Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Meditação => Tópico iniciado por: Marianna em 12 de Setembro de 2011, 22:02

Título: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Marianna em 12 de Setembro de 2011, 22:02



















(http://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/pp435606.gif)


Onde Está o Meu Mentor?



(http://img94.imageshack.us/img94/1040/minigif0277.gif)  Nota-se uma certa tendência, na atualidade, das pessoas incorporarem, às suas vidas, novas idéias ou conhecimentos relativos à vida espiritual. Estamos na "nova era" e todos já devem estar cansados de ouvir - e ler - que as coisas estão mudando e que o intercâmbio entre os mundos físico e espiritual tende a aumentar.

Nosso povo, conhecido pela facilidade de familiarizar-se com todos e com tudo, tem feito muitas "amizades" com os irmãos do "lado de lá".

Como a Doutrina Espírita é muito difundida por aqui, e diversas são as lições aprendidas por nós, alguns fatos têm se tornado muito popularizados e tratados de uma forma interessante, para quem se atenta a observar.

(http://img94.imageshack.us/img94/1040/minigif0277.gif)  Dentre vários desses assuntos, o que nos chama mais a atenção, nesse momento, é o relacionado com o Mentor.

(http://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/coracoesalt.gif)  Guias,

(http://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/coracoesalt.gif)  Anjos da Guarda,

(http://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/coracoesalt.gif)  Mestres interiores, etc, nunca estiveram tão popularizados e tão íntimos como atualmente, na visão espírita de Mentor.

Quando, em "O Livro dos Espíritos" de Allan Kardec, lemos as observações relativas a esses nossos amigos e protetores invisíveis, observamos a seriedade e o respeito com que Kardec se dirige a eles.

No livro "Nosso Lar", ditado pelo espírito de André Luiz a Chico Xavier, esse respeito e seriedade ficam muito mais evidentes, principalmente quando nos mostram o trabalho desses abnegados servidores do Cristo, de uma forma mais abrangente.

(http://img94.imageshack.us/img94/1040/minigif0277.gif)  Observem que conotamos os mentores como "servidores do Cristo", e não "nossos servidores". Embora possa parecer o óbvio, não é o que acontece na prática. Somos surpreendidos, às vezes, ouvindo alguém dizer:

(http://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/coracoesalt.gif)  "Onde estava meu mentor para deixar isso acontecer?"
(http://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/coracoesalt.gif)  "Meu mentor é meu amigo, ele fecha os olhos para algumas coisas";
(http://byrosi.files.wordpress.com/2010/07/coracoesalt.gif)  "Se faço algo errado, não há problema, pois meu mentor me conhece e sabe que não fiz por mal".

Há também aqueles que, por estudarem superficialmente a Doutrina, acabam confundido - ou não - sua própria vontade e decisões com o que supõem ser a vontade do mentor.

Tentam impor suas idéias e conceitos e, para dar o cunho de "ordem superior", concluindo seus argumentos com a célebre frase:
▬  "Quem me pede para assim dizer é o meu mentor!"

(http://img94.imageshack.us/img94/1040/minigif0277.gif)  Kardec demonstrou-nos, pela sua obra e, principalmente pela sua conduta, que a razão deve ser sempre utilizada quando tratar-se de intercâmbio entre os planos, pois além de ser um campo que necessita de muito estudo de nossa parte, podemos ainda, receber a influência de entidades espirituais que se aproveitem desse nosso descuido e causem danos a nós e aos outros.

▬  A vida, quando encarnados, é de suma importância para o nosso progresso evolutivo.

Toda ela é planejada exaustivamente pelos espíritos superiores, preocupados em que tenhamos um bom aproveitamento.

(http://img94.imageshack.us/img94/1040/minigif0277.gif)  Além disso, para que tenhamos sempre uma orientação segura no nosso caminho, permitem, por determinação do Altíssimo, que Espíritos sérios, evangelizados e cientes das realidades eternas, nos acompanhem na caminhada terrena.

▬  Desnecessário deveria ser, enfatizar o respeito e gratidão que todos nós devemos a esses irmãos.

