Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Tópico iniciado por: Lima_Gil em 12 de Setembro de 2010, 17:16

Título: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 12 de Setembro de 2010, 17:16

Do livro:
Ao Alcance das Mãos
Irmão José
Carlos A. Baccelli

1. TODAS AS COISAS

Todas as coisas te estão ao alcance das mãos...

Dentre elas, a felicidade.

No entanto, é preciso que saibas para onde direcioná-las...

Não basta que simplesmente estendas as mãos no vazio.

Toda conquista requisita o mínimo de esforço.

Felicidade é construção cotidiana.

É indispensável que a edifiques com o concurso de tuas mãos...

Que a plasmes com o teu toque pessoal...

Que a materializes à tua volta com o abençoado movimento dos teus braços.

Se tudo é possível àquele que crê, mais ainda o é àquele que age.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 13 de Setembro de 2010, 05:50
Querido amigo Lima Gil

Obrigada por compartilhar mais essa bela mensagem!

Deus te abençoe sempre

Abraços carinhosos da amiga de sempre

Katia

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 13 de Setembro de 2010, 06:26
Querida amiga Katia:

Muito grato pelo constante incentivo e por sua valiosa colaboração em todos os nossos tópicos. Parbéns, mais uma vez, por teu aniversário e pelo lindo presnte que recebeste, ao teres de volta tua amada filha Lili, que teve alta exatamente nesse dia tão importante para a tua vida. Espero novas e importantes colaborações tuas, especialmente neste novo tópico. Abraços carinhosos deste irmão e amigo que muito te estima e admira,
Gil.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 13 de Setembro de 2010, 06:37
Queridos amigos e membros deste Fórum:

Com este novo tópico, temos a intenção de que todos os irmãos e irmãs que desejem enriquecê-lo, busquem encontrar , de preferência, quaisquer mensagens, poesias, quadrinhas, preces, pensamentos edificantes, etc, que enalteçam o valor das mãos e dos braços para a prática da caridade, para a vida e o progreso do Espírito Imperecível. É bastante válido qualquer tipo de mensagem, com o enfoque supracitado, inclusive as que sejam sejam produto da inspiração de cada irmão ou irmã que venha a acessar este espaço. Antecipadamente, recebam todos a nossa sincera gratidão. Luz e Paz para todos os membros deste abençoado Fórum! Meu abraço, meu afeto, meu carinho. Fraternalmente, o vosso irmão e amigo
Lima_Gil
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 13 de Setembro de 2010, 17:20

"Não cruze os braços diante de uma dificuldade, pois o maior homem do mundo morreu de braços abertos!"
                                                                         Bob Marley
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 13 de Setembro de 2010, 17:22

"Mãe. Teus braços sempre se abrem quando preciso um abraço. Teu coração sabe compreender quando preciso uma amiga. Teus olhos sensíveis se endurecem quando preciso uma lição. Tua força e teu amor me dirigiram pela vida e me deram as asas que precisava para voar."
                                                                      (Autor desconhecido)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 13 de Setembro de 2010, 17:29

"A paixão torna-se uma força quando encontra saída no trabalho dos nossos braços, na perícia da nossa mão ou na atividade criadora do nosso espírito.
                                                                                  "George Eliot
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 13 de Setembro de 2010, 17:44

"Para que o mal triunfe basta que os bons fiquem de braços cruzados."
                                          Edmund Burke
 
Questão 932 de O Livro dos Espíritos:

Por que, no mundo, tão amiúde, a influência dos maus sobrepuja a dos bons?

" Por fraqueza destes. Os maus são intrigantes e audaciosos. Quando estes o quiserem, prepoderarão."

Pense nisso!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 13 de Setembro de 2010, 19:00

A HUMANIDADE CAMINHA

Nada está para sempre imutável,
A humanidade caminha e promove mudanças em nossas vidas,
Nem sempre boas e nem sempre más,
Mas o que importa é que continuemos a tentar.
Desistir não é uma boa atitude para se acolher.
O tempo continua,
O vento continua,
O sol continua.
E não importa o que aconteça em nossos dias,
Nós também continuamos.
Cabe a nós mesmos a maneira em que decidimos continuar.
Alguns decidem a pior maneira,
Outros acham que escolheram a melhor,
E ainda há aqueles que se entregam nos braços do Pai,
Optam em confiar na sua sabedoria, amor e perfeição...
Estes últimos são os mais felizes.
Não importa o que nos apresente a vida todos os dias,
Sendo bom ou sendo ruim,
O que importa é a atitude que tomamos diante dela,
Pois, como sabemos, a humanidade caminha
E eu estou sempre tentando acompanhá-la...

                                            Germana Facundo

Fonte:
Internet
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Tamara F. em 13 de Setembro de 2010, 20:15
AÇÃO

Emmanuel

Ante o bem a fazer
Não digas: “impossível”.
No amparo aos semelhantes
Não fales: “nada sou”.

 

Estende as mãos e serve,
O Céu te escuta e vê.
Lembra a tomada humilde
Comunicando a luz.

 

Faze o melhor que possas
E o melhor surgirá.
Deus é auxílio em ti.
Age e funcionarás.


Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 13 de Setembro de 2010, 20:42
Querida amiga Tamara:

Parabéns por esta bela poesia do nosso amarável mentor Emmanuel e por sua acurada percepção e disciplina, ao compreender o verdadeiro objetivo com o qual criamos este novo tópico! Se todos os irmãos e irmãos pudessem seguir esse teu belo exemplo, os nossos "subespaços" — que já têm vida própria —, muito teriam a ganhar, pois, antes de postar as mensagens, oraçoes, pensamentos e poesias mediúnicas, todos deveriam ter o cuidado de observar se os mesmos se encaixam exatamente no objetivo indicado pelo título com que cada um foi criado. Muito obrigado, irmã querida, e fique sabendo que todos nós, irmãos e irmãs deste abençoado Fórum, especialmente os que participam, ativamente, de nossos tópicos, já estamos contando com a sua valiosa colaboração, sempre que puder ou quiser nos visitar. Luz e Paz! Abraços afetuosos deste irmão e amigo que muito a estima e admira,
Gil.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Tamara F. em 13 de Setembro de 2010, 20:58
Querido Lima, fico até emocionada diante de tanto carinho que amigo me trata. Agradeço ao irmão por tamanha gentileza para comigo.

Quanto as postagens aos tópicos, busco analisar se o que vou postar cabe dentro do tema criado, pois assim não fugimos do assunto.
Mais uma vez irmão querido, obrigada pelo carinho. Suas palavras tocaram meu coração!
Que Jesus o abençoe...sempre!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 13 de Setembro de 2010, 22:12
Querida amiga Tamara:

Muito grato pela suave generosidade de suas gentis palavras, que brotam, certamente, de um coração amoroso e apaixonado pela nossa abençoada Doutrina de Amor e Luz. Como é gratificante perceber que estamos florescendo um pouco mais — na justa medida que colocamos, em tudo o que pensamos, dizemos ou fazemos —, um toque de beleza, de amor e de verdade. Fique conosco, filha minha, ouça mais seu coração e busque ter uma participação cada dia mais ativa neste abençoado Fórum, para que todos nós possamos crescer juntos e que o possível afastamento de um que outro irmão ou irmã jamais venha a causar o esvaecimento desta preciosa chama que nos impele no sentido do Bem Absoluto. Desde já, contamos muito com a sua valorosa contribuição. Haja o que houver, mantenha-se firme, no propósito de amar e servir; tenha sempre bom ânimo, vigilância, coragem e fé e jamais desista da Vida com Jesus, por Jesus e para Jesus, o Divino Amigo de todos nós e de todas as horas e o Anjo-Guia Maior de toda esta humanidade terrestre! Fique na doce Paz do Senhor. Sinta, aqui e agora, o abraço sincero e carinhoso do seu irmão e amigo Gil.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 13 de Setembro de 2010, 22:13


ABRA OS BRAÇOS PARA A VIDA

Nunca se satisfaça com a sua visão de vida! Existe sempre algo novo e excitante para se aprender. Basta ficar receptivo, aberto e sensível para receber o que está acontecendo à sua volta.

O novo nem sempre é fácil de entender. Mas não se preocupe e esteja disposto a aceitar com fé o que a vida tem oferecido a você! Abra os braços para a vida! Abra os braços, o peito, a mente e o seu coração para o amor!

Permita-se ser absorvido por novas chances! Permita-se ser surpreendido pelo novo! E mesmo sem compreender totalmente as novas verdades de seu viver, siga em frente. Aos poucos a luz virá, viu? Aos poucos os significados aparecerão!

Você não pode continuar pela vida sempre apegado aos antigos hábitos. Esteja disposto a mudar, a ramificar, a entender os braços, as mãos para as mudanças!

Comece devagar porque a direção é mais importante que a velocidade, tá? Mude de caminho, ande por outras ruas, pise em lugares onde nunca andou, observando com atenção as pessoas e os lugares por onde você passa.

Mude por uns tempos o estilo das roupas. Dê os seus sapatos velhos. Que tal andar descalço por algumas horas? Experimente tirar uma tarde inteira para passear livremente numa praia, num parque. Procure passear mais. Veja o mundo com outros olhos! Com os olhos do amor!

Compre outros jornais... Leia outros livros. Viva outros romances. Não deixe que a mesmice consuma a sua vida! Aprecie as novidades. Durmas mas tarde! Durma mais cedo! Acorde mais cedo!

Tente o novo todo dia. O novo prazer! O novo amor! A nova vida! Busque novos amigos. Seja amigo de mais pessoas. Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes.

Lembre-se de que a Vida é uma só! Seja criativo. O mais importante é a mudança, o movimento!

Bom Dia! Bom Divertimento! Fique com Deus!

"Você vale muito! Vale tanto quanto o valor que dá a si mesmo"

                                                                                                                  Luiz Carlos Mazzini

Fonte:
Internet
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 14 de Setembro de 2010, 04:49
   Para meu filho adulto


Minhas mãos trabalhavam sem parar;
Eu não tinha tempo para brincar
Com seus joguinhos, quando você me pedia.
Eu não tinha tempo para você durante o dia.
Lavava suas roupas, costurava e cozinhava;
Mas quando o caderno de desenhos você pintava
E queria que bincássemos juntos, só nós dois,
Eu sempre lhe dizia:"Depois, meu filho, depois."

Eu arrumava suas cobertas antes de me deitar,
Apagava a luz depois de ouvir você orar.
Em seguida, saía do quarto de mansinho...
Eu gostaria de ter ficado mais um pouquinho.

Porque a vida é curta, os anos passam rapidamente...
E um menino cresce rápido, tão de repente.
E agora ele não está mais a meu lado,
Contando-me histórias ou um segredo guardado.
Não há mais desenhos para pintar;
Nao existem mais joguinhos para brincar,
Nem beijos de boa-noite, nem as orações de antes.
Tudo isso pertence a tempos tão distantes.

Minhas mãos, outrora ocupadas, não têm mais o que fazer.
Os dias são longos, difíceis demais para preencher.
Eu gostaria de voltar no tempo e com você repartir
As pequenas coisas que você costumava me pedir.

         autora desconhecida
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 14 de Setembro de 2010, 05:09

Querida amiga Katia:

Muito grato por compartilhar essa bela poesia com todos os membros deste abençoado Fórum. Te abgradeço, especialmente, por teres entendido, com perfeição, nosso objetivo ao criar este tópico, a nosso ver, tão importante para a maior e melhor avaliação sobre a profundo significado das mãos e dos braços para o trabalho, a vida, a ministração do passe magnético e, mais do que tudo, para que nós possamos cumprir a excelsa missão de mães e pais aqui na Terra. Reflexionando sobre esses valores é que podemos, cada vez mais, compreender a Divina Sabedoria, ao planejar a admirável estrutura do nosso cortpo denso, que tu tão bem conheces. Parabéns, filha minha! e que o Senhor da Vida te conduza os pés pelos caminhos da Sua Doce Paz! Abraços carinhosos deste irmão e amigo que muito te ama,
Gil.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 14 de Setembro de 2010, 11:57
SERVIR MAIS, TRABALHANDO MAIS

Sempre fazer mais, trabalhando mais.
O dia reaparece carreando preocupações
ante a carga de lutas entretidas na véspera?
Servir mais, trabalhando mais.
Provações repontam, de improviso, anunciando empeços maiores ou desastre iminente?
Trabalhar mais, servindo mais.
Companheiros queridos nos deixam a sós,
quando mais complexa é a nossa própria
situação perante as responsabilidades que assumimos no bem de todos?
Servir mais, trabalhando mais.
Crises se nos articulam à frente, propondo-nos sacrifícios e obrigações que nos parecem impraticáveis?
Trabalhar mais, servindo mais.
Obscureceram-se caminhos e discórdias sobrevieram, impondo-nos a impressão de
que nos achamos sob a influência dos
inimigos da luz?
Servir mais, trabalhando mais.
Angústias, desapontamentos, decepções,
embargos, exigências e frustrações nos surpreenderam de chofre... O que era
esperança é desencanto,
o que era alegria fez-se amargura...
O dia escurece, a força como que nos
abandona... Tudo se nos afigura contrário
à expectativa da hora primeira?
A solução a todos os problemas é
trabalhar mais e servir mais.
Fora do trabalho, que se expressa em
serviço ao bem geral, estamos conosco,
mas, dentro do serviço que se expressa
em trabalho constante no vem dos outros
e na felicidade de todos, estamos
e estaremos com Jesus.

(BATUÍRA)

Amigos..Sejam Bem-Vindos..Que a paz esteja em seus corações..Sintam-se em família..Estão convidados a trazerem mensagens edificantes de acordo com o tema..Abraços fraterno!!!

Amigo Lima...Abraços afetuoso..mta Paz...
Amigos reunidos neste espaço..Paz e Luz em seus corações...Abraços afetuoso!



Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Tamara F. em 14 de Setembro de 2010, 15:35
Bom Dia Irmãos queridos!!!

Assistam esse vídeo, é lindo, chamado: MÃOS - Chico Xavier/Auta de Souza Não consegui salvar em pps, para vocês baixarem. Mas está ai: Mãos- Chico Xavier, Auta de Souza (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PWo3N3BIaEstNWNBIw==)
Espero que gostem. Abraços à todos!  ;)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 14 de Setembro de 2010, 17:54

Querida amiga Tamara:

Muito obrigado, amiga, por compartilhar ese lindo vídeo, enaltecendo o valor das mãos para, como preciosos intrumentos da vida de todos nós, aqui na Terra. Prossiga, irmã querida, com determinação e persistência, contribuindo, com todas as suas possibilidades, para o enriquecimento deste espaço e, assim, estará contrubuindo para que o movimento espírita possa se desenvolver mais ainda. Luz e Paz para a estimada irmã e que o noso amado Mestre Jesus a supra das forças morais de que todos carecemos para superar as nossas dificuldades e limitaçõe. Abraços carinhosos do seu irmão e amigo Gil.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Tamara F. em 14 de Setembro de 2010, 18:33
Lindo mesmo Lima...pode deixar, que tudo o que estiver ao meu alcance eu farei! Motivada pelo ânimo e bons pensamentos!
Desejo tudo em dobro à você querido irmão!!
Uma ótima tarde à todos!! Abraços ;)

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Monstrinho em 14 de Setembro de 2010, 18:33
Olá de novo!  ;D


" Alberto Caeiro (Fernando Pessoa) "

Se eu pudesse trincar a terra toda
E sentir-lhe um paladar,
E se a terra fosse uma coisa para trincar
Seria mais feliz um momento...
Mas eu nem sempre quero ser feliz.
É preciso ser de vez em quando infeliz
Para se poder ser natural...

Nem tudo é dias de sol,
E a chuva, quando falta muito, pede-se.
Por isso tomo a infelicidade com a felicidade
Naturalmente, como quem não estranha
Que haja montanhas e planícies
E que haja rochedos e erva...

O que é preciso é ser-se natural e calmo
Na felicidade ou na infelicidade,
Sentir como quem olha,
Pensar como quem anda,
E quando se vai morrer, lembrar-se de que o dia morre,
E que o poente é belo e é bela a noite que fica...
Assim é e assim seja...





Ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/psicologia-espiritismo/ego-e-ilusao/180/#ixzz0zWgR0KKv


Namastê.


Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Monstrinho em 14 de Setembro de 2010, 18:36
Olá amigos,

Trago-vos esse interessante vídeo sobre o que é a liberdade.

Filosofia: a Liberdade (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PVBzT1NOMEdNUXBVJmFtcDtmZWF0dXJlPXBsYXllcl9lbWJlZGRlZCM=)

Abçs,

Monstrinho

 
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 14 de Setembro de 2010, 18:53

Quando você não puder auxiliar espontaneamente aqueles que consagram alguma coisa de si mesmos à execução dos projetos salvadores do Mestre, guarde respeitoso silêncio em seu verbo e que suas mãos não apedrejem os servos que se movimentam na concretização dos Celestes Desígnios.
                                                                         André Luiz
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 14 de Setembro de 2010, 23:51

IMPOSIÇÃO DAS MÃOS

Amado Pai, ajuda-nos a utilizar bem as mãos, para que elas sejam chamadas a curar as chagas da alma. Permite-nos que as coloquemos, sempre que necessário, em posição de quem ora, a fim de expandirmos luzes para atenuar dores, renovar as forças interiores, tranqüilizar nosso íntimo e auxiliar a quem quer que seja.

O coração inspira a mente; esta pensa e as mãos edificam. Por sinal, os feitos delas darão notícias de como foi nossa passagem pela Terra.

Todo-Compassivo, consente que nossas mãos esparjam, por meio da transmissão fluídica, algum vigor ou força do Teu amor infinito para dar aconchego e contentamento aos nossos semelhantes. Faze delas um canal; usa-as como ferramentas de restabelecimento e sanidade.

Todavia, é bom lembramos que mãos generosas não são aquelas que doam de forma superabundante e desontrolada, mas aquelas que sabem como e quando doar acertadamente. Por falar nisso, Pai Amado, a mão que realmente auxilia pertence às criaturas que aprenderam a favorecer os outros sem se verem obrigadas a tomar para si os conflitos e infortúnios que não lhes pertencem. É aquela que socorre os sofredores sem emaranhar-se na problemática emocional deles.

Senhor Deus, inspira-nos a sermos prestativos com as aflições dos nossos semelhantes, mas não nos deixes envolver nos conflitos ou problemas que não são nossos. Melhor ajudamos quando não carregamos as cruzes alheias, e sim quando só ajudamos a levantá-las.

Pai, estamos cientes de que muitas religiões na atualidade distorceram o conceito de altruísmo, utilizando a culpa e o medo como formas de nos forçar a manter o sustento físico e a estabilidade emocional de outrem. Muitos de nós não entendemos que a beneficência real não depende de imposição moral ou obrigação religiosa, mas da necessidade de estar unida à naturalidade da doação com amor.

A prova disso está nas palavras de Jesus: “Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a direita.” (Mateus, 6:3). Ele utilizou a metáfora das mãos para nos ensinar que tudo que déssemos deveria ser com espontaneidade, e não por obrigação.

Por extensão de sentido, a palavra “mão”, unida a outra palavra, tem significações interessantes:

• mãos impostas — aquelas que transmitem energia, entregando-se a uma empreitada de amor;
• mãos de fada — são laboriosas e hábeis na execução dos mais diversos trabalhos de arte;
• mãos unidas — ficam, palma com palma, na posição dos que oram ou suplicam ardentemente;
• mãos à palmatória — são flexíveis, pois reconhecem a derrota ou o engano;
• mãos fortes — servem de sustentáculo; emprestam apoio, solidarizam e amparam;
• mãos-largas — são pródigas ou dadivosas; pertencem a indivíduos de boa vontade;
• mãos de seda — são carinhosas e atenciosas com as com as dores alheias;
• mãos-cheias — as que fartam; oferecem quantidade mais que suficiente para suprir necessidades.

Bom Deus, temos certeza de que amparas invariavelmente as mãos-postas que Te rogam auxílio e de que sustentas as mãos trêmulas e inseguras, reservando-lhes braços fortes. Por isso, apazigua nosso coração para que a energia que provém de Ti, e o atravessa em nossa direção, continue repleta do Teu Amor.

Que assim seja.

Do livro:
Lucidez
Hammed
Francisco do Espírito Santo Neto
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 15 de Setembro de 2010, 06:36

2. A TUA VIDA

A tua vida é o produto das tuas mãos.

Caminhas, por onde elas te conduzem...

Tens o que elas te trazem...

És o que com elas fazem de ti.

Não ergas as tuas mãos para apedrejar.

Jamais as utilizes para destruir.

Entretece através delas a tua paz.

Cose a tua alegria.

Torna possível a tua esperança...

Não te esqueças de que é com as mãos que escreves a tua história.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 15 de Setembro de 2010, 15:54
MEUS FILHOS:


Existem duas forças em luta na Terra, onde Jesus está construindo o Reino de Deus.
Essas forças são a do bem e a do mal que se manifestam por nossas mãos.
Temos, assim, por onde passamos no mundo, as mãos iluminadas que estendem o amor e a paz, o trabalho e a alegria...
E conhecemos as mãos espinhosas que fazem o ódio e o desespero, a preguiça e o sofrimento.
Há mãos que sustentam a lavoura e o jardim, produzindo pão e felicidade.
E vemos aquelas que se entregam à miséria e ao vício.
Mãos que honram a indústria e o progresso.
Mãos que arrancam lágrimas e multiplicam o infortúnio.
Vemos braços que acariciam... Braços de mãezinhas abençoadas, de pais amigos, de obreiros da paz e da evolução, de enfermeiras abnegadas e de crianças generosas que asseguram na Terra o Serviço da Luz.
E encontramos braços que ferem e amaldiçoam, que se entregam ao crime, que humilham os pobres e os pequeninos, que exercem a crueldade, e que violentam a Natureza, aniquilando as plantas e os animais prestimosos.
Reparamos mãos preciosas que usam a enxada e a pena, auxiliando o celeiro e a educação.
E surpreendemos mãos infelizes que roubam e matam, estendendo a perturbação e a morte.
Mãos que levantam templos e lavres, escolas e hospitais.
Mãos que destroem e dilaceram, enganam e apedrejam.
Jesus veio ao mundo para que nossas mãos aprendam a servir à Luz do Bem, edificando a nossa própria felicidade.
Com as d’Ele, curou os doentes, socorreu os fracos, amparou os tristes, limpou os leprosos, restituiu a visão aos cegos...
Levantou os paralíticos, afagou os velhos e os deserdados, e abençoou as criancinhas...
Filhos meus, não permitam que as garras da sombra lhes dominem as mãos na vida...
Sigamos pelos caminhos da Luz, procurando a intimidade com os servidores do bem!
Observem o brilhante lapidado e o diamante bruto. Ambos são filhos da terra. Um deles, porém, refulge, divino, retratando a beleza do céu, mas o outro jaz encarcerado nas trevas do cascalho contundente.
Jesus é o lapidário do céu, a quem Deus, Nosso Pai, nos confiou os corações.
Obedeçamos a Ele, nosso Divino Mestre, buscando-lhe as lições e seguindo-lhe os exemplos, e o Cristo nos farão construtores do Reino de Deus no mundo, conduzindo-nos para a Glória Celestial.

Da Obra “CARTILHA DO BEM” – Espírito: MEIMEI –
Médium: FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER

<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/veriados_366203588_pt003.gif)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: mecame em 15 de Setembro de 2010, 16:28
Irmãozinhos e irmãzinhas, estou muito cheio de alegria por esta comunhão, e por encontrar neste tópico tantas expressões de sensibilidade, sabedoria e amor. Deus abençoe a todos. A paz de Cristo
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 15 de Setembro de 2010, 17:41
Onde Passes

Quando cada dia se te apresenta, em torno de
atividades a que o dever te vincula, aparecem
as tarefas com as quais não contavas.
Geralmente, são pequenos encargos que a vida
te propõe em nome de Deus.
É o amigo desesperado, a mulher vergastada
pelo sofrimento, o desconhecido em dificuldade,
o doente esquecido ou a criança sem rumo,
a te pedirem apoio e consolação.
Não passes indiferente, diante da dor. Cede
um minuto do tempo de que disponhas ou algo
do que possuis para diminuir o frio da penúria
e a febre da aflição.
Uma frase iluminada de amor e qualquer migalha
de socorro na bênção da compreensão operam
prodígios. Pronuncia as palavras que libertem os
corações encarcerados na angústia, tece um véu
de esperança sobre as feridas ocultas, improvisa
algum reconforto para os que carregam conflitos e lágrimas,
alivia os que choram e faze sorrir de algum modo,
aqueles que transitam pelos caminhos empedrados
da solidão. O tempo é uma estrada que todos
somos compelidos a percorrer.
Segue plantando paz e semeando alegria.
Deus não nos pede o impossível.
Tanto quanto nos sucede, onde estamos, a vida na
Terra te solicita, onde passes, esse ou aquele toque
de amor, a lembrar-te que o reino da
felicidade começa em ti.

(Meimei)

Amigos sejam bem-vindos...Que a Paz esteja com todos...Estão convidados a trazerem mensagens edificantes dentro do tema...Abraços fraterno!!!

Amigos e irmãos de jornada...Paz e Luz em seus corações..Abraços afetuoso!!

 


Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 15 de Setembro de 2010, 17:51
Minha muito estimada amiga Katia:

É muito gratificante — não só para mim, mas para todos os demais irmãos e irmãs  membros deste abençoado Fórum — observar que a querida irmã está conseguindo, não apenas captar com perfeição o nosso objetivo, ao criarmos maís este tópico, mas também selecionar mensagens tão lidas e xepressivas como esta, que tanto enaltece o valor das mãos e dos braços em nossa vida cotidiana. Prossegue, irmã querida, pesquisando com vistas a encntrar também preces, poesias e bons pensamentos que nos chamem à atenção para o extraordinário valor dos nossos braçoe e mãos, para o desenvolvimento intelectual e moral do Espírito Imperecível. Continua conosco, pois sentimentos que a qui, em nossos "subespaços", a amiga está cada vez mais se reencontrando e contribuindo — com sua participação inteligente, dedicada e despretenciosa — para a maior e melhor ampliação do movimento espirita virtual. Que Deus-Pai te supra as forças morais de que tanto careces para superar as provas e expiações que te foram confiadas; e que o que o Divino Carpinteiro de Nazaré ilumine mais ainda a tua jornada evolutiva, a caminho da Paz! Beijos e abraços carinhosos do teu irmão e amigo de sempre,
Gil.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 15 de Setembro de 2010, 18:08

MINHAS MÃOS

Mãos que embalam um bebê
ensinando-lhe a crescer
protegendo-lhe os passos
retirando-lhe embaraços.

Mãos que trabalham firmes
sem jamais reclamarem
buscando os meios que têm
para  um filho alimentar.

Mãos que se atormentam
querendo o rosto esconder
mãos que se desesperam
mãos que ninguém aperta.

Mãos que o lençol acolhe
quando a noite deita no mundo
e cansadas se recolhem
no silêncio mais profundo.

Mãos que procuram um rosto
mãos que escrevem um verso
mãos que a conquista busca
sem desistir, sem parar.

Mãos que se entrelaçam felizes
excitadas e contentes
porque a luz no fim do túnel
é uma verdade eminente.

Mãos que relaxam e pousam
numa carta de alforria
mãos que tiraram de campo
muitos craques dessa vida.

Mãos que vencem, se vangloriam
mãos que acolhem, que protegem
mãos que adoram as águas
e que um sonho ainda perseguem.

Encontrar um rosto amigo
que lhe queira uma carícia
mãos que olhos procuram
que de repente recuam.

Mãos que temem, mãos que fogem
mãos que procuram bolsos
mãos que perderam a coragem
mãos que dizem adeus!
                   
                      Tere Penhabe
                Itanhaém, 25/03/2003 

Fonte:
Internet

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: fernandes adalberto em 15 de Setembro de 2010, 18:45
Quem oprime para manter não ama.

È pena que o espelho só mostra a imagem de fora.

È preciso ter coragem de ser derrotado e manter uma tranquilidade de quem venceu.

Posso receber mil idéias, posso ter outras mil. porém a decisão e a consequência são pessoais.

Fernandes Adalberto 
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 16 de Setembro de 2010, 13:12
    A história das mãos em oração

 
Por volta de 1490, dois jovens amigos, Albrecht Durer e Franz Knigstein, queriam ser artistas, mas estavam enfrentando muitas dificuldades. Por serem pobres, eles trabalhavam para sustentar-se, enquanto aprendiam a pintar quadros.
O trabalho tomava grande parte do tempo deles e, por conseguinte, o progresso nos estudos era lento. Um dia, chegaram a um acordo: tirariam a sorte, e aquele que perdesse trabalharia para sustentar os estudos do outro. Albrecht foi o vencedor e continuou a estudar, enquanto Franz trabalhava em um serviço pesado. Pelo acordo, quando Albrecht se tornasse famoso, sustentaria Franz nos estudos.
Albrecht partiu para as cidades da Europa para concluir os estudos. Hoje, o mundo todo sabe que ele nao tinha apenas talento; era um gênio. Quando ficou famoso, ele voltou para cumprir sua parte no acordo com Franz. Logo a seguir, porém, Albrechet constatou o preço enorme que Franz havia pago. Por ter trabalhado com as mãos executando tarefas pesadas para sustentar o amigo, Franz ficou com os dedos rígidos e tortos. Suas mãos, antes esguias e sensíveis, estavam arruinadas para sempre. Ele não podia mais realizar as delicadas pinceladas necessárias para produzir uma bela pintura. Apesar de não poder concretizar seus sonhos artísticos, ele não se tornou uma pessoa amargurada. Ao contrário, alegrou-se com o sucesso do amigo.
Um dia, Durer encontrou Franz casualmente e o viu ajoelhado, com as mãos retorcidas em atitude de oração, suplicando silenciosamente pelo sucesso do amigo, embora ele próprio não pudesse ser mais um artista. Albrecht Durer, o grande gênio, fez um esboço rápido das mãos de seu fiel amigo e, mais tarde, completou a magnífica obra-prima conhecida como As mãos em oração.
Hoje, as galerias de arte de todos os lugares exibem as obras de Albert Durer, e essa obra-prima em particular retrata uma eloquente história de amor, sacrifício, trabalho e gratidão. Nela, os povos do mundo inteiro também encontram conforto, coragem e força.
   
    do livro Histórias para o coração
    organização de Alice Gray
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Tamara F. em 16 de Setembro de 2010, 16:01
Querida Irmã Katialog, adorei a história, lindissima!
Além do mais é cultura...rsrs
Muita Paz à todos!


"Mãos Unidas! Tão-somente, assim, de mãos entrelaçadas, conseguiremos alcançar as realizações do trabalho e do estudo que nos farão atingir os elevados objetivos a que estamos todos destinados, nos caminhos do aperfeiçoamento e da evolução." Emmanuel - Livro: Mãos Unidas ;)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 16 de Setembro de 2010, 17:05
Querida Tamara F

 A intenção de quem compartilha uma mensagem é fazer uma pausa no dia para a reflexão.Fico feliz que tenha gostado de ler essa mensagem.

Abraço carinhoso

Katia

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 16 de Setembro de 2010, 18:31
  Nesse espaço, acrescentamos mais algumas coisas ao que já sabemos, e isso é muito bom. 
É importante  respeitarmos a opinião de nossos amigos, levando em conta, o grau de conhecimento sobre o assunto e a boa vontade de participar.  O importarte é estarmos juntos, cada um dando um  pouquinho de sí e nunca querermos nos impor.

Esse recanto, é um recanto de amor e assim tem que continuar.
Entro sempre aqui, leio as postagens, mas, infelizmente, não tenho tido tempo p. expor nenhuma msg. grande, pois os assuntos demandam uma pesquisa mais elaborada.
Infelizmente, admirei-me tempos atrás com respostas um pouco agressivas e isso não pode acontecer.
Aprecio muito suas msgs. Katiatog, elas ajudam as pessoas que entram como visitantes e até mesmo os frequentadores mais
assíduos.  Continue assim, Deus te ilumine.
Um grande abraço a todos desse recanto abençoado.

Sonia
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Mourarego em 16 de Setembro de 2010, 19:37
AO ALCANCE DAS MÃOS

Moura Rêgo

A mão de Deus aparece, em cada homem existente,
Do mais pequeno ao maior, tudo é luz, que fortalece.
A este deu força de trabalho, nas mãos que o campo agradece,
àquele, deu bela estatura, rosto lindo, bela figura,
Aqueloutro deu a luz, que brota de seu semblante,
Que inspira a quem o escuta, que instrui ao persistente.

Assim agiu o Pai Eterno, no zênite da humanidade,
Dando a todos as ferramentas do crescer e progredir.
Todo homem trás em si, a consciência divina,
Insculpida no seu íntimo, alerta da divindade.
Avançando sempre e mais, viemos em nossa marcha
Aprendendo junto aos outros, proximidade que anima.
Deu-nos as mãos, o trabalho, as ferramentas que usamos,
no hospital ou no campo, de onde tiramos o pão.
A todos, em qualquer classe, Deus não relegou ninguém,
A vida sem esperança, legou-nos o bem maior, a nossa evolução.

Vivamos assim, dia a dia, sem medos, sempre à frente,
Fazendo a nossa parte, seguindo fortes e sãos.
Deus que nos creou a todos, sem esperar um presente,
Deixou-nos tudo, sei disso, ao alcance de nossas mãos.

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 16 de Setembro de 2010, 20:23

Querido amigo Mourarego:

Creio, sinceramente, amado irmão, que estamos todos emocionados com esta belíssima poesia, de sua autoria, com que nos brindou a todos or irmãos e irmãs membros deste abençoado Fórum. Muito obrigado, não só por isso, mas por sua carinhosa atenção, inteligência e criatividade, dedicando o seu precioso tempo para acessar este novo tópico e, principalmente, fazê-lo disciplinadamente, atendendo com perfeição ao objetivo com que ele foi planejado. Sentimo-nos muito honrado com a sua visita e gostaríamos que nos truxesse mais vezes a sua valiosa colaboração nos demais "subespaços" ou tópicos em que tantos de nós já partcipamos. Parabéns! e volte sempre, querido amigo, quando encontrar um tempinho para colaborar conosco, com a sua extraordinária lucidez. Abraços afetuosos do seu irmão e amigo Gil.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 16 de Setembro de 2010, 20:56
Minha muito estimada amiga Katia:

Muito grato por essa comovente e real história que escolheste para compartilhar com todos os membros deste abençoado Fórum. Agradeço, particularmente, por tua persistência e sentido de disciplina, ao procurar, por todas as formas, postar, neste nosso tópico, mensagens que atendam ao propósito com que ele foi concebido. Doravante, mais do que nunca, popdemos expressar a nossa extrema confiança em tua amizade, dedicação e perseverança, ao envidar tantos esforços para, ao tempo em que enriqueces os nossos amados tópicos, prestares a tua valiosa contribuição para o engrandecimento de nossa abençoada Doutrina de Amor e Luz. Parabéns, filha querida, e que o nosso amado Cristo Jesus te abençoe e a Espiritualidade Amiga te ampare as forças, hoje e para todo o sempre. Beijos e abraços afetuosos deste irmão e amigo que muito te ama,
Gil
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 16 de Setembro de 2010, 21:17
Querida Sonia

Muito obrigada pelo seu carinho e gentileza!

Suas palavras muito me comovem e fico feliz em saber que aprecia as mensagens que procuro selecionar com todo o cuidado para compartilhar com todos os irmãos queridos do Fórum.

Estamos aqui nesse mundo para evoluir e aprender uns com os outros e como você bem disse( e eu concordo plenamente), devemos semear a união sempre.

Que Deus te abençoe e ilumine os seus caminhos

Abraço carinhoso da

Katia


Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 16 de Setembro de 2010, 21:28
Prezada irmã Sonia:

Boa tarde e prazer em conhecê-la! É muito gratificante pata todos nós vê-la por aqui acompanhando nossos "subespaços" ou tópicos.  Visite-nos, venha quando quiser ou puder que, certamente, será sempre muito bem-vinda. Conheça e participe de todos os tópicos que vimos coordenando, nos Sub-Quadros: Acção do Dia (Receitas para a Alma e De ânimo Firme); Auto-Conhecimento (Vigiai e Orai, Conselhos que ninguém deu, Coletânea de Bons Pensamentos, Miscelânea de Otimismo; Os Caminhos da Paz e Ao Alcance das Mãos); Outros Temas (Mensagens de Luz, Coletânea de Preces, Veleiro de Luz e Poesia do Bem Maior). Volte, querida, para acompanhar nossas mensagens, orações e poesias mediúnicas, que será sempre muito bem acolhida e poderá fazer novas amizades, sobretudo com as nossas irmãs que nos ajudam há mais tempo: Dotthy, Katia, Cris Santana, Marli Pacheco, Ilma Medeiros e Carmen.gbi; além dos irmãos dOM JORGE e Fernandes Adalberto. Procure postar suas mensagens de forma adequada a cada tópico, mas isso não deve ser visto como regra rígida. O importante é você participar, com suas possibilidades, para ampliar cada vez mais o nosso abençoado movimento espírita. Seja feliz, alegre, entusiasta e otimista; cultive o bom ânimo, a vigilância, a coragem e a fé; e busque a Paz em Deus, o sublime objetivo da Vida para todas as criaturas! Meu abraço, meu carinho, meu afeto. Fraternalmente, seu irmão em Cristo Jesus, Gil.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: mecame em 16 de Setembro de 2010, 22:46
Linda expressão, irmãzinho Moura. E eu até diria que para aqueles que reencarnaram com as conexões cerebrais comprometidas e outros com organismos tão problematicos que sofrem com a total diferença que os consome diante dos irmãos que possuem um corpo saudável também recebem de Deus a luz da compreensão das sua necessidades vividas para o caminho da evolução, porque a vida terrestre orgânica do encarnado é parecida com a das plantas, a gente  nasce , cresce, envelhece e morre. Mas, o espírito é eterno. E para você irmãzinha Kátia, eu digo que também nos deu grande presente com sua linda história postada. E ao irmãozinho Lima eu só tenho a agradecer pela luz do amor que emana das suas palavras de luz e força a todos nós. Deus abençoe a todos. A paz de Cristo a todos.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 16 de Setembro de 2010, 23:10
Querido Mecame

Obrigada pelo carinho e por sua palavras de incentivo!

Fico sempre feliz em compartilhar essas mensagens que escolho com o pensamento vibrando para que traga um pouco de luz para o coração de cada irmão.

Abraço carinhoso da

Katia
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 16 de Setembro de 2010, 23:30
Olá, querida irmã mecame:

Nós só temos a agradecer por sua visita, sempre nos trazendo palavras suaves e carinhosas para as nossas almas tão sedentas desses sentimentos sinceros e doces que extravasam do seu coração amoroso. Volte, irmã querida, quando quiser ou puder, acompanhe nossos outros "subespaços" ou tópicos, e nos traga a valiosa contribuição que conseguir, para o maior enriquecimento deste abençoado Fórum. Alma querida, por favor, não desapareça, que nos deixará a todos com muita saudade. Abraços carinhosos deste irmão e amigo que muito a estima, Gil.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 17 de Setembro de 2010, 00:06

“Os passos do homem bom são confirmados pelo Senhor, e ele se deleita no seu caminho. Ainda que caia, não ficará prostrado, pois o Senhor o sustém com a sua mão.”
         (Salmos, 37:23 e 24).
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 17 de Setembro de 2010, 00:32
 Katiatog e Lima_Gil, vcs. nem imaginam a emoção que provocaram em mim ao deparar-me com o meu nome mensionado por vcs..  Quanto carinho, quanta espontaneidade  senti vindo de vcs.. 
Acredito já ter ganho novos amigos, vou tentar colaborar  de alguma maneira p. poder ficar perto de pessoas tão afetuosas.
Um abraço bem apertado no coração de vcs.

