Forum Espirita

CONVÍVIO => Off-topic => Espiritualismo => Tópico iniciado por: rwer em 28 de Setembro de 2014, 16:58

Título: Escreva sobre seus livros espirituais favoritos
Enviado por: rwer em 28 de Setembro de 2014, 16:58
[attachimg=1 width=290]
Quais os seus livros espirituais favoritos?
Escreva sobre eles e por que os considera especiais


Com "seus" quero dizer: que você leu e mais gostou. Não acredito que alguém listaria um livro próprio aqui. afff!

Com "livros espirituais" quero dizer isso mesmo. Desde a Bíblia (ou um livro dela) até aquele lance de Saint Germain e a Chama Violeta.

Claro que os livros mediúnicos e os livros que tratam de espiritismo podem ser lembrados, desde que sejam espirituais. "Como organizar um Centro Espírita" não me parece um título espiritual. No entanto, se você leu algo assim, considera espiritual e o tem como favorito, mande ver.



Não vale:

▶︎Discussão ou debate sobre os livros e autores. Se alguém citar algo do Reverendo Senhor Ramatis (que eu acho altamente espiritual), tudo bem. Ninguém vai fugir ao tema com discussões pró ou contra.

▶︎Dizer o nome do livro e bye bye. Se está entre os seus favoritos, é porque você lembra do assunto. Assim, todos querem ler seu comentário ou pequena citação (ou as duas coisas).

E divirta-se ;)
Título: Re: Escreva sobre seus livros espirituais favoritos
Enviado por: Michel Michels em 29 de Setembro de 2014, 16:10
 tres livros espirituais mais escritos por encarnados q sao de minha prefrrencia sao:

diversidade de carismas - herminio c. miranda, onde ele conta a historia de uma medium e seu desenvolvimento espiritual, q desde a infancia teve despertada sua mediunidade e seu animismo

Recordacoes da mediunidade - yvonne pereira - onde ela retrata sua vida e o contato com o plano espiritual.

Sexo e obessesaso - divak frqnco e manoel p. miranda - retrata uma cidade espiritual voltada aos prazeres do sexo o seu fim e as formas q nos encarnados sao envolvidos para aqlas paragens.

Por fim, a revista espirita q eh um jornal de estudos e a tribuna de Kardec no desenvolvimento do espiritismo.
Sexo
Título: Re: Escreva sobre seus livros espirituais favoritos
Enviado por: rwer em 30 de Setembro de 2014, 00:58
Meus amigos, agradeço por escreverem aqui, mas nem todos viram a solicitação feita lá no início.

Apór lerem de novo o tópico (lá em cima), peço que voltem a escrever sobre os livros que citaram.

Qual a importância deles em sua vida?

O que mais gostou no livro?

Pode citar algum pedaço dele?



Pra ajudar futuros escreventes nesta coluna, acrescentei, bem grande, o subtítulo:

Escreva sobre eles e por que os considera especiais

E vou alterar o título para: "Escreva sobre seus livros espirituais favoritos". ;)

Título: Re: Escreva sobre seus livros espirituais favoritos
Enviado por: Antonio Renato em 30 de Setembro de 2014, 02:51
Meu amigo Ram,agora entendi melhor os seus propósitos tomando como base a sua pergunta
inicial reformulada.O Livro dos Espiritos teve e tem muita importância para mim na medida em que vou conhecendo melhor o espiritismo,consequentemente o mundo espiritual.Este livro
me deu uma nova visão da própria vida,me fazendo mudar alguns conceitos que tinha por
pura ingnorância,diriam alguns talvez,essa seria uma forma demagogica de justificar o porque
da indicação deste livro,mas independente do que se possa imaginar foi verdadeiramente O
Livro dos Espiritos que me deu sustentação para estudar a Doutrina Espirita.Isso não significa
que os outros livros do pentateuco não tenha importância para mim,tem sim pois já os li,e
quando digo li é porque ainda não me aprofundei melhor no seu conteúdo,como sou otimista
um dia eu chego lá.
Fique na paz.
Título: Re: Escreva sobre seus livros espirituais favoritos
Enviado por: Kazaoka em 09 de Outubro de 2014, 11:44
Deixando o pentateuco de lado, pois estes, para mim, têm um caráter eminentemente diferenciado dentro do estudo espiritualista, um dos melhores entre os poucos que tive oportunidade de "estudar" (que é diferente de, simplesmente ler) é "Evolução em Dois Mundos", psicografia de Chico Xavier e Valdo Vieira, ditado por André Luiz.

Esta obra trata da evolução do Princípio Inteligente e do perispírito. No decorrer de toda obra o Espírito autor traça um paralelo estabelecendo uma relação do processo evolutivo do espírito com aquilo que a ciência comum vem revelando sobre nossa natureza física.
Título: Re: Escreva sobre seus livros espirituais favoritos
Enviado por: Antonio Renato em 09 de Outubro de 2014, 12:51
Fora os livros do pentateuco o qual enfatizei O livro dos Espiritos,um livro que me chamou
muito à atenção foi um livro escrito por um médico psiquiatra,Brian L.Weiss,intitulado:
Muitas vidas,Muitos mestres.Ele faz um relato sobre vidas sucessivas através de uma
paciente que após tentar resolver os problemas dela pelo tratamento convencional,não
conseguindo,colocou em prática a hipnose e neste tratamento é feito uma regressão,apartir
daí ela começa a falar de acontecimentos de vidas passadas,daí então ele começou a
indentificar a origem dos problemas dela.É uma leitura bem interessante que trata da vida
e da morte,consequetemente das encarnações passadas desta paciente.
Título: Re: Escreva sobre seus livros espirituais favoritos
Enviado por: Norizonte da Rosa em 25 de Junho de 2015, 01:31
Estou lendo "Ícaro Redimido" (sobre Santos Dumont) e vejo algumas explicações bastante verossímeis, como por exemplo, sobre: o ciclo de expansão e contração do períspirito, explicações sobre memória espiritual e memória somática, o  porquê das cenas da vida que os Espíritos dizem reviver, ou relembrar, logo quando desencarnam,..

