Forum Espirita

GERAL => O que é o espiritismo => Tópico iniciado por: Ignarus em 04 de Julho de 2010, 02:18

Título: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 04 de Julho de 2010, 02:18
Afinal, espiritismo é o não é religião???

Esclarecem por favor!

Abraços fraternais e que Deus nos abençoe com sabedoria e paz!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: yvon em 04 de Julho de 2010, 05:44
olá ignarus!
sim,ESPIRITISMO é RELIGIÂO!
em um discurso proferido por ALLAN KARDEC no dia dos mortos na frança(nosso dia de finados) ele diz e afirma com todas as letras que sim !
isto está bem relatado no ultimo capitulo se não me engano do livro obsessão,que é uma obra prima!
espero ter ajudado!!
abraços fraternos
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Bluemoon em 04 de Julho de 2010, 12:55
Olá amigos, muita paz...

Amigo Ignarus,

O Espiritismo não é religião!
O Espiritismo não tem estrutura hierarquica, sacerdotes, cerimonias, rituais, vestes especiais, simbologia, ornamentaçoes, praticas exteriores, gestos de reverencia, benzimentos, talismas, defumadouros, nao fazem parte do seu vocabulário as palavras:misticismo, sobrenatural ou milagre, tudo isto se vê em religiões, não na Doutrina Espirita.
Espiritismo é uma Doutrina filosofica e moral e ao mesmo tempo uma ciencia de observaçao e pratica.

Um abraço fraterno.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 04 de Julho de 2010, 16:41
Olá amigo Bluemoon! Paz e Sabedoria!

Pergunto: para que se torne uma religião toda filosofia tem necessariamente que ter tais características?

Abraços!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: herminio em 04 de Julho de 2010, 17:27
Olá companheiros!

O Espiritismo não é uma religião como diz o Bluemoon.

O Espiritismo é uma Ciência, Filosofia e Moral. Daí Allan Kardec afirmar "é uma ciência filosófica com consequências morais"

Enquanto se mantiver a definição actual da palavra Religião, Ele não o é.

Para ser uma religião, tinha que ter hierarquia, sacerdotes, sacramentos, batizados, etc. Visto que não tem, logo não o é.



Abraço Fraterno, herminio
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: yvon em 04 de Julho de 2010, 17:52
bem
apesar de gostarem de desdizer e de certa forma chamar o codficador de mentiroso !
queiram ou não espiritismo é religião(divaldo franco)
perguntam ESPIRITISMO é religião?  - ora,sim senhores,sem duvidas ESPIRITISMO É RELIGIÃO(ALLAN KARDEC)
abraços fraternos e muita paz!
"yvon"
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: herminio em 04 de Julho de 2010, 17:53
o codificador não é mentiroso, mas deve-se ler tudo, não apenas o que interessa.


Mas até que isso aconteça, podemos refletir sobre a opinião de Kardec, quando do seu discurso de abertura na Sociedade de Paris, na Sessão Anual Comemorativa dos mortos, feito no dia 1º de novembro de 1868, publicado na Revista Espírita de dezembro do mesmo ano, em que ele diz:


“Se assim é, dir-se-á, o Espiritismo é, pois, uma religião? Pois bem, sim! sem dúvida, Senhores; no sentido filosófico, o Espiritismo é uma religião, e disto nos glorificamos, porque é a doutrina que fundamenta os laços da fraternidade e da comunhão de pensamentos, não sobre uma simples convenção, mas sobre as bases mais sólidas; as próprias leis da Natureza”.

“Por que, pois, declaramos que o Espiritismo não é uma religião? Pela razão de que não há senão uma palavra para expressar duas idéias diferentes, e que, na opinião geral, a palavra religião é inseparável da de culto; que ela desperta exclusivamente uma idéia de forma, e que o Espiritismo não a tem. Se o Espiritismo se dissesse religião, o público não veria nele senão uma nova edição, uma variante, se assim nos quisermos expressar, dos princípios absolutos em matéria de fé; uma casta sacerdotal com um cortejo de hierarquias, de cerimônias e de privilégios; não o separaria das idéias de misticismo, e dos abusos contra os quais a opinião freqüentemente é levantada”.

“O Espiritismo, não tendo nenhum dos caracteres de uma religião, na acepção usual da palavra, não se poderia, nem deveria se ornar de um título sobre o valor do qual, inevitavelmente, seria desprezado; eis porque ele se diz simplesmente: doutrina filosófica e moral”.

Enquanto se mantiver a definição actual da palavra Religião, Ele não o é.



Abraço fraterno, herminio
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Anton Kiudero em 04 de Julho de 2010, 18:21
Para os que ainda necessitam de uma religião, o espiritismo será uma religião assim como tudo o que vivenciam e para os que ja se libertaram desta necessidade, não será.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Rivoneide em 04 de Julho de 2010, 19:01
ola a todos...
DEUS nos dê a luz do dicernimento
hora quando estudamos o ESDE, a educação da mediunidade e praticamos o evangelho
de jesus, vimos e aprendemos ,que a doutrina espírita é fundamentada na ciência, filosofia e
religião logo ,não significa que seja uma religião.
por nã adotar ritos.dogmas e outras que a religião pura adota,quem lê as obras cardecistas
sabe que o fato de ser relatada base de religião é porque em se tratando do evangelho
e de seus mandamentos os antigos logo á intérpretariam como sendo, e como até hoje não estamos evoluidos o suficientes para termos uma fé raciocinada ,ai entra as crendiçes
dos antigos que atribuiam milagres á santos,por desconhecerem as leiz que regem o código divino e desacreditamos da ação dos boons espíritos, das leis de cauza e efeitos ação e reação e e.t.c.
Bem espero que com a minha pequenez de conhecimento tenha ajudado em alguma coisa
uma vez que estamos ,sempre aprendendo ums com os outros
beijos de luz no coração de todos que fazem o forum
luz e paz no coração
rivoneide
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: yvon em 04 de Julho de 2010, 19:48
NÃO SE DEVE MEDIR UMA PALAVRA PELO QUE ACHAM QUE ELA SIGNIFICA MAS SIM OQ ELA REALMENTE QUER NOS DIZER,ENTÃO SABENDO QUE "RELIGIÃO SIGNIFICA COMUNHÃO DE PENSAMENTOS AFINS"(O MESMO DISCURSO-DE ALLAN KARDEC).
RELIGIÃO SIGNIFICA "RELIGAR" OU SEJA, LIGAR NOVAMENTE O HOMEM COM A SUPREMA FONTE DE ONDE "SAIU";POIS BEM O ESPIRITISMO FEZ E ESTÁ FAZENDO ISSO COMIGO,DEDUZIMOS(OS QUE SE RELIGAM AO CRIADOR)QUE ESPIRITISMO NÃO PODERIA DEIXAR DE SER RELIGIÃO
PAZ E TRANQUILIDADE A MENTE DE TODOS
ABRAÇOSSS!!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 04 de Julho de 2010, 20:02
Pois bem, pergunto aos irmãos o que é de fato uma religião?

Que Deus abençoe com Paz e sabedoria a todos!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: yvon em 04 de Julho de 2010, 20:13
toda filosofia que liga o homem com Deus.(dignificando,transformando para o bem,fortificando a fé,ensinando a orar,consolando nos momentos dificeis,esclarecendo a consciencia,pacificando o coração,conduzindo a uma conduta reta,levando a praticar a caridade...enfim aproximando o homem do bem supremo-DEUS).
muita paz!!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: herminio em 04 de Julho de 2010, 20:24
Definição de Religião
 
A etimologia tradicional faz derivar a palavra religião do latim: religio, religare (religar, ligar bem), o que nos permite afirmar que a religião é, assim, uma ligação entre os homens e a divindade.

A religião pode, portanto, definir-se como um sistema de crenças (dogmas) e de práticas (ritos) relativos ao sentimento da divindade (ou realidade sagrada) e que une na mesma comunidade moral todos aqueles que a ela aderem.


abraço fraterno, herminio
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 04 de Julho de 2010, 20:40
Bem, não vamos entrar no estudo da origem das palavras para fundamentar nossos conceitos, apenas vamos definir religião, o que é e não é certo?

Compreendo a afirmação de que religião é o mecanismo pelo qual o homem se liga ao Divino. Mas o espiritismo é capaz de "religar" o homem com Deus? ou é apenas uma ciência que explica a necessidade destas "ligação"?

Abraços

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: yvon em 04 de Julho de 2010, 20:53
o ESPIRITISMO não te obriga a nada, te faz entender o porque certas coisas são feitas e como devem ser feitas;então como ciencia-traz a tona oque acontece.
como filosofia-nos explica o porque acontece;
e como religião-como santificar oq acontece.
religião  não é um conjunto de rituais isso é liturgia;não é um cojunto de ordenações isso é dogma; religião é um conjunto de pensamento; como vc exterioriza isso é que é o problema;catolicos exteriorizam sua religiosidade com liturgias; os protestantes e reformados com dogmas; os espiritas com união de pensamentos para um  determinado fim( o bem,a evolução e principalmente DEUS.)
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 04 de Julho de 2010, 21:13
Caro Yvon, quer dizer então que o espiritismo apenas estabelece algumas verdades fazendo com que a mente humana se conscientize destas sem orientá-la diretamente para a prática religiosa seja dogmática, liturgica, clerical, supersticiosa e etc. Se for isso, então, o irmão não coloca o espiritismo como uma religião, mas apenas, uma filosofia de vida que cada um escolhe como seguir?

Abraço

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: mateuss2010 em 04 de Julho de 2010, 21:42
NÃO SE DEVE MEDIR UMA PALAVRA PELO QUE ACHAM QUE ELA SIGNIFICA MAS SIM OQ ELA REALMENTE QUER NOS DIZER,ENTÃO SABENDO QUE "RELIGIÃO SIGNIFICA COMUNHÃO DE PENSAMENTOS AFINS"(O MESMO DISCURSO-DE ALLAN KARDEC).
RELIGIÃO SIGNIFICA "RELIGAR" OU SEJA, LIGAR NOVAMENTE O HOMEM COM A SUPREMA FONTE DE ONDE "SAIU";POIS BEM O ESPIRITISMO FEZ E ESTÁ FAZENDO ISSO COMIGO,DEDUZIMOS(OS QUE SE RELIGAM AO CRIADOR)QUE ESPIRITISMO NÃO PODERIA DEIXAR DE SER RELIGIÃO
PAZ E TRANQUILIDADE A MENTE DE TODOS
ABRAÇOSSS!!

Amigo, evite usar caixa alta em mensagens extensas pois em meios que usam internet significa que esta gritando, e podem interpretar sua mensagem de forma inadequada.

Fique na paz de Deus.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: yvon em 04 de Julho de 2010, 22:09
brigado mateuss2010 meus caps tava ligado e fiquei com preguiça de diminuir.hihihkkk

não é possivel cada um escolher como seguir, porque seus criterios de analise são cientificos(de acordo com a razão a logica e os fatos é claro ).

desculpe não me fazer entender é que sou ruim de por no "papel" o que me passa na cabeça!

a pratica religiosa é que é pensamento afim.
rituais são apenas materialização doque deve ser apenas mental.
exemplo: a idolatria a imagens é o pedido de intercessão a espiritos superiores só que ao inves de se aproximar deles pela prece constroem imagens ou  pintam quadros a que veneram.
então:o Espiritismo é religião,mas não é dogmatico.
as verdades não são estabelecidas ou impostas,mas apresentadas,provadas e pregadas pela doutrina.
ex: a reencarnação é uma verdade que mal compreendida por outras doutrinas vem o Espiritismo nos revelar como se deve observa-la e compreende-la ,sem obrigar a quem não quer, aceita-la.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 04 de Julho de 2010, 22:43
Amigo Yvon,
Deixe-me se compreendi:
1 a religiosidade onde se procura através de imagens um foco para conversar com espíritos superiores é idolatria, certo?
mas o intuito não é alcançado da mesma forma, com ou sem imagem? Da mesma forma pode ser encarado o fato de alguns utilizarem determinados tipos de musica para o mesmo efeito. O que poderia ser considreado uma espécie de catalizador para a concentração mental entrando em afinidade com as vibrações mais elevadas. Assim, com ou sem esses catalizadores o efeito é o mesmo. Ou não???

Assim, tudo que é meio justifica-se pelo fim que se propõe? Visto desta forma temos que procurar uma outra visão para enquadrar o espiritismo sem compará-lo às religiões já existentes, o irmão não concorda?

Veja que a reencarnação não é crença unânime em todas as religiões mas também não é exclusiva do espiritismo. Agora, se nos atentarmos para as realidades trazidas com a compreensão a respeito da vida espiritual e da eternidade do espírito, aí sim, temos algo inovador. Não é isso?
 

Abraços fraternais

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Nelo em 04 de Julho de 2010, 23:04
QUE A PAZ DE NOSSO MESTRE JESUS ENVOLVA A TODOS, QUE A SUA LUZ NOS ILUMINE.
TIRAR JESUS DO ESPIRITISMO, É ACABAR COM ELE.
QUE IMPORTA FILOSOFAR SOBRE ESTE ASSUNTO. NÃO É MAIS UMA RELIGIÃO DISSE KARDEC. NÃO DISSE QUE NÃO ERA UMA RELIGIÃO. PARECE-NOS ASSIM TRATAR-SE DE UMA RELIGIÃO DIFERENTE. AS RELIGIÕES TRADICIONAIS, SÃO DOS HOMENS. O ESPIRITISMO É UMA RELIGIÃO QUE VEIO DO ALEM PARA OS HOMENS E NÃO O CONTRÁRIO COMO TODAS AS OUTRAS.
OU ALGUEM CONSEGUE ENTENDER PORQUE O CODIFICADOR ESCREVEU O EVANGELHO SE NÃO FOSSE PARA TER UM CARIZ DE RELIGIÃO? TERÁ PORVENTURA JESUS ESCRITO ALGO PARA SER CRIADO O CRISTIANISMO?

QUE AS BENÇÃOS DO MESTRE NOS ENVOLVAM E ESCALREÇAM PARA NÃO PERDERMOS TEMPO COM DIVISÕEe  E DISCUSSÕES QUE A NADA CONDUZEM.

nelo
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 04 de Julho de 2010, 23:25
Ótima proposição Irmão Nelo, concordo com tudo que dissestes, porém vejamos:
A Religião a que se propõe a Doutrina dos Espíritos não é o Cristianismo?
Não é a Doutrina dos Espíritos uma última "reveleção"?
Existe alguma diferença entre a Doutrina do Espíritos e a Doutrina de Jesus?

Com o devido respeito meu irmão, discordo quanto a sua afirmação que tudo é perda de tempo, a não ser para aqueles que se acham possuidores da última palavra em relação ao entendimento de algumas verdades. Afinal, onde não há debate fraternal não há aprendizagem real, ficando tudo na casa dos "personalismos", o irmão não acha?

Debatamos com o espírito de perscrutar o âmago dos assuntos com o único intuito de aprender mais.

Se tivesses prestado atenção ao meu Psusdônimo, terias vista que nada sei, mas quero aprender!

Fratenal Abraço e que Deus nos abençoe com Paz e Sabedoria!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Nelo em 04 de Julho de 2010, 23:39
CARO IRMÃO
SE PORVENTURA ME JULGASSE POSSUIDOR DE QUALQUER VERDADE DEFINITIVA, JAMAIS ESCREVERIA O QUE QUER QUE FOSSE NESTE FORUM.
A NECESSIDADE QUE TENHO DE APRENDER, ASSOCIADO AO QUE ME RELIGOU COM CRISTO JESUS E NOSSO PAI, NÃO ME PERMITE AFIRMAR QUE ESPIRITISMO NÃO É RELIGIÃO. BEM PELO CONTRÁRIO.
MAS VOLTO A AFIRMAR SEM CONSIDERAR PERDA DE TEMPO QUE NÃO É POR CONSIDERAR A NOSSA DOUTRINA COMO RELIGIÃO OU NÃO, QUE ELA PERDE O SEU GRANDE VALOR.
CONSIDERE O IRMÃO O QUE ENTENDER, MAS AS CONSEQUENCIAS MORAIS, ONDE VÃO SER ENQUADRADAS? PARECE-ME QUE SERIA ÚTIL PENSARMOS EM RELIGIOSIDADE EM VEZ DE RELIGIÃO. PENSO QUE É MAIS ISTO QUE NOS FALTA.
MUITA PAZ
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Bluemoon em 04 de Julho de 2010, 23:51
Olá amigos boa noite a todos, muita paz...

Amigo Ignarus, cito voce: "Pergunto: para que se torne uma religião toda filosofia tem necessariamente que ter tais características?"

Não necessariamente todas essas caracteristicas, mas filosofia é filosofia e religião é religião.

Religião, o que é?  Independentemente da origem, o termo é adotado para designar qualquer conjunto de crenças e valores que compõem a fé de determinada pessoa ou conjunto de pessoas. Cada religião inspira certas normas e motiva certas práticas.

Tal como voce meu amigo, também tento sempre aprender mais, pois não sei tudo e estou muito longe ainda de saber tanto desta Doutrina como muitos amigos daqui. Estou no caminho da aprendizagem.

Mas quando fiz o curso de iniciação ao Espiritismo, uma das coisas que aprendi quase do principio é que o Espiritismo não é religião pois não há rituais nem imagens, nao há padres nem bispos como podemos ver em todas as religiões.
Não sei se consegui fazer-me entender amigo, mas é por aí.

Um abraço fraterno.



Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 05 de Julho de 2010, 00:37
Observe a ação de quem;

O segue
O vive
O propaga

Ai concluiremos se é ou não religião.

Se o próprio Cristo nos disse que há lobos em pele de Cordeiro.


Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: fcfigueiredo em 05 de Julho de 2010, 01:21
Olha, que coisa interessante...Jesus, nos disse que qdo fossemos levar nossa oferenda ao altar ( tentativa de estabelecer uma relação com o Criador) e nos lembrassemos que nosso irmão tivesse alguma coisa contra nós, deixássemos nossa oferenda e fossemos primeiro, ter com nosso irmão e se tivéssemos conseguido nos acertar com ele, o teríamos ganhado e aí sim, poderíamos voltar e fazer nossa oferenda.  Reafirma o mandamento antigo de Amar a Deus,  e ao próximo como a sí mesmo.
Pois muito bem...o que faz o Espiritismo?  Preconiza que fora da Caridade não há Salvação!  Olhem como o Espiritismo mostra como fazer o trabalho de Religação com o Criador!
A forma que o Espiritismo, te ensina a religar-se com Deus, é através da especial consideração que vc deverá estabelecer com o próximo.
Quando vc enfatiza isso em suas ações, vc está homenageando a Deus, está fazendo a tal Reforma Íntima, pois ninguém consegue Olhar o outro, sem iniciar um processo de desmonte do próprio egoísmo, vaidade e orgulho, tres chagas abertas que cultivamos em nós.
Dessa forma, o Espiritismo cumpre o seu papel, recondozindo-nos atraves de uma Religião Natural e não aquela construída pelos interesses mesquinhos dos fariseus de todos os tempos, ao Criador, fundamentando racionalmente os ganhos que vc tem com isso, pois no processo, vc evolui e descobre Deus dentro de voce.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Bluemoon em 05 de Julho de 2010, 13:20
Olá amigos bom dia, muita paz...

O que se faz preciso, em vossa época, é estabelecer a diferença entre religião e religiões.
A religião é o sentimento divino que prende o homem ao Criador.
As religiões são organizações dos homens, faliveis e imperfeitas como eles próprios; dignas de todo o acatamento pelo sopro de inspiração superior que as faz surgir, são como gotas de orvalho celeste, misturadas com os elementos da terra em que cairam.
Muitas delas, porém, estão desviadas do bom caminho pelo interesse criminoso e pela ambição lamentável dos seus expositores; mas, a verdade um dia brilhará para todos, sem necessitar da cooperação de nenhum homem.
Emmanuel

Um abraço fraterno.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 05 de Julho de 2010, 14:02
Belíssimo achado, cara Irmã Bluemoon, esta citação do nobre Emmanuel.
Mas ainda resta definir se o Espiritismo é ou não uma Religião. O que me dizes é ou não é? por que?

Abraço Fraterno e que Deus nos abençoe com Paz e Sabedoria!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Anton Kiudero em 05 de Julho de 2010, 14:05
Pois bem, pergunto aos irmãos o que é de fato uma religião?

Religião é sempre uma criação dos homens e que os afasta de Deus. Nenhum mestre da humanidade criou alguma religião, ensinaram apenas verdades universais, mas as religiões foram sempre criadas por aqueles de seus seguidores que não compreenderam a mensgem dos mestres.

Quem ama alguma religião não consegue amar a Deus porque todas as religiões ensinam a amar a religião antes e acima de Deus, mesmo que afirmem o contrario.

No entanto existe a religiosidade que é o sentimento interior que não se manifesta atraves de qualquer religião e que une o espirito ao Pai.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: altemir.jr em 05 de Julho de 2010, 14:08
Caro Ignarus,
Espiritismo é e ao mesmo tempo não é religião. Espiritismo é tudo. É filosofia, religião, ciência, padrões morais, éticos e etc... Não devemos dar um dono a uma verdade pois ela é de todos. Em meu blog, último post, tentei justamente abordar a esse tema, citando tambem um pouco de história. Leia e opine.

http://divesp.blogspot.com (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL2RpdmVzcC5ibG9nc3BvdC5jb20=)

Grato,
Alt
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 05 de Julho de 2010, 14:24
Caro Altemir, entendi perfeitamente sua assertiva. Mas o jogo de palavras do tipo é e não é custa-me a ser compreendido. O que precisamos definir é: O Espiritismo é Religião? Por quê? mas com bases sólidas de uma argumentação que satisfaça todos o por quês. Tenho certeza que o nobre companheiro sabe, mas volto a dizer, existem muito companheiros nossos que não aceitam o Espiritismo como Religião e outros que alegam categoricamente que é religião. Então, quais os fatos que dão suporte aos nossos argumentos com bases na lógica e razão e sem nossos persolnalismos ou ideias preconcebidas? Que estudos existema respeito?

Com certeza através do estudo, da pesquisa e da meditação chegaremos a um denominador comum. Este é o foco deste tópico!

Conto com a sua prestimosa ajuda!

Abraço fraternal com o desejo que Deus nos abençoe com Paz e Sabedoria!

Ignarus

(Estarei a ver teu blog sim, depois poderei dar-te minha opinião)
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 05 de Julho de 2010, 14:57
Caro Irmão Altemir, acabo de ler seu Blog e o parabenizo não só pela iniciativa como pelo conteúdo.

Em seu relato histórico demonstras a universalidade de entendimento de uma doutrina livre, que permite cada um o seu livre pensamento, caindo facções para todos os lados. No veu ver, é justamente pela incapacidade de se enxertar algo mais nesta, que vão criando ramificações dissidentes.

Assim, existem aqueles que misturam os ensinos dos Espíritos com práticas místicas e esotéricas, outros com ciência e medicina, outros ainda, com supertições e crendices populares. Fica óbvio, por tanto, uma prática religiosa sem fundamentação na própria doutrina. Não que esta não seja, também, uma religião. Mas, a enxertam, de tal modo, com sincretismos, atavismos, dogmas, rituais, supertições, terapias e etc..., que estão desfigurando totalmente o caráter simplista da prática religiosa elevada em sua maior potência que consiste unicamente no despertar da consciência espiritual do ser e sua necessidade de luta contra o seu EGO para aproximar-se da Divindade através da prática do amor. Lembremos que isso nos foi ensinado há mais de 2000 anos!


Então para que possamos colaborar de forma significativa, precisamos suscitar o pensamento esclarecedor com bases solidificadas na razão e difundir o espiristismo como prática religiosa sem os enxertos personalistas e, até egoístas, que tentam trazer evolução à Doutrina já tão completa em si mesma. (a exemplo do Prof Rivail)

Unamo-nos, pois, nesse mister, vamos juntos resgatar a pureza religiosa de Cristo à luz do espiritismo. Ou estou completamente enganado?

E é por esse motivo que estamos aqui, neste Fórum, para levantar questões e debatê-las, procurando trazer entendimentos mais elevados, conclusões mais lógicas e, claro, provocar a união de esforços para manter pura a fonte que sacia tantos sedentos.

Que Deusnos abençoe com Paz e Sabedoria.

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: ken em 05 de Julho de 2010, 15:01
Olá à todos,

Em minha opinião, Espiritismo não é religião, se o fôsse, não
estariamos a debater o assunto posto que sua codificação deu-se
à mais de um  século. Por outro lado, Religiões, normalmente se
constituem por normas e conceitos pré  determinados, onde seus
adeptos cumprem seus rituais, e são regidos por uma estrutura
hierarquica de comando, assim como seus templos ou igrejas
também possuem um critério pré estabelecido. Nada disso acontece no espiritismo e como exemplo sito este Fórum, onde
a diversidade de culturas religiosas, filosóficas e científicas
são debatidas com respeito. Pergunto que religião seria conivente com esta prática?

Saúde e paz

ken  
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: fernandes adalberto em 05 de Julho de 2010, 15:17
amigos!
pelo andar da carrugem, é muito díficil dizer o que religião ou espiritismo. porque cada uma delas tem um significado.
 portanto a religião segue a sua doutrina de religar e o espiritismos de estudar os ensinamentos nos dado para nos aprofundar.
Fernandes Adalberto
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 05 de Julho de 2010, 15:20
Olá amigo Ken, é louvável a sua opinião.

Mas convido-o a pensar um pouco mais.

Deixe-me fazer uma pergunta simples:
Lembras do Cristianismo primitivo, onde Jesus se reunia com seus discípulos, trazendo os Seus ensinamentos? aquilo era religião ou não?
lembre-se que se apartou totalmente das religiões da época, não construiu templos, não acendeu velas, não adorou imagens, não praticou nenhum ritual e não estabeleceu ordem hierarquica. Apenas ensinou, orou e praticou! certo? Então o que era?

Frateno abraço!


Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: dim-dim em 05 de Julho de 2010, 15:21

Olá!

" Allan Kardec "
O que é o Espiritismo

Para responder, desde agora e sumariamente, à questão formulada no título deste opúsculo, nós diremos que:

O Espiritismo é ao mesmo tempo uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática, ele consiste nas relações que se podem estabelecer com os Espíritos; como filosofia, ele compreende todas as conseqüências morais que decorrem dessas relações.

Pode-se defini-lo assim:

O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, da origem e da destinação dos Espíritos, e das suas relações com o mundo corporal.


Namasté
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 05 de Julho de 2010, 15:27
Olá amigo Fernandes!

Concordo contigo inteiramente, no entanto, uma coisa leva à outra. E precisamos definir bem quem é o quê, e quem serve de base para quem. Assim, poderemos chegar a um denominador comum. E religião, é ciência, é filosofia, ou é um integração racional de tudo?

Se for esta integração qual é a prática religiosa mais coerente com as duas característica? Pensemos meu irmão! é difícil mas não impossível, veja que, o que está em jogo é a pureza de nossos corações a exmplificar aquilo que temos por certo e ensinando ao próximo. Por tanto, tudo o que pensamos, falamos e fazemos é de nossa responsabilidade.

que Deus nos abenço com Paz e Sabedoria!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 05 de Julho de 2010, 15:40
Olá amigo Dim-Dim é um prazer tê-lo aqui a discutir conosco, tenho certeza de que sua opinião será de grande ajuda.

Só uma pergunta a respeito da sua assertiva:
Se o Espiritismo é somente uma ciência por que a doutrina de Jesus é preconizada na codificação tantas vezes? e por que ela mesma nos indica o caminho da auto reforma, dos pensamentos elevados e da oração para a nossa aproximação com o Bem Universal?

Não seria a oração(assim também entendida como prece ou reza) uma prática exclusivamente religiosa?

Não estaria o irmão buscando numa única referência (em epigrafe) uma explicação apenas circunstacial?

Abraços Fraternais!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 05 de Julho de 2010, 16:09
Não pode ser despresado a busca dos Homens
no carater religioso de suas conclusões.

Mesmo que tenhamos criados milhares e milhares de
grupos, seitas, facções.


E criamos estas,
moldados em nossas perspectiva,
nossas ambições, nossas conclusões
e também as seguimos conforme a elas nos entregamos, nos chegamos
e até precisamos

Tudo partindo do alcance do momento
sediados ou não por boas e más inteligências
corpóreas e icorpóreas.

O Espiritismo representa e também apresenta o alcance
a mais
a resposta precisa para tantas buscas, tantas especulações
tantas respostas...

Já não é mais questões de bairro, de país, de continente...

Há toda uma questão que envolve nossa existência
passado, presente e futuro
e num todo relacionado a humanidade
sem distinção.

Nunca foram nós os senhores deste mundo
a parcela encarnada apenas rasteja nos campos e nos intempérires deste planeta
e é uma parcela mínima
comparada ao contigente que envolve os destinos destes planetas,

somos encarcerados...e assim nos encontamos.
e ainda saim mesmo saindo ainda voltaremos.

(minha opinião)
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: dim-dim em 05 de Julho de 2010, 16:31
Olá amigo Dim-Dim é um prazer tê-lo aqui a discutir conosco, tenho certeza de que sua opinião será de grande ajuda.

Só uma pergunta a respeito da sua assertiva:
Se o Espiritismo é somente uma ciência por que a doutrina de Jesus é preconizada na codificação tantas vezes? e por que ela mesma nos indica o caminho da auto reforma, dos pensamentos elevados e da oração para a nossa aproximação com o Bem Universal?

Não seria a oração(assim também entendida como prece ou reza) uma prática exclusivamente religiosa?

Não estaria o irmão buscando numa única referência (em epigrafe) uma explicação apenas circunstacial?


Olá amigo Ignarus!

O homem verdadeiramente religioso só o é quando fica consciente da percepção de Deus no seu interior. As religiões como as conhecemos não incentivam o conhecimento próprio nem o controle do próprio ser através do desprendimento do mundo corporal, material, por isso não são essenciais.



" Allan Kardec "

626 As leis divinas e naturais só foram reveladas aos homens por Jesus e, antes dele, tinham conhecimento delas apenas pela intuição?

– Não dissemos que elas foram escritas em todos os lugares? Todos os homens que meditaram sobre a sabedoria puderam compreendê-las e ensiná-las desde os séculos mais remotos. (...)


Namasté
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 05 de Julho de 2010, 16:33
Olá Irmão Moisés, sejas bem vindo!

Foi uma ótima opinião com fundo altamente filosófico a qual concordo plenamente.

No entando, gostaria que o amigo me respondesse as seguintes questões:

Todos somos unânimes (prejulgo) que a Doutrina de Jesus sofreu modificações que acabaram por disvirtuá-la devido aos enxertos personalistas advindos com os livres entendimentos e práticas religiosas totalmente adversas.
Então pergunto:
1) não corre o Espiritismo o mesmo perigo?
2) devemos deixar que isso ocorra?
3) o que devemos fazer diante de irmãos incautos que se lançam num caminho, se não errado, pelo menos, duvidoso?
4) não cabe a todos preservar uma unificação e cuidar para que somente a verdade (constante no Evangelho do Cristo e na Doutrina dos Espíritos) prevaleça?
5) pode parecer utópico mas não foi essa a ideia primeira dos Mestres Evangelizadores que vieram do Alto?

Contudo, qual a sua resposta direta e simples para o questionamento do tópico?

Pesquisemos, estudemos, concluamos unidos para que a verdade, até onde podemos compreende-la, se mantenha pura e simples permitindo que se complete ao longo do tempo e segundo o grau evolutivo dos espíritos. Pensemos nessa assertiva!

Que Deus nos abençoe com Paz e Sabedoria!

Ignarus  
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: ken em 05 de Julho de 2010, 17:04
Amigo Ignarus

Nosso Mestre Jesus, não veio nos trazer uma religião, mas sim
a palavra da " Verdade ", e encarregou Pedro como sendo o alicerce ou a pedra de sua mensagem, quem contruiram  religiões
encima da palavra do Cristo foram os homens que com o passar
do tempo foram distorcendo suas palavras adaptando-as às suas
conviniências, dando no que vemos hoje, milhares de religiões
cultuando o Cristianismo ao bel prazer.
O Espíritismo ao contrário, se fundamenta na mensagem de Jesus, como sendo a palavra da "Verdade", porem sem adapta-la
as suas conviniências, mas sim buscando traduzi-las ao nosso
entendimento, com o auxilio da Espiritualidade Superior, assim
como deixando as portas abertas para a comprovação ciêntifica
ou qualquer outro meio que venha contribuir com a evolução
da  " Doutrina ".
Só não entendi o que tem haver a vinda do Cristo com o tópico
"Espiritismo é ou não é religião" ????

Paz  

ken  
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 05 de Julho de 2010, 17:23
Amigo Ken

Se o Cristianismo não é uma religião e o espiritismo preconiza os ensinamentos do Cristo então este também não é religião? esta é a verdadeira conotação da sua assertiva?

Contudo vejo uma concordância entre nossos argumentos quando convergem para a implantação distorcida das conveniências humanas. Será que o mesmo não está a ocorrer com o espiritismo?

Entendo que, o espiritismo veio trazer novos entendimentos aos ensinos Cristãos, dissociando deste, todas as "impurezas humanas". Porém, este não estaria também sendo maculado em sua pureza fazendo com seus adeptos percam o foco?

E pelo que vi nem o irmão consegue uma opinião final a respeito do espiritismo ser ou não uma religião!

Pensemos com humildade e senso crítico, afinal nós somos os responsáveis!

Fraternal Abraço!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Bluemoon em 05 de Julho de 2010, 18:13
Olá amigos boa tarde, muita paz...

Amigo Ignarus, para mim o Espiritismo não é uma religiao pelas mesmas razões que já expus aqui.

O importante meu amigo, no meu ver, é acreditar em Jesus, é crêr em Deus.
Embora não concorde com o que algumas religiões fazem, também não desrespeito, pelo contrario, tento compreender que aquele irmão ou irmã ainda terá muita dor e sofrimento pela frente, se quiser, pois há o livre arbitrio, né?

E há o Espiritismo, graças a Deus, que nos trouxe outras luzes sobre quem somos, de onde viemos, para onde vamos.

Muita paz e muita luz amigo.

Abraços fraternos a todos os amigos...
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 05 de Julho de 2010, 18:29
Ignarus

Todos somos unânimes (prejulgo) que a Doutrina de Jesus sofreu modificações que acabaram por disvirtuá-la devido aos enxertos personalistas advindos com os livres entendimentos e práticas religiosas totalmente adversas.  

E pode-se perceber claramente,
não só pelos apontamentos dos Espíritos
como em comparação com a proposta que a revelaão Vindoura nos apresenta,
além dos queixumes de todos aqueles que se oposicionaram com qualeuqre segmento religioso


Então pergunto:
1) não corre o Espiritismo o mesmo perigo?



Penso que
Vai ocorrer com o seguidor que poderá desviar-se,
pelas suas intenções ou pelos seus vacilos
e com isso o arrastar simpatizantes
mas não com a Doutrina...

Sendo Fonte...e por quem veio....não poderá ter oposição em sua pureza.

saibamos avançar...e não nos embaraçarmos nas ofensas...
É uma opção seríssima.



 
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 05 de Julho de 2010, 18:38
2) devemos deixar que isso ocorra?  

A Doutrina é capaz de responder ao nosso entendimento,
segundo possamos penetrá-la
sem se mistificar, ou se macular
O Seguidor poderá equivocar-se, e isso é o que ocorre.
Não a Doutrina
Ou ela não tem o crédito de vir de onde veio.

é sérissima a questão das convicções

O que cremos?



Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 05 de Julho de 2010, 18:42
3) o que devemos fazer diante de irmãos incautos que se lançam num caminho, se não errado, pelo menos, duvidoso?  

Sua pergunta aponta para o seu entendimento do que é a Doutrina e para que veio,
por isso a preocupação
não com a Doutrina...mas com incautos e duvidosos

Há uma certeza mesmo
do que se preocupa em seu entendimento?

Incautos e duvidosos é o que somos

Então alcançamos o alcance da proposta espírita?

reflitamos.

não devemos ser temerários e saibamos não estamos ausentes de auxilio.


Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 05 de Julho de 2010, 18:50
4) não cabe a todos preservar uma unificação e cuidar para que somente a verdade (constante no Evangelho do Cristo e na Doutrina dos Espíritos) prevaleça?

A Doutrina trá-nos ensinamentos preciosos e precisos
reencarnação
livre arbitreo
causa e efeito

A verdade irradia como a luz o faz do seu ponto inicial.
busquemos a verdade em nós

Muitos discursos de unificação, apontam para o desentendimento total da nossa realidade e disto devemos ter cuidado...
poderemos estar trabalhando a favor de forças contrária as propostas da DE.

Observemos as leis que regem a nossa natureza...a natureza do nosso mundo.
meditemos nas palavras do Cristo
e busquemos nos conhecer

E penetremos
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 05 de Julho de 2010, 18:57
Caro amigo e irmão Moisés,

Concordo com todas as suas observações. Aliás seguem estritamente os ensinos da Doutrina.

Contudo ainda fica algumas questões a serem respondidas:

1) E a responsabilidade daqueles que visualizam o entendimento errôneo sendo divulgado como verdades absolutas?

2) E a nossa responsablidade diante do dever de esclarecer o seguidor equivocado?
 
3) E a nossa responsabilidade, diante da nossa capacidade mental, em absorver o certo, discernindo o errado e praticando o ensinado?

4) A leia do amor ao próximo não enquadra também a caridade do esclarecimento e da orientação através de palavras bondosas baseadas na pura doutrina de Jesus e dos Espíritos?

5) Com relação as convicções. Não é a própria DE uma chamada à racionalidade para por fim às convicções distocidas?

6) E sendo nós espíritas, cujo o lema é "Fora da Caridade Não há Salvação" não devemos também, fazer com que todos pensem e reavaliem suas convicções, inclusive nós mesmos?

7) Será que certas convicções não se mantém graças a divulgação de entendimentos errôneos da DE?

Pensemos a respeito e procuremos respostas objetivas!

Cordial e fraterno abraço amigo!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 05 de Julho de 2010, 19:01
ANTE ALLAN KARDEC
Emmanuel

Perante as rajadas do materialismo a encapelarem o oceano da experiência terrestre, a Obra Kardequiana assemelha-se, incontestavelmente, à embarcação providencial que singra as águas revoltas com segurança.

Por fora, grandes instituições que pareciam venerandos navios estalam nos alicerces, enquanto esperanças humanas de todos os climas, lembrando barcos de todas as procedências, se entrechocam na fúria dos elementos, multiplicando as aflições e os gritos dos náufragos que bracejam nas trevas.

De que serviria, no entanto, a construção imponente se estivesse reduzida à condição de recinto dourado para exclusivo entretenimento de alguns viajantes, em tertúlias preciosas, indiferentes ao apelo dos que esmorecem no caos?

Prevenindo contra semelhante impropriedade, os sábios instrutores que escreveram a introdução de “O Livro dos Espíritos”, disseram claramente a Allan Kardec: “Mas, todos os que tiverem em vista o grande princípio de Jesus se confundirão num só sentimento: o do amor do bem e se unirão por um laço fraterno que prenderá o mundo inteiro”.

Indubitavelmente, a obra espírita é a embarcação acolhedora, consagrada ao amor do bem.

Urge, desse modo, que os seus tripulantes felizes não se percam nos conflitos palavrosos ou nas divagações estéreis.

Trabalhemos, ascendendo fachos de raciocínio para os que se debatem nas sombras.

Todos concordamos em que Allan Kardec é o apóstolo da renovação humana, cabendo-nos o dever de dar-lhe expressão funcional aos ensinos com a obrigação de repartir-lhe a mensagem de luz, entre os companheiros de Humanidade.

Assim sendo, traçamos estes despretensiosos comentários.

Livro: Construção Do Amor Autor: Francisco C. Xavier - Emmanuel
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 05 de Julho de 2010, 19:03
5) pode parecer utópico mas não foi essa a idéia primeira dos Mestres Evangelizadores que vieram do Alto?

Já não é mais utópico
para os trabalhadores da ultima hora

poderia ter sido...em algum tempo.

Estamos pronto para o serviço...o serviço foi-nos dado.

.................

A resposta simples  para o tópico
é sabermos que virudes nos remete o Espiritismo!
qual o carater central destas virtudes...destas conquistas!

Independente do alcance filosófico ou científico
de cada um
o que nos remeteria , ou nos apresentaria
como uma condição comum?

Que seguimos com os Espiritos ??
que não tememos a chamada morte?
Que buscamos conhecer o sofrimento e mudar o seu quadro?
Que não o aceitamos determinismos e nem fatalidades?
Que não aceitamos nada que não entendemos?
Que sabemos que temos limites variados de entendimento?
Que penetramos o invisivel?

Mais simples que religião
do que chamaria?







Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: dim-dim em 05 de Julho de 2010, 19:10

Olá!

Muitas ilusões de quem se preocupa em corrigir os seus semelhantes antes mesmo de efectuar a reforma íntima. Ter a percepção de Deus, 'a verdade que liberta'.

O comentário do meio é de Kardec.

" Allan Kardec "

II.A alma se transvia e perturba, quando se serve do corpo para considerar qualquer objeto; tem vertigem, como se estivesse ébria, porque se prende a coisas que estão, por sua natureza, sujeitas a mudanças; ao passo que, quando contempla a sua própria essência, dirige-se para o que é puro, eterno, imortal, e, sendo ela desta natureza, permanece aí ligada, por tanto tempo quanto passa. Cessam então os seus transviamentos, pois que está unida ao que é imutável e a esse estado da alma é que se chama sabedoria.

Assim, ilude-se a si mesmo o homem que considera as coisas de modo terra-a-terra, do ponto de vista material. Para as apreciar com justeza, tem de as ver do alto, isto é, do ponto de vista espiritual. Aquele, pois, que está de posse da verdadeira sabedoria, tem de isolar do corpo a alma, para ver com os olhos do Espírito. E o que ensina o Espiritismo.

III. Enquanto tivermos o nosso corpo e a alma se achar mergulhado nessa corrupção, nunca possuiremos o objeto dos nossos desejos: a verdade. Com efeito, o corpo nos suscita mil obstáculos pela necessidade em que nas achamos de cuidar dele. Ao demais, ele nos enche de desejos, de apetites, de temores, de mil quimeras e de mil tolices, de maneira que, com ele, impossível se nos torna ser ajuizados, sequer por um instante. (...)


Namasté
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 05 de Julho de 2010, 19:13
Ignarus

1) E a responsabilidade daqueles que visualizam o entendimento errôneo sendo divulgado como verdades absolutas?
2) E a nossa responsablidade diante do dever de esclarecer o seguidor equivocado?
3) E a nossa responsabilidade, diante da nossa capacidade mental, em absorver o certo, discernindo o errado e praticando o ensinado?
4) A leia do amor ao próximo não enquadra também a caridade do esclarecimento e da orientação através de palavras bondosas baseadas na pura doutrina de Jesus e dos Espíritos?
5) Com relação as convicções. Não é a própria DE uma chamada à racionalidade para por fim às convicções distocidas?
6) E sendo nós espíritas, cujo o lema é "Fora da Caridade Não há Salvação" não devemos também, fazer com que todos pensem e reavaliem suas convicções, inclusive nós mesmos?
7) Será que certas convicções não se mantém graças a divulgação de entendimentos errôneos da DE?



Para sete questões que envolve-nos a verdade perante o meio em que vivemos

uma atitude nos alerta

Trabalhemos
amando e servindo.

Não viemos pronto.

Surgimos, segundo nos ensinaram os Bons espíritos,
 simples e ignorantes...
Para cada marca que nos deparamos...
no corpo do nosso próximo e no nosso
relacionado as idéias, a desejos, a esperança,a crença

descobriremos quão imensos caminhos já percorreu a humanidade

cada alma
é um expoente único da prova da nossa universaliade

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 05 de Julho de 2010, 19:21
Dim dim

Jesus nos disse que até os criminos amam-se

e suas opiniões ao meu ver distoa
das citações de kardec.

mas como você mesmo enfatiza
tudo é uma questão de ilusão
e você tem as suas
e devem lhe custar muito caro.

abraços
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: dim-dim em 05 de Julho de 2010, 19:26

Olá!

A reforma íntima é dura, não é? É pois, é preciso abandonar todas as idéias, pensamentos, raciocínios, preconceitos, egoísmos, em poucas palavras, o homem exterior, ilusório.

Mas, a doutrina dá as dicas. Porque será que ninguém as quer ver?

" Allan Kardec "

Enquanto o homem se perde nas sutilezas de uma metafísica abstrata e incompreensível para pesquisar as causas de nossa existência moral, Deus coloca diariamente ao alcance de nossos olhos e nossas mãos os meios mais simples e evidentes para o estudo da psicologia experimental.

O êxtase é o estado em que a independência da alma e do corpo se manifesta de maneira mais sensível e torna-se de certo modo palpável.

Nesse estado, todos os pensamentos terrestres desaparecem para dar lugar ao sentimento puro, que é a própria essência de nosso ser imaterial. Inteiramente envolto nessa contemplação sublime, o extático encara a vida apenas como uma paragem momentânea. Para ele tanto o bem quanto o mal, as alegrias grosseiras e misérias aqui da Terra são apenas incidentes fúteis de uma viagem cujo término que avista o deixa feliz.

445 Que conseqüências se pode tirar dos fenômenos do sonambulismo e do êxtase? Não seriam uma espécie de iniciação à vida futura?

É, verdadeiramente, a vida passada e a vida futura que o homem entrevê. Se estudar esses fenômenos, aí encontrará a solução de mais de um mistério que sua RAZÃO procura inutilmente penetrar.

Entretanto, posso alinhar o caminho que vos mostro, com alguns princípios fundamentais;
escutai, pois, estas coisas:

1- A alma tem o poder de se esquivar à matéria; :o

2- De se elevar bem acima da inteligência; :o

3- Esse estado é superior à razão; :D

4- Ele pode colocar o homem em relação com o que escapa às suas faculdades;

5- O homem pode provocá-lo pela prece a Deus, por um esforço constante da vontade, reduzindo, por assim dizer, a alma ao estado de pura essência, privada de atividade sensível e exterior; pela abstração, em uma palavra, de tudo o que há de diverso, de múltiplo, de indeciso, de turbilhonante, de exterioridade na alma;

6-Existe no eu concreto e complexo do homem uma força completamente ignorada até aqui: procurai-a, pois.



Namasté
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: RICARDO_17 em 05 de Julho de 2010, 19:30
Paz a todos........

O Espiritismo é muito mais que uma Doutrina, é muito mais que que um religião, deve ser a SÍNTESE do Cristianismo, a argamassa que unirá todas as religiões.........
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 05 de Julho de 2010, 19:35
Olá Irmão Ricardo, seja bem vindo, sua colaborãção é muito importante.

Aliás concordo com a sua afirmação plenamente. Afinal sou espírita convicto. Mas responda as questões:
1) Por que o espiritismo ainda não é a argamassa que uniirá todas as religiões.
2) Afirmar isso não corremos o risco de parecer utópicos e pretensos donos da verdade diante das outras crenças?

Pensemos!

Frateranl abraço!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 05 de Julho de 2010, 19:38
Boas observações
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: dim-dim em 05 de Julho de 2010, 19:54
Dim dim
Jesus nos disse que até os criminos amam-se
e suas opiniões ao meu ver distoa
das citações de kardec.
mas como você mesmo enfatiza
tudo é uma questão de ilusão
e você tem as suas
e devem lhe custar muito caro.
abraços

Não, amigo Moisés, não me custam nada. Deus dá-me tudo, a todo o momento, do que Ele entende que é melhor para mim.

O que eu enfatizo e cito de Kardec é a percepção espiritual, a percepção material e ilusória deixo-a para os iludidos com os sentidos exteriores, aqueles que se julgam homens.


Namasté
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: fernandes adalberto em 05 de Julho de 2010, 20:09
Por que o espiritismo ainda não é a argamassa que uniirá todas as religiões.
 porque nao temos ainda o alicerce para colocamos força para sermos universal.
muitas palavras e poucas ações.
fernandes Adalebrto
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 05 de Julho de 2010, 20:20
Fernandes meu irmão! por que ainda exitem tantas palavras e tão pouca ação? Que alicerce é este que falta? o das boas obras?

entendo que o alicerce seja a própria doutrina e as boas obras é o resultado da Reforma ìntima conforme o que dita a própria doutrina. Mas e aqueles que ainda não comprendem estes fato? Por que ainda não o compreendem, principalmente aqueles que já professam o Espiritiritismo? O que está faltando?

Meditemos!

Cordial Abraço!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: dim-dim em 05 de Julho de 2010, 21:00
Fernandes meu irmão! por que ainda exitem tantas palavras e tão pouca ação? Que alicerce é este que falta? o das boas obras?

entendo que o alicerce seja a própria doutrina e as boas obras é o resultado da Reforma ìntima conforme o que dita a própria doutrina. Mas e aqueles que ainda não comprendem estes fato? Por que ainda não o compreendem, principalmente aqueles que já professam o Espiritiritismo? O que está faltando?


Atenção que a reforma íntima nada tem a ver com obras ou actos exteriores.

Ela é íntima porque é interior, porque pretende acabar com o homem sensual, exterior e iludido. Desligado da percepção de Deus.

É íntima porque é um trabalho individual.

Kardec também nos fala sobre isto:


7. - Não dependendo a felicidade futura do trabalho progressivo na Terra, a facilidade com que se acredita adquirir essa felicidade, por meio de algumas práticas exteriores, e a possibilidade até de a comprar a dinheiro, sem regeneração de caráter e costumes, dão aos gozos do mundo o melhor valor.


Namasté
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Bluemoon em 05 de Julho de 2010, 21:51
Olá boa noite amigos, muita paz...

Amigo Ignarus penso que o que está faltando é mesmo a acção, a prática em si da Doutrina Espirita.
Ainda há muita teoria e pouca pratica da Doutrina.
Mas atenção, isto é apenas uma opinião minha.

Um abraço fraterno.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 05 de Julho de 2010, 21:57
Desculpe contrariá-lo Irmão Dim-Dim.

Mas o bem verdadeiro é fruto do Amor maior conseguido através da disciplina de nossos egos. Assim, se não houver reforma íntima nunca seremos capazes de praticar o bem sem colocar o "EU" à frente de tudo.

Consegue, por acaso, alguém praticar a verdadeira e santa caridade sem o amor ao próximo, sem o sentimento altruísta com esquecimento de si próprio?

O que é reforma ìntima então?

Pensemos, pois acho sim que ela é íntima, ou seja de nós para conosco mesmo. Mas o objetivo dela é modificarnos para o bem a se expressado exteriormente. Senão, pra que mudar?

Aliás, não vejo nenhuma conotação com a citação de Kardec com relação a este assunto. Pois trata-se exatamente uma exortação à melhoria individual que levará à evolução todo o Planeta. Ou seja, se tiver alguma conotação ela corrobora a afirmação de que a reforma ínitima individual refletirá no todo através de nossos pensamentos, desejos e atitudes mais elevados. Ou não?

Abraços Fraternos!


Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Anton Kiudero em 05 de Julho de 2010, 22:03
1) E a responsabilidade daqueles que visualizam o entendimento errôneo sendo divulgado como verdades absolutas?
2) E a nossa responsablidade diante do dever de esclarecer o seguidor equivocado?
3) E a nossa responsabilidade, diante da nossa capacidade mental, em absorver o certo, discernindo o errado e praticando o ensinado?

E que responsabilidade uns podem possuir em relação a outros se o unico Pai a indicar o caminho a todos é sempre o mesmo? Isto me lembra a prepotencia de quem julga saber mais que todos, o que costuma ser um indubitavel sinal de ignorancia...

E desde quando existe o certo e o errado no universo? Se existe é apenas nas pequenas mentes humanas...

4) A leia do amor ao próximo não enquadra também a caridade do esclarecimento e da orientação através de palavras bondosas baseadas na pura doutrina de Jesus e dos Espíritos?
5) Com relação as convicções. Não é a própria DE uma chamada à racionalidade para por fim às convicções distocidas?

E onde estão as palavras bondosas de Jesus? Ele ensinou verdades universais mas não fez cafuné em ego algum que me lembre. Nem no passado e tampouco no presente. Quem utiliza palavras melifluas são os homens que se realizam na auto-enganação. Jesus ensinou ao espirito o caminho para o seu despertar. E as religiões bem como os homens que se acreditam "religiosos" tudo fazem para manter o espirito adormecido e estagnam no tempo.

A DE é sim, uma chamada a racionalidade pois é contra tudo o que a mente humana acredita ser realidade. Isto se encontra no muito citado, pouco lido e praticamente nada compreendido Livro dos Espiritos.

6) E sendo nós espíritas, cujo o lema é "Fora da Caridade Não há Salvação" não devemos também, fazer com que todos pensem e reavaliem suas convicções, inclusive nós mesmos?
7) Será que certas convicções não se mantém graças a divulgação de entendimentos errôneos da DE?

A primeira convicção da qual deve se libertar aquele que busca o caminho interior da evolçução, são todaas as convivções. Pois se nada é permanente, estavel e rigido. Se não ha caminhos fora os que construimos para nos mesmos, qualquer convicção nos prendera sempre a criações de mentes alheias e isto denomina-se "religião".

Pensemos a respeito e procuremos respostas objetivas!

Tentei ser o mais objetivo possivel, a seu pedido...
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 05 de Julho de 2010, 22:11
Querida Bluemoon, que a Paz esteja em nossos corações.

Concordo plenamente! é isso mesmo!

Quando os espíritas adotarem uma postura corajosa, digna e responsável, deixando que apenas o despertar expontâneo, por si próprio, atue nos corações ignorantes das Verdades Consoladoras.  Quando agirem dando exemplos vivos, através da palavras e das atitudes, mostraremos ao mundo a importância desta Doutrina que, sem dúvida nenhuma, está junto com a Doutrina Cristã Primitiva promovendo a evolução da Humanindade em Amor e Fé!

Mas infelizmente, vemos muito irmãos debatendo-se entre palavras pomposas escondidos do mundo, presos aos alfarrábios filosóficos ou à procura de alguma  prova material através da ciência para que possam falar ao mundo.

Respeitemos sim o livre arbítrio, a capacidade de compreesnão de cada um, mas façamos cada um a sua parte a fim de colaborar no despertamento de todos.

Se cada um deixar de procurar adendos filosóficos, doutrinários e religiosos e passarem a ensinar a doutriana, tanto a Cristâ, quanto a dos Espíritos, tão puras quanto em suas origens, com certeza chegaremos a bom termo mais rapidamente.

Instruamos, pois, os ignorantes, levantemos os caídos, alertemos os "Impolgados" e lembremos sempre a origem e o objetivo da DE.

Que Deus nos abençoe a todos!

Ignarus  
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Anton Kiudero em 05 de Julho de 2010, 22:15
Caridade, ações exteriores, o que é isto afinal?

Acaso o espirito tem mãos para dar pratos de comida ou lançar pedras? Acaso o espirito tem boca para comer ou para xingar? O espirito não possui qualquer forma e nenhum orgão dos conhecidos pelos homens. A unica ação do espirito é o seu pensamento e o seu sentimento.

Os homens por ser-lhes impossivel vizualizar isto, antropomorfizaram o espirito atribuindo-lhe o que jamais possuiu. Até mesmo cidades inteiras foram erguidas nas mentes humanas para abrigar os tais espiritos que precisam de "casas", "comida", "banheiro", "bonus hora" e "violetas em janelas"... Mas estes não são espiritos, são apenas seres humanos sem corpo material e que nada conseguem ver alem do que existe em sua mente. Na India eram conhecidos como "devas", no candomble como "eguns" e por muitas culturas, como "almas penadas" até serem erguidas pelos espiritas em guias da humanidade... Isto deve-se apenas a falta de estudo do muito citado, pouco lido e praticamente nada comprendido Livro dos Espiritos. Ao inves disso estuda-se muito o Livro dos Espiritas, criação dos homens espiritas no seculo passado.

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 05 de Julho de 2010, 22:33
Me desculpe caro Amigo Kiudero, mas a tua citação está totalmente fora do contexto, pois não estamos discutindo a vida espiritual e sim a necessidade da prática constante do bem a fim de nos elevarmos.

Se o amigo não crê na Caridade, então podemos afirmar que nãos és Espírita e nem mesmo compreendestes a noções de Amor preconizadas pelo Cristo. Pois que, o lema do Espiritismo não é "Fora da Caridade Não há Salvação"? como devo entender a sua afirmação: "Caridade, ações exteriores, o que isto afinal? pelo visto acho que o amigo é quem precisa ler mais a DE.

Pra que entrarmos no terreno das presunções com relação a consistência espiritual dos seres? Não não há na DE informações suficientes para orientá-lo a fim de que aceites ou negues qualquer proposição seguyinda a lógica e a razão. Fizeste tu, meu amigo, estudos apurados e livres de preconceitos para pode afirmar condenando as tua assertivas?

Se o fizestes tem o dever de divulgá-las, ou não?


Abraços Fraternos

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Anton Kiudero em 05 de Julho de 2010, 22:56
Citar
Me desculpe caro Amigo Kiudero, mas a tua citação está totalmente fora do contexto, pois não estamos discutindo a vida espiritual e sim a necessidade da prática constante do bem a fim de nos elevarmos.

Se o amigo não crê na Caridade, então podemos afirmar que nãos és Espírita e nem mesmo compreendestes a noções de Amor preconizadas pelo Cristo. Pois que, o lema do Espiritismo não é "Fora da Caridade Não há Salvação"? como devo entender a sua afirmação: "Caridade, ações exteriores, o que isto afinal? pelo visto acho que o amigo é quem precisa ler mais a DE.

Pra que entrarmos no terreno das presunções com relação a consistência espiritual dos seres? Não não há na DE informações suficientes para orientá-lo a fim de que aceites ou negues qualquer proposição seguyinda a lógica e a razão. Fizeste tu, meu amigo, estudos apurados e livres de preconceitos para pode afirmar condenando as tua assertivas?

Se o fizestes tem o dever de divulgá-las, ou não?

E porque voce afirma que descreio da caridade? Acaso eu disse isto? O que disse é que a caridade não é um ato material. Alias se o fosse ja Cristo teria aberto uma rede de lanchonetes fast food para alimentar os milhares de famintos que havia a sua volta. E nem se preocupou com isto, preferindo alimenta-los com a agua da vida aquela que dessedenta o espirito uma unica vez e por toda a eternidade. A caridade material é coisa dos homens que nada mais veem a sua frente que a materia e que por isto mesmo são denominados de materialistas. Não foi Cristo quem ensinou a cuidar antes das coisas do ceu do que das coisas da terra?

Mas voce acertou em um item. Graças a Deus não sou "espirita" e portanto não passo pela prova de acreditar em tudo o que os espiritas disseminam. Desta eu escapei desta vez... Não preciso estudar o Livro dos Espiritas...  Estudo, e muito, o Livro dos Espiritos...

Quanto as demais afirmativas do amigo, apenas mostram que o amigo se encontra "na media" dos espiritas e não comprendeu ainda oa mensagem do Livro dos Espiritos, cuja essencia alias é mostrada neste forum sem cessar.

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Bluemoon em 05 de Julho de 2010, 23:00
É isso aí amigo Ignarus, concordo com todas as suas palavras postadas aqui.

Explicou bem o que eu ainda não tenho muitas palavras para explicar, obrigada pois enriqueceu a minha resposta.

Um abraço fraterno.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: dim-dim em 05 de Julho de 2010, 23:02

O que é reforma ìntima então?

Pensemos, pois acho sim que ela é íntima, ou seja de nós para conosco mesmo. Mas o objetivo dela é modificarnos para o bem a se expressado exteriormente. Senão, pra que mudar?

Aliás, não vejo nenhuma conotação com a citação de Kardec com relação a este assunto.

Para obter a liberdade de percepção. Desde que a reforma íntima tenha um objectivo qualquer, ou um fim em vista já não é liberdade de percepção, é percepção condicionada.

Pela liberdade de percepção tem-se acesso aos dois mundos, o de percepção livre de Deus ou o de percepção condicionada dos homens finitos, ilusórios.

Quanto à citação de Kardec mostra a ilusão dos homens acreditarem que por acções exteriores se podem regenerar.


Namasté
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 05 de Julho de 2010, 23:28
Caro amigo Kiudero, vejo que saiste do mundo espiritual e viste dar aqui na terra, ainda bem!

Agora,  explique esta tua caridade àqueles que estão com fome, com frio e doentes sem terem os medicamentos. Dê você a eles a caridade espiritual somente e veja se eles a compreendem!

