Forum Espirita

GERAL => O que é o espiritismo => Tópico iniciado por: JotaCesar em 29 de Maio de 2011, 22:47

Título: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: JotaCesar em 29 de Maio de 2011, 22:47
Olá a todos, esta é minha primeira mensagem aqui.

Estou lendo o Livro dos Espíritos e surgiu uma dúvida que até agora não foi respondida.

O que diz o LE ou o espiritismo sobre o motivo que Deus teria nos criado ? Pois no LE diz que após criado nossa missão é aprender e evoluir e isso está bem, mas antes disso, por que Deus teria nos criado ? Se não tivesse nos criado não precisaríamos aprender nada, nem ter o que evoluir.

Gostaria de saber a visão espírita para essa resposta.

Obrigado a todos que responderam.
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: Excluam Minha Conta em 30 de Maio de 2011, 02:30
Juan,

Talvez você esteja curioso para entender certas questões que nos afloram, naturalmente, ao entrar em contato com estudos dirigidos para o entendimento da vida...

Bem, vc vai acabar descobrindo na própria leitura do livro dos espíritos que certas respostas não nos são dadas pela nossa falta de capacidade de concebê-las.

Talvez para alguma pessoa que nunca tenha lido nada sobre Espiritismo, isso pareça uma bela desculpa para não dizer que não temos as resposta, mas acontece que a verdade é uma só no que tange a esse assunto: a nós não foi dado acesso a essa informação.

A essa e a outras. Quem que nunca questionou: Mas se tudo tem uma causa, qual é a causa de Deus?

Idéias que nos remetem ao infinito , acho que são o máximo a que nossa mente limitada consegue chegar. Infinito é algo que mal podemos conceber, não é mesmo? Imagine ir além disso. É demais.

Mas enfim, sei que existe um livro, esqueci o nome, que tenta explicar com mais afinco essa questão, vou procurar o nome e te deixar uma mensagem.
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: Mirina em 30 de Maio de 2011, 02:56
Olá Juan,


li sua pergunta no meio da tarde e estou até agora revirando as páginas do Livro dos Espiritos para chegar a uma conclusão, rsrsrsrsr!

Rapaz voce começou agora e foi fundo né!
Bom, conclui que Deus na verdade criou a vida, sendo ele a causa primária, deu o impulso inicial para todos os seres do universo, e isto não se resume só a terra porque segundo a LE a terra é apenas um dos mundos entre os infinitos que povoam o universo.
A partir do germen inicial, foram se desenvolvendo as variadas espécies de seres vivos, dos quais o homem é apenas uma das etapas, pelo que entendi mais ou menos na metade da escala evolutiva.

Então, não existe um motivo para criação do homem, devemos analisar o conjunto todo do universo e nos inserir dentre uma das etapas da evolução.  Logo Deus é a causa primária, o sopro de vida, da qual neste plano só conhecemos uma mínima parte.

É o mais próximo que cheguei de uma possível resposta, fica aí para quem mais quizer se arriscar!

Abs,
Mirina
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: EsoEstudos em 30 de Maio de 2011, 03:14

Deus manifesto é o Verbo.

Verbo, aqui, é a manifestação da vontade divina pondo em movimento a criação.

Nos pequenos e estreitíssimos de nossa compreensão, temos que Deus cria...

Mas não cria apenas o homem. Cria o todo universal (princípio universal de TODAS as coisas).

O homem é aquela parte da criação que, a partir do Princípio Inteligente, atravessa a fase de humanização.

Sem privilégios.
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: Mirina em 30 de Maio de 2011, 03:22
Então Marco,

em ultima análise quando conseguimos dominar nossa vontade no bem com convicção trabalhando no universo, compreendemos Deus!

Mirina
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: JotaCesar em 31 de Maio de 2011, 01:46
Obrigado a todos que responderam !

Thais
Eu entendo que algumas coisas não nos cabe saber ainda... mas como as perguntas no LE foram bem amplas, achei que poderia ter sido respondida. Se tiver tempo, manda sim o livro ...


