Forum Espirita

CODIFICAÇÃO => O Livro dos Médiuns => Tópico iniciado por: Blue soft em 11 de Junho de 2011, 14:57

Título: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: Blue soft em 11 de Junho de 2011, 14:57
         Companheiros queridos,
venho há algum tempo a este Fórum e tenho sempre me deparado com
um assunto recorrente: a Mediunidade.
         Em todos os blocos sugeridos para se dar início a um tópico, está ela lá...
         Mas, tem uma coisa que anda me chamando a atenção como existem
pessoas querendo ser médiuns, tanto assim, que hoje temos passos para
reconhecê-la, quer dizer, sintomas que distinguem um médium, mas será que
é assim mesmo?
         Se estou com dor, se tenho pesadelo, se sonho, se sofro, tudo isto é
mediunidade mesmo ou estamos vivenciando um momento do querer tanto
 que desenvolvemos metodologias para identificá-los?
         Amigos, será que não estamos passando por uma distonia ou um problema
em nosso íntimo e isto nos colocando a aceitar ou preferir achar que é mediúnico?
            Por favor, amigos, ajudem a uma estudante da doutrina a compreeender
o que anda ocorrendo nestes dias. Onde todos são médiuns ostensivos, onde os fenômenos tomaram conta da razão do ser espírita e não o estudo sério.

                            Abraços Fraternos,

                                Blue Soft
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: Hebe M C em 11 de Junho de 2011, 16:27
Blue,
Você tocou num ponto importantíssimo.
Não há estudo sério e a mediunidade parece que passou a ser um atributo imprescindível, quando não é.
Falta estudo do LM e do LE  para entender.
Nem tudo é mediunidade e manifestação dos Espíritos. Alan Kardec dizia que os Espíritas eram céticos, por que? Porque tinham que se utilizar da razão e do conhecimento para concluir, nada é fantasioso ou miraculoso.
Tenha um bom fim de semana
Um bjo
Hebe
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: hcancela em 11 de Junho de 2011, 19:10
Olá amigos(as)

Bluezinha querida, sabes que todos nós temos uma imaginação muito grande e então quando sofremos a culpa é sempre de alguém e nunca nossa ;)

Como sabes trazemos uma bagagem de muitos séculos e cheia de conflitos pessoais nos quais inevitavelmente outros se juntam a nós porque não vivemos sós, e com isto que não quero dizer que não tenhamos vida pessoal .Ora os Espiritos nos influenciam e muito , mas daí a estarem sempre a chatear-nos vai uma grande diferença, né.
A mediunidade existe sim como sabes, mas era o que nos faltava eles não terem mais nada que fazer da sua vida, porque também têm os seus próprios conflitos pessoais. Vejo frequentemente nas pessoas esses conflitos mas fruto das suas próprias provas que trazem para cultivar,seja paciência , o Amor,etc,na direcção evolutiva que todos temos que percorrer.
As dores são um meio para nos chamar atenção daquilo que temos de fazer para mudar, e a maioria das vezes nada fazemos, culpando os pobres dos Espiritos ou a sua mediunidade, por todo o mal que lhes acontece.Não se fazem médiuns em escolas ,etc e tal,educa-se sim mediuns e estes maioria das vezes não o querem, porque para a educação é necessária tempo de estudo e isso dá muito trabalho como sabes.
Sabes amiga querida, como todos gostamos de chamar atenção quando sofremos, damos uma de coitadinhos, esquecendo as palavras de Jesus" ajuda-te, que o céu te ajudará" e isto dá uma trabalheira, nossa..eheheheheh ;D
Para terminar não quero dizer com isto que as pessoas sofrem sem nexo, não amiga sofrem mesmo, mas no final o que todos precisamos é de estudar e compreender, o que esta Doutrina maravilhosa nos ensina, e assim termos armas para nos defender dos espiritos e força, ânimo e compreensão, para levarmos as nossas provas sem culpar os outros e para isto mais uma vez lembro do estudo e assim lembrando novamente as palavras de Jesus" conhecereis a verdade , e a verdade vos libertará", coisa pouca ,né amiga Bluezinha. :-*