Sonia
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 17 de Setembro de 2010, 00:50
  Como entrar diretamente nesse  novo tópico?
Prometo q. vou fazer-me presente constantemente.
Um  abraço.

Sonia
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Marli Pacheco em 17 de Setembro de 2010, 02:34
Boa noite meus queridos amigos, meus irmãos de caminhada.

Observai os pássaros do céu.
Não ajunteis tesouros na terra,onde a traça e a ferrugem tudo consomem,e onde os ladrões minam e roubam.Mas ajuntai tesouros no céu,onde nem traça nem ferrugem consomem e onde os ladrões não minam,nem roubam.Porque onde estiver o vosso tesouro,ai estará tambem o vosso coração.
...não andeis cuidadosos quanto á vossa vida,pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber;nem quanto ao vosso corpo,pelo que haveis de vestir.Não é a vida mais do que o mantimento,e o corpo,mais do que a vestimenta?
Olhai para as aves do céu,que não semeiam,nem segam,nem ajuntam em celeiros;e vosso Pai celestial as alimenta.
Não tende vós muito mais valor do que elas?.....
......olhai para os lirios do campo,como eles crescem;não trabalham,nem fiam....
.....e nem mesmo Salomão ,em toda a sua glória,se vestiu como qualquer deles.Se DEUS assim veste a erva do campo,que hoje existe e amanhã é lançada no forno,não vestirá muito mais a vós,homens de pouca fé?
Não vos inquieteis pelo que comer,o que beber ou o que vestir, porque todas estas coisas os gentios procuram.Decerto, vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas essas coisas;buscai primeiro o Reino de DEUS e a sua justiça e todas essas coisas vos serão acrescentadas.
NÃO VOS INQUIETEIS PELO DIA DE AMANHÃ,PORQUE O AMANHÃ CUIDARÁ DE SI MESMO.BASTA A CADA DIA O SEU MAL.
Mateus,cap 6 ver 19 a 31

                                                              ***************************************************

      Acredito ser este texto bastante conhecido de todos vocês, mas ele é sempre oportuno pra nossa reflexão.
       :-* :-* :-*
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 17 de Setembro de 2010, 02:49
Katiatog e Lima_Gil, vcs. nem imaginam a emoção que provocaram em mim ao deparar-me com o meu nome mensionado por vcs..  Quanto carinho, quanta espontaneidade  senti vindo de vcs.. 
Acredito já ter ganho novos amigos, vou tentar colaborar  de alguma maneira p. poder ficar perto de pessoas tão afetuosas.
Um abraço bem apertado no coração de vcs.

Sonia

Oi, Sonia querida!

Assim você me comove e fique sabendo que eu já sofri três infartos, sou safenado e tenho várias outras complicações no corpo denso. Não posso me emocionar tanto assim...rsrsrs Brincadeiras à parte, ficamos todos muito felizes de tê-la conosco, não apenas hoje, mas para tpdp o sempre, filha minha! pois é bom que saiba que estamos todos interconectados pelos eternos e invisíveis laços do Amor de Deus e é muito salutar que jamais esqueçamos dessa verdade tão real que nos enternece mais e mais, à medida que nossas almas vão florescendo ante à Divina Presença desse Todo-Poderoso-Amor Onipresente, Universal, Onisciente, Onipotente e Incondicional. Junte-se a nós, alma querida, sem medo de ser feliz. Tudo o que puder trazer com o seu coração generoso, será muito bem recebido, sem críticas ou depreciações de quaiquer naturezas. Isto é vedado a todos os irmãos que aqui contribuem ou nos visitam. Não há disputas, polêmicas, agressões ou insinuações gratuitas que possam vir a causar mágoa ou ressentimento aos amados irmãos e irmãs que acessam os nossos tópicos e que aqui deixam as flores do seu amor. Desde já, filha minha, está convidada a construirmos juntos uma amizade leal, sincera e duradoura, mediante um trabalho sério, dedicado, criterioso e objetivo, a serviço do nosso amado Mestre Jesus, o Divino Amigo do Homem! Sinta, agora, o abraço afetuoso do seu irmão e amigo Gil.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 17 de Setembro de 2010, 03:02
  Como entrar diretamente nesse  novo tópico?
Prometo q. vou fazer-me presente constantemente.
Um  abraço.

Sonia

Querida amiga Sonia:

Como é que você chegou até aqui? É como todos nós fazemos. Ele faz parte do Sub-Quadro Auto-Conhecimento. Busque na página inicial do Fórum, que a querida irmã logo vai encontrar. Quando chegar na parte geral, abrirá uma relação com o nome de todos os tópicos, inclusive este, que é relativamente novo. Clique no nome deste tópico e virá diretamente para este espaço. Se dispuser de alguma mensagem compatível com o título — que tem o objetivo de enaltecer as mãos e os braços para a progresso e a vida do Espírito Imperecível —, a querida irmã vai clicar em RESPONDER e, no quadro em branco que se abre, você, Sonia querida, vai postar a sua mensagem, pensamento, oração ou poesia, que possa contribuir para o objetivo com que criamos este tópico, OK? Como já lhe falei, é muito gratificante pata todos nós tê-la conosco, não só aqui, mas em todos os demais tópicos que coordenamos. Luz e Paz! Abraços carinhosos deste irmão e amigo que está aprendendo a estimá-la como merece, Gil.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 17 de Setembro de 2010, 04:18
 

  "
A vida é uma sucessão de ensejos ditosos, a que deves recorrer para o teu progresso".

     Divaldo P Franco
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 17 de Setembro de 2010, 04:29
(http://www.recadodeorkut.com/029/049.gif)

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 17 de Setembro de 2010, 06:01
Querida Sonia

Acabei de te enviar um e-mail explicando detalhadamente como proceder para conseguir acessar esse tópico diretamente. Se tiver alguma dúvida, me diga para que eu possa tentar esclarecer. Abaixo segue uma cópia da mensagem:



Querida Sônia
 
Para entrar no novo tópico, deve entrar no Fórum Espírita. Essa é a página inicial ou Índice, é como um menu e é a partir daí que você acessa as mensagens novas e antigas e todo o conteúdo do site. As novas mensagens do dia você acessa no Tópicos recentes que se encontra no alto do canto, à esquerda.Abaixo do Tópicos recentes você pode ver Melhores mensagens da semana, que são as mensagens mais votadas. Sempre olhe no canto esquerdo do Fórum.Abaixo das melhores mensagens da semana, você verá os estudos mensais, e continuando em baixo os tópicos para acessar as seções referentes aos estudos dos livros de Allan Kardec, onde os membros do Fórum questionam ou debatem assuntos referentes aos livros da codificação kardecista.
Seguindo para baixo, sempre olhando no canto esquerdo do site, voce verá uma seção Geral com vários quadros. O primeiro deles Oque é o espiritismo, abaixo verá o quadro Audiovisuais e se você clicar nele entrará em sub-seções que se seguem:Audio e vídeo(onde os membros postam filmes curtos, músicas), Power Point(aqui os membros postam mensagens em power point), cinema e vídeo, multimédia e por último Audiobooks(onde pode-se fazer download de livros em áudio). Abaixo da seçao Audiovisuais aparece a seçao Mensagens de ânimo com vários sub-quadros: Amizade, Poesia(onde os membros compartilham poesias- eu mesma abri um tópico com o nome de Um pouco da minha poesia) Ação do dia(mensagens para reflexão) e Meditaçao diária.
Seguindo para baixo, depois desse tópico Mensagens de ânimo verá a seçao que está te interessando Psicologia e Espiritismo. Acessando esse quadro verá os sub-quadros: Sexualidade, Toxicodependencia e Auto-Conhecimento. Voce deve acessar o sub-quadro:Auto Conhecimento e aí voce verá vários tópicos ordenados por data de criação. A que te interessa é o tópico Ao alcance das mãos. É só clicar e pronto!
Espero ter te ajudado, amiga!
Se tiver alguma dúvida, me diga para que eu tente te esclarecer
Beijos da amiga
Katia
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 17 de Setembro de 2010, 06:15

Querida amiga Katia:

Bom dia! Conforme você pode ver acima, eu já tinha tentado esclarecer a Sonia sobre o modo de acessar este tópico. A amiga acha que deixei alguma dúvida? Porque, na verdade, acredito mesmo que conhece bem melhor do que eu os meandros deste Fórum, mas gostaria que me informasse agora pelo msn para me esclçarecer melhor, OK? É bem rápido! Beijos carinhosos do teu amigo de sempre, Gil
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 17 de Setembro de 2010, 11:59
  ***Ao alcance das Mãos***

Tudo está ao alcance das mãos
Das grandiosas  tarefas...
As mais  pequeninas missões...
Levando Luz onde era  escuridão....

Ao alcance das mãos.....
Sempre auxiliar um irmão..
Levando palavras de conforto
Enxugando lágrimas então...

Ao alcance das mãos...
Tudo em maior dimensão..
Amenizar dores e tormentos
Levando Paz e consolação...

Ao alcance das mãos....
Derramar boa emoção....
Alegrando um coração...
Fazendo a  Felicidade do irmão

Ao alcance das mãos...
Todos ficando em  prontidão...
O  Bem sendo a maior direção.
Através das valiosa colaboração..

(Dothy)

Amigos sejam bem vindos...Que a paz esteja em seus corações..Sintam-se em família..Estão convidados a trazerem mensagens dentro do tema..Abraços fraterno!!!

Amigos de jornada Paz e Luz em seus corações..Abraços afetuosos!!!

Amiguinha Pacheco...Que satisfação para o bem encontrar a amiga aqui em tão lindas mensagens...Continue perseverante nesta tarefa.

Amiga Sônia...Seja bem-vinda...Junte-se a nossa família....Colaborando na divulgação do bem..Abraços carinhoso!!!

Amigo Mecame....Que alegria para todos nós sua visita neste espaço de Luz....Nos incentivando a perseverarmos nesta conquista do bem....Volte sempre ...Abraços afetuosos!!

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: CHASIL em 17 de Setembro de 2010, 12:47
AO ALCANCE DAS MÃOS


1. TODAS AS COISAS

Todas as coisas te estão ao alcance das mãos...

Dentre elas, a felicidade.

No entanto, é preciso que saibas para onde direcioná-las...

Não basta que simplesmente estendas as mãos no vazio.

Toda conquista requisita o mínimo de esforço.

Felicidade é construção cotidiana.

É indispensável que a edifiques com o concurso de tuas mãos...

Que a plasmes com o teu toque pessoal...

Que a materializes à tua volta com o abençoado movimento dos teus braços.

Se tudo é possível àquele que crê, mais ainda o é àquele que age.



"A felicidade está no coração,
quietinha, bem guardada,
mas sempre ao alcance da mão!"


Para fazer de cada dia,
um dia cheio de alegria,
basta sorrir para o dia, e para a vida...


Felicidade não consiste em bens materiais,
beleza física, poder ou ter companhia,
mas na certeza que Deus está conosco.


A felicidade se faz com a coragem
Em se viver como nos determina o coração
Em ousar empreender arriscada viagem
Ainda que muitos, recomendem que não!


Às vêzes ,ela se oculta,
mas presente sempre está,
no sorriso plantado pelo divino.



 
A felicidade é composta
por um conjunto de momentos felizes.
Desfrute-os bem.


 
  A felicidade é um lindo mistério
  que Deus nos concede
  sem desvendar o segredo.
 

 
A felicidade vem da alma,
transparece no sorriso feliz,
de quem faz da vida uma festa...


Felicidade mesmo é ter saúde e paz,
ter bons amigos e compartilhar
com a família o dom de amar...
(Naidaterra)

Não sei bem onde se esconde
 a felicidade que busco todo dia a muito custo.
Estendo a mão e não acho.

Felicidade bateu asas e voou.
Foi embora da minha vida.
E nem um vestígio seu ficou...

A felicidade está dentro de cada um
Basta iniciarmos  o dia começar com alegria
E ele certamente fluirá a nosso favor.

 A felicidade e o amor...
Poetrix A felicidade

A felicidade independe da idade,
precisamos viver  em paz e em irmandade.
Aí então, nunca passaremos necessidade.

Não está no que você pode comprar.
A felicidade não tem preço.
Mas todo mundo pode alcançar.

A felicidade está em ouvir
um bebê sorrir...
A felicidade está em saber e poder amar!

A felicidade é tão barata, tão simples pra gente
Como chupar pirulito e não estragar os dentes,
Como rir de si mesmo e estar sempre contente!

A felicidade está
ao alcance das mãos:
fazer o bem acaba com as aflições.

A verdadeira felicidade está
Em você Ser...
Não em você querer Ter...


Felicidade é um estado d'alma
Que consiste em se ser feliz
Em todas as fases da vida

 
Em teus braços viver
em teu corpo voar
inteiramente se deixar seduzir
 
A felicidade cavalga no corcel do tempo,
e está livre para nos alcançar,
através da alegria expontânea de uma criança...
 
A felicidade é o prêmio dos justos,
Eatá na tranquilidade.
É a verdade...
 
É estar de bem com a vida...
Sentir  amor em tudo
Que está ao seu redor...

Felicidade é poder
Acordar todos os dias com voce
E ver em seus olhos o brilho das estrelas...
 
Felicidade mandou dizer
Que não a procure em outro lugar
A não ser dentro de você

Neste céu de absoluto azul, tão digno, imenso,
Preciosa nuvem voa e doce canção espalha...
Acompanha a mulher que chora sua mortalha...
E, cobre-lhe a cabeça e a faz pensar no extenso
E penoso caminho a seguir. Diz: "−Suspenso,
Há uma esperança alegre nesta íngreme calha
A guiar noite e dia habitante na batalha".
Agradecida pisa o chão firme, olhar intenso.
Canta agora e não chora, é elegante e tem senso,
Linda aura protetora envolve sua cabeça
Exibe bem contente aqui e ali denso riso.
Imagem que orienta espírito sem siso,
Apanha sua mortalha, antes que entardeça.
Agradece por tudo até o imo: “− Tudo venço!"

Ser feliz é uma dádiva.
É algo que não se compra.
Quem é feliz.
Quem tem a felicidade.
Quem tem é abençoado.
Não se compra.
Não se empresta.
Quem tem não a vende.
O mais rico dos ricos.
Não a compra.
Vem de Deus.
Quem tem a felicidade é iluminado.
Ser feliz é uma dádiva.
Vem de Deus e da nossa procura.

Tudo isso podemos alcançar.........
está ao alcance das mãos..

 
Fonte: www.ilzesoares.net/ciranda_a_felicidade.htm (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5pbHplc29hcmVzLm5ldC9jaXJhbmRhX2FfZmVsaWNpZGFkZS5odG0=)

Muita Paz.....Querida irmã Dothty...e demais irmãos..
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 17 de Setembro de 2010, 12:54

Amigo Chasil...Como é gratificante para o bem encontrar o amigo aqui...Colaborando com valiosas mensagens de tão grande esclarecimento para todos nós que precisamos tanto...Abraços afetuoso..mta Paz em tu coração!!!!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: CHASIL em 17 de Setembro de 2010, 14:39
Querido Irmão Gil...Quanta energia...quanta luz!...ilumine sempre ao derredor..estimado e dileto amigo......muita Paz.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 18 de Setembro de 2010, 03:58
Querido amigo Chasil:

Grato pelo incentivo, mas, principalmente, por essa maravilhosa contribuição com que o dileto amigo nos brindou a todos os irmãos e irtmãs deste abençoado Fórum. Agradeço, mais ainda, pelo sentido de disciplina e compreensão, ao postar essa linda mensagem, atendendo, com perfeição, ao elevado objetivo que transcende do próprio título, quando este tópico foi concebido. Quanto às generosas palavras com as quais o amado irmão se dirigiu à minha pessoa, cabe-nos ressalvar que a energia e a luz a que se refere, com tanto carinho, promanam da Fonte Inesgotável do Amor Divino e, portanto, em absoluto, não são efetivamente nossas, nem mesmo nos consideramos merecedores de tanta consideração. Não se iluda, querido amigo, somos todos igauais na Essência— pela Chama Crística que nos anima —, e muito diferentes na aparência, mas seres humanos com inumeráveis defeitos e algumas qualidades, por enquanto ainda muito distantes do ideal de pureza que o Senhor da Vida concebeu para todas as Suas criaturas. Todavia, encontramos algum consolo no que temos aprendido na Vida, por sabermos que o homem é infinitamente mais o seu ideal do que aquilo que já consegue realizar; e nas inesquecíveis palavras de Paulo, o Apóstolo dos Gentios, quando nos diz:

"Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse eu faço." (Romanos, 7:19).

Fique na Doce Paz do nosso amado Mestre Jesus. Abraços afetuosos do seu irmão e amigo Gil.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 18 de Setembro de 2010, 15:24

CONFIA

Reduz, divide. . . são palavras terríveis.

Nós diríamos: a u m e n t a, acrescenta.

Os meios de ajuda e colaboração te hão de chegar, donde e como não esperas, mas virão às tuas mãos na hora oportuna.

Confia! Tem fé!

O pensamento constrói mais que os materiais de construção.

Prepara o edifício fluídico em tua mente, e depois ele materializar-se-á de tal mcdo que tu e teus companheiros vos confessareis maravilhados.

Muitos obreiros serão enviados para ajudar. Mas não poderemos violentar o livre-arbítrio deles.

Confia! Espera!

Alguns de teus companheiros já estão a teu lado.

Outros se encaminham.

Não recuses ninguém.

Os que talvez te pareçam menos aptos são muitas vezes os mais eficientes.

Não desprezes ninguém, por menos capacidade que pareça ter.

Põe em quem tem boa vontade a tua confiança e o teu amor.

Confia! Ama!

Do livro:
Sugestões Oportunas
Carlos Torres Pastorino
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 18 de Setembro de 2010, 17:13
                                                                                    RAINHA DOS ANJOS

Sob os cuidados das mulheres de Jerusalém, Maria foi conduzida a casa de Maria de Cleofas e ao lado de João, o discípulo bem amado, ouvia as cariciosas frases de consolo ou o soluçar dos corações amigos.

Seu próprio coração silenciara ao impacto da dor e agora, a sós consigo mesmo, relembrava a doce infância de Jesus, seus brinquedos infantis, seus olhos atentos, suas mãozinhas rosadas e carinhosas, a fuga precipitada para o Egito, os anos de luta e trabalho longe da pátria, a volta alegre ao ninho com o seu menino já crescido, seu porte gracioso, seu majestoso andar de adolescente. E ainda em Nazaré, os cuidados pequeninos, as gentilezas que se multiplicavam no aconchego do lar pobre e humilde, coroado de rosas silvestres.

Recordava-se das horas noturnas, no momento do descanso, quando os lábios finos de Jesus, pousavam suavemente sobre sua fronte, dando-lhe o boa noite.

Há muito as outras mulheres haviam volvido aos aposentos, supondo-a adormecida.

Nem um leve ruído se fazia em torno da casa. O vento amainara totalmente, o céu negro continuava a mostrar sua face triste, entretanto, Maria velava na profundidade de seu amor, esperando a sublime promessa.

Seu coração lhe dizia da próxima e radiosa bênção e um palpitar mais forte a abatia quando perpassava em sua mente os episódios da paixão.
A madrugada surgia aos poucos...

Maria sente, então, pousar sobre sua fronte os lábios suaves do Mestre e, atenta à divina realidade, vê, não mais o crucificado exangue, mas o filho bem amado, coroado de luzes.

Jubilosa, ela se ajoelha...

Jesus, porém, tomando-a nos braços, exclama:

Minha mãe, rainha dos anjos, bendita sois entre as mulheres. Passa o teu véu de dores sobre a humanidade para que ela se alente; levanta tuas mãos sobre os aflitos para que enxuguem as lágrimas; ajuda-me a conquistar o mundo para o Pai.

Rainha, mnha rainha, vigia comigo os instantes da humanidade, para que os homens aprendam a calcar aos pés a serpente do mal e a entenderem a divina lição do amor.

Reergue o mundo nos teus braços e com teu carinho de mulher mães, fase descer as luzes de novas alvoradas aos corações entristecidos.

A mensagem da ressurreição estava feita. Jesus despede-se de sua mãe vai ao túmulo ao encontro de Madalena.

Desde então, a boa nova da ressurreição correu entre os discípulos como notícia alviçareira. Maria, porém, guardava o segredo de seu coração como força bendita para os momentos de luta.

E até hoje, no império celeste ou nas ruas simples de cidades agrestes, a doce mãe de Jesus envia bálsamos reconfortantes, por mãos piedosas e anônimas do caminho.
Meu amigo, sê também o mensageiro da Rainha dos dos Anjos.

Faze o bem, a caridade, onde houver mágoa e dor. Procura lenir o sofrimento, aumentar a alegria, vencer a tristeza. Edifica, com tua boa vontade, um mundo feliz, para que a Rainha dos Anjos nele impere com celestial alegria.

                                                                                                                                                                                 Bezerra
Do livro:
Veleiro de Luz
Espíritos Diversos
Maria Cecília Paiva
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 18 de Setembro de 2010, 20:25
     
TRABALHAR, TRABALHAR!

Serviço ao Senhor na pessoa do próximo.
Para isso, trabalho é a legenda mágica.
Trabalho que dissolva a tristeza, evite o
desânimo, afaste as tentações e converta
a influência do mal na força do bem.
Trabalho que se inflame em otimismo
 e coragem, a fim de que a caridade se
 faça alegria e a alegria se faça amor universal.
Trabalhar, trabalhar!
O sol trabalha, a fonte trabalha, a pedra trabalha,
o verme trabalha.
Unamo-nos a Jesus para o trabalho incessante de
construção do Reino de Deus na Terra, lembrando
 a advertência divina – “quem deseje ser o maior nos
 Céus, seja no mundo o servidor de todos.”


(Do livro Mais Luz)
psicografia de Francisco C. Xavier, pelo Espírito Batuíra.

Amigos..Sejam Bem-Vindos..paz e Luz em seus corações...Sua presença é muito importante para nós..Sintam-se em familia...Abraços fraterno!!!

Amigos e irmãos de jornada..Paz e Luz em seus corações...Abraços afetuoso!!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Marli Pacheco em 19 de Setembro de 2010, 04:53
O Poder da Gentileza

Eminente professor negro, interessado em fundar uma escola num bairro singelo, onde centenas de crianças desamparadas cresciam sem o benefício das letras, foi recebido pelo prefeito da cidade que lhe disse imperativamente, depois de ouvir-lhe o plano:

- A lei e a bondade nem sempre podem estar juntas. Organize uma casa e autorizaremos a providência.

- Mas, doutor, não dispomos de recursos... - considerou o benfeitor dos meninos desprotegidos.

- Que fazer?

- De qualquer modo, cabe-nos amparar os pequenos analfabetos.

O prefeito reparou-lhe demoradamente a figura humilde, fez um riso escaninho e acrescentou:

- O senhor não pode intervir na administração.

O professor, muito triste, retirou-se e passou a tarde e a noite daquele sábado, pensando, pensando...

Domingo, muito cedo, saiu a passear, sob as grandes árvores, na direção de antigo mercado.

Lá comentando, na oração silenciosa:

- Meu Deus, como agir? Não receberemos um pouso para as criancinhas, Senhor?

Absorvido na meditação, atingiu o mercado e entrou.

O movimento era enorme.

Muitas compras. Muita gente.

Certa senhora, de apresentação distinta, aproximou-se dele e tomando-o por servidor vulgar, de mãos desocupadas e cabeça vazia, exclamou:

- Meu velho, venha cá.

O professor acompanhou-a, sem vacilar.

À frente dum saco enorme, em que se amontoavam mais de trinta quilos de verdura, a matrona recomendou:

- Traga-me esta encomenda.

Colocou ele o fardo às costas e seguiu-a.

Caminharam seguramente uns quinhentos metros e penetraram elegante vivenda, onde a senhora voltou a solicitar:

- Tenho visitas hoje. Poderá ajudar-me no serviço geral?

- Perfeitamente - respondeu o interpelado -, dê suas ordens.

Ela indicou pequeno pátio e determinou-lhe a preparação de meio metro de lenha para o fogão.

Empunhando o machado, o educador, com esforço, rachou algumas toras. Findo o serviço, foi chamado para retificar a chaminé. Consertou-a com sacrifício da própria roupa. Sujo de pó escuro, da cabeça aos pés, recebeu ordem de buscar um peru assado, a distância de dois quilômetros. Pôs-se a caminho, trazendo o grande prato em pouco tempo. Logo após, atirou-se à limpeza de extenso recinto em que se efetuaria lauto almoço.

Nas primeiras horas da tarde, sete pessoas davam entrada no fidalgo domicílio. Entre elas, relacionava-se o prefeito que anotou a presença do visitante da véspera, apresentado ao seu gabinete por autoridades respeitáveis. Reservadamente, indagou da irmã, que era a dona da casa, quanto ao novo conhecimento, conversando ambos em surdina.

Ao fim do dia, a matrona distinta e autoritária, com visível desapontamento, veio ao servo improvisado e pediu o preço dos trabalhos.

- Não pense nisto - respondeu com sinceridade -,tive muito prazer em ser-lhe útil.

No dia imediato, contudo, a dama da véspera procurou-o, na casa modesta em que se hospedava e, depois de rogar-lhe desculpas, anunciou-lhe a concessão de amplo edifício, destinado à escola que pretendia estabelecer. As crianças usariam o patrimônio à vontade e o prefeito autorizaria a providência com satisfação.

Deixando transparecer nos olhos úmidos a alegria e o reconhecimento que lhe reinavam n'alma, o professor agradeceu e beijou-lhe as mãos, respeitoso.

A bondade dele vencera os impedimentos legais.

O exemplo é mais vigoroso que a argumentação.

A gentileza está revestida, em toda parte, de glorioso poder.

* * *

 Francisco Cândido Xavier.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 19 de Setembro de 2010, 12:36
  Quando te conscientizas das razões do sofrimento, estes se tornam suportáveis, tendo diminuídas suas cargas desgastantes.
Quando te resignas diante dos testemunhos, estes perdem a intensidade perturbadora.
Quando abençoas a própria dor, nela reconhecendo os benefícios que fruirás, encontras a técnica perfeita para vencê-la e ser feliz.

Joanna de Ângelis
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 19 de Setembro de 2010, 21:18
     
TRABALHO E VIDA

A luta é a essência da vida.
Em toda parte é atividade, movimento, preparo libertação...
É, sobretudo, sacrifício imposto pelo trabalho evolutivo, a que todas as criaturas se submetem no rumo das Esferas Superiores.
Nas mínimas dependências da natureza vê- la-emos a expressar-se em ásperas disciplinas, a fim de que se formem caminhos de justa libertação...
Aqui e ali surpreendemos, em posição de santificante renúncia, a semente sozinha no solo, desfazendo-se aparentemente na morte para a garantia do pão; a argila torturada no forno, para erguer-se em utilidade; a árvore abatida a fim de resguardar o conforto doméstico; a pedra condicionada a golpes de picareta, de modo a sustentar a residência do homem; o mineral, conduzido ao calor de alta tensão, levantando-se com o necessário proveito para o conforto das criaturas; a máquina em obediência constante para estender o progresso; o agente químico em prolongada submissão para fazer-se remédio; a eletricidade cativa a implementos que lhe controlam impulsos a fim de alentar novas formas de engrandecimento da terra; e anotamos em tudo o que realmente auxilia, na sublimação da humanidade, a bendita pressão da luta, para que o mundo se eleve aos mais altos cimos da alegria e da educação – colunas vivas daquele Reino de Deus a basear-se no espírito, consoante a edificação de Jesus.
Saibamos, pois, de nossa parte, aceitar a luta que nos compete, abraçando-a por benfeitora de cada hora, honrando a Confiança Divina, de vez que, muito acima das tarefas preceituadas pelas leis da criação, aos elementos mais simples, guardamos conosco o privilégio de conscientemente servir.



Do Livro Mais Luz
Psicografia de Francisco C. Xavier, pelo Espírito Batuira.

Amigos...Sejam Bem-Vindos..Que a paz esteja em seus corações...Sua presença é fundamental para todos nós deste espaço de Luz e Amor...Abraços fraterno!!!

Amigos e irmãos de jornada...Paz e Luz em seus corações..Abraços afetuoso!!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 20 de Setembro de 2010, 20:32

ENQUANTO você espera pelo céu, não se esqueça de que a terra está esperando por você.
Mantenha seus pés fixos no chão, mas eleve sua cabeça para o céu.
Ajude a estrada que você palmilha, tornando-a mais confortável para todos aqueles que lhe seguem os passos.
Dê trabalho a seus braços, leve consolo aos aflitos, enxugue as lágrimas dos que choram...
Você não poderá caminhar sozinho.
Ajude a todos os que caminham a seu lado para o mesmo objetivo: a perfeição.

Do livro:
Minutos de Sabedoria
Carlos Torres Pastorino
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 20 de Setembro de 2010, 21:39
 "A vida é um dom transcendente e indestrutível.
Mesmo quando agridida ou impossibilitada de realizar o seu mister no mundo objetivo, jamais será destruída.
Permanecendo acima dos códigos humanos e a eles trancendendo, impõe-se como direito que não pode ser violado.

Janna de Âgelis 


                                                                                     (http://www.recadodeorkut.com/329/015.gif)         


                                                                             
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 20 de Setembro de 2010, 22:14
EM LOUVOR DA VERDADE


... revelai-nos a sugestão de trabalho, embora rogueis a luz sem esforço.

... o Espiritismo que indaga simplesmente deu lugar, há muito tempo, ao Espiritismo que estende os braços.

... atravessais verdadeira floresta, onde os caminhos de volta ao campo da luz divina parecem intransitáveis.
Pensamentos de egoísmo, de incompreensão, de discórdia, vaidade e orgulho se entrechocam, à maneira de projeteis invisíveis ao redor de vossa personalidade, e se faz imperiosa a coragem para que os óbices multiplicados não nos vençam os labores recíprocos.

... efetivamente, a vossa procura é nobre e edificante.

... bem.aventurados aqueles que demanda, a verdade e que anseiam por passagem libertadora no rumo da claridade eterna!

... não comeceis o empreendimento da própria iluminação, ao modo de um homem que iniciasse a construção de uma casa pelo teto.

... soletrai, antes de tudo, o alfabeto da bondade.
Sem as primeiras letras do amor, nunca entenderemos o sagrado poema da vida.

... é indispensável abrir o coração, vaso destinado às sementes do Céu, convertendo-nos em instrumentos do bem ativo e incessante.

... não iluminaremos a mente sem purificar os olhos, tanto quanto ninguém alcança o discipulado do Senhor, sem mobilizar as mãos na obra redentora da Terra.

... encetemos a reestruturação dos próprios destinos, compreendendo-nos mutuamente.

... que lição recolheremos na visita de benfeitores que residem à distância, se não aprendemos a fraternidade primária com o próximo?

... ouçamos a mensagem das necessidades que nos cercam.
Há dor e ignorância, treva e indiferença, na estrada em que pisais; entendamos, através delas, o nosso sentimento cristão, imitando o lavrador que não desampara a terra lodosa do charco.

... não esperemos o paraíso, quando ainda nem mesmo auxiliamos no trato do chão em que operamos.

... espíritos endividados, perante a Bondade Divina que nos deus ouvidos para registrar os ensinamentos da vida, olhos para surpreender a luz, braços para erguer o castelo de nossa própria felicidade e recursos imensos para dilatarmos o nosso próprio engrandecimento espiritual, guardemos a fé, servindo e auxiliando, corrigindo a nós mesmos e amando a todos, em louvor da verdade.

... nossa vida é um campo aberto.
Nosso coração é uma fonte.
Cada um de nossos atos é mensagem viva.
Que nossa alma se afeiçoe ao bem supremo, sob a inspiração de Jesus, a fim de que o mundo se transforme em seu Reino.

Do Livro “BEZERRA, CHICO E VOCÊ”: Psicografia: FRANSICO CÂNDIDO XAVIER-BEZERRA DE MENEZES

<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/paz_638749522_paz007.gif)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 21 de Setembro de 2010, 01:46

                                                                                  ABORTO DELITUOSO
                                                                                  (Questão Q 358 do LE)

Comovemo-nos, habitualmente, diante das grandes tragédias que agitam a opinião.

Homicídios que convulsionam a imprensa e mobilizam largas equipes policiais...

Furtos espetaculares que inspiram vastas medidas de vigilância...

Assassínios, conflitos, ludíbrios e assaltos de todo jaez criam a guerra de nervos, em toda parte; e, para coibir semelhantes fecundações de ignorância e deliqüência, erguem-se cárceres e fundem-se algemas, organiza--se o trabalho forçado e em algumas nações a própria lapidação de infelizes é praticada na rua, sem qualquer laivo de compaixão.

Todavia, um crime existe mais doloroso, pela volúpia de crueldade com que é praticado, no silêncio do santuário doméstico ou no regaço da Natureza...

Crime estarrecedor, porque a vítima não tem voz para suplicar piedade e nem braços robustos com que se confie aos movimentos da reação.

Referimo-nos ao aborto delituoso, em que pais inconscientes determinam a morte dos próprios filhos, asfixiando-lhes a existência, antes que possam sorrir para a bênção da luz.

Homens da Terra, e sobretudo vós, corações maternos chamados à exaltação do amor e da vida, abstende-vos de semelhante ação que vos desequilibra a alma e entenebrece o caminho!

Fugi do satânico propósito de sufocar os rebentos do próprio seio, porque os anjos tenros que rechaçais são mensageiros da Providência, assomantes no lar em vosso próprio socorro, e, se não há legislação humana que vos assinale a torpitude do infanticídio, nos recintos familiares ou na sombra da noite, os olhos divinos de Nosso Pai vos contemplam do Céu, chamando-vos, em silêncio, às provas do reajuste, a fim de que se vos expurgue da consciência a falta indesculpável que perpetrastes.


Do livro:
Religião dos Espíritos
Emmanuel
Francisco Cândido Xavier
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 21 de Setembro de 2010, 10:51
Nos compromissos de trabalho

   

Nunca se envergonhe, nem se lamente de servir.
Enriquecer o trabalho profissional, adquirindo conhecimentos novos é simples dever.
Colabore com as chefias através da obrigação retamente cumprida, sem mobilizar expedientes de adulação.
Em hipótese alguma diminuir ou desvalorizar o esforço dos colegas.
Jamais fingir enfermidades ou acidentes, principalmente no intuito de se beneficiar das leis de proteção ou do amparo das instituições securitárias, porque a vida costuma cobrar caro semelhantes mentiras.
Nunca atribua unicamente a você, o sucesso dessa ou daquela tarefa, compreendendo que em todo o trabalho há que considerar o espírito de equipe.
Sabotar o trabalho será sempre deteriorar o nosso próprio interesse.
Aceitar a desordem ou estimulá-la é patrocinar o próprio desequilíbrio.
Você possui inúmeros recursos de promover-se ou de melhorar a própria área de ação, sem recorrer a desrespeito, perturbação, azedume ou rebeldia.
Em matéria de remuneração, recorde: quem trabalha deve receber, mas igualmente, quem recebe deve trabalhar.

Do livro Sinal Verde – psicografia Francisco Cândido Xavier,
pelo Espírito André Luiz

Amigos...Sejam bem-vindos..Mta Paz em seus corações..Sintam-se parte da nossa família...Sua presença é muito importante para nós..Abraços fraterno!!!

Amigos queridos de jornada...Paz e Luz..Abraços afetuoso
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 21 de Setembro de 2010, 12:00

 Desejo ao amigo Lima_Gil um rápido restabelecimento, e que a  Luz Divina o ilumine em todos os momentos de sua vida.
Será uma alegria muito grande ver esse sorriso lindo iluminando esse espaço.
Um abraço bem apertado.

Sonia
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 21 de Setembro de 2010, 12:14
 Participar desse espaço me dá muito prazer.  Sempre que puder estarei junto com os amigos.
Um abraço bem apertado p. vcs. e que as bençãos do nosso Pai, possa envolver um por um.

Sonia.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 22 de Setembro de 2010, 01:36
Amiga Sonia...Nós é que ficamos imensamente felizes com suas palavras de apoio e incentivo..Junte-se a nós...Colabore também...Sua presença é muito importante pra todos que aqui entram...Abraços afetuosos!!!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 22 de Setembro de 2010, 01:48
Aprendamos, Ensinando

Qual acontece ao valor do grande esforço que é lastro fecundo na garantia da caridade, lembremo-nos dos pequeninos sacrifícios que podemos realizar cada hora, contra os arrastamentos de nossa própria natureza inferior, trabalhando em auxílio dos portadores de necessidades maiores do que as nossas.
Muitos companheiros encarnados desistem da colaboração nas obras do bem, declarando-se imperfeitos e endividados, quando, nessa condição, mais valioso se nos faz o trabalho de formação da própria disciplina. Antes do berço, porém, quando a necessidade de redenção ou de melhoria nos desvela ao espírito sequioso de progresso o campo educativo que a experiência física nos oferta, solicitamos, com empenho as situações que nos contrariem o modo de proceder e de ser, a fim de que o internato terrestre nos supra dos valores reais de que nos achamos carentes.
É por isso, que quase sempre na terra, quando impulsivos e impacientes, somos constrangidos a exaltar a serenidade; enfermos, surpreendemo-nos induzidos a amparar a saúde alheia; fracos, sentimo-nos na obrigação de sustentar a fortaleza dos outros; atormentados pelas nossas chagas íntimas de aflição ou desencanto, reconhecemo-nos intimados a nutrir a tranqüilidade e a esperança naqueles que desfalecem; e tentados em muitas circunstâncias, à falência e a desordem, no imo de nossa casa, vemo-nos convocados a evitar o desequilíbrio e o desastre no instituto doméstico em que respiram corações queridos do nosso painel de ação. Não desprezes auxiliar sempre, na construção do bem, ainda mesmo quando te sintas todo ausente dele, porquanto ensinando o melhor aos outros, somos impelidos a procurar o melhor em favor de nós mesmos e, disciplinando a existência em torno de nossa estrada, acabamos fatalmente disciplinados por ela.

Do livro: Nascer e Renascer – Psicografia de Francisco C. Xavier – pelo Espírito Emmanuel
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 22 de Setembro de 2010, 11:30
 "Acata as sugestões do arrependimento, quando este se te apresente nas áreas mental e emocional.
Não sejas severo em demasia para contigo mesmo, tornando-te desditoso, nem te faças indiferente a ponto de não lhe aceitares as propostas positivas,
Enquanto a oportunidade se te faz favorável, recupera-te, adquirindo, desde já, a paz que o teu erro complicou".

