Forum Espirita

GERAL => Sexualidade => Psicologia & Espiritismo => Homossexualidade => Tópico iniciado por: davidsecio1978 em 02 de Julho de 2008, 21:47

Título: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: davidsecio1978 em 02 de Julho de 2008, 21:47
Olà a todos,

Ando a vasculhar pelo forum os varios topicos e assuntos criados e acabei por ler alguns comentarios sobre este tema. Gostaria de saber mais sobre o assunto pois acredito que não se escolhe ser homosexual ou heterosexual mas acho que se nasce com certos padrões genéticos, psicologicos e educacionais que generam estas tendências.

A minha questão é :
1) Quando se é homosexual desde a nascença, serà que o factor educação é o culpado do transvio de orientação sexual?
2) Outra questão é a solução para evoluir sendo homosexual serà o de não se viver a sexualidade. (visto que não se  pode viver na mentira, acho eu...)serà que viver na abstnência é solução?
3) Um dos erros està saliente na palavra homo sexualidade ora não é so uma questão sexual, são pessoas com sentimentos como todas as outras. Porque é que se nasce homosexual e o que fazer para mudar isso?

Obrigado
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Ann@ em 02 de Julho de 2008, 23:52
Olá David,


Citar
Porque é que se nasce homosexual e o que fazer para mudar isso?

Eu pessoalmente não me preocupo muito com essa questão, no sentido do porque se nasce homossexual. Se acreditamos que cada caso é um caso, que nada é por acaso e que sempre vivemos siituações que são necessárias ao nosso crescimento, imagino que o mais importante é tentarmos nos livrar de sentimentos errados relacionados ao homossexualismo como o preconceito, o julgamento, a culpa... Penso também que o mais importante é mudarmos nossos sentimentos, nossa conduta moral.

Sobre a educação, penso que em alguns casos pode até ter certa influência, mas como já disse antes nada acontece por acaso, portanto a família que passa por esta situação com certeza deve haver uma razão.

A nossa evolução esta intimamente ligada aos nossos sentimentos, não a opção sexual.

Este video no Youtube, traz uma resposta do Chico Xavier, que acho interessante.

http://www.youtube.com/watch?v=tb8LmH5ep7Y


Abçs
Ana
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: davidsecio1978 em 03 de Julho de 2008, 01:24
Obrigado Ana,

Video muito interessante mas esta questão continua muito complexa a meu ver.

abraço
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Jorge em 03 de Julho de 2008, 10:10
Olá amigos,

De facto é uma questão muito complexa.
Quanto a mim a doutrina espírita é uma ajuda imprescindível para se viver com alegria e paz íntima, porquanto fornece a luz que dissipa todas as sombras que poderão existir em nós relativamente a este assunto e a todos os outros.

Como viver com um corpo masculino com o qual não existe afinidade e que não está em sintonia com uma natureza de maior pendor feminino? Porque razão reencarnamos com um corpo masculino sendo que a nossa natureza é feminina?

A doutrina espírita esclarece. Aquele ser que vivenciou uma maior quantidade de experiências em corpos femininos, agora reencarnado com um corpo masculino tem uma enorme dificuldade em assumir esta nova situação, muitas vezes optando por materializar os seus desejos sexuais contrários à natureza do seu novo corpo. Então procura pessoas do mesmo sexo. Opta pela via contrária à ordem natural das coisas.

Obedecendo a desígnios superiores o ser agora reencarnado num corpo masculino, deverá aceitar a sua nova missão e lutar contra as tendências sexuais contrárias à sua nova condição, com o fim de melhor cumprir a missão a que veio destinado.

Claro que isto requer um esforço muito grande, muita perseverança, muita firmeza de carácter sustentada na fé raciocinada que tão bem a doutrina espírita é capaz de doar.

Como em tudo, somente na conduta recta iluminada pelos ensinamentos do Mestre Jesus, seremos felizes, porque Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida.

Atenção: Isto é a minha opinião pessoal e desde já as minhas desculpas se a mesma ferir alguém.

Abraços fraternos.
Jorge
Título: A salvação emm Jesus
Enviado por: davidsecio1978 em 03 de Julho de 2008, 11:17
Olà Jorge,

Concordo com a sua opinião pois mesmo dificil não é impossivel de o fazer, mas isso leva ao espirito a ser infeliz ou não?

Obrigado pelos esclarecimentos
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Jorge em 03 de Julho de 2008, 11:32
Olá David,

Quem é plenamente feliz neste mundo?

Não esqueçamos que este é um mundo de provas e expiações. Então naturalmente temos pela frente provas e/ou expiações.

Ahhh ... mas não nos esqueçamos da infinita bondade de Deus que renova constantemente as forças de quem quer perseverar na conduta recta. Só isto é um factor de enorme alegria!!!

E ...

"Oh, by the way,
It's been a beautiful morning,
what a morning,
great morning,
It's a great morning man."

 ;)

Abraços fraternos.
Jorge

Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: aruanda em 03 de Julho de 2008, 13:13
olá, sem querer ir contra o que disseram, eu(pessoalmente) penso que podem existir muitos factores que levam uma pessoa a ser homossexual.

Desde as vidas passadas como disse o Jorge , até educação, falta de compreensão da maioria das pessoas. Acredito que muitos jovens podiam encontrar-se consigo mesmo se normalmente não sofressem tanta rejeição por parte da família e da sociedade. Normalmente só encontram apoio nas pessoas com a mesma situação.

Perante este panorama, certamente que se refugiam cada vez mais.
No entanto, as coisas estão  a melhorar e, já temos , graças  a Deus, jovens que se assumem e vivem uma vida digna e recta com os seus companheiros do mesmo sexo e, tem uma vida absolutamente normal.

Eu concordo com a Ana, não me preocupo nada com isso e, como tenho vários e BONS amigos nessa situação , para mim são apenas e  só seres humanos que tal como eu tem necessidade de carinho, afecto e de serem felizes.

Citar
Não esqueçamos que este é um mundo de provas e expiações. Então naturalmente temos pela frente provas e/ou expiações.

Bem Jorge, esta definição para mim e repito para mim não é um conceito admissível.
Estamos num mundo de provas e expiações mas, podemos e devemos viver de forma alegre, feliz e tentar ultrapassar essa situação...não achas?
Senão a lei de atracção só funcionará pela tristeza e ,  o nosso aprendizado é exactamente tentar aprender a ultrapassar o negativo. Digo eu  ;D

Citar
Ahhh ... mas não nos esqueçamos da infinita bondade de Deus que renova constantemente as forças de quem quer perseverar na conduta recta. Só isto é um factor de enorme alegria!!!

Pois, Deus ajuda mas, se não fizermos a nossa parte....não sei não.

Como diz um proverbio Árabe (penso eu) :

"Confia em Alá mas, amarra o teu camelo primeiro".

É que temos a mania que Deus nos ajuda e também faz por nós o que NÓS  temos que fazer.

Abraços
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Jorge em 03 de Julho de 2008, 15:07

Olá amigos,

eu sou da opinião, que todo o acto que tem em vista, o impedimeto da reprodução, é um acto contra-natura, visto que, Deus criou o homem e a mulher, para se reproduzirem, tudo o resto, denota apenas sensualidade, e assim a predominância do corpo sobre a alma. No entanto, também sou da opinião, que existem defeitos bem mais graves a serem eliminados pelo ser humano, para que sejam finalmente banidos da Sociedade, são eles, o orgulho e o egoísmo.

Abraços.

Olá amigo Joshua,

Concordo plenamente.

Quanto aos defeitos, existem os graves e os menos graves. Mas se não existirem nenhuns, tanto melhor ! Para isso cá estamos, para limar os nossos defeitos.
Ninguem poderá desculpar os seus defeitos (menos graves) através do argumento de que existem defeitos mais graves. O melhor será como já disse limar todos eles.

Na condição de pecador não tenho nenhuma autoridade para apontar o dedo seja a quem for. Somente Ele o poderá fazer.

Apenas pretendo ajudar doando algumas opiniões pessoais

Grande abraço.
Jorge
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Jorge em 03 de Julho de 2008, 15:30
Ora nem mais, caro amigo, porquanto, faço minhas, estas tuas palavras, se tu o permitires, como é óbvio!  :)

Ok Joshua,

Por ser para ti farei um bom desconto e por cada letra minha pagarás muito pouco.
Poderás efectuar o pagamento em suaves prestações mensais, não há problema.
A factura segue pelo correio.

Amigo, já sabes que estou a brincar!  :D

Aquele abraço fraterno.
Jorge
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: vitor_goncalves em 03 de Julho de 2008, 15:50
Olá Amigos

Jorge e Joshua, desculpem lá, mas vou ser mais directo.

Antes de reencarnarmos, nós perantes os Espiritos Superiores decidimos qual será a nossa vida futura.
Ao programarmos a nossa próxima existência, fazêmo-la perante as correcções que temos que redimir. É em função disso que iremos ter o corpo que queremos, os pais que teremos, a família que teremos etc. É nessa altura, que utilizamos o nosso Livre-Arbítrio sem restrições.
Ao reencarnarmos, foi nos bloqueado, todas as nossas vidas transatas e vamos viver no presente, dentro das situções que foram programadas. É aqui que nos aparece os nossos "problemas".
Aqui que deveriamos fazer a vida com Amor, alegres e felizes. Não, passamos para o sofrimento e a dor.
Intimamente não deviamos ter medo da vida que levamos, nem a renegar, pois ela é adicionante para a nossa evolução.
Não se deverá criticar ou julgar qualquer tipo de vida, porque poderá estar nessa vida uma grande correcção aos erros da  vida passada, que lhes será de um grande benefício à sua evolução.


Um abraço

VG
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Jorge em 03 de Julho de 2008, 16:01
Olá Vitor Gonçalves,

Referiu que iria ser mais directo. Mais directo em relação a quê?

No contexto desenvolvido, não entendi muito bem o quer dizer com:

"Não se deverá criticar ou julgar qualquer tipo de vida, porque poderá estar nessa vida uma grande correcção aos erros da  vida passada, que lhes será de um grande benefício à sua evolução."

Abraço.
Jorge
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: vitor_goncalves em 03 de Julho de 2008, 16:31
Olá Jorge

O que eu queria dizer em ser mais directo, era sobre a nossa vida.

Nós somos espiritos simples e ignorantes, e estamos creio eu num mundo de provas e expiações, e como nós já para aí fizemos "carradas" de mal, teremos que os redimir.

É esta a nossa vida em evolução.

Sobre as criticas, é geral porque normalmente, temos a mania de dar rótulos às coisas que nem percebemos.

Já agora, digo-lhe uma estatísticas ( que não faço ideia se está correcta ou não ), de que numa vida, se tivermos um "carma" de por exemplo 100%, ( referente a esta vida ) nós poderemos corrigir em cerca de 50%, mas nessa vida aumentamos o "carma" em 30%, o que teriamos nesta vida corrigido só em 20%.
Bom , parece-me um bocado escasso, mas enfim.

Um abraço
VG
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: vitor_goncalves em 03 de Julho de 2008, 18:13
Amigo Joshua

Aqui neste planeta de provas e expiação, conforme a Doutrina Espirita nos diz, somos Espiritos Simples e Ignorantes, julgo eu, até irmos à Iluminação.

Se o amigo Joshua, não é, o que está a fazer aqui? Em missão?

Não suporta a Lei de Causa e Efeito, já redemiu tudo?

Mesmo no mundo em Regeneração, seremos Espiritos Simples e Ignorantes.

Repare que este nome não é meu, é da Doutrina, e é um nome genérico.

Claro que quando desencarnamos, nós seguimos para o plano de acordo com o nível que nós temos. Mas não deixamos de ser Espiritos Simples e Ignorantes.


Um abraço

VG
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Carlos Ribeiro em 03 de Julho de 2008, 18:18
Citar
Aqui neste planeta de provas e expiação, conforme a Doutrina Espirita nos diz, somos Espiritos Simples e Ignorantes, julgo eu, até irmos à Iluminação.
- Vitor Gonçalves

Por favor, amigo Vitor. O que o espiritismo nos diz é que somos criados simples e ignorantes.
Veja bem no Livro dos Espíritos e não deturpe a doutrina, por favor.
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Carlos Ribeiro em 03 de Julho de 2008, 18:25
115. Dos Espíritos, uns terão sido criados bons e outros maus?
“Deus criou todos os Espíritos simples e ignorantes, isto é, sem saber. A cada um
deu determinada missão, com o fim de esclarecê-los e de os fazer chegar progressivamente
à perfeição, pelo conhecimento da verdade, para aproximá-los de si.

