Forum Espirita

GERAL => Outros Temas => Livros Espíritas => Tópico iniciado por: Rê_Lopes em 06 de Fevereiro de 2011, 17:59

Título: Zibia gasparetto
Enviado por: Rê_Lopes em 06 de Fevereiro de 2011, 17:59
Olá a todos,
já ouvi falar que muitos espíritas não gostam dos livros da Zibia Gasparetto,
eu gostaria de saber o porquê.

Eu nunca tive interesse nenhum em ler os livros dela, mas acabei lendo o Esmeralda a mais ou menos um mês, e eu posso dizer que não é meu estilo preferido de livro espírita, mas que pode ser lido como um romance como qualquer outro. Eu nao vi nada demais e não entendi qual seria o motivo da contra-indicação.

Eu confesso que geralmente quando eu leio livros espíritas eu me sinto bem, assim como eu me senti por exemplo quando eu li a biografia da Menininha do Gantois, ontem, mas o Esmeralda eu li meio ansiosa, e geralmente eu nao leio livro espírita assim,mas eu entendo que é pela natureza da história, na qual acontecem muitas coisas, assim como são alguns romances que tem nas livrarias. Eu acho que a única diferença entre o livro dela e outros espíritas que eu li é que tem um trama e um foco mais na história, no enredo, mas no final você pode até ver que tem ensinamentos espíritas. Em esmeralda pelo menso foi assim.

O que vocês acham? Desculpa se estou repetindo algum tópico do forum,mas sou nova. Qualquer coisa podem avisar.

abços.
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Nebulosa Helix em 06 de Fevereiro de 2011, 18:41
Estranho não gostarem dos livros da Zíbia; eu mesma gosto-os muito!
Recentemente, li "Nada é por acaso" e achei-o muito bom. Gostei também de "Tudo tem seu preço".
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Mourarego em 06 de Fevereiro de 2011, 18:55
Nebulosa,
não se trata de gostar ou não, alguns até podem, como você, gostar.
Todavia o que se explica é que ela não trata senão do Espiritualismo, que como sabemos, não é a mesma coisa de Espiritismo.
Abraços,
Moura
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Rita Cassia em 06 de Fevereiro de 2011, 19:33
Olá, já li mts livros da Zibia e gostei de todos
Penso que nós espiritas poderemos ler tudo e saber tirar proveito de ensinamentos que estes livros também nos trazem. Portanto jamais nos esquecermos de estudar as obras Basicas de Kardec.
Beijos!!!
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Nebulosa Helix em 06 de Fevereiro de 2011, 20:10
Olá, já li mts livros da Zibia e gostei de todos
Penso que nós espiritas poderemos ler tudo e saber tirar proveito de ensinamentos que estes livros também nos trazem. Portanto jamais nos esquecermos de estudar as obras Basicas de Kardec.
Beijos!!!

Concordo contigo!
Zíbia ensina muita coisa bacana e o mérito dela (e de Lúcius) é de ter uma linguagem simples, acessível e mostrar lições importantes para o crescimento espiritual de cada pessoa.
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: idemassotti em 06 de Fevereiro de 2011, 20:33
Olha, a Sra Zíbia merece todo nosso respeito, mas ja se declarou espiritualista. E podemos refletir no que nos diz o Evangelho, dai de graça o que de graça recebestes... entao devemos ter como base doutrinária autores Espiritas..Divaldo, Raul, sueli Caldas, Alberto Almeida e tantos outros... que não recebem um centavo se que do que produzem pela sua mediunidade. Tbm devemos relfetir sobre o nivel evolutivo dos espíritos que se prestam a ditar livros  para o enriquecimento de do médium... será que Emanuel, Andre Luiz, Philomeno de Miranda entre outros sabidamente trabalhadores da Doutrina Espírita..se prestariam a isso....vamos refletir...
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Nebulosa Helix em 06 de Fevereiro de 2011, 20:41
Olha, a Sra Zíbia merece todo nosso respeito, mas ja se declarou espiritualista. E podemos refletir no que nos diz o Evangelho, dai de graça o que de graça recebestes... entao devemos ter como base doutrinária autores Espiritas..Divaldo, Raul, sueli Caldas, Alberto Almeida e tantos outros... que não recebem um centavo se que do que produzem pela sua mediunidade. Tbm devemos relfetir sobre o nivel evolutivo dos espíritos que se prestam a ditar livros  para o enriquecimento de do médium... será que Emanuel, Andre Luiz, Philomeno de Miranda entre outros sabidamente trabalhadores da Doutrina Espírita..se prestariam a isso....vamos refletir...

Pois é, tenho refletido também este lado estes dias, quando estive de recesso. A máxima da doutrina, como você relembrou, é: "Dai de graça o que de graça recebestes", certo? Achei estranho quando a edição dos livros é feita pelo Espaço Vida e Consciência que, seu eu estiver enganada, pertence à família Gasparetto. O filho dela, Luiz Antônio Gasparetto, também ministra cursos, que são pagos pelos participantes, e sua lógica contraria esta máxima espírita...
Fora isso, gosto dos livros dela, apesar de ela se declarar espirtualista...
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: idemassotti em 06 de Fevereiro de 2011, 20:49
è, nós que procuramos seguir a doutrina em sua pureza doutrinária devemos nos ater ao estudo das obras básicas,ai sim teremos o discernimento necessário para nao aceitarmos livros que nos trazem informações equivocadas  a respeito da espiritualidade. Ex: Violetas na Janela....tao propagado mas com falhas doutrinárias absurdas, que dão uma visão equivocada de doutrina para os leigos.....Espíritas, amai-vos e instrui-vos...
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: kandini em 06 de Fevereiro de 2011, 22:10
Ja li muitos livros da Zibia e gosto muito deles, é uma leitura cativante e simples. Acredito que foi fundamental para que eu me aprofundasse no espiritismo a leitura de seus livros. Hoje procuro ler os livros do Chico que possuem ensinamentos muito mais edificantes.
Muitos espiritas falam mal da Zibia, pois ela fica com a maior parte do dinheiro que ganha com os livros, porém quem sou eu para julgar, talvez fizesse o mesmo. O que não podemos negar é que seus livros tem levado belos ensinamentos as pessoas. No mais só temos que agradecer a ela, pois seus livros estão levando a muitas pessoas o conhecimento do espiritismo e da vida após a morte.
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Nebulosa Helix em 06 de Fevereiro de 2011, 22:23
Ja li muitos livros da Zibia e gosto muito deles, é uma leitura cativante e simples. Acredito que foi fundamental para que eu me aprofundasse no espiritismo a leitura de seus livros. Hoje procuro ler os livros do Chico que possuem ensinamentos muito mais edificantes.
Muitos espiritas falam mal da Zibia, pois ela fica com a maior parte do dinheiro que ganha com os livros, porém quem sou eu para julgar, talvez fizesse o mesmo. O que não podemos negar é que seus livros tem levado belos ensinamentos as pessoas. No mais só temos que agradecer a ela, pois seus livros estão levando a muitas pessoas o conhecimento do espiritismo e da vida após a morte.

Verdade; espiritualista ou não, Zíbia mostra-nos lições importantes, além do que o espiritismo nos mostra. Existe o questionamento que lancei, que não tira a minha admiração pela sua obra. Eu iniciei o estudo da doutrina por meio deles; não posso renegá-los.
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: ZILDA SANTIAGO em 06 de Fevereiro de 2011, 22:44
Estranho não gostarem dos livros da Zíbia; eu mesma gosto-os muito!
Recentemente, li "Nada é por acaso" e achei-o muito bom. Gostei também de "Tudo tem seu preço".
A questão com os livros da Zíbia é que como ela não é declaradamente espírita,e como não dá de graça o que de graça recebeu;ganha rios de dinheiro com sua mediunidade,contráriamente o que a Doutrina ensina,subentenden-se que poderá vir através dela qualquer espírito brincalhão e dizer qualquer coisa,pois sabemos que o verdadeiro Lúcio que vinha quando ela trabalhava corretamente como espírita com a mediunidada há muito que está em outra,e outro assume com seu nome.Nem todo mundo sabe que ela,Zíbia já se diz não espírita.Seus livros podem conter boas histórias ,mas tam,bém muitos erros doutrinários,e se nós temos uma literatura tão rica porque recorrer aos pseudos espíritos escritores?
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Felipa em 07 de Fevereiro de 2011, 00:16
Amigos!!

