Forum Espirita

GERAL => Outros Temas => Fluidoterapia => Tópico iniciado por: Fatto em 19 de Outubro de 2010, 19:18

Título: pensamento na hora do passe
Enviado por: Fatto em 19 de Outubro de 2010, 19:18
Ola pessoal,

To com uma duvida que tem me incomodado bastante ultimamente e por isso resolvi postar aqui.
Trabalho na assistência A3, dando passe de choque animico e geralmente não tenho problemas em me manter concentrado. No entanto, queria de saber dos amigos mais experientes, o que vcs pensam no momento do passe? Vcs fazem uma prece ou algo assim? Ou simplesmente se mantem concentrados e tentam silenciar a mente? O que tenho feito é pedir que Deus ajude aquela pessoa, que ela possa sair melhor do que entrou, etc, etc.

E vcs, o que pensam na hora que estão ministrando o passe?

Obrigado
 
Título: Re: pensamento na hora do passe
Enviado por: Mourarego em 19 de Outubro de 2010, 19:57
Fatto,
não creia nessas bobagens de passe de choque anímico. são criações inventadas cá no Brasil e a bem pouco tempo.
O passe é sempre um serviço feito a duas consciêwncias. A do passista, e a do Espírito que sutiliza suas energias enviadas.
Sendo assim, não há animismo no passe, pode sim haver e o há no mais das vezes na magnetização, ou seja um trabalho feito tendo apenas a magnetização de Mesmer, ou seja, um atributo próprio do magnetizar. Este pode bem nem Espírita ser.
Explicando sobre a magnetização kardec que a estudou por mais de 25 anos, diz assim, "quando este (o magnetizador), chama a seu lado, quer pela evocação , quer pela prece, que é uma espécie de evocação, os bons Espíritos tem á ação aditada força maior pois  no concurso dos Bons Espíritos tem sutilizado o magnetum animal que emite".
Como na casa espírita todo o passe é assistido pelos Espíritos não há animismo algum. Logo não pode haver choque anímico.
abraços,
Moura
Título: Re: pensamento na hora do passe
Enviado por: Luiz Vera em 19 de Outubro de 2010, 20:37
Amigos, boa tarde,
Lendo LM:XIV, 176, Kardec pergunta II - Entretanto o médium é um intermediário entre os espíritos e os homens, mas o magnetizador, tirando sua força de si mesmo, não parece servir de intermediário a nunhuma potência estranha.
R - É uma suposição errônea. A Força magnética pertence ao homem, mas é aumentada pela ajuda dos espíritos a que ele apela".
Ou seja, se é tirado do magnetizador, logo é anímico, e os Espíritos que nos auxiliam dá a qualidade necessária a esses fluidos.
Muita paz
Luiz Vera
Título: Re: pensamento na hora do passe
Enviado por: Mirina em 19 de Outubro de 2010, 20:57
Olá amigos,

pesquisem o funcionamento da energia eletromagnética e como ele ocorre nos corpos eletromagnetizados e creio que poderemos encontrar uma explicação cientifica, segundo o que tenho pesquisado.

O corpo imantado recebe uma corrente elétrica que pode controlar a força e a direção da energia desprendida.  Utilizaremos então a força magnética animica e a força espiritual elétrica, portanto uma combinação de príncipios.  Ocorre que todo ser humano pode utilizar sua própria corrente elétrica e potencializar sua energia, ou se utilizar de implusos vindos do plano espiritual, creio que aí dependerá muito a finalidade e a intensidade que se quer dar à cura.

Quanto aos pensamentos que devemos direcionar na hora do passe, em minha experiencia pessoal utilizo aqueles que mais potencializam a energia luminosa que consigo produzir.  Em momentos o pensamento pode se desviar e podemos perceber a qualidade desta energia se dissipando.  A medida que praticamos vamos aplicando mais facilmente os pensamentos com o objetivo de doação energética.