Joanna de Ângelis
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 22 de Setembro de 2010, 11:37

                                                                                            (http://www.recadodeorkut.com/029/001.jpg)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 22 de Setembro de 2010, 11:41
Se já és capaz

Se já és capaz de velar à cabeceira de um doente;
De ouvir, sem pressa, a conversa de um amigo;
De prestar uma informação detalhada a um transeunte que te interpela;
De visitar quem esteja acamado, predispondo-se a ficar com ele alguns minutos, rendendo um familiar que necessita de descanso;
De escrever uma carta demonstrando interesse pelo companheiro distante;
De prestar serviço voluntário numa
instituição beneficente;
De receber alguém com cortesia em sua casa, sem demonstrar aflição pela
lida doméstica interrompida;
Então já estarás no exercício do verdadeiro devotamento, que significa dar muito mais daquilo que somos do que daquilo que temos!



Do livro Vigiai e Orai
psicografia de Carlos A. Baccelli, pelo Espírito Irmão José
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 22 de Setembro de 2010, 11:44
Amigos..Sejam bem-vindos...Que luzes harmoniosas de Amor e Paz envolvam seu coração...Sintam-se parte integrante da nossa família..estão convidados a trazerem mensagens dentro do tema,colaborando desta forma no  enriquecimento no bem...Abraços afetuoso!!

Amigos e irmãos de jornada..paz e luz em seus corações..Amo mto vocês...Abraços afetuosos!!!

Amiga Sonia...Como fico feliz em vê-la aqui trazendo sua rica contribuição no bem...Gratos estamos todos que nos reunimos neste espaço que é de todos  pela amiga ter se juntado a nós.....Continue!!!Abraços afetuosos!!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 23 de Setembro de 2010, 05:37
HABILIDADE

“Não te furtes a fazer o bem a quem de direito, estando na tua mão o poder de fazê-lo’”
       Provérbios, 3:27

Habilita-te, quando puderes, na escola do bem, sem que a vaidade te peça compensação. Cuida de servir, sem que o orgulho provoque superioridade e alegra-te com o teu poder de confortar aos outros, não deixando que a tua razão estimule, no meio dos teus nobres sentimentos, a falsa posição de Santidade.

À habilidade das tuas mãos no bem comum corresponde a tua paz.

Quando, diante dos teus companheiros, trocares cumprimentos, que o faças de maneira afável, deixando que tuas mãos transmitam todo o magnetismo de fraternidade de que o teu coração se faz portador. Jamais esqueças o sorriso nessa operação divina. Ajuda, pelo pensamento, as tuas mãos, a ajudarem mais.

“Quem de direito” requer o teu amparo é aquele que mais próximo se coloca em teu caminho.

Não te furtes a fazer o bem, na correspondência do anseio alheio. A ajuda na hora certa é melodia grandiosa para a Alma aflita; é tranqüilidade para o irmão desesperado; é alimento para a vida.

Procura fazer a caridade sem opressão da consciência, por amor aos teus semelhantes. Se ainda não te conscientizaste desse dever maior, faze como puderes, não te esquecendo, no entanto, de fazê-lo.

O Espírito habilidoso não se aborrece com certas contradições, pois reconhece que cada criatura se encontra em faixa de vida diferente uma da outra, com direitos que pedem respeito.

O bem não se prende somente naquilo que achamos melhor para os outros; ele se apresenta de acordo com as situações de cada Alma e nasce no calor de cada virtude. Um de teus companheiros mais aprazíveis é o alardear o que fazes de bom. Mas isso oprime a ti mesmo e contradiz o amor que nunca exige. O primeiro impulso de quem ajuda é anunciar o que faz, iludindo quem se conforta em mostrar o que realizou, o que, em muitos casos, recebeu tanta ajuda de outros no ato benfeitor que, se dividíssemos os esforços, ficaríamos com as mãos vazias.

Habilidade é aprimoramento; aprimoramento é persistência nos nossos deveres, e muitos deles requerem mãos habilidosas.

Empenhemos com Jesus na renovação, nossa e das coisas, pedindo sempre a Deus que nos inspire na prática da benevolência, quando em nossas mãos estiver o poder de fazê-la.

Pelo Espírito Carlos (Psicografia de João Nunes Maia)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 23 de Setembro de 2010, 11:13
  Olhe-se com saúde.

Amigo, você veio a ficar doente.
O seu corpo não lhe obedece mais
e a dor o visita. Não pense, porém, em decadência.

Levante o seu entendimento.
Você é um ser divino e eterno.
Confie no poder de Deus.

Vença a prostração e o desânimo
com atitudes mentais positivas.
Compreenda, o corpo é apenas seu instrumento.

Você é muito mais.

Julgar-se saudável, mesmo na hora da doença,
é demonstrar completa confiança em Deus.

Lourival Lopes


Amigos...Sejam bem-vindos..Mta Paz em seus corações..Sintam-se abraçados..acolhidos...em família..Sua presença aqui é fundamental pro emriquecimento deste espaço...Estão convidaos a trazerem mensagens dentro do tema...Abraços afetuosso!!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 23 de Setembro de 2010, 20:03
  *** Vamos Todos .Ajudar***

Vamos todos ajudar irmãos...
Sem escolhas..Preferências.. sem distinção
Aqueles que só precisam de uma mão...
Pra sairem da angústia e solidão...

Vamos todos ajudar irmãos..
Dsitribuindo sopas.agasalhos.então..
Aqueles que sem teto vivem nas ruas.
Levando nosso carinho e emoção..

Vamos todos ajudar irmãos...
Juntos levarmos uma antiga canção..
Aos idosos que hoje estão sem condição..
De tocarem suas vidas com a razão...

Vamos todos ajudar irmãos..
Aos hospitais e albergues....
As crianças vamos todos contar...
Muita historinhas só pra alegrar..

Vamos todos ajudar irmãos...
Aos orfãos,que sem os pais  estão...
Sentindos sempre vazio e solidão...
Um motivo a mais pra embalar o coração...

Vamos todos ajudar irmãos...
A caridade está ao alcance das mãos..
Depende apenas  de nós a compreensão..
De colaborarmos sem esperar retribuição..

(Dothy)


Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Marli Pacheco em 24 de Setembro de 2010, 03:10
REFLITA SOBRE VOCÊ!!!!!!!!!!

Um homem estava perdido no deserto, prestes a morrer de sede…
Quando, esgotado, chegou a uma construção velha, desmoronando,
sem janelas e sem teto.Andou por ali e encontrou uma pequena sombra,
onde se acomodou, fugindo do calor do sol.
Olhando ao redor, viu uma velha bomba d’água, bem enferrujada.
Ele se arrastou até a bomba, agarrou a manivela,
e começou a bombear, bombear, bombear sem parar.
Nada aconteceu…
Desapontado, caiu prostrado, para trás.
Então notou que ao seu lado havia uma velha garrafa.
Limpou-a, removendo a sujeira e o pó, e leu um recado que dizia:
“Meu Amigo, você precisa primeiro preparar a bomba,
derramando nela toda a água desta garrafa.”
“Depois faça o favor de encher a garrafa outra vez, antes de partir,
para o próximo viajante.”
O homem olhou bem e, de fato, lá estava a água.
A garrafa estava quase cheia de água!
De repente, ele se viu num dilema.
Se bebesse aquela água, poderia sobreviver.
Mas se despejasse toda aquela água na velha bomba enferrujada,
e ela não funcionasse, morreria de sede.
Despejar a água na velha bomba e esperar vir a ter água fresca… Que fazer?
Ou beber a água da garrafa e desprezar a mensagem?
Com relutância, o homem despejou toda a água na bomba.
Em seguida, agarrou a manivela e começou a bombear…
A bomba pôs-se a ranger e chiar, mas nada aconteceu!!!
E a bomba foi rangendo e chiando. Então, surgiu um fiozinho de água,
depois um pequeno fluxo e, finalmente, a água jorrou com abundância!
Para alívio do homem a bomba velha fez jorrar água fresca, cristalina.
Ele encheu a garrafa e bebeu dela ansiosamente.
Encheu-a outra vez e tornou a beber seu conteúdo refrescante.
Em seguida, voltou a encher a garrafa para o próximo viajante,
acrescentando uma pequena nota:

“Creia-me, funciona. Você precisa dar toda a água antes de poder obtê-la de volta"

MORAL DA HISTÓRIA............
Quantas vezes temos medo de iniciar um novo projeto,
pois este demandará um enorme investimento de tempo, recursos, preparo e conhecimento.
Quantos ficam parados, satisfazendo-se com pequenos resultados,
quando poderiam conquistar significativas vitórias.
E você…??? O que falta para despejar esta garrafa de água que você guarda,
e conseguir água fresca em abundância, de uma nova fonte

Gotas de paz
====================

Muita paz!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 24 de Setembro de 2010, 07:13

3. AÇÃO

O que pensas diz respeito a ti unicamente.

O que fazes é problema teu e dos outros.

A ação é o resultado final de tua luta interior...

É o que te identifica em profundidade.

Capitularás no que pensas quantas vezes o queiras, mas não conseguirás deter uma só ação desencadeada por ti.

A semente que lançares ao solo é a que germinará.

Não faças o que não queiras e não queiras o que não devas fazer.

As mãos que não obedecem ao pensamento infeliz não são simples apêndices do corpo...

São abençoados instrumentos de contenção do mal.

Simbolicamente, os teus braços são as margens por onde fluem para o mundo as águas do rio dos teus pensamentos.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 24 de Setembro de 2010, 21:24
Acerte na vida.

Assim como numa ligação é preciso discar os números certos,
é preciso na vida discar corretamente os números do bem
estar material e espiritual.
Assim, para discar o número do progresso, use a esperança;
para o da saúde, veja-se são da cabeça aos pés; para o do
bem-estar interior, ame a Deus e ao próximo como a si mesmo.
Se discar os números errados, ou seja, usar de pessimismo e
maldades, a sua ligação cai na central das infelicidades, e tudo fica ruim.
Acertando-se nos pensamentos, acerta-se na vida por inteiro.


Lourival Lopes
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 25 de Setembro de 2010, 15:28

                                      Atendamos ao Senhor


...esqueçamos, de algum modo, as questões individuais que nos afligem a estrada para considerar, no curso de alguns instantes apenas, a nova situação que se nos descortina à frente dos olhos.

Todos nos agregamos, no clima da prece, buscando a solução de nossos problemas. Problemas que se expressam por dificuldades, empeços, renovações e desafios sem conta.
Anotemos, porém, a necessidade de maior observação do panorama em que evoluímos.

... no transcurso de apenas alguns anos, toda a paisagem do campo espírita-cristão se nos alterou, fundamentalmente.
Alargaram-se-nos as áreas de serviço em todas as direções; avolumaram-se as filas de companheiros sedentos de paz e luz que nos requisitam cooperação e socorro; aumentaram-se-nos de maneira surpreendente os monumentos destinados à caridade, a se nos definirem nas instituições socorristas; ampliaram-se-nos os instrumentos de serviço e com eles, agigantaram-se-nos as possibilidades para o engajamento de novos trabalhos; dilataram-se-senos os recursos de ação em todos os sentidos, convocando-nos a esforço máximo, a fim de que não haja desequilíbrio entre as dádivas do Alto e a justa aplicação delas próprias, em benefício da construção doutrinária; renovaram-se-nos no mundo os títulos de confiança, diante da Nova Revelação que nos mostra Jesus em sua simplicidade e grandeza; elevaram-se-nos os cabedais de colaboração procedentes de todos os setores da humana experiência, prontos a responder-nos a quaisquer apelos de concurso fraternal, com os braços generosos e abertos; multiplicaram-se-nos os canais de comunicação, dando-nos acesso à realizações mais completas no tocante à divulgação de nossos princípios; ampliaram-se-nos os horizontes à esperança com a expectativa da Terra sequiosa diante da verdade e da paz, de que o Espiritismo se faz mensageiro; descerramram-se-nos mais dilatadas faixas de colaboração, nas obras culturais e assistenciais, à frente da Humanidade.
Em síntese, todos os talentos da Bondade do Senhor se nos acumulam agora nas mãos, em torrentes de oportunidades e trabalho, recursos diversos e potencialidades virtuais...
... agora, meus filhos, indaguemos de nós mesmos: que será da tarefa em nossos braços se também, de nós mesmos, nau aumentarmos a quota de paciência e de amor, uns à frente dos outros, na Obra do Cristo?

... reflitamos nisso, suprimamos nossas divergências, esqueçamos conflitos pessoais, procuremos extinguir os pontos de incompreensão e discórdia, porventura existentes nas oficinas de elevação espiritual a que nos encontremos vinculados e trabalhemos na Seara do bem, confiando-nos, realmente ao Cristo de Deus cujos interesses repousam em nossas mãos.

Do Livro “BEZERRA, CHICO E VOCÊ”: Psicografia: Francisco Candido Xavier.Autor:Bezerra de Menezes

<BR><a href="http://www.recados.net" >(http://images.paraorkut.com/img/recados/Flor_1229487626_023_flores.gif)[/url]

Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net[/url]
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 25 de Setembro de 2010, 18:52
            Inicia Bem o Teu Dia

Cuida to teu dia, desde os primeiros instantes.

Quando acordas, a tua mente se prepara para as atividades
do dia e apresenta condições ideais para aceitar e
firmar os bons pensamentos, tal como uma terra
virgem à espera de boas sementes.

Inicia bem o dia.

Desde os primeiros momentos, pensa em coisas alegres,
proveitosas, e afirma com convicção:

HOJE, AMAREI MUITO E TUDO TOLERAREI.
NÃO TENHO AFLIÇÕES OU RANCORES.
O ONTEM JÁ PASSOU.
SOU FELIZ.

Os primeiros instantes são os pés que sustentam o dia.
Merecem trato especial.

Faz boa corrida o atleta que vai
bem desde os primeiros passos.

(Lourival Lopes)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 28 de Setembro de 2010, 12:16
    És o que pensas continuamente.

Tens medo de ser feliz?

Não penses que se tentares ser feliz estarás fazendo
algo proibido, invadindo território minado,
procurando algo que não te pertence.

São pensamentos destrutivos e negativos
os de que a felicidade é perigosa.

O bem estar em todos os sentidos, a alegria,
o amor e a beleza estão à tua disposição,
posto que Deus criou para ti os aspectos
brilhantes e agradáveis da vida.

És o que pensas continuamente
e o que aceitas profundamente.

Abre-te, então, a pensamentos novos, a entendimentos
mais amplos, e põe beleza e alegria no teu dia-a-dia.

O bom da vida te pertence.

Tu podes ser feliz o tanto que for
possível a um ser humano.

Lourival Lopes
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 28 de Setembro de 2010, 13:13
    Poema das mãos




Esqueça as próprias dores e deixe que as mãos de Jesus lhe penetrem a alma no sacerdócio do socorrer.

Enxugue o pranto dos olhos anônimos e pense as feridas dos estranhos nos caminhos por onde seguem os infelizes.

Distenda a parcela de pão, levando aos lábios alheios a porção de alimento mensageiro da vida.

Ofereça o remédio calmante, conduzindo o bálsamo portador da saúde.

Recorra ao passe salutar, renovando a água pura com a aplicação de energias superiores para a recuperação dos aflitos.

Não se faça desatento nem demore indiferente ante o espetáculo afligente que se dilata ante os seus olhos.

Jesus necessita das suas mãos para o ministério da vida abundante.

Deixe-se penetrar por Ele, esquecendo-se dos problemas que o escravizam ao poste da inutilidade.

De pouca valia serão as suas lágrimas se apenas expressam um abandono que não existe mas no qual você acredita.

Sem significação redundam os seus sofrimentos, se eles somente refletem a solidão onde você se refugia, deixando-se arrastar por injustificável pessimismo.

Para quem foi agraciado pela excelência da fé imortalista, não há como deter-se na contabilidade das dores pessoais, longe da renovação que surge em cada instante como porta aberta à glória do bem.

Suas mãos no trabalho, médiuns das mãos de Jesus, são um poema de invencível amor.

Ofereça assim, os recursos da própria pequenez e permita que as divinas mãos do Cristo operem pelas suas.

Doe as horas excedentes dos seus dias à jornada abençoada com que o Mestre honra a sua vida, desde que foi iluminada pela mensagem da Doutrina Espírita, que desdobra para o seu entendimento a epopéia da Cruz como lição viva de libertação dos penates da carne.

Emoldure sua existência com as bênçãos resultantes das suas mãos compondo o poema da fraternidade em derredor dos sofredores da Terra.

Suas mãos podem ser as alavancas do amor construindo o mundo novo.


Livro: Sementes de Vida Eterna. Psicografia de Divaldo P. Franco por Amélia Rodrigues
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 29 de Setembro de 2010, 10:58
Oriente-se.
Ainda é tempo de você pensar no que fez, administrar
bem o presente e direcionar a sua vontade.
Estão em você, neste momento, virtudes e condições
de se desapegar, de obter soluções, de agir nobremente.
Elas anulam as más tendências e põem a sua vida,
com pulso e energia, nas sendas do
progresso e das verdades da alma.
Dê um toque dentro de si.
Uma só chamada que você dá tem alto
significado na construção da sua vida.
Não se veja desconsiderando-se.
Não é por ser gente que você deixa de ser anjo.

(Lourival Lopes)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 29 de Setembro de 2010, 15:59
  Mãos benditas


Escuta-nos, Senhor,
Na luz do Lar Celeste!
Desejamos, Jesus, agradecer-te
As mãos benditas que nos deste!
Aquelas mãos sublimes
Que nos entreteceram o berço
Entre as forças do mundo,
Que fizeram escolas,
Aquelas que tornaram nossos dedos,
Revestidas por ti de amor terno e profundo
A fim de penetrarmos nos segredos
Das palavras e letras da instrução...

As que encontramos no caminho,
Quando a sombra da mágoa nos alcança
E acendem para nós com simpatia
O facho da esperança.
Aquelas que nos trazem,
Ao sol do dia-a-dia,
Exemplos de trabalho.
As que cavam a terra,
Muita vez suportando espinhos agressores
E vibram de alegria
Ao vê-la transformar-se em celeiro de flores!

As que fazem o pão,
As que costuram vestes multiformes,
Cobertura e agasalho,
Aquelas que nos dão
A bênção da limpeza,
As que buscam nos dons da Natureza,
Quantas vezes, cansadas de lutar,
Os recursos da vida
Que nos erguem o lar...

As que socorrem os doentes,
As que se inclinam para os sofredores,
Em recintos de angústia, lares e hospitais,
Que afagam companheiros indigentes
Ou que protegem pobres pequeninos
Revelando desvelos maternais!

As que orientam para a ordem,
Garantindo a justiça e a segurança,
As que escrevem bondade, educação, beleza,
Em que a estrada se eleva e a mente se aprimora,
Criando, mundo afora,
Idéias de otimismo, reconforto,
Das quais se estende a luz de surpresa em surpresa...

Aquelas que se humilham quais violetas
E, revolvendo o pó,
Levantam nosso irmão ou nossa irmã
Caídos nas sarjetas
Ou no esgoto comum,
De coração dizendo a cada um:
– “Você não está só”.

As que foram batidas
Por críticas mordazes
E prosseguem agindo como fazes,
Retribuindo o mal com o bem;
As que ajudam e passam
Sem ferir a ninguém...

Benditas sejam elas
Todas as mãos, Senhor, que procuram servir,
– Exército de estrelas a buscar-te,
Edificando, em toda parte,
O Reino do Porvir.

E agradecendo-as, rogo-te, Jesus:
Toma-me as mãos vazias,
Faze-me trabalhar
Em todos os meus dias!
E porque me conheça
Tão pobre quanto sou,
De revés em revés,
Sem nem mesmo poder
Aspirar, ante os séculos futuros,
À sublime ventura,
Anseio conquistar a posição
Da serva que se esqueça
Nas tarefas de amor que o teu amor reparte.
E, a despeito de minha imperfeição,
Frágil, errada e inculta, quero dar-te
Meu próprio coração.

Livro Diálogo dos Vivos. Psicografia Chico Xavier. Autora: Maria Dolores
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 30 de Setembro de 2010, 06:18
                                              AUTODOMÍNIO

“Não respondas ao insensato segundo a sua estultícia, para que não te faças semelhante a ele.”
                                                                                               (Provérbios, 26:4).

Examina, com serenidade, o julgamento dos outros para contigo. A precipitação das tuas respostas pode te colocar ao nível deles.

Não favoreças ambiente de defesa própria, sem primeiro saber o que estás falando. O muito falar não te põe em paz com a consciência.

Não respondas aos ataques, apressadamente. Em muitos casos, é preferível permanecer calado, para que o fermento da discórdia não ultrapasse as tuas forças.

O teu procedimento cristão pode ajudar o caluniador a esquecer a maledicência.

Domina os teus impulsos de defesa cega, não esquecendo que quem ofende ainda se encontra preso e torturado pela ignorância.

Não queiras te assemelhar aos outros no mal que porventura façam, mas esforça-te, por todos os meios possíveis, a igualá-los no bem que pratiquem.

O autodomínio é escola engenhosa, que depende de muito esforço. No entanto, não percas o ânimo de ser um dos alunos desse educandário.

A escrita divina registra milhares de criaturas empenhadas verdadeiramente em se educarem, e, para tal, coloca-se com as tuas forças.

A mente humana está viciada nas condições de vida que leva.
Eis que a hora é chegada da reforma individual. Começa hoje, pois amanhã já é outro dia.

Faze uma autópsia na tua vida e, se os teus atos te trouxerem tristezas, não acuses a ninguém, pois todos caminham nos mesmos processos evolutivos, lutam com os mesmos obstáculos e, no fundo, procuram os mesmos objetivos, que são: Sabedoria e Amor.

O insensato é teu irmão em Cristo, embora desconheça o suprimento inesgotável que tem no coração. Quando te arremessa pedradas é porque te compara a uma árvore frutífera, e sente fome ao te encontrar.

Se ainda não esqueceste o ódio e a vingança, serás como a figueira da narração evangélica. Se o amor figurar como ambiente de vida, saciar-se-ão a fome e a sede de todos. E quanto mais deres, mais terás para distribuir.

Coloca tuas mãos a serviço da disciplina de ti mesmo e abraça a educação dos teus modos, porque desta forma estarás ajudando a inspiração coletiva a fazer o mesmo, em nome da vida e de Deus.

                  (Psicografia de João Nunes Maia pelo Espírito Carlos)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 30 de Setembro de 2010, 10:55
  Não deixe a ajuda para depois.

Não se recuse a ajudar.
É evidente que a todo ato de ajuda deve
proceder a uma racionalização.
A razão deve funcionar.
Mas, que isso não seja empecilho.
Não deixe a ajuda para depois.

Faça que fale o coração.
Ele é o único que consegue sentir as
necessidades de quem lhe procura ajuda.
E faz de você um bom instrumento da vontade divina.
Compreenda.
Quem não precisa de ajuda não vem a você.
Se você for a pessoa escolhida, deve
alegrar-se pela oportunidade de ajudar.
Não deixe a ajuda para depois.
Na verdade, ao proceder a uma ajuda,
você é a pessoa mais ajudada 
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 01 de Outubro de 2010, 17:50
"Errar é humano", diz o adágio.
De facto, todos nós erramos.
A toda hora a vida pede-lhe algo.
São muito os afazeres que o esperam.
É quase impossível não errar.
Então, por que censurar os deslizes alheios?
Não anote os erros dos outros, assim como
você não gosta que censurem os seus.
Compreenda.

Perdoe.
Lembre-se de que Deus perdoa sempre.
Seguir o impulso de Deus, no coração, é
o melhor meio para acertar sempre.

Lourival Lopes
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 02 de Outubro de 2010, 05:50

POR ONDE ANDAVAS?

Haja o que houver, não desanimes.
Caminha sempre à frente.
Contorna os obstáculos.
Não te deixes surpreender pelo inesperado
Olvida o vozerio em conflito e os apupos à margem.
Determinado, não desvies os teus passos da senda.
Estende as mãos aos caídos e levanta os que puderes, fazendo-os caminhar contigo.
Com a presteza possível, desvencilha-te do cipoal das ilusões que passam.
Ergue a fronte e não percas de vista o objetivo que te propões atingir.
Não te detenhas na contemplação da transitória paisagem que se move à tua volta.
Observa que há marcas luminosas no chão em que abençoados pés te precederam, no esforço da subida.
São elas que te apontam o caminho da Grande Libertação...
Como te demoraste em encontrá-las!
Por onde andavas, que tanto te atrasaste?
Há mais de dois mil anos, elas estão a esperar-te!...

Do livro:
Deuis te abençoe!
Irmão José
Carlos A. Baccelli
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 03 de Outubro de 2010, 00:34
 Caridade e Você

Acredita você que só a caridade pode salvar o mundo; entretanto, não se demore na posição de comentarista.



Não nos diga que é pobre e incapaz de contribuir na campanha renovadora da sublime virtude.



Senão vejamos: Se você destinar a quantia correspondente a um refrigerante ou um aperitivo em cinco doses, segundo os seus hábitos, aos serviços de qualquer hospital, no fim de um mês haverá mais decisiva medicação para certo doente.



Se você renunciar ao cinema de uma vez em cada cinco, endereçando o dinheiro respectivo a uma creche, ao término de duas ou três semanas, a instituição contará com mais leite em favor das crianças necessitadas.



Se você suprimir um maço de cigarros em cada cinco de seu uso particular, dedicando o fruto dessa renúncia a uma casa erguida para os irmãos distanciados do conforto doméstico, em breve tempo o agasalho devido a eles será mais rico.



Se você economizar as peças do vestuário, guardando a importância equivalente a uma delas em cada cinco, para socorro ao próximo menos feliz, no fim de um ano disporá você mesmo de recursos suficientes para vestir alguém que a nudez ameaça.



Não espere pela bondade dos outros.



Lembre-se daquela que você mesmo pode fazer.



É possível que você nos responda que o supérfluo é seu próprio suor, que não nos cabe opinar em seu caminho e que o copo e o filme, o fumo e a moda são movimentados à sua custa.



Você naturalmente está certo na afirmativa e não seremos nós quem lhe contestará semelhante direito.



A vontade é sagrado atributo do espírito, dádiva de Deus a nós outros, para que decidamos, por nós, quanto à direção do próprio destino.



Todavia, nosso lembrete é apenas uma sugestão aos companheiros que acreditam na força da caridade e só ganhará realmente algum valor se houver algum laço entre a caridade e você.






Autor: André Luiz
Psicografia de Francisco Cãndido Xavier. Livro: O Espírito da Verdade


Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 04 de Outubro de 2010, 12:06
Refaça-se


Não acredite que as insatisfações e os problemas
vão permanecer para sempre com você.
Eles são transitórios.
Variam de acordo com os pensamentos que você tem
sobre si mesmo, com o modo pelo qual vê a vida,
com o que espera nela encontrar, com o que
pensa poder ou não fazer.
Acredite que os pensamentos construtivos operam milagres.
Confie em você.
E jamais aceite uma idéia que prejudique alguém.
Quem sabe acabar com as insatisfações abre caminho para a felicidade


Amigos..Sejam bem-vindos..Que a Paz esteja com todos..Sintam-se parte de nossa família Fórum..Sua presença aqui é como as flores..Alegrando o jardim de nossas vidas..


Desejamos a todos ótima semana repleta de felicidades(Lima-Gil..Chasil..Dothy..Fernandes Adalberto..Katiatog..Marly Pacheco..Mecame..Monstrinho..Mourarego..Sonia Andrade..Tamara F)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 05 de Outubro de 2010, 13:04
       Método de Viver

"Humildade sem subserviência.
Dignidade sem orgulho.
Devotamento sem apego.
Alegria sem excesso.
Liberdade sem licenciosidade.
Firmeza sem petulância.
Fé sem exclusivismo.
Raciocínio sem aspereza.
Sentimento sem pieguice.
Caridade sem presunção.
Cooperação sem exigência.
Respeito sem bajulice.
Valor sem ostentação.
Coragem sem temeridade.
Justiça sem intransigência.
Admiração sem inveja.
Otimismo sem ilusão.
Paz sem preguiça."

(André Luiz, livro 'Caminho Espírita')

 
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 06 de Outubro de 2010, 12:28
 ** Pensamentos**

Não dês os teus espaços mentais para os pensamentos vulgares.


Preenche todas as brechas com idéias de edificação, da ação do bem, da felicidade própria e alheia.


É na mente que se iniciam os planos de ação.


A mente ociosa cria imagens infelizes que se corporificam com alto poder de destruição, consumindo quem os elabora e atingindo as outras pessoas.


Luta com vontade para que a “hora vazia” não se preencha de lixo mental tornando-te infeliz ou vulgar

Joana de Angelis
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 06 de Outubro de 2010, 15:25
  Se olhares  com amor para  alguém q. está triste, esta pessoa percebendo teu sentimento sincero, ressurgirá em felicidade.


(http://www.recadodeorkut.com/604/012.gif)

                                                                                                             
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 06 de Outubro de 2010, 16:34

<a href="http://www.recados-especiais.com" target="_blank">(http://www.recadodeorkut.com/604/014.gif)

<font size="2">Encontre as melhores Mensagens de Bom Dia Religioso para seus Amigos!</font>[/url]
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 06 de Outubro de 2010, 17:02
Que lindo amiga Sonia..Tudo fica mais florido com sua presença e sua valiosa colaboração no bem..Realmente não tem como resistir ao poder do Amor...Mta paz em teu coração...Abraços afetuosos!!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 07 de Outubro de 2010, 04:43

4. GESTO

Nada te é inacessível...

De onde te encontras, podes alcançar o que esteja no extremo do Universo.

O teu gesto tem um poder tal de influenciar, que desconheces.

Um gesto de ternura altera o curso de uma vida.

Um simples gesto de amor, naquele exato momento é capaz de nivelar-te a Deus...

Não raro, o que falta para que as pessoas sejam plenamente felizes é a presença de um gesto.

A bênção de um aceno pode arrancar uma alma ao abismo.

É indispensável que tomes a iniciativa de erguer a mão...

Não permaneças na expectativa de quem o faça.

Movimentando-te no bem, movimentarás as forças do bem em teu benefício.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 07 de Outubro de 2010, 10:59
 
                     Você Pode

Carregando nos próprios ombros as aflições que fustigam a Terra, o Senhor acreditou nas promessas de fidelidade que você lhe fez, enviando-lhe ao caminho aqueles irmãos necessitados de mais amor.
Chegam eles de todas as procedências...
É a esposa fatigada esperando carinho; é o companheiro abatido implorando, em silêncio, esperança e consolo.
De outras vezes, é o filho desorientado suplicando compreensão ou o parente, na hora difícil, aguardando braços fraternos.
Agora é o amigo transviado, esmolando compaixão e ternura, depois, talvez, será o vizinho atormentado em problemas esfogueantes, pedindo bondade e cooperação.
Isso acontece, porquanto você pode compartilhar com Ele a tarefa do auxílio.
Não desdenhe, desse modo, apoiar o bem.
Acendamos a luz, onde as trevas se adensem; articulemos tolerância, ao pé da agressividade; envolvamos as farpas da cólera em algodão de brandura; conduzamos a paz por fonte viva sobre a discórdia, toda vez que a discórdia se faça incêndio destruidor...
Deixe que Ele, o Mestre, se revele por sua palavra e por suas mãos. Não impeça a divina presença, através de seu passo, no amparo às humanas dores.
E, nessa estrada bendita, depois da luta cotidiana, sentirá você no imo da própria alma, o sol da alegria perfeita repetindo, de coração erguido à verdadeira felicidade.
- Obrigado Jesus, porque na força de Tua bênção, consegui esquecer-me, procurando servir.

ANDRÉ LUIZ
Mensagem "Você Pode"
(Do livro Ideal Espírita, cap. 07, F.C.X., edição C
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 07 de Outubro de 2010, 18:33
É possível haja você caído em profundo desânimo, por estar sofrendo:

- A falta de alguém;
- A incompreensão de amigos;
- O frio da solidão;
- O conflito de idéias;
- Acusações indébitas;
- Desajustes no trabalho;
- Dívidas agravadas;
- Prejuízo em negócios;
- Doenças no próprio corpo;
- Moléstias em família;
- Complexos de culpa;
- Reprovações e críticas;
- Sensações de abandono;
- Lutas e desafetos;
- Deserções de entes caros;
- Obsessões ocultas...

Seja qual for, porém, a sua prova em si, erga a própria cabeça, ponha os olhos no Alto e retome a tarefa em que deva servir, confiando-se a Deus, porque Deus proverá e em Deus qualquer problema achará solução.

ANDRÉ LUIZ
Mensagem "Remédio de Base"
(Do livro “Busca e Acharás”, Emmanuel, André Luiz, FCX
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Cris Santana em 08 de Outubro de 2010, 01:20

MOMENTOS DE LUZ

Eis seus momentos de luz...
___________________________________

Se você está feliz, ore sempre, rogando ao Senhor para que o equilíbrio esteja em seus passos.
Se você sofre, ore para que não lhe falte compreensão e paciência.
Se você está no caminho certo, ore para que não se desvie.
Se você está de espírito marginalizado, sob o risco de queda em despenhadeiros ou perigosos declives, ore para que o seu raciocínio retome a senda justa.
Se você está doente, ore a fim de que a saúde possível lhe seja restituída.
Se você tem o corpo robusto, ore para que as suas forças não se percam.
Se você está trabalhando, ore pedindo a Deus lhe conserve a existência no privilégio de servir.
Se você permanece ausente da atividade, ore, solicitando aos Mensageiros do Senhor lhe auxiliem a encontrar ou reencontrar a felicidade da ação para o bem
Se você já aprendeu a perdoar as ofensas, ore para que prossiga cultivando semelhante atitude.
Se você reprova ou condena alguém, ore rogando à Divina Providência lhe ajude a entender o que faríamos nós se estivéssemos no lugar de quem caiu ou de quem errou, de modo a aprendermos discernimento e tolerância.
Se você possui conhecimentos superiores, ore para que não lhe falte a disposição de trabalhar, a fim de transmití-los a outrem, sem qualquer idéia de superioridade, reconhecendo que a luz de sua inteligência vem de Deus que no-la concede para que venhamos a fazer o melhor de nosso tempo e de nossa vida, entregando-nos, porém, à responsabilidade de nossos próprios atos.
Se você ainda ignora as verdades da vida, ore para que o seu espírito consiga assimilar as lições que o Mais Alto lhe envia.

Ore sempre.

A oração é o momento de luz, nas obscuridades e provas do caminho de aperfeiçoamento em que ainda nos achamos, para o nosso encontro íntimo com o amparo de Deus.

André Luiz 
Mensagem "Momentos de Luz"
(Do livro “Tempo de Luz”, André Luiz, Francisco Cândido Xavier, Espíritos Diversos)

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 08 de Outubro de 2010, 12:22
Problemas

Tu podes resolver problemas.
A tua força flui de acordo com a
intensidade da tua convicção.
Pensa ser capaz de resolver os
problemas e te sentirás bem.

Nem toda situação é problema.
Problema é o que resulta da tua
 apreciação e consideração.
 Se te julgas sem força ou
 inteligência para resolver o que
tens a frente, isso se torna
problema, dificuldade, entrave.
Afirma-te com qualidades, e
 vence os problemas. Fala
 firmemente: SOU FORTE,
TENHO SAÚDE, TENHO BELEZA,
TENHO BONDADE, NADA ME FALTA.

 Depois, vai em frente. Luta, trabalha,
vibra, ama. Nunca desanimes.
O problema não é nada para quem
sabe que tem as chaves da solução dentro de si.

Do Livro Ânimo, de Lourival Lopes.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 08 de Outubro de 2010, 12:36
  Refaça suas energias na calma de um amanhecer chuvoso.




             Refaça suas energias na calma de uma manhã chuvosa.


                                                      (http://www.recadodeorkut.com/105/207.gif)


                                                                 











                                                                             
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 09 de Outubro de 2010, 19:21
Mensagem do dia – Luz.


Há uma grande lâmpada dentro de você.

Ela aguarda a corrente dos seus pensamentos grandiosos
para fazer luz dentro de você e em todos do seu convívio.

É a luz da alegria, da paz, da fé.

Ela aparece de acordo com o entendimento que você adquire.

Quanto mais elevação, mais luz.

No fundo, a luz é o grau de perfeição a que você chegou,
o resultado daquilo que você pensa, decide e faz com amor.

Aumente a luz da sua lâmpada.

Quanto mais você tem luz menos anda às escuras.

Lourival Lopes

Amigos sejam  bem-vndos..Que a Paz faça moradia em seus corações..Sua presença é fundamental pra enriquecer este espaço que é de vocês..Estão convidados a trazerem mensagens dentro do tema..Recebam nosso abraço afetuoso!!

Amigos de jornada..paz  em seus corações..Abraços afetuoso!!!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 10 de Outubro de 2010, 05:01
                                                        RESGUARDO

“Sem lenha, o fogo se apaga; e nÃo havendo maldizente, cessa a contenda."
                                               
                                                  (Provérbios, 26:20)

Quem semeia a discórdia está ateando fogo na mente alheia, e ficará envolvido nas cinzas da revolta e nos carvões da inimizade. Todo resguardo é pouco, diante dos impulsos da maledicência. Antes de falar, pensa: se fosse o Cristo, o que Ele diria?

Abster-se da intimidade alheia é vigilância nobre do homem de bem. Quando o teu próximo te faz confidente, lembra-te da decência das respostas. Não passes dos limites que o bom senso te reserva; cuida de meditar muito no que irás falar; coloca-te no lugar de quem está te revelando os seus problemas. Invertendo as posições, sentir-te-ás envolvido na sabedoria, apoiado pelo coração.

O acatamento devido, nas situações adequadas, estimula a tranqüilidade na consciência, limpa o raciocínio e promete esperança na vida, para a vida de Deus.

Sejamos discretos, no que ouvimos, educados no que sentimos e conscientes no que falamos, para que nossas mãos possam trabalhar livres no automatismo do bem da vida, em favor de todos.

Emprestemos nosso concurso a todo trabalho de benevolência, na hora em que formos convocados. Não exigir, no momento de ajudar, é caráter já firmado nos conceitos de Jesus e ambiente seguro para que Cristo nasça em nós.

O prazer da intriga é para quem despreza a fraternidade.

A língua, acionada pelo ódio, corrompe o ambiente de paz.

A contenda quase sempre nasce com o estimulante da vaidade e absorve o tempo em que o trabalho se expressaria como progresso.

Procura ocupar a tua mente com tudo o que diz respeito à nobreza, porque o vazio é morte e a morte é a vida que deixou de mover-se.

A prudência gera amizade, em todos os ângulos, e a amizade fortalece o convívio humano, dignificando a família e enriquecendo a coletividade.

Se te aparecer alguém falando dos outros, não o repreendas com violência, porque pode ser um doente. Às vezes, a doença nos faz esquecer que estamos ligados a todas as criaturas, pelo amor de Deus.

Há muitos modos de não se aceitar as idéias maldizentes, sem provocar revolta no detrator. Quem serve como instrumento de educação, não se irrita com simples banalidades dos que desconhecem as leis da unidade de Deus, conosco e com as coisas. O seu amor cobre todas as faltas e faz secar a fonte de todas as imprudências.