Também li muitos livros dela e gostei e foi onde mais me aprofundei na doutrina  espirita... e quanto a cobrar isso é coisa que ela vai prestar conta, portanto não podemos nos comparar a ninguém pq a colheita chega na hora certa.. desculpe penso assim...

paz e luz
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Nebulosa Helix em 07 de Fevereiro de 2011, 00:49
Amigos!!

Também li muitos livros dela e gostei e foi onde mais me aprofundei na doutrina  espirita... e quanto a cobrar isso é coisa que ela vai prestar conta, portanto não podemos nos comparar a ninguém pq a colheita chega na hora certa.. desculpe penso assim...

paz e luz

Concordo contigo e não podemos falar muita coisa. Aí estaríamos julgando, o que contraria outra máxima espírita. Eu gosto dos livros dela.
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: idemassotti em 07 de Fevereiro de 2011, 01:06
concordo que nao devemos julgar... mas observar as atitudes e refletir para tirarmos exemplo para nossas vidas nao é julgamento...tambem acho que nao temos nada que ver com o que ela faz ou deixa de fazer, mas temos que ter a inteligencia suficiente para perceber que nao é espiritismo o que ela propaga e que a leitura dos livros dela nao acrescentam nada..... muito pelo contrario, perdemos nosso tempo, quando deveriamos estar estudando as obras básicas e livros de autores espiritas que nos tragam a verdadeira moral crista e conhecimento doutrinário e nao apenas jogos de palavras .......ponto final...
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Rê_Lopes em 07 de Fevereiro de 2011, 01:11
Ah que bom entao que a maioria pensa assim, eu achava que não!

Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: ruddy em 07 de Fevereiro de 2011, 02:34
 O que os livros livros de Zibia Gasparetto nos remete , pode ser comparado a escritos dela mesma ,pois o escritor espiritual é sempre o mesmo , quem talves não diria que  a pró-pria Zibia não esteja sendo agregada ao seu obsessor tanto que a mesma tenha ligação com o espírito Lúcio, pois todos os outros escritores Espíritas possuem ligações não apenas com um más com vários espíritos de escol .
 Por isso que apenas menciono o que ja foi dito a frente por um companheiro , que no derradeiro dia Ela terá que acertar com o lado de lá o que esteve a fazer aqui, sem controle de sua própria mediunidade, tirando proveito do que o Pai lhe deu de graça entre outas que só ela poderá se redimir no futuro , por estes e outros pareceres da vida é que devemos sim mostrar a realidade e corregi-la. Más antes de tudo mostrar interesse por esta irmã, orar por ela pelos seus devaneios  de ignorância que todos nós estamos sujeitos a ter.
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: WRossetti em 07 de Fevereiro de 2011, 12:15
Amigos (as),

eu vou me aventurar a responder esta, mesmo não sendo um leitor de Zíbia Gasparetto.

Quando eu olho as capas dos livros, assim como quando olho fotos da Zíbia nas contra-capas ou em revistas, vejo uma imagem puramente comercial.

É diferente do Chico, da Vera Lúcia, do Waldo, etc, enfim, vejo marketing nos livros da Zíbia.

Posso estar redondamente errado, e peço perdão por isso, mas infelizmente é a falta de simplicidade da imagem publicada dela que me leva a ter e explicitar esta minha opinião.

Um abraço fraterno,

Rossetti
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: nessa_theis em 07 de Fevereiro de 2011, 12:28
Nebulosa,
não se trata de gostar ou não, alguns até podem, como você, gostar.
Todavia o que se explica é que ela não trata senão do Espiritualismo, que como sabemos, não é a mesma coisa de Espiritismo.
Abraços,
Moura

Concordo contigo Moura.
Ontem mesmo fui em uma livraria aqui de minha cidade, e achei curioso a sessão de livros entitulados espíritas. Em destaque, estavam os espiritualistas e na última prateleira (tive que me ajoelhar pra ver) os livros de Kardec e Chico, dentre outros.
Infelizmente, muitas pessoas utilizam da doutrina para ganhar R$, como aqui já foi falado.
Mas, penso que tais livros não são de todo mal. Há uns 10 anos atrás, eu ganhei um livro da Zibia de presente. "Devorei" em dois dias. Comecei a questionar tudo, e percebi que estes livros por si só não trariam as respostas que eu tanto almejava.
Penso que se tivessem me dado a Gênese, eu teria corrido, pois a leitura seria complicada, tanto para a minha idade (14 anos), tanto para o meu conhecimento sobre o assunto: NADA.
Cabe ao leitor, selecionar o que será mais apropriado para o seu conhecimento.

Abraços

Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Mourarego em 07 de Fevereiro de 2011, 12:52
Manionha Nessa,
eu tenho 62 aos de idade.
Já trabalhava na divulgação Espirita há mais de dez anos, e tinha uma sala onde estudávamos a doutrina. Pois bem, sempre que instado a fazer um estudo de A Gênese, eu me esquivava. A razão é a qde que também a achava mais dificil de ser compreendida.
Só fui atender aos reclamos dos participantes dos Estudos, depois de alguns anos, e mesmo assim coloquei como administrador e condutor daquele Estudo o Carlos Imbassahy, que tem muito mais conhecimento do que eu.
Só quando ele teve uma pequena interupção é que peguei o carro do estudo para não deixá-lo sucumbir, e em caráter transitórios pois devolvi a sala e o estudo ao carlos logo que ele melhorou.
Hoje, alguns anos mais a frente, já consigo me sair bem nesta obra e minhas dificuldades terminaram quando eu comecei a fazer um estudo comparado entre as obras básicas, só assim pude entender melhor o que A Gênese na especialidade em que trás seus estudos nos pode  ensinar.
Abraços,
Moura

Nebulosa,
não se trata de gostar ou não, alguns até podem, como você, gostar.
Todavia o que se explica é que ela não trata senão do Espiritualismo, que como sabemos, não é a mesma coisa de Espiritismo.
Abraços,
Moura

Concordo contigo Moura.
Ontem mesmo fui em uma livraria aqui de minha cidade, e achei curioso a sessão de livros entitulados espíritas. Em destaque, estavam os espiritualistas e na última prateleira (tive que me ajoelhar pra ver) os livros de Kardec e Chico, dentre outros.
Infelizmente, muitas pessoas utilizam da doutrina para ganhar R$, como aqui já foi falado.
Mas, penso que tais livros não são de todo mal. Há uns 10 anos atrás, eu ganhei um livro da Zibia de presente. "Devorei" em dois dias. Comecei a questionar tudo, e percebi que estes livros por si só não trariam as respostas que eu tanto almejava.
Penso que se tivessem me dado a Gênese, eu teria corrido, pois a leitura seria complicada, tanto para a minha idade (14 anos), tanto para o meu conhecimento sobre o assunto: NADA.
Cabe ao leitor, selecionar o que será mais apropriado para o seu conhecimento.

Abraços


Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: lukas de souza em 07 de Fevereiro de 2011, 13:36
Olá, já li mts livros da Zibia e gostei de todos
Penso que nós espiritas poderemos ler tudo e saber tirar proveito de ensinamentos que estes livros também nos trazem. Portanto jamais nos esquecermos de estudar as obras Basicas de Kardec.
Beijos!!!

Sim, sim, muito bom entendimento! Excelente conselho. Adito apenas, de que muito se comenta ou melhor ainda, de que criticamos que as obras são cobradas. Ora, as livrarias das Casas Espíritas cobram também. O que importa, neste caso, é quanto ao rumo dado ao valor arrecadado. O que é rios de dinheiro? O que é muito dinheiro? E se Zíbia destina o valor para causas que desconhecemos e compatíveis, diria não de caridade, mas de auxílio a alguém ou a alguma instituição? Já não seria, tal ocorrendo, um indício de progresso. Por ser dissidente do Espiritismo não a torna nem melhor nem pior do que qualquer um de nós.

