Forum Espirita

GERAL => O que é o espiritismo => Tópico iniciado por: onurb em 19 de Março de 2008, 09:54

Título: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: onurb em 19 de Março de 2008, 09:54
Boas,

Cá estou eu com as minhas questões, para muitos provavelmente uma pedra no sapato...  ;D  mas alguém tem que colocar estas questões caso contrário não saimos do ano +-100 D.C. temos a tecnologia mas continua tudo com os olhos vendados!

"Os reis magos seguiram a estrela que parou por cima da gruta onde estava o menino nas palhas deitado..."  não é bem assim que foi escrito mas serve perfeitamente para se reflectir.

 ??? ??? ???

Quem eram estes homem?
A estrela foi-lhes bater à porta? "venham comigo!!!"  ??? ??? ??? ???

Abraço a todos, tudo de bom!
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: ailama em 19 de Março de 2008, 22:25
Irmão ONURB
Bem Haja

Os nossos irmãos que estudam KARDEC têm dificuldade em serem Universalistas portanto temos que só escrever dentro campo Kardista porque dizer que na subida para casa temos um degrau que é saber fazer MAL BEM BEM MAL talvez não entendam


todo de BOM

ailama
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: onurb em 20 de Março de 2008, 12:07
Irmão ONURB
Bem Haja

Os nossos irmãos que estudam KARDEC têm dificuldade em serem Universalistas portanto temos que só escrever dentro campo Kardista porque dizer que na subida para casa temos um degrau que é saber fazer MAL BEM BEM MAL talvez não entendam


todo de BOM

ailama

Om Mani Padme Hum, irmão Ailama
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Ann@ em 20 de Março de 2008, 12:25

amigo Onurb

realmente na literatura espírita não há muito sobre os Reis Magos. No ano passado, ao participar de um estudo sobre Jesus, pesquisamos muito e pouco se fala deles ou sobre a história da estrela de Belém.

Alguns historiadores chegam a duvidar da existência deles, da forma que é contada. No site da Panorama Espírita, foi um dos poucos lugares que achamos falando sobre eles, um pouco mais do que a história que conhecemos...

***********************
Um ponto crucial do cenário em que nasceu Jesus, é a estrela que teria guiado os reis magos até Belém. Teria existido essa estrela que andaria à frente dos Magos? Há uma teoria de que a grande estrela seria o resultado da conjunção de três planetas. A posição quase linear dos três astros formaria uma grande estrela. Os astrônomo afirmam que houve essa conjunção na época atribuída ao nascimento de Jesus. Outros estudiosos contestam. Uma parte está facilmente explicada, mas resta a questão da estrela andar à frente dos Magos..

Segundo alguns autores, os Magos seriam iniciados de grande sabedoria, e que tinham os cálculos do nascimento de um grande espírito, mas não há provas de que tenham ido a Belém ou a qualquer lugar onde Jesus pudesse ter nascido. Os nomes pelos quais são conhecidos: Melchior, Gaspar e Baltazar, foram dados a eles 700 anos depois, por um escritor inglês chamado Beda. A tradição cristã ocidental limita-os a três, porém a igreja Síria e Armênia afirmam que eram doze.


**************************************

Uma coisa que percebemos ao estudar é que muitos pesquisadores, sendo espírita ou não, tentam localizar na história o momento astrológico (que muitos já chegaram a explicações, mas não provas concretas) e tentam também localizar os próprios Reis Magos e aí a coisa complica, pois alguns alegam que eles não existiram da forma como é passada, outros dizem que foram mais do que 3, outros falam que são mencionados apenas 3 para designadas a aceitação do nascimento pelas raças, enfim não chega-se a um concenso.  ??? ???

Mas vamos continuar a pesquisar não é mesmo? Talvez a verdade "verdadeira" nunca saberemos, mas nesse mundo de explicações com certeza acharemos uma que mais nos agrada. ;)

Abraços

Anna
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Vitor Santos em 20 de Março de 2008, 19:03
Olá

Citar
Cá estou eu com as minhas questões, para muitos provavelmente uma pedra no sapato...    mas alguém tem que colocar estas questões caso contrário não saimos do ano +-100 D.C. temos a tecnologia mas continua tudo com os olhos vendados!


O espiritismo nasceu como doutrina organizada no séc. XIX. Já ultrapassou o ano 100 DC. fale por si mesmo, não fale por nós.

As questões tipo quem eram os Reis Magos, são curiosidades interessantes do ponto de vista histórico, mas, que eu saiba, não têm consequências morais. Para o Cristão, o que é fundamental é a mensagem de Jesus. Eu não sei e sinceramente nem estou muito curioso para saber dos Reis Magos. Mas estou sempre disposto a aprender mais. A minha visão da realidade não é estática, vai evoluindo à medida que vou tendo mais conhecimentos. Estou aberto para debater novas formas de ver a realidade, desde que tenham cabeça, tronco e membros.

Citar
Os nossos irmãos que estudam KARDEC têm dificuldade em serem Universalistas portanto temos que só escrever dentro campo Kardista porque dizer que na subida para casa temos um degrau que é saber fazer MAL BEM BEM MAL talvez não entendam

O universalismo é um valor fundamental da doutrina espirita. Os espiritas aprendem que o espirito não tem, raça, sexo, nacionalidade, etc. Essas diferenças existem apenas nos corpos fisicos, que são como uma roupa que deixamos ao desencarnar. Os espiritos são todos iguais para Deus. Não há previligiados. Os que os hoje são de uma nacionalidade amanhã poderão reencarnar de outra.

Quanto aos outros espiritas não sei. Quanto a mim, de facto, não sei ler coisas escritas em códigos que só fazem sentido para quem os escreve. Mas tb não me sinto ignorante por isso.

Os degraus que vão para sua casa só você conhece, eu não conheço efectivamente :D

bem haja
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: onurb em 20 de Março de 2008, 20:00
Querida Anna, muito bem! Se continuar a estudar descobrirá ou talvez lhe seja mostrada a função dos chamados Reis Magos perante Jesus.

Vitor, boa sorte...
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Vitor Santos em 20 de Março de 2008, 20:32
Olá Onurb

Boa sorte tb para si, amigo.

bem haja
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: ailama em 21 de Março de 2008, 01:31
Olá queridos irmãos
Parece que há aqui um mal entendido.
Eu apenas quis dizer com o fazer" MAL BEM ou BEM MAL" o seguinte:
Quando impedimos um ser de cometer algo que possa prejudicá-lo(quer fisicamente quer espiritualmente) fazemos MAL porque interferimos com o livre arbítrio dele,mas por outro lado BEM porque evitámos o seu livre arbítrio inconsciênte.
Mas podemos fazer BEM se tivermos a capacidade de perdoar ou compreender quem nos fez MAL(quem nos prejudicou ou ofendeu).
Foi isto que nos ensinou JESUS.

