Forum Espirita

GERAL => Sexualidade => Psicologia & Espiritismo => Homossexualidade => Tópico iniciado por: Cavalcanti. em 07 de Maio de 2012, 23:21

Título: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 07 de Maio de 2012, 23:21
O amor entre duas pessoas do mesmo sexo é normal, mas será que podem manter relações sexuais?

Se um casal de homem e mulher usufruem do sexo sem intenção da reprodução como demonstração afetiva de seu amor, por que não o podem pessoas do mesmo sexo? Creio que são englobados nas mesmas condições: sem reprodução, com amor e como demonstração afetiva. Mas Chico Xavier diz na Revista Espírita “O que o homossexual precisa evitar é a pederastia e o lesbianismo, a prática sexual com alguém do mesmo sexo. A pederastia e o lesbianismo, sim, são problemas suscitados pela ânsia de experimentar sensações. Já a homossexualidade está vinculada a um processo afetivo entre homens e mulheres do Planeta, de modo que é um estado natural, em que as almas se afinam para fazer o bem. Vamos dar ao assunto a cor que o assunto traz: todo homem deve fugir da pederastia. Toda mulher pode, perfeitamente, ficar fora do lesbianismo. Nada de menosprezo, de maledicência, de deboche, de preconceito ou escárnio”

Gostaria de ser esclarecido, obrigado.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Kunzler em 21 de Maio de 2012, 00:44
Olá Leandro,

veja bem... é um tema muito amplo a ser discutido, porque pra mim isso possui muitos pontos de vista. A homossexualidade e a heterossexualidade devem ser vividas, acima de tudo, com a responsabilidade e o compromisso que transcende os limites corporais. O mundo ainda é muito preso aos atributos físicos, as capacidades que o corpo pode atingir e isso desde já deve ser desconsiderado, porque só alimenta ao que nós desejamos apenas, e em ambas as sexualidades isso não é a única e exclusiva razão delas existirem.

Creio que quando Chico disse isto na revista, não cheguei a ler, ele quis dizer que ao Ser não podem ser atribuidas a pederastia e o lesbianismo pois tais situações prevalecem o desejo ao corpo, o interesse em praticar o ato. Seria como se nos animalizassem, priorizassem em cada um de nós apenas os instintos e deixasse de lado os nossos sentimentos, a afetividade em si da relação. Sempre quando nos relacionamos com alguém para cumprir os nossos instintos e/ou desejos tudo se transforma em algo desinteressante após algum tempo, logo, a prática do sexo terá de ser 'renovada' com pessoas diferentes, e eu não acredito, primeiramente, que essa 'renovação' seja necessária a todos nós e, muito menos, que isso seja afetividade.
 

Abraços fraternos.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Sr.91 em 21 de Maio de 2012, 01:33
Oi Leandro, Boa noite ! \o/
Bem, Homosexualidade é o relacionamento afetivo entre pessoas do mesmo sexo. Na minha visão humilde tudo com respeito e boas intenções valem a pena sim, pois a vida sexual de duas pessoas só dizem respeito a elas. A homosexualidade existe, está aii e devemos conviver com respeito e aprender o que essa prática quer nos ensinar, sem é claro ser obrigado experimentá-la  .
No que se refere a pederastia, seria o envolvimento de um  homem  com outro mais novo em idade. Hoje na nossa atualidade, pederastia indica preconceito e devemos evitar usar esse termo.
Devemos na vida amar, sem distinção e preconceitos. No caso dos casais homosexuais, existe o fato da impossibilidade de procriar, e isso muito quer dizer. A familia é ensencial na vida de qualquer pessoa, é a extensão do amor, é algo tão maravilhoso que esse ponto pesa em muito no meu senso critico, pois ter um pai e uma mãe é tão necessário como  respirar. Obvio quando as pessoas realmente faz juz a esse papel, o que nem sempre aconteçe infelizmente.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 21 de Maio de 2012, 13:28
Bom dia irmãos.
Tema interessante, pois nos remete a um grave problema da nossa sociedade: O PRECONCEITO.
O preconceito, em minha opinião, é uma face do orgulho. Temos pré-conceitos, que muitas vezes são equivocados e evitamos e condenamos aquilo que nos seja diferente.
"No inicio o homem tem instintos". A satisfação desses instintos, é o que move o animal, entre os quais ainda estamos.
Mas, por sermos o "principio inteligente", evoluimos, e passamos dos instintos, as sensações. Nesse momento, começamos a acreditar que amamos, quando na realidade, queremos a satisfação das sensações, que muitas vezes acreditamos ser sentimentos.
Tambem fizemos muita confusão entre amor e sexo. Alguem ja citou aqui que amor se sente, não se faz.
Entendo que o sexo, apesar de ser considerado uma atividade extremamente saudável, tanto para o fisico como para a mente, só é plenamente saudável se feito dentro de um relacionamento estavel e sadio. Sexo pelo sexo, é como o irmão Kunzler colocou, torna-se desiteressante, e provavelmente gerará frustrações.
O importante em um relacionamento, seja homossexual ou não, é o sentimento que se coloque nessa relação. Sentimento é o terceiro estágio, quando conseguirmos colocar os instintos e os prazeres materiais imediatos na sua real importância.
O desejo sexual, seja homo ou hetero, é compativel com nosso nivel, ainda muito proximo do animal. Mas o respeito ao seu semelhante, a fidelidade de um relacionamento, o companheirismo, a cumplicidade, o carinho, o afeto e a maneira como o relacionamento se desenvolve, é que separam instinto, sensação e sentimento.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: André Luis Carvalho em 21 de Maio de 2012, 13:30
Lembremos de uma coisa. Este é um mundo de provas e expiações, não seria uma prova o desejo de um homem por outro e uma mulher por outra?

Já ouvir dizer que o homossexualismo é devido a diversas reencarnações que o espírito passa em um único sexo de carne e quando altera esse sexo, mantém traços do sexo desencarnado. Por exemplo, um homem encarna diversas vezes como homem, quando reencarna como mulher ainda mantém o desejo pelo corpo feminino.

Já ouvi dizer que o problema é o que acontece com essa pessoa por falta de um pai ou mãe, ou se sofreu algum trauma com o sexo oposto.

São muitas alternativas mesmo. Apesar da lei que me obriga a ficar calado, eu falo, eu não concordo com o homossexualismo (sintam a falta de decisão) apesar de aceitar que ela exista. Caso a intensão fosse aceitar o homossexualismo, somente existiriam homens ou mulheres no mundo, e não os dois. Não vejo por qual motivo, Deus, teria criado os dois para que vivessem separados.

Mas o bom senso me obriga a dizer, seja com homem ou mulher, o que vale é ser feliz. Quando o homossexual desencarnar, ele saberá que foi um erro ou acerto a vida que ele teve, seja leviana ou não. O respeito pelo corpo é que deve prevalecer. A moral e respeito pelos que estão em sua volta também deve prevalecer, uma coisa é um homem beijar seu namorado loucamente, como se fosse o último minuto de vida, outra coisa é um homem beijar seu namorado, sabendo que existem pessoas que não aceitam ver isso.

o engraçado que não encontrei na doutrina a palAVRA "homossexual" deve haver outro termo para isso, porém deixo a mensagem do amado Chico sobre o assunto:

A Sexualidade à Luz da Doutrina Espírita (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PTZfcld4U2c2anBJJmFtcDtmZWF0dXJlPXBsYXllcl9lbWJlZGRlZCM=)
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 21 de Maio de 2012, 13:44
"O respeito pelo corpo é que deve prevalecer. A moral e respeito pelos que estão em sua volta também deve prevalecer".
Mano André.
Muito inteligente essa frase.
O respeito, pelo seu próprio corpo, pelo corpo e pelo sentimento dos que estão a sua volta são fundamentais.
As causas do homossexualismo, em minha opinião são, por assim dizer, psicológicas.
Por que entendo que o "psicológico", é tudo aquilo que a ciência ainda não consegue entender, e que vem do espírito.
Creio que a causa esta sim ligada a sua história espiritual, mas acho que pode ser sim uma espécie de "rebeldia" quanto a uma situação de provação pela qual o espirito, na matéria precise passar.
E nao vejo nenhuma diferença entre um casal homo, ou um casal hetero que fique "se pegando" a vista de todo mundo. Ambos estão faltando com o respeito para com os demais. A diferença é que o homossexualismo, pelo preconceito e pela "diferença", choca mais.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Danilo Henrique em 21 de Maio de 2012, 15:31
Citar
O amor entre duas pessoas do mesmo sexo é normal, mas será que podem manter relações sexuais?

Leandro, eu acredito que o próprio termo "homossexualidade", por si mesmo, já se refere às pessoas que possuem atração pelo sexo oposto e que se entregam a esse arrastamento.

É um assunto muito delicado, que deve ser observado com todo cuidado possível. Eu considero que as pessoas que assim se classificam estão sempre em uma situação delicada, que deve ser aceita e compreendida com todo o amparo do sentimento cristão.

A julgar pelo o que é certo ou errado, moral ou imoral, belo ou feio, natural ou anti-natural, creio que nossa razão humana, de planeta de provas e expiações, ainda é muito infantilizada para fazer correto julgamento.

O que posso dizer, por pura conjectura, mas crendo ter alguma razão, é que existem dois tipos de homossexualidade, que por falta de termos mais formais, eu chamo: homossexualidade natural, e a homossexualidade voluntária.

A primeira, é uma condição específica herdada de experiência passadas, logo, uma provação do espírito, a ser superada. Não que o espírito deve lutar contra os seus instintos, não creio nisso, mas que deve extrair dessa situação o aprendizado específico que necessita, dentro do contexto em que tal provação é configurada. 

A segunda, é uma "opção", uma "escolha" do espírito na encarnação presente, que é influenciada pela educação, vivência, cultura , mídias sociais, etc... Considero esta, um desvio de conduta, pois o espírito, não se contentando com o prazer que o sexo oposto naturalmente lhe sugere, quer dilatar ainda mais a satisfação de suas paixões, como o "arriscado", o "diferente", o "proibido". Neste caso acredito que se enquadra também os casos de bissexualismo, mas não posso falar absolutamente.

Essa diferenciação é muito importante, para que possamos refletir sobre os diferentes aspectos de consciência e responsabilidade, e principalmente, não sermos tentados a cair no erro de "generalizar" todos os caso num mesmo julgamento. Segundo o espírito André Luiz, em matéria de sexo, cada um de nós, não importando a opção sexual, trazemos problemática diferente a ser resolvida. Se algo pode ser generalizado, é que a homossexualidade/bissexualidade é tão somente é uma variação destas problemáticas.

Enfim, vocês percebem que minha ignorância não me permite ir além disso. Entretanto, algo posso acrescentar a esse discurso, que é o mais essencial:
Deus não criou nada de inútil, e tudo o que ocorre, é com o consentimento D'ele. Se Ele permitiu que as maiorias convivessem com as minorias, de certo, foi para que não lhes esmagássemos as consciências com nossos conceitos e moralismos, mas para que, uma vez que não fazem o mal, que não fomentam a dor, nem o ódio, nem a injustiça, que lhes aceitássemos do modo que são, e através deles aprendêssemos a amar, exercitando e praticando o respeito, a tolerância e a caridade.

Espero que lhes sejam proveitosas essas reflexões.
Abraços!



Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Kunzler em 21 de Maio de 2012, 18:40
A satisfação desses instintos, é o que move o animal, entre os quais ainda estamos. (...) Nesse momento, começamos a acreditar que amamos, quando na realidade, queremos a satisfação das sensações, que muitas vezes acreditamos ser sentimentos.

Crucial isto, irmão Gustavo! É exatamente por isso que muitos casais sejam heterossexuais ou homossexuais passam a viver e a acreditar que todos os relacionamentos são feitos para o sentir sensações provenientes de prazeres, e que o tal prazer de ver o outro numa condição satisfatória é sinal de que já existe um sentimento. Mero engano.

São muitos os irmãos que confundem o sentimento puro com o prazer, e é muito difícil explicar e fazer compreender ainda tal situação. Costumo facilitar tal entendimento dizendo que os sentimentos são como ler poetas que guardam todo o segredo de suas poesias nas entrelinhas: é algo que transcende a matéria da folha de papel. Os prazeres são como os poemas de falas fáceis, de simples entendimento, onde percebe-se uma maior preocupação com a estética e a formosura, onde o próprio poeta maquinalmente o faz. Em suma, somos todos vários poemas, de várias interpretações e sentidos, onde priorizamos, ainda, a estética e a beleza da matéria ao invés de correr o risco de ler as entrelinhas do espírito.