Saudações fraternas
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: JoseVasconcellos em 11 de Junho de 2011, 21:15
Sabe a "parábola dos talentos"?... Pois é!...
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: Blue soft em 12 de Junho de 2011, 00:10
Blue,
Você tocou num ponto importantíssimo.
Não há estudo sério e a mediunidade parece que passou a ser um atributo imprescindível, quando não é.
Falta estudo do LM e do LE  para entender.
Nem tudo é mediunidade e manifestação dos Espíritos. Alan Kardec dizia que os Espíritas eram céticos, por que? Porque tinham que se utilizar da razão e do conhecimento para concluir, nada é fantasioso ou miraculoso.
Tenha um bom fim de semana
Um bjo
Hebe

            Hebe querida,
sabe que algumas vezes, penso a razão desta
falta de estudo. Realmente, não tenho um resposta,
para este fênomeno.
           Parece que estamos voltando ao passado,
quando tudo era pautado na fenomenologia, mas
com base de estudo e hoje?
          Por que, necessitamos tanto destas comunicações?
          Sim, somos espíritas e sem elas não existiria a
Doutrina, mas e o entendimento desta Doutrina,
como fica?
            Bem, amiga deixarei aqui, o cap. XXIX.
Reuniões e Sociedade, tradução  do Herculano Pires.
347. "Os grupos em formação às vezes ficam embaraçados pela falta de médiuns. Os médiuns são certamente elementos essenciais das reuniões espíritas, mas não são propriamente indispensáveis e seria errôneo supor que na sua falta nada se tenha que fazer. Não há dúvida que numa reunião com o fim de fazer experimentações não podem faltar os médiuns, como não poderiam faltar músicos num conserto. Mas quando se visa ao estudo sério existem muitos problemas úteis e proveitosos que podem ser tratados pelos membros da reunião. Aliás, os grupos que contam com médiuns podem acidentalmente perdê-los e seria de lamentar se acreditassem não ter mais o que fazer. Os próprios Espíritos podem, em certos períodos, deixá-los nessa situação a fim de ensiná-los a passar sem eles. Diremos mais, que isso é mesmo necessário para o aproveitamento dos ensinos então recebidos, permitindo ao grupo dedicar um certo tempo a meditá-los. As sociedades científicas nem sempre dispõem dos instrumentos necessários de observação, mas nem por isso se embaraçam e ficam sem ter do que tratar. Na falta de poetas e de oradores, as sociedades literárias lêem e comentam as obras de autores antigos e modernos. As sociedades religiosas promovem meditações sobre as Escrituras. As sociedades espíritas devem fazer a mesma coisa e conseguirão grande proveito para o seu adiantamento ao promoverem conferências em que seja lido e comentado tudo o que possa ter relação com o Espiritismo, a favor ou contra. Dessa discussão, a que cada um dá a contribuição das suas próprias reflexões, saem os esclarecimentos que passam despercebidos numa leitura individual. Ao lado das obras especiais, os jornais também contribuem com fatos, notícias, reportagens, relatos de virtudes ou de vícios que levantam graves problemas morais suscetíveis de serem resolvidos pelo Espiritismo. Esse é também um meio de se provar que ele se liga a todos os aspectos da vida social. Sustentamos que uma sociedade espírita que organizasse o seu trabalho nesse sentido, armando-se para isso dos materiais necessários, não encontraria muito tempo para se entregar às comunicações diretas dos Espíritos. É por isso que chegamos à atenção dos grupos realmente sérios para esse ponto, dos grupos que desejam mais ardentemente instruir-se do que procurar um meio de fazer passar o tempo. (Ver nº 207, capítulo Da formação dos médiuns)"

                           Carinhos e Agradecimento, :-* :-* :-*

                           Blue Soft
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: Blue soft em 12 de Junho de 2011, 00:35
Olá amigos(as)