Tudo de bom


ailama


Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Vitor Santos em 21 de Março de 2008, 10:31
Olá Ailama

Agora falou em português. Perdoe-me, mas eu não conseguia perceber se não fosse explicado.

Citar
Quando impedimos um ser de cometer algo que possa prejudicá-lo(quer fisicamente quer espiritualmente) fazemos MAL porque interferimos com o livre arbítrio dele,mas por outro lado BEM porque evitámos o seu livre arbítrio inconsciênte

Segundo entendi, quer dizer que nós podemos tentar auxiliar, mostrando as vantagens e inconvenientes deste ou daquele caminho. Ou seja mostrando a nossa perspectiva das coisas (com a intenção de ajudar). Mas erramos ao tentar  impor a todo o custo as nossas ideias ao outro, pois não devemos atrofiá-lo. Também devemos ter a humildade de entender que somos limitados. Ou seja que a nossa perspectiva das coisas, embora nos pareça a nós a melhor, pode não ser a mais correcta. É isso?

bem haja
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: aruanda em 21 de Março de 2008, 13:57
Citar
Querida Anna, muito bem! Se continuar a estudar descobrirá ou talvez lhe seja mostrada a função dos chamados Reis Magos perante Jesus.

Bem, onurb, como parece saber qual é essa função, porque não explica isso?


Citar
Os nossos irmãos que estudam KARDEC têm dificuldade em serem Universalistas portanto temos que só escrever dentro campo Kardista porque dizer que na subida para casa temos um degrau que é saber fazer MAL BEM BEM MAL talvez não entendam


Tem  a certeza do que escreveu? Ou só o fez por fazer?
Eu pensaria mesmo nestas palavras.


Citar
Om Mani Padme Hum, irmão Ailama

Agora vou pedir um favor :
Porque não traduz esta frase? Todos nós ficaríamos mais conhecedores e talvez mais universalistas....não é?

Abraços
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Peregrino em 21 de Março de 2008, 18:01
Amigos,

Não sei dos Reis Magos, mas Jesus deve estar triste de ver aqui que nós ao falarmos uns com os outros ainda não colocamos em prática o "quem quiser ser o primeiro que se faça o último".. se bem me recordo Ele lavou os pés dos apostolos na Pascoa, antes do seu calvário, e não lhes falou com arrogância e nem os chamou ignorantes, apesar de saber muito mais do que eles.

De facto, há momentos que nem a +/-100 DC chegamos. E nem a 1857.

Boa Pascoa a todos.

Pg
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: onurb em 22 de Março de 2008, 10:11
Citar
Querida Anna, muito bem! Se continuar a estudar descobrirá ou talvez lhe seja mostrada a função dos chamados Reis Magos perante Jesus.

Bem, onurb, como parece saber qual é essa função, porque não explica isso?

Se S. Beda existiu e disse que sim, que existiram os Reis Magos, então eu acredito que existiram.
 
S. Beda era um religioso e um místico, que aliava a oração, ao estudo e à meditação. Identificou os três reis como astrologos, muito informados e priviligiados que poderam ver Jesus já crescido, com cerca de 2 anos.
 
Informaram a Mãe do grande destino do Menino e, foi depois deste alarme ( Ouro = Ele era o Rei dos Judeus; Incenso = Grande elevação espiritual; Mirra = iria morrer) que Maria decide visitar os sacerdotas em Jerusalém. Já no templo Jesus fica a falar com os sacerdotes que ficam espantados com a sua evolução para a idade e época.
 
De salientar ainda em relação a S. Beda, que como todos os verdadeiros santos, 'se assim se pode dizer', o corpo auto preservou-se sem intervenção humana e dele saía um perfume maravilhoso (ver outras histórias de vidas de santos cujo corpo passou pelo mesmo processo), portanto acho que o Santo foi informado pelo Alto não ia mentir!

Citar
Os nossos irmãos que estudam KARDEC têm dificuldade em serem Universalistas portanto temos que só escrever dentro campo Kardista porque dizer que na subida para casa temos um degrau que é saber fazer MAL BEM BEM MAL talvez não entendam


Tem  a certeza do que escreveu? Ou só o fez por fazer?
Eu pensaria mesmo nestas palavras.

Não fui eu que escrevi e também ando meditar sobre essas palavras...


Citar
Om Mani Padme Hum, irmão Ailama

Agora vou pedir um favor :
Porque não traduz esta frase? Todos nós ficaríamos mais conhecedores e talvez mais universalistas....não é?

Abraços


"Om mani padme hum é possivelmente o mantra mais famoso do Budismo; o mantra de seis sílabas do bodhisattva da compaixão: Avalokiteshvara.

De origem indiana, de lá foi para o Tibete. É o mantra mais entoado pelo budistas tibetanos.

Om Mani Padme Hum.

    * Om fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino dos deuses. O sofrimento do reino dos deuses surge da previsão da própria queda do reino dos deuses [isto é, de morrerem e renascerem em reinos inferiores]. Este sofrimento vem do orgulho.

    * Ma fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino dos deuses guerreiros (sânsc. asuras). O sofrimento dos asuras é a briga constante. Este sofrimento vem da inveja.

    * Ni fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino humano. O sofrimento dos humanos é o nascimento, a doença, a velhice e a morte. Este sofrimento vem do desejo.

    * Pad fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino animal. O sofrimento dos animais é o da estupidez, da rapina de um sobre o outro, de ser morto pelos homens para obterem carne, peles etc., e de ser morto pelas feras por dever. Este sofrimento vem da ignorância.

    * Me fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino dos fantasmas famintos (sânsc. pretas). O sofrimento dos fantasmas famintos é o da fome e o da sede. Este sofrimento vem da ganância.

    * Hum fecha a porta para o sofrimento de renascer no reino do inferno. O sofrimento dos infernos é o calor e o frio. Este sofrimento vem da raiva ou ódio."



Amigos,

Não sei dos Reis Magos, mas Jesus deve estar triste de ver aqui que nós ao falarmos uns com os outros ainda não colocamos em prática o "quem quiser ser o primeiro que se faça o último".. se bem me recordo Ele lavou os pés dos apostolos na Pascoa, antes do seu calvário, e não lhes falou com arrogância e nem os chamou ignorantes, apesar de saber muito mais do que eles.

De facto, há momentos que nem a +/-100 DC chegamos. E nem a 1857.

Boa Pascoa a todos.

Pg

Entretanto veio ao meu pensamento uma situação, uma sala cheia alguém lá dentro falava eu cá fora ria do que ouvia.

Quero agradecer a todos a maravilhosa experiencia que me estão a oferecer.