----------------------------------------------------------------------------------------------------

Olá irmão Andre, vamos por partes:

Já ouvir dizer que o homossexualismo é devido a diversas reencarnações que o espírito passa em um único sexo de carne e quando altera esse sexo, mantém traços do sexo desencarnado.

Deus lhes impõe a encarnação com o fim de fazê-los chegar à perfeição. Para uns, é expiação; para outros, missão. Mas, para alcançarem essa perfeição têm que sofrer todas as vicissitudes da existência corporal: nisso é que está a expiação. Visa ainda outro fim a encarnação: o de pôr o Espírito em condições de suportar a parte que lhe toca na obra da criação.(1)

Ainda que o Livro dos Espíritos nos forneça esta preciosa informação não podemos interpretar como caráter definitivo e absoluto que todas as reencarnações de espíritos que precisam para o seu melhoramento vivenciar a homossexualidade são, em especial, pessoas que foram sempre de um ou outro sexo, de 'X' ou 'Y' situação, pois nem eu, que sou homossexual, sei o motivo pelo qual acarretou essa necessidade de encarnar como tal.


Já ouvi dizer que o problema é o que acontece com essa pessoa por falta de um pai ou mãe, ou se sofreu algum trauma com o sexo oposto.

Tais conclusões tiradas não são provenientes da doutrina espírita, pois esta aceita a todos e pede a compreensão fraterna de todos os seus irmãos, e acima de tudo o respeito como seres humanos. Se justificássemos a existência dos homossexuais a partir das deficiências no seio familiar ou no seio social, estaríamos aceitando também a explicação que poderíamos rejeitar um filho portador de rara doença por faltarem os genes "A" ou "B" de seus pais, logo a discriminação e o preconceito seriam atitudes aceitáveis e justificáveis.

Fazei aos homens tudo o que queirais que eles vos façam, pois é nisto que consistem a lei e os profetas. (S. Matheus 7:12)

Tratai a todos os homens como quereríeis que eles vos tratassem. (S. Lucas 6:31)
(2)

Apesar da lei que me obriga a ficar calado, eu falo, eu não concordo com o homossexualismo (sintam a falta de decisão) apesar de aceitar que ela exista.

A lei humana não nos obriga a calar para ser civilmente corretos, mas, não sabendo usá-las, nos obriga a escamotear a falta de esclarecimento para serem politicamente aceitos. A finalidade não é criar rameiras na hipocrisia, cultivar a ilusão de que tudo isto é uma ameaça velada, mas aceitar que tais pessoas não mantém ligação ou vínculo algum para dar o pretexto de ódio e raiva pelo fato delas serem o que elas de verdade são.

Do mesmo modo que a máxima da Lei do Amor nos dá a liberdade de que devemos amar a todos como a nós mesmos, logo pensamos que a restrição deste amor não é algo que advém do Criador... mas de seus filhos.


Mas o bom senso me obriga a dizer, seja com homem ou mulher, o que vale é ser feliz. Quando o homossexual desencarnar, ele saberá que foi um erro ou acerto a vida que ele teve, seja leviana ou não. (...) A moral e respeito pelos que estão em sua volta também deve prevalecer, uma coisa é um homem beijar seu namorado loucamente, como se fosse o último minuto de vida, outra coisa é um homem beijar seu namorado, sabendo que existem pessoas que não aceitam ver isso.

O bom senso não machuca as pessoas, irmão André. Assim como todos nós temos os nossos preconceitos, é dever nosso enxergar que Deus não nos disse que deveríamos amar apenas ricos, fisicamente bonitos, de cor da pele branca, de modo assim ou assado: Ele nos deu a liberdade que Ele próprio ama a teus filhos, sendo o nosso dever também tratar aos outros como gostaríamos de ser tratados. Você jamais gostaria de saber de qualquer pessoa que fosse, em especial de tua família, que a tua presença é aturável e o que você faz não é certo pelo simples fato de que isto é uma decisão tua: é errôneo afirmar desta forma.

Nenhum homossexual aprendeu a ser homossexual sabendo que todo o mundo está contra as tuas atitudes e o teu modo de viver, é certo que o fato de ser homossexual não lhes dá o direito de se achar inferior nem superior aos outros, assim como não lhes obriga a levar uma vida de promiscuidades, de passar a ser algo que você não se sente confortável em ser e muito menos viver sob o véu da extravagância em seus gostos pessoais. Se o espírito opta por estas coisas, também não devemos nos opor a isso pois à nós nada nos compete julgar pelas suas atitudes, visto que a consciência todos nós temos e são nossos supremos juízes.

O que foi imoral um dia pode vir a ser moral em qualquer momento da vida. Já passamos por períodos da história onde mulheres que mantinham filhos fora do casamento eram consideradas mulheres de vida libertina, que viviam na imoralidade. A mesma situação dos negros com a escravidão é um dos muitos estágios evolutivos da humanidade que os consideravam 'inúteis', sendo até mesmo incapazes de opinarem e expressarem o que sentiam, pois isto era imoral.

A moralidade é algo mutável, e o ser humano aprenderá, acima de tudo, a compreender que não adianta a moralidade falar tão alto quando o amor ainda for menosprezado para com o próximo.

Abraços fraternos.


-------------------------------------------------------------------------------

(1) KARDEC, Allan. Livro dos Espíritos, pág. 19.
(2) KARDEC, Allan. O Evangelho Segundo o Espiritismo, págs. 193 e 194.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Sr.91 em 21 de Maio de 2012, 23:06
Na minha humilde opinião Chico quase não falou a respeito. Esperava mais dele, se posicionar mais abertamente .
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 22 de Maio de 2012, 02:44
Caro Kunzler.
Digo e reafirmo, que o sexo é um complemento de um relacionamento, seja ele hetero ou homossexual. Sempre que for colocado como a base do relacionamento, esta fadado ao fracasso, as decepções e magoas.
O sexo é, em essencia, instinto e sensação, coisas que a razão, deve controlar, e fará, a medida que formos conseguindo evoluindo para os sentimentos.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Danilo Henrique em 22 de Maio de 2012, 02:50
Na minha humilde opinião Chico quase não falou a respeito. Esperava mais dele, se posicionar mais abertamente .

Ou... Chico Xavier esperava mais de nós, isto é, da nossa evolução moral, para que estivéssemos prontos para ouvir esclarecimentos mais completos.

Abraços!
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Kunzler em 22 de Maio de 2012, 03:22
Na minha humilde opinião Chico quase não falou a respeito. Esperava mais dele, se posicionar mais abertamente .

Ou... Chico Xavier esperava mais de nós, isto é, da nossa evolução moral, para que estivéssemos prontos para ouvir esclarecimentos mais completos.

Abraços!

Certamente, Danilo. Lembra-me do que há escrito no Livro dos Espíritos na pergunta 18:

18. Penetrará o homem um dia o mistério das coisas que lhe estão ocultas?
O véu se levanta a seus olhos, à medida que ele se depura, mas para compreender certas coisas, são-lhe precisas faculdades que ainda não possui.


Chico compreendia do que estava falando, mas há que se salientar que o homem ainda não está preparado para ouvir o que a Providência, por intermédio de Chico, tinha a dizer sobre tais questões. Com muito pouco o que ele falava criou-se grande rebuliço... imaginem.

O posicionamento nos tempos atuais sobre tantas questões controversas está vindo de acordo com o nosso aprimoramento, e creio que não está muito longe de conseguirmos alcançar a aceitabilidade de tais situações na nossa sociedade no que tange a homossexualidade.

Abraços fraternos.




Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 22 de Maio de 2012, 13:04
Meus irmãos, a evolução não dá saltos, embora em alguns momentos nossa ignorancia bemque precisasse.
Espirito não tem sexo. O amor deve ser incondicional a todos os seres humanos.
Essas dissenções e pré conceitos existentes estão diretamente ligados ao fato de que não conseguimos ainda, mesmo quem estuda a DE, nos reconhecer como espiritos imortais com uma trajetória passada e futura, como espirito.
Ainda somos materialistas e imediatistas, não temos a compreensão, sequer o entendimento da eternidade.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Ace em 22 de Maio de 2012, 13:27
Amigo Leandro, conheço quem namore com pessoas do mesmo sexo, mas sem praticar relações sexuais. Se há coisa que hoje não me preocupa, é se a pessoa gosta de homens ou de mulheres, que interesse tem? Se existem pessoas homossexuais, é porque deve ser assim, é porque Deus quer que eles passem por essa prova. E conforme pode ser para eles uma prova serem homossexuais, pode ser uma prova para certas pessoas deixarem de ser preconceituosas. Quem somos nós para dizer que é errado aquilo que Deus faz? Homossexuais ou não, todos somos irmãos.

Paz a todos,
Ace.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 22 de Maio de 2012, 16:51
Ace,
Deus creou a todos, sabemos disso...
Ora creando nos fez homens e mulheres, note que não há uma coluna do meio como na loteria esportiva.
Sendo Ele também o autor das leis naturais, não poderia Ele mesmo incidir contra estas qualificando como uma prova algo que incidisse contra tais Leis.
Abraços,
Moura
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Danilo Henrique em 22 de Maio de 2012, 17:29
Ace,
Deus creou a todos, sabemos disso...
Ora creando nos fez homens e mulheres, note que não há uma coluna do meio como na loteria esportiva.
Sendo Ele também o autor das leis naturais, não poderia Ele mesmo incidir contra estas qualificando como uma prova algo que incidisse contra tais Leis.
Abraços,
Moura

Moura, quer dizer que a homossexualidade não é uma prova?
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 22 de Maio de 2012, 17:47
Não mano Danilo. E não pode ser porque incide contra a Lei Natural.
Mas sendo uma opção tomada na carne pelo Espírito encarnado, pode se constituir, e vemos muito isso, em uma expiação, porque tal Espírito não quer nunca ser acometido pela dor que sente pelo escárnio que venha a sofrer da sociedade.
Abração,
Moura
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Danilo Henrique em 22 de Maio de 2012, 17:59
A consequência do que você disse, Moura, é que a causa da homossexualidade sempre é uma transgressão à lei da natureza.

Então a homossexualidade sempre é efeito de uma transgressão à lei da natureza? E qual transgressão seria essa?

Abraços.

Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 22 de Maio de 2012, 18:09
Tratamos de transgressões, e estas se dão a começo, no campo moral.
elencando o Creador, homens e mulheres, estes detendo a sexualidade e os atributos sexuais, não deu o Creador, aos Espíritos, estes atributos, exatamente para que ficasse claro aos Espíritos que deveriam conhecer das duas esferas e aprender nelas tudo o que lhes fosse possível.
Sabemos, porém que a vida na carne, ou melhor dizendo, o corpo torna-se o grilhão para certos Espíritos, e estando assim agrilhoados, estes tendem a transgredir.
Ora se uma organização física não comporta o uso tal como a outra comporte, a utilização de um vaso físico de sexo masculino, com se fora um de sexo feminino, já indica a transgressão moral, a fuga ao conhecimento do que a outra organização haveria de lhe ensinar naquele período reencarnatório pelo qual passasse o Espírito esta transgressão que começa no setor da moralidade, se espraia, para o campo físico, pois que aquele usa de seu corpo masculino como se fora um corpo feminino.
Percebe-se de plano, então, o processo que afasta aquele Espírito do progresso que ainda no Éter buscava ter no plano encarnado.
Que fique claro que falando em uso do corpo não indico nem de longe os casos de pederastia que formam outro capítulo, trato somente da homossexualidade.
A pederastia envolverá outros pontos de abuso, que fazem do indivíduo apenas uma carantonha de humanidade.
Quanto a essas não toco nesta mensagem.
abraços,
Moura
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Rose - Orai e Vigiai em 22 de Maio de 2012, 18:59
Homossexualidade mais pederastia:
 Crime de Pederastia no código penal militar seria praticar ou permitir a pratica de atos libidinosos independente da idade dos envolvidos, homossexual ou não em lugar sujeito a administração militar. Com pena de detenção de seis meses a um ano.