(http://img94.imageshack.us/img94/1040/minigif0277.gif)  Ensinaram-nos os espíritos, através da razão de Kardec, que quando atribulações se apresentem às nossas vidas, devemos ter a certeza de que será apenas um remédio amargo, mas necessário para a saúde do espírito, e que, com a fé e a paciência que o Evangelho nos ensina (e que os mentores fazem o possível para lembrar-nos), em breve passarão.

▬  Quem é nosso mentor, é uma curiosidade que muitos têm e desnecessária, por sua vez.

(http://img94.imageshack.us/img94/1040/minigif0277.gif)  Grandes espíritos passaram anônimos pelo planeta, realizando grandes tarefas pela humanidade e muitos outros continuam realizando da mesma forma. O importante é entendermos - e praticarmos - os ensinamentos contidos na doutrina que abraçamos.

Respeitar e amar o nosso próximo é um dos grandes ensinamentos de Jesus, e pelo que aprendemos no Espiritismo:
▬  Será que existe alguém mais próximo a nós do que o mentor?

Humberto Pazian:
Terapeuta, estudioso do espiritismo e espiritualismo há muitos anos.



Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Carlos 61 em 13 de Setembro de 2011, 00:17

E nós ingenuamente pensamos que nossos mentores não nos protegem.
Como somos ignorantes!

Lindo texto.
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Érica Alves em 13 de Setembro de 2011, 12:44
Obrigada pelas palavras edificante....

Abraços,

Érica
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Eunniceel em 13 de Setembro de 2011, 13:46
Bom dia!

Muito bom o texto, embora ache que o parágrafo "...Além disso, para que tenhamos sempre uma orientação segura no nosso caminho, permitem, por determinação do Altíssimo, que Espíritos sérios, evangelizados e cientes das realidades eternas, nos acompanhem na caminhada terrena..." possa dar a entender a alguns que o nosso mentor está 24 h ao nosso lado, de novo para alguns vem aquela idéia do serviçal.  Bom lembrar que se o nosso mentor não está grudado como  alguns gostariam, as Leis de Deus estão gravadas em nosso consciência.

Que a paz do nosso Mestre Jesus possa envolver-nos hoje e sempre.

Abraços,

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/meditacao-diaria/onde-esta-o-meu-mentor/#ixzz1XpsMMDw6
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Renato.Oliv em 13 de Setembro de 2011, 16:00
Muito bom o texto Marianna, obrigado por compartilhar.

Segue abaixo, algumas perguntas e respostas do OLE, pertinentes ao assunto, podendo esclarecer mais ainda, as dúvidas sobre os mentores:

492. O Espírito protetor é ligado ao indivíduo desde o seu nascimento?

-- Desde o nascimento até à morte, e freqüentemente o segue depois da morte, na vida espírita, e mesmo através de numerosas existências corpóreas, porque essas existências não são mais do que fases bem curtas da vida do Espírito.

493. A missão do Espírito protetor é voluntária ou obrigatória?

-- O Espírito é obrigado a velar por vós porque aceitou essa tarefa, mas pode escolher os seres que lhes são simpáticos. Para uns, isso é um prazer; para outros, uma missão ou um dever.

495. O Espírito protetor abandona às vezes o protegido, quando este se mostra rebelde às suas advertências?

-- Afasta- se, quando vê que os seus conselhos são inúteis e que é mais forte a vontade do protegido em submeter- se à influência dos Espíritos inferiores, mas não o abandona completamente e sempre se faz ouvir. É o homem quem lhe fecha os ouvidos. Ele volta, logo que chamado.

496. O Espírito que abandona o seu protegido, não mais lhe fazendo o bem, pode fazer- lhe mal?

-- Os bons Espíritos jamais fazem o mal; deixam que o façam os que lhes tomam o lugar, e então acusais a sorte pelas desgraças que vos oprimem enquanto a falta é vossa.

498. Quando o Espírito protetor deixa o seu protegido se extraviar na vida, é por impotência para enfrentar os Espíritos maléficos?

-- Não é por impotência, mas porque ele não o quer: seu protegido sai das provas mais perfeito e instruído, e ele o assiste com os seus conselhos, pelos bons pensamentos que lhe sugere, mas que infelizmente nem sempre são ouvidos. Não é senão a fraqueza, o desleixo ou o orgulho do homem que dão força aos maus Espíritos. Seu poder sobre vós só provém do fato de não lhes opordes resistência.

