Forum Espirita

GERAL => Outros Temas => Tópico iniciado por: CamilaSk em 07 de Fevereiro de 2011, 01:05

Título: Desdobramento - dúvida
Enviado por: CamilaSk em 07 de Fevereiro de 2011, 01:05
Olá!
Tenho desdobramento involuntariamente no sono e quando acordo não consigo me mexer apesar de ver e ouvir a minha volta (mesmo de olhos fechados). Quando acontece tenho muito sono, praticamente incontrolável, não consigo abrir os olhos de tão pesados que ficam e ao acordar me sinto extremamente cansada e com o corpo muito pesado. Já cheguei a passar até dois dias na cama sem praticamente conseguir me levantar  e dormindo muito, por várias vezes acordando sem conseguir me mexer. Estou aguardando a próxima turma de um curso de médiuns de onde frequento para aprender a lidar com isso, mas enquanto isso não acontece, alguém pode me explicar porque tenho tanto sono assim e como posso saber se estou acompanhada de meu mentor neste epísódios já que apenas 1 vez me lembrei do q ocorreu durante o sono? Ao não conseguir me mexer, o que eh uma sensação muito ruim, normalmente começo a orar o em alguns minutos volto a conseguir e acordo de fato ou adormeço novamente. Há alguma forma de atenuar essa sensação de que não gosto?
Título: Desdobramento - dúvida
Enviado por: EmmanuelM em 07 de Fevereiro de 2011, 01:56
Cara Irma,

O que vc descreve, já aconteceu comigo alguns vezes, mais nunca liguei isto a Minha mediunidade, pois sempre achei ser um fenômeno normal, apesar de ser bem desconfortável. Certa vez disse a um psiquiatra que tinha isso desde minha infância e ele falou-me que isto tratava-se de ansiedade, passei um bom tempo sem ter, mais a poucos dias voltou a acontecer, estou desenvolvendo a mediunidade a cerca de 30 dias no centro que freqüento, e estes episódios de estar no corpo e nao conseguir acordar do acontece quando tenho um sono muito leve, intranqüilo, acredito que tenha realmente a ver com o cérebro mesmo, mais vou acompanhar o tópico para saber se realmente pode ter relação com o mediunismo! Mais de ante mão, quando acontecer, ao acordar de fato peça ao Pai que te proteja sempre! Muita luz!
Título: Re: Desdobramento - dúvida
Enviado por: tsvale em 07 de Fevereiro de 2011, 20:27
Interessante esse seu depoimento, pois minhas duas
 filhas me descreveram tal situação
acontecendo com elas.
luz e força a todos
Título: Re: Desdobramento - dúvida
Enviado por: hcancela em 07 de Fevereiro de 2011, 21:18
Olá amigos(as)


Camila amiga antes de tudo, porque não consultar um Psico terapeuta?

Creio que será esse o caminho mais acertado neste momento. Um Médico? Talvez! porque não.

Sabe amiga não digo isto por maldade ,não; mas porque sei que é muito fácil sermos enganados, fruto do nosso ser excitar-se com muita facilidade. Por vezes o corre corre diário leva-nos a entrar em depressão sem repararmos, outras o cansaço que não é aparente, outras ainda o sono que não é regular ou desequilibrado.

Por tudo isto , aliado á não conhecer pessoalmente, é que me leva a dizer que uma boa consulta Médica irá ajudá-la.