OM MANI PADME HUM
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: SB em 23 de Março de 2008, 20:26
ola Onurb,

Fiquei algo surpreendida consigo.

Sendo espirita, nao me impede de ser amiga de mestres e aprendizes de outras filosofias e doutrinas, e com alguns desses amigos, aprender imenso com as suas simples e sabias lições e penso ja ter aprendido muito bem como usar e sentir alguns mantras, e este que aqui menciona, requer no seu aprendizado algo como ja conseguido, o poder do desejo puro dentro de nós, é a energia da nossa alma, da nossa consciência.

Agindo de forma altruista para o mundo, para o universo, mas ao le-lo pensei: - onde foi parar o seu altruismo???

Antes de começar a utilizar desta forma o mantra mais conhecido de Buda, comece pelo mantra que traz a sabedoria

Teyathá Om Gate Gate Paragate Parasamgate Bodhi Svâhâ que quer dizer "Como os budas, possamos nós concluir sem obstáculos tudo aquilo que começamos"

Aprenda a nao impor a si mesmo os obstaculos, so depois poderá encontrar o que tanto procura, sabedoria ;)

Abraços
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: aruanda em 23 de Março de 2008, 20:33
 Ornub, agradeço as suas explicações.

Fiquei um pouco mais "rica".

Abraços
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Abrame em 23 de Março de 2008, 22:20
Companheiros do Caminho
A propósito do Universalismo, penso que há três situações distintas dos que se reclamam de Universalistas.
A primeira pertence aos materialistas que tomando conhecimento que o nosso veículo físico é também formado pelos elementos que constituem o universo material os leva a considerarem-se universais.
A segunda é a que englobando a parte espiritual a que pertencem as religiões, algumas até usam a palavra universal nas suas próprias denominações, chamando-se a si mesmas
religião universalista por se acharem possuidores da verdade universal . Este universalismo é estruturado pelos seus próprios póstulados, formados pelas suas interpretações dos livros chamados sacros.
A terceira pertence àqueles que acreditando em Deus, a verdade absoluta, que está em toda a parte e que tudo creou em unidade, adquirem o seu estatuto de Universalistas, porque não se querem separar do todo a que pertencem, ou seja, são de todas as áreas do conhecimento
quer material, quer espiritual e não são de nenhuma em particular. Conheço espíritas com esta forma de pensar que não deixam de seguir a Doutrina Espírita e bem.
Não podemos negar que na Doutrina  Espírita, como em qualquer organização religiosa e não só,
existem várias categorias de adeptos: Os ortodoxos, os fundamentalistas, os fanáticos, os bem
intencionados, os lúcidos, os instruídos, os esclarecidos etc.etc. Será que nós já
não pertencemos a qualquer dessas categorias, ou ainda pertençemos a algumas delas?
Pelo estudo que como vocês tenho feito da Doutrina Espírita tenho encontrado nela toda uma tendência Universalista porque o seu Codificador que sendo de base cientifica teve a rara visão inteligente, de unir a ciência à filosofia e estas à religiosidade. A Doutrina Espírita não obriga a nada. A creatura é livre para agir como deseja, mas com a conscência de que todos somos responsáveis pelos próprios actos.
Para além disto ALLAN KARDEC como cientista que era sabia que tudo no Universo está em constante transformação e vimos escrito pelo próprio o seguinte: No Cap.l P.10 Adverte-nos para a existência de espíritos puros e de espíritos de falsa aparência e no Cap.l P.58 informa-nos "O Espiritismo caminha com o progresso, e jamais será ultrapassado, porque se novas descobertas comprovarem que ele está errado em um determinado ponto, ele o modificará; se uma nova verdade se revelar, ele a aceitará".
Com isto este homem demonstrou a sua competência e honestidade tornando a Doutrina Espírita evolucionista e infinita.
Já escrevi em outro sítio, "Se a Doutrina Espírita é uma Doutrina em evolução, de que não se duvida, pois foi o próprio Codificador que o declarou, logo é óbvio que os seres humanos que também se encontram em evolução, evoluem com ela e ela com êles.
Pelo que sabemos não há qualquer obstáculo a compreender que a Doutrina Espírita conduz à evolução dos Seres, através do seu estudo e prática, isso é um facto comprovado por nós próprios.
Fica-nos a pergunta e como reflecção se ela também tem evoluido com os espíritas, ou se, é uma doutrina absoluta e imutável.?!
Não percamos a Ética Espirita, baseasa no aspecto moral da Doutrina Espírita. Meus votos.
Um abraço fraterno.
Abrame.
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Abrame em 23 de Março de 2008, 22:36
Companheiros do Caminho
Peço desculpa mas  a sitação não é da P.58 mas sim da P.55
O nº não estava bem explicito no racunho.
Obrigado
Abrame
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: SB em 23 de Março de 2008, 22:50
Apreciei bastante a sua reflexão. Mt bem estruturada  ;)

Abraços
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: onurb em 24 de Março de 2008, 11:02
ola Onurb,

Fiquei algo surpreendida consigo.

Sendo espirita, nao me impede de ser amiga de mestres e aprendizes de outras filosofias e doutrinas, e com alguns desses amigos, aprender imenso com as suas simples e sabias lições e penso ja ter aprendido muito bem como usar e sentir alguns mantras, e este que aqui menciona, requer no seu aprendizado algo como ja conseguido, o poder do desejo puro dentro de nós, é a energia da nossa alma, da nossa consciência.

Agindo de forma altruista para o mundo, para o universo, mas ao le-lo pensei: - onde foi parar o seu altruismo???

Antes de começar a utilizar desta forma o mantra mais conhecido de Buda, comece pelo mantra que traz a sabedoria

Teyathá Om Gate Gate Paragate Parasamgate Bodhi Svâhâ que quer dizer "Como os budas, possamos nós concluir sem obstáculos tudo aquilo que começamos"

Aprenda a nao impor a si mesmo os obstaculos, so depois poderá encontrar o que tanto procura, sabedoria ;)

Abraços

Obrigado pela atenção, na realidade mas ainda estou muito atrasado para obter Sabedoria Suprema, mas não tenho pressa tenho muito tempo, ainda ando pelo Om Namo Narayanaya, Om Mani Padme Hum.

Mais uma vez obrigado pela maravilhosa experiência que me estão a proporcionar.

Om Mani Padme Hum
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Ana Ang em 25 de Março de 2008, 00:21

Olá amigos :)

Como já foi citado, não existe comprovação histórica da existência dos chamados reis magos ou dos fatos que se desenrolaram posteriormente no árido ambiente da Judéia.