Lembremos o que Jesus nos ensinou: 'Amai-vos uns aos outros...'  A leis de Deus, se não a constrange em parar em sua trilha, fugindo aos princípios dos ensinamentos cristãos nesta vida, certamente noutra a tal será constrangida a submeter-se.

Errar ou acertar é responsabilidade individual.


lukas
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: cassy em 07 de Fevereiro de 2011, 14:30
Que pena! Já li alguns livros da Zíbia, e amei! Recomendo "Laços de Famila" .
Se alguém não sente empatia com determinados autores, deveria ficar só pra ele; não esqueçam que nós espíritas não devemos disseminar coisas negativas, não é?
Muita paz!
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Rafael Breyer em 07 de Fevereiro de 2011, 14:37
Boa tarde Amigos

Vou reproduzir a matéria do nosso irmão Alex Monteiro, do site www.jornaldosespiritos.com (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5qb3JuYWxkb3Nlc3Bpcml0b3MuY29t):

Zibia Gasparetto

Alguns dos nossos leitores assíduos me perguntaram, um dia desses, por que eu não escrevia sobre os livros lançados pela médium Zibia Gasparetto. Eu não hesitei em responder, num fôlego só: “Por que não são livros espíritas”. Não podia imaginar, até aquele instante, que uma resposta tão óbvia seria capaz de provocar tanta indignação entre aqueles que eu julgava – até então – conhecedores da Doutrina Espírita. “Mas ela é médium”, “Ela psicografa há mais de quarenta anos”, “Seus livros estão sempre na lista dos mais vendidos”, “O filho dela é médium”, “Ela e o marido estudaram e trabalharam na Federação Espírita do Estado de São Paulo”, “Ela fundou o Centro Espírita Os Caminheiros, lá no Ipiranga”, “Já vendeu mais de 5 milhões de livros” – as argumentações contra a minha afirmação choveram de todos os lados. Meu estranhamento foi grande porque aqueles que rodeavam eram alunos de cursos espíritas, onde, supostamente, eu acreditava que se davam explicações sobre livros espíritas psicografados, cuja qualidade doutrinária depende, intrinsecamente, do médium que os recebe. O médium psicógrafo que se mantém fiel aos postulados do Espiritismo naturalmente vai atrair espíritos com bons propósitos, que o utilizarão como instrumento de suas comunicações. Um compromisso inadiável me impediu, naquele dia, de prolongar minhas explicações sobre a mediunidade, que convergiriam fatalmente para uma conclusão: o médium é um ser humano dotado do livre-arbítrio. Suas idéias podem mudar de acordo com seus humores, influências, necessidades etc. Assumi o compromisso de escrever alguma coisa o mais breve possível, explicando a ruptura da médium com a Doutrina Espírita. Essa é a origem, portanto, dessas linhas que servirão, quem sabe, de referência para outros leitores que desconhecem a não tão nova assim postura da médium diante da edição de livros “psicografados”.

A Zibia, que estudou e desenvolveu sua mediunidade no Espiritismo, o deixou de lado em 1989 ao perder o marido e dar uma guinada em sua vida, fundando a Editora Vida & Consciência, cujo símbolo é um unicórnio, um animal mitológico. De médium e dirigente de centro espírita, a viúva de Aldo Gasparetto se transformou em empresária. A esse respeito, declarou tempos depois: “Os espíritos me aconselharam a dedicar-me à divulgação das idéias. Eles me mandaram abrir uma gráfica e deixar outras pessoas assumirem as obras sociais”. Com essas palavras, Zibia justificou o abandono do centro espírita que dirigia para dedicar-se aos negócios que envolveram à partir dessa data, a editoração, a produção gráfica, a distribuição e a comercialização de seus livros e de outros autores. Além desse empreendimento, contando com seus filhos, que também são médiuns – entre eles Luiz Gasparetto, o mais famoso – Zibia criou em centro de estudos e um “spa” urbano espiritualistas que oferecem terapias alternativas e auto ajuda espiritual. Esse complexo compreende um teatro que encena peças com temática espiritual. Luiz Gasparetto e sua irmã são sócios da Editora Vida & Consciência. Irineu Gasparetto ocupa-se da gravação de CDs e dirige, em parceria com Pedro Gasparetto o curtume herdado do pai e também a Fundação Aldo Luiz Gasparetto. Entre os livros psicografados pela médium na fase em que trabalhava de acordo com os postulados espíritas, encontramos excelentes romances: “O amor venceu”, “O matuto”, “Entre o amor e a guerra”, “Laços eternos”, “Esmeralda”, “Espinhos do tempo” – entre outros. Meus favoritos, “Bate-papo com o além”  e “O mundo em que eu vivo”, são crônicas de Silveira Sampaio que, encarnado, foi teatrólogo, cronista e talentoso apresentador do “SS Show” (um precursor dos atuais talk-shows, porém com muito mais talento, criatividade e refinamento). A qualidade dos livros que recebeu nessa fase da vida em que se dedicava com grande empenho ao Espiritismo, se deve – sem dúvida – aos espíritos com os quais associou-se nessa tarefa pela sintonia. O mais atuante foi o Espírito Lucius, “um espírito amigo que tem muita facilidade de me transmitir o seu pensamento por telepatia. Talvez nem todas as histórias sejam suas, pois às vezes noto mudança de estilo. Mas é por meio dele que elas chegam”. Uma leitora que prefere não se identificar, afirma que “comparados com os livros antigos, os atuais são repetitivos, caem sempre no mesmo lugar comum e não tem o brilho do estilo do Lucius”. Esse espírito contou sua própria saga no livro – também psicografado por Zibia – “O fio do destino”. “Fez parte do parlamento inglês e foi juiz de direito na França”, afirma a médium. Não existem referências confirmando se Lucius viveu, em alguma época, no Brasil. Seu talento para a literatura é outro mistério.

Se – nos livros pós-Espiritismo – o Lucius não é mais o mesmo talentoso escritor (e a Zibia confirma, “noto mudança de estilo”), não é concebível acreditar que ele tenha regredido. O mais provável é que não seja ele, realmente, o espírito que hoje se manifesta por seu intermédio. Nos livros que mencionei, nota-se a correção de estilos, a qualidade da narrativa, a coerência da mensagem espiritual. É como se o texto transpirasse autenticidade. Nos livros atuais, essa vibração se esvaziou. Mas o que se poderia esperar de espíritos que – segundo a própria médium – “me mandaram abrir uma gráfica e deixar a assistência social para outras pessoas”? Os espíritos de ordem elevada, anjos guardiões ou mentores, como queiram chamar, não dão ordens, apenas inspiram seus protegidos.
Na questão 104 de “O Livro dos Espíritos” descobrimos que existem pseudo-sábios e que “seus conhecimentos são bastante amplos, mas acreditam saber mais do que sabem na realidade. Tendo realizado alguns progressos sob diversos pontos de vista, sua linguagem tem uma característica séria que pode induzir ao erro e ocasionar enganos sobre suas capacidades e seus conhecimentos. Mas isso é apenas um reflexo dos preconceitos e das idéias sistemáticas que conservam da vida terrena. É uma mistura de algumas verdades ao lado dos erros mais absurdos, no meio dos quais sobressai a presunção, o orgulho, a inveja e a obstinação das quais não puderam se libertar”.

Como se um não bastasse, vários Lucius estão surgindo – recebidos por vários médiuns – ao que a médium Zibia Gasparetto não se manifestou, talvez para não dar visibilidade a eles na mídia espírita. Voltarei ao assunto na próxima semana, repetindo que não pretendo condenar quem quer que seja, mas simplesmente ajudar os amigos leitores a diferenciar o que é do que não é espírita. Acredito que nada deve ser lido por acaso...


Um Abraço Fraterno
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Mourarego em 07 de Fevereiro de 2011, 15:03
Não Cassy, não há qualquer rogativa feita na codificação sobre isso.
Aliás um erro deve ser mostrado sempre no intuíto de trazer mais luz e facilitar o acerto vindouro deste erro.
Agindo assim se esta em acordo coma lei de Justiça, Amor e Caridade.
abraços,
Moura
Que pena! Já li alguns livros da Zíbia, e amei! Recomendo "Laços de Famila" .
Se alguém não sente empatia com determinados autores, deveria ficar só pra ele; não esqueçam que nós espíritas não devemos disseminar coisas negativas, não é?
Muita paz!
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: WRossetti em 07 de Fevereiro de 2011, 15:10
No meu entender, uma análise perfeita!

Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: roselene candida alves em 07 de Fevereiro de 2011, 15:59
Que pena! Já li alguns livros da Zíbia, e amei! Recomendo "Laços de Famila" .
Se alguém não sente empatia com determinados autores, deveria ficar só pra ele; não esqueçam que nós espíritas não devemos disseminar coisas negativas, não é?
Muita paz!

Olá Cassy!

(Peço licença ao pessoal mais graduado, mas espero não contradizer nada ao que diz a DE. Sou uma iniciante). No início da discussão do tópico, ontem não tinha entendido muito bem as respostas. Agora, com o desenrolar da discussão, estou mais aliviada.
A mediunidade, quando desenvolvida, deve ser praticada gratuitamente. A máxima da doutrina espírita é: "Dai de graça o que de graça recebestes." Pelo o que entendi, os colegas estão fazendo apenas um alerta a respeito de Zíbia Gasparetto, pela forma como ela está conduzindo a sua mediunidade e de como isto está se tornando um negócio, contrariando tal princípio.
Eu gosto muito dos livros dela, eu me divirto muito com eles, e existem ensinamentos interessantes para muitos aspectos do cotidiano, mas eles não são livros espíritas. Podem até, de fato, fazer com que as pessoas comecem a aprofundar-se na Doutrina, como foi no meu caso, mas não são portos seguros para isto.
Há umas duas semanas, fui ao Centro e vi que não tinha livros da autora. Pelas explicações dos colegas, percebi agora o porquê.
O que os colegas alertam (e já me alertaram também) é que, se você quiser aprofundar-se a respeito, busque livros da codificação espírita (Allan Kardec) e médiuns que trabalham de forma gratuita e não utilizam esta sensibilidade para os negócios. Divaldo Franco, Suely Caldas, Chico Xavier, Yvone Pereira do Amaral, e outros, são exemplos de que podemos ficar tranquilos, porque não ganham um centavo em cima das publicações, cujo lucro é totalmente revertido a casas beneficentes.
Os colegas não estão te condenado por você gostar ou não da Zíbia; apenas alertam que os livros não são adequados ao ensinamento da doutrina. E muito menos condenam a Zíbia, mas fazem uma observação, que eu já tinha pensado antes de escrever a primeira linha deste tópico.
Acho que é por aí.

Abs,

Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Dirceu Thomaz Rabelo em 07 de Fevereiro de 2011, 17:46
Estranho não gostarem dos livros da Zíbia; eu mesma gosto-os muito!
Recentemente, li "Nada é por acaso" e achei-o muito bom. Gostei também de "Tudo tem seu preço".
A questão com os livros da Zíbia é que como ela não é declaradamente espírita,e como não dá de graça o que de graça recebeu;ganha rios de dinheiro com sua mediunidade,contráriamente o que a Doutrina ensina,subentenden-se que poderá vir através dela qualquer espírito brincalhão e dizer qualquer coisa,pois sabemos que o verdadeiro Lúcio que vinha quando ela trabalhava corretamente como espírita com a mediunidada há muito que está em outra,e outro assume com seu nome.Nem todo mundo sabe que ela,Zíbia já se diz não espírita.Seus livros podem conter boas histórias ,mas tam,bém muitos erros doutrinários,e se nós temos uma literatura tão rica porque recorrer aos pseudos espíritos escritores?
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: nessa_theis em 07 de Fevereiro de 2011, 17:58
Que pena! Já li alguns livros da Zíbia, e amei! Recomendo "Laços de Famila" .
Se alguém não sente empatia com determinados autores, deveria ficar só pra ele; não esqueçam que nós espíritas não devemos disseminar coisas negativas, não é?
Muita paz!

Olá Cassy!

(Peço licença ao pessoal mais graduado, mas espero não contradizer nada ao que diz a DE. Sou uma iniciante). No início da discussão do tópico, ontem não tinha entendido muito bem as respostas. Agora, com o desenrolar da discussão, estou mais aliviada.
A mediunidade, quando desenvolvida, deve ser praticada gratuitamente. A máxima da doutrina espírita é: "Dai de graça o que de graça recebestes." Pelo o que entendi, os colegas estão fazendo apenas um alerta a respeito de Zíbia Gasparetto, pela forma como ela está conduzindo a sua mediunidade e de como isto está se tornando um negócio, contrariando tal princípio.
Eu gosto muito dos livros dela, eu me divirto muito com eles, e existem ensinamentos interessantes para muitos aspectos do cotidiano, mas eles não são livros espíritas. Podem até, de fato, fazer com que as pessoas comecem a aprofundar-se na Doutrina, como foi no meu caso, mas não são portos seguros para isto.
Há umas duas semanas, fui ao Centro e vi que não tinha livros da autora. Pelas explicações dos colegas, percebi agora o porquê.
O que os colegas alertam (e já me alertaram também) é que, se você quiser aprofundar-se a respeito, busque livros da codificação espírita (Allan Kardec) e médiuns que trabalham de forma gratuita e não utilizam esta sensibilidade para os negócios. Divaldo Franco, Suely Caldas, Chico Xavier, Yvone Pereira do Amaral, e outros, são exemplos de que podemos ficar tranquilos, porque não ganham um centavo em cima das publicações, cujo lucro é totalmente revertido a casas beneficentes.
Os colegas não estão te condenado por você gostar ou não da Zíbia; apenas alertam que os livros não são adequados ao ensinamento da doutrina. E muito menos condenam a Zíbia, mas fazem uma observação, que eu já tinha pensado antes de escrever a primeira linha deste tópico.
Acho que é por aí.

Abs,



Oi Rose,

É isso aí!!! Resumistes bem os comentários acima.

Abraço

Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Rafael Breyer em 07 de Fevereiro de 2011, 22:06
Olá Cassy!

(...) Pelo o que entendi, os colegas estão fazendo apenas um alerta a respeito de Zíbia Gasparetto, pela forma como ela está conduzindo a sua mediunidade e de como isto está se tornando um negócio, contrariando tal princípio.
(...)
Os colegas não estão te condenado por você gostar ou não da Zíbia; apenas alertam que os livros não são adequados ao ensinamento da doutrina. E muito menos condenam a Zíbia, mas fazem uma observação, que eu já tinha pensado antes de escrever a primeira linha deste tópico.
Acho que é por aí.

Abs,

Roselene, gostaria apenas de acrescentar mais alguns detalhes à sua resposta à nossa irmã Cassy..

O problema da Zibia não é apenas o fato de ela ter transformado a sua mediunidade em um negócio. Seus livros não podem ser considerados espíritas porque possuem desvios doutrinários. Alguns livros dela são tão fantasiosos que fica difícil até mesmo de acreditar na história.

Veja bem, não condeno quem gosta de lê-la. Pode-se ler Zibia Gasparetto como se lê qualquer obra de algum escritor encarnado. São bons livros, com boas história. Mas é só isso. Não são livros espíritas.

Aquele que desejar conhecer a doutrina espírita tem como caminho mais curto a leitura e o estudo do Livro dos Espíritos. Aquele que dela se aproxima com o intuito de estudá-la, tem nessa obra sua melhor introdução e roteiro geral. Pois, a partir dela é que foram escritas as demais obras que formam a base doutrinária do Espiritismo: O Livro dos Médiuns, O Evangelho Segundo o Espiritismo, A Gênese e O Céu e o Inferno.

O que eu tenho visto no movimento espírita brasileiro em geral é o descaso com a leitura das obras básicas. As pessoas procuram conhecer a Doutrina pelos romances psicografados, e não lêem as Obras Básicas.

E é dessa falta de estudo das obras da codificação espírita que resultam os desvios doutrinários que se verificam por aí (essa expressão roubei de um colega meu).

Cassy, não estou criticando a Zibia, e nem quem lê suas obras. Eu mesmo já li alguns livros dela. Literatura é sempre saudável. Mas quem for ler um de seus livros, deve ter em mente que está lendo apenas um romance.

