Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Meditação => Tópico iniciado por: Cravo do Poeta em 14 de Fevereiro de 2010, 10:33

Título: Amor e Sabedoria 14-02-210
Enviado por: Cravo do Poeta em 14 de Fevereiro de 2010, 10:33
***Bom dia a todos e muita luz em nossos corações.


O mensageiro do amor


Falava-se na reunião, com respeito à preponderância dos sábios na Terra, quando Jesus

tomou a palavra e contou, sereno e simples:


— Há muitos anos, quando o mundo perigava em calamitosa crise de ignorância e per-

versidade, o Poderoso pai enviou-lhe um mensageiro da ciência, com a missão de

entregar-lhe gloriosa mensagem de vida eterna.


Tomando forma, nos círculos da carne, o esclarecido obreiro fez-se professor e,

sumamente interessado em letras, apaixonou-se exclusivamente pelas obras

dainteligência,afastando-se, enojado, da multidão inconsciente e declarando que vivia

numa vanguarda luminosa, inacessível à compreensão das pessoas comuns.


Observando-o incapaz de atender aos compromissos assumidos, o Senhor Compassivo

providenciou a viagem de outro portador da ciência que, decorrido algum tempo, se

transformou em médico admirado.


O novo arauto da Providência refugiou-se numa sala de ervas e beberagens,

interessando-se tão somente pelo contacto com enfermos importantes, habilitados à

concessão de grandes recompensas, afirmando que a plebe era demasiado mesquinha para

cativar-lhe a atenção.


O Todo-Bondoso determinou, então, a vinda de outro emissário da ciência, que se

converteu em guerreiro célebre. Usou a espada do cálculo com mestria, pôs-se à ilharga de

homens astuciosos e vingativos e, afastando-se dos humildes e dos pobres, afirmava que a

única finalidade do povo era a de salientar a glória dos dominadores sanguinolentos.


Contristado com tanto insucesso, o Senhor Supremo expediu outro missionário da ciência,

que, em breve, se fez primoroso artista. Isolou-se nos salões ricos e fartos, compondo

música que embriagasse de prazer o coração dos homens provisoriamente felizes e afiançou

que o populacho não lhe seduzia a sensibilidade que ele mesmo acreditava excessivamente

avançada para o seu tempo.


Foi, então, que o Excelso Pai, preocupado com tantas negações, ordenou a vinda de um

mensageiro de amor aos homens.


Esse outro enviado enxergou todos os quadros da Terra, com imensa piedade.

Compadeceu-se do professor, do médico, do guerreiro e do artista, tanto quanto se

comoveu ante a desventura e a selvageria da multidão e, decidido a trabalhar em nome de

Deus, transformou-se no servo diligente de todos.


Passou a agir em benefício geral e, identificado com o povo a que viera servir, sabia

desculpar infinitamente e repetir mil vezes o mesmo esforço ou a mesma lição. Se era

humilhado ou perseguido, buscava compreender na ofensa um desafio benéfico à sua

capacidade de desdobrar-se na ação regeneradora, para testemunhar reconhecimento à

confiança do Pai que o enviara.


Por amar sem reservas os seus irmãos de luta, em muitas situações foi compelido a orar e

pedir o socorro do Céu, perante as garras da calúnia e do sarcasmo; entretanto, entendia,

nas mais baixas manifestações da natureza humana, dobrados motivos para consagrar-se,

com mais calor, à melhoria dos companheiros animalizados, que ainda desconheciam a

grandeza e a sublimidade do Pai Benevolente que lhes dera o ser.



Foi assim, fazendo-se o último de todos, que conseguiu acender a luz da fé renovadora e

da bondade pura no coração das criaturas terrestres, elevando-as a mais alto nível, com

plena vitória na divina missão de que fora investido.



Houve ligeira pausa na palavra doce do Messias e, ante a quietude que se fizera espontâ-

nea no ruidoso ambiente de minutos antes, concluiu ele, com expressivo acento na voz:



— Cultura e santificação representam forças inseparáveis da glória espiritual.

A sabedoria e o amor são as duas asas dos anjos que alcançaram o Trono Divino,

mas, em toda parte, quem ama segue à frente daquele que simplesmente sabe.



Livro: Jesus no Lar
Pelo Espírito de Neio Lúcio
Franciso C Xavier

Título: Re: *Amor e Sabedoria *14-02-210
Enviado por: Cravo do Poeta em 04 de Março de 2010, 16:54
Bom dia a todos e muita luz em nosso ser.


Estrela esperança


Contam as lendas que, quando foi concluída a criação, as estrelas vieram visitar a Terra.

A estrela amarela, simbolizando as riquezas, visitou todos os recantos e voltou ao veludo escuro da noite, tomando seu lugar no firmamento.

A estrela azul, simbolizando os rios e os mares, igualmente deu um giro em todas as profundezas e retornou.

As demais estrelas simbolizando o restante da natureza, fizeram o mesmo, e todas se engastaram nos lugares definitivos onde deveriam permanecer para sempre.

Todas voltaram, menos uma, por discreta determinação do rei do firmamento.

E quando perceberam a sua ausência, os demais astros buscaram-na aflitos, de longe. Então perceberam, entre os sofredores e necessitados do mundo, a sua luz faiscando em tom verde.

Por isso, é que a esperança nunca abandona a vida.

Através de uma lenda, os poetas encontraram uma maneira de falar da esperança.

Quando a noite escura do desalento invadir a nossa vida, lembremos a suave luz da esperança que não nos deixa a sós, e recobremos o passo, no compasso da harmonia.

Quando sentirmos os ferimentos da cruz de espinhos a vergastar nossos ombros, permitamos que o brilho inapagável da esperança nos console.

Se o véu escuro da morte se estender sobre os olhos físicos dos seres amados, lembremos que a imortalidade, mensageira da esperança, vem lhes descortinar horizontes novos, no além túmulo.

Ainda que os dias de sofrimento pareçam não ter fim...

Ainda que a enfermidade anuncie que veio para ficar...

Ainda que os amigos abandonem os nossos passos, deixando-nos caminhar a sós...

Ainda que tenhamos a impressão de que o Pai Divino nos esqueceu, lembremos da sublime lâmpada da esperança, e permitamos que ela ilumine a nossa alma, plenificando-a com suave claridade, anunciando um novo alvorecer.

Lembremos sempre que, por mais escura e longa que seja a noite, o sol sempre volta a brilhar, e com ele, novas oportunidades de construirmos a nossa felicidade.

Para tanto, devemos permitir que a esperança siga conosco como portadora da chave que abre a aurora e vence o crepúsculo.

***

A esperança se apresenta em nossas vidas de várias maneiras:

Pode estar presente num sorriso...

Num olhar de ternura...

Num aperto de mão...

Num afago...

Podemos encontrá-la, ainda, na suave brisa de uma manhã de sol...