Abs,
Mirina
Título: Re: pensamento na hora do passe
Enviado por: Mourarego em 19 de Outubro de 2010, 21:44
Amigos, boa tarde,
Lendo LM:XIV, 176, Kardec pergunta II - Entretanto o médium é um intermediário entre os espíritos e os homens, mas o magnetizador, tirando sua força de si mesmo, não parece servir de intermediário a nunhuma potência estranha.
R - É uma suposição errônea. A Força magnética pertence ao homem, mas é aumentada pela ajuda dos espíritos a que ele apela".
Ou seja, se é tirado do magnetizador, logo é anímico, e os Espíritos que nos auxiliam dá a qualidade necessária a esses fluidos.
Muita paz
Luiz Vera

Luiz, calma mano, vamos por partes, "qui nem" o jack estripador...
No passe há sempre a ação dos Espíritos logo não há magnetização como ensinada por Mesmer. é um serviço conjunto por isso não há animismo. Não como pensam alguns, pois a ação do Espírito do médium, é totalmente anímica, quer dizer produto dele esmo, mas conjugada com a ação espiritual ou energia espiritual, esta ação se torna medianímica, que foge á esfera da magnetização de Mesmer.
passe é uma coisa, magnetização e magnetizador outras.
Um magnetizador age por influencia de um conjunto de atributos dele mesmo, é por assim dizer ação anímica pura e simples, mas quando este, trabalha no passe toma a si por prece ou por evocação, o concurso dos bons espíritos que o ajudam sutilizando a energia animal que produz pela ação da energia espiritual de que dispõem. Por isso a instrução do LM diz "A Força magnética pertence ao homem, mas é aumentada pela ajuda dos espíritos a que ele apela".
Note, foi o amigo quem trouxe esta resposta mas ao que parece não se apercebeu deste pequeno trecho.
A qualidade existe sempre amigo, os Espírito apenas sutilizam um quantum do magnetum animal pertencente ao magnetizador.
Em toda a minha vida atuanbte no passe, namagnetização de águas, ou mesmo na desobsessão, sabe quantos médiuns que também eram magnetizadores encontrei? apenas dez.
Por que digo isso? por que fazíamos nas tres casas que frequentava quando mais novo, pesquisas intensas na busca dessa qualidade de pessoas. Ora, apenas dez, eu encontrei comprovadamente magnetizadores, mas isso em 18 anos de ação ininterrupta nessas atividades descritas acima, fora igual tempo de pesquisa junto ao grupo que mantive e que também pesquisava essa e outras coisas.
abração,
Moura
Título: Re: pensamento na hora do passe
Enviado por: Luiz Vera em 19 de Outubro de 2010, 22:12
Olá Moura, boa noite,
Agradeço a explicação, muito coerente, mas em meus estudos, mas aprendi que, quando há um intermediario humano, como no passe e/ou na mediunidade, sempre haverá o fator anímico. Nunca é 100% espiritual.
A palavra "passe" é recente e quando Kardec trouxe o tema o termo usado era magnetismo, tanto é que Kardec utiliza o termo médium e a resposta informa a união deste fluido com a dos Espíritos.
Muita paz
Luiz Vera
Título: Re: pensamento na hora do passe
Enviado por: Mourarego em 19 de Outubro de 2010, 22:31
Sim mano Luiz,
concordo que o vocábulo "passe" é recente, e que o termo indicado por Kardec era magnetização.
contudo esse neologismo, "passe", não criado por kardec é quem faz mais das vezes, a confusão no entendimento de alguns estudantes da doutrina.
Essa confusão se vê presente mesmo agora na tua explicação.
Se, por certo há sempre uma ação anímica no concurso de qualquer trabalho espírita. O vocábulo sempre está mal colocado.
Há sim, quase sempre. Isso porque a ação da maioria dos médiuns, ou seja, os médiuns que não sejam nem sonâmbulos nem estáticos é a que se enquadra na visão de animismo, pois o que eles proporcionam lhe vem de si mesmos. O magnetizador pode estar incluído nessa classe de médiuns pois também é dele apenas a ação.
Por isso temos magnetizadores que são ateus.
Quando porém este maginetizador, toma a si, uma atuação na casa espírita, não é ele só quem ali está, pois pela preparação ao trabalho, faz-se primeiramente uma prece e sabemos que esta é uma evocação. Sendo assim chama-se ao contributo do trabalho ajunto, aos Bons Espíritos e estes acorrem sempre solícitos.
Fica claro que ali não está mais somente o magnetizador, pois que com esta ação conjunta, este tem o seu animus, sutilizado pela ação da energia espiritual vinda da ação destes Boins Espíritos.
Assim modifica-se o conteúdo da ação magnética pura de antes, que o magnetizador faria sozinho, sem concurso dos Espíritos, para uma outra gama de ação, que se quer ver praticada na hora do passe, e esta é ação conjunta, quer dizer Espíritos/ Espírito do passista. Esta última, porém age mais na esfera física do que na espiritual, em virtude do magnetum animal, tal como agia, antes, Mesmer grande propagador do mesmerismo ou magnetização animal como é conhecido.
Tendo estão dois elementos a giram em conjunto, o Espiritual e o anímico, sendo o primeiro mais forte e sutil e que mesmo engloba todo o conteúdo final da ação, não se pode atribuir uma ação anímica como sendo a principal e por isso se diz medianimica. ou seja uma ação integrada  de ordem Espiritual e anímica, com prevalência da primeira no caso do passe espírita.
abração,
Moura
Título: Re: pensamento na hora do passe
Enviado por: Luiz Vera em 19 de Outubro de 2010, 22:47
Amigo, Fatto,
Desculpe ter saído do tema proposto pelo irmão.
No Núcleo Espírita em que participo, a orientação é, como você já mencionou:  uma prece para aquele irmão;  pedir que Deus ajude aquela pessoa; como não conseguimos, utilizando as suas palavras, silenciar a mente, orientamos que o pensamento seja para a figura do Mestre Jesus; mas o mais importante para que possamos ser bons passistas é colocar em prática os ensinamentos do Cristo no nosso dia a dia, harmonizando assim nossos fluidos e para que possamos ser uma ferramenta para os Bons Espíritos.
Muita paz,
Luiz Vera