121. Por que é que alguns Espíritos seguiram o caminho do bem e outros o do mal?
“Não têm eles o livre-arbítrio? Deus não os criou maus; criou-os simples e
ignorantes
, isto é, tendo tanta aptidão para o bem quanta para o mal. Os que são maus,
assim se tornaram por vontade própria.”

133. Têm necessidade de encarnação os Espíritos que, desde o princípio,
seguiram o caminho do bem?
“Todos são criados simples e ignorantes e se instruem nas lutas e tribulações da vida corporal. Deus, que é justo, não podia fazer felizes a uns, sem fadigas e trabalhos, conseguintemente sem mérito.”

634. Por que está o mal na natureza das coisas? Falo do mal moral. Não podia Deus ter criado a Humanidade em melhores condições?
“Já te dissemos: os Espíritos foram criados simples e ignorantes (115). Deus deixa que o homem escolha o caminho.
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Carlos Ribeiro em 03 de Julho de 2008, 20:12
Citar
Um pouco de humildade e de bom senso não faz mal a ninguém.
Atlante
Esta frase é dirigida a alguém em particular, amigo Atlante? É mais alguma indirecta?
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: aruanda em 03 de Julho de 2008, 20:19
Citar
eu sou da opinião, que todo o acto que tem em vista, o impedimento da reprodução, é um acto contra-natura, visto que, Deus criou o homem e a mulher, para se reproduzirem, tudo o resto, denota apenas sensualidade, e assim a predominância do corpo sobre a alma.

Joshua, acha mesmo que isto está correcto?
Depois de tudo que aprendemos com o espiritismo?

Deus criou-nos para nos amarmos...o reproduzir faz parte desse amor...ou devia fazer.
Continuar a levar à letra aquilo que nos interessa na bíblia e, rejeitar o que não nos interessa não é uma boa opção.

Isto é quase como afirmar, eu não sou racista mas, quero os negros(ou qualquer outra raça) ,longe de mim....concluindo: é racista.

Enfim, proponho que não avancemos mais neste tópico que já está a desvirtuar-se.

Concordam?



Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: SB em 03 de Julho de 2008, 21:03
Olá,

A doutrina não nos fala claramente sobre este assunto.

No entanto, pelo que podemos depreender pela Doutrina, será sempre alcançar dentro do padrão ou patamar de cada um a sua aprendizagem da melhor forma possivel como a Aruanda nos fala.

Temos que aceitar em primeiro aquilo que somos e conhecer-nos. Na realidade se soubermos realizar um bom estudo de nós e da Doutrina, agimos sem preconceitos e aceitamos as condições de qualquer um, mesmo que ainda não as entendamos.

Não podemos falar de contra-natura, em quanto o ser humano nesta altura da sua evolução, e falo em particular para os espiritas (por mim falo, porque nao sou santa), quando ainda usam para evitar a gravidez por exemplo os contraceptivos hormonais, ou mm o coito interropido, entre outros processos. Será que o “pecado” não é identico? Portanto, ainda estamos longe de fazer este ou aquele julgamento do que é contra-natura neste aspecto.

Estamos numa Doutrina em que nos extingue de preconceitos e dogmas, principalemnte pela ignorância que ainda nos é alcançada diariamente mas estamos por isso capacitados ou deveriamos estár para aceitar as condições e os aprendizados que todas as experiencias nos possam trazer mais benevolencia para conosco e para com os outros, percebendo que em cada um, como seres individuais a felicidade se torna individual e transcendente.

O ser homossexual, racionalmente pensando, so se torna infeliz atraves de todos os preconceitos culturais e ate politicos, que vem vinculando o estigma social, mas é uma coisa que vem dos primordios e ainda de dificil compreensão neste assunto para muitos e ate mesmo já sendo ou considerando-nos espiritas, infelizmente, porque todos directamente ou indirectamente tb contribuimos para isso.

Conheço apenas uma vertente espiritualista que se voncaciona a falar e a “trabalhar” este assunto como o sexo, onde permeia o sexo sem qualquer preconceito e de grande elevação. Como o de maior vitalidade e raiz para toda a felicidade, pela sua energia (sendo onde se localiza um dos nossos mais importantes chakras). Que aceitando toda a sua condição humana a pode trabalhar e direccionar (essa energia) para melhores efeitos em sua alma e corpo, transformando em pleno tudo isso em constante liberdade e felicidade, seja em que condição for…Tem para eles duas energias associadas que é a masculina e a feminina (todos as temos), de uma maneira geral e eles se esclarecem identificando e vivenciando na forma como pensam e agem direccionando essa energia... dai esse gerar de movimento da propria energia ser importantissimo porque se encarregará ao desequilibrio ou ao equilibrio do seu proprio ser.

Não é tao simples assim, mas entraria num caminho ao que chamam aqui neste espaço do Forum, normalmente, fora da Doutrina e não me vou alongar… não interessa…

Importa que dentro da Doutrina, ensina-nos de como devemos manter um certo nivel moral e nisso nunca se incluirá, exluir-nos tal qual somos, sejamos heterossexual ou homossexual, seria aniquilar qualquer respeito e diginidade do proprio espirito que tanto necessita de crescer.

Aceitemo-nos com defeitos e virtudes, e seremos felizes aprendendo.


abraços

Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Gabriel Duarte em 03 de Julho de 2008, 21:18
 ;D Boa tarde amigo DaVid!

Vou tentar responder seus questionamentos de acordo com meus conhecimentos, se eu falar alguma coisa incorreta, por favor, me corrijam!

Vou usar suas questões.

A minha questão é :
1) Quando se é homosexual desde a nascença, serà que o factor educação é o culpado do transvio de orientação sexual?

Vejo o Homossexualismo como um desvio de conduta resultante de um desequilíbrio gerado por uma dificuldade do Espírito em se adaptar ao seu corpo físico no que diz respeito ao gênero sexual. Esta dificuldade de adaptação reside no subconsciente, ou psique de cada indivíduo, os motivos que a geram variam de caso a caso, mas, dificilmente a educação é impactuante, caso contrário não veriamos casos em que irmãos que receberam a mesma educação tenham inclinações sexuais diferentes.

2) Outra questão é a solução para evoluir sendo homosexual serà o de não se viver a sexualidade. (visto que não se  pode viver na mentira, acho eu...)serà que viver na abstnência é solução?

Os campos de evolução são amplos em nosso planeta, um homossexual pode e deve evoluir em outros campos da vida que não digam respeito a este assunto, mas a correta adaptação ao seu corpo físico faz parte da sua evolução e é necessária; ao seu tempo, ocorrerá normalmente atravéz do auto conhecimento e a edificação de sua reforma íntima. Viver na abstinência também seria uma mentira, não seria uma solução, porém com o estudo e o auto aperfeiçoamento o homossexual perceberá que as relações entre homens não estão em conformidade com a natureza, e, logo, não estão de acordo com as leis de Deus, neste momento ele não mais praticará este ato, simplesmente porque perderá a vontade de fazê-lo com naturalidade ao reencontrar seu reequilíbrio. Mas não se engane, este é um caminho longo, que, na maioria das vezes necessita de mais de uma reencarnação.

3) Um dos erros està saliente na palavra homo sexualidade ora não é so uma questão sexual, são pessoas com sentimentos como todas as outras. Porque é que se nasce homosexual e o que fazer para mudar isso?

A palavra homossexualidade não se refere apenas a relação sexual, mas ao gênero sexual (masculino e feminino), define uma pessoa que sente atração pelo mesmo sexo(gênero) por ter características sexuais contrárias as naturais. Mas não nos prendamos a grafia da palavra, e sim ao seu significado.
A causa para se nascer homosexual exige um estudo aprofundado, e não pode ser especificada, pois varia a cada indivíduo. O que se deve fazer para mudar comentei anteriormente, de acordo com minha opnião.
Amanhã anexarei uma pesquisa que fiz sobre o assunto, está em outra máquina e não tenho acesso agora.

Espero que eu tenha ajudado!

Que a Paz e a Luz de Cristo esteja esteja sempre conosco.

Até mais...
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Gabriel Duarte em 03 de Julho de 2008, 21:32
Queridos amigos, pelo que percebi a lingua utilizada neste fórum é o português de Portugal, sou brasileiro, então desculpem algumas diferenças na escrita, que são facilmente compreensíveis!
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: SB em 03 de Julho de 2008, 21:33
 Viver na abstinência também seria uma mentira, não seria uma solução, porém com o estudo e o auto aperfeiçoamento o homossexual perceberá que as relações entre homens não estão em conformidade com a natureza, e, logo, não estão de acordo com as leis de Deus, neste momento ele não mais praticará este ato, simplesmente porque perderá a vontade de fazê-lo com naturalidade ao reencontrar seu reequilíbrio. Mas não se engane, este é um caminho longo, que, na maioria das vezes necessita de mais de uma reencarnação

É verdade. A alma precisa de encontrar para o seu prioprio equilibrio saber direccionar positivamente esta energia, e é certamente um caminho longo no proprio reconhecimento do espirito, o que nao equivale a infelicidade, deve ser sim um caminho de construção feliz.

Impede muito mais á alma a felicidade, neste caso, os preconceitos externos no geral que o rodeiam ;)


Somos portugueses mas  não só, é largamente frequentado e com maior numero de participações de amigos brasileiros, esteja á vontade   ;)

Bem vindo!

Abraços
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Jorge em 04 de Julho de 2008, 09:27
Olá aruanda,

«Joshua, acha mesmo que isto está correcto?»

Acho que sim, senão vejamos:

694. Que pensar dos usos que têm por fim deter a reprodução, com vistas à satisfação da sensualidade?

«Isso prova a predominância do corpo sobre a alma e o quanto o homem está imerso na matéria.»


E, aviso desde já, que esta, é a minha última participação neste fórum.


Abraços e muitas felicidades para todos vocês.



Amigo Joshua,

Agradeço e desejo-te também muitas felicidades, mas acho que deverias continuar porque existem muitos admiradores das tuas respostas claras e lógicas.

Olha, eu sou um deles ...  ;)

Grande abraço.
Jorge
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: vitor_goncalves em 04 de Julho de 2008, 11:25
Olá Amigos

Amigo Joshua

Tenha calma, não se percepite, você obrigou-me a ir rever a Doutrina.

Joshua você diz ser contra-natura, mas isso não tem nada de mal e porquê.

Vamos supor que uma pessoa é homosexual, ou porque nasceu assim, ou devido à educação, ou devido a qualquer outro motivo.
Teremos de analisar os porquês. Se essa pessoa se tornou homosexual é porque antes de reencarnar, escolheu essa opção, para a sua correcção, porque deve ter sido numa vida passada, um "carrasco" para com os homosexuais dessa época, e não há nada melhor para ele se redimir, senão através duma vida com essa situação de homosexual.
Agora repare, para que ele se corriga, terá de haver quem o critique, embora nesta altura hajam pessoas que o ajudem e o apoiem e lhes dê força.
A critica pode ser uma maneira de caridade para com um homosexual, para ele o sentir, perante a sua redimissão.

Há muitas maneiras de se fazer as correcções, das vidas passadas, mas julgo que esta é uma delas.

Numa reencarnação, nós temos que viver não só com a Lei de Causa e Efeito, mas também com o nosso Livre-Arbítrio, e normalmente isto não nada fácil.

Conheço uma pessoa, que era um anti-racista, mais convicto que conheci, no entanto numa determinada situação, ele tornou-se num racista feroz, embora agora, já se tornou outravez anti-racista, mas "com um pé atrás".

Isto não é nada fácil para todos nós. Mas estamos num mundo de provas e expiações.

Por isso digo, Joshua tenha calma.

Um abraço
VG
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Anderson - Brasil em 04 de Julho de 2008, 13:42
Olá Amigos

Acredito que a homossexualidade não é defeito, doença ou motivo de derrocada espiritual.
Existem homens e mulheres heterossexuais, mas que são imorais, corruptos e com outras várias faltas de virtude.