Acho que julgas muito e falas muito, alegas que só estudas o Livro dos Espíritos, pois bem, coloque em prática tudo o que aprendes. Veja se no teu dia-a-dia consegues conciliar tuas palavras aos teu atos e depois sim venha chamar todos aqui de ignorantes. Aliás, sou eu sim um ignorante e estou sim na média e me orgulho disto, pois existem tantos que não tem coragem para assumir o que são e saem com preconceitos e ideias absolutistas na tentativa serem "ois donos da verdade".

Agora voltemos ao assunto principal, por favor, argumente apenas se na tua concepção o espiritismo é ou não uma religião. Deixemos  os argumentos acusatóios de lado e procuremos um concenso. Afinal, é para isso que serve este Fórum ou não?

Cordial abraço e que Deus nos abençoe com Paz e sabedoria!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 05 de Julho de 2010, 23:37
Caro Irmão em Jesus, dim-dim!

Entendo o seu aprofundamento na questão trazendo à baila argumentos puramente filosóficos.

Entendo que ninguém pode forçar o outro para o despertamento da necessidade de melhoria, mas apenas e tão somente, trazer conceitos para que este medite e conclua.

Entendo também que toda melhoria, para ser real tem que partir de dentro para fora, para não se cair no perigoso mundo da hipocrisia. Mas temos que ter uma motivação que virá essencialmente de fora, haja vista, por exemplo a dor.

Assim, em resumo a reforma íntima segue através de duas vertentes distintas, condicionada pela vontade ou pelo meio.

Analise isso, amanhã debateremos mais.

Fraternal abraço!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 05 de Julho de 2010, 23:45
O que nos ensina Mateus 12...
QUEM COMIGO NÃO AJUNTA...ESPALHA...
30 Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha.
31 Portanto vos digo: Todo pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada.
32 Se alguém disser alguma palavra contra o Filho do homem, isso lhe será perdoado; mas se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste mundo, nem no vindouro.
33 Ou fazei a árvore boa, e o seu fruto bom; ou fazei a árvore má, e o seu fruto mau; porque pelo fruto se conhece a árvore.
Ou seja, assuma quem vc realmente é.... religioso para fujir(arvore que produz maus frutos), pois ensina o Filho de Deus a Ter em si um DEUS para adorar... e Um EU para matar...

Ou seja um buscador da verdade... como o Cristo É outros tantos mais O São, posto que ensinam o filho de Deus a se auto conhecer, sem sofismas, dogmas, cultos, cerimoniais, benzeções, se venda de indulgência e sem cobança de dizimos, nem de paga pelas rezas nem pelos sacramentos... Um buscador da verdade, sabe que quando conhecer a verdade a verdade o libertará, simples assim.

O Evangelho segundo o Espiritismo...
CAPÍTULO II
MEU REINO NÃO É DESTE MUNDO
A vida futura. - A realeza de Jesus. - O ponto de vista. - Instruções dos Espíritos:
Uma realeza terrestre.
1. Pilatos, tendo entrado de novo no palácio e feito vir Jesus à sua presença,
perguntou-lhe: És o rei dos judeus? - Respondeu-lhe Jesus: Meu reino não é deste
mundo. Se o meu reino fosse deste mundo, a minha gente houvera combatido para
impedir que eu caísse nas mãos dos judeus; mas, o meu reino ainda não é aqui.
Disse-lhe então Pilatos: És, pois, rei? - Jesus lhe respondeu: Tu o dizes; sou rei;
não nasci e não vim a este mundo senão para dar testemunho da verdade. Aquele que
pertence a verdade escuta a minha voz. (S. JOÃO, cap. XVIII, vv. 33, 36 e 37.)
A vida futura
2. Por essas palavras, Jesus claramente se refere à vida futura, que ele apresenta, em
todas as circunstâncias, como a meta a que a Humanidade irá ter e como devendo constituir
objeto das maiores preocupações do homem na Terra. Todas as suas máximas se reportam a
esse grande principio. Com efeito, sem a vida futura, nenhuma razão de ser teria a maior parte
dos seus preceitos morais, donde vem que os que não crêem na vida futura, imaginando

Comparem e Reflitam o que é Religião....

TRADUÇÃO:
DALAI LAMA assim se expressou?
Eu não estou interessado, meu amigo, sobre a sua religião, ou se você é religioso ou não.
O que é realmente importante para mim é o seu comportamento dentro de seus colegas, família, trabalho, comunidade e, a partir da palavra.
Lembre-se que o universo é o eco de nossos pensamentos.
A lei de ação e reação não é exclusivamente para a física. É também as relações humanas.
Se eu agir com bondade, vou receber o bem.
Se eu agir com maldade, vou começar mal.
O que nossos avós nos disse é a pura verdade.
Você sempre terá o que você deseja para os outros.
Ser feliz não é uma questão de destino
É uma questão de opções
Finalmente ele disse:
Cuide de suas ações porque elas se tornarão hábitos.
Cuide dos hábitos, porque eles vão formar o caráter.
Cuide de seu caráter, porque eles vão formar seu destino.
E o destino vai ser sua vida e não há religião superior à verdade.

Esforcemo-nos em diligência ao longo do caminho espiritual para perceber a verdade
meu adendo:
Não adianta buscarmos a luz alhures... Ela já foi posta dentro de cada um de nós no primeiro dia da criação... cabe-nos unica e tão somente assumirmos nossa condição de humanos que somos e darmos individual e coletivamente nossa contribuição na forma de AUTERIDADE/EDUCAÇÃO GRATUITA E EM TEMPO INTEGRAL PARA TODAS AS CRIANÇAS/ TRABALHO DIGNO PARA OS PAIS/ RESPONSABILIDADE SOCIAL.
Então estaremos recebendo espanadores para afugentar de sobre cada um de nós essa tal fuligem que impede que nossa luz que já brilha, mas está nublada por essa fuligem que é o tal de EGO... só isso, simples assim.
Esta é também a verdadeira tradução para as seguintes palavras:
CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ...
Relação Alteritária:

“Ou aprendemos
a viver como irmãos
ou vamos morrer juntos
como idiotas.."

Martin Luther King

TODA E QUAISQUER RELIGIÕES QUE ETIQUETAREM FILHOS DE DEUS NÃO É NADA MAIS NADA MENOS QUE ARTIFÍCIOS PARA CONGREGAR FUJÕES DA VERDADEIRA LUTA QUE ELEVA O SER HUMANO....
A LUTA VERDADEIRA É AQUELA QUE ENSINA CADA HOMEM A UNIR EM SEU CORAÇÃO O SEU DEUS DE ADORAÇÃO E O SEU EU QUE MATA, ESCRAVIZA, ALIENA, TRAI, IGNORA, SEU PRÓXIMO QUE É UNICA E TÃO SOMENTE FILHO DO MESMO PAI QUE O FUJÃO TRAZ DENTRO DE SEU CORAÇÃO...
Então: Quem precisa de religião para fugir da verdade, o Espiritismo é uma das melhores religiões, pois é pelo menos a que explica claramente sem figuras....
Saúde e Paz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: dim-dim em 05 de Julho de 2010, 23:57

Mas temos que ter uma motivação que virá essencialmente de fora, haja vista, por exemplo a dor.


Ignarus, a única motivação é o primeiro mandamento 'amar a Deus acima de todas as coisas'. E isto não vem de fora, amigo, é bem interior, é uma sensação inexplicável esta busca pela percepção de Deus. Todo aquele que é 'tocado' pelo espírito, isto é, que tem um vislumbre dessa percepção jamais retornará ao estado de percepção condicionada do homem exterior, sensual, ilusório, finito.

A percepção condicionada e finita jamais poderá entender a percepção livre.


Namasté
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 06 de Julho de 2010, 00:17
QUE IMPORTA SE É VERDADE OU NÃO....
IMPORTA O CONTEÚDO...
Reflitamos no conteúdo.... Todas as personagens de todas as religiões não agiram do mesmo modo?
DENTRO DO CORAÇÃO UM DEUS PARA ADORAR E AO LADO UM EU PARA MATAR...
De krishna à modernidade (evolução humana)
 
Cantávamos hinos de louvor com Krishna, aprendendo o conceito da imortalidade da alma, à sombra das árvores augustas que aspiram aos cimos do Himalaia, e descíamos, logo depois, ao vale do Ganges, matando e destruindo para gozar e possuir. 

Soletrávamos o amor universal com Sidarta Gautama, e perseguíamos os semelhantes, em aliança com os guerreiros cingaleses e hindus. 

Fomos herdeiros da Sabedoria, nos tempos distantes da Esfinge, e, no entanto, da reverência aos mistérios da iniciação passávamos à hostilidade sanguissedenta, nas margens do Nilo.   

Acompanhando a arca simbólica dos hebreus, reiteradas vezes líamos os mandamentos de Jeová, contidos nos rolos sagrados, e, desatentos, os esquecíamos, ao primeiro clamor de guerra aos filisteus. 

Chorávamos de comoção religiosa em Atenas, e assassinávamos nossos irmãos em Esparta. 

Admirávamos Pitágoras, o filósofo, e seguíamos Alexandre, o conquistador. 

Em Roma, conduzíamos oferendas valiosas aos deuses, nos maravilhosos santuários, exaltando a virtude, para desembainhar as armas, minutos depois, no átrio dos templos, disseminando a morte e entronizando o crime; 

escrevíamos formosas sentenças de respeito à vida, com Marco Aurélio, e ordenávamos a matança de pessoas limpas de culpa e úteis à sociedade. 

Com Jesus, o Divino Crucificado, nossa atitude não tem sido diferente. 

Sobre os despojos dos mártires, imolados nos circos, vertemos rios de sangue em vindita cruel, armando fogueiras do sectarismo religioso. 

Suportamos administradores arbitrários e ignominiosos, de Nero a Diocleciano, porque tínhamos fome de poder, e quando Constantino nos abriu as portas da dominação política, convertemo-nos de servos aparentemente fiéis ao Evangelho em criminosos árbitros do mundo. 

Pouco a pouco esquecemos os cegos de Jericó, os paralíticos de Jerusalém, as crianças do Tiberíades, os pescadores de Cafarnaum, para afagar as testas coroadas dos triunfadores, embora soubéssemos que os vencedores da Terra não podem fugir à peregrinação ao sepulcro. 

Tornou-se a idéia do Reino de Deus fantasia de ingênuos, pois não largávamos o lado direito dos príncipes, sequiosos de fastígio mundano. 

Ainda hoje, decorridos quase vinte séculos sobre a cruz do Salvador, benzemos baionetas e canhões, metralhadoras e tanques de assalto, em nome do Pai Magnânimo, que faz refulgir o sol da misericórdia sobre os justos e sobre os injustos.

         É por esta razão que nossos celeiros de luz permanecem vazios. O vendaval das paixões fulminantes de homens e de povos passa ululante, de um a outro pólo, a semear maus presságios.

        Até quando seremos gênios demolidores e perversos? Ao invés de servos leais do Senhor da Vida, temos sido soldados dos exércitos da ilusão, deixando à retaguarda milhões de túmulos, abertos sob aluviões de cinza e fumo. Debalde exortou-nos o Cristo a buscar as manifestações do Pai em nosso próprio íntimo. Cevamos e expandimos unicamente:

o egoísmo e a ambição, 

a vaidade e a fantasia na Crosta Planetária.   

        Contraímos pesados débitos e escravizamo-nos aos tristes resultados de nossas obras, deixando-nos ficar, indefinidamente, na messe dos espinhos.

        Foi assim que atingimos a época moderna, em que a loucura se generaliza e a harmonia mental do homem está a pique de soçobro. De cérebro evolvido e coração imaturo, requintamo-nos, presentemente, na arte de esfacelar o progresso espiritual.

[25 - página 26] - Preleção de Eusébio
 
Saúde e Paz.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 06 de Julho de 2010, 00:32
Quem necessita ainda de uma religião, MERECE o nosso mais profundo respeito, posto que é um filho de Deus em busca...
Auxiliemos-lhe, sem lhe apontar faltas, nem lhe ensinar isso ou aquilo, apenas lhes apontemos os ensinos e que ele escolha por sí mesmo o que queira seguir...
Quando ele nos perguntar pela luz...
Digamos-lhe: A SUA LUZ JÁ ESTÁ INTEIRINHA E BEM ACESA DENTRO DE VOÇE...
Todavia há encobrindo-a uma fuligem como a do vesúvio, que a encobriu Pompeia que encobre a sua luz que já está aí bem dentro de voçe, e foi o Pai de Amor que lá já a colocou no primeiro dia da criação... Posto que a luz descrita no quarto dia é outra luz...
Cabe a Voçe e unicamente a voce espanar essa fuligem e o melhor espanador que o Pai nos comcedeu, o mais sucinto... o mais direto... o mais eficaz, o mais simples que conhecí foi este:
Você sempre terá o que você deseja para os outros.
Saúde e Paz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: fernandes adalberto em 06 de Julho de 2010, 12:57
Está faltando até de mim mesmo meu irmão, mais amor, humildade e no servir.
Não adianta querer mudança,  ser não mudarmos o interior das pessoas, através de uma doutrina forte, sem essa ostentação que vermos atualmente.
isso que eu luto, no meu melhoramento e daqueles que querem melhorar em todos os sentidos.
Estou adorando esse tema, muito bom.
Fernandes Adalberto
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 06 de Julho de 2010, 14:55
Nobre companheiro Fernandes Adalberto....,
Olhe, eu entendo assim...
Nós não precisamos de mais doutrinas, nem fortes nem fracas,
Qualquer religião que vc abraçar, nela encontrará qualidades e defeitos, posto que religião é coisa inventada pelos homens, para drenar de seu coração o remorço por colocar junto dentro de sí UM DEUS PARA ADORAR E UM EU PARA MATAR... quando digo, matar estou dizendo em metáfora tudo que não é provindo do Divino, que a sua e a minha e a consciência de cada um de nós humanos connhecemos, então esse dreno, permite que o filho de Deus viva nessa dualidade...
Deis permite que vivamos nessa dualidade por um certo tempo... até que as dores nos obrigam a procurar as causas de tanto sofrer...
Enconrando as causas de tanto sofrer em o arrependimento e o remorço...
Arrependimento e remorço não adiantam nada...
Alguns seguidores das religiões orientais, ensinam que basta esquecer...isolar...não dar atenção...não observar esses remorços e emoções que são causadoras das dores...
Em alguns casos em particular pode até funcionar... porque essas dores foram imbutidas no EGO de alguns via ilusão... (aquele negócio, a pessoa pensa que está em pecado, e não se trata em verdade de pecado, trata-se apenas de ignorância, falta de compreensão da verdade da vida), para isso, simplesmente basta que o indivíduo faça como o Dalai Lama ensinou:Você sempre terá o que você deseja para os outros.
Então remodele seus pensamentos dirigindo-os sempre para o lado bom, vá educando sua mente como ele também ensinou:
Ser feliz não é uma questão de destino
É uma questão de opções
Finalmente ele disse:
Cuide de suas ações porque elas se tornarão hábitos.
Cuide dos hábitos, porque eles vão formar o caráter.
Cuide de seu caráter, porque eles vão formar seu destino.
E o destino vai ser sua vida e não há religião superior à verdade.
Esforcemo-nos em diligência ao longo do caminho espiritual para perceber a verdade.
Agora, nada disso impede que vc continue dentro da religião que vc já tem.
Ela lhe foi itulíssima para trazê-lo até aqui... então é justo que vc continue contribuindo com seu dizimo, sua oferta, seu donativo, etc e tal, para que essa religião também sirva a outrem.
Agora há os casos em que irmãos em TENDO DENTRO DE SEU CORAÇÃO UM DEUS PARA ADORAR E UM EU PARA MATAR... e optaram pela crueldade, foi para estes que Jesus explicou...
É pelo fruto que se conhece a arvore, se seu fruto é bom, mesmo que vc ainda não conheça a verdade, siga avante estudante sendo vc mesmo e procurando se integrar a vida de forma calma, serena, conforme se-lhe seja permitido e melhor lhe aprouver....
Seu seu fruto é mau... não invente, não tente, nem pense, em praticar adulteração...
Adultério não é aquela bobagem de homem trair mulher e mulher trair homem não... aquilo foi adjuntado nos escritos bíblicos, para esconder a verdade...
ADULTÉRIO É CRIME DE LESA NATUREZA, que está em Mateus quando diz ''SE PECARES CONTRA O ESPIRITO SANTO", é ser um fruto ruim... não assumir que é mal fruto, usar o poder da inteligência, do dinheiro, do mando, da autoridade, e criar formulas que aumente a vazão do dreno... lembra do dreno que falei há pouco, é usar como dreno um tubo de 100mm para dar vazão a purulência que a presença da CRUELDADE INTREGADA AO EU MANTIDA AO LADO DO DEUS DE ADORAR...isso é sério meu irmão, os hospícios estão cheios, há hospitais do fogo selvagem para acolher a esses, há leprosários também para isso, e muitas outras cozitas mas...
MAS TUDO TEM CURA .... DEUS É AMOR!.
 Agora se vc me perguntar qual é a melhor religião como Leonardo Boff, perguntou ao Dalai Lama eu lhe direi, que a melhor religião que o ser humano pode ter é a Espírita.
Mas, vc vai pensar mas tanta gente fala que espiritismo não é religião... que isso, que é aquilo, etc e tal.... importa não se vc quiser ter o Espiritismo como religião, voce é livre para isso e não tem que dar satisfação a ninguém que talvez por falta de tempo, ou intuido pelos Espíritos, (médium que é), esteja prestando um serviço ao espiritismo promovendo esse merchandising...
VOCE É LIVRE MEU IRMÃO... DEUS O FEZ ASSIM... NINGUÉM TEM O PODER DE MUDAR ISSO NÃO.
SigA em Paz e Que Deus o abençoe!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 06 de Julho de 2010, 15:17
Caro Irmão Fernandes e tantos outros que Paz do Senhor esteja em Vosso Coração!

Com certeza está faltando humildade, principalmente, para aqueles que não querem reconhecer essa verdade!

Está, também, faltando amor e serviço, compreensão e união!

Pois que, na medida em que se perde tempo verbalizando filosofias, acusando erros alheios e, principalmente, procurando verdades que não existem. Muitos irmão se esquivam da prática da Reforma Íntima, deixando a vaidade, exposta em suas palavras e em seus pensamentos, tomarem conta dos seus corações, achando que para tudo tem uma resposta. Esquecem-se que estão na mesma escola, para aprender as mesmas lições, o que os deixa nivelados em saber e sentir a todos os demais.

Dizer-se Espírita é o mesmo que Dizer-se Cristão e ser Cristão não é apenas crer em Cristo, nem aceitar as verdades do Espiritismo. Mas colocar em prática tudo que assimilou.

Estudar, pesquisar, debater, meditar e concluir é muito importante, é prova de que somos todos inteligentes e capazes. Mas existem alguns que desejam ir além, acrescentando seus personalismos e confundindo tantos outros. Para estes deixemos a palavra com a seguinte frase já tão conhecida: "a semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória".

De que adianta tanta filosofia se poucos desejam praticar o mais simples?
Pra quê tantas palavras quando poucas atitudes seriam capazes de demonstrar para o mundo tantas verdades?

Quando lancei este tópico eu já tinha em mente a certeza, a convicção de que Espiritismo é sim uma religião. Mas só queria constatar quantos existem que tentam com suas "ciências filosóficas" provar o contrário. Tantos "estudiosos e pesquisadores" existem que nunca prestaram atenção nas palavras de Kardec, principalmente nas Obras Póstumas e nas Revistas Espiritas quando este, mais de uma vez, assevera o caráter religioso do Espiritismo.

Muito "filosofam" em torno de palavras, somente para demonstrar vaidosamente seus conhecimentos e conceitos, desconhecendo o caráter precário da palavras para expressar sentimentos. Escrevem e falam compulsoriamente, sem controle algum, apenas se lançando  contendas verbais infrutíferas discutindo verdades insofismaveis.  

Alguns há que, alegam ter estudado décadas a DE e se acham no direito de ter a última palavra sobre qualquer questão. Tola ilusão, pois demonstra que nada aprenderam e nada praticam a respeito da Caridade ou da tão falada Reforma ìntima. Devem ler mais, estudar mais até que as "escamas" do orgulho caiam de seus olhos e a "couraça" do orgulha seja aniquilada de seus corações.

Pseudos Cientista, pseudos filósofos e pseudo religiosos convergindo todos para um antagonismo crônico, sustentado apenas pelo orgulho e pela vaidade.

Assim, meus irmãos, o que falta não é entendimento nem estudo entre muitos daqueles que caminho com Kardec e sim humildade. Pois tenho visto demonstraçoes do mais puro amor vindo daqueles que mal sabem segurar um lápis e jamais entram em debates.

Lembremos que existe um "Agricultor Maior" que cuida carinhosamente desta maravilhosa árvore, cheia de ramos, cujo o fruto deverá ser um só. E aqueles que se estragam caem por terra a fim de se trasfomar em puro adubo.

De que me adianta conhecer toda a verdade e todo o entendimento a respeito da DE e do Cristo, ter fé e não praticar nada? Tiago já questionava isso  há milêncios atras!

Que Deus traga Paz e Sabedoria para todos!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: dim-dim em 06 de Julho de 2010, 16:22

Quando lancei este tópico eu já tinha em mente a certeza, a convicção de que Espiritismo é sim uma religião.

Muito "filosofam" em torno de palavras, somente para demonstrar vaidosamente seus conhecimentos e conceitos, desconhecendo o caráter precário da palavras para expressar sentimentos.

Alguns há que, alegam ter estudado décadas a DE e se acham no direito de ter a última palavra sobre qualquer questão. Tola ilusão, pois demonstra que nada aprenderam e nada praticam a respeito da Caridade ou da tão falada Reforma ìntima.

Pseudos Cientista, pseudos filósofos e pseudo religiosos convergindo todos para um antagonismo crônico, sustentado apenas pelo orgulho e pela vaidade.


O amigo Ignarus é que demonstra, a olhos cheios, a percepção condicionada pelas religiões, pelas doutrinas, pela sociedade, por tudo. Uma percepção condicionada é sempre condicionada, limitada a tudo o que lhe foi imposto.

Por isso as citações que eu fiz de Kardec, e que vão contra a toda essa sua última mensagem, o amigo fez que não as viu. Deixo-as aqui:
http://www.forumespirita.net/fe/o-que-e-o-espiritismo/afinal-espiritismo-e-ou-nao-e-religiao/msg123182/#msg123182 (http://www.forumespirita.net/fe/o-que-e-o-espiritismo/afinal-espiritismo-e-ou-nao-e-religiao/msg123182/#msg123182)
http://www.forumespirita.net/fe/o-que-e-o-espiritismo/afinal-espiritismo-e-ou-nao-e-religiao/msg123177/#msg123177 (http://www.forumespirita.net/fe/o-que-e-o-espiritismo/afinal-espiritismo-e-ou-nao-e-religiao/msg123177/#msg123177)

Sobre a idéia que o amigo tem do espiritismo nada melhor que o próprio Kardec a falar:

" Allan Kardec "

O Espiritismo é uma doutrina filosófica que tem conseqüências religiosas, como toda doutrina espiritualista; por isso mesmo toca forçosamente às bases fundamentais de todas as religiões: Deus, a alma e a vida futura; mas não é, uma religião constituída, tendo em vista que não tem nem culto, nem rito, nem templo, e que, entre os seus adeptos, nenhum tomou ou recebeu o título de sacerdote ou de sumo-sacerdote. Essas qualificações são pura invenção da crítica.

O Espiritismo proclama a liberdade de consciência como um direito natural: reclama-a para os seus, como para todo o mundo. Respeita todas as convicções sinceras, e pede para si a reciprocidade.


Namasté
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 06 de Julho de 2010, 17:26
Bom todos temos os nossos pareceres

eu mesmo tenho dificuldades em abranger todas as apreciãções da DE
e ou melhor,
ver o que ela pode abranger.
são muitas questões

Como EU vim de outra religião
e a deixei para seguir os princípios Espiritas
e assumi que devo estes principios seguir

A mim O Espiritismo é a minha Religião
e como não há sacerdotes , muito menos epaço para as proliferações de suas clases
e também não há doutores e muito menos gabinetes para estes cargos.

O Espiritismo é a minha religião
No espaço da minha vida
eu o coloco e procuro aplicar.

Sou assim e esta é a minha resposta..

....................

"A ignorância dos princípios fundamentais é causa das falsas apreciações da maior parte dos que julgam o que não compreendem, ou que o fazem com base em idéias preconcebidas" - (Allan Kardec)
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 06 de Julho de 2010, 17:26
Caro Irmão Fernandes e tantos outros que Paz do Senhor esteja em Vosso Coração!
Com certeza está faltando humildade,
Que Deus traga Paz e Sabedoria para todos!

Ignarus

A melhor consequencia que nos traz qualquer religião, está exatamente na primeira e na ultima frase do post supra referido do nobre irmão...
Quantas vezes o nobre irmão inquiriu os demais membros deste fórum se Espiritismo é ou não religião?
Somente para chegar a conclusão que ninguém sabe nada de religião e só o nobre irmão é que está com a razão? Realmente com certeza, está faltando humildade...
É ... o nobre irmão com seu discurso de acusações e constatações acerca de outrem, sem verificar de sí mesmo a própria postura mais uma vez torna claro para mim, que no homem comum(filho de Deus), há de de sí um DEUS PARA ADORAR E UM EU PARA MATAR...
EU ADORO O SENHOR MEU DEUS, O RESTO... é o resto....( o nobre irmão não está sozinho não... infelizmente, todos os religiosos são assim, com raras e honrosas excessões)...
Mas... isto vai mudar... ESTAMOS EM PLENA ERA DA REGENERAÇÃO. E na renegeração esta é a lei:
Você sempre terá o que você deseja para os outros.
Saúde Paz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 06 de Julho de 2010, 17:42
Sinto muito Irmão Dim-Dim, equivoca-se no seu prejulgamento a meu respeito.

Aliás, sou radicalmente contra a religiosidade mística, supersticiosa, paramentada e ritualizada, principalmente, dentro das casas espíritas.

Digo ainda, que jamais fiz parte de qualquer agrupamento religioso, quaisquer que sejam por ver algo mais do a necessidade do culto exterior. Mas os visitei e os estudei e, em minha precária concepção, todas, sem exceções, estão cheias de manifestações de fé apenas com exteriorização materialista de seus pedidos para que Deus apenas atenda seus desejos resolvendo todas as dificuldades inerentes à vivência humana.

No entando, respeito a capacidade de cada um no entendimento, mas preconizo veementemente a necessidade do despertar da fé realmente racional. Onde o que conta é o poder da mente e do desejo visualizando-se tal como realmente é perante a divindade e compreendendo os por quês de sua vida através do estudo das "verdades consoladoras" e lançando-se à prática do bem insessantemente numa luta exclusivamente pessoal.  

Ora, para desligar-se religiosamente da DE é afastar-se incondicionamente da Doutrina de Jesus. Aliás, somente Jesus, já há mais de dois mil anos atras nos ensinou a verdadeira prática religiosa através do amor ao próximo, ensinando-nos até mesmo como deveríamos orar e jamais se utilizou de algum instrumento externo para reforçar ou condicionar a fé.

Digo ainda que a simples existência da palavra fé já implica diretamente no conceito religioso da DE. Mas somente depois de muito tempo, após a vinda do Mestre Galileu, é que conseguimos vislumbrar a fé e condicioná-la à razão. E a razão nos mostra que Fé "paramentada" nada significa para a verdadeira religiosidade, sendo totalmente dispensável, porém, inócua já que pode algum momento ajudar como um catalizador para a aproximação do ser às altas esferas.

Com relação a minha idéia sobre o espiritismo caro Irmão, confesso, sou ainda muito ignorante, assim como trago em mim muitas imperfeições, por isso estou aqui neste mundo de prova de expiações. E dentro das minha limitações, tão óbvias, entendo que cada um tem seu tempo de despertar entendendo a verdade e praticar o que é certo e elevado conforme vai evoluindo.

Quanto o Espiritimso ser uma doutrina filosófica com consequência religiosas, assim também era o Cristianismo Primitivo, haja vista, a ausência de todas as característica descritas no tópcio citado pelo irmão: "Deus, a alma e a vida futura; mas não é, uma religião constituída, tendo em vista que não tem nem culto, nem rito, nem templo, e que, entre os seus adeptos, nenhum tomou ou recebeu o título de sacerdote ou de sumo-sacerdote".

Aceito totalmente, como certa e justa a assertiva:  "O Espiritismo proclama a liberdade de consciência como um direito natural"; no entanto, cumpre a todos o dever de divulgar os ensinamentos tão puros quanto o recebemos para ajudar aqueles que procuram o caminho certo, respeitando o seu livre arbítrio e principalmente sua liberdade de consciência.

Vemos, cotidianamente, irmãos enveredados numa prática religiosa dentro da "seara espirita" totalmente em desacordo com a doutrina da fé racional. Misturando, inclusive, técnicas de cunho espiritualista cheias de esoterismos, misticismos e superstições levando muitos iniciados aos erros e condicionando sua postura religiosa dentro daquilo que o irmão denominou de percecpçao condicionada.

Aliás aquele que entendeu o mínimo da DE e, também do Cristianismo Primitivo sabe que a única condição aceita, talvez como único dogma, é a necessidade de renovação, de evolução, de crescimento, da busca incessante do crescimento tanto intelectual quanto moral. POr tanto, quando se lança a este mister a primeira atitudse a ser tomanda é a derrogação de leis que condicionam o ser numa estagnação. Por tanto, fé condicionada é fé engessada que não leva ninguém a lugar nenhum.

Abraços

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 06 de Julho de 2010, 17:42
Você sempre terá o que você deseja para os outros.

Esta frase do Dalai Lama, tem uma significância muito diversa de uma outra parecida muito usada entre nós e os caminhoneiros nos parachoques traseiros de seus caminhões são os maiores divulgadores dessa frase que tanto vemos por aqui e que é assim:

QUE DEUS LHE DÊ EM DOBRO TUDO QUE A MIM DESEJARES!
Essa frase que é notória por aqui, também significa que se um coitado de um espírito infante, tiver inveja do caminhão dele, JÁ DE ANTEMÃO ELE (O CAMINHONEIRO), ESTÁ PEDINDO A DEUS QUE SEU IRMÃO ESPÍRITO-INFANTE SEJA COBERTO COM O DÔBRO DA INVEJA QUE O MESMO DESEJOU AO CAMINHONEIRO, ANTES MESMO QUE O INFANTE O INVEJE... Esse é o EU PARA MATAR que convive junto no mesmo coração O DEUS DE ADORAR...
o AGENTE CAUSADOR DE TODOS OS MALES QUE AFLIGEM A HUMANIDADE... O EGO-ERRADO.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 06 de Julho de 2010, 17:54
Caro amigo filhodobino!
Eu o vejo da mesma forma como me descreves, porém com o agravante de teres o desejo da posse exclusiva de todos os entendimentos e de todas as verdades.

Eu não estou aqui para julgar ninguém, muito menos para estabelecer conceitos novos, nem mesmo para fazer apologias. Apenas quero conhecer o que todos pensam. No entanto, assim como o irmão me compreendeu de forma equivocada, muitos outros também o fizeram e eu somente respondi à altura.

Agora, como o Sr é muito culto e sábio, perfeito e completo tens o o dever, conforme tua própria consciência, de acusar somente para demonstrar suas concepções a respeito de Deus ou deuses.

Com certeza cada um colherá o que semeia. Mas outra coisa certa é que cada um só vê os próprios defeitos nos outros e os acusa por necessidade incontrolável do seu psiquismo.  Ora, meu irmão já que és tão sábio e deténs tantos conhecimentos filosóficos, pratique-os também! Ou ao menos, medite ante de falar!

Abraço Fraterno!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: fernandes adalberto em 06 de Julho de 2010, 18:00
Filhodobino:
como queires mudar, se o mesmo diz com suas palavras o resto, é o resto.
amigos, estamos nessa terra para aprender, a viver, e entende claramente os fatos. como eu dizer em minhas palavras,  eu tenho os meus defeitos e minhas virtudes.
como voce diz estamos em plena era da regeneração.
Como amigo? ser não existir o mais nobre do servimento que é o amor pelo seu proximo.
tenho o maior respeito por todos que estao nesse forum, se nao tivesse já teria saido a muito tempo.
um abraço,
Que Deus esteja sempre convosco,
Fernandes adalberto
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 06 de Julho de 2010, 18:04
QUE DEUS LHE DÊ EM DOBRO TUDO QUE A MIM DESEJARES!
Essa frase que é notória por aqui, também significa que se um coitado de um espírito infante, tiver inveja do caminhão dele, JÁ DE ANTEMÃO ELE (O CAMINHONEIRO), ESTÁ PEDINDO A DEUS QUE SEU IRMÃO ESPÍRITO-INFANTE SEJA COBERTO COM O DÔBRO DA INVEJA QUE O MESMO DESEJOU AO CAMINHONEIRO, ANTES MESMO QUE O INFANTE O INVEJE... Esse é o EU PARA MATAR que convive junto no mesmo coração O DEUS DE ADORAR...
o AGENTE CAUSADOR DE TODOS OS MALES QUE AFLIGEM A HUMANIDADE... O EGO-ERRADO.

---------------------------------

Não podemos e não queremos discutir EGOS e muito menos com EGOS, principalmente os inflados!

Lembremos do único mandamento que supera todos os outros: "AMAI A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS E O TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO".

SE JÁ CONSEGUES AMAR ASSIM O QUE FAZES AQUI? JÁ QUE NÃO DEMONSTRAS!


Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 06 de Julho de 2010, 18:10
Nobre irmão Ignarus, que a paz que o mundo não lhe pode dar, mas que o mestre Jesus no-la prometeu possa estar em seu coração e nos corações de todos os demais amados irmão que estejam conosco neste dialogo.
Aceito, suas palavras como um bom conselho, que prometo analisá-los com carinho e os que minha conciência liberta mo indicar como proveitoso, Louvarei ao senhor Jesus... quanto àqueles que não me forem anotados como úteis, os porei sobre minha mesa de preces e pedirei que o mestre dos mestres, os realinhem com a pureza que só dele vem e os transforme em bençãos de amor para quem deles os precisar. Nada é inútil nesta crosta terrena.
Mas, vamos voltar ao diálogo, agora que as arestas foram aparadas, e me explique com essa cultura excelente nível que o amigo tem, o seguinte pensamento que julguei que o amigo externou:
Pergunto:
PORQUE O AMIGO PENSA QUE É MELHOR TER UMA SÓ RELIGIÃO E NÃO ESTUDAR E DIVULGAR MAIS NENHUMA OUTRA?
Saúde e Paz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 06 de Julho de 2010, 18:21
Nobre irmão Ignarus,
És como posso notar dotado de um excelente nível cultural, e decerto, estas a par de tanta guerra, tanto desamor, tanto desentendimento tendo como pano de fundo a religiosidade de cada um....
Bem sabemos cada um tem o direito de adorar o Deus de seu coração...
Há em andamento nas eras da Regeneração, um ideal conciliatório que é o Ecumenismo...
Acaso o amigo o desaconselha?
Saúde e Paz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Adriana Vila Nova em 06 de Julho de 2010, 18:27
Porque tem que ter tanta polêmica se espiritismo é ou não religião, quanta bobagem! Será que a espiritualidade tem que ser julgada. Jesus, era Judeu, mas ele nunca fez questão de estipular qual "religião" vc deve seguir, o que Jesus mas pediu foi para que amassemos uns aos outros, assim como Ele nos ama... Qual a ificuldade de entender isso?
Fiquem com Deus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 06 de Julho de 2010, 18:39
Adriana,
não se trata de polêmica, mas da necessidade de se conhecer bem e a fundo a doutrina que se segue.
Fora isso qualquer caminho que leve o Homem ao bem geral e à transformação moral é válido.
quanto a doutrina ser ou não ser esta a palavra de Kardec respondendo ao padre na obra O Que é o Espiritismo:
"Em resumo, a Igreja, repelindo sistematicamente os espíritas que voltavam para ela, forçou-os a retrocederem; pela natureza e violência de seus ataques, ela alargou a discussão e a conduziu para um terreno novo. O Espiritismo não era senão uma simples doutrina filosófica e foi ela mesma que o engrandeceu apresentando-o como um inimigo terrível; enfim, foi ela que o proclamou como uma nova religião. Foi uma imperícia, mas a paixão não raciocina."
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 06 de Julho de 2010, 18:51
Caro irmão filhodobino,

Engana-se, também não tenho cultura e nem faço questão de demonstrar aquilo que não tem importância. Mas apenas tento raciocinar com os parcos recursos com que fui agraciado por Deus seguindo as orientações diretas dos Espíritos no tocante a ler, estudar, pesquisar, comparar para depois concluir. Mesmo assim, confesso que acerto em menos de 0,01%. POr isso lanço questionamentos que possam me auxiliar nos entendimentos.

Com relação ao ecumenismo, meu nobre Irmão, por certo todas as lutas, as mais sangrantas digo de passagem, sempre foram travadas em nome de Deus, desde de épocas imemoriais da humanidade isto é fato. E se dá somente pela intrasigência imposta pelo egoísmo, pelo orgulho e principalmente, pelo desejos meramente políticos. Por isso, crucificaram o Jesus, para "a posteriori" adotarem seus ensinamentos mesclando-o com as práticas pagãs e poleteístas.

Creio sim, na possibilidae de entendimento, desde que os pensamentos convirgam para isto. No entanto, pelo que se apresenta na atualidade, não é para um futuro tão próximo. Pois além do entendimento tem que haver o "despertar" das consciências levando ao desapego aos erros milenares encrustrados nos EGOS. Mas somente o tempo e a ação benfeitora das dificuldades terrestres poderão, juntamente com uma Doutrina Pura sem engodos verbais e a prática da caridade em todo o seu entendimento pelos que a disseminam poderá trazer esta Luz de Paz e Entendimento.

Fora isso, não creio na possibilidade do ecumenismo total, amplo e que envolva cada prosélito da cada ramificação religiosa de todas as filosofias. Um exmplo disso está claro nas atuais religiões "Pentecostais" com as quais convivemos.

Acho, ainda, um absurdo total a tentativa de unificação sem o esclarecimento dos pontos comuns que estabelecem toda doutrina, principalmente, aquelas baseadas no amor. Poucos, snão raríssimos, conseguem, humildemente escutar sem preconceitos ou fanatismos.

Entendo que a unica linguagem que pode atingir alguns EGOS é do prática incessante do bem. Veja os exemplos de Madre Tereza, Chico Xavier, Irmã Dulce e tantos outros que são respeitados e admirados em todos os meios religiosos. E o que fizeram eles? apenas praticaram o amor enquanto, nós outros estamos aqui debatendo em palavras.

O irmão não concorda comigo?

Paz
Ignarus

Assim, somente uma doutrina "supra-religiosa" cuja as práticas não se aproxime de nenhuma crença e que se precavenha dos atavismos,
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 06 de Julho de 2010, 18:53
Sejas bem vindo ao debate meu Irmão Moura, aliás estive a visitar o teu Site e confesso imenso prazer nas leituras de teus artigos, parabéns!

Que Deus o abençoe com Paz e Sabedoria!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 06 de Julho de 2010, 19:05
Compreendi perfeitamente seu pronunciamento amado e nobre irmão...
com sua vênia cito-o e peço-lhe que me presenteie com sua opinião sobre o que vou postar e prezaria a opinião do Moura....em seguida se o amigo julgar que lhe convém, se seu julgamento é não opinar a respeito, nem precisa responder, que entenderei.
De krishna à modernidade (evolução humana)
 
Cantávamos hinos de louvor com Krishna, aprendendo o conceito da imortalidade da alma, à sombra das árvores augustas que aspiram aos cimos do Himalaia, e descíamos, logo depois, ao vale do Ganges, matando e destruindo para gozar e possuir.  

Soletrávamos o amor universal com Sidarta Gautama, e perseguíamos os semelhantes, em aliança com os guerreiros cingaleses e hindus.  

Fomos herdeiros da Sabedoria, nos tempos distantes da Esfinge, e, no entanto, da reverência aos mistérios da iniciação passávamos à hostilidade sanguissedenta, nas margens do Nilo.  

Acompanhando a arca simbólica dos hebreus, reiteradas vezes líamos os mandamentos de Jeová, contidos nos rolos sagrados, e, desatentos, os esquecíamos, ao primeiro clamor de guerra aos filisteus.  

Chorávamos de comoção religiosa em Atenas, e assassinávamos nossos irmãos em Esparta.  

Admirávamos Pitágoras, o filósofo, e seguíamos Alexandre, o conquistador.  

Em Roma, conduzíamos oferendas valiosas aos deuses, nos maravilhosos santuários, exaltando a virtude, para desembainhar as armas, minutos depois, no átrio dos templos, disseminando a morte e entronizando o crime;  

escrevíamos formosas sentenças de respeito à vida, com Marco Aurélio, e ordenávamos a matança de pessoas limpas de culpa e úteis à sociedade.  

Com Jesus, o Divino Crucificado, nossa atitude não tem sido diferente.  

Sobre os despojos dos mártires, imolados nos circos, vertemos rios de sangue em vindita cruel, armando fogueiras do sectarismo religioso.  

Suportamos administradores arbitrários e ignominiosos, de Nero a Diocleciano, porque tínhamos fome de poder, e quando Constantino nos abriu as portas da dominação política, convertemo-nos de servos aparentemente fiéis ao Evangelho em criminosos árbitros do mundo.  

Pouco a pouco esquecemos os cegos de Jericó, os paralíticos de Jerusalém, as crianças do Tiberíades, os pescadores de Cafarnaum, para afagar as testas coroadas dos triunfadores, embora soubéssemos que os vencedores da Terra não podem fugir à peregrinação ao sepulcro.  

Tornou-se a idéia do Reino de Deus fantasia de ingênuos, pois não largávamos o lado direito dos príncipes, sequiosos de fastígio mundano.  

Ainda hoje, decorridos quase vinte séculos sobre a cruz do Salvador, benzemos baionetas e canhões, metralhadoras e tanques de assalto, em nome do Pai Magnânimo, que faz refulgir o sol da misericórdia sobre os justos e sobre os injustos.

         É por esta razão que nossos celeiros de luz permanecem vazios. O vendaval das paixões fulminantes de homens e de povos passa ululante, de um a outro pólo, a semear maus presságios.

        Até quando seremos gênios demolidores e perversos? Ao invés de servos leais do Senhor da Vida, temos sido soldados dos exércitos da ilusão, deixando à retaguarda milhões de túmulos, abertos sob aluviões de cinza e fumo. Debalde exortou-nos o Cristo a buscar as manifestações do Pai em nosso próprio íntimo. Cevamos e expandimos unicamente:

o egoísmo e a ambição,  

a vaidade e a fantasia na Crosta Planetária.  

        Contraímos pesados débitos e escravizamo-nos aos tristes resultados de nossas obras, deixando-nos ficar, indefinidamente, na messe dos espinhos.

        Foi assim que atingimos a época moderna, em que a loucura se generaliza e a harmonia mental do homem está a pique de soçobro. De cérebro evolvido e coração imaturo, requintamo-nos, presentemente, na arte de esfacelar o progresso espiritual.

[25 - página 26] - Preleção de Eusébio
 
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 06 de Julho de 2010, 19:07
Oi man o Ignarus.
adorei o que você falou sobre Madre Tereza e o chico, e concordo sem retirar um til.
E o que eles fizeram?
Apenas fizeram bem a "lição de casa" que é a mesma para todos nós.
Acontece quye  o Ego se faz eterno guerreador no campo religioso e porisso mesmo não pode haver ecumenismo nos nossos tempos.
"

ecumenismo
e.cu.me.nis.mo
sm (gr oikoumenismós) Rel 1 Movimento universal de união das Igrejas Evangélicas (protestantes). 2 O mesmo movimento estendido a todas as igrejas cristãs, abrangendo o protestantismo, catolicismo e os diversos ritos orientais."
Com se vê, tal visão é ainda muito distante de se tornar real e verdadeira, pelo menos em mundos de provas e expiações.
Alguns já o tentaram mas sucumbiram ante a guerra de egos que se instalou.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 06 de Julho de 2010, 19:09
DALAI  LAMA  assim se expressou?
I ‘am not interested, my friend, about your religion, or if you are religious or not.
What really is important to me is your behaviors in from your peers, family, work, community, and in from of the word.
Remember, the universe is the echo of our thoughts.
The law of action and reaction is not is exclusively for physics. It is also human relations.
If I act with goodness, I will receive goodness.
If I act with evil, I will get evil.
What our grandparents told us is the pure truth.
You will always have what you desire for others.
Being happy is not a matter of destiny
It is a matter of options
FINALLY HE SAID:
Take care of your actions because they will form your character.
Take care of your habits because they will form your destiny.
And you destiny will be your life and there is no religion higher than the truth.

May we strive on diligently along the spiritual path to realize the truth
TRADUÇÃO:
DALAI LAMA assim se expressou?
Eu não estou interessado, meu amigo, sobre a sua religião, ou se você é religioso ou não.
O que é realmente importante para mim é o seu comportamento dentro de seus colegas, família, trabalho, comunidade e, a partir da palavra.
Lembre-se que o universo é o eco de nossos pensamentos.
A lei de ação e reação não é exclusivamente para a física. É também as relações humanas.
Se eu agir com bondade, vou receber o bem.
Se eu agir com maldade, vou começar mal.
O que nossos avós nos disse é a pura verdade.
Você sempre terá o que você deseja para os outros.
Ser feliz não é uma questão de destino
É uma questão de opções
Finalmente ele disse:
Cuide de suas ações porque elas se tornarão hábitos.
Cuide dos hábitos, porque eles vão formar o caráter.
Cuide de seu caráter, porque eles vão formar seu destino.
E o destino vai ser sua vida e não há religião superior à verdade.

Esforcemo-nos em diligência ao longo do caminho espiritual para perceber a verdade

 
 
 
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 06 de Julho de 2010, 19:23
Irmão Moura,
Saúde e Paz!
No dicionário da nossa Lingua Patria, o galego), que não nos ouça os portugueses...
há a seguinte definição para ecumenismo:
Ecumenismo
s. m.
 
(1) Tendência a estabelecer uma família única no mundo.
 
(2) Movimento das igrejas divididas que tenta lograr a unidade entre elas.

É neste sentido que lhes peço a vc e ao Ignarus suas opiniões...
Caso julguem válido perderem algum tempinho com isso, do contrário entenderei, nem precisam responder.
Saúde e Paz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 06 de Julho de 2010, 19:27
Meu irmão Maior filhodobino, com certeza irei sim dar o meu humilde e singelo entendimento, mas antes preciso ler com calma, absorver a ideia real, digerir vagarosamente para não sair precipitadamene falando besteiras que em muitas vezes nem eu próprio aceito. ok? por favor, aguarde a minha lenta compreensão com misericórdia, por favor!

Abraços

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 06 de Julho de 2010, 21:16
Oi filhodoBino, por que trazes novamente à baila as citações a respeito da Preleção de Eusébio constante no Livro "No Mundo Maior de André Luis além das palavras do Dalai Lama.

Contudo fica explíto, no meu pobre entendimento, que existem verdades inquestionáveis em todas as filosofias religiosas de todas as épocas e que os homens divididos entre seus desejos materialistas e as doutrinas religiosas nunca praticaram aquilo que acreditavam, por estarem presos demais aos seus EGOS. E quando dizemos egos, englobamos nesta, também, as crenças religiosas, pois estas foram introduzidas pela sociedade num terrível círculo vicioso até nossa época. Por isso Dalai Lama conclama a presença pura e simples do homem representado pela sua essência, facilmente constatada através de suas atitudes no meio onde vive.

Poderíamos fazer longas dissertações apológicas dentro de conceitos filosóficos. Mas basta-nos dizer isso: Devemos fazer o que é certo segundo nossa consciência despertada pelas verdades da doutrina que acolhemos em nosso íntimo. De que adianta eu conhecer a verdade e me afastar dela automaticamente quando o meu EGO é atingido conforme as necessidades humanas? Por tanto, é uma luta minha para comigo mesmo! isto não lhe parece reforma íntima? Assim, cada vez que falo algo torno-me responsável pela exemplificação, lembrando mais uma vez a assertiva que diz: "muito será cobrado a quem muito foi dado".

Mass gostaria de terminar com mais algumas palavras para que eu não seja mal interpretado, dada a minha escassez de cultura:

Atendamos, meus queridos amigos, à recomendação do Instrutor Eusébio, quando, quase no final da página diz: “A Crosta da Terra é atualmente um campo de batalha mais áspera, mais dolorosa. Despertai a consciência adormecida e afeiçoai-vos à Lei Divina, olvidando o cativeiro multissecular da
ilusão”.
Assim não podemos sair deste debate com uma postura alienada, achando que tudo está bem. Que tudo está maravilhoso. A consciência de cada um de nós deverá falar mais alto. A página do Instrutor Eusébio nos mostra a gravidade do momento e a necessidade urgente de  reflexões sérias, no sentido de nos precavermos contra as insinuações do mal principalmente daquele que reside dentro de nós! Assim, não devemos nos entregar ao desânimo. Que as advertências do benfeitor espiritual possam ter servido para nos colocar atentos e alertas. Confiemos e busquemos nos tornar dignos do trabalho na seara espírita.

Caridade, caridade e caridade! Disciplina, Disciplina e disciplina! Humildade, Humildade e Humildade.

Vejamos o que diz Kardec: Se o Espiritismo deve, como foi anunciado, realizar a transformação da humanidade, só poderá fazê-lo pelo melhoramento das massas, o qual só se dará gradualmente, pouco a pouco, pelo melhoramento dos indivíduos. Que importa crer na existência dos Espíritos, se essa crença não tornar melhor, mais bondoso e mais indulgente para os seus semelhantes, mais humilde e mais paciente na adversidade aquele que a adotou? De que serve ao avarento ser espírita se continuar sempre avarento; ao orgulhoso, se
continuar sempre cheio de si; ao invejoso, se permanecer sempre ciumento? Todos os homens poderiam crer nas manifestações, como vemos, e a humanidade continuar estacionária. Mas não são esses os desígnios de Deus. É com um fim providencial que devem agir todas as sociedades espíritas sérias, agrupando ao seu redor todas as que têm os mesmos sentimentos. Então haverá união entre elas, simpatia e fraternidade, e nunca um vão e pueril antagonismo provocado pelo amor-próprio, mais de palavras que de razões. Então elas serão fortes e poderosas, porque apoiadas numa base inabalável: o bem para todos. Então elas serão respeitadas e imporão silêncio às tolas zombarias, porque falarão em nome da moral evangélica respeitada por todos. Allan Kardec – O Livro dos Médiuns (LAKE) – Capítulo XXIX – item 350
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 06 de Julho de 2010, 23:35
Que Deus em sua infinita bondade, o cubra de luz irmão ignatus pela prestimosa atenção, posto que, como vemos já não é de agora, que Esta bendita doutrina dos Espíritos nos estimula na busca de tudo que é bom para nós...
Então o que é bom para mim, pode não ser exatamente o que seria bom para o nobre amigo, nem para outrem.... Por inflência desse entendimento fico sempre em posição de questionamento quando percebo, que estou me aproximando de alguém preso ao dogmatismo da PUREZA DOUTRINÁRIA no Espiritismo...
Confesso que no inicio da sua intervenção pela maneira como o amigo, questionou que se tratava de mais um puritano, que estava a conhecer...
Mas, como eu havia previsto, mesmo sem conhecê-lo és sim dono de elevada cultura, (quando digo cultura aqui no espiritismo, não entendo como cultura o que há fora dos assuntos espiritualistas).
Torço todos os dias para que debates como esse nos tragam oportunidade de reflexão, posto que quando ficamos restritos aos companheiros de centro, ficamos limitados e aqui há maior volume de idéias...
Então entenddendo que idéias são idéias, não importando a qualidade, posto que já me sinto vacinado para não me perder nas entrelinhas, tudo leio, tudo ouço, mas me intrometo apenas no que me traz interesse em aprender...
Aprender é o objetivo final das minhas postagens, e repare, voce nos deu excelente oportunidade de aprendermos.
Saúde e Paz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 07 de Julho de 2010, 12:20
Caro Amigo filhodobino!

concordo que alegas que o que é bom para um pode não ser para outro.

Mas vejamos, mesmo que pareça utópico neste momento, não estaríamos nós com nossas diferenças que caracterizam nossas individualidades convergindo para um só objetivo? Neste momento, há um obejtivo a ser alcançado ou não?

Agora, devemos entender que, o que caracteriza-nos como individualidades são estas diferenças e a nossa capacidade de entendimento conforme o foco de nossas atenções mediante as circunstâncias a que nos envolvemos.

Ora, se somos únicos e inteligentes e, claro, não somos onipresentes nem onicientes, e reconhecemos a falácia de nos conceitos restringindo as verdades num certo espço tempo, deveremos abrir nosso entendimento para que as experiências dos companheiros sirvam para nos ajudar e, sem deixarmos de pensar por nós próprios, procuramos a nossa própria evolução em entendimento.

Assim, discutir ideias é o que nos faz "crescer" em todos os sentidos. Não fomos criados como autômatos, inclusive (e aqui vai o meu achismo) que fomos criados para questionar e procurar soluções melhores a fim de atingirmos um objetivo de forma mais rápida e eficaz. Se perscrutarmos as mentes encontraremos sempre ideias e conceitos diferentes, cada um presos às limitações de entendimentos, aos Egos e necessidades do meio em determinado tempo. Assim a correlação homem x homem sempre deverá produzir novas ideias que proporcionam  a evolução com o entendimento de novas verdades que estabelereção novos conceitos.

Posso parecer contraditório diante da minha característica "puritana" em relação a DE. Mas vou explicar: entendo que dentro de uma sociedade sempre há aqueles que não conseguem se desvincular rapidamente de seus conceitos; há aqueles que ainda estão em posição inicial de estudo e entendimento. Assim, devem encontrar a mesma doutrina que nos fizeram despertar para o entendimento que temos hoje, sem os novos conceitos, por vezes complicados e altamente filosóficos, que poderiam impedir o neófito da compreensão básica. Exemplifico: poderia um aluno do primeiro ano escolar se o professor lhe lançasse à mente conceitos de física nuclear? não teria ele que galgar todos os conhecimentos preliminares que o encaminhariam à capacitação necessária para absorver novos conhecimentos?

Assim, nobre amigo, não é uma postura dogmática com relação à pureza doutrinária. Veja o que fizeram com a Doutrina De Jesus! distorceram tudo com tantos entimentos "filosóficos" que humanindade voltou à prática pagã e poleteísta sem o saber! Haja visto que procuram mais determinado "santo", oferencendo "as velas sacrificiais" para obterem um favor que resolva sua questões pueris.  Outroa há que ainda pregam a idéia do Deus vingativo que entregará a satanás seus filhos desobedientes que sofrerão eternamente num inferno de fogo!

Ora, se deixarmos que práticas supersticiosas, ritualistas, místicas, exotéricas e etc. Assim como pensamentos ou ideias que não estejam consubstanciadas pela DE e que não atendam a lógica e a razão se misturem o que teremos em breve tempo? Com certeza teremos gente indo tomar um "passe" para em seguida ir praticar um "assalto" na esquina!

Com relação a religiosidade meu irmão eu lhe digo sem medo de errar, É A CRENÇA FIRME E CERTA NA EXISTÊNCIA DE DEUS, NA COMPREENSÃO DESTE SEGUNDO NOSSA CAPACIDADE ENTENDIMENTO. E A PRATICO DENTRO DA MINHA CONSCIÊNCIA QUE DEVERÁ GUIAR MEUS PENSAMENTOS, MINHAS PALAVRAS E MINHA  ATITUDES COERENTEMENTE COM OS ENSINAMENTOS QUE RECEBO VINDAS DO ALTO ATRAVÉS DOS IRMÃOS E QUE APÓS ESTUDAR QUESTIONANDO, REFLETIR SEM PRECONCEITOS, E CONCLUIR SEM FANATISMOS PASSO À PRÁTICA COM TODA HUMILDADE E PRONTO PARA RECEBER MAIS INSTRUÇÕES, APRENDER MAIS E EVOLUIR MAIS. Agora, consciente das verdades a respeito da eternidade da alma, da realidade do mundo espiritual  e da necessidade de me desfazer deste EGO maligno e tento caminhar mais rápido, sem deixar de ajudar meus irmãos e companheiros de jornada, em busca de novos horizontes.

Por isso sempre vou fazer questão de tomar todo o cuidado possível, para que o alimento seja adequado ao estômago daquele que o ingere e principalmente, para que esteja livre de impurezas para que não seja vomitado.

Incentivar o estudo e a pesquisa; ensinar a raciocinar e a pensar; levar às conclusões lógicas evitando a todo custo os personalismos, os achismos, os atavismos, os dogmatismos, os pragmatismos e tantos "ismos" eis aí a missão daqueles que compreenderam a DE. Afinal aCasa Espirita não é Igreja nem Hospital é escola acima de tudo!

Com todo respeito que lhe devo meu amigo, sou obrigado a interromper agora, mas espero poder continuar-mos este "debate", pois se mostra muito produtivo e elucidatrivo, para mim. Inclusive espero os seus pareceres a respeito do que eu disse acima.

Fraternal abraço!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: goncas em 07 de Julho de 2010, 12:58
Bom DIa
EU nao considero Espiritismo religião.
A religião é o Cristianismo.
O Espitismo tem um carater religioso, na parte onde nos ajuda a entender o Cristianismo e tem um carater cientifico tbm.
Estou errado?
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 07 de Julho de 2010, 13:08
Então nobre irmão...
a concordância de minha parte é manifesta unicamente para que outrem possa se beneficiar de suas palavras sábias e postura adequada de um filho de Deus, procurador da Luz, que deseja ser sal que tempere e luz no candeeiro, em seus encontros com a inspiração, posto que desde o primeiro momento eu já estava de pleno acordo com seu posicionamento...
Quando adentrei no assunto, eu já estava certo que estava diante de um Cristão afinizado com o que eu mesmo tento ser, posto que nossa missão, principalmente agora nas eras presentes da regeneração não é ensinar... é principalmente aprender... e, aprendendo, o fazendo disponibilizando através deste instrumento magnífico, estaremos (como sempre digo, nas minhas palestras, sendo canos que conduzem agua limpa e boa, potável, para que outrens se sirvam, e então o cano que assim procede nunca ficará seco e inútil.
É Deus é quem sabe, é Deus quem manda, até que alcancemos nossa era de mudarmos para novas eternidades, Louvemos a N.S.J.Cristo, e eu em particular ao amado irmão Zé Grosso, que sempre entendendo que é na prática individual da Alteridade, no incentivo a educação em horário integral das nossas crianças, no nosso empenho em participar com o que dispormos da nossa sociedade, mesmo que seja um pc ultrapassado e nossa intuição a impulsionar os dedos no velho teclado, estaremos então sendo partícipes da nova era da Regeneração.
Saúdo-o e lhe desejo a paz que o mundo não pode nos dar, mas que nosso Mestre no-la prometeu.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: teologia em 07 de Julho de 2010, 13:11
Espiritismo é ciência, filosofia e religião.

O Espiritismo procura, na vivência da ciência , fazer a verdade através da prova. Na filosofia, procura mostrar, afirmar, reunir e expor o pensamento sobre a evolução da vida à luz do conhecimento. Na concepção religiosa, faz vida consciente, operando, mediante a história de vida de cada um, a força do auto-conhecimento, objetivando o alcance da identidade com o Creador.

Antonio Grimm.
Do livro "Cadernos de Psicofonia de 1994" editado pela SBEE

 
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 07 de Julho de 2010, 13:15
Bom DIa
EU nao considero Espiritismo religião.
A religião é o Cristianismo.
O Espitismo tem um carater religioso, na parte onde nos ajuda a entender o Cristianismo e tem um carater cientifico tbm.
Estou errado?
Bom dia irmão, estejas certo, de que não estás errado, isso faz com que nos sintamos bem e nos conduz a sintonias de pensamentos mais edificantes, que é verdadeiramente o instrumento mais eficaz e adequado para nossa evolução.
Mais importante que os rotulos seja de que origem for, evitemo-los, pois nossa religião está no nosso coração, e a boca fala do que está cheio o coração.
Se arejamos nossa mente, a limpamos adornamos e dela retirarmos os rancismos e préconceitos o coração se alegra e impulsiona coisas boas para fora, seja pelo pensamento, seja pela palavra, seja pelo escrever, seja em atos, gestos, e até no nosso comportamento perante a sociedade, perante nossos irmãos e principalmente perante nós mesmos.
Saúde e Paz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 07 de Julho de 2010, 14:29
Espiritismo é ciência, filosofia e religião.