Contudo, é interessante observar que em todas as leituras bíblicas podemos encontrar ensinamentos profundos envoltos em simples simbologia, tal como nos ensina o Espiritismo um sentido mais elevado em qualquer ocorrência aparentemente sem importância…

Para avaliarmos a possível mensagem implícita no episódio da visita dos reis magos a Jesus, podemos começar pela interpretação do texto hebraico da bíblia, onde não são citados os magos (“astrólogos” no idioma), mas sim, os presentes ofertados por eles: ouro, incenso e mirra.

Na antigüidade, o ouro era o presente usualmente oferecido a um rei; incenso, para um sacerdote; e mirra, para um profeta. Esta última também era usada para embalsamar corpos e, portanto, a mortalidade ficaria representada.

As dádivas oferecidas talvez queiram apenas simbolizar a realeza, a divindade e a mortalidade (humanidade) de Jesus para indicar a qualidade messiânica e redentora do Filho de Deus.

Abraços fraternos :)
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Abrame em 25 de Março de 2008, 18:56
Olá Ana Angélica
Realmente é como você informa no meu entender.
Não sei se já leu, mas saíu à pouco um livro com o titulo "Vidas Cruzadas" de Pedro Barahona de Lemos, residente nos Est.Unid. que embora esteja um pouco romanceado é escrito por um estudioso do Cristianismo Primitivo considerado entre os melhores  conhecedores no Mundo, pelo que tem sido galardoado naquele País.
Ele neste livro fala sobre os Reis Magos.
Claro que cada um tem o direito de acreditar no que quizer.
Um abraço fraterno.
Abrame
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Ana Ang em 26 de Março de 2008, 13:54

Olá Abrame :)

Não conhecia este livro que citaste, obrigada pela dica, parece uma leitura muito interessante.

Tenho em mãos, do mesmo autor, a obra “O Príncipe da Luz – O verdadeiro sentido da mensagem do Cristo”, que também apresenta um estudo sobre o Cristianismo Primitivo, nos moldes que a nossa ciência já é capaz de averiguar.

Alguns comentários do autor sobre os Reis Magos e a Estrela explicam que somente Mateus os menciona na narrativa evangélica e como Magos e não Reis, termo este adotado nos evangelhos apócrifos somente. Já Lucas afirma que pastores da região foram informados e guiados pelo Anjo Anunciador até o menino.

Mas em razão destas e de outras contradições nos textos, o autor também fixa-se com mais atenção nos presentes ofertados:

A entrega do ouro simboliza a partilha da Luz. Esta cerimônia, muito antiga, vem dos tempos faraónicos e o seu significado era esse mesmo. Porque com a Luz vinha o conhecimento supremo. Também o incenso tem um significado semelhante, já que representava a “divindade” em cada um.

Um site para quem gosta de estudar os primeiros tempos do Cristianismo:

Enciclopédia Zimpózio (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5jZmgudWZzYy5ici9+c2ltcG96aW8vRnVuZF9DcmlzLzQyNTF5MDAwLmh0bSNILw==)

Abraços fraternos :)
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Abrame em 26 de Março de 2008, 18:08
Olá Ana Angélica
Obrigado pela resposta que muito apreciei.
Todo o conhecimento nos foi dado através de simbolos- de muitas formas - desde a noite dos tempos. O próprio Jesus quase na totalidade dos seus ensinamentos nos fala por parábolas. Isto requere um vasto conhecimento básico geral, que se torna difícil de
obter para que possamos extraír a essência do transmitido em sua pureza. Pureza relativa, claro, Pois cada um de nós só consegue perceber em função do estado evolutivo de sensibilidade espiritual em que se encontra. Há aquela frase feita que diz:
" A letra mata o espírito vivifica. Na Doutrina Espírita isso não acontece porque Allan Kardec é bem explícito na sua codificação, mas penso que ao estudar-se outras fontes
do saber leva-se a apreender melhor o Espiritismo nos aspectos de que é constituido.
A creação é dualista para que o homem tenha meios de comparação. Por exemplo: que o Bem e o Mal não são opostos, mas sim complementos. Como poderiamos saber o que era o Bem se não soubessemos o que era o Mal, ou vice-versa?
Desculpe a dissertação, mas ela surgiu em função dos símbolos de que falou e é um prazer ter com quem dialogar. Evidentemente, construíndo.
Um Fraternal abraço
Abrame.
 
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: onurb em 27 de Março de 2008, 10:50
Olá a todos,

Veio ao meu pensamento mais outra questão relacionada com os Reis Magos (Gnósticos, Filósofos, Astrólogos, Matemáticos, etc...) por onde andou nosso querido irmão Jesus até aparecer perante João Baptista (antes Elias...)?

Embora nosso irmão Jesus, não tivesse Carma de vidas anteriores e uma vez que veio a nós (ou seja o tal chamado nascimento virgem, que muitos confundem com outra virgindade) directamente do Uno (não sofria da causa efeito, se é que me faço entender), ao encarnar também ele sofreu da dita lei "ao encarnar não te recordarás quem foste".

Terá ele sofrido desde criança? Atormentado pelo seu crescimento em carne, até que os adultos o ouvissem, que por fim até foram poucos, e ainda o é!

Terá sido guiado por uma aprendizagem gradual? Até que por fim soube quem era e qual a sua missão!

Om Mani Padme Hum
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Vitor Santos em 27 de Março de 2008, 13:05
Olá

Allan Kardec, no livro "A Génese" disserta sobre a natureza de Jesus. Eu concordo com ele e aceito plenamente o raciocionio dele nesta matéria:

Citar
2. - Sem nada prejulgar quanto à natureza do Cristo, natureza cujo exame não entra no quadro desta obra, considerando-o apenas um Espírito superior, não podemos deixar de reconhecê-lo um dos de ordem mais elevada e colocado, por suas virtudes, muitíssimo acima da humanidade terrestre.

Pelos imensos resultados que produziu, a sua encarnação neste mundo forçosamente há de ter sido uma dessas missões que a Divindade somente a seus mensageiros diretos confia, para cumprimento de seus desígnios. Mesmo sem supor que ele fosse o próprio Deus, mas unicamente um enviado de Deus para transmitir sua palavra aos homens, seria mais do que um profeta, porquanto seria um Messias divino.