Como diz "O livro dos Espíritos", os espíritos não tem sexo. Eles tem sim uma orientação psíquica masculina ou feminina. Muitas vezes transitam entre suas encarnações de um sexo para o outro. Fato que pode explicar um homem com tendências femininas e a mulher com tendências masculinas.

Se os companheiros procurarem no Youtube, vídeos sobre Chico Xavier, este grande orientador da doutrina espírita, que também agia com a supervisão de Emmanuel, poderão encontrar um vídeo de um programa de televisão antigo (em preto e branco ainda), chamado "Pinga-Fogo". Neste programa os convidados entre médicos, psicólogos, jornalistas e religiosos exploravam o conhecimento de Chico Xavier. Um desses vídeos intitula-se Homossexualidade. Chico explica que segundos suas conversas com Emmanuel, muito há que se descobrir sobre a sexualidade, que orientações que para nós parecem estranhas, são só por falta de nosso conhecimento mais amplo.
E olhem que esse homem falou isso, acredito eu, lá pela década de 70. Mas é uma resposta bem iluminada.

A homossexualidade não é imoral, é sim, o que fazemos com ela de errado.
Sabemos que a mesma faca que é usada para cortar o pão, também pode ser usada para o assassinato.
Eu tenho amigos homossexuais que são amigos exemplares e outros já nem tanto, com as mesmas deficiências de heterossexuais.

E quem sou eu para avaliá-los ????
Não conheço toda a obra do universo da criação para avaliar.

Sejam Bem-Aventurados !!
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: zeni em 04 de Julho de 2008, 14:32
Olá! a todos, paz a todos.

Aqui vai também uma pequena participação, de um material sobre homossexualidade, espero também ajudar, e pedir ao nosso companheiro Joshua que não saia, suas participações no forum, tem tido muito valor, com relação ao estudo da doutrina.

<Moderador> [9] <Darkover> A vida homossexual regrada não seria o inicio de um tratamento do distúrbio causado em outra vida? <spyryt> Homossexualismo e dignidade moral - há homossexuais com conduta moral superior aos heteros pode comentar?

<Americo_Domingos> Ambas as perguntas são bem inteligentes e profundas. Realmente, o indivíduo pode canalizar suas emoções para o campo do homossexualismo de uma forma regrada, respeitando-se a si mesmo e ao próximo que lhe acompanha nessa jornada evolutiva. O importante é que o indivíduo homossexual saiba que ele é espírito imortal, apresentando-se nesta existência física com a oportunidade de melhoria do seu campo mental e físico. Muitos heterossexuais encontram-se em caminhos desarmônicos produzindo infelicidade e infortúnio a tantas pessoas, certamente preparando caminho para que em próximas existências venha no campo da homossexualidade. Sabemos que nem todos os homossexuais tem aparência feminina ou vice-versa. Podemos estar diante de condicionamentos sensoriais daqueles espíritos que, no passado, se entregaram a desregramentos sexuais comprometedores. Sabemos que em algumas culturas antigas, o homossexualismo era aceito com naturalidade. Exemplo: cultura grega antiga, romana antiga. Podemos também dizer que, no âmbito da lei de causa e efeito, os que no passado usaram de excessos de crueldade para com os desequilibrados sexuais e hoje vêm enfrentar situação idêntica para expiar sua intolerância desumana e aprender que ninguém está livre de cair naquilo que condena. (t)

<Moderador> [11] <curumim> Pela resposta do palestrante, ele coloca os homossexuais em duas categorias: ou são os que tem aparência feminina ou que se entregaram a desregramentos sexuais. Pergunto ao palestrante se não pode existir então amor entre pessoas no mesmo sexo, pela simples existência do amor e que esse amor não possa ser manifestado de forma física, como conseqüência do sentimento maior?

<Americo_Domingos> Realmente, nem todos os homossexuais têm aparência feminina ou vice-versa. Porém, o que faz ser uníssono nos homossexuais é a tendência para o mesmo sexo. Pode existir, sim, relacionamento homossexual sem sexo, como ocorre também em casais heterossexuais. Cada caso é um caso. Em verdade, estamos diante de um universo de pensamentos, desejos, anseios, ilusões. Tudo isso relacionado à certeza de que é um fenômeno passageiro, logo passa, como também passamos rapidamente por uma encarnação terrena. Contudo, o espírito é imortal e a felicidade é a meta a ser alcançada, porque, em realidade, já trazemos a perfeição, em potencial, desde o momento de nossa formação cósmica. (t)

<Moderador> [7] <MIKE> Doutor, como se libertar do homossexualismo? Muita gente tem a mesma dúvida, principalmente quando se trata de ajudar outras pessoas...

<Americo_Domingos> É importante que o indivíduo portador da homossexualidade queira modificar-se. O que se encontra na disfunção insatisfeito, desejando a canalização do sexo para o meio natural que é o heterossexualismo pode receber, principalmente de um terapeuta espírita, o auxílio necessário para que encontre o caminho da harmonização. Para aqueles que estão bem dentro da área do homossexualismo, a recomendação terapêutica é a de que evitem a promiscuidade e que a ligação heterossexual seja exercida sob a luz do amor. (t)


<
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Gabriel Duarte em 04 de Julho de 2008, 17:51
Bom dia Amigo Vitor Gonçalves.

Gostaria de comentar a minha visão sobre o seguinte comentário:

"Se essa pessoa se tornou homosexual é porque antes de reencarnar, escolheu essa opção, para a sua correcção, porque deve ter sido numa vida passada, um "carrasco" para com os homosexuais dessa época, e não há nada melhor para ele se redimir, senão através duma vida com essa situação de homosexual."

Minha opnião é que não se escolhe ser homossexual antes de reencarnar, mas sim ser homem e mulher. O livro dos espíritos já nos diz que encarnamos como homens ou mulheres, o homossexualismo é resultado de uma má adaptação ao gênero sexual em que nos encontramos. Devemos considerar também que na maioria das vezes esta escolha não é feita pelo espírito reencarnante, mas pela equipe espiritual encarregada da elaboração do programa reencarnatório dele. Da qual ele participa de acordo com sua evolução espiritual.

O que acontece em alguns casos é que espíritos que em sua existência anterior foram, por exemplo, homens que desrespeitaram e tiranizaram o sexo feminino, venham encarnados como mulher para que não cometam o mesmo erro e possam se expiar seus erros, talvez sofrendo os mesmos desrespeitos como mulheres. Porém, ao reencarnar não se adaptam a nova situação, conservando a orientação psíquica anterior, contrária a sua natureza física atual.

O homossexualismo é um desvio momentâneo causado por um desequilíbrio, portanto, não pode fazer parte do programa reencarnatório do indivíduo. Em resumo, o plano superior não determina que um espírito encarne como homossexual, mas sim como homem ou mulher e com planos relacionados a sua condição.

Segue em anexo uma pesquisa que realizei sobre o assunto, espero que ajude!

Até mais....
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: vitor_goncalves em 04 de Julho de 2008, 19:00
Olá Gabriel Duarte

Você é capaz de ter razão.

No entanto, (como não entendo bem disto ) para mim, o artigo falam, mais sobre transexuais.
Posso estar errado, mas acho que há diferência, entre um homosexual, que gosta de pessoas do mesmo sexo, mas não deixa de ser homem, ou mulher, no entanto um transsexual, gosta de mudar o sexo, julgo eu ,mas se calhar estou errado.

Mas a ideia era a mesma.


Um abraço

VG

Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Gabriel Duarte em 04 de Julho de 2008, 20:13
Vitor,

       Entendo o que quer dizer, mas veja bem, de acordo com meus conhecimentos o Homossexual é a pessoa que sente atração por pessoas do mesmo sexo. Transexual é o Homossexual que fez uma cirurgia de troca de sexo.
       Portanto, nem todo Homossexual é Transexual, porém, todo Transexual é Homosexual. Então meus comentários se aplicam tanto a um quanto ao outro não acha?

Grande abraço!


"Meus amigos, segue uma oração muito bonita que recebi, vale a pena ver, embora não diga respeito ao assunto em questão."
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: aruanda em 04 de Julho de 2008, 20:13
Gabriel Duarte, concordo em absoluto com a sua resposta.

Abraços
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Gabriel Duarte em 04 de Julho de 2008, 20:16
 ;D [size=10pt]Obrigado Amiga![/size]
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: davidsecio1978 em 04 de Julho de 2008, 23:54
Gostei muito das vossas opinioes todas muito completas e complexas, mas é dificil de saber qual a verdadeira solução para o problema. Sendo que existe um mal estar que vai ser determinado:
1) abstinência = infelicidade sentimental
2) viver a sexualidade=não evolução
3) despero de causa = suicidio

Como poder soluçionar o problema???

Obrigado
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: SB em 05 de Julho de 2008, 07:31
Eu respondo-te, simplesmente assim:

O poder de transformar o PENSAMENTO.  ;)

E quando digo transformar, nao digo mudar, porque podemos não conseguir ainda mudar nesta vida.

Transformar leva-nos a interiorizar e a sentir.

Não á abstinencia na essencia da palavra, ha sim, ausencia de vontade. E quando se faz isto como por obrigação de valores, por preconceitos, etc, nunca vamos conseguir realizar a abstinencia. Vamos nos massacrar originando culpas.

Ao passo que se a abstenincia for causada por outros prazeres, direccionando a sua forma de amar, o seu proprio ser, a natureza esta a amar Deus e sem culpas. Isto é direccionando a energia do amor para outros interesses.

ha quem a aplique na musica, na pintura por exemplo.

Viver a sexualidade. Pode-se viver a sexualidade sem o acto em si. Podemos praticar amor constantemente.

Quando nos transformamos, positivimamente, não aproximamos influencias negativas e isso jamais nos levará ao suicidio.

David,

tudo passa pela constante autodescoberta, e na transformação positivamente do pensamento, logo nos transformaremos em seres mais belos e felizes  ;)

Não vejo nem nunca vi a homosexualidade um drama, muito pelo contrário, são seres que entre os heterossexuais nos dão muitas provas de amor efectivamentes, porque muitos acabam por se transformar em pessoas que se respeitam mais a si mesmo e sem preconceitos do que nós heterossexuais!

Abraços




Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: J.Rodrigues em 05 de Julho de 2008, 07:36
Olá companheiros

Mais uma vez se constata que a discussãos sobre um tema gera polémica e por vezes azedume devido ao facto de um ponto de vista de um companheiro não estar em consonãncia com o que pensa outro companheiro.
A doutrina está ai, impressa em livros de papel, aberta e a disposição de todos os que queiram ler e depois interpretar.
O seu codificador, nosso mestre, nos disse que deveriamos interpretar assituações sempre á luz da razão. Logo, não como eu penso que é assim porque necessáriamente colidirá com a posçao do outro que ambém pensa que é assim, e é sabido, porque natural, sobre um mesm tema abordado ao mesmo tempo amos têm a sua própri interpretação com base na sua formação base dos conhecimentos adquiridos até então.
Também nos disse o Codificador que estaria aberto a seguir a ciencia quando ela demonstrasse evidências de estar correta em determinadas situações ehoje são conhecidas algumas que têm conformado o que foi dito pelos guias que orientraram Kardec na codificação.
Será ou não de colocarmos as nossas posiçõe de forma a contribuirem para que os companheiros sobre elas rciocinem com base na lógica e na razão repondendo com as suas posições de igual modo, promovendo assim a possibilidade de um caldeamento que necessáriamente leverá um entendimento comum sobre o teme em debate?
Não sairemos todos a ganhar com esta forma de estar no Fórum, local que deverá ser de estudo e de elevação a todos os níveis?

A ciência á evolui muito em determinadas áreas e em espeial na área cromossomática tendo deonstrado que as ligações XX, XY e ainda algumas variantes são responáveis pelas diferenças de género emesmo de comportamento e não é de espapntar que possam vir a confirmar outras, muitas daquelas que os orientadores de Kardec lhe transmitiram e que ele transcreveu para o papel que é hoje a sua grande obra.
Penso que não será em vão que muitos cientistas(da classe que procura manter-se numa posição de ateísmo) já começou desde algum tempo, a estudar os temas da matéria com algo que até então consideravam como sendo apenas fruto da imaginação dos menos preparados centifica e intelectalmente.