Saudações fraternas
Título: Re: Desdobramento - dúvida
Enviado por: CamilaSk em 07 de Fevereiro de 2011, 21:40
Grata pelas respostas até o momento, porém não procurarei médico pois sei a origem do ocorrido e sei que não é física. Estou bem de saúde. Apenas gostaria de informações um pouco mais aprofundadas de quem hjá tenha tal conhecimento que não adquiri por não ter iniciado ainda meu curso de médiuns. (A fim de esclarecimentos sobre mim mesma, sou kardecista desde criança e já frequentei muitos cursos, inclusive todos os básicos e de passes, no aguardo do de médiuns por ser o que me interessa e tem mais a ver comigo no momento).
Obrigada e no aguardo.
Título: Re: Desdobramento - dúvida
Enviado por: avopc em 07 de Fevereiro de 2011, 22:45
ja tive isso
Título: Re: Desdobramento - dúvida
Enviado por: milsoliva em 08 de Fevereiro de 2011, 00:13
oi pessoal.CamilaSK e EmmanulM só para esclarecer:não è espiritsmo kardecista e so espiritimo,emma;vc não está desenvolvendo sua mediunidade e sim treinando ok?todos somos mais ou menos médiuns[Allan Kardec].
                paz
Título: Re: Desdobramento - dúvida
Enviado por: CamilaSk em 08 de Fevereiro de 2011, 12:08
na verdade eh kardecismo sim pois desde criança frequento centro kardecista, fazendo seus cursos, realizando reforma íntima (ou pelo menos tentando) e seguindo sua filosofia na qual acredito.. sei q o fórum eh de espiritismo porém eu sou espírita kardecista..
Título: Re: Desdobramento - dúvida
Enviado por: phabioasilva em 08 de Fevereiro de 2011, 12:33
Citar
I – ESPIRITISMO E ESPIRITUALISMO
Para as coisas novas necessitamos de palavras novas, pois assim o exige a clareza de linguagem, para evitarmos a confusão inerente aos múltiplos sentidos dos próprios vocábulos. As palavras espiritual, espiritualista, espiritualismo têm uma significação bem definida; dar-lhes outra, para aplicá-las à Doutrina dos Espíritos, seria multiplicar as causas já tão numerosas de anfibologia. Com efeito, o espiritualismo é o oposto do materialismo; quem quer que acredite haver em si mesmo alguma coisa além da matéria é espiritualista; mas não se segue daí
que creia na existência dos Espíritos ou em suas comunicações com o mundo visível.
Em lugar das palavras espiritual e espiritualismo empregaremos, para designar esta última crença, as palavras espírita e espiritismo, nas quais a forma lembra a origem e o sentido radical e que por isso mesmo têm a vantagem de ser perfeitamente inteligíveis, deixando para espiritualismo a sua significação própria. Diremos, portanto, que a Doutrina Espírita ou o Espiritismo tem por princípio as relações do mundo material com os Espíritos ou seres do mundo invisível. Os adeptos do Espiritismo serão os espíritas, ou, se o quiserem, os espiritistas.
Como especialidade o Livro dos Espíritos contém a Doutrina Espírita; como generalidade liga-se ao Espiritualismo, do qual representa uma das fases. Essa a razão porque traz sobre o título as palavras: Filosofia Espiritualista."
O Livro dos Espíritos - Introdução ao Estudo da Doutrina Espírita

Logo, CamilaSk, nossa amiga milsoliva está correta.
Ou um centro é espirita ou espiritualista. E só.

Abraços
Fábio
Título: Re: Desdobramento - dúvida
Enviado por: Mourarego em 08 de Fevereiro de 2011, 13:35
Camilinha, deixa que te explique sobre os vocábulos kardecista e kardecismo.
ambos são criações de pessoas que não querem seguir a doutrina. são muito conhecidos sim, mas estão totalmente em desacordo com oque kardec falou.
Kardec logo a começo do LE diz: "Chama-se Espíritas ou Espiritistas os que seguem a doutrina Espírita.
Esta doutrina tem o nome de Espiritismo.
Ora, por que não kardecismo? simples, Porque kardec nada criou. Não inventou a doutrina, que é emanação de Deus, logo não pode ter a si acostado um título que não lhe pode pertencer.
Kardecismo só seria correto se kardec  tivesse inventado ou criado a doutrina.
Um CE é Espírita não kardecista, pela mesma razão.
CE quer dizer, Centro Espírita, notou?
abraços,
Moura
Título: Re: Desdobramento - dúvida
Enviado por: Mourarego em 08 de Fevereiro de 2011, 13:41
sobre desdobramento: O termo também é errado segundo a doutrina.
Há mesmo um capítulo que trata do tema e que se chama "Emancipação da Alma".
Isso tudo tem um fim didático mesmo.
Emancipar quer dizer que a alma se desprende, fica mais livre, ou seja, entra num estado de maior liberdade.
Já desdobrar infere uma idéia de que a rigor o Espírito esteja dobrado, o que não é crível.
como o Espírito também em nada se parece com um celular flip, não pode se dobrar e desdobrar.
Um Espírito pode se desdobrar? sim, quando este Espírito executa missões diferentes, mas ai, o termo toma outra visão, que não a de simplesmente dobrar e desdobrar. Este desdobramento que o Espírito executa, só é inteligível, quando ele executa variadas coisas ao mesmo tempo.abração,
Moura
Título: Re: Desdobramento - dúvida
Enviado por: Victor Passos em 08 de Fevereiro de 2011, 15:03
Ola muita paz e harmonia
Bons Amigos

Perispírito e Desdobramento

Embora, durante a vida, o Espírito seja fixado ao corpo pelo perispírito, não é tão escravo, que não possa alongar sua corrente e se transportar ao longe, seja sobre a terra, seja sobre qualquer outro ponto do espaço. (Allan Kardec , A Gênese, Cap. XIV, It 23).

