Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Jornal das Boas Notícias => Tópico iniciado por: dOM JORGE em 12 de Fevereiro de 2014, 09:35

Título: Educando para a vida, meta do Lar Escola Alvorada Nova
Enviado por: dOM JORGE em 12 de Fevereiro de 2014, 09:35
                                                              VIVA JESUS!




              Bom-dia! queridos irmãos.




                     

 Educando para a vida, meta do Lar Escola Alvorada Nova



Em funcionamento desde 2008 na cidade paulista de Igarapava, o Lar Escola atende atualmente cerca de 150 crianças
 
 

 Em Igarapava, no  interior paulista, o  Lar Escola Alvorada Nova atua em favor

 da educação infantojuvenil. Seu idealizador, José Eurípedes Garcia, é aposentado e natural da mesma cidade. Tendo residido no Uruguai e Colômbia, em 2003 retornou para a cidade com a esposa para implantação definitiva de um velho ideal.(1)

 Diretor do Centro Espírita Luz e Caridade e da Juventude Espírita Eurípedes Barsanulfo e colaborador da conhecida publicação Anuário Espírita, editado pelo IDE-Araras, José Eurípedes já visitou vários países da América Latina para atividades de divulgação espírita por meio de palestras doutrinárias. 
 

 

 Quanto ao Lar Escola Alvorada Nova, é possível conhecer um pouco dessa história educativa, que atende quase 150 crianças, assistindo ao vídeo institucional no endereço  Vídeo Institucional do Lar Escola Alvorada Nova - Igarapava/SP on Vimeo (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3ZpbWVvLmNvbS80MDk0NzE4OQ==)  e também a um pequeno videoclipe no endereço  Lar Escola Alvorada Nova (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PWsyZG81ZlpSTHM0Iw==) /. O telefone da instituição é   (16) 3172-2576.


 Histórico

 

 A criação de um orfanato fazia parte dos projetos de Juventude Espírita Eurípedes Barsanulfo nos anos 1950/60. Seria um orfanato para meninas, nos moldes da época, uma casa grande onde seriam abrigadas crianças órfãs. Com o passar dos anos essa ideia praticamente foi olvidada.


 Quando ainda solteiro, José Eurípedes e sua namorada (depois noiva e esposa) sempre conversavam sobre o final de sua atual existência e projetavam para ambos que, quando terminasse a tarefa profissional, eles se dedicariam a uma obra social vinculada ao atendimento de crianças carentes.


 Como sua vida era nômade, mudavam com frequência de cidade. No início da década de 1990, ficou decidido então em que lugar o projeto seria implantado. E resolveram que seria em Igarapava-SP, sua terra natal, embora nessa época residissem em Bogotá, na Colômbia.


 Em 1992 compraram uma área em Igarapava, que serviria para implantação do projeto, e desde então começaram a investir seus recursos para a montagem de uma infraestrutura que permitisse implantar um projeto autossuficiente. Naquela época pensavam na construção de várias casas-lares. 

 

 Em 2003 o casal mudou-se definitivamente para Igarapava a fim de implantar o projeto.

 

 Mudança de rumo: surge o Lar Escola

 

 Em 2004, quando lançaram a pedra fundamental para início das obras, estiveram com Divaldo Franco, com o objetivo de colher dele sua experiência com esse tipo de atividade. Ele lhe falou sobre a mudança de rumo da Mansão do Caminho e disse que Joanna de Ângelis o havia orientado para que transformasse as atividades da Mansão do Caminho em uma Escola. No final, respeitando o livre-arbítrio do casal, Divaldo sugeriu-lhes a mudança de rumo do projeto.


 Surgiu assim a ideia do Lar Escola Alvorada Nova, porque, depois dessa conversa, José e esposa decidiram montar uma Escola, porém em moldes diferentes; ademais - assim pensaram -  se nas “casas-lares” seriam atendidas 150 crianças, na Escola poderiam, ao longo do tempo, ser atendidas milhares de crianças.


 Foi então que em 2008 começou a funcionar o Lar Escola Alvorada Nova, que atendeu já naquele ano 35 crianças.


 A Escola Alvorada Nova é um projeto inovador, porque as crianças se matriculam, de preferência, no berçário, com uma idade que varia de 6 a 18 meses, e anualmente a Escola se amplia construindo uma nova sala de aula para mais 20 alunos.


 Atualmente, pouco mais de cinco anos depois, a Escola tem 8 salas de aula e atende 148 alunos, do berçário ao 3º ano do Ensino Fundamental, um número que será aumentado em 2014, quando a Escola atenderá até o quarto ano. “Se Deus nos permite – diz José Eurípedes –, iremos crescendo anualmente uma sala, sucessivamente, até chegar ao final do ensino médio.”


Com esse método, as crianças permanecem na instituição cerca de 17/18 anos, um tempo suficiente para moldar sua personalidade. É por isso que o slogan do Lar Escola Alvorada Nova é Educando para a vida, e essa é, em verdade, sua principal meta.

 



 Como funciona o Lar Escola

 

 As crianças chegam à Escola às 7 horas da manhã e retornam às suas casas às 17 horas. Na Escola, além do currículo normal de uma instituição de ensino, são cuidadas e alimentadas, com 3 refeições diárias.


 Além das aulas normais recebem cursos de música, inglês, informática, artesanato, artes plásticas, educação física e aula de valores morais (um nome que a Escola adotou para não dizer evangelização).


 A chegada à Escola tem que ser uma festa, uma alegria, muita música, beijos, abraços, oração coletiva, para que o clima seja diferenciado.


 Uma vez por mês realiza-se uma festa comemorativa dos aniversários dos alunos, e ao longo do ano a Escola promove festa junina, pescaria na chegada da primavera, festas cívicas, todas as segundas-feiras é hasteada a bandeira, canta-se o Hino Nacional e tudo o mais que geralmente ocorre numa escola pública.


 A Escola realiza um trabalho com as famílias, fazendo visitas domiciliares e organizando uma reunião mensal com os pais, na qual se procura introduzir novos conceitos de família. Às famílias muito necessitadas é oferecida também assistência material pela Entidade Mantenedora.

 

 A questão financeira

 

 Como ocorre com todas as instituições filantrópicas, a questão financeira é a grande dificuldade do projeto. A Escola tem atualmente mais de 30 funcionários remunerados e, por isso, a despesa corrente é muito grande.

 Para fazer frente aos gastos, a entidade firmou um convênio com o Fundeb para repasse de recursos, o qual supre aproximadamente 60% dos gastos. O restante é coberto com a realização de jantares e outras atividades com o objetivo de angariar fundos, além de uma campanha pelos Cupons Fiscais previstos na legislação paulista.


 A Escola conta ainda com a contribuição de pessoas físicas e jurídicas e com recursos financeiros oriundos de uma loja comercial situada em ponto central da cidade cujo lucro reverte em benefício da instituição.
 

 

 (1) Para saber mais sobre o confrade José Eurípedes Garcia, leia a entrevista publicada na edição n. 155 desta revista. Eis o link - http://www.oconsolador.com.br/ano4/155/entrevista.html









                                                                                                     PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Educando para a vida, meta do Lar Escola Alvorada Nova
Enviado por: Aline Alarcão Lemos em 12 de Fevereiro de 2014, 12:48
Meu sonho também... Ainda terei uma Escola assim nesta vida...  :)