Forum Espirita

GERAL => O que é o espiritismo => Tópico iniciado por: FENet em 20 de Fevereiro de 2009, 19:57

Título: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: FENet em 20 de Fevereiro de 2009, 19:57
Olá amigos!

Com o intuito de construir um repositório de investigações no âmbito dos pilares da DE( Existência de Deus; Imortalidade da alma; Comunicabilidade dos espíritos; Reencarnação; Lei de causa e efeito; Pluralidade dos mundos habitados) deixo aqui uma matriz de campos de recolha, onde todos juntos podemos fazer um trabalho interessante:

•   Titulo
•   Autor(es) - Se possível com link para CV, biografia ou site pessoal
•   Instituição – instituição de ensino, associação, empresa, etc
•   Âmbito - qual o motivo que levou à realização da investigação, estudo, tese, etc
•   Idioma –PT, BR, EN, etc…
•   Data – data ou intervalo de datas da realização do estudo
•   Resumo - máximo 1 página A4
•   Pilares da DE abordados -  que pilares, ou aspectos, da DE são evidenciados. Se ficou provado, evidenciado ou se foi inconclusivo (ou outro estado)
•   Sites relacionados – sites com informação adicional. Site oficial e/ou link para vídeos no youtube
•   Livros relacionados – se deu origem a um livro
•   Documentos(anexado) – download de PDF, DOC, PPT, vídeos, mp3, etc.


Assim podemos ter aqui tudo organizado para futuras consultas.

abraço ;)
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: Vitor Santos em 21 de Fevereiro de 2009, 14:14
Olá

Excelente ideia

bem hajas
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: Atma em 21 de Fevereiro de 2009, 14:30
Muito bem Vasco.
Adorei!
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: Atma em 21 de Fevereiro de 2009, 14:46
http://www.geocities.com/Athens/Academy/8482/ciespi.html (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5nZW9jaXRpZXMuY29tL0F0aGVucy9BY2FkZW15Lzg0ODIvY2llc3BpLmh0bWw=)
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: Atma em 21 de Fevereiro de 2009, 14:59
Investigação Científica da Reencarnação e Outros
Fenômenos - Dr Fiorini
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: Atma em 21 de Fevereiro de 2009, 15:06
ESPIRITISMO E CIÊNCIA - UMA REFLEXÃO NECESSÁRIA

Embora o Espiritismo trate de assuntos que escapam ao domínio das ciências clássicas, que se circunscrevem aos fenômenos físicos, reconhecemos que o "Espiritismo e a ciência completam-se reciprocamente". (1) Lamentamos, porém, que, atualmente, grande parte dos pesquisadores seja céptica e materialista.

O objeto fundamental do Espiritismo não se pode comparar ao das ciências tradicionais, salvo nas interfaces ou nos pontos comuns. A Ciência, emancipada da fé, estabeleceu seus métodos de investigação, como meio de se aproximar da verdade, baseando-se em provas, princípios, argumentações e demonstrações que garantam a sua legítima validade. Com relação aos fatos espíritas, igualmente naturais, a Ciência demonstra uma relutante ortodoxia, que nada a dignifica. Porém, há algo de positivo nessa resistência: é que o rigor científico eliminou muita crendice e o sobrenatural (o milagre). Muita imprecisão, reinante na interpretação dos fenômenos da natureza, reduziu, consideravelmente, as indevidas intromissões religiosas nas questões de alçada específica da Ciência. É verdade que "o Espiritismo toca domínios até agora reservados às religiões. Mas em metodologia, o Espiritismo difere radicalmente das religiões tradicionais, porque rejeita a fé dogmática, a crença cega, as práticas rituais, o culto exterior ou esotérico". (2) Na Doutrina Espírita não há ninguém investido de poderes sensacionais nem de prerrogativas divinas, da mesma forma que não há uma organização filosoficamente verticalizada com títulos pomposos na sua estrutura de funcionamento.