Concluido considero que a nossa posição nos debates deverá ser de elevação e consutriva demonstradora da capacidade de respeito pela diferença de pensamento e todos os intervevientos nos debates, desde que neles entrem com espirito construtivo e não de aproveitamteno para desacreditar o movimento como já se tem constado.

um abraço e desejos de muita paz

Rodrigues
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: davidsecio1978 em 05 de Julho de 2008, 10:22
Olà Rodrigues,

Não percebi se a "achega" de perturbar os debates no forum foi dirigido a mim. Não pretendo de forma alguma "fugir" aos ensinamentos da doutrina, mas um forum serve para  colocar questões e esclarecer duvidas. Acho que o mais importante de tudo é sermos sinceros conosco e com os outros e sobretudo transparentes. Isto não impede que mudemos de posição em relação a determinado assunto. Eu estou neste forum precisamente porque acho que a doutrina espirita pode ajudar-me a mudar, porque se precisar que me critiquem ou que me excluam não preciso vir aqui jà me aconteçe no dia a dia e desde pequeno. O objectivo é mudar e crescer e não hà que ser hipocrita e camuflar a verdade que por mais que dura que seja existe na realidade.

bem aja

David
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: aruanda em 05 de Julho de 2008, 11:47
Citar
Concluido considero que a nossa posição nos debates deverá ser de elevação e construtiva demonstradora da capacidade de respeito pela diferença de pensamento e todos os interventores nos debates, desde que neles entrem com espírito construtivo e não de aproveitamento para desacreditar o movimento como já se tem constado.

Olá J.Rodrigues, com todo o respeito que me merece, penso que a sua abordagem não está muito correcta. Onde e de que forma aconteceu o que disse?

Pode ser que alguns de nós se expressem de maneira mais emotiva mas, desacreditar o movimento? ....não acha isso um grande exagero?

Sinceramente, acho que desta vez quem exagerou foi o J. Rodrigues.

Abraços


Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: aruanda em 05 de Julho de 2008, 12:11
Citar
Gostei muito das vossas opiniões todas muito completas e complexas, mas é difícil de saber qual a verdadeira solução para o problema. Sendo que existe um mal estar que vai ser determinado:
1) abstinência = infelicidade sentimental

Abstinência só deve acontecer se tal for a vontade da pessoa. Tipo pessoas que conseguem viver uma vida ligadas a outras áreas , quer espirituais , quer cientificas ,  ou outras e, de tal forma vivem isso que direccionam a sua sexualidade nesse sentido.
 Para mim a abstinência não faz sentido  . O que faz sentido é a nossa integridade moral seja qual for a nossa escolha. Não podemos nem devemos ser promíscuos.
Citar
2) viver a sexualidade=não evolução

Esta não entendi.
Porque não viver a sexualidade se existe amor?

E, esta situação refere-se a todos, homo ou hetero.

A sexualidade só deve ser vivida com amor, caso contrário é, nesse caso sim...não
evolução. E, andamos todos aprender esse caminho, quer o assumamos ou não.


Citar
3) desespero de causa = suicídio

Isto NUNCA deve acontecer. Antes de mais temos que compreender quem somos e o que andamos cá a fazer e,se  a nossa consciência não nos acusar de nada, que importa o que os outros digam?
Suicídio? Isso sim é não evolução.
Mesmo, partindo do pressuposto que erramos em algum lado, temos sempre a hipótese de mudar mas, de mudar de acordo com a nossa consciência e não com  a teoria dos outros porque quer queiramos quer não, cada um de nós fala de acordo com os seus conhecimentos mas, também de acordo com o que PENSA e o que pensamos às vezes desconhecemos na integra.
Citar
Como poder solucionar o problema???

Sendo você MESMO.

Fazendo aos outros o que gostaria que os outros lhe fizessem a si e, deixando  que Deus o acuse...ELE nunca o irá fazer...portanto, mais ninguém poderá ter esse direito.
E, mesmo que o façam ...problema das pessoas, não seu.

abraços




Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Ann@ em 05 de Julho de 2008, 22:58


David, eu entendo (me corrija se estiver errada) que você esta se preocupando com os atos puramente e não com os sentimentos que acompanham esses atos.

Eu sou da opinião da Olga, nesta última resposta.


Abçs
Ana
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: J.Rodrigues em 07 de Julho de 2008, 10:27
Será assim tão dificil de entender?
Inicia-se um debete sobre um tema e passado algum tempo temos questiúnculas que levam componentes do denate a dizer que se afastam do fórum.
Porquê????
Espíritas não devem demonstrar na prática aquilo que se diz na Doutrina?
Notem que não fiz alusão a nenhum dos participantes em especial, apenas procurei manisfestar a minha opinião.
O grande Pietro Ubaldi um dia escreveu, no já longinquo ano de 1952:
Encontrei católicos, hortodoxos, protestantes evangélicos, Budistas,maometanos,espiritistas(espíritas) que a sua prática era plenamente conforme os preceitos e muitos outros que a sua prática não estava em consonância com os preceitos doutrinários e isso o entristecia.
Claro que todos nós como simples encarnados estamos sujeitos às mesmas situações e eu pessoalmente talvez até seja dos piores.
Continuarei a tudo fazer por procurar corrigir-me.
Na minha exposição se a algum ofendi, involuntàriamente, aquio deixo expressa as minhas humildes desculpas.
Muita paz para todos.
Rodrigues
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: flordelisMG em 07 de Julho de 2008, 15:06
Oie Aruanda!

Gostei muito de tudo que disse e em especial da parte:

Citar
Fazendo aos outros o que gostaria que os outros lhe fizessem a si e, deixando  que Deus o acuse...ELE nunca o irá fazer...portanto, mais ninguém poderá ter esse direito.
E, mesmo que o façam ...problema das pessoas, não seu.


________________________

Oi davidsecio1978,

Pois, sou da mesma opinião da Aruanda. E na medida do possível compreenda que os homossexuais e qualquer outro com uma situação em conflito deveriam viver a vida em plenutide. Digo:

Simplesmente que busquem a essência da palavra amor! Independentemente do que for... ame, devemos seguir o nosso coração. Não deixando que os outros nos apresionem pelas opiniões. Pois só Deus sabe os nossos desígnios, só a ele cabe julgar.

Porque se acaso seguirmos o que outro diz, pode nos fazer mal... porque a cada um tem o tempo certo de dar frutos. E cabe ao outro até mesmo mais sábio(mais evoluído, talvez) respeitar esse tempo.

A propósito acredito que:

É um desrespeito tudo aquilo que, sabendo de antemão, ao ser dito possa gerar infelicidade ao outro. Porque isso é falta de caridade.

(Daí se um comentário meu pode prejudicar/ferir/magoar alguém, prefiro me calar, é opinião muito própria)


Lembro-me muito de uma frase que li:

"Espalha o bem quanto puderes e como puderes, respeitando a integridade da própria consciência" Livro Viajor - Emmanuel

Assim, a abstinência para uns é uma coisa fácil e simples para outros não, exigir tal conduta pode conduzir aos que não estão preparados uma infelicidade.

Viver ou não a sexualidade causa regresso ou paralisa-se? Nenhum espírito retroage, senão feriria a lei do progresso. Se paralisa, só Deus sabe, mas creio que não, pois acredito que seria uma incoerÊncia praticar vários atos na vida e Deus julgar alguém só por se ser homossexual e aí se paralisar uma vida toda por causa disso. O Seu julgamento é complexo para nossa compreensão.
A ressalva que eu faço é que se faça com amor, viver a sexualidade com amor.

Suicidar? Bem um homossexual que se suicidasse com certeza não seria aconselhável (a qualquer um). SE perquerirmos o motivo podemos chegar a vários, mas o que me vem a mente é porque provavelmente ele não se aceitou e priorizou o que os outros disseram, por medo-preconceito. Seria um desperdicio muito grande a oportunidade que DEus o concedeu. A vida é linda demais para as pessoas agirem assim.
(E quem sabe não é uma prova para o espírito que vive nessa situação? a de enfrentar o preconceito da sociedade e uma prova para o sociedade em saber respeitar e viver com as diferenças?)

Sou da opinião, em que pese ao contrário de expor o seguinte:
Se um homossexual é feliz vivendo e respeitando o outro. Não acredito ser contra a lei da natureza.

Sabe porquê? Um dia me deparei com uma colega minha que me disse que era homossexual, daí eu despejei minha argumentação contrária a tudo, critiquei falei falei. No final ela disse: VocÊ acha que Deus também não ama os homossexuais? Ela só disse isso, a frase dela me calou fundo e apartir daí eu aprendi a respeitá-la muito mais que antes.


Escolha ou Opção? Se é certo ou errado? Isso a Deus compete julgar. E a mim a de respeitar sempre.

Abraços.
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Gabriel Duarte em 07 de Julho de 2008, 15:40
Bom dia David!

Muito bons os comentários da amiga Aruanda, abaixo. Preste bastante atenção no que ela diz.

Saiba que o movimento espírita acolhe a todos que querem conhecê-lo, não exije-se perfeição, pois desta forma o espíritismo sucumbiria, pois quem dentre nós poderia se dizer perfeito? Todos temos nossas imperfeições e devemos andar juntos e de mãos dadas para nos conhecermos, nos melhorarmos, evoluirmos constantemente e sermos felizes com nós mesmos amando a Deus acima de todas as coisas!

Gostaria de comentar o segundo "dilema" que você nos colocou, de acordo com minha opnião.

2) viver a sexualidade=não evolução

Como poder soluçionar o problema???

Querido amigo, na minha opnião você está sendo um pouquino radical no que diz respeito a essa questão! :D

O fato de viver a sexualidade, enquanto homossexual, não significa que o indivíduo não possa evoluir e se melhorar.Pode-se, e deve-se, mesmo vivendo a sexualidade, se tornar mais caridoso para com o próximo, mais tolerante e indulgente para com os outros, aprender a encarar as dificuldades da vida com mais tranquilidade, equilíbrio e fé, aprender a amar mais a Deus, ao próximo e a si mesmo. Isso tudo meu irmaão. é EVOLUIR!
Não é porque você não aprende matemática, que você não poderá aprender Português, Biologia, Química, Física, etc... Quando você estiver preparado, aprenderá também a matemática. Assim é o caminho da vida e da evolução, um passo de cada vez, sem desespero e com muita paciência e dedicação! ;D

O mais importante é nos aceitarmos como seres imperfeitos que somos e trabalharmos constantemente para nos melhorarmos, sem pressa, somos espíritos imortais e temos muito tempo e um longo caminho pela frente!

Que a a Luz e o amor do Nosso Pai esteja sempre conosco.
Uma ótima semana a todos!

Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Peregrino em 09 de Julho de 2008, 00:46


Minha opnião é que não se escolhe ser homossexual antes de reencarnar, mas sim ser homem e mulher. O livro dos espíritos já nos diz que encarnamos como homens ou mulheres, o homossexualismo é resultado de uma má adaptação ao gênero sexual em que nos encontramos. Devemos considerar também que na maioria das vezes esta escolha não é feita pelo espírito reencarnante, mas pela equipe espiritual encarregada da elaboração do programa reencarnatório dele. Da qual ele participa de acordo com sua evolução espiritual.

O homossexualismo é um desvio momentâneo causado por um desequilíbrio, portanto, não pode fazer parte do programa reencarnatório do indivíduo. Em resumo, o plano superior não determina que um espírito encarne como homossexual, mas sim como homem ou mulher e com planos relacionados a sua condição.




Saiba que o movimento espírita acolhe a todos que querem conhecê-lo, não exije-se perfeição, pois desta forma o espíritismo sucumbiria, pois quem dentre nós poderia se dizer perfeito? Todos temos nossas imperfeições e devemos andar juntos e de mãos dadas para nos conhecermos, nos melhorarmos, evoluirmos constantemente e sermos felizes com nós mesmos amando a Deus acima de todas as coisas!

