos é que se teve mais clareza sobre o assunto. Tudo isso prometido por Cristo, através do “Espírito da Verdade”.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  A Verdade foi posta depois da Terceira Revelação através da Mediunidade e das revelações entre os mundos. Mas ainda há muita coisa que ainda não estamos preparados, dentro do Universo infinito que só será trazido com a escalada evolutiva de nossa raça.

Emmanuel e outros Espíritos vêm preparando aos poucos o homem para que esse busque a preparação para o fim do ciclo que está se findando e para o novo mundo renovado do nosso Terceiro Milênio.

▬   A raça humana foi constituída por duas categorias:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-994270.gif)  Uma retardada, que acompanhou a lenta evolução do planeta, seguindo a sequência do Espírito da Inconsciência para o Instinto e deste para a razão.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-994270.gif)  E outra mais evoluída, que foi expurgada de Capela, com conhecimentos mais amplos dos que estavam na Terra, levando a raça animalizada da época para novas formas de vida, mostrando uma vida mais social e trazendo as primeiras noções de espiritualidade.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 13 de Dezembro de 2013, 01:55


[attachimg=1align=center=width=500]   

Os Três Ciclos

▬  Edgard Armond, divide de forma pessoal a história humana em três ciclos:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-829639.gif)  1º Ciclo - Inicia depois da definição dos três reinos inferiores e das experiências para a transição dos reinos animal e humano, formando o homem, adequado às condições do planeta, pelo arquiteto e divino diretor planetário (Jesus Cristo). Prossegue com a evolução dos espíritos, no astral, desde a Primeira Raça Mãe até a migração dos espíritos vindo de Capela, que possuíam baixa evolução levando ao expurgo da Terra com os cataclismos terrestres.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-829639.gif)  2º Ciclo – Depois dos cataclismos até a vinda do Messias Redentor (Jesus Cristo).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-829639.gif)  3º Ciclo – Desde a crucificação de Jesus Cristo até os nossos dias, encerrando-se no Terceiro Milênio, onde a humanidade sofrerá novo expurgo. Esse novo expurgo foi predito por Jesus Cristo, anunciado antes pelos profetas hebreus, por João, no apocalipse e pelos emissários da Terceira Revelação. Nessa nova fase o planeta firmará um período de vida moral mais perfeita fazendo os ensinamentos dos Evangelhos Cristãos se tornarem realidade.

IV – No tempo dos primeiros homens:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-946303.gif)  Os seres vivos são frutos de estudos feitos por seres de elevada hierarquia, dentro da organização divina do Universo. Através do pensamento divino (princípio de todas as coisas).

Entidades divinas executam o pensamento do Criador. Pelo Verbo, que é o pensamento fora de Deus, plasma para a matéria, “condensando-a, criando formas, arcabouços para as manifestações individuais da vida”.

▬  Resumindo:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-193814.gif)  Pensamento divino,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-193814.gif)  Plasmado pelo Verbo,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-193814.gif)  Emitido por Espíritos individuais.

A Criação só existe através do pensamento fora de Deus. Se não fosse assim, sem a Emissão por Espíritos Individuais, permaneceria no campo da existência abstrata. Na Terra, o pensamento fora de Deus foi plasmado por Cristo, que criou todas as coisas.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-946303.gif)  João evangelista esclareceu essa estrutura. Está na Bíblia em Jo, 1:1; 1:3; 14:6. O Absoluto, Deus, criou a vida e as leis, e entidades espirituais do plano Divino, pela força do Verbo, plasmam a criação na matéria, dão forma e estrutura a todas as coisas e seres e presidem sua evolução na Eternidade.

Na gênese Cósmica a Terra foi criada a partir do Verbo plasmado por Cristo duma matéria fluídica emanada do Sol central. Depois de alcançar sua órbita, formou-se uma camada fluídica, limitando, protegendo e recebendo germes (Concebidos pelos Espíritos Criadores) para as formas vivas dos seres que habitarão a Terra.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-946303.gif)  Os gases internos emanados pelo núcleo terrestre subiam até essa camada protetora e condensados pelo resfriamento natural caíam de volta, em forma líquida, trazendo os germes da vida.

Esse processo, de acordo com a ciência oficial durou um bilhão de anos (tendo hoje, dois bilhões).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-946303.gif)  Com o tempo, a Terra estava toda tomada por esses germes que estavam apenas esperando as condições favoráveis para surgir a matéria orgânica primordial (protoplasma) permitindo a proliferação dos germes existentes e seres humanos em condições primárias involutivas.

Os seres vivos surgiram primeiro nas águas e depois na terra. Primeiro os vegetais e depois os animais.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-946303.gif)  Por conta da pesquisa realizada pelo americano Wendell Meredith, isolando um micróbio que mesmo cristalizado, continuou a viver, concluindo ser o ponto de partida para as gerações dos seres vivos (de acordo com a ciência), é provado que os germes nascem uns dos outros, bem como um ser intermediário entre a matéria inerte e a matéria animada pela vida. (Espiritismo é ciência)

Na hierarquia da evolução da matéria humana, tínhamos os símios que ainda não possuíam inteligência. Isso por volta de 25 milhões de anos, chamados de Procônsul.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-946303.gif)  A partir de 1,8 milhões de anos até 35.000 anos foram surgindo espécies mais aproximadas do tipo humano, com uso de instrumentos trabalhados, conhecimento do fogo.

▬  Eram antropóides (macacos semelhantes ao homem):

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-193814.gif)  Homo Sapiens.
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-193814.gif)  Homo Sapien – cérebro bem maior.
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-193814.gif)  Homens de Pequim – também de cérebro pouco desenvolvido.
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-193814.gif)  Homens de Java – 550 a 200 mil anos atrás, que tinham cérebro pouco desenvolvido.
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-193814.gif)  Homem de Neandertal – O mais existente, com um cérebro mais desenvolvido (Pleistoceno). Ainda existem esse tipo de ser na África.

A Ciência não tem o elo entre o tipo animal mais evoluído e o homem primitivo porque eles não existiram na Terra.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-946303.gif)  Foram plasmados em outros planos de vida, para diferirem dos seres animais, tendo condições para uma evolução que na condição de animal não teriam.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 13 de Dezembro de 2013, 01:58

[attachimg=1align=center=width=500]   

Comunicação de Emmanuel – 1937

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-655266.gif)  Todas as formas vivas possuem princípios espirituais desde a alma fragmentada até à racionalidade do homem. A evolução da alma vem de um processo de várias vidas, não apenas no reino hominal, passando de reinos em reinos dentro do ecossistema.
 
Para alcançar a inteligência ou racionalidade o espírito (alma) passa por estágios. O protozoário é o embrião do homem, como os selvagens são os embriões dos seres angélicos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-655266.gif)   Emmanuel confirma a vinda de seres de um mundo mais evoluído para a terra por esses não estarem mais na sintonia da evolução do planeta de origem, vindo para melhorar as condições dos homens da terra - raça adâmica - que eram os primatas hominus dentro da era das cavernas -sílex, trazendo novas combinações biológicas e aperfeiçoando o organismo do homem.

Os animais são os irmãos inferiores dos homens que podem também evoluir dentro da espiritualidade que apesar de almas fragmentárias estão protegidos por espíritos, visando seu progresso ao reino hominal.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-655266.gif)   Emmanuel deixa claro que o macaco é o animal mais próximo do homem, falando-se fisicamente. A promoção de princípio espiritual do animal à racionalidade humana se processa fora da terra.

A primeira raça humana ou raça mãe é definida pela tradição espiritual oriental como “espíritos ainda inconscientes, habitando corpos fluídicos pouco consistentes”.

As Encarnações na Segunda Raça:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-655266.gif)   Nos fins do 3º período geológico inicia-se a encarnação dos homens primitivos ou 2ª Raça mãe. Eram espíritos habitando formas mais consistentes, com mais lucidez e personalidade.

Ainda não eram fisicamente humanos. Encarnaram na Lemúria e eram considerados pré-adâmicos (período Quartenário).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-655266.gif)   Nos meios de comunicação pouco se falava sobre o continente da Lemúria, mas no mês de outubro no Jornal Nacional, foi divulgado que pesquisadores Japoneses descobriram no fundo do mar uma cidade do antigo continente da Lemúria)

Eram grotescos, animalizados, na forma e nas atitudes com olhar inexpressivo e esquivo, sempre desconfiados e com medo.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-655266.gif)   Fugiam uns dos outros. Mas estavam em evolução, desejando uma vida entre eles.

As atividades sexuais eram brutais, seus filhos eram criados por si só. Começavam a viver em grutas e cavernas. Eram os trogloditas da Idade da Pedra.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-655266.gif)   Começava ai a desabrochar os primeiros sentimentos humanos. João Evangelista os viu e confirmou a situação brutal que eles viviam dizendo que em seus olhos não refletiam a luz da inteligência.

Deixo também registrado:
▬  ”E nesses homens brutos do 1º da fila do predomínio orgânico gerou a força muscular e a vontade subjugada pela carne gerou o abuso da força, os estímulos da carne nasceu o amor, do abuso da força nasceu o ódio, e a luz agindo sobre o amor e sobre o tempo, gerou as sociedades primitivas".

A Terceira Raça-Mãe.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-655266.gif)   Na época do resfriamento terrestre, em pleno quartenário, na era da pedra lascada, o homem, para se defender do frio se utilizava de peles de animais e com a assistência dos espíritos invisíveis descobriram o fogo.

Com o reaquecimento (degelo) veio o dilúvio universal (inundações terríveis), atribuídos ao desvio do eixo do globo, por causa da aproximação de um astro, alterando a órbita da terra.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-655266.gif)   Após esses eventos, vem o progresso da vida humana “surgindo as primeiras tribos de gerações mais aperfeiçoadas, que formaram a humanidade da Terceira Raça Mãe, composta de homens de porte agigantado.

Cabeça mais bem conformada e ereta, braços mais curtos e pernas mais longas”, ocupando a Lemúria e a Ásia. Viviam como nômades, sempre em disputas onde venciam os mais fortes.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-655266.gif)   Eram ainda ignorantes, do ponto de vista espiritual, agindo de forma instintivamente, adorando fenômenos naturais como se fosse forças do bem e do mal, de acordo com suas paixões.

João evangelista também confirma a evolução em sua narrativa dizendo que eram homens menos feios, com olhos mais vivos e transparentes, despertando seus sentimentos quanto à mulher e filhos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-655266.gif)   Nesse momento, as entidades espirituais percebem a necessidade de uma ajuda exterior para o homem seguir uma diretriz mais segura e mais ampla no sentido evolutivo.

Como Era, Então, o Mundo na época que a Terceira Raça habitava a Terra.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-193814.gif)  Oriente: Lemúria – região da Austrália, Ásia (região mais povoada da Terceira Raça.
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-193814.gif)  Ocidente: Atlântida – no oceano Atlântico, América do Norte – na parte superior.
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-193814.gif)  Mais tarde se estabelece a Quarta Raça, continente Ártico (hiperbóreo).
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-193814.gif)  Desde a Groelândia até a Europa, num único continente (onde se forma a Quinta Raça dos Árias).

Comenta-se sobre o Primeiro Continente (berço do 1º Adão) “Terra Sagrada, “Terra dos Deuses”.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-655266.gif)   Aqui eles dizem que era a própria Capela, a verdadeira pátria desses habitantes que após seu exílio deveriam voltar.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 13 de Dezembro de 2013, 02:02

[attachimg=1align=center=width=500]   

A Sentença Divina
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-746991.gif)  O capítulo a seguir descreve os acontecimentos nas esferas espirituais sobre a Transferência dos habitantes de Capela para a Terra.

O Homem do planeta estava numa fase que era necessário a imigração de populações mais adiantadas de outros orbes para a sua evolução rumo à espiritualidade.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-746991.gif)  Assim, de acordo com relatos de Emmanuel, Capela atingira os tempos de um dos seus ciclos evolutivos e alguns milhões de espíritos ainda não tinham alcançado o grau evolutivo necessário para a evolução desse planeta, sendo então deliberado pelas Grandes Comunidades Espirituais, diretoras do Cosmo, que esses fossem exilados ao planeta Terra.

O autor confirma que essa permuta de populações entre orbes é comum, sucedendo sempre a expurgos de caráter evolutivo, de acordo com as leis gerais da justiça e da sabedoria divinas, “permitem reajustamentos oportunos, retomadas de equilíbrio, harmonia e continuidade de avanços evolutivos para as comunidades de espíritos habitantes dos diferentes mundos (Misericórdia Divina).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-746991.gif)  Todos os espíritos foram notificados da necessidade de sua reencarnação em planeta inferior. Foram reunidos na presença do Divino Mestre, receberam o estímulo da esperança no cumprimento dos deveres para a regeneração de suas vidas, obtendo os triunfos do futuro, prometendo sua colaboração contínua e sua vida no porvir.

Nessa nova empreitada desses povos, eles estavam deixando para trás todos os afetos do mundo, reencarnado no meio de raças ignorantes e primitivas:
▬  “Por muitos séculos não veriam a suave luz da Capela...”

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-746991.gif)  Aqui, a Terra, foi e é a morada purgatorial dos capelinos regidos pelas coortes de Lúcifer, avassaladas pelo orgulho e pela maldade.

Antes de reencarnarem, ficaram por algum tempo no etéreo terrestre numa colônia espiritual acima da crosta para a preparação e adaptação no novo ambiente planetário.

As Reencarnações Punitivas:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-746991.gif)  Os núcleos com os homens já biologicamente aperfeiçoados para as reencarnações dos capelinos foram escolhidos nos diversos locais do globo, principalmente os chineses, que eram os habitantes mais avançados em organização e homogeneidade da época.

Em nota da Editora, as tradições Chinesas fazem-na remontar a mais de 100 mil anos, lembrando que a civilização chinesa veio da Atlântida primitiva (cap. XV), sendo muito anterior a esta data. (No planalto do Pamir. Na China?).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-746991.gif)  Emmanuel confirma a encarnação dos Capelinos nas regiões mais importantes. Os primeiros núcleos raciais da nova civilização são formados, principalmente no oriente. João Evangelista numa visão retrospectiva confirma a reencarnação de novos seres ao planeta, dizendo que esses vem em cumprimento de uma nova lei e de uma sentença divina.

Vêm com uma bagagem evolutiva (Luz) mas ao mesmo tempo, trazem o estigma da maldição. Mesmo conhecendo o bem, viveram para a carne, pecando por sabedoria e orgulho, apagando-os à luz do conhecimento, mas com a promessa da “misericórdia que subsiste e subsistirá”.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-746991.gif)  O ambiente terrestre é modificado. Toda mudança de ciclo evolutivo acarreta às transformações, materiais e espirituais, acontecendo em todos os orbes. São deslocamentos, convulsões, subversões diversas causando dolorosos sofrimentos a todos os habitantes.

O contraste (intelectual e material) entre os capelinos reencarnados e os homens primitivos, os colocaram em posição superior pelos primitivos, considerando-os semideuses. O meio social da terra dá uma impulsionada rumo à evolução.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-746991.gif)  O meio de vida selvagem começa a se transformar, as cidades são localizadas em locais mais altos, mais defensáveis e mais secos.

São formados povos, delimitações de territórios, distinguindo uns dos outros pelas diferentes culturas e características pelas sucessivas e bem fundamentais reproduções da espécie.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-746991.gif)  Começam a se organizarem sobre regras, iniciam a industrialização (sai da era polida). Assim iniciam a tentativa de organização social no novo período de civilização.

Tradições Espirituais da Descida.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-746991.gif)  Não há descrição dos fatos narrados nos arquivos humanos. Essa miscigenação de raças pertencentes a orbes siderais diferente está bem transparente nas codificações Kardeciana e de espíritos autorizados pela direção do Universo.

Dos diversos registros sobre os alvores do tempo nenhum nos fala sobre a formação do homem com tamanha clareza. A maioria dos textos relatam fatos de diversas naturezas inaceitáveis, não passando muitos de fantasias alegóricas.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-746991.gif)  Mas o pouco que sobrou desses textos, existem pequenos relatos ou indícios da veracidade dos fatos narrados.

Armond, nos dá vários exemplos:

- Livro Apócrifo de Enoque (hebreus) menciona trecho sobre os anjos que caíram do céu e se relacionaram com as mulheres da Terra que depois, nasceram seus filhos “gigantes que oprimiram os homens” (no sentido talvez de dominar, liderar). Esses trouxeram os “segredos” dos encantamentos, observaram os astros, revelação dos signos e os movimentos da lua.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-746991.gif)  Livro muito citado pelos exeretas e pelo apóstolo Judas Tadeu e muitos outros santos católicos. Acredito que os Sacerdotes da igreja católica possuem esses conhecimentos e não os divulgam de forma transparente às massas. (Enoque no velho hebraico significa iniciado).

Moisés também tinha conhecimento desse livro de acordo com os maniqueus e os etíopes. - Jubileu (hebreus) diz que esses (Veladores) vieram à Terra para ensinar e acabaram seduzidos pelas mulheres encarnadas.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 13 de Dezembro de 2013, 02:04


[attachimg=1align=center=width=500]   

Moises
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-201051.gif)  Moisés menciona os fatos de forma alegórica em sua Gênese contando que o primeiro homem foi criado, sua queda e ulterior expulsão do Éden.

A compreensão é que “Adão e Eva constituem uma lembrança dos espíritos degredados na paisagem obscura da Terra, como Caim e Abel são dois símbolos para a personalidade das criaturas (Caim: espíritos rebeldes, violentos e orgulhosos; Abel: apesar de criminosos, mais pacificados, conformados e submissos à vontade do Senhor).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-201051.gif)  Os jardins do Éden era Capela e sua expulsão é para a Terra. A corrente de Caim, mais numerosa, encarnou primeiro e até hoje forma a massa, de caráter dominador e violento, predominando até os dias de hoje.

Nos relatos de Moisés, fica claro que Caim e Abel não eram os primeiros filhos pois Caim encontra sua mulher e daí nasce Enoque.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-201051.gif)  A terra não era desabitada, comprovando o relatado nesse livro que diz sobre a queda dos Capelinos num mundo já povoado em evolução. Quer dizer, vieram para cá para resgatarem suas dívidas e culpas quando estavam em Capela.

O autor conclui que se vieram para resgatar suas dívidas e alcance moral, ao mesmo tempo trouxeram suas influências maléficas, envolvendo assim os habitantes primitivos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-201051.gif)  O Esoterismo em seu ponto de vista diz que a raça adâmica (vindas de Capela) é a primeira Raça mãe, não possuíam corpo, forma e vida, e não podiam encarnar na crosta planetária. Suposição para explicar a mônada espiritual na sua fase involutiva.

Diferente do conhecimento Espírita que nos diz que essa fase termina no reino mineral. A evolução começa nos reinos inferiores: mineral, vegetal e animal. Depois se prepara as primeiras etapas do reino humanal.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-201051.gif)  Na interpretação de Armond, de acordo com as referências bíblicas, os exilados encarnaram-se em primeiro lugar no Oriente, nas regiões da Lemúria e Ásia (Rutas da Terceira Raça).

A Gênese também deixa claro que os exilados da corrente de Abel permaneceram durante um curto tempo na Terra (Acho que é sobre o Dilúvio Universal).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-201051.gif)  Inscrições dos babilônios: Na época do dilúvio existiam apenas duas raças de homens. Uma de pele branca e outra de pele escura, tendo antepassados “uma raça de deuses que desceram à Terra...”

Conhecimentos hindus: que no meio da evolução dos povos lemurianos vieram seres de outra cadeia planetária mais evoluída.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-201051.gif)  Seres gloriosos. Armond faz uma sequência de perguntas sobre os conhecimentos mitológicos, das lendas pré-históricas sobre a Idade do Ouro, relacionando esse período quando os exilados estavam em capela, já que a Terra era um planeta rude.

Como pergunta conclui também que os Deuses, os Heróis antigos que se revoltaram contra ZEUS, os imortais, filhos dos deuses mitológicos com as mulheres da terra, eram os primeiros capelinos encarnados, considerados como seres sobrenaturais.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-201051.gif)  Lenda dos índios Pahute e mexicanas que mencionam de um deus que se rebelou contra um deus Superior e que foram expulsos do céu, de deuses que andavam pela Terra, de acordo com a lenda asteca.

Outra linha histórica narrada no livro, de Hilarion de Monte Belo, diz sobre sobreviventes do segundo afundamento de Atlântida que vieram para o Mediterrâneo (na futura Fenícia) que com a colonização, nasce uma criança de nome Abel.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-201051.gif)  Era uma comunidade sócio-espiritualista de grande influência no mundo da época, que depois, transferida para uma região entre os rios Tigres e Eufrades.

Abel se destaca pelas suas virtudes morais e de inteligência superior que o levou a direção da Fraternidade Kobda que governava essa comunidade.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-201051.gif)  Tinha uma ameaça que se chamava Caino. Abel era considerado um missionário divino, entre Krisna e Moisés, antecessores de Buda e Jesus.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 13 de Dezembro de 2013, 02:24

[attachimg=1align=center=width=500]

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-441854.gif)  Moisés conhecia a verdade mas estabeleceu o Mito de Adão e a criação de Eva através de uma custela devido a imaturidade espiritual do povo recém salvo do Egito.

Outra inverdade são os fatos de Moisés ser sanguinário.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-441854.gif)  Termina o capítulo concluído que sempre quando um missionário termina sua estadia na terra há uma degeneração das lições no ambiente, com os exemplos de Abel degenerando para a instituição dos Faraós, e com os Flâmines (na Índia), sacerdotes de Krisna.

Gênese Mosaica:

▬  Moisés escreveu cinco livros da bíblia:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-036857.gif)  Gênese,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-036857.gif)  Êxoto,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-036857.gif)  Levítico,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-036857.gif)  Números
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-036857.gif)  E Deuteronômio.

Estudiosos acreditam que os últimos quatro livros foram escritos pelos sacerdotes hebreus e que foram deturpados.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-441854.gif)  O autor menciona que o Gênese é contraditório. Moisés valeu-se de referências de outros povos orientais como os caldeus, persas e hindus, já existentes antes da época que ele viveu.

Também dizem que as tradições foram introduzidas de acordo com a evolução dos hebreus por outros sacerdotes porque os registros do dilúvio e a criação do primeiro casal humano estão em várias culturas.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-441854.gif)  O autor dá alguns exemplos das duplicidades de informações o que levanta indícios sobre os vários autores.

Termina concluindo que os relatos da chegada dos Capelinos à Terra estão bem claros na Gênese, dando credibilidade ao descrito no livro dizendo também que muitos documentos de caráter mediúnico foram guardados por Essen (discípulo).

Seth – O Capelino:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-441854.gif)  Aqui Armond descreve, com bases em referências bíblicas, a Simbologia de Seth, terceiro filho de Adão, geração de espíritos não oriundos da Terra e sim de Capela.

Mais evoluídos, já dotados de conhecimentos espirituais, separando-os no caratê intelectual e moral, desenvolvendo a genealogia de Seth até Noé e não a de Caim, perpetuando o gênero humano depois do dilúvio.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-441854.gif)  A passagem do dilúvio nada mais é do que o juízo periódico de Deus, fins de ciclo evolutivo separando as gerações degeneradas.

Acontecimento que se repetiria em outros tempos (agora) referidos pelo nosso Divino Mestre, no sermão do Monte (Mas ai fica uma pergunta:

▬  Para onde foram os nossos queridos amigos que foram expurgados da Terra naquele período?

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-441854.gif)  Em resumo, aqueles que tinham captado as regras básicas das leis universais para a melhor convivência social daquele período, passaram para o novo estágio da Terra.

A linhagem de Caim sucumbiu-se e de Seth consagrou-se.

Da Descida à Corrupção:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-441854.gif)  Os primeiros capelinos que nasceram na Terra, nas regiões mais mencionadas em capítulos anteriores, não souberam aproveitar seus conhecimentos de uma vida mais perfeita e acabaram se influenciando aos costumes primitivos da época.

Esses gigantes mencionados na bíblia eram os capelinos nascidos com as mulheres terrenas (a explicação das mulheres terrenas são os espíritos que fazem sua evolução no planeta depois da emanação.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-441854.gif)  Em outras religiões a Terra significa Mãe), até confundindo certos autores em literaturas fantasiosas dizendo que o Casamento dos capelinos com as mulheres da Terra primitiva nasciam gigantes e monstros.

Os gigantes existiam antes dos Capelinos porque tudo antes era gigantesco e os Lemurianos e os Atlantes tinham mesmo estaturas elevadas de acordo com fósseis encontrados. Os túmulos pré-históricos eram feitos para gigantes.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-441854.gif)  A governo divino, voltando à contaminação Capelina, tolerou esses acontecimentos dos Capelinos não resistirem às tentações do ambiente da época.

Mas aplicou limitações diminuindo suas vidas em dois terços, colhendo os frutos dos próprios atos (...seus corpos definhariam, como quaisquer outros que abusem das paixões, e seriam pasto de moléstias dizimadoras.).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-441854.gif)  Os de Seth viviam bem mais e os descendentes da corrupção, menos.

Além disso, moralmente trouxe consequências que fizeram com que a Justiça Divina tomasse providências reparadoras para a purificação da Terra.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-441854.gif)  Em vez de trazerem melhorias para o ambiente primitivo, “concorreram para generalizar as paixões inferiores, saturando o mundo de maldade e com agravante de arrastarem na corrupção os infelizes habitantes primitivos, ingênuos e ignorantes...”

Os Expurgos Reparadores:

O grande continente da Lemúria, 1ª Terra ocupada pelo homem afundou-se, levando milhões de seres rudes, vingativos, egoístas e animalizados.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-441854.gif)  Esses homens da Terceira raça, antes de encarnar pela 1ª vez, viviam em corpos etéreos, nos planos espirituais. Não tinham experiência alguma em viver num corpo físico.

Aqui, o autor menciona a instrução que esses espíritos tiveram quanto às forças cósmicas que regem o astro ainda em fase de consolidação, cuja vida, difícil e perigosa, além de orientação sobre a natureza física e outros pontos referentes ao desenvolvimento ainda desconhecido.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-441854.gif)  Eram ainda primitivos, de vida animalizada e selvagem, mais rude que as tribos existentes na Ásia, Austrália e ilhas do Pacífico Sul dos nossos dias.

A ciência oficial não admite que existiu esse continente mas não consegue explicar a existência dos aborígenes na Austrália, seres bem parecidos com os Lemurianos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-441854.gif)  A Austrália tem aspectos e animais semelhantes a aqueles tempos.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 13 de Dezembro de 2013, 02:27

[attachimg=1align=center=width=500]   

O que aconteceu com a terra?

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-860641.gif)  A Ásia se completa, forma-se a Europa, a Ásia Menor e parte da África (sem os desertos, que eram o lago Tritônio). As partes altas que sobraram na região são as ilhas de hoje, ocupadas pelos sobreviventes (Rutas), que também foram ocupar os territórios erguidos.

Assim, começa a formação de povos semi-selvagens na Pérsia e Índia que com o decorrer dos tempos, foram dominados pelos Árias (Quinta Raça) vindos do Ocidente.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-860641.gif)  Na Índia os descendentes dos Rutas formaram a classe dos Sudras (Bramanismo) que depois, uma parte, formou a casta desprezada dos párias, ainda hoje existente.

Outros sobreviventes ocuparam as costas do norte do recém formado continente Africano, constituindo vários povos, negros de pele luzidia (acho que é brilhante).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-860641.gif)  No Plano astral, à determinação de novos cruzamentos humanos no Oriente (planalto do Pamir) para formação de raças mais aperfeiçoadas (confirmado em uma passagem de Emmanuel no livro a Caminho da Luz.

Depois, esses povos vão se deslocando para o sul, ocupando a Pérsia, Caldéia e Palestina, indo até ao Egito, estabelecendo novas civilizações e raças humanas.

Na Atlântida, a Quinta Raça:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-860641.gif)  Com o tempo os prepostos do Cristo já preparavam, no Ocidente, as terras que iriam ser povoadas pelos desencarnados de Capela (Grande Atlântida).

O mundo estava progredindo nessa parte e os sobreviventes da Terceira Raça continuariam a reencarnar nas outras partes do mundo, acompanhando o progresso evolutivo da raça terrena em geral.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-860641.gif)  Mesmo mais evoluídos, sua evolução foi lenta. Não tinham uma conduta melhor. Aqui, o autor discorre parte de um texto de Emmanuel sobre a não integração perfeita do perispírito e do corpo físico.

Também diz sobre um ponto na raiz do nariz, que quando separado (hoje o homem tem bem integrado), dava aos primeiros atlantes a capacidade de penetração nos mundos etéreos, desenvolvendo amplos poderes psíquicos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-860641.gif)  Os homens daquela época não souberam utilizá-los de forma correta e assim os levaram à destruição.

Os últimos atlantes (Poseidônia), após os afundamentos anteriores já tinham esses pontos mais aproximados melhorando mais seus sentidos em geral.

▬  Existiam sub-raças como:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-435706.gif)  Romahals – Pouca percepção e poucos sentimentos em geral mas já davam nome as coisas e utilização sobre elas, desenvolveram a linguagem e memória (interrompidos na Lemúria).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-435706.gif)  Travlatis – desenvolveram a personalidade, adoração pelos antepassados,  chefes e dirigentes.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-435706.gif)  Toltecas – acreditavam em alma dos seres vivos, desenvolveram o respeito aos familiares, tinham governos organizados e administração de nações, formando os modelos da civilização pré-histórica.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-435706.gif)  Os atlantes logo constroem um grande império. Como eram excessivamente orgulhosos predomina-se a rivalidade, as ambições de poder e dominação (como se hoje fosse diferente).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-435706.gif)  Suas notáveis faculdades psíquicas os ajudaram a alimentar essa forma não evolutiva de vida, obrigando a encarnação de vários Missionários do Alto, para intervir e trazer diretrizes melhores para vida social.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-860641.gif)  O autor, de acordo com algumas revelações mediúnicas, o Cristo Planetário encarnou duas vezes na Atlântida (e também na Lemúria) como também mais tarde na Índia como Krisna e Buda e na Palestina como Jesus.

(Outras referências como os livros do Mestre Osvaldo Polidoro também confirma essa passagem).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-860641.gif)  Mas com o triunfo das forças inferiores os grandes conflitos separaram os Atlantes onde parte migraram para outros continentes como os romahals, turanianos, mongóis (agricultores) e travlatis, ocupando as regiões do norte (Ásia e continente Hiperbóreo).

Os que ficaram no Continente (toltecas, semitas e acádios) tiveram grande progresso, mas dominados pelo orgulho e violência, comprometeram a própria evolução, com o afundamento da própria Atlântida.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-860641.gif)  O autor lamenta tais fatos (os afundamentos da Lemúria e Atlântida) serem apenas, em nossos dias, considerados como lendas, mesmo que existam bibliografias de respeitáveis autores da ciência, autenticando a existência dos acontecimentos.

Um documento chamado “O Troiano” encontrado em escavações arqueológicas nos dá indícios do afundamento do Continente, além de migrações de tribos para o sul do México.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-860641.gif)  Desenhos no México também trás a misteriosa pátria origem dos toltecas, astecas (terra Astlan), como também Índios dos Estados Unidos que em tempos remotos, seus antepassados migraram de uma ilha do oriente.

Além de índios de olhos azuis da Venezuela e Peru. O autor também menciona o Popul-vu, literatura da mitologia Maia, como manuscritos troianos, sobre a destruição do continente em duas épocas diferentes (dois afundamentos).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-860641.gif)  A conclusão é que a Atlântida afundou em 8452 a.c. e depois, em 4292 a.c. afunda o restante do continente (chamada de Poseidônis).

Estudos no fundo do mar comprovam os fatos pela lava vulcânica cristalina encontrada e da grande cordilheira no fundo do mar, três mil metros acima do nível médio do fundo do mar.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-860641.gif)  Com esses relatos as inexplicáveis semelhanças do idioma basco com o dos americanos aborígenes, das pirâmides do México e do Egito, já não são mais um mistério.

Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 13 de Dezembro de 2013, 02:30

[attachimg=1align=center=width=500]   

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)  Estudos verificaram que o fundo do Oceano Atlântico está se erguendo lentamente (devo pesquisar isso com muita atenção).

Os atlantes deram extremo valor ao material (período do manvântara, segundo a tradição bramânica).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-002231.gif)  Tinham conhecimentos da metalurgia.
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-002231.gif)  Conheceram muito bem as Leis da Natureza.
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-002231.gif)  Cultivaram a magia negra e outros conhecimentos do submundo.

Os chineses, mongóis e javaneses são na Ásia os remanescentes dos Atlantes.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   O mahatma do Himavat descreve sobre a existência da Atlântida e Lemúria. Assim, com o afundamento, o continente Americano se forma como está hoje.

Parte da África se eleva e o lago existente seca formando o deserto do Saara.  Esse fato é coincido dentro das tradições Maia e Egípcia, além dos escritos de Platão.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   O Afundamento de Poseidônis faz a Quarta Raça ser extinta.

▬  Seus sobreviventes foram os povos:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-002231.gif)  Incas,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-002231.gif)  Maias,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-002231.gif)  Astecas,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-002231.gif)  Os egípcios (norte da África),
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-002231.gif)  Peles vermelhas em geral (América)...

... E os que foram ocupar as costas do continente Hiperbóreo que se destacaram na evolução espiritual do planeta.

A Quinta Raça:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   Os povos Hiperbóreos, remanescentes da Atlântida com as condições climáticas e sucessivos cruzamentos definem a Quinta Raça e última de nossos tempos (raça branca), mais aperfeiçoada, elegante e de traços delicados.

Com o resfriamento dessa região, os habitantes se deslocaram para o sul, no centro do planalto europeu e com o defronte com os povos negros que vinham da África, tiveram que se deslocarem (orientação divina), para não serem extintos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   Rama (primeiro dos grandes enviados históricos do Divino Mestre) é enviado para liderá-los, levando o povo branco para o Oriente, atravessando a Pérsia e invadindo a Índia, desalojando os Rutas primitivos.

Essa raça é também chamada de Árias. Em tempos mais tarde se espalharam para o ocidente, conquistando novamente a Europa, plantanto uma civilização mais avançada que todas as precedentes.

▬  Resumo das Ciinco raças:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-002231.gif)  Primeira: as que viveram astral terreno, sem encarnação (Astralidade).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-002231.gif)  Segunda: espíritos encarnados, mas ainda de aspectos físicos primitivos (semi-astralidade).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-002231.gif)  Terceira: Raça Lemuriana de corpos humanos mais estabilizados biologicamente, acentuada eliminação do resto da astralidade onde se inicia a descida dos capelinos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-002231.gif)  Quarta : Raça Atlante que tinha predomínio à materialidade inferior. Grupos étnicos: romahals, travlatis, semitas, acádios, mongóis, turanianos e toltecas.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-002231.gif)  Quinta: Raça Ariana a mais evoluída biologicamente e de conhecimentos intelectuais avançados. Grupos Étnicos (ordem): indo-ariana, acadiana, caldaica, egípcia, européia.

As Raças são substituídas por etapas e os remanescentes das Terceira e Quarta raças serão extintos nos próximos cataclismos evolutivos. As Raças Seguintes irão se desenvolver na parte da intuição e da sabedoria.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   (O evento da “Ondas Gigantes”, acontecido no começo do ano de 2005, acredito que seja um evento que faça parte dessa eliminação, já que os povos daquelas regiões são descendentes da Terceira Raça. O mapa desenhado no livro localiza o antigo continente lemuriano nesse ponto do Globo).

(No livro História Secreta do Brasil de Vitor Manuel Adrião, há relatos sobre a ocupação humana do território Brasileiro que poderia ter ocorrido a mais de 30.000 anos atrás.

▬  A história oficial nos diz sobre quatro migrações diferentes para a América:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-002231.gif)  Esquimós, vindos do Pólo Norte;
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-002231.gif)  Australiana pelo Pólo Sul atingindo a Patagônia;
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-002231.gif)  Asiática pelo Estreito de Bering atingindo a América do Noerte;
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-002231.gif)  Malaio-Polinésia, navegando das Ilhas da Polinésia até a América Central.

Essas migrações acabaram originando os povos Maisas, os Incas e os Indígenas Brasileiros.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   Também menciona que os povos Americanos, de acordo com o conhecimento Teosófico como Ciência Iniciática das Idades, são descendentes da Raça dos Atlantes onde parte migrou antes dos Cataclismos terrenos e outra parte que migrou devido ás mudanças geográficas.

Menciona ainda que se deslocaram para diversas partes do Globo.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   No livro também está registrado que a Tradição Iniciática das Idades caracteriza a raça Atlânte como a 4ª Raça – Mãe. Equilíbrio do Espírito e a Matéria.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 13 de Dezembro de 2013, 02:34

[attachimg=1align=center=width=500]   

O Dilúvio Bíblico
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-513.gif)  Na Bíblia como em outros documentos das diversas tradições dos povos existentes em todo mundo, há relatado o último expurgo terrestre (dilúvio asiático).

Esse dilúvio representa a invasão da bacia do Mediterrâneo pelas Águas do Oceano Atlântico, quando se rompeu o istmo de Gibraltar, com o afundamento da pequena Atlântida.

▬  São documentos de várias culturas como:

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Persa, 
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Hindus,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Egípcia,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Judaica,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Sumério babilônica,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  E até a cultura chinesa.

Cada documento trás informações coincidentes, diferenciando apenas a forma descrita do fato ocorrido naquela época. Todas falam das águas que cobriram as terras e em muitos, sobre a construção de Embarcações especiais para que uma família se salve da inundação “Arca de Noé”.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-513.gif)  O motivo do evento - pelos códigos esotéricos hindus – foi a forma degradante que as crias do senhor vinham agindo na terra, desconhecendo a existência de Deus e suas atitudes egoístas com os seus semelhantes.

Isso prova que todos os povos do oriente tinham conhecimento dos fatos, apesar do fato ter se transformado em tradição religiosa.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-513.gif)  Mesmo com as contestações sobre o ocorrido pelos motivos dos quais não haveria chuva suficiente para cobrir todo o globo, o autor lembra a hipérbole (exagerada) das narrativas da época.

Armond lembra que isso acontece e se sucede (como na Lemúria e Atlântida)
▬  “Todas as vezes que ocorrem expurgos saneadores do ambiente espiritual planetário, a grande massa pecadora é retirada e somente um pequeno número selecionado sobrevive”.

Jesus nos disse:
▬  “São muitos os chamados, poucos os escolhidos”. Esse evento marca o fim do primeiro Ciclo (mais de ½ bilhão de anos).

Os Quatro Povos:

▬  Da Quinta Raça, depois do último dilúvio, seus povos foram divididos em quatro povos principais (Os exilados por completo):

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Os árias, que dominaram a Índia e depois se deslocaram para Europa, de pele branca.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Os israelitas, que desprezaram a luz e estão até hoje passando pelas provas do senhor. (Estado de Israel, Estados Unidos da América – preciso falar mais?).

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Os hindus, que se formaram do cruzamento com os habitantes primitivos, após o deslocamento dos árias, herdando conhecimentos espirituais avançados.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Os egípcios (primeira civilização), que tinham a mais dinâmica sabedoria – onde Emmanuel relata que “Após deixar o testemunho de sua existência gravado nos monumentos imperecíveis das pirâmides, regressou ao paraíso da Capela”.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Isso quer dizer que o povo egípcio com sua conduta acordada com as Leis Universais, teve a oportunidade de voltarem à sua terra natal.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-513.gif)  A primeira conclusão é que a descendência capelina caso alcance essa conduta poderão alcançar a terra natal.

A Igreja Católica defende o cumprimento das Leis de Deus (os mandamentos) para alcançarmos o Paraíso. Em reunião do Estudo do Evangelho na União Divinista, ouve muita discussão sobre esse grupo que tenha retornado.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-513.gif)  Mas a médium que comandava a reunião do dia 23 de janeiro de 2007, confirmou que ocorreu o fato,

Mas afirmou que foi um grupo excepcional e que o planeta depende muito dos espíritos evoluídos para que a humanidade continue sua evolução, e que essas centelhas continuariam sua evolução em nosso planeta).

A Mística Salvação:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-513.gif)  do Dilúvio Asiático, o segundo Ciclo está centralizado na Figura de Moisés, trazendo ao mundo o estatuto de vida moral para que o homem busque a sua evolução.

▬  Com o passar dos séculos o mundo e a vida se modificam rapidamente:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-513.gif)  A inteligência é usada para o aprendizado, cultivo das terras; desenvolve-se a indústria, a vida social, cidades maiores e mais confortáveis, consolidando assim a razão humana.

A evolução humana liderada pelos capelinos, trazendo seus conhecimentos e estando numa condição melhor que os homens primitivos (ou nativos da terra).

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-513.gif)  As raças da época não puderam se fundir numa só por causa principalmente das diferentes condições morais entre os encarnados fazendo com que homens de bem convivessem com homens brutos e imorais.

Como a Terra é um orbe de expiação, faz com que diversas forças inferiores entrem em choque. Mas todas caminham para a homogeneidade futura. Com a vinda dos exilados a evolução terrestre acelerou. Os capelinos sempre tiveram a recordação do seu orbe natal.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-513.gif)  Tinham a intuição de serem superiores. Na erraticidade, tinham mais clareza na esperança do retorno ao mundo de onde vieram.

Como descrito antes, Cristo prometeu o apoio necessário para a evolução dos novos habitantes da terra.

▬  Sendo assim, enviou periodicamente emissários e mensageiros em épocas diferentes com ensinamentos para aprimorar os homens à apressarem seus resgates, como:

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Fo-hi,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Rama,   
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Platão
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Orfeus,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Hermes,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Sócrates,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Confúcio,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Pitágoras,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Zoroastro.

▬  Os mais conhecidos da história do Ocidente, em suas diferentes representações como:

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Juno,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Buda,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Numu,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Anfion,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Krisna, 
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Moisés,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  Antúlio,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_8.gif)  E finalmente Jesus Cristo.

Jesus, quando esteve encarnado conhecia bem as iniciações e o profetismo em geral.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-513.gif)  Sabia muito bem o que os enviados tinham feito e por isso nunca se deixou enganar. Pena que os textos foram adulterados por Roma.


(http://www.gifs-animados.net/seta/set60.gif)   


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 13 de Dezembro de 2013, 03:03


[attachimg=1align=center=width=500]   

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1419.gif)Esse retorno ao mundo de onde vieram ou o Paraíso é a salvação determinou como regra para o estabelecimento das diversas doutrinas religiosas e filosóficas de nosso mundo.

Como destaque, temos o povo descendente de Abraão, na Gênese de Moisés que revela a queda do 1º homem do paraíso e a maldição de toda a sua descendência.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1419.gif)Com as condições terrestres o sofrimento do homem encarnado estruturou a procura de se alcançar o paraíso e a salvação.

Todos se convenceram depois que só alcançariam através de uma ajuda sobrenatural. Isso queria dizer sobre o messias que viria à Terra e os levassem para o caminho da salvação.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1419.gif)Esse messias era Jesus que depois de Moisés ter nos presenteado com os 10 mandamentos, Jesus vinha aplicá-lo, sendo o exemplo que deveremos seguir.

Na erraticidade, os homens eram orientados. Mesmo assim não tiveram vitória com a própria intuição pois, influenciados nessa vibração, os homens se deixaram levar por agentes manipuladores que criaram cultos religiosos exclusivistas e ritos evocativos.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1419.gif)Os hebreus foram além, adotando uma forma mais radical e particular, considerando-se um povo escolhido por Deus para alcançar o paraíso prometido. Adotaram através da submissão, obrigações de sacrifícios com sangue de homens e animais para apaziguar os “Deuses”.

Aqui fica meu comentário que se estende desde quando tive conhecimento desses atos lendo os relatos da Bíblia: Deus, nosso princípio que emanou a todos e que através de suas leis e diretrizes, nunca levaria suas centelhas divinas para tais barbáries.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1419.gif)O Cristo Planetário prometeu o apoio para a caminhada evolutiva e essas regras ferem os Dez Mandamentos. Por isso, acredito que essas obrigações inventadas em nome de Javé propagou o atraso de todos ao resgate evolutivo.

Isso vem acontecendo até hoje. Além disso, os cristãos consideram que os pecados dos homens foram resgatados por Jesus, no Calvário pelo preço do sangue.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1419.gif)Quer dizer que agora nós não precisamos mais nos preocupar com a nossa evolução. Jesus a resolveu e agora é só ser Cristão da Igreja Católica ou Evangélica e tudo certo. Absurdo isso!!!

Aqui, o autor declara que todos, na época, não compreendiam que a evolução dependia de cada um, através da conquista de virtudes enobrecedoras, tendo sentimentos de renuncia e humildade.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1419.gif)Quer dizer. As provas foram colocadas para todos estarem sobre influência da lei absoluta de Deus onde cada um colhe os frutos das próprias obras.

Todos acreditavam que o salvador não poderia nascer através do contato carnal de um homem e uma mulher.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1419.gif)Ficaram convencidos que o Salvador nasceria de uma virgem e de forma sobrenatural. Isso acabou sendo regra na Índia onde todos os avatares divinos nasceram de uma virgem como também na China, na Pérsia e até as nações nativas Ameríndias.

A Tradição Messiânica:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Complementando o capítulo anterior, Armond trás inúmeros trechos de documentos de diversas culturas, profetizando a vinda do Salvador da humanidade.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Os Tibetanos esperavam um herói. Sabiam que seria concebido de uma virgem e que depois, seria maltratado e desacreditado pelo povo onde nasceu.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Confúcio previu a vinda do Salvador 500 anos antes. Suas palavras foram registradas e depois do nascimento de Jesus, chega a notícia a esse país muito além do tempo da época da crucificação.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Na Índia, no Barta-Chastran, estava registrado que “em breve nasceria um brama...”

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  A mais de 3.000 a.c., o primeiro Zoroastro, na Pérsia deixou registrado o nascimento, orientando a seguir a estrela para que o encontrasse para adorá-lo e ofertar presentes.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  No Egito, na pirâmide de Gizé, seu nascimento foi registrado em hieroglíficos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Platão registra no Prometeu de Ésquilo – “Virtuoso até a morte, Ele passará por injusto e perverso e, como tal, será flagelado, atormentado, e, por fim posto na cruz”

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Os hebreus foram os que mais anunciaram a vinda do Messias. Encontramos narrações nos livros de Jô (19:25), Isaías (7:14) (9:1-2) 52:14) (53 4-9) (53:12), Jeremias (23:5-6), Miquéias (5:2), Zacarias (9:9-10) (12:10-11), Davi (Sl, 110:2-6) (Sl 22:11), Salmo 72, Daniel (9:24-25), Malaquias (3:1-2).

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Os documentos continham a profecia da vinda do Redentor, nascendo de uma virgem em Jerusalém para tirar o povo das Trevas, dos erros contínuos, levando sua mensagem para todo o mundo. Também está descrito que sua morte seria de forma amarga e indigna.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  O Capítulo trás também registros das sibilas dos templos pagãos dos gregos, romanos, egípcios, caldeus e persas.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Elas também relatam a vinda do Redentor com exatidão em seus registros e como todos os outros, elas foram cumpridas, comprovando a relação direta do plano espiritual com os encarnados em todos os lugares do planeta. (Aqui, não há relatos dos povos primitivos ameríndios sobre a vinda de Jesus).

E o Verbo se Fez Carne:

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1302.gif)  Como os profetas já haviam previsto o nascimento e até o local onde seria, a expectativa estava dentro de todos.

Na época do nascimento, Roma, império governado por Augusto era o país do mundo até então, tinha conquistado todas as nações conhecidas do velho mundo, com suas legiões invencíveis e comandadas por César.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1302.gif)  Estavam num momento de glórias, onde o bem estar da população florescia. Desenvolvia-se a arte, a literatura, as diversões nos grandes anfiteatros.

Mas nessa atmosfera de alegria, as intuições inspiravam à ansiedade de que algo extraordinário aconteceria. As profetisas, os oráculos e os adivinhos eram muito procurados e até Virgílio escreve em profecia de que os tempos da vinda do Verbo Exemplar estão chegando.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1302.gif) Na época em que César ordena o censo populacional de todo seu império, chega o grande dia. O Carpinteiro de nome José e sua esposa saem da vila de Nazaré, na Galiléia e segue para Jerusalém.

No meio do caminho o grande fato da história espiritual do mundo aconteceu. Jesus nasce no desconforto de um estábulo. Já no nascimento, dá exemplo edificante de humildade e de desprendimento.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1302.gif) Aquele predito por todos vem ao mundo em um lugar simples e ignorado por todos. E seu evangelho seria assim pregado, de forma simples, renunciando o luxo e as regalias do mundo.

Quer dizer:
▬  A estrela que deveria ser seguida se acendeu; Cristo vem até nós para dar o exemplo.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1302.gif)  Interessante essa parte que merece um estudo mais aprofundado do significado, já que hoje estamos na era de aquário.

Sol estava em peixes marcando o encerramento do ciclo que teve início com a depuração espiritual do mundo, após a comunhão de espíritos do céu e da terra, a queda de uns servindo à elevação de outros, visando à unidade, que é a consumação fundamental da criação divina.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1302.gif)  Marcou a abertura do ciclo do comportamento dos homens em acordo com os ensinamentos trazidos pelos seus enviados, exemplificado por ele próprio para que todos se desenvolvessem em bases morais, mais sólidas e perfeitas.

Cumpriu-se assim a promessa de Jesus no auxílio dos capelinos e dos primitivos nesse mundo.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 13 de Dezembro de 2013, 03:06


[attachimg=1align=center=width=500]   

A Passagem do Milênio
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-245.gif)  A sociedade não aproveitou os ensinamentos de Jesus que deturpados e desprezados, tomou outro rumo, desviando - se para caminhos maus, se perdendo nas sombras da maldade e do crime.

Os degredados e seus descendentes novamente se entregaram às paixões terrenas. A mistura dos capelinos com os primitivos não gerou o efeito desejado.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-245.gif)  Muitos vivem se destruindo em diversas formas e outros vivem em condições lamentáveis na ignorância da finalidade evolutiva.

Estamos vivendo o mesmo descrito na Gênese (Gn, 6:5) de Moisés:
▬  “E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra”.

O final desse ciclo é o momento em que Cristo pede as contas. Em Jô (Jô, 5:22,26-27) está assim:
▬  “O Filho do Homem será o Juiz. Pois, como o Pai tem em si mesmo a vida, concede também ao Filho possuir a vida em si; igualmente deu-lhe o poder de julgar, porque é Filho do Homem.”

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-245.gif)  Armond, diz que Ele não vai viver novamente encarnado no planeta, mas estará presente ou ausente em nossos corações.

Essa época em que estamos passando é um dos momentos para a depuração do planeta e assim, haverá o expurgo do orbe planetário, onde os bons moralmente:
▬  "Já são incapazes de ações criminosas conscientes.

▬  Os que tiverem dominado os instintos da violência:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Pela paz; do egoísmo,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Pelo desprendimento; da ambição,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Pela renúncia; da sensualidade, pela pureza...

... Todos aqueles, enfim, que possuírem em seus perispíritos a luminosidade reveladora da renovação, esses passarão para a direita:
▬  "Ficarão na nova Terra".

Os demais passarão para a esquerda:
▬  "Serão relegados a mundos inferiores afins, onde viverão imersos em provas mais duras e acerbas, prosseguindo na expiação de seus erros, com os agravos da obstinação.”

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-245.gif)  Irão também ajudar outros povos à evoluir mais rapidamente, como os Capelinos, que ajudaram os terráqueos na sua evolução. Serão os filhos de Deus ou anjos decaídos em mundos menos evoluídos que o nosso.

O autor explica a passagem em Mateus quando diz:
▬  “Em verdade, vos digo que não passará esta geração sem que todas essas coisas aconteçam”.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-245.gif)  Significa que todas as raças do Planeta não ocuparão mundos melhores antes que todos os erros sejam redimidos, fazendo os espíritos imperfeitos ocuparem outros mundos e ao mesmo tempo, a imigração de espíritos de outros orbes para este. (gostaria de entender melhor esses espíritos que migram de outros orbes para esse planeta)

As crianças diferentes de todas que nasciam aqui irão participar desse período de transição. Muitos espíritos Missionários estão descendo à Terra para auxiliar os seres do planeta nesses últimos dias de sofrimentos coletivos.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-245.gif)  Bom, posso considerar como missionários ou espíritos de outros orbes também, os extraterrestres que estão fazendo a varredura dos campos etéreos e que também estão se materializando entre nós?

Nos Evangelhos estavam escritos que os tempos se aproximavam. Agora os espíritos dizem que os tempos estão chegados.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-245.gif)  Essas informações chegam de forma uniforme em vários lugares ao mesmo tempo, como sucedeu nos tempos da Codificação, provando a ordenação de caráter geral vinda dos Planos superiores.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 13 de Dezembro de 2013, 03:21


[attachimg=1align=center=width=500]   

O sol, já entrou no signo de Aquário
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Signo de luz e de espiritualidade que governará o mundo não mais permitindo que a imperfeição domine entre todos. Será iniciado pelos espíritos da Sexta Raça e terminado pelos da Sétima, transformando-se em mundo de expiação para mundo de regeneração.

A nossa meta é alcançar a Cristificação, sublime expressão espiritual em sintonia com o Evangelho. Estamos passando para a fase onde quem irá nos comandar não é mais o cérebro, manipulado pelas influências imperfeitas da maldade terrestre e sim o coração, que será a chave através do amor para a finalidade da eternidade.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Devemos todos prestar mais atenção no Evangelho porque serve para todas as épocas. Tudo nele se aplicou na época em que foi escrito e se aplica em nossos tempos.

Apesar de estar mencionado sobre a formação de um cometa de uma erupção de Júpiter ou ruptura de um de seus setores, cientistas não acreditam nessa tese, apesar de muitos sustentarem a colisão de um cometa no planeta (nota da editora), o que levou à impressionantes cataclismos, levando à extinção de muitas espécies.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  A Terra além das mudanças com os eventos catastróficos, inverteu sua rotação do ocidente para o oriente.

O cometa também fez com que a órbita de Marte ficasse próxima da órbita terrestre, fazendo (agora outra hipótese) com que Marte passasse tão perto que provocou outros eventos.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  A Terra estabilizou, mas muitos registros dizem que esses eventos irão acontecer novamente. E avisam que antes dos eventos acontecerem, seremos alertados com as mudanças do comportamento dos povos onde nações irão entrar em guerra, muitos passarão fome, diversos terremotos acontecerão.

▬  João no apocalipse diz sobre tremores de terra, da escuridão do sol e de mudanças da geografia atual:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Gula,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Fome,   
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Traição,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Luxuria,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Orgulho,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Guerras,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Egoísmo,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Furacões,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Ganância,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Terremotos,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Tempestades,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Mudanças no clima,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Governos corruptos,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Chuvas fora de época,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Pensamentos maldosos,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Ondas gigantes inundando ilhas e matando milhares de pessoas,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Temperaturas oscilando com variedade maior num período menor, até mesmo acontecendo no mesmo dia...

... E outras palavras de que não me lembro já fazem parte de nossos dias sem qualquer restrição.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Profecias sobre os acontecimentos de nossa época estão registradas bem antes da vinda de Jesus em: Joel (3:15-16), Malaquias (3:16-18), Isaías (24:17-23), Pedro (3:12)...

Falam dos tremores de terra, a falta de luz do sol, a separação através dos registros cármicos, entre os justos e os ímpios, a Chamas e esfriamentos – cientista acreditam na volta dos glaciários. Na maioria das profecias, incluindo o sermão profético de Jesus, referem a alterações no funcionamento do Sol e da Lua.

▬  Nostradamus deixa seus registros em detalhes impressionantes:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Fala do aparecimento de um novo corpo celeste nas regiões nortes do planeta, com eclipse do sol sucedendo um tenebroso verão, que depois irá fazer parecer dois sóis, seguidos de grande dilúvio.

Mudanças na translação da Terra e na cor da lua que não mais aparecerá na cor branca e sim escura (qual o irmão da lua na cor da ferrugem?).

A inclinação terrestre se desfará, fazendo com que os pólos se alinhem a 0º, na posição vertical (hoje a terra tem sua rotação com o eixo inclinado à 23º e 28’). Outra mensagem mediúnica do Ramatís do livro Mensagens do Astral também aborda os acontecimentos, indo mais além:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Comenta sobre o planejamento do funcionamento dos sistemas siderais em todas as esferas por grandes sábios. Abrangendo desde os orbes, sistemas e galáxias. A supervisão dos sistemas e orbes é feita por espíritos das esferas crísticas, conhecidos como Senhores de Mundos.

E que os períodos de expurgo estão dentro desse planejamento imenso, onde nesse período, aumenta a intensidade física e emocional da vida dos espíritos, de baixo teor vibracional, refletindo na aura própria do orbe e nos planos espirituais.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Estamos nesse período e o expurgo terá o auxílio de um astro de 3.200 vezes o tamanho da Terra (não confirmado pela ciência) que num determinado momento irá fazer com que seu eixo, através da força magnética, promoverá a verticalização do eixo, provocando “maremotos, afundamento de terra, elevação de outras, erupções vulcânicas degelos, inundações, alterações atmosféricas e climáticas, fogo e cinzas, terror e morte por toda a parte.