Sê discreto, onde estiveres; cauteloso, por onde andares; e vigilante, diante das influências dos outros, sem nunca alcançar os extremos onde o perigo maior está rondando. Confidencia com o Cristo no silêncio de tuas meditações. E com o teu desejo de servir melhor aos teus semelhantes e a ti mesmo. Ele, o Mestre dos mestres, não deixará de te ajudar, por vias que ignoras.

                            Pelo Espírito Carlos (Psicografia de João Nunes Maia)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Marli Pacheco em 11 de Outubro de 2010, 00:53
Um abraço

O que você faz quando está com dor de cabeça, ou quando está chateado?

Será que existe algum remédio para aliviar a maioria dos problemas físicos e emocionais?

Pois é, durante muito tempo estivemos à procura de alguma coisa que nos rejuvenescesse, que prolongasse nosso bom humor, que nos protegesse contra doenças, que curasse nossa depressão e que nos aliviasse do estresse.

Sim, alguma coisa que fortalecesse nossos laços afetivos e que, inclusive, nos ajudasse a adormecer tranquilos.

Encontramos! O remédio já havia sido descoberto e já estava à nossa disposição. O mais impressionante de tudo é que ainda por cima não custa nada.

Aliás, custa sim, custa abrir mão de um pouco de orgulho, um pouco de pretensão de ser autossuficiente, um pouco de vontade de viver do jeito que queremos, sem depender dos outros.

É o abraço. O abraço é milagroso. É medicina realmente muito forte. O abraço, como sinal de afetividade e de carinho, pode nos ajudar a viver mais tempo, proteger-nos contra doenças, curar a depressão, fortificar os laços afetivos.

O abraço é um excelente tônico. Hoje sabemos que a pessoa deprimida é bem mais suscetível a doenças. O abraço diminui a depressão e revigora o sistema imunológico.

O abraço injeta nova vida nos corpos cansados e fatigados, e a pessoa abraçada sente-se mais jovem e vibrante. O uso regular do abraço prolonga a vida e estimula a vontade de viver.

Recentemente ouvimos a teoria muito interessante de uma psicóloga americana, dizendo que se precisa de quatro abraços por dia para sobreviver, oito abraços para manter-se vivo e doze abraços por dia para prosperar.

E o mais bonito é que esse remédio não tem contra-indicação e não há maneira de dá-lo sem ganhá-lo de volta. 

Já há algum tempo temos visto, colado nos vidros de alguns veículos, um adesivo muito simpático, dizendo: Abrace mais!

Eis uma proposta nobre: abraçar mais.

O contato físico do abraço se faz necessário para que as trocas de energias se deem, e para que a afetividade entre duas pessoas seja constantemente revitalizada.

O abraçar mais é um excelente começo para aqueles de nós que nos percebemos um tanto afastados das pessoas, um tanto frios no trato com os outros.

Só quem já deu ou recebeu um sincero abraço sabe o quanto este gesto, aparentemente simples, consegue dizer.

Muitos pedidos de perdão foram traduzidos em abraços...

Muitos dizeres eu te amo foram convertidos em abraços.

Muitos sentimentos de saudade foram calados por abraços.

Muitas despedidas emocionadas selaram um amor sem fim no aconchego de um abraço.

Assim, convidamos você a abraçar mais.

Doe seu abraço apertado para alguém, e receba imediatamente a volta deste ato carinhoso.

Pense nisso! Abrace mais você também.

Um super abraço a todos vcs meus queridos amigos.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Marli Pacheco em 11 de Outubro de 2010, 00:55
OBS: E quando vcs abraçarem alguém, aquele abraço super gostoso, não seja vc o primeiro a soltar os seus braços.

Bjs carinhosos e fraternos.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 11 de Outubro de 2010, 12:05
Não dê importância à idade de seu corpo físico:
seja sempre jovem e bem disposto espiritualmente.
A alma não tem idade.
A mente jamais envelhece.
Mesmo que o corpo assinale os sintomas da idade física,
 mantenha-se
jovem e bem disposto, porque isto depende de sua
mentalização positiva.
Faça que a juventude de seu espírito se irradie através
de seu corpo, tenha ela a idade que tiver.

Lourival lopes
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 11 de Outubro de 2010, 12:16
Amigos..Sejam bem-vindos..Que a Paz e o Amor esteja em seus corações..Sintam-se em familia..Sua presença aqui é a responsável pelo enriquecimento deste espaço que é de todos..Estão convidados  a trazerm suas mensagens dentro do tema!!Recebam nosso abraço!!

Desejamos a todos uma semana repleta de Felicidades e realizações plenas no bem..São os sinceros votos de:

**Lima-Gil..Cris Santana..Chasil..Fernandes Adalberto..mourarego..Marli Pacheco..Katiatog..Dothy..Sonia Andrade***




Desjo a todos meus amigos que aqui se reúnem comigo pra juntos levarmos palavras de paz e esperança relembrando os ensinos do nosso amado Mestre uma semana repleta de realizações felizes..Abraços afetuoso!!

Meus Queridos amigos**Lima-Gil..Cris Santana..Chasil..Fernandes Adalberto..mourarego..Marli Pacheco..Katiatog....Sonia Andrade***

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 11 de Outubro de 2010, 14:46
 "Tenta começar o teu programa de paz interior, auxiliando a paz no mundo.
Podes e deves fazê-lo.
Se os hábitos anteriores te dificultarem a empresa, recorre à oração e à meditação, que constituem elementos fundamentais p. lográ-la, a princípio em pequenos espaços de tempo, até que, por fim, te domine completamente."



                                                                                                       (http://www.recadodeorkut.com/074/092.gif)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 12 de Outubro de 2010, 08:37

5. PERDÃO

O perdão não dispensa concurso das mãos.

Reconstruir o que destruíste...

Reatar o que desataste.

Palavras não reparam o prejiu[izo da ação.

A consciência só te libera da culpa com o endosso de tuas mãos...

Restuir a outrem o que dele tiraste...

Reaproximar-te do desafeto, estendendo-lhe as mãos...

Diminuir a distância de um coração a outro...

Se desejas apagar a falta que cometeste, faze-o com as tuas mãos!

Devolve agora o que não é teu.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 12 de Outubro de 2010, 12:04
Procure o sentido da sua vida.

Olhe as árvores. Todas têm raiz, cerne,
galhos, folhas, mas não são iguais.

Umas só dão frutos.
Outras, flores ou sombra.
E outras, tudo isso.

Busque saber para o que veio.
Reflita.
O seu caminho é você quem faz.
Ande, que ele aparece.

Busque ouvir o que o seu íntimo diz,
sinta o que faz surgir a sua alegria.

Analise as verdades que vêm de dentro, as
mensagens que trazem, o que esperam que você faça.

Conheça-se.
A felicidade caminha ao seu lado quando
você coloca os pés num bom sentido.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 13 de Outubro de 2010, 12:51
Levante a cabeça

As dificuldades parecem esmagar você. Dão-lhe a impressão
de que não vale a pena lutar, porque será vencido.
Daí a aflição, o abatimento, a tristeza.

Mas, perceba sua real situação. Os problemas somente são
grandes porque você ficou pequeno, acabrunhado, reduzido.

Reaja.

Lute. Trabalhe. Enfrente.

A cada levantamento de suas forças, Deus lhe mostrará uma situação melhorada

 Lourival Lopes.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 14 de Outubro de 2010, 11:46
***Sem Preocupações***

Não se atormente.

Se até mesmo com as questões mais significativas você
não deve se desesperar, muito menos com as insignificantes.

Não complique o que é simples.

Olhe com confiança na solução.

É o que é simples mais simples fica.

Há em você um mundo de disposições, resoluções
e de forças eficientes e construtivas.

Empregue-as.

E com elas garanta a paz, o ânimo e a alegria.

Nada é atormentador para quem tudo vê com bons olhos.

Uma preocupação que vai embora é um lugar a mais para a paz.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 18 de Outubro de 2010, 00:45

O PODER DA GENTILEZA

Com palavras gentis, pronunciadas com sinceridade, conseguirás sensibilizar os espíritos mais indiferentes.

Se, toda manhã, saudares com um bom dia o companheiro carrancudo, a pouco e pouco haverás de arrancar-lhe um sorriso de simpatia.
Se te habituares a dizer muito obrigado a este ou àquele atendente irritadiço, conseguirás extrair o que ele possua de melhor em termos de boa vontade.

Se elogiares a paciência de quem, por vezes, se revela impaciente no que faz, o induzirás a desenvolver a virtude que carrega em estado latente.

Se estenderes a mão em cumprimento ao vizinho que te evita, é possível que, em breve tempo, estejas a ganhar dele um abraço.

Se tão-somente acenares para quem transita na calçada oposta, com a intenção de não cruzar os passos com os teus, não demorarás a vê-lo atravessar a rua, vindo ao teu encontro, sorridente.

O poder da gentileza, a expressar-se em palavras e gestos quase insignificantes é semelhante à força da alavanca que, com o concurso de humilde ponto de apoio, remove os mais dfficeis entraves no campo do relacionamento humano.
                                                                                                             
                                                                                                                                                           Irmão José

                                      ( Do livro “Deus te Abençoe”, psicografia de Carlos A. Baccelli).
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 18 de Outubro de 2010, 11:26
Nada Está Contra Você

Não dê murros no escuro, nem gritos no deserto.
Afaste a impressão de que tudo está contra você.
De que os problemas se acumulam, de que está
numa onda negativa e de que não lhe sobra
saída a não ser ficar triste ou se revoltar.

Após tudo superar, você se verá mais fortalecido.
Nos momentos difíceis é que você
cresce, firma-se, amadurece.
Por conseqüência, o equilíbrio e a paz aumentam.

Aproveite os problemas.
Se bem tratatos, eles são amigos.
Se você não está contra si mesmo,
nenhum problema tem poder sobre você.

Lourival Lopes
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 18 de Outubro de 2010, 11:33
Amigos e irmãos.Sejam bem-vindos..Sintam-se acolhidos,,Sintam-se em familia..Sua presença é fundamental pra este espaço que é de vocês..Recebam nosso afetuoso abraço!!Desejamos um semana repleta de Paz e Felcidade..São os sinceros votos de:

(**Lima-Gil..Chasil..Cris Santana...Dothy..Fernandes Adalberto..Katiatog..Marly Pacheco..Mecame..Monstrinho..Mourarego..Sonia Andrade..Tamara F)


Amigos e irmão de jornada..òtima semana regada com mta Paz e Amor!!!Abraços afetuoso!!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 19 de Outubro de 2010, 12:56
O bem de hoje é a luz do amanhã.

O bem é um ponto a seu favor.

E se são muitos esses pontos, eles formam uma

grande conquista, um grande avanço no espírito,

um adiantamento que ficará para sempre com você.

O bem é moeda no banco divino.

Aproveite a oportunidade de fazer o bem.

Se não aproveitar, de momento, pode ser que ela não retorne.

Ou, se retorna, talvez não seja nas mesmas condições.

E ficará uma lacuna na sua consciência.

O bem alegra mais a você do que aquele a quem você favorece.

É muito agradável sentir que se fez o bem que se deveria fazer.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 19 de Outubro de 2010, 18:58
6. ESTRADAS

Por onde caminhas, as tuas mãos seguem adiante de teus pés...

Abrem picadas.

Removem espinheiros.

Afastam pedras.

Em todas as estradas que jornadeias as tuas mãos te antecedem os passos.

Aplica-te em desbravá-las com zelo.

Busca saber para onde te conduzem ou para onde as direcionas.

Existem caminhos que não levam a lugar algum...

Outros se assemelham a labirintos, dos quais dificilmente sairás.

Não te esqueças de que são as tuas mãos que te conduzem

                                               Irmão José
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 20 de Outubro de 2010, 11:49
Continuar Firme


Surgem determinadas situações das quais, por mais te debatas, não conseguirás desvencilhar-te de pronto.
Todavia, se te conservares sereno, poderás evitar que elas se compliquem atirando-te a prejuízos mais graves.
Refletindo assim, concluirás que, diante de qualquer luta que te surpreenda no cotidiano, a tua reação inicial é fator decisivo no desenrolar dos acontecimentos.
É possível que não sejas diretamente responsável pelo aparecimento desse ou daquele problema, que a invigilância de alguém haja criado, mas
exclusivamente de tua capacidade de perdoar e de esquecer, de aceitar e de continuar firme na fé em Deus, dependerá a solução desejada, facultando-te retornar a paz e a alegria.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 21 de Outubro de 2010, 02:52
A IDÉIA DIVINA

A idéia divina requisita braços humanos.

Há chamamentos do Senhor em toda parte.

Que o exemplo dos filhos do Evangelho, nos tempos pós apostólicos, nos inspire hoje a simplicidade e o trabalho, a confiança e o amor, com que saibam abdicar de si próprios, em serviço do Divino Mestre! que saibamos quanto eles transformar espinhos em flores, e pedras em pães, nas tarefas que o Alto depositou em suas mãos!...

                                                                         Eurípedes Barsanulfo
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 21 de Outubro de 2010, 13:24
Culpa

Não se culpe demais.

A culpa não deve ter uma duração que asfixie os
bons raciocínios e venha a causar desequilíbrios.

Para eliminá-la decida, firmemente,
não mais praticar o que a origina.

Isso é arrependimento sincero, é benigno.

Levante a cabeça, reerga-se.

Pense, confiante, em novas oportunidades, em novos dias.

Não deixe a culpa atrapalhar o seu viver.

Ela, se bem compreendida, é força de progresso.

Deus é tão sábio que faz do lodo nascer
a flor, e da culpa surgir um bem.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 22 de Outubro de 2010, 04:41
                                                                                                   TRABALHO

                                         “Vai ter com a formiga, ó preguiçoso, considera os seus caminhos, e sê sábio.”
                                                                                              (Provérbios, 6:6)

O trabalho é o alicerce da vida, quando empenhado na construção da paz. Quem labora com prazer, por amor ao trabalho, esquece os infortúnios, diminui os problemas, retempera a Alma para todas as lutas que surgirem no caminho e avança com coragem, vendo na frágua o único caminho para a libertação espiritual e independência financeira.

O organismo do preguiçoso é contra seu próprio dono.

Quem não ama bastante o trabalho, deve observar a natureza em todas as suas linhas e expressões. Nada pára no corpo ciclópico da criação.

A formiga não desanima com obstáculos, remove-os e tem celeiros para que não lhe falte suprimentos.

Toda sabedoria nasce na filosofia do trabalho.

E a virtude nunca aprova a inércia.

Água parada prolifera o perigo, o ar que não circula torna-se viciado e o homem sem diligência é rondado pelo desespero.

A ciência nos mostra, com toda a segurança, o cinetismo da luz, a circulação dos átomos, os movimentos dos mundos estelares e a pulsação incalculável do fluido cósmico, em todos os departamentos da vida...

Coloca tuas mãos, com urgência, nos serviços do bem, e não percas a paciência exigindo frutos.

Deus nos dá tudo para que trabalhemos. Até a própria vontade.

Acionemos, pois, todas as oportunidades inerentes a nós, em favor da vida, pois também fazemos parte dela.

Trabalhar é viver e viver é trabalhar.

Cuidar de alguma coisa que nos eleva, é responder Senhor com a nossa capacidade de ajudá-Lo.

Ocupar-se, sem a pobreza da reclamação, é falar para Deus, é atestado de quem já despertou das trevas para a luz. Reclamar é desconhecer o bem que se recebe.

O preguiçoso é considerado como um morro, mas algum dia o poder do Pai Celestial, através do tempo e de Cristo, fá-lo-á ressurgir para a vida.                                           
                                                           
                                                             (Pelo Espírito Carlos, psicografia de João Nunes Maia)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 22 de Outubro de 2010, 13:23
*** As Linhas de Tuas Mãos***

As linhas de tuas mãos contam a tua história...

O teu passado, não o teu futuro.

Qual as páginas de um livro, elas registram as experiências que vivenciaste...

Nelas, o teu porvir ainda são páginas em branco...

Não acredites no amanhã que não estejas escrevendo com as tuas atitudes de hoje.

Nas linhas de tuas mãos grafas o teu próprio destino...

O que agora nelas escreveres é o que lerás depois.

Quando nada tenhas a dizer, mostra a Deus as tuas mãos...

Por elas, Ele saberá o que queres!

(Irmão José)

Livro: Ao alcance das Mãos  Autor:Carlos A.Bacceli
i

Amigos..Sejam bem-vindos..Que a Paz esteja em seus corações..Sintam-se em familia..Estão convidados a trazerem suas mensagens dentro do tema..Desejamos a todos um ótimo final de semana repleto de mta paz e amor..Recebam nosso afetuoso abraço!!

 
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 24 de Outubro de 2010, 01:28
Apenas um passo

Não importa há quanto tempo você esteja andando para o Norte - com apenas um passo você é capaz de andar para o Sul.

O que é preciso para dar uma volta de 180º na sua vida?

Apenas um passo.

Você está a apenas um passo de uma dieta mais equilibrada, a um passo de melhorar suas finanças pessoais, a um passo de ser um profissional muito melhor, a um passo de ter um relacionamento mais gratificante.

Daqui a um minuto, seus piores problemas podem estar todos atrás de você, ao invés de estarem na sua frente.

Com apenas um passo, o melhor dia da sua vida pode ainda estar por vir, e não estar perdido em algum lugar do passado distante. Num instante, todas as energias negativas na sua vida podem ser redirecionadas para alguma coisa positiva.

Apenas um passo é necessário para romper essa inércia, e dar à sua vida o rumo que você realmente gostaria que ela tivesse.
Autor desconhecido
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 25 de Outubro de 2010, 11:48
Cultive a retidão de caráter


Quando você respeita a sensibilidade dos outros
e tem consideração por eles, tanto em pensamentos
quanto em ações, faz as luzes do Céu
brilharem no seu coração.
Não deixe que elas se apaguem, nem se, por vezes,
as tristezas, as revoltas e o mal quiserem, a
todo custo, tomar-lhe o pulso e a direção.
Ante os contratempos, reflita seriamente e empregue
as suas forças de reação e amor, ainda que sob
a forma de seriedade e silêncio.
Converse com Deus.
É por meio de sua consciência que
você fala sinceramente com Deus

Amigos sejam bem-vindos..Que a Paz esteja em seus corações..Sintam-se em familia..Recebam nosso afetuoso abraço..Desejamos uma ótima semana repleta de felicidades..São os sinceros votos de:

(**Lima-Gil..Cris Santana..Chasil..Dothy..Fernandes Adalberto..mourarego..Mecame..Mostrinho..Katiatog....Sonia Andrade..Tamara F..**)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 26 de Outubro de 2010, 13:50
Desejo é realização antecipada.
Querendo, mentalizamos;
Mentalizando, agimos;
Agindo, atraímos;
Atraindo, realizamos.
Como você pensa, você crê, e como crê será.
Cada um tem hoje o que desejou ontem e terá amanhã o que desejar hoje.
No campo do desejo, no qual cada lavrador é livre para a sementeira e
Responsável na colheita.
A vida é sempre resultado da nossa própria escolha.
O pensamento é vivo e depois de agir sobre o objetivo a que se endereça,
Reage sobre a criartura que o emitiu,
Tanto em relação ao bem quanto ao mal.

André Luiz
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 26 de Outubro de 2010, 22:43
DINHEIRO E CARÊNCIA


...filhos, quanto puderes, semeia a felicidade para os vossos irmãos, sirvamos.

...tempo é também depósito de Deus em nossas mãos.
Aqui, na Vida Espiritual, não se vos perguntará quanto aos títulos que usastes, nessa ou naquela esfera de atividade humana e sim sereis inquiridos quanto às dores que atenuastes, às lágrimas que suprimistes!

...amemo-nos! Tudo é bênção quando convertemos as lutas e os valores do mundo em bênçãos para a vida.
Abençoemos a nossa oportunidade de trabalhar.

...em todas as circunstâncias, preservemos a tranquilidade para servir, em todas as provações, imunizemo-nos contra a discórdia e reunamos nossas energias para realizar a tarefa a que fomos chamados.
E sejam quais forem os problemas, estendamos nossas mãos uns aos outros fraternalmente, para que o tempo, patrimônio do Senhor, não se perca em nossos passos.

...agradeçamos à Divina Providência o dom de compreender a verdade e o ensejo de trabalhar na concretização do melhor ao nosso alcance.

...todos os elementos do mundo são ingredientes necessários à luz de nosso próprio burilamento.

...dinheiro é instrumento do Senhor para todos os que se decidem a servi-lo na pessoa dos semelhantes e carência de recursos materiais é outra vantagem do Senhor para todos os que lhe sabem acatar os desígnos, transformando-a em trabalho renovador.

...dor é bênção e alegria é bênção.
Dificuldade é via de acesso à vitória nos ideais que nos propomos alcançar e facilidade é caminho para sustentarmos o triunfo a que aspiramos, no desempenho dos propósitos de Jesus.

...tudo na Terra e na vida é apelo a que trabalhemos mais, servindo mais. À face disso, que a compreensão real do Evangelho nos felicite, inspirando-nos a materializar, com mais segurança, as esperanças do Cristo a nosso respeito.

...não nos deixemos envolver por dúvidas e sombras, incertezas e dissensões.
O grande remédio para todas as aflições será sempre trabalhar mais e servir mais, entregando ao Senhor a parte dos problemas que não nos seja possível resolver.

...unamo-nos portanto, filhos queridos, e acalentando a alegria em nossos corações, sigamos ao encontro do futuro, na certeza de que Jesus nos sustentará.


Do Livro “BEZERRA, CHICO E VOCÊ”: Psicografia: FRANCISCO C.XAVIER. Autor: Bezerra de Menezes
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: belina em 27 de Outubro de 2010, 03:04
Motivação Muito Linduhhh!!!! (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PWJPU1Y4cG16VUpZIw==)


Video motivacional (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PUxiWWdGaV9sYmljIw==)


Ajude Sempre - Chico Xavier (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PW51VjhiQnJBTTk4Iw==)

Paz e Luz
Belina
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 27 de Outubro de 2010, 13:52
Enquanto...

Busque agir para o bem, enquanto você dispõe de tempo. É perigoso guardar uma cabeça cheia de sonhos, com as mãos desocupadas.
Acenda sua lâmpada, enquanto há claridade em torno de seus passos. Viajor algum fugirá às surpresas da noite.
Ajude o próximo, enquanto as possibilidades permanecem de seu lado. Chegará o momento em que você não prescindirá do auxílio dele
Utilize o corpo físico para recolher as bênçãos da vida Mais Alta, enquanto suas peças se ajustam harmoniosamente. O vaso que reteve essências sublimes ainda espalha perfume, depois de abandonado
Dê suas lições sensatamente, na escola da vida, enquanto o livro das provas repousa em suas mãos. Aprender é uma bênção e há milhares de irmãos, não longe de você, aguardando uma bolsa de estudos na reencarnação
Acerte suas contas com o vizinho, enquanto a hora é favorável. Amanhã, todos os quadros podem surgir transformad
Ninguém deve ser o profeta da morte e nem imitar a coruja agourenta. Mas, enquanto você guardar oportunidade de amealhar recursos superiores para a vida espiritual, aumente os seus valores próprios e organize tesouros da alma, convicto de que sua viagem para outro gênero de existência é inevitável.

* * Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Agenda Cristã.
Ditado pelo Espírito André Luiz.
Edição de Bolso. Rio de Janeiro, RJ: FEB, 19
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 28 de Outubro de 2010, 14:32
BRECHA DE LUZ

O desvario de teu próximo em forma de provação, é chamado celestial a interrogar teu sentimento.

Observa como reages perante o mesmo, para que possas auxilia-lo através da prece que esclarece e orienta, a todos aqueles que desejam encontrar-se com o Pai.

Coloca-te no lugar do companheiro marcado pelo destino que ele mesmo traçou, e sentirás de imediato que, a privação de tudo quanto te felicita, talvez seria motivo incontestável de queda em ti, em maiores proporções.

Auxilia enquanto possas, mesmo que tudo em volta se apresente em forma de negação.
A tarefa que ontem deixamos inacabada, nos reclama o concurso adequado.

Não esperes que outros possam libertar-te dela.
Aceita o concurso dos que te acompanham na calada, para que, a gratidão destes, seja para ti, a oportunidade constante de servir ao Senhor.

Amemo-nos em nome do Eterno Bem, para que, a treva e a maledicência, sejam banidas do Planeta Terra para sempre!

Donde a cegueira apareça, movimentemos os recursos necessários para que não alcance o ponto máximo da escuridão.

Pequena brecha de luz, poderá evitar-nos a queda, e traçar caminhos novos para irmos ao encontro da verdade.

(Bezerra de Menezes)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 29 de Outubro de 2010, 11:37
Recomece Sempre

Observe a natureza.
Tudo nela é recomeço.
No lugar da poda surgem os brotos novos.
Com a água, a planta viceja novamente (renasce).
Nada pára.
A própria terra se veste diferentemente todas as manhãs.
Isso acontece também conosco.
A ferida cicatriza.
A dores desaparecem.
A doença é vencida pela saúde.
A calma vem após o nervosismo.
O descanso restitui as forças.
Recomece.
Anime-se.
Se preciso, faça tudo novamente.
Assim, é a VIDA!
(Autor desconhecido)

Amigos..Sejam bem-vindos..Que a paz esteja em seus corações..Sintam-se abraçados..Em família..Sua presença é fundamentla pro enriquecimento deste espaço que é de vocês..Estão convidados a trazerem suas mensagens dentro o tema..Desejamos a todos um ótimo final de semana cheio de Amor e Luz!!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 29 de Outubro de 2010, 14:17
7. PARTIR O PÃO

No ato de partir o pão é que revelas quem realmente és.

As tuas mãos em movimento são o teu retrato.

As mãos do egoísta não abem dividir...

As do avaro estão sempre retraídas...

As do agressor cerram-se no punho...

Em contrapartida, as do homem benevolente estendem-se incondiejonalmente...

Espalmam-se, dadivosas...

Não receiam os cravos da ingratidão...

Jamais se exaurem no esforço do auxílio.

Se queres saber quem és, observa como partes o teu pão.

                                          Irmão José
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 30 de Outubro de 2010, 19:51
Querendo, mentalizamos; mentalizando, agimos; agindo, atraímos; e atraindo, realizamos.
Como você pensa, você crê, e como você crê, será.
Cada um tem hoje o que desejou ontem e terá amanhã o que deseja hoje.
Campo de desejo, no terreno do espírito, é semelhante ao campo de cultura na gleba do mundo,
na qual cada lavrador é livre na sementeira e responsável na colheita.
Todo desejo, na essência, é uma entidade tomando a forma correspondente.
A vida é sempre o resultado de nossa própria escolha.
O pensamento é vivo e depois de agir sobre o objetivo a que se endereça,
reage sobre a criatura que o emitiu, tanto em relação ao bem quanto ao mal.
A sentença de Jesus: "procura e achará" equivale a dizer: "encontrarás o que desejas".

[André Luiz]
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 01 de Novembro de 2010, 04:25
                                                               AMPLITUDE

                   “O ódio excita contendas, mas o amor cobre todas as transgressões”.
                                                          (Provérbios, 10:12)

O alcance do amor é, por excelência, imensurável. SAlomão nos diz que ele cobre todas as transgressões e Cristo acrescenta: “o amor cobre a multidão de pecados”. Se alguém te agredir, basta sentires amor pelo agressor e esse mudará de idéia. Se a calúnia te ferir, ama o caluniador e ele se arrependerá. Se a tua própria consciência te oprimir por atos impensados, faze com que o teu amor seja o clima mental e ela cederá, restituindo-te a paz.

Não cedas lugar ao ódio em teu coração se queres livrar-te da morte; muitas vezes o clima contraditório é para xperimentar as tuas forças.

Não estragues teu sossego espiritual, por simples calúnia.

Em certos casos, o caluniador é instrumento para que resistas ao mal. Não procures revidar insultos, é provável que o insultador queira de ti algo de bom.

Deixa avultar, em teu íntimo, os processos superiores da multiplicação dos talentos divinos. A amplitude dos dons é tônica grandiosa que a vida está te dando, para que possas doar aos outros.

Sê paciente com o invejoso. Ele, de certo modo, te faz distanciar da usura. O espelho sempre te mostra a realidade.

Tu, que estás lendo, és um mundo por vezes esquecido por ti próprio. Tudo que buscas fora carregas por dentro; tudo que sentes ao teu redor, existe em ti e tudo que fizeres no exterior podes fazer no íntimo.

A tua mente não tem limites de realizações, desde quando alicerça os pequenos gestos na temperatura do amor.

Envolve as tuas mãos em carinho e imponha-as nos enfermos.

Envolve teus lábios no sorriso e promete esperança aos inquietos.

Enriquece teus olhos de mansidão e favorece a ampliação da fé nos doentes.

Não duvides de Deus, nem de ti, e a iuz brilhará em teu caminho.

Distancia-te das contendas, pelos meios que a intuição te inspirar. E não te impressiones com os rixentos; eles são iguais, pelo que fazem. Não culpes a ninguém pelo teu desacerto, faze de novo, com humildade, o que não conseguiste realizar. A persistência é a melhor arma de defesa e de progresso.

Se quisermos viver eternamente conscientes e felizes, basta-nos freqüentar a escola do amor.


                                 (Pelo Espírito Carlos, psicografia de João nunes Maia)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 01 de Novembro de 2010, 14:59
Boa tarde, queridos amigos!


Depende das mãos


Uma bola de basquete nas minhas mãos vale uns R$ 35,00

Uma bola de basquete nas maõs do Oscar vale R$ 7.000,00

Depende das mãos que a seguram.

Uma bola de volei nas minhas mãos vale uns R$ 25,00

Uma bola de volei nas mãos do Tande vale uns R$ 5.000,00

Depende das mãos que a seguram.

Uma raquete de tenis em minhas mãos nao tem uso algum

Uma raquete de tenis nas mãos do Guga o tornou o numero 1 do Mundo

Depende das mãos que a seguram.

Uma vara em minhas mãos vai manter os animais afastados de mim

Uma vara nas mãos de Moisés abriu o Mar Vermelho

Depende das mãos que a seguram.

Um estilligue nas minhas mãos e apenas um brinquedo

Um estilingue na mãos de Davi se tornou uma arma poderosa

Depende das mãos que o seguram

Dois peixes e cinco pães nas minhas mãos se tornam alguns sanduiches

Dois peixes e cinco pães nas mãos de Cristo alimentaram multidões

Depende das mãos que os seguram.

Pregos nas minhas mãos podem significar a construção de uma casa

Pregos nas mãos de Cristo significaram a SALVAÇÂO DO MUNDO

Depende das mãos ..........

Como voce pode concluir agora, tudo depende das mãos...

Então coloque suas preocupações, seus sonhos, seus anseios, seus temores, seus interesses, SUA FAMILIA, SUA VIDA Nas mãos de DEUS!

Pois TUDO depende das mãos que os tem.



(Autor desconhecido)

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 03 de Novembro de 2010, 13:20
 Antes, Porém

Você pede melhoras de saúde.
Antes, porém, socorra o enfermo em condições mais graves.

Você pede, em favor do seu filho.
Antes, porém, proteja a criança alheia em necessidade maior.

Você pede providência determinada.
Antes, porém, alivia a preocupação de outra pessoa, em prova mais contundente que a sua.

Você pede concurso fraterno contra a obsessão que o persegue.
Antes, porém, estenda as mãos ao obsidiado que sofre sem os recursos de que você já dispõe.

Você pede perdão pela falta cometida.
Antes, porém, desculpe incondicionalmente aqueles que lhe feriram o coração.

Você pede apoio à existência.
Antes, porem, seja consolo e refúgio para o irmão que chora em seu caminho.

Você pede felicidade.
Antes, porém, semeie nalgum gesto simples de amor a alegria do próximo.

Você pede solução a esse ou àquele problema.
Antes, porém, busque suprimir essa ou aquela pequenina dificuldade dos semelhantes.

Você pede cooperação.
Antes, porém, colabore a benefício dos que suam e gemem na retaguarda.

Você pede a assistência dos bons espíritos.
Antes, porém, seja você mesmo um espírito bom, ajudando aos outros.

Toda solicitação assemelha-se, de algum modo, à ordem de pagamento, que, para ser atendida, reclama crédito.
A casa não se equilibra sem alicerce.
Uma fonte ampara outra.
Se quisermos auxílio, aprendamos a auxiliar.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 03 de Novembro de 2010, 13:23
Amigos..Sejam bem-vindos..Que a paz esteja presente em seus corações..Sintam-se acolhidos..Em família..Sua presença é fundamental pra enriquecer e alegrar este espaço que é de vocês..Estão convidados a trazerm suas mensagens dentro do tema..Recebam nosso afetuoso abraço!!!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: belina em 03 de Novembro de 2010, 16:52
Ólá amigos


SINTA-SE BEM (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PXhnX29PRVlSWVdZIw==)


Eu vou seguir (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PXRna005MjhCTWtvIw==)



paz e luz
belina
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 04 de Novembro de 2010, 21:10
MANTENHA elevado seu oti mismo na vida!
Quem possui o coração cheio de amor, nada teme! Arrasta todos os
vendavais da vida, com um sorriso nos lábios.
Procure amar a todos e a tudo, mesmo áqueles que o fazem sofrer, e
você se estará tornando perfeito, como o Pai Celestial, que dá a todos,
sem distinção bons e maus, justo e injustos as mesmas oportunidades de
salvação.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 05 de Novembro de 2010, 20:37
Caridade do Pensamento

Sabemos todos que o pensamento é onda de vida criadora, emitindo forças e atraindo-as, segundo a natureza que lhe é própria.
Fácil entender, à vista disso, que nos movemos todos num oceano de energia mental.
Cada um de nós é um centro de princípios atuantes ou de irradiações que liberamos, consciente ou inconscientemente.
Sem dúvida, a palavra é o veículo natural que nos exprime as idéias e as intenções que nos caracterizem, mas o pensamento, em si, conquanto a força mental seja neutra qual ocorre à eletricidade, é o instrumento genuíno das vibrações benéficas ou negativas que lançamos de nós, sem a apreciação imediata dos outros.
Meditemos nisso, afastemos do campo íntimo qualquer expressão de ressentimento, mágoa, queixa ou ciúme, modalidades do ódio, sempre suscetível de carrear a destruição.
Se tens fé em Deus, já sabes que o amor é a presença da luz que dissolve as trevas.
Cultivemos a caridade do pensamento.
Dá o que possas, em auxílio aos outros, no entanto, envolve de simpatia e compreensão tudo aquilo que dês.
No exercício da compaixão, que é a beneficência da alma, revisa o que sentes, o que desejas, o que acreditas e o que falas, efetuando a triagem dos propósitos mais ocultos que te inspirem, a fim de que se traduzam em bondade e entendimento, porque mais dia menos dia, as nossas manifestações mais íntimas se evidenciam ou se revelam, inelutavelmente, de vez que tudo aquilo que colocarmos, no oceano da vida, para nós voltará.


Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Paciência.
Ditado pelo Espírito Emmanuel.
.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 05 de Novembro de 2010, 22:04
   As mãos podem


Oferecer apoio no momento certo,
estender-se para consolar,
segurar firmepara amparar


Mas o que mais podem as mãos?


As mãos saúdam, as mãos sinalizam, as mãos envolvem, dão carinho, as mãos estabelecem limites, escrevem e abençoam.


As mãos desenham no ar o "adeus", o "até logo"
As mãos agasalham e curam feridas.


Para o mudo a mão é o verbo.
Parao idoso é segurança.
Para o irascível a mão erguida é ameaça.
Para o pedinte a mão estendida é súplica.
Para quem ama, a mão silenciosa, que acolhe a do ser amado, é felicidade.
Para quem chora, a mão alheia é conforto.


Há mãos que agarram, perturbadas.
Há mãos que tocam, suaves.
Há mãos que ferem
Há mãos que acariciam.
Há mãos que amaldiçoam.
Há mãos que abençoam.


Há mãos que destroem
e há mãos que edificam, trabalham, realizam.
Há pessoas que transmitem energias através da imposição de mãos, entregando-se à essa tarefa tão bela de amor.


Nossas mãos
podem exteriorizar o amor,
construindo templos, hospitais e escolas;
fabricando vacinas e equipamentos médicos
alimentando famintos, medicando enfermos ...


Podem concretizar a paz social assinando tratados de armistício, escrevendo livros, guiando carros, pilotando aviões, varrendo ruas, tocando instrumeentos musicais, pintando telas, esculpindo, construindo móveis, prestando serviços ...
Podem manifestar fraternidade, ao lembrar-nos da essencialidade do humano, da sensibilidade, da empatia, estendendo-as à um irmão que, num dia difícil, põe-se a chorar.


Suas mãos são abençoadas ferramentas para construção de um mundo melhor.
Use-as sempre para edificar, elevar, dignificar, apoiar, acenar com a esperança de melhores dias.


autor desconhecido
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: belina em 06 de Novembro de 2010, 14:52
JARDIM DE AFETOS

Com tuas mãos, podes cultivar o teu jardim de afetos.
Sê generoso em tua casa...
Cuida de tuas flores, não permitindo que a erva daninha se alastre em teu canteiro de amor.
Afasta para longe o ciúme e o desrespeito.
Não anules flor alguma em seu perfume...
Deixa florirem à tua volta aqueles que são teus.
Incentiva-os.
Ama-os.
Que as tuas mãos não lhes despetalem os sonhos...
As mãos do jardineiro devem ser tão delicadas quanto as flores que acariciam.


(Irmão José & Carlos A. Bacelli)

az e luz
belina
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: belina em 06 de Novembro de 2010, 15:22
Isto está ao alcance de nossas mãos


A PAZ - MENSAGEM PARA SEU CORAÇÃO (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PVpkWkRoU0ZZNzRvIw==)


Depende de nós (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PVBKQjZ1NXJkV1JnIw==)


paz e luz
belina
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 09 de Novembro de 2010, 00:57
Continuar Firme

Surgem determinadas situações das quais, por mais te debatas, não conseguirás desvencilhar-te de pronto.
Todavia, se te conservares sereno, poderás evitar que elas se compliquem atirando-te a prejuízos mais graves.
Refletindo assim, concluirás que, diante de qualquer luta que te surpreenda no cotidiano, a tua reação inicial é fator decisivo no desenrolar dos acontecimentos.
É possível que não sejas diretamente responsável pelo aparecimento desse ou daquele problema, que a invigilância de alguém haja criado, mas
exclusivamente de tua capacidade de perdoar e de esquecer, de aceitar e de continuar firme na fé em Deus, dependerá a solução desejada, facultando-te retornar a paz e a alegria.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 09 de Novembro de 2010, 01:00
Amigos..Sejam bem-vindos..Que a paz celeste esteja presente em seus corações..Sintam-se em familia..Sua presença é muiti importante para todos nós...Recebam nosso afetuoso abraço!!!
Desejamos a todos uma ótima semana repleta de paz e felcidades...São os votos de:

(Lima-Gil)

(**Lima-Gil..Belina...Cris Santana..Chasil..Dothy..Fernandes Adalberto..mourarego..Mecame..Mostrinho..Katiatog....Sonia Andrade..Tamara F..**)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 10 de Novembro de 2010, 11:57
 Você pode!!…

Podes fazer mais em favor da humanidade se te dispuseres a isto.Distende a mão a alguém caído;
dize uma palavra cortês a outrem;
sorri para uma pessoa solitária, acenando-lhe fraternidade;
presenteia um amigo com uma flor;
faze sorrir um triste;
enlaça em ternura um desafortunado…
Há moedas de amor que valem mais do que os tesouros bancários,
quando enderaçadas no momento próprio e com bondade.
Ninguém dispensa um amigo, nem
desdenha um gesto socorrista.
Disputa a honra de ser construtor do mundo
melhor e de uma sociedade mais ditosa...