Como homem, tinha a organização dos seres carnais; porém, como Espírito puro, desprendido da matéria, havia de viver mais da vida espiritual, do que da vida corporal, de cujas fraquezas não era passível. A sua superioridade com relação aos homens não derivava das qualidades particulares do seu corpo, mas das do seu Espírito, que dominava de modo absoluto a matéria e da do seu perispírito, tirado da parte mais quintessenciada dos fluidos terrestres (cap. XIV, nº 9). Sua alma, provavelmente, não se achava presa ao corpo, senão pelos laços estritamente indispensáveis. Constantemente desprendida, ela decerto lhe dava dupla vista, não só permanente, como de excepcional penetração e superior de muito àque de ordinário possuem os homens comuns. O mesmo havia de dar-se, nele, com relação a todos os fenômenos que dependem dos fluidos perispirituais ou psíquicos. A qualidade desses fluidos lhe conferia imensa forca magnética, secundada pelo incessante desejo de fazer o bem. Agiria como médium nas curas que operava? Poder-se-á considerá-lo poderoso médium curador? Não, porquanto o médium é um intermediário, um instrumento de que se servem os Espíritos desencarnados e o Cristo não precisava de assistência, pois que era ele quem assistia os outros. Agia por si mesmo, em virtude do seu poder pessoal, como o podem fazer, em certos casos, os encarnados, na medida de suas forças. Que Espírito, ao demais, ousaria insuflar-lhe seus próprios pensamentos e encarregá-lo de os transmitir? Se algum influxo estranho recebia, esse só de Deus lhe poderia vir. Segundo definição dada por um Espírito, ele era médium de Deus.

A pergunta que eu faço é a seguinte: será que nós, espiritos incomparávelmente inferiores a Jesus, podemos saber ou até imaginar o que ía na mente dele ou de outros espiritos que já antigiram nivel equivalente, para saber ou sequer imaginar como eles percepcionam a realidade?

Jesus já passou por nivel idêntico ao nosso. Para ele somos como livros abertos. Não temos segredos. Mas nós não chegámos ao nivel de Jesus. Não tenho qualquer dúvida disso. Será que podemos fazer um debate com fundamento credivel sobre isto? Eu acho que não. Pelo menos eu não me considero à altura de tal debate. A minha posição está definida: adopto a posição de Kardec.

Querer compreender como Jesus percepcionava mundo, para nós, é como uma criança de 3 anos querer discutir fisica teórica ao nivel dos cientistas mais credenciados da actualidade para o assunto. Não está ao nosso alcance.

Acho que o debate sobre este tema não tem qualquer utilidade para o fórum espirita nem para esclarecer ninguém. Digo isso porque acho que ninguém tem fundamentos fiáveis para aprofundar este assunto. Não me oponho a que o debate continue, mas alerto para a necessidade de respeitar o nome de Jesus em todas as intervenções.

bem hajam
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: onurb em 27 de Março de 2008, 15:27
.....
Acho que o debate sobre este tema não tem qualquer utilidade para o fórum espirita nem para esclarecer ninguém. Digo isso porque acho que ninguém tem fundamentos fiáveis para aprofundar este assunto. Não me oponho a que o debate continue, mas alerto para a necessidade de respeitar o nome de Jesus em todas as intervenções.

bem hajam


Qual a utilidade do fórum se não for para questionar quem já se interessa pelo espiritualismo, clarividência, descoberta do seu EU e regresso à casa do PAI! Poderei eu falar assim como falo com voçês, com o jovem aqui do lado sem ser apedrejado? Sem ser considerado louco! Sem ser colocado na fogueira! Sem ser crucificado! Sem que me digam "Sim sim, está bem" e pelas costas riem, sem se aperceberem que acumularam mais uma experiência ao seu saco de experiências! E se não o experimentarem nesta, experimentaram na próxima!

Porque estamos nós presos exactamente às mesmas pessoas, se já o dissemos antes, se já o discutimos antes, se já o experimentamos juntos? Porque nos juntamos exactamente no mesmo ponto? Mudamos apenas de roupa!!!

Citar
Kardec
...
Como homem, tinha a organização dos seres carnais; porém, como Espírito puro, desprendido da matéria, havia de viver mais da vida espiritual, do que da vida corporal, de cujas fraquezas não era passível.
...

Citar
Eu sem ler Kardec...

Embora nosso irmão Jesus, não tivesse Carma de vidas anteriores e uma vez que veio a nós (ou seja o tal chamado nascimento virgem, que muitos confundem com outra virgindade) directamente do Uno (não sofria da causa efeito, se é que me faço entender), ao encarnar também ele sofreu da dita lei "ao encarnar não te recordarás quem foste".



E como criança, quem o ajudou a despertar e ver o seu EU? Como desperto o meu EU? Como despertar o vosso EU?

Só mais uma observação se assim me permitem, e depois passarei apenas a ler!

Jesus, meu grande irmão, filho do mesmo PAI (AUM, UNO, ...), foi, é responsável  pela Evolução/Guia da Humanidade -> nós! Veio à Terra para nos dizer que somos todos iguais e filhos do mesmo PAI, e que devemos amar o próximo como a nós mesmos e muitas mais lições, entre as quais o relembrar quem és.

Não será importante começar por relembrar quem somos e como o fazer? Ter um principio! Sentir como foi, e pedir para sermos também! Claro que ao pedir teremos que abdicar de muitas coisas, mas pode ser feito gradual, nesta passagem isto, na próxima outra coisa, sem presa para não cairmos de novo!

Ou devemos começar pelo!
Uauuuuu nas minhas mãos consigo visualizar uma aura branca com a espessura de 1 cm!!! E consigo aglomerar uma bola de Prana entre a duas mãos!!!

eu (com letra minúscula, diferente do Eu) sou mestre (quando nosso Mestre só há um) de Reiki (ou outro nome bonito que encontrem) dou passes e faço muitos ficarem bons!!!

É isto o espiritismo!!!

Estamos apenas a dialogar, eu acho importantíssimo o dialogo agora que se pode!!!








Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Vitor Santos em 27 de Março de 2008, 16:56
Olá Onurb

Citar
Qual a utilidade do fórum se não for para questionar quem já se interessa pelo espiritualismo, clarividência, descoberta do seu EU e regresso à casa do PAI! Poderei eu falar assim como falo com voçês, com o jovem aqui do lado sem ser apedrejado? Sem ser considerado louco! Sem ser colocado na fogueira! Sem ser crucificado! Sem que me digam "Sim sim, está bem" e pelas costas riem, sem se aperceberem que acumularam mais uma experiência ao seu saco de experiências! E se não o experimentarem nesta, experimentaram na próxima!


O fórum não foi criado para o estudo do espiritualismo, em geral, mas para o estudo conjunto da doutrina espirita. Com todo o respeito, mas não tem mandato para definir o que deve ser este fórum. Se fizer um seu, poderá determinar os objectivos do mesmo. Há regras definidas e escritas que pode ler, se tiver dúvidas. :)

Quanto a ser apedrejado, crucificado ou colocado numa fogueira, amigo, não tenha medo. Estamos em Portugal, Europa. Aqui não guerras santas, pelo menos que eu saiba. O espiritismo defende a não violência, de acordo com os preceitos ensinadoas por Jesus.