 
Título: Re: pensamento na hora do passe
Enviado por: Fatto em 20 de Outubro de 2010, 11:47
Sem problemas Luiz. Na verdade gostei bastante das discussões.  ;D
Lá onde trabalho acho que choque animico é mais uma questão de nomenclatura mesmo já que fica pra gente fica bastante claro que há participação de nossos amigos do plano espiritual.

Obrigado a todos que postaram.

Título: Re: pensamento na hora do passe
Enviado por: Fernando Louren em 20 de Outubro de 2010, 12:25
Caro irmão Fato , no momento do passe , procuro direcionar meu pensamento para Jesus e ficar em prece pelo irmão que esta recebendo o passe.
O passista deve procurar adotar uma postura cristã em todos os momentos , dentro e fora do local de trabalho espirita, pois dessa forma estará facilitando a sintonia com os espiritos trabalhadores no bem.
Muita paz e alegria e um abraço a todos
Título: Re: pensamento na hora do passe
Enviado por: candi em 16 de Novembro de 2010, 17:32
olá amigos bom dia,
gostaria de saber qual é a responsabilidade do coordenador de uma equipe de passe.

qual é a sua conduta com os passista?

é necessario um coordenador na equipe?

cite as qualidades que um coordenador deve ter para um bom trabalho em equipe.etc
Título: Re: pensamento na hora do passe
Enviado por: Mourarego em 16 de Novembro de 2010, 19:53
Liderança responsável e atrelada ao que ensina a doutrina.
Se possível ser um médium que tenha a faculdade de magnetizador.
Pleno conhecimento do tema e de suas injunções.
Como se vê não é fácil se encontrar uma pessoa assim. Não pelo fato de existirem poucas mas sim pelo pouco valor dado a essas questões para os dirigentes da maioria das casas espíritas.
O passe Espírita, ou seja, o passe misto, é coisa sagrada e séria não deve ser ministrado senão quando se sabe o que ele envolve e se está bem no todo.
Se estamos mal de algum jeito, melhor sermos passageiros nesse ônibus que nos leva ao atendimento de urgência espiritual.
eu ajo assim. Já disse aqui que fumo  e que não quero parar de fumar, porque gosto. Todavia, mesmo não aceitando a tese de que o fumo faça algum mal a mim como médium ou a quem dê passes, preferi enquanto fumante estou, parar de ministrar passes.
Abraços,
Moura
Título: Re: pensamento na hora do passe
Enviado por: ESTEVAM RAMOS em 23 de Novembro de 2010, 18:39
Carissimo Fatto.Muita Paz!
Orienta-nos o Espírito André Luiz o seguinte:
(...)O Passe,na dignidade da Prece,foi sempre auxilio Divino ás necessidades humanas(...) Em assim sendo,a postura mental elevada é que determina a capacidade de irradiar o pensamento e de movimentar energias(...)ficando então por conta do passista para atingir o seu objetivo,o uso da vontade firme,férrea,e do pensamento para dirigi-la aos locais designados a recebe-la. Portanto,quando na Câmara de Passes da Casa Espirita PENSAMENTOS ELEVADOS ! Cordialmente Estevam Ramos
Título: Re: pensamento na hora do passe
Enviado por: Lucazan em 26 de Novembro de 2010, 01:59
Caros amigos e querido Fatto,
O mais importante, é a intenção, os seus pensamentos e a suas vontade de fazer o bem e de se doar ao próximo, essa intenção é a caridade pura! Com isso você estará atraindo espíritos bons para auxilia-lo neste processo mediúnico. Do mais é só formalidades que o homem acrescenta à doutrina espírita, se uma prece o ajuda a aumentar a sua confiança, faça.
Mas, como sempre digo, não devemos ter uma fé cega. Temos a obrigação de nos instruirmos, devemos questionar sempre, e procurar na D.E. as respostas.