O fato de viver a sexualidade, enquanto homossexual, não significa que o indivíduo não possa evoluir e se melhorar.[/i]Pode-se, e deve-se, mesmo vivendo a sexualidade, se tornar mais caridoso para com o próximo, mais tolerante e indulgente para com os outros, aprender a encarar as dificuldades da vida com mais tranquilidade, equilíbrio e fé, aprender a amar mais a Deus, ao próximo e a si mesmo. Isso tudo meu irmão. é EVOLUIR!
Não é porque você não aprende matemática, que você não poderá aprender Português, Biologia, Química, Física, etc... Quando você estiver preparado, aprenderá também a matemática. Assim é o caminho da vida e da evolução, um passo de cada vez
[/b]
, sem desespero e com muita paciência e dedicação![/color]


Olá GD,

Também me parece que esse entendimento da doutrina espírita é o certo. E gostei da parabola do estudante e da matemática. Penso que temos todos muitas imperfeições a corrigir EM NÓS MESMOS. Mas podemos analizar TUDO de modo a ficarmos, em conjunto, esclarecidos. A ignorância é fonte de muito do que ainda está mal neste planeta. Não tem que haver temas tabus. Tem é que haver respeito e tolerância uns pelos outros.

Um abraço fraterno.

Pg
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Gabriel Duarte em 09 de Julho de 2008, 12:45
É isso ai amigo Peregrino!

Vamos andar de mão dadas e nos fortalecendo mutuamente como irmãos que somos!

Grande abraço, que a luz e o amor de Cristo e de seus Anjos de Luz estejam conosco.


 ;D
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Jorge em 09 de Julho de 2008, 14:22
Olá amigos

Concordo com algumas coisas que aqui foram ditas, mas permanece uma questão;
À luz, por exemplo, deste texto de José Herculano Pires, não estaremos a aceitar o comportamento contranatura ou seja o desvio sexual?

Depois de ler o texto em anexo e se o mesmo é digno de credibilidade, não consigo compreender como se poderá aconselhar o sujeito desequilibrado a persistir no desvio sexual ao invés de o socorrer com o poderoso lenitivo da doutrina espírita.

É só uma opinião.



"No capítulo trágico das obsessões em massa temos o tópico especial do vampirismo. Desde a mais alta Antigüidade os casos de obsessão e loucura foram tratados a pancadas para expulsão dos demônios causadores. Na Idade Média, como disse Conan Doyle, houve uma invasão de bárbaros, que os clérigos combatiam com afogamento das vítimas nos rios e lagos e a queima dos hereges vivos em praça pública, sobre montes de lenha a que se ateava o fogo da purificação.

Nos conventos e mosteiros houve a infestação dos súcubos e íncubos, demônios libertinos que se apossavam das vítimas, homens e mulheres, para relações sexuais delirantes.

A eclosão da Renascença, após o milênio de torturas e matanças, aliviou o planeta com a renovação da cultura mítico-erótica, em que as flores roxas da mandrágora atraíam os vampiros do sexo condenado.

Em nossos dias assistimos a um explodir de recalques e frustrações nas águas sujas da pornografia e da criminalidade erótica. Voltam os vampiros, em bandos famintos, ansiosos pelo sangue de novas vítimas.

No meio espírita surgem livros mediúnicos de advertência, como Sexo e Destino, na psicografia de Chico Xavier, e livros de elaboração humana, mas baseados em experiências mediúnicas, como Sexo Depois da Morte, do Dr. Ranieri. São revelações chocantes, mas necessárias, de um aspecto aterrador do problema mediúnico. Não atestam contra a mediunidade, mas tentam despertar os incautos quanto aos perigos do mediunismo selvagem.

São muitos os casos de sexualidade mórbida, exasperada pelos vampiros. Esta denominação é dada aos Espíritos inferiores que se deixaram arrastar nos delírios da sensualidade e continuam nessa situação após a morte.

A Psiquiatria materialista, impotente diante da enxurrada, incapaz de perceber a ação parasitária dos vampiros, desiste da cura dos desequilíbrios sexuais e cai vergonhosamente na aceitação desses casos como normais, estimulando as vítimas no desgaste de suas energias vitais, em favor do vampirismo. Não obstante, mesmo ignorando as causas profundas do fenômeno ameaçador, poderia ela contribuir para o socorro a essas criaturas, através de teorias equilibradas sobre desvios sexuais.

Ao invés de dar-lhes a falsa cidadania de normalidade, podiam os psiquiatras da libertinagem recorrer às teorias da dignidade humana, que se não são espirituais, pelo menos defendem os direitos do Espírito. Mas preferem deixar-se envolver, que é mais fácil e mais rendoso, tornando-se os camelôs ilustres da homossexualidade, os protetores e incentivadores pseudocientíficos da depravação.

A existência de certas formas de vampirismo, como a sexual, que viola os princípios morais e religiosos, foi pouco tratada no Espiritismo em virtude do escândalo que provocava, podendo até mesmo causar perturbações a criaturas simples e excessivamente sensíveis.

A maioria dos casos do chamado homossexualismo adquirido, senão todos, provêm de atuação obsessiva de entidades animalescas, entregues a instintos inferiores. Mas a responsabilidade não é só das entidades, é também das vítimas que, de uma forma ou de outra, se deixaram dominar pelos primeiros impulsos obsessivos ou até mesmo provocaram a aproximação das entidades.

A experiência de vários casos dessa natureza revela-nos ainda os motivos da provação, decorrentes de atrocidades praticadas no passado pelas vítimas atuais, que são agora colocadas na mesma condição em que colocaram criaturas inocentes em encarnações anteriores.

A lei de causa e efeito, determinando o karma da terminologia indiana, colhe suas vítimas geralmente no período da adolescência, quando essas ocorrências são mais favorecidas pela crise de transição da idade. Mas também há casos ocorridos na idade madura e na velhice, dependentes, ao que parece, de crises típicas desses períodos. Nos casos chamados de perversão constitucional a presença de obsessores não está excluída, pois eles são fatalmente atraídos e ligam-se às vítimas excitando-lhes as sensações e agravando-lhes a perturbação.

Em todos esses casos o auxílio de práticas espíritas específicas dá sempre resultados. E se houver boa-vontade da parte das vítimas os casos serão resolvidos, por mais prolongado que se torne o tratamento. Em casos difíceis e complexos como esses, é necessária uma boa dose de compreensão e paciência da parte dos que os tratam e uma estimulação constante das vítimas na busca da normalidade.

Os desvios sexuais têm procedências diversas. Suas raízes genésicas podem vir de profundidades insondáveis. A própria filogênese do sexo, que começa aparentemente no reino mineral, passando pelo vegetal e ao animal, para depois chegar ao homem, apresentando enorme variação de formas, inclusive a autogênese dos vírus e das células e a bissexualidade dos hermafroditas, justifica o aparecimento de desvios sexuais congênitos.

Mais próximos de nós, nas linhas da hereditariedade germinal estão os ritos da virilidade de antigas civilizações, entre as quais a Grécia e Roma arcaicas, onde em várias épocas esses ritos vigoraram de maneira obrigatória, como em Esparta, onde os efebos, adolescentes, deviam receber a virilidade transmitida por homens adultos e viris através da prática homossexual, fornecem elementos possíveis de explicação para o fenômeno.

(Transcrito do livro Mediunidade, de José Herculano Pires, editado pela Edicel)"

Abraços fraternos.
Jorge
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Gabriel Duarte em 09 de Julho de 2008, 15:00
Desulpe Jorge, mas em qual momento foi aconselhado que algém persistisse no comportamento homossexual?  ???

A Doutrina Espírita não aconselha ninguém a permanecer como homossexual, mas os aceita como seres imperfeitos como todos nós somos e os auxilía a se reequilibrarem e seguirem no caminho da evolução em paz consigo mesmo.

Talvez você tenha compreendido alhuma coisa mal.  :-\

Grande abraço! ;D

Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Gabriel Duarte em 09 de Julho de 2008, 15:28
No texto transcrito abaixo o autor da maior enfoque as práticas sexuais desregradas causadas em alguns casos por influência de obsessores. Estas práticas não são limitadas aos homossexuais, também se dão entre heteros.

Na minha opnião, são poucos os casos em que os desvios sexuais relacionados à homossexualidade se enquadram neste quadro obsessivo, porém não devemos descartar esta possibilidade, mas, devemos tomar cuidado com o que lemos e com o que aceitamos, devemos procurar informações nas mais variadas fontes de pesquisa para formarmos uma opnião racional sobre o assunto.

Lembre-se da máxima: "Tudo me é lícito, mas nem tudo me convém."

Pessoalmente, não concordo com a parte do texto que associa a filogênese do sexo diretamente como uma das causas dos desvíos sexuais, desta forma cairíamos na visão dos cientistas e estudiosos materialistas, que não conseguem enchergar a ação do espírito que está por trás da formação da matéria. Os desvios genéticos são consequência de desequilíbrios espirituais.

Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Jorge em 09 de Julho de 2008, 15:41
Olá Gabriel,

"O fato de viver a sexualidade, enquanto homossexual, não significa que o indivíduo não possa evoluir e se melhorar.Pode-se, e deve-se, mesmo vivendo a sexualidade, se tornar mais caridoso para com o próximo, mais tolerante e indulgente para com os outros, aprender a encarar as dificuldades da vida com mais tranquilidade, equilíbrio e fé, aprender a amar mais a Deus, ao próximo e a si mesmo. Isso tudo meu irmaão. é EVOLUIR!"

Bem, este texto parece sustentar aquilo que afirmei mas se compreendi mal, peço desculpa por esse facto.

Abraço fraterno.
Jorge
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Ann@ em 09 de Julho de 2008, 15:46

Olá amigos,

Citar
O fato de viver a sexualidade, enquanto homossexual, não significa que o indivíduo não possa evoluir e se melhorar.Pode-se, e deve-se, mesmo vivendo a sexualidade, se tornar mais caridoso para com o próximo, mais tolerante e indulgente para com os outros, aprender a encarar as dificuldades da vida com mais tranquilidade, equilíbrio e fé, aprender a amar mais a Deus, ao próximo e a si mesmo. Isso tudo meu irmaão. é EVOLUIR!"

ótimo texto Jorge.

Abçs
Ana
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Gabriel Duarte em 09 de Julho de 2008, 15:52
Humm, entendo o que você quer dizer! Mas você não compreendeu bem.

Não quis dizer que ele está evoluindo com a prática homossexual, esta pratica não contribui de forma alguma para sua evolução, pois é um desvio; o que quis dizer é que o fato de o homossexual viver a sexualidade não o impede de evoluir em outros campos da vida que não dizem respeito a ela, embora esteja estagnado em sua evolução no que diz respeito a sexualidade.

Consegui ser mais claro?   ???



Meus amigos, se alguém não compreender ou não concordar com alguma coisa que eu disser, podem me questionar, por favor! Não ficarei chateado... ;)

Obrigado por ter questionado Jorge, espero que tenha esclarecido minha posição!

Abração!
;D
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Gabriel Duarte em 09 de Julho de 2008, 15:58
Oi Ana!

Na verdade o texto que você sitou abaixo é meu... hehehe   :o

O Jorge o transcreveu porque não havia compreendido bem! ;D

Abração...
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Ann@ em 09 de Julho de 2008, 16:23
Oi Gabriel, me desculpe :o


eu entendi o contrário, que o Jorge havia colocado e alguém, não exatamente você, não havia entendido  :-[

Mas não invalida em nada minha opinião, acho ótimo o texto sim e concordo. Gosto muito do que o Chico Xavier responde, no video que já coloquei por aqui:

Diz ele: Porque nós temos um problema em matéria de sexo na humanidade, que precisaríamos considerar com bastante segurança e respeito recíproco. Vamos dizer assim: as potências do homem na visão, na audição, nos recursos imensos do cérebro, nos recursos gustativos, nas mãos, na facilidade com que as mãos executam trabalhos manuais, nos pés... se todas essas potências foram dadas ao homem para educação para rendimento no bem, isto é, potências consagradas ao bem e à luz em nome de Deus, seria o sexo, em suas várias manifestações, sentenciado às trevas?

As considerações que são levantadas por Chico Xavier nesse video, não estão relacionadas aos vícios da sexualidade, onde deve-se incluir os heterossexuais. Estas considerações são relacionadas aos nossos irmãos que trazem certo conflito de personalidade (aqui devemos lembrar que a personalidade está ligada a reencarnação, podendo o meio, crença, criação, clima, etc. terem grande influência nessa personalidade). As causas do homossexualismo e do bissexualismo podem ser de diversas origens: uma prova, ou tarefa – problemas de preconceitos que devem ser extirpados de nossa vida, por exemplo. Geralmente deve se considerar problemas conflitantes de todos os envolvidos (a família inclusive). Temos várias hipóteses levantadas pelo plano espiritual Superior, mas não podemos afirmar nada sem grande estudo, afinal no espiritismo tudo depende.