(Comento aqui que em um desses maremotos, no qual ocorreu o Tsunami ou evento das ondas gigantes, os jornais noticiaram que o eixo da Terra tinha mudado sua inclinação, mas de forma imperceptível, alguns centímetros).

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Também sugará todos os espíritos da Crosta, do Umbral e das trevas. Espíritos de mesmo teor vibracional (ou de nível vibracional compatível ao corpo celeste).

Os pólos se tornarão habitáveis e seus novos habitantes serão de espíritos mais evoluídos. A paz, a segurança, a serenidade e a confiança desapareceram, substituídas pelo ódio, temos angústia, devido à influência da vibração negativa sobre a terra.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Apenas 1/3 da humanidade se encontrará encarnada onde bilhões serão atraídos para esse planeta. De acordo com revelações mediúnicas, o começo desse período crítico se deu em 1984 dias de muitas enchentes e secas, confirmando e desiludindo os que não acreditavam nessas datas.

E a ciência também relatava na época da redação do livro que acontecimentos estavam previstos para 1983, sobre o alinhamento dos planetas, no meio astrológico e astronômico, e na mídia em geral.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  O Clima, no fim do século estará mais quente (o que ocorre hoje), fazendo com que as calotas polares diminuam, conclusão de cientistas russos. (Já vi em documentários ou noticiários sobre o assunto de que o gelo dos pólos estão derretendo.)

Em Lucas está escrito:
▬  “Quem estiver no telhado não desça à casa e quem estiver no campo não volte atrás” (Lc 17:31)

Com as confusões, a Terra estará entregue ao caos e muitos desejarão a morte.

Fontes:

A Matéria, de acordo com o Evangelho Eterno e Orações Prodigiosas, é Essência Divina, Luz Divina, Energia, Éter, Substância, Gás, Vapor, Líquido, Sólido. Em qualquer nível de apresentação é ferramenta do espírito filho de Deus).

Resumo do livro "Os Exilados de Capela" - Edgard Armond.
Editora Aliança (1ª Publicação em 1951)




Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 16 de Dezembro de 2013, 00:33
 

[attachimg=1align=center=width=500]   

“Os Mundos Habitados”
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-388.gif)  Vivemos tão centrados em nós mesmos – com preocupações, expectativas, busca de prazeres terrenos – que nem nos damos conta do Universo que nos rodeia!

(http://i5.photobucket.com/albums/y191/regianeol/Mar/gif_64_01.gif)  Você já parou para admirar o céu numa noite estrelada?
(http://i5.photobucket.com/albums/y191/regianeol/Mar/gif_64_01.gif)  Já penetrou no espaço através de um telescópio?

Milhões e milhões de pontinhos brilhantes resplandecentes na escuridão...

(http://i5.photobucket.com/albums/y191/regianeol/Mar/gif_64_01.gif)  Seria, a Terra, o centro do Universo?
(http://i5.photobucket.com/albums/y191/regianeol/Mar/gif_64_01.gif)  Ou ela é mais um desses pequenos pontos do Cosmo?
 
Os pés em solo terrestre nos dão firmeza e segurança em nossa caminhada. Olhando daqui da Terra, essa é uma grande verdade!

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-388.gif)  Através da gravidade, nos sentimos ancorados. Porém, a ciência nos ensina que tudo depende do ponto de vista.

Olhando lá do Espaço, nada está parado, mesmo sem que a gente perceba! A Terra gira em seu próprio eixo e viaja em torno do sol... A lua reverencia a Terra em sua ronda solitária...   

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)  Asteroides,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)  Sistemas planetários...
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)  Tudo está em constante movimento!

(http://i5.photobucket.com/albums/y191/regianeol/Mar/gif_64_01.gif)  E será que o homem pisou, mesmo, em solo lunar?
(http://i5.photobucket.com/albums/y191/regianeol/Mar/gif_64_01.gif)  Ou, como muitos acreditam, tudo não passou de efeitos especiais hollywoodianos?

Viajemos no Espaço através das revelações dos Espíritos a Kardec.

1º-) Com tantos planetas espalhados na imensidão, será a terra o único mundo habitado?

(Questão 55 L.E.)
(http://i5.photobucket.com/albums/y191/regianeol/Mar/gif_64_01.gif)  Todos os globos que circulam no espaço são habitados?

Resposta:
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-388.gif)  Sim, e o homem da Terra está longe de ser, como pensa, o primeiro em inteligência, bondade e perfeição.

Entretanto, há homens que se julgam superiores a tudo e imaginam que somente este pequeno globo tem o privilégio de ter seres racionais. Orgulho e vaidade! Acreditam que Deus criou o Universo só para eles.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-388.gif)  Se acreditarmos que só existem seres vivos na Terra, estaremos colocando em dúvida a sabedoria de Deus, que não faz nada inútil.

Vamos refletir.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Dezembro de 2013, 03:04


[attachimg=1align=center=width=500]   

Por que o nosso planeta teria esse privilégio?
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-129.gif)  Se buscarmos, na ciência, as evidências da posição da Terra e suas características físicas em relação à quantidade imensurável de planetas existentes.

Identificaremos o nosso acanhado mundo gravitando entre uma infinidade de globos de nosso sistema solar.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1660.gif)  O nosso sol entre milhões de sóis de nossa Via Láctea,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1660.gif)  A nossa Galáxia entre os diversos Sistemas Galácticos...

▬   O que tornaria o homem terreno tão especial assim, para habitar o foco central do universo?

▬   Caminhando presos ao solo, e olhando para o céu infinito, percebemos:

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1660.gif)  O quanto nossa constituição física é frágil;
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1660.gif)  O quanto o nosso conhecimento é limitado; 
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1660.gif)  O quanto somos dependentes do trabalho físico;
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1660.gif)  O quanto ainda carregamos uma personalidade egoísta, infeliz, insegura;
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_1660.gif)  E o quanto ainda necessitamos desenvolver as nossas habilidades psíquicas.
 
Analisemos, no Novo Evangelho, as palavras de Jesus:
▬   "Sabendo que era chegada a hora de sua partida, Jesus, para dar conforto aos corações de seus discípulos, lhes disse":



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Dezembro de 2013, 03:07


[attachimg=1align=center=width=500]   

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3219.gif)  "Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito.Vou preparar-vos lugar."(João 14:1-2)

Assim, nos é possível entender que o Mestre se refere ao Universo como “a casa do meu Pai”; e “às muitas moradas”, os diferentes mundos existentes no espaço infinito.
 
▬  Os demais planetas têm as mesmas características físicas que a terra?

Resposta: A Astrofísica, que estuda as características dos diversos planetas, já identifica diferenças, apresentando o cálculo de suas massas, movimento, composição química, luminosidade, condições atmosféricas...

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3219.gif)  Os Espíritos esclarecem a Kardec que a constituição física dos diferentes globos não se assemelha em nada, principalmente quanto ao aspecto fluídico da matéria que se apresenta mais denso ou mais etéreo, conforme o grau de progresso do orbe.

Os Espíritos esclarecem a Kardec que a constituição física dos diferentes globos não se assemelha em nada, principalmente quanto ao aspecto fluídico da matéria que se apresenta mais denso ou mais etéreo, conforme o grau de progresso do orbe.

(Questão 57 L.E.)
Como a constituição física dos mundos não é a mesma, podemos concluir que os seres que os habitam têm corpos e uma organização diferente?

Resposta:
Sem dúvida, como entre vós os peixes são feitos para viver na água e os pássaros, no ar. Se nunca tivéssemos visto um peixe, acharíamos estranho um ser vivente habitando a água... 

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3219.gif)  Da mesma forma, nos é difícil imaginar a existência de seres extraterrestres habitando ambientes constituídos por elementos que nos são desconhecidos.

Há muito a ser investigado pela ciência.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Dezembro de 2013, 03:25



[attachimg=1align=center=width=400]   

Kardec argumenta:
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3532.gif)  Não vemos, na Terra, longas noites polares iluminadas pela eletricidade das auroras boreais?

O que há de impossível em que, em certos mundos, a eletricidade seja mais abundante do que na Terra e tenha aplicações e funções, cujos efeitos não podemos compreender?

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3532.gif)  Esses mundos podem, portanto, conter em si mesmos as fontes de calor e de luz necessárias aos seus habitantes."

▬  Qual a finalidade dos diversos mundos?

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3532.gif)  Servir de morada aos Espíritos – encarnados e desencarnados, proporcionando-lhes a evolução.

Deus a tudo criou por sua vontade. E a nossa pequena compreensão ainda não nos permite penetrar no princípio de todas as coisas.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3532.gif)  Porém, é importante sabermos que todos os globos são destinados aos planos divinos e regidos por suas perfeitas Leis Naturais; entre elas, a Lei do Progresso que conduz os mundos a progredirem materialmente à medida que seus habitantes evoluem moral e intelectualmente.

▬  Existem categorias de mundos?

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3532.gif)  Há mundos inferiores, mundos intermediários e mundos superiores. Nos mundos inferiores, a existência é toda material, reinam soberanas as paixões, sendo quase nula a vida moral.

À medida que esta se desenvolve, diminui a influência da matéria, de tal maneira que, nos mundos mais adiantados, a vida é, por assim dizer, toda espiritual.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3532.gif)  Nos mundos intermédios, misturam-se o bem e o mal, predominando um ou outro, segundo o grau de adiantamento da maioria dos que os habitam.
▬  “O Evangelho Segundo o Espiritismo” (E.S.E.) – Cap III – itens 3 e 4

O que caracteriza um planeta é o grau de adiantamento ou de inferioridade de seus habitantes.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3532.gif)  Apesar de não haver uma escala absoluta, os Espíritos os classificaram em:
▬  “O Evangelho Segundo o Espiritismo” – E.S.E. – Cap. III – itens 8 a 18)



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Dezembro de 2013, 18:03


[attachimg=1align=center=width=500]   

Mundos inferiores Ou Mundo Primitivo

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3566.gif)  A primeira fase dos planetas habitados. Servem de morada para as primeiras encarnações dos espírito. Podemos comparar estes planetas à Terra na pré-história até o começo da civilização humana como conhecemos.

Neste tipo de mundo não existe nenhuma vida moral, vivendo aí o homem como vivem os animais, só preocupado com a satisfação das suas necessidades materiais.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3566.gif)  A ignorância domina totalmente sobre o conhecimento e a moral. O Homem não é punido, portanto, sempre, ou completamente na sua existência presente, mas jamais escapa das consequências de suas faltas.
 
▬   As características de seus habitantes:
 
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3566.gif)  Revestem a forma humana, com as características apropriadas àquele mundo, mas sem beleza, na condição de raças selvagens ou de nações bárbaras onde a força bruta é a única lei.

Movidos pelos instintos, não esboçam qualquer sentimento de delicadeza ou de benevolência, nem as noções do justo e do injusto. Carentes de indústrias e de invenções, passam a vida na conquista de alimentos.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3566.gif)  No fundo das trevas de sua inteligência adormece, em estado latente, a vaga intuição, mais ou menos desenvolvida, de um Ente Supremo (Deus).

Esse instinto é suficiente para torná-los superiores uns aos outros e para lhes preparar a ascensão a uma vida mais completa.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3566.gif)  Destinados às primeiras encarnações da alma humana. Todos os Espíritos iniciam em mundos primitivos e estão destinados a alcançar os mundos de perfeição.

A Terra já foi um mundo primitivo, onde muitas almas atingiram o patamar de humanização – onde o “princípio inteligente” alcançou a fase hominal de sua evolução.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Dezembro de 2013, 18:31


[attachimg=1align=center=width=500]   

Mundos Intermediários
Ou Mundos de Expiação e Provas
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3557.gif)  É a situação atual do nosso planeta, onde predomina o mal que nos oferece o exemplo de um dos tipos de mundos expiatórios. Os espíritos têm que lutar ao mesmo tempo contra a perversidade dos homens e a inclemência da natureza.

O mal predomina sobre o bem, e consequentemente o sofrimento predomina sobre a felicidade. Os espíritos aí encarnados têm que expiar, ou seja, consertar erros do passado, de outras encarnações, e ao mesmo tempo passar por provações, cujo objetivo é fazer evoluir as qualidades do coração e da inteligência.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3557.gif)  É a situação atual do nosso planeta, que nos oferece o exemplo de um dos tipos de mundos expiatórios. Os espíritos têm que lutar ao mesmo tempo contra a perversidade dos homens e a inclemência da natureza.

O mal predomina sobre o bem, e consequentemente o sofrimento predomina sobre a felicidade. Os espíritos aí encarnados têm que expiar, ou seja, consertar erros do passado, de outras encarnações, e ao mesmo tempo passar por provações, cujo objetivo é fazer evoluir as qualidades do coração e da inteligência.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3557.gif)  Expiações: toda dificuldade, problema, doenças provenientes de atos errados que fizemos em uma vida passada. Pois para toda ação existe uma reação, e para uma ação ruim vem uma reação ruim em forma de sofrimentos e dores.

Nós nem sempre recebemos estas reações na mesma vida que praticamos o erro, então elas ficarão para o resgate em uma próxima reencarnação. É assim que age a justiça divina, que tem o objetivo maior de ensinar e nunca de castigar.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3557.gif)  Provações: são situações que passamos e que têm a finalidade de exercitar a nossa inteligência, paciência e a nossa resignação.

Não têm, necessariamente, nada a ver com atos que fizemos em outras encarnações, mas sim, são frutos de atitudes que tomamos ou deixamos de tomar nesta existência.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3557.gif)  São também frutos das atitudes dos outros com quem somos colocados a conviver nesta vida. Por isso que é necessário compreendermos o que estamos fazendo aqui para aceitarmos melhor as pequenas alfinetadas diárias que a vida nos oferece, e que visam nos educar.

Um mundo que possibilita aos Espíritos primitivos seu adiantamento e, aos exilados, o resgate do mundo superior que deixaram para trás. Hoje, a Terra é um mundo de expiação e provas, caminhando para a sua ascensão evolutiva.

▬  As características de seus habitantes

Aqueles a quem chamamos de raças selvagens são Espíritos que apenas saíram da infância espiritual e que estão se educando e aprimorando-se em contato com Espíritos mais avançados, através de:

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3365.gif)  Fé
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3365.gif)  Amor,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3365.gif)  Provas
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3365.gif)  Paciência,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3365.gif)  Tolerância,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3365.gif)  Perseverança,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3365.gif)  Para que possam se depurar e adquirir mais virtudes.

Outros já realizaram progressos intelectuais e morais.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3557.gif)  Porém, migrados de mundos que alcançaram maior evolução – não acompanhando-lhes o progresso, “expiam” sua inferioridade moral no meio de Espíritos mais atrasados do que eles com a missão de desenvolver-lhes.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Dezembro de 2013, 18:57


[attachimg=1align=center=width=500]   
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3769.gif)  No Livro “A Caminho da Luz” – psicografado por Chico Xavier, o Espírito Emmanuel nos conta sobre a transmigração ocorrida dos exilados de “Capela” para a “Terra”, entre os povos primitivos que aqui habitavam.

Esse planeta – Capela – da Constelação de Cocheiro, de grandes afinidades com o globo terrestre, teria atingido o ponto máximo de um de seus ciclos evolutivos.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3769.gif)  Alguns milhões de Espíritos rebeldes, não acompanhando essa evolução, necessitariam reencarnar num planeta que lhes pudesse oferecer os meios de progredir.

Para, depois, retornarem ao mundo perdido, realizando, na dor e nos trabalhos penosos, as grandes conquistas do coração e impulsionando o progresso dos povos primitivos que habitassem o novo planeta.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3769.gif)  Foi assim que Jesus, como governador da Terra, recebeu aquela multidão de seres sofredores e infelizes, envolvendo-os em sua misericórdia infinita, prometendo-lhes auxílio e sua própria vinda no porvir.

Dividiram-se em quatro agrupamentos, dando origem à raça branca ou adâmica na Terra: o grupo dos árias, a civilização do Egito, o povo de Israel e as castas da Índia.
                                                                       
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3769.gif)  Aqueles que constituíram a civilização egípcia foram os que mais se destacaram na prática do bem e no culto da verdade, pois possuíam menos débitos perante as leis divinas.

Traziam, no íntimo, a lembrança das experiências na pátria distante e dos afetos lá deixados.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3769.gif)  Foi esse sentimento a base de suas organizações religiosas. Perpetuaram, nas pirâmides, seus avançados conhecimentos e regressaram ao mundo que os aguardava.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Dezembro de 2013, 19:34


[attachimg=1align=center=width=400]   

Mundo de Regeneração

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ryby-69.gif)  Servem de transição entre os mundos de expiação e provas para os mundos felizes. É o próximo passo evolutivo em que a Terra passará e esta transição parece que está próxima.

É a reconstrução da sociedade sobre novos valores morais, em que o objetivo maior será a satisfação das necessidades básicas do ser humano.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ryby-69.gif)  O bem predomina sobre o mal, e os espíritos do nosso planeta que não estiverem prontos para esta transição serão conduzidos para outros planetas, que estiverem na mesma fase atual da Terra, onde continuarão a sua evolução.

Nos quais as almas que ainda têm o que expiar aspiram novas forças, repousando das fadigas da luta. São mundos onde habitam Espíritos arrependidos que encontram a calma e o descanso para acabar de se depurar.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ryby-69.gif)  Santo Agostinho nos conta que nos mundos regeneradores não existe a perfeita felicidade, mas a aurora da mesma.

Todos aqueles que alcançaram o merecimento para habitar esses mundos, se não vencerem o mal que ainda os instiga, podem ser destinados, novamente, a mundos de expiações.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ryby-69.gif)  Nesses mundos, os homens ainda são falíveis e o mal não perdeu totalmente a sua força. Os homens ainda estão sujeitos à matéria, sensações e desejos, mas livres das paixões desordenadas.

▬  Não há:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Ódio;
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Inveja,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Orgulho,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  O amor prevalece.

A sociedade vive em equilíbrio, mas ainda há provas a suportar, sem as angústias dolorosas da expiação. Sente-se participante e colaborador do Pai e confiante, esforça-se mais e mais no bem estar de todos.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ryby-69.gif)  Procuram seguir as leis de Deus e vislumbram a vida futura. Compreendendo a continuidade da vida, sentindo o amor crescendo dentro de si, sua percepção espiritual se amplia e ele antevê o futuro, colocando-se acima dos horizontes materiais.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Dezembro de 2013, 19:39


[attachimg=1align=center=width=450]

Mundos Felizes
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2087.gif)  Onde o bem supera muito a ignorância. Nestes mundos, a felicidade dos espíritos encarnados supera em tudo o que compreendemos dela no nosso planeta.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2087.gif)  A ciência e a tecnologia atingem patamares inimagináveis.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2087.gif)  Não existirá mais doenças, mortes prematuras, guerras, pestes, fome e tudo o que seja fruto do egoísmo e do orgulho.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Dezembro de 2013, 20:06



[attachimg=1align=center=width=500]   

Mundos Superiores Ou Mundo Ditosos
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2199.gif)  Onde o bem sobrepuja o mal. Habitações de Espíritos depurados, onde exclusivamente reina o bem.

Morada dos espíritos purificados, onde o bem reina e a ignorância não existe. São as últimas etapas reencarnatórias dos espíritos.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2199.gif)  É tão difícil que compreendamos a felicidade nesses mundos, pois sendo ainda inferiores, só experimentamos dores e misérias e ainda não conseguimos imaginar o que não conhecemos.

À medida, porém, que nos elevamos e depuramos os nossos sentimentos, o horizonte de nossa compreensão se estende. Assim, podemos vislumbrar o bem que nos espera e o mal que deixamos para trás.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2199.gif)  Para Deus, não há mundos privilegiados; todos partem do mesmo ponto e se tornam mais adiantados na proporção do esforço dos Espíritos que os habitam.

O trabalho promove o progresso moral e intelectual de um orbe, enquanto que a inatividade produz séculos de estagnação e sofrimento.
                           
▬  As características de seus habitantes:

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2199.gif)  A forma corpórea dos seres inteligentes é sempre a humana, mas embelezada, aperfeiçoada e purificada, sem a materialidade terrestre e sem a necessidade das doenças e deteriorações que a matéria provoca.

O homem não procura elevar-se acima do homem, mas acima de si mesmo, aperfeiçoando-se. Conservam, a seu grado, os traços de suas existências anteriores e se mostram a seus amigos como estes os conheceram, porém, irradiando uma luz divina, que reflete o íntimo elevado.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2199.gif)  A infância é curta ou quase nula, já que conseguem desenvolver a materialidade que os reveste com mais facilidade; e, sem as dificuldades da matéria mais densa, a vi da é muito mais longa do que na Terra.

A morte de modo algum acarreta os horrores da decomposição; longe de causar pavor, é considerada uma transformação feliz.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2199.gif)  As relações são mais amistosas, prevalecendo o amor e a fraternidade, não havendo senhores, escravos, nem privilegiados pelo nascimento. A autoridade é concedida com a justiça dos valores morais e intelectuais.


(http://www.gifs-animados.net/seta/set60.gif)   


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Dezembro de 2013, 20:10

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2199.gif)  Se os mundos progridem a partir da evolução dos espíritos que os habitam, como ocorre o progresso dos espíritos?

Criados por Deus simples e faltosos de conhecimento, mas detentores do livre arbítrio e da capacidade de fazer o bem, vão se depurando e se regenerando a cada encarnação através das experiências que o orbe lhes proporcionam de convivência com os demais Espíritos que neles também têm necessidade de estar, progredindo e tornando-se dignos da felicidade que lhes está reservada.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2199.gif)  A evolução do Espírito, até que atinja a perfeição, é caracterizada por fases de aprimoramento, mais ou menos longas, onde habita mundos cujas características atendam às suas necessidades.

Porém, os Espíritos não cumprem todas as fases de sua evolução num mesmo mundo. De acordo com o grau de pureza alcançada, são conduzidos ao mundo que o atenderá.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2199.gif)  Ascensão: Quando um Espírito atinge um patamar de evolução mais elevado, poderá habitar um mundo superior ao seu. Porém, lhe é facultado continuar a trabalhar em seu orbe, contribuindo no progresso de seu planeta que um dia também atingirá essa categoria mais elevada.

Rebaixamento: Aqueles que, não atingindo o progresso moral da maioria dos Espíritos do mundo ao qual estão vinculados, resistem à prática da bondade e fraternidade, pelas justas leis de Deus, são conduzidos a orbes inferiores a fim cumprirem sua própria evolução entre os tormentos que lhes são causados por suas mentes brilhantes encarceradas em corpos embrutecidos.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2199.gif)  Os Espíritos não regridem evolutivamente. Uma vez alcançado um patamar de progresso moral, dele jamais cairão; podendo, porém, estacionar até que sejam despertados à necessidade de prosseguir a caminhada.


(http://www.gifs-animados.net/seta/set60.gif)   


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Dezembro de 2013, 20:13

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2199.gif)  Poderá, a nossa ciência, constatar a vida em outros planetas? Se ainda não o fizemos, é porque não atingimos o grau evolutivo necessário a desvendarmos essa verdade.

A partir do momento em que o homem assuma a sua própria espiritualidade, envidará esforços para se aproximar, como cientista, das diversas dimensões do Universo, compreendendo os vários aspectos vibracionais da matéria.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2199.gif)  Pois, quanto mais elevado um mundo, mais fluídico se torna seu ecossistema. Contudo, a ciência tem encontrado planetas com características semelhantes à Terra; o que é um avanço para a compreensão do homem sobre as “diversas moradas”.

Devemos nos empenhar para melhorarmos o mundo em que vivemos hoje, respeitando “a casa de Nosso Pai” edificada para abrigar-nos.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2199.gif)  E, assim, poderemos deixar às futuras gerações um legado que lhes permitirá a conquista do Espaço, trazendo grandes benefícios à humanidade terrena.

Ao mesmo tempo em que todos os seres vivos progridem moralmente, progridem materialmente os mundos em que eles habitam.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2199.gif)  Quem pudesse acompanhar um mundo em suas diferentes fases, desde o instante em que se aglomeraram os primeiros átomos destinados e constituí-lo, vê-lo-ia a percorrer uma escala incessantemente progressiva.

Mas de degraus imperceptíveis para cada geração, e a oferecer aos seus habitantes uma morada cada vez mais agradável, à medida que eles próprios avançam na senda do progresso.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2199.gif)  Marcha assim, paralelamente, o progresso do homem, o dos animais, seus auxiliares, o dos vegetais e o da habitação, porquanto nada na Natureza permanece estacionário. Quão grandiosa é essa ideia e digna da majestade do Criador!

Quanto, ao contrário, é mesquinha e indigna do seu poder a que concentra a sua solicitude e a sua providência no imperceptível grão de areia, que é a Terra, e restringe a Humanidade aos poucos homens que a habitam!” Santo Agostinho (Paris, 1862) “O Evangelho Segundo o Espiritismo” – Cap III – item 19.

Fontes Diversas.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Dezembro de 2013, 20:15


[attachimg=1align=center=width=500]   

Vejamos um resumo do que Patrícia nos relata em seu livro Vivendo no Mundo dos Espíritos:

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2319.gif)  “Em todos os locais em que há cidades materiais há um espaço espiritual e nele ficam os postos de socorro e as colônias. Pequenas localidades de encarnados, como vilas e cidadezinhas, também têm seu espaço espiritual, só que às vezes não têm colônias e seus habitantes, ao desencarnar e se tiverem condições, vão para as colônias vizinhas.

Cada cidade na Terra possui seu núcleo espiritual correspondente. A Índia e o Tibete têm colônias encantadoras, de uma arquitetura diferente, em que usam muito a cor dourado-clara.”

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2319.gif)  Existem vários tipos de colônias espirituais, com várias finalidades. As colônias não são iguais, mas a maioria possui a mesma base organizacional, com sistemas de defesa, hospitais, escolas, jardins, praças, locais para reuniões e palestras, governadoria, entre outros, sempre de acordo com a finalidade específica de cada local.

Patrícia, em Vivendo no Mundo dos Espíritos, nos fala a respeito das colônias de estudo: “as colônias de estudo são somente uma escola ou universidade. Nelas há alojamentos para os professores e para os alunos, salas de aula, bibliotecas e imensas salas de vídeo.”

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2319.gif)  No livro A Casa do Escritor, Patrícia fala-nos sobre a colônia de mesmo nome, destinada ao estudo dos desencarnados que pretendem trabalhar, junto aos médiuns encarnados, ditando textos, através da psicografia.

Os desencarnados que irão reencarnar como médiuns também passam um período preparando-se para tal missão estudando em colônias como esta. Os desencarnados ligados às colônias de estudos também associam-se, através da inspiração, a jornalistas e escritores encarnados.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2319.gif)  A casa do escritor é móvel, ou seja, movimenta-se no plano espiritual, levando seus habitantes aonde seja mais necessária sua presença. Vejamos um resumo do que ela nos conta a respeito dessa colônia:

A colônia de estudo não tem sistema de defesa. Todos os que nela habitam vibram numa mesma intensidade, sustentando-a. E só consegue vê-la quem vibra igual. A colônia está suspensa no ar, como que em cima de uma grande e sólida nuvem.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2319.gif)  Para os encarnados, no lugar não existe nada, não é perceptível à visão deles e, também, dos desencarnados que não se sintonizam com suas vibrações.”

Em A Casa do Escritor, Patrícia descreve ainda a colônia Triângulo, Rosa e Cruz, uma colônia intermediária entre o Oriente e o Brasil, habitada por orientais e brasileiros. Está localizada no espaço ao centro do Brasil, não muito longe da colônia Nosso Lar, um pouco mais para o norte.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2319.gif)  Nosso Lar, por sua vez, é uma colônia situada no espaço espiritual do Rio de Janeiro e que nos foi descrita por André Luiz através do livro homônimo, assim como no livro “Cidade no Além”.

Onde a médium Heigoriana Cunha, através de desdobramento espiritual durante o sono amparada pelo Espírito Lucius, visitou por várias vezes a cidade e por conta desta experiência.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2319.gif)  Logo após o retorno desses seus desdobramentos), pôde realizar desenhos mediúnicos mostrando o plano piloto da colônia, alguns de seus edifícios e sua localização nas esferas espirituais da Terra, além de nos passar algumas informações a respeito desta maravilhosa colônia.

A colônia Nosso Lar divide-se em setores de trabalho, lazer e residenciais, como qualquer grande cidade terrena. É administrada por um Governador Espiritual. Possui 6 Ministérios, orientados, cada um, por 12 Ministros, totalizando assim, 72 Ministros. Os Ministérios de Nosso Lar são: da regeneração, do auxílio, da comunicação, do esclarecimento, da elevação e da união divina.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2319.gif)  Nosso Lar apresenta em sua planta um formato semelhante a uma grande estrela de seis pontas, ficando a Governadoria ao centro e em cada ramificação lateral a área destinada a cada um dos ministérios. Conta ainda com postos de socorro espiritual espalhados por vários pontos das regiões do Brasil.

Postos de socorro são locais para onde geralmente os espíritos socorridos do umbral (região espiritual onde ficam os espíritos endurecidos, como os suicidas, assassinos, entre outros) ou por ocasião do desencarne são levados e onde têm permanência transitória, lá eles são amparados e orientados.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2319.gif)  São locais menores de socorro imediato na crosta e no umbral. Podem ser grandes, médios ou pequenos. Não são cidades, embora alguns postos possuam as mesmas repartições que uma cidade. Estes postos também são chamados de casas, mansões etc.

(A. D.)



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 03 de Janeiro de 2014, 20:23

[attachimg=1align=center=width=500]   
 
Relatório do Planeta Terra

Se a população da Terra fosse reduzida à dimensão de uma pequena cidade de 100 pessoas, poderia observar-se a seguinte distribuição:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  48 homens, 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  01 morreria, 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  57 Asiáticos, 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  08 Africanos,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  52 mulheres,   
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  21 Europeus,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  02 nasceriam,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  14 Americanos, 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  30 caucasianos,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  11 homossexuais,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  70 pessoas de cor,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  89 heterossexuais,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  50 passariam fome,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  01 teria um computador,   
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  80 pessoas viveriam em más condições,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  01 (apenas um) teria instrução escolar superior,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  70 não teriam recebido qualquer instrução escolar,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  06 pessoas seriam donas de 59% de toda a riqueza e todos eles seriam dos Estados Unidos da América.

Quando olha para o mundo nessa perspectiva, consegue perceber a real necessidade de solidariedade, compreensão e educação?
 
▬  Pensa também no seguinte:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Se tem comida na geladeira, tem sapatos e roupa, tem uma cama e teto, é mais rico do que 75% das outras pessoas do mundo.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Se pode entrar numa igreja (ou Mesquita) sem medo de ser preso ou morto, é mais feliz do que outros 3 milhões de pessoas do mundo.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Esta manhã, se acordar com saúde, então é mais feliz do que 1 milhão de pessoas que não vão sobreviver até ao final da próxima semana.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Se nunca sofrer os efeitos da guerra, a solidão de uma cela, a agonia da tortura, ou fome, então é mais feliz do que outros 500 milhões de pessoas do mundo.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Se tem uma conta bancária, dinheiro na carteira e algumas moedas num moedeiro, pertence ao pequeno grupo de 8% de pessoas do mundo que estão bem na vida.
 
▬  Se está lendo esta mensagem, é triplamente abençoado, pois:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  01 . E tem um computador!
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  02 . Alguém lembrou-se de você.
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  03 . Não faz parte do grupo de 200 milhões de pessoas que não sabem ler.
 
▬  Tal como alguém uma vez disse:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Vive como se a terra fosse o Paraíso.
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Dança como se ninguém estivesse a ver-te.
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Ama como se nunca tivesses sido magoado.
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Canta como se ninguém estivesse a te ouvir.
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Trabalha como se não precisasses do dinheiro.
 
Por Marcio Demari.
 
PS: Complicadinha a matemática do Sr. Marcio Demari.

 

Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 00:34


(http://3.bp.blogspot.com/-ksmvTn47slo/T5raFzcj6KI/AAAAAAAAv-c/Fg9uU1OMPWg/s400/gf13.gif)

"Nosso Lar"

Prefácio de Emmanuel

(http://fotos.sapo.pt/HuZzCZeDKSwsDqRQ85M7/x66)  André precisou, cerrar a cortina sobre si mesmo e se apresenta como o novo amigo e irmão na eternidade.

É alguém que nos transmite o valor da experiência própria, com todos os detalhes possíveis à legitima compreensão da ordem que preside o esforço dos desencarnados laboriosos e bem intencionados, nas esferas invisíveis ao olhar humano.

(http://fotos.sapo.pt/HuZzCZeDKSwsDqRQ85M7/x66)  André Luiz nos vem contar, que a maior surpresa da morte carnal é a de nos colocar face a face com a própria consciência, onde edificamos o Céu, estacionamos no Purgatório, ou nos precipitamos no abismo infernal.

Vem lembrar que a Terra é oficina sagrada, e que ninguém a menosprezará, sem conhecer o preso do terrível engano a que submeteu o próprio coração.

(http://fotos.sapo.pt/HuZzCZeDKSwsDqRQ85M7/x66)  Que os passos do Cristão em qualquer escola religiosa devem dirigir-se verdadeiramente ao Cristo.

Precisamos em verdade do Espiritismo e do Espiritualismo, mas muito mais de Espiritualidade. Emmanuel. (Pedro Leopoldo 3 de outubro de 1943)

(http://fotos.sapo.pt/HuZzCZeDKSwsDqRQ85M7/x66)  Mensagem de André Luiz

A vida não cessa. A vida é fonte eterna e a morte é o jogo escuro das ilusões. O grande rio seu trajeto antes do mar imenso.

(http://fotos.sapo.pt/HuZzCZeDKSwsDqRQ85M7/x66)  O! caminhos das almas misteriosos caminhos do coração! É mister percorrer-vos antes de tentar a suprema equação da Vida Eterna.

Seria extremamente infantil a crença de que um simples baixar de pano, resolvesse transcendentes questões do infinito.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-435706.gif)  Uma existência é um ato.
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-435706.gif)  Um corpo - uma veste.
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-435706.gif)  Um século - um dia.
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-435706.gif)  Um serviço - uma experiência.
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-435706.gif)  Um triunfo- uma aquisição.
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-435706.gif)  A morte - um sopro renovador.

Quantas existências, quantos corpos, quantos séculos, quantos serviços, quantos triunfos, quantas mortes necessitamos ainda?

(http://fotos.sapo.pt/HuZzCZeDKSwsDqRQ85M7/x66)  Muito longa portanto, nossa jornada laboriosa. Nosso esforço pobre, quer traduzir apenas uma idéia dessa verdade fundamental.

Grato pois meus amigos. Que o SENHOR nos abençoe. (André Luiz)

(http://fotos.sapo.pt/HuZzCZeDKSwsDqRQ85M7/x66)  Quando o servidor está pronto, o serviço aparece.

Adaptação de Maria Rodrigues do Amaral.
Pelo espírito de André Luiz, Psicografado por Chico Xavier.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 00:37


[attachimg=1align=center=width=450]
 
I - Nas zonas Inferiores

Eu guardava a impressão de haver perdido a idéia do tempo. Estava convicto de não mais pertencer ao número de encarnados no mundo, e no entanto, meus pulmões respiravam a longos haustos. Sentia-me, na verdade, amargurado duende nas grades escuras do horror.

Cabelos irisados, coração aos saltos, medo terrível. Muita vez gritei como louco, mas, quando o silêncio implacável não me absorvia a voz, lamentos mais comovedores, que os meus respondiam-me aos clamores.

Outras gargalhadas sinistras rasgavam a quietude ambiente. Alguém estava ao meu ver, prisioneiro da loucura. Formas diabólicas, rostos alvares, expressões animalescas surgiam de quando em quando, agravando-me o assombro.

A paisagem, quando não totalmente escura banhada de luz alvacenta, como que amortalhada em neblina espessa, que os raios do sol, aqueciam de muito longe. A estranha viagem prosseguia. Sabia que fugia sempre.

Apenas em minutos raros, felicitava-me a benção do sono. Onde o lar, a esposa e os filhos? Perdera toda a noção do tempo.

Em momento algum o problema religioso surgiu tão profundo a meus olhos. Verificava que alguma coisa, permanece acima de toda a cogitação meramente intelectual. Esse algo é a Fé, manifestação Divina ao homem.


Semelhante análise surgia, contudo tardiamente. De fato, conhecia as letras do Velho Testamento, e muita vez folheara o Evangelho, entretanto era forçoso reconhecer que nunca procurara as letras com a luz do coração

Na verdade, não fora um criminoso, no meu próprio conceito. A filosofia das coisas imediatas, absorveram-me. Como flor de estufa, não suportava agoira o clima das realidades eternas.

Não desenvolvera os germens Divinos que o Senhor da Vida colocara em minha alma. Sufocara-os criminosamente, no desejo do bem estar. Não adestrara órgãos para a vida nova.

Era justo, pois que ali despertasse à maneira de aleijado que restituído ao rio infinito da eternidade, não pudesse acompanhar se não a força, a carreira incessante das águas

O! amigos da Terra! Quantos de vós poderíeis evitar o caminho da amargura com preparo dos campos interiores do coração?

Ascendei vossas luzes, antes de atravessar a grande sombra. buscai a verdade, antes que a verdade vos surpreenda. Suai agoira, para não chorardes depois.
 
▬  "Suicida!... Suicida!...Criminoso! Infame!".

Gritos assim, cercavam-me de todos os lados. No meu desespero, atacava-os. m vão porem, esmurrava o ar e os vultos desapareciam nas sombras.

Para quem apelar? Torturava-me a fome e a sede me escaldava. Crescera-me a barba, a roupa começava a romper-se. E aquelas vozes, aqueles lamentos misturados de acusações......

▬  Que buscas infeliz!... Onde vais suicida?

Infeliz sim, mas suicida?  - Nunca! Isso era improcedente.


Recordava o meu duelo com a morte, os curativos dolorosos nos dias longos que se seguiram à delicada operação dos intestinos, o pique desagradável da agulha de injeções e, por fim a ultima cena que precedera o grande sono:

▬  Minha esposa ainda jovem e os três filhos, contemplando-me, no terror da eterna separação.

Depois... o despertar na paisagem úmida e escura e a grande caminhada que parecia sem fim. Senti que lágrimas longamente represadas vinham-me aos olhos. A quem recorrer?

Devorava folhas desconhecidas, e colava os lábios à nascente turva, recordando o antigo pão de cada dia, vertendo copioso pranto.

Foi quando comecei a recordar que devia existir um autor da vida. Fosse onde fosse. Essa idéia confortou-me. Médico arraigado ao negativismo da minha geração, impunha-se-me atitude renovadora. Tinha que confessar a falência do amor próprio.

Pedi então ao Supremo Autor da vida, me estendesse mãos paternais, em tão amargurosa emergência. Quanto tempo durou a rogativa, Apenas sei que a chuva de lágrimas me lavou o rosto.

Ah! é preciso haver sofrido muito, para entender todas as misteriosas belezas do coração.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 00:40

[attachimg=1align=center=width=450]
 
II - Clarêncio

Foi nesse instante que as neblinas espessas se dissiparam, e alguém surgiu. Um emissário da Céu. Um velhinho simpático me sorriu e inclinou-se paternalmente e falou:

▬  Coragem meu filho! O Senhor não te desampara.
▬  Quem sois? Generoso emissário de Deus.
▬  Chamo-me Clarêncio, sou apenas teu irmão.
▬  Agora permaneça calmo e silencioso. É preciso descangar para reaver energias.


Em seguida, chamou dois companheiros que aguardavam em atitude de servos desvelados e ordenou.

▬  Prestemos ao nosso amigo os socorros de emergência. Alvo lençol foi estendido ali mesmo, à guisa de maca improvisada e transportaram-me generosamente.
▬  Alçaram-me cuidadosamente e Clarêncio exclamou:
▬  Vamos sem demora. Precisamos atingir "NOSSO LAR " com presteza possível.


Senti o quadro confortante que se desdobrava á minha volta. Clarêncio apoiava-se num cajado de substância luminosa e deteve-se à frente de grande muro, coberto de trepadeiras floridas. E graciosas. Tateando em um ponto da muralha com cajado, fez-se longa abertura, através da qual penetramos.

Branda claridade inundava ali todas as coisas. Ao longe, gracioso foco de luz dava a idéia de um por de Sol em tardes primaveris. A medida que avançava-mos, conseguia identificar preciosas construções, situadas em extensos jardins. Surgiu um edifício alvo à feição de grande hospital. Entramos e fui acomodado em um leito de emergência, e ouvi o generoso Clarêncio recomendar.


Guarde nosso tutelado no Pavilhão da direita. Amanhã cedo, voltarei a vê-lo.

Enderecei-lhe um olhar de gratidão, ao mesmo tempo que era conduzido a confortável aposento de amplas proporções, onde me ofereceram leito confortador.

▬  Amigos, por quem sois, explicai-me em que novo mundo me encontro.... De que estrela me vem, agora, esta luz confortadora e brilhante?
Um deles afagou-me a fronte e disse:
▬  Estamos nas esferas Espirituais vizinhas da Terra, e o Sol que nos ilumina, é o mesmo Sol que dá calor e luz à Terra.

Nosso Sol é a Divina matriz da vida. A essa altura meditei que até então nunca meditara na imensurável bondade de Deus que no-lo concede para o caminho eterno da vida.


Serviram-me caldo reconfortante, seguido de água muito fresca que me pareceu portadora de Fluidos Divinos. Havia me reanimado inesperadamente.

Não saberia dizer que espécie de sopa era aquela, se alimentação sedativa ou remédio salutar. Profundas emoções vibravam-me no Espírito.

Divina melodia penetrou quarto a dentro, com maravilhosa harmonia.

▬  O enfermeiro esclareceu bondoso.
▬  É chegado o crepúsculo em NOSSO LAR. Em todos os núcleos desta colônia de trabalho consagrada ao Cristo, há ligação direta com as preces da Governadoria.

Agora fique em paz. Voltarei logo após as orações.- Não poderei acompanhar-vos?- perguntei suplicante.

▬  Ainda estas fraco- esclareceu gentil,- todavia caso sinta-se disposto.... levantei-me com dificuldade e apoiei-me ao braço ao braço fraternal que se me estendia.

Chegamos a um enorme salão, onde numerosa assembléia meditava em silêncio.


Da abobada cheia de claridade brilhante pendiam delicadas e flóreas grinaldas que vinham do teto á base, formando radiosos símbolos de Espiritualidade Superior.

Sentado em lugar de destaque, um ancião coroado de luz, fixava o alto, em atitude e prece, envergando alva túnica de irradiações resplandecentes.

Reparei Clarêncio, participando da assembléia, entre os que cercavam o velhinho refulgente.

▬  Conserve-se tranqüilo. Todas as residências e instituições de NOSSO LAR estão orando com o Governador, disse o enfermeiro.

Começaram a cantar harmoniosos hinos, repleto de indefinível beleza. A fisionomia de Clarêncio, no circulo dos veneráveis, figurou-se-me tocada de intensa luz.

Pairavam no recinto, misteriosas vibrações de paz e de alegria. Desenhou-se em plano elevado, um coração maravilhosamente azul, (imagem simbólica formada pelas vibrações mentais dos habitantes da colônia)

Abundantes chuvas de flores azuis se derramou sobre nós, os miosótis celestiais, não conseguia-mos dete-los nas mãos, pois desfaziam-se de leve, ao tocar-nos a fronte, experimentando eu, singular renovação de energias ao contato das pétalas fluídas.


Terminada a oração sublime, regressei ao aposento. Entretanto, não era mais o doente de horas antes.

A primeira prece coletiva em " Nosso Lar", operava em min, completa transformação. Enchera-se o cálice muito tempo vazio, das gotas generosas do licor da ESPERANÇA.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 00:43

[attachimg=1align=center=width=450]
 
III - Médico Espiritual

No dia imediato, após reparador e profundo repouso, experimentei a benção radiosa do Sol amigo, qual suave mensagem ao coração. Senti-me outro. Energias novas tomavam-me o intimo. Na alma, apenas um ponto sombrio- a saudade do Lar, o apego à família que ficara distante.

Assim pensando, vi a porta se abrir e entrar Clarêncio, acompanhado por simpático desconhecido. Cumprimentaram-me atenciosos, desejando-me paz. Tratava-se do irmão Henrique de Luna, do Serviço de Assistência Médica da Colônia Espiritual. Henrique auscultou-me demoradamente, sorriu e explicou.

▬  É de lamentar que tenha vindo pelo suicídio.
▬  Suicídio? Recordei os seres perversos da sombra. Creio que haja engano, asseverei melindrado, meu regresso do mundo físico, não teve essa causa. Lutei mais de quarenta dias na casa de saúde, tentando vencer a morte. Sofri duas operações graves, devido a oclusão intestinal...

▬  Sim esclareceu o médico, demonstrando a mesma serenidade superior- Mas a oclusão radicava-se em profundas causas. Talvez o amigo não tenha ponderado bastante.

O organismo Espiritual apresenta em si mesmo a história completa das ações praticadas no mundo. E inclinando-se atencioso, indicava-me determinados pontos do meu corpo. Vejamos a zona intestinal. A oclusão deriva-se de elementos cancerosos e estes por sua vez, de algumas leviandades do meu estimado irmão, no campo da sífilis.

A moléstia talvez não assumisse características tão graves, se o seu procedimento mental no planeta estivessem enquadrados no princípio da fraternidade e da temperança. Entretanto seu modo especial de conviver muita vez exasperado e sombrio, captava destruidoras vibrações naqueles que o ouviam.

Nunca imaginou que a cólera fosse manancial de forças negativas para vós mesmo? A ausência de auto domínio, a inadvertência no trato com os semelhantes, aos quais muitas vezes ofendem sem refletir, conduziam-no frequentemente a esfera dos seres doentes e inferiores.

Tal circunstâncias agravou, de muito o seu estado físico. Depois de uma pausa observou,- Já notou meu amigo, que seu fígado foi maltratado pela sua própria ação? Que os rins foram esquecidos com terrível menosprezo ás dádivas sagradas.

Singular desapontamento invadiram-me o coração e o médico continuava esclarecendo:

▬  Os órgãos do corpo somático possuem incalculáveis reservas, segundo os designo do Senhor. O amigo no entanto, iludiu excelentes oportunidades, e ter desperdiçado patrimônios preciosos da experiência física Todo aparelho gástrico foi destruído á custa de excessos de alimentação e bebidas alcoólicas, aparentemente sem importância. Devorou-lhe a sífilis energias essenciais. Como vê, o suicídio é incontestável.


Meditei nos problemas dos caminhos humanos, refletindo nas oportunidades perdidas. Na vida humana, conseguia ajustar numerosas mascaras ao rosto talhando-as conforme as situações.

Alias, não podia supor que me seriam pedidas contas de episódios simples, que costumava considerar como fatos sem a maior significação. Deparava-me agora, outro sistema de verificação.

Não me defrontavam tribunais de tortura, nem surpreendiam abismos infernais, contudo benfeitores Espirituais sorridentes, comentavam-me as fraquezas como quem cuida uma criança desorientada, longe das vistas paternas.

Doía-me a vergonha, e chorei; não havia como discordar, havia sobejas razões. Era verdadeiramente um suicida. Não passava de um naufrago a quem se recolhia por caridade. Foi então que Clarêncio, afagou-me paternalmente.

▬  O! meu filho, não te lastimas tanto. Busquei-te atendendo à intercessão dos que te amam, dos planos mais altos.

Acalma-te, Aproveita os tesouros do arrependimento, guarda as bênçãos do remorso, sem esquecer que a aflição não revolve problemas. Confia no Senhor e em nossa dedicação. Sossega a alma perturbada, porque muitos de nós outros já perambulamos igualmente nos teus caminhos.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 00:46


[attachimg=1align=center=width=450]
 
IV - Recebendo Assistência

É você o tutelado de Clarêncio? - A pergunta vinha da um jovem que portava apetrechos de assistência. - sou Lísias, seu irmão. Meu diretor, o assistente Henrique de Luna, designou-me para servi-lo, enquanto precisar tratamento.

▬  É enfermeiro- indaguei.

▬  Sou visitador dos serviços de Saúde. Nessa qualidade não só coopero na enfermagem, como também assinalo necessidades de socorro, ou providência que refiram a enfermos recaem chegados.

Nas minhas condições há inúmeros servidores em "Nosso Lar". Só aqui nesta seção em que se encontra, existem mais de mil doentes espirituais. Tudo isso é maravilhoso, - exclamei.

Lísias começou a auscultar-me, atento. E disse:

▬  A localidade intestinal, apresenta lesões sérias, com vestígios muito exatos de câncer, a região do fígado, revela dilacerações e a dos rins, demonstra características de esgotamento prematuro.

Na turma de oitenta enfermos a que devo assistência diária, 57 se encontram nas mesmas condições. E talvez ignore que existem, por aqui, os mutilados. Já pensou nisso?

Sabe que o homem imprevidente, que gastou os olhos no mal, aqui aparece de órbitas vazias? Que o malfeitor nos atos criminosos apresentam a desolação da paralisia? Que os pobres obsidiados nas aberrações sexuais costumam chegar em extrema loucura?

▬  Nosso Lar, não é instância de Espíritos propriamente vitoriosos. Somos felizes, porque temos trabalho, a alegria habita por aqui, porque o Senhor, não nos retirou o pão abençoado do serviço. Porque milhares de criaturas, retiram-se da esfera da carne em doloroso estado de incompreensão, de loucura, e doentes da ignorância.

Somos portanto, compelidos a trabalhos ásperos, a serviços pesados. E não basta isso. Se temos débito no Planeta, é imprescindível voltar, para retificar porque não seria justo impor a outros a tarefa de moldar o campo que semeamos de espinhos com as próprias mãos. Fiquei acabrunhado.

Em seguida Lísias, aplicou-me passes magnéticos, atenciosamente e fez curativos na parte intestinal.

▬  Nosso irmão será tratado carinhosamente, sentir- se a forte como nos tempos mais belos de sua mocidade terrena, trabalhará muito em Nosso Lar, entretanto, a causa de seus males, permanecerá em si mesmo, até que desfaça dos germes de perversão da saúde Divina, que agregou ao seu corpo sutil pelo descuido moral.

A carne terrestre, onde abusamos, é também campo bendito onde conseguimos realizar frutuosos labores de cura radical, quando permanecemos atentos ao dever justo.

▬  Chorei copiosamente.

▬  Quando as lágrimas não se originam da revolta, sempre constituem remédio depurador. - Chore meu amigo! Desabafe o coração. E abençoemos aquelas beneméritas organizações microscópicas que são as células de carne na Terra.

Tão humildes e tão preciosas, tão sublimes pelo espírito de serviço. Sem elas, que nos oferecem templo de retificação, quantos milênios gastaríamos na ignorância.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 00:55

[attachimg=1align=center=width=450]
 
V - Precioso Aviso

No dia imediato, após a oração do crepúsculo, Clarêncio me procurou em companhia do atencioso visitador.

▬  Como vai? Melhorzinho?
▬  Não posso negar que esteja melhor, entretanto sofro muitas dores estranhas e sensações de angustia no coração.

▬  Clarêncio ouviu atencioso.
▬  Além do mais, meus sofrimentos morais são enormes. Volto agora as tempestades intimas. Que será feito de minha esposa e filhos?

▬  Minha desventurada Zélia, muitas vezes afirmou que morreria de saudades se um dia eu lhe faltasse. Admirável esposa, ainda lhe sinto as lágrimas. Vivo o pesadelo da distância.

▬  O! minha dor é muito amarga.
▬  Meu amigo, deseja você de fato, a cura espiritual? Ao meu gesto afirmativo, continuou.- Aprenda então a não falar excessivamente de si mesmo, nem comente a própria dor. Lamentações denota enfermidade mental de tratamento difícil.

É indispensável criar pensamentos novos e disciplinar os lábios conseguiremos equilíbrio, abrindo o coração ao Sol da Divindade.

O mesmo Pai que vela por sua pessoa, atenderá aos seus parentes terrestres. Devemos ter nosso agrupamento familiar como sagrada constituição, sem esquecer que nossas famílias são seções da família Universal sob a direção Divina.

Estaremos a seu lado, para resolver dificuldades presentes e estruturar projetos de futuro, mas não dispomos do tempo, para voltar as zonas estéreis de lamentação. Nesta colônia, aceitamos o trabalho como bênção de realização.

Nos círculos carnais, a convenção é a garantia monetária, aqui, o trabalho e as aquisições definitivas do Espírito Imortal. Dor para nós, significa possibilidades de enriquecer a alma, a luta constitui caminho para a Divina realização. Compreendeu a diferença?


As almas débeis, ante o serviço, deitam-se para queixar aos que passam, as fortes, porém, recebem o serviço, como patrimônio, sagrado, na movimentação do qual se preparam, a caminho da perfeição. O pranto e a desesperação não edifica o bem. Se amas de verdade, a família terrena, é preciso o bom ânimo para lhe ser útil

Enquanto meditava a sabedoria da valiosa advertência, meu benfeitor, qual Pai que esquece a leviandade dos filhos para recomeçar serenamente a lição, tornou a perguntar com um belo sorriso:

▬  Então como passa?
▬  Melhor?

Contente por me sentir desculpado á maneira de criança que deseja aprender, respondi confortado. Vou bem melhor, para melhor compreender a Vontade Divina.

Encontrava agora, mais segurança dentro de mim.

Deleitava-me, agora, contemplando os horizontes vastos, debruçado ás janelas espaçosas.

Impressionavam-me, os aspectos da natureza.

Melhorada copia da Terra. cores mais harmoniosas, substâncias mais delicadas. Forravam-se o solo de vegetação.

Grandes árvores, pomares fartos e jardins delicados. Desenhavam-se montes coroados de luz, em continuidade à planície onde a colônia repousava. Todos os Departamentos, apareciam cultivados com esmero.


Alteavam-se a pequena distância graciosos edifícios, destacando-se algumas casinhas encantadoras, cercadas por muros de hera, onde rosas diferentes desabrochavam, aqui e ali, adornando o verde de cambiantes variações.

As aves de plumagem policromas cruzavam os ares e, de quando em quando, pousavam agrupadas nas torres muito alvas a se erguerem retilíneas, lembrando lírios gigantescos, rumo ao Céu. Extremamente surpreendido, identificava animais domésticos entre as casas e árvores frondosas.

Considerando me encontrar numa esfera espiritual não atinava com a multiplicidade das formas análogas ás do Planeta.

Lísias, não regateava explicações. A morte do corpo não conduz o homem a situações miraculosas. Toda evolução, implica gradação. Há regiões múltiplas para os desencarnados, como existem inúmeros e surpreendentes regiões para as criaturas envolvidas no Plano Terrestre.

Almas e sentimentos, formas e coisas, obedecem a princípios de desenvolvimento natural e hierarquia justa.

Preocupava-me, todavia, permanecer ali, num parque de saúde sem a visita sequer de um conhecido do mundo. Meus Pais se haviam antecipado a grande jornada. Amigos vários, de outros tempos, me haviam precedido. Porque então não apareciam?

Um dia então perguntei a Lísias.

▬  Meu caro, acha possível, aqui, o encontro com aqueles que nos antecederam na morte?
▬  Como não? Pensas que estas esquecido?....

▬  Sim, e porque não me visitam? Na terra sempre contei com a abnegação maternal.
▬  Minha Mãe entretanto, não deu sinal de vida. Meu Pai fez a viagem, três anos antes de min.

▬  Pois note, esclareceu Lísias, sua mãe o tem ajudado dia e noite, desde a crise que antecipou a sua vinda. Talvez não saiba, que a sua permanência nas esferas inferiores, durou mais de oito anos consecutivos. Ela jamais desanimou.


Intercedeu muitas vazes em Nosso Lar a seu favor. Eu tinha os olhos úmidos. No dia em que você orou com a alma, prosseguiu o enfermeiro visitador. Quando compreendeu que tudo no Universo pertence ao Pai Celestial, seu pranto foi diferente.

Não sabe que há chuvas que destroem e chuvas que criam? Lágrimas há também assim. É indispensável que nos coloquemos em determinada posição receptiva, a fim de compreender a infinita bondade de Deus.

Clarêncio localizou-o, atendendo aos apelos de sua carinhosa genitora. Você é que demorou a encontrar Clarêncio.

Sua mãe chorou de alegria. Segundo me contaram....

▬  E onde está minha mãe? Exclamei. Se me é permitido vê-la, abraça-la, ajoelhar aos seus pés!
▬  Não vive em Nosso Lar- habita esferas mais altas, onde trabalha não somente por você.- Virá vê-lo por certo, antes mesmo que pensamos.

▬  Quando alguém deseja algo ardentemente, já encontra o caminho da realização.- Convém não esquecer que a realização nobre exige três requisitos fundamentais a saber.