Se está a receber ameaças deve queixar-se à policia. Já há queixas via internet, mas não é neste site. :D

Citar
Porque estamos nós presos exactamente às mesmas pessoas, se já o dissemos antes, se já o discutimos antes, se já o experimentamos juntos? Porque nos juntamos exactamente no mesmo ponto? Mudamos apenas de roupa!!!


Cada um deve questionar-se individualmente sobre a forma de se libertar, rumo a planetas mais felizes. Ou, pelo menos, para acompanhar a evolução deste planeta (talvez já não seja mau de todo). Cada um tem de fazer por si. Ajuda-te e o céu te ajudará.


Citar
como criança, quem o ajudou a despertar e ver o seu EU? Como desperto o meu EU? Como despertar o vosso EU?

Terei de ser eu mesmo a despertar, com o amparo do meu anjo guardião e dos bons espiritos que por mim se interessarem. Não lhe cabe a si fazê-lo, embora agradeça a sua vontade de me ajudar. Você tem a si próprio para se cuidar. Se o fizer já não é mau de todo. :-X

Citar
Jesus, meu grande irmão, filho do mesmo PAI (AUM, UNO, ...), foi, é responsável  pela Evolução/Guia da Humanidade -> nós! Veio à Terra para nos dizer que somos todos iguais e filhos do mesmo PAI, e que devemos amar o próximo como a nós mesmos e muitas mais lições, entre as quais o relembrar quem és.


Concordo, com a excepção dos AUM UNO, que não sei o que é.  :D

Citar
Não será importante começar por relembrar quem somos e como o fazer? Ter um principio! Sentir como foi, e pedir para sermos também! Claro que ao pedir teremos que abdicar de muitas coisas, mas pode ser feito gradual, nesta passagem isto, na próxima outra coisa, sem presa para não cairmos de novo!

Como me vou lembrar do que ainda não aprendi? Deus criou-me simples e ignorante. Deu-me a missão de evoluir até espirito puro e ir colaborando na obra universal, de acordo com o nivel evolutivo a que me encontro em cada momento. :)

Citar
Ou devemos começar pelo!
Uauuuuu nas minhas mãos consigo visualizar uma aura branca com a espessura de 1 cm!!! E consigo aglomerar uma bola de Prana entre a duas mãos!!!

eu (com letra minúscula, diferente do Eu) sou mestre (quando nosso Mestre só há um) de Reiki (ou outro nome bonito que encontrem) dou passes e faço muitos ficarem bons!!!

Estamos apenas a dialogar, eu acho importantíssimo o dialogo agora que se pode!!!

visualizar auras brancas, para mim, só através de ilusões de óptica, brincando com a visão periférica. Se há quem as veja, não sou eu. Terá de aguardar quem o possa informar sobre isso.Eu até tenho duvidas sobre o que é nós vemos na fotografia Kirlian. Definitivamente não sou a pessoa indicada para lhe responder a esta questão, não há dúvida. ???

Citar
cm!!! E consigo aglomerar uma bola de Prana entre a duas mãos!!!

Isso não prática espirita, como ver as auras o não é. Pode haver espiritas com um sexto-sentido apurado. Mas a doutrina visa essencialmente a nossa auto-melhoria moral. ???

Os fenómenos devem ser estudados, interpretados correctamente, com uma postura cientifica e, se possivel, explicados. Kardec ensinou-nos a ter uma postura de cautela, para não errarmos, levados pelo entusiasmo sensacionalista. Mas a ciência espirita, que é o registo e interpretação dos fenómenos espiritas é apenas um dos aspectos da doutrina. É mais importante do ponto de vista de quem está a começar, cheio de dúvidas. Para aqueles que já consolidaram a sua fé, não são necessários fenómenos para acreditar em Deus, na vida eterna, na comunicabilidade dos espiritos, na reencarnação, etc. Nos centros espiritas não sessões públicas que não sejam de esclarecimento e de debate. Não se praticam actividades como aquelas que fala. :)

Citar
eu (com letra minúscula, diferente do Eu) sou mestre (quando nosso Mestre só há um) de Reiki (ou outro nome bonito que encontrem) dou passes e faço muitos ficarem bons!!!


Tudo bem. Desde que pague os seus impostos não temos nada a haver com isso. mas cuidado, pois o nosso ministro das Finanças, mais conhecido por BB (Big Brother), está atento. Pode tributá-lo a dobrar  (uma vez pelo "eu" e outra pelo "Eu"). Você pode ser mestre de Reiki á vontade. Mas olhe que não há só um. Não se iluda. Há concorrência. Não entendo é o que é que isso tem a haver com espiritismo.  :D

Quanto aos passes espiritas, são gratuitos. Está preocupado com a concorrência desleal, é isso? Ou tem medo que o levem á força a uma associação espirita para lhe aplicarem um passe? Se é isso não tenha medo. Os trabalhadores já têm mais que fazer com as pessoas que lá chegam, não vão buscar ninguém a casa. também não me parece que o passe faça mal à saude. Normalmente sinto-me bem, como se tivesse feito um exercicio de relaxamento, depois dele. Nunca vi ninguém queixar-se. :)

bem haja
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: onurb em 27 de Março de 2008, 17:55
Vitor Santos, nem meditou sobre o que escrevi, nem enquadrou em Kardec. É pena!

Certo que outros meditaram! Aqui ou no outro lado!

Om Mani Padme Hum
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Vitor Santos em 27 de Março de 2008, 18:37
Olá Bruno

Lamento não dar uma resposta que lhe agrade. cada um faz o melhor que pode e a mais não é obrigado.

bem haja
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: aruanda em 27 de Março de 2008, 19:08
Olá Onurb, mesmo não entendendo muito bem a maneira como se exprime, a verdade é que chego à conclusão que você não sabe o que é espiritismo.
Primeiro ,"parece-me" que confunde espiritismo com mediunismo e,uma coisa não tem a ver com a outra.
também me parece que faz uma confusão entre espiritualismo e espiritismo.

Citar
eu (com letra minúscula, diferente do Eu) sou mestre (quando nosso Mestre só há um) de Reiki (ou outro nome bonito que encontrem) dou passes e faço muitos ficarem bons!!!

ainda bem, só lamento que possa não fazer isso durante muito tempo porque há uma coisa chamada "humildade" que é a base de quem ajuda os outros.

levando dinheiro como você ou não recebendo nada ,como nós, a humildade é a base.
Sabe porquê? Porque o nosso EGO prega-nos muitas partidas se não for devidamente educado.


Citar
Vitor Santos, nem meditou sobre o que escrevi, nem enquadrou em Kardec. É

Certo que outros meditaram! Aqui ou no outro lado!


Quem conhece o Vítor, sabe que ele não reponde sem previamente analisar.
E, como tem tanta certeza que o que escreve é tão bom que dá para os outros meditarem aqui ou do outro lado?
Bom não esquecer que do outro lado também há quem não saiba nada.
Ou você também acredita que depois de passarmos para o outro lado viramos sábios?