Além disso algumas de nossas conclusões ou opiniões devem-se ao fato de nos mantermos muitos e muitos anos em condicionamento, acreditando que o sexo é sujo, ou impuro, portanto qualquer ato sexual fora do que se consideramos normal, já é julgado como errôneo e seus adeptos condenados ao preconceito da sociedade. Porém nossos corpos possuem todos os atributos necessários para desenvolvermos o bem e o sexo é um deles.

Não estou aqui fazendo nenhuma apologia ao homossexualismo, mas não concordo em julgarmos e condenarmos alguém por estar nessa condição. Para mim ainda prevalece o caráter da pessoa e sua preocupação em reformar-se interiormente. ;)

Abçs
Ana
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Jorge em 09 de Julho de 2008, 16:23
No texto transcrito abaixo o autor da maior enfoque as práticas sexuais desregradas causadas em alguns casos por influência de obsessores. Estas práticas não são limitadas aos homossexuais, também se dão entre heteros.

Correcto Gabriel,

Então depreende-se que todos os desvios sexuais são perniciosos, não é?

Por isso mesmo cá estamos todos neste planeta escola, para anularmos todos os nossos defeitos e desvios à lei, quer seja no campo sexual ou noutras áreas.

Abraço fraterno.
Jorge
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Jorge em 09 de Julho de 2008, 17:15
Não estou aqui fazendo nenhuma apologia ao homossexualismo, mas não concordo em julgarmos e condenarmos alguém por estar nessa condição. Para mim ainda prevalece o caráter da pessoa e sua preocupação em reformar-se interiormente. ;)

Olá amiga Ana,

Concordo plenamente querida amiga.  :)

Amigo Gabriel, obrigado por seus esclarecimentos. Um abraço para si também.  :)

Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Peregrino em 09 de Julho de 2008, 20:40
Olá Gabriel,

"O fato de viver a sexualidade, enquanto homossexual, não significa que o indivíduo não possa evoluir e se melhorar.Pode-se, e deve-se, mesmo vivendo a sexualidade, se tornar mais caridoso para com o próximo, mais tolerante e indulgente para com os outros, aprender a encarar as dificuldades da vida com mais tranquilidade, equilíbrio e fé, aprender a amar mais a Deus, ao próximo e a si mesmo. Isso tudo meu irmaão. é EVOLUIR!"

Bem, este texto parece sustentar aquilo que afirmei mas se compreendi mal, peço desculpa por esse facto.

Abraço fraterno.
Jorge

Jorge

O que o Gabriel disse foi que se não conseguimos num aspecto da nossa personalidade, podemos aprimorar outros aspectos desta. Todos temos mais do que uma ou duas arrestas por limar, e por isso, é escusado apontar só uma e nos darmos por vencidos se não ultrapassamos um obstáculo. Além de que o sexo será sempre a última força que o Espírito irá conseguir dominar interiormente, até lá há tanto por onde trabalhar na nossa reforma íntima.

A homosexualidade é apenas uma das muitas dificuldades em o Espírito domar o mundo das formas e da matéria: há a riqueza mal usada, o saber mal usado, a beleza mal usada, e por ai fora. Há que começar por uma destas nossas dificuldades, não conseguiremos deixar de ser escravos da matéria só numa reencarnação.

E só para completar, veja só o último relatório desta semana sobre violência domestica (entre heterosexuais): já aos 15 anos os jovens agridem psicologicamente ou fisicamente a namorada, sabia? Bem antes de casarem. Isso também é uma sexualidade dificilmente vivida, não?

Uns casos não justificam os outros, é certo, mas nós temos que ultrapassar os obstáculos um por um, e nossa vida valerá pelos progressos que conseguirmos, ninguém pense que conseguirá tudo só de uma vez.

Há que analizar tudo para vencer a ignorância, mas temos que respeitar o nosso proprio timing, senão o dos outros.

Era isso que o Gabriel tentou explicar ao David, quando este se referia ao suicidio do homosexual.

Abraço.

Pg
Foi isso que o Gabriel quis explicar
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Peregrino em 09 de Julho de 2008, 23:31

Não estou aqui fazendo nenhuma apologia ao homossexualismo, mas não concordo em julgarmos e condenarmos alguém por estar nessa condição. Para mim ainda prevalece o caráter da pessoa e sua preocupação em reformar-se interiormente. ;)


Ann@,

Estudar para compreender não tem que ser sinónimo de julgar.
Ou tem?

Pg
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Ann@ em 10 de Julho de 2008, 01:38
Olá amigos,


Citar
Estudar para compreender não tem que ser sinónimo de julgar

Não tem e em momento algum eu quis dizer isso, esta minha frase referiu-se muito mais as questões da vivência sexual, do que os motivos que o espiritismo relaciona sobre as possibilidades da homossexualidade.
 :D
Eu pessoalmente não me importo com essas causas, já afirmei isso em outro post. Li sobre isso em livros do André Luiz e outros estudiosos que dão outras razões à homossexualidade, mas fiz esse estudo muito mais pelo motivo de trabalhar com jovens no Centro que frequento e estes terem dúvidas a esse respeito. Essas explicações me serviram muito mais para amenizar problemas relacionados à rejeição familiar - serviram muito mais aos pais inclusive do que para alguns jovens - como também a essa questão da vida amorosa.

O que sinceramente acredito é que não podemos ligar as possibilidades evolutivas de uma encarnação, em situações que não conhecemos; podemos ter algumas explicações que chegaram até nós pelo plano espiritual, mas não conhecemos realmente.

Nossa evolução se dá pela modificação de nossos sentimentos, que independem de sabermos se fomos isso ou aquilo no passado. ;)

Para mim aquilo que eu estudo eu tenho que colocar em prática, senão eu me sentiria apenas como uma 'biblioteca' ambulante; o estudo para mim é a ferramenta que me motiva a minha tranformação. :D

Abçs
Ana

Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Jorge em 10 de Julho de 2008, 09:24
Todo o nosso comportamento deve resultar da nossa consciência. O que fazemos, ou não fazemos, deve acontecer como recsultado da nossa sabedoria e esta só se conquista vivendo. Se não errarmos como vamos ter consciência do que é o erro? Se não fizermos bem como vamos ter a consciência do que é fazer bem? Se não fizermos como vamos aprender a diferenciar?
Quem já sabe não faz, porque já sabe.

Olá amigo Atlante,

Gostei bastante do seu estudo e em particular a parte que anexei.

Realmente a nossa consciência transporta-nos ora para o Céu ora para o Inferno, e com certeza de que gostamos mais de passear pelo céu.  :D

Mas é como o amigo afirma, é necessário dar umas voltitas pelo Inferno  :P para termos a noção do quão gratificante é o Céu da consciência tranquila.  :)

Abraços fraternos.  ;)
Jorge
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Gabriel Duarte em 17 de Julho de 2008, 17:39
Boa tarde amigos!

Vejam no linck abaixo uma palestra sobre este tema que, acredito, seja perfeita para encerrarmos momentaneamente este debate.

Espero que gostem!


http://www.irc-espiritismo.org.br/arquivos/pv150897.pdf
Abraço a todos.
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Jorge em 17 de Julho de 2008, 17:58
Olá Gabriel,

Achei essa palestra excelente!

Obrigado amigo.  :)

Abração.
Jorge
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Dhan em 23 de Agosto de 2008, 21:27
Olá! Sendo gay e espírita acho que posso responder as perguntas abaixo a fim de esclarecer de vez algumas de suas dúvidas.

1) Quando se é homosexual desde a nascença, serà que o factor educação é o culpado do transvio de orientação sexual?
2) Outra questão é a solução para evoluir sendo homosexual serà o de não se viver a sexualidade. (visto que não se  pode viver na mentira, acho eu...)serà que viver na abstnência é solução?
3) Um dos erros està saliente na palavra homo sexualidade ora não é so uma questão sexual, são pessoas com sentimentos como todas as outras. Porque é que se nasce homosexual e o que fazer para mudar isso?

1) Sempre se é homossexual desde nascença - não existe outro jeito. É que algumas pessoas só percebem ou assumem para si mesmas esta condição depois de muito tempo. O fator educação não importa, pois vemos homosexuais em todos os países do mundo, nas diversas culturas e em todas as classes sociais. Portanto, não há "transvio" de conduta sexual, pois isso seria dizer que existe uma única conduta que deve ser seguida, e hoje a ciência vem a nos mostrar que a sexualidade é muito vasta para ser explicada genaralizadamente ou através de fórmulas. Qualquer um pode olhar na internet e ler os estudos científicos sobre homossexualidade (e não 'homossexualismo', pois o termo caiu em desuso já que o sufixo indica 'doença', já comprovada que não) e vão descobrir que pesquisas diversas apontam que entre 2% e 8% da população mundial já afirmou ter tido ou tem vontade de se relacionar com pessoas do mesmo sexo e que essa porcentagem também acontece em diversas espécies de animais na natureza. A homossexualidade é muito vasta: penguins mantém uma união duradoura com outros do mesmo sexo por anos, enquanto o cavalo-marinho é quem engravida e dá luz aos filhotes e existem diversos tipos de peixes fêmas que mudam de sexo quando o macho dominante do cardume morre ou é capturado. Enfim, os exemplos continuam, é só pesquisar... Mas com relação aos seres humanos, não podemos simplesmente rotular uma pessoas de hétero ou gay. A ciência explica que existe um continuum na sexualidade, e não uma parede ou linha definida entre heterossexuais e homossexuais, separando-os. A bissexualidade é uma realidade que engloba muito mais gente do que se acredita, e ela possui níveis muito diferentes: desde uma simples curiosidade passageira até uma total aceitação da condição.

2) Segundo meu entendimento da Doutrina Espírita, nossos atos são 'julgados' por Deus de acordo com a consciência que temos deles, ou seja, de acordo com as nossas noções de certo e errado, bem e mal. A homossexualidade é uma orientação e não uma opção, logo não pode ser condenada, tendo sido da vontade de Deus e para o nosso próprio crescimento passar por este tipo de provação como meio de nos melhorarmos mais rapidamente. A escolha da prova vem antes da nova encarnação se realizar. Aqueles que preferem a abstinência cometem um grande mal a si mesmos, pois proibem-se de amar e de ser amado, se enganam e enganam aos outros e excluem de suas vidas todas as maravilhosas possibilidades de evoluir e aprender com esta existência, com possibilidade até mesmo de na próxima encarnação ter que passar novamente pela mesma prova, por falhar. Mas associar homossexualidade à provação ou expiação também pode ser um grave erro: dependendo da família, dos amigos, do meio em que se vive, da cultura e do nível geral de moralidade/direitos humanos atingidos numa sociedade, a homossexualidade pode constituir uma prova até bem fácil se comparada a muitas outras que o mesmo espírito terá que passar nesta mesma vida. Então, é um grande erro nosso apontá-la como ruim, tendo em vista que ela promove várias lições ao espírito ou pode não vir a ser nada como uma prova para certas pessoas...

3) Sim, eu gosto do seguinte 'ditado' gay: "Eu amo uma alma e não um corpo". E isso é muito bonito e verdadeiro para alguns homossexuais. Para outros, muito mais materializados e menos evoluídos, só se relacioam com pessoas do mesmo sexo por puro prazer. Esses são até contra qualquer tipo de sinal afetivo ou união amorosa e combatem muitas vezes outros irmãos na mesma condição com discursos hipócritas e cheios de 'moralina'. Se nasce homossexual pela própria vontade do espírito de evoluir mais rapidamente através das lições que serão aprendidas nesta condição, que só é mais uma das inúmeras condições que ele previamente estará aceitando antes de encarnar. A homossexualidade existe na natureza e não é causa da baixeza evolutiva do espírito, já tendo sido verificada em outros animais. Personalidades conhecidas e importantes para a ciência, filosofia, história e todos os tipos de Artes foram homossexuais, por exemplo: Caravaggio, Tchaikovsky, Lord Byron, Oscar Wilde, Capote, Leonardo da Vince, Michelangelo, Alexandre - O Grande, entre muitos outros. Ninguém se torna homossexual após nascer, assim como não se pode transformar um gay em um hétero. "Ex-homossexual" é uma das grandes piadas do nosso tempo, e no máximo o que essas cativas e atormentadas almas estão a fazer é negar tudo que elas são e obrigar-se a se relacionar com pessoas do sexo oposto. Essas pessoas podem até se casar e ter filhos mas no seu íntimo elas não são felizes. Não se pode ser feliz reprimindo sentimentos, vontades, sendo contra tudo aquilo que se é de verdade. E pra finalizar, gostaria de observar que a homossexualidade existe desde toda a história, desde os povos bárbaros, até a Grécia antiga e nos clãs de samurais japoneses. No passado não havia condenação pois a moral era outra. Mas com o crescimento exacerbado da moral cristã, indevidamente propagada, invertida e imposta ao povos do ocidente, a felicidade e direitos humanos de milhares foram caçados e destruídos. Eu sou sempre a favor do 'viva e deixe viver', cada um na sua fazendo o que for melhor para si e nada de mal para o outro - é assim que deveria ser.