O crime de Pederastia no código militar não se aprega só a homossexuais e sim a todos que tiverem a intenção de praticar atos libidinosos em local sujeito a administração militar.
Mais o nome Pederastia também se remete ao crime de envolvimento sexual entre um homossexual adulto e um adolescente por esse fato os homossexuais militares se sentiram descriminados.
A meu ver a lei não esta errada o nome (Crime de Pederastia) é que esta errado nesse caso.
Agora se você esta falando de pederastia (envolvimento com adolescente) acho que é errado, assim como acho que é errado o envolvimento heterossexual de um adulto com um adolescente.
Por favor explique de que tipo de Pederastia vc se refere pois não ficou muito claro, então estão todos discutindo sobre o homossexualismo o seria um outro tema sem a Pederastia.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 22 de Maio de 2012, 19:05
Rose,
ninguém falou em pederastia ainda, eu fui quem, aliás, disse isso.
E o crime do envolvimento com adolescentes, é o de Pedofilia.
Com menores de 14 anos, é o de abuso de vulnerável.
abraços,
Moura
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Danilo Henrique em 22 de Maio de 2012, 19:06
Moura, não se choque com minha perguntas. Eu já havia admitido ser completamente ignorante no assunto, e minha intenção é aprender, e se não concordar contigo, pelo menos conhecer e entender o seu ponto de vista, que sem dúvida, deve ser bem embasado.

Me convém analisar onde se encontra a verdade na proposição: "A homossexualidade é sempre o efeito de uma transgressão à lei da natureza", o que indica que todos os casos encontram explicação numa mesma origem. Era o que eu tinha em vista, quando eu perguntei qual é essa transgressão, para melhor investigar a ideia. Mas não sei se a resposta foi clara, pois tudo o que pareceu esclarecer, é a relação existente entre a homossexualidade e a natureza, o que não parece, isso apenas, resolver a questão.

Deixe-me fazer outra tentativa, Moura, e dessa vez, acho que vai me compreender melhor.

Se a homossexualidade é uma expiação, logo, ela é um sofrimento. Se ela é um sofrimento, é algo ruim, pois não há sofrimento, que por si mesmo, seja algo bom.
Oras, não haverá outras coisas ruins como tal, que, ao mesmo tempo, se encaixam, tanto como efeito de uma expiação, como por efeito de uma provação? Vejamos um exemplo: a pobreza. Você concorda que um indivíduo pode ser pobre, tanto numa situação de provação, como de expiação? Mesma coisa em um caso de doença? É de se supor, pois temos levantamentos desse parecer na obra Céu e Inferno.

Então, se no caso da homossexualidade, ele se elenca somente nos casos de expiação, deve ser por uma razão especial. Pois, se pobreza e doença são coisas ruins, mas que possuem a sua utilidade enquanto provação, por que não se daria o mesmo com a homossexualidade?


Abraços!
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 22 de Maio de 2012, 19:17
Mano Danilo, eu não disse, que a homossexualidade seja uma expiação, disse, ao contrário, que ela PODE SE TORNAR uma expiação tendo-se em vista que o Espírito que a experimente, não queria sentir a dor, pela execração que sofre quando homossexual.
Entende?
abraços,
Moura
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Danilo Henrique em 22 de Maio de 2012, 19:30
Moura, socorra-me então. Me diga a definição de prova e expiação, para eu ver se é compatível com o que entendo pelo significado dessas palavras.
Expiação não é  a consequência que o Espírito sempre sofre por uma transgressão à lei da natureza, e provação não é uma condição encarnatória que o Espírito escolhe para si, para burilar-se, visando adquirir alguma virtude?

Se estiver correta a minha definição, você ainda não deixa clara a sua ideia, ao dizer que a homossexualidade sempre é o efeito de uma transgressão à lei da natureza, mas que ao mesmo tempo, pode e não pode ser uma expiação.

Mas se está errada o meu conceito dessas palavras, pelo amor, corrija-me.

Esta questão é de muita gravidade, e não é só do meu interesse e do seu, mas de muitos que acompanham o fórum. Pois daí, os homossexuais, compreendendo a origem ou a causa da condição deles, saberão enfrentar seus desafios com maior serenidade.

Abraços!
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 22 de Maio de 2012, 20:00
Se os irmãos me permitem botar a colher nesse caldo.
Entendo que provação é uma sitação na qual vamos nos esperimentar, testar nossa condição evolutiva compreendida, ou entendida quando nos proparamos para a reencarnação. Vamos testar a capacidade do nosso espirito de superar determinada adversidade, através das condições que possuimos.
A pobreza por exemplo, se tivermos a capacidade de aceitar as dificuldades impostas pela adversidade e trabalhar com seriedade e honestidade, poderemos superar o desafio.
Expiação, é algo um pouco mais, digamos compulsório, é algo pela qual deveremos passar, para expiar, eliminar um equivoco moral mais sério, o qual não tenhamos conseguido através de outras formas. Uma tendência ao suicídio por exemplo, pode nos acarretar uma deficiência fisica.
Quanto ao homossexualismo, acho que ja foi dito aqui que o espirito não possui sexo, e precisa trabalhar nos dois polos sexuais da matéria.
A sociedade humana, tradicionalmente coloca os homens como sendo a força bruta, o raciocínio, o trabalho braçal, enquanto a mulher, como sendo a emoção, aquela que mantem a harmonia familiar e educa a prole, submissa muitas vezes.
Um espiritio evoluido, entre outras coisas precisa equilibrar esse antagonismo entre razão e emoção, entre força bruta e sensibilidade. E uma forma natural, creio eu, para se fazer isso, é aletrnar a condição sexual material dos espiritos, para que exerçam, ou aprendam a exercer essas funções.
Dessa alternância material do espirito, entendo ser a maior parte dos desvios sexuais que levam ao homossexualismo.
Acredito ser uma dasmuitas maneiras de um espirito rebelar-se contra a sabedoria da providência, a qual nos da o que precisamos, no momento que precisamos.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Danilo Henrique em 22 de Maio de 2012, 20:14
Gustavo, obrigado pela sua participação, sempre muito relevante.
Essa visão me parece mais clara e lógica, mas dessa vez, vou tentar não cair na tentação de me agarrar à primeira solução à vista, e tentar encontrar o que há de verdade nos dizeres do Moura.

Abraços!
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Rose - Orai e Vigiai em 22 de Maio de 2012, 21:23
Irmão Moura Rego,
Voce me corrigiu dizendo que ninguem falou em pederastia e foi justamente o que eu disse, pois o nome pederastia se encontra no tema, logo esse deveria ser o assunto ou o irmao Leandro não soube formular a pergunta.
 E quando falei que a palavra pederastia tambem se remetia ao crime sexual praticado por homossexual adulto contra adolescente, falei que a palavra tambem se remetia a esse tipo de crime e não que substituia o crime de pedofilia.

A Paz :D
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 23 de Maio de 2012, 01:02
Só esclarecendo minha pergunta, acho que deixei bem claro qual tipo de pederastia, eu nem mencionei sobre a pederastia pedófila (por assim dizer). E acredito que Chico Xavier também usou o termo como relações sexuais entre pessoas do mesmo sexo, já que é colocado junto a lesbianismo. Eu gostaria de saber por que Chico disse isso, pois por algumas respostas parece que o importante mesmo é o sentimento de amor em primeiro lugar, e o sexo é natural nesse relacionamento verdadeiro.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 23 de Maio de 2012, 01:15
Caro Leandro.
Quanto as minhas respostas, são apenas a manifestação da minha opinião pessoal sobre o tema, com base no que eu entendo, diante dos parcos mas dedicados anos de estudo qe tenho.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Wagner Lopes em 23 de Maio de 2012, 02:01
Cada um é livre para fazer, para viver e para ser o que quiser....

Somos livres, e imaginar que Deus fez isso ou aquilo, que deve ser assim ou assado é absurdamente insano...

Sexualidade é uma coisa única, assim como cada um de nós é único...
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 23 de Maio de 2012, 12:28
Caro Wagner, com todo respeito que o irmão merece, insano é acreditar que podemos ser "livres" e que isso não trará consequencias.
A liberdade de um termina onde começa a do outro, assim como o direito.
Existem regras socias, de conduta, e Deus fez suas leis, as quais ninguem pode furtar-se a obedecer. Tudo na vida é decisão que gera uma consequencia.
Usar a sexualidade, é como usar qualquer bem ou atributo que Deus nos cede, tem sua responsabilidade e seremos cobrados por isso.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 23 de Maio de 2012, 15:22
Em poucas palavras mano Gustavo:
Expiação, você não pede para que se exerça sobre você.
Prova, você pode pedir, e se estiver apto a passar com gáudio, elas lhe serão acrescidas quando do reencarne.
Porém, se você transgredindo uma lei, por vontade própria, poderá, sentir esta ação, (expiar), das respostas que a própria vida lhe trouxer.
Abraços,
Moura

Moura, socorra-me então. Me diga a definição de prova e expiação, para eu ver se é compatível com o que entendo pelo significado dessas palavras.
Expiação não é  a consequência que o Espírito sempre sofre por uma transgressão à lei da natureza, e provação não é uma condição encarnatória que o Espírito escolhe para si, para burilar-se, visando adquirir alguma virtude?

Se estiver correta a minha definição, você ainda não deixa clara a sua ideia, ao dizer que a homossexualidade sempre é o efeito de uma transgressão à lei da natureza, mas que ao mesmo tempo, pode e não pode ser uma expiação.

Mas se está errada o meu conceito dessas palavras, pelo amor, corrija-me.

Esta questão é de muita gravidade, e não é só do meu interesse e do seu, mas de muitos que acompanham o fórum. Pois daí, os homossexuais, compreendendo a origem ou a causa da condição deles, saberão enfrentar seus desafios com maior serenidade.

Abraços!
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 23 de Maio de 2012, 16:42
Muito bem explicado caro Moura.
Acrescento meu entendimento de que tudo o que nos acontece, é fruto das decisões que tomamos.
Cada episódio ruim, independente de intensidade, é a consequencia de um equivoco, independente da intensidade deste tambem.
Mas as dificuldades podem, e acho que são, atenuadas pela resignação e pelo amor que coloquemos em nossas ações.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: André Luis Carvalho em 23 de Maio de 2012, 17:12
A satisfação desses instintos, é o que move o animal, entre os quais ainda estamos. (...) Nesse momento, começamos a acreditar que amamos, quando na realidade, queremos a satisfação das sensações, que muitas vezes acreditamos ser sentimentos.

Crucial isto, irmão Gustavo! É exatamente por isso que muitos casais sejam heterossexuais ou homossexuais passam a viver e a acreditar que todos os relacionamentos são feitos para o sentir sensações provenientes de prazeres, e que o tal prazer de ver o outro numa condição satisfatória é sinal de que já existe um sentimento. Mero engano.

São muitos os irmãos que confundem o sentimento puro com o prazer, e é muito difícil explicar e fazer compreender ainda tal situação. Costumo facilitar tal entendimento dizendo que os sentimentos são como ler poetas que guardam todo o segredo de suas poesias nas entrelinhas: é algo que transcende a matéria da folha de papel. Os prazeres são como os poemas de falas fáceis, de simples entendimento, onde percebe-se uma maior preocupação com a estética e a formosura, onde o próprio poeta maquinalmente o faz. Em suma, somos todos vários poemas, de várias interpretações e sentidos, onde priorizamos, ainda, a estética e a beleza da matéria ao invés de correr o risco de ler as entrelinhas do espírito.


----------------------------------------------------------------------------------------------------

Olá irmão Andre, vamos por partes:

Já ouvir dizer que o homossexualismo é devido a diversas reencarnações que o espírito passa em um único sexo de carne e quando altera esse sexo, mantém traços do sexo desencarnado.

Deus lhes impõe a encarnação com o fim de fazê-los chegar à perfeição. Para uns, é expiação; para outros, missão. Mas, para alcançarem essa perfeição têm que sofrer todas as vicissitudes da existência corporal: nisso é que está a expiação. Visa ainda outro fim a encarnação: o de pôr o Espírito em condições de suportar a parte que lhe toca na obra da criação.(1)

Ainda que o Livro dos Espíritos nos forneça esta preciosa informação não podemos interpretar como caráter definitivo e absoluto que todas as reencarnações de espíritos que precisam para o seu melhoramento vivenciar a homossexualidade são, em especial, pessoas que foram sempre de um ou outro sexo, de 'X' ou 'Y' situação, pois nem eu, que sou homossexual, sei o motivo pelo qual acarretou essa necessidade de encarnar como tal.


Já ouvi dizer que o problema é o que acontece com essa pessoa por falta de um pai ou mãe, ou se sofreu algum trauma com o sexo oposto.

