Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Tópico iniciado por: Camila T Cunha em 01 de Maio de 2012, 21:30

Título: Consolador.
Enviado por: Camila T Cunha em 01 de Maio de 2012, 21:30

              O espiritismo é chamado consolador prometido, por que?
             No Evangelho Segundo o Espiritismo encontramos o texto: Fora da Caridade não há Salvação, por que?
               O entendimento destes tópicos enriquecem o modo como um espírita seguirá em frente.
                O que o fará se tornar melhor, mais tolerante, compreensivo, com as situações diversas e com os outros, menos arrogante, menos orgulhoso, mais humilde, ao mesmo tempo, mais feliz e equilibrado?
                Ainda no Evangelho Segundo Espiritismo "reconhece-se o verdadeiro espírita pelo verdadeiro cristão". Ser espírita não vai no caminho contrário ao do  ser cristão, ele significa ser cristão na concepção mais pura da palavra, pois abre mão de práticas ritualísticas para abraçar a prática do cristianismo no cotidiano, na convivência.
                 É chamado Consolador porque temos entendimento de muitas coisas  desta vida: como inocentes deformados, mortes prematuras, etc. Isso não significa que o espírita deve ser um "acomodado" e não lutar pela prática do bem, contra injustiças sociais, por isso a máxima: Fora da Caridade não há salvação. Este é o caminho que o espírita deve seguir, o da verdadeira felicidade, o que nos torna melhores porque vemos que muitos sofrem mais do que nós, o que nos torna sensíveis, cristãos verdadeiros.
                 Tudo que nos religa com Algo Maior, é chamado religião, religare, por isso, o espiritismo é religião sim. Não no sentido de rituais, práticas maquinais, mas na busca por Algo Maior, na compreensão racional deste Algo. É o Consolador prometido porque nos consola, nos ensina, nos faz melhores, principalmente, se buscarmos que nos faça.