Bluezinha querida, sabes que todos nós temos uma imaginação muito grande e então quando sofremos a culpa é sempre de alguém e nunca nossa ;)

Como sabes trazemos uma bagagem de muitos séculos e cheia de conflitos pessoais nos quais inevitavelmente outros se juntam a nós porque não vivemos sós, e com isto que não quero dizer que não tenhamos vida pessoal .Ora os Espiritos nos influenciam e muito , mas daí a estarem sempre a chatear-nos vai uma grande diferença, né.
A mediunidade existe sim como sabes, mas era o que nos faltava eles não terem mais nada que fazer da sua vida, porque também têm os seus próprios conflitos pessoais. Vejo frequentemente nas pessoas esses conflitos mas fruto das suas próprias provas que trazem para cultivar,seja paciência , o Amor,etc,na direcção evolutiva que todos temos que percorrer.
As dores são um meio para nos chamar atenção daquilo que temos de fazer para mudar, e a maioria das vezes nada fazemos, culpando os pobres dos Espiritos ou a sua mediunidade, por todo o mal que lhes acontece.Não se fazem médiuns em escolas ,etc e tal,educa-se sim mediuns e estes maioria das vezes não o querem, porque para a educação é necessária tempo de estudo e isso dá muito trabalho como sabes.
Sabes amiga querida, como todos gostamos de chamar atenção quando sofremos, damos uma de coitadinhos, esquecendo as palavras de Jesus" ajuda-te, que o céu te ajudará" e isto dá uma trabalheira, nossa..eheheheheh ;D
Para terminar não quero dizer com isto que as pessoas sofrem sem nexo, não amiga sofrem mesmo, mas no final o que todos precisamos é de estudar e compreender, o que esta Doutrina maravilhosa nos ensina, e assim termos armas para nos defender dos espiritos e força, ânimo e compreensão, para levarmos as nossas provas sem culpar os outros e para isto mais uma vez lembro do estudo e assim lembrando novamente as palavras de Jesus" conhecereis a verdade , e a verdade vos libertará", coisa pouca ,né amiga Bluezinha. :-*

Saudações fraternas

              Hcancela querido,
o problema reside, então na culpabilidade e é mais
fácil culpar alguém ou algo, por nossas dificuldades.
             Amigo, isto me leva a acreditar que falta
um pouquinho de maturidade, pois, não há culpados,
mas, sim responsáveis.
            E, quanto sofrimento, como sabemos, porque
estudamos, não existem vítimas, pois, em alguns
momentos nós também fomos algozes e se somos,
hoje submetidos a dores e sofrimentos, é porque,
nos chegou a Justiça Divina.
          Assim sendo, não há que crer que nossas
mazelas são frutos de mediunidade.

                        Carinhos,

                           Blue Soft
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: Blue soft em 12 de Junho de 2011, 00:42
Sabe a "parábola dos talentos"?... Pois é!...

          Olá, José,
é, né!!!
          Recebemos os talentos e quem sabe
um dia conseguiremos fazê-los crescer.

                Obrigada,

                Abraços Fraternos,

                      Blue Soft
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: Ísis Margalho em 12 de Junho de 2011, 16:18
Blue, ontem (11/06/2011), participei de uma mesa-redonda realizada pela União Espírita Paraense justamente para tratar sobre a mediunidade. Quando fui convidada para participar também pensei a mesma coisa: “De novo mediunidade!”. Mas ao chegar lá, percebi o quanto é necessário realmente a gente tratar desse assunto com mais seriedade.
Agora, ser médium está na moda. É como a globalização nos anos 90, época em que tudo era culpa da globalização. Rsrsrrs...

Hoje, qualquer coisinha é a mediunidade aflorando. Sem dúvida que muitas mediunidades estão aflorando e isso é extremamente necessário. Nessa mesa-redonda, os expositores foram muito felizes em orientar o público em perguntas como essa e sobre as minhas próprias dúvidas.

