Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Meditação => Tópico iniciado por: macili em 02 de Maio de 2013, 14:48

Título: Amor e Perdão
Enviado por: macili em 02 de Maio de 2013, 14:48
(http://sphotos-f.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-prn1/604012_505621142834175_686385669_n.jpg)




Amor e Perdão




Corres em busca de ilusões, enveredando por caminhos opostos, onde apenas existem miragens que enganam, querendo atrair-te a armadilhas perigosas; abre bem teus olhos e procura enxergar também com o olhar de tua consciência, para não caíres novamente em emboscadas armadas pelos irmãos menos esclarecidos, que estão sempre à espreita, para incentivá-lo a segui-los pelos maus caminhos.

És dotado de tantos dons, que fazem do homem um ser inteligente e forte, capaz de compreender as maravilhas oferecidas pelo Pai e desfrutá-las com  moderação e sem exageros, que viriam te enfraquecer, diante das ciladas dos inimigos do passado.

Agradece sempre o que tens em abundância e sabe usar o esforço necessário para multiplicá-lo a fim de que não venha te faltar num futuro próximo.

Usufrui e doa, porém, com simplicidade, pois ao vosso lado tantos e tantos padecem simplesmente por não terem o necessário  para a sobrevivência.

Teu solo é rico e fértil. Sabe plantar na época adequada e cuida com esmero e carinho do teu labor, para que possas colher, na hora certa, o fruto abençoado que representa a evolução!

Não lastimes em vão quando tens teu celeiro abarrotado e tua força disponível para continuar enfrentando o dia-a-dia no trabalho com amor e coragem.

Não te esqueças das leis que regem toda a humanidade e procura segui-las, obedecendo com humildade e cumprindo-as sem revoltas e sem temor.

Quando te atingirem com a seta da indignidade e do desprezo, abranda o teu coração, orando em favor daquele que te machucou ou te traiu, pedindo a Deus a misericórdia e o perdão.

Colhe e abraça as flores belas e perfumadas do jardim da tua existência, adorna e perfuma o altar abençoado do teu lar, para que os benefícios que ofertas ao teu irmão infeliz, revertam-se em paz e tranqüilidade para a tua consciência  e teu coração.

Amor e perdão são dois sentimentos que deverão andar juntos, de mãos dadas, pois um não conseguirá  sobreviver sem a existência do outro.

Arma de brandura o teu coração e bebe, quando necessário, a água pura da simplicidade, que saciará tua sede nos momentos em que o calor abrasador da cólera te ameaçar e te atingir.

Sê calmo e sereno e antes de julgares com severidade; lança mão da brisa suave e perfumada do amor, que ameniza as tempestades do rancor e afaga, com carinho, os corações endurecidos e obstinados.

Ora e vigia, planta e colherás. Essa é a Lei, essa é a palavra de advertência que foi enviada para salvar toda a humanidade.




pelo Espírito Irmão Tomás  &  Administrador do Portal Panorama Espírita