Abs!

~Dhan
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: aruanda em 24 de Agosto de 2008, 23:35
Dhan, além de concordar consigo em tudo que escreveu,queria deixar aqui  a minha admiração pela sua postura de assumir" quem é".Embora para mim, este assunto não seja relevante porque tenho vários amigos que são homossexuais e, só somos amigos porque são homens com H grande em quem posso confiar e, contar nos momentos mais complicados e que também sabem que podem contar comigo sempre.

Tudo de bom
Abraços
Olga




Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: dOM JORGE em 25 de Agosto de 2008, 14:04
                                           
                                                  VIVA JESUS !

          ...A constituição do ser orgânico é decorência das suas necessidades evolutivas, que são trabalhadas pelo perispirito na condição de modelo organizador biológico.
          Trazendo impressos os mecanismos da evolução nos tecidos sutis da sua estrutura íntima, plasma, a partir do momento da concepção, o corpo, no qual o Espírito se movimentará durante a vilegiatura humana, a fim de aprimorar o caráter e resgatar os compromissos negativos que ficaram na retaguarda.
           Assim sendo, é herdeiro de si mesmo, promovendo os meios de crescer interiormente através das experiências que ocorram num como noutra polaridade sexual.
            Em decorrência, é de fundamental importância que o espírito reencarnado se sinta perfeitamente identificado com a sua anatomia sexual, mantendo os estímulos psicológicos em consonância com a mesma.
             Quando a ocorrência é diversa-função emocional diferente da forma física-encontra-se em reajustamento, que deverá ser disciplinado, evitando a permissão do uso indevido, que proporciona agravantes mais severos para o futuro.
              Eis porque é de vital importância o respeito que os pais devem manter em relação ao sexo dos filhos, evitando interferir psiquicamente no processo da sua formação, quando o zigoto começa a definir a futura forma consoante o mapa cármico do reencarnante.
               Da mesma maneira, filhos com anatomia diferente da herança espiritual-em alguns casos como efeito da preferência dos seus pais, especialmente da mãe que a trabalhou mantendo a aspiração exagerada do que cultivou durante a gestação-apresentam transtornos de expressão e comportamento que devem ser corrigidos na infância, a fim de se não tornarem afligentes no período da adolescência, quando da definição dos órgãos e caracteres anexos do sexo.
                 A orientação cuidadosa e enriquecida de amor reeestrutura o binômio forma-emoção, facultando a existência saudável, sem angústias nem desassossegos.
                  O corpo produz o corpo, que é herdeiro de muitos caracteres ancestrais da família, que sofre as ocorências ambientais, mas só o Espírito produz o caráter, as tendências, as qualidades morais, as realizações intelectuais, o destino...
                   Todo o corpo merece respeito e cuidados, carinho e zelos contínuos, por ser a sede do Espírito, o santuário da vida em desenvolvimento.
                    Diante, portanto, de qualquer dificuldade que se experimente, ou face às decisões graves que aguardam atitude decisória, sempre se poderá perguntar ao Amor como resolvê-las, e esse Amor que se manifesta em toda parte, sem os condimentos das paixões pertubadoras, responderá com sabedoria meridiana que, atendida com cuidado, proporcionará equilíbrio e paz, impulsionando o Espírito pelo rumo bem orientado, pelo qual atingirá a meta para cujo fim se encontra reencarnado.

                                                ( Extraído do livro " Dias Gloriosos "  - Joanna de Ângelis)


                     Espero que este texto sirva de luz para iluminar o debate.



                                                            PAZ, MUITA PAZ !
           
                               
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: gouveia em 25 de Agosto de 2008, 14:18
Olá, caro irmão, sou nova aqui no forum espirita e estive lendo sua mensagem.
Concordo com o Jorge, o homossexualismo nada tem a ver com educação, religião ou doença como alguns falam...
Eu acredito, até pelos estudos tem temos na casa em que frequento aqui em São Vicente - SP - que seja asiim mesmo. O espirito que viveu em outras encarnações em roupagem feminina e agora se ver em ropagem masculina tem dificuldade para aceitar esta nova situação, pois ainda se sente mulher.
Mas as pessoas devem se aceitar como são, se amar, e principalmente se respeitar porque não somos DEUS mas somos filho dele, e a vida que ele nos deu é o maior presente e temos obrigação de cuidar de nossa vida, do nosso corpo e de nosso espirito.
Fica em paz e até mais.
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Peregrino em 26 de Agosto de 2008, 00:08

Olá, amigos

De facto, interessante o conteúdo da palestra apresentada em anexo pelo Gabriel na sua última postagem, tendo várias situações de homossexualismo estudadas e logicamente explicadas, nomeadamente a última, que explica a atracção do cromossoma X ou Y consoante a "fixação" mental do Espírito reencarnante em irmãos ou irmãs do sexo oposto.

Ao contrário do que alguns amigos afirmaram e respeitando (sem qualquer veia homofóbica mas com muita vontade de aprender, diga-se desde já antes de ser acusado…), as opiniões e coragem de todos sobre o tema, no entanto não podemos crer que o que acontece em outros reinos animais é exemplo a seguir para nós, ou então qual seria a finalidade de termos passado do reino animal para o reino hominal?

O homossexualismo não tem que ser condenado, pois todos nós somos ainda Espíritos imperfeitos, todos temos provas a ultrapassar, graus evolutivos a transpor, equilíbrios a restaurar. No entanto, o facto de sermos imperfeitos não nos proíbe de estudar com educação e respeito fraterno os males da humanidade e as formas de progredirmos, nem de dizermos que não nos parece acertado afirmar que tal ou tal conduta polémica nos é imposta por Deus “para o nosso próprio crescimento como meio de nos melhorarmos mais rapidamente”. Pensarmos que tudo é prova escolhida antes da nova encarnação se realizar é o mesmo que colocar tudo por conta do destino e da fatalidade, olvidando que o homem tem o livre-arbítrio para escolher o seu caminho, entre a escravidão aos impulsos primários (sem ofensa, pois todos, homossexuais ou heterossexuais, ainda andamos nessa mesma escola de aprendizagem), v.g. a sujeição ao mundo das sensações, e a supremacia do ser espiritual sobre o mundo material, sendo a finalidade da nossa aprendizagem sermos donos e senhores da matéria e não seus escravos.

E quem sabe os apologistas do “gay pride” de hoje sejam Espíritos reencarnados que trazem desequilíbrios sexuais da liberação sexual “hetero” dos anos 60/70?
Não nos parece que aqueles que preferem a abstinência cometem um grande mal a si mesmos, proibindo-se de amar e de ser amado, excluindo de suas vidas todas as maravilhosas possibilidades de evoluir e aprender com esta existência: sexualidade e amor são coisas bem diferentes, e podem coexistir ou não. Cada um terá que descobrir a resposta, nesta e muitas outras vidas, pois ainda estamos no começo, do estudo.

E para finalizar, da minha parte, reconheço que porque da Doutrina DOS ESPÍRITOS se trata, não conheço comunicação séria de Espíritos que tenham feito a apologia do homossexualismo; mas muitos Espíritos, Joana de Angelis, Emmanuel, Luiz Sergio, e outros alertam para esses desequilíbrios das forças genésicas, tal como nos alertam para os desequilíbrios sexuais dos heterossexuais, seja em casos de liberação sexual, ou de prostituição, de escravidão sexual, de pedofilia, etc

Eu gostei dos argumentos de estudo deixados de forma educada pelo Gabriel, sinceramente, creio que têm sua lógica.

O médico psiquiatra espírita Ricardo di Bernardi também colocou valiosos elementos de reflexão em algumas das sua obras sobre este tema.

Abraços fraternos

Pg
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Peregrino em 26 de Agosto de 2008, 00:18
                                           
                                                 
              Eis porque é de vital importância o respeito que os pais devem manter em relação ao sexo dos filhos, evitando interferir psiquicamente no processo da sua formação, quando o zigoto começa a definir a futura forma consoante o mapa cármico do reencarnante.
               Da mesma maneira, filhos com anatomia diferente da herança espiritual-em alguns casos como efeito da preferência dos seus pais, especialmente da mãe que a trabalhou mantendo a aspiração exagerada do que cultivou durante a gestação-apresentam transtornos de expressão e comportamento que devem ser corrigidos na infância, a fim de se não tornarem afligentes no período da adolescência, quando da definição dos órgãos e caracteres anexos do sexo.
                                                

Olá, amigo dOM Jorge

Elemento de reflexão muito interessante, ainda não tinha pensado na interferência mental paterna e materna durante a gestação.

Embora, confesso, me pareça dificil que Deus permita tal se o Espírito reencarnante não tem de passar por isso.

Abraço.

Pg
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Diegas em 26 de Agosto de 2008, 01:31
Olá, davidsecio.

A minha questão é :

1) Quando se é homosexual desde a nascença, serà que o factor educação é o culpado do transvio de orientação sexual?
Se desde nascença há uma predisposição homossexual, descarta-se a educação como hipótese.

Citar
2) Outra questão é a solução para evoluir sendo homosexual serà o de não se viver a sexualidade. (visto que não se  pode viver na mentira, acho eu...)serà que viver na abstnência é solução?
Se o sexo serve para procriar (crescei e multiplicai-vos), o mais sensato seria distanciá-lo de um parque de diversão.

Citar
3) Um dos erros està saliente na palavra homo sexualidade ora não é so uma questão sexual, são pessoas com sentimentos como todas as outras. Porque é que se nasce homosexual e o que fazer para mudar isso?
Questão de eletividade espiritual (passivo-ativo); estaria realmente disposto a mudar sua sexualidade ?

------------
O homossexualismo é assunto que não se soluciona sobre as bases científicas materialistas, porque só podemos entendê-lo dentro dos princípios da reencarnação. Evidentemente, não se pode esclarecer o motivo da homossexualidade, quando explicado exclusivamente pela maioria do mundo heterossexual, tal qual não pode explicar certos estados sublimes ou depressivos quem não tenha vivido tal fenômeno.

É um problema que se torna mais evidente com o aumento demográfico da humanidade, e também das novas concepções do viver humano, como libertação de 'tabus' e a busca da autenticidade na vida e seus propósitos. Crescem os grupos, comunidades e até instituições homossexuais no afã de solverem os problemas angustiosos ou os motivos das incoerências apontadas pelos contumazes julgadores do próximo, mas incapazes de julgarem-se a si mesmos. Milhões de homens e mulheres são portadores, e requerem a atenção e o estudo cuidadoso de suas reações e comportamento, não meramente que os julguem censuráveis à luz dos princípios e costumes morais de uma civilização retrógrada e mistificadora.

À luz da doutrina espírita, quem responde tal problema são os próprios espíritos no tema 'Sexos nos Espíritos', capítulo IV, da 'Pluralidade das Existências', ítem 200 a 202, do Livro dos Espíritos:  

Citar
Ítem 200 - Tem sexo os Espíritos ?

R. - "Não como o entendeis pois que os sexos dependem da organização. Há entre eles amor e simpatia, mas baseados na concordância de sentimentos".

Ítem 201 - Em nova existência, pode o Espírito que animou o corpo de um homem animar o corpo de uma mulher e vice-versa ?

R. - "Decerto: são os mesmos os Espíritos que animam os homens e as mulheres".

Ítem 202 - Quando errante, que prefere o Espírito: encarnar no corpo de um homem, ou no corpo de uam mulher ?

