Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Jornal das Boas Notícias => Tópico iniciado por: ram-wer em 09 de Agosto de 2013, 00:09

Título: Patrícia – 2.000.000 de violetas
Enviado por: ram-wer em 09 de Agosto de 2013, 00:09
  violetas na janela, patrícia, espiritismo, 2.000.000 exemplares

(http://www.petit.com.br/loja/images/produto/125.jpg)

Patrícia – 2.000.000 de violetas

Ao completar 20 anos, o livro Violetas na Janela já superou os dois milhões de exemplares vendidos.

Considerando que, em algumas famílias, um livro vai de mão em mão, é possível que Violetas já tenha mais de 5 milhões de leitores. Essa especulação é minha. Não faço ideia de números exatos.

Isso, sem considerar os audiobooks, os Youtube books e os e-books (autorizados ou não). Outro detalhe: Violetas também é editado em espanhol e inglês.

Agora só falta o filme. Se bem feito o filme, o livro pularia rapidinho pra 4 Mi.

Você sabe: brasileiro lê pouquíssimo. Comparando com os alemães, suecos, franceses, canadenses e ingleses, nosso povo quase não lê livro. Portanto, um livro que vende 2 Mi em 20 anos é um fenômeno.

Em parte, dá pra entender. No Brasil faz muito calor. A gente sai mais de casa nos momentos de lazer. Talvez por isso é que os países nórdicos e outros também frios tenham tantos leitores. Fazer o quê? Pra quebrar a regra, vem a Índia. É quente e o povo lê muito.

Parabéns aos leitores, à Patrícia, à tia dela (Vera Marinzeck) e à Editora Petit. Show de bola!

Título: Re: Patrícia – 2.000.000 de violetas
Enviado por: ram-wer em 09 de Agosto de 2013, 02:56
Agora é com os leitores de passagem, os que nunca leram um livro espírita.

Violetas na Janela é a autobiografia pós-morte de Patrícia. Ela morreu aos 19, nas férias de inverno. Vivia numa cidadezinha do interior de Minas. Seu pai era dirigente de um Centro Espírita. Patrícia era muito apegada à família e pouco dada a estranhos.

Ao morrer, foi induzida  a dormir profundamente pelos socorristas que a levaram pra Colônia São Sebastião. "Colônias" são cidades astrais, tipo em outra dimensão, sacou? Esse sono forçado foi a pedido do pai de Patrícia, visando evitar os torpedos emocionais que a parentela dispara daqui e atingem o recém-desencarnado.

Aí começa a história da garota no Além.

Tá esperando o quê? Ler faz bem ao cérebro. Ler livro espiritual faz bem à Alma.

Título: Re: Patrícia – 2.000.000 de violetas
Enviado por: jsoranz em 09 de Agosto de 2013, 18:13
Muito bom.
Esse livro ajudou e tem ajudado milhares de pessoas!
Título: Re: Patrícia – 2.000.000 de violetas
Enviado por: Claudemir dos Santos em 12 de Agosto de 2013, 11:36
Bendito seja esses livros que encantam milhares de pessoas,são livros assim que tem livre acesso as pessoas mais simples. Quantas vezes eu indiquei o Violetas na Janela e outros romances psicografados,a pessoas de todas as classes sociais,por causa desta forma simples e esclarecedora destes livros. Muitas pessoas adentraram a uma casa espirita graças ao encanto de vibrações positivas geradas por estes livros que  contagiam nossas almas. Hoje podemos dizer que os ensinamentos e exemplos de Chico Xavier,acompanhados pelo magnetismo gerados por estes livros simples, tem atraídos muitos irmãos as casas espiritas e a muitos simpatizantes que nos querem bem. Abraços e muita paz.
Título: Re: Patrícia – 2.000.000 de violetas
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 12 de Agosto de 2013, 14:44
Excelente leitura

de um ensinamento muito importante.

E se atinge este número de livros e consecutivamente outro tanto de leitores
é que o contentamento de quem o leu e a felicidade, dão ao livro uma energia de
confiança e direcionamento.

Bom também é se interessar pelas próximas obras
da autora e da médiun.

Abraços
Título: Re: Patrícia – 2.000.000 de violetas
Enviado por: Thiago D. em 18 de Janeiro de 2014, 21:39
Lindo livro, tras uma outra visão sobre a vida apos a morte ...  :)
Título: Re: Patrícia – 2.000.000 de violetas
Enviado por: Norizonte da Rosa em 19 de Janeiro de 2014, 00:42
Agora é com os leitores de passagem, os que nunca leram um livro espírita.

Violetas na Janela é a autobiografia pós-morte de Patrícia. Ela morreu aos 19, nas férias de inverno. Vivia numa cidadezinha do interior de Minas. Seu pai era dirigente de um Centro Espírita. Patrícia era muito apegada à família e pouco dada a estranhos.

Ao morrer, foi induzida  a dormir profundamente pelos socorristas que a levaram pra Colônia São Sebastião. "Colônias" são cidades astrais, tipo em outra dimensão, sacou? Esse sono forçado foi a pedido do pai de Patrícia, visando evitar os torpedos emocionais que a parentela dispara daqui e atingem o recém-desencarnado.

Aí começa a história da garota no Além.

Tá esperando o quê? Ler faz bem ao cérebro. Ler livro espiritual faz bem à Alma.

Daqui uns dias vai ser o dois milhões e um livros vendidos, pois depois deste tópico vou adquirir também. Antes só havia lido comentários ruins sobre esse livro, apesar da fama.

Além de país tropical, com bastante sol o entretenimento é muito em todo lugar. Às vezes paro a pensar o porquê de as pessoas no século XIX serem tão mais instruídas que hoje: talvez a falta de outras maneiras de passar o tempo.

Aqui no Brasil talvez o que contribua para a falta do gosto pela leitura seja a obrigatoriedade nas escolas. Normalmente o que é imposto é desagradável e sem dúvida é mais fácil ver um filme que se pode fazer quase dormindo que ler um livro que obriga a pensar, mas quando se adquire o hábito pela leitura, a coisa só vai :D