Na serenidade das gotas de chuva, caindo devagar...

No cinza escuro da paisagem crestada pela neve a anunciar que, em breves dias, tudo estará reverdecido novamente, sob os diversos matizes de cores e perfumes, mostrando que a esperança está presente, e jamais nos abandona.

(Baseado no cap. IX do livro "Estesia", pág. 30 da Livraria Espírita Editora Alvorada - LEAL)

Título: Re: *Amor e Sabedoria *14-02-210
Enviado por: Cravo do Poeta em 04 de Março de 2010, 16:58
Bom dia a todos e muita luz em nosso ser.


As estrelas do mar
 

Certo dia, um escritor que costumava caminhar pela praia em busca de inspiração observou, ao longe, algo a se movimentar.

Continuou andando na direção daquela sombra até aproximar-se o bastante para perceber que se tratava de um homem.

Quando chegou mais perto notou que ele juntava as estrelas do mar, que haviam ficado presas na areia quente da praia, e as devolvia ao mar.

Só então ele se deu conta de que havia muitas estrelas do mar espalhadas pela praia.

Espantado disse ao homem: Você não percebe que há muitas estrelas do mar por aí? Seu esforço não vale a pena.

Mesmo que você trabalhe vários dias seguidos não conseguiria salvar todas elas. Então, que diferença faz?

O homem, que ainda não havia parado para lhe dar atenção, pegou uma estrela do mar, ergueu-a e, mostrando-a ao escritor disse: Para esta eu fiz diferença.

E, jogando-a ao mar, continuou sua empreitada.

O escritor observou aquele homem por mais alguns instantes e chegou à conclusão de que havia encontrado, naquele gesto simples e desinteressado de um anônimo, a inspiração que buscava.

*   *   *

Quando nos parecer que um pequeno gesto nobre de nossa parte não faz diferença, lembremo-nos desta singela história.

Pensemos que um único sorriso pode fazer muita diferença para alguém que se encontra desalentado.

Uma palavra de otimismo fará diferença para quem está desesperado.

Um exemplo nobre junto aos filhos, aos familiares, aos amigos, ou àqueles que nos observam de perto, pode fazer muita diferença.

A cada instante nós perdemos excelentes oportunidades de ser gentil, de perdoar, de agir com delicadeza, de ser honesto, sincero, de calar uma ofensa.

E isso tudo, no cômputo geral, faz grande diferença.

Recentemente, lemos a notícia de que é preciso resgatar os valores simples para evitar os males atuais que são a depressão, a ansiedade, o desalento, entre outros.

Essa foi a conclusão a que chegaram os psiquiatras que participaram de um Congresso de

Psiquiatria Clínica.

A tão falada e útil globalização, a grande quantidade de informações que chega a cada instante, a disputa pelo poder, a competição desonesta, faz com que nos esqueçamos de ser gente.

Parece mesmo que estamos nos tornando máquinas automatizadas, incapazes de olhar para quem está ao nosso lado, senão como um ferrenho concorrente ou um adversário pertinaz.

Se todos nós repensássemos valores e nos lembrássemos de que somos seres criados para viver em sociedade e que, acima de tudo somos Espíritos imortais, filhos do mesmo Pai, talvez sofrêssemos menos.

E isso faria diferença.

*   *   *

Quando percebermos alguém preso nas areias quentes da solidão...

Quando notarmos alguém se debatendo no mar revolto do sofrimento...

Lembremos que todos somos estrelas do Universo, colocadas lado a lado, pelo Criador, para crescermos juntos.

E como ensinou o Mestre de Nazaré, não sejamos estrelas apagadas, mas façamos brilhar a nossa luz onde quer que estejamos.

Só então perceberemos o quanto isso faz diferença.


Redação do Momento Espírita.
Em 15.02.2008.

Título: Re: *Amor e Sabedoria *14-02-210
Enviado por: Victor Passos em 05 de Março de 2010, 10:38
OLa Amiga Cravo do poeta

Muita paz

Realização em Caridade

Livro: Alegria de Viver
Joanna de Ângelis & Divaldo P. Franco


          Sim, existe grande número de pessoas mais bem qualificadas do que tu, para o ministério do amor e a realização da solidariedade na Terra.

          Sem dúvida, há multidões que estão menos capacitadas para o mesmo mister, em relação a ti.

          O importante, porém, não é como se encontram uns e outros, mas sim, como estás, a fim de que a ação do bem se manifeste, alterando as atuais estruturas morais anárquicas e ensejando a implantação da bondade, do perdão, da caridade entre os homens.

          A renovação do mundo jamais se dará mediante imposições legais, embora estas sirvam para frear os desconcertos emocionais e éticos; todavia, será resultante da transformação pessoal de cada criatura, cuja conduta espelhará a excelência do seu equilíbrio e da sua realização superior.

          -0- -0- -0-

          Numa obra de conjunto, todos os elementos são de importância para os resultados que se pretendem. Há fatores que respondem pela decisão e qualidade do trabalho, como existem os que se responsabilizam pela resistência e durabilidade. São valiosos os de grande porte, nos quais outros se fixam, como os de pequeno volume que acionam o todo e se encarregam da harmonia geral.

          Funcionam em equilíbrio, porque cada peça obedece à finalidade para a qual foi elaborada, cada uma cumprindo com a função que lhe é destinada.

          No mundo social e moral não é diferente.

          Quando alguém se ajusta, surge a harmonia no todo; quando se descontrola ou cai, aparece o desequilíbrio.

          -0- -0- -0-

          Fala-se demais em técnica e qualificação como condições essenciais para os empreendimentos relevantes.

          Sem os desconsiderar, enquanto estes não chegam, que os valores da dedicação e do serviço se apresentem e dêem início ao programa.

          Antes de surgir o arado mecânico, largos tratos de terra foram revolvidos pelo de tração animal; até o advento da lâmpada, lampiões, candeeiros e outros mecanismos rudes se fizeram instrumentos da claridade vencendo as sombras.

          Assim, não te detenhas, porque te consideres desarmado de altos valores a que muitas criaturas se referem.

          Se não podes implantar a paz, vence a tua violência íntima.

          Se não consegues transformar o mundo, melhora-te interiormente.

          Se não logras ser uma estrela, torna-te uma lamparina modesta, porém valiosa.

          Da mesma forma, evita o desânimo, quando considerando a massa humana volumosa que se encontra em condição menos feliz que a tua.

          O adubo, mesmo desprezado, é fato de vida.

          A chuva, embora rápida, beneficia.

          O Sol, mesmo no entardecer, aquece.

          Recorda-te de que "... Deus é caridade; e quem está em caridade está em Deus e Deus nele", conforme anotou o apóstolo João, na sua primeira carta, capítulo quatro, versículo dezesseis.