Blue, isso é fruto da ignorância, da falta de estudo e de coragem também. É próprio da natureza humana. Kardec já previa isso. São os espíritas que se prendem aos fenômenos, quando na verdade deveriam deterem-se ao objetivo maior: caridade e reforma íntima.

Temos que ter mais paciência. Arrisco até que isso é um dos nossos desafios, porque se estamos percebendo o problema é nossa obrigação tentar solucioná-los. Se estamos percebendo a dificuldade, temos a obrigação de ajudá-los. É a mesma coisa quando estamos falando com crianças tolas: quem é a verdadeira criança? Se nos trocamos com elas, nós é que seremos as tolas.

Um grande abraço!

Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: hcancela em 12 de Junho de 2011, 18:45
Olá amigos(as)

Tudo é fruto da ignorância( no bom sentido) que ignora que não sabe.

Não quero dizer com isto que as pessoas não sofram, mas faz parte ,né, por isso relembro outra vez Jesus" Conhecereis a verdade , e a verdade vos libertará".

Saudações farternas
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: Mourarego em 12 de Junho de 2011, 19:03
Eu costumo brincar nas palestras quando me perguntam sobre mediunidade  dizendo que hoje em dia, amigos,a mediunidade está para o modismo, como o Rolex está para riqueza que se quer demonstrar.
O médium tornou-se tristemente, a Mont Blanc que todo advogado famoso a mostra no bolso.
As casas espíritas,sem nenhum escrúpulo, no mais das vezes, integram em corpo mediúnico de trabalho,pessoas sem o devido conhecimento da parte mediúnica e medianímica, e mais, sem mesmo terem qualquer faculdade medianímica.
Daí tantos disparates que os vemos quer na fala, quer nas explicações recebidas tal com no: Você é médium de berço", ou médium forte...Kardec afirma sob a anuência dos Espíritos superiores, que não há aquele que possa assim afirmar sob pena demistificar, mas o que se vê, hoje em dia, é coisa bem diferente.
Pessoas ditas "conhecedores da doutrina" incorrem no mesmo erro sem ficarem de faces coradas.
A coisa chegou a tal ponto que um amigo querido fez, por meio da música, em que a ironia vem mesmo fazer pensar, anotando os erros mais comuns.
Por isso deixo em anexo a sua música, para que todos pensem a respeito.
Ouçam em http://www.cifras.com.br/site/radio.htm?idm=108341
Abraços,
Moura
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: Rafael Perszel em 13 de Junho de 2011, 00:56
Meu querido Moura e outros,

Eu tenho plena consciência que não possuo tempo, ainda, para trabalhar no aspecto mediúnico ou estudar o suficiente para tal.
Para não trabalhar errado, sem a dedicação necessária, eu opto por não trabalhar neste aspecto. Prefiro estudar e ensinar por enquanto, e creio que é um papel tão importante quanto. Todos tem sua função necessária.
Parafraseando sua imagem, meu irmão Moura, eu creio que eu to feliz com a minha BIC. :)

Eu costumo brincar nas palestras quando me perguntam sobre mediunidade  dizendo que hoje em dia, amigos,a mediunidade está para o modismo, como o Rolex está para riqueza que se quer demonstrar.
O médium tornou-se tristemente, a Mont Blanc que todo advogado famoso a mostra no bolso.
As casas espíritas,sem nenhum escrúpulo, no mais das vezes, integram em corpo mediúnico de trabalho,pessoas sem o devido conhecimento da parte mediúnica e medianímica, e mais, sem mesmo terem qualquer faculdade medianímica.
Daí tantos disparates que os vemos quer na fala, quer nas explicações recebidas tal com no: Você é médium de berço", ou médium forte...Kardec afirma sob a anuência dos Espíritos superiores, que não há aquele que possa assim afirmar sob pena demistificar, mas o que se vê, hoje em dia, é coisa bem diferente.
Pessoas ditas "conhecedores da doutrina" incorrem no mesmo erro sem ficarem de faces coradas.
A coisa chegou a tal ponto que um amigo querido fez, por meio da música, em que a ironia vem mesmo fazer pensar, anotando os erros mais comuns.
Por isso deixo em anexo a sua música, para que todos pensem a respeito.
Ouçam em http://www.cifras.com.br/site/radio.htm?idm=108341
Abraços,
Moura

Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: Blue soft em 13 de Junho de 2011, 14:24
Meu querido Moura e outros,

Eu tenho plena consciência que não possuo tempo, ainda, para trabalhar no aspecto mediúnico ou estudar o suficiente para tal.
Para não trabalhar errado, sem a dedicação necessária, eu opto por não trabalhar neste aspecto. Prefiro estudar e ensinar por enquanto, e creio que é um papel tão importante quanto. Todos tem sua função necessária.
Parafraseando sua imagem, meu irmão Moura, eu creio que eu to feliz com a minha BIC. :)


            Olá, Rafael,
olha, amigo é preferível ter uma BIC a uma Mont Blanc mal
utilizada.
            A Doutrina Espírita deve, sim, ser bem estudada
e não existe nada mais importante do que o estudo
contínuo e o aprendizado e alguém que possa auxiliar
neste âmbito aos que chegam recentemente.
           E, quando estiver bem, apto para a tarefa mediúnica
com certeza saberá, porque, o nosso melhor guia
para determinadas circustâncias somos nós mesmos.

                         Abraços Fraternos,

                               Blue Soft

Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: Mourarego em 13 de Junho de 2011, 16:03
Exatamente Blue e Rafa!

por exemplo:
Ninguém faz um bolo pela metade, faz?
O Pelé nunca fez um meio gol, fez?
U'a mulher, não é meia boa, é?
Estes exemplos jocosos, dão o matiz que se quer mostrar:
Estamos numa casa espírita e mais que isso,nos tornamos Espíritas, para nos melhorarmos.
O foco da doutrina é nos tornar completos, quer dizer,em moral e em intelecto. Só assim seremos um todo.
Se o tempo de que dispomos não é suficiente, que façamos o nosso melhor dentro do que já fazemos.
que nos aprimoremos o quanto possível para entender que sendo o foco da doutrina a nossa modificação, em primeiro lugar, depois de conhecera doutrina é isso que devemos fazer, mas nem mesmo isso hoje é compreendido pois hoje queremos "ajudar" aos necessitados" e eu pergunto: como ajudar se não conhecemos a doutrina?
Como só pela mediunidade é que poderemos ajudar?
Se agirmos assim, seremos sempre metades, mas nunca um inteiro.
Abraços,
Moura

Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: hcancela em 13 de Junho de 2011, 19:40
Olá amigos(as)


Moura amigo o video matou tudo, adorei.

Agora amigo não troco não, BIC, por Mont`Blanc..Ehehehehehhe ;D


Saudações fraternas
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: Blue soft em 13 de Junho de 2011, 20:05
Blue, ontem (11/06/2011), participei de uma mesa-redonda realizada pela União Espírita Paraense justamente para tratar sobre a mediunidade. Quando fui convidada para participar também pensei a mesma coisa: “De novo mediunidade!”. Mas ao chegar lá, percebi o quanto é necessário realmente a gente tratar desse assunto com mais seriedade.
Agora, ser médium está na moda. É como a globalização nos anos 90, época em que tudo era culpa da globalização. Rsrsrrs...

Hoje, qualquer coisinha é a mediunidade aflorando. Sem dúvida que muitas mediunidades estão aflorando e isso é extremamente necessário. Nessa mesa-redonda, os expositores foram muito felizes em orientar o público em perguntas como essa e sobre as minhas próprias dúvidas.

Blue, isso é fruto da ignorância, da falta de estudo e de coragem também. É próprio da natureza humana. Kardec já previa isso. São os espíritas que se prendem aos fenômenos, quando na verdade deveriam deterem-se ao objetivo maior: caridade e reforma íntima.