Um Abraço Fraterno


Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: BAGNOLI em 08 de Fevereiro de 2011, 09:44
Zibia é espititualista e retém todo os lucros de seus livros, para ela mesma. Ela não é espírita, como já declarou. Chico Xavier, doou toda a renda de seus (mais de 400) livros a várias áreas de caridade cristã e não cristã também. Chico Xavier não tinha apego ao dinheiro, pois sabia que o recebimento gratuíto deveria ser doado gratuíto, como ensinou o Mestre Jesus.
Não compro e não tenho interesse em Zíbia Gaspareto, muito menos de seu filho.
O pouco que lí de um livro seu, não passa de perfumaria e água com açucar, sem dizer que ela lucrou com isso.  Não recomendo Zíbia a nínguém. Muita paz para todos nós.
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: WRossetti em 08 de Fevereiro de 2011, 10:43
Zibia é espititualista e retém todo os lucros de seus livros, para ela mesma. Ela não é espírita, como já declarou. Chico Xavier, doou toda a renda de seus (mais de 400) livros a várias áreas de caridade cristã e não cristã também. Chico Xavier não tinha apego ao dinheiro, pois sabia que o recebimento gratuíto deveria ser doado gratuíto, como ensinou o Mestre Jesus.
Não compro e não tenho interesse em Zíbia Gaspareto, muito menos de seu filho.
O pouco que lí de um livro seu, não passa de perfumaria e água com açucar, sem dizer que ela lucrou com isso.  Não recomendo Zíbia a nínguém. Muita paz para todos nós.

Concordo plenamente contigo, Bagnoli!
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: BAGNOLI em 08 de Fevereiro de 2011, 13:44
Obrigado WRossetti. Deixemos Zíbia com sua consciência.  Sigamos nós os caminhos da fé iluminada pela Doutrina Espírita e do Evangelho de Jesus a Luz do Espiritismo.
Muita paz para todos nós!!!
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Mourarego em 08 de Fevereiro de 2011, 14:05
A idéia é esta mano Bagnoli!
Cada um com o seu cada qual, pois na hora que a pedra rolar da ribanceira, no roldão irá quem estiver próximo hehehe.
abração,
Moura
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: BAGNOLI em 08 de Fevereiro de 2011, 19:48
Mano Moura, quero ficar bem longe dessa pedra. Abração......
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Anton Kiudero em 08 de Fevereiro de 2011, 21:10
Primeiro um reparo. No muito citado, pouco lido e pelo visto ainda nada compreendido Livro dos Espiritos, em sua introdução, o espiritismo é definido como uma filosofia espiritualista. Logo, negar um escritor, medium ou espirito comunicante por ser "espiritualista" denota um desconhecimento da DE que não se espera de quem acredita ser espirita.

Complementando, o inverso de espiritualismo é materialismo. Logo quem nega ser espiritualista esta implicitamente afirmando ser materialista.

Finalizando, são pouquissimos os romances "espiritas" que podem ser confrontados ao Livro dos Espiritos e passam incolumes pelo crivo. Incluem-se nisto livros de todos os mais famosos mediuns, incluindo Chico e de quase todos os espiritos comunicantes, incluindo-se Andre Luis. 

Resumindo, não estou defendendo Zilda de quem me recordo de haver lido um ou dois livros ha mais de 20 anos e sobre a qual não possuo qualquer opinião. Apenas estou levantando a questão em seu amago.

Nada existe a ser julgado. Cada um transmite o que deve transmitir naquele momento, cada um le o que deve ler e cada um entende o que deve entender, para o seu desenvolvimento interior.

Sempre Graças a Deus.
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Rafael Breyer em 09 de Fevereiro de 2011, 03:41
Primeiro um reparo. No muito citado, pouco lido e pelo visto ainda nada compreendido Livro dos Espiritos, em sua introdução, o espiritismo é definido como uma filosofia espiritualista. Logo, negar um escritor, medium ou espirito comunicante por ser "espiritualista" denota um desconhecimento da DE que não se espera de quem acredita ser espirita.

Anton...

Precisamos saber separar o joio do trigo. Sabemos que todo espírita é espiritualista, mas nem todo espiritualista é espírita.  Não preciso dizer mais nada.

Um abraço Fraterno
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Anton Kiudero em 09 de Fevereiro de 2011, 10:04
Sabemos que todo espírita é espiritualista, mas nem todo espiritualista é espírita.  Não preciso dizer mais nada.

Sabemos mesmo? O espiritismo é espiritualista, mas muitos espiritas são materialistas sem mesmo o perceber. Não é o cracha que exibem no peito que dita o que sentem no interior... Este é o ponto.
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Carol Oliveira em 09 de Fevereiro de 2011, 10:22
Nebulosa,
não se trata de gostar ou não, alguns até podem, como você, gostar.
Todavia o que se explica é que ela não trata senão do Espiritualismo, que como sabemos, não é a mesma coisa de Espiritismo.
Abraços,
Moura

Eu tinha a mesma dúvida Rê_Lopes. Não sabia que a Zíbia era Espiritualista. Gosto dos livros,acho que dá pra tirar coisas boas deles. :D
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Carol Oliveira em 09 de Fevereiro de 2011, 10:24
Olá, já li mts livros da Zibia e gostei de todos
Penso que nós espiritas poderemos ler tudo e saber tirar proveito de ensinamentos que estes livros também nos trazem. Portanto jamais nos esquecermos de estudar as obras Basicas de Kardec.
Beijos!!!

Concordo com você. E acho que podemos tirar proveito de todos os livros que lemos, não só dos espiritualistas, espíritas... Acredito que tudo nos ajude.
:D
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: BAGNOLI em 09 de Fevereiro de 2011, 12:33
[size=10pt]Senhor Antom, as palavras Espiritismo e Espírita, foram criadas por Alan Kardec, para que não houvesse confusão, como por exemplo: Eu sou Espírita e estudo sistematicamente o Espiritismo, não sou Espiritualista, sou Espírita(que é bem diferente).
Quanto ao Livro dos Espíritos, trata-se de uma obra libertadora,  iluminada desde sua primeira letra até a última.
Antom, fiquemos todos nós na Paz de Jesus .
[/size]  
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Anton Kiudero em 09 de Fevereiro de 2011, 13:00
... as palavras Espiritismo e Espírita, foram criadas por Alan Kardec, para que não houvesse confusão, como por exemplo: Eu sou Espírita e estudo sistematicamente o Espiritismo, não sou Espiritualista, sou Espírita(que é bem diferente).

O espiritismo é uma doutrina espiritualista ou materialista? É espiritualista, logo todo espirita deveria ser espiritualista ja que cre em uma existencia espiritual.

Sua declaração de não ser espiritualista corresponde portanto a declarar-se materialista o que acredito ser apenas uma falha de apreciação do texto do muito citado, pouco lido e praticamente nada compreendido Livro dos Espiritos.

O espiritualismo é a filosofia que afirma existir algum mundo espiritual "junto a" ou "acima" do mundo material enquanto o espiritismo trouxe a tecnologia para a comunicação entre consciencias vivendo nestes dois planos. Todo o mais que esta incluso no espiritismo é herança das informações trazidas por Jesus, com atualizações.


Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Rafael Breyer em 09 de Fevereiro de 2011, 13:07
Sabemos que todo espírita é espiritualista, mas nem todo espiritualista é espírita.  Não preciso dizer mais nada.

Sabemos mesmo? O espiritismo é espiritualista, mas muitos espiritas são materialistas sem mesmo o perceber. Não é o cracha que exibem no peito que dita o que sentem no interior... Este é o ponto.

Mas Anton, não devemos julgar a Doutrina pela atitude de algumas pessoas.

Vou repetir o que escrevi: todo espírita é necessariamente espiritualista, mas nem todos os espiritualistas são espíritas

Embora seja a Doutrina Espírita uma doutrina espiritualista, por excelência, e ninguém aqui está afirmando o contrário, é necessário fazer-se distinção das demais correntes espiritualistas.

Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Mourarego em 09 de Fevereiro de 2011, 13:21
Espiritismo ou doutrina Espírita é uma especificidade do Espiritualismo.
Isso quer dizer que, o termo Espiritualismo é genérico.
mas Espiritismo segue, com seus conceitos, sua doutrina e seu "modus operandi" baseado não nas regras Espiritualistas, mas sim nas que a doutrina ensina.
Para saber, basta ler a parte inicial do LE.
abraços,
Moura

... as palavras Espiritismo e Espírita, foram criadas por Alan Kardec, para que não houvesse confusão, como por exemplo: Eu sou Espírita e estudo sistematicamente o Espiritismo, não sou Espiritualista, sou Espírita(que é bem diferente).

O espiritismo é uma doutrina espiritualista ou materialista? É espiritualista, logo todo espirita deveria ser espiritualista ja que cre em uma existencia espiritual.

Sua declaração de não ser espiritualista corresponde portanto a declarar-se materialista o que acredito ser apenas uma falha de apreciação do texto do muito citado, pouco lido e praticamente nada compreendido Livro dos Espiritos.

O espiritualismo é a filosofia que afirma existir algum mundo espiritual "junto a" ou "acima" do mundo material enquanto o espiritismo trouxe a tecnologia para a comunicação entre consciencias vivendo nestes dois planos. Todo o mais que esta incluso no espiritismo é herança das informações trazidas por Jesus, com atualizações.



Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Anton Kiudero em 09 de Fevereiro de 2011, 13:38
Espiritismo ou doutrina Espírita é uma especificidade do Espiritualismo.
Isso quer dizer que, o termo Espiritualismo é genérico.
mas Espiritismo segue, com seus conceitos, sua doutrina e seu "modus operandi" baseado não nas regras Espiritualistas, mas sim nas que a doutrina ensina.
Para saber, basta ler a parte inicial do LE.

Sim, é isto que se le no introito do LE. Mas quais são as regras espiritualistas que o espiritismo não contempla? Sendo o espiritualismo a base de todas as religiões do planeta, a quais regras o amigo esta se referindo?

Veja, Moura, que não estou buscando qualquer discussão. Apenas desejo desmistificar o termo "espiritualismo" que para muitos espiritas soa como um bicho-papão perigosissimo. E as pessoas se esqueçem de que afirmando que não são espiritualistas afirmam implicitamente que são o seu inverso ou seja materialistas.

Vou repetir o que escrevi: todo espírita é necessariamente espiritualista, mas nem todos os espiritualistas são espíritas

Embora seja a Doutrina Espírita uma doutrina espiritualista, por excelência, e ninguém aqui está afirmando o contrário, é necessário fazer-se distinção das demais correntes espiritualistas.

Se estou escrevendo este post, é exatamente por haver espiritas afirmando o contrario. Alguns postam e possivelmente muitos outros apenas conversam com seus botões mas entendem ser assim. Não esta em pauta a diferenciação de diversas correntes espiritualistas. Estamos apenas no generico e é neste generico que muitos não se sentem "confortaveis" para se declararem espiritualistas. O que é apenas um bloqueio mental gerado por um falso preconceito que deve ser abandonado.

Fiquem todos em Deus
Anton

Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Mourarego em 09 de Fevereiro de 2011, 14:05
Não estamos no genérico Anton,
cabe lembrar-se que aqui o ambiente é puramente Espírita logo, estamos a falar especificamente.
Não é porque um tópico tenha um endereçamento a um médium ou pessoa, que se vá falar espiritualisticamente, deve-se sempre postar de acordo com a doutrina ou se se fizer uma analogia, deve-se indicar  também a obra em que se baseia e a respectiva noção que a doutrina trás ao tema.
O foco deste fórum é fornecer maior elemento que venha a facilitar não a coisa espiritualistica, mas sim a coisa doutrinária.
abraços,
Moura
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Anton Kiudero em 09 de Fevereiro de 2011, 14:50
Não é porque um tópico tenha um endereçamento a um médium ou pessoa, que se vá falar espiritualisticamente, deve-se sempre postar de acordo com a doutrina ou se se fizer uma analogia, deve-se indicar  também a obra em que se baseia e a respectiva noção que a doutrina trás ao tema.
O foco deste fórum é fornecer maior elemento que venha a facilitar não a coisa espiritualistica, mas sim a coisa doutrinária.

Mas esta é exatamente a questão. A coisa doutrinaria é absolutamente espiritualista, mesmo que isto não lhe agrade.

Voce tenta desvincular o espiritismo do espiritualismo e isto é apenas um preconceito que não possue qualquer  fundamento doutrinario. O inverso de espiritualismo é materialismo e não espiritismo. Não existe espiritualismo x espiritismo, a não ser no folklore espirita. 

E isto nada tem a ver com espiritismo, mas apenas com o portugues, a lingua falada em Portugal e no Brasil.

E ainda falta voce nos explicar o que significa para voce, "falar espiritualisticamente" e quais são as tais "regras espiritualistas" que o espiritismo não contempla. Ao que me consta a DE inteira fala espiritualisticamente e nos traz as regras espiritualistas.

A menos que voce queira apenas ser o digno sucessor do afamado Odorico Paraguassu, que por mais que falasse nunca dizia coisa com coisa....  ;)


Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Mourarego em 09 de Fevereiro de 2011, 15:14
Anton, antes de postar volte ao LE e reveja o que pensava antes em escrever. vais ver que atiras n'água o tempo todo pois que não sou eu quem diz assim mas o próprio codificador.
Sem mais,
Moura
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: dim-dim em 09 de Fevereiro de 2011, 15:30
Apenas como informação...

"A. Kardec"

O Livro dos Espíritos - Filosofia Espiritualista

221 a É a essa lembrança que se devem certas crenças relativas à Doutrina Espírita e que se encontram em todos os povos?

– Essa Doutrina é tão antiga quanto o mundo; eis por que pode ser encontrada em toda parte, sendo uma prova de que é verdadeira. O Espírito encarnado, conservando a intuição de seu estado como Espírito, tem, instintivamente, a consciência do mundo invisível, freqüentemente falseada pelos preconceitos, acrescida da ignorância que a mistura com a superstição.

6 O sentimento íntimo que temos em nós da existência de Deus não seria o efeito da educação e das idéias adquiridas?

– Se fosse assim, por que vossos selvagens teriam também esse sentimento?

Quis Deus que a nova revelação chegasse aos homens por mais rápido caminho e mais autêntico. Incumbiu, pois, os Espíritos de levá-la de um pólo a outro, manifestando-se por toda a parte, sem conferir a ninguém o privilégio de lhes ouvir a palavra. (...)

As comunicações entre o mundo espírita e o mundo corporal estão na ordem natural das coisas e não constituem nenhum fato sobrenatural, é por isso que seus vestígios são encontrados entre todos os povos e em todas as épocas e hoje são comuns e evidentes para todos.

Os Espíritos anunciam que os tempos marcados pela Providência para uma manifestação universal chegaram e que, sendo os mensageiros de Deus e os agentes de sua vontade, sua missão é instruir e esclarecer os homens ao abrir uma nova era para a regeneração da humanidade.

O sonambulismo natural ou artificial, o êxtase e a dupla vista são apenas variedades ou modificações de uma mesma causa. Esses fenômenos, assim como os sonhos, estão na lei da natureza; eis por que existiram desde todos os tempos. A história nos mostra que foram conhecidos e até mesmo explorados desde a mais alta Antigüidade e neles está a explicação de diversos fatos que os preconceitos fizeram considerar sobrenaturais.


Adeus a todos!!
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Anton Kiudero em 09 de Fevereiro de 2011, 15:40
... volte ao LE e reveja o que pensava antes em escrever. vais ver que atiras n'água o tempo todo pois que não sou eu quem diz assim mas o próprio codificador.

Na Introdução ao Estudo da Doutrina Espírita, encontrado no muito citado, pouco lido e quase nada compreendido Livro dos Espiritos, temos o seguinte texto de Kardec (o codificador).