Gabriel Delanne, em “O Espiritismo perante a Ciência”, conclui: A melhor prova de existência do perispírito é mostrar que o homem pode desdobrar-se em certas circunstâncias.
Desdobramento

É o nome que se dá o fenômeno de exteriorização do corpo espiritual ou perispírito.

O perispírito ainda ligado ao corpo, distancia-se do mesmo, fazendo agora parte do mundo espiritual, ainda que esteja ligado ao corpo por fios fluídicos. Fenômenos estes, naturais que repousam sobre as propriedades do perispírito, sua capacidade de exteriorizar-se, irradiar-se, sobre suas propriedades depois da morte que se aplicam ao perispírito dos vivos (encarnados).

Os laços que unem o perispírito ao corpo temporal, afrouxam-se por assim dizer, facultando ao espírito manter-se em relativa distancia, porém, não desligado de seu corpo. E esta ligação, permite ao espírito tomar conhecimento do que se passa com o seu corpo e retornar instantaneamente se algo acontecer. O corpo por sua vez, fica com suas funções reduzidas, pois dele foram distanciados os fluidos perispirituais, permanecendo somente o necessário para sua manutenção. Este estado em que fica o corpo no momento do desdobramento, também depende do grau de desdobramento que aconteça.

Os desdobramentos podem ser:

a) conscientes : Este, caracteriza-se pela lembrança exata do ocorrido, quando ao retornar ao corpo o ser recorda-se dos fatos e atividades por ele desempenhadas no ato do desdobramento. O sujeito é capaz de ver o seu “Duplo”, bem próximo, ou seja, de ver a ele mesmo no momento exato em que se inicia o desdobramento. Facilmente nestes casos, sente-se levantando geralmente a cabeça primeiramente e o restante do corpo, depois. Alguns flutuam e vêem o corpo carnal abaixo deitado, outros vêem-se ao lado dos corpos, todavia esta recordação é bastante profunda e a consciência e altamente límpida neste instante. Existe uma ligação ainda profunda dos fluidos perispirituais entre o corpo e o perispírito, facilitando assim, as recordações pós-desdobramento.

b) inconscientes: Ao retornar o ser de nada recorda-se. Temos que nos lembrar que na maioria das vezes a atividade que desempenha o ser no momento desdobrado, fica como experiências para o próprio ser como espírito, sendo lembrado em alguns momentos para o despertar de algumas dificuldades e vêem como intuições, idéias.

Os fluidos perispirituais são neste caso bem mais tênues e a dificuldade de recordação imediata fica um pouco mais árdua, todavia as informações e as experiências ficam armazenadas na memória perispiritual, vindo a tona futuramente.

Em realidade a palavra inconsciente, é colocada por deficiência de linguagem, pois, inconsciência não existe, tendo em vista o despertar do espírito, levando consigo todas as experiências efetivadas pelo mesmo, então colocamos a palavra inconsciente aqui, é somente para atestarmos a temporária inconsciência do ser enquanto encarnado.

c) voluntários: Se a própria pessoa promove este distanciamento. Analisemos algo bastante singular, nem todos os desdobramentos voluntários há consciência, pois como dissemos acima poderão haver algumas lembranças do ocorrido, existem ainda muitas dificuldades, no momento em que o espírito através de seu perispírito aproxima-se novamente de seu corpo, pela densidade ainda dos órgãos cerebrais é possível haver bloqueio dessas experiências. É necessário salientar que o ser encarnado na terra, ainda se encontra distante de controlar todos os seus potenciais, e por isso também há este esquecimento. Haja vista, algumas pessoas até provocarem o desdobramento e no momento de consciência terem medo e retornarem ao corpo apressadamente, dificultando ainda mais a recordação.