Amigos..Sejam bem-vindos..Que a paz celeste esteja presente em seus corações....Sintam-se em familia...Sua presença é fundamental para enriquecer e florir este espaço que é de vocês...Estão convidados a trazerem suas mensagens dentro do tema...Abraços de afeto!!!!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 12 de Novembro de 2010, 19:47
CONSTRUIR

Para construir a floresta a natureza gasta séculos de serviço.
Para destruí-la, basta a chispa do fogo.

Para construir a casa, grande turma de obreiros despende longos dias.
Para destruí-la, basta um só homem de picareta, no espaço de algumas horas.

Para construir um jarro de legítima porcelana, o ceramista utiliza tempo enorme de vigília e preparação.
Para destruí-lo, basta um martelo.

Para construir o avião, primorosa equipe de técnicos associa prodígios de inteligência, na ação de conjunto.
Para destruí-lo, basta um erro de cálculo.

Para construir o depósito de combustíveis, o homem é constrangido a providências numerosas, alusivas à edificação e à preservação.
Para destruí-lo, basta um fósforo aceso.

Para construir a cidade, o povo emprega anos e anos de sacrifício.
Para destruí-la, basta hoje uma bomba.

Irmãos, sempre que chamados à crítica, respeitemos o esforço nobre dos semelhantes.
Para construir, são necessários amor e trabalho, estudo e competência, compreensão e serenidade, disciplina e devotamento.

Para destruir, porém, basta o golpe.

pelo Espírito André Luiz – Do livro: Ideal Espírita, Médium: Francisco Cândido Xavier – cap. 61, edição CEC.

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 15 de Novembro de 2010, 04:37
Bom dia, queridos amigos!



  BURIL  DE  LUZ


 
Em teus dias de dor,

Recorda, alma querida,

Que a dor é para a vida

Aquilo que o buril severo e contundente,

Entre as mãos do escultor,

É para o mármore sem forma...

 

Golpe aqui, golpe ali, outro mais e mais outro,

Um corte de outro corte se aproxima,

E o bloco se transforma

Em celeste beleza de obra-prima.

 

Que seria da pedra abandonada, ao chão,

Triste, bruta, singela,

Se a vida não traçasse para ela

Planos de construção?

 

Que destino o da argila esquecida e vulgar,

Sem a temperatura desumana,

Que deve suportar

Para ser porcelana?

 

Enxergaste, algum dia,

Fora das leis da natureza,

O trigo que não fosse triturado

Para ser pão à mesa?

 

Se alguém te fere e humilha, ama, entende, perdoa

E agradece ao trabalho, a angústia e a prova,

Em que a vida imortal se nos renova,

No anseio de ascensão que nos guia e abençoa...

Alma querida, escuta!...

Para seguir à frente,

Em plena elevação

Sempre mais alta e linda,

Quem não chora, não serve e nem padece ou luta,

Parece tão-somente

Um ser espiritual em formação

Que não nasceu ainda...

 

  Livro Mãos Marcadas - Psicografia de Francisco Cândido Xavier. Autora: Maria Dolores.
 
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 15 de Novembro de 2010, 12:00
Faça a CARIDADE

Glorificada seja onde fores.
Mãos que te fazes sol, apoio e ninho
Para todos os tristes do caminho.
Mão que recorda um lírio aberto às dores...
Mão generosa, mão em que adivinho
A mensagem de Cristo em resplendores.
Mão que convertes lágrimas em flores.
Deus te abençoe os gestos de carinho.
Nunca enxerguei a forma de teu culto.
Fito-te a luz que passa e enquanto exulto.
Vejo que o mundo se aprimora ao vê-la!
Caridade! És o dom que nos irmana.
Amor de Deus na inteligência humana.
Uma estrela engastada noutra estrela! ...

(AUTA DE SOUZA)



Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 15 de Novembro de 2010, 12:05
Bom dia queridos Amigos. e irmãos....

Sejam bem-vindos... Que a Paz esteja em seus corações..Sintam-se em familia.....

Estão convidados a trazerem suas mensagens dentro do tema....

Desejamos uma ótima semana repleta de felicidades..São os sinceros votos de:

(**Lima-Gil**)

(Belina...Cris Santana..Chasil..Dothy..Fernandes Adalberto..mourarego..Mecame..Mostrinho..Katiatog....Sonia Andrade..Tamara F.)


Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 17 de Novembro de 2010, 04:23

Bom dia, irmãos queridos!


8. ORAÇÃO

A oração em tuas mãos pode mais que a oração em teus lábios.

Através delas, o suor que derramas vale mais que as tuas lágrimas.

São as tuas mãos que fornecem notícias de tua fé em Deus.

O trabalho é a mais eloqüente das orações.

O bálsamo sobre a ferida que sangra...

O afago à criança desvalida...

A oferta do pão a quem tem fome...

Do agasalho a quem tem frio...

São as tuas mãos que plasmam o Mundo Melhor.

Deixa, pois, que as Abençoadas Mãos do Senhor ajam sobre elas.

                                         Irmão José
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 17 de Novembro de 2010, 20:38
 Você pode…

Podes fazer mais em favor da humanidade se te dispuseres a isto.

Distende a mão a alguém caído;
dize uma palavra cortês a outrem;
sorri para uma pessoa solitária, acenando-lhe fraternidade;
presenteia um amigo com uma flor;
faze sorrir um triste;
enlaça em ternura um desafortunado…

Há moedas de amor que valem mais do que os tesouros bancários,
quando enderaçadas no momento próprio e com bondade.

Ninguém dispensa um amigo, nem
desdenha um gesto socorrista.

Disputa a honra de ser construtor do mundo
melhor e de uma sociedade mais ditosa.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 18 de Novembro de 2010, 03:38
Bom dia, queridos amigos!



Ofereço à todos a mensagem Mãos, de Auta de Souza, psicografada por Chico Xavier



Mãos- Chico Xavier, Auta de Souza (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PWo3N3BIaEstNWNBIw==)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 19 de Novembro de 2010, 11:24
Bom dia amigos e irmãos...Sejam bem-vindos...Muita paz a todos..

RETRIBUIR COM O BEM...
Retribuir com o Bem, todo o mal que nos é feito. Quando Jesus disse que se devia dar a face direita, também, a quem nos batesse na esquerda, não ensinava a covardia, ensinava, sim, a se ser superior ao mau, a vencer, com armas bem mais fortes — as armas do entendimento — o desafeto. Mandou, o Cristo, que se amasse até os inimigos, os que nos odeiam, a orar pelos que nos ferem e caluniam, pelos perseguidores. Porque a vitória maior para o Espírito é o amor. Tornar o mau num bom, um inimigo num amigo, num irmão. Se amamos os que nos amam somente, que mérito há nisso? Jesus quer que sejamos cheios de misericórdia, que levemos, com a nossa mansidão, os perversos ao arrependimento, à recuperação. Porque são ignorantes e não sabem o que fazem. Porque são cegos. Se a nossa justiça não for mais abundante do que a dos profanos, como entrar no Reino dos Céus? Fazer sempre o bem, apesar dos maus, apesar de parecer, em certos casos, pura perda.

(De “O perfume do Evangelho”, de Clóvis Ramos)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 19 de Novembro de 2010, 21:43
Boa noite, queridos amigos!



LUGAR DO SOCORRO



Estará você sofrendo desencantos...
Varando enormes dificuldades...
Suportando empeços com os quais você não contava...
O trabalho em suas mãos, muitas vezes se lhe afigura um fardo difícil de carregar...
Falham recursos previstos...
Contratempos se seguem uns aos outros...
Tribulações de entes amados lhe martelam a resistência...
A enfermidade veio ao seu encontro...
Entretanto, prossiga agindo e cooperando, em favor dos outros.
Não interrompa os seus passos, no serviço do bem, porque justamente na execução dos seus próprios encargos é que os
Mensageiros de Deus encontrarão os meios de trazerem a você o socorro preciso.



Espírito: ANDRÉ LUIZ
Médium: Francisco Cândido Xavier. Livro: “Aulas da Vida”
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Marli Pacheco em 20 de Novembro de 2010, 14:00
Nunca é..........





Nunca influenciaremos a todos,
Mas sempre influenciaremos alguns.
Reflitamos no assunto,
Revendo o que transmitimos:
A descrença suscita a descrença.
A dúvida gera a dúvida.
O desânimo sugere o desânimo.
A tristeza espalha a tristeza.
A fé atrai a fé.
A esperança acende a esperança.
A bondade cria a bondade.
O amor estende o amor...


EMMANUEL
(Do livro "Mãos Marcadas" - Francisco C. Xavier
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 20 de Novembro de 2010, 16:15
                         
(http://www.recadodeorkut.com/120/029.gif) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5naWZzZm9mb3MuY29t)

 <b


As conversações sadias levantam o ânimo, quanto as vulgares relaxam o caráter.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 20 de Novembro de 2010, 20:52
Semeadura

Quem planta árvores,
colhe alimento.

Quem semeia flores,
colhe perfume.

Quem semeia o trigo,
colhe o pão.

Quem planta amor,
colhe amizade.

Quem semeia alegria,
Colhe felicidade.

Quem planta a vida,
colhe milagres.

Quem semeia a verdade,
colhe confiança.

Quem planta fé,
colhe a certeza.

Quem semeia carinho,
colhe gratidão.
o entanto, há quem prefira
Semear tristeza e colher desconsolo,
plantar discórdia e colher solidão,
semear vento e colher tempestade,
plantar ira e colher desafeto,
semear descaso e colher um adeus,
plantar injustiça e colher abandono.

Somos semeadores conscientes.
Espalhamos diariamente
Milhões de sementes
Ao nosso redor.

Que possamos escolher
Sempre as melhores,
para que, ao recebermos
A dádiva da colheita farta,
tenhamos apenas motivos
Para agradecer!


Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Marli Pacheco em 21 de Novembro de 2010, 21:41
Havia um mendigo sentado embaixo de uma árvore
que segurava um prato de arroz na mão,
quando parou ao seu lado um Rei.
O Rei pediu um pouco do seu arroz.
Ele, pegou um único grão e deu ao Rei.
O Rei, então, fechou o grão dentro da mão do mendigo
tocou seu cavalo e foi embora.
Quando o mendigo abriu a mão,
o grão de arroz havia se transformado
em uma brilhante pepita de ouro.
Neste momento, o mendigo olhou para o prato de arroz e
saiu correndo atrás do Rei, dizendo: -Tome mais do meu arroz!
Então o rei disse: - Não, você já recebeu tudo aquilo
que colocou na vida, de bom grado e de bom coração.
O que se recebe da vida é exatamente aquilo que nela se coloca.
O que você tem colocado na vida ultimamente???
Lembre-se da colheita!!!

QUE A PAZ SEJA COM TODOS!!!!!!!!!!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 23 de Novembro de 2010, 07:43
Bom dia, queridos amigos!



Prece das mãos


Pai
Toma minhas mãos, que são parte da obra que Tu assinaste: eu mesmo.
Olha as linhas que são os traços do meu destino
e reforma-as na medida do meu merecimento.
Olha minhas digitais que indicam não haver ninguém igual a mim ,
o que prova a Tua originalidade ...
... examina-as e julga os crimes que porventura eu tenha cometido.

Pai
Vê nas minhas mãos o histórico das minhas doações
e até que ponto elas foram válidas.
Vê também o histórico de tudo o que recebi
e julga se sou suficientemente grato.
.
Pai
Nas minhas mãos estão as marcas dos serviços prestados ...
vê se trabalhei e tenho trabalhado da forma que Tu aprovas.
Vê quantos foram os toques de afeto
e de agressão e apresenta-me o saldo.
Julga as palavras escritas em meu diário
de alegrias e de aflições.

Pai
Vê os apertos de mãos que já dei,
os acenos de adeus e os sinais de 'sim' e de 'não'.
Estão sob Teu juízo minha honestidade e minhas dores.

Pai
Toma minhas mãos ...
Sente como se através delas o meu coração falasse.
Diz se posso olhar-Te nos olhos
ou com elas esconder a minha face.

Amém



Do Livro 'Preces Sem Pressa'
de Silvia Schmidt

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 23 de Novembro de 2010, 12:08
 Ninguém alcançará o pleno conhecimento da vida sem a experiência valiosa nos estágios curriculares do educandário terrestre.

 Limitados e dementes, macerados e reclusos em corpos disformes, que não lhes correspondem aos comandos do espírito, são alunos desertores que se encontram de retorno, expiando, ergastulados na dor, as lições de amor que desprezaram.

 Inquietos e instáveis, insatisfeitos e padecentes, necessitados e solitários são discípulos em curso de recuperação provacional, com imediatas possibilidades de promoção, caso não resvalem, voluntariamente, pelo desespero e pela rebeldia sistemática para os cursos inferiores, já superados, mas de que ainda necessitam…

 Beleza física, projeção social, poder, cultura, prazeres são provas de difícil vitória na aprendizagem terrestre.

  Solidão e sofrimento, pobreza e problemas constantes, enfermidade e abandono constituem exames rigorosos de excelentes pesos na contagem das unidades para a avaliação final de cada curso.

A vida é eterna e as experiências são constantes, facultando aquisições que somam valores para a libertação do ser, assim arrebentando algemas do primitivismo com os recursos do amor puro e da sabedoria, mediante os quais poderemos manter-nos e progredir na escola bendita da ascensão de todos nós, que é a Terra.



Irmãos... Sejam bem-vindos... Muita paz a todos.

Desejamos uma ótima semana repleta de felicidades e amor...

São os sinceros votos de:
 

 (Lima-Gil)

(Belina...Cris Santana..Chasil..Dothy..Fernandes Adalberto..mourarego..Mecame..Mostrinho..Katiatog....Sonia Andrade..Tamara F.)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: belina em 24 de Novembro de 2010, 17:34
Olá a todos



Quelqu'un M'a Dit (tradução) - Carla Bruni (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PURBWkU0cTByXzYwIw==)

Recados da Vida (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PWpHZ0R1S3M4OHJ3Iw==)


Quando me amei de verdade (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PU9XSW5ST0NuR0U0Iw==)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 24 de Novembro de 2010, 19:47
 Belina, suas msgs. estão lindas. Apesar da distância, te sentimos perto pelo entrelaçamento de carinho  que existe nas amizades que surgem aqui e vão se perpetuando na eternidade.
Um dia, quem sabe, nos encontraremos.
Um grande abraço.

Sonia
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: belina em 24 de Novembro de 2010, 22:48
Sónia
Obrigada pelo carinho
Adoro este espaço e todos os amigos que aqui tenho.
paz e luz
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 24 de Novembro de 2010, 23:11
A vida espera por você

A vida, para mostrar suas maravilhas, encantos e atrativos,
espera o seu concurso, a sua ação.

É você que dá a partida. De uma ação sua, a vida passa a se
movimentar, a produzir efeitos.

Se você age bem, a vida apronta-lhe resultados favoráveis.
Observe-os. Desde o instante em que você põe um bom
projeto no pensamento, a vida se põe a ajudar você para que ele se concretize.

Aja com fé, com vontade e sentirá alegria de viver.

A vida ama você.

A vida quer fazer você a cada dia mais feliz.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 26 de Novembro de 2010, 03:44
Bom dia, queridos amigos!


  ERGUER  E  AJUDAR
 
 

“ E ele,dando-lhe a mão, a levantou...”
 – ATOS, 9:41.

 

Muito significativa a lição dos Atos, quando Pedro restaura a irmã Dorcas para a vida.

Não se contenta o apóstolo em pronunciar palavras lindas aos seus ouvidos, renovando-lhe as forças gerais.

Dá-lhe as mãos para que se levante.

O ensinamento é dos mais simbólicos.

Observamos muitos companheiros a se reerguerem para o conhecimento, para a alegria e para a virtude, banhados pela divina claridade do Mestre, e que podem levantar milhares de criaturas para a Esfera Superior.

Para isso, porém, não bastará a predicação pura e simples.

O sermão é, realmente, um apelo sublime, do qual não prescindiu o próprio Cristo, mas não podemos esquecer que o Celeste Amigo, se doutrinou no monte, igualmente no monte multiplicou os pães para o povo esfaimado, restabelecendo-lhe o ânimo.

Nós, os que nos achávamos mortos na ignorância, e que hoje, por acréscimo da Misericórdia Infinita, já podemos desfrutar algumas bênçãos de luz, precisamos estender o serviço de socorro aos demais.

Não nos desincumbimos, porém, da tarefa salvacionista, simplesmente pronunciando alguns discursos admiráveis.

É  IMPRESCINDÍVEL  USAR  NOSSAS  MÃOS  NAS  OBRAS  DO  BEM.

Esforço dos braços significa atividade pessoal.

Sem o empenho de nossas energias, na construção do Reino Espiritual com o Cristo, na Terra, debalde alinharemos observações excelentes em torno das preciosidades da Boa Nova ou das necessidades da redenção humana.

Encontrando o nosso irmão, caído na estrada, façamos o possível por despertá-lo com os recursos do verbo transformador, mas não olvidemos que, para trazê-lo de novo à vida construtiva, será indispensável, segundo a inesquecível lição de Pedro, estender-lhe fraternalmente as nossas mãos.



Livro Fonte Viva.  Pelo Espírito Emmanuel. Psicografia Francisco C. Xavier


 
 
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 27 de Novembro de 2010, 14:11
                                                                           (http://www.recadodeorkut.com/298/028.gif)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 27 de Novembro de 2010, 18:31
  Você Pode!!

Podes fazer mais em favor da humanidade se te dispuseres a isto.

Distende a mão a alguém caído;
dize uma palavra cortês a outrem;
sorri para uma pessoa solitária, acenando-lhe fraternidade;
presenteia um amigo com uma flor;
faze sorrir um triste;
enlaça em ternura um desafortunado…

Há moedas de amor que valem mais do que os tesouros bancários,
quando enderaçadas no momento próprio e com bondade.

Ninguém dispensa um amigo, nem
desdenha um gesto socorrista.

Disputa a honra de ser construtor do mundo
melhor e de uma sociedade mais ditosa.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 29 de Novembro de 2010, 05:53
Bom dia, queridos amigos!


  RESSURREIÇÃO

 

         Não aguardes o futuro para descerrar os olhos à própria ressurreição.

         O atalho do amor puro consegue reduzir as sinuosidades da senda que nos cabe trilhar para a comunhão com o Senhor.

         É possível o nosso renascimento ainda agora.

         Para isso, porém, não guardes o coração na rígida armadura das palavras, incapacitando-lhe a movimentação no infinito Bem.

         O Evangelho não é um prontuário de formulas inexeqüíveis.

         Não se reduz a museu de símbolos mortos, nem se resume a ensinamentos que os séculos hajam sentenciado ao abandono.

         Lembra-te de que Jesus não é um Mestre distante. É o Amigo Divino e Eterno, em nossas atividades de cada dia, convocando-nos à assimilação da Vida Superior.

         Ouçamos-lhe a voz, no âmago da consciência.

         Fujamos à intoxicação mental da cultura mal conduzida.

         Apaguemos o fogo da crítica no altar de nossa vida de relação.

         Evitemos a imobilidade da lição redentora no leito das frases brilhantes.

         Indispensável reconstruir as causas para que os resultados se modifiquem.

         Uma renovação integral do nosso modo de ser se nos reclama nos santuários da Nova Revelação, a fim de que a vida se reerga por nosso intermédio.

         É imprescindível recordar que o Nome de Jesus se encontra empenhado em nossas mãos.

E, compreendendo que o tempo sernos-á sempre o juiz sereno e justo, evitemos as longas curvas das reencarnações expiatórias em nossa marcha para o Alto.

         Façamos o melhor ao nosso alcance, refletindo o Cristo em nossa própria consciência e, nessa diretriz salvadora, estejamos convictos de que para nós a Divina Ressurreição começará desde hoje.

 

Extraído do livro Bênçãos de Amor. Autor: Emmanuel
Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
 
 

(http://)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 29 de Novembro de 2010, 11:57
Bom dia queridos amigos e irmãos....

Sejam bem-vindos... Muta paz em seus corações...

Sua presença é muito importante para todos nós...

Estão convidados a trazerem suas mensagens dentro do tema...

Desejamos uma ótima semana repleta de felicidades e amor...

São os sinceros votos de:

(Lima-Gil)


(Belina...Cris Santana...Dothy..Fernandes Adalberto..Mourarego...Katiatog....Sonia Andrade...Tamara F.)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 30 de Novembro de 2010, 21:34
Amparo à Criança

Se nos propomos a edificar o futuro com o Cristo
de Deus é necessário auxiliar a criança.
Se desejamos solucionar os problemas do mundo, de maneira definitiva, é indispensável ajudar a criança.
Se buscarmos sustentar a dignidade humana, abolindo a perturbação e imunizando o povo
contra as calamidades da delinqüência,
é preciso proteger a criança.
Se anelarmos a construção da Era Nova, na qual
as criaturas entrelaçam as mãos na verdadeira fraternidade, em bases de serviço e sublimação espiritual, é imprescindível socorrer a criança.
Entretanto convenhamos que os grandes malfeitores da Terra, os fazedores de guerras e os verdugos das nações, via de regra foram crianças primorosamente resguardadas contra quaisquer provações na infância. E ainda hoje os jovens transviados habitualmente procedem de climas domésticos em que a abastança material não lhes proporcionou ensejo e qualquer disciplina, pelo conforto excessivo. Urge, pois, não só amparar a criança, mas educar a criança e induzi-la ao esforço de construção do Mundo Melhor
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 01 de Dezembro de 2010, 04:05
Bom dia, queridos amigos!



MÃOS QUE AJUDAM



Três mulheres discutiam sobre suas mãos. Cada qual achava que a sua mão era a mais bonita. Uma senhora idosa de aspecto pobre pediu ajuda, mas as três mulheres se recusaram. Outra jovem mulher, simples, ouvindo o pedido da mulher, deu a ela uma esmola.
Então a mulher idosa disse: "A mão mais bonita não é a que é lavada nas águas puras de um riacho, nem a que é pintada de vermelho pelos frutos que colhe e nem a que é enfeitada e perfumada com flores, mas a mão mais bonita é a mão que ajuda os necessitados." À medida que falava, suas rugas desapareceram, se desfez a bengala e transformou-se em um anjo.
Isso é uma lenda, mas quer transmitir algo muito profundo, bonito e verdadeiro. As mais belas mãos são as mãos que ajudam e auxiliam em nome de Cristo. As nossas mãos são expressivas! Podem trabalhar, sentir e amar. Podem unir-se em oração para agradecer e louvar a Deus.
Como são as nossas mãos? Mãos que ajudam ou ignoram? Mãos que derrubam ou levantam? Mãos que machucam ou consolam? Mãos que se fecham mostrando egoísmo ou mãos que se abrem em favor da vida? Enfim, o que nossas mãos estão transmitindo?
O importante não são as mãos bonitas, mas as limpas e prestativas; podem até estar cheias de calos e de rugas, porque as mãos mais bonitas são as mãos que ajudam.



Postado por Pr. Adalberto Gross
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 05 de Dezembro de 2010, 03:16
Bom dia, queridos amigos!


  A  UNIÃO

 

         Observemos a síntese grandiosa que a natureza nos oferta, sob a forma da sábia lição, que reporta-se ás leis dos esforços em conjunto.

         No Cosmos Grandioso, onde cintilam milhões de corpos celestes, também faz sentir a sublimidade desta lei. Pois vemos que , no cortejo imenso dos astros, existe a harmonia em todas as trajetórias.

         Bastaria um só corpo celeste, por pequenino que fosse, não cooperar no conjunto, para que cataclismas de grande proporções adviessem como resultado. As leis magnéticas de atração e repulsão precisam estar em perfeita conjunção de esforços,para haver o equilíbrio.

         Aqui na terra, também vemos a natureza sempre nos dar singelos exemplos.

         Uma pérola que tivesse hábitos solitários, não poderia formar sozinha o conjunto harmonioso de um colar custoso.

         Uma garoa de água, que teimasse em desprender sozinha da nuvem alentada, não poderia irrigar o solo árido pois sua capacidade de trabalho seria restrita.

         Um tijolo ,por mais que tenha boa vontade, se teimar em estar sozinho sem a cooperação de outros tijolos seus irmãos, não poderá, nas mãos de hábil arquiteto, se transformar em acolhedora vivenda.

         Em tudo é preciso conjunto para mais fácil e eficiente se tornar a tarefa a ser empreendida.

         Copiemos a natureza com nossos atos, sendo unidos em nossos empreendimentos. Se assim fizermos, mais facilmente venceremos os obstáculos.

         E como cooperadores da Seara do Divino Mestre, porque não unirmos nossos esforços, para, em conjunto, edificarmos algo que seja útil para a Humanidade?

 

Extraído do livro Bênçãos de Amor. Autora: Meimei
Psicografia de Francisco Cândido Xavier.
 
 

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 05 de Dezembro de 2010, 10:54
.
.

    Meu amigo, você clama contra as dificuldades do mundo, mas será que você já pensou nas facilidades em suas mãos?
    Observemos.
    Você concorre, em tempo determinado, para exonerar-se da multa legal, com expressiva taxa pelo consumo de luz e força elétricas; todavia, a usina solar que lhes fornece claridade, calor e vida, nem é assinalada comumente pela sua memória...
    Você salda, periodicamente, largas contas relativas ao gasto de água encanada; no entanto, nem se lembra da gratuidade da água das chuvas e das fontes a enriquecer-lhe os dias...
    Você adquire na feira, com apreciáveis somas, todo gênero alimentício que lhe atenda ao paladar; contudo, o oxigênio - elemento mais importante a sustentar-lhe o organismo - é utilizado em seu sangue sem pesar-lhe no orçamento com qualquer preocupação...
    Você resgata com a loja novos débitos, cada vez que renova o guarda-roupa, e, apesar disso, nunca inventariou os bens que deve ao corpo de carne a resguardar-lhe o espírito...
    Você remunera o profissional especializado pela adaptação de um só dente artificial; entretanto, nada despendeu você para obter a dentadura natural completa...
    Você compra a drágea medicamentosa para leve dor de cabeça; todavia, recebe de graça a faculdade de articular, instante a instante, os mais complicados pensamentos...
    Você gasta quantias estimáveis para assistir a esse ou àquele espetáculo esportivo ou à exibição de um filme; contudo, guarda sem sacrifício algum a possibilidade de contemplar o solo cheio de flores e o céu faiscante de estrelas...
    Você paga para ouvir simples melodia de um conjunto orquestral; no entanto, ouve diariamente a divina música da natureza, sem consumir vintém...
    Você desembolsa importâncias enormes para adquirir passagens e indenizar hotéis, sempre que se desloca de casa; não obstante, passa-lhe desapercebido o prêmio vultoso que recebeu com o próprio ingresso na romagem terrestre...
    Não desespere e nem se lastime...
    Atendamos à realidade, compreendendo que a alegria e a esperança, expressando créditos infinitos de Deus, são os motivos básicos da vida a erguer-se, cada momento, por sinfonia maravilhosa.

(O Espírito da Verdade, 66, FEB)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 06 de Dezembro de 2010, 15:46
Abre as portas do espírito à luz do amor para que o amor te auxilie a entender a linguagem da vida.

Abre os braços à ação e cresce na direção do Infinito. (Joanna de Ângelis - Divaldo P.Franco - Do Livro: Alegria de Viver)

Acalma a mente e harmoniza o mundo interior. (Joanna de Ângelis).

Aceita o fardo da vida sem te curvares ao desânimo. Brilha mais o sol quando as nuvens se afastam.

Aceita-te como és e aceita a vida em que deves estar, na condição em que te vês, a fim de que faças em ti o burilamento possível. (Emmanuel - Chico, do livro: COMPANHEIRO).

Aceitemos a experiência que o Senhor nos reserva cada dia, fazendo o melhor ao nosso alcance.

Acenda a sua lâmpada com azeite dos dias felizes para as horas da noite escura da velhice. (Marco Prisco, Divaldo Pereira Franco, do Livro: Legado Kardequiano).

Acendamos a luz, onde as trevas se adensem; articulemos tolerância, ao pé da agressividade; envolvamos as farpas da cólera em algodão de brandura; conduzamos a paz por fonte viva sobre a discórdia, toda vez que a discórdia se faça incêndio destruidor... (André Luiz, do livro: IDEAL ESPÍRITA)

Acentuemos, na própria vida, a disposição de aprender e auxiliar
.


Queridos amigos e irmãos...sejam bem-vindos... Muta paz em seus corações...

Sua presença é muito importante para todos nós... Estão convidados a trazerem suas mensagens dentro do tema...

Desejamos uma ótima semana repleta de felicidades e amor... São os sinceros votos de:

(Lima-Gil)


(Belina...Cris Santana...Dothy..Fernandes Adalberto..Mourarego...Katiatog....Sonia Andrade...Tamara F

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 07 de Dezembro de 2010, 13:03
AJUDA

Atende ao convite de Cristo e
segue adiante. Ele te levará às almas
sofredoras, a fim de que faças o possível
para aliviar-lhes as dores.
Aos que têm fome de amor e sede
de paz. Aos que precisam de luz
e necessitam de orientação. Aos que,
embora trazendo brilho e cores por fora,
carregam chagas e sombras por dentro.
Aos antros de pobreza material e aos
palacetes que, apesar da beleza exterior,
abrigam conflitos e dramas que a sociedade
desconhece. Diante deles, não critiques
nem acuses. Ajuda! Uma palavra de
esclarecimento; Um gesto de consolo;
Um pedaço de pão ou um simples copo
d`água, oferecidos com amor, representarão
alívio e esperança no caminho de quem
segue sobrecarregado de dores.
Deixa que o Cristo que há em ti fale
pelos teus lábios e socorra pelas tuas mãos.
Mesmo que os espinhos da incompreensão
ter firam os pés e as mãos, não desistas
de ajudar com Jesus. Ele também não
experimentou comodidades no mundo,
mas soube colocar amor ao próximo acima
de todas as conquistas transitórias.
Fazendo assim, estarás inscrevendo na alma,
com os próprios atos, as marcas que te
assinalarão para sempre como verdadeiro
cristão e fiél seguidor do Evangelho
.

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 08 de Dezembro de 2010, 22:56
Julgas-te infeliz?

Mesmo que te julgues infeliz ou incapaz de deixar
a felicidade entrar em tua vida, lembra-te de que de
dentro de ti estão todas as condições de atração de
alegrias e que podes superar velhos estigmas e
sofrimentos.

És tu que te fazes como pessoa, que tudo realizas e
edificas.
Se priorizas o que é útil, bom e construtivo, e crês
firmemente nos teus poderes internos, dás os passos
certos para a realização pessoal.

Admite que és feliz.
Caminha seguro de ti e nada temas.
Deus que te criou e sustenta, está dentro de ti, dando-te
os meios para que melhor construas a ti mesmo.

A maior felicidade é poder fazer de si mesmo um bem e
um sol.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 09 de Dezembro de 2010, 17:55
Você e os Outros

Amigo, atendamos ao apelo da fraternidade.

*

Abra a própria alma às manifestações generosas para com todos os seres, sem trancar-se na torre de falsas situações, à frente do mundo.

*

A pretexto de viver com dignidade, não caminhe indiferente ao passo dos outros.

*

Busque relacionar-se com as pessoas de todos os níveis sociais, erguendo amigos além das fronteiras do lar, da fé religiosa e da profissão.

*

Evite a circunspecção constante e a tristeza sistemática que geram a frieza e sufocam a simpatia.

*

Não menospreze a pessoa mal vestida nem a pessoa bem posta.

*

Não crie exceções na gentileza, para com o companheiro menos experiente ou menos educado, nem humilhe aquele que atenta contra a gramática.

*

Não deixe meses, sem visitar e falar aos irmãos menos favorecidos, como quem lhe ignora os sofrimentos.

*

Não condiciones as relações com os outros ao paletó e à gravata, às unhas esmaltadas ou aos sapatos brilhantes, que possam mostrar.

*

Não se escravize a títulos convencionais nem amplie as exigências da sua posição em sociedade.

*

Dê atenção a quem lha peça, sem criar empecilhos.

*

Trave conhecimento com os vizinhos, sem solenidade e sem propósito de superioridade.

*

Faça amizades desinteressadamente.

*

Aceite o favor espontâneo e preste serviço, também sem pensar em remuneração.

*

Ninguém pode fugir à convivência da Humanidade.

*

Saiba viver com todos, para que o orgulho não lhe solape o equilíbrio.

*

Quem se encastela na própria personalidade é assim como o poço de água parada, que envenena a si mesmo.

*

Seja comunicativo.

*

Sorria à criança.

*

Cumprimente o velhinho.

*

Converse com o doente.

*

Liberte o próprio coração, destruindo as barreiras de conhecimento e fé, título e tradição, vestimenta e classe social, existentes entre você e as criaturas e a felicidade, que você fizer para os outros, será luz da felicidade sempre maior, brilhando em seu caminho.

* * *
Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Apostilas da Vida.
Ditado pelo Espírito André Luiz.


Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 09 de Dezembro de 2010, 18:53
                                        VIVA JESUS!


   Boa-tarde! caros irmãos.


    " A melhor cura para o amor é ainda aquele remédio eterno: amor retribuído. "


                             ( Nietzsche )




                                          PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 12 de Dezembro de 2010, 01:01
Treze passos

1) Por mais que lhe falem da tristeza...
prossiga Sorrindo.

2) Por mais que lhe demonstrem rancor...
prossiga Perdoando.

3) Por mais que lhe tragam decepções...
prossiga Confiando.

4) Por mais que o ameaçem de fracasso...
prossiga apostando na Vitória.

5) Por mais que lhe apontem erros...
prossiga com os seus Acertos.

6) Por mais que discursem sobre a
ingratidão... prossiga Ajudando.

7) Por mais que noticiem a miséria...
prossiga crendo na Prosperidade.

8) Por mais que lhe mostrem destruições...
prossiga na Construção.

9) Por mais que lhe acenem doenças...
prossiga vibrando Saúde.

10) Por mais que exibam ignorância...
prossiga exercitando sua Inteligência.

11) Por mais que o assustem com a velhice...
prossiga sentindo-se Jovem.

12) Por mais que plantem o mal...
prossiga semeando o Bem.

13) Por mais que lhe contem mentiras...
prossiga na Sua Verdade.

Por mais difícil que lhe pareçam essas
13 tarefas, prossiga acreditando na
capacidade que Deus lhe deu para cumprí-las...
E se lhe disserem que 13 é um número
de azar, lembre-se que...
Sua sorte não depende de um número,
mas sim do quanto você acredita nela.

autor desconhecido



Queridos amigos... Sejam bem-vindos... Muita paz a todos...

Desejamos um ótimo final de semana... Abraços afetuoso!!

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 13 de Dezembro de 2010, 11:46
]Ao Alcance de Todos

 

Simbolicamente, a paciência é um sedativo da melhor qualidade.

Usando-se, nessa condição, ei-la fazendo prodígios.

Antes de tudo, é vacina contra a irritação, acalmando-nos a vida íntima.

E surge a seqüência de abençoadas derivações.

Resguardando-a conosco, os familiares encontram segurança e tranqüilidade.

Os vizinhos permanecem isentos de inquietações.

Os amigos descansam em nosso convívio.

Discussões negativas e diálogos inconvenientes surpreendem a estação terminal.

Conservando-a, retemos em nós o clima favorável ao cultivo da esperança.

Ao alcance de todos, é por isso que a paciência na farmácia da vida, é o específico da paz.

Emmanuel



Queridos amigos e irmãos...sejam bem-vindos... Muta paz em seus corações...

Sua presença é muito importante para todos nós... Estão convidados a trazerem suas mensagens dentro do tema...

Desejamos uma ótima semana repleta de felicidades e amor... São os sinceros votos de:

(Lima-Gil)


(Belina...Cris Santana...Dothy..Fernandes Adalberto..Mourarego...Katiatog....Sonia Andrade...Tamara F

L
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Carmen.gbi em 13 de Dezembro de 2010, 14:07
Bom dia!


"Amai, portanto, os vossos inimigos; fazei bem a todos e emprestai sem esperar pagamento. Vossa recompensa então será muito grande e sereis filhos do Altíssimo, que é benevolente para com os ingratos e os maus."
( Lucas, 6:35)



Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 15 de Dezembro de 2010, 11:19
Mãos Fortes e Limpas

Meu irmão, minha irmã, ilumina o coração para que o amor seja o laço do céu, a irmanar-te com todas as criaturas.

Purifica teus olhos para que os males da peregrinação terrestre não te perturbem a mente.

Defende os ouvidos contra as sugestões da ignorância e da sombra, a fim de que a paz interior não te abandone.

Clareia e adoça tua palavra para que teu verbo não acuse e nem fira, ainda mesmo na hora da consagração da verdade.

Conduze teu pensamento a grande compreensão do próximo, ajudando aos que te cercam, tanto quanto desejes ser por eles auxiliados.

Equilibra teus pés no caminho reto sem te precipitares aos abismos que tantas vezes surgem à margem de nossa vida, induzindo-nos à queda e ao desespero.

E, desse modo, terás contigo o tesouro das mãos fortes e limpas para abençoar e servir, conduzir e curar, em nome do Senhor
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 16 de Dezembro de 2010, 11:54
Com Efeito!!

Exercite a humildade ao lado dos modestos servidores do lar doméstico.

Ser humilde com os superiores, de quem se depende, é muito fácil.

*

Suporte com resignação as dificuldades da tarefa nova.

Quem muda de clima sofre a modificação da temperatura.

*

Retorne ao trabalho com ânimo redobrado, no lugar em que o insucesso o magoou.

Nem sempre o triunfo pode ser sentido nas moedas de lucro fácil.

*

Submeta-se às vicissitudes naturais da luta, mas prossiga na direção do serviço honrado.

Não há repouso justo sem o cansaço haurido nas tarefas da aprendizagem.

*

Cultive o verbo "cooperar".

O progresso nasce quando todos se ajudam.

*

Levante-se do erro e siga renovando-se.

Muita correnteza cristalina nasce em lodo.

*

Seja indulgente com aqueles que ainda se demoram sob as fortes luzes da ilusão.

O perdão que você oferece aos outros funciona como lubrificante nas engrenagens de sua alma. \*

Desperte na criança o ardor evangélico, atestando sempre junto a ela a excelência da Mensagem Cristã.

As atitudes hostis que você mantém, supondo que "a criança não entende", anulam quaisquer palavras da pregação apaixonada.

*

Combata a onda-materialista que domina o mundo, deixando de apoiar as indústrias de perversão dos valores morais.