Temos que ter mais paciência. Arrisco até que isso é um dos nossos desafios, porque se estamos percebendo o problema é nossa obrigação tentar solucioná-los. Se estamos percebendo a dificuldade, temos a obrigação de ajudá-los. É a mesma coisa quando estamos falando com crianças tolas: quem é a verdadeira criança? Se nos trocamos com elas, nós é que seremos as tolas.

Um grande abraço!



           Olá, Ísis,
que bom ter com quem dividir este tema.
           Porém, com a seriedade devida a meniunidade.
          Ísis, não acredito ignorância de alguns dirigentes, acredito
um pouco de manipulação por parte destes aos novos médiuns, porque,
se sei mais, consequentemente, se submetem a mim e mando mais ainda.
          O desconhecimento tem, sim levado a uma infinidade de erros e
problemas, decorrentes destes mesmos erros, mas, quem somos nós,
podemos fazer nossa parte, todavia, sem passar por cima das escolhas
alheias.
          Sim, Ísis, é uma coisa que vem me incomodando, estes espirros,
arrepios mediúnicos e tento sim fazer aos que estão próximos a mim,
estudarem.

                           Abraços Fraternos

                              Blue Soft

P.S. Espero que goste deste Fórum e que venha sempre aqui.
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: Blue soft em 13 de Junho de 2011, 20:50
Olá amigos(as)


Moura amigo o video matou tudo, adorei.

Agora amigo não troco não, BIC, por Mont`Blanc..Ehehehehehhe ;D


Saudações fraternas

               Seu Hcancela,
eu aqui, tentando ser uma pessoa
séria, analisar de forma responsável,
me vem você... Para me fazer ri. :D :D :D :D
             Agora, sejamos sinceros, eu
também prefiro uma Mont Blanc e
olha que nem sou advogada...

                  Carinhos, amigo :-* :-* :-*

********************************************************************


Estamos numa casa espírita e mais que isso,nos tornamos Espíritas, para nos melhorarmos.
O foco da doutrina é nos tornar completos, quer dizer,em moral e em intelecto. Só assim seremos um todo.
Se o tempo de que dispomos não é suficiente, que façamos o nosso melhor dentro do que já fazemos.
que nos aprimoremos o quanto possível para entender que sendo o foco da doutrina a nossa modificação, em primeiro lugar, depois de conhecera doutrina é isso que devemos fazer, mas nem mesmo isso hoje é compreendido pois hoje queremos "ajudar" aos necessitados" e eu pergunto: como ajudar se não conhecemos a doutrina?
Como só pela mediunidade é que poderemos ajudar?
Se agirmos assim, seremos sempre metades, mas nunca um inteiro.
Abraços,
Moura

             Moura amigo,
esta é a grande questão, ajudar aos "irmãozinhos",
como assim, se não estamos nos ajudando, não
estamos crescendo moralmente, e de onde vem a
ideia de que só sendo médium é que se pode auxiliar?
             E se a pessoa não for médium, não vai evoluir?
             Bem, amigo, continuemos aguerridos em nossa
luta pessoal. Para o crescimento moral e intelectual.

                       Muitos Carinhos,

                            Blue Soft
             
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: Lucimara.PA em 16 de Junho de 2011, 03:40
Querida Blue,
          Cada coisa tem seu tempo sua hora, o estudo é de suma importância, não esqueça que estuda sempre, aprender sempre, evoluir sempre,
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: Blue soft em 17 de Junho de 2011, 21:14
Querida Blue,
          Cada coisa tem seu tempo sua hora, o estudo é de suma importância, não esqueça que estuda sempre, aprender sempre, evoluir sempre,

               Olá, Lucimara,
fico agradecido pelas sua palavra e pela sua participação.