499. O Espírito protetor está constantemente com o protegido? Não existe alguma circunstância em que, sem o abandonar, o perca de vista?

-- Há circunstâncias em que a presença do Espírito protetor não é necessária junto ao protegido.

504. Podemos sempre saber o nome do nosso Espírito protetor ou anjo da guarda?

-- Como quereis saber nomes que não existem para vós? Acreditais então, que só existem os Espíritos que conheceis?

504- a. Como então o invocar, se não o conhecemos?

-- Dai- lhe o nome que quiserdes, o de um Espírito superior pelo qual tendes simpatia e veneração; vosso Espírito protetor atenderá a esse apelo, porque todos os bons Espíritos são irmãos e se assistem mutuamente.

506. Quando estivermos na vida espírita reconheceremos nosso Espírito protetor?

-- Sim, pois freqüentemente o conhecestes antes da vossa encarnação.


Paz e luz!
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Marianna em 13 de Setembro de 2011, 20:17

Boa tarde amigos.

Meu amigo Renato.Oliv, as perguntas e respostas do OLE, enriqueceu bastante esse tópco, muito obrigada.

Jesus com todos, sempre.
Mariana.
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: macili em 14 de Setembro de 2011, 05:08
Olá Amiga Marianna e demais Amigos...


Muito bom o texto que você postou. Enriqueceu o tópico Meditação. Obrigada de coração.

Seguindo o tema envio mais esta colaboração.

Paz e luz!!!



(http://lh3.ggpht.com/-6BwvazD0fcs/Tf1kg7D6A_I/AAAAAAAAEdU/2b1RyM19P2o/DNA-Awakening-2012%25255B5%25255D.jpg)



Mentor Espiritual



Com todo o apreço que lhes devemos, é preciso considerar que são vanguardeiros do progresso, sem serem infalíveis.


São grandes almas em abençoado processo de sublimação, credoras de nossa reverência pelo grau de elevação que já conquistaram, contudo, são Espíritos ainda ligados à Humanidade terrena e em cujo seio se corporificarão, de novo, no futuro, através do instituto universal da reencarnação, para o desempenho de preciosas tarefas.



Não são luminares isentos de errar. Não podemos exigir deles qualidades que somente transparecem dos Espíritos que já atingiram a sublimação absoluta.

São altos expoentes de fraternidade e conhecimento superior, porém, guardam ainda consigo probabilidades naturais de desacerto.

Primam pela boa-vontade, pela cultura e pelo próprio sacrifício no auxílio incessante aos companheiros reencarnados, mas podem ser vítimas de equívocos, que se apressam, contudo, a corrigir, sem a vaidade que, em muitas circunstâncias, prejudica os doutos da Terra.


Compreendem que algo sabem, mas esse algo é muito pouco daquilo que lhes compete saber.

Entregam-se, desse modo, a preciosas cruzadas de serviço e, dentro delas, ajudam e aprendem. Auxiliam e são auxiliados.

Não poderia ser de outro modo. Sabemos que o milagre não existe como derrogação de leis da Natureza. Somos irmãos uns dos outros, evolvendo juntos, em processo de interdependência, no qual se destaca o esforço individual.



- André Luiz -


Fonte: http://www.guia.heu.nom.br/mentor_espiritual.htm
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Lú Sedano em 14 de Setembro de 2011, 13:13
Estou muito feliz de poder estar participando deste Fórum com mensagens e esclarecimentos tão importantes.

Graças a DEUS.
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Marianna em 14 de Setembro de 2011, 16:11

lusedano, seja bem vindo, muto obrigada pela presença.
Volte sempre.
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Mourarego em 14 de Setembro de 2011, 16:12
Há, amigos,
uma filigrana que não deve ser esquecida.
Quando falamos em "meu mentor", damos ao Espírito uma ação única e dirigida apenas a nós. Este é o pensamento de muitos.
na verdade isso não procede.
Um Espírito que me seja mentor, o é também, de muitos outros encarnados. Sempre!
Abraços,
Moura
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Prifreitas em 14 de Setembro de 2011, 18:06
Há, amigos,
uma filigrana que não deve ser esquecida.
Quando falamos em "meu mentor", damos ao Espírito uma ação única e dirigida apenas a nós. Este é o pensamento de muitos.
na verdade isso não procede.
Um Espírito que me seja mentor, o é também, de muitos outros encarnados. Sempre!
Abraços,
Moura