      Muita Paz
Título: Re: *Amor e Sabedoria *14-02-210
Enviado por: Cravo do Poeta em 05 de Março de 2010, 20:53
Boa noite a todos, meu querido amigo muita luz em seu ser.
Maravilhoso este texto, muito obrigado.
Um beijo no seu coração.


DÁ E RECEBERÁS



1 – Ajuda ao companheiro mais pobre que tu mesmo e adquirirás em companhia dele a paciência e a humildade para as horas difíceis.


2 – Ensina a quem sabe menos que tu e a sabedoria ampliar-te-á os méritos culturais pela recapitulação dos valores educativos.


3 – Reparte o teu pão com os famintos, socorre os infelizes, veste os andrajosos e sentir-te-ás mais rico, dentro das possibilidades singelas de tua casa.


4 – Auxilia ao doente e receberás mais segura proteção ao teu próprio equilíbrio orgânico, de vez que aprenderás a preservar os tesouros da saúde.


5 – A caridade é sempre maior para aquele que dá.


6 – O bem é constantemente multiplicado nas mãos que o distribuem, elevando-se em direção ao Céu, assim como a fonte que se derrama para benefício de todos, cresce indefinidamente, a caminho do mar.


7 – Não te esqueça de ajudar, onde possas, quanto possas e como possas, dentro da consciência irrepreensível porque é a Lei Divina que mais recebe aquele que auxilia, enriquecendo a vida de luz, de alegria e de amor, levando a efeito, assim, o seu próprio enriquecimento.


Francisco Cândido Xavier
Emmanuel
Fonte: livro “Marcas do Caminho”


Título: Re: *Amor e Sabedoria *14-02-210
Enviado por: Victor Passos em 06 de Março de 2010, 11:49
OLa muita paz e harmonia
Amiga Cravo do poeta

A Arte de Doar

Livro: Momentos de Renovação
Joanna de Ângelis & Divaldo P. Franco


          Há moedas esquecidas que se podem tornar dádivas de importância.

          Tais como a Hospitalidade fraternal, a expressão de cortesia, o gesto de amizade, a participação no sofrimento alheio, o sorriso gentil, que não custa dinheiro e, em certos momentos, são mais valiosos do que ele.
Título: Re: *Amor e Sabedoria *14-02-210
Enviado por: Marli Pacheco em 06 de Março de 2010, 23:27
      Boa noite meus amigos.
     
  Que Deus seja sempre em nossos corações.
Título: Re: *Amor e Sabedoria *14-02-210
Enviado por: Victor Passos em 07 de Março de 2010, 12:06
Ola muita paz e harmonia Amigos

Cravo do Poeta e Pacheco

Estrela esperança

Contam as lendas que, quando foi concluída a criação, as estrelas vieram visitar a Terra.

A estrela amarela, simbolizando as riquezas, visitou todos os recantos e voltou ao veludo escuro da noite, tomando seu lugar no firmamento.

A estrela azul, simbolizando os rios e os mares, igualmente deu um giro em todas as profundezas e retornou.

As demais estrelas simbolizando o restante da natureza, fizeram o mesmo, e todas se engastaram nos lugares definitivos onde deveriam permanecer para sempre.

Todas voltaram, menos uma, por discreta determinação do rei do firmamento.

E quando perceberam a sua ausência, os demais astros buscaram-na aflitos, de longe. Então perceberam, entre os sofredores e necessitados do mundo, a sua luz faiscando em tom verde.

Por isso, é que a esperança nunca abandona a vida.

Através de uma lenda, os poetas encontraram uma maneira de falar da esperança.

Quando a noite escura do desalento invadir a nossa vida, lembremos a suave luz da esperança que não nos deixa a sós, e recobremos o passo, no compasso da harmonia.

Quando sentirmos os ferimentos da cruz de espinhos a vergastar nossos ombros, permitamos que o brilho inapagável da esperança nos console.

Se o véu escuro da morte se estender sobre os olhos físicos dos seres amados, lembremos que a imortalidade, mensageira da esperança, vem lhes descortinar horizontes novos, no além túmulo.

Ainda que os dias de sofrimento pareçam não ter fim...

Ainda que a enfermidade anuncie que veio para ficar...

Ainda que os amigos abandonem os nossos passos, deixando-nos caminhar a sós...

Ainda que tenhamos a impressão de que o Pai Divino nos esqueceu, lembremos da sublime lâmpada da esperança, e permitamos que ela ilumine a nossa alma, plenificando-a com suave claridade, anunciando um novo alvorecer.

Lembremos sempre que, por mais escura e longa que seja a noite, o sol sempre volta a brilhar, e com ele, novas oportunidades de construirmos a nossa felicidade.

Para tanto, devemos permitir que a esperança siga conosco como portadora da chave que abre a aurora e vence o crepúsculo.

***

A esperança se apresenta em nossas vidas de várias maneiras:

Pode estar presente num sorriso...

Num olhar de ternura...

Num aperto de mão...

Num afago...

Podemos encontrá-la, ainda, na suave brisa de uma manhã de sol...

Na serenidade das gotas de chuva, caindo devagar...

No cinza escuro da paisagem crestada pela neve a anunciar que, em breves dias, tudo estará reverdecido novamente, sob os diversos matizes de cores e perfumes, mostrando que a esperança está presente, e jamais nos abandona.

(Baseado no cap. IX do livro "Estesia", pág. 30 da Livraria Espírita Editora Alvorada - LEAL)
Título: Re: *Amor e Sabedoria *14-02-210
Enviado por: macili em 07 de Março de 2010, 23:08
Amigos do Fórum

Que a paz de Deus esteja em vossos corações.
...

O REINO DE DEUS

Todos conhecem a bela expressão de Jesus segundo a qual,
"o Reino de Deus está dentro de nós mesmos".
Observe isto: se Deus está no Reino Dele,
e este Reino está dentro de nós mesmos, o que você conclui?
Certamente conclui que Deus está dentro de nós mesmos.
O entendimento do que disse Jesus não é fácil.
Mas, se você se aplicar sinceramente ao estudo desse ensinamento,
perceberá com certeza o que o Mestre quis dizer.
Um pintor não está em pessoa no quadro que pintou. Está no quadro em espírito.
Deus não está em nós pessoalmente, mas em espírito.
Assim como o quadro não é o pintor, mas reflete o pintor,
nós não somos Deus, mas O refletimos.
Por isso se diz que o homem foi feito à imagem e semelhança de Deus.
Esse Espírito de Deus em nós é o que nos vivifica,
e nos conduz à bem-aventurança
Título: Re: *Amor e Sabedoria *14-02-210
Enviado por: Cravo do Poeta em 08 de Março de 2010, 01:34
Boa noite e muita luz.


Na exaltação do amor

Cap. XI – Item 10

A folha ressequida que cai, anônima, do pedúnculo em que nasceu, é bem o símbolo do poder oculto de Deus em a Natureza.