Por outro lado, tentar forçar o ajuste da Doutrina Espírita às normas ou procedimentos de outras Ciências, certamente é descaracterizá-la do seu contexto original, uma vez que cada ramo do conhecimento científico tem sua atividade, disciplina e estudo específicos. Portanto, tal procedimento é desconexo em relação ao objeto da Doutrina Espírita. "A ciência investiga, a religião crê. Se não é justo que a ciência imponha diretrizes à religião, incompatíveis com as suas necessidades de sentimento, não é razoável que a religião obrigue a ciência à adoção de normas inconciliáveis com as suas exigências do raciocínio." (3)

Em 1962, Thomas Kuhn, introduziu o conceito de paradigma (4). Atualmente, paira um clima de inexatidão racional, compatível com o livre-exame e incompatível com todo princípio que se pretenda absoluto. O físico Fritjof Capra (*) é totalmente aberto à metafísica e crê ser capaz de fornecer a matéria-prima para a elaboração de hipóteses experimentais. Em 1975, declarou em seu livro "O Tao da Física", que "o método científico de abstração é muito eficaz e possante, mas não devemos lhe pagar o preço, pois existem outras aproximações possíveis da realidade". (5)

Querer misturar conceitos de outras ciências com princípios espíritas é temerário, não é científico. Consoante noção de paradigma, cada um deles deve ser entendido dentro de seu contexto de pesquisa (ambientação e hábitos mentais acadêmicos), não se acoplando enxertias e/ou fusões ainda que muito bem intencionadas. Com o advento do Princípio da Incerteza de Heisenberg, os raciocínios clássicos, baseados na exatidão, pouco a pouco cederam terreno aos raciocínios probabilísticos. Esta época marca, então, uma guinada de cento e oitenta graus na história das Ciências. Cremos que nenhuma lei teórica pode sair de um conjunto de fatos de maneira lógica e infalível. Sobre isso, Arthur Koestler assinala que "os inconcebíveis fenômenos da percepção extrasensorial parecem de certo modo menos absurdos, comparados aos inconcebíveis fenômenos da física". (6) O Espiritismo tem linguagem a respeito do mundo espiritual, criada e desenvolvida para transmitir conceitos sobre esse mundo. As ciências materiais utilizam termos distintos que tratam de outro cenário, embora o "palco" apresente áreas comuns ou contíguas que, no momento, não dispomos de terminologia adequada para descrever. Isto não equivale a afirmar que o Espiritismo não seja uma Ciência.

O Espiritismo é Ciência sim! Personagens notáveis reafirmaram o caráter científico da Doutrina Espírita, expressando, de modo claro, seu pensamento: "O Espiritismo deixa de parte as teorias nebulosas, desprende-se dos dogmas e das superstições e vai apoiar-se nas base inabalável da observação científica".(7) Nada tememos em afirmar o seguinte: quem declara que os fenômenos Espíritas não são objetos da Ciência, não sabe o que fala. Pois que "O objeto especial do Espiritismo é o conhecimento das leis do princípio espiritual, (...) uma das forças da natureza, que reage incessante e reciprocamente sobre o princípio material." (8)

Apesar do ponto de vista da comunidade científica, o Espiritismo ainda não está incluído no acervo do conhecimento humano como Ciência, porém "o Espiritismo é uma Ciência cujo fim é a demonstração experimental da existência da alma e sua imortalidade, por meio de comunicações com aqueles aos quais impropriamente se têm chamado mortos" (9) O Espiritismo, sendo uma Ciência, distingue-se das disciplinas científicas já estabelecidas e estudadas nas academias pelo objeto de seus estudos: o espírito.

O magistral gênio de Lyon afirma que "a Doutrina não foi ditada completa, nem imposta à crença cega; porque é deduzida, pelo trabalho do homem, da observação dos fatos que os Espíritos lhe põem sob os olhos e das instruções que lhe dão, instruções que ele estuda, comenta, compara, a fim de tirar ele próprio as ilações e aplicações."(10). A rigor, Espiritismo e Ciência se completam, reciprocamente. A Ciência, sem o Espiritismo, acha-se na impossibilidade de explicar certos fenômenos só pelas leis da matéria. Ao Espiritismo, sem a Ciência, faltariam apoio e comprovação. "Seria preciso alguma coisa para preencher o vazio que as separava, um traço de união que as aproximasse; esse traço de união está no conhecimento das leis que regem o mundo espiritual e suas relações com o mundo corporal (...) Essas relações, uma vez constatadas pela experiência, uma luz nova se fez: a fé se dirigiu à razão e a razão não tendo encontrado nada de ilógico na fé, o materialismo foi vencido". (11)

