Forum Espirita

CODIFICAÇÃO => O Livro dos Médiuns => Tópico iniciado por: Ketrin Luana em 07 de Abril de 2013, 21:52

Título: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Ketrin Luana em 07 de Abril de 2013, 21:52
Ola,
tenho carregado uma duvida sobre a questao da emancipacao da alma e do desdobramento. Estou fazendo o estudo sistematico da doutrina espirita e perguntei ao meu professor qual era a diferenca entre emancipacao da alma e  desdobramento...mas a resposta dele nao me satisfez e me deixou com mais duvidas. Ele disse que na emancipacao da alma o espirito apenas se desprende do corpo e no desdobramento o espirito se materializa, mas acredito que a materializacao por si soh nao seja uma diferenciacao pois existe desdobramento sem materializacao, muitos mediuns se desdobram para "emprestar" seu corpo fisico a outras entidades. Nao concordei com a resposta pois nos dois casos o espirito se desprende da materia. Seria a emancipacao um desprendimento mais superficial que o desdobramento?
No livro Nos dominios da Mediunidade de Andre Luiz eh exposto o desdobramento e a mediunidade sonambulica, mas nao se faz diferenciacao entre os processos, o que me faz entender que sao processos semelhantes. Sei que na emancipacao da alma o espirito age por si mesmo.
Seria o desdobramento ocorrido somente com o magnetismo?
Alguem saberia me dizer se existe diferenca entre os dois processos? Se sim, quais seriam elas?

A paz de Jesus a todos!!
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: EsoEstudos em 08 de Abril de 2013, 00:00

"Desdobramento" é o mesmo que emancipação da alma. Não há nenhuma diferença que justifique qualquer descrímen.

Mais recentemente todo um ramo de estudos passou a abordar a, assim chamada, projetabilidade lúcida.

Não há riscos em buscar-se a projetabilidade lúcida, ao menos não riscos maiores do que os que decorrem do assédio extrafísico que todos recebemos.

Ainda assim, recomenda-se fortemente que o pretendente a projecionista busque um grupo de estudos sério e --- o mais importante de tudo --- bem ajustado com os princípios éticos do espiritualismo em geral --- controle emocional, o imprescindível "orai e vigiai", o cultivo dos dons magnos da alma etc.

Tudo é uma questão de sintonia. Boa conduta, principalmente mental, assegura boa companhia espiritual... Infelizmente isso se submete a uma regra de simetria --- má conduta implica em má companhia espiritual.

Só deve aventurar-se nos fenômenos perceptivos extra-sensoriais os que estiverem no domínio de si mesmos, sob pena de muitos sustos e --- o que é bem pior --- eventuais companhias atormentadas.

Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Amós Ribeiro em 08 de Abril de 2013, 01:48
Olá pessoal,

Também gostaria de tirar umas duvida sobre desdobramento. das vezes que consegui senti algo semelhante(ou) um choque na nuca. gostaria de perguntar as pessoas que experienciaram e tem conhecimentos sobre o assunto, se sentiram um choque na nuca? e qual a causa deste choque?

Abraços
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Ketrin Luana em 08 de Abril de 2013, 12:22
Em todas minhas experiencias nao me recordo de sentir especificamente um choque na nuca, mas um entorpecimento do corpo inteiro, como uma paralisia, impossibilitanto o controle do corpo fisico. Acredito que os sentidos da experiencia varia de pessoa para pessoa ate porque carregamos quantidade de energia diferentes e tambem vibramos em planos diferentes. Provavelmete o que voce sente sao descargas eletricas de seu campo vibracional propagando-se pelo corpo.
Se voce tiver a oportunidade leia o livro "Nos Dominios da Mediunidade" de Andre Luiz, psicografia de Francisco Candido Xavier, a parte que fala desdobramento eh bem esclarecedora e tambem fala de como a energia (descargas eletricas) funcionam!

Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Amós Ribeiro em 08 de Abril de 2013, 14:56
Em todas minhas experiencias nao me recordo de sentir especificamente um choque na nuca, mas um entorpecimento do corpo inteiro, como uma paralisia, impossibilitanto o controle do corpo fisico. Acredito que os sentidos da experiencia varia de pessoa para pessoa ate porque carregamos quantidade de energia diferentes e tambem vibramos em planos diferentes. Provavelmete o que voce sente sao descargas eletricas de seu campo vibracional propagando-se pelo corpo.
Se voce tiver a oportunidade leia o livro "Nos Dominios da Mediunidade" de Andre Luiz, psicografia de Francisco Candido Xavier, a parte que fala desdobramento eh bem esclarecedora e tambem fala de como a energia (descargas eletricas) funcionam!

"descargas elétricas" é isto mesmo, é uma descarga elétrica(ou parecida) que me fez sentir uma sensação de  choque! também sinto-as quando pratico meditação.

A amiga já sentiu estes tipos de descarga no desdobramento?
Das vezes que consegui desdobrar me senti como se foce um tipo de balão, que balançava para lá e para cá.

Abraços
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Ketrin Luana em 09 de Abril de 2013, 00:17
Caro amigo Amós,
já senti essas descargas elétricas e tambem a impressao de estar inflando também.
Achei um texto interessante na internet que fala sobre os "sintomas" do desdobramento:

Posso relacionar aqui alguns dos sintomas clássicos dessa experiência: - Catalepsia projetiva: Esse fenômeno causa medo em muitas pessoas, mas é muito mais comum do que se pensa. A pessoa acorda no meio da noite (ou mesmo numa soneca durante o dia) e descobre que não consegue se mexer. Parece que uma paralisia tomou conta do corpo. Ela não consegue mexer um dedo sequer. Tenta gritar para chamar alguém, mas não sai voz nenhuma. A pessoa luta tenazmente para sair desse estado, mas parece que uma força invisível tolheu-lhe os movimentos. Inclusive, pode ter alguém deitado do lado e não perceber nada do que está acontecendo. Devido ao pânico que a pessoa sente, seus batimentos cardíacos se aceleram. A adrenalina se espalha pela circulação e estimula o corpo. O resultado disso é que a pessoa recupera os movimentos abruptamente, normalmente com um solavanco físico (espasmo muscular). Na verdade, a pessoa acordou no meio de um processo vibratório decorrente da mudança do padrão de vibrações do corpo espiritual em relação ao corpo físico. Ela acordou em um estado transicional dos corpos. Simplesmente, ela despertou para uma situação que ocorre todas as noites quando ela dorme. Antes, ocorria com ela adormecida, e naquela situação ela acordou bem no meio da transição. Se a pessoa ficar quieta e não tentar se mover, sentirá uma sensação de flutuação por sobre o corpo. Ocorrerá um desprendimento espiritual consciente!