1 – PALAVRAS NOVAS

Para designar coisas novas são necessárias palavras novas; assim exige a clareza de uma língua, para evitar a confusão que ocorre quando uma palavra tem múltiplo sentido. As palavras espiritual, espiritualista, espiritualismo têm um significado bem definido, e acrescentar-lhes uma nova significação para aplicá-las à Doutrina dos Espíritos seria multiplicar os casos já tão numerosos de palavras com duplo sentido. De fato, o espiritualismo é o oposto do materialismo, e qualquer um que acredite ter em si algo além da matéria é espiritualista, embora isso não queira dizer que creia na existência dos Espíritos ou em suas comunicações com o mundo material. Em vez das palavras espiritual, espiritualismo, utilizamos, para designar a crença nos Espíritos, as palavras espírita e Espiritismo, que lembram a origem e têm em si a raiz e que, por isso mesmo, têm a vantagem de ser perfeitamente inteligíveis, reservando à palavra espiritualismo sua significação própria. Diremos que a Doutrina Espírita ou o Espiritismo tem por princípio a relação do mundo material com os Espíritos ou seres do mundo espiritual. Os adeptos do Espiritismo serão os espíritas ou, se quiserem, os espiritistas.

Como especialidade, o Livro dos Espíritos contém a Doutrina Espírita; como generalidade, liga-se ao espiritualismo num dos seus aspectos. Esta é a razão por que traz, no início de seu título, as palavras: “filosofia espiritualista.


Por mais que procure não consigo encontrar as suas afirmações nas palavras do codificador e por isto posso apenas toma-las como folklore espirita corrente, sem qualquer vinculo a Doutrina Espirita.

Fique em Deus,
Anton




Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Rafael Breyer em 09 de Fevereiro de 2011, 15:52
Mano Anton

O negócio é simples, e você está lançando uma polêmica desnecessária.

Toda pessoa que acredita na existência de algo além da matéria é espiritualista. A maioria das religiões são espiritualistas. Nós espíritas também somos

Mas, eu entrei neste fórum para discutir e estudar Espiritismo, não espiritualismo universal. Só isso. Não existe este negócio de espiritismo x espiritualismo.

Eu parei por aqui.

Um abraço Fraterno
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Mourarego em 09 de Fevereiro de 2011, 16:01
Anton,
a mim, me parece que o amigo só lê o que quer, como quer e até onde quer, contudo da mesma explicação e na mesma explicação está a base da qual reafirmo tudo o que já disse antes e vou grafá-las em vermelho:
"I – ESPIRITISMO E ESPIRITUALISMO
Para as coisas novas necessitamos de palavras novas, pois assim o exige a clareza de linguagem, para evitarmos a confusão inerente aos múltiplos sentidos dos próprios vocábulos. As palavras espiritual, espiritualista, espiritualismo têm uma significação bem definida; dar-lhes outra, para aplicá-las à Doutrina dos Espíritos, seria multiplicar as causas já tão numerosas de anfibologia. Com efeito, o espiritualismo é o oposto do materialismo; quem quer que acredite haver em si mesmo alguma coisa além da matéria é espiritualista; mas não se segue daí que creia na existência dos Espíritos ou em suas comunicações com o mundo visível.
Em lugar das palavras espiritual e espiritualismo empregaremos, para designar esta última crença, as palavras espírita e espiritismo, nas quais a forma lembra a origem e o sentido radical e que por isso mesmo têm a vantagem de ser perfeitamente inteligíveis, deixando para espiritualismo a sua significação própria. Diremos, portanto, que a Doutrina Espírita ou o Espiritismo tem por princípio as relações do mundo material com os Espíritos ou seres do mundo invisível. Os adeptos do Espiritismo serão os espíritas, ou, se o quiserem, os espiritistas.
Como especialidade o Livro dos Espíritos contém a Doutrina Espírita;
como generalidade liga-se ao Espiritualismo, do qual representa uma das fases. Essa a razão porque traz sobre o título as palavras: Filosofia Espiritualista.

anfibologia

sf (anfíbolo+logo2+ia1) Gram Duplo sentido apresentado por uma construção defeituosa. Ex: Está aqui a mãe da menina Rosa a quem procuravas. Não se sabe se procurava a mãe ou a filha. Var: anfibolia, acepção 3.

Mano, espero agora, com todo este colorido carnavalesco, que o amigo possa compreender o que já disse antes.  (estamos a debater em caráter estritamente doutrinário, logo, dentro apenas do que diz a doutrina).
abraços,
Moura
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: WRossetti em 09 de Fevereiro de 2011, 16:08
Isso que o Moura colocou está logo no início do LE, como forma de definição de termos e expressões, evitando a má interpretação de conceitos.

Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: passageira em 09 de Fevereiro de 2011, 16:16
Desculpe, vou cair de paráquedas no assunto, não vou nem tentar aprofundar dentro da filosofia e doutrina, pois não creio que apesar de ter lido os livros de Kardec minha memória pode falhar em algum citação. Apenas acho que essa discussão quanto aos livros de Zíbia não leva a nada, eles são bons, comercialmente falando e até para os leigos que podem despertar para espirutualidade mesmo que de forma romanesca e apartir daí procurar maiores orientações, explicações e assim chegar na doutrina. Aqueles que não seguirem é porque os leu de forma a qualquer outro livro. Não vamos tirar todo o mérito deles muitos se acharam através deste, como de outros autores que se dedicam a este ramo da literatura. Por favor Moura não fique bravco comigo como já ficou anteriormente, sei que vc procura seriedade no forum, e sei que vc tem uma grd responsabilidade como tal mesmo por causa de seus mentores.
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Anton Kiudero em 09 de Fevereiro de 2011, 16:22
O negócio é simples, e você está lançando uma polêmica desnecessária.
Toda pessoa que acredita na existência de algo além da matéria é espiritualista. A maioria das religiões são espiritualistas. Nós espíritas também somos
Mas, eu entrei neste fórum para discutir e estudar Espiritismo, não espiritualismo universal. Só isso. Não existe este negócio de espiritismo x espiritualismo.

Estamos falando a mesma coisa. Claro que não existe este negócio de espiritismo x espiritualismo, já o coloquei acima. Apenas estou chamando a atenção para este tema, sem qualquer polemica, porque muitos espiritas que divulgam ideias proprias como se fossem conceitos da DE fazem questão de afirmar que não são espiritualistas.  Nunca se esqueça de que o LE é muito citado, pouco lido e quase nada compreendido e meu unico objetivo neste topico é permitir que se esclareçam melhor, estudando um pouco o tão citado livro.

Mano, espero agora, com todo este colorido carnavalesco, que o amigo possa compreender o que já disse antes.  (estamos a debater em caráter estritamente doutrinário, logo, dentro apenas do que diz a doutrina).

Vai ficar dificil comprender o que voce ja disse antes a luz da carnavalesca citação, ja que esta afirma que o espiritismo é uma filosofia espiritualista, sem detalhar, enquanto voce faz questão de negar isto.

Não me parece que isto tem algo a ver com a DE. Em portugues e acredito que tambem no original frances esta claro que espiritismo é uma filosofia espiritualista. A questão é o preconceito sem nenhum embasamento que faz com que voce e muitos outros utilizam o conceito "espiritualismo" como algo menor, sem embasamento, mistico, oriental, religioso ou sei quais outros adjetivos.

E consequentemente sentem-se incomodados para afirmarem-se espiritualistas, que seria a coisa mais natural do mundo. Resumidamente criaram um conceito, atribuiram um valor negativo ao conceito e apaixonaram-se por sua criação mental. E ainda dizem que não existem ilusões, tropeçando nas mesmas o tempo todo.  ;)

Eu apenas coloco isto na extensa lista de conceitos que fazem parte do folklore espirita, coisas nas quais os espiritas acreditam apesar de ser o oposto do ensino dos espiritos.


Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Mourarego em 09 de Fevereiro de 2011, 16:29
Tá certo passageira, mas saiba que não fico brabo com ninguém creia nisso!
apenas me coloco mas secamente.
mas pense a amiga, quem lê a estes livros, forma, comumente, corrente de pensamentos que os leva fatalmente a concluírem duas coisas:
1. Que são Espíritas;
2. Que trazem a verdade tento no campo Espiritualista quando no formato especial que tem a doutrina espírita.
São, como se sabe, construções que partindo de uma premissa errada, certamente desembocarão numa conclusão eivada de vícios difíceis de serem retirados o que já originou até uma frase de efeito que se ouve muito" mais fácil para se consertar um tijolo que está fora de seu local, é derrubar-se toda a parede".A coisa fica muito difícil e enquanto não é totalmente extirpada faz com que muita dissidência, muita discussão estéril, e muita celeuma se form no seio do movimento espírita e é contra isso que me coloco sempre.
Abraços,
Moura
PS: Anton, você é inteligente então faz essas coisas de modo pensado o que é mais triste.
A Filosofia Espiritualista, como está descrita é o genérico e a doutrina é o especial ou específico.
Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa embora as duas se  encontrem em poucas partes.
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: BAGNOLI em 09 de Fevereiro de 2011, 16:57
Mano Moura, novamente estou 100% com você.  Senhor Antom, em 26 anos de estudos "espíritas", já lí o Livro dos Espíritos 14 vezes.  O Senhor me chama de materialista, quando nem me conheçe.
Espiritualismo, ou seja o praticante de Espiritualismo não acredita na reencarnção. O Senhor sabia disso. Procure se informar, repito o Espiritualista, não acredita na reencarnação, somente na vida após a morte e alguns outros detalhes, que acho, sendo esperto como é, o Senhor deve saber.
Já o Espiritismo ensina as leis de causa e efeito, ação e reação. Seguindo, a Doutrina Espírita, atravéz da ciência mediunica, acredita na reencarnação, e o porquê reencarnar.  O Espiritualista só acredita na vida pós morte. O Espírita, sabe muito bem, que as leis que regem o Universo, são eternas, criadas por Deus nosso Pai, e conforme vamos errando, vamos reencarnando para o acerto de nossas próprias consciências. Saiba separar o Espírita do
 Estiritualista. Paz a todos.  [/i]  
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Anton Kiudero em 09 de Fevereiro de 2011, 17:24
O Senhor me chama de materialista, quando nem me conheçe.

Esta havendo um engano. Foi voce quem afirmou que não é espiritualista. E quem não é espiritualista só pode ser materialista, isto esta nos dicionarios e nada tem a ver com filosofias. No entanto, a seu favor, vejo na continuação de seu texto que voce possui uma ideia muito vaga do que seja espiritualismo.

Espiritualismo, ou seja o praticante de Espiritualismo não acredita na reencarnção. O Senhor sabia disso. Procure se informar, repito o Espiritualista, não acredita na reencarnação, somente na vida após a morte e alguns outros detalhes, que acho, sendo esperto como é, o Senhor deve saber.

E onde voce encontrou esta perola? Há os que acreditam, e há os que não acreditam.

Já o Espiritismo ensina as leis de causa e efeito, ação e reação. Seguindo, a Doutrina Espírita, atravéz da ciência mediunica, acredita na reencarnação, e o porquê reencarnar.

Isto ja é conhecido ha milenios e pode ser encontrado na literatura judaica, na hindu, na egipcia e na de todos os povos. Isto é uma lei da natureza, conhecida ha milenios. Dificil encontrar uma doutrina espiritualista que não fale disto, com mais ou menos detalhes.

O Espiritualista só acredita na vida pós morte.

Nem todos. Os adeptos das igrejas televisivas, por exemplo, são espiritualistas mas não acreditam em vida apos a morte da maneira como os espiritas o conceituam.

O Espírita, sabe muito bem, que as leis que regem o Universo, são eternas, criadas por Deus nosso Pai, e conforme vamos errando, vamos reencarnando para o acerto de nossas próprias consciências.

Isto é conhecido desde a noite dos tempos, não é revelação espirita.  O espiritismo veio trazer a tecnica da comunicação entre o plano material e o espiritual, não o conhecimento deste plano.




Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: dim-dim em 09 de Fevereiro de 2011, 18:12
O Espírita, sabe muito bem, que as leis que regem o Universo, são eternas, criadas por Deus nosso Pai, e conforme vamos errando, vamos reencarnando para o acerto de nossas próprias consciências. Saiba separar o Espírita do [/b] [/size] [/color] Estiritualista. Paz a todos.  [/color]

Informando...

"A. Kardec"

Origem e conhecimento da lei natural

626 As leis divinas e naturais só foram reveladas aos homens por Jesus e, antes dele, tinham conhecimento delas apenas pela intuição?

– Não dissemos que elas foram escritas em todos os lugares? Todos os homens que meditaram sobre a sabedoria puderam compreendê-las e ensiná-las desde os séculos mais remotos. Com os seus ensinamentos, mesmo incompletos, eles prepararam o terreno para receber a semente. Estando as leis divinas escritas no livro da natureza, o homem pôde conhecê-las quando as quis procurar. Eis por que os preceitos que consagram foram proclamados em todos os tempos pelos homens de bem e é por isso, também, que se encontram seus elementos na doutrina moral de todos os povos saídos da barbárie, embora incompletos ou alterados pela ignorância e pela superstição.

621 Onde está escrita a lei de Deus?

– Na consciência.

621 a Uma vez que o homem traz inscrita na consciência a lei de Deus, há necessidade que lhe seja revelada?

– Ele a esqueceu e a menosprezou; Deus quis que ela fosse lembrada.


Adeus
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Gustavius em 09 de Fevereiro de 2011, 18:24
Nebulosa,
não se trata de gostar ou não, alguns até podem, como você, gostar.
Todavia o que se explica é que ela não trata senão do Espiritualismo, que como sabemos, não é a mesma coisa de Espiritismo.
Abraços,
Moura

Das suas palavras, amigo Moura, se fazem as minhas.

PAZ!
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: BAGNOLI em 09 de Fevereiro de 2011, 20:43
Irmão Mourarego, também faço de suas palavras a minha. Sou Espírita, não materialista e não espiritualista, mas sim Espírita. Materialista é você Senhor Antom, pois julgas o que não sabes bem, e queres ser um intelectual, coisa que não é. Quanto a reencarnação, o Senhor mesmo responde, quando diz, que "alguns" acreditam "outros" não na área espiritualista. Já os Espíritas, todos conhecem  e acreditam na reencarnação. Quanto as leis de causa e efeito, ação e reação, de fato existem desde a  criação, porém nem todos tinham evoluídos o suficiente para compreender essas leis.
Agora nesta nova fase que o Planeta passa, todos, desde os tempos de Kardec até os dias de hoje podem compreederem tais leis. O senhor diz que os que frequentam ou veem na TV programas de Igrejas diversas, são espiritualistas, porém não acreditam na vida pós morte como os Espíritas.  Vejamos aí mais um pontinho a favor do Espiritismo codificado por Allan Kardec. "Espiritualistas que não acreditam na vida pós morte," interessante esse seu raciocínio. Sabe Senhor Antom, de pessoas iguais ao Senhor, existem em "pencas". Orgulhoso, dono da verdade, ataca seus irmãos sem os conhecerem, falta com a educação, pois poderia trocar muitas escritas comigo, antes de dar pauladas, poderíamos ser grandes amigos, no entanto o senhor preferiu ser "o bom da boca" "o verdadeiro"  Cuidado Senhor Antom, infelizmente já ví muitas pessoas orgulhosas e querendo serem os dos absolutos da verdade, caírem em profundas provações. 26 anos na Doutrina Espírita, eu já ví muito disso.
Fique na Paz de Jesus.   
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: BAGNOLI em 09 de Fevereiro de 2011, 20:46
Senhor Dim Dim, obrigado por colocar citações, do Livro dos Espíritos, aqui no site.  Perguntas e respostas do Livro dos Espíritos , são sempre bem vindas.   Paz!!!
Título: Re: Zibia gasparetto
Enviado por: Rafael Breyer em 09 de Fevereiro de 2011, 21:20
Nebulosa,
não se trata de gostar ou não, alguns até podem, como você, gostar.
Todavia o que se explica é que ela não trata senão do Espiritualismo, que como sabemos, não é a mesma coisa de Espiritismo.
Abraços,
Moura

Das suas palavras, amigo Moura, se fazem as minhas.

PAZ!

Creio que estamos todos em comum acordo. Digo o mesmo. 

Um abraço Fraterno