Culminamos nossos breves comentários com os registros de testemunhos de exponenciais nomes da Ciência, lembrando que foi William Crookes, notável físico inglês, que iniciou a era transcendente da Ciência Espírita com as suas célebres experiências realizadas de 1870 a 1874, com os médiuns Douglas Home, Kate Fox e Florence Cook, empregando método rigorosamente científico. Crookes, disse: "Estando certo da realidade dos fenômenos espíritas, seria uma covardia moral lhes recusar meu testemunho." (12) Após seis anos de experiência sobre o Espiritismo, Crookes reafirmou os fatos: "Não digo que isto é possível; digo: isto é real!". (13)

Atentemos para a opinião do senhor Oliver Lodge, físico inglês, "estou agora convencido, após 20 anos de estudos, não somente que a continuação da existência pessoal é um fato, mas que uma comunicação pode, ocasionalmente, mas com dificuldade e em condições especiais, nos alcançar através do espaço. Esse assunto não é daqueles que permitem uma conclusão fácil; as provas podem ser adquiridas por aqueles que consagram a isso tempo e um sério estudo."(14)

Ouçamos as palavras de César Lombroso, criminalista italiano da Universidade de Turin, "Sou forçado a formular minha convicção de que os fenômenos espíritas são de uma importância enorme e que é dever da ciência dirigir sua atenção, sem prazo, sobre essas manifestações (...) estou confuso por ter combatido a possibilidade dos fenômenos espíritas." (15)

O renomado naturalista Russel Wallace, presidente da Sociedade Inglesa de Antropologia, disse certa vez: "Eu era um materialista tão completo e tão convencido que não podia abrigar em meu espírito nenhum lugar para uma existência espiritual. Mas os fatos são coisas teimosas e eles me venceram. Os fenômenos espíritas são tão provados quanto os fatos de todas as outras ciências." (16)

Destacamos o testemunho de Camille Flammarion, célebre astrônomo francês: "Não hesito em dizer que aquele que declara os fenômenos espíritas contrários à ciência, não sabe do que fala. De fato, na natureza não há nada de oculto, de sobrenatural, há o desconhecido; mas o desconhecido de ontem se torna a verdade de amanhã". (17) No terceiro volume de sua grande obra, "A Morte e o Seu Mistério", ele conclui nesses termos: "A alma sobrevive ao organismo físico e pode se manifestar após a morte". (18)

O Codificador lembra que "O Espiritismo, caminhando com o progresso, não será jamais ultrapassado, porque, se novas descobertas lhe demonstrarem que está em erro sobre um ponto, ele se modificará sobre esse ponto; se uma nova verdade se revelar, ele a aceitará." (19) Kardec sempre priorizou o método experimental como reveladora da verdade. Porém, o movimento espírita sofre quando idéias prematuras, ingênuas, pseudo-científicas são divulgadas dentro do espírito do "ôba-ôba" como verdades e que, ainda, são ditas comprovar o Espiritismo. Por fortíssimas razões, vamos tomar mais cuidado com relação aos tópicos ligados, não só à Física, mas à Ciência como um todo. Cremos que o Espiritismo não tem a necessidade absoluta da ciência, porém a colaboração científica é sempre útil quando precede da consciência esclarecida e da sinceridade do cientista. (*) Em "O Tao da Física", de Fritjof Capra, o autor faz um paralelo entre o misticismo oriental e a Física Moderna. Divide-se em três partes principais ("O caminho da física", "O Caminho do Misticismo Oriental" e os "Paralelos"). Em "O Caminho da Física", é traçado uma evolução cronológica da Física, mostrando como o mundo era visto de maneira estática e finita, desde o pensamento aristotélico, até Newton, e passa a ser compreendido, a partir do Século XX, como em constante movimento e em expansão. É analisado o quanto a teoria da relatividade e a teoria quântica foram importantes para esta mudança de paradigmas. Em "O Caminho do Misticismo Oriental", são mostradas algumas correntes do misticismo: Hinduísmo, Budismo, O Pensamento Chinês, O Taoísmo e o Zen, mostrando de maneira geral e didática, sem cair no simplismo, as principais características de cada uma dessas correntes, como: a noção de que o mundo está em permanente mudança; a idéia de que existe uma unidade geral no universo de maneira tal, que todas as coisas estão interligadas, etc. No capítulo Os Paralelos, são mostradas as semelhanças entre essas características do misticismo, citadas acima, com as novas descobertas da física. Que cada vez mais concordam em vários pontos. Por exemplo, a física atual já concorda com o pensamento oriental quanto a permanente mutabilidade do universo.