O Espiritismo procura, na vivência da ciência , fazer a verdade através da prova. Na filosofia, procura mostrar, afirmar, reunir e expor o pensamento sobre a evolução da vida à luz do conhecimento. Na concepção religiosa, faz vida consciente, operando, mediante a história de vida de cada um, a força do auto-conhecimento, objetivando o alcance da identidade com o Creador.

Antonio Grimm.
Do livro "Cadernos de Psicofonia de 1994" editado pela SBEE

Peço vênia ao meu amado companheiro de estudos supra referido, para postar o que digito abaixo, e peço-lhe que reflita à luz do seu próprio pensamento e opine com inteira liberdade sem se prender a teses de outrem, em suma que faça sua  própria síntese a partir do que o amigo já postou acima comparativamente com o que posto, e o que postei na pagina 7 meu post 758...
Com a vênia dos meus amados irmãos companheiros de estudos, vou adotar as palavras do Dalai Lama, só que para tornar menos solene o papo e fugir do estilo de mestre, para ser o que sou, aprendiz...
Então tendo eu me tornado um troca-letras para exprimir um pensamento... eis então o que penso:
Não  interessa, meu amigo, a sua religião, ou se você é religioso ou não.
O que é realmente importante para nós e a socieda de em geral é o seu comportamento perante seus colegas, família, trabalho, comunidade e, a qualidade da palavra e dos pensamentos que expressas.
Lembre-se que o universo é o eco de nossos pensamentos.
A lei de ação e reação não é exclusivamente para a física.
É também para as relações humanas.
Se eu agir com bondade, vou receber o bem.
Se eu agir com maldade, vou começar mal.
O que nossa conciência(a verdadeira) nos diz é a pura verdade.
Você sempre terá o que você deseja para os outros.
Ser feliz não é uma questão de destino
É uma questão de opções
Finalmente:
Cuide de suas ações porque elas se tornarão hábitos.
Cuide dos hábitos, porque eles vão formar o caráter.
Cuide de seu caráter, porque eles vão formar seu destino.
E o destino vai ser sua vida e não há religião superior à verdade.
Esforcemo-nos em diligência ao longo do caminho espiritual para perceber a verdade.
E o melhor caminho espiritual é a Doutrina Espírita, para ser compreendida e não para ser usada como religião que segrega, nem como filosofia que exige empregos de conceitos aprovados nos colegiados aprovadores de teses...
Doutrina Espírita de livres pensadores, destituidos de enígmas no falar, simples no exprimir, e credora das verdades que o Cristianismo da primeira hora nos legou..
Doutrina Espírita que nos ensina que somos Espíritos, agregados ao planeta Terra, e que só temos a liberdade de conhecer o que nossos seis sentidos nos legam conhecer e sentir e que nos está permanentemente nos asseverando que valorizemos a vida e que a vivamos a partir dos conceitos nobres da:
...AUTERIDADE/EDUCAÇÃO GRATUITA E EM TEMPO INTEGRAL PARA TODAS AS CRIANÇAS/ TRABALHO DIGNO PARA OS PAIS/ RESPONSABILIDADE SOCIAL.
Saúde e Paz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 07 de Julho de 2010, 16:13
Irmão Ignatus,
Paz e Saúde.
levando adiante nosso bate-papo, gostaria de expor o seguinte pensamento:
Quem visita o fórum de debates?
Eu penso que é quem deseja conhecer algo mais...
Posto que nossos centros Espíritas, estão a fazer o dever de casa, colegiados que são às AME's, FEB...  e centenas de outras congregações que já existem inclusive com exigências de frequencia de 3 anos como aprendizes...
Conviví quando comecei no Espiritismo com uma liberdade que muitas vezes até chocava, pois no íntimo e no acolhimento de uma sala de passes, as coisas estavam virando confessionários...
Tenho assistido muita mudança boa dentro dos centros Espíritas.
Mas, aqui começo a expor minha preocupação...
Todo ensino lá ministrado está limitado a um princípio(entenda princípio como begin), não como norma... o que não vejo engano...
Tão logo o neófito deixa de ser neófito, ele começa a buscar mais esclarecimentos e isso é por demais compreensível...
E tenho visto tanto neófito se tornar vitima de milhares de pseudo-espiritualistas, que nossos irmãos da umbanda e do candomblé, seriam muito menos desastrosos que esses ensinos desses Gurus-Pavões que ficam ensinando minhocas a nadarem mais rápido que lambarís, ...
Então, cabe na minha opinião aos Espíritas, também estudarem com afinco todas as doutrinas e religiões, tantas quantas lhes forem possíveis, para contrapor argumentos lógios a tanta invencionice que anda por aí...
Nessa hora, nós não podemos apregoar pureza doutrinária, nem usar os mesmos argumentos que usamos nas nossas palestras lá no centro, pois se tornaria uma mesmisse que desestimularia o pensamento dos neófitos e lhes fariam voltar-se mais e mais para os gurus-pavões...
Por isso não vejo utopia no ecumenismo universal para ser praticado aqui na www...
Penso que é aqui na internet e principalmente num fórum como este, digno, correto, liberal, que melhors nos manifestaremos em louvores à busca da verdade libertadora, cujo caminho eu particularmente penso que seria agregando conhecimentos Espíritas bem fundamentados que combinados com os que de bom toda religião tem que poderiamos começar a constuir o sonho da unicidade de todas as religiões...
Infelizmente todo pioneirismo tem um preço e um custo a ser enfrentado...
Penso que não devemos temer cousa alguma e comerçarmos ontem...
Saúde e Paz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 07 de Julho de 2010, 23:43
Caro amigo filhododino!

com relação à sua resposta de nº 102 - Saibas que somos 110% e não apenas 100% concordantes, pois que, todos somos aprendizes e ninguém é perfeito. Sabedores disso, pra que jogar lodo na fonte de entupir o encanamento?

Aliás, NSJ Cristo nos mandou ser "o sal" para que déssemos sabor aos alimentos espirituais que êle preparou conforme a nossa capacidade de absorção.

Eu, particularmente, estou aqui para ouvir, discutir, analisar, aprender e concluir. Mas estas minhas conclusões são minhas e tenho certeza absoluta que correm grande riscos de estarem erradas, por tanto, guardo-as no meu coração. E falo, aos neófitos, apenas  aquilo que aprendi e que corresponde totalmente aos ensinos da DE.

Quando eu entrei em contato com a DE em 1975 era um jovem tolo, que perguntava demais e pedia comprovação téorica e prática se possível de tudo, fui convidado a me retirar várias vezes por aqueles que acham que centro Espírita é igreja e hospital de mendigos (em SP capital). Não cito o nome da Instituição aqui e agora, por simples caridade, mas saibas que se eu dissesse os nomes todos irião ficar chocados.

Como eu disse, não tenho cultura e nem riquezas, luto sozinho cada dia pela sobrevivência cuidando de um filho de 13 e da minha mãe com 78 anos.

E tudo que sei e aprendi foi às custas de estudos autodidatas com livros emprestados. Quando cheguei aqui nesta cidade, há exatos 20 anos, ninguém queria falar comigo, nem ao menos me cumprimentavam e se me viam na calçada, atravessavam a rua para não cruzarem comigo. Pois eu sempre disse que eu era espírita. Fundei duas Casas De Estudos que hoje são referências na região, e fui convidado a me retirar das duas pois eu nunca aceitei esse igrejismo supersticioso, exotérico, místico, dogmático e etc.

Agora fundei mais um grupo de Estudos pois sinto falta do estudo em conjunto, do diálogo, do debate elevado. Espero que Deus me abençoe para que consigamos manter o direcionamento conforme a DE e a Vontade do NSJCristo.

Saiba que nosso assunto ainda não acabou, pois ainda tenho muito que ouvir de todos e aprender. Afinal Ignarus é um "nick" bem sujestivo... rs rs rs

Forte abraço e que Deus nos Abençoe com Paz e Sabedoria!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 08 de Julho de 2010, 00:52
Caro companheiro filhodobino,

Vou tentar colocar o que penso e acredito anexando minhas palavras ao texto ok? vamos lá então!

Não  interessa, meu amigo, a sua religião, ou se você é religioso ou não.
A minha religião interessa somente a mim e a Deus, como eu a expresso exteriormente é um caso especial e totalmente particular. No entanto, sempre devemos manter a mente e o coração receptivos pois tudo muda, tudo evolui, se não fosse assim, não teríamos a vinda de Moisés, de Jesus e depois do Espíritos através de Kardec (Isso só para citar a Bílblia). E se compreendemos bem a Filosofia da Doutrina que professamos saberemos reconhecer o que é certo ou errado, bom ou mau tanto exteriormente quanto em nosso interior. Daí a nossa consciência irá fazer com que façamos aquilo que é certo conforme a doutrina e não segundo os nossos personalismos. A simplicidade da palavras de Jesus com respeito às criancinhas pode ilustrar muito bem o que eu digo, por tanto, para aprendermos algo novo precisamos da humilde sabedoria.

O que é realmente importante para nós e a sociedade de em geral é o seu comportamento perante seus colegas, família, trabalho, comunidade e, a qualidade da palavra e dos pensamentos que expressas.
Corretíssimo, mas quando eu pratico minha religiosidade em desacordo com a doutrina que professo, dou provas à sociedade de que a Doutrina não satisfaz, não está coerente ou tem algo de errado, assim não deve ser seguida por outros e todos que entram em contato com ela tornam-se antagônicos pois visualizam os erros de que a pratica ( veja o que ocorre com o catolicismo e o islamismo por exemplo).  E como somos todos professores, uns dos outros, principalmente, através de nossas atitudes, somos obrigados , pela lei da convivência ( pensamento meu esta lei depois discutiremos sobre ela) a fazer e falar dando provas de aval à nossa doutrina.

Lembre-se que o universo é o eco de nossos pensamentos.
Contra isso não há dúvidas, é mais do que uma assertiva é uma verdade até onde eu compreendo, mas pode vir a se transformar na maior besteira quando aprendermos coisas novas, ou não?!

A lei de ação e reação não é exclusivamente para a física.
É também para as relações humanas.
Se eu agir com bondade, vou receber o bem.
Se eu agir com maldade, vou começar mal.
O que nossa conciência(a verdadeira) nos diz é a pura verdade.
Você sempre terá o que você deseja para os outros.
Ser feliz não é uma questão de destino
É uma questão de opções


continua...
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 08 de Julho de 2010, 04:36
continuação.

Sim a questão do livre arbítrio é tocada aqui muito sutilmente e devemos meditar a respeito e concluirmos juntos, veja o meu pensamento:
Se existe o livre arbítrio, mas existe a dor quando eu faço as más escolhas, até onde vai esse livre arbítrio?
 Daí concluo assim: Jesus disse que nenhuma de suas ovelhas se perderiam, depois deixou a parábola do filho pródigo, pois bem. A ovelha perdida, se perdeu por que não quis acompanhar o rebanho, digamos que achou um montinho de grama mais apetitoso e se deixou levar pelos instintos. Daí veio o pastor e deu uma cutucada, mas ela teimosa não obedeceu, então o pastor cuidadoso, seguindo as ordens de seu Mestre pegou o Gancho do cajado e a puxou, mesmo que ela não quisesse vir e começasse a gritar. 
Assim, meu companheiro, eu entendo que todo mal deverá ser resgatado, todo engano corrigido, toda ação que destruiu deverá construir. Imaginemos um universo de Cubos, o que aconteceria se um dos cubos desejasse crescer mais que os outros? Pensemos!
Por tanto, meu amigo, se eu faço parte deste grande universo e quero Paz, tranquilidade e felicidade, como é proposto no texto original, tenho que me adequar e encaixar-me neste, mas conforme Jesus não depende somente do nosso querer e sim do desejo Maior de Deus que no momento certo faz despertar em nós essa vontade.
 Lembra-se da frase: “ quem não vai pelo amor, vai pela dor”? eu ainda creio nela!


Finalmente:
Cuide de suas ações porque elas se tornarão hábitos.
Cuide dos hábitos, porque eles vão formar o caráter.
Cuide de seu caráter, porque eles vão formar seu destino.
E o destino vai ser sua vida e não há religião superior à verdade.
Esforcemo-nos em diligência ao longo do caminho espiritual para perceber a verdade
.

Se isso não é uma apologia à reforma íntima então o que é?
Veja ainda que ele condiciona a esta à posse futura da verdade, ou seja, somente quando despertamos das nossas ilusões que alimentam o nosso EGO estaremos prontos a compreender a verdade e esta se tornará a nossa religião. E qual a Filosofia e religião capaz de nos fazer despertar e dar-nos a verdade até onde suportamos???
Se religião está para verdade, assim como a verdade está para religião, segundo a lógica podemos afirmar que uma é igual a outra. Aí cabe um entendimento filosofico mais aprofundado e que deve ser discutido num outro momento.


E o melhor caminho espiritual é a Doutrina Espírita, para ser compreendida e não para ser usada como religião que segrega, nem como filosofia que exige empregos de conceitos aprovados nos colegiados aprovadores de teses...

Concordo, pois, por serem verdades incompreendidas pela maioria dos homens e os que tentam descrevê-la como religião acabam caindo fatalmente nas redundâncias falidas da sociedade que lhes cobra expressões materializadas de religião. E o espiritimso como religião é toda uma postura interior do ser. Mas temos um exemplo a seguir, o do próprio Cristo! Como ele praticou a religiosidade em seu tempo? Basta apenas imitá-lo em tudo e todas as respostas virão às claras!

Doutrina Espírita de livres pensadores (veja meu irmão, talvez não seria mais correto o termo de livres estudiosos e pesquisadores a debater ideias e pensamentos a fim de se alcançar um objetivo comum através de um consenso, onde CAD um pensa e discute antes de tomar algo por conceito final?pense!), destituídos de enigmas no falar, simples no exprimir, e credora das verdades que o Cristianismo da primeira hora nos legou... (apenas fazer o que Cristo nos mandou: ensinar sem nada tirar ou acrescentar e imitá-lo, pois assim com a nossa fé faríamos tudo o que Ele fez)

Espero seus comentários
Paz e sabedoria

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 08 de Julho de 2010, 04:47
Caro filhodobino gostaria de lhe propor a leitura de uma lição de um livro bem interessante do "Nosso Grande" Chico Xavier ditado pelo Espírito Neio Lúcio - Jesus No Lar - a lição 14 com o título A Cora e as Asas. Depois na medida de vossa disponibilidade e segunda sua vontade, gostaria de ouvir o seu pensamento e sua conclusão a respeito.

Vamos ao texto!

A coroa e as asas
Comentava-se, na reunião, as glórias do saber, quando o Cristo, para ilustrar a palestra,
contou, despretensioso:
— Um homem amante da verdade, informando-se de que o aprimoramento intelectual
conduz à divina sabedoria, atirou-se à elevação da montanha da ciência, empenhando todas as forças que possuía no decisivo cometimento. A vereda era sombria qual obscuro labirinto; contudo, o esforçado lidador, olvidando dificuldades e perigos, avançava sempre, trocando de vestuário para melhor acomodar-se às exigências da marcha. De tempos a tempos, lançava à margem da estrada uma túnica que se fizera estreita ou uma alpercata que se lhe afigurava inservível, procurando indumentária nova, até que, um dia, depois de muitos anos, alcançou a desejada culminância, onde um representante de Deus lhe surgiu ao encontro.

O emissário cumprimentou-o, abraçou-o e revestiu-lhe a fronte com deslumbrante coroa
de luz. Todavia, quando o vencedor do conhecimento quis prosseguir adiante, na direção do
Paraíso, recomendou-lhe o mensageiro que voltasse atrás dos próprios passos, a ver o trilho
percorrido e que, de sua atitude na revisão do caminho, dependeria a concessão de asas com
que lhe seria possível voar ao encontro do Pai Eterno.

O interessado regressou, mas, agora, auxiliado pela fulgurante auréola de que fora investido, podia contemplar todos os ângulos da senda, antes inextricável ao seu olhar. Não conteve o riso, diante das estranhas roupagens de que os viajadores da retaguarda
se vestiam.

Aqui, notava uma túnica rota; acolá, uma sandália extravagante. Peregrinos inúmeros se
apoiavam em bordões quebradiços, enquanto outros se amparavam em capas misérrimas; entretanto, cada qual, com impertinência infantil, marchava senhor de si, como se envergasse a roupa mais valiosa do mundo.

O vencedor da ciência não suportou as impressões que o quadro lhe causava e abriu-se
em frases de zombaria, reprovando acremente a ignorância de quantos seguiam em vestes ridículas ou inadequadas. Gritou, condenou e fez apodos contundentes. Dirigiu-se à comunidade dos viajantes com tamanha ironia que muitos renunciaram à subida, retornando à inércia da planície vasta.

Após amaldiçoar a todos, indistintamente, voltou o herói coroado ao cume do monte, na
expectativa de partir sem detença ao encontro do Pai, mas o Anjo, muito triste, explicou-lhe
que a roupagem dos outros, que lhe provocara tanto sarcasmo inútil, era aquela mesma de que ele se servira para elevar-se, ao tempo em que era frágil e semicego, e que as asas de luz, com que deveria erguer-se ao Trono Divino, somente lhe seriam dadas, quando edificasse o amor no imo do coração. Faltavam-lhe piedade e entendimento; que ele voltasse demoradamente ao caminho e auxiliasse os semelhantes, sem o que jamais conseguiria equilibrar-se no Céu.

Alguns minutos de silêncio seguiram-se indevassáveis...

O Mestre, todavia, imprimindo significativa ênfase às palavras, terminou:
— Há muitas almas, na Terra, ostentando a luminosa coroa da ciência, mas de coração
adormecido na impiedade, salientando-se no sarcasmo pueril e na censura indébita. Envenenadas pela incompreensão, exigentes e cruéis, fulminam os companheiros mais fracos no entendimento ou na cultura, ao invés de estender-lhes as mãos fraternais, reconhecendo que também já foram assim, tateantes e imperfeitos... Enquanto, porém, não se decidirem a ajudar o irmão menos esclarecido e menos afortunado, acolhendo-o no próprio espírito, com sinceridade e devotamento, não receberão as asas com que lhes será lícito partir na direção do Céu.

Assim meu irmão desejo bençãos de Paz e Sabedoria!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 08 de Julho de 2010, 10:25
Sábias colocações, amado irmão, que aliás, conforme entendí, vêm exatamente corroborar minha primeira postagem neste tópico quando disse:
Para aquele que precisa ainda de uma religião, a doutrina Espírita se me afigura como a melhor, pois é a que sem dogamas, injunções com interesses estranhos, independente, posto que não possui bispado, simples pela linguagem direta e sem figura difícieis de serem compreendidas...
Já Aquele que sente dentro de sí que só religisidade não basta a primeira coisa que ele procura é a filosofia, e encontra na doutrina Espíita uma soma excelente de sinteses e teses bastante elucidativas que formam quase um como que comparativamente falando um padre, dado ao vasto campo que ele encontra para estudar os indivíduos, suas reações e suas virtudes...
Assim que se ordena no Espiritismo(comparativamente é claro), ele começa a ensinar, e ensina com gosto e com coragem... mas à medida que vai ensinando ele vai compreendendo que há mais do que ele próprio sabe, e recomeça a sua busca, nesse recomeço ele começa a estudar outras doutrinas espiritualistas e a fazer naturalmente comparações... comparações são julgamentos... sem julgamentos e comparações é impossivel passar-se à sintese... e sintetizando aqui e aqui ele também continua aprendendo, e aprendendo estará reciclando exatamente como o nobre amigo afirmou nos seus posts anteriores, no que desde o inicio, ví na sua pessoa, quando o convidei para refletirmos.
Penso que por força do raciocínio e usando palavras e palavras diferentes estamos convergentes, razão pela qual, só posso afirmar: Concordo.
Quando digo que concordo, quero dizer que vc esta absolutamente certo, não porque eu sou o carimbador maluco da certeza, é porque penso que do jeito que vc coloca as questões levam a um resultado altamente proveitoso...
e digo a mim mesmo, porque voce me deu o privilégio do debate, e tive com quem dialogar sobre o que penso, e nesse exercício, vi da mesma forma que meu jeito de colocar as coisas leva também a um resultado altamente proveitoso...
Estou na metade de um projeto crítico lá no estudo JESUS... utilizando quase as mesmas coisas, até agora foram criticas, daqui para frente as explicações das criticas sem ofender a quem quer que seja, tenho convicção de que muitos pensarão... Não preciso absolutamente que eles concordem ou discordem do que digo(digito), posto que não o faço para o meu proveito.
De sua análise precisei por causa da afinidade que senti... O que naturalmente não é a mesma coisa com todos.
Finalizando, estamos em paz e certos que pelo menos com tudo que temos estamos participando do ofertório ao gasofilácio.
Tenho uma moedinha, dou-a. com amor.
Vejo que tens mais e já as doaste, com amor.
Que Jesus o abençoe ilumine e lhe encha de coragem para prosseguir.
Saúde e Paz.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Cibele SAS em 01 de Setembro de 2010, 18:01
Eu prefiro pensar que não temos uma só palavra (nem um conjunto delas) para definir o Espiritismo, pois nosso vocabulário e o modo como compreendemos as coisas são sempre limitados.

Quando me perguntam "qual sua religião?", eu tenho dito: "eu acredito no Espiritismo, até onde eu o conheço, pois ainda estudo".
Acho que vamos estudar sempre. Se somos imperfeitos em tantas perspectivas, porque conseguiríamos uma definição absoluta do Espiritismo? Nossa compreensão é limitada e devemos ter algum nível de resignação (ou não teremos um mínimo de paz interior).

Não acho errado dizer que Espiritismo é religião, mas devemos compreender que ele não é só isso. O que não é razoável aceitar é que um homem defina o Espiritismo como religião, pois apenas um homem não poderá falar pela Verdade (a não ser o próprio Cristo, quando o foi).

Tem gente que acha que um centro espírita é uma igreja, ou um tipo de congregação (principalmente quem não é espírita). Isso incomoda quem se diz espírita? Estariam esses leigos "rebaixando" nossa crença? Devemos nos incomodar com isso ou orientar nosso tempo e esforços para o bem? Os homens compreendem as coisas por analogia e até acabam conduzindo suas idéias também por analogia. 

Gostei muito de ter encontrado esse fórum. Poucos assuntos conseguem reunir tantos questionadores e auxiliadores em um só lugar.

Afinal, que importa onde estamos na Terra agora? Cada um em sua cadeira ao redor do mundo, estamos reunidos em um mundo virtual da forma como conseguimos compreender um (sem precisar de nenhum desencarnado para definí-lo).

Eu parabenizo as discussões construtivas daqui.

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 01 de Setembro de 2010, 18:15
Não se trata,
amigo Cibsoledade, do nosso achar mas sim daquilo que está na doutrina.
A doutrina diz "O Espiritismo é ao mesmo tempo uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática, ele consiste nas relações que se podem estabelecer com os Espíritos; como filosofia, ele compreende todas as conseqüências morais que decorrem dessas relações.Pode-se defini-lo assim:O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, da origem e da destinação dos Espíritos, e das suas relações com o mundo corporal."
Vemos o termo religião insculpido nessa explicação de Allan Kadec?
Então não é.
abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Cibele SAS em 01 de Setembro de 2010, 18:42
Agradeço a sua contribuição, Mourarego.

A palavra e o significado de "religião" não está definida na Doutrina Espírita, mas fazem parte do vocabulário, da história e dos questionamentos de nós, seres humanos, buscando melhor identificação e compreensão. Por esse motivo, tentei fazer parte da discussão, que mesmo encontrando contradições, ainda assim é salutar.

Se nos livros está toda a Verdade e se esta não admitisse nenhuma conjectura, Espiritismo não seria nem ciência e nem filosofia, pois estas não estão limitadas e, sim, evoluem com o tempo.

Se alguém encontrar uma referência, em algum dos livros de Kardec, para a frase "Espiritismo não é religião", creio que esta discussão tenha que ser concluída. 

Se alguém diz que "Budismo é filosofia", não está dizendo que "Budismo não é religião".

O meu "achar" é a exposição de uma opinião baseada no meu entendimento (que ainda é pouco e tenho reforçado esta questão). Não estou respondendo pelo Espiritismo, pela doutrina, pelas obras... estou divagando sobre uma questão corriqueira, trocando idéias e um fórum serve pra isso.

Na minha opinião, o Espiritismo é único. Não é comparável a um único conceito, mas pode ser comparado a algumas definições que conhecemos para que ele seja melhor compreendido.

Abraços a todos e paz.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 01 de Setembro de 2010, 18:52
cibsoledade,
vocE se dá ao trabalho de ler os posta anteriores ao seu?
leia-os, aliás ese conselho é bom que seja seguido por todos pois senão  vamos ficar a repetir "ad aeternum" tudo o que já foi dito.
Afora o que colei da obra que dá luz a este tópico, e que está acima, abaixo deixo essa outra colocação, também encontrável na mesma obra, "O Que é o Espiritismo".
O Foco de todas as postagens deve estar contido nessa obra, senão seria o mesmo de pegarmos a cartilha dos nossos filhos pequenos, para discutir sobre física quântica.
Diz Kardec:
"Em resumo, a Igreja, repelindo sistematicamente os espíritas que voltavam para ela, forçou-os a retrocederem; pela natureza e violência de seus ataques, ela alargou a discussão e a conduziu para um terreno novo. O Espiritismo não era senão uma simples doutrina filosófica e foi ela mesma que o engrandeceu apresentando-o como um inimigo terrível; enfim, foi ela que o proclamou como uma nova religião. Foi uma imperícia, mas "a paixão não raciocina."
Pelo exposto vê-se a indicação de ser "apenas uma doutrina", logo não religião.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 01 de Setembro de 2010, 19:06
É que o amigo, dá muito mais valor à forma do que ao conteúdo...
Conforme o ensino dado na obra básica a forma não é nada  mas sim o conteúdo.
abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: hcancela em 01 de Setembro de 2010, 20:19
Olá amigos(as)


Depois do exposto, só faltava o significado da palavra" Religião" ;D ;D ;D ;D




A Religião (do latim (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3B0Lndpa2lwZWRpYS5vcmcvd2lraS9MYXRpbQ==): "religio"   usado na Vulgata (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3B0Lndpa2lwZWRpYS5vcmcvd2lraS9WdWxnYXRh), que significa   "prestar culto a uma divindade", “ligar novamente", ou simplesmente   "religar") pode ser definida como um conjunto de crenças (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3B0Lndpa2lwZWRpYS5vcmcvd2lraS9DcmVuJUMzJUE3YQ==) relacionadas com aquilo que parte da humanidade (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3B0Lndpa2lwZWRpYS5vcmcvd2lraS9IdW1hbmlkYWRl)   considera como sobrenatural (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3B0Lndpa2lwZWRpYS5vcmcvd2lraS9Tb2JyZW5hdHVyYWw=),   divino (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3B0Lndpa2lwZWRpYS5vcmcvd2lraS9EaXZpbm8=), sagrado (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3B0Lndpa2lwZWRpYS5vcmcvd2lraS9TYWdyYWRv) e transcendental (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3B0Lndpa2lwZWRpYS5vcmcvd2lraS9UcmFuc2NlbmRlbnRhbA==), bem como o conjunto de rituais (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3B0Lndpa2lwZWRpYS5vcmcvd2lraS9SaXR1YWw=) e códigos morais (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3B0Lndpa2lwZWRpYS5vcmcvd2lraS9Nb3JhbA==) que derivam dessas crenças.




SAUDAÇÕES FRATERNAS
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: fernandohort em 01 de Setembro de 2010, 20:41
me desculpem se estiver chovendo no molhado, mas é que os amigos escrevem posts muito extensos, e não dá tempo de ler todos.

Respondendo a pergunta do irmão Ignarus, Espiritismo é religião.

Mas religião no sentido filosófico, de religação com Deus. e não no sentido tradicional da palavra.

Abraços
Fernando
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Cibele SAS em 01 de Setembro de 2010, 20:56
Diz o povo que religião e futebol não se discutem.  :)

Tô vendo que esse tópico anda em círculos, mesmo com as contribuições literais, desde o dicionário (que são muitos) à codificação (que graças a Deua, é uma só).

Eu proponho uma trégua, pensando assim:
a) Cristo veio trazer uma mensagem, não criou uma religião.
b) Os Espíritos Superiores enviaram uma mensagem, através do Codificador (Kardec) e não criaram uma religião.

Tô concluindo que Religião é criação do homem, fundamentada em alguma doutrina ou crença. Espiritismo é doutrina. Se alguém quiser criar uma religião baseada no Espiritismo, pode, mas não acho uma boa idéia.  :o
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: fernandohort em 01 de Setembro de 2010, 21:11
no português uma palavra pode ter vários significados.

Penso que espiritismo é religião, mas esta no sentido de ligação com Deus. Para esta ligação, não precisa de nada ser criado pelos homens. é tudo mental e espiritual.

abçs
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 01 de Setembro de 2010, 23:03
A ligação com Deus não acontece porque o Espiritismo quis, ele mesmo ensina que esta ligação se encontra insculpida no mais profundo do nosso íntimo, amigo Fernando.
Toda crença, amigo Fernando é mental e como a mente não funciona senão por ação do Espírito, é por conseguinte Espiritual. resta saber se é crença  real e exeqüível ou não.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: fernandohort em 01 de Setembro de 2010, 23:11
muitos de nós só acordamos para a necessidade desta ligação pq o espiritismo nos ensinou. então ele faz o papel de nos "religar" mentalmente com Deus. ele é religião neste sentido, por cumprir este papel. 
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 01 de Setembro de 2010, 23:19
Não religa nada pois o que é ligado não foi desligado meu amigo, não invente.
abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: fernandohort em 01 de Setembro de 2010, 23:41
nós desde a criação de nosso espírito estamos ligados com Deus. Eles inventaram esta palavra religião para aquilo que nos ajuda a "religar" com Deus, a voltarmos o nosso pensamento para Ele novamente. Religar não quer dizer que estavamos desligados, mas que nossa mente não estava voltada para ele. O espiritismo cumpre este papel, então de acordo com a linguagem humana, ele é uma religião.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ignarus em 01 de Setembro de 2010, 23:54
Amigos, vamos entender que viemos de Deus em nossa origem e dEle nos afastamos ao longo de nossa existência, devido ao nosso livre-arbítrio que nos fez tomar certos atalhos em busca de uma falsa felicidade e assim nos afastamos da conduta moralmente correta que nos levaria à Deus. A filosofia centífica com um padrão de conduta moral nos faz retomar o caminho certo, num sentido  poético, nos  religou, nos aproximou, no guiou para Deus. Isso não é religião no sentido literal do seu conceito???

Paz e Sabedoria!

Ignarus
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 01 de Setembro de 2010, 23:56
Não.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Silvio Matos em 02 de Setembro de 2010, 01:05
Prezados,...

Para mim Espiritismo não e religião, fiquei convencido ainda mais, depois que lí esse artigo. É longo, mas vale a pena. Uma verdadeira aula, com ótima fundamentação.


Devemos a Kardec o clareamento quanto à palavra religião, ajudando a entender a coisa religião em si. Em várias oportunidades Kardec definiu a coisa religião como sendo a entidade formada pela reunião de três elementos: culto, templo e ministros. No culto estão incluídas todas as coisas típicas da religião. O templo é o espaço físico adequado, apropriado para a prática desse culto religioso. E o clero são os ministros, pessoal selecionado para a celebração do culto e mediação dos fiéis com a divindade.
 
Religião é isso, pois, na definição kardequiana: em duas oportunidades ele situou bem que "O
Espiritismo não é, pois, uma religião. Do contrário teria seu culto, seus templos, seus ministros". Isso foi naquela polêmica em 1859 com Abade Chesnel (1), a primeira pessoa a chamar a doutrina de "uma nova religião".
Kardec desmentiu-o, produzindo aquela contra definição. A segunda oportunidade foi em um trabalho publicado postumamente, mas visivelmente conexo com essa polêmica — "Ligeira resposta aos detratores do Espiritismo" — onde ele insiste em que a doutrina é filosófica, tem consequências religiosas, mas não constitui, em absoluto, uma religião, visto não ter ritos, nem sacramentos, dogmas, liturgia, templos nem clero. A primeira declaração consta da Revista Espírita de maio de 1859, mas a polêmica prosseguiu no número de julho. E a segunda foi no livro "Obras Póstumas".
Na Doutrina não há sentido religioso algum. O que há é um sentido espiritualista, naturalmente, pois esse é o caráter dela: doutrina filosófica espiritualista, que trata de
questões do ramo: as causas primeiras, a alma, a vida futura, as questões últimas.
 
O homem comum, com seu atavismo religioso, não consegue separar moral de religião, religião de Deus, espiritualismo de religião e julga que pode fechar questões que são
naturalmente abertas.
 
A questão de pensar isso ou aquilo da doutrina pertence ao foro íntimo. Em sua literalidade,
porém, a Doutrina não é religiosa, mas uma ciência, uma filosofia, uma doutrina moral. Pertence ao número das coisas — do progresso, como a estrada de ferro, o telégrafo, dizia Rivail. Que são capazes de mudar as ações humanas e forjar a civilização, as mudanças.
 
As pessoas têm o direito de pensar. De opinar. Esses direitos são iguais: tanto para os que
julgam ver um sentido religioso quanto para aqueles que preferem a objetividade dos fatos tais quais são.
 
No momento, a liberalidade de opinião entre nós está ameaçada. Os dirigentes religiosos
parecem não saber que os direitos são iguais. Acham que só eles podem dizer o que pensam, mesmo ao arrepio do texto claro da Doutrina. Será que podem mesmo?
Um espírita pode ser religioso por sua formação religiosa, independente de seu domínio dos
conhecimentos espíritas. Não há como confundir as duas coisas: o caráter verdadeiro do Espiritismo, doutrinava Kardec, é o de uma ciência filosófica, não o de uma religião.

Fonte: Anais do 7º Congresso Espírita Estadual - Edições USE - 1ª edição - março de 1997. O
evento foi realizado em Águas de São Pedro-SP de 22 a 24 de agosto de 1986.
 
Krishnamurti de Carvalho Dias (1930-2001), escritor e orador espírita, foi um dos pioneiros no uso da multimídia para a divulgação do Espiritismo. Escreveu os livros O Laço e o Culto, Roustaing, Toques de Obsessão, A Descoberta do Espírito, Dois Ensaios, O Nascimento da Morte e dezenas de ensaios e artigos na imprensa espírita.


Texto Completo em Anexo,
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: La. em 02 de Setembro de 2010, 03:48
Ei senhor Ignarus,

O senhor pode ter certeza que a semantica ja causou debates e desastres infindaveis no mundo. E causara outros tantos.

Tudo depende de um sistema de referencia, se o senhor considerar religiao como algo que possui institucionalidade, que tem como fim guiar as pessoas espiritismo nao é religiao.

Se o senhor considerar religiao, esse processo interior de nos descobrirmos Deus e a "religar" a essa natureza divina, sim espiritismo é religiao.

Invariavelmente a questao do espiritismo refere-se ao ser humano como ser divino transcendete de sua realidade vivencional, qualquer que seja ela, mesmo porque nao sabemos onde tudo isso vai dá ne. As religioes institucionais guiam seu rebanho, o espiritismo religioso ensina a cada ser que indubitavelmente ele é o proprio guia de sua destinação, que é arbitria ne, ja que nao temos ideia se existe uma segunda possibilidade vivencional, senao aquela de sermos seremos divinos perfeitos. Enfim o espiritismo religioso nos ensina a ser artifices de nosso destino e de nossa felicidade.

Como Kardec disse na Introdução do LE, bom seria se cada palavra tivesse um sentido univoco, rs mas ai, quando isso acontecer, o ser humano deixara de ser, ser humano.  rs

abraços !
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Silvio Matos em 02 de Setembro de 2010, 05:01
Mano Moura,....

Realmente, como religar algo que nunca foi ligado. Somos Espíritos criados por DEUS, não somos parte de DEUS.


Repetida e corriqueiramente ouve-se que religião vem de "religare" e que este religare significaria reatar o homem a Deus. Porém não é assim.
O tal vocábulo religare nem sequer existe nos melhores dicionários de Latim, e mesmo se existisse não foi esta a palavra usada pelos tradutores das Escrituras quando se depararam com o vocábulo original que se refere a um comportamento de respeito, amor e devoção a Deus.
A palavra em português é religião, porém é derivada da palavra utilizada na Vulgata Latina: Religio e na tradução alemã de Martin Luther (Lutero) é Gottesdienst que pode ser traduzida para: serviço a Deus. Portanto, Religio ou Gottesdienst (ambas traduzidas do vocábulo grego: qrhskeiav (aqui transliterado do grego) significam um posicionamento de relação e de serviço voluntário a Deus, o que se dá através do dom da fé.
Portanto Religião não significa religar, mas significa, como já dito: Serviço a Deus. E esta palavra, religião, nunca jamais foi citada nas Escrituras significando sinônimo de salvação.

abç
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: La. em 02 de Setembro de 2010, 12:00
Ei senhor Silvio,

Eu concordo com o senhor em partes. Porque realmente não há como nos religar a Deus pelo simples fato de ser impossivel sair fora da criação divina, se existe essa possbilidade, existe uma outra Força que é tão grande quanto Deus. Mas ela pode ser levada a cota de verdade, porque temos a imanencia divina em nós, de uma forma que nao conhecemos, e o Vos sois deuses fazei brilhar a vossa luz, corrombora com essa afirmativa.

È o ato/potencia de Aristoteles, a possibilidade de transcendencia.

Eu nao sou filologa, mas há contestação quanto essa origem etmologica delineada pelo senhor, há referencias da palavra religiao na antiguidade classica, que é possivel que tenha sofrido modificações em seus significado, mas que engloba outras variaçoes semantincas, antecedendo essa que o senhor citou. Eu vou da uma verificada em alguns dicionarios aqui, e posteriormente eu posto.

E o senhor note que toda definição de é segundo um criterio cristão/ocidental, por que qual seria a acepção desse termo para um budista ou hinduismo.

abs
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Diegas em 02 de Setembro de 2010, 14:47
Olá.

De qual latim estão a formular hipóteses sobre a origem da palavra 'Religião': eclesiastico ou clássico ?  


Citar
Etimologicamente, a palavra Religião significa 'obrigação', mas segundo Cícero, derivaria de relegere  [De nat. deor. II,28,72]. Para  Lactâncio  [Inst.  Div.  IV,28]  e  Santo  Agostinho  [Retract.  I,13],  essa palavra deriva de religare. Conhecedor da etimologia da palavra latina religio, que era  corrente  em  seu  tempo,  o  Aquinate  faz  derivar  religio  tanto  de  relegere, quanto de religare. Se ela deriva de relegere, oportunas são as suas palavras que notam a religião parecer significar o reler aquilo que pertence ao culto divino [STh.II-II,q81,a1,c]. Se ela deriva de religare  são,  também, adequados os seus ensinamentos  que  dizem  que  a  religião  estabelece  uma  forte  ligação  do homem com Deus [Contra impug. Dei cultum, parte 1,c]. 


Que Beleza !!

Temos que Religare = trata-se de uma forte ligação do homem com Deus



Abç
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: belina em 02 de Setembro de 2010, 15:40
Olá boa tarde

Não vou contestar ninguém. Estou no inicio de meus estudos e gostaria de partilhar com todos, este power point.

Está muito explicito

Paz e Luz

Belina
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: CHASIL em 02 de Setembro de 2010, 16:54
No sentido Filosófico, o Espiritismo é uma Religião, porque é a Doutrina que funda os vinculos da fraternidade e da comunhão de pensamentos, não sobre uma simples convenção, mas sobre bases mais sólidas: as próprias leis da Natureza.
Por que então, declaramos que o Espiritismo não é uma religião? Em razão de não haver senão uma palavra para exprimir duas idéias diferentes, e que na opinião geral, a palavra religião é inseparável da de culto; porque desperta exclusivamente uma idéia de forma, que o Espiritismo não tem. Se o Espiritismo se dissesse uma religião, o público não veria aí mais que uma nova edição, uma variante, se se quiser, dos principios absolutos em matéria de fé; uma casta sacerdotal com seu cortejo de hierarquias, de cerimônias e de privilégios; não separaria das idéias de misticismo e dos abusos contra os quais tantas vezes a opinião se levantou.
Não tendo o Espiritismo nenhum dos caracteres de uma religião, na acepção usual da palavra, não podia nem devia enfeitar-se com um título sobre cujo valor inevitavelmente se teria equivocado. Eis por que simplesmente se diz: Doutrina Filosófica e Moral.

Em suma, concluímos com Emmanuel:

Podemos tomar o Espiritismo, simbolizado [...] como um triângulo de forças espirituais. A Ciência e a Filosofia vinculam a terra essa figura simbólica, porém a Religião é o ângulo divino que liga ao céu. No seu aspecto cientifico e filosófico, a doutrina será sempre um campo nobre de investigações humanas, como outros movimentos coletivos, de natureza  intelectual que visam ao aperfeiçoamento da Humanidade. No aspecto religioso, todavia, repousa sua grandeza divina, por constituir a restauração do Evangelho de Jesus Cristo, estabelecendo a renovação definitiva do homem, para a grandeza do seu imenso futuro Espiritual.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 02 de Setembro de 2010, 17:10
Chasil,
deixemos o bom Emmanuel, fora disso, a razão é que ele não faz doutrina.
todas as suas palavras, ele mesmo afirma e por ditado a Chico que são opiniões dele.
Sendo assim não servem como doutrina. Podem ser boas opiniões, acertadas opiniões mas nada além disso e o que se precisa para afirmar em termos de Espiritismo é da doutrina pura.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: MarcoALSilva em 02 de Setembro de 2010, 17:18
Chasil,
deixemos o bom Emmanuel, fora disso, a razão é que ele não faz doutrina.
todas as suas palavras, ele mesmo afirma e por ditado a Chico que são opiniões dele.
Sendo assim não servem como doutrina. Podem ser boas opiniões, acertadas opiniões mas nada além disso e o que se precisa para afirmar em termos de Espiritismo é da doutrina pura.
Abraços,
Moura

Mas... Moura...

Se nem as boas opiniões puderem ser mencionadas, de que adianta o Fórum?

Tão-somente transcrever o que está nos livros da Codificação?

Podemos, sem dúvida, comentar com base na Codificação, sim, mas podemos e devemos também opinar, o que abrange deitar as opiniões de outrem que nos pareçam relevantes.

Ô manão, não se aperreie hein!

Abraço!!!



Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Silvio Matos em 02 de Setembro de 2010, 17:24
Oi Mana Laísa,...

Por favor, não precisa chamar-me de senhor, apesar dos meus 45 anos, na escala de evoução ainda sou um bebezinho...rsrsrs!

Também concordo contigo em partes. Como bem nos informaram Kardec e Espíritos Superiores, teria que ter uma palavra nova para caracterizar Espiritismo como religião, pois como a cultura, a sociedade ou o povão entende "Religião", não é possível colocar Espiritismo como Religião, mas sim, ao mesmo tempo uma ciência experimental e doutrina filosófica. Como ciência prática, tem a sua essência nas relações que se podem estabelecer com espíritos. Como filosofia, compreende todas as consequencias morais decorrentes dessas relações. Esse é o parecer de que nos brindou com o Espiritismo, o problema e a confusão sobre esses e vários outros temas, no meu entender, é a forma e o caminho trilhado do espiritismo no Brasil. O MEB desde o início começou com seu"jeito peculiar de ser", desvirtuando dos objetivos traçados pelo Codificador e Espíritos Superiores. Outro detalhe que entendo ser importante para não considerar o Espiritismo religião é que se assim for, estaremos afastando da doutrina os budistas, hinduístas, muçulmanos e cientistas, impedindo estudos e experiências. Desculpem, mas, vamos combinar, e cá entre nós,...rsrs, considerar Espiritismo como religião é parar no tempo, aceitar tudo como divino, maravilhoso, milagroso, perdendo totalmente sua essência e seu objetivo.
abç
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 02 de Setembro de 2010, 17:46
Chasil,
deixemos o bom Emmanuel, fora disso, a razão é que ele não faz doutrina.
todas as suas palavras, ele mesmo afirma e por ditado a Chico que são opiniões dele.
Sendo assim não servem como doutrina. Podem ser boas opiniões, acertadas opiniões mas nada além disso e o que se precisa para afirmar em termos de Espiritismo é da doutrina pura.
Abraços,
Moura

Mas... Moura...

Se nem as boas opiniões puderem ser mencionadas, de que adianta o Fórum?

Tão-somente transcrever o que está nos livros da Codificação?

Podemos, sem dúvida, comentar com base na Codificação, sim, mas podemos e devemos também opinar, o que abrange deitar as opiniões de outrem que nos pareçam relevantes.

Ô manão, não se aperreie hein!

Abraço!!!





Eu não disse que não poderiam ser escritas mas sim que não as colocassem como doutrina que é o que acontece mano Marcão.
abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Silent_Winter em 02 de Setembro de 2010, 18:02
Não me levem a mal a pergunta, mas dada a conversa surgiu-me...

Para vive o espiritismo como religião:
Quem é o vosso Deus ( e esta não é 1 expressão desrespeitosa, é à falta de melhor só  ::)) ?
O dos católicos, presente nos Evangelhos?
Um "Novo" Deus? (Neste caso como é Ele e como O adoram?)

Mais uma vez, para não ferir susceptibilidades, como por vezes acontece nos debates escritos, volto a frisar que esta pergunta não é uma provocação mas sim unicamente para eu compreender.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: La. em 02 de Setembro de 2010, 18:53
Ei senhor Silvio,

O senhor pode entrar nas filas dos protesto, rsrsrs Marcelo, Renato, Coronel, Moura, Anton, Atlante ja me fizeram o mesmo pedido, rs mas nao adiantou muito nao, é questao de respeito, minha educação do interior de mineiro foi essa, e quando agente chega a uma certa idade, vamos vendo a vida com os olhos mais cansados. Somos o aveço do contrario, apesar dos meus 24 anos, estou chegando nas casa dos 90 rs.

Virou um debate ciclico, de semantica. Estamos em meio de uma aporia??? Um caminho difcultoso e paradoxal!!! Tudo estar girando em torno de um debate de significados. Para mim o espiritismo é uma religião.  Mas eu proponho uma nova questão. Os homem ainda precisam de religião? Hoje nao vemos Sathya Sai Baba pregando o amor, sem se ligar a qualquer corrente filosofica!? Por que dentro do caminhar dessa humanidade vemos a necessidade de uma institucionalização do que é divino? São questionamentos para levar a prosa para um outro caminho.


Ei senhor Moura,

Eu li uma coisa muito interessante, que inclusive mandei para o Coronel por ser algo similar ao que ele fala. Lá diz  seguinte a Realidade é Absoluta. A realidade engloba tudo que é da natureza, perfeita e acabada. O homem por ser um ser que sempre esta se perfazendo, ou seja aperfeiçoando, ele tem sempre perspectivas ser algo melhor, evoluir na linguagem espirita, e uma esfera deontologica na linguagem filosofica. Deontologia é o que deve ser. Então na natureza é assim é a matematica, a fisica, a quimica , sao ciencias descritivas, agora o direito, a sociologia, a psicologia se atem muito a questão do deve ser.

Porque que eu to dizendo isso, segundo o autor a realidade é absoluta, as verdades são relativas, ja que elas sao criaçoes humanas para entender e descrever a realidade absoluta, elas partem de um sistema de conhecimentos, de um universo cognitivo de um pessoa e por si construido com o cabedal de conhecimentos e vivencias das pessoas

Se isso for verdade, tanto Kardec quanto Emmanuel apenas emitem uma opniao pessoal da visao da realidade absoluta, em verdades relativas. O senhor sabe que eu sou ardorosa defensora da codificação, que ja desafiei e continuo desafiando a qualquer um a mostrar um pequeno equivoco naquilo estabelecido por Kardec.

E tudo que Emmanuel e Kardec dizem nao passa de visoes, apesar de relativamente perfeitas, mas visoes daquilo que é absoluta. Então se Emmanuel corrobora com Kardec, o que ele diz vale como fundamentação de verdade espirita.

(=


abraços ao amigo!

Ei Winter,

Deus é um, não é nao? Para mim Deus é o Creação Absoluta. Existe uma diferença semantinca, vamos voltar ao debate dos significados das palavras, uma leve diferença entre crear e criar, crear é conceber em essencia aquilo que nunca foi concebido, criar poderia ser exemplificado naquela frase nada se cria tudo se copia, copia da creação. Os homens nao podem criar nada que Deus já nao tenho creado. o ato de crear pertence a esfera absoluta perfeito, o ato de criar se perfaz!

Deus é a creação, a inteligencia suprema, de onde tudo emana, ou seja a causa primaria de todo as coisas.



 
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 02 de Setembro de 2010, 21:52
Oi Silent,
na verdade faltou-lhe uma única pesquisa, a do que ensina a obra básica.
No início da obra O Livro dos Espíritos, é o codificador que nos diz, "esta obra contem toda a doutrina, na forma como ela nos foi passada pelos Espíritos Superiores."
Aliás ele vai além e explica, "Repetimos mais uma vez que, se os fatos a que aludimos se houvessem reduzido ao
movimento mecânico dos corpos, a indagação da causa física desse fenômeno caberia no
domínio da Ciência; porém, desde que se trata de uma manifestação que se produz com
exclusão das leis da Humanidade, ela escapa à competência da ciência material, visto não
poder explicar-se por algarismos, nem por uma força mecânica. Quando surge um fato
novo, que não guarda relação com alguma ciência conhecida, o sábio, para estudá-lo, tem
que abstrair na sua ciência e dizer a si mesmo que o que se lhe oferece constitui um estudo
novo, impossível de ser feito com idéias preconcebidas."
Ou ainda: "Este livro é o repositório de seus ensinos. Foi escrito por ordem e mediante ditado
de Espíritos superiores, para estabelecer os fundamentos de uma filosofia racional, isenta
dos preconceitos do espírito de sistema. Nada contém que não seja a expressão do
pensamento deles e que não tenha sido por eles examinado. Só a ordem e a distribuição
metódica das matérias, assim como as notas e a forma de algumas partes da redação
constituem obra daquele que recebeu a missão de os publicar."
Ai está, em um resumo, a diferença entre a afirmação que a amiga leu  e do como não pode ser aferida à Verdade Espírita.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Silent_Winter em 02 de Setembro de 2010, 22:30
Olá de novo! :)
Não me falta só essa pesquisa Mourarego, falta-me essa e muitas! :) O meu estudo do espiritismo ainda agora está no começo, li obras, mas na sua grande maioria trechos soltos à medida que os capítulos e temas me íam despertando o interesse. Além disso sou portuguesa, e aqui o espiritismo não está tão divulgado nem tão desenvolvido que no Brasil. Por isso é natural que diga muita coisa digna de vocês baterem com a mão na testa e pensarem "mas o que é isto?!" (rss!)
A minha pergunta prende-se com algo muito simples. Porque eu não me dedico unicamente ao espiritismo e dentro do espiritismo até agora não tinha conhecimento que houvesse adoração a um Deus, tenho considerado a referência a Deus dentro do espiritismo como sendo o Deus de todas as religiões. Ora se espiritismo for religião, implica que não, que tem a concepção de um Deus próprio. Se for filosofia ou linha orientadora de vida significa que quando se refere a Deus é ao meu, ao da pessoa que está ao meu lado e ao do mundo inteiro. No entanto eu continuaria a ter a minha forma de adorar a Deus, tal como as outras pessoas teriam a delas, dentro das tradições da religião que decidimos escolher. E eu, pelo menos, tenho por hábito ir buscar sabedoria tanto ao espiritismo, como às crenças orientais, como a outras tantas que existem e que trazem bastantes aspectos positivos às nossas vidas. E nesse caso, se espiritismo for realmente religião eu questiono-me qual seria a minha posição "aqui" no centro desta variedade a que me dedico.
Como acabei por explicar a minha pergunta era de carácter pessoal!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 02 de Setembro de 2010, 22:35
OK amiga Silent,
Kardec mesmo diz que "aos que quiserem de tudo saber, que leiam de tudo, tanto as críticas como as apologias", então não está assim tão distante.
No caso de Deus, aquele cara barbudão, mas que não é o Osama Bin Laden, para nós o Deus é único.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Silent_Winter em 02 de Setembro de 2010, 22:42
Hehehe! Gostei da analogia Mourarego! ;)
Mas não têm maneira própria de O adorar ou reverenciar, certo?
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: OUTUBRO em 02 de Setembro de 2010, 22:45
Do ponto de vista formal onde consideramos religião com todas aquelas formalidades, espiritismo não é religião. Etmologicamente, considerando religião como uma "religação" com o plano divino, então temos a melhor de todas as religiões que surgiu na historia da humanidade. Talvez seja a última. Depois dela não precisaremos mais de religião.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Silvio Matos em 02 de Setembro de 2010, 22:58
Laísa,.... ;D


Amigos, estava eu a pensar e meditar sobre esse tema, quando surgiu a seguinte indagação:

Se era para o Espiritismo ser uma religião, baseada nas Leis de DEUS, não seria mais fácil e com muito mais aceitação, enviar Espíritos Superiores em missão de divulgar os fundamentos básicos da Doutrina em todas religiões do globo? Ou seja, vários Espíritos com conhecimento das bases doutrinárias padres, pastores, bispos, muçulmanos, etc...inserindo aos poucos as novas dentro de suas casas? Nunca na história da humanidade houve uma religião que convenceu a outra de suas verdades, mesmo morrendo muita gente em guerras religiosas.
abç
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 02 de Setembro de 2010, 23:13
Hehehe! Gostei da analogia Mourarego! ;)
Mas não têm maneira própria de O adorar ou reverenciar, certo?

Ah sim Silent, todas elas têm uma maneira de entender e adorar. Uns com frutas e ouro, outras com incensos e mirra, outras por orações, etc.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Silent_Winter em 03 de Setembro de 2010, 01:45
Laísa,.... ;D


Amigos, estava eu a pensar e meditar sobre esse tema, quando surgiu a seguinte indagação:

Se era para o Espiritismo ser uma religião, baseada nas Leis de DEUS, não seria mais fácil e com muito mais aceitação, enviar Espíritos Superiores em missão de divulgar os fundamentos básicos da Doutrina em todas religiões do globo? Ou seja, vários Espíritos com conhecimento das bases doutrinárias padres, pastores, bispos, muçulmanos, etc...inserindo aos poucos as novas dentro de suas casas? Nunca na história da humanidade houve uma religião que convenceu a outra de suas verdades, mesmo morrendo muita gente em guerras religiosas.
abç

Acabei de ler um power point de um post daqui que versava exactamente a pergunta "qual a melhor religião?". A resposta era bem simples: resumidamente é aquela que fizer de nós uma pessoa melhor.
Creio que cada um segue o seu caminho ou seus caminhos, conforme aquilo que precisa de aprender e com que se afiniza. Também creio que muitas boas entidades têm já vindo a desenvolver esse trabalho, pois se formos a ver muitos dos fundamentos e bases do espiritismo estão presentes pelo menos na grande maioria das crenças...pelo menos a parte que toca à responsabilidade pelos nossos actos, à existência de um caminho evolutivo pessoal e também da mediunidade. Além disso, todas as religiões têm a sua figura exemplar, geralmente um bom exemplo.
Não sei qual é a vossa abertura para estes temas, mas peço a quem for susceptível para ignorar então esta parte que se segue da minha mensagem.
Ora vejamos:
- temos na sua essência as religiões cristãs com os iluminados ensinamentos de Jesus que já não é necessário indicar (quer os pelas religiões aceites, quer a parte deles que se resolveu por mais de parte ou dar outra interpretação);
- temos o budismo, que crê numa evolução de samsara para o nirvana, assim como um estilo de vida próprio que tem por base a consciência da responsabilidade das nossas acções, guiando-se muitas vezes pela tolerância, o respeito pela vida e o amor ao próximo;
- temos o próprio xamanismo dos povos primordiais que já trabalhavam para manter contacto mediunico e tinham uma forte crença na reencarnação;
- temos uma série de novas crenças e filosofias que, mesmo sendo bastante alternativas, têm por base aquilo a que chamam "lei tríplice" que indica que tudo o que nós fizermos a nós voltará, além de partirem do princípio que "semelhante atrai semelhante"

Não levem ao pormenor todos os aspectos que referi, mas cá fica a ideia.
Mesmo aqueles que se dizem ateus na sua grande maioria, se se escutarem a eles mesmos encontram dentro de si princípios destes ensinamentos...
É isto que está por base na minha crença de que as atitudes erradas nunca partem das religiões, mas dos Homens que as deturpam.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: La. em 03 de Setembro de 2010, 02:42
Na minha visão nos nao devemos nos ater ao significado de religiao como algo institucionalizado, ou seja uma estrutura formal que cristalizada. Isso são instituiçoes, orgãos de controle social.

Mas eu friso ainda a questao da acepção de algo imanente e transcedente ao ser humano, que é sua propria espiritualização. Como ser espiritual. Li uma coisa legal nesse ou em outros poste que ja tinha ouvido falar,

O espiritismo nao é a religiao é o futuro das religioes. Na realidade eu vejo o espiritismo como vanguardeiro de uma verdade, proclamada a milhares de anos, que é a reencarnação. Sua inovação como diz Kardec na introdução do LE é que o espiritismo além de ser uma filosofia espiritualista, cree na possibilidade da comunição dos espiritos com o mundo material. Ja vi diversas mensagens em que varios autores espirituais dizem que em um futuro todas as religioes admitirão a reencarnação, veja bem, eles nao dizem que o espiritismo será a unica religiao, mas que havera uma adequação das religioes a nova era em que os homens estarao conscios de sua realidade espiritual e divina. Isso é patente bondade do Alto, porque o Pai possibilida a nossa ida até Ele por diferentes vias. Todas as diferenças religiosas, são variaçoes de matizes de se ver a mesma coisa que é Deus. 

E nao mais cultos externo de adoração, adorar a Deus esta no passado, o que cabe a nos outros é descobrimos a herança genetica divina, que todos possuimos, como divindades e ergue em nossos coraçoes o altar da plenitude divina latente em todos os seres humanos.

abs!

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Humberto1901781 em 07 de Abril de 2011, 02:32
Olá amigo Bluemoon! Paz e Sabedoria!

Pergunto: para que se torne uma religião toda filosofia tem necessariamente que ter tais características?

Abraços!

Ignarus
Olá, Ignarus. Assunto polêmico esse, hein?
Allan Kardec, em sua sabedoria, gostava muito de usar corretamente as palavras seguindo seus significados para não cair em contradição. Assim, tomando como base o significado da palavra religião, segundo o dicionário Houaiss, temos:
OBS: r. significa a palavra religião abreviada.