Sério, Moura? Esta eu não sabia. Pensei que cada um de nós tivesse um mentor diferente. Quer dizer então que meu mentor auxilia mais gente? Um amigo meu que é agnóstico outro dia me fez uma pergunta até engraçada. Quando estamos tomando banho ou no banheiro nosso mentor está conosco? De acordo com o L.E. em alguns momentos não é necessário que ele esteja junto. O que o amigo Moura poderia me dizer sobre esta curiosidade? Eu aqui pensando que meu mentor estava comigo 24 horas por dia LOL!
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Hebe M C em 14 de Setembro de 2011, 18:17
VI – Anjos da Guarda, Espíritos Protetores, Familiares ou Simpáticos
       489. Há Espíritos que se ligam a um indivíduo em particular para o  proteger?                                                         

       — Sim, o irmão espiritual; é o que chamais o bom Espírito ou o bom gênio.

       490. Que se deve entender por anjo da guarda?

      — O Espírito protetor de uma ordem elevada.

      491. Qual a missão do Espírito protetor?

      — A de um pai para com os filhos: conduzir o seu protegido pelo bom caminho, ajudá-lo com os seus conselhos, consolá-lo nas suas aflições sustentar sua coragem nas provas da vida.

      492. O Espírito protetor é ligado ao indivíduo desde o seu nascimento?

      — Desde o nascimento até a morte, e freqüentemente o segue depois da morte, na vida espírita, e mesmo através de numerosas experiências corpóreas porque essas existências não são mais do que fases bem curtas da vida do Espírito.

      493. A missão do Espírito protetor é voluntária ou obrigatória?

      — O Espírito é obrigado a velar por vós porque aceitou essa tarefa mas pode escolher os seres que lhe são simpáticos. Para uns, isso é um prazer; para outros, uma missão ou um dever.

      493 – a) Ligando-se a um pessoa, o Espírito renuncia a proteger outros

indivíduos?

      — Não, mas o faz de maneira mais geral.

     494. O Espírito protetor está fatalmente ligado ao ser que foi confiado à sua guarda?

     —Acontece freqüentemente que certos Espíritos deixam sua posição pura cumprir diversas missões, mas nesse caso são substituídos.

     495. O Espírito protetor abandona, às vezes, o protegido, quando este se mostra rebelde às suas advertências?

     — Afasta-se quando vê que os seus conselhos são inúteis e que é mais forte a vontade do protegido em submeter-se à influência dos Espíritos inferiores, mas não o abandona completamente e sempre se faz ouvir. É o homem quem lhe fecha os ouvidos. Ele volta, logo que chamado.

     Há uma doutrina que deveria converter os mais incrédulos, por seu encanto e por sua doçura: a dos anjos da guarda. Pensar que tendes sempre ao vosso lado seres que vos são superiores, que estão sempre ali para vos aconselhar, vos sustentar, vos ajudar a escalar a montanha escarpada do bem, que são amigos mais firmes e mais devotados que as mais íntimas ligações que se possam contrair na Terra, não é essa uma idéia bastante consoladora? Esses seres ali estão por ordem de seu Deus, que os colocou ao vosso lado; ali estão por seu amor, e cumprem junto a vos todos uma bela mas penosa missão. Sim, onde quer que estiverdes, vosso anjo estará convosco: nos cárceres, nos hospitais, nos antros do vício, na solidão, nada vos separa desse amigo que não podeis ver, mas do qual vossa alma recebe os mais doces impulsos e ouve os mais sábios conselhos.