Primeiro desejar, segundo saber desejar, e terceiro merecer. Ou por outros termos. Vontade ativa, Trabalho persistente, e Merecimento justo.

O visitador tomou a porta de saída, sorridente, enquanto eu me detinha silencioso, a meditar no extenso programa formulado em tão poucas palavras.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 00:59

[attachimg=1align=center=width=450]
 
VI - Organização de Serviços

Decorridos alguns dias de tratamento, sai pela primeira vês, em companhia de Lísias. Impressionou-me o espetáculo das ruas. Vastas avenidas enfeitadas de árvores recém plantadas.

Ar puro, atmosfera de profunda tranqüilidade. Não havia entretanto qualquer sinal de inércia ou de ociosidade. Entidades numerosas iam e vinham.

Estamos no local do Ministério do Auxilio. Tudo o que vemos, edifícios casas residências representam instituições e abrigos adequados à tarefa de nossa jurisdição. Orientadores, Operários e outros serviçais da missão, residem

aqui. Neste lugar, atende-se a doentes, ouve-se rogativas, selecionam-se preces, preparam-se reencarnações terrenas, organizam-se turmas de socorro aos habitantes do Umbral, ou aos que choram na Terra, estudam-se soluções para todos os processos que se prendem ao sofrimento.

Nossos serviços, são distribuídos numa organização que se aperfeiçoa dia a dia, sobe a orientação dos que nos presidem os destinos.

▬  Não tem visto, nos atos de Prece, nosso governador Espiritual cercado de colaboradores? Pois são os Ministros de " Nosso Lar".


"Nosso Lar" Piloto da Cidade   

A colônia que é essencialmente de trabalho e realização, divide-se em sei ministério, orientados, cada qual por 12 Ministros.

▬  Temos os Ministério da Regeneração.
▬  Do Auxilio.
▬  Da Comunicação.
▬  Do Esclarecimento.
▬  Da Elevação.
▬  Da União Divina.

Os quatro primeiros nos aproximamos das esferas terrestre. Os dois últimos nos ligam ao plano Superior, visto que a nossa cidade Espiritual é zona de transição. Os serviços mais grosseiros localizam-se no Ministério da Regeneração.

Os mais sublimes no da União Divina. Clarêncio, nosso chefe amigo, é um dos ministros do Auxilio.- Ho! nunca imaginei Sim esclareceu Lísias,- o véu da ilusão é muito denso nos círculos carnais.

O homem vulgar ignora que toda manifestação de ordem, no mundo, procede do plano superior.

A natureza agreste, transforma-se em jardim, quando orientada pela mente do homem, e o pensamento humano, selvagem na criatura primitiva, transforma-se em potencial criador, quando inspirada pelas mentes que funcionam nas esferas mais altas.

Nenhuma organização útil se materializa na crosta terrena, sem que seus ramos iniciais partam de cima.


"Nosso Lar" é antiga fundação de Portugueses Distintos, desencarnados no Brasil, no século XVI.

A princípio, enorme e exaustiva foi a luta, segundo consta em nossos arquivos no Ministério do esclarecimento. Os trabalhos primordiais foram de desanimar, mesmo para os Espíritos mais fortes. Os fundadores porem, não desanimaram.

Prosseguiram na obra, copiando o esforço dos Europeus que chegavam à esfera material, apenas com a diferença de que por lá, empregava-se a violência, a guerra e a escravidão. Aqui o serviço perseverante, a solidariedade fraterna, e o amor Espiritual.


A essa altura, atingíamos uma Praça de maravilhosos contornos, ostentando extensos jardins.

No centro da Praça, erguia-se um palácio de magnitude beleza, encabeçado de torres soberanas que se perdiam no Céu. Os fundadores da Colônia começaram o esforço, partindo daqui, onde se localiza a Governadoria, disse o orientador.....

Apontando o Palácio, continuou:

▬  Temos nesta Praça, o ponto de convergência dos SEIS MINISTÉRIOS a que me referi. Todos começam na Governadoria, estendendo-se em forma triangular. Ali vive o nosso abnegado orientador. Utiliza-se da colaboração de trens mil funcionários, mas ele é o mais infatigável, e mais fiel que todos nós.

Os Ministros costumam fazer excursões nas férias em esferas outras, renovando energias e conhecimentos, mas o Governador nunca dispõe de tempo para isso. Parece que a gloria dele é o serviço perene.

Calara-se Lísias, evidenciando comovida reverencia.


Pavilhão do restringimento no ministério da regeneração

Aqui é onde os Espíritos, são preparados para a Reencarnação, sofrendo o Restringimento do Corpo Espiritual para o tamanho adequado ao processo.


Um dos templos de iniciação, no ministério da união divina, construído em estilo egípcio. Nos parques de educação e esclarecimento.

"Um verdadeiro castelo de vegetação, em forma de estrela, dentro do qual se abrigam Cinco numerosas classes de aprendizados.

No centro funciona enorme aparelho destinado a demonstrações pela imagem a maneira do cinematógrafo terrestre, com o qual é possível levar a efeito cinco projeções variadas simultaneamente."



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 01:02


[attachimg=1align=center=width=450]
 
VII - Problema da Alimentação

Enlevado na visão dos jardins prodigiosos, pedi ao enfermeiro para descansar alguns minutos em um banco próximo.

Agradável sensação de paz me felicitava o coração. E o abastecimento? Não tenho notícias de Ministério de Economia....

Lísias explicou que o Governador, deliberou atenuar todas as expressões de vida que nos recordassem os fenômenos puramente materiais.


Houve muita dificuldade para adaptar os habitantes às leis da simplicidade. Muitos chegados ao Nosso Lar, queriam mesas lautas, bebidas excitantes, dilatando velhos vícios terrenos.

Disseram-me que, a pedido da governadoria, vieram instrutores de uma esfera mais elevada, afim de espalharem novos conhecimentos, relativos a ciência da respiração e da absorção de princípios vitais da atmosfera.

Houve manifestações contrárias, mas o Governador com paciência, expunha lhes paternalmente os projetos e finalidades do regime, destacando a superioridade dos métodos espiritualizados.

Demorou muito, em vista de numerosos Espíritos dedicados às ciências matemáticas que aqui trabalhavam, mecanizados nos processos de proteínas imprescindíveis aos veículos físicos, não cediam terreno nas concepções daqui.

Contudo o Governador, nunca agiu por si só. Requisitou assistência de Nobres Mentores, e jamais deixou o menor boletim de esclarecimento sem exame minucioso. Mas enquanto argumentavam, formaram-se perigosos distúrbios, entregando-se a condenáveis manifestações.

Tudo isso provocou perigoso ataque das trevas do Umbral que tentaram invadir a cidade. Dado o alarma o Governador não se perturbou. Terríveis ameaças pairavam sobre todos.


Solicitou audiência ao Ministro da União Divina e, determinou funcionassem todos os calabouços da Regeneração, para isolamento dos recalcitrantes.

Proibiu temporariamente os auxílios às regiões inferiores e, pela primeira vez na sua administração, mandou ligar as baterias elétricas das muralhas da cidade, para emissão de dardos magnéticos a serviço da defesa comum.

Não houve combate, nem defensiva da colônia, mas resistência resoluta.

Por mais de seis meses, os serviços de alimentação, foram reduzidos à inalação de princípios vitais da atmosfera, através da respiração e água misturada a elementos solares, elétricos e magnéticos.

A Colônia ficou, então sabendo o que vem a ser a indignação, do espírito manso e justo. A cidade voltou ao movimento normal. Todos reconhecem que essas medidas são de elevado alcance para nossa Libertação Espiritual. Reduziu-se a expressão física, e surgiu maravilhoso coeficiente de Espiritualidade.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 01:08


[attachimg=1align=center=width=450]
 
VIII - A Condução Aérea

Dado ao meu interesse crescente pelos processos de alimentação, Lísias convidou:

▬  Vamos ao grande reservatório da Colônia. Lá observará interessantes coisas. Verá que a água é quase tudo em nossa estância de transição. Esperemos o aeróbus (carro aéreo) que na Terra seria um grande funicular.

Na minha surpresa, surgiu grande carro, suspenso do solo a uma altura de uns cinco metros mais ou menos e repleto de passageiros.

Ao descer até nós, à maneira de um elevador terrestre, examinei com atenção. Não era maquina conhecida na Terra. Construída de material muito flexível, tinha enorme comprimento, parecendo ligado a fios invisíveis, em virtude do grande numero de antenas na tolda.

Mais tarde confirmei minhas suposições, visitando as grandes oficinas de transito e transportes. Aboletados no recinto confortável, seguimos silenciosos. Experimentava a timidez do homem tímido entre desconhecidos. A velocidade era tanta que não via detalhes do percurso. Só depois de quarenta minutos, me convidou Lísias para descer sorridente e calmo.

Deslumbrou-me o panorama de belezas sublimes.

O Bosque em floração maravilhosa embalsamava o vento fresco de inebriante perfume. Tudo em prodígios de cores e luzes cariciosas. Entre margens bordadas de grama viçosa esmaltada de azulinas flores, deslizava um rio de grandes proporções.

A corrente rolava tranquila, mas tão cristalina que parecia tonalizada em matiz celeste, em vista dos reflexos do firmamento.

Estradas largas, cortavam a verdura da paisagem. Plantadas a espaços regulares, árvores frondosas ofereciam sombra amiga à maneira de pousos deliciosos, na claridade do Sol confortador. Bancos de caprichosos formatos, convidavam ao descanso.

Estamos no Bosque das águas, disse Lísias, Temos aqui uma das mais belas regiões de "Nosso Lar" Trata-se de um lugar onde os namorados vêm tecer as mais lindas promessas, para as experiências da Terra. Havia ali um edifício de grandes proporções, e Lísias esclareceu:

▬  Ali é o grande reservatório da Colônia.

Todo o volume do rio Azul, é absorvido em caixas imensas de distribuição. A água aqui tem outra densidade. Muito mais tênue, pura, quase fluídica. Na Terra quase ninguém cogita em conhecer a importância da água. Em Nosso Lar, contudo, outros são os conhecimentos.

Conhecendo-a mais, sabemos que é o veículo dos mais poderosos para os fluidos de qualquer natureza. Ela aqui é empregada sobretudo como alimento e remédio. O Rio conduz em seu seio nossas qualidades Espirituais.

O homem na Terra, compreenderá um dia a importância dessa dadiva e saberá que a água, como fluido criador, absorve em cada lar as características mentais de seus moradores.

Ela não somente corroía os resíduos dos corpos, mas também as expressões de nossa vida mental. Será nociva em mãos perversas, e útil, nas mãos generosas e, quando em movimento, sua corrente espalhará bênçãos de vida absorvendo amarguras, ódio, e ansiedades dos homens, lavando- lhes a casa material e purificando-lhes a atmosfera íntima.

Meus olhos fixavam a corrente tranquila.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 01:11

[attachimg=1align=center=width=450]
 
IX - Noticias do Plano

Terá você ocasião de conhecer as diversas regiões de nossos serviços. Pois como vê, os Ministérios de Nosso Lar, são enormes células de trabalho ativo. Voltamos ao ponto de passagem do aeróbus Fervilhava-me o cérebro de úteis indagações.

▬  Lísias amigo:
▬  Todas as Colônias espirituais são idênticas a esta?

▬  De modo algum. Se nas esferas materiais, cada região e cada estabelecimento revela traços peculiares, imagine a multiplicidade de condições em nossos planos.


Segundo nossos arquivos, muitas vezes os que nos antecederam buscaram inspirações nos trabalhos de abnegados trabalhadores de outras esferas, em compensação, outros agrupamentos busca o nosso concurso, para outras Colônias em formação.

Cada organização, todavia, apresenta particularidades essenciais. Os missionários daqui, visitaram os serviços de "ALVORADA NOVA" uma das Colônias espirituais mais importante que nos são circunvizinhas.

Assim acharam a organização mais expressiva como definição de espiritualidade. E não é tudo,- a instituição é eminentemente rigorosa, no que concerne à ordem e à hierarquia.

Nenhuma condição de destaque é concedida aqui a titulo de favor. Em geral todos nós, decorridos longo estágio de serviço e aprendizado, voltamos a reencarnar, para atividades de aperfeiçoamento.

Quando os recém- chegados do UMBRAL, se revelam aptos a receber cooperação fraterna, demoram-se no M. do Auxilio, quando se mostram refratários, são encaminhados para o M. da Regeneração.

Revelando proveito, são admitidos aos trabalhos de Auxilio, comunicação e Esclarecimento, a fim de se prepararem com eficiência para futuras tarefas Planetárias.

Os deveres, constituem testemunhos, pesadíssimos e exigem alta noção de responsabilidade individual.

Ouvindo belas melodias, obtive de Lísias a explicação de que a música, intensifica o rendimento do serviço, em todos os setores de esforços construtivo. Recolhi-me aos meu aposento particular, repleto de indagações intimas.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 01:20

[attachimg=1align=center=width=450]
 
X - O Umbral

As referencias a Espíritos do Umbral, deixava-me curioso. A ausência de preparação religiosa, no mundo, dá motivo a dolorosas perturbações.

Que seria o Umbral?

Conhecia, apenas a idéia do inferno e do purgatório, através dos sermões ouvidos nas cerimonias católico-romanas. A que assistira. No primeiro encontro com Lísias, minhas perguntas não se fizeram esperar.

▬  Ora, ora, pois você andou detido por lá tanto tempo, e não conhece a região? Recordei os sofrimentos passados, experimentando arrepios de horror. O Umbral, continuou ele solícito- começa na crosta terrestre.

É a zona obscura de quantos na Terra não se resolveram a atravessar as portas dos deveres sagrados, a fim de cumpri-los, demorando-se no vale das indecisões, ou no pântano dos erros numerosos.

Quando o espirito reentra na vida carnal, promete cumprir o programa de serviços do Pai, entretanto, é muito difícil faze-lo para só procurar o que lhe satisfaça o egoísmo.

Assim é que são mantidos os mesmos ódios, as mesmas paixões. Mas nem o ódio e nem as paixões são justiça e amor.

Tudo o que excede, sem aproveitamento prejudica a economia da vida. Pois bem todas as multidões de desequilibrados permanecem nas regiões nevoentas, que se seguem aos fluidos carnais.

O dever cumprido, é uma porta que atravessamos no infinito, rumo ao continente sagrado da união com o Senhor.

▬  Imagine se cada um de nós, renascendo no Planeta, somos portadores de uma roupa suja, para lavar no tanque da vida humana.

▬  Essa roupa imunda, é o corpo carnal, tecido por nossas próprias mãos nas experiências anteriores.

Compartilhando de novo, as bênçãos da oportunidade terrestre, esquecemos, porém do objetivo essencial, e ao invés de nos purificarmos pelo esforço da lavagem, manchamo-nos ainda mais, contraindo novos laços e encarcerando-nos a nós mesmos em verdadeira escravidão.

Como voltaremos a um meio mais elevado em piores condições? O Umbral funciona como região destinada ao esgotamento de resíduos mentais, uma espécie de zona purgatorial, onde se queima a prestações o material deteriorado das ilusões que a criatura adquiriu por atacado.

A imagem, não podia ser mais clara, mais convincente. Concentram-se ali, tudo o que não tem finalidade para a vida superior. E note você que a providencia agiu sabiamente, permitindo se criasse tal departamento em torno do planeta.

Há regiões compactas de almas ali que não são suficientemente perversas para serem enviadas a Colônias de reparação, nem bastante nobres para serem conduzidas a planos de elevação.

Representam fileiras compactas, companheiros imediato dos homens, separados deles apenas por leis vibratórias. Não é de se estranhar, que semelhantes lugares se caracterizam por grandes perturbações. Lá vivem os revoltados de toda espécie. Formam grupos de notável poder, pala concentração das tendências e desejos gerais.

O Umbral esta repleto de desesperados. É lugar de verdugos e vitimas, de exploradores e explorados.

A região a que nos referimos é qual casa onde não há pão:

▬  Todos gritam e ninguém tem razão. O viajor distraído, perde o comboio, o agricultor que não semeou não pode colher. Uma certeza porem posso dar-te:
▬  Apesar das sombras e angustias do Umbral, nunca faltou lá proteção Divina.


Cada Espírito permanece lá o tempo que se faça necessário. Para isso meu amigo, permitiu o senhor se erigissem muitas Colônias como esta, consagradas ao trabalho e ao socorro espiritual.

Observei então, que essa esfera se mistura quase com a esfera dos homens.
▬  Sim, é nesse lugar que se estendem os fios invisíveis que ligam as mentes humanas entre si.

O plano está repleto de desencarnados e de formas pensamentos dos encarnados, porque, em verdade, todo espirito esteja onde estiver, é um núcleo irradiante de forças e formas que criam, transformam ou destroem, exteriorizadas em vibrações que a ciência terrestre presentemente não pode compreender.

É pelo pensamento que os homens encontram no Umbral, os companheiros que afinam com as tendências de cada um. Toda alma é um imã poderoso. Há uma extensa humanidade invisível, que se segue a humanidade visível.

As missões mais laboriosas do m. do Auxilio, são constituídas por abnegados servidores, no Umbral. Porque se a tarefa dos bombeiros é difícil, pelas labaredas e ondas de fumaça que os defrontam.

Os Missionários do Umbral encontram fluídos pesadíssimos emitidos, sem cessar, por milhares de mentes desequilibradas, na prática do mal ou terrivelmente flageladas nos sofrimentos retificadores.

É necessário muita coragem e muita renúncia para ajudar a quem nada compreende do auxilio que se lhe oferece.

▬  Ah! Como desejo trabalhar junto dessas legiões infelizes.
▬  Será que você se sente com o preparo indispensável a semelhantes serviços?


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 01:27


[attachimg=1align=center=width=450]
 
XI - No Gabinete do Ministro

Com as melhoras crescentes, surgia a necessidade de movimentação e trabalho. Decorrido tanto tempo, volvia-me o interesse pelos afazeres de todo homem normal no mundo.

Cercado de enfermos, não podia aproximar-me, como noutros tempos reunindo em min o amigo, o médico e o pesquisador. Não me era licito nem mesmo a função de enfermeiro e colaborador nos casos de socorro urgente.

▬  Porque não pedir socorro a Clarêncio?

No dia imediato procurei o local indicado, penetrei no gabinete em companhia de uma senhora que seria ouvida em primeiro lugar.

▬  Nobre Clarêncio- começou a senhora. Venho pedir a favor de meus filhos. A saudades é grande. Reconheço que os designos do Pai são justos e amorosos, no entanto sou mãe e sofro.
▬  Mas se a irmã, reconhece que o Pai é justo e amoroso, que me cabe fazer? Quantos bônus horas (Ponto relativo a cada hora de serviço) poderá apresentar em beneficio de sua pretenção?

▬  A interpelada respondeu hesitando:

▬  304. É de lamentar, elucidou Clarêncio sorrindo- pois aqui se hospeda mais de seis anos, e apenas deu a Colônia até hoje 304 de trabalho? Logo que se restabeleceu, foi-lhe oferecida atividade louvável na turma de vigilância, do Ministério de Comunicação.....

▬  Mas aquilo lá era serviço intolerável.
▬  Coloquei-a, depois entre os irmãos, nas tarefas regeneradoras.

▬  Pior exclamou a senhora.
▬  Aqueles apartamentos andam repletos de pessoas imundas, palavrões, indecência, e miséria. Quem os tolerará senão os Santos.

▬  Coloquei-a em outros trabalhos, mas a irmã recolheu-se, aos campos de repouso.

Note minha amiga - esclareceu o devotado e seguro orientador.

▬  O trabalho e a humildade são as duas margens do caminho do auxilio. Para ajudarmos alguém, a quem queremos bem, precisamos de ajudar outros, muito necessitados.

Antes de amparar os que amamos, é indispensável estabelecer correntes de simpatia. Sem a cooperação é impossível atender com eficiência.

O servidor que obedece, contribuindo, conquista os superiores, interessados no serviço.
Que fará pois na Terra, se não aprendeu a suportar coisa alguma?

Não duvido da sua dedicação aos filhos queridos, mas importa notar que haveria de comparecer por lá, incapaz de prestar socorro justo. Os que não cooperam, não recebem cooperação. Isso é da lei eterna.

▬  Se minha irmã nada acumulou de seu, para dar, como receber a colaboração, se ainda não semeou, nem mesmo simpatia? Volte aos campos de repouso e reflita. Depois examinaremos o assunto com a devida atenção.

Em seguida o Ministro chamou-me.
▬  Aproxime-se meu amigo.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 01:35

[attachimg=1align=center=width=450]
 
XII - Elucidações de Clarêncio

Não seria melhor calar, aprendendo a esperar deliberações superiores? Não seria presunção descabidas pedir atribuições de médico naquela casa, onde permanecia como enfermo?

O Ministro, como se adivinhasse meus propósitos mais íntimos exclamou em tom firme.

▬  Pronto a ouvi-lo.
▬  Bastante confundido, falei.

▬  Tomei a liberdade de vir até aqui, rogar seus bons ofícios para que me reintegre no trabalho. Ando saudoso dos meus misters, agora que "Nosso Lar" me reconduziu à bênção da harmonia orgânica. Qualquer trabalho útil, me interessa.

▬  Já sei. Pede qualquer gênero de tarefa, mas no fundo, sente falta dos seus clientes, do seu gabinete, da paisagem de serviço com que o senhor honrou sua personalidade na Terra.

Convém notar que às vezes o Pai nos honra com sua confiança e nós desvirtuamos os verdadeiros títulos de serviço. Você foi médico na Terra, cercado de todas as facilidades, no capítulo dos estudos, sem as dificuldades do médico pobre. Prosperou tão rapidamente que transformou facilidades conquistadas em carreira para a morte prematura do corpo.

Ante aquele olhar firme e bondoso ainda ponderei.

▬  Estimaria obter meios de resgatar os meus débitos, consagrando-me sinceramente aos enfermos deste parque hospitalar.

▬  Impulso muito nobre- disse Clarêncio- contudo é preciso ver que toda tarefa na Terra, no campo das profissões, é convite do Pai, para que o homem penetre os templos divinos do trabalho. O titulo, para nós é simplesmente uma ficha, mas no mundo costuma representar uma porta aberta a todos os disparates.

Meu irmão, recebeu a ficha de médico. Penetrou o templo da medicina, mas sua ação lá dentro, não se verificou em normas que me autorizem a endossar seus atuais desejos.

▬  Como transformai-lo de um momento para outro em médico de espíritos enfermos?

Não nego a sua capacidade de excelente fisiologista, mas o campo da vida é muito extenso. Que me diz de um botânico que alinhasse definições apenas com o exame das cascas secas de algumas árvores.

Há que penetrar a alma, sondar-lhes as profundezas. muitos profissionais da medicina no planeta, são prisioneiros das salas acadêmicas, porque a vaidade lhes roubou a chave do cárcere.

Raros conseguem atravessar o pântano dos interesses inferiores, sobrepondo-se a preconceitos comuns e, para essas exceções, reservam-se as zombarias do mundo e o escárnio dos companheiros.

Fiquei atônico. Não conhecia tais noções de responsabilidade profissional.

▬  Não pode ser médico ainda em " Nosso Lar", mas poderá assumir o cargo de aprendiz, oportunamente. Sua posição atual é das melhores, e confortadora, pelas intercessões chegadas ao Ministério do Auxilio, a seu favor.

▬  Minha Mãe perguntei! inebriado de alegria.
▬  Sim esclareceu o Ministro.
▬  Sua mãe, e outros amigos, no coração dos quais você plantou sementes de alegria.

Na sua ficha examinei que a par da irreflexão, o irmão proporcionou receituário gratuito a mais de seis mil necessitados. Presentemente, alguns beneficiados não se esqueceram e tem enviado aqui veemente apelos a seu favor.

Aprenderá lições novas, e, depois de experiências úteis cooperará eficientemente conosco, preparando-se para o futuro infinito.

Senti-me radiante e pela primeira vez, chorei de alegria.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 01:37


[attachimg=1align=center=width=450]
 
XIII - A Visita Materna

Passei dias entregue a profundas reflexões sobre a vida. Estava nessa fase de recolhimento, em que o homem é chamado para dentro de si mesmo, pela consciência profunda.

Um dia Lísias, penetrou, radiante, no meu quarto, exclamando:

▬  Advinha quem chegou a sua procura!
▬  Minha Mãe- respondi, confiante. Olhos arregalados de alegria, vi minha Mãe entrar de braços estendidos.

▬  Meu filho! meu filho! Vem a mim querido.

Senti-me criança, como no tempo em que brincava na chuva, pés descalços, na areia do jardim. Abracei-me a ela carinhoso, chorando de jubilo, experimentando os mais sagrados transportes de ventura espiritual.

Beijei-a repetidas vezes, misturei minhas lágrimas com as suas lágrimas, e não sei quanto tempo estivemos abraçados.

Vamos meu filho, não te emociones tanto assim! A alegria quando excessiva, maltrata o coração.

▬  Ainda estás fraco. Não desperdices energias.
▬  Sentei-me ao seu lado. A presença maternal constituía infinito reconforto ao meu coração

Minha Mãe falou com serenidade.- Nunca saberemos agradecer a Deus tamanhas dádivas. O Pai jamais nos esquece, meu filho.

Esquecendo-me dos conselhos de Clarêncio, comecei a queixar-me e lamentar-me.

▬  O! filho não te queixes. Agradeçamos ao Pai a bênção desta reaproximação. Sintamo-nos agora em uma escola diferente, onde aprendemos a ser filhos do Senhor.

Nossa dor não nos edifica pelo pranto que vertemos, ou pela feridas que sangram em nós, mas pela porta de luz que nos oferece ao espírito, a fim de sermos mais compreensivos e mais humanos.

Aquelas palavras benditas me despertaram. Beijei-a na fronte sentindo-a mais amorosa e mais bela que nunca.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 01:41


[attachimg=1align=center=width=450]
 
XIV - Confidencias

Consolou-me a palavra maternal.

▬  O! minha Mãe- exclamei comovido- deve ser maravilhosa a esfera de sua habitação.
▬  A esfera elevada meu filho, requer, sempre mais trabalho, e maior abnegação.

Desde que voltei da Terra, tenho trabalhado pela nossa renovação espiritual. Muitas entidades, desencarnando, permanecem agarradas ao lar terrestre, a pretexto de muito amarem aos que ficaram no mundo carnal.

Ensinaram-me aqui, que o verdadeiro amor, para transbordar em benefícios, precisa trabalhar sempre. Desde a minha vinda, procuro esforçar-me, para conquistar o direito de ajudar aqueles que tanto amamos.

▬  E meu Pai?- perguntei - onde está? Porque não veio com a Senhora?
▬  Ah! teu Pai! Teu Pai!....

▬  Há dose anos está num lugar de trevas no Umbral. Parecia forte, arraigado ao cavalheirismo do alto comercio, e ao fervor do culto externo, em matéria religiosa, mas no fundo era fraco e mantinha ligações clandestinas, fora do nosso reduto doméstico.

E agora no Umbral, cumpre pena amarga, porque algumas desventuradas criaturas que o precederam, aguardavam-no ansiosas, prendendo-o de novo nas teias da ilusão.

Laerte quis fugir, esforçando-se por encontrar-me. Mas não pode compreender que depois da morte física a alma se encontra tal qual viveu intrinsecamente. Lutou repelindo as tentações, mas caiu novamente enredado na sombra, por falta de perseverança no bem e reto pensamento.

Seu potencial vibratório é ainda muito baixo. Tenho procurado atraí-lo ao bom caminho pela inspiração, mas apenas consigo arrancar-lhe algumas lágrimas de arrependimento. Não é possível acender luz em cadeia sem óleo, e sem pavio.....

Precisamos da adesão mental de Laerte, para conseguir levanta-lo e abrir-lhe a visão espiritual.

A senhora ainda auxilia Papai, não obstante a ligação com essas mulheres infames?

Não as classifique assim- diga antes, meu filho, - Nossas irmãs doentes ignorantes e infelizes. São filhas de nosso Pai igualmente. Tenho feito intercessões por elas também.

Espantou-me a grande manifestação de renuncia de minha Mãe.

Pensei subitamente na minha família.

▬  A senhora que tem acompanhado Papai, nada poderá informar-me relativamente à Zélia (esposa) e as crianças? Aguardo, ansioso o instante de voltar a, fim de auxilia-los. Como deve sofrer, minha desventurada esposa com esta separação.....

Tenho visitado meus netos periodicamente. Vão bem, disse minha Mãe.

Não deves porém inquietar-te com esse problema. Prepara-te com o teu aprimoramento, para que sejamos bem sucedidos. Há questões que precisamos entregar ao Senhor, em pensamento, antes de trabalhar na solução que elas requerem.

Mais tarde ela despediu-se. Vou ao Ministério da Comunicação, onde serei munida de recursos fluídicos para a jornada de regresso.

Beijou-me e partiu.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 02:05




[attachimg=1align=center=width=450]
 
XV - Em Casa de Lísias

Não se passaram muitos dias após a visita de minha Mãe, quando Lísias me veio buscar a chamado do Ministro Clarêncio.

▬  Meu amigo, estas autorizado a fazer observações nos diversos setores de nossos serviços. Com exceção é claro, dos ministérios de natureza superior.

Henrique de Luna deu por terminado seu tratamento, na semana última, e é justo, agoira, que aproveites o tempo observando e aprendendo.

Olhei para Lísias, como irmão que devia participar da minha felicidade indizível naquele instante.


Era o inicio de uma vida nova.

▬  Se possível, estimaria recebe-lo em nossa casa, minha Mãe o trataria como filho.
▬  Clarêncio endereçou um olhar de aprovação, murmurando.
▬  Muito bem, Lísias, Jesus alegra-se conosco, sempre que recebemos um amigo no coração.

▬  Guarde este documento, entregando-me pequena caderneta, com ela poderá ingressar nos Ministérios da Regeneração, do Auxilio, da comunicação e do Esclarecimento, durante um ano.

▬  Instrua-se meu caro. Não perca tempo. Elevado de alegria, acompanhei Lísias.
▬  Em alguns minutos, íeis-me à porta de graciosa construção, cercada de colorido jardim.

▬  É aqui- exclamou o dedicado companheiro.
▬  "O nosso lar, dentro de " NOSSO LAR".

Ao tinido brando da campainha no interior, surgiu à porta simpática matrona.

▬  Mãe!, Mãe!.... gritou o enfermeiro apresentando-me alegremente - Este é o irmão que prometi trazer-te.
▬  Seja bem vindo amigo!- exclamou a Senhora, esta casa é sua, e abraçando-me. Soube que sua Mãe não vive aqui. Nesse caso terá em mim, uma irmã com funções maternais.

▬  Não sabia como agradecer a generosa hospitalidade. Entramos, ambiente simples e acolhedor. Moveis e objetos, parecidos com os terrestres. Quadros de sublime significado espiritual. Um piano e uma harpa talhada em linhas delicadas.

Fiquei sabendo que não só a música, como a literatura eram estimadas em " Nosso Lar"

Fiquei sabendo também que os escritores de má fé, os que estimam o veneno psicológico, ficam nas zonas obscuras do Umbral por não se equilibrarem por aqui.

Admirava-me com tudo que via e ouvia, Quando dona Laura, mãe de Lísias convidou-me a oração.


Sentamo-nos, em torno de grande mesa, juntamente com Iolanda e Judite, duas irmãs de Lísias. Que ali com dona Laura viviam.

Ligado um grande aparelho, fez-se ouvir música suave. Era o louvor do momento crepuscular.

Surgiu ao fundo, o mesmo quadro prodigioso da Governadoria, que eu nunca me cansara de contemplar todas as tardes, no parque hospitalar.

Naquele momento porem, sentia-me dominado de profunda e misteriosa alegria.

E vendo o coração azul desenhado, senti que minha alma se ajoelhava no templo interior, em sublimes transportes de jubilo e reconhecimento.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 02:10


[attachimg=1align=center=width=450]

XVI - Amor Alimento das Almas

Terminada a oração, chamou-nos à mesa a dona da casa, servindo caldo reconfortante e frutas perfumadas, que mais pareciam concentrados de fluidos deliciosos.

Ouvi Dona Laura observar com graça:

▬  Afinal nossas refeições aqui são mais agradáveis que na Terra. Há residências aqui, que as dispensam quase por completo, mas, nas zonas do Ministério do Auxilio, não podemos prescindir dos concentrados fluídicos, tendo em vista os serviços pesados que as circunstâncias impõem.

▬  Isto porém,  ponderou uma das jovens- não quer dizer que somente nós os funcionários do Auxilio e da Regeneração, vivamos a depender de alimentos. Todos os ministérios, inclusive o da União Divina, não os dispensam, deferindo apenas a feição substancial

Na Comunicação e no Esclarecimento, há sempre enorme dispêndio de frutos. Na Elevação e na União Divina, os fenômenos de alimentação, atingem o inimaginável.

Nosso irmão talvez ainda ignore que o maior sustentáculo das criaturas é justamente o AMOR. Recebemos de quando em quando, instruções relativas à nutrição espiritual. Todo sistema de alimentação, nas variadas esferas da vida, tem no amor a base profunda.

O alimento físico, mesmo aqui, é simples problema de materialidade transitória, como no caso dos veículos terrestres, necessitados da colaboração da graxa e do óleo. A alma em si, apenas se nutre de AMOR.

Quanto mais nos elevamos no plano evolutivo da criação, mais extensamente conheceremos essa verdade. Tudo se equilibra no amor infinito de Deus, e quanto mais evoluído o ser, mais sutil o processo de alimentação

O verme no subsolo da Terra, nutre-se essencialmente de Terra. O grande animal, colhe nas plantas, os elementos de nutrição, a exemplo da criança sugando o seio materno.

O homem colhe o fruto do vegetal, transformando-o segundo a exigência do paladar que lhe é próprio, e serve-se dele à mesa do Lar.

Nós outros, criaturas desencarnadas, necessitamos de substâncias tendentes à condição fluídica, e o processo será cada vez mais delicado, à medida que se intensifique a ascensão individual.

Mas todos nós dependemos absolutamente do AMOR. - Não se lembra do ensino Evangélico "Amai vos uns aos outros"

▬  Prosseguiu a Mãe de Lísias. Jesus aconselha-nos a nos alimentarmos, uns aos outros, no campo da fraternidade e da simpatia.

O homem saberá mais tarde, que a conversação amiga, o gesto afetuoso, a bondade reciproca, são patrimônios que derivam do AMOR profundo, e constituem sólidos alimentos para a vida em si.

A permuta magnética é o fator que estabelece ritmo necessário à manifestação da harmonia.

Como vê, meu amigo- objetou Lísias contente:
▬  Aqui, lembramo-nos sempre do Evangelho de Jesus. "Nem só de pão vive o homem."



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 02:14

[attachimg=1align=center=width=450]

XVII - A Jovem Desencarnada

Bateram à porta e levantando-se o enfermeiro foi atender. Dois rapazes de fino trato entraram.

Eram os irmãos Polidoro e Estácio que vieram buscar Lísias para a excursão ao Campo de Música.

Disse dona Laura:

▬  Não poderemos compartilhar das alegrias do Campo hoje. Temos em minha casa minha neta convalescente, que voltou da Terra há poucos dias. Vão vocês em busca do alimento a que nos referimos. Os laços afetivos, são aqui mais belos e mais fortes.

O AMOR é o pão divino das almas, o pábulo sublime dos corações.

▬  Sua neta não vem à mesa para as refeições?
▬  Por enquanto alimenta-se a sós- esclareceu Dona Laura, a tolinha continua nervosa e abatida.

Aqui não trazemos à mesa qualquer pessoa que se manifeste perturbada ou desgostosa. A neurastenia e a inquietação emitem fluídos pesados e venenosos que se misturam automaticamente às substâncias alimentares.

▬  Manifestei o desejo de vê-la e dona Laura, levou-me ao quarto. Uma jovem muito pálida repousava.
▬  Heloísa, este é André, amigo de Lísias. É um irmão nosso que voltou da esfera física, há pouco tempo.

▬  Deve estar cansada, observei. Vi a jovem arregalar os olhos muito negros, como reter o pranto, mas em vão. Tolinha disse a meiga senhora abraçando-a, é necessário reagir.
▬  Estas impressões são o resultado da educação religiosa deficiente nada mais. Não deves chorar, disse-lhe eu Você é muito feliz. Desencarnou a poucos dias, está com seus parentes e não conheceu tempestades na grande viagem.


▬  Disse a jovem:
▬  Não imagina porém como tenho sofrido com a minha doença. Além disso, deixo meu noivo muito saudoso e sem consolo.

▬  Acreditas sinceramente nessa impressão? Disse Dona Laura.
▬  Observei o teu noivo, no curso de tua enfermidade. Não está preparado para compreender um sentimento puro. Reconfortasse-a muito depressa. Amor iluminado, não é para qualquer criatura humana. Passará algum tempo, e o encontrarás casado com outra.

▬  Ah! que horror vovó!
▬  Sei a causa de teu pranto filha:

▬  Ele nasce do nosso milenário egoísmo, da nossa renitente vaidade humana. Entretanto vovó, não fala para te ferir, mas para acordar.
▬  Deixamos a doente e fomos para a sala.

Minha neta, chegou profundamente fatigada. Pendeu o coração, nas teia do amor próprio. Seu assistente julgou melhor situa-la junto ao nosso carinho.

Isso é muito do meu agrado, porque minha querida Teresa, sua mãe está para chegar. Um pouco de paciência e atingiremos a solução justa.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 02:18

[attachimg=1align=center=width=450]

XVIII - Nocões de Lar

Vivemos numa cidade de transição, no entanto as finalidades da Colônia residem no trabalho e no aprendizado.

▬  Desempenhando tantos deveres, a senhora ainda tem atribuições fora de casa?
▬  Sim, as almas femininas aqui, assumem numerosas obrigações, preparando-se para voltar ao Planeta ou para ascender a esferas mais altas.

O Lar terrestre é que, há muito, se esforça por copiar nosso instituto domestico, mas os cônjuges lá, com raras exceções, estão ainda a moldar o terreno dos sentimentos, invadido pelas ervas amargosas da vaidade pessoal, e povoado do monstro do ciúme e do egoísmo.

Quando regressei do Planeta, fui levada a ouvir um grande instrutor, no Ministério do Esclarecimento.

▬  Não poderia dizer-me algo das lições recebidas?
▬  Sim:

▬  O orientador, muito versado em matemática- fez-nos sentir que o Lar é como se fora um ângulo reto nas linhas do plano da evolução Divina.

A reta vertical é o sentimento feminino evoluído nas inspirações criadoras da vida.

A horizontal é o sentimento masculino em marcha de realizações no campo do progresso comum. O Lar é o sagrado vértice onde o homem e a mulher se encontram para o atendimento indispensável.

É o templo, onde as criaturas devem unir-se espiritualmente antes que pelo corpo. Há na terra, estudiosos das questões sociais que chegam a asseverar que a instituição familiar está ameaçada.

Na maioria os casais terrestres passam as horas sagradas do dia vivendo a indiferença ou o egoísmo feroz. Quando o marido permanece calmo, a mulher parece desesperada, quando a esposa se cala, humilde, o companheiro tiraniza.

Nem a consorte se decide a animar o esposo, na linha horizontal de seus trabalhos temporais, nem o marido se resolve a segui-la no voo divino de ternura e sentimento, rumo aos planos superiores da Criação.

Dissimulam em sociedade e na vida intima......

Duas linhas divergentes tentam, em vão, formar o vértice sublime, a fim de construírem um degrau na escada grandiosa da vida eterna.

O Homem e a mulher aprenderão no sofrimento e na luta.

Enquanto as criaturas atravessam a florida região do noivado, procuram-se, mobilizando os máximos recursos do Espírito, e daí, dizer-se que todos os seres são belos quando estão verdadeiramente amando.

Já não havendo tolerância e, por vezes, nem mesmo fraternidade, apaga-se a beleza luminosa do AMOR, quando os cônjuges perdem a camaradagem e o gosto de conversar,

Daí em diante, os mais educados respeitam-se, os mais rudes mal se suportam.

Na esfera carnal, são raras as uniões de almas afins, esmagadora porcentagem de ligações de resgate.

Almas femininas aqui, não podem permanecer inativas. É preciso aprender a se mãe esposa, missionária, irmã. O movimento do feminismo desenfreado constitui abominável ação contra as verdadeiras atribuições do espírito feminino.

A mulher, não deve ir ao duelo com os homens através de escritórios e gabinetes, onde se reserva atividade justa ao espírito masculino.

Nossa Colônia, ensina nobres serviços de extensão do Lar, para as mulheres. A enfermagem, o ensino, a indústria do fio, a informação, os serviços de paciência representam atividades expressivas.

O homem deve aprender a carrear para o ambiente doméstico a riqueza de suas experiências e a mulher precisa conduzir a doçura do Lar para os labores ásperos do homem. Dentro do Lar, a inspiração, fora dele, a atividade. Uma não viverá sem a outra.

Como sustentar-se o rio sem a fonte, e como espalhar-se a água da fonte sem o leito do rio?

Quando o M. do Auxilio me confia crianças ao N. Lar, minhas horas de serviço são contadas em dobro.

Entretanto, quando isso não acontece, tenho meus deveres diuturnos nos trabalhos de enfermagem com a semana de quarenta e oito horas de tarefa. Todos trabalham em casa. A não ser minha neta convalescente, não temos qualquer pessoa da família em zonas de repouso.

Oito horas de atividades no interesse coletivo, diariamente, é programa fácil a todos. Sentir-me-ia envergonhada, se não o executasse.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 02:24


[attachimg=1align=center=width=450]

XIX - Continuando a Palestra

Como se encara o problema da propriedade na Colônia?
Esta casa por exemplo, pertence-lhe?

Dona Laura sorriu e exclamou:
▬  Tal como se dá na Terra, a propriedade aqui é relativa.

Nossas aquisições aqui, são feitas a base de trabalho "O Bônus Hora", no fundo é o nosso dinheiro. Ele nos propicia adquirir utilidades.

As construções em geral, representam patrimônio comum sob controle da Governadoria. Cada família espiritual, porém, pode conquistar um Lar (nunca mais que um) representado em trinta mil bônus hora, o que se pode conseguir com algum tempo de serviço.

Nossa morada foi conquistada pelo trabalho perseverante de meu esposo, que veio para a espiritualidade muito antes de min. Dezoito anos estivemos separados pelos laços físicos, mas sempre unidos pelos elos espirituais.

Quando cheguei, estreamos a habitação que ele organizara com esmero, acentuando-se nossa ventura. Meu esposo ministrou-me conhecimentos novos. Minhas lutas na viuvez haviam sido intensas.

Tive que enfrentar serviços rudes, porém habituei meus filhos ao estudo e ao trabalho.

Compreendi depois que a existência laboriosa me livraria das angustias do UMBRAL, por colocar-me a coberto de muitas tentações. Reencontrar meu marido aqui, representava o Céu para min.

Com o correr do tempo, Lísias, Iolanda e Judite reuniram-se a nós.

Mas a esfera do Globo nos esperava. Se o presente estava cheio de alegrias, o passado chamava as contas, para que o futuro se harmonizasse com a lei eterna.

Não podíamos pagar à Terra com bônus hora e sim com suor honrado, fruto de trabalhos.

A Lei do ritmo exigia, nossa volta.

Aquelas afirmativa me impressionavam. Era a primeira vez que ouvia sobre encarnações pregressas.

Senhora Laura, também atravessei o rio da morte. A Senhora recordou o passado, logo após sua vinda, ou esperou o concurso do tempo.

▬  Esperei, replicou, sorridente, antes de tudo é indispensável nos despojarmos das impressões físicas. É preciso grande equilíbrio para podermos recordar edificando.

▬  Mas a Senhora recordou o passado de maneira natural? - Perguntei.
▬  Explico. Quando se me aclarou a visão, as lembranças vagas me causavam perturbação. Não só a min, como a meu marido.

Resolvemos consultar um assistente. Esse amigo nos encaminhou aos magnetizadores do Ministério do Esclarecimento

Na seção do Arquivo, onde todos nós temos anotações particulares, aconselharam-nos os técnicos, a ler a nossas próprias memórias, durante dois anos, sem prejuízo de nossa tarefa do Auxilio, abrangendo período de três séculos (300anos)

O chefe do serviço nos permitiu a leitura de fases anteriores, declarando não nos ser possível suporta-las.

E bastou a leitura para que se sentisse na posse das reminiscência? Atalhei curioso. Não, a leitura apenas informa.

Depois de longo tempo em meditações fomos submetidos a determinadas operações psíquicas, a fim de penetrar os domínios emocionais das recordações. Os espíritos técnicos, no assunto nos aplicaram passes no cérebro, despertando certas energias adormecidas.

Meu marido e eu, ficamos, então senhores de trezentos anos de memória integral. Compreendemos assim, quão grande é o nosso débito para com as organizações do Planeta.

E onde está nosso irmão Ricardo (esposo de Dona Laura). Como estimaria conhece-lo!... Ricardo partiu a três anos. Quanto a min, seguirei em breve. Temos trabalho, muito trabalho, na terra.

Aguardo apenas a chegada de Teresa, mãe de minha neta, para deixa-la junto aos nossos.

Ela não tardará. A sua passagem pelo Umbral, será somente de algumas horas, em vista dos seus profundos sacrifícios, desde a infância. Poderei transmitir-lhe minhas obrigações no Auxilio e partir sossegada.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 02:34

[attachimg=1align=center=width=450]

XX - O Bônus Hora

▬  Que me diz do bônus hora? Trata-se de algum metal amoedado?
▬  Não é propriamente morda, mas fixa de serviço individual, funcionando como valor aquisitivo.
▬  Aquisitivo? Perguntei.
▬  Explico-me respondeu Dona Laura.
▬  Em " Nosso Lar" a produção de vestuário e alimentação elementares pertence a todos em comum. O celeiro fundamental é propriedade coletiva. Todos cooperam no engrandecimento do patrimônio comum e dele vivem.


Os que trabalham, adquirem direitos justos.

Cada habitante, recebe provisões de tudo no que se refere ao estritamente necessário, mas os que se esforçam na obtenção do bônus hora, conseguem certas prerrogativas na comunidade social.

O Espírito que não trabalha, poderá ser abrigado aqui, no entanto os que cooperam podem ter casa própria. O ocioso vestirá sem dúvida, mas o operário dedicado, vestirá o que melhor lhe pareça.

Os inativos podem permanecer nos campos de repouso ou nos parques de tratamento, favorecidos pela intercessão de amigos, entretanto, as almas operosas conquistam o bônus hora e podem e podem gozar da companhia de irmãos queridos, nos lugares consagrados ao entretenimento, ou o contato de orientadores sábios, nas diversas escolas dos Ministérios em geral.

Precisamos conhecer o preço de cada nota de melhoria e elevação:

▬  Cada um, deve dar, no mínimo oito horas de serviço útil nas vinte nas 24 horas de que o dia se constitui.

A Governadoria permite 4 horas de esforço extraordinário. Desse modo, há muita gente que consegue 72 bônus horas, por semana, sem falar dos serviços sacrificiais, cuja remuneração é duplicada e até triplicada.

▬  Tudo é relativo. Se, na orientação ou na subalternidade, o trabalho é de sacrifício pessoal, a expressão remunerativa é justamente multiplicada. Não esquecer que a natureza do serviço é problema dos mais importantes.

Na Terra, Governos e Empresas pagam a médicos que se entregam a exploração de interesses outros, e a operários que matam o tempo. Onde, aí, a natureza do serviço?

O verdadeiro ganho da criatura é de natureza espiritual e o bônus- hora, em nossa organização, modifica-se em valor substancial segundo a natureza de nossos serviços.

No Ministério da Regeneração, temos o bônus - hora- regeneração. No Ministério do Esclarecimento, bônus - hora - esclarecimento, e assim por diante. Ora examinando o provento espiritual, é razoável que a documentação do trabalho revele a essência do serviço.

As aquisições fundamentais constituem-se de experiência, educação, enriquecimento de bênçãos Divinas, extensão de possibilidades. Os fatores assiduidade e dedicação, representam, aqui quase tudo.

Em geral, em nossa Cidade de transição, a maioria prepara-se com vistas à necessidade de regresso aos círculos carnais.

É natural que o Espírito, que empregou 5 mil horas ou 6 mil horas, tenha efetuado esforço sublime, a benefício de si mesmo e estará mais sábio.

▬  Semelhantes instruções interessavam-me profundamente.
▬  Poderemos gastar nossos bônus em favor de amigos? - perfeitamente disse ela. Isso é um direito do trabalhador fiel. Compreenderemos, que aqui, nada existe sem preço e que para receber é indispensável dar alguma coisa

E o problema da herança?
▬  Inquiri.

▬  Não temos aqui complicações.
▬  Vejamos o meu caso.

Aproxima-se o tempo do meu regresso aos planos da crosta. Tenho comigo três mil bônus hora- auxilio, no quadro de minhas economias pessoal.

Não posso lega-los a minha filha que está para chegar, porque esses valores serão revertidos ao patrimônio comum, permanecendo minha família, apenas com o direito de herança ao Lar, no entanto minha fixa de serviços autoriza-me a interceder por ela e preparar-lhe aqui trabalho e concurso amigo, assegurando-lhe, igualmente, o valioso auxílio das organizações de nossa Colônia espiritual durante minha permanência nos círculos carnais.

Nesse cômputo, deixo de referir-me do lucro maravilhoso que adquiri no capitulo da experiência, nos anos nos anos de cooperação no Ministério do Auxilio.

Volto à Terra, investida de valores mais altos demonstrando qualidades mais nobres de preparação ao êxito desejado.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 02:40

[attachimg=1align=center=width=450]

XXI - Saber Ouvir

▬  Lísias, voltou e convidou-me a conhecer o jardim
▬  O espetáculo apresentava-se soberbo.

Ainda não conhecia o quadro maravilhoso que a noite clara apresentava ali, nos vastos quarteirões do Ministério do Auxilio.

Lírios de neve, matizados de ligeiro azul ao fundo do cálice, pareciam taças, de cariciado aroma. Flores diferentes das conhecidas e de uma beleza e aroma sem igual. Respirei profundamente, sentindo que ondas de energia nova me penetravam o ser.

Ao longe, as torres da Governadoria mostravam belos efeitos de luz. Deslumbrado, não conseguia emitir impressões.

Nunca presenciei tanta paz! O companheiro sorriu e falou:

▬  Há compromisso entre todos os habitantes equilibrados da Colônia, no sentido de não se emitirem pensamentos contrários ao bem.

O esforço da maioria se transforma em uma prece quase perene. Daí as vibrações de paz que observamos.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 02:48


[attachimg=1align=center=width=450]

XXII - O Impressionante Apelo

Após, voltarmos ao interior onde Lísias se aproximou de pequeno aparelho postado na sala, à maneira de nossos receptores radiofônicos.

Que iríamos ouvir? - Mensagens da Terra?
▬   Não ouviremos vozes do Planeta. Nossas transmissões baseiam-se em forças vibratórias mais sutis que as da esfera da crosta.

Na terra vivemos distanciados dos verdadeiros princípios de fraternidade. Na hora do testemunho, somos solidários apenas com os nossos. É preciso curar nossas velhas enfermidades. No início da Colônia todas as moradias, ligavam-se com os núcleos de evolução terrestre.

Ninguém suportava a ausência de noticias. Da parentela comum. Vivia-se em constante guerra nervosa. Boatos assustadores perturbavam as atividades em geral.

A Governadoria melhorou a situação. A bondade desviada, provoca indisciplina e quedas. Amparado pela União Divina, a Governadoria, proibiu o intercâmbio generalizado

Houve luta, mas o Ministro, valeu-se do ensinamento de Jesus que manda que os mortos enterrem os seus mortos, e a inovação se tornou vitoriosa.


Entretanto observei. Não seria interessante colher noticias dos nossos em transito na Terra?

▬  Observe por você mesmo disse Lísias.
▬  Está preparado por exemplo para manter a precisa serenidade, esperando com fé e agindo com os preceitos divinos, em sabendo que um filho do seu coração está sendo caluniado?

▬   Ou algum de seus irmãos consanguíneos, fosse encarcerado como criminoso?
▬   Teria bastante força para conservar-se tranquilo?

Sorri desapontado.

▬  Não devemos procurar noticias do plano inferior, senão para levar auxílios justos. Porque, criatura alguma, auxiliará com justiça, experimentando desequilíbrios do sentimento e do raciocínio.

Por isso, é que é indispensável a preparação conveniente, antes de novos contatos com os parentes terrenos. Não esquecer que somos criaturas falíveis. Necessitamos recorrer aos órgãos competentes, que determinam a oportunidade ou o merecimento exigidos.

Para esse fim, temos o Ministério da Comunicação. Acresce notar que, da esfera superior, é possível descer à inferior com mais facilidade. Existem contudo certas leis que mandam compreender devidamente os que se encontram nas zonas mais baixas.

É tão importante saber falar como saber ouvir.

"Nosso Lar" vivia em perturbação, porque não sabendo ouvir, não podia auxiliar com êxito e a Colônia, frequentemente vivia em confusão.

Calei-me vencido pelo argumento poderoso. Ligado o receptor, suave melodia ouviu-se no ambiente. Daí a instantes, começou ele a falar.

▬  Emissora do posto dois, de Moradia. Continuamos a irradiar o apelo da Colônia, em benefício da paz na Terra. Ajude-nos quantos puderem ceder algumas horas de cooperação nos locais de trabalho que ligam as forças obscuras do Umbral à mente humana.

Negras falanges da ignorância, depois de espalharem os fachos incendiários da Guerra na Ásia, cercam as nações Europeia impulsionando-as a novos crimes.

Nosso Núcleo, denuncia esse movimento dos poderes concentrados no mal, pedindo socorro fraterno e auxílio possível. Lembrai-vos de que a paz, necessita de trabalhadores de defesa.

▬  Lísias esclareceu:
▬  Estamos muito longe das regiões ideais da mente pura. A humanidade terrestre, de milhões de seres, une-se a humanidade invisível do Planeta, que integra muitos bilhões de criaturas.

▬  Nesse ínterim, interrompia-se a música voltando o locutor, com os mesmos apelos.

O! irmãos muito amados, dos núcleos superiores, auxiliemos a preservação da tranquilidade humana. Invoquemos o amparo das poderosas fraternidades de luz, que presidem da Terra.

Nossas energias estão empenhadas em vigoroso duelo com as legiões da ignorância. Unamo-nos em uma só vibração, contra o assédio das trevas. Acendamos a luz contra a guerra do mal.

O Ministro da União Divina esclareceu que a humanidade carnal, como personalidade coletiva, está nas condições do homem insaciável que devorou excesso de substâncias no banquete comum.

A crise orgânica é inevitável. Nutriram-se varias nações do orgulho criminoso vaidade e egoísmo feroz. Experimentam, agora, a necessidade de expelir os venenos letais.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 02:56

[attachimg=1align=center=width=450]

XXIII - Generoso Alvitre

No dia imediato, muito cedo, depois de leve refeição, disse Dona Laura feliz:

▬  Já lhe arranjei companhia para hoje. Nosso amigo Rafael, funcionário da Regeneração, passará por aqui, a meu pedido. É amigo da família e o apresentará ao Ministro Genésio. - Estava radiante e agradeci. Lísias, despediu-se para ir ao trabalho. Fiquei com Dona Laura que me aconselhou.


Abandone a curiosidade, não deseje ser como a mariposa de lâmpada em lâmpada. Sei que seu espírito de pesquisa é muito forte.

Médico, estudioso, apaixonado de novidades e enigmas, ser-lhe-á fácil deslizar na posição nova.

Clarêncio ofereceu-lhe ingresso nos Ministérios, não olvide que o espírito de investigação deve manifestar-se após o espírito de serviço. Muitos querem observar, raros se dispõe a realizar.

Somente o trabalho digno, confere ao espirito o merecimento indispensável a qualquer direito novo.

Da Regeneração, saem turmas destinadas aos serviços mais árduos. As tarefas humildes, são exemplificados pelas do Cristo que não desdenhou o serrote de uma carpintaria.

▬  Aquelas palavras maternais, caiam-me no coração como bálsamo precioso.- A ciência de recomeçar é das mais nobres que nosso espírito pode apreender.


Lembremo-nos do Apóstolo Paulo, doutor do Sinédrio, esperança de uma raça, pela cultura e pela mocidade, alvo de geral atenção em Jerusalém, que voltou um dia, ao deserto para recomeçar a experiência humana, como tecelão rústico e pobre.

Creio que você não veio, senão para atender a um imperativo mais alto. Estamos todos entrelaçados em teia de amizade secular. Brevemente voltarei ao circulo da carne, entretanto, continuaremos sempre unidos pelo coração. Espero vê-lo animado e feliz, antes de minha partida.

Faça desta casa a sua habitação. Trabalhe e anime-se, confiando em Deus. Levantei os olhos rasos de lágrimas e tive a impressão de conhecer minha interlocutora de velhos tempos.