- Ballonemant: A pessoa acorda e sente a sensação de estar inflando (semelhante a um balão inflando). Na verdade, é sua aura que está dilatando, mas como ela não sabe disso, pensa que é o corpo que está crescendo e inchando em todas as direções. Se a pessoa ficar quieta e deixar a sensação continuar, ela se projetará suavemente para fora do corpo. Não há perigo algum. Inclusive, essa sensação é muito familiar a sensitivos e médiuns em geral, pois eles têm forte tendência de soltura energética.

 - Sensação de falsa queda durante o sono ou cochilo:
Quase todo mundo já sentiu isso alguma vez. A pessoa está deitada cochilando (hipnagogia) e, repentinamente, tem a sensação de estar escorregando ou caindo abruptamente da cama. Então, ela desperta com um solavanco físico e um pequeno susto. O que aconteceu? Simplesmente seu corpo espiritual deslocou-se uma polegada para fora do alinhamento vibratório com o corpo físico e foi tracionado vigorosamente para dentro, pois o metabolismo ainda estava ativo e impediu uma soltura maior.

- Estado vibracional: a pessoa desperta no meio do sono e sente uma série de vibrações (descargas energéticas) propagando-se pelo seu corpo. Parece que ela tem uma tempestade elétrica percorrendo seu corpo, às vezes acompanhada de fortes zumbidos dentro da cabeça. Isso ocorre porque o corpo espiritual acelera suas vibrações para escapar das lentas vibrações do corpo denso. Se a pessoa ficar quieta e deixar a sensação continuar, ela se projetará em instantes. Há outras sensações decorrentes da soltura do corpo espiritual em relação ao físico, mas estas são as mais comuns.
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Amós Ribeiro em 09 de Abril de 2013, 01:05

"zumbidos dentro da cabeça", eu tenho 24 horas.

Vou contar uma coisa a amiga, certa vez em estado de sono, o despertador do meu quarto tocou, eu estava dormindo quando de repente escultei o despertador tocando. e me dei conta que teria que acordar, "Acordar" foi quando me dei conta que estava sonhando.. foi ai que consegui visualizar meu quarto, meu corpo físico e o despertador tocado.. foi algo surpreendente para mim, porque não só me vi só fora do corpo físico, mas em outra dimensão. 

Apesar de não levar a serio as experiencias que tenho em estado de sono, não descarto-as.

   
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Nielson em 08 de Julho de 2013, 02:22
Olá, Ketrin Luana!

Este seu último post é muito interessante, pois são fatos que acontecem comigo.

No meu caso, acontece primeiro o ballonemant, mas sinto como se eu estivesse num barco parado na água, e a água o movimentando de um lado pro outro. Hoje, eu já percebo que quando isso acontece, logo em seguida vem a catalepsia projetiva, onde vou perdendo totalmente o controle do meu corpo, pois não o sinto mais, tento me mexer, mas não consigo...
Nesse momento, fico respirando bem rápido e forte para tentar mexer meu corpo e tudo volta ao normal.

Nunca relaxei para ver o que acontece em seguida. O medo me reprime, ainda. rsrsrsrs

Fora isso, sempre lembro dos meus sonhos, onde e com quem estive. Geralmente estou numa reunião, estudando sobre o Espiritismo. Não sei se isso que ocorre comigo é desdobramento.

Obrigado por postar.
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Andressa Z. em 06 de Outubro de 2013, 04:09
Não sabia que esses fenômenos tinham nomes específicos rs
Acho que minha dúvida pode entrar nesse tópico!Bom, muitas vezes passo por essa Catalepsia Projetiva pelo que li no conceito do termo, e tenho tentado ficar mais consciente quando isso acontece, com o tempo fui elaborando algumas técnicas...tenho andado muito sensível ultimamente e acontece mais vezes, nas últimas consegui chamar pelo meu guia, rezar um pai nosso. Hoje à noite, enquanto dormia,aconteceu algo novo: senti que consegui me mexer um pouco em alguns momentos...consciente, bem após aquele estágio em que me sentia completamente "presa" ao corpo!Isso pode mesmo acontecer com o tempo?
Tinha companhias inferiores comigo que procuravam me assustar, mas o que conseguiram no final das contas foi uma prece!rs
Se alguém puder me esclarecer, agradeço!
Abraços amigos! :D
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Mourarego em 06 de Outubro de 2013, 16:16
Notem que muitos dos nossos amigos se referem a termos de extra doutrina e os têem têm como verdades.
Sinto informar, a capacidade de se ficar consciente é puramente anímica, quer dizer do próprio ser encarnado, sem esta não há meios de se a conseguir.
Abraços,
Moura
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Mourarego em 06 de Outubro de 2013, 17:51
Amigos, não se pode qurer incrustrar na DE coisas que ela não prevê e nem se associe. O Espírito diz ela, que é uno e indivisível, logo não pode dobrar ou desdobrar. O que acontece é a emancipação da alma, e, em alguns casos, o que se vê, quando estes acontecem é a emanação perispiritual.
Fato que se pode atestar para o caso da aparição de São Francisco, se não me engano, quando este foi a outra cidade defender o pai.
O Santo estava a dormir e a emanação se deu, pois seu Espirito não poderia deixar o corpo sem que a morte do santo ocorresse.
Abraços,
Moura
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Kazaoka em 06 de Outubro de 2013, 17:59
O desdobramento é uma das maneiras que o Espírito goza da possibilidade de emancipar-se do corpo físico.
É isso mesmo! O que denomina-se desdobramento nada mais é do que uma das variáveis da faculdade do Espírito de emancipar-se, enquadrando-se junto com outras, tais como; dupla vista, sonhos e demais fenômenos chamados "sonambúlicos".
Quanto a questão de mantermos na memória física as lembranças e sensações experimentadas no período de emancipação de nosso Espírito, sejam eles devido ao desdobramento, dupla vista e sonhos, isso esta ligado somente aos fatos ocorridos nos momentos de menor torpor do corpo no transcorrer do fenômeno.
No caso dos sonhos, estas lembranças são dos fatos ocorridos no momento que antecede o sono mais profundo e os que ocorrem nos momentos próximos ao despertamento. Momentos estes que o órgão humano responsável por esses registros, o cérebro, se encontra em maior atividade. Tudo que o Espírito vivência no período de maior emancipação, ou seja, de menos influência da matéria densa, não fica gravado na memória física, podendo virem em forma de intuições quando assim exigir o momento. É, mais ou menos o que ocorre quando reencarnamos e sofremos a obliteração das lembranças de nossa existência espiritual.
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Mourarego em 06 de Outubro de 2013, 18:10
Mano Kao,
faltou á sua afirmação, a respectiva indicação do ponto sobre emancipaçlão da alma que a obra básica traga atestando o termo "desdobramento".
abração,
Moura
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Kazaoka em 06 de Outubro de 2013, 18:26
Boa tarde Moura. Para mim esse termo "desdobramento" é sinônimo do que Kardec observou e estudou dando-lhe o nome de "homens duplos", sobre os quais a base doutrinária faz referência em várias passagens das diversas obras doutrinárias. Se substituirmos um termo pelo outro as explicações dadas para o fenômeno não sofreram nenhuma alteração, deixando claro que se tratam da mesma coisa.
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Andressa Z. em 07 de Outubro de 2013, 02:46
Obrigada pelos esclarecimentos amigos!Realmente, esses termos não tinha lido ainda na doutrina, mas como ainda não li toda (fico relendo e relendo alguns trechos), identifiquei meus "sintomas" com aquele termo!rs
Realmente sempre o que me lembro se dá perto do despertar!Vocês sabem me dizer quais são os trechos na doutrina onde posso me aprofundar mais sobre isso??
Abraços :D
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Brenno Stoklos em 07 de Outubro de 2013, 04:53
Obrigada pelos esclarecimentos amigos!Realmente, esses termos não tinha lido ainda na doutrina, mas como ainda não li toda (fico relendo e relendo alguns trechos), identifiquei meus "sintomas" com aquele termo!rs
Realmente sempre o que me lembro se dá perto do despertar!Vocês sabem me dizer quais são os trechos na doutrina onde posso me aprofundar mais sobre isso??
Abraços :D