1   crença na existência de um poder ou princípio superior, sobrenatural, do qual depende o destino do ser humano e ao qual se deve respeito e obediência
2   postura intelectual e moral que resulta dessa crença
Ex.: homens ímprobos, que vivem longe da r.
3   sistema de doutrinas, crenças e práticas rituais próprias de um grupo social, estabelecido segundo uma determinada concepção de divindade e da sua relação com o homem; fé, culto
Exs.: r. cristã
 r. islâmica
4   culto que se presta à divindade, consolidado nesse sistema
5   observância cuidadosa e contrita dos preceitos religiosos; devoção, piedade, fervor
Ex.: viver frugalmente, dia a dia, na r.
6   Derivação: sentido figurado.
prática, doutrina ou organização que se assemelha a uma religião
Ex.: o positivismo era a r. dos primeiros republicanos
7   Derivação: sentido figurado.
aquilo que se considera uma obrigação moral, um dever inelutável
Ex.: o trabalho é a sua r.
8   Derivação: sentido figurado.
conjunto de princípios morais e éticos
Ex.: não é da minha r. trair um compromisso
Podemos ver que para uma doutrina ser considerada uma religião não são necessárias todas aquelas características que estamos acostumados a ver nos templos e igrejas. Um abraço.
Fique com Deus.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Humberto1901781 em 07 de Abril de 2011, 02:57
Olá, amigos.
Allan Kardec, mesmo, afirma, em outras palavras, que o Espiritismo pode ser considerado uma religião se levado em consideração o seu aspecto de recolhimento e respeito durante as reuniões em que é estudado e interpretado o Evangelho e se mainfestam os Espíritos, por evocação ou expontaneamente. Também se pode dizer, a grosso modo, que se vai "religiosamente" à casa espírita como se vai à missa, por exemplo, do ponto de vista do horário e local, repetitivamente. Porém, do ponto de vista da existência de paramentos, utensílios, rituais, dogmas, cultos organizados sistematicamente, cânticos, símbolos, sacerdotes, hierarquia, etc, o Espiritismo não pode ser assim considerado - uma religião - porque não faz uso deles.
Ocorre que muitas pessoas ao se aprofundarem minimamente nesta doutrina, logo tomam conhecimento de seu tríplice aspecto: científico, filosófico e religioso. Os dois primeiros aspectos são sempre, em toda a literatura, reforçados e afirmados tanto pelo codificador, Allan Kardec, como por todos os estudiosos, sem contestação, ao passo que o terceiro gera alguma dúvida. Esta questão é "levantada" muitas vezes por pessoas que antes eram adeptas de determinada religião e derrepente se vêem espíritas ou, pelo menos, indo a uma casa espírita regularmente, sem saber se estão indo apenas a uma reunião de cientistas ou observadores, assistindo a um debate ou interpretação filosófica dos Evangelhos ou, ainda, a um templo religioso.
Na minha opinião, hoje em dia, as casas espíritas têm mais o aspecto de interpretação filosófica dos Evangelhos e de religião, do que o aspecto de observação científica, que ficou mais a cargo dos honoráveis cientistas da época de Kardec que deixaram seu legado para nosso melhoramento e interpretação. Claro que não vamos encontrar nas casas espíritas todas aquelas características que julgamos nescessárias para que aquela reunião seja considerada uma religião, mas elas são, mesmo, nescessárias? Creio que não. Segundo o dicionário Houaiss, relilgião é: 1 crença na esixtência de um poder ou princípio superior, sobrenarural, do qual depende o destino do ser humano e ao qual se deve respeito e obediência. 2 postura intelectual e moral que resulta dessa crença... . Portanto, as reuniões espíritas têm, sim, um aspecto e as características de uma religião. Cabe aos espíritas estudar e compreender seus três aspectos.
Fiquem todos com Deus.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 18 de Maio de 2011, 00:23
Olá Humberto!
Definitivamente não. Kardec nunca disse isso aí que você citou. O que ele sempre afirmou foi exatamente o contrário: que Espiritismo está longe de ser uma religião no sentido usual da palavra, que avalisa principalmente questões de forma, como, por exemplo, o recolhimento que você citou.
Participo de um projeto de um grupo de amigos que está desenvolvendo um trabalho bastante consistente com relação a todos esses questionamentos e os fatos históricos e políticos que fizeram tais dúvidas vir à tona. O projeto se chama SPIRITISMO.CO, e inclusive possui um tópico que coloquei recentemente aqui no FE.
Segue o link, para quem desejar mais informações:
http://www.forumespirita.net/fe/o-que-e-o-espiritismo/spiritismo-co-resgatando-o-verdadeiro-espiritismo/

Muita paz a todos!
Fraternamente,
Dadinho

Olá, amigos.
Allan Kardec, mesmo, afirma, em outras palavras, que o Espiritismo pode ser considerado uma religião se levado em consideração o seu aspecto de recolhimento e respeito durante as reuniões em que é estudado e interpretado o Evangelho e se mainfestam os Espíritos, por evocação ou expontaneamente.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Humberto1901781 em 24 de Maio de 2011, 03:23
Olá, Dadinho.
Posso ter entendido mal, mas me parece que no seu tópico Spiritismo.co - Resgatando o verdadeiro Espiritismo, você se refere ao Kardecismo como uma religião: "A fase em que tal projeto se encontra é de admissão de eventuais colaboradores e interessados aos desdobramentos que ele trará, seja através de acompanhamento presencial e/ou virtual. Contudo, por sua natureza, para um melhor rendimento e conhecimento plural das Células de Estudos Espíritas que serão criadas, seria muito interessante a participação de pessoas de credos distintos, ou que já tenham vivenciado outras religiões, que não o Kardecismo".
Então, Kardecismo e Espiritismo são coisas diferentes, já que uma é uma religião e a outra, não? Se você disser que as duas coisas são a mesma coisa, então, as duas devem ser consideradas igualmente como sendo uma religião ou não. Caso sejam coisas diferentes, por favor, me explique.
Que Jesus possa nortear nossos entendimentos.
Olá Humberto!
Definitivamente não. Kardec nunca disse isso aí que você citou. O que ele sempre afirmou foi exatamente o contrário: que Espiritismo está longe de ser uma religião no sentido usual da palavra, que avalisa principalmente questões de forma, como, por exemplo, o recolhimento que você citou.
Participo de um projeto de um grupo de amigos que está desenvolvendo um trabalho bastante consistente com relação a todos esses questionamentos e os fatos históricos e políticos que fizeram tais dúvidas vir à tona. O projeto se chama SPIRITISMO.CO, e inclusive possui um tópico que coloquei recentemente aqui no FE.
Segue o link, para quem desejar mais informações:
http://www.forumespirita.net/fe/o-que-e-o-espiritismo/spiritismo-co-resgatando-o-verdadeiro-espiritismo/

Muita paz a todos!
Fraternamente,
Dadinho

Olá, amigos.
Allan Kardec, mesmo, afirma, em outras palavras, que o Espiritismo pode ser considerado uma religião se levado em consideração o seu aspecto de recolhimento e respeito durante as reuniões em que é estudado e interpretado o Evangelho e se mainfestam os Espíritos, por evocação ou expontaneamente.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 24 de Maio de 2011, 13:42
Querido amigo,

É exatamente isso que você entendeu. ;-)

O Espiritismo não é uma religião, mas o Kardecismo sim.

O Espiritismo é a ciência e filosofia codificada por Kardec. O Kardecismo é a religião espírita que todo mundo fala por aí e que nasceu por motivos históricos e necessidades humanas de adoração ao divino.

Isso aconteceu historicamente com várias filosofias que perpassam em temas espirituais. A Antroposofia é uma delas. Existe a religião Comunidade de Cristãos que nasceu baseada na filosofia antroposófica.

O próprio Cristianismo é uma doutrina moral. Mas não determina "como" agir, mas sim "o que" fazer. Por exemplo: você precisa praticar a caridade (é "o que" fazer), mas se vai ser doando um pedaço de pão, consolando alguém, dando aulas ou fazendo atendimentos médicos gratuitamente, aí é você quem escolhe (é o "como" fazer, ou "como" agir). Contudo essa doutrina deu origem a diversas religiões e seitas: Catolicismo, Protestantismo, Adventismo, etc.

Acesse a página do projeto e baixe o documento referente ao mesmo que você entenderá o porque do surgimento de toda essa confusão com os nomes Kardecismo e Espiritismo.

Se desejar participar do mesmo, é só se inscrever na lista.

http://www.spiritismo.co/ProjetoSPIRITISMO.CO.pdf

Muita paz em nossos corações!
Dadinho

Olá, Dadinho.
Posso ter entendido mal, mas me parece que no seu tópico Spiritismo.co - Resgatando o verdadeiro Espiritismo, você se refere ao Kardecismo como uma religião: "A fase em que tal projeto se encontra é de admissão de eventuais colaboradores e interessados aos desdobramentos que ele trará, seja através de acompanhamento presencial e/ou virtual. Contudo, por sua natureza, para um melhor rendimento e conhecimento plural das Células de Estudos Espíritas que serão criadas, seria muito interessante a participação de pessoas de credos distintos, ou que já tenham vivenciado outras religiões, que não o Kardecismo".
Então, Kardecismo e Espiritismo são coisas diferentes, já que uma é uma religião e a outra, não? Se você disser que as duas coisas são a mesma coisa, então, as duas devem ser consideradas igualmente como sendo uma religião ou não. Caso sejam coisas diferentes, por favor, me explique.
Que Jesus possa nortear nossos entendimentos.

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 24 de Maio de 2011, 14:01
Meus irmãos,
causa-me estranheza que vocês compliquem o que é tão simples...
Espiritismo é uno e único, não existe Kardecismo.
E não. não é religião.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 24 de Maio de 2011, 14:27
Manão,

Não existia, mas hoje existe. Inclusive nos meios acadêmicos.
Tal verbete já não é mais uma simples distorção criada pelos primeiros espíritas religiosos no Brasil, que queriam se diferenciar da Umbanda e do Roustenismo. Ele agora não só existe como é consagrado nas várias literaturas acadêmicas de sociólogos e antropólogos.
A única coisa que esse pessoal acadêmico tem pecado em minha opinião é confundir Espiritismo, Kardecismo e religião espírita como sendo tudo farinha do mesmo saco. Mas eu sei que isso faz parte do estudo sociológico, pois eles precisam relatar os fatos conforme o povo acredita ser, e não como de fato é.
Como não há nenhuma publicação ressaltando essa questão de que o Espiritismo originário de Kardec não é religião, eles são obrigados a utilizar as provas existentes nas diversas instituições espíritas, que no fim das contas sempre apresentarão citações igualando Espiritismo e religião.
O projeto que citei será base futuramente para a minha defesa de tese, justamente comintuito de iniciar esse tipo de separação entre o místico e a ciência/filosofia espírita. Acredito que nesse momento as pessoas comecem a diferenciar mais facilmente o que faz e o que não faz parte do Espiritismo.
Sinceramente ainda não vi ideia mais coerente. E tanto isso é verdade que mestres, doutores, cientistas e historiadores tem aderido ao projeto Spiritismo.Co. Niguém até o momento (e já se passaram mais de 6 meses de contatos, inclusive com profundos conhecedores da DE, palestrantes e escritores reconhecidos dentro do movimento espírita e instituições como FEB, CEERJ e federativas) apresentou qualquer refutação às ideias apresentadas. Ao contrário disso, as pessoas tem acrescentado sugestões bastante apropriadas e que só fizeram tornar mais consistentes os conceitos ali descritos. Ora, para mim isso é uma óbvia dica de que a coisa está indo no sentido da realidade, pois do contrário já teriam aparecido dezenas de ideias derrogando as bases que sustentam o projeto.

Vai por mim, mano:  Esse negócio de chamarem o Espiritismo de religião está com os dias contados.

Forte abraço na Alma
Dadinho


Meus irmãos,
causa-me estranheza que vocês compliquem o que é tão simples...
Espiritismo é uno e único, não existe Kardecismo.
E não. não é religião.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 24 de Maio de 2011, 14:30
Dadinho,creia.
é apenas uma deturpação a que os desinformados querem por força dizer existente.
Apenas Kardec, até hoje obteve a anuência dos Espíritos superiores para nominar o que viu ser uma doutrina completa.
ele cunhou os vocábulos, (neologismos), Espírita e Espiritista para designar os seguidores e Espiritismo para designar a doutrina,logo não sendo Kardec o inventor ou fundador da doutrina não pode ter seu nome atrelado a coisa da qual não é dono ou pai.
Abração,
Moura
Manão,

Não existia, mas hoje existe. Inclusive nos meios acadêmicos.
Tal verbete já não é mais uma simples distorção criada pelos primeiros espíritas religiosos no Brasil, que queriam se diferenciar da Umbanda e do Roustenismo. Ele agora não só existe como é consagrado nas várias literaturas acadêmicas de sociólogos e antropólogos.
A única coisa que esse pessoal acadêmico tem pecado em minha opinião é confundir Espiritismo, Kardecismo e religião espírita como sendo tudo farinha do mesmo saco. Mas eu sei que isso faz parte do estudo sociológico, pois eles precisam relatar os fatos conforme o povo acredita ser, e não como de fato é.
Como não há nenhuma publicação ressaltando essa questão de que o Espiritismo originário de Kardec não é religião, eles são obrigados a utilizar as provas existentes nas diversas instituições espíritas, que no fim das contas sempre apresentarão citações igualando Espiritismo e religião.
O projeto que citei será base futuramente para a minha defesa de tese, justamente comintuito de iniciar esse tipo de separação entre o místico e a ciência/filosofia espírita. Acredito que nesse momento as pessoas comecem a diferenciar mais facilmente o que faz e o que não faz parte do Espiritismo.
Sinceramente ainda não vi tese mais coerente. E tanto isso é verdade que mestres, doutores, cientistas e historiadores tem aderido ao projeto Spiritismo.Co. Niguém até o momento (e já se passaram mais de 6 meses de contatos, inclusive com profundos conhecedores da DE, palestrantes e escritores reconhecidos dentro do movimento espírita e instituições como FEB, CEERJ e federativas) apresentou qualquer refutação às ideias apresentadas. Ao contrário disso, as pessoas tem acrescentado sugestões bastante apropriadas e que só fizeram tornar mais consistentes os conceitos ali descritos. Ora, para mim isso é uma óbvia dica de que a coisa está indo no sentido da realidade, pois do contrário já teriam aparecido dezenas de ideias derrogando as bases que sustentam o projeto.

Vai por mim, mano:  Esse negócio de chamarem o Espiritismo de religião está com os dias contados.

Forte abraço na Alma
Dadinho


Meus irmãos,
causa-me estranheza que vocês compliquem o que é tão simples...
Espiritismo é uno e único, não existe Kardecismo.
E não. não é religião.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: FENet em 24 de Maio de 2011, 14:32
De total acordo com o Mourarego.
Parece haver confusão de definições.
Só existe um espiritismo, o que Kardec criou em 1858. Embora kardecismo queira dizer a mesma coisa, o nome correcto é espiritismo.
Em "O que é o espiritismo?" de AK, ele explica porque o espiritismo não é religião.
Sei que existe diversidade de opiniões neste tema, mas para tirarem as próprias conclusões tentem encontrar a palavra kardecismo na codificação, e tentem encontrar onde Kardec diz que espiritismo é uma religião. 
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 24 de Maio de 2011, 14:47
Querido amigo,

É exatamente isso que você entendeu. ;-)

O Espiritismo não é uma religião, mas o Kardecismo sim.

O Espiritismo é a ciência e filosofia codificada por Kardec. O Kardecismo é a religião espírita que todo mundo fala por aí e que nasceu por motivos históricos e necessidades humanas de adoração ao divino.

Isso aconteceu historicamente com várias filosofias que perpassam em temas espirituais. A Antroposofia é uma delas. Existe a religião Comunidade de Cristãos que nasceu baseada na filosofia antroposófica.

O próprio Cristianismo é uma doutrina moral. Mas não determina "como" agir, mas sim "o que" fazer. Por exemplo: você precisa praticar a caridade (é "o que" fazer), mas se vai ser doando um pedaço de pão, consolando alguém, dando aulas ou fazendo atendimentos médicos gratuitamente, aí é você quem escolhe (é o "como" fazer, ou "como" agir). Contudo essa doutrina deu origem a diversas religiões e seitas: Catolicismo, Protestantismo, Adventismo, etc.

Acesse a página do projeto e baixe o documento referente ao mesmo que você entenderá o porque do surgimento de toda essa confusão com os nomes Kardecismo e Espiritismo.

Se desejar participar do mesmo, é só se inscrever na lista.

http://www.spiritismo.co/ProjetoSPIRITISMO.CO.pdf

Muita paz em nossos corações!
Dadinho

Olá, Dadinho.
Posso ter entendido mal, mas me parece que no seu tópico Spiritismo.co - Resgatando o verdadeiro Espiritismo, você se refere ao Kardecismo como uma religião: "A fase em que tal projeto se encontra é de admissão de eventuais colaboradores e interessados aos desdobramentos que ele trará, seja através de acompanhamento presencial e/ou virtual. Contudo, por sua natureza, para um melhor rendimento e conhecimento plural das Células de Estudos Espíritas que serão criadas, seria muito interessante a participação de pessoas de credos distintos, ou que já tenham vivenciado outras religiões, que não o Kardecismo".
Então, Kardecismo e Espiritismo são coisas diferentes, já que uma é uma religião e a outra, não? Se você disser que as duas coisas são a mesma coisa, então, as duas devem ser consideradas igualmente como sendo uma religião ou não. Caso sejam coisas diferentes, por favor, me explique.
Que Jesus possa nortear nossos entendimentos.

"Kardecismo" não existe, inventaram este termo para diferenciar de outras doutrinas espiritualistas que se diziam Espíritas, como a Umbanda por exemplo.
Espiritismo nunca foi religião.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 24 de Maio de 2011, 15:03
Mano Moura,

Você está estimando pouco a criatividade e instinto de adoração do homem.

Cristo instituiu alguma religião? Não. Quem fez isso foram os que o sucederam.

Buda instituiu alguma religião? Não. Quem fez isso foram os seus seguidores.

Rudolf Steiner instituiu alguma religião? Não. Mas seus seguidores precisavam de uma e pediram para que ele desse o caminho de como criar uma religião baseada na doutrina Antroposófica.

Então eu pergunto:
Kardec instituiu alguma religião? Não. Mas os adeptos do Espiritismo que tinham necessidades religiosas precisavam disso, logo, fizeram isso por Kardec. Criaram a "religião espírita" que nada mais é que o Kardecismo. Poderia ser dado qualquer outro nome, mas esse é o nome que foi escolhido pelo povo que estava aqui no momento da entrada do Espiritismo no Brasil. Que há de se fazer? Talvez Buda também não fosse tão simpático à designação Budismo...  vai saber...

Enfim, se você pesquisar, você verá que muitas religiões somente sugiram porque houve necessidade do povo em operacionalizar práticas que permitissem tornar concretas as sugestões indicadas por essa ou aquela doutrina. Isso vem também da necessidade do homem em viver em sociedade e da política que daí nasce. Afinal, o homem é um ser político.

Fato é que o nome Kardecismo existe e é usado. Logo não há motivos para criar rixas desnecessárias ou discussões improdutivas. É a mesma coisa que tentar discutir com aquele auditor que diz: "Vou auditar seu projeto", ou "estou auditando essas contas". "Auditar" não existe em nossos dicionários. O correto é "auditorar". Mas vai falar isso pra esses auditores da vida... eles vão até achar graça do que você disser. Aliás, há dezenas de trabalhos acadêmicos em que palavras como "auditar" ou "auditando" são frequentes. Não vale a pena criar celeuma por isso.

Mas vale seguir adiante, deixando para eles (os religiosos) suas criações e defendendo a ideia primária de Kardec.

Muita paz!
Dadinho

Dadinho,creia.
é apenas uma deturpação a que os desinformados querem por força dizer existente.
Apenas Kardec, até hoje obteve a anuência dos Espíritos superiores para nominar o que viu ser uma doutrina completa.
ele cunhou os vocábulos, (neologismos), Espírita e Espiritista para designar os seguidores e Espiritismo para designar a doutrina,logo não sendo Kardec o inventor ou fundador da doutrina não pode ter seu nome atrelado a coisa da qual não é dono ou pai.
Abração,
Moura

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 24 de Maio de 2011, 15:12
Querida Hebe,

Se inventaram, como você disse, então existe, não é mesmo?!?
Não adianta querer fechar os olhos, gente. A religião espírita é uma realidade. Peguem qualquer livro de Sociologia, Antrolopologia, ou Filosofia das Religiões que trate do assunto e você verá que dizer o contrário é demonstrar desconhecimento sobre os fundamentos sobre as bases da religião e daquilo que é praticado no movimento espírita.
A única coisa que as pessoas nunca tinham sido estimuladas a fazer antes é chamar de religião espírita o Kardecismo, e não o Espiritismo.

Muita paz!
Dadinho

"Kardecismo" não existe, inventaram este termo para diferenciar de outras doutrinas espiritualistas que se diziam Espíritas, como a Umbanda por exemplo.
Espiritismo nunca foi religião.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: pascoaloliveira em 24 de Maio de 2011, 15:13
Infelizmente nesta vida apenas o se vê tem credibilidade ora nesse sentido o facto de Kardec ter colocado no papel aquilo que os espíritos superiores lhe ditaram leva muita gente a confundi-lo como sendo ele o pai do espiritismo, na minha humilde opinião o espiritismo não se encontra escrito em nenhum manual e por muito que se tente o espiritismo só poderá ser entendido na sua verdadeira essência quando o conseguirmos sentir profundamente no nosso intimo. Por isso amigos podem dar as voltas que quizerem, usar as estratégias que quizerem, chamar-lhe religião, chamar-lhe Kardecismo ou outra coisa qualquer que dificilmente conseguirão fazer as pessoas compreender a doutrina, alias esse tem sido o maior erro de algumas pessoas, não basta querer transmitir a doutrina é preciso sobretudo que a outra pessoa esteja pré-disposta a aceitá-la e a abraçá-la e isso só se conseguirá com uma profunda reforma intima.

PS. Moura um abração

Pascoal Oliveira
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 24 de Maio de 2011, 15:41
Querido amigo,

Mas quem é que disse que existe mais de um Espiritismo?

O que podemos dizer é que existe uma única ciência/filosofia espírita (Espiritismo), uma única religião espírita (Kardecismo, e que é cultuada no movimento espírita) e várias seitas espíritas. (hiiii.... agora eu sei que vai dar nó mesmo...   rsrs)

Leiam o artigo "Religião, ciência ou autoajuda? Trajeto do Espiritismo no Brasil", da Doutora Sandra Stoll (detalhe: ela é referência no assunto em dezenas de testes de mestrado e doutorado no Brasil e no exterior) e vocês verão que no movimento espírita existem três vertentes para o Kardecismo: aquela que se criou sob a figura de Chico Xavier, a que foi iniciada por Waldo Vieira e a que foi instituída pela família Gasparetto.

Chiquismo é um nome comumente usado no MEB. Embora eu não veja essa ramificação do Kardecismo como uma seita ainda, não admiraria se algum dia ela viesse a se concretizar, principalmente com o crescente número de adeptos católicos que temos visto.

Conscienciologia já é uma seita de fato. Waldo Vieira instituiu-a claramente quando de sua dissidência com a FEB.

No caso da família Gasparetto, ainda não temos um nome. Mas nomes como "ética da prosperidade" e "autoajuda" são muito comunso entre seus adeptos. É só dar tempo ao tempo que eventualmente alguém vai criar um nome que caracterize essas tendências.

E, de fato, meu amigo, Kardecismo não tem nada haver com Kardec. Ele é apenas um movimento com seus cultos próprios, e que se utiliza de partes da Doutrina Espírita para justificar suas práticas e rituais. Em outras palavras, é uma religião que se utiliza da filosofia espírita como base, assim como o proestantismo e o catolicismo são religiões que se utilizam da filosofia cristã como base.

Simples assim. ;-)

Paz!
Dadinho

De total acordo com o Mourarego.
Parece haver confusão de definições.
Só existe um espiritismo, o que Kardec criou em 1858. Embora kardecismo queira dizer a mesma coisa, o nome correcto é espiritismo.
Em "O que é o espiritismo?" de AK, ele explica porque o espiritismo não é religião.
Sei que existe diversidade de opiniões neste tema, mas para tirarem as próprias conclusões tentem encontrar a palavra kardecismo na codificação, e tentem encontrar onde Kardec diz que espiritismo é uma religião. 
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Marcinho Medeiros em 24 de Maio de 2011, 15:44
O papel de Kardec perante a doutrina espírita foi importantíssimo; no sentido de dar a essa ciência um termo que a definisse - Espiritismo.
Entretanto, a meu ver, o Espiritismo já existia desde tempos mais remotos. Pitágoras e outros já divulgavam as primeiras ideias espíritas em seu tempo; Moisés e Jesus também em seus tempos; e o estudo segue em constante evolução com nomes também expressivos, como Chico Xavier, Divaldo Franco, Raul Teixeira... que versam sobre a máxima da doutrina e trabalham para em auxílio ao aprimoramento moral do próximo.



Paz e Luz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 24 de Maio de 2011, 15:48
Amigo Dadinho,
continuas a ter das críticas que muitos fazem, uma noção de que exista uma religião Espírita e mais, que esta seja cultuada no MEB, contudo kardec o bom senso encarnado afirma no LE que Espiritismo não possui culto de espécie alguma.
Logo,a leitura deve ser no sentido de uma demonstração crítica das deturpações que alguns fazem por puro aceite do roustainguismo ou pela desinformação oriunda da fala de um estudo sério e perseverante da doutrina.
Sendo assim prevalecem as instruções kardecianas, que demonstra que o Espiritismo só pode ser pensado em termos de religião no sentido filosófico.
Abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 24 de Maio de 2011, 15:50
Nem tanto ao céu e nem tanto a Terra mano Marcinho...
As idéias professadas pelos nomes que o amigo citou não eram Espíritas mas espiritualistas e estas mesmo o judaísmo as tem.
Só podemos ver uma idéia como Espírita, logo doutrinária, após 1956.
Abração,
Moura

O papel de Kardec perante a doutrina espírita foi importantíssimo; no sentido de dar a essa ciência um termo que a definisse - Espiritismo.
Entretanto, a meu ver, o Espiritismo já existia desde tempos mais remotos. Pitágoras e outros já divulgavam as primeiras ideias espíritas em seu tempo; Moisés e Jesus também em seus tempos; e o estudo segue em constante evolução com nomes também expressivos, como Chico Xavier, Divaldo Franco, Raul Teixeira... que versam sobre a máxima da doutrina e trabalham para em auxílio ao aprimoramento moral do próximo.



Paz e Luz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 24 de Maio de 2011, 15:57
Querida Hebe,

Se inventaram, como você disse, então existe, não é mesmo?!?
Não adianta querer fechar os olhos, gente. A religião espírita é uma realidade. Peguem qualquer livro de Sociologia, Antrolopologia, ou Filosofia das Religiões que trate do assunto e você verá que dizer o contrário é demonstrar desconhecimento sobre os fundamentos sobre as bases da religião e daquilo que é praticado no movimento espírita.
A única coisa que as pessoas nunca tinham sido estimuladas a fazer antes é chamar de religião espírita o Kardecismo, e não o Espiritismo.

Muita paz!
Dadinho

"Kardecismo" não existe, inventaram este termo para diferenciar de outras doutrinas espiritualistas que se diziam Espíritas, como a Umbanda por exemplo.
Espiritismo nunca foi religião.
Dadinho,
Não é e nunca foi religião. Eu sei que tem até dentro do Movimento Espíritas, pessoas que acham que é Religião, mas quem leu a Codificação com atenção, sabe que esta nunca foi a intenção dada pelo codificador.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 24 de Maio de 2011, 16:32
Mano Dadinho, repare só:
Se eu começar a chamar o meu Ford T de Ferrari e muitos,mas muitos mesmo assim também o fizerem, o meu fordeco passa a ser uma Ferrari?
De outro modo, sendo eu adorador de um bom Rock, tocar guitarra e cantar, e ter como meu ídolo o Elvis, se me visto como ele, uso a mesma gomalina no cabelo, dou a mesma interpretação que o Elvis dava à suas canções, e uso o nome Elvis como sendo meu, passaria a ser o próprio, ou mesmo ter a mesma fortuna que ele?
Amigo,malgrado o ditado popular indique que "o uso do cahimbo faz a boca torta", tal aferição não condiz com a verdade assim como toda e qualquer rogativa no sentido de afirmar-se que exista um kardecismo, e que este seja uma religião, representa esta afirmação uma das tantas estultices que rolam no MEB.
Simples assim.
Abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: pascoaloliveira em 24 de Maio de 2011, 17:14
Olá amigos,

O facto de algumas pessoas quererem transformar a doutrina espirita numa religião é muito facilmente entendível, na minha opinião, o que essas pessoas querem é instituicionalizar a doutrina e dessa forma torná-la algo palpável, ora foi precisamente isso que os católicos fizeram, pegaram no cristianismo e transformaram-no numa religião, eu não tenho nada contra as religiões, pelo contrário até entendo a razão da sua existência e a importância que elas têm na sociedade, no entanto não devemos e penso que também não queremos que o espiritismo se torne uma religião ou um culto, eu acho que é muito mais que isso e basta ler o Livro dos espiritos para chegarmos a essa conclusão....agora nem todos conseguem perceber a mensagem....

Um abraço
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mirina em 24 de Maio de 2011, 17:49
Amigos,


o espiritismo quando surgiu pelas mãos de Kardec arrebanhou pessoas de diversas crenças, principalmente a católica, e ainda hoje trás de outras religiões seus seguidores.  Kardec exortava aos espiritas que mantivessem suas religiões, mas que estudassem a doutrina.  Ocorre que a medida que voce se esclarece e melhora seu conhecimento e raciocinio lógico a cerca da natureza e de Deus fica inviável permanecer cultuando os dogmas de outras religiões, acho que muitos de voces já perceberam isto.

Como então continuar a obter a conexão de pensamentos com Deus sem utilizar-se dos rituais que lhe se tornaram habito em sua vida?
A religião espirita é uma realidade Moura, pelos canticos, pelos gestuais do passe, até pelas imagens que hoje vemos difundidas em diversos centros espiritas, com as pessoas orando a sua frente, nada é condizente pela postura exortada por Kardec.

A assimilação do espiritismo e da doutrina passou pelo sincretismo religioso tão natural aos brasileiros por herança cultural e de colonialismo e negá-lo como religião é fechar os olhos a realidade que se produz nos centros espiritas espalhados pelo Brasil todo.

O que sinto falta é uma postura menos dogmatica, mais investigativa e mais produtiva em relação a discussão cientifico e filosófica proposta por Kardec.  Esta sim, esta ausente da maioria dos centros que frequentei, sendo muito mais aceito de maneira dogmatica e sem contestação os artigos produzidos por Chico Xavier, Divaldo Franco, entre outros.

Esta é minha visão atual,

Abs,
Mirina
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 24 de Maio de 2011, 18:27
Amiga Mirina,
então kardec errou feio quando disse o contrário do que a amiga afirma,não?
Abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mirina em 24 de Maio de 2011, 18:47
Errado não Moura,

é que a sua proposta inicial se modificou pela força das coisas!
E isto ele também citou em sua obra.  Digamos que o bom senso nos leva a crer que a proposta inicial de Kardec recebeu outras interpretações e chegou ao que de fato existe hoje!

Hoje Moura dentro dos Centros espiritas cantam-se hino de louvores a Nossa Senhora!
Kardec aceitaria isto?  Mas é real, existe e negar é fechar os olhos para como a manifestação da religiosidade dentro do movimento espirita acontece!
Só desconheço se em outras partes do mundo este fenomeno também se deu, aliás tenho muito interesse em conhecer se trata-se de um movimento universal do espiritismo, ou esta circunscrito ao Brasil.

Mirina
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 24 de Maio de 2011, 19:00
Kardec falou claramente no Livro " O que é o Espiritismo"

"O Espiritismo é ao mesmo tempo uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática, ele consiste nas relações que se podem estabelecer com os Espíritos; como filosofia, ele compreende todas as conseqüências morais que decorrem dessas relações.

Pode-se defini-lo assim:

O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, da origem e da destinação dos Espíritos, e das suas relações com o mundo corporal."


Bem, sendo assim serve para qualquer ser humano independente da Religião que abrace.

Diálogo com o Padre
O padre – Eu concordo que para as questões gerais, o Espiritismo está
conforme as grandes verdades do Cristianismo; mas ocorre o mesmo do
ponto de vista dos dogmas? Ele não contradiz certos princípios que a
Igreja nos ensina?
A.K. – O Espiritismo é, antes de tudo, uma ciência e não se ocupa com
questões dogmáticas. Essa ciência tem conseqüências morais como
todas as ciências filosóficas; são essas conseqüências boas ou más?
Pode-se julgá-las pelos princípios gerais que acabo de lembrar. Algumas
pessoas estão equivocadas sobre o verdadeiro caráter do Espiritismo. A
questão é bastante grave e merece algum desenvolvimento.
Citemos primeiro uma comparação: a eletricidade, estando na Natureza,
existiu de todos os tempos e de todos os tempos também produziu os
efeitos que nós conhecemos e muitos outros efeitos que não
conhecemos ainda. Os homens, na ignorância da causa verdadeira,
explicaram esses efeitos de uma maneira mais ou menos bizarra. A
descoberta da eletricidade e das suas propriedades veio desmoronar
uma multidão de teorias absurdas, lançando luz sobre mais de um
mistério da Natureza. O que a eletricidade e as ciências físicas em geral
fizeram por certos fenômenos, o Espiritismo fez por fenômenos de uma
outra ordem.
O Espiritismo está fundado sobre a existência de um mundo invisível,
formado de seres incorpóreos que povoam o espaço, e que não são
outros senão as almas daqueles que viveram sobre a Terra, ou em
outros globos, onde deixaram seu envoltório material. São a esses seres
que damos o nome de Espíritos. Eles nos rodeiam permanentemente,
exercendo sobre os homens, com o seu desconhecimento, uma grande
influência; eles desempenham um papel muito ativo no mundo moral, e,
até um certo ponto, no mundo físico. O Espiritismo, pois, está na
Natureza e pode-se dizer que, em uma certa ordem de idéias, é uma
potência, como a eletricidade o é em outro ponto de vista, como a
gravitação o é em outro. Os fenômenos, dos quais o mundo invisível é a
fonte, são efeitos produzidos em todos os tempos; eis porque a história
de todos os povos deles faz menção. Somente que, em sua ignorância,
como para a eletricidade, os homens atribuíram esses fenômenos a
causas mais ou menos racionais, e deram a esse respeito livre curso à
imaginação.
O Espiritismo, melhor observado depois que se vulgarizou, veio lançar
luz sobre uma multidão de questões até aqui insolúveis ou mal
compreendidas. Seu verdadeiro caráter, pois, é o de uma ciência, e não
de uma religião; e a prova disso é que conta entre seus adeptos homens
de todas as crenças, que não renunciaram por isso às suas convicções:


Grifo meu


Não tem porque quem lê a Codificação julgá-la como Religião.
A Religião ( Casa) , fecha, segrega, separa os homens em grupos, discrimina, não foi criada por nenhum Avatar e sim pelos homens. Não tem nada a ver com a DE em sua origem.
Se está se fechando em cultos religiosos, rituais, dogmas, vai perder a sua característica inicial.
A DE é livre, para toda humanidade , uma vez que prova a existencia do Espírito, comum a todos e suas consequências e influências morais.
Não é salvacionista. Tudo depende do auto-conhecimento e aperfeiçoamento moral primeiro de si mesmo para depois atender ao próximo.
Enfim, existe um grave erro de interpretação se propagando a olhos vistos.
Concordo com o final do post de Mirina, quanto ao teor investigativo que está sendo perdido, aceitando-se tudo que vem sem nada questionar.
Um abs
Hebe
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mirina em 24 de Maio de 2011, 19:20
Ai é que esta Hebe,


estamos falando de duas realidades diferentes, a Doutrina pregada por Kardec nos livros da codificação.  E a religião que de fato é praticada e cultuada nos Centros Espiritas.
A figura dos padres foi substituida pelos mediuns de plantão.
Os santos foram substituidos pelo culto a Bezerra de Menezes, Chico Xavier, Allan Kardec....
As penitencias pelos tratamentos P1, P2. etc
O inferno pelo Umbral.

Pegue um dialogo de dois espiritas e substitua os termos e verá que a fé cega e o dogmatismo já esta instalado.  Agora, que Kardec estava certo, isto ele realmente estava, se visto como religião a Doutrina Espirita torna-se uma filosofia morta, para ser decorada e adorada.
Mas não podemos negar o modo como os espiritas hoje sentem, entendem e praticam a doutrina, seria muito comodismo da nossa parte!

Mirina
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 24 de Maio de 2011, 19:48
Mirina,
Concordo com tudo o que você falou, mas comodismo seria não observar e denunciar este comportamento.
Eu venho falando desta conceituação de Inferno, Umbral, Stos Médiuns, e Santos Espíritos sendo idolatrados há bastante tempo, não é de hoje. Daqui a pouco teremos roupas específicas para serem usadas pelos palestrantes, imagens, ritos e arquitetura própria para os Centros com nave Central, pulpitos, vitrais e altares.
Não frequentei Centro assim, sempre estudei em grupos pequenos e o Centro que eu frequento e conheço aqui é muito simples, não tem nada disso.
Bem, vamos seguindo, o que se pode fazer, todos são Espíritos com cultos ou sem cultos.
Um abs
Hebe

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mirina em 24 de Maio de 2011, 20:09
Hebe,

eu frequento um centro espirita que tem pupito, imagens, canticos, além de outros adereços.
Mediunicamente o trabalho lá realizado é muito forte e iluminado, mas as pessoas que o frequentam se afinam com a energia que estes centros produzem, na forma e no conteudo.

Então não defendo uma caça as bruxas, coibindo este comportamento, mas a conscientização de que o movimento espirita brasileiro passou por este processo, e cabe aos espiritas mais esclarecidos descobrir uma forma de evitar que o movimento espirita, o espiritismo no Brasil perca sua identidade com a Doutrina de Kardec.  Por outro lado, devemos encontrar uma forma de ampliar esta religiosidade para o aspecto da filosofia, estimulando não a fé cega, mas a discussão e investigação dos temas propostos, dentro das casas espiritas, ativando o raciocinio lógico embasado pela doutrina de Kardec.  É neste aspecto que me refiro a abandonar o comodismo, e a postura de simplesmente rotular o certo e o errado, e passar para a ação, tornando os espiritas mais próximos do espiritismo que do catolicismo.

Abs,
Mirina

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 24 de Maio de 2011, 20:19
Aff!!!
Ninguém está fazendo caça as bruxas, muito pelo contrário, o que está sendo falado aqui é a perda da característica principal do Espiritismo.
Acho que esse trabalho que você fala tem que ser feito mesmo, porque a essência está se perdendo.
Tem uma fala de Kardec importantíssima, na classificação dos Espíritas, onde ele diz que o pior Espírita é o que se deixa envolver pelo Fanatismo e a fé cega, seria até pior que os opositores do Espiritismo.
Faça aí o seu trabalho e estimule, dou o maior apoio.
Um abs
Hebe
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 24 de Maio de 2011, 20:25
Pessoal,

Vão na onda da Mirina que vocês se dão bem...

É puro orgulho bobo dizer que não existe a religião espírita, com seus cultos, práticas litúrgicas, cânticos de louvor e ambientação, imagens adoradas (dezenas nas paredes), santos adorados (Emmanuel, Chico, Andre Luiz, Meimei, Bezerra, "Anjo" Ismael, etc), óstias (água fluidificada, passes, etc), rituais (página inicial, prece inicial, palestra sobre LE, oração, palestra sobre ESE, música, prece final), formas (mesa branca, médiuns com roupas brancas, luz azul, luz verde, luz branca, etc).

Agora, para quem não quer admitir que a religião espírita não existe, então que dê um outro nome para tudo isso aí que acontece nos centros espíritas. Querem chamar de "Invencionismo"? Tudo bem, não tem problema nenhum. Teremos assim o Espiritismo e o Invencionismo. O primeiro é a filosofia, o segundo a religião espírita baseada no primeiro.

Mas de que adianta inventar um novo termo se "Invencionismo" e "Kardecismo" são a mesma coisa? É pura falta de bom senso.

Mas se vocês querem continuar ocultando a realidade, que posso fazer eu? No máximo sugerir que consultem obras sobre Filosofia da Religião, Antropologia e Sociologia de autores consagrados e respeitáveis nos meios acadêmicos, para tirarem suas próprias conclusões, ou apresentarem teses mais consistentes que as que temos apresentado, de preferência com referência. Não dá pra ficar elocubrando sobre suposições vãs...

E falando em referências, citei várias, mais vão aqui mais duas:
Emerson Giumbelli. O Cuidado dos Mortos - uma história da condenação e legitimação do espiritismo. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 1997. (Ganhador do prêmio nacional de pesquisa do Arquivo Nacional).

ARRIBAS, Célia G., Afinal, o Espiritismo é religião?. São Paulo, 2008.
Dissertação de Pós-Gradução do Departamento de Sociologia, Universidade de São Paulo. (Tese de mestrado - o trabalho teve resultados tão positivos que foi tranformado em livro).

Abs e bons estudos!
Dadinho
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 24 de Maio de 2011, 20:37
Dadinho,
Ou se responde de acordo com Kardec que codificou a DE, ou se vai na onda dos ilustres escritores e do MEB.
Eu não considero Religião. Infelizmente não posso negar que exista este movimento.
Mas a pergunta do tópico é "  Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
A minha resposta é não e lamento o que está acontecendo.
Não estou jogando ninguém na fogueira, cada um siga o que lhe convier.
Já deu.
Um abs
Hebe
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 24 de Maio de 2011, 21:12
Hebe, querida,

Essa resposta já foi dada por todo mundo. Não recordo de ter lido aqui alguém dizendo que o Espiritismo seja uma religião. Muito pelo contrário. Todos foram categóricos em afirmar que Espiritismo não é religião mesmo.

Mas como você mesma concordou agora, existem um movimento religioso sim, que se utiliza de parte da DE para a sua sobrevivência e embasamento de suas práticas. Agora qual nome que daremos a esse movimento, isso é irrelevante... pelo menos para mim.

O que tenho visto é que há um grande senso comum (não absoluto, mas considerável) que o nome escolhido desde o princípio pelos primeiros espíritas religiosos que desejavam se destacar de outros credos é Kardecismo. Não está se discutindo aqui se eu, você ou qualquer outro forista aqui concordamos com esse nome. Fato é que essa designação existe não só nos meios acadêmicos como informei, mas principalmente dentro do MEB, pois foi dele que os estudiosos retiraram o verbete consultando documentos históricos, entrevistas, etc. Os ilustres escritores a que eu e você nos referimos são ilustres mesmo, pois cumpriram o seu papel dignamente, isto é, eles não criaram nada, não inventaram nada. Eles apenas pinçaram o que existe de fato e, diga-se de passagem, estudaram muito para emitir sua opinião.

Essa visão não está somente em âmbito de MEB ou de academia. Não raro as pessoas de outros credos (e do próprio MEB) se referem aos adeptos da religião espírita como Kardecistas.

Tanto isso é verdade que o censo do ano passado tinha como religião a opção "Kardecismo". Vê-se por aí que não são poucas as pessoas que pensam por esse caminho.

Agora, aceita a realidade quem quer, ou pode aceitar.

Muita paz!
Fui!
Dadinho

Dadinho,
Ou se responde de acordo com Kardec que codificou a DE, ou se vai na onda dos ilustres escritores e do MEB.
Eu não considero Religião. Infelizmente não posso negar que exista este movimento.
Mas a pergunta do tópico é "  Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
A minha resposta é não e lamento o que está acontecendo.
Não estou jogando ninguém na fogueira, cada um siga o que lhe convier.
Já deu.
Um abs
Hebe
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mirina em 24 de Maio de 2011, 21:39
Tem uma historia que um mestre me contou:

Um pescador durante o dia, ao sentir uma forte fisgada em sua vara de pescar, puxou-a com força, e para sua decepção encontrou enroscado no anzol um toco velho de arvore.
Ao desembaraça-lo do anzol, olhou detalhadamente, e muito estranhamente reconheceu uma face humana no velho toco.  Resolveu guardá-lo para mostrá-lo a sua esposa.
Chegando em casa no final da tarde o apresentou a mulher que indagou:
-Voce esta maluco homem, pra que trouxe pra casa este toco velho?
O pescador meio acabrunhado respondeu:
- Notei uma face humana entalhada nele!
Pelo sim,pelo não, largou o toco no canto da sala.
Dias depois ao receber amigos em casa, mostrou o toco aos amigos, e estes também acharam uma semelhança entre um rosto humano e o entalhe do toco.
No dia seguinte o toco recebeu um velho pedestal e um lugar de destaque na sala.  Logo as pessoas começaram a vir para ver o toco que tinha a face de um santo entalhada e que fora achado pelo pescador no fundo do lago.
Não demorou muito para que as pessoas pedissem para rezar ao pé do toco e a mulher do pescador deixava, não dando muito crédito, mas, pela simplicidade daquela gente que a procurava.

Um dia, no meio da noite chuvosa, uma mulher bateu a porta do pescador e pediu que o homem a deixasse entrar e rezar pela vida de seu filho de apenas cinco anos, que estava muito doente e já havia sido desenganado pelos médicos.  O homem, com pena da senhora humilde naquela noite chuvosa, permitiu que ela entrasse e lá ficasse ajoelhada rezando no pé do toco.
No dia seguinte, ela voltou para agradecer, seu filho havia melhorado inexplicavelmente e pediu novamente para rezar e agradecer ao santo do toco milagroso, que lhe havia atendido a oração.
Desta vez ela estava acompanhada de um pequeno grupo.

Então o mestre perguntou: Quem foi que salvou o menino????

Jesus já dizia isto em pregação pela terra: "Tua fé te curou!"
Não importa aonde voce coloca a sua fé, o que conta é a sua convicção.

Se esta convicção vier acompanhada de inteligencia, raciocinio, saiba que voce subiu um degrau a mais no rumo da purificação espiritual, e voce pode chamar esta caminhada de iluminação como querem os budistas, de beatificação como dizem os católicos ou de evolução como dizem os espiritas. 

Lá na LE, os homens esclarecidos, os doutores e os estudiosos são exortados a levarem a compreensão a doutrina espirita, pois somente através da compreensão da DE e de Deus é que os homens podem melhorar-se, e acaso não é esse o objetivo do Espiritismo?

Mãos a obra amigos, não como Dom Quixote contra moinhos de vento, mas com mansuetude e a doutrina e a ciencia a nos apoiar!

Abs
Mirina
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 24 de Maio de 2011, 21:51
Dadinho,
A minha resposta foi de acordo com a pergunta do tópico.
Os antropólogos e Filósofos estudam e constatam o que se passa.
Agora eu te pergunto.
Porque o Cristianismo primitivo se perdeu?
O Hinduísmo e o Budismo se dividiram e várias correntes. Por que?
Pois é, é fácil responder né?
O Espiritismo veio clarear  desmistificar, acabar com o miraculoso, com os dogmas, rituais, mostrou uma conduta simples, sem rodeio, e tudo vai se perdendo por influencia trazidas de outras doutrinas ou religiões e quando se fica contra essa postura, somos orgulhosos, inquisidores etc.
Tem uns termos muito engraçados que li aqui mesmo no Fórum, que são os Catolispiritas ou os Espiritólicos, pode -se acrescentar, Umbadispiristas ou Epiritumbandas.
Sem querer debochar ou fazer crítica a qualquer outra corrente,mas está se misturando absolutamente tudo.
 Ora, se é Espírita então segue a orientação da Codificação feita por Kardec, se não concorda segue outra, ou melhor ainda seria que o Universalismo tomasse conta do mundo e nada absolutamente nada fosse separado.
Eu considero o Espiritismo uma Doutrina espiritualista Universal, porque atende a qualquer um que a leia, sem mistério, milagres,rituais, Santos, pecados, castigos seja o que for.
E muitos deixaram o Espiritismo porque não entenderam a sua essência, exatamente porque conviveram com tanta mistificação.
Não se trata de ler ou não, trata-se apenas de responder direto, é religião? Não.
Estão fazendo do Espiritismo uma Religião? Sim, estão engessando o Espiritismo.
Essa é a minha opinião.
Um abs
Hebe

Tem mais, não sou presa em absoluto ao Espiritismo, estudo outras Doutrinas e leio tudo que me cai nas mãos, apenas não misturo o meio de campo.

 
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 24 de Maio de 2011, 23:20
Maninha Mirina,
uma doutrina não se modifica ou passa ser algo que não era porque seu em torno, mesmo que formado por pessoas que desvirtuem aquilo que digam professar criem interpolações, dêem um sentido diverso ao que seus postulados básicos indiquem.
O Erro é de quem age ao arrepio do que diz a doutrina, e este erro ao invés de modificar a doutrina, há de ser combatido e aclarado para que voltem, aqueles que erram, ao bom caminho.
Aliás é mesmo Erasto, quem nos ensina que seja DEVER de todo Espírita sério, mostrar os erros  que são cometidos, ajudando no retorno  dos que erram ao caminho correto.
Abração,
Moura

Ai é que esta Hebe,


estamos falando de duas realidades diferentes, a Doutrina pregada por Kardec nos livros da codificação.  E a religião que de fato é praticada e cultuada nos Centros Espiritas.
A figura dos padres foi substituida pelos mediuns de plantão.
Os santos foram substituidos pelo culto a Bezerra de Menezes, Chico Xavier, Allan Kardec....
As penitencias pelos tratamentos P1, P2. etc
O inferno pelo Umbral.

Pegue um dialogo de dois espiritas e substitua os termos e verá que a fé cega e o dogmatismo já esta instalado.  Agora, que Kardec estava certo, isto ele realmente estava, se visto como religião a Doutrina Espirita torna-se uma filosofia morta, para ser decorada e adorada.
Mas não podemos negar o modo como os espiritas hoje sentem, entendem e praticam a doutrina, seria muito comodismo da nossa parte!

Mirina
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Joao Paulo Soares em 24 de Maio de 2011, 23:59
Caros Amigos,

Ao ter a oportunidade de ver um video da entrevista, ou melhor, da 1ª entrevista do sr. Chico Xavier, em 1968 a uma Tv, não deixei de reparar que a 1ª pergunta, efectuada pelo sr. Saulo Gomes, foi exactamente, a pergunta deste tópico, a qual transcrevo:

S. Gomes : " Como é que os Espiritos, consideram o Espiritismo? Como uma ciência exprimental ou como religião?"

C. Xavier: " Os nossos amigos Espirituais, nos afirmam que apesar do Espiritismo englobar experimentações cientificas, valiosas para a Humanidade, nós devemos interpreta-lo como doutrina que revive o Evangelho do Nosso Senhor Jesus Cristo, devidamente interpretado, em sua pureza e em sua simplicidade para os nossos dias. De nossa parte assim, consideramos o Espiritismo como religião, em vista das consequências morais que a Doutrina Espirita apresenta para nossa vida e para nosso trabalho.

Primeira entrevista de Chco Xavier para a TV - Parte 1 de 5. (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PUl0SVhaNldYd3pBJmFtcDtmZWF0dXJlPXBsYXllcl9wcm9maWxlcGFnZSM=)


O que acham?

Forte Abraço,
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 25 de Maio de 2011, 00:29
Acho que é a opinião de Chico Xavier
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 25 de Maio de 2011, 00:50
Cara irmã,

Eu sinceramente não sei onde você quer chegar...

Você realmente acha que o Cristianismo se perdeu?
O Hinduísmo e o Budismo se esfacelaram?

Na minha visão eles estão mais forte do que nunca! Pois nunca na humanidade todas essas doutrinas tiveram tantos adeptos.

O fato de haver várias seitas de uma mesma religião não significa que essa religião tenha se "perdido". Isso é apenas uma evidência de que mesmo tendo a mesma doutrina como verdade, a operacionalização dela no dia a dia da pessoa (isto é, a prática dessa doutrina) será diferente caso a caso. Ou seja, vai depender da característica de cada pessoa ou grupo de pessoas.

Eu não sei qual a sua formação e se você tem algum conhecimento de normas ISO. Senão tiver, dê uma olhada do que elas tratam e como são redigidas. Se conhece, então vai ficar mais fácil explicar:

Uma norma ISO diz para a empresa o que deve ser feito como boa prática para que sua estrutura seja eficiente/eficaz. A empresa, contudo, não tem como seguir uma norma ISO. Isso porque a ISO não é uma "receita de bolo". Ela é genérica, é uma ideia que serve para qualquer empresa. A "receita de bolo" quem tem que fazer é a empresa, baseando-se na norma ISO.

Logo, funciona assim:  depois de estudar a ISO que pretende implantar em seu ambiente, o "dever de casa" de cada empresa é criar uma "receita de bolo" (isto é, procedimentos) da sua própria empresa usando a ISO como base. Cada empresa terá a sua própria "receita de bolo", de acordo com o seu tamanho, capacidade, número de empregados, finalidade, etc. Tanto a empresa A quanto a B usarão a mesma ISO, mas  os procedimentos de cada uma serão particulares, e não adianta a empresa A querer usar os procedimentos de B, ou vice-versa, pois isso não funciona.

Agora faça uma analogia com o nosso cenário: as doutrinas do Espiritismo, do Cristianismo, do Budismo, etc são as várias normas ISO; As empresas somos nós ou as comunidades espíritas; e as "receitas de bolo" (ou procedimentos) são as religiões.

Ta mais do que óbvio que uma mesma doutrina pode ensejar o nascimento de uma ou dezenas de religiões ou seitas. Vai depender de como cada comunidade vai encarar ou vivenciar no seu dia a dia as informações contidas naquela doutrina.

Uma doutrina que tenha apenas uma lei: "Não matarás", pode servir de base para a criação de várias religiões:

1- Uma que pregará não matar os marginais, se eles forem dos direitos humanos;
2- Uma que pregará não matar o tempo com coisas fúteis, se eles forem trabalhadores;
3- Uma que pregará não matar a sede, daqueles que lutam pela justiça;
4- Uma que pregará não matar os bois, se eles forem indianos;
5- Uma que pregará não matar as árvores, se eles forem ambientalistas;
5- etc, etc etc.

Enfim, cada um vai dar a sua interpretação da doutrina e, dentro de sua religião própria, vai tomar todos os procedimentos ("receitas e bolo") necessários para que seja evitada a morte daquilo que eles defendem. Porém nenhuma delas está errada! Ao contrário, estão todas certas, dentro da sua visão.

Concordo com você que o Espiritismo veio para desmistificar, mas ele não veio para acabar com as religiões! Ao contrário disso, ele veio dar suporte a todas elas. Nas palavras de Kardec:

“O Espiritismo, portanto, longe de ser o antagonista da religião, é o seu
auxiliar; e a prova é que conduz às idéias religiosas os que as haviam
repelido. Em resumo, jamais o Espiritismo aconselhou a mudança de
religião, nem o sacrifício de suas crenças; não pertence particularmente a
nenhuma religião, ou, melhor dizendo, está em todas elas”.

Revista Espírita de outubro de 1861

Ou seja, se o Espiritismo está em todas as religiões é porque todas as religiões tem uma parte da sua verdade, o que implica dizer que ele de modo nenhum se encontra engessado na concepção que você está trazendo, isto é, pelo fato de existir uma religião espírita genuinamente baseada nele (até porque as demais religiões também se utilizam de vários dos princípios espíritas). O engessamento existente hoje no Espiritismo está diretamente ligado ao que a Mirina colocou: Nós não estamos dando continuidade ao desenvolvimento dela, através de perguntas, evocações, estudos aprofundados, elaboração de teses e teorias, crítica às literaturas mediúnicas publicadas, etc, etc. Kardec nos ensinou o procedimento, nos deu um método, nos exortou várias vezes ao estudo e desenvolvimento da DE, mas nós insistimos em ficar estagnados estudando somente as obras que ele nos deixou, endeusando-o, como se ele fosse o único que pudesse dar prosseguimento à DE. Se ele vez ou outra nos vêm visitar aqui, certamente deve ficar muito triste com nossa cegueira, ignorância de não seguir sua instruções e tamanha preguiça em por a mão na massa (afinal, dá trabalho um trabalho sério como esse).

Independente de seguir ou não as orientações de Kardec para dar prosseguimento à evolução da DE, cada qual tem toda a liberdade de cultuar a religião do seu interesse. Sendo assim, acho muito inoportuna a observação de quem quer que seja de que o Kardecismo é um equívoco e que deveria ser abolido. Definitivamente não. Como religião, ele tem que ser respeitado, como qualquer outro credo. A pessoa não gosta do Kardecismo? pula fora e vai pro Budismo, Hinduísmo, Catolicismo e qualquer outro "ismo" da vida. Não quer participar de nenhuma religião? muito bem! Estude qualquer filosofia...  se possível o Espiritismo também, e aplique-o na própria vida. Contudo será de uma postura muito elegante essa pessoa se ela reconhecer e respeitar o interesse de seu irmão em viver a religião que ele desejar, seja ela qual for... inclusive o Kardecismo.

É o que penso. Posso estar equivocado, pois não sou o dono da verdade. Mas antes de tudo acho que a verdadeira caridade está em respeitar as decisões do próximo, principalmente quando estas vão ao encontro das suas necessidades mais íntimas, como a religião, a motivação e o sentimento de amor ou devoção.

Muita paz!
Dadinho

Dadinho,
A minha resposta foi de acordo com a pergunta do tópico.
Os antropólogos e Filósofos estudam e constatam o que se passa.
Agora eu te pergunto.
Porque o Cristianismo primitivo se perdeu?
O Hinduísmo e o Budismo se dividiram e várias correntes. Por que?
Pois é, é fácil responder né?
O Espiritismo veio clarear  desmistificar, acabar com o miraculoso, com os dogmas, rituais, mostrou uma conduta simples, sem rodeio, e tudo vai se perdendo por influencia trazidas de outras doutrinas ou religiões e quando se fica contra essa postura, somos orgulhosos, inquisidores etc.
Tem uns termos muito engraçados que li aqui mesmo no Fórum, que são os Catolispiritas ou os Espiritólicos, pode -se acrescentar, Umbadispiristas ou Epiritumbandas.
Sem querer debochar ou fazer crítica a qualquer outra corrente,mas está se misturando absolutamente tudo.
 Ora, se é Espírita então segue a orientação da Codificação feita por Kardec, se não concorda segue outra, ou melhor ainda seria que o Universalismo tomasse conta do mundo e nada absolutamente nada fosse separado.
Eu considero o Espiritismo uma Doutrina espiritualista Universal, porque atende a qualquer um que a leia, sem mistério, milagres,rituais, Santos, pecados, castigos seja o que for.
E muitos deixaram o Espiritismo porque não entenderam a sua essência, exatamente porque conviveram com tanta mistificação.
Não se trata de ler ou não, trata-se apenas de responder direto, é religião? Não.
Estão fazendo do Espiritismo uma Religião? Sim, estão engessando o Espiritismo.
Essa é a minha opinião.
Um abs
Hebe

Tem mais, não sou presa em absoluto ao Espiritismo, estudo outras Doutrinas e leio tudo que me cai nas mãos, apenas não misturo o meio de campo.

 
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 25 de Maio de 2011, 00:57
rsrsrsrsrs

Boa!
;-)


Acho que é a opinião de Chico Xavier
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 25 de Maio de 2011, 01:25
Dadinho,
Eu sei perfeitamente o que é o ISO, não precisa dar aula sobre isso no FE.
A Hebe não está sendo analisada, não é bruxinha que vem acabar com sonhos e ilusões religiosas de ninguém e nem vem detonar os Espíritas bonzinhos compreensivos.
Parem com isso.
Quanto ao Crisitianismo, meu amigo, a História comprova a deturpação feita pelas religiões seguidoras, ou não houve isso? Sonhei?
Respeito todas as Religiões, não endeuso Kardec, não seria espírita se endeusasse quem quer que seja.
A Hebe copiou e colou os dizeres de Kardec, assistido pelos Espíritos Superiores, só isso.
Esse tópico estuda o que está sendo indevidamente incorporado a DE.
Chico Xavier foi um grande espírita excelente homem e médium, tem muito valor.
Mas se Kardec assistido pelos Espíritos superiores colocou uma direção ao Espiritismo, é a ele que eu devo seguir ou não? Vai negar o CUEE agora?
Bem, acho que não tenho mais nada a falar por aqui. Quem quiser canonizar os médiuns, acender as velas, cantar, tomar banhos de ervas, faça.Nada contra.
Cada um siga seu caminho


Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Goedert em 25 de Maio de 2011, 01:49
Cara Hebe C, porque no Kardecismo não foi utilizado um médium tibetano, um monge do sri lanka, um padre católico, um pagé indiano, um xamã africano?

A CUEE, aparentemente carece de universalidade e PRINCIPALMENTE de imparcialidade nas escolhas dos médiuns.

O engraçado é que observamos que essa tática de misturar outras religiões com o kardecismo para atrair fiéis é desde muito tempo bem articulada por Allan Karden. Vemos que ele mesmo, fundando o kardecismo, aconselhou seus seguidores a agirem fraudulentamente:
 
"Cumpre nos façamos compreensíveis. Se alguém tem uma convicção bem firmada sobre uma doutrina, ainda que falsa, necessário é que lhe tiremos essa convicção, mas pouco a pouco. Por isso é que muitas vezes nos servimos de seus termos e aparentamos abundar nas suas idéias: é para que não fique de súbito ofuscado e não deixe de se instruir conosco." (O livro dos médiuns, 20ª. ed. da FEB, p. 336).

Talvez as Irmãs Fox nos ajudem a resolver o caso Hebe?
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Joao Paulo Soares em 25 de Maio de 2011, 01:53
Querida Hebe,

O meu post, só teve a intenção, de relembrar uma entrevista( a qual só agora a minha pessoa viu) e como tal coloca-la como questão/acrescento à discussão aqui tida..
Jamais como opinão pessoal, ou como resposta a alguém..
Tem calma..