▬  Bateram à porta, era Rafael que vinha buscar-me.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 03:02


[attachimg=1align=center=width=450]

XXIV - Novas Perspectivas

Ponderando as sugestões de Dona Laura, acompanhei Rafael em silêncio, experimentando novo gênero de atividade. Dava-me todo à oração pedindo a Jesus me auxiliasse nos caminhos novos. Deixou-nos o aeróbus à frente de espaçoso edifício.

Em poucos minutos achava-me a frente do respeitável Genésio, um velhinho simpático, cujo semblante revelava, entretanto singular energia. Rafael apresentou-me fraternalmente.

▬  Ah! sim- disse o generoso Ministro, - é o nosso irmão André?
▬  Para servi-lo- respondi.

▬  Tenho notificações de Laura, referente a sua vinda. Fique a vontade. Clarêncio, falou-me também a seu respeito, com interesse.
▬  Senhor Ministro, venho recebendo benefícios, sem nada produzir de útil.

▬  Perdi muito tempo na vaidade inútil, fiz enormes gastos de energia na ridícula adoração de mim mesmo!...
▬  Até aqui não entendia o valor do tempo, nem enxergava as bênçãos santas da oportunidade.

Então disse o velhinho:

Quando o servidor está pronto o serviço aparece.

O meu amigo tem recebido recursos da Providência. Está bem disposto à colaboração, compreende a responsabilidade, aceita o dever.

Nos círculos carnais felicitamos um homem quando ele atinge prosperidade financeira, entretanto aqui a situação é diferente. Estima-se a compreensão, o esforço próprio, e a humildade sincera. E ligando-se ao gabinete próximo, falou em vós alta:

▬  Tobias! Assomou à porta um senhor de maneiras desembaraçadas
▬  Tobias- explicou Genésio, atencioso,- aqui tem um amigo que vem do Ministério do Auxilio, em tarefa de observação. Creio de muito proveito para ele o contato com as atividades das Câmaras Retificadoras.
▬  Estendi-lhe a mão em cumprimento.

Estou de caminho- acrescentou ele, bem humorado,- deseja acompanhar-me?

▬  Perfeitamente respondi satisfeito.
▬  O Ministro Genésio abraçou-me com palavras de animação e segui Tobias resolutamente.

Atravessamos largos quarteirões, onde numerosos edifícios me pareciam colmeias de serviço intenso.

Aqui temos as grandes fabricas de "Nosso Lar"

Preparam os sucos, os tecidos e artefatos em geral. Dá trabalho a mais de cem mil criaturas, que se regeneram e se e se iluminam ao mesmo tempo.

Daí a momentos, penetramos num grande edifício. Servidores numerosos iam e vinham Depois de extensos corredores, deparou-se nas vastíssimas escadarias, comunicando com os pavimentos inferiores.

Desçamos. disse Tobias. As Câmaras de Retificação estão localizadas nas vizinhanças do umbral.

Ao necessitados que ali se reúnem não toleram a luz, nem a atmosfera de cima, nos primeiros tempos de moradia em "Nosso Lar".



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 03:09

[attachimg=1align=center=width=450]

XXV - O Trabalho Enfim

Nunca poderia imaginar o quadro que se desenhava agora aos meus olhos. Não era bem um hospital de tratamento normal. Era uma série de câmaras vastas, ligadas entre si e repletas de verdadeiros despojos humanos. Singular vozerio pairava no ar.

Gemidos, soluços, frases dolorosas pronunciadas a esmo....rostos cadavéricos, mãos esqueléticas, faceeis angustiosas deixavam transparecer terrível miséria espiritual. Procurei o recurso da prece, para não fraquejar.

Tobias, imperturbável, chamou velha servidora, que acudiu atenciosamente:

▬  Vejo poucos auxiliares - disse admirado, que aconteceu?

O Ministro determinou que a maioria acompanhasse os Samaritanos para os serviços de hoje, nas regiões do umbral.

Irmão Tobias!... Irmão Tobias!...por caridade! Gritou um ancião gesticulando- estou a sufocar! Isto é mil vezes pior do que a morte na Terra... Socorro! Socorro! Quero sair!... quero ar, muito ar!

Tobias aproximou-se, examinando-o com atenção e perguntou:

▬  Porque teria o Ribeiro piorado tanto?

Teve uma crise de grande proporção- explicou a assistente. A carga de pensamentos sombrios, emitidos pelos parentes encarnados, era a causa fundamental desse agravo de perturbações.

Visto achar-se muito fraco e sem ter acumulado força mental suficiente, para desprender-se dos laços mais fortes do mundo.

Hoje gritava que não podia esquecer a esposa e os filhos chorosos e que é uma crueldade rete-lo aqui, distante do Lar.

▬  Apliquei-lhe alguns passes de prostração. Subtrai-lhe as forças e a motilidade, em beneficio dele mesmo.
▬  Fez muito bem- acentuou Tobias.
▬  Vou pedir providencias contra a atitude da família.

É preciso que ela receba maior bagagem de preocupações, para que nos deixe e Ribeiro em paz. O pobrezinho permanece na fase de pesadelo, em que a alma pouco mais vê e ouve que as aflições próprias.


O homem meu caro, encontra na vida real o que amontoou para si mesmo. Tobias dirigiu para o enfermo generosas palavras de otimismo e esperança e seguimos por inúmeras filas de camas, sentindo a desagradável exalação ambiente, oriunda como viam saber mais tarde, das emanações mentais dos que ali se congregavam, com as dolorosas impressões da morte física e, muita vês, sob o império de baixos pensamentos.

▬  Tobias!... Tobias!... estou morrendo de fome!... bradava um dos doentes.
▬  Socorro irmão!... gritava outro.

▬  Meu amigo, como é triste a reunião de muitos sofredores, disse-lhe eu.
▬  Lembre-se André que estes doentes estão sendo atendidos e que já se retiraram do umbral.

Nestes pavilhões, já se preparam para o estágio regenerador. Quanto as lágrimas que vertem, sabemos que devem a si mesmos esse padecimento. A vida do homem, estará centralizada onde centralize ele o próprio coração.

Agora o que fazer? Temos milionários da das sensações físicas transformados em mendigos da alma.

Realismo! Tobias não podia ser mais lógico e levou-me a vasta câmara anexa para ver alguns dos infelizes semimortos.

Narcisa, a servidora, abriu-nos a porta e quase cambaleei ante a surpresa angustiosa. Uns trinta homens de semblante particular permaneciam inertes em leitos muito baixos evidenciando apenas leves movimentos de respiração.

▬  Estes sofredores padecem um sono mais pesado que os outros. Chamamos-lhes, Crentes negativos.

Ao invés de aceitarem o Senhor eram vassalos intransigentes do egoísmo. Ao invés de crerem na vida de trabalho, admitiam somente o nada e a vitória do crime. E como não tinham qualquer idéia do bem, permanecem dormindo longos anos em pesadelos sinistros.

▬  Não conseguia externar meu espanto. Muito cuidadoso Tobias, começou aplicar passes de fortalecimento.

Finda a operação nos dois primeiros, começaram ambos a expelir negra substância pela boca, espécie de vômito escuro e viscoso, com terríveis emanações cadavéricas.

São fluidos venenosos que segregam- explicou Tobias muito calmo. Narcisa fazia o possível para atender a tarefa de limpeza, mas debalde.

Foi então que, instintivamente agarrei-me aos apetrechos de higiene e lancei-me ao trabalho com ardor.

O serviço continuou por todo o dia, custando-me abençoado suor, e nenhum amigo no mundo poderia avaliar a alegria sublime do Médico que recomeçava a educação de si mesmo, na enfermagem rudimentar.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 03:18
[attachimg=1align=center=width=450]

XXVI - Em  Serviço

Encerrada a prece coletiva, ao crepúsculo, Tobias ligou o receptor, a fim de ouvir os samaritanos.

O aparelho começou a transmitir o recado. - Samaritanos!... Muito trabalho nos abismos das sombras. Foi possível deslocar às trevas 29 irmãos. 22 em desequilíbrio mental e sete em completa inanição psíquica. Chegaremos depois da meia noite... Pedimos providências.

Como assim disse eu:

▬  Por que esse transporte em massa? Não são todos espíritos?

Tobias sorriu e explicou.
▬  O irmão que chegou ao M. do Auxílio do mesmo modo? É preciso recordar, que a natureza não dá saltos e que, na Terra ou nos círculos do umbral, estamos revestidos de fluídos pesadíssimos.

São aves que tem asas, tanto o avestruz como a andorinha, entretanto o primeiro apenas subirá as alturas se transportado, enquanto a Segunda, corta, célere as vastas regiões do Céu.

E dirigindo-se a Narcisa, ponderou:

▬  É muito grande a leva desta noite. Precisamos tomar providências imediatas.- serão necessários muitos leitos.! Murmurou a serva algo pesarosa.

▬  Não se aflija - respondeu Tobias,- alojaremos os perturbados no pavilhão 7 e os enfraquecidos na Câmara 33.

Ofereço-me com prazer, disse eu. Ao despedir-se Tobias abraçou-me e falou:

▬  Desejo a vocês muita paz de Jesus, boa noite e serviço útil. Amanhã, as oito, você poderá descansar.

A sós com os enfermeiros, passei a interessar-me pelos doentes, com mais carinho. Dentre os auxiliares presentes, impressionou-me a bondade de Narcisa, que atendia a todos maternalmente,

Narcisa semelhava-se a um livro sublime de bondade e sabedoria.

▬  A irmã aqui trabalha há muito?- perguntei, a certa altura da palestra amistosa.
▬  Sim, permaneço nas Câmaras de Retificação, em serviço ativo, há seis anos, entretanto ainda me faltam mais três anos para realizar meus desejos. Preciso um endosso muito sério.- Preciso encontrar alguns espíritos amados, na terra, para serviço de elevação em conjunto.

▬  Vivia perturbada e aflita. Aconselharam-me recorrer à Ministra Veneranda, a nossa benfeitora da Regeneração que prometeu que endossaria os meus propósitos no M. Do Auxilio, mas exigia dez anos consecutivos de trabalhos aqui, para que eu possa corrigir certos desequilíbrios do sentimento.

▬  Achei demasiada a exigência, depois reconheci que ela estava com a razão. Afinal, o conselho não visava interesses dela e sim o meu próprio beneficio. Sinto-me mais equilibrada e mais humana, me preparando para futura experiência na Terra.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 03:23


[attachimg=1align=center=width=450]

XXVII - A Visão de Francisco

Dona Laura pedia noticias pelo telefone. Forneci-lhe relatório sobre a nova situação.

▬  Muito bem meu filho!.... Apaixone-se pelo trabalho, embriague-se de serviço útil, mas lembre-se de que esta casa também lhe pertence. Notei Narcisa, a acalmar um senhor que revelava singulares distúrbios.

▬  O pobre gritava. Acudam-me, por amor de Deus! Tenho medo, medo!...

▬  Irmã Narcisa, lá vem" eles", Sinto os vermes novamente! Livra-me " deles " Irmã.... Não quero, não quero!...

▬  Calma Francisco- pedia a companheira dos infortunados- Você pode livrar-se e ganhar muita serenidade e alegria, mas depende do seu esforço. Confie em Jesus e esqueça os vermes.

E aplicou-lhe fluídos salutares, que Francisco agradeceu. Deu-lhe água magnetizada e o paciente acalmou-se.

▬  A quem se refere o doente? - indaguei.
▬  Trata-se do seu próprio cadáver?

O pobrezinho era excessivamente apegado ao corpo físico e veio, para a esfera espiritual após um desastre de pura imprudência. Esteve por muitos dias, ao lado dos despojos.

Queria levantar o corpo, tal o império da ilusão em que vivera e, nesse triste esforço, gastou muito tempo. Não valeram socorros das esferas mais altas, porque fechava a mente a todo pensamento relativo a vida eterna.

Por fim, os vermes fizeram-lhe experimentar tamanhos padecimento que o pobre se afastou do túmulo, tomado de horror.

Começou a peregrinar no Umbral. Entretanto os que lhe foram pais na Terra, possuindo grandes créditos, rogaram a sua internação na Colônia. Trouxeram-no os Samaritanos. Seu estado é grave, e só irá melhorar aos poucos com passes e muito amor.

A visão de Francisco, é pesadelo de muitos espíritos depois da morte carnal.

Apegam-se ao próprio corpo, e repelem qualquer idéia de espiritualidade. Surgem, no entanto os vermes vorazes e a visão do cadáver, com forte criação mental deles mesmos, atormenta-os.

Isso deve preocupar-nos, mas não deve ferir nos.

A crisálida cola-se à matéria inerte, mas a borboleta alçará o voo. A semente é quase imperceptível e, no entanto, o carvalho será um gigante.

A flor morta volve à Terra, mas o perfume, vive no Céu. Todo embrião de vida parece dormir. Não devemos esquecer estas lições.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 03:34

[attachimg=1align=center=width=450]

XXVIII - Herança e Eutanásia


Vieram dizer a Narcisa que a irmã Paulina deseja ver o Pai enfermo no pavilhão 5.

▬  Mande-a entrar. Ela tem permissão da Ministra.
▬  Você verá que filha dedicada!... Não decorrera um minuto e Paulina estava diante de nós, esbelta e linda. Trajava uma túnica muito leve, tecida em seda luminosa.

Angelical beleza nos traços fisionômicos, mas nos olhos extrema preocupação. E papai, minha amiga? - um pouco melhor?

Narcisa nos convidou a acompanha-la, e minutos após tinha diante de nós um velho de fisionomia desagradável.

Olhar duro, rugas profundas e lábios retraídos. Procurei vencer as vibrações inferiores lembrando de como seria horrível meu semblante, quando cheguei por minha vez, ao m. do Auxilio.


Quando examinamos a desventura de alguém, lembrando as própria deficiências, há sempre asilo para o amor fraterno, no coração.

O velho enfermo, não teve uma palavra de ternura para a filha que o saudou carinhosa.

▬  Papai, o Senhor sente-se melhor?
▬  Ai... Ai...gritou o doente, não poso esquecer o infame, não posso descansar o pensamento... Ainda o vejo ao meu lado, ministrando-me o veneno mortal.!...

▬  Não diga isso Papai.
▬  Pediu a moça delicadamente. Lembre-se de que Edelberto, entrou em nossa casa como filho, enviado por Deus.

▬  Meu filho?!... gritou o infeliz, Nunca!... Nunca!... É criminoso sem perdão. Filho do inferno!...
▬  Ouçamos Papai a lição que Jesus recomenda que nos amemos uns aos outros. Atravessamos experiências consanguíneas, na Terra para adquirir o verdadeiro amor espiritual.

Nossos lares terrestres são cadinhos de purificação dos sentimentos ou templos de união sublime, a caminho da solidariedade universal. Muito lutamos e padecemos, até adquirir o verdadeiro titulo de irmãos. Somos uma só família.

▬  O doente se pôs a chorar.
▬  Perdoe Edelberto, papai!... Procure sentir nele, não o filho leviano, mas o irmão necessitado de esclarecimento.

▬  Daqui deste leito, o Senhor envolve todos os nossos em fluídos de amargura, e eles fazem o mesmo e por idêntico modo. O pensamento em vibração sutis alcança o alvo, por mais distante que se esteja. A permuta de ódio e desentendimento causa ruína e sofrimento nas almas

▬  Os irmãos entram em luta judicial com Edelberto, em virtude dos grandes patrimônios materiais que o Senhor ajuntou na esfera da carne. Aqui vemo-lo em estado grave, na Terra, mamãe e os filhos perturbados, odiando-se entre si. Em meio de tantas mentes desequilibradas e uma enorme fortuna material, que vem a valer isso se não há um átomo de felicidade para ninguém?

▬  Mas eu leguei enorme patrimônio à família- atalhou o infeliz, rancorosamente,- desejando o bem estar para todos.
▬  Nem sempre sabemos interpretar o que seja benefício, no capítulo da riqueza transitória.

▬  Se o senhor assegurasse o futuro dos nossos, garantindo-lhes a tranqüilidade moral e o trabalho honesto, seu esforço seria de valiosa providencia. Mas as vezes papai, costumamos amealhar o dinheiro por espírito de vaidade e ambição. Querendo viver a cima dos outros.

▬  São raros os que se preocupam em ajuntar conhecimentos nobres, qualidades de tolerância luzes de humildade, benção de compreensão.

▬  Impomos aos outros os nossos caprichos, afastando-nos do serviço do Pai e esquecemos a lapidação de nosso espírito. Ninguém nasce no mundo, simplesmente para acumular moedas nos cofres, ou valores nos bancos.

É natural que a vida humana peça o concurso da providência e é justo que não prescinda da contribuição de mordomos fiéis que saibam administrar com sabedoria, mas ninguém será mordomo do Pai com avareza e propósitos de dominação.

Tal gênero de vida arruinou nossa casa Enquanto o Senhor e mamãe se sacrificavam por aumentar haveres, Amália e Cacilda esqueceram o serviço útil, encontrando ociosos que as desposaram, visando vantagens financeiras.

Agenor repudiou o estudo sério, entregando-se a más companhias.

Edelberto conquistou o titulo de médico, alheando-se por completo da medicina e exercendo-a de longe em longe, à maneira de trabalhador que visita o serviço por curiosidade.

Todos arruinaram belas oportunidades. Distraídos pêlo dinheiro fácil e apegados a idéia de herança.

O enfermo tomou uma expressão de pavor e disse:

▬  Maldito Edelberto!...Filho criminoso e ingrato. Matou-me sem piedade, quando ainda necessitava regularizar meu testamento. Malvado!... Malvado!...

Tenha compaixão de seu filho Papai. Perdoe e esqueça!... Paulina, acariciando a fronte paterna e contendo a custo as lágrimas, retirou-se em nossa companhia, deixando o doente entregue aos cuidados de um enfermeiro. Despediu-se triste e Narcisa disse-me bondosa:

▬  Os casos de herança, em regra, são extremamente complicados. Acarretam enormes pesos a legados e legatários Neste caso porém, vemos não só isso, mas também a EUTANÁSIA.

A ambição do dinheiro criou, em toda a família de Paulínia brigas e desentendimentos. Pais avarentos, possuem filhos esbanjadores.

Edelberto, médico de aparência distinta, empregou no genitor quase moribundo, a chamada " Morte Suave" Esforçamo-nos por evitar, mas foi tudo em vão.

▬  Temos aí a imprevidência e o resultado. - O ódio e a Moléstia. E com expressivo gesto, Narcisa rematou:
▬  DEUS criou seres e CÉUS, mas nós costumamos transformar-nos em espíritos diabólicos, criando o nosso inferno individual.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 03:38


[attachimg=1align=center=width=450]

XXIX - O Vampiro

Fomos atender dois enfermos, no pavilhão 11, e escutei gritaria próxima. Narcisa esclareceu:

▬  Localizam-se ali os desequilibrados do Sexo, o quadro seria extremamente doloroso para os meus olhos. Guarde essa emoção para mais tarde. Não insisti, lembrei-me dos conselhos da mãe de Lísias. Logo um humilde operário da sentinela veio participar aflito.

Uma infeliz mulher está pedindo socorro, no portão que dá para o campo de cultura.

Não atendi, porque a pobrezinha está rodeada de pontos negros.

▬  Então o caso é muito grave, disse Narcisa. Segui a enfermeira através do campo enluarado.

A distância não era pequena. Via-se um arvoredo tranquilo agitado pelo vento. Quando atingimos a grande cancela a que se referira o trabalhador, deparou-se-nos a figura de miserável mulher que implorava socorro do outro lado. Vi o vulto da infeliz, coberta de andrajos, rosto horrendo e pernas em chaga viva.

Narcisa parecia divisar outros detalhes imperceptíveis ao meu olhar.

▬  Filhos de Deus - Bradou a mendiga ao avistar-nos
▬  Dai-me abrigo a alma cansada. Onde está o paraíso dos eleitos, para que eu possa sentir a paz desejada?

Aquela voz lamuriosa sensibilizava-me o coração.

Narcisa, falou-me em tom confidencial.

▬  Não está vendo os pontos negros? - Não respondi.
▬  Sua visão espiritual ainda não está suficientemente educada.- E depois de ligeira pausa, continuou:

▬  Se tivesse em minhas mãos abriria a porta, mas quando se trata de criaturas nestas condições, nada posso fazer por mim mesma.

Preciso recorrer ao Vigilante - Chefe, em serviço
▬  Faça o favor de esperar alguns minutos.

Voltamos apressadamente ao interior. Narcisa apresentou-se ao Diretor e comunicou o fato.

Dirigimo-nos para o local indicado. Chegados ao local, o irmão examinou atentamente a recém- chegada do UMBRAL e disse:

▬  Essa mulher, por enquanto, não pode receber o nosso socorro.

Trata-se de um dos mais fortes vampiros que tenho visto até hoje. É preciso entrega-la a sua própria sorte.

Senti-me escandalizado. Não seria faltar com os deveres Cristãos? Seria trair minha função de vigilância, permitir que ela entre disse ele.

Conte as manchas pretas. Cinquenta e oito Esses pontos escuros, representam 58 crianças assassinadas antes de nascerem. Em cada mancha, vejo a imagem mental de uma criança aniquilada.

Essa desventurada criatura, foi profissional da ginecologia, a pretexto de aliviar consciências alheias. Explorando a infelicidade de jovens inexperientes.

A situação dela é pior que a dos suicidas e homicidas, que por vezes apresentam atenuantes de vulto.

Somos todos espíritos cheios de dívidas, mas reconhecemos a nossa fraqueza, e a boa vontade de resgatar. Mas esta criatura, por enquanto, nada deseja a não ser perturbar quem trabalha.

Os que trazem os sentimentos calejados na hipocrisia, emitem forças destrutivas. E exclamou. Busquemos a prova:

▬  O vigilante aproximou da pedinte e perguntou:
▬  Que deseja a irmã, do nosso concurso fraterno?

Socorro... socorro... respondeu lacrimosa.

▬  Mas minha amiga, é preciso saber aceitar o sofrimento, retificador. Porque tantas vezes cortou a vida de criancinhas por nascer, que vinham a luta com a permissão de Deus.

Ouvindo-o inquieta, exibiu terrível ódio e bradou:

▬  Quem me atribuiu essa infâmia? Minha consciência está tranquila canalha!... empreguei a existência auxiliando a maternidade na Terra. Fui caridosa, boa e pura...

Não é isso que se observa na fotografia viva dos seus pensamentos e atos. Creio que a irmã ainda não recebeu nem mesmo o beneficio do remorso.

Com raiva respondeu a interlocutora.

Demônio, feiticeiro.. não voltarei jamais... estou esperando o Céu que me prometeram. E assumindo atitude firme falou o Vigilante com autoridade:

▬  Faça então o favor de retirar-se. Não temos aqui o céu que deseja. Estamos numa casa de trabalho, onde os doentes reconhecem o seu mal e tentam curar-se, junto a servidores de boa vontade. Então a mulher,

Endereçando-nos um olhar de extrema cólera perdeu o aspecto de enferma ambulante e retirou-se a passos firmes.

O irmão Vigilante disse:

▬  Observem o Vampiro. Exibe a condição de criminosa e declara-se inocente, é profundamente má e afirma-se boa e pura. Sofre desesperada e alega tranquilidade. Criou um inferno para si mesma e assevera que está procurando o Céu.

▬  É imprescindível tomar cuidado com as boas e más aparências. Naturalmente a infeliz será atendida alhures pela bondade Divina, mas por principio de caridade legitima, na posição em que me encontro, não lhe poderia abrir nossas portas.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 03:56



[attachimg=1align=center=width=450]

XXX - Noticias de Veneranda

Penetramos num parque banhado de luz, experimentava singular fascinação. Aquelas árvores acolhedoras, reclamavam a minha atenção.

No grande parque dizia Narcisa, não há somente caminhos para o umbral, mas também cultura e vegetação destinada aos sucos alimentícios. A ministra Veneranda criou planos excelentes para os nossos processos educativos.

Trata-se dos "salões verdes" para o serviço de educação. Entre as grandes fileiras de árvores, há recintos de maravilhosos contornos para as conferências dos Ministros e visitantes e estudiosos em geral, reservando-se um de assinalada beleza, para as conversações do Governador quando periodicamente ele vem até nós.

As árvores eretas se cobrem de flores e o firmamento acolhedor com as bênçãos do sol ou das estrelas. O "salão natural" o bosque das águas, nos parques de educação em forma d estrela, dentro do qual se abrigam cinco numerosas classes de aprendizados com cinco instrutores diferentes.


No centro enorme aparelho à maneira do cinematógrafo terrestre, com o qual é possível levar cinco projeções variadas simultaneamente. É um serviço proveitoso.

A Ministra liderou quadros Evangélicos, e sugeriu recursos da própria natureza. Cada salão natural, tem bancos e poltronas esculturais. O mais belo recinto do nosso Ministério é destinado às palestras do Governador.

Decorou a Veneranda, este recinto, formando pequenos canais de água fresca, pontes graciosas, lagos minúsculos e arvoredos floridos, que cada mês do ano mostra cores diferentes em razão das flores que se vão modificando em espécie, de trinta a trinta dias.

A Ministra, reserva o mais lindo aspecto para o mês de dezembro em comemoração do natal de Jesus. O Governador aqui vem aos domingos, conversar com os trabalhadores, oferecendo sugestões valiosas, examinando nossa vizinhança com o umbral.

A noitinha, quando pode demorar-se, ouve música e assiste a números de arte, executados por jovens e crianças dos nossos educandários.

Muitos hospedes de "Nosso Lar" admiram este palácio natural, que acomoda mais de trinta mil pessoas. É a entidade com maior número de horas de serviço na Colônia, e a figura mais do governo e do Ministério em geral.

Com exceção do Governador, a Ministra Veneranda, é a única entidade em "Nosso Lar" que viu Jesus nas esferas resplandecentes.

Intimamente, ela vive em lugares muito superiores, mas permanece aqui por espírito de amor e sacrifício.

Amanhã, à tardinha, após as preces a Ministra virá ao salão, a fim d esclarecer alguns aprendizes sobre o pensamento.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 04:17

[attachimg=1align=center=width=450]

XXXI - Curiosas Observações

Narcisa permitiu minha ida ao grande portão das Câmaras. Com que emoção tornei ao caminho cercado de árvores frondosas. Sentindo-me só ponderei os acontecimentos, desde o primeiro encontro com o ministro Clarêncio.

▬  Onde estaria a paragem do sonho?
▬  Na Terra, ou naquela Colônia, espiritual?

▬  Que teria sucedido à minha esposa e filhos?
▬  Porque razão me prestavam ali tão grandes esclarecimentos sobre as mais variadas questões da vida, omitindo, contudo, qualquer noticia pertinente ao meu antigo Lar?

Minha própria Mãe aconselhara o silêncio, abstendo-se de qualquer informação direta. Tudo indicava a necessidade de esquecer os problemas carnais.


No sentido de renovar-se intrinsecamente, e no entanto no recesso do ser encontrava a saudades viva dos meus.

Mas agora que observava em "Nosso lar" vibrações novas de trabalho intenso e construtivo, admirava-me de haver perdido tanto tempo no mundo em frivolidade de toda sorte.

Examinando sem paixão minha situação de esposo e Pai, reconhecia que, nada criara de sólido e útil no espírito de meus familiares. Tarde, verificava esse descuido.

Quem atravessa um campo sem organizar sementeira necessária ao pão e sem proteger a fonte que sacia a sede, não pode voltar com a intenção de abastecer-se. Tais pensamentos instalavam-se-me no cérebro com veemência irritante.

O vento calmo parecia sussurrar concepções grandiosas. Aproximei-me da grande cancela, investigando além. Tudo luar e serenidade, Céu sublime e natureza silenciosa. Demorei alguns minutos entre a admiração e a prece.

Instantes depois, divisei ao longe dois vultos que me impressionaram vivamente. Pareciam de substância indefinível, um pouco luminosa. Dos pés e dos braços pendiam filamentos estranhos, e da cabeça como que se escapava um longo fio de singulares proporções. Tive a impressão de identificar dois autênticos fantasmas.

Inquieto e amedrontado, expus à Narcisa

A ocorrência. Também eu experimentei a mesma surpresa, em outros tempos.


Aqueles são os nossos próprios irmãos de Terra. Trata-se de poderosos espíritos que vivem na carne em missão redentora e podem, como nobres iniciados da Eterna Sabedoria, abandonar o veículo corpóreo e transitar livremente em nossos Planos.

Os filamentos que observou, são singularidades que os deferência de nós outros. Não se arreceie. Ao encarnados, que conseguem atingir estas paragens, são criaturas muito espiritualizadas, apesar de obscuros e humildes na Terra.

▬  Vamos até lá, mesmo porque os Samaritanos não devem tardar. Satisfeito voltei com ela ao grande portão e via-se ainda os dois vultos, afastando-se de " Nosso Lar ".

A enfermeira contemplou-os, fez um gesto de reverencia e exclamou:

▬  Estão envolvidos em claridade azul. Devem ser dois mensageiros muito elevados na esfera carnal, em tarefa que não podemos conhecer. Em dado momento se foram....

Lobregamos ao longe, a caravana que vinha em nossa direção. De repente ouvi ladrados de cães

▬  Que é isso interroguei assustado.
▬  São cães disse Narcisa- são auxiliadores preciosos nas regiões do Umbral, onde não estacionam somente os desencarnados, mas também verdadeiros monstros, que não cabe agora descrever.

▬  Fixei o grupo. Seis grandes caros, com formato diligencia, precedidos de da matilhas de cães alegres e barulhentos. Mas a nota mais interessante eram os grandes bandos de aves, corpo volumoso, que voavam a curta distância, acima dos carros, produzindo ruídos singulares. Narcisa explicou:

▬  Por questão de densidade da matéria, não é possível o uso de aeróbus. Pode você figurar um exemplo com a água e o ar. O avião que ofende a atmosfera do Planeta, não pode fazer o mesmo na massa aquosa. Além disso não se pode em muitos casos, prescindir da colaboração dos animais.

▬  Como assim? indaguei.
▬  Os cães facilitam o trabalho, os muares suportam cargas pacientes e aquelas aves, chamamos de íbis viajores que são excelentes auxiliadoras dos Samaritanos, por devorarem as formas mentais odiosas e perversas, entrando em luta franca com as trevas umbralinas.

No momento o dever não comporta outras explicações.

Poderá colher valiosas informações sobre os animais no M. do Esclarecimento. E distribuindo ordens de serviço, aqui e acolá, preparava-se para receber novos doentes do espírito.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 04:19

[attachimg=1align=center=width=450]

XXXII - Com os Recém Chegados do Umbral e Encontro Singular

Estacaram as matilhas de cães ao nosso lado, conduzidas por trabalhadores de pulso firme, daí a minutos estavam todos na Câmara de Retificação. Servidores, movimentavam-se apressados. Os doentes eram levados para o interior. Alguns portavam-se com humildade, outros, reclamavam em altas vozes.

Em serviço, notei uma velhinha que dizia:

▬  Ajude-me por amor de Deus. Afastei-me do purgatório...
▬  Ah! que malditos tormentos! Mas os anjos do Senhor sempre chegaram.

Pela primeira vez, ouvi referencia ao purgatório.- vem assim de tão longe
▬  A pobre criatura começou a explicar-se.

▬  Fui na Terra, meu filho mulher de bons costumes. Fiz caridade, rezei com devoção. Ao sair do mundo, vi-me cercada de seres, que me arrebataram em torvelinho. Implorei a proteção dos Arcanjos Celestes e não perdia a esperança de ser liberada, pois deixei uns dinheiro para a celebração de missas mensais por meu descanso.

Atendendo ao impulso vicioso de perseguir assuntos que nada tinham que ver comigo, insisti:

▬  Mas não procurou saber a razão de sua demora naquelas paragens?
▬  Em absoluto não.

▬  Na terra fiz o possível por ser uma boa religiosa. Sabe o Senhor, que ninguém está livre de pecar. Meus escravos provocaram rixas e contendas e de quando em quando era preciso aplicar a disciplinas.

Não raro algum negro morria no tronco. Outras vezes, era obrigada a mães cativas, separando-as dos filhos. Mas confessava-me todos os meses, quando o padre Amâncio visitava a fazenda e, depois da comunhão, estava livre dessas faltas veniais porque recebendo a absolvição, no confessionário e ingerindo a sagrada partícula, estava novamente em dia com todos os meus deveres para com Deus.

A essa altura, escandalizado com a exposição comecei a doutrinar.

▬  Minha irmã, essa razão de paz era falsa os escravos eram igualmente nossos irmãos. Perante o Pai Eterno, os filhinhos dos servos são iguais aos dos Senhores.

Ouvindo-me, ela bateu o pé autoritariamente e falou irritada:

▬  Isso é que não! Escravo é escravo. Se assim não fora, a Religião nos ensinaria o contrário. Pois se havia cativos na casa do Bispo. Quem haveria de plantar, senão eles? Padre Amâncio, nosso sacerdote, disse-me que os africanos, são nascidos para servirem a Deus no cativeiro. Admiro-me da paciência que tive com essa gente.

Sai quase inesperadamente do corpo, por me haver chocado a determinação da Princesa libertando esses bandidos.

Recordo que me confessei com dificuldade, recebi as palavras de conforto do nosso Sacerdote, mas parece que os demônios são também africanos à espreita, sendo eu obrigada a sofrer-lhes a presença até hoje.

▬  E quando veio?- perguntei. - Em maio de 1888.
▬  É possível que meus sobrinhos tenham esquecido de pagar as missas, entretanto deixei a disposição em testamento.

Ia responder, invocando-lhe os raciocínios quando Narcisa chegou bondosa.- André, meu amigo, você esqueceu que estamos providenciando alívio a doentes perturbados? Que proveito lhe advém. Os dementes falam de maneira insensata, e quem os ouvem, gastando interesse espiritual, pode não estar menos louco.

Aquelas palavras foram ditas com tanta bondade que corei de vergonha.

Não se impressione, - atendamos os irmãos perturbados. A pobre criatura ia continuar repetindo a mesma história, mas Narcisa, ensinado-me a como proceder em tais circunstâncias, atalhou.- não comente o mal. Já sei tudo o que lhe ocorreu de amargo e doloroso.

Descanse, pensando que vamos atende-la.

Guardavam apetrechos da excursão e recolhiam-se os animais de serviço, quando uma voz se fez ouvir.

▬  André! Você por aqui? Que agradável surpresa.!... Voltei e reconheci o Samaritano, o velho Silveira a quem meu Pai, como negociante inflexível, despojara um dia, de todos os bens. A lembrança do passado, paralisava-me de súbito.

Não poderia fingir naquele ambiente novo, onde a sinceridade transparecia de todos os semblantes.

Francamente, ignorava que você tivesse deixado o corpo e estava longe de pensar que o encontraria em "Nosso Lar". No fundo, desejava pedir desculpas pelo procedimento de meu Pai, levando aquela família a falência desastrosa.

Meu Pai, porém, habituado a transações de vulto e favorecido pela sorte, manteve-se irredutível. A pobre família arcou com a ruína completa.

Nunca mais tivera noticias deles. Com certeza deveriam odiar-nos.

Silveira sorrindo, chamava-me a realidade, abraçando-me fraternalmente e voltou ao trabalho ativo. Muito desconcertado, procurei Narcisa, ansioso de conselhos.

▬  Não estranhes o fato. Via-me, assim há tempos, nas mesmas condições. Já tive a felicidade de encontrar por aqui pessoas que ofendi no mundo. Sei hoje que isso é uma benção de Deus, que nos oferece a oportunidade de restabelecer a fraternidade interrompida.

▬  Não perca a oportunidade de se fazer amigo. Abrace-o meu caro, aproveite o momento.
▬  Recorde o Evangelho e vá buscar o tesouro da reconciliação.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 04:40

[attachimg=1align=center=width=450]

XXXIII -  O sonho

Prosseguiram os serviços. Enfermos exigindo cuidados, perturbados reclamando dedicação. Ao cair da noite, já me sentia integrado no mecanismo dos passes, aplicando-os aos necessitados de toda sorte.

Pela manhã, regressou Tobias as Câmaras e, e estimulou-me por generosidade.

▬  Muito bem André! Exclamou ele, contente- vou recomenda-lo ao Ministro Genésio e, pêlos serviços iniciais, receberá bônus em dobro. Estava reconhecido quando a senhora Laura e Lísias chegaram e me abraçaram.


Disse D. Laura:

▬  Sua estreia no trabalho é motivo de justa alegria em nosso circulo doméstico.

O M. Clarêncio, recomendou-me cumprimentasse você em nome dele. Tobias pôs a minha disposição um apartamento de repouso, ao lado das Câmaras de retificação, e aconselhou-me algum descanso. Narcisa preparou-me o leito com desvelo de irmã.

Recolhendo-me ao quarto confortável, orei ao Senhor da vida, agradecendo-lhe a benção de ser útil.

Daí a instantes, sensações de leveza invadiram-me a alma e tive a impressão de ser arrebatado em pequenino barco, rumo a regiões desconhecidas. Para onde me dirigia? Impossível saber.

Ao meu lado, um homem silencioso sustinha o leme. Decorridos algum tempo, vi-me a frente dum porto maravilhoso onde alguém me chamou com especial carinho.

▬  André !... André!...

Desembarquei com precipitação infantil. Reconheceria aquela voz entre milhares.

Num momento abraçava minha Mãe.

Fui conduzido por ela, a prodigioso bosque, onde as flores eram dotadas de singular propriedade, - a de reter a luz revelando a festa permanente do perfume e da cor. Tapetes de gramais e luminosos estendiam-se, sob as grandes árvores sussurrantes ao vento.

Minha impressão de felicidade e paz eram indiscritíveis. Eu sabia que havia deixado o veículo físico em repouso e tinha absoluta consciência daquela movimentação em plano e tempo. A riqueza de emoções, por sua vez afirmava-se cada vez mais intensamente.

▬  Muito roguei a Jesus me permitisse a satisfação de ter-te ao meu lado, no teu primeiro dia de serviço útil.

Como vês meu filho, o trabalho é tônico divino para o coração. É indispensável, converter toda oportunidade da vida em motivo de atenção a Deus. A fisionomia de minha Mãe estava mais bela que nunca. Seus olhos de Madona, pareciam irradiar luminosidade sublime.

O Evangelho, lembra-nos que há maior alegria em dar, que em receber. A prática do bem exterior, é um ensinamento e um apelo, para que cheguemos à prática do bem interior.

Trabalha meu filho, fazendo o bem. Assim como eu, indigente que sou, posso ver em espírito, teus esforços em" N. Lar' e seguir as magoas de teu Pai, nos locais do Umbral.

Há dois valores para o Bônus - Hora.

Um representa a possibilidade de receber alguma coisa de nossos irmãos em luta, ou de remunerar alguém que se encontre em nossas realizações; mas o critério quanto ao valor da hora pertence exclusivamente e Deus.

Na bonificação pode haver muitos erros de nossa personalidade falível, considerando nossas posições de criaturas em labores de evolução, como acontece na Terra; mas, no concernente ao conteúdo espiritual da hora, há correspondência direta entre o servidor e as F orças Divinas da Criação.

É por isso André, que nossas atividades experimentais, no progresso comum, a partir da esfera carnal, sofrem continuas modificações todos os dias.

Todo administrador sincero é cioso dos serviços que lhe competem; todo Pai consciente esta cheio de amor desvelado. Deus é administrador vigilante. A ninguém esquece, e reserva-se o direito de entender-se com o trabalhador, quanto ao verdadeiro proveito no tempo de serviço.

Toda compensação exterior afeta a personalidade em experiência; mas todo valor de tempo interessa a personalidade eterna. Aquela que permanecerá sempre em nossos círculos de vida, em marcha para a Gloria de Deus.

É por essa razão que o Altíssimo concede sabedoria ao que gasta tempo em apreender e dá vida e mais alegria aos que sabem renunciar!... Minha Mãe calou-se, enquanto eu enxugava os olhos, e despertei mais tarde na Casa de Retificação.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 04:43


[attachimg=1align=center=width=450]

XXXIV - A Preleção da Ministra

Grande era o meu interesse pela conferência da Ministra Veneranda, confessei a Tobias.

Essas aulas,  disse ele- são ouvidas pelos espíritos sinceramente interessados. Os instrutores daqui, não podem perder tempo. O contato com minha Mãe, suas observações sobre à prática do bem, aqueles esclarecimentos sobre o Bônus - hora me haviam suscitado certas interrogações.

Como poderia estar a compensação da hora afeita a Deus? Não era atribuição do administrador espiritual, ou humana, a contagem do tempo? Tobias, esclareceu-me a inteligência faminta.


Aos administradores, em geral, fica a obrigação de contar o tempo de serviços, sendo justo, igualmente, instituírem elementos de respeito e consideração ao mérito do trabalhador; mas, quanto ao valor essencial do aproveitamento justo, só mesmo as forças Divinas podem determinar com exatidão.

Há servidores, que depois de 40 anos de atividade especial, dela se retiram, com a mesma insipiência da primeira hora, provando que gastaram tempo sem empregar dedicação espiritual, assim como existem homens que, atingindo 100 anos de existência, dela saem com a mesma ignorância da idade infantil.

Tanto é precioso o conceito de sua Mamãe - disse Tobias - que basta lembrar as horas dos homens bons e dos maus. Nos primeiros, transformam-se em celeiros de bênçãos do Eterno; nos segundos, em látegos de tormento e remorsos, como se fossem entes malditos. Cada filho, acerta contas com o Pai, conforme o emprego da oportunidade, ou segundo suas obras.

Essa contribuição de esclarecimento, auxiliou-me a ponderar o valor do tempo.

Verdadeira maravilha o recinto verde. Onde grandes bancos de relva, nos acolheram com conforto. Flores maravilhosas, brilhando à luz de belos candelabros. Calculei a presença de mais de mil pessoas.

Nisto a Veneranda penetrou o recinto, espalhando com a sua presença enorme alegria em todos os semblantes. Acompanhava-a duas Senhoras de porte distinto, que Narcisa informou serem Ministras da Comunicação.

Com sempre, aqui estou com vocês, para fazer algumas observações sobre o pensamento.

"O pensamento é a linguagem universal, e quase tudo em nossa vida. Nos informamos a respeito da força mental, no aprendizado mundano, mas esquecemos que toda nossa energia nesse particular, tem sido empregada por nós, em milênios sucessivos, nas criações mentais destrutivas ou prejudiciais a nós mesmos.

Ensina o Evangelho, que o próprio Senhor da Vida, não estacionou no Verbo, e continuou o trabalho criativo na ação.

Cada espírito é compelido a manter e nutrir as criações que lhe são peculiares. Uma idéia criminosa produzirá gerações mentais da mesma natureza; um principio elevado obedecerá à mesma lei. EX:

▬  A água, após elevar-se as alturas, volta purificada, veiculando vigorosos fluídos vitais, no orvalho protetor, ou na chuva benéfica; conservando-a com os detritos da terra, falaremos nela habitação de micróbios destruidores.

O pensamento é força viva em toda parte. É atmosfera criadora que envolve o Pai e os filhos. A Causa e o Efeito, no Lar Universal. Nele, transformam-se homens em anjos, a caminho do Céu, ou se fazem gênios diabólicos, a caminho do inferno.

"Aprenderam vocês a importância disso? Basta o intercâmbio mental, sem necessidade das formas. O pensamento em si é a base de todas as mensagens silenciosas da idéias, nos maravilhosos planos da intuição, entre os seres de toda espécie.

Dentro desse princípio, o espírito que haja vivido exclusivamente na França, poderá comunicar-se no Brasil, pensamento a pensamento, prescindindo de verbalismo especial.

Mas para isso é necessário, afinidade pura. Não estamos, nas esferas de absoluta pureza mental, onde todas as criaturas têm afinidade entre si. Afinamos uns com os outros, em núcleos insulados, e somos compelidos a prosseguir nas construções transitórias da Terra, a fim de regressar aos círculos planetários com maior bagagem evolutiva.

"Nosso- Lar", portanto como cidade espiritual de transição, é uma benção a nós concedida por " "Acréscimo de Misericórdia" para que alguns poucos se preparem à Ascensão, e para que a maioria, volte a Terra em serviços redentores.

Compreendamos a grandiosidade das leis do pensamento e submetamos a elas desde hoje."

Depois de alguma pausa, a Ministra sorriu para o auditório e despediu-se. Ouviu-se bela melodia

▬  Que é isso? - perguntei. Já acabou a palestra?

A enfermeira esclareceu sorridente:

▬  A Ministra Veneranda é sempre assim. Finaliza a conversação em meio ao nosso maior interesse. Ela costuma afirmar que as preleções Evangélicas, começaram com Jesus, mas ninguém pode saber quando e como terminarão.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 04:48

[attachimg=1align=center=width=450]

XXXV - O Caso Tobias

No terceiro dia de trabalho, alegrou-me Tobias com agradável surpresa. No fim da tarde, fui lavado a residência dele, onde obtive belos momentos de aprendizado.

Logo de entrada, apresentou-me duas Senhoras, uma já idosa e outra bordejando a madureza. Esclareceu que esta era sua esposa e a outra sua irmã. Luciana e Hilda, afáveis e delicadas, primaram em gentilezas.

Reunimo-nos na biblioteca de Tobias, examinando volumes de maravilhosas encadernação e conteúdo espiritual.

A senhora Hilda, convidou-me a visitar o jardim, par que pudesse observar de perto, alguns caramanchões de caprichosos formatos, com belas flores.

Luciana nos chamou ao interior, para leve refeição. Tobias acrescentou sorridente:

▬  O amigo tales por ser novato, não conheça o meu caso familiar. Sorriram ao mesmo tempo as duas Senhoras. Alias, temos numerosos casos nas mesmas condições. Imagine que fui casado duas vezes.... E indicando as companheira da sala, prosseguiu num gesto de bom humor. Creio nada precisar esclarecer quanto as esposas.

▬  Quer dizer que as Senhoras Hilda e Luciana compartilharam das suas experiências na Terra? Isso mesmo- respondeu tranquilo. Nesse ínterim, a Senhora Hilda tomou a palavra, dirigindo-se a min. Há de fato milhões de pessoas, nos círculos do planeta em estado de segundas núpcias.

Como resolver tão alta questão afetiva? Lembrei-me da passagem Evangélica em que o Mestre nos promete a vida dos anjos, quando se referiu ao casamento na eternidade. Só que não nos achamos na esfera dos anjos e, sim, dos homens desencarnados.

▬  Mas como solucionar aqui, semelhante situação?- perguntei
▬  Os casos dessa natureza são resolvidos nos alicerces da legitima fraternidade. Reconhecendo-se que o verdadeiro casamento é de almas e essa união, ninguém pode quebrantar.

▬  Nesse instante Luciana interveio. - Convêm explicar que essa compreensão devemos ao espírito de amor e renúncia de nossa Hilda. A senhora Tobias, acentuou:
▬  Casamo-nos na terra, obedecendo a sagradas afinidades espirituais. A morte subtraiu-me do mundo por ocasião do nascimento de meu filhinho. Pela minha ignorância, continuei agarrada ao meu marido e filho. Minha cunhada solteira não tolerava a criança e a cozinheira fingia dedicação.

Decorrido um ano de angustiante situação, Tobias desposou Luciana, contrariando os meus caprichos.

Foi ai que Jesus me concedeu a visita de minha avó materna, desencarnada havia anos.

"Que é isso, minha neta? Você é leoa ou alma consciente de Deus. Pois nossa irmã Luciana serve de mãe a seu filho, funciona como criada de casa, é jardineira de seu jardim, suporta a bílis de seu marido e não pode assumir o lugar provisório de companheira de lutas ao lado dele? Quer você uma escrava e despreza uma irmã?"

▬  Hilda! Hilda!... onde está a religião do Crucificado que você aprendeu? Ho! minha pobre neta." Abracei-me então em lágrimas com a velhinha santa e abandonei o antigo ambiente domestico, vindo em companhia dela para os serviços de "Nosso Lar". Desde esse época, tive em Luciana, mais uma filha. Pêlos sagrados laços de fraternidade espiritual.

E ai tem meu amigo a nossa história.....

Graças a Deus e a ela aprendi que há casamentos de amor, de fraternidade, de provação e de dever. O importante é se livrar do monstro do ciúmes.

O matrimônio espiritual realiza-se alma com alma, e os demais, simples conciliação indispensável à solução de necessidades ou processos retificadores, embora sejam todos sagrados.

E assim construímos o nosso Lar, na base da fraternidade legítima disse Tobias.

▬  Mas e aqui, como se processa o casamento. Pela combinação vibratória - esclareceu Tobias. Pela afinidade máxima ou completa.

Disse Luciana:

▬  Quando desposei Tobias, viúvo, já devia estar certa de que com todas as probabilidades, meu casamento seria uma união fraternal, acima de tudo. Foi o que me custou a compreender. Alias é lógico que se, os consortes padecem inquietação, desentendimento e tristeza, estão unidos fisicamente, mas não integrados no matrimônio espiritual.

Fique tranquilo disse Hilda. Luciana está em pleno noivado espiritual. Seu nobre companheiro de muitas etapas terrenas procedeu-se a alguns anos, regressando ao círculo carnal. No ano próximo, ela seguirá igualmente ao seu encontro. Creio que o momento feliz será em S. Paulo.

Sorrimos todos alegremente.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 04:53

[attachimg=1align=center=width=450]

XXXVI - Ouvindo a Senhora Laura

O caso Tobias, impressionou-me profundamente. Teria a meu ver, essa coragem?

No dia imediato

Visitei a senhora Laura, que sorriu e começou a dizer: o caso Tobias é um dos inúmeros casos que conhecemos aqui. Nesse sentido André, precisamos compreender o espírito de sequência que regem os quadros evolutivos da vida.

Se atravessamos longa escala de animalidade, é justo que essa animalidade não desapareça de um dia para outro. Empregamos muitos séculos por emergir das camadas inferiores. O sexo participa do patrimônio de faculdades Divinas, que demoramos a compreender.

Nem todos conseguem substituir cadeias de sombras por laços de luz em tão pouco tempo.

▬  Todo homem e toda mulher, que se tenham casado, mais de uma vez, restabelecem aqui o núcleo domestico, fazendo-se acompanhar de todas as afeições que hajam conhecido?

▬  Não seja tão radical. É indispensável seguir devagar. Muita gente pode ter afeição e não ter compreensão. Não se esqueça que nossas construções vibratórias são muito mais importantes que as da Terra. O caso Tobias é o da vitória da fraternidade, por parte das três almas interessadas na aquisição de justo entendimento.

Quem não se adaptar à lei de fraternidade real, e compreensão, logicamente não atravessará essa fronteira.

As regiões do Umbral, estão cheias de entidades que não resistiram a semelhantes provas. Depois de grandes padecimentos, irão fazer na experiência carnal, o que não conseguiram realizar em ambiente espiritual.

Concedeu-lhes a Bondade Divina o esquecimento do passado, na organização física do Planeta, e vão receber, nos laços da consanguinidade, aqueles de quem se afastaram deliberadamente. Pelo veneno do ódio ou da incompreensão. Daí a recomendação de Jesus, quando nos aconselha imediata reconciliação com os adversários.

O problema do perdão, com Jesus meu caro André, é problema sério. Não se resolve com conversas.

Aos espíritos ainda em simples experiência animal, nossa conversação não interessa; mas, para nós que compreendemos a necessidade da iluminação com o Cristo, é imprescindível destacar, não só a experiência do casamento, mas toda experiência de sexo, por afetar profundamente a vida da alma.

Não deixei de corar, lembrando o meu passado de homem comum. O entendimento fraterno, precede a qualquer trabalho. Ao religiosos, precisam saber que toda caridade, para ser Divina, precisa apoiar-se na fraternidade.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 04:56


[attachimg=1align=center=width=450]

XXXVII - Quem Semeia colherá

Queria muito visitar o D. feminino das C. de Retificação. Falei a Narcisa. Quando o Pai nos convoca a determinado lugar- disse bondosa é que lá nos aguarda alguma tarefa. Cada situação da vida, tem finalidades definidas...

Filas de leito muito alvos e bem cuidados exibiam mulheres, que mais se assemelhavam a frangalhos humanos. Aqui e ali, gemidos, acolá, angustiosas exclamações. Outras enfermeiras, eram tão generosas como Narcisa. Estudava eu a fisionomia das enfermas, quando fixei alguém que me despertou mais viva atenção.

Quem seria aquela mulher amargurada, de aparência conhecida. A velhice pareceu-me prematura. Os olhos embaciados e tristes.

Em poucos instantes localizei-a no passado. Era Elisa que conhecera nos tempos de rapaz. Estava modificada pelo sofrimento. Lembrei o dia em que ela, humilde penetrou em nossa casa, admitida para os serviços domésticos. A principio o ritmo comum, depois a intimidade excessiva.

Elisa era também leviana e, quando a sós comigo, sem escrúpulos para certas aventuras....

Recordei o dia em que mina mãe me chamou a conselhos justos. Entretanto, levara eu muito longe a nossa camaradagem. Abandonou Elisa a nossa casa, sem coragem de me lançar em rosto, qualquer acusação. E o tempo passou.

A minha frente, tinha agora Elisa, vencida e humilhada. Qual criança ansiosa de perdão, pelas faltas cometidas, dirigi-me a Narcisa que parecia tudo compreender e confortou-me.

Conheço o teu martírio moral, Entretanto se o Senhor permitir que reencontrasse agoira esta irmã, é que já o considera em condições de resgatar a dívida.

Não tema. Aproxima-te dela e a reconforte. Todos nós, meu irmão encontramos no caminho, os frutos do bem ou do mal que semeamos.

Esta afirmativa, é realidade Universal. Bem- aventurados os devedores em condição de pagar. Não se de a conhecer por enquanto. Faça-o depois de beneficiá-la com êxito.

Aproximei-me de Elisa, e tomei a iniciativa da palavra confortadora. Havia 3 meses que fora recolhida às C. de Retificação.

Minha experiência falou ela, foi a todas as mulheres doidivanas. Que trocam o pão bendito do trabalho, pelo veneno das ilusões.

Trabalhei na casa de um negociante que tinha um filho tão jovem quanto eu, e depois da intimidade estabelecida, entreguei-me a experiências que não preciso comentar.

Conheci o luxo, o conforto material e, em seguida, o horror de min mesmo. A sífilis, o hospital, o abandono de todos, as tremendas desilusões.

Errei muito, em terrível desespero, mas um dia, tanto roguei a Virgem de Nazaré, que mensageiros do bem me recolheram por amor ao bem, a esta casa abençoada.

▬  E ele?
▬  Como se chama o homem que a fez tão infeliz?

Ouvi-a então pronunciar o meu nome e o de meus Pais.

▬  E você o odeia?
▬  Indaguei acabrunhado.

Ela sorriu tristemente e respondeu:
No período de meu sofrimento, amaldiçoava-lhe a lembrança, nutrindo ódio por ele, mas a irmã enfermeira daqui, modificou-me.

Para odiá-lo, Tenho que odiar a mim mesma. E no meu caso, a culpa deve ser repartida. Não devo pois recriminar ninguém.

Aquela humildade sensibilizou-me.
Chorei de arrependimento e remorso.

▬  Ouça minha amiga - falei com emoção forte - Também eu me chamo André e preciso ajuda-la.
▬  Conte comigo doravante. Você será aqui minha irmã do coração. Conte com a minha dedicação de amigo.

Como sou grata.
Que Jesus o abençoe.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 04:58

[attachimg=1align=center=width=450]

XXXVIII - Convocados a Luta

Nos primeiros dias de setembro de 1939 "Nosso Lar", sofreu igualmente, o choque por que passaram diversas colônias espirituais, ligadas a civilização Americana. Era a guerra Européia, tão destruidora no Planeta quão perturbadora no plano do espiritual.

A espiritualidade, nessas circunstâncias, passam a considerar as nações agressoras, não como inimigas, mas como desordeiras e cuja atividade criminosa é imprescindível reprimir. Infelizes dos povos que se embriagam com o vinho do mal.

Legiões infernais, precipitam-se sobre as grandes oficinas do progresso comum, transformando-as em campos de perversidade e horror.

Mas enquanto os agressores se apoderam da mente dos agredidos, os agrupamentos espirituais da vida nobre, movimentam-se em seu auxilio. Devemos lamentar ainda mais, o povo que olvidou a justiça.

Nas C. de Retificação, junto a Tobias e Narcisa, bem como a muitos outros trabalhadores, ouviu-se o inesquecível clarim para a convocação superior dos serviços de socorro à Terra.

Temos o sinal de que a guerra, prosseguirá com terríveis tormentos para a criatura humana.

Dentro de grandes trabalhos, temos interesse em preservar o Novo- Mundo. Fomos observar o Céu.

Vi pontos luminosos que é utilizado por espíritos vigilantes de elevada expressão hierárquica.

Saímos e notamos grande movimentação popular, que dirigiam-se ao M. da Comunicação, a procura de noticias. Será crível que a calamidade nos atinja a todos? Não há motivo para precipitação, diziam os mais equilibrados.

