Forum Espirita

CONVÍVIO => Off-topic => Convívio => Tópico iniciado por: Cláudio Zadorosny em 16 de Maio de 2016, 14:32

Título: Debate: A livraria espírita deve ter só livros espíritas?
Enviado por: Cláudio Zadorosny em 16 de Maio de 2016, 14:32
Hoje em dia não se vê mais publicações abertas que contenham ataques e refutações diretas contra o Espiritismo, ou se elas existem, pelo menos não chegam a ter o nível de circulação e divulgação que talvez tenham tido outrora.

Entretanto, há uma certa discussão sobre a questão de se admitir livros não Espíritas em livrarias Espíritas. De um lado, existe a questão de se disponibilizar tudo e as pessoas que comprarem, que comparem e vejam o que é condizente com a Doutrina, e o que lhes pode proporcionar um crescimento, um aprendizado útil, etc. De outro, existe o argumento de que elas só devem fornecer livros condizentes com o Espiritismo, que não contenham erros doutrinários, a fim de que alguém que não conhece do assunto ou ainda não esteja em condições de avaliar o conteúdo ache que aquilo, que foge aos princípios e mesmo contradiz a doutrina, é Espiritismo.


Ao lado do primeiro, tem-se o fato de expor de tudo e permitir a livre análise por parte das pessoas. Já em relação ao segundo, a questão de nem todos serem criteriosos ou ter estudado o suficiente para separar o que é do que não é Doutrina Espírita, o que faz sentido do que não faz.

De todo modo, o que ressalta é a necessidade do estudo, para evitar aceitar-se qualquer coisa e divulgar um erro como se verdade fosse. Não há orador nem escritor que não possa e não deva ser avaliado em suas palestras ou em seus escritos.

E vocês, o que acham?
Título: Re: Debate: A livraria espírita deve ter só livros espíritas?
Enviado por: Antonio Renato em 18 de Maio de 2016, 19:20
Meu nobre(nobre na alma)irmão Claudio. Muito interessante essa sua análise contida no
texto, no que diz respeito se é ou não válido acreditar que todas as obras expostas em
livraria são de cunho espirita, e que essa deva ser destinada a obras dessa natureza. Veja
bem. Nem todas às obras dessa natureza servem como orientação para quem deseja se
aprofundar no conhecimento da Doutrina Espirita,salvo às obras básicas da codificação,
para serem válidas para esse fim elas devem passar pelo CUEE(Controle Universal dos
Ensinos Espiritas). A FEB, tem uma responsabilidade muito grande perante a comunidade
espirita e as suas afiliadas, às obras editadas por ela, passam por esse controle antes de
serem lançadas. Há muitos livros de natureza espiritualista, muitas delas apresentadas
por escritores que se colocam como espiritas e que tal obra tenha sido orientada por tal
espírito, essas obras servem apenas como leitura sobre um acontecimento do espírito e
seu mundo e não para orientação doutrinária. Quanto a questão inicial  em que se baseia
o texto, sou favorável sim, desde que essa livraria especializada, apresentem os livros de
uma forma orientada para aqueles que a procuram, tipo assim: Obras psicografadas,obras
básicas,ensaios e palestras de espirita tal, etc...
Título: Re: Debate: A livraria espírita deve ter só livros espíritas?
Enviado por: lconforjr em 18 de Maio de 2016, 20:02
Não devemos esquecer que a própria doutrina sabiamente recomenda que, para entendê-la melhor, devemos estudar outras doutrinas religiosas, que as comparemos com a nossa e até mesmo, se for o caso, que adotemos uma outra se essa outra mais se harmonizar com o que está em nosso íntimo!
...........
Título: Re: Debate: A livraria espírita deve ter só livros espíritas?
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 18 de Maio de 2016, 20:07
Concordo com o que o Amigo Antonio disse
e disse muito bem sobre as especificações

Mas será que o amigo não quis dizer
Livraria da Casa Espírita
ao invés de
Livraria espírita?