Tais conclusões tiradas não são provenientes da doutrina espírita, pois esta aceita a todos e pede a compreensão fraterna de todos os seus irmãos, e acima de tudo o respeito como seres humanos. Se justificássemos a existência dos homossexuais a partir das deficiências no seio familiar ou no seio social, estaríamos aceitando também a explicação que poderíamos rejeitar um filho portador de rara doença por faltarem os genes "A" ou "B" de seus pais, logo a discriminação e o preconceito seriam atitudes aceitáveis e justificáveis.

Fazei aos homens tudo o que queirais que eles vos façam, pois é nisto que consistem a lei e os profetas. (S. Matheus 7:12)

Tratai a todos os homens como quereríeis que eles vos tratassem. (S. Lucas 6:31)
(2)

Apesar da lei que me obriga a ficar calado, eu falo, eu não concordo com o homossexualismo (sintam a falta de decisão) apesar de aceitar que ela exista.

A lei humana não nos obriga a calar para ser civilmente corretos, mas, não sabendo usá-las, nos obriga a escamotear a falta de esclarecimento para serem politicamente aceitos. A finalidade não é criar rameiras na hipocrisia, cultivar a ilusão de que tudo isto é uma ameaça velada, mas aceitar que tais pessoas não mantém ligação ou vínculo algum para dar o pretexto de ódio e raiva pelo fato delas serem o que elas de verdade são.

Do mesmo modo que a máxima da Lei do Amor nos dá a liberdade de que devemos amar a todos como a nós mesmos, logo pensamos que a restrição deste amor não é algo que advém do Criador... mas de seus filhos.


Mas o bom senso me obriga a dizer, seja com homem ou mulher, o que vale é ser feliz. Quando o homossexual desencarnar, ele saberá que foi um erro ou acerto a vida que ele teve, seja leviana ou não. (...) A moral e respeito pelos que estão em sua volta também deve prevalecer, uma coisa é um homem beijar seu namorado loucamente, como se fosse o último minuto de vida, outra coisa é um homem beijar seu namorado, sabendo que existem pessoas que não aceitam ver isso.

O bom senso não machuca as pessoas, irmão André. Assim como todos nós temos os nossos preconceitos, é dever nosso enxergar que Deus não nos disse que deveríamos amar apenas ricos, fisicamente bonitos, de cor da pele branca, de modo assim ou assado: Ele nos deu a liberdade que Ele próprio ama a teus filhos, sendo o nosso dever também tratar aos outros como gostaríamos de ser tratados. Você jamais gostaria de saber de qualquer pessoa que fosse, em especial de tua família, que a tua presença é aturável e o que você faz não é certo pelo simples fato de que isto é uma decisão tua: é errôneo afirmar desta forma.

Nenhum homossexual aprendeu a ser homossexual sabendo que todo o mundo está contra as tuas atitudes e o teu modo de viver, é certo que o fato de ser homossexual não lhes dá o direito de se achar inferior nem superior aos outros, assim como não lhes obriga a levar uma vida de promiscuidades, de passar a ser algo que você não se sente confortável em ser e muito menos viver sob o véu da extravagância em seus gostos pessoais. Se o espírito opta por estas coisas, também não devemos nos opor a isso pois à nós nada nos compete julgar pelas suas atitudes, visto que a consciência todos nós temos e são nossos supremos juízes.

O que foi imoral um dia pode vir a ser moral em qualquer momento da vida. Já passamos por períodos da história onde mulheres que mantinham filhos fora do casamento eram consideradas mulheres de vida libertina, que viviam na imoralidade. A mesma situação dos negros com a escravidão é um dos muitos estágios evolutivos da humanidade que os consideravam 'inúteis', sendo até mesmo incapazes de opinarem e expressarem o que sentiam, pois isto era imoral.

A moralidade é algo mutável, e o ser humano aprenderá, acima de tudo, a compreender que não adianta a moralidade falar tão alto quando o amor ainda for menosprezado para com o próximo.

Abraços fraternos.


-------------------------------------------------------------------------------

(1) KARDEC, Allan. Livro dos Espíritos, pág. 19.
(2) KARDEC, Allan. O Evangelho Segundo o Espiritismo, págs. 193 e 194.

Olá irmão Kunzler, por favor, leia o que coloquei antes de cada frase, "ouvi dizer" minha opinião começa quando informo "conforme a lei...", concordo em que o livro deverá ter ponto forte em uma conclusão de raciocínio, mas não adianta discutir, baseado no livro, o que ouvimos por ai. Imagina quantas coisas estarão erradas, começando pelas próprias leis civis.

Achei um pouco de exagero (desnecessário) destrinchar tudo que escrevi, mas tudo bem.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 23 de Maio de 2012, 18:00
Cada um é livre para fazer, para viver e para ser o que quiser....

Somos livres, e imaginar que Deus fez isso ou aquilo, que deve ser assim ou assado é absurdamente insano...

Sexualidade é uma coisa única, assim como cada um de nós é único...

Claro, assim como também somos livres para matar e roubar. Mas a minha pergunta é se a prática pederasta levará a consequências ruins ao praticante ou não, de âmbito espírita.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 23 de Maio de 2012, 20:10
Caro Leandro.
Todos os nossos atos geram consequencias, portanto o homossexualismo tambem.
Sendo o homossexualismo uma distorção da Lei Natural tera sim consequencia, em tese, ruim.
Mas para saber a consequencia exata,a intensidade dessa consequencia, haveremos de saber que tipo e em que grau é a distorção da lei natural que esse relacionamento esta realizando.
A ignorância das pessoas leva elas a "sentimentos" equivocados. Coloquei a palavra sentimento entre aspas exatamente por que somos acostumados a confundir com sensações.
Temos sensações, acreditando serem sentimentos e ai, por ignorância, erramos.
Deus nos julga as intenções e o amor que colocamos nos nossos atos.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 23 de Maio de 2012, 20:18
Desculpe a ignorância, mas por que é uma distorção da Lei Natural?
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 23 de Maio de 2012, 20:34
O que é a pederastia?
primeiro defina-se oque seja.
Depois sim se pode traçar um rumo diante da doutrina.
Abraços,
Moura
Cada um é livre para fazer, para viver e para ser o que quiser....

Somos livres, e imaginar que Deus fez isso ou aquilo, que deve ser assim ou assado é absurdamente insano...

Sexualidade é uma coisa única, assim como cada um de nós é único...

Claro, assim como também somos livres para matar e roubar. Mas a minha pergunta é se a prática pederasta levará a consequências ruins ao praticante ou não, de âmbito espírita.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 23 de Maio de 2012, 20:35
Mas mano Leandro,
é uma distorção por incidir contra a lei natural.
abraços,
Moura
Desculpe a ignorância, mas por que é uma distorção da Lei Natural?
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 23 de Maio de 2012, 21:00
O que é a pederastia?
primeiro defina-se oque seja.
Depois sim se pode traçar um rumo diante da doutrina.
Abraços,
Moura

Já deixei bem claro com o que quero dizer:
Só esclarecendo minha pergunta, acho que deixei bem claro qual tipo de pederastia, eu nem mencionei sobre a pederastia pedófila (por assim dizer). E acredito que Chico Xavier também usou o termo como relações sexuais entre pessoas do mesmo sexo, já que é colocado junto a lesbianismo. Eu gostaria de saber por que Chico disse isso, pois por algumas respostas parece que o importante mesmo é o sentimento de amor em primeiro lugar, e o sexo é natural nesse relacionamento verdadeiro.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 23 de Maio de 2012, 21:02
Mano Leandro, aprenda:
Não se pode de parte tomar-se o todo.
Por isso a pergunta permanece sem resposta defina-se antes o que é pederastia isso "in totum" e não em parte.
abraços,
Moura
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 23 de Maio de 2012, 21:10
Sobre a definição de pederastia, não entendi muito bem o que o senhor quis dizer, mas mantenho a definição de ser qualquer relação sexual entre dois indivíduos do sexo masculino. E se a minha definição estiver errada, seja qual for a palavra certa para designar, você entendeu o que eu quis dizer com a minha pergunta.

Mas mano Leandro,
é uma distorção por incidir contra a lei natural.
abraços,
Moura
Desculpe a ignorância, mas por que é uma distorção da Lei Natural?
(http://www.dominiodezelda.com.br/forum/public/style_emoticons/default/nao-me-diga.gif) Explique-se melhor, a princípio, que lei natural é essa? (limite o significado ao tema) E como a pederastia a contraria?
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 23 de Maio de 2012, 21:19
Leandro meu mano,
Pederastia não se resume ao amor entre os do mesmo sexo, isso é definido com homossexualidade.
A pederastia é a perversão desta transgressão.
Esta perversão é que acomete aos que se dão ao azo da promiscuidade, por exemplo.
Lei Natural, é o outro nome da conhecida Lei de Deus.
Tendo o creador creado apenas dois sexos, e duas espécies, a dos machos e a das fêmeas, não infiltrou, depois, a meio destas outra espécie que contemplasse aos que não se sentissem bem num ou noutra.
Logo, a distorção implica no uso errado das características físicas tomadas para esta nossa encarnação.
Se nasci homem é que tenho, segundo a doutrina de aprender tudo o que esta espécie me tem para ensinar, o mesmo para o sexo feminino, e é também por esta razão, tendo o Espírito que aprender tudo sobre as duas espécies, que por vezes nasce homem e noutras nasce mulher.
Um homem que queira nesta encarnação, ter semelhança com uma mulher, além de não consegui-lo, carreará para si, a par de toda a liberalidade que a sociedade hoje preveja, muita dor para si e seu estágio atual.
Eis a reposta.
abraços,
Moura
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 23 de Maio de 2012, 21:35
Eu nunca disse que a pederastia é o amor, eu disse que é a relação sexual. Por isso que coloquei homossexualidade + pederastia no tópico. E você mesmo disse que a promiscuidade é ter relações sexuais com vários indivíduos apenas para satisfazer o prazer (se me lembro bem). As definições de pederastia nos dicionários é a relação sexual entre dois homens, não acho que deva se relacionar obrigatoriamente à promiscuidade. Portanto eu pergunto se há consequências ruins ter relações sexuais um homem com outro, sendo que há amor, como já debatemos, como demonstração afetiva.