Só para terminar,não se esqueça que quer goste ou não, ao registar-se neste fórum aceitou as regras que existem e, isto é um fórum Espirita e, não espiritualista.

abraços

Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: aruanda em 27 de Março de 2008, 20:19
Citar
Reconheço, e disso peço desculpa, que o meu lado emotivo me provoca alguma impulsividade e que isso me leva a dizer coisas, incorrectas porque fora do contexto, que doutra forma não o faria. Não é Aruanda, não é Peregrino?

Atlante, não percebo onde, pelo menos neste tópico existiu da minha parte alguma palavra menos correcta para consigo...se o fiz peço desculpa.

No entanto, convém não esquecer que estamos a "escrever" e não a falar frente a frente pelo que podemos , como é normal, interpretar alguma frase de modo incorrecto ...todos nós.

Abraços
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: ailama em 27 de Março de 2008, 21:02
Olá Ornub

Li o seu texto com muita atenção, é pena que não o tenham percebido!
Nem a si nem o terxto!Não estavam atentos concerteza , acontece!
não sei o que lhes passou pelo pensamento, mas confundiram tudo!
Vejo que está interessado na sua evolução e isso é bom!
Pois acho que devia aceitar o conselho do irmão Victor e criar um forum,pois ai poderemos falar de Kardec sem fanatismos e quem sabe ,se outros irmãos mais "adiantados" na doutrina kardec lhe tirarão as dúvidas e o ajudam na sua evolução. Na sua, e na minha claro!
Temos todos muito que aprender caso contrário não estaríamos aqui!
Bem Haja!
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Vitor Santos em 27 de Março de 2008, 21:42
Olá Amália

Se não estamos à altura para vos ensinar, peço desculpa. Cada um faz o que pode e a mais não é obrigado.

A ideia de procurar espiritas que vos possam ajudar melhor, é muito boa. Bem como a de fazerem outro fórum. Não vos consigo dar melhores sugestões. O vosso tempo talvez seja mal empregado aqui. Merecem, decerto, melhor que isto.

Boa sorte

bem hajam
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: aruanda em 27 de Março de 2008, 22:44
Citar
Li o seu texto com muita atenção, é pena que não o tenham percebido!
Nem a si nem o terxto!Não estavam atentos concerteza , acontece!
não sei o que lhes passou pelo pensamento, mas confundiram tudo!

Sabe uma coisa Amália, quando uma pessoa confunde uma leitura é normal.
Quando duas pessoas a confundem  seria inteligente que o autor da mesma a analisasse ,porque pode ter sido ele que se expressou de forma menos correcta , no sentido de como se exprimiu. Pelos vistos, está confirmado por vocês que o problema é meu e do Vítor...tudo bem

Citar
Vejo que está interessado na sua evolução e isso é bom!

Eu também acho óptimo, com toda  a sinceridade. Convém não esquecer que a nossa evolução começa SEMPRE pela auto-análise.

Citar
Pois acho que devia aceitar o conselho do irmão Victor e criar um fórum,pois ai poderemos falar de Kardec sem fanatismos e quem sabe ,se outros irmãos mais "adiantados" na doutrina kardec lhe tirarão as dúvidas e o ajudam na sua evolução. Na sua, e na minha claro!

Eu penso que cada um deve seguir o seu caminho e, realmente pode ser que vocês precisem de estar com espíritos encarnados mais evoluidos que eu e o Vítor.
Convém também não esquecer a lei de afinidade.
Ah, se existem pessoas que não são fanáticas ,somos nós...penso que confundiu as coisas. Mas, quantos mais fóruns existirem melhor, desde que bem geridos e com pessoas que saibam o que dizem o caminho é em frente com esse projecto.
Se o fizerem avisem para também participarmos, agora como visitantes.

Citar
Temos todos muito que aprender caso contrário não estaríamos aqui!
Bem Haja!

Penso que há um pequeno equivoco. Nós não estamos aqui para ensinar ninguém.
Estamos aqui porque acreditamos que este fórum pode "abrir" caminhos a muitas pessoas quer sigam depois o espiritismo ou não.
Por vezes, uma frase pode mudar  a vida de alguém. Nunca nos (porque penso que é a opinião do Vítor) passou pela ideia ensinar seja quem for.
Agora, daí a permitir que se confundam as coisas vai um grande passo

Abraços
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: aruanda em 27 de Março de 2008, 22:48
Citar
Aruanda

Não foste tu que foste incorrecta, minha amiga, fui eu. Ou já não te lembras da reguada(?) Que muito te agradeço. Penso que não foi neste tópico e foi por estar sempre a chamer a atenção dos Espiritas. Lembras-te.

Desculpa Atlante, não percebi  :-[ :-[

Abraços
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: onurb em 28 de Março de 2008, 12:11
Irmãos,

Sei que por vezes os pensamentos surgem como autênticos raios... e não os acompanho com a escrita.

Mas...

Citar
...Está preocupado com a concorrência desleal, é isso? Ou tem medo que o levem á força a uma associação espirita para lhe aplicarem um passe? Se é isso não tenha medo. Os trabalhadores já têm mais que fazer com as pessoas que lá chegam, não vão buscar ninguém a casa. também não me parece que o passe faça mal à saude. .......

Citar
...levando dinheiro como você ou não recebendo nada ,como nós, ....

Em verdade vos digo que senti um aperto no peito de grande tristeza, "concorrência", "medo", "levar dinheiro", oh meu bom Jesus!!! Veio à minha mente várias passagens antigas, senti uma mão amiga que me mostrou "A boa semente e terra nasce", e como veio foi perguntando-me "Onde está esse teu sorriso?" 

De qualquer forma e sabendo que muitos não me entende quero agradecer a todos, pois sem vocês não conseguiria experimentar e recordar.

Om Mani Padme Hum
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: aruanda em 28 de Março de 2008, 13:28
Onurb, todos nós cometemos erros .
Todos nós precisamos, muitas vezes, tentar saber quem somos e se estamos no caminho certo.
 Me desculpe se alguma palavra foi menos correcta mas, realmente tenho certa dificuldade (certamente limitação minha) em o entender.

Por exemplo:

Citar
De qualquer forma e sabendo que muitos não me entende quero agradecer a todos, pois sem vocês não conseguiria experimentar e recordar.

O que nos quer transmitir com este experimentar  e recordar?

É claro que pode ser uma questão pessoal e, temos que respeitar mas, também deve compreender que o diálogo quando não é feito na mesma sintonia , mesmo que se esteja a dizer o mesmo dá confusão.