O prazer do cinema, teatro e televisão, muitas vezes se transforma em "labaredas para o coração".

*

Empenhe-se na implantação do Evangelho na Terra.

Faça-se, entretanto, um a "carta-viva do Cristo".

* * *

Franco, Divaldo Pereira. Da obra: Glossário Espírita-Cristão.
Ditado pelo Espírito Marco Prisco.


Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 17 de Dezembro de 2010, 23:54
Recorde o Mestre e examine-se.

Sua ascensão apóia-se na ascensão dos companheiros.

A queda de alguém é embaraço em seu caminho.

Auxilie sem exigência e indistintamente.

Permita ao grande tempo a tarefa de corrigir e educar. Confira a você mesmo o impositivo somente de ajudar.


* * *
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 18 de Dezembro de 2010, 04:26
 Bom dia, irmãos queridos!


                                                                  SENSATEZ

                “No muito falar não falta transgressão, mas o que modera seus lábios é prudente.”
                                                             (Provérbios, 10:19)

A moderação semeia, por onde transita, a onítança; desperta nos outros a tranqüilidade e a benevolência.

Ao falares com quem quer que seja, modera a conversa; tuas palavras, em excesso, certamente desapontarão quem te ouve.

A sensatez é sinal de educação; assegura, a quem está contigo, sobre a posição em que te
encontras, na escala do amor.

Se o teu companheiro fala demais, compara-o à tua impaciência em ouvi-lo. Se muitos confirmam que alguém é falador, observa a tua posição frente aos demais, e corrije, dentro de teu alcance, os teus desequilíbrios, para que outros não se impacientem contigo.

Deves lutar, com tuas forças disponíveis, na aquisição do teu bem-estar, porém, a tua paz não deve custar sacrifícios aos outros.

Quem se alegra com a tristeza alheia é mais infeliz. Favorece aos bons costumes o ouvir palavras sensatas, ou ler mensagens de equilíbrio. A fala e a escrita abrem a consciência, onde podes plantar ou cultivar a semente de Deus.

A exorbitância do verbo mostra próximos desatinos. Quem fala demais, não raciocina no que diz e é intolerante para ouvir. A língua metralhadora mata a própria alegria.

Não penses que estás vencendo, quando somente tu expões o assunto. Talvez sejas o mais perdedor, o mais ignorante, e o teu prazer transitório é na base da tolerância dos amigos.

Quando, entre companheiros, descobrires que a tua presença incomoda pelo muito falar, bate a tua mão, suavemente, nos ombros de alguns deles, e pede-lhes a sua opinião sobre o assunto. Posta-te, com interesse, na qualidade de quem vai, realmente, aprender com elegância.

Lembra-te de que a humildade, em uma hora dessas, é oxigênio divino para purificar o ar da inquietação.

Não te aborreças com as criaturas, se elas nunca incentivam a tua vaidade. Sê prudente com a pessoa que te coloca no pedestal da ilusão. Os dois extremos te facilitam uma posição intermediária. Quando conviveres com os outros, usa um pouco de cada coisa.

Os lábios marcados com a prudência, são qual a sombra e a água fresca no deserto, luz na escuridão da mente e saúde para o enfermo. É coisa rara, é planta aromática crescendo na consciência e começando a desprender sua fragrância na boca do sábio.

                                                                 Pelo Espírito Carlos
                                                       (Psicografia de João Nunes Maia)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 20 de Dezembro de 2010, 10:26
    Queridos amigos e irmãos...sejam bem-vindos... Muta paz em seus corações...

Sua presença é muito importante para todos nós... Estão convidados a trazerem suas mensagens dentro do tema...

Desejamos uma ótima semana repleta de felicidades e amor... São os sinceros votos de:

(Lima-Gil)

(Belina...Carmem gbi...Cris Santana...Dothy..Fernandes Adalberto..Mourarego...Katiatog....Sonia Andrade...Tamara F )


Solicitação Fraterna

Ajude com a sua oração a todos os irmãos:

que jamais encontram tempo ou recursos para serem úteis a alguém;

que se declaram afrontados pela ingratidão, em toda a parte;

que trajam os olhos de luto para enxergarem o mal, em todas as situações;

que contemplam mil castelos nas nuvens, mas que não acendem nem uma vela no chão;

que somente cooperam na torre de marfim do personaiísmo, sem he descerem os degraus para colaborar com os outros;

que se acreditam emissários especiais e credores dos benefícios de exceção;

que devoram precioso tempo dos ouvintes, falando exclusivamente de si;

que desistem de continuar aprendendo na luta humana;

que exibem o realejo da desculpa para todas as faltas;

que sustentam a vocação de orquídeas no salão do mundo;

que se julgam centros compulsórios das atenções gerais;

que fazem o culto sistemático à enfermidade e ao obstáculo.

São doentes graves que necessitam do Amparo Silencioso.


* * *

Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Agenda Cristã.
Ditado pelo Espírito André Luiz.


I ENCONTRO MEMBROS DO FEOL - 19 e 20 de fev/2011 -  encontrofeol@hotmail.com - garanta sua reserva- Participe!!


Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 02 de Janeiro de 2011, 15:18
Bom dia, queridos amigos!


 As mãos 



Naquela manhã o jovem professor chegou à escola um tanto cabisbaixo.

Problemas se somavam e pesavam sobre sua sensibilidade de jovem idealista.

Estava difícil suportar. Foi então que, durante uma reunião de trabalho ele não pode controlar as lágrimas que lhe escorreram pelo rosto, em abundância.

Uma amiga, que o observava, em silêncio, estendeu as mãos e segurou as dele, num gesto de ternura.

Foi uma atitude simples, mas significou muito para aquele jovem, pois ele sabia que a amiga tinha uma vida super atarefada; muitas atividades e preocupações, filhos, marido, empresa, mas, mesmo assim, tinha tempo para dedicar ao amigo, para estender-lhe as mãos.

Aquele gesto simples levou o jovem a escrever sobre a importância das mãos. O texto diz mais ou menos assim:

As mãos podem muitas coisas: oferecer apoio no momento certo, estender-se para consolar, segurar firme para amparar.

Mas o que mais podem as mãos?

As mãos saúdam, as mãos sinalizam. As mãos envolvem, dão carinho.

As mãos estabelecem limites. Escrevem. Abençoam.

As mãos desenham no ar o “aDeus”, o “até logo”.

As mãos agasalham. Curam feridas.

Para o mudo a mão é o verbo. Para o idoso é a segurança.

Para o irascível a mão erguida é ameaça. Para o pedinte a mão estendida é súplica.

Para quem ama, a mão silenciosa, que acolhe a do ser amado, é felicidade.

Para quem chora, a mão alheia é conforto.

Há mãos que agarram, perturbadas. Há mãos que tocam, suaves. Há mãos que ferem. Há mãos que acariciam. Há mãos que amaldiçoam.

Há mãos que abençoam. Há mãos que destroem. Há mãos que edificam, trabalham, realizam.

Jacó estendeu as mãos para abençoar Efraim e Manassés.

Moisés estendeu as mãos para transmitir a Josué a autoridade para conduzir o povo de Israel, em seu lugar.

Jesus impôs as mãos sobre as crianças para abençoá-las. Também impôs as mãos para curar a filha de Jairo, o surdo-mudo, o cego de Betsaida, e tantos outros.

Há pessoas que transmitem energias, através da imposição de mãos, entregando-se a essa tarefa tão bela de amor.

As mãos de Chico Xavier, amparavam o pobre, o sofredor, o desesperançado.

Mãos luminosas das psicografias que traziam dos altiplanos mensagens edificantes da mais sublime beleza, que confortam, enlevam, esclarecem.

Mãos benditas desse arauto da boa nova, que não se cansavam de consolar a todos aqueles que as procurassem.

Nossas mãos podem exteriorizar o amor, construindo templos, hospitais e escolas; fabricando vacinas e equipamentos médicos; alimentando famintos, medicando enfermos...
Podem concretizar a paz social assinando tratados de armistício, escrevendo livros, guiando carros, pilotando aviões, varrendo ruas, tocando instrumentos musicais, pintando telas, esculpindo, construindo móveis, prestando serviços...
Podem manifestar fraternidade, ao lembrarmos da essencialidade do humano, da sensibilidade, da empatia, estendendo-as a um irmão que, num dia difícil, põe-se a chorar.
Pense nisso!
Suas mãos são abençoadas ferramentas para construção de um mundo melhor.
Use-as sempre para edificar, elevar, dignificar, apoiar, acenar com a esperança de melhores dias...



Equipe de Redação do Momento Espírita
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 02 de Janeiro de 2011, 19:01
                        VIVA JESUS!


     Boa-tarde! caros irmãos.



          " O amor não se apega, não sofre a falta, mas frui sempre, porque vive no
íntimo do ser e não das gratificações que o amado oferece. "


                       ( Joanna de Ângelis )



                                    PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Tamara F. em 03 de Janeiro de 2011, 01:24

Olá queridos irmãos!

Estamos convidando à todos para o I ENCONTRO DOS MEMBROS DO FÓRUM ESPIRITA ON LINE.
.
O evento acontecerá no Espaço Fabiano de Cristo, anexo à Frateceb – Fraternidade Espírita Cristã Eurípedes Barsanulfo, situado na Rua Getúlio Vargas, n° 231, Bairro Santa Luzia, Taboão da Serra/SP.  

Não será cobrada taxa de inscrição, mas as vagas são limitadas e por isso continua a necessidade de solicitação através do email: encontrofeol@hotmail.com
Visitem o tópico e veja as novidades. 
 

Ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/convivio-dos-membros-do-forum/encontro/240/#ixzz18Nc5kgpF
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 11 de Janeiro de 2011, 09:06
                               VIVA JESUS!


        Bom-dia! queridos irmãos.


                Luz de Amor


Luz de amor que se conserva,
Lembra o Sol varrendo a bruma:
Dá-se a todos sem reserva,
Mas não pede cousa alguma.


Meimei

Da obra: “Chão de Flores” de Francisco Cândido Xavier


                                             PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 15 de Janeiro de 2011, 00:47
Felicidade Possível

 

Acreditavas que a felicidade seria semelhante a uma ilha fantástica de prazer constante e paz permanente. Um lugar onde não houvesse preocupação, nem se apresentasse a dor; no qual os sorrisos brilhassem nos lábios, e a beleza engrinaldasse de festa as criaturas.

Uma felicidade feita de fantasias parecia ser a tua busca.

Planejastes a vida, objetivando encontrar esse reino encantado, onde, por fim, descansasses da fadiga, da aflição e fruísses a harmonia.

Passam-se anos, e somas frustrações, anotando desencantos e amarguras, sem anelada conquista.

Lentamente, entregas-te ao desânimo, e sentes que estás discriminado no mundo, quando vês as propagandas apresentadas pela mídia, nas quais desfilam os jovens, belos e jubilosos, desperdiçando saúde, robustez, corpos venusinos e apolíneos, usando cigarros e bebidas famosas, brincando em iates de luxo, ou exibindo-se em desportos da moda, invejáveis, triunfantes...

Crês que eles são felizes...

Não sabes quanto custa, em sacrifício e dor, alcançar o topo da fama e permanecer lá.

Sob quase todos aqueles sorrisos, que são estudados, estão a face da amargura e as marcas do ressaibo, do arrependimento.

Alguns envenenaram a alma dos charcos por onde andaram, antes de serem conhecidos e disputados.

Muitos se entregaram a drogas perturbadoras, que lhes consomem a juventude, qual ocorreu com as multidões de outros, que os anteciparam e desapareceram.

Esquecidos e enfermos, aqueles que foram pessoas-objeto, amargam hoje a miséria a que se acolheram ou foram atirados.

Felicidade, porém, é conquista íntima.

Todos os que se encontram na Terra, nascidos em berços de ouro ou de palha, homenageados ou desprezados, belos ou feios, são feitos do mesmo barro frágil de carne, e experimentam, de uma ou de outra forma, vicissitudes, decepções, doenças e desconforto.

Ninguém, no mundo terreno, vive em regime especial. O que parece, não excede a imagem, a ilusão.

Se desejas ser feliz, vive, cada momento, de forma integral, reunindo as cotas de alegria, de esperança, de sonho, de bênção, num painel plenificador.

As ocorrências de dor são experiências para as de saúde e de paz.

A felicidade não são coisas: é um estado interno, uma emoção.

Abençoa os acidentes de percurso, que denominas como desdita, segue na direção das metas, e verás quantas concessões de felicidade pela frente, aguardando por ti.

Quem avança monte acima, pisa pedregulhos que ferem os pés, mas também flores miúdas e verdejante relva, que teimam em nascer ali colocando beleza no chão.

Reúne essas florezinhas em um ramalhete, toma das pedras pequeninas fazendo colares, e descobrirás que, para a criatura ser feliz, basta amar e saber discernir, nas coisas e nos sucessos da marcha, a vontade de Deus e as necessidades para a evolução.

 

Franco, Divaldo Pereira. Da obra: Momentos Enriquecedores. Ditado pelo Espírito Joanna de Ângelis.

 

 
        

Pensamentos

 

O mundo é a nossa vasta sementeira e o Evangelho é, sem dúvida, o celeiro divino de todos os cultivadores da terra espiritual do Reino de Deus.


Emmanuel/Chico Xavier

 


 


 

 
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 19 de Janeiro de 2011, 08:20
A Serviço do Senhor

 

 

Se aspiras ao título de obreiro do Senhor, não olvides que o mundo é um campo imenso de trabalho para a lavoura do bem.

Não esperes facilidades na plantação.

Suportarás, naturalmente, obstáculos e perigos de toda sorte na preparação da colheita futura.

Repara ao redor de ti.

Melindres e suscetibilidades são pragas e vermes roedores, destruindo-te a sementeira.

Cólera e irritação constituem granizo e vento, arrasando-te as leiras frágeis.

Compromissos com a sombra simbolizam vigorosos cipoais, asfixiando-te os esforços.

Indolência e desânimo são ervas parasitárias, aniquilando-te a produção.

Leviandade e maledicência representam enxurro e detritos, sufocando-te as melhores promessas.

Perversidade e crítica expressam aridez e secura, capazes de arruinar-te a esperança.

Lembra: cada dia é tempo abençoado de trabalhar e não confies a enxada de tua oportunidade à ferrugem da negação.

Recorda que o tempo voa, que tudo se transforma e que a própria Terra, onde se alonga a tua esfera de ação, turbilhona em pleno Céu à procura da perfeita comunhão com a Grande Luz.

Não relaciones desapontamentos e mágoas, não te percas nas pedras do caminho e nem te fixes no espinheiro que te serve por medida à fé e à serenidade.

Se te candidatas a servir com Jesus, toma-o por padrão vivo e incessante, buscando-lhe a Vontade para que os teus caprichos sejam esquecidos.

E, pautando nossas atividades sobre as normas que lhe caracterizavam o exemplo, contemplaremos, ditosos, a colheita farta, a surgir da lama terrestre, colheita essa que nos enriquecerá de bênçãos o celeiro do coração para a Vida Eterna.

 
Xavier, Francisco Cândido. Da Obra: "Inspiração". Ditada pelo Espírito Emmanuel
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 19 de Janeiro de 2011, 09:38
                                      VIVA JESUS!


         Bom-dia! queridos irmãos.


“Quem trava contato com a lição de vida da Boa Nova, já não tem porque ser infeliz. Sabendo que a vida física é transitória, converte as dores de hoje em esperanças de amanhã e exulta de sã alegria.” (Joanna de Ângelis, do livro Oferenda)


                                   PAZ, MUITA PAZ!
 
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 19 de Janeiro de 2011, 22:42
Tenha um bom futuro

O vento sopra porque tem que soprar, o sol aparece porque tem que aparecer, a chuva cai porque deve cair. Mas, é engano pensar que tudo já vem pronto para você.

Há um universo de coisas boas que dependem apenas de você.

Se você planejou e trabalhou bem, cultivou sadias amizades, esforçou-se e só procurou os bons caminhos, é conseqüência natural que coisas agradáveis se apresentem a você no momento certo.

O rio bem protegido leva benefícios por toda parte.

O sol comanda o dia, a lua, a noite, e a mente

conduz você à felicidade.

Na categoria Reflexão. Tags: Lourival Lopes
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 19 de Janeiro de 2011, 22:53
Queridos amigos e irmãos... Sejam sempre bem-vindos...

Sua presença é a grande responsável pelo enriquecimento deste espaço...
Estão convidados a trazerem suas mensagens dentro do tema...
Voltem sempre...Recebam nosso afetuoso..
De
:

Lima-Gil... Belina... Carmem gbi... dOM Jorge... Dothy... Katiatog... Marly Pacheco
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 21 de Janeiro de 2011, 08:19
                                      VIVA JESUS!


         Bom-dia! queridos irmãos.


             " Algumas pessoas nascem para sentarem à beira do rio.
Algumas para serem atingidas por raios. Algumas têm ouvido para música. Algumas são artistas. Algumas nadam. Algumas conhecem botões. Algumas conhecem Shakespeare. Algumas são mães. E algumas pessoas... dançam. "

               ( O pensamento curioso de Benjamin Button )


                                            PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 22 de Janeiro de 2011, 18:19
Solicitação Fraterna

 

Ajude com a sua oração a todos os irmãos:

Que jamais encontram tempo ou recursos para serem úteis a alguém;

Que se declaram afrontados pela ingratidão, em toda a parte;

Que trajam os olhos de luto para enxergarem o mal, em todas as situações;

Que contemplam mil castelos nas nuvens, mas que não acendem nem uma vela no chão;

Que somente cooperam na torre de marfim do personalismo, sem he descerem os degraus para colaborar com os outros;

Que se acreditam emissários especiais e credores dos benefícios de exceção;

Que devoram precioso tempo dos ouvintes, falando exclusivamente de si;

Que desistem de continuar aprendendo na luta humana;

Que exibem o realejo da desculpa para todas as faltas;

Que sustentam a vocação de orquídeas no salão do mundo;

Que se julgam centros compulsórios das atenções gerais;

Que fazem o culto sistemático à enfermidade e ao obstáculo.

São doentes graves que necessitam do Amparo Silencioso
.

 

Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Agenda Cristã. Ditado pelo Espírito André Luiz.

 
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 28 de Janeiro de 2011, 21:21
Recadinhos "

Rimário de Luz
Se desejas cooperar no trabalho com Jesus,
Não te dês a censurar o peso da cruz.
*Casimiro Cunha.*


Este dia
Se este ou aquele plano de trabalho está incubado em seu pensamento, agora é o momento de começar a realizá-lo.
* André Luiz*


Painéis da Vida
Disse-me um Sábio do Além:
- “A luz divina da paz não brilha no que se tem mas sim no bem que se faz”
*Fidélis Alves.*


Retratos
No que falas e escreves, a cultura te revela a imagem do cérebro, à frente dos semelhantes.
Nas provações que suportas com paciência e aquilo que fazes com amor, a Caridade, perante os outros, te mostra o retrato do coração.
*Emmanuel*

Sinal de perigo
Habitue-se a considerar o ressentimento por sinal de perigo que se deve claramente evitar.
*André Luiz*
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 31 de Janeiro de 2011, 18:43
Lembremo-nos de que o homem interior se renova sempre. A luta enriquece-o de experiência, a dor aprimora-lhe as emoções e o sacrifício tempera-lhe o caráter. O Espírito encarnado sofre constantes transformações por fora, a fim de acrisolar-se e engrandecer-se por dentro.

Chico Xavier
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 05 de Fevereiro de 2011, 18:13
Em Favor de Você Mesmo

Aprenda a ceder em favor de muitos, para que alguns intercedam em seu benefício nas situações desagradáveis.

*

Ajude sem exigência para que outros o auxiliem, sem reclamações.

*

Não encarcere o vizinho no seu modo de pensar; dê ao companheiro oportunidade de conceber a vida tão livremente quanto você.

*

Guarde cuidado no modo de exprimir-se; em várias ocasiões, as maneiras dizem mais que as palavras.

*

Refira-se a você o menos possível; colabore fraternalmente nas alegrias do próximo.

Evite a verbosidade avassalante; quem conversa sem intermitências, cansa ao que ouve.

*

Deixe ao irmão a autoria das boas idéias e não se preocupe se for esquecido, convicto de que as iniciativas elevadas não pertencem efetivamente a você, de vez que todo bem procede originariamente de Deus.

*

Interprete o adversário como portador de equilíbrio; se precisamos de amigos que nos estimulem, necessitamos igualmente de alguém que indique os nossos erros.

*

Discuta com serenidade; o opositor tem direitos iguais aos seus.

*

Se você considerar excessivamente as críticas do inferior, suporte sem mágoa as injunções do plano a que se precipitou.

*

Seja útil em qualquer lugar, mas não guarde a pretensão de agradar a todos; não intente o que o próprio Cristo ainda não conseguiu.

*

Defrontado pelo erro, corrija-o primeiramente em você, e, em seguida, nos outros, sem violência e sem ódio.

*

Se a perfídia cruzar seu caminho, recuse-lhe a honra da indignação examine-a, com um sorriso silencioso, estude-lhe o processo calmamente e, logo após, transforme-a em material digno da vida.

*

Ampare fraternalmente o invejoso; o despeito é indisfarçável homenagem ao mérito e, pagando semelhante tributo, o homem comum atormenta-se e sofre.

*

Habitue-se à serenidade e a fortaleza, nos círculos da luta humana; sem estas conquistas dificilmente sairá você do vaivém das reencarnações inferiores.

* * *

Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Agenda Cristã.
Ditado pelo Espírito André Luiz
.

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Victor Passos em 05 de Fevereiro de 2011, 18:18
Ola muita paz
Amiga Dothy

Continuidade


          Compreendemos o desencanto e a inquietação que, por vezes, te assediam nos conflitos constantes que te impelem a desistir das tarefas edificantes.

          É qual se tivesses de recomeçar, todos os dias, imensa luta contigo mesmo para não desanimar.

          À frente e à retaguarda, à esquerda e à direita, repontam desafios marcados a fogo de aflição.

          Amigos que desertam, apoios que se afastam, críticas que sobram, obstáculos que se ampliam.

          E, no centro da agitada esgrima em que te vês na obrigação de manejar as armas do próprio discernimento para que os adversários externos não te destruam as forças, encontras aqueles inimigos outros, talvez ainda mais perigosos - aqueles que se te ocultam no espírito, quais sejam o medo de aceitar-se com as imperfeições que ainda te assinalam a vida, o desalento perante as dificuldades que se desdobram, a noção das próprias deficiências ou o temor do fracasso.

          Nessa arena vives e dela não te retirarás, enquanto não obtiveres o triunfo, não sobre os outros, mas sobre ti mesmo.

          E, nesse triunfo sobre nós mesmos, a fim de que sejamos, um dia, o que sonhamos e devemos ser, segundo os padrões mais altos de nosso ideal, é preciso melhorar e aperfeiçoar, sem esmorecer.

          Superar as circunstâncias adversas e valer-se cada um de nós das oportunidades de ação que se nos faculte para que novas concessões de trabalho nos favoreçam, é simples dever.

          Sobretudo, não parar no caminho da realização espiritual, mantendo-nos no esforço nobilitante de agir e servir, estudar e edificar, elevar e aprimorar sempre, de vez que todo aquele que estaciona, embora sob a alegação de ilusória humildade, a breve tempo, reconhece que a vitória do bem contra o mal e da luz contra a sombra pertence àqueles que acreditaram na força do bem e no poder da luz, acima das fraquezas e imperfeições deles próprios, seguindo para a frente.



Livro: Mais Perto
Emmanuel & Francisco Cândido Xavier
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Lima_Gil em 05 de Fevereiro de 2011, 18:53
Boa tarde, irmãos queridos!


ASAS DE LUZ

As tuas mãos são as tuas asas de luz!

Por elas, é que ascenderás à Sublime Altura...

Com os teus pés tocas a Terra, mas com as tuas mãos podes tocar o Céu...

Adejar ao Infinito... Por tuas mãos justapostas em serviço é que Deus se pronuncia junto dos homens.

Não permitas que as tuas mãos te precipitem no abismo...

Que te pesem na consciência...

Ou que o remorso te inspire o desejo de decepá-las...

Sejam as tuas as Mãos do Cristo!

Mãos que se estendem em todas as direções, sem que nunca se esfalfem.

                                                  Irmão José
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Victor Passos em 06 de Fevereiro de 2011, 11:07
Ola muita paz e harmonia
Bom Amigo Lima

(http://1.bp.blogspot.com/_M28fBYF4Vns/S9BzQhnQYBI/AAAAAAAAAEo/NV50gSCcXtw/s1600/reflexao19.jpg)

Bom Ânimo


          Hoje experimentas maior soma de aflições. Observaste a grande mole dos sofredores: mães desnutridas apertando contra o seio sem vitalidade filhos, misérrimos, desfalecidos, quase mortos; mutilados que exibiam as deformidades à indiferença dos passantes na via pública; aleijões que se ultrajavam a si mesmos ante o desprezo a que se entregavam nos "pontos" de mendicância em que se demoram; ébrios contumazes promovendo desordens lamentáveis; enfermos de vária classificação desfilando as misérias visíveis num festival de dor; jovens perturbados pela revolução dos novos conceitos e vigentes padrões éticos; órfãos...

          Pareceu-te mais tristonha a paisagem humana, e consideras mentalmente os dramas íntimos que vergastam o homem, na atual conjuntura social, moral e evolutiva do Planeta.

          Examinas as próprias dificuldades, e um crepúsculo de sobras lentamente envolve o sol das tuas alegrias e esperanças.

          Não te desalentes, porém.

          O corpo é oportunidade iluminava mesmo para aqueles que te parecem esquecidos e que supões descendo os degraus da infelicidade na direção do próprio aniquilamento.

          Nascer e morrer são acidentes biológicos sob o comando de sábias leis que transcendem à compreensão comum.

          Há, no entanto, acompanhando todos os caminhantes a forma carnal, amorosos Benfeitores interessados na libertação deles. Não os vendo, os teus olhos se enganam na apreciação; não os ouvindo, a tua acústica somente registra lamentos; não os sentindo, as parcas percepções de que dispões não anotam suas mãos quais asas de caridade a envolvê-los e sustentá-los.

          Perdido em meandros o rio silencioso e perseverante se destina ao mar.

          Agita e submissa nas mãos do oleiro a argila alcança o vaso precioso.

          Sofrido o Espírito nas malhas da lei redentora atinge a paz.

          Ante a sombra espessa da noite não esqueças o Sol fulgurante mais além. E aspirando o sutil aroma de preciosa flor não olvides a lama que lhe sustenta as raízes...

          Viver no corpo é também resgatar.

          O Espírito eterno, evoluindo nas etapas sucessivas da vestimenta carnal, se despe e se reveste dos tecidos orgânicos para aprender e sublimar.

          Numa jornada prepara o sentimento, noutra aprimora a emoção, noutra mais aperfeiçoa a inteligência...

          Nascer ou renascer simplesmente não basta.

          O labor, interrompido, pois, prosseguirá agora ou depois.

          Não cultives, portanto, o pessimismo, nem te abatam as dores.

          Cada um se encontra no lugar certo, à hora própria e nas circunstâncias que lhe são melhores para a evolução. Não há ocorrência ocasional ou improvisada na Legislação Divina.

          Quando retornou curado para agradecer a Jesus da morféia de que fora libertado, o samaritano que formava o grupo dos dez leprosos, conforme a narração evangélica, fez-nos precioso legado: o do reconhecimento.

          Quando o centurião afirmou ao Senhor que uma simples ordem Sua faria curado o seu servo, ofertou-nos sublime herança: a fé sem limites.

          Quando a hemorroíssa, vencendo todos os obstáculos, tocou o Rabi, deixou-nos precioso ensino: a coragem da confiança.

          Identificado ao espírito do Cristo, não te deixes consumir pelo desespero ou pela melancolia, sob revolta injustificada ou indiferença cruel. Persevera, antes, no exame da verdade e insiste no ideal de libertação interior, ajudando e prosseguindo, além, porque se hoje a angústia e o sofrimento te maceram, em resgate que não pode transferir, amanhã rutilará no corpo ou depois dele o sol sublime da felicidade em maravilhoso amanhecer de perene paz.

          "Tem ânimo filhos: perdoados são os teus pecados." - Mateus: 9-2.

          "Deus não dá prova superior às forças daquele que a pede; só permite as que podem ser cumpridas. Se tal não sucede, não é que falte possibilidade: falta a vontade". - Cap. XIV, Item 9, § 9.

Livro: Florações Evangélicas
Joanna de Ângelis & Divaldo P. Franco

Muita paz
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 06 de Fevereiro de 2011, 14:32
Boa tarde, queridos amigos!


A Bênção do Trabalho



É pela bênção do trabalho que podemos esquecer os pensamentos que nos perturbam, olvidar os assuntos amargos, servindo ao próximo, no enriquecimento de nós mesmos.

Com o trabalho, melhoramos nossa casa e engrandecemos o trecho de terra onde a Providência Divina nos situou.

Ocupando a mente, o coração e os braços nas tarefas do bem, exemplificamos a verdadeira fraternidade e adquirimos o tesouro da simpatia, com o qual angariaremos o respeito e a cooperação dos outros.

Quem não sabe ser útil não corresponde à Bondade do Céu, não atende aos seus justos deveres para com a humanidade e nem retribui a dignidade da pátria amorosa que lhe serve de mãe.

O trabalho é uma instituição de Deus.

SENDA DE PERFEIÇÃO

Quem move as mãos no serviço,
Foge à treva e à tentação.
Trabalho de cada dia
É senda de perfeição.
 
*  *  *

Meimei

(Mensagem do livro "Pai Nosso", recebida pelo médium Francisco Cândido Xavier - Edição FEB.)  
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Victor Passos em 06 de Fevereiro de 2011, 16:19
Ola muita paz e harmonia
Bons Amigos e Amigas

(http://imgs.obviousmag.org/archives/uploads/2009/09022301_blog.uncovering.org_trabalho.jpg)

O Perfume do Trabalho


          É comum ouvir de certas pessoas na Terra a expressão pela ânsia de férias, de descanso, na pauta da vida. Como se enganam esses companheiros, quando querem somente livrar-se do labor! É necessário que se compreenda que o trabalho é a base da vida; é, por assim dizer, a essência de tudo, é o princípio do progresso. Na expansão das belezas imortais, Deus nos mostra o valor do trabalho pelas coisas que observamos no universo... Quem foi que fez os universos? Quem fez as estrelas? Quem organizou a natureza? E, enfim, quem fez as coisas observáveis? Foi o Senhor pelos fios do que chamamos trabalho.

          Se queres crescer para Deus, dá demãos ao trabalho em qualquer parte a que fores chamado a realizá-lo, seja ele qual for.

          Trabalha na vigilância da oficina da mente,

          trabalha na lavoura do verbo,

          trabalha nas regiões da própria vida.

          Trabalha, meu irmão, no pequeno, para que possas ser grande na grandeza da vida, procurando nos sentimentos do coração os valores da vida, do amor, da caridade, da fraternidade e do perdão.

          O trabalho pode aparecer em qualquer lugar, mesmo em se conduzindo graves enfermidades, pois o enfermo pode mostrar, como trabalhador, como ter paciência compreendendo as lições. Nas profissões, podese da exemplo de trabalho digno com honestidade, onde s pode evidenciar o Cristo atuante, como exemplo de luz.

          Aquele que consegue a urdidura do amor no trabalho sente o aroma, lembrando Jesus, porque o trabalho na caridade perfuma, cura, eleva e dignifica a fé, mostrando que Deus é Pai, Jesus é o Guia. A humanidade se unifica pelo labor em uma só fé e em um só amor, do salvarse pelas forças da caridade, que é um o divino, sob a égide de Deus, nas bênçãos de pela expressão da benevolência

 Grupo Espírita Seara de Deus, Paulista, PE Scheilla

Muita paz
Victor Passos

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 06 de Fevereiro de 2011, 17:06
                                   VIVA JESUS!


       Boa-tarde! queridos irmãos.


             “Caridade é amor, em manifestação incessante e crescente. É o sol de mil faces, brilhando para todos, e o gênio de mil mãos, amparando, indistintamente, na obra do bem, onde quer que se encontre, entre justos e injustos, bons e maus, felizes e infelizes, por que, onde estiver o Espírito do Senhor aí se derrama a claridade constante dela, a benefício do mundo inteiro.” (Emmanuel )


                                        PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Victor Passos em 06 de Fevereiro de 2011, 17:18
Ola muita paz
Amigo Jorge

(http://www.brasilescola.com/upload/e/ensinando%20sobre%20caridade%20e%20bondade.jpg)

Desafio à Caridade


          Sempre que o tema da caridade seja trazido a considerações, recorda que ela é a luz da razão, mantida pelo combustível do sentimento, a projetar claridade pelo caminho em sombras de quem avança em sofrimento ou limitação.
          A caridade resulta da irradiação do amor, que jamais se exaure.
          Estrutura-se no esforço pessoal e robustece-se no sacrifício de quem a cultiva, sem o que não passa de filantropia ou emoção de transitório prazer.
          Mais se engrandece a caridade, quanto mais difícil se apresenta à circunstância pelo praticá-la.
          Por isso, tem uma elasticidade imensa o seu exercício.
          Transcendendo às doações materiais - que são, igualmente, suas manifestações respeitáveis -, sublima-se, santificando quem se propõe vivê-la, na área dos contributos morais.
          Não são poucos os desafios à caridade.
          O delinqüente, pela ação infeliz de que se tornou responsável, inspira animosidade; amá-lo, na condição de um enfermo necessitado de recuperação, é caridade.
          O rebelde provoca reação equivalente de agressividade; auxiliá-lo com paciência até conquistá-lo para o equilíbrio, constitui relevante caridade.
          Aquele com quem te sentes enfadado ou que te provocou antipatia, representa um teste para as tuas realizações espirituais; superar a condição negativa e trazê-lo à província do teu coração, é significativa caridade.
          O ingrato, naturalmente inspira o desprezo, senão indiferença; prosseguir ajudando-o, conquanto as dificuldades no relacionamento, representa elevada caridade.
          Quem te ofendeu por qualquer razão, legítima ou injusta - como se razão houvesse para que alguém a outrem ofendesse -, provoca um natural retraimento; insistir na ação cordial com esquecimento do mal, constitui verdadeira caridade.
          Caridade para com todos, mediante uma revolução íntima de superação pessoal.
          Sempre a caridade como diretriz.
          Nunca é demasiado a sua presença; ninguém que a dispense.
          Sem a caridade do Pai Criador para conosco, prosseguiríamos no primitivismo ou rentearíamos ainda com a barbárie.
          A caridade, porém, alimenta a vida e impele para a paz.
          Não olvides que a caridade é o amor que se expande e o amor que retorna em força harmonizadora.
          Coroando todo o ministério de amor com a estrela de primeira grandeza dentre as virtudes, a caridade moral do Cristo, na cruz, expressou-se no perdão a todas as faltas perpetradas contra Ele, e corporificada no seu retorno paciente ao convívio com os companheiros enfraquecidos, no esplendente amanhecer da Sua perene ressurreição.

Livro:Alerta
Joanna de Ângelis & Divaldo Franco

      Muita Paz
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 12 de Fevereiro de 2011, 09:08
Olá queridos amigos e irmãos... Sejam bem-vindos... Muita paz a todos

Conselhos Simples


Trabalho continuado - rendimento vultuoso.

*

Modifique, sem mais tardança, o conceito negativo a respeito de quem você conheceu num momento infeliz.

A opinião má que se renova contribui para a sementeira da fraternidade.

*

Antes que os labores diurnos o surpreendam, realize no leito a comunhão com o Senhor, através da meditação.

O homem mantém a comunicação com o Pai Celeste pelos invisíveis fios do pensamento.

*

Resguarde-se da enfermidade, cultivando a higiene mental.

Mente asseada - corpo equilibrado.

*

Recolha, em cada dificuldade, a mensagem oculta de advertência para a vida.

Obstáculo vencido - aprendizagem inesquecível.


Franco, Divaldo Pereira. Da obra: Glossário Espírita-Cristão.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Victor Passos em 12 de Fevereiro de 2011, 10:05
Ola muita paz e harmonia
Amigas e Amigos

(http://3.bp.blogspot.com/_C03t4bq_D8s/S_E5maZmDDI/AAAAAAAAAzQ/kMfRvR5YwH0/s1600/OgAAAI6qvwldfWq4hiDrmtsPKhI41nEESLtgThqNNcTXJdq5WD3Y4JYbGIHLsaO2vYnnHejIamt7kRm2Uj6TD0UILSAAm1T1UIO93iifM9piUaJc2HCV9CgQuRVw.jpg)

Alguém Espera


          Ouve!... Reinam lá fora o gelo e a ventania
          Por linguagem da noite ao coração inquieto
          Dos romeiros da dor, suportando sem teto
          Penúria e solidão na jornada sombria!...

          Ouve mais!.... Rente ao lar, alguém se te anuncia,
          Acena com brandura e fala em tom discreto,
          Solicita em favor dos famintos de afeto
          Uma réstea de paz, um raio de alegria...

          Ouve!... Ergue-te e sai!... Na estrada, ao desabrigo,
          Doce mão se estende e anseia estar contigo
          Para mostrar-te a vida em sentido profundo!...

          Esse alguém é Jesus, cuja fé não descansa,
          Pedindo-te consolo, assistência e esperança,
          A serviço do amor na redenção do mundo.

Livro: Auta de Souza
Auta de Souza & Francisco Cândido Xavier

Muita paz

Victor Passos
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Carmen.gbi em 12 de Fevereiro de 2011, 20:10


Boa tarde!


Não Critique!
Procure antes colaborar com todos, sem fazer críticas.
A crítica fere, e ninguém gosta de ser ferido.
E a criatura que gosta de criticar, aos poucos, se vê isolada de todos.
Se vir alguma coisa errada, fale com amor e carinho, procurando ajudar.
Mas, sobretudo, procure corrigir os outros, através de seu próprio exemplo!


(do livro Minutos de Sabedoria de Carlos Torres Pastorino)

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 13 de Fevereiro de 2011, 09:21
Linhas de Evolução

"Caridade e humildade, tal a senda única da salvação."
(Alan Kardec. E.S.E. Cap.XV. Item 5.)
Observando os companheiros a quem você deseja ajudar, seja breve na exposição e demorado no socorro.

Sem o suor do exemplo, os mais belos comentários perdem a legitimidade.

*

Utilize-se do poço do caminho, sem lhe tisnar a limpidez das águas. Mais tarde você poderá necessitar dele novamente.

*

Seu vestuário desvela para os outros suas íntimas inclinações. Use a roupa, sem a ela escravizar-se.

*

Mantenha a higiene de seu corpo para preservar a saúde. No entanto, viver excessivamente preocupado com a limpeza é sintoma de desequilíbrio.