Poder que é força, vida e amor...

Quem a recolheu?

O Sol? Não. O Vento? Não. O Homem? Não.

A folha desceu por si mesma, segundo os ditames preestabelecidos pelas leis gerais do

Universo, para o seio fecundante da Terra, que a transforma em novo elemento no laboratório da incessante renovação.

Assim também se movem as criaturas e os destinos.

A folha cai... Os mundos caminham... O homem evolve...

Brilha o Sol, naturalmente, mantendo a família planetária nos domínios da Casa Cósmica.

Avança o vento, sem esforço, nutrindo a euforia das plantas.

Em princípios de soberana espontaneidade, constrói o homem a própria existência.

Saber não é tudo.

Só o amor consegue totalizar a glória da vida. Quem vive respira. Quem trabalha progride.

Quem sabe percebe.

Quem ama respira, progride, percebe, compreende, serve e sublima, espalhando a felicidade.

Siga, pois, seu roteiro, louvando o bem, esquecendo o mal e edificando sem repouso.

Se o caminho é áspero e sombrio, prossiga com destemor.

Lembre-se que na vanguarda há mais amplo local para a sua esperança.

Busque ouvir a mensagem do amor, onde passe.

Estude amando.

Responda aos imperativos da evolução, amando onde esteja.

Atenda ao semelhante, amando com alegria.

Satisfará, em tudo, a você mesmo, amando sempre.

Na marcha ascendente para o Reino Divino, o Amor é a Estrada Real. As outras vias chamam-se experiências que a Eterna Sabedoria, ainda por amor, traçou à grande viagem das almas para que o espírito humano não se perca.

Antes de você, o amor já era.

Depois de você, o amor será.

Isso, porque o Amor é Deus em tudo.

Viva, assim, a vida, amando-a para entendê-la.

Viver e amar...

Amar e compreender...

Compreender e viver abundantemente...

Ângulos de uma verdade só – A Vida Eterna.

No entanto, viver sem amar é respirar sem trabalho digno; querer com exclusivismo tonteante é contemplar situações e circunstâncias com apriorismos que geram a enfermidade e a morte.

Se você sabe, portanto, o que é viver, por que não vive?


continuação
Título: Re: *Amor e Sabedoria *14-02-210
Enviado por: Cravo do Poeta em 08 de Março de 2010, 01:37
Continuação...


Só vive realmente quem ama.

Só ama efetivamente quem age para o bem de todos.

Só age, sem dúvida, para o bem de todos, quem compreende que o amor é a base da própria vida.

Fora dessa verdade, há também movimento e ação de sombra que tornará fatalmente à luz em ciclos determinados de choro, provação e martírio.

Nada novo, sempre a Lei, que funciona compassiva, mas inexorável, restituindo a cada sementeira a colheita certa.

Comande a embarcação de seu destino e não atribua a outrem os erros que as suas mãos venham a cometer.

De você mesmo depende a própria viagem.

Instrua a você, sem procurar encobrir, ante a própria consciência, as faltas que lhe arrojam a alma ao desencanto ou ao agravo das próprias necessidades do espírito.

Ainda que a noite lhe envolva o passo, alente, no imo do ser, o dia eterno da fé.

Não se confie ao sabor da invigilância, para que a invigilância não lhe arraste a existência ao sabor do sofrimento.

Antes de nós, o Universo era o Santuário da Glória Divina.

Lembremo-nos, pois, de que Deus nos criou para acrescentar-Lhe a grandeza.

Não Lhe diminuamos o esplendor, cultivando a treva...

Enganaremos a forma.

Jamais enganaremos a vida que palpita, triunfante, em nós mesmos.

Aprenda a buscar aquilo de que você carece no próprio aperfeiçoamento, antes que alguém lhe ensine a preço de aflição.

Busque o roteiro exato, antes que outros se lhe ofereçam, no dia de sua perturbação, para guias de sua dor.

Força é poder. Idéia é força.

Mas só o amor condiciona o poder para a vitória da luz.

Ame o caminho. Caminhe e vença.

Anote hoje os seus movimentos, no ritmo do trabalho e da oração, e o amanhã surgirá com brilho sempre novo.

Sorria para os lances mais difíceis da estrada e os panoramas próximos e remotos descerrar-se-ão sorrindo à sua alma.

Não pare senão para refazer o fôlego atormentado.

Mais além, é a estrada de destino.

Não escute o murmúrio das sombras senão para socorrer as vítimas do mal, a fim de que os gemidos enganadores do nevoeiro não lhe anestesiem o impulso de elevação.

A fraternidade ser-lhe-á anjo sentinela entre os pântanos da amargura.

Cante o poema da caridade, seja onde for, e as criaturas irmãs, ainda mesmo quando algemadas ao crime, responder-lhe-ão com estribilhos de amor.

Guarde compaixão e a paz ser-lhe-á doce prêmio.

Exemplifique a fé que lhe honra a inteligência e o mundo abençoar-lhe-á todas as palavras.

Amanheça todo dia no serviço que lhe compete e o dever retamente cumprido manterá você, invariavelmente, na manhã luminosa da vida.

Antes de amparar a você, ampare aqueles que, desde muito, suspiram pela migalha de seu amparo.

Antes de nossa vontade, a vontade do Senhor.

Antes do bem para nós, o bem necessário aos outros.

Seja para você a justiça que observa e corrige e seja para o irmão de jornada a bondade que ajuda e absolve sempre.

Sobretudo, guarde a certeza de que o amor se emoldura na humildade que nunca fere.

Coloque você em último lugar e a vida encarregar-se-á de sua própria defesa em qualquer parte.

Ainda mesmo com sacrifício, sob chuvas de fel e gritos de calúnia, renda diariamente seu culto ao amor e o amor na própria vida brilhará em sua alma, convertendo-a em estrela para a Glória Sem-Fim.


André Luiz
 
Título: Re: *Amor e Sabedoria *14-02-210
Enviado por: Victor Passos em 08 de Março de 2010, 08:57
Ola muita paz e harmonia Amigas

Quem Ama

Livro: Brilhe Vossa Luz
Alexandre de Jesus & Francisco Cândido Xavier


          Quem ama nada exige. Perdoa sem traçar condições.
          Sabe sacrificar-se pela felicidade alheia.
          Renuncia com alegria ao que mais deseja.
          Não espera reconhecimento.
          Serve sem cansaço.
          Apaga-se para que outros brilhem.
          Silencia as aflições, ocultando as próprias lágrimas.
          Retribui o mal com o bem.
          É sempre o mesmo em qualquer situação.
          Vive para ser útil aos semelhantes.
          Agradece a cruz que leva sobre os ombros.
          Fala esclarecendo e ouve compreendendo.
          Crê na Verdade e procura ser justo.
          Quem ama, qual o samaritano anônimo da parábola do Mestre, levanta os caídos da estrada, balsamiza-lhes as chagas, abraça-os fraternalmente e segue adiante...