Mirina
Rs, é que esse assunto é mto instigante.

EsoEstudos
Interessante, vi que tem uma questão do LE que diz que seria um absurdo imaginar Deus ocioso, sem criar nada.

Mas olha, qndo eu digo "o homem" quis dizer "os espíritos".

Mais pra frente, na questão 132 eu encontrei uma resposta que me satisfaz por enquanto. Ela vai de encontro ao que vocês disseram. Diz que além de sofrer as vicissitudes da existencia, o espírito tem sua parte na obra de criação, e também diz que a ação dos seres corpóreos é necessária à marcha do universo.

Ou seja, nós podemos ter sido criados para também ajudar na criação, eu interpretei assim. O que acham ?
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: Mirina em 31 de Maio de 2011, 04:23
Juan,

na natureza tudo se encadeia!
Creio que todas as criaturas, do mais insignificante germen até o o espirito mais puro, cada qual com sua função e missão a desempenhar somos instrumentos de Deus, na obra universal.

E com certeza vai ter muito trabalho para todo mundo!

Abs,
Mirina
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: Arius em 31 de Maio de 2011, 04:56
Um dia seremos anjos e essa atuação na criação será algo indescritivelmente grandioso. Esta fase como homens é apenas passageira, é um processo de aprendizagem para aprendermos a atuar com eficiência na obra do Criador, através das duas asas do amor e da inteligência.
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: pascoaloliveira em 31 de Maio de 2011, 10:45
É sem dúvida uma questão pertinente, alias eu até vou mais longe no raciocinio, porque razão temos que fazer este trajecto, porque não fomos criados espiritos perfeitos?.......qual o motivo de termos de passar por estas etapas...não viveriamos melhor?

Pascoal Oliveira
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: EsoEstudos em 31 de Maio de 2011, 12:33
Porque a onda de vida que Deus põe em movimento desde a criação segue adiante na senda progressiva. Criar um "ser perfeito" equivaleria a fazer o mais alto e complexo dos edifícios sem ter antes providenciado sequer o barro para os tijolos.

As únicas formas de Magia que existem são o Amor e o Tempo.
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: filhodobino em 31 de Maio de 2011, 12:51
Porque a onda de vida que Deus põe em movimento desde a criação segue adiante na senda progressiva. Criar um "ser perfeito" equivaleria a fazer o mais alto e complexo dos edifícios sem ter antes providenciado sequer o barro para os tijolos.

As únicas formas de Magia que existem são o Amor e o Tempo.

Amado Irmão,

Marco, Saúde e Paz!

Gosto muito de pensar assim como o amigo colocou...

É interessante e me faz sentir útil, que além de caminheiro, posso se me concientizar das responsabilidades de ser sal e luz, e pelo exemplo edificar, ser também caminho...

É nesse sentido que entendo a assertiva Crística, "Eu sou o caminho a verdade e a vida, e, ninguém vai ao pai senão por mim..." é só não pensar na pessoa e sim nos atos do exemplo.
É não estar atento ao individualismo e sim à individuação da criatura no conjunto da vida.

Saúde e Paz a todos!
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: pascoaloliveira em 31 de Maio de 2011, 14:23
Olá,

Marco, eu compreendo o que quer dizer no entanto é uma questão que continua em aberto e para a qual ainda não encontrei resposta, no entanto penso que a resposta nos será dada muito em breve quando tivermos preparados enquanto isso temos que fazer o caminho...
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: Vitor Santos em 31 de Maio de 2011, 17:18
Olá

Perguntar porque Deus fez o homem é equivalente a perguntar porque razão criou Ele o universo. Ou porque criou isto em vez daquilo, ou porque não ficou Ele inactivo, em vez de criar fosse o que fosse. Essa questão só Deus pode responder.

Sendo ele a Inteligência Suprema, seria, talvez, uma eterna pasmaceira para Deus, ficar inactivo. É fácil imaginar que Ele não cesse de criar, neste e/ou noutros universos que possam existir. Mas os desígnios de Deus só Deus conhece. 