Forte Abraço
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 25 de Maio de 2011, 01:54
Com todo respeito Goedert, eu leio muito o que você escreve sobre o Budismo.
Aqui eu falo da DE.
Só me falta agora existir um caso Hebe no FE.
Continue a postar sobre o Budismo, adoro o que você escreve.
Um abs Hebe
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 25 de Maio de 2011, 01:57
Querida Hebe,

O meu post, só teve a intenção, de relembrar uma entrevista( a qual só agora a minha pessoa viu) e como tal coloca-la como questão/acrescento à discussão aqui tida..
Jamais como opinão pessoal, ou como resposta a alguém..
Tem calma..

Forte Abraço

João Paulo, nada contra, você pediu um parecer a respeito da entrevista do Chico e eu dei.
Essa era a postura do Chico diante da DE.
Excelente médium e o respeito muito
Um abs
Hebe
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 25 de Maio de 2011, 02:18
Quanto ao Crisitianismo, meu amigo, a História comprova a deturpação feita pelas religiões seguidoras, ou não houve isso? Sonhei?

Sinto dizer, querida, mas sonhou. O Cristianismo continua o mesmo. Aliás, ele é a base moral da DE.

O máximo que posso aceitar para concordar com você é que da ideia original do Cristianismo nasceram outras ideias, de acordo com o modo de interpretação.

Esse tópico estuda o que está sendo indevidamente incorporado a DE.

Também discordo. A menos que você me indique uma publicação que tenha consenso geral de um comitê plural de pessoas sérias (cientistas, filósofos, livre-pensadores, sociólogos, antropólogos, magistrados, historiadores e outros profissionais de áreas afins, de diversas religiões, com bom senso, background comprovado, imparciais, distintos, idôneos, praticantes ostensivos da caridade e desinteressados financeira e politicamente) dando um parecer sobre centenas ou milhares de comunicações mediúnicas vindas de médiuns diferentes, de diferentes pontos do globo, fazendo uso total e irrestrito da metodologia de Kardec (o CUEE), e que após sua publicação tenha resistido pelo menos 6 meses a todos os ataques científico-filosóficos de que seria suscetível; digo que há equívoco acreditar que a DE esteja sendo enxertada por algo, pois qualquer coisa que não se aproxime disso que acabei de citar é um trabalho invariavelmente de opinião pessoal de A, B ou C e, por isso, não tem nada haver com a DE. Logo, não há o que temer.

Tenho certeza que você sabe muito bem disso.

Mas se Kardec assistido pelos Espíritos superiores colocou uma direção ao Espiritismo, é a ele que eu devo seguir ou não? Vai negar o CUEE agora?

Eu acho que é a ele que você deve seguir sim! Aliás, é exatamente isso que eu estou falando o tempo todo: deixemos o Kardecismo para os religiosos e olhemos para nós mesmo se nós estamos seguindo o direcionamento que Kardec deixou. Até o momento, só tenho visto as pessoas discriminarem o Kardecismo dizendo que ele não existe e se esquecendo de botar a mão na massa para desenvolver reuniões sérias de instrução junto aos Espíritos Superiores.

Bem, acho que não tenho mais nada a falar por aqui. Quem quiser canonizar os médiuns, acender as velas, cantar, tomar banhos de ervas, faça.Nada contra.
Cada um siga seu caminho

Opa!  Chegamos a um consenso enfim! ;-)

Então vou mais uma vez deixar o link do projeto que está sendo desenvolvido por muitas pessoas distintas (Doutores, Mestres, cientistas, filósofos, livre-pensadores, religiosos de várias seitas, etc) que tem justamente o objetivo de dar continuidade à DE, atendendo a necessidade do seu caráter progressivo que ficou tanto tempo jogado às traças, para que aqueles que participaram desse tópico e se sentiram motivados a saber mais poderem tomar conhecimento e eventualmente participarem com suas contribuições.

http://www.spiritismo.co/ProjetoSPIRITISMO.CO.pdf (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5zcGlyaXRpc21vLmNvL1Byb2pldG9TUElSSVRJU01PLkNPLnBkZg==)

Mãos a obra!
Dadinho
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Matheus RA em 25 de Maio de 2011, 02:32
Bem pelo que li em tudo em minha visão:

-O espiritismo e doutrina.
Fato.

Pois simplismente se o codificador.A pessoa que coloca a base faz uma analogia explicita sobre isto,e pois este e o segmente que se deve da.

Afinal de contas ate as religioes tem bases...islã=mohhamed...budismo=buda...

E a doutrina tem que ter sua base que eh a codificação de Allan Kardec.

Se alguem quiser questionar esta mesma..vai ter que utilizar o metodo que foi deixado.CUEE

E a Base.

Agora a pergunta que eu vejo e sinto que muitos (Eu incluso)acho ruim e esta mistificação ou fazer de religião o que e uma doutrina e mudar o foco.

Isto dependendo do ponto de vista mais pode atrapalha do que ajudar.

Pq sera que o espiritismo foi rasgado e pouco divulgado em outras partes do globo?

Em minha visão foi mistificado e pelos de fora visto como mais uma seita religiosa...de pessoas malucas que ficavam papeando com espiritos...

O ateismo que e um estilo de doutrina que tem sua base em não crer em divindades ou deus.
Foi alastrado...e tem muitas pessoas que acreditam nisto ou em nada mesmo...dando um otimo terreno ao materialismo.

O espiritismo foi transformado em uma versão catolica...por parte de seus seguidores...e realmente concordo isto e um fato(Pra mim).

Umbal=Inferno
Colonia Espiritual=Ceu
Mediuns=São padres em vida...ai dps viram podem vira santos..
Espiritos bons=Santos...que em tudo pode nos ajudar...
Espiritos maus=Demonio..
FEB=Um tipo de papa...que fica dando palpite de tudo...ou quase tudo.

E vai nesta linha...tem fotos em centros...

Tem ritual em desligar luz....orar...passe...palestra...agua fluidica....

Não e preciso ser nemhum pesquisador para ver que isto vira religião.

E todo ritual...e hipnotico...as pessoas ali se auto iludem...
ai fica ate a questão ate onde vai a mediunidade deste mediuns....fica muito limitada...a formulas e achismos...
Agora...
Uma golada de agua e agua...
Uma mão passando sobre ti e uma mão sobre você...

Podem ver que quando falam em espiritismo...ou se mostra na Tv...tem que ter um passe....ja viro marca registrada...se e pra colocar um simbolo como uma cruz que o catolicos tem...e so colocar duas mãozinhas...ai e o simbolo que so falta para oficializar e criar a tal religião espirita.

Isto e uma pena...pois mistifica e perde o foco dos que são adeptos a esta religião...que e o propria elevação moral.

Ate a caridade ja e mistificada...um sopão...roupas pra bazar...cesta basica...

O centro espirita deve ser um centro de encontro....e olhe la...alguem que e mais estudado no assunto me diz...Allan Kardec...fundou algum centro espirita?
Ele fala algo disso?
o.O
Se não me engano ele fundou uma sociedade de estudo...estou enganado?

Otimo topico.
Para estudo.
Abração a todo mundo !
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 25 de Maio de 2011, 02:37
Amigo Goedert,

Essa tática de que você está pontuando na assertiva de Kardec chama-se método socrático. Kardec era useiro e vezeiro em usar esse recurso para fazer os seus detratores engulirem suas próprias palavras.

Isso não tem nada haver com subterfúgios para imprimir seu interesse pessoal nas respostas. Leia a Revista Espírita e você verá que não foi uma só vez que Kardec cita que as ideias que ele tinha colocado no papel foram mais tarde reformuladas, depois outras mensagens chegavam ou que os Espiritios Superiores o orientavam, dentre eles, o Espírito de Verdade (ou Espírito A Verdade, ou Espírito Verdade, como queira), como segue:

P.[Kardec] — Ontem, quando bateste, estando eu a trabalhar,
tinhas alguma coisa de particular a dizer-me?
R. [Espírito de Verdade] — O que eu tinha a dizer-te era sobre o trabalho a que te
aplicavas; desagradava-me o que escrevias e quis fazer que
o abandonasses.
NOTA — O que eu estava escrevendo dizia respeito, precisamente,
aos estudos que empreendera acerca dos Espíritos e de suas
manifestações.
P. — A tua desaprovação era referente ao capítulo que eu
escrevia ou ao conjunto do trabalho?
R. — Ao capítulo de ontem; submeto-o ao teu juízo; se o
releres, reconhecerás tuas faltas e as corrigirás.
P. — Eu mesmo não me sentia satisfeito com esse capítulo
e o refiz hoje. Está melhor?
R. — Está melhor, mas ainda não satisfaz. Relê da 3ª a 30ª
linha e com um grave erro depararás.
P. — Rasguei o que escrevera ontem.
R. — Não importa! Isso não impediu que a falta continuasse.
Relê e verás.
Allan Kardec - Obras Póstumas


O engraçado é que observamos que essa tática de misturar outras religiões com o kardecismo para atrair fiéis é desde muito tempo bem articulada por Allan Karden. Vemos que ele mesmo, fundando o kardecismo, aconselhou seus seguidores a agirem fraudulentamente:
 
"Cumpre nos façamos compreensíveis. Se alguém tem uma convicção bem firmada sobre uma doutrina, ainda que falsa, necessário é que lhe tiremos essa convicção, mas pouco a pouco. Por isso é que muitas vezes nos servimos de seus termos e aparentamos abundar nas suas idéias: é para que não fique de súbito ofuscado e não deixe de se instruir conosco." (O livro dos médiuns, 20ª. ed. da FEB, p. 336).

Talvez as Irmãs Fox nos ajudem a resolver o caso Hebe?
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 25 de Maio de 2011, 02:38
Dadinho,
Sabe o que acontece, eu não sou chegada a grandes discursos e grandes citações para chegar aonde eu quero.
Eu só fundamentei o que eu estava dizendo  com o livro "O que é o Espiritismo".
Pra mim basta, se estamos desde o inicio falando a mesma coisa ,ótimo.
Não faltei com caridade a ninguém que  interprete a DE de outra forma, estava falando absolutamente do que consta na DE.
Quanto ao Cristianismo , é só ver a quantidade de Guerra Santa, a Inquisição, a Irlanda em guerra até hoje para entender que é uma total deturpação das palavras de Cristo, fora escrituras e conhecimentos que a Igreja Católica escondeu e deturpou.
Vive até hoje porque a mensagem de Cristo é perfeita, assim como foi a de Krishna, Buddah e tantos outros Avatares.
Bem, já disse querem considerar Religião tudo bem, mas não é o que diz a codificação.
Tenho muitas amigas que consideram Religião, sabem qual é a minha posição e eu sei qual é a delas, nem por isso deixamos de nos respeitar. Aliás aqui mesmo no FE tem algumas.
Um abs
Hebe




Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mirina em 25 de Maio de 2011, 04:29
Maninha Mirina,
uma doutrina não se modifica ou passa ser algo que não era porque seu em torno, mesmo que formado por pessoas que desvirtuem aquilo que digam professar criem interpolações, dêem um sentido diverso ao que seus postulados básicos indiquem.
O Erro é de quem age ao arrepio do que diz a doutrina, e este erro ao invés de modificar a doutrina, há de ser combatido e aclarado para que voltem, aqueles que erram, ao bom caminho.
Aliás é mesmo Erasto, quem nos ensina que seja DEVER de todo Espírita sério, mostrar os erros  que são cometidos, ajudando no retorno  dos que erram ao caminho correto.
Abração,
Moura

Ai é que esta Hebe,


estamos falando de duas realidades diferentes, a Doutrina pregada por Kardec nos livros da codificação.  E a religião que de fato é praticada e cultuada nos Centros Espiritas.
A figura dos padres foi substituida pelos mediuns de plantão.
Os santos foram substituidos pelo culto a Bezerra de Menezes, Chico Xavier, Allan Kardec....
As penitencias pelos tratamentos P1, P2. etc
O inferno pelo Umbral.

Pegue um dialogo de dois espiritas e substitua os termos e verá que a fé cega e o dogmatismo já esta instalado.  Agora, que Kardec estava certo, isto ele realmente estava, se visto como religião a Doutrina Espirita torna-se uma filosofia morta, para ser decorada e adorada.
Mas não podemos negar o modo como os espiritas hoje sentem, entendem e praticam a doutrina, seria muito comodismo da nossa parte!

Mirina

Mano Moura,

Kardec orientou que toda a vez que a ciencia for contraria a um principio enunciado pela doutrina, devemos acatar o que for comprovado a luz da ciencia.  Esta informação confere?
Se for assim, a doutrina se modifica!
Lá no LE também existe uma informação que a doutrina espirita deve ser construida em parceria, a espiritualidade e o homem.  Esta informação confere?

Se meu entendimento estiver correto creio que a razão nos mostra que a doutrina se modifica toda vez que em seu entorno obtivermos novas revelações que esclareçam pontos que antes não nos foram revelados.  Seria esta a dinamica proposta pelos Espiritos na LE, cada revelação de acordo com a sua época e o adiantamento que se fizer necessario?

Abs,
Mirina
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 25 de Maio de 2011, 09:29
Pois bem,
Existe uma base, um pilar, que se for esquecido a casa cai.
Nada contra as novas revelações, os novos autores e tudo vem vem sendo trazido à tona, desde que não contrarie o fundamento. Muita coisa os Espíritos Superiores não revelaram porque disseram que o homem ainda não tinha atingido a compreensão para entender.
Acho que o Moura não se referiu as novas revelações da Ciência.
A DE não tem que se modificar, ela é a base, o que tem que ser feito é dar continuidade no trabalho iniciado por Kardec.
A física quântica está aí, o Movimento Espírita está verificando o que está acontecendo?
Muito da Filosofia Vedanta está sendo vista através da Física Quântica.
Quantos entram no movimento espírita encantados com os romances e nunca leram a codificação para comparar com o que está escrito neste romances? Pior ,acreditam piamente em qualquer narração romanceada.
É isso, não é só se fechar  na Codificação é estudar, entender. E atualizar não significa modificar.
Um abs
Hebe
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 25 de Maio de 2011, 13:55
Bom dia, queridos!
Um dia abençoado a todos!

É isso mesmo que você citou, Hebe. Há um cerne, bem estruturado e fundamentado. Esse núcleo é, por uma "decisão metodológica de seus protagonistas" (Lakatos, 1974, "Falsification and the Methodology of Scientific Research Programmes") , considerado não-falsificável.

Vale dizer que depois do Indutivismo, do Falsificacionismo (Karl Popper) e das críticas de Thomas Kuhn ao Falsificacionismo, desbancando-o, a metodologia lakatosiana (baseada em um programa de pesquisa, que é "uma estrutura que fornece um guia responsável pela decisão acerca da construção  e modificação das teorias, tanto de maneira positiva como negativa") tem sido a metodologia moderna que mais resultados seguros tem proporcionado aos cientistas.
(ver: http://professor.unisinos.br/angelab/Metodologia%20de%20Ensino%20de%20F%EDsica/lakatos.html)

Esse cerne, Hebe, é o que eu considero o Espiritismo revelado, isto é, o Espiritismo que conseguimos entender hoje dada a nossa evolução e que em grande parte se encontra na DE. Mas há ainda um Espiritismo oculto, o qual não compreendemos ainda porque não temos evolução intelectual, moral e, consequentemente, espiritual para entendê-lo. Esse será revelado de acordo com o noss entendimento e nosso esforço em desvendá-lo.

Mas por que eu disse grande parte, e não completamente? Porque a DE possui tanto o "núcleo" quanto o "cinturão de proteção" das verdades espírituais. Esse cinturão ainda é suscetível de sofrer alterações mais ou menos significativas, conforme comprova Lakatos.

Partindo-se dessa visão, é correta a observação da Mirina quando ela diz que a DE está sujeita a mudanças sim. As mudanças ocorrerão na periferia do "programa de pesquisas", através de adições de novos conceitos descobertos, e no "cinturão de proteção", através de eventuais retificações de outros conceitos e teorias anteriormente admitidas, mas que as novas revelações demonstraram ser total ou parcialmente inconsistentes.

Dessa forma, sua frase "E atualizar não significa modificar", não está coerente. Se uma adição passar a fazer parte do "cinturão de proteção" e depois for percebida como uma realidade, passando assim a compor o "núcleo" em algum momento, o núcleo não será mais o mesmo, logo, é evidente que terá sofrido alteração e consequentemente a codificação, isto é, a DE, também terá sido alterada.

Quem nunca sofrerá alteração é o Espiritismo como um todo. Ele somente sofre o descobrimento por parte do homem.

Fantástica a visão de Kardec, não é mesmo? Ele já previa isso há mais de 150 anos atrás. A teoria de Lakatos tem pouco mais de 20 anos. O cara era fantástico. Cada vez mais que estudo Kardec, mais me apaixono por ele.

Muita paz a todos!
Dadinho

Pois bem,
Existe uma base, um pilar, que se for esquecido a casa cai.
Nada contra as novas revelações, os novos autores e tudo vem vem sendo trazido à tona, desde que não contrarie o fundamento. Muita coisa os Espíritos Superiores não revelaram porque disseram que o homem ainda não tinha atingido a compreensão para entender.
Acho que o Moura não se referiu as novas revelações da Ciência.
A DE não tem que se modificar, ela é a base, o que tem que ser feito é dar continuidade no trabalho iniciado por Kardec.
A física quântica está aí, o Movimento Espírita está verificando o que está acontecendo?
Muito da Filosofia Vedanta está sendo vista através da Física Quântica.
Quantos entram no movimento espírita encantados com os romances e nunca leram a codificação para comparar com o que está escrito neste romances? Pior ,acreditam piamente em qualquer narração romanceada.
É isso, não é só se fechar  na Codificação é estudar, entender. E atualizar não significa modificar.
Um abs
Hebe
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 25 de Maio de 2011, 14:11
Mano Goedert,
porque chamar as Fox a um estágio em que elas não participaram?
Elas nada têm a ver com a doutrina, participaram da fase geral Espiritualista, que veio sedimentar a Filosofia Espiritualista, mas não da doutrina Espírita que, como diz o LE é especificidade desta primeira.
Por esta razão os induístas, xamanistas e outros istas também não participaram do processo.
Ora ninguém que joga basquete é convocado para uma seleção  de futebol, não é assim?
Abraços,
Moura

Cara Hebe C, porque no Kardecismo não foi utilizado um médium tibetano, um monge do sri lanka, um padre católico, um pagé indiano, um xamã africano?

A CUEE, aparentemente carece de universalidade e PRINCIPALMENTE de imparcialidade nas escolhas dos médiuns.

O engraçado é que observamos que essa tática de misturar outras religiões com o kardecismo para atrair fiéis é desde muito tempo bem articulada por Allan Karden. Vemos que ele mesmo, fundando o kardecismo, aconselhou seus seguidores a agirem fraudulentamente:
 
"Cumpre nos façamos compreensíveis. Se alguém tem uma convicção bem firmada sobre uma doutrina, ainda que falsa, necessário é que lhe tiremos essa convicção, mas pouco a pouco. Por isso é que muitas vezes nos servimos de seus termos e aparentamos abundar nas suas idéias: é para que não fique de súbito ofuscado e não deixe de se instruir conosco." (O livro dos médiuns, 20ª. ed. da FEB, p. 336).

Talvez as Irmãs Fox nos ajudem a resolver o caso Hebe?
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 25 de Maio de 2011, 14:14
Realmente Dadinho,
não me referi as Revelações da ciência,fiquei apenas no âmbito da doutrina.
No âmbito da doutrina só os Espíritos Superiores podem trazer Revelações e explico o porque:
é que eles as recebem dos Puros espíritos e estes,por sua vez, as recebem de Deus.
é isso que está explicado na RE e no ESE.
Parece-me que muitos se esquecem desta parte tão inicial da doutrina mas que é tão importante em todo o restante do percurso dos estudos que se faça.
Abração,
Moura

Bom dia, queridos!
Um dia abençoado a todos!

É isso mesmo que você citou, Hebe. Há um cerne, bem estruturado e fundamentado. Esse núcleo é, por uma "decisão metodológica de seus protagonistas" (Lakatos, 1974, "Falsification and the Methodology of Scientific Research Programmes") , considerado não-falsificável.

Vale dizer que depois do Indutivismo, do Falsificacionismo (Karl Popper) e das críticas de Thomas Kuhn ao Falsificacionismo, desbancando-o, a metodologia lakatosiana (baseada em um programa de pesquisa, que é "uma estrutura que fornece um guia responsável pela decisão acerca da construção  e modificação das teorias, tanto de maneira positiva como negativa") tem sido a metodologia moderna que mais resultados seguros tem proporcionado aos cientistas.
(ver: http://professor.unisinos.br/angelab/Metodologia%20de%20Ensino%20de%20F%EDsica/lakatos.html)

Esse cerne, Hebe, é o que eu considero o Espiritismo revelado, isto é, o Espiritismo que conseguimos entender hoje dada a nossa evolução e que em grande parte se encontra na DE. Mas há ainda um Espiritismo oculto, o qual não compreendemos ainda porque não temos evolução intelectual, moral e, consequentemente, espiritual para entendê-lo. Esse será revelado de acordo com o noss entendimento e nosso esforço em desvendá-lo.

Mas por que eu disse grande parte, e não completamente? Porque a DE possui tanto o "núcleo" quanto o "cinturão de proteção" das verdades espírituais. Esse cinturão ainda é suscetível de sofrer alterações mais ou menos significativas, conforme comprova Lakatos.

Partindo-se dessa visão, é correta a observação da Mirina quando ela diz que a DE está sujeita a mudanças sim. As mudanças ocorrerão na periferia do "programa de pesquisas", através de adições de novos conceitos descobertos, e no "cinturão de proteção", através de eventuais retificações de outros conceitos e teorias anteriormente admitidas, mas que as novas revelações demonstraram ser total ou parcialmente inconsistentes.

Dessa forma, sua frase "E atualizar não significa modificar", não está coerente. Se uma adição passar a fazer parte do "cinturão de proteção" e depois for percebida como uma realidade, passando assim a compor o "núcleo" em algum momento, o núcleo não será mais o mesmo, logo, é evidente que terá sofrido alteração e consequentemente a codificação, isto é, a DE, também terá sido alterada.

Quem nunca sofrerá alteração é o Espiritismo como um todo. Ele somente sofre o descobrimento por parte do homem.

Fantástica a visão de Kardec, não é mesmo? Ele já previa isso há mais de 150 anos atrás. A teoria de Lakatos tem pouco mais de 20 anos. O cara era fantástico. Cada vez mais que estudo Kardec, mais me apaixono por ele.

Muita paz a todos!
Dadinho

Pois bem,
Existe uma base, um pilar, que se for esquecido a casa cai.
Nada contra as novas revelações, os novos autores e tudo vem vem sendo trazido à tona, desde que não contrarie o fundamento. Muita coisa os Espíritos Superiores não revelaram porque disseram que o homem ainda não tinha atingido a compreensão para entender.
Acho que o Moura não se referiu as novas revelações da Ciência.
A DE não tem que se modificar, ela é a base, o que tem que ser feito é dar continuidade no trabalho iniciado por Kardec.
A física quântica está aí, o Movimento Espírita está verificando o que está acontecendo?
Muito da Filosofia Vedanta está sendo vista através da Física Quântica.
Quantos entram no movimento espírita encantados com os romances e nunca leram a codificação para comparar com o que está escrito neste romances? Pior ,acreditam piamente em qualquer narração romanceada.
É isso, não é só se fechar  na Codificação é estudar, entender. E atualizar não significa modificar.
Um abs
Hebe
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 25 de Maio de 2011, 14:38
Dadinho,
A essência não muda, o que acontece são mais revelações a medida que o homem vai obtendo mais conhecimento.
O Cristianismo tem a sua essência irretocável, mas ficou obscurecida por causa da RELIGIÃO, séculos a fio. E a História mostra o retrocesso, é só ver o conhecimento dos filósofos Gregos e em seguida a Idade das Trevas, para depois vir muita coisa sendo clareada pelo Espiritismo novamente.
É só não deixar o misticismo e as crendices tomarem conta novamente.
Parece que falamos em línguas diferentes.
Um abs

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 25 de Maio de 2011, 15:26
Sabem qual o maior problema que exista aos estudantes?
É que começamos a ver cinturões de proteção, e outros penduricalhos que inexistem
A segurança da doutrina está no CUEE, fora dela não existe segurança diz Kardec.
Ora, o que se deve reconhecer e isso também se encontra bem explicado, é que para a parte chamada de princípios, não cabe modificação,atualização ou nada mais.
Quanto a todas as outras partes, ou seja as que as obras codificadas trazem, na palavra dos Espíritos Superiores, quando qualquer uma delas se afastar do que já é provado cabalmente pela ciência, o Espirtismo não se verá amarrado a não reconhecê-las.
Estes pontos não podem cair no relento de nossa lembrança.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 25 de Maio de 2011, 16:01
Hebe,

Desculpe, mas acho que você toda hora confunde o que é Espiritismo, o que é DE e o que é religião. Enquanto você não definir cada um desses elementos para si, você vai ficar dando voltas sem conseguir por no papel aquilo que você está tentando transmitir.

Não acho que estejamos falando duas língua distintas, até porque estou usando os seus próprios argumentos "contra" você. Você é que me parerece não estar se expressando coerentemente, por simples confusão de termos. Mas aí é algo que não tenho como atuar melhor de modo a tentar ajudar, pois depende de você se convercer que é importante usar um termo para cada coisa, assim como Kardec fazia.

Veja a sua frase:

Dadinho,
A essência não muda, o que acontece são mais revelações a medida que o homem vai obtendo mais conhecimento.

A essência de que que não muda? Do Espiritismo ou da DE?
Se for o Espiritismo, eu concordo contigo.
Se for a DE (ou à Codificação), como você tem se referido várias vezes, e principalmente no seu último post, aí discordo fortemente. Basta você dar uma olhada por exemplo na opinião de Kardec sobre possessão. Em dado momento ele diz que possessão no sentido vulgar não existe, mas em outro ele "conserta" essa observação, dando outra interpretação para o caso e admitindo o uso da palavra no sentido vulgar. É apenas um exemplo que a DE muda sim. Aliás, como muito bem lembrado pela Mirina, o próprio Kardec afirmou que se a DE falar A, mas a ciência comprovar que não existe A, mas sim B, que devemos descartar essa parte da DE e aderir à ciência. Se ele já instituiu a DE dessa forma, é que ele e a SPEE julgava provável haver conceitos da DE que, por não serem tão consistentes, ou não estarem totalmente maduros, eventualmente poderiam ser derrogados pela ciência. E isso implica em alteração, e não adição simples.

O Cristianismo tem a sua essência irretocável, mas ficou obscurecida por causa da RELIGIÃO, séculos a fio. E a História mostra o retrocesso, é só ver o conhecimento dos filósofos Gregos e em seguida a Idade das Trevas, para depois vir muita coisa sendo clareada pelo Espiritismo novamente.

Por aqui estou entendendo que você está admitindo que a essência que você falou lá em cima se refere ao Espiritismo, já que você qualifica o Cristianismo (que também é uma doutrina). Se for isso mesmo, também concordo com você. Mas aí veja que você mesma está considerando que a religião não mudou o Cristianismo em nada. O que é óbvio, pois nenhuma religião ou doutrina não te o poder de alterar a Verdade, ou nas suas palavras a essência. O máximo que vai ocorrer, como você parece estar começando a concordar comigo, é que a religião pode obliterar a divulgação da essência verdadeira. Contudo, na minha opinião, o que mais tem ocorrido é a divulgação da Verdade misturada com outras coisas fúteis (e segundo as necessidades dos homens a cada época e por cada uma das religiões), do que um retrocesso, como você menciona.

É só não deixar o misticismo e as crendices tomarem conta novamente.
Parece que falamos em línguas diferentes.
Um abs

Porém, como citei acima, bem ou mal todas as religiões tem trazido parte da verdade em seu bojo. Logo, não é com elas que devemos perder nosso tempo tentando "consertá-las". Nosso foco deve ser o materialismo. Ele é que é o grande algoz da humanidade.

Deixemos as crendices para quem ainda precisa delas.

Abs
Dadinho
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 25 de Maio de 2011, 16:20
Amigo Dadinho,
é querer ser mais real do que o rei definir o que já se encontra explicitado.
Espiritismo é o neologismo dado e na anuência dos Espíritos Superiores, a todo o conteúdo da DE.
Logo, não há diferença entre Espiritismo e De, quem assim vê anda a procurar cabelos em ovos.
Religião meu amigo anda a léguas do caminho Espírita e por isso mesmo kardec disse: "O Espiritismo é o mais fiel ajudante de qualquer das religiões."
Se isso não explica o caso meu mano, estamos a identificar um processo do qual estaremos a falar nomes de agosto cujo tema de estudo será o capítulo do LE sob título de "Das paixões".
Abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 25 de Maio de 2011, 16:24
Muito obrigada Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: pascoaloliveira em 25 de Maio de 2011, 16:28
Olá amigão,


Concordo 100% consigo Moura, e só não compreende quem de facto desconhece a DE.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 25 de Maio de 2011, 18:39
Hiiii....  Manão...  agora você pisou na jaca feio...  rsrs
;-)

Vamos então seguir uma linha mais coerente e justa, de modo a eliminarmos as paixões que você citou de ambos os lados?

Já citei várias referências sobre as teorias que tenho trazido. Peço então que vocês tragam referências sobre isso aí que você está dizendo:  que Espiritismo e DE são a mesma coisa.

Trazendo, eu continuo a conversar sobre o assunto. Não trazendo, pra mim passa por suposição vã (ou no popular, "achismo"), e que não merece maior atenção de nossa parte.

Creio que estamos todos aqui para nos auxiliar mutuamente. Mas tem horas que para ajudar temos que nos esforçar mais do que o normal, estudando um pouco mais e trazendo provas que embasem a ideia em que estamos nos apoiando. Isso também é caridade, amor ao próximo e espírito de fraternidade, coisas que uma atitude apaixonada não nos permitiria fazer.

Fico no aguardo então.
q:-P

Forte abraço na Alma!
Dadinho


Amigo Dadinho,
é querer ser mais real do que o rei definir o que já se encontra explicitado.
Espiritismo é o neologismo dado e na anuência dos Espíritos Superiores, a todo o conteúdo da DE.
Logo, não há diferença entre Espiritismo e De, quem assim vê anda a procurar cabelos em ovos.
Religião meu amigo anda a léguas do caminho Espírita e por isso mesmo kardec disse: "O Espiritismo é o mais fiel ajudante de qualquer das religiões."
Se isso não explica o caso meu mano, estamos a identificar um processo do qual estaremos a falar nomes de agosto cujo tema de estudo será o capítulo do LE sob título de "Das paixões".
Abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 25 de Maio de 2011, 19:15
Dadinho,
Precisava trazer tantas teorias para responder se o Espiritismo é religião ou não.
Ou para entender que a DE é o Espiritismo?
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 25 de Maio de 2011, 19:17
Dadinho,
pensa bem,
teorias não desfazem fatos e estes estão na doutrina.
Aliás o amigo já parte de divisões que não existem,logo se o amigo tem como base essas teorias, já começa no erro.
Espiritismo e DE são a mesma coisa nada mais.
Não existem, fora o CUEE nem outros métodos nem nada que proteja a DE.
Tudo isso está no LE e nas RE, mas parece que o amigo não dá valor a eles.
Logo, não tenho como  continuar esse nosso debate que não tem do meu lado senão a vontade de lhe ajudar a compreender.
Abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 25 de Maio de 2011, 20:06
Hebezinha e Mano Moura,

Peço somente que vocês tragam referências de escritores sérios mostrando que DE é o mesmo que Espiritismo.

Acho difícil, pois doutrina é um conjunto de princípios em que se baseia um sistema religioso, político ou filosófico. O Espiritismo, como sabemos, tem tanto o seu lado filosófico quanto o seu lado científico. Logo, Espiritismo vai além de doutrina.

Mas continua aí o meu apelo para que vocês me ajudem a entender o ponto de vista que vocês estão defendendo. Com referências! Nada de achismos, ok?

Bj grande no coração!
Dadinho
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 25 de Maio de 2011, 20:09
Sinceramente Dadinho,
A Hebezinha cansou, por isso não trás nenhum achismo para fundamentar o óbvio.
Bom estudo pra você.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: LuizFrancisco em 25 de Maio de 2011, 20:30
Olá a todos,
Lendo o livro: “As Mil faces da realidade Espiritual autor Hermínio Corrêa de Miranda Editora: CEAC”, mais precisamente o capítulo 19, Religião – Em busca de um conceito satisfatório.
O autor inicia o capítulo  informando: “Poucos conceitos serão tão difíceis de caracterizar com propriedade e nitidez como o de religião.
Mais a frente coloca uma frase informando ser o autor George Bernard Shaw, na qual escreve: “Apenas uma religião existe, embora haja uma centena de versões dela”. Hermínio coloca que se pudesse corrigir esta inteligente observação de Shaw, acrescentaria de que não são centenas e sim, milhares de versões de religiões, cultos, ou seitas.
Alhures faz a colocação de que “Por tudo isso, podemos observar o mais importante aspecto da missão do Espiritismo, a sua mais extraordinária façanha, está em haver conciliado razão e fé, ao propor uma teoria do conhecimento religioso não apenas apoiada em fatos observados e observáveis, mas perfeitamente racional”.
Afinal de contas, qual o sentido último que o Espiritismo demonstra? Somente o de que o ser humano é espírito sobrevivente e reencarnante? Disso já sabiam remotas religiões desaparecidas.
Após um trabalho primoroso de racionalização do conceito religioso, de conversão da fé em convicção é, no mínimo, estranho entender que o Espiritismo não é religião e nada tem a  ver com religião. A religião não se descaracteriza porque se racionalizou, ela simplesmente se purifica e é por isso, provavelmente, que Shaw dizia que só existe uma religião, o resto é confusão. Coisas semelhantes disseram, em substância, os Espíritos a Kardec, ao preconizar que um dia haveria uma só religião, sem templos de pedras e rituais. No que aliás, reiteravam o pensamento de Jesus, na sua conhecida previsão de um só pastor e um só rebanho.
E termina escrevendo: “Se tomarmos a realidade espiritual como mero jogo mais ou menos inteligente de especulações intelectuais estaremos demonstrando que ainda não entendemos o que é o Espiritismo, que se resume, em última instância, em uma proposta clara e objetiva de esforço pessoal evolutivo para substituir religiões salvacionistas, dogmáticas e irracionais.

Fé racionalizada, purificada e sustentada pela experimentação, continua sendo fé, mais do que nunca. Se isso não é religião, que seria afinal?
Abraços,
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 25 de Maio de 2011, 20:52
Kardec falou claramente no Livro " O que é o Espiritismo"

"O Espiritismo é ao mesmo tempo uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática, ele consiste nas relações que se podem estabelecer com os Espíritos; como filosofia, ele compreende todas as conseqüências morais que decorrem dessas relações.

Pode-se defini-lo assim:

O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, da origem e da destinação dos Espíritos, e das suas relações com o mundo corporal."


Bem, sendo assim serve para qualquer ser humano independente da Religião que abrace.

Diálogo com o Padre
O padre – Eu concordo que para as questões gerais, o Espiritismo está
conforme as grandes verdades do Cristianismo; mas ocorre o mesmo do
ponto de vista dos dogmas? Ele não contradiz certos princípios que a
Igreja nos ensina?
A.K. – O Espiritismo é, antes de tudo, uma ciência e não se ocupa com
questões dogmáticas. Essa ciência tem conseqüências morais como
todas as ciências filosóficas; são essas conseqüências boas ou más?
Pode-se julgá-las pelos princípios gerais que acabo de lembrar. Algumas
pessoas estão equivocadas sobre o verdadeiro caráter do Espiritismo. A
questão é bastante grave e merece algum desenvolvimento.
Citemos primeiro uma comparação: a eletricidade, estando na Natureza,
existiu de todos os tempos e de todos os tempos também produziu os
efeitos que nós conhecemos e muitos outros efeitos que não
conhecemos ainda. Os homens, na ignorância da causa verdadeira,
explicaram esses efeitos de uma maneira mais ou menos bizarra. A
descoberta da eletricidade e das suas propriedades veio desmoronar
uma multidão de teorias absurdas, lançando luz sobre mais de um
mistério da Natureza. O que a eletricidade e as ciências físicas em geral
fizeram por certos fenômenos, o Espiritismo fez por fenômenos de uma
outra ordem.
O Espiritismo está fundado sobre a existência de um mundo invisível,
formado de seres incorpóreos que povoam o espaço, e que não são
outros senão as almas daqueles que viveram sobre a Terra, ou em
outros globos, onde deixaram seu envoltório material. São a esses seres
que damos o nome de Espíritos. Eles nos rodeiam permanentemente,
exercendo sobre os homens, com o seu desconhecimento, uma grande
influência; eles desempenham um papel muito ativo no mundo moral, e,
até um certo ponto, no mundo físico. O Espiritismo, pois, está na
Natureza e pode-se dizer que, em uma certa ordem de idéias, é uma
potência, como a eletricidade o é em outro ponto de vista, como a
gravitação o é em outro. Os fenômenos, dos quais o mundo invisível é a
fonte, são efeitos produzidos em todos os tempos; eis porque a história
de todos os povos deles faz menção. Somente que, em sua ignorância,
como para a eletricidade, os homens atribuíram esses fenômenos a
causas mais ou menos racionais, e deram a esse respeito livre curso à
imaginação.
O Espiritismo, melhor observado depois que se vulgarizou, veio lançar
luz sobre uma multidão de questões até aqui insolúveis ou mal
compreendidas. Seu verdadeiro caráter, pois, é o de uma ciência, e não
de uma religião; e a prova disso é que conta entre seus adeptos homens
de todas as crenças, que não renunciaram por isso às suas convicções:


Grifo meu


Não tem porque quem lê a Codificação julgá-la como Religião.
A Religião ( Casa) , fecha, segrega, separa os homens em grupos, discrimina, não foi criada por nenhum Avatar e sim pelos homens. Não tem nada a ver com a DE em sua origem.
Se está se fechando em cultos religiosos, rituais, dogmas, vai perder a sua característica inicial.
A DE é livre, para toda humanidade , uma vez que prova a existencia do Espírito, comum a todos e suas consequências e influências morais.
Não é salvacionista. Tudo depende do auto-conhecimento e aperfeiçoamento moral primeiro de si mesmo para depois atender ao próximo.
Enfim, existe um grave erro de interpretação se propagando a olhos vistos.
Concordo com o final do post de Mirina, quanto ao teor investigativo que está sendo perdido, aceitando-se tudo que vem sem nada questionar.
Um abs
Hebe

Seria isso que Kardec falou assistido pelos Espiritos Superiores.
Fonte: O que é o Espiritismo
Bom estudo!!!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 26 de Maio de 2011, 01:44
Tsk tsk tsk...  :-(

Hebe, agora você me decepcionou. Você que tem sempre se demonstrado uma pessoa interessada nos outros, em esclarecer, em divulgar a verdade tomar uma postura como essa me deixa mesmo triste.

Bem...  só posso dizer que fiz a minha parte. Estudei, fui atrás, trouxe para vocês diversas teorias, conceitos, fundamentações e referências de qualidade para que vocês tivessem a mesma oportunidade que eu tive de sair do "mais do mesmo" e consolidar informações realmente consistentes, que me ajudam a dialogar, munido de toda a traquilidade, com desde o kardecista mais apegado às ideias religiosas, até o materialista mais ortodoxo e seguro de suas convicções, fazendo-os entender o que eu penso e até aceitarem como hipótese provável.

Não me interessam conversões desses. Cada um tem o seu tempo para absorver os conhecimentos que lhe chegam. Por isso, o que hoje me basta é que eles pelo menos aceitem como hipótese provável e coerente minha proposta. E isso ocorre, dentro de uma instituição que nem a CNEN, por exemplo, onde só tem "cabeção", o que me permite dizer que algum fundamento há nas minha colocações.

Pena que eu tenha me dedicado a vocês, mas não mereça a mesma consideração e paciência da vossa parte. Mas vou considerar que esse desinteresse seja por falta de tempo, e não por indiferença, pois esta última é resultado ou da falta de amor ou das nossas paixões, esta última lembrada pelo amigo Moura (e que eu propus eliminar tal possibilidade pedindo-lhes que então fundamentassem seus argumentos explicitamente, porém não teve aceitação).

Na vida às vezes realmente precisamos priorizar nosso tempo com coisas que às vezes só vamos encontrar em nós mesmos. Nessa hora, o outro faz parte de um segundo momento.

Então vou ficando por aqui, esperando francamente que, apesar da aparente falta de motivação em suas palavras, possamos ter outros diálogos mais amistosos futuramente.

Cordialmente.
Dadinho


Sinceramente Dadinho,
A Hebezinha cansou, por isso não trás nenhum achismo para fundamentar o óbvio.
Bom estudo pra você.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Felipa em 26 de Maio de 2011, 02:23

O Espiritismo é muito mais que  uma religião, pois  possui os três aspectos:
Filosófico, científico e religioso. Por isso é chamado de  Doutrina Espírita.
O Espiritismo é uma doutrina racional que exercita o discernimento e o livre arbítrio,  é uma filosofia de vida, mas também uma religião psíquica, uma religião  interior, caracterizada por um sentimento de fé e confiança, proporcionando a aproximação do homem a Deus e suas Leis, sendo que, assim, atos exteriores perdem o significado. O espiritismo  é essencialmente religioso. O espiritismo não tem por objetivo converter ninguém e sim colaborar para que se tornem pessoas melhores dentro de suas próprias crenças.  Religião liga o homem a Deus e o espiritismo ensina que através dos pensamentos e sentimentos nos ligamos a Deus..

paz e luz
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 26 de Maio de 2011, 03:17
Amigo Dadinho,
primeiramente espero que o amigo compreenda que o motivo que rege minha conduta tanto neste quanto em qualquer outro debate é o esclarecimento doutrinário.
Para tal não uso de palavras minhas senão as que entrego sob a visão de considerações, no mais, uso da doutrina pois que esta é a única forma de elucidação doutrinária.
Não procuro em pensadores que não são e não conhecem a doutrina teorias, ou pensamentos para robustecer uma idéia, busco no conteúdo doutrinário, pois o pensamento de Kapra, por exemplo,só a ele perternce e não faz lume doutrinário.

Vamos então as explicações que comento a guisa de considerações, em parágrafos próprios.

Nossa conversa começou e se sedimentou  na visão que o amigo trouxe de ser o Espiritismo uma coisa e a D.E. oiutra, diferente.
Afirmei, então que eram a mesma coisa e para provar volto à doutrina:
LE; Introdução ao Estudo da doutrina Espírita parágrafo II.
"Em lugar das palavras espiritual e espiritualismo empregaremos, para designar esta última crença, as palavras espírita e espiritismo, nas quais
a forma lembra a origem e o sentido radical e que por isso mesmo têm a vantagem de ser perfeitamente inteligíveis, deixando para espiritualismo a sua significação própria. Diremos, portanto, que a Doutrina Espírita ou o Espiritismo tem por princípio as relações do mundo material com os Espíritos ou seres do mundo invisível. Os adeptos do Espiritismo serão os espíritas, ou, se o quiserem, os espiritistas (...)"

Considerações: Para facilitar a sua compreensão mais rapidamente, coloquei em negrito, itálico e na cor azul o trecho que explicita sem dar margem a dúvidas.
Note o amigo que com relação á norma culta, se tomarmos o verbo ter, encontrado a meio da frase selecionada, notaremnos que ele não trás o acento gráfico que demonstra que a palavra esteja no plural, logo, fica claro que Espiritismo e doutrina Espírita são a mesma coisa.
Que os designativos daqueles que seguem esta doutrina são: Espíritas ou Espiritistas.
Mas na seqüência vamos ver mais coisas que esclarecem outras colocações:
Chegando ao item Prolegômenos as explicações daquele texto devem merecer do estudante a maior atenção com vistas a deixá-lo mais distante dos erros de interpretação tão comuns.

"Ocupa-te, com zelo e perseverança, do trabalho que empreendeste com o nosso concurso, porque esse trabalho é nosso. Nele pusemos as bases do novo edifício que se eleva e que um dia deverá reunir todos os homens num mesmo sentimento de amor e caridade; mas,
antes de o divulgares, revê-lo-emos juntos, a fim de controlar todos os detalhes.


Considerações: em azul está o vocábulo "bases", para indicar que este vocábulo, no texto traduzido do Francês quer explicar princípio e por princípio temos a base em que se apóia toda a doutrina e esta base é um axioma.
No trecho que está em cor vermelha, para chamar mais a atenção, encontra-se a afirmação que fiz já por muitas vezes e que parece que não surtiu a importância devida, trata-se da assertiva dos Espíritos superiores que afirmam que juntamente como codificador reveriam toda a extensão do que foi escrito, ou seja, da doutrina que eles traziam.
porém, mais abaixo encontramos um trecho muito esclarecedor:

"Entre os ensinamentos que te são dados há alguns que deves guardar somente para ti, até nova ordem; avisar-te-emos quando chegar o momento de os publicar. Enquanto isso, medita-o, a fim de estares pronto quando te avisarmos."

Considerações: É que, com afirmam no ESE, os Espíritos Superiores, também só agem por ordenança divina, e desta esperam o tempo certo e a ordem para dar publicidade.
O estudante da doutrina que se esquece destas partes anotadas, ou que a elas não dá o justo valor, por certo há de se perder em elocubrações hauridas de sua própria mente e inobservância do que a doutrina explica, e por fatalismo, concluirá em erro afastando-se regada pela doutrina.
Uma última questão é levantada por algumas vezes, dando conta do descaso para esta parte tão básica e importante da doutrina: Mas quem são estes Espíritos Superiores?
A resposta se encontra ao final deste item que faço por dever de responsabilidade doutrinária excertar:
"São João Evangelista, Santo Agostinho, São Vicente de Paulo, São Luiz, O Espírito da Verdade, Sócrates, Platão, Fénelon, Franklin, Swedenborg"

Estes os nomes daqueles que consentiram em serem aqui nominados.
Amigo Dadinho, mais que isso não posso e não quero fazer, deixo ao amigo a responsabilidade de como Espírita sério estudar com gravidade e denodo o que aqui se encontra descrito, e com isenção e desapego, concluir.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Humberto1901781 em 26 de Maio de 2011, 04:32
É, Dadinho, a mim não me resta dúvida quanto ao aspecto religioso da Doutrina Espírita. Toda doutrina que nos liga a Deus, toda crença que tem essa finalidade, tem um aspecto religioso. Isso acontece com o Espiritismo organizado por Kardec e, por isso, chamado Kardecismo, por alguns, a partir do momento em que nos convence de que Deus é a causa primeira de todas as coisas. Veja bem, digo que o Espiritismo tem um ASPECTO religioso. Creio que isso é inegável. Vejo com grande preocupação essa história de Kardecismo que sugiu aqui. Isso é um erro e deve ser evitado. Allan Kardec criou o termo Espiritismo com uma finalidade específica, para se referir à Doutrina ensinada pelos espíritos superiores. Esse erro é cometido pelas pessoas que se referem ao Espiritismo como se ele fosse uma coisa que já existisse antes de Kardec e ele houvesse criado outro, dizendo Espiritismo Kardecista. Isso não existe! O espiritismo é um só. É por isso que existe o esforço do movimento de unificação da Doutrina Espírita, para evitar esse tipo de coisa. Dizermos que o Espiritismo é uma religião ou que ele tem um aspecto religioso não o causa mal algum, mas referir-se a ele com outros termos ou mesmo confirmar a existência de "correntes" e interpretações individuais, isso, sim, causa um grande prejuízo. Essa afirmação de que o Espiritismo é uma religião ou que tem um aspecto relioso, na minha opinião, não é coisa de outras "correntes, mas, sim, do próprio Espiritismo. Acaso assim não fosse, não seria um dos assuntos tratados no ESDE.
Querido amigo,

É exatamente isso que você entendeu. ;-)

O Espiritismo não é uma religião, mas o Kardecismo sim.

O Espiritismo é a ciência e filosofia codificada por Kardec. O Kardecismo é a religião espírita que todo mundo fala por aí e que nasceu por motivos históricos e necessidades humanas de adoração ao divino.

Dadinho

Olá, Dadinho.
Posso ter entendido mal, mas me parece que no seu tópico Spiritismo.co - Resgatando o verdadeiro Espiritismo, você se refere ao Kardecismo como uma religião: "A fase em que tal projeto se encontra é de admissão de eventuais colaboradores e interessados aos desdobramentos que ele trará, seja através de acompanhamento presencial e/ou virtual. Contudo, por sua natureza, para um melhor rendimento e conhecimento plural das Células de Estudos Espíritas que serão criadas, seria muito interessante a participação de pessoas de credos distintos, ou que já tenham vivenciado outras religiões, que não o Kardecismo".
Então, Kardecismo e Espiritismo são coisas diferentes, já que uma é uma religião e a outra, não? Se você disser que as duas coisas são a mesma coisa, então, as duas devem ser consideradas igualmente como sendo uma religião ou não. Caso sejam coisas diferentes, por favor, me explique.
Que Jesus possa nortear nossos entendimentos.

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 26 de Maio de 2011, 05:12
Grande amigo Moura,

Felizmente restituíste meu otimismo. Fostes buscar subsídios realmente, o que indica que deste alguma importância ao seu pequeno irmão aqui. Fico muitíssimo grato por isso.

Mas sinceramente eu esperava que você fosse além das obras básicas, pois esse trecho aí eu já o conhecia e já possuía uma resposta para ele que, grosso modo, neutraliza sua assertiva, fazendo-nos mais uma vez entrar em um impasse.

Vamos analisar:

Amigo Dadinho,
primeiramente espero que o amigo compreenda que o motivo que rege minha conduta tanto neste quanto em qualquer outro debate é o esclarecimento doutrinário.
Para tal não uso de palavras minhas senão as que entrego sob a visão de considerações, no mais, uso da doutrina pois que esta é a única forma de elucidação doutrinária.
Não procuro em pensadores que não são e não conhecem a doutrina teorias, ou pensamentos para robustecer uma idéia, busco no conteúdo doutrinário, pois o pensamento de Kapra, por exemplo,só a ele perternce e não faz lume doutrinário.

Como disse, lamento sua ponderação. Eu preferia que você se apoiasse em algo além do que está na codificação, pois as coisas banais que todo mundo sabe Kardec não perdeu tempo escrevendo na DE. Definição de doutrina e de filosofia isso você vai encontrar dezenas de literaturas comentando e definindo, logo, não seria objeto de estudo de Kardec. Enfim, o que eu quero dizer é que o que é elementar e que faz parte do cotidiano e do senso comum deve ser buscado fora da DE, e não nela. Se Kardec fosse utilizar somente as palavras que ele criou para tratar do assunto Espiritismo ele jamais conseguiria construir uma frase. Logo, era imprescindível utilizar-se das palavras do dicionário francês e seus significados para descrever a DE, embora essas palavras não fizessem parte do rol de verbetes que ele criou especificamente para a codificação. Vê-se por aí que já há uma primeira deficiência em sua decisão de se fechar no escopo da DE, já que o Espiritismo vai muito além disso, conversando inclusive com a ciência.

Aliás, se Espiritismo é ciência também, independentemente se uma verdade surge através dos estudos e experiências de cientistas materialistas ou do Espiritismo, automaticamente ela passa a compor o escopo da DE, que a absorve imediatamente, mesmo sem a intervenção dos espíritos controlando o processo, através das comunicações que você citou mais abaixo, que foram muito comuns na codificação, mas que não ocorrem nos meios acadêmicos... ainda.

Mano, muito antes de Kardec já havia ciência e já havia Espiritismo. Kardec mesmo diz diversas vezes que essa ciência que lida com o extrafísico nunca foi privilégio de sua época e nem dos espíritas. Nas palavras de Kardec: "O Espiritismo não ensina nada de novo" (O Espiritismo em sua expressão mais simples). Logo, vê-se aí que mesmo sem existir a DE, já existia o fenômeno e, por conseguinte o Espiritismo. Esse é o primeiro ponto.

Vamos ao segundo:

Vamos então as explicações que comento a guisa de considerações, em parágrafos próprios.

Nossa conversa começou e se sedimentou  na visão que o amigo trouxe de ser o Espiritismo uma coisa e a D.E. oiutra, diferente.
Afirmei, então que eram a mesma coisa e para provar volto à doutrina:
LE; Introdução ao Estudo da doutrina Espírita parágrafo II.
"Em lugar das palavras espiritual e espiritualismo empregaremos, para designar esta última crença, as palavras espírita e espiritismo, nas quais
a forma lembra a origem e o sentido radical e que por isso mesmo têm a vantagem de ser perfeitamente inteligíveis, deixando para espiritualismo a sua significação própria. Diremos, portanto, que a Doutrina Espírita ou o Espiritismo tem por princípio as relações do mundo material com os Espíritos ou seres do mundo invisível. Os adeptos do Espiritismo serão os espíritas, ou, se o quiserem, os espiritistas (...)"

Considerações: Para facilitar a sua compreensão mais rapidamente, coloquei em negrito, itálico e na cor azul o trecho que explicita sem dar margem a dúvidas.
Note o amigo que com relação á norma culta, se tomarmos o verbo ter, encontrado a meio da frase selecionada, notaremnos que ele não trás o acento gráfico que demonstra que a palavra esteja no plural, logo, fica claro que Espiritismo e doutrina Espírita são a mesma coisa.

Não mesmo querido. O que a norma culta diz é:

Sujeitos ligados por "ou"
1- O verbo concorda com o sujeito mais próximo se houver idéia de retificação. Neste caso, comumente os núcleos vêm isolados por uma vírgula e são de números diferentes - O menino, ou os meninos mataram as galinhas. Os meninos, ou o menino matou as galinhas.

(como não há vírgulas e nem alteração de número, não é o nosso caso)

2- O verbo concorda no plural se houver participação de todos os sujeitos no processo verbal - Saia daí que uma faísca ou um estilhaço poderão atingi-lo em cheio.

(como não há acento, ainda não é o nosso caso)

3- O verbo concordará no singular se houver idéia de exclusão de um dos sujeitos do processo verbal - O Brasil ou a Holanda ganhará o próximo campeonato mundial de futebol.

(esse sim é o nosso caso)

Ou seja, na frase destacada por você temos o que chamamos de "ou exclusivo" (ou um ou outro país ganha, e não os dois), logo, pela análise do bom e velho português, as duas palavras são duas coisas distintas, o que nos permite concluir que a frase "Diremos, portanto, que a Doutrina Espírita ou o Espiritismo tem por princípio as relações do mundo material com os Espíritos ou seres do mundo invisível" não tem a leitura que você fez, e que quer dizer na verdade que tanto a Doutrina Espírita quanto o Espiritismo tem por princípio tais relações.

Continuemos:


Que os designativos daqueles que seguem esta doutrina são: Espíritas ou Espiritistas.
Mas na seqüência vamos ver mais coisas que esclarecem outras colocações:
Chegando ao item Prolegômenos as explicações daquele texto devem merecer do estudante a maior atenção com vistas a deixá-lo mais distante dos erros de interpretação tão comuns.
(...)
Estes os nomes daqueles que consentiram em serem aqui nominados.

Aqui você "choveu no molhado" Manão. Isso tudo aí eu sei, você sabe e a maioria do pessoal daqui também. A minha pergunta é: O que que tem haver isso tudo aí que você citou com DE x Espiritismo???

Que a DE é a base eu tô falando desde o início do tópico. A única coisa que acrescentei é que essa base se altera, ganhando novas teorias e agregando novas comprovações. Inicialmente ela era uma base de um tijolo apenas. Com o passar do tempo, novas verdades foram se desvendando e a DE foi ganhando mais tijolos, passando a ser uma base cada vez mais robusta, maior e com um raio de ação mais penetrante. E o que que foi sendo agregado à essa DE? nada além que as verdades da Criação contidas no Espiritismo, que sempre existiu, desde os tempos mais remotos.

Como você mesmo escreveu aí, sobre a base será construído um edifício. Mas que edifício é esse, pergunto eu? Na minha opinião é o edifício da DE, sobre as bases da DE, ambos provenientes do desvendamento da parte filosófica do Espiritismo em toda a sua plenitude.

Contudo, observe que, como a definição de doutrina é "Conjunto de princípios em que se baseia um sistema religioso, político ou filosófico", poderíamos dizer que o "edifício do Espiritismo" é um pouco maior do que a DE pode alcançar, já que Espiritismo não tem nada de religião, nem de política e vai além de Filosofia, açambarcando também a ciência, através da prática mediúnica.

Está mais claro agora?

Amigo Dadinho, mais que isso não posso e não quero fazer, deixo ao amigo a responsabilidade de como Espírita sério estudar com gravidade e denodo o que aqui se encontra descrito, e com isenção e desapego, concluir.
Abraços,
Moura

Beleza então. Findo aqui minha participação também.

Consumatum est

Paz!
Dadinho
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 26 de Maio de 2011, 12:13
Tsk tsk tsk...  :-(

Hebe, agora você me decepcionou. Você que tem sempre se demonstrado uma pessoa interessada nos outros, em esclarecer, em divulgar a verdade tomar uma postura como essa me deixa mesmo triste.

Bem...  só posso dizer que fiz a minha parte. Estudei, fui atrás, trouxe para vocês diversas teorias, conceitos, fundamentações e referências de qualidade para que vocês tivessem a mesma oportunidade que eu tive de sair do "mais do mesmo" e consolidar informações realmente consistentes, que me ajudam a dialogar, munido de toda a traquilidade, com desde o kardecista mais apegado às ideias religiosas, até o materialista mais ortodoxo e seguro de suas convicções, fazendo-os entender o que eu penso e até aceitarem como hipótese provável.

Não me interessam conversões desses. Cada um tem o seu tempo para absorver os conhecimentos que lhe chegam. Por isso, o que hoje me basta é que eles pelo menos aceitem como hipótese provável e coerente minha proposta. E isso ocorre, dentro de uma instituição que nem a CNEN, por exemplo, onde só tem "cabeção", o que me permite dizer que algum fundamento há nas minha colocações.

Pena que eu tenha me dedicado a vocês, mas não mereça a mesma consideração e paciência da vossa parte. Mas vou considerar que esse desinteresse seja por falta de tempo, e não por indiferença, pois esta última é resultado ou da falta de amor ou das nossas paixões, esta última lembrada pelo amigo Moura (e que eu propus eliminar tal possibilidade pedindo-lhes que então fundamentassem seus argumentos explicitamente, porém não teve aceitação).

Na vida às vezes realmente precisamos priorizar nosso tempo com coisas que às vezes só vamos encontrar em nós mesmos. Nessa hora, o outro faz parte de um segundo momento.

Então vou ficando por aqui, esperando francamente que, apesar da aparente falta de motivação em suas palavras, possamos ter outros diálogos mais amistosos futuramente.

Cordialmente.
Dadinho


Sinceramente Dadinho,
A Hebezinha cansou, por isso não trás nenhum achismo para fundamentar o óbvio.
Bom estudo pra você.
Lamento Dadinho.
Mas quando se coloca Kardec da fonte dando resposta, não tem muito mais o que dizer.

Se eu me atrever a dizer aqui que em determinada reunião Kardec tomou Aspirina e não Neosaudina, lá vem uma contra argumentação  sobre a dipirona e o Ácido Acetil Salicílico, que não tem a menor importância.

