Forum Espirita

CODIFICAÇÃO => O Livro dos Médiuns => Tópico iniciado por: Cravo do Poeta em 16 de Abril de 2010, 20:10

Título: Emancipação da Alma - Desdobramento - Medium
Enviado por: Cravo do Poeta em 16 de Abril de 2010, 20:10
Muita luz a todos.



Emancipação da Alma - Desdobramento - Medium




Retirado do site www.fabianodecristo.org.br (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5mYWJpYW5vZGVjcmlzdG8ub3JnLmJy)
Título: Re: Emancipação da Alma - Desdobramento - Medium
Enviado por: dOM JORGE em 20 de Dezembro de 2012, 17:30
                                                                   VIVA JESUS!




             Boa-tarde! queridos irmãos.


                    A emancipação da alma



                   A emancipação da alma por ocasião do sono corporal é um fato corriqueiro, mas não passa de um desprendimento parcial, visto que ela continua ligada ao corpo físico. O que ocorre então é apenas uma expansão do laço perispiritual que une a alma ao corpo, permitindo a ela deslocar-se a lugares distantes do local em que o corpo material repousa.

No caso da morte corpórea, mesmo antes do desligamento completo da alma – fato que o Espiritismo chama de desencarnação – pode ocorrer a emancipação parcial semelhante à do sono, o que explica os fatos de comunicação espírita por ocasião da morte, estudados por vários pesquisadores, como Ernesto Bozzano.

O desprendimento completo da alma, ou a desencarnação, é que requer algum tempo, visto que no processo reencarnatório o perispírito se liga ao corpo molécula a molécula, o que implica dizer que é preciso tempo para que essa ligação molecular se desfaça.

Conforme a questão 155 d´O Livro dos Espíritos, como regra geral, a separação da alma não se dá instantaneamente. Ela se liberta gradualmente e não como um pássaro cativo que, de repente, ganhasse a liberdade.

Tudo, a princípio, é confuso no momento da morte. O Espírito desencarnante precisa de algum tempo para entrar no conhecimento de si mesmo. Ele se acha como que aturdido, no estado de uma pessoa que despertou de profundo sono e procura orientar-se sobre a sua situação. A lucidez das ideias e a memória do passado lhe voltam aos poucos, à medida que se apaga a influência da matéria que ele acaba de abandonar e se dissipa a espécie de névoa que lhe obscurece os pensamentos.

O processo de desprendimento espiritual é lento ou demorado, conforme o temperamento, o caráter moral e as aquisições espirituais de cada ser. Não existem duas desencarnações iguais. Cada pessoa desperta ou se demora na perturbação, conforme as características próprias de sua personalidade.

A perturbação pode, pois, ser considerada o estado normal no instante da morte, e perdurar por tempo indeterminado, variando de algumas horas a alguns anos, de conformidade com o estado evolutivo do Espírito. Breve no caso das almas elevadas, pode ser longa e penosa no caso das almas culpadas. Para aqueles que já na existência corpórea se identificaram com o estado que os aguardava, menos longa ela é, porque compreendem imediatamente a posição em que se encontram



        Astolfo O. de Oliveira Filho






                                                                                        PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Emancipação da Alma - Desdobramento - Medium
Enviado por: Heitor Costa em 07 de Janeiro de 2013, 13:54
pelo oq eu entendo emancipaçao da alma ou desdobramento e quando a alma durante o sono ela sai do corpo digamos q ela ela sai quase por completo e para controla-la precisa de mto estudo e experiencia mas tbm alguns mediuns podem desdobrar durante uma incorporaçao e estes sao os q querem ficar pra onde eles foram dependendo do lugar e sao os mais dificeis de trazer de falta e tbm tem outro tipo de desdobramento q a pessoa lembra de tudo da alma dela saindo do corpo e do lugar pra um foi outros lembram parcialmenteou e de uma coisa ou de outra e um outro tipo q n se lembra de nada so tem um vaga lembraça

espero ter ajudado com a pouca esperiencia no assunto
Título: Re: Emancipação da Alma - Desdobramento - Medium
Enviado por: Mourarego em 07 de Janeiro de 2013, 15:14
Mano Heitor, desdobramento e emancipação da alma não são termos sinônimos,
Um não tem uma escrita sequer nas obras básicas, que usa o termo emancipação que é o correto, outro tenta mascarar de algo mágico aquilo que todos fazem quando dormem ou pelo menos estejam com a mente mais livre.
Um Espirito não se dobra e nem vive assim para se desdobrar, também não se divide que seria outra explicação para o termo desdobrar, logo, não há que se falar em desdobramento.
Um médium quando numa incorporação não pode se desdobar ou mesmo ter a emancipação total da alma já que fica vigilante, mesmo que sob tal estado.
Também não é um fato que se possa de tudo lembrar depois de uma emancipação,pois se o fosse, por certo nos lembraríamos de onde fomos ou estivemos durante o sono do corpo.
O estudo do capítulo emancipação da Alma lhe poderá ser útil.
Abraços,
Moura