O homem da Terra é um Espírito eterno em evolução. Um dia será um espírito puro, o expoente máximo da inteligência, a seguir a Deus, em contacto directo com o Criador. O destino do espírito que anima homem é ser cada vez mais grandioso e feliz. Mas na primeira fase da sua vida espiritual, animará as pequenas criaturas que, instintivamente, sem consciência disso nem de si mesmas, promovem a transformação material do universo.   

bem hajas
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: Arius em 31 de Maio de 2011, 19:08
Acredito que Deus já não nos criou perfeitos, porque é dá Sua vontade que nós o busquemos, ele não quer se impor, do contrário Ele não criaria Espiritos e sim Robôs que apenas fazem sua Vontade sem comunhão com Ele. Ele quer que nós tenhamos comunhão com Ele, que façamos a sua Vontade por vontade própria, e para isso faz-se necessário que nós o busquemos por vontade própria, é por isso que Ele nos concede o livre arbitrio. E acredito que essa penosa jornada milenar em busca Dele é porquê o que é bom custa caro, e quanto mais dificil melhor é, para assim sabermos dar valor ao que realmente tem valor. Como dar valor ao belo e ao bom, sem saber o que é conviver sem o belo e bom? Assim desde as etapas iniciais da evolução do Espirito quando ainda somos principios espirituais nossa essência tem contato com elementos caóticos e terríveis, e quanto mais rude na escala evolutiva maior a rudeza das experiências materiais de modo a despertar a essência espiritual que lá dormita, para que assim aprendamos a dar valor à luz, à ordem, à verdade, ao bem ao belo e principalmente ao amor.
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: Conforti em 02 de Junho de 2011, 19:20
          Por que Deus criou o homem ?


          Pablo   (ref #0)
         
          Olá, Juanito, vc fez uma pergunta para a qual não encontrará resposta; nenhuma doutrina, teologia, teosofia ou filosofia a dará satisfatóriamente. Umas dirão que é para que se manifeste a glória de Deus; outras dirão que é para que os espíritos auxiliem o Criador na sua obra de criar...
          Essa sua dúvida, que deve ser geral, só deixará de perturbá-lo, não qdo soluciona-la, mas qdo não mais se importar com ela, qdo esquece-la ou qdo conseguir aquietar, convenientemente, seu ego, isto é, ao realizar-se espiritualmente.
          E, veja bem, não temos respostas para certas questões não poq <não nos cabe> conhece-las, mas porq nossa mente finita, limitada, condionada não tem capacidade, ainda, de compreender.
          Seja bem-vindo. 
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: Eduardo Ferreira em 02 de Junho de 2011, 20:15
Eu também me questiono muito acerca desse questionamento, porém AGRADEÇO A DEUS POR TER ME CRIADO e por permitir que eu tenha vida nesse universo de coisas de que nada sei.
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: Conforti em 04 de Junho de 2011, 23:12
          Filhodobino   (ref #10)
          Olá, xará amigo, depois de ‘longo e tenebroso inverno’ nos cruzamos, novamente. Espero q tudo esteja bem com vc e os seus.
          Vc citou trecho do Marco ALSilva, que repito aqui:
          “Porque a onda de vida que Deus põe em movimento desde a criação segue adiante na senda progressiva. Criar um "ser perfeito" equivaleria a fazer o mais alto e complexo dos edifícios sem ter antes providenciado sequer o barro para os tijolos”.
          Cel: É evidente que essas palavras do texto não explicam, nem esbarram levemente, na resposta à pergunta inicial: porque Deus criou o homem, concorda? É possível que eu tenha pegado bonde andando e não percebi a razão da colocação do texto do Marco. Se foi assim, peço que me perdoem. Tb, concordo totalmente com a colocação do amigo Vistor. Não há respostas ao nosso alcance.
          Cito o xará:
          “É nesse sentido que entendo a assertiva Crística, "Eu sou o caminho a verdade e a vida, e, ninguém vai ao pai senão por mim..." é só não pensar na pessoa e sim nos atos do exemplo”.
          Cel: meu xará, essa tradução das palavras de Jesus está incorreta; Jesus disse coisa que muda totalmente o significado que sempre demos a essas frases; o correto é: “O
<eu> é o caminho, a verdade e a vida” e “Ninguém vai ao Pai senão pelo <eu>”. É também “O <eu> e o Pai são um”.
          Isso deve significar que devemos mergulhar em nós mesmos, para, em nós mesmos, encontrar o “caminho, a verdade e a vida real”. Como afirmaram Jesus, Paulo e muitos místicos, “santos”, sábios e, hoje, cientistas da ciência moderna: “Deus está e sempre esteve em nós”, pois “Vós sois o templo do Altíssimo”, “O reino de Deus não virá... pois está dentro de vós”; a ciência, o misticismo e outros: “Há uma só mente/consciência e nós somos essa consciência”.
          Xará, abraços.
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: EsoEstudos em 04 de Junho de 2011, 23:35
Olá amigo Coronel!!!  Tudo em paz?