Bem se quer falar sobre o que eu considero o Espiritismo, podemos continuar, pra mim não é religião, a base e os ensinamentos  estão  na codificação.
Não é salvacionista, ensina que o principal é o seu aprimoramento moral, usa Cristo como modelo, mas Jesus não é Santo, é um homem que tinha dentro dele a consciência Crística e que todos nós chegaremos a seu grau de pureza, porque já temos dentro de nós a centelha divina.
Acabou com mistérios , milagres, medos, castigos, fogo eterno, céu, paraíso, idolatrias, Santos demônios.
Diz que temos a capacidade de chegar a um estado de Paz e de consciência tranquila, sendo assim chegamos a Deus. A oração do espírita, não contém súplica.
Mostrou que a caridade é necessária, mas não para barganhar com Deus um lugarzinho no Céu, então não adianta fazer caridade condicionada com o coração cheio de orgulho esperando retorno.
O Espiritismo veio mostrar a interação do mundo visível com o invisível e a influência dos espíritos sobre o mundo material. Mostrou que somos eternos, que encarnamos em diversos papéis, mas não para resgate ou punição e remissão dos pecados de vidas anteriores e sim para o nosso aprimoramento moral, são provas escolhidas, portanto não se lamente da vida que se apresenta, se é dura é escolha sua no mundo Espiritual com o consentimento de Deus.
Conheci o Espiritismo através de um amigo, estava grávida de repouso absoluto, tendo hemorragias constantes, estava mergulhada no Ateísmo, porque havia me decepcionado muito com o Catolicismo,  não me conformava com a morte de meu pai, e nem da forma como foi.
Já havia perdido a primeira gravidez.
Bem, esse amigo ( colega de trabalho), que nunca havia ido na minha casa,  começou a me visitar e falar que tudo correria bem, trouxe-me o primeiro livro, e da seguinte forma.
Já que você está de repouso trouxe aqui um livro pra você ler, pode ser que você goste.
Esse livro era " O que é o Espiritismo", eu até sorri pra ele dizendo, você sabe que eu não acredito, mas vou ler e agradeci.
Comecei a me interessar, por coincidência a minha obstetra também era Espírita, e fazia meu atendimento em casa, porque eu não podia me levantar. Isso foi durante 7 meses. Neste período , li O Livro dos Espíritos, e o Livro do médiuns, trazidos por este amigo também, e todas a dúvidas ele me esclarecia.
Não deixou que eu lesse romances espíritas e nada fora da codificação antes que entendesse a DE completamente.
Quando meu filho nasceu, pela primeira vez, fui ao um Centro, levada também por este mesmo amigo e comecei a participar de grupos de estudo e li o restante da Codificação.
Bem, aí não saí mais do Espiritismo.
Mesmo lendo outros autores, que trazem outras coisas a base é a DE, se não condiz, interpreto e tiro destes livros aquilo que me convém, assim como faço com Outras Doutrinas Espiritualistas que estudo.
Não conheci através de família, pois são todos Católicos e não aceitam o Espiritismo, meu marido era ateu e assim permaneceu até morrer, mas sempre respeitou a minha escolha.
Se o MEB considera o Espiritismo religião, mesmo sendo brasileira e tendo frequentado Centro aqui, não é o que penso a respeito do Espiritismo. E não era considerado Religião pelas pessoas que eu estudava, embora muitos que frequentassem o Centro tivessem essa visão.

Então, não é ir ao Centro toda semana , como se faz indo a missa, que você vai melhorar.
 Não é participando de obras de caridade e Centros sociais que você vai melhorar, não é acendendo velas e incensos pedindo o que você quer que você vai atingir.
Tudo depende da sua reforma íntima, e isto não é externo a você e sim interno. Essa busca é individual. Vide o capítulo da ESE " Bem e mal sofrer".
Terminando, o Espiritismo é filosofia de vida, você pratica não só no Centro, mas no seu dia a dia, no seu convívio social e principalmente se auto-observando antes de observar o próximo, vendo suas reações, suas emoções.
Um abs
Hebe 

PS; Quanto a sua dedicação a nós, agradeço, estou lendo o seu estudo e com calma darei o meu parecer. Não deixei de ter consideração pelo o que você está fazendo e respeito.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Ercindo em 26 de Maio de 2011, 13:32
Michael concordo com você, é filosofia e temos que incorporar esse pensamento para que podermos mudar as nossas vidas.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 26 de Maio de 2011, 13:48
Que história linda, Hebe!

Obrigado por me ter permitido conhecê-la. Comecei o dia muito mais feliz, pois às vezes não há melhor agente motivador para nós que os exemplos de vida dos nosso irmãos.

Eu nasci em uma família com uma mãe kardecista e um pai materialista. Porém ele em dado momento começou a dar aula no Colégio Ricardense (Ricardo de Albuquerque), já próximo à Baixada Fluminense. Lá ele conheceu o ilustre José Jorge, diretor do colégio e um dos trabalhadores mais dedicados do Centro Espírita Leon Denis (Bento Ribeiro). Depois que meu pai teve a oportunidade de conversar sobre Espiritismo com o José Jorge e o Altivo Phampiro (na época, presidente do centro), caiu em si e converteu-se à lógica e sublimidade moral da doutrina.

Daí pra cá, minha família sempre foi toda espírita, motivo pelo qual eu jamais teria a oportunidade de passar por uma situação como a que você vivenciou e compartilhou conosco. Óbvio que casos como o seu devem ter muitos...  mas particularmente ainda não tinha conhecido uma situação real como essa. Se você não pronunciasse essas palavras, eu não teria tido a chance de aprender contigo e, mais do que isso, sentir-me tão feliz em testificar mais uma vez que essa doutrina maravilhosa na qual acredito realmente é capaz de mudar a vida das pessoas, fornecendo a elas subsídios para isso e alento para as suas ansiedades.

Brigaduuuuuuuuu!  ;-)
Deus nos abençoe!
Dadinho
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 26 de Maio de 2011, 13:56
Mano Dadinho,
Também sou cria do CELD.
Aliás, fora do círculo de parentes do Altivo, um dos últimos que esteve com ele, no hospital fui eu.
Fui lá visitá-lo, e acabávamos por combinar uma outra participação dele na Sala Filosofia Espírita onde em dia certo eu fazia um programa de entrevistas e o pessoal adorava o Altivo e sua sinceridade.

Na verdade em Bento Ribeiro , comecei num CE que hoje é dependência do CELD e fica na rua Divisória.
Depois que o Altivo se foi, eu já morava, no Flamengo e como o CE se modificou um cadinho eu deixei de ir lá, indo apenas quando convidado a palestrar.
Já que o amigo mora no RJ  se quiser um dia passe aqui em casa mano ai a gente conversa melhor.
Abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 26 de Maio de 2011, 14:00
A minha história Dadinho , não é linda.
Eu contei no sentido de mostrar que se eu tivesse lido romances Espíritas e outros autores antes de ler a codificação, talvez eu nem tivesse entrado para o Espiritismo, uma vez que não acreditava em nada e tudo vem muito fantasioso e mistificado, o que não é o caso da DE.
Por isso agradeço a esse meu amigo ter me dado a orientação certa para descobrir o Espiritismo sem vício ou fantasias.
Um abs
Hebe


Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 26 de Maio de 2011, 14:02
Amigo Dadinho, lendo com mais calma a sua resposta devo infoirmar que como Base tem-se os princípios fundamentais da doutrina. e numa analogia ao edifício, os pontos de doutrina amplamente divulgados pelos Espíritos Superiores.
Não há kardecismo que é, invencionice e modismo pois Kardec não fundou nem criou a doutrina e sim a consciência divina.
Se Kardecismo é referente ao MEB, e o que ele inventa, ai sim mesmo que relutante se poderia aceitar, mas sabendo-se do erro crasso cometido.
Abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 26 de Maio de 2011, 14:12
Opa! Tô dentro!  ;-)))))

Já tem mais de mês que vez ou outra quando faço minhas preces seu nome "invade" meus pensamentos e algo me diz lá no fundo: "você tem que conversar com ele". Daí, depois que eu termino a prece fico pensando: "mas como é que eu vou fazer isso? nem conheço o mano direito...  o cara pode achar que eu tô querendo forçar uma barra, ou algo assim".

Pode rir (ou chorar) à vontade...  mas é isso mesmo que tem acontecido. Com toda sinceridade.  ;-)

E agora você dizendo que já foi do CELD!!!  Caracas!...  realmente o acaso não existe.  rsrsrs

Te mando uma msg em pvt pra saber como chegar aí e marcar um dia, ok?

Abração!


Hebinha, (posso te chamar assim??? por favor, vai...  ;-) )

Brigadão mais uma vez pela sua mensagem matinal! Não fosse ela não teria descoberto os segredos do Mano Moura.

Forte abraço na Alma de todos!
Dadinho

Mano Dadinho,
Também sou cria do CELD.
Aliás, fora do círculo de parentes do Altivo, um dos últimos que esteve com ele, no hospital fui eu.
Fui lá visitá-lo, e acabávamos por combinar uma outra participação dele na Sala Filosofia Espírita onde em dia certo eu fazia um programa de entrevistas e o pessoal adorava o Altivo e sua sinceridade.

Na verdade em Bento Ribeiro , comecei num CE que hoje é dependência do CELD e fica na rua Divisória.
Depois que o Altivo se foi, eu já morava, no Flamengo e como o CE se modificou um cadinho eu deixei de ir lá, indo apenas quando convidado a palestrar.
Já que o amigo mora no RJ  se quiser um dia passe aqui em casa mano ai a gente conversa melhor.
Abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 26 de Maio de 2011, 14:23
Pode chamar de Hebinha sim,
É como todo mundo sempre me chamou, uma vez que minha mãe tem o mesmo nome que o meu. Hebe Maria era usado na hora da bronca ou em situação formal. Credo!!!
Até no trabalho os mais próximos acabam me chamando de Hebinha.
Um abs
Hebe

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Joao Paulo Soares em 27 de Maio de 2011, 04:01
Caros amigos,

  Por enquanto e para alguns o Espiritismo têm que ser religião, ou uma filosofia, ou uma ciência,ou os 3, mas mais tarde terá que ser algo mais abrangente.. será algo a rondar a Verdade,(dentro da nossa definição), mesmo sem repararmos, por agora, o porquê de um Grande Espirito auxiliar da Codificação se ter titulado de O Espirito de Verdade..

Filosofia: («amor à sabedoria»)
é o estudo de problemas fundamentais relacionados à existência, ao conhecimento, à verdade, aos valores morais e estéticos, à mente e à linguagem. Ao abordar esses problemas, a filosofia se distingue da mitologia e da religião por sua ênfase em argumentos racionais; por outro lado, diferencia-se das pesquisas científicas por geralmente não recorrer a procedimentos empíricos em suas investigações. Entre seus métodos, estão a argumentação lógica, a análise conceptual, as experiências de pensamento e outros métodos a priori.

Religião: (do latim: "religio" usado na Vulgata, que significa "prestar culto a uma divindade", “ligar novamente", ou simplesmente "religar") é um conjunto de crenças sobre as causas, natureza e finalidade da vida e do universo, especialmente quando considerada como a criação de um agente sobrenatural, ou a relação dos seres humanos ao que eles consideram como santo, sagrado, espiritual ou divino.

Ciência (do latim scientia, significando "conhecimento") refere-se a qualquer conhecimento ou prática sistemática. Em sentido mais restrito, ciência refere-se a um sistema de adquirir conhecimento baseado no método científico, assim como ao corpo organizado de conhecimento conseguido através de tal pesquisa.A ciência é o conhecimento ou um sistema de conhecimentos que abarca verdades gerais ou a operação de leis gerais especialmente obtidas e testadas através do método científico.

Nota : retirado do wikipédia( sim é o que chega, por agora) :)

Nesta 3 definições destas nossas 3 palavras/rótulos/nomes,etc., está (por enquanto) a nossa definição do Espiritismo/ Doutrina Espirita..

Fazendo uma comparação infantil da minha parte, de por exemplo com a àgua,H2O(Espiritismo) em estado sólido(ciência), em estado liquido(religião) e em estado gasoso(filosofia).. :)

Forte Abraço,

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 27 de Maio de 2011, 12:24

João Paulo diz:
Caros amigos,

  "Por enquanto e para alguns o Espiritismo têm que ser religião, ou uma filosofia, ou uma ciência,ou os 3, mas mais tarde terá que ser algo mais abrangente..   :o :o :o  ,(dentro da nossa definição), mesmo sem repararmos, por agora, o porquê de um Grande Espirito auxiliar da Codificação se ter titulado de O Espirito de Verdade.."  :o :o :o :o ??? ??? ??? ???

Não entendi como uma coisa é, depois deixa de ser, para ser novamente.
Perdeu a origem????
A definição de Kardec não serve para os Espíritas ????  ??? ??? ???
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: LuizFrancisco em 27 de Maio de 2011, 14:15
Olá a todos,

Já foi cita aqui (colado), uma inserção do Livro O que é o Espiritismo, abaixo faço colagem também do mesmo livro para reflexão:

A melhor de todas as Religiões:
“Deus é bom e justo; só almeja o bem. A melhor, pois, de todas as religiões, é aquela que só ensina o que está conforme à bondade de Deus e Sua Justiça, a que dele oferece a idéia maior, a mais sublime, e não o rebaixa, atribuindo-lhe mesquinhamente a paixões humanas; a que torna os homens bons e virtuosos e lhes ensina a se amarem uns aos outros, como irmãos; a que condena toda a maldade dirigida ao próximo; a que não autoriza a injustiça sob quaisquer pretextos; a que não prescreve nada contrário as leis imutáveis da natureza, pois Deus não se contradiz; aquela cujos ministros dão o melhor exemplo de bondade, caridade e moralidade; a que mais tende a combater o egoísmo e menos a alimentar o orgulho e a vaidade dos homens; aquela, enfim, em cujo meio menos mal se cometa, pois que uma boa religião não pode ser pretexto de nenhum mal, tão pouco deixar-lhe portas abertas, diretamente ou por interpretação. Veja, julgue e escolha”. (O que é o Espiritismo - Allan Kardec - pág. 78 – LAKE – 1998).

Espiritismo é uma doutrina moral:
“Como doutrina moral, o Espiritismo só impõe uma coisa: a necessidade de praticar o bem e não praticar o mal. É uma ciência experimental, conquanto – volto a repetirtenha conseqüências morais que, por sua vez, constituem a confirmação e a prova dos grandes princípios da religião.” (O que é o Espiritismo – Allan Kardec – pág. 80 – LAKE – 1998).
 
Abraços,

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 27 de Maio de 2011, 14:20
A Filosofia Espírita tem aspecto moral e comprova o grande princípio das Religiões.
Toda religião no sentido de religar a Deus tem sempre uma Verdade única, que é a Verdade de Deus, a Filosofia Espirita de cunho moral comprova, mas não é Religião.
Releia com atenção.

Alan Kardec:

O Espiritismo, melhor observado depois que se vulgarizou, veio lançar
luz sobre uma multidão de questões até aqui insolúveis ou mal
compreendidas. Seu verdadeiro caráter, pois, é o de uma ciência, e não
de uma religião; e a prova disso é que conta entre seus adeptos homens
de todas as crenças, que não renunciaram por isso às suas convicções:

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 27 de Maio de 2011, 14:27
João Paulo,
só gostaria de corrigir um pequeno erro quanto ao vocábulo Religião.
Este provém do latim, Religio, one, ones, e não quer dizer religar, pois este é verbo da segunda declinação que não se comporia com o Religio que é da quarta declinação.
Religar tem no latim o verbo relegere.
Quanto ao tema central, após tudo o que já foi colocado, saido da pena do coodificador, não poderia haver dúvida que o Espiritismo não é religião, senão não poderia ser o maior ajudante para todas elas.
Há religiosidade no campo Espírita? sim, há.
Já que sendo cristãos, os Espíritas têm na lei de adoração este quinhão de religiosidade. tanto para a fé que contenham quanto para o respeito a Deus e seus ministros e enviados.
Abração,
Moura



Caros amigos,

  Por enquanto e para alguns o Espiritismo têm que ser religião, ou uma filosofia, ou uma ciência,ou os 3, mas mais tarde terá que ser algo mais abrangente.. será algo a rondar a Verdade,(dentro da nossa definição), mesmo sem repararmos, por agora, o porquê de um Grande Espirito auxiliar da Codificação se ter titulado de O Espirito de Verdade..

Filosofia: («amor à sabedoria»)
é o estudo de problemas fundamentais relacionados à existência, ao conhecimento, à verdade, aos valores morais e estéticos, à mente e à linguagem. Ao abordar esses problemas, a filosofia se distingue da mitologia e da religião por sua ênfase em argumentos racionais; por outro lado, diferencia-se das pesquisas científicas por geralmente não recorrer a procedimentos empíricos em suas investigações. Entre seus métodos, estão a argumentação lógica, a análise conceptual, as experiências de pensamento e outros métodos a priori.

Religião: (do latim: "religio" usado na Vulgata, que significa "prestar culto a uma divindade", “ligar novamente", ou simplesmente "religar") é um conjunto de crenças sobre as causas, natureza e finalidade da vida e do universo, especialmente quando considerada como a criação de um agente sobrenatural, ou a relação dos seres humanos ao que eles consideram como santo, sagrado, espiritual ou divino.

Ciência (do latim scientia, significando "conhecimento") refere-se a qualquer conhecimento ou prática sistemática. Em sentido mais restrito, ciência refere-se a um sistema de adquirir conhecimento baseado no método científico, assim como ao corpo organizado de conhecimento conseguido através de tal pesquisa.A ciência é o conhecimento ou um sistema de conhecimentos que abarca verdades gerais ou a operação de leis gerais especialmente obtidas e testadas através do método científico.

Nota : retirado do wikipédia( sim é o que chega, por agora) :)

Nesta 3 definições destas nossas 3 palavras/rótulos/nomes,etc., está (por enquanto) a nossa definição do Espiritismo/ Doutrina Espirita..

Fazendo uma comparação infantil da minha parte, de por exemplo com a àgua,H2O(Espiritismo) em estado sólido(ciência), em estado liquido(religião) e em estado gasoso(filosofia).. :)

Forte Abraço,


Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Alberto Reis em 27 de Maio de 2011, 17:34
Luz e paz à todos !

Após todos os comentários postados, seria redundância minha acrescentar qualquer coisa; pois, analisarmos TODA a Codificação, veremos sim que a DE não se propõe à tornar-se uma religião exclusivista.

Como bem disse Leon Denis:
"O Espiritismo não é a religião do futuro e sim o futuro das religiões"

Quem acredita no propósito de o Espiritismo ser uma "religião" é porque tomou a DE de uma forma fragmentada, de acordo com a parcialidade do entendimento que teve.

Contudo, discordo de uma observação feita; o Espiritismo não é Cristão e sim Universalista.
Fosse cristão, restringiria muito sua proposta de atuação.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Goedert em 27 de Maio de 2011, 17:41
Amigos Hebe e Moura,

Se faz necessário encontrar um "caminho do meio" para a solução dos dilemas intelectuais e éticos da vida espiritual. Em sua a chave para esta problemática é descobrir a resposta que melhor exemplifique o caminho do meio. O caminho do meio não é um compromisso entre os extremos mas um caminho que se eleva acima deles, evitando as armadilhas às quais cada um deles conduz.

Um extremo é um recuo ao fundamentalismo, a proclamação agressiva daquilo que a pessoa crê combinada com o proselitismo fervoroso para com aqueles que ainda se encontram fora do círculo dos correligionários. Enquanto que essa reposta ao desafio da diversidade assume proporções alarmantes nas congregações de fiéis das grandes religiões monoteístas, como o Cristianismo e o Islamismo, não é um tipo de resposta em relação à qual naturalmente tende a estimular uma atitude de tolerância benevolente em relação a outras religiões e aos seus seguidores. Os ensinamentos do Buda, por exemplo, não oferecem nenhuma purificação, nem mesmo a mais remota, para tal desenvolvimento malígno.

O outro extremo, alcança a tolerância ao custo da integridade que pode ser chamado de a tese do espiritualismo universal: a opinião de que todas as grandes religiões no seu núcleo sustentam essencialmente a mesma verdade, apenas vestidas de distintas formas de expressão. Tal tese não pode, é claro, ser mantida em relação aos credos formais das principais religiões, que diferem tanto que seria necessário um esforço tenaz de contorção de palavras para lograr um acordo.

Ao invés disso, chega-se à posição universalista por um caminho indireto. Os seus defensores argumentam que precisamos distinguir entre a face externa de uma religião - as suas crenças explícitas e práticas exotéricas - e o seu núcleo interno de realização experimental. Baseado nesta distinção, eles então insistem que por detrás das significativas diferenças externas entre as grandes religiões, na sua essência – com relação à experiência espiritual da qual elas emergem e o objetivo último ao qual elas conduzem – descobriremos que elas são substancialmente idênticas. Portanto, nesta tese, as principais religiões diferem apenas na medida em que são meios distintos, expedientes diferentes para a mesma experiência libertadora, que pode ser indiscriminadamente designada como "iluminação", ou "redenção", ou "realização divina", ou "união com Deus" já que esses diferentes termos simplesmente designam diferentes aspectos do mesmo objetivo. Como diz o famoso provérbio: os caminhos que conduzem ao topo da montanha são muitos, mas o lugar no topo é um só.

Sob esse ponto de vista, o Evangelho do Buda, o Dhamma, por exemplo é somente uma outra variação da "filosofia perene" subjacente a todas as expressões maduras de busca espiritual do homem. O Dhamma pode se destacar por sua elegante simplicidade, claridade e objetividade; mas uma revelação única e exclusiva da verdade ele não contém.

A adoção de tal idéia, do universalismo, parece ser um passo indispensável na direção da tolerância religiosa, e a insistência em que as diferenças doutrinárias não são apenas verbais mas reais e importantes pode dar a impressão de beirar a intolerância. Dessa forma aqueles que adotam o Budismo como uma reação contra a estreiteza doutrinária das religiões monoteístas podem encontrar nessa idéia - tão suave e amoldável - uma bem vinda trégua à típica insistência dessas religiões de terem acesso privilegiado à verdade.

No entanto, se realizarmos um estudo imparcial dos discursos do Buda nos mostra de forma muito clara que a tese universalista não conta com o endosso do próprio Abençoado, o Sidarta Gotama Sakyamuni, o Desperto. Ao contrário, o Buda repetidamente proclama que o caminho para o objetivo supremo de uma vida santa é conhecido apenas através dos seus próprios ensinamentos e portanto a realização desse objetivo - a completa libertação do sofrimento causado pelos ciclo repetitivo de renascimentos - somente pode ser alcançada através da sua própria revelação.

A mais conhecida instância da afirmação acima, foi na véspera do seu Parinibbana - A grande libertação -: que somente no seu ensinamento são encontrados os quatro tipos de pessoas santas e iluminadas, e que as outras seitas são desprovidas de verdadeiros ascetas, aqueles que alcançaram os planos de libertação.

A restrição do Buda de que a emancipação final apenas faça parte da sua revelação não resulta de um dogmatismo estreito ou da falta de boa vontade, mas está apoiada sobre uma determinação absolutamente precisa da natureza do objetivo final e do método que precisa ser implementado para alcançá-lo. Esse objetivo não é nem a vida eterna num paraíso, nem a concepção nebulosa de um pseudo estado de iluminação e evolução espiritual, mas o elemento de Nibbana, a libertação sem deixar nenhum resíduo do ciclo de repetidos nascimentos e mortes.

Esse objetivo é realizado com a completa destruição das impurezas mentais - desejo, raiva e delusão - até o seu nível mais sutil de latência. A erradicação das impurezas somente pode ser alcançada através da penetração analítico crítica (insight) da verdadeira natureza dos fenômenos, o que significa que alcançar Nibbana depende da penetralção analítico crítica (insight), através da experiência direta pessoal, de todos os fenômenos condicionados, internos e externos, marcados com as "três características da existência": impermanentes, insatisfatórios e a ausência de um eu ou entidade permanente.

O que o Buda sustenta, como fundamento para a sua declaração de que os seus ensinamentos oferecem a única maneira de obter a libertação final do sofrimento, é que o conhecimento da verdadeira natureza dos fenômenos, com toda exatidão e integridade, só pode ser alcançado através dos seus ensinamentos. Assim é porque, em teoria, os princípios que definem esse conhecimento são exclusivos dos seus ensinamentos e contraditórios em aspectos vitais em relação às doutrinas básicas de outras crenças; e porque na prática, somente os seus ensinamentos revelam, na sua perfeição e pureza, o método para gerar esse entendimento libertador como um elemento da experiência pessoal imediata. Esse método é o Nobre Caminho Óctuplo que, como um método de treinamento espiritual integrado, não pode ser encontrado fora da revelação de um Iluminado.

Surpreendentemente, essa postura exclusivista do Budismo em relação à possibilidade de obter a emancipação final nunca engendrou uma política de intolerância por parte dos Budistas em relação aos devotos de outras religiões. Ao contrário, durante a sua longa história, o Budismo tem demonstrado profunda tolerância e uma cordial boa vontade em relação às muitas religiões com as quais esteve em contato. Essa tolerância tem sido mantida simultaneamente com a profunda convicção de que a doutrina do Buda oferece o único e insuperável caminho para a libertação dos problemas inerentes da existência condicionada.

A tolerância religiosa não é alcançada reduzindo todas as religiões a um denominador comum, nem explicando as formidáveis diferenças nas idéias e práticas como acidentes do desenvolvimento histórico. Fazer com que a tolerância seja contingente para encobrir discrepâncias não seria um exercício de verdadeira tolerância; pois tal abordagem só "tolera" diferenças através da diluição delas, de forma tão completa que já não fazem qualquer diferença.

[...]
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Goedert em 27 de Maio de 2011, 17:47

A verdadeira tolerância religiosa envolve a capacidade de admitir diferenças reais e fundamentais, mesmo que profundas e irreconciliáveis, e apesar disso, respeitar os direitos daqueles que seguem uma religião diferente da sua própria (ou nenhuma religião) e continuar a agir assim sem ressentimento, desvantagens ou restrições.

A tolerância tem de brotar do reconhecimento de que o caráter e as necessidades espirituais dos seres humanos são demasiadamente diversos para serem abrangidos por uma doutrina em particular, e que portanto essas necessidades irão naturalmente encontrar uma forma de expressão em uma ampla variedade de formas religiosas.

Para eu por exemplo, os sistemas não Budistas não serão capazes de conduzir os seus devotos ao objetivo final do Dhamma do Buda, mas isto, de todos modos nunca foi a proposta original delas. Para eu, a aceitação da idéia de um ciclo de renascimentos, sem um princípio definido, significa que seria completamente irreal esperar que mais que um pequeno número de pessoas fossem atraídas para um caminho espiritual direcionado para a completa libertação.

A maioria esmagadora, mesmo aqueles que buscam a emancipação das desgraças mundanas, terá como objetivo assegurar um meio de existência favorável dentro do ciclo, ao mesmo tempo que confundem isso com o objetivo último da busca religiosa.

Na medida em que uma religião proponha princípios éticos sólidos como o Cristianismo, o Islamismo e possa promover o desenvolvimento de qualidades benéficas tais como o amor, a generosidade, o desapego e a compaixão, ela irá merecer nesses aspectos a aprovação dos Budistas, por exemplo. Esses princípios defendidos por outros sistemas religiosos também conduzem ao renascimento nos reinos de bem aventurança - os paraísos celestiais e as moradas divinas.

No Budismo, por exemplo, não reivindica de nenhuma forma deter acesso único a esses reinos, mas sustenta que os caminhos que conduzem a eles foram articulados, com distintos graus de clareza, em muitas das grandes tradições espirituais da humanidade. Ao mesmo tempo eu, por exemplo,  discordo da estrutura de crenças de outras religiões, na medida em que elas se desviem do Evangelho do Buda, eu as respeitará na medida em que elas imponham virtudes e padrões de conduta que promovam o desenvolvimento espiritual e a integração harmoniosa dos seres humanos entre si e com o mundo.

Então o aspecto da religiosidade que compõe o Espiritismo, pode ser bastante relativo.


Fonte
"Tolerance and Diversity", por Bhikkhu Bodhi. Access to Insight, 5 Junho 2010, http://www.accesstoinsight.org/lib/authors/bodhi/bps-essay_24.html.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Joao Paulo Soares em 28 de Maio de 2011, 04:16
[Não entendi como uma coisa é, depois deixa de ser, para ser novamente.
Perdeu a origem????
A definição de Kardec não serve para os Espíritas ????  ??? ??? ???

Querida Hebe,
 
O que disse,(e usando a sua semantica), foi que Esta coisa, para uns é algo, para outros, outra, e ainda para outros algo ainda, e que ainda para mais outros pode ser todas elas, mas que para mim, será algo mais abragente.. :)

Quanto à definição de Kardec, se serve para os espiritas???
 
Claro que sim, principalmente para quem tenha primor no estudo( e sei que será seu caso)..

Se se sentir bem, afim de sua definição,e ajudando-a a me contrariar, poderá usar o argumento( na verdade, um facto) as suas(ou da FEB) logo no capitulo I, na Introdução ao Estudo da Doutrina Espirita, quando afirmam, e passo a citar :" Como especialidade, o Livro dos Espíritos contém a doutrina espírita; como
generalidade, prende-se à doutrina espiritualista, uma de cujas fases apresenta. Essa a razão porque traz no cabeçalho do seu título as palavras: Filosofia espiritualista." versão actual, ou como na minha(salvo seja) edição que possuo " O LE contém especialmente a Doutrina ou teoria do Espiritismo que, num sentido geral, pertence à escola espiritualista, da qual apresenta uma das fases. eis por que traz, acima do seu título, as palavras: Filisofia Espiritualista."

No entanto, pergunto-me como seria se alguém lhe pedisse o seu esclarecimento sobre,(por exemplo, e só como exemplo, pois mais existem), os primeiros 50 "pequenos" pontos do livro da Génese? :) Terias dificuldade em só falar em filosofia :)

Jamais, referi que esta bela Doutrina(tanto estudada por vários irmãos de diferentes religiões) fosse, por si só uma religião.. :)

Forte Abraço,
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Joao Paulo Soares em 28 de Maio de 2011, 04:52
João Paulo,
só gostaria de corrigir um pequeno erro quanto ao vocábulo Religião.
Este provém do latim, Religio, one, ones, e não quer dizer religar, pois este é verbo da segunda declinação que não se comporia com o Religio que é da quarta declinação.
Religar tem no latim o verbo relegere.
Quanto ao tema central, após tudo o que já foi colocado, saido da pena do coodificador, não poderia haver dúvida que o Espiritismo não é religião, senão não poderia ser o maior ajudante para todas elas.
Há religiosidade no campo Espírita? sim, há.
Já que sendo cristãos, os Espíritas têm na lei de adoração este quinhão de religiosidade. tanto para a fé que contenham quanto para o respeito a Deus e seus ministros e enviados.
Abração,
Moura



[/quote]

Grande Moura,
Totalmente de acordo com o reparo sobre o significado da palavra Religião, daí, aquando das colocações explicativas sobre o significado das palavras Filosofia, Religião e Ciência, ter colocado uma nota a avisar que tal foi retirado do Wikipédia e até em jeito de graçola(não ofensiva, para com os vossos conhecimentos), ter dito por agora serve :)
Lembro-me algures ter lido por si a explicação sobre a palavra Religião, e também da explicação, da palavra Kardecismo que juro só conheci aquando do contacto com irmãos brasileiros, mas passados estes anos, temos agora, aqui em Portugal, pessoas (como o presidente da ADEP - Associação de Divulgadores de Espiritismo de Portugal) irem a canais nacionais da TV a falar em Kardecismo.. :'(   Estamos muito atrasados..

Abração,
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mirina em 28 de Maio de 2011, 18:34
João Paulo,

aí em Portugal os Centros Espiritas adotaram tambem rituais e canticos da igreja católica?

Abs,
Mirina
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: hcancela em 28 de Maio de 2011, 18:48
Olá amigos(as)

Não lembro que aqui em PT, se faça cânticos, danças, e outras coisas tais, nas casas Espiritas, só se não estivermos a falar da mesma coisa;  Espiritismo. Digo até que por aquilo que conheço e tenho constatado, segue-se e bem Allan Kardec, é claro que também já tenho ouvido algumas besteiras que se diz Espiritismo e mesmo na TV, mas são coisas raras, e por pessoas ávidas de protagonismo, que na realidade não são espíritas, mas sim médiuns, a tentarem arranjar clientes.

Se a ADEP, ou outro Senhor que se diga espirita, não pode nem deve dar o nome de Espiritismo a Kardecismo, pelo menos eu nunca vi ou ouvi isso, porque se alguém o fizesse, eu o diria em loco, onde estava escrito isso na codificação. Creio e para terminar, que alguns confrades o digam como força de expressão, mas que não pensam isso dessa forma, e mesmo assim estão errados e não o deveriam fazer, para não se misturar termos .

Saudações fraternas
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 28 de Maio de 2011, 18:52
É bem por ai mano Cancela!
Abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Joao Paulo Soares em 29 de Maio de 2011, 03:04
João Paulo,

aí em Portugal os Centros Espiritas adotaram tambem rituais e canticos da igreja católica?

Abs,
Mirina

Querida Mirina,

Não, pelo menos os que conheço, e também nunca ouvi alguém a comentar tal coisa, Graças a Deus, deixem-nos estar assim.. :)

Forte Abraço,

Olá amigos(as)

Não lembro que aqui em PT, se faça cânticos, danças, e outras coisas tais, nas casas Espiritas, só se não estivermos a falar da mesma coisa;  Espiritismo. Digo até que por aquilo que conheço e tenho constatado, segue-se e bem Allan Kardec, é claro que também já tenho ouvido algumas besteiras que se diz Espiritismo e mesmo na TV, mas são coisas raras, e por pessoas ávidas de protagonismo, que na realidade não são espíritas, mas sim médiuns, a tentarem arranjar clientes.

Se a ADEP, ou outro Senhor que se diga espirita, não pode nem deve dar o nome de Espiritismo a Kardecismo, pelo menos eu nunca vi ou ouvi isso, porque se alguém o fizesse, eu o diria em loco, onde estava escrito isso na codificação. Creio e para terminar, que alguns confrades o digam como força de expressão, mas que não pensam isso dessa forma, e mesmo assim estão errados e não o deveriam fazer, para não se misturar termos .

Saudações fraternas

Sublinho suas palavras, mas em relacção ao episódio de usarem a palavra "Kardecismo", infelizmente aconteceu, por quem têm responsabilidade de tal não o fazer.. E como são tão raras, essas idas a Tv nacionais, devia-se ainda ter mais cuidado..

Forte Abraço,
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mirina em 29 de Maio de 2011, 04:41
Amigo João Paulo,

obrigada pela resposta!
Creio que este debate então é uma questão circunscrita ao movimento espirita brasileiro somente, pois que tal fenomeno não tem similar em outras partes do mundo.  Isto vem reforçar a hipotese de que se deve a fatores culturais e históricos do povo brasileiro.  Mas ainda temos muito que avançar nesta análise e debate.

Abs,
Mirina
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: dOM JORGE em 01 de Junho de 2011, 12:11
                                     VIVA JESUS!


      Bom-dia! queridos irmãos.

              Religiões e Doutrinas

                A palavra religião vem do latim religare, que quer dizer religar/unir, ou seja, religar o homem a Deus, reunir novamente a fé que foi esquecida; esta é a função das religiões e doutrinas, pois todas as manifestações religiosas têm como objetivo ajudar o homem a viver bem e em paz para encontrar a harmonia e o equilíbrio interior, a ter conhecimento de um Ser Superior, e não o de fazer com que homem viva em função da religião.

      Quando você olha para uma igreja, mesquita, centro ou qualquer outro núcleo religioso, o que você vê?
      Se você pensou “a casa de Deus”, está errado, pois não passa de uma construção. O  reino de Deus é todo o Universo não somente um lugar.
Certa vez, Jesus disse:
     “_ Quem quiser me encontrar, levante uma pedra ou quebre um pedaço de madeira, olhe para o céu ou sinta-me na terra. Olhe para dentro de você mesmo. Quem quiser ver que veja; quem quiser ouvir que ouça!”
       “_ Em verdade, em verdade vos digo: o reino de meu Pai está dentro de você e à sua volta, não em mansões de paus e pedra. Quem dessa água bebe jamais sentirá novamente a sede insaciável da morte, ou perecerá no deserto da incompreensão, pois Eu estarei vivo dentro dele...”
      Jesus, mesmo nascendo pobre aos olhos do homem, conseguiu mudar o mundo, nunca precisou construir nenhuma igreja ou templo para viver o amor e difundir seus ensinamentos.
      Hoje, muitas pessoas usam o Seu nome e o de vários outros espíritos para proveito próprio.
      As palavras, atos e ensinamentos de amor e bondade deixados por Jesus e seus enviados estão sendo manipulados e deturpados. Cada pessoa deve ter o bom senso de saber o que é certo e o que é errado, usando para isto a sua consciência e não conceitos criados pelo homem, pois o que o homem tem mais próximo de Deus é a sua consciência.
     Algumas religiões dizem:
     “­­_ Cristo veio salvar-nos dos pecados.”
     “_ Cristo veio tirar os pecados do mundo.”
     Fazendo isto, estão fugindo de seus próprios erros e problemas, deixam para Cristo toda a responsabilidade, porque é muito mais difícil afirmar:
      “_ Eu sou responsável pela minha vida, por todos os meus atos e tudo o que faço. Eu vou colher tudo aquilo que planto, seja bom ou ruim.”
     A maioria das religiões tem a pretensão de ser a única a estar com a verdade, e prega que quem segui-la estará a salvo no “Reino de Deus” e todos que seguem outras religiões irão para o “inferno”. Quanta hipocrisia!
      Analise. Se Deus ajudasse mais os católicos do que os protestantes, Ele seria injusto; se ouvisse mais os espíritas do que os mulçumanos, seria injusto; se protegesse mais os judeus do que os budistas, seria injusto; por isto, lembre-se que o importante são os seus atos perante Deus, e não a religião que segue.
     Para todas aquelas pessoas que se julgam santas, tendo em suas mãos a responsabilidade de conduzir outras e fazem mau uso deste poder temporário, movidos pela vaidade e pelo egoísmo, sentindo-se acima do poder dos homens, achando-se “deuses” vivendo na Terra, afirmo que, quando retornarem ao reino de Deus, descobrirão a verdade, tendo que prestar contas de tudo que fizeram.
     Um absurdo maior ainda é matar em nome de Deus, pois se o Pai deu a vida somente Ele pode tirá-la.
     Não existe “guerra santa”, existem pessoas que usam a religião como desculpa para cometerem atrocidades e matanças, por razões políticas e financeiras, tais como os grupos terroristas ou a “santa” Igreja Católica durante a Inquisição.
     Sugiro a todos aqueles que pretendem seguir ou já seguem uma religião que a analise para saber se esta religião ou aquela doutrina é boa.
     Para isto, basta observar que algumas religiões oferecem muito, mas fazem pouco.
     Outras pregam desapego, pobreza e humildade, mas seus dirigentes são orgulhosos, vaidosos e hipócritas; suas instituições “religiosas” são ricas e poderosas, mas sendo incapazes de  dividir a riqueza que lhes sobra, com os milhões de miseráveis espalhados pelo mundo, e, ainda por cima, dizem fazer isso em nome de Cristo.
     Podemos comparar as religiões às árvores.
     Algumas, ao se olhar de longe, são grandes e frondosas, prometendo muito, mas ao se ver de perto, nota-se que essas árvores têm pouco ou nenhum fruto.
     Outras árvores, apesar de pequenas e com uma humilde copa, ao se conhecer bem, nota-se que estão repletas de frutos.
     Pensem neste exemplo e se lembrem: geralmente o Homem acredita no que lhe é mais cômodo, esquecendo-se sempre de usar sua consciência e seu bom senso como guia de sua vida.
FONTES:
a) Trecho do Livro "NÃO ESTAMOS SÓS", de Caparaó, por Everson Pacheco;
b) Romeu Wagner, Belém, Pará.


                                                                PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 01 de Junho de 2011, 19:42
Prezado Dom,

Religião (Dicionário Michaelis)

1 Serviço ou culto a Deus, ou a uma divindade qualquer, expresso por meio de ritos, preces e observância do que se considera mandamento divino. 2 Sentimento consciente de dependência ou submissão que liga a criatura humana ao Criador. 3 Culto externo ou interno prestado à divindade. 4 Crença ou doutrina religiosa; sistema dogmático e moral. 5 Veneração às coisas sagradas; crença, devoção, fé, piedade. 6 Prática dos preceitos divinos ou revelados. 7 Temor de Deus. 8 Tudo que é considerado obrigação moral ou dever sagrado e indeclinável. 9 Ordem ou congregação religiosa. 10 Ordem de cavalaria. 11 Caráter sagrado ou virtude especial que se atribui a alguém ou a alguma coisa e pelo qual se lhe presta reverência. 12 Conjunto de ritos e cerimônias, sacrificais ou não, ordenados para a manifestação do culto à divindade; cerimonial litúrgico.

As definições acima são compatíveis com a maioria dos dicionários portugueses e de outros idiomas. Em geral, a palavra religião está diretamente associada à observação da crença e devoção ao sagrado, aos ritos e práticas litúrgicas, aos dogmas, aos cultos e, consequentemente, às formas de adoração. Enfim, “cada religião inspira certas normas e motiva certas práticas”.

A origem da palavra é proveniente do latim, religio, porém não há um consenso sobre o sentido original dessa última que dentre as possibilidades mais aceitas figuram “reler” (relegere, por Cícero, 45 a.C) e “religar” (religare, Lactâncio, séc. III d.C). Quando São Jerônimo, iniciou a tradução das escrituras sagradas (Vulgata Latina), isto é, da Bíblia, do grego para o latim, ao final do século VI, o sentido “religar” para a palavra religião já estava por assim dizer consagrado, associando-se à idéia de se “religar a Deus”. Kardec ao estudar todas essas questões históricas, percebeu que a proposta de “religar a Deus”, bem como todos os desdobramentos de cultos, ritos e formas adotada ao seu tempo que envolviam a palavra religião não eram originais, motivo pelo qual citou em seu conhecido discurso de abertura da Sessão Anual Comemorativa do dia dos Mortos, intitulado “O Espiritismo é uma religião?”, Revue Spirite, 1868:

“Uma religião, em sua acepção larga e verdadeira, é um laço que religa os homens numa comunhão de sentimentos, de princípios e de crenças”.

Uma vez que na visão do Espiritismo o homem jamais se desligou do Criador, a idéia de se “religar a Deus” não faz qualquer sentido
, o que corrobora com a assertiva de Kardec de que a palavra religião, no sentido originário de religare, deveria ser apreciada como “religar os homens” (e não os homens a Deus). Vale ressaltar, no entanto, que esse sentido resgatado por Kardec não é o comumente utilizado. Aliás, civilizações há que sequer possuem uma palavra equivalente para a idéia de religião conforme as possibilidades acima descritas.


                                     VIVA JESUS!


      Bom-dia! queridos irmãos.

              Religiões e Doutrinas

               A palavra religião vem do latim religare, que quer dizer religar/unir, ou seja, religar o homem a Deus, reunir novamente a fé que foi esquecida; esta é a função das religiões e doutrinas, pois todas as manifestações religiosas têm como objetivo ajudar o homem a viver bem e em paz para encontrar a harmonia e o equilíbrio interior, a ter conhecimento de um Ser Superior, e não o de fazer com que homem viva em função da religião.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 02 de Junho de 2011, 18:52
Parece-me que o Dom Jorge, ou não lê as postagens ou insiste em desdizê-las.
Religare sendo um  verbo de segunda declinação não poderia ter a mesma explicação que Religio, que provem da quarta declinação.
Por outra e como está descrito pelo texto trazido pelo Dadinho, que me parece muito com um do Imbassahy ao me responder, o homem, não se tendo nunca desligado de Deus, não poderia a Ele, nem por exercício de elasticidade do entendimento, religar-se de novo.
Só se religa aquilo que foi , antes, desligado, tal como acontece quando não se paga a conta de luz, por exemplo.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: arcal em 05 de Junho de 2011, 06:42
Grande amigo Moura,

/quote


Finalmente estamos saindo da retórica dos evangélicos radicais, que limitados às letras  arcaicas, pregam suas limitadas compreensões  que os tornam estacionários no " vale o que está escrito", não importa se mal compreendido. Pena que com isto, patinam em suas próprias interpretações e perdem o carrilhão evolutivo que mais os identificam com aqueles principais sacerdotes guardiães das letras ao tempo de Jesus. 
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 05 de Junho de 2011, 16:18
Ai está, mano Arcal,
uma boa postagem.
Veja, se bem um Espírita tenha de seguir o que a sua doutrina tenha como correto, não pode ele, se furtar a conhecer o que lhe vai ao redor.
Digo conhecer, porque não poderia dizer seguir já que não se pode seguir a Deus e a Mamon.
Qualquer doutrina contém uma parte que lhe é o lastro e o pilotis, chamamos a esta parte de princípios básicos. Estes, em nosso caso,formam a parte axiomática da doutrina, mas isso parece que não serve a alguns.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: arcal em 10 de Junho de 2011, 04:29
Não sei porque ser ou não religião o espiritismo,  preocupa tantas pessoas explicitamente cultas doutrináriamente. Não entendo qual o demérito de tal situação, se até os considerados ateus estão fadados à evolução e além disto, mesmo nesta condição,  se sua  jornada na terra, pautou-se  nos principios de homem de bem e nas máximas do Divino Modelo,  mesmo incosciente, acredito que no mundo Espiritual,  gozarão de melhor  condição do que muitos de nós Espíritas, talvez conhecedores de todas as verdades e sem um mínimo de prática. _ Vemos o algueiro do olho do semelhante mas não, a trave dos próprios olhos .  Sou repetitivo ao me apegar  à grande verdade  de Leon Denis: _ O Espiritismo não será a religião do futuro e sim o futuro das religiões.
Me conformo com a certeza de que todos, sem exceção, caminham para a perfeição, uns mais adiantados, outros a caminho. Enquanto isto não acontece, a vida continua e os desígnios do Criador, mesmo desconhecidos por nós, na totalidade, serão realizados, queiramos ou não, sejamos Espíritas ou não. Nenhum conhecimento humano será disperdiçado. Inexoravelmente este cabedal lhe arremetará ao caminho certo, em algum momento. Portanto, Religiosos, Agnósticos, Evangélicos, Católicos, Espíritas  e outraz inumeráveis denominações, conheceremos a verdade e ela nos libertará de todas essas querelas teológicas mais discriminatórias do que construtivas.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Joao Paulo Soares em 10 de Junho de 2011, 05:16
Caro Arcal,

Vemos o algueiro do olho do semelhante mas não, a trave dos próprios olhos .  Sou repetitivo ao me apegar à grande verdade   de Leon Denis: _ O Espiritismo não será a religião do futuro e sim o futuro das religiões.. (...) Nenhum conhecimento humano será disperdiçado. Inexoravelmente este cabedal lhe arremetará ao caminho certo, em algum momento. Portanto, Religiosos, Agnósticos, Evangélicos, Católicos, Espíritas  e outraz inumeráveis denominações, conheceremos a verdade e ela nos libertará de todas essas querelas teológicas mais discriminatórias do que construtivas.

Leon Denis: _ O Espiritismo não será a religião do futuro e sim o futuro das religiões.. "

Duvido, daqui a certo tempo,  algumas religiões tomaram o Espiritismo como Verdade( tal e qual como todas agora o fazem sob as "suas Verdades") mas apenas com o afim de existirem, ou melhor de se subexistirem, mas não na sua essência total..
Mais tarde, bem mais tarde, contra  ventos e marés, iremos eliminar a palavra religião..

Forte Abraço,
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Goedert em 10 de Junho de 2011, 14:22
Albert Einstein já dizia:

“Um ser humano é parte de um todo chamado por nós de “Universo”, é uma parte limitada no tempo e no espaço. Ele experiencia a si mesmo, seus pensamentos e sentimentos, como alguma coisa separada do resto ─ uma espécie de ilusão de ótica de sua consciência. Essa ilusão é uma forma de prisão para nós, restringindo-nos aos nossos desejos pessoais e à afeição por umas poucas pessoas próximas. Nossa tarefa deve ser a de nos libertarmos dessa prisão alargando nossos círculos de compaixão para envolver todas as criaturas vivas e o todo da natureza em sua beleza.”

"A religião do futuro será uma religião cósmica. Que deve transcender um Deus pessoal e evitar dogmas e teologias. Abrangindo tanto o natural como o espiritual, devendo ser baseada num sentido religioso que almeja a experiência de todas as coisas, naturais e espirituais, como uma unidade significativa.”

Se o Espiritismo preencher estes requisitos, com certeza será a religião do futuro. Pois aqueles que tem faculdades mais aguçadas, irão comunhar da doutrina espírita. Se não preencher, dificilmente.

Amigos não esquecem que por exemplo no livro O Tao da Física, muitas das recentes descobertas da Física Quântica, e observava com fascínio como muitas dessas descobertas, só são mesmo 'descobertas' para nós os ocidentais.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: HamLacerda em 10 de Junho de 2011, 15:02
Dizer que o espiritismo é ou não é uma religião é o mesmo que dizer se Jesus Cristo era ou não era cristão.

São coisas tão intrisecamente ligadas que da margem a duas interpretações, sendo as duas verdadeiras: É e não é uma religião.

São discussões reduncionistas que não levam a lugar nenhum.


Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 10 de Junho de 2011, 15:03
Amigo Goedert,

Eu vou mais pela visão do João...
O Espiritismo já não é religião e, nas palavras de Kardec, também não pretende ser. A citação de Leon Denis é perfeita, pois esclarece de forma sutil e eficaz duas coisas: primeiro que Espiritismo não será uma religião; e segundo que, além de Espiritismo e religião serem duas coisas distintas, as religiões se tornarão naquilo que hoje a doutrina espírita já começou a se estruturar. Na minha opinião, são a ciência e a filosofia divinas, que naturalmente inspiram a religiosidade e a sintonia com a Essência do Universo.

Muita paz e harmonia!
Dadinho


Se o Espiritismo preencher estes requisitos, com certeza será a religião do futuro. Pois aqueles que tem faculdades mais aguçadas, irão comunhar da doutrina espírita. Se não preencher, dificilmente.

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 10 de Junho de 2011, 15:24
Uai?!? mas Jesus não era cristão mesmo não...
Cristão é aquele que segue os preceitos de Cristo. Jesus não seguiu ninguém, ele foi o maior entre nós, revelando a Lei de Deus e exemplificando-a.
Cristianismo não é uma religião, mas sim uma filosofia, um conjunto de ideias, tal qual é o Espiritismo. Ambas, porém, tratam de assuntos extrafísicos e, tal como a Antroposofia e dezenas de outras filosofias possibilitam o nascimento de religiões apoiadas nelas.
As dezenas de religiões cristãs que existem se apoiam no Cristianismo para desenvolverem suas interpretações das escrituras, seus dogmas e suas práticas. Mas cada uma faz isso de forma particular e o kardecismo se diferencia um pouco das outras, por se apoiar no Espiritismo e no Cristianismo ao mesmo tempo.

Muita paz e harmonia!
Dadinho

Dizer que o espiritismo é ou não é uma religião é o mesmo que dizer se Jesus Cristo era ou não era cristão.

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Goedert em 10 de Junho de 2011, 15:28
Amigo Goedert,

Eu vou mais pela visão do João...
O Espiritismo já não é religião e, nas palavras de Kardec, também não pretende ser. A citação de Leon Denis é perfeita, pois esclarece de forma sutil e eficaz duas coisas: primeiro que Espiritismo não será uma religião; e segundo que, além de Espiritismo e religião serem duas coisas distintas, as religiões se tornarão naquilo que hoje a doutrina espírita já começou a se estruturar. Na minha opinião, são a ciência e a filosofia divinas, que naturalmente inspiram a religiosidade e a sintonia com a Essência do Universo.

Muita paz e harmonia!
Dadinho


Se o Espiritismo preencher estes requisitos, com certeza será a religião do futuro. Pois aqueles que tem faculdades mais aguçadas, irão comunhar da doutrina espírita. Se não preencher, dificilmente.


Dadinho,

Na mensagem anterior, referia-me a religião cósmica que Albert Einstein relatou.

Como em algumas partes do mundo existem doutrinas que não encontram respectiva palavra para traduzir o que são especificamente o significado. Como por exemplo 'yoga', 'dhamma-vinaya' entre outras.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 10 de Junho de 2011, 15:35
Ahhh  blz!  entendi agora!
Abs
Dadinho

Dadinho,

Na mensagem anterior, referia-me a religião cósmica que Albert Einstein relatou.

Como em algumas partes do mundo existem doutrinas que não encontram respectiva palavra para traduzir o que são especificamente o significado. Como por exemplo 'yoga', 'dhamma-vinaya' entre outras.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 10 de Junho de 2011, 17:19
João, a frase que muitos pensam ser de Denis, é de kardec.
Abração,
Moura

Caro Arcal,

Vemos o algueiro do olho do semelhante mas não, a trave dos próprios olhos .  Sou repetitivo ao me apegar à grande verdade   de Leon Denis: _ O Espiritismo não será a religião do futuro e sim o futuro das religiões.. (...) Nenhum conhecimento humano será disperdiçado. Inexoravelmente este cabedal lhe arremetará ao caminho certo, em algum momento. Portanto, Religiosos, Agnósticos, Evangélicos, Católicos, Espíritas  e outraz inumeráveis denominações, conheceremos a verdade e ela nos libertará de todas essas querelas teológicas mais discriminatórias do que construtivas.

Leon Denis: _ O Espiritismo não será a religião do futuro e sim o futuro das religiões.. "

Duvido, daqui a certo tempo,  algumas religiões tomaram o Espiritismo como Verdade( tal e qual como todas agora o fazem sob as "suas Verdades") mas apenas com o afim de existirem, ou melhor de se subexistirem, mas não na sua essência total..
Mais tarde, bem mais tarde, contra  ventos e marés, iremos eliminar a palavra religião..

Forte Abraço,

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 10 de Junho de 2011, 17:24
Mano Arcal,
o problema não está em ser ou não demérito, mas sim de restituir a verdade dos fatos.
E o fato existente é que Espiritismo não é religião e apenas filosofiacamente possa ser entendido como tal.
Apenas isso.
Agora, tenho de me unir ao seu pensamento quando o amigo pergunta não sei por que isso toma tanto tempo de nossos papos.
Na verdade ser ou não religião,não vai nos melhorar em nada já que este é um trabalho que só nós podemos fazer por nós mesmos.
Esta a única verdade.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: arcal em 11 de Junho de 2011, 00:29
Não me preocupo muito em dividir nossa orbe terrestre em oriental e ocidental pois nota-se que as leis do Criador aplicam-se na criação como um todo. Suas verdades são imutáveis em qualquer parte desse  todo. Entendo que a forma e interpretação de segui-las ou buscá-las deva variar ao infinito conforme o grau evolutivo de cada mundo ou ser espiritual. Nós encarnados ainda costumamos avaliar a maioria das  coisas empregando a máxima:_ Se fulano disse que é bom, é porque é bom mesmo. Desta forma constituiu-se o "marketing de rede". Na crença, ai daquele que contrariar os santos os profetas, apostolos, discípulos e outras autoridades inqustionáveis que existem ou existiram encarnados.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: hcancela em 11 de Junho de 2011, 11:30
Olá amigos(as)

Vou dar um último pitarro sobre este assunto para ver se vamos chegar a um entendimento. :-*


Confirma ele, ainda mais categoricamente, o caráter não cultual, não-sectário, não-religioso do espiritismo, que "teve como todas as coisas o seu período primário" e que definia como "resultante de milhares de observações feitas em todos os pontos do Globo, que lhe eram enviadas e que ele coligia e coordenava".
Ainda, no último número da Revista Espirita redigido por ele (abril de 1869) e que saiu a público no próprio dia do seu falecimento (31 de março de 1869), ele comparava a "profissão de fé espirita americana", aos princípios fundamentais da doutrina segundo "a escola europeia" tal como ele os enunciava — última expressão que deu à doutrina — confirmando claramente o caráter estritamente científico-filosófico desta e a sua neutralidade total perante quaisquer tradições religiosas.
Estes princípios fundamentais, que vêm enunciados no final do presente trabalho, completam, assim, o preâmbulo do Credo Espirita.

Aconselho a ler esta obra muito boa aqui no forum lá nos estudos avançados.
Allan Kardec


Saudações fraternas
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 11 de Junho de 2011, 12:48
Bom dia HCancela,
Acabei de ler o seu post nos estudos avançados, penso que realmente encerra esta discussão Peço, assim como você, que todos que participaram deste tópico, leiam com atenção o texto que você trouxe para o FE , facilitando trago o link

http://www.forumespirita.net/fe/estudos-avancados/allan-kardec-28887/msg216509/#new.

Eu mesma já contei aqui como conheci o Espiritismo e se me fosse apresentado como religião eu teria parado no primeiro livro que me foi dado.
Um abç

Hebe

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 11 de Junho de 2011, 13:12
Amigo HCancela,

Eu já tinha ouvido falar muito superficialmente sobre o companheiro Andre Dumas. Não recordo onde e quem me fez uma citação sobre ele...  mas fato é que essa informação se perdeu, e eu acabei ficando órfão de conhecer as pesquisas dele.

Os vários posts com citações do livro dele que você trouxe em Estudos Avançados mostram claramente um trabalho substancial, de pesquisa aprofundada e com muita seriedade. Já fiz o pedido de um exemplar para enriquecer meus estudos.

Valeu pela dica!
Fraternalmente
Dadinho



Olá amigos(as)

Vou dar um último pitarro sobre este assunto para ver se vamos chegar a um entendimento. :-*


Confirma ele, ainda mais categoricamente, o caráter não cultual, não-sectário, não-religioso do espiritismo, que "teve como todas as coisas o seu período primário" e que definia como "resultante de milhares de observações feitas em todos os pontos do Globo, que lhe eram enviadas e que ele coligia e coordenava".
Ainda, no último número da Revista Espirita redigido por ele (abril de 1869) e que saiu a público no próprio dia do seu falecimento (31 de março de 1869), ele comparava a "profissão de fé espirita americana", aos princípios fundamentais da doutrina segundo "a escola europeia" tal como ele os enunciava — última expressão que deu à doutrina — confirmando claramente o caráter estritamente científico-filosófico desta e a sua neutralidade total perante quaisquer tradições religiosas.
Estes princípios fundamentais, que vêm enunciados no final do presente trabalho, completam, assim, o preâmbulo do Credo Espirita.

Aconselho a ler esta obra muito boa aqui no forum lá nos estudos avançados.
Allan Kardec


Saudações fraternas
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Paulapin em 11 de Junho de 2011, 15:29
Pessoal
Não sei o "andar da carruagem" que esta esse tópico, não o consegui ler por inteiro ainda, entrei agora.
Mas ai vai trecho do livro que estudei no Curso Preparatório da FEESP.
Particulamente não o considero religião, como as demais, mas moralmente sim.


Embora represente uma face do Espiritualismo, cumpre esclarecer que o Espiritismo difere de toda e qualquer ramificação espiritualista religiosa, na medida em que não possui "dogmas" propriamente ditos, mas antes fundamenta-se na razão e nos fatos. Sob esse aspecto o Espiritismo é considerado uma Doutrina Tríplice, pois sua estrutura consiste em Ciência, Filosofia e Religião.

Ciência, pois possui como fundamento a parte experimental ou seja, idéias organizadas sistematicamente a partir dos fatos, dos fenômenos mediúnicos, das manifestações em geral. Para tanto, emprega, efetivamente, o método experimental.

Filosofia, pois a sua temática abrange essencialmente objetos de conhecimento que estão além da experiência sensível, qual: a existência de Deus, os Príncipios constitutivos do Universo (Causas Primárias), as Leis Morais e outros. Para tanto, possui como instrumento seguro o método racional.

Religião, na medida em que seu fim último consiste na restauração do Evangelho e na prática dos príncipios cristãos. Importa porém considerar que, embora de essência religiosa, o Espiritismo não se vale de formalismos exteriores, de práticas sagradas, rituais ou técnicas coletivas, mas a busca de religiosidade dá-se na intimidade afetiva de cada um, a partir de uma atitude interior consciente.


Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 11 de Junho de 2011, 15:35
Paulinha.
o Edgard Armond, enquanto foi presidente da FEESP instituiu, uma forma mistificada de se estudar a doutrina e sendo roustainguista é claro que via como religião.
Aliás a FEESP foi a entidade que por sua gráfica veio a apresentar uma edição totalmente maculada do ESE, oque gerou uma briga muito grande com outras Federações e que por fim culminou com a retirada desta "versão" das livrarias.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Paulapin em 11 de Junho de 2011, 17:20
Paulinha.
o Edgard Armond, enquanto foi presidente da FEESP instituiu, uma forma mistificada de se estudar a doutrina e sendo roustainguista é claro que via como religião.
Aliás a FEESP foi a entidade que por sua gráfica veio a apresentar uma edição totalmente maculada do ESE, oque gerou uma briga muito grande com outras Federações e que por fim culminou com a retirada desta "versão" das livrarias.
Abraços,
Moura

Não acredito que tenha sido retirada, pois sempre tem livros novos (Preparatórios e todos os ourtros) no centro Espírita que frequendo, filiado a eles.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Tom Brito em 11 de Junho de 2011, 17:45
Amigos, paz e bem!
 espiritismo é religião. O seu carater religioso está claro nas regras morais que abraça e defende, bem como no sentido que busca religar (religião = religare) o homem a Deus. A finalidade dela é tornar o homem melhor, aproximando-o ao Pai. Não é esta a missão das religiões? Claro que o espiritismo não tem o simbolismo, culto, hierarquia...dogmas... de outras culturas religiosas. Entretanto, nada disso é necessário  para configurar uma religião. Há quem diga, com certa razão, que o espiritismo não é necessariamente a religião do futuro, mas o futuro das religiões!
 Um abraço fraterno a todos.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: hcancela em 11 de Junho de 2011, 18:28
Olá amigos(as)



Dadinho e restantes amigos(as) deixo em baixo o referido livro, espero que gostem.