 



 
Título: Re: *Amor e Sabedoria *14-02-210
Enviado por: macili em 08 de Março de 2010, 12:06
Bom dia Amigos do Fórum

Que a paz de Jesus nos envolva em sua luz!

Em anexo um pps muito reflexivo.
Título: Re: *Amor e Sabedoria *14-02-210
Enviado por: Cravo do Poeta em 09 de Março de 2010, 20:51
***Boa tarde Macili, é muito bom este pps.

Um beijo no seu coração.Obrigado


A Presença do Amor


O amor — alma da vida — é o hálito divino a espraiar-se em toda parte, manifestando a Paternidade de Deus.

Onde quer que se expresse, imanta quantos se lhe acercam, modificando a estrutura e a realidade para melhor.

No amor se encontram todas as motivações para o progresso, emulando ao avanço, na libertação dos atavismos que, por enquanto, predominam em a natureza humana.

Por não se identificar com o amor na sua realização incessante, a criatura posterga a conquista dos valores que a alçam à paz e a engrandecem.

Sem o amor se entorpecem os sentimentos, e a marcha da sensação para a emoção torna-se lenta e difícil.

Em qualquer circunstância o amor é sempre o grande divisor de águas.

Vivendo-o, Jesus modificou os conceitos então vigentes, iniciando a Era do Espírito Imortal, que melhor expressa todas as conquistas do pensamento.

Se te encontras sob a alça de mira de injunções dolorosas, sofrendo incompreensões e dificuldades nos teus mais nobres ideais, não te abatas, ama.

A noite tempestuosa e sombria não impede que as estrelas brilhem acima das nuvens borrascosas.

Se o julgamento descaridoso te perturba os planos de serviço, intentando descoroçoar-te, mediante o ridículo que te imponham, mesmo assim, ama.

O sarçal aparentemente amaldiçoado, no momento oportuno abre-se em flor.

Se defrontas a enfermidade sorrateira que intenta dominar as tuas forças, isolando-te no leito da imobilidade e reduzindo as tuas energias, renova-te na prece e ama.

O deserto de hoje foi berço generoso de vida e pode, de um momento para outro, sob carinhoso tratamento, reverdecer-se e florir.

O amor é bênção de que dispões em todos os dias da tua vida para avançares e conquistares espaços no rumo da evolução.

Não te canses de amar, sejam quais forem as circunstâncias por mais ásperas se te apresentem.

A Doutrina de Jesus, ora renascida no pensamento espírita, é um hino-ação de amor, assinalando a marcha do futuro através das luzes da razão unida à fé em consórcio de legítimo amor.


Autor: Joanna de Ângelis
Psicografia de Divaldo Franco
Título: Re: *Amor e Sabedoria *14-02-210
Enviado por: macili em 10 de Março de 2010, 02:26
Boa noite amigos do Forum
Obrigada pela msg querida amiga Cravo do Poeta

Viva com alegria, seja feliz, na proteção do Senhor!

*******************************************************************
Nascer

Nascer é a plenitude cósmica de nossa alma.
Saímos do ventre materno, abençoados e iluminados,
pela Luz Divina, onde vamos encontrar a nossa casa,
escolhida por nós, onde seremos recebidos com carinho e Amor.
Amor, por que?
Porque fomos gerados com muito amor, onde passaremos
a viver e participar de tudo e de todos.
Somos todos fortes, como o Sol...
Brilharemos, para dias de plena alegria e harmonia,
em nossas vidas, aqui neste Planeta.

Nascemos, para trazer sonhos de um mundo melhor...
Um mundo, onde possamos encontrar:
fllorestas encantadas, tendo
o brilho da vida terrestre...

Nascemos, para encontrar mágicos jardins,
com borboletas e beija-flores, a beijar todas
as flores, salpicadas de cores em nossos dias,
de reflexão e Paz, em nossos corações,
onde poderemos entrar,
em comunhão com Deus...

Nascemos, para irmos ao encontro,
de um lindo riacho com águas cristalinas,
onde caminharemos, sentindo a água
passando pelos nossos pés, sentindo o prazer,
o encanto e a suavidade do cantar
dos pássaros, no arvoredo...

Todos nós nascemos, para crescer, cada vez mais
para nos imantarmos e vivermos, fazendo o bem...
Nascemos e vivemos, para passarmos por uma
grande renovação, em nossas vidas,
para depois chegarmos ao plano espiritual,
para continuarmos o nosso desenvolvimento.

O ciclo da vida...
É apenas nosso corpo que se transforma,
em apenas em um veículo que vai nos servir, enquanto
estivermos aqui....
Vida é nossa alma e o nosso espírito que vivem para sempre!...


Maria Aparecida Macedo
Título: Re: *Amor e Sabedoria *14-02-210
Enviado por: Cravo do Poeta em 10 de Março de 2010, 19:31
***Boa tarde a todos, amiga Macili um beijo em sua alma.Que linda mensagem e imagem muito obrigado.


Um nascimento

 

Aquele nascimento singular, num momento de grande alucinação coletiva na Terra, deveria dividir os fatos da História, assinalando o Seu como o período de preparação da paz.


Não era um conquistador odiento, que vinha armado para os combates destrutivos, mas um vencedor, que viera somente para amar.


Por isso, não foi reconhecido, ou melhor, não O quiseram conhecer. Porque estavam preparados para a guerra, para o ódio, para o desforço, longe dos sentimentos da compaixão e da misericórdia, da compreensão e da caridade.


Israel era soberba e seu povo, ingrato.


Por isso, Roma a esmagava com as suas legiões impiedosas, ameaçando sempre com a força e a arrogância dos seus administradores de um dia.


Não havia lugar, naqueles corações, para a compreensão da fragilidade humana, da temporalidade de todas as coisas, para o esforço de solidariedade.


Forte, então, era aquele que esmagava, mesmo que fosse vencido logo depois, pela doença, pela desgraça política, pela morte...


O fraco era odiado, porque não revidava, nem disseminava o desprezo ao inimigo, em face da sua situação subalterna.


*   *   *


Jesus... Sim, este Seu nome, foi a força do amor que modificou as estruturas do pensamento e da razão, alterando, por definitivo, a face do planeta.


Nunca mais a Terra seria a mesma depois Dele...


Antes, sofria o peso do carro da guerra perversa e das devastações do ódio.


É certo que ainda não cessaram os combates do homem e da mulher contra os seus irmãos, no entanto, permanece o sentimento de fraternidade em memória e em homenagem a Ele.


Combatido, permaneceu amando.


Odiado, continuou amando.