Título: Re: Debate: A livraria espírita deve ter só livros espíritas?
Enviado por: Antonio Renato em 19 de Maio de 2016, 01:05
Meu irmão Moisés, no caso sim, porque na verdade não existe uma livraria especializada
em livros dessa natureza fora das casas espiritas, mas em resposta ao nosso irmão
Claudio em seu texto, respondi dessa forma. No entanto seria interessante ter uma livraria 
especializada em livros Espiritualistas de todas as correntes Doutrinárias, isso para que
viesse satisfazer a todos que buscam conhecimentos sobre a ligação existente entre o
mundo material e o mundo espiritual. Esta parte é apenas sugestiva.
Título: Re: Debate: A livraria espírita deve ter só livros espíritas?
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 19 de Maio de 2016, 02:23
Não devemos esquecer que a própria doutrina sabiamente recomenda que, para entendê-la melhor, devemos estudar outras doutrinas religiosas, que as comparemos com a nossa e até mesmo, se for o caso, que adotemos uma outra se essa outra mais se harmonizar com o que está em nosso íntimo!
...........

Creio que não é bem assim esta frase
A doutrina coaduna-se com a moral do Cristo
e creio que muitas vezes devemos policiar ao extremo o nosso intimo

Jesus disse que é lá
que se perpetra os crimes, a corrupção e os enganos
Título: Re: Debate: A livraria espírita deve ter só livros espíritas?
Enviado por: Cláudio Zadorosny em 15 de Junho de 2016, 21:47
Desculpem o atraso de 1 mês. Não sabia que o tópico havia sido aprovado.

Só para esclarecer uma dúvida que ocorreu nas respostas, eu conheço livrarias espíritas que não ficam nas Casas Espíritas.

Abraços
Título: Re: Debate: A livraria espírita deve ter só livros espíritas?
Enviado por: lconforjr em 16 de Junho de 2016, 16:45
Re: Debate: A livraria espírita deve ter só livros espíritas?

      Ref resp #5 em: 19 de Maio de 2016, 02:23, de Moisés

      É claro que a frase que está na codificação não é bem assim, pois isto não é cópia do que está lá; mas o sentido é exatamente esse como poderão ver todos que lerem o cap 3, item 35, do LM.

      Esse é um sábio conselho que a doutrina nos dá mas que, infelizmente, muitos não seguem; recomenda que para estudarmos e compreendermos nossas crenças ou doutrinas temos de, obrigatoriamente, abrir nossos olhos, não os termos somente focados naquilo em que cremos, mas abandonar os antolhos e olharmos para os lados. Assim, está lá, no LM:

          "... os que desejam conhecer completamente uma ciência (religião, doutrina, crença) devem ler necessariamente tudo o que foi escrito a respeito, ou pelo menos o principal, não se limitando a um único autor. Devem mesmo ler os prós e os contras, as críticas e as apologias iniciar-se nos diferentes sistemas a fim de poder julgar pela comparação. Cabe ao leitor separar o bom do mau, o verdadeiro do falso".
 
          Aí está um sábio conselho que poucos seguem. Igual conselho deu o sábio apóstolo Paulo: “Estudai de tudo e guardai o que for bom”

         Em geral, as pessoas se prendem àquela crença que conhecem e que julgam correta e não se interessam em conhecer outras. Vejam a necessidade de estudar, olhar noutras direções e mesmo  "comparar"; somos nós  q vamos decidir qual doutrina seguir, ou mesmo se devemos seguir alguma, porque a crença/religião é questão de foro íntimo, pessoal, de acordo com aquilo que compreendemos e pode ser muito diferente do que aquilo que está escrito, por quem quer que seja, daquilo que ouvimos etc.     

         Sem dúvida, isso é que todos devíamos fazer mas, infelizmente, não é o que acontece e, assim, muitos  podem estar deixando de conhecer coisas de muita importância para o crescimento em direção ao aperfeiçoamento espiritual.
.................


...............
Título: Re: Debate: A livraria espírita deve ter só livros espíritas?
Enviado por: Rosa Luiza Baldon em 11 de Julho de 2016, 17:12
Não devemos esquecer que a própria doutrina sabiamente recomenda que, para entendê-la melhor, devemos estudar outras doutrinas religiosas, que as comparemos com a nossa e até mesmo, se for o caso, que adotemos uma outra se essa outra mais se harmonizar com o que está em nosso íntimo!
...........

Concordo com esse comentário. Na minha opinião, não há problema em uma livraria espírita vender livros espiritualistas, ou seja, fora do espiritismo. Só acho que deve haver algum tipo de orientação... para as pessoas saberem quais são as obras espíritas e quais são espiritualistas. Temos a liberdade de acreditar ou não, mas devemos respeitar outros pontos de vista.