Atingimos o M. das Comunicações e milhares de entidades aflitas procuravam informações.

Fez-se ouvir o apelo do Governador, serenando os ânimos. "A aflição não constrói, não vos entregueis ao distúrbios do pensamento e da palavra. A ansiedade não edifica.

Saibamos ser dignos da vontade do Senhor. Aquela voz clara e veemente, de quem falava com autoridade, operou singular efeito na multidão. Votava a serenidade na Colônia.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 05:01


[attachimg=1align=center=width=450]

XXXIX - Palavra do Governador

Para o Domingo imediato, o Governador realizou o CULTO EVANGÉLICO no M. da Regeneração.

O objetivo principal da medida, seria a preparação de novas escolas de assistência espiritual. Precisamos organizar dizia Narcisa, determinados elementos para o serviço hospitalar urgente, bem como exercício adequados contra o medo.

O Governador, coloca o treinamento contra o medo, acima das próprias lições de enfermagem. A calma é garantia de êxito.

O grande coro do Templo da Governadoria, aliando-se aos meninos cantores das Escolas do Esclarecimento, iniciou as festividades com o maravilhoso hino intitulado "Sempre contigo senhor Jesus" Outras melodias de encanto singular, encheram a amplidão.

O murmúrio suave do vento, canaliza em vagas de perfume, parecendo responder às harmonias suaves.

A festividade, excedia a tudo que eu pudesse sonhar em beleza e deslumbramento.

Chegou o Governador e seus Ministros. Nunca esquecerei o vulto nobre e imponente daquele ancião de cabelos de neve azulado, que parecia estampar na fisionomia, ao mesmo tempo, a sabedoria do velho a energia do jovem, e a ternura do santo, aliados a serenidade do administrador consciencioso e justo.

Abriu o livro luminoso que era o Evangelho de Jesus, e depois leu em voz suave "E ouvireis de guerras e rumores de guerra; Olhai e não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim." Mateus cap.24 v. 6.

▬  É para voz, irmãos meus, cujos labores se aproxima das atividades terrestres, Elevemos ao máximo nosso padrão de coragem e de espírito de serviço. É preciso acender novas luzes que dissipem as trevas na terra. O culto de hoje, é dedicado a todos os servidores deste Ministério, votando-lhes de modo particular a confiança do meu coração.

"Nosso lar" precisa de 30.000 servidores adestrados no serviço defensivo. Trabalhadores que não meçam a necessidade do repouso, nem conveniências pessoais, enquanto durar nossa batalha, contra o mal e a ignorância.

Haverá serviço para todos, nas regiões de limite vibratório, entre nós e o plano inferior. Porque não podemos esperar o adversário em nossa morada espiritual. Todos devemos estar prontos para o sacrifício individual.

Não podemos entregar a nossa moradia aos malfeitores. "Nosso Lar" é um patrimônio Divino, que precisamos defender com todas as energias do coração.

Quem não sabe preservar, não é digno de usufruir.

Comovido, ouvi as crianças cantarem o hino que a Ministra Veneranda intitulara " A grande Jerusalém" O Governador desceu da tribuna, sob vibrações de imensa esperança, enchendo-nos o coração de jubilo.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 14:58

[attachimg=1align=center=width=450]

XL - Em Conversação

Comentava-se os acontecimentos. Centenas de companheiros se ofereciam para o trabalho. Procurei Tobia e ofereci-me.

André você esta agora a tarefa nova. Não se precipite solicitando acréscimo de responsabilidade. Nossa retaguarda, terão muito a preencher. Contente-se com a matrícula na escola contra o medo.

Nesse instante chegou Lísias. Pedi licença a Tobias e me retirei em companhia de Lísias.

Vamos ao encontro do M. Benevenuto que chegou da Polônia. Daí a momentos estávamos no grande recinto v, consagrado aos trabalhos desse M. da Regeneração, que eu apenas conhecia de vista. A conversação continuou sobre a situação da esfera terrestre.

Muito doloroso o quadro que vimos- comentava;- há situações terríveis na Polônia, e serviços de Paz na América. Não imaginava o que fosse o trabalho de socorro espiritual nos campos da Polônia. Tudo escuro, tudo difícil.

Não se pode ali esperar, claridade de fé nos agressores, nem tão pouco na maioria das vitimas, que se entregam totalmente ante a pavorosas impressões. É grande o sofrimento coletivo.

E a comissão demorou-se muito por lá? Perguntou um dos companheiros com interesse.

▬  Todo tempo disponível l- ajuntou o Ministro. O chefe da expedição, julgou conveniente permanecermos ativos à tarefa, para ajudar e observar, e melhor aproveitar a experiência.

Nunca como na guerra, evidencia o espírito humano a condição de alma decaída. Apresentando características essencialmente diabólicas. Bombas de alto poder explosivo destroem edifícios pacientemente construídos.

Aos disparos venenosos da metralha, casa-se as emanações pestilentas do ódio e tornam quase impossível qualquer auxilio. É razoável, que as missões de auxilio, recolham apenas os predispostos a receber o socorro elevado.

É quase incrível que a Europa, com tantos patrimônios culturais, se tenha chegado a tal calamidade. Falta de preparação religiosa, meus amigos. Não basta ao homem a inteligência apurada, é necessário iluminar o raciocínio para a vida eterna.

Mas e o Espiritismo?- perguntou um dos circunstantes
▬  Não constitui esse movimento novo, o serviço das verdades eternas?

Benevenuto sorriu e acrescentou:

▬  O Espiritismo é a nossa grande esperança. É o Consolador da humanidade encarnada prometido por Jesus.

Mas ainda a nossa marcha é muito lenta. Trata-se de uma dádiva sublime, para a qual a maioria dos homens ainda não possui "olhos de ver"

Enfim, procura-se por lá, os espíritos materializados para o fenômeno passageiro, ao paço que nós outros, vivemos à procura de homens espiritualizados para o trabalho sério.

Ataquemos a execução de nossos deveres, com esperança e otimismo. Estejamos convictos de que, se bem fizermos a nossa parte, podemos permanecer em paz, porque o Senhor fará o restante.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 15:00


[attachimg=1align=center=width=450]

XLI - As Trevas

Enriquecido com as alegrias da reunião, Lísias deu-me a conhecer novos valores da sua cultura e sensibilidade. Dedilhando com maestria as cordas do violão, fez-nos lembrar velhas canções e melodias da Terra.

Dia maravilhoso. Sucediam-se júbilos espirituais, como se estivéssemos em pleno paraíso. Quando nos reunimos àqueles a quem amamos, ocorre algo de confortador e construtivo em nosso intimo.

Quando numerosas almas se congregam no círculo de tal ou qual atividade, seus pensamentos se entrelaçam, formando núcleos de força viva, através dos quais, cada um recebe o seu quinhão de alegria ou sofrimento, da vibração geral.


Cada criatura, viverá daquilo que cultiva.

Quem se oferece a tristeza, nela se movimentará, quem enaltece a enfermidade, sofrer-lhe- a o dano. Não há nisto mistério, é lei da vida, tanto nos esforços do bem, como nos movimentos do mal.

Tens razão - exclamei comovido.
▬  Vejo nisso, igualmente os princípios que regem a vida nos lares humanos.

Foi então que me lembrei de que falou o Governador, quando falou sobre as " trevas"

Chamamos trevas, às regiões mais inferiores que conhecemos. A maioria estaciona, no aprimoramento espiritual, e vemos então multidão de almas, que demoram séculos recapitulando experiências.

Os mais previdentes, seguem por linha reta. Outros caminham descrevendo grandes curvas.

Os que caminham as escuras, pela preocupação egoísta que os absorve, costumam cair em precipícios estacionando no fundo do abismo por tempo indeterminado.

Somente os encarnados são suscetíveis de precipitação nos despenhadeiros?- Perguntei.

Boa observação. Em qualquer lugar, o espírito pode precipitar-se nas furnas do mal. Salientando-se que nas esferas superiores as defesas são mais fortes.

Objetei que a queda sempre me pareceu impossível nas regiões estranhas ao corpo terreno. O ambiente Divino, o conhecimento da verdade, o auxilio superior figuravam-se antídotos infalíveis aos venenos da tentação.

O problema da tentação é mais complexo. As paisagens da Terra, estão cheias de ambiente Divino, conhecimento da verdade e auxilio superior, no entanto muitos cuidam de batalhas destruidoras. Os latrocínios e os homicídios são praticados de preferência à noite quando a lua e as estrelas enchem o Planeta de poesia Divina.

A maioria dos verdugos da humanidade constituem-se de homens cultos, que desprezam a inspiração Divina.

Contudo Lísias?
 
▬  Poderá você, dar-me uma idéia da localização desse local das trevas?
▬  Onde fica esse lugar de sofrimento e pavor?

▬  Em tudo há energias viventes e cada espécie de seres funciona em determinada zona da vida.

A vida, palpita na profundeza dos mares e no âmago da Terra. Alem disso há princípios de gravitação para o espírito, como se dá com os corpos materiais.

A Terra é organização viva, possuidora de certas leis que nos escravizarão ou libertarão, segundo nossas obras. É claro que a alma esmagada de culpa não poderá subir à tona do lago maravilhoso da vida.

Resumindo, devo lembrar que as aves livres ascendem às alturas; as que se embaraçam no cipó, sentem-se tolhidas no voo, e as que se prendem a peso considerável são meros escravos do desconhecido.

Qual acontece a nós outros, que trazemos em nosso intimo o inferior e o superior, também o Planeta, traz em si expressões, altas e baixas, com que corrige o culpado e dá passagem ao triunfador para a vida eterna.

Você sabe como médico humano que há elementos no cérebro do homem que lhe presidem o senso diretivo.

Hoje, porém reconhece que esses elementos não são propriamente físicos e sim espirituais na essência.

Quem estime viver exclusivamente nas sombras, embotará o sentido Divino da direção. Não será portanto, demais que se precipite nas trevas, porque o abismo atrai o abismo e cada um de nós chegará ao local para onde esteja para onde esteja dirigindo os próprios passos.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 15:04

[attachimg=1align=center=width=450]

XLII - No Campo da Música  

A tardinha, Lísias convidou-me para acompanha-lo ao Campo de Música. É preciso distrair-se um pouco André.- disse ele, gentil. Falarei a Tobias, Acompanhei Lísias. Logo que deixamos o aeróbus numa das praças ele disse:

▬  Finalmente, vai você conhecer minha noiva.
▬  É curioso observei intrigado, encontramos noivados também por aqui?
▬  Como não. Vive o amor sublime no corpo mortal ou na alma eterna.

Lá, no circulo terrestre, meu caro, o amor é uma espécie de ouro, abafado nas pedras brutas. Tanto o misturam os homens com as necessidades, os desejos inferiores, que raramente se diferenciará a canga do precioso metal.

O noivado é muito mais belo na espiritualidade. Não existe véus de ilusão a obscurecer-nos o olhar. Somos o que somos. Lascínia e eu já fracassamos muito em existências passadas.

Devo confessar que quase todos os meus desastres do pretérito tiveram origem na minha imprevidência. A liberdade que as leis sociais do Planeta conferem ao sexo masculino, ainda não foi bem compreendida por nós, pois os homens convertem-na em descida para a animalidade.

Aqui por verificamos o reajustamento dos valores. Só é verdadeiramente livre, quem aprende obedecer. Necessito enriquecer o patrimônio das experiências e, além disso, minhas dividas para com o Planeta são enormes.

Lascínia e eu fundaremos aqui, dentro em breve, nossa casinha de felicidade, crendo que voltaremos à Terra, daqui a uns trinta anos.

Havíamos alcançado as cercanias do Campo da Música. Luzes de indescritível beleza banhavam o extenso parque, onde se ostentavam encantos de contos de fadas. Fontes luminosas traçavam quadros surpreendentes; um espetáculo absolutamente novo para min.

Lascínia vem com duas irmãs, as quais espero faça você as honras de cavalheiro.

Notei grandes coretos. Caminhos marginados de flores em varias direções.

A nota de "Nosso Lar" apresentava-se em magnifica forma. Não era luxo, nem excesso de qualquer natureza, o que proporcionava tanto brilho ao quadro maravilhoso.

Era a expressão natural de tudo, a simplicidade, a arte pura, a vida sem artifícios. Discutia-se o amor, a cultura intelectual, a pesquisa científica, a filosofia edificante, mas todos os assuntos tendiam à esfera elevada do auxilio mútuo, sem atritos de opinião.

O que mais me impressionava era a nota de alegria reinante em todas as conversações. Jesus era lembrado, por todos como supremo orientador das organizações terrenas, visíveis e invisíveis, cheio de compreensão e bondade, mas também consciente da energia e da vigilância necessária à preservação da ordem e da justiça.

Aquela sociedade otimista, encantava-me.

Grandemente encantado com música sublime ouvi Lísias dizer:

▬  Nossos orientadores em harmonia, absorvem raios de inspiração nos planos mais altos, e os grandes compositores, terrestres, são por vezes trazidos às esferas como a nossa, onde recebem algumas expressões melódicas, transmitindo-as por sua vez aos ouvidos humanos, adornando os temas recebidos com o gênio que possuem.

O Universo André, esta cheio de beleza e sublimidade. O facho resplandecente eterno da vida, procede originariamente de Deus.

▬  Fomos, todavia, defrontados por gracioso grupo. Lascívia e as irmãs chegaram e era preciso atender aos imperativos da confraternização.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 15:07

[attachimg=1align=center=width=450]

XLIII - Sacrifício de Mulher

Um ano se passou em trabalhos construtivos, com imensa alegria para mim. Aprendera a ser útil e encontrara prazer no serviço.

Mas havia um grande desejo de rever o Lar terrestre. A senhora Laura e o próprio Tobias não se cansavam de me lembrar prudência, a respeito desse desejo.

Confortava-me, porém, a certeza de haver preenchido todo o meu tempo nas C. de Retificação, com serviço útil. De longe em longe, era visitado por minha Mãe, que me contou de seus projetos de voltar a Terra.

▬  Voltar a carne? Porque?
▬  Mostrando serenidade disse ela:

▬  Não consideras angustiosa a situação de seu Pai? Há muito trabalho para reergue-lo. Laerte é um cético de coração envenenado.
▬  Mas a senhora, não pode ajuda-lo daqui mesmo? Não posso limitar-me a estender-lhe a mão de longe. Já que poderei contar contigo aqui, doravante devo auxilia-lo a teu Pai dessa maneira.

▬  Não podemos trazer o inferior para o superior, mas podemos fazer o contrário. Está sendo preparada a reencarnação de Laerte que deverá funcionar com medidas drásticas. Isto é:

▬  Ainda que o ele não se sinta corajoso, existem amigos que o ajudam, a realizar essa volta. Quanto ao livre arbítrio, a alma pode invocar esse direito somente quando compreenda o dever e o pratique. Quanto ao mais é indispensável reconhecer que o devedor é escravo do compromisso assumido.

Deus criou o livre arbítrio, nós criamos a fatalidade. As infelizes irmãs que o perseguem, não o abandonam, e se não fosse a Proteção Divina, talvez subtraíssem a oportunidade da nova reencarnação.

▬  E essas mulheres?- indaguei - que será feito dessas infelizes?
▬  Minha Mãe sorriu e disse:
▬  Serão minhas filhas daqui a alguns anos.

È preciso não esquecer que irei a Terra em auxilio de seu Pai. Ninguém ajuda eficientemente, intensificando as forças contrárias, como não se pode apagar na Terra um incêndio com petróleo.

É indispensável amar André.

Em futuro, colocarei todos eles em meu regaço materno, realizando minha nova experiência..

Beijei-lhe as mãos. Desde aquela hora, minha Mãe, não era apenas minha Mãe. Era muito mais que isso. Era a mensageira do amparo, que sabia converter verdugos em filhos do seu coração, para que eles retomassem o caminho dos filhos de Deus.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 15:10


[attachimg=1align=center=width=450]

XLIV - A Volta de Laura


Não só minha Mãe se preparava para voltar aos círculos terrenos. Também a senhora Laura.

Numerosas famílias foram saudar a companheira, prestes a regressar.

▬  Como vê, estou pronta. Vossa atenção me reconforta. Devemos reconhecer que a reencarnação é sempre uma tentativa de muita importância.

Além disso, sei que não estaremos tão longe no tocante à "distancia vibratória" Tenho que pensar na alegria de ajudar e na gloria de ser útil. Bem sei que a Terra, está cheia de grandeza Divina.

Basta recordar o nosso Sol, é o mesmo que alimento os homens, no entanto meu caro Ministro Genésio, tenho receio daquele olvido temporário em que nos precipitamos.

O Ministro revidou:

▬  É indispensável coragem e caminhar para adiante. Ajudaremos no seu trabalho. Toda luz que acendermos na Terra, lá ficará para sempre, porque a ventania das paixões humanas não apagará jamais as luzes de Deus.

Devemos alimentar o bem, porque qualquer elemento do mal alimentarmos, constitui base segura para os nossos inimigos verdugos.

▬  E não nos esqueçamos de que Laura possui extraordinários créditos espirituais.

Ainda hoje: o M. do Auxilio, recomendou aos técnicos da Reencarnação o máximo cuidado no trato com os ascendentes biológicos que vão entrar em função para constituir o novo organismo de nossa irmã, para que não se encontre demasiadamente sujeita à lei de hereditariedade.

Graças a Deus, disse a senhora Laura, confortada- faltava-me ouvi-lo.....

Ao despedir-se, a Senhora Laura disse-me em tom maternal:

▬  Amanhã a noite, faremos reunião intima. O M. da Comunicação prometeu-me a visita de meu esposo. Embora se encontre nos laços físicos Ricardo, será trazido até aqui com o auxilio fraternal de companheiros nossos.

Na reunião na casa de Lísias, aos meus olhos o quadro era inédito e interessante. Na espaçosa sala de estar, reunia-se, umas trinta pessoas. O ministro Clarêncio assumira a posição de diretor.

A distância de alguns metros, havia um grande globo cristalino em cima de uma mesa, envolvido na parte inferior, em longa série de fios que se ligavam a pequeno aparelho, idêntico aos nossos altos falantes.

Sentei-me perto da família de Lísias. Estávamos prontos, mas aguardávamos a ordem de Comunicação. Nosso irmão Ricardo está na fase da infância terrestre e não lhe será difícil desprender-se dos elos físicos.

▬  Mas ele virá? Indaguei
▬  Como não? Revidou Clarêncio.

▬  Muitos encarnados não se agrilhoam ao solo da Terra. Como os pombos correios vivem por vezes, longo tempo de serviço, entre duas regiões, entre dois mundos.

▬  Ali está a câmara que no-lo apresentará.
▬  Porque o globo cristalino?

▬  Não poderia manifestar-se sem ele?
▬  É preciso lembrar que a nossa emotividade emite forças suscetíveis de perturbar. Aquela pequena câmara cristalina é constituída de material que isola. Nossas energias mentais não poderão atravessa-la.

Nesse instante, foi Lísias chamado ao telefone por funcionários da Comunicação. Era chegado o momento. Somente agoira, há bastante paz no recente lar de Ricardo, lá na Terra.

Naturalmente os pais dormem, e ele em sua nova fase, não permanece inteiramente junto do berço. O M. Clarêncio, pediu homogeneidade de pensamentos e verdadeira fusão de sentimentos.

Fez-se quietude e Clarêncio, proferiu comovedora prece.

Em seguida Lísias se fez ouvir na cítara harmoniosa, enchendo o ambiente de profundas vibrações de encantamento.

▬  Irmão - disse Clarêncio- enviemos agoira a Ricardo a nossa mensagem de amor. Lísias e suas irmãs cantavam maravilhosa canção por eles mesmos composta.

Pai querido, enquanto a noite
Traz a benção do repouso,
Recebe, Ho! Pai carinhoso
Nosso afeto e devoção.

Enquanto as estrelas brilham
Na luz que as empalidece,
Vem unir à nossa prece
A voz do teu coração.

Nossa casa não te olvida
O sacrifício, a bondade,
A sublime claridade
De tuas lições no bem;

Atravessa a sombra espessa,
Vence Pai, a carne estranha,
Sobe ao cume da montanha,
Vem conosco orar também.

Às derradeiras notas da bela canção, notei que o globo se cobria interiormente, de substância leitoso- acinzentada, apresentando logo em seguida a figura simpática de Ricardo.

Impossível descrever a emoção da família, dirigindo-lhe amorosa saudação. O recém chegado, após falar com à companheira e os filhos, fixou o olhar amigo em nós outros, dizendo:

▬  Como é grande a bondade de Jesus, que nos aureolou o culto doméstico do Evangelho com as supremas alegrias desta noite. Nesta sala, temos procurado juntos, o caminho das esferas, superiores. Muitas vezes recebemos o pão espiritual da vida e é, ainda aqui que nos reencontramos para o estimulo santo. Como sou feliz.

A senhora Laura chorava discretamente.,Lísias e as irmãs tinham os olhos marejados de pranto. Observei que Ricardo, pousou o olhar profundo na senhora Laura e murmurou.

▬  Que mais eu poderia desejar senão rogar ao Mestre que nos abençoe para sempre.

Filhos meus, alguma coisa tenho a pedir-lhes. Roguem ao Senhor, para que eu nunca disponha de facilidades na Terra, a fim de que a luz da gratidão e do entendimento permaneça viva em meu espirito.

Ricardo, endereçou a todos saudações carinhosas e se despediu. O Ministro orou e agradeceu e logo me falou em tom amável:

▬  André, amanha acompanharei nossa irmã Laura à esfera da Terra. Se lhe apraz, poderá vir conosco para visitar sua família.

Não poderia ser maior a surpresa. Profunda emoção de alegria me empolgou.

Você tem regular quantidade de horas de trabalho a seu favor. Não será difícil a Genésio, conceder-lhe uma semana de ausentai.

Ia enfim, rever a esposa e os filhos amados.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 15:19







[attachimg=1align=center=width=450]

XLV - Regressando à Casa

Imitando a criança que se conduz pelos passos dos benfeitores, cheguei a minha cidade. A paisagem era a mesma.

As velhas árvores, o Mar, o mesmo Céu, o mesmo perfume errante. Clarêncio abraçou-me e falou:

▬  Você tem uma semana a seu dispor. Passarei aqui para revê-lo, atento aos cuidados que devo consagrar aos problemas da reencarnação de nossa irmã Laura.

Último adeus à dedicada Mãe de Lísias e me vi só.

Atravessei algumas ruas, a caminho de casa. O coração me batia descompassado. Desabrochavam azaleias e rosas, saudando a luz primaveril.

Em frente ao pórtico, ostentava-se garbosa, a palmeira que, com Zélia eu havia plantado no primeiro aniversário de casamento.

Ébrio de felicidade, avancei para o interior.

Tudo porem denotava diferenças enormes. Onde estariam os velhos móveis de jacarandá ? E o retrato, com a esposa e os filhos? Formávamos um gracioso grupo. Alguma coisa me oprimia ansiosamente. Que teria acontecido

Dirigi-me a sala de jantar, onde vi a filhinha mais nova, transformada em jovem casadoura. E, quase no mesmo instante vi Zélia que saia do quarto, acompanhando um cavalheiro, que me pareceu médico, à primeira vista.

Gritei minha alegria com toda força dos pulmões, mas as palavras pareciam reboar pela casa sem atingir os ouvidos dos circunstantes. Compreendi a situação e calei-me.

Abracei-me à companheira, com o carinho de minha saudades imensa, mas Zélia parecia totalmente insensível ao meu gesto de amor.

Muito atenta, perguntou ao cavalheiro alguma coisa que não pude compreender.

▬  Só amanhã poderei diagnosticar seguramente, porque a pneumonia se apresenta muito complicada, em virtude da hipertensão. Todo cuidado é pouco.

▬  Mas doutor Ernesto, salve-o por caridade.
▬  O! não suportarei uma Segunda viúves.
▬  Um susto, não me sacudiria com tamanha violência.

▬  Outro homem se apossara de meu Lar?
A esposa me esquecera. A casa não mais me pertencia.

Valeu a pena ter esperado tanto tempo para colher semelhante desilusão? Corri para o meu quarto. No leito estava um homem de idade madura em melindroso estado de saúde.

Ao lado dele, três figuras negras, iam e vinham, mostrando-se interessadas em agravar-lhe os padecimentos.

De pronto, tive ímpeto de odiar o intruso mas já não era eu o mesmo homem de outros tempos.

O Senhor me havia chamado aos ensinamentos do amor, da fraternidade e do perdão. Verifiquei que o doente, estava cercado de entidades inferiores. Vi Zélia entrar e acariciar o doente. Voltei a sala e encontrei as filhas conversando.

A mais velha casara-se e tinha no colo o filhinho.

▬  Meu filho, onde estaria? Zélia veio palestrar com as filhas.

▬  Vim vê-los mamãe, porque hoje singulares saudades do Papai me atormentam, disse a primogênita.
▬  Ora filha disse Zélia, já vendi tudo o que nos recordava seu Pai, e você não me pode ajudar nisso?

A filha mais nova interveio:

▬  Desde que a mana começou a se interessar pelo maldito espiritismo, vive com essas tolices na cabeça. Essa história de mortos voltarem é o cúmulo dos absurdos.

▬  Então é crime sentir saudades do Papai?

Se Papai ainda estivesse conosco, seu único filho varão, não andaria a praticar por ai tantas loucuras.

Aproximei-me da filha chorosa e abracei-a. Compreendia agoira, o motivo pelo qual meus verdadeiros amigos, haviam procrastinado, tanto, o meu retorno para casa.

Nem os longos anos de sofrimento, nos primeiros dias do além túmulo, me haviam proporcionado lágrimas tão amargas. Na tardinha Clarêncio passou e vendo-me tão abatido disse:

▬  Compreendo suas mágoas.

Não posso esquecer aquela recomendação de Jesus para que amemos a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos. Opera sempre, verdadeiros milagres de felicidade e compreensão, em nossos caminhos. Agradeci, e pedi que não me desamparasse.

Clarêncio sorriu e despediu-se.

Refleti com mais serenidade.
Porque condenar o procedimento de Zélia?

E se fosse eu o viúvo na Terra, teria acaso, suportado o problema da solidão? E o pobre enfermo? Como e porque odiá-lo? Não era meu irmão na casa de Nosso Pai?

Não estaria o Lar, em piores condições, se Zélia não lhe tivesse aceitado a aliança afetiva? Preciso era lutar contra o egoísmo feroz.

Minha família, não era apenas a esposa e três filhos na Terra. É sim, constituída de centenas de enfermos nas Câmaras de Retificação e estendia-se, agora a comunidade Universal.

Dominado de novos pensamentos, senti que o verdadeiro amor começava a brotar das feridas benéficas que a realidade me abrira no coração.

Em "Nosso Lar", no treinamento de elevação a que consagramos, bastava-me a presença dos amigos, as manifestações de afeto, a absorção de elementos puros através do ar e da água; mas ali não encontrava senão escuro campo de batalha, onde os entes amados se convertiam em verdugos.

As meditações preciosas, davam-me certa calma. Compreendia as necessidades humanas.

Não era proprietário de Zélia, mas seu irmão e amigo. Não era dono de meus filhos, e sim companheiro de lutas e realizações.

Recordei-me que toda criatura, no testemunho, deve proceder como a abelha, acercando-se das flores, que são as almas nobres, extraindo de cada uma a substância dos bons exemplos, para adquirir o mel da sabedoria.

Aproveitei no meu caso, o proveitoso conselho de minha mãe. Não se sacrificara ela por meu Pai? A ponto de adotar, mulheres infelizes como filhas do coração?

"Nosso Lar" estava repleto de exemplos edificantes. A Ministra Veneranda, trabalhava séculos sucessivos pelo grupo espiritual. Narcisa, não se sacrificava nas Câmaras para obter endosso espiritual, de regresso em tarefa de auxilio?

Clarêncio me recolhera com devoção de Pai?
A Mãe de Lísias me recebeu como filho e Lísias como irmão. A senhora Hilda vencera o dragão do ciúme.

Deliberei portanto, colocar acima de tudo o a AMOR DIVINO.

No meu cansaço, procurei o quarto do enfermo, Zélia Amparava-lhe a fronte e dizia; - Ernesto, Ernesto, tem pena de min. Não me deixes só. Que será de min se me faltares?

▬  O doente respondeu. Roguei ao Senhor energias necessárias para sobreviver.

Reconheci que Zélia e Ernesto se amavam intensamente.

Devia auxilia-los com os recursos ao meu alcance.

Iniciei o trabalho, procurando esclarecer os espíritos infelizes que estavam em estreita ligação com o enfermo.

Nessa emergência, lembrei certa lição de Tobias: " Aqui em Nosso Lar" nem todos necessitam de aeróbios

para locomover-se, por que os habitantes mais elevados da Colônia, dispõe do poder de volitação; e nem todos precisam de aparelhos de comunicação para conversar a distância, por se manterem entre si, num plano de perfeita sintonia de pensamentos.

Lembrei quanto me seria útil a colaboração de Narcisa e concentrei-me pedindo socorro.

Aconteceu que passados alguns minutos, alguém me tocou de leve no ombro. - Ouvi o seu apelo e vim ao seu encontro. Era Narcisa, com belo sorriso.

Vendo a gravidade disse:

▬  Não temos tempo a perder. Aplicou passes de reconforto no doente, isolando-o das formas escuras. Em seguida convidou-me.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 15:21


[attachimg=1align=center=width=450]

XLVI - Vamos à Natureza

Não só o homem pode receber fluídos e emiti-los. As forças da naturais fazem o mesmo, nos reinos diversos em que se subdividem. Para o caso de nosso enfermo, precisamos das árvores.

Narcisa chamou alguém. Daí a momentos 8 entidades espirituais atendiam-lhe o apelo. Via-a indagar das mangueiras e eucaliptos.

A Enfermeira explicou:

São servidores comuns do reino vegetal, os irmãos que nos atenderam. Como vê, nada existe de inútil na casa do nosso Pai do Céu. Em toda parte, se há quem necessite aprender, há quem ensine; e onde apareça a dificuldade, surge a providencia.

O único desventurado, na obra Divina, é o espírito imprevidente, que se condenou as trevas da maldade.

Narcisa manipulou, em poucos instantes, certas substâncias com emanações de eucalipto e da mangueira e, durante a noite aplicamos o remédio, através da respiração e da absorção dos poros. O enfermo experimentou, melhoras sensíveis. Verdadeiro milagre da Natureza.

Zélia estava radiante. Encheu-se a casa de alegria nova. Profundo alento e belas esperanças revigoraram-se.

Vigorosos laços de inferioridade se haviam rompido dentro de min, para sempre.

Nesse dia, voltei para " Nosso Lar" em companhia de Narcisa e, pela primeira vez, experimentei a capacidade de volitação.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2014, 15:25


[attachimg=1align=center=width=450]

XLVII - Cidadão de Nosso Lar

Num momento ganhamos grandes distâncias. A bandeira da alegria desfraldara-se em meu intimo. Novos júbilos, me enriqueceram o Espírito.

Instruído por Narcisa, ia da casa terrestre à cidade espiritual e vice- versa, sem dificuldades de vulto, intensificando o tratamento de Ernesto, cujas melhoras se firmaram.

A alegria tornara aos cônjuges, e passei a estima-los como irmãos.

Era preciso, pois regressar aos deveres justos. Naqueles rápidos sete dias, aprendera preciosas lições e praticas no culto vivo da compreensão, e da fraternidade legitimas.

Como a sabedoria do Senhor, dispõe todos os trabalhos e situações da vida.

Com que AMOR atende a toda Criação.
Algo, porém, me arrancou da meditação a que me recolhera.

Mais de duzentos companheiros, vinham ao meu encontro. Todos me saudava, generosos e acolhedores, Lísias, Lascínia, Narcisa, Silveira, Tobias, Salustio e inúmeros companheiro das Câmaras.

Não sabia que atitude tomar, colhido assim de surpresa. Foi então que o Ministro CLARÊNCIO, surgiu a frente de todos, adiantou-se estendendo-me as mãos generosas e falou:

▬  Até hoje André, você era meu pupilo na Cidade, mas, doravante em nome da GOVERNADORIA, declaro-o Cidadão de "Nosso Lar".

Porque, tamanha magnanimidade se meu triunfo era tão pequeno. Atirei-me aos braços de CLARÊNCIO, a chorar de gratidão e alegria.

"Nosso Lar", mensagem de André Luiz, psicografada por Francisco Cândido Xavier.

FIM.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 08 de Outubro de 2014, 06:00



[attachimg=1align=center=width=450]

“Há muitas moradas na Casa de meu Pai”
     
Afirmação de Jesus: Jo, 14:2)

“Há incontáveis terras orbitando em volta de seus sóis, a mesmas maneira que os seis planetas do nosso sistema”

Desde a antiguidade já se pensava na possibilidade de existir outros mundos com formas de vida é antiga.

Na Grécia Antiga, Epicuro (341 -270) dizia que assim como os átomos são infinitos em número, não há nenhum obstáculo para haver também um número infinito de mundos parecidos ou não com o nosso.

No Livro Evangelho Segundo o Espiritismo de Allan Kardec, em seu capítulo 3º, nos informa sobre as categorias dos mundos habitados dividindo-as em:




Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 08 de Outubro de 2014, 06:14


[attach=1]

Mundos Primitivos:

Onde os espíritos principiam sua evolução em ambientes bastantes rudes, sob um clima que envolve energias muito densas, de acordo com suas necessidades evolutivas também primárias.




Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 08 de Outubro de 2014, 06:23


[attach=1]

Mundos de Expiação e Provas:

Que é o caso do nosso planeta Terra, onde a evolução se faz através das situações de resgates de erros cometidos em encarnações anteriores, daí o por que se fala em expiação, mesclado de provas onde o espírito tem a chance de provar não só para os outros mas para si mesmo, que já está se modificando e que por esforço próprio procura a cada obstáculo vencido, tirar proveito para si e para aqueles que caminham ao seu lado.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 08 de Outubro de 2014, 06:31


[attach=1]

Mundos de Regeneração:

0nde após completada a fase anterior, os espíritos encontram o tempo e as condições necessárias para refletirem sobre todas as lições aprendidas até então, e despojarem-se dos fluidos mais densos, ainda presentes em seu organismo perispiritual.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 08 de Outubro de 2014, 06:42

[attach=1]

Mundo Felizes:

Onde não há espaço para ódio nem rancor.  Onde o Amor ganha uma expressão maior, divinizando o relacionamento agora sempre fraterno entre os espíritos.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 08 de Outubro de 2014, 07:00
   
[attachimg=1align=center=width=450]

Mundos Divinos ou Mundo Celestes
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-348.gif) Onde os traços materiais não fazem parte do cotidiano, desaparecendo por completo toda e qualquer ligação com a matéria, a não ser pelo benefício do auxilio que por amor, levam e depositam nas mãos daqueles que ainda se debatem nas redes da ignorância e do desamor.

O espiritismo dá o nome de espírito, ao ser que se encontra na fase evolutiva hominal, reconhecendo os que estão nas fases evolutivas inferiores, simplesmente como possuidores do princípio inteligente em evolução.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-348.gif)  Consequentemente, as categorias dos mundos a que se refere Allan Kardec, dizem respeito à evolução dos espíritos, que no conjunto, encarnados e desencarnados  formam a humanidade, e não a todos os seres que habitam esses mundos.

Com efeito, os chamados seres inferiores dos reinos mineral, vegetal e animal não se incluem na divisão de categoria dos mundos de Kardec, pois tem estes como palco da vida.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-348.gif)  Qualquer planeta que lhes possa dar ambiente propício ao seu desenvolvimento espiritual, independente da categoria de desenvolvimento planetário, que dá a qualificação evolutiva dos mundos, de acordo com a evolução dos que fazem parte da raça humana.

É importante também ressaltar que toda gama de informação recebida do Plano Espiritual e que traga em seu bojo informações novas, devem ser estudadas com os cuidados que Allan Kardec teve com todas as suas obras, que é a aplicação do consenso universal.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 08 de Outubro de 2014, 07:17
   

[attachimg=1align=center=width=450]

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-489.gif)  01 – Os diferentes mundos que circulam no espaço são povoados de habitantes como a Terra?

Todos os Espíritos o afirmam, e a razão diz que deve ser assim. A Terra, não ocupando no Universo nenhuma classe especial, nem pela sua posição, nem pelo seu volume, nada poderia justificar o privilégio exclusivo de ser habitada.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-489.gif)  Por outro lado, Deus não pode ter criado esses bilhões de globos só para o prazer dos nossos olhos; tanto menos que o maior número escapa à nossa vista.

02 – Se os mundos são povoados, podem sê-lo de habitantes em tudo semelhantes aos da Terra?
Em uma palavra, esses habitantes poderiam viver entre nós e nós entre eles?

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-489.gif)  A forma geral poderia ser mais ou menos a mesma, mas o organismo deve estar adaptado ao meio no qual deve viver, como os peixes estão feitos para viverem na água e os pássaros no ar.

Se o meio é diferente, como tudo leva a crer, e como parecem demonstrá-lo as observações astronômicas, o organismo deve ser diferente; não é, pois, provável que, em seu estado normal, eles possam viver uns entre os outros com os mesmos corpos. É o que confirmam todos os Espíritos.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-489.gif)  03 – Admitindo-se que esses mundos estejam povoados, eles estão, no aspecto intelectual e moral, na mesma posição da Terra?

Segundo o ensinamento dos Espíritos, os mundos estão em graus de adiantamento muito diferentes; alguns estão nas mesmas condições que a Terra; outros estão mais atrasados: os homens aí estão mais embrutecidos, mais materiais e mais inclinados ao mal.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-489.gif)  Há, ao contrário, os que são mais avançados moral, intelectual e fisicamente, onde o mal moral é desconhecido, onde as artes e as ciências alcançam um grau de perfeição que não podemos compreender.

Onde a organização física, menos material, não está sujeita nem aos sofrimentos, nem às doenças, nem às enfermidades; os homens aí vivem em paz, sem procurar se prejudicarem, isentos de desgostos, de inquietações, afeições e necessidades que os assediam sobre a Terra.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-489.gif)  Há, enfim, os mais avançados ainda, onde o envoltório corporal, quase fluídico, se aproxima cada vez mais da natureza dos anjos.
 
Na série progressiva dos mundos, a Terra não está nem na primeira nem na última categoria, mas é ela um dos mais materiais e dos mais atrasados.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 24 de Outubro de 2014, 20:12

(http://api.ning.com/files/A**3rce*gmSQ9i8vi088IJXhBPQBVtwqoSichoWNZUva7c1k7504T*vQ2-y8YTOp6F*E8xoG0y0zewthXc6U5VymD3Hndvb*/fadabrilho26_.gif)


O Mundo Espiritual
"Há muitas moradas na Casa do Meu Pai"
Duas interpretações:

(http://media.tumblr.com/232453f506a5e16c1488dae3fae528f6/tumblr_inline_mnlki74DXb1qz4rgp.gif)  Diferentes moradas são os mundos que circulam no universo.
(http://media.tumblr.com/698bbd87aab8d16790f9e6e46e840d10/tumblr_inline_mnlki47c9l1qz4rgp.gif)  Diferentes esferas em torno da Terra.

E.S.E. Cap. 3 "Conforme se ache (o Espírito) mais ou menos depurado e desprendido dos laços materiais, variarão ao infinito o meio em que ele se encontre, o aspecto das coisas, as sensações que experimente, as percepções que tenha.

Das infinitas esferas da vida do Mundo Espiritual a literatura mediúnica espírita tem-nos informado de algumas, que vamos conhecer visando apenas o melhor entendimento do tema:

(http://media.tumblr.com/232453f506a5e16c1488dae3fae528f6/tumblr_inline_mnlki74DXb1qz4rgp.gif)  Abismo,
(http://media.tumblr.com/698bbd87aab8d16790f9e6e46e840d10/tumblr_inline_mnlki47c9l1qz4rgp.gif)  Trevas,
(http://media.tumblr.com/26439bcd01796670845e17ce9aed93a8/tumblr_inline_mnlki2taey1qz4rgp.gif)  Esferas Terrestres,
(http://media.tumblr.com/ebd3bd9ada936e2a8d56c4bd0e8ee962/tumblr_inline_mnlki03dGq1qz4rgp.gif)  Umbral,
(http://media.tumblr.com/8d4568889fb8002bd81de2ca8a14f745/tumblr_inline_mnlkhxoq291qz4rgp.gif)  Zona de Transição,
(http://media.tumblr.com/c3a415af106cca1b1cdcc7c1bcf736ff/tumblr_inline_mnlkhv2AgU1qz4rgp.gif)  Esferas Superiores,
(http://media.tumblr.com/2c9bd76067c869e64c78f1a044b98969/tumblr_inline_mnlkhs9fbi1qz4rgp.gif)  Esferas Resplandecentes.




Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 24 de Outubro de 2014, 22:27

[attachimg=1align=center=width=450]

Vamos conhecer um pouco de cada.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Abismo:
– Região Espiritual de padecimentos inenarráveis, destinada a Espíritos que tenham cometido os mais graves crimes contra as Leis Divinas.

▬  Os Espíritos vinculam-se conscencialmente à região e aglutinam-se em:

(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  Vales,
(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  Ou Áreas ... Consoante os erros grosseiros que tenham cometido na última reencarnação.

O Espírito Camilo no livro "Memórias de um suicida "conta-nos os seus sofrimentos em razão do gesto de tirar sua vida.

▬  Euzébio instrutor de André Luiz nos diz, aqui:

(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  Os cúpidos,
(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  Os viciados,
(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  Os avarentos,
(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  E os homicidas de todos os matizes se agregam em deplorável situação."

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Trevas:
– Região Espiritual desprovida de qualquer luminosidade, constituindo morada de Espíritos ainda envolvidos pelas mais diversas vibrações do mal e que tenham tido comportamento moral condenável em suas oportunidades reencarnatórias.

No livro "A Libertação", Luiz nos conta de uma expedição a uma "colônia espiritual", sustentada por vibrações espirituais negativas.

"Vizinha a região dos homens, começa um vasto império espiritual. Aí se agitam milhões de espíritos imperfeitos, que partilham com as criaturas terrenas, as condições de habitabilidade da crosta do Mundo.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Esferas Terrestres:
– A terra como se sabe é um mundo de "Expiação e Provas, onde domina o mal". Assim Espíritos viciosos das mais diversas naturezas sintonizam com as vibrações deletérias dela irmanadas permanecendo a ela vinculados.

No livro "Nas Fronteiras da Loucura de Divaldo pelo Espírito Manoel F. Miranda reporta-se à época do carnaval na cidade do Rio de Janeiro, para que" possamos aquilatar a nossa natureza vibracional e o nosso envolvimento com pensamentos de baixo nível.

"As mentes em torpe comércio de interesses subalternos, haviam produzido uma psicosfera pestilenta na qual se nutriam vibriões psíquicos, formas pensamento de mistura com Entidades perversas, viciadas, dependentes, em espetáculo pandemônico, deprimente"

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Umbral:
– É uma região espiritual que começa na crosta terrestre na qual se concentra tudo o que não tenha finalidade para a vida superior.

É a região para esgotamento de resíduos mentais; uma zona purgatorial, os Espíritos aí confinados julgam-se injustiçados e sentem-se desesperançados por não terem encontrado na Vida Maior aquilo que suas crenças religiosas divulgaram.

Lísias no livro "Nosso Lar" de Chico Xavier e André Luiz (Esp.) diz que no Umbral encontram-se "legiões compactas de almas irresolutas e ignorantes:

(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  Que não são bastante nobres para serem conduzidas a "Planos de elevação".
(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  Nem suficientemente perversas para serem enviadas à "Colônia de Reparação mais dolorosa".

É uma região semi trevosa habitada por Espíritos consciencialmente culpados de erros diversos conta as Leis Divinas.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Zona de Transição:
– São colônias espirituais inseridas no Umbral, quais fossem oásis nos desertos. Os Espíritos que conseguem alcançá-las, por méritos conscienciais, nelas encontram amparo e assistência podendo reajustar-se e até mesmo evoluir.

Nosso Lar e Mansão Paz ,são duas dessas colônias. Mas existem também os chamados "Postos de Socorro", que funcionam como bastiões avançados, numa incessante busca de novos Espíritos que tenham logrado reunir condições para acessar novas paragens, mais evoluídas vibracionalmente.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Esferas Superiores:
– São regiões de felicidade, onde estacionam Espíritos devotados de grande elevação moral, lá habitam os Bons Espíritos e os Espíritos Superiores. André Luiz foi visitar sua mãe quando estava dormindo em Nosso Lar nessa esfera.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m9gckmwinS1qzckow.gif)  Esferas Resplandescentes:
– Regiões Espirituais onde impera a bondade , a confiança e a felicidade verdadeiras.

No livro Renuncia ditado pelo Esp. Emmanuel e  o médium Chico Xavier, é descrita a paragem espiritual a que está vinculado o Espírito Alcíone, são paisagens que nossa pobre imaginação não consegue nem sonhar.

Este foi um pequeno passeio pelas regiões Espírirtuais, isso porque quando  desencarnamos nós vamos para alguma delas. É muito provável  que fiquemos na Zona de Transição, e vamos conhecer um  pouco das cidades desse lugar.

▬  Temos no Brasil:

(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  Redenção,
(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  Nosso Lar,   
(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  Colônia da Música,
(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  Colônia Socorrista,
(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  Colônia Campo de Paz,
(http://media.tumblr.com/867781eecb558c620b3a4eb2c58c77f7/tumblr_inline_mkqs4zCXkG1qz4rgp.gif)  Casa Transitória de Fabiano...




Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 25 de Outubro de 2014, 01:56


[attachimg=1align=center=width=450]


Os espíritos errantes sentem fome.
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Na maioria das vezes os desencarnados, após o desligamento do corpo físico são atormentados pelo desejo de satisfazerem necessidades fisiológicas, como sede e fome incontroláveis. Afirmam os espíritos que existem fábricas de concentrados de sucos e sopas sujeitas à manipulação da Espiritualidade.

Nos hospitais os alimentos são fornecidos aos enfermos a fim de se revigorarem. Os espíritos errantes comem e bebem. Absorvem principalmente muita água, pois é um ótimo alimento para o perispírito.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Água é um poderoso veiculo de fluido de qualquer natureza. Ex.: Água Fluidificada.

- Tanto no plano terreno como no plano espiritual, os Espíritos Superiores lutam pela instituição de um idioma comum, pois a diversidade de línguas segundo sua opinião perturba a comunicação entre os homens.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Em muitas obras é citado o Esperanto, idioma criado pelo mensageiro do Cristo Lázaro L. Zamenhof (1857 a 1917) divulgado por ele em 1887, como o elo de ligação entre os povos.

O Esperanto – é usado pela CEE como idioma oficial entre os membro o Brasil – DF – tem junto com o Inglês nas escolas.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Toda a infra estrutura das Colônias Espirituais é um perfeito sistema previdenciário que tem como objetivo o atendimento de toda a população espiritual necessitada de assistência e amparo.

Os tratamentos se efetivam através da Assistência Médica, da Assistência Espiritual da Reabilitação e do Serviço Social.

O doente nas Colônias recebe assistência completa.

▬  Isto é em todos os aspectos desde:

(http://media.tumblr.com/ffd90b818e5008f819e1db5eee30dea6/tumblr_inline_mjcrgb2a8W1qz4rgp.gif)  Resgate nas zonas umbralinas passando pelo tratamento médico hospitalar,
(http://media.tumblr.com/ffd90b818e5008f819e1db5eee30dea6/tumblr_inline_mjcrgb2a8W1qz4rgp.gif)  Até a convalescencia, daia conclusão do aprendizado produtivo.

A readaptação a Nova Vida e a Preparação para a futura Reencarnação.

▬  Os enfermos são sempre acolhidos com atenção e carinho:

(http://media.tumblr.com/ffd90b818e5008f819e1db5eee30dea6/tumblr_inline_mjcrgb2a8W1qz4rgp.gif)  As crianças,
(http://media.tumblr.com/ffd90b818e5008f819e1db5eee30dea6/tumblr_inline_mjcrgb2a8W1qz4rgp.gif)  Os suicidas,
(http://media.tumblr.com/ffd90b818e5008f819e1db5eee30dea6/tumblr_inline_mjcrgb2a8W1qz4rgp.gif)  E os desencarnados de forma violenta...

... São os mais necessitados de atenção e tratamentos especiais. A Medicina e a Enfermagem são praticadas com amor e dedicação.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Consta que muitos profissionais que não souberam honrar o diploma adquirido na Faculdade ou cometeram atos dolosos ou culposos, colocam seus serviços a disposição, objetivando a Aprendizagem e Retificação dos erros praticados.

Onde há agrupamento de indivíduos impõe-se o estabelecimento de uma estrutura organizacional onde as pessoas se orientem dentro da coletividade de que fazem parte.

▬  A população das Colônias Espirituais está dividida entre:

(http://media.tumblr.com/ffd90b818e5008f819e1db5eee30dea6/tumblr_inline_mjcrgb2a8W1qz4rgp.gif)  Assistentes e Assistidos,
(http://media.tumblr.com/ffd90b818e5008f819e1db5eee30dea6/tumblr_inline_mjcrgb2a8W1qz4rgp.gif)  Administradores e Administrados.

▬  São geralmente comunidades heterogêneas:

(http://media.tumblr.com/ffd90b818e5008f819e1db5eee30dea6/tumblr_inline_mjcrgb2a8W1qz4rgp.gif)  Velhos,
(http://media.tumblr.com/ffd90b818e5008f819e1db5eee30dea6/tumblr_inline_mjcrgb2a8W1qz4rgp.gif)  Jovens,
(http://media.tumblr.com/ffd90b818e5008f819e1db5eee30dea6/tumblr_inline_mjcrgb2a8W1qz4rgp.gif)  Adultos,
(http://media.tumblr.com/ffd90b818e5008f819e1db5eee30dea6/tumblr_inline_mjcrgb2a8W1qz4rgp.gif)  Homens
(http://media.tumblr.com/ffd90b818e5008f819e1db5eee30dea6/tumblr_inline_mjcrgb2a8W1qz4rgp.gif)  Crianças, 
(http://media.tumblr.com/ffd90b818e5008f819e1db5eee30dea6/tumblr_inline_mjcrgb2a8W1qz4rgp.gif)  E Mulheres,

Convivem e trabalham conjuntamente.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Excepcionalmente a Colônia Espiritual é constituída especialmente para crianças ou suicidas.
No conceito humano dá-se o nome de Estratificação Social às diversas camadas ou classes sociais.




Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 25 de Outubro de 2014, 15:04


[attachimg=1align=center=width=450]

(http://media.tumblr.com/68d5148c15df32fcd01c4aa2c5a21b50/tumblr_inline_msxz1vNvtf1qz4rgp.gif)  No mundo espiritual o que determina a estratificação é o Grau de Evolução dos espíritos, a importância social e financeira, como é óbvio neste caso não tem nenhuma influência.

Hierarquia Baseada na Autoridade Moral.

(http://media.tumblr.com/68d5148c15df32fcd01c4aa2c5a21b50/tumblr_inline_msxz1vNvtf1qz4rgp.gif)  As instituições que formam o Mundo Espiritual formam um conjunto harmônico em que imperam a Ordem e a Justiça. A Direção é exercida por um governador.

▬  Geralmente os espíritos trabalham em equipes e os grupos de trabalho são subdivididos em Ministérios:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Auxilio,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Elevação,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Encarnação,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  União Divina,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Regeneração,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Comunicação,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Esclarecimento.

▬  Subordinados aos ministérios estão os:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Auxiliar,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Hospitalar,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Departamento de Vigilância.

Toda a estrutura está ligada a Governadoria que é um órgão Diretivo.

(http://media.tumblr.com/68d5148c15df32fcd01c4aa2c5a21b50/tumblr_inline_msxz1vNvtf1qz4rgp.gif)  A Supervisão Geral das Colônias que circulam a Terra é atribuída por Jesus a vários mensageiros espirituais. O Brasil por exemplo está sob a tutela de Ismael. Jesus não é visto pelos Espíritos, mas é descrito como: UMA LUZ, UMA FORÇA.

Há creches e escolas apropriadas a educação infantil.  Nas Colônias Espirituais a Reeducação e Instrução são indispensáveis.

(http://media.tumblr.com/68d5148c15df32fcd01c4aa2c5a21b50/tumblr_inline_msxz1vNvtf1qz4rgp.gif)  Os centros de estudo oferecem várias formas de educação e lazer. Todos os habitantes são estimulados a participarem de tarefas e estudo.

Os Espíritos mais evoluídos recebem o Cargo de Mestre ou Instrutor. Qualquer Espírito errante pode continuar no Mundo Espiritual, as tarefas e os estudos interrompidos pela desencarnação, desde que assim o deseje.

▬  Cursos:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Artes,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Moral,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Ciência,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Filosofia,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Psicologia,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Pedagogia.

O Ensino se realiza através de métodos didáticos moderníssimos e das mais aperfeiçoadas técnicas.

▬  Existem Cursos, Palestras, Conferencias, tudo coadjuvado por:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Recursos visuais,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Aparelhos especiais,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  E sistema eletrônico avançado.

Nas cidades espirituais, todos cooperam, através do trabalho para o engrandecimento do patrimônio comum.

(http://media.tumblr.com/68d5148c15df32fcd01c4aa2c5a21b50/tumblr_inline_msxz1vNvtf1qz4rgp.gif)  As leis trabalhistas são cumpridas rigorosamente dentro do período de dias, meses anos.

▬  Existem:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Café da manhã.
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Hora do almoço,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-164.gif)  Hora da prece coletiva (ao cair do crepúsculo)

Segundo André Luiz a jornada normal é de 08 horas diárias, sendo permitido 04 extras, com uma semana de trabalho de 06 dias. No Espaço o descanso é rigorosamente observado.

(http://media.tumblr.com/68d5148c15df32fcd01c4aa2c5a21b50/tumblr_inline_msxz1vNvtf1qz4rgp.gif)  Segundo André Luiz o Governador de Nosso Lar nunca repousa, quanto mais evoluído mais trabalha. Nos Serviços Sacrificiais as horas são contados em dobro e as vezes ao triplo.

EX.: Importância  da Função Maternal – Se um determinado lar se dedica a Adoção de Crianças além de contar em dobro as horas trabalhadas, fica dispensada das tarefas externas.

(http://media.tumblr.com/68d5148c15df32fcd01c4aa2c5a21b50/tumblr_inline_msxz1vNvtf1qz4rgp.gif)  Nas Colônias um  dos mais valiosos instrumentos de reabilitação é o Trabalho - usado como Terapia Ocupacional

A medida que o Espírito convalescente se interessa pelo serviço a comunidade, dedicando-se a qualquer tarefa ainda que das mais simples, vai da mesma forma sedimentando a cura.

Salário Bônus Hora = 01 hora de trabalho
Ex.: 01 casa 30.000 bônus hora

(http://media.tumblr.com/68d5148c15df32fcd01c4aa2c5a21b50/tumblr_inline_msxz1vNvtf1qz4rgp.gif)  Meus amigos devemos nos preparar para retornar ao Mundo Espiritual, e uma das maneiras é conhecendo e a outra é começar a fazer aqui do mesmo modo que lá.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 26 de Outubro de 2014, 11:37

[attachimg=1align=center=width=450]
 
Esferas Espirituais
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3529.gif)  As esferas espirituais são as diversas subdivisões vibratórias do Mundo dos Espíritos. Estão para a vida extra física assim como os continentes e os países estão para o mundo físico.

Os antigos já aceitavam a idéia da existência de muitos céus superpostos, de matéria sólida e transparente, formando esferas concêntricas e tendo a Terra por centro.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3529.gif)  Essa idéia, que foi a de todas as teogonias, faziam do céu os diversos degraus da bem aventurança; o último deles era abrigo da suprema felicidade.

Segundo a opinião mais comum, havia sete céus e daí a expressão estar no sétimo céu - para exprimir perfeita felicidade.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3529.gif)  Os muçulmanos admitem nove céus, em cada um dos quais se aumenta a felicidade dos crentes. A teologia cristã reconhece três céus; é conforme esta crença que se diz que Paulo foi alçado ao terceiro céu.

A obra Kardequiana, pelo fato de ser muito mais de síntese do que de análise, ocupou-se pouco com o exame do Mundo dos Espíritos. Estudando as diversas obras do Codificador, notamos que os Espíritos foram muito econômicos em informações à respeito de seu mundo.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3529.gif)  Foi a partir de 1943, com o livro "Nosso Lar", de autoria mediúnica do Espírito André Luiz, pelas mãos de Chico Xavier, que nós passamos a compreender, com maior profundidade, as regiões extra físicas.

Sabemos hoje, que o mundo dos Espíritos é subdividido em várias faixas vibratórias concêntricas, tendo a Terra como centro geométrico. A atmosfera espiritual das diversas esferas será tanto mais pura e eterizada quanto mais afastadas da crosta elas estiverem.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3529.gif)  Os Espíritos de maior luminosidade habitarão, naturalmente, as esferas mais afastadas, embora tenham livre trânsito entre elas e com frequência visitem as esferas inferiores em tarefas regenerativas e esclarecedoras.