E não consigo conceber essa ideia de lei natural, só porque Deus criou assim, não quer dizer que não podemos fazer diferente e achar outros caminhos. Ora, o anticoncepcional não é natural, está impedindo a reprodução, que é o natural, você pode afirmar que seu uso é errado na moral espírita só porque incide contra a lei natural?
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 23 de Maio de 2012, 21:44
amigo Leandro,
e quem disse que você houvera dito?
meu mano há que se ler com atenção e mais ainda que se compreender que na língua portuguesa uma palavra com opor exemplo "amor" detém significados vários.
No caso o amor a que me referi é o sexual, ou seja a cópula entre iguais ou para melhor dizer entre os do mesmo sexo.
Vê o amigo como um açodamento dificulta a compreensão?
Primeiro, porque neste caso o amigo se põe com o único sujeito ou para facilitar, único destinatário da mensagem, quando não é.
Depois, e por imperícia quanto aos ditames doutrinários o amigo ainda julga poder se colocar contrário a um ensino, mesmo que já tenha entendido que está na classe dos Espíritos Imperfeitos, tal como eu, e muito distante da Classe dos Espíritos Superiores que foram os que ditaram as colocações que estudamos nas obras básicas.
A questão é de foro íntimo seu mas pense:
Não seria o meso que ouvindo de um palestrante a afirmação retirada de uma doutrina "Deus Existe, e o amigo responder: sim Existe mas eu sou contra"
Pera lá mano... Não se pode ser mais real do que o Rei.
Não irei entrar em outro campo de pensamentos como o dos uso dos anticoncepcionais ,por não fazer parte deste tema.
Abraços,
Moura
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 23 de Maio de 2012, 22:16
Moura, sinceramente não sei do que o senhor está falando.
Eu só disse sobre os anticoncepcionais para dar exemplo do por que acho que seu pensamento está errado. Gostaria de uma resposta, não precisa ser sobre especificamente dos anticoncepcionais, mas da minha linha de pensamento.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 23 de Maio de 2012, 22:46
Leandro, eu já lhe expliquei diversas vezes mas me permito agfora deixar você raciocinar, já que não cabem mais explicações sobre o tema.Abraços,
Moura
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 24 de Maio de 2012, 13:51
"693 - São contrários a lei da natureza, as leis e os costumes humanos que tem por fim ou  por efeito criar obstáculos à reprodução?
Tudo que embaraça a natureza em sua marcha, é contrário a lei geral."
"694 - Que se deve pensar dos usos, cuho efeito consiste em obstar a reprodução, para a satisfação da sensualidade?
Isso prova a predominância do corpo sobre a alma e quanto o homem ainda é material."
Mano Leandro, sugiro ainda estudar as questões do Livro dos Espiritos, a partir da 614.
Mas não vou me furtar a colocar minha opinião.
O Moura ja disse que Deus criou Homem e Mulher, cada um com seu papel específico na execução de suas leis e suas condições específicas para isso.
Querer, estando no corpo de um, executar funções orgânicas de outro, é contrário a natureza sim. Mas a evolução nos permite, nos dias de hoje, que as mulheres trabalhem em empregos que outrora, só eram destinados a homens. Bem como hoje temos homens que cuidam de forma muito eficiente das lides domésticas, o que até pouco tempo atras a sociedade não via com "bons olhos".
A evolução moral, permite ao um homem, ter a sensibilidade de uma mulher, no trato com filhos, com colegas e com a sociedade em geral. Os homens de hoje ja conseguem, embora com muitas exceções, respeitar as mulheres nas suas conquistas. Isso é evolução moral.
A afetividade entre pessoas do mesmo sexo, ja citei anteriormente é regra. Mas por afetividade, não esta incluido a pratica sexual. Sexo é materia. E como toda a materia que existe nesse plano material, necessitamos dela, mas precisamos entender e respeitar certos regramentos. O regramento dos homens, as leis humanas, é respeitável e adequado ao momento em que se vive, mas as leis de Deus, essas são eternas e imutáveis, e uma vez descumpridas, gerará consequencia.
Alias, você tem o direito de discordar do que pensamos, mas não temos, falo por mim, a pretensão de convencê-lo de nada, estamos apenas lhe dando o nosso entendimento, com base no que estudamos na codificação, o que alias entendo ser o objetivo desse forum.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 24 de Maio de 2012, 18:34
Gustavo, eu já havia lido as questões do LE que mencionou, e concordo com a maioria das coisas que você falou. Mas se for assim, então obstar à reprodução em qualquer caso levará a consequência ruins, consequentemente mesmo um casal apaixonado ter relações sexuais com anticoncepcionais não é recomendável, essa é um consequência do que você disse. E esse tema foi discutido no tópico http://www.forumespirita.net/fe/sexualidade/sexo-com-anticoncepcionais-conciliado-ao-amor/new/#new
E nesse tópico, o que me convenceu do contrário é que há equilíbrio, pois há o amor verdadeiro envolvido, e o sexo protegido, assim como um simples beijo, são manifestações afetivas. A partir desse argumento eu acho que ter prazer com o(a) parceiro(a), mas não deixando a carne predominar, não faz mal algum. Se acha que esse tema não se encaixa nesse tópico, vá no tópico que mencionei acima e dê seu julgamento, ficarei agradecido. Pois eu só fiz esse tópico tendo como base o anterior.

[Lembrando que não tenho uma opinião formada, mas eu tenho razões para acreditar que as duas contradições estão certas, então estou aqui para ver quais argumentos meus estão errados para ter uma informação esclarecido do assunto, realmente quero aprender, mas me sinto confuso.]
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 24 de Maio de 2012, 19:26
Caro Leandro.
São as intenções que nos movem que são levadas em conta.
Necessitamos da matéria, e daquilo que a matéria nos oferece para nosso crescimento espiritual. O sexo, como a alimentação, como a bebida, como a diversão, o dinheiro ou qualquer outro item material do qual usufruamos, tem sua utilidade e suas limitações.
A evolução espiritual do individuo esta exatamente em perceber essas limitações e colocá-las em prática.
Usar esses itens materiais, sem abuso, exagero e sem prejudar nossos semelhantes.
Quanto ao controle da natalidade, é natural que as pessoas hoje exerçam seu livre arbitrio para escolher o momento em que queiram gerar filhos.
O problema esta em evitar, como diz a questão colocada acima, para o exercício da vaidade e do orgulho.
O sexo, feito com amor e responsabilidade, não leva a consequencias mais graves, mas se feito por orgulho, vaidade ou satisfação puramente material, ai sim teremos problemas.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 24 de Maio de 2012, 20:10
Caro Leandro.
São as intenções que nos movem que são levadas em conta.
[...]
O sexo, feito com amor e responsabilidade, não leva a consequencias mais graves, mas se feito por orgulho, vaidade ou satisfação puramente material, ai sim teremos problemas.

Exatamente, concordo plenamente. A partir disso, poderia-se dizer que esse sexo a que se refere pode ser tanto com casais quanto com pessoas do mesmo sexo, certo? Se sim, por que Chico diz o contrário no texto que deixei na primeira mensagem do tópico?
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 24 de Maio de 2012, 21:21
Meu irmão.
Já estabelecemos aqui que Deus criou homem e mulher para relacionarem-se entre si. Essa é a natureza da criação.
Portanto sexo entre pessoas do mesmo sexo NÃO é natural, sendo apenas a satisfação da sensualidade.
Mesmo entre homens e mulheres que vivam um relacionamento estavel e sadio, o sexo é apenas o complemento do relacionamento e não pode nunca ser colocado como um fim em si pois que sexo é a materia subjugando o espirito.
A evolução dos sentimentos nos permite ter afeto, e vou repetir, AFETO, por alguem do mesmo sexo, mas não tesão por alguem do mesmo sexo, posto que reitero, isso não é natural.
Quanto ao que o Chico escreveu, bem respeitamos as opiniões dele com certeza, mas não posso falar por ele, limitando-me a emitir minha opinião.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 24 de Maio de 2012, 21:46
Por que para um casal homossexual o sexo (sem reprodução) é somente satisfação da sensualidade e pro casal heterossexual é um complemento da relação? As intenções são as mesmas, não somente satisfação da sensualidade, mas como demonstração afetiva, e o amor supera isso.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Kunzler em 24 de Maio de 2012, 23:49
Discordo da tua opinião, irmão Gustavo. Bem entendo o famoso e eterno discurso de que Deus criou o homem e a mulher para suprir o que a humanidade chama de 'natural' por ser concebido ao casal heterossexual o dom da reprodução, mas discordo quando esta opinião cai à interpretação humana, pois acho que a mesma ainda precisa evoluir em muito para interpretá-la em seu sentido genuíno. Até digo que essa justificativa tem algo de subliminar, se não acharem o que digo um exagero.

A justificativa muito usada pelo fator 'reprodução' não é em si o bastante para explicar as nuances entre um relacionamento heterossexual de um relacionamento homossexual. Até costumo dizer que é de natureza humana buscar no conhecido para definir o que se desconhece, mas afirmo que o já conhecido pela humanidade ainda é insuficiente para definir a identidade de um relacionamento homossexual.

A partir do momento em que eu recuso ter uma sexualidade que não me diz respeito dentro de um padrão que é considerado "normal", é óbvio que eu não sinto tesão/prazer em vivenciar a sexualidade normal que a todos é IMPOSTA, pois, se o tivesse, não estaria sofrendo todas as consequências sabidas pela humanidade.

Definitivamente não acredito que Deus impôs a homossexualidade para que ela não fosse vivenciada. Acredito que há o orgulho, o medo e todos os fatores que muitos guardam contra, porque eles mesmos acreditam não poderem vivenciar esta sexualidade.

Não há nenhum fardo tão pesado que Deus coloque em nossas mãos que nós não possamos carregá-lo. Quanto ao assunto 'pederastia' eu acredito que este termo ainda vai ganhar uma reforma pois o mesmo é carregadíssimo de preconceitos, sendo impossível, até, falar alguma coisa a respeito da humanidade PELA humanidade, e isso, como algumas vezes aqui aconteceu (o que é normal), gera bastante injustiças. Sinto a humanidade ainda no momento incapaz para discutir estas questões... só vivenciando (àqueles que foram submetidos a tais provas e expiações), refletindo, lendo e estudando.

Abraços fraternos.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 25 de Maio de 2012, 02:39
Meu amigo Leandro. A sua duvida reside na sua não aceitação de que o homossexualismo NÃO seja uma lei natural.
Quando o irmão compreender que a natureza criou machos e fêmeas, para se auxiliarem a progredir mutuamente, ira compreender que o tema transcende a questão "bio-sexual".
Vai entender que espirito não tem e não precisa de sexo, que este é um atributo e uma necessidade dos encarnados para realizar suas tarefas de aprendizado, ora na configuração masculina, para aprender o que lhe é devido, ora na configuração feminina, para o mesmo fim.
Tambem não disse que o sexo, ainda que dentro de uma relação estavel não seja para satisfação da sensualidade. Disse e repito que entre homem e mulher ESTÁ dentro da lei natural e que os objetivos que lhes levam a praticar o sexo é que define se estão incorendo em erro ou não.
Quanto a demonstração efetiva e amor, seus conceitos, embora respeitaveis são essencialmente materiais ou materialistas. Jesus nos deixou como senha, para seus apostolo a frase: "amai-vos uns aos outros como euvos amei e todos saberão que sois meus discipulos."
A menos que o irmão me diga que Jesus erra homossexual, havemos de entender o SENTIMENTO amor de uma forma diferente da que você entende.
Alias existe um tópico tratando da Lei de Amor aqui no forum.
Concordamos apenas que o AMOR, supera isso, sim supera a ausência de sexo. Alias, é ai que reside em minha opinião o verdadeiro amor, saber abdicar do sexo, principalmente do sexo adultero e promiscuo. E do sexo não natural. Alias se colocarmos a saude no debate você talvez se convença de que homossexualismo realmente não é natural.
Mas para que os irmãos compreendam realmente precisam estudar, e muito a codificação. De preferência, sem idéias pre-comcebidas.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Wagner Lopes em 25 de Maio de 2012, 03:09
Caro Wagner, com todo respeito que o irmão merece, insano é acreditar que podemos ser "livres" e que isso não trará consequencias.
A liberdade de um termina onde começa a do outro, assim como o direito.
Existem regras socias, de conduta, e Deus fez suas leis, as quais ninguem pode furtar-se a obedecer. Tudo na vida é decisão que gera uma consequencia.
Usar a sexualidade, é como usar qualquer bem ou atributo que Deus nos cede, tem sua responsabilidade e seremos cobrados por isso.

E quem é o bom aqui pra dizer até onde uma lei é usada de maneira correta, o amigo por acaso sabe determinar que se algo que é bom pra você também o é para mim... A natureza detesta regularidade, quem de nós tem digitais iguais? quanto mais falar de uma energia tão complexa como é a energia sexual.

Não é a relação sexual entre sexos do mesmo gênero o problema em questão, o que é bom traz bons frutos... sexo é troca de energias, sexo assim como tudo nessa vida é divino... nós pertubados e iludidos é que fazemos um monte de confusão em cima de coisas que são tão boas em sua excência... A vida trata cada um de maneira única e cada um escolhe o que quer experimentar nessa maravilhosa escola que se chama Terra.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Wagner Lopes em 25 de Maio de 2012, 03:23
Cada um é livre para fazer, para viver e para ser o que quiser....

Somos livres, e imaginar que Deus fez isso ou aquilo, que deve ser assim ou assado é absurdamente insano...

Sexualidade é uma coisa única, assim como cada um de nós é único...

Claro, assim como também somos livres para matar e roubar. Mas a minha pergunta é se a prática pederasta levará a consequências ruins ao praticante ou não, de âmbito espírita.

Depende do que você acredita, se na sua mente o comportamento homossexual é passível de punição, então amigo pode ter certeza que sim, péssimas consequência recairão sobre todo e qualquer ser que acredite que sera punido, isso é ter fé no medo, é acreditar na ilusão de que a vida "tem que ser".