A minha colocação deveu-se à pergunta "por que Deus não criou o homem perfeito?".

É sem dúvida uma questão pertinente, alias eu até vou mais longe no raciocinio, porque razão temos que fazer este trajecto, porque não fomos criados espiritos perfeitos?.......qual o motivo de termos de passar por estas etapas...não viveriamos melhor?

Pascoal Oliveira
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: JotaCesar em 05 de Junho de 2011, 00:35
           Cel: meu xará, essa tradução das palavras de Jesus está incorreta; Jesus disse coisa que muda totalmente o significado que sempre demos a essas frases; o correto é: “O
<eu> é o caminho, a verdade e a vida” e “Ninguém vai ao Pai senão pelo <eu>”. É também “O <eu> e o Pai são um”.
       

Olá Coronel
Onde posso encontrar essa tradução das palavras de Jesus ? No evangelho segundo o espiritismo  ?

Obrigado
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: Conforti em 05 de Junho de 2011, 23:21
          JuanPablo   (ref #18)

          Olá, amigo Juan             
          Olá, amigo; essa notícia veio de uma entrevista, há uns dois ou três anos, se não me engano na TV Globo, da qual participaram dois rabinos doutores da lei e do idioma hebraico, que falaram de textos bíblicos do Ant e do Novo Testamento; mas, bem antes disso, outros estudiosos já haviam afirmado a mesma coisa. Não sei se já se publicou alguma coisa escrita a respeito. O sentido novo que essas palavras adquiriram esta em perfeita concordancia com o misticismo oriental e ocidental, com testemunhos daqueles que passaram pela experiência de conhecer a verdade e, atualmente, com a filosofia resultante de experimentos científicos (física quântica) e, entre todos esses, com palavras de Jesus.
          Abraços.

Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: Conforti em 06 de Junho de 2011, 00:01
          Pascoaloliveira   (ref #8)

          Olá, novo companheiro, você começou bem: questionando, interrogando. Assim todos deviam fazer, mas não fazem. Muitos aceitam o que lhes vem ao conhecimento, que lêem, que ouviram de um ministro religioso, passivamente, por estar escrito num livro considerado sagrado, ou porque confiam nas fontes de onde os ensinamentos vieram. Se são cristãos, estão negligenciando o conselho de Paulo: “Estudai de tudo, e guardai o que for bom”. Muitos ou por preconceitos, ou por receios infundados, mesmo duvidando de alguma coisa, aceitam, ficam com as dúvidas... e pronto!
          Mais uma coisa: não encontraremos, sobre essas dúvidas, respostas que nos satisfaçam, nem na religião, nem na filosofia, nem na ciência. É certo que, se você buscar respostas e pesquisar, aprenderá muita coisa importante e séria; por isso questione sempre, use tb seu discernimento, sua cabeça, como fez agora.
          Vc pergunta “porque razão temos que fazer este trajecto, porque não fomos criados espiritos perfeitos? Qual o motivo de termos de passar por estas etapas? Não viveríamos melhor?
          O amigo pergunta <qual> será a razão e eu, só para aumentar suas estranheza, pergunto: “<haverá> alguma razão?” O homem, sobretudo o ocidental, está <acostumado>, <viciado> a acreditar que, para tudo que acontece, para tudo que existe, sempre há uma razão. Haverá mesmo? Temos que estudar, analisar e refletir sempre; para isso serve o discernimento, o raciocínio e a disposição de encontrar..
              Abraços.
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: RonaldoBarbosa em 26 de Junho de 2011, 22:15
Olá a todos os prezados irmãos e irmãs.
Tal como o Juan, eu também estou iniciando os meus estudos espíritas e confesso que ainda nem terminei o LE. Entretanto tive a mesma questão do Juan e creio que encontrei um resposta que a mim por hora me acalmou.
Acho que Deus criou o homem simplesmente por que era inevitável, dado a fato de que Deus ser quem Ele é, o Criador do Universo!