FONTES:
1 Kardec, Allan. A Gênese, RJ: Ed. FEB, 2003, Cap. 1, parágrafo 16,
2 Ruyer ,Raymond. A Gnose de Princeton, São Paulo: 1 ª edição , Editora Cultrix ,1989
3 Xavier, F. Cândido, Segue-me, ditada pelo Espírito Emmanuel, SP: 7.ed. Matão, Editora O CLARIM, 1994
4 Os paradigmas são descobertas científicas universalmente reconhecidas que, por um tempo, fornecem a uma comunidade de pesquisadores problemas típicos e soluções
5 Cf. Kempf Charles, artigo O Espiritismo é uma Ciência? traduzido por : Paulo A. Ferreira, revisado por : Lúcia F. Ferreira, disponível acesso em 07-04-08
6 Koestler , Arthur. As Razões da Coincidência, RJ: editora Nova Fronteira,1972
7 Delanne, Gabriel. O Espiritismo Perante a Ciência, RJ: Ed. FEB, 1990.
8 Kardec, Allan. A Gênese, RJ: Ed. FEB, 2003, Cap. "os milagres e as predições segundo o Espiritismo", item 16
9 Delanne, Gabriel. O Fenômeno Espírita, RJ: Ed. FEB, 1999,
10 Kardec, Allan. A Gênese, RJ: Ed. FEB, 2003, Cap. 1, página 19, número 13
11 Kardec, Allan. O Evangelho Segundo o Espiritismo, RJ: Ed. FEB, 1984, p. 37
12 Fonte: ABC do Espiritismo, de Victor Ribas Carneiro e Personagens do Espiritismo, de Antônio de Souza Lucena e Paulo Alves Godoy, disponível 13 idem 14 Disponível acesso em 22-03-08
15 Disponível acesso em 30-03-08
16 A História não Contada da Seleção Natural, publicado pela revista Universo Espírita, número 7, março 2004, página 28 e transcrito por Julia Adalgisa
17 Flammarion, Camille. A Morte e o seu Mistério, RJ: Editora FEB, 2004, vol. 3 Edição 6
18 idem
19 Kardec, Allan. A Gênese, RJ: Ed. FEB, 2003, cap. 1, item 55
Jorge Hessen.



Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: Vitor Santos em 22 de Fevereiro de 2009, 17:11
Olá

Aqui vai

 Dr. Ian Stevenson - universidade da Virginia (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5oZWFsdGhzeXN0ZW0udmlyZ2luaWEuZWR1L2ludGVybmV0L3BlcnNvbmFsaXR5c3R1ZGllcy8=)

 grupo de investigação "Veritas", universidade do Arizona  (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3Zlcml0YXMuYXJpem9uYS5lZHUv)

bem hajam

Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: Vitor Santos em 07 de Março de 2009, 14:56
Olá

Mais investigações cientificas:

Estudo dos casos quase morte na Holanda

http://lkm.fri.uni-lj.si/xaigor/slo/znanclanki/neardeat.htm (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL2xrbS5mcmkudW5pLWxqLnNpL3hhaWdvci9zbG8vem5hbmNsYW5raS9uZWFyZGVhdC5odG0=)

bem hajam
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: FENet em 07 de Março de 2009, 15:08
Muito obrigado!

Neste momento ando a compilar investigações no âmbito da Imortalidade, de maneira que o que souberem e poderem partilhar, agradeço. Mas será para estender aos restantes princípios da DE.