                      Abraços Fraternos,

                            Blue Soft
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: liebih em 18 de Junho de 2011, 14:47
         Companheiros queridos,
venho há algum tempo a este Fórum e tenho sempre me deparado com
um assunto recorrente: a Mediunidade.
         Em todos os blocos sugeridos para se dar início a um tópico, está ela lá...
         Mas, tem uma coisa que anda me chamando a atenção como existem
pessoas querendo ser médiuns, tanto assim, que hoje temos passos para
reconhecê-la, quer dizer, sintomas que distinguem um médium, mas será que
é assim mesmo?
         Se estou com dor, se tenho pesadelo, se sonho, se sofro, tudo isto é
mediunidade mesmo ou estamos vivenciando um momento do querer tanto
 que desenvolvemos metodologias para identificá-los?
         Amigos, será que não estamos passando por uma distonia ou um problema
em nosso íntimo e isto nos colocando a aceitar ou preferir achar que é mediúnico?
            Por favor, amigos, ajudem a uma estudante da doutrina a compreeender
o que anda ocorrendo nestes dias. Onde todos são médiuns ostensivos, onde os fenômenos tomaram conta da razão do ser espírita e não o estudo sério.

                            Abraços Fraternos,

                                Blue Soft

                Irmã Blue, passei por processos muito difícil em um Cento. O dirijente dizia eu ser medium e fui para mesa de desenvovimento, recebi os espritos mas fiquei sem apparo, e disisti.
                 Mudei de Centro e comecei a estuda. Melhoorei muito, o etudo faz grande diferencia.
esto gostando mais e só agora despois de 4 ano que estou na mesa mediunica.

                                           
                                   Liebih.
       
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: hcancela em 18 de Junho de 2011, 18:05
Olá amigos(as)

liebih é por aí mesmo, o estudo é a base do Espiritismo, o que muitos parecem esquecer, privilegiando o fenómeno, não querendo dizer com isto que a mediunidade não deva ser lavada a sério, mas para a compreender e realizar no dia a dia e nas sessões mediúncas, é bem mais necessária a educação, nos ajudando a ficar bem mais seguros de alguns constrangimentos, normais no nosso Mundo.O bom senso assim o exige. ;)

Como diria o sábio, é bem melhor o dito estudioso nas sessões mediúnicas, do que 10 médiuns desiquilibrados. :-*


Saudações fraternas
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: Mourarego em 18 de Junho de 2011, 18:30
Mano Cancela,
antes que alguém coloque, alguma contradita ao que você escreveu  já me adianto a colocar a resposta:
Poderiam perguntar: Ora, mas um médium estudioso não poderia se desequilibrar?
A resposta genérica seria um Sim, todavia, há que se explorar bem a razão, e será sempre ela anos soprar: mas um médium estudioso,aprendeu antes de tudo a como ver a doutrina, depois aprendeu o que esta ensina e toma estas aferições como verdades.
Sendo assim, ato contínuo será o de mudar o foco de seus pensamentos, de suas atitudes, e se operará nele a transformação que o fará, estar mais protegido (não por milagres, mas pelo Conhecimento), de processos que o possam desequilibrar.
Vemos constantemente, discussões estéreis acerca deste ou daquele médium ser o melhor, ou o mais conhecedor, mais ainda quando se trata de Espíritos.
Dá-se, algumas vezes, tanto valor ao que um Espírito dite, que deixa-se de tomar a obra básica como divisor de águas e passa-se a dar conteúdo de verdade espírita ao ditado oque não passou pelo processo que valida toda a obra doutrinária.
Este um erro muito difícil de ser modificado,pois necessita, para tal, da força de vontade, e da sinceridade do estudante, para que entenda estar em erro.
Abraços,
Moura
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: hcancela em 18 de Junho de 2011, 18:39
Assim não vale amigo Moura, sempre se antecipando. ;) ;D

Obrigado. Abraços
Título: Re: Mediunidade: Quem é esta estranha?
Enviado por: Rafael Perszel em 19 de Junho de 2011, 20:51
Esqueceu do clássico: ninguém fica "meio grávida" :)

Exatamente Blue e Rafa!
por exemplo:
Ninguém faz um bolo pela metade, faz?
O Pelé nunca fez um meio gol, fez?
U'a mulher, não é meia boa, é?