Em O Livro dos Espíritos temos:

Parte segunda - CAPÍTULO VIII - Da emancipação da alma.

Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Mourarego em 07 de Outubro de 2013, 15:59
Desdobrar quer dizer, fazer-se em dois, tres ou quejandos, amigo e mano Kao.
Tal como ensina o Michaelis: "desdobrar
des.do.brar
(des+dobrar) vtd e vpr 1 Abrir(-se) ou estender(-se) (o que estava dobrado): Desdobrar uma carta. Desdobrar uma toalha. vtd e vpr 2 Estender(-se): O fazendeiro desdobrou o trigal por dezenas de hectares. O cafezal desdobrava-se a perder de vista. vtd e vpr 3 Distribuir(-se), dividir(-se): Desdobrar uma turma, um curso. A sua individualidade desdobra-se. vtd 4 Patentear. vtd 5 Fazer passar da ordem em coluna à ordem em batalha: Desdobrar a coluna, o exército. vtd 6 Dar maior atividade ou intensidade a: Desdobrar a vontade. vpr 7 Desenvolver-se, tomar incremento: Na proximidade das eleições, desdobravam-se as campanhas políticas. Desses princípios se desdobraram muito maus resultados. Essas regras se desdobram em outras. vpr 8 Prolongar-se no espaço e no tempo. 9 Quím O mesmo que dissociar. vtd 10 Serrar toras, dividindo-as em tábuas."
Abração,
Moura
Sendo assim Kardec conhecedor da língua francesa não o poria na condição em qu o amigo põe, entende?quote author=Kazaoka link=topic=46622.msg337345#msg337345 date=1381080393]
Boa tarde Moura. Para mim esse termo "desdobramento" é sinônimo do que Kardec observou e estudou dando-lhe o nome de "homens duplos", sobre os quais a base doutrinária faz referência em várias passagens das diversas obras doutrinárias. Se substituirmos um termo pelo outro as explicações dadas para o fenômeno não sofreram nenhuma alteração, deixando claro que se tratam da mesma coisa.
[/quote]
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Kazaoka em 07 de Outubro de 2013, 16:30
Moura, é que uso muito pouco o dicionário para estudar espiritismo. Aliás, Kardec teve até que criar algumas palavras novas para designar o que ele revelava.
O "desdobrar" do Michaelis tem um significado que pode ser diferente do desdobrar que falam os Espíritas. Assim como o sentido da palavra "vara" do Direito é uma e a do suinocultor que usa essa mesma palavra para designar o coletivo dos animais que cria é outra.
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Andressa Z. em 08 de Outubro de 2013, 01:42
Estou lendo a parte que me frisou Brenno, muito agradecida!Temos que ler com bastante atenção mesmo, pois muitas vezes sentimos fatos difíceis de encontrar a terminologia e acabamos confundindo as coisas!Lá pela 3ª ou 4ª vez que começa a fazer sentido rs
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: MarcosBorges em 08 de Outubro de 2013, 04:19
Oi Andressa

Ainda conhecemos muito pouco sobre a emancipação da alma. Embora a emancipação da alma ocorra durante sono não podemos afirmar categoricamente que existe uma relação de causa e efeito desta com os distúrbios do sono, como os estados hipnogógicos (geralmente ao acordar) e hipnopômicos (geralmente quando estamos quase a entrar no sono), como também com o a "paralisia do sono" (vulgarmente denominado como catalepsia projetiva pelos adeptos da conscienciologia). Pode haver uma associação, mas não existem dados para fundamentar.

O que você experenciou foi um estado de "paralisia do sono". Isso é comum e reflete o estado emocional do individuo. Não quer dizer que durante esta experiência você estava consciente durante o estado de emancipação da alma.

Durante a "paralisia do sono" o individuo acorda (manifestação da consciência de vigília) durante o sono REM ou seja com os circuitos cerebrais na frequência do sono REM. Durante o sono REM há um bloqueio dos circuitos neurais que levam informação motora para tronco encefálico e dai para coluna espinhal até os músculos esqueléticos. Assim quando sonhamos durante o sono REM (condição cerebral muito semelhante ao estado de vigília) não manifestamos movimentos voluntários. Existem experimentos realizados no década de 60 com gatos no qual após a remoção cirúrgica dos circuitos responsáveis pelo bloqueio motor dos bichanos os mesmo, executavam as tarefas costumeiras dos gatos durante o sono REM, de olhos fechados: Labiam o pêlo, caminhavam, brincavam de caçar...

Abraços fraternos

Marcos Borges
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Mourarego em 08 de Outubro de 2013, 12:22
Falou bem mano Marcos,
na maioria dos casos o que existe é mesmo a paralisia do sono.
Abraços,
Moura
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Andressa Z. em 08 de Outubro de 2013, 18:25
Isso mesmo Marcos, me sentia com o corpo paralisado, mas de certa forma eu conseguia "interagir" com algo que queria me assustar compreendem (é bem difícil de explicar)?Foi muito real, acordei logo após super cansada.
Li bem a parte de emancipação da alma, mas ainda preciso reler mais!Ainda não cheguei no ponto propriamente dito!
Abraços ;)
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: MarcosBorges em 09 de Outubro de 2013, 00:11
Oi Andressa

Mas é isso que normalmente ocorre as qualquer pessoa que passa pela "paralisia do sono". Os relatos são sempre associados a percepção de vozes e mistura de vozes, muitas das vezes incompreensiveis, a percepção de alguem ao lado ou tocando a pessoa e um escuro total, o que leva a pessoa ao pavor e a tentativa de se livrar do que considera a sensação de que está com o corpo preso. Como está consciente a tendencia é, apos cessado a paralisia, a sentir cansaço. Nunca vi referência a percepção visual na paralisia do sono.