O Universo é tão vasto, nosso espírito é primoroso, mas nossas mentes são verdadeiros depósitos de lixo, acumulamos ao longa de nossa caminhada uma série de crenças limitantes que vão destruindo a nossa ligação com a realidade cósmica, ficamos nesse mundinho fechado, ditado ´pelos sentidos e experenciado por nossa mente iludida, e assim vamos deixando de ser deuses únicos, para apenas nos tornarmos mais um, para sermos medianos, que na verdade é só uma palavra que serve para diminuir o impacto de seu verdadeiro sentido, mediocre...
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 25 de Maio de 2012, 03:26
Sim, mas o sexo obstando à reprodução também não é natural, pois vai contra à lei de reprodução, mas mesmo assim é aceito num relacionamento verdadeiro.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 25 de Maio de 2012, 13:16
Leandro, vou tentar explicar melhor.
O sexo entre um homem e uma mulher que se amam e vivem um relacionamento sadio é natural.
O que não é natural é a obstrução voluntária da reprodução. É essa condição que será avaliada quanto aos seus interesses e motivações para idengtificar se existe erro ou não e qual a gravidade do erro em havendo um.
Cito um exemplo: a alguns anos houve uma novela em que uma mulher, a personagem obviamente, esterelizou-se, por que não queria filhos para não dividir o marido com o filho.
O argumento seria o "enorme amor" que sentia pelo marido.
Parece romantico não? pois não é, é apenas o egoismo levado ao extremo.
Ainda não somos plenamente capazes de entender o verdadeiro sentimento do amor, tal como Jesus pregava, mas ja podemos entender, ainda que com algum esforço, que o verdadeiro amor liberta, tanto quem ama, quanto o alvo desse sentimento.
Amar alguem é querer ver essa pessoa bem e feliz, ainda que longe da gente, ainda que com outra companhia.
Mas saber disso até pode ser facil, viver isso é que é o problema. Ainda somos apegados a matéria e aos conceitos sociais vigentes em nossa sociedade material.
Amor é algo muito maior do ir para cama com alguem, amar é não precisar ir para cama e ainda assim querer bem essa pessoa.
Como disse sexo é complemento, não objetivo.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 25 de Maio de 2012, 18:32
Gustavo, concordo plenamente com você, realmente o sexo deveria ser usado apenas para reprodução, a satisfação do prazer sexual não é necessária dentro do amor verdadeiro. Mas viver isso realmente é difícil para nós, seres muito inferiores. Mas acredito que, mesmo havendo o sexo sem reprodução, o amor ameniza as consequências.

Será que o casal, tendo muito amor e respeito pelo outro, praticar o sexo sem reprodução, de forma equilibrada, ainda sim terá más consequências? Sei que esse tipo de sexo não é necessário, mas é um mal?
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Wagner Lopes em 25 de Maio de 2012, 18:51
Meu Deus! o que esta acontecendo por aqui... quer dizer agora que só devemos praticar sexo com amor, quer dizer que temos que ficar com peso na consciência por sentir atração sexual por alguém, que somos "seres inferiores"... gente que isso!

Até quando vamos carregar esse fardo... quanta bobagem foi colocada em nossas cabeças ao longo de nossas existências, tudo aquilo que é bom tratamos logo de condenar, riqueza, sexo, beleza, competência...

Vamos refletir um pouco e deixar de ser carola...
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 25 de Maio de 2012, 19:05
Meu irmão, orgulho,  vaidade e egoismo, isso é mau.
Realmente, no nosso nivel evolutivo somos ainda "dependentes" da matéria e de suas sensações.
O problema do sexo esta, basicamente na promiscuidade e no adultério, pois coloca a sensualidade acima dos sentimentos.
Quem ama não trai, não importa o argumento que use para justificar. Se traiu, não ama.
Pois o amor é a essencia do ser espiritual, portanto quem ama coloca o sentimento acima da sensação.
O verdadeiro amor independe de sexo.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 25 de Maio de 2012, 19:11
Deixe-me só ver se eu entendi corretamente, de forma sucinta, a resposta para a minha pergunta é:

"Será que o casal, tendo muito amor e respeito pelo outro, praticar o sexo sem reprodução, de forma equilibrada, ainda sim terá más consequências? Sei que esse tipo de sexo não é necessário, mas é um mal?"

Sua resposta: NÃO

É isso mesmo?
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Danilo Henrique em 25 de Maio de 2012, 19:50
Citar
Gustavo, concordo plenamente com você, realmente o sexo deveria ser usado apenas para reprodução, a satisfação do prazer sexual não é necessária dentro do amor verdadeiro.



E rir? É necessário para o amor verdadeiro? Não, porque rir também não é mais que prazer. Para quê comédia nesse caso?
E quanto a culinária? Seria necessária, nesse ponto de vista, para o amor verdadeiro? Não! Para quê gastamos horas na cozinha, preparando e temperando os alimentos? Oras, bastaria saciarmos a fome com os alimentos, desde que sejam comestíveis, certo?
E os jogos e entretenimentos, são necessários para o amor verdadeiro? Também não.
Muito menos os esportes. oras...para o desenvolvimento do corpo, basta o exercício da ginástica simples e pura. Não precisa de esportes!
E quanto a música? É necessária para o amor verdadeiro?
Não! Poderíamos também amar sem música. E o mesmo também para todas as artes.

Oras, tire da vida humana a culinária, o esporte, os jogos e entretenimentos, a arte, a música, a comédia...e veja o que sobra. Só amor...puro, simples, verdadeiro...e uma vida chata pra caramba!!!

Não é tendo em vista o prazer, que buscamos todas essas coisas?
E todas essas coisas, não podemos usar com equilíbrio e desequilíbrio?

Então porque não podemos gozar do prazer sexual, a não ser para reproduzir-se?
Se Deus criou os prazeres para fortalecer e enriquecer a vida do homem, estimulando-o na sua jornada, porque o prazer sexual é "diferente"?
Porque não é condenável comer um alimento saboroso, ouvir uma boa música, assistir a um bom filme, mas é contra Deus fazer sexo apenas pelo prazer? Onde está o mau nisso, alguém pode me dizer?

Se a finalidade do sexo é somente a reprodução, então porque Deus nos dotou do instinto sexual, que nos acompanha da puberdade até a idade madura? Para que a gente "sofra" com essa necessidade, sem poder satisfazê-la? Ou pior, satisfazer uma ou duas vezes, apenas para procriação?   

Oras, todas essas coisas são complementos da lei do amor, que podemos utilizar, em nome de Deus, para tornar mais rica e agradável a experiência da vida. São elementos que nos estimulam a busca da convivência, e consequentemente, do amor. Disso depende o nosso bem-estar. 

Sem dúvida que há prazeres, que de tão intensos, são perigosos, com os quais devemos estar sempre vigilantes, para não passar dos limites traçados por Deus, e que podemos usá-los, tanto para o bem, como para o mal.
Mas disso, devemos condenar o prazer em si?

Eu concordaria plenamente, se estivéssemos falando de evitar a promiscuidade, a prostituição, a poligamia, o desvario, a orgia, a zoofolia, e todos os exageros e bizarrices provenientes da insaciedade, do desregramento e da loucura. Mas reprimir o prazer e o desejo carnal, como se ele só fizesse parte de coisas más? Isso não pode ser verdade, basta refletir um pouco

É o que precisamos pensar...


Abraços!

Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Wagner Lopes em 25 de Maio de 2012, 20:11
Finalmente alguém com um espírito livre... parabéns Danilo Henrique.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Wagner Lopes em 25 de Maio de 2012, 20:24
Meu irmão, orgulho,  vaidade e egoismo, isso é mau.
Realmente, no nosso nivel evolutivo somos ainda "dependentes" da matéria e de suas sensações.
O problema do sexo esta, basicamente na promiscuidade e no adultério, pois coloca a sensualidade acima dos sentimentos.
Quem ama não trai, não importa o argumento que use para justificar. Se traiu, não ama.
Pois o amor é a essencia do ser espiritual, portanto quem ama coloca o sentimento acima da sensação.
O verdadeiro amor independe de sexo.

Seu pensamento é bem antiquado se comparado ao que a própria vida nos mostra...

Porque ser egoísta é mau? Cada um só é aquilo que pode ser, é através do egoismo que construimos nossa personalidade, todo rio ao nascer suga completamente a agua de seus afluentes, entretanto quando este segue seu rumo em direção ao mar os beneficios para a coletividade são imensos...

Quem ama não trai? O que é trair pra você? é ter relações sexuais com outra pessoa? Meu nobre... não instiga a vida assim... que ela te ensina que uma verdade possui vários caminhos.

E por favor tira essa tralha de nível evolutivo da cabeça... isso aqui, e quando eu digo isso falo da vida em si, não é um jogo de video game, cada um é o que é, aquilo que é bom pra ti pode ser ruim pra mim, não existem leis com aplicação estática no universo... Cada um vivencia o que precisa.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 25 de Maio de 2012, 20:25
Danilo, confesso que tive, e ainda tenho, exatamente a mesma dúvida que você tem. Vou tentar explicar agora, mas mesmo assim não tenho certeza.

A faculdade de rir não é um prazer principalmente carnal, é muito mais envolvido com o pensamento, com a felicidade, tanto que espíritos também riem. A comida é matéria, que usamos como instrumento do nosso processo evolutivo aqui na Terra, não devemos parar de comer, pois sem ela não conseguiríamos passar por essa prova. Tornar a comida mais saborosa não tem problema, já que continua sendo comida, fonte de energia para o nosso instrumento de trabalho na Terra. E veja que os espíritos evoluídos não precisam da comida, se alimentam do fluido universal. Os esportes desenvolvem o corpo e o espírito de equipe, se há prazer, é para estimular a sua prática, com o objetivo original disso que falei. A música também é apreciada pelos espíritos, dependendo das intenções.

Tive a mesma dúvida dos prazeres, até pensei em criar um novo tópico só sobre isso. Mas nem tudo que tem prazer carnal é para ser feito, muitos são tentações, as quais devemos evitar e demonstrar que somos fortes o suficientes para colocar o espírito acima.

Tive a dúvida: Se estou tendo prazer, qual o problema? Já que não estou fazendo mal a ninguém? A questão é que, se for puramente o prazer carnal, também não está fazendo nenhum bem a si mesmo.

Sé tem um prazer carnal, é para estimular a prática, tendo um objetivo pré-estabelecido. O sexo, por exemplo, só teria se propagado no mundo se houvesse esse prazer carnal, contribuindo para a reprodução.

Eu acho que ao ter somente o prazer, o único "problema" é o afastamento da missão a que veio aqui na Terra. Não quer dizer que está fazendo mal, apenas que está se afastando do objetivo de evoluir. Então terá que compensar, por isso acho que com amor, o indivíduo não estará totalmente estagnado no processo evolutivo.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Kunzler em 25 de Maio de 2012, 20:43
Dei uma lida nas últimas respostas deste tópico, e acho que o que está havendo aqui é a mesma situação contraditória que encontramos noutras doutrinas ou, como queiram, religiões: a de criar estigmas e alegorias no que se tem como errado para que os outros não o façam. Em nenhum momento que li os livros codificados da doutrina espírita, livros com histórias e outros mais, NUNCA vi a criação de uma alegoria sobre a riqueza, a sensualidade, o preconceito ou quer seja pois criar alegorias é anular a realidade e o espiritismo é muito autêntico, genuíno, transparente para que se transforme as coisas nesta perspectiva.

O que pretende-se aqui por alguns irmãos é que se abomine a riqueza, a sensualidade, dentre outros elementos que integram o ser humano para que se prevaleça apenas o que eles acham o que é normal em nossa época atual, e isto não é espiritismo meus caros, isto é a visão deturpada da humanidade.

Discute-se aqui como a doutrina espírita enxerga a pederastia, que de certo modo é a homossexualidade com a diferença de idades, e não "o que eu ouvi a respeito", "o que a mídia me falou a respeito", "o que cientistas X e Y falaram a respeito" pois muitas destas concepções estão misturadas a (pré)conceitos e estigmas que não acrescentariam em nada para a evolução de nosso entendimento.

Lembrem-se que discute-se aqui pessoas que ainda não compreendem que a sexualidade independe dos atos sexuais que você pratica. Não podemos condenar a sensualidade, pois esta FAZ PARTE do relacionamento, e pratica aquele quem quiser. O que discute-se aqui é o caráter que ganha essa sensualidade em praticar relações sexuais apenas por uma questão de desejo, vontade, fetiche, etc.

Se muitos aqui consideram que os homossexuais se relacionam com outros por questão de fetiche, os heterossexuais também podem se classificar nesta hipótese pois muitos o fazem sem o menor interesse afetivo. Seria egoísmo nosso dizer que não há afetividade alguma no relacionamento homossexual.