     Ah!, por que não conheceis melhor esta verdade? Quantas vezes ela vos ajudaria nos momentos de crise; quantas vezes ela vos salvaria dos maus Espíritos! Mas no dia decisivo este anjo de bondade terá muitas vezes de vos dizer: “Não te avisei disso? E não afizeste! Não te mostrei o abismo? E nele te precipitaste! Não fiz soar na tua consciência a voz da verdade, e não seguiste os conselhos da mentira?”. Ah!, interpelai vossos anjos da guarda, estabelecei entre vós e eles essa terna intimidade que reina entre os melhores amigos! Não penseis em lhes ocultar nada, pois eles são os olhos de Deus e não os podeis enganar! Considerai o futuro; procurai avançar nesta vida, e vossas provas serão mais curtas, vossas existências mais felizes. Vamos, homens, coragem! Afastai para longe de vós, de uma vez por todas, preconceitos e segundas intenções! Entrai na nova via que se abre diante de vós, marchai,marchai! Tendes guias, segui-os; a meta não vos pode faltar porque essa meta é o próprio Deus.

      Aos que pensassem que é impossível a Espíritos verdadeiramente elevados se restringirem a uma tarefa tão laboriosa e de todos os instantes, diremos que influenciamos as vossas almas, embora estando a milhões de léguas de distância: para nós o espaço não existe, e mesmo vivendo em outro mundo os nossos Espíritos, conservam sua ligação convosco. Gozamos de faculdades que não podeis compreender, mas estais certos de que Deus não vos impôs uma tarefa acima de vossas forças, nem vos abandonou sozinhos sobre a Terra, sem amigos e sem amparo.

    Cada anjo da guarda tem o seu protegido e vela por ele como um pai vela pelo filho.  Sente-se feliz quando o vê no bom caminho; chora quando os seus conselhos são desprezados.

     Não temais fatigar-nos com as vossas perguntas; permanecei, pelo contrário, sempre em contato conosco: sereis então mais forte e mais felizes. São essas comunicações de cada homem com seu Espírito familiar que fazem médiuns a todos os homens, médiuns hoje ignorados, mas que mais tarde se manifestarão, derramando-se como um oceano sem bordas para fazer refluir a incredulidade e a ignorância. Homens instruídos, instruí; homens de talento, educai vossos irmãos. Não sabeis que a obra assim realizais: é a do Cristo, a que Deus vos impõe. Por que Deus vos concedeu a inteligência e a ciência, senão para as repartirdes com vossos irmãos, para os adiantar na senda da ventura e da eterna bem aventurança?

                                                                        São Luis, Santo Agostinho.
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Renato.Oliv em 14 de Setembro de 2011, 18:28
Há, amigos,
uma filigrana que não deve ser esquecida.
Quando falamos em "meu mentor", damos ao Espírito uma ação única e dirigida apenas a nós. Este é o pensamento de muitos.
na verdade isso não procede.
Um Espírito que me seja mentor, o é também, de muitos outros encarnados. Sempre!
Abraços,
Moura

Sério, Moura? Esta eu não sabia. Pensei que cada um de nós tivesse um mentor diferente. Quer dizer então que meu mentor auxilia mais gente? Um amigo meu que é agnóstico outro dia me fez uma pergunta até engraçada. Quando estamos tomando banho ou no banheiro nosso mentor está conosco? De acordo com o L.E. em alguns momentos não é necessário que ele esteja junto. O que o amigo Moura poderia me dizer sobre esta curiosidade? Eu aqui pensando que meu mentor estava comigo 24 horas por dia LOL!

Irmã Prifreitas, eis a sua resposta:

493 – a) Ligando-se a um pessoa, o Espírito renuncia a proteger outros indivíduos?

— Não, mas o faz de maneira mais geral.

494. O Espírito protetor está fatalmente ligado ao ser que foi confiado à sua guarda?

— Acontece freqüentemente que certos Espíritos deixam sua posição pura cumprir diversas missões, mas nesse caso são substituídos.

Ou seja, mesmo ele deixando a sua posição para cumprir outra missão, sempre tem um Espírito protetor a nos proteger a todo momento. Sobre o Espírito nos ver tomando banho, não se preocupe, para ele não significa nada esse ato rotineiro material, somente o teor dos seus pensamentos é que preocupa, para ele, o importante, é a ajuda que ele pode te dar na sua evolução espiritual.