Crucificado, persistiu amando,


E morto, ressuscitou do túmulo, a fim de prosseguir amando...


*   *   *


Nestes tempos de incertezas momentâneas, de crises morais graves, não há como sobreviver, se não continuarmos amando.


Exemplos, bons exemplos, existem para serem seguidos, e não apenas catalogados nos anais da História e admirados distantemente pela grande massa popular.


Jesus precisa ser a referência primeira de nossas vidas, mas não o Jesus distante, crucificado nas alturas, mas o Jesus amigo, conselheiro amoroso de todo dia.


Lembremos mais de Seu nascimento do que de Seu assassínio, de Sua presença do que de Sua ausência.


O Consolador já está entre nós, abraçando-nos a todos cada dia mais forte.


Não se pode fugir da verdade. Não se pode continuar sem amor no coração.


Todo nascimento é motivo de alegria, e este, em especial, representa o nascer do amor maduro, do amor ágape, na intimidade fértil do Espírito imortal.


Lembremos Jesus... Sempre.



Redação do Momento Espírita com base no cap. 30 da obra O amor como solução,
pelo Espírito Joanna de Ângelis, psicografia de Divaldo Pereira Franco, ed. Leal.
Em 04.03.2009.
Título: Re: Amor e Sabedoria 14-02-210
Enviado por: Marli Pacheco em 09 de Abril de 2010, 01:33
Boa noite meus amigos, que o mestre Jesus seja com todos.

      O COCHICHO DE DEUS


Um jovem tinha perdido o emprego e estava meio perdido.
Ficou sabendo de um velho senhor dito como muito sábio por suas palavras sempre conscientes. Então resolveu ir encontrar-se com o velho senhor.
Ao encontrá-lo, o jovem cerrou os punhos e disse em alta voz,
- Implorei à Deus para que dissesse algo para me ajudar. Diga-me, por que Deus não me responde?
O velho senhor sentou-se calmamente à sombra de uma árvore próxima e falou algo em resposta - algo tão silencioso que era inaudível. O rapaz se aproximou um pouco mais e perguntou, em voz normal,
- O que foi que o senhor disse?
O velho senhor repetiu, mas novamente num tom muito baixo, como um cochicho. Então o rapaz chegou ainda mais perto e se inclinou em direção ao senhor.
- Me desculpe, ele disse calmamente. Eu ainda não consegui escutar.
Com suas cabeças muito próximas, o velho e sábio senhor falou mais uma vez,
- Deus, às vezes, cochicha, então precisaremos estar bem perto dele para ouvi-lo.
Desta vez o rapaz escutou e entendeu.
Todos queremos a voz de Deus como um trovão pelo ar como resposta à nossos problemas. Mas a voz de Deus, na maioria das vezes, nos vem baixinha... um suave cochicho.
Se eu estiver próximo Dele o suficiente, eu escutarei, entenderei e encontrarei minha resposta.
E melhor ainda, me acharei perto de Deus.
Título: Re: Amor e Sabedoria 14-02-210
Enviado por: Cravo do Poeta em 09 de Abril de 2010, 20:30
Boa tarde a todos e muita luz em nossos corações.

Pacheco, que o mestre Jesus te ilumine sempre.




"Efetivamente podemos afirmar que Deus está sempre ao nosso lado, mas, pelas respostas de Deus, nos campos da vida, ser-nos-á possível medir sempre as dimensões de nossa permanência pessoal ao lado de Deus."

André Luiz



********************************************************************


“Em todo instante, confio em Deus.No que faço, penso em Deus.Com quem vivo, amo a Deus.Por onde sigo, sigo com Deus.No que acontece, Deus faz o melhor.Tudo o que tenho, é bênção de Deus.”

Emmanuel (Ação e Caminho – Chico Xavier)





Título: Re: Amor e Sabedoria 14-02-210
Enviado por: sergio godoi em 10 de Abril de 2010, 18:50
Penso que o primeiro sentimento que devemos cultivar em nosso coração é o amor a Deus, pedirmos bastante humildade e termos em mente que tudo vem de Deus, nossa inteligencia,nossos bens materiais, enfim nossa visão de humanidade.Se Deus nos da um dom e, com certeza, todos nós temos algum, é para que nós trabalhemoss em pról de nossos irmãos, fazendo nosso trabalho da melhor forma possível, ganhando o nosso sustento, mas acima de tudo , nunca devemos nos esquecer de que teremos de prestar contas de toda a nossa existência, de tudo aquilo que recebemos e de que forma utilizamos nossos dons para melhorar o mundo em que vivemos e principalmente o bem que fizemos em relação ao nosso irmão,portanto, devemos em primeiro lugar buscarmos uma conduta de vida dentro dos preceitos cristãos, buscarmos acima de tudo vivermos aquilo que Cristo venho para nos ensinar, amor , fé e caridade e o mais nos será acrescentado, pois de outra forma acabaremos por enterrar nossos dons recebidos de nosso Pai maior.


Estrela esperança


Contam as lendas que, quando foi concluída a criação, as estrelas vieram visitar a Terra.

A estrela amarela, simbolizando as riquezas, visitou todos os recantos e voltou ao veludo escuro da noite, tomando seu lugar no firmamento.

A estrela azul, simbolizando os rios e os mares, igualmente deu um giro em todas as profundezas e retornou.

As demais estrelas simbolizando o restante da natureza, fizeram o mesmo, e todas se engastaram nos lugares definitivos onde deveriam permanecer para sempre.

Todas voltaram, menos uma, por discreta determinação do rei do firmamento.

E quando perceberam a sua ausência, os demais astros buscaram-na aflitos, de longe. Então perceberam, entre os sofredores e necessitados do mundo, a sua luz faiscando em tom verde.

Por isso, é que a esperança nunca abandona a vida.

Através de uma lenda, os poetas encontraram uma maneira de falar da esperança.

Quando a noite escura do desalento invadir a nossa vida, lembremos a suave luz da esperança que não nos deixa a sós, e recobremos o passo, no compasso da harmonia.

Quando sentirmos os ferimentos da cruz de espinhos a vergastar nossos ombros, permitamos que o brilho inapagável da esperança nos console.

Se o véu escuro da morte se estender sobre os olhos físicos dos seres amados, lembremos que a imortalidade, mensageira da esperança, vem lhes descortinar horizontes novos, no além túmulo.

Ainda que os dias de sofrimento pareçam não ter fim...

Ainda que a enfermidade anuncie que veio para ficar...

Ainda que os amigos abandonem os nossos passos, deixando-nos caminhar a sós...

Ainda que tenhamos a impressão de que o Pai Divino nos esqueceu, lembremos da sublime lâmpada da esperança, e permitamos que ela ilumine a nossa alma, plenificando-a com suave claridade, anunciando um novo alvorecer.