Esta experiência de interação com algo pode não estar relacionado com um espírito desencarnado. É difícil até para a pessoa determinar o que realmente está contecendo. As nossas crenças e conhecimentos pode levar a aceitarmos como uma experiencia espiritual, mas com certeza não sabemos. Na parte da emancipação da alma no LE não há explicação para a experiência da consciência durante a paralisia do sono. Afirmar que a paralisia do sono está relacionada a emancipação da alma é um ideia pessoal.

O que sabemos pela doutrina espirita é que a alma se emancipa do corpo fisico durante o sono. A emancipação ocorrer desde o momento que o corpo estra em estado de sono, ou somente em algumas fases do sono? Existe algum indicio no corpo em estado de sono que demonstre a alma está emancipada? Existe indicios que demonstre a saida e o retorno da alma ao corpo?

Mesmo se partimos da premissa que sonhos são indicios de que a alma está emancipada, não da para uma pessoa que vê uma outra dormindo se a mesma está sonhando sem acorda-la. Mas sonhos ocorrem em qualquer fase do sono. Portanto, somente podemos saber que a pessoa estava sonhando em determinado momento se acordamos.

Temos que ter em mente que na condição de encarnado o espirito está sob influência do corpo fisico e que, potanto, variações na atividade eletrica e fisilogica do cerebro durante o sono podem provocar sensações e percepções variadas, principalmente com o espirito encarnado está consciencia em estado de vigilia fisica mas os circuitos cerebrais no tronco encefalico e hipocampo ainda permancem desligados para os sentidos do corpo e movimentos.

Abraço fraterno

Marcos Borges 
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Brenno Stoklos em 09 de Outubro de 2013, 04:08

É inútil buscar-se coisas como "projeção consciente", "sonho lúcido", etc...

Simplesmente porque, quando o espírito está emancipado do corpo durante o sono, ele já está sempre consciente.

O que acontece é que , quando do retorno do espírito ao corpo, no estado de vigília não temos lembranças desses momentos, ou as temos fragmentadas e confusas, pois a memórias do Espírito emancipado não são totalmente comunicadas ao cérebro.

Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Andressa Z. em 09 de Outubro de 2013, 13:12
Eu noto amigos que essas experiências são tão variadas que seria muito difícil haver explicações certinhas para todas elas!E o cérebro então, sempre está à todo vapor, vou esperar ver se tenho alguma experiência mais "nítida" para poder ir mais a fundo.
Sentia uma criatura, digamos assim, por um momento puxando meus cabelos (não os do corpo, pois não via eles esticando?), mas como o mano Marcos disse, o nosso corpo está ali, ativo, podendo trazer essas sensações!
Bom, nunca é demais fazer uma prece sempre antes do sono!rs
Obrigada pelas explicações!! :D

Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Brenno Stoklos em 09 de Outubro de 2013, 22:31
Eu noto amigos que essas experiências são tão variadas que seria muito difícil haver explicações certinhas para todas elas!E o cérebro então, sempre está à todo vapor, vou esperar ver se tenho alguma experiência mais "nítida" para poder ir mais a fundo.
Sentia uma criatura, digamos assim, por um momento puxando meus cabelos (não os do corpo, pois não via eles esticando?), mas como o mano Marcos disse, o nosso corpo está ali, ativo, podendo trazer essas sensações!
Bom, nunca é demais fazer uma prece sempre antes do sono!rs
Obrigada pelas explicações!! :D


Com certeza, amiga Andressa!

 ;)

Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Hrodrick em 09 de Outubro de 2013, 23:42
Oi Andressa!

Eu já tive experiência com essa paralisia do sono.
Foi no período da tarde, eu acordei e não conseguia me mover, apenas via e escutava.
No mesmo instante, minha mãe estava guardando toalhas no guarda-roupas e eu tentava chamar ela, sinalizar, e nada.
Eu então relaxei,  e foi quando eu senti o braço esquerdo muito leve e subindo sozinho, e foi quando eu olhei e lá estava meu braço levantadoo e ao mesmo tempo disposto sobre a cama. Lembro que cheguei a olhar pra palma da minha mão com o braço estendido, mexi conscientemente.
Foi aí que percebi que eu estava já sentado na cama e quando olhei pro travesseiro, lá estava eu, deitado e de olhos fechados! O medo, o pavor foi tanto, mas tanto, que eu na mesma hora acordei com uma sensação igual aquela de montanha-russa!
E lá ainda estava a minha mãe guardando as toalhas, exatamente como eu estava vendo ao estar ao menos parcialmente fora do corpo.

EU vivi, experimentei, senti e sei que o fenômeno existe e é fato.
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: EsoEstudos em 10 de Outubro de 2013, 01:13


Como em qualquer outro tipo de fenômeno, a projeção lúcida (ou qualquer outra expressão equivalente) pode ou não ser desenvolvida, pode ou não existir naturalmente no ser, portanto pode ou não ser verdade para esse ou aquele indivíduo.

Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: MarcosBorges em 10 de Outubro de 2013, 01:40
Oi Hrodrick

Sua experiencia é interessante. A paralisia durante o sono é natural e com mais intensidade durante a fase denominada REM. Mas nem todas as percepções de paralisia são como a que experienciou como por exemplo ver tudo ao seu redor. Sua experiencia é que os concienciologistas denominam de desdobramento ou projeção involuntaria com a diferença, na minha opinião, de que parece ter ocorrido durante a fase REM do sono conforme sua descrição da paralisia que percebeu conscientemente. A sua ação de relaxamento mental e de não forçar o movimento fisico deve ter promovido, na minha opinião, o processo natural de emancipação. Normalmente não percebemos em tempo real e no mesmo espaço a emancipação da alma o que não quer dizer que a alma durante a emancipação não estava consciente. Não sei explicar porque alguns percebem em tempo real e mesmo espaço e outros não a emancipação se a alma sempre está consciente.

Já passei por três experiencias de percepção consciente em tempo real, durante a emancipação da alma com a diferença que, naquele momento para mim, eu estava acordando e me levantando como faço sempre com o corpo fisico. Quando algo me chamava a atenção como um deslocamento rapido para outro local o susto me fazia acordava fisicamente. Devido essa naturalidade inicial sem perceber que não era meu corpo fisico que estava acordando, nem passa pela minha mente olhar para a cama. Só percebia que passei por uma experiencia consciente em tempo real durante a emancipação da alma apos acordar. Quem já passou por experiencias como a nossa sabe que não se compara com a vivência dos sonhos. 