Paz e luz.
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Prifreitas em 14 de Setembro de 2011, 20:43
Obrigada pelos esclarecimentos, irmão Renato.
Não estava preocupada com relação a me verem no banho, era apenas uma curiosidade. Inclusive este meu amigo agnóstico fez uma brincadeira dizendo que meu mentor ficaria observando se eu lavei bem atrás da orelha rsrsrsrsrs
Paz e Luz!
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Diegas em 14 de Setembro de 2011, 21:03
'...Um amigo meu que é agnóstico outro dia me fez uma pergunta até engraçada. Quando estamos tomando banho ou no banheiro nosso mentor está conosco?...'

Olá.

Realmente, há momentos muito engraçados como este do seu amigo fazer o questionamento.

Seria o 'mentor' um espirito tão desocupado que não tenha outro tipo de compromisso do que zelar por nós 24 horas por dia, numa marcação tão cerrada e individual a ponto de sufocar qualquer iniciativa e/ou minar a vontade de seu tutelado ? Ou tão curioso/inadequado a pónto de perder seu precioso tempo a observar a nossa nudez ou intimidade ?

Se em nosso plano o cordão umbilical é cortado após o nascimento, penso que nosso cordão espiritual seja cortado aos 7 anos de idade - Faixa etária que a criança fica de posse de sua individualidade.

Obvio que tanto os genitores carnais como os espirituais estarão sempre nos protegendo sem que para isso haja a necessidade de estarem fisicamente ao nosso lado. Basta chamá-los ou procurá-los para que se apresentem mesmo à distancia, de boa-vontade, e com muito amor.


Abç
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Mourarego em 14 de Setembro de 2011, 21:48
Mano Renatão,
a primeira coisa que devemos ter em mente é que os mentores, trabalham no campo moral, soprando-nos bons pensamentos, influindo com boas idéias a fim de que possamos por nós mesmos delinear nossos erros e consertá-los.
Sendo assim porque outra razão haveria então o mentor que me oriente  estar a assistir-me ao banho?
Não sendo pelo fato de que poderia eu, no banho, estar a me policiar, sobre meus erros, não haveria outra razão.
Abração mano.
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Prifreitas em 14 de Setembro de 2011, 22:01
Moura,
Então quer dizer que quando estamos fazendo atividades cotidianas (tomando banho, comendo, no coletivo) os mentores só estão conosco se estivermos pensando em nossos erros, problemas ou fazendo uma prece? Do contrário, se estivermos fazendo a atividade sem pensamentos relevantes eles não estarão em nossa companhia?
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Mourarego em 14 de Setembro de 2011, 22:12
Pri maninha,
o que é estar conosco?
Ora a resposta é simples, estar conosco não é estar ao nosso lado, ou seja, sem atura, mas sim estar influindo de modo ativo, para que encontremos o melhor meio para nos modificarmos moralmente.
Esta a ação de qualquer dos mentores.
Sendo assim, se estamos entregues a conversas menos edificantes, em ambientes onde a moralidade não seja o escopo das ações, ou mesmo em momentos de folguedos, onde a tônica seja apenas a diversão, os mentores estarão a espreita, a tudo vendo e julgando, para agirem nas horas em que for necessário.
em outro sentido, explica a obra básica que os nossos mentores, em momentos que são chamados a casos mais graves e que não possam esperar, agem com seus outros "protegidos", deixando conosco Espíritos que se afinem tanto conosco quanto com o que eles os mentores fariam quando a ocasião requeira uma boa idéia ou pensamento sadio e ou moralizado.
Abração,
Moura
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Prifreitas em 14 de Setembro de 2011, 22:14
Obrigada, Moura! Respondeu exatamente o que eu queria saber.
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Renato.Oliv em 15 de Setembro de 2011, 01:16
Mano Renatão,
a primeira coisa que devemos ter em mente é que os mentores, trabalham no campo moral, soprando-nos bons pensamentos, influindo com boas idéias a fim de que possamos por nós mesmos delinear nossos erros e consertá-los.
Sendo assim porque outra razão haveria então o mentor que me oriente  estar a assistir-me ao banho?
Não sendo pelo fato de que poderia eu, no banho, estar a me policiar, sobre meus erros, não haveria outra razão.
Abração mano.

Verdade irmão Moura, tens razão, eu acabei falando de forma superficial deixando lacunas, obrigado pelo esclarecimento.

Abs,
Muita paz!
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: macili em 16 de Setembro de 2011, 04:59
Olá Amigos

Seguindo o tema eis mais uma mensagem sobre o assunto...