Lembremos sempre que, por mais escura e longa que seja a noite, o sol sempre volta a brilhar, e com ele, novas oportunidades de construirmos a nossa felicidade.

Para tanto, devemos permitir que a esperança siga conosco como portadora da chave que abre a aurora e vence o crepúsculo.

***

A esperança se apresenta em nossas vidas de várias maneiras:

Pode estar presente num sorriso...

Num olhar de ternura...

Num aperto de mão...

Num afago...

Podemos encontrá-la, ainda, na suave brisa de uma manhã de sol...

Na serenidade das gotas de chuva, caindo devagar...

No cinza escuro da paisagem crestada pela neve a anunciar que, em breves dias, tudo estará reverdecido novamente, sob os diversos matizes de cores e perfumes, mostrando que a esperança está presente, e jamais nos abandona.

(Baseado no cap. IX do livro "Estesia", pág. 30 da Livraria Espírita Editora Alvorada - LEAL)

[/color]
[/quote]
Título: Re: Amor e Sabedoria 14-02-210
Enviado por: macili em 07 de Junho de 2010, 03:39
Paz e luz nos corações de todos!

Do Livro: Celeiro de Bençãos
             Divaldo P. Franco pelo Espírito Joanna de Ângelis

Ao compasso do amor

     No clima de ansiedade em que respiras, da vida e das coisas somente observas o lado negativo, como se te propusesses, exclusivamente, ao arrolamento do pessimismo e da aflição.
     Relatas que a dor mantém presença constante nos quadros da vida, parecendo asfixiar os ideais de beleza e os sonhos de elevação.
     Aqui é a enfermidade dominadora, produzindo desespero e loucura; adiante se expande a anestesia do desencanto, impossibilitando os sorrisos; mais longe governa o desequilíbrio da emoção que não suporta os impactos da luta; próximo está o grito da fome ceifando vidas; ali comanda a traição. . .  E todo um séquito de vis paixões e misérias morais tomam corpo, sobrepairando, soberanas, ante as concessões da alegria, as aspirações nobilitantes, que perduram, ainda, em alguns lutadores denodados.
     Na fuga que encetas para longe das realidades legítimas, perdeste a dimensão da verdade, e se mesclam ante a tua observação caótica os valores ideais e os pressupostos  verdadeiros. Por isso, tudo se te afigura conforme te sentes.
     Sai, porém, da cela pessimista em que, espontaneamente, te encarceras.
     Há beleza e cor em toda parte, poesia e arte em todo lugar esperando a visão dos teus olhos, a percepção dos teus ouvidos, a sensibilidade da tua emoção, antes que se embotem, demorando-se incapazes de novos registros.

                                                          *

     Quando nos permitimos agir ao compasso do amor, não obstante o desconcerto em derredor, logramos enriquecer-nos de esperança, que nos convoca à alegria de viver.
     Se o sucesso te parece tardio, espera-o ao compasso do amor.
     Não programes felicidade dentro dos padrões tradicionais que a ambição já estabeleceu e os preconceitos mantêm.
     Prepara-te, antes, para desfrutar no sentido positivo de todas as ocorrências, mesmo que algumas, de início, possam afigurar-se perniciosas.
     O operário diligente consegue realizações com o material de que pode dispor.
     O agricultor competente e pertinaz não se deixa vencer pelo solo adusto, já que conhece os recursos para transformar a terra, abençoando-a com fertilidade.
     Se estás a braços com inimigos soezes ou defrontas adversários gratuitos, em compasso de amor, desculpa-os e sê cordial para com eles.
     Todos são sensíveis à tolerância, à bondade, aos sentimentos da renúncia e da abnegação.
     O ritmo do bem é compasso de amor.
     Amor que se espande - felicidade que se espraia no país dos corações.

                                                           *

     Higieniza o espírito e coloca no íntimo a musicalidade que cante ao compasso do amor e verás reverdecer-se a paisagem das tuas aspirações, fruindo, desde logo, as relevantes concessões da alegria pura.

                                                        ****

Título: Re: Amor e Sabedoria 14-02-210
Enviado por: sergio godoi em 07 de Junho de 2010, 13:48
Bonita mensagem macili, realmente no mundo atual queremos as coisas de imediato, queremos viver a vida como se tudo acabasse amanhã, estamos sempre correndo, as notícias de telejornais só nos dão conta de desgraças de toda ordem, a mídia nos leva ao consumismo desenfreado, muitas vezes compramos coisas que nos são bem pouco úteis e assim nossas vidas vão se tornando um caos,só pensamos em trabalhar, adiquirir mais e mais bens materiais. Por que será que é tão difícil para nós vivermos um dia de cada vez, como disse Jesus, nos preocuparmos com os problemas de hoje, aproveitarmos o bom da vida, olharmos à nossa volta e percebemos tudo o que Deus  coloca à nossa disposição. Não paramos para ver um pássaro, uma flor, uma borboleta, um céu límpido e no entanto passamos o dia a comentar o estupro, o assassinato, o desvio de verba, a vida conturbada do adriano "o imperador" jogador do flamengo, os acontecimentos do bbb, e nos esquecemos completamente de prestar atenção nas coisa boas que são proporcionadas pelo nosso Pai Maior. Se a vida está difícil ai sim é o momento de mostrarmos fé, amor e confiança em Deus e termos a certeza de que nada avcontece por acaso, todas as nossas atitudes gerarão consequências para o bem ou para o mal. Me parece que atualmente nós fazemos mais questão em ver o lado ruim, valorizar os acontecimentos devastadores e esquecemos de olhar o lado bom das coisas, de esperarmos com mais fé o que de bom Deus têm para nós, pois o que nos parece ruim hoje, pode tranquilamente, e com certeza será, a nossa vitória de amanhã. Que Deus ilumine a todos nós.
Título: Re: Amor e Sabedoria 14-02-210
Enviado por: macili em 08 de Junho de 2010, 03:04
Boa noite amigo Sérgio Godoi

Concordo com o que você expos. É lamentável mas as pessoas se conectam mais aos pensamentos negativos do que aos positivos, preferem o mal ao invés do bem. Vivem, em sua maioria, apenas materialmente. Não conseguem ver seu lado espiritual. Têm olhos, mas não conseguem enxergar. Mas continuemos na esperança de que dias melhores virão. A conexão com o bem mais dia, menos dia, irá acontecer. E aí viveremos com amor no coração e seremos mais felizes.

Abraços fraternos e fique com Deus!

Título: Re: Amor e Sabedoria 14-02-210
Enviado por: felicidade 39 em 25 de Agosto de 2010, 10:07
O grande segredo da vida
mora em cada coração.
Esse grande segredo é amar,
amar à todos sem nenhuma distinção.
Ame sem preconceitos,
faça como Jesus ensinou.
Ame ao teu próximo como a ti mesmo,
esse é o mandamento do amor.
Ame o botão de flor à desabrochar,
ame o som dos pássaros a cantar,
ame o seu inimigo,
ame um pobre à mendigar,
ame à todos por igual,
ame, só por amar.
Sinta dentro da alma
o milagre que o amor faz,
ele transforma sua vida
lhe trazendo bênçãos, vitórias e paz!!!.