Ouso especular que a causa desta questão (minha e do Juan) foi indagar o porquê dos sofrimentos que nós espíritos temos que passar até a perfeição.

Ficava me perguntando se Deus ao criar este sistema não estaria simplesmente criando um problema para suas próprias criações.
Me perguntava se Deus não era um ególatra, um sádico ou um tirano a qual todos teriam que ler em sua cartilha por "bem ou por mal", sendo tudo uma mera questão de "tempo" ou de "eternidade", e ainda por cima ama-lo no fim, numa espécie de síndrome de Estocolmo.
Encontrei uma resposta ao fazer um paralelo com a minha condição de pai e de como amo e quero o bem de meu único filho. Tal como eu desejo somente lhe ensinar o que é o bem,  que ele seja obediente, repleto de virtudes e de como eu também gosto de ver o quanto ele me admira e me ama.
Tenho certeza de que este também é o desejo de nosso Pai celeste e que Ele também se esmera em nossa "educação" e nos protege, muito embora sabemos que a escola da vida nos reserva inevitáveis sofrimentos e dificuldades.

Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: Zeila em 27 de Junho de 2011, 00:11
Olá irmão !

Essa sua duvida é a nossa grande duvida, mas como esta vida é uma caminhada, vamos estudando, adquirindo experiencia, compreendendo, e também pelo caminho vamos encontrando as respostas cada um de acordo com que já seja capaz de compreender, eu ate agora consegui concluir que temos filhos porque amamos, queremos dar continuidade, eternizar...os espíritos nos ensinam a procurar na natureza a respostas para nossas perguntas, já observastes que na natureza tudo é  amor, coerência, continuidade...então como Deus é amor penso que ele nos criou pelos mesmos motivos, por isso somos sua imagem e semelhança e ele nos proporciona todas as oportunidade pra nos aperfeiçoarmos, talvez ao longo da caminhada eu consiga obter uma resposta mais exata.