*

Cobiçando o melhor de cada dia, viva cada minuto nobremente
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Victor Passos em 13 de Fevereiro de 2011, 12:20
Ola muita paz e harmonia

Aceitar as Pessoas

          Ouvi dois amigos conversando e um deles se queixava da incompreensão das pessoas, das agressões verbais, dos desentendimentos. Isto o revoltava e ele dizia invejar a serenidade e o equilíbrio do interlocutor.
          - Qual é o segredo? perguntou.
          - Não existe segredo, mas somente paixão pela vida e esforços contínuos para aprender, respondeu o outro.
          - Aprender o que?
          - A aceitar as pessoas, mesmo que ela nos desapontem, quando não aceitam os ideais que escolhemos. Quando nos agridem e nos ferem com palavras e atitudes impensadas.
          - Mas é muito difícil aceitar pessoas assim.
          - É verdade. É difícil aceitá-las como elas são e não como gostaríamos que elas fossem. Mas qual é o nosso direito de mudá-las?
          - E como você consegue?
          - Estou aprendendo a amar. Estou aprendendo a escutar, mas não apenas com os ouvidos, também com os olhos, com o coração, com a alma, com todos os sentidos. Muitas vezes as pessoas não falam com palavras, mas com a postura. Fique atento para os que falam com os ombros caídos, os olhos e as mãos irrequietas.

          Assim como você pode ler as entrelinhas de um texto, pode ouvir coisas entre as frases de uma conversa corriqueira, banal, que somente o coração pode ouvir. Não raro, há angústia e desespero disfarçados, insegurança escondida em palavras ásperas, solidão fantasiada na tagarelice. Aos poucos estou aprendendo a amar, e amando estou aprendendo a perdoar. Perdoando, apago as mágoas e curo as feridas, sem deixar cicatrizes nos corações magoados e tristes. Aprendo com a vida o valor de cada vida e procuro entender os rejeitados, os incompreendidos. Nem sempre consigo, mas estou tentando.
          Quanto a nós, vamos tentar construir a paz, sem desânimo, com muito amor, muito amor no coração.

Livro: A Minha Paz vos dou...
Amilcar Del Chiaro Filho

Muita Paz
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 15 de Fevereiro de 2011, 13:36
Viver em Paz
 

"... Vivei em paz..." - Paulo.
(II CORÍNTIOS, 13:11)

 

Mantém-te em paz.

É provável que os outros te guerreiem gratuitamente, hostilizando-te a maneira de viver; entretanto, podes avançar em teu roteiro, sem guerrear a ninguém.

Para isso, contudo - para que a tranqüilidade te banhe o pensamento -, é necessário que a compaixão e a bondade te sigam todos os passos.

Assume contigo mesmo o compromisso de evitar a exasperação.

Junto da serenidade, poderás analisar cada acontecimento e cada pessoa no lugar e na posição que lhes dizem respeito.

Repara, carinhosamente, os que te procuram no caminho...

Todos os que surgem aflitos ou desesperados, coléricos ou desabridos, trazem chagas ou ilusões. Prisioneiros da vaidade ou da ignorância, não souberam tolerar a luz da verdade e clamam irritadiços... Unge-te de piedade e penetra-lhes os recessos do ser, e identificarás em todos eles crianças espirituais que se sentem ultrajadas ou contundidas.

Uns acusam, outros choram.

Ajuda-os, enquanto podes.

Pacificando-lhes a alma, harmonizarás, ainda mais, a tua vida.

Aprendamos a compreender cada mente em seu problema.

Recorda-te de que a natureza, sempre divina em seus fundamentos, respeita a lei do equilíbrio e conserva-a sem cessar.

Ainda mesmo quando os homens se mostram desvairados, nos conflitos abertos, a Terra é sempre firme e o Sol fulgura sempre.

Viver de qualquer modo é de todos, mais viver em paz consigo mesmo é serviço de poucos.

   Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Fonte Viva. Ditado pelo Espírito Emmanuel.

 
 
   
 
 

 
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Victor Passos em 15 de Fevereiro de 2011, 15:45
Ola muita paz e harmonia
Bons Amigos e Amigas

(http://fotos.imagensporfavor.com/img/pics/glitters/o/o_amor_pergunta_a_amizade_-406.gif)

A Paz do Mundo e a Paz do Cristo


                "A paz vos deixo, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá." -Jesus. (JOÃO, 14:27.)

          É indispensável não confundir a paz do mundo com a paz do Cristo.

          A calma do plano inferior pode não passar de estacionamento.

          A serenidade das esferas mais altas significa trabalho divino, a caminho da Luz Imortal.

          O mundo consegue proporcionar muitos acordos e arranjos nesse terreno, mas somente o Senhor pode outorgar ao espírito a paz verdadeira.

          Nos círculos da carne, a paz das nações costuma representar o silêncio provisório das baionetas; a dos abastados inconscientes é a preguiça improdutiva e incapaz; a dos que se revoltam, no quadro de lutas necessárias, é a manifestação do desespero doentio; a dos ociosos sistemáticos, é a fuga ao trabalho; a dos arbitrários, é a satisfação dos próprios caprichos; a dos vaidosos, é o aplauso da ignorância; a dos vingativos, é a destruição dos adversários; a dos maus, é a vitória da crueldade; a dos negociantes sagazes, é a exploração inferior; a dos que se agarram às sensações de baixo teor, é a viciação dos sentidos; a dos comilões, é o repasto opulento do estômago, embora haja fome espiritual no coração.

          Há muitos ímpios, caluniadores, criminosos e indiferentes que desfrutam a paz do mundo. Sentem-se triunfantes, venturosos e dominadores no século. A ignorância endinheirada, a vaidade bem vestida e a preguiça inteligente sempre dirão que seguem muito bem.

          Não te esqueças, contudo, de que a paz do mundo pode ser, muitas vezes, o sono enfermiço da alma. Busca, desse modo, aquela paz do Senhor, paz que excede o entendimento, por nascida e cultivada, portas a dentro do espírito, no campo da consciência e no santuário do coração.

Livro: Sol nas Almas
André Luiz & Waldo Vieira
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 16 de Fevereiro de 2011, 07:59
Olá queridos amigos e irmãos... muita paz

Uma Boa palavra


 

No teu relacionamento diário com as pessoas, não te esqueças de endereçar-lhes sempre uma boa palavra.

A palavra de esperança é uma luz que se acende no caminho dos companheiros que se revelam vacilantes na luta.

A palavra de coragem é um apoio para os que necessitam seguir adiante no desempenho das próprias obrigações.

A palavra de compreensão não raro, é mais eficaz que o medicamento prescrito pela medicina convencional aos que se queixam de amargura e desalento.

A palavra de incentivo aos que se dedicam às boas obras, pode ser comparada a preciosa alavanca que guarda consigo o poder de remover as pedras de tropeço.

Não olvides, assim, os prodígios de amor que podes realizar através de uma boa palavra e promova, desde agora, rigorosa triagem nos assuntos ventilados por teu verbo.

Falando, construirás a felicidade ou, ainda falando, arrasarás com os ideais de muita gente.

Fala como se trouxesses Jesus no entendimento e no coração e a tua palavra, em todas as ocasiões, brilhará em teus lábios à feição de uma estrela engastada no céu de tua boca.

 

Xavier, Francisco Cândido; Baccelli, Carlos A. Da obra: Brilhe Vossa Luz.. Ditado pelo Espírito Irmão José
.

 

 
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Victor Passos em 16 de Fevereiro de 2011, 09:24
Ola muita paz e harmonia
Amigos e Amigas

(http://silveiraneto.net/wp-content/uploads/2007/10/chave.png)


A Cela Oculta


          Cada criatura, na Terra, traz consigo uma cela oculta em que trabalha com os instrumentos da provação em que se burila.

          Pensa nisso e auxilia aos que te rodeiam.

          Esse companheiro alcançou a fortuna, mas sofre a falta de alguém; outro dispõe de autoridade, no entanto, suporta espinhosos conflitos nos sentimentos; essa irmã construiu o lar sobre preciosas vantagens materiais, contudo, tem um filho que lhe destrói a felicidade; e aquele outro atingiu o favor público, entretanto, é portador de moléstia indefinível a corroer-lhe todas as forças.

          Quando encontres alguém que te pareça em crise de inquietação e desarmonia, isso não é sinal de que a tua presença se lhe fez indesejável.

          Esse alguém estará em momentos de enormes dificuldades no reduto invisível do coração em que se aperfeiçoa. E os resíduos da luta íntima se lhe transbordam do ser pelas janelas do trato.

          Observa o ponto nevrálgico da própria vida em que o sofrimento te procura para efeito de prova e compadece-te dos outros para que os outros se compadeçam de ti.

Livro: Somente Amor
Meimei & Francisco Cândido Xavier

Muita Paz
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 17 de Fevereiro de 2011, 10:31
                                        VIVA JESUS!


       Bom-dia! queridos irmãos.


               "Aprendemos a voar como os pássaros, a nadar como os peixes; mas não aprendemos a singela arte de viver como irmãos." (Martín Luther King )


                                          PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 18 de Fevereiro de 2011, 08:45
Ajude a Você Mesmo

 

 

Não ambicione do seu vizinho senão os dons excelentes que lhe exornam o espírito.

Não permita que os dissabores governem o leme de seu destino.

Não entregue o templo de sua memória às más impressões.

Não retire sua experiência dos fundamentos espirituais.

Não se esqueça de que o ideal superior, objeto de sua admiração, deve corporificar-se em seus caminhos.

Não se prenda ao mal; no entanto, não se desvie das obrigações de fraternidade para com aqueles que foram atingidos pelo mal.

Não apague o archote da fé em seus dias claros, para que não falte luz a você nos dias escuros.

Não fuja às lições da estrada evolutiva, por mais difíceis e dolorosas, a fim de que a vida, mais tarde, lhe abra o santuário da sabedoria.

Não lhe falte tempo para cultivar o que é belo, eterno e bom.

Não olvide que a justiça institui a ordem universal, mas só o amor dilata a obra divina.




Xavier, Francisco Cândido Xavier. Da obra: Agenda Cristã. Ditada pelo Espírito André Luiz[/b][/color]

 
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 18 de Fevereiro de 2011, 08:53
Olá queridos amigos e irmãos... Sejam bem-vindos... Muita paz a todos...

Sua presença é muito importante, ela é que faz o sucesso deste espaço que é de vocês
Estão convidados a trazerem suas mensagens dentro do tema...
Desejamos uma ótimo final de semana repleto de amor e paz...
Abraços afetuosos de:


Lima- Gil e equipe
l
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 20 de Fevereiro de 2011, 09:20
Quem dá...

 
Em tudo o que fazes pões o condimento do amor. A quem amas o fazes com toda a dedicação para preservar esse amor e tornar a pessoa amada sempre mais feliz – dizes.

Para ti, nada há que te impeças de agir para agradar o ser que fez ninho em teu coração, que elegeste por sócio dos teus projetos de felicidade. Tudo na vida parece, então, girar em torno da alma querida que ocupa todos os teus sentidos.

Nessa direção caminhaste com todos os teus sonhos. Nos caminhos da alma amada, semeaste as tuas esperanças. Com ela sorriste, por ela choraste e por ela enfrentaste desafios, correste riscos de que só um grande amor é capaz. Viveste, enfim, para ela, tudo dando sem nada cobrar, como alegas.

Agora sofres por não te veres correspondida na tua dedicação, no teu carinho. Achas que deste sem retribuição. Teu coração, antes cheio de esperanças, amarga agora a indiferença de quem menos esperavas. Desalentada, concluis que toda a tua doação de amor ao ser amado foi em vão. Destes flores e recebestes só espinhos – queixas-te, nas tuas elucubrações mais íntimas.

Quando te encontrares no tumulto desses conflitos afetivos, tomando-te por vítima das incompreensões ou da indiferença de alguém a quem afirmas ter entregue o coração na aurora de um sonho de amor, foge por alguns instantes do circuito fechado em que roda o filme das tuas decepções e distende a tua visão espiritual na direção do calvário. Lá ainda poderás enxergar a grande vítima da incompreensão e da indiferença.

Não te digo o nome, porque tu o conheces muito bem, com detalhes inclusive da história do infamante desejo a quem tudo deu de si para as alegrias e felicidade dos homens. E nessa reflexão recorre à prece por amiga e conselheira leal, que essa grande vítima te surgirá na tela das recordações em algum lugar do passado, perguntando a um dos apóstolos:  – Pedro, filho de Simão, tu me amas?(João XXI, 15-17).

E fez essa pergunta três vezes ao apóstolo querido, o mesmo que lhe negou também três vezes, depois em Jerusalém, mostrando a fragilidade do coração humano em matéria de amor verdadeiro.

Reflete, pois, sobre estas verdades e toma a cruz do Cristo por lição sublime, para que aprendas a amar sem ser amado, a dar sem receber, a ser feliz por já saberes proporcionar a felicidade a alguém sem nada cobrar-lhe, respeitando-lhe a liberdade de ser como deseja ser.

Amar verdadeiramente não é receber amor; é dar. Porque quem dá com amor, que lhe importa receber do mundo, se é certo que recebe de Deus?


Com as bênçãos de Jesus, nosso Senhor.

 

Joana
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Carmen.gbi em 21 de Fevereiro de 2011, 18:09



Boa tarde!


A dor que te alcança é tua.
 
Ninguém a sofrerá por ti.
 
Os amigos se apiedarão, buscarão auxiliar-te, porém, o empenho estará cravado nas carnes da tua alma.
 
Da mesma forma, a felicidade que te chega, é tua.
 
Haverá riso e satisfação entre aqueles que te amam, todavia, a sensação de júbilo não a podes repartir com ninguém.
 
Isto posto, no sofrimento, não imponhas amargura àqueles que te cercam, conforme na alegria, não podes fazer que eles se sintam ditosos.

 

Joanna de Ângelis
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 25 de Fevereiro de 2011, 08:27
Olá amigos... Sejam bem-vindos.. Muita paz

Luz em Ti


É um tesouro inigualável, teu somente.

Ninguém dispõe dele em teu lugar.

Nas horas mais difíceis, podes gastá-lo sem preocupação.

Quando alguém te fira, é capaz de revelar-te a grandeza da alma, no brilho do perdão.

No momento em que os seres mais queridos porventura te abandonem, será parte luminosa de tua bênção.

Ante os irmãos infelizes, é o teu cartão de paz e simpatia.

Nos empreendimentos que te digam respeito ao próprio interesse, converte-se em passaporte para a aquisição das vantagens que desejes usufruir.

No relacionamento comum, transforma-se na chave para a formação das amizades fiéis.

Na essência, é um investimento, a teu próprio favor, que realizas sem o menor prejuízo.

Esse tesouro é o teu sorriso, - luz de Deus em ti mesmo, - que nenhuma circunstância pode extinguir e que ninguém consegue arrebatar.

*  *  *


Meimei
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 26 de Fevereiro de 2011, 11:03
Olá queridos amigos.... Membros e visitantes...

Sejam bem--vindos... Sintam-se em família...Muita paz a todos
Sua presença é a responsável pelo sucesso deste espaço que é de vocês...
Estão todos convidados a trazerem suas mensagens dentro do tema...
Desejamos um ótimo final de semana repleto de felicidades, saúde, pae e mto amor...
Abraços afetuosos... São os sinceros votos de:

Lima_ Gil e equipe


Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 07 de Março de 2011, 20:27
Olá queridos amigos... Sejam bem-vindos

Necessário Despertar


Substitui, mediante as informações libertadoras do Espiritismo, os velhos hábitos, um a um, adotando novo comportamento mental, e, depois, vivencial, a fim de que a renovação se te faça contínua, incessante.

Fixa-te no propósito de vencer os velhos condicionamentos e adota as propostas de ação positiva, que te auxiliarão no crescimento íntimo.

Liberta-te dos instrumentos frágeis de justificação, evitando as fugas psicológicas à realidade, à responsabilidade.

Insiste na lapidação das arestas grosseiras da personalidade e adapta-te ao novo modo de entender e ser, incorporando à conduta as diretrizes espirituais.

Dar-te-ás conta dos benefícios imediatos que advirão, das soluções aos problemas que surgirão, enfim, de que o empenho se coroa de êxito na razão direta do esforço encetado
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 09 de Março de 2011, 09:15
                                  VIVA JESUS!


    Bom-dia! queridos irmãos.         
A Paz de Cristo
O Evangelista Mateus anotou palavras de Jesus que, até hoje, causam um certo espanto ao estudioso dos Evangelhos, ao menos no primeiro momento.

Dentre elas, a afirmativa: Não cuideis que vim trazer a paz à Terra. Não vim trazer a paz, mas a espada.

Acontece que o conceito de paz, entre os homens, desde muitos séculos está viciado. Na expressão comum, ter paz significa ter atingido garantias do mundo, dentro das quais possa o homem viver, sem maiores cuidados.

Paz, para muitos, significa ter a garantia de grandes somas de dinheiro, não importando o que tenha que fazer para as conseguir. Isso porque muito dinheiro significa poder se rodear de servidores, de pessoas que realizem as tarefas que, normalmente, a criatura deveria executar. Também tem a ver com viagens maravilhosas para todos os lugares possíveis, ida a restaurantes caros, roupas finas, perfumes exóticos. Desfrutar de tudo o que é considerado bom no mundo.

Naturalmente, Jesus não poderia endossar esse tipo de tranquilidade, onde o ser vegeta e não vive realmente. Assim, em contrapartida ao falso princípio estabelecido no mundo, Jesus trouxe consigo a luta regeneradora, a espada simbólica do conhecimento interior pela revelação Divina, para que o homem inicie a batalha do aperfeiçoamento em si mesmo.

Jesus veio instalar o combate da redenção. É um combate sem sangue, uma frente de batalha sem feridos. A guerra que o Senhor Jesus propõe é contra o mal. Ele mesmo foi o primeiro a inaugurar o testemunho pelos sacrifícios supremos.

Convidado a se sentar no Sinédrio, junto aos poderosos do Templo de Jerusalém, optou, sem desprezar ninguém, por se dedicar à gente simples, para quem ensinou bondade, compaixão, piedade. Exatamente numa época em que a lei do mais forte imperava. O dominador romano mandava e o povo escravo deveria obedecer. Uma época em que os portadores de hanseníase, que conheciam como lepra, eram colocados para fora das cidades, longe do convívio dos seus amores, sem cuidado algum. Uma época em que as crianças enjeitadas eram abandonadas nas ruas, entregues a ninguém.

Há mais de vinte séculos a Terra vive sob esses impulsos renovadores da mensagem de Jesus. Buscar a mentirosa paz do conforto exclusivo, pensando somente em si próprio, é infelicitar-se. Todos aqueles que pretendem seguir Jesus encontram, pela frente, a batalha pela conquista das virtudes. Mas, igualmente, a serenidade inalterável, na Divina fonte de repouso dos corações que se unem ao amor de Jesus.

Ele é o sustentáculo da paz sublime para todos os homens bons e sinceros.

*   *   *

A conquista da paz do Cristo, em essência, é fácil. Basta seguir pequenas regras: não ter ambição em demasia e saber valorizar o que se tem. Amar e perdoar, sem acumular mágoas, que somente pesam na economia da alma, infelicitando-a. Cumprir fielmente os seus deveres, na certeza de que a paz de consciência se alcança com o dever retamente cumprido. Finalmente, entregar-se confiante aos desígnios de Deus. O bom Deus, que cuida das aves do céu e dos lírios do campo, vela incessantemente por todos nós.

                         Ramon Silva


                                          PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 09 de Março de 2011, 09:18
(http://www.recadodeorkut.com/105/214.jpg) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5nZXJhZG9yZXNvbmxpbmUuY29t)

 Investimentos em recados de Bom Dia n&atilde;o param! (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5nZXJhZG9yZXNvbmxpbmUuY29t)


Trabalhando

Quando estudamos a lição dos trabalhadores da última hora, nas páginas divinas do Evangelho, recordamos que, realmente, trabalhando, é possível alcançar todas as realizações que nos propomos atingir.

*

Trabalhando, o coração empolgado pelo desânimo, pode converter, de imediato, as trevas da amargura em claridades imperecíveis de alegria e esperança.

*

Trabalhando, a criatura frágil, se fortifica, pouco a pouco, dominando o campo em que respira, vive e cresce.

*

Trabalhando, a mente atacada pelo veneno do ódio ou da desesperação, encontra recursos para compreender as próprias lutas, com mais clareza, aprendendo a transformar revolta e fel em paciência e perdão.

*

Trabalhando, a alma isolada pela discórdia, pode surpreender a abençoada luz da harmonia e da paz, depois de longas noites de conflito e agonia.

*

Trabalhando, o mau se faz bom, o adversário se transforma em amigo, o infeliz atinge a casa invisível e brilhante do eterno júbilo.

*

Guardemos a palavra de Jesus e trabalhemos sempre na extensão do bem.

O livro ou tribunal, a enxada ou a semente aguardam nossos braços, tanto quanto os sábios e os ignorantes esperaram por nossa cooperação cada dia.

*

Fujamos as sombras densas e guerras escuras do nosso próprio "eu", devotando-nos ao serviço de Deus, na pessoa e nos círculos dos nossos semelhantes.

*

Plantando a felicidade dos outros, encontraremos a nossa própria felicidade.

Um anjo que se ponha a dormir num vale, tentado pelo perfume das flores efêmeras, pode repousar indefinidamente nas trevas, enquanto que o aleijado que se disponha a arrastar-se, sangrando o corpo e cobrindo-se de suor, na subida do monte, pode alcançar glória do cimo e banhar-se de sublimes clarões, antes dos que dormem, com graça divina da gloriosa alvorada...

*

Os últimos serão os primeiros - disse o Senhor!

Em verdade, será difícil a compreensão de semelhante ensino para nossa lógica habitual, entretanto, se vives servindo, compreenderás que o trabalho realmente pode operar o divino milagre.

* * *


Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Alma e Luz.
Ditado pelo Espírito Emmanuel.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Victor Passos em 09 de Março de 2011, 10:32
Ola muita paz e harmonia
Bons Amigos e Amigas

(http://ocantinhodalena.com.br/menespiritas/emanuel/mens01/menespirita1.jpg)

Muita paz

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 09 de Março de 2011, 14:54
                                     VIVA JESUS!


      Bom-dia! queridos irmãos.

              A Boa Árvore
Nos quadros vivos da Terra,
Desde a sua formação,
A árvore generosa
É imagem da Criação.

É a vida em Deus que nos ama,
Que nos protege e nos cria,
Que fez a bênção da noite,
E a bênção da luz do dia.

Seus ramos são como a infância,
As flores, a adolescência,
Seu fruto, a velhice amiga
Repleta de experiência.

Seu trono transforma sempre
Toda a lama da raiz,
No pomo caricioso,
Alegre, doce e feliz.

As sementes que renascem,
Com método e perfeição,
São nossas almas na lei
De vida e reencarnação.

Silenciosa na estrada,
Seu exemplo nos ensina
A refletir sobre a Terra
Na Providência Divina.

Se a poda foi rude e forte
Ao rigor do braço humano,
Sua resposta mais bela
É mais frutos no outro ano.

Se tomba desamparada
Ao pulso do lenhador,
Faz-lhe a casa, dá-lhe a mesa,
Aquece-o com mais amor.

Dá sombra a todos que passam,
Sem jamais saber a quem,
Colocada no caminho,
Seu programa é sempre o bem.

***

É santa irmã de Jesus
Essa árvore estremecida:
Se vive, palpita em Deus,
Se morre, transmite a vida.


Casimiro Cunha

(Francisco Cândido Xavier, do livro Cartilha da Natureza)



                                 PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 11 de Março de 2011, 11:12
                                          VIVA JESUS!


      Bom-dia! queridos irmãos.

             O Amanhã de Deus



Técnicos respeitáveis, interessados na problemática da saúde, nos complexos programas da educação, nos vários esquemas do serviço social investem o conhecimento e a dedicação, elaborando roteiros e traçando diretrizes para a erradicação da miséria e da ignorância nos vários departamentos humanos da Terra.

Apoiados nos estatutos e nas experiências que vivenciam, todos credores do melhor respeito, afirmam que o problema é de profundidade e somente em profundidade deve ser atacado.

Em face disso, outras pessoas argumentam que ante a impossibilidade de poderem solucionar os dramas em que tresvariam as criaturas, resolvem-se por nada fazer, a fim de não complicarem a questão.

No entanto, diante de alguém que padece de fome, ofertar-lhe a tua dádiva em forma de pão, hoje, e Deus completará o alimento, amanhã.

Defrontando o enfermo que marcha, inexoravelmente, para o desespero, enseja-lhe o medicamento renovador agora e Deus se encarregará da saúde mais tarde.

Surpreendido pela criança que tirita de frio e sofre nas malhas da miséria sócio-econômica, auxilia-a imediatamente e Deus se encarregará dela depois.

Encontrando uma região em sombras ameaçadoras, acende a claridade possível de imediato e Deus fará claridade maior posteriormente.

Ante o aflito que o busca, divide o teu pouco, seja o que for, no momento da rogativa e Deus completará a ajuda nos dias sucessivos.

Surpreendido pela ignorância, distribui informações esclarecedoras de pronto e Deus fomentará o conhecimento libertador nos dias seguintes.

Não te escuses nunca ante o desafio da necessidade.

Faze a parte que te esteja ao alcance e Deus produzirá, como até aqui, para o futuro.

Ninguém desconsidere o valor da migalha.

O pólen insignificante, o grão pequenino, o átomo invisível são bases sobre as quais se levantam inúmeras expressões da vida.

Enquanto os magnos problemas que aturdem a Humanidade não encontram solução, atende as pequenas dificuldades que te surjam, evitando que se ampliem ou que se avolumem, tornando o fardo dos homens mais pesado e atormentante do que já se apresenta.

Não cruzes os braços.

Fala sobre o bem e atua no bem; refere-se à luz e acende lâmpadas de esperança; doa a moeda e ensina como adquirir o pão com dignidade; oferta o agasalho e promove o homem necessitado; elucida sobre o valor da cultura e ensina o alfabeto; comenta a excelência da prece e ora sem cessar, agindo e amando, porquanto se nos cumpre fazer o melhor ao nosso alcance hoje, o amanhã é de Deus, sobre o qual não podemos perscrutar nem decidir.

            Carlos Pereira


                                       PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 12 de Março de 2011, 10:35
                                      VIVA JESUS!


     Bom-dia! queridos irmãos.

             Resposta de Deus
Jandira, uma menina de oito anos de idade, desde muito pequena se acostumara a passar por toda sorte de privações.

Não conhecera o pai, e a mãe a abandonara quando tinha pouco mais de quatro anos. Uma vizinha, apiedando-se dela, levou-a para casa.

Mas a vizinha tinha muitos filhos e logo Jandira percebeu que não poderia morar ali, que não era bem-vinda.

Com cinco anos saiu da casa que a acolhera, cansada de apanhar, e foi para a rua, acompanhando umas crianças que conheceu e que também não tinham família. Assim, Jandira foi morar com os novos amigos num casebre abandonado.

Aprendeu a pedir esmolas para poder sobreviver. Comia do que lhe davam. Apesar de todas as dificuldades da sua curta vida, Jandira jamais foi uma criança revoltada. Tinha o coração amoroso e bom, e todos a estimavam. Acreditava em Deus e tinha certeza de que Ele não a deixaria desamparada, conforme ouviu alguém ensinar certa vez.

Certo dia, enquanto pedia esmola na cidade, Jandira viu aproximar-se um homem de aspecto distinto, muito bem-vestido.

– Por caridade, uma esmola! – pediu.

Ouvindo a voz da criança, Manoel olhou e viu uma menina de rostinho sujo, roupas rasgadas, que o fitava com grandes olhos vivos e confiantes. Como estivesse com pressa, deu uma moeda sem se deter.

No dia seguinte, encontrou a garota no mesmo lugar. Ela sorriu e estendeu a mãozinha pedindo uma esmola. Novamente Manoel deu uma moeda, contra seus hábitos, e ouviu o agradecimento da menina.

– Que Deus o abençoe e que nunca lhe falte nada.

Impressionado, seguiu adiante com passos rápidos, mas não conseguiu esquecer o rostinho da garota durante todo o dia.

Na manhã seguinte, lá estava ela no mesmo lugar. A menina aproximou-se dele com uma florzinha na mão, sorridente.

– É sua. Trouxe para o senhor.

Surpreso, Manoel sentiu necessidade de parar para conversar.

– Como se chama? – perguntou.

– Jandira.

– Quantos anos tem, Jandira?
 

– Acho que tenho oito ou nove anos, senhor. Não sei ao certo.

– Não vai à escola? – indagou ele.

– Não. Nunca pude estudar, apesar de ter muita vontade de aprender a ler e a escrever.

– Onde você mora, Jandira? – perguntou, impressionado.

– Num barraco, com outras crianças.

– Por quê? Não tem família?

– Minha mãe foi embora quando eu era muito pequena. Tenho apenas pai.

– Como se chama seu pai? – quis saber ele.

A menina respondeu com seriedade.

– Deus.

– Deus? Esse é o nome do seu pai? – ele perguntou, pensando não ter entendido direito.

– Sim. Deus não é o Pai de todo mundo? – respondeu ela com simplicidade.

– Ah! É verdade.

– Então, Ele não deixa que me falte nada. Tenho tudo do que preciso. Um teto para me abrigar da chuva e do frio, tomo banho num chafariz e, quando sinto fome, peço uma esmola e ganho dinheiro para comprar o que comer. Às vezes ganho comida e nem preciso pedir esmolas, e ainda posso repartir com os outros o que recebo.

Sensibilizado, Manoel perguntou:

– O que mais você gostaria de ter, Jandira?

– Nada. Eu não preciso de nada.

– Diga. Gostaria de poder ajudar – insistiu Manoel.

A menina pensou um pouco e, com os olhos rasos d’água, respondeu baixinho:

– Gostaria de ter uma família de verdade.

Manoel sentiu um aperto no coração e as lágrimas afloraram em seus olhos. Sentia-se culpado. Era rico, tinha tudo. Uma casa grande, emprego bom e não tinha filhos. Morava apenas com a esposa e nunca pensara em ajudar ninguém. E aquela criança pedia tão pouco da vida!

Tomou uma resolução. Sua esposa sempre quisera filhos e iria gostar.

Fitou a menina à sua frente, e disse:

– Agora tudo vai ser diferente, Jandira. Deus, apesar de dar-lhe tudo, como você afirmou, encarregou-me de ser seu pai aqui na Terra. Aceita? Além de um pai, terá também uma mãe.

Sem poder acreditar em tamanha felicidade, Jandira pulou nos braços de Manoel, cheia de alegria.

– Deus o mandou? Aceito! Eu sabia que ele não deixaria de atender às minhas preces. Antes de dormir – explicou – sempre pedia ao Pai do Céu que me dê um pai de verdade aqui na Terra.

Nesse momento, Jandira lembrou-se dos companheiros:

– Ah!...E meus amigos? Não posso abandoná-los!

– Não irá abandoná-los, Jandira. Como minha filha, terá condições de ajudá-los. Tenho dinheiro. Arrumaremos uma casa de verdade, alguém que tome conta deles e terão tempo de estudar para serem mais tarde criaturas dignas e úteis à sociedade.

A menina batia palmas de alegria.

– Que bom! Que bom!

Em seguida, olhou Manoel com muito carinho e, segurando a mão dele, perguntou:

– Posso chamá-lo de papai?

                       Celia Xavier de Camargo


                                              PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 12 de Março de 2011, 15:27
(http://www.recadodeorkut.com/255/089.gif) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5wb2VtYXNwYXJhb3JrdXQuY29t)

 Clicando aqui, voc&ecirc; encontrar&aacute; muito mais recados de Fim de Semana! (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5wb2VtYXNwYXJhb3JrdXQuY29t)


Olá queridos amigos e irmãos... Sejam bem-vindos

Senhor, não permita jamais que eu me esqueça de sorrir com o coração – e sorrir muito, todos os dias!

Quando raiar o sol e meus olhos se abrirem para a vida, que o sorríso
seja a meu primeiro louvor, agradecendo o novo dia que amanhece!…

Em meu lar, que seja ele o precursor da palavra serena e do diálogo
amistoso, para que meus familiares, assim como eu, possam iniciar o seu
dia entre as melhores vibrações de paz e bom ânimo!

Sem a claridade do riso, tudo é mais triste, sombrio!…

Sem a bênção da alegria, os semblantes são frios e as palavras rudes,
qual que imensa desolação envolvesse a todos, negando-lhes desenvoltura e
euforia – acompanhantes obrigatórios das determinações felizes!…

Sorrir alivia o coração e desafoga a alma, recolocando harmonia e
pacificação no lugar da irritação e do mau humor. Trazer a luz do
sorriso no rosto é iluminar estradas e transeuntes, fazendo de seu
portador um pequenino imã a atrair simpatia e cooperação…

Aquele que sorri sinaliza o Bem, aonde quer que esteja.

Abençoa-me hoje, Senhor, e faz de mim um foco de alegria a espargir o
melhor aos meus companheiros de estrada, para que amanhã, quando eu
estiver triste e desanimado, o sorriso que eu despertei nos outros possa
ser o remédio salutar que me trará de volta a vontade viver e lutar,
porque o sorriso é assim como um raio de luz: embora pequeno transpassa
todas as sombras, e onde toca sempre produz calor, alegria e
refazimento…

Assim seja!


André Luiz, IDEAL André (Chico Xavier)

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Carmen.gbi em 14 de Março de 2011, 18:27



Boa tarde!


ORAÇÕES DA ESTRADA

 


Senhor!

Ante as ofensas que, porventura, me firam, auxilia-me a lembrar quantas vezes já recebi o perdão alheio, diante de minhas próprias faltas.

Senhor!

Deixa-me perceber quanto tenho incomodado aos outros com os meus erros, para que os prováveis erros dos outros não me façam desanimar.

 



pelo Espírito André Luiz - Do livro: Endereços da Paz, Médium: Francisco Cândido Xavier.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 15 de Março de 2011, 00:09
                                      VIVA JESUS!


     Boa-noite! queridos irmãos.

            Lê e medita…
O corpo sem alimento desce à desnutrição e à enfermidade.
O motor sem força que o acione volve à inércia.
A mente sem estudo que a renove padece retardamento.
Recorda a eternidade da vida e não desistas de aprender.
Abre um parêntesis no turbilhão das atividades em que te agitas e consagra alguns instantes de cada dia à leitura e à reflexão.
O livro nobre é uma lâmpada que o Senhor determinou brilhasse em teu caminho.
Ensina sem exigência, corrige sem alarde, transforma sem ruído e ajuda sem paga.
Lê e medita…
No silêncio do espírito, os pensamentos do Céu iluminam os pensamentos da Terra e vozes benevolentes e sábias nos falam aos ouvidos, através do verbo inarticulado da inspiração.
Não menosprezes a página que constrói, auxilia, esclarece e melhora…
Realmente a educação legítima é obra de elevação moral, todavia, tanto quanto a árvore não se equilibra sem raízes, a perfeição interior não surge sem o conhecimento.
A sublimação exclui não apenas o egoísmo mas também a ignorância…
Amar e saber, ajudar e discernir, eis alguns dos característicos das almas que se aproximam da residência dos anjos.
Disse-nos o Espírito da Verdade:
“Amai-vos! — eis o primeiro ensino.
Instrui-vos! — eis o segundo”.
Por isso mesmo, podemos acrescentar que amando-nos uns aos outros e instruindo-nos sempre, entraremos com Jesus na posse da Luz Eterna.


Do livro Intervalos
De Francisco Cândido Xavier
Pelo Espírito Emman             


                                          PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 19 de Março de 2011, 16:51
Olá queridos amigos e irmãos... Sejam bem-vindos

Ao Alcance de Todos

 

Simbolicamente, a paciência é um sedativo da melhor qualidade.

Usando-se, nessa condição, ei-la fazendo prodígios.

Antes de tudo, é vacina contra a irritação, acalmando-nos a vida íntima.

E surge a seqüência de abençoadas derivações.

Resguardando-a conosco, os familiares encontram segurança e tranqüilidade.

Os vizinhos permanecem isentos de inquietações.

Os amigos descansam em nosso convívio.

Discussões negativas e diálogos inconvenientes surpreendem a estação terminal.

Conservando-a, retemos em nós o clima favorável ao cultivo da esperança.

Ao alcance de todos, é por isso que a paciência na farmácia da vida, é o específico da paz.


Emmanuel
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Carmen.gbi em 19 de Março de 2011, 17:24


Boa tarde!

"És autor do teu futuro, que escreves com as tuas ações atuais , assim como delineaste ontem as ocorrências de hoje. Não te permitas o anestésico da ilusão, sempre temporária, porque despertarás inevitavelmente..."

( do livro Entrega-te a Deus - Joanna de Ângelis/ Divaldo Franco )
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 20 de Março de 2011, 12:12
Queridos amigos e irmãos... Sejam bem-vindos... Muita paz a todos

Sua presença é muito importante para enriquecer este espaço que é de vocês
Estão convidados a trazerem suas mensages, videos, slides
Desejamos que voltem sempre... Abraços afetuosos dos amigos:



Lima-Gil e equipe
(http://www.recadodeorkut.com/313/014.jpg) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5yZWNhZG9zZXNjcmFwcy5jb20=)

 As mais lindas imagens de Domingo; clique aqui! (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5yZWNhZG9zZXNjcmFwcy5jb20=)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 20 de Março de 2011, 12:14
O minuto

O minuto que você está vivendo agora é
o mais importante de sua vida, onde quer
que você esteja.
Preste atenção ao que está fazendo.
O ontem já lhe fugiu das mãos.
O amanhã ainda não chegou.
Viva o momento presente porque dele
depende todo o seu futuro.
Procure aproveitar ao máximo o momento
que está vivendo, tirando todas as vantagens
que puder, para seu aperfeiçoamento.


C. Torres Pastorino

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 22 de Março de 2011, 10:07
                                  VIVA JESUS!


      Bom-dia! queridos irmãos.

             Laços apenas morais
A clareza de Kardec é notável. Seus argumentos, a fundamentação moral que utiliza em seus comentários e a fidelidade aos princípios norteadores do Espiritismo são, sem dúvida, sua grande marca pessoal, acrescidas de sua grande inteligência e dedicação à causa que sinaliza a grandeza de sua missão.

Em discurso na renovação do ano social, proferido a 1º de abril de 1862, na sede da Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas, e publicado na Revista Espírita, edição de junho de 1862 (1), entre valiosas e oportunas considerações, detemo-nos na apreciação da Autoridade da Experiência.

Antes de quaisquer comentários, transcrevemos trecho parcial do discurso: “(...) coloca-se naturalmente uma observação importante sobre a natureza das relações que existem entre a Sociedade de Paris e as reuniões, ou sociedades, que se fundam sob os seus auspícios, e que erradamente se consideraria como sucursais. A Sociedade de Paris não tem sobre elas outra autoridade senão a da experiência; mas, como disse em outra ocasião, ela não se imiscui em nada nos seus negócios; seu papel se limita a conselhos oficiosos, quando lhe são solicitados. O laço que as une é, pois, um laço puramente moral, fundado sobre a simpatia e a semelhança das idéias; não há, entre elas, nenhuma filiação, nenhuma solidariedade material; uma só palavra de ordem é a que deve unir todos os homens: caridade e amor ao próximo;  palavra de ordem e que não poderia levar desconfiança. (...)”

Que exemplo! Que coerência! Que fidelidade à própria Doutrina Espírita!

Notemos o detalhe de determinado trecho: conselhos oficiosos, quando lhe são solicitados. Eis o princípio da democracia, do respeito à liberdade alheia e mesmo o espírito da unificação, tão defendido e necessário em nosso movimento.