Abraço fraterno

Marcos Borges
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Andressa Z. em 10 de Outubro de 2013, 02:54
Hrodrick, muito interessante sua experiência!Deve ser assustador ser pego desprevenido ao ver o próprio corpo dormindo!
Eu já me enxerguei de perfil (nariz, boca...como se estivesse "deslocada" do corpo de alguma forma) e dessa última vez eu interagia um pouco, sentia que me mexia, mas ao mesmo tempo não me mexia...mas via o topo da minha cabeça, era muita informação, muito rapidamente, por isso não tenho muita segurança!
O fato é que de alguma forma a gente SABE que não é só um sonho. No meu caso foi muito confuso, não me deixando tirar muitas conclusões sérias!
Abraços
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Brenno Stoklos em 10 de Outubro de 2013, 03:15

Eu já.......................
...............................é fato.




Como................
................... indivíduo.




Sua .............
....................sonhos. 

Abraço fraterno

Marcos Borges


muito....................
.......................sérias!

Abraços


Todos nós vivenciamos essa experiência diariamente!

Mas só raramente alguma memória é passada para o cérebro, que é de onde nos vem as memórias no estado de vigília.

Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Lívia Duz em 09 de Fevereiro de 2014, 14:49
Boa tarde a todos!!

Isto acontece comigo desde a minha pré-adolescência.

Algumas vezes quando acontecia havia um irmão que me sufocava e me prendia.
Outras vezes que eu estava sozinha e ficava tentando me levantar, pois pensava que estava no corpo acordada, quando tentava me levantar me sentia muito cansada, como se meu corpo fosse um ímã que me puxa.

1- Depois de muito tempo (eu já estava na faculdade), o irmãozinho não estava visível para mim, e estava me prendendo e sufocando, mas naquele dia eu não era eu, eu tinha outra consciência, eu sabia o que tinha que fazer, então mentalizei meu corpo cheio de espinhos ou cristais e empurrei com toda força para cima dele, foi ai que vi ele saindo correndo (levitando) pela porta do meu quarto e depois deste dia ele não apareceu mais.

Em uma das últimas vezes que ocorreu eu já estava formada, acordei tentei me levantar e não consegui e dai já sabia que estava acontecendo de novo. Então vi uma irmã desencarnada junto de meu marido (ele estava dormindo ao meu lado e naquele tempo estava com inicio de síndrome do pânico), ela não me viu, não tentei contato com ela, só a observei, ela estava muito desorientada, acho que nem sabia o que estava acontecendo, pois andava de um lado para o outro gesticulando e falando sozinha.
Então neste dia tentei algo novo já que tinha alguém encarnado (meu marido) comigo. Como não conseguia falar, nem me mexer, comecei a respirar fundo e soltar o ar, bem rápido, então vi ele virando para ir me acordar e quando ele me acordou voltei para o corpo.

Se alguém puder me ajudar com alguma dica prática ou explicação do que aconteceu principalmente no ítem com o numero 1 eu agradeço.

Obrigada.
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Brenno Stoklos em 10 de Fevereiro de 2014, 03:10

Se alguém puder me ajudar com alguma dica prática ou explicação do que aconteceu principalmente no ítem com o numero 1 eu agradeço.

Obrigada.


A amiga pode, se lhe interessar, estudar em O Livro dos Espíritos:

CAPÍTULO VIII - Da emancipação da alma.

Mas seria melhor se estudasse toda a Doutrina Espírita. A começar pela brochura O Que É o Espiritismo?


Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Lívia Duz em 13 de Fevereiro de 2014, 21:16
Boa tarde,

Obrigada por responder Brenno Stoklos.  :D

Em 2004, no centro espírita estudei em grupo O Livro dos Espíritos.

Em sua maioria, os livros tratam da explicação do desdobramento. Um livro muito interessante que estou estudando é Diversidade dos Carismas - Herminio C. Miranda. Este relata a forma prática do desdobramento.

Eu gostaria de uma troca de experiência de quem utiliza esta faculdade anímica na prática mediúnica.
Trocar experiências, etc.

Obrigada a todos!

Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 13 de Fevereiro de 2014, 22:36
Olá Lívia!

Confesso que não saberia te afirmar
se você estudasse toda a DE você teria todas as respostas
sobre está questão...

Até por que na Doutrina, ou nos relatos de Kardec, venha a tratar de alguma técnica...
Há estudos sobre sonambulismo
e pessoas extáticas
além da bicorporiedade
e também algumas ações dos santos e de Jesus.

Pelos seus relatos
Já  observei casos parecidos em grupos de atividades mediúnicas,
em alguns casos nos trabalhos de desobsessões,
Além dos relatos de pessoas que passam por mim em entrevistas relacionados
aos atendimentos no Centro que participo.

Pelo que percebo, sendo um chute...
Sobre você..
Você já tem conhecimento...já crê
Além do tato nato para estas questões...

Se puderes
frequente um grupo de atividade mediúnica,
mas não se coloque muito na banca
observe e se observe e tome uma iniciativa
uma idoneidade ..
Chega um momento que  a questão mediúnica e anímica e nós...
por mais que tenhamos dicas e apoio...
é conosco mesmo...
Precisamos sim
de uma forte apreciação das questões morais evangélicas.

Abraços


Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Lívia Duz em 14 de Fevereiro de 2014, 11:17
Olá Lívia!

Confesso que não saberia te afirmar
se você estudasse toda a DE você teria todas as respostas
sobre está questão...

Até por que na Doutrina, ou nos relatos de Kardec, venha a tratar de alguma técnica...
Há estudos sobre sonambulismo
e pessoas extáticas
além da bicorporiedade
e também algumas ações dos santos e de Jesus.

Pelos seus relatos
Já  observei casos parecidos em grupos de atividades mediúnicas,
em alguns casos nos trabalhos de desobsessões,
Além dos relatos de pessoas que passam por mim em entrevistas relacionados
aos atendimentos no Centro que participo.

Pelo que percebo, sendo um chute...
Sobre você..
Você já tem conhecimento...já crê
Além do tato nato para estas questões...

Se puderes
frequente um grupo de atividade mediúnica,
mas não se coloque muito na banca
observe e se observe e tome uma iniciativa
uma idoneidade ..
Chega um momento que  a questão mediúnica e anímica e nós...
por mais que tenhamos dicas e apoio...
é conosco mesmo...
Precisamos sim
de uma forte apreciação das questões morais evangélicas.