Abraços fraternos,
Título: Re: Por que Deus criou o homem ?
Enviado por: Conforti em 27 de Junho de 2011, 02:54
          Amigos
          O amigo Ronaldo colocou texto no qual se refere ao porquê dos sofrimentos. Para muitos ou é a ignorancia, ou o mau uso do livre-arbítrio, isto é, se somos maus, orgulhosos, egoístas, viciosos e corruptos sob todos os aspectos, por ignorância nossa ou porque, por nossa livre vontade, desejamos ser maus, egoístas, pervertidos, 0corruptos e viciosos. A doutrina nos adverte que, se praticamos o mal por nossa vontade livre de pratica-lo, a lei denominada de causa e efeito nos alcançará, inevitavelmente, impondo sobre nós penalidades expiatórias que implicam em sofrimentos inomináveis. Outros, inclusive doutrinas, afirmam que a consciência sempre nos alerta, censura e procura nos corrigir.
          Então, pergunta-se: se a consciência sempre nos alerta, porque não agimos de acordo com ela? Qual será a razão pela qual não usamos nossa cabeça, nosso raciocínio e discernimento, pois sempre usamos as cabeças dos outros, que tudo já interpretaram de conformidade com seu raciocínio? Porq não pensamos, não questionamos, investigamos, refletimos pois, o que em geral fazemos, é somente aceitar, passivamente, tudo que nos ensinam, pelo fato de confiarmos em suas fontes? A codificação espírita, como o apóstolo dos gentios, sabiamente recomenda estudar os assuntos, pertinentes às nossas dúvidas, à luz de outras doutrinas, mas temos feito isso, temos atendido a essa recomendação?
          Vamos a algumas considerações. As consciencias individuais são iguais entre os homens? Aprovam ou censuram seus atos igualmente, de conformidade com os alertas que, hipoteticamente, a mente nos envia?A mente do corrupto, do perverso e pervertido é igual à do honesto, virtuoso, de moral ilibada? Todos sentem, realmente, remorsos pelo que fazem, ou ficam perpetrando novos crimes semelhantes ou mais vantajosos, para a primeira oportunidade? Se podemos escolher entre fazer o bem e fazer o mal, poque escolhemos erradamente se sabemos que fazer o bem nos trará felicidade e que fazer o mal trará infelicidade? Se não sabemos disso, estamos errando por ignorancia. Se sabemos, porque procuraríamos a nossa própria infelicidade?
          Contudo, pergunto: nossas escolhas são realmente livres, ou estão totalmente presas às experiências que já tivemos? Pois, observem que sempre decidimos pelo que é mais vantajoso ou benéfico para nós mesmos e/ou para outrem, ou pelo que é mais desvantajoso e maléfico, conforme nossas intenções sejam no sentido do bem ou no sentido do mal. E não escolhemos simplesmente como num jogo de cara-ou-coroa; sempre, antes de fazermos a escolha, analisamos, refletimos, com base naquilo que já conhecemos. Até para uma decisão simples, como a escolha de um lápis, ou para as mais complexas, perigosas e de consequencias incertas, como matar um desafeto, ou declarar uma guerra, planejamos, pesamos as conseqüências e riscos etc, e fazemos tudo isso totalmente <presos> ao que já sabemos de acordo com o que a vida já nos ensinou. Portanto, não escolhemos definitivamente livres ou por nós mesmos, mas pelas experiências que já tivemos. Logo, não sendo nossas escolhas livres, como dizer-se que há liberdade de escolha? Devemos refletir a respeito e buscar a resposta mais satisfatória para esta pergunta.
          Para não me alongar mais e, dentro da idéia de refletir sobre o tema à luz das diferentes doutrinas, afirmo que a ignorância está, sim, por trás de <todos> os nossos atos, pensamentos, imaginação, desejos e medos. Se verdadeiramente não ignorássemos quem somos dentro desse Todo manifestado ou imanifestado; se não ignorássemos as conseqüências de nossos erros, que nos trazem (conforme a DE) reencarnações multiplicadas e dolorosas, recheadas de sofrimentos terríveis e, até mesmo, com eternidades mais alongadas, expiações e castigos; se não ignorássemos como dominar nossos ímpetos de maldade, ódio, ciúmes, inveja, orgulho, egoísmo, não erraríamos, independente de existir ou não essa faculdade de livre-escolha; não existiria ignorância (a única razão de todos e tantos desacertos), nem existiriam todas as mazelas que dela decorrem. Dentro desta colocação, devemos refletir se é a ignorância a causa de todos os erros de todos os homens, sem exceção. Se não é a ignorancia a causa de usarmos de maneira errada a faculdade de livre escolha.