Os desdobramentos podem também ocorrer nos momentos de reflexões, onde nos encontramos analisando profundamente nossos atos e cuja atividade nos propicia encontrar com seres que nos querem orientar para o bem, parte de nosso perispírito expande-se e vai captar as experiências e orientações devidas.

d) provocados: Através de processos hipnóticos e magnéticos, agentes desencarnados ou até mesmo encarnados podem propiciar o desdobramento do ser encarnado. Os bons Espíritos podem provocar o desdobramento ou auxiliá-los sempre com finalidades superiores. Mas espíritos obsessores também podem provocá-los para produzir efeitos malefícios. Afinizando-se com as deficiências morais dos desencarnados, propiciamos assim, uma maior facilidade para que os espíritos mal-feitores possam provocar o desligamento do corpo físico atraindo o ser encarnado para suas experiências fora do corpo. A lei que exerce esta dependência é a de afinidade.

e) emancipação Letárgica: Decorre da emancipação parcial do espírito, podendo ser causada por fatores físicos ou espirituais. Neste caso o corpo perde temporariamente a sensibilidade e o movimento, a pessoa nada sente, pois os fluidos perispiríticos estão muito tênues em relação a ligação com o corpo. O ser não vê o mundo exterior com os olhos físicos, torna-se por alguns instantes incapaz da vida consciente. Apesar da vitalidade do corpo continuar executando-se.

Há flacidez geral dos membros. Se suspendermos um braço, ele ao ser solto cairá.

e) emancipação Cataléptica: Como acima, também resulta da emancipação parcial do espírito. Nela, existe a perda momentânea da sensibilidade, como na letargia, todavia existe uma rigidez dos membros. A inteligência pode se manifestar nestes casos. Difere da letárgica, por não envolver o corpo todo, podendo ser localizado numa parte do corpo, onde for menor o envolvimento dos fluidos perispirituais.

Muita paz e harmonia

Victor Passos
Título: Re: Desdobramento - dúvida
Enviado por: hcancela em 08 de Fevereiro de 2011, 19:41
na verdade eh kardecismo sim pois desde criança frequento centro kardecista, fazendo seus cursos, realizando reforma íntima (ou pelo menos tentando) e seguindo sua filosofia na qual acredito.. sei q o fórum eh de espiritismo porém eu sou espírita kardecista..
Olá amiga

Kardecista não existe em lado algum, mesmo que alguns o queiram chamar assim.

Existe Espiritismo e só assim se chama, e ela foi codificada por Allan Kardec.

Só poderia chamar-se de Kardecista se Kardec a tivesse feito ou inventado, e não foi isso que se passou, como atrás referi.

Nota : Amiga se pegar no Livro dos Espiritos está lá tudo. Eu não inventei nada.

Abraços Fraternos
Título: Re: Desdobramento - dúvida
Enviado por: Blue soft em 08 de Fevereiro de 2011, 20:19
Olá!
Tenho desdobramento involuntariamente no sono e quando acordo não consigo me mexer apesar de ver e ouvir a minha volta (mesmo de olhos fechados). Quando acontece tenho muito sono, praticamente incontrolável, não consigo abrir os olhos de tão pesados que ficam e ao acordar me sinto extremamente cansada e com o corpo muito pesado. Já cheguei a passar até dois dias na cama sem praticamente conseguir me levantar  e dormindo muito, por várias vezes acordando sem conseguir me mexer. Estou aguardando a próxima turma de um curso de médiuns de onde frequento para aprender a lidar com isso, mas enquanto isso não acontece, alguém pode me explicar porque tenho tanto sono assim e como posso saber se estou acompanhada de meu mentor neste epísódios já que apenas 1 vez me lembrei do q ocorreu durante o sono? Ao não conseguir me mexer, o que eh uma sensação muito ruim, normalmente começo a orar o em alguns minutos volto a conseguir e acordo de fato ou adormeço novamente. Há alguma forma de atenuar essa sensação de que não gosto?

                  Camila querida,
não tenha pressa em se auto intitular médium com este
ou aquele atributo.
                  Espere, pois Kardece nos diz que só estando
participando das reuniões  práticas é que podemos saber
realmente o que nos acontece.
                 Olha, Camila, nenhum dos moderadores que a
atenderam tiveram vontade de te rebaixar ou a chamar de
doente.
                 Contudo é conveniente, antes de entrar para
qualquer coisa no âmbito da mediunidade fazer exames
gerais para tirar qualquer tipo de dúvida, ainda que nos
sintamos bem.
                 Porque, hoje, talvez, pela nossa própria carência
(isto generalizando, não falndo só para você) resolvemos
que assim que conhecemos o Espiritismo, somos médiuns,
às vezes, por sentirmos um arrepio na ponta do dedo do pé,
mas pode ser apenas um fio de vento suave que passou pela
fresta da porta.
             Então, se você puder estudar mais e mais, facilitará,
se a tiver a faculdade mediúnica, porque, com estudo e conhecimento
tudo caminha mais tranquilamente nas suas escolhas e te
digo uma coisa, para mediunidade, não adianta apenas ler o
Livro dos Médiuns, tem de estudar profundamente todas as obras.

                     Que Jesus a conduza neste caminho.