Abraços

Muito obrigada Moises de Cerq. Pereira!!

Amanhã conversarei com a médium que desdobra no centro em que sou colaboradora, tirar minhas dúvidas...

Bom dia a todos!
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Andressa Z. em 14 de Fevereiro de 2014, 16:36
Livia, obrigada pela dica de livro! Rs estava à procura!
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Brenno Stoklos em 17 de Fevereiro de 2014, 02:51

Em 2004, no centro espírita estudei em grupo O Livro dos Espíritos.

Obrigada a todos!


O mais importante é que a amiga continue se aprofundando no estudo da Doutrina Espírita.

Com mais ênfase, no caso, para o OLM!


Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Hrodrick em 02 de Março de 2014, 01:28
Oi Hrodrick

Sua experiencia é interessante. A paralisia durante o sono é natural e com mais intensidade durante a fase denominada REM. Mas nem todas as percepções de paralisia são como a que experienciou como por exemplo ver tudo ao seu redor. Sua experiencia é que os concienciologistas denominam de desdobramento ou projeção involuntaria com a diferença, na minha opinião, de que parece ter ocorrido durante a fase REM do sono conforme sua descrição da paralisia que percebeu conscientemente. A sua ação de relaxamento mental e de não forçar o movimento fisico deve ter promovido, na minha opinião, o processo natural de emancipação. Normalmente não percebemos em tempo real e no mesmo espaço a emancipação da alma o que não quer dizer que a alma durante a emancipação não estava consciente. Não sei explicar porque alguns percebem em tempo real e mesmo espaço e outros não a emancipação se a alma sempre está consciente.

Já passei por três experiencias de percepção consciente em tempo real, durante a emancipação da alma com a diferença que, naquele momento para mim, eu estava acordando e me levantando como faço sempre com o corpo fisico. Quando algo me chamava a atenção como um deslocamento rapido para outro local o susto me fazia acordava fisicamente. Devido essa naturalidade inicial sem perceber que não era meu corpo fisico que estava acordando, nem passa pela minha mente olhar para a cama. Só percebia que passei por uma experiencia consciente em tempo real durante a emancipação da alma apos acordar. Quem já passou por experiencias como a nossa sabe que não se compara com a vivência dos sonhos. 

Abraço fraterno

Marcos Borges


Fala Marcos,

Já passou bastante tempo, mas só voltei a frequentar o fórum há poucos dias!
A diferença para um sonho é muito enorme, pois meus sonhos são muito doidos, as coisas são desproporcionais e sem sentido algum, mudo de local a todo instante, uma verdadeira loucura rs
O que eu vivenciei, foi muito real e consciente, além da prova de que a minha mãe estava realmente no quarto tanto na hora do acontecimento, quanto depois, fazendo a mesma atividade, no mesmo local.
É uma pena que na DE se fala muito pouco ou quase nada sobre, um fenômeno que pelo visto acontece com bastante gente.
E mais ainda, há muitas pessoas que seguem rigidamente a DE e costumam fazer de tudo para encerrar este tipo de assunto, talvez por não ter muito conteúdo sobre o tema nas obras de Kardec, e se limitam àquelas pouquíssimas explicações como o suficiente e absolutas.
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Brenno Stoklos em 02 de Março de 2014, 06:44

Já ...................
.................... absolutas.



"Os sonhos são efeito da emancipação da alma, que mais independente se torna pela suspensão da vida ativa e de relação. Daí uma espécie de clarividência indefinida que se alonga até aos mais afastados lugares e até mesmo a outros mundos. Daí também a lembrança que traz à memória acontecimentos da precedente existência ou das existências anteriores. As singulares imagens do que se passa ou se passou em mundos desconhecidos, entremeados de coisas do mundo atual, é que formam esses conjuntos estranhos e confusos, que nenhum sentido ou ligação parecem ter.
A incoerência dos sonhos ainda se explica pelas lacunas que apresenta a recordação incompleta que conservamos do que nos apareceu quando sonhávamos. É como se a uma narração se truncassem frases ou trechos ao acaso. Reunidos depois, os fragmentos restantes nenhuma significação racional teriam
".

                                                             O Livro do Espíritos


Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Lívia Duz em 08 de Março de 2014, 17:01
Citar
....
O que eu vivenciei, foi muito real e consciente, além da prova de que a minha mãe estava realmente no quarto tanto na hora do acontecimento, quanto depois, fazendo a mesma atividade, no mesmo local.
É uma pena que na DE se fala muito pouco ou quase nada sobre, um fenômeno que pelo visto acontece com bastante gente.
E mais ainda, há muitas pessoas que seguem rigidamente a DE e costumam fazer de tudo para encerrar este tipo de assunto, talvez por não ter muito conteúdo sobre o tema nas obras de Kardec, e se limitam àquelas pouquíssimas explicações como o suficiente e absolutas.

Oi amigo,

Com certeza só quem passa pelo desdobramento sabe que não é um sonho. Que estamos "acordados" porém sem o corpo físico. Por isso ninguém nos escuta ou vê.

Beijos.
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Brenno Stoklos em 09 de Março de 2014, 00:01

Com certeza só quem passa pelo desdobramento sabe que não é um sonho. Que estamos "acordados" porém sem o corpo físico. Por isso ninguém nos escuta ou vê.



"O que o extático vê é real para ele. Mas, como seu Espírito se conserva sempre debaixo da influência das idéias terrenas, pode acontecer que veja a seu modo, ou melhor, que exprima o que vê numa linguagem moldada pelos preconceitos e idéias de que se acha imbuído, ou, então, pelos vossos preconceitos e idéias, a fim de ser mais compreendido. Neste sentido, principalmente, é que lhe sucede errar".

444. Que confiança se pode depositar nas revelações dos extáticos?

O extático está sujeito a enganar-se muito freqüentemente, sobretudo quando pretende penetrar no que deva continuar a ser mistério para o homem, porque, então, se deixa levar pela corrente das suas próprias idéias, ou se torna joguete de Espíritos mistificadores, que se aproveitam da sua exaltação para fasciná-lo".

"Dá-se com os extáticos o que se dá com os sonâmbulos: mais ou menos perfeita podem ter a lucidez e o Espírito mais ou menos apto a conhecer e compreender as coisas, conforme seja mais ou menos elevado. Muitas vezes, porém, há neles mais excitação do que verdadeira lucidez, ou, melhor, muitas vezes a exaltação lhes prejudica a lucidez. Daí o serem, freqüentemente, suas revelações um misto de verdades e erros, de coisas grandiosas e coisas absurdas, até ridículas. Dessa exaltação, que é sempre uma causa de fraqueza, quando o indivíduo não sabe reprimi-la, Espíritos inferiores costumam aproveitar-se para dominar o extático, tomando, com tal intuito, aos seus olhos, aparências que mais o aferram às idéias que nutre no estado de vigília".