R. - "Isso pouco lhe importa. O que o guia na escolha são as provas por que haja de passar".


Portanto, é um fenômeno anormal, quando interpretado estatisticamente, por ser a maioria significativa das pessoas heterossexuais, porém ao interpretarmos sob o prisma das leis da evolução espiritual, o problema não pode ser solucionado de forma geral, pois é peculiar a cada indivíduo em sua luta redentora.

No decorrer do tempo (quem sabe) haveremos de compreender melhor os conceitos de normalidade e anormalidade, verificando não se ajustarem de maneira coerente, ao tratar-se simplesmente de gestos, condutas externas, incapazes de mostrarem o íntimo das almas.

O problema é realmente de afinidades eletivas no campo da espiritualidade, porquanto homem e mulher carnais são apenas expressões da mesma essência espiritual, diferenciados pela maior ou menor passividade, atividades e sentimentos.


Abç

Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Dhan em 26 de Agosto de 2008, 03:45
Olá!

Só deixando meus últimos comentários sobre o assunto:

Aruanda, obrigado pelo apoio! :D

Gouveia, discordo desta sua afirmação: "O espirito que viveu em outras encarnações em roupagem feminina e agora se ver em ropagem masculina tem dificuldade para aceitar esta nova situação, pois ainda se sente mulher." Isso gera uma série de questões: então, todos os espíritos que mudam de sexo entre uma encarnação e outra passam por uma existência homossexual ou só os que encarnaram repetidamente com o mesmo sexo? Se não todos, qual a regra para aqueles que se tornam? Os mais materializados? E os inúmeros espíritos claramente mais envoluídos que outros em seu tempo e que vem/vieram a Terra com a orientação homossexual? E o que dizer sobre os bissexuais, que não diferenciam seus parceiros românticos entre mulher e homem? Seria dizer que esses se acostumaram apenas 50% com seu novo gênero sexual? E aquelas pessoas que tem apenas uma curiosidade ínfima, fantasia sexual (rara ou repetitiva), ou que um dia - talvez um pouco bêbadas - acabaram nos braços de uma pessoa de mesmo sexo (arrependendo-se depois ou não - não importa)? Enfim, eu sou homem e gay e me orgulho de ser os dois. Não tenho, assim como a maioria esmagadora de pessoas na mesma condição, a menor vontade de ser mulher ou de ter nascido mulher nesta vida. Portanto, Gouveia, discordo do que disses, acho que idéias como essa vêm da vontade de se explicar tudo através de fórmulas e regras, para facilitar o entendimento. Mas novamente afirmo, a sexualidade (na natureza em geral, mas principalmente a humana) é muito vasta para se simplificar desta maneira. O tema é delicado e o território é cheio de moralismo anacrônico e de idéias que ao invés de caírem por terra foram sobrevivendo ao tempo pelas mãos de gente sem respeito ao próximo. As diversas formas de expressão cultural das sexualidades sempre determinam crenças, valores e reações em relação as mesmas.

Finalizo dizendo que o que escrevestes, Gouveia, tem a ver com outra coisa que não deve ser confundida de maneira alguma. Em se falando de sexualidade, podemos dizer que existem 3 coisas diferentes: o sexo comum, as fantasias sexuais e os transtornos da sexualidade. Para a grande maioria dos gays e lésbicas a homossexualidade se manifesta tanto no sexo comum quanto nas fantasias sexuais. Em outras pessoas, apenas nas fantasias sexuais e nas mais diversas intensidades. Mas existe um transtorno sexual, uma patologia rara, que faz com que certos indivíduos nasçam com o corpo "trocado". Não me lembro agora o nome, mas já li em diversos artigos científicos. Um indivíduo, por exemplo, nasce com o corpo de mulher mas ele sente, ele sabe, que este corpo é errado, porque seu cérebro teve formação masculina. Seu cérebro e seu corpo são incompatíveis, e daí surge a vontade da cirurgia para trocar de sexo. Esse caso é raro, é um transtorno da sexualidade, e, da maneira como vejo, é da coisa que mais se aproxima seu comentário, Gouveia. Hoje em dia descaracterizada como patologia, a homossexualidade só pode ser considerada doentia quando o homossexual apresentar sofrimento psíquico por esta condição. Pela natureza do karma que vem com esta patologia, na minha opinião bem severo e grave para qualquer pessoa (imagine 'acordar um dia' e descobrir que seu sexo foi trocado!), é possível que tenha havido uma falta grave em outra existência ou 'desequilíbrio' fazendo com que esse espírito não consiga se acostumar a sua nova condição, mas ainda pra mim tudo é muito especulativo e prefiro não entrar em detalhes.

Devemos nos concentrar em sermos tolerantes e caridosos e tentar aliviar dos ombros dessas pessoas o peso de serem diferentes e mal compreendidas.

Abs a todos!

~Dhan
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: dOM JORGE em 26 de Agosto de 2008, 14:12
                                             
                                                VIVA JESUS !

              PEREGRINO, meu amigo, continuando com a Joanna de Ângelis:

      "...É natural que se tenha opção por essa ou aquela expressão sexual em relação ao ser amado; no entanto, não deve ser tão preponderante que, em se apresentando diferente do que se deseja, o amor sofra efeitos negativos. Outrossim, a invigilância que pode originar-se na genitora optando e impondo o desejo sobre o ser em desenvolvimento, poderá contribuir para alterar a constituição molecular, atendendo-lhe psicocineticamente a aspiração. Não obstante, porque fora da programação evolutiva do Espírito, essa mudança pode  trazer-lhe prejuízos emocionais e comportamentais."

                              Espero, caro amigo, que a exposição acima contemple a sua dúvida.


                                                            PAZ, MUITA PAZ !
                                                           

                                         
                           
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Edgard em 07 de Outubro de 2008, 14:13
 Antes de qualquer coisa, não somos melhores que ninguém, só quem pode julgar é Deus, não cabe a nós, criações dele ainda imperfeitas querermos ser os donos da verdade, acho que o assunto é polemico sim, mas deve ser debatido também, sem ofender ninguém ou demonstrar qualquer tipo de preconceito.
 Qualquer forma de preconceito deve ser abolida de nossa vida pois com o  preconceito não fazemos apenas o mal ao próximo, como também e principalmente a nós mesmos, pois o preconceito impede o desenvolvimento espiritual e só nos pucha para trás, imagina como seria bom se não existisse preconceito com condição sexual, cor de pele, religião, forma física, nível de escolarida, etc. Pare e pense um pouco: será que somos tão bons assim para julgarmos alguém? Primeiro  que se realmente fossemos bons assim não julgaríamos ninguém. E será que cada um de nós não poderia sofrer algum tipo de preconceito por algum "defeito" social? E como você se sente nessa posição? Se sente bem?
 Acho que a cima de tudo quem vem debater este tipo de assunto deve se livrar dos preconceitos e ter a mente aberta, até porque, se estamos aqui, é para aprender com o próximo, entender o próximo e conviver com o próximo.
 Na minha opnião homosexualidade não é uma opção, porque se fosse uma opção a pessoa optaria por viver uma vida escondida e limitada pelos preconceitos sociais? Homosexualidade é condição, você nasce assim ou não. É como ser heterosexual, você nasce heterosexual, não opita por ser..
 Já li e ouvi em estudos algumas esplicações para o fato e acho que uma das que eu achei mais convincentes é de que por exemplo um homem pode nascer homosexual(principalmente os que têm vontade de se sentirem mulheres, se vestirem como tal e etc, mas não são todos) por ter encarnado muitas vezes em corpo feminino, é como se o espírito se identificasse com o feminino e então o espírito por muitas vezes não consegue se aceitar, se identificar com aquele corpo, e tudo piora com o fator preconceito social. O mesmo acontece com a mulher, no caso lésbica, que pode ter encarnado como homem muitas vezes anteriormente.
 Quero finalizar dizendo que o preconceito é tanto ruim para quem sofre quanto para quem faz sofrer e espero ter ajudado ou esclarecido um pouco.
 Paz para todos  ;)
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Q em 22 de Outubro de 2008, 06:27
Olá David,

Quem é plenamente feliz neste mundo?

A felicidade é ainda bem quimérica.
A DE fala bem a respeito da felicidade!
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: gouveia em 22 de Outubro de 2008, 22:45
Meu irmão, qual é a real importancia de ser homossexual ou não??????
Os homosexuais são filho de DEUS assim como todos nós.
Sou amiga de varios GLS sem nenhum problema, converso, brinco, frequentam a minha residência, qual o problema???????
Sua vida particular diz respeito somente a você.
Veja bem o que eu disse é que:NA CASA ESPIRITA QUE EU FREQUENTO, a explicação que se da para a homosexualidadel é:
Quanto o espirito reencarna varias vezes em um corpo feminino, ele sente dificuldade  em aceitar um corpo masculino, até hoje foi a melhor exlicação que encontrei.
Se voce não concorda, está no seu direito.
Na vida, a gente encontra preconceito com tudo; por ser bonito, por ser feio, por ser negro, por ser branco, por ser nordestino, por ser gordo, por ser magro. Ou seja, se nem JESUS agradou a todos  não sou eu, nem voce que vai agradar, independente do credo ou opção sexual.
Na verdade só saberemos comcerteza quando estivermos do lado de la.
Fica em paz e até breve.
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: angielis em 12 de Fevereiro de 2009, 17:32
Penso que...

Se estamos no mundo para aprender, amar, respeitar e cuidar uns dos outros... a maior dificuldade seria em se aceitar (no caso de homossexual) e aceitar os julgamentos todos da sociedade.

Cada cabeça sabe sua sentença.

Um homossexual não deve viver infeliz, se culpando dia e noite, tentando conviver com uma pessoa do sexo oposto e sofrendo com isto.

A afinidade e o amor por pessoa do mesmo sexo é sagrado, desde que haja respeito, amor, sinceridade, bons propósitos, prática do bem comum...

O resto, a meu ver, é simples julgamento da sociedade.

Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: Sandra de Oliveira em 14 de Fevereiro de 2009, 02:47
Olá David,


Citar
Porque é que se nasce homosexual e o que fazer para mudar isso?

Eu pessoalmente não me preocupo muito com essa questão, no sentido do porque se nasce homossexual. Se acreditamos que cada caso é um caso, que nada é por acaso e que sempre vivemos siituações que são necessárias ao nosso crescimento, imagino que o mais importante é tentarmos nos livrar de sentimentos errados relacionados ao homossexualismo como o preconceito, o julgamento, a culpa... Penso também que o mais importante é mudarmos nossos sentimentos, nossa conduta moral.

Sobre a educação, penso que em alguns casos pode até ter certa influência, mas como já disse antes nada acontece por acaso, portanto a família que passa por esta situação com certeza deve haver uma razão.

A nossa evolução esta intimamente ligada aos nossos sentimentos, não a opção sexual.

Este video no Youtube, traz uma resposta do Chico Xavier, que acho interessante.

http://www.youtube.com/watch?v=tb8LmH5ep7Y (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PXRiOExtSDVlcDdZ)


Abçs
Ana
Muito bm o vídeo...
E pensar que Chico Xavier naquela época já tratava de um assunto que nos dias atuais ainda é tratado como polêmica...
Título: Re: Homosexualidade não é opção nem escolha?
Enviado por: BrunoGT em 25 de Setembro de 2010, 02:46
Caros amigos, eu realmente estou decepcionado quanto ao que diz o espiritismo quanto ao homosexualismo, ou pelo menos ao que diz alguns textos que li, onde se compara a situação de um homosexual com a de um viciado que precisa largar essa vida mundana. Como se pode falar o que uma pessoa deve ou não seguir? Eu realmente creio no espiritismo, de verdade, mas sinceramente, como em todas as religiões ele está equivocado em algumas coisas, simplesmente dizer que uma pessoa homosexual não deve querer amar ninguém, porque veio a esse mundo para uma aprendizado? aprendizado sim, mas com livre arbitrio e direito de amar sim, e não viver em uma mentira, iludindo falsas esposas, iludindo a si mesmo e sendo infeliz. Eu tenho apenas uma coisa a dizer: sigam seus corações, ele é o seu maior guia, ele sempre nos levará pra o caminho do bem e da felicidade, independentemente de religiões. Siga seu coração e pratique o bem! É isso.