Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Tópico iniciado por: dOM JORGE em 08 de Dezembro de 2018, 12:43

Título: Datilógrafo da espiritualidade
Enviado por: dOM JORGE em 08 de Dezembro de 2018, 12:43
                                                              VIVA JESUS!




              Bom-dia! queridos irmãos.




                      Datilógrafo da espiritualidade




               Desejando ganhar um ordenado melhor e ter um cargo nos quadros do funcionalismo federal, Chico resolveu inscrever-se à prova de datilógrafo do DASP.

Na época aprazada, foi chamado e compareceu. Fez o que lhe foi possível fazer, aquilo que seu segundo ano de instrução primária lhe possibilitou. Não se saiu bem nas provas escritas. Mas os examinadores deixaram que ele fizesse a prova oral, como uma compensação...

Um dos examinadores fez-lhe várias perguntas sobre Português, Matemática, História, Geografia, etc. Mas, o pobre médium pouco sabia dessas disciplinas.

Surpreso com sua ignorância, o examinador, identificando-o como sendo o conhecido intermediário dos espíritos de Pedro Leopoldo, autor de tantas obras magistrais, exclama:
— Mas você não é o Chico Xavier, autor de tantas obras eruditas, que versam sobre História, Ciência, Filosofia, revelando conhecimentos profundos de nossa língua?

— Sou apenas o médium. As obras são dos espíritos — respondeu-lhe humildemente Chico.

— Então, rapaz — continuou o examinador —, diante disto, agora acredito que o espiritismo é uma verdade, porque verifico que você, pelo que demonstrou, não poderia escrever tamanhas maravilhas.

Foi reprovado.

Voltou a Pedro Leopoldo com a fisionomia triste, desanimada. Dormiu e sonhou. Viu-se defronte de um casarão em cujo frontispício estava escrito: DASP.

E exclamou para o espírito de Emmanuel, a seu lado:
— Há pouco, saí de uma casa com esse nome. Fiz a prova de datilógrafo e não logrei aprovação. E agora, aqui, encontro também o mesmo DASP.

E seu guia informa-lhe bondoso:
— Lá embaixo, na Terra, existe o DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO DOS SERVIDORES PÚBLICOS, ao passo que aqui existe coisa diferente: DEPARTAMENTO ADMINISTRATIVO DOS SERVIÇOS DO PAI.

Naquele você não conseguiu ser datilógrafo, mas aqui você já é.

O Chico acordou contentíssimo e jamais pensou em pertencer ao quadro de funcionários públicos.
Contentou-se em ser mesmo um extranumerário, extraquadro...

(Do livro Chico Xavier na Intimidade - Edição Lake)









                                                                                                       PAZ, MUITA PAZ!