                                                              O Livro dos Espíritos


Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Silvio Danilo em 09 de Março de 2014, 14:16
Bom Dia amigos,

Gostaria ter algumas informação por descrição de experiencia sobre desdobramento em reunião mediumínicas. E quais medidas e cuidados que médium devem observar.
Obrigado.

att. Silvio
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Brenno Stoklos em 09 de Março de 2014, 16:09
Bom Dia amigos,

Gostaria ter algumas informação por descrição de experiencia sobre desdobramento em reunião mediumínicas. E quais medidas e cuidados que médium devem observar.
Obrigado.

att. Silvio


Em O Livro dos Médiuns o amigo encontrará tudo o que é necessário para se levar a bom termo qualquer espécie de reunião mediúnica.

Inclusive uma melhor explicação sobre o sonambulismo e o êxtase.


Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Brenno Stoklos em 10 de Março de 2014, 03:33
.


"3º -  O Livro dos Médiuns.  Destina-se a guiar os que queiram entregar-se à prática das manifestações, dando-lhes conhecimento dos meios próprios para se comunicarem com os Espíritos. E um guia, tanto para os médiuns, como para os evocadores, e o complemento de  O Livro dos Espíritos".

                                                          O Livro dos Médiuns


Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Lívia Duz em 13 de Março de 2014, 23:12
Oi Breno,

Você já teve um desdobramento lúcido?

Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Edmar Ferreira Jr em 14 de Março de 2014, 00:10
(...)E mais ainda, há muitas pessoas que seguem rigidamente a DE e costumam fazer de tudo para encerrar este tipo de assunto, talvez por não ter muito conteúdo sobre o tema nas obras de Kardec, e se limitam àquelas pouquíssimas explicações como o suficiente e absolutas.

Nem sempre procuram encerrar como se fosse um assunto proibido ou porque lhes falta conteúdo além do que está estritamente na doutrina. Mas é que, às vezes, é um assunto que não leva a lugar algum a não ser o da curiosidade, sendo ainda um terreno fértil para mistificações e fantasias. Veja que nem mesmo em relação aos extáticos (o êxtase é considerado o mais elevado nível de emancipação) se pode depositar confiança no que revelam. O mundo espiritual não pode ser descortinado livremente pela mente encarnada, mesmo que extática ou sonambúlica.
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Brenno Stoklos em 14 de Março de 2014, 04:20
Oi Breno,

Você já teve um desdobramento lúcido?


O que seria "desdobramento"?


Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Lívia Duz em 14 de Março de 2014, 11:35
Olá queridos irmãos!

Que os irmãos que aqui vierem em busca de respostas para o que lhes aconteça não se sinta incapaz! Que o desânimo não nos atinja!

Quando chico estava psicografando "nosso lar" e André luiz informou sobre o bônus hora, ele pensou ser uma mistificação e parou por alguns dias, foi então que André luiz o levou desdobrado para a colônia a fim de lhe mostrar.

Trabalhemos no bem com esta faculdade anímica, auxiliando irmãos desencarnados e encarnados com amor! E se no fim, por acaso, não passar de uma mistificação, teremos a mente tranquila de ter dado nosso melhor.

Bom dia a todos! Que jesus nos inspire! 








Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Gabri-El em 14 de Março de 2014, 13:16
Sobre o tema, somente o êxtase espiritual ou místico confere verdadeira liberdade ao Espírito encarnado. Embora a emancipação em "viagens astrais", sonambulismo e outros possa proporcionar-lhe experiências significativas, o êxtase difere completamente pelo seu caráter de intensa vivência espiritual para além dos planos vibracionais comumente denominados na literatura espiritualista de planos astral, mental concreto, mental abstrato, etc.

O indivíduo em êxtase místico não apenas se emancipa da sua forma física como ocorre normalmente durante o sono, no qual se movimenta apenas em limitadas faixas vibratórias terrestres com as quais está sintonizado, mas se emancipa da Terra. Ou seja, não está limitado aos planos vibracionais restritos à Terra como frequentemente se dá também na "viagem astral". Então, o Espírito vivencia em si mesmo a Liberdade, que é sua natureza essencial.

Essa vivência libertadora impressiona sobremaneira seus centros psíquicos e, quando se encontra novamente na objetividade do plano material, ainda lhe repercute aquele frescor das "alturas" e "profundidades" espirituais, enchendo-lhe o coração de aspiração fervorosa para definitivamente firmar sua consciência na Realidade Divina "por detrás" das brumas ilusórias da matéria.

Quanto mais ascende dilatando seu campo consciencial maiores são as sutilezas de percepção, maiores são os enlevos beatíficos, maior a consciência da unidade e do amor divinos em si, nos outros, em TUDO!

No entanto, maior a dificuldade também de ajustar ao limitado cérebro físico às intensas, ardentes e deslumbrantes vivências espirituais, o que na verdade é praticamente impossível para a evolução orgânica atual. Por essa razão, é necessário que o indivíduo desenvolva as capacidades da razão superior, da simplicidade e clareza de expressão, humildade, em suma, do discernimento aguçado, que sabe distinguir a Realidade Eterna dos efêmeros e "ilusórios" planos existenciais do Universo.

Isto porque para não cair em erros de expressão mental sobre aquilo que foi vivenciado no âmago do Ser, no Qual só há plenitude de Consciência, porém, inexprimível em conceitos.

Fraternalmente...
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Brenno Stoklos em 15 de Março de 2014, 06:13

o êxtase difere completamente pelo seu caráter de intensa vivência espiritual para além dos planos vibracionais comumente denominados............

.........mas se emancipa da Terra. Ou seja, não está limitado aos planos vibracionais restritos à Terra.............

.................Essa vivência libertadora impressiona sobremaneira

Fraternalmente.


439. Que diferença há entre êxtase e o sonambulismo?

“O êxtase é um sonambulismo mais apurado. A alma do extático ainda é mais independente.”

440. O Espírito do extático penetra realmente nos mundos superiores?

“Vê esses mundos e compreende a felicidade dos que os habitam, donde lhe nasce o desejo de lá permanecer. Há, porém, mundos inacessíveis aos Espíritos que ainda não estão bastante purificados.”

443. Pretendendo que lhe é dado ver coisas que evidentemente são produto de uma imaginação que as crenças e prejuízos terrestres impressionaram, não será justo concluir-se que nem tudo o que o extático vê é real?

“O que o extático vê é real para ele. Mas, como seu Espírito se conserva sempre debaixo da influência das idéias terrenas, pode acontecer que veja a seu modo, ou melhor, que exprima o que vê numa linguagem moldada pelos preconceitos e idéias de que se acha imbuído, ou, então, pelos vossos preconceitos e idéias, a fim de ser mais compreendido. Neste sentido, principalmente, é que lhe sucede errar.”