Abraços ;)
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: Vitor Santos em 07 de Março de 2009, 15:56
Olá

Seria interessante que este tópico fosse um tópico fixo. Parece-me um tema suficientemente importante para isso.

bem hajas
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: FENet em 09 de Março de 2009, 18:27
Artigo relacionado:
http://www.forumespirita.net/fe/index.php?topic=13420.new;topicseen#new (http://www.forumespirita.net/fe/index.php?topic=13420.new;topicseen#new)
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: FENet em 10 de Março de 2009, 15:54
Diversos artigos relacionados:
http://www.geae.inf.br/pt/boletins/geae506.html#Amigos (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5nZWFlLmluZi5ici9wdC9ib2xldGlucy9nZWFlNTA2Lmh0bWwjQW1pZ29z)
http://www.geae.inf.br/pt/boletins/geae206.txt (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5nZWFlLmluZi5ici9wdC9ib2xldGlucy9nZWFlMjA2LnR4dA==)
http://www.geae.inf.br/pt/boletins/geae502.html (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5nZWFlLmluZi5ici9wdC9ib2xldGlucy9nZWFlNTAyLmh0bWw=)

Cronologia:
http://www.geae.inf.br/pt/livros/cronologia/ (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5nZWFlLmluZi5ici9wdC9saXZyb3MvY3Jvbm9sb2dpYS8=)
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: FENet em 11 de Março de 2009, 14:21
Artigo sobre A ciência do futuro:
http://www.oclarim.com.br/?id=7&tp_not=1&cod=376 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5vY2xhcmltLmNvbS5ici8/aWQ9NyZhbXA7dHBfbm90PTEmYW1wO2NvZD0zNzY=)
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: leandro_manzo em 16 de Julho de 2009, 15:05
Olá amigos...
Aí vai um vídeo tratando da, enfim aceita pela ciência, teoria dos universos paralelos através da física quântica.
Ja é um grande progresso por parte de uma ciência que há pouco tempo nem cogitava esta possibilidade.
É só clicar no link:

http://www.youtube.com/watch?v=o9LV9vaGxJQ (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PW85TFY5dmFHeEpR)

Espero estar ajudando nos estudos.
Abração a todos e fiquem com a paz do Senhor Jesus.
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: Vitor Santos em 16 de Julho de 2009, 20:22
Olá Leandro

O filme está bem feito, mas para mim nada diz.

Efectivamente a física e a química são disciplinas bastante complexas. Para compreendermos e confirmarmos o que está dito no filme, não é fácil. Pelo menos para mim não é.

Mas parece trata-se de uma visão muito jornalística da ciência. Tomara que fosse tudo tão fácil de explicar.

Contudo as fontes que eu tenho não confirmam que a Teoria M está demonstrada. Neste momento ainda é uma questão de "fé", da parte de alguns cientistas. O futuro o dirá.

Aliás duvido que venha a existir nos próximos séculos uma teoria que venha realmente a explicar tudo. Parece-me que o orgulho e a vaidade impedem-nos de compreender a insignificância do que nos é dado conhecer na terra.

Deixo aqui o link deste artigo, que tem pistas mais cientificas e menos jornalisticas e que aponta a teoria M como uma teoria a demonstrar futuramente.

http://cftc.cii.fc.ul.pt/PRISMA/capitulos/capitulo1/modulo2/topico5.php (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL2NmdGMuY2lpLmZjLnVsLnB0L1BSSVNNQS9jYXBpdHVsb3MvY2FwaXR1bG8xL21vZHVsbzIvdG9waWNvNS5waHA=)

O portal geral é este:

http://cftc.cii.fc.ul.pt/PRISMA/capitulos/ (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL2NmdGMuY2lpLmZjLnVsLnB0L1BSSVNNQS9jYXBpdHVsb3Mv)

Quem quiser pode obter pistas interessantes aqui.