Creio que o que aqui deveria ser discutido, volto a dizer, é A SENSUALIDADE que se emprega nessas situações, e não como é feita por A, B ou C ou muito menos como as pessoas enxergam isso. E deixo aqui uma frase para pensarem sobre a sensualidade, a riqueza, dentre tantas outras questões tratadas aqui:

"A diferença entre o remédio e o veneno é apenas a dose." (Paracelso)

Abraços fraternos.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Danilo Henrique em 25 de Maio de 2012, 21:24
Leandro, note que meu discurso é argumentativo, e representa bem mais uma opinião do que uma dúvida.

Para não ser prolixo, vou citar suas colocações. Não porque quero te contestar, mas para dar a merecida atenção a cada uma de suas palavras:

Citar
A faculdade de rir não é um prazer principalmente carnal, é muito mais envolvido com o pensamento, com a felicidade, tanto que espíritos também riem.

Sim, eu notei que o problema não está no "prazer", mas sim no "prazer carnal", e nisto que está minha questão. Se há prazeres bons e prazeres maus, porque o prazer carnal é sempre um prazer mau? Nesse caso, mais correto seria não fazermos sexo nem para reproduzir, mas utilizarmos, cientificamente, uma forma de fazer uma inseminação artificial sem ejaculação na coleta. Nem sei se isso é possível, mas seria mais correto ainda do que fazer sexo. No entanto, a razão nos grita que isso não pode ser mais correto, já que o sexo está na nossa natureza.

Citar
Tornar a comida mais saborosa não tem problema, já que continua sendo comida, fonte de energia para o nosso instrumento de trabalho na Terra

Revise essa assertiva, pois ela está errada. O sabor do alimento é uma sensação do paladar, relacionado ao prazer, e é totalmente indiferente para a nutrição do corpo.

Citar
Os esportes desenvolvem o corpo e o espírito de equipe, se há prazer, é para estimular a sua prática, com o objetivo original disso que falei.

Você está certo, no entanto, o mesmo argumento eu posso utilizar para dizer que a prática do sexo faz bem para o corpo e para a saúde, como já é cientificamente comprovado.

Citar
A música também é apreciada pelos espíritos, dependendo das intenções.

Há, de fato, prazeres que compartilhamos com os espíritos, o que não quer dizer, por si só, que esse é um prazer bom ou mau.

Citar
Mas nem tudo que tem prazer carnal é para ser feito, muitos são tentações, as quais devemos evitar e demonstrar que somos fortes o suficientes para colocar o espírito acima.

Concordo plenamente. Isto vai de encontro a tudo que eu havia dito.

Citar
Puramente o prazer carnal, também não está fazendo nenhum bem a si mesmo.

Eu porém, digo que se faz um bem enorme para si mesmo, quando se faz sexo apenas por prazer, sem nenhuma culpa, para alívio da tensão e revitalização das forças físicas. Não estou falando do sexo descompromissado e pueril, mas do sexo consciente.

Citar
Sé tem um prazer carnal, é para estimular a prática, tendo um objetivo pré-estabelecido. O sexo, por exemplo, só teria se propagado no mundo se houvesse esse prazer carnal, contribuindo para a reprodução.

Meu amigo, e faz sentido uma coisa que só pode ser feita remotas vezes, ser estimulada de forma intensa e constante? O que você diria do diretor de uma escola, que só permitisse às crianças comer deliciosas sobremesas apenas duas vezes por ano, em circunstâncias especiais tais como feriados santos,  mas que deixasse os quitutes sempre disponíveis no balcão da cantina, com toda a sugestividade da sua aparência, sabor e aroma? É uma forma de testá-los, diria você. Mas não. Seria uma forma de revoltá-los, e fazer com que comessem escondido, e sentissem culpa, toda vez que o fizesse. Não seria mais racional e coerente, que as sobremesas continuassem sempre disponíveis, e que fosse permitido aos alunos comê-las quando quisessem, desde que o fizessem com moderação? Não estaria, dessa mesma forma, testando se são comedidos ou imprudentes, mas sem torturá-los? A segunda imagem não atribui muito mais responsabilidade ao usufrutuário, e não é mais conforme a bondade de Deus?

Citar
Eu acho que ao ter somente o prazer, o único "problema" é o afastamento da missão a que veio aqui na Terra. Não quer dizer que está fazendo mal, apenas que está se afastando do objetivo de evoluir. Então terá que compensar, por isso acho que com amor, o indivíduo não estará totalmente estagnado no processo evolutivo.

Este é um outro terreno da discussão, qual eu não gostaria de me alongar agora. Mas apenas coloco que a abdicação dos prazeres do mundo é algo extremamente meritório para o espírito, e concordo que o ajudará a galgar posição muito maior na escala evolutiva.
Mas daí, sofrer voluntariamente por causa dessas privações, e viver atormentado com elas? E sempre que cair em tentação, flagelar-se com complexos de culpa?
Digo que, nessa situação, atrapalharia muito menos a respectiva missão se ceder às experiências mais materiais, procurando mantê-las sob controle, do que viver sob um martírio voluntário. Deixemos essa privação aos missionários de grande expressão evolutiva.

Abraços!









Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 25 de Maio de 2012, 22:25
Primeiro, eu não disse que o prazer carnal é sempre um prazer mau. Eu disse que pode haver o prazer, mas se houver também um coisa espiritualmente boa, assim como suas intenções.
Quanto à comida, eu nunca disse que o sabor é bom para a nutrição, eu disse que a comida que é. O sabor só irá estimular a comer, e torná-la saborosa não irá causar problemas, pois terá a coisa boa, que é desenvolver o corpo, que é nosso instrumento de trabalho.
Sobre "sexo faz bem para o corpo e para a saúde", tudo bem, mas o que vale é a intenção, duvido que na hora do sexo puramente carnal você esteja pensando em ficar mais saudável. Nesse caso entra também o padrão vibracional, sua mente estará voltada primordialmente ao prazer carnal, logo os espíritos inferiores irão aproveitar dessa baixa de sua vigilância. Se fosse realizado pelo menos com amor, isso não aconteceria.
E se esse prazer está "te estimulando de forma intensa e constante", é porque você está cedendo às tentações da carne, se a pessoa resistir a essa tentações que só levam ao prazer carnal (baixando assim o padrão vibracional, pois não há mais nada nesse pensamento elevando esse padrão), após um tempo nem sentirá tanta falta e acabará aproveitando mais o tempo para boas ações.
E sobre o que eu disse sobre afastar da missão, não estou dizendo para se devotar totalmente às boas ações, excluindo os prazes carnais de sua vida, mas procurando aproveitar o nosso tempo para evoluir mais rapidamente, utilizando o prazer carnal junto SIMULTANEAMENTE ao prazer espiritual.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 26 de Maio de 2012, 02:25
Meus irmãos.
Acho que os irmãos estão fazendo uma confusão enorme.
1 - Isso aqui é um forum espirita, e se não tenho a pretensão de ser "doutor" em espiritismo, estou passando aqui como entendo a doutrina depois de tê-la estudado. É a minha opinião com base no que conheço da Doutrina Espirita.
2 - "tudo me é licito, mas nem tudo me convem". Essa frase de Paulo de Tarso resume bem tudo que foi dito aqui. Você pode fazer o que quiser, como quiser, onde quiser e com quem quiser, para isso você tem seulivre arbitrio. Agora poder fazer o que quiser, não significa que seja correto, justo ou legal. Alias Leo Jaime ja dizia que : "tudo que eu gosto é imoral, ilegal ou engorda".
3 - Para que citou religião, lembramos o aspecto religioso da doutrina, embora eu não goste de compará-la com uma religião. Religiões tem dogmas, a DE tem verdades. Ja citei aqui que no seu começo o homem só tem instinto, mais avançadoe corrompidotem sensações, mais instruido e purificado tem sentimentos. Sexo, é como alguem citou INSTINTO, o prazer sexual é SENSAÇÃO, o AMOR, é SENTIMENTO.
Não existe problema nenhum em ter prazer, e é obvio que o que é bom e correto para um pode não ser para outro, mas uando a mesma lógica, quem disse que o teu prazer não incomoda outra pessoa? Quem disse que a menina com quem vc transou não esta apaixonada e não sofre depois que você sai? Quem disse que ela não tem um rapaz que gostaria de estar com ela para dar arinho respeito e amor, em vez do prazer fugas de uma transa?
4 - Quanto a sua citação Danilo de que "a abdicação dos prazeres do mundo é algo extremamente meritório para o espírito, e concordo que o ajudará a galgar posição muito maior na escala evolutiva.
Mas daí, sofrer voluntariamente por causa dessas privações, e viver atormentado com elas? E sempre que cair em tentação, flagelar-se com complexos de culpa?" atormentar-se por que? voce esta dizendo que isso é correto e eu sou "carola". Se você realmente quer evoluir e compreende o que eu falo não sofrerá. Não precisa sofrer nem antes e nem depois, mas tenha a consciência de que sexo, com amor ou sem amor, é apenas sensação, muito boa no momento, mas que pode dar uma grande dor de cabeça depois.
O que disse e vou repetir somos livres para fazer o que quiser, ter prazer da forma que quiser, com quanto dinheiro quisermos ou pudermos.
Mas toda causa gera um efeito e ser responsável é a única maneira de não termos um efeito desagradavel.
5 - Não acho que existam prazeres bons ou maus. O prazer é sempre bom seja qual for. A questão crucial, é que existe uma consequência para o nosso prazer, a qual nãotemos como avaliar ou medir "a priori".
Quanto a "deixar essas privações aos missionários de grande expressão evoluitiva, o irmão esquece que o seu próprio destino é ser um deles,pois que todos fomos criados para chegarmos a perfeição.
E a perfeição significa, permitir que os SENTIMENTOS, comandem as ações do espirito, subjugando as sensações e os instintos.
E não esqueçam, NÃO EXISTE CAUSA QUE NÃO GERE CONSEQUENCIA.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 26 de Maio de 2012, 16:45
Leandro,
qual foi a máxima exarada (diz a Bíblia), pelo Creador, quando da expulsão de Adão e Eva do paraíso?
CRESCEI E MULTIPLICAI-VOS.
Note que as configurações sobre fidelidade, amorabilidade e moral, vieram depois, no decálogo, logo, existem ai dois momentos, mas o fato do amigo generalizar engloba esses dois momentos num só e daí o erro.
Essa conversa de só para a procriação não existe nem na Boa Nova.
Se de fato há o amor, existirá sempre também a chamativa sexual, pois um dos momentos mais puros de um casal é exatamente este.
Sendo assim, é conduzir o homem, à amarras morais inexistentes, em todos os tempos, mesmo que a princípio houvesse, tido muita devassidão.
Hoje em dia, há excessos? Sim, mas estes já eram punidos pela Lei de Causa e Efeito desde o começo dos tempos.
Devemos analisar sob vários aspectos, todas as máximas e em primeiro plano pesquisar sobre a existência delas.
Senão vamos ficar feitos papagaios a repetirmos idéias esdrúxulas.
Abração,
Moura
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 26 de Maio de 2012, 18:30
Moura, releia minhas últimas respostas, pois eu não disse que o "certo" é só o sexo com procriação. Eu disse que ter unicamente o prazer carnal não é nenhum mal, mas é preciso orar e vigilar, para não cair nas más influências espirituais e acabar fazendo realmente o mal. E se tiver o amor, melhor ainda, pois há um sentimento elevado envolvendo os praticantes.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 26 de Maio de 2012, 19:24
No caso mano, é necessário só o vigiar, pois tratamos de nossa imperfeição.
Abraços,
Moura
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Danilo Henrique em 26 de Maio de 2012, 20:19
Leandro, desenvolver esse assunto é sempre complicado, porque ele é muito pessoal.
Como diz o meu chegado A. Luiz, em matéria de sexo, cada um vem à Terra com uma problemática diferente a ser resolvida. Não podemos ignorar todas as variáveis de ordem kármica que permeia esse assunto. A generalização é quase sempre um equívoco.
Há pessoas que vieram para cumprir uma cartilha de experiências mais dilatadas, enquanto há outras que são chamadas para maior contingência. Há toda uma questão de configuração fisiológica, conveniente a cada indivíduo, que nem estamos levando em conta.
Meu discurso, eu procuro assentá-lo sempre sobre a razão. Mas a minha razão não pode ir além do que é peculiar ao meu mundo sensível. É por isso que muito da minha escrita lhe incomoda o ponto de vista.