444. Que confiança se pode depositar nas revelações dos extáticos?

“O extático está sujeito a enganar-se muito freqüentemente, sobretudo quando pretende penetrar no que deva continuar a ser mistério para o homem, porque, então, se deixa levar pela corrente das suas próprias idéias, ou se torna joguete de Espíritos mistificadores, que se aproveitam da sua exaltação para fasciná-lo.”

                                                         O Livro dos Espíritos


Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Amós Ribeiro em 27 de Julho de 2014, 01:52
Boa noite pessoal.

Independente da doutrina espirita ou qualquer outra espiritualista a projeção da mente para fora do corpo físico... ou sair do corpo físico em estado de vigília/lucido é possível. são varias as denominações.

Eu mesmo, como outras pessoas já tivemos sucesso na projeção/desdobramentos através de técnicas e até mesmo espontaneamente.

A unica coisa que posso dizer, para quem tiveram êxito nessa experiencia(em estado lucido): é que ela é extremamente pessoal. e para que não tiveram: não são obrigados a acreditar ou desacreditar em nada! na realidade não podemos provar aos incrédulos que tivemos tal experiencia, assim como os incrédulos não podem provar que nossas experiencias foram meras ilusões. que permaneça o bom senso. 

A melhor coisa que podemos fazer é a troca de informação sobre essa experiencia, só assim poderemos aclarar esse fenômeno com mais facilidade, tendo em vista semelhanças e diferenças na experiencia de cada individuo. (dispensado as experiencias projetiva em estado de sono, pois elas não são confiáveis)

Paz e luz a todos
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Andressa Z. em 12 de Agosto de 2014, 23:25
Olá Amós!
Realmente,  oq nos resta é compartilharmos nossas experiências para melhor nos conhecermos,  para saber oq está acontecendo. Particularmente,  comigo o desdobramento ocorre espontaneamente enquanto durmo e essas experiências estão cada vez mais conscientes, mas continuo bem limitada (ao menos durante as experiências conscientes de que me recordo ao despertar!) ao local onde estou dormindo no momento em que ocorrem. Percebo as companhias espirituais que estão comigo (nem sempre visualizo) e sinto que tenho mais controle dos meus movimentos, entendo que meu corpo físico repousa. Enfim, o estudo está fazendo com que eu compreenda mais o que acontece, traz tranquilidade e ensina como agir.
Entendo que esse fenômeno é muito comum, porém nem sempre estamos conscientes do que acontece.
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Gabri-El em 13 de Agosto de 2014, 15:22
As experiências pessoais nesse assunto, ainda que muito particulares, com certeza contribuem para um melhor entendimento quando compartilhadas e refletidas.

O exercício meditativo diário, a reflexão interior, o autoconhecimento e a prática do altruísmo ampliam nossa percepção para além da existência neste plano denso, esteja em estado de vigília ou durante o sono físico. Com a prática do que foi dito anteriormente e também paciência, nossa percepção se dilata para além das camadas sutis que circundam o orbe terrestre e a emancipação consciencial se faz em níveis insuspeitados para muitos encarnados e desencarnados. Esse estado consciencial contém igualmente uma profunda vivência amorosa, paz irradiante, compreensão compassiva.
Esta é uma aquisição disponível para todo sincero buscador da Verdade, que se empenha com abnegação em sua busca.

Não estamos falando de visão da dimensão extrafísica ou clarividência, mas sim de uma percepção oriunda de uma grande capacidade discernidora. Por exemplo, uma pessoa que é médium clarividente estará percebendo a dimensão invisível por uma peculiar condição orgânica e perispiritual, mas isso não quer dizer que esteja com uma ampla consciência amorosa e compassiva. Contudo, quem realizou esse estado de Ser profundo, poderá ter esta ou aquela percepção extrafísica desenvolvida, mas, assim como já observa as ilusões da existência carnal e a elas não se prende, também não se deixa iludir pelas cambiantes e efêmeras manifestações sutis que possa ver e ouvir, pois, acima de tudo isso, seu senso de Ser está firmado na única Realidade, imutável e beatífica, imanente em si mesmo e em todas as demais formas.

Assim, aprofundando em si mesmo, de nível a nível, discernindo e realizando-se, transpõe as densas camadas física, emocional e mental principalmente, a fim de emancipar-se das ilusões dentro e fora de si.

Fraternalmente
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Amós Ribeiro em 13 de Agosto de 2014, 21:17
Boa tarde pessoal

Olá Andressa, das vezes que consegui escultei uma zunido, e uma pressão  muito forte no topo da cabeça, senti algo como uma descarga na nuca.. de repente me vi fora do corpo físico.

Fora do corpo me senti como se fosse uma balão balançando. queria me mover, aí tentava andar e não conseguia. me lembrei que não tinha pernas naquele momento, então me concentrei em se mover de um ponto para o outro, me movi. a locomoção era em fração de segundo de um ponto para o outro.

Tive mais sucesso nas experiencias projetiva lucida quando tomava passes e bebia água magnetizada no centro espirita, antes de começar a praticar as técnicas projetivas.

Tive varias experiencias em estado de sono, levo mais em conta, quando antes de acordar via o ambiente onde estava dormindo e o meu corpo físico adormecido na cama. fora do corpo já tinha concluído que desdobrei e acordava com a mesma conclusão. e quando retornava ao corpo físico me sentia como se estivesse acoplando.

Todas as experiencias que tive em estado de vigília usando técnicas foram aqui mesmo no plano físico, fora as que tive em estado de sono que fui a outros planos.     
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Andressa Z. em 14 de Agosto de 2014, 01:04
Que interessante Amós!
Consegue através de meditação?Só tive a experiência até então enquanto durmo!
Título: Re: Emancipacao da Alma vs. Desdobramento
Enviado por: Amós Ribeiro em 15 de Agosto de 2014, 02:02
Que interessante Amós!
Consegue através de meditação?Só tive a experiência até então enquanto durmo!

Não pratico meditação no intuito de desdobrar etc.. busco na meditação paz interior, domínio, luz e auto-superação no silencio da mente. A projeção da consciência já é uma observação, a busca de um conhecimento.   

Mas já tive uma experiencia em estado meditativo. lembro que certa vez cheguei a um estado profundo de meditação, comecei a sentir estalos na cabeça e no corpo, de repente senti uma sensação como se meu corpo tivesse explodido, daí visualizei um clarão muito ofuscante, um brilho muito forte, estava em um lugar onde tudo era luz. mas não tive coragem para prosseguir. nada disso foi intencionado, aconteceu espontaneamente.