(Desconheço o autor)
Título: Re: Amor e Sabedoria 14-02-210
Enviado por: macili em 26 de Agosto de 2010, 04:03
Olá Amiga Felicidade

Linda sua postagem.
Gosto também deste poema.

"Se o jardim da alma é preparado com amor e compaixão, as flores crescem harmoniosamente, sem qualquer perturbação, ainda que o vento lhes sopre,
a chuva lhes pese. Serenamente, sem qualquer distração, contemplando a
beleza da existência, as flores crescem e o seu perfume fica no ar."

Abçs
Macili
Título: Re: Amor e Sabedoria 14-02-210
Enviado por: felicidade 39 em 26 de Agosto de 2010, 20:30
Tem razao Macili,lindo mesmo.A vida è simples assim como esses poemas.Somos nos que complicamos tudo.Tem uma musica que eu acho perfeita a letra é uma de Gonzaguinha.Deu pra ver que gosto muito de musica nao é?Pra mim a musica quando nos repassa alguma coisa de belo,com certeza o autor esteve em um momento de profundo contato com a  sua essencia.Eles escrevem o que fala o coraçao.Conectados com a ENERGIA,A LUZ,O BOM VELHINHO COM SUA BARBA BRANQUINHA,SENTADO EM UM TRONO,DEUS,JEOVA,ahla,nao importa como chamamos,ou imaginamos,ele é energia,nos somos energia,somos a sua imagem e semelhança,basta desta coisa de nos sentirmos inferiores,seres pequenos,nao,nao concordo com isso.
Ja e tempo do ser humano parar de  se sentir assim,por isso vemos tantas guerras,tanta dor.O homem ja nao acredita mais que pode,que e capaz de realizar coisas que pra os nosso sentidos, a nossa percepçao sao ditas extraordinarios,porque?para que temos que nos sentir assim?inferiores,msa inferiores a que?Obvio que nao somos perfeitos,mas podemos sim alcançar a ILUMINAçAO nessa vida,porque nao?quem diz que è impossivel?
Para mim o homem esta é usando essa coisa de ser inferior como desculpa pra nao tentar,puro comodismo,medo de ter de assumir a realidade,encarar tudo de frente,seus medos,suas mentiras,enxergar a realidade.basta de brincar de vitima, olhar pra dentro de si mesmo é uma coisa da qual nao se pode fugir,se temos que fazer ora,que façamos o quanto antes,esperar o que?uma nova reencarnaçao?Basta,com essas palavras escritas e nao sentidas,nao postas em pratica.
Lindo demais,quando podemos sem esperar nada em troca fazer algo pelo nosso "irmao",apenas por fazer,basta de egoismo,de tanta miseria.Divide o que tens,doa-te,esquece um pouco de si mesmo.Afinal de contas,quando olhas pro proximo,nao tens tempo pra auto piedade.
AMEMO-NOS uns aos outros,mas nao essas migalhas de amor terreno,o amor verdadeiro,aquele que nos enche de joia,de felicidade.Sigamos o exemplo de tantos seres de luz(coisa que somos tb),Jesus de Nazare,Madre tereza,Ghandi,o nosso amado CHICO,dr .Bezerra,Divaldo, Yogananda,e tantos mestres que por aqui passaram,nos presentando com os seus exemplos de RESIGNAçAO,AMOR,ALTRUISMO.façamos nos tb,porque nao?nada e impossivel basta querermos,e isso nao e so da boca pra fora nao,podemos sim,com os nossos esforços alcançar esse estado de graça.
Como dizia Yogananda "nos tornamos anjos na terra nao no ceu.
E como diz Eckhartolle "Você está aqui para possibilitar que o propósito divino do universo se revele. Veja como você é importante!"
"Destruir o EGO,anular-se,AMAR AMAR AMAR,palavrinha pequena 4 letras apenas,mas que resume toda a essencia humana.
Viver o AGORA,o presente,esquecer do passado,nao existe,passou,vivamos no AGORA,o momento presente,esse sim e importante,o futuro,sera que existe?
Deixamos de viver momentos magicos,porque estamos presos a um passado,ou muito ocupado em juntar riquezas,e preocupando-nos com coisas das quais nao sabemos nem se usufruiremos.Beijem,abracem,doem amor,nao sintam vergonha de demonstrar ao proximo que se preocupa com ele,que o ama,um sorriso,um carinho,quantas pessoas dariam toda a sua riqueza pra viver um momento assim.
Eu vi uma historinha hj que fala mais ou menos assim:
Havia um homem que emprestava dinheiro,ele vivia sempre ocupado em juntar riquezas,ate que um dia,um mestre,de passagem por ali,parou na sua casa,pediu um pouco de comida, o homem o reconheceu e deu comida pra ele.Como agradecimento,ele deu um prego enferrujado e pediu pra que o homem fizesse um outro favor,guardasse aquele prego enferrujado e o  restituisse na proxima  vida quando eles se reencontrassem.O homem foi correndo pra mulher e contou o que aconteceu,a sua mulher olhou pra ele e sorriu dizendo,e vc acha que conseguira entregar esse prego pra ele em uma outra vida?Nao sejas tolo,nao levamos nada daqui quando formos,nem mesmo esse prego enferrujado.
Entao encha o seu coraçao de amor,de paz,de lembranças gostosas de seres queridos,a lembrança dos bons momentos,das alegrias.Deixe aqui o seu bom exemplo,entrar em sintonia com essa ENERGIA.VIVA VIVA VIVA.
Que a Paz esteja com vcs

Viver E Não Ter A Vergonha De Ser Feliz - Gonzaguinha.mpg (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PUtrN3ZtX3dpSVM4JmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQjd3M=)
Título: Re: Amor e Sabedoria 14-02-210
Enviado por: Victor Passos em 31 de Janeiro de 2011, 14:37
Ola muita paz e harmonia
Bons amigos e amigas

Não te canses de amar

Livro: Vida Feliz
Joanna de Ângelis & Divaldo P. Franco

          Não te canses de amar.

          É possível que a resposta do amor não te chegue imediatamente. Talvez te causem surpresa as reações que propicia. É possível que as haja desencorajadoras.

          Sucede que, desacostumadas aos sentimentos puros, as pessoas reagem por mecanismos de autodefesa.

          Insistindo, porém, conseguirás demonstrar a excelência desse sentimento sem limite e mimetizarás aqueles a quem amas, recebendo de volta a bênção de que se reveste.

          Ama, portanto, sempre.


       Muita paz

Victor Passos