Muitas coisas são mal explicadas e mal compreendidas dentro das casas espíritas.
Quando você tiver qualquer duvida sobre mediunidade, procure a resposta nos livros dos médiuns.
Para que não fique nenhuma duvida, a respeito do que ocorre no momento do passe, segue 3 respostas do Livro dos Médiuns a respeito de como as coisas acontecem.
176. Eis aqui as respostas que nos deram os Espíritos às perguntas que lhes dirigimos sobre este assunto:
1ª Podem considerar-se as pessoas dotadas de força magnética como formando uma variedade de médiuns?
"Não há que duvidar."
2ª Entretanto, o médium é um intermediário entre os Espíritos e o homem; ora, o magnetizador, haurindo em si mesmo a força de que se utiliza, não parece que seja intermediário de nenhuma potência estranha.
"É um erro; a força magnética reside, sem dúvida, no homem, mas é aumentada pela ação dos Espíritos que ele chama em seu auxilio. Se magnetizas com o propósito de curar, por exemplo, e invocas um bom Espírito que se interessa por ti e pelo teu doente, ele aumenta a tua força e a tua vontade, dirige o teu fluido e lhe dá as qualidades necessárias."
3ª Há, entretanto, bons magnetizadores que não crêem nos Espíritos?
"Pensas então que os Espíritos só atuam nos que crêem neles? Os que magnetizam para o bem são auxiliados por bons Espíritos. Todo homem que nutre o desejo do bem os chama, sem dar por isso, do mesmo modo que, pelo desejo do mal e pelas más intenções, chama os maus."
Acredito que para respostas tão claras, não precise comentários.
Portanto, no momento do passe, mantenha seu pensamento elevado e a intenção de fazer o bem, o resto e por conta dos espíritos e tudo acontece de forma natural.
Que a Luz se faça sobre nós e que possamos encontrar a Verdade.
Título: Re: pensamento na hora do passe
Enviado por: Mourarego em 27 de Novembro de 2010, 13:53
Lucazan,
saiba que aprecio muito os seus comentários geralmente embasados na doutrina.
Aprecio também que o amigo além de se embasar na doutrina a traga, confirmando o que quer passar.
É assim que se funciona em qualquer fórum.
Abraços,
Moura
Título: Re: pensamento na hora do passe
Enviado por: mecame em 27 de Novembro de 2010, 14:22
Irmãozinho Fatto, o tema que você trouxe é de profunda importância. Veja como movimentou os irmãos e irmãs para a atenção. Eu quero dizer que amei o tema e amei a forma como todos postaram. E só gostaria de dizer que no momento do passe o certo seria sermos o que somos e, o que somos deveria ser bom. Mas, alguns dizem que preferem não pensar em nada, outros dizem que pensam em Jesus e, assim cada um segundo o que acha melhor, mas é muito bom lembrarmos que nós somos pensamento e, pensamento é receptor e emanador de energias também. Por isso eu penso que todo médium deveria amar a vida eterna (cheia de graça pela possibilidade do adiantamento sempre para as transições da evolução) e este amor deve ser estendido para seus semelhantes nesta posição encarnada. Basta amar a vida do próximo. E se já conquistamos esta forma de amar , então isso é maravilhoso e, no momento do passe devemos ter apenas o amor que já existe em nós e a vontade de fazer o bem, o resto a espiritualidade acrescenta. A paz de Cristo a todos.
Título: Re: pensamento na hora do passe
Enviado por: Fatto em 16 de Dezembro de 2010, 18:04
Obrigado novamente a todos que responderam. Sou meio questionador e esse foi um assunto que sempre me interessou. Mecame, também gostei de todas as respostas,  forum espirita é lugar de discussão sadia.