Forum Espirita

CODIFICAÇÃO => O Livro dos Médiuns => Tópico iniciado por: Kazaoka em 16 de Maio de 2018, 02:56

Título: Cap XVI do OLM - Quadro Sinóptico das Diferentes Espécies de Médiuns
Enviado por: Kazaoka em 16 de Maio de 2018, 02:56
Boa noite a todos.

Estamos desenvolvendo um Estudo desta obra em nossa Casa Espírita, e uma questão nos intrigou por não chegarmos dentro do grupo, a um consenso de opinião a respeito do trecho que transcrevemos aqui;

22 Médiuns para evocação; os médiuns maleáveis são naturalmente os mais próprios para este gênero de comunicação e para as questões de minudências que se podem propor aos Espíritos.
23 Sob este aspecto, há médiuns inteiramente especiais.
24 “As respostas que dão não saem quase nunca de um quadro restrito, incompatível com o desenvolvimento dos assuntos gerais.”

Sabendo bem o que caracteriza um médium maleável, a grande dúvida é o porquê que sendo um médium maleável as respostas que dão não saem quase nunca de um quadro restrito.
Título: Re: Cap XVI do OLM - Quadro Sinóptico das Diferentes Espécies de Médiuns
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 18 de Maio de 2018, 12:47
Boa noite a todos.

Estamos desenvolvendo um Estudo desta obra em nossa Casa Espírita, e uma questão nos intrigou por não chegarmos dentro do grupo, a um consenso de opinião a respeito do trecho que transcrevemos aqui;

22 Médiuns para evocação; os médiuns maleáveis são naturalmente os mais próprios para este gênero de comunicação e para as questões de minudências que se podem propor aos Espíritos.
23 Sob este aspecto, há médiuns inteiramente especiais.
24 “As respostas que dão não saem quase nunca de um quadro restrito, incompatível com o desenvolvimento dos assuntos gerais.”

Sabendo bem o que caracteriza um médium maleável, a grande dúvida é o porquê que sendo um médium maleável as respostas que dão não saem quase nunca de um quadro restrito.

Médiuns maleáveis: aqueles cuja faculdade se presta mais facilmente aos diversos gêneros de comunicações e pelos quais todos os Espíritos, ou quase todos, podem manifestar-se, espontaneamente, ou por evocação. “Esta espécie de médiuns se aproxima muito da dos médiuns sensitivos.”

Referência:
KARDEC, Allan. O Livro dos médiuns ou Guia dos médiuns e dos evocadores.

Se não é restrito
Por que amplo é
Mas pode-se ser restrito ao interesse da questão
Logo não se afasta da proposta
Logo restrito

Se ele é de evocação, por possuir esta qualidade nas tarefas
Sabe que há as manifestações também espontâneas
Consegue aferir se o objeto evocado é o objeto manifestante
Compreende os diferentes gêneros de manifestações

...................

(10) O problema das evocações é dos mais complexos. As evocações de Kardec eram feitas para estudos. Nas sessões habituais de natureza religiosa não se fazem evocações. Como os Espíritos assinalam, na rota a essa classificação, os médiuns flexíveis servem apenas em parte. E Kardec lembra a existência de médiuns especiais para evocações, que dependem, como se vê na observação dos Espíritos ao item seguinte, de condições intelectuais mais amplas (nem sempre da encarnação atual). (N. do T.  --> Herculano Pires)

Ps
espero ter contribuido