Saudações fraternas
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 11 de Junho de 2011, 20:00
Amigão,

Como se diz aqui em "carioquês", acho que você "tá pegando o bonde andando"...
Dá uma olhada nos posts anteriores e você vai perceber que essa história de "religar a Deus" é papo de católico, protestante, umbandista, etc... pois se encaixa com as filosofias que eles adotam, mas não com o espírita, que tem uma visão de Deus e do mundo espiritual mais ampla.

Paz e harmonia!
Dadinho

Amigos, paz e bem!
 espiritismo é religião. O seu carater religioso está claro nas regras morais que abraça e defende, bem como no sentido que busca religar (religião = religare) o homem a Deus. A finalidade dela é tornar o homem melhor, aproximando-o ao Pai. Não é esta a missão das religiões? Claro que o espiritismo não tem o simbolismo, culto, hierarquia...dogmas... de outras culturas religiosas. Entretanto, nada disso é necessário  para configurar uma religião. Há quem diga, com certa razão, que o espiritismo não é necessariamente a religião do futuro, mas o futuro das religiões!
 Um abraço fraterno a todos.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: hcancela em 11 de Junho de 2011, 20:36
Amigão,

Como se diz aqui em "carioquês", acho que você "tá pegando o bonde andando"...
Dá uma olhada nos posts anteriores e você vai perceber que essa história de "religar a Deus" é papo de católico, protestante, umbandista, etc... pois se encaixa com as filosofias que eles adotam, mas não com o espírita, que tem uma visão de Deus e do mundo espiritual mais ampla.

Paz e harmonia!
Dadinho

Amigos, paz e bem!
 espiritismo é religião. O seu carater religioso está claro nas regras morais que abraça e defende, bem como no sentido que busca religar (religião = religare) o homem a Deus. A finalidade dela é tornar o homem melhor, aproximando-o ao Pai. Não é esta a missão das religiões? Claro que o espiritismo não tem o simbolismo, culto, hierarquia...dogmas... de outras culturas religiosas. Entretanto, nada disso é necessário  para configurar uma religião. Há quem diga, com certa razão, que o espiritismo não é necessariamente a religião do futuro, mas o futuro das religiões!
 Um abraço fraterno a todos.
Puxa não é que peguei mesmo..rssssssss

No entanto o livro está aí,né...eheheeheheheheheheh

Abraçãoooooooooooooooooooooooooooooo
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Dadinho em 11 de Junho de 2011, 21:18
Amigo HCancela,
Quem tinha "pegado o bonde andando" foi o companheiro Tom Brito!
Mas agora você embarcou na mensagem que eu escrevi pra ele...  e pegou um outro bonde já quase a 60Km!!!!  rsrsrs
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Muita paz!!!
Dadinho

Puxa não é que peguei mesmo..rssssssss

No entanto o livro está aí,né...eheheeheheheheheheh

Abraçãoooooooooooooooooooooooooooooo
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: LuizFrancisco em 21 de Junho de 2011, 13:34
Olá a todos,

Estou lendo o livro: Quando a vida responde - José Raul Teixeira - Diversos Espíritos - Editora Fráter.

Na página 91, há uma pergunta:
 1 - As divergências doutrinárias em nosso meio reduzem-se a poucos assuntos. Um deles diz respeito ao chamado Espiritismo laico. Para você, o Espiritismo é uma religião?
 
A resposta é curta e bem clara:
 
Sim. Indubitavelmente, para mim o é.
 
Já havia trazido a informação de que a Sra. Heloísa Pires, num programa de tevê, ao ser questionado sobre um assunto, diz (mais ou menos assim). "Pensei que já havia visto de tudo, já quiseram fazer do Espiritismo sem religião (laico), e agora mais essa.
 
Temos assim, duas fortes opiniões de confrades conhecedores e defensores da Doutrina Espírita.
 
Tenho por mim este mesmo entendimento, e que o codificador não destacou no início, por ser a palavra religião muito ampla e seu uso bastante restrito na época. Mas, na RE, fêz questão de deixar bem claro o real sentido da palavra.
 
 
Abraços,
 
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Paulapin em 21 de Junho de 2011, 15:36
Amigo LuizFrancisco
Conforme a resposta note em vermelho: "Sim. Indubitavelmente, para mim o é.
Para aquele espírito o é, ele disse uma opinião dele, não uma verdade absoluta.
Para mim, o Espiritismo não é uma religião se comparado as outras (dogmaticas, rituais, etc.), mas por falar e passar os ensinamentos de Jesus a considero religião.
Mas na verdade, isso tudo para mim pouco importa, religião ou não, me faz bem e tenho coisa mais importante para me atentar na vida, como minha melhora moral.


Olá a todos,

Estou lendo o livro: Quando a vida responde - José Raul Teixeira - Diversos Espíritos - Editora Fráter.

Na página 91, há uma pergunta:
 1 - As divergências doutrinárias em nosso meio reduzem-se a poucos assuntos. Um deles diz respeito ao chamado Espiritismo laico. Para você, o Espiritismo é uma religião?
 
A resposta é curta e bem clara:
 
Sim. Indubitavelmente, para mim o é.
 
Já havia trazido a informação de que a Sra. Heloísa Pires, num programa de tevê, ao ser questionado sobre um assunto, diz (mais ou menos assim). "Pensei que já havia visto de tudo, já quiseram fazer do Espiritismo sem religião (laico), e agora mais essa.
 
Temos assim, duas fortes opiniões de confrades conhecedores e defensores da Doutrina Espírita.
 
Tenho por mim este mesmo entendimento, e que o codificador não destacou no início, por ser a palavra religião muito ampla e seu uso bastante restrito na época. Mas, na RE, fêz questão de deixar bem claro o real sentido da palavra.
 
 
Abraços,
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 21 de Junho de 2011, 15:48
Duas opiniões fortes, que contrastariam com a dos Espíritos Superiores e mesmo a de Kardec não é mesmo?
Heloísa quando fala em Espiritismo sem religião  fala da condição que certo grupo quis fazer valer em certo tempo,isso num passado de mais de dez anos.
Hoje em dia, nem mesmo este grupo, a CEPA, comunga com as idéias de antes.
Laico também não quer dizer sem que seja observado o ensino de Jesus,mas sim sem a presença de qualquer conteúdo que se possa chamar de religião institucionalizada.
Sobre este assunto conversei com Heloísa, Herculano e os dois pensam da mesma forma.
Quanto a opinião contida na página da obra de Raul Teixeira, trata-se da opinião de quem ali respondia que tanto pode ser um Espírito desencarnado quanto o próprio Raul.
Todavia, não é doutrina e sim opinião pessoal.
Lembrando Kardec em seu tão citado discurso em bordéus: "Apenas no sentido filosófico se pode pensar Espiritismo como religião".
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: arcal em 21 de Junho de 2011, 22:43
Parafraseando Voltaire sobre a existência de Deus, sou convicto de que se nenhum religião existisse na face da terra, teríamos que inventar uma, pois é uma necessidade inerente ao homem.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 22 de Junho de 2011, 18:02
Exatamente arcal.
O homem, o atual estágio ainda tema necessidade deter uma religião, pois esta dá a ele o norte e seu ensino serve de bússola.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: dOM JORGE em 29 de Junho de 2011, 12:02
                                       VIVA JESUS!


        Bom-dia! queridos irmãos.

               A religião do Espiritismo
 
O Espiritismo é ou não uma religião? Questão aberta para alguns espíritas, especialmente os de fora do Brasil, saber se o Espiritismo é religião é mais que uma definição de postura diante da Doutrina, é uma questão de sobrevivência e difusão do Espiritismo no Mundo. Para muitos espíritas, é ponto pacífico: o Espiritismo é, sim, religião. A própria obra kardequiana o define como tal de forma inequívoca.

Kardec, em seu discurso “O Espiritismo é uma religião?”, publicado na Revista Espírita de dezembro de 1868, perguntou: “o Espiritismo é uma religião?” E respondeu: “Ora, sim, sem dúvida, senhores”. E em seguida indagou: “Por que, então, declaramos que o Espiritismo não é uma religião?” Ou seja, por que, antes, declarara que o Espiritismo não é uma religião? E ele mesmo esclareceu: “Porque não há uma palavra para exprimir duas idéias diferentes, e que, na opinião geral, a palavra religião é inseparável da de culto; desperta exclusivamente uma idéia de forma, que o Espiritismo não tem.”

Em seguida, descreveu qual é “o Credo, a religião do Espiritismo”:

“Crer num Deus todo-poderoso, soberanamente justo e bom; crer na alma e em sua imortalidade; na pré-existência da alma como única justificação do presente; na pluralidade das existências como meio de expiação, de reparação e de adiantamento moral e felicidade crescente com a perfeição; na equitável remuneração intelectual; na perfectibilidade dos seres mais imperfeitos; na do bem e do mal, conforme o princípio: a cada um segundo as suas obras; na igualdade da justiça para todos, sem exceções, favores nem privilégios para nenhuma criatura; na duração da expiação limitada pela imperfeição; no livre-arbítrio do homem, que lhe deixa sempre a escolha entre o bem e o mal; crer na continuidade que religa todos os seres passados, presentes e futuros, encarnados e desencarnados; considerar a vida terrestre como transitória e uma das fases da vida do Espírito, que é eterna; aceitar corajosamente as provações, em vista do futuro mais invejável que o presente; praticar a caridade em pensamentos, palavras e obras na mais larga acepção da palavra; esforçar-se cada dia para ser melhor que na véspera, extirpando alguma imperfeição de sua alma; submeter todas as crenças ao controle do livre exame e da razão e nada aceitar pela fé cega; respeitar todas as crenças sinceras, por mais irracionais que nos pareçam e não violentar a consciência de ninguém; ver enfim nas descobertas da ciência a revelação das leis da natureza, que são as leis de Deus: eis o Credo, a religião do Espiritismo, religião que pode conciliar com todos os cultos, isto é, com todas as maneiras de adorar a Deus.”

Isto posto, basta analisar cada item da Doutrina Espírita para concluir que a maior parte deles, como matéria de crença, não é objeto da ciência ou da filosofia. A ciência espírita revela, sim, alguns desses aspectos, mas não tem nada a dizer sobre sua feição de credo. O mesmo se dá em relação à filosofia. Ela pode discorrer sobre sistemas morais, mas nada tem a concluir a respeito da ética cristã, baseada na justiça e bondade de Deus e na regra de ouro do “fazer aos outros o que se quer que se faça a si mesmo”, ou, de outra forma, do preceito de que “fora da caridade não há salvação”.

Não é preciso dizer que ciência e filosofia nada têm a dizer sobre o princípio sobre o qual toda a Doutrina foi erigida, assim como o próprio Livro dos Espíritos: a existência de Deus. Kardec, no discurso citado, está se referindo ao poder emanado da união de pensamentos com objetivos comuns, e que a religião nada mais é, segundo ele, em seu sentido filosófico, que comunhão de pensamentos: “Dissemos que o verdadeiro objetivo das assembléias religiosas deve ser a comunhão de pensamentos; é que, com efeito, a palavra religião quer dizer laço. Uma religião, em sua acepção nata e verdadeira, é um laço que religa os homens numa comunidade de sentimentos, de princípios e de crenças.”

Dissemos que considerar o Espiritismo uma religião pode ser crucial para sua sobrevivência e propagação porque na atualidade muitas pessoas associam Religião às religiões conhecidas e sua lamentável história secular. O chamado Espiritismo laico tem nesse fato sua única base. Na Europa, por exemplo, existe uma verdadeira aversão a tudo que diga respeito à religião, em especial às religiões cristãs, em virtude dos séculos de dominação e comprometimento com o Poder, os desmandos, as perseguições em nome da fé, os abusos em nome de Deus e seu acumpliciamento com os déspotas e exploradores do povo. Desse modo, associar o Espiritismo à religião equivaleria, na concepção de alguns, a condená-lo ao abandono.

Herculano Pires, no entanto, disse certa vez que, mesmo que Kardec não tivesse feito o discurso a que nos referimos, bastaria repassar os fundamentos do Espiritismo para caracterizá-lo como religião e não só como ciência e filosofia. Assim, ainda que desconsiderássemos a opinião de Kardec, de Léon Denis, de Emmanuel, de Bezerra de Menezes, de Carlos Imbassahy, de Chico Xavier, de Joanna de Ângelis e tantos outros vultos do Espiritismo, é suficiente analisar os fundamentos da Doutrina para enxergar nela uma feição religiosa.

A propósito, não podemos esquecer que Carlos Imbassahy, um dos mais argutos pensadores espíritas,  escreveu toda uma obra - Religião - exatamente para provar que o Espiritismo é, sim, religião, embora destituído da pompa, do sacerdócio, dos rituais e de tudo o mais que tradicionalmente associamos a essa palavra.

 
            Editorial-O Consolador


                                                               PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 29 de Junho de 2011, 15:20
Kardec esclarece no mesmo discurso:
“Porque não há uma palavra para exprimir duas idéias diferentes, e que, na opinião geral, a palavra religião é inseparável da de culto; desperta exclusivamente uma idéia de forma, que o Espiritismo não tem.”
Logo, só não entende quem não quer.
Abraços,
Moura

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/o-que-e-o-espiritismo/afinal-espiritismo-e-ou-nao-e-religiao/270/#ixzz1Qftifauo
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: alex dharm em 03 de Julho de 2011, 04:27
Bom dia irmãos!

O assunto esta muito interessante, porém gostaria de pontuar algumas coisas.

Querido Dom Jorge, em meu entendimento certas coisas que você escreveu podem não estar corretas. Irei citar e colocar meu ponto de vista:

Citar
Isto posto, basta analisar cada item da Doutrina Espírita para concluir que a maior parte deles, como matéria de crença, não é objeto da ciência ou da filosofia.

Este ponto é crucial. O próprio Kardec coloca em sua citação esta frase: "submeter todas as crenças ao controle do livre exame e da razão e nada aceitar pela fé cega"

Neste momento Kardec golpeia uma das mais importantes bases religiosas que é a fé. A fé é a crença em algo fora da percepção, ou seja, é um racionalismo que foge ao empírico. O empírico não necissita de fé, já que ele mantêm constante contato com o sujeito que percebe sua manifestação. Falar em fé cega é algo desnecessário já que toda a fé não exige a observação, toda a fé é cega e se pretende cega. Segundo certos cristãos é exatamente ai onde o homem prova seu amor a Deus, pois mantem-se fiel a ele ainda que não veja prova material alguma de sua existência.

Kardec, nascido no auge do positivismo francês, irá refutar de uma maneira filosófica e fantastica todo o obscurantismo da fé. Colocando que antes de acreditarmos, temos de exigir não apenas a lógica racional, mas comprovações materiais. Kardec e os espíritas conseguem provar a vida após a morte e é ai que reside o enorme abismo entre a fé e a ciência, e os espiritas ficam com a última.

O conceito de fé usado no espiritismo, em meu entendimento, é diferente do conceito de fé usado em nossa cultura e na cultura de Kardec. Em meu entender a fé para o espiritismo é o amor e a confiança nos espiritos que já provaram existir e estar ao nosso lado ; sendo assim, é uma relação com algo material e não algo abstrato!

Minha outra crítica baseia-se justamente no momento em que você minimiza a qualidade da filosofia e diz que ela pouco tem a dizer acerca de Deus e do mundo espiritual, quando o que os filosofos mais fizeram foi discutir acerca de Deus e do mundo espiritual. Como exemplo disso, ainda no nosso tema, penso em Immanuel Kant e sua crítica à metafísica. Quando Kant coloca que não é possivel conhecer o objeto-em-si e nem o prórpio sujeito, quando Kant pontua que o conhecer só exisite mediante a experiencias materiais ele esta colocando e sistematizando as diferenças entre o homem e os Deuses, os anjos e a terra. Isso pode ser uma grande viagem minha, mas tudo corrobora a descoberta dos Kabalistas espanhóis que justamente disseram que Deus não poderia ser conhecido por transcender o prórprio ato de conhecer. Se Deus é tudo - o Ein-Sof - e está em tudo, ele não pode ser conhecido justamente por que para conhecer é necessário separar o sujeito do conhecimento do objeto que esta se manifestando empiricamente para este sujeito e ai entra Kant. Uma maravilha! É incrivel como os filosofos europeus chegaram em conclusoes mísitcas... e Hegel então? Esse ai eu desconfio ter atingido o Nirvana!

Bem é esta a minha opinião.

Até logo,

Fique com Deus!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mirina em 03 de Julho de 2011, 05:17
Amigos,

segundo a doutrina espirita, o entendimento da verdade é sempre subjetivo e referenciado pelas experiencias de cada um, que definem seu grau de evolução.
Mais ainda, devemos como espiritas respeitar o tempo e a necessidade de cada individuo em seu aprendizado, processo que é totalmente pessoal e intransferivel.

Se, para determinados individuos o espiritismo é religião, é porque sua vivencia e experiencia assim o traduz.  Ja para outros é ciencia e filosofia que possiblita a compreensão da verdade e o conhecimento de Deus, novamente este entendimento se baseia na experiencia pessoal e intransferivel.

Portanto não há neste caso parametros rigidos, pois do contrario seriam dogmas.  O que existe é a percepção individual e subjetiva de cada um acerca do que é espiritismo, e que tem sempre como parametro o grau de evolução e pureza em que cada alma se encontra.

Abs,
Mirina
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 03 de Julho de 2011, 17:11
Boas colocações Alex, gostei!
abraços,
Moura

Bom dia irmãos!

O assunto esta muito interessante, porém gostaria de pontuar algumas coisas.

Querido Dom Jorge, em meu entendimento certas coisas que você escreveu podem não estar corretas. Irei citar e colocar meu ponto de vista:

Citar
Isto posto, basta analisar cada item da Doutrina Espírita para concluir que a maior parte deles, como matéria de crença, não é objeto da ciência ou da filosofia.

Este ponto é crucial. O próprio Kardec coloca em sua citação esta frase: "submeter todas as crenças ao controle do livre exame e da razão e nada aceitar pela fé cega"

Neste momento Kardec golpeia uma das mais importantes bases religiosas que é a fé. A fé é a crença em algo fora da percepção, ou seja, é um racionalismo que foge ao empírico. O empírico não necissita de fé, já que ele mantêm constante contato com o sujeito que percebe sua manifestação. Falar em fé cega é algo desnecessário já que toda a fé não exige a observação, toda a fé é cega e se pretende cega. Segundo certos cristãos é exatamente ai onde o homem prova seu amor a Deus, pois mantem-se fiel a ele ainda que não veja prova material alguma de sua existência.

Kardec, nascido no auge do positivismo francês, irá refutar de uma maneira filosófica e fantastica todo o obscurantismo da fé. Colocando que antes de acreditarmos, temos de exigir não apenas a lógica racional, mas comprovações materiais. Kardec e os espíritas conseguem provar a vida após a morte e é ai que reside o enorme abismo entre a fé e a ciência, e os espiritas ficam com a última.

O conceito de fé usado no espiritismo, em meu entendimento, é diferente do conceito de fé usado em nossa cultura e na cultura de Kardec. Em meu entender a fé para o espiritismo é o amor e a confiança nos espiritos que já provaram existir e estar ao nosso lado ; sendo assim, é uma relação com algo material e não algo abstrato!

Minha outra crítica baseia-se justamente no momento em que você minimiza a qualidade da filosofia e diz que ela pouco tem a dizer acerca de Deus e do mundo espiritual, quando o que os filosofos mais fizeram foi discutir acerca de Deus e do mundo espiritual. Como exemplo disso, ainda no nosso tema, penso em Immanuel Kant e sua crítica à metafísica. Quando Kant coloca que não é possivel conhecer o objeto-em-si e nem o prórpio sujeito, quando Kant pontua que o conhecer só exisite mediante a experiencias materiais ele esta colocando e sistematizando as diferenças entre o homem e os Deuses, os anjos e a terra. Isso pode ser uma grande viagem minha, mas tudo corrobora a descoberta dos Kabalistas espanhóis que justamente disseram que Deus não poderia ser conhecido por transcender o prórprio ato de conhecer. Se Deus é tudo - o Ein-Sof - e está em tudo, ele não pode ser conhecido justamente por que para conhecer é necessário separar o sujeito do conhecimento do objeto que esta se manifestando empiricamente para este sujeito e ai entra Kant. Uma maravilha! É incrivel como os filosofos europeus chegaram em conclusoes mísitcas... e Hegel então? Esse ai eu desconfio ter atingido o Nirvana!

Bem é esta a minha opinião.

Até logo,

Fique com Deus!

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: arcal em 04 de Julho de 2011, 17:53
Amigos,


Portanto não há neste caso parametros rigidos, pois do contrario seriam dogmas.  O que existe é a percepção individual e subjetiva de cada um acerca do que é espiritismo, e que tem sempre como parametro o grau de evolução e pureza em que cada alma se encontra.

Abs,
Mirina


Querida Mirina
O seu entedimento me pareceu muito lógico e compatível com a Doutrina que pretende se manter adogmática. Muitos de nós, adeptos ,  por intransigência na interpretação da letra, tendemos  contradizer   esta condição quando  aplicamos  "parâmetros rígidos", em se tratando a temas como o  posto em estudo.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: LuizFrancisco em 04 de Julho de 2011, 20:20
Olá a todos,

Relendo as mensagens rápidas do estudo mensal - Questões frequentes, achei esta mensagem da Sra. Carmélia Zanetti de São João Del Rey, em que coloco aqui por ser o tópico mais apropriado para sua colocação, abaixo segue o que a amiga postou:

De fato, o Espiritismo não é uma religião constituida, visto que , não tem ritos, cultos, etc...Entretanto é uma doutrina filosófica de efeitos religiosos.
Transcrevo um trecho do livro: Rumos Doutrinários.
Devemos considerar o Espiritismo pelo que ele efetivamente é:uma religião construtiva, de realização no presente e de confiança no futuro.Não estando escravizado a dogmas irracionais, pode o Espiritismo permanecer fiel aos princípios da evolução, seguindo os passos da Ciência, sem jamais perder o contato com a Filosofia , justamente porque é, simultaneamente, Religião, Ciência e Filosofia.
Em se tratando de Doutrina liberal, dinâmica, positiva e absolutamente clara, não se amesquinha em ridìculo sectarismo.
...Olha para as outras religões como um irmão para outros irmãos, embora tenha que precatar-se contra a ação nociva daquelas que , alarmadas com seu progresso e em desespero de causa, busquem coartar-lhe os passos, valendo-se para esse fim de inverdades e de recursos outros contrários aos princípios evangélicos."
Um grande e fraterno abraço!
 
Abraços,
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 04 de Julho de 2011, 21:44
A desculpa dos que querem ver religião onde não existe é o sectarismo mano Luiz.
Ora, toda doutrina tem seus princípios básicos, este, para elas, são tal coo axiomas, logo, não estão a espera de críticas, mudanças ou situações completas pois se acham devidamente provados.
O autor do livro que o amigo trás fala em nome dele, não da doutrina já que não tem essa possibilidade.
Mas, como todos temos o livre arbítrio aceita e segue quem o queira.
abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Silvio Matos em 13 de Janeiro de 2012, 19:29
Obra: O que é o Espiritismo - Ak

"Isso, porém, não é tudo; a certeza da vida futura, o quadro vivo apresentado por
aqueles que nos precederam, mostram a necessidade do bem, e os resultados inevitáveis
do mal. Eis por que, sem ser ele mesmo uma religião, o Espiritismo conduz essencialmente às idéias religiosas; ele as desenvolve em quem não as possui, e as fortifi ca naqueles em que elas são hesitantes. Portanto, a religião encontra nele um apoio, não para aquelas pessoas de visão estreita que a vêem integralmente na doutrina do fogo eterno, mais na letra que na essência, porém para aqueles que a vêem segundo a grandeza e a majestade de Deus".

  "'sem ser ele mesmo uma religião, O Espiritismo conduz essencialmente às idéias religiosas",...

"a religião encontra nele um apoio",.......

Amigos, entendo que Kardec foi claro.

Cicrano apoia Fulano que por sua vez, conduz à Cicrano, todavia, ora bolas, Cicrano continua sendo Cicrano e Fulano,......

abç

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Filósofo em 13 de Janeiro de 2012, 20:36
Olá amigos;

o Espiritismo é uma ciência metafísica de conteúdo ético-filosófico; é verdade, que professa os Princípios Religiosos Universais, da Existência de Deus, da imortalidade da alma, da reencarnação, das penas e recompensas futuras, entre muitos outros; entretanto, isto não faz da Ciência Espírita uma religião, no sentido que comummente se atribui a este termo; no entanto, é tudo uma questão de palavras, pois se se disser, por exemplo, que o Espiritismo, possui o seu lado religioso, no sentido moral do termo, está-se com a verdade.

Cumprimentos.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Everardo Ferreira Araújo em 20 de Janeiro de 2012, 14:32
Lendo os números da Revista Espírita de 1858 a 1862, vi em vários momentos Allan Kardec afirmar que o espiritismo não é uma religião. O trecho que se segue é apenas um exemplo:

"Deixemos, pois, que os zombeteiros riam à vontade, visto ser isso que lhes apraz; fá-lo-ão à custa do espírito. Riem bastante da religião: por que não haveriam de rir do Espiritismo, que é apenas uma ciência?" (destaque nosso) - (Kardec, Allan. Diatribes. Revista Espírita. ANO II MARÇO DE 1859 No 3, pag. 102.)

Eu sou católico e seguidor da doutrina espírita. Sei que há contradições, no entanto, dou prioridade à fé raciocinada e não acredito em vários dogmas, como por exemplo a infalibidade do Papa. Eu poderia ser classificado como um herege. Ainda bem que hoje não há mais as fogueiras da inquisição.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 20 de Janeiro de 2012, 14:45
Mano Everardo,
sobre ser considerado herege, fique tranquilo.
Houve, em certo momento marrom deste país, uma certa reunião católica havida em Petrópolis, que teve por fim fazer todos os Espíritas condenados da igreja.
E assim foi feito através de documento escrito por certo bispo.
Tendo sido convidado a palestrar na cidade de Petrópolis em tempo seguinte, ainda sob o calor da maldição bispal, alguém na entrada do CE, me perguntou como estava me sentindo a pós ter sido excomungado pelo Bispo, e fez a pergunta sabendo que o bispo estava ali perto e escutaria...
Então lhe respondi, olhos fitos no bispo: Estou muito bem, talvez até melhor que antes.
abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 20 de Janeiro de 2012, 15:40
Postagem do Everardo


"Deixemos, pois, que os zombeteiros riam à vontade, visto ser isso que lhes apraz; fá-lo-ão à custa do espírito. Riem bastante da religião: por que não haveriam de rir do Espiritismo, que é apenas uma ciência?"  

Preciso é entender estas palavras
kardec não diz nada contra a religisidade Espírita
Pelo Contrário a escancara.
Chama os agressores a fazer ciência , a investigar os fenômenos,
e isso sem suas idéias pré concebidas e aí apresentarem um resultado que se opõe ao resultado do Espiritismo científico.






Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 20 de Janeiro de 2012, 15:44
Exatamente mano Moisés, a doutrina prega religiosidade e não religião.
por religioso deve-se entender mesmo aqueles que são pontuais em tudo, desde o pagamento de suas prestações até no estudo que façam com perseverança e seriedade.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 20 de Janeiro de 2012, 15:52
Moura

Quando O Evangelh segundo o Espiritismo anunciou
com autoridade;
a União da Ciência e da Religião
e  apresentou estas, como sendo a alavanca que impulsiona a Humanidade
e ainda
esclarecendo que DEus é o autor das leis que regem as realidades fisicas e as realidades morais morais
e que ambas as leis jamais irão se contradizer.

Entendo que a RELIGIÃO que produzirá averdadeira religiosida em nós

ainda não esteva na TErra...

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 20 de Janeiro de 2012, 16:05
Disse o filósofo: "Religião: ópio do povo"
Quando vemos as sangrentas guerras produzidas em nome de pretensa religião observamos o que este tipo de fanatismo pode fazer de mal geral.
A certa etapa do progresso intelecto-moral o homem necessitou de freios.
aliás é exatamente nesses frios e contrapesos que se fundamenta o Direito Inglês ou Common Law", notadamente composto a partir dos códigos de direito Canônico que mesmo o nosso Direito observou.
Entretanto observamos alguns erros de interpretação nos sistemas jurídicos e consta que com originário da consciência humana, a existência destes erros, serve de base para que de tempos em tempos os sistemas de Direito venham se aperfeiçoando.
Só para deixar mais facilitado a todos o ponto sobre o qual conversamos excerto aqui o tema central.

"ALIANÇA DA CIÊNCIA COM A RELIGIÃO
8. A Ciência e a Religião são as duas alavancas da inteligência humana. Uma revela as leis do mundo material, e a outra as leis do mundo moral. Mas aquelas e estas leis, tendo o mesmo princípio, que é Deus, não podem contradizer-se. Se umas forem a negação das outras, umas estarão necessariamente erradas e as outras certas, porque Deus não pode querer destruir a sua própria obra. A incompatibilidade, que se acredita existir entre essas duas ordens de ideias, provém de uma falha de observação, e do excesso de exclusivismo de uma e de outra parte. Disso resulta um conflito, que originou a incredulidade e a intolerância.
São chegados os tempos em que os ensinamentos do Cristo devem receber o seu complemento; em que o véu lançado intencionalmente sobre algumas partes dos ensinos deve ser levantado; em que a Ciência, deixando de ser exclusivamente materialista, deve levar em conta o elemento espiritual; e em que a Religião, deixando de desconhecer as leis orgânicas e imutáveis da matéria, essas duas forças, apoiando-se mutuamente e marchando Juntas, sirvam uma de apoio para a outra. Então a Religião, não mais desmentida pela Ciência, adquirirá uma potência indestrutível, porque estará de acordo com a razão e não se lhe poderá opor a lógica irresistível dos fatos.
A Ciência e a Religião não puderam entender-se até agora, porque, encarando cada uma as coisas do seu ponto de vista exclusivo, repeliam-se mutuamente. Era necessária alguma coisa para preencher o espaço que as separava, um traço de união que as ligas-se. Esse traço está no conhecimento das leis que regem o mundo espiritual e suas relações com o mundo corporal, leis tão imutáveis como as que regulam o movimento dos astros e a existência dos seres. Uma vez constatadas pela experiência dessas relações, uma nova luz se fez: a fé se dirigiu à razão, esta nada encontrou de ilógico na fé, e o materialismo foi vencido.
Mas nisto, como em tudo, há os que ficam retardados, até que sejam arrastados pelo movimento geral, que os esmagará, se quiserem resistir em vez de se entregarem. É toda uma revolução moral que se realiza neste momento, sob a ação dos Espíritos. Depois de elaborada durante mais de dezoito séculos, ela chega ao momento de eclosão, e marcará uma nova era da humanidade. São fáceis de prever as suas consequências: ela deve produzir inevitáveis modificações nas relações sociais, contra o que ninguém poderá opor-se, porque elas estão nos desígnios de Deus e são o resultado da lei do progresso, que é uma lei de Deus."
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 20 de Janeiro de 2012, 16:39
Certo
Comprendido

O fanatismo fere tudo o que encontra pela frente
incluindo e também quem o carrega.

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Everardo Ferreira Araújo em 24 de Janeiro de 2012, 19:42
Mais um exemplo do que Allan Kardec pensa sobre o assunto:

"Do ponto de vista religioso, o Espiritismo tem por base as verdades fundamentais de todas as religiões: Deus, a alma, a imortalidade, as penas e as recompensas futuras; mas é independente de qualquer culto particular. Seu propósito é provar, aos que negam ou duvidam que a alma existe, que ela sobrevive ao corpo, que ela sofre depois da morte as conseqüências ao bem e do mal que fez durante a vida corpórea; ora, isto é de todas as religiões.

Como crença nos espíritos, também não se afasta de qualquer religião, ou de qualquer povo, porque em todo lugar onde há homens há almas ou espíritos; que as manifestações são de todos os tempos, e o relato delas acha-se em todas as religiões, sem exceção. Pode-se, portanto, ser católico, grego ou romano, protestante, judeu ou muçulmano, e acreditar nas manifestações dos espíritos, e conseqüentemente ser Espírita; a prova é que o Espiritismo tem aderentes em todas as seitas." (O Espiritismo em Sua Expressão Mais Simples) - (Retirado de http://www.espirito.org.br/portal/codificacao/se/se-02.html)
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 24 de Janeiro de 2012, 19:59
Exatamente porque serve a todos os homens independente da crença, não é uma religião fechada numa casa.

Não é religião.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: alcidiomichel em 24 de Janeiro de 2012, 23:58
Não é religião, é uma doutrina científica, filosófica e moral.

Sendo religião apenas no sentido filosófico, que é a comunhão de pensamentos.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 25 de Janeiro de 2012, 16:03
A mim é e sempre foi Religião.
e baseado em seus livros.

Fico pensando na palavra "consequências" e "religiosidade" e quem sabe també a palavra "religiosa"....ou as duas ditas juntas.
derivada é a palavra religiosidade de religião,que ela consequentemente assiste ou apresenta-se provindo de  de algum fato...
O fato religioso
separado da parafernalha do uso e da endumentária parafernal que a empresta e que isistentemente a tenta enfeitar

Como uma conclusão

A filosofia que se extrai das pesquisas científicas com muita propriedade
vem acertar, testificar tal disciplina da ciência, seja que ramo for.

Assim é a experiência e o prosceder de quem ama a filosofia  que se aplica conjecturando  em seus  experimentos científicos...empíricos pessoias ou de grupo.

Mas massificar o Espiritismo
naquilo que seus oponentes enchergam e concluem
com maestria e com medo.
seria admitir unicamento aos Espírtas a capacidade de pensar e de raciocinar
sobre as razões das coisas existentes.
quem dirá das palavras.
Sobre o que é e o que não é.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 25 de Janeiro de 2012, 19:22
Mano Moisés, já vimos aqui algumas vezes ser colocado o discurso do codificador onde ele explica que apenas filosoficamente se pode dizer sobre religião.
Logo, não é uma religião com as instituídas.
Todas as vezes que o amigo ver a palavra religiosidade, verá também, e após a ela outra, a seriedade.
É que o codificador diz que por religiosidade se tenha o cumprimento de uma norma essencialmente dentro se seus parâmetros.
é tanto que ele afirma O Espiritismo há de apresentar seus frutos para os que o Estudem, dentro da religiosidade e gravidade que ele contém.
Fala isso quando fala também na perseverança, e é bem esta que firma o sentido para o vocábulo religiosidade.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 25 de Janeiro de 2012, 19:58
Moura

Todas as religiões tem isto
que refere a colocação de kardec

Tanto que kardec colocou.

Ou temos nas outras religiões a visão de que elas não buscam em suas práticas as suas seriedades.

será?

Ainda penso que o estudo que kardec se refere é essencialmente indispensável
aquele que pratica, que é o móvel grave e principal.
Pois estudamos tantos assuntos , aprendemos e sabemos que não é de nossa competência praticar.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 25 de Janeiro de 2012, 20:03
Moura
Não tenho nenhuma pressa em esgotar todas as possibilidades,
jamais com intenção de confrontar...
tipo inimizade.

além de acessar gratuitamente seu banco de memória

compreende?
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Diegas em 25 de Janeiro de 2012, 22:25
Olá


Em resposta ao titulo, e sabendo que Religião (maiuscula) significa ligar-se a Deus, evidente que o Espiritismo é Religião por que a base encontra-se apoiada no Evangelho (temos até um livro denominado 'O Evangelho Segundo o Espiritismo').

Necessário que separemos o conceito Religião das religiões - estas ultimas não passam de instituições construidas com a precariedade humana.

Então, conforme a codificação é triplice: Ciencia, Religião e Filosofia.



Abç
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: alcidiomichel em 26 de Janeiro de 2012, 00:06
Peço que os que defendem o Espiritismo como religião, que tragam qualquer texto da codificação que fale isso. Na verdade não há, pois o único texto que admite o Espiritismo como religião é o que Kardec fala que no sentido filosófico ele é religião.

Peço também que me tragam o texto(contido na codificação) onde está escrito que o Espiritismo tem um tríplice aspecto de ciência, filosofia e religião.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: alcidiomichel em 26 de Janeiro de 2012, 00:40
Kardec faz uma refutação sobre um artigo do "Jornal Universo" feito pelo Abade Chesnel:

Revista Espírita de 1859 de julho:

[...]De resto, senhor Abade, minha intenção não é fazer aqui um curso de Espiritismo, nem
discutir-lhe o erro nem a verdade. Ser-me-ia preciso, como disse sempre, lembrar os
inumeráveis fatos que citei na Revista Espírita, assim como as explicações que lhes dei em
meus escritos. Chego, pois, à parte de vosso artigo que me parece a mais grave. Intitulastes vosso artigo: Uma religião nova em Paris. Supondo que tal fosse, com efeito, o caráter do Espiritismo, haveria aí um primeiro erro, tendo em vista que está longe de se circunscrever a Paris. Ele conta vários milhões de adeptos, espalhados nas cinco partes do mundo, e Paris não lhe foi o foco primitivo. Em segundo lugar, é uma religião? Tratarei de mostrar o contrário.

...O Espiritismo, melhor observado depois que foi vulgarizado, vem lançar a luz sobre uma multidão de questões até aqui insolúveis ou mal resolvidas. Seu verdadeiro caráter é, pois, o de uma ciência e não de uma religião, e a prova disso é que conta, entre seus adeptos, com homens de todas as crenças...

...O Espiritismo não é, pois, uma religião: de outro modo teria seu culto,
seus templos, seus ministros...

...O senhor abade Chesnel se esforça sempre por provar que o Espiritismo é, deve ser e não pode ser senão uma religião nova, porque dele decorre uma filosofia, e que se ocupa da constituição física e moral dos mundos. Nessa conta, todas as filosofias seriam religiões...

...O Espiritismo, como eu disse, está fora de todas as crenças dogmáticas, com as quais não se preocupa; não o consideramos senão como uma ciência filosófica, que nos explica uma multidão de coisas que não compreendemos, e, por isso mesmo, em lugar de abafar em nós as idéias religiosas, como certas filosofias, fá-las nascer naqueles em que elas não existem; mas se quereis, por toda a força, elevá-lo à categoria de uma religião, vós mesmos o empurrais para um caminho novo[...]Allan Kardec.

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Diegas em 26 de Janeiro de 2012, 10:32
Kardec faz uma refutação sobre um artigo do "Jornal Universo" feito pelo Abade Chesnel...'

Olá

E Kardec fez muito bem em refutar.

O seu interlocutor - um abade - é aquele tipo de homem que mentalmente acredita ser o missionario escolhido e a sua ordem monastica representar a cabeça e o corpo do Cristo. Há religiosos que se convenceram que se assentaram no trono divino, veem-nos, de longe, do alto da sua 'igrejinha-mater'. Nos tempos atuais ainda persistem essas figuras extravagantes, verdadeiros astronautas - com suas vestimentas espalhafatosas - no comando de uma população fiel às bizarrices que pregam.

Jamais o Espiritismo pode ser tido como religião (minusculo) a concorrer com as instituições humanas.


PS: Não preciso citar trechos da codificação para validar minha opinião, a imitar os exegetas biblicos que não se entendem e só enxergam pingos nos is.



Abç
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: maria.ma@ em 26 de Janeiro de 2012, 12:14
A doutrina é o que a maioria dos encarnados ainda não percebeu, e por isso, perdem-se em considerações fúteis...

O sonambulismo natural ou artificial, o êxtase e a dupla vista são apenas variedades ou modificações de uma mesma causa. Esses fenômenos, assim como os sonhos, estão na lei da natureza; eis por que existiram desde todos os tempos. A história nos mostra que foram conhecidos e até mesmo explorados desde a mais alta Antigüidade e neles está a explicação de diversos fatos que os preconceitos fizeram considerar sobrenaturais.

O Espiritismo, tendo por objeto o estudo de um dos elementos constitutivos do Universo, toca forçosamente na maior parte das ciências; só podia, portanto, vir depois da elaboração delas; nasceu pela força mesma das coisas, pela impossibilidade de tudo se explicar com o auxílio apenas das leis da matéria.

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 26 de Janeiro de 2012, 13:56
Diegas,
parece-me que o amigo não estudou latim....
Religião vem de Religio, ones, ones, que em nada tem a ver com outro verbo, este o religare, que sim quer dizer sobre religar.
O primeiro verbo está na quarta declinação e não poderia se juntar a um verbo da segunda declinação.
Em segundo plana há ainda a explicação de que não se pode "religar nada que não esteja ligado, ora diz a doutrina: O Conhecimento de Deus está insculpido em nossas consciências o que prova que o homem sempre estará ligado a este conhecimento que, sendo de Deus, a Ele também liga o homem.
Os roustainguistas é quem inventaram essa ligação ou religação que não existe.
Abraços,
Moura

Olá


Em resposta ao titulo, e sabendo que Religião (maiuscula) significa ligar-se a Deus, evidente que o Espiritismo é Religião por que a base encontra-se apoiada no Evangelho (temos até um livro denominado 'O Evangelho Segundo o Espiritismo').

Necessário que separemos o conceito Religião das religiões - estas ultimas não passam de instituições construidas com a precariedade humana.

Então, conforme a codificação é triplice: Ciencia, Religião e Filosofia.



Abç
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 26 de Janeiro de 2012, 15:02
Obras Póstumas

Manifestações dos Espíritos
Caráter e conseqüências religiosas das manifestações espíritas


3. Todas as religiões têm por base a existência de Deus, e por objetivo o futuro do homem depois da morte. Esse futuro, que é para o homem de um interesse capital, está necessariamente ligado à existência do mundo invisível; também o conhecimento desse mundo foi feito, em todos os tempos, o objeto de suas pesquisas e de suas preocupações. Sua atenção, naturalmente, foi levada sobre os fenômenos tendentes a provarem a existência desse mundo, e deles não há, mais concludentes, do que a manifestação dos Espíritos, pelas quais os próprios habitantes do mundo revelam a sua existência; foi por isso que esses fenômenos se tornaram a base da maioria dos dogmas de todas as religiões.

Bom!
Se é uma questão de todas as religiões
e o Espiritism apresenta suas posições referente as estas capitais questões !

Partido político é que não é.

(vamos indo por eliminação)
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 26 de Janeiro de 2012, 15:20
Moisés meu mano, pegue um livro de doutrina.
OP não é senão um livro que foi levado a prelo depois da morte de Kardec e que contém muitas notas e artigos não passados pelo CUEE
Não é o caso desta, porém aqui Kardec não fala senão em outras religiões, pois que ele mesmo diz que apenas filosoficamente se pode dizer Espiritismo como Religião.
Abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 26 de Janeiro de 2012, 15:35
Moura

Viva o Palmeiras Palestra
"mano" é rótuo alvi negro aqui em são paulo...(brincadeira)
tratas todos muito bem.

TU sabia que tem pessoas que ismiuçam os livros codificados e as revues espírtas
e não conseguem aplicar esta filosofia em sua vida...
digo, não  amam a sabedoria

eu penso que isto é uma ofensa a religião

O que você acha?

uma pergunta!

Já que a cosequencia leva a religiosidade, o que vem a ser na integra o apontamento;
"Filosoficamente"?

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 26 de Janeiro de 2012, 16:00
Eu uso o "mano", desde que este termo era apenas para identificar o irmão que temos e do qual gostamos muito, é assim que trato meus irmãos familiares até hoje.

Em Sampa, já se tempos, a periferia escolheu os termos mano e mina, como uma gíria que identifica aos homens da turma e as meninas desta turba.
Dizem eles: "Os manu e as mina". hehehe

E tens razão mano Moisés, uns poucos usam do conhecimento que lhes poderia advir do estudo da RE e das obras básicas, apenas para causar polêmicas estéreis, demonstrando que não compreenderam aquilo que leram.
Daí a necessidade de haver um "chato sem galochas" para lhes explicar reiteradamente as mesmas coisas.
Fico feliz em ser um destes sabes?

sobre a tua pergunta final:
"Filosofia (do grego Φιλοσοφία, literalmente «amor à sabedoria») é o estudo de problemas fundamentais relacionados à existência, ao conhecimento, à verdade, aos valores morais e estéticos, à mente e à linguagem.
Ao abordar esses problemas, a filosofia se distingue da mitologia e da religião por sua ênfase em argumentos racionais; por outro lado, diferencia-se das pesquisas científicas por geralmente não recorrer a procedimentos empíricos em suas investigações. Entre seus métodos, estão a argumentação lógica, a análise conceptual, as experiências de pensamento e outros métodos a priori."
É assim que tomo a filosofia.
Abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 26 de Janeiro de 2012, 16:15
Moura

é assim mesmo
hoje se chamarmos,( eu não , pois não tenho mais dade para isto) uma garota de mina, ela nos dirá que estamos atrás de um barranco
é de onde brotam as minas (d'águas).

mas,

...Ao abordar esses problemas, a filosofia se distingue da mitologia e da religião por sua ênfase em argumentos racionais

Moura
sendo a filosofia justamente a disciplina, a escola, o aplicar desta ferramenta ,
pela ação da mente....do pensamento...do inividuo e das suas conjecturas.

não ficaria o filosofar o extrair da religião a mitologia e o papel que esta lhe fez servindo-a no tempo que lhe coube?

A Filosofia filtra, purificando.


Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 26 de Janeiro de 2012, 16:30
Exatamente mano Moisés!
E nesse ponto o Espiritismo age como filtro para a pureza dos ensinamentos de motivo moral, quando desveste o pensamento primordial contido em algumas passagens da bíblia daquilo que era puramente acessório e atinente apenas ao tempo em que foram colocados.
Assim caem as alegorias e fica apenas o sumo da mensagem.
Nesse sentido se pode chamá-lo de Religião.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 26 de Janeiro de 2012, 17:00
É!

Vale a pena questionar.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mr.Kite em 26 de Janeiro de 2012, 19:54
Então creio que sob alguns aspectos É religião, sob outros NÃO É, de modo que eu, humildemente, o classificaria como uma Religião sui generis.

Abraços!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Le em 26 de Janeiro de 2012, 20:28
Caros companheiros

Estranho que ainda continue este debate.

Porquê não compulsarem um dicionário ou uma enciclopédia e verificarem co significado da palavra "Religião" e após isso analisarem se os preceitos doutrinários se enquadram de forma a que se possa dizer que Espiritismo é uma "religião".

Se fosse levado a enquadrar-se nas religiões o Epiritismo seria mais uma no conjunto de tantas e tão diversas religiões.

Mas não é.

Poderemos nós, todos e cada um, querer que algo seja uma determinada coisa que isso não fará com que lea seja o que pretendemos que seja. Ela será sempre o que é.

Cumprimentos e desejos de muoita paz.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 26 de Janeiro de 2012, 20:40
LE

Quando se diz uma se diz mais uma...

Quando se diz Religião
não é por causa das enciclopédias e dos dicionários

Creio que estes acima não são os Livros conhecidos como Sagrados e nem os ditos de revelação,quem dirá Doutrinários.

É buscar o entendimento com toda a nossas forças, capacidades e dedicação,por isso precisamos do empenho, opinião e participação de todos

É uma prazer queimar neurônios para uns...para outros não
tem que ser papinha pronta.

O que se coloca em teste é justamente a convicção de cada um , que é intransferivel...é pessoal...Modificavel até, mas pessoal.

deixa agente discutir só um pouco ...vai
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Wla em 26 de Janeiro de 2012, 20:43
Religião
re.li.gião

sf (lat religione) 1 Serviço ou culto a Deus, ou a uma divindade qualquer, expresso por meio de ritos, preces e observância do que se considera mandamento divino. 2 Sentimento consciente de dependência ou submissão que liga a criatura humana ao Criador. 3 Culto externo ou interno prestado à divindade. 4 Crença ou doutrina religiosa; sistema dogmático e moral. 5 Veneração às coisas sagradas; crença, devoção, fé, piedade. 6 Prática dos preceitos divinos ou revelados. 7 Temor de Deus. 8 Tudo que é considerado obrigação moral ou dever sagrado e indeclinável. 9 Ordem ou congregação religiosa. 10 Ordem de cavalaria. 11 Caráter sagrado ou virtude especial que se atribui a alguém ou a alguma coisa e pelo qual se lhe presta reverência. 12 Conjunto de ritos e cerimônias, sacrificais ou não, ordenados para a manifestação do culto à divindade; cerimonial litúrgico. 13 Filos Reconhecimento prático de nossa dependência de Deus. 14 Filos Instituição social com crenças e ritos. 15 Filos Respeito a uma regra. 16 Sociol Instituição social criada em torno da idéia de um ou vários seres sobrenaturais e de sua relação com os homens. 17 Mística ou ascese. R. do caboclo, Reg (Rio de Janeiro): prática feiticista negra a que se misturam entidades da mística ameríndia. R. do Estado: a professada oficialmente por um Estado sem que, com isso, seja proibida ou impedida a prática das outras. R. natural: a que se baseia somente nas inspirações do coração e da razão, sem dogmas revelados; a religião dos povos primitivos. R. naturalista: veneração ou adoração religiosa da natureza nos animais, nos astros etc.; panteísmo. R. reformada: o mesmo que igreja reformada. R. revelada: a que, como o cristianismo, se baseia numa revelação divina conservada pelas Escrituras Sagradas e pela tradição. Ciência das religiões: estudo das religiões como fenômeno humano universal; pode-se considerar seu aspecto histórico (história das religiões), psíquico (psicologia da religião) e social (sociologia da religião). Filosofia da religião: tratado das questões relativas à sua essência e verdade.


Se levarmos em consideração que a palavra "doutrina" faz parte de qualquer religião em si, porquanto cada uma tem seus ensinamentos, crenças e rituais, considero sim o Espiritismo uma religião. acho meio caidona essa de "espiritismo não é religião, é uma doutrina". Claro que é uma doutrina, são ensinamentos. E ensinamentos que, convenhamos, não deixam de ser religiosos.

Mas e aí, quais os requisitos para intitular uma doutrina de caráter religioso, uma Religião? Por que tantos espíritas fazem questão de dizer que estamos em uma doutrina e não religião? Quais os aspectos ruins da religião são inexistentes no espiritismo para que ele seja classificado apenas como doutrina?

Agora pronto, tô cheia de dúvida ;D

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 26 de Janeiro de 2012, 21:05
rsrssrs

creio que não

Tá bem segura.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Wla em 26 de Janeiro de 2012, 21:10
oi?
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 26 de Janeiro de 2012, 21:13
Gostei do seu depoimento.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Wla em 26 de Janeiro de 2012, 21:16
Ah! Tonta ;D 
Poxa, obrigada.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mr.Kite em 26 de Janeiro de 2012, 21:48
Penso de forma parecida com a Wla.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: kedima em 26 de Janeiro de 2012, 21:52
Boa Noite queridos :)

Se religião significa religar se com Deus e a doutrina espirita nos ensina estar conectados com ele, entao pode se dizer que sim nao??

Que tenham uma linda semana, cheio de boas energias :)
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Edil Curvelo em 26 de Janeiro de 2012, 22:19
Boa Noite queridos :)

Se religião significa religar se com Deus e a doutrina espirita nos ensina estar conectados com ele, entao pode se dizer que sim nao??

Que tenham uma linda semana, cheio de boas energias :)

É justamente neste ponto que sempre questionei o termo "religião". É possível realmente estar desligado de Deus? Afinal tudo é Deus e ele está dentro de nós. Fazer alguém crer que está desligado de Deus já torna a dita religião suspeita. O que precisamos é de evolução, e não de religação, pois creio que no seio de Deus sempre estivemos e sempre estaremos. Não vejo como ser de outra forma.

Um abraço,
Edil
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Le em 26 de Janeiro de 2012, 23:59
Pois é meu caro Moisés, mais uma omo referiu.

Pode o irmão até crer que a Terra gira à volta do sol que isso não fará que ela continue girando em torno do sol.

Nem tudo  é como queremos ou entendemos que seja.

O codificador o disse: Espiritismo não é uma religião. Poderia sim ser A RELIGÃO.

O facto de no Brasil, por questão de sobfrevivência do movimento, este ter, junto das autoridades da época, legalizado o movimento como sendo religião não altera o conteúdo do codificador.

Fique na paz
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Everardo Ferreira Araújo em 27 de Janeiro de 2012, 11:27

Se levarmos em consideração que a palavra "doutrina" faz parte de qualquer religião em si, porquanto cada uma tem seus ensinamentos, crenças e rituais, considero sim o Espiritismo uma religião. acho meio caidona essa de "espiritismo não é religião, é uma doutrina". Claro que é uma doutrina, são ensinamentos. E ensinamentos que, convenhamos, não deixam de ser religiosos.

Mas e aí, quais os requisitos para intitular uma doutrina de caráter religioso, uma Religião? Por que tantos espíritas fazem questão de dizer que estamos em uma doutrina e não religião? Quais os aspectos ruins da religião são inexistentes no espiritismo para que ele seja classificado apenas como doutrina?

Agora pronto, tô cheia de dúvida ;D


Toda religião é uma doutrina, mas nem toda doutrina é uma religião. Insisto que o espiritismo não é uma religião, primeiro, porque está nos ensinamentos doutrinários deixados por Kardec; segundo, porque seus ensinamentos podem ser partilhados por adeptos de religiões sem que por isso deixam de professá-las; e, terceiro, porque não tem nenhum aspecto institucional, como estrutura hierárquica ou forma de nomeação de sacerdotes.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 27 de Janeiro de 2012, 12:04
Se formos pelo seu caminho maninha Wla, teremos também as doutrinas do Direito, da Engenharia, da física, também como religiões...
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: alcidiomichel em 28 de Janeiro de 2012, 18:17
Se religião significa religar, então é mais um motivo para o Espiritismo não ser religião, pois o Espiritismo nos ensina que jamais estivemos separados de Deus.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 28 de Janeiro de 2012, 19:02
Será?

Então aque nos refere as questões morais?

Faz diferença?

Pra que nos esforçarmos aos propósits da evolução
se lea nos atropelará de toda a forma?

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 28 de Janeiro de 2012, 19:26
Amados,
Falo do que penso,...
Prefiro encarar o Espiritismo como filosofia, assim como o Cristo de Deus...
Porque o Cristo de Deus?
Porque não gosto da forma que deram ao Cristo, religião...
Nem gosto da forma que deram ao cristianismo como religião...
Nem gosto da forma que tentam dar ao Espiritismo, como religião...
Saúde e Paz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Wla em 28 de Janeiro de 2012, 19:30
Se formos pelo seu caminho maninha Wla, teremos também as doutrinas do Direito, da Engenharia, da física, também como religiões...
Abraços,
Moura

No entanto, as doutrinas do direito, engenharia e física não são de cunho espiritual/religioso.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Wla em 28 de Janeiro de 2012, 19:33
Se religião significa religar, então é mais um motivo para o Espiritismo não ser religião, pois o Espiritismo nos ensina que jamais estivemos separados de Deus.

Se o Espiritismo ensina, ele pode e religa muitas pessoas a Deus a partir da leitura de Kardec e do contato com o espiritismo em se tratando de alguém que não o conhecia.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Wla em 28 de Janeiro de 2012, 19:36
Amados,
Falo do que penso,...
Prefiro encarar o Espiritismo como filosofia, assim como o Cristo de Deus...
Porque o Cristo de Deus?
Porque não gosto da forma que deram ao Cristo, religião...
Nem gosto da forma que deram ao cristianismo como religião...
Nem gosto da forma que tentam dar ao Espiritismo, como religião...
Saúde e Paz!

Gostei das suas idéias. Estão me fazendo refletir.

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 28 de Janeiro de 2012, 19:41
Se formos pelo seu caminho maninha Wla, teremos também as doutrinas do Direito, da Engenharia, da física, também como religiões...
Abraços,
Moura

Amado Irmão Moura,
Penso muito nesse argumento, e encontro o seguinte entendimento pessoal...
Deus está em cada nano de milésimo de tudo no universo... Pensante, sólido e ou fluídico...
Não penso Um deus para a "doutrinas do Direito, da Engenharia, da física," ... Um advogado sem Deus no coração, faz uso das brechas da lei para livrar concientemente seu cliente, e ainda se vangloria de ter feito o melhor para seu cliente, pode até ser legal, mas é imoral...
Em sendo imoral, tem que pensar em deuses diferentes e ainda combate o mito.
Saúde e Paz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 28 de Janeiro de 2012, 19:52
Filhodobino

Amados,
Falo do que penso,...
Prefiro encarar o Espiritismo como filosofia, assim como o Cristo de Deus...
Porque o Cristo de Deus?
Porque não gosto da forma que deram ao Cristo, religião...
Nem gosto da forma que deram ao cristianismo como religião...
Nem gosto da forma que tentam dar ao Espiritismo, como religião...
Saúde e Paz!

Mas todos falam o que pensam
disto não restará dúvidas
se bem que muitos falam só o que os outros pensam
Mas,
Não é o que nós queremos falar ou fazer mesmo que de direito isto ninguem negará,
que faça então.

Mas creio eu que é mais do que isto.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 28 de Janeiro de 2012, 20:02
Citar
Mas todos falam o que pensam
disto não restará dúvidas
se bem que muitos falam só o que os outros pensam

Perdão, irmão Moisés, mas notei uma lacuna...
cito-a:
Muitos falam até sem pensar... outros pensam falam mas não fazerm nenhuma reflexão, estão no automático...
Refletindo muitas vezes é melhor refletir no que os outros pensam e falam que falar pensando e ou falar sem pensar.
Reflitamos...
Se Agostinho, não tivesse refletido, teria sido ele apenas Agostinho e não o Santo Agostinho, e Tereza não teria passado de Tereza...
Se Saulo não tivesse refletido na voz, e ter tido o tempo de cego para refletir, teria continuado a ser Saulo, não teria sido o São Paulo, nem teriamos o estado mais rico da nação nem a grande cidade, ou a teriamos com outro nome...
Convido novamente reflitamos...
Saúde e Paz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 28 de Janeiro de 2012, 20:18
Filhodobino
Porque o Cristo de Deus?
Porque não gosto da forma que deram ao Cristo, religião...
Nem gosto da forma que deram ao cristianismo como religião...
Nem gosto da forma que tentam dar ao Espiritismo, como religião...

Poderia me explicar mais um pouco do seu pensar
pois deste margem não a uma lacuna
mas
a inúmeras cogitações.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: alcidiomichel em 28 de Janeiro de 2012, 20:52
Para os que querem transformar o Espiritismo em religião:

Do livro "O Que é Espiritismo":

"Para responder, desde agora e sumariamente, à questão formulada no
título deste opúsculo, nós diremos que:

O Espiritismo é ao mesmo tempo uma ciência de observação e uma
doutrina filosófica. Como ciência prática, ele consiste nas relações que
se podem estabelecer com os Espíritos; como filosofia, ele compreende
todas as conseqüências morais que decorrem dessas relações.

Pode-se defini-lo assim:

O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, da origem e da
destinação dos Espíritos, e das suas relações com o mundo corporal."Allan Kardec




Pergunto amigos, será que os Espíritos Superiores escolheram mal ao escolher Kardec para definir o que é Espiritismo?
Será que a nossa compreensão sobre essa questão é maior que a do codificador?

Por fim, será que "nós" não estamos seguindo o que os antigos faziam com as suas doutrinas, mudando seu rumo(adulterando), estaremos nós auxiliando a desfiguração da Doutrina Espírita. Será tão difícil seguir o que a Doutrina diz?!

Acho que ao invés de tentar desfigurará-la devemos seguir seus princípios ou estaremos sempre na mesma, apontando erros e fazendo que a Doutrina fique do jeito que a gente gostaria que fosse(como fizeram com a Bíblia).

