Forum Espirita

GERAL => O que é o espiritismo => Tópico iniciado por: dOM JORGE em 14 de Outubro de 2018, 07:30

Título: Será que estamos vivendo o Espiritismo?
Enviado por: dOM JORGE em 14 de Outubro de 2018, 07:30
                                                              VIVA JESUS!




              Bom-dia! queridos irmãos.




                      Será que estamos vivendo o Espiritismo?



“Vencedor é quem vence a si mesmo.” - André Luiz

 

O homem sempre viveu ao lado de uma visão religiosa, baseando-se num Deus mitológico, particularizado, cheio de caprichos e paixões. Entendemos Deus assim em função de nossa carência moral e pequena evolução espiritual.

 Já participamos de outras religiões nessa vida ou em outras vidas e isso é um fato.

Quando o ser humano não consegue compreender ou não quer compreender Deus, ele foge para o materialismo e muitos de nós também já caminhamos nessa estrada.

Ao passar dos anos, e em diversas encarnações, fomos amadurecendo e alargou-se a nossa visão de Deus, bem como os objetivos da existência. Hoje sabemos que a Reencarnação é a maior prova do amor de Deus em nós, pelas oportunidades que Ele nos oferece em cada nova existência.

Caímos muito e ainda sofremos quedas em função da nossa pequena fé, falta de coragem e muitas vezes uma percepção muito superficial da real função da vida.

Pouco a pouco a dor, e algumas vezes uma vontade de mudança que vem lá do fundo de nossa alma nos sacode e nos faz pensar e refletir.

Nesse momento tomamos um outro caminho na vida e vamos em busca de algo mais que o mundo até o momento não nos oferecia, então, eis que nos aparece a Doutrina espírita, e, como sempre, ora vinda pela dor, pela curiosidade e até mesmo pela necessidade profunda de uma busca interior dentro do vazio de nossa alma.

Agora nos é mostrado um novo mundo, a vida continua, existe a possibilidade de comunicação com os entes que já partiram, temos uma visão lógica e racional de Deus e a caridade se torna algo fundamental para a estabilidade de nossas emoções e sentimentos.

Começamos a enxergar uma nova forma de viver, mais vibrante e mais coerente, mas ainda nossos erros e desequilíbrios continuam batendo à porta de nossas ações e da nossa consciência. Aparecem os conflitos, vamos permanecer na antiga forma acomodada de viver ou ir em frente nessa nova proposta de vida?

Mas agora sabemos do compromisso com a nossa consciência, da responsabilidade dos nossos atos e pensamentos e da necessidade de estarmos com Jesus, ou seja, frear e mudar o rumo que estávamos tomando, pois já conhecemos “o outro lado dessa antiga história de nossas vidas” e não queremos mais, não mais sofrimento. Agora estamos em busca do ser humano novo, de propostas novas e profundas para a nossa vida material e espiritual.

Enfim, com essa abordagem em nossas vidas, agora estaríamos nos tornando espíritas. Os bons Espíritos agora poderiam e conseguiriam se aproximar de nós para se utilizar de recursos que vamos disponibilizando em forma de pensamentos e atos. Antes éramos totalmente consumidores da ajuda espiritual e a todo instante, não que estejamos nos tornando Espíritos perfeitos, mas estamos no caminho que estaria nos levando ao equilíbrio e à saúde plena para sermos um trabalhador da seara do bem com Jesus.

Sem dúvida que todas as religiões clássicas e tradicionais realizam esse despertar em nós, mas o Espiritismo nos proporciona uma consciência maior, mais clara do que seja a vida eterna, portanto, a vida do Espírito.

O Espiritismo nos mostra a Reencarnação, comunicação com os entes “do lado de lá”, a verdadeira caridade e a reforma íntima.

Então, vamos viver com Jesus e sabendo por que viver com Jesus. Amar e nos amarmos, perdoar e nos perdoarmos e, por fim, estudar para nos conhecermos mais e melhor, pois assim nos ensinou Kardec.

Jesus é nosso objetivo maior para a vida e Kardec nos apresenta os meios de como chegar lá...


          Wagner Ideali









                                                                                                    PAZ, MUITA PAZ!