Por mim, eu não recuaria à essa investigação, que acredito, seja do interesse de todos, e discutiria até o final. Mas para isso, convém saber se o seu interesse é tão alto quanto o meu. Ou poderíamos ficar assim mesmo, pois parece que cada um está satisfeito com sua ideia.
Mas no que lhe interessar prosseguir, eu diria que você ainda não tem opinião bem formada, porque discorda de si mesmo, quando diz que o sexo deveria ser usado apenas para reprodução(post #59) e depois, que pode haver o prazer, mas se houver também um coisa espiritualmente boa, assim como suas intenções. (post#69). Se desejamos prosseguir, o primeiro passo, é você esclarecer melhor o seu pensamento. Lembre-se que você sustentava que o sexo só deve ser feito para a reprodução e foi apenas isso que eu refutei. Eu não disse que temos que ir para a balada, oferecer bebida para uma mulher recém conhecida, levá-la para um motel e esquecer que ela existe no dia seguinte.

Fica uma dica: esclareça, em tópicos, separadamente e organizadamente, todas as proposições de sua opinião, para que eu saiba se concordamos ou discordamos. Adote essa questão central: "qual o comportamento sexual mais adequado para quem vive encarnado na Terra".

Abraços!




 

 
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 27 de Maio de 2012, 00:28
Caro Danilo.
 Acho que a postagem #71 do Moura é muito concisa e correta. Principalmente, em meu ver quando ela fala que "Hoje em dia, há excessos? Sim, mas estes já eram punidos pela Lei de Causa e Efeito desde o começo dos tempos"
É exatamente isso que estou dizendo desde meu primeiro post: somos livres para fazer o que quisermos, mas se formos irresponsáveis pagaremos o preço.
Acho que foi você que citou a culinária. Os excessos alimentares não causam diversos tipos de doença tais como pressão alta, que leva a derrames, aneurismas? Não podemos ter hepatite e cirrose pelo excesso de alcool?
Veja bem, a natureza por si só ja avisa que os excessos são nocivos.
Eu gosto de uma boa cervejinha, alias não conheço alemão que não goste. Mas tomar uma cerveja de vez em quando é uma coisa, entrar no barril de chopp é outra bem diferente.
Tomar uma dose de uisque em casa antes de dormir é uma coisa, tomar na festa e sair dirigindo é outra.
Com o prazer sexual não é diferente. Haveremos de ter a responsabilidade de saber que sexo é entre 2 pessoas e nunca sabemos exatamente o que a outra pensa, sente ou deseja. Alias, tem uma resposta do LE que tambem serve para isso: "um sábio da antiguidade já vo-lo disse: conheça-te a ti mesmo". Sera que você realmente sabe o que quer quando vai paa cama com alguem? Será que é só o prazer momentâneo do sexo sem compromisso que vai te satisfazer?
Veja bem meu irmão, estamos apenas fazendo questionamentos para refletir, até por que ja fiz esses mesmos questionamentos.
E posso te dizer que cheguei a conclusão que hoje sou feliz, estando muitissimo bem casado e sendo fiel.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 27 de Maio de 2012, 01:58
Danilo, essas minhas proposições não são contraditórias. Realmente eu acho que deveria ter sexo apenas para reprodução, pois é assim que espíritos mais evoluídos o fariam, eles não sentem a necessidade do prazer sexual. Mas fazê-lo sem reprodução também não é um erro ou um mal, pode ser feito, mas não é necessário, só para espíritos inferiores ainda apegados à matéria, como nós. Mas reafirmo que devemos ter cuidado com isso, pois assim como nós, há espíritos desencarnados bem inferiores a nós que sentem a necessidade do prazer carnal e se aproveitam dessas energias no momento, levando ao mau caminho. Então, acredito que não há problema no prazer carnal, mas que sejamos vigilantes; e também que não tenha excesso, pois estaremos usando nosso tempo precioso predominantemente à satisfação do prazer, enquanto deveríamos estar preocupados predominantemente com a evolução moral.

Gustavo, não discordo de você. Quando não há excesso, o nosso padrão vibracional não se altera tanto (mesmo que ainda devemos ser vigilantes), e com excesso realmente as energias negativas são predominantes (além de que pode ter consequências físicas, dependendo do tipo de prazer). É assim que eu vejo.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 27 de Maio de 2012, 02:20
Mano Leandro, é mais ou menos por ai.
Temos e vigiar nossos pensamentos, posto que eles levam a nossa conduta.
Ja vi varias vezes nas redes sociais, postagens que comparam os "baladeiros", com os romanticos.
Teve uma postagem em que um rapaz, baladeiro, gabava-se de pegar varias em uma noite. ok, sem problemas, se você acha que isso é ser feliz, faça a vontade, mas o romantico perguntou apenas "qual delas acordou do teu lado e te chamou de AMOR"?
Essa é a questão, precisamos crescer em evolução moral e evolução moral não é fazer sexo apenas para a reprodução, mas saber dosar o prazer que o sexo pode oferecer, sabendo que certamente trará consequencias.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Danilo Henrique em 27 de Maio de 2012, 03:43
Caro Danilo.
 Acho que a postagem #71 do Moura é muito concisa e correta. Principalmente, em meu ver quando ela fala que "Hoje em dia, há excessos? Sim, mas estes já eram punidos pela Lei de Causa e Efeito desde o começo dos tempos"
É exatamente isso que estou dizendo desde meu primeiro post: somos livres para fazer o que quisermos, mas se formos irresponsáveis pagaremos o preço.
Acho que foi você que citou a culinária. Os excessos alimentares não causam diversos tipos de doença tais como pressão alta, que leva a derrames, aneurismas? Não podemos ter hepatite e cirrose pelo excesso de alcool?
Veja bem, a natureza por si só ja avisa que os excessos são nocivos.
Eu gosto de uma boa cervejinha, alias não conheço alemão que não goste. Mas tomar uma cerveja de vez em quando é uma coisa, entrar no barril de chopp é outra bem diferente.
Tomar uma dose de uisque em casa antes de dormir é uma coisa, tomar na festa e sair dirigindo é outra.
Com o prazer sexual não é diferente. Haveremos de ter a responsabilidade de saber que sexo é entre 2 pessoas e nunca sabemos exatamente o que a outra pensa, sente ou deseja. Alias, tem uma resposta do LE que tambem serve para isso: "um sábio da antiguidade já vo-lo disse: conheça-te a ti mesmo". Sera que você realmente sabe o que quer quando vai paa cama com alguem? Será que é só o prazer momentâneo do sexo sem compromisso que vai te satisfazer?
Veja bem meu irmão, estamos apenas fazendo questionamentos para refletir, até por que ja fiz esses mesmos questionamentos.
E posso te dizer que cheguei a conclusão que hoje sou feliz, estando muitissimo bem casado e sendo fiel.

Muito bem dito Gustavo, e seu pensamento vai de encontro a tudo que eu estou falando. Acho que todos nós já consentimos que tudo é lícito, mas nem tudo convém. Que toda ação provoca uma reação, etc e tal.  Lembrando que eu apenas refuto o dizer de que única finalidade do sexo é a reprodução. Isto é que atribui uma conotação pecaminosa ao prazer sexual, que eu acredito ser inexistente, até que a razão, ou a doutrina, mostre-me o contrário.

Abraços!

Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 27 de Maio de 2012, 14:05
711. O uso dos bens da terra é um direito para todos os homens?
"Esse direito é a conseqüência da necessidade de viver. Deus não imporia um dever sem dar o meio de cumpri-lo."

712. Com que fim pôs Deus atrativos no gozo dos bens materiais?
"Para instigar o homem ao cumprimento de sua missão e experimentá-lo por meio da tentação.

712. a) Qual é o objetivo dessa tentação?
"Desenvolver-lhe a razão, que deve preservá-lo dos excessos."

Se o homem só fosse instigado a usar dos bens terrenos pela utilidade que têm, sua indiferença houvera talvez comprometido a harmonia do Universo. Deus imprimiu a esse uso o atrativo do prazer, porque assim é o homem impelido ao cumprimento dos desígnios providenciais. Mas, além disso, dando àquele uso esse atrativo, quis Deus também experimentar o homem por meio da tentação, que o arrasta para o abuso, de que deve a razão defendê-lo.

Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 27 de Maio de 2012, 22:57
Exatamente isso Leandro.
Devemos sempre evitar os abusos e excessos, posto que sempre haverá consequencia.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 28 de Maio de 2012, 16:06
Leandro meu mano, não consegui entender o porque da postagem dos itens que o amigo elencou.
Eles tratam sobre direito sobre o uso de bens da terra, ou seja dos bens materiais.
O gozo ali referido é o do uso destes bens.
Neles, porém, não estão nem a homossexualidade e nem a pederastia.
Mesmo os homossexuais, têm direito a tais bens da terra.
Abraços,
Moura

711. O uso dos bens da terra é um direito para todos os homens?
"Esse direito é a conseqüência da necessidade de viver. Deus não imporia um dever sem dar o meio de cumpri-lo."

712. Com que fim pôs Deus atrativos no gozo dos bens materiais?
"Para instigar o homem ao cumprimento de sua missão e experimentá-lo por meio da tentação.

712. a) Qual é o objetivo dessa tentação?
"Desenvolver-lhe a razão, que deve preservá-lo dos excessos."

Se o homem só fosse instigado a usar dos bens terrenos pela utilidade que têm, sua indiferença houvera talvez comprometido a harmonia do Universo. Deus imprimiu a esse uso o atrativo do prazer, porque assim é o homem impelido ao cumprimento dos desígnios providenciais. Mas, além disso, dando àquele uso esse atrativo, quis Deus também experimentar o homem por meio da tentação, que o arrasta para o abuso, de que deve a razão defendê-lo.


Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 29 de Maio de 2012, 00:56
Devo lembrar que nosso corpo é um bem material.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Danilo Henrique em 29 de Maio de 2012, 12:25
Para mim, a codificação não dá nenhuma dica, isto é, não fala nada sobre sexo.

abraços!
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 29 de Maio de 2012, 16:36
Bens materiais subentende-se Danilo por casas, automóveis, terras, etc, mas não o corpo.
Até porque o corpo é para o Espírito como uma veste que ele troca quando está velha.
É mais ou menos assim que está em OLE mano.
olha a pressa mano.
abraços,
Moura
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 02 de Junho de 2012, 14:58
Moura, dispões de uma fonte confiável alegando que o corpo não é um bem material?
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 02 de Junho de 2012, 15:57
A própria DE mano, basta que leiamos os itens sobre tais bens que veremos que não tratam, ali do corpo.
O bem material de que se trata ali é tudo o que se possa hauris por trabalho e do trabalho.
abraços,
Moura
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 02 de Junho de 2012, 17:45
Não vejo dessa maneira, quando leio as questões considero tanto esses bens dos quais fala tanto o corpo. E para mantermos o nosso corpo é necessário trabalho também ora.
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Mourarego em 02 de Junho de 2012, 17:55
Mano o trabalho que diz o tema é o labor conhecido por todos que se espremem nos trens, para chegar ao escritório, fábrica etc.
É o mesmo que passa o cabra rico que vai de carro e se mortifica no transito doido e nos engarrafamentos.

É aquele por que passa o operário emagrecendo sem dieta a frente das fornalhas.
Não o trabalho que provém mas dos ditames morais para que o vaso físico não pereça.
São os dois "trabalhos" diferentes espécies de um mesmo ramo.
Abração,
Moura
Título: Re: Homossexualidade mais pederastia
Enviado por: Cavalcanti. em 03 de Junho de 2012, 14:14
Parece simplesmente que temos interpretações diferentes do mesmo texto da DE, então esqueçamos isso e me responda porque você discorda do texto abaixo, da maneira que eu vejo:

"1. Com que fim pôs Deus atrativos no gozo do próprio corpo?
"Para instigar o homem ao cumprimento de sua missão e experimentá-lo por meio da tentação.

1.a) Qual é o objetivo dessa tentação?
"Desenvolver-lhe a razão, que deve preservá-lo dos excessos."

Se o homem só fosse instigado a usar o próprio corpo pela utilidade que têm, sua indiferença houvera talvez comprometido a harmonia do Universo. Deus imprimiu a esse uso o atrativo do prazer, porque assim é o homem impelido ao cumprimento dos desígnios providenciais. Mas, além disso, dando àquele uso esse atrativo, quis Deus também experimentar o homem por meio da tentação, que o arrasta para o abuso, de que deve a razão defendê-lo."

Se você está questionando minha interpretação, é porque discorda dela, por quê?