Devemos aceitar a Doutrina como ela foi escrita ou devemos criar outra a nosso gosto.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 28 de Janeiro de 2012, 20:59
Alcídio

É bom citar kardec, pesquisar, investigar...enfim
estamos estudando

Mas carater central não é fechar questão, mas abrir possibilidades,
ampliar horizontes...

se não agente senta e se acomoda

rsrsrsr

Não é fácil compreender esta religião
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 28 de Janeiro de 2012, 21:12
...o Espiritismo é, assim, uma religião?
Sim, sem dúvida, senhores: No sentido filosófico o Espiritismo é uma religião, e disso nos honramos, pois que é a doutrina que funda os laços da fraternidade e da comunhão de pensamentos não em uma simples convenção, mas sobre a mais sólida das bases: as próprias leis da Natureza.

    Por que então declaramos que o Espiritismo não era uma religião? Pela razão de que há apenas uma palavra para exprimir duas idéias diferentes, e que, segundo a opinião geral, o termo religião é inseparável da noção de culto, evocando unicamente uma idéia de forma, com o que o Espiritismo não guarda qualquer relação. Se se tivesse proclamado uma religião, o público nele não veria senão uma nova edição, ou uma variante, se quisermos, dos princípios absolutos em matéria de fé, uma casta sacerdotal com seu cortejo de hierarquias, cerimônias e privilégios; não o distinguiria das idéias de misticismo e dos enganos contra os quais se está freqüentemente bem instruído.

Não apresentando nenhuma das características de uma religião, na acepção usual da palavra, o Espiritismo não poderia nem deveria ornar-se de um título sobre cujo significado inevitavelmente haveria mal-entendidos. Eis porque ele se diz simplesmente uma doutrina filosófica e moral."

Kardec
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 28 de Janeiro de 2012, 21:21
...o Espiritismo é, assim, uma religião?
Sim, sem dúvida, senhores: No sentido filosófico o Espiritismo é uma religião, e disso nos honramos, pois que é a doutrina que funda os laços da fraternidade e da comunhão de pensamentos não em uma simples convenção, mas sobre a mais sólida das bases: as próprias leis da Natureza.

    Por que então declaramos que o Espiritismo não era uma religião? Pela razão de que há apenas uma palavra para exprimir duas idéias diferentes, e que, segundo a opinião geral, o termo religião é inseparável da noção de culto, evocando unicamente uma idéia de forma, com o que o Espiritismo não guarda qualquer relação. Se se tivesse proclamado uma religião, o público nele não veria senão uma nova edição, ou uma variante, se quisermos, dos princípios absolutos em matéria de fé, uma casta sacerdotal com seu cortejo de hierarquias, cerimônias e privilégios; não o distinguiria das idéias de misticismo e dos enganos contra os quais se está freqüentemente bem instruído.

Não apresentando nenhuma das características de uma religião, na acepção usual da palavra, o Espiritismo não poderia nem deveria ornar-se de um título sobre cujo significado inevitavelmente haveria mal-entendidos. Eis porque ele se diz simplesmente uma doutrina filosófica e moral."

Kardec
concordo.
Saúde e Paz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 28 de Janeiro de 2012, 21:27
Filhodobino
Porque o Cristo de Deus?
Porque não gosto da forma que deram ao Cristo, religião...
Nem gosto da forma que deram ao cristianismo como religião...
Nem gosto da forma que tentam dar ao Espiritismo, como religião...

Poderia me explicar mais um pouco do seu pensar
pois deste margem não a uma lacuna
mas
a inúmeras cogitações.

Amado,
Não posso evitar gerar cogitações, posto que não posso ensinar ninguém a pensar por mim...
Assim, não tenho como lidar com as ditas cujas, pois não posso conhecer seus pensamentos nem as bases em que se assentam as lógicas e razões que são suas e tão somente suas ou seja a sua essência...
Quanto ao que penso fui claro, não sei como explicar melhor, a não ser que embrenhemos por um mar de conceitos sobre mentalismos e metáforas, caminho que não nos conduzirá a nenhum lugar...
De suas cogitações, respeito todas de forma irreversível,  das minha sou claro como posso, se não fui mais claro, perdão, pela minha falta de capacidade de ser claro. Tentarei sinceramente ser mais específico na próxima, senão desvirtuaremos o tópico.
Saúde e Paz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 28 de Janeiro de 2012, 23:04
Então tá

Prosseguirei andando
Abraços
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Kazaoka em 29 de Janeiro de 2012, 00:05
Moises, acho que o pensamento do Bino pode ser melhor compreendido analisando a colocação dada por Simeão (Espírito) na mensagem (Pelas suas obras é que se reconhece o cristão) ditada por ele e que faz parte do cap XVIII do OESE

Para ilustrar o que estamos a afirmar transcrevemos parte daquela mensagem:
"O Cristianismo, qual o fizeram há muitos séculos, continua a pregar essas virtudes divinas; esforça-se por espalhar seus frutos, mas quão poucos os colhem! A árvore é boa sempre, porém maus são os jardineiros. Entenderam de moldá-la pelas suas idéias; de talhá-la de acordo com as suas necessidades; cortaram-na, diminuíram-na, mutilaram-na; tomados estéreis, seus ramos não dão maus frutos, porque nenhuns mais produzem."

A opinião do Bino vai de encontro com a preocupação de Simeão e que já tinha sido preocupação, também, dos Cátaros por volta do século X e de tantos outros, inclusive Paulo de Tarso e Pedro (pai da igreja) quando o Cristianismo ainda vivia sua infância de pureza.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Kazaoka em 29 de Janeiro de 2012, 00:29
Quanto à pergunta principal do tópico, se o Espiritismo é ou não religião, afirmo categoricamente que sim. Pois tudo que visa religar o homem com o Criador é, por isso, religião (do latim religare). E é isso que a DE almeja, é dar ao homem explicações sobre a origem e causas da natureza humana e a tendência natural de busca ao aperfeiçoamento que faz reaproximar a criatura ao Criador.

Deus, como pai amoroso, permite que o filho se afaste debalde os seus esforços para que isso não aconteça. Mas, quando o filho faminto e estropiado, conduzido pelo anjo guardião, vestido da túnica que envergam todos os trabalhadores do Senhor à casa volta, e lá está o Pai amoroso de braços abertos a recebê-los. O filho senti poder desligar-se do pai mas, o Pai de amor e misericórdia nunca desliga do filho.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Kazaoka em 29 de Janeiro de 2012, 00:39
Nós, como jardineiros da árvore de vida, esperança e fé, que é o que oferece o fruto desta frondosa árvore chamada cristianismo e que cobre parte do mundo. Devemos ser cuidadosos com o tratamento que lhe empregamos, acima de tudo devemos ser fiel ao que a plantou e que nos orientou de como cuidá-la para sempre produzir seus frutos, frutos de vida, esperança e fé.

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 29 de Janeiro de 2012, 13:01
Olá kazaoka

Independente das assossiações com as respostas do Bino
gostei das suas colocações
compreendi bem
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: alcidiomichel em 29 de Janeiro de 2012, 13:28
...o Espiritismo é, assim, uma religião?
Sim, sem dúvida, senhores: No sentido filosófico o Espiritismo é uma religião, e disso nos honramos, pois que é a doutrina que funda os laços da fraternidade e da comunhão de pensamentos não em uma simples convenção, mas sobre a mais sólida das bases: as próprias leis da Natureza.

    Por que então declaramos que o Espiritismo não era uma religião? Pela razão de que há apenas uma palavra para exprimir duas idéias diferentes, e que, segundo a opinião geral, o termo religião é inseparável da noção de culto, evocando unicamente uma idéia de forma, com o que o Espiritismo não guarda qualquer relação. Se se tivesse proclamado uma religião, o público nele não veria senão uma nova edição, ou uma variante, se quisermos, dos princípios absolutos em matéria de fé, uma casta sacerdotal com seu cortejo de hierarquias, cerimônias e privilégios; não o distinguiria das idéias de misticismo e dos enganos contra os quais se está freqüentemente bem instruído.

Não apresentando nenhuma das características de uma religião, na acepção usual da palavra, o Espiritismo não poderia nem deveria ornar-se de um título sobre cujo significado inevitavelmente haveria mal-entendidos. Eis porque ele se diz simplesmente uma doutrina filosófica e moral."

Kardec


Amigo Moisés, a tradução que tenho(tradução de Salvador Gentile) é diferente da sua, que fala que o Espiritismo não era religião, a que tenho fala que o Espiritismo não é uma religião. Vou procurar o original em francês.


Por que, pois, declaramos que o Espiritismo não é uma religião? Pela razão de que não há senão uma palavra para expressar duas idéias diferentes, e que, na opinião geral, a palavra religião é inseparável da de culto; que ela desperta exclusivamente uma ideia de forma, e que o Espiritismo não a tem. Se o Espiritismo se dissesse religião, o público não veria nele senão uma nova edição, uma variante, querendo-se, dos princípios absolutos em matéria de fé; uma casta sacerdotal com um cortejo de hierarquias, de cerimônias e de privilégios; não o separaria das idéias de misticismo, e dos abusos contra os quais a opinião freqüentemente é levantada.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: alcidiomichel em 29 de Janeiro de 2012, 13:52


http://www.opiniaoespirita.org/downloads/revue_spirite_1868.pdf


Pourquoi donc avons-nous déclaré que le Spiritisme n'est pas une
religion ? Par la raison qu'il n'y a qu'un mot pour exprimer deux idées
différentes, et que, dans l'opinion générale, le mot religion est
inséparable de celle de culte ; qu'il réveille exclusivement une idée de
forme, et que le Spiritisme n'en a pas. Si le Spiritisme se disait religion,
le public n'y verrait qu'une nouvelle édition, une variante, si l'on veut,
des principes absolus en matière de foi ; une caste sacerdotale avec son
cortège de hiérarchies, de cérémonies et de privilèges ; il ne le séparerait
pas des idées de mysticisme, et des abus contre lesquels l'opinion s'est
souvent élevée.

Tradução(google tradutor):


Por que nós dissemos que o Espiritismo não é uma
religião? Pela razão de que só existe palavra para expressar duas idéias
diferentes, e que, na opinião geral, a palavra religião é
inseparável da de culto que desperta apenas uma idéia
forma, o Espiritismo e não faz. Se o Espiritismo é religião, disse,
o público não haveria uma nova edição, uma variante, se quiser,
princípios absolutos em matéria de fé, uma casta sacerdotal com o seu
atendente hierarquias, cerimônias e privilégios, seria separar o
não idéias de misticismo, e abusos contra a qual o parecer foi
muitas vezes elevados.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 29 de Janeiro de 2012, 13:54
Palavras de Leon Denis


 "a verdade assemelha-se às gotas de chuva que tremem na extremidade de um ramo; enquanto ali estão suspensas, brilham como diamantes puros no esplendor do dia; quando tocam o chão, misturam-se com todas as impurezas. Tudo o que nos chega do Alto corrompe-se ao contato com a terra; até o íntimo do santuário o homem levou suas paixões; as suas concupiscências, as suas misérias morais. Assim em cada religião o erro, fruto da terra, mistura-se à verdade que é o bem dos céus"
 Léon Denis. Depois da Morte e a existência da Reencarnação, p.14-15. São Paulo: Editora HEMUS, 1972.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 29 de Janeiro de 2012, 14:29
Hebe

Sou fã de Leon Denis e te agradeço a postagem

A de se convir que parte do que ele fala lhe serve de parâmetro e direcionamento
quanto a DE, e parte não.

Aja visto as citações postadas de Leon Denis nas questões sobre Colônias Espirituais, que  nos silenciam nos vislumbre ou o calamos na imaginação.


..............

Alcídio

Importantes as suas observações
pois se nem existia como poderia ter sido?
e vir a ser o naõ ser, realmente pode-se apontar o que não é.

Mesmo que duas idéias sejam representadas pela mesma" palavra"

Alcídio
para este trecho você possue a tradução?

"...o Espiritismo é, assim, uma religião?
Sim, sem dúvida, senhores: No sentido filosófico o Espiritismo é uma religião, e disso nos honramos, pois que é a doutrina que funda os laços da fraternidade e da comunhão de pensamentos não em uma simples convenção, mas sobre a mais sólida das bases: as próprias leis da Natureza."

.....

(PS. eu não entendo francês !!
mas confio na sua pesquisa.)

........

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 29 de Janeiro de 2012, 14:49
Chamo a atenção dos amigos, para o fato de Leon Denis, não fazer doutrina mesmo tendo sido companheiro de kardec.
Herculano diz que nem mesmo Leon quis continuar no serviço que fazia junto ao codificador, sendo também esta, uma das causas da derrocada primeira da sociedade Parisiense de Estudos Espíritas.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 29 de Janeiro de 2012, 15:01
Moura

até ia postar estas suas palavras para Hebe,
mas me recolhi

ia dizer assim;
O Moura diz que Leon não faz Doutrina.


Mas também podemos acrescentar que Denis não a deturpa,
pelo contrário defende-a gingantescamente
e numa época dificil.

Mas se estas palavras acima, ditas por Leon Denis ferir a DE
é só nos colocar a parte...


........

Denis jamais cursou uma academia oficial: formou-se na escola prática da vida, na qual a dor própria e a alheia, o trabalho mal retribuído e as privações heróicas ensinam a verdadeira sabedoria, por isso dizia sempre: “Os que não conhecem essas lições ignoram sempre um dos mais comovedores lados da vida”."
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 29 de Janeiro de 2012, 15:06
Chamo a atenção dos amigos, para o fato de Leon Denis, não fazer doutrina mesmo tendo sido companheiro de kardec.
Herculano diz que nem mesmo Leon quis continuar no serviço que fazia junto ao codificador, sendo também esta, uma das causas da derrocada primeira da sociedade Parisiense de Estudos Espíritas.
Abraços,
Moura
Não invalida a bela definição que ele deu sobre a verdade a religião
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 29 de Janeiro de 2012, 15:11
Leon Denis
Assim em cada religião o erro, fruto da terra, mistura-se à verdade que é o bem dos céus"

Hebe
É!
 precisa-se saber o que é bela em tuas palavras,
 se é a definição que não houve
ou se é a observação de que tudo que vem do alto se conrompe em contato com a terra,
ou seja, os vícios dos homens.

Que torna afrase mais bela.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 29 de Janeiro de 2012, 15:41
Opa!
Que fique claro que nada em minhas palavras quis destoar a qualificação de Denis nas palavras que disse e que foram postadas.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: alcidiomichel em 29 de Janeiro de 2012, 17:33
Alcídio

Importantes as suas observações
pois se nem existia como poderia ter sido?
e vir a ser o naõ ser, realmente pode-se apontar o que não é.

Mesmo que duas idéias sejam representadas pela mesma" palavra"

Alcídio
para este trecho você possue a tradução?

"...o Espiritismo é, assim, uma religião?
Sim, sem dúvida, senhores: No sentido filosófico o Espiritismo é uma religião, e disso nos honramos, pois que é a doutrina que funda os laços da fraternidade e da comunhão de pensamentos não em uma simples convenção, mas sobre a mais sólida das bases: as próprias leis da Natureza."

.....

(PS. eu não entendo francês !!
mas confio na sua pesquisa.)

........




Moisés, nem é preciso, este trecho está correto, pois no sentido Filosófico o Espiritismo é religião, o que não o torna uma religião constituída pois não têm seus cultos, templos, ministros, etc. Mas a verdade é que hoje muitos centros que visitei são praticados alguns cultos, símbolos, coisas que não existem no Espiritismo, veja que alguns até realizam casamentos, isso eu vi na TV CEI. Aí está o motivo porque Kardec não queria que chamassem o Espiritismo de religião, pois há muitas confusões que não seriam precisas.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: alcidiomichel em 29 de Janeiro de 2012, 17:46
Nada contra Leon Denis, mas ele errou em algumas coisas que defendia que não pertencem ao Espiritismo, tais como: almas irmãs ou gêmeas, evolução do espírito sempre em um único sexo, salvo em trocas expiatórias, etc.

Fonte:

http://ensaiosdahoraextrema.blogspot.com/2011_10_09_archive.html
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Hebe M C em 29 de Janeiro de 2012, 18:17
Leon Denis
Assim em cada religião o erro, fruto da terra, mistura-se à verdade que é o bem dos céus"

Hebe
É!
 precisa-se saber o que é bela em tuas palavras,
 se é a definição que não houve
ou se é a observação de que tudo que vem do alto se conrompe em contato com a terra,
ou seja, os vícios dos homens.

Que torna afrase mais bela.
Que definição que não houve? Precisa explicar mais?
O grande erro da humanidade foi se fechar em religião se apoderando erradamente da palavra de Deus.

Jesus nunca abriu Igreja alguma, Buda também, Krishna idem. Nenhum avatar fechou Deus numa casa ou templo.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 29 de Janeiro de 2012, 18:28
Mano Moisés,

O pensamento expressado pela frase de Denis, ajunta-se ao penamento de Santo Agostinho, que antes de ser um cristão, fora educado por Monica, sua mãe, no cristianismo Africano.
o Santo, é para mim um dos primeiros cativos do bulling colegial, pois passou a maior parte de seu aprendizado na África apanhando dos colegas.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 29 de Janeiro de 2012, 18:39
Moura

Bem observado, não vamos dizer o que você não disse, a manobra foi minha

...

Valeu Alcídio

Quando a DE fala em sentido contrário as almas gêmeas o diz  no sentido de uma ter que completar a outra, numa fusão, aludindo aos contos e romances cebolas.

abraços
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 29 de Janeiro de 2012, 18:43
Hebe
...Jesus nunca abriu Igreja alguma, Buda também, Krishna idem. Nenhum avatar fechou Deus numa casa ou templo.

Ta bom...uai

iii!
Já chegamos nos Avatares
daqui a pouco citarão os Cavaleiros do Zodíacos

....

É Moura
Bulling...
Sinal que o livro tá bom

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: alcidiomichel em 29 de Janeiro de 2012, 19:16
Do livro "A Morte e seu Mistério-vol. 3 de Camille Flammarion, amigo íntimo de Kardec:

[...]O Espiritismo tem contra si, em geral, imprensa hostil, e o merece. Seus adeptos, na maioria, não têm método, são pouco ponderados e fáceis de se iludirem. Ao exame imparcial e crítico, sem o qual nada é certo, preferem eles uma crença e uma religião consoladoras. São más condições para o estudo e desprovidas de confirmações suficientes.

Desde o tempo de Allan Kardec, nos discursos que à beira do seu túmulo pronunciei (2 de abril de 1869), julguei útil e mesmo necessário proclamar junto a esse mesmo túmulo que “o Espiritismo não é uma religião, mas uma ciência” e de acrescentar que “assistimos à aurora de uma ciência desconhecida”.

Essas palavras foram pronunciadas há mais de meio século, a marcha contínua dos nossos estudos cada vez mais as afirmou e confirmou.[...]Camille Flammarion


Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Kazaoka em 30 de Janeiro de 2012, 00:59
Se religião é caminho para aproximar o homem a Deus, o Espiritismo será ou não religião para aqueles que os ensinamentos dos Espíritos servirem ou não para essa reaproximação.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mr.Kite em 30 de Janeiro de 2012, 03:20
Há uma diferença entre o que uma coisa é e como o autor o classifica. Me vem à memória o fato de Bob Dylan sempre se negar como um cantor de protesto, embora fizesse músicas de protesto, negando assim um rótulo que poderia ser prejudicial à continuidade de sua carreira. Kardec, ao meu ver, fez algo parecido pois previa que o Espiritismo poderia ser deturpado e possuir máculas, como o sacerdócio e o dogmatismo. Mas, palavras minhas, penso que no fundo ele sabia que aquilo ia além de uma filosofia convencional, ou uma ciência convencional. Perdoem-me a franqueza, meus caros, mas não conheço escola filosófica em que alguns membros se reúnem semanalmente, quinzenalmente, ou sejá lá o que for para fazer prece, buscar ser caridoso no verdadeiro sentido da palavra, etc. Tampouco uma ciência, pois o Espiritismo, embora palpável e experimental, é deveras transcedental para uma ciência convencional. Conseguem me entender? Me é muito nítido que o Espiritismo está além das simplórias ciência e filosofia. No entanto me parece também muito além das convenções de todas as religiões. E é aí que negamos uma essência religiosa. Não o identificamos com as fórmulas adotadas até então. Por isso opinei que para mim é uma religião sui generis, que quer dizer algo único em seu gênero. Uma religião, mas uma religião diferente de todas.

Abraços.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 31 de Janeiro de 2012, 11:34
AlCidio
"Flammarion - ...Seus adeptos, na maioria, não têm método, são pouco ponderados e fáceis de se iludirem. Ao exame imparcial e crítico, sem o qual nada é certo, preferem eles uma crença e uma religião consoladoras."

Olha Alcídio
Muito boa estas colocaçõe, expressando o pensamento de Flammarion...
Aponta ainda o carater que coduz os homens as religiões existentes em contrapartida sem o dizer expõe as exigências lógicas da Doutrina dos Espírtos; trabalho, atenção,cuidado, análise, empenho,comparação, observação com critério...

............


Boas observações Kazaoka
compreendendo bem  os fins e os meios.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 31 de Janeiro de 2012, 11:44
MR. Kite

....Perdoem-me a franqueza, meus caros, mas não conheço escola filosófica em que alguns membros se reúnem semanalmente, quinzenalmente, ou sejá lá o que for para fazer prece, buscar ser caridoso no verdadeiro sentido da palavra, etc. Tampouco uma ciência, pois o Espiritismo, embora palpável e experimental, é deveras transcedental para uma ciência convencional. Conseguem me entender? Me é muito nítido que o Espiritismo está além das simplórias ciência e filosofia...

Pois é
Além disto
busquemos em todas a história da Humanidade
será que ao analisarmos o papel do religioso, do homem de bem.
em tudo este não superará em ação a dos cientistas e filósofos em
contato direto com bem da humanidade.

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Silvio Matos em 31 de Janeiro de 2012, 14:28
MR. Kite

....Perdoem-me a franqueza, meus caros, mas não conheço escola filosófica em que alguns membros se reúnem semanalmente, quinzenalmente, ou sejá lá o que for para fazer prece, buscar ser caridoso no verdadeiro sentido da palavra, etc. Tampouco uma ciência, pois o Espiritismo, embora palpável e experimental, é deveras transcedental para uma ciência convencional. Conseguem me entender? Me é muito nítido que o Espiritismo está além das simplórias ciência e filosofia...

Pois é
Além disto
busquemos em todas a história da Humanidade
será que ao analisarmos o papel do religioso, do homem de bem.
em tudo este não superará em ação a dos cientistas e filósofos em
contato direto com bem da humanidade.



será que ao analisarmos o papel do religioso, do homem de bem.
em tudo este não superará em ação a dos cientistas e filósofos em
contato direto com bem da humanidade.

Taí uma grande dúvida Moises!
Dá o que pensar!!!!

A religião, ou melhor, os homens religiosos, alavancaram ou travaram o desenvolvimento do Homem de Bem? Considerando todas épocas da humanidade?

Hummmm,......quantos cientistas, genios, mulheres consideras bruxas, intelectuais, sábios, artistas, foram liquidados e triturados por Homens Religiosos?

E quantos homens de Bem, que realmente viveram, deixaram e ensinaram as Leis de DEUS, para o bem da humanidade, que eram religiosos ou defendiam uma?

Hummm,...esse assunto dá o que pensar, heinnn????

abç
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mr.Kite em 31 de Janeiro de 2012, 16:00
Dá o que pensar mesmo. Do mesmo jeito que existiram religiosos fanáticos que cometeram atrocidades, existiram filósofos que plantaram em muitos corações a amargura do ceticismo, existiram muitos cientistas que canalizaram sua inteligência em invenções bélicas, etc! Em todos os campos houve problemas. Penso como Kardec que dizia que não é porque se vê freqüentemente vinho falsificado que não exista o verdadeiro.

Abraços!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Danilo Henrique em 31 de Janeiro de 2012, 16:20
De tanto já discutir esse assunto, me permitam responder a pergunta do tópico com imagens:

Quanto ao campo de ação/estudo:

[attachimg=1 width=400 ]

Ou seja, o espiritismo possui um âmbito científico, um âmbito filosófico e um âmbito religioso.


Quanto à estrutura doutrinária:

[attachimg=2 width=400]

Ou seja, a religião está assentada na filosofia, que está assentada na investigação científica. É assim que eu entendo.

Finalmente: O espiritismo é uma doutrina científico-filosófica de consequências morais (palavras do codificador)

O espiritismo NÃO é religião. Dizer que o espiritismo é uma religião, é como dizer que O Brasil é um estado. Que São paulo é um bairro. Que a bicicleta é um guidão, ou que o carro é um motor. É assim que eu entendo.

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 31 de Janeiro de 2012, 16:35
Mano Danilo, você respondeu com imagens, mas estas vieram de onde?
O que vou postar vem da própria obra básica:
"O Espiritismo é ao mesmo tempo uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática, ele consiste nas relações que se podem estabelecer com os Espíritos; como filosofia, ele compreende todas as conseqüências morais que decorrem dessas relações.
Pode-se defini-lo assim:
O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, da origem e da destinação dos Espíritos, e das suas relações com o mundo corporal." Allan Kardec.

Ora, se definição da doutrina está numa obra básica passou pelo CUEE e mais, leva a assinatura do codificador.
Com quem a razão manda que se fique?
Abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Danilo Henrique em 31 de Janeiro de 2012, 16:57
Mano moura, as imagens eu mesmo criei, e se bem as interpretou, em nada elas contradizem o que você acabou de expor. Veja novamente as nossas conclusões:

Danilo disse:

Citar
O espiritismo é uma doutrina científico-filosófica de consequências morais

Moura disse:

Citar
O Espiritismo é ao mesmo tempo uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática, ele consiste nas relações que se podem estabelecer com os Espíritos; como filosofia, ele compreende todas as conseqüências morais que decorrem dessas relações

Ambas as definições se encontram na codificação, sendo que uma é resumida e outra é mais explicativa, sendo que ambas dizem a mesma coisa, que é o que eu expresso na segunda imagem. Só me desculpe não lembrar com precisão em qual obra, capítulo e página está essa citação de Kardec que eu citei.

Mas em todo caso, note bem que em vários momentos eu disse: é assim que eu entendo. Portanto, não pretendo proferir nenhuma verdade com estas imagens, apenas expressar o meu entendimento.




Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 31 de Janeiro de 2012, 17:07
Amigo Danilo,
você coloca não uma, mas duas vezes o termo "religião", nas figuras postadas, mas em nenhuma das vezes em que o codificador define a doutrina se vê tal termo e quando por ocasião de um discurso proferido, Kardec ainda vai mais longe quando afirma que "apenas no sentido filosófico se pode ver o Espiritismo como religião".
Não se pode dar a um vocábulo uma definição que dele não é nem procede: Religião é uma coisa e moral outra bem diferente.
Abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 31 de Janeiro de 2012, 17:19
Mano Danilo, só para fechar:
Eu mesmo citando kardec fiz por colocar a segunda parte da explicação dada por ele:
"(...) como filosofia, ele compreende todas as conseqüências morais que decorrem dessas relações"
havemos de compreender bem e atentar para o verbo dimanar:
Do dicionário:dimanar
di.ma.nar
(lat dimanare) vti e vint 1 Correr serenamente; fluir, derivar (diz-se dos fluidos e do que se lhes assemelha): Do oceano dimanam as águas. O riacho dimanava por entre as plantações. vti 2 Nascer, originar-se; promanar, provir, resultar: Dali dimanara a tirania.

Sendo assim entendido, compreende-se que das relações entre os Espíritos é que dimanam as consequências morais e não da religião ou da religiosidade.
Mas note: eu fui a favor, em termos gerais, do que você postou inicialmente.
Abração,
Moura




Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Danilo Henrique em 31 de Janeiro de 2012, 17:37
Moura, eu já imaginava que aí estava o problema, mas esperei você comentar... ;D
Sabe o que é Moura? Há uma dificuldade generalizada em se definir o termo "religião".
Sou o ultimo a querer convencer que seja desse modo, mas não estou considerando a religião no sentido "religare", e nem no sentido de "doutrina dogmática". Mas no sentido que ,talvez, seja aquele do entendimento da maioria das pessoas, que é "o meio pelo qual se estabelece a comunhão com Deus". Note, moura, que estou considerando coisas diferentes o estudo filosófico da doutrina e a prática dos preceitos evangélicos que a regem. Estou considerando Moura, na minha visão particular, e imperfeita, que a reforma íntima consiste num campo de ação distinto dos outros, e na falta da palavra que melhor expresse isso, chamei de âmbito religioso. Poderíamos, sim, assumir a denotação que você sugere, e incorporar essa parte que eu tento distinguir dentro da "filosofia". Mas na minha razão, o estudo e a prática são duas macro-dimensões da doutrina. É assim que eu entendo, e eu só faço questão de expor dessa forma, para tentar fazer perceber onde está o âmago da controvérsia, sendo que no fundo, nosso problema não é senão um problema de palavras.

Abraço!
 
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 31 de Janeiro de 2012, 17:49
mano Danilo, a vista de que concordei com você no geral, não precisamos ficar a nos deter em preciosismos, porém há de saber o amigo que por religioso, se tem àquele que preste todas as suas obrigações corretamente atentando para local, hora e forma de como fazer ou prestar tal atividade, pensamentou o ação.
É correta a assertiva, perante nossa língua quenos venha explicar: "Fulano para suas contas religiosamente". Não que ele pague orando ou por orações, claro, mas sim em dia.
Em termos de doutrina o que se quer afastar é o religiosismo, ou seja os pruridos atribuídos ao tempo em que passamos em religiões outras.
Imagine o amigo se eu lhe fosse responder usando dos meios que me foram feitos conhecer do tempo em que estudei em colégio de franciscanos...
Se não se pode afastar o sentido de religiosidade que o campo doutrinário trás em si mesmo, também não se pode, a partir disso, falar-se que pelo simples fato de a DE o conter por isso se torna em nova religião.
É só disso que venho tentando falar mano.
abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 31 de Janeiro de 2012, 18:06
Realmente Silvio da o que pensar e pensar muito, pesquisando.

Coloquei o homem de bem e me dirigi ao religioso.
O homem bom.

Olhemos
Jesus, ao meu ver, trouxe-nos uma filosofia de vida,
além de métodos que comprovam sua Doutrina ( seus ensinos),
que se uma vez praticados,conduz aos resultados pertinentes aos seus ensinamentos
Observemos o sermão da bem aventuranças...

Se aprofundado filosoficamente,
prova a reencarnação
se praticado fielmente conduz-nos as condições melhores.
reproduzido por quem quer que seja
acordará os bons resultados.

Não será esta a religião?
Religião dentro da coerência as leis naturais .

Uma pergunta aos participantes;

O que se faz na pratica a ciencia e filosofia Espírita?
Como e faz?
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Danilo Henrique em 31 de Janeiro de 2012, 18:25
Citar
Se não se pode afastar o sentido de religiosidade que o campo doutrinário trás em si mesmo, também não se pode, a partir disso, falar-se que pelo simples fato de a DE o conter por isso se torna em nova religião.

É isso que eu defendo, piamente!

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Danilo Henrique em 31 de Janeiro de 2012, 18:40
Citar
O que se faz na pratica a ciencia e filosofia Espírita?

Pois é, Moisés. Apesar de concordar com o Moura que o espiritismo não é uma religião, em essência, é muito difícil desassociar essa ideia do objetivo final, que é a prática legítima do evangelho.



Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 31 de Janeiro de 2012, 18:50
por favor mano Danilo, o Espiritismo tem como foco a transformação moral do ser encarnado e não a prática legítima ou não do Evangelho.
Se é certo que a transformação passa pelos ensinos morais, e que estes estão não numa obra básica codificada mas numa obra de autoria, do próprio codificador onde este elenca alguns itens que se prestam a fomentar uma modificação moral, nem por isso fala que seja como prática, o "gradus primus" doutrinário.
Por não ser da autoria de Kardec, nenhuma das máximas encontradas no ESE, e nem terem sido trazidas ao codificador pela Plêiade, é que, mesmo havendo existido para ela um CUEE esta obra não é indicada como básica de doutrina em nenuma das 4 reedições do ESE ou mesmo na RE.
abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 31 de Janeiro de 2012, 20:43
Amados,
Que exemplo maior buscar, além do dito com todas as letras na codificação, senão Jesus o Cristo de Deus?
Saúde e Paz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Kazaoka em 31 de Janeiro de 2012, 20:55
O importante é buscarmos o devido aperfeiçoamento que nos coloca menos distantes de Deus. Que seja doutrina, religião, seita, filosofia, etc., o fundamental é que nos possibilite avançarmos em virtudes, preenchendo os vazios morais que o estágio evolutivo de cada um lhe impõe.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 31 de Janeiro de 2012, 21:15
O importante é buscarmos o devido aperfeiçoamento que nos coloca menos distantes de Deus. Que seja doutrina, religião, seita, filosofia, etc., o fundamental é que nos possibilite avançarmos em virtudes, preenchendo os vazios morais que o estágio evolutivo de cada um lhe impõe.

Nobre e amado irmão,
Tudo o que foi dito, há dois mil anos, remediou, até agora, mas os exemplos são claros o mundo diz faça o que digo, mas não faça o que faço, compreendo são palavras que embora bem formuladas, pelos homens encarnados ou não, não vieram acompanhadas do exemplo que o Cristo de Deus deixou...
Que é importante?
Continuarmos repetindo ou começarmos a exemplificar como Ele exemplificou?
Mesmo, que não consigamos, assim de pronto, mas entronizar em essência a importância do exemplo e decidir praticá-lo, se errarmos, começamos de novo, mas a idéia em essência deve ser mantida... De outro modo, não cerramos fileiras...
Saúde e Paz!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Silvio Matos em 01 de Fevereiro de 2012, 00:55
"O Espiritismo é ao mesmo tempo uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática, ele consiste nas relações que se podem estabelecer com os Espíritos; como filosofia, ele compreende todas as conseqüências morais que decorrem dessas relações.
Pode-se defini-lo assim:
O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, da origem e da destinação dos Espíritos, e das suas relações com o mundo corporal." Allan Kardec.


O Espiritismo sendo uma ciência que trata da natureza, da origem e da destinação dos Espíritos, e das suas relações com o mundo corporal, deve ter como objetivo levar esses conhecimentos para todas as pessoas. Sendo uma religião, ou melhor, o Movimento Espírita Brasileiro, classificando como religião e a maioria dos Centros Espíritas apresentando palestras com caracerísticas de missas e cultos evangélicos; alguém aqui acredita que praticantes do Islamismo, Hinduísmo, Judaísmo, etc....terão interesse em conhecer o Espiritismo à Brasileira?

abç

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: filhodobino em 01 de Fevereiro de 2012, 01:36
Que mais vale?
Refletir ou pregar?
Pior pregar sem nem ao menos tentar exemplificar... Posto que na tentativa da exemplificação, fica sempre o cheiro de perfume nas mãos que oferecem rosas, e sempre que o machado que fere o sândalo, este também fica perfumado...(meio velhinhas mas servíveis)...posto que é vero.

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/o-evangelho-segundo-o-espiritismo/ese-entendimentos-com-as-referencias-biblicas/1410/#ixzz1l5cfQ5Hv
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 01 de Fevereiro de 2012, 17:04
Moura

...o Espiritismo tem como foco a transformação moral do ser encarnado e não a prática legítima ou não do Evangelho.

Penso que a lei é justamente a legitimidade dos atos , em se tratando de moral cabe-nos o Evangelho
diz assim a DE.


   No mais,
.Gosto deste tópico não necessariamente pela polêmica em si, mas pelas observações que dele extraimos na participação de todos
Vamos dizer assim ultrapassou o estágio do bate e rebate das postagem, pois esta sendo investigado mesmo, analisado livremente.

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 01 de Fevereiro de 2012, 17:09
Eu também posto muito neste tópico, mano Moisés e pelo mesmo motivo que meu estimado amigo.
A DE nos afirma: Moral é a regra do bem viver.
Ora o que é o bem viver senão fazer ao outro aquilo que queremos que ele nos faça?
Se todos usassem desta regra pequena, a transformação se operaria mais rapidamente pois que o Ego, as visões deturpadas, as vontades mal formadas e a hipocrisia não nos atravancariam o progresso mano.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 01 de Fevereiro de 2012, 17:16
Silvio Matos

O Espiritismo sendo uma ciência que trata da natureza, da origem e da destinação dos Espíritos, e das suas relações com o mundo corporal, deve ter como objetivo levar esses conhecimentos para todas as pessoas.
Sendo uma religião, ou melhor, o Movimento Espírita Brasileiro, classificando como religião e a maioria dos Centros Espíritas apresentando palestras com caracerísticas de missas e cultos evangélicos; alguém aqui acredita que praticantes do Islamismo, Hinduísmo, Judaísmo, etc....terão interesse em conhecer o Espiritismo à Brasileira?


Silvio
Todas esta formação que citas e este comportamento não vem das missas e dos cultos,
vem das instruções de um dos maiores filósofos da Terra, que é Aristóteles, que justamente estudado e aplicado por santo Agostinho , Tomás de Aquino é que impulsionou o Catolicismo assim também o fez os continuadores do Islã...
...

Os Palestrantes Espiritas possuem um trabalho árduo, de investigação, de estudos e de aplicação do conteúdo Doutrinário, além de expor experiências e ocorrências do próprio movimento Espírta, clarao que temos bons , médiuns e até ruíns palestrantes, mas os temos...e o melhor meio para a palestra é a tribuna.

Não podemos falar mau de nós.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 01 de Fevereiro de 2012, 17:26
Mano Moisés, antes de tudo devo dizer que concordo com voc~e.
Porém, do tanto falar e mal de alguns palestrantes e expositores ditos Espíritas, é que criou-se a contra-cultura do "Achei lido", do "adorei".
veja este caso:
Terminávamos um fim de semana de palestras onde tomei parte.
Saíamos da Casa Espírita um amigo e eu, a conversar alegremente, quando a centímetros a frente, um trio de mulheres, comentava sobre as palestras.
envolviam-se elas numa em especial, proferida pelo meno mano Divaldo.
todas foram unânimes em diagnosticar: "Adorei a palestra"; "Muito instrutiva", mas foi quando uma delas, mais interessada no assunto da palestra perguntou às outras:
"Vocês lembram daquela parte onde o Divaldo disse assim e assado? As outras duas responderam afirmativamente e esta que perguntara voltou a fazê-lo: Pois é, naquela parte eu boiei. Quem de você s pode me ajudar a entender?
Resultado, silêncio geral, nem mesmo um "eu acho".
Por ai se tira a quantas anda o movimento espírita mano.
É por este motivo que sou dos que relutam em ficar calado quando um expositor nos diz com ares de descobridor dos sete mares, que isso é assim ou assado, diferentemente do que diga a obra básica. Geralmente eu levanto a minha mão e peço para que ele explique o porque de sua afirmação destoante.
No dia em que a maioria assim o fizer, os maus se modificarão.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 01 de Fevereiro de 2012, 17:52
Moura

Concordo contigo.
Realmente as participações dos ouvintes muito ajudam o entendimento da palestra no geral
e também sou daquels que deve-se perguntar o que não entende, mas deverá o palestrante ter pulso e tato de qualidades para nã deixar a palestra andar pelos rumos das terras onde ninguém navega....senão! naufrágil a vista...rs

Em nosso pequeno grupo a participação dos frequentadores é de suma importância.
(como se desdobram os palestrantes..rs)
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 01 de Fevereiro de 2012, 18:03
É verdade mano Moisés!
Geralmente, eu deixo que as perguntas me sejam feitas no correr das palestras, e respondo a todas sucintamente, quando sei e se não sei digo que não sei.
Porém não respondo as perguntas que versem sobre outro tema ou que sejam provocativas ou  escondam artifícios de desvirtuamento do tema. Faço questão de explicar isso quando não respondo.
Alguns não gostam muito mas a maioria aceita e se dá bem comigo.
Tentar responder a tudo, acredito, é o caminho mais rápido para o naufrágio.
Por isso adoro certas letras do Raul e mesmo esta em que ele diz:
"E todo mundo explica tudo
Como a luz acende
Como um avião pode voar
Ao meu lado um dicionário
Cheio de palavras
Que eu sei que nunca vou usar"
abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Silvio Matos em 01 de Fevereiro de 2012, 18:12
Não podemos falar mau de nós.

Moisés,....


Desculpe, mas este teu comentário está parecendo, daqueles religiosos que ensinam que tudo é milagre da fé, segredos de Deus, que temos que aceitar e concordar, se não poderemos padecer nas fornalhas do inferno,.... ;D

Fui criado e educado seguindo os preceitos evangélicos, participei de missas e encontros de casais católicos, principalmente devido a esposa, já participei da Seicho-No-Ie, até que cheguei no Espiritismo. Fiquei. Devido a Kardec? Reencarnação? Mediunidade? Chico Xavier? Não meu amigo, nada disso. Fiquei pelo simples fato do Espiritismo ser baseado na Fé Raciocinada.

Devido ao meu trabalho, estou tendo a oportunidade de conhecer vários Centros Espíritas pelo Brasil, a maioria federalizados, e meu amigo, tá difícil escutar alguma palestra sobre Espiritismo  e Codificação. Ontem mesmo participei de uma, sobre o evangelho de João, da Bíblia, e não conforme o ESE, que aliás não foi feita nenhuma ligação com as obras básicas.

Daí meu comentário sobre as missas e cultos. Aliás, nada contra. Mas, por uma questão bom senso, se é para ser  assim, não seria necessário os Espíritos Superiores nos brindarem com a Codificação, pois Padres e Pastores já fazem muito bem seu serviço. Já escutei isso de um amigo evangélico que convidei para uma palestra em um Centro Espírita. ::)

abç
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Silvio Matos em 01 de Fevereiro de 2012, 18:18
Moisés e Moura,...

Também gosto de perguntar durante as pelestras. Mas nem sempre as peguntas são bem, recebidas pelo palestrante. A liás em uma ocasião recente nesse mesmo Centro em que levei meu amigo, fui informado que perguntas poderiam atrapalhar o ambiente harmonioso. Mas concordo com vocês, quanto maior a participação dos ouvintes com perguntas sobre o tema e paralelos com a Codificação, melhor será os resultados, principalmente se o palestrante assimilar bem.

Aliás, Mano Moura, quando for fazer alguma palestra, principalmente na região Sul, favor informar, será muito bom participar e aprender contigo.

ABÇ
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 01 de Fevereiro de 2012, 18:29
Então mano Silvio,
você me entende o porque de eu ser tão chato, como alguns "acham" hehehe
É que não falo nada de meu, apenas repito aquilo que a obra básica explica.
Já li aqui, em alusão a uma ou outra resposta que tenha dado, que, aquele usuário estaria iniciando na doutrina,  para mais abaixo ler que este usuário tinha deixado de ser mais atuante no fórum por "descobrir que outros saberes", estariam contrariando aquilo que este entendia como certo e que tinham a codificação como sendo o único ponto de apoio, ou verdade absoluta.
Ora, eu nunca afirmei que a DE seja uma verdade absoluta, mas sempre disse que a DE para ser bem entendida e bem compreendida( como dizia Kardec), há de ser o único ponto em que se busque a Verdade doutrinária.
Afinal, nunca se ouviu dizer que o nosso piloto de F1 o Sebastian Vettel tenha se sagrado campeão por duas vezes seguidas por correr com pelas regras do futebol...
Afinal se um esporte tem regras próprias, outras não lhe vão ser utilizáveis, e acontece o mesmo para com qualquer doutrina.
Como se vê ainda não se chegou a um ponto de unidade nem para com os estudos básicos da doutrina meu mano.
Você nos falou em Centros federalizados, e eu lhe digo, é da maioria destes que as dissenções partem. Ser federado não é cartão de identidade que traga a certificação de seriedade ou mesmo de conhecimento doutrinário, aliás, neste caso último é bem ao inverso disso :)
Abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 01 de Fevereiro de 2012, 18:40
Depois do meu infarto mano Silvio, fui obrigado a restringir tanto  número  quanto a possibilidade de viagens que fazia para palestrar.
Hoje quando faço alguma faço-a aqui pelo RJ mesmo.
Na verdade gosto mais de perguntar do que fazer palestras.
Houve um caso que acho que já contei aqui em que estando num CE afamado aqui no RJ o orador se expressava num português tão difícil que me era difícil de entendê-lo. Não somente quanto aos termos mas mais ainda quanto coerência ou mesmo da necesidade de usá-lo ali, naquele ponto da palestra.
Quando a paciênci se esgotou levantei a mão pela primeira vez e um amigo que me acompanhava logo falou: "Pronto, começou"...
como não me foi dada a vez para questionar, levantei novamente a mão e nada, outra vez. e m\ia uma e outra mais.
Ai então me levantei do assento onde estava e comecei a me dirigir ao começo da fila e este amigo então me perguntou "Vais aonde Moura?" ao Que eu lhe respondi, vou à biblioteca. Intrigado ele voltou a me perguntar já envergonhado pelo volume que dei à minha resposta: "Mas para que vais à biblioteca?" E novamente expliquei: Vou pegar o pai dos burros porque senão mano, bau bau, não vou entender nadinha!
Seguiu-se, de alguns algumas gargalhadas, de outros aquele olhar de "quem comeu e não gostou", e de poucos o silêncio...
Mas ao final o estratagema deu certo, o palestrante desceu do salto do sapato da erudição, e todos puderam então entender o que ele falava.
Quando já saíamos do CE, os amigos me gozando pelo "mico" que achavam que eu tinha pago, eis que o palestrante, em passo mais apertado passa por nós e ao me ver comenta rindo: "Obrigado pela dica, companheiro".
Eu ajo assim. Hoje com a cabeça ornada por poucos cabelos brancos, ainda tenho a me ajudar a visão de que esteja senil hehehehe
abraços,
Moura


Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 01 de Fevereiro de 2012, 19:01
Uma coisa que não se pode vender
é justamente substimar os ouvintes
No caso das palestras.
Pois certas  perguntas de gatos caseiros escondem-se onças veteranas.

Não se deve criar um ping pong de sabe não sabe ,se para este objetivo
a palestra não foi direcionada.
E também os frequentadores possuem em seus sapatos barros de outras localidades,
pois ninguém surgiu na Terra do nada...todos temos nossa vivência

Um fator importante para se asossiar a palestra Doutrinária
é o carater do Evangelho, digo, assossiar-se também ao próprio aprendizado que a
palestra favorecerá.

Não devemos esquecer que há várias formas de se fazer palestras
digo
vários sentidos e interesses.

(mas não sou palestrante, se bem que já fui convidado)
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Silvio Matos em 02 de Fevereiro de 2012, 19:23
Muito boa essa "tática" Mano Moura, enaltecendo também a atitude do palestrante.
Depois do meu infarto mano Silvio, fui obrigado a restringir tanto  número  quanto a possibilidade de viagens que fazia para palestrar.
Hoje quando faço alguma faço-a aqui pelo RJ mesmo.
Na verdade gosto mais de perguntar do que fazer palestras.
Houve um caso que acho que já contei aqui em que estando num CE afamado aqui no RJ o orador se expressava num português tão difícil que me era difícil de entendê-lo. Não somente quanto aos termos mas mais ainda quanto coerência ou mesmo da necesidade de usá-lo ali, naquele ponto da palestra.
Quando a paciênci se esgotou levantei a mão pela primeira vez e um amigo que me acompanhava logo falou: "Pronto, começou"...
como não me foi dada a vez para questionar, levantei novamente a mão e nada, outra vez. e m\ia uma e outra mais.
Ai então me levantei do assento onde estava e comecei a me dirigir ao começo da fila e este amigo então me perguntou "Vais aonde Moura?" ao Que eu lhe respondi, vou à biblioteca. Intrigado ele voltou a me perguntar já envergonhado pelo volume que dei à minha resposta: "Mas para que vais à biblioteca?" E novamente expliquei: Vou pegar o pai dos burros porque senão mano, bau bau, não vou entender nadinha!
Seguiu-se, de alguns algumas gargalhadas, de outros aquele olhar de "quem comeu e não gostou", e de poucos o silêncio...
Mas ao final o estratagema deu certo, o palestrante desceu do salto do sapato da erudição, e todos puderam então entender o que ele falava.
Quando já saíamos do CE, os amigos me gozando pelo "mico" que achavam que eu tinha pago, eis que o palestrante, em passo mais apertado passa por nós e ao me ver comenta rindo: "Obrigado pela dica, companheiro".
Eu ajo assim. Hoje com a cabeça ornada por poucos cabelos brancos, ainda tenho a me ajudar a visão de que esteja senil hehehehe
abraços,
Moura





Muito boa essa "tática" Mano Moura, enaltecendo também a atitude do palestrante.

Desejo-lhe um ótima recuperação e que possas estar aqui neste Fórum, como também em outras atividades espíritas ou não, por muito e muito tempo, nos brindando com seu conhecimento, experiência, cultura, bom humor e simpatia.

Abração!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 02 de Fevereiro de 2012, 19:33
Sinto muita saudade do meu trabalho na sala Filosofia Espírita no Paltalk, mano Silvio.
Mas os médicos e a Dona Patroa até agora não me liberaram, porque sou muito emotivo.
Mesmo o site da Sala que sempre mantive operacional, tive de retirar do ar até que me restabeleça fortemente.
De qualquer forma, vou me resignando e andando na velocidade que possa.
abração,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mr.Kite em 04 de Fevereiro de 2012, 00:36
Penso que a troca de ideias está em um bom caminho. Segundo Kardec pode ser considerada uma religião em um sentido filosófico, pois o Espiritismo não se afeiçoa a rituais, cerimônias, etc! Tem uma matéria muito boa sobre esse assunto na Revista Espírita de 1968, no mes de Dezembro, intitulado " O Espiritismo é Religião?" sugiro a leitura aos companheiros foristas.


P.S. Sei que para alguns essa discussão ainda é muito obscura, mas seria bom se alguns adeptos da doutrina abrissem mão de um excesso de preciosismo em um momento. A partir de 2010 o censo do IBGE passou a ter a categoria " Espírita" nas religiões. Seria interessante se todos os adeptos da doutrina escolhessem essa categoria ao invés de "doutrinar" o recenseador e dizer que só é uma religião no sentido filosófico...rs O Censo é o meio mais confiável de sabermos quantos somos no país em que a DE conta com maior número de adeptos.

Abraços a todos!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 04 de Fevereiro de 2012, 14:18
Mano Kite,
o canso passou a ter a classificação Espírita sim mas deve retirar a doutrina dessa classificação.
Eu mesmo mantive contato com eles que me afiançaram que só não a colocavam,  no mesmo ano em nova categoria, porque já tinham enviado as informações e que o trabalho lhes seria muito custoso.
Vamos ver na próxima vez  se eles vão mesmo mudar de categoria.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: alcidiomichel em 05 de Fevereiro de 2012, 12:36
J. Herculano Pires, define assim: "O Espiritismo é religião, não igreja".

(2/6) Sérgio Aleixo Semana de Kardec 2009 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PWRwLWRqb0JWTXZJJmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQj)

No meu ponto de vista, Herculano define bem, pois separa o Espiritismo de igreja, e era isso mesmo que Kardec queria ao dizer que o Espiritismo não era religião, mas no sentido filosófico sim, era uma religião.

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 05 de Fevereiro de 2012, 13:19
Sendo assim mano Alcídio,
se alguém quiser se safar de uma generalização errada, deve incluir em sua afirmação o seguinte: Como filosofia ou filosoficamente o Espiritismo pode ser encarnado como uma religião.
E não afiançar erroneamente que o Espiritismo seja uma religião.
Cada coisa no seu lugar correto, cada um no seu quadrado hehehe.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: alcidiomichel em 05 de Fevereiro de 2012, 15:05
Moura,

Certamente!
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: alexfidelis em 09 de Fevereiro de 2012, 02:33
"Ciência, filosofia e religião". Isso está em algum lugar no ESE. Portanto é também religião.

Sent from my MB860 using Tapatalk
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Le em 09 de Fevereiro de 2012, 08:58
""de: Alcidiomichel:
J. Herculano Pires, define assim: "O Espiritismo é religião, não igreja". ""

Não sei em que obra ou em que palestra está expressa a afirmação de Herculano mas, analisando à luz da RAZÃO como nos é aconselhado, a meu ver a afirmação coloca as coisas em sentido inverso.
Senão vejamos:
Igreja: a palavra, que como todas define algo, significa reunião dos crentes.
            ! os crentes podem reunir-se em igreja em qualquer lugar. Por comodidade, segurança, conforto etc, desde tempos imemoriais passaram a reunir-se em igreja em templos construídos especificamente para o efeito e isso levou a que se passasse a confundir templo com igrja e a defenir estes como sendo a igreja.
Religião: o conceito de religião na sequência do que está há muito confirmado que o ser humano é, por defeito, levado admitir que algo há, mesmo sem conseguir definir, que está acima de tudo e que tudo controla, levou à definição do conceito de religioso.
A Religião passou a ser algo que organisa, define os métodos, os ritos, as datas em que eterminaods ritos ou acções são realizadas e isto de forma a que qualquer que seja o templo em que se realisem são as definidas pela cúpula organizativa dessa religião.
Assim o Espiritismo, como eu o conheço, tendo embora os pressupostos do religioso natuarl do ser humano, nãoé porque não pode ser uma Religião.
Já Igreja é bom que seja em quaquer das reuniões dos seus seguidores e bom seria que fosse Católico, no que respeita ao significado e sentido real do que Católico quer dizer. Isto é, UNIVERSAL.
Muita paz para todos os foristas é o que desejo.

Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Lucas M. em 09 de Fevereiro de 2012, 11:26
Resumindo bem o ponto em que o tópico chegou:

"O laço estabelecido por uma religião, seja qual fôr o seu objetivo, é, pois, um laço essencialmente moral, que liga corações, que identifica os pensamentos, as aspirações, e não somente o fato de compromissos materiais, que se rompem à vontade, ou de realização de fórmulas que falam mais aos olhos do que ao espírito. O efeito desse laço moral é o de estabelecer entre os que ele une, como conseqüência da comunidade de vistas e de sentimentos, a fraternidade e a solidariedade, a indulgência e a benevolência mútuas. É nesse sentido que também se diz: a religião da amizade, a religião da família.

    Se assim é, perguntarão, então o Espiritismo é uma religião ? Ora, sim, sem dúvida, senhores. No sentido filosófico, o Espiritismo é uma religião, e nós nos glorificamos por isto, porque é a doutrina que funda os elos da fraternidade e da comunhão de pensamentos, não sobre uma simples convenção, mas sobre bases mais sólidas: as mesmas leis da natureza.

    Por que, então, declaramos que o Espiritismo não é uma religião ? Porque não há uma palavra para exprimir duas idéias diferentes, e que, na opinião geral, a palavra religião é inseparável da de culto; desperta exclusivamente uma idéia de forma, que o Espiritismo não tem. Se o Espiritismo se dissesse uma religião, o público não veria aí senão uma nova edição, uma variante, se se quiser, dos princípios absolutos em matéria de fé; uma casta sacerdotal com seu cortêjo de hierarquias, de cerimônias e de privilégios; não o separaria das idéias de misticismo e dos abusos contra os quais tantas vezes de levantou a opinião pública.

    Não tendo o Espiritismo nenhum dos caracteres de uma religião, na acepção usual do vocábulo, não podia em devia enfeitar-se com um título sobre cujo valor inevitavelmente se teria equivocado. Eis porque simplesmente se diz: doutrina filosófica e moral"

(- Allan Kardec, Discurso de abertura da sessão anual comemorativa do dia dos mortos, em 1º de novembro de 1868. O discurso foi publicado na Revista Espírita de Dezembro de 1868.)

Como em qualquer discussão onde se trabalhem conceitos, é necessário definir bem o que se quer dizer com cada termo.

O Espiritismo é religião? Sim? Não?

Depende do que você chama de "religião".
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Silvio Matos em 09 de Fevereiro de 2012, 11:49
"Ciência, filosofia e religião". Isso está em algum lugar no ESE. Portanto é também religião.

Sent from my MB860 using Tapatalk

Alexfidelis,.....favor informar onde está essa informação no ESE.

abç
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 09 de Fevereiro de 2012, 13:00
Não está não meu cato Alex.
O que pode estar já que está em O Que é o Espiritismo é:
Ciência, Filosofia e Conseqüências Morais.
Abração,
Moura

"Ciência, filosofia e religião". Isso está em algum lugar no ESE. Portanto é também religião.

Sent from my MB860 using Tapatalk
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 09 de Fevereiro de 2012, 13:04
"O laço estabelecido por uma religião, seja qual fôr o seu objetivo, é, pois, um laço essencialmente moral, que liga corações, que identifica os pensamentos, as aspirações, e não somente o fato de compromissos materiais, que se rompem à vontade, ou de realização de fórmulas que falam mais aos olhos do que ao espírito. O efeito desse laço moral é o de estabelecer entre os que ele une, como conseqüência da comunidade de vistas e de sentimentos, a fraternidade e a solidariedade, a indulgência e a benevolência mútuas. É nesse sentido que também se diz: a religião da amizade, a religião da família.

    Se assim é, perguntarão, então o Espiritismo é uma religião ? Ora, sim, sem dúvida, senhores. No sentido filosófico, o Espiritismo é uma religião, e nós nos glorificamos por isto, porque é a doutrina que funda os elos da fraternidade e da comunhão de pensamentos, não sobre uma simples convenção, mas sobre bases mais sólidas: as mesmas leis da natureza.

    Por que, então, declaramos que o Espiritismo não é uma religião ? Porque não há uma palavra para exprimir duas idéias diferentes, e que, na opinião geral, a palavra religião é inseparável da de culto; desperta exclusivamente uma idéia de forma, que o Espiritismo não tem. Se o Espiritismo se dissesse uma religião, o público não veria aí senão uma nova edição, uma variante, se se quiser, dos princípios absolutos em matéria de fé; uma casta sacerdotal com seu cortêjo de hierarquias, de cerimônias e de privilégios; não o separaria das idéias de misticismo e dos abusos contra os quais tantas vezes de levantou a opinião pública.

    Não tendo o Espiritismo nenhum dos caracteres de uma religião, na acepção usual do vocábulo, não podia em devia enfeitar-se com um título sobre cujo valor inevitavelmente se teria equivocado. Eis porque simplesmente se diz: doutrina filosófica e moral"

(- Allan Kardec, Discurso de abertura da sessão anual comemorativa do dia dos mortos, em 1º de novembro de 1868. O discurso foi publicado na Revista Espírita de Dezembro de 1868.)

Como em qualquer discussão onde se trabalhem conceitos, é necessário definir bem o que se quer dizer com cada termo.

Bem amigos, como vimos acima, não é preciso muito trabalho para vermos que a doutrina não se trata de religião alguma.
Abraços,
Moura
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Diegas em 09 de Fevereiro de 2012, 13:20
Citar
'Amemo-nos uns aos outros e façamos aos outros o que queremos que os outros nos façam'. Nessas palavras se acham contidas toda a religião e toda a moral; se elas fossem seguidas aqui na Terra, todos vós seríeis perfeitos: sem ódios e sem desentendimentos.
Título: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: Mourarego em 09 de Fevereiro de 2012, 14:30
Mano Diegas, deve ter ocorrido com a tua tradução do ESE ou mesmo da bíblia, alguma interpolação posto que ao final do ensino, São Mateus diz:
"Toda a lei e os profetas se acham contidos nesses dois mandamentos".(S. MATEUS, cap. XXII, vv. 34 a 40.)
E não, "Nessas palavras se acham contidas toda a religião e toda a moral"
Abraços,
Moura

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/o-que-e-o-espiritismo/afinal-espiritismo-e-ou-nao-e-religiao/405/?action=post;num_replies=407#ixzz1ltYYBc1s
Título: Re: Re: Afinal, Espiritismo é ou não é Religião???
Enviado por: alexfidelis em 14 de Fevereiro de 2012, 05:30
Realmente me enganei, peço desculpas a todos.
Mas no ESE cap. 28 item 51 há um trecho assim "Espiritismo é hoje uma religião,..."

Muito obrigado Moura!
Abs

Não está não meu cato Alex.
O que pode estar já que está em O Que é o Espiritismo é:
Ciência, Filosofia e Conseqüências Morais.
Abração,
Moura

"Ciência, filosofia e religião". Isso está em algum lugar no ESE. Portanto é também religião.

Sent from my MB860 using Tapatalk

Sent from my MB860 using Tapatalk