                                  Abraços Fraternos,

                                        Blue Soft

P.S. Seja bem-vinda a este Fórum Espírita
Título: Re: Desdobramento - dúvida
Enviado por: CamilaSk em 08 de Fevereiro de 2011, 23:07
O grande problema é que se prendem a palavras e correções e não respodem nada do que foi realmente questionado.. não vim perguntar sobre opiniões pessoais ou conceitos de um ou de outro, apenas se alguém tem algum conhecimento a mais (mais do que o que consta na internet, pois estes já encontrei) que possa me acrescentar em algo. Caso não tenha nada a acrescentar relativo à pergunta feita, não é necessário se dar ao trabalho de responder, simplesmente passe a outra pergunta onde vá realmente ajudar a quem precisa..
Só pra facilitar, o que contém nos livros ESE, Livro dos Médius, Estudando a Mediunindade, Manual Prático do espírita, Livro dos Espíritos e demais livros de estudo usados em centros espíritas, já efetuei a leitura.
Título: Re: Desdobramento - dúvida
Enviado por: Hebe M C em 08 de Fevereiro de 2011, 23:20
Oi Camila,

O Vitor deu uma boa explicação sobre desdobramento.

Mais acredito que não se possa falar.
Como a Blue sugeriu faça uma consulta médica além de ir ao Centro e estudar a DE como disse que já faz.
Um abço
Hebe
Título: Re: Desdobramento - dúvida
Enviado por: Victor Passos em 09 de Fevereiro de 2011, 00:01
Ola muita paz e harmonia

Amiga Camila

 
Citar
alguém pode me explicar porque tenho tanto sono assim e como posso saber se estou acompanhada de meu mentor neste epísódios já que apenas 1 vez me lembrei do q ocorreu durante o sono? Ao não conseguir me mexer, o que eh uma sensação muito ruim, normalmente começo a orar o em alguns minutos volto a conseguir e acordo de fato ou adormeço novamente. Há alguma forma de atenuar essa sensação de que não gosto?


   Amiga Camila, antes de tentar dar outra opinião, quero dizer-lhe que pela resposta que acabou de dar à pouco, a causa está em si mesma.
    Amiga, nós por vezes queremos fazer muito e acabamos por não conseguir livrar-nos da teia a que nos propusemos por incuria nos nossos atos e pensamentos.

   O seu mentor não, o minimo seria seu guia, no entanto se esse estado para si é desequilibrador, então é sinal que tem de mudar a sua postura dirante a vigilia, oiu seja de dia, tem que procurar uma conduta de bem, não procurar resolver os problemas dos outros, porque senão em vez de resolver o dos outros está é a levar com todos em cima, tudo por afinidade.
   Pela prefusão da sua resposta no outr topico se verifica que algo tem de mudar em si,,então aconselho, a fazer oração antes de deitar  e durante o dia procurar ter uma postura de amor pelo proximo e por si mesma...Sabe que em tudo que participe, terá influenciação, pois todos sofremos a influencia durante 24 horas dos espiritos, nos atos e pensamentos, por isso com mediunidade aflorada, é necessario disciplina,oração e vigilancia..

Muita paz e harmonia

Victor Passos
Título: Re: Desdobramento - dúvida
Enviado por: Mourarego em 09 de Fevereiro de 2011, 13:03
Correções, Camila.
1. Não é livro dos médius mas sim Médiuns.
2. Os livros Estudando a Mediunindade, Manual Prático do espírita, não fazem parte vda doutrina logo não são livros de estudo. Não da doutrina.
Amiga Camila, todos os que lhe responderam corrigindo mesmo as palavras o fizeram com intuito de não a deixarem a repetir bobagens que ignorantes na doutrina.
A forma como você se dirigiu a eles foi além de injusta, errada segundo os priuncípios de educação e temperança que se deva ter num ambiente como o deste Fórum.
Um princípio básico é aquele que ensina que "quem pergunta deve estar preparado para assimilar as respostas, mesmo que delas não goste".
todas as que lhe foram dadas estão corretas, mas, se a amiga preferir pode ficar com as suas dúvidas.
Lembro-me que lhe disseram, procure no Livro dos Espíritos, e agora vejo que a amiga apenas o leu, ora, ler não é o mesmo que estudar, e se a amiga o tivesse estudado por certo não estaria com esse tipo de dúvidas.
Não há desdobramentos, mas sim emancipação da alma, Ela não é involuntária pois consiste numa das ações que o Espírito a comete todos os dias e muitas vezes num mesmo dia.
Esta a explicação.
Moura