Estou muito bem impressionado com esse livro.

Título: Re: Escreva sobre seus livros espirituais favoritos
Enviado por: Norizonte da Rosa em 26 de Junho de 2015, 13:07
Não levem a mal eu insistir com o livro "Ícaro Redimido", mas gostaria de tê-lo lido quando mais jovem, pois apresenta 'receita' bastante lógica sobre como devemos nos conduzir na vida para não colhermos espinhos.

Se um jovem me perguntasse qual livro eu indicaria para ser lido, eu indicaria primeiro OLE pré-requisito para depois ler "Ícaro Redimido".

Vale a pena; de utilidade pública, inestimável!
Título: Re: Escreva sobre seus livros espirituais favoritos
Enviado por: lconforjr em 23 de Abril de 2016, 04:04
O Fio da Navalha de William Somerset Maugham

Este é um livro que todos os que buscam o sentido da vida, que buscam Deus, devem ler. Há tb dois filmes (o de 1946 é o melhor) sobre ele, mas não chega aos pés do livro.

Sinopse

Quando um amigo e colega de combate morre ao tentar salvá-lo, a vida de Larry Darrell muda para sempre. Para o jovem aviador americano, a morte passa então a ter um rosto. O inexorável mistério da morte leva-o a questionar o significado último da frágil condição humana e da vida e a embarcar numa obstinada e redentora odisseia espiritual.

Ao recusar viver segundo as convenções impostas pela sociedade para buscar o sentido da vida (que encontrará, certa manhã, algures na Índia), Larry torna-se simultaneamente uma frustração para os que o rodeiam - principalmente para Isabel, a namorada, e Elliott, tio desta, que cultivam acima de tudo a aceitação e o prestígio sociais - e a personificação de um ideal de espiritualidade e não-compromisso.

Por duas vezes adaptado ao cinema, O Fio da Navalha é um romance intemporal. As ansiedades e dúvidas de Larry são também as nossas, continuamos até hoje a procurar um sentido para a nossa existência. Para encarnar essa luta contra o destino, Somerset Maugham criou um dos mais fascinantes personagens do seu vasto legado literário. O livro é considerado ser sua biografia. Da Primeira à Segunda Guerra Mundial, passando pela Grande Depressão, ele leva-nos através das sociedades francesa, americana e inglesa, à verdade mais recôndita da alma e do sentimento humanos.
...
Opinião

Estamos perante um livro grandioso. É sem dúvida um dos melhores livros que já li. A escrita, a história, as personagens, o tema. Uma compilação de características que tornam este livro um romance intemporal.

Um livro que enche as medidas ao leitor. A história é uma narração do escritor, que fala sobre alguns amigos que conheceu, e que o foram acompanhando ao longo de vários anos, encontrando-se em vários países diferentes.

Como a sinopse indica, a personagem principal é Larry. Mas o livro não está centrado apenas nesta personagem. O grande amigo do narrador era um snob americano, de nome Elliott, que o que mais lhe interessava era prestígio social, apesar de no fundo ter um bom coração; a irmã de Elliott tem uma filha chamada Isabel, que fora loucamente apaixonada por Larry,que ambiciona uma vida de luxo, festas e uma condição económico bastante alta que lhe permitiria uma vida sem preocupações, acaba por casar com um homem que, devido ao seu emprego e status, lhe proporciona essa vida; Sophie, uma jovem de classe média que após a perda daqueles que mais amava entra num submundo de vícios e devassidão; Suzanne que tem um modo de vida muito pouco vulgar. Mas além de todas estas histórias que se cruzam e entrecruzam, como os fios de uma teia de aranha, há a personagem que faz o leitor pensar. Larry, um jovem que ignora a sua fortuna e parte pelo mundo em busca de respostas, para as quais o homem ainda não conseguiu encontrar qualquer tipo de soluções.

Larry passa vários meses em Paris lendo livros de múltiplos autores e de temas diversos para tentar acalmar as questões que lhe surgiam na mente. Aprende várias línguas e continua na sua investigação. Parte de Paris e passa por vários lugares, tendo trabalhos que não eram do fórum intelectual, como trabalhar numa mina de carvão e depois numa quinta de agricultura. Após isso tem outros empregos, e acaba por ir parar à Índia, e acaba por ver a Realidade e o Universo por outros prismas. Tem uma vida de meditação e da busca da verdade.

Mas afinal qual é o sentido da vida? Muitos homens têm perguntado isso durante séculos. Larry também fez essa pergunta e, tanto procurou a resposta que, mesmo que não a tenha encontrado, adquiriu tanto conhecimento que acabou por lhe ajudar a ver a vida de outra forma.

Uma escrita maravilhosa. A forma fluida e quente como a história se desenrola, as personagens ricas, os temas extremamente profundos, as vivências que se enraízam na nossa mente.

Gabriel Garcia Marquez considera-o um dos seus autores favoritos. Passou também a ser um dos meus.