Que sejamos amparados e iluminados!!!


(http://3.bp.blogspot.com/-CwYPlAwCSYQ/TmVlFyjgkCI/AAAAAAAABws/PYWJH7qmZQE/s1600/mentor.jpg)




Espírito Protetor




P: - É ponto pacífico em todas as religiões, que todo indivíduo tem um espírito protetor ou "anjo da guarda" que o acompanha durante toda a vida. Esse espírito fica sempre junto do seu protegido ou sua atuação se faz à distância?

R: - Esse Anjo da Guarda estará sempre junto ao seu protegido, sem que esse "estar junto" seja entendido física ou geograficamente. Mesmo que se encontre à distância do protegido o Anjo Guardião estará "perto", desde que o seu tutelado se mantenha psiquicamente a ele vinculado. Isso nos permite dizer que a atuação do Guardião pode fazer-se estando próxima ou distante, fisicamente, do seu protegido.



P: - A chamada "Voz da Consciência" é a voz desse espírito protetor?

R: - A voz da consciência, geralmente, se refere à presença das leis divinas em nossa intimidade, agindo na condição do implacável juiz que nos aplaude quando acertamos e que nos admoesta quando erramos. Entretanto, em muitas ocasiões, a inspiração superior dos nossos Guardiões pode-se apresentar como verdadeira voz da consciência, principalmente quando nos vem advertir quanto a situações comprometedoras ou, ainda, quando nos sugere realizações importantes para a nossa jornada de evolução.



P: - Ele tem recursos para evitar ou provocar acidentes ou enfermidades, com o objetivo de proteger seu pupilo de um mal maior?

R: - Quanto mais evoluídos são os Espíritos, de mais recursos dispõem para conduzir os seus tutelados para uma ou outra situação, sempre atentos às necessidades e aos méritos dos seus pupilos, principalmente quando essas necessidades e esses méritos tenham o poder de interferir positivamente no processo evolucional dos indivíduos.



P: - Quais são os recursos que ele adota para desviar seu protegido dos vícios, das paixões e demais prejuízos espirituais?

R: - Pode ele inspirar, mobilizar situações sociais em torno dos seus tutelados. Pode lançar mão de fluidos diversos, de energias variadas, que tenham a possibilidade de agir nas células, nos órgãos, no psiquismo. Entretanto todas essas providências estão sempre associadas à "lei do mérito”.



P: - Esgotados esses recursos ele se afasta deixando o pupilo entregue a sua própria sorte?

R: - Consciente como é de que não deverá impor ao seu tutelado, aquilo que este não queira, entrega-o ao próprio livre arbítrio, quando, então, se vinculará às faixas vibratórias que deseje, até o momento do arrependimento e do "retorno" aos bons climas espirituais.



- J. Raul Teixeira -

Fonte: Grupo de Estudos Allan Kardec.
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: jocajmma em 18 de Setembro de 2011, 12:34
Muito obrigado
é muito bom haver pessoas que nos expliquem como funcionam as coisas..
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Taísa34 em 18 de Setembro de 2011, 12:47
    Irmão Moura, parabéns pelas suas palavras tão belas, como sempre vc explica o tema exemplificando, que o nosso Mestre Jesus te proteja hj e sempre, abraços fraternos :)
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: núbia moura em 20 de Setembro de 2011, 02:07
Nosso mentor, nosso anjo, nosso guia estará sempre por perto msm ele estando a observar e a proteger outros, pelo simples fato de sempre nos querer bem, agora se se distancia é pq estamos sendo rebeldes então é hora de pararmos e obsevarmos onde estamos errando, só assim iremos atrai vibrações positivas sejamos disciplinados e honestos com nos mesmos sempre.

Deus esteja sempre conosco!!!!!!!!!!!!
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Prifreitas em 23 de Setembro de 2011, 02:25
Agora me ocorreu uma dúvida. O que acontece se chegar a hora do meu Mentor reencarnar? Outro Mentor será designado ao "cargo"?
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: HamLacerda em 23 de Setembro de 2011, 03:12
Pri, tudo é relativo ao grau de adiantamento do Espírito protegido. Cada homem sempre tem Espíritos simpáticos, mais ou menos elevados, conforme seu grau de adiantamento. Um selvagem, por exemplo, não precisa de um Espírito da ódem de Jesus para o guiar, pois Espíritos mais ou menos elevados podem realizar esta tarefa. Eu sempre costumo falar para as pessoas que tem animais de estimação e que são muito apegados à eles, que elas são, no momento, seus Guias Espirituais.