Mas há estudos científicos que apontam para a existência da reencarnação, por exemplo os estudo deste catedrático americano:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ian_Stevenson (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3B0Lndpa2lwZWRpYS5vcmcvd2lraS9JYW5fU3RldmVuc29u)

bem hajam
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: Mourarego em 16 de Julho de 2009, 22:11
Muito interessante Vasco,
já acertou desde o início quando colocou sobre investigações científicas que envolvem PRINCÍPIOS ESPÍRITAS.
É que se costuma erradamente colocar: Investigações Espíritas o que redunda em erro crasso.
Parabéns.
Moura
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: leandro_manzo em 17 de Julho de 2009, 16:18
Olá Vitor...
Pois é, este vídeo trás uma abordagem mais jornalística e informativa. Porém o intuito de postá-lo foi, e disse isso com clareza, de ajudar nos estudos e principalmente abrir as portas da fisica quântica aos que ainda pouco conhecem e querem adentrar neste universo de investigação, ja que, acredito ser por aí que encontraremos muitas respostas.
Quanto a "teoria do tudo" realmente é muita prepotência do homem pensar que isso seria realmente uma "teoria do tudo". Acredito que quando o homem conseguir unificar todas essas teorias, será apenas o começo de mais uma grande leva de teorias que irão surgir quando descobrirem que isso realmente não é tudo. Com certeza surgirão novas incertezas.
Afinal, faz parte da evolução.

Abração.
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: leandro_manzo em 23 de Julho de 2009, 15:44
Aí vão dois vídeos sobre estudos científicos acerca da glândula pineal realizados pelo Dr. Sérgio Felipe onde ele está desenvolvendo uma tese com dados colhidos átravés de estudos em alguns médiuns que participam voluntariamente do projeto. O Dr. Sérgio Felipe é mestre em Ciências pela USP e Pesquisador do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo.

Um vídeo bem interessante, que apesar da abordagem jornalística, mostra na prática como este trabalho está sendo realizado.

Lembrando que a qualidade do video não é das melhores, mais vale a pena assistir. La vai...

http://www.youtube.com/watch?v=5AFjBrSUbY8 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PTVBRmpCclNVYlk4)
http://www.youtube.com/watch?v=1goLvacVDlI&feature=related (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PTFnb0x2YWNWRGxJJmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQ=)

Abraços...
Fiquem com Deus!!!
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: Cesar M em 12 de Agosto de 2009, 17:44
Esta a angústia do Homem: a liberdade de poder ser criador do que é. Todavia como de princípio não suporta a angústia dessa liberdade de ser perante o nada, de ser na possibilidade de poder ser, acaba imperceptivelmente negando esta sua condição existencial e apegando-se às determinações já definidas como verdadeiras, à segurança das certezas habituais, lógicas, morais. Este apego é a própria recusa da transcendência existencial da Vida, e impede a possibilidade de vir a ser o que se é a partir da descoberta e da apropriação de si mesmo. E é também este apego uma das raízes da miséria existencial, da esclerose da Vida Humana.
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: Marcos José Neto Andrade em 09 de Outubro de 2010, 02:16
Prezados Senhores,
Recomendo a página  http://www.guia.heu.nom.br/questoes_para_pesquisa_cientifica.html  com "Questões para pesquisas científicas".   

Exemplo: "1ª Questão: Pesagem indireta do ectoplasma do "Duplo Etérico", através da diminuição momentânea no peso do corpo físico, considerando o ponto máximo da diminuição, após o afastamento do perispírito".

Muito interessante mesmo!
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: DanielAquiles em 24 de Julho de 2016, 02:34
Caros amigos, Boa noite!