▬  Em cada esfera, o solo tem consistência material, e acima se vê o céu e o sol.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Diversos postos de socorro,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Diversas cidadelas espirituais, 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-ulybki-247.gif)  Ou instituições hospitalares estão...

... Distribuídas nas diversas esferas... abrigando Espíritos em condições evolutivas semelhantes.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3529.gif)  André Luiz dá o nome de Umbral às três primeiras esferas, contadas a partir da crosta, e segundo este autor, a região umbralina é habitada por Espíritos que ainda necessitam reencarnarem no planeta Terra, comprometido que estão com vida neste orbe.

Sobre o umbral, André Luiz "Nosso Lar" dá o seguinte depoimento:

"É a zona obscura de quantos no mundo não se resolveram atravessar as portas dos deveres sagrados, demorando-se no vale da indecisão ou no pântano dos erros numerosos. Funciona como região de esgotamento de resíduos mentais.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3529.gif)  Pelo pensamento os homens encontram no Umbral os companheiros que afinam com as tendências de cada um. Cada Espírito permanece lá o tempo que se faça necessário."

Informa também André Luiz que os Espíritos que estão nas esferas superiores podem transitar pelas esferas que lhes estão abaixo, mas os Espíritos que estão nas esferas inferiores não podem, sozinhos, passar para as superiores.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 27 de Outubro de 2014, 00:32


[attachimg=1align=center=width=450]

As Colônias Espirituais

(http://media.tumblr.com/9911c68ac3c3bf872233def3b0a8b5d5/tumblr_inline_mgoey1AyvQ1qid2nw.gif)  Os livros de André Luiz dão-nos informações detalhadas a respeito da vida nas três primeiras esferas espirituais.
 
Segundo ele, estas faixas vibratórias são formadas de inúmeras cidadelas espirituais, umas maiores, outras menores, onde se reúnem Espíritos em condições evolutivas semelhantes.
 
(http://media.tumblr.com/9911c68ac3c3bf872233def3b0a8b5d5/tumblr_inline_mgoey1AyvQ1qid2nw.gif)  As condições de sociabilidade das esferas mais purificadas nos são totalmente desconhecidas, no entanto, a vida nas regiões mais próximas da crosta desenvolvem-se de maneira semelhante:
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_mb6nl1DGBV1qdlkyg.gif)  Habitação:
Há semelhança com a que existe na Terra. No plano extra-físico vamos identificar casas, hospitais, escolas, templos, etc.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_mb6nl4fWsP1qdlkyg.gif)  Ernesto Bozzano:
"A Crise da Morte" afirma que a paisagem astral se compõe de duas séries de objetivações do pensamento.

(http://media.tumblr.com/9911c68ac3c3bf872233def3b0a8b5d5/tumblr_inline_mgoey1AyvQ1qid2nw.gif)  A primeira é permanente e imutável, por ser objetivação do pensamento e da vontade de entidades espirituais muito elevadas, prepostas os governo das esferas espirituais.

A outra é, ao contrário, transitória e muito mutável; seria a objetivação do pensamento de cada entidade desencarnada, criadora do seu próprio meio imediato.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_mb6nl7l8uQ1qdlkyg.gif)  Examinando o pensamento deste autor, podemos aceitar que as construções das colônias espirituais enquadram-se na primeira série, enquanto a paisagem das regiões umbralinas pertencem a segunda.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_mb6nlazJAp1qdlkyg.gif)  Vestuário:
A apresentação externa dos Espíritos depende de sua força mental e de seu desejo, pois eles são capazes de modificarem a sua aparência por um processo denominado ideoplastia.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_mb6nldvosY1qdlkyg.gif)  Nem todos os Espíritos, no entanto, têm condição evolutiva suficiente para plasmarem suas vestes perispirituais, donde a necessidade de roupas confeccionadas por especialistas na área. André Luiz mostra departamentos reservados a esta tarefa.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_mb6nlgwXet1qdlkyg.gif)  Alimentação:
Nem todos os Espíritos são capazes de retirar do Fluido Cósmico Universal a energia reparadora para as suas células.

(http://media.tumblr.com/9911c68ac3c3bf872233def3b0a8b5d5/tumblr_inline_mgoey1AyvQ1qid2nw.gif)  Daí a necessidade dos Espíritos materializados, alimentarem-se de recursos energéticos mais consistentes. Por esse motivo, observam-se no mundo espiritual alimentos a base de sucos, sopas e frutas.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_mb6nlkxYCQ1qdlkyg.gif)  Sono e Repouso:
Quanto mais evoluído o Espírito, menos necessita de repouso, para reparar as suas energias. Espíritos inferiores dormem à semelhança do homem encarnado.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_mb6nlnRfug1qdlkyg.gif)  Transporte:
Os Espíritos superiores se locomovem através de um processo denominado volitação, onde transforma a sua energia latente em energia cinética, deslocando-se no espaço em altas velocidades.

(http://media.tumblr.com/9911c68ac3c3bf872233def3b0a8b5d5/tumblr_inline_mgoey1AyvQ1qid2nw.gif)  No entanto, Espíritos existem, que ainda não desenvolveram esta faculdade, daí a necessidade de veículos para transporte nas faixas espirituais mais próximas da Terra;
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_mb6nlqivs71qdlkyg.gif)  Linguagem:
A linguagem oficial entre os Espíritos é a do pensamento. No entanto, muitas almas ainda involuídas, não conseguem se comunicar através do pensamento, donde a necessidade de palavra articulada.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_mb6nluo8AU1qdlkyg.gif)  Assim sendo, vamos observar colônias onde se fala o português, o inglês, etc.;
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_mb6nlxsXoa1qdlkyg.gif)  Vida Social:
 
A  vida social nas colônias espirituais é intensa e tem como objetivo a preparação dos Espíritos para o seu retorno a Terra em nova roupagem física.
 
(http://media.tumblr.com/6b53343eb7163be5438ceefaaea7f7fc/tumblr_inline_mgoeyeocyn1qid2nw.gif)  Estudam,
(http://media.tumblr.com/6b53343eb7163be5438ceefaaea7f7fc/tumblr_inline_mgoeyeocyn1qid2nw.gif)  Trabalham,
(http://media.tumblr.com/6b53343eb7163be5438ceefaaea7f7fc/tumblr_inline_mgoeyeocyn1qid2nw.gif)  Repousam,
(http://media.tumblr.com/6b53343eb7163be5438ceefaaea7f7fc/tumblr_inline_mgoeyeocyn1qid2nw.gif)  E se divertem.
 
Há relatos de casamento, festas e jogos, segundo hábitos e costumes da colônia.
 
O Maria João de Deus "Cartas de Uma Morta" afirma:
 
(http://media.tumblr.com/6b53343eb7163be5438ceefaaea7f7fc/tumblr_inline_mgoeyeocyn1qid2nw.gif)  Os latinos,
(http://media.tumblr.com/6b53343eb7163be5438ceefaaea7f7fc/tumblr_inline_mgoeyeocyn1qid2nw.gif)  Os árabes,
(http://media.tumblr.com/6b53343eb7163be5438ceefaaea7f7fc/tumblr_inline_mgoeyeocyn1qid2nw.gif)  Os saxões,
(http://media.tumblr.com/6b53343eb7163be5438ceefaaea7f7fc/tumblr_inline_mgoeyeocyn1qid2nw.gif)  Os orientais,
(http://media.tumblr.com/6b53343eb7163be5438ceefaaea7f7fc/tumblr_inline_mgoeyeocyn1qid2nw.gif)  Os africanos...

... Formam aqui grandes falanges à parte, e em locais diferentes uns dos outros. Nos núcleos de suas atividades conservam os costumes que os caracterizavam e é profundamente interessante verificar como essas colônias diferem umas das outras."
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_mb6nm0yxVU1qdlkyg.gif)  Manoel Philomeno de Miranda "Loucura e Obsessão" lembra-nos:
 
(http://media.tumblr.com/6b53343eb7163be5438ceefaaea7f7fc/tumblr_inline_mgoeyeocyn1qid2nw.gif)  Católicos,
(http://media.tumblr.com/6b53343eb7163be5438ceefaaea7f7fc/tumblr_inline_mgoeyeocyn1qid2nw.gif)  Protestantes
(http://media.tumblr.com/6b53343eb7163be5438ceefaaea7f7fc/tumblr_inline_mgoeyeocyn1qid2nw.gif)  E outros religiosos...

... Após a morte, não se tornam espíritas ou conhecedores da realidade ultra tumular; ao revés, dão curso aos seus credos, reunindo-se em grupos e igrejas afins."
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_mb6nm49uNE1qdlkyg.gif)  Cabe-nos lembrar que nem todas as cidadelas espirituais têm uma orientação sadia, voltada para o bem e para o equilíbrio das criaturas. André Luiz "Libertação" diz:
 
"Incapacitados de prosseguir, além do túmulo, a caminho do Céu que não souberam conquistar, os filhos do desespero organizam-se em vastas colônias de:

(http://media.tumblr.com/6b53343eb7163be5438ceefaaea7f7fc/tumblr_inline_mgoeyeocyn1qid2nw.gif)  Ódio,
(http://media.tumblr.com/6b53343eb7163be5438ceefaaea7f7fc/tumblr_inline_mgoeyeocyn1qid2nw.gif)  Inveja,
(http://media.tumblr.com/6b53343eb7163be5438ceefaaea7f7fc/tumblr_inline_mgoeyeocyn1qid2nw.gif)  Preguiça,
(http://media.tumblr.com/6b53343eb7163be5438ceefaaea7f7fc/tumblr_inline_mgoeyeocyn1qid2nw.gif)  Desamor,
(http://media.tumblr.com/6b53343eb7163be5438ceefaaea7f7fc/tumblr_inline_mgoeyeocyn1qid2nw.gif)  E miséria moral...

... Disputando entre si a dominação da Terra."
 
Mas lembra também o benfeitor que, a Misericórdia Divina não os desampara pois, são observados e assistidos por entidades luminosas.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_mb6nm7B5yt1qdlkyg.gif)  Animais e Plantas:
O solo do mundo espiritual, à semelhança do solo do planeta é coberto por uma infinidade de plantas, flores e hortaliças que são cultivadas, com muito esmero, por mãos bondosas.
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_mb6nmaB6Z21qdlkyg.gif)  Os animais, como regra geral, reencarnam quase imediatamente após a morte, no entanto, em certas ocasiões, eles podem vir a ser preparados por entidades especializadas para serem utilizados em tarefas específicas.
 
(http://media.tumblr.com/9911c68ac3c3bf872233def3b0a8b5d5/tumblr_inline_mgoey1AyvQ1qid2nw.gif)  Muitas vezes, no entanto, as descrições da paisagem espiritual, quando falam de "formas animalescas", estão se referindo a Espíritos humanos em processo de deterioração de seus corpos espirituais (licantropia ou zoantropia), como também de "formas ideoplásticas", fruto do pensamento e da vontade de entidades viciosas do astral inferior.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 28 de Outubro de 2014, 13:12



[attachimg=1align=center=width=450]


O homem após a morte

Lembra-nos Kardec que "após a morte, cada um vai para o lugar que lhe interessa", pois cada individualidade vai deslocar-se, após o desencarne, para a região espiritual que está em concordância com o seu modo de ser e viver. E complementa [ESE]:

(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Enquanto uns, não podem afastar-se do meio em que viveram, outros se elevam e percorrem o espaço.
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Enquanto certos Espíritos culpados erram nas trevas, os felizes gozam de uma luz resplandecente.

De forma didática, podemos sistematizar as opções do homem após a morte física em três situações:

(http://media.tumblr.com/a8ac6378f9b60d18f6abd99ac6abb3ff/tumblr_inline_mggafeONSb1qeh6jq.gif) Continuar Vivendo na Crosta:

São Espíritos excessivamente apegados a vida física e que não conseguem assumir a sua condição de desencarnados, continuando a viver nos locais onde se habituaram, às vezes sem ao menos darem-se conta de que já não mais pertencem ao mundo material.

▬  Alguns fatores que podem condicionar a este apego a vida material:

(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Medo;
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Vingança;
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Confusão,
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Ignorância,
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Vinculação a negócios não concluídos;
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Apegos excessivos a pessoas e lugares;
(http://media.tumblr.com/tumblr_mdpfi7Dlfg1qdlkyg.gif)  Inclinações pelas drogas, álcool, fumo, comida e sexo.

(http://media.tumblr.com/ae136a4dd8a7bdefb6d2043e62f4682c/tumblr_inline_mggafjWqjr1qeh6jq.gif) Deslocarem-se para certas regiões do Umbral: muitos Espíritos culpados ou viciosos, após o desencarne, são levados por uma força magnética automática ou por entidades do mal, para uma das regiões umbralinas e lá permanecerão até que o arrependimento e a vontade de reparar o passado modifiquem a sua psicosfera pessoal.

(http://media.tumblr.com/efec7c2cead20772f427a783eed6a2bb/tumblr_inline_mggafpFjeZ1qeh6jq.gif) Recolhimento a uma Colônia Espiritual onde deverão integrar-se à Vida Extra Física.




Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 24 de Fevereiro de 2015, 22:30


(http://www.mpsnet.net/loja/det04/ex0031/flor%20em%20movimento.gif)


Espírito, Perispírito e Mundo Espírita

▬  O que é Espírito?

(http://media.tumblr.com/86c48e93912d1880e1ec8af9e5ec77d4/tumblr_inline_mg16ukXIGw1qdlkyg.gif)  O Espírito é o princípio inteligente da Criação. São criados todos da mesma forma, simples e ignorantes, sujeitos à Lei da Evolução.

Progridem em tempo que varia conforme as condições e necessidades de cada um, dentro de uma trajetória que vai das sensações à angelitude, passando pelos caminhos do instinto, inteligência e razão.

(http://media.tumblr.com/86c48e93912d1880e1ec8af9e5ec77d4/tumblr_inline_mg16ukXIGw1qdlkyg.gif)  Através de milhares de encarnações no plano físico, a evolução do Espírito se consolida no campo da sabedoria e da moralidade. Nos estágios inferiores, são conhecidos como demônios ou diabos.

No estágio de pureza, que adquirem depois de inúmeras reencarnações, são os anjos, os arcanjos e os serafins.

▬  O que é perispírito?

(http://media.tumblr.com/86c48e93912d1880e1ec8af9e5ec77d4/tumblr_inline_mg16ukXIGw1qdlkyg.gif)  É o corpo astral do Espírito, para usarmos uma linguagem mais popular. É o elo que liga o Espírito (ser abstrato) à matéria.

Deriva do fluido universal e sua textura varia de acordo com o ambiente do planeta onde o Espírito habita.

(http://media.tumblr.com/86c48e93912d1880e1ec8af9e5ec77d4/tumblr_inline_mg16ukXIGw1qdlkyg.gif)  É o intermediário entre o corpo e o Espírito. Morfologicamente seria como uma cópia do corpo físico, só que menos denso, pois feito de uma matéria diferente, imponderável e imperceptível aos nossos sentidos físicos normais.

O apóstolo Paulo chamou-o "corpo espiritual". Quanto mais evoluído for o Espírito, mais etéreo será o corpo espiritual.

▬  O que é um Espírito errante?

(http://media.tumblr.com/86c48e93912d1880e1ec8af9e5ec77d4/tumblr_inline_mg16ukXIGw1qdlkyg.gif)  É o Espírito que permanece no mundo espiritual, no intervalo entre uma encarnação e outra, aprendendo e se preparando para novas experiências.

O tempo de erraticidade depende do grau evolutivo do Espírito e de suas necessidades de aprendizado. Só os Espíritos puros não são errantes, pois não mais necessitam reencarnar.

▬  Podemos ser influenciados pelos Espíritos?

(http://media.tumblr.com/86c48e93912d1880e1ec8af9e5ec77d4/tumblr_inline_mg16ukXIGw1qdlkyg.gif)  Sim, podemos. A Doutrina Espírita nos instrui que somos guiados pelos Espíritos muito mais do que podemos supor. Uns nos inspiram a seguir o caminho do Bem e das boas realizações.

Outros, nos influenciam sugestionando-nos para o mal. Pela nossa vontade e livre arbítrio podemos resistir ou ceder a essas influências. Entendendo a dinâmica da relação entre os fluidos espirituais e nosso corpo espiritual, podemos compreender como se dá essa influenciação.

▬  O que é e como se procede uma lavagem do perispírito?

O conceito desse procedimento está expresso no livro "Consciência" de Luiz Sérgio.

(http://media.tumblr.com/86c48e93912d1880e1ec8af9e5ec77d4/tumblr_inline_mg16ukXIGw1qdlkyg.gif)  Conceitos estranhos podem ser encontrados em muitos livros psicografados, por isso torna-se necessário que se proceda ao estudo sério das obras de Allan Kardec, que traduziu os pensamentos dos Espíritos superiores, a fim de que não se absorvam ensinamentos falsos e fantasiosos.

O perispírito é o corpo astral do Espírito e varia segundo a moralidade deste. Pode-se energizar o perispírito de alguém, derramando sobre ele fluidos salutares, o que o tornará mais limpo.

(http://media.tumblr.com/86c48e93912d1880e1ec8af9e5ec77d4/tumblr_inline_mg16ukXIGw1qdlkyg.gif)  Porém, tal procedimento é apenas passageiro. A única forma de "limpar" o perispírito definitivamente é moralizando o Espírito, tornando o seu envoltório mais leve e diáfano, à medida que atinge estágios mais avançados de evolução.

▬  Como é a constituição do perispírito em função da moralidade do Espírito?

(http://media.tumblr.com/86c48e93912d1880e1ec8af9e5ec77d4/tumblr_inline_mg16ukXIGw1qdlkyg.gif)  O perispírito é uma condensação do fluido cósmico universal em torno de um foco de inteligência ou alma. É formado pelos fluidos ambientais, sendo, portanto, diferentes de acordo com os mundos habitados.

Nos mundos mais atrasados o perispírito é mais grosseiro e denso; nos mundos mais adiantados ele é mais leve e etéreo, pois habitam ali Espíritos mais evoluídos, favorecendo, evidentemente, ambiente energético melhor e mais purificado.

(http://media.tumblr.com/86c48e93912d1880e1ec8af9e5ec77d4/tumblr_inline_mg16ukXIGw1qdlkyg.gif)  Percebe-se, então, que a natureza do corpo espiritual está sempre em relação com o grau de adiantamento moral do Espírito, sendo mais grosseiro nos atrasados e mais diáfano nos adiantados. Será tanto mais tênue quanto mais elevado for o Espírito.

▬  Uma alma que atingiu a perfeição não volta a reencarnar?
▬  Nesse estado tem perispírito?

Os Espíritos que atingem a perfeição são os chamados Espíritos Puros. Eles reencarnam apenas em missão, com o objetivo de fazer progredir a humanidade.

(http://media.tumblr.com/86c48e93912d1880e1ec8af9e5ec77d4/tumblr_inline_mg16ukXIGw1qdlkyg.gif)  Segundo Allan Kardec, são os mensageiros e os ministros de Deus, cujas ordens executam, para a manutenção da harmonia universal. O perispírito, como sabemos, é o envoltório da alma.

É a forma de manifestação do Espírito e sua natureza fluídica está sempre em relação com o grau de adiantamento moral do Espírito.

(http://media.tumblr.com/86c48e93912d1880e1ec8af9e5ec77d4/tumblr_inline_mg16ukXIGw1qdlkyg.gif)  Portanto, os Espíritos puros possuem perispírito, mas de uma matéria tão etérea que, para nós que habitamos os planos mais próximo da matéria, é como se não existisse.






Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 16 de Setembro de 2015, 18:43

(http://i198.photobucket.com/albums/aa214/naza1000/cleouniv4.gif)


"A Vida no Outro Mundo"
1932

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Quando escrevi "O Espírito do Cristianismo" julguei seria a última obra que teria de dar à publicidade, e me alegrei por haver desinteressadamente levado aquela insignificante contribuição para o erguimento do Verdadeiro Templo Espiritual, que o Espiritismo veio construir para abrigar a Humanidade.

Na verdade, não me passava pela mente a ideia de um novo livro; satisfazia-me com a publicação de artigos filosóficos e doutrinários, com os quais procurava manter acesa a lâmpada da Fé nos corações daqueles que me têm dedicado a sua amizade e simpatia.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Um dia, porém, lembrei-me de que há muito tempo havia eu escrito uma conferência, cujos ensinos eram inéditos naquela época e vinham trazer nova luz sobre a vida além da morte.

A doutrina expandida nessa conferência fora ilustrada com alguns mapas, que formavam um esquema de confronto entre os mundos do nosso Sistema Planetário...

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  E outros, representativos das estrelas, majestosos sóis centros de outros tantos sistemas, que representam as "Muitas Moradas da Casa de Deus", lembradas por Jesus segundo refere o Evangelista João.

▬  Assim também os desenhos faziam lembrar:

(http://www.ptctoner.com/eg/images/color/Cyan.gif)  Os mundos
(http://www.ptctoner.com/eg/images/color/Cyan.gif)  Os cometas,
(http://www.ptctoner.com/eg/images/color/Cyan.gif)  Os asteroides...

... Que sulcam os Universos quais frotas flutuantes, levando em seu dorso Humanidades que caminham para a Perfeição – o Bem e o Belo –  para a glorificação do Supremo Criador.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Passados alguns anos, verifiquei que a doutrina expandida nessa conferência não era ficção, nem mera fantasia de uma exaltação pela Imortalidade, que porventura me afagasse o coração.

Vista que outros tantos escritores e médiuns nos haviam transmitido as mesmas verdades, embora em países diversos e distantes do nosso, bem assim em outros idiomas. Esse fato me incitou a escrever novo livro, que, com  justa razão, deveria intitular-se “A Vida no Outro Mundo”.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Pus mãos à obra e eis que consegui, com o valoroso auxilio dos meus protetores e dos caros Espíritos que dirigem nosso movimento, entregá-la a publicidade.

Como nas demais obras, não me incomodei com a forma; unicamente fiz questão de que as expressões que traduzem os conhecimentos, que me foram dado receber, exprimissem exatamente as ideias que desejo ver propagadas e conhecidas de toda gente.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Esforcei-me o mais possível para usar de uma linguagem popular, acessível a todas as inteligências, porque sei que esta obra terá mais divulgação entre os humildes e desprovidos da literatura que adorna os que tiveram tempo e dinheiro para se ilustrar na arte de falar bonito.

▬  O meu fim é levar:

(http://www.ptctoner.com/eg/images/color/Cyan.gif)  A fé aos descrentes,
(http://www.ptctoner.com/eg/images/color/Cyan.gif)  A consolação aos aflitos,
(http://www.ptctoner.com/eg/images/color/Cyan.gif)  A verdade aos que por ela anseiam e trabalham.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/gifts/mini-graphics-gifts-984419.gif)  Se este livro concorrer para estancar lágrimas de amor pela separação de entes caros, e para a iluminação de cérebros que se consideravam vazios de espiritualidade, eu me darei por satisfeito com o meu trabalho.

Cairbar Schutel.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 16 de Setembro de 2015, 18:45

[attachimg=1align=center=width=500]   


(http://media.tumblr.com/30d12d12f70523da92c38c0b42de248d/tumblr_inline_mueo6qK1jL1qdlkyg.gif) Ciência Materialista

(http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n30015de8/6157103_nqzEz.gif)  O grande mal da nossa época é o Materialismo deprimente que envolve as massas.

Por toda parte a descrença e a ignorância fazem vítimas, matando corpos e adormecendo almas.

(http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n30015de8/6157103_nqzEz.gif)  Mesmo no seio das igrejas que se dizem cristãs, não haverá, talvez, dez por cento de "religiosos" que acreditam firmemente na sobrevivência.

O materialismo penetrou no âmago dos corações, e a ignorância lavra, tristemente, obscurecendo espíritos.

(http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n30015de8/6157103_nqzEz.gif)  Afinal, no que se funda o Materialismo?
Quais são os seus princípios, considerados dignos de tanta consideração e obediência?

Em uma palavra - o que é a matéria?
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "A matéria é uma coisa inerte e tangível, composta  de átomos".

Diversos sábios acrescentaram a:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "Indestrutibilidade e irredutibilidade à matéria, bem como a sua ponderabilidade e imponderabilidade".

O que levou Berthelot a dizer que:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "Esses atributos da matéria permaneceram registrados na História como um romance engenhoso e sutil".

▬  Como se sabe, a matéria era pouco conhecida; só se percebiam os seus três estados:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)   Sólido,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)   Líquido,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)   E gasoso.

Foi em 1878 que o estudo da matéria recebeu influxo mais positivo.

(http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n30015de8/6157103_nqzEz.gif)  Na mesma ocasião em que Davy fazia conhecer a dissociação dos compostos químicos por uma corrente elétrica, William Crookes, no seu trabalho sobre Física Molecular, demonstrou a existência de um quarto estado da matéria, metagasoso, ou seja, radiante.

E acrescentou, em suas conclusões, que este estado (radiante) é absolutamente material, concluindo, por isso, que a matéria não é senão um modo de movimento, que passa do estado sólido ao etéreo donde veio.

(http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n30015de8/6157103_nqzEz.gif)  Logo depois, o ilustre físico inglês Sir Oliver Lodge, fez uma comunicação à Sociedade Real de Londres, sobre a matéria, cujas conclusões assim resume:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "A evolução ou transmutação da matéria foi experimentalmente posta em evidência pelos fatos da radioatividade. Os átomos pesados dos corpos radioativos parecem desagregar e lançar no espaço átomos de peso atômico mais fraco".

Eram para Lodge cargas iônicas, que outros cientistas entre os quais William Crookes, chamaram de elétrons. Por tudo isso se vê que a matéria não tem as propriedades com que a brindaram os sábios doutro tempo.

(http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n30015de8/6157103_nqzEz.gif)  O seu estado primordial e seu último estado resumem-se no éter, e, como disse Sir Oliver Lodge, não se pode deixar de concluir que o éter é tudo.

A fonte de que Deus se serve para criar tudo quanto existe, porque o éter, por si mesmo, não é inteligente, e não passa de um reservatório infinito, eterno, de forças que se materializam e modelam, e se desmaterializam, dependentes de uma Vontade Superior, de uma Inteligência Suprema, Eterna, que chamamos Deus.

(http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n30015de8/6157103_nqzEz.gif)  Se dermos, uma olhadela nos trabalhos do Dr. Gustav e Le Bon, veremos que, segundo a idéia deste ilustre homem de ciência, como de outros físicos, a matéria não é senão "energia concretizada".

Como se vê, os próprios materialistas têm perdido os seus princípios; não relutam, entretanto, em afirmar, embora sobre bases movediças, a realidade da sua doutrina. Mas o interessante é que cada um deles mantém teorias meramente pessoais e discordantes uma das outras.

(http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n30015de8/6157103_nqzEz.gif)  Uns acham que o Organicismo e a Histologia são suficientes para explicar os fenômenos vitais pelo mecanismo dos órgãos. Neste caso entram em cena os efeitos das forças psicoquímicas, considerando a sensação, o pensamento, a vontade, como uma propriedade dos neurônios.

Outros são materialistas porque não concebem um espiritualismo de acordo com a ciência experimental que aconselha o estudo, a investigação, o livre exame.

Estes são os epicuristas, que afirmam:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "Post montem nihil est, espsaque mors nihil". (Depois da morte nada há, a morte é mesmo nada).

(http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n30015de8/6157103_nqzEz.gif)  Sem a mais ligeira noção de psicologia, olham indiferentemente todos os fenômenos objetivos e subjetivos que se vão verificando todos os dias em toda parte, e, em face dessas manifestações inteligentes, que revelam conhecimentos muito superiores aos do indivíduo.

Repetem loucamente o velho aforismo aristotélico, de que "nihil est inintellectu quod prius non fuerit in sensu" (nada há na inteligência que não haja passado pelos sentidos), como se esses conhecimentos tivessem sido recebidos pelo sujeito, através dos seus sentidos físicos e na existência presente.

(http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n30015de8/6157103_nqzEz.gif)  Eles não podem ver que esse adágio, tal como aplicam, é absolutamente falso, princípio sem sanção em Ciência como também em Filosofia. Enfim o Materialismo, felizmente, está na sua derradeira agonia.

Combatido através dos tempos por inteligências de escol, como Voltaire, Malebranche, Leibnitz, Swendenborg e muitos outros, o Materialismo não pode deixar de se dar por vencido, em face dos fenômenos metapsíquicos e espíritas, constatados atualmente pelos maiores sábios de mundo.

(http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n30015de8/6157103_nqzEz.gif)  O Espiritismo chegou no tempo propicio para escalpelar a ciência materialista, dissecando-lhe todos os nervos, e fazer ver às gentes a impotência dos princípios que ela ensina, absolutamente contrários à veracidade dos fatos.

Damo-nos por felizes em assistir a essa derrocada e concorrer, embora com minúscula parcela, para que breves sejam os dias em que as águas movimentadas da nova ciência que surge, atirem nas voragens insondáveis essa outra "barca" tripulada por "piratas" que tem levado a desolação ao mundo.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 17 de Setembro de 2015, 04:09


[attachimg=1align=center=width=500]   

(http://media.tumblr.com/b5899342305de47447e5396cbe06d8c8/tumblr_inline_mueo6pXT3q1qdlkyg.gif) O Problema da Imortalidade

(http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n30015de8/6157103_nqzEz.gif)  A Humanidade, deslocada dos legítimos preceitos da moral - Moral Divina, Religião de todos os tempos e de todos os povos, que foi substituída criminosamente por mandamentos humanos e cultos esdrúxulos, não cogita mormente nos tempos em que nos achamos, dos seus deveres e seus destinos.

São relativamente poucos os que pensam no dia de amanhã a não ser para auferir bastardos lucros.

(http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n30015de8/6157103_nqzEz.gif)  Entretanto, a pequena, a insignificante fração que constitui esses poucos, esforça-se e trabalha, uns para a conquista de uma crença verdadeira que bem lhes oriente no caminho da vida, outros, para verem resolvido, no nosso planeta, o grande problema, o problema máximo cuja resolução é, de fato, o que nos oferece maiores promessas, mais valorosos benefícios.

A Imortalidade é, com efeito, o pivô sobre o qual se devem movimentar todos os cometimentos para um  orientação segura da vida. A sabedoria e as virtudes nunca terão grande razão de ser enquanto os homens se desinteressarem pela imortalidade.

(http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n30015de8/6157103_nqzEz.gif)  A resolução do grande problema afeta por tal forma todas as ramificações do saber humano, que permaneceremos estacionários se a Humanidade, ou antes, os homens continuarem a pôr à margem esta questão de interesse político, religioso, científico e social.

Pois, de fato, é ela a base fundamental de todos os problemas que inflamam o cérebro e fazem palpitar o coração; é, na verdade, o ponto de partida para todos os estudos; é sobre essa rocha que se deverá erguer o grande edifício, o enorme Monumento onde pontificarão: a Ciência, a Religião, a Filosofia, as Artes.

(http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n30015de8/6157103_nqzEz.gif)  A própria Paz, interna e externa, não se conseguirá, nos países e nas nações, sem a Luz da Imortalidade, assim como sem ela é impossível manter a Fraternidade entre os povos.

Pascal dizia com suma razão:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "A imortalidade é o nosso primeiro interesse, é uma coisa de tal importância que é preciso ter perdido toda sensibilidade para ser indiferente ao seu conhecimento".

▬  Com efeito, não é a solução desse problema que aclara a nossa razão, ilumina o nosso destino, dá sentido ao nosso futuro pessoal, à nossa existência?

▬  Não é a solução desse problema que nos dá uma orientação firme, norteando a nossa vida ao influxo de nobres paixões, de uma moral legitima e edificante?

▬  Poderão a negação e a dúvida produzir semelhante milagre, formar caracteres, arregimentarmos para enfrentar os dissabores da existência, as decepções cotidianas que nos assaltam e oprimem?   

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Quem não se viu ainda em frente do desespero?
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Quem não se deteve à porta fechada de um túmulo?   
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Quem não viu desaparecer do seu convívio um ente querido?

Quem, nos momentos angustiosos, não disse para si mesmo:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "A morte é o fim de toda essa tragédia que o homens representam no grande palco do mundo?

▬  Tragará ela os bons como os ruins, os virtuosos, os abnegados, os sábios que, debruçados sobre livros absorvidos em seus laboratórios, trabalham pela coletividade, pela bem geral, pela comunidade?

▬  Os nossos entes amados, objetos da nossa afeição, aqueles que constituí:

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Nosso amor,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Nossa veneração,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Nossos melhores afetos...

▬  Serão dissolvidos, extintas nos abismos do nada?

▬  Será que não somos mais que um volume de carne cobrindo um esqueleto, formando ao todo uma combinação de:

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Azoto?
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Carbono?
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Oxigênio?   
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  E hidrogênio?

▬  Será que não somos mais que uma armação:

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  De ossos coberta de albumina e fibrina?
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Com uma rede de nervos?   
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Imersa num lago de água?

▬  Os pensadores, que procuram encarar a vida como é, não teriam meditado nunca?

(http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n30015de8/6157103_nqzEz.gif)  Não lhes teria passado pela mente essas naturalíssimas conjeturas, essas considerações que surgem no nosso cérebro e em nosso coração nos momentos difíceis que atravessamos, quando sentimos a vida pesada, quando o aguilhão das contrariedades nos assalta e oprime?   

E como responder a todas essas perguntas sem resolver o grande problema que é a chave "Mágica"
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif) Que abre todas essas portas fechadas:

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  À nossa razão
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Ao nosso coração 
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  À nossa inteligência   
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Ao nosso sentimento 

▬  Darão, porventura, as religiões sacerdotais resposta a esses quesitos que ensombram a Humanidade?   

A Ciência Catedrática, com todos os recursos que lhe têm vindo das novas descobertas e invenções, será ela capaz de responder-nos positiva e categoricamente de modo a satisfazer o nosso entendimento e por um  paradeiro ás ânsias que se acentuam todos os dias em nossa alma. 

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Existimos ou não existimos?
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Finalmente, somos ou não somos?
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Continuaremos a viver após o último ato da nossa existência terrestre?

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Ao cair o pano, restará de nós alguma coisa, ou tudo se extinguirá?
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Será a vida uma farsa que começa no berço e termina no túmulo? 

Será a vida uma sucessão continua de micróbios, um combate sem tréguas de animálculos que se entredevoram e se sucedem, tendo por epílogo a desagregação do "Eu" debaixo de uma lage fria, dentro de um sepulcro?

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Meditemos sobre tudo isso, pensemos:
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Eis o primeiro trabalho a realizar.

▬  Esqueçamo-nos por um momento das ilusões que nos fascinam e embrutecem; encaremos a realidade sem temor, porque, dela nos desviando, só teremos ilusões e desenganos.

Tomemos a sério a vida, para que a vida se nos mostre tal como é, sem enganadoras aparências.
 
▬  Fiquemos certos de que não teremos:

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Nem paz,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Nem saúde,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Nem religião,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Nem felicidade,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_998.gif)  Nem sabedoria...

(http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n30015de8/6157103_nqzEz.gif)  ... Sem que o grande mistério do "ser" ou "não ser" fique resolvido.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 17 de Setembro de 2015, 04:15


[attachimg=1align=center=width=500]   


(http://media.tumblr.com/9a74d77b8ff698bb617c640df7615ffd/tumblr_inline_mueo6qPhZK1qdlkyg.gif) Em Busca da Verdade
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-383.gif)  Em todos os tempos, ilustres pensadores e grandes filósofos têm dedicado vidas inteiras para solucionar o problema da vida. Infelizmente, porém, as suas pesquisas não ultrapassaram os limites corporais, deixando de lado os fenômenos psíquicos, que atribuíram, na maioria das vezes, a causas sobrenaturais e miraculosas.

O problema anímico aparecia obumbrado aos estudiosos, que baseavam suas perquirições em torno do homem no pressuposto de que ele era uma alma criada juntamente com o corpo.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-383.gif)  As Escolas de Leucipo e de Epícuro, por exemplo, admitiam a alma; mas diziam que ela se compunha de átomos que se desagregavam, e era, portanto, incapaz de sobreviver à morte do corpo.

Esta ideia, mais tarde apresentada com modificações sucessivas por Locke, Condillac, Helvetius e Holback, degenerou em absoluto negativismo, proclamando a Escola Materialista o seguinte "artigo de fé":
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "Somente no organismo humano a matéria pode sentir e perceber".

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-383.gif)  Foi também esta a divisa adotada por Molleschot, Buchner, Karl Vogt, Broussais, Haeckel e outros príncipes da Ciência, aplaudidos pelos homens mais eminentes do século.

Karl Vogt afirmava:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "O pensamento é uma secreção do cérebro",

E acrescentava:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "As leis da Natureza são inflexíveis, não conhecem moral nem bondade".

Haeckel dizia:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "A alma, isto é, a atividade espiritual, nada mais é que uma função fisiológica, produto de fenômenos mecânicos".

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-383.gif)  Parece ser ainda corrente entre os sábios oficiais e seus adeptos que a "consciência é determinada pelos elementos constitutivos do sangue e as obras da virtude e do gênio não passam de uma questão de hereditariedade, ou seja, o resultado da física e da química dos corpos".

Foi o que levou um ateísta a dizer que:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "O homem não passa de um Oxinitrocarbureto de hidrogênio coloidal, e nada mais existe nele a não ser matéria".

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-383.gif)  As doutrinas espiritualistas de Aristóteles, de São Tomás de Aquino, de Descartes, que brilharam com verdadeiro fulgor secundadas pelas de Jouffroy, Cousin, Villem ain, e as quais, no terreno filosófico, demonstraram a existência e imortalidade da alma, não conseguiram, entretanto, convencer os nihilistas, que se avolumava cada dia mais.

A velha concepção da alma não dava lugar a provas positivas, disso resultando, não só entre os materialistas que negavam, como entre os espiritualistas, a adoção de um panteísmo comodista.

▬  Que fazia estes cuidarem somente da vida corporal em detrimento:

(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif) Do presente,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif) Da vida espiritual, 
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif) Com exclusão do futuro.

Com efeito, perdida a orientação da vida, limitado o espírito às coisas materiais, sem esperança de uma vida melhor, a sociedade teria forçosamente de precipitar-se num abismo, onde nenhuma aquisição duradoura lhe poderia melhorar a situação.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-383.gif)  A Razão, desvirtuada dos seus princípios, não pode permanecer ao lado da Moral da Ciência.

Foi em tais circunstâncias que se fizeram sentir, em nosso planeta, as manifestações paranormais, de ordem extra física, que haveriam de submetidas ao método experimental, proclamar o estabelecimento definitivo da alma como fator do organismo corpóreo, sua preexistência ao nascimento do corpo e sobrevivência à morte deste.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-383.gif)  O Espiritismo mostra que, no homem, a aliança dos dois elementos - alma e corpo - intimamente unidos, reagem um sobre o outro, como o prova o testemunho diário dos sentidos e da consciência.

E tem por intermediário o invólucro do Espírito, que Allan Kardec houve por bem denominar perispírito, elemento este já previsto pelo Apóstolo Paulo, que o chamou corpo espiritual, e pelo inglês Cudworth, que o intitulou medidor plástico.

▬  A Teoria Espírita, trazendo uma nova ideia da alma, estendeu a sua ação ligando os dois mundos:

(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  O mundo da vida corpórea,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  E o mundo da vida espiritual...

... Facilitando, assim, a solução do grande problema do "ser", com os seus princípios de evolução entrevistos por Darwin, Lamarck e Haeckel, mas infundindo nas concepções evolucionistas o Espírito, sem o qual não poderão prevalecer.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-383.gif)  Com a inestimável contribuição que o Espiritismo a todos proporciona, livre das injunções do feudalismo intelectual, todos os homens de boa vontade, num esforço supremo para sua melhoria, podem e devem abordar, agora, com orientação mais firme, aquilo que, antigamente, era privilégio dos sábios e sacerdotes.
 
Favorecidos pelos fenômenos psíquicos, pela evocação dos Espíritos e suas manifestações, ainda mais, auxiliados por uma enorme biblioteca de obras que tratam do assunto, muita fácil será ao homem de boa vontade encontrará...
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-383.gif)    ... Verdade fora das academias e das religiões sectárias que têm retardado o progresso humano.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 17 de Setembro de 2015, 04:21


[attachimg=1align=center=width=500]   

(http://media.tumblr.com/97d97646feddc88d77b8d75ba3e0f5d1/tumblr_inline_mueo6pybVa1qdlkyg.gif)  A Revelação Espírita
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  A Revelação Espírita foi o grande acontecimento do século XIX. Em sua pujante manifestação, ela explica, esclarece, anuncia de maneira inteligente e racional todas as revelações passadas e prevê as revelações do futuro.
 
Foi, portanto, com justa razão que o grande pensador brasileiro, Doutor Pinheiro Guedes, disse:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "O Espiritismo abrange o ciclo das evoluções do Espírito ab initio ad eternum, do início ao infinito".
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  O Espiritismo parece muito novo, porque a sua codificação, admiravelmente concebida por Allan Kardec, tem unicamente 80 anos; entretanto, em sua essência íntima é tão velho quanto o mundo.

Tem sido a alma de todas as crenças, o espírito de todas as religiões que têm embalado a Humanidade.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  Desde tempos imemoriais, desde épocas remotíssimas da História, a comunicação com os Espíritos tem sido praticada por homens e mulheres, grande parte dos quais fazia dessa comunicação sua especialidade.
 
Todos os livros sagrados referem-se a aparições e comunicações, quer com Espíritos Superiores, chamados pelos sacerdotes como santos, anjos ou arcanjos, quer com "pecadores" que, do outro lado do túmulo, através do mediunismo, vinham manifestar-se aos seus conhecidos, amigos e parentes que aqui ficaram.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  Os Vedas, código religioso aparecido muito antes de Jesus Cristo, afirma a existência dos Espíritos dos antepassados, que, em estado visível, acompanhavam certos brâmanes, e acrescenta que "os anacoretas e cenobitas tinham a faculdade de conversar com os mortos".
 
O povo da China, cuja cronologia marca mais de 30.000 anos, nunca deixou de evocar os Espíritos. O missionário Huc fez referência a um grande número de experiências, que tinham por fim a comunicação dos vivos com os mortos.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  No Egito, os poderes sacerdotais facultavam lhes as relações com o Mundo Espiritual, embora naquele tempo as práticas tivessem caracteres misteriosos e sobrenaturais.

As evocações dos mortos eram de tal modo generalizadas na Grécia que, pode-se afirmar, constituíam crença de todo o povo. Todos os templos possuíam mulheres, às quais davam o qualificativo de pitonisas, (médiuns) encarregadas dos "oráculos" e de fazerem aparecer Espíritos.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  A celebridade do Templo de Delfos, onde os Espíritos, pelos lábios das pítias proclamavam o "Deus grego", iluminando os mistérios da vida, as existências passadas e futuras, as relações da alma com o corpo, são verdades que aparecem hoje à luz do Espiritismo. Dai a inscrição que se lia no front desse Templo:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "Conhece-te a ti mesmo ".
 
Em Roma, na Itália, como na Grécia, as sibilas evocavam os mortos e interrogavam, sem cessar, os Espíritos, e nenhuma empresa importante era decidida sem que se consultassem as sacerdotisas.

▬  Os antigos médiuns assim se chamavam:

(http://arvoresdeportugal.free.fr/IndexArborium/Sabina_da_praia_Juniperus_phoenicea/circle09_green.gif)  Pítias,
(http://arvoresdeportugal.free.fr/IndexArborium/Sabina_da_praia_Juniperus_phoenicea/circle09_green.gif)  Sibilas,
(http://arvoresdeportugal.free.fr/IndexArborium/Sabina_da_praia_Juniperus_phoenicea/circle09_green.gif)  Pitonisas,
(http://arvoresdeportugal.free.fr/IndexArborium/Sabina_da_praia_Juniperus_phoenicea/circle09_green.gif)  Sacerdotisas...

E quase todos apareciam ou se destacavam entre mulheres.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  Viviam isolados nos templos, alguns bebiam água da Fonte de Os Vedas, código religioso aparecido muito antes de Jesus Cristo, afirma a existência dos Espíritos dos antepassados, que, em estado visível, acompanhavam certos brâmanes, e acrescenta que "os anacoretas e cenobitas tinham a faculdade de conversar com os mortos".
 
O povo da China, cuja cronologia marca mais de 30.000 anos, nunca deixou de evocar os Espíritos. O missionário Huc fez referência a um grande número de experiências, que tinham por fim a comunicação dos vivos com os mortos.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  No Egito, os poderes sacerdotais facultavam lhes as relações com o Mundo Espiritual, embora naquele tempo as práticas tivessem caracteres misteriosos e sobrenaturais.

As evocações dos mortos eram de tal modo generaliza Castália, que diriam dar inspiração, ou mascavam folha de louro, que:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "Provocava, pelo seu aroma, a concentração".
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  Além do Santuário de Delfos, destacavam-se o de Júpiter Amon, na Líbia; o de Marte, na Trácia; o de Vulcano, em Heliópolis; o de Esculápio; o de Isis, e muitos outros.
 
A Bíblia salienta os poderes extraordinários dos sacerdotes faraônicos, e através dessas páginas, se desenrolam as cenas espantosas que ocorreram por ocasião da libertação dos Israelitas, fenômenos hoje catalogados e explicados racionalmente pelo Espiritismo.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  Ainda no Velho Testamento, grande repositório de documentos históricos, lemos a narração de fenômenos transcendentes, de previsões, sonhos, revelações, profecias, aparições e comunicações de Espíritos, tal como se produzem nos nossos dias.


(http://www.gifs-animados.net/seta/set60.gif)   


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 17 de Setembro de 2015, 04:24


(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  Além do resplendor do Sinai, fato estupendo que só pode ser resolvido pela Teoria Espírita; além da manifestações que se verificaram na vida de José, filho de Jacó, a quem os Espíritos se mostravam no seu:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "Corpo mágico".

▬  Todos os profetas maiores e menores:

(http://arvoresdeportugal.free.fr/IndexArborium/Sabina_da_praia_Juniperus_phoenicea/circle09_green.gif)  Jó,
(http://arvoresdeportugal.free.fr/IndexArborium/Sabina_da_praia_Juniperus_phoenicea/circle09_green.gif)  Dani,
(http://arvoresdeportugal.free.fr/IndexArborium/Sabina_da_praia_Juniperus_phoenicea/circle09_green.gif)  Isaías,
(http://arvoresdeportugal.free.fr/IndexArborium/Sabina_da_praia_Juniperus_phoenicea/circle09_green.gif)  Samuel,
(http://arvoresdeportugal.free.fr/IndexArborium/Sabina_da_praia_Juniperus_phoenicea/circle09_green.gif)  Ezequiel, 
(http://arvoresdeportugal.free.fr/IndexArborium/Sabina_da_praia_Juniperus_phoenicea/circle09_green.gif)  Jeremias,
(http://arvoresdeportugal.free.fr/IndexArborium/Sabina_da_praia_Juniperus_phoenicea/circle09_green.gif)  Malaquias...

... Mantinham estreitas relações com os Espíritos de várias categorias.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  Esdras, sob o ditado de um Espírito, reconstitui a Bíblia que se havia perdido; Sansão, poderoso médium de efeitos físicos, abala as colunas de um edifício onde se efetuava um festim e deita por terra os convivas entregues às mais detestáveis bacanais.

Era tão comum entre os Israelitas as comunicações com os mortos, que até os reis não levavam seus exércitos a combater sem consultarem, primeiramente, os profetas.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  Achab, rei de Israel, e Josafá, rei da Judéia, nenhuma decisão tomaram durante o seu reinado sem a prévia consulta aos Espíritos.
 
Saul evoca o Espírito de Samuel antes de entrar em luta contra os Filisteus, e como este não lhe respondesse:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "Nem por sonhos, nem por outra mediunidade, vai a Endor pedir à pitonisa a manifestação daquele Espírito".
 
Joel, arrebatado pela visão da nova aurora que começa a iluminar a Humanidade, proclama a difusão do Espírito sobre toda a carne, sem excetuar mancebos e velhos, filhos e filhas, servos e servas.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  No Novo Testamento, as manifestações psíquicas começaram com o anúncio do nascimento de Jesus Cristo, pelo aparecimento do Anjo Gabriel e continuaram sucessivamente desde o presépio de Belém até às contínuas aparições do Nazareno, post mortem.
 
▬  Todas as páginas dos Evangelhos realçam os admiráveis fenômenos:
 
(http://arvoresdeportugal.free.fr/IndexArborium/Sabina_da_praia_Juniperus_phoenicea/circle09_green.gif)  De curas,
(http://arvoresdeportugal.free.fr/IndexArborium/Sabina_da_praia_Juniperus_phoenicea/circle09_green.gif)  Levitações,
(http://arvoresdeportugal.free.fr/IndexArborium/Sabina_da_praia_Juniperus_phoenicea/circle09_green.gif)  Transportam materializações e desmaterializações...

E aparições que denotam muito bem o plano espírita traçado pelo Mestre durante a sua passagem pelo mundo.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  A transfiguração no Tabor, com as aparições de Moisés e Elias, é um fato digno de nota e estudo. Os "Atos dos Apóstolos" e as "Epístolas" são livros de grande interesse pelos fenômenos psíquicos neles registrados.
 
Os grandes escritores sagrados em todas as suas obras relatam fatos de natureza espírita, que vêm em apoio à teoria que propagamos. Santa Tereza era portentosa médium que vivia em contínuas relações com os Espíritos.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  Após a sua desencarnação, ela desenvolveu cinco médiuns no Convento, com quem se comunicava. Santo Agostinho, o Padre Manuel, Bernardes e outros, salientam fatos dignos de atenção, pela insuspeição e seriedade de suas narrações.

E seria estultícia negar esses fenômenos só pelo fato de não serem compreendidos.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  A missão do Espiritismo é, justamente, reunir, e  enumerar, catalogar esses fatos dispersos em todo o mundo com as provas demonstrativas da Imortalidade.
 
Ainda mais: enquadrando esses fenômenos em leis eternas, explicando-os de acordo com a razão, o Espiritismo os classifica como manifestações da Vontade de Deus, sob cujos influxos o homem compreenderá a sua situação na Terra e o futuro que lhe está reservado.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  A Teoria Espírita satisfaz a todas as exigências da Ciência e da Religião. A Grande Revelação é a evolução lógica da idéia monoteísta proclamada no Sinai como a primeira etapa de um sistema teogônico que se desdobrou através do Cristianismo e aparece integralizado no Espiritismo.

A Religião e a Ciência não podem cristalizar princípios; tanto uma como outra tem-se desdobrado, evoluído através dos tempos.
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  No plano físico, a matéria radiante de William Crookes, o radium de Curie, a telegrafia de Branly e de Marconi lançaram novos fundamentos no campo da Ciência Positiva.
 
O Espiritismo, hoje cientificamente demonstrado e sistematizado, desvenda a história do maravilhoso humano e faz reviver seu passado enraizado nas religiões iniciáticas, cujos fundadores nos dão o valor do seu testemunho para a constatação da verdade que proclamamos.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 17 de Setembro de 2015, 04:48


[attachimg=1align=center=width=500]   

Estudos Anímicos

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-99.gif)  Antes de entrarmos em quaisquer considerações sobre as provas demonstrativas da sobrevivência da alma, cum pre-nos salientar, com bastante clareza, a existência da alma.

O Animismo é a ciência que trata da alma. A própria palavra animismo quer dizer:
(http://c1.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n4a04441e/5743149_zAJ4C.gif)  "Ciência da Alma".

Como as demais, esta ciência se compõe de teoria e de fatos.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-99.gif)  A nova Psicologia nos veio desvendar um vasto campo de estudo no terreno do Animismo. Nele se percebe, nitidamente, o núcleo anímico abrindo a crisálida, que o mantinha oculto aos famosos psicólogos da Antiguidade.

Para se mostrar, agora, cheio de força e de vida, evoluindo através das formas inferiores, até chegar á Humanidade; prosseguindo, em gloriosas etapas ascendentes, desde o cafre simples, desde o hotento te ao homem civilizado, ao sábio, ao santo.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-99.gif)  Não nos deteremos nesses estudos, porque outra é nossa tarefa; mas a razão; perquirindo rapidamente a causa das prerrogativas animais, em suas várias modalidades:

(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  Amor filial,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  Percepção,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  Amor fraternal,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  Sentimento de estética...

... Não podia deixar de encontrar a alma nas formas ainda inferiores, elevando-se para as alturas, para fazer parte do reino hominal, estágio se bem que ainda inferior, mas pleno de augúrios e de promessas.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-99.gif)  Limitamo-nos a convidar o leitor a um exame atencioso das obras de Darwin, Lamarck, Haeckel, e muito especialmente de Gabriel Delanne, cujo livro "Evolução Anímica" é de uma concisão admirável.

Os fisiologistas mais importantes, conquanto neguem a existência da alma, reconhecem sua incapacidade para explicar a vida intelectual sem a intervenção de um a força inteligente".

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-99.gif)  A Ciência está mesmo muito atrasada para tratar de assuntos transcendentes, ou antes, que têm relação com a alma.

O espírito preconceituoso dos nossos sábios oficializados, não lhes permite surtos a grandes alturas. Eles se limitam ao estudo da matéria e, mesmo quando se trata dos fenômenos gerais dos seres viventes, a Ciência pouco sabe.

▬  Basta lembrar que, das quatro propriedades dos seres vivos:

(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  A nutrição,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  A geração, 
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  A evolução,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  E a organização...

... A Ciência não explica senão a nutrição, e isso mesmo em termos, dando uma explicação incompleta porque não diz categoricamente "por qual fenômeno as células escolhem no sangue os materiais que lhe são úteis".

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-99.gif)  Sem o concurso da nova Psicologia, a Ciência não poderá dar nenhum passo para a verdade. A Filosofia, por seu turno, julga, com justas razões, que não pode haver vida intelectual sem a intervenção de uma força inteligente.

A nova Psicologia vem confirmar esse ditame filosófico, provando, até a evidência, a presença da alma, como potência diretriz da máquina humana.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-99.gif)  As pesquisas anímicas com a larga contribuição que o Hipnotismo e o Magnetismo lhes proporcionam, desvenda arcanos ignorados da arcaica Ciência, que teima na esperança de ser privilegiada.

▬  Os casos:

(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  De êxtase,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  De sonambulismo,   
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  Do desdobramento,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  De exteriorização da motilidade,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  De clarividência - ou vista  dupla,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  De exteriorização da sensibilidade, etc...

... Vêm trazer o testemunho probativo da existência da alma, e, ainda mais, provam que o principio anímico pode viver, ao menos temporariamente, independente do corpo físico.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-99.gif)  Graças às experiências de Hipnotismo e Magnetismo, a noção da personalidade sofre completa revolução.

Já chegamos ao domínio dos fenômenos telepáticos, dos fatos de clarividência, vencendo as terríveis barreiras do ignorabimus.

Bem profetizou Aksakof, quando disse que:
(http://c1.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n4a04441e/5743149_zAJ4C.gif)  "O Hipnotismo forçaria as barreiras da Ciência Materialista, para fazer penetrar nela o elemento supra-sensível ou metafísico"...

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-99.gif)  Pois terminaria fatalmente por compreender os fatos do Animismo e do Espiritismo, os quais, por sua vez, criaram a Metafísica Experimental, como predisse Schopenhauer.

Sobre o que se refere à existência da alma, não há mais que duvidar:
(http://c1.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n4a04441e/5743149_zAJ4C.gif)  "Ela está plenamente provada até pela chapa fotográfica".

E todos esses fenômenos hodiernos, que trazem o testemunho dos grandes magnetizadores, como Du Potet, Charpignon, Lafontaine, Deleuse, Puysegur e outros, - e de todos os grandes cientistas, como:

(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  Foá,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  Gibier,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  Lombroso,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  William Crookes,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)  Oliver Lodge, Myers, e mil outros...

... Vêm corroborar os antigos fenômenos da legenda, narrados nos Livros Sagrados - casos de desdobramento ou bilocação, como o de Santo António de Pádua.

(http://c1.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n4a04441e/5743149_zAJ4C.gif)  "A alma não é, portanto, a resultante das funções neurocerebrais, mas uma individualidade absolutamente distinta do corpo carnal; este não passa de um instrumento para que ela (alma) se manifeste no plano físico."




Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 17 de Setembro de 2015, 05:17


[attachimg=1align=center=width=500]   


(http://media.tumblr.com/tumblr_m3br7zafMu1qid2nw.gif)  Exteriorização da Sensibilidade e da Motricidade

(http://i397.photobucket.com/albums/pp54/Fofurinhas1/flor/azul/011.png)   Um dos capítulos mais interessantes nas pesquisas que fazemos da alma, é o que enfeixa fatos transcendentes, narrados por eminentes psicólogos e relativos à exteriorização da sensibilidade e da motricidade.