Fique bem

Abraços

Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Vitor Santos em 28 de Março de 2008, 21:54
Olá Onurb

Citar
Em verdade vos digo que senti um aperto no peito de grande tristeza, "concorrência", "medo", "levar dinheiro", oh meu bom Jesus!!! Veio à minha mente várias passagens antigas, senti uma mão amiga que me mostrou "A boa semente e terra nasce", e como veio foi perguntando-me "Onde está esse teu sorriso?" 

De qualquer forma e sabendo que muitos não me entende quero agradecer a todos, pois sem vocês não conseguiria experimentar e recordar.

Não digo que você seja ou não iluminado, que não tenha uma compreensão acima da minha. Não o conheço, nem me pronuncio sobre a elevação moral ou sobre a inteligência das pessoas, mesmo que as conheça, quanto mais sem as conhecer. Já não sei se posso dizer é que você escreve de forma clara. Podia ser defeito meu, mas pelo que parece não é só meu. Há mais quem pense o mesmo. Por isso inclino-me a pensar que há hipóteses de ser defeito da sua escrita.

Uma das coisas que admiro nos espiritos superiores, que responderam a kardec é a forma objectiva, clara e concisa de comunicar deles. Comigo você nada tem a aprender, provávelmente, mas lendo kardec talvez você possa aperfeiçoar a escrita. É apenas uma sugestão.

O tema sob o qual você está a escrever, chama-se: "O que é o espiritismo". Recordo-lhe as regras do fórum. Se tem alguma coisa a dizer sob o tema em questão, tudo bem, senão é melhor escrever em "off-topic", senão se importar. Espero que compreenda a necessidade de organizar as intervenções, de forma a facilitar a leitura a quem chega ao fórum. Os temas foram criados com um objectivo...Este tema serve para debater o que é o espiritismo.

Quanto aos agradecimentos amigo, eu não estou aqui para me agradecerem. Mas se quer simpático, tudo bem. E ainda bem que o ajudamos a recordar amigo. Tem falta de memória? Senão é isso, o que é que quer dizer?

bem haja
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Ana Ang em 16 de Abril de 2008, 17:56

Olá Abrame :)

Desculpe a demora em responder  :-[

O Cristianismo Primitivo sempre foi um tema que aprecio muito pesquisar e estudar, pela doce mensagem de Jesus, tão deturpada pelos homens de todos os tempos e pela vida dos apóstolos e primeiros cristãos, todos voltados ao verdadeiro sentido da palavra caridade.

Penso que a tua dissertação, que não carece de desculpas, é uma preocupação comum a todos nós, especialmente quando desejamos um futuro mais feliz, quando poderemos olhar em torno e não mais divisar tantas dores. É por isso que me parece tão importante observar a moral cristã através dos exemplos que recebemos de Deus em cada sofrimento suportado pelos mártires, na vida simples dos homens de bem, na renúncia do amor que tudo sofre, sustenta e transforma… Um bom começo pode ser tentar compreender, através do estudo e da lógica, as mensagens veladas em fórmulas capazes de atravessar os milénios, assim como, pensar se nossas crenças foram construídas sobre bases sólidas, como a rocha da parábola :)

Abraços fraternos :)
Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Abrame em 18 de Abril de 2008, 20:53
Olá Ana Angélica
Obrigada pela sua comunicação.
O Amor.
Na verdade o Amor é o grande arcano do Universo. Deus é Amor. Nós somos Amor, só que ainda não temos a consciência intrínseca desse imenso poder.
No prosseguimento evolutivo a obtenção do conhecimento espiritual leva-nos à vivência do Amor, que engloba vários outros sentimentos que fazem parte dele, como: a caridade, a fraternidade, a compaixão, a amizade, a gratidão, o respeito pelo próximo, o socorro ao desvalido, a dádiva desinteressada, etc,etc.
Jesus nos esclareceu: " Amarás o senhor teu Deus com toda a tua alma, com toda a tua mente, com todo o teu coração e com todas as tuas forças, e amarás o teu próximo como a ti mesmo.
Ele não disse só, demonstrou-o em diversos episódios da sua vida terrena. Todo o Mundo conhece esta frase lapidar, mas o conhecimento tem duas vertentes. A intelectual e aquela em que a inteligência se une ao coração e é aqui nesta última que o conhecimento se completa, transformando-se em sabedoria.
O intelecto é frio e isolado serve apenas o ego físico, mental e emocional, a personalidade humana, não passa de uma ferramente da inteligência, secundado pela mente.
Todo o conhecimento para fazer parte da consciência tem que ser vivido no mais íntimo da nossa alma. Viver é Amar.
A Doutrina Espírita também tem essa valência, que lhe proporciona o conhecimento, não só teórico mas também prático, pela vivência no âmbito da dor e do sofrimento, tanto seu como o do seu próximo.
Amar é viver. É factor imprescindível que é pela sua conduta exemplar que o Espírita demonstra o valor da Doutrina Espírita que a torna acreditada e respeitada, para além da sua credibilidade científica e filosófica.
E Allan Kardec disse: Fora da Caridade não há Salvação.-arvorai-a bem alto-
Ana, isto é apenas o meu conceito.
Fraternidade.
Abrame

Título: Re: A estrela dos Reis Magos e eles proprios à luz do espiritismo
Enviado por: Ana Ang em 25 de Abril de 2008, 21:03

Olá Abrame :)

Ana, isto é apenas o meu conceito.

E dele comungo também, obrigada por partilhar :)

Falar em Jesus é falar do Amor, não é? E o exemplo que nos deixou fala por si, sem precisar de intermediários. Como seria bom se a sua mensagem pudesse varrer os preconceitos de todos os tempos e invadir as nossas consciências de uma vez por todas, sem outras preocupações além daquela que nos leva a conhecer melhor a característica divina que carregamos em nosso Ser. Quantos ensinamentos resumidos em palavras simples e fraternas, em sugestões tão singelas que mais parecem endereçadas a crianças recém-saidas do colo materno… Há mais de dois mil anos Ele dizia que “seus discípulos seriam conhecidos por muito se amarem” e repete, tantos anos depois, numa célebre frase entre os espíritas, o “amai-vos e instruí-vos”, para que compreendamos a importância de  aprender a amar em primeiro lugar e sempre, sem condições…

E já que todos trilhamos a mesma senda de aprendizado, deixo uma citação de Joanna de Ângelis, que muito me encanta:

Amar é o grande desafio. Não há como negar ser o amor a realidade mais pujante da vida. Irradia-se de Deus e vitaliza o Universo, mantendo as Leis que produzem o equilíbrio. Transcendendo definições, o amor é vida exuberante; é a razão básica da manifestação do ser que pensa e que sente. Assim, o amor deve ser causa, meio e fim para o comportamento humano feliz, que desperta com anseios de plenitude.

Abraços fraternos!