Sua pergunta é impossível de ser respondida pq há vários fatores que devem ser levados em consideração. Tudo fica no "talvez"; Talvez seu Guia seja de uma ódem muito elevada e não precisa mais reencarnar; Talvez seu Guia seja de uma órdem mais ou menos elevada e ainda é passível de reencarnar - Nesse caso Deus designa outro Espírito da mesma ódem que o guiava.

Tudo é relativo na Doutrina, Pri. Tenha isso em mente. (Para as outras respostas que lhe foram respondidas também)


Abraço
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Prifreitas em 23 de Setembro de 2011, 03:44
Obrigada, Ram,
Embora tudo seja relativo, consegui entender um pouco mais. É que eu sou muito questionadora e às vezes algumas perguntas "sem pé nem cabeça" me vem à mente!
Abraços
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Valda67 em 23 de Setembro de 2011, 09:55
Existe alguma relacao entre o nosso desencarne e sucessivamente a reencarnacao de nosso mentor, havendo uma troca de planos, como no caso de Chico Xavier e Emmanuel?
Onde posso localizar esta pesquisa?
 Abracos fraternos. Valda
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: macili em 23 de Setembro de 2011, 13:59
Olá Amiga Valda67


A programação da reencarnação dos Mentores depende da sua  evolução como espírito e de sua missão, do objetivo que a espiritualidade maior traçou para sua atual encarnação, não havendo geralmente qualquer relação com o desencarne e o retorno ao Plano Espiritual de seu protegido. 

Porém, no caso de Emmanuel e Chico Xavier esta reencarnação pode ter sido programada após o retorno de Chico à Patria Espiritual, por ele ter sido um "missionário" do bem e da verdade, que esteve entre nós para promover a paz, o amor, o progresso na sociedade.

O trecho abaixo é bastante esclarecedor.



"Substituição do Mentor"

O Mentor pode ser substituído durante o trabalho do médium, por vários motivos, entre eles podemos citar:

•  Necessidade do mentor encarnar.

•  O Mentor receberá uma nova incumbência espiritual e suas responsabilidades não permitirão o apoio necessário ao médium.

•  O Médium pode receber novas responsabilidades espirituais, como por exemplo se tornar responsável pelo centro.

• O Médium desperdiça as várias oportunidades de seguir o caminho espiritual, nesse caso o mentor pode receber novas responsabilidades e o médium recebe um novo mentor, que nesse caso se chama Obsessor."


Fonte: Grupo PAS - Paz, Amor e Solidariedade.
http://www.grupopas.com.br/cadastroColuna/mostraArtigoColuna.do?id=161


Que Jesus nos abençoe...



Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Prifreitas em 23 de Setembro de 2011, 14:56
Macili,
Obrigada! Muito esclarecedor seu post. Quanto a história do reencarne de Emmanuel já ouvi uma vez de passagem que ele reencarnou. Alguém poderia me dar mais detalhes?
Obrigada!
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Hebe M C em 23 de Setembro de 2011, 16:32
Boa tarde Prifreitas,

Só existe especulação sobre esse reencarne de Emmanuel,não se tem certeza
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Mourarego em 23 de Setembro de 2011, 16:35
Exatamente maninha Hebe, tanto de Emmanuel quanto de kardec que já foi dito estar reencarnado no brasil e no norte deste país.
abraços,
Moura
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Prifreitas em 23 de Setembro de 2011, 17:25
Imaginei que fossem especulações mesmo. O que acho curioso é que sempre dizem que encarnaram no Brasil rsrsrsrs
Título: Re: Onde Está o Meu Mentor?
Enviado por: Carlos 61 em 27 de Setembro de 2011, 04:23

É verdade Prifreitas tudo especulações, quem somos nós pra dizer se a ou b reencarnou e se foi no Brasil ou sabe-se lá onde? Isso são coisas que só é do conhecimento de Deus e de mais ninguém.