Esses fenômenos, observados por exigentes magnetizadores, foram estudados com real valor pelo Conde De Rochas, o Dr. Baraduc, e outros, que trouxeram valiosa contribuição para a construção do Templo Imortalista.

(http://i397.photobucket.com/albums/pp54/Fofurinhas1/flor/azul/011.png)   Vejamos em que consiste a exteriorização da sensibilidade. Por aplicação de processos magnéticos usados por De Rochas, a sensibilidade do indivíduo se exterioriza, ficando disposta do seguinte modo:

Fora da pele, a três ou quatro centímetros, forma-se uma camada sensível.

(http://i397.photobucket.com/albums/pp54/Fofurinhas1/flor/azul/011.png)   Em torno desta vai-se formando uma série de camadas equidistantes, separadas da primeira por um intervalo de seis a sete centímetros e sucedendo-se outras camadas até dois ou três metros; essas camadas vão-se penetrando e entrecruzando sem se modificarem.

Se o sono hipnótico se acentua, as camadas sensíveis se condensam desde a terceira ou quarta fase de letargia, sobre dois polos de sensibilidade, situados, um, à direita, e outro à esquerda do indivíduo.

(http://i397.photobucket.com/albums/pp54/Fofurinhas1/flor/azul/011.png)   Depois, esses dois polos acabam por reunir-se em um só; desde esse momento, a sensibilidade apreciável do indivíduo se transforma num:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "Verdadeiro fantasma".

Capaz de distanciar-se do "corpo carnal", obedecendo à ordem do magnetizador e atravessar obstáculos materiais, conservando a referida sensibilidade.

(http://i397.photobucket.com/albums/pp54/Fofurinhas1/flor/azul/011.png)   Esse fantasma, bem como as diversas camadas sensíveis, são vistos perfeitamente pelos clarividentes, que os descrevem com precisão. Eles notam que a metade direita do corpo lhes parece azul, e a metade esquerda, avermelhada.

Essa exteriorização é patente, pois, tocando-se com alfinete à distância em que se acha a exteriorização, o sonâmbulo magnético acusa sentir dor, o que não acontece quando a sensibilidade está localizada no corpo carnal.

(http://i397.photobucket.com/albums/pp54/Fofurinhas1/flor/azul/011.png)   As investigações de Reichenbach sobre os "eflúvios ódicos" vêm, a seu turno, confirmar a veracidade dessas experiências, assim como os trabalhos do Dr. Baraduc segundo os quais o:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "Eu não está estritamente submisso ao organismo, mas se irradia mais ou menos na sua periferia".

Estas experiências podem, sem dúvida, explicar os casos de bicorporeidade ou desdobramento, que se têm verificado em todos os tempos, nos meios religiosos e profanos.

(http://i397.photobucket.com/albums/pp54/Fofurinhas1/flor/azul/011.png)   Todos sabem muito bem que um dos casos que concorreram para a canonização de São Francisco de Sales, foi o fato de ter ele, que morava a mais de 200 quilômetros de Roma, assistido, em estado de desdobramento, aos últimos instantes do papa, tendo sido visto no Vaticano, próximo do leito mortuário; seu nome fez parte da ata respectiva.

Citamos este fato de relance, para não lembrar dezenas deles que se têm verificado.

(http://i397.photobucket.com/albums/pp54/Fofurinhas1/flor/azul/011.png)   Como se vê, pois, a exteriorização da sensibilidade e da motricidade pode efetuar-se por processo magnético, ou por processo natural, bem como por auto sugestão, o que quer dizer que o "ser individual" não é um produto do trabalho químico das células, mas completamente independente dessa ação orgânica.

Nos casos de exteriorização, como dissemos, o corpo permanece completamente insensível.

▬  Enquanto durar a ação exteriorizantea:

(http://www.ragdata.com/images/item/small/6090.gif)  Seja ela natural, como nos casos de sonambulismo e desdobramento espontâneo,
(http://www.ragdata.com/images/item/small/6090.gif)  Seja artificial, como sob atuação hipnótica ou de anestésicos (éterou clorofórmio).

Pode-se retalhar o organismo e nenhum sinal exterior de sensibilidade ele apresenta.

(http://i397.photobucket.com/albums/pp54/Fofurinhas1/flor/azul/011.png)   Mas, cessada a ação, cessa o efeito, a sensibilidade volta novamente e o paciente acusa as dores das picadas dos experimentadores.

Esse fato, segundo observação meticulosa do Prof. Carl du Prel, seria mais que suficiente para provar a existência da alma, do núcleo anímico, que, em certas e determindas condições, se exterioriza, levando consigo a sensibilidade que, no dizer de Claude Bernard:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "Constitui o sinal da vida".

E é de ver que, com a retirada da sensibilidade do organismo, ela não se extingue, permanece incólume, tanto assim que reaparece ao cessar a causa de sua anulação, e reaparece tal como era, sem modificação alguma, apresentando a sua absoluta identidade primitiva.

(http://i397.photobucket.com/albums/pp54/Fofurinhas1/flor/azul/011.png)   E não se diga que estas considerações, que fazemos para demonstrar a existência da individualidade independente do seu invólucro carnal.

Seja uma simples dissertação filosófica com presunção de conclusão científica, porque as experiências de que tratamos obedecem ao mais estrito método experimental; os fatos por nós observados podem ser verificados a qualquer hora.

(http://i397.photobucket.com/albums/pp54/Fofurinhas1/flor/azul/011.png)   É que a sede de todas as sensações e percepções, muito longe de se encontrar no corpo, tem seu lugar no perispírito:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "Organismo psíquico que resiste à ação da morte e se mantém indestrutível às modificações físico-químicas".



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 17 de Setembro de 2015, 05:43

[attachimg=1align=center=width=500]   


(http://media.tumblr.com/tumblr_m3br841hUk1qid2nw.gif)  Efluviação Ódica

(http://2.bp.blogspot.com/--1iZAFhLygs/UMHk7w9UA1I/AAAAAAAAVpc/pCu3UxL3jp8/s1600/borboletas-gifs+linda+lima+(86).png)  No capítulo passado falamos da exteriorização da sensibilidade e da motricidade, por processos magnéticos.

Cumpre-nos acrescentar agora que a ação do Magnetismo não se resume à simples sugestão pela palavra, como julgam os inscientes que usam de expressões sem sentido concreto, para afirmarem sabedoria no que desconhecem.

(http://2.bp.blogspot.com/--1iZAFhLygs/UMHk7w9UA1I/AAAAAAAAVpc/pCu3UxL3jp8/s1600/borboletas-gifs+linda+lima+(86).png)  A ação magnética tem por fim concentrar e transmitir o fluido magnético, que é algo de poderoso, como são, por exemplo, os fluidos elétricos.

Poder-se-ia dizer que o fluido magnético é um fluido elétrico atenuado e modificado pela vontade do operador.

(http://2.bp.blogspot.com/--1iZAFhLygs/UMHk7w9UA1I/AAAAAAAAVpc/pCu3UxL3jp8/s1600/borboletas-gifs+linda+lima+(86).png)  As primeiras tentativas para a descoberta positiva, ou antes, objetiva, desse fluido, foram feitas pelo Comandante Darget, em 1883, e suas experiências foram repetidas pelo Dr. Baraduc.

Os melhores processos empregados para a constatação do fluido magnético são os seguintes:

(http://callparade.com.br/wp-content/themes/callparade/img/marker.gif)    Colocar ambas as mãos dirigidas para a placa fotográfica, em plena obscuridade, durante quinze minutos de magnetização.
(http://callparade.com.br/wp-content/themes/callparade/img/marker.gif)    Colocar a placa sobre a fronte a 1 centímetro de distância, durante quinze minutos. Estes dois processos são justamente os que estão mais isentos de objeções, e, por isso, são os que devem ser experimentados.

Conhece-se também o seguinte processo:

(http://2.bp.blogspot.com/--1iZAFhLygs/UMHk7w9UA1I/AAAAAAAAVpc/pCu3UxL3jp8/s1600/borboletas-gifs+linda+lima+(86).png)  Após ter filtrado bem o banho revelador, põe-se o mesmo na banheira e nele se mergulha a placa fotográfica; esta, depois de haver sido banhada, de ter recebido o revelador, integralmente, é colocada em plena obscuridade, com o lado da gelatina para baixo e o vidro para cima (no banho); em seguida é magnetizada, pondo-se sobre ela as pontas dos dedos, durante quinze minutos.

Este modo de agir é sempre de bons resultados, mas não está livre de objeções, porque o próprio fluido magnético irradiado pelos dedos produz uma emissão turbilhonante, que modifica o revelador, ocasiona suspeitas e provoca objeções por parte dos inscientes.

(http://2.bp.blogspot.com/--1iZAFhLygs/UMHk7w9UA1I/AAAAAAAAVpc/pCu3UxL3jp8/s1600/borboletas-gifs+linda+lima+(86).png)  Enfim, estas experiências, feitas com magnífico resultado, deram lugar a outras de maior importância ainda, nas quais se constataram fenômenos de alta significação espiritual.

▬  A existência dos eflúvios está, pois, mais do que demonstrada:

(http://callparade.com.br/wp-content/themes/callparade/img/marker.gif)  Pelas experiências do Dr. Maxwell.
(http://callparade.com.br/wp-content/themes/callparade/img/marker.gif)  Pelas descrições dos sujets magnetizados.
(http://callparade.com.br/wp-content/themes/callparade/img/marker.gif)  Pelas efluviografias do Dr. Luys e outros pesquisadores.
(http://callparade.com.br/wp-content/themes/callparade/img/marker.gif)  Por meio de fotografias espontâneas de duplos dos vivos. 
(http://callparade.com.br/wp-content/themes/callparade/img/marker.gif)  Pelas afirmações dos sensitivos, acordados, de Reichenbach.
(http://callparade.com.br/wp-content/themes/callparade/img/marker.gif)  Pelas experiências de De Rochas, controlando a existência e a cor do eflúvio por meio da eletricidade e do espectroscópio.

Estes testemunhos são concordantes e vêm de observadores que trabalharam em condições diversas:
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  "Os rigorosos resultados obtidos nos garantem a existência incontestável dos eflúvios, que escapam do organismo em certas condições".

(http://2.bp.blogspot.com/--1iZAFhLygs/UMHk7w9UA1I/AAAAAAAAVpc/pCu3UxL3jp8/s1600/borboletas-gifs+linda+lima+(86).png)  Como se vê, o Espiritismo é um campo aberto a novos estudos de fisiologia, dos quais os senhores médicos não podem prescindir, sob pena de quererem persistir na ignorância dos novos descobrimentos, atitude sempre condenável, tanto mais que estas descobertas vêm dar uma nova extensão à Ciência, chamada, como disse Allan Kardec, para a constituição de uma nova Gênese.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 17 de Setembro de 2015, 06:28

[attachimg=1align=center=width=500]   

(http://media.tumblr.com/tumblr_m3br8auCIX1qid2nw.gif)  Existência do Perispírito

Existência do Perispírito Desdobramento da e Personalidade.
(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  Desde que foi constatada a existência do perispírito, abriu-se novo campo de estudos da Vida, e a Moderna Psicologia, com os seus princípios de livre exame e suas recomendações de experimentação e pesquisa, veio ampliar os estudos que se faziam sobre a Vida, demonstrando, cabalmente, que a alma não é o produto, o resultado das funções nêuricas e cerebrais.

▬  Mas, ao contrário, é a causa dessas funções:

(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  Como o maquinista é o agente que faz funcionar a maquina,
(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  E o músico é o autor da melodia.

(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  "Na formação da criatura vivente, a vida não fornece, como contingente, senão a matéria do protoplasma, matéria amorfa, na qual é impossível distinguir o menor rudimento de organização, o mais pequeno indício daquilo que será o ser vivente.

A célula primitiva é absolutamente a mesma em todos os vertebrados; nada indica em si que ela dar a nascimento, a tal indivíduo de preferência a tal outro, pois que a sua composição é idêntica para todos.

(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  Convém, portanto, admitir, aqui, a intervenção de um novo fator, que determine em que condições será construído o edifício vital.

É ao perispírito que é necessário recorrer-se, porque ele contém em si o desenho determinado, a lei onipotente que servirá de regra inflexível ao novo organismo, e que lhe designará, segundo o grau da sua evolução, o lugar que deverá ocupar na escala das formas"...

(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  É preciso que fique bem esclarecida a existência do perispírito para se compreender com facilidade a imortalidade da alma.

O perispírito não é uma criação nova destinada a resolver dificuldades. Ele representa o corpo da alma, pois não se poderia conceber uma alma sem corpo.
(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  Esse organismo é conhecido dos antigos cristãos. São Paulo denominou-o corpo espiritual.

Tertuliano diz que a corporeidade da alma é afirmada nos Evangelhos: Corporalitas animae in ipso Evangelio relucescit; e acrescenta: se a alma não tivesse um corpo, a imagem da alma não teria a imagem do corpo. "De Anima". (cap. 7, 8 e 9).

(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  Santo Agostinho recebeu do Bispo Evódio, de Uzale, uma carta na qual este fazia referência a muitas aparições que havia visto, e para bem explicar a natureza desses fenômenos, que ele atribui às almas de defuntos, pergunta:

(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  "Quando a alma abandonou esse corpo grosseiro e terrestre, não permanece a substância incorpórea unida a algum outro corpo, não composto dos quatro elementos como este, porém mais sutil, e que participa da natureza doar ou do éter"?

Obras de Santo Agostinho:
(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  "Acredito que a alma não poderia existir sem corpo algum".

São João de Tessalônica, fez a seguinte declaração no 2.º concílio de Nicéia (787):
(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  "Sobre as almas, a Igreja decide que são, na verdade, seres espirituais, mas não completamente privados de corpo, ao contrário, de um corpo tênue, aéreo ou igneo".

(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  Mas não é só o testemunho dos ilustres doutores que podemos lembrar, pois todos os psicólogos antigos e modernos têm feito referências ao corpo que envolve a alma, dando-lhe somente um nome diferente do que usamos...

▬  De acordo sempre com o idioma que usavam:

(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  Em hindu, Linga-Sharira;
(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  Em egípcio, Ka ou Bai;
(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  Em hebráico, Nephes; 
(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  Em grego, Ochéma.

(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  Cudworth (filósofo inglês), mediador plástico;
(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  Os ocultistas e teosofistas chamam-no corpo astral;
(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  Pitágoras nomeava-o Eidolon ou carro sutil da alma.


(http://www.gifs-animados.net/seta/set60.gif)   


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 17 de Setembro de 2015, 06:32

(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  Com a constatação desse corpo a Ciência deu um grande passo, pois agora se explica magnificamente:

(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  As reparações orgânicas,
(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  O mistério da forma específica do indivíduo,
(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  A constituição e a manutenção da personalidade,
(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  O desenvolvimento embrionário e pós embrionário,
(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  E todos os outros problemas gerais da Biologia, que a idéia diretriz de Claude Bernard, espécie de entidade metapsíquico biológica, tornava incompreensíveis e confusos.

A resolução do problema da vida, como o da morte, depende, exclusivamente, do estudo do perispírito, cujas provas são tão abundantes que podem ser até demonstradas pela fotografia.

(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  Os leitores talvez conheçam os trabalhos do Comandante Darget, do Dr. Baraduc e do Conde De Rochas, que põem em foco o duplo humano.

As provas apresentadas por estes investigadores são positivas e não admitem contestação.

(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  Enfim, a bilocação dos médiuns é um fato digno de estudo. A este respeito, o Spiritualist, de 1875, publicou um caso muito interessante, que o Dr. Gabriel Delanne aproveitou para ilustrar uma das suas obras.

▬  Eis a narrativa:

(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  "Um negro chamado H. E. Lewis possuía grande força magnética, da qual fazia exibição em reuniões públicas. Em Blackeat, no mês de fevereiro de 1856, numa dessas sessões, ele magnetizou uma moça a quem nunca tinha visto.

Depois de a ter mergulhado em sono profundo, ordenou-lhe que fosse até a casa dela e que, em seguida contasse ao público aquilo que tivesse visto.

(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  Ela declarou, então, que via a cozinha e que aí se achavam duas pessoas ocupadas em trabalhos domésticos. Lewis mandou que tocasse numa dessas pessoas.

A mulher começou a rir e disse:
(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  "Toquei-as, porém elas estão com muito medo!".

Voltando-se para o público, Lewis perguntou se alguém conhecia a mulher. Sendo-lhe respondido afirmativamente, propôs que uma Comissão fosse ao seu domicílio.

(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  Diversas pessoas prontificaram-se a isso, e, quando voltaram, confirmaram em todos os pontos o que a mulher havia dito.

A casa estava efetivamente numa balbúrdia e em profunda excitação, porque uma das pessoas, que se achavam na cozinha, declarara ter visto um fantasma, e que este lhe tocara o ombro".

(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  Inúmeros casos destes são relatados nos anais do Psiquismo, haja vista Santo Antônio de Pádua, aparecendo em Lisboa para livrar seu pai da forca.

O Senhor Brackett, investigador muito prudente e cético, assim se exprime quando trata de dar o seu testemunho a fatos de igual jaez:

(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  "Vi centenas de formas materializadas; em muitos casos, o duplo da médium era tão parecido, que eu teria jurado ser ele o próprio médium, se não tivesse visto este duplo desmaterializar-se à minha vista, e, imediatamente depois, verificada que o médium estava adormecido".

Um caso mais recente foi noticiado pela Revue Spirite; passamo-lo para estas páginas, a título de curiosidade:

(http://images.netshoes.net/br/cores/laranja%2Bmarrom.gif)  "Um bispo sueco, visitando as igrejas da Lapônia, encontrou um mágico lapão, a quem repreendeu por espalhar a superstição, utilizando-se de suas faculdades à procura de objetos roubados, desaparecidos, etc.

O mágico resolveu propor uma experiência, e o bispo pediu-lhe que dissesse o que fazia naquele momento, sua família em Upsala.

(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  Então o lapão mergulhou num êxtase tal, que o médico chamado ficou inquieto pela sua vida, visto que parecia estar sem consciência, como morto.

Meia hora depois, voltou ao seu estado normal e disse ao bispo que sua senhora e uma menina, naquele momento, escamavam um peixe na cozinha, em Upsala.

(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  Para demonstrar bem que seu duplo tinha estado lá, em casa do bispo, pegou no anel da senhora, que ela tirara do dedo para preparar o peixe, e escondeu-o no caixote de carvão, na cozinha.

Quando chegou a Upsala, o bispo fez-se acompanhar de testemunhas e dirigiu-se imediatamente à cozinha, encontrando o anel precisamente no lugar indicado pelo lapão.

(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  A senhora confirmou que, de fato, naquele dia e hora, estava a arranjar um peixe, para o que havia tirado, do dedo, a aliança de casamento, tendo a perdido.

Ela e a criada tinham visto um lapão (coisa rara em Upsala) de pé na cozinha, sem que o tivessem sentido entrar, e o qual desaparecera misteriosamente.

(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  A visão fora tão real, que ela se dirigira à polícia a queixar-se do lapão pela falta do anel, ao que a polícia respondera não ter podido encontrar, em Upsala, o menor vestígio do lapão, presumido ladrão".

Parece claro que, se ainda vivo, o homem pode ser visto fora do seu corpo, é que a sua personalidade não consiste somente nesse corpo.

(http://4.bp.blogspot.com/-baDdbZ8-r9s/U4-olTDqa2I/AAAAAAABRFo/MV4b1rI-5WM/s1600/fogueira2+(1).gif)  Melhor testemunho da existência da alma revestida de seu corpo psíquico, ou perispírito não pode existir, além de que, como já vimos, a fotografia constata a veracidade desse princípio.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 17 de Setembro de 2015, 06:47


[attachimg=1align=center=width=500]   

(http://38.media.tumblr.com/84480317539502e58da077c9612e36b1/tumblr_inline_mueo6mBYhc1qdlkyg.gif) O Perispírito e suas Propriedades Funcionais
(http://xat.com/images/smw/spiralfx.png)  O perispírito é o órgão por excelência da alma. Ele vem resolver todas as dificuldades aparentes, explicando perfeitamente a vida.

Só por ele a memória pode ter explicação razoável, assim como todo o movimento de agregação e desagregação, de fluxo e refluxo da matéria de que é constituído o corpo carnal, com a sua organização e reorganização de tecidos.

(http://xat.com/images/smw/spiralfx.png)  O perispírito é o conservador da forma e do equilíbrio vital; é ele que mantém a tonalidade do organismo, além das propriedades psíquicas que lhe são peculiares.

Além de tudo, o perispírito não está em ação unicamente quando unido ao corpo carnal; mantém-se pronto a funcionar logo que se desembaraça do corpo físico.

(http://xat.com/images/smw/spiralfx.png)  Esta afirmação nada tem de estranha, quando consideramos a vida do feto no seio materno, onde é dotado de todos os órgãos, sem que, entretanto, se utilize da maioria deles.

Inativos durante a vida pré-natal, os órgãos só começam a funcionar no momento do nascimento do ser, e sua ação só se estabiliza com o desenvolvimento completo do indivíduo.

(http://xat.com/images/smw/spiralfx.png)  Parece que a luta pela existência é que proporciona o funcionamento dos órgãos inativos, mas existentes no seio materno.

▬  Primeiro são:

(http://diferentesconhecimentos.blogspot.com/favicon.ico)  Os órgãos vocais,
(http://diferentesconhecimentos.blogspot.com/favicon.ico)  Depois os visuais;
(http://diferentesconhecimentos.blogspot.com/favicon.ico)  Os pulmões a respirar;
(http://diferentesconhecimentos.blogspot.com/favicon.ico)  O estômago começa a trabalhar,
(http://diferentesconhecimentos.blogspot.com/favicon.ico)  Os braços, as pernas e assim por diante.

Até que o cérebro entre em vibrações para a rude tarefa da vida em prol da perfeição espiritual em vibrações para a rude tarefa da vida em prol da perfeição espiritual.

(http://xat.com/images/smw/spiralfx.png)  Uma comparação bem lembrada relativa ao problema filosófico e biológico, aplicável ao perispírito, é a metamorfose da lagarta.

Allan Kardec já se havia utilizado dessa imagem que, certamente, não pode ser tomada ao pé da letra, para  dar uma idéia do espírito revestido do seu invólucro corporal na vida terrestre, e do seu invólucro psíquico, na vida futura:
(https://lh5.googleusercontent.com/-BkWmPP1FP44/UFqaRH8O5PI/AAAAAAAAOic/NGEUNrgpQAo/s110/cs.gif)  "A lagarta encerrada na crisálida e depois renascida como borboleta, senhora dos ares".

(http://xat.com/images/smw/spiralfx.png)  Essa analogia nos faz lembrar a descrição que o inglês australiano Sr. J. Brown fez, do que vira sua filha, por ocasião da morte de um filho:

Ao lado do leito do moribundo, ela descrevia a seu pai a separação entre a alma e o corpo, pouco mais ou menos como o descreveu Jackson Davis.

(http://xat.com/images/smw/spiralfx.png)  Sem o Espírito revestido do respectivo invólucro, que adquire propriedades funcionais, à medida que os seres passam, gradativamente, do animal inferior ao homem, o transformismo não passa de concepção abstrata, ao passo que, com a idéia do perispírito, tudo se concilia e melhor se esclarece, pondo nos devidos termos a explicação materialista da hereditariedade, influência do meio, etc.

▬  O conhecimento do perispírito vem, pois, trazer-nos os seguintes esclarecimentos:

(http://diferentesconhecimentos.blogspot.com/favicon.ico)  O Espírito não é um produto dos nervos e do cérebro, pois preexiste, sobrevive e manifesta-se após a desagregação desses órgãos;

(http://diferentesconhecimentos.blogspot.com/favicon.ico)  Possui um organismo fluídico, que o envolve durante a vida carnal e o individualiza ainda após à separação do corpo material;

(http://diferentesconhecimentos.blogspot.com/favicon.ico)   Uma comparação bem lembrada relativa ao problema filosófico e biológico, aplicável ao perispírito, é a metamorfose da lagarta.

Allan Kardec já se havia utilizado dessa imagem que, certamente, não pode ser tomada ao pé da letra, para dar uma idéia do espírito revestido do seu invólucro corporal na vida terrestre, e do seu invólucro psíquico, na vida futura:
(https://lh5.googleusercontent.com/-BkWmPP1FP44/UFqaRH8O5PI/AAAAAAAAOic/NGEUNrgpQAo/s110/cs.gif)"A lagarta encerrada na crisálida e depois renascida como borboleta, senhora dos ares".

(http://xat.com/images/smw/spiralfx.png)  Essa analogia nos faz lembrar a descrição que o inglês  australiano Sr. J. Brown fez, do que vira sua filha, por ocasião da morte de um filho:

Ao lado do leito do moribundo, ela descrevia a seu pai a separação entre a alma e o corpo, pouco mais ou menos como o descreveu Jackson Davis.

(http://xat.com/images/smw/spiralfx.png)  Sem o Espírito revestido do respectivo invólucro, que adquire propriedades funcionais, à medida que os seres passam, gradativamente, do animal inferior ao homem, o transformismo não passa de concepção abstrata, ao passo que, com a idéia do perispírito, tudo se concilia e melhor se esclarece, pondo nos devidos termos a explicação materialista da hereditariedade, influência do meio, etc.

▬  O conhecimento do perispírito vem, pois, trazer-nos os seguintes esclarecimentos:

(http://diferentesconhecimentos.blogspot.com/favicon.ico)  O Espírito não é um produto dos nervos e do cérebro, pois preexiste, sobrevive e manifesta-se após a desagregação desses órgãos;
(http://diferentesconhecimentos.blogspot.com/favicon.ico)  Possui um organismo fluídico, que o envolve durante a vida carnal e o individualiza ainda após à separação do corpo material.

(http://diferentesconhecimentos.blogspot.com/favicon.ico)  Explica a reparação das partes lesadas;
(http://diferentesconhecimentos.blogspot.com/favicon.ico)  Explica o equilíbrio das funções vitais apesar da renovação das células;
(http://diferentesconhecimentos.blogspot.com/favicon.ico)  Explica a conservação do tipo individual, apesar da renovação incessante de todas as moléculas.

Além de todas essas considerações, poderíamos acrescentar que só com o auxílio do perispírito se poderão explicar as manifestações do inconsciente, tantas vezes constatadas nas sessões experimentais do nosso tempo e por todos os magnetizadores que souberam penetrar nos refolhos da psique humana.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 17 de Setembro de 2015, 20:36

[attachimg=1align=center=width=500]   

(http://media.tumblr.com/30d12d12f70523da92c38c0b42de248d/tumblr_inline_mueo6qK1jL1qdlkyg.gif) (http://38.media.tumblr.com/c0ca8ab8bd0f3f69152da63ba49fe24e/tumblr_inline_mueo6rWGg01qdlkyg.gif)  O Perispírito nos Seres Inferiores
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-336.gif)  Assim como cremos, piamente, na existência da alma humana, após acurados estudos e provas demonstrativas, que temos recebido em abundância.

Cremos também na existência da alma animal, ou seja, na existência de um principio anímico que se revela subjetiva e objetiv amente nos seres inferiores.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-336.gif)  E este principio, como acontece no reino hominal, tem uma forma "orgânica",característica, que podemos, pelo mesmo modo, denominar - perispírito.

Não só o homem é dotado desse órgão, necessário às funções que exerce; todos os animais mantêm essa idéia diretriz, que é de indispensável utilidade fisiológica.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)  O cão, 
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)  O leão, 
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)  O tigre,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)  O gato,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)  O cavalo,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)  Os peixes,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)  Os répteis,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)  Os pássaros,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)  Os quadrúpedes de toda espécie...

... Até os mais insignificantes insetos, todos são dotados desse organismo, que existe neles ainda invisível para nós e que designa em cada parte e a cada elemento, seu lugar, sua estrutura e suas propriedades.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-336.gif)  E uma como tela vital que representa o desenho ideal de um organismo. Esse organismo é suscetível de progresso, estando, portanto, sujeito à lei do transformismo, de acordo sempre com a evolução da alma ou do espírito que o reveste.

O animal terrestre morre, o seu corpo se decompõe, mas a alma sobrevive inteira, completa, conservando a memória das suas existências passadas.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-336.gif)  É no perispírito que se gravam, pois, todas as lembranças.

Estas considerações têm por fim deixar ver que, na Outra Vida, encontraremos espíritos de animais, como de seres que já pertencem, pelo seu grau de evolução espiritual, ao reino hominal. A prova desta afirmação está nas aparições dos animais, constatadas nos anais do psiquismo.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-336.gif)  O Sr. Ernesto Bozzano chegou a reunir avultado número dessas manifestações póstumas em seu livro denominado Animali e Manifestazioni Metapsichiche.

Conquanto grande parte desses espíritos permaneça pouco tempo no Mundo Espiritual, sendo, pouco depois de desencarnados, dirigidos por Espíritos Superiores para tomarem novas encarnações, como disse Allan Kardec.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-336.gif)  Os mais evoluídos podem permanecer por mais tempo na Outra Vida, até ulterior deliberação dos Espíritos dirigentes, ocasião em que tomam novos corpos, de acordo, sempre, com o seu grau de adiantamento, passando, então, o perispírito de cada um por transformações adequadas à espécie em que vêm viver.

Nossa humilde obtinha não comporta a reprodução de relatos que bem orientem os leitores sobre essas aparições de animais, mas vamos escolher dois ou três para exemplo. Este primeiro relato, extraído da revista Light, vem assinado peio psiquista inglês Sr. Peters:

▬   "No que concerne à sobrevivência dos animais, observei um fato curioso, antes de me tornar espiritualista. Eu estava doente e recebia habitualmente a visita de um gato, que pertencia à proprietária da casa em que eu residia".

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-336.gif)  Cada tarde, um pouco antes da completa obscuridade, ele vinha ao meu quarto, dava uma volta com um ar solene, depois saia novamente.

Um dia me disseram que o gato tinha morrido, mas essa notícia fugiu-me da memória e, cada tarde, o gato vinha como de costume. Entretanto, uma noite eu me lembrei, de repente, que o gato estava morto.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-336.gif)  Como nessa época eu nada sabia dos fatos psíquicos, e como via o gato distintamente, pensei que o sofrimento me havia deixado louco, mas no fim de algum tempo deixei de receber a visita do gato.

De outra vez, achava-me numa reunião de família e estava em plena conversação com um dos meus hóspedes, quando vi, de repente, um grande cão; este parecia tão real, que o descrevi com pormenores e meu hóspede o reconheceu:
▬    "Tratava-se de um cão estimado, que fora de sua família".

Mme. Agullana, em seu livro La Vie Vécue d un Médium Spirite, narra outro caso muito interessante. É o seguinte:
▬   "Eu estava em Condons, no escritório de M. T. conversando com este e sua senhora, quando tive uma visão singular que narrei ao casal. Eu lhes disse que via um Espírito, um senhor, personagem que lhes descrevi.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-336.gif)  No mesmo instante, apareceu-me um cão cuja cor e aparência eu narrei. Ele percorreu a loja do sr. M. T. e passou entre louças e porcelana. A cada momento o tal senhor dizia como se estivesse crente de que o cão pudesse quebrar algum objeto;
▬   "Vem aqui, Médor!".

Este senhor era morto há 8 anos, disse-me M.T.. Era um dos seus melhores amigos, e fora para ele como um irmão. Quanto ao cão, era, de fato, do tal senhor, chamava-se Médor
e morrera havia um ano aproximadamente".

O Sr. Robert Austin publicou na North Somerset Gazette o seguinte, cuja veracidade ele afirma:
▬   "Seu pai, o Juiz Austin, era conhecido amador de cães e possuía um, espanhol, que lhe tinha grande afeição. Era seu companheiro inseparável".

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-336.gif)  O cão, depois de certo tempo, morreu; uma semana após, o Juiz Austin estava em casa de um amigo, em Clifton, com o qual palestrava. Quando se despediu e ia saindo, uma moça escocesa, que se achava então na casa, perguntou quem era esse senhor acompanhado de seu cão.

A dona da casa respondeu que era o Juiz Austin, mas acrescentou que ele não tinha cão algum consigo.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-336.gif)   Ela respondeu que estava vendo distintamente, com ele, um cão, e descreveu exatamente o aspecto de um velho cão espanhol e mesmo a sua atitude peculiar para com seu dono, que era a mesma que tinha, quando vivo, com o Juiz Austin.

Narrando o caso o sr. Austin disse:
▬   "Vós podeis pensar o que quiserdes deste caso, mas ele é verídico".

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-336.gif)  Os casos de aparições de cães, cavalos, gatos, bois, etc., são bem numerosos, e vêm provar a sobrevivência animal. Esses seres, como dissemos, manifestam-se com o seu corpo psíquico - ou perispírito.

A imortalidade é a prerrogativa dos seres, desde a mais ínfima à mais elevada na escala da criação, e esses espíritos, quanto mais evoluídos forem, mais tempo permanecerã o no Mundo Invisível, para prová-lo.

Daí vem a afirmação dos Espíritos reveladores:
▬   "O nosso Mundo é povoado de entes humanos e animais; mas os nossos animais são muito mais belos e inteligentes do que os vossos".

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-336.gif)  A continuidade da vida é proclamada pelo Espiritismo de modo racional e lógico, e, por ele, compreendemos que não haveria razão para o sofrimento se a existência se limitasse à Terra.

O mal e as dores, em face da imortalidade se tornam perfeitamente explicáveis pela condição de inferior idade e necessidade de progresso do Espírito.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-336.gif)  Podíamos também enumerar casos sobre a faculdade telepática nos animais, mas deixamos este estudo a cargo dos leitores.

Mesmo porque o nosso escopo, ao compor este capítulo, foi o de demonstrar a existência do peris pírito também nos seres inferiores da criação, para bem compreendermos a existência de espíritos de animais no Outro Mundo.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 18 de Setembro de 2015, 22:16


[attachimg=1align=center=width=500]   

(http://38.media.tumblr.com/6365ad8502a9b775c96d8d4194d4ee72/tumblr_inline_mueo6lUGTY1qdlkyg.gif)(http://38.media.tumblr.com/6365ad8502a9b775c96d8d4194d4ee72/tumblr_inline_mueo6lUGTY1qdlkyg.gif)  O Mistério da Morte

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  A morte é o grande mistério que tem ensombrado as gerações, a esfinge devoradora das almas, o titã invencível, o hiante absorvedor de todas as luzes, o obscurecedor das inteligências, o indecifrável enigma das religiões.

Não foi sem razão que o Apóstolo Paulo, o doutor dos gentios, disse:
▬  "Que o maior e o mais terrível inimigo que teríamos de vencer, era a morte".

Quando a pusermos sob o tacão das nossas botas, poderemos, então, entoar o grande hino da vitória:

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3153.gif)  Ó morte! onde está teu aguilhão?
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3153.gif)  Ó morte! onde está tua vitória?

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Pois bem, esse mistério, indecifrável para as religiões; esse inimigo que os sacerdotes não ousaram enfrentar; essa esfinge que causa pavor aos crentes de todas as Igrejas, que se limitam a cantar para as suas vítimas o De profundis, é que o Espiritismo veio enfrentar e desvendar, mostrando-se já vitorioso na grande luta.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3153.gif)  O que é a morte? 
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3153.gif)  Como se produz ela?
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3153.gif)  Quem poderá responder a estas terríveis interrogações?
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3153.gif)  Qual nos dá, positivamente, a solução para este mistério?
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3153.gif)  Qual a ciência, a filosofia, a religião capaz de enfrentar essa questão?
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3153.gif)  No que consiste esse fenômeno, que muitos julgam ser o aniquilamento da vida?

O Espiritismo, mas tão somente o Espiritismo, exclusivamente o Espiritismo! Para saber o que se passa no momento da morte, como se desenrola esse fenômeno, podemos recorrer à descrição de muitos clarividentes, que observaram a crise da morte, assistindo a moribundos.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Vamos reproduzir os testemunhos de alguns deles. O mais notável de todos foi um grande cultor do Espiritismo em seus primórdios, e que nos legou obras de inestimável valor:
▬  Andrew Jackson Davis. Essas obras, publicadas em inglês, constam de cinco volumes, que se vendem separadamente e encerram cada um, uma especialidade:

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3153.gif)  O Médico,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3153.gif)  O Vidente,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3153.gif)  O Pensador,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3153.gif)  O Professor,
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_3153.gif)  E O Reformador.

Nesta última é que se encontram as pesquisas de Jackson Davis, "no leito da morte". Davis era dotado de poderosos dons psíquicos e duma espécie de segunda-vista, que se denomina clarividência; além de tudo possuía grandes conhecimentos médicos.

▬  Eis alguns trechos do seu livro O Vidente:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  A morte é uma modificação - não da personalidade, mas da constituição dos princípios superiores do ser humano.

Tudo quanto vive se transforma, e cada transformação é acompanhada de uma morte aparente; nunca, porém, há extinção de vida ou destruição de um princípio material ou espiritual no Universo.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Assim, se modifica ou se desenvolve um germe qualquer, oculto na Terra; morreu sua forma primitiva e seu modo de existência aparente; porém, depois dessa morte aparente, brota do germe uma nova organização ou um novo corpo.

As minhas faculdades de vidente permitiram-me estudar o fenômeno psíquico e fisiológico da morte à cabeça ira duma agonizante. Era uma senhora de cerca de sessenta anos, a quem frequentemente eu prestara cuidados médicos.

▬  "Quando soou a hora da morte, achava-me eu, felizmente, em perfeito estado de saúde, o que permitia o pleno exercício de minhas faculdades de vidente".

Coloquei-me de modo a não ser visto ou interrompido nas minhas observações psíquicas, e pus-me a estudar os misteriosos processos da morte.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Vi que a organização física não podia mais bastar às necessidades do princípio intelectual; diversos órgãos internos pareciam, porém, resistir à partida da alma. O sistema muscular procurava reter as forças motrizes.

O sistema vascular debatia-se para reter o princípio vital; o sistema nervoso lutava quanto podia para impedir o aniquilamento dos sentidos físicos; e o sistema cerebral procurava reter o princípio intelectual.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  O corpo e a alma, como dois esposos, resistiam à separação absoluta.
▬  Estes conflitos internos pareciam, a princípio, produzir sensações penosas e perturbadoras.

Foi com satisfação que percebi que tais manifestações físicas indicavam - não a dor ou o sofrimento, mas apenas a separação da alma do organismo.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Pouco depois, a cabeça ficou cercada duma atmosfera brilhante; em seguida, de repente, vi o cérebro e o cerebelo estenderem suas partes interiores e suspenderem o exercício de suas funções galvânicas, tornando-se saturados de princípios vitais de eletricidade e magnetismo, que penetravam nas partes secundárias do corpo.

Por outras palavras:
▬  "O cérebro e o cerebelo estenderam suas partes interiores para além do estado normal".

Esse fenômeno precede invariavelmente à dissolução física:
▬  "Constatei, depois, o processo por meio do qual o Espírito se destaca do corpo.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  O cérebro atraiu os elementos de eletricidade e de magnetismo, movimento, vida e sensibilidade espalhados em todo o organismo.

A cabeça como que se iluminou, e, ao tempo que as extremidades do corpo se tornavam frias e obscuras, o cérebro tomava um brilho particular.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Em torno dessa atmosfera fluídica, que cercava a cabeça, vi formar-se outra cabeça, que se desenhou cada vez mais nitidamente. Tão brilhante era, que eu mal podia fitá-la, à medida, porém, que ela se condensava, desaparecia a atmosfera brilhante.

Deduzi daí que esses princípios fluídicos que tinham sido atraídos pelo cérebro, de todas as partes do corpo, e eram, então, eliminados sob a forma de atmosfera particular, antes se achavam somente unidos, segundo o princípio superior de afinidade do Universo, que se faz sempre sentir em cada parcela da matéria.

Com surpresa e admiração, segui as fases do fenômeno:
▬  "Do mesmo modo porque a cabeça fluídica se desprendera do cérebro, vi formarem-se, sucessivamente, o pescoço, os ombros, o tronco, enfim, o conjunto do corpo fluídico".

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Tornou-se evidente, para mim, que as partes intelectuais do ser humano são dotadas duma afinidade eletiva que lhes permite reuniram-se no momento da morte. As deformidades e os defeitos do corpo físico tinham, quase inteiramente, desaparecido do corpo fluídico.

Enquanto esse fenômeno espiritualista se desenvolvia diante das minhas faculdades particulares, aos olhos materiais das pessoas presentes no quarto, o corpo da moribunda parecia experimentar sintomas de sofrimento.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Os quais eram fictícios, pois, apenas provinham da partida das forças vitais e intelectuais, que se retiravam de todo o corpo para se concentrarem no cérebro e, depois, no organismo novo.

O Espírito (ou inteligência desencarnada) elevou-se verticalmente acima da cabeça do corpo abandonado; porém, antes da separação final do laço, que por tanto tempo reuniu as partes intelectuais e materiais, vi uma corrente de eletricidade vital formar-se sobre a cabeça da moribunda e sob o novo corpo fluídico.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Deu-me isto a convicção de que a morte é apenas um renascimento do Espírito, que se eleva dum grau inferior a um estado superior, e que o nascimento duma criança neste mundo e a formação dum Espírito no outro, são fatos idênticos.

Nada realmente faltava no fato que eu observava para que o símile fosse completo, nem mesmo o cordão o umbilical, que era figurado por um laço de eletricidade vital.

Por algum tempo subsistiu esse laço entre os dois organismos:
▬  "Descobri então (o que não notara ainda nas minhas investigações psíquicas) que uma pequena parte do fluido vital voltava ao corpo material, logo que o cordão ou liame elétrico se quebrava".

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Este elemento fluídico, ou elétrico, espalhando-se por todo o organismo, impedia a dissolução imediata do corpo.

Não é prudente enterrar o corpo antes de começar a decomposição. Muitas vezes, antes da inumação, o cordão umbilical fluídico, de que falei, ainda não está quebrado.


(http://www.gifs-animados.net/seta/set60.gif)   

Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 18 de Setembro de 2015, 22:18
 

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  E por isso que pessoas que parecem mortas voltam à vida no fim de um ou dois dias e narram as sensações que experimentaram. Esse estado foi denominado letargia, catalepsia, etc.

Quando, porém, o Espírito é detido no momento em que deixa o corpo, raramente se recorda que se passou.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Este estado de inconsciência pode parecer semelhante ao aniquilamento, quando observado superficialmente, e , muitas vezes, se recorre ao argumento que resulta dessa como que obliteração momentânea da memória, para negar a imortalidade da alma.

Logo que se desprendeu dos laços tenazes do corpo, o Espírito da pessoa que eu observava, constatei que o seu novo organismo, fluídico, era apropriado ao seu novo estado, mas que o conjunto se assemelhava à sua aparência terrestre.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Não pude saber o que se passava na inteligência que revivia; observei, porém, a sua calma e a profunda admiração que lhe causava a dor daqueles que choravam em volta do seu corpo.

Pareceu-me que compreendeu, por fim, que essas pessoas ignoravam o que realmente se passara:
▬  "As lágrimas e as lamentações excessivas dos parentes e amigos, só provêm do ponto de vista falso em que se coloca a maioria dos homens, isto é, da crença materialista de que tudo finaliza com a morte do corpo".

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Pelas minhas experiências, posso afirmar que, quando a pessoa morre naturalmente, nenhuma sensação penosa experimenta o Espírito.

O período de transformação, que acabo de transcrever, dura cerca de duas horas, tempo que não é o mesmo para todos os entes humanos.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Se pudésseis ver com os olhos psíquicos, perceberíeis, perto do corpo rijo, uma forma fluídica tendo a mesma aparência que o ente humano que acaba de morrer; porém, essa forma é mais bela e está como que animada de uma nova vida mais elevada.

Este testemunho seria suficiente para fazer desaparecer nossas apreensões e nos revelar, com clareza singular, o mistério da morte.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Mas vamos aproveitar a oportunidade para apresentar aos leitores mais dois testemunhos admiráveis de pessoas honradas e dotadas das mesmas faculdades mediúnicas.

▬  A primeira é o de Mrs. Florence Marryat, que escreve o que segue no seu livro The Spirit World (O Mundo dos Espíritos)

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Conto, entre os meus caros amigos, uma jovem, pertencente à alta classe da aristocracia, dotada de maravilhosas faculdades mediúnicas. Teve ela, há alguns anos, a infelicidade de perder sua irmã mais velha, então com vinte anos, em conseqüência de uma forte pleurisia.

Edith (designarei por este nome a jovem médium), não quis afastar-se um só instante da cabeceira de sua irmã, e, aí, em estado de clarividência, pôde assistir ao processo de separação do Espírito, da parte material.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Contavam e ela que a pobre doente, em seus últimos dias de vida terrestre, tinha-se tornado inquieta, sobre-excitada, delirante, voltando-se, incessantemente, no leito, e pronunciando palavras sem sentido.

Foi então que Edith começou a perceber uma espécie de ligeira nebulosidade, semelhante à fumaça que, condensando-se gradualmente acima da cabeça, acabou por assumir as proporções, as formas e os traços da irmã. moribunda, de modo a se lhe assemelhar por completo

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Essa forma flutuava no ar, a pouca distância da doente. "A medida que o dia declinava, a agitação da enferma minorava, sendo substituída, à tarde, por prostração profunda, precursora da agonia.

Edith contemplava, avidamente a irmã:
▬  O rosto tornara-se lívido; o olhar se lhe obscurecera, mas, ao alto, a forma fluídica purpureava-se e parecia animar-se gradualmente com a vida que abandonava o corpo.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Um momento depois, a moça jazia inerte e sem conhecimento sobre os travesseiros, mas a forma transformara-se em Espírito Vivo. Cordões de luz, no entanto, semelhantes a florescências elétricas, ligaram-se ainda ao coração, ao cérebro e aos outros órgãos vitais.

Chegando o momento supremo, o Espírito oscilou algum tempo de um lado para outro, para vir, em seguida, colocar-se ao lado do corpo inanimado: ele era, em aparência, muito fraco e mal podia suster-se.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  E enquanto Edith contemplava esta cena, eis que se apresentaram duas formas luminosas, nas quais reconheceu seu pai e sua avó, mortos ambos nessa mesma casa.

Aproximaram-se do Espírito recém liberto, romperam os cordões de luz que o ligavam ainda ao corpo e, apertando-o nos braços, dirigiram-se à janela e desapareceram.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  O outro testemunho é a de William Stainton Moses, pastor da Igreja Anglicana e um dos mais célebres médiuns.

Eis o que ele publicou na Revista Inglesa Light:
▬  Tive, recentemente, e pela primeira vez na vida, ocasião de estudar os processos de transição do Espírito. A prendi tantas coisas dessa experiência, que me louvo por ser útil a outros, contando o que vi... Tratava de um próximo parente meu de quase 80 anos...

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Eu tinha percebido, por certos sintomas, que o seu fim estava próximo, e corri para preencher meu triste e último dever. Graças aos meus sentidos espirituais, podia verificar que, em torno e acima de seu corpo, se formava a aura nebulosa com a qual o Espírito devia preparar o seu corpo espiritual.

E percebia que ela ia aumentando de volume e densidade, posto que submetida a maiores ou menores variações, segundo as oscilações experimentadas na vitalidade do moribundo.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Pude, assim, notar que, por vezes, um ligeiro alimento tomado pelo doente, ou uma influência magnética desprendida por pessoa que dele se aproximava, tinha como resultado avivar momentaneamente o corpo.

A aura parecia, pois, continuamente em fluxo e refluxo. Assisti a esse espetáculo durante doze dias e doze noites e, se bem que ao sétimo dia já o corpo tivesse dado sinais da sua iminente dissolução, a flutuação da vitalidade espiritual, em via de exteriorização, persistia.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Pelo contrário, a cor da aura tinha mudado, essa última tomava, além disso, formas cada vez mais definidas, à medida que a hora da libertação se aproximava para o Espírito.

Vinte e quatro horas, somente, antes da morte, quando o corpo jazia inerte, foi que o processo da libertação progrediu. No momento supremo vi aparecer em formas de "anjos de guarda", que se chegaram ao moribundo, e, sem nenhum esforço, separaram o Espírito do corpo consumido.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Quando, enfim, se quebraram os cordões magnéticos, os traços do defunto, nos quais se liam os sofrimentos experimentados, serenaram completamente e se impregnaram de inefável expressão de paz e de repouso.

A morte, como se vê, nada mais é que uma crise, mudança para um outro estado, uma passagem da vida matéria para a vida do Espírito, das trevas para a luz, da aparência para a realidade.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 18 de Setembro de 2015, 22:46


[attachimg=1align=center=width=500]   

(http://38.media.tumblr.com/6365ad8502a9b775c96d8d4194d4ee72/tumblr_inline_mueo6lUGTY1qdlkyg.gif)(http://38.media.tumblr.com/a30a7f1c0af6cd2d2be930fb569c46ae/tumblr_inline_mueo6wh4er1qdlkyg.gif)   No Outro Lado da Morte
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-471.gif)  Da importante Revista Inglesa Beyond colhemos a seguinte mensagem espírita, que é do nosso dever adicionar a esta obra, pois, se acha de plena conformidade com o que sabemos sobre a vida no outro mundo.

Apreciem-na os leitores: Naturalmente, devido à nossa saúde perfeita, tudo nos parece favorável. Fazer tanto quanto se queira, sem sentir fadiga, é um grande prazer, e, também, temos tempo para tudo, em abundância, para todas as coisas.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-471.gif)  Não há precipitação ou pressa; sempre uma perfeita sensação de segurança relativamente ao tempo, bem como a respeito de qualquer coisa.
 
Naturalmente desejamos assistir a reuniões importantes ou conferências, quando elas se realizam, mas se não for possível estar presente em certo dia, podemos, facilmente, satisfazer nossos desejos depois, e se não for possível hoje.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-471.gif)  Então, selo-a amanhã. Aquela radiante sensação de dias intermináveis para coisas intermináveis, unida à sensação de eterna juventude, saúde perfeita e entusiasmo torna a vida realmente digna de ser vivida.
 
Certamente há aqui pessoas que não tiveram um temperamento desejoso por natureza, ou não o desenvolveram quando na Terra; porém, são um tanto parecidas aos frívolos, aos quais nada oferece verdadeiro prazer.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-471.gif)  Essa sorte de natureza acha difícil a adaptação, e penso que se torna necessária outra vida terrestre para alterar semelhante temperamento.

Característico Inesperados:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-471.gif)  Quando aqui chegamos, sentimos que temos toda a sorte de característicos inesperados e dons que só sentíamos obscuramente quando na Terra e, daí, vemos que podemos escolher qualquer carreira interessante de trabalho.
 
Impelindo-nos para frente ao longo daquela linha particular, ou, se assim o desejardes, desenvolvendo, em completa perfeição, o florescimento daquele pequenino botão que rebentou no passado e que está dentro do caráter de cada um.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-471.gif)  Isto nos dá o mais formoso sentimento de grandes responsabilidades, independência e poder para empreender qualquer espécie de trabalho ou divertimento a que nos sentimos inclinados.

Sabes quantas vezes, na Terra, desejei dedicar-me à pintura; mas, faltava-me o dom; vejo agora que o possuía, adquirido no passado, de modo que, agora, se o desejasse, eu poderia tornar-me um célebre artista numa outra vida terrestre.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-471.gif)  A mim tudo isso desperta um desejo maior do que a meu pai, que não tem o mesmo pendor, e que antes está mais ligado à Ciência, conquanto, na vida física, passada, não tivesse oportunidade de desenvolvê-la.
 
Agora ele está grandemente interessado, em companhia de grandes cientistas, e, devido ao seu entusiasmo nessa direção, absorveu rapidamente grande quantidade de conhecimentos, e, agora, em nova existência terrestre, poderia ser um sábio de primeira ordem e fazer conferências primorosas a auditórios terrestres.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-471.gif)  Ele tem vastos conhecimentos dos reinos animal, vegetal e mineral, porque também aqui a alma de qualquer ser está vivamente representada.

Há maravilhosas rochas, cristais de rocha, jóias, ouro e prata, somente usados pela sua beleza e não desmoralizados, como meio de corrupção, como acontece na Terra.

Construções Celestes:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-471.gif)  Algumas pessoas se comprazem em fazer casas dessas coisas encantadoras. Temos maravilhosos edifícios, salas para conferências e assim por diante, que são admiráveis de serem vistos, como essas visões que o Evangelista João descreve nas Revelações, com paredes de pedras preciosas, portões de perolas e ruas de ouro.

Esses lugares maravilhosos são muito interessantes para serem visitados, como, na Terra, se vai ver belos e notáveis palácios; naturalmente os daqui são muito mais belos para conferências, reuniões e música do que qualquer edifício por mim visto na Terra.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-471.gif)  Para mim, porém, as belezas naturais das árvores, montanhas, flores e rios, que são todos tão perfeitos, dão mesmo mais encanto e eu sempre gosto de procurar esses lugares gloriosos da Natureza, quando me sinto inclinado a ficar pesaroso, como algumas vezes me acontece.

O admirável e agradável efeito da luz através das árvores, ou brilhando sobre as ondas prateadas de gloriosos mares, ou brincando nos rios, como nunca tive a dita de ver na Terra, é tudo tão maravilhoso!

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-471.gif)  Os rios são gloriosos, tão perfeitamente puros e incorruptos, que dentro deles, podemos andar, sentar na água e senti-la cobrir-nos e dela sairmos refrescados e revigorados, e, ainda mais, a  água, evaporando-se em contato com o brilho solar, não deixa sensação nenhuma desagradável.

Tudo isto é tão delicioso que só afago um desejo:
▬  "A vossa participação em tudo que desperta o prazer de viver intensamente a vida celeste."



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 05 de Março de 2016, 04:48


[attachimg=1align=center=width=500]   

(http://38.media.tumblr.com/6365ad8502a9b775c96d8d4194d4ee72/tumblr_inline_mueo6lUGTY1qdlkyg.gif) (http://38.media.tumblr.com/36bded29bfeaebbbf6cd4f8d80d0477b/tumblr_inline_mueo6vOptu1qdlkyg.gif) Perturbação da Morte
(http://2.bp.blogspot.com/-nyEidptyErA/T9u61XGcGHI/AAAAAAAAjv4/nyqx2iRTK8s/s1600/0026.gif)  Toda transformação ocasiona uma perturbação; uma simples mudança, seja de uma cidade para outra, seja unicamente de residência, não deixa de causar uma desorganização psíquica que só cessa com a adaptação ao novo meio.
 
A personalidade não mudou, nada perdeu, continua a ser a mesma, mas sofreu a sua desagregação do meio em que se achava e lutou para se acostumar e poder agir no meio para onde se transferiu.
 
(http://2.bp.blogspot.com/-nyEidptyErA/T9u61XGcGHI/AAAAAAAAjv4/nyqx2iRTK8s/s1600/0026.gif)  Naturalmente, nesses trâmites por que passou, a pessoa teve contrariedades e sofreu. Pensemos agora na transição provocada pela morte e façamos uma idéia em relação incomparavelmente superior às insignificantes mudanças - seja de residência, seja de cidade ou de país.
 
Acrescente-se ainda a desagregação do corpo físico e poder-se-á ter uma idéia do que seja a perturbação da morte:
 
1.° - Mudança de meio;
2.° - Mudança de meio de ação.
3.° - Mudança de condições de vida.

(http://2.bp.blogspot.com/-nyEidptyErA/T9u61XGcGHI/AAAAAAAAjv4/nyqx2iRTK8s/s1600/0026.gif)  Entretanto, apesar de todas essas mudanças, a individualidade permanece, como permaneceu a mesma individualidade durante todas as mudanças que fez - de casa em casa; de cidade em cidade; de um para outro país.
 
O homem é imperecível nas trocas que faz de residência, nas suas transferências de um país para outro; o Espírito, que é a individualidade permanente, é imortal na sua transformação e passamento para o Outro Mundo, tendo unicamente o trabalho de se adaptar a uma vida nova.

(http://2.bp.blogspot.com/-nyEidptyErA/T9u61XGcGHI/AAAAAAAAjv4/nyqx2iRTK8s/s1600/0026.gif)  Muito diferente daquela vivida na Terra e ainda com o acréscimo de não mais possuir um corpo denso, material, que "não podia" dispensar para agir neste mundo, e lhe servia de instrumento para desempenhar a tarefa que veio realizar, ou exercício do cargo que veio desempenhar.
 
Ora, todos sabem, perfeitamente, como é difícil abandonar hábitos enraizados, e a morte vem suprimir, de uma hora para outra, os hábitos costumeiros, dando lugar à aquisição de outros costumes, visto serem diferentes as condições do meio para o qual somos trasladados.
 
(http://2.bp.blogspot.com/-nyEidptyErA/T9u61XGcGHI/AAAAAAAAjv4/nyqx2iRTK8s/s1600/0026.gif)  Está claro que tudo é relativo, e o progresso, em todas as coisas, age gradativamente, sem saltos bruscos, de modo que, na outra esfera da vida, teremos um complemento de vida.