O exemplo partiu do próprio Codificador, ao referir-se à Sociedade por ele mesmo fundada. Autoridade apenas da experiência de instituição mais antiga, digamos. Laços fundados na simpatia de vistas, puramente morais. Sem quaisquer outras filiações oficiais. Apenas o princípio basilar norteando os relacionamentos e intercâmbios: caridade e amor ao próximo.

Vejamos que as dificuldades do movimento originam-se da tentativa de imposição de idéias, prática totalmente incoerente com a índole do Espiritismo, por si só respeitador da individualidade e da liberdade de quem quer que seja, inclusive de instituições fundadas e mantidas sobre sua própria inspiração.

Eis o fundamento de união dos espíritas e das sociedades inspiradas pelo Espiritismo, norteador das iniciativas de unificação nos Estados, no país e mesmo no exterior. Haja vista as ações da Federação Espírita Brasileira, do Conselho Espírita Internacional, da USE – União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo (no caso específico do Estado de São Paulo, a exemplo do que ocorre em outros Estados), e de quem quer que seja que se oriente pelo “(...) laço que as une é, pois, um laço puramente moral, fundado sobre a simpatia e a semelhança das idéias; não há, entre elas, nenhuma filiação, nenhuma solidariedade material; uma só palavra de ordem é a que deve unir todos os homens: caridade e amor ao próximo; palavra de ordem e que não poderia levar desconfiança. (...)”, como destaca Kardec no trecho já identificado e ora reproduzido.

             Orson Peter Carrara


                                         PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 27 de Março de 2011, 10:23
                                         VIVA JESUS!

   
      Bom-dia! queridos irmãos.

             Sobre a preguiça

Cornélio Pires
 

Tenho em mãos sua consulta,

Minha prezada Larissa,

Você procura por nós,

Informes sobre a preguiça.

 

Preguiça mesmo no Além,

É uma sombra malfazeja,

Que o nosso espírito abraça,

Contra si próprio onde esteja.

 

É treva de obsessão,

Tão forte aí quanto aqui,

Moléstia do pensamento

Que a pessoa esconde em si

 

A preguiça escuta o verbo

De quem procura ajudar,

A prova, aceita, agradece,

Depois se põe a queixar.

Fala que anseia servir,

Dia a dia, hora por hora,

Que o trabalho é sempre a trilha

Por onde a vida melhora.

Afirma que a vida é luta,

Conhece o próprio dever,

Mas apresenta as razões

Porque não pode atender.

 

Preguiça não evolui,

Diz ela: — porque não tem,

Palavra de voz amiga

Nem proteção de ninguém.

As lágrimas que carrega

Só ela as vê como são,

Tem problemas que não cessam,

Tem família em provação.

Traz a saúde imperfeita

Embora reze com fé,

Suporta a cabeça fraca,

Carrega fogo no pé.

Tem cólica, batedeira,

Dor no fígado e no baço,

De dia, tudo é tristeza,

De noite, tudo é cansaço.

Sente aflição e azedume,

Sofre a queda dos cabelos,

Caminha de perna bamba,

Tem dores nos tornozelos.

Padece angústia constante,

Vê fel por todos os lados,

Alega a perseguição

De espíritos atrasados.

Quando está caindo chuva

Sofre zelos naturais,

Quando o calor aparece

Diz que o calor é demais.

Não se agüenta com vizinhos

Que estão sempre contra ela,

Em casa nunca dispõe

De apoio da parentela.

 

Preguiça, prezada irmã,

É sempre uma cousa assim:

Um sofrimento parado

Numa doença sem fim.

 

Preguiça, antiga moléstia,

É praga na criatura,

Recebe muito remédio

Mas só serviço é que cura.

 

Do livro Retratos da Vida, cap. 5, ditado pelo Espírito de Cornélio Pires, psicografado pelo médium Francisco Cândido Xavier.


                                             PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 27 de Março de 2011, 20:45
Queridos amigos.. Sejam bem-vindos... Sua presença é fundamental pra enriquecer ste espaço que é de vocês...Estão convidados a trazerem suas memsagens, poemas, videos, etc.

Bendize e vá seguindo na tua trilha, porque de queda em queda te redimes, até solver inteiro o teu penhor.

Bendize sempre a dor, porque é filha gerada na volúpia dos teus crimes, cobrando seu tributo com amor.

Beneficência pouco lembrada - aquela que devemos aos que nos beneficiam. (Emmanuel - Chico Xavier)

Busque sempre o melhor para que o melhor esteja em seu trabalho


(http://www.recadodeorkut.com/214/107.gif) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5naWZzZm9mby5jb20=)

 Confira os melhores Recados de Boa Semana da Internet (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5naWZzZm9mby5jb20=)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 02 de Abril de 2011, 11:28
Não te deixes dominar pelo derrotismo acerca da natureza humana.

Não te desligues da paciência. Para que obtenhas a simpatia e o amparo da maioria das pessoas, basta te disponhas a ouvi-las.

Não te digas incapaz, nem te digas inútil. Auxilie como puderes.

Não te encolerizes. O punhal de nossa ira alcança-nos a própria saúde, impondo-nos o vírus da enfermidade.(André Luiz).

Não te lastimes quando as circunstâncias te exigirem essa ou aquela mudança; isso é sinal de que a vida te favorece a renovaçã
o.

(http://img1.recadosonline.com/255/027.gif) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5wb2VtYXNwYXJhb3JrdXQuY29t)

 L&iacute;der em gifs de Fim de Semana!. Clique e confira! (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5wb2VtYXNwYXJhb3JrdXQuY29t)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 04 de Abril de 2011, 10:19
                                   VIVA JESUS!


       Bom-dia! queridos irmãos.

              E os fins?  

       “Mas nem todas as coisas edificam.” — Paulo.
(1ª Epístola aos Coríntios, cap. 10, versículo 23.)


Sempre existiram homens indefiníveis que, se não fizeram mal a ninguém, igualmente não benefi­ciaram a pessoa alguma.

Examinadas nesse mesmo prisma, as coisas do caminho precisam interpretação sensata, para que se não percam na inutilidade.

É lícito ao homem dedicar-se à literatura ou aos negócios honestos do mundo e ninguém poderá con­testar o caráter louvável dos que escolhem conscien­temente a linha de ação individual no serviço útil. Entretanto, será justo conhecer os fins daquele que escreve ou os propósitos de quem negocia. De que valerá ao primeiro a produção de longas obras, cheias de lavores verbais e de arroubos teóricos, se as suas palavras permanecem vazias de pensamento cons­trutivo para o plano eterno da alma? Em que apro­veitará ao comerciante a fortuna imensa, conquistada através da operosidade e do cálculo, quando vive estagnada nos cofres, aguardando os desvarios dos descendentes? Em ambas as situações, não se pode­ria dizer que tais homens cogitavam de realizações ilícitas; todavia, perderam tempo precioso, esquecen­do que as menores coisas trazem finalidade edificante.

O trabalhador cônscio das responsabilidades que lhe competem não se desvia dos caminhos retos.

Há muita aflição e amargura nas oficinas do aperfeiçoamento terrestre, porque os seus servidores cuidam, antes de tudo, dos ganhos de ordem material, olvidando os fins a que se destinam. Enquanto isso ocorre, intensificam-se projetos e experimentos, mas falta sempre a edificação justa e necessária.

 

Do cap. 28 do livro Pão Nosso, de Emmanuel, obra psicografada pelo médium Francisco Cândido Xavier.
 



                                                           PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 14 de Abril de 2011, 09:32
(http://img1.recadosonline.com/105/158.gif) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5yZWNhZGluaG9zcGFyYW9ya3V0LmNvbQ==)

 Designers exclusivos para os recados de Bom Dia! (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5yZWNhZGluaG9zcGFyYW9ya3V0LmNvbQ==)


Enquanto

Busque agir para o bem, enquanto você dispõe de tempo. É perigoso guardar uma cabeça cheia de sonhos, com as mãos desocupadas.

Acenda sua lâmpada, enquanto há claridade em torno de seus passos. Viajor algum fugirá às surpresas da noite.

Ajude o próximo, enquanto as possibilidades permanecem de seu lado. Chegará o momento em que você não prescindirá do auxílio.

Utilize o corpo físico para recolher as bênçãos da vida Mais Alta, enquanto suas peças se ajustam harmoniosamente. O vaso que reteve essências sublimes ainda espalha perfume, depois de abandonado.

Dê suas lições sensatamente, na escola da vida, enquanto o livro das provas repousa em suas mãos. Aprender é uma bênção e há milhares de irmãos, não longe de você, aguardando uma bolsa de estudos na reencarnação.

Acerte suas contas com o vizinho, enquanto a hora é favorável. Amanhã, todos os quadros podem surgir transformados.

Ninguém deve ser o profeta da morte e nem imitar a coruja agourenta. Mas enquanto você guardar oportunidade de amealhar recursos superiores para a vida espiritual, aumente os seus valores próprios e organize tesouros da alma, convicto de que sua viagem para outro gênero de existência é inevitável
.

Pelo Espírito ANDRÉ LUIZ
Do livro: AGENDA CRISTÃ
Psicografia de FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER


 

 
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 16 de Abril de 2011, 11:29
                                      VIVA JESUS!


       Bom-dia! queridos irmãos.

             “Nossa responsabilidade – diz Chico Xavier – tem o tamanho do nosso conhecimento”

“Imagine vinte servidores de Jesus. Pense neles em pé, cada um em cima de uma folha de jornal. Você é um deles, e está em pé, confortavelmente em cima de sua folha de jornal. Dobre a folha e pise em cima dela novamente. Faça isso mais duas vezes, dobrando-a. Agora você se equilibra com dificuldade sobre o jornal, não é?

Imagine-se, então, juntamente com outras vinte pessoas, todas juntas, tentando pisar em cinco folhas de jornal dispostas lado a lado, no chão. É difícil, parece que não vai caber todo mundo... Com certeza, agora se encontra em situação bem mais difícil que no início, quando você estava confortavelmente sobre a sua própria folha, com oportunidade de se mexer, analisar a sua condição, ciente de tudo o que acontecia ao seu redor.”

Analisemos, pois, o que a “experiência” acima pode exemplificar. A pessoa situada na sua própria folha de jornal é um trabalhador espírita reencarnado, que tem a importante tarefa de melhorar-se e de auxiliar no progresso da humanidade, com o seu trabalho e o seu exemplo.

Porém, à medida que essa oportunidade não é aproveitada, as condições podem se complicar, e o espaço sobre o jornal diminui, ou seja, podem advir dificuldades maiores no transcorrer da reencarnação, dificultando os propósitos de servir na seara do bem.

A realidade da próxima reencarnação para aqueles que não aproveitarem esta oportunidade pode ser representada por poucas folhas de jornal, talvez renascendo em situações menos confortáveis, expiando erros, colhendo a inércia que plantaram hoje.

Como estamos agindo? Estamos acomodados, esperando melhores condições para trabalhar? A insensibilidade tomou conta de nós, enquanto esperamos acabar a faculdade, arrumar um emprego melhor ou os filhos crescerem? Ou estamos esperando nos aposentarmos, para então trabalharmos na seara de Jesus? Não temos tempo ou escolhemos não nos dispormos ao serviço a favor do próximo e de nós mesmos?

Qual será nossa situação ao desencarnarmos ou na próxima reencarnação, se não aproveitarmos as oportunidades de evolução e trabalho nesta existência? Reencarnaremos neste planeta ou em outro, quem sabe em condições menos favoráveis? Já nos encontramos apertados no jornal, entre muitos outros, conscientes de que o momento de exercitar o bem e realizar a nossa reforma íntima é agora?

Pensemos nisso.

               Claudia Schmidt



                                                               PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 17 de Abril de 2011, 02:14
                                     VIVA JESUS!


           Boa-noite! queridos irmãos.

                  Prêmio acumulado
Em razão do acúmulo do prêmio da Megasena as lotéricas estavam transbordando de gente. Todos ávidos pela sorte grande, afinal R$ 80 milhões é dinheiro para garantir a tranquilidade financeira de muitas gerações.

Minha filha que caminhava comigo pelas ruas da cidade, ao ver a fila quilométrica de pretendentes a milionário, questionou-me se eu também queria ser um sortudo.

Respondi a ela que em meu caso ganhar essa fortuna não seria sorte, mas sim um grande azar. Intrigada com a resposta, quis a garota saber o motivo.

Então, expliquei as minhas razões para não querer me apoderar da “bolada”. Disse que ainda não tenho consciência para lidar com a facilidade material e seria, indubitavelmente, colhido pelas tentações que o dinheiro proporciona. Despenharia no desfiladeiro dos vícios degradantes e seria desmoralizado por mim mesmo, pelas minhas próprias dificuldades. Não posso, portanto, me dar ao luxo de perseguir uma fortuna que em nada me ajudaria a superar minhas limitações.

Minha filha continuou sem entender, e eu, para sanar as dúvidas de seu coração adolescente, prossegui na digressão filosófica sobre as tentações da riqueza.

Contei-lhe que presenciei respeitáveis pais de família sendo seduzidos pelas artimanhas da moeda e, não raro, desviando-se do seu caminho. Lembrei-me de Mané Garrincha, o mago das pernas tortas que foi ludibriado pelas facilidades da vida embrenhando-se pelo caminho do álcool. No final da existência estava ele completamente dementado física e psiquicamente pelos exageros de todos os matizes.

Entretanto, não creia você, amigo leitor, que eu faço apologia à pobreza. Nada disso. O dinheiro abre muitas portas, sem dúvida. Devemos naturalmente buscar também o progresso material. Apenas relatei à garota que a prova da riqueza material não é esse mar de rosas que muitos pensam.

Aquele que se apodera de grande fortuna assume enorme responsabilidade perante a vida: a de contribuir para que a riqueza gere progresso e transforme destinos, erradicando a miséria e extirpando a ignorância.

Os bens da Terra são somente empréstimos de Deus para exercitarmos a inteligência, solidariedade, coibir a avareza e também os excessos de todos os graus.

Para o Além não levaremos ações, bens materiais ou qualquer soma em dinheiro. Tudo que acumulamos será repassado aos herdeiros em autêntica troca de mãos.

Em famílias deseducadas quanto aos objetivos da existência humana, essas fortunas costumam gerar dissensões. Causam infindáveis brigas aqui e no Além, gerando, inclusive, processos obsessivos entre os envolvidos na trama.

No livro Por um fio, o médico cancerologista Dráuzio Varela narra alguns dramas dos pacientes que estiveram sob sua tutela. O fator herança é em muitos casos um complicador por dois motivos:

1º O moribundo não quer deixar seus bens na Terra;

2º Os parentes não raro anseiam a morte do enfermo para desfrutar de suas economias.

Jesus afirmava: “É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha que um rico entrar no Reino dos Céus".

Naturalmente referia-se ao apego às coisas da matéria em detrimento aos valores do espírito. O apego às moedas é um tormento constante para a alma. Dia desses uma amiga confessou-me que não faz viagens para a Europa para não ter que pagar a passagem do marido. Jesus tinha razão: o indivíduo transita por dúvidas e dissabores, mas não abre mão de sua fortuna ou, pelo menos, parte dela. Até a diversão é deixada de lado para não gastar os tostões.

Pobre coitada! Priva-se de seus desejos porque não quer gastar com o companheiro de 20 anos. É uma escrava do dinheiro, sem dúvida.

Por essas e outras tentações é que prefiro, pelo menos atualmente, não me aventurar a fazer um joguinho. Vai que o azar está ao meu lado e eu me vejo na obrigação de administrar milhões sem a mínima condição de fazê-lo

        Wellington Balbo


                                                           PAZ, MUITA PAZ!



               




Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Carmen.gbi em 23 de Abril de 2011, 00:09



Boa noite!


PREVENÇÕES
 
 


No capítulo dos sofrimentos voluntários, se somássemos os problemas, conflitos, obstáculos e tribulações decorrentes da prevenção que alimentamos habitualmente contra aquilo que os nossos irmãos estejam pensando ou poderiam pensar, decerto que chegaríamos a conclusões espantosas acerca de aflição desnecessária e tempo perdido

Oponhamos o bem ao mal e deixemos aos outros a faculdade de serem eles mesmos.

Esse amigo ter-nos-á omitido o nome para determinada manifestação de alegria...

Outro companheiro nos haverá negado a saudação que lhe endereçamos com frase amistosa...

Pessoa querida passou indiferentemente por nós com o semblante carregado de preocupação ou azedume...

Certo colega terá erguido demasiadamente a voz, ferindo-os a sensibilidade, por bagatelas...

E caímos nos excessos de imaginação, fantasiando ofensas que não existem.

Aprendamos a considerar quem tanto quanto nos acontece, os outros também podem sofrer lapsos da memória, contrariedades imanifestas, inquietações e doenças.

E lembremo-nos: toda vez que descambamos para semelhantes desequilíbrios, somos igualmente capazes de esquecer ou ferir, sem participação de nossa vontade.

Evitemos a prevenção no cotidiano, a fim de que a nossa vida encontre o máximo de rendimento no bem.

Confiança em Deus.
Consciência tranqüila.
Dever cumprido.
Trabalho à frente.

E, fazendo todo o bem que se nos faça possível, por todos os modos justos, em todas as ocasiões, com todos os recursos ao nosso alcance e para com todas as criaturas, nunca nos previnamos contra quem quer que seja, porque os pensamentos dos outros pertencem a eles e não a nós.
 
 



pelo Espírito Emmanuel- Do livro: Rumo Certo, Médium: Francisco Cândido Xavier
 
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 26 de Abril de 2011, 02:44
Queridos amigos, sejam bem-vindos...


(http://img1.recadosonline.com/214/045.gif) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5yZWNhZG9zZ2xpdHRlci5jb20=)

 Fa&ccedil;a o inusitado! Envie recados de Boa Semana! (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5yZWNhZG9zZ2xpdHRlci5jb20=)


Antes, Porém


Você pede melhoras de saúde.
Antes, porém, socorra o enfermo em condições mais graves.

Você pede, em favor do seu filho.
Antes, porém, proteja a criança alheia em necessidade maior.

Você pede providência determinada.
Antes, porém, alivia a preocupação de outra pessoa, em prova mais contundente que a sua.

Você pede concurso fraterno contra a obsessão que o persegue.
Antes, porém, estenda as mãos ao obsidiado que sofre sem os recursos de que você já dispõe.

Você pede perdão pela falta cometida.
Antes, porém, desculpe incondicionalmente aqueles que lhe feriram o coração.

Você pede apoio à existência.
Antes, porem, seja consolo e refúgio para o irmão que chora em seu caminho.

Você pede felicidade.
Antes, porém, semeie nalgum gesto simples de amor a alegria do próximo.

Você pede solução a esse ou àquele problema.
Antes, porém, busque suprimir essa ou aquela pequenina dificuldade dos semelhantes.

Você pede cooperação.
Antes, porém, colabore a benefício dos que suam e gemem na retaguarda.

Você pede a assistência dos bons espíritos.
Antes, porém, seja você mesmo um espírito bom, ajudando aos outros.

Toda solicitação assemelha-se, de algum modo, à ordem de pagamento, que, para ser atendida, reclama crédito.
A casa não se equilibra sem alicerce.
Uma fonte ampara outra.
Se quisermos auxílio, aprendamos a auxiliar.
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 29 de Abril de 2011, 06:36
(http://i1228.photobucket.com/albums/ee446/Agon_Skandear/FLOWERS/01a9dd61.jpg)



Bom dia queridos amigos!



AÇÃO



Ante o bem a fazer
Não digas: “impossível”.
No amparo aos semelhantes,
Não fales: “nada sou”.
Estende as mãos e serve,
O Céu te escuta e vê.
Lembra a tomada humilde
Comunicando a luz.
Faze o melhor que possas
E o melhor surgirá.
Deus é auxílio em ti.
Age e funcionará.


Livro “DEUS SEMPRE” – Espírito: EMMANUEL-Médium: FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 05 de Maio de 2011, 23:25
Queridos amigos, sejam bem vindos....

Como viver...

Aprenda a esperar: A paciência educa o espírito e
dá ao coração muita paz.

Não se irrite nunca: A ira envenena o coração
e enche de espinhos o caminho da vida.

Não perca a fé: Confie em Deus sempre. Ele vela por você.

Não maldiga as tribulações: Elas são o preço que você
tem de pagar para a subida.

Seja tranqüilo: Dessa forma, você viverá longos
dias sobre a terra.

Não julgue o semelhante: para que ele também não o julgue. Só Deus pode julgar, porque Ele, só Ele, conhece o
íntimo de cada um de nós.

Não odeie: O ódio, qual erva daninha, tudo
devora transformando o coração em pedra.
Ame seu semelhante: Desculpe as suas faltas.
Ajude-o. Você gosta de ser desculpado e ajudado.

Seja compreensivo: Em assim fazendo, somará amigos
que o auxiliarão a suportar as dificuldades naturais próprias do dia-a-dia.

Seja compássivo:
A compaixão é filha da caridade e do amor.

Desculpe sempre a falta alheia.
Só assim desculparão as suas.

Pratique a caridade:
Esta é a pérola mais cara ao Coração de Jesus.

Ore sempre: É através da oração que Deus conversa
com os homens. Mas ore com o coração.
Deus abomina os hipócritas.

Seja humilde e manso de coração: O filho de
Deus tudo tendo, nasceu, viveu e morreu pobre.

Aceite a vida tal como ela é: Nada
reclame e nada receie. Você vencerá se tiver fé.
Cristo venceu o mundo.

Nada reclame: Não resolverá o seu problema.
A aceitação é princípio de vitória.



(http://img1.recadosonline.com/121/060.gif) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5wb2VtYXNwYXJhb3JrdXQuY29t)

 Mande um recado de Boa Noite! como este! (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5wb2VtYXNwYXJhb3JrdXQuY29t)

Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 10 de Maio de 2011, 09:34
Queridos amigos, sejam bem vindos, muita paz

Antes, Porém

Você pede melhoras de saúde.
Antes, porém, socorra o enfermo em condições mais graves.

Você pede, em favor do seu filho.
Antes, porém, proteja a criança alheia em necessidade maior.

Você pede providência determinada.
Antes, porém, alivia a preocupação de outra pessoa, em prova mais contundente que a sua.

Você pede concurso fraterno contra a obsessão que o persegue.
Antes, porém, estenda as mãos ao obsidiado que sofre sem os recursos de que você já dispõe.

Você pede perdão pela falta cometida.
Antes, porém, desculpe incondicionalmente aqueles que lhe feriram o coração.

Você pede apoio à existência.
Antes, porem, seja consolo e refúgio para o irmão que chora em seu caminho.

Você pede felicidade.
Antes, porém, semeie nalgum gesto simples de amor a alegria do próximo.

Você pede solução a esse ou àquele problema.
Antes, porém, busque suprimir essa ou aquela pequenina dificuldade dos semelhantes.

Você pede cooperação.
Antes, porém, colabore a benefício dos que suam e gemem na retaguarda.

Você pede a assistência dos bons espíritos.
Antes, porém, seja você mesmo um espírito bom, ajudando aos outros.

Toda solicitação assemelha-se, de algum modo, à ordem de pagamento, que, para ser atendida, reclama crédito.
A casa não se equilibra sem alicerce.
Uma fonte ampara outra.
Se quisermos auxílio, aprendamos a auxiliar.


(http://img1.recadosonline.com/284/064.gif) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5nZXJhZG9yZXNvbmxpbmUuY29t)

 Est&aacute; em tempo de mandar uma mensagem de Ter&ccedil;a-feira!. Aproveite! (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5nZXJhZG9yZXNvbmxpbmUuY29t)
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 13 de Maio de 2011, 09:01
Queridos amigos, sejam bem vindos, muita paz

(http://img1.recadosonline.com/105/200.gif) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5wb2VtYXNwYXJhb3JrdXQuY29t)

 Seja gentil e retribua o recado de Bom Dia! que voc&ecirc; recebeu. (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5wb2VtYXNwYXJhb3JrdXQuY29t)



            " É necessário cantar a alegria de viver em comunhão com os demais membros da Humanidade, num concerto de vibrações que harmonizam e revigoram.
              Ninguém poderá atingir  o êxito pessoal e a tranquilidade espiritual evitando o convívio do próximo. O aparente logro não passa de engano grave que logo cede lugar ao conflito pessoal.
              A vida existe em todas as expressões para a harmonia cósmica.
              As diferenças aparentes fazem parte do processo de equidade.
"


                               ( do livro: Iluminação Interior
                                              Joanna de Ângelis )
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 16 de Maio de 2011, 12:43
                                    VIVA JESUS!


         Bom-dia! queridos irmãos.


                 
"Quando cada um de nós transformar-se em livro atuante e vivo de lições para quantos nos observam o exemplo, as fronteiras da interpretação religiosa cederão lugar à nova era de fraternidade e paz que estamos esperando." (Emmanuel )


                                                                 PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 20 de Maio de 2011, 21:05
                                       VIVA JESUS!


        Boa-tarde! queridos irmãos.

                Saber como convém  

“E se alguém cuida saber alguma coisa, ainda não sabe como convém
saber.” – Paulo. (I CORÍNTIOS, 8:2.)

A civilização sempre cuida saber excessivamente, mas, em tempo algum, soube como convém saber.

É por isto que, ainda agora, o avião bombardeia, o rádio transmite a mentira e a morte, e o combustível alimenta maquinaria de agressão.

Assim, também, na esfera individual, o homem apenas cogita saber, esquecendo que é indispensável saber como convém.

Em nossas atividades evangélicas, toda a atenção é necessária ao êxito na tarefa que nos foi cometida.

Aprendizes do Evangelho existem que pretendem guardar toda a revelação do Céu, para impô-la aos vizinhos; que se presumem de posse da humildade, para tiranizarem os outros; que se declaram pacientes, irritando a quem os ouve; que se afirmam crentes, confundindo a fé alheia; que exibem títulos de benemerência, olvidando comezinhas obrigações domésticas.

Esses amigos, principalmente, são daqueles que cuidam saber sem saberem de fato.

Os que conhecem espiritualmente as situações ajudam sem ofender, melhoram sem ferir, esclarecem sem perturbar.

Sabem como convém saber e aprenderam a ser úteis. Usam o silêncio e a palavra, localizam o bem e o mal, identificam a sombra e a luz e distribuem com todos os dons do Cristo. Informam-se quanto à Fonte da Eterna Sabedoria e ligam-se a elas como lâmpadas perfeitas ao centro da força.

Fracassos e triunfos, no plano das formas temporárias, que não lhes modificam as energias. Esses sabem porque sabem e utilizam os próprios conhecimentos como convém saber.


Mensagem psicografada por Francisco Cândido Xavier, constante do livro Vinha de Luz, de 1951, publicado pelo Federação Espírita Brasileira.
 
 
 
                                                              PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: Dothy em 21 de Maio de 2011, 21:08
Se já és capaz

Se já és capaz de velar à cabeceira de um doente;
De ouvir, sem pressa, a conversa de um amigo;
De prestar uma informação detalhada a um transeunte que te interpela;
De visitar quem esteja acamado, predispondo-se a ficar com ele alguns minutos, rendendo um familiar que necessita de descanso;
De escrever uma carta demonstrando interesse pelo companheiro distante;
De prestar serviço voluntário numa
instituição beneficente;
De receber alguém com cortesia em sua casa, sem demonstrar aflição pela
lida doméstica interrompida;
Então já estarás no exercício do verdadeiro devotamento, que significa dar muito mais daquilo que somos do que daquilo que temos!




Do livro Vigiai e Orai

(http://img1.recadosonline.com/298/084.gif) (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5nZXJhZG9yZXNhbmltYWRvcy5jb20=)

 Encontre muito mais S&aacute;bado em nosso site. Confira! (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5nZXJhZG9yZXNhbmltYWRvcy5jb20=)

psicografia de Carlos A. Baccelli, pelo Espírito Irmão José
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 21 de Maio de 2011, 23:48

(http://i1236.photobucket.com/albums/ff444/rukhminidevi/LOTUS%20GREETINGS/Indian_lotus_flower.jpg)



Boa noite queridos amigos!


Verdadeira Pureza. - Mãos não Lavadas



Então os escribas e os fariseus, que tinham vindo de Jerusalém, aproximaram-se de Jesus e lhe disseram: "Por que violam os teus discípulos a tradição dos antigos, uma vez que não lavam as mãos quando fazem suas refeições?"

Jesus lhes respondeu: "Por que violais vós outros o mandamento de Deus, para seguir a vossa tradição? Porque Deus pôs este mandamento: Honrai a vosso pai e a vossa mãe; e este outro: Seja punido de morte aquele que disser a seu pai ou a sua mãe palavras ultrajantes; e vós outros, no entanto, dizeis: Aquele que haja dito a seu pai ou a sua mãe: - Toda oferenda que faço a Deus vos é proveitosa, satisfaz à lei, - ainda que depois não honre, nem assista a seu pai ou à sua mãe. Tornam assim inútil o mandamento de Deus, pela vossa tradição.

Hipócritas, bem profetizou de vós Isaías, quando disse: Este povo me honra de lábios, ma s conserva longe de mim o coração; é em vão que me honram ensinando máximas e ordenações humanas."

Depois, tendo chamado o povo, disse: "Escutai e compreendei bem isto: - Não é o que entra na boca que macula o homem; o que sai da boca do homem é que o macula. - O que sai da boca procede do coração e é o que torna impuro o homem; - porquanto do coração é que partem os maus pensamentos, os assassínios, os adultérios, as fornicações, os latrocínios, os falsos-testemunhos, as blasfêmias e as maledicências. - Essas são as coisas que tornam impuro o homem; o comer sem haver lavado as mãos não é o que o torna impuro."

Então, aproximando-se, disseram-lhe seus discípulos: "Sabeis que, ouvindo o que acabais de dizer, os fariseus se escandalizaram?" - Ele, porém, respondeu: "Arrancada será toda planta que meu Pai celestial não plantou. - Deixai-os, são cegos que conduzem cegos; se um cego conduz outro, caem ambos no fosso."( S. Mateus, cap. XV, vv. 1 a 20.)

Enquanto ele falava, um fariseu lhe pediu que fosse jantar em sua companhia. Jesus foi e sentou-se à mesa. - O fariseu entrou então a dizer consigo mesmo: "Por que não lavou ele as mãos antes de jantar?" Disse-lhe, porém, o Senhor: "Vós outros, fariseus, pondes grandes cuidado em limpar o exterior do copo e do prato; entretanto, o interior dos vossos corações está cheio de rapinas e de iniqüidades. Insensatos que sois! aquele que fez o exterior não é o que faz também o interior?" (S. LUCAS, cap. XI. vv., 37 a 40.)

Os judeus haviam desprezado os verdadeiros mandamentos de Deus para se aferrarem à prática dos regulamentos que os homens tinham estatuído e da rígida observância desses regulamentos faziam casos de consciência. A substância, muito simples, acabara por desaparecer debaixo da complicação da forma. Como fosse muito mais fácil praticar atos exteriores, do que se reformar moralmente, lavar as mãos do que expurgar o coração, iludiram-se a si próprios os homens, tendo-se como quites para com Deus, por se conformarem com aquelas práticas, conservando-se tais quais eram, visto se lhes ter ensinado que Deus não exigia mais do que isso. Dai o haver dito o profeta: É em vão que este povo me honra de lábios, ensinando máximas e ordenações humanas.

Verificou-se o mesmo com a doutrina moral do Cristo, que acabou por ser atirada para segundo plano, donde resulta que muitos cristãos, a exemplo dos antigos judeus, consideram mais garantida a salvação por meio das práticas exteriores, do que pelas da moral. E a essas adições, feitas pelos homens à lei de Deus, que Jesus alude, quando diz: Arrancada será toda planta que meu Pai celestial não plantou.

O objetivo da religião é conduzir a Deus o homem. Ora, este não chega a Deus senão quando se torna perfeito. Logo, toda religião que não torna melhor o homem, não alcança o seu objetivo. Toda aquela em que o homem julgue poder apoiar-se para fazer o mal, ou é falsa, ou está falseada em seu principio. Tal o resultado que dão as em que a forma sobreleva ao fundo. Nula é a crença na eficácia dos sinais exteriores, se não obsta a que se cometam assassínios, adultérios, espoliações, que se levantem calúnias, que se causem danos ao próximo, seja no que for. Semelhantes religiões fazem supersticiosos, hipócritas, fanáticos; não, porém, homens de bem.

Não basta se tenham as aparências da pureza; acima de tudo, é preciso ter a do coração.



Allan Kardec. Da obra: O Evangelho Segundo o Espiritismo. Capítulo VIII
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: dOM JORGE em 24 de Maio de 2011, 11:11
                                 VIVA JESUS!


       Bom-dia! queridos irmãos.

              Gorjeta de Luz: a valorização do trabalho de terceiros na Casa Espírita

Segundo um dos fundadores da Economia, Adam Smith, o trabalho é fonte geradora de riquezas. Pelo trabalho também se constrói a própria história pessoal, auxiliando no desenvolvimento de habilidades e destrezas, bem como no aumento do próprio conhecimento pessoal e até mesmo da sociedade. Enfim, o trabalho é caminho para o progresso.   

Em muitos países desenvolvidos o trabalho é valorizado não apenas pela questão do salário, mas também por um hábito cultural expressado por meio de gorjetas; são as famosas “tips”. No Brasil as gorjetas são mais caracterizadas pelos 10% da taxa de serviço prestado em bares e restaurantes. Além desta gorjeta compulsória, há também as gorjetas espontâneas. Talvez de maneira mais significativa que a primeira, a gorjeta espontânea expressa uma gratificação pelo trabalho prestado. É uma forma de reconhecer e recompensar aquele que fez um bom trabalho. 

Entretanto, como as Casas Espíritas se posicionam frente às gratificações pagas para com os trabalhadores externos que prestam serviço à instituição? O objetivo deste texto é tentar refletir um pouco sobre o tema e sobre a prática, bem como argumentar que a valorização e a recompensa do trabalho alheio têm que ser exemplares no meio espírita também.   

Diferentemente do trabalho voluntário prestado por membros e/ou simpatizantes do movimento espírita, o trabalho prestado por terceiros de caráter comercial exige pagamento financeiro. Nem só de trabalho voluntário vive a Casa Espírita. É necessário pagar e, se possível, gratificá-lo pela boa prestação do serviço. Assim, a relação contratante-contratado pode ser de três tipos:

1.                Exploração – a empresa explora quando deseja um pagamento muito superior por aquilo que entrega. O cliente explora quando resolve pechinchar por um preço bem abaixo daquilo que o produto/serviço vale. 

2.                Modo justo – paga-se por aquilo que recebe ou vice-versa. É quando se diz que o preço do produto/serviço é “honesto”.

3.                Mimo – a empresa mima o cliente quando entrega algo muito superior ao preço praticado. O cliente mima quando gratifica o serviço prestado. 

De que modo a Casa Espírita que você, leitor amigo, frequenta costuma se relacionar com os prestadores de serviço? Pechincha sempre por não ter dinheiro em caixa? Tem o hábito de gratificar os serviços bem prestados? A gorjeta depende do aspecto físico da pessoa? Ela gratifica em outro tipo de moeda (oração, produtos feitos pela casa, sorriso etc.)? 

Assim como na nossa vida, a questão importante é a criação de bons hábitos. 

Adotando a questão do “Dai a César o que é de César, dai a Deus o que é de Deus”, nas relações comerciais de transação financeira/prestação de serviços para com terceiros estamos negociando em terra de César e por isso as regras precisam ser de César. Mas até que ponto podemos inserir algumas luzes de Deus na terra de César? Pechinchar pode ser um hábito para proteger as nossas economias, mas, em termos de valorização do serviço alheio, representa sua desvalorização (a menos que se perceba uma postura de exploração por parte da empresa). Assim, a gorjeta voluntária, bem como um abraço verdadeiro, um aperto de mão sorridente podem expressar esta valorização, e ainda o incentivo necessário para que o trabalhador continue prestando serviços cada vez melhores para a sociedade.

O trabalho, mesmo para aquele que busca recompensas financeiras, também é caminho honesto de desenvolvimento pessoal. Assim como há bônus-hora no plano espiritual e há Espíritos que buscam tal recompensa, não podemos achar que aqueles que prestam serviço à Casa Espírita esperando uma recompensa financeira sejam “inferiores” ou “menos evoluídos” que uma pessoa do movimento que faça voluntariamente. Também não podemos pensar que pechinchar seja buscar o desapego material da parte alheia. Este é um pensamento de caráter mais utilitarista de maximização de recursos financeiros do que propriamente espiritual. 

Não podemos obrigar que o mundo siga o nosso jeito de ser espírita, principalmente com a questão imaterial, mas podemos fazer com que o jeito espírita de ser ilumine o mundo material, assim como as relações humanas. Portanto, respeitemos e valorizemos o serviço alheio, dando a César não apenas aquilo que é de César, mas também um pouquinho a mais com aquilo que é de Deus.

            Paulo Hayashi Jr.


                                                                 PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Ao Alcance das Mãos
Enviado por: katiatog em 17 de Setembro de 2011, 01:00
                        (http://i567.photobucket.com/albums/ss120/dezilwa/Art%20Deco/658c27b157b9.gif)



Mãos Estendidas
 

"Estende a tua mão. E ele a estendeu e foi-lhe restituída a sua mão, sã como a outra" - (MARCOS, 3:5.)
 

Em todas as casas de fé religiosa, há crentes de mãos estendidas, suplicando socorro...

Almas aflitas revelam ansiedade, fraqueza, desesperança e enfermidades do coração.

Não seremos todos nós, encarnados e desencarnados, que algo rogamos à Providência Divina, semelhantes ao homem que trazia a mão seca?

Presos ao labirinto criado por nós mesmos, eis-nos a reclamar o auxílio do Divino Mestre...

Entretanto, convém ponderar a nossa atitude.

É justo pedir e ninguém poderá cercear quaisquer manifestações da humildade, do arrependimento, da intercessão.

Mas é indispensável examinar o modo de receber.

Muita gente aguarda a resposta materializada de Jesus.

Esse espera o dinheiro, aquele conta com a evidência social de improviso, aquele outro exige a imediata transformação das circunstâncias no caminho terrestre...

Observemos, todavia, o socorro do Mestre ao paralítico.

Jesus determina que ele estenda a mão mirrada e, estendida essa, não lhe confere bolsas de ouro nem fichas de privilégio. Cura-a. Devolve-lhe a oportunidade de serviço.

A mão recuperada naquele instante permanece tão vazia quanto antes.

É que o Cristo restituía-lhe o ensejo bendito de trabalhar, conquistando sagradas realizações por si mesmo; recambiava-o às lides redentoras do bem, nas quais lhe cabia edificar-se e engrandecer-se.

A lição é expressiva para todos os templos da comunidade cristã.

Quando estenderes tuas mãos ao Senhor, não esperes facilidades, ouro, prerrogativas... Aprende a receber-lhe a assistência, porque o Divino Amor te restaurará as energias, mas não te proporcionará qualquer fuga às realizações do teu próprio esforço.


Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Fonte Viva. Ditado pelo Espírito Emmanuel.