          Sempre vemos os homens procedendo desigualmente: uns preferem aceitar provações e outros praticam atos indignos. De que fator decorrem essas desigualdades de procedimentos? Do livre-arbítrio, isto é, da vontade do homem que quer escolher, por vontade própria, ser errado, e trilhar o caminho do mal, ou de seu nível de aprendizado nesta escola, do bem e do mal, que é a vida?
         Outro ponto a se refletir: é sequer possível imaginar que um ser presciente, que, portanto, sabe desde sempre, o que cada uma das criaturas planejadas, idealizadas, desenhadas e produzidas por sua infinita sabedoria e perfeição, fará, no futuro, de bom ou de mau, e que, também, sabe o que cada uma, uma a uma, terá que sofrer como conseqüência de seus desacertos, assim mesmo permite que tudo decorra como vemos no mundo? 
          Pela sua onisciência, já sabe que este terá multiplicadas suas encarnações, muitas com sofrimentos terríveis, e que não se dobrará às leis do amor senão à força de lágrimas e dores e, mesmo assim, o produz?! Porque não refletir sobre isso?
          Será que o homem erra, simplesmente porque quer errar, mesmo conhecendo as consequencias dolorosas que virão de seus erros? Erra por sua livre vontade ou porque errar ainda é uma característica de sua natureza? Somos, realmente, nós que nos modelamos o caráter, o discernimento, a compreensão, ou tudo isso é resultante do nível em que estamos nesta escola, do bem e do mal, que é a vida? Não somos, todos nós, cada um, o resultado de todas as causas e efeitos, sem fim, que ocorreram antes de nós? De todas as inumeráveis influencias exercidas sobre nós pelas também inumeráveis experiências/lições pelas quais passamos no dia-a-dia? Somos o que somos, por nossa vontade de sermos o que somos? Ou somos o que somos devido à força das lições que a vida nos ministra a cada instante? Será verdade que alguém é bom, simplesmente, porque quer ser bom? Será verdade que alguém é mau, simplesmente, porque quer ser mau? Ou é a escola da vida que, com todas suas inumeráveis influencias, vinda de suas também inumeráveis lições/experiências, nos faz o que somos? Será que é a escola da vida (as experiências do mundo), que nos coloca no nível de aprendizado em que estamos? Ou estamos nesse nível de ainda errar porque nele queremos ficar? Se acertamos ou erramos conforme tenhamos, nesta escola, aprendido mais ou menos com suas lições,  ninguém é responsável ou culpado pelo que faz de errado, pois foi a escola da vida que nos ensinou a agir assim como agimos. Se há um culpado, esse culpado não será a escola, que não permitiu a seu aluno crescer em compreensão e discernimento?
          Mais um ponto a refletir: se o Criador prevê o que faremos sempre, é evidente que deixou que o fizéssemos; mas, e a lei que prevê penalidades expiatórias e impõe locais de castigos? Se o Criador nos criou com conhecimento de que suas criaturas apresentariam, no futuro, tremendos defeitos e que trariam aos semelhantes dores e lágrimas, porque elaboraria leis punitivas? Não seria como aquele que sabe que seu filho explorará o semelhante, matará, praticará toda sorte de desgraças e tragédias e, assim mesmo, lhe dá  liberdade para fazer tudo isso e, depois, o pune por ter feito tudo isso?! Pois, o Pai sabe, desde sempre, que seremos, embora idealizados por um Criador perfeito, tremendamente imperfeitos. E, mais interessante, se o Criador prevê o que acontecerá com cada um, como sua previsão poderá se modificar, no futuro, e por Ele mesmo? Ou o Criador terá sido surpreendido pelos defeitos de suas criaturas e, a partir daí, iniciasse um procedimento punitivo-corretivo? Este pensamento se harmoniza com a concepção que se faz sobre os atributos de Deus? O supremo amor, justiça, e onisciencia criaria filhos fadados à imperfeição e,  depois, os pune por serem imperfeitos? Sabe, desde sempre, o que acontecerá pela imperfeição que possuem, concede liberdade para que aconteça e, depois que aconteceu o que sempre soube que ia acontecer, pune ou permite sofrimentos terríveis para aquele que, desde sempre, sabia que praticaria crimes e absurdos! Onde estariam a sabedoria suprema, a presciência, o poder supremo, os infinitos amor e justiça? Não precisamos refletir sobre estas coisas à luz dos ensinamentos doutrinários? Ou, preconceituosos, nos negamos a questionar, a investigar, a comparar, escolher e tentar compreender?
          Abraços.