Como meio de transição para um estado melhor, assim como certamente haverá uma esfera de seguimento à fase física do indivíduo, para que ele se adapte à Vida Superior sem uma transição brusca.
 
(http://2.bp.blogspot.com/-nyEidptyErA/T9u61XGcGHI/AAAAAAAAjv4/nyqx2iRTK8s/s1600/0026.gif)  E isto que nos dizem os Espíritos, cônscios do seu estado, e que já passaram pelos trâmites que se seguem à morte e chegaram à Imortalidade.
 
Por isso, o Mundo Espiritual é provido de meios que fornecem à vida de além-túmulo as condições indispensáveis para a transição.

(http://2.bp.blogspot.com/-nyEidptyErA/T9u61XGcGHI/AAAAAAAAjv4/nyqx2iRTK8s/s1600/0026.gif)  Por exemplo, dizem as entidades do Espaço que lá existem hospitais onde são tratados aqueles que passam por longa enfermidade, e os quais, por suas condições de atraso, não percebem o Mundo dos Espíritos em sua realidade.
 
Aí são curados, e, depois, instruídos sobre a nova situação até que se adaptem ao meio em que se acham.
 
(http://2.bp.blogspot.com/-nyEidptyErA/T9u61XGcGHI/AAAAAAAAjv4/nyqx2iRTK8s/s1600/0026.gif)  Os Espíritos dos que morrem quando crianças, são acolhidos carinhosamente por missionários, que se dedicam a essa tarefa, e são igualmente instruídos até que se lhes desponte a consciência integral?
 
Desaparece deles o traço infantil gravado na "consciência pessoal". Assim também sucede com a alimentação. Aos entes muito materializados, que chegam ao Mundo Espiritual sem compreenderem a transformação porque passaram, e têm ainda sensação de fome e sede, lhes são ministrados alimentos em instalações especiais...

(http://2.bp.blogspot.com/-nyEidptyErA/T9u61XGcGHI/AAAAAAAAjv4/nyqx2iRTK8s/s1600/0026.gif)  Até que, adaptados ao meio em que iniciaram a nova vida, compreendam que não têm mais necessidades desses alimentos, que julgavam precisos para sua manutenção.
 
Naturalmente, os alimentos assemelham-se muito aos que lhes eram usuais na Terra, mas são feitos de matéria peculiar ao Mundo dos Espíritos e de acordo com o corpo fluídico, ou seja, o organismo perispiritual de cada um.
 
(http://2.bp.blogspot.com/-nyEidptyErA/T9u61XGcGHI/AAAAAAAAjv4/nyqx2iRTK8s/s1600/0026.gif)  Não podíamos deixar de narrar todas essas particularidades do Mundo Espiritual, que não deixam de ser lógica.

De acordo com a lei da evolução, que não admite bruscas transições e que proporciona, sempre, períodos intermediários para suavizar as mudanças que ocasionam grande abalo, e maior perturbação ainda ocasionariam, se fossem excluídos os meios precisos para essas transições.
 
(http://2.bp.blogspot.com/-nyEidptyErA/T9u61XGcGHI/AAAAAAAAjv4/nyqx2iRTK8s/s1600/0026.gif)  Isto tudo demonstra que o Mundo Espiritual não é uma concepção abstrata, uma miragem, um vácuo inconcebível, sem sanção da inteligência, mas, sim, um meio concreto, onde se encontram as condições indispensáveis para as adaptações e o progresso do Espírito.
 
Já havíamos recebido essas revelações há muitos anos; contudo, tínhamo-las conservado como lição de caráter puramente familiar, e sujeita, portanto, à observação: é sabido que as revelações da Verdade têm caráter coletivo; se, de fato, a nossa procedesse dessa fonte, outros tam bém recebê-la-iam em todo o mundo.
 
(http://2.bp.blogspot.com/-nyEidptyErA/T9u61XGcGHI/AAAAAAAAjv4/nyqx2iRTK8s/s1600/0026.gif)  Se isso acontecesse, julgaríamos essas revelações transcendentais realmente dignas de atenção e até de experimentações novas, com outros médiuns, para sua melhor confirmação.

Com efeito, em diversas obras inglesas, norte-americanas e francesas, vemos, hoje, a reprodução detalhada dessas mensagens!
 
(http://2.bp.blogspot.com/-nyEidptyErA/T9u61XGcGHI/AAAAAAAAjv4/nyqx2iRTK8s/s1600/0026.gif)  O Plano Espiritual desenterra o oculto e concorre para que conheçamos o futuro que nos espera, assim como nos dá a conhecer, desde já, em que consiste a outra vida e quais os meios facultados, nessas regiões, aos entes que nos são caros, para a aquisição de uma felicidade duradoura e de um progresso crescente para a Luz e a Verdade.
 
E, com estes dados, mal apanhados pela imperfeição dos nossos sentidos, dados fornecidos pelos Espíritos que habitam o Além e passaram, mais ou menos, por essas peripécias, podemos, hoje, fazer uma idéia mais aproximada das condições desse Outro Mundo e em que consiste a perturbação da morte e os meios aplicados para suavizá-la.
 
(http://2.bp.blogspot.com/-nyEidptyErA/T9u61XGcGHI/AAAAAAAAjv4/nyqx2iRTK8s/s1600/0026.gif)  Com a leitura das obras espíritas, especialmente O Céu e o Inferno, de Allan Kardec, e A Crise da Morte, de Ernesto Bozzano, muito se aprende sobre a perturbação que ocasiona a passagem de uma a outra vida.

 

Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 05 de Março de 2016, 22:22


[attachimg=1align=center=width=500]   

(http://38.media.tumblr.com/6365ad8502a9b775c96d8d4194d4ee72/tumblr_inline_mueo6lUGTY1qdlkyg.gif)  (http://38.media.tumblr.com/5e45cc62ef99848ff2a67363d27e861e/tumblr_inline_mueo6uUmdg1qdlkyg.gif) O Passamento, ou o desprendimento do Espírito, do Corpo


Esta obra ressentir-se-ia de uma grande lição se, por ignorância, ou por zelo extremo em pretendermos enunciar ideias novas, incluímos, a 2.ª parte de "O Céu e o Inferno," de Allan Kardec, no qual o Mestre, com Lógica admirável e singular concisão, esclarece o processo que denominamos "morte" e que o Espiritismo, com justa razão chamou "desencarnação".

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Esta parte, que deliberamos incluir como parte integrante deste livro, constituem um dos grandes capítulos do Espiritismo.

▬   Ciência nova, que aborda, com admirável proficiência, a Vida:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Quer na sua forma externa, visível, que afeta os sentidos humanos,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Quer em sua modelação, para nós subjetiva, interna.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Em seu emocionantes relato, que exaltam, não a fé que vê, mas a mais aperfeiçoada, a mais emotiva - a fé que sente.



Sem outras considerações, que só poderiam empanar a luz que ressalta dos ensinamentos convincentes de um dos maiores representantes do Paracleto, prometido por Jesus para nos ensinar todas as coisas (João, XIV, 26), damos a palavra ao ínclito Codificador da Doutrina dos Espíritos, o grande missionário lionês, perfeita personificação da Ressurreição e da Vida:
▬   "A certeza da vida futura não exclui as apreensões quanto à passagem desta para a outra vida. Há muita gente que teme, não a morte em si; mas o momento da transição.


▬   Sofremos ou não nessa passagem?

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Por isso se inquietam, e, com razão, visto que ninguém foge à lei fatal dessa transição. Podemos dispensar-nos de uma viagem neste mundo, menos essa. Ricos e pobres, devem todos fazê-la, e por dolorosa que seja a franquia, nem posição, nem fortuna poderiam suavizá-la.

Vendo-se a calma de alguns moribundos e as convulsões terríveis de outros, pode-se previamente julgar que as sensações experimentadas nem sempre são as mesmas.

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Quem poderá, no entanto, esclarecer-nos a tal respeito?
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Quem nos descreverá o fenômeno fisiológico da separação entre o Espírito e o corpo?
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Quem nos contará as impressões desse instante supremo, quando a Ciência e a Religião se calam?

E calam-se porque lhes falta o conhecimento das leis que regem as relações entre o Espírito e a matéria, parando, uma, nos umbrais da vida espiritual, e, a outra, nos da vida material.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  O Espiritismo é o traço de união entre ambas, e só ele pode dizer-nos como se opera a transição, quer pelas noções mais positivas da natureza da alma, quer pela descrição dos que deixaram este mundo.

O conhecimento do laço fluídico que une o Espírito ao corpo é a chave desse e de muitos outros fenômenos.
▬   "A insensibilidade da matéria inerte é um fato, e só a alma (*) experimenta sensações de dor e de prazer. A desagregação repercute na alma que, por tal motivo, recebe uma "impressão" mais ou menos dolorosa.”

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  É a alma e não o corpo quem sofre, pois este não é mais que o instrumento da dor: aquela é o paciente. Após a morte, separado o Espírito, o corpo pode ser impunemente mutilado que nada sentirá, enquanto que, aquela, por isolada, nada experimenta da
destruição orgânica.

O Espírito tem sensações próprias cuja fonte não reside na matéria tangível. O perispírito é o envoltório do Espírito, e não se separa dele nem antes nem depois da morte: forma, com ele, uma só entidade, e nem mesmo se pode conceber um sem o outro.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Durante a vida o fluido perispiritual penetra o corpo em todas as suas partes e serve de veículo ás sensações físicas da alma, do mesmo modo como esta, por seu intermédio, atua sobre o corpo e dirige-lhe os movimentos.

(*) Segundo se lê em O Livro dos Espíritos (Parte 2 .8, Capítulo II), a alma é o Espírito encarnado. Por isso dizemos; "tal pais tem tantos milhões de almas". Livre da matéria, não se designa por alma, mas, sim, por Espírito.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  A extinção da vida orgânica acarreta a separação do Espírito, em consequência do rompimento do laço fluídico que o une ao corpo, mas essa separação não é brusca.

"O fluido perispiritual, só pouco a pouco se desprende de todos os órgãos, de sorte que a separação só é completa e absoluta quando não mais reste um átomo de perispírito ligado às moléculas do corpo.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  A sensação dolorosa da alma, por ocasião da morte, está na razão direta da soma de pontos de contato existentes entre o corpo e o perispírito, e, por conseguinte, também da maior à menor dificuldade que apresenta o rompimento".

Portanto, não é preciso dizer que, conforme as circunstâncias, a morte pode ser mais ou menos penosa. Estas circunstâncias é que nas cabem examinar.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Estabeleçamos, em primeiro lugar, e como princípio, os quatro seguintes casos, que podemos reputar situações extremas, dentro de cujos limites há uma infinidade de variantes:

1.°- Se, no momento em que se extinguisse a vida orgânica, o desprendimento do perispírito fosse completo, a alma nada sentiria, absolutamente.
2.°- Se, nesse momento, a coesão de ambos elementos estiver no auge de sua força, produzir-se-á uma espécie de ruptura, que reagirá dolorosamente sobre a alma.
3.° - Se a coesão for fraca, a separação tornar-se- á fácil, operando-se sem abalo.
4.°- Se, após a cessação completa da vida orgânica, existirem ainda numerosos pontos de contato entre o corpo e o perispírito, o Espírito poderá ressentir-se dos efeitos da decomposição do corpo até que o laço inteiramente se desfaça.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Daí resulta que o sofrimento, que acompanha a morte, está subordinado à força adesiva que une o corpo ao perispírito; que tudo quanto puder atenuar essa força e a rapidez do desprendimento, tornará a passagem menos penosa.

E, finalmente, que, se o desprendimento operar-se sem dificuldade, a alma deixará de experimentar qualquer sentimento desagradável.

Na transição da vida corporal para a espiritual, produz-se ainda um outro fenômeno de importância capital:
▬   “A perturbação.”

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Nesse instante, a alma experimenta um torpor que paralisa momentaneamente as suas faculdades, neutralizando, ao menos em parte, as sensações. E um estado semelhante ao da catalepsia, de modo que a alma quase nunca testemunha conscientemente o derradeiro suspiro.

Dizemos quase nunca porque há casos em que a alma pode completar conscientemente o desprendimento, como em breve veremos. A perturbação deve, pois, ser considerada o estado normal no instante da morte, e perdurar por tempo indeterminado, variando de algumas horas a alguns anos.


(http://www.gifs-animados.net/seta/set60.gif)   


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 05 de Março de 2016, 22:25


(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  A proporção que se liberta, o Espírito encontra-se em situação comparável a de um homem que desperta de profundo sono:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  As ideias são confusas,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Incertas,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Vagas...

A vista apenas distingue como que através de um nevoeiro, mas pouco a pouco se aclara, desperta-se a memória e o conhecimento de si mesma.

▬   Bem diverso é, contudo, esse despertar:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Calmo, para uns, acorda-lhes sensações deliciosas; 
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Tétrico, aterrador e ansioso, para outros,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  É qual horrendo pesadelo.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  O último alento quase nunca é doloroso, uma vez que, ordinariamente, ocorre em momento de inconsciência; mas o Espírito sofre, antes dele, a desagregação da matéria, nos estertores da agonia, e, depois, as angústias da perturbação.

Demo-nos pressa em afirmar que esse estado não é geral, porquanto a intensidade e duração do sofrimento estão na razão direta da afinidade existente entre corpo e perispírito. Assim, quanto maior for essa afinidade, tanto mais penosos e prolongados serão os esforços do Espírito para desprender-se.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Há pessoas nas quais a coesão é tão fraca, que o desprendimento se opera por si mesmo, como que naturalmente; é como se um fruto maduro se desprendesse do seu caule: é o caso das mortes calmas e do pacífico despertar no Mundo Espiritual.

A causa principal da maior ou menor facilidade de desprendimento, é o estado moral da alma. A afinidade entre o corpo e o perispírito, é proporcional ao apego à matéria, que atinge o seu máximo no homem, cujas preocupações dizem respeito unicamente à vida e gozos materiais.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Ao contrário, nas almas puras que, antecipadamente, se identificam com a vida espiritual, o apego é quase nulo. E, desde que a lentidão e dificuldade do desprendimento se filia ao grau de pureza e desmaterialização da alma, de nós somente depende o tornar fácil ou penoso, agradável ou doloroso esse desprendimento.

▬   Posto isto:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Quer como teoria,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Quer como resultado de observações...

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Resta-nos examinar a influência do gênero de morte sobre as sensações da alma, nos últimos transes.

Em se tratando de morte natural, resultante da extinção das forças vitais por velhice ou doença, o desprendimento opera-se gradualmente; para o homem cuja alma se desmaterializou, e cujos pensamentos se destacam das coisas terrenas.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  O desprendimento quase se completa antes da morte real, isto é, ao passo que o corpo ainda tem vida orgânica, o Espírito já penetra a vida espiritual, apenas ligado por elo tão frágil, que se rompe com a última pancada do coração.

Nesta contingência o Espírito pode já ter recuperado a sua lucidez, de molde a tornar-se testemunha consciente da extinção do corpo, considerando-se feliz por tê-lo deixado. Para esse, a perturbação é quase nula, ou antes, não passa de ligeiro sono calmo, do qual desperta com indizível impressão de esperança e ventura.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  No homem materializado e sensual, que mais viveu do corpo que do espírito, para o qual a vida espiritual nada significa, nem sequer lhe toca o pensamento, tudo contribui para estreitar os laços materiais; e quando a morte se aproxima, o desprendimento, conquanto se opere gradualmente também, demanda contínuos esforços.

As convulsões da agonia são indícios da luta do Espírito, que, às vezes, procura romper os elos resistentes, e, outras, se agarra ao corpo do qual uma força irresistível o arrebata com violência, molécula por molécula.


(http://www.gifs-animados.net/seta/set60.gif)   


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 05 de Março de 2016, 22:27


(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Quanto menos vê o Espírito além da vida corporal, tanto mais se lhe apega, e, assim, sente que ela lhe foge e quer retê-la; em vez de se abandonar ao movimento que o empolga, resiste com todas as forças e pode mesmo prolongar a luta por dias, semanas e meses inteiros.

Certo, nesse momento o Espírito não possui toda a lucidez, visto como a perturbação de muito se antecipou à morte; mas nem por isso, sofre menos, e o vácuo em que se acha, e a incerteza do que lhe sucederá, agravam-lhe as angústias.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Dá-se, por fim, a morte, e nem por isso está tudo terminado; a perturbação continua, ele sente que vive, mas não define se material ou espiritualmente, e luta ainda, até que as últimas ligações do perispírito se tenham de todo rompido.

A morte pós termo à moléstia efetiva, porém, não lhe sustou as consequências, e, enquanto existirem pontos de contato do perispírito com o corpo, o Espírito se ressentirá e sofrerá com as suas impressões.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Quão diversa é a situação do Espírito desmaterializado, mesmo nas enfermidades mais cruéis! Sendo frágeis os laços fluídicos que o prendem ao corpo, desfazem-se suavemente; depois, a confiança do futuro entrevisto em pensamento ou na realidade...

Como sucede algumas vezes, fá-lo encarar a morte qual redenção, e, as suas consequências, como prova, advindo-lhe daí uma calma resignada, que lhe ameniza o sofrimento.

▬   Após a morte, rotos os laços, nem uma só reação dolorosa existe que o afete; o despertar é lépido:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Com sensações únicas,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Desembaraçado,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Muito aliviado,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  E feliz.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Na morte violenta, as sensações não são precisamente as mesmas. Nenhuma desagregação inicial pode iniciar previamente a separação do perispírito, ao passo que a vida orgânica em plena exuberância de força é, subitamente, aniquilada.

Nestas condições, o desprendimento só começa depois da morte e não pode completar-se rapidamente.

▬   O Espírito, colhido de improviso, fica como que aturdido:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  E sente,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  E pensa,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  E acredita-se vivo...

Prolongando-se esta ilusão até que compreenda o seu estado.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Este estado intermediário entre a vida corporal e a espiritual é dos mais interessantes, porque apresenta o espetáculo singular de um Espírito que julga material o seu corpo fluídico, experimentando, ao mesmo tempo, todas as sensações da vida orgânica!

Além disso, dentro desse caso, há uma série infinita de modalidades, que variam segundo os conhecimentos e progressos morais do Espírito.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Para aqueles que se purificam em alto grau, a situação pouco dura, porque já possuem, em si, como que um desprendimento antecipado, cujo termo a morte mais súbita não faz senão apressar.

Outros há, para os quais a situação se prolonga por anos inteiros. É situação, aliás, muito frequente, até nos casos de morte comum, que, nada tendo de penosa para Espíritos adiantados, torna-se horrível para os atrasados.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  No suicida, principalmente, excede toda a expectativa. Preso ao corpo por todas as suas fibras, o perispírito faz repercutir, no Espírito, todas as sensações daquele, com sofrimentos cruciantes.

O estado de Espírito, por ocasião da morte, pode ser assim resumido:
▬   "Tanto maior é o sofrimento, quanto mais lento for o desprendimento do perispírito."

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  A presteza deste desprendimento está na razão direta do adiantamento moral do Espírito.

▬   Para o Espírito desmaterializado, de consciência pura, a morte é qual:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Um sono breve,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Isento de agonia,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  E cujo despertar é suavíssimo.

Para que cada qual trabalhe na sua purificação, reprima as más tendências e domine as paixões, abdicando das vantagens imediatas em prol do futuro.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Visto como, para identificar-se com a vida espiritual, encaminhando para ela todas as aspirações e preferindo-a à vida terrena, não basta crer, mas compreender.

▬   Devemos considerar essa vida sob um ponto de vista que satisfaça, ao mesmo tempo:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  A razão,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  A lógica,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  O bom senso...

▬   E o conceito em que temos:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  A bondade,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  A grandeza,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  E a justiça de Deus.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Considerado deste ponto de vista, o Espiritismo, pela fé inabalável que insinua, é, de quantas doutrinas filosóficas conhecemos, a que exerce mais poderosa influência.

▬   “O Espírita sério não se limita a crer, porque compreende, e compreende porque raciocina.” a vida futura é uma realidade que se desenrola incessantemente a seus olhos.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Uma realidade que ele toca e vê, por assim dizer, a cada passo, de modo que a dúvida não pode empolgá-lo, ou ter guarida em sua alma. A vida corporal, tão limitada, amesquinha-se diante da vida espiritual, da verdade ira vida.

▬   Que lhe importam os incidentes da jornada se ele compreende a causa e utilidade das vicissitudes humanas, quando suportadas com resignação?

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  A alma eleva-se- nas relações com o mundo invisível; os laços fluídicos, que o ligam à matéria, enfraquecem-se, operando-se, por antecipação, um desprendimento parcial que facilita a passagem outra vida.

A perturbação consequente à transição pouco perdura, porque, uma vez franqueada o passado, logo se reconhece no seu novo estado, nada estranhando, antes compreendendo a situação em que se encontra.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Com certeza, não é só o Espiritismo que nos assegura tão auspicioso resultado, nem ele tem a pretensão de ser o meio exclusivo, a garantia única de salvação para as almas.

Força é confessar, porém, que, pelos conhecimentos que fornece, pelos sentimentos que inspira, como pelas disposições em que coloca o Espírito, fazendo-lhe compreender a necessidade de melhorar-se, facilita enormemente a salvação.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Ele dá algo mais, e a cada um: os meios de facilitar o desprendimento de outros Espíritos ao deixarem o invólucro material, abreviando-lhes a perturbação pela evocação e pela prece.

Pela prece sincera, que é magnetização espiritual, provoca-se a desagregação mais rápida do fluido perispiritual.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-365.gif)  Pela evocação criteriosa, sábia, com palavras de benevolência e conforto, combate-se o entorpecimento do Espírito, ajudando-o a reconhecer-se mais cedo, e, se é sofredor, insinua-se o arrependimento, único meio de abreviar os seus sofrimentos.


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 08 de Março de 2016, 19:54


[attachimg=1align=center=width=450] 
 
(http://38.media.tumblr.com/6365ad8502a9b775c96d8d4194d4ee72/tumblr_inline_mueo6lUGTY1qdlkyg.gif) (http://38.media.tumblr.com/ec13bd7028c34e630310dda63b86e57d/tumblr_inline_mueo6ulSIx1qdlkyg.gif)  A Sobrevivência Individual
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-388.gif)  A Terra é mundo de expiações e provas; é uma escola onde o Espírito se interna, com um corpo de carne, para estudar e progredir, para adquirir Ciência e virtude, asas fortes que o conduzem à Espiritualidade, à verdadeira Felicidade.

A morte não é, portanto, o aniquilamento, a extinção da vida, mas a desagregação do corpo carnal, para que o Espírito volte ao Outro Mundo, donde veio ao se encarnar. Não há morte, no sentido que deram a esta palavra.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-388.gif)  A Vida, que se manifesta em todos os seres, em todas as coisas, não poderia ser, como de fato não é, sobrepujada pela morte. Mesmo nessa eterna sucessão de destruição orgânica e criação orgânica, a que Claude Bernard denominou conflito vital.

A Vida não se deixa vencer, e, até os remanescentes da luta, que parecem destroços vencidos pela morte, apresentam todos os caracteres da vida em sua transformação evolutiva.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-174.gif)  Não há morte para a matéria: há transformação;
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-174.gif)  Não há morte para o Espírito: há também transformação.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-388.gif)  Mas, este guarda a sua prerrogativa unitária, mantém a unidade da vida, transfigurando-se e despojando-se dos elementos de que não mais necessita no novo estado de vida ao qual passou.

O Espiritismo, magnificamente codificado por Allan Kardec, nos veio abrir os vastos horizontes da Vida, demonstrando-nos, com verdadeira precisão, a Imortalidade.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-388.gif)  Os fatos verificados em todos os países, e observados por homens de todas as classes sociais, comparados com os fenômenos ocorridos em tempos idos e relatados na história de todos os povos, provam, perfeitamente, que o homem não termina no túmulo e que, se este, como disse Victor Hugo, é o crepúsculo de uma vida, é também a aurora de outra.

As demonstrações psicofísicas da sobrevivência, como se tem observado, aparecem, hoje, sob todos as aspectos, para que fique claramente elucidado não ser a alma uma coisa vaga, abstrata, mas sim um ser concreto, que possui um organismo físico perfeitamente delimitado.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-388.gif)  Portador de todas as aquisições intelectuais e morais, e dotado dos a tributos necessários às demonstrações da Ciência e da Moral, principais insígnias da civilização e do progresso.

De fato, se tudo tem uma causa a produzir um efeito, qual será a causa produtora desses fenômenos supranormais, cuja força indomável chegou a criar uma ciência, a Metapsíquica, alargando o campo da Biologia, da Física, da História Natural e até da Patologia?

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-388.gif)  Podem, porventura, as forças cegas da Natureza produzir fenômenos inteligentes a ponto de criarem Ciências e Artes, e fazerem, como está acontecendo, verdadeira revolução na Religião e na Moral?

Pode simplesmente a matéria engendrar a inteligência? A ignorância e o caos podem criar a sabedoria e a harmonia a qual sucedeu a Parapsicologia.

▬  Nota da Redação:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-388.gif)  Os aspectos múltiplos das manifestações espíritas, estendendo cada vez mais a variedade dessas provas e multiplicando-as todos os dias, não podem deixar de obedecer a um plano inteligente, que dirige essas manifestações, a seu turno produzidas por Espíritos, que demonstram sua identidade e dizem agir de acordo com ordens superiores que lhes são ministradas.

▬  Nem se pode conceber por outra forma os fenômenos de:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-174.gif)  Levitação,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-174.gif)  Voz direta,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-174.gif)  Fotografia,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-174.gif)  Transporte,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-174.gif)  Materialização,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-174.gif)  Demonstrações físicas objetivas...

... Oriundas de entidades psíquicas que dizem ter vivido na Terra com um corpo carnal, revelando-se como parentes, amigos, conhecidos dos assistentes e apresentando-lhes a sua ficha de identidade.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-388.gif)  Que outras provas poderemos exigir da sobrevivência, da continuação da vida dos seres que nos são caros, se não essas que eles mesmos, à nossa revelia, se lembraram de nos oferecer?

Que outros testemunhos lhes podemos pedir senão que falem, cantem, sorriam, como faziam quando estavam conosco, que usem o mesmo estilo, a mesma voz, o mesmo modo de agir.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-388.gif)  Que, finalmente, se deem a conhecer, reproduzindo suas feições, que nos apareçam mostrando-se vivos como eram, como todos os contornos e delineamentos que nos eram familiares?

As manifestações espíritas, transviadas do seu fim providencial, desnaturadas pelo espírito da fraude e do interesse, guerreadas pelo conservantismo sectário e retrógrado, não têm outro fim senão trazer-nos demonstrações psicofísicas da sobrevivência.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-388.gif)  Todos os fenômenos supranormais do psiquismo, os de natureza anímica e os de natureza espírita, propriamente ditos, têm um único escopo: a demonstração da existência da alma e da sua sobrevivência à morte do corpo.

▬  Essas demonstrações psicofísicas ou psico-intelectuais, como, por exemplo, a manifestação:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-174.gif)  Mediúnica,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-174.gif)  Estranhas ao médium,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-174.gif)  A confecção de desenhos e pinturas...

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-388.gif)  ... Cuja arte está muito acima da capacidade do executor, de mensagens e até de livros, cujo conteúdo é muito superior ao que poderia produzir o intelecto do escritor, todas essas manifestações, em seu conjunto harmonioso, constituem um hino de glória ao Espiritismo, demonstrações patentes, positivas, da imortalidade da alma!




Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 08 de Março de 2016, 21:25


[attachimg=1align=center=width=500]   

(http://38.media.tumblr.com/6365ad8502a9b775c96d8d4194d4ee72/tumblr_inline_mueo6lUGTY1qdlkyg.gif) (http://38.media.tumblr.com/188dea4ae1c1b9a69fd9fd0b2618ef8e/tumblr_inline_mueo6te1bW1qdlkyg.gif) A Inconsciência da Vida no Além
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Morto o corpo, a individualidade sobrevivente é tomada de um estado psíquico original, dependendo muito, esse estado, das crenças do indivíduo, seu modo de agir quando vivia na Terra, sua moralidade, finalmente, seu grau de evolução Espiritual.

No capítulo passado fizemos referências ao estado do espírito após à morte:
▬   Faz-se mister, entretanto, que acrescentemos outras considerações, pois é infinita a variedade de sofrimentos produzidos pela inconsciência da vida Além.

▬   Como dissemos:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Uns custam muito a compreender o seu estado, a sua situação,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Muitos querem crer que não morreram, pois encararam a morte como o fim da existência.
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Mas, sentindo que continuam a existir, percebem que algo ocorreu e sentem-se em grande confusão.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Muitos, sentindo-se culpados e convencidos de já haverem deixado a vida terrena, julgam-se no Purgatório,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Outros consomem largo tempo em busca de um céu imaginário, com que foram acalentados na Terra;
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  E outros, ainda, fustigados pelo remorso de suas más obras, sentem-se abrasados por um fogo terrível, que as dores morais ocasionam...

▬   Julgando-se num inferno candente:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Sem luz,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Sem paz no coração,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Blasfemando contra a própria existência.

▬   A passagem do mundo terreno para o Mundo Espiritual ocasiona tantas dúvidas:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Tantas agonias,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Tão terríveis perturbações aos espíritos não preparados para essas mudanças fatais.
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Irremediáveis, que a maior parte raramente consegue adaptar-se logo à nova fase de vida.

Quantos se acham noutro mundo, uns como que adormecidos, outros delirando, outros continuando em seu viver material, sem compreenderem, o meio em que vivem e a sua situação!

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  É lógico que aqueles que não se prepararam para essa mudança, nem tiveram quem lhes preparasse um lugar para, ao chegarem a esse mundo de luzes, serem recebidos e logo iniciados.

Já aqueles que não quiseram dar ouvidos às vozes espirituais, à Lei de Deus, que a todos mostra a trilha que devemos palmilhar para um bom empreendimento futura, devem passar por acérrimos sofrimentos morais.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Os viciosos,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Os contumazes,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Os que venderam sua alma,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Os que venderam seu coração,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Os que venderam sua inteligência,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Os que excluíram Deus da consciência,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Os que traficaram com as coisas divinas,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Os que enxovalharam e lesaram o próximo.

Sofrem terríveis reprimendas, de acordo sempre com as faltas cometidas; porque a penalidade, não só na Terra, como na Outra Vida, está em proporção às infrações da Lei.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Não há uma só falta que não exija imediata corrigenda, e essa correção começa sempre pelo sofrimento.

Enfim, a perturbação ou o estado de inconsciência dos Espíritos é muito variável; cada um sofre-as de acordo com a sua evolução, a sua constituição psíquica, o papel de responsabilidade social que assumiu na existência terrestre, a sua instrução intelectual, etc.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Entre dois indivíduos, um ignorante e outro letrado, que tenham incorrido na infração da mesma lei, a pena do letrado se agrava, ao passo que a do ignorante, será atenuada. Tudo está em relação com o indivíduo e o crime cometido.

▬   Assim também é a natureza da perturbação, peculiar a cada indivíduo.

Um fato notável tem sido verificado com muitos Espíritos:
▬   O não saberem eles que "morreram" segundo a expressão usual.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Esse fato se verifica com os Espíritos muito materializados e muito materialistas, especialmente com os suicidas.

É uma espécie de condenação a que ficam sujeitos, em virtude da sua teimosia na negação. Enfim, todos esses Espíritos atrasados ficam presos à Terra; caminham aqui e ali; mas as suas vistas abrangem mais a Terra que o mundo Espiritual.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Eles se apinham em torno do globo, presos sempre à pátria e à família, acompanhando todos os movimentos do planeta, como se estivessem encarnados e, muitos deles, sofrem as variações atmosféricas e outras sensações peculiares aos que ainda estão incorporados na matéria.

▬   Quando veem o Mundo Espírita não o compreendem:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Pasmam ao observarem a Vida Espírita,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  O modo porque agem os Espíritos adiantados.

▬   Admiram-se ao atravessarem grandes cidades:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Metrópoles flutuantes,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Casarios transparentes e multicolores,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Majestosos edifícios, cuja luz os ofusca,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Veículos céleres a deslizarem de um a outro ponto,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Jardins aprimorados com flores belas e aromáticas como nunca viram na Terra.

Tudo isso lhes causa estranheza tal e ocasiona-lhes perturbação tão profunda, que preferem, muitas vezes, não prestar atenção senão ao mundo onde deixaram seus corpos e ao qual se acham ligados por afinidades antigas.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  São esses Espíritos que vivem numa ânsia contínua de se comunicar com os homens, não tanto para demonstrarem sua sobrevivência, mas para, se possível, prosseguirem no seu antigo modo de viver.

▬   Eles desenvolveram ao extremo os seus sentidos físicos, e, havendo aniquilado o sentido espiritual, ficam, por isso:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Entre as trevas e a luz,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Entre o mundo da carne e o mundo do espírito...

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Sem poderem prosseguir na sua vida material
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  E sem poderem viver na vida espiritual.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-zodiaki-123.gif)  Até que as preces, as instruções, os bons conselhos os encaminhem à realidade e sejam então iniciados na vida nova, na qual sentirão grande gozo, gozo esse que se tornará, para eles, um incentivo para trabalharem em prol de seu progresso e bem-estar espiritual.





Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 09 de Março de 2016, 15:44


[attachimg=1align=center=width=500]   

(http://38.media.tumblr.com/6365ad8502a9b775c96d8d4194d4ee72/tumblr_inline_mueo6lUGTY1qdlkyg.gif)(http://31.media.tumblr.com/5df8ded9230fa09563895c0c2cb141b9/tumblr_inline_mueo6tVe4d1qdlkyg.gif)  Sala de Reuniões e casas no mundo dos espíritos
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-293.gif)  Já lembramos aos nossos leitores que o Outro Mundo deve ser algo de real, de positivo, pois, não se poderia compreender a Vida sem os acessórios necessários para a sua manifestação.

E também não poderíamos admitir que houvesse um hiato na transição desta para a outra vida, uma transição tão grande que o homem chegasse a perder a noção de si mesmo, ou enlouquecesse com a mudança de estado absolutamente incompatível com a sua evolução, com o seu grau de progresso moral e científico.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-293.gif)  Sobre isso e com o intuito de corroborar as nossas asserções a respeito, julgamos de utilidade transcrever um escrito de Miss Winifred Moyes, inserto num dos números de The Greater World, revista inglesa de grande circulação e ótima orientação.

O artigo traz o título acima e assim explica certos afazeres na outra vida:
▬   "A ideia de salas de reuniões e templos de instrução na vida futura, é muito atrativa a certas pessoas, e, durante o tempo em que esses lugares são necessários aos que aspiram o saber, são encontrados à sua disposição."

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-293.gif)  Entretanto, devemos lembrar que o desejo de "casas" e "salas" de reuniões provém do fato de, durante a vida terrena, termos necessidade de abrigos contra a inclemência do tempo. O nosso clima é responsável por muitos dos nossos costumes e desejos arraigados.

Sabemos que para estudar "aqui" devemos estar salvaguardados de barulho e interrupção. Visualizando a vida futura devemos lembrar que, quando passarmos á condição de Espírito, não teremos as desvantagens que são boa parte das experiências na Terra.



(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-293.gif)  "A alocução de Zodíaco (*) sobre o "Futuro Estado do Ser" atraiu grande interesse, porém alguns leitores, em correspondência, mostram estranhar a ausência de referência a "casas" e "salas de reuniões" para instrução. (*) Nome do Espírito comunicante, que se serviu da Srta W. Moyes, médium de grande força espiritual.

"O simples fato de sentirem eles a sua felicidade aumentada com exposições, discursos e réplicas de coisas terrestres, significa que essas estarão ao seu dispor enquanto tenham utilidade.
 
▬   Casas de convalescentes:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-293.gif)  Muitos Espíritos que voltaram, descreveram suas casas e também outros edifícios vistos.

As casas para convalescentes tornam-se uma necessidade real, como lugares de repouso para os que passaram pela morte e necessitam de "tratamento", pois, frequentemente, as tristezas e provações da vida física deixam a sua impressão no perispírito. Há um outro ponto a considerar.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-293.gif)  Zodíaco explicou muito bem que as coisas almejadas, mas nunca alcançadas na vida terrestre, estarão, na outra vida, ao alcance dos filhos de Deus.

Muitos homens e mulheres desejam um lar todo seu onde possam viver sem interferência de estranhos. Quando ingressarem no Além terão a morada dos seus sonhos.

"Mas, surge a seguinte pergunta:
▬  Quando a mente da Terra for substituída pela mais elevada, a do corpo espiritual, quando a vista limitada da Terra estiver esquecida na alegria da clara visão que então possuírem, serão os seus desejos os mesmos de outrora?
 
Como as coisas terrestres perdem sua atração:
▬   "Vários espíritos, relatando as suas experiências, logo após a morte, descrevem suas condições como sendo as mais altas concepções da beleza e da felicidade."

Entretanto, passado algum tempo, dizem:
▬   "As minhas ideias sobre a beleza e a felicidade, são diferentes agora".

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-293.gif)  Por isso Zodíaco nos previne a respeito da ideia de desejarmos isto ou aquilo na próxima vida, porque a evolução do espírito acarreta a perda do amor das representações glorificadas e das coisas que nos deleitavam nesta vida.



Todos os médiuns que viajaram "através das esferas" falam das maravilhas que viram (*).  Os oceanos, montanhas e florestas excedem a todas as descrições, porque não existem paralelos na Terra. (*) Viagens realizadas em estado de desdobramento.

▬   Ruas de ouro brilhante:
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-293.gif)  "A referência que faz o Evangelista João (Apocalipse, 21) às ruas de ouro puro, tem feito pessoas imaginativas pensar se será mais agradável andar em semelhantes ruas do que sobre a grama macia. Certa vez mostraram-me esse "fenômeno" e então concluí que o efeito era proveniente da "atmosfera".

Tudo estava banhado por um brilho de ouro róseo, que eu atribui ao "poder psíquico". Parecia-me estar sob um poderoso sol, mas o mesmo não queimava minha pele nem ofuscava meus olhos. A temperatura era perfeitamente uniforme e eu estava consciente de uma vitalidade nunca antes experimentada.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-293.gif)  Então houve uma admirável exuberância de flores! Todas as cores pareciam misturadas em "glória" e nunca esquecerei o delicado verde das árvores e campos. Comparativamente, as cores que a Natureza Terrestre nos apresenta pareciam desbotadas e manchadas.

Vi que podia andar sobre prados alcatifados de flores, que variavam de uma polegada a seis pés de altura, sem magoar qualquer delas.

▬   "Olhei para uma floresta e fiquei admirada da capacidade que me fora dada, de ver o cimo da mais alta árvore, como até abaixo da Terra, as suas raízes; também parecia-me tão fácil ver através de uma árvore, como o lado, que estava voltado para mim! Este milagre de "visão" calou fundo em minha mente."

▬   O mar de cor opalina
 
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-293.gif)  O mar no mundo do Além tinha uma beleza impossível de ser descrita. Eu sabia que me viria o desejo de descrevê-lo, quando da minha volta ao corpo físico, e perguntei a meu Espírito-Guia se eu deveria tentar achar uma analogia para comparação.

Na palma de minha mão vi uma enorme opala, a qual, sob a luz, esplendia numa variedade de gloriosos raios multicores; mas, quando olhei para a mesma, concluí que era só uma pálida representação das cores daquele inolvidável mar!

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-293.gif)  Em cada segundo eu aprendia, porém, pela "visão". Aquelas doces palavras do Apóstolo Paulo, que nos são familiares, voltaram á minha mente:
▬   "Os olhos não viram, nem os ouvidos ouviram, nem penetrou no coração dos homens o que Deus preparou para aqueles que o amam".



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 22 de Março de 2016, 00:39

[attachimg=1align=center=width=500]

(http://38.media.tumblr.com/6365ad8502a9b775c96d8d4194d4ee72/tumblr_inline_mueo6lUGTY1qdlkyg.gif) (http://38.media.tumblr.com/8cade3d183639bc1b6486b23bf9ef69e/tumblr_inline_mueo6s1oUT1qdlkyg.gif)  Os Planos do Mundo Espiritual
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  No Outro Mundo, como neste, existem planos de existência, mundos superpostos, uns acima dos outros, constituindo uma espécie de escada de perfeição.

Na Terra, é, também, assim: existe o lugar para o camponês iletrado e para o homem de Ciência. Os índios e selvícolas não poderiam viver em São Paulo ou no Rio de Janeiro.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Tudo no Outro Mundo obedece a uma ordem espiritual bem determinada, sem privilégios, nem exclusões. Desde o primeiro passo, logo a começar da superfície da Terra, até o último, conta-se grande variedade de planos de Vida, ou sejam,

Mundos Espirituais, para usar de uma linguagem mais aproximada à compreensão, porque não existe expressão nos vocabulários comuns para caracterizar a natureza desses mundos, que chamaremos semi materiais ou fluídicos.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Provavelmente, esses planos é que foram simbolizados, na visão de Jacó, por uma escada com inumeráveis degraus que, apoiados na Terra, chegavam ao Céu.

Não pode ser de outro modo. A lei do progresso rege de modo perfeito a evolução anímica. Os Espíritos, revestidos de seu corpo perispiritual, não podem viver num meio que não esteja de acordo com sua vestimenta espiritual, e esta vibra sempre ao ritmo da elevação de cada um, em sabedoria e moralidade.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Uma região isenta, por exemplo, de oxigênio, seria hostil a Espíritos que ainda precisam de oxigênio para viver. Uma região em que não predomina o carbono não poderio ser habitada por Espíritos que necessitam, pela sua condição ainda de inferioridade, de carbono para a manutenção do seu corpo perispiritual.

O indivíduo sentir-se-ia desequilibrado, e a sua condição média tornar-se-ia infeliz, sofredora, insuportável se assim não fosse. Tudo obedece a uma ordem e harmonia admiráveis na criação. Daí a necessidade desses diversos planos, como garantia de vida aos que fazem a sua evolução para um estado melhor.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Os antigos tinham noções destes princípios e acreditavam na existência de muitos céus superpostos, que se compunham de matéria sólida e transparente, formando esferas concêntricas e tendo a Terra por centro.

Esta teogonia fez, dessa escala de céus diversos graus de bem-aventurança: o último deles era o abrigo da suprema felicidade. A opinião comum era a de que havia sete céus; em cada um deles, em sentido ascendente; aumentava a felicidade dos crentes.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Os muçulmanos admitem nove céus. O astrônomo Ptolomeu contava onze, e denominava o último Empíreo, por causa da luz brilhante que ali reinava.

▬  A teologia católica admite três céus:

(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   O primeiro da região do ar e das nuvens;
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   O segundo, o espaço em que giramos astros;
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   E o terceiro, para além deste, é a morada do Altíssimo, a habitação dos que O contemplam face a face.

É conforme esta crença que o Apóstolo Paulo diz que foi arrebatado até o "terceiro céu". Enfim, é crença unânime que, sob uma ou outra denominação, essas esferas superpostas constituem a habitação das almas, o Mundo Espiritual.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Na verdade, seria ilógico e verdadeiro contrassenso julgarmos um vácuo a atmosfera que nos rodeia, o nada dos ignorantes de então. A constituição física e química da atmosfera era ignorada dos povos passados.

Ainda na Idade Média não se tinha do estado gasoso da matéria senão noções rudimentares. Sobre a vida, mesmo, só se sabia que ela se extinguia por falta de ar; mas não se conhecia o mecanismo da combustão e da respiração.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Foi o gênio ilustre de Lavoisier que deu os primeiros passos para a descoberta dos elementos contidos no ar que respiramos.

Foi tão grande a descoberta desse insigne francês, e tão iluminado era o famoso químico, que, em 8 de março de 1794, quando sua cabeça rolou sobre o patíbulo, o ilustre matemático Lagrange, disse:
▬  "Cem anos não serão bastantes para produzir outra cabeça semelhante".

Hoje podemos afirmar muito mais que Lavoisier; sabemos que tudo o que existe no nosso corpo, existe na atmosfera:

(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   No azoto,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   No oxigênio,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   No hidrogênio,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   No ar que respiramos.

▬  Carbono, cujas combinações formam:

(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   A cal,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   O lítio,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   A soda,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   O flúor,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   O ferro,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   O silício,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   O cobre,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   Os ácidos,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   O fósforo,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   O chumbo,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   O enxofre,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   O manganês,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   E o magnésio...

▬  Sabemos mais, que em nossa atmosfera vivem:

(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   Partículas de penas,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   Partículas de penas,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   Inúmeros micróbios
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   Partículas de farinha,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   Flutuam ovos de infusórios,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   Matérias do enxofre e outros sais,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   Matérias que saem da combustão,
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif)   Matérias que se evolam das fábricas...

Só nas costa da Bretanha e da Normandia calcula-se que um hectare de terreno não recebe menos, anualmente, de 14790 quilogramas de matérias sólidas; das quais 37 quilo gramas são de sal marinho.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  Não é preciso estendermo-nos em considerações para provar que o ar é alguma coisa, contém muita coisa; não é o vazio que se apresenta aos nossos olhares acanhados.

O Espiritismo, penetrando fundamente na Ciência, abre brechas ao pensamento, e dá, ao mesmo tempo, razão à crença cega dos povos antigos.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-181.gif)  E que, em sua concepção infantil, proclamavam os céus sobrepostos, cada qual mais adiantado, crença essa que se confirma agora com da dos científicos e as revelações de caráter coletivo que estão sendo feitos e verificados em todos os pontos do globo.

Não há dúvida; existem planos de existência, de vida em mundos superpostos, uns acima dos outros, constituindo, no seu conjunto, uma espécie de escada de perfeição.



Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 20 de Agosto de 2016, 04:15
 

[attachimg=1align=center=width=500]

(http://38.media.tumblr.com/6365ad8502a9b775c96d8d4194d4ee72/tumblr_inline_mueo6lUGTY1qdlkyg.gif)  (http://31.media.tumblr.com/49383f206643fe2cd8baf2baffbd03d0/tumblr_inline_mueo6sUK8k1qdlkyg.gif)  O plano da vida após a morte


(https://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pinkgifthe4-feliz-niver.gif)  O primeiro plano do Mundo Espiritual é bem parecido com o plano em que vivemos, o plano terrestre. Pode-se dizer que o nosso plano de vida aqui, na Terra, é uma cópia materializada do primeiro plano da Vida Espírita.

O que existe na Terra, existe nesse plano do mundo espírita, sendo que ele contém ainda mais alguma coisa do que existe no nosso mundo. Mas é muito mais aperfeiçoado, mais belo, sem comparação; e tudo o que existe, está claro, é formado de matéria contida nesse plano de vida, ou mundo.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pinkgifthe4-feliz-niver.gif)  O termo "mundo", na linguagem Espírita, não exprime somente os planetas, os globos, mas também as camadas que chamamos atmosféricas e que envolvem os planetas, os cometas, as estrelas ou sóis, e outros mundos imperceptíveis mesmo aos astrônomos e aos que se dedicam às coisas espirituais.

Poderíamos chamar esses mundos de mundos aéreos, entretanto reais, pois é neles que vivemos a nossa vida verdadeira.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pinkgifthe4-feliz-niver.gif)  Nos mundos materiais a nossa vida é ligeira, aparente, transitória, sujeita aos cinco sentidos e limitada à personalidade, ao passo que, no Mundo Espírita, não é a personalidade que vive, mas sim a individualidade, com o sentido amplo que abrange o seu passado.

De modo que, como foi dito pelos Espíritos que ditaram ensinos a Allan Kardec, o Mundo Espiritual é um reflexo aperfeiçoado do mundo material. Com efeito, os videntes vêem esse reflexo assim como os poetas e pensadores, debruçados à beira-mar veem em suas águas retratados os astros e as estrelas dos céus.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pinkgifthe4-feliz-niver.gif)  Para os homens na Terra, essa visão não passa de miragem, de reflexo, mas para os habitantes do Mundo Espírita, esse reflexo é tão real, como é real, na Terra, o que o homem vê, observa e executa: as cidades, casas, veículos, etc.. 

Nossas citações são comparativas; fazemos-las assim como um índio que tivesse ido a uma cidade ou a uma metrópole e, de volta, a descrevesse à sua tribo.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pinkgifthe4-feliz-niver.gif)  Acresce, porém, que o Mundo Espírita não limita a sua evolução somente ao reflexo, isto é, não contém só o que contém a Terra, porém muito mais, pois é claro que, sendo ele o "Mundo Normal Primitivo", o que existe na Terra é originário desse mundo.

Todas as novidades, todas as novas descobertas, os melhoramentos que o mundo terreno vai tendo, vêm do Mundo Espiritual e são uma cópia grosseira, materializada, do que existe no Mundo Espiritual.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pinkgifthe4-feliz-niver.gif)  Esse Mundo Espiritual é muito maior do que o mundo material; nem pode haver comparação, senão muito relativa, seja em estrutura, nas belezas da Arte, nas maravilhas da Ciência, na altura da concepção dos seres intelectuais e das coisas, na harmonia, etc.; em tudo ele excede, mas excede muito ao mundo material.

—  Basta dizer que a vida, ali, é isenta:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Do"ganha pão",
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Do "ganha roupa"
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  E do "ganha cobertura".

—  O trabalho é muito mais:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Suave,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Fadigas,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Canseiras,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Independente de suores.

E ainda mesmo esse trabalho, conquanto seja obrigatório, como o é o trabalho na Terra, tem o seu limite para permitir as distrações, o estudo, a formação do intelecto, o progresso do Espírito.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pinkgifthe4-feliz-niver.gif)  Os que se amam constituem-se em famílias, obedecem às leis sociais de respeito mútuo, muito mais ainda do que na Terra.

Entretanto, nesse plano de existência, mormente no momento atual, o bem-estar tem sido terrivelmente perturbado pela ação nefasta de Espíritos maléficos,

—  Que vão deixando a Terra atormentados pelas:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Drogas,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Guerras,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Suicídios,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Epidemias,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Todo tipo de vícios,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  E catástrofes de várias espécies.

No estado ordinário, sem contar as vitimas de guerras e de cataclismos, morrem diariamente, no mundo, cerca de 100 mil pessoas. Devemos acrescentar que esse plano de vida está ainda muito distante da felicidade.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pinkgifthe4-feliz-niver.gif)  E quando dizemos que ele é belo e admirável, fazemos-lo sempre em relação ao mundo material, onde predominam paixões de todos os gêneros e o vil interesse dos bens materiais.

Propositalmente com o intuito de trazer revelação sobre a Vida Espiritual, e para que não a julguem milagrosa, abstrata, é que deliberamos publicar este livro.

—  A vida Além do Túmulo não se cifra:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Num mistério,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Numa abstração,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Num Inferno candente,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Num Purgatório de labaredas,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Num Céu de beatífica e nula contemplação...

—  Lá existem:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Museus,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Largas praças,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Ruas belíssimas,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Grandes avenidas,   
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Cidades flutuantes,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Jardins esplêndidos,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Sonhos de Júlio Verne...

Onde se destacam magníficos edifícios, construções que maravilhariam os maiores arquitetos da Terra, onde cruzam e se multiplicam veículos de que o homem ainda não pode fazer ideia...

(https://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pinkgifthe4-feliz-niver.gif)  Ascensores que conduzem aos planos superiores, e, para determinados fins, os Espíritos inferiores, que, pela sua materialidade, não se podem elevar ao azul do firmamento.

Enfim, lá a vida é tão intensa, o movimento tão acentuado, que confunde os Espíritos menos avisados, como confuso e boquiaberto ficaria o sertanejo que do mundo nada conhecesse a não ser o recanto em que nasceu e fosse transportado para um dos centros principais do mundo terrestre, por exemplo, Londres ou Paris.


(http://www.gifs-animados.net/seta/set60.gif)


Título: Re: Abrindo as Portas do Infinito
Enviado por: Marianna em 20 de Agosto de 2016, 04:18

(https://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pinkgifthe4-feliz-niver.gif)  Esse ar que nos envolve e parece ser o vácuo, o nada, é um mundo de seres e de coisas, que não podem ser percebidos por nós, devido à deficiência da nossa retina, que só percebe a matéria densa, conglomerada.

Os Espíritos, logo que partem da Terra, pela transformação da morte, acostumados às sensações grosseiras e às percepções que lhe são dadas exclusivamente pelos cinco sentidos...

(https://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pinkgifthe4-feliz-niver.gif)  ... Não veem logo as coisas espirituais, não as percebem, e então continuam a utilizar-se desses mesmos sentidos; mas, não tendo mais o corpo carnal que lhes servia de "periscópio", encostam-se às pessoas da Terra que lhes são similares, para, com o auxílio destes intermediários, satisfazerem seus desejos materiais, pelos sentidos psíquicos.

—  Com razão, pois, se diz, que ao lado:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  De cada pessoa,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  De cada homem, 
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Existem muitos Espíritos.

—  E esse fato tem sido verificado pelos médiuns videntes, que os enxergam até mesmo, tomando parte nos nossos negócios, viagens, diversões.
 
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Carros,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Carroças,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Pelas ruas,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Pelas casas,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Pelas praças,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Nos automóveis,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Estradas de ferro,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Andam milhares de Espíritos.

—  Em toda parte eles são encontrados:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Nos jantares, 
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Nos teatros,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Nas igrejas,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Nos bailes.

Esses Espíritos, de condição inferior, são os designados com o nome de familiares, na Doutrina Espírita. Não queremos dizer, com isto, que todos os familiares sejam ruins, atrasados e sofredores; há os em diversas escalas de bondade e de sabedoria, como existem na Terra pessoas de todas as categorias.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pinkgifthe4-feliz-niver.gif)  Alguns são missionários, que poderiam estar num plano superior, mas preferem auxiliar parentes e amigos que aqui deixaram.

—  Outra multidão de missionários vive em nossa atmosfera, guiando os Espíritos atrasados, protegendo e auxiliando os homens de boa vontade:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Iniciam na vida espiritual os que para lá se passam;
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Preparam para uns para novas encarnações;
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Exilam outros para mundos inferiores;
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Ou para outros planetas.

Esses casos são muito comuns no Mundo Espírita; é o que aqui na Terra chamamos "lei da deportação". Quando o indivíduo é perigoso, obstinado criminoso contumaz, irredutível, os governos da Terra, encerram-no num presídio.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pinkgifthe4-feliz-niver.gif)  Ou deportam-no para outra nação; no Mundo Espírita, em semelhantes condições, enviam o Espírito, ou para um presídio, onde receba instrução e fique preso,

Ou para outro Planeta mais atrasado, com a dupla vantagem de que, ele levará aos habitantes dessas outras Terras alguma novidade que aprendeu, ao mesmo tempo que, aguilhoado pelo sofrimento, regenera-se e efetua o seu progresso.

—  No Mundo Espiritual há o princípio de autoridade, e disso temos muitas provas, seja pela cura de obsessões, seja na cura de moléstias, dadas pela Ciência como incuráveis e que não são mais que a ação de:

(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Odientos,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Invejosos,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Ciumentos,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Rancorosos,
(http://cdn.thisisbigbrother.com/smilies/love.gif)  Espíritos maléficos...

...Cuja ação cessa quando eles são chamados à ordem e cedem ao principio de autoridade.

Contudo, não é demais repetir que, no momento atual, também o Mundo Espírita passa por grande crise, cujo reflexo se vê na Terra.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pinkgifthe4-feliz-niver.gif)  Mas a crise não é definitiva: é sempre um tempo curto de revoluções, que tem um fim; esperamos que muito breve a crise do mundo material seja superada, para que mais depressa seja abafada a crise no Mundo Espírita, pois recíproca é a ação de um mundo sobre o outro.

A deportação, para outros planetas, de um verdadeiro Império de Perturbadores, que há séculos vem aniquilando e avassalando tanto o mundo Terra quanto o Mundo Espírita, dará fim a essa crise.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pinkgifthe4-feliz-niver.gif)  E é por esse motivo que vós, espíritas, não podeis ainda consolidar as vossas mais altas aspirações, cumprindo com alegria as provas que, por Deus, vos foram impostas; e ao mesmo tempo vos é difícil manter íntima relação com os Espíritos que vos auxiliam.

Os efeitos dessa crise também concorrem para os insucessos de muitas curas e a ineficácia das preces que fazeis, bem como prejudicam experiências probativas da Imortalidade.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pinkgifthe4-feliz-niver.gif)  Mas tudo passará breve e as duas Humanidades, ligadas por um mesmo Ideal, marcharão apressadamente para tornarem o Mundo Terreno uma habitação superior.

Ao menos bem confortável, e o Mundo Espírita, um Paraíso para o descanso e úteis diversões, ao mesmo tempo, uma Escola de Progresso, a oferecer aos que deixarem a Terra novas oportunidades.

(https://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pinkgifthe4-feliz-niver.gif)  Tudo vai ser reformado, tudo vai ser remodelado para o Império do Bem e do Belo, porque o Reinado do Cristo Jesus se avizinha e se proclama em todo o mundo e no Espaço.