Criado na doutrina espirita acabei me afastando devido a tristeza causada pela descrença devido à conteúdos de mensagens supostamente espirituais que se mostraram falsos. Tantos anos depois aterrorizado com a possibilidade de que não haja nada além do mundo material estou novamente em busca da espiritualidade. Como a doutrina espírita é filosófica e cientifica e não dogmática acho necessário que discutamos certos tópicos utilizando a razão que nos foi dada por Deus. Um dos pontos de maior erro em mensagens supostamente enviadas por espíritos diz respeito a existência de civilizações materiais em Marte e Saturno. Vide: <http://www.correioespirita.org.br/categoria-de-materias/ciencia-e-espiritismo/1413-os-habitantes-de-marte-e-saturno-sao-mais-adiantados>
O conhecimento cientifico atual  demostra a inviabilidade da afirmação.  Vide:< https://pt.wikipedia.org/wiki/Cronologia_das_miss%C3%B5es_a_Marte>
Qual poderia ser a explicação para tamanho engano? Veja que não se tratavam pelos relatos de civilizações espirituais e sim materiais. Muitos irmãos acabam entregues a tristeza e ao ceticismo devido a falhas como essas. Ainda mais quando as mensagens vieram por um homem de grande valor e importância com sua caridade como foi Chico Xavier.
Irmãos existe alguma explicação racional para isso dado que se trata de fato material. Veja que muitas de nossas certezas cientificas e filosóficas enquanto espiritas chegaram da mesma fonte. Inclusive as provas de sobrevivência de nossas consciências à morte física. Por favor me ajudem a entender.
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: DanielAquiles em 24 de Julho de 2016, 02:53
Destaque para as pesquisas de Jim Tucker que apresentam indícios, embora nada muito forte do ponto de vista cientifica, de reencarnação. http://www.jimbtucker.com/

As pesquisas do Dr. Sam Parnia para aumento da sobrevida em caso de parada cardiaca também acabaram esbarrando em fatos intrigantes alguns indícios. http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2013/04/1262861-sam-parnia-o-medico-que-pode-traze-lo-de-volta-da-morte.shtml

No entanto não há prova cientifica de vida após a morte. É uma questão de fé. A hipótese cientifica corrente é de que a consciência é resultado do cérebro e morre com ele.

Conhecem alguma experiência comprovando que mensagens dos mortos traziam informações que não podiam ter sido sabidas de outro modo?
Título: Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas
Enviado por: lconforjr em 27 de Julho de 2016, 15:42
Re: Investigações cientificas que envolvem princípios espíritas

      Ref resp #21 em: 24 de Julho de 2016, 02:53, de DAquiles

      O novo amigo Aquiles nos trouxe informações relacionadas ao tema deste tópico. Diz ele que não há prova científica de vida após a morte e que, pela hipótese científica corrente, a consciência é resultado do cérebro e morre com ele. ´

      No entanto devo trazer aos amigos a informação de que, segundo a ciência mais avançada do planeta, a física quântica, chegou-se à conclusão (talvez apenas no âmbito de sua filosofia, mas igual ou semelhante às revelações obtidas pelos buscadores do significado, do sentido da vida, ou de Deus, de séculos ou milênios A.C) de que essa hipótese está ultrapassada, isto é, que a consciência não resulta do cérebro, mas que, “ao contrário”, é o cérebro que resulta da consciência, isto é, que é a consciência que cria o cérebro e tudo o mais.

      É claro que essa revelação se refere, não à consciência pessoal, individual, local, com que o espírito encarnado se manifesta, mas à Consciência Universal, consciência “una”, ou “não-local”, como os físicos a denominaram. Assim, para aqueles cientistas, chamados, por muitos de seus pares, de cientistas ou físicos “místicos”, tudo que existe, e portanto a matéria, os universos, os cérebros, são criados por essa consciência que a tudo abrange (que, assim, pode ser interpretada como o Deus das religiões deístas). É só ela que tem existência real; tudo mais que existe é criado por ela.

       Qto à pergunta do amigo Aquiles de “se alguém conhece alguma experiência comprovando que mensagens dos mortos traziam informações que não podiam ter sido sabidas de outro modo”, essa é uma questão pertinente às revelações dessa ciencia, pois, sendo apenas “uma” a consciência, todas as informações, todo o conhecimento, todas as revelações, inclusive portanto aquelas, que segundo a doutrina espírita nos são comunicadas por espíritos desencarnados, se originam dessa mesma única consciência.

      Para os físicos quântico “existe apenas uma consciência (ou mente), e nós somos essa consciência”, afirmação idêntica àquelas revelações obtidas pelos buscadores de Deus do remoto passado: “a doença do homem é ver dois onde só existe um”. Portanto, para aqueles buscadores e para a ciência atual, “os” espíritos são “O” Espirito, pois há apenas uma mente.

      Assim, na visão da ciência moderna, a vida existe antes ou após a morte do corpo material mas, diferentemente do que acreditam os cristãos e outros de outras doutrinas religiosas